Page 1

Meditatio Newsletter Outubro 2016

1

Organização de Caridade Registrada No. 327173 - EDIÇÃO INTERNACIONAL , Vol 40 No 3; OUTUBRO 2016

Bonnevaux

Com sua ajuda nosso novo lar perto de Poitiers, França, e um centro global para a paz

Nesta edição

Foto: a casa principal (para mais informações e doações visite bonnevauxwccm.org)

6-7

Notícias

A Conferência de Coordenadores Nacionais e o John Main Seminar

9

Notícias

Seminário Meditatio Esperança para o Futuro sobre Meditação em Escolas

Infocus 1 1 Uma reflexão de Sébastien Gendron, do Canada, sobre o que a meditação pode nos ensinar


2

Meditatio Newsletter Outubro 2016

igos

m Queridos A

Uma carta de Laurence Freeman, OSB

Nós podemos meditar de qualquer lugar. Nós podemos pensar e falar sobre o espírito de qualquer lugar. Mas não há dúvida de que alguns lugares e horários nos colocam em um ponto mais alto e mais claro da prática e da visão. E foi isso o que aconteceu comigo recentemente em minha estadia na altitude das Montanhas Rochosas no Colorado. Nos primeiros dias, andar no quarto do mosteiro já deixa você sem ar por causa da altitude. Mas quando você sai para a área externa e olha as montanhas com neve no horizonte em volta de você enquanto você está naquele vasto vale no qual a iluminação está sempre fazendo novos truques de beleza, fazendo com que você pense que está vendo tudo pela primeira vez, bem, de uma outra forma isso também deixa você sem ar.   Este é um vale monástico, de ar puro e grandes vistas, a casa dos monges Trapistas de Snowmass. O Pe Thomas Keating, fundador da organização “Contemplative Outreach” havia me convidado para estar lá juntamente com o Pe Richard Rohr, fundador do Centro para Ação e Contemplação e o Pe Tilden Edwards do Instituto Shalem. Nós nos encontramos como amigos; e também como pessoas compartilhando um comprometimento longo e apaixonado com a expansão da dimensão contemplativa do Cristianismo na vida moderna. Nós iniciávamos cada dia em silêncio, meditando juntos, e depois deixávamos que o Espírito, que sentíamos estar no meio de nós de uma forma particular naquele período e espaço, guiasse a nossa conversa. Nós não nos reunimos para emitir um comunicado ou para iniciar uma nova organização. Então é um pouco difícil de resumir as conversas. Algumas vezes nós discutimos a experiência de contemplação em si, sua natureza e os estágios através dos quais o caminho espiritual nos levará. Nós falamos sobre como podemos entender e comunicar

esta experiência em uma igreja onde a contemplação foi amplamente marginalizada e com frequência substituída com um territorialismo defensivo ou agressivo. Uma coisa que a contempla-

Católicos sobre Novas Formas de Evangelização, no qual ele lembrou às hierarquias de todas as igrejas -- na verdade de todas as religiões -- de algo inegável, porém muitas vezes negado ou esque-

Laurence Freeman, Thomas Keating, Richard Rohr e Tilden Edwards

ção faz é transcender todas as fronteiras e limites. Mas nós também falamos sobre como a psicologia e a física, estas grandes formas interiores e exteriores de conhecimento moderno, nos oferecem metáforas transformadoras para ver a contemplação com novos olhos. Porque uma outra coisa que a contemplação faz é transformar a maneira como pensamos e enxergamos.   Nós sentimos que os contemplativos Cristãos de hoje, de qualquer idade e gênero, raça e denominação, são chamados para renovar a percepção de que a contemplação é universal - não algo reservado para poucos, e certamente não algo reservado apenas aos celibatos - e de que ela existe, por direito e por natureza, no coração da fé e da vida Cristã. É a vida e a alma da “festa” e, sem ela, a celebração se torna entediante e maçante.   Antes do encontro cada um de nós havia lido o discurso proferido por Rowan Williams ao Sínodo dos Bispos

cido. Ele falou, surpreendentemente, sobre o quão fundamental é a consciência contemplativa para a identidade Cristã. Ser contemplativo sustenta os elementos proféticos e apostólicos da vida Cristã. Nós não conseguiremos ser todos missionários, nós não conseguiremos ser todos ativistas sociais, nós não conseguiremos ser todos ótimos escritores ou palestrantes. Mas todos nós podemos ser contemplativos. Nos reunindo em um pequeno grupo, comendo petiscos saudáveis durante a conversa, rindo de piadas enquanto tentando encontrar as palavras certas para os mais sutis pensamentos, nos sentindo livres para fazer digressões e voltar ao ponto, e às vezes acompanhados de Irmão Erik, um jovem monge da comunidade, nós concordamos que esta era nossa visão e nossa missão. Para trabalhar, não para restaurar, mas para renovar, o espírito contemplativo e as suas práticas e disciplinas necessárias, no coração do Cristianismo. Quando


Meditatio Newsletter Outubro 2016

alguma coisa é renovada, re-vista e redescoberta uma evolução acontece. Realmente conhecer algo é sempre conhecer este algo de novo. Para ter conhecimento de alguma coisa é preciso re-conhecer.   Esta abordagem dupla, de repente ver o que está sempre lá mas conhecer como uma invenção nova, é o que progresso realmente significa. Progresso não é apenas adicionar mais informação para a base de dados e melhorar a maneira de fazer as coisas - como a tecnologia e ciência estão fazendo para nós. É ver o que esteve sempre lá, mas ver com admiração, como se nosso fôlego fosse tirado por sua abundante presença e inerente beleza.   Nós também sentidos que esta mesma experiência contemplativa de vida precisa ser re-conectada à vida do mundo não religioso. Este é o mundo que a geração atual está herdando, muitas vezes sem nenhum arcabouço religioso coerente de significado ou expressão. O ponto não é tornar o mundo religioso. Você pode ser contemplativo sem ser religioso. Mas o ponto é salvar o mundo, suas estruturas e instituições, do colapso no vazio, na distração, na falta de atenção e na superficialidade, o que ocorre de forma rápida e com angústia quando o mundo é cortado da sua dimensão espiritual da realidade. O ponto não é espiritualizar o mundo ao criar idéias sobre outros mundos. É ver o mundo e os territórios materiais de existência pelo que eles verdadeiramente são e o que eles mostram a nós quando temos olhos para ver. Teilhard de Chardin disse que matéria é o espírito se movendo lentamente o suficiente para que vejamos. Uma prática contemplativa, quando seriamente permitida em nossa vida diária, nos torna humildes e realistas. Ela nos mostra que a humanidade é totalmente dependente do seu ambiente natural. Abusar disso em nome do progresso e do crescimento sem entender

3

o que progresso e crescimento significam é a profundeza da falta de bom senso e da auto-destruição. Apenas ser “desenvolvedores” é egoísta e sem significado, alimentando a perigosa ilusão de nossa independência e negando a verdade da nossa interdependência. A mente contemplativa pode ver isso e também imaginar formas novas e criativas de obter progresso e fazer crescer a civilização humana. Uma nova forma de economia, educação, negócios e medicina. Uma nova forma de religião, livre de territorialismo ideológico e competição cultural, cultivando o valor de cuidar daqueles em necessidade e que não podem cuidar de si mesmos e continuamente lembrando o mundo do seu potencial e das suas limitações. Uma “nova forma de santidade”, como Simone Weil disse, que será sem precedente, uma nova nova fonte e invenção, uma nova revelação do universo e do destino humano. Quando lemos o noticiário nestes dias ou assistimos às imagens dos bombardeios de Aleppo podemos justificar pensando que estamos descendo em uma nova forma de inferno com a percepção horrível de que o inferno é sempre nossa própria construção humana. Mas nós também podemos lembrar que aquele que, no poder do Espírito, desce no inferno nos liberta do inferno e nos revela, como Jesus fez, a nova forma de santidade, o novo destino e a nova liberdade que o poder da contemplação manifesta neste mundo e nestes tempos. Nesta visão contemplativa o Cristianismo nunca pode ser confundido com uma ideologia. Jesus essencialmente não tem nem mesmo uma “mensagem” porque ele nos conecta diretamente a um poder que transforma nossas vidas no qual qualquer idéia ou palavra é menos importante do que o momento de revelação e descoberta, o semprepresente momento. Da mesma forma,

nesta forma de ser, nós também não idolatramos instituições, hierarquias ou sistemas de poder de qualquer tipo porque nós sabemos que, na melhor hipótese, são apenas instrumentos temporários de uma causa maior, e, na pior hipótese, são projeções de egoísmo coletivo. Em nossas conversas e orações em Snowmass eu percebi um espírito jovem, apesar do fato de nossas idades estarem entre 65 e 93 anos! Mas eu já encontrei muitos jovens com mentes mais fechadas e prematuramente cuidadosas. Os jovens são projetados para estarem mais abertos às mudanças porque eles estão muito mais conscientes das mudanças que constantemente acontecem neles mesmos, fisicamente e mentalmente. É por isso que as gerações mais jovens e mais velhas devem estar sempre em conversa umas com as outras, mesmo que, muitas vezes, suas agendas sejam diferentes e seus vocabulários pareçam quase incompreensíveis para o outro. Mesmo assim, em um encontro contemplativo estas diferenças são catalisadores para a mudança, não para o conflito. É importante reunir jovens Cristãos contemplativos, alguns serão estudiosos, mas todos serão praticantes, e, de uma conversa que nasce do silêncio, alguma coisa com um novo valor para o nosso mundo pode surgir nesta confusão presente. Em 1980 um estudo de dezenove árvores no Panamá revelou 1.200 tipos de besouros, 80% dos quais eram ainda desconhecidos. O mundo é um lugar sempre surpreendente e a vida sempre abunda além da nossa capacidade de mensurá-la. Nós temos mais conhecimento sobre quantas estrelas existem no universo do que sobre as espécies em nosso próprio planeta. Esta admiração em relação ao ordinário é um dos frutos de uma consciência contemplativa e nos mantém sãos, seguros dos


4

perigos dos excessos de fantasia e abstração. Segundo Lao Tzu não existe pior calamidade do que o crescimento ilimitado das necessidades. Esta é a tendência da mente humana que ainda não foi desperta que ameaça a nossa existência como espécie; porque nós iremos destruir a nós mesmos antes que a gente destrua o planeta. É parte do nosso orgulho míope pensar que o planeta não poderia sobreviver sem nós. Mas assim como um viciado nega por um longo tempo que ele está causando problemas a si mesmo e aos outros, também aqueles perseguindo crescimento sem limites, sem definir o seu propósito ou seus valores, irão em algum momento esbarrar em um muro

Meditatio Newsletter Outubro 2016

mente?   “A esperança da salvação do mundo está no maior número possível de pessoas sábias.” Nosso desafio é este: ajudar a desenvolver a partir de um entendimento tradicional de meditação, como uma forma de contemplação, um engajamento com o espírito aventureiro moderno. A partir da quietude, encontrar o poder de explorar, de deixar o terreno conhecido e a forma conhecida de fazer as coisas, evoluir. John Main fez um chamado para uma “simplicidade radical.” A Nuvem do Não-Saber urgiu que entrássemos em uma “percepção pura do eu.” Jesus colocou “pobreza de espírito” como a primeira Bem-Aventurança. O Buda fala de “esvaziamento”. Nenhum destes termos faz muito sentido para a rede de valores

Bonnevaux

de consequências inevitáveis e complexas. Em contraste, meditação é simples. Cria comunidade. Dissolve fronteiras e o egoísmo que se apega às diferenças ao invés de acolher pontos em comum. O seu verdadeiro significado é obscuro para a mentalidade enviesada do lado esquerdo do cérebro que dominou nossa consciência global. Porém, através do crescimento gradual, incremental, ao invés do marketing de massa, a simplicidade radical da meditação irá reverter e estabelecer uma direção mais verdadeira. Se ela pode fazer isso -- como muitos de nós já descobrimos -- no nível pessoal, por que não global-

que direciona nosso curso presente. Eles parecem experiências recreativas ou individuais ao invés de representarem o significado que suporta todas as coisas. É por isso que temos que fazer exemplos vivos desta simples verdade sobre a simplicidade. Para que possa ser enxergada e compartilhada, não apenas falada. John Main entendeu que a meditação transforma as pessoas e a sociedade através de comunidades. * Nossa nova casa em Bonnevaux pode servir a muitos propósitos e produzir vários tipos de frutos porque será

uma testemunha estável, sustentável, do ensinamento que é o trabalho da nossa comunidade a ser compartilhado. Ela mostrará - claro que de uma maneira frágil e humana - que a meditação cria comunidade e muda vidas. Que ela abre o coração para os outros que estão em necessidade. Que ela busca amizade e entendimento com pessoas que têm crenças diferentes e que têm outras formas de fazer as coisas. Que ela nos prepara para ver o mistério que habita e vive em nós. Não é apenas uma casa para a comunidade. Mas exatamente por ser uma casa para o nosso tipo de comunidade - uma comunidade largamente dispersa e culturalmente diversa - pode ser um centro de contemplação, pacificação e diálogo de cura para todos.   Eu fiquei emocionado e motivado pela quantidade de pessoas que já expressaram sua felicidade e entusiasmo com a visão de Bonnevaux e generosamente contribuíram para torná-la uma realidade. (nós ouvimos com atenção às questões e vozes de precaução que foram muito importantes. Em resposta, eu espero ter sido capaz de explicar por que nós temos certeza que este novo passo e fase da Comunidade Mundial é natural e necessário). Nós pudemos comprar a propriedade por causa desta generosidade mas precisamos de muito mais contribuições para renovar o local e fazer as construções necessárias. Alguns começaram a fazer doações pontuais, outros aderiram às doações mensais. Ambas são bem-vindas e necessárias e algumas pessoas também se ofereceram generosamente para fazer as duas. Meu desejo mais profundo é que, em primeiro lugar, todos na comunidade contribuam com alguma coisa, de acordo com suas possibilidades. Pequenas doações formam um grande número. Porém, isto não é apenas mercenário. É um sinal que esta nova casa - enraizada em um antigo local sagrado onde a oração foi praticada por 700 anos e em breve será retomada em uma nova for-


Meditatio Newsletter Outubro 2016

ma - será considerada um lar para cada meditante, cada grupo de meditação, cada comunidade nacional. Eu não me importo de pedir a você que faça doações para Bonnevaux porque é uma casa e um centro para todos nós e para a nossa missão compartilhada. O trabalho de levantamento de fundos já me ensinou bastante sobre o significado de doações como parte da tríade Cristã de práticas (as outras são oração e auto-controle ou jejum). O tempo que leva para clicar no botão “doar” e enviar uma pequena doação é o tempo de um trabalho bom, um pequeno ato de bondade que reverbera longe no tempo e no espaço. Eu sei que existem muitas outras boas causas. E se você se sente chamado(a) a doar para outro lugar, eu me alegro com isso também. Mas Bonnevaux é dedicada não apenas ao alívio do sofrimento, causado pelo homem ou de outra forma. Quer trabalhar nas causas do sofrimento, para mudar corações e mentes para quebrar ciclos antigos de violência e injustiça. É por isso que a contemplação, entendida e praticada mais amplamente do que nunca na história da humanidade, é tão necessária agora para a continuação da nossa evolução. Eu também me senti inspirado e encorajado por meditantes individuais, incluindo dois casais, oblatos, religiosos e jovens que pediram para visitar e viver no suave e bonito vale onde Bonnevaux fica.  Eles querem dedicar sua vida e os seus dons para alcançar o seu potencial. Tenho certeza que outros virão e se você é um deles que gostaria de discutir o tema, por favor entre em contato. A generosidade de arquitetos, pessoas de negócios, jardineiros e outros profissionais neste projeto tem sido mais uma comprovação de que este será um trabalho de muitos frutos e aprofundamento para a nossa comunidade. São Bento disse sobre novos projetos: Antes de tudo, quando encetares algo de bom,

5

pede-lhe com oração muito insistente que seja por ele plenamente realizado. (Regra,Prol.)

contro de Coordenadores Nacionais em Junho - é também uma família muito forte e profunda. Eu peço a você que busque esta profundeza e esta força É o que estamos fazendo. Por favor, que transmitirão a coragem para tomar junte-se a nós nesta oração. este novo passo. Não é apenas para O grande teólogo ortodoxo francês, nossa comunidade como ela é hoje. É Oliver Clement, certa vez escreveu que para o que ela será para os próximos “com o conflito de ideologias e a ascen- 25 anos e os 25 depois deles.... Quando são do niilismo, está chegando o mo- seremos uma vaga memória de uma era mento para um Cristianismo criativo.” de fundação e a Comunidade Mundial Este trabalho do espírito foi o que dis- será algo que não podemos imaginar cutimos em Snowmass e o trabalho no agora. Mas Bonnevaux ajudará a manter qual todo grupo de meditação semanal, o comprometimento destas gerações à retiro, seminário e publicação Meditatio simplicidade radical que cresce mas esestão participando.  Este novo Cristian- sencialmente não muda, a experiência ismo será renovado pela redescoberta contemplativa que, como Cristo, é “a de que a contemplação faz parte da sua mesma ontem, hoje e amanhã.” identidade central. Ele será capaz de enQuando eu me juntei a John Main frentar o mal com a santidade porque para começar uma aventura nova e aresta santidade surge da sua própria riscada em 1977 ele estava confiante. renúncia do poder, da nostalgia e do Quando nós recebemos uma nova casa preconceito. Ele verá de forma nova grande ele me alertou que “este não é que aquela frase assustadora, a “von- o último passo.” Na esperança nós pertade de Deus”, não se refere a um edital cebemos que nada nunca é o último do império mas a uma contínua infusão passo. Mas nós temos que tomar novos de vida que produz piedade, justiça e passos no momento certo - o qual nós paz que leva ao crescimento espiritual sentimos que agora chegou. de forma tão generosa quanto chuvas A confiança e a coragem do John tropicais produzem vastas vegetações.    Main e a minha foram suportadas ao Isso nos iluminará com uma percep- encontrar pessoas que, como ele falou, ção dos momentos Eucarísticos de todo “compartilhavam a mesma visão.” Esta dia, aqueles encontros e momentos é a maior contribuição. Obrigado por com outros e todos os tipos de situa- compartilhar a visão acima de tudo ção, não apenas as situações religiosas, mas também por qualquer doação que quando a vida divina irradia e trans- você possa fazer materialmente para forma. Nos ensinará que o pecado é tornar Bonnevaux um lar de amor e um uma grande ausência de significado e centro de paz para nós e para o mundo. direção, não um crime que merece ser punido, mas uma ferida que necessita do alívio da sabedoria e da compaixão. E mostrará que todo olhar contemplativo e observação nos levam ainda mais na cachoeira torrencial da Trindade Laurence Freeman OSB onde somos inundados com a descoberta de que o verdadeiro significado de Ser é amor. Tudo isso está contido na visão de Bonnevaux. Nós somos uma família amplamente dispersa, global, sempre frágil. E - como fui abençoado de ver em nosso aniversário de 25 anos no en-


6

Meditatio Newsletter Outubro 2016

Notícias Conferência de Coordenadores Nacional

Meditação Cria Comunidade A Conferência de Coordenadores Nacionais da CMMC foi sediada em East Sussex, Reino Unido, de 29 de Junho a 3 de Julho. Por ser o primeiro encontro do tipo em sete anos, foi um momento especial e revigorante para a vida da Comunidade com representantes de 44 países

Meditação com Crianças Meditação com Crianças teve um lugar especial na Conferência. Mesmo antes dela a maioria dos Coordenadores participou do Seminário “Esperança para o Futuro”, focado em Meditação com Crianças (leia mais na página 9). O palestrante principal foi Dr. Rowan Williams e um documento no assunto foi lançado. O primeiro dia da Conferência também foi dedidcado ao tema, com workshops e discussões em grupo, sob liderança de Dr. Cathy Day e Ernie Christie, de Townsville, Austrália.

Aniversário A Conferência foi ainda uma oportunidade para celebrar os 25 anos da Comunidade, lembrando a formatação e nomeação da Comunidade no Seminário John Main de 1991, em

New Harmony, EUA, liderado por Bede Griffiths. Um vídeo especial sobre os 25 anos foi mostrado, com depoimentos de membros da Comunidade que participaram daquele Seminário. .

Mudanças na Escola Kim Nataraja, Diretora da Escola de Meditação por 17 anos, falou sobre a caminhada dela e o crescimento da Escola e da Comunidade durante este tempo. Ela recebeu um presente especial, um ícone, como sinal de profunda gratidão por toda a contribuição à Comunidade durante todos este anos. Kim continuará connectada com a Escola e servindo a Comunidade de outras maneiras. Durante o evento em Sussex ela apresentou Gene Bebeau, dos EUA, que será o novo Diretor da Escola (leia mais na página 8).

Meditatio Coordenadores e líderes puderam trocar experiências relacionadas ao projeto Meditatio em pequenos grupos e alguns apresentaram cases para o grande grupo. Abaixo, apenas alguns exemplos disso; - China: Xiao Xiao falou sobre o trabalho para disseminar a Meditação Cristã em diferentes partes da China para audiências desde crianças até seminaristas. Também mostrou como eles têm usado aplicativos mobile para facilitar sessões de meditação e comunicar o ensinamento. - Ucrânia: Maria e Albert Zakharova compartilharam como eles incentivam a Comunidade não apenas na Ucrânia mas também na Rússia. - México: Enrique Lavin falou sobre o trabalho com crianças, especialmente no interior do país, na cidade de Alfahayucan. Ele apresentou um vídeo sobre a última visita de Dom Laurence, ocorrida no início de 2016..

Futuro: Um novo lar para WCCM O encontro também foi uma chance para olhar para o futuro. Laurence Freeman apresentou a ideia de um novo Centro Internacional de Retiros para WCCM. O projeto deve estabelecer uma pequena comunidade vivencial, um local para retiros, eventos, ensinamentos e para compartilhar a vida em silêncio. Dom Laurence pediu o apoio dos Coordenadores para espalhar a ideia globalmente. A resposta geral foi positiva e entusiasmada. ONLINE: videos sobre a Conferência e os 25 anos da Comunidade aqu: http://tiny.cc/NCC2016


Meditatio Newsletter Outubro 2016

7

Notícias Seminário John Main 2016

Por onde a luz entra... com Jean Vanier Seminário foi sediado na Comunidade L’Arche em Trosly, França

O Seminário John Main 2016 foi realizado na sede da Communidade L’Arche, na França, de 2 a 4 de Setembro. Jean Vanier conduziu o seminário com o tema “Por onde a luz entra...”. Os participantes em Trosly e aqueles sintonizados na transmissão pela internet puderam experimentar momentos intensos de cheios de significado. Membros das duas comunidades (L’Arche e WCCM) compartilharam a meditação em profundo silêncio e os ensinamentos de Jean Vanier e Laurence Freeman. Um retiro antecedeu o seminário, no mesmo local, de 31 de Agosto a 2 de Setembro. Laurence Freeman comentou que a conexão com Jean Vanier e L’Arche foi renovada durante aquela semana e foi especialmente significante pelo aniversário de 25 anos

da WCCM e no momento em que espera estabelecer um novo lar internacional para a Comunidade na França. “O nível de compartilhamento entre a missão e a visão das duas comunidades é muito profundo”, afirmou Dom Laurence. Para Jean Vanier “Há algo de muito bonito em relação a duas comunidades andando juntas. De um lado há a contemplação e no outro há o encontro. E o que nos une são duas palavras: metanoia e silêncio” Leia comentários de participantes: “Jean é realmente um homem à frente de seu tempo: suas ideias, seus insights, seus ensinamentos, são perenes. Um de suas ideias é sobre ‘encontro’. Encontro em relação à oração é sobre a espera. É sobre diminuir o passo. Quando você

diz ‘vamos nos encontrar’, você se acalma. De fato, você para, você senta, e dá um tempo de todas as preocupações, ansiedades. Para ser presente para a pessoa e realmente dar atenção para a pessoa. E meditação é também algo assim. É um convite para diminuir o passo e daí você consegue parar, sentar, olhar dentro” (Dom Pachomius San Juan, Filipinas) “Jean tem um coração puro e me sinto privilegiada de estar aqui. É muito legal também ver a ligação com Laurence, porque eles são muito próximos um do outro. Nós tivemos uma reunião com membros da L’Arche que gostariam de ter grupos de meditação em diferentes casas. Para mim isso realmente faz sentido. Acho que é sobre Marta e Maria. Meditando eu consigo olhar para os outros com um olhar diferente.” (Sandrine Vinay, Coordenadora da WCCM na França) “Vejo smilaridades entre L’Arche e WCCM e também uma bonita complementaridade em termos das missões e mensagens. É importante para o mundo ter a ideia do silêncio, da solitude, ir fundo nestes espaços. E a partir deste espaços, destes períodos, ser capaz de amar as pessoas com deficiência, ou pessoas em sofrimento” (Ronald Ivey,EUA) ONLINE: vídeo das palestras: http://tiny.cc/JMS2016_talks

A coisa maravilhosa sobre a comunidade que é contruída por aqueles que oram juntos é que encontramos pessoas para estar com e que estão por nós.


8

Meditatio Newsletter Outubro 2016

Notícias

A revisão da Escola de Meditação Kim Nataraja

KIim Nataraja durante a Conferência de Coordenadores Nacionais

Queridos Amigos: Alguns de vocês estão cientes e têm mesmo tomado parte da revisão da Escola que eu e Laurence iniciamos um ano atrás. Após liderar a Escola pelos últimos 17 anos em nome de Dom Laurence eu sinto sem culpa alguma que devo deixar o cargo. Esta decisão nos ajudou a revisar a organização da Escola com um novo olhar. Decidimos então que o trabalho da Escola seria melhor desempenhado se separado em sete seções, que formariam o Comitê da Escola. O Comitê funcionará como um corpo único que cobrirá todos os aspectos da Escola. Gene Bebeau (membro do Comitê Diretivo, Conselho da Escola e da Comunidade por muitos anos), que lidera a seção referente a Grupos, concordou em assumir a função de Diretor da Escola por um ano. As funções de líder de cada seção serão também desempenhadas por um ano, com a chance de se renovar o termo ou deixar a função indicando alguma outra pessoa. As sete seções são as seguintes: * Grupos (Gene Bebeau como líder com Michel Legault, Jack Murta, Kath

Houston como membros de apoio) * Cursos de Ensinamentos Essenciais (Phil Barnett como líder com Ana Fonseca e Giovanni Felicioni como membros de apoio) * Cursos Online (Charles Posnett) * Publicações (Briji Waterfield como líder com apoio de Cecilie Dee) * Formação de Professores (Kath Houston como líder) *Website (Lucy Beck como líder) * Finanças e orçamento (líder ainda por ser anunciado). Os líderes de seção tentarão encontrar mais pessoas para ajudar e compartilhar ideias. O Conselho da Escola continuará preenchendo suas funções como tem feito muito bem por anos. Nós sentimos uma imensa gratidão para os dedicados membros do Conselho da Escola. O Diretor da Escola vai liderar tanto as reuniões do Comitê da Escola, que se encontrará trimestralmente, e o Conselho da Escola, que se reunirá duas vezes ao ano. Além de outros membro do Conselho da Escola, há os seguintes membros, que se reportarão por regiões da Comunidade Mundial: Austrália (Kath

Houston), Canadá (Phil Barnett), Caribe (Sr Ruth Montrichard), América Central (Enrique Lavin), Europa e Africa (Kim Nataraja, Andrzej Ziolkowski e Jose Pype), Malásia e Cingapura (Niloufer Harben e James Loh), Nova Zelândia e Pacífico (Pe. Peter Murphy), América do Sul (Marina Muller e Gilda Monteiro), EUA (Karen e Tim Pedigo, Lucy Beck e Pat King). Por eu ter sido parte da Escola e tido o apoio fiel de todos por tantos anos estarei atendendo aos encontros do Conselho duas vezes ao ano. Também estarei na lista de professores da Escola e estarei cuidando da Escola na Europa.

Gene Bebeau, novo diretor da Escola de Meditação Eu encontrei Dom Laurence e aprendi sobre Meditação Cristã pela primeira vez em um retiro em 1993. Senti desde o início que era o que eu queria e precisava fazer. Aceitei o cargo de Coordenador Regional da Flórida em 1998. Logo me dei conta do quão importante é a Escola de Meditação para a Comunidade Mundial. Me tornei Coordenador da Escola nos EUA pro volta do ano 2000. Os programas da Escola me ajudaram a compartilhar os ensinamentos de John Main de um modo mais natural. Em 2007 assumi a função de Coordenador Nacional e servi nesta função de maneira oficial de 2012 a 2016. Também faço parte do Conselho Diretivo da Comunidade desde 2013. Trabalhando com Dom Laurence e Kim nos projetos da Escola de Meditação têm sido uma grande benção em minha vida. São dois bons amigos para mim e minha família e para a Comunidade nos EUA.


Meditatio Newsletter Outubro 2016

9

Notícias Esperança para o Futuro: Meditação em Escolas Shirley Lancaster

Dr Rowan Williams

O seminário “Esperança para o Futuro: Meditação em Escolas” reuniu líderes religiosos e professores de 30 países para compartilhar experiências na introdução de Meditação Cristã para crianças. O evento foi organizado por Meditatio – a extensão da CMMC que trabalha para compartilhar os benefícios dessa prática de oração na sociedade. Apenas no Reino Unido mais de 150 escolas primárias recebem meditação em suas salas de aula. O palestrante principal, Dr. Rowan Williams disse que Jesus reconheceu que as crianças estão próximas ao Reino dos Céus por causa da abertura ‘para receber’. Uma cautela a ser aprendida é necessária para se engajar com o mundo, disse Dr. Williams, mas somos treinados para ‘receber’ aquilo que já está presente: O Reino de Deus dentro de nós e ao nosso redor. Precisamos organizar nossa mente para estarmos abertos àquela graça, disse Dr. Williams. Quando as vidas das crianças estão sobrecarregadas elas precisam experimentar uma redução no passo e encontrar um centro nelas mesmas, onde não estão em competição. Poder ‘ser’ nós mesmos, nos sentir em casa no amor de Deus. Não podemos olhar para o nosso próximo com superioridade, medo ou

desprezo. “Eles estão tão em casa, são tão habitantes do Reino quando eu sou”, afirmou Dr. Williams. A diretora de Educação Dr. Cathy Day – que introduziu a Meditação Cristã em 32 escolas em Townsville, Austrália – disse que esta forma simples de oração pode trazer um senso de comunidade para pessoas de diferentes expressões de fé, ou nenhuma. O “estranho” é bem-vindo porque as crianças desenvolvem uma grande capacidade de abrir o coração. Dom Laurence disse que a meditação faz parte de todas as grandes tradições espirituais. Jesus diz para irmos ao nosso “quarto interior”e nao tagarelar quando oramos. Ele valorizou o silêncio e a interioridade. Se a Educação é mais do que criarmos pessoas eficientes para produzir e consumir, crianças precisam uma habilidade de vida para despertar essa capacidade inata para a admiração, auto-transcendência, amor e compaixão. “Após a meditação nós cuidamos mais uns dos outros” diz um menino em um vídeo. Outro vídeo mostra jovens de Townsville dizendo que a meditação ajuda eles a administrar estresse, traz paz e promove autoconhecimento. Outros dizem que gostam de ter um tempo com Deus. Professores descrevem que há mais atenção e cooperação na sala de aula. Para alguns, meditação com crianças despertou uma inocência perdida e capacidade de maravilhamento.

ONLINE Veja todos os vídeos neste link: http://tiny.cc/hopefvid

Mother Mangalam

Peregrinação da Comunidade de Hong Kong A Comunidade em Hong Kong celebrou 10 anos em Agosto com uma peregrinação a Cingapura e Malásia. Um grupo de 28 peregrinos foi calorosamente recebido por companheiros na meditação em Cingapura, Malacca, Ipoh, Penang e Kuala Lumpur. “Nós aproveitamos a companhia uns dos outros a cada momento, refeições, demonstrações de amizade, missa e meditação”, disse Lina Lee, Coordenadora Nacional de Hong Kong. O grupo também visitou Pure Life (Vida Pura) em Kuala Lumpur, onde John Main encontrou a meditação pela primeira vez quando trabalhava como diplomata. Mother Mangalam recordou o encontro com John Main e foi presenteada com “O Coração da Educação”, um documento da Comunidade Mundial sobre meditação com crianças em 29 países.


10

Meditatio Newsletter Outubro 2016

Notícias

Seminário Meditatio: Uma Resposta Contempaltiva à austeridade Kit Dollard

Cerca de cem ativistas, líderes e meditantes se encontraram na Universidade Teesside, em Middlesbrough, em 13 de julho, para “Uma resposta Contemplativa a Austeridade”, com o Bispo de Whitby, Paul Ferguson, na presidência e Dom Laurence como o palestrante principal. Dom Laurence gentilmente conduziu os participantes a partir de Gregório o Grande através de uma jornada da meditação à contemplação. Tudo nos lembrou que não podemos conhecer o que não conhecemos e

que a meditação não é uma fuga mas se torna “um novo modo de ver a interação com aquilo que enxergamos”. Ele falou sobre a importância de contemplar ao invés de apenas olhar, produzindo uma mudança de consciência, uma alteração na maneira como nos relacionamos conosco mesmos, com os outros, com nosso mundo e com Deus. Bethany Eckley,, Diretor de Pesquisa e Política do Church Urban Fund, apresentou dois documentos: “Construindo Comunidades do Reino” e “Plenitude de Vida Juntos”, reimaginando como igrejas cristãs poderiam se engajar com comunidades de maneira mais efetiva. Ela enfatizou que, quando não existe “nós” e “eles”, o relacionamento, não os programas, traz a cura. Canon Derek Turnham falou sobre Caritas e a Rede de Ação Social Católica, construindo comunidade ao redor do

mundo. Diversos workshops lidaram com aspectos práticos sobre como se adaptar à austeridade, que vão desde cura e harmonia até comunidades de apoio e construção de inclusão social. Dom Laurence nos deu uma introdução à meditação como uma roda sempre em movimento e simbolizando nossa jornada espiritual (Marta), com os diferentes modos de oração como os raios da roda, que nos levam ao centro, que simboliza a quietude (Maria). Nós perdemos a quietude do centro quando estamos em estresse. O Seminário reafirmou a absoluta centralidade dos relacionamentos - e do amor - em nossas vidas diárias e que a contemplação facilita esse ethos enganosamente simples. Isto nos permite lidar com a austeridade com paz, paciência, maturidade e sabedoria. ONLINE: Veja os vídeos em http://tiny.cc/MED_Austerity

Indonésia: compartilhando a visão sobre Bonnevaux

A Comunidade na Indonésia organizou dois eventos recentemente. De 6 a 9 de Setembro houve um retiro de Meditação Cristã para padres da Arquidiocese de Makassar. Foi liderado por Pe. Siriakus O.

Carm e Pe.Tan Thian Sing MSF e teve a participação de 38 sacerdotes. Em 28 de Agosto a Coordenadora Nacional, Sra.Kindawati compartilhou a visão sobre o novo Centro Internacional com a comunidade na Indonésia: “Eu compartilhei com grupos de Jacarta e arredores a idea de mudar nosso lar internacional de Londres para a França e o conceito de fundo de bolsas, para permitir a meditantes com limitações financeiras visitar o novo lar e se beneficiar de programas que serão desenvolvidos lá. Certamente contribuições

de membros da comunidade serão necessários para fazer os planos e idéias se realizarem. Acredito que recebi uma boa resposta dos membros de grupos no encontro”

OUTROS VÍDEOS Retiro de Monte Oliveto, com o tema “Mudança” http://tiny.cc/MO2016_talks Seminário Meditatio “Espiritualidade para uma Sociedade Secular, em Praga: http://tiny.cc/MED_Prague


Meditatio Newsletter Outubro 2016

11

In Focus Sébastien Gendron, Coordenador franco-canadense da WCCM Nossas sociedades hipermodernas parecem como uma corrida de Fórmula 1, todos correndo tão rápidos e contra todos em um circuito fechado. Os carros precisam ser o mais eficiente possível mas também precisam mais trocas de pneus e filtros de combustíveis para manterem o ritmo. A próposito, os acostamentos, que nos levam a abismos espirituais, são frequentemente escondidos. Ou então não somos capazes de reduzir o passo suficientemente para sair da estrada. Então seguimos em frente e vemos tantas colisões nos relacionamentos, quebrar de comprometimentos e explosões psicológicas. Eu vejo frequentemente, como Coordenador da Comunidade Francocanadense, pessoas maduras encontrando a Meditação Cristã como um resultado natural de uma jornada de vida espiritual. Elas são na maioria pessoas que se dedicaram à oração pessoal e encontram na prática (da meditação) um caminho de reconciliação com sua fé da infäncia. Mas o que dizer dos jovens que correm como loucos neste mundo incrível, como trabalhadores ou estudantes, com frequência as duas coisas? E as crianças que crescem em um mundo

tão pobre de referências espirituais, em que tudo o que encontram são distrações psíquicas ou químicas, ao invés de um caminho espiritual de verdade para lhes nutrir a profundeza dos corações? Oração silenciosa tem tando a oferecer. Para mim pessoalmente, tenho descobrido que ordem e harmonia são resultados de disciplina. Tenho aprendido a ser totalmente “não-performativo” diante de Deus, renunciando a todas as minhas expectativas com confiança. Isto me leva a um modo atento de escutar os sinais em meu corpo, me torna mais capaz de respeitá-lo e honrá-lo adequadamente. Melhora minha presença interna e minha disponibilidade de servir aos outros, entrando em profunda comunhão com o mundo à minha volta. Tenho aprendido a reagir de maneira mais leve aos eventos fora do meu controle através da observação mais objetiva dos movimentos de minha alma, aprendendo a amar o que antes era repulsivo. A Meditação é uma ferramenta preciosa para ajudar ao meu próprio espírito a colaborar com o Espírito de Deus. Isso transcende a separação fundamente entre alma e espírito (Heb 4, 12) para concretizar

Meditatio Newsletter é publicada quatro vezes ao ano pelo Escritório Internacional da Comunidade Mundial para a Meditação Cristã, St Marks, Myddelton Square Londres EC1R 1XX, Londres, Reino Unido. Tel: +44 (0) 20 7278 2070

a “dimensão humana da redenção”(1) que leva à sanidade e divinização do humano. Os frutos estão presentes mas como transmitir a prática para uma geração que tem tempo para chats online, treinam corpos e mentes para a diversão, mesmo para caçar Pokemon, mas não sabem orar? Eles podem ir a sessões de grupos de oração (nem sempre sendo capazes de ficar sentados por 20 minutos), mas a maioria não consegue integrar o processo ou se beneficiar das consequências em suas esferas individuais. Acho que temos que ser criativos, compreensivos e piedosos. E ter a boa vontade de adaptar práticas espirituais a estilos de vida frenéticos, guiando eles por um caminho gradual, passo a passo, e os ensinando a se tornarem plenamente atentos e contemplativos em quaisquer circunstância. Desenvolver o gosto pela graça e alegria pela simples existência é um desafio enorme para qualquer um que pense que seu pior problema seja não ter o que consumir, comprar ou vender. Mas este é o nosso desafio e cada vez mais compreendemos a vital importância de aceitá-lo com amor e paciência. [1] João Paulo II, Redemptor Hominis, no. 8-10, 1979.

Editor: Leonardo Corrêa (leonardo@wccm.org) Design Gráfico: Gerson Laureano Gostaria de enviar uma contribuição para a newsletter? Nosso próximo deadline é em 20 de Novembro.


12

Meditatio Newsletter Outubro 2016

Recursos Calendário Meditatio

Livros Vivendo com a Mente de Cristo - Mindfulness na Espiritualidade Cristã Stefan Reynolds

A oração e o sacerdote Meditação Cristã e a vida sacerdotal

O tema do Calendário 2017 será Inocência. Novo design e diferente formato Fotos de Laurence Freeman e citações de John Main Para pré-encomenda do Calendário: http://tiny.cc/MED_calendar2017

Meditatio CDs Palestras sobre a Nuvem do Não-Saber

Através dos ensinamentos de Jesus e místicos cristãos como Santo Agostinho e Miester Eckart, Stefan Gillow Reynolds demonstra que a prática de Mindfulness (Atenção Plena) que leva à meditação silenciosa, recomendada por muitos terapeutas, não é uma moda moderna mas sempre teve um lugar dentro do Cristianismo contemplativo. ONLINE: * Para mais informações visite: http://tiny.cc/LMChristBk

Padres, aqueles em treinamento para o Ministério e leigos preocupados com seus pastores e igrejas vão encontrar neste livro uma fonde de esperança, inspiração e sabedoria prática. Ele contém artigos de “A Oração do Sacerdote”, publicado em 2005, juntamente com diversos artigos de sacerdotes em ministério. Publicação prevista para 7 de Novembro de 2016.

Reverendo Graeme Watson apresenta os ensinamentos deste clássico da espiritualidade de uma forma contemporânea. Para mais informações: http://tiny.cc/meditatioCDs

Seminário Meditatio Meditação & Envelhecimento

19 - 20 Nov/ Australia Mais informações: http://tiny.cc/ageing_MED

Para encomendas: contate o centro de recursos mais próximo. Nossos centros estão listados abaixo VISITE NOSSA PÁGINA NA AMAZON: http://astore.amazon.com/w0575-20 UK and Europe www.goodnewsbooks.net email: orders@goodnewsbooks.net Tel: +44 (0) 1582 571011 USA: www.contemplative-life.org contemplativewisdom2@gmail.com Tel:+1-520-882-0290

CANADA: www.wccm-canada.ca email: christianmeditation@bellnet.ca Tel: +1-514-485-7928 ASIA email: enquiries@mediomedia.com Tel: +65 6469 7671

NEW ZEALAND: www.christiansupplies.co.nz email: order@pleroma.org.nz Tel: 0508 988 988 (Within NZ Only)

AUSTRALIA: jopanetta@gmail.com Tel: +61 2 9482 3468


Meditatio Newsletter Outubro  

Meditatio Newsletter Outubro Newsletter Internacional da Comunidade Mundial para a Meditação Cristã

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you