Issuu on Google+

www.abcdmaior.com.br

DIVULGAçãO

LucIAnO VIcIOnI

Escritora de Santo André, denise de oliveira é autora de livros infantis que ajudam a conscientizar sobre meio ambiente. páG 14

ANO 7 | Nº 487 | 23 E 24 DE OuTuBRO DE 2012

E XEM PLAR GRATU I T O

Reali investe para urbanizar todas as favelas de Diadema O prefeito de Diadema, Mário Reali, investirá R$ 17 milhões para completar o plano de urbanização de favelas da cidade. O recurso, do governo federal e da Prefeitura, vai possibilitar obras de redes de água, luz e esgoto, abertura de ruas e pavimentação, entre outras melhorias. páGinA 11 MARCOS LUIZ /DIVULGAçãO

núcleo Habitacional Beira Rio já recebe as obras iniciais para a construção do alojamento dos trabalhadores que vão tocar o projeto, que também prevê a regularização fundiária dos bairros

E u A BcD

nAc I O n A L

Ec O n O M I A

P OLí T I cA

motoRiStA ContRiBui Com A pAlAVRA páG. 3

EConomiA tERá R$ 131 BilhÕES Com 13º SAláRio

SAlão moStRA lAnÇAmEntoS A pARtiR dE quARtA

JuStiÇA CondEnA VAnESSA dAmo poR pAnFlEtoS

A soma do 13º salário dos trabalhadores na ativa, aposentados e pensionistas chegará a R$ 131 bilhões neste ano, 10,5% acima do montante pago em 2011 (R$ 118 bilhões), conforme levantamento do Dieese. páG. 7

O salão do Automóvel abre para o público no Anhembi, Capital, a partir desta quarta-feira até 4 de novembro. As montadoras trazem novidades e divulgam os investimentos no mercado brasileiro. páG. 13

A candidata do PMDB de Mauá, Vanessa Damo, foi condenada pela Justiça de Mauá a interromper a distribuição de material apócrifo que circulou na semana passada. A peemedebista pode ter de pagar R$1 mil por dia. páG. 4

RODRIGO PIntO


2 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

opinião EDITORIAL

Urbanização e cidadania Nos anos 1980, o PT era criticado pelos adversários pela proposta da urbanização de favelas. Os setores conservadores não aceitavam a ideia de levar melhorias para os cantos mais pobres das cidades, muito menos aceitar as ocupações de áreas baldias e mal aproveitadas. O tempo passou, e a política de urbanização de favelas ficou e se consagrou como uma forma de enfrentar o fenômeno do crescimento desordenado dos grandes centros urbanos. Em Diadema, a urbanização de favelas avançou a tal ponto que, agora, está prestes a se completar. É importante destacar que os moradores das favelas urbanizadas conseguem com a melhoria a posse da terra onde constroem suas habitações, ganham iluminação nas ruas e vielas dos bairros, bem como a canalização dos esgotos. Com o tempo, o carteiro começa a chegar às casas, as lojas entregam os móveis comprados no centro da cidade e a vida de quem mora na favela começa a ficar igual à de quem vive em outros bairros. O conceito de cidadania se amplia para contingentes que, até então, estavam marginalizados. Agora, o prefeito Mário Reali vai investir R$ 17 milhões para levar a urbanização aos últimos redutos que ainda não tinham o benefício. Os antigos adversários talvez tenham desistido de criticar a política de urbanização de favelas, mas os novos rivais ainda manifestam divergências a uma série de políticas sociais que o PT vem implantando na cidade. No domingo (21/10), o ex-presidente Lula visitou Diadema e pediu o voto em Mário Reali, que busca se reeleger. Disse claramente que o que está em jogo neste segundo turno é a continuidade das políticas sociais no município. Lula foi claro ao afirmar que o eleitor de Diadema não deve trocar o certo pelo duvidoso. Às vésperas da eleição, o eleitor deve refletir sobre as mudanças ocorridas em Diadema e decidir para o candidato que pode manter o avanço social que o município conquistou a duras penas.

Aqui tem

ABCD MAIOR

A ministra Marta e a Cultura viva e participativa Julio Mendonça*

Argentina, Colômbia e Peru adotaram, nos últimos meses, políticas públicas de cultura baseadas no Programa Cultura Viva do Ministério da Cultura do Brasil, o mais bem sucedido dos programas implementados pelo MinC durante o governo Lula. Na Colômbia, a cidade de Medellin aprovou, recentemente, o programa Cultura Viva Comunitária. O ministério brasileiro tem colaborado com esses países vizinhos oferecendo assessoria técnica. Fundamentalmente, esses programas se diferenciam por inverter a lógica tradicional das políticas de cultura e, reconhecendo que é a sociedade que produz cultura e que há setores dela que enfrentam dificuldades maiores para criar, oferecer condições materiais para que essa criação floresça. Entretanto, apesar desse reconhecimento nacional e internacional crescente às políticas inclusivas inovadoras do MinC no governo Lula, a primeira ministra da Cultura nomeada pela presidenta Dilma Roussef –

Ana de Hollanda – não se empenhou na continuidade e aprimoramento dessas iniciativas. Também estavam na pauta da política de cultura do governo, e carecem de retomada de impulso, a construção do Sistema Nacional de Cultura e a aprovação no Congresso do Vale Cultura e sua implementação. A nomeação de Marta Suplicy para o Ministério da Cultura, no último dia 13 de setembro, substituindo Ana de Hollanda, reacendeu a expectativa de que a agenda de construção de políticas públicas participativas de cultura seja retomada. No dia anterior à sua nomeação (13 de setembro último), foi aprovado no Congresso Nacional o Sistema Nacional de Cultura, num acordo entre lideranças partidárias de cuja costura a nova ministra participou. O Sistema tem o objetivo de institucionalizar e fortalecer a gestão pública de cultura, integrando os entes da federação e mobilizando colaborativamente a sociedade civil. A ministra Marta Suplicy anunciou, também, o compromisso obtido por ela, junto à Câmara Federal, de votação do Vale Cultura.

Essas iniciativas, juntamente com o anúncio, há poucos dias, de editais culturais com caráter de ação afirmativa, são sinais positivos de retomada do rumo transformador que o MinC vinha adotando e havia sido interrompido. Não é outra coisa, basicamente, o que solicita a carta entregue à ministra, no último dia 20 de setembro, pelos Movimentos Sociais da Cultura. Contudo, nessa retomada uma questão de método precisa nortear as ações do MinC: a construção de políticas culturais inclusivas, atentas aos desafios da diversidade cultural, que permitam conhecer melhor o Brasil pelos brasileiros e que ofereçam condições equitativas para a criação cultural, necessita da participação da sociedade. A construção do Sistema Nacional de Cultura está apenas começando e há que conquistar mentes e corações, a adesão de estados e municípios e o envolvimento da população. *Julio Mendonça é poeta e analista de cultura na Secretaria de Cultura de São Bernardo.

ABCD MAIOR na internet, veja mais artigos www.abcdmaior.com.br

Mou mousse doces e salgados Av Francisco Prestes Maia, 914 - SBC Ver lista completa no www.abcdmaior.com.br

Expediente MP Editora Ltda | Endereço: Trav. Monteiro Lobato, 95, Centro, SBC | CEP 09721-140 | (11) 4128-1430 Diretor e Jornalista Responsável: Walter Venturini | Diretor Executivo: Silvio Berengani Editores: Política: Juliana Finardi, (11) 4930-7467, juliana@abcdmaior.com.br |Cidades: Mauricio Milani, (11) 4930-7470, milani@abcdmaior.com.br Economia: Niceia Climaco, (11) 4930-7457, niceia@abcdmaior.com.br | Nacional/Internacional: Júlio Gardesani, (11) 4930-7451, julio@abcdmaior. com.br | Fotografia: Luciano Vicioni, Amanda Perobelli, Andris Bovo e Rodrigo Pinto | Projeto Gráfico: Ligia Minami |Diagramação e editoração: Guilherme Horta | Assistente de Arte: Viviane Araujo | Tratamento de imagem: Fabiano Ibidi | Comercial: Jader Reinecke (11) 4335-6017 | comercial@abcdmaior.com.br | Distribuição: distribuicao@abcdmaior.com.br (11) 4128-1430 | www.abcdmaior.com.br | pauta@abcdmaior.com.br. Os artigos são de responsabilidade dos autores e não expressam necessariamente a opinião deste jornal. Publicação trissemanal

Circulação em Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

TIRAGEM 25 mil exemplares certificação:

FONE 4193-5357


23 e 24 de outubro de 2012 | ABCDMAIOR

Eu ABcD

3

RODRIGO PIntO

Elson gomes é voluntário no centro de Referência do Idoso

Palavras que salvam Quem observa o motorista aposentado Elson Gomes, 68 anos, nem imagina o drama vivido por ele. Com um estilo “durão”, lembrando a postura de um militar, está sempre disposto a ajudar alguém. Voluntário no CRI (Centro de Referência do Idoso) de São Bernardo, fica na recepção todos os dias das 15h às 20h. Além de não receber nada pelo trabalho executado, está sempre disposto a manter uma boa conversa e ajudar os frequentadores. Apesar de ter nascido em Belo Horizonte, seu Elson tem um estilo despojado, que lembra o de um carioca e não revela seu

drama, iniciado logo na infância. Por ser um menino com problemas de comportamento, sua mãe decidiu mandá-lo para uma escola de regime militar, em Pirapora, aos oito anos. Ao chegar ao local, além do estudo teve de trabalhar na agricultura em uma das fazendas ligadas ao colégio. Lá, aprendeu a plantar e cuidar dos animais. A dificuldade maior era a saudade da mãe e do irmão mais novo, Elcino Gomes. O pai havia morrido. Aos 12 anos, uma notícia chegou por carta e mudou o rumo de sua história. A mãe havia falecido. “Minha vida tinha acabado ali. Durante

quatro dias chorei e não comi nada. Quando a gente perde a mãe, perde tudo.” Elson continuou no colégio até os 18 anos. A partir daí foi morar na casa de uma madrinha. E foi lá que teve a informação de que um tio havia vendido a casa de sua mãe e levado seu irmão para outra cidade, além de ter ficado com a aposentadoria de seu pai, um militar. Durante anos o sentimento com o tio foi de revolta, transformada hoje em perdão. O aposentado jamais reencontraria o irmão, Elcino Gomes. Até tentou, chegou a ir ao município onde ele morava. “Me falaram que uma pessoa

com esse nome e muito parecida comigo já havia morrido. Fiquei muito abalado”, recorda. Elson dedicou a vida ao trabalho. Atuou em selarias, sapatarias, bares e na construção civil. Trabalhou até na construção do estádio do Mineirão. A vida era difícil em Minas, e por meio de amigos e de informações obtidas na imprensa foi despertado a buscar novos caminhos. Resolveu tentar a vida em São Paulo. Depois de muitas tentativas em vários setores, a realização profissional veio ao se tornar motorista. E foi como motorista de ambulância, por volta dos 40 anos de idade, que conheceu

a ex-esposa, no Hospital do Ipiranga. Ambos decidiram morar em São Bernardo, onde passou a ser motorista de ônibus. No município também conheceu os serviços públicos para a terceira idade. Além do bom papo, da sinuca com os amigos, Elson não parou de buscar conhecimentos. Faz aulas de informática, violão e ainda sobra um tempinho para ser recepcionista voluntário no CRI. Para seu Elson, o segredo de viver bem é ocupar sempre a mente e o corpo e servir as pessoas com o coração. “Uns ajudam com dinheiro; outros, com as palavras.” Gislayne Jacinto


4 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

política

Apoio A candidata à Prefeitura de Mauá, Vanessa Damo (PMDB), teve apoio, na noite desta segunda-feira (22/10), do ex-candidato à Prefeitura de São Paulo, Gabriel Chalita (PMDB).

Justiça condena Vanessa Damo por propaganda contra Donisete Candidata do PMDB de Mauá pode ter de pagar multa diária de R$ 1 mil e responder por crime de desobediência Rodrigo Bruder rodrigo@abcdmaior.com.br

A Justiça Eleitoral de Mauá acolheu representação do candidato à Prefeitura Donisete Braga (PT) contra sua adversária, Vanessa Damo (PMDB), por causa da distribuição de material apócrifo, que explorou a morte do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel (PT). Um panfleto sem assinatura circulou na semana passada na cidade com relatos do caso policial que investigou a morte de Celso, incluindo fotos do corpo do ex-prefeito e insinuações contra Donisete, que lhe

imputaram suposta ligação com o caso. A campanha petista se sustentou em inquérito policial para acusar a campanha de Vanessa de ser autora da veiculação da publicidade suja. Em decisão proferida neste domingo (21/10), a juíza Maria Eugênia Pires Zampol aceitou a representação contra Vanessa e determinou a vedação da circulação do material sob pena de multa diária de R$ 1 mil e instauração de inquérito pela prática de crime de desobediência. “O panfleto em questão tem intenção de denegrir a imagem do candidato representante, imputando-lhe a prática de

graves crimes, o que caracteriza propaganda eleitoral negativa”, afirmou a magistrada. Embora a campanha peemedebista tenha defendido que o material não é de sua autoria, a juíza entendeu o contrário. “A beneficiada pela propaganda em questão não é outra senão a candidata às eleições majoritárias representada”, sentenciou Maria Eugenia. De acordo com Boletim de Ocorrência registrado no 1º DP, na madrugada da última terçafeira (16/10), quatro homens foram detidos para averiguação após serem flagrados nas avenidas Itapark e Castelo Branco com a

Donisete intensifica campanha e busca ampliar vitória em redutos do 1º turno Na última semana da campanha do segundo turno, o candidato à Prefeitura de Mauá, Donisete Braga (PT), tenta intensificar o ritmo para consolidar a vitória parcial que obteve nos principais redutos da cidade no primeiro turno. Das quatro zonas eleitorais, o petista venceu nas três maiores, onde votaram 164 mil eleitores, enquanto a adversária, Vanessa Damo (PMDB), ficou com a maioria dos votos na menor região, que registrou 34.573 votantes (veja quadro ao lado). Donisete venceu, por exemplo, na Zona 365ª, onde votam os eleitores dos bairros mais populosos à margem da cidade, como Jardim Zaíra e Vila Feital. Nessa região, o petista recebeu 28.175 votos contra 23.432 de Vanessa. O petista tem intensificado nesses dias sua inserção nas camadas menos favorecidas, e nos redutos que ficam nas divisas e na região central. Nesta segunda (22/10), Donisete fez carreatas nos bairros Sonia Maria, Silvia Maria, Oratório, Rosina, inseridos na Zona Eleitoral 364ª, onde venceu Vanessa por 2.524 votos. Por outro lado, a peemedebista teve êxito no primeiro turno na região eleitoral 217ª, que abrange o tradicional reduto petista Parque

rodrigo pinto

referida propaganda apócrifa. Ainda de acordo com ocorrência policial, duas pessoas detidas disseram que os materiais apreendidos eram do comitê de campanha da candidata Vanessa Damo. Procurada naquela ocasião, a peemedebista afirmou por meio de sua assessoria que não tinha conhecimento da ocorrência. Em comício realizado na última sexta-feira (19/10), o ex-presidente Lula condenou a propaganda negativa. A assessoria informou, nesta segunda-feira (22/10), que não tinha conhecimento da decisão judicial e que, por isso, preferia não se pronunciar.

reprodução

Material circulou na semana passada

quadro eleitoral | 1° Turno Zona 217ª com 14 colégios eleitorais espalhados em bairros como: Parque das Américas, Jardim Guapituba, Jardim Santa Lídia

arquivo/abcdmaior

Vanessa Damo (PMDB) Donisete Braga (PT)

12.952 12.560

Zona 339ª com 18 colégios eleitorais espalhados em bairros como: Jardim Itapark, Vila Bocaina, Jardim Rosina, Jardim Itapark, Jardim Canadá, Vila Magini Donisete Braga (PT) Vanessa Damo (PMDB) Donisete venceu nas 3 maiores zonas

Vanessa venceu na menor região

das Américas. Nessa região, Vanessa venceu Braga com uma diferença de 392 votos. Não à toa, a coordenação da campanha petista fez carreata no domingo (21/10) com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, nas avenidas Itapark e Barão de Mauá. Vanessa tem tentado reverter o placar desfavorável no Jardim Zaíra, tido como o segundo colégio eleitoral. No domingo (21/10), Vanessa fez comício no bairro com o governador Geraldo Alckmin (PSDB). No discurso, a peemedebista buscou explorar a ocorrência de desmoronamento no Macuco, no início das chuvas torrenciais de janeiro de 2011. Na

noite desta segunda-feira, a candidata peemedebista fez comício no Jardim Rosina, bairro em que também teve derrota parcial diante de Braga. No primeiro turno, Braga venceu Vanessa com uma diferença de 8,8 mil votos. O petista registrou a preferência de 76.154 (38,34%) dos 198.647 votos válidos, contra 67.333 (33,90%) votos conquistados pela peemedebista. Pesquisa estimulada feita pelo Instituto Opinião/ABCD MAIOR entre os dias 16 e 18 de outubro, com 803 entrevistados, mostra que Donisete venceria as eleições no dia 28/10 com 52,55%. (Rodrigo Bruder)

17.671

15.725

Zona 364ª com 21 colégios eleitorais espalhados em bairros como: Jardim Oratório, Parque São Vicente, Jardim Sonia Maria, Capuava, Jardim Rosina e Sertãozinho Donisete Braga (PT) Vanessa Damo (PMDB)

17.748

15.224

Zona 365ª com 30 colégios eleitorais: Jardim Zaíra, Vila Feital, Jardim Itapeva, Parque Bandeirantes, Jardim Miranda D´Aviz, Alto da Boa Vista, Jardim Estrela, Jardim Itaussu, Jardim Elizabeth Donisete Braga (PT) Vanessa Damo (PMDB)

23.432

28.175


23 e 24 de outubro de 2012 | ABCDMAIOR

5

São Caetano O prefeito eleito Paulo Pinheiro, de S.Caetano, retornou de viagem nesta segunda (22/10) e deve retomar as discussões sobre a transição.

Reforço para reali

Após o reforço do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a campanha de Mário Reali (PT) traz a Diadema novos reforços nesta semana. O senador Eduardo Suplicy marca presença pela segunda vez nesta campanha, com atividade no Jardim Rosinha nesta terça-feira (23/10).

Prédio do Paço municipal treme de novo em Sto.André Funcionários estão em pânico e não descartam paralisação para alertar governo sobre o caso Gislayne Jacinto gislayne@abcdmaior.com.br

O prédio da Prefeitura de Santo André passou nesta segunda-feira (22/10) por dois novos tremores entre as 9h e as 12h30. Na quinta-feira passada (18/10), também houve o mesmo problema e o imóvel chegou a ser evacuado. Os tremores foram percebidos nos andares 15º, 14º, 13º e 12º. O Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos de Santo André) diz que os funcionários estão em pânico e não está descartada uma paralisação da categoria para alertar o governo sobre o assunto. “Estamos preocupados com a integridade física dos servidores. Faremos uma reunião com os trabalhadores. Já tivemos uma reunião com o departamento de Recursos Humanos nesta segunda e representantes do setor também demonstraram preocupação”, disse o diretor de Formação e Relações Sindicais do Sindserv, Wagner Nascimento. O servidor Amauri Francisca disse que trabalha há 20 anos na Prefeitura e nunca teve co-

nhecimento de tremores. “É preciso que haja uma vistoria nas fundações do prédio. O tremor não é algo normal de se acontecer”, disse. O tenente João Batista Camargo, diretor da Defesa Civil de Santo André e adjunto regional dos sete municípios do ABCD, disse que foi feita vistoria no local e não foi detectada nenhuma rachadura. Para ele, se tivesse tido algum abalo, a escada de vidro externa teria trincado. Ao ser questionado sobre o que pode ter ocorrido, Camargo disse que a sensação do tremor pode estar ligada ao “psicológico” dos servidores. “Não posso desmentir as pessoas, mas não existe nenhuma patologia que coloca em risco o prédio. Sou tenente do Corpo de Bombeiros há 30 anos e não ia colocar minha carreira em risco”, afirmou Camargo. De acordo com o diretor, durante as próximas seis semanas a Administração acompanhará o caso por meio de uma comissão formada por técnicos da Defesa Civil e da SOSP (Secretaria de Obras e Serviços Urbanos). “Queremos transpa-

rodrigo pinto

Tremores foram percebidos no 15º, 14º, 13º e 12º; Prefeitura diz que fará acompanhamento do caso

rência. A medida que tomamos é preventiva”, disse. A Prefeitura também divulgou laudo nesta sexta-feira (19/10) em que nega instabilidade na estrutura do prédio. “Na vistoria, não foram detectadas quaisquer evidências de deformações excessivas nem

fissuras ou trincas ou outras patologias na estrutura ou em quaisquer alvenarias, que evidencie problemas de instabilidade e que esclareçam a causa das vibrações percebidas”. O Sindserv também disse ter conhecimento de que neste ano o elevador teve duas quedas e

que só não houve uma tragédia, porque tem um dispositivo que trava o equipamento e ameniza a queda. Quanto a esse episódio, Camargo afirmou que os elevadores têm manutenção e não teve conhecimento sobre o episódio.

Carlos Grana diz que discussão sobre cargos só acontece em janeiro rodrigo pinto

Grana desmente boatos

mauricio cabone

Aidan: campanha no 2º subdistrito

O candidato a prefeito pelo PT de Santo André, deputado estadual Carlos Grana, disse que se for eleito no domingo (28/10), a composição de seu governo só será feita em janeiro. “Esse assunto de composição de governo só será após 1º de janeiro. Nossa aliança é para ganhar. Neste momento decisivo, não é hora de compor, é hora de ganhar as eleições”, disse Grana, durante sabatina na Rádio ABC na manhã desta segunda-feira (22/10). Após o primeiro turno, Grana recebeu a adesão de dois prefeituráveis derrotados: Rai-

mundo Salles (PDT) e Alexandre Fláquer (PRTB). Somente este último já declarou que o apoio envolve a participação do governo. Grana também afirmou que tem enfrentado boatos de que não mora na cidade. O petista disse que tudo não passa de mentira já que reside na cidade desde que nasceu, além de ter estudado em Santo André, onde se formou em pelo Senai (Curso de Ferramentaria). Caminhada O adversário de Grana neste segundo turno, prefeito Aidan Ravin (PTB), fez caminhadas

nesta segunda ao lado dos vereadores eleitos Aílton Lima (PTB) e Elian Santana (PT do B). O petebista também participou de um café da manhã na Vila Assunção oferecido por cerca de 100 pastores. “Fiz questão de vir aqui conversar mais uma vez com os munícipes do segundo subdistrito, pois nosso plano de governo tem muitas questões voltadas à melhoria desta região”, disse o chefe do Executivo, ao acrescentar que entre suas propostas está a criação de uma subprefeitura nesta região. (Gislayne Jacinto)


6 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

política

COnVeRSA COM A PReSIDentA Coluna semanal da Presidenta Dilma Rousseff

AnA CARolinA linS, 22 AnoS, dESEmpREGAdA dE São pAulo (Sp) – GoStARiA dE pERGuntAR pARA A pRESidEntA dilmA SE o GoVERno diSpÕE dE AlGum tipo dE SERViÇo pARA quE AS pESSoAS quE FiCAREm dESEmpREGAdAS SAiBAm ondE há VAGAS Em SuA REGião. EStou dESEmpREGAdA E SERiA intERESSAntE ConSultAR, poR ExEmplo, pElA intERnEt, SE tEm VAGA Em AlGumA EmpRESA. pRESidEntA dilmA – Ana Carolina, nós já temos, desde setembro de 2011, um sistema assim, para que pessoas que estejam desempregadas possam encontrar uma oportunidade de emprego. Trata-se do Portal Mais Emprego, que apresenta pela internet informações de vagas disponíveis na rede do sistema Nacional de Emprego (sine) em todo o Brasil. Há mais de 1,2 milhão de empresas cadastradas, que oferecem uma média de 70 mil postos de trabalho por mês. Por intermédio do portal http://maisemprego.mte. gov.br o trabalhador pode cadastrar-se, atualizar suas informações, inclusive suas experiências e pretensões profissionais, e verificar as vagas de emprego. De janeiro a setembro deste ano, 549.663 trabalhadores já conseguiram emprego por meio do sistema Mais Emprego em todo País. Em 2011, mais de um milhão de pessoas foram atendidas por este sistema. A idéia do governo federal, ao criar o Portal Mais Emprego, foi facilitar a busca de uma nova oportunidade. Mas quem preferir o atendimento pessoal, pode se dirigir à unidade do sine mais próxima de sua casa.

lEniR BoldRin, 47 AnoS, GEStoR CultuRAl Em SoRRiSo (mt) - GoStARiA dE SABER SE, tAnto quAnto A SEnhoRA ACREditA no Fim dA poBREZA E nA lutA dEmoCRátiCA, A SEnhoRA dESEnVolVE pRoJEtoS quE poSSiBilitEm A dEmoCRAtiZAÇão dA CultuRA E um mElhoR uSo dAS lEiS dE inCEntiVo. pRESidEntA dilmA – sim, Lenir, ao longo dos últimos anos, temos desenvolvido programas, projetos e ações para democratizar a produção e o usufruto de bens culturais, com respeito à diversidade cultural brasileira. Já contratamos a construção de 360 Praças dos Esportes e da Cultura, em todos os estados brasileiros, inclusive na sua cidade. Essas Praças fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, e integram, em um mesmo espaço físico, ações culturais, esportivas e de lazer, além de qualificação para o mercado de trabalho, serviços sócio-assistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital. Também destaco os 3.703 Pontos de Cultura que já implantamos em todo o Brasil. Em relação à legislação de incentivo, ainda no governo do ex-presidente Lula, encaminhamos ao Congresso Nacional o Projeto de Lei nº 6.722/2010, que revisa a atual Lei Rouanet, com inovações para desconcentrar os recursos e beneficiar mais brasileiros e mais manifestações culturais. Enquanto a nova lei não é aprovada pelo Congresso, estamos aperfeiçoando a gestão da atual Lei Rouanet, implementando o Programa Nacional de Apoio à Cultura, o Pronac, de forma

mais democrática. Trabalhamos continuamente, Lenir, para ampliar e democratizar tanto a produção cultural quanto o acesso dos brasileiros à cultura em todo país. Antonio SAntoS, 18 AnoS, EStudAntE dE liCínio dE AlmEidA (BA) – moRo nA FAZEndA SERRA do SAlto, nA ComunidAdE dE RiACho Fundo, no muniCípio dE liCínio dE AlmEidA, nA BAhiA. Eu quERiA SABER SE AindA poSSo tER A ESpERAnÇA dE AlGum diA ChEGAR EnERGiA ElétRiCA nA minhA CASA E nA doS mEuS ViZinhoS. pRESidEntA dilmA – Pode sim, Antônio. O programa Luz para Todos já levou energia elétrica a 18 residências da sua comunidade e também chegará à sua família. No seu município, o Programa Luz para Todos já beneficiou 478 famílias, ou quase duas mil pessoas, com investimento de R$ 3,4 milhões. Em todo o estado da Bahia, estamos próximos de atingir a marca de 500 mil famílias beneficiadas com a chegada da luz: até setembro deste ano foram realizadas 494 mil ligações, envolvendo investimento do governo federal superior a R$ 2,2 bilhões. Em todo o Brasil, o Programa Luz para Todos já atendeu quase três milhões de famílias, o que significa que estamos conseguindo realizar o sonho de universalizar o acesso à luz no Brasil. Ainda temos muitas ligações a fazer, como em sua comunidade, e perseguimos o desafio de levar energia elétrica para as pessoas que moram em lugares de acesso mais difícil e em áreas isoladas. Por isso prorrogamos o Programa até dezembro de 2014.

PSDB de S. Bernardo se divide ao analisar a derrota nas eleições Karen marchetti karen@abcdmaior.com.br

Após derrota nas urnas de São Bernardo, com a perda de representatividade na Câmara e a indicação do vice para a chapa de Alex Manente (PPS), parte do PSDB acredita que a falta de candidatura própria tenha levado aos resultados desfavoráveis na cidade. Hoje no Legislativo, a legenda representa a terceira maior força, com três vereadores, número que passará a dois no próximo mandato, e derrubará o partido para as últimas colocações, com uma das menores bancadas. Para alguns tucanos, a decisão do partido em indicar Admir Ferrro como o vice de Manente não foi acertada. Na opinião de parte da legenda, a posição de coadjuvante na disputa prejudicou o desempenho do partido. cOADJuVAnTE Para o presidente da Câmara, Hiroyuki Minami (PSDB), a decisão de não encabeçar uma chapa majoritária prejudicou na chapa de vereadores, ou seja, não alavancou as candidaturas para vereador. “O PSDB ficou de coadjuvante nesta eleição. Se tivesse uma candidatura própria, talvez teria ajudado a aumentar a bancada e não diminuir”, analisou Minami, que foi reeleito vereador. Por outro lado, há quem reconheça que não havia um nome forte para encabeçar uma chapa, já que as duas lide-

ranças do partido, o deputado estadual Orlando Morando e o federal William Dib se recusaram disputar as eleições municipais. “Quando assumi (2011), o diretório não tinha candidato e passava por um processo de recuperação. Priorizamos fazer uma chapa de vereadores e vale lembrar que o Orlando e Dib não quiseram se candidatar a prefeito. Eu tinha a consciência de que o PSDB não poderia estar de fora da majoritária, por isso me coloquei como candidato”, disse o presidente do diretório do PSDB, o vereador Admir Ferro, que foi candidato a vice. Admir Ferro lembrou que quando assumiu a presidência do diretório, o partido estava desgastado ainda com a derrota das eleições de 2008 para o prefeito Luiz Marinho, além da divisão interna em dois grupos: um ligado a Morando e outro ao Dib. AnDRIS BOVO

Admir Ferro: prioridade a vereadores

eleito pelo Pt tem desafio de dar visibilidade ao partido em Ribeirão O único vereador eleito pelo Partido dos Trabalhadores de Ribeirão Pires, Renato Foresto, disse ter a função de dar visibilidade e ampliar as atividades do partido na cidade durante o período em que ocupará uma cadeira no Legislativo. A sigla ganha representação na Câmara após quatro anos sem mandato ou cargo político no município. “O PT sentiu nessas eleições o peso de não ter um cargo eletivo, porque sem espaço ficamos como

uma oposição enfraquecida. Somos um partido forte na cidade, que promoveu mudanças e tem o apoio da população, que sabe que onde o PT governa dá certo. Mas precisamos renovar e o meu mandato está à disposição do partido e será uma nova etapa que vamos marcar por planejamento e trabalho, onde mostraremos que é possível mudar Ribeirão”, declarou o vereador eleito. Renato, que é ex-bancário, foi eleito com 631 votos em Ribei-

rão. Em 2008, quando também se candidatou, obteve 530 votos. Nas eleições municipais passadas, Maria Inês Soares (PT) foi segunda candidata a vereadora mais votada em Ribeirão. A petista obteve 1562 votos, mas por conta do coeficiente eleitoral não pode assumir a vaga. Para Renato Foresto, a diferença foi ter baseado sua campanha no incentivo a mobilização social. “Vamos representar a cidade toda, então, não tinha

porque segmentarmos as atividades. Temos como proposta fiscalizar, analisar os projetos e representar a população. Queremos mostrar que a participação social faz a diferença, e minha eleição não teria sido possível sem o apoio de várias pessoas, entre elas o Almiro Nunes que foi um companheiro que era como um guru político para mim”, disse o petista, lembrando a perda de Nunes, um dos fundadores do PT que

faleceu durante a campanha. POsIçãO Foresto afirmou ainda não saber qual será o posicionamento político do PT dentro da Câmara. “Ainda é cedo para definirmos um posicionamento. O que posso garantir é que estaremos ao lado do que for bom para a cidade. Veremos como será o governo, mas não descarto a possibilidade de ser oposição”, garantiu. (Fabíola Andrade)


nacional/internacional

23 e 24 de outubro de 2012 | ABCDMAIOR

7

Evangélicos com Haddad O candidato à Prefeitura da Capital Fernando Haddad (PT) recebeu nesta segunda o apoio de líderes evangélicos em resposta aos ataques de Malafaia.

Economia terá injeção de R$ 131 bi com 13º salário Valor é 10,5% superior ao creditado em 2011; quantidade de beneficiados também é maior Agência Brasil pauta@abcdmaior.com.br

A soma do décimo terceiro salário dos trabalhadores na ativa, aposentados e pensionistas chegará a R$ 131 bilhões, 10,5% acima do montante pago em 2011 (R$ 118 bilhões), conforme levantamento do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), divulgado nesta segunda-feira (22/10). O benefício tem de ser quitado até 20 de dezembro. O valor representa 2,9% do PIB (Produto Interno Bruto), a soma das riquezas geradas no país, e beneficia 80 milhões de pessoas, entre trabalhadores do mercado formal, inclusive empregados domésticos, segurados da Previdência Social e aposentados e beneficiários de pensão da União e dos estados.

Pelas projeções do instituto, 70% do décimo terceiro chegarão às mãos dos trabalhadores no final do ano. Os 30% restantes referem-se às antecipações feitas por meio de acordo coletivo de trabalho e ao valor pago aos beneficiários do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). Aposentados pensionistas do INSS recebem R$ 26 bilhões. Empregados formais, R$ 93 bilhões. Os aposentados e pensionistas da União e dos estados, beneficiários de regimes próprios, terão R$ 11 bilhões. A quantidade de trabalhadores que receberá o décimo terceiro salário aumentou em torno de 2,5% sobre 2011. Houve acréscimo de 2 milhões de pessoas, incluindo os que se aposentaram, os pensionistas e os que ingressaram no mercado formal de trabalho.

Pesquisas apontam PT na frente em 15 cidades O PT é a legenda com maior número de candidatos com chances de vencer nas cidades em que ocorre o segundo turno das eleições municipais, daqui a uma semana. Ao todo, eleitores de 50 cidades voltam às urnas no próximo domingo (28/10). Segundo levantamento da Secretaria de Organização do partido, feito com base em pesquisas públicas e internas, o PT está bem posicionado em 15 dos 42 municípios em que havia sondagens disponíveis até a última sexta-feira. Em seis dessas cidades, a diferença dos petistas para os adversários é superior a 12 pontos percentuais: São Paulo, Guarulhos, Santo André, Mauá, João Pessoa e Niterói. Nas demais (Cuiabá, Montes Claros, Fortaleza, Ponta Grossa, Salvador, Vitória da Conquista, Rio Branco, Campinas e Cascavel) a situação é de empate técnico.

Em segundo lugar entre os bem posicionados (na frente ou em empate técnico) vem o PSDB, com nove cidades: Rio Branco, Manaus, Belém, Teresina, Taubaté, Pelotas, Campina Grande, Blumenau e Sorocaba. Em seguida vem o PMDB em sete: Vitória da Conquista, Juiz de Fora, Petrópolis, Uberaba, Florianópolis, Guarujá e Sorocaba. Na disputa direta contra o PSDB, seu principal adversário, o PT está à frente em três cidades (São Paulo, João Pessoa e Guarulhos), atrás em duas (Pelotas e Taubaté) e empatado em uma (Rio Branco). De acordo com os dados, e considerando os que já foram eleitos no primeiro turno, o PT pode chegar a 28 prefeitos no universo das 119 cidades com mais de 150 mil eleitores; o PSDB pode chegar a 26; e o PMDB a 20. (Eduardo Maretti/Rede Brasil Atual)

Amanda Perobelli

Valor representa 2,9% do PIB e beneficia 80 milhões de pessoas, como aposentados e trabalhadores do mercado formal

internacional Déficit e dívida pública da Grécia sobem a patamar maior que previsto O déficit e a dívida pública da Grécia agravaram-se em 2011, subindo para 9,4% e 170,6% do PIB (Produto Interno Bruto), respectivamente, de acordo com dados preliminares divulgados nesta segundafeira (22/10) pela ELSTAT (Autoridade Grega de Estatística). As primeiras estimativas da ELSTAT, em abril, apresentaram um aumento do déficit para 9,1% do PIB, próximo à previsão do orçamento para 2011, de 9%. A dívida pública, entretanto, subiu para 165,3% do PIB, longe dos 120% que deve alcançar em 2020, segundo o acordo alcançado com os credores do país. A deterioração das contas públicas deve-se à revisão em alta da magnitude da recessão em 2011, indicou a ELSTAT em um comunicado. Fidel Castro publica fotos para provar que está vivo Fidel Castro, líder da Revolução Cubana e chefe de governo do país até 2011, reapareceu no fim de semana para negar os boatos de que estaria perto da morte. No sábado, o ex-vice-presidente da Venezuela, Elias Jaua, havia publicado fotos de uma reunião que teve com Fidel em Cuba. Depois, o próprio Fidel publicou imagens suas e escreveu uma carta dizendo que não lembra “sequer o que é uma dor de cabeça” e classificando como “aves de mau agouro” aqueles que anunciam sua morte. O líder cubano também esclareceu por que deixou de publicar artigos na imprensa local. “Deixei de publicar Reflexões porque certamente não é o meu papel ocupar as páginas de nossa imprensa, consagrada a outras tarefas que o país requer.”

arquivo/ABr

Fidel Castro é alvo de boataria internacional


8 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

cidades

Vestibular unificado Estão abertas inscrições ao 2º Vestibular Unificado 2013 da Fundação Santo André e da Medicina do ABC. Informações pelo site www.fsa.br.

Oficina de reciclagem é usada como terapia para adolescentes Espaço lúdico mantido pela Fundação do ABC ajuda no desenvolvimento de novas habilidades entre jovens participantes fotos: luciano vicioni

Vladimir Ribeiro vladimir@abcdmaior.com.br

A oficina de reciclagem da Fundação do ABC auxilia adolescentes com problemas emocionais na Faculdade de Medicina do ABC. Divididos em turmas que frequentam o espaço durante a semana, os pacientes fazem trabalhos artesanais como agendas, porta-retratos, cartões de Natal, porta-guardanapos, entre outros. A coordenadora do Instituto de Hebiatria - medicina do adolescente - da Faculdade de Medicina do ABC, Lígia de Fátima Nóbrega Reato, explicou que, por ser espaço lúdico, a participação na oficina faz com que os adolescentes usem o tempo ocioso para se sentir úteis. “Muitos têm problemas emocionais e essa atividade abre portas, ao mostrar habilidades que não sabiam que tinham.” Além disso, de acordo com a médica, a oficina também cria uma perspectiva de vida, pois além de não estarem suscetíveis a situações de violência e drogas, também estão fora do ambiente domiciliar, que dependendo do caso pode ser o causador do problema. “A saúde é algo muito mais amplo do que a ausência de doenças. Não temos que levar em conta somente a questão física, mas também a emocional”, afirmou. Lígia disse ainda que o vínculo que é criado entre os adolescentes e a coordenadora da oficina também ajuda no tratamento. “Muitas vezes, os jovens se sentem

a saúde é algo muito mais amplo do que a ausência de doenças. temos de levar em conta também a questão emocional lígia reato, coordenadora do Instituto de Hebiatria da Medicina do ABC

Adolescentes que frequentam o espaço fazem trabalhos artesanais como agendas, porta-retratos e outros, e se sentem úteis ao descobrir novas habilidades

mais à vontade naquele espaço e contam situações que não passam para os médicos, seja em consulta clínica ou psicológica”, destacou. De acordo com a coordenadora do projeto, Cristina Passaretti, em grande parte dos casos o primeiro contato dos adolescentes é tímido. “Com o passar do tempo, eles se soltam. Muitas amizades nasceram aqui no espaço”, afirmou. Cristina, que é artista plástica, destacou que cada participante da oficina deixa sua marca nos trabalhos, além de ser perceptível a evolução de cada um. “Os primeiros trabalhos precisam de uma supervisão maior, depois adquirem mais confiança e agilidade. É um estímulo para eles”, enfatizou. A coordenadora ressaltou que todo material com que os adolescentes trabalham é recolhido no campus da faculdade, os trabalhos são vendidos e a verba é revertida para os adolescentes. “No começo, alguns me perguntaram: ‘A gente ganha para aprender?’. Além de ajudar no tratamento é uma pequena fonte de renda para os participantes”, disse.

Rotatividade é grande, mas há os que voltam Apesar de funcionar há pouco mais de um ano, a rotatividade de participantes na oficina de reciclagem da Fundação do ABC é grande, mas há aqueles que foram e voltaram. Caso do adolescente R.B.P.R., 17anos, que há três meses voltou a frequentar o espaço. “Senti falta do período em que estive fora. Nunca imaginei que conseguiria fazer esses

trabalhos”, afirmou. Já o adolescente B.C.S., 16 anos, está na oficina duas vezes por semana e já levou a criatividade exercida no espaço para casa. “Aprendi a fazer descanso para panelas com papel jornal e fiz alguns para minha mãe. Agora tenho um olhar diferenciado para o papel, papelão, filtro de café, entre outros materiais”, destacou.

Cristina Passaretti coordena projeto

Oficina da Fundação ganha selo ambiental No início deste mês, a oficina de reciclagem da Fundação foi um dos 15 trabalhos desenvolvidos por hospitais, institutos e fundações que receberam o selo “Amigo do Meio Ambiente 2012”, do governo do Estado. O prêmio é um reconhecimento pelas iniciativas e projetos desenvolvidos que visam à preservação ambiental com a adoção de soluções práticas, efetivas e ecologica-

mente sustentáveis. De acordo com a assistente de sustentabilidade da oficina, Juliana Pinesi Russo, em pouco mais de um ano de implantação do trabalho foi possível reciclar 100% os materiais que são enviados à oficina. “Nossa matériaprima vem da própria Fundação. Papel, papelão, revistas, jornais, garrafas de plástico, entre outros materiais, são todos encaminha-

dos para nosso trabalho”, disse. Juliana destacou que hoje há um trabalho para conscientização de separar o lixo dentro do campus, além da diminuição do consumo de copos plásticos. “Estamos estimulando os funcionários a utilizarem canecas ao invés dos copos. Apesar de termos esse trabalho com a hebiatria e a pneumologia, não podemos perder o foco ambiental do trabalho”, disse.


23 e 24 de outubro de 2012 | ABCDMAIOR

POPULAÇÃO CRESCE MENOS

A Fundação Seade mostra que, entre 2000 e 2010, o Estado de São Paulo aumentou sua população em 4,2 milhões de pessoas, atingindo 41,2 milhões de habitantes. Apesar disso, o ritmo de crescimento populacional foi o menor dos últimos 50 anos.

9

Energia Nesta quarta-feira (24/10), os usuários do Terminal de Diadema conferem exposição itinerante sobre o setor energético em São Paulo.

Infarto e AVC são principais causas de morte de mulheres Doenças têm como fatores de risco a falta de exercícios físicos e dieta rica em gordura saturada luciano vicioni

Redação pauta@abcdmaior.com.br

As doenças do aparelho circulatório, como AVC (Acidente Vascular Cerebral) e infarto, são as principais causas da mortalidade feminina no Brasil, com 34,2% do total de óbitos, de acordo com estudos da Saúde Brasil, publicação do Ministério da Saúde. Essas doenças têm como fatores de risco a falta de exercícios e die-

ta rica em gordura saturada, que eleva o colesterol e leva à hipertensão. Para ampliar e qualificar a assistência às vítimas de infarto e AVC, o Ministério investe nas linhas de cuidado dessas doenças. Entre as novidades para o infarto está a inclusão dos medicamentos tenecteplase, alteplase e clopidogrel – para continuidade do tratamento –, além do troponina, que é o teste rápido para diagnóstico do infarto. Já para o

AVC, a novidade está no trombolítico alteplase, além da ampliação de serviços para assistência às vítimas da doença. São Paulo reduziu a mortalidade feminina em 17,3% nos últimos 10 anos. A redução acompanha a média nacional que caiu 12% de 2000 a 2010. No Estado, a taxa passou de 4,58 óbitos por 100 mil mulheres (em 2000) para 3,79 (em 2010). No Brasil, houve redução de 4,24 para 3,72.

Mulheres devem ficar atentas a fatores de risco para AVC e infarto


10 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

cidades

Adoção responsável Realizada no Parque Central, em Santo André, a feira de adoção garantiu lar para 32 animais, entre cães e gatos, no fim de semana.

Impasse trava compensação do trecho Sul do Rodoanel

luciano vicioni

Problema dura um ano e está no desacordo entre S. Bernardo e Dersa sobre projeto em área aterrada Claudia Mayara mayara@abcdmaior.com.br

O impasse entre Prefeitura de São Bernardo e Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.) sobre a escolha do projeto ambiental para o Jardim Canaã, em trecho onde a estatal aterrou mais de 500 metros da represa Billings para a construção do trecho Sul do Rodoanel, completou um ano e ainda não foi resolvido. Apesar de a Dersa afirmar que revisou, a pedido da Prefeitura, o projeto paisagístico apresentado pela própria estatal como substituição ao Parque Billings, a Prefeitura nega que o caso tenha avançado. De acordo com a Prefeitura, a Secretaria de Gestão Ambiental busca desde maio agendar reunião com a Dersa para resolver o assunto, sem sucesso. O problema está no projeto paisagístico feito sem contribuição de São Bernardo. A Prefeitura garante não ter sido ouvida ou procurada pela Dersa para opinar sobre o projeto. Já a Dersa garante que procurou a Prefeitura, mas que não obteve resposta sobre o assunto. Atualmente, o documento segue em análise na Cetesb.

A princípio, no local seria construído o Parque Billings, orçado em R$ 40 milhões. Porém, em setembro do ano passado, São Bernardo recusou o projeto porque a iniciativa exigiria a ampliação do aterro, uma vez que a área alaga na cheia da represa. A Dersa não ficou satisfeita com a recusa municipal e a optou por montar projeto paisagístico do arquiteto Ruy Ohtake para a área. A iniciativa foi vista com desagrado pela Prefeitura, Diante da insatisfação, São Bernardo negocia um encontro com o secretário estadual de Transportes, Jurandir Fernandes, para resolver o problema. No entanto, a reunião até agora não foi realizada. SEM DETALHES A Dersa não divulga os detalhes do projeto paisagístico até a aprovação da Cetesb. O que se sabe é que a iniciativa visa minimizar o impacto ambiental provocado pelo aterro na represa. Diante da situação, a Prefeitura ainda está determinada em rediscutir todos os termos do convênio nº 152/08, assinado com a estatal em abril de 2010. A intenção é evitar mais impasses.

Projeto deve ser desenvolvido em trecho onde a Dersa aterrou mais de 500 metros da Billings para construir o anel viário

Parque Riacho Grande está parado O entrave das compensações ambientais do Jardim Canaã também se estende ao Parque Riacho Grande, que segue paralisado. Neste caso, o problema é a desapropriação judicial de 30% dos imóveis da área do futuro parque. A situação se arrasta na Justiça e não tem data para ser resolvida. Diante da situação, a Prefeitura garante que

só receberá a gestão do parque quando os problemas fundiários estiverem resolvidos. Com 222 hectares, o parque fica na estrada Pedra Branca, entre os bairros Areião, Vila Sabesp e Vila Estudante, na região do Montanhão. No local está previsto investimento de R$ 23 milhões. O plano de manejo, elaborado pela USP (Universi-

dade de São Paulo), prevê uma unidade de conservação de proteção integral, que permite usos para realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental e de turismo ecológico. O documento, que deveria ter sido entregue em julho deste ano, ainda está sendo elaborado.


23 e 24 de outubro de 2012 | ABCDMAIOR

cidades

11

Reforma de UBSs Diadema entrega a reforma de duas UBSs. A Unidade Básica de Saúde Reid será entregue na quarta (24/10), e a UBS Canhema, na quinta (25).

Diadema investe R$ 17 mi para ser 100% urbanizada Investimentos vão possibilitar a urbanização de todas das favelas do município Carol Scorce carol@abcdmaior.com.br

Conhecida pelos mutirões de moradia popular e pelos projetos públicos em habitação e urbanização, Diadema toca hoje obras para urbanizar definitivamente todas as favelas do município que ainda não podem ser chamadas de comunidades. Das 209 favelas, apenas seis ainda não possuem integralmente a infraestrutura necessária, como luz e água encanada. Ao todo, R$ 17,370 milhões serão gastos para promover a transformação urbana. Os recursos que farão de Diadema cidade 100% urbanizada são do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social, do Ministério das Cidades. A contrapartida do município é de R$ 5,353 milhões. Os núcleos alvos da Secretaria da Habitação são Antônio Palombo, no Taboão; Inverno e Verão, no Serraria; Santa Elizabeth e Núcleo K, no Piraporinha; e Novo Habitat, na Vila Nogueira. Em 30 dias, receberão obras de redes de água, luz e esgoto, drenagem, galerias pluviais, colocação de guias e sarjetas, abertura de ruas e pavimentação. No projeto está contemplada a comunidade do Beira Rio, que, além da implantação de infraestrutura, receberá 74 novas casas, para atender famílias que até o fim de 2011 viviam em barracos

de madeirite. Ao todo, 968 famílias serão beneficiadas com as intervenções em andamento e as que ainda não começaram, sendo que 227 são do Beira Rio. O secretário de Habitação de Diadema, Milton Nakamura, afirmou que as obras levarão de 12 a 18 meses para serem entregues integralmente para a população, mas que nos primeiros meses já será possível sentir as mudanças nas comunidades. “Diadema está adiantada em relação a outras cidades do País e do Estado no processo de urbanização, regularização fundiária, construção de moradia popular. Ainda mais tendo em vista a ocupação irregular que a cidade sofreu na sua formação. Agora queremos concluir esse processo e dar qualidade de vida para a população com novos projetos.” MELHORIAS Nas comunidades do Santa Elizabeth, Inverno-Verão e Antonio Palombo, será feita melhoria no sistema de ventilação e iluminação das residências. A ideia neste caso, é, a partir de comunidades que já passaram por obras básicas de urbanização, melhorar a qualidade de vida dos moradores. As intervenções envolvem ainda a parte externa das casas e consiste na aplicação de revestimentos, pintura, troca de portas e janelas, colocação de calhas e reformas em telhados e lajes.

luciano vicioni

Favelas receberão redes de água, luz e esgoto, drenagem, galerias pluviais, guias e sarjetas, além de abertura de ruas

Casas ficarão prontas em 18 meses As moradias no Beira Rio serão edificadas em 18 meses e feitas de duas formas: 19 unidades serão casas-embriões e 55 serão sobrados. Casas-embriões são edificações térreas, com 40 metros quadrados de área, onde o morador poderá dar continuidade à construção, fazendo o segundo pavimento. Elas são

constituídas de salas-quartos, cozinhas, banheiros e áreas de serviços. Os sobrados terão em média 64 metros quadrados, com sala, cozinha e área de serviço no térreo e dois quartos e banheiro no piso superior. Além dessas habitações, também serão construídas casas populares nos outros núcleos. O Habitat ganhará 30

sobrados, Núcleo K mais 81 unidades, Inverno e Verão 16 casas-embriões e NH Santa Elizabeth outras 90 residências por meio do Programa Minha Casa Minha Vida. As moradias serão edificadas em prazo de até 24 meses e as construções começam depois de realizada a implantação da infraestrutura.


12 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

classificados Negócios oportunidades

Apareça, anuncie

4335-6017

Apareça, anuncie

Faça depilação completa, e ganhe manicure ou sobrancelha

Av. Brigadeiro Faria Lima, 2.521 Centro - SBC Fone: 4127-7547


23 e 24 de outubro de 2012 | ABCDMAIOR

economia

13

Empreendimento Diadema terá o primeiro condomínio fechado de alto padrão até o final do ano. Terá apartamentos de dois, três e quatro dormitórios. fotos: andris bovo

General Motors mostrou o lançamento mundial do Ônix, totalmente desenvolvido no Brasil

New Fiesta é uma das apostas da Ford para o mercado na categoria de modelos médios

Salão do Automóvel abre para o público nesta quarta-feira Montadoras anunciam as novidades e investimentos que serão realizados no Brasil Michelly Cyrillo michelly@abcdmaior.com.br

Na semana de abertura do Salão do Automóvel de São Paulo, além das novidades em tecnologia e designer dos veículos, algumas montadoras anunciam investimento no País e a expectativa de vendas de alguns lançamentos. O evento acontece de 24 de outubro a 4 de novembro no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na Capital. Os ingressos do salão custam a partir de R$ 40 para adulto. A Volkswagen divulgou um pacote de quase R$ 750 milhões para ampliação da capacidade produtiva das plantas de São Carlos e a de Taubaté. O valor já está incluso no plano geral anunciado pela fábrica em 2011, de R$ 8,7 bilhões total de investimentos entre 2011 e 2016. O presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall, afirmou que R$ 427,8 milhões serão aplicados em Taubaté, em uma nova linha de pintura na fábrica que receberá 70 robôs. Com o investimento, a capacidade produtiva da unidade será ampliada de 1.100 carros por dia para 1.300 . E em São Carlos serão R$ 315 milhões para a ampliação da fábrica de motores, que passará de 3,8 mil unidades ao dia para 4,8 mil unidades. Inicialmente havia a possibilidade de parte desses investimentos serem para planta de São

Bernardo, porém a decisão da montadora foi otimizar plantas aonde haviam pequenos gargalos de produção. Entre as várias novidades, o Novo Gol duas portas foi apresentado pela Volkswagen tendo como garoto propaganda, o jogador de futebol Neymar. No Brasil A montadora de automóveis alemã BMW vai começar a produzir carros no Brasil no final de 2014. O anúncio foi feito pelo vice-presidente de Vendas e Marketing da empresa, Ian Robertson. A nova fábrica será instalada em Araquari, Santa Catarina, e deverá gerar cerca de mil empregos diretos. Robertson explicou que a empresa vai oferecer capacitação para os empregados locais, com treinamento de trabalhadores brasileiros nas fábricas da Alemanha e de outros países, “para que, ao darmos início às operações de fabricação, eles estejam em condições de fabricar no padrão BMW”. A Ford anunciou que a expectativa com a nova EcoSport é conquistar 50% das vendas acima dos principais concorrentes. “ Temos diversos diferenciais além do designer e tecnologia. Haverá o modelo da Eco com câmbio com seis velocidades, é a melhor tecnologia em transmissão”, disse o Jorge Chear, diretor de vendas da Ford do Brasil. A nova Ran-

ger, Novo Fusion, e o New Fiesta sedã são outras apostas da marca para liderar o mercado em diversas categorias de veículos. O lançamento mundial do Onix da GM (General Motors) tem diversos opcionais e diferenciais. O modelo totalmente desenvolvido no Brasil, traz dispositivos para aplicativos de música, navegador, fotos e vídeos e custará a partir de R$ 29.990. O presidente da Anfavea ( Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Cledorvino Belini, afirmou que o evento brasileiro de automóveis ganhou mais destaque este ano. “Muitas marcas estão apostando no mercado brasileiro e sul americano porque as economias estão melhores do que boa parte do mundo. Muitos executivos das matrizes estarão presentes no evento, e por isso há tanta expectativa nos lançamentos”.

Grandes marcas têm grandes trabalhadores Em parceria com a CNM/CUT (Confederação Nacional dos Metalúrgicos), a UAW (United Auto Workers) vai divulgar no 27º Salão Internacional do Automóvel no dia em abre para o público, nesta quarta (24/10) a campanha “Por trás de toda grande marca existe um grande trabalhador”. Pela primeira vez na história do salão, representantes dos trabalhadores participam ativamente com a presença nesse estande. Durante o salão, trabalhadores nas montadoras brasileiras Ford, Scania, Mercedes-Benz e Volkswagen vão auxiliar nesse trabalho de pesquisa junto aos consumidores. São cinco perguntas relacionadas ao trabalho decente para conhecer a opinião dos consumidores sobre o assunto. A pesquisa pretende

levantar dados sobre o assunto e saber se as condições de trabalho nas montadoras podem influenciar no momento da compra de um carro. O resultado da pesquisa servirá de base para os representantes dos sindicatos desenvolverem campanhas para o trabalho decente junto aos trabalhadores nas montadoras no Brasil e no mundo. João Cayres, secretáriogeral e de relações Internacionais da CNM/CUT, diz que a ação é inédita. “Vai ao encontro da nossa luta internacional contra o trabalho precário, campanha em marcha pela nossa federação internacional IndustriAll. Temos que fazer este trabalho de conscientização junto aos consumidores e consumidoras de veículos no mundo todo”, enfatiza.

empresa vai oferecer capacitação local e treinamentos na alemanha ian robertson, vice-presidente da BMW

Novo Gol apresentando pela Volkswagen tem Neymar como garoto propaganda


14 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

arte e ação

cultura

Viagem com Ronaldo O Viagem Literária leva um bate papo com o escritor, editor e jornalista Ronaldo Bressane a São Caetano, na Biblioteca Paul Harris (av. Dr. Augusto de Toledo, 255, Centro), nesta terça (23/10), às 19h. Entrada gratuita.

luciano vicioni

agenda Santo André

teatro O teatro do Clube Aramaçan (rua São Pedro, 345, Vila América) recebe na quintafeira (25/10), às 15h e às 20h, a estreia do espetáculo infantil Pandolfo Bereba, encenado pela Cia Teatral Cia. das Mulas. No conto de fadas invertido, um príncipe solitário convoca eleições para escolher um melhor amigo. Os ingressos custam R$ 20 e a meia entrada sai por R$ 10. Mais informações pelo telefone: 4972-8200.

São Caetano

música O cantor e compositor Zeca Baleiro apresenta a versão intimista do show Calma Aí, Coração - Acústico e passeia pelo repertório de discos anteriores, mostrando sucessos e lados B da carreira com direito a releituras de outros autores. No Teatro Paulo Machado de Carvalho (alameda Conde de Porto Alegre, 840, Bairro Santa Maria) na quinta-feira (25/10), às 20h. Não recomendado para menores de 12 anos. Ingressos a R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia entrada). Informações: 42238800.

São Bernardo

música A Orquestra de Viola Caipira de São Bernardo apresenta o show do primeiro disco do grupo, formado há sete anos no município após oficinas. No Teatro Lauro Gomes (rua Helena Jacquey, 171, Rudge Ramos), às 20h, na quarta-feira (24/10) com participações de Leide e Laura, As Galvão e convidados. Recomendação etária: livre. Duração: 90 minutos. Grátis. Ingressos: retirar na bilheteria do teatro uma hora antes do espetáculo. Mais informações: 4368 3483.

A escritora Denise de Oliveira desenvolveu um programa que envolve palestras sobre literatura, oficinas e feira para falar de conscientização ambiental ao público mirim

A Literatura infantil que se dedica à conscientização Denise Oliveira, de Santo André, escolheu escrever para as crianças sobre o meio ambiente

Até o final deste ano, a escritora de livros infantis Denise de Oliveira lançará a obra João Balão. A trama é sobre um balão consciente que prefere não ser solto para evitar incêndios e problemas com a fiação. É mais uma das maneiras que a autora encontrou de transmitir uma mensagem importante para crianças utilizando entretenimento. Assim como os outros três trabalhos que publicou no segmento, João Balão fará parte de um leque de histórias que visa ensinar por meio de uma literatura leve e divertida. Aliando o conteúdo educativo das obras a visitas a escolas, creches, associações e entidades que envolvem crianças, Denise ministra palestras sobre o tema que selecionou para o cerne de seus livros: o meio ambiente. Nos últimos livros, Denise

tratou de assuntos que estão em voga diante de toda a recente preocupação com os recursos não renováveis e a natureza. Já criou ao redor do consumo consciente da água, de preservação e ética e cidadania. Sempre munida de personagens que se aproximam do universo dos meninos e meninas. PROCESSO Nos eventos que promove, ela primeiro apresenta ao público mirim como um livro é feito. Em uma segunda ocasião conversa sobre os males que os homens podem fazer ao habitat. Em seguida, vem a última etapa do programa que desenvolveu, uma feira criada pelas crianças para demonstrar o que aprenderam com as oficinas e leituras. “Os livros infantis colaboram, mas acho que a preservação da natureza deveria estar na grade das escolas”, opinou a escritora.

Leitura de histórias em quadrinhos marcou início A carreira de Denise Oliveira no mundo da literatura começou em 2002, quando foi publicado o livro Te Conto Depois, um título sobre contos. Também redigiu poemas, um romance e produz roteiros e peças de teatro. Antes de ser publicada, a autora – nascida e criada em Santo André – começou lendo quadri-

os livros infantis colaboram, mas a preservação da natureza deveria estar na grade das escolas Denise Oliveira escritora

nhos e se apaixonou pelo ato de narrar e descrever situações. Refazia os finais dos gibis quando eles não a agradavam e escrevia poemas paras os colegas de sala. As HQ’s foram a porta de entrada para a leitura. Hoje se dedica a construir as mesmas portas, entretanto, com “mensagens que ultrapassam a mera história bonitinha”. De acordo com Denise, a criança é um multiplicador, e tratar sobre meio ambiente desde cedo é um trabalho de formação e a criação de um hábito. “Fazer apenas histórias felizes é subestimar as crianças, informar de forma divertida e brincando é possível.” Mais informações sobre a literatura de Denise e o trabalho social que desenvolve há mais de uma década podem ser conferidos no site denisedeoliveira.com.br.


arte e ação

23 e 24 de outubro de 2012 | ABCDMAIOR

15

Morreu na praia O Mauaense perdeu para o Osasco F.C. por 1 a 0, no estádio Pedro Benedetti, e não se classificou à final da segunda divisão do Paulista sub 20.

espor tes

Quase rebaixado, Ramalhão fica apenas na torcida Time do ABCD culpa poder público por vexame e, nas mãos do Vila Nova, descarta ‘mala branca’ Antonio Kurazumi kurazumi@abcdmaior.com.br

Quase rebaixado para a quarta divisão do Brasileiro, o Santo André não esboça reação para tentar sair da crise. A diretoria sequer marcou uma reunião para discutir o atual momento, e o time do ABCD terminará a temporada apenas na torcida. Após derrota por 1 a 0 para o Duque de Caxias no sábado (20/10), não basta ao Ramalhão vencer o Macaé (RJ) na última rodada da Série C. É preciso torcer para que o Vila Nova (GO), sem nenhuma aspiração, derrote o Brasiliense (DF) - nem o empate serve. Fora de campo, a torcida é para que o prefeito Aidan Ravin seja batido nas urnas. O diretor de futebol Sérgio do Prado, dirigente que exerce o papel de porta voz da diretoria, descarta dar um incentivo financeiro para motivar o Vila. “Você já viu um profissional entrar em campo para perder? Não é um

incentivo (financeiro) que vai fazer a equipe ganhar”, opinou Prado. Os jogadores se reapresentaram nesta segunda-feira (22/10) e, de acordo com o cartola, não haverá mudanças para o planejamento do jogo contra o Macaé, no sábado. “Vamos viajar quintafeira de manhã (para o Rio), assim como já estava combinado. O momento é de aguardar para tomar qualquer decisão, vamos nos reunir apenas na próxima segunda-feira”, acrescentou. No domingo, torcedores e dirigentes estarão atentos ao resultado do segundo turno da eleição para prefeito, em que Aidan Ravin busca o segundo mandato consecutivo em disputa com Carlos Grana. O clube não poupa críticas à administração de Aidan por não ter tido o apoio dos torcedores na Série C, jogando com portões fechados no Bruno José Daniel durante o ano inteiro. “É importante ter um prefeito que ajude, ficamos órfãos. Não acho certo a prefeitura injetar

LUCIANO VICIONI

Torcedores acompanharam derrota para o Duque de Caxias do lado externo do estádio Bruno José Daniel

dinheiro no time, mas ela serve para indicar patrocinador, ajudar a fazer os contatos”, defendeu Prado. “Pessoas que apoiam o atual prefeito comemoraram a nossa derrota no sábado, fizeram um buzinaço e xingaram o Santo André. É uma falta de respeito”,

desabafou Renato Ramos, presidente da torcida organizada Fúria Andreense. Futuro Nesta segunda-feira, Sérgio do Prado negou que o Ramalhão pedirá licenciamento na FPF (Federação Paulista de Futebol)

em caso de novo rebaixamento. Se isso acontecer, o time do ABCD terá de recomeçar do zero, sem participar do Brasileiro e na última divisão do Campeonato Paulista. “Esses boatos não têm o menor sentido, é a única coisa que posso falar”, comentou o dirigente.

Diadema será sede de campeonato estadual de seleções Pela primeira vez, Diadema será sede de uma competição organizada pela FPF (Federação Paulista de Futebol), mas jogará em São Bernardo. De acordo com o presidente da liga diademense, Antonio Marcos, o município vai disputar a Copa Estadual de Futebol Amador de Seleções do Estado, de 22 a 24 de novembro. O Boa Vista (time da cidade) representará São Paulo contra os campeões do Paraná, Porto Alegre e Minas. As delegações deverão ficar hospedadas em São Bernardo. Antonio Marcos adianta que vai tentar conseguir com o prefeito Luiz Marinho o empréstimo do Estádio Baetão, de São Bernardo, por ter maior capacidade de público em relação aos estádios distritais de Diadema. “O ideal seria o Primeiro de Maio, mas entendo que será difícil esse

sonho. No entanto, quem sabe”. O técnico da seleção de Diadema deverá ser Vilmar Pereira, considerado o melhor treinador do futebol amador do município até agora. Para se ter noção, Vilmar Pereira já fez uma pré-convocação para a seleção: Celso (goleiro), Everton, Fabão, Renato, Pituche, Tony, Didi (defesa), Barriga, Júlio César, Tufão, Maurinho (meio-campo), Ricardinho, William, Melancia Diego, Mineiro, Maurício e Max (ataque). É permitido inscrever 28 ou 30 jogadores até 15 dias antes do torneio. Campeão A Seleção Amadora da Liga de Diadema é campeã da 2ª edição do Campeonato de Futebol Amador de Seleções do Estado do Estado da FPF (Federação

Paulista de Futebol). No domingo (21/10) à tarde no campo do Taperinha, a equipe do técnico Antonio Vaz, o Babão, derrotou o Presidente Prudente por 3 a 1, com gols de Ricardo, Maurício e

Cabeção. Boa Vista O time de Diadema perdeu para Guarulhos por 2 a 0, no sábado (20/10), em Guaru-

lhos, no jogo de ida das finais do Campeonato Amador do Estado. A partida de volta, os horários e local serão definidos apenas nesa terça (23/10). (Edélcio Cândido)


16 ABCDMAIOR | 23 e 24 de outubro de 2012

fim de férias

Após receberem 10 dias de férias, os jogadores do São Bernardo que irão disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior retornaram aos trabalhos nesta segunda-feira (22/10). O Tigre mandará seus jogos na Copinha no estádio Baetão, onde enfrentará Fortaleza, Caxias e Lideral (MA) na briga por vaga na segunda fase.

Basquete A Metodista/ São Bernardo se classificou para as semifinais da Série Prata (quinto a oitavo lugar) do Campeonato Paulista Masculino.

São Caetano recebe vice-lanterna sem margem para erro na Série B Após ser ultrapassado pelo Atlético-PR, São Caetano tenta voltar à zona do acesso em jogo contra adversário menos difícil Antonio Kurazumi kurazumi@abcdmaior.com.br

O São Caetano faz nesta terçafeira (23/10), no Anacleto Campanella, o jogo menos difícil nessa reta final da Série B, em que briga ponto a ponto pelo retorno à elite do Brasileiro. Com 57 pontos, o Azulão recebe a visita do Ipatinga com a obrigação de sair de campo vitorioso por dois motivos: encara o penúltimo colocado e devido à situação de desconforto na tabela, pois está pressionado por ter perdido a quarta posição para o Atlético-PR.

Depois do Ipatinga, o São Caetano iniciará uma série de três duelos com equipes presentes no G-4 da competição – Vitória, Atlético-PR e Criciúma. “Não tem nada perdido, longe disso. Temos ainda 21 pontos em disputa e confrontos diretos contra Atlético-PR e Vitória. Mas não podemos vacilar, senão fica difícil”, alertou o zagueiro Wagner, um dos pilares da defesa. O elenco do Azulão não digeriu o empate com o Barueri, lanterninha da competição, e espera reencontrar o padrão de jogo nesta noite. “Não podemos tirar

os méritos do Barueri que correu muito, mas estávamos em uma noite muito ruim coletivamente. Não acho que faltou vontade, mas poderíamos ter jogado o resto da noite que nada de bom ia acontecer a nosso favor”, comentou Wagner. O técnico Emerson Leão voltará a ter todos os jogadores à disposição, inclusive Augusto Recife que retorna de suspensão. Samuel Santos (lateral) e Marcone (volante) são os candidatos a ir para o banco de reservas, dependendo da posição em que Leão pretende escalar Recife.

10 M EGA

PELO PREÇO DE 1 MEGA:

R$ 29,80/MÊ S

rodrigo pinto

Emerson Leão tem todo o elenco à disposição para o jogo desta noite

A S S IN E J Á :

4004-8844 w ww.ne t combo.com.br

NO NET COMBO HD + WI-FI GRÁTIS

ATÉ O CARNAVAL 2013

PAR A OS NETS, É AGOR A .

OFERTA VÁLIDA ATÉ 31/10/2012 PARA NOVAS ASSINATURAS DO NET VÍRTUA 10 MEGA POR 29,80/MÊS EM QUALQUER PACOTE NET COMBO HD. A PARTIR DE FEVEREIRO/13 O VALOR DO NET VÍRTUA 10 MEGA SERÁ DE R$ 59,90/MÊS. O pacote NET COMBO HD possui valor promocional nos quatro primeiros meses (proporcional aos dias utilizados a partir da data de instalação mais os três meses subsequentes). Consulte o valor mensal de cada pacote, antes e após o período promocional. O custo das ligações realizadas não está incluso no valor do pacote. Valores válidos para o pacote de serviços Conforto, na portabilidade, mediante autorização de débito automático em conta corrente como forma de pagamento e compromisso de permanência mínima de 12 meses com a NET TV e o NET Vírtua. Em caso de cancelamento, será cobrada multa proporcional de até R$ 360,00. Mudança de plano ou desistência de qualquer dos serviços obrigam o cliente a pagar o valor de tabela dos produtos contratados, conforme política comercial vigente. A velocidade anunciada de acesso e tráfego na Internet é a máxima nominal, podendo sofrer variações decorrentes de fatores externos. O provedor de acesso gratuito não inclui nenhum serviço adicional além do provimento de acesso à Internet. O modem Wi-Fi será cedido em comodato (empréstimo gratuito) para novas assinaturas. O sinal do modem Wi-Fi está sujeito a limitações, em função de obstáculos e da distância do local de acesso à Internet. Os equipamentos disponibilizados pela NET deverão ser devolvidos na rescisão do contrato ou quando for necessário em razão de solicitação de alteração de plano. Consulte condições desta oferta em sua cidade, disponibilidade técnica para instalação em seu endereço, características dos serviços e condições de aquisição, inclusive individualmente, dos serviços apresentados pelo telefone 4004 8844 ou site www.netcombo.com.br.


Jornal ABCDMAIOR