Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela Gráfica Moura Ltda.

CLÁSSICO MONTADO

PASSAGENS DE OBRAS FAMOSAS SÃO RECRIADAS EM LEGO PÁG. 13

Cena de ‘Drácula’

BRASÍLIA

SEGUNDO VOLUME

DE SÉRIE JUVENIL, ‘ENDERS’ CHEGA AO BRASIL PÁG. 10

Terça-feira, 11 de março de 2014 Edição nº 458, ano 2

CONFIRA 6 DICAS

MÍN: 17°C MÁX: 27°C sunny

snow

rain

partly sunny

cloudy

sleet

thunder

part sunny/ showers

thunder showers

www.readmetro.com | leitor.bsb@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metrobsb

im enf

hazy

showers

Itaquerão ‘estruturado’

Peça recolocada havia caído em novembro, matando 2 operários

PÁG. 16

Estrutura metálica é instalada e prazo de evento-teste é mantido

windy

DE LEITURA E BONS PROGRAMAS PARA A SEMANA PÁG. 11

PMDB cobra a conta do PT nos Estados

Eleições. Com a presidente Dilma Rousseff insistindo em não dar um sexto ministério ao partido, peemedebistas querem compensações nas eleições estaduais, com a retirada de candidatos petistas PÁG. 03

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

A APOSTA DA AZZURRA

Enquanto a Copa não vem, obras travam trânsito

Dados comprovam: mulheres dirigem melhor que homens

Na Rodoviária, ontem foi dia de caos para passageiros do Entorno PÁG. 05

Elas se envolvem em menos acidentes -- e com menor gravidade PÁG. 06

ITALIANO MARIO BALOTELLI ABRE A SÉRIE ‘GRANDES CRAQUES’ DO METRO, QUE TRAZ O PERFIL DAS MAIORES ESTRELAS DA COPA PÁGS. 14 E 15 FOTÓGRAFO/AGÊNCIA


1 FOCO

Ex-ministro

Fim do jeton

O ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi se desligou ontem do Conselho de Administração do BNDES, alegando que pretende disputar o governo do Rio de Janeiro nas eleições de outubro. Embora fora do governo desde dezembro de 2012, o presidente do PDT se mantinha na cadeira destinada ao ocupante do ministério. Com pagamento de jetons, Lupi ganhou em torno de R$ 90 mil somente no período desde que deixou o cargo.

Cotações Dólar + 0,21% (R$ 2,35) Bovespa - 1,54% (45.533 pts) Euro + 0,24% (R$ 3,24) Salário Selic (10,75% a.a.) mínimo (R$ 724)

|02|

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Ex-assessor de Covas tem conta secreta na Suíça Denúncia. MPF suspeita que Robson Marinho, hoje conselheiro do Tribunal de Contas de SP, tenha participação em cartel de trens e metrô O MPF (Ministério Público Federal) recebeu do governo suíço cópias do cartão de abertura de uma conta bancária secreta em Genebra, capital daquele país, pertencente ao conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de São Paulo Robson Marinho, que também foi chefe da Casa Civil do governo Mário Covas (PSDB). De acordo com os dados enviados aos procuradores, Marinho tem US$ 1,1 milhão na conta, segundo reportagem do jornal “O Estado de S.Paulo”. O MPF suspeita que o dinheiro tem origem em propina paga pela francesa Alstom, investigada em um esquema de corrupção envolvendo empresas de energia do Estado de São Paulo, entre os anos de 1998 e 2002. Para a Procuradoria, o documento bancário é uma das mais importantes provas contra o conselheiro do TCE, que sempre negou possuir contas no exterior. Marinho é alvo de uma

Governador defendeu apuração das denúncias | J. DURAN MACHFEE/FUTURA PRESS

“O que todos nós queremos é que tenha apuração rigorosa, que se esclareçam as questões e as punições devidas. Então, é avançar com as investigações.” GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO

investigação criminal do STJ (Superior Tribunal de Justiça). Ele é suspeito de favorecer a Alstom no julgamento da legalidade de contratos das empresas de transmissão de energia de São Paulo. Em fevereiro, a Justiça Federal aceitou denúncia con-

tra 11 pessoas suspeitas de envolvimento no esquema com a Alstom. Ontem, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defendeu uma “investigação rigorosa” sobre a suposta atuação de Marinho no esquema de cartel. METRO

As estações ficaram cheias durante a manhã | ERBS JR./FRAME/FOLHAPRESS

Acidente. Descarrilamento de trem deixa sete feridos no RJ Sete pessoas se feriram no descarrilamento de um trem próximo à estação de Deodoro, na zona oeste do Rio de Janeiro, por volta das 6h30 de ontem. A composição seguia de Japeri, na Baixada Fluminense, para a Central do Brasil, no centro, quando o acidente aconteceu. De acordo com a Supervia, concessionária que administra as linhas férreas da região metropolitana do Rio, agentes da empresa foram ao local para aju-

dar no deslocamento dos passageiros e no encaminhamento deles até a plataforma da estação. Os feridos foram levados para hospitais da cidade, mas nenhum com gravidade. Em nota, a Agetransp (Agência Reguladora de Transportes) disse que abriu um boletim de ocorrência para apurar as causas do descarrilamento. Técnicos da agência foram para o local para fazer uma perícia. METRO RIO

Passageiros reclamam de concessionária Enquanto funcionários da concessionária trabalhavam para normalizar a situação, as estações ficaram cheias por causa do atraso. Muitas pessoas passaram mal com o tumulto. Em 22 de janeiro, um descarrilamento próximo à estação de São Cris-

tóvão provocou caos em todo o sistema, que ficou paralisado por cerca de 13 horas. Por conta do ocorrido, a Agetransp abriu dois processos contra a SuperVia: pelo mau atendimento aos usuários e pelo descarrilamento do trem. METRO RIO

Coleta é normalizada parcialmente no Rio A força-tarefa montada para limpar o Rio de Janeiro após a greve de uma semana dos garis já surtiu efeito em parte da cidade. Entretanto, moradores de zonas menos turísticas do Rio ainda não viram o bloco da limpeza passar. São cerca de 6,5 mil garis limpando a sujeira que se acumulou durante o Carnaval. Ontem, 11 mil toneladas de resíduos foram recolhidas. No fim de semana, 18 mil toneladas já haviam sido coletadas. Enquanto bairros do Cen-

tro e da zona sul já têm o serviço regularizado, moradores das zonas norte e oeste reclamam que o lixo ainda não foi levado. Em nota, a Comlurb (Companhia de Limpeza Urbana) informa que intensificou os serviços na cidade, mas não esclareceu a estratégia que limpou os bairros mais nobres antes dos demais. Segundo a companhia, na zona oeste, por causa do lixo acumulado em algumas comunidades, foi necessário aumen-

tar o efetivo. A empresa disse também que apenas a poda não está sendo realizada. A equipe que realiza este serviço está integrando a força-tarefa da limpeza. Reajuste Em acordo firmado na Justiça, os garis conseguiram reajuste de 37% e o salário da categoria passou de R$ 803 para R$ 1,1 mil. Foi dado ainda um reajuste no tíquete-alimentação, corrigido de R$ 12 para R$ 20 por dia. METRO RIO COM AGÊNCIA BRASIL

Bairros da zona norte não tiveram a coleta regularizada | TÂNIA RÊGO/ABR

FALE COM A REDAÇÃO

EXPEDIENTE

COMERCIAL: 061/3966-4615

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145) Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior Gerente Executivo: Ricardo Adamo Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso

leitor.bsb@metrojornal.com.br 061/3966-4607

O jornal Metro circula em 24 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Metro Brasília. Diretor-editor: Cláudio Humberto. Editor-Executivo: Lourenço Flores (MTB: 8075) Diagramação: Natalia Xavier. Gerente Executivo: Vandler Paiva Grupo Bandeirantes de Comunicação Brasília. Diretor Geral: Flávio Lara Resende

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: SBS Quadra.02 - Bloco "Q" - Ed. João Carlos Saad - 15º andar, CEP 70070-120, Brasília, DF, Tel.: 061/3966-4615. O jornal Metro é impresso na Gráfica Moura.

Filiado ao


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

Sem 6º ministério, PMDB negocia compensações Eleições. Para por fim à crise entre os dois partidos, PT estaria disposto a ceder candidatura própria em seis Estados Ainda com a relação desgastada e o desejo de ter um sexto ministério cada dia mais distante, o PMDB busca uma compensação nos Estados -nas eleições de outubro -- para melhorar o clima da aliança nacional com o PT. A presidente Dilma Rousseff recebeu ontem caciques peemedebistas, no Palácio do Planalto, para propor acordos eleitorais e amenizar a crise dos últimos dias. A reforma ministerial, com a abertura de mais espaço para o partido aliado, já é considerada causa perdida, embora não tenha havido desistência formal. Dilma, porém, estaria disposta a apoiar palanques do PMDB em pelo menos seis Estados: Maranhão e Rondônia, além de Goiás, Paraíba, Alagoas e Tocantins -- cujos diretórios regionais do PT avaliam a possibilidade de ter candidatura própria. A cessão, porém, não dá garantias de que a crise chegou ao fim. “Espero que sim. Na política você nunca sabe se a crise está terminando, está começando, ficando maior”, afirmou o presidente do PMDB, senador Valdir Raupp (RO).

RR

DEPUTADO EDUARDO CUNHA (RJ), LÍDER DO PMDB NA CÂMARA

Contrapartida A exemplo da manifestação feita no domingo ao vice-presidente Michel Temer, Dilma voltou a criticar a postura do líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ) -- um dos líderes do ‘Centrão’, grupo que reúne 240 deputados de oito partidos que prometem dar dor de cabeça ao governo no Congresso. A presidente sugeriu que Cunha seja isolado das discussões que envolvem o Palácio do Planalto. O parlamentar, porém, calcula representar um terço dos 74 deputados do PMDB na tentativa de levar à votação na Convenção Nacional da legenda a ruptura da aliança nacional com o PT. MARCELO FREITAS

A crise entre PT e PMDB envolve disputas regionais nas eleições de outubro. Confira o cenário atual:

AP

AM PA

CE

MA

RN PB

PI

PE AC

TO

RO

SE

AL

BA

MT DF GO

ALIANÇA FECHADA NEGOCIAÇÕES DE APOIO AVANÇADAS

MG

SP

CAMPOS MINADOS

RJ

PR

EM LADOS OPOSTOS SITUAÇÃO INDEFINIDA

ES

MS

SC RS

METRO BRASÍLIA

Precatórios. STF julgará como dívida deve ser paga Um ano após reconhecer que União, Estados e municípios não podem manter os precatórios como ‘dívidas eternas’, o STF (Supremo Tribunal Federal) volta a julgar amanhã como será feito o pagamento. O dinheiro é fruto de decisões judiciais contrárias ao poder público que foram vencidas por empresas e pessoas físicas. Relator da ação, ajuizada pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o ministro Luiz Fux votou pelo parcelamento da dívida, com o pagamento da última parcela em 2018. A sessão será retomada com o voto do ministro Roberto Barroso, que pediu vista. A OAB alerta que a correção monetária dos precatório vem sendo feita pela TR (Taxa Referencial) e não pe-

MAPA DA ALIANÇA

“Tentar me isolar é isolar a bancada do PMDB. Não estou fazendo nenhuma guerra.”

R$ 125 bi

é o valor da dívida da União, Estados e municípios com precatórios, segundo cálculos da Ordem dos Advogados do Brasil. lo IPCA (Índice oficial da inflação), como já foi aprovado pelo Congresso. “O estoque só não aumentou porque há um expurgo inflacionário, as dívidas estão sendo corrigidas a zero”, protestou o presidente da Comissão Especial de Defesa dos Credores Públicos do Conselho Federal da OAB, Marco Antonio Innocenti. O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) estima que a dívida esteja hoje em torno de R$ 94 bilhões. METRO BRASÍLIA

Eduardo Campos sobe tom e chama Dilma ao debate Pré-candidato à presidência da República, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), tem adotado um tom duro nas críticas à presidente Dilma Rousseff. Ontem, Campos disse esperar que, ao contrário do primeiro turno das eleições de 2010, a petista participe dos debates eleitorais para discutir a situação do país. “Tem muita gente que quer interromper o debate. Sequestrar todas as alternativas para fazer um jogo simplesmente polarizado, do nós e eles, e se negar a participar da discussão efetiva sobre o futuro do país”, disse o governador, em palestra na Associação Comercial de São Paulo. O pré-candidato também

“Não dá para ter mais quatro anos da Dilma, o Brasil não aguenta.” EDUARDO CAMPOS, PRÉ-CANDIDATO À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

fez críticas à política de alianças eleitorais. “As coalizões são responsáveis pelo balcão do fisiologismo da distribuição dos cargos por minuto de televisão”, criticou. “Arranjo político em Brasília já deu o que tinha que dar.” Campos atacou ainda as condições econômicas do país. “Para os agentes econômicos fica a impressão de que

falta um olhar de longo prazo. Para onde estamos indo, o que vamos fazer?”, afirmou. Caravana A presidente Dilma Rousseff tem sido o alvo preferencial das críticas de Eduardo Campos. No fim de semana, o governador participou de uma caravana por Pernambuco e manteve o discurso. O governador lembrou que poderia contar com o apoio do PT nas eleições futuras, mas decidiu não esperar e lançou-se candidato imediatamente. “Eu poderia esperar até 2018, mas acho que nosso país não aguenta esperar”, atacou. Nos discursos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é poupado. METRO BRASÍLIA

|03|◊◊

Segurança

Polícia Federal faz paralisação de 72 horas Em busca de reestruturação da carreira e reajuste salarial, agentes, escrivães e papiloscopistas da Polícia Federal fazem a partir de hoje uma paralisação de três dias. O movimento pretende alertar também para faltar de critérios para a escolha de policiais para atuarem na segurança da Copa do Mundo. A categoria fará uma passeata amanhã na Esplanada dos Ministérios chamada “Marcha dos Elefantes Brancos, contra a burocracia e politicagem na Segurança Pública”. METRO BRASÍLIA Presídio

ONU recebe denúncia sobre Pedrinhas (MA) A ONU (Organização das Nações Unidas) recebeu ontem uma denúncia de violação dos direitos humanos no presídio de Pedrinhas, em São Luís (MA). A queixa foi apresentada por três ONGs: Justiça Global, Conectas e Sociedade Maranhense de Direitos Humanos. As entidades pedem que o relator especial das Nações Unidas sobre a tortura, Juan Méndez, faça uma inspeção no presídio. Desde o início de 2013, 64 pessoas já foram mortas no complexo penitenciário. METRO BRASÍLIA São Paulo

Greve de agentes afeta 80 presídios do Estado A greve dos agentes penitenciários de São Paulo, iniciada ontem, paralisou parcialmente ao menos 80 dos 158 presídios do Estado. Aproximadamente 15 mil funcionários pararam de trabalhar. O número representa 50% do total de trabalhadores. A principal reivindicação da categoria é um reajuste salarial de 20,64%, além de 5% de aumento real no salário. As visitas foram suspensas. Os presos só deixaram as celas para banho de sol e atendimento médico de emergência. METRO


|04|

Política

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASIL}

CLÁUDIO HUMBERTO WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

DILMA SOBRE O LÍDER DO PMDB: ‘AGORA É GUERRA!’

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

VOTOS NA CONVENÇÃO Na tentativa de conter rebelião sem precisar negociar com Eduardo Cunha, Dilma se antecipou para já acertar alianças estaduais: vai apoiar candidatos do PMDB em sete estados (TO, PB, MA, RN, AL, GO e RO), e tentará costurar o consenso no DF, em MT e em SC.

 NEGOCIAÇÃO Vice-presidente da República e presidente licenciado do PMDB, Michel Temer se reúne nesta terça à noite com Rui Falcão (PT), Valdir Raupp (PMDB) e Aloizio Mercadante (Casa Civil) para ampliar as conversas.

Há tanto judicialização da política quanto politização do Judiciário.” MINISTRO JOSÉ EDUARDO CARDOZO (JUSTIÇA) REPETINDO O MAIS RECENTE MANTRA DO PT

O TAMANHO DO LÍDER Eduardo Cunha (PMDB-RJ) | LUIS MACEDO/AGÊNCIA CÂMARA

A presidenta Dilma comunicou à cúpula do PMDB que não haverá dificuldade em atender o partido, mas avisou que não aceitará qualquer entendimento com o líder na Câmara, Eduardo Cunha (RJ): “Cheguei ao meu limite, agora é guerra!” Senadores e o vice Michel Temer tentaram ponderar, lembrando o “mal” que Cunha pode fazer ao governo, nas votações, mas ela está irredutível: “Vamos enfrentar isso”.

TAMOS JUNTOS

O primeiro sinal de que o líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), estava pendurado na brocha, foi do amigo Henrique Alves, presidente da Câmara. Acusado de fazer jogo duplo, Alves disse a senadores que “a bancada da Câmara não quer romper com o PT; só 20% dela”.

NA ATIVA O “blocão” tenta mostrar força: marcou almoço nesta terça (11) na casa de um deputado do PP-MG para acertar a derrubada do Marco Civil da Internet e da criação de comissão externa para investigar a Petrobras.

PERDEU, PEZÃO

A presidenta disse que não tem interesse em “depreciar” o PMDB. Quando isso acontece, disse ela, seu governo também é atingido.

IMPORTANTE REVELAÇÃO Dilma se diz revoltada com a “falsidade” de Eduardo Cunha: enquanto a atacava em público, tentava indicar ministros em particular.

PRIMEIRA INDICAÇÃO Em meio a acusações contra Dilma e o PT, Cunha indicava Neri Geller, atual secretário de Políticas Agrícolas, para ser ministro da Agricultura.

SEGUNDA INDICAÇÃO Outra indicação de Cunha, em meio ao tiroteio, foi a de Alexandre de Moraes (recentemente barrado para o CNJ) para ministro do Turismo.

‘VICE-MINISTRO’ DA PREVIDÊNCIA É ALVO DE DENÚNCIAS O presidente da Fecomércio-Piauí, Valdeci Cavalcanti, afirma que está sendo perseguido por Carlos Gabas, secretário-executivo do Ministério da Previdência e presidente do Conselho Fiscal do Sesc. A perseguição começou, diz ele, após a denúncia que fez a Justiça paulista mandar investigar Gabas por “falso testemunho”, em ação de cobrança de corretagem de imóvel adquirido pelos próprios pais, em Araçatuba.

DOSSIÊS FALSOS Cavalcanti acusa o petista Gabas do “método de sempre” de “distribuir dossiês denegrindo pessoas que não comungam com o seu partido”.

DEMISSÕES NA FAB Oficiais técnicos da FAB entraram na Justiça contra a demissão de 600 tenentes, na tropa há 9 anos, recrutados por prazo determinado.

RESPOSTA NO SALÃO OVAL Se soubesse da frase de Lula à imprensa italiana (“Obama poderia ter sido um presidente melhor”), o americano responderia: “Idem, cara”.

Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ) | ALEXANDRA MARTINS/AGÊNCIA CÂMARA

A Justiça Eleitoral do Rio concedeu liminar proibindo o PMDB de usar o slogan “A mudança só começou”. Para o TRE, é “propaganda eleitoral antecipada”. A representação é do ex-aliado e atual arqui-inimigo PT.

PODER SEM PUDOR O SÍNDICO MINÚSCULO

ENGAJAMENTO Dilma Bolada se engajou na campanha de reeleição. Passou a tarde de ontem (10) alfinetando no Twitter os adversários do PSB. Sobrou para o pré-candidato Eduardo Campos, para Marina Silva e Beto Albuquerque. 

FOI POR POUCO Inicialmente ignorado pelo Planalto, o líder do governo, Eduardo Braga (AM), foi convidado de última hora, ontem, para participar da reunião de Dilma com o vice Michel Temer e a cúpula do PMDB no Senado.

NÃO-ME-TOQUE Parece até piada, mas o vice Michel Temer e o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN) saíram da inconclusiva reunião com Dilma direto para a Base Aérea, rumo ao município de Não-Me-Toque, no RS.

PERGUNTA AO PIZZOLATO Lula vai a Roma perdoar o papa por confessar o furto de uma cruz ou vai ensinar aos italianos como se faz uma pizza “à la Battisti”?.

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), mostrou desde cedo como assimilou o jeito Antônio Carlos Magalhães de se impor. No final dos anos 1980, o alto clero carlista morava no Condomínio Bosque Suíço, na capital da Bahia, construído pela empreiteira Santa Helena, do clã ACM: entre outros, Antonio Imbassahy, depois pre-

feito e hoje líder do PSDB na Câmara, e o ex-senador ACM Jr. Aos 10 anos, Neto insistiu em se tornar síndico. Foi impedido pela convenção do condomínio, mas criou a figura do “síndico mirim”, à revelia dos moradores, que lhe garantia até verba mensal. ACM Neto foi, assim, o primeiro e único a ocupar o cargo.


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

Obras dão nó em trânsito da capital Infraestrutura. Reforma na Rodoviária e improvisação de terminal para o Entorno travam de vez o centro de Brasília, que continuará em obras mesmo após a Copa

Passageiros do Entorno sofreram com mudanças | ANDRESSA ANHOLETE/METRO BRASÍLIA

De ônibus, de carro ou mesmo a pé, circular pelo centro de Brasília, até fora do horário de pico, se tornou um desafio, devido, ironicamente, às várias obras de mobilidade que o GDF toca ao mesmo tempo. A reforma iniciada sábado na Rodoviária do Plano Piloto, para a construção do subterminal do Expresso DF, travou de vez a área central, que já sofre com obras como a recuperação de viadutos, a troca do asfalto e a construção de ciclovias (veja mosaico ao lado). Improvisado no estacionamento da plataforma superior da rodoviária, o novo espaço para embarque e desembarque de ônibus do Entorno era a imagem do caos no fim da tarde de ontem. As tendas de metal e lona não têm espaço suficiente para a formação das filas, que se entrelaçam enquanto os passageiros buscam o novo local de embarque. “Nem gado é tratado assim. É injusto sermos tratados como cidadãos de segunda classe por vivermos fora do DF”, reclamou a vigia Antonitta de Paula, 29, que mora em Luziânia e já passa duas horas e meia por dia dentro de cole-

tivos em péssimo estado. Em busca de soluções Fiscais do GDF, policiais militares, agentes do Detran e funcionários da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) trabalharam em mutirão para tentar organizar a entrada e saída dos ônibus do Entorno, mas a falta de estruturas básicas, como a pintura das baias, tornou o trabalho impossível. “Estamos construindo estas soluções. As baias serão pintadas hoje (ontem) e, em até uma semana, acho que vai ficar mais tranquilo”, disse o diretor do DFTrans, responsável pelo transporte no DF, Marco Antônio Campanella. Os gargalos, porém, são muitos. Para entrarem no terminal, por exemplo, os ônibus formaram uma longa fila que atrapalhou o trânsito em todo o início da Asa Sul. “Estou aqui parado há 40 minutos”, disse o motorista André do Carmo, às 17h30, no Setor Comercial Sul. A desorganização é outro problema, já que o governo nem sequer sabe quantos passageiros embarcam ali por dia rumo ao Entorno. METRO

{BRASÍLIA} Momentos

2 3

2.580

ônibus formam a frota do transporte público. Cerca de 80% deles já foram trocados, mas não há previsão para o fim do processo

Passageiros embarcam em ônibus velho | ANDRESSA ANHOLETE/METRO BRASÍLIA

rantir mais tempo rodando e alegaram não ter dinheiro para arcar com as rescisões. Sem solução O governo buscou alternativas e, em outubro de 2013, conseguiu publicou uma lei que permitiria pagar os direitos trabalhistas da catego-

ria com verbas públicas. O repasse seria de R$ 120 milhões, mas o Ministério Público conseguiu na Justiça a suspensão da legislação. Então, as intervenções nos grupos Amaral e Viplan, garantiram ao GDF o poder de demitir funcionários e substituir as frotas.

Falta, agora, conseguir tirar das ruas quase 500 veículos das empresas Satélite, Planeta e Cidade Brasília, que operam em Ceilândia, Taguatinga e Gama. As empresas pertencem ao Grupo Pioneira, primeiro vencedor da licitação da frota, que assinou o contrato da Bacia 2 (Gama, Paranoá, Santa Maria, São Sebastião, Candangolândia, Lago Sul, Park Way, Jardim Botânico e Itapoã) em 2012. O grupo também alega não ter dinheiro para as rescisões e, além de continuar cas-

FOTOS: ANDRESSA ANHOLETE/METRO BRASÍLIA

1

4 1. A reforma do balão do aeroporto e a ampliação da DF-047 dão “boas vindas” a quem chega à capital desde janeiro de 2013. Orçada em R$ 43 mi, obra deve acabar em maio. 2. A recuperação de 21 viadutos na área central, como este na N2, vai custar R$ 90 mi. 3. A estrutura da Rodoviária também está em obras. 4. A revitalização da área central, com reforma da Torre de TV, construção de jardins e ciclovias, tem licitação suspensa e não sai antes da Copa.

Troca da frota sem data para acabar A promessa já foi terminar de entregar todos os ônibus novos até dezembro do ano passado. Não deu. O prazo, então, passou para fevereiro. Março chegou e ainda faltam chegar 494 veículos novos. Até agora, foram entregues 2.086, aproximadamente 80% do total. E, após os descumprimentos de prazos, não há mais uma previsão para que a troca termine. A maior dificuldade para a conclusão do processo tem sido a migração dos rodoviários das velhas para as novas empresas. O problema começou em junho do ano passado, quando o GDF decidiu que, para que ninguém ficasse sem emprego, as novas concessionárias só contratariam funcionários que saíssem das antigas. Os empresários viram, então, uma brecha para ga-

|05|◊◊

tigando os brasilienses com ônibus velhos, tem sido responsável por deixar milhares de pessoas completamente sem transporte quase que semanalmente, pois, revoltados, os funcionários da empresa tem feito paralisações surpresas para pressionar. E, neste caso, o governo encontra dificuldades para achar a solução, já que seria difícil justificar uma intervenção em uma empresa que não deixa de prestar o serviço, como ocorria com a Viplan e com o Grupo Amaral. Com isso, o Grupo Pioneira roda com uma frota de aproximadamente mil carros; de longe a maior em circulação no DF. De acordo com o GDF, os ônibus novos que faltam já estão nas garagens das empresas, esperando a resolução do imbróglio. METRO

Televisão. Começa instalação de sinal digital A Torre de TV Digital continua fechada para visitação, mas os esforços para o fornecimento de sinal digital para o Distrito Federal prosseguem. A Terracap informou ontem que as emissoras de televisão de Brasília já trabalham na instalação das antenas que farão o serviço. A previsão, segundo a empresa, é de que o sinal digital já esteja chegando a todas as residências do Distrito Federal em abril deste ano. Apesar disso, não há previsão para que o espaço seja reaberto para visitantes, uma vez que está passando por ajustes pontuais de infraestrutura. METRO


|06|

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{BRASÍLIA}

Mulheres ao volante tornam ruas mais seguras, diz Detran Trânsito. Estatísticas mostram que elas são mais prudentes do que os homens. De cada dez acidentes graves, em nove eles são os motoristas Ao contrário do dito popular que rima mulher ao volante com perigo constante, elas provocam bem menos acidentes graves do que eles. De acordo com o Detran (Departamento de Trânsito) do DF, 90% dos motoristas envolvidos em colisões com mortes em 2013 eram homens, e 5,3%, mulheres. Uma pequena imprecisão dos dados não permitiu que 4,7% dos casos fossem contabilizados de acordo com o sexo. A explicação para a brutal diferença está na ponta da língua da juíza de paz Abiail Ferreira, 60. “Nós somos mais cuidadosas e atentas, porque estamos acostumadas a transportar o que há de mais valioso na vida: nossos filhos”, afirma ela, que possui carteira de habilitação há 46 anos. O especialista de trân-

“O comportamento feminino no trânsito repete o de outras esferas da vida. Somos cuidadosas e atentas.” ABIAIL FERREIRA, JUÍZA DE PAZ

sito Paulo César Marques diz que a literatura científica confirma a opinião dela. “Há pesquisas que relacionam características femininas com a maior prudência nas pistas”, afirma o profes-

sor da UnB (Universidade de Brasília). “Tanto é assim que as seguradoras de veículos oferecem descontos maiores para elas.” A prudência feminina é tal que nem o maior número de homens ao volante consegue justificar a distância entre os gêneros nas estatísticas. No DF, há 559.211 condutoras, o que corresponde a 37,6% do total de motoristas nas ruas. O Detran não divulgou estatísticas separadas por sexo sobre a autoria das infrações, mas Paulo César Marques acredita que neste item a vantagem também é delas. “Os acidentes costumam ser precedidos por comportamentos perigosos”, pontua. ÉRICA MONTENEGRO METRO BRASÍLIA

MELHORES E MAIS CONFIÁVEIS Veja alguns dados do Detran sobre a participação feminina no trânsito do DF VÍTIMAS

MOTORISTAS

No ano passado, 381 pessoas morreram em acidentes de trânsito no DF

As mulheres representam

37,6%

?

dos 559.211 motoristas do DF

Destas, 68 eram mulheres, 212 eram homens e uma vítima não teve o sexo identificado

Quando estão ao volante, elas se envolvem menos em acidentes fatais do que os homens

Entre as que faleceram, 36 eram passageiras e 26 pedestres No ano passado, dos 529 motoristas envolvidos em acidentes que tiveram mortes, apenas 28 eram mulheres ou seja, 5,3% do total

Inquérito contra capitão MP denuncia australiana Bruno é extinto pelo TJ O Tribunal de Justiça do DF extinguiu o inquérito militar aberto contra o capitão Alexandre Bruno da Rocha, que, durante as manifestações de 7 de setembro, protagonizou um vídeo viral em que afirmava “fiz porque quis” ao ser interpelado por manifestantes sobre o uso gratuito de spray de pimenta contra manifestantes. O promotor Nísio Tostes, da Promotoria Militar do DF, confirma que o oficial proferiu a frase agressiva, mas afirma que o vídeo teria sido montado e dado a falsa impressão de que Bruno teria jogado o spray. “O vídeo dá a entender que ele atirou spray de pimenta nos manifestantes e, depois, debochou deles. A frase do capitão foi infeliz, mal educada, mas o vídeo é uma montagem”, sustenta Tostes. Durante a investigação, contudo, depois de analisar as imagens do viral e de outros vídeos disponíveis, e tomar depoimentos de envolvidos e testemunhas, Tostes decidiu que a conduta de Bru-

A australiana Louise Stephanie Garcia Gaunt, que ofendeu uma manicure negra em um salão de beleza na Asa Sul, foi acusada formalmente pelo Ministério Público do Distrito Federal, na última sexta-feira, por dois crimes de racismo. A denúncia foi divulgada ontem pelo órgão. O caso mais recente é também o mais conhecido, por ter sido amplamente divulgado pela imprensa. Em 14 de Campanha

No vídeo, capitão Bruno diz: ‘Fiz porque quis’ | DIVULGAÇÃO/YOUTUBE

no não caracterizou crime. De acordo com o promotor, o policial que atira spray de pimenta nos manifestantes foi identificado: é um sargento da PM do Batalhão de Choque. Mas, de acordo com Tostes, ele também não será punido, porque agiu segundo ordens do comandante da operação, coronel Gilson Leal. A decisão do TJDF foi tomada em 28 de fevereiro, a

sexta-feira antes do carnaval, a pedido do promotor. O 7 de setembro foi marcado por vários episódios tensos em Brasília. Houve confrontos entre policiais e manifestantes e agressões da polícia contra jornalistas. No final do dia, a PM divulgou que 50 pessoas foram detidas. O promotor afirma que o inquérito que apura as agressões contra jornalistas será finalizado em breve. METRO BRASÍLIA

fevereiro, Gaunt se recusou a ser atendida por Tassya Pereira dos Anjos, uma manicure negra, alegando ter repulsa por pessoas dessa cor. “Só quero que as pessoas da sua cor não me dirijam a palavra!”, teria afirmado, em alto e bom tom. Aquela não era a primeira vez que a australiana cometia o crime, entretanto. Funcionária da CEB (Companhia Energética de Brasília), Gaunt teria ofendido as Desigualdade

faxineiras da empresa Deuselita Pereira da Silva e Jaqueline de Sousa Bujaques, também negras. Segundo a denúncia do MP, ao ser questionada sobre o ocorrido, ela teria desdenhado da situação, alegando que as duas eram “faxineiras e nem eram da sua cor”, acrescentando: “Entendo que errar é humano e ser preconceituoso também, o que posso fazer se sou estrangeira?” METRO BRASÍLIA Exames

Vara da Infância recolhe doações de roupas de bebê

Codeplan divulga pesquisa sobre mulheres do DF

Saúde promove ações para mulheres

A Vara da Infância e da Juventude precisa de doação de agasalhos e roupas infantis, especialmente de bebês, para o público que é encaminhado às instituições de acolhimento. A campanha de arrecadação das roupas começou ontem e prossegue até 30 de abril. Telefone: 3103-3285 / 3103-3286. METRO BRASÍLIA

Estudo divulgado pela Codeplan ontem mostra que 55% das mulheres no DF são negras. A desigualdade em relação à raça é escancarada pelo percentual das que terminaram o ensino superior. Apenas 12,9% das negras têm diploma universitário. Entre as não negras, este percentual alcança 28,8%. METRO

O GDF lançou ontem a campanha “Março Lilás”, que tem como objetivo diminuir a mortalidade por câncer de colo de útero. Para tanto, haverá mutirões de exames em todo o DF. Na Rodoviária do Plano Piloto, o atendimento será realizado até 25 de março, das 8h às 12h e das 13h às 17h. METRO BRASÍLIA


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

Combustível não é de avião malaio Buscas continuam. Objeto resgatado próximo ao Vietnã é a capa de uma bobina de cabos e foi enviada para especialistas determinarem se pertencia ao Boeing 777-200 A amostra de combustível recolhida do mar perto da costa da Malásia não é do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines desaparecido no sábado, segundo resultados das análises divulgados ontem. “Aquele combustível não é utilizado em aviões”, mas sim em navios, declarou a porta-voz da Polícia Marítima da Malásia, Faridah Shuib. A camada de combustível encontrava-se a cerca de 185 quilômetros da Costa Oriental da Malásia, não muito longe de onde o controle aéreo perdeu o contato com o avião. No entanto, o jornal vietnamita ‘Thanh Nien’ publicou ontem que o objeto flutuante avistado no mar do golfo da Tailândia pelas equipes que procuram o avião desaparecido é a capa de uma bobina de cabos. O destroço foi recolhido para que os especialistas determinem se pertencia à aeronave da Malaysia Airlines. Mais de 60 horas depois de o avião desaparecer dos radares, não há sinal dos destroços do avião. Os especialistas também não escla-

pessoas viajavam no avião, entre as quais duas crianças e 12 tripulantes malaios

Chineses lançam lanternas com mensagens de boa sorte | EDGAR SU/REUTERS

Segurança

Passageiro é identificado Autoridades malaias identificaram um dos dois passageiros que teriam embarcado com passaportes roubados no voo MH 370 da Malaysia Airlines, desaparecido desde sábado. A identidade dele, no entanto, não foi confirmada. Durante uma entrevista à imprensa ontem, o chefe da agência civil de

Bachelet assume hoje segundo mandato no Chile Oito anos depois de ter passado para a história como a primeira mulher presidente do Chile, Michelle Bachelet assume hoje seu segundo mandato, com alto índice de aprovação popular e muitos desafios. O principal vai ser satisfazer a alta expectativa dos eleitores, que querem uma reforma mais drástica e rápida do sistema educacional. Um dos empecilhos é a Constituição, herdada da ditadura de Augusto Pinochet, que só permite mudanças com o apoio da maioria. A presidente Dilma Rousseff estará na posse. O Chile é um exemplo: a economia tem crescido, em média, 5% ao ano, o desemprego é baixo e a infla-

Michelle Bachelet recebe chefes de Estado em Santiago | IVAN ALVARADO/REUTERS

ção quase inexiste. Nos últimos 25 anos de democracia, o índice de pobreza baixou de 40% para 10%. Mas os chilenos estão muito mais exigentes hoje do que há quatro anos, quando Bachelet entregou a faixa presidencial a Sebastian Piñera -- o primeiro

Soldados russos se deslocam em tanque, em Sebastopol | BAZ RATNER/REUTERS

Ucrânia. Tiros para o alto mobilizam base naval

239

receram ainda o motivo de os mecanismos de emergência do avião não transmitirem qualquer sinal. O voo MH370 decolou de Kuala Lumpur, de madrugada, e deveria aterrissar em Pequim cerca de seis horas depois. As autoridades da Aviação Civil indicaram que o sinal foi perdido à 1h30 (horário local) de sábado. Segundo a lista disponibilizada pela Malaysia Airlines, no avião estavam 153 chineses, 38 malaios, sete indonésios, seis australianos, cinco indianos, quatro franceses, três norte-americanos, dois neozelandeses, dois ucranianos, dois canadenses, um russo, um italiano, um holandês, um austríaco e um taiwanês. Os supostos passageiros italiano e austríaco entraram no avião com passaportes roubados. METRO

|07|◊◊

{MUNDO}

presidente de direita desde o retorno à democracia. Os líderes estudantis, que foram às ruas em 2011 pedindo educação gratuita e de qualidade para todos, já avisaram que vão pressionar até conseguirem o que querem. METRO

aviação da Malásia, Azharuddin Abdul Rahman, confirmou que os dois homens que usaram passaportes roubados não tinham aparência asiática. Segundo o jornal britânico “The Guardian”, quando questionado sobre com quem ele se parecia, ele citou o nome do jogador de futebol italiano Mario Balotelli. A identidade e a nacionalidade do homem não foram divulgadas pelo representante. METRO

Venezuela

Chilena é morta Uma mulher chilena foi morta a tiros ao limpar uma barricada colocada por manifestantes contrários ao governo na primeira morte de um estrangeiro nos conflitos na Venezuela, disseram ontem autoridades e a mídia estatal. A morte de Giselle Rubilar, 47, que estudava na cidade venezuelana de Mérida, elevou a pelo menos 21 o número de mortes em cinco semanas de manifestações contra o governo do presidente Nicolás Maduro. A imprensa estatal informou que manifestantes mascarados atiraram na chilena, mas a informação não foi confirmada oficialmente. METRO

Homens armados sem identificação dispararam para o alto ontem enquanto rumavam para uma base naval ucraniana na Crimeia, no mais recente incidente armado desde que grupos militares russos assumiram o controle da península no mar Negro. Em meio a um impasse diplomático, a Rússia disse que os Estados Unidos rejeitaram um convite para realizar novas conversas para a resolução da crise, que representa a pior divergência leste-oeste no mundo desde a Guerra Fria. Vaticano

O primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk, que vai falar ao Conselho de Segurança da ONU na quinta-feira, culpou a Rússia pela crise e acusou Moscou de minar o sistema de segurança global ao tomar o controle da Crimeia. Em pouco mais de uma semana, forças russas ocuparam instalações militares em toda a Crimeia. Separatistas pró-Rússia assumiram o controle do Parlamento, declararam a região parte da Federação Russa e anunciaram um referendo para confirmá-lo no domingo. METRO Snowden

Papa vai para a Coreia do Sul em agosto O papa Francisco fará sua primeira viagem à Ásia em agosto, em uma visita à Coreia do Sul, informou ontem o Vaticano. METRO El Salvador HENRY ROMERO/REUTERS

Salvador Sánchez Ceren

Vitória de ex-guerrilheiro é irreversível A estreita vantagem do ex-guerrilheiro marxista Salvador Sánchez Ceren, da Frente Farabundo Martí de Libertação Nacional, nas eleições presidenciais de El Salvador é irreversível, disse o tribunal eleitoral do país. O concorrente se declarou vitorioso. METRO

UESLEI MARCELINO/AGÊNCIA

Manifestantes usam máscaras

Reformas justificam vazamentos O ex-prestador de serviços de segurança dos Estados Unidos Edward Snowden disse que as mudanças que o governo e empresas privadas norte-americanos fizeram no gerenciamento de grandes quantidades de dados ajudam a justificar os vazamentos que ele fez de material sigiloso. Falando através de um link de vídeo da Rússia no festival South by Southwest, em Austin, no Estado norte-americano do Texas, Snowden acrescentou que o governo dos EUA ainda não tem ideia de qual material ele forneceu aos jornalistas. “Eu vi que a Constituição foi violada em grande escala”, disse Snowden. METRO


Telefonia. Novos direitos passam a valer em julho A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) publicou ontem no “Diário Oficial da União” o regulamento que amplia os direitos dos consumidores, aprovado em 20 de fevereiro. Com isso, novas regras entram em vigor nos prazos de 120 dias a 18 meses a depender da complexidade da obrigação. Entre alterações mais importantes está o cancelamento automático dos serviços, obrigação que entra

em vigor a partir de julho. Os clientes poderão cancelar os serviços sem passar por atendentes, por meio de uma opção no atendimento telefônico ou do site da companhia, que terá dois dias para processar o pedido. O regulamento determina ainda que todas as recargas de telefonia celular na modalidade de pré-pago terão validade mínima de 30 dias. Essa medida também entra em vigor em julho. METRO

Como fica Regras que entram vigor a partir de julho • Cancelamento. O cliente pode cancelar o serviço por telefone (sem atendente), internet ou terminais. A decisão deve ser efetivada em 2 dias. • Crédito para pré-pago. Terão validade por, no mínimo, 30 dias. As operadoras também devem informar quando o crédito estiver próximo de expirar. • Promoções. Qualquer um - assinante ou não - tem direito a aderir a qualquer promoção que for anunciada pela empresa. • Cobranças. A empresa terá 30 dias para responder

a questionamentos sobre cobranças. Se não cumprir o prazo, deve automaticamente corrigir a fatura ou devolver em dobro o valor questionado. • Call center. As operadoras são obrigadas a retornar o contato quando há queda das ligações telefônicas no meio de um atendimento.  • Oferta de serviços. As operadoras deverão apresentar ao potencial cliente um sumário com as informações sobre a oferta.  • Fim da cobrança antecipada. O consumidor pagará apenas o valor proporcional ao período em que efetivamente usou o serviço.

Poupança. Depósito supera retirada em R$ 1,86 bilhão A entrada de recursos na caderneta de poupança desacelerou em fevereiro deste ano, quando os depósitos superaram as retiradas em R$ 1,86 bilhão. O resultado representa uma queda de 19,87% sobre o mesmo mês de 2013, quando os investimentos somaram R$ 2,32 bilhões, segundo dados divulgados ontem pelo Banco Central. Este é o segundo mês seguido em que há queda na captação em relação ao mesmo mês do ano passado. Entre junho e dezembro do ano passado, a caderneta de poupança bateu recordes mensais sucessivos. Com a última elevação da taxa básica de juros, a Selic, de 10,50% para 10,75% ao ano, os fundos de renda fixa retomaram parte da atratividade em relação à

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ECONOMIA}

20%

foi a queda, no mês passado, da captação da caderneta, que vem perdendo vantagem sobre os fundos de renda fixa poupança. E tendem a ficar mais atrativos toda vez que a Selic aumentar. Segundo estudo da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças), com a Selic atual, fundos com taxa de administração de até 1,5% ao ano pagam mais do que a poupança seja qual for o prazo de resgate. Produtos com taxa de 2% ao ano só perdem para a caderneta no curto prazo, com resgate de até um ano. METRO

OAB entra com ação no STF para correção do IR Imposto de Renda. Ordem pede que cálculo seja realizado com base na inflação oficial. Tabela acumula defasagem de 61,24% entre 1996 e 2013, segundo o Dieese A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) entrou ontem com ação no STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo que a correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física seja realizada com base na inflação, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). A entidade alega que há defasagem acumulada de 61,24% no cálculo durante o período de 1996 a 2013, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos). Desde 2007, a correção é realizada com base no centro da meta de inflação do governo, de 4,5% ao ano. No ano passado, enquanto a tabela foi corrigida em 4,5%, a inflação real fechou o ano em 5,91%. Atualmente, está isento quem ganha até R$ 1.787. Se a correção acompanhasse a inflação, a isenção atingiria os que ganham até R$ 2.758.

MORDIDA DO LEÃO Tabela progressiva do IR mensal BASE DO CÁLCULO

2013

ALÍQUOTA

|08|

2014

Se fosse corrigido pela inflação

Isento

Até R$ 1.710,78

Até R$ 1.787,77

Até R$ 2.758, 46

7,5%

De R$ 1.710,79 a R$ 2.563,91

De R$ 1.787,78 a R$ 2.679,29

De R$ 2.758,47 a R$ 4.134,05

15%

De R$ 2.563,92 a R$ 3.418,59

De R$ 2.679,30 a R$ 3.572,43

De R$ 4.134,06 a R$ 5.512,13

22,5%

De R$ 3.418,60 a R$ 4.271,59

De R$ 3.572,44 a R$ 4.463,81

De R$ 5.512,14 a R$ 6.887,51

27,5%

Acima de R$ 4.271,59

Acima de R$ 4.463,81

Acima de R$ 6.887,52 FONTE: RECEITA FEDERAL E DIEESE

Na ação de inconstitucionalidade, a OAB pede a correção da defasagem cheia para o ano-calendário 2013 e para os exercícios seguintes, com aplicação imediata da nova faixa de isenção. Caso o Supremo entenda que isso seria danoso aos cofres públicos, a entidade sugere que a recomposição

seja aplicada nos próximos dez anos, a um percentual de 10% ao ano. A ação foi distribuída para o ministro Luís Roberto Barroso ser relator. Um dos argumentos da OAB para alterar a forma de correção da tabela do Imposto de Renda será a decisão tomada em março do ano passado pela

Suprema Corte, que julgou a TR (Taxa Referencial) ilegal para corrigir os precatórios. O mesmo julgamento também serviu de base para ação do partido Solidariedade pedir, em fevereiro, a suspensão da utilização da TR na correção das contas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). METRO

Petrobras faz captação de US$ 8,5 bi no exterior

Energia. ONS amplia o uso de termelétricas

A Petrobras lançou ontem uma oferta de US$ 8,5 bilhões em bônus no exterior, com a demanda pelos papéis superando os US$ 22 bilhões, informou o IFR, um serviço da Thomson Reuters. Havia expectativas de que a estatal lançasse montante recorde, acima dos US$ 11 bilhões obtidos em operação similar em maio do ano passado, o que acabou não acontecendo. A subsidiária Petrobras Global Finance está vendendo títulos de dívida em dólares em seis tranches, com vencimentos entre três e 30 anos. Os recursos captados devem ser usados para ajudar a financiar o plano de negócios da companhia de 2014 a 2018, que inclui investimentos de US$ 220,6 bilhões. A

O ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) elevou em 6,9% a carga de energia elétrica proveniente de usinas termelétricas, na semana de 8 a 14 de março, para suprir o baixo potencial das usinas hidrelétricas, que estão com os reservatórios de água com níveis abaixo do usual. Por ser uma geração energética mais cara, os gastos acabam repassados para o consumidor final. O volume autorizado para despacho das térmicas para 17.442 Mw médios ao longo da semana, ante 16.308 Mw médios da semana anterior. O nível dos reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste melhorou um pouco, passando para 35,48% no domingo, ante 34,6% em 28 de fevereiro. METRO

Plataforma P63 iniciou operação no final do ano passado | GUGA VW/FUTURA PRESS

estatal vem sofrendo com o alto endividamento e a defasagem dos preços dos combustíveis no mercado interno com os preços internacionais. Ações em queda A ação preferencial da empresa acumula queda de cerca de 22% neste ano até 7 de

março, segundo a “Reuters”. Apesar da forte demanda pelos títulos emitidos pela companhia, as ações preferenciais da empresa recuaram 2,33% ontem e as ordinárias, 1,73%. Um dos motivos foi a queda inesperada das exportações chinesas em fevereiro. METRO


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{PET}

|09|◊◊

Peixe. Originária da Tailândia, espécie é resistente e fácil de cuidar, ideal para quem quer um bicho de estimação e não tem tempo para se dedicar. Peixinho tem suas particularidades e pode viver em condições adversas

+ PLUS

,

Macho ou fêmea?

O sexo

um pet diferente

Descobrir o sexo do betta não é uma tarefa fácil, mas aí vai uma dica: o macho, além de maior que a fêmea, possui a calda mais arredondada e voltada para baixo, suas nadadeiras são mais longas e possuem um colorido mais forte.

STOCK.XCHNG

Para quem não dispõe de tempo diário para cuidar e brincar com cães e gatos, ou sofre com reações alérgicas a pelos, o peixe pode ser a solução para ter um bichinho em casa. Além de bonitos, os aquários dão um toque diferenciado à decoração do ambiente. Para os iniciantes, o betta é o peixe ideal. Ele é barato (cerca de R$ 10 nos pet shops), resistente e não exige muitos cuidados. A espécie é simples e não precisa de muito espaço para se sentir bem. Não há necessidade de acrescentar plantinhas ao aquário, mas para decorar coloque algumas pedrinhas no fundo. Como a maior parte do oxigênio que os bettas consomem vem de fora da água, através do labirinto (orgão interno responsável pela absorção do oxigênio injetado na corrente sanguínea do peixe), eles podem viver em água pobre de oxigenação. São resistentes à variação de temperatura e por isso dispensam equipamentos específicos para o controle. “Ele se adapta a mudanças graduais de temperatura, mas se houver um choque de quente para frio, por exemplo, não irá resistir”, alerta Marcio Luiz de Araujo, apaixonado pela espécie e responsável pelo portal Betta Brasil na internet. Na hora da comida, não exagere. O betta deve ser alimentado apenas uma vez por dia e a quantidade é equivalente ao tamanho do aro do olho do peixe (isso mesmo, 4

Pequenos e territorialistas BETTA BRASIL/DIVULGAÇÃO

O betta recebeu esse nome porque surgiu nas águas próximas a uma tribo de guerreiros agressiva e territorialista: os Ikan Bettah. Eles habitavam as regiões que hoje pertencem à Tailândia. Apesar das cores fortes e da aparência inofensiva, os bettas são conhecidos como peixes de briga. Isso acontece porque o macho da espécie defende seu território da presença de outro macho. Quando colocados juntos, eles brigam até que o mais forte ou 5 grãos de ração são suficientes). O que sobrar deve ser removido para manter a água limpa, pois ele não vai comer depois. “A alimentação deve ser através de ração industrializada ou micro-organismos vivos, encontrados em lojas especializadas”, explica. Não se esqueça de limpar o fundo do aquário para retirar a sujeira. O ideal é fazer uma troca parcial de água (30%) a cada dois ou três dias. O processo deve ser feito com cuidado para não estressar o animal. Na hora de comprar, Mar-

mate o mais fraco. Na Tailândia, eles criaram o hábito de colocar machos de betta juntos para vê-los brigar até a morte. As apostas rendem até alguns trocados para o dono do sobrevivente. O ideal é deixá-lo sempre sozinho e colocar a fêmea no aquário apenas para procriar. No entanto, é possível fazer um aquário coletivo de fêmeas. Haverá uma “fêmea alfa”, para liderar o grupo, mas nenhuma corre riscos. METRO

500

é a quantidade de filhotes de uma única ninhada de um betta fêmea. Elas procriam entre 3 meses e 1 ano. cio dá a dica: “Procure o peixe mais ativo e de cor vibrante. Peça para o vendedor colocá-lo perto de outro aquário para ver se ele fica agitado”. Se bem cuidado, o betta pode durar de dois a cinco anos. METRO


2 CULTURA

Novidade

Samba de Bamba

Os amantes de um dos ritmos mais populares do Brasil acabam de ganhar um presente. A Caixa Cultural apresenta, hoje, a primeira edição do Projeto Samba de Bamba, que revelerá novos nomes do samba até dezembro. O carioca Marcos Sacramento (foto) é a primeira atração e faz show hoje, às 20h. Na Caixa Cultural (SBS, Quadra 4). Ingressos: R$ 20.

|10|

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

Em um mundo em que a juventude é prejuízo Literatura. ‘Enders’, segundo volume da série ‘Starters’, de Lissa Price, chega às lojas brasileiras, concluindo saga Herdeiro do público juvenil que se encantou com “Jogos Vorazes”, “Enders”, segundo volume da série “Starters”, acaba de chegar às livrarias brasileiras. O volume conclui a trama, já com direitos cedidos para chegar aos cinemas. O universo criado por Price é instigante. Às vésperas de uma guerra biológica do futuro, os EUA passam a vacinar seu povo, começando pelos mais vulneráveis, crianças (starters) e idosos (enders). Antes que possam imunizar a todos, porém, são atacados, perdendo praticamente toda a população entre 20 e 60 anos. Sem pais, a maioria das crianças vai morar nas ruas, onde passam necessidades e correm perigos. É então que uma empresa chamada Prime Destinations começa a oferecer quantias robustas para que eles aluguem seus corpos para pequenos “passeios” de idosos ricos. Callie, a protagonista, é uma personagem forte que nada deve a Katniss Everdeen (de “Jogos Vorazes”). Para proteger o irmão caçula (alguma semelhança?) ela se sujeita a qualquer perigo. No segundo volume (pare de ler aqui se não concluiu o primeiro), Callie está morando em uma mansão com o irmão (herança de Helena, sua antiga locatária) e assiste à demolição da Prime Destinations. Seus problemas, porém, estão longe do fim. Enquanto ela ainda tiver o chip instalado em sua ca-

LISSA PRICE Você fugiu da regra ao apostar em uma duologia, não? Sim. A maioria dos livros juvenis que lia, à época, eram duologias. A ideia foi de minha agente. Eu tive até que olhar no dicionário o conceito de “duologia”. Mas, desde então, muitas duologias nos seguiram. Seu livro é comparado a “Jogos Vorazes”. A obra, de fato, te inspirou? Fui definitivamente inspirada, pois amo os livros. Admiro o mundo construído por ela (Suzanne Collins), seu estilo de escrita. Em termos de trama, porém, são histórias bem distintas. Claro, eu também tenho a preocupação pelo irmão mais novo, mas meu conceito principal é inteiramente diferente. Lissa Price |DIVULGAÇÃO

“ENDERS” LISSA PRICE EDITORA NOVO CONCEITO R$ 29,90

beça, o Velho pode controlá-la e conversar com ela, fazendo todo tipo de ameaças. Na luta contra esse homem ambicioso que quer recuperar a fortuna perdida, ela recebe a ajuda de

um aliado inesperado: o filho do monstro, Hyden. “Enders” mergulha no mundo futurista imaginado por Price, torna o triângulo amoroso mais surpreendente e as ameaças aos starters, mais obscuras. A cada página, mais e mais é descoberto sobre a real identidade do Velho. NANA QUEIROZ METRO BRASÍLIA

50 mil exemplares do primeiro volume, ‘Starters’, foram vendidos no Brasil.

23

países já receberam traduções da série de Lissa Price e ela já cedeu direitos para o cinema.

Você não acha que a fórmula do triângulo amoroso adolescente foi usada ao desgaste? Em muitos casos, o triângulo parece forçado. Mas ele é um elemento clássico da literatura, muito usado porque funciona muito bem. Tomar essa decisão difícil no amor pode ser um rito de passagem para a vida adulta. Em “Enders”, tento surpreender os leitores com esse elemento. No fim, os dois garotos cumprem um papel importante na vida de Callie. METRO

Relembrando a arte de Fernando Zarif Um artista prolífico de difícil classificação, profundamente interessado pela arte em si e não pela carreira de artista. É assim que José Resende descreve Fernando Zarif, morto em 2010, aos 50 anos. A obra deste paulistano que despontou nos anos 1980, na contramão da geração que começava a se projetar no mercado de arte, é agora lembrada em um li-

“FERNANDO ZARIF – UMA OBRA A CONTRAPELO” JOSÉ REZENDE (ORG.) METALIVROS 271 PÁGS. R$ 100

vro. Resende organizou “Fernando Zarif – Uma Obra a Contrapelo”, que reúne textos de catálogo das pouquíssimas individuais do artista, artigos publicados na imprensa sobre sua obra e

depoimentos de quem se deixou contaminar por seu trabalho, como Bia Lessa e Fernanda Torres, além de registros de sua produção nas artes plásticas. “O livro tem a intenção não só de manter viva essa memória, mas de suprir uma ausência grande do trabalho dele no meio de arte brasileiro”, diz, referindo-se à pouca visibilidade que o próprio Zarif deu,

em vida, às suas mais de 2.000 obras. Pupilo de Décio Pignatari e Hans-Joachim Koellreutter, Zarif teve nas artes plásticas sua expressão mais rica, apesar de ter também atuado em uma multiplicidade de outros meios. Suas obras mais conhecidas são, possivelmente, as capas dos álbuns “Tudo ao Mesmo Tempo Agora” e “Titanomaquia”, dos Titãs. METRO

Zarif com um de seus cadernos | CHRISTIANA CARVALHO/DIVULGAÇÃO


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|11|◊◊

Para uma semana relaxante

2 4 6

Se a folia de Carnaval da semana passada foi pesada, que tal alguns programas culturais suaves para buscar o equilíbrio? O Metro Jornal dá algumas dicas NANA QUEIROZ

Poesia, futebol e o maravilhoso Drummond

Queridinhos da Academia nos cinemas

A Companhia das Letras aproveitou a proximidade da Copa do Mundo para lançar “Quando é Dia de Futebol”, uma coletânea de crônicas e poemas de Carlos Drummond de Andrade sobre o esporte mais popular do Brasil. Em sua maioria, os textos foram publicados no Correio da Manhã e no Jornal do Brasil, para os quais ele escrevia com frequência. Nele, Drummond fala sobre um futebol que revela traços da cultura brasileira, da realidade social e, claro, como um esporte ao qual ele estava sempre atento.

O Oscar deu seu carimbo de prestígio a alguns dos filmes em cartaz em Brasília. Entre eles, o destaque fica com “12 Anos de Escravidão”, a emocionante história real de um negro livre escravizado nos EUA pré-guerra civil. O filme levou estatuetas de melhor filme, melhor atriz coadjuvante e melhor roteiro adaptado. “Clube de Compras Dallas” é outro imperdível, com grandes atuações de Matthew McConaughey (Oscar de melhor ator) e Jared Leto (Oscar de melhor coadjuvante).

“BOM DIA, CAMARADAS” ONDJAKI CIA DAS LETRAS R$ 32

5 1 3 Para conhecer Dusek, mestre da gravura

Milan Dusek acumula 70 anos de dedicação à arte, na ponta dos pincéis, dos lápis, nas ferramentas de escultor. Mas foi trabalhando as químicas da gravura que ele alcançou seu talento máximo. A maior parte de sua produção permanece desconhecida, problema que o Memorial Darcy Ribeiro – Beijódromo, na Universidade de Brasília, pretende começar a resolver na exposição gratuita “Milan Dusek – obra gravada”, em cartaz até 28/03.

Após um hiato de dez anos desde “Thief: Deadly Shadows”, o ladrão Garrett volta à ativa no novo “Thief”, game que chegou às lojas recentemente. Criada originalmente apenas para PC em 1998, a franquia mostra o protagonista na cidade criativamente chamada de The City. Com referências a elementos medievais, vitorianos e industriais, o local passa por um grande conflito político. Essa revolução força Garrett a escolher um lado para, então, definir o futuro: continuar a ser um ladrão que tem ricos como alvo ou se envolver na disputa social que toma as ruas. Manipulado em primeira pessoa, o personagem utiliza muitas sombras e esconderijos. Outra artimanha do gatuno são seus movimentos precisos e silenciosos – que ganham o nome de “stealth”. Com essas técnicas, ele precisa passar despercebido pelas ruas escuras da cidade, cheias de cadáveres à mostra, execuções públicas e uma polícia que não tem medo de confrontar. Uma das novidades é o re-

“QUANDO É DIA DE FUTEBOL” CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE CIA DAS LETRAS R$ 34,50

Orquestra com o pianista Pablo Rossi

Seguindo a programação de concertos em nova casa neste ano -- agora, as apresentações ocorrem no Teatro Pedro Calmon, do Setor Militar Urbano -- a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro toca hoje, às 20h, sob a batuta do maestro Cláudio Cohen e com a participação do pianista Pablo Rossi, formado no Conservatório Tchaikovsky em Moscou, na Rússia. Serão executadas “Suite para Orquestra”, de Mateus Araújo; “Concerto nº 1 para Piano”, de Chopin; “Suite Pulcinella”, de Stravinski.

Leitura para conhecer nossos parentes africanos

Acaba de chegar ao país o novo livro do renomado autor angolano Ondjaki, uma boa pedida para uma leitura cheia de aprendizado. “Bom Dia, Camaradas” mostra a visão de uma criança de Luanda, capital de Angola, que vive nos anos 1980, em meio à guerra civil e às restrições do socialismo. Deixando de lado a pobreza do glossário da edição brasileira, não há como não se encantar com o pequeno protagonista, que não tem nome e representa um pouco de cada angolano.

Para distrair (e formar bem) a criançada

Uma boa dica para conter a agitação dos filhos enquanto os pais se recuperam dos agitos da folia são alguns lançamentos da Editora Eldelbra. “Abecedário dos Bichos” (R$ 34,90), de Klévisson Viana, não só vai distrair e educar, como instigar a imaginação com as belas xilogravuras assinadas por Eduardo Ver. “É Assim que as Coisas São?” (R$ 34,50), de Pati Pitta, por sua vez, é uma divertida maneira de cultuar o respeito às diferenças.

“THIEF” SQUARE ENIX R$ 200 (PS3 E XBOX 360) E R$ 230 (PS4 E XBOX ONE)

Na sombrade

‘Thief’

O ladrão Garret pelas ruas da perigosa The City | DIVULGAÇÃO

curso Focus, que sinaliza elementos do cenário com os quais Garrett pode interagir e destaca partes sensíveis dos adversários durante um combate. Mas fique atento: esse dispositivo é limitado. Mais

do que tudo, “Thief” é um jogo de observação, em que o personagem precisa estar atento a todos os movimentos dos guardas e saber quais as melhores rotas para escapar em uma possível fuga.

Mas, caso precise de armas, procure ter em mãos um Blackjack (bastão que funciona tanto para abater inimigos sem fazer barulho quanto para criar sons e distraí-los), arco e flecha

(com a possibilidade de usar a arma para criar uma fumaça) ou uma Claw (uma garra que serve para navegar pelos cenários). O game tem versões para  PC, PlayStation 3,  Xbox

360, além de  Xbox One e PlayStation 4, consoles que, de acordo com a desenvolvedora do game, Eidos Montreal, serão capazes de mostrar até as impressões digitais do ladrão. METRO


|12|

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{VARIEDADES}

Selfie do Oscar vira febre na rede

Os invasores

Leitor fala

Ônibus que não passa

Cruzadas

Viral. Autorretrato com alguns atores de Hollywood é inspiração para paródias

Os ônibus novos são muito bons, mas tenho que dizer que preferia os velhos, porque eles pelo menos passavam em horários conhecidos lá em Samambaia. Desde que trocou a frota, ficou muito difícil, e a desculpa do governo, de que as empresas tinham linhas piratas, já venceu. Está óbvio que é necessário rever esse desenho de linhas e fiscalizar as novas empresas. O que resta é pegar ônibus para Taguatinga e lá pegar outro, mas não há bolso que aguente. VICENTINHO DE OLIVEIRA - SAMAMBAIA (DF)

A febre dos selfies, quando a pessoa tira a própria foto para publicar nas redes sociais, chegou a uma das cerimônias mais tradicionais e menos tecnológicas da história: o Oscar, premiação dos melhores da indústria do cinema. A apresentadora do evento de 2014 foi a atriz e comediante Ellen DeGeneres, que além de injetar um pouco mais de dinâmica à cerimônia, transformou um selfie dela e de vários atores hollywoodianos em viral da rede, com mais de 3.2 milhões de retuítes, no Twitter. E, como é comum no

mundo virtual, o assunto logo virou piada. Dizem que a foto foi patrocinada por uma fabricante de smartphones. Verdade ou mentira, a real é que o selfie com Ellen, Bradley Cooper, Jared Leto, Jennifer Lawrence, Meryl Streep, Channing Tatum, Julia Roberts, Kevin Spacey, Brad Pitt, Angelina Jolie, Lupita Nyong’o e o irmão Peter Nyong’o Jr. ganhou versão com os Simpsons, Snoop, Lego, com a Grumpy Cat – a gata sensação da Internet – e até com o ator Nicolas Cage, só para citar as mais conhecidas. METRO

Falta de moradia Sou de Pernambuco e moro em Brasília há mais de 20 anos. Apesar das tantas batalhas vencidas, tem uma que até hoje me humilha, me maltrata, me faz pensar se continuo aqui ou vou embora para o Nordeste seco: faz mais de 10 anos que estou com o material comprado para construir uma casa, mas a promessa de lote de uma cooperativa habitacional nunca se concretizou. Agora tento vender esse material, mas não consigo. A angústia é muito grande e não sei mais o que fazer. ELIZABETE DOS SANTOS - BRASÍLIA (DF)

Metro Pergunta

Sudoku

O que você achou da o Metro instalação do terminal Siga no Twitter: @jornal_metrobsb improvisado para os ônibus do Entorno, fora da Rodoviária? @andre_fala_tudo

Mais do que qualquer coisa, é um puxadão horroroso que fizeram na área mais turística de Brasília. Melhor era reativar a rodoferroviária @supergrasi

Só mostra como o governo trata a população. Sem nenhum planejamento, tudo na base da improvisação.

Metro web Para falar com a redação:

leitor.bsb@metrojornal.com.br Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Foto no Oscar vira piada na Internet | REPRODUÇÃO/TWITTER ELLEN E SIMPSONS

Horóscopo

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Precisará de diplomacia diante de algum assunto que envolva grupos devido à mentalidade convencional de pessoas.

Este é um dia em que o cuidado com a comunicação será essencial. Estar atento a detalhes ajudará a resolver questões simples do dia.

Tendências a uma lentidão na resolução de documentos na área profissional e em temas materiais. Período para repensar projetos.

Assuntos profissionais são propensos a uma lentidão para esclarecer pendências e lidar com as relações.

Muitas vezes as críticas são construtivas e ajudam a si mesmo e aos outros. Hoje o momento é para ponderar a hora de expô-las.

Um aspecto tenso entre Mercúrio e Saturno – que rege seu signo – aponta necessidade de cuidado com a forma de expor o que pensa.

Mercúrio – que rege seu signo – faz aspecto tenso com Saturno, influência que recomenda paciência com pensamentos dos outros.

Atente-se para que impulsos ou atitudes individualistas não influenciem você no trabalho. Questões materiais tendem a ser repensadas.

Seu signo é associado aos assuntos modernos, a uma mentalidade inovadora. Hoje, é indicado ponderação com apegos e costumes dos outros.

A Lua – regente de seu signo - faz aspecto tenso com Marte, o que recomenda atenção para não precipitar ações por temas irrelevantes.

Momento para ponderar sobre questões domésticas e conter a ansiedade na resolução de temas sem antes ouvir ou dialogar com familiares.

O momento trará necessidade de solidariedade e dedicação a assuntos coletivos e de outras pessoas. Apenas não esqueça de si mesmo.


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{CULTURA}

|13|◊◊

Embalada pela estreia do filme ‘Uma Aventura Lego’, a livraria britânica Waterstones decidiu remontar cenas icônicas da literatura mundial apenas com bonecos amarelos e blocos desse jogo de montar. O projeto é parte do concurso #LEGOLit, que estimulou moradores do Reino Unido e da Irlanda a criar versões próprias para suas cenas favoritas dos livros. Você consegue adivinhar que obras inspiraram as imagens abaixo?

Era uma vez... METRO SÃO PAULO

1

4

3

1

‘As Crônicas de Gelo e Fogo – A Tormenta de Espadas’

A foto tem ares de spoiler para quem não acompanha a série “Game of Thrones” ou ainda não terminou o terceiro volume da saga escrita por George R. R. Martin e que inspira o programa da HBO. Sim, é dessa obra que saiu a marcante cena do “Casamento Vermelho”, chacina em que meia dúzia de protagonistas dá adeus definitivo aos leitores. A versão Lego do episódio é rica em detalhes: preste atenção na profusão de bloquinhos vermelhos fazendo as vezes de poças de sangue!

2

‘Romeu e Julieta’

Shakespeare nunca imaginaria que o amor impossível de dois jovens retratado em sua famosa peça seria reencenado mais de 400 anos depois com blocos de uma empresa dinamarquesa. A cena escolhida é a mais dramática, quando Romeu se mata após julgar que Julieta está morta.

2

3

‘Orgulho e Preconceito’

Ok, essa cena não é bem saída do livro de Jane Austen, mas provavelmente é a imagem mais memorável da principal adaptação televisiva da obra, feita pela BBC em 1995, em que o Mr. Darcy de um jovem Colin Firth sai do lago com a camisa branca molhada e os músculos à mostra… Ai ai!

4

‘O Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda’ Um pulo na Idade Média e na história do rei Artur recontada por Thomas Malory inspirou esta cena, em que Mordred e o lendário monarca britânico lutam em meio a outros colegas de batalha já tombados.


14

ESPORTE

Na Seleção

26 jogos

11 gols

Balotelli foi o primeiro jogador negro a marcar um gol pela Azzurra. Foi em 2011, na vitória por 2 a 0 sobre a Polônia

Uma das características é não medir muito as palavras. Tanto que na Itália o chamam de “pazzo”, que significa louco

Super

Mario! LEONHARD FOEGER/REUTERS

Bem me quer, mal me quer! Balotelli: imprevisível, imprudente e bom de bola

Pode esbanjar

Cristiano Ronaldo

O atacante português é o jogador mais bem pago do planeta, de acordo com ranking divulgado no site “Goal.com”. O patrimônio do atleta do Real Madrid, segundo a lista, é de R$ 481,5 milhões. O argentino Lionel Messi, do Barcelona, é o segundo no ranking, com “apenas” R$ R$ 475 milhões. Neymar, também do Barça, é o sexto, com R$ 260,3 milhões.

Balotelli comemora gol na semifinal da Eurocopa de 2012

Se Mario Balotelli fosse inconsequente só fora de campo, tudo bem. Mas, justiça seja feita àquele que é a principal esperança italiana para a Copa do Mundo, é impossível pensar no excêntrico centroavante sem lembrar das mil e uma loucuras que ele apronta -- sem pesar dia, local, plateia... Se em 2011 chegava para treinar no Manchester City guiando um vistoso Bentley camuflado – enquanto Roberto Mancini, então técnico do time, ia de bicicleta –, dentro de campo também não existem as palavras timidez e discrição no vocabulário do camisa 9 da Azzurra. Aquela mesma que ele atirou no chão

em 2012 para comemorar, ao melhor estilo Hulk, o gol da classificação da Itália para final da Eurocopa. O seu segundo gol, aliás, que despachou a favorita Alemanha após a vitória por 2 a 1. Depois, na final, a Espanha venceu por 4 a 0. E daí? A cena que ficou na retina foi a de Balotelli exibindo a boa forma, mesmo que a ação tenha lhe rendido o cartão amarelo. Virou até bonequinho. Para chegar a vestir as cores da tetracampeã mundial, porém, o Super Mario, como é conhecido o filho de imigrantes ganenses, mas que nasceu em Palermo, teve de esperar os 18 anos baterem em sua carteira de identidade. Se o sobrenome Balotelli ele herdou da sua família adotiva apenas aos 3 anos, seu nome do meio, Barwuah, continua lá, camuflado como o Bentley – que ele deu de

Apesar do seu 1,89m de altura, tem habilidade e velocidade, qualidades incomuns para centroavantes com o seu porte

Sou italiano, me sinto italiano, jogarei sempre com a Seleção Italiana DARREN STAPLES/REUTERS

Balotelli e o Bentley camuflado

lembrança ao holandês Emanuelson, seu companheiro de Milan, que tirou a capa e o deixou branco. Hoje ele pilota uma “modesta” Ferrari F12 Berlinetta. Sua debilitada condição de saúde após o nascimento, aliada à difícil situação financeira vivida pela família biológica, fizeram com que seus DARREN STAPLES/REUTERS


BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

15

ESPORTE Na C lesion opa das Co o semifin u a perna e nfederaçõe sd sq al, ven cida n uerda e fico e 2013, os pên u altis p de fora da ela Es panha

59

Nos clubes Além do modesto Lumezzane (ITA), onde atuou em dois jogos, Balo já brilhou em três dos grandes europeus

61

jogos

Inter de Milão

(2006 - 2010)

20 gols

24

jogos

Manchester City (2010 - 2012)

27 gols

jogos

AC Milan (Desde 2013)

Enquanto ainda aguardava sua cidadania italiana, foi convocado por Gana, país dos seus pais, mas recusou

Em fevereiro deste ano, reconheceu a paternidade de uma menina de 2 anos, que teve com uma ex-namorada, após ser submetido a uma exame de DNA

GIAMPIERO SPOSITO/REUTERS

pais entregassem o menino para a adoção. Foi criado pela nova família em Concesio, junto com os outros três filhos do casal, dois homens e uma mulher. Os dois mais velhos, Giovanni e Corrado, ajudaram os pais a cuidar de Mario e o acompanham na carreira até hoje, como procuradores do jovem atacante de 23 anos, que ganhará mais uma contagem no dia 12 de agosto, um mês depois da Copa. Ele tem presença garantida no torneio. Mesmo ainda não confirmado pelo técnico italiano Cesare Prandelli, Mario é figura indispensável para a Azzurra, que pertence ao Grupo da Morte com Uruguai, Inglaterra e Costa Rica. Experimente perguntar a um italiano se a equipe tem chances no Mundial sem o camisa 9. Com a palavra Paolo Rossi, algoz brasileiro no Mundial de 1982: “Balotelli não tem uma personalidade fácil, mas precisamos dele para ganhar a Copa. Só precisa parar de agir sem pensar”. E quem poderia pensar que, logo aos 16 anos, depois de todas as dificuldades, Mario fosse fazer sua estreia como profissional. Foi pelo Lumezzane, em 2006, em que jogou apenas duas partidas. No ano seguinte seguiu viagem para a Inter de Milão,

Balotelli caminha no gramado antes do duelo entre Itália e Armênia

um dos maiores times do país da bota. E começou a chamar a atenção. Além de apresentar sua eficiência em campo, também começou a revelar o lado esquentadinho. Que o diga o técnico José Mourinho, que chegou a excluir o atleta dos treinamentos por indisciplina. Mas não foi só o português que teve problemas. A torcida também não aceitou o fato de ele

ter vestido uma camisa do arquirrival Milan nesse período. Acabou o clima e ele foi vendido ao City, onde reencontrou Mancini, aquele da bicicleta, que também o havia comandado na Inter. Amor e ódio. Fã declarado do camisa 45 – a que ele usa nos clubes –, o técnico colecionou desentendimentos com Balo. Até empurrões trocaram. Apesar do bom futebol que demonstrava, também no time inglês foi punido pelo destempero e acabou amargando a reserva do argentino Sergio Aguero –  o genro de Diego Maradona. Surgia uma oportunidade de ouro para o Milan, que tinha planos de rejuvenescer seu time. Os milaneses contrataram Mario em 2013, que se apresentou com um cabelo raspado, longe dos cortes extravagantes da época do City. Desenhos na cabeça e moicanos descoloridos faziam parte do visual. Não que tenha mudado o estilo, mas, segundo o técnico italiano Prandelli, seu atacante “está mais maduro”. E precisa estar se quiser que sua passagem pelo Brasil seja marcada pelas jogadas e pelos gols que ele já provou saber fazer com facilidade, e não pelas polêmicas que estão na bula de Balotelli. METRO

17 gols

Canelad as Após anotar um gol contra o Manchester United, quando atuava pelo City, mostrou a camisa com a frase “Why always me?” (Por que sempre eu?) em resposta aos críticos

REPRODUÇÃO

As baladas e o cigarro também fazem parte da vida do atacante. Foi flagrado na farra em SaintTropez, na França, após o vice na Euro com a Azzurra em 2012. Narguilé, garrafas de espumante e massagens de uma bela loira

Usou a camisa do Milan quando atuava pela Inter. A torcida não gostou e vaiou Mario após a vitória sobre o Barcelona. Ele não teve dúvidas, atirou a camisa no chão ao fim do jogo

Não me sinto um cara rebelde, sou um gênio

REPRODUÇÃO

REPRODUÇÃO

Roberto Mancini se irritou com Balotelli num treino do City e pediu para o atacante sair do treino. Ele não gostou e foi tirar satisfação. Ambos quase chegaram às vias de fato

O carteiro comemora quando entrega uma carta? Fazer gol é só o meu trabalho


|16|

Opinião

HELIO CASTRONEVES HELIO.CASTRONEVES @METROJORNAL.COM.BR

AS ‘ARMAS’ DA PENSKE PARA 2014 Olá, pessoal! Espero que todos tenham passado um ótimo carnaval. O campeonato começa em 30 de março em St. Petersburg e o nosso “carnaval” foi praticamente todo na pista. O Team Penske realizou testes em Sebring e nosso trabalho tem sido desenvolvido de maneira muito eficiente e harmoniosa. O que mais se destaca é a união da equipe. Para começar, é um grupo com muita vontade vencer. E se você lembrar que nos últimos quatro anos estivemos decidindo até o último minuto, essa vontade só aumenta. Digo isso para explicar que o grupo se prepara, em qualquer momento do ano, com o mesmo afinco que nas corridas. Na Carolina do Norte, onde fica a sede da Penske, não falta neve. É frio para ninguém botar defeito, mas nem assim os caras diminuem o ritmo. Quando a gente se encontra na pista ou na fábrica, acontece uma espécie de explosão de entusiasmo. Junta a minha vontade com a da equipe e o que se vê é um motivando o outro. E isso é ampliado ainda mais quando os resultados de pistas são os planejados ou vão além. Eu e o Will Power já somos veteranos (eu mais do que o Will), cabendo ao Juan Pablo Montoya a condição de “rookie”. Mas esse colombiano é uma figura. O cara acabou de chegar e já parece que está na Penske há anos, tamanho o entrosamento. Na verdade, na hora da corrida eu quero ser melhor do que os dois e vice-versa. Mas o legal é que a rivalidade na pista só acontece de maneira pontual, pois agora estão todos trabalhando forte para que os três carros estejam em condições competitivas. Não tem essa de um esconder o jogo do outro. Essa transparência faz com que os testes sejam eficientes porque tudo o que tem de ser testado é dividido entre os três e isso gera um ganho de tempo, pois o compartilhamento é uma realidade e cada piloto tem acesso a todos os desenvolvimentos, independentemente de quem tenha testado esse ou aquele elemento. Minha programação nesta semana será cumprida na Califórnia e Carolina do Norte, onde estarei participando de eventos promocionais. Já na outra, nos dias 17 e 18, teremos os testes coletivos finais no Barber Motorsport Park, antes de a gente acelerar já na programação oficial do Firestone Grand Prix of St. Petersburg. É isso aí, abração a todos e até semana que vem! Helio Castroneves, 38, nasceu em São Paulo e foi criado em Ribeirão Preto. É o piloto brasileiro com mais vitórias na Indy, com 28 conquistas, e venceu três edições da Indy 500 (2001, 2002 e 2009). Disputará em 2014 sua 17ª temporada na categoria e 15ª pelo Team Penske.

Vôlei

BRASÍLIA, TERÇA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2014 www.readmetro.com

{ESPORTE}

Handebol

Sorteio define adversários do Mundial feminino

Seleção Brasileira, campeã mundial, volta a jogar hoje

A Seleção Brasileira feminina de vôlei conheceu ontem os adversários do grupo B no Campeonato Mundial, que ocorrerá em setembro. As meninas do Brasil pegarão Sérvia, Turquia, Camarões, Bulgária e mais um representante da Norceca -- a confederação que reúne representantes da América Central, do Norte e Caribe --, a ser conhecido em maio. METRO

A Seleção Brasileira feminina de handebol volta a jogar hoje pelos Jogos Sul-Americanos, que ocorre em Santiago, no Chile, até 18 de março. As campeãs mundiais venceram as donas da casa na rodada do fim de semana por 26 a 22, e agora enfrentam a equipe do Paraguai, às 19h (horário de Brasília). METRO

Itaquerão ganha peça que faltava Na cobertura. Estrutura que havia cedido e causado a morte de dois operários foi reinstalada ontem. Palco da abertura da Copa do Mundo tem inauguração prevista para 15 de abril A peça que faltava na cobertura do Itaquerão foi, enfim, instalada na madrugada de ontem pela Odebrecht, construtora que toca as obras. O trabalho durou cerca de seis horas e utilizou dois guindastes. O estádio será palco da abertura da Copa do Mundo. A estrutura que causou o acidente em novembro do ano passado tem 77 metros de comprimento e 420 toneladas. Os operários Fábio Luiz Pereira, 42, e Ronaldo Oliveira dos Santos, 44, morreram quando um guindaste que içava a peça cedeu e caiu sobre um dos lados do estádio. “Agora não adianta secar mais. Agora acabou, graças a Deus sem problema algum”, escreveu no Instagram o ex-

Dois guindastes foram usados para instalar estrutura | GERO/FUTURA PRESS

-presidente do Corinthians Andrés Sanchez, hoje um dos responsáveis pelo estádio. A obra está praticamente concluída. A inauguração se-

gue prevista para 15 de abril. Nos próximos dias, a Odebrecht vai concluir o travamento da peça da cobertura e retirar as torres de sustenta-

ção. A seguir, o estádio entra na etapa de acabamento, com testes de iluminação e colocação de vidros da fachada. METRO

Cruzeiro encara adversário difícil

Marcelo Oliveira sabe as dificuldades | WASHINGTON ALVES/LIGHT PRESS

Hoje o Cruzeiro terá um verdadeiro desafio pela Copa Libertadores. O clube estrelado medirá forças, às 19h, com o Defensor, no estádio Luis Franzini, e o retrospecto em terras uruguaias não é nada favorável. Das sete partidas disputadas em Montevidéu, foram quatro derrotas, um empate e apenas dois triunfos. As vitórias foram anotadas em cima do Nacional, em

1993, ainda pela extinta Supercopa, e por 3 a 0, pela Copa Libertadores em 2010. Para o treinador Marcelo Oliveira, o Cruzeiro terá uma ‘pedreira’ pela frente hoje. “É um adversário rápido que joga competindo muito. O futebol uruguaio recorre muito à raça, à vontade de vencer, com boa técnica também. Então, o que podemos esperar lá é um jogo difícil”, afirma.

Uma das principais apostas do Cruzeiro para decidir a partida é a bola aérea. Entretanto, o treinador ressalta que a arma será a mesma usada pela equipe uruguaia. “Vi muito material do Defensor. É um time que joga de maneira semelhante ao Cruzeiro, com dois jogadores abertos e um centroavante, o Risso, que é muito alto e cabeceia muito bem”, afirma. METRO

Liga dos Campeões. Mais dois Candangão. Quatro jogos podem se classificar hoje atrasados são remarcados Bayern de Munique e Atlético de Madrid podem confirmar hoje a classificação para as quartas de final da Liga dos Campeões. As equipes recebem Arsenal e Milan, respectivamente, pelo jogo de volta das oitavas de final. Os dois duelos ocorrerão às 16h45 (de Brasília). Os dois times venceram as partidas de ida, em 19 de fevereiro, e têm a situação tranquila para confirmar a presença na próxima fase, até com um empate. METRO

Dante jogará pelo Bayern | LENNART PREISS/BONGARTS/GETTY IMAGES

Em reunião na tarde de ontem, a FBF (Federação Brasiliense de Futebol) conseguiu achar espaço no calendário para encaixar as quatro partidas do Campeonato Candango que estavam atrasadas devido ao choque de horários entre os jogos. A FBF também encaminhou um pedido à CBF solicitando a remarcação das semifinais da Copa Verde, que terão o confronto entre Brasília e Brasiliense. Entre os jogos que foram remarcados, está a primeira

partida do torneio, entre Formosa e Brasília, que não havia sido realizada devido ao sumiço do ônibus que levava as chuteiras do time goiano. O Formosa enfrentará o colorado nesta quinta-feira, às 16h, no Serejão. Pela oitava rodada, Brasiliense e Luziânia se enfrentarão em 14 de abril, às 20h. Os jogos da décima rodada, entre Brasília e Luziânia; e Capital e Brasiliense, ocorrerão na próxima segunda-feira. METRO


20140311_br_brasilia