Page 1

LUXURY ART & DESIGN WEEKEND 2 & 3 Novembro 2019 Sábado 2 de Novembro 10.00 @ Receção Hotel Maria Imaginário - apresentação do artista em residência 10.30 @ Receção Hotel Silverbox - apresentação do projeto & retratos dos participantes 11.00 @ Hotel Reception Davines & Comfort Zone - apresentação da marca 12.00 @ Receção Hotel Bisarro - apresentação da marca 12.30 @ Receção Hotel Isto - apresentação da marca 13.00 @ Receção Hotel Martinho Pita - apresentação da marca 15.30 @ Os Gambozinos Sul Bags - apresentação da marca & workshop de construção de uma carteira em pele 17.30 @ Os Gambozinos Claus Porto - apresentação da marca & novidades 18.15 @ Receção Hotel Darkside - apresentação da marca 18.30 @ Receção Hotel About Brazil - apresentação da marca 19.30 @ Receção Hotel Absolut Elyx - apresentação da marca & welcome drink 20.00 @ O Terraço *Jantar com Chef Bruno Caseiro & vinhos Vicentino Domingo 3 de Novembro 10.00 @ Receção Hotel Erva Moura - apresentação da marca 10.30 @ Os Gambozinos Eisenberg - apresentação da marca 11.30 @ Os Gambozinos Isco - apresentação do projeto & workshop de kanelbulle 12.30 @ Receção Hotel Curry - apresentação da marca 13.00 Perrier-Jouët - apresentação da marca 13.30 *Almoço com aperitivo Lillet *Refeições não incluídas, aplica-se o preço em vigor.


Luxury Art & Design Weekend no Martinhal Sagres Seguindo a tradição iniciada há oito anos, o primeiro fim de semana de novembro é considerado uma das alturas mais especiais para o Martinhal Sagres Beach Family Resort, e este ano não será excepção. Entre os dias 1 e 3 de novembro, o resort de luxo para famílias - que em 2020 completará 10 anos de existência - receberá a 8ª edição do Luxury, Art & Design Weekend que, uma vez mais, reúne uma panóplia de artistas, criativos e marcas de sucesso, com especial enfoque nos (novos) talentos nacionais. Será durante os primeiros dias de novembro que artistas, criativos e marcas convidadas apresentarão informalmente os seus projetos, dando a conhecer ao público presente, as origens e processos criativos que fizeram destes, casos de sucesso nas suas áreas de atividade em Portugal e além fronteiras. Sendo Portugal um país fortemente ligado à gastronomia, um dos pontos altos deste fim de semana será o jantar de sábado, especialmente criado pelo Chef Bruno Caseiro, harmonizado pelos melhores vinhos nacionais.

Maria Imaginário, Artista Residente Atualmente a viver e a trabalhar em Lisboa, Maria Imaginário é, desde 2008, presença assídua em galerias e feiras de arte internacionais, tendo já passado por Milão, Roma, Londres, Lyon, Paris, Miami, Atlanta e San Diego, entre outros. Representada pela portuguesa Underdogs Gallery, Maria é uma artista multidisciplinar, que trabalha no campo da instalação, pintura, arte de rua e escultura. No decorrer de um percurso de mais de uma década, Maria Imaginário desenvolveu uma linha de trabalho profundamente pessoal, com


uma narrativa baseada numa linguagem original, irónica e com o toque agridoce que lhe é característico. As obras de arte revelam acima de tudo uma enorme riqueza de personagens que transbordam emoções, assim como histórias envoltas em ingenuidade aparente, sempre misturadas com um toque de humor e ironia. Edna Costa é, assim, a primeira artista residente escolhida pelo Martinhal para o ano de 2019, uma colaboração iniciada com a apresentação de uma instalação para o International Children’s Day Martinhal Cascais, e que culminará com a apresentação de um conjunto de peças criadas exclusivamente para a 8ª Edição do Luxury, Art and Design Weekend, em Sagres. Conta-nos Edna que “a minha inspiração inicial para escolher a técnica de tapeçaria como material principal para a exposição do Martinhal partiu de duas referências - a primeira é a sensação acolhedora que o material transmite e a sensação familiar de casa; a segunda referência veio do mar e das redes piscatórias, sendo a base da tapeçaria sempre uma rede.” Nesta exposição, que ficará patente até outubro de 2020, vamos ver tapeçarias de grande e pequeno formato, resultado de várias experiências feitas pelas artista, que teve por conceito principal explorar a forma da água, as suas cores, a ilusão que a distorção provoca e as criaturas que nela habitam.

Gastronomia Bruno Caseiro deixou-se levar para o universo da cozinha pela sua paixão por comida. Licenciado em Psicologia, resolveu dar outro rumo à sua carreira e, depois de terminar a Escola de Hotelaria, viajou pelo mundo para aprender com alguns dos melhores - Nuno Mendes, Alex Atala, Tom Sellers, Leandro Carreira e Kobe Desra-


maults -, mantendo sempre um olhar atento ao que se passava no seu país. Como gosta de cozinhar o que lhe dá prazer comer, encontrou no Alentejo o cenário perfeito. Lá, onde o tempo se estende e prolonga em noites animadas e mesas fartas, procura refletir no prato e no palato a biodiversidade que carateriza a região. Bruno, atualmente à frente da cozinha do restaurante Cavalariça, na Comporta, será o responsável pela criação de um jantar especial, inspirado e com recurso a produtos da época e da região, harmonizado pelos extraordinários vinhos portugueses da Vicentino. Serão ainda servidos aperitivos Lillet, champagnes da Perrier-Jouët e cocktails Absolut Elyx, gentilmente oferecidos pela Pernod Ricard Portugal, considerada uma das principais empresas mundiais no setor de vinhos e bebidas destiladas e parceira de longa data do Luxury, Art & Design Weekend. Ole Martin Siem viajou pelo mundo fora, mas foi em Portugal que se deixou fascinar pelos vinhos alentejanos e onde reconheceu as condições ideais à produção vitícola. Deslumbrado pelas paisagens da Costa Vicentina, foi lá, onde o mar e as escarpas se encontram num ecossistema único, que, há mais de 30 anos, Ole Martin Siem escolheu o lugar onde mais tarde plantou as vinhas que dão origem ao Vicentino. Vicentino é a homenagem a esta região única de Portugal, cujas vinhas se localizam privilegiadamente junto ao mar. O sol e a brisa do Atlântico fazem deste terroir o berço de vinhos frescos e excepcionais. Lillet pode ter chegado há pouco tempo ao portefólio da Pernod Ricard, mas já conta com quase 150 anos de história. É um aperiti-


vo premium criado em 1872 e preparado nas adegas de Podensac, uma pequena vila a sul de Bordéus. Produzido a partir de um blend subtil de vinhos e de infusões de frutos preparadas pelo Mestre da Adega, utilizando métodos que têm sido passados de geração em geração desde o séc. XIX. Fundada em 1811 por Pierre Nicolas Perrier e Adele Jouët, a Perrier-Jouët permanece até hoje nas instalações da 28 Avenue du Champagne em Epernay, a capital francesa do champagne. Em 1846, Charles Perrier, que sucedeu ao pai, produziu um champagne “seco” para satisfazer os seus clientes britânicos, o que resultou no primeiro champagne “Brut”. Quatro décadas mais tarde, durante um leilão na Christie’s, o lendário Perriet-Jouët 1874 tornou-se o champagne mais caro do mundo, alcançando preços sem precedentes. Associada a prestígio e estilo, os vinhos foram servidos à Rainha Vitória, ao Imperador Napoleão e às famílias reais da Bélgica e da Suécia. A Absolut Elyx é produzida sob os princípios de qualidade, integridade e perfeição, destilada manualmente num antigo alambique de cobre de 1921. Representa uma nova ideia de luxo, ao mesmo tempo que redefine a categoria da vodca. O que torna esta numa vodca de luxo não é apenas a qualidade do produto, mas também a sua identidade cultural.

Feito em Portugal Filipe Alves e Rute Magalhães são os fundadores e as mentes criativas do Silverbox Studio, um projeto que aposta num novo conceito de fotografia: a fusão das técnicas fotográficas oitocentistas com a estética do século XXI. Trabalham com Colódio Húmido, um processo fotográfico com quase 160 anos e as fotografias são tiradas utilizando equipamento da


época, o que confere à imagem uma atmosfera intemporal. Tudo é feito como antigamente: estudam-se as poses, escolhe-se a melhor iluminação, tudo com calma, porque numa imagem conta-se uma história. A Bisarro surgiu enquanto projeto sócio-cultural, fortemente ligado às raízes artesanais e criativas, num período em que as artes ancestrais são cada vez mais valorizadas. A ideia original da Bisarro, enquanto projeto focado no barro preto, foi impulsionada por dois designers: Renato Rio Costa e Daniel Pera, tendo este último deixado o projeto. À posteriori foi sucedido pelos designers Micael Bacelar Pereira e Daniel Bacelar Pereira. Este projeto tem a sua génese no barro preto, valorizando esta arte e as pessoas que a praticam. O barro preto pertence a uma arte secular passada entre gerações de artesãos que se dedicam à produção e comercialização de peças utilitárias e decorativas. Com isto, o conceito Bisarro baseia-se na forte simbiose entre os diferentes mundos do design e o do artesanato, de onde resultam ideias e produtos únicos. Mais que uma marca, Yen Sung definie a CURRY como uma paixão. Por África, pela Mulher e pela Arte, tendo em junho passado lançado a primeira edição exclusiva de quimonos com a colaboração de três artistas portuguesas: Kruella D’Enfer, Wasted Rita e Tamara Alves. O resultado foi exibido na Casa-Atelier Vieira da Silva, em Lisboa, com o tema “A Arte pode ser exibida em qualquer lugar e sob qualquer forma”. Esta mostra CURRY é resultado de uma parceria 100% feminina, da produção à comunicação, passando pela apresentação e concepção do projeto. Parte dos lucros da iniciativa CURRY X Artists serão doados à ideiauniversal.org, uma ONG que cria programas inovadores


para populações carenciadas terem acesso a água potável, comida e educação. DARKSIDE Eyewear é uma marca de óculos de luxo que combina design sofisticado e intemporal com materiais da melhor qualidade. Todos os produtos são desenhados no estúdio da marca, no Porto, e 100% fabricados de forma artesanal numa pequena fábrica local, onde cada par de óculos acabado é moldado individualmente, equilibrado e polido à mão para garantir que quem usa os seus DARKSIDE tenha a sensação de usar algo realmente especial. Óculos leves e confortáveis feitos em acetato italiano Mazzucchelli, com lentes CR39 de alta qualidade, transportados numa bolsa de couro, também feita à mão em Portugal. “Acreditamos em comprar menos, comprar melhor, assim desenhamos óculos que ultrapassem as estações e tendências, usando processos manuais que definem óculos artesanais.” Amigas há mais de uma década, Diana e Maria sempre trabalharam em moda e beleza: Diana como stylist e editora de moda, e Maria em comunicação e relações públicas de marcas de cosmética. Cansadas de um modo de vida automatizado e escasso em significados espirituais, unidas pela amizade e por procurarem ambas um estilo de vida mais consciente e ligado à natureza, decidiram criar a erva moura como a forma de aproximar mais pessoas de rituais naturais que nos permitem viver um dia a dia mais profundo, consciente e significante. Todos os artigos da erva moura foram cuidadosamente escolhidos para despertar a convicção da experiência. Um cristal para nos acompanhar durante o dia; um rolo de jade com que massajamos o rosto; um ramo de salva ou pau santo que acendemos para deixar que o seu aroma purificante tome conta do sítio, físico e espiritual,


em que nos encontramos. Estes rituais projetam uma vontade de mudança e consequência. Podem ser más energias ou um ambiente pesado, pode ser simplesmente uma fase de mau humor, pode ser a pressão do tempo que às vezes nos parece fugir por entre os dedos. Ou pode ser apenas a necessidade de abrandar e respirar, sem contra-indicações. Paulo Sebastião é engenheiro tornado padeiro que desde 2018 brinca com massas na padaria ISCO em Alvalade. Antes disso passou 10 anos na Suécia, em Estocolmo, a aprender tudo o que queria saber sobre pão. Trabalhou como padeiro na padaria Petrus, em Estocolmo, distinguida como melhor padaria da Suécia em dois dos três anos que o Paulo lá trabalhou. Foi também na Suécia que Paulo aprendeu a fazer os típicos kanelbulle, um bolo com uma base meio abriochada, com um toque de cardamomo e recheio de manteiga, açúcar e canela, e que todos poderão aprender a fazer no workshop dado pelo padeiro. ISCO é uma padaria de bairro de inspiração portuguesa, francesa e nórdica. Um espaço de partilha e comunicação sobre pão, onde o fabrico está à vista e o conceito de transparência é um dos pilares do espaço. Abertos desde Setembro de 2018, rapidamente conquistaram o coração dos moradores de Alvalade e têm alguns fãs aqui e ali por Lisboa. Quando se juntavam a conversar, entre pausas no trabalho, Pedro Palha e Vasco Mendonça estavam longe de imaginar que iriam lançar uma marca de vestuário. À dupla preocupada com a falta de qualidade dos básicos para homem juntou-se Pedro Gaspar, que na altura lia a biografia de Yvon Chouinard, fundador da Patagónia, marca que faz da sustentabilidade a sua bandeira. Da dificuldade que tinham em encontrar uma boa camisa, passaram à ação e lançaram, em 2017, a ISTO. Os três amigos decidiram criar


roupa que conciliasse uma natureza mais funcional e utilitarista da peça, sem desprezar o lado estético. “Queríamos fazer básicos bem feitos, produzidos a partir de bons materiais, com uma relação mais transparente com os consumidores, através da partilha dos custos de produção de cada artigo — e com a confeção a utilizar materiais tendencialmente orgânicos e mais sustentáveis”, explicam. Além disso, a produção tinha de ser nacional. Martinho Pita é um Criativo residente em Lisboa. Licenciado em Arquitetura e Artes pela ECA (Edinburgh College of Art) em 2007, trabalhou em vários ateliers de arquitetura como Aires Mateus e Joao Pedro Falcão de Campos. Em 2009 viajou para a Índia para trabalhar com os Urbanouveau* no desenvolvimento e implementação da “Incremental Housing Strategy” nas favelas de Yerawada, Pune e em 2010 juntou-se ao atelier de arquitectura MVRDV, em Roterdão, e trabalhou juntamente com os Urbanouveau* no projecto “Connecting-Stockholm” em Estocolmo. Actualmente a viver em Lisboa, criou o Martinho Pita Studio, um atelier de carácter multidisciplinar que trabalha tanto a solo como em colaboração nas diferentes áreas artísticas, design de produto, arquitetura e implementação de estratégias sociais. Os seus trabalhos retratam uma expressiva combinação entre tradição, inovação e paixão. Os sacos e as pequenas peças de pele da Sul são executados à mão, um a um, por artesãos que lhes dedicam todo o tempo necessário até que fiquem como os idealizaram. São feitos em pequenas edições e com peles que os inspiram. Quando encontram uma pele bonita, que se adapta a um dos modelos, aproveitam-na, ainda que com ela possam fazer apenas uma única peça. A pele pode apresentar irregularidades, imperfeições e cicatrizes próprias da história de vida do animal. É assim que fazem questão que fique; não são


um defeito mas sim uma característica que fica marcada na peça, tornando-a única. “Gostamos de sentir os materiais que envelhecem com o uso, gastos com o toque das mãos, do sol e da chuva. Não temos coleções, segundo as estações do ano, nem seguimos tendências. Somos a favor da simplicidade, de peças que perduram ao longo do tempo, de pais para filhos, com momentos para contar, gravados como tatuagens”, diz Dora Osório, que, em 2014, fundou a marca com o seu irmão Duarte. Na raiz da Claus Porto estão os seus fundadores alemães e uma bonita cidade histórica portuguesa. Do casamento entre estas duas identidades europeias nasceu uma casa de fragrâncias e produtos de beleza, que assinalou o seu 130º aniversário em 2017. Cada produto Claus Porto detém uma história e personalidade única, com imagens inspiradas em rótulos d’outrora que nos transportam para a glamorosa Belle Époque europeia. Cada fragrância tem por base ingredientes provenientes da exuberante flora portuguesa. Todos estes elementos ganham forma na fábrica da marca que permanece até hoje na sua cidade natal, o Porto, onde os sabonetes são produzidos com recurso a técnicas antigas, e embrulhados à mão individualmente. Passados mais de 100 anos e quatro gerações, derrotas e glórias, a Claus Porto está presente em mais de 60 países. Permaneceu autêntica, desenvolveu a sua experiência em perfumes e cosméticos, uma filosofia de fabrico artesanal e um riquíssimo portfólio de rótulos e padrões coloridos desenhados à mão que conferem à marca uma identidade impar.


Além Fronteiras Todos os produtos [ comfort zone ] são fruto de uma sinergia de princípios ativos inovadores, não se limitando a uma única abordagem mas selecionando as respostas mais eficazes, produto a produto. Produtos seguros, eficazes e uma fonte de prazer para os sentidos, não são testados em animais. “A [ comfort zone ] nasceu da minha paixão pela beleza e ciência e pelo desejo de oferecer soluções profissionais e tratamentos em casa eficazes. Enriquecida pela constante contribuição de uma equipa de peritos em disciplinas médicas e ciência humana, nós trabalhamos apaixonadamente para trazer um novo significado à palavra “holístico” e tornar a pele uma verdadeira expressão de saúde e alegria de viver.” - Davide Bollati “Na Davines, acreditamos que viver em equilíbrio com a Beleza e a Sustentabilidade, a que chamamos “Beleza Sustentável”, pode melhorar as nossas vidas e o mundo que nos rodeia.” - Davide Bollati. O ideal de beleza da Davines encontra a sua inspiração no conceito de equilíbrio entre substância e forma. O estilo é inspirado pela simplicidade, harmonia e bom gosto. A beleza em que acreditam é baseada na apreciação pela individualidade e celebração da diversidade. Por isso louvam a graça. Elegância e características distintas que tornam cada um de nós naquilo que somos. Uma delicada fusão entre tratamento e maquilhagem, Les Essentiels du Maquillage da EISENBERG oferecem benefícios de skincare que se adaptam à rotina de beleza diária de cada mulher, para um resultado de embelezamento imediato. Com as suas linhas requintadamente sóbrias, as embalagens da gama revelam grande cuidado nos pormenores e uma preocupação especial de excelência. Refletem na perfeição a filosofiada da marca: intemporalidade, luxo e identidade.


O espírito criativo de José Eisenberg exprimem-se também na composição de perfumes e conceitos únicos, tais como L’Art du Parfum e Les Orientaux Latins. As suas criações reúnem a arte e o perfume, ou conciliam dois mundos e duas artes da perfumaria, ilustram-se numa vasta coleção de aromas inebriantes, delicados, declinados em requintados frascos. A ABOUT Brazil é uma novíssima marca-conceito que traz para a Europa uma cuidada seleção de produtos brasileiros, todos eles com uma história original, resultado de muito trabalho, paixão e respeito pela natureza. Apostando na sustentabilidade, a marca começou com uma pequena produção de cachaças de alta qualidade, apresentando agora uma linha exclusiva de homewear em algodão, com peças bordadas à mão por artesãs da ONG brasileira Acaia, e ainda uma coleção de escapulários em parceria com a joalheira Christina Cunali. Um fim de semana junto ao mar a não perder, dedicado à arte, gastronomia, luxo e bem-estar, no cenário idílico do Martinhal Sagres Beach Family Resort.


PARCEIROS:

!" #

Profile for ELEGANT FAMILY HOTELS SAGRES S.A.

Luxury Weekend Brochura  

Luxury Weekend Brochura  

Profile for martinhal