Page 170

seguida, uma atitude de fria dignidade, muito calma, com tudo pronto para receber o visitante. Se tinha arrumado as coisas com demasiada rapidez e esquecendo algo muito visível, eu perceberia seu vigilante olhar pousado no objeto, sendo de esperar que eu fizesse alguma coisa a respeito, sem chamar a atenção da visita ....

Observe-se finalmente que, quanto mais inconscientemente estas deixas sejam aprendidas e empregadas, mais fácil será para os membros de uma equipe ocultar, mesmo de si próprios, que de fato funcionam como equipe. Como foi dito anteriormente, mesmo para seus próprios membros uma equipe pode ser uma sociedade secreta. Intimamente associados com as deixas, verificamos que as equipes elaboram meios de transmitir prolongadas mensagens verbais umas às outras, de modo a proteger uma impressão projetada, que poderia ser rompida se a platéia chegasse a perceber que uma informação desta espécie estava sendo transmitida. Ainda uma vez podemos citar um exemplo tirado do serviço público britânico: É uma coisa muito diferente um funcionário público ser chamado para vigiar a passagem de um projeto de lei pelo parlamento, ou ir a uma outra casa para um debate. Ele não pode falar em seu próprio nome; pode somente fornecer ao Ministro material e sugestões esperando que este faça bons usos deles. Não é preciso dizer que o Ministro é cuidadosamente "instruido" de antemão para qualquer discurso preparado, tanto quanto para a segunda ou terceira leitura de um importante projeto de lei ou para a apresentação do balanço anual do Departamento. Para estas ocasiões o Ministro recebe notas completas a respeito de qualquer assunto que tenha probabilidade de ser levantado, até mesmo anedotas e casos para "aliviar a tensão", de natureza oficial protocolar. Ele próprio, seu secretário particular e o secretário pennanente provavelmente gastam uma boa quantidade de tempo e trabalho para selecionar dessas notas os pontos mais importantes para serem acentuados, arrumando-os na melhor ordem e planejando uma impressionante peroração. Tudo é fácil tanto para o Ministro como para seus funcionários. É feito com calma e sem pressa. Mas o ponto crucial é a resposta ao final de um debate. Ai o Ministro tem de depender principalmente dele mesmo. É verdade que os funcionários públicos, sentados com paciente tolerância na pequena galeria à direita do presidente da Assembléia Legislativa, ou à entrada da Câmara dos Lordes, anotaram as imprecisões e distorções dos fatos, as falsas inferências, os mal-entendidos sobre os propósitos do governo e fraquezas semelhantes nas alegações apresentadas pelos oradores da Oposição; mas é difícil, ás vezes, fazer chegar esta munição à linha de fogo. As vezes, o secretário particular parlamentar

=

Mrs. Robert Henrey, Madeleine Orown, (Nova Iorque: Dutton, 19.53), p. 45-47.

171

Profile for Luzinete Alves

A representação do eu na vida cotidiana  

A representação do eu na vida cotidiana