Page 1

ROTAX MAX CHALLENGE 2014 REGULAMENTO DESPORTIVO CATEGORIAS, ROTAX MICRO-MAX, MINI-MAX, JÚNIOR-MAX, MAX, MAX-MASTERS, DD2, DD2-MASTERS

2014


1. DEFINIÇÃO / GENERALIDADES 1.1. A Rotax Mach 5 Karting na qualidade de representante oficial da marca BRP-Rotax no Brasil e no Paraguai promove, em 2014, uma competição de kart , denominada “Rotax Max Challenge – Brasil 2014” 1.2. O Kartódromo Granja Viana, será o clube responsável pela organização das provas do “Rotax Max Challenge – Brasil 2014”. 1.2.1. A Mach 5 Karting poderá nomear outros clubes organizadores ou organizar diretamente provas do “Rotax Max Challenge – Brasil 2014”. 1.3. A Comissão Organizadora do Rotax Max Challenge – Brasil 2014 é constituída por Wilton Santos Jr. e indicados pelo Clube Organizador. 1.4. Rotax Max Challenge – Brasil 2014 será disputado de acordo com: •"Código Desportivo Internacional (CDI). •"Regulamento Nacional de Kart 2014 (RNK 2014). •"Regulamento Técnico do Rotax Max Challenge 2014 •"Prescrições Gerais aplicáveis às provas de Automobilismo e Karting – 2014. • Regulamento Geral e Desportivo Copa São Paulo Granja Viana 2014 •"ROTAX MOJO MAX CHALLENGE Technical Regulations 2014 (publicados em www.maxchallenge-rotax.com, www.kartodromogranjaviana.com.br e em www.RotaxMax.com.br) e pelo presente Regulamento, os quais todos os concorrentes, pelo simples fato da sua inscrição, se comprometem a respeitar. 1.5 - Calendário As provas do ROTAX MAX CHALLENGE – BRASIL 2014 serão disputadas segundo o seguinte calendário: 15 22 05 26 10 07 23 20 18 15

FEV ….….…... ........Kartódromo Granja Viana MAR …….....…... ....Kartódromo Granja Viana ABR ....................... Kartódromo Granja Viana ABR …….…. .......... Kartódromo Granja Viana MAI …….…............ Kartódromo Granja Viana JUN …….…........... Kartódromo Granja Viana AGO …….…........... Kartódromo Granja Viana SET …….…........... Kartódromo Granja Viana OUT …….…........... Kartódromo Granja Viana NOV …….…........... Kartódromo Granja Viana 1.5.1 - Provas extras podem ser adicionadas ao campeonato. Neste caso o clube organizador publicará o novo calendário. 1.5.2 – Provas poderão ser subtraídas, terem alteradas as datas ou realizadas em outras pistas. Neste caso o clube organizador publicará o novo calendário e local do evento.

1.6. O programa de cada prova do Rotax Max Challenge – Brasil 2014 seguirá de acordo com o horário divulgado em www.KartódromoGranjaViana.com.br que pode, contudo ser alterado, em função do número de pilotos inscritos ou por qualquer outra razão. 1.7. Para efeitos deste Regulamento considera-se a participação de um piloto numa etapa quando este tenha ao menos feito a inscrição na etapa e participado ao menos da tomada de tempo. 1.8. Etapa é um evento organizado em um ou mais dias e constituído por treinos livres, tomada de tempo e corridas. 1.9. Considera-se que um Piloto termina uma corrida quando cruza a linha de chegada após o primeiro colocado. 1.10. Considera-se que um Piloto participa na corrida desde que passe a linha de partida depois de ter sido dada a largada.

2. LICENÇAS E PARTICIPANTES 2.1. Esta competição está aberta a todos os possuidores de licença desportiva de Concorrente / Piloto regional (ou de grau superior) válida para o ano em curso emitida pela CBA. 2.2.!Podem também participar outros pilotos com licenças válidas de outros países (pilotos convidados que não sejam do Brasil ou do Paraguai) mas estes não pontuam nem retiram pontos dos demais pilotos.

2014


2014

2.3. Para pontuar no ROTAX MAX CHALLENGE – BRASIL 2014 todos os pilotos devem ter residência fixa no Brasil ou no Paraguai.

3. IDADES E PESOS 3.1 O peso mínimo (inclui o kart completo e o piloto com todo o seu equipamento usado durante a corrida) e as idades para as diversas categorias é o seguinte: • Micro-Max: 113Kg o Para pilotos que tenham 7 anos completos até os que não completam 11 em 2014 o A organização poderá avaliar caso a caso a participação de pilotos com 6 anos completos • Mini-Max: 123Kg o Para pilotos que completam 9 anos em 2014, até os que não completam 13 em 2014 o Esta categoria terá a subdivisão “Rookie” para pilotos que não tenham participado de mais de 3 provas oficiais nas categorias PJMK, Super Cadete ou Mini Max no ano de 2013 • Rotax Júnior: 145 kg o Para pilotos que completam 12 anos em 2014, até os pilotos que não completam 16 em 2014. o Esta categoria terá a subdivisão “Rookie” para pilotos que não tenham participado de mais de 3 provas oficiais nas categorias PJK, PGK e Junior Max 2013 • Rotax Max: 170 kg o Para pilotos que completam 15 anos em 2014, sem idade limite • Rotax Max-Masters: 170 kg o Para pilotos que completam 32 anos em 2014, sem idade limite • DD2 : 180Kg o Para pilotos que completam 15 anos em 2014, sem idade limite • DD2 Masters : 180Kg o Para pilotos que completam 32 anos em 2014, sem idade limite

4. EQUIPAMENTO 4.1. Chassis e motores: 4.1.1 Cada piloto deverá declarar no momento da inscrição no máximo um chassis e dois motores. As Especificações técnicas dos motores devem estar conforme Regulamento Técnico do Rotax Max Challenge 2014. 4.1.2 É possível que dois Pilotos possam partilhar um mesmo segundo motor. O número do motor será registrado na ficha de Inscrição Técnica inicial dos dois Pilotos, figurando como segundo motor. 4.1.3 Contudo esse motor só pode ser utilizado apenas por um dos Pilotos e tal fato deve ser previamente comunicado ao Comissário Técnico. 4.1.4 A partir do momento em que um dos Pilotos utilize esse motor durante a tomada de tempo ou corrida, tal motor não poderá ser utilizado pelo outro Piloto. 5. Pneus: 5.1 De acordo com o regulamento técnico Rotax Max Challenge – Brasil 2014 6. Equipamento do piloto 6.1 O Piloto terá de utilizar em todos os momentos dos treinos e corridas, os seguintes equipamentos: 6.1.2!!Capacete integral homologado com viseira corretamente fechada; CIK FIA Technical Regulations, Art.3 6.1.3"Um par de luvas inteiras de competição ou similares; (com proteção total para os dedos e sem danos) 6.1.4"Macacão inteiro homologado e sapatilhas de “cano alto”, isto é, que cubram os tornozelos. 6.1.5""Todo o Piloto que não esteja conforme estas disposições poderá ser impedido de participar nos treinos ou na corrida. 6.1.6 É expressamente proibido utilizar câmeras ou qualquer outro equipamento não homologado fixadas ao capacete, de acordo com o CIK-FIA Technical Regulations, Art. 3.2) Equipment Safety.

2014


2014

7. TAXA DE INSCRIÇÃO NA COMPETIÇÃO 7.1 – A taxa de inscrição nas categorias parte do Rotax Max Challenge – Brasil será definida pelo clube organizador. 7.2 – Apenas os pilotos inscritos no Rotax Max Challenge - Brasil 2014 poderão pontuar. 7.3 - As inscrições da prova serão recebidas nas instalações do clube organizador ou via qualquer outro método publicado pelo clube organizador. 7.4 - Na inscrição no Rotax Max Challenge - Brasil 2014, além do pagamento da respectiva taxa de inscrição, deverão ser entregues os seguintes documentos: 7.4.1 Formulário de inscrição preenchido e assinado. No caso de Pilotos menores o formulário deve ser assinado pelos pais, tutor ou por quem detenha o poder paternal. 7.4.2 Licença Desportiva válida para o ano em curso.

8. DEFINIÇÃO DOS KARTÓDROMOS 8.1. O ROTAX MAX CHALLENGE – BRASIL 2014 será disputado na seguinte pista: Kartódromo Granja Viana Rua Dr. Tomas Sepe, 443. Jd. Da Glória – Cotia – São Paulo 8.2. Outros kartódromos/Pistas poderão ser definidos pela Mach 5 Karting ou pelo clube organizador da prova.

9. FÓRMULA DA PROVA 9.1. Categorias Rotax (Micro-Max, Mini-Max, Júnior Max, Max, Max-Masters, DD2 e DD2 Masters) 9.1.1. Em cada categoria, e no caso do número de participantes não ser superior ao limite máximo de pilotos permitido pela pista, a prova será composta por tomadas de tempo e corridas 9.1.2. Treinos Para cada categoria haverá uma sessão de treinos livres e uma sessão de treinos cronometrados, de acordo com o horário divulgado pelo clube organizador 9.1.3. Corridas A formação do grid de partida da pré-final será feita em função da classificação obtida na tomada de tempos; para a final a formação do grid de largada será feita em função da ordem de chegada da pré-final. No caso de existirem pilotos sem registro na tomada de tempos cronometrados, estes serão colocados no final do grid da primeira corrida. Havendo mais de um piloto nestas condições, o posicionamento no grid de largada será feito por ordem crescente dos números de competição. Pilotos desclassificados por motivo técnico ou desportivo serão colocados no final do grid da segunda corrida. Havendo mais de um piloto nestas condições serão consideradas as circunstâncias e momento em que a causa das punições ocorreu. 9.1.4 Caso o número de pilotos por categoria ultrapasse o limite permitido para a pista, ficará ao critério da organização da prova definir a metodologia de repescagem. 9.1.5 O número de voltas por categoria para as corridas dependerá do traçado a ser utilizado no dia da corrida e será divulgado com o regulamento particular da prova. 9.2. As categorias Jr e Max, Max e Max-Masters, como também a DD2 e DD2 Masters poderão correr em conjunto sempre que o número de participantes de cada uma delas for inferior a 6, embora sejam sempre efetuadas classificações distintas. Neste caso, também os treinos cronometrados poderão ser conjuntos. O grid de largada para a corrida é feito em função da tomada de tempo, independentemente da categoria. 9.3 Nos casos onde as categorias Max e Max Masters ou DD2 e DD2 Masters corram juntas, haverá um pódio “Geral” e outro para a “Master”. 9.4. As largadas para todas as categorias serão lançadas, e de acordo com as regras definidas nas Regulamento Nacional de Kart 2014 (RNK 2014). 9.4.1. Antes da largada, serão sempre efetuadas duas voltas, sendo a primeira volta de aquecimento e a segunda de formação. O Diretor de Prova pode optar por uma metodologia diferente para a largada durante o Briefing dos pilotos. 9.4.2 A Organização da Prova poderá instalar sistemas de controle de velocidade (a cerca de 100 metros da linha de partida e na linha de 25 metros durante os procedimentos de largada). Este dispositivo mede apenas a velocidade do primeiro piloto ao passar entre as foto células.

2014


2014

9.5 A categoria DD2 poderá ter sua bateria paralisada com uma subsequente relargada na marca de aproximadamente 10km. Nesse caso os primeiros 10km serão considerados pré-final e o restante da corrida após a paralisação será considerada a bateria final.

10. PONTUAÇÃO 10.1 Seguirá a metodologia especificada no regulamento da Copa São Paulo Granja Viana artigo 7o

11. PREMIAÇÃO 11.1 Os participantes nas Categorias Júnior, Max, Max-Masters, DD2 e DD2-Masters poderão ser convidados pela Mach 5 Karting e BRP-Rotax a participar no Rotax Max Challenge Grand Finals (RMCGF) 2014, a ser realizado em local a ser definido pela BRP-Rotax. 11.2 A Mach 5 Karting oferece aos participantes do Rotax Max Challenge no Brasil e Paraguai a oportunidade de participar do evento Final, por ora denominado Festival Rotax do Brasil, que decidirá os representantes para o RMCGF. 11.3 A Mach 5 Karting conta com 6 (seis) vagas no RMCGF para o Brasil e Paraguai. Sendo: 1 (uma) Vaga Jr-Max 1 (uma) Vaga Max 1 (uma) Vaga Max-Masters 1 (uma) Vaga DD2 2 (duas) Vagas DD2 Masters 11.4 O Festival Rotax do Brasil definirá o Campeão Brasileiro do Rotax Max Challenge nas categorias Micro-Max, Mini-Max, Jr-Max, Max, Max-Masters, DD2 e DD2-Masters. O Festival Rotax do Brasil será disputado no Kartódromo Granja Viana durante a etapa do dia 18/Outubro/2014 11.5 O Festival Rotax do Brasil terá 4 (quatro) baterias. Serão duas baterias classificatórias uma pré-final e uma Final. O campeão será o vencedor da bateria Final. 11.6 Todos os motores a serem utilizados pelos pilotos durante o Festival Rotax do Brasil devem ser necessariamente adquiridos da Mach 5 Karting. 11.7 A metodologia de pontuação para a definição do grid da pré-final será definida em regulamento particular da prova. 11.8 As vagas serão oferecidas na seguinte forma: Categoria Max: • Uma vaga para o Campeão do Festival Rotax do Brasil desta categoria. O campeão será o primeiro colocado do Festival Rotax do Brasil; Categoria Jr Max: • Uma vaga para o Campeão do Festival Rotax do Brasil. O Campeão será o primeiro colocado do Festival Rotax do Brasil; • Para participar do RMCGF o piloto deverá completar 13 anos em 2014. • Caso o piloto Campeão do Festival Rotax do Brasil não complete 13 anos em 2014, a vaga irá para o piloto mais bem colocado do Festival Rotax do Brasil que satisfaça o requerimento da idade; Categoria DD2 • Uma vaga para o Campeão do Festival Rotax do Brasil desta categoria. O campeão será o primeiro colocado do Festival Rotax do Brasil; Categoria DD2-Masters • Uma vaga para o Campeão do Festival Rotax do Brasil desta categoria. O campeão será o primeiro colocado do Festival Rotax do Brasil; Denominada Vaga 1; • Uma vaga para o piloto campeão do torneio formado pela 5a etapa da Copa São Paulo Granja Viana e pelo Festival Rotax do Brasil (8a etapa); Detalhes do torneio serão divulgados em regulamento particular. Categoria Max-Masters: • Uma vaga para o Campeão do Festival Rotax do Brasil. O campeão será o primeiro colocado do Festival Rotax do Brasil; • O piloto Campeão do Festival Rotax do Brasil irá disputar o RMCGF na categoria DD2 Masters; Denominada Vaga 3; 11.9 Caso algum piloto tenha obtido a vaga para o Rotax Max Challenge Grand Finals (RMCGF) em um evento Internacional, tal vaga terá prioridade na qualificação para o RMCGF. Neste caso o próximo piloto mais bem colocado do Festival Rotax do Brasil da respectiva categoria receberá a vaga.

2014


2014

11.10 Caso algum piloto se classifique para o RMCGF em mais de uma categoria, ele irá receber a vaga para a categoria de maior ranking. O Ranking das categorias, do maior para o menor, é o seguinte: DD2 / MAX / DD2 Masters / MAX Masters / Junior 11.11. Os participantes da categoria Mini-Max poderão ser convidados pela Mach 5 Karting a participar de uma das etapas do Florida Winter Tour – 2014. O convite será oferecido de acordo com o critério a seguir: • Uma convite para o Campeão do Festival Rotax do Brasil. O campeão será o primeiro colocado do Festival Rotax do Brasil. 12. CUSTEIOS 12.1 A Mach 5 Karting e a BRP-Powertrain-Rotax irão fornecer gratuitamente, para uso durante o evento, aos pilotos classificados os seguintes itens: • Inscrição para o evento • 1 Kart completo com rodas de magnésio • 1 Jogo de rodas sobressalente para pneu de chuva • 2 Jogos de pneu slick • 2 Jogo de pneu de chuva • Combustível para todo o evento • 1 Caixa de Ferramentas • 1 kit de consumíveis (óleo de corrente, WD, etc.) • 1 Macacão da delegação • Camisetas e/ou uniforme da delegação 12.2 Despesas com acomodação, transporte, alimentação ou quaisquer outras despesas durante o Rotax Max Grand Finals, para si e para seu mecânico serão por conta do piloto 12.3 Todos os custos referentes a emissão de visto, carteirinha internacional C ou quaisquer outros documentos necessários para viajar e competir no país sede do RMCGF serão arcados pelos pilotos 12.4 Os Pilotos classificados para o Rotax Max Challenge Grand Finals devem confirmar por escrito através do e-mail: contato@RotaxMax.com.br à Mach 5 Karting a sua intenção de participar na prova no prazo máximo de 20/Outubro/2014. Caso não o façam ou manifestem a sua impossibilidade em estarem presentes no Rotax Max Challenge Grand Finals, será convidado o Piloto mais bem classificado a seguir ao(s) diretamente classificado(s). 12.5. Sobre o custeio do prêmio para a categoria Micro-Max e Mini-Max • • •

A Mach 5 Karting oferece ao Campeão do Festival Rotax do Brasil nas categorias Micro-Max e Mini-Max um subsidio para a participação na primeira etapa do Florida Winter Tour 2014. Este subsídio será limitado a US$2000 para Micro-Max e US$2000 para a Mini-Max e será pago diretamente a equipe escolhida pelo piloto. Todos os custos relacionados a obtenção de visto, passagem, hospedagem, inscrição, pneus, gasolina e/ou peças será por conta do piloto.

12.6. Para que os prêmios finais sejam atribuídos aos pilotos é necessário que ele participe de um mínimo de 3 etapas na respectiva categoria. As etapas devem obrigatoriamente terem sido feitas no Brasil ou no Paraguai no ano de 2014. Para efeito de contagem o Festival Rotax do Brasil conta como 1 (uma) etapa. 12.6.1 Entende-se por uma etapa a definição estabelecida pelo item 1.7 do presente regulamento. 12.7 Caso o piloto Campeão do Festival Rotax do Brasil não tenha participado de 3 etapas conforme 13.6 e 13.6.1, o prêmio será atribuído ao piloto mais bem colocado do Festival Rotax do Brasil, na respectiva categoria, que satisfaça esta condição. 12.8 Ao • • •

aceitar os prêmios oferecidos pela Mach 5 Karting e BRP-Powertrain o piloto concorda em: Utilizar o uniforme da delegação Brasileira com todos os logos de seu eventual patrocinador Ceder sua imagem para divulgação do evento Participar de entrevistas e/ou outros eventos de Marketing em referencia ao evento que recebeu o prêmio.

12.9. Nenhum prêmio poderá ser trocado por dinheiro, crédito ou qualquer outro prêmio que não esteja especificado no presente regulamento.

13. REGRAS DESPORTIVAS 13.1. Em todas as provas haverá sempre um «Briefing»verbal com a presença do diretor de prova no horário previsto e cuja presença é obrigatória para todos os Pilotos. 13.2. A não assistência ao «briefing» será penalizada de acordo com o Regulamento Geral e Desportivo da Copa São Paulo de Kart. 13.3. Igualmente, para cada categoria, um «Briefing» verbal entre o Diretor de Prova, o pole-position e todos os Pilotos participantes, poderá ser efetuado no pré-grid da prova.

2014


2014

13.4. A Organização do evento reserva-se o direito de aplicar sanções, que poderão ir até à desclassificação ou exclusão em uma ou mais provas para efeitos do campeonato, ou à exclusão ou desclassificação do próprio campeonato, a qualquer Concorrente que não respeite a letra e o espírito do presente Regulamento, ou que, por qualquer forma, prejudique o bom nome, imagem e prestígio do organizador e/ou do promotor, isto independentemente de outras sanções que a Federação possa aplicar. Nenhuma responsabilidade poderá ser imputada ao organizador por eventuais prejuízos que, de uma decisão deste tipo possam advir. 14. Regra de “Claiming” 14.1 O kit motor do primeiro colocado poderá ser adquirido por qualquer piloto da mesma categoria ao termino do evento que tenham terminado a bateria final na mesma volta do primeiro colocado. 14.2 O pedido de “claiming” deve ser feito na secretaria da prova depois da conclusão da corrida e antes da liberação vistoria técnica. Após a liberação da vistoria o motor não estará mais sujeito a regra do “claiming” 14.3 Caso mais de um piloto queira exercer a regra do “claiming”, o piloto que terminou a corrida na pior posição terá prioridade observado o item 14.1. 14.4 A regra do “claiming” é aplicada ao motor e todos os outros itens e acessórios que vem com o kit Rotax. 14.5 O valor do kit motor terá o preço igual ao de um kit motor novo adicionado ao valor de uma revisão de 50 horas da respectiva configuração do motor. Os valores exatos são os praticados no Brasil e deverão ser confirmados com o distribuidor da Rotax no Brasil no momento do pedido de “claiming” 14.6 O pagamento deverá ser feito “a vista” em dinheiro ou cheque para o clube organizador. Caso o pagamento seja feito em cheque, o motor só será entregue após a compensação do mesmo. 14.7 O clube organizador irá adquirir um novo kit motor e providenciará a entrega do mesmo para o piloto cujo motor usado foi comprado 14.8 Os kits adquiridos em “claiming” são vendidos no estado em que se encontram sem qualquer garantia oferecida pelo vendedor ou pela Rotax 14.9 Caso o vencedor não queira vender seu kit motor, ele será desclassificado da prova e perderá seus respectivos pontos de campeonato. A prova poderá eventualmente ser descartada normalmente e observados os demais critérios para descarte. 14.10 Cada piloto poderá exercer o direito de compra apenas uma vez durante o ano de 2014 sem efeito cumulativo para os anos subsequentes. 14.11 Somente o piloto que adquiriu o motor em “claiming” poderá utilizar o motor durante o campeonato do ano corrente. Este item será inspecionado durante as demais provas via número de série do motor. 14.11.1 Caso o mesmo motor seja alvo de mais de um pedido de “claiming” durante o ano, somente o piloto que adquiriu o motor por último poderá utilizar o motor no ano corrente.

15 - VERIFICAÇÕES ADMINISTRATIVAS E TÉCNICAS 15.1. As verificações administrativas terão lugar, segundo o horário da prova, no Secretariado da prova. 15.2. As verificações técnicas iniciais e finais terão lugar, segundo o horário da prova, na área de vistoria técnica. 15.3. A apresentação dos passaportes dos motores a serem utilizados pelos Concorrentes, é obrigatória no ato das verificações técnicas, sempre que exigido. Em caso de não apresentação o piloto poderá ser desclassificado da prova.

16 – Combustível 16.1. De acordo com o Regulamento técnico Rotax Max Challenge- Brasil 2014 artigo 2.

17 – CRONOMETRAGEM 17.1. Será realizada de acordo com o Regulamento da Copa São Paulo de Kart.

18. QUADRO OFICIAL DA PROVA Todas as eventuais comunicações do Diretor de Prova, as classificações, a definição das sessões/séries para os treinos cronometrados, o horário da prova, os grids de partida para cada corrida, bem como os documentos referidos estarão disponíveis, na secretária da prova

! 19. CONTROLES ANTIDOPING / ALCOOLIZAÇÃO 19.1. Controle Anti-Doping: de acordo com as Prescrições Gerais Aplicáveis às Provas de Automobilismo e Karting serão efetuadas nas instalações dos Kartódromos. 19.2. Controle de alcoolização: de acordo com as Prescrições Gerais Aplicáveis às Provas de Automobilismo e Karting – em qualquer momento da prova a Organização poderá efetuar um controle Anti-Alcool, o qual será efetuado nas instalações dos Kartódromos.

2014


2014

20. PENALIDADES 20.1 Nos casos em que, pendendo de análise dos Comissários Técnicos, Desportivos e Organização, um piloto excluído ou desclassificado por irregularidade técnica que não gerou vantagem técnica poderá descartar a etapa/bateria em questão. Neste caso a organização deverá emitir um comunicado geral justificando a ação aplicada. 20.2 Desclassificação por falta de peso poderá ser descartada na somatória de pontos para o campeonato 20.3 Categorias Rotax a) Um Piloto a quem seja detectada uma infração técnica após a realização da tomada de tempo será desclassificado da mesma. b) Um Piloto a quem seja detectada uma infração técnica após a realização da corrida será desclassificado da mesma.

21. RECLAMAÇÕES – PROTESTOS Quaisquer reclamações e/ou protestos deverão ser efetuados nos termos do RNK e das Prescrições Gerais aplicáveis às Provas de Automobilismo e Karting.

22. CASOS OMISSOS Eventuais casos omissos ou dúvidas suscitadas na interpretação do presente Regulamento serão analisadas e decididas pela Organização do Rotax Max Challenge-Brasil 2014.

23. OFICIAIS DE PROVA A serem determinados pela organização da prova

24. RESPONSABILIDADES Ao promotor e à organização Rotax Max Challenge – Brasil não poderá ser imputada qualquer responsabilidade no que respeita a acidentes e suas conseqüências, quer tenham sido causados pelos Concorrentes, quer hajam sido estas as vítimas, quer provenham ou não do kart participante. Do mesmo modo não lhe será imputada qualquer responsabilidade, quanto às conseqüências de infração às leis, regulamentos e códigos em vigor, a qual deverá ser observada pelos infratores.

25. MODIFICAÇÕES AO REGULAMENTO Qualquer modificação ao presente regulamento, será introduzida via adendo a ser publicado pelo Clube Organizador da Etapa. A validade de tais alterações terá efeitos imediatos a partir da data constante nessa referência.

2014

Regulamento Desportivo 2014 - RMC Brasil  

Regulamento Desportivo do ano de 2014 do Rotax Max Challenge Brasil.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you