Issuu on Google+

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pela gráfica CGB Artes Gráficas.

GABRIELA DI BELLA/METRO

PORTO ALEGRE Segunda-feira,

26 de março de 2012

Edição nº 101, ano 1 Mín 17°C Máx 27°C

240 anos Edição especial celebra aniversário da capital dos gaúchos {págs 13 a 31}

Esporte

Homicídios Bancários diminuem solicitam em fevereiro apoio da PF Dados divulgados pela Secretaria da Segurança apontaram redução também no roubo de carros {pág 04}

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Especial

CASTRONEVES VENCE PRIMEIRA NA TEMPORADA 2012 DA INDY

{pág 37}

Virtualmente classificado, Inter passeia em Canoas e aplica mais uma goleada na Taça Piratini {pág 36} Grêmio vence no último lance em partida com arbitragem contestada de Leandro Vuaden {pág 35}

Greve dos vigilantes, que continua hoje, ameaça prejudicar funcionamento de agências na capital {pág 06}

Jornal Metro e demais veículos do Grupo Bandeirantes entram na campanha Leitor pode participar assinando manifesto pelo aumento no rigor da Lei Seca {págs 38, 39 e 40}


02

www.readmetro.com

porto alegre

1

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Smic estuda legalizar Cidade Baixa como ‘bairro boêmio’ Após reunião com grupo de trabalho da região, ideia é flexibilizar regularização das 21 casas noturnas do bairro Apenas oito estabelecimentos, pelas regras atuais, poderiam funcionar após a meia-noite, de acordo com o Plano Diretor Grupo tenta fechar proposta final esta semana GABRIELA DI BELLA/METRO

foco

Cotações Dólar

Euro

- 0,65% (R$ 1,81)

+ 0,18% (R$ 2,41)

Bovespa

Selic (9,75%) Salário mínimo (R$ 622)

- 0,02% (68.812 pts)

Regularização de casas noturnas pode ser facilitada na Cidade Baixa

Concurso para magistério será dia 15 de abril O concurso público para o magistério estadual foi marcado para 15 de abril, quando 69 mil candidatos disputarão as 10 mil vagas oferecidas para todo o Estado. Os candidatos Inscritos podem acompanhar o edital com locais e horários das provas no site: www.fdrh.rs.gov.br

Radar móvel Hoje, o radar móvel da EPTC estará nas seguintes vias: Salvador França Diário de Notícias Juca Batista Ipiranga Padre Cacique Borges de Medeiros

O grupo de trabalho que discute a situação dos bares da Cidade Baixa estuda transformar o bairro “oficialmente” num reduto boêmio da cidade, com regras mais flexíveis para as 21 casas noturnas catalogadas pela prefeitura no local. Dessas, apenas oito têm alvará e estão funcionando regularmente. A informação foi resultado do último encontro do grupo, que reúne moradores, secretaria de Planejamento, Smic (Secretaria Municipal da Indústria e Comércio), Brigada Militar, comerciantes e Câmara de Vereadores. O grupo, que volta a se reunir esta semana, estuda reduzir as exigências para a concessão de alvarás de casas norturnas, que podem funcionar depois da meia-noite. De acordo com o Plano Diretor da capital, as ruas Lima e Silva e João Alfredo, por exemplo, não poderiam abrigar tantos bares

funcionando depois do horário permitido atualmente. Há três semanas, o mesmo grupo decidiu estender o horário de funcionamento dos restaurantes mas a nova planilha ainda não está em vigor. Durante as blitze da Operação Sossego, comandada pela Smic, vários estabelecimentos foram fechados por não apresentarem alvará de acordo com a atividade realizada. As ações têm gerado protesto de comerciantes. Oito são permitidos Conforme a Smic, apenas oito bares podem permanecer abertos após a meia-noite, com música ao vivo ou DJ e mesas nas calçadas. No novo estudo que está sendo realizado, o grupo tenta ampliar o número de casas noturnas no bairro incentivando o investimento de comerciantes em itens como isolamento acústico. METRO POA

Bancos de areia paralisam navegação local A Marinha proibiu a navegação fora do canal de acesso ao porto da capital por pelo menos seis meses, até setembro, para evitar acidentes devido à proliferação de bancos de areia. O assoreamento de um longo trecho de orla, ocasionado pelas obras do Pisa (Projeto Integrado Socioambiental), estava causando riscos pela falta de sinalização. Algumas dezenas de acidentes leves, incluindo encalhes, foram registrados nas últimas semanas. Para o presidente da Assossiação do Turismo Náutico, Vilian Velloso de Oliveira, alguns dos bancos de areia estão se formando logo abaixo da lâmina d’água, dificultando a visualização.

“Tivemos que evitar rotas para Ipanema pois não sabemos onde estão os bancos. Falta segurança”, afirmou. O Pisa elevará a capacidade de tratamento de esgotos em Porto Alegre por meio da instalação de dutos no fundo do rio. Os bancos de areia estão se formando em decorrência da dragagem feita para acomodar a tubulação, que levará esgoto até a futura estação de tratamento da Serraria. Segundo o Dmae (Departamento Municipal de Água e Esgoto), a situação vai ser monitorada até 90 dias depois de terminadas as obras, em setembro. Se não houver normalização, o Dmae vai usar máquinas para devolver navegabilidade ao Guaíba. METRO POA

Telefones: 051/2101.0471 (redação) 051/2101.0302 (comercial) O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhões de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a sexta em São Paulo, ABC paulista, Santos, Campinas, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e Porto Alegre, somando mais de 440 mil exemplares.

Bancos de areia mal sinalizados prejudicam tráfego hidroviário RICARDO PEDEBOS/VELEIROS

EXPEDIENTE Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini. Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini. Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa.

Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio. Editor Executivo: Flávio Ilha (MTb 6068/RS). Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor de Arte: Cláudio Machado. Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo. Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor Geral: Leonardo Meneghetti.

Editado e distribuído por SP Publimetro S/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183, Santo Antônio, 90660-120, Porto Alegre, RS. O jornal Metro é impresso no Grupo Sinos S/A.

A tiragem e distribuição desta edição de 40.000 exemplares são auditadas pela BDO.


04

porto alegre

www.redmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Número de homicídios diminui em Porto Alegre Dados da Secretaria da Segurança Pública revelam que homicídios caíram 10% em fevereiro em relação ao mesmo mês do ano passado Brigada Militar atribui resultado positivo a mais efetivo nas ruas da capital Dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública do Estado mostram que houve uma redução dos números da violência em Porto Alegre. Foi uma diminuição tímida em relação ao mesmo período do ano passado, mas significativa para quem vive na capital. Um dos principais indicadores, dos homicídios, registrou 29 casos em fevereiro, contra 32 do mesmo mês em 2011. A queda foi ainda maior em relação a janeiro de 2012, quando foram registrados 41 casos na capital. “Mas janeiro é um mês atípico. Há mais ocorrências por causa do indulto de Natal e muitos foragidos voltam para o tráfico", explica o tenente-coronel Paulo Stocker, responsável pelo Comando de Policiamento da Capital. Segundo o comandante, a diminuição no número de homicídio é resultado direto de

uma ação de inteligência envolvendo os agentes públicos da segurança e do Denarc (Departamento Estadual de Investigação do Narcotráfico). “Desde novembro estamos intensificando as operações nos redutos da droga em Porto Alegre, onde também se concentram os foragidos e homicidas e, consequentemente, as armas. Pelo menos 80% dos crimes de homicídios estão relacionados ao tráfico de drogas", destaca Stocker. Uma dessas ações foi concentrada no bairro Restinga, que ocupava o primeiro lugar em homicídios. “Prendemos mais de 20 pessoas. A Restinga chegou a ficar 75 dias sem nenhum caso”, destacou. Tecnologia Outro indicador revela que o número de furtos e roubos pela cidade se manteve praticamente estável, o

mesmo em relação ao desvio de automóveis. Apesar do aumento populacional, o comandante frisa que a tendência é a diminuição desses delitos. “Há uma intensificação dos nossos efetivos nas ruas, com o reforço das horas extras. É praticamente impossível coibir todos os casos, mas procuramos atender de forma satisfatória a todos os chamados”, disse o coronel. Quanto ao indicador relacionado aos veículos, Stocker salienta que o aumento nos casos de roubos aos motoristas se deve à dificuldade criada pela tecnologia, que blindou os carros com chaves automáticas e sistemas de localização. “Os ladrões roubam porque têm mercado. Enquanto houver receptadores para as peças, os roubos vão continuar. Esse mercado precisa deixar de ser lucrativo", alertou.

Índices de criminalidade

Furto de veículos

473

Homicídios

184

METRO POA

220

Jan/12

Fev/12

472

casos

41

Jan/12

casos

29

Fev/12

casos

Fev/11 Total de furtos

2.477 2.299 2.311 casos

casos

casos

Fev/11 Total de roubos

Jan/12

Fev/12

1.077 1.015 2.311 casos

casos

casos

Latrocínios Fev/11

3

casos

Jan/12 Nenhum Fev/12 Nenhum

METRO POA

GABRIELA DI BELLA/METRO

mônio público e o meio ambiente”, destacou. Entre as irregularidades estão a fixação de bandeiras e cartazes em árvores e fogueiras no piso de pedras portuguesas. Diante do impasse, Záchia disse que nesta segunda-feira irá acionar a Procuradoria Geral do Município (PGM) e pedir um posicionamento do Ministério Público para que o problema da ocupação seja resolvido o mais rápido possível. Em seu site, o OcupaPoa destacou que o método de organização do movimento é horizontal e, portanto, não prevê representantes. “As informações e decisões circulam livremente entre os integrantes. Sendo assim, não podemos tratar de assuntos referentes aos rumos do movimento em um ambiente externo ao acampamento”, argumentam. O movimento também assinala que não estava prevista a saída da praça no dia 21 de março.

253

378

32

Fev/11

Praça da Matriz será desocupada O movimento OcupaPOA, que desde dezembro está acampado na Praça da Matriz, poderá ser forçado a sair do local esta semana. O grupo, que não compareceu a uma reunião agendada para a tarde de sexta-feira com o secretário Luiz Fernando Zácchia, do Meio Ambiente (Smam), fez assembleia ontem à noite e decidiu permanecer no local por tempo indeterminado. O secretário municipal lamentou a ausência de representantes do movimento na reunião. “A Smam vem adotando uma postura de diálogo com o OcupaPOA, mesmo depois do descumprimento do acordo de que sairiam em 21 de março. Porém, eles estão adotando uma postura que é a do confronto. A praça é pública e eles não podem ficar por tempo indeterminado, até porque estão causando transtornos para usuários da região e impactando o patri-

Roubo de veículos

Breves

Seminário debate futuro de Belém Novo e Orla Sul POLÍTICAS PÚBLICAS. Ges-

Buscas por Edson Dullius agora seguem no mar LITORAL. Os bombeiros re-

Movimento está acampado desde dezembro na Matriz

solveram mudar o rumo das buscas por Edson Dullius Junior, 19 anos, uma das vítimas do atropelamento ocorrido em 17 de março na ponte sobre o rio Tramadaí. A busca pelo corpo foi suspensa no rio e será intensificada no mar, com o auxílio de aeronaves. Ao mesmo tempo, os salva-vidas procuram pelo corpo nas imediações da orla. A medida foi tomada porque os mergulhadores já varreram toda a área do rio e a única possibilidade é o corpo ter sido levado pela corrente. Outras duas pessoas morreram no acidente, provocado por um jovem de 17 anos que dirigia embriagado.

tores públicos e moradores da zona sul da capital participaram do seminário “Orla Sul - Belém Novo: Passado, Presente, Futuro”, realizado neste final de semana. Durante o programa, foi apresentato o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável para a Zona Sul de Porto Alegre, com a proposta de pensar políticas públicas que impulsionem o crescimento local. Entre depoimentos de moradores e conferências de convidados, os participantes discutiram a importância de valorizar o patrimônio histórico e o turismo locais. A região é definida pelo Plano Diretor como Cidade Rururbana e tem 225 quilômetros quadrados, quase metade da área de Porto Alegre. METRO POA


06

www.readmetro.com

porto alegre

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Bancários pedem que PF fiscalize bancos abertos sem seguranças Sindicato dos Bancários orienta que gerentes não abram agências sem segurança prevista em lei Greve dos vigilantes continua hoje com assembleia para definir rumos da ação, que afetou 250 agências em Porto Alegre Preocupado com a segurança de funcionários e clientes de banco, o Sindicato dos Bancários de Porto Alegre solicitou audiência, que deve acontecer hoje, com a cúpula da Polícia Federal para que fiscalizem agências que abrirem sem medidas de segurança previstas em lei. De acordo com a direção da entidade, diversos bancos estão abrindo as portas sem o mínimo de vigilantes, em greve desde a quinta-feira. Segundo a legislação, as agências devem ter um plano de segurança que seja homologado pela Polícia Federal, que regulamenta o serviço. É obrigatório o mínimo de dois seguranças por estabelecimento, o que não estaria acontecendo, como afirma o presidente do sindicato, Mauro Salles. Para evitar maiores problemas, o Comando de Policiamento da Capital afirmou que triplicou o efetivo de brigadianos nas proximidades dos bancos que seguem abertos com segurança reduzida. A Associação dos Bancos do RS não quis comentar a acusação do Sindicato dos

Bancários. Na última sextafeira, segundo dia de greve, 60% dos bancos de Porto Alegre não abriram – cerca de 250 agências, segundo Ramiro Coin, diretor financeiro do Sindicato dos Vigilantes. Paralisação continua Hoje, os vigilantes fazem nova assembleia para definir os rumos da greve. De acordo com Juarez Medeiros, do comando de greve dos vigilantes, a ação deve continuar. “A greve não parou, a categoria está unida para conseguir nosso objetivo. Até agora não houve propostas, ninguém se manifestou”, declarou Medeiros, que ainda deixou claro não existir briga sindical entre vigilantes. Os grevistas exigem reajuste salarial de 15%, além de 25% no valor pago pelo risco de vida e aumento no vale-alimentação. Já as empresas ofereceram índice de 7,8% e mais reajuste no vale para R$ 10. Desde o início da greve, cerca de 10 mil vigilantes paralisaram o trabalho na capital e região metropolitana. METRO POA

JONATHAN HECKLER/AGÊNCIA FREE LANCER

A greve Às 8h, vigilantes em greve devem se encontrar na Praça da Alfândega Às 10h, SindBancários se reúne com a Polícia Federal para pedir que o órgão fiscalize as agências Às 20h, vigilantes se reúnem em assembleia no Gi-

násio da Brigada Militar para avaliar movimentos que foram feitos desde o início da greve, e planejar ações futuras Cerca de 10 mil vigilantes aderiram a greve em Porto Alegre e na região metropolitana. 60% dos bancos da capital não abriram na sexta-feira

Greve continua e deve afetar 250 agências na capital hoje

Show de efeitos

Breves Movimento pede valorização da indústria local

Roger Waters iniciou turnê brasileira de “The Wall” tocando para 48 mil pessoas em Porto Alegre

TÁRLIS SCHNEIDER/AGÊNCIA FREELANCER

Roger Waters encanta 48 mil pessoas no Beira-Rio Enfim, no Brasil! Às 20h15 de ontem, Roger Waters subiu ao palco do Beira-Rio para a primeira apresentação brasileira da megaturnê The Wall. Seguindo o roteiro original do disco, a primeira música foi “In the Flesh”. Na sequência, durante “Thin Ice”, mostrou fotos de vítimas de guerra no telão. Em “Another Brick in the Wall Part 2”, que abriu a segunda parte do espetáculo, um grupo de crianças da ONG Canta Brasil cantou o refrão.

REIVINDICAÇÃO. Empresários da indústria reivindicarão hoje apoio à cadeia produtiva local. O encontro será no Largo Glênio Peres, com passeata até o Palácio Piratini, onde será entregue um manifesto ao governador Tarso Genro. A Abimaq (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos), uma das entidades que lideram o Grito de Alerta em Defesa da Produção e do Emprego Brasileiros, critica a falta de uma política industrial para dar competitividade à produção interna.

Feira do Peixe acontecerá em três regiões TRADIÇÃO. Começam ho-

je os preparativos para a tradicional Feira do Peixe de Porto Alegre, que ocorre há 232 anos, às vésperas do feriado de Páscoa. Neste ano, a feira acontece em três regiões da cidade: no Largo Glênio Peres, entre os dias 3 e 6 de abril, na Esplanada da Restinga, entre os dias 4 e 6, e também nas ilhas do Guaíba, que recebem bancas de comércio de pescado durante toda a semana de Páscoa. O secretário municipal da Produção, Indústria e Comércio, Valter Nagelstein, diz que o objetivo é incentivar o consumo do peixe vendido por pescadores locais.


porto alegre

www.readmetro.com

07

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Linha turismo terá cinco paradas no roteiro Centro Novos ônibus foram apresentados ontem pela Secretaria de Turismo Veículos, que ainda precisam receber equipamentos, começam a operar no dia 24 de abril Investimento será pago com recursos das próprias viagens CRISTINE ROCHOL/PMPA

O roteiro Centro Histórico da linha turismo de Porto Alegre terá cinco paradas para os usuários em pontos considerados de interesse dos visitantes. A partir de abril, os usuários poderão embarcar ou desembarcar no Parcão, na esquina da rua Comendador Caminha, na Fundação Iberê Camargo, no Mercado Público, no parque da Redenção próximo ao mercado do Bom Fim (nos finais de semana) e no Largo Zumbi dos Palmares, ponto inicial e final do roteiro. A partir de 24 de abril, serão oito viagens diárias a partir das 9h. O aumento na frequência do roteiro será viabilizado com a aquisição de dois novos ônibus para o serviço. Os veículo foram apresentados ontem pela secretaria do Turismo e pela Carris, parceiras na implantação da linha turismo em Porto Alegre. Os veículos, que custa-

ram R$ 1,4 milhão e serão pagos com recursos da bilheteria, têm novo layout que remete ao pôr do sol da capital, em tons alaranjados. Além do aumento no número de viagens, os novos veículos têm climatização na parte interna e informações narrados em áudio informatizado em português, inglês e espanhol. Zona sul Os usuários podem embarcar e desembarcar em qualquer uma das cinco paradas do roteiro e seguir a viagem mais tarde com o mesmo bilhete, que custa R$ 15. O bilhete, entretanto, vale apenas para o dia em que for adquirido. A última viagem parte às 16h30. No roteiro da zona sul, haverá apenas um roteiro diário nos dias de semana (de terça a sexta), às 14h, e dois nos finais de semana: às 10h e às 16h. METRO POA

Novos ônibus, apresentados ontem, serão integrados à linha turismo Centro Histórico no dia 24 de abril

Imesf anuncia seleção para 1.145 servidores

Junto com Porto Alegre

Uma das ações convocadas pela plataforma GABRIELA DI BELLA/METRO

Movimento faz um ano A plataforma colaborativa PortoAlegre.cc completa um ano hoje. Criado na Unisinos, o projeto permite compartilhamento de ideias e convocação de ações coletivas dentro do conceito de Wikicidade. O portal apresentado na Cebit – maior feira de tecnologia da informação do mundo – no início de março.

O Imesf (Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família) anunciou que vai realizar concurso para a contratação de 1.145 servidores para atendimento primário dos usuários do SUS. Serão selecionados 140 médicos, 140 enfermeiros, 319 agentes comunitários de saúde, 280 técnicos em enfermagem e 37 dentistas, entre outrros cargos administrativos e técnicos. As inscrições ficam abertas até 9 de abril e as provas serão aplicadas nos dias 6 e 13 de maio. A homolgação dos aprovados será feita em julho. Com a contratação dos novos servidores, será completado o quadro funcional do Imesf que já conta com 242 agentes comunitários de saúde. O Insti-

tuto foi implantado para expandir e qualificar o atendimento primário em saúde. Atualmente, 43% da população de Porto Alegre têm cobertura da Estratégia de Saúde da Família (ESF), que dispõe de 171 equipes. Com a criação do Imesf, a proposta é ampliar o número para 201 equipes até dezembro de 2012. Cada uma delas é formada por médico, enfermeiro, dois técnicos de enfermagem e quatro a seis agentes comunitários de saúde. O Instituto foi criado pela lei 11.062, de 6 de abril de 2011 e entrou em operação em 7 de novembro de 2011. Informações e inscrições podem ser feitas pelo site www.fundacaolasalle.org. br. METRO POA

Os cargos Administrador – 2 Agente Comunitário de Saúde – 319 Agente de Combate a Endemias – 140 Assessor Jurídico – 1 Assistente administrativo – 8 Auxiliar odontológico – 37 Cirurgião dentista – 37 Contador – 1 Enfermeiro – 140 Médico – 140 Técnico em Contabilidade – 2 Técnico em Enfermagem – 280 Técnico em Saúde Bucal – 37 Técnico em Segurança do Trabalho – 1

Breve

Carris compra 27 ônibus para frota da capital RENOVAÇÃO. A Carris apresentou na sexta-feira 27 novos ônibus, que estão sendo adquiridos para renovação da frota. Do total da aquisição, oito são articulados, com capacidade para 63 passageiros sentados, e 17 têm ar-condicionado e capacidade para 44 passageiros sentados, todos com acessibilidade. Os veículos utilizam biocombustível. De acordo com o prefeito José Fortunati, o transporte coletivo é uma das prioridades do atual governo. “Não existe outra solução para as cidades grandes. Qualidade e confortosão essenciais para que as pessoas deixem seus autos”, argumentou. METRO POA


brasil

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

09

AGÊNCIA BRASIL

Número de presos triplica em 16 anos Senado gastou R$ 25 milhões com despesas médicas

Um em cada 262 adultos está na cadeia SP tem um terço dos detentos 40% dos presos do país ainda aguardam por julgamento, diz STJ CHRISTIAN TRAGNI/FOLHAPRESS

Senadores têm plano de saúde sem limites Além da verba indenizatória de R$ 15 mil e do direito de contratar até 72 servidores, os senadores e seus dependentes têm direito a assistência médica pelo resto da vida. Levantamento feito pelo jornal “O Globo” mostra que reembolsos particulares ultrapassam R$ 100 mil por ano e que ex-senadores continuam recorrendo ao Senado para ter suas despesas médicas reembolsadas. De 2007 até agora, foram gastos R$ 17,9 milhões com ressarcimentos por despesas médicas com senadores

Hopi Hari reabre após 22 dias Depois de 22 dias fechado por determinação do Ministério Público, o Hopi Hari reabriu ontem, às 11h, com movimentação intensa de visitantes. A interdição ocorreu após a morte da estudante Gabriela Nishimura, de 14 anos, em 24 de fevereiro. Segundo apurou o Metro, além das pessoas com convites remarcados por conta da interdição, grande parte do público de ontem havia recebido ingressos gratuitos, doados pela direção do parque aos funcionários e familiares. Uma hora antes da abertura do centro de diversões, 150 pessoas já formavam uma fila em frente à portaria. Das cinquenta atrações do parque, três não funcionaram: La Tour Eiffel, que aguarda laudo da perícia, West River Hotel e o Simulákron, que passarão por adequações após o acordo com o MP (Ministério Público). METRO CAMPINAS

no exercício do mandato. Somados com os ex-parlamentares, a conta chegou a R$ 7,2 milhões. Os parlamentares no exercício do mandato não têm um teto para o gasto, bastando apenas apresentar notas caso optem por médicos e clínicas não conveniadas. Para aqueles que não exercem mais o cargo, mas permaneceram pelo menos 180 dias na função, o teto anual é de R$ 32.958,12. Mas esse valor nem sempre é respeitado pelos ex-senadores. METRO

Lei de Drogas contribuiu com lotação nos presídios

Uma pessoa em cada grupo de 262 adultos está presa no Brasil. Em 1995, essa proporção era de 1 para 627. Em São Paulo, com um terço dos presos, um em cada 171 está na cadeia. Entre 1995 e junho de 2011, o número de presos para cada cem mil habitantes quase triplicou no país. É a terceira maior marca entre os dez países mais populosos, segundo a “Folha de S. Paulo”. Esse crescimento é um reflexo do aumento da violência. A taxa de homicídios passou de 15 por 100 mil pessoas, em 1980, para quase 25 em 1990, atingindo 30 em 2003. Para analistas, o cenário é uma consequência da aplicação equivocada da Lei de Drogas de 2006, que li-

vrou usuários de prisão e estabeleceu pena mínima de cinco anos para traficantes, sem direito à liberdade provisória. O resultado foi oposto ao esperado, e “uma massa que fica na fronteira entre o tráfico e o uso” lota as cadeias, diz Pedro Abramovay, da FGV-RJ. Os presos por tráfico quadruplicaram em seis anos: para 117 mil, 40% deles em São Paulo. O ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Gilson Dipp diz que há uma combinação de “cultura da prisão” com deficiência das defensorias estaduais. Isso resulta em muitos detentos sem julgamento (40%, contra 21% nos EUA) e acusados de furto, estes em número maior do que os que respondem por assassinato. METRO NICSON OLIVIER/FOLHAPRESS

Thor conta à polícia ter visto cerveja com ciclista Em depoimento à polícia, o estudante Thor Batista, 20, afirmou ter encontrado uma latinha de cerveja no para-brisa do seu carro Mercedes McLaren logo após atropelar o ciclista Wanderson Pereira dos Santos, 30, morto no acidente há uma semana. Segundo cópia do depoimento, revelado pela revista “Veja”, o estudante

disse que viu “alguma coisa na mão” do ciclista segundos antes do acidente, sem confirmar se era, de fato, a lata encontrada depois. Thor nega ter bebido antes do acidente. Ele fez teste do bafômetro após o atropelamento, que não identificou álcool em seu sangue. Exame do IML (Instituto Médico Legal) encontrou

15,5 dg/L (decigramas por litro) de álcool no sangue da vítima, morta na rodovia Washington Luís, em Duque de Caxias (Baixada Fluminense). A concentração de álcool encontrada no sangue é considerada alta. Uma pessoa está inapta para dirigir veículo automotor se tiver mais de 6 dg/L de álcool no sangue. METRO

Prova avaliará alfabetização de 7 milhões de crianças até 8 anos Cerca de 7 milhões de crianças de 8 anos, segundo estimativa do MEC (Ministério da Educação), devem participar em 2013 da nova versão da Provinha Brasil – que irá avaliar o nível de alfabetização dos estudantes nessa faixa etária. O exame era aplicado a alunos do 2° ano do ensino fundamental e servia como diagnóstico interno para o professor conhecer o nível de aprendizagem, sem divulgação dos resul-

tados. Mas o exame será reformulado para que se tenha um panorama da alfabetização no país. A prova será um dos principais instrumentos do programa Alfabetização na Idade Certa, que o MEC pretende lançar. Até a mudança, a primeira avaliação que os alunos do ensino fundamental participavam era a Prova Brasil, aplicada no 5° ano, cujos resultados compõem o Ideb (Índice de Desenvol-

vimento da Educação Básica), que determina a qualidade do ensino oferecido. “Apoiamos a iniciativa porque para fazer um programa que objetiva alfabetizar crianças na idade certa é preciso um bom diagnóstico. Para a criança aprender na série seguinte, ela tem que estar completamente alfabetizada até o final do 2° ano”, diz a diretora do Movimento Todos pela Educação, Priscila Cruz. METRO

A Mercedes SLR McLaren de Thor Batista após atropelamento de ciclista no dia 17


10

economia

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

PITON/A CIDADE/FUTURA PRESS

Serviço puxou inflação na terceira semana do mês

Gasto com empregada doméstica sobe 4,93% Os gastos com empregada doméstica mensalista subiram 4,93% na terceira semana de março e tiveram a maior contribuição para a alta da inflação no período. Na semana anterior, a alta ficara em 4,10%, segundo a inflação calculada pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal da FGV (Fundação Getulio Vargas) A alta de preços voltou a acelerar na terceira semana de março. O indicador passou de 0,47% na semana anterior para 0,51%. De acordo com a FGV, o aluguel também pesou: a alta de 0,95% foi a segunda maior contri-

Viagem fica 25% mais barata na baixa temporada Preços de passagem e hotel caem a partir deste mês, segundo a Abav Descontos em pacotes podem chegar a 70% dependendo do destino NILTON CARDIN/FOLHAPRESS

buição para o IPC-S. Dos cinco itens com maior influência na aceleração do indicador, outros dois também fazem parte do grupo habitação, que teve alta de 1,02%: taxa de água e esgoto residencial (1,85%) e condomínio residencial (1,09%). Também tiveram acréscimo em suas taxas de variação alimentação (de 0,43% para 0,52%), saúde e cuidados pessoais (de 0,52% para 0,60%), despesas diversas (de 0,06% para 0,12%) e educação, leitura e recreação (de 0,24% para 0,28%). METRO

Além de pagar menos, turista encontrará aeroportos e hotéis com movimento mais tranquilo

Breves

Combustível terá reajuste ALTA. A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, afirmou que há folga no caixa da empresa para manter os preços da gasolina e do diesel sem reajuste. Admite, contudo, que a folga não é “muito elástica”. Para ela, se o preço do barril de petróleo seguir no atual patamar de US$ 120 será “inexorável” fazer um reajuste nos combustíveis. A executiva considera que o barril po-

de até bater em US$ 130 antes de recuar, de acordo com o jornal “Folha de S. Paulo”. METRO

BC vai monitorar empréstimos ACIMA DE R$ 1 MIL. O Sistema

de Informações de Crédito (SCR), do Banco Central, passará a analisar a concessão de empréstimos de 155 milhões de clientes. Em sua nova fase, o sistema começará a avaliar operações de crédito a partir de R$ 1 mil. Na versão anterior eram analisados 134 milhões de informações, a partir de R$ 5 mil. METRO

Quem planeja viajar até meados de junho deve desembolsar menos. Com o início da baixa temporada, as passagens aéreas e os hotéis estão entre 25% e 40% mais baratos em comparação com a alta temporada, de acordo com a Abav (Associação Brasileira de Agências de Viagens). Na alta temporada, um pacote para Fortaleza, por exemplo, sai por cerca de R$ 1,4 mil. Nessa época do ano, o valor fica abaixo de R$ 1 mil. “É uma boa oportunidade para quem não depende de férias escolares. Além de pagar menos

Compra no exterior bate novo recorde Os turistas brasileiros aproveitaram a queda da cotação do dólar e compraram mais no exterior. Os gastos em outros países atingiram US$ 3,7 bilhões em janeiro e fevereiro e

2,5

pelos pacotes, o turista será mais bem atendido com a redução do movimento nos hotéis”, diz o vice-presidente de relações internacionais da Abav, Leonel Rossi. De acordo com o executivo, o turista que escolher um destino internacional encontrará passagens aéreas mais baratas nos próximos meses. A tarifa para Europa cai de US$ 1,5 mil para US$ 900, em média. Rossi recomenda, no entanto, que ele pesquise antes de fechar o pacote para descobrir se a data escolhida coincide com o período

de alta temporada do local de destino. “Se ele for viajar em março, por exemplo, o turista pode encontrar hotéis mais caros em Miami. Como é inverno no hemisfério Norte, aumen-

bateram novo recorde no primeiro bimestre do ano. Os dados são do Banco Central. Só em fevereiro, os gastos dos brasileiros foram de US$ 1,74 bilhão, crescimento de 31% em relação ao mesmo mês do ano passado. Para o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Túlio Maciel, o crescimento deve-se

ao fato de o feriado de Carnaval em 2011 ter sido em março e, neste ano, em fevereiro. “Para março de 2012, tendência é de reverter. A parcial indica que não teremos crescimento frente a março do ano passado”, declarou Maciel, do BC. No acumulado de março, até o dia 21, as despesas no exterior somaram US$ 1,14 bilhão. Em mar-

milhões de pacotes turísticos devem ser vendidos pelas agências de viagens no primeiro semestre, segundo dados da Braztoa, entidade do setor que conta com 94 associados.

ta o fluxo para a região nessa época do ano”, alerta o executivo. Na CVC, os descontos nos pacotes vão, em média, de a 30% a 40%, mas podem chegar a até 70%, dependendo do destino. A agência oferece um pacote de viagem de oito dias para Porto Seguro por R$868. Já na Marsans Brasil os pacotes estão com preços de 20% a 30% menores em relação à alta temporada. O pacote “Montevideo” de quatro dias, por exemplo, pode sair por US$ 675,00 por pessoa. METRO

ço de 2011, totalizaram US$ 1,64 bilhão. O dólar mais caro pode contribuir para a redução de ritmo. No mês passado, com as compras de dólares por parte do Banco Central, o a moeda norteamericana registrou queda de 1,55%, fechando fevereiro em R$ 1,72. Em março, já está operando acima de R$ 1,80. METRO


mundo

www.readmetro.com

EUA pressionam Coreia do Norte Barack Obama protesta contra ‘mau comportamento’ do país durante evento em Seul Regime norte-coreano poderá receber novas sanções da comunidade internacional O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, protestou ontem contra o “mau comportamento” da Coreia do Norte no impasse sobre a questão nuclear com o Ocidente durante um evento em Seul, capital da Coreia do Sul. Em seu pronunciamento, Obama afirmou que poderão ser impostas novas sanções ao regime nortecoreano se as resoluções da ONU (Organização das Nações Unidas) forem violadas. Entre elas está o lançamento de um foguete de longo alcance, programado para o mês que vem.

sobre Pyongyang, capital da Coreia do Norte, Obama questionou a liderança do regime comunista nortecoreano, oficialmente dirigido por Kim Jong-un. “É difícil ter uma impressão de Kim Jong-un, em parte

porque a situação na Coreia do Norte parece perturbada. Não podemos saber com certeza quem tem a última palavra e quais são seus objetivos no longo prazo”, afirmou. O governo chinês tam-

bém foi pressionado pelo líder dos EUA. Obama pediu que a China use sua influência como potência mundial em ascensão para se impor sobre a Coreia do Norte e ajude neste impasse nuclear.

BARACK OBAMA, PRESIDENTE

tória do pré-candidado republicano Rick Santorum nas eleições primárias de Lousiana, Estados Unidos, não alterou a disputa republicana. Como seu rival Mitt Romney ainda tem metade dos delegados, Santorum precisa obter 74% dos votos para disputar a presidência da dos EUA. METRO

Obama aproveitou a viagem para visitar as tropas americanas na zona desmilitarizada (DMZ), localizada na fronteira das duas Coreias. “O contraste não pode ser mais estridente”, disse Obama. METRO

DARREN HAUCK/REUTERS

Vítimas afegãs são indenizadas

Na fronteira da Coreia do Sul, Barack Obama observa a Coreia do Norte

Bagdá é bloqueada antes da cúpula da Liga Árabe

MOHAMMED AMEEN /REUTERS

ELEIÇÕES PRIMÁRIAS. A vi-

Breves

DOS EUA

Bloqueio em Bagdá

Vitória de Rick Santorum não altera disputa

LARRY DOWNING/REUTERS

Zona de contraste Segundo a Coreia do Sul e os EUA, o foguete é um teste disfarçado de um míssil balístico. No entanto, o governo norte-coreano alega que apenas pretende pôr um satélite em órbita. Para aumentar a pressão

“É difícil ter uma impressão de Kim, em parte porque a situação da Coreia parece perturbada. Não podemos ter certeza quem tem a última palavra”.

11

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

O governo iraquiano bloqueou a capital do país, Bagdá, antes da cúpula da Liga Árabe, marcada para ser realizada em maio. A operação, responsável pelo fechamento de ruas e estradas que dão acesso à cidade, pretende impedir possíveis novos ataques de rebeldes insurgentes que faZem oposição ao regime. O encontro da Liga Árabe, que reúne os princi-

pais chefes de Estado da região mais conflagrada do planeta, é o primeiro do tipo a ser realizado no Iraque há mais de 20 anos. Se a cúpula for bem sucedida, o primeiro ministro iraquiano, Nuri al-Maliki, pode mostrar que as ondas de violência estão acabando, principalmente após a saída do país das tropas norte-americanas. METRO

SOLDADO AMERICANO. Familiares das vítimas do soldado americano de Candahar, que matou 17 pessoas há mais de duas semanas no Afeganistão, receberam uma indenização no valor de a US$ 46 mil. Para os feridos, o valor da indenização é de US$ 10,3 mil. METRO


12

mundo

Rússia oferece ‘apoio total’ a Kofi Annan A Rússia garantiu “apoio total” aos esforços de Kofi Annan, enviado da ONU e da Liga Árabe para acabar com os confrontos na Síria. Mesmo com o novo apoio, será necessário mais tempo para acabar com os atos violentos no país, já que as

forças leais ao ditador Bashar Assad atacaram Homs e outros redutos rebeldes. Dmitry Medvedev, presidente russo, disse a Annan que admira sua iniciativa, mas ainda não afirmou como irá fornecer apoio à sua missão. METRO RIA NOVOSTI/REUTERS

Kofi Annan encontra presidente da Rússia em Moscou

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Mexicanos protestam contra visita do papa Manifestantes alegam que visita do sumo pontíficie pode ter ligação com as eleições presidenciais no país, que serão realizadas em 1o de julho REUTERS

Um grupo de manifestantes mexicanos protestou ontem contra a visita do Papa Bento 16 ao país. Os manifestantes reclamaram dos custos da viagem do pontífice, que chegou ao país na sexta-feira, 23. Eles também acreditam que a visita do Papa pode ter alguma ligação com a proximidade da eleição presidencial, que será realizada no dia 1o de julho. Mesmo diante do tumulto, Bento 16 celebrou uma missa campal na cidade de Silao, região central do México, reunindo cerca de 300 mil fiéis. Bento 16 chega hoje a Cuba, onde também deve enfrentrar protestos por parte da população da ilha. METRO

Bento 16 usa um sombreiro enquanto passa pela multidão


O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantia de manejo florestal responsável, pelo Grupo Sinos S/A.

ESPECIAL Segunda-feira,

26 de março de 2012

Aniversário de Porto Alegre

Como será o amanhã?

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

GABRIERLA DI BELLA/METRO

Aos 240 anos, Porto Alegre se prepara para as próximas três décadas com projetos ousados Cidade encaminha o futuro valorizando transporte coletivo, planejamento e serviços essenciais

Cidade

Cultura

Esporte

Porto Alegre cria Centro passa a Arenas de Grêmio uma nova relação irradiar atividade e Inter animam com sua orla artística na cidade disputa Gre-Nal Projetos reintegram Guaíba à vida da metrópole {pág 18}

Novos espaços vão abrir 5 mil lugares no bairro {pág 26}

Estádios estarão entre os mais modernos do mundo {pág 22}


+ especial

Porto Alegre em fotos

porto alegre 2o40

Uma cidade cada vez mais

Vertical

1

2

3

4

1 2 3 4

Catamarãs que fazem a travessia entre Porto e Guaíba já transportaram 300 mil pessoas em quatro meses. Serviço terá pelo menos mais três linhas nos próximos anos. METRO POA Usina do Gasômetro será o centro da reurbanização da Orla, que deverá estar pronta antes da Copa de 2014. Objetivo é reintegrar o rio à paisagem da cidade. METRO POA Auditório Araújo Vianna, que estará reformado até o final do ano, poderá receber espetáculos para 3,5 mil pessoas com conforto de teatro. METRO POA

Cais Mauá irá passar pela maior reforma de sua história, em projeto de R$ 500 milhões. Local vai sediar bares, espaços culturais e escritórios comerciais. METRO POA

Como será o amanhã? A exemplo do samba clássico de Gonzaguinha, que suscita sonhos e esperanças, datas de aniversário costumam lançar perguntas para o futuro: como será Porto Alegre, que hoje completa 240 anos, em 2040? Difícil, mas não impossível, de responder. Com pouco espaço para se expandir pelo norte e com uma área rural que será preservada no sul, a capital terá de ocupar o espaço aéreo se quiser manter a qualidade de vida dos cerca de 1,5 milhão de habitantes que terá em 2040. “Em cinco anos, Porto Alegre não encontrará mais áreas para expansão”, prevê o prefeito José Fortunati. A saída, reconhece o prefeito, será crescer verticalmente. “Vamos continuar tendo bairros planos, mas, em outros, a tendência é que os edifícios sejam necessários. Basicamente pelo problema da oferta dos serviços. Por isso a tendência é concentrar população nos trajetos de transporte urbano, na linha de metrô, nos BRTs. Isso é qualidade de vida”, sustenta. O trânsito também será um desafio importante, na

“Ficamos muito tempo parados. Planejamento precisa ser algo permanente.” CÉLIA DE SOUZA, PROFESSORA

medida em que as projeções apontam para uma frota de 1,4 milhão de carros – praticamente o dobro da atual. Célia Ferraz de Souza, urbanista e professora da UFRGS, aponta a falta de planejamento como principal dificuldade em relação ao futuro da metrópole. “Como a cidade cresceu a partir de uma península, deveríamos ter um sistema de trânsito radial que tivesse uma interligação muito boa. Mas não se pensou nisso, então agora o desafio é consertar”, avalia.

Porto Alegre no futuro Mobilidade urbana na capital nas próximas décadas

Rodoviária Cais Mauá

“Transporte coletivo envolve mudança cultural. Não se resolve facilmente.”

Multipalco

JOSÉ FORTUNATI, PREFEITO

Segundo Célia, a construção de um sistema de metrô também não resolverá todos os problemas porque o escoamento de trânsito em novas áreas da cidade, como na zona sul, está se estruturando com pouco planejamento. A professora acha que a tendência de verticalização não é um problema se preservar a paisagem e o patrimônio histórico, como em Paris. “Como o espaço é cada vez menor e mais caro, a tendência é de concentração mesmo”, diz. FLÁVIO ILHA

METRO PORTO ALEGRE

Teatro da Ospa

Estádio Beira-Rio

Guaíba

S A N TA T ER E Z A

C A M AQUÃ


15

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

FOTOS: GABRIELA DI BELLA/METRO

Porto Alegre, que completa 240 anos nesta segunda-feira, tem muitos desafios para manter a qualidade de vida de seus quase 1,4 milhão de habitantes O Metro ouviu autoridades e especialistas e, com base em suas opiniões, projetou o futuro da cidade em áreas tão diferentes quanto mobilidade urbana e cultura. O resultado está nas próximas 15 páginas

Google Maps

60 segundos

Segunda ponte do Guaíba BR-448

PORTO ALEGRE

Arena do Grêmio

O trajeto do aeromóvel Aeroporto

Trecho existente

SARANDI S ÃO SEB A S T I ÃO

Implantação até a Copa RU B EM B ER TA

PA S S O DA A R EI A

Auditório Araújo Vianna

JA R D IM I T U SABARÁ

Possíveis estações PA S S O PEDR A S MÁRIO Q U I N TA N A

C H ÁC A R A DA S PED R A S

B OM J E SUS PROTÁ SIO A LV E S

C A S C ATA T ER E S Ó P O L I S

Implementação a partir de 2014

O trajeto do metrô Fase 1 (Terminal Sarandi até Terminal Esquina Democrática) Previsão de conclusão: 3 anos a partir da assinatura do contrato Fase 2 (erminal Esquina Democrática até Terminal Antônio de Carvalho) Previsão de conclusão: 3 anos após a conclusão da primeira fase Trensurb (Traçado já existente entre Porto Alegre e São Leopoldo

Fortunati: participação, gestão e obras

JOSÉ FORTUNATI ‘VIABILIZAMOS OBRAS PARA NOSSO FUTURO’ Prestes a completar dois anos à frente da gestão de Porto Alegre, na próxima sexta-feira, o prefeito José Fortunati tem uma visão otimista sobre o futuro. Mas acha que saúde e habitação ainda serão problemas para as próximas décadas. Que temas devem preocupar Porto Alegre no futuro?

Principalmente dois: saúde e habitação. São temas que não foram tratados da forma mais adequada, apesar dos avanços recentes. Nosso déficit habitacional é de 38 mil moradias. E ainda hoje temos fichinhas de papel para marcação de consultas. É um absurdo. O que mudou?

A lista de espera chegou

a ser de cinco anos. Com informatização conseguimos reduzir para um ano nas especializadades mais procuradas. Em outras, é menos. Na habitação, isentamos 100% dos impostos para a faixa de 0 a 3 salários mínimos do programa Minha Casa Minha Vida. Qual é a sua principal contribuição, na sua opinião?

Diria que são três eixos: democracia participativa, o modelo de administração – que nos colocou como terceira melhor gestão fiscal do país – e a viabilização de obras que serão decisivas para o futuro da cidade, especialmente as que estão ligadas à matriz da Copa. METRO POA


16

porto alegre 2o40

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Transporte coletivo para evitar congestionamentos Com frota de 1,4 milhão de veículos em 2040, moradores terão de ampliar uso de transporte coletivo e bikes Metrô, aeromóvel, corredores para ônibus rápidos e ciclovias são projetos fundamentais para cidade não parar DIVULGAÇÃO/PMPA

Sistema BRT deve entrar em operação em 2013

Se o ritmo atual do crescimento da frota se mantiver, Porto Alegre chegará a 2040 com 1,4 milhão de veículos. Esse número representaria 89 veículos para cada grupo de cem habitantes. Praticamente sem espaço para abertura de novas avenidas, a saída para impedir que o trânsito pare será o uso em massa do transporte coletivo ou de bicicletas. As estimativas mais otimistas apontam que a primeira fase do metrô – os 15 quilômetros de trilhos subterrâneos do Centro à Fiergs – deve ficar pronta em 2017. A fase dois será a construção da linha que passará sob a Borges de Medeiros e a Bento Gonçalves até a Antônio de Carvalho. A terceira fase é a ligação da Antônio de Carvalho com a linha da zona norte, formando um quadrilátero por volta de 2030. Em junho, a prefeitura deve informar se há ou não viabilidade de construir uma linha de aeromóvel ligando o Centro à zona sul. O transporte que não polui pode ser uma alternativa no futuro. A partir do ano que vem, a capital começará a experimentar novidades nos ônibus com o sistema BRT, que prevê a remodelação de corredores para uso exclusivo por ônibus especiais. Porto Alegre deve chegar a 2040 com uma ampla rede de ciclovias, cada vez

As projeções População

Frota

89 veículos

para cada cem habitantes é o índice que a capital deve atingir em 2040. Atualmente, é de 51 veículos por cem habitantes

1,5*

1,4

milhão

milhão

1,4** milhão

0,7 milhão

2012

2040

* Número baseado no crescimento de 3,58% por década observado entre o Censos de 2000 e 2010

mais cobradas pela população. O Plano Diretor Cicloviário, de 2009, identificou 495 km de vias com potencial para ciclovias. Para o engenheiro civil Mauri Panitz, especialista em trânsito, é fundamental a criação de uma política de estacionamentos e revisar o plano de circulação das ruas: “Atualmente, as pessoas chegam a determinado local e não há vagas para estacionar. Isso cria um grave problema que precisa ser enfrentado.” MAICON BOCK METRO PORTO ALEGRE


18

www.readmetro.com

porto alegre 2o40

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Uma nova relação com a orla Projeto de revitalização do trecho entre Usina do Gasômetro e arroio Cavalhada deve ser executado até 2014

JAIME LERNER ARQUITETOS ASSOCIADOS/DIVULGAÇÃO

Porto-alegrenses devem experimentar uma nova relação com a orla do Guaíba a partir do fim deste ano. É para quando está previsto o término das obras de revitalização no primeiro trecho selecionado pela Prefeitura de Porto Alegre. A intervenção numa extensão de 1,5 quilômetro, entre a Usina do Gasômetro e as quadras esportivas construídas por uma empresa privada, criará arquibancadas de concreto, deques flutuantes sobre as águas, calçadão, ciclovia e bares. Junto ao Guaíba, será construído um trilho de palafitas para que os frequentadores caminhem junto às águas. Quem estiver no calçadão terá escadarias para descer à margem das águas. As mesmas escadarias poderão servir de banco para contemplação do pôr do sol e dos novos atrativos da região. Em todo o trecho, haverá novo paisagismo. O projeto elaborado pelo arquiteto e urbanista Jai-

me Lerner vai além. No trecho seguinte, em direção à zona sul, será construída uma marina pública que servirá para que barcos de passeio possam atracar, o anfiteatro Pôr do Sol terá novo formado, similar a uma concha. A área da plateia poderá funcionar como campo de futebol quando não houver espetáculo no anfiteatro. Quadras esportivas substituirão campos de chão batido que atualmente existem na altura do parque Marinha. Junto ao Gasômetro, haverá um terminal mais apropriado para embarque e desembarque de passageiros dos barcos de turismo. Ao longo do trecho de 5,9 quilômetros até a foz do arroio Cavalhada. “Nossa orla será diferente de qualquer outra. Será a orla de Porto Alegre, uma referência”, projeta o prefeito José Fortunati. MAICON BOCK

METRO PORTO ALEGRE

Nas proximidades da Usina do Gasômetro serão construídos deques flutuantes sobre o Guaíba

Prédios e armazéns do Cais do Porto voltarão a pertencer ao Estado em 2036

Torres previstas serão construídas a partir de 2013 na área do cais PMPA/DIVULGAÇÃO

Entregue à iniciativa privada em novembro passado, o Cais Mauá revitalizado já deverá estar consolidado no dia a dia de porto-alegrenses e turistas em 2040. O investimento de R$ 560 milhões que será feito por um consórcio formado por empresas brasileiras e espanholas deverá transformar a área, depois de duas décadas de iniciativas frustradas (1991 a 2011). A Porto Cais Mauá do Brasil está elaborando o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental do projeto, a fim de dar início à revitalização em agosto. As intervenções começarão pela restauração dos armazéns e obras de infraestrutura, como redes de esgoto, gás e acessos à área. A construção dos prédios está programada para começar no primeiro semestre de 2013, conforme prognóstico divulgado pela empresa no ano passa-

do. Para a Copa do Mundo de 2014, a ideia é ter prontos os armazéns. Já os prédios, ficariam prontos em 2016. A concessão é até 2036, quando os prédios voltam a pertencer ao Estado, com possibilidade de renovação até 2061. Olhar para o Guaíba Atualmente, o consórcio trabalha em escritórios de empresas parceiras na capital. A Porto Cais Mauá está analisando sua instalação na antiga área portuária. Quando isso ocorrer, haverá espaço para a apresentação completa do projeto. Moradores poderão tirar dúvidas sobre a iniciativa. Além das melhorias nos prédios do cais, serão criados deques junto ao Guaíba para que as pessoas contemplem o Guaíba. Parte das estruturas avançará sobre as águas. O acesso ao público em geral será gratuito, com exceção das vagas de estacionamento. A expectativa é abrir mais de 3,5 mil

O projeto

1

As intervenções ocorrerão junto ao Guaíba, entre rodoviária e a Usina.

2

Serão erguidos prédios comerciais como shopping e hotel.

3

Nos armazéns, funcionarão bares, restaurantes, lojas e espaços culturais.

4

Com obras a partir deste ano, a conclusão dos armazéns será em 2014

5

Os prédios devem ter obras entre 2013 e 2016.

vagas, espalhadas pelas duas extremidades do empreendimento. “Vamos devolver à população de Porto Alegre a capacidade de olhar para o Guaíba. Tudo o que será construído tem essa visão: aproximar a cidade da água”, afirma o diretor-presidente da Porto Cais Mauá do Brasil, Mário Freitas. METRO POA


22

porto alegre 2o40

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Nova Era nos estádios gaúchos está próxima Arena do Grêmio terá inauguração em dezembro deste ano Reformas do Beira-Rio, a sede da Copa, terminarão até o fim de 2013 Empreendimentos valorizarão patrimônio dos clubes e beneficiarão a cidade DIVULGAÇÃO/INTERNACIONAL

GABIRELLA DI BELLA

Arena tem 60% das obras concluídas

O dinamismo do futebol impede projeções de longo prazo. O que dita o bom e o ruim, o certo e o errado é o que ocorre dentro de campo. Um lance, uma bola na trave, um gol pode mudar o rumo de tudo. Mas o que passa pelas cabeças de gremistas e colorados é um sentimento de euforia e saudosismo com o que está por vir. Rivalidade à parte, o orgulho habita nos dois lados da cidade. Ainda este ano, o Grêmio inaugurará a sua imponente Arena esperando voltar a conquistar grandes títulos – o jejum remonta a 2001. O estádio, que terá capacidade para 60 mil torcedores, está com todo seu esqueleto montado e 60% das obras concluídas. Em 8 de dezembro, com o Grêmio provavelmente recebendo o Bayern de Munique, o complexo abrirá suas portas para o público. A cada etapa vencida na construção fica a esperança de que a Arena tenha o mesmo efeito da inauguração do Olímpico, que começa a deixar saudades nos gremistas, em 1954. Para a cidade, o empreendimento gremista em parceria com a OAS, orçado em R$ 475 milhões, pretende alavancar a economia no

bairro Humaitá. Além do estádio, o local contará com um hotel e um amplo centro de eventos. Ao deixar o Estádio da Baixada e passar a mandar seus jogos no Olímpico, o Tricolor viveu grandes momentos ao conquistar 12 títulos gaúchos em 13 anos. Os colorados não irão mudar de casa, mas a partir do fim de 2013 terão um Beira-Rio remodelado e mais moderno, pronto para sediar cinco jogos da Copa do Mundo. A reforma, orçada em R$ 330 milhões, foi motivo de indefinições. Em uma segunda etapa do projeto, uma marina será construída. Inter e Grêmio esperam aumentar suas grandezas após a conclusão das obras, aumentar as receitas e, sobretudo, multiplicar o número de títulos.

VALTER JUNIOR

METRO PORTO ALEGRE

R$ 805

milhões é o valor do orçamento da reforma do Beira-Rio junto com a construção da Arena.

Beira-Rio receberá a Copa de 2014

Cete quer virar centro de referência esportiva Ao mesmo tempo em que os empreendimentos da Dupla Gre-Nal inflam de esperança o futuro de Inter e Grêmio, as demais modalidades vão ficando de lado. Foi-se o tempo em que outros esportes tinham espaço, até mesmo como as cores vermelho e azul. A intenção é modficar esse panorama e tornar o Cete (Centro Estadual de Treinamento Esportivo), localizado na avenida Erico Verissimo um um centro de referência esportiva no Brasil. Para tanto, o investimento para a reforma está orçado em R$ 12,5 milhões, R$ 7,5 milhões de verbas de

convênio com o governo federal e R$ 5 milhões que vêm do governo do Estado. “O principal será o desenvolvimento do esporte. Vamos atender 5 mil pessoas por dia em diversas modalides esportiva”, explica o otimista o secretário estadual de esporte, Kalil Sehbe. A primeira parte do orçamento será utilizada para a construção de ginásio exclusivo para treinamento de vôlei, ampliação do ginásio poliesportivo, construção de prédio com vestiário, banheiros e salas de apoio para o atletismo, além da reforma da pista com certificação internacional.

Com a outra parte da verba será erguida a Casa do Esporte, onde ficarão salas para federações esportivas, espaços para reuniões e auditório com 165 lugares. Os locais serão abertos para a população. Atualmente, cerca de 2 mil pessoas utilizam as dependências do local diariamente para praticar esportes. O objetivo é elevar esse número para 5 mil. O primeiro grande evento a ser recebido pelo Cete será o Campeonato Mundial Master de Altestismo, programado para outubro de 2013. METRO POA

Cete se tornará centro formador de atletas

DIVULGAÇÃO/SEL


26

porto alegre 2o40

www.readmetro.com

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

O centro da cultura para os próximos anos Com novos projetos e obras, haverá plateias para mais 5 mil pessoas – especialmente no centro da capital

DIVULGAÇÃO

Complexo Multipalco TSP

Cenário de um intenso processo de revitalização, o bairro que agora se chama Centro Histórico também se tranformou no principal palco da cultura de Porto Alegre. A área que começa na Praça da Matriz e se estende até o futuro Cais Mauá vai receber os principais novos “templos” culturais da capital. Entre os projetos já iniciados estão o Multipalco Theatro São Pedro e o Centro Cultural da Caixa Econômica Federal, além da aguardada modernização da CCMQ e a restauração do prédio da Biblioteca Pública do Estado. Não muito longe, logo depois da curva do Gasômetro, estará a Sala Sinfônica da Ospa. A própria Usina aguarda a conclusão de um teatro em seu interior, com plateia para 300 pessoas. Nesta órbita, haverá palcos para todos os tipos de espetáculos. O espaço patrocinado pela Caixa terá um cine-teatro para 600 espectadores, enquanto o Multipalco TSP vai oferecer plateias para 200 e 640 pessoas, além da já finalizada concha acústica pensada para apresentações ao ar livre. Já a nova casa da Ospa poderá abrigar até 1,5 mil pessoas nos concertos da orquestra. Apesar de ainda não ter sido apresentado à população, sabe-se que o futuro Cais Mauá terá equipamentos culturais, incluindo um teatro, cinemas e galerias.

Fora do Centro Histórico, a maior expectativa é em relacão a inauguração (prometida para julho) do auditório Araújo Vianna, que foi obrigado a se adaptar aos novos tempos e agora terá vedação acústica, ar-condicionado e uma cobertura que não imponha risco aos espectadores. Depois de pronto, poderá receber cerca de 3,5 mil pessoas. Outro centro cultural que está em fase de implantação é o da Santa Casa, junto ao complexo hospitalar da avenida Independência. O projeto prevê um teatro para 300 pessoas. O produtor Carlos Branco, da Branco Produções, vê na revitalização do Centro algo positivo para a cidade. “Se o Poder Público se empenhar em manter os equipamentos que já existem, o Centro vai ficar ainda melhor no futuro”, analisa. Mas a Porto Alegre dos sonhos de quem produz cultura inclui uma arena, capaz de receber grandes produções. Para Alexandre Lopes, da Opinião Produtora, o exemplo é a Arena American Airlines, de Miami, com espaço para 25 mil pessoas. “Até ópera é possível montar num espaço assim”, comenta. A opinião é endossada por Carlos Branco, que cita a O2 Arena, de Londres. “Seria uma alternativa para o Gigantinho”, diz. MÔNICA KANITZ

METRO PORTO ALEGRE


28

porto alegre 2o40

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Porto Alegre vive lua de mel com cinemas Capital terá mais 11 salas até o final do ano Vários projetos de shoppings previstos para os próximos incluem salas de cinema Capital tem a melhor relação de salas por habitante entre as capitais do país O porto-alegrense gosta de cinema. A prova disso é a divulgação recente da relação público e cinema no Brasil em 2011 – cada brasileiro comprou meio ingresso no ano passado. Na capital gaúcha, cada habitante comprou dois ingressos. Outro número revelador é a relação público e cinemas. Com suas atuais 62 salas (até o final do ano serão mais 11, nos shoppings Praia de Belas e no futuro Bourbon Wallig), Porto Alegre tem a melhor média de público por cinema do Brasil. “A capital gaúcha está muito bem servida de salas de cinema, principalmente em shoppings. Acredito que esta relação vai se manter nos próximos

anos”, avalia Ricardo Difini Leite, diretor do grupo GNC de Cinemas, com 44 lojas no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Para ele, o desafio, agora, são as salas populares, com ingressos mais acessíveis. “Cidades como Cachoeirinha, Gravataí e Alvorada não têm cinema”, destaca. O Brasil, de um modo geral, tem poucas salas – são cerca de 2 mil. O crescimento de público tem a ver com o perfil dos filmes, mas também com a diminuição de impostos e outros itens. “O México tem metade da população do Brasil e o dobro de salas. Mas lá não há meia-entrada, por exemplo”, diz. METRO POA GABRIELA DI BELLA/METRO

Sala de cinema da CCMQ

Breve

Cinema 3D no Mercado A Prefeitura de Porto Alegre preparou uma atividade especial para hoje, dia do aniversário da cidade. Pela primeira vez, será realizada ao ar livre uma projeção 3D mapeada da capital, que permite animar

arquiteturas com impactos visual e sonoro. A partir das 20h de hoje, a fachada do Mercado Público será a tela gigante dessa atração. Também haverá show de humor com o Guri de Uruguaiana e atrações musicais, a partir das 18h. O mesmo espetáculo 3D será repetido nos dias amanhã e quartafeira, no mesmo horário. METRO POA


30

porto alegre 2o40

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Um roteiro para

Atividades gratuitas homenageiam a capital Festa termina sábado, com o Baile da Cidade

festejar Porto Alegre Câmara dos Vereadores 15h – lançamento do catálogo Sioma Breitman de Fotografia, com mostra de artistas já premiados

segunda-feira, 26 de março Largo Glênio Peres 12h – Show Maria Luiza Benitez 19h – Show Armandinho 20h – PROJEÇÃO MAPEADA em 3D no Mercado Público com fogos de artifício no encerramento

Teatro de Câmara Túlio Piva 18h – Circo da Cultura Infância com Arte Cais do Porto 20h – Entrega da Medalha da Cidade

Mercado Público – 2º Piso De 26 de março a 6 de abril – Exposição fotográfica “Especiais sim, diferentes, Não!”. A mostra traz histórias verídicas de 11 animais que passaram por grandes traumas e ficaram com sequelas, mas hoje, recuperados, estão na SEDA à espera de um lar Câmara de Vereadores 14h – Homenagem ao aniversário de Porto Alegre: “A Cidade e suas expectativas para o futuro” – palestra com o Arq. Alberto Lopes. 15h – Abertura das exposições: • Intendentes e prefeitos: a história da administração municipal • Porto Alegre, Cidade Maldita. Cidade dos excluídos • Paisagens Silenciosas: a cidade através das obras da Pinacoteca A. Locatelli

Sexta-feira, 29 de março

1 PHOTOS 1. IVO GONÇALVES/PMPA 2. LUCIANOLANES/PMPA 3. RICARDO STRIHCER/PMPA

2

Centro Municipal de Cultura – Teatro Renascença (Foyer) 19h – Lançamentos da Editora da Cidade: “Porto Alegre Sitiada” e “Breve História de Porto Alegre” – Sérgio da Costa Franco e Charles Monteiro Centro Municipal de Cultura – Sala Álvaro Moreyra 15h – Mariana em Canto (infantil) – Zé Caradípia

Terça-feira, 27 de março Largo Glênio Peres 12h – Show com Daniel Torres

Usina do Gasômetro Chaminé 14h às 20h – Pintando e cantando a cidade. Intervenção cultural em grafite com artistas de diferentes regiões de Porto Alegre, junto com apresentações musicais e de dança de grupos artísticos da cidade

1

Mercado Público terá projeções em 3D

2

Projeto Viva o Centro a Pé percorre as ruas da cidade

3

Baile da Cidade será neste sábado

1

Usina do Gasômetro XX Salão Internacional de Desenho para Imprensa • Exposição: XX Salão Internacional de Desenho para Imprensa – Exposição das obras – Galeria dos Arcos –

Projeto Viva o Centro a Pé - Caminhada Orientada pela Vila do IAPI 10h – Saída do totem do Caminho dos Antiquários, na Demétrio Ribeiro. O orientador será o arquiteto Helton Estivalet Bello. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail vivaocentroape@ gmail.com. Para participar, basta doar alimentos não perecíveis ou ração para cães ou gatos. Mais informações pelos telefones 3333-1873 e 0800 517 686 Linha C4 - Balada Segura Show musical das 22h30 à 0h30

3 20h – PROJEÇÃO MAPEADA em 3D no Mercado Público

Sábado, 31 de março

térreo – das 9h às 21h. Câmara de Vereadores 16h – Cinema na Câmara Projeção do filme: “Porto Alegre, meu canto no mundo” – seguido de debate com os diretores, Cícero Aragon e Jaime Lerner Centro Municipal

de Cultura 19h – Lançamento do livro “O Jornalista Farroupilha” – Celia Ribeiro

Quarta-feira, 28 de março Largo Glênio Peres 12h – Show com Alexandre Poeta

20h – PROJEÇÃO MAPEADA em 3D no Mercado Público Escadaria Igreja das Dores 19h – Apresentação da Orquestra da Escola Municipal Heitor Villa-Lobos

Quinta-feira, 29 de março

Baile da Cidade Parque da Redenção, junto ao Espelho d’água 21h – Shows de Caio Martinez e Gafieira Elétrica e da Banda Municipal de Porto Alegre e convidados: Nei Lisboa, Cigano, Lurdes Rodrigues, Kleiton e Kledir, Isabela Fogaça e Banda Essência


32

cultura

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

A arte de Alex Cerveny na Fundação Iberê

2

O paulistano Alex Cerveny é o primeiro convidado de 2012 do Ateliê de Gravura da Fundação Iberê Camargo (av. Padre Cacique, 2.000). Ele chega hoje a Porto Alegre e participa durante uma semana do projeto Artista Convidado, quando vai trabalhar na prensa alemã e outras ferramentas que pertenceram ao artista gaúcho. Cerveny – que também é pintor, desenhista, escultor e ilustrador – vai produzir uma série de gravuras que ficarão na coleção da Fundação Iberâ Camargo. No dia 29 de março, às 19h, o ateliê será aberto ao público para uma palestra gratuita com o artista. Inspirado tanto no cotidiano como em referências da História e da Litera-

cultura

tura, o trabalho de Cerveny aparece em vários suportes, mas é sempre intimista, com uma narrativa elaborada. “Não sou artista para ser vendido por metro quadrado, para encher paredes. Sou artista de gabinetes. Gosto muito do portátil, das grandes pretensões em pequenos formatos”, explica. Com um estilo quase artesanal, Ceverny optou por um aprendizado independente e pela utilização de técnicas diversas durante suas três décadas de atuação como artista e professor. No Ateliê de Iberê, ele planeja revisitar um modelo de gravura tridimensional, além da técnica de água-forte. METRO POA DIVULGAÇÃO

Zucchero mostra as músicas do novo disco, “Chocabeck”, e antigos sucessos

Rock na 2ª Maluca A banda Locomotores é a atração de hoje do Projeto Segunda Maluca, a partir das 21h, no Opinião (José do Patrocínio, 834). Formado por músicos conhecidos da cena roqueira do RS – Jerônimo “Bocudo” (baixo), Márcio Petracco (guitarra), Alexandre "Papel" Loureiro (bateria) e Luciano Leães (teclados, vocal), o grupo chama a atenção pela sonoridade vigorosa e pelos shows divertidos. A abertura é com a banda Os Delirantes, de Novo Hamburgo. R$ 30. Infos no site www.opiniao.com.br METRO POA

DIVULGAÇÃO

Pop em italiano Cantor faz show amanhã, no teatro Bourbon Country A semana porto–alegrenses cheia de grandes espetáculos inclui, nesta terça–feira, um show de Zucchero, um dos artistas mais populares da cena pop italiana. “Cria” dos tradicionais festivais de música daquele país, Zucchero detém até hoje a marca de disco pop (de um artista local) mais vendido na Itália: “Blues”, de 1992, que ultrapassou 1,5 milhão de cópias. Depois disso, Zucchero ganhou o mundo com sua mistura de rock, folk, blues, rhythm & blues e música clássica. Nos discos seguintes, gravou com

grandes astros internacionais, de Luciano Pavarotti a Eric Clapton, de Joe Cocker a Fito Paez. Também é figura confirmada nos grandes festivais beneficentes em prol de causas sociais, como o Live Aids e o Pavarotti e Amigos. Nesta volta ao Brasil, depois de quatro anos, Zucchero apresenta o repertório de seu novo disco, “Chocabeck” , que teve as participações de Bono, do U2, e Brian, dos Beach Boys. Além de apresentar as novas canções, o italiano faz uma retrospectiva de seus sucessos – o repertório tem garantidas músi-

cas como “Senza una donna (without a woman)”, “Diamante”, “Diavolo in me”, “Baila e “You are so beautiful”. A turnê, que estreou em meados do ano passado e já circulou pela Europa e Estados Unidos, inclui uma banda de 11 músicos. METRO POA No Teatro do Bourbon Country (Túlio de Rose, 100 – 2o andar) Amanhã, às 21h Ingressos entre R$ 100 e R$ 250 Vendas na bilheteria do teatro, pela telentrega 8401–0555 e no site www.ingressorapido.com.br

O teatro de Peixoto O dramaturgo gaúcho Fernando Peixoto, morto em janeiro, será homenageado amanhã dentro das comemorações do Dia Internacional do Teatro. A partir das 20h, alguns de seus amigos vão se encontrar no palco do Teatro Renascença (Erico Verissimo, 307) para falar sobre sua personalidade, sua contribuição ao teatro

e seu trabalho como ator, jornalista, autor e pensador do teatro brasileiro. Entre os convidados, estão a ministra da Cultura Ana de Hollanda, que foi casada com Peixoto; a jornalista gaúcha Ivete Brandalise, que participou com ele do Teatro de Equipe; o professor Flávio Loureiro Chaves, que esteve no grupo dos fundadores

do Clube de Cinema de Porto Alegre junto com Peixoto; a atriz Mirna Spritzer, que trabalhou com o diretor; e Sérgio Carvalho, que dirigiu as montagens de alguns de seus textos. Atores da Cia. de Teatro Latão, de São Paulo, virão a Porto Alegre especialmente para encenar alguns de seus textos. Entrada franca. METRO POA

“Pinóquio a Caminho da Escola”, obra de Cerveny

atividades de reflexão. A lista de participantes inclui o Grupo Teatro Andante (MG), com “A História de Édipo”; Coletivo Pulso (MG), com “Haikai – Somente as Nuvens Nadam no Fundo do Rio”; a Grande Companhia Brasileira de Mystérios e NovidaTreze espetáculos estades (RJ), com “A Saga de rão na programação do Jorge”; o grupo Buracu4º Festival de Teatro de Rua de Porto Alegre, que lo D´Oráculo (SP), com “Ser Tão Ser – Narrativai de 8 a 17 de abril. vas da Outra Margem”; Um dos eventos que a Brava Companhia (SP), vêm se firmando na cecom “Este Lana porto-aleDIVULGAÇÃO do Para Cigrense, o festima”; e o Gruval recebeu um po DePernastotal de 150 insProAr (Cacrições, de 15 noas/RS), com estados. Além “Mira–Exdas apresentatraordinárias ções em vários Diferenças Supontos da cidatis Igualdade, a programa“A Saga de des”. ção inclui oficiJorge” nas, debates e METRO POA TEATRO DE RUA

Festival será em abril


cultura

www.readmetro.com

33

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Em sintonia com Elis

Maria Rita levou 60 mil pessoas ao anfiteatro Pôr do Sol na tarde de sábado para ouvir canções de Elis Regina CRISTINE ROCHOL/PMPA

A combinação foi perfeita: céu azul, brisa leve, uma banda afinada, uma cantora emocionada e um repertódio de primeiríssima qualidade. Resultado? 60 mil pessoas foram à beira do Guaíba para ouvir Maria Rita cantar. E ela cantou muito, com alegria, leveza e coração. A artista ficou visivelmente emocionada quando entrou no palco e viu a multidão à sua frente, Passava um pouco das 18h, ela estava toda de branco e avisou que encarava o show com grande emoção e responsabilidade “porque estou diante do público da terra da minha mãe”. Logo na primeira música, “Imagem”, ouviu-se uma gravação de Elis falando da importância de acreditar na vida e realizar as coisas. Na segunda, “Arrastão”, boa parte da plateia já estava chorando. Na terceira, “Como Nossos Pais”, veio junto o coro de 60 mil pessoas. O repertório seguiu o roteiro divulgado anteriormente, respeitando os arranjos originais – que ganharam um toque jazzísti-

Maria Rita cantou e se emocionou com repertório da mãe

Corpo de Chico Anysio é cremado no Rio Restrita a familiares e amigos, uma cerimônia de cremação encerrou as despedidas a Chico Anysio, ontem, no Cemitério São Francisco Xavier, no Rio. O humorista de 80 anos (faria 81 no dia 12 de abril) morreu na última sexta-feira (23/03), no Hospital Samaritano do Rio. Ele não resistiu a uma parada cardiorrespiratória após choque séptico causado por uma infecção pulmonar, o que levou à falência múltipla dos órgãos. Entre as homenagens se destacou um poema que Elano de Paula, seu irmão mais velho (com 89 anos), escreveu para a ocasião. “Apenas apagou-se uma estrela, e várias outras criadas por ele brilham lá em cima. Para onde você olhar, vai encontrar Chico Anysio”, declamou. Depois, todos

cantaram músicas compostas pelo artista. A viúva, Malga Di Paula, contou histórias engraçadas sobre o marido. Os filhos também falaram: Nizo Neto agradeceu a madrasta por ter ficado com o pai no final da vida e Bruno Mazzeo afirmou que o carinho do povo brasileiro ajudou nesse momento triste. Além deles, Anysio teve outros seis filhos: Lug de Paula, Rico Rondelli, André Lucas, Cícero Chaves, Rodrigo e Vitória. Parte das cinzas será levada à floresta do Projac (a central de produção da Rede Globo, no Rio de Janeiro) e o restante a Maranguape, no Ceará, onde o artista nasceu. Ao longo de 65 anos de carreira, Chico Anysio criou 209 personagens, a

maioria deles retirados de situações tipicamente brasileiras – caso do Professor Raymundo, do Vampiro Brasileiro, da Salomé de Passo Fundo e de Alberto

Roberto. Também foi pintor e gravurista, gravou 20 álbuns, ganhou dois discos de ouro e editou 21 livros, além de atuações no teatro e no cinema. METRO SP

co, característico dos músico que acompanham Maria Rita. Ela foi brejeira em “Ladeira da Preguiça” e “Vou Deitar e Rolar”, melancólica em “Saudosa Maloca”, debochada em “Alô Alô Marciano” e incrivelmente terna em “Essa Mulher” e “Se Eu Quiser Falar com Deus”. A parte final (com o bis) do show era de chorar novamente: “Morro Velho”, “Maria Maria”, “Madalena”, “Fascinação”, Redescobrir” e uma surpresa: “Romaria”. A guria deu um banho de interpretação e foi ovacionada pela multidão, que gritava seu nome e o da mãe. Entre lágrimas e sorrisos, deve ter tido certeza que tudo valeu a pena. Afinal, se tantas cantoras pelo Brasil afora homenageiam Elis Regina, porque a própria filha não poderia? Maria Rita sempre relutou em ser comparada com a mãe, mas com este show só provou que Elis Regina deixou um legado maravilhoso. MÔNICA KANITZ

METRO PORTO ALEGRE

Band terá programação especial pelo aniversário de Porto Alegre A rádio e a TV Bandeirantes terão um cenário diferente nesta segunda-feira, dia do aniversário de 240 anos de Porto Alegre. Os principais programas das emissoras serão transmitidos ao vivo do Chalé da Praça XV, junto ao Mercado Público. Além da exibição de programas tradicionais como o Jornal Gente, o BandNews e o Boa Tarde RS, os repórteres da Band vão mostrar reportagens especiais com pessoas que contribuíram para melhorar a cidade em aspectos

como saúde, urbanização, educação e segurança. Outro destaque é a série Porto Alegre Conectados, com programetes que vão contar histórias de porto-alegrenses que moram no exterior e sua relação com a capital. Outro destaque do dia é a participação de Renato Borghetti, que estará na Ipanema FM às 17h. A programação ainda acompanha os shows do Guri de Uruguaiana e de Armandinho, a partir das 18h no Largo Glênio Peres. METRO POA DANIELA ACOSTA/DIVULGAÇÃO

O humorista Bruno Mazzeo, filho do humorista, no velório

Renato Borghetti participa de programa na Ipanema FM


34

www.readmetro.com

variedades

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Os invasores

Na ponta do lápis

Rede de esgotos

MARCOS SILVESTRE

Cruzadas

POUPANÇA X FUNDO DI: VEJA QUEM ANDA COLOCANDO MAIS DINHEIRO NO SEU BOLSO

Pergunta Na sua opinião, por que a população ainda descarta lixo seco nos contêineres exclusivos para lixo orgânico? Siga o Metro no Twitter: @jornal_metroPOA

@natibook: Por pura ignorância. @Ungatetti_Adv: A população vê o lixo com descaso, então jogar nos contêineres falsamente soluciona o seu problema residencial. @MessaPaulo: Vários fatores, um deles é

a preguiça, além de falta de instrução e desconhecimento dos efeitos que podem ser causados. @a_cardoso: Por falta de informação e de

interesse em informar-se. @JoaoaoJardim: Isso acontece graças à

falta de informação e instrução da maioria da população, não só de Porto Alegre, mas de todo o mundo.

Sudoku

@Marcelorosses: Preguiça e desinformação, só. @felipecolvara: Simples. As pessoas estão se lixando pras outras! @bigrando: Preguiça. Ou sendo extremista, burrice mesmo, porque não vejo qual a dificuldade de separar caixa de leite de casca de banana.

Prof. Marcos Silvestre é Economista com MBA em Finanças e Controladoria pela Universidade de São Paulo. Há 21 anos atua como educador e planejador financeiro especializado. Idealizou na UNICAMP o PROF® Programa de Reeducação e Orientação Financeira. É fundador da SOBREDinheiro® Sociedade Brasileira de Estudos sobre Dinheiro e autor dos bestsellers 12 Meses para Enriquecer – O Plano da Virada e Investimentos à Prova de Crise. Dirige o site www.oplanodavirada.com.br e apresenta a coluna diária e o programa semanal Na Ponta do Lápis na BandNews FM.

Web Para falar com a redação: leitor.poa@metrojornal.com.br Participe também no Facebook: www.facebook.com/metrojornal

Está escrito nas estrelas

Áries (21/3 a 20/4) Dia de trabalhar em equipe para obter resultados positivos. Evite tomar a dianteira, você pode acabar se precipitando e ficando fora do seu grupo de trabalho. Touro (21/4 a 20/5) Dia de realizações e possíveis ganhos materiais, tudo vai depender da sua dedicação pessoal e do apoio de parceiros que poderão abrir as portas para você. Gêmeos (21/5 a 20/6) Apego a coisas materiais pode trazer melancolia e frustrações. Livre-se de pensamentos negativos e procure viver a vida de uma forma mais feliz. Câncer (21/6 a 22/7) Segure o que você já tem nas suas mãos, nada de se arriscar querendo mais para não acabar perdendo o que já tem. Encontre os seus limites e a sua satisfação.

Há 27 dias fiz um protocolo de atendimento pelo telefone 156, da prefeitura de Porto Alegre, sobre uma obstrução na rede de esgotos na avenida Protásio Alves, em frente ao número 6.237. O rompimento da calçada se deu no dia 22 de fevereiro e até hoje a área não foi sinalizada, tendo sido o estrago na via consertado pelos próprios moradores. Será que se as providências fossem tomadas antecipadamente, em situações pequenas, os enormes estragos seriam os mesmos? Carlos Freitas – Porto Alegre, RS

A

s quedas que o governo promoveu nos últimos meses na taxa de juros básica da economia brasileira andaram mexendo muito com a comparação entre a rentabilidade das diferentes aplicações financeiras conservadoras. Hoje, na prática, um fundo DI de varejo pode estar lhe pagando menos que a poupança. Todo fundo de investimento financeiro funciona basicamente da seguinte forma: um administrador (banco ou administradora independente) reúne diversos investidores, compondo um certo patrimônio. Então, o gestor (profissional encarregado pela gestão do fundo) aplicará estes recursos em certos ativos financeiros (chamados de “papéis”), visando a rentabilizar e dar bom retorno aos quotistas do fundo. De acordo com as regras do Banco Central/CVM, um fundo do tipo DI só pode aplicar em papéis pós-fixados muito seguros e conservadores, como CDBs pós-fixados de grandes bancos, debêntures de sólidas empresas, e títulos da dívida pública pós-fixados, como as LFTs - Letras Financeiras do Tesouro. As LFTs costumam corresponder a 3/4 da carteira de um fundo DI, e elas remuneram justamente a taxa Selic (taxa básica), que está hoje em 9,75% ao ano. Imaginando que os outros ativos financeiros do fundo também paguem próximo da Selic (acontece, pois são muito similares no quesito segurança), digamos que a carteira do fundo pague, em média, estes 9,75% brutos ao ano da Selic (0,78% ao mês). Antes de repassar o ganho aos aplicadores do fundo, o administrador subtrai sua taxa de administração, comumente de 1,5% ao ano para um fundo de varejo (com milhares de cotistas), e retém também o Imposto de Renda de, por exemplo, 22,5% do ganho bruto (para o prazo de aplicação de até seis meses). Assim, em termos líquidos, a rentabilidade deste fundo DI ficará em 6,06% ao ano ou 0,49% ao mês. Comparando-se com a rentabilidade da caderneta de poupança, que garante por lei ao aplicador no mínimo 0,50% ao mês, concluímos que o fundo DI nestas condições pode vir a lhe pagar menos.

Horóscopo

Leitor fala

www.estrelaguia.com.br Leão (23/7 a 22/8) Está na hora de recorrer aos parceiros e amigos para poder reagir diante das situações tensas e desafios que a vida pode estar lhe impondo no momento. Virgem (23/8 a 22/9) Apego a bens materiais pode atrapalhar o seu emocional. Evite se sentir inseguro na hora de negociar com as pessoas, para poder garantir os seus ganhos. Libra (23/9 a 22/10) Assuntos envolvendo dinheiro em alta, não se esqueça de contar com a ajuda dos parceiros. Vai ser preciso somar esforços para dividir os lucros maiores para todos. Escorpião (23/10 a 21/11) Dificuldades em atingir os seus objetivos, por mais que as pessoas estejam dispostas a lhe ajudar, forças estranhas podem estar freando seus interesses.

Sagitário (22/11 a 21/12) Dificuldades de se enturmar com as pessoas que você gostaria de estar. Possível isolamento ou restrições motivados por questões financeiras. Capricórnio (22/12 a 20/1) Não desperdice boas oportunidades de ganhar dinheiro, procure garimpar melhor os seus negócios para encontrar vantagens que podem não estar muito à vista. Aquário (21/1 a 19/2) Dia dominado por pessoas conservadoras muito ligadas a bens materiais. Não haverá muitas oportunidades para se divertir com fantasias transcendentais. Peixes (20/2 a 20/3) Dificuldades em lidar com as pessoas, seu mundo emocional pode estar ameaçado por interesses individualistas ligados a bens e posses que não lhe interessam.


www.readmetro.com

esporte

Grêmio vence só no final

Gol de pênalti convertido aos 53 minutos da etapa final manteve 100% do Tricolor no segundo turno do gauchão Arbitragem de Leandro Vuaden foi nota negativa da noite NECO VARELLA/AGÊNCIA FREELANCER

Arbitragem polêmica de Leandro Vuaden, seis minutos de acréscimo, gol de pênalti marcado pelo auxiliar no último lance da partida e violência policial foram os ingredientes da vitória do Grêmio sobre o Cruzeiro, por 2 a 1, ontem à noite no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. Além do cenário do jogo. o atacante Kleber saiu de campo no segundo tempo com suspeita de fratura no tornozelo. A vitória tricolor veio em lance aos 49 minutos do tempo final, quando o zagueiro Márcio desviou uma bola com a mão – Vuaden não marcou, deixou o lance seguir e só voltou atrás depois que o bandeirinha correu para a linha de fundo. Moreno converteu aos 53. Antes disso, o Grêmio havia aberto o placar aos 9 minutos em cobrança de falta pelo volante Fernando. Jogando mal, o Tricolor não conseguiu segurar o placar e sofreu o empate aos 39 minutos do segundo tempo em gol de Daividson. Com a marcação do pênalti, os jogadores do Cruzeiro partiram para cima de Vuaden e a Brigada Militar interveio. O clube reclamou que seus atletas foram agredidos com gás de pimenta pela BM.

3

esporte

Taça Farroupilhai 4ª rodada Sábado Juventude 0 x 0 Ypiranga N. Hamburgo 1 x 0 Caxias São Luiz 1 x 1 Lajeadense Canoas 1 x 0 Santa Cruz Avenida 1 x 1 Pelotas

Jogador do Cruzeiro é socorrido depois de receber um jato de spray de pimenta de um PM

1x 2

Cruzeiro: Fábio; Márcio , Claudio , Leo Carioca e Tinga (Abu); Alberto, Abuda, Faísca e Jean Paulo (Davidson); Jô e Derlei (Maxwall). Técnico: Beto Campos Grêmio: Victor; Gabriel, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando, Souza, Leo Gago e Bertoglio (Leandro ); Moreno e Kleber . Técnico: Vanderlei Luxemburgo

• Estádio: do Vale, em Novo Hamburgo • Gols: Fernando, aos 9’ do 1o tempo; Davidson, aos 39’, e Marcelo Moreno aos 53’da segunda etapa. • Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por José Antônio Chaves Franco Filho e José Javel Silveira

Tricolor

Luxa lança nota sobre processo TRE. O técnico Vanderlei

Luxemburgo postou nota sábado no seu blog sobre

a condenação na Justiça Eleitoral do Tocantins. Luxa foi condenado a multa e serviços comunitários por supostamente forjar um endereço no Estado. Mesmo assim, diz o técnico, “estamos convictos que a própria Justiça irá, em grau de recurso, modificar a equivocada decisão do juiz”. METRO POA

METRO POA

Ontem Inter 3 x 0 São José Cruzeiro 1 x 2 Grêmio Cerâmica 2 x 0 Veranópolis

CLASSIFICAÇÃO GRUPO 1 CELSO PUPO/FOTOARENA

Aplausos para Chico e vaias para o Vasco Prass (Roberval Taylor), Fagner (Jovem), Dedé (Azambuja), Renato Silva (Fumaça) e Thiago Feltri (Bozó); Romulo (Divino), Juninho (Professor Raimundo), Allan (Justo Veríssimo) e Diego Souza (Alberto Roberto); William Barbio (Gastão) e Alecsandro (Nazareno). Com os nomes de personagens de Chico Anysio inscritos nas camisas, o Vasco homenageou o humorista e torcedor do clube – morto na sexta-feira, aos 80 anos – na partida de ontem con-

35

SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

tra o Resende, em São Januário. Mas o empate em 1 a 1 tirou o bom-humor da torcida cruzmaltina. Aos 28 minutos, Marcelo Régis tocou para Elias, livre, chutar e abrir o placar. Rápidos nos contraataques, os visitantes não davam espaços para os donos da casa. Aos 12 do 2º tempo, Feltri sofreu pênalti, mas Mauro defendeu a cobrança de Alecsandro. O atacante, porém, se redimiu aos 35, ao marcar de cabeça o gol de empate. METRO RIO

INTER CANOAS SÃO JOSÉ SÃO LUIZ LAJEADENSE YPIRANGA JUVENTUDE SANTA CRUZ

P

V

GP SG

12 8 7 5 5 4 2 0

4 2 2 1 1 1 0 0

14 7 4 5 5 3 3 3

12 2 0 1 0 -2 -8 -5

CLASSIFICAÇÃO GRUPO 2 P

V

GP SG

GRÊMIO 12 CERÂMICA 7 VERANÓPOLIS 6 CRUZEIRO 5 PELOTAS 5 N. HAMBURGO 5 AVENIDA 4 CAXIAS 3

4 2 2 1 1 1 1 1

13 5 8 6 7 4 4 3

Classificados

A torcida lembrou Chico Anysio com uma bandeira e gritou o nome do artista

10 -1 0 -1 -1 -4 -1 -2


36

esporte

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

Em ritmo de treino

Coloradas

Joelho pode tirar Guiñazu

Inter bate São José, chega à quarta vitória e está virtualmente classificado à segunda fase EDU ANDRADE/FOLHAPRESS

Foi com um início avassalador que o Inter construiu sua quarta vitória no returno do Gauchão em quatro jogos, ontem, diante do São José no Complexo Esportivo da Ulbra. Jogando a 220 volts, apesar do calor, o time chegou facilmente ao primeiro gol, que surgiu logo a 7 minutos, depois de rebote do goleiro Tiago Volpi ao chute do Damião que Dátolo converteu. O placar só não foi maior nos 45 minutos iniciais devido aos “fominhas” João Paulo e Damião, que erraram os chamados gols feitos. A vitória deixa o Inter virtualmente classificado os matas da próxima fase, com 12 pontos e quatro à frente do vice-líder do grupo – o Canoas. O segundo tempo seguiu no mesmo ritmo de treino, com Damião ampliando para 2 a 0 logo a 50 segundos em tiro de fora da área. A produção colorada da segunda etapa até justificava um placar mais elástico diante do São José, mas os gols não saíram. Jajá, que entrou no lugar de João Paulo, mais uma vez fez uma boa apresentação e acabou dando assistência do gol que fechou a goleada – Damião fuzilou Volpi aos 45 minutos da etapa final. METRO POA

O médico do Inter, Carlos Poisl, disse ontem que é “incerta” a presença do volante Guiñazu no jogo contra o Santos, em 4 de abril, pela Copa Libertadores. O jogador voltou a sentir o joelho e terá de se submeter a tratamento. “Dificilmente, ele voltará a trabalhar com bola nesta semana”, disse Poisl. METRO POA

D’Ale pode voltar na quarta Damião comemora o primeiro dos dois gols que fez sobre o São José

“Vim para tratar de fazer o melhor, ainda mais tendo a responsabilidade de substituir o Andrés [D’Alessandro]. A chave é seguir trabalhando com humildade.”

3x 0

Inter: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Bolívar e Kleber; Elton (Bolatti ), Tinga, João Paulo (Jajá) e Dátolo (Marcos Aurélio); Dagoberto e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior São José: Tiago Volpi; Vágner , Fabiano Eller e Glauco; Edilson (Fabiano), Marabá (Taianan), Leandro Leite, Cléber Oliveira, Francisco e Anderson Pico; Rangel (Adriano).Técnico: Agenor Piccinin

• Estádio: Complexo Esportivo da Ulbra • Gols: Dátolo aos 7’ do primeiro tempo e Damião a 50 segundos e a 45’ do segundo • Arbitragem: Anderson Daronco auxiliado por Tatiana Jacques de Freitas e Vilmar Burini

DÁTOLO, MEIA DO INTER

O departamento médico colorado, por outro lado, mostrou otimismo em relação a D'Alessandro, que se recupera de lesão. O meia argentino deve voltar hoje a trabalhar com bola e pode voltar a campo na rodada do Gauchão da quarta-feira, quando o Inter enfrenta o Lajeadense fora de casa às 22h.

“Se não der para marcar, o importante é poder servir aos companheiros. Estamos trabalhando forte para isso e as oportunidades vão aparecer.”

METRO POA

JAJÁ, MEIA DO INTER

Corinthians vira e divide liderança no Paulistão O Corinthians está de volta ao topo da tabela do Paulistão. Ontem, no clássico contra o até então líder Palmeiras, o alvinegro precisou de apenas cinco minutos para decidir o jogo. Depois de sair perdendo no primeiro tempo, a equipe do Parque São Jorge fulminou o Verdão com dois gols relâmpa-

gos na segunda etapa. Além da vitória sobre o maior rival e a retomada da ponta, dividida com o São paulo, a virada teve um sabor especial: foi o fim de uma invencibilidade de 21 jogos do time de Felipão. Se o Corinthians foi superior na etapa final, o Palmeiras teve no primeiro

tempo mais volume de jogo e chances de gol. Conseguiu abrir o placar com um golaço de Marcos Assunção, de fora da área. Valdivia coordenava bem o meio de campo e perdeu boa chance de ampliar. Mas veio o segundo tempo e se viu apenas um time jogar. Logo na primeira oportunidade, bola cruzada na área alviverde e gol de Paulinho. A Fiel ainda comemorava quando Márcio Araújo marcou contra, após outro cruzamento. Mesmo com a vantagem, o Corinthians manteve o ritmo e poderia ter feito mais. Deola ainda salvou o Palmeiras, que pouco criou para empatar. METRO

DIVULGAÇÃO

O jogador disse que não vai aceitar a demissão por justa causa

Adriano adia treinos Dispensado pelo Corinthians e muito próximo do acerto com o Flamengo, o atacante Adriano não irá hoje ao Ninho do Urubu, como previsto. O jogador será submetido primeiro a

exames médicos, etapa anterior ao começo de sua recuperação física. Adriano não está curado de uma lesão no tendão de Aquiles do pé esquerdo. O técnico Joel Santana ainda não se

refere ao atacante como um reforço garantido. “Que ele seja bem-vindo. A porta foi aberta, mas é preciso se curar clinicamente. Aí, a gente vai ver o que fazer”, disse. METRO RIO


esporte

37

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

CHRIS TROTMAN/GETTYIMAGES

Castroneves

voltou

Perez e Alonso: cheiro de marmelada no ar Castroneves não subia no lugar mais alto do pódio desde 2010

MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS

Alonso vence prova caótica na Malásia

Sem vencer desde 2010, brasileiro ganha a primeira prova da temporada com atuação impecável Helio Castroneves fez uma prova perfeita na tarde de ontem e conquistou a primeira corrida da temporada na Fórmula Indy. Com uma ultrapassagem brilhante, por fora, sobre Scott Dixon, Castroneves conseguiu a terceira vitória nas ruas de St.Petersburg e a primeira do tricampeão das 500 Milhas de Indianápolis desde a prova realizada no oval de Motegi no Japão, no fim de 2010. Após o término, no me-

“Quinto ou sexto lugar seria bom, mas a estratégia da equipe foi perfeita para a vitória” HELIO CASTRONEVES

Rápidas

Rubinho novato? SÓ EM INDIANÁPOLIS. A organização da Fórmula Indy informou que Rubens Barrichello não poderá brigar pelo título de Novato do Ano na categoria por um motivo simples, que é a sua experiência de 19 anos na Fórmula 1. Três brasileiros já levaram o título: Airton Daré (2000), Felipe Giaffone (2001) e Raphael Matos (2009). Como prêmio de consolação, Barrichello poderá con-

lhor estilo ‘Homem-Aranha’, Helinho subiu no alambrado para vibrar com a torcida e ainda se emocionou com homenagem a Dan Wheldon, que morreu em acidente na última corrida de 2011. A prova. Tony Kanaan, que largou em 8o, teve problemas logo na vigésima volta. O brasileiro seria líder, mas abandonou a prova após parar com problemas no meio da pista. Na volta 45 Ed Carpenter foi tocado por Castroneves e ficou na pista. A bandeira amarela prejudicou Rubens Barrichello, que caiu de 12o para 17°. Rubinho continuou sem sorte e não conseguiu tercorrer ao título de Novato do Ano das 500 Milhas de Indianápolis. METRO

Para não esquecer HOMENAGEM. Após o ter-

mino da corrida, Helinho foi comemorar com a torcida e aproveitou para lembrar do amigo Dan Wheldon. “Sinto muita saudade do Dan. Não planejei parar naquela curva e me surpreendi quando vi a placa com o nome dele. Foi uma homenagem sincera. Espero que a família dele esteja contente”, disse o piloto, em entrevista exclusiva à Band.

Contrariando todas as expectativas e debaixo de muita chuva, Fernando Alonso conseguiu vencer ontem o Grande Prêmio da Malásia de Fórmula 1. A surpresa ficou com o segundo lugar, o piloto mexicano Sergio Perez, da Sauber, que ainda colocou pressão no espanhol. Lewis Hamilton, da McLaren, completou o pódio. minar a corrida, ao parar a duas voltas do fim por falta de combustível. O grid ficou completo com Dixon em segundo e

Rian Hunter-Reay em terceiro. O atual campeão Dario Franchitti chegou em 13o.

O triunfo de Alonso ficou marcado por uma mensagem de rádio a Perez, enviada por sua equipe, pedindo para ele pisar no freio. “Checo, tome cuidado. Precisamos dessa posição.” Entre os brasileiros, Bruno Senna conseguiu sua melhor posição na categoria, em sexto. Felipe Massa fez mais uma péssima corrida e terminou em 15o. METRO FERNANDA FREIXOSA/VICAR

Stock Car

METRO

Nova fase Depois de um 2011 sem triunfos, Helio Castroneves começa a nova temporada com vitória nas ruas de St. Petersburg. Méritos para o jogo de equipe:

“Estou muito contente pela equipe toda, depois do que aconteceu no ano passado, de não ter uma boa performance. Fiquei unido com meu engenheiro e meu mecânico.”

Atual campeão da categoria dominou a prova

Cacá de ponta a ponta

METRO NICK LAHAM/GETTY IMAGES

Sem tomar conhecimento do adversário, Cacá Bueno largou em primeiro e dominou toda a prova ontem no Autódromo de Interlagos. Thiago Camilo foi o segundo e Ricardo Maurício o terceiro. METRO


especial

+

especial

Uma campanha para salvar vidas Objetivo é reunir 1,3 milhão de assinaturas pelo aumento do rigor da Lei Seca no país Jornal Metro e os demais veículos do Grupo Bandeirantes aderem ao movimento

14 mg de álcool é o equivalente a: 350 ml de cerveja (uma lata) ou 150 ml de vinho (uma taça) ou 40 ml de uísque (uma dose)

Os veículos de comunicação do Grupo Bandeirantes, entre eles o jornal Metro, entram em peso hoje em uma campanha pelo aumento do rigor nas punições a motoristas que dirigem após o consumo de bebidas alcoólicas. O objetivo é reunir pelo menos 1,3 milhão de assinaturas em todo o Brasil para a proposição de

um projeto de lei de iniciativa popular para alterar a lei nº 9.503, de 1997 (veja os detalhes na página ao lado). A campanha vai engrossar as fileiras do movimento “Não Foi Acidente”, criado pelo engenheiro Rafael Baltresca, de 32 anos, que teve a mãe e a irmã mortas em um acidente provocado por um motorista

embriagado no ano passado. A iniciativa do jovem foi mostrada no programa “CQC”, da Band, no último dia 12 de março. A enorme repercussão do quadro “Proteste Já” fez com que o Grupo Bandeirantes mobilizasse jornalistas, artistas, produtores e todos os demais funcionários nesta cruzada. De hoje até sexta-feira, o Metro trará reportagens especiais sobre o assunto, buscando ampliar o número de adesões à proposta de mudança da lei. Até agora, mais de 200 mil pessoas já assinaram o documento. O promotor de Justiça Tomás Busnardo Ramadan elogiou a iniciativa. “Nos moldes atuais da lei, fica a sensação de impunidade. É preciso melhorá-la”, afirmou.

Não viu a reportagem do “CQC” sobre a violência no trânsito? Confira em cqc.band.com.br

EFEITOS NO CORPO: • 40 mg Início da embriaguez: estado de euforia e excitação • 50 mg Grau de vigilância e campo visual diminuem. Sensação de calma e satisfação • 150 mg Reflexos retardados, dificuldades de adaptação da visão a diferenças de luminosidade; superestimação das possibilidades e minimização de riscos; tendência à agressividade • 200 mg Fala arrastada, visão dupla, náusea e vômitos • 300 mg Coma alcoólico. Sensação de anestesia, sonolência, lapsos de memória

Drama pessoal deu início a luta coletiva Aquele 17 setembro de 2011 era mais um sábado de lazer para Miriam Baltresca, de 58 anos, e sua filha Bruna, de 28. Elas foram ao shopping Villa-Lobos, na zona oeste de São Paulo, compraram um livro e iriam para casa. No caminho delas, porém, havia um motorista acoolizado: Marcos Alexandre Martins. Ele atropelou e matou as duas, deixando órfão de mãe e irmã Rafael Baltresca, que já tinha perdido o pai sete anos antes para um enfarte. A morte foi na calçada da marginal Pinheiros. Martins dirigia um Golf preto em alta velocidade pela pista local da via quando perdeu o controle do veículo. Mãe e filha foram prensadas contra o portão e o muro de uma casa enquanto iam buscar o carro delas, estacionado em uma via vizinha ao shopping. Miriam morreu na hora. Bruna, a caminho do hospital. O ponteiro do velocímetro travou marcando 100 km/h (o limite de velocidade na pista local da via é de 70 km/h). Martins chegou a ser preso. Após pagamento de fiança, aguarda em liberdade a conclusão do inquérito que investiga o caso. Rafael, filho e irmão das vítimas, espera que ele responda por homicídio doloso (quanto há inten-

100

quilômetros por hora é a velocidade em que travou o velocímetro do automóvel que atropelou e matou ano passado a dona de casa Miriam Baltresca e sua filha Bruna na pista local da marginal Pinheiros, na capital paulista.

ção). “Porque quem bebe e dirige assume o risco de acidente.” Rafael poderia lutar só pelo indiciamento, mas quer mais. Dois meses depois do atropelamento, fundou o movimento “Não Foi Acidente”, que busca alterar alguns pontos da legislação. “Não acontece nada com quem dirige e mata. Isso tem de mudar.” Rafael diz que sua intenção é evitar a impunidade e o sofrimento de outras famílias. Para ele, a alteração na lei também tem caráter educativo. “Para que as pessoas vejam que a lei é séria e que os culpados serão punidos.” METRO SÃO PAULO

60 segundos

Rafael: faço pela minha irmã, minha mãe e por tantos que se foram

RAFAEL BALTRESCA ‘QUEM BEBE E DIRIGE ESTÁ COMETENDO CRIME’ Por que chamar o movimento de “Não Foi Acidente”?

Porque acidente é algo que você não espera. Você está andando e cai um vaso na sua cabeça. Foi um acidente. Quando alguém bebe e dirige, não é mais acidente. A pessoa assume o risco. Pode acontecer algo ou não, mas se sabe que as chances são grandes. Quem bebe e dirige está cometendo um crime. Você viveu um drama pessoal forte, mas, em vez de se deixar abater, resolveu lutar. O que move você?

Minha irmã era advogada. Ela não deixava nada barato. Ela era muito justa. Se eu tivesse

ido no lugar dela, ela faria isso por mim. Faço isso por ela, pela minha mãe e por tantas pessoas que se foram. Se não tiver um movimento, um grupo de pessoas que brigue com este sistema, a gente vai ter de engolir os mortos de muitas famílias. A hora é esta. O Brasil tem de fazer uma revolução. Todo mundo tem de entrar nesta para acabar com tanta impunidade, brechas nas leis e leis frouxas, para que possamos ter uma conscientização real de que podemos ser felizes bebendo em casa e ver que é possível sair e não beber, caso a pessoa esteja dirigindo. METRO SÃO PAULO


39

www.readmetro.com SEGUNDA-FEIRA, 26 DE MARÇO DE 2012

COMO É HOJE

O QUE PREVÊ A PETIÇÃO

Nível de álcool:

Penas:

Nível de álcool:

Penas:

Exame de sangue • é considerado infração quando a concentração de álcool no sangue está entre 2,01 dg/l (o equivalente a um copo alto de cerveja) e 5,99 dg/l • de 6 dg/l (três copos altos de cerveja) em diante é considerado crime de trânsito

• multa de R$ 957,70, sete pontos na CNH e suspensão do direito de dirigir por 12 meses para o motorista flagrado conduzindo com concentração de álcool no sangue dentro dos limites

zero

• de um a três anos de detenção para o motorista flagrado conduzindo embriagado

Teste do bafômetro • é considerado infração quando a concentração de álcool é de 0,14 mg/l (um copo alto de cerveja) a 0,33 mg/l de ar expelido • 0,34 mg/l (de dois copos e meio a três de cerveja) em diante é considerado crime de trânsito

• de seis meses a três anos de detenção, multa e suspensão ou proibição do direito de dirigir ao motorista flagrado dirigindo com volume de álcool acima do permitido

• o motorista não é obrigado a fazer o teste do bafômetro, pois a Constituição garante que um indivíduo não seja obrigado a produzir provas contra si

40,3 mil é o número de internações de vítimas de acidentes de trânsito em 2011 no Estado de São Paulo. Em 2008 foram 31,3 mil internações

2011

Teste do Bafômetro: • permite que um exame clínico feito pelo médico sirva de prova para comprovar a embriaguez do condutor, sem a necessidade do bafômetro ou exame de sangue

Vox Populi Você concorda com penalidades mais duras para quem dirige depois de beber?

• de cinco a oito anos de prisão para o motorista que matar por estar dirigindo embriagado

Carlos Eduardo 32, MILITAR, RIO DE JANEIRO

“Sou a favor. É a única forma de o poder público controlar alguém que pode não estar em si e evitar uma tragédia.”

40.610 2010

24%

é o aumento do número de mortes por acidentes de trânsito entre 2002 e 2010 no Brasil

2002

Matilde de Fátima 47, DONA DE CASA, SÃO PAULO

“Sim, sou a favor. Com mais rigor, as pessoas terão mais responsabilidade na hora de dirigir.”

32.753

2008

Andreia Couto 38, MANICURE, PORTO ALEGRE

“Sim, sou a favor. Vai funcionar como um inibidor, pois o povo só funciona sob pressão.”

5º lugar é a posição do Brasil no ranking mundial dos países com maior número de mortes nas estradas

1 pessoa

55,8%

morre a cada

dos 907 motoristas mortos em acidentes em 2005 conduziam com volume de álcool no sangue acima do volume permitido, segundo pesquisa da USP

15 minutos

no trânsito brasileiro

je ta ho o s i s s A h15 n às 19 da Band” al “Jorn portageme e br ar ial so o c e p es unt o ass

O manifesto para aumentar o rigor da lei com quem bebe e dirige está publicado nesta edição do Metro. Para aderir, basta recortar a página, preencher os dados e assinar. A folha permite ainda que você consiga mais assinaturas de amigos ou parentes. Com tudo preenchido, devolva o manifesto a partir de amanhã ao seu promotor do Metro, ou então nos envie pelo Correio. Há ainda a opção de fazer a sua adesão pela internet, pelo portal do “CQC” (cqc.band.com.br), clicando no banner da campanha.

COMO PARTICIPAR

Cláudio Bento 58, TAXISTA, BELO HORIZONTE

“Avalio que as leis deveriam ser mais severas. Além disso, cada patrulha deveria ter um bafômetro.”

Ana Nawckie 20, ESTAGIÁRIA, CURITIBA

“Sim. As penalidades devem ser mais rigorosas, sem discriminação de classe social. O julgamento e as punições devem ser iguais para todos.”


ENTRE CONOSCO NESTA CAMPANHA! VAMOS MUDAR A LEI!

Entregue a adesão ao prom otor a pa rtir de aman hã

PELO FIM DA IMPUNIDADE NOS CRIMES DE TRÂNSITO QUE ENVOLVAM A EMBRIAGUEZ AO VOLANTE No uso do direito assegurado pelos arts. 1º, 14, III, e 61 da Constituição Federal, subscrevo o projeto de lei que propõe as seguintes alterações na Lei nº 9.507/97: a revogação da infração administrativa prevista no artigo 156 e seguintes (a embriaguez ao volante passa a ser somente ilícito penal e não mais ilícito administrativo); a revogação dos artigos 276 e 277 dos procedimentos administrativos previstos (o procedimento administrativo foi incorporado às infrações penais); a revogação da parte final do artigo 291, caput, bem como do parágrafo primeiro e do inciso pri-

meiro do artigo 291 (eliminação do enquadramento à lesão corporal culposa); a alteração do artigo 302, acrescentando os §§ 2º, 3º e 4º (aumento da pena, a obrigatoriedade da submissão ao exame clínico e a formalização de obtenção de provas de embriaguez); a alteração da redação do caput do artigo 306, acrescentando ainda os §§ 1º e 2º (eliminação do mínimo de concentração de 6 (seis) decigramas, a obrigatoriedade da submissão ao exame clínico, o aumento da pena e a formalização de obtenção de provas de embriaguez).

ATENÇÃO: PARA TER VALIDADE, TODOS OS CAMPOS DE CADA ADESÃO DEVEM ESTAR PREENCHIDOS. CASO NÃO SAIBA O NÚMERO DO TÍTULO DE ELEITOR, ACESSE http://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-e-local-de-votacao NOME

DATA DE NASCIMENTO / /

ENDEREÇO

MUNICÍPIO/UF

Nº TÍTULO DE ELEITOR

ZONA

SEÇÃO

MUNICÍPIO/UF

NOME

DATA DE NASCIMENTO / /

ENDEREÇO

MUNICÍPIO/UF

Nº TÍTULO DE ELEITOR

ZONA

SEÇÃO

DATA DE NASCIMENTO / /

ENDEREÇO

MUNICÍPIO/UF ZONA

SEÇÃO

DATA DE NASCIMENTO / /

ENDEREÇO

MUNICÍPIO/UF ZONA

SEÇÃO

DATA DE NASCIMENTO / /

ENDEREÇO

MUNICÍPIO/UF ZONA

SEÇÃO

DATA DE NASCIMENTO / /

ENDEREÇO

MUNICÍPIO/UF ZONA

SEÇÃO

ASSINATURA

MUNICÍPIO/UF

NOME

Nº TÍTULO DE ELEITOR

ASSINATURA

MUNICÍPIO/UF

NOME

Nº TÍTULO DE ELEITOR

ASSINATURA

MUNICÍPIO/UF

NOME

Nº TÍTULO DE ELEITOR

ASSINATURA

MUNICÍPIO/UF

NOME

Nº TÍTULO DE ELEITOR

ASSINATURA

ASSINATURA

MUNICÍPIO/UF

ENTREGUE ESTA FOLHA PREENCHIDA AOS PROMOTORES DO METRO EM SUA CIDADE. SE PREFERIR, REMETA PELO CORREIO PARA: JORNAL METRO - Rua Delfino Riet, 183 - S. Antônio - Porto Alegre - RS - CEP 90660-120 Veja o texto completo do projeto de lei em www.NaoFoiAcidente.org • Mais informações pelo fone (11) 3523-1923 / e-mail: falecom@naofoiacidente.org


20120326_br_portoalegre