Page 1

Foto: Mariana Rodrigues/PMETRP

Edição 817 18 de Maio 2018 Ano XV

Repactuação reabrirá portas do São Lucas a gestantes de RGS Repactuação entre Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Mauá deve formalizar novamente o Hospital e Maternidade São Lucas como unidade referência para a realização de partos de rio-grandenses. Em 2016, quando o São Lucas foi fechado, o atendimento havia sido repassado para Mauá, conforme publicado no Diário Oficial do Estado da época. Confira nas páginas 06 e 07.

POLÍTICA - Página 03

CIDADE-- Página CIDADE Página 04 04

POLÍTICA - Página 03

Claudinho Claudinho da da Geladeira Geladeira distribui distribui rosas rosas para para mães mães

Comissão do Comissão Acadêmico de Direito Acadêmico Direito toma posse na OAB toma OAB

Motociclistas Motociclistas terão terão mais mais segurança segurança

ESPORTES- Página 11

“Seleções “Seleções do do Futuro”: Futuro”: Inscrições Inscrições seguem seguem abertas abertas

ESPORTES -- Página Página 11 11 ESPORTES Comitê Paralímpico Paralímpico firma firma parceria parceria com com RP RP Comitê CIDADE -- Página Página 08 08 CIDADE Kiko inaugura inaugura obras obras na na Kaethe Kaethe Richers Richers Kiko


Opinião

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018

Chega de fake news

Muitas vezes, parece que vivemos duas realidades paralelas. Uma que é a nossa realidade de fato e outra que poderia muito bem ser um mundo fantasioso, dos sonhos. Isso acontece porque, infelizmente, muitos tentam disseminar – por má fé – falsas verdades, às quais a maioria das pessoas que leem tal conteúdo acreditam nele e os replicam, sem ao menos raciocinar sobre aquilo que está lendo. Nesse mote estão as chamadas fake news (notícias falsas, literalmente). Isso acontece tanto na imprensa – pasmem – quanto com as “pessoas comuns”. O que corre de boatos nas redes sociais, como o Facebook e o WhatsApp, não está nem no gibi. Ontem na Câmara, por exemplo, o debate – que está tão forte que o Facebook vem trabalhando para acabar com as fake news na rede – veio à tona. Primeiramente, Banha comentou sobre a barbárie que “baba-

“Quanto aos crimes virtuais, quanto mais denúncias, menos casos ocorrerão. O mesmo vale para mulheres agredidas e mortas”

cas” falaram e fizeram depois que o edil solicitou a nomeação de uma praça no Jardim Petrópolis. Tais pessoas teriam proferidos sérios xingamentos e humilhado, profanado, a imagem do munícipe homenageado. Até faixas re-

pudiando a escolha teriam sido espalhadas pela referida praça. Na continuação, Rubão Fernandes foi além e disse que, quando é insultado nas redes sociais, “vou até a casa da pessoa inquiri-la. Aí viram gatos mansinhos”. Em suma, já passou da hora de combatermos essas tolices. Àqueles que disseminam boatos e que, sobretudo, deturpam informações e atingem negativamente alguém (o crime propriamente dito) devem ser imediatamente denunciados à polícia. Crimes virtuais são sérios e não devem ser tratados como coisas à toa. Portanto, vamos, antes de mais nada, pensar, ler e nos indagar se aquilo é verdade. Vamos repassar somente as de fontes confiáveis – e, mesmo assim, não são tão confiáveis. Quanto aos crimes virtuais, quanto mais denúncias, menos casos ocorrerão. O mesmo vale para mulheres que são agredidas e mortas.

Artigo Por Gazeta Para que servem os cachorros? “O cão é o mais indefeso dos animais. Domesticado pelo homem e trazido para o ambiente urbano, ele depende unicamente do ser humano para sobreviver.” Salvo talvez uns 5% que recebem treinamento para algumas tarefas, como guias de cego, apoio à operações policiais ou militares, pastores de ovelhas, guardiões de propriedade e outras funções menos conhecidas, quase 50 milhões desses animais criados no Brasil não servem para nada. A abordagem desse assunto, para muitos, vai parecer “politicamente incorreta”, porém, um fato que presenciei há algum tempo me levou a pesquisar e a concluir que, para muitas pessoas, criar um cachorro, além de ser desperdício de recursos, é um contrassenso absolutamente inconcebível. Observei a porta de uma dessas milhares de pet shops ou casa de rações que proliferam por aí, na qual havia uma senhora idosa, visivelmente pobre, pedir um quilo de ração, daquelas à granel, das mais baratas, abrir sua bolsa e contar os trocados e moedas para pagar pela mesma. Fiquei imaginando aquela senhora se privando de um litro de leite ou uma dúzia de ovos, proteínas indispensáveis à sua saúde e subsistência para alimentar um cachorro. Por que precisaria ela de um cachorro? Pesquisas mostraram por meio de fontes confiáveis que um cão pequeno custa em média R$ 216, um de porte médio R$ 278 e um de grande porte R$ 421/mês em ração, cuidados veterinários, banho e tosa, etc. Considerando que 95% desses animais só servem para latir, comer, defecar e procriar, concluímos o desperdício que é criar cachorros, uma vez que, além do custo para os donos e do incômodo para o ouvido dos vizinhos mais sensíveis, a pegada de carbono* de um cão de porte médio é igual à de duas camionetes**. Um povo pobre como o nosso não pode se dar ao luxo de gastar tanto com “animais de estimação” e os governos, que não têm recursos sequer para vacinar seus cidadãos, gasta milhões para vacinar, castrar e cuidar de cães abandonados, ou cujos proprietários não têm condições de fazê-lo. Urge uma ação enérgica oficial para esterilização e castração em massa e impor maiores responsabilidades aos proprietários, afim de conter essa crescente e desnecessária população canina. *Nome dado à medição do impacto que algo causa ao meio ambiente. **Estudos do Instituto Ambiental de Estocolmo, Suécia.

PUBLICAÇÃO DE MAIS NOTÍCIAS EMPRESA JORNALÍSTICA LTDA. CNPJ: 05.531.420/0001-18 redacao@maisnoticias.inf.br comercial@maisnoticias.inf.br www.jornalmaisnoticias.com.br

Rua Olímpia Catta Preta, 194 Sala 2 • CEP 09424-100 Centro • Ribeirão Pires - SP Fone: 4828-7570 JORNALISTA RESPONSÁVEL: Rodrigo Mozelli Mtb: 76.722 REPORTAGEM: Luiza Lamas DIAGRAMAÇÃO: Danilo Meira DEPARTAMENTO COMERCIAL: Sidnei Matozo ADMINISTRAÇÃO: Elisete Helena Pimenta DISTRIBUIÇÃO GRATUITA EM RIB. PIRES, RIO GRANDE DA SERRA E PARQUE ANDREENSE Circulação Auditada:

2


3

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018

Política

Motociclistas devem ter faixas exclusivas em cruzamentos Por Rodrigo Mozelli

Os motociclistas que trafegam em Ribeirão Pires devem ficar atentos, pois poderão ter novidades em breve. Isso porque na Sessão Ordinária desta quinta-feira (17) na Câmara, os vereadores aprovaram, em primeira discussão, o Projeto de Lei n° 19/2018, de autoria do vereador José Nelson de Barros (MDB). A propositura prevê que todos os cruzamentos da região central da cidade devem conter a faixa de parada exclusiva para motociclistas entre a faixa de pedestres e a faixa de parada dos veículos e

deverá ser sinalizada conforme disposto no Manual Brasileiro de Trânsito. Os custos para aplicação da Lei serão arcados com dotações orçamentárias próprias. “O projeto visa aumentar sua segurança e proteção, diminuindo os acidentes”, segundo justificativa do projeto. Fake News – Outro debate que esquentou a Câmara foram as famigeradas fake news (notícias falsas, em português literal), que “estão na moda” ultimamente e que têm se disseminado em Ribeirão Pires. O caso comentado na Casa de Leis foi uma

propositura de Edson Savietto, o Banha (PPS), que solicitava a revogação da lei que nomeou praça no Jardim Petrópolis com antigo morador da cidade. O que motivou o edil a solicitar a revogação, segundo Banha, foram xingamentos em redes sociais e faixas com humilhações ao falecido, o que deixou a família chateada e sem alternativa senão realizar o pedido a Banha. “O seu Antônio foi um bom homem, poderiam ter batido em mim, mas não o diminuído como fizeram, inclusive com os comentários no Facebook.”

Rogério Luiz (PSB) foi um dos vereadores que se mostraram indignados com a situação e que aproveitou para esclarecer boatos de que estaria apoiando candidato à deputado em troca de dinheiro. “O candidato que apoio é o Junior Aprillanti, que acabou de ser indicado ao secretariado estadual de Turismo. Afinal, não é qualquer um que encaminha verbas para uma cidade sem conhece-la. Não preciso do dinheiro da política. Tenho comércio na cidade, trabalho todos os dias das 6h às 20h, 21h”, desabafou.

Claudinho da Geladeira entrega flores no Dia das Mães final de semana seguinte, coincidentemente, seria Dia das Mães. Então, resolvi, juntamente com amigos, entregarmos rosas no dia do Bingo. Nos cinco primeiros anos, entregávamos botões de rosas naturais, porém, com o passar dos anos, as mulheres sugeriram entregar flores que pudessem guardar como lembrança e, assim resolvi entregar botões artificiais que acumulam diversas histórias, como mulheres que guardam rosas há mais de 15 anos”, conta o ex-vereador. Claudinho ainda explicou seu objetivo com essa ideia. “Só queria

animar as pessoas e vê-las com sorriso no rosto. Toda história começou com gesto de carinho a todas as mães da nossa ci-

dade. Tenho ainda o desejo de unir a cidade num só objetivo: Amor, compaixão e o desejo de transformação.” (D.R.)

Falha cerimonial ou...

... lapso deliberado?

Grato pela atenção

Rei da Quarta

A Sessão Solene em homenagem ao Dia Mundial de Combate à Homofobia, celebrado em 17 de maio, que teve sua data municipal criada em 20 de abril de 2014 pelo então vereador Eduardo Nogueira, hoje secretário municipal de Planejamento, pecou ao deixar de citá-lo como autor da Lei, embora o mesmo estivesse presente ao evento como representante do prefeito Kiko Teixeira.

Embora estivessem presentes diversas autoridades importantes que fizeram uso da palavra, Nogueira foi colocado no fim da fila e acabou por abrir mão de sua fala devido ao adiantado da hora. Um jornalista da cidade ligado ao movimento foi quem ditou as regras e conduziu a Sessão, ficando, portanto, a seu cargo dar a palavra ao criador da Lei Municipal.

O vereador João Lessa, já avançado em idade e com problemas nos pés, tem dificuldade em acompanhar certas cerimônias durante longo período. Sabedores disso, assessores do prefeito sempre providenciam um assento para que o ilustre e idoso vereador participe dos eventos com o maior conforto possível. Afinal de contas, Lessa e sua elegância sempre trazem brilho.

Não é segredo que Zé Nelson é querido na Quarta Divisão a ponto de se colocar como um “rei” do bairro. Na Sessão desta quinta, usando a palavra, Zé lembrou dois pedidos para o esporte e de que, no dia 9 será inaugurada a nova praça de esportes da região. Rubão não perdeu a chance: “Acho que a 4ªDivisão está virando cidade. Daqui a pouco o Zé vai pedir emancipação e vai virar prefeito de lá.”

Desde 1995, o ex-vereador de Rio Grande da Serra, Claudinho da Geladeira (PT), mantém uma tradição: Entrega flores para as mamães em seu dia. Neste último fim de semana não foi diferente. Ao todo, entre quinta (10) e domingo (13) foram distribuídas 5042 rosas (embaladas ao som de Roberto Carlos). Desde 1995, foram 58.500. “Na época eu ‘cantava’ bingo nas comunidades e, em um desses Bingos a cartela avisava: ‘em caso de chuva adiaremos o bingo para o próximo final de semana’. Deus quis que no dia do bingo chovesse e o

Ex-vereador começou com a iniciativa há 23 anos

Além do Mais


4

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018

Cidade

Presidente da Comissão do Acadêmico de Direito é empossado na OAB Por Luiza Lamas

A Subseção da OAB de Ribeirão Pires (Rua Presidente Kennedy, 133, Centro) empossou como Presidente do Acadêmico de Direito o Dr. João Mancuso, atual secretário de Assuntos Estratégicos da cidade, em cerimônia realizada na terça-feira (15), na sede ribeirãopirense. O objetivo da Comissão é auxiliar os acadêmicos de Direito a desenvolverem a profissão, seja por meio de cursos e palestras ou seminários e simpósios, dentro e fora da OAB. Mancuso se considerou privilegiado por receber a posse, porque acredita que nem todos têm a mesma oportunidade. “Fui bem recebido por causa da relação que eu tinha com alguns advogados pelo meu trabalho. Esse privilégio nem todos têm, mas acredito que com essa Comissão consigamos viabilizar encontros que possibilitem essa aproximação”, disse.

João Mancuso se mostrou emocionado em posse

O prefeito Kiko Teixeira esteve presente no evento e relatou que considera Mancuso um exemplo para outros jovens advogados. “Use sua inteligência e seja humilde que tenho certeza, você terá um futuro brilhante pela frente”, aconselhou ao presidente da Comissão. Também compareceram na solenidade a pri-

meira-dama Flávia Dotto, o vice-prefeito Gabriel Roncon, o Presidente da Subseção da OAB de Ribeirão Pires Dr. Ricardo Abou Rizk, o Presidente da OAB/SP Dr. Marcos da Costa, o vereador de São Paulo Mário Covas Neto e o Coronel e Desembargador do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo Avivaldi Nogueira. Alguns advogados, ve-

readores e secretários de Ribeirão Pires também marcaram presença. O encerramento do evento se deu com palestra da Dra. Maria Cristina Teixeira, membro do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade Metodista de São Paulo, cujo tema foi “O Estado Democrático de Direito na Constituição de 1988 e Seus Desafios”.

Sessão Solene homenageia Dia de Luta contra LGBTfobia Na última terça-feira (16), a Câmara Municipal celebrou o Dia Mundial de Combate à Homofobia, celebrado no dia 17. Homenagens a lideranças e entidades que atuam na luta contra o preconceito sexual marcaram a celebração. Idealizada por Amaury Dias (PV) e Amigão D’Orto (PTC), a Sessão contou com a presença de outros vereadores de Ribeirão e de Rio Grande da Serra, do prefeito Gabriel Maranhão, de Rio

Grande da Serra, da deputada estadual Cleia Gomes, presidente da Frente Parlamentar do Respeito e da Liberdade à Diversidade Humana e da Frente Parlamentar de Enfrentamento às DST/HIV/AIDS na Assembleia Legislativa e de Cássio Rodrigo de Oliveira Silva, coordenador de Políticas para a Diversidade Sexual da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, que representou o governador Márcio

Solenidade foi realizada na Câmara Municipal

França. O prefeito Kiko Teixeira foi representado pelo ex-vereador e atual secretário municipal de Planejamento, Eduardo Nogueira, autor da Lei nº 5.824 de 2/4/2014, que instituiu o Dia Municipal de

Combate à Homofobia. Também compuseram a Mesa de Honra o vereador Edson Savietto, o Banha (PPS), a Professora Elzinha, secretária de Participação, entre outros. (D.R.)

Falha nossa Na semana passada (edição 816), publicamos a reportagem “Lair defende que Fundeb para educação especial seja quadruplicado” e cometemos um equívoco. Na matéria, lê-se que Lair Moura é a atual superintendente da Apraespi, porém, Lair se desligou do cargo tempos atrás para disputar as eleições deste ano. Portanto, ela não possui mais vínculo com a Associação.


6

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

Hospitalar (*)

RECEBE

106.744,71

14.793,22

PONTALINDA

TRANSFERE

Especial

Ambulatorial e Hospitalar (**) 121.537,93

Recebe a importância de R$ 14.793,22/anual do teto MAC da gestão estadual, para realização de exames de patologia clínica, em decorrência da municipalização da Gestão do Laboratório SUS de Jales sob o CNES nº. 2070820. O município assumirá a realização dos Exames de Patologia Clínica para seus Munícipes, conforme acordado na reunião da CIR de Jales realizada em 10.03.2016.

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018

Ribeirão Pires deve voltar a ser (*) Valor do teto financeiro MAC para a competência de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP . (**) Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016.

(*) Valor do teto finance (**) Transferência de te

Por Rodrigo Mozelli

O Mais Notícias convidou representantes dos municípios de Mauá, Ribeirão Pires e Rio GranMEMÓRIA DE CÁLCULO de da Serra a se manifestarem sobre o atendimento a parturientes de Rio Grande da Serra. Tivemos acesso à publicação no Diário Oficial do Estado que oficializava Mauá como unidade de referência MUNICÍPIO DE MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA para RESIDENCIA atender pacientes de Rio Grande da Serra e, concomitantemente, o repasse de recursos para PONTALINDA

CÓDIGO

NOME

354025

PONTALINDA

26 – São Paulo, 126 (73)

Diário Oficial Poder Executivo - Seção I DRS

ALTERAÇÃO CIB

ECEBE

TRANSFER E

25.800.064,29

Recebe a transferência de 02 pacientes moradores da Clínica de Repouso de Itapira Ltda - Cristália - CNPJ 49.918.949/0001-64,Nível I, sob Gestão Estadual, que encerrará suas atividades, para o Serviço de Residência Terapêutica do Municipio de Mogi Guaçu da Gestão Municipal. A base de calculo refere-se a 365 diárias de Hospital Psiquiátrico para cada paciente transferido.

quadro 7, referente à competência abril/2016 tência maio de 2016

MEMÓRIA DE CÁLCULO

de Repouso de Itapira Ltda - Cristália - Gestão Estadual TABELECMENTO DE SAUDE COM nº DE LEITOS DE PSIQUIATRIA ATE 160 Valor diária Nº Pacientes Valor ano (diária X 365 dias) 49,70 18.140,50 49,70

2

36.281,00

ores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto. ALTERAÇÃO CIB

RECEBE

TRANSFERE

TETO ANUAL APÓS A TRANSFERÊNCIA Assistência Ambulatorial e Hospitalar (**)

1.471,53

MOTIVO

Recebe a importância de R$ 1.471,53/anual do teto MAC da gestão estadual, para realização de exames de patologia clínica, em decorrência da municipalização da Gestão do Laboratório SUS de Jales sob o CNES nº. 2070820. O município assumirá a realização dos Exames de Patologia Clínica para seus Munícipes, conforme acordado na reunião da CIR de Santa Fé do Sul realizada em 10.03.2016. ncia de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP . r da competência de Maio de 2016.

13.518,78

MEMÓRIA DE CÁLCULO MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA

ão

cipal

Código Procedimento/Grupo 0202

Descrição do Procedimento PATOLOGIA CLINICA

MOGI GUAÇU

DRS

MOTIVO

VALOR TOTAL R$ 1.471,53

TETO ANUAL ANTERIOR Assistência Ambulatorial e Hospitalar * 25.763.783,2 9

ALTERAÇÃO CIB

DRS

TETO ANUAL APÓS A TRANSFERÊNCIA Assistência Ambulatorial e Hospitalar

MOTIVO

25.800.064,29

Recebe a transferência de 02 pacientes

RECEBE

TRANSFER E

ALTERAÇÃO CIB

RECEBE

28.372,34

TRANSFERE

TETO ANUAL APÓS A TRANSFERÊNCIA Assistência Ambulatorial e Hospitalar (**) 947.598,54

MOTIVO

36.281,00

MUNICIPIO

mpetência de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP . partir da competência de Maio de 2016.

GRANDE

da Clínica de Repouso de Itapira TETO ANUAL moradores ALTERAÇÃO CIB SÃO Ltda - Cristália - CNPJ 49.918.949/0001-64,Nível PAULO sob Gestão Estadual, que encerrará suas ANTERIOR I,atividades, para o Serviço de Residência RECEBE TRANSFERE do Municipio de Mogi Guaçu da Assistência Terapêutica Gestão Municipal. A base de calculo refere-se a 365 diárias de Hospital Psiquiátrico para cada Ambulatorial epaciente transferido. obs : Teto financeiro conforme quadro 7, referente à competência abril/2016 Transferência a partir da competência maio de 2016 Hospitalar (**)

ALTERAÇÃO CIB

TETO ANUAL

MOTIVO

Assistência Ambulatorial e Hospitalar (***) 20.069.579,98

RIBEIRÃO PIRES

20.174.458,00

104.878,02

Transfere recursos no valor total de

TETO ANUAL MOTIVO R$ 104.878,02/ano, do Teto Financeiro MAC para o Município de APÓS A Mauá, referente a 169 partos/ano, programados na PPI para gestantes do TRANSFERÊNCIA Município de Rio Grande da Serra, atualmente pactuados e realizados Assistência pelo Hospital São Lucas, CNES Nº 2081202, sob gestão do município de Ribeirão Pires e que passarão a ser Ambulatorial e realizados pela Santa Casa de Mauá, CNES nº 2751747, sob a gestão do Hospitalar (***) Município de Mauá. MEMÓRIA DE CÁLCULO GRANDE MAUÁ 81.900.899,87 104.878,02 82.005.777,89 no Recebevalor recursos nototal valor totalde de R$ GRANDE RIBEIRÃO 20.174.458,00 104.878,02 20.069.579,98 Transfere recursos Clínica de Repouso de Itapira Ltda - Cristália - Gestão Estadual SÃO 104.878,02/ano, no Teto Financeiro Habilitado NIVEL I - ESTABELECMENTO DE SAUDE COM nº DE LEITOS DE PSIQUIATRIA ATE 160 PAULO MAC do Município Pires, SÃO PIRES R$ 104.878,02/ano, do de Ribeirão Teto Valor diária Nº Pacientes Valor ano (diária X 365 dias) referente a 169 partos/ano, Valor da Diária 49,70 18.140,50 na PPI para gestantes Financeiro MAC paraprogramados o Município dedo PAULO Nº de Pacientes transferidos Município de Rio Grande da Serra, MOGI GUAÇU 49,70 2 36.281,00 pactuados e realizados Mauá, referente a atualmente 169 partos/ano, pelo Hospital São Lucas, CNES Nº 2081202, gestantes sob gestão do município programados na PPI para dode Ribeirão Pires e que passarão a ser 1.12.Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto. realizados pela da Santa Casa de Mauá, Município de Rio Grande Serra, DRS MUNICIPIO TETO ANUAL ALTERAÇÃO CIB TETO ANUAL MOTIVO CNES nº 2751747, sob a gestão do ANTERIOR APÓS A Municípioe de Mauá. atualmente pactuados realizados Assistência TRANSFERÊNCIA (*) 169 partos de risco habitual realizados na Santa Casa de Mauá equivale a R$ 104.878,02/ano. Fonte: SIH/SUS, ano 2015. Ambulatorial Assistência (**) Valor do Teto Financeiro MAC competência abril depelo 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros Hospital São SES-SP. Lucas, CNES Nº RECEBE TRANSFERE e Hospitalar Ambulatorial e (***) Transferência de Teto Financeiro MAC a partir da competência maio de 2016. (*) Hospitalar (**) 2081202, sob gestão do município de SÃO JOSÉ NOVA 12.047,25 1.471,53 13.518,78 Recebe a importância de R$ MEMÓRIA DE CÁLCULO DO RIO CANAÃ 1.471,53/anual do teto MAC da gestão Ribeirão Pires e que passarão a ser PRETO PAULISTA estadual, para realização de exames de TRANSFERE PARA FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE MAUÁ patologia clínica, em decorrência da realizados pela Santa Casa de Mauá, INTERNAÇÃO municipalização da Gestão do Laboratório INSTITUIÇÃO GESTÃO/TIPO DE ESPECIALIDADE TRANSFERE ( T FÍSICO VALOR FINANCEIRO SUS de Jales sob o CNES nº. 2070820. O CNES nº 2751747, a gestão OU MUNICÍPIO FINANCIAMENTO ) ANO sob UNITÁRIO ANO (*)do município assumirá a realização dos RECEBE ( R ) Exames de Patologia Clínica para seus Município( Tde Mauá. MUNICÍPIO DE GM / MAC Clínica Obstétrica ) 169 620,58 104.878,02 Munícipes, conforme acordado na RIBEIRÃO PIRES para atendimento às partos reunião da CIR de Santa Fé do Sul (Hospital e gestantes e Recebe puérperas GRANDE MAUÁ 81.900.899,87 realizada em 104.878,02 82.005.777,89 recursos risco no valor total de R$ 10.03.2016. Maternidade habitual (*) Valor do teto financeiro MAC para a competência de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP . São Lucas SÃO de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016. 104.878,02/ano, no Teto Financeiro (**) Transferência CNES Nº 2081202) PAULO MAC do Município de Ribeirão Pires, MEMÓRIA DE CÁLCULO MUNICÍPIO DE GM / MAC Clínica Obstétrica (R) 169 620,58 104.878,02 MAUÁ para atendimento às referente a partos169 partos/ano, MUNICÍPIO MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA (Santa Casa de gestantes e puérperas risco DE Mauá, CNES Nº habitual programados na PPI para gestantes do RESIDENCIA 2751747) NOVA CÓDIGO NOME Gestão Código Descrição do Procedimento VALOR (*) 169 partos de risco habitual realizados na Santa Casa de Mauá equivale a R$ 104.878,02/ano Município de Rio Grande da Serra, CANAÃ Procedimento/Grupo TOTAL PAULISTA 353284 NOVA Municipal 0202 PATOLOGIA CLINICA R$ 1.471,53 atualmente pactuados e realizados CANAÃ 1.17.Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto. PAULISTA peloCIB Hospital Lucas,MOTIVO CNES Nº DRS MUNICIPIO TETO ANUAL ALTERAÇÃO TETO ANUAL São ANTERIOR APÓS A 1.13 Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto. 2081202, sob gestão do município de Assistência TRANSFERÊNCIA Ambulatorial e Assistência RECEBE TRANSFERE DRS MUNICIPIO TETO ANUAL ALTERAÇÃO CIB TETO ANUAL MOTIVO Hospitalar (*) Ambulatorial e Ribeirão Hospitalar Pires(**) e que passarão a ser ANTERIOR APÓS A Assistência TRANSFERÊNCIA SÃO JOSÉ RUBINÉIA 104.478,66 65,21 Recebe a importância de R$ 65,21/anual do teto realizados104.543,87 pela Santa Casa de Mauá, Ambulatorial e Assistência DO RIO MAC da gestão estadual, para realização de exames RECEBE TRANSFERE Hospitalar (*) Ambulatorial e PRETO de patologia clínica, em decorrência da CNES nº 2751747, sobda aGestãogestão municipalização do Laboratóriodo SUS de Hospitalar (**) Jales sob o CNES nº. 2070820. O município assumirá SÃO JOSÉ PALMEIRA 919.226,20 28.372,34 947.598,54 Recebe a importância de R$ 28.372,34/anual Município de Mauá. a realização dos Exames de Patologia Clínica para DO RIO D'OESTE do teto MAC da gestão estadual, para seus Munícipes, conforme acordado na reunião da PRETO realização de exames de patologia clínica, em CIR de Santa Fé do Sul realizada em 10.03.2016. (*) 169 partos de risco habitual realizados decorrência na Santa Casa de Mauá equivale a R$ 104.878,02/ano. Fonte: SIH/SUS, ano 2015. da municipalização da Gestão do (*) Valor do teto financeiro MAC para a competência de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP Laboratório SUS de Jales sob o CNES nº. Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016. 2070820. O município assumirá a realização (**) Valor do Teto Financeiro MAC competência abril de 2016, conforme(**)Quadro 7 dos Quadros SES-SP. dos Exames de Patologia Clínica para seus MEMÓRIA DE CÁLCULO Munícipes, conformeda acordado na reunião da (***) Transferência de Teto Financeiro MAC a partir competência maio de 2016. CIR de Jales realizada em 10.03.2016. MUNICÍPIO DE RESIDENCIA RUBINÉIA

MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA

O Diário Oficial do Estado, publicado em 20 de de 2016, atestou na página 26, na Seção I, em MEMÓRIA DEabril CÁLCULO MEMÓRIA DE CÁLCULO Poder Executivo, o item 1.16, que dispõe sobre a transferência do teto de Ribeirão Pires para Mauá (R$ 1.18.Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de Ribeirão Preto. TRANSFERE PARA FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE MAUÁ 104.878,02) e informando que os partos começariam a ser realizados na Santa Casa de Mauá. (*) Valor do teto financeiro MAC para a competência de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP . (**) Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016.

MUNICÍPIO DE RESIDENCIA

CÓDIGO

NOME

Gestão

354450

RUBINÉIA

Municipal

MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA

Código Procedimento/Grupo 0202

TETO ANUAL

Descrição do Procedimento

VALOR TOTAL

PATOLOGIA CLINICA

R$ 65,21

TETO ANUAL APÓS A

ANTERIOR ALTERAÇÃO CIB INTERNAÇÃO TRANSFERÊNCIA DRS MUNICIPIO MOTIVO Assistência Assistência Ambulatorial e Hospitalar (**) INSTITUIÇÃO GESTÃO/TIPO DE ESPECIALIDADE TRANSFEREAmbulatorial ( T (*)e FÍSICO VALOR FINANCEIRO RECEBE TRANSFERE PALMEIRA Hospitalar D'OESTE Transfere a de R$ Partos realizados no Hospital e Maternidade São Lucas desde 2017 PALMEIRA OU MUNICÍPIO FINANCIAMENTO ) ANO UNITÁRIO ANOR$importância (*)3.011,04/mês 36.132,48/ano, do 353520 Municipal 0202 PATOLOGIA CLINICA R$ 28.372,34 D'OESTE Município de Ribeirão Preto, sendo 5.184 exames/ano (432 /mês) exames (R) Mês Total Ribeirão Pires Rio Grande RECEBESuzano Mauá Santo André Sãoreferente Paulo citopatológicos cérvico-vaginal/ microflora (procedimento 1.14 Transferência de Teto MAC do Rio Preto. MUNICÍPIO DEentre gestores na região GMde/abrangência MAC Obstétrica 104.878,02 Janeiro de 2017 19 do DRS de São JoséClínica 19 0( T ) 0 169 0 620,58 0 02.03.01.001.9) para gestão estadual destinado ao convenio celebrado nº RIBEIRÃO RIBEIRÃO 0,00 36.132,48 96.134.472,10 2566/2013 com a Fundação Sobeccan – DRS MUNICIPIO TETO ANUAL ALTERAÇÃO CIB TETO ANUAL MOTIVO PRETO RIBEIRÃO PIRES para atendimento às Fevereiro de 2017 32 29 2PRETO 96.170.604,580 partos 0 ANTERIOR APÓS A Fundação 0para Pesquisa, Prevenção e TRANSFERÊNCIA Assistência do câncer – CNPJ: eAssistência e gestantes41 e puérperas Assistência 02.681.523/0001-76-CNES:2092220, através Março (Hospital de 2017 Ambulatorial 43 1 1 risco 0 0 RECEBE TRANSFERE Hospitalar (*) Ambulatorial e de termo de retirratificação ao referido Hospitalar (**) Maternidade habitual 0 convenio, para continuidade da realização Abril de 2017 36 31 5 0 0 dos exames do município de Ribeirão Preto a SÃO JOSÉ PARANAPUÃ 3.732,99 14.570,95 18.303,94 Recebe a importância de R$ 14.570,95/anual serem realizados em um único prestador. São Lucas DO RIO do teto MAC da gestão estadual, para Maio de 2017 35 35patologia clínica, em 0 financeiro MAC para a competência 0 0 Quadro 7 dos Quadros SISP 0 PRETO realização de exames de (*) Valor do teto abril/2016, conforme decorrência da municipalização da Gestão do (**) Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência maio de 2016. CNES Nº Laboratório SUS de 21 Jales sob o CNES nº. Junho de 2017 24 1 2 1 0 2070820. O município assumirá a realização MEMÓRIA DE CÁLCULO 2081202) dos Exames de Patologia Clínica para seus Julho de 2017 33 25 na reunião da 5 1 1 1 Munícipes, conforme acordado MUNICÍPIO DE GM / MAC Clínica Obstétrica (R) 169 620,58 104.878,02 CIR de Jales realizada em 10.03.2016. Quantidade Física de Valor do teto financeiro MAC para a competência de Abril60 de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP Agosto de(*) 2017 46. 12 1 procedimentos 0 Valor Médio do Procedimento na Valor 1 financeiro a Rótulos de Linha (**) Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016. para atendimento às MAUÁ partos ambulatoriais tabela SUS** ser transferido* Setembro 2017 53 37 11 5 Correspondente 0 0 (SantadeCasa de gestantes e puérperas risco MEMÓRIA DE CÁLCULO 02.03.01.001.9 - Exame citopatológico 5.184 R$ 6,97 Outubro de CNES 2017 Nº 61 37 15vaginal/ microflora 4 habitual 5 0R$ 36.132,48 cérvicoMauá, MUNICÍPIO MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA DE Novembro de 2017 52 33 16 2 0 1 2751747) RESIDENCIA 1.19.Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto. Dezembro 2017de 63 Descrição 46de 7 TETO ANUAL 0ALTERAÇÃO CIB 1 (*) 169 de partos riscoGestão habitualCódigo realizados nadoSanta Casa Mauá equivale aDRS9R$ 104.878,02/ano MUNICIPIO TETO ANUAL MOTIVO PARANAPUÃ CÓDIGO NOME Procedimento VALOR

CÓDIGO

NOME

Código Procedimento/Grupo

Gestão

35

1.20.Transferência d

A ata da reun fevereiro deste a realizada por Rib para o municípi foi aprovada.

VALOR TOTAL

Descrição do Procedimento

Partos realizados no Hospital e Maternidade São Lucas

0 Mês Total Ribeirão Pires Rio Grande 0 Janeiro de 2017 19 19 00 0 Fevereiro de 2017 32 29 20 Março de 2017 43 41 1 00 Abril de 2017 36 31 50 0 Maio de 2017 35 35 00 0 Junho de 2017 24 21 10 Janeiro de 2018 82 57 15 6 2 0 Julho de 2017 33 25 5 20 Fevereiro de 2018 84 54 23 4 3 0 1.17.Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto. Março de 2018de 2017 91 61 16 10 4 0 Agosto 60 46 12 0 DRS MUNICIPIO TETO ALTERAÇÃO CIB TETO MOTIVO Abril de 2018 97 ANUAL 64 25 ANUAL 5 2 1 0 ANTERIOR Setembro 53 156APÓS A 48 37 11 2 Total por cidades de 2017 865 636 18 5 Assistência TRANSFERÊNCIA Percentual 73,53% 18,03% 5,55% 2,08% 0,23% e Assistência Outubro de 2017 100% Ambulatorial 61 37 0,58% 15 RECEBE TRANSFERE Hospitalar (*) Ambulatorial e Hospitalar (**) Novembro de 2017 52 33 16 SÃO JOSÉ RUBINÉIA 104.478,66 65,21 104.543,87 Recebe a importância de R$ 65,21/anual do teto DO RIO MAC da gestão Dezembro de 2017 63 46 estadual, para realização de exames 9 PRETO de patologia clínica, em decorrência da municipalização da Gestão do Laboratório SUS de Janeiro de 2018 82 57 15 Jales sob o CNES nº. 2070820. O município assumirá a realização dos Exames de Patologia Clínica para Fevereiro de 2018 84 54 conforme acordado na reunião da23 seus Munícipes, CIR de Santa Fé do Sul realizada em 10.03.2016. Março dedo2018 91conforme Quadro 7 dos Quadros SISP61 16 (*) Valor teto financeiro MAC para a competência de Abril de 2016, (**) Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016. Abril de 2018 97 64 25 Procedimento/Grupo

353590

PARANAPUÃ

Municipal

TOTAL

0202

PATOLOGIA CLINICA

R$ 14.570,95

DRS

MUNICIPIO

TETO ANUAL ANTERIOR Assistência Ambulatorial e Hospitalar (*)

ALTERAÇÃO CIB

RECEBE

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PONTALINDA

106.744,71

14.793,22

TRANSFERE

TETO ANUAL APÓS A TRANSFERÊNCIA Assistência Ambulatorial e Hospitalar (**) 121.537,93

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

MOTIVO

Recebe a importância de R$ 14.793,22/anual do teto MAC da gestão estadual, para realização de exames de patologia clínica, em decorrência da municipalização da Gestão do Laboratório SUS de Jales sob o CNES nº. 2070820. O município assumirá a realização dos Exames de Patologia Clínica para seus Munícipes, conforme acordado na reunião da CIR de Jales realizada em 10.03.2016.

(*) Valor do teto financeiro MAC para a competência de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP . (**) Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016.

Recebe a importância de R$ 28.372,34/anual do teto MAC da gestão estadual, para realização de exames de patologia clínica, em decorrência da municipalização da Gestão do Laboratório SUS de Jales sob o CNES nº. 2070820. O município assumirá a realização dos Exames de Patologia Clínica para seus Munícipes, conforme acordado na reunião da CIR de Jales realizada em 10.03.2016.

TETO ANUAL

SANTA ALBERTINA

R$ 14.793,22 quarta-feira, 20 de abril de 2016

quarta-feira, 20 de abril de 2016

MUNICIPIO

Ambulatorial e Hospitalar (**)

1.15.Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto.

ores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto.

VALOR TOTAL

ANTERIOR APÓS A RECEBESão TRANSFERE 1.16 Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS Grande Paulo.TRANSFERÊNCIA Assistência

SÃO JOÃO DA BOA VISTA

TETO ANUAL APÓS A TRANSFERÊNCIA Assistência Ambulatorial e Hospitalar

.281,00

MUNICIPIO

Código Descrição do Procedimento Procedimento/Grupo Municipal 0202 PATOLOGIA CLINICA Diário Oficial Poder Executivo - Seção I Gestão

Mauá. Também tivemo MUNICÍPIO DE RESIDENCIA do Grande ABC que cas como unidadeCÓ d

SANTA ALBERTINA

ANTERIOR Assistência Ambulatorial e Hospitalar (*) 215.099,10

RECEBE

TRANSFERE

11.360,59

APÓS A TRANSFERÊNCIA Assistência Ambulatorial e Hospitalar (**) 226.459,69

(*) Valor do teto financeiro MAC para a competência de Abril de 2016, conforme Quadro 7 dos Quadros SISP (**) Transferência de teto financeiro MAC a partir da competência de Maio de 2016.

Recebe a importância de R$ 11.360,59/anual do teto MAC da gestão estadual, para realização de exames de patologia clínica, em decorrência da municipalização da Gestão do Laboratório SUS de Jales sob o CNES nº. 2070820. O município assumirá a realização dos Exames de Patologia Clínica para seus Munícipes, conforme acordado na reunião da CIR de Jales realizada em 10.03.2016.

MEMÓRIA DE CÁLCULO

MEMÓRIA DE CÁLCULO

MUNICÍPIO DE RESIDENCIA PONTALINDA

MUNICÍPIO DE RESIDENCIA

MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA

CÓDIGO

NOME

Gestão

354025

PONTALINDA

Municipal

Código Procedimento/Grupo 0202

VALOR TOTAL

PATOLOGIA CLINICA

R$ 14.793,22

1.16 Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS Grande São Paulo.

Percentual

SANTA ALBERTINA

354570

NOME

865

NOME

Gestão

354450

RUBINÉIA

Municipal

Código Procedimento/Grupo

Descrição do Procedimento

VALOR TOTAL

0202

PATOLOGIA CLINICA

R$ 11.360,59

1.20.Transferência de Teto MAC entre gestores na região de abrangência do DRS de São José do Rio Preto.

MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA

CÓDIGO

Gestão

SANTA Municipal ALBERTINA

MEMÓRIA DE CÁLCULO

Total por cidades

MUNICÍPIO DE RESIDENCIA RUBINÉIA

MUNICÍPIO DE OCORRÊNCIA

CÓDIGO

Descrição do Procedimento

100%

Código Procedimento/Grupo 0202

636

73,53%

Descrição do Procedimento PATOLOGIA CLINICA

156 18,03%

VALOR TOTAL R$ 65,21

Suzano

M

0 0 A tabela ao lad 1 quantidade de pa dos no São 0Lucas passado, tanto 0 de ribeirãopirenses qu 2 -grandenses. Pode1 em 2017, foram re todo o parto1 de 77 Rio Grande. No m 5 do, em nota, Mau 4 Já e realizado 148. abril, Ribeirão 2 Pire partos, dois a mais 7 todo o ano de 201 6 mar que Mauá, até alizado 15. 4 10 5 48 5,55%


7

Especial

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018

referência no atendimento a gestantes de RGS

os acesso às atas das reuniões realizadas pela Comissão Regional Intergestores e apreciou o pedido de Ribeirão Pires para repactuar a volta ao Hospital São Lude referência para atendimento às parturientes de Rio Grande da Serra.

nião da Comissão Intergestores Regional do Grande ABC, realizada em 20 de ano na sede do Consórcio Intermunicipal Grande ABC relata que a solicitação beirão Pires para que os recursos transferidos para Mauá em 2016 retornassem io, bem como que a Estância voltasse a ser referência para Rio Grande da Serra

do mostra a artos realizadesde o ano e munícipes uanto de rio-se ver que, ealizados, ao pacientes de mesmo períouá afirma ter em 2018, até es realizou 79 s do que em 17, enquanto rço, havia re-

Diante de nossos questionamentos recebemos nota explicativa da Prefeitura Municipal de Mauá, da Prefeitura Municipal de Ribeirão Pires e ouvimos o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão e seu secretário de Governo, Carlos Eduardo Silva, que nos forneceram subsídios para levar ao público de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra a verdade dos fatos. Veja a seguir:

Um mês depois, em nova reunião da Comissão, fica decidido que a ata da reunião do mês anterior seria aprovada com ressalvas, visto que o assessor da Secretaria de Saúde de Mauá, Ricardo Macarini, solicitou nova reunião com Ribeirão e Rio Grande. Ainda segundo Macarini, o então recém-empossado secretário de Saúde de Mauá, Ricardo Eugênio Mariani Burdelis, queria saber mais informações sobre o assunto.

O que dizem os gestores da Saúde Em conversa com a reportagem, o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, afirmou que a preferência do município é por Ribeirão e explicou os motivos. “Para nossas munícipes, Ribeirão Pires é mais próximo, mais cômodo para elas.” O secretário de Governo, Carlos Eduardo Silva, afirmou ter trabalhado na repactuação. “Liguei pessoalmente para a secretária-adjunta de Mauá, que afirmou que não há impedimento da parte deles para repassar os atendimentos para Ribeirão. Liguei também para a secretária de Ribeirão Pires, que afirmou ter interesse na repactuação. Então, marcamos reunião com o Estado para esta quinta (ontem), mas a agenda estava lotada. A reunião então foi reagendada para a próxima quinta (24). Estamos fazendo de tudo para que seja feito o melhor pelas nossas gestantes.” Por meio de nota, a Prefeitura de Mauá respondeu que “aguarda reunião com o Estado juntamente com Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra para definir a questão”. Também em nota, a Prefeitura de Ribeirão Pires disse que “Apesar de

não ser a referência regional para o atendimento de gestantes de outros municípios, o Hospital e Maternidade São Lucas manteve - e até ampliou - os partos realizados na unidade em 2017 e 2018, tanto para moradoras de Ribeirão Pires quanto de cidades vizinhas. A série histórica de partos neste período comprova o fato. Entretanto, para garantir a qualidade dos serviços prestados na Maternidade do São Lucas, bem como o equilíbrio financeiro da unidade da rede municipal de Ribeirão Pires, a Prefeitura, momentaneamente, realizará apenas os partos de emergência para gestantes de Rio Grande da Serra, priorizando partos de moradoras da cidade e seguindo o que está pactuado regionalmente entre as cidades e o Estado. A Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde e Higiene, vem trabalhando para a repactuação dos recursos, para voltar a ser a referência para Rio Grande da Serra e garantir o atendimento, com a qualidade preconizada no Hospital e Maternidade São Lucas, às gestantes”.

São Lucas é única maternidade da microrregião


8

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018

Cidade

ERRAMOS

Na edição da última semana, deixamos de publicar mensagens alusivas ao Dia das Mães de dois de nossos anunciantes. Pedimos desculpas e estamos publicando com algum atraso. As mães que nos perdoem.

Globalnet chega à cidade focando no mercado corporativo Por Rodrigo Mozelli

A internet de alta qualidade em alta velocidade via fibra óptica já é realidade há um bom tempo. Seus números têm crescido exponencialmente no País. No Grande ABC, a situação não é diferente. Fundada em 2013 na cidade de Mauá, a Globalnet tem investido cada vez mais na melhoria de sua tecnologia. Operando hoje nas cidades de Rio Grande da Serra, Mauá, Suzano, Zona Leste de São Paulo, entre outras, a empresa chega agora à Ribeirão Pires com o mesmo foco: As corporações em toda a cidade. “Atualmente, somos capazes de atender o público residencial nos bairros da Vila Gomes, Vila Marquesa, Parque Aliança e Quarta Divisão”, salientou Wellington Barreto, CEO da Globalnet. A estrutura de cabos atual da Globalnet e parceiros – conhecida como backbone – atende toda Grande São Paulo. Outra estratégia de expansão da empresa é simples. Provedores de bairro atuam em conjunto com a Global-

net. “Atualmente, atendemos mais de 50 provedores. Nós fornecemos a banda por meio de seus próprios equipamentos, damos suporte a eles, os uniformizamos e colocamos nossa identidade visual. É como se fossem franqueados nossos e todos ganham, pois eles podem contar com nosso apoio e estrutura, os clientes continuam com eles e não entramos em atrito por estar ‘invadindo’ seu território”, afirma Barreto. O Diretor Comercial da companhia, Gabriel Thomaz, complementou Wellington. “O bairro da Quarta Divisão já está completamente cabeado e já fomos procurados por algumas empresas lá. Recentemente, fechamos contrato com o Hospital Ribeirão Pires (por meio da Rede D’or, mantenedora do Hospital) e com as Casas Bahia de Ribeirão e outras 380 lojas da rede já nos buscaram também”, afirmou. Trabalhando com tecnologia FTTH (Fiber-to-the-Home - Fibra para o lar), a Globalnet trabalha

Wellington Barreto é o CEO da empresa

com estrutura cabeada em formato de anel – ou seja, se um trecho ficar inoperante, o outro trecho da instalação suporta as conexões do anterior até que seja reparado. Barreto destacou que a Globalnet visa “fazer com que o empreendedor enxergue que a internet corporativa é boa e melhor”. A operadora, inclusive, tem trabalhado em parcerias locais e projetos interessantes (o que fará com que a empresa trabalhe em outras vertentes que a internet possibilita) que, hoje, visam os clientes corporativos, mas que, no futuro, atenderá também ao cliente doméstico. Sobre sua internet cor-

porativa, o CEO da Globalnet expôs os planos para Ribeirão. “Nossa intenção é atender toda a malha corporativa da cidade. Inclusive, estamos trabalhando para criar nova estrutura em anel, que vai se ligar a operadores de São Paulo e aos maiores provedores de internet da América Latina.” Varejo - Atualmente, a Globalnet trabalha com planos de 20 a 100MB residencial com valores que variam entre R$ 49,90 e R$ 99,90 – o plano de 50MB, carro-chefe da operadora, está com promoção de R$ 49,90. Para mais informações, ligue: 3090-2442 ou acesse www.gserv.net.

Prefeitura inicia obras de revitalização da Avenida Kaethe Richers Na tarde desta quinta-feira (17) a Prefeitura de Ribeirão Pires e o Governo do Estado promoveram cerimônia que marcou o início das obras de revitalização do canteiro central da Avenida Kaethe Richers. O prefeito da cidade, Kiko Teixeira, o secretário executivo do FUMEFI (Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento), Winderson Anzelotti - que representou na solenidade o governador Márcio França e autoridades locais e

do Estado prestigiaram o evento, realizado no Portal Turístico da via. “O início desta obra de revitalização tem grande significado. O projeto está agora saindo do papel e ganhando forma graças ao trabalho intenso de reorganização financeira e administrativa que realizamos em 2017. Firmamos parcerias como essa e garantimos recursos que irão viabilizar benfeitorias para nossa cidade”, declarou Kiko. Por meio de convênio

celebrado em novembro do último ano com o Estado, Ribeirão Pires receberá R$ 1,1 mi do FUMEFI para promover a revitalização do canteiro central da Avenida Kaethe Richers – reconstrução do passeio com piso intertravado (área utilizada por pedestres para caminhadas e prática de exercício físico), além de paisagismo e instalação de academia ao ar livre e de iluminação de LED no trecho. A previsão de execução das obras é de oito

meses. “Cada centavo destinado pelo Estado a Ribeirão Pires é com certeza bem administrado pela Prefeitura. O governador Márcio França teve um imprevisto na agenda, mas fez questão de pedir que a cerimônia de início das obras fosse mantida, pois essas intervenções irão beneficiar os moradores de Ribeirão Pires. Essa cidade é privilegiada por suas matas, águas e pelas boas pessoas que aqui moram”, afirmou Anzelotti. (D.R.)


Maranhão entrega sede própria da UBS Sítio Maria Joana

Vila do Doce tem Karaokê na Praça com Lia Di Paulo

Infraestrutura realiza novas intervenções

No último sábado (12), o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, entregou a nova UBS Sítio Maria Joana (R. Quatro, 45), na divisa com Ribeirão Pires, o que traz maior conforto e comodidade à população. O local é totalmente acessível. Além de consultórios médicos, farmácia, sala de vacinação e medicação, contará com atendimento do programa Mais Médicos, equipe de enfermagem, acolhimento, agentes comunitários de saúde e todos os demais serviços disponíveis nas UBSs da cidade.

No próximo sábado (19), das 17h às 22h, haverá o tradicional Karaokê na Praça, a ser realizado na praça da Vila do Doce (Rua Boa Vista, S/N, Centro). O evento é gratuito e contará com a presença de grandes cantores da região. O Karaokê na Praça tem o apoio da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Pires, comandada por César Ferreira. Entre as participantes, estará a Lia de Paulo, organizadora do festejo e uma das participantes.

As equipes da Secretaria de Infraestrutura Urbana de Ribeirão Pires, comandada por Diogo Manera, desde a última semana promove intervenções na Av. Benjamim Batista Cerezoli, Pilar Velho. Outras manutenções envolveram praças no Jardim Guanabara e Vila Aurora, que receberam capinação, limpeza, etc. Vias do Centro Alto recebem corte de mato e limpeza, bem como ruas da Vl. Marquesa, Vl. Sueli e Pq. Aliança, Rodoviária e o Cemitério. Moradores podem contribuir com as manutenções informando demandas no telefone 4828-1609.

Local possui diversas comodidades aos pacientes

Lia (3ª esq.) e sua equipe de aficionados por karaokê

ACIARP recebe Corrida Dez Milhas palestra sobre Trilheira acontece conservação auditiva no dia 27 No próximo dia 24 (quinta-feira), das 14h às 16h30, a ACIARP – Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires (Rua Afonso Zampol, 70, Centro) recebe palestra gratuita de saúde auditiva – Programa de Saúde Auditiva, vinculado ao Programa Viver com Saúde e Segurança no Trabalho. O evento tem o apoio da clínica Alamed. As vagas são limitadas. Por isso, para garantir sua inscrição e participação, ligue no telefone 4828-5728 ou no 95640-7362.

A tradicional Corrida Dez Milhas Trilheira – João Domingos acontece dia 27 (domingo), com largada às 8h na Vila do Doce (R. Boa Vista, s/n, Centro). Realizada pelo Rotary, o evento tem modalidade Corrida Rústica (em áreas urbana e rural). Inscrições custam R$ 80 e vão até o dia 22 nos sites www.ativo.com ou www.minhasinscricoes.com.br. A entrega dos kits será realizada no dia da prova, das 6h30 às 7h. Todos os concluintes receberão medalhas e camisetas. Parte do valor arrecadado será revertido a projetos sociais.

Equipes promovem capinação, limpeza, tapa-buraco, entre outras manutenções

Grupo de escotismo de Mauá visita escola local amanhã O Grupo Escoteiro Caio Viana Martins, de Mauá, participará do projeto 2ª Educação Escoteira 2018, a ser realizado amanhã (sábado), das 8h às 12h, na escola Prof.ª Marli Raia Reis (Avenida Santa Clara, 140, Jardim Santa Rosa - Santa Luzia). A ideia do evento é a de que os alunos possam conhecer e praticar o escotismo por um dia. O Grupo recebeu, no ano passado, o título de Utilidade Pública da Prefeitura de Mauá e, junto ao Escoteiros do Brasil UEB, possui vasto calendário, com atividades variadas em todo o País.

Explicando a capa da semana passada Na sexta-feira passada (11) a capa do Mais Notícias trouxe a foto de uma mulher negra com seu filho, branco e de olhos azuis, em comemoração ao Dia das Mães. Nesta edição, a reportagem conta as histórias destas pessoas. As informações foram retiradas do jornal britânico Daily Mail. A moça em questão é a analista financeira Ca-

therine Howarth, 35 anos, que tem descendência nigeriana e é da cidade de Milton Keynes, na Inglaterra. Jonah (na foto) é seu primeiro filho, com o marido e engenheiro Richard, 37. Segundo Catherine, na época em que Jonah nasceu, uma especialista em genética havia dito que o fato de uma mulher negra dar à luz à uma criança branca de olhos

azuis poderia acontecer uma vez em um milhão. Assim, a analista financeira ficou chocada ao dar à luz pela segunda vez a uma criança branca de olhos azuis, sua filha Sophia. Catherine acredita ser a única mulher negra do mundo a ser mãe de duas crianças com essas características. Para o Daily Mail, a mulher disse que se sente cansada por ser parada

na rua e questionada se é a babá das crianças, ao invés da mãe, mas esclareceu que, quando as pessoas conhecem melhor seus filhos, podem ver muitas características maternas neles. Já de acordo com o pai, é muita sorte ter duas crianças lindas. Segundo Richard, se Jonah e Sophia forem felizes e saudáveis, isso é tudo o que importa. (L.L.)

Mãe Catherine, pai Richard e os filhos Jonah e Sophia


10

Trânsito

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018


11

Esportes

Sexta-Feira, 18 de maio de 2018

Crianças vão a projeto do Comitê Paralímpico Da Redação

Na última segunda-feira (14), alunos da rede municipal de ensino de Ribeirão Pires participaram do lançamento oficial de projeto firmado entre Prefeitura e o CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. A parceria é inédita e proporciona a alunos deficientes a possibilidade de participar do programa “Centro de Formação Esportiva – Esportes Paralímpicos” voltado à iniciação de crianças com deficiência física, visual e intelectual – entre 10 e 17 anos - em oito modalidades paralímpicas. Ribei-

ClassiMais ALUGA-SE SOBRADO Na Praia Grande p/ temporada E finais de semana Tr: 4828-3097/

Programa possibilita treinos em até 8 esportes

rão Pires conta com nove crianças e jovens já cadastrados no programa sendo que há 70 vagas para alunos com deficiência da cidade. Os estudantes da rede municipal que já aceitaram o convite 4823-6204 Cel. 9. 7249-8058 VENDO SÍTIO EM ITAPEVA FORMADO Sul de Minas – 23 alqueires com casa, casa de caseiro,

estão começando a participar dos treinos. “É com grande alegria que acompanhamos o lançamento desta belíssima iniciativa do CPB”, afirmou o prefeito de Ribeirão Pires, Kiko Teixeira. curral, baia p/ cavalos, lago e riacho – na divisa – 9km da Fernão Dias R$ 1.500,000,00 – aceito troca por terreno ou galpão no ABC F.: 9.5037-6311

Seleções do Futuro: inscrições seguem abertas Seguem abertas as inscrições para o programa “Seleções do Futuro”, que oferece treinamento de futebol gratuito a crianças e adolescentes de 6 a 17 anos de ambos os sexos. As aulas acontecerão duas vezes por semana no CTT (Centro de Treinamento Técnico) Ouro Fino. Para efetuar a matricula, pais ou responsáveis pelo estudante devem comparecer à Secretaria de Esporte e Lazer (Av. Pref. Valdirio Prisco, 193, Centro) ou no CTT (Av. Rubens Maziero, 100) e apresentar uma foto 3x4, xerox do RG e do comprovante de residência e declaração escolar. As inscrições estão abertas até o preenchimento de 200 vagas. ALUGO 2 CÔMODOS sem garagem no Bairro Roncon Ribeirão Pires R$ 400,00 Tel.- 4828-3097 4823-6204 Cel. 9.7249-8058


Mais Notícias - Ed. 817  
Mais Notícias - Ed. 817  
Advertisement