Page 1

fevereiro

MarCha Portugal

2 0 0 e+

Carta 5

Vive o sonho Carrega na imagem para abrir o video

a c o l h e

o

presente


2A rádio 0 0dosFteusMSonhos

A vida é um dom (“Life is a Gift “) John Walker

É agora, o momento ideal para te debruçares sobre o “Presente”. Presente que se refere ao tempo, ao momento, o “agora”. Presente que se entende como uma “prenda”, algo que nos é oferecido, como um dom. Ao ouvires esta música consegues dar-te conta do presente que é o teu presente? O agora é um dom, e com ele traz imensos presentes. E um presente ou uma prenda não é só algo que chega a ti com um embrulho, que abres com surpresa e um sorriso rasgado. Vive o agora, com o mesmo sorriso. Não é preciso um embrulho, só precisa de ser um fruto do Amor. Deixa-te surpreender com cada dádiva do momento. Repara nas pequenas coisas do teu dia-a-dia, como o simples ato de respirar, os raios de sol que entram pela janela. Deixa-te levar, entra no ritmo e pensa nos Presentes do teu Presente: no beijo da tua mãe, no abraço do teu pai, no sorriso do teu colega, no sol que todas as manhãs brilha... Cada respiração é um beijo do alto Cada nascer do sol é o néctar do amor A vida é um dom ada riso de uma criança no jogo Cada brisa num dia de verão é Dele E eu sei que a vida é um dom Quando eu paro e penso nisso Muda tudo Já avançei no caminho, cada vez sei melhor que Eu não mereço, mas eu recebo A vida é um dom Cada noiva no dia do seu casamento Cada bebé concebido faz-me lembrar disto Oh, a vida é um dom Sempre que penso nisso Eu estou mais longe na estrada, a além de mais eu sei Eu não mereço, mas eu recebo A vida é um dom Quando a chuva cai eu posso senti-la Quando o sol brilha, eu posso vê-lo Oh, a vida é um dom Quando a chuva cai eu posso senti-la Quando o sol brilha, eu acredito Oh, a vida é um dom, sim

Carrega no play


+

Perto do Sonho

Estamos constantemente presos ao passado e ansiosos com o futuro e só nos momentos em que paramos nos apercebemos que o presente acontece agora. Naqueles momentos em que ficamos em silêncio, em que nos concentramos e sentimos o mundo à nossa volta. É mais fácil estarmos no momento presente desta forma. Mas não é a única. Hoje trago-te uma forma diferente de te conectares a essa chama que trazes dentro de ti. Procura um local privado, com espaço para te movimentares, e diminui as luzes o máximo possível. Em seguida coloca música no computador, sugiro músicas como

esta, esta ou esta (clica na palavra “esta” para escolheres a música que

queres ouvir), isto é, instrumentais e calmas para relaxares mais facilmente. Mas sente-te à vontade para escolheres o que quiseres, o estilo que mais gostares. O objetivo é aproveitares este momento para deixares a música entrar em ti, em cada parte do teu corpo. Escuta com atenção e deixa cada nota ecoar nos recantos mais profundos, faz tu próprio parte dessa melodia! E ao mesmo tempo deixa-te levar por ela! Vibra, dança, sente a música a ocupar cada espaço dentro e fora de ti. Vive plenamente nesse momento que é dádiva e desfruta e agradece tudo o que tem para te dar.


abraças o desafio? “Bem, está a chegar o dia dos namorados, vou pensar numa prenda para lhe oferecer!”; “Está quase no dia do meu aniversário, espero que me ofereçam aquelas sapatilhas que eu tanto gosto…Estou a precisar de um perfume novo, fica para o próximo Natal” (...). Quantas vezes nos deparamos com estas situações? Não te parece rotulada a ideia de se precisar de uma desculpa, de uma ocasião especial, para se demonstrar um gesto para com a outra pessoa? Ou também de só recebermos algo quando as regras da agenda assim o dizem ou épocas comerciais assim o definem? Não devemos presentear-nos uns aos outros a cada dia? Porquê esperar um mês para mudar o dia de alguém? Para quê estar presente só nos momentos combinados? Atreves-te a romper a monotonia? Desafiamos-te a ofereceres algo a alguém. Não tem de ser monetário ou material. Os abraços são grátis, como muitas vezes somos recordados com esse tipo de ações. Basta estar de braços abertos, prontos a acolher o outro e é nesse sentido que te deves orientar. Um momento de convívio bem passado é também uma forma de nos presentearmos mutuamente! Sê espontâneo, sê genuíno e diverte-te a dar(-te)! Aproveita esse momento pois ele não foi agendado. Quebra a rotina, surpreende, faz-te presente! E claro, não te esqueças de partilhar esse momento glorioso com a nossa Família, postando-o no Facebook, no grupo “MarchaVouzela”. Podes partilhar através de um vídeo, foto, texto, etc… terminando com as hashtags: #desafiosmarcha #fizmepresente. Quero ver este início de ano com a nossa página cheia de partilhas e de caras sorridentes!!! Não teres conta no facebook não deve ser impedimento para não participares, fazendo o envio do teu conteúdo para mboamae@gmail.com. Abraças o desafio?


notícias e + Vive a MarCha!

Então amigo à espera de novidades desse lado? Damos-te a conhecer o que para nós foi o mês de janeiro. Como bem sabes o nosso noviço José Luís foi partilhar uma parte da sua experiência à COPE, no princípio do mês a 13 de janeiro. Vale a pena ouvir as suas palavras e refletir sobre o sentimento que traz dentro de si para continuar vivo o sonho de Marcelino.

http://www.cope.es/player/id=2017011313400003&activo=10

No Porto o pessoal também se tem organizado para estar em Marcha, pôr em dia as cartas, responder aos desafios de forma bastante original. No dia 29 de janeiro reuniram-se motivados pela celebração dos 200 anos para celebrarem mais um encontro juntos, no Lar Marista de Ermesinde. Se passares pela página da Marcha Vouzela verás que também o grupo dos Rebecos partilhou a sua resposta ao desafio da carta 4. Põe-te a mexer e não quebres a corrente! E Marchante que é Marchante nunca desilude... por isso para os rapazes vai haver o tão esperado Encontro de Carnaval, entre os dias 25 a 28 de fevereiro em Vouzela. Vai ser espetacular! Não o percas nesta altura do ano tão animada e naquela que é a preparação para o tempo da Quaresma, todos os motivos são bons para nos encontrarmos com aquela que é a também a nossa família. Fica o link se ainda não marcaste o teu lugar neste encontro, clica na imagem:

Partilhamos o sonho! Depois de leres a carta com atenção e de saboreares o seu conteúdo, partilha comigo as tuas reflexões com a ajuda das duas perguntas que te proponho. Recorda que não há respostas certas nem erradas; o importante é a tua experiência. Desde já, obrigado pela confiança e pela partilha. Maria Boa Mãe

Carrega na imagem para abrir o formulário

200 e+ vive o sonho - Carta 5  

Carta 5 - janeiro MarCha Portugal - Compostela