Issuu on Google+

O Senhor ressuscitou!

Aleluia!

Inspetoria Nossa Senhora Aparecida (BPA) - Porto Alegre – RS – BRASIL Abril de 2014 - Ano 47 – N. 328

PÁGINAS Vivas


2- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

Editorial Queridas Irmãs e formandas! Prezados Leitores! “Homens de Israel, escutem estas palavras: Jesus de Nazaré foi um homem que Deus confirmou entre vocês, realizando por meio dele os milagres, prodígios e sinais que vocês bem conhecem. E Deus, com sua vontade e presciência, permitiu que Jesus lhes fosse entregue, e vocês, através de ímpios, o mataram, pregandoo numa cruz. Deus, porém, ressuscitou Jesus, libertando-o das cadeias da morte, porque não era possível que ela o dominasse”. (Atos 2,22-24). O Tempo Pascal que estamos vivendo nos desafia ao anúncio de Jesus Cristo ressuscitado, vivo e presente entre nós. Assim como as mulheres, os apóstolos e discípulos, também nós somos enviados para ir ao encontro das pessoas e anunciar que Jesus deu a vida por amor e está vivo para sempre para que todos possam chegar ao Pai, por meio Dele. O tema da 28ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ): «Ide e fazei discípulos entre todas as nações» (Mt 28,19) nos faz memória da importante missão deixada em herança por Jesus. O Papa emérito, Bento XVI, nos lembra: “O discípulo sabe que sem Cristo não há luz, não há esperança, não há futuro” (Discurso inaugural da Conferência de Aparecida, em 13 de maio de 2007). Portanto, sejamos discípulos e discípulas fiéis e comprometidos com a causa do Reino, anunciando Jesus, com palavras, mas especialmente com a vida. Além da Páscoa, um importante acontecimento do mês de abril para o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, foi a Festa da Gratidão dirigida à Madre geral Yvonne Reungoat. Neste último ano do sexênio do seu governo, a festa foi celebrada na Inspetoria Argentina São Francisco Xavier, na cidade de Bahía Blanca, nos dias 25 e 26 e teve como tema

“O vento do teu Espírito nos torna fecundos”. Referindo-se ao vento que açoita as terras patagônicas, a festa ressaltou que este é sinal da força criativa do Espírito que, onde chega purifica, renova, recria, dá vida. O tema foi inspirado pelo Evangelho de João: «O vento sopra onde quer: ouve-se a sua voz, mas não se sabe de onde vem, nem para onde vai. O mesmo acontece com aqueles que nasceram do Espírito» (Jo 3, 8). Assim como o sopro do vento é percebido e visto nos movimentos que provoca, também a ação misteriosa do Espírito é visível nas obras das pessoas por Ele recriadas. Convido-os a “saborear” e ler com carinho o Páginas Vivas do mês de abril, pois traz notícias importantes da caminhada e da vida das comunidades educativas da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida (INSA) e da crescente integração das comunidades com as Paróquias e Dioceses, fortalecendo o compromisso de discípulos missionários e somando forças e energias na evangelização. Votos de um abençoado mês de maio, em companhia de nossa Mãe Auxiliadora, Aquela que sendo a primeira discípula, filha do Filho, nos orienta no seguimento de Jesus. Lembremo-nos de acompanhar a viagem de Papa Francisco à Terra Santa, nos dias 24 a 26 de maio, intensificando nosso desejo de paz para todo o mundo, especialmente para as nações que vivem em permanente conflito ou guerras invisíveis. No dia 24 de maio, nosso coração se voltará à Basílica de Maria Auxiliadora, em Turim (Itália), fruto do coração mariano de Dom Bosco e memória do compromisso de todas nós, Filhas de Maria Auxiliadora: ser, no tempo, sinal vivo de gratidão! Meu abraço fraterno acompanhado pelas orações. Ir. Maria Floriani inspetora@salesianasbpa.com.br


3- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

Nesta Edição.... Casa Mamãe Margarida Garuva- p. 04 Noviciado Nossa Senhora das Graças

São Paulo- p. 06

Colégio Auxiliadora Campos Novos- p. 08 Instituto Maria Auxiliadora

Porto Alegre- p. 12

Instituto Medianeira- Casa da Criança

Rio Pardo p. 14

Instituto Maria Auxiliadora

Rio do Sul p. 19

Instituto Laura Vicuña Uruguaiana p. 22 Centro Educacional João Paulo II Guarapuava p. 24 Instituto Nossa Senhora Auxiliadora Cambé- p. 29 Lar Padre Jacó Itajaí- p. 34 Encontros Nacionais Brasília- p. 37 Casa Santa Teresa Porto Alegre- p. 39 Festa da Gratidão Bahia Blanca- p. 40 Aniversariantes - pág. 42


04- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Garuva- SC

Encontro “Prepara-te: a Vida é um show!” é destaque na Comunidade de Garuva

N

os dias 12 e 13 de abril, aconteceu o encontro do Projeto Interâmbitos “Prepara-te a vida é um show” na cidade de Garuva. O encontro foi organizado pela comunidade de Irmãs e uma equipe de leigos da Paróquia que trabalham com a Catequese de Crisma. Participaram do encontro 160 jovens, sendo que a grande maioria eram crismandos e participantes de grupos de jovens. Para acompanhar este grupo, formou-se uma equipe composta pelas Irmãs: Ir. Carmen Demarchi, Ir. Ercilde Moratelli, Ir. Iara Poffo, Ir. Marcia Koffermann e por leigos: os coordenadores de Pastoral Robson dos Santos da Silva e Leonardo Pereira e a jovem Carolina Pereira que participa da AJS de Campos Novos. Na parte da manhã, houve um momento de integração e animação, seguido pelo tema fundamental que é conhecer a pessoa de Jesus através da Leitura orante da Palavra, na tarde do sábado e no domingo de manhã o trabalho prosseguiu em seis oficinas: duas de “Alô Juventude”, duas de “Conexão Jovem” e duas de “Missão +”. O encontro finalizou-se com a Celebração Eucarísti-

Momento da Lectio Divina em grupos

ca presidida pelo pároco José Aldo Mariano, que trouxe presente a importância de todo jovem viver com responsabilidade a própria vida, tendo a coragem de assumir as pequenas cruzes para chegar a vivenciar também a glória da ressurreição. A missa de ramos foi um momento forte de oração e encontro com Deus, reforçando tudo o que foi vivenciado pelos jovens nos dois dias de encontro. Destacou-se em Garuva a organização e envolvimen-

to tanto das Irmãs, quanto dos leigos e do Pároco que não mediram esforços para a realização deste grande encontro. A receptividade dos jovens foi muito grande e muitos manifestaram o desejo de que fossem realizados mais encontros como este. Dos jovens que participaram, doze deles pediram para continuar um processo de orientação vocacional e um número significativo de jovens manifestou o desejo de realizar uma missão jovem, que já ficou


05- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Garuva- SC

Missa de Ramos no salão da Paróquia de Garuva

com data marcada para a formação e a execução da mesma. Certamente os jovens que participaram do encontro aproveitaram muito e os frutos de todo o investimento e organização são compensados pela certeza de que o anúncio de Jesus Cristo está sendo feito de forma explícita e os jovens cada vez mais se sentem atraídos pela força do Evangelho, que sacia e dá novo ânimo da para a concretização de seus projetos de vida.

Dinâmica da Oficina Conexão Jovem

Grupo que trabalhou na realização do encontro


06- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l São Paulo- SP

Comunidade do noviciado visita memorial da Resistência em SP l Cassiana Gonçalves

N

o dia 2 de abril, a comunidade do noviciado visitou o “Memorial da Resistência de São Paulo”. A assessora do Novinter II, Ir. Sonia Lunardelli (Terciária Capuchinha), refletindo com o grupo de noviços em um momento de oração pelos 50 anos do golpe militar no Brasil, propôs que fosse realizada, enquanto grupo de Novinter esta visita, a fim de fazer memória dos religiosos que, sem participar da luta armada, contribuíram, dando até a própria vida pela busca de paz e liberdade. Então, toda a comunidade participou deste momento juntamente com as demais noviças das diversas congregações participantes do Novinter. O memorial é uma iniciativa do Estado de São Paulo, que tem como objetivo preservar referencialmente a memória da resistência e da repressão política sofrida no Brasil, não só neste período, mas de modo particular durante a ditadura militar. O museu está no prédio onde funcionava o antigo DEOPS (Departamento Estadual de Ordem Política e Social), hoje anexo do prédio onde funciona a Pinacoteca do Estado de São Paulo. A visita consiste basicamente em três partes: primeiro, acompanhados por um educador, tem-se uma breve explanação do fato histórico, em que consistiu o golpe militar, bem como, é apresentada uma linha do tempo das situações ditatoriais ao longo da história mundial, destacando-se a realidade brasileira. Depois, pode-se visitar as celas onde aconteciam as prisões. Todas foram modificadas, portanto,

Comunidade do Noviciado durante visita ao Memorial da Resistência

a instituição preparou quatro experiências diferenciadas: uma cela contém fotos e relatos escritos de pessoas que passaram por ali e foram torturadas, mas sobreviveram; a segunda, apresenta através de uma pequena tela algumas expressões, ruídos, palavras, notícias da época, de modo que remeta os visitantes ao passado; a terceira, é uma cela reconstituída ao que era na época da ditadura, com inscrições refeitas pelos sobreviventes nas paredes, colchão de palha, varal, banheiro precário, tudo reconstituído da maneira mais fiel possível ao original; e a última cela é a cela dos depoimentos em áudio, na qual se pode ouvir relatos dos sobreviventes torturados e na porta desta cela se encontra uma ilustração das celebrações eucarísticas

realizadas clandestinamente pelos frades dominicanos conforme relatadas no livro “O batismo de sangue” de Frei Betto. A respeito destas há um relato de áudio que chama a atenção: “Os freis celebravam a missa, não para despertar religiosidade em ninguém, mas para dar forças, pois o sofrimento era tanto, que era preciso se entregar pra Alguém”. Por último, têm-se à disposição painéis e telas interativas para o aprofundamento temático. A importância desta visita está em não deixar que se apague a memória e com ela a nossa consciência histórica. Pois, além da oportunidade de conhecimento histórico há também a reflexão da importância da vida digna e liberdade para todas as pessoas.


07- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l São Paulo- SP

Noviças assessoram encontro juvenil l Isabelle Alves Scheid

N

a manhã do dia 05 de abril, as noviças Isabelle Scheid (BPA) e Rosemeire Toledo (BSP), juntamente com Ir. Antonielle Holanda (BRE) participaram como assessoras do encontro “Jovens, mostra a tua cara!” no Colégio Mazzarello na cidade de São Paulo. Irmã e noviças foram responsáveis por duas oficinas, cujos temas foram: “Liberdade” e “Valores Humanos”. Estavam reunidos cerca de 40 jovens participantes, provenientes de grupos da PJE (Pastoral da Juventude Estudantil) das escolas salesianas das FMA localizadas na região da grande São Paulo.

Noviças do 1º ano durante encontro juvenil

Centro Juvenil Dom Bosco participa de Celebração Penitencial l Isabelle Alves Scheid

Parte integrante da programação dos encontros de Formação Humana do Centro Juvenil Dom Bosco de São Paulo, aconteceu, no dia 07 de abril, uma celebração penitencial preparada pelas Noviças e Irmãs responsáveis pela pastoral da comunidade do Noviciado. Através de dinâmicas e dramatização da passagem bíblica do Pai Misericordioso, os jovens foram convidados a refletirem sobre o perdão e a relação com Deus. O ponto alto da celebração foi o momento do deserto, em que os educandos tiveram tempo de oração e meditação da Palavra. Além disso, os padres da Paróquia Dom Bosco estavam presentes para conversar e atender confissões dos jovens que quisessem. Foi um momento forte de experiência de Deus tanto para

Noviça Isabelle dinamizando celebração penitencial

os educandos como para as Madre Mazzarello, acreditam Noviças e Irmãs que, como que o jovem é o lugar de entoda filha de Dom Bosco e contro com Deus.


08- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Campos Novos- SC

Celebrações Pascais com alunos do Ensino Fundamental II e Médio

Encontro de Ir. Maria Floriani com os educando e ducadores do IMCC

l Jâni Bagatini

N

Missa realizada com as turmas do Ensino Médio

os dias 14 e 15 de abril, rias Bruna Machado e Verôaconteceram na Capela nica Wizbicki que recordaram do Colégio Auxiliadora, os símbolos Pascais, leitura Campos Novos-SC, as cele- e reflexão da Paixão, Morte e brações pascais conduzidas Ressurreição de Jesus. Com pelo Assessor da AJS, Leo- a presença dos Padres da panardo Pereira, e as voluntá- róquia Pe. Alcides, Pe. Luigi,

Pe. Benjamim e Pe. Genoir ocorreram celebrações penitenciais com confissões e uma Celebração Eucarística para o Ensino Médio.

Coelhinha da Páscoa, onde estás e o que trazes para nós? l Jâni Bagatini

As turmas da Educação no momento coelhinha Karina Infantil e Ensino Fundamental Pelozato de Azevedo “O entamento, o apalpar I do Colégio Auxiliadora, na canpara sentir e mesquinta-feira, 16 de abril, já com mo a cenoura eno verdadeiro sentido da Pástregue para coa trabalhado pela AJS nas comer, nos celebrações, abriram f a z as festividades da Páscoa com uma Boa Tarde celebrando a Festa da Vida com toda iluminação e inocência de crianças. No decorrer da tarde, as crianças entraram na toca em busca dos ovinhos e da coelhinha. Segundo a Auxiliar de Coordenação e

acreditar que as pessoas têm dentro de si e repassam às crianças, um mundo cheio de magia, de alegria de viver, de acreditar que Jesus está sempre nos guiando”. Após encontrar o tesouro os alunos recebiam de suas professoras uma lembrança, regada com muitos desejos de uma Feliz e abençoada Páscoa!


09- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Campos Novos- SC

Celebração Pascal dos Educadores do Auxiliadora l Jâni Bagatini

C

elebrar a vida junto aos colegas de trabalho foi o objetivo da celebração de Páscoa com os educadores do Colégio Auxiliadora no dia 16 de abril. Iniciando com o grupo na Capela, o Assessor da AJS- Articulação da Juventude Salesiana- Leonardo Pereira retomou o evangelho da Santa Ceia. Durante a celebração, todos foram convidados a escrever seus pedidos de perdão pelas fragilidades humanas e com o gesto de queimar esses pedidos participaram da Ceia Judaica que aconteceu no Salão Madre Mazzarello.

Educadores do Colégio Auxiliadora

Com a participação de alguns colaboradores foi revivida a história da Páscoa segundo o livro do Êxodo. Conforme a Diretora, Irmã Alice Demarchi “Conta a história que durante os oito dias da Páscoa só se podia comer pão sem fermento em lembrança da primeira Páscoa. Na pressa da fuga do

Egito não houve tempo para levedar o pão. A fé de Israel move-se na dialética de memória e futuro. Comemos pão ázimo, ervas amarga e tomamos o vinho respeitando todas as bênçãos e o costume da época. Sentimos o clima de respeito, concentração e acolhida em todos os momentos”.

Infância Missionária no Colégio Auxiliadora l Jâni Bagatini

Na sua missão pastoral de “evangelizar educando e educar evangelizando”, todas as terças feiras, das 10h30 min às 11h15 min, acontecem encontros do grupo da Infância Missionária, no Colégio Auxiliadora. Nesses encontros vivenciam-se momentos de oração, com reflexões para conhecer a vida de Jesus, suas palavras e assumir junto com “Ele” a missão de anunciar seus ensinamentos: “Criança evangelizando criança!” Em consonância com as Pontifícias Obras Missionárias, os objetivos da Infância Missionária são: suscitar e promover o espírito missionário universal entre as crianças; e incentivar pais e educadores a promoverem o protagonismo das crianças na evangelização e solidariedade universal. A sua metodologia é inspira-

Educadora Vera Lúcia Brocardo com as crianças da Infância Missionária

da na pedagogia de Jesus. Segundo a Responsável pelo grupo da Infância Missionária Vera Lúcia Dutra Brocardo: “É por meio da oração, da solidariedade e da participação que as crianças crescem na ex-

periência e conhecimento de Deus, buscando Jesus Cristo e reconhecendo além- fronteiras, que “de todas as crianças do mundo, são sempre amigos...”


10- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Campos Novos- SC

Passeio é oportunidade de construção do conhecimento

l Jâni Bagatini

F

oi com o objetivo de entender o espaço geográfico como produto de uma formação socioespacial e da coexistência de diversos tempos, com permanências e rupturas, que a turma do 4º ano do Ensino Fundamental I do Colégio Auxiliadora, Campos Novos/SC, visitaram a cidade de Treze Tílias-SC. A proposta da visitação foi a partir da compreensão do espaço geográfico por meio de categorias próprias, fundamentais como: paisagem, lugar, região e território..., e definição dos conceitos de Paisagem (espaço geográfico); Lugar (determinada porção do espaço que adquire significado em funções de valores culturais, naturais e econômicos). Na oportunidade, os alunos rela-

cionaram escala geográfica com proporção, entendendo que é o tamanho real de um objeto e sua representação no mapa (minicidade). Segundo a professora Margarete de Souza Dal Farra “despertar o interesse dos alunos e leváCrianças durante visita à cidade de Treze Tílias los a compreender o mundo não é uma tarefa que as sociedades realizam apenas da Geografia, preci- no espaço, considerando-o samos mostrar que é de fun- para novas ações humanas. damental importância partir Foi um momento maravilhoso do ponto de vista geográfico com muitas aprendizagens e para entendermos e mesmo descobertas!”. repensarmos os movimentos

Projeto desperta para a dimensão do cuidado l Jâni Bagatini

Durante o mês de março e até o final do primeiro semestre, no componente Curricular de Natureza e Sociedade, as crianças do Infantil de dois anos do Colégio Auxiliadora de Campos Novos estão investigando e fazendo descobertas, através do projeto Pintinho Amarelinho. Integrando o tema as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Com a história da Galinha Choca é possível trabalhar não só seres vivos, mas a sequência de fatos e conceitos espaciais. Tomando como ponto de partida a curiosidade, esse projeto visa estudar, observar e cuidar dos pintinhos. Pesquisar aspectos como alimentação, habitat, reprodução e características externas. Segundo a professora Eliane Bellon Canuto “dividindo o processo de investigação em etapas e tendo a participação das famílias em um trabalho de pesquisa já é

Crianças da turma do Infantil do Colégio Auxiliadora

possível perceber o avanço entre os conhecimentos prévios e adquiridos realizados em roda de conversa com o registro escrito (professor escriba) das hipóteses que cada criança formulou em relação aos questionamentos: De onde vem o ovo? Quem bota o ovo?” Contando com

material concreto para a investigação as crianças puderam observar e tocar o ovo e também os pintinhos que estão sendo cuidados e tratados no aviário da escola onde semanalmente fazem visitas para acompanhar o desenvolvimento e a transformação que ocorrem nas aves.


Ano 47- n.328

11- Páginas Vivas

l Campos Novos- SC

VI Olimpíadas Salesianas do Colégio Auxiliadora Campos Novos

l Jâni Bagatini

D

e 9 a 11 de abril, aconteceu a VI Olimpíada Salesiana com jogos e atividades recreativas envolvendo Pais, Professores e alunos dos segmentos da Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio do Colégio Auxiliadora. No dia 09, as turmas da Educação Infantil participaram de circuito com atividades que desenvolvem a autonomia e o desenvolvimento pessoal e relacional, organizadas pela professora Cristiane Pelozato. Dia 10, no período vespertino, aconteceram atividades esportivas com as turmas 1º, 2º e 3º ano do Fundamental I, onde cada time teve a oportunidade de demonstrar seu espírito competitivo e de respeito aos colegas. Às 19hs deste dia, houve a Abertura Oficial com participação de autoridades locais, juramento dos atletas, acendimento da Pira Olímpica e bênção a todos os atletas presentes. Um momento muito esperado foi a escolha do Rei e da Rainha da Olimpía-

da, ficando eleitos a aluna Letícia Gödel e o aluno Pedro Henrique Maffioletti, Amanda Redante e Bernardo Roveda como rei e rainha do Ensino Médio e Fundamental II respectivamente. O evento contou com a presença das ex- alunas e Miss Campos Novos 2010 Ana Elza Zambiazzi e 2011 Cristiane Moro, da estilista Thais Caroline Sabei e das professoras salesianas Juliana Mena Barreto e Cristiane Pelozato para realizarem a tarefa de escolha. Durante a apuração dos votos aconteceu a participação especial da AJS- Articulação da Juventude Salesiana que fez uma representação do carisma proposto pelos nossos santos fundadores e intercessores Dom Bosco, Madre Mazzarello, Domingos Sávio e Laura Vicuña. Logo após, times dos pais de todos os segmentos iniciaram a competição na modalidade de Futsal. Durante todo o dia 11 de abril, os alunos do 4º ano do E.F I ao 3ªº do E.M. partici-

Momentos especiais das Olimpíadas Salesianas

param competindo nas modalidades de futsal, voleibol, xadrez e tênis de mesa. Às 19hs, para fechamento da VI Olimpíada Salesiana aconteceram os jogos de voleibol das Mães e Professoras salesianas. Segundo a Supervisora Pedagógica Jâni Bagatini “Os momentos que a VI Olimpíada Salesiana nos proporciona são momentos de grande valor biológico e pedagógico. Através da integração Alunos, Pais e Professores podemos oportunizar que os talentos esportivos de nossa escola demonstrem o espírito competitivo, a amizade e a alegria de celebrar o prazer de serem atletas salesianos. Nosso maior objetivo? Desenvolver qualidades e capacidades físicas e morais na vivência e perspectiva de formação integral.”


12- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Porto Alegre- RS

IMA- POA realiza Projeto Interâmbitos

l Ir. Lúcia Jacinta Finassi

O

Projeto Interâmbitos motivou ainda mais a comunidade do IMA a ser casa salesiana de acolhida, escola que educa e evangeliza e pátio para fazer amigos. Manter vivo o espírito apostólico de Dom Bosco e Madre Mazzarello implica o desejo e a busca de anunciar e testemunhar a Boa Nova do Evangelho. O desafio de anunciar e testemunhar o Evangelho foi acolhido pela comunidade do IMA de Porto Alegre que realizou o Projeto Interâmbitos no dia 11 de abril a partir das 20 horas e contou com a presença de 30 jovens alunos da escola, sendo a sua grande maioria participantes da AJS. No dia 12, a partir das 9hs os ex-alunos convidados através do facebook e site da escola também marcaram presença. Compareceram para o encontro 15 ex-alunos/as dos quais 6 foram formandos nos anos 80 e 90, outros 6 do ano de 2007 e 3 recém formados em 2013. Para acompanhar estes dois grupos, os alunos atuais, e os ex-alunos/as, as Irmãs e Aspirantes da comu-

Irmã Jacinta com o grupo de participantes do Encontro

nidade do IMA assumiram a organização e dinamizaram o encontro com muito empenho e alegria. Na noite de sábado, dia 11, foram propostas dinâmicas de convivência, ludicidade, integração e espiritualidade organizadas pelos alunos coordenadores dos grupos da AJS. Desenvolver a liderança, o espírito de equipe e a socialização das próprias experiências ajudam os jovens alunos a colocarem suas habilidades e competências em prática,

evangelizando outros jovens. Destacamos o momento de espiritualidade preparado pelo grupo Criart da AJS que envolveu a todos, pois, partilhar as próprias experiências e ajudar o grupo a refletir sobre a necessidade de acolher as propostas oferecidas que ajudam no desenvolvimento da personalidade é responsabilidade de cada um. Este grupo quer fazer a diferença. Fazer as melhores escolhas para a própria vida, comprometendo-se com um mundo


13- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Porto Alegre- RS melhor. No dia 12 de abril, após o café da manhã às 8h30min e acolhida dos ex-alunos, os trabalhos tiveram início com duas oficinas: “Comunicação Jovem” e “Missão +” que foram dinamizadas pelas aspirantes desenvolvendo conteúdo, reflexão e fazendo com que cada participante do grupo assumisse responsabilidades e compromissos na certeza que haverá continuidade fazendo acontecer um processo sistemático de acompanhamento dos jovens presentes. Os ex-alunos/as tiveram um tempo para rever a escola, partilharem entre eles e com todo o grupo de alunos as experiências realizadas e os valores assumidos que marcam a vida de cada um e que foram estimulados no tempo de vivência no IMA. Na parte da manhã o encontro finalizou com uma oração onde cada um recebeu um marca página de Maria Auxiliadora. Após o almoço, como em toda casa salesiana não poderia faltar o espaço para animação, onde o jogo, a música e o tempo de pátio é importante para fazer amigos e viver a alegria.

Oficina de Missão dinamizada pelas aspirantes

Oficina de Conexão Jovem dinamizada pelas aspirantes Reflexão durante a Oficina de Missão


14- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Porto Alegre- RS

Ser com os jovens casa que evangeliza l Ir. Adriana M. Boeno

N

o dia 26 de abril, aconteceu a reunião pedagógica com os professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I e II do Instituto Maria Auxiliadora de Porto Alegre. Em sintonia com a Festa da Gratidão à Madre Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora aprofundaram o tema “Ser com os jovens, casa que evangeliza”. Uma casa ou uma residência é espaço de moradia de uma ou mais pessoas. A ideia de casa está tradicionalmente também associada à ideia de família. Espaço onde se abrigam vontades, desejos, sonhos, aprendizagens, acompanhamento, doação, vitórias, derrotas, conflitos, desafios, alegrias, tristezas. O lugar de ser, conviver, crescer, compreender, amar, treinar. É o laboratório da existência. Lugar para o bem estar físico, emocional, cognitivo e relacional. A casa salesiana é o espaço onde os jovens podem ser eles mesmos. É o ambiente acolhedor, de crescimento positivo, tecido de relações afetivas e fraternas, vivificado pela presença amorosa, solidária, ativadora e animadora dos educadores e do próprio protagonismo juvenil. É o espaço onde deve reinar o Espírito de Família, onde se respira o cultivo da espiritualidade no cotidiano. Em pequenos grupos, os

professores foram convidados a rezar, a partir dos passos da Leitura Orante, as passagens bíblicas da entrada de Jesus na casa, da sogra de Pedro, de Marta e Maria, da mulher Cananéia e do Zaqueu. Partilharam os compromissos assumidos à luz da Palavra de Deus e concluíram esse momento rezando a consagração da casa a Nossa Senhora Auxiliadora, na certeza que Maria Auxiliadora continua a caminhar nas nossas casas. A reunião teve continuidade com o estudo do livro da Martha Gabriel “Educ@r - A

Educadora participante da reunião

(r)evolução digital na educação”, proporcionando maior conhecimento e troca de experiência dos professores na utilização do Material Didático Digital RSE.

Momento de estudo dos educadores

Integração com os Formandos Salesianos

l Indianara Laurentino

No sábado, dia 26 de abril, as aspirantes Salesianas de Porto Alegre, encontraram-se para uma confraternização com os formandos Salesianos, juntamente com as FMA e os SBD. O encontro foi marcado

pelos momentos de conversa entre eles, assim como pela Celebração Eucarística, “fonte e cume de toda a vida cristã” (SC 10), bem como as rodas de canto. O momento possibilitou maior integração entre os jovens e as religiosas

e os religiosos. “Também em Cristo nós, que somos muitos, formamos um corpo, e cada membro está ligado a todos os outros. Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada.” Romanos 12, 5-6.


Ano 47- n.328

15- Páginas Vivas

l Porto Alegre- RS

Curso Bíblico reflete sobre “A Sabedoria de Deus” l Indianara Laurentino

Quanta ousadia pensar que podemos falar algo sobre a sabedoria de Deus”, assim iniciou o palestrante Francisco Orofino durante o Curso Bíblico que ocorreu no CECREI (Centro de Espiritualidade Cristo Rei) em São Leopoldo-RS, entre os dias 24 a 27 de março, abordando o tema: A sabedoria e a Pedagogia de Deus na Bíblia. O curso contou com a presença de 62 pessoas: leigos, religiosas, formandas e um diácono permanente. Da casa de formação FMA, foram a aspirantes, Alana Domingues Moreira, Eliane Aparecida do Prado e Indianara Laurentino. Todo o trabalho discorreu a partir dos livros sapiênciais (Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Sabedoria, Eclesiástico e Jó, ainda que o último não seja considerado por alguns autores como sapiencial). No primeiro dia, foi feita

a apresentação de cada pessoa e uma breve introdução ao tema. No segundo foi possível refletir sobre o Livro de Provérbios, que aponta a sabedoria no relacionamento interpessoal, juntamente com os Salmos, que é a oração sobre a vida a Javé. Tudo isso na perspectiva da casa que cada uma habita. “A sabedoria primeira vem da casa, que te formou e te identificou” – Orofino. No sábado, dia 26, foi apresentado o livro de Jó, com o questionamento: ‘Por que o justo sofre?”, durante a palestra e momentos de partilha e questionamento foi aprofundado o tema neste livro e em seguida, o Eclesiástico. Por fim, na manhã do último dia, foi estudada a sabedoria de Javé manifestada em Jesus Cristo, segunda a primeira

Aspirantescom o teólogo Francisco Orofino

carta de São Paulo à comunidade de Corínto, que aponta a sabedoria do ressuscitado que é o crucificado, loucura sem o olhar de fé. Segundo o palestrante: “A sabedoria é a capacidade de discernir, de optar. Precisamos descobrir um caminho que certamente nos leva a Deus. Sabedoria é saber cultivar a alegria de viver.”, apontando que a sabedoria está na capacidade de simplicidade.

l Rio Pardo- RS

AJS trabalha tema da Campanha da Fraternidade l Maria Camile Carvalho

No mês de abril, o grupo da AJS realizou um encontro para tratar do tema da CF 2014: “Fraternidade e Tráfico Humano”, cujo lema é: “É para a liberdade que Cristo nos libertou”. Orientadas pela Ir. Lourdes Paoletto e pela educadora Íris Panta Joaquim, os jovens assistiram um DVD sobre o tema, podendo trabalhar sobre os diversos termos e as situações de tráfico humano como: trabalho escravo, tráfico de órgãos, tráfico de mulheres e crianças. Além de conhecer os canais de denúncia e situações de enfrentamento desta problemática, que é um crime.

Jovens da AJS refletindo sobre a CF 2014


16- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Rio Pardo- RS

IMCC realiza atividades de preparação para Páscoa l Maria Camile Carvalho

I

niciando as atividades da Semana Santa, no dia 14 de abril, as crianças e adolescentes dos turnos da manhã e tarde, orientados pela Ir. Lourdes Paoletto e Ir. Lina Mondini, participaram de uma representação na Procissão de Ramos no pátio da Casa da Criança. Na ocasião, cada educando recebeu um raminho verde, levando para casa a bênção especial da Semana Santa. Também em preparação à Páscoa, as adolescentes do turno da tarde, orientadas pela Ir. Linna Mondini e Padre Hilário Gonçalves, participaram de uma dinâmica diferente para confissão. Realizando um exame de consciência, as meninas escreveram em um papel tudo que achavam que era desagradável, pecado em suas vidas. Então, o Padre ajudou a conscientizar as meninas de que o que haviam escrito no papel, apenas Deus

Vivência da procissão de Ramos

leria. Dando continuidade a atividade foi feita uma oração pedindo perdão a Deus e prometendo melhora em alguns daqueles pontos escritos. Após, cada uma individualmente ou em grupo de três no máximo, foram em um lugar a parte, onde o Padre estava esperando para queimar o papel junto com cada uma. Neste momento, ele dava a absolvição e algum conselho. A conclusão da atividade foi feita com o Abraço da Paz.

Todo o grupo se mostrou muito feliz e cada uma dizia que se sentia leve diante de Deus . A proposta foi tão significativa que mesmo as meninas que ainda não fizeram a Primeira Comunhão, também quiseram participar. Ainda na semana da Páscoa, os educandos tiveram diversas atividades como: confecção de cestinhas, atividades na sala e boa tarde especial.

Momentos especiais de preparação para a Páscoa


Ano 47- n.328

17- Páginas Vivas

l Rio Pardo- RS

Casa da Criança Participa de Semana Santa de Rio Pardo l Maria Camile Carvalho

O

IMCC também participou da programação cultural e religiosa organizada pelo Município de Rio Pardo, em parceria com as paróquias da cidade. Na Quinta-feira Santa, educadores e voluntários do IMCC participaram da missa de Lava Pés, realizada na Igreja Matriz. Na ocasião, os representantes do IMCC interpretaram os discípulos, vindo em uma procissão até a Igreja Matriz. Na Sexta-feira Santa, como já acontece todos os anos, a Casa da Criança participou com a venda de lanterninhas para a Procissão do Senhor Morto, onde centenas de pessoas estiveram presentes.

Projeto “Quem Sou Eu?” l Maria Camile Carvalho

As educadoras do turno da tarde, Íris Panta Joaquim e Cristiane Pinheiro, começaram a desenvolver, no mês de abril, o projeto educativo pastoral denominado: “Quem Sou Eu?”. O objetivo geral deste projeto é criar situações contextualizadas que favoreçam a construção da identidade das educandas, como parte do processo de formação pessoal e social. Dentre os objetivos específicos deste projeto estão: Conhecer a história de seu nome; Proporcionar momentos de conversa com a família, pesquisando sobre o tema trabalhado; Identificar suas preferências e comportamentos diante do mundo em que vivem; Desenvolver a imaginação e a criatividade; Além de desenvolver uma imagem positiva de si, ampliando sua autoconfiança e identificando cada vez mais

Jovens participando do Projeto: Quem sou eu?

suas limitações e possibilidades e agindo de acordo com elas. Algumas atividades já realizadas foram: dinâmica do Espelho, roda de conversa, pesquisa junto a família do motivo pelo qual o seu nome

foi escolhido, assistir o vídeo “Nome da gente”, realização de uma cruzadinha envolvendo o nome de todas as colegas, entre outras atividades. O projeto “Quem Sou Eu?” continuará em execução no mês de maio.


Ano 47- n.328

18- Páginas Vivas

l Rio Pardo- RS

IMCC realiza encontro “Prepara-te A vida é um show!” l Maria Camile Carvalho

E

m comunhão com a Inspetoria Nossa Senhora Aparecida , o Instituto Medianeira – Casa da Criança, acolheu 31 jovens que participaram do Projeto Interâmbitos. O Encontro aconteceu no dia 27 de abril, nas dependências da Casa da Criança, com a presença

das Irmãs Ercilde Moratelli e Maristela Monos e das jovens Beatriz Rocha e Eudenice Maia, que realizaram com êxito as oficinas: “Conexão Jovem” e “Jovem e Futuro”. No encontro, estiveram presentes jovens do IMCC, da AJS e das Escolas Fortaleza, Pedro Borba, Amaral Lisboa e Colégio Romano.

Agradecemos a todos que contribuíram para esse acontecimento, que foi maravilhoso, com momentos de partilha e trocas de experiência, além de alegria que é a característica do jovem que busca o Protagonismo, que quer construir a sua história e a sua identidade.


19- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Rio Pardo- RS

IMCC participa de eventos do Município l Maria Camile Carvalho

N

o mês de Abril o IMCC participou de alguns eventos como: a primeira reunião da Rede de Atendimento à Infância e a Juventude da Comarca de Rio Pardo, onde foram discutidos temas a serem abordados durante o ano de 2014, com o objetivo de alcançar pais e alunos. No dia 29 de maio, a Casa da Criança também teve participação no 119º Fórum Permanente da Política Pública Estadual para Pessoas Com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades, promovido pela FADERS (Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades do Rio Grande do

Fórum Permanente de Polética estadual para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades

Sul). E no dia 30 de maio, a diretora Índia Barroso também participou do Encontro pelo Dia Nacional da Mulher, promovido pela Secretaria do Trabalho, Cidadania e Assistência Social, Secretaria da Agricultura, Emater/RS-Ascar e Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CONDIM).

A participação do IMCC nestas instâncias de reflexão são uma forma de participar ativamente de movimentos e causas sociais de grande importância para a juventude e suas famílias. É o exercício concreto da cidadania e comprometimento com a sociedade local.

l Rio do Sul- SC

Grupo de basquete do IMA se destaca nos eventos esportivos l Angelita Maria Gambeta Stuepp

O grupo de basquete composto por alunas do IMA de Rio do Sul, SC, vem participando do Campeonato Estadual e ficou classificado em primeiro lugar em jogos ocorridos nas cidades de São Bento do Sul e Criciúma. A professora do grupo é Greice Kelly Cipriane que vem treinando intensivamente as alunas. A aluna Lavínia Gabriela Silva Machado do 1º ano do Ensino Médio, afirma que: “Treinamos muito duro desde o começo do ano para termos um bom resultado nos jogos e esperamos que com de ser campeãs.” O IMA deo nosso suor de cada treino seja boa sorte para o grupo possamos alcançar o objetivo de alunas que vem buscando

o bom resultado nos eventos esportivos.


20- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Rio do Sul- SC

A Páscoa vivenciada por Educadores e Alunos no IMA

“É PARA A LIBERDADE QUE CRISTO NOS LIBERTOU”! l Irmã Carmen Demarchi

C

om a intenção de proporcionar um momento celebrativo e vivencial para os alunos e os colaboradores do IMA de Rio do Sul, SC, a equipe da Pastoral Escolar criou um ambiente no auditório da escola para refletir o sentido da Ressureição de Jesus Cristo. O ambiente que foi organizado, inicialmente, levou alunos e educadores a refletir sobre os motivos de escravidão. Para tanto, cada um foi convidado a escrever, numa tira de papel, os motivos pessoais de escravidão dos quais buscava a libertação. Após, cada grupo formou uma corrente com os motivos de escravidão e depositou numa grande cruz. A partir de vídeos que mostraram a libertação que Moisés proporcionou ao povo de Israel e a libertação que Cristo trouxe para a humanidade, todos fo-

ram convidados a trocar de ambiente deixando as correntes que escravizam para traz. Alunos e colaboradores fizeram a experiência de adentrarem num novo ambiente preparado com os motivos de Páscoa e de Ressureição. Neste novo ambiente, cada um recebeu uma vela com a reflexão de que a luz que recebiam, era a luz de Cristo que ilumina a vida das pessoas. Por meio de celebrações em momentos especiais durante o ano, o IMA proporciona um ambiente que busca educar para os valores da vida Cristã! Uma feliz Páscoa para toda a comunidade educativa!


21- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Rio do Sul- SC

Clube da Matemática do IMA- Edição 2014 - inicia suas atividades l Isolene Lehmkuhl

I

niciou-se na terça-feira, dia 08 de abril, a edição 2014 do Clube da Matemática. Instituído desde 2011 pelo Instituto Maria Auxiliadora, o Clube da Matemática tem a professora Andresa Laurett da Silva como orientadora do trabalho e constitui-se em um investimento da escola no sentido de oportunizar aos bons alunos aproveitarem ao máximo o seu potencial, fomentando uma comunidade de alunos com interesse em discutir e aprimorar seus conhecimentos na área da matemática. A seleção dos membros dá-se com análise do desempenho anual em Matemática. Sendo assim, o grupo é formado por alunos que se destacam no aprendizado da Matemática, pelo gosto ao

estudo e a vontade de aprender. O Clube da Matemática é composto por dois grupos. O primeiro por alunos do 9º. Ano do Ensino Fundamental e 1º. Ano do Ensino Médio e o segundo por alunos do 2º. 3º. Ano do Ensino Médio. O primeiro grupo tem como objetivo a elaboração de um projeto de pesquisa a ser desenvolvido e posteriormente apresentado na Feira de Matemática. O segundo, por sua vez, tem o estudo mais voltado para o vestibular e ENEM.

Professora e alunos do Clube da Matemática

De acordo com a Supervisora Pedagógica, Isolene Lehmkuhl, “Espera-se que favorecendo ainda mais o desenvolvimento das potencialidades desses alunos a escola estará efetivamente contribuindo para que possam obter excelentes resultados nas diferentes provas que enfrentarão na vida”.

Coordenador de Pastoral do IMA participa do I Congresso Nacional de Pastoral l Robson Dos Santos Da Silva

O Coordenador de Pastoral do IMA, Robson dos Santos da Silva, participou nos dias 28 e 29 de abril do I Congresso Nacional de Pastoral em Curitiba, PR, que teve por tema: “Desafios e Perspectivas Pastorais nas Instituições Confessionais”. O principal objetivo do encontro foi discutir os desafios pastorais nas instituições confessionais, por meio de reflexões e troca de experiências para a melhor sistematização da vida pastoral da Igreja no Brasil. O Congresso foi marcado por três momentos fortes: conferências, mesa redonda e mesas temáticas. As Conferências foram conduzidas por pesquisadores renomados na

linha da pastoral, bem como: Dr. França Miranda, Dr. Agenor Brighenti, Dr. Paulo Botas e Dr. Frei Clodovis Boff. A Mesa Redonda teve por principal enfoque provocar a plateia para um debate a cerca da Missão Evangelizadora e sustentabilidade econômica da pastoral. E por fim, as mesas temáticas foram espaços abertos para as mais diversas pastorais apresentarem seus projetos, e dentre eles o Robson apresentou o projeto de voluntariado do IMA de Rio do Sul. Ele conta como foi a experiência: “Participar do I Congresso de Pastoral foi sem dúvidas muito importante para meu crescimento pessoal e profissional enquanto pasto-

ralista. Me fez refletir sobre o desafio e responsabilidade que é trabalhar pastoral com um público cada vez mais diversificado, abriu espaço para conhecer outros projetos pastorais que estão dando certo, e ainda pude contribuir com outras instituições por meio da apresentação do projeto de voluntariado desenvolvido na nossa escola. Com certeza, esse Congresso abriu muitas perspectivas para o trabalho pastoral no Brasil.”


22- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Uruguaiana-RS

Projeto Interâmbitos é realizado com sucesso em Uruguaiana

Grupo de participantes do Projeto Interâmbitos

l Alexsandro R. Possatto

N

os dias 12 e 13 de abril, foi realizado no Instituto Laura Vicuña, o Projeto Interâmbitos - Prepara-te, a vida é show. Uma iniciativa que busca ir ao encontro dos atuais desafios da evangelização, dialogar com as novas linguagens juvenis e criar na comunidade educativa um espaço de acolhida, de experiência com o Deus da vida e de formação para a juventude. Com a intencionalidade de proporcionar não somente aos jovens da própria escola, a oportunidade de participar de um encontro de formação sobre vocação, liderança e voluntariado, mas de compartilhar com jovens de outras realidades também essa experiência, o Laura Vicuña convidou escolas públicas, particulares e grupos de jovens das paróquias para participar do encontro, obtendo grande aceitação e receptividade, resultando em mais de 100 participantes durante os dois dias do encontro. Durante o final de semana, os jovens puderam vivenciar através dos momentos de animação, dinâmicas orientadas e atividades em grupos, inúmeras experiências que

proporcionaram a integração, a formação de novas amizades, a partilha, o cultivo da espiritualidade e o conhecimento de si mesmo. Os jovens também participaram de oficinas temáticas de acordo com o seu interesse. A oficina Alô Juventude, questionou o jovem sobre o que ele quer para o seu futuro; na oficina Conexão jovem, os jovens refletiram sobre liderança e comunicação e na oficina Missão+, os jovens fo-

ram convidados a pensar sobre como têm dedicado o seu tempo, conduzindo a reflexão para a missão e o voluntariado, com vistas na organização de um grupo de missão/voluntariado a partir da oficina. Certamente foi uma oportunidade ímpar para os jovens de Uruguaiana, a participação no Projeto Interâmbitos, contribuindo na formação pessoal e ajudando-os a encontrar o sentido de viver e estar nesse mundo.


23- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Uruguaiana-RS

Celebrações destacam o verdadeiro sentido da Páscoa

l Alexsandro R. Possatto

No Instituto Laura Vicuña a preparação para a Celebração da Páscoa foi vivida intensamente por toda a Comunidade Educativa (estudantes, famílias e educadores) através de momentos de reflexão sobre o verdadeiro significado da Páscoa. Em uma sociedade em que se destaca o aspecto comercial da data, o ILV enquanto escola em pastoral teve a preocupação de garantir que todos tivessem o conhecimento sobre a Páscoa na tradição Cristã e principalmente, a compreensão sobre o que significou a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo. Uma linda Celebração Pascal foi realizada na Quinta-Feira Santa para os estu-

dantes e educadores, a fim de concretizar as reflexões realizadas ao longo do mês de abril. A partir da simbologia do Pão e do Vinho, cada turma de estudantes, com seu respectivo professor, recebeu um pão para ser partilhado, motivados a pensarem em que sentimentos, atitudes

e ações gostariam de compartilhar na Páscoa. Foi um momento muito bonito de união, integração e espírito de família. Cada estudante também recebeu um pequeno pão para ser levado para casa, com a intencionalidade de destacar a importância da partilha entre a família.


24- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Guarapuava- PR

Páscoa Jovem movimenta Diocese de Guarapuava l Ir. Cristina Schorck

N

o espírito das Santas Missões Populares, a diocese de Guarapuava realizou no Tríduo Pascal deste ano, de 17 à 19 de abril, uma experiência de missão com jovens da Diocese. Organizada pelo Setor Juventude Diocesano, a experiência contou com a participação de jovens das Paróquias da Diocese, sobretudo das Paróquias do interior, que então, vieram ao Decanato Centro (cidade de Guarapuava), para viverem o Tríduo Pascal com as comunidades. Também uma delegação do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora de Cambé esteve presente.

A AJS do Centro Educacional João Paulo II marcou presença ativa no Evento. Além de ajudar na organização Paroquial do Evento, os jovens também marcaram presença no Espetáculo na Praça da Fé como atores e coordenadores. Acolhidos nas casas das famílias, a programação variava de acordo com a paróquia, mas contavam em geral com as celebrações do tríduo, experiência missionária de visitas às famílias da comunidade, momentos de oração e retiro pessoal, convivência e confraternização com os jovens da Paróquia, e momento de formação que refletiu sobre a construção do

projeto de vida pessoal. Além dessas atividades, a programação contava com uma reunião de todos os participantes para dois grandes momentos: uma encenação da paixão de Cristo na Praça da Fé em Guarapuava, que contou com a presença de 10 mil pessoas, e também o encerramento com uma caminhada pelas ruas do centro, refletindo a vida dos jovens e a CF 2014, um flash mob e a bênção de envio. Logo após, houve um almoço de despedida e confraternização. A experiência contou com a presença do secretário regional da Pastoral Juvenil, João Guilherme de Mello, que sintetizou a experiência


25- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Guarapuava- PR

dizendo: “É bonito ver os jovens se envolvendo cada vez mais nesta dinâmica da missão! Eles fazem a experiência, se encantam e querem mais e mais participar. É consequência também que a partir da missão, queiram estar a serviço da comunidade e trabalhar na pastoral da Igreja; Isto leva a um comprometimento com a Paróquia, afinal, os jovens também ajudam a ‘renovar as Paróquias’ e querem animá-las através da missão. Ouvir as partilhas das visitas foi emocionante”. Os jovens da AJS de Guarapuava agradecem a presença AJS de Cambé na Páscoa Jovem , especialmente de Ir. Solange Sanches que acompanhou o grupo!

Grupo de de adolescentes e jovens de Cambé e Guarapuava


26- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Guarapuava- PR

Centro Educacional João Paulo II realiza Auto de Páscoa l Ir. Cristina Schorck

C

om o envolvimento de toda a comunidade educativa, os educandos e educadores do Centro Educacional João Paulo II de Guarapuava, realizaram no dia 16 de abril o “Auto de Páscoa”. Coordenado pela Educadora Andressa Musatti e pela Equipe de Pastoral, o espetáculo teve duas apresentações: pela manhã e no período da tarde. Com um enredo envolvente e criativo o Auto de Páscoa narrou a Paixão do Senhor com ênfase em dois momentos: A festa da morte, protagonizado por Herodes e sua corte do mal, e a festa da vida, protagonizado por Jesus e por aqueles que o seguem. Mais de 200 pessoas estiveram presentes no espetá-

Adolescentes e jovens realizando o Auto da Páscoa

culo: crianças e educadoras e adolescentes e professores do Centro Municipal de Edu- da Escola Estadual Moacir cação Infantil João Paulo II, Julio Silvestri.

Jovens se preparam para a Missão Juvenil em Ponta Grossa

l Ir. Cristina Schorck

Através de encontros, estudo e oração os jovens das comunidades salesianas de Guarapuava se preparam para a Missão Juvenil salesiana de julho em Ponta Grossa. O primeiro encontro de preparação aos jovens missionários, que tem entre 15 e 18 anos, aconteceu na sala de Catequese da Paróquia Dom Bosco. A convite dos salesianos, participam da AMJ (Animação Missionária Juvenil) cinco jovens do Centro Educacional João Paulo II de Guarapuava. São eles: Emily Sequinel, Karoline Lemes, Amanda Ribeiro, Douglas Santos Braz e

Jovens da AJS se preparando para a Missão Juvenil

Deivison Santos Braz. A comunidade das Irmãs se sente feliz pelo envio desses jovens

missionários e deseja a todos uma santa experiência de missão.


27- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Guarapuava- PR

Jovens da AJS coordenam espetáculo Paixão de Cristo l Ir. Cristina Schorck

O

Espetáculo da Paixão de Cristo, muito tradicional na cidade de Guarapuava, foi assistido por mais de 10 mil pessoas neste ano de 2014 e teve um custo médio aproximado de 20 mil reais. A novidade deste ano para a comunidade educativa do Centro Educacional João Paulo foi, além da presença e participação bonita dos jovens da comunidade, a coordenação de parte do espetáculo assumida pelos jovens Gislene Machado e Guilherme Redivo da AJS. No espetáculo, os jovens ficaram responsáveis por coordenar o grupo que presentou o mar no qual Jesus caminhou, ensinou a multidão e fortaleceu a fé dos discípulos. Os jovens ressaltam a

importância de participar do evento como representantes da comunidade Salesiana. Para eles, que cresceram na casa salesiana, é muito importante ajudar outros jovens a fazer a experiência de Deus

pela Arte!


28- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Guarapuava-PR

Animação Vocacional em Curitiba

Ir. Alvina Serafim recebendo o envio como catequista

l Ir. Cristina Schorck

N

o dia 26 de abril, aconteceu mais um Projeto de Vida, promovido pelo SAV – Serviço de Animação Vocacional- contando com a presença de aproximadamente 40 adolescentes e jovens nas instalações do ISAS -Instituto Salesiano de Assistência Social. Foram dois momentos distintos durante o encontro, sendo que na parte da manhã os trabalhos foram realizados com todos os participantes juntos e no período da tarde foram separados os meninos das meninas, tratando de assuntos específicos. O Projeto de Vida teve como tema dessa vez “O Sentido da Vida” e atendendo as orientações da Inspetoria Salesiana, mais precisamente do Serviço Inspetorial de Animação Vocacional, simultaneamente foi realizada a primeira Pré-Jornada Vocacional para os meninos. Organizado pelo SAV, em parceria com a AJS e

a Catequese, o encontro contou com a assessoria da Irmã Cristina Schorck, Filhas de Maria Auxiliadora, e do Padre Volnei Sevenhani, Salesiano de Dom Bosco. Foram trabalhados os seguintes assuntos: Vocações (Pe. Volnei), Sistema Preventivo – Amor, Razão e Espiritualidade (Ir. Cristina) e o tema específico “O Sentido da Vida – A Busca da Felicidade”, bastante explorado pelos dois assessores. Também houve o testemunho

de dois noviços, Lucas Diel e Lucas Santos, os quais relataram, aos meninos, as suas experiências no noviciado salesiano e o chamado para seguir a vida religiosa. Foi dada ênfase e orientado para que todos os jovens refletissem sobre suas vocações e começassem a planejar seus projetos de vida.


29- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Cambé- PR

Adolescentes do INSA participam da Missão Jovem em Guarapuava

l Ir. Solange Sanches

I

r. Solange e um grupo de estudantes que fazem parte da AJS (Articulação da Juventude Salesiana) do INSA-Cambé viajaram para Guarapuava para participarem da 2ª Jornada Diocesana da Juventude com o lema “Eu vim para que todos tenham Vida” (Jo 10,10). A Jornada é um momento missionário da juventude da Diocese, atendendo ao pedido do Papa Francisco na JMJ “Ide, sem medo para Servir”. Os jovens viveram uma nova experiência, onde foram peregrinos em missão, de casa em casa despertando a reflexão sobre a vida, na Sexta-feira Santa. Participaram da JDJ jovens entre 16 a 29 anos e que estão engajados na caminhada da AJS. A Jornada aconteceu durante o tríduo da Semana Santa entre os dias de 17,18 e 19 de abril. Iniciando na Quinta-feira Santa (17), com a acolhida dos missionários na celebração de lava pés nas Paróquias do Decanto Centro. Na Sexta-feira Santa, pela manhã, os jovens fi-

zeram a vigília Eucarística e após iniciaram as visitas nas casas das famílias, rezando e partilhando com elas o seu projeto de vida. Dentro da programação ainda, os jovens motivaram as famílias a participarem da via sacra pelas ruas dos bairros e da celebração da tarde nas paróquias e do teatro da Paixão na Praça da Fé. No Sábado Santo, todos os jovens reunidos reali-

zaram a caminhada no centro da cidade de Guarapuava até a Catedral Nossa Senhora de Belém encerrando as atividades da Jornada Diocesana da Juventude. A JDJ teve como objetivo também proporcionar às comunidades um contato com os jovens que viveram no ano de 2013 momentos únicos de evangelização da juventude. O grupo retornou no dia 19 à noite.


30- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Cambé- PR

Comunidade educativa do INSA-Cambé celebra a Páscoa

l Equipe de Pastoral

N

a semana que antecedeu a Páscoa, além dos estudos e reflexões propostas em sala de aula sobre a data, estudantes, educadores e colaboradores do INSA-Cambé participaram de momentos de oração e celebração da Ressurreição de Jesus Cristo. Para cada segmento escolar – Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio – foi preparada uma celebração diferente, todas, porém, com o mesmo objetivo, chamar a atenção dos estudantes para o verdadeiro significado da Páscoa. Os símbolos pascais e seus significados foram recordados pelos estudantes da Educação Infantil. Reunidos na Capela do Colégio, em meio a cantos e orações, foram apresentados os símbolos, ressaltando seu significado.

Irmã Solange apresentando os símbolos pascais para as crianças da Educação Infantil

Os momentos vivenciados por Jesus Cristo na Semana Santa: a entrada de Jesus em Jerusalém, o ritual do Lava Pés e a Última Ceia, foram vivenciados pelos estudantes do Ensino Fundamental I

com a participação especial do professor Renato Augusto Ferreira. As turmas do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, acompanhados pelo Frei Éverton Ricardo Berny Machado da Ordem Carme-


31- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Cambé- PR

Momentos significativos das Celebrações em prepração para Páscoa

lita Descalço, participaram de um momento penitencial fazendo memória do período da quaresma que nos chama à reconciliação, à mudança de vida, ao assumir a busca da humanidade inteira por libertação, justiça, dignidade, reconciliação e paz. Após a celebração, foi oferecida aos estudantes a possibilidade do sacramento da confissão. Os educadores e colaboradores também participaram de um momento de oração, no qual, todos se transformaram nos discípulos de Cristo no ritual do Lava Pés e da Última Ceia. Após a reflexão, foi realizado um café da manhã, reafirmando o real sentido da Páscoa, de partilha e celebração da vida. Desejamos a toda a comunidade educativa uma feliz e santa Páscoa. Que ela seja passagem de todas as nossas enfermidades para a saúde plena; passagem da acumulação para a generosidade; passagem da desaten-

ção para o acompanhamento atento daqueles que Deus nos confiou; passagem do de-

sânimo para uma vida cheia de energia e de paz!


32- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Cambé- PR

Atividades recreativas encerram as comemorações de 60 anos da escola

l Equipe de Pastoral

S

essenta anos de excelência em educação e de uma relação profunda com a história de Cambé. Esses e muitos outros motivos estimularam o Instituto Nossa Senhora Auxiliadora a celebrar, no dia 07 de abril, seu sexagésimo aniversário. A comemoração começou às 10h da manhã, e teve uma programação variada para os educandos e educadores. Pela manhã, bolo de aniversário, canto de parabéns, bateria de fogos de artifício, jogos, atividades recreativas marcaram a festa. Educandos, educadores e colaboradores lotaram a quadra da Escola para acompanhar o evento organizado pela equipe pedagógica. Nem mesmo a chuva que caiu pela manhã tirou o ânimo dos alunos e professores que se entusiasmaram e se animadram com o som da Zumba Fitness. O evento foi aberto por Ir. Maria Alzira Souza e Silva, diretora da escola, que saudou aos presentes com uma mensagem de agradecimentos a todos os que fizeram e fazem parte da história da escola. À tarde, a festa teve continuidade com uma Boa

Momentos celebrativos dos 60 anos do INSA

Tarde especial, exposição de cartazes referentes aos 60 anos e piquenique com os educandos do Ensino Fundamental I, Educação Infantil.

As atividades comemorativas aos 60 anos do INSA-Cambé encerram no dia 24 de maio com a missa de coroação de Nossa Senhora Auxiliadora.


33- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Cambé- PR

O momento mágico de contar histórias “O livro é aquele brinquedo que, por incrível que pareça, entre um mistério e um segredo, põe ideias na cabeça.” Maria Dinorah l Marcia R. Bonilha Carmona

E

ra uma vez...

“Contar histórias é considerado uma ferramenta pedagógica na formação do caráter social e intelectual da criança. Através das histórias desenvolve-se a imaginação, a criatividade, o vocabulário, o gosto pela leitura, a concentração e estimula a comunicação oral e o espírito crítico.” No dia 26 de março, a Bibliotecária Marcia encantou os estudantes do Ensino Fundamental I do INSA Cambé com a história: Quando mamãe virou um Monstro. Para tanto, contou com a colaboração da

l

Prof. Leila Pavanelli

supervisora Eliete, coordenadora Giseli, as colaboradoras Adriana Brugin e Jaqueline e dos alunos do 5º ano - Ana Clara, José Afonso, Natália e Pedro Henrique. A história escolhida para a Boa Tarde vem

Momento da Contação de histórias

de encontro ao Projeto: “Valores e Atitudes”, que está sendo desenvolvido com os estudantes desde o início do ano letivo. Entrou por uma porta e saiu pela outra... Quem quiser que conte outra.

Experimentos elétricos

As aulas práticas auxiliam no processo de ensino e aprendizagem, pois ajudam na interação e desenvolvimento de conceitos científicos. Nessas aulas, os alunos têm a oportunidade de interagir com as montagens de instrumentos específicos que normalmente eles não têm em um ambiente com caráter mais informal do que o ambiente da sala de aula. Pensando nisso foi realizada a aula prática de construção de pilhas com os alunos do 9º ano JC do INSACambé, na aula de ciências com a professora Leila Pavanelli. A atividade foi realizada durante uma aula prática de Ciências. Os educandos receberam orientações contidas no livro didático da RSE para executar a montagem de cir-

Grupo de estudantes realizando experimentos científicos

cuitos elétricos simples. Para a atividade usaram pilhas, fios metálicos, água e sal, batata doce, limão, água sanitária, batata comum e muita criatividade. A atividade teve como objetivo compreender corrente elétrica, circuito elétrico e

a diferença de potencial elétrico. O Método Científico foi aplicado a todo o momento de forma a contribuir com as interrogações advindas dos experimentos. Todos demonstraram muito interesse e curiosidade .


34- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Itajaí- SC

Lar Padre Jacó recebe a visita de Irmã Maria l Ir. Iara Poffo

N

o dia 10 de abril, o Lar Padre Jacó de Itajaí, SC, acolheu na comunidade educativa a visita de Irmã Maria Floriani, Inspetora das Irmãs Salesianas. Num clima de alegria, aconteceu o encontro com os educandos e educadores no salão de Eventos. O momento de encontro foi marcado pela mensagem: “O Frio que mata, não é o frio de fora, mas o frio que vem de dentro”, apresentado através de um teatro, pelos membros da Infância Missionária e Dança II. Após a apresentação, Irmã Maria no uso da palavra, enfatizou a importância da partilha e da solidariedade em todos os gestos e palavra, com todas as pessoas que convivem conosco.

l Ir. Iara Poffo

Irmã Maria Floriani durante Bom dia com as crianças do LPJ

Finalizou sua mensagem, desejando a todas as famílias dos educandos, uma Páscoa repleta de muita paz interior na alegria de Jesus Ressuscitado.

E... Como em todos os momentos salesianos de festa, o tradicional doce não pode faltar, na hora da saída Ir.Maria distribuiu a cada educando um pirulito.

Moção de Reconhecimento

Na noite de terça-feira, 15 de abril, na Câmara de Vereadores de Itajaí, Ir. Silvia Aparecida da Silva recebeu a moção de reconhecimento em nome da Associação Pró Menor Lar Padre Jacó, pelo trabalho social de referência realizado com crianças, adolescentes e jovens, há mais de 32 anos nesse município. “Acolher e Educar - Construindo o Futuro” Estavam presentes neste ato, Dr. Antonio e Vera Cunha, Ranieri, e Tânia Angiolethi, Artur D´Avila representando os benfeitores da Instituição, da parte das Filhas de Maria Auxiliadora estavam presentes: Ir. Gema Olivo, Ir. Iara Maria Poffo, Ir. Cecília Bris, também os colaboradores da Instituição, Cinthia Kirchner, Elaine de Lima, Débora Smaniotto, Ana Paula Barbosa e

Irmã Silvia recebendo Moção de Reconhecimento

seu filho Lorenzo, Ana Paula Calixto, Daiara Hoier, Elisandra Ramos, Priscilla Mainardi, Fernanda Santos e seu esposo Israel dos Santos e a filha Ellen Santos.

Agradecemos a todos pela presença e principalmente ao Vereador Giovani Félix, Carlota Medeiros e demais assessores pela iniciativa desta homenagem.


35- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Itajaí- SC

Lar Padre Jacó recebe visita da AJS

l Ir. Iara Poffo

N

o dia 25 de abril, a comunidade educativa do Lar Padre Jacó, recebeu a visita do diretor do Parque Dom Bosco, Padre Roberto Cappelletti e do coordenador da AJS, Andre Moser juntamente com o grupo de jovens que compõem o grupo. Após realizarem um passeio nas dependências do Lar, os jovens realizaram um encontro com as crianças da oficina de Dança I. No primeiro momento formativo, o grupo refletiu o texto evangélico da ressurreição de Jesus, enfatizando a alegria dos discípulos em anunciar ao povo a presença viva de Jesus, realizando curas e anunciando a

Grupo da AJS do Colégio Salesiano com os alunos do LPJ

Paz. Após esse momento, os jovens entregaram para as crianças, uma folha de papel, onde através da história do

avião, montaram uma cruz. O encontro foi finalizado com cantos e coreográficas dinamizadas pelo grupo.

Lar Padre Jacó realiza o 6º Carreteiro Beneficente

l Ir. Iara Poffo

O Lar Padre Jacó, realizou no dia 26 de abril, o 6 º Carreteiro beneficente. O mesmo teve como objetivo a arrecadação de fundos para a manutenção da obra. Todo o trabalho realizado teve o apoio voluntário do Senhor Valter Neis e sua equipe, com a ajuda dos acadêmicos da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) através do CECIESA. Realizou-se no mesmo dia o sorteio dos prêmios da Ação Entre Amigos, os ganhadores foram: 1º Prêmio: Uma moto Sundown- Max Sed 125 ccCleber Hamilton Pereira 2º Prêmio: Um PSP-Sony 300XPS/98898 - Sr. Hélio

Equipe que trabalhou no Carreteiro Beneficiente

Cândido 3º Prêmio: Um patinete Razor E 100 – Sr. Ademir Assi O Lar Padre Jacó, agradece a todas as pessoas que direta ou indiretamente contribuíram, pelo bom êxito de mais este evento, fazendo

com que as crianças e adolescentes que aqui são atendidos, possam desenvolver-se como cidadãos portadores de valores humanos e cristãos.


36- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Itajaí- SC

Jardim I faz encenação da Santa Ceia l Ir. Iara Poffo

N

a Quinta-feira Santa, os alunos do Jardim I da Associação Pró Menor Lar Padre Jacó, encenaram a Santa Ceia. O grupo jacaré imitou os gestos de Jesus Cristo, que lavou os pés de seus amigo antes da ceia, logo após partilharam simbolicamente o pão e o vinho em memória do corpo e sangue de Cristo. Para compreenderem a Paixão de Cristo os alunos participaram de uma vivência em que puderam fazer a experiência do carregar a cruz, entender a coroação de espinhos e a morte de cruz, e celebrar a Ressurreição de Jesus.

Crianças participando de vivência em preparação para a Páscoa

Ressurreição é Vida Nova

Celebração de Páscoa no LPJ

l Ir. Iara Poffo

No dia 17 de abril, os educandos e educadores do contra turno, do Lar Padre Jacó de Itajaí, participaram de um momento especial de celebração no Bom Dia e na Boa Tarde. Os educandos da Dança II, coordenados pela coordenadora de pastoral encenaram a Ressurreição de Jesus,

trazendo presente o verdadeiro sentido da Páscoa. Esse momento veio encerrar todas as reflexões realizadas com os alunos durante o mês de abril. O mesmo teve início com a abertura da campanha da fraternidade, onde os temas refletidos versaram sobre o tráfico humano. Dando continuidade ao evento, foi servido na hora

do recreio um lanche especial e para culminar os festejos, cada educando recebeu na saída a cesta de páscoa. Um agradecimento especial a toda a comunidade educativa do Colégio Salesianos por ter oferecido esse momento de alegria para as crianças e adolescentes, oferecendonos as cestas de Páscoa.


37- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Itajaí- SC

LPJ Promovendo transformações.... l Débora Smaniotto

O

serviço de psicologia da Associação Pró-Menor Lar padre Jacó iniciou no mês de março o Grupo de Família. Este grupo vai atender famílias que apresentam disfunções no sistema familiar necessitando de ajuda. Com objetivo de melhorar as relações familiares a ideia é criar um espaço para compreender as famílias oferecendo momento de escuta e fala para elaboração das dificuldades, reconhecimento de suas potencialidades bem como o fortalecimento de vínculos. Os encontros acontecem todas as terças-feiras com início às 17 horas até 20 horas.

“A família ocupa hoje um lugar de destaque nas políticas sociais como sujeito ativo que tem a função de proteger, socializar e inserir seus membros no mercado de trabalho. Para tanto às políticas sociais cabem oferecer proteção para que a família possa cumprir sua função protetora.” (Política Nacional da Assistência Social/SUAS/Publicações.)

l Brasília- DF

XVI Assembleia da CIB é realizada em Brasília l Ir. Marcia Koffermann

De 26 a 28 de abril, mais de 40 Irmãs das 9 Inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora do Brasil estiveram reunidas em Brasília para a XVI Assembleia da CIB. O encontro discutiu a temática: “Nova configuração das Inspetorias –FMA- do Brasil”, tema assessorado por Ir. Maria Eloni Coczenski. A reflexão oportunizou um avanço na sensibilização em relação às novas necessidades do carisma salesiano no Brasil e motivou para uma maior abertura sobre os caminhos, desafios e oportunidades que se apresentam na atual realidade. Durante a Assembleia também foi apresentado e aprovado o balanço da CIB do exercício 2013, após a leitura do parecer do CAEF, foram levantadas algumas ideias importantes sobre o XXIII Capítulo Geral das FMA que

Representantes da INSA na reunião da CIB

acontecerá no segundo semestre de 2014 e feitas apresentações e comunicações das Equipes Nacionais. Foram três dias de intenso trabalho e reflexão que serão de grande importância

para o bom andamento dos trabalhos desenvolvidos nas Inspetorias, fortalecendo o sentido de pertença e comunhão do Instituto como “Casa que acolhe e evangeliza”.


38- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Brasília- DF

XII ENARSE aborda as conquistas da Educação Digital l Ir. Marcia Koffermann

D

e 24 a 26 de abril, estiveram reunidos em Brasília, mais de cem educadores da RSE para participar do XII ENARSE (Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas). O encontro teve como tema “A educação na era digital”, dando continuidade à reflexão iniciada com a produção e utilização do Material Didático Digital. No dia 24 de abril, o assessor de Pastoral da RSE, Antônio Boeing trabalhou a temática: “Escola Salesiana em Pastoral: realidade e perspectivas”, aprofundando sobre a necessidade de que exista de fato, uma escola em pastoral. Na manhã de 25 de abril, a assessora Martha Gabriel, autora da obra “Educar, a (r)evolução digital na educação”, que foi distribuída pela RSE durante o evento. A assessora abordou a cultura da comunicação e a revolução e evolução que traz para o âmbito da educação. Diante dos inúmeros desafios e o impacto causado pelas novas tecnologias, Martha ressaltou a importância da formação e capacitação dos professores para atuarem neste novo mundo digital. Ainda no dia 25, os assessores nacionais da RSE, Cíntia Lapa, Kátia Smole, Paulo Cunha e Paulo Simeão discorreram sobre diversos assuntos, como o Material Didático Digital da RSE, o uso do Portal Futurum, o Programa de Formação de Educadores da Rede, a Cultura da avaliação e o Centro de Serviços Compartilhado (CSC). Os trabalhos tiveram con-

Jovens que participaram do Encontro Prepara-te: A Vida é um show!

Momento prático da Oficina Conexão Jovem

Participantes do Pólo da região Sul no ENARSE

tinuidade no dia 26, com a presença do Padre Nivaldo Luiz Pessinatti e Irmã Ivanette Duncan de Miranda. Também o assessor de Comunicação, Célio Ballona, apresentou outros projetos da Rede nessa área e as perspectivas da comunica-

ção. Foram dias de muito trabalho, estudo e reflexão que ajudam a fundamentar a prática educativa e trazem a convergência de ações necessária para que exista um trabalho qualificado enquanto Rede Salesiana de Escolas.


39- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Porto Alegre- RS

Aspirantes dinamizam Recital Poético

l Ir. Marcia Koffermann

Aspirantes juntamente com Ir. Alaíde e Ir. Marcia

N

a noite de Páscoa, dia 20 de abril, as comunidades do IMA e da Casa Santa Teresa se reuniram para celebrar a festa do Ressuscitado de uma forma diferente. Aproveitando a visita de Ir. Alaíde Deretti, Conselheira do âmbito das Missões, as jovens aspirantes dinamizaram uma noite cultural, o “Recital Poético”. As jovens declamaram poesias de autores importantes da literatura nacional e internacional, interpretando-as de forma criativa, dinâmica e muito expressiva. Também a poesia “Felicidade”, escrita pela jovem aspirante Eudenice da Luz Maia, foi declamada. Além dos poemas, as jovens também fizeram uma apresentação de violino, tocando a música “Outono” de Vilvaldi e cantaram a música “Alma Missionária” em homenagem à Ir. Alaíde. O Recital foi o resultado do estudo e aprofundamento em relação à Oratória, realizado nas aulas de Língua

Aspirante Alana Domingues tocando a sinfonia “Outono”de Vivaldi

Portuguesa e foi uma oportunidade para as jovens desenvolverem ainda mais as habilidades comunicativas através da expressão artística. Após o evento, as duas comunidades puderam participar do jantar de confraternização em que se comemorou antecipadamente o aniversário de Ir. Alaíde. Movidas pela

alegria da Ressurreição esta noite foi um típico encontro salesiano, marcado pela festa e pelo protagonismo juvenil.


40- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Bahia Blanca- Argentina

Madre Yvonne Reungoat celebra a festa da gratidão na Argentina

A

Festa da Gratidão à madre Yvonne Reungoat, superiora geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), foi comemorada com grande entusiasmo na Inspetoria São Francisco Xavier de Bahia Blanca, Argentina, nos dias 25 e 26 de

abril. A celebração, que teve como tema “O vento do teu Espírito nos torna fecundos”, contou com a participação de FMA, das três inspetorias da Argentina, do Uruguai, do Chile e da inspetora de Porto Alegre, na pessoa de Ir. Maria

Floriani que participou representando a Conferência Interinspetorial do Brasil (CIB), bispos, padres, representantes da comunidade e jovens de diferentes cidades e países. Na tarde de 25 de abril, Madre Yvonne foi agraciada


41- Páginas Vivas

Ano 47- n.328

l Bahia Blanca- Argentina com o título de convidada de honra pelo prefeito da cidade de Bahía Blanca, Gustavo Bevilacqua. Em seguida, foi realizada uma conferência de imprensa na qual Madre Yvonne falou sobre o carisma salesiano e chamou a atenção sobre a importância da educação para a construção de uma sociedade mais justa e mais humana. À noite, foi realizada uma celebração oficial e a superiora geral das FMA fez a sua tradicional “Boa Noite”, para os participantes da festa. No dia 26 de abril, a festa foi iniciada oficialmente no campo desportivo Laura Vicuña, na cidade de Bahía Blanca, com uma solene Celebração Eucarística, presidida por dom William Garlatti, arcebispo da Arquidiocese de Bahia Blanca que em sua homilia falou do valor da presença salesiana na Patagônia. No ofertório, juntamente com o pão e o vinho, foram levados para o altar um par de “gaúchos”, duas cestas

com trigo e uva, sinais de fertilidade e da colheita da missão; em seguida, um grupo de meninas dançou carregando a imagem da Irmã Angela Vallese, para lembrar as muitas FMA que já passaram pela terra da Patagônia. Na ocasião, Madre Yvonne falou aos presentes, expressando a

alegria e agradecendo a Deus pelo dom que é, foi e continua sendo o carisma salesiano na Argentina e em todo o mundo. Após o almoço, foi iniciado o ‘oratório do dia’, animado por cinco representantes das diferentes comunidades. Muitos jovens e adolescen-


42- Páginas Vivas

l Bahia Blanca- Argentina

Ano 47- n.328

Querida Madre Yvone, Obrigada por ser um sinal

tes, juntamente com os adultos, participaram ativamente do oratório, que contou com momentos de jogos, músicas e danças. O grupo de teatro “Valdocco” esteve presente na Festa realizando apresentações de músicas e danças que ajudaram a refletir sobre a importância de cultivar sonhos e ser grato pela vida recebida.

de comunhão, e de unidade para o nosso Instituto! Como Madre Mazzarello hoje, é um sinal do amor de Deus para a juventude e para todas as Filhas de Maria Auxiliadora!

Aniversariantes Aniversariantes de Maio: 03. Ir. Arlete Passos 03. Ir. Helena Dalmônico 06. Ir. Leopolda Notari 06. Ir. Chiara Cazzuola 07. Ir. Ivone Ranghetti 10. Ir. Rosa Schwarz 17. Ir. Erenita Gesser 18. Ir. Sirlei Oliveira 21. Ir. Eliane Petri

PÁGINAS VIVAS Informativo mensal da Inspetoria N. S. Aparecida – BPA Ano 47 N. 328– Abril de 2014 ........................................................... Inspetora: Ir. Maria Floriani Coordenação: Ir. Marcia Koffermann Correspondentes: Cassiana Ferreira, Jâni Bagatini, Ir. Cristina Shorck, Maria Camile Carvalho, Ir. Iara Poffo; Ir. Adriana M. Boeno, Roberto Molina, Julio Daniel, Indianara Laurentino, Júlio Daniel Bilhalva ........................................................... Inspetoria N. S. Aparecida Rua Gonçalo de Carvalho, 390 Bairro Floresta 90.035 – 170 Porto Alegre – RS Fone: (51) 3311 4090 secretaria@salesianasbpa.com.br comunicacao@salesianasbpa.com.br


Páginas Vivas Abril- 2014