Page 1

ESTUDO COMERCIAL

G professora Simone Villa alunas Ana Laura Marcelos Dutra LaĂ­s Caroline Silveira


PESQUISA OBSERVAÇÃO -- COMPORTAMENTO

nesta semana, a dupla responsável por este projeto, foi a loja física no Center Shopping – Uberlândia, para analisar informações necessárias. algumas estimativas foram feitas com base na entrevista com a gerente:

PERFIL DO CONSUMIDOR:

• nº consumidores diários (média): 50 (seg. à sexta) , 100 (sáb. e dom.) • sexo: 78% feminino , 18% masculino e 4% infantil (filhos de clientes fixos, em sua maioria) • faixa etária: 12% - 17 a 24 anos, 25% - 25 a 34 anos, 28% - 35 a 44 anos 35% - 45 anos ou mais • classe social: 65% da classe A ou B (na região do Triângulo Mineiro)


PLANTA – LAYOUT COTADO


PLANTA - CORTE B


PLANTA – CORTE A


FOTO PANORÂMICA DA LOJA


FOTO ZOOM 1

PLANTA – VISTA SUPERIOR

LADO DIREITO DA LOJA


FOTO ZOOM II PLANTA - VISTA SUPERIOR

LADO ESQUERDO DA LOJA


FLUXOGRAMAS a loja é dividida com muita organização e bem-estar para seus clientes.

sua funcionalidade está no quesito circulação, e também em suas propostas de layout.

funcionários clientes


USO


Ergonomia designa o conjunto de disciplinas que estuda a organização do trabalho no qual existe interações entre seres humanos e máquinas. O principal objetivo da ergonomia é desenvolver e aplicar técnicas de adaptação do homem ao seu trabalho e formas eficientes e seguras de o desempenhar visando a otimização do bem-estar e, consequentemente, aumento da produtividade. Na loja Carmen Steffens as funcionárias não possuem um campo de trabalho ergonômico. Observando seus afazeres descobrimos que elas não possuem um local de descanso, por isso na hora de sentar para descansar tem que ser nas escadas que dão acesso ao depósito. Enquanto estão em horário de trabalho devem ficar em pé na loja mesmo que não haja clientes, e para descansar acabam encostando-se ao balcão de pagamento ou central(com acessórios não tão importantes), o que não é nada ergonômico.


REVESTIMENTO, ILUMINAÇÃO E GESSO O revestimento na loja é feito de basicamente tinta nas paredes, e painéis de MDF, que conversam com a linguagem da loja e é algo que se segue em todas as franquias no Brasil e no mundo, dando uma aparência clean e sofisticada à loja. Na iluminação é usada a técnica de iluminação de destaque na vitrine e nas extremidades da loja, que são onde os produtos (sapatos, bolsas) ficam expostos. Assim quando se entra na loja nossos olhos são direcionados aos produtos. No meio da loja onde quase nada é exposto, a iluminação fica por conta da paflon, enquanto que para a iluminação de destaque são usados spots de embutir.

A utilização do gesso na Carmen Steffens tem como finalidade o rebaixamento para que a iluminação pudesse ser instalada e funcionasse, não possui como objetivo a decoração do ambiente.

Projeto comercial2  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you