Issuu on Google+

Volume 1, Edição 01

Abril 2014 Editor: Jussiane Camargo

MOTORISTA: O PEDESTRE NÃO É SEU FREIO

Pelo Código de Trânsito Brasileiro, a proteção deve vir do maior para o menor, logo, o pedestre, o mais frágil dos citados no CTB, deveria ser o alvo de maior cuidado no trânsito. Por quê? Porque todos são pedestres, nem que seja por cinco minutos ao atravessar a rua do estacionamento até a residência. E você sempre espera fazer isso sem nenhum problema, não é? Dados do Anuário Estatístico do IBGE divulgados em 2011 revelam que, somente em 2008, mais de 59 mil pessoas foram atropeladas e, de acordo com o Ministério da Saúde, quase 10 mil chegaram a óbito. A culpa muitas vezes atribuída pelo pedestre ao condutor, ou vice-versa, pode na verdade ser resultado de más condições de iluminação e de sinalização, ou mesmo de obstáculos no espaço de circulação, que permitam ou incentivem práticas de velocidades incompatíveis.

PREVENINDO ACIDENTES Alguns cuidados prevenir

podem

ajudar a acidentes:

MOTORISTAS: Trafegar dentro do limite de velocidade – além de ser lei, garante a sua segurança e a do pedestre. Em locais onde há conflito de pedestres e veículos (centros comerciais, escolas, hospitais, indústrias etc.), as velocidades recomendadas variam entre 30Km/h e 40Km/h para que haja tempo de frear em uma situação inesperadas. Aumentar a atenção nas proximidades de cruzamentos, mesmo que o sinal esteja aberto. Nem pensar em acelerar para aproveitar o verde, mas reduzir para ver todo o cenário a sua volta. Nesses locais o conflito entre os diferentes tipos de veículos e os pedestres é maior. E ao fechar o semáforo, certifique-se de parar antes da linha de retenção e de não estar em cima da faixa de pedestres. Lembre-se de sinalizar as mudanças de pista ou quando for entrar em outras ruas, mesmo que não haja outro veículo no seu campo de visão – a sua sinalização é fundamental a um pedestre. Ao sair ou


entrar em uma garagem, observe se não há pedestres vindo de qualquer sentido. E sempre manobre lentamente o veículo.

PEDESTRES: Tenha certeza de que você está sendo visto pelos motoristas antes de fazer qualquer travessia. Olhe para os dois lados quantas vezes for necessário e aguarde na calçada, afastado do meio-fio, antes de cruzar ruas. Lembre-se ainda que veículos menores como motos e bicicletas também podem machucar e são mais difíceis de ver. Atravesse sempre na faixa de pedestres e em passarelas, quando houver, isso aumenta sua segurança e diminui o risco de acidentes. Onde não houver faixa, procure a esquina mais próxima e fique atento ao fluxo de veículos, aguardando até que seja possível a travessia. Preste atenção ao passar por garagens e postos de combustível, lugares onde a entrada e saída de veículos é comum. Quando não houver calçada, ande pelo canto da via no sentido contrário dos veículos. E quando acompanhado, ande em fila.

Atenção à placa: seja cidadão! Um grupo de ciclo-ativistas se mobilizou para espalhar algumas mensagens de cidadania pelo trânsito de Recife. E qual a melhor forma de chamar a atenção dos motoristas da cidade? Por meio das placas de trânsito, é claro! De forma artesanal, o grupo se reunia para confeccionar as placas caseiras, feitas com discos de vinil velhos. Depois, eles se

organizavam para espalhar a nova sinalização pelos postes das avenidas e ruas da Zona Norte e Centro de Recife. Nas placas, artes que mostram a importância do convívio entre ciclistas e motoristas no trânsito. Frases como? Compartilhe a rua? e desenhos autoexplicativos são só alguns exemplos das mensagens. Com isso, os ciclistas encontram uma nova forma de expressar as suas reivindicações, garantindo visibilidade nas ruas para que as vias de trânsito se tornem mais seguras. E você, utiliza a bicicleta como meio de transporte na sua cidade?

OUTROS CUIDADOS COM O TRÂNSITO


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Textos: Motorista:

o

pedestre

não

é

seu

freio.

Texto

disponível

em:

http://www.transitoideal.com.br/pt/artigo/3/pedestre/60/motorista-o-pedestre-nao-e-seufreio

Prevenindo

acidentes.

Texto

disponível

em:

http://www.transitoideal.com.br/pt/artigo/1/condutor/60/motorista-o-pedestre-nao-e-seufreio

Atenção

à

placa:

seja

cidadão.

Texto

disponível

em:

http://transitomaisgentil.com.br/blog/?p=3178

Imagens: Os dez mandamentos do trânsito seguro. Disponível em: http://www.basilicadocarmocampinas.org.br/mandamentos_transito.htm

SOBRE NOSSA ESCOLA... Colégio Estadual Dr. Epaminondas Novaes Ribas

O Colégio Epaminondas foi fundado em 1948, tendo em autorização de funcionamento da Portaria nº 1281 de 05 de junho de 1953, com o nome de Grupo Escolar Dr. Epaminondas Novaes Ribas, em homenagem ao ilustre médico pontagrossense. Em 1983 passou a denominar-se Escola Estadual Dr. Epaminondas Novaes Ribas. Em 1991 com a implantação do antigo 2º Grau, passou a chamar-se Colégio Estadual Dr. Epaminondas Novaes Ribas – Ensino Fundamental e Médio.

Disponível em: http://www.pgoepaminondasribas.seed.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=11


Jornal criativo jussiane