Page 1

Modo de preparo


TítuloDía receita de los

Muertos

Ingredientes

Leonardo Sabatini Leonardo Vermöhlen Sabrina Sabatini 2019

4 2 • Día de los Muer tos


DĂ­a de los Muertos

Leonardo Sabatini Leonardo VermĂśhlen Sabrina Sabatini 2019


DĂ­a de los Muertos

Leonardo Sabatini Leonardo VermĂśhlen Sabrina Sabatini 2019


05 06 08 10 13 14 16 18 21 22 24 26 29 30 32 34 37 38

Legenda Receitas arrepiantes O Día de los Muertos Pan de Muerto Margarita Enchilladas Caveira mexicana Calavera de dulce Elotes Sopa Azteca O altar dos mortos Calabaza empanada Guacamole Tamales O guacamole Mole Poblano Champurrado Tlayuda

Día de los Muer tos • 3


Aperitivos Calabaza empanada p. 26 Guacamole p. 29 Tamales p. 30

Pratos principais Enchilladas p. 14 Elotes p. 21 Sopa Azteca p. 22 Mole poblano p. 34 Tlayuda p. 38

Sobremesas Pan de Muerto p. 10 Calavera de Dulce p. 18

Bebidas Margarita p. 13 Champurrado p. 37

4 • Día de los Muer tos


Legenda Abreviaturas, símbolos e e siglas

Xícara de café = xcf Xícara de chá = xíc Colher de café = ccf Colher de chá = cc Colher de sobremesa = csb Colher de sopa = csp Copo = cp Unidade = uni Pacote = pc Litro = l Mililitro = ml Kilograma = kg Gramas = g Horas = h Minutos = min

Aperitivo

Bebida

Prato principal

Tempo de preparo

Sobremesa

Porções

Día de los Muer tos • 5


Receitas arrepiantes a vida de todo ser vivo, dois acontecimentos definem suas existências: nascimento e morte. Do ocidente ao oriente, podemos encontrar diversas culturas, vivências e maneiras de lidar e comemorar esses dois momentos. Por seu caráter misterioso e certas vezes assustador, a morte sempre foi um assunto de muitas suposições, crenças e misticismo. Porém, em muitas culturas, a morte é também um dia de comemoração: cores, luzes, dança e claro, deliciosos quitutes. Nesta coleção vamos imergir na história de três países - Estados Unidos, Japão e México - durante suas comemorações do fim da vida. E de qual maneira podemos imergir numa cultura melhor do que pela gastronomia? Por isso, a Coleção Receitas Arrepiantes traz ao leitor receitas típicas de cada festa da morte: Halloween, Festival Obon e Día de los Muertos, além de pratos deliciosos do dia-a-dia desses povos. Então prepare seus utensílios (e seu apetite) e vamos começar a viagem!

6 • Día de los Muer tos


O Día de los Muertos omemorado no dia 2 de novembro e declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO, o Dia de los Muertos é uma celebração de origem indígena que começa no dia 31 de outubro e coincide com as tradições católicas do Dia dos Fiéis Defuntos e o Dia de Todos os Santos. Apesar de ser comemorado maioritariamente no México, também se é presente em alguns países com grande número de mexicanos, como na América Central e nos Estados Unidos. Assim como a preocupação do homem em relação à morte, a celebração no México também começou a muito tempo atrás. As origens do Dia de los Muertos são datadas como anteriores à chegada dos espanhóis, há mais de três mil anos, com relatos de povos pré hispânicos, como os astecas, maias, purépechas, náuatles e totocanas que já realizavam rituais para celebrar a vida de seus ancestrais, onde era comum a prática de conversar com crânios como troféus, e mostrá-los durantes os cultos. O festival que se tornou hoje o Dia de los Muertos era comemorado no nono mês do calendário asteca, por volta de agosto, onde era festejado durante um mês inteiro. As celebrações eram guiadas pela deusa Mictecacíhuatl, conhecida como “Dama da Morte”, responsável por todas as comemorações e maquiagens usadas durante a data. Alguns a conhecem como “La Catrina”, personagem de José Guadalupe Posada, cartunista mexicano e outros como esposa de Mictlantecuhtli, “Senhor do Reino dos Mortos”. Durante esse período a população faz procissões, festas, enfeita suas casas e prepara comidas típicas preferidas dos seus parentes e amigos já falecidos que, segundo dizem, durante o

8 • Día de los Muer tos


dia 1 e 2 possuem permissão divina para visitar a casa de seus familiares. No decorrer deste livro você vai perambular entre essas casas e saborear as receitas tradicionais dedicadas a todos os admirados antepassados. Seja bem vindo às Receitas Arrepiantes, um passeio pelo México e uma de suas mais famosas festividades, o Dia de los Muertos.

Día de los Muer tos • 9


Pan de Muerto 105 min

8

Ingredientes • 500 g de farinha de trigo • ¼ xíc de açúcar • ½ ccf de sal • ½ xíc de manteiga • 1 csp de fermento biológico • 3 ovos • 1 xíc de leite

10 • Día de los Muer tos

• ½ ccf de anis em pó • ½ csb de canela em pó • 3 csp de infusão (chá) de flor-de-laranjeira • 1 gema • Manteiga derretida a gosto • Açúcar de confeiteiro a gosto


Modo de preparo

1 Forme um vulcão com a farinha, faça um buraco no meio e no centro coloque o açúcar, o sal, a manteiga, o fermento, os ovos e um pouco do leite (reserve o resto).

2 Misture pouco a pouco todos os ingredientes. Adicione o anis em pó, a canela e o chá de flor-de-laranjeira.

3 Amasse até integrar todos os ingredientes e coloque o resto

do leite reservado.

4 Continue sovando até que a massa se desprenda por completo

de suas mãos.

5 Deixe descansar por cerca de 1 hora ou até dobrar o tamanho. 6 Molde a massa em formato de montanha e deixe uma pequena

parte para decorar. Com a sobra molde pedaços em formato de ossos e caveira. Acomode o pão em uma assadeira previamente untada e esmague as bordas para dar forma de montanha.

7 Decore com os “ossos” e “caveira”. Passe gema de ovo por cima

da massa e leve ao forno médio pré-aquecido (180º) por cerca de 25 a 30 minutos.

8 Quando o pão estiver frio, passe manteiga derretida por cima

e espere cinco minutos para secar. Em seguida polvilhe o açúcar de confeiteiro.


Margarita 10 min

1

Ingredientes Margarita: • Sal grosso • ¼ xícara de tequila • 3 csp de suco de limão fresco • 2 csp de suco de laranja fresco • 3 cc de xarope de açúcar, ou a gosto • Fatias de limão para decorar Xarope de açúcar: • 1 xíc de açúcar • 1 xíc de água

Modo de Preparo

1 Mexa os ingredientes em uma panela até ferver. Deixe cozinhar por 2 a 3 minutos e desligue o fogo. Deixe resfriar.

2 Despeje uma camada de sal em um prato. Molhe a borda do copo com limão e vire-o sobre o prato com sal e gire-o para fazer o sal grudar na borda. Adicione cubos de gelo.

2 Encha uma pequena coqueteleira com gelo. Despeje a tequila,

limão espremido na hora e suco de laranja e as 3 colheres de xarope. Coloque a tampa e agite. Coe o líquido em seu copo e decore com uma fatia de limão.

Día de los Muer tos • 13


Enchilladas 40 min

4

Ingredientes • 1 peito de frango • 1 cebola • 1 alho • 1 pimentão • 1 tomate verde • 1 pimenta (picante) • 1 caldo de galinha

1 4 • Día de los Muer tos

• 4 batatas • Manteiga ou margarina • 4 tortilhas • Cominho • Queijo minas ou coalho • Creme de leite • Repolho


Modo de preparo

1 Cozinhar o peito de frango somente com 2 dentes de alhos cortados ao meio e caldo de galinha. Desfie o peito de frango.

2 Para preparar o molho asse o pimentão inteiro, a cebola cortada ao meio, os alhos e o tomate também cortado ao meio, e a pimenta. É como se fosse fritar na frigideira em fogo baixo no fogão, sem óleo sem nada, dourando só a casca das verduras.

3

Colocar essas verduras no liquidificador. Cuidado com a quantidade da pimenta para não deixar o molho tão picante. Aproveite a água do peito de frango, use para bater junto com as verduras, adicione uma pitada de cominho. Leve ao fogo e deixe ferver por alguns minutos.

4

Para preparar o purê, cozinhe e amasse as batatas ainda quente com manteiga. Na frigideira faça como se tivesse fritando até ver que está bem ao ponto de um purê normal. Adicionar sal a gosto.

5 Abra uma tortilha, forre com um pouco de purê como base, coloque o frangos desfiado, adicione uma quantidade de molho por cima, repolho desfiado, queijo ralado em cima e uma colher de creme de leite. Feche a tortilha como se fosse uma panqueca.

6 Leve cerca de 30 segundos ao micro-ondas e sirva.


Caveira mexicana

16 • Día de los Muer tos


A história de Catrina “A morte é democrática, já que, no fim das contas, loira, morena, rica ou pobre, toda a gente acaba virando caveira”, disse certa vez José Guadalupe Posada (1852-1913), um célebre caricaturista mexicano que acabou agregando um importante elemento à festividade de dia dos mortos. Ele foi o principal responsável por popularizar a imagem das Catrinas, ou, em outras palavras, as famosas caveiras mexicanas que hoje estampam camisetas, quadros, objetos de decoração e são tema recorrente no universo dos tatuadores. No México, a morte é vista como parte da vida. É o destino inescapável de todos os que caminham por essa terra. Os mexicanos a aceitam e, em vez de chorá-la, riem-se dela. Com ela. E é por isso que, entre os últimos dias de outubro e a primeira semana de novembro, as ruas das principais cidades do país recebem uma procissão de almas penadas. A constante lembrança de que toda vida tem um fim é eminente. Mas antes de conquistar um lugar permanente nos ícones da cultura pop – em especial quando retratada como Frida Khalo - a caveira mexicana desempenhou uma importante função política. Durante o final do século 19 e início do século 20, o México passava por um período de transformações e instabilidade político-econômica depois de alcançar sua total independência. Para retratar as diferenças sociais presentes no país, um grupo de escritores publicavam sátiras em jornais sempre acompanhados de crânios associando à elite e à situação do país. O que antes era ilustrado por uma senhora que estava puro osso, mas que não abandonava o chapéu francês enfeitado com plumas de avestruz tornou-se inspiração a atual catrina criada por José Guadalupe. Día de los Muer tos • 17


Calavera de Dulce 45 min

4

Ingredientes • 2 xíc de copo de açúcar • 1 csp de xarope de milho • 1 clara de ovo • ½ cc de essência de baunilha • ⅓ xíc de amido de milho corantes artificiais de cores diferentes • Moldes de crânio

18 • Día de los Muer tos


Modo de preparo

1 Através de um coador despeje o açúcar em um recipiente. 2 Adicione a clara de ovo, o xarope de milho e a essência de baunilha junto ao açúcar coado.

3 Misture e amasse até formar uma bola. 4 Polvilhe com amido de milho uma superfície. 5 Estique a mistura com um rolo até ficar homogêneo. 6 Com a ajuda de um molde plástico cubra com a massa de

açúcar e faça as caveiras.

7

Espere a mistura esfriar e corte as metades do crânio ao meio e cole-as com um pouco de açúcar de confeiteiro e clara de ovo.

8 Se você não tem um molde de plástico em forma de caveira, pode usar massa de modelar para dar forma de um crânio.

9 Com o corante, pinte-a. 10 Enfeite como desejar.


Elotes 30 min

4

Ingredientes • 4 espigas de milho sem casca • ⅓ xíc de creme mexicano ou creme azedo • ⅓ xíc de maionese • 2 dentes de alho picados • 1 cc de ancho chili em pó + um pouco para acabamento • 1 csp de coentro finamente picado + um pouco para acabamento • ½ xíc de queijo cotija desintegrado + um pouco para acabamento • ¼ cc de sal Kosher • Cunhas de limão para guarnecer

Modo de Preparo

1. Pré-aqueça a grelha em fogo alto, 450° a 550º. 2. Cozinhe o milho na grelha até que esteja cozido e tenha car-

bonização leve. Mantenha morno.

3

. Em uma tigela misture o creme mexicano, maionese, alho, pimenta em pó, coentro, queijo cotija e sal até combinado.

4. Generosamente espalhe a mistura por todo o milho cozido e enfeite com mais chili em pó, coentro, queijo e fatias de limão.

Día de los Muer tos • 21


Sopa Azteca 30 min

6

Ingredientes • 8 copos de caldo de galinha • 1 abacate sem casca, cortado em cubos médios • 2 csp de óleo vegetal • 3 dentes de alho • 1 pimentão verde (ou cor de sua preferência) • 400 g de tomates cortados • 4 xíc de tortilla chips quebrados em pedaços

22 • Día de los Muer tos

• 1 ½ xíc de queijo Asadero • 1 cebola em fatias finas • 1 pimenta pasilla torrada e seca, sem caule ou sementes • 1 limão, cortado em 6 fatias • ½ xíc de creme de leite • 1 peito de frango grelhado, picado em cubos • ⅔ cc de sal


Modo de preparo

1 Adicione o pimentão e os tomates no liquidificador e bata até obter uma mistura bem homogênea.

2 Aqueça o óleo em uma panela funda em fogo moderadamente

alto e refogue o alho e a cebola até dourar, mexendo com frequência. Isso vai levar de 5 a 10 minutos.

3 Tire a panela do fogo e retire o alho e a cebola com uma es-

cumadeira. Retire todo o óleo que conseguir. Coloque o alho e a cebola no liquidificador com os tomates e bata até que tudo esteja bem misturado. Depois despeje essa mistura de volta na panela e deixe cozinhar por 8 minutos, mexendo o tempo todo. Você deverá atingir uma consistência espessa.

4 Despeje em um recipiente e decore como desejar.


O altar dos mortos

2 4 • Día de los Muer tos


O caminho das almas Uma das coisas mais interessante sobre o Dia de los Muertos é que, além de muitos enfeites e caveiras, existe um elemento que não pode faltar na comemoração - e ele é criado a partir de uma variedade de itens simbólicos. Estamos falando dos altares que são montados nas casas, escolas e até em locais públicos, e que trazem uma série de objetos da cultura mexicana e do catolicismo. Contam com fotos dos falecidos, alimentos e bebidas que eles curtiam em vida, e até antigas peças de roupa. Os altares possuem de três até sete níveis diferentes e cada tem um significado. Os dois primeiros níveis representam a divisão entre o céu e a Terra, e trazem tanto elementos como a chuva, o vento e os raios de sol, como os frutos da terra. O terceiro nível simboliza o submundo, associado as crenças asteca, ou a Santa Trindade, do catolicismo. Já os altares que com sete níveis são os mais comuns, e cada um dos “andares” designa os sete estágios pelos quais as almas devem passar antes de chegar ao céu - ou ao inferno! De maneira a mostrar seu amor pelos falecidos, também são vistos também as “ofrendas”, presentes feitos na forma de pequenas porções das comidas preferidas dos mortos e doses de tequila. Além disso, podemos ver arco de flores, dobraduras feitas como papel de seda, velas, incensos e uma cruz de cal. Todos esses elementos servem para guiar as almas em sua passagem pela terra e também seu rotorno ao mundo dos mortos. O intuito e fazer a experiência de seus entes queridos a melhor possível.

Día de los Muer tos • 25


Calabaza empanada 1h30

12

Ingredientes Massa da empanada: • 2 xíc de farinha • 1 cc de sal • 7 csp de manteiga • 3 csp de gordura vegetal • 2 csp de água gelada • 1 ovo

26 • Día de los Muer tos

Recheio de Abóbora: • 2 csp de manteiga • 1 xíc de açúcar amarelo • 1 xíc de abóboras enlatadas • 1 cc de canela • 1 ovo (para pintar a massa)


Modo de preparo

1 Pré-aqueça o forno a 200 ° C. 2 Misture a farinha e o sal em uma tigela. Adicione a manteiga e misture com um batedor até ficar bem misturado.

3

Adicione a gordura vegetal, água e o ovo e misture até a massa permanecer unida quando você segurá-la em sua mão.

4 Coloque a massa em um saco e leve à geladeira por 30 minutos. 5 Para o recheio, pegue uma panela pequena em fogo médio, derreta a manteiga e adicione o açúcar. Aqueça até o açúcar se dissolver na manteiga.

6 Adicione abóboras e canela. Continue mexendo por 3 minutos. 7 Retire do fogo e coloque a mistura de abóbora na geladeira até

que esteja completamente frio.

8 Unte uma assadeira com manteiga e retire a massa da geladeira. 10 Divida a massa em 12 bolas. Em uma tábua estique cada

bola em um círculo com o rolo.

11

Preencha cada círculo com 2 colheres de sopa do recheio de abóbora fria. Dobre o lado do círculo e feche a borda.

12

Com o restante do ovo, adicione uma colher de chá de água e misture. Com um pincel, pinte um pouco dessa mistura de ovos sobre cada torta.

13

Coloque as empanadas sobre a assadeira e asse por 15 minutos ou até dourar e as bordas levemente torradas.


Guacamole 10 min

6

Ingredientes • 4 avocados maduros • 1 tomate maduro • Caldo de 1 limão • 2 csp de azeite • Coentro picado a gosto • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de Preparo

1 Lave e seque os avocados, o tomate e o coentro. 2 Com a faca, corte o avocado ao meio, no sentido do comprimento, e descarte o caroço. Descasque, corte cada metade em cubos e transfira para uma tigela.

3 Regue o avocado com o caldo de limão e amasse com um

garfo até formar um purê rústico.

3 Corte o tomate ao meio, descarte as sementes, e corte as me-

tades em cubos pequenos.

4 Pique grosseiramente as folhas de coentro. Junte ao avocado

amassado, tempere com o azeite, sal e pimenta a gosto.

5 Misture bem e sirva imediatamente.

Día de los Muer tos • 29


Tamales 1h10

7

Ingredientes • 3 csp de gordura • 1 xíc de óleo • 2 pimentões verdes sem pele e sem sementes cortados • 500 g de tomates sem pele e sem sementes, picados • 250 g de semolina de trigo • 2 ovos cortados em rodelas

30 • Día de los Muer tos

• Folhas de espiga de milho • 1 kg de carne bovina • 2 cebolas picadinhas • Vinagre e pimenta • Salsa picada • Sal


Modo de preparo

1 Coloque a carne para cozinhar em panela com água por cerca de 15 minutos.

2 Faça depois uma massa com a gordura, semolina, caldo da carne e o sal e em uma outra panela doure bem as cebolas.

3

Coloque em seguida os pimentões e tomates deixando cozinhar até a eliminação total da água dos tomates. Após isso, acrescente a salsa.

4 Adicione depois nesta mistura o vinagre e a carne que deve

ter sido picada refogando por alguns minutos.

5 Em cada folha de milho verde adicionar 1 colher da massa de semolina e 1 colher do picadinho de carne feito.

6 Cobrir as folhas com 1 rodela de ovo e colocar outra folha de

milho verde por cima.

7

Depois é preciso dobrar e fechar a armação com o auxílio de um barbante deixando no fogo por cerca de 30 minutos servindo depois.

8 Disponha em uma bandeja e sirva.


O Guacamole

32 • Día de los Muer tos


Dos astecas ao mundo Saudável e versátil, o guacamole é um prato típico da culinária mexicana. O nome tem origens indígenas: Ahuacatl (abacate) e mole é um nome genérico para molho, embora o verdadeiro mole seja totalmente diferente, levando na sua composição chocolate. Mas sofreu influência da sonoridade da língua espanhola, e quer dizer “molho de abacate”. Segundo a tradição pré-hispânica, a forma de se fazer guacamole foi ensinada ao povo Tolteca pelo Deus Quetzalcóatl. Tudo indica que a iguaria foi inventada pelos astecas, que acreditavam que o abacate tinha propriedades afrodisíacas e dava mais energia para o combate. Faz sentido, já que a fruta é rica em fibras, dá sensação de saciedade e evita a fadiga muscular. Após a chegada dos colonizados espanhóis, foi exportada para a Europa. O guacamole é uma iguaria típica da culinária mexicana, servida com uma grande variedade de pratos, muitas vezes acompanhada com pico-de-gallo (vinagrete) e nata azeda. É basicamente um purê de abacate bem temperado, que funciona como um complemento da salada, tendo sido exportado para todas as partes do mundo onde existe comida mexicana, mesmo que esta seja alterada de acordo com os gostos locais.

Día de los Muer tos • 33


Mole Poblano 2h15

6

Ingredientes Pasta de pimenta: • 8 pimentas ancho secas, sem sementes e caule • 2 pimentas poblano assadas, sem sementes e casca • Sal a gosto Molho: • ¼ de xíc de óleo de canola ou banha de porco • ¼ de xíc de amêndoa • ¼ de xícde nozes-pecãs • ¼ de xíc de avelãs • ¼ de xíc de sementes de gergelim branco • ¼ de xíc de passas 3 4 • Día de los Muer tos

• ½ cc de pimenta-do-reino • ½ cc de sementes de cominho • ½ cc de sementes de anis • 3 cravos inteiros • 1 pau de canela • 1 cebola picada • 6 dentes de alho • 1 banana-da-terra • 2 tortilhas torradas e trituradas • ¼ de xíc de chocolate mexicano picado • 2 cc de sal • 1 csp de açúcar • 4 xíc de caldo de frango


Modo de preparo

1 Torre as pimentas ancho abrindo e pressionando-as em uma fri-

gideira por alguns segundos. Acrescente água quente e deixe de molho por 30 minutos até ficarem bem macias.

2 Escorra e coloque no liquidificador com as pimentas poblano assadas e cerca de 80ml do caldo de frango. Bata até formar um purê e guarde.

3

Aqueça o óleo de canola ou banha de porco e adicione as amêndoas, as nozespecãs e as avelãs. Cozinhe por cerca de três minutos.

4 Retire as nozes e coloque-as em um processador ou liquidificador. 5 Na mesma frigideira, acrescente as passas e misture por um minuto até incharem. Junte às nozes no processador.

6 Adicione as pimentas à frigideira e cozinhe por um minuto

até sentir seu aroma. Logo após transfira para o processador.

7

Acrescente as cebolas e o alho à frigideira e cozinhe por cerca de dez minutos até dourar e junte às nozes e passas no processador.

8 Em seguida, frite a banana-da-terra e adicione ao proces-

sador com as tortilhas adicionando uma xíc de caldo de frango. Bata até formar uma pasta uniforme.

9 Em uma frigideira, aqueça um pouco mais do óleo ou banha de porco em temperatura média e despeje a mistura do mole.

10 Acrescente a pasta de pimenta ancho, o açúcar, o chocolate

e o restante do caldo. Tempere com sal e pimenta e continue cozinhando em fogo baixo por cerca de uma hora.

11 Sirva o mole com o frango assado, grelhado ou cozido.


Champurrado 50 min

4

Ingredientes • 1 xíc de creme azedo / sour cream • ¼ xíc de massa de milho • 3 ½ xíc de água fria • 2 xíc de leite • 2 barras ou discos de chocolate mexicano quebrados em pedaços grandes • 2 paus de canela • Sal • Pan Dulce - pode ser comprado em uma padaria mexicana ou mercado de especialidade

Modo de Preparo

1 Misture a massa de milho com ½ xíc de água até formar uma pasta. 2 Em uma panela adicione a pasta e os restantes 3 xíc de água.

Deixe ferver e cozinhe lentamente por 20 min até engrossar a mistura, mexendo sempre para evitar que queime.

3

Em outra panela misture o creme azedo, leite e canela. Adicione o chocolate e a pitada de sal. Cozinhe em fogo baixo até que o chocolate derreta e seja incorporado ao leite e o creme.

4

Misture os dois recipientes e mexa. Deixe ferver por mais 5 min, mexendo sempre para evitar a queima. Descarte os paus de canela. Sirva e desfrute “mergulhando” no tradiconal Pan Dulce!

Día de los Muer tos • 37


Tlayuda 20 min

4

Ingredientes • 6 tortillas grandes de milho • 2 latas de feijão preto cozido • 1 dente de alho • 2 pimentas jalapeño, sem sementes • ½ cebola • 1 csp de azeite de oliva • 1 cc de cominho • Sal • Pimenta moída na hora

38 • Día de los Muer tos

• 1 xíc de queijo Oaxaca ou queijo Mussarela desfiado • 500 g de fraldinha • 1 csp de vinagre • 1 cabeça de alface romana • 2 fatias de tomate vermelho • 1 cebola cortada em rodelas • 2 abacates • ½ xíc de queijo a sua escolha • Salsa vermelha ou verde


Modo de preparo

1 Amasse o feijão preto grosseiramente. Pressione o alho, mis-

ture a cebola picada e pimenta jalapeño. Tempere com cominho, sal e pimenta.

2 Coloque o feijão preto, o azeite de oliva e os outros ingredientes acima, no liquidificador. Misture para liquefazer, acrescentando um pouco de água para obter um purê grosso.

3

Despeje essa mistura de purê de feijão em uma frigideira e aqueça por alguns minutos em fogo baixo, mexendo sempre, para evitar que grude. Guarde em uma tigela.

4

Corte o filé em tiras, misture com uma csp de vinagre, tempere com sal e pimenta e cozinhe-o em uma frigideira ou panela.

5 Pré-aqueça o forno a 230ºC. 6 Espalhe um pouco do purê de feijão preto por cima das

Tlayudas, polvilhe um pouco de queijo Oaxaca e a mesma quantidade de carne fraldinha.

7

Coloque o máximo que você possa de Tlayudas no formo, em assadeiras redonda tipo assadeira de pizza. Asse no forno por 5 minutos.

5 Retire do forno e adicione alface, fatias de tomate, algumas

tiras de abacate e ¼ xíc de queijo cortado em pedaços pequenos.

6

Asse por mais 3-5 minutos, até que a cobertura esteja quente e a tortilla crocante nas bordas.

7

Cubra as tlayudas com uma salsa que você goste. Elas podem ser comidas abertas ou dobradas ao meio, mas sempre com as mãos.


Fonte de texto Pensum Pro Book Regular 11 pt Fonte display Harbour Regular 26 pt 180 mm x 210 mm Papel para impressĂŁo offset 90 g


TítuloDía receita de los

Muertos

Ingredientes

Leonardo Sabatini Leonardo Vermöhlen Sabrina Sabatini 2019

4 4 • Día de los Muer tos


DĂ­a de los Muertos

Leonardo Sabatini Leonardo VermĂśhlen Sabrina Sabatini 2019


Leonardo Sabatini Leonardo Vermรถhlen Sabrina Sabatini

Profile for Leonardo Vermohlen

Receitas Arrepiantes - Dia de Lós Muertos  

Coleção de 3 livros de receitas sobre o Dia dos Mortos ao redor do mundo. P5 - Projeto Editorial Design UFSC

Receitas Arrepiantes - Dia de Lós Muertos  

Coleção de 3 livros de receitas sobre o Dia dos Mortos ao redor do mundo. P5 - Projeto Editorial Design UFSC

Advertisement