Page 1

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pelo Grupo Sinos S/A.

CLÁSSICO MONTADO

Cena de ‘Drácula’

PASSAGENS DE OBRAS FAMOSAS SÃO RECRIADAS EM LEGO PÁG. 11 PORTO ALEGRE Terça-feira, 11 de março de 2014 Edição nº 583, ano 3

‘ELES VOLTAM’ ESTREIA NO CINEBANCÁRIOS PÁG. 09

www.readmetro.com | leitor.poa@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metropoa

Confusão começou com derrubada de rede

Tumulto na audiência pública

Manifestantes usam rojões e pedras para impedir apresentação da licitação do transporte PÁG. 03

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

QUE MARIO? O BALOTELLI!

PROJETO RECUPERA ACERVO DA EDITORA GLOBO PÁG. 10

DRAMA NA TELA

MÍN: 19°C MÁX: 30°C

GABRIELA DI BELLA/METRO

MEMÓRIA VISUAL

OAB cobra correção da tabela do IR Ação no STF. Ordem dos Advogados do Brasil pede que IPCA substitua a TR, para cálculo com base na inflação oficial, por haver defasagem de 61,24%. A faixa de isentos atingiria quem ganha até R$ 2.758 PÁG. 06

PMDB cobra conta em seis Estados

Túnel da Conceição terá bloqueio de 48h

Para pôr fim à crise, PT teria de abrir mão de candidatura própria PÁG. 05

Evento de arte em grafite será feito no sentido bairro-Centro da via PÁG. 04

ATACANTE ITALIANO ABRE A SÉRIE ‘GRANDES CRAQUES’ DO METRO, QUE TRAZ O PERFIL DAS MAIORES ESTRELAS DA COPA PÁG. 14 E 15 FOTÓGRAFO/AGÊNCIA


|02|

1 FOCO

Sebastião Salgado

Cidadão da capital O fotógrafo Sebastião Salgado (foto) recebe nesta sexta-feira o título de Cidadão de Porto Alegre, proposto pela vereadora Sofia Cavedon (PT) e aprovado ontem. Salgado se tornou fotojornalista em 1973, profissão que seguiu durante a vida. Também estudou Economia na USP (Universidade de São Paulo) e escreveu sua tese sobre o assunto em 1969, na França.

CNJ faz vistoria e pedirá obras no Presídio Central Mutirão Carcerário. Estabelecimento prisional de Porto Alegre recebeu ontem uma equipe do Conselho Nacional de Justiça A realidade do Presídio Central de Porto Alegre, considerado um dos piores do país, chocou até quem está mais acostumado com a situação difícil que o sistema carcerário vive no Brasil. Para o presídio gaúcho, o diagnóstico é preocupante e lamentável. Pelo menos para o juiz João Marcos Buch, que vistoriou ontem o Central coordenando as ações do Mutirão Carcerário, que é realizado pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça). O magistrado ficou impactado negativamente com pelo menos dois aspectos do presídio de Porto Alegre: os problemas com o saneamento básico e a superlotação. Segundo o juiz, após o fim das inspeções, será solicitado ao governo do Estado um cronograma de obras para melhorar a situação dos mais de 4 mil presos

Olhar crítico

DIEGO CASAGRANDE DIEGO.CASAGRANDE @METROJORNAL.COM.BR

Cotações Dólar + 0,21% (R$ 2,35) Bovespa - 1,54% (45.533 pts) Euro + 0,24% (R$ 3,24) Salário Selic (10,75% a.a.) mínimo (R$ 724)

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Diego Casagrande é jornalista profissional diplomado desde 1993. Apresenta os programas BandNews Porto Alegre 1a Edição, às 9h, e Ciranda da Cidade, na Band AM 640, às 14h.

4.459 processos de presos do sistema carcerário do Rio Grande do Sul serão analisados pela equipe do CNJ. que cumprem pena no local atualmente. O governo do Estado, por meio do secretário da Segurança Pública, Airton Michels, afirmou que o Executivo está trabalhando no caso do Presídio Central desde o primeiro dia de governo. Michels ressaltou que esse foi um compromisso que ele tomou para si quando foi nomeado para o cargo. O secretário ainda destacou as construções de novas penitenciárias no Estado que devem, até o fim do ano, auxiliar na desativa-

ção de parte do Central. O projeto de reformas e atualização do Central também está previsto pelo governo, mas somente após o seu esvaziamento. No entanto, o ritmo dessas obras não é satisfatório, no entendimento do juiz da Vara de Execuções Criminais Sidinei Brzuska. Segundo ele, o que existe de concreto atualmente são dois projetos que preveem a criação de menos de mil vagas, o que não garante a diminuição massiva de apenados como prevê a necessidade. Além de acompanhar as condições do Central, o Mutirão Carcerário também deve promover a revisão de 4.459 processos de presos do sistema penitenciário gaúcho. As ações vão até o dia 23. Os resultados deverão ser apresentados até o final de abril. BANDNEWS

A DEMOCRACIA NA BOLA DE CRISTAL O grande Winston Churchill costumava dizer que “a democracia  é a pior forma de  governo, salvo todas as demais formas que têm sido experimentadas de tempos em tempos”. Assino embaixo. Infelizmente, sabemos que muitos dentro do governo de nosso país usam-na para a difusão de ideias e práticas totalitárias que, se implantadas, nos deixarão ainda mais reféns e menos livres. Este processo se dá aos poucos, comendo pelas beiradas, como um envenenamento. E o paciente já dá sinais da doença. A corrupção, a impunidade, o enriquecimento através da política, o clientelismo e a mentira estão debilitando nossa democracia. Em Atenas, há mais de dois mil anos, os gregos foram o princípio da experiência democrática que viria a se tornar um dos maiores valores do mundo ocidental contemporâneo. Adotaram regras eleitorais, decidiram por um sistema de escolha direta dos representantes, criaram formas de consulta popular em questões importantes e demarcaram que há poderes e decisões que são legítimos e ilegítimos.

FALE COM A REDAÇÃO leitor.poa@metrojornal.com.br 051/2101.0471 COMERCIAL: 051/2101.0302

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Polícia apura desabamento Cerca de 15 moradores do edifício cujo teto desabou na manhã de sábado na rua Barão do Amazonas, no bairro Petrópolis, registraram queixa na DP, levando a Polícia Civil a abrir inquérito para apurar o incidente, que não teve feridos. O edifício, que tem três andares e foi construído na década de 50, segue interditado pelo Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Há rachaduras nos três pavimentos. O delegado responsável pela investigação, Alexandre Vieira, afirma que o IGP faria perícia no prédio ontem | GABRIELA DI BELLA/METRO

Mas a própria democracia ateniense em seu nascedouro trazia as suas imperfeições. Embora boa parte dos homens públicos fossem eleitos, a maioria dos cidadãos permanecia ausente do processo, proibida de participar por questões de classe social e gênero. Do que se conclui que o esplendor democrático ateniense tinha problemas e precisava ser aprimorado, como tudo que é criado e mantido pelo homem. É o caso brasileiro. Atualmente em nosso país, há um consenso de que por mais tortuoso que seja o caminho da evolução política e social, não há como abrirmos mão da democracia obtida com muita dificuldade. Ela tem que ser como o ar que respiramos: absolutamente imprescindível. E eu concordo integralmente. Ocorre que, diante das cenas de mortandade de cidadãos inocentes na Ucrânia e na Venezuela, e do apoio nada velado do governo brasileiro ao regime chavista, muitos se perguntam até que ponto nossa jovem democracia conseguirá resistir ao impetuoso desejo de mais poder de nossos governantes. Conseguiremos freá-los em seus desejos de perpetuidade no comando, de controle ideológico e partidário das instituições e de definir o que podemos pensar e falar? Aos que esperam uma resposta convicta e absoluta, lamento. Hoje eu não saberia responder. Se alguém tiver bola de cristal, me avise.

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro. (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio Editor Executivo: Maicon Bock (11.813 DRT/RS). Diagramação: Nathália Halcsik Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor-Geral: Leonardo Meneghetti

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, Santo Antônio, CEP 90660-120, Porto Alegre, RS. Tel.: (051) 2101-0302 O jornal Metro é impresso no Grupo Sinos S/A. A tiragem e distribuição desta edição são auditadas pela BDO. 40.000 exemplares


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

|03|◊◊

Pedras e pedaços de concreto foram arremessados contra guardas e autoridades municipais, dentro do Ginásio Tesourinha, para impedir a audiência pública | FOTOS: GABRIELA DI BELLA/METRO

Audiência vira batalha Violência. A segunda tentativa de apresentar o edital de licitação dos ônibus em reunião pública foi frustrada ontem no Tesourinha Peça fundamental para dar prosseguimento à primeira licitação do transporte público de Porto Alegre, a segunda audiência pública foi frustrada ontem pela violência de manifestantes. Mesmo com a segurança reforçada, identificação obrigatória e revista pessoal, o Ginásio Tesourinha virou cenário de uma batalha campal. Cerca de 400 pessoas ocupavam o espaço reservado para 2,5 mil porto-alegrenses esperados para a audiência. Metade dos presentes eram manifestantes que não permitiram sequer a apresentação do edital ao público. Quando as autoridades tentaram abrir a sessão, às 19h, integrantes do Bloco de Luta pelo Transporte Público agarraram a re-

“É inadmissível a postura do Bloco de Luta que não aceita participar dos processos democráticos existentes e quer impor pela violência a sua vontade.” JOSÉ FORTUNATI, PREFEITO, NO TWITTER

de de proteção do ginásio e a arrancaram. Mesmo com a revista, os manifestantes entraram com rojões, que eram arremessados contra a Guarda Municipal e chegaram a atingir a mesa das autoridades. Imagens das câmeras de segurança instaladas no local poderão auxiliar na identificação dos vândalos. O ob-

Um dos rojoões arremessados atingiu a mesa das autoridades

jetivo deles era impedir a audiência. E conseguiram. A sessão foi interrompida 30 minutos depois. “Não há condições de segurança para continuar. Queríamos dar oportunidade para o povo se manifestar e não foi possível pela intransigência de pessoas que não querem que a licitação aconteça”, lamentou o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari. Ao deixar o local, o vice-prefeito Sebastião Melo anunciou que o edital será publicado no dia 31 de março e que não haverá nova audiência. O prefeito José Fortunati não compareceu à sessão. LETÍCIA BARBIERI

O edital Equipe técnica da EPTC apresentaria ontem os principais pontos que deverão ser obedecidos na licitação. Veja: E e a c ci Vencerá a licitação a empresa ou consórcio que oferecer o conjunto de serviços elencado pelo menor preço de tarifa. Regi e O plano permanece dividido em quatro regiões: norte, sul, leste e transversal. Esta última seguirá com a Carris, a empresa pública. As três primeiras se dividirão.

I f ae a Ficará determinada a implantação gradativa de ar-condicionado em toda a frota. Ônibus de 12m e 14m começarão a sair de circulação, dando espaço para os de 16m e 24m. O objetivo é diminuir de seis para quatro pessoas por m2 nos veículos.

Tec gia Os veículos serão monitorados com GPS para otimizar o trabalho, reduzir ônibus lotados seguidos de outros vazios na mesma linha. Uma central poderá orientar os motoristas até mesmo quanto à velocidade ideal para seguir o cronograma.

A da ça Se empresas de fora vencerem a licitação será indicada a contratação dos motoristas, cobradores e fiscais já em atuação, bem como a negociação da frota.

a Estava previsto, inicialmente, dez anos de concessão prorrogável por mais dez anos. Para dar mais segurança às empresas que farão seus investimentos o prazo será único, de 20 anos.

METRO PORTO ALEGRE

A arma de choque chegou a ser usada contra os manifestantes


|04|

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{FOCO}

Evento de arte ocupará túnel por 48 horas Desvios no trânsito. Túnel da Conceição, no sentido bairro-Centro, receberá evento de grafite entre as 22h de sexta e as 22h de domingo. Trânsito será desviado principalmente pela rua Garibaldi

METRO POA

R. VO

R. DR. BARROS CASSAL

O túnel terá bloqueio total das 22h desta sexta-feira até as 22h de domingo, apenas no sentido bairro-Centro

. AV

R. DA CO NCEIÇÃO

Assassinato

Confira como será a interrupção do trânsito no Túnel da Conceição e as opções de desvio

S DA PÁTRIA ÁRIO LUNT

AV. INDEPENDÊNCIA

R. GARIBALDI

ÃO JO SÉ OT AO

No sentido Centro-bairro, nada muda A RIN MB ETE R. ENG. LUIZ EN GLERT AV. S

Pinturas irão colorir o túnel da Conceição | TASSO MACLAIM/ALEMANHA

“Fui convidado para participar da turnê e retornei com a amizade do criador do evento. Ele me perguntou se eu tinha o interesse de fazer aqui em Porto Alegre”, explica o artista gaúcho. O evento ainda contará Segurança

com DJs discotecando, cabines de fotografia instantânea, bar e apresentações de danças artísticas gaúchas. O trabalho dos grafiteiros inicia no sábado, às 9h da manhã. O evento é gratuito.

Quem vai da João Pessoa em direção à rodoviária, deve usar a Eng. Luiz Englert, Setembrina e Garibaldi Quem segue pela Osvaldo Aranha em direção à rodoviária, deve dobrar à direita na Garibaldi

LEIT E

OS DESVIOS

A LIC ÚB EP R DA R.

ÃO OV IST R C

O MB LO CO

RODOVIÁRIA

R. IRM

SANTA CASA

OA ESS OP JOÃ AV.

O Meeting of Styles é um evento internacional que já passou por cidades de todo o mundo. Pela primeira vez estará em Porto Alegre, após ter sido realizado, no Brasil, nas cidades de Rio de Janeiro, em 2006, e em São Paulo, em 2008. No Túnel da Conceição, 60 artistas de vários países estarão reunidos pela cultura e arte do grafite. Vinte deles são gaúchos e estarão recebendo os 20 que vêm de outras partes do país e mais 20 estrangeiros. Lucas NLC, curador e representante do evento em Porto Alegre, conta que a ideia de trazer o Meeting of Styles para Porto Alegre surgiu durante uma turnê por Alemanha, Itália, França e Polônia.

O BLOQUEIO

ONEL VICENTE R. COR

60 artistas estarão presentes

Túnel da Conceição receberá 60 artistas de vários países durante o final de semana | GABRIELA DI BELLA/METRO

RO

je, após reunião com representantes do projeto. O local escolhido foi sugestão do prefeito José Fortunati, para dar uma nova cara ao túnel, constantemente alvo de pichações. Após o encerramento do encontro, as 60 obras, de 5m x 4m, receberão revestimento de tinta antipichação para que sejam conservadas.

AV. CAUD U

(veja o infográfico ao lado). No sentido Centro-bairro não haverá modificações. Durante a reforma estrutural do túnel, há três anos, a Garibaldi foi o principal desvio utilizado pelos motoristas para chegar ao Centro. A EPTC ainda estuda um esquema para o trânsito na região durante o evento, que deverá ser divulgado na tarde de ho-

R. S ARM ENT O

Entre as 22h de sexta e as 22h deste domingo, o Túnel da Conceição ficará fechado ao trânsito para um evento internacional de grafite. Sessenta artistas de vários lugares do mundo estarão reunidos no local, no sentido bairro-Centro. Para os motoristas que precisarem chegar ao Centro da capital ou à rodoviária, o desvio mais indicado será pela rua Garibaldi

AV. OS VA LD OA RA NH A

PARQUE DA REDENÇÃO

A EPTC vai definir hoje como será o trânsito dos ônibus em direção ao Centro

. JO AV

CIO IFÁ ON B É

S

METRO POA

Saúde

Cliente mata segurança de boate na capital

Polícia apreende explosivos na zona norte

Estudo sobre déficit de atenção e hiperatividade

O segurança de uma boate foi morto com um tiro na cabeça, ontem, na zona norte da capital. Evandro Adão Gomes Duarte, 40, foi assassinado por volta das 5h30, em frente à boate Du Font, na av. Sertório, bairro Navegantes. O motivo teria sido uma discussão dentro do estabelecimento. O assassino fugiu do local. BANDNEWS

Um homem foi preso no final da manhã de ontem, no Morro Santana, zona norte de Porto Alegre, com 13 bananas de dinamite, um cordel detonante, uma espoleta, e outros materiais que poderiam ser, segundo a Polícia Civil, utilizados em roubo a carro-forte e explosão de caixas eletrônicos. BANDNEWS

O Programa de Transtornos de Déficit de Atenção/Hiperatividade, do Hospital de Clínicas, está selecionando crianças de 7 a 12 anos com suspeita ou diagnóstico de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade para pesquisa. Os responsáveis devem entrar em contato pelo telefone 8907-7385. METRO POA

Ainda não há suspeitos por assalto a músico e deputada

Casal foi assaltado no domingo em Porto Alegre | DUCA LEINDECKER/ARQUIVO PESSOAL

A polícia ainda não tem suspeitos do assalto à deputada Manuela D’Ávila e ao músico Duca Leindecker. O veículo do músico também ainda não foi encontrado. O casal foi abordado quando chegava em casa, na noite de domingo, na rua Freire Alemão, no bairro Mont’Serrat. No Twitter, a deputada disse ser mais uma “vítima da sociedade violenta” que luta há 15 anos para combater. BANDNEWS


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

|05|◊◊

Sem 6º ministério, PMDB quer acordo Eleições. Para por fim à crise entre os partidos, presidente estaria disposta a ceder candidatura própria ao aliado em seis Estados. Dilma volta a criticar Eduardo Cunha Ainda com a relação desgastada e o desejo de ter um sexto ministério cada dia mais distante, o PMDB busca uma compensação nos Estados -- nas eleições de outubro -- para melhorar o clima da aliança nacional com o PT. A presidente Dilma Rousseff recebeu ontem caciques peemedebistas, no Palácio do Planalto, em Brasília, para propor acordos eleitorais e amenizar a crise dos últimos dias. A reforma ministerial, com a abertura de mais espaço para o partido aliado, já é considerada causa perdida, embora não tenha havido desistência formal. Dilma, porém, estaria disposta a apoiar palanques do PMDB em pelo menos seis Estados: Maranhão e Rondônia, além de Goiás, Paraíba, Alagoas e Tocantins – cujos diretórios regionais do PT avaliam a possibilidade de ter candidatura própria. A cessão, porém, não dá garantias de que a crise chegou ao fim. “Espero que sim. Na política você nunca sabe se a crise está terminando, está começando, ficando maior”, afirmou o presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO). C ontrapartida A exemplo da manifestação feita no domingo ao vice-presidente Michel Temer, Dilma voltou a criticar a postura do líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha

MAPA DA ALIANÇA Acidente. Descarrilamento de A crise entre PT e PMDB envolve trem deixa sete feridos no RJ

RR

disputas regionais nas eleições de outubro. Confira o cenário atual:

AP

AM PA

CE

MA

RN PB

PI

PE AC

TO

RO

AL SE BA

MT DF GO

ALIANÇA FECHADA NEGO CIAÇÕES DE APO IO AVANÇADAS

MG

SP

RJ

PR

EM LADO S O PO STO S

(RJ) -- um dos líderes do ‘Centrão’, grupo que reúne 240 deputados de oito partidos que prometem dar dor de cabeça ao governo no Congresso. A presidente sugeriu que Cunha seja isolado das discussões que envolvem o Palácio do Planalto. O parlamentar, porém,

ES

MS

CAMPO S MINADO S

SITUAÇÃO INDEFINIDA

As estações ficaram cheias durante a manhã | ERBS JR./FRAME/FOLHAPRESS

SC RS

calcula representar um terço dos 74 deputados do PMDB na tentativa de levar à votação na Convenção Nacional da legenda a ruptura da aliança nacional com o PT. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

“Tentar me isolar é isolar a bancada do PMDB. Não estou fazendo nenhuma guerra.”

Sete pessoas se feriram no descarrilamento de um trem próximo à estação de Deodoro, na zona oeste do Rio de Janeiro, por volta das 6h30 de ontem. A composição seguia de Japeri, na Baixada Fluminense, para a Central do Brasil, no centro, quando o acidente aconteceu. De acordo com a Supervia, concessionária que administra as linhas férreas da região metropolitana do Rio, agentes da empresa foram ao local para aju-

dar no deslocamento dos passageiros e no encaminhamento deles até a plataforma da estação. Os feridos foram levados para hospitais da cidade, mas nenhum com gravidade. Em nota, a Agetransp (Agência Reguladora de Transportes) disse que abriu um boletim de ocorrência para apurar as causas do descarrilamento. Técnicos da agência foram para o local para fazer uma perícia. METRO RIO

Protesto. PF faz greve hoje contra segurança privada Agentes, escrivães e papiloscopistas da PF (Polícia Federal) decidiram ontem, em Brasília, cruzar os braços até quinta-feira. O sindicato da categoria afirma que servidores sem experiência operacional em campo estão sendo indicados por critérios políticos para planejarem e coordenarem a segurança durante a Copa do Mundo,

que começa em junho. Segundo o sindicato, deveria haver investimento permanente, por parte do governo, na estrutura policial, mas “grande parcela do dinheiro será gasta em segurança privada, sem licitação”, afirma em nota. O ponto alto do movimento será uma passeata planejada para amanhã, na Esplanada dos Ministérios. METRO

DEPUT ARDO CUNHA (RJ), LÍDER DO PMDB NA CÂMARA

Precatórios. STF julgará Presidência. Campos como dívida deve ser paga chama Dilma para debate Um ano após reconhecer que União, Estados e municípios não podem manter os precatórios como “dívidas eternas”, o STF (Supremo Tribunal Federal) volta a julgar amanhã como será feito o pagamento. O dinheiro é fruto de decisões judiciais contrárias ao poder público que foram vencidas por empresas e pessoas físicas. Relator da ação, ajuizada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o mi-

nistro Luiz Fux votou pelo parcelamento da dívida, com o pagamento da última parcela em 2018. A OAB alerta que a correção monetária dos precatórios vem sendo feita pela TR (Taxa Referencial) e não pelo IPCA (Índice oficial da inflação), como já foi aprovado pelo Congresso. O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) estima que a dívida esteja hoje em torno de R$ 94 bilhões. METRO BRASÍLIA

Pré-candidato à Presidência da República, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), tem adotado um tom duro nas críticas à presidente Dilma Rousseff. Ontem, Campos disse esperar que, ao contrário do primeiro turno das eleições de 2010, a petista participe dos debates eleitorais para discutir a situação do país. O pré-candidato também fez críticas à política de alianças eleitorais e atacou

as condições econômicas do país. “Para os agentes econômicos fica a impressão de que falta um olhar no longo prazo”, afirmou. A presidente tem sido o alvo preferencial das críticas de Campos. No fim de semana, o governador participou de uma caravana por Pernambuco e disse que poderia esperar pelo apoio do PT até 2018, mas que “nosso país não aguenta esperar”. METRO BRASÍLIA

Dilma dá início à vacinação Ao lado do ministro da Saúde, Arthur Chioro, a presidente incentivou as primeiras meninas vacinadas, ontem, em São Paulo. Até o dia 10/4, a Secretaria da Saúde pretende vacinar 808,3 mil meninas entre 11 a 13 anos | ADRIANA SPACA/ BRAZIL PHOTO PRESS/ FOLHAPRESS


Telefonia. Novos direitos passam a valer em julho A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) publicou ontem no “Diário Oficial da União” o regulamento que amplia os direitos dos consumidores, aprovado em 20 de fevereiro. Com isso, novas regras entram em vigor nos prazos de 120 dias a 18 meses a depender da complexidade da obrigação. Entre alterações mais importantes está o cancelamento automático dos serviços, obrigação que entra

em vigor a partir de julho. Os clientes poderão cancelar os serviços sem passar pelo atendente, por meio de uma opção no atendimento telefônico ou do site da companhia, que terá dois dias para processar o pedido. O regulamento determina ainda que todas as recargas de telefonia celular na modalidade de pré-pago terão validade mínima de 30 dias. Essa medida também entra em vigor em julho. METRO

Como fica Regras que entram vigor a partir de julho Ca ce a e O cliente pode cancelar o serviço por telefone (sem atendente), internet ou terminais. A decisão deve ser efetivada em 2 dias. C édi a a é ag Terão validade por, no mínimo, 30 dias. As operadoras também devem informar quando o crédito estiver próximo de expirar. P ç e Qualquer um - assinante ou não - tem direito a aderir a qualquer promoção que for anunciada pela empresa. C b a ça A empresa terá 30 dias para responder

a questionamentos sobre cobranças. Se não cumprir o prazo, deve automaticamente corrigir a fatura ou devolver em dobro o valor questionado Ca ce e As operadoras são obrigadas a retornar o contato quando há queda das ligações telefônicas no meio de um atendimento. Ofe a de e iç As operadoras deverão apresentar ao potencial cliente um sumário com as informações sobre a oferta.  Fi da c b a ça a eci ada O consumidor pagará apenas o valor proporcional ao período em que efetivamente usou o serviço.

Ritmo chinês. Tarso projeta PIB de até 6,8% O governador Tarso Genro afirmou ontem, durante a abertura da 15a Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque, que o IBGE deve confirmar nos próximos dias o PIB do Rio Grande do Sul entre 6,6% e 6,8% em 2013. O resultado, se confirmado, seria três vezes a média do Brasil (2,3% de crescimento). “Isso se deve a eventos como este, à diversificação da nossa base produtiva e da qualidade do nosso empreendedor e do trabalhador gaúcho”, afirmou Tarso. A Expodireto continua até sexta-feira. Hoje, o Grupo Bandeirantes de Comunicação promove no Auditório Central o Fórum Bandeirantes de Ideias, com o tema Como Construir um Agronegócio Vencedor – Crédito, Inovação e Exten-

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

Governador participou ontem da Expodireto | CAROLINE BICOCCHI/PIRATINI

são. O encontro ocorre a partir das 14h, com a participação Ana Christina Albuquerque, chefe de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Trigo, Lino de David, presidente da Emater, e Marcelo Lopes, presidente do Badesul. BANDNEWS

OAB entra com ação no STF para correção do IR Imposto de Renda. Ordem pede que cálculo seja realizado com base na inflação oficial. Tabela acumula defasagem de 61,24% entre 1996 e 2013, segundo o Dieese A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) entrou ontem com ação no STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo que a correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física seja realizada com base na inflação, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. A entidade alega que há defasagem acumulada de 61,24% no cálculo durante o período de 1996 a 2013, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos). Desde 2007, a correção é realizada com base no centro da meta de inflação do governo, de 4,5% ao ano. No ano passado, enquanto a tabela foi corrigida em 4,5%, a inflação real fechou o ano em 5,91%. Atualmente, está isento quem ganha até R$ 1.787. Se a correção acompanhasse a inflação, a isenção atingiria os que ganham até R$ 2.758. Na ação de inconstitucio-

MORDIDA DO LEÃO Tabela progressiva do IR mensal BASE DO CÁLCULO

2013

ALÍQUOTA

|06|

2014

Se fosse corrigido pela inflação

Isento

Até R$ 1.710,78

Até R$ 1.787,77

Até R$ 2.758, 46

7,5%

De R$ 1.710,79 a R$ 2.563,91

De R$ 1.787,78 a R$ 2.679,29

De R$ 2.758,47 a R$ 4.134,05

15%

De R$ 2.563,92 a R$ 3.418,59

De R$ 2.679,30 a R$ 3.572,43

De R$ 4.134,06 a R$ 5.512,13

22,5%

De R$ 3.418,60 a R$ 4.271,59

De R$ 3.572,44 a R$ 4.463,81

De R$ 5.512,14 a R$ 6.887,51

27,5%

Acima de R$ 4.271,59

Acima de R$ 4.463,81

Acima de R$ 6.887,52 FONTE: RECEITA FEDERAL E DIEESE

dez anos, a um percentual de 10% ao ano. A ação foi distribuída para o ministro Luís Roberto Barroso ser relator. Um dos argumentos da OAB para alterar a forma de correção da tabela do Imposto de Renda será a decisão tomada em março do ano passado pela Suprema Corte, que julgou

a TR (Taxa Referencial) ilegal para corrigir os precatórios. O mesmo julgamento também serviu de base para ação do partido Solidariedade pedir, em fevereiro, a suspensão da utilização da TR na correção das contas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Petrobras faz captação de US$ 8,5 bi no exterior

Energia. ONS amplia o uso de termelétricas

A Petrobras lançou ontem uma oferta de US$ 8,5 bilhões em bônus no exterior, com a demanda pelos papéis superando os US$ 22 bilhões, informou o IFR, um serviço da Thomson Reuters. Havia expectativas de que a estatal lançasse montante recorde, acima dos US$ 11 bilhões obtidos em operação similar em maio do ano passado, o que acabou não acontecendo. A subsidiária Petrobras Global Finance está vendendo títulos de dívida em dólares em seis tranches, com vencimentos entre três e 30 anos. Os recursos captados devem ser usados para ajudar a financiar o plano de negócios da companhia de 2014 a 2018, que inclui investimentos de US$ 220,6 bilhões. A

O ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) elevou em 6,9% a carga de energia elétrica proveniente de usinas termelétricas, na semana de 8 a 14 de março, para suprir o baixo potencial das usinas hidrelétricas, que estão com os reservatórios de água com níveis abaixo do usual. Por ser uma geração energética mais cara, os gastos acabam repassados para o consumidor final. O volume autorizado para despacho das térmicas para 17.442 Mw médios ao longo da semana, ante 16.308 Mw médios da semana anterior. O nível dos reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste melhorou um pouco, passando para 35,48% no domingo, ante 34,6% no dia 28 de fevereiro. METRO

nalidade, a OAB pede a correção da defasagem cheia para o ano-calendário 2013 e para os exercícios seguintes, com aplicação imediata da nova faixa de isenção. Caso o Supremo entenda que isso seria danoso aos cofres públicos, a entidade sugere que a recomposição seja aplicada nos próximos

Plataforma P63 iniciou operação no final do ano passado | GUGA VW/FUTURA PRESS

estatal vem sofrendo com o alto endividamento e a defasagem dos preços dos combustíveis no mercado interno com os preços internacionais. Ações em queda A ação preferencial da empresa acumula queda de cerca de 22% neste ano até 7 de

março, segundo a “Reuters”. Apesar da forte demanda pelos títulos emitidos pela companhia, as ações preferenciais da empresa recuaram 2,33% ontem e as ordinárias, 1,73%. Um dos motivos foi a queda inesperada das exportações chinesas em fevereiro. METRO

METRO


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{MUNDO}

|07|◊◊

Combustível não é de avião malaio Buscas continuam. Objeto resgatado próximo ao Vietnã é a capa de uma bobina de cabos e foi enviada para especialistas determinarem se pertencia ao Boeing 777-200 A amostra de combustível recolhida do mar perto da costa da Malásia não é do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines desaparecido no sábado, segundo resultados das análises divulgados ontem. “Aquele combustível não é utilizado em aviões”, mas sim em navios, declarou a porta-voz da Polícia Marítima da Malásia, Faridah Shuib. A camada de combustível encontrava-se a cerca de 185 quilômetros da Costa Oriental da Malásia, não muito longe do local onde o controle aéreo perdeu o contato com o avião. No entanto, o jornal vietnamita Thanh Nien publicou ontem que o objeto flutuante avistado no mar do golfo da Tailândia pelas equipes que procuram o avião desaparecido é a capa de uma bobina de cabos. O destroço foi recolhido para que os especialistas determinem se pertencia à aeronave da Malaysia Airlines. Mais de 60 horas depois de o avião desaparecer dos radares, não há sinal dos destroços do avião. Os especialistas também não escla-

Ucrânia. Tiros para o alto mobilizam base naval

239 pessoas viajavam no avião, entre as quais duas crianças e tripulação de 12 malaios. receram ainda o motivo dos mecanismos de emergência do avião não transmitirem qualquer sinal. O voo MH370 decolou de Kuala Lumpur, de madrugada, e deveria aterrissar em Pequim cerca de seis horas depois. As autoridades da Aviação Civil indicaram que o sinal foi perdido à 1h30 (horário local) de sábado. Segundo a lista disponibilizada pela Malaysia Airlines, no avião estavam 153 chineses, 38 malaios, sete indonésios, seis australianos, cinco indianos, quatro franceses, três norte-americanos, dois neozelandeses, dois ucranianos, dois canadenses, um russo, um italiano, um holandês, um austríaco e um taiwanês. Os supostos passageiros italiano e austríaco entraram no avião com passaportes roubados. METRO

Chineses lançam lanternas com mensagens de boa sorte | EDGAR SU/REUTERS

Segurança

Passageiro é identificado Autoridades malaias identificaram um dos dois passageiros que teriam embarcado com passaportes roubados no voo MH 370 da Malaysia Airlines, desaparecido desde sábado. A identidade dele, no entanto, não foi confirmada. Durante uma entrevista à imprensa ontem, o chefe da agência civil de avia-

Bachelet assume hoje segundo mandato no Chile Oito anos depois de ter passado para a história como a primeira presidente do Chile, Michelle Bachelet assume hoje seu segundo mandato, com alto índice de aprovação popular e muitos desafios. O principal vai ser satisfazer a alta expectativa dos eleitores, que querem uma reforma mais drástica e rápida do sistema educacional. Um dos empecilhos é a Constituição, herdada da ditadura de Augusto Pinochet, que só permite mudanças com o apoio da maioria. A presidente Dilma Rousseff estará na posse. O Chile é um exemplo: a economia tem crescido, em média, 5% ao ano, o desemprego é baixo e a inflação quase inexiste. Nos últimos 25 anos de democracia,

Michelle Bachelet recebe chefes de Estado em Santiago | IVAN ALVARADO/REUTERS

o índice de pobreza baixou de 40% para 10%. Mas os chilenos estão muito mais exigentes hoje do que há quatro anos, quando Bachelet entregou a faixa presidencial a Sebastian Piñera -- o primeiro presidente de direita desde o

Soldados russos se deslocam em tanque, em Sebastopol | BAZ RATNER/REUTERS

retorno à democracia. Os líderes estudantis, que foram às ruas em 2011 pedindo educação gratuita e de qualidade para todos, já avisaram que vão pressionar até conseguirem o que querem. METRO

ção da Malásia, Azharuddin Abdul Rahman, confirmou que os dois homens que usaram passaportes roubados não tinham aparência asiática. Segundo o jornal britânico “The Guardian”, quando questionado sobre com quem ele se parecia, ele citou o nome do jogador de futebol italiano Mario Balotelli. A identidade e a nacionalidade do homem não foram divulgadas pelo representante. METRO

Venezuela

Chilena é morta Uma mulher chilena foi morta a tiros ao limpar uma barricada colocada por manifestantes contrários ao governo na primeira morte de um estrangeiro nos conflitos na Venezuela, disseram ontem autoridades e a mídia estatal. A morte de Giselle Rubilar, de 47 anos, que estudava na cidade venezuelana de Mérida, elevou a pelo menos 21 o número de mortes em cinco semanas de manifestações contra o governo do presidente Nicolás Maduro. A imprensa estatal informou que manifestantes mascarados atiraram na chilena, mas a informação não foi confirmada oficialmente. METRO

Homens armados sem identificação dispararam para o alto ontem enquanto rumavam para uma base naval ucraniana da Crimeia, no mais recente incidente armado desde que grupos militares russos assumiram o controle da península no mar Negro. Em meio a um impasse diplomático, a Rússia disse que os Estados Unidos rejeitaram um convite para realizar novas conversas para a resolução da crise, que representa a pior divergência leste-oeste no mundo desde a Guerra Fria. Vaticano

O primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk, que vai falar ao Conselho de Segurança da ONU na quinta-feira, culpou a Rússia pela crise e acusou Moscou de minar o sistema de segurança global ao tomar o controle da Crimeia. Em pouco mais de uma semana, forças russas ocuparam instalações militares em toda a Crimeia. Separatistas pró-Rússia assumiram o controle do Parlamento, declararam a região parte da Federação Russa e anunciaram um referendo para confirmá-lo no domingo. METRO Snowden UESLEI MARCELINO/AGÊNCIA

Papa vai para a Coreia do Sul em agosto O papa Francisco fará sua primeira viagem à Ásia em agosto, em uma visita à Coreia do Sul, informou ontem o Vaticano. METRO El Salvador

Manifestantes usam máscaras

Reformas justificam vazamentos

HENRY ROMERO/REUTERS

Salvador Sánchez Ceren

Vitória de exguerrilheiro é irreversível A estreita vantagem do ex-guerrilheiro marxista Salvador Sánchez Ceren, da Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional nas eleições presidenciais de El Salvador é irreversível, disse o tribunal eleitoral do país. O concorrente se declarou vitorioso. METRO

O ex-prestador de serviços de segurança dos Estados Unidos Edward Snowden disse que as mudanças que o governo e empresas privadas norte-americanos fizeram no gerenciamento de grandes quantidades de dados ajudam a justificar os vazamentos que ele fez de material sigiloso. Falando através de um link de vídeo da Rússia no festival South by Southwest, em Austin, no Estado norte-americano do Texas, Snowden acrescentou que o governo dos EUA ainda não tem ideia de qual material ele forneceu aos jornalistas. “Eu vi que a Constituição foi violada em grande escala”, disse Snowden. METRO


|08|

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{PLUS}

+ maiôs

Renda-se aos

PLUS

Moda praiana. Adornados com pedras, estampas e recortes sensuais, peças reconquistam o público feminino e deixam de ser vistas como ‘coisa antiga’ Antigamente, os maiôs eram considerados roupa de vovó ou alternativa para quem queria esconder o corpo ou praticar natação. Mas neste verão que está chegando ao fim, após a repaginada dos modelos – que se encheram de pedrarias, metais e co-

res vibrantes, além de recortes ousados –, essas peças caíram na graça das brasileiras. Segundo o consultor de moda e stylist do programa “Esquadrão da Moda”, Arlindo Grund, a atual variedade de estilos fez com que o maiô passasse a ser visto com outros olhos. “Ele deixou de ser uma peça esportiva e tornou-se algo elegante”, diz. De acordo com Grund, a tendência do verão 2014 pede estampas étnicas. “Agora os modelos ganham desenhos geométricos, animal print, drapeados no busto e metais, além das janelas geométricas que são aqueles recortes nas laterais que dão um visual sexy.”

ÁGUA DE COCO/DIVULGAÇÃO

Vulgar não, sensual! O consultor de moda explica que quem tem o bumbum

Peça combina com óculos de sol arrojado

grande deve optar por um tipo que não seja muito cavado. “A mulher até pode usar metais e estampas fortes, mas desde que não evidencie o volume do quadril”, afirma. As mulheres com seios fartos podem escolher os maiôs com decote em V e alças largas, enquanto as de seios pequenos vão ficar bem de tomara que caia. Ainda segundo o profissional, quem está acima do peso deve escolher uma modelagem básica, que valorize o colo e tire a atenção da área onde está localizada a gordura. “Jamais use maiôs engana mamãe, que mostram muito a pele, pois eles deixam até quem tem o corpo em dia na desvantagem”, alerta Grund. METRO

Da praia para as ruas Estampa e metal: estilo e sofisticação

ÁGUA DE COCO/DIVULGAÇÃO

Cores fortes dão nova cara ao velho maiô

Anna Wintour

GUSTAVO CABALLERO/GETTYIMAGES

Estampa Além de fashion, os maiôs também podem ter uma pitada de humor, assim como esse que faz homenagem à editora de moda mais famosa do planeta.

Tom liso vai bem com acessórios

Estampas étnicas são o ponto alto deste verão

Cada dia mais luxuosos e modernos, os maiôs estão saindo das praias para as ruas. Agora eles podem ser usados como body ou collant para uma caminhada no final da tarde, um churrasco à beira da piscina, um almoço em um restaurante com amigos e até mesmo em produções noturnas. “O maiô migrou de vez para as ruas”, afirma o consultor de moda e stylist, Arlindo Grund. “A peça pode ser usada, por exemplo, com saia ou calça de alfaiataria para um almoço à tarde ou um passeio. É um look legal e chique ao mesmo tempo”. Os maiôs também ficam ótimos quando usados com acessórios. “Itens feitos com palha, acrílico e madeira ficam legais na praia”, explica o consultor. Só evite usar acessórios de metal, ou joias, que não combinem com o ambiente. Variedade de tecidos dá ousadia ao maiô


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|09|◊◊

Um novo caminho Estreia. Vencedor em Brasília, ‘Eles Voltam’ é a novidade de hoje no CineBancários “Eles Voltam”, o filme vencedor do Festival de Brasília de 2012, é a novidade de hoje no CineBancários (r. General Câmara, 424). A história marca a estreia, na direção de longas-metragens, de Marcelo Lordello, um dos novos nomes da cena pernambucana. A trama parte de uma situação familiar comum – os pais que resolvem dar um susto em dois irmãos brigões – para chegar a um momento de transformação da personagem protagonista, a menina Maria Luiza Tavares, de 12 anos, que também saiu premiada em Brasília com o candango de melhor atriz. Outro destaque foi para Elayne de Moura, que ganhou o prêmio de atriz coadjuvante. Momentos difíceis No começo da história, os irmãos Peu (Georgio Kokkosi) e Cris (Maria Luiza) são largados numa es-

trada quase deserta pelos pais, como um castigo pelas constantes brigas. Os dois adolescentes de classe média discutem um tempo e esperam pelo retorno do carro em que viajavam – mas os pais não voltam. Na tentativa de buscar ajuda, Peu também sai estrada afora, enquanto Cris fica sozinha e recebe a ajuda de pessoas humildes que moram na região. Serão momentos difíceis para a garota, obrigada a encarar uma realidade muito diferente da sua. O diretor escolheu o ambiente opressivo e o tom fabular da trama como uma opção bem particular. “O roteiro surgiu de uma vontade bastante pessoal de libertação das amarras e limitações de uma forma de viver convencional, alheia aos outros e temerosa do mundo, tão típica da crescente classe média brasileira”, destaca. METRO POA

2 CULTURA

Maria Luiza Tavares é a protagonista do filme | DIVULGAÇÃO

Ospa 1

Coro sinfônico seleciona vozes

‘Os Irmãos Marx no Circo’ está no programa | DICULGAÇÃO

Mostra. Quando o cinema movimenta o picadeiro Já no clima do Festival de Circo de Porto Alegre, que começa na próxima semana, a Sala P.F. Gastal (terceiro andar da Usina do Gasômetro) abre hoje a mostra “Respeitável Público!”, com uma seleção de filmes que tratam das alegrias, dos personagens e até dos horrores no universo do circo. História de picadeiro são recorrentes no cinema, a começa pelo maior palhaço de todos: Charles Chaplin. É dele um dos destaques do programa, o filme “O Circo” (1928), com a história de um vagabundo que se apaixona pela filha do do-

no da casa de espetáculos. Outros filmes do período clássico de Hollywood que estarão em cartaz são “O Maior Espetáculo da Terra”, penúltimo longa-metragem de Cecil B. DeMille, e “O Mundo do Circo”, faroeste de Henry Hathaway interpretado por John Wayne. A trupe comandada por Groucho Marx também deu sua contribuição anárquica ao tema em “Os Irmãos Marx no Circo”. Confira os horários e programação completa no site www.salapf gastal.blogspot.com METRO POA

Música. Quarteto faz rock pesado e cristão

O Coro Sinfônico da Ospa busca novos cantores, para todos os naipes: soprano, contralto, tenor e baixo. As audições serão realizadas hoje, a partir das 17h, na Escola de Música Ospa (av. André da Rocha, 50, no Centro Histórico). Os interessados devem se inscrever pelo e-mail corosinfoni coospa@gmail.com METRO POA

Homenagem

Ospa 2

Mulher no Sarau

Sedac assina contrato para novas obras Banda norte-americana toca hoje no Opinião | DIVULGAÇÃO

O contrato entre a Secretaria de Estado da Cultura e a Cisal Construções Ltda, empresa que venceu a licitação para a terceira etapa das obras do Teatro da Ospa, será assinado na tarde desta quinta-feira. A proposta apresentada tem um orçamento de R$ 22,3 mil e deverá ser concluída em até 18 meses. METRO POA

A noite é de conferir o som dos norte-americanos da P.O.D., que se apresentam como uma “banda cristã de metal alternativo com pitadas de rap e reggae”. Formada em 1992, na Califórnia, a banda de Sonny Sandoval (vocal), Marcos Curiel (guitarra), Traa Daniels (baixo) e Wuv Bernardo (bateria) tem o respeito de seus pares e já emplacou gravações com Kate Perry

Para ver No Opinião (r. José do Patrocínio, 834). Hoje, às 21h R$ 80 (antecipados na Multisom) e R$ 100 (no local)

e na trilha sonora do filme “Matrix Reloaded”. A turnê pelo Brasil divulga o novo disco do quarteto, chamado “Murderer Love”. METRO

O Sarau Elétrico volta das férias com uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O programa de hoje, batizado de “AS Mulheres das Nossas Vidas”, vai rever textos de várias épocas e terá uma canja à altura: Antonio Carlos Falcão interpreta sua Maria Bethânia (foto). A partir das 21h, no Ocidente (av. Osvaldo Aranha, 960). R$ 15.


|10|

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Projeto recupera memória literária da editora Globo Letras visuais. Livro e exposição mostram antigas matrizes de impressão. Acervo pode ser visto no Centro Erico Verissimo A artista plástica Miriam Tolpolar assina o projeto “Memória da Litografia: Pedras Raras da Livraria do Globo”, que reúne um livro e uma exposição com abertura hoje ao público. O lançamento será no Centro Cultural Cultural CEEE Erico Verissimo (r. dos Andradas, 1.223), a partir das 19h. A visitação pode ser feita até o final de abril. O que os visitantes vão encontrar é um acervo originalíssimo com letreiros e estampas utilizados pela antiga gráfica da Editora Globo nas três primeiras décadas dos anos 1900. Naquela época, as matrizes para impressão eram litográficas e tinha como suporte pedras calcárias, que depois foram usadas para decorar o piso do prédio – o detalhe é que os ilusIngressos 1

Uma das peças da exposição

tradores formavam um time que hoje inclui alguns dos grandes artistas visuais gaúchos: Fernando Corona, Sotero Cosme, Nelson Boeira Faedrich, João Fahrion, Edgar Koetz, Francis Pelichek, Iberê Camargo e Carlos Scliar. Doadas ao Atelier Livre da prefeitura em 2001, as matrizes litográficas fo-

orram restauradas e or ganizadas por Miriam Tolpolar, que destaca o culaspecto artístico e cul tural das peças. “É um material riquíssimo. A Globo cumpriu um papel relevante na literatura e edinas artes gráficas, com edi autoções caprichadas de auto ressalres fundamentais”, ressal ta. Entre os destaques do acervo estão um diploma da Faculdade de Medicina datado de 1912 e um rótulo de refrigerante com referência à oficina dos Irmãos Weingärtner. Miriam também lembra que o lote de 100 pedras foi entregue pelo artista bageense Danúbio Gonçalves, que conseguiu remover o material do chão da antiga gráfica, que funcionava no bairro Menino Deus. METRO POA

DIVULGAÇÃO

‘Incêndios’ chega ao TSP no dia 20 A atriz Marieta Severo é a protagonista de “Incêndios”, o elogiado espetáculo dirigido por Aderbal Freire-Filho e baseado no texto do libanês Wajdi Mouawad (já adaptado também para o cinema). A montagem estará no Theatro São Pedro de 20 a 22 de março, com ingressos entre R$ 40 e R$ 120, à venda no local.

O trabalho de recuperação das peças, no Atelier Livre | DIVULGAÇÃO

Os irmãos Joel e Ethan Coen estão de volta à Nova York do início dos anos 1960, um ambiente que eles não visitavam desde “Na Roda da Fortuna” (1994). Esse é o pano de fundo do elogiado “Inside Llewyn Davis – A Balada de um Homem Comum”, com Oscar Isaac na pele de um jovem músico em busca de um lugar ao sol na cena folk novaiorquina. Os diretores falam ao Metro Jornal sobre sua predileção pela película e a possibilidade de criar uma sequência de “Barton Fink – Delírios de Hollywood” (1991).

METRO POA

Ingressos 2

Zeca e Zélia cantam juntos Zélia Duncan e Zeca Baleiro dividem vozes e violões no show que chega a Porto Alegre no dia 11 de abril, no Teatro do Bourboun Country. O repertório inclui várias releituras e interpretações inspiradas do repertório de ambos. Ingressos de R$ 80 a R$ 200, à venda no local e telentrega 3231-4142. METRO POA

JOEL E ETHAN COEN Os irmãos exploram a cena folk do Greenwich Village na Nova York dos anos 1960 em ‘Inside Llewyn Davis’

‘PREFERIMOS PELÍCULA’

Vocês disseram que “Inside Llewyn Davis” será o último de seus filmes rodado em película. Joel Coen: Bem, não sabemos. É uma questão de evolução, porque não sabemos o que vamos fazer [em seguida] nem em que ponto a tecnologia vai estar quando o fizermos. É possível, admito. Certamente esse é o caminho para o qual a indústria está indo. Ainda assim, as pessoas ainda estão rodando em película. Preferimos desse modo. É interessante como a película tem se tornado uma espécie de opção de luxo

para filmagens em relação ao formato digital. JC: As pessoas dizem isso, mas, honestamente, eu não acho que seja mais caro [rodar em película]. Acho que há uma regra no show business determinando que qualquer economia feita por causa de uma nova tecnologia deva ser absorvida pela indústria, que faz tudo custar o mesmo de antes. Realmente não acho que seja mais econômico. No entanto, talvez haja outras vantagens [no novo formato]. “Inside Llewyn Davis” se passa na mesma cidade de “Na Roda da Fortuna”. Ethan Coen: Sim, é verdade. Nosso outro filme novaiorquino! Se passa na mesma época. Também roteirizamos mais outro que se passa na Nova York de 1962. O quanto o período histórico em que uma história se passa é fator decisivo na hora de vocês se decidirem quanto a um projeto? EC: Tem a ver com a identidade do projeto. Não é algo que você considera isoladamente. Você pensa na história, os personagens que vão ocupar aquele ambiente particular... É tudo uma

grande mistura. JC: Sim, é. Mas é importante. É parte do que o estimula em termos do que você pensa sobre a história. Acredito que não há muito para onde correr quando se deseja falar de cantores folk atuando em Nova York, estou certo? EC: Sim (risos). JC: Muita gente nos pergunta se faríamos a sequência de algum dos nossos filmes. O único que já nos provocou interesse é um “Old Fink”, que seria [Barton] Fink em 1967, durante o “Verão do Amor”, em São Francsco, quando ele está mais velho e atua como professor na Universidade Berkeley. EC: Estamos esperando John Turturro ficar velho o suficiente. Ninguém quer usar aquelas maquiagens, sabe? JC: Acho que ele está quase lá. EC: Ele está mesmo quase lá. Essa vai ter que ser uma conversa delicada. JC: Não, ele está dentro. Totalmente. Acho que ele vai estar de acordo com isso. EC: Sim, mesmo [Fink] sendo uma pessoa horrível. Vamos recrutar John Goodman também. Isso tudo está em processo. METRO INTERNACIONAL


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

Embalada pela estreia do filme ‘Uma Aventura Lego’, a livraria britânica Waterstones decidiu remontar cenas icônicas da literatura mundial apenas com bonecos amarelos e blocos desse jogo de montar. O projeto é parte do concurso #LEGOLit, que estimulou moradores do Reino Unido e da Irlanda a criarem versões próprias para suas cenas favoritas dos livros. Você consegue adivinhar que obras inspiraram as imagens abaixo? METRO SÃO PAULO

1

Era uma vez... 2

3 1

‘As Crônicas de Gelo e Fogo – A Tormenta de Espadas’

A foto tem ares de spoiler para quem não acompanha a série “Game of Thrones” ou ainda não terminou o terceiro volume da saga escrita por George R. R. Martin e que inspira o programa da HBO. Sim, é dessa obra que saiu a marcante cena do “Casamento Vermelho”, chacina em que meia dúzia de protagonistas dá adeus definitivo aos leitores. A versão Lego do episódio é rica em detalhes: preste atenção na profusão de bloquinhos vermelhos fazendo as vezes de poças de sangue!

‘Romeu e Julieta’

4

‘Orgulho e Preconceito’

‘O Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda’

2

3

4

Shakespeare nunca imaginaria que o amor impossível de dois jovens retratado em sua famosa peça seria reencenado mais de 400 anos depois com blocos de uma empresa dinamarquesa. A cena escolhida é a mais dramática, quando Romeu se mata após julgar que Julieta está morta.

Ok, essa cena não é bem saída do livro de Jane Austen, mas provavelmente é a imagem mais memorável da principal adaptação televisiva da obra, feita pela BBC em 1995, em que o Mr. Darcy de um jovem Colin Firth sai do lago com a camisa branca molhada e os músculos à mostra… Ai ai!

Um pulo na Idade Média e na história do rei Artur recontada por Thomas Malory inspirou essa cena de em que Mordred e o lendário monarca britânico se degladiam em meio a outros colegas de batalha já tombados.


|12|

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES} Os invasores

Achados & perdidos

Trânsito de Porto Alegre

RUBEM PENZ RUBEM.PENZ@METROJORNAL.COM.BR

QUAL O REMÉDIO CONTRA A VIOLÊNCIA? No texto “O exercício da crônica”, que já completou 60 anos, Vinícius de Moraes não poupou os colunistas que apenas produziam crônicas reticentes, vagas e ególatras, entre outras, comparando essa fuga dos assuntos urgentes a vender antibiótico adulterado em tempos de epidemia. Hoje, desconsiderar a banalização do crime e a disseminação da violência recai neste erro. Este espaço é muito nobre para jamais abordar o tema, ainda mais quando a população começa a reagir por sua própria iniciativa, organizadamente ou não, contra os agressores. Legitimidade, obrigações e hierarquia estão sendo negligenciadas. E isso tem um preço. Despido de cores partidárias e visões sociológicas sobre quem agride quem (e quem se defende), vale lembrar que há um contrato social que regra a vida civilizada. Sob o risco de rasgar esse contrato, não podemos perturbar, ofender, agredir, depredar, roubar, sequestrar ou matar sem sofrer proporcional pena. Em outras palavras, precisamos obedecer as leis redigidas para garantir a todos direitos e deveres. Os guardiões da lei são os Poderes de Estado. A eles cabe legislar, fiscalizar, absolver ou punir o cidadão. Ninguém está (ou deveria estar) acima da lei. Sua face mais visível, ou aquela que se mostra em ação, é a polícia. Chama a polícia quem deseja ver intacto (ou reconstituído) o contrato social. Algo estranho: para o caso dos linchamentos, tema tão em voga, o primeiro a apelar para que se reconstitua o contrato social é a vítima – mesmo que minutos antes o estivesse rasgando. Ao ver sua integridade física ameaçada (vida em risco), um fora da lei apela rapidamente para a fita durex. No momento, ao infrator, o que passa a valer é sua cidadania. Quem está surrando, por sua vez, quer o Estado longe por alguns minutos. Para a massa, o que vale é o selvagem “pega pra capar”. Num átimo, agredidos e agressores mudam de posição, cada qual assumindo o lugar do outro. Papéis invertidos, ordem garantida? Não, claro. Burlar a lei jamais será defendê-la. Rasgar em mais e mais pedaços não reconstrói o contrato social. Aos que acreditam que os Direitos Humanos defendem apenas os bandidos, vale lembrar que, ao igualarem-se na brutalidade, todos serão criminosos. Penso que ladrão (assassino, estuprador, pedófilo, golpista) impune é apenas a febre. A doença é um Estado tornado ausente, ineficaz e corrupto. O crime cresce no vácuo institucional. O Estado presente (não opressor), capaz de ordenar e prevenir, fiscalizar e punir, é a única alternativa dentro da lei. Só a certeza de que crimes serão castigados termina com justiçamentos. Segurança pública está ordem do dia. Por isso, tão presente na memória quanto o 190, deve estar o número dos candidatos para as eleições e seus compromissos com o tema. O “quanto pior, melhor” favorece apenas aos extremos, e a saúde social está no equilíbrio. Bons diagnósticos precisam chegar às urnas. Delas, sair o remédio.

Cruzadas

Sobre a reportagem “Ninguém vê o pedestre” (Metro de ontem), o desrespeito com o pedestre se deve a uma má educação para o trânsito por parte dos motoristas, e também a uma fiscalização deficitária por parte da EPTC. O que precisamos é de mais azuizinhos nas ruas e espalhados por toda a cidade. A EPTC fez concurso há dois anos atrás, do qual passaram 800 candidatos, chamou 400 para fazer todos os testes (físicos e psicológicos), mas só nomeou 90. Quando vão ser nomeados os outros, sendo que este ano é ano de Copa e teremos um grande aumento de carros e pessoas na cidade? GIOVANI RODRIGUES – PORTO ALEGRE, RS

Correção Diferentemente do publicado na página 12 de ontem, o Cirque du Soleil já rodou 88 mil quilômetros desde 2005.

M etro pergunta

Por que a maioria dos Siga o Metro motoristas da capital no Twitter: @jornal_metropoa não dá preferência aos pedestres nas faixas de segurança sem semáforo? @ja_bauer

Sudoku

Vários motivos. Os principais: já existem muitas sinaleiras, se for parar ainda em todas faixas... Outro os pedestres atravessam em qualquer lugar, não respeitam as faixas. @anamello

Por total falta de educação e por viverem sentados no banco do seu carro e nunca andarem a pé. @FelipeAcker

Hábito (porém mal). @eduardo_noliv

Falta de respeito. O resto é pura balela.

M etro web Para falar com a redação:

leitor.poa@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

Rubem Penz é escritor, músico, publicitário, baterista e compositor. Autor de “Enquanto Tempo” e coordenador da oficina literária Santa Sede crônicas de botequim. Seu site é rubempenz.net

Horóscopo

Leitor fala

www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Precisará de diplomacia diante de algum assunto que envolva grupos devido à mentalidade convencional de pessoas.

Este é um dia em que o cuidado com a comunicação será essencial. Estar atento a detalhes ajudará a resolver questões simples do dia.

Tendências a uma lentidão na resolução de documentos na área profissional e em temas materiais. Período para repensar projetos.

Assuntos profissionais são propensos a uma lentidão para esclarecer pendências e lidar com as relações.

Muitas vezes as críticas são construtivas e ajudam a si mesmo e aos outros. Hoje o momento é para ponderar a hora de expô-las.

Um aspecto tenso entre Mercúrio e Saturno – que rege seu signo – aponta necessidade de cuidado com a forma de expor o que pensa.

Mercúrio – que rege seu signo – faz aspecto tenso com Saturno, influência que recomenda paciência com pensamentos dos outros.

Atente-se para que impulsos ou atitudes individualistas não influenciem você no trabalho. Questões materiais tendem a ser repensadas.

Seu signo é associado aos assuntos modernos, a uma mentalidade inovadora. Hoje, é indicado ponderação com apegos e costumes dos outros.

A Lua – regente de seu signo - faz aspecto tenso com Marte, o que recomenda atenção para não precipitar ações por temas irrelevantes.

Momento para ponderar sobre questões domésticas e conter a ansiedade na resolução de temas sem antes ouvir ou dialogar com familiares.

O momento trará necessidade de solidariedade e dedicação a assuntos coletivos e de outras pessoas. Apenas não esqueça de si mesmo.


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

|13|◊◊

3

Opinião

HELIO CASTRONEVES HELIO.CASTRONEVES @METROJORNAL.COM.BR

AS ‘ARMAS’ DA PENSKE PARA 2014 Olá pessoal! Espero que todos tenham passado um ótimo carnaval. O campeonato começa dia 30 de março em St. Petersburg e o nosso “carnaval” foi praticamente todo na pista. O Team Penske realizou testes em Sebring e nosso trabalho tem sido desenvolvido de maneira muito eficiente e harmoniosa. O que mais se destaca é a união da equipe. Para começar, é um grupo com muita vontade vencer. E se você lembrar que nos últimos quatro anos estivemos decidindo até o último minuto, essa vontade só aumenta. Digo isso para explicar que o grupo se prepara, em qualquer momento do ano, com o mesmo afinco que nas corridas. Na Carolina do Norte, onde fica a sede da Penske, não falta neve. É frio para ninguém botar defeito, mas nem assim os caras diminuem o ritmo. Quando a gente se encontra na pista ou na fábrica, acontece uma espécie de explosão de entusiasmo. Junta a minha vontade com a da equipe e o que se vê é um motivando o outro. E isso é ampliado ainda mais quando os resultados de pistas são os planejados ou vão além. Eu e o Will Power já somos veteranos (eu mais do que o Will), cabendo ao Juan Pablo Montoya a condição de “rookie”. Mas esse colombiano é uma figura. O cara acabou de chegar e já parece que está na Penske há anos, tamanho o entrosamento. Na verdade, na hora da corrida eu quero ser melhor do que os dois e vice-versa. Mas o legal é que a rivalidade na pista só acontece de maneira pontual, pois agora estão todos trabalhando forte para que os três carros estejam em condições competitivas. Não tem essa de um esconder o jogo do outro. Essa transparência faz com que os testes sejam eficientes porque tudo o que tem de ser testado é dividido entre os três e isso gera um ganho de tempo, pois o compartilhamento é uma realidade e cada piloto tem acesso a todos os desenvolvimentos, independentemente de quem tenha testado esse ou aquele elemento. Minha programação nessa semana será cumprida na Califórnia e Carolina do Norte, onde estarei participando de eventos promocionais. Já na outra, nos dias 17 e 18, teremos os testes coletivos finais no Barber Motorsport Park, antes de a gente acelerar já na programação oficial do Firestone Grand Prix of St. Petersburg. É isso aí, abração a todos e até semana que vem! Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 27 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2013 sua 16ª temporada na categoria e 14ª pelo Team Penske.

Vida ou morte. Liga dos Campeões começa a decidir quem vai às quartas de final A partir de hoje começam a ser decididos os clubes que avançarão às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Dois jogos serão disputados a partir das 15h45. Na Alemanha, o Bayern de Munique defende a vantagem de 2 a 0 conquitada sobre o Arsenal, em Londres. Na Espanha quem tem a vantagem, após vitória

por 1 a 0 no primeiro jogo, é o Atlético de Madrid. Amanhã o Barcelona recebe o Manchester City, enquanto o PSG o Bayer Leverkusen. Na próxima semana mais quatro jogos, na terça, tem Chelsea e Galatasaray e o Real Madrid enfrentando o Schalke 04. Na quarta, o Borussia Dortmund pega o Zenit e o Manchester United o Olympiakos. METRO POA

ESPORTE

Gre-Nal, com 22.888 pagantes, é o maior público do Gauchão | GUILHERME TESTA/FOTOARENA

O Gauchão e os seus problemas Estadual. Campeonato de 2014 apresenta erros estruturais

2

Jogo adiado e sem público

Estrutura

Sem laudo do Corpo de Bombeiros liberando o estádio Aldo Dapuzzo, a partida entre São Paulo e Brasil foi adiada no dia em que ocorreria. Dois jogos foram disputados sem a presença da torcida.

Nem todos os estádios estão em boas condições. Em pelo menos dois jogos faltou luz. E os gramados não são de bom nível no interior.

Maratona de jogos

Três rodadas do mesmo dia

1

3

A Dupla Gre-Nal teve que disputar três partidas pelo Estadual em cinco dias. Pior para Cruzeiro e Brasil, que, com elencos reduzidos, também tiveram que enfrentar a maratona.

Racismo

5

A maior mancha na competição foi o ato de racismo contra o árbitro Márcio Chagas da Silva, em Bento Gonçalves. O Esportivo será julgado na quinta-feira e assim como no Brasileirão, a briga contra o rebaixamento terá influência do Tribunal.

Em 27 de fevereiro, o Gauchão teve jogos pela sexta, 11a e 14a rodadas.

4 Copa do M undo

Público Novamente a presença da torcida no estádio tem sido baixa. Os jogos da Dupla com seus times reservas colaboram para isso, embora o retorno do Brasil tenha sido um ponto positivo neste sentido.

6

57,4%

15

dos jogos com borderô divulgado no site da Federação Gaúcha tiveram menos do que mil pagantes no Gauchão deste ano.

jogos do Campeonato Gaúcho de 2014 tiveram um público pagante menor do que 100 pessoas, entre eles dois jogos sem torcida.

Fora O meia Kevin Strootman não disputará a Copa do Mundo. O holandês sofreu ruptura dos ligamento cruzado do joelho esquerdo no jogo da Roma contra o Napoli, no domingo.


14

ESPORTE

Na Seleção

26

11

jogos

gols

Balotelli foi o primeiro jogador negro a marcar um gol pela Azzurra. Foi em 2011, na vitória por 2 a 0 sobre a Polônia

  

Super

Mario!

   

DARREN STAPLES/REUTERS

LEONHARD FOEGER/REUTERS

Bem me quer, mal me quer! Balotelli: imprevisível, imprudente e bom de bola

Balotelli comemora gol na semifinal da Eurocopa de 2012

Se Mario Balotelli fosse inconsequente só fora de campo, tudo bem. Mas, justiça feita àquele que é a principal esperança italiana para a Copa do Mundo, é impossível pensar no excêntrico centroavante sem lembrar das mil e uma loucuras que ele apronta. Sem pesar dia, local, plateia... Se em 2011 chegava para treinar no Manchester City guiando um vistoso Bentley camuflado – enquanto Roberto Mancini, então técnico do time, ia de bicicleta –, dentro de campo também não existem as palavras timidez e discrição no vocabulário do camisa 9 da Azzurra. Aquela mesma que ele atirou no chão em 2012 para comemorar, ao

melhor estilo Hulk, o gol da classificação da Itália para a final da Eurocopa. O seu segundo gol, aliás, que despachou a favorita Alemanha após a vitória por 2 a 1. Depois, na final, a Espanha venceu por 4 a 0. E daí? A cena que ficou na retina foi a de Balotelli exibindo a boa forma, mesmo que a ação tenha lhe rendido o cartão amarelo. Virou até bonequinho. Para chegar a vestir as cores da tetracampeã mundial, porém, o Super Mario, como é conhecido o filho de imigrantes ganenses, mas que nasceu em Palermo, teve de esperar os 18 anos baterem em sua carteira de identidade. F oi só em 1992 que ele recebeu a cidadania italiana. Mas se o sobrenome Balotelli ele herdou da sua família adotiva apenas aos três anos de idade, seu nome do meio, Barwuah, continua lá, camu-

Sou italiano, me sinto italiano, jogarei sempre com a Seleção Italiana

Balotelli e o Bentley camuflado

DARREN STAPLES/REUTERS

flado como o Bentley – que ele deu de lembrança ao holandês Emanuelson, seu companheiro de Milan, que tirou a capa e o deixou branco. Hoje ele pilota uma “modesta” Ferrari F12 Berlinetta. Sua debilitada condição de saúde após o nascimento, aliada a uma difícil situação financeira vivida pela família


PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

15

ESPORTE

Nos clubes Além do modesto Lumezzane (ITA), onde atuou em dois jogos, Balo já brilhou em três dos grandes europeus

59

61

jogos

Inter de Milão (2006 - 2010)

jogos

20 gols

CLAUDIO VILLA/GETTY IMAGES

                   

Manchester City (2010 - 2012)

24

27

jogos

gols

AC Milan (Desde 2013)

17 gols

   

   

GIAMPIERO SPOSITO/REUTERS

biológica, fizeram com que seus pais entregassem o menino para a adoção. Foi criado pela nova família em Concesio, junto com os outros três filhos do casal, dois homens e uma mulher. Os dois mais velhos, Giovanni e Corrado, ajudaram os pais a cuidar de Mario e o acompanham na carreira até hoje, como procuradores do jovem atacante de 23 anos, que ganhará mais uma contagem no dia 12 de agosto, um mês depois da Copa. Torneio em que ele tem presença garantida. Se ainda não foi confirmado pelo técnico italiano Cesare Prandelli, Mario é figura indispensável para a Azzurra, que pertence ao Grupo da Morte com Uruguai, Inglaterra e Costa Rica. Experimente perguntar a um italiano se a equipe tem chances no Mundial sem o camisa 9. Com a palavra Paolo Rossi, algoz brasileiro no Mundial de 1982: “Balotelli não tem uma personalidade fácil, mas precisamos dele para ganhar a Copa. Só precisa parar de agir sem pensar.” E quem poderia pensar que, logo aos 16 anos, depois de todas as dificuldades, Mario fosse fazer sua estreia como profissional. Foi pelo Lumezzane, em 2006, em que jogou apenas duas partidas. No ano seguinte seguiu

Balotelli caminha no gramado antes do duelo entre Itália e Armênia

viagem para a Inter de Milão, um dos maiores times do país da bota. E começou a chamar a atenção. Além de apresentar sua eficiência em campo, também começou a revelar o lado esquentadinho. Que o diga o técnico José Mourinho, que chegou a excluir o atleta dos treinamentos por indisciplina. Mas não foi só o português que teve problemas. A torcida tam-

bém não aceitou o fato de ele ter vestido uma camisa do arquirrival Milan nesse período. Acabou o clima e ele foi vendido ao City, onde reencontrou Mancini, aquele da bicicleta, que também o havia comandado na Inter. Amor e ódio. Fã declarado do camisa 45 – a que ele usa nos clubes –, o técnico colecionou desentendimentos com Balo. Até empurrões trocaram. Apesar do bom futebol que demonstrava, também no time inglês foi punido pelo destempero e acabou amargando a reserva do argentino Sergio Aguero – o genro de Diego Maradona. Uma oportunidade de ouro para o Milan, que tinha planos de rejuvenescer seu time. E não desperdiçou: contratou Mario em 2013, que se apresentou com um cabelo raspado, longe dos cortes extravagantes da época do City. Desenhos na cabeça e moicanos descoloridos faziam parte do visual. Não que tenha mudado o estilo, mas, segundo o técnico italiano Prandelli, seu atacante “está mais maduro”. E precisa estar se quiser que sua passagem pelo Brasil seja marcada pelas jogadas e pelos gols que ele já provou saber fazer com facilidade, e não pelas polêmicas que estão na bula de Balotelli. METRO

Canelad as      

REPRODUÇÃO

            

     

Não me sinto um cara rebelde, sou um gênio

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

     

O carteiro comemora quando entrega uma carta? Fazer gol é só o meu trabalho


|16|

PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

A cara do Newell’s

Copa do Brasil. Inter viaja definido para pegar o Remo, no Pará Não há mistério no time colorado para enfrentar o Remo, amanhã. A delegação do Inter embarcou ontem para Belém com a escalação definida para o jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil. Sem poder contar com D’Alessandro, com um edema na coxa, Alan Patrick começará a partida como titular, atuando na articulação ao lado de Alex. Após um começo ruim no clube no segundo semestre do ano passado, Alan Patrick tem tido bom desempenho em 2014 e tem ganhando espaço no elenco. Em nove partidas este ano, ele anotou um gol. Outro jogador que começa a crescer no concei-

to é Eduardo Sasha, mas que por enquanto segue na reserva. O primeiro objetivo colorado na capital paraense será vencer o jogo, claro, e, se possível, aplicar um placar com, pelo menos, dois gols de diferença, evitando o jogo de volta em Porto Alegre. A principal preocupação dos jogadores está relacionada ao gramado do estádio Mangueirão. “Lá chove bastante e não sabemos como estará o gramado”, comentou o zagueiro Ernando. A escalação do Inter para amanhã tem: Dida; Gilberto, Paulão, Ernando e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex, Alan Patrick e Jorge Henrique; Rafael Moura. METRO POA

Maxi Rodríguez é o principal jogador de uma equipe repleta de jogadores veteranos | BUDA MENDES/GETTY IMAGES

Libertadores. Com um time experiente, repleto de jogadores que disputaram Copa do Mundo, clube argentino tem um time técnico que vive momento de altos e baixos Sorín tinha a bola pelo lado esquerdo da intermediária ofensiva e inverteu o jogo para a quina oposta da grande área. A bola encontrou, primeiro, o peito de Maxi Rodríguez e depois, sem escalas, o seu pé esquerdo para se abraçar nas redes da meta mexicana, colocando o gol do meia atacante entre os mais bonitos da história das Copas. Maxi, junto com Heinze, outro jogador presente na dramática vitória argentina sobre o México nas oitavas de final da Copa de 2006, dão a cara do Newell’s Old Boys, adversário gremista na quinta-feira, pela Libertadores. A dupla fecha seu ciclo futebolístico no lugar onde iniciou e dá a alma ao time argentino, eliminado na semifinal da Libertadores no ano passado. Mas a cara da equipe é Maxi, com sua técnica refinada e experiência, um resumo de como a equipe joga. “Maxi está bem. Esta é uma equipe muito experiente que vai tentar fazer o tempo passar com a posse de bola”, analisa o repórter Franco García, da Rádio 2, de Rosário. Aquele time argentino caiu nas quartas de final da Copa ao perder para a Alemanha nos pênaltis. E

“O time do ano passado era melhor. Este Newell’s não é mais o mesmo. É uma equipe que comete muitos erros.” GASTÓN FERNÁNDEZ, REPÓRTER DA RÁDIO 2 DE ROSÁRIO

o terror dos jogadores de linha atingiu outro jogador do Newell’s no mesmo Mundial. David Trezeguet, campeão em 1998, perdeu a cobrança que deu à Itália o título. O francês, cuja infância foi vivida na Argentina, também está próximo do fim de sua carreira. Após passar pelo River chegou no ao Newell’s, mas ainda não se firmou. Somente uma vez no ano ele atuou os 90 minutos. O clube nunca venceu uma Libertadores. Em 1992, perdeu a final, nos pênaltis para o São Paulo. A amargura da eliminação nos tiros da marca fatal vivida por Heinze, Maxi e Trezeguet também foi sentida pelo técnico Alfred Berti, então meio-campista. Daquela leva de jogadores comandados por Marcelo Bielsa também estava Gerardo Martino, hoje técnico do Barcelona. Ano passado, o clube acabou eliminado nos pênaltis pelo Atlético-MG. Maxi, que diante da Alemanha converteu a sua cobrança, pa-

4 gols marcou o Newell’s Old Boys em dois jogos pela Libertadores deste ano. O time argentino teve a sua defesa vazada em uma oportunidade. rou em Victor. No fim de semana na derrota por 1 a 0 para o Olimpo, pelo Campeonato Argentino, desperdiçou outra penalidade. “O time do ano passado era melhor. Este Newell’s não é mais o mesmo. É uma equipe que comete muitos erros”, explica Gastón Fernández, também da Rádio 2. Para compensar, o jovem atacante Ponce, de 16 anos, tem se destacado e é uma promessa do futebol argentino. O Grêmio terá um time experiente, rodado, que toca a bola, mas tem pânico de enfrentar os pênaltis. VALTER JUNIOR METRO PORTO ALEGRE

Wendell é dúvida para quinta-feira O lateral-esquerdo Wendell é dúvida para o confronto pela Libertadores, na quinta-feira. O jogador sente um cansaço muscular e foi substituído antes do final da partida contra o Passo Fundo, no domingo. Outra modificação pode ocorrer no meio-campo, com Dudu ganhando a posição de Edinho, mas a tendência, pelo peso do jogo, é que o volante siga na equipe. METRO POA

Wendell sente cansaço muscular | LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA

Alan Patrick entra no time | ALEXANDRE LOPS/INTERNACIONAL

Vôlei

G auchão

Canoas é eliminado

Edição de 2016 terá 12 clubes

O Kappesberg/Canoas está fora da Superliga Masculina de vôlei. O time canoense foi eliminado pelo Vôlei Brasil Kirin por 3 a 1 (21/18, 33/31, 15/21 e 21/17), ontem, em Canoas. A equipe gaúcha havia perdido o primeiro jogo das quartas de fina na sexta-feira. Esta foi a segunda participação do clube na competição.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto, confirmou que o Campeonato Gaúcho será mais enxuto no futuro. Para 2016 o torneio, que hoje conta com 16 clubes participantes, deverá contar com 12. Era para ter sido esse ano, mas não podia por causa da mudança de regulamento”, afirmou o dirigente. METRO POA

METRO POA

20140311_br_portoalegre  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you