Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela gráfica CGB Artes Gráficas.

DETETIVE SHERLOCK HOLMES GANHA NOVO LIVRO E SÉRIE NA TV {pág 09}

DRAMA IRAQUIANO TEM CAMILA COMO SOLDADO {pág 08}

BELO HORIZONTE Quinta-feira,

17 de maio de 2012

Edição nº 156, ano 1 Mín 14°C Máx 23°C

Na Grande BH, 30% da água vai pelo ralo Todos os dias, a capital perde cerca de 363 milhões de litros, quantidade que encheria 145 piscinas olímpicas Para Copasa, ligações clandestinas e relevo irregular das cidades são os grandes vilões do desperdício {pág 02}

Beleza animal

Economia

Calote tem a maior alta em 10 anos no Brasil Avanço foi de 4,8% em abril, em relação a março, e de 23% em comparação com abril de 2011 Falta de pagamento de cartão puxou aumento {pág 06}

Técnico Roth quer disciplina

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Gaúcho foi apresentado e já comandou atividades {pág 11}

Casas desabam na Pampulha Obras em prédio vizinho podem ser a causa das quedas {pág 04}

Em quarentena, onça pintada será a mais nova moradora do zoológico de Belo Horizonte {pág 02} GUSTAVO ANDRADE/METRO BH


02

www.readmetro.com

belo horizonte

1 foco

Novo conceito

Segurança na Copa é pauta de fórum Mais um passo para a modernização do futebol no Brasil vai ocorrer a partir de hoje. Belo Horizonte vai sediar, até amanhã, o 1º Fórum de Segurança de Minas Gerais. Um dos assuntos mais esperados é a segurança na Copa das Confederações 2013 e na Copa do Mundo 2014. Ao contrário do que ocorre atualmente, a Polícia Militar vai ficar responsável apenas pela vistoria no entorno do estádio. “O uso de arma e escudo não é o padrão visto no mundo. A segurança é feita de mão limpas, com auxílio da tecnologia”, diz o consultor especialista em segurança privada, Adelar Anderle, um dos palestrantes do evento. METRO BH

QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

RMBH joga fora 4,2 mil litros de água por segundo FOTOS: GUSTAVO ANDRADE/METRO BH

Maior vilão para Copasa é relevo irregular da Grande BH Ligações clandestinas são outra causa de perda A cada 100 litros de água tratada, 30 são desperdiçados entre a captação e o destino final. Segundo números da Copasa, cerca de 30% de toda água produzida para Belo Horizonte e região metropolitana é perdida no caminho até a torneira dos consumidores. Por segundo, a empresa produz 14 mil litros. É o mesmo que dizer que a Grande BH perde, a cada dia, 363 milhões de litros de água tratada, quantidade que encheria cerca de 145 piscinas com dimensões olímpicas. Os motivos para a perda são erro de medição por hidrômetros, o processo de tratamento, as ligações clandestinas – os chamados gatos – e uma particularidade da RMBH: o relevo irregular. “Precisamos entregar a mesma água tratada para dois consumidores que moram em uma distância de 100, 200 metros de altura, por exemplo. Este é o nosso maior desafio”, afirma o chefe operacional da Copa-

145

piscinas olímpicas poderiam ser enchidas todos os dias apenas com a quantidade de água desperdiçada em Belo Horizonte e na região metropolitana. sa, João Andrade. Ao contrário de outras capitais, como o Rio, os gatos não levam grande preocupação à companhia. “É feito há muito tempo um trabalho de conscientização com os moradores. Mostramos desde impactos ambientais até questão financeira”, diz Andrade. A meta da Copasa é baixar o índice para 20%. Abaixo do percentual, o investimento para evitar a perda seria maior que o lucro com a falta de desperdício, segundo a companhia. THIAGO RICCI METRO BELO HORIZONTE

Perda de água Confira quantos litros são perdidos, diariamente, na entrega para cada um dos 5,5 milhões de consumidores da Grande BH. Hoje 230 litros Meta para 2015 210 litros Meta para 2025 180 litros

Na Grande BH, 30% da água tratada é desperdiçada antes de chegar ao destino final

Erro de medição de hidrômetros é uma das principais causas da perda

Falta ela

PF queima quatro toneladas de drogas Cerca de quatro toneladas de drogas de vários tipos foram incineradas ontem pela Polícia Federal. O material foi apreendido em diversas operações de

combate ao tráfico em Belo Horizonte e na região metropolitana. Entre as substâncias havia porções de maconha, cocaína, ecstasy, LSD e skunk. METRO BH POLÍCIA FEDERAL/ DIVULGAÇÃO

Cotações Dólar

Euro

Estável (R$ 2)

- 0,17% (R$ 2,54)

Bovespa

Selic (9%)

Animal é o único do pacote de novidades que ainda não está à disposição do público GUSTAVO ANDRADE/METRO BH

Onça pintada é esperada no Zoo

Falta pouco para a aparição da última novidade do Zoológico de Belo Horizonte. A onça pintada de 9 anos chegou à capital no fim de março e está na fase final do período de quarentena. As outras celebridades do Zoo já podem ser vistas pelo público. Elas são uma leoa, de 6 anos, e duas onças pardas, de 3 anos e 6 anos. FALE COM A REDAÇÃO

leitor.bh@metrojornal.com.br 031/3349-5342 COMERCIAL: 031/3349-5307

Salário mínimo (R$ 622) - 0,62% (55.887 pts)

O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Material foi apreendido em operações contra tráfico

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa. Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo. Metro Belo Horizonte. Gerente Executivo: Pedro Lara Resende. Editor Executivo (Interino): Juvercy Júnior (MTB 12.331/MG). Editor de Arte: Cláudio Machado. Grupo Bandeirantes de Comunicação Minas. Diretor de Jornalismo: Teodomiro Braga. Diretor Geral: José Saad Duailibi.

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: avenida Raja Gabáglia, 2221, São Bento, CEP: 30350-453, Belo Horizonte, MG. Tel.: 031/3349-5307. O jornal Metro é impresso na CGB Artes Gráficas. A tiragem e distribuição desta edição de 40.000 exemplares são auditadas pela BDO.


04

belo horizonte

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

CHARLES SILVA DUARTE/O TEMPO/FUTURA PRESS

Casas desabam na Pampulha Cômodos de construções foram ao chão durante a madrugada Obra em prédio vizinho pode ser a causa Moradores do bairro Santa Rosa, na região da Pampulha, levaram um grande susto. Na madrugada de ontem, cômodos de um complexo de quatro casas geminadas desabaram após a queda de um muro. Os moradores afirmaram que ouviram um forte barulho e, pouco depois, viram que parte da casa havia desabado. O problema ocorreu por volta das 6h. Vários ocupantes das residências acordaram assustados com a queda. Entre os destroços, foram soterrados vários eletrodomésticos, como geladeiras e fogões. Segundo a Defesa Civil, o desabamento foi causado pela queda do muro de contenção da obra de um prédio vizinho. O motivo do acidente ainda não foi

esclarecido. As quatro casas atingidas foram interditadas de forma preventiva e os moradores precisaram deixar as moradias. A construtora responsável pela obra prestou assistência às famílias e providenciou abrigo durante o período de interdição das residências.

Outras quedas Em Belo Horizonte, o desabamento de um prédio no Caiçara ainda causa problemas. Os destroços foram esquecidos e levam criminalidade e sujeira para região. No Buritis, a queda de um edifício forçou a interdição de outros três (um deles foi demolido). METRO

Quatro residências foram danificadas com o desmoronamento

Bandidos tentam explodir caixa

desabamentos ga3sãonharam repercusna capital nos últimos seis meses. Dois deles caíram no bairro Buritis e o terceiro, no bairro Caiçara.

Acidentes em BRs de Órgão internacional será acionado após desocupação MG causam mortes Possíveis abusos da Polícia Militar e da prefeitura da capital na desocupação da comunidade Eliana Silva, no Barreiro, serão denunciados na Comissão Interamericana de Direitos Humanos. Deputados mineiros decidiram encaminhar a denúncia ao órgão internacional após audiência pública, ontem, na Assembleia. Na última sexta-feira, as 350 famílias que ocupavam um terreno da prefeitura foram despejadas após a Justiça autorizar a reintegração de posse. Cerca de 300 policiais participaram da operação. “Houve violência. A polícia levou até caveirão”, diz o coordenador da ocupação, Leonardo Péricles. A polícia nega os abusos. “Houve negociação durante toda a operação”, garante o

Audiência realizada ontem na capital MARCELO METZKER/ALMG

coronel José Hamiltom. Segundo o presidente da comissão de Direitos Humanos da Assembleia, deputado Durval Angelo (PT), a desocupação foi irregular. “Há uma lei estadual que estabelece uma comissão para acompanhar a negociação e decidir pra onde as famílias serão levadas. Pela primeira vez na história essa lei não

foi cumprida”, afirma. A capital tem um déficit habitacional de 65 mil unidades e até agora nenhum imóvel do “Minha Casa, Minha Vida” na faixa de 0 a 3 salários mínimos foi entregue. A Caixa Econômica Federal garante que, 2.795 apartamentos foram contratados, mas nenhum foi concluído até agora.

A manhã de ontem foi marcada por graves acidentes e mortes nas rodovias federais que cortam o Estado. Em poucas horas, pelo menos seis pessoas perderam a vida nas BRs 262 e 381. Conhecida como rodovia da morte, a BR-381 mais uma vez foi palco da batida mais grave. Na altura de Bom Jesus do Amparo, na região Central do Estado, uma ambulância, um caminhão e uma carreta se chocaram e três pessoas que estavam na ambulância morreram. O motorista do veículo e uma criança de 12 anos tiveram ferimentos graves e foram encaminhados para o Hospital de Pront-Socorro João XXIII. Ainda na BR-381, na altura de Sabará, na região metropolitana da capital, um homem morreu após o car-

6

pessoas perderam a vida em acidentes nas rodovias federais que cortam Minas somente na manhã de ontem.

Bandidos encapuzados tentaram explodir mais um caixa eletrônico em Belo Horizonte. A ação foi na madrugada de ontem em um posto de combustíveis que fica em um cruzamento da BR-O40, na altura do bairro Pindorama. De acordo com a Polícia Militar, cerca de dez homens encapuzados, um deles armado com uma pistola, renderam os frentistas do posto e quebraram a porta da loja de conveniência com uma barra de ferro. Ao entrarem na loja, eles tentaram explodir o equipamento do Banco 24h com dinamite, mas o aparelho não se abriu. Os suspeitos fugiram a pé pela rodovia. A polícia fez rastreamento no local, mas nenhum deles foi preso. METRO BH LEO FONTES/O TEMPO/FOLHAPRESS

ro que ele dirigia bater em um caminhão. Uma mulher e uma criança de três anos que estavam no carro sofreram escoriações leves e foram levadas para o hospital João XXIII. Na BR-262, na altura de Ibiá, no Alto Paranaíba, uma carreta saiu da pista e uma pessoa também morreu. Na mesma rodovia, na altura de Luz, no Centro-Oeste do Estado, um caminhoneiro também perdeu a vida ao sair da pista. METRO BH

Caixa ficou danificado


www.readmetro.com

brasil

QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

Ensino Comissão vai médio tem jogar luz sobre recorde de história sombria reprovação Posse dos 7 encarregados de apurar crimes cometidos durante a ditadura teve a presença de 4 ex-presidentes LULA MARQUES/FOLHAPRESS

O capítulo mais obscuro da história brasileira moderna será trazido à luz a partir de hoje. Em linha com 40 países que tiveram experiências com ditaduras, o Brasil tem agora uma Comissão da Verdade, responsável por investigar, nos próximos dois anos, a violação de direitos humanos entre 1946 e 1988. O foco, porém, dificilmente deixará de ser a ditadura militar de 1964 a 1985. A cerimônia de posse dos sete integrantes, realizada ontem, no Palácio do Planalto, contou com a presença de todos os ex-presidentes da República vivos. “Não nos move o revanchismo, o ódio ou a vontade de reescrever a história, mas a vontade imperiosa de conhecer a verdade sem vetos e sem proibição”, discursou, emocionada, a presidente Dilma Rousseff. Ainda que tardio, o esforço do Brasil em busca da verdade 24 anos depois da promulgação da atual Constituição foi celebrado por organismos internacionais. “Vai ajudar toda a sociedade brasileira a entender melhor seu passado e olhar o futuro como uma garantia contra grandes abusos”, dizia a carta enviada ao governo pelo Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos na América Latina. Em 2010, o Brasil foi condenado pela Corte Intera-

Dilma, Lula, FHC e outros ex-presidentes

mericana de Direitos Humanos pelo desaparecimento forçado e ocultação de cadáveres na Guerrilha do Araguaia, ocorrida entre 1972 e 1974. A apuração do passado encontra resistências no meio militar. Os comandantes das Forças Armadas estavam na plateia, mas evitaram emitir qualquer opinião sobre os trabalhos. “Acho muito bom”, respondeu laconicamente o comandante do Exército, general Enzo Peri. O temor é que a conclusão dos trabalhos resulte em responsabilização e até na prisão de ex-oficiais. A Comissão, contudo, já adiantou que nenhum agente do Estado ou da luta

armada corre o risco de ser processado. Estaria abrigado pela Lei de Anistia, que proíbe a punição de crimes cometidos durante a ditadura militar. Os sete integrantes da comissão são: Dipp; o advogado e ex-ministro da Justiça no governo Fernando Henrique Cardoso, José Carlos Dias; a advogada Rosa Maria Cardozo da Cunha; o ex-procurador-geral da República Claudio Fonteles; o diplomata Paulo Sérgio Pinheiro; a psicanalista Maria Rita Khel; e advogado e escritor José Paulo Cavalcanti Filho. MARCELO FREITAS METRO BRASÍLIA

O Brasil registrou no ano passado a maior taxa de reprovação no ensino médio desde 1999. Em 2011, de todos os alunos matriculados em um dos três anos do ensino médio 13,1% repetiram a série feita no ano anterior. A taxa, divulgada pelo Inep (Instituto Nacional de Esatudos e Pesquisas Educacionais), usou dados doCenso Escolar 2011. A amostragem inclui as redes pública e particular. O Estado com o maior índice de reprovação no levantamento foi o Rio Grande do Sul (20,7%). Rio de Janeiro e Distrito Federal empataram em segundo lugar com 18,5% de alunos reprovados. Entre as

9,6%

de todos os estudantes do ensino médio em 2011 abandonaram os estudos. redes municipais, a da região urbana de Belém, no Pará, teve o pior desempenho, com taxa de 62,5 %. A boa notícia do estudo é a queda constante no índice de abandono no ensino médio. Em 2007, 13,2% dos estudantes haviam desistido de estudar. Em 2011 o número de desistentes foi de 9,6%, o menor índice entre os cinco anos. METRO

Escolas reprovam mais Taxas de reprovação ç e abandono no ensino médio Taxa de reprovação Taxa de abandono em %

13,2 12,7

2007

12,8 12,3 2008

12,6

12,5

11,5

10,3

2009

2010

13,1

05

Gastos são insuficientes, diz Ipea Os investimentos públicos nas áreas de Educação, Saúde e infraestrutura no país ainda estão longe de alcançar os padrões internacionais, de acordo com levantamento divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) usando dados de 2010. Na Educação, os investimentos públicos representam 5% do PIB (Produto Interno Bruto). De acordo com o Plano Nacional de Educação, as despesas deveriam chegar a 7% do PIB, porcentagem que só deve ser alcançada em 2020. Em relação a Saúde, os investimentos somam 3,77% do PIB, também longe do padrão internacional, que é de 7%. Os recursos destinados ao setor de infraestrutura de transporte também não se adequam ao padrão. Representam apenas 0,7% do PIB, enquanto o recomendado são 3,4%. Os padrões internacionais usam como base os países mais industrializados. METRO

12

é o número de Estados onde a taxa de abandono no ensino médio cresceu no último ano

9,6 2011

Estados com maior índice de reprovação de alunos em % Rio Grande do Sul Rio de Janeiro Distrito Federal Espírito Santo Mato Grosso

20,7 18,5 18,5 18,4 18,2

Ex-presidentes

Lula

Fernando Henrique

“Foi um passo estupendo que a sociedade deu na conquista da democracia. Foi uma coisa surgida de povo para povo.”

“Não é uma questão política, é uma questão de cidadania, de democracia. Motiva a comissão a agir pensando no Brasil.”

Fernando Collor

José Sarney

“É transcendental. O Brasil se encontra consigo próprio no momento em que dá oportunidade para a verdade vir à tona.”

“Espero que seja esclarecido tudo o que passou porque a verdade tem que ser pesquisada, afirmada e reconhecida.”

Thor é acusado por homicídio culposo O filho do empresário Eike Batista foi denunciado ontem pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, por homicídio

culposo – quando não há a intenção de matar. A Promotoria pediu à Justiça a imediata suspensão do direito de dirigir de Thor Batista. O jovem, de 20 anos, foi denunciado por ter atropelado e matado o ciclista Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos, na Rodovia Washington Luís, na altura de Xerém, na Baixada Fluminense, no

dia 18 de março. Thor foi indiciado após a perícia constatar que ele dirigia de maneira imprudente, a 135 km/h, no momento do acidente. Para os advogados do empresário, o laudo da perícia é contestável. Eles afirmam que seria impossível compreender como os peritos chegaram à velocidade calculada. METRO RIO


06

Breves

Mulher ainda ganha menos MAIS DISTANTE. A diferença entre os salários pagos a homens e mulheres cresceu em 2010, segundo o IBGE. Em 2009, os salários dos homens eram 24,1% acima do das mulheres. No ano seguinte, essa diferença alcançou 25%. Em 2010, as mulheres receberam, em média, 2,8 salários mínimos, enquanto a remuneração dos homens foi de 3,5 salários. METRO

Projeto obriga notificação ABANDONO DE EMPREGO. O

Senado aprovou ontem projeto que obriga o empregador a notificar, pessoalmente ou por correio, o funcionário que abandonar o emprego para poder demiti-lo por justa causa. Se ele não for encontrado, o empregador deve publicar edital de abandono em jornal de circulação local. Caberá ao empregado comprovar que não houve a intenção de abandonar o trabalho. O projeto segue para votação na Câmara dos Deputados se não houver recurso para votação no plenário do Senado. METRO

economia

QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

Inadimplência tem a maior alta em dez anos Calote aumentou 23,7% em abril A inadimplência do consumidor brasileiro encerrou com a maior alta em dez anos. O avanço foi de 4,8% na comparação com o mês anterior. Em relação ao mesmo período de 2011, o aumento chega a 23,7%. A inadimplência em março costuma ceder no mês seguinte, após os tradicionais gastos de início de ano como IPVA, IPTU e material escolar. Neste ano, contudo, a taxa subiu em abril. “O aumento da inadimplência do consumidor

COMO EVITAR CALOTE

Troca de dívida pode valer a pena Quem está inadimplente deve negociar a dívida com a instituição financeira para tentar reduzir os juros cobrados. Já o consumidor que quer evitar o calote pode trocar a dívida

mostra que as dificuldades de honrar as despesas de início de ano, aliadas ao endividamento crescente, se estenderam para além do mês de março, considerado o mais crítico do ano”, afirmaram os economistas da Serasa. A maior contribuição para o indicador tem origem nas contas de cartões de crédito, lojas e prestadoras de serviço – telefonia, água e energia --, a chamada inadimplência não bancária, que avançou 8,8%. por outra mais barata. “Sempre vale a pena trocar os juros do cheque especial e cartão de crédito, que cobram taxas elevadas, por outros financiamentos”, afirma Miguel José Ribeiro de Oliveira, diretor da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). Pelos cálculos do economista, se o consumidor tiver uma dívida, por

Falta de pagamento de cartões e lojas puxou avanço O valor médio das dívidas não bancárias subiu 23,8% nos quatro primeiros meses e alcançou R$ 386,70. Já o valor médio das dívidas com os bancos ficou praticamente estável, em R$ 1.245,47. A inadimplência nesse segmento cresceu 4,3% de janeiro a abril. Em contrapartida, os títulos protestados e os cheques sem fundos ajudaram a conter o avanço do índice, com quedas mensais de 13,7% e 7,4%, respectivamente. METRO

Dívidas em alta

Qual é o tamanho do calote (Valor médio das dívidas – em R$)

Modalidades de Inadimplência

Jan a abril 2011

Dívidas não bancárias

312,44 386,70 1.286,29 1.440,76

Títulos protestados Dívidas com os bancos

12,0%

1.251,68 1.362,17

8,8%

1.284,76 1.285,47

0,1%

2

3

Procure o gerente e peça que junte num mesmo pacote as dívidas de cheque especial, cartão de crédito e demais empréstimos e negocie uma linha de crédito mais alongada, com taxas médias menores, cuja prestação seja menor do que o valor total dos juros que a pessoa pagava mensalmente. Assim, você não estará mais pagando apenas os juros, e sim quitando a dívida

dicas para negociar

3

1

Se não houver possibilidade de acordo, será melhor poupar para quando for procurado pelas empresas de recuperação de crédito, tenha melhores condições de negociar a quitação

Faça um levantamento detalhado de todas as dívidas, priorizando o pagamento das essenciais para evitar o corte de serviços indispensáveis e também aquelas com taxas de juros mais altas

METRO

Var. 23,8%

Cheques sem fundos

exemplo, de R$ 5 mil no cartão, com juros de 12% ao mês, ele desembolsará R$ 600 somente em juros sem liquidar o débito. Ao tomar um empréstimo pessoal em 24 meses, com juros de 4% ao mês, ele pagará R$ 327,93, e conseguirá em dois anos quitar a dívida no cartão ao final do prazo. “O juro do empréstimo é um terço da taxa cobrada no cartão.”

Jan a abril 2012

Fonte: Serasa Experian e Reinaldo Domingos, autor do livro “Livre-se das Dívidas”

Bolsa cai pelo 7º dia Após chegar a subir mais de 2% durante o dia, a Bovespa inverteu a tendência e emendou a sétima queda seguida, com investidores do mundo todo ainda preocupados com a possível saída da Grécia da zona do euro. Já o dólar comercial deu uma trégua e fechou estável, a R$ 2,002 na venda. O Ibovespa fechou com perdas de 0,62%, aos 55.887,57 pontos, renovando a menor pontuação final diária desde 19 de dezembro (55.298,33 pontos). O giro financeiro do pregão foi

www.readmetro.com

de R$ 8,82 bilhões. Com isso, a Bolsa já acumula prejuízo de 5,98% nesta semana. No mês, a baixa é de 9,60%, e no ano, de 1,53%. Entre as maiores altas da Bovespa estiveram as ações da Petrobras, após a companhia ter reportado lucro líquido de R$ 9,2 bilhões no primeiro trimestre, um recuo de 16% na comparação anual, mas acima do esperado por analistas. A ação ordinária (PETR3) teve alta de 3,63%, a R$ 19,98, e a preferencial (PETR4) subiu 4,33%, a R$ 19,29. METRO

Juro do cheque especial chega a cair 56% Os cortes nos juros promovidos pelos bancos públicos em abril provocaram uma queda generalizada nas taxas das operações de crédito, segundo pesquisa da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade. A maior redução foi verificada na Caixa, onde os juros do cheque especial caíram 56,12%, para 66,50% ao ano – a menor taxa cobrada entre os bancos analisados. Para aproveitar a queda para contratar um financiamento ou trocar a dívida, no entanto, o consumidor deve pesquisar e negociar. Segundo a entidade, mesmo com a adesão de grandes ao processo de diminuição dos juros, algumas taxas subiram entre 30 de março e 30 de abril. Os cortes de juros da linha de financiamento de

Caixa, de 24,16% ao ano. Na prática, a redução de juros pode representar um grande alívio para o bolso. Ao financiar um carro de R$ 25 mil em 48 meses, com a taxa antiga cobrada pelo Banco do Brasil (1,67%

veículos, por exemplo, não foram constatados em todas as instituições consultadas. O HSBC elevou essa taxa de 21,41% para 23,58% ao ano. Nessa modalidade de crédito, porém, a instituição com a maior taxa é a

Compare Queda promovida pelos bancos em um mês

ao mês), o consumidor desembolsaria um total R$ 36.542,01. Com a queda dos juros promovida pelo banco, para 1,37% ao mês, o valor cai para R$ 34.279,36: uma diferença superior a R$ 2 mil. METRO

Juros mensais praticados em 30 de abril

CDC

Cheque especial

Financiamento de veículos

Empréstimo pessoal

Variação Taxa

Variação Taxa

Variação Taxa

Variação Taxa

Banco do Brasil

-17,13%

1,79%

-0,12%

8,64%

-17,96%

1,37%

-10,53% 2,38%

Caixa

-1,50%

5,93%

-45,68% 4,34%

-0,55%

1,82%

-16,81% 1,93%

Não informada

-1,92%

8,69%

-11,96%

1,62%

-8,27%

3,77%

Itaú

Não informada

Bradesco

-16,27%

2,78%

-0,11%

8,78%

-6,43%

1,60%

-5,42%

4,36%

Santander

+6,69%

3,83%

+0,29% 10,34%

-2,33%

1,68%

-2,08%

3,29%

HSBC

+3,40%

4,26%

-0,10% 10,11%

+9,20%

1,78%

-3,46%

4,19%

Fonte:  Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac)


mundo

www.readmetro.com

Aérea de Londres libera uso do celular Ligações serão permitidas no trajeto entre Londres e Nova York

LUKE MACGREGOR/REUTERS

Virgin se junta à Emirates, que em 2008 se tornou a primeira companhia a permitir o uso de celular a bordo

07

QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

As viagens solitárias de avião podem ficar menos monótonas em breve com a autorização para realizar chamadas pelo telefone celular. Até o final do ano, a liberação já estará disponível para os passageiros que fizerem o trajeto Londres-Nova York pela companhia Virgin Atlantic. A princípio, apenas seis pessoas vão poder falar ao telefone simultaneamente pelo serviço, que vai funcionar nos 20 Airbus A330 da empresa britânica responsáveis pelo trajeto entre as duas capitais. Apesar da inovação, a determinação para que os aparelhos sejam desligados durante a decolagem e a aterrissagem vai continuar valendo. O acesso móvel à linha vai ser fornecido pela companhia AeroMobile, que inicialmente vai atender os viajantes que são clientes das

“Vai ser divertido ligar para casa e perguntar ‘adivinhe onde estou?’ Poucos vão pensar que você está 35 mil pés acima do oceano.” STEVE GRIFFITHS, DIRETOR DE OPERAÇÕES DA VIRGIN

operadoras europeias Vodafone e O2 e da norte-americana T-Mobile. Segundo o diretor de operações da Virgin, Steve Griffiths, o preço das ligações será cobrado de acordo com o valor padrão de chamadas internacionais em roaming. METRO

Nova York ganha sistema público de bicicletas O moradores e turistas de Nova York vão ganhar um novo meio de transporte a partir do próximo mês de julho. A prefeitura da cidade vai instalar 420 estações para o aluguel de 10 mil bicicletas públicas até 2013. Os pontos foram decididos após consulta pública pela internet e reuniões com moradores e associações civis. As primeiras estações serão instaladas na parte baixa de Manhattan. O preço varia de acordo com o período do aluguel: quem quiser reservar o serviço por um ano vai pagar US$ 95 (cerca de R$ 190). Já a diária vai custar US$ 9,95 (R$ 20), e o valor para uma semana será de US$ 25 (R$ 50). Segundo a prefeitura, quando estiver completo,

Praticidade Segundo a prefeitura, a maioria dos nova-iorquinos faz trajetos curtos, ideais para o uso da bicicleta.

54%

DOS PERCURSOS TÊM MENOS DE 2 MILHAS (3,2 KM)

o serviço de bicicletas públicas de Nova York será o maior dos Estados Unidos. METRO


08

www.readmetro.com

cultura

2

cultura

QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

Em lados opostos ‘Palácio do Fim’ aborda três visões pessoais sobre o drama iraquiano São personagens que estão conectados pela barbárie No elenco, Antônio Petrin, Camila Morgado e Vera Holtz

Personagens que mesmo estando em lados opostos mostram suas visões sobre o drama iraquiano. “Palácio do Fim”, que faz curta temporada na capital neste fim de semana, instiga o público com relatos verídicos de quem conviveu com os abusos do regime do ditador

Saddam Hussein. São experiências vividas antes e depois da invasão norte-americana, em 2003. A montagem brasileira é dirigida pelo ator e crítico de cinema José Wilker. No elenco, estão os atores Antônio Petrin, Camila Morgado e Vera Holtz. O texto tem as-

Lançamento

sinatura de Judith Thompson, um dos principais nomes do teatro canadense contemporâneo. O nome do espetáculo faz referência à antiga sede da câmara de tortura de Hussein. Os atores buscam fazer com que a plateia observe como, nas mais difeGUGA MELGAR/DIVULGAÇÃO

Thelmo Lins é a atração de hoje do projeto Sambaqui. O cantor lança seu novo disco, “Samba Sambá Sambô”. O repertório do show traz canções do compositor itabiritense Pirulito da Vila, além de nomes consagrados como Martinho da Vila e Paulinho da Viola. Será às 20h no Conservatório UFMG (av. Afonso Pena, 1.534 – Centro). Entradas de R$ 6 (meia) a R$ 12 (inteira).

rentes culturas, a irracionalidade traça sempre o caminho da dor. Camila vive Lynndie England, oficial do exército americano acusada na corte marcial pelo abuso de prisioneiros em Abu Ghraib. Antônio Petrin é o cientista David Kelly, inspetor de armas que é execrado após relatar a inexistência de armas de destruição em massa em solo iraquiano. O espetáculo finaliza com o depoimento de Nehrjas Al Saffarh, vivida por Vera, que recorda como sobreviveu à polícia secreta de Saddam Hussein e aos horrores aos quais foi

submetida no Palácio do Fim. “É um espetáculo que aborda um tema bastante intenso, profundo e necessário”, conta o ator Antônio Petrin. GUSTAVO CUNHA

METRO BELO HORIZONTE

Programe-se No Teatro Sesiminas (r. Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia. Tel.: 3241-7181). Sábado, às 21h. Domingo, às 18h. De R$ 30 (meia) a R$ 60 (inteira).

“A peça dá um painel bastante intenso e esclarecedor do que aconteceu no Iraque nesta guerra que até hoje perdura com consequências. É um espetáculo de muita emoção, envolvente e inesquecível.”

Montagem brasileira é dirigida por José Wilker

ANTÔNIO PETRIN, ATOR, QUE VIVE UM CIENTISTA INGLÊS

Conexão abre nova etapa com 21 atrações LAILA MANUELLE/DIVULGAÇÃO

Teatro

Pintora Anita Malfatti inspira espetáculo “Anita Malfatti: Tomei a Liberdade de Pintar a Meu Modo” revela a vida e obra da pintora modernista. A peça aborda sua infância, seus estudos na Europa, sua participação na Semana de Arte Moderna de 1922 e a amizade com Mário de Andrade. São três sessões: hoje e amanhã, às 20h, e no sábado, às 21h, na Biblioteca Pública Luiz de Bessa (praça da Liberdade). Entradas de R$ 12 (meia) a R$ 24 (inteira). METRO BH

Depois de três shows de sucesso no Palácio das Artes, o Conexão Vivo abre hoje a segunda fase desta edição, com 21 apresentações no Parque Municipal até o domingo. Por lá, passarão nomes que vêm se destacando no cenário musical autoral. Hoje, os portões abrem às 19h. O rapper Criolo dividirá o palco com quatro grupos mineiros: Mercúrio758, Bahamut, Senta a

Pua e 4Instrumental. O Parque será tomado pelas sonoridades regionais. Marcarão presença, por exemplo, os brasilienses do Soatá, a paraense Juliana Sinimbú e a baiana Manuela Rodrigues. No domingo, haverá show do Família de Rua, conhecido pelos tradicionais duelos de MCs. Os ingressos estão sendo vendidos de R$ 10 (meia) a R$ 20 (inteira). No domingo,

a entrada é gratuita, mas só até às 18h. A maratona de apresentações do Conexão Vivo não termina por aí. A terceira etapa terá shows de graça na Praça do Papa, nos dias 26 e 27, com presença de 15 músicos, como o rock instrumental dos mineiros do Dibigode, Juarez Moreira, a paraense Dona Onete e os baianos do Ilê Aiyê. Informações pelo conexaovivo.com.br. METRO BH

Luta Antimanicomial é lembrada com cultura

Os paulistanos do Aeromoças e Tenistas Russas

Cuenca no Sempre Um Papo O escritor carioca João Paulo Cuenca lança hoje DIVULGAÇÃO

Filmes, palestras e espetáculos integram a mostra “Arte e Liberdade”, que de hoje a domingo oferece ampla programação no Sesc Palladium (av. Augusto de Lima, 420) para marcar o Dia da Luta Antimanicomial, comemorado nesta sexta. “Bicho de Sete Cabeças”, que narra a história de um jovem internado em um hospital psiquiátrico, é um

dos destaques das sessões de cinema. Haverá ainda a exibição de curtas e de um filme feito com usuários de centros de convivência. Quatro peças de teatro estão na programação. A Cia de Teatro Sapos e Afogados apresentará “Duo”, que trata de ocorrências de um delírio. “Hoje São Mistérios Gozosos os Meus Surtos Psicóticos” discorre sobre a ló-

gica psicótica. Já “Caixa Preta” busca desvendar os segredos de um mundo a ser decodificado. “Frog Sound” encerra a mostra, com um espetáculo de rua encenado nas proximidades do Sesc. Algumas atividades são gratuitas. Outras atrações têm ingressos de R$ 10 (meia) a R$ 20 (inteira). Confira a programação no sescmg.com.br. METRO BH

seu novo trabalho, “A Última Madrugada”, em debate gratuito às 19h30 no Memorial Minas Gerais Vale (praça da Liberdade). A obra busca passar ao leitor a experiência de estar em diversas cidades, com crônicas que misturam o real e o fantástico, criando novos significados ao cotidiano dos grandes centros urbanos. Cuenca é considerado um dos escritores mais jovens da América Latina. Ele já escreveu três romances, peças de teatro e ainda a série de televisão “Afinal, o Que Querem as Mulheres?”. METRO BH


cultura

www.readmetro.com

QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

09 DIVULGAÇÃO

Febre Sherlock

Detetive ganha primeira aventura criada por outro autor que não Conan Doyle Lançamento coincide com popularização do personagem na TV

O detetive mais popular da Inglaterra está de volta. Mais de 80 anos após a morte de seu criador, Sherlock Holmes é a estrela de “A Casa de Seda” (Zahar, 272 págs., R$ 39), primeiro romance do personagem autorizado pelo Conan Doyle State, responsável pela proteção das obras do escritor. O escolhido para conduzir tarefa de tamanha responsabilidade foi Anthony Horowitz, 57, conhecido pelo sucesso da sua série de livros juvenis Alex Rider. Antes de começar a nova história, o autor releu todos os 56 contos e os quatro romances de Arthur Conan Doyle (1859-1930) e estabeleceu como regra narrar sob a perspectiva do Dr. Watson – fiel companheiro de Sherlock Holmes. Nas primeiras páginas, já entendemos sua jogada: Watson está velho e mora só, após “dois casamentos, três filhos e sete netos, uma carreira de sucesso na medicina e a Ordem do Mérito concedida pelo rei Eduardo 7o”. Faz um ano que seu amigo morreu, e ele acredita ter chegado a hora de relatar um caso surpreendente que ficara encoberto até então pelos seus eventos terem sido “chocantes demais”, a ponto do próprio narrador ordenar que a história só venha a público cem anos depois – já no século 21 em que vivemos. “Talvez leitores futuros

estejam mais acostumados ao escândalo e à corrupção”, escreve. “A eles lego um último retrato de Sherlock Holmes.” O caso começa em novembro de 1890, quando um galerista pede ajuda ao detetive por estar sendo seguido. Como em toda boa trama detetivesca que merece ser contada, a história mostra-se bem mais intricada do que parece, levando a dupla a investigar lugares que vão de uma escola filantrópica para garotos órfãos a um antro de ópio até a revelação das atividades tal Casa de Seda do título. Aos fãs, Horowitz traz de volta todos os personagens pelos quais eles se apaixonaram: o inspetor Lestrade, a senhora Hudson, os Irregulares de Baker Street, o professor Moriarty... Tudo com o frescor de uma narrativa eletrizante, capaz de fazer o leitor querer virar as páginas o mais rápido possível. Além disso, tal como “imaginada” por Watson, com uma trama completamente pertinente aos dias de hoje. O que poderia ser um abacaxi nas mãos do escritor (também roteirista de TV) transformou-se em sinal de respeito. Seus maiores críticos – a imprensa britânica – aclamou o resultado final. AMANDA QUEIRÓS METRO SÃO PAULO

KIERON MONKS/METRO WORLD NEWS

Sucesso também na TV Uma série tem capturado os fãs das aventuras de Baker Street. Criada pela BBC, “Sherlock” traz o ator britânico Benedict Cumberbatch como o famoso detetive, que investiga casos na Londres de hoje com o auxílio de computadores e smartphones. A primeira temporada pode ser encontrada em DVD (Log On, R$

79,90) e a segunda deve ser lançada no segundo semestre. Uma terceira já foi anunciada. A ideia deu tão certo que a americana CBS produzirá outra série do personagem, no mesmo molde. AQ

Benedict Cumberbatch (esq.) e Martin Freeman vivem, respectivamente, Sherlock e Watson em série da BBC


10

www.readmetro.com

variedades

o

Brasil é 63 em ranking de internet

QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

Os invasores

Leitor fala Perigo na BR-040

Cruzadas

Estudo da FGV mostra que acesso à web ainda não existe na maioria das residências brasileiras Apenas 33% das residências brasileiras têm acesso à internet, segundo uma pesquisa divulgada ontem pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). O levantamento, intitulado Mapa da Inclusão Digital, coloca o Brasil na 63a posição entre 154 países avaliados. A Suécia lidera o ranking, com 97% das casas com acesso à web. Na comparação com outros emergentes, o Brasil supera a África do Sul, que está no 108º lugar, e Índia, na 128ª posição. Contudo, o Brasil fica atrás da Rússia, na 46ª posição.

por Farini

69%

dos lares de São Caetano do Sul têm acesso à web. A cidade do ABC, em SP, é campeã de conectividade no Brasil. Não há informações sobre a China. O estudo mostra que 46,9% dos brasileiros que usam a rede em casa têm banda larga. Dos que não acessam em casa, 35,1% usam centros públicos de acesso pago. METRO

Asfalto degradado; ausência de sinalização vertical (placas) e horizontal (marcações na pista), acostamento, mureta central e iluminação. Esses são apenas alguns dos problemas apresentados pela BR-040, entre Belo Horizonte e municípios da região central de Minas, como Congonhas e Conselheiro Lafaiete. Percorrer esse trecho é um teste de sobrevivência, que se torna ainda mais perigoso no período da noite e aliado a intempéries climáticas, como chuva e neblina. A travessia da estrada federal em determinados pontos, como no trevo de Moeda (MG), evidencia a insegurança por que passam os motoristas. O que nos deixa ainda mais indignados é a publicação de um edital do Dnit, em 30/04, em que não consta a duplicação da BR nem sequer a construção de trincheiras. Convido autoridades competentes a trafegarem com suas respectivas famílias pela rodovia em questão e, após essa experiência, se pronunciarem à população a respeito. Leonardo Fernandes – Itabirito

Pergunta

Sudoku

Você acha que a melhor forma de os metroviários conseguirem aumento salarial é com a greve? Siga o Metro no Twitter: @jornal_metrobh

@juliano_silvestre: A greve é um meio legal, mas o principal prejudicado com ela é o povo. Não concordo com greve. @Raianeandrade: Acredito que a paralisação dos metrôs é a única forma dos funcionários serem atendidos.

Web

Acesso às redes sociais e download de músicas estão entre as atividades preferidas dos brasileiros na rede

Horóscopo

Para falar com a redação: leitor.bh@metrojornal.com.br Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

www.estrelaguia.com.br

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Dia de fechamento de questões importantes e acordos, tudo pode ser acelerado demais para você, procure se sintonizar com a velocidade dos acontecimentos. Touro (21/4 a 20/5) Conte com parceiros poderosos para atuarem junto a você. Hoje as decisões mais importantes passam pelas mãos de pessoas envolventes e muito guerreiras. Gêmeos (21/5 a 20/6) Grandes negociações sempre podem resultar em sobras extras como as comissões por serviços prestados para que a coisa toda seja concluída, ganhos extras. Câncer (21/6 a 22/7) Hora de sorrir e mostrar os dentes para tentar amansar a concorrência, evite bater de frente para não ter problemas com pessoas irritantes e teimosas.

Leão (23/7 a 22/8) Se não puder dar conta da concorrência, junte-se a ela. O dia pode não lhe trazer a vitória, mas a possibilidade de novas parcerias mais fortes que você. Virgem (23/8 a 22/9) Dia de começar a colher os frutos da sua dedicação pessoal e acumular alguns ganhos materiais, conte com seus parceiros para lhe ajudar em seus objetivos. Libra (23/9 a 22/10) Dia de receber tudo o que você merece, doa a quem doer. Não é hora de amarelar diante de vitórias que você fez por merecer. Saiba cobrar seus direitos. Escorpião (23/10 a 21/11) Procure fechar questões o mais breve possível, enquanto elas ainda estão a seu favor, a demora em se decidir pode tornar as negociações negativas mais tarde.

Sagitário (22/11 a 21/12) Saiba reconhecer quando o time de lá está mais forte do que o seu, não adianta ficar fazendo resistência sozinho, melhor negociar e ficar com algo para si. Capricórnio (22/12 a 20/1) Falta de traquejo pode levar você a entrar em conflito com as pessoas, ou agir de maneira áspera com elas. Procure manter a cabeça no lugar, ter mais tato. Aquário (21/1 a 19/2) Hoje é dia de ficar um pouco de longe e acompanhar as pessoas que têm que fazer o que você espera que elas façam. Não se envolva muito, apenas observe. Peixes (20/2 a 20/3) Evite se confrontar com pessoas que estejam obstinadas pelos objetivos delas, pode ser melhor sair da frente e contornar os problemas do que enfrentá-los.


esporte

11

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

Celso Roth chega e prega a disciplina Treinador gaúcho foi rapidamente apresentado e já mostrou sua metodologia de trabalho Meia Souza, que atuou com o técnico, aprova a chegada e afirma que ‘ele cobra o limite’ WASHINGTON ALVES/VIPCOMM

Roth fez questão de participar das atividades do grupo celeste no fim da tarde

Os jogadores celestes conheceram ontem seu novo treinador. Trata-se de Celso Roth, que foi oficialmente apresentado também à imprensa. O gaúcho, conhecido por cobrar muito dos atletas, prega a disciplina para que os momentos ruins de 2012 sejam deixados para trás. “Não tem nada haver com sargento ou comandante. É a vida. Temos que estar preparados e predestinados para qualquer coisa. A sociedade é que assim, tudo na vida é preciso disciplina. Filosofia de vida”, disse o treinador. A apresentação durou

cerca de uma hora. No fim da tarde, Roth conversou com os atletas celestes e mostrou como é sua forma de trabalhar. O meia Souza, que foi vice-campeão Brasileiro em 2008 sob o comando do técnico, afirma que sua principal característica é a cobrança. “Temos que correr, nos doar ao máximo. Ele cobra o nosso limite. É um cara que vai somar bastante, tirar o máximo de força e qualidade dos jogadores”, afirma. JUVERCY JUNIOR METRO BELO HORIZONTE

3

esporte Meia

Roger perto do jogo 100 no Cruzeiro O jogador celeste, que tem 99 jogos com a camisa, fez ontem um balanço de seu desempenho no time. “Sem dúvida alguma, foram muito mais momentos felizes do que tristes”. METRO BH


12

esporte

www.readmetro.com QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012

DIVULGAÇÃO/AMÉRICA

Rafael Marques quer Libertadores Heffner ainda não tem previsão de alta

Campeonato Brasileiro ainda não começou, mas zagueiro afirma que o Galo tem um time estruturado para terminar entre os quatro primeiros BRUNO CANTINI/ATLÉTICO

Meta é voltar para a Série A O membro do Conselho de Administração do Coelho, Marcus Salum, afirmou ontem que a principal meta do América é o retorno e manutenção de forma definitiva na Série A do Campeonato Brasileiro. “Conversei com o grupo, deixei uma mensagem para ele e também quero passá-la ao torcedor. Estamos começando uma nova competição, a mais importante do ano, que é a Série B. Te-

mos que voltar e nos manter na elite", afirma. O Coelho estreia na competição nacional nesta sexta-feira, diante do Ceará. Para o confronto, o técnico Givanildo Oliveira não poderá contar com o lateral Rodrigo Heffner, o volante Moisés e o atacante Alessandro, todos barrados pelo departamento médico. Adeílson deve formar dupla ofensiva com Fábio Júnior. METRO BH

Zagueiro é titular e dificilmente perderá o posto no decorrer da competição

O zagueiro Rafael Marques se firmou definitivamente na equipe titular do Atlético. Com a contusão de Leonardo Silva, ele soube aproveitar a oportunidade e, dificilmente, voltará para o banco. Satisfeito com o título do Mineiro, ele já mandou sua mensagem para todo o grupo. “Temos a certeza de que o time é bom, mas precisa

ser reforçado. O Brasileiro é uma competição de mais qualidade e estamos cientes disso. Vamos começar a traçar um novo objetivo, almejando o título para conquistar, no mínimo, uma vaga na Libertadores", afirma. Já o volante Serginho, acredita que o Galo sofrerá mudanças no decorrer do campeonato, com a chega-

da de novos atletas e saída de outros. “Dentro da competição deve chegar jogador, deve sair também, é o que acontece. A competição é muito longa", declara. Ontem, o grupo alvinegro retomou as atividades. JUVERCY JUNIOR

METRO BELO HORIZONTE

UFC no Mineirinho é confirmado oficialmente DHAVID NORMAMDO/FUTURA PRESS

O governador de Minas, Antonio Anastasia, e o prefeito de BH, Marcio Lacerda, se reuniram ontem com representantes do Ultimate Fight Championship Brasil, Marshall Zelaznik e Jaime Pollack. No encontro, foi anunciado o UFC 147, que será realizado no dia 23 de junho no Ginásio do Mineirinho e terá como atração principal da noite a luta entre os brasileiros Vitor Belfort e Wanderlei Silva, assim como as duas finais do reality show The Ultimate Fighter. O lutador Vitor Belfort não compareceu ao encontro por ter perdido o voo no Rio. METRO BH

Belfort lutará contra Wanderlei no dia 23 de junho


BELO HORIZONTE - QUINTA-FEIRA, 17 DE MAIO DE 2012



20120517_br_metrobh