Issuu on Google+

MAGAZINE

SAÚDE HUMANA E REABILITAÇÃO | #02 | FEVEREIRO 2017

Contusão Cerebral Lesão Whiplash Hidratos de Carbono


2 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Áreas da FISIOMADEIRA Treino Acompanhado Patrocínios Fisiomadeira Enfermagem Medicina Desportiva Dicas Saudáveis Aulas/Ginásio Osteopatia Fisioterapia Bem-Estar Parcerias Recursos Humanos Psicologia

O nosso sucesso advém do nível de qualidade dos nossos serviços. Orgulhamo-nos do atendimento e serviço prestados pelos nossos profissionais.


MAGAZINE VOUCHER DISCOUNT

*assinatura online com acesso a promoções exclusivas

Ouvi-lo e responder às suas necessidades específicas de forma profissional e eficiente é, para nós, uma forma de vida!


Os nossos serviços - Fisioterapia - Massoterapia - Ginásio de Reabilitação - Treino Funcional - Mesoterapia Homeopáca - Massagem An-Celulite - Drenagem Linfáca - Osteopaa - Exames Médico-Despoivos - Fisioterapia ao Domicílio - Nutrição

Avenida Arriaga nº 75, Edf. Monumental Infante 1º Andar Sala 106 9000-060 Funchal Telf.: 291 629 000 Telm.: 910 551 970 geral@fisiomadeira.pt | www.fisiomadeira.pt


5 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Hidratos de Carbono À noite, engordam? Este é um mito popular que se vem propagado há algum tempo, “ ai eu não como hidratos de carbono (HC) à noite, porque engordam”. A literatura científica demostra-nos que para um processo de perda de peso é impreterível a existência de um défice calórico, não rerando a impoância da distribuição dos macronutrientes, ou seja, aquilo que ingerimos tem que ser inferior ao que gastamos, isto dito de uma forma simples, porque todos sabemos que o nosso metabolismo é um sistema bastante complexo. Um argumento muito ulizado para jusficar esta crença é que à noite estamos mais sedentários logo estes HC serão armazenados na forma de gordura.

Os HC são um macronutriente que fornece aproximadamente 4 kcal por grama, não podemos generaliza-los como os “maus da fita”, até porque são extremamente impoantes, como fonte de energia, principalmente em atletas de endurance. O índice glicémico, avalia o impacto de diferentes fontes de HC na concentração de glicose sanguínea. Quanto mais elevado for o índice glicémico de um alimento, mais rapidamente sobem os níveis de açúcar no sangue, após a ingestão do alimento.

Drª Lusmar Rodriguez Nutricionista


6 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Hidratos de Carbono Existem dois pos de HC, os simples e os complexos. O HC simples, é constuído por 1 ou 2 moléculas de açúcar e a sua digestão é rápida, graças à sua estrutura simples, elevam facilmente os níveis de açúcar no sangue, e temos como exemplos o pão branco, os doces e as bolachas. Os HC simples existem de forma natural em muitos alimentos, como por exemplo: a lactose presente no leite ou a frutose presente na fruta, entre outros. Já os HC complexos, são constuídos por moléculas longas de açúcares, que consequentemente demoram muito mais tempo a serem quebradas, e por isso têm uma digestão mais lenta, ou seja, a sua ingestão contribui para a saciedade e ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. Estão presente em alimentos como a aveia, a quinoa e a batata-doce. Um estudo realizado com polícias, apresentou uma diminuição superior de peso, do perímetro abdominal e da massa gorda e uma melhoria nos níveis de colesterol, de resistência à insulina e de mediadores inflamatórios no grupo que ingeria hidratos de carbono ao jantar em vez de fracionados durante o dia. Ou seja, se tencionar comer hidratos de carbono de elevada carga glicémica, é melhor fazê-lo apenas numa refeição e evitar mais picos de insulina durante o dia. O que realmente conta são os níveis médios de insulina durante todo o período em que estamos acordados e não apenas a noite.


7 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Hidratos de Carbono Os HC nĂŁo facultam apenas energia, fornecem tambĂŠm minerais essenciais vitaminas, fibras e uma sĂŠrie de fitonutrientes impoantes, que estĂŁo presentes em alimentos como a fruta, vegetais, feijĂľes e cereais integrais. NĂŁo podemos esquecer tambĂŠm que os HC aumentam a serotonina, um neurotransmissor que promove um cansaço e relaxamento, algo que poderĂĄ ser bastante interessante Ă  noite. Concluindo, os HC bem contabilizados na nossa dieta, podem ser um aliado no controlo de peso, visto que um estudo demostrou que ingerir-lhos ao jantar, levou a um maior controlo da fome no dia seguinte. NĂŁo seja extremista, escolha bem o po de hidratos e a quandade, que nĂŁo haverĂĄ problema, de qualquer forma prefira-os sempre no “peri-treinoâ€?.

Um conselho ĂŠ evitar a compra de alimentos processados, como bolos, bolachas e doces, assim poderĂĄ evitar o risco de “ataquesâ€? noturnos Ă  despensa, e da consequente ingestĂŁo de hidratos de carbonos “vaziosâ€? que nĂŁo trarĂĄ nenhuns benefĂ­cios. Bibliografia [*1] – Sofer S, et al (2011), Greater weight loss and hormonal changes after 6 mons diet wi carbohydrates eaten mostly at dinner, Obesity (Silver Spring). 19(10):2006-14. doi: 10.1038 (LINK) hp://www.plataformacontraaobesidade.dgs.pt/ResourcesUser/O%20QUE%20SAO%20HIDRATOS%20DE%20CARBONO%20COMPLEXOS.pdf hp://lifestyle.publico.pt/mitosquecomemos/321504_hidratos-de-carbono-a-noite-bicho-papao-ou-talvez-nao/2 hp://fat-new-world.pt/2013/08/mais-sobre-os-hidratos-de-carbono-ao/

SErviço de nutrição Drª Lusmar Rodriguez

certificação em nutrição desportiva cÉDULA nº 2977-N

Marcaçþes: Telf.: 291 629 000 Telm.: 910 551 970


8 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Espasmos da Musculatura do Pescoço Um espasmo é essencialmente uma contração involuntária intensa e dolorosa que pode afetar diversos músculos ou órgãos que sejam constuídos por paredes musculares. Os espasmos localizados no pescoço são uns dos mais comuns devido ao eslo de vida que temos hoje em dia.

Profissões como técnicos de informáca, motoristas e outros trabalhos que requerem muito tempo sentado aumentam a probabilidade da ocorrência destas contrações.

Causas: As causas desta condição são variadas e podem ocorrer subitamente sem aviso prévio. - Podem ocorrer devido a movimentos repennos que provocam pressão excessiva sobre os músculos; - Um nervo inflamado ou danificado que causa esmulação excessiva ou incorrecta do músculo. Também pode ser originado através de uma inflamação da medula espinhal; - Postura incorreta ou fadiga muscular; - Stress e ansiedade; - Perda da massa muscular ou fraqueza muscular; - Efeitos secundários de alguns medicamentos ou esmulantes; - Nutrição ineficiente ou quandade insuficiente no sangue de compostos essenciais ao funcionamento muscular, como sódio, magnésio ou potássio.

Raúl Pinto Massoterapeuta


9 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Espasmos da Musculatura do Pescoço Sintomas: - Uns dos sintomas mais comuns são dureza, rigidez e dor no pescoço. É mais frequente a dor aparecer subitamente e com intensidade alta mas também pode ser de magnitude fraca no início da lesão e ir aumentando gradualmente; - Os espasmos podem ser causados pela lesão de um nervo mas o oposto também acontece. Existe a possibilidade de uma contração muscular pressionar o nervo causando dor e dormência que pode irradiar para o braço, ou de forma menos comum para outras regiões do corpo; - Dores de cabeça, estonteamentos e enxaquecas podem ocorrer quando os espasmos são foes e limitam o fornecimento de sangue para a região cervical; - Eritema e pontos sensíveis no pescoço também são frequentes. Tratamento: - A massagem nos músculos contraídos é eficaz no relaxamento, no seu alongamento e pode também ajudar a aumentar a resistência das fibras musculares. A massagem também melhora o fluxo sanguíneo local; - Se os espasmos forem recorrentes o calor pode ser úl para estabilizar e relaxar os músculos, o uso de uma compressa ou tolha quente e húmida pode ser muito eficaz;


10 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Espasmos da Musculatura do Pescoço - Se o muscular não esver contraído, tenso ou rígido mas connua a doer ou está sensível então é possível que haja uma inflamação, nesse caso gelo poderá ser o ideal. Use gelo na zona durante 20 minutos 3 ou 4 vezes ao dia até a dor cessar completamente; - Em casos mais sérios poderá ser necessário an-inflamatórios ou relaxantes musculares; -Tentar adquirir um eslo de vida mais posivo e menos sedentário visto que o stress e estar na mesma posição constantemente pode voltar a originar a lesão; -Poderá ser necessário recorrer a uma injecção de anestésicos como a coisona; -A forma mais eficaz de não só tratar esta lesão como também preveni-la é através dos alongamentos.

Alongamentos: Existem alguns alongamentos básicos que podem ser feitos para aliviar a tensão muscular caso os músculos estejam contraídos:

Manter a posição durante 15 segundos e reper 3 vezes.

Manter durante 10 segundos e reper 3 vezes cada lado.

Reper 3 vezes cada lado durante 10 segundos.


11 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Lesão Whiplash O que é? Também conhecida como “Lesão golpe de chicote”, é uma lesão originada por um movimento brusco em hiperflexão ou hiperextensão do pescoço, que cria consequentemente uma lesão funcional entre a coluna veebral e o crânio. Este po de situação pode ser provocado, por exemplo, por um acidente de viação ou queda.

Quando se suspeita da existência desta lesão, o paciente deve fazer um Raio-X após o incidente, de forma a averiguar alguma fratura ou deslocação veebral, bem como, alguma lesão na medula. Se estes exames forem negavos, então deve consultar um osteopata.

O que acontece? Devido ao movimento brusco da cabeça, a mecânica craniana entra em disfunção, algumas véebras do nosso pescoço e do tronco ficam bloqueadas em resposta a esse mesmo movimento brusco. Algumas estruturas ligamentares e musculares encontram-se extremamente dolorosas, pois são estas que dão uma resposta rápida de travagem do movimento.

Drª Inês Silva Osteopata


12 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Lesão Whiplash Sintomas: Os sintomas vão surgindo durante as 24h seguintes ao incidente, alguns mesmo só se manifestam alguns meses mais tarde. Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, cervicalgia, dorsalgia, dor irradiada para os braços, rigidez muscular e, com menor frequência, náuseas e tonturas. O exame minucioso do osteopata permite idenficar e tratar as estruturas específicas, responsáveis pela sintomatologia do paciente.

A Osteopatia é uma terapia que actua através de manipulações direccionadas ao sistema músculo-esquelético, visceral e sacro-craniano, de forma a restabelecer o equilíbrio corporal. É um método não-invasivo que utiliza técnicas manipulativas precisas, que visam restabelecer a mobilidade das diversas estruturas corporais, melhorando a sua interacção e regulação

Áreas de intervenção

Idosos | Adultos | Desporto Marcações Av. Arriaga Nº 75, Edf Monumental Infante 1º Andar Sala 106 291 629 000 - geral@fisiomadeira.pt


13 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Cervicobraquialgias A cervicobraquialgia é a designação dada à condição que envolve simtomatologia dolorosa na região cervical e ao longo do braço. Essa dor que percorre o braço ocorre pelo envolvimento das raízes nervosas do plexo braquial (conjunto de nervos responsável pela inervação do braço) e tem o nome de dor irradiada. Assim, a cervicalgia (dor cervical) associada a rigidez muscular e/ou limitação dos movimentos do pescoço resulta, muitas vezes, no aparecimento de outros sintomas como formigamento, falta de força, alterações da sensibilidade térmica (frio e calor) e/ou tál (reação diferente ao toque) ao longo dos braços.

A Osteopatia é uma terapia que actuapor através de Na maioria dos casos é causada inflamação ou irritação de uma raiz cervical. O início desta manipulações direccionadas ao sistema músculo-

condição é geralmente insidioso e, mais comumente, causado por peurbação do disco cervical -esquelético, visceral e sacro-craniano, de forma a restabelecer o equilíbrio corporal. ou outra lesão que ocupe o espaço reservado à passagem do nervo, resultando em inflamação

da raiz nervosa, compressão ou ambos. Pode ser secundária a uma hérnia de disco cervical,uma É um método não-invasivo que utiliza técnicas manipulativas precisas, ocupar que visam a a raiz nervoca se encontra, comprimindo-a e dando vez que esta poderá o restabelecer espaço onde mobilidade das diversas estruturas corporais,

origem aos sintomas. Não é incomum que uma hérnia de disco cervical se arraste para uma cervimelhorando a sua interacção e regulação. cobraquialgia principalmente se for associada a um acidente que envolva impacto sobre a cervical, como em alguns depoos (futebol, rugby,...).

Drª Ana Almeida Fisioterapeuta


14 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Cervicobraquialgias Causas: Resumidamente, as causas mais comuns para a cervicobraquialgia são: - Hérnia de disco; - Síndrome dos escalenos (compressão de uma aéria, uma veia e um nervo no pescoço pela acção do músculo escaleno); - Bloqueios da primeira costela; - Síndrome do pequeno peitoral (contratura do músculo pequeno peitoral que provoca compressão do plexo braquial); - Pontos galho do músculo infraespinhoso (a presença de encuamento do músculo). Em idosos, a causa mais comum é a combinação de fatores: diminuição do espaço interveebral por alterações degeneravas e arite. Outras causas que podem despoletar cervicobraquialgias são: postura inadequada, tarefas repevas e sedentarismo.

Tratamento: O tratamento depende da causa do problema. O médico poderá receitar an-inflamatório e analgésico e encaminhar o doente para a fisioterapia. O fisioterapeuta, após a avaliação do doente, irá estabelecer um plano de intervenção, no qual poderá fazer uso de eletroterapia, que tem função an-inflamatória e analgésica, alongamentos, exercícios específicos e técnicas de terapia manual, como por exemplo, a tração cervical lenta e progressiva.


15 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

ATLETAS VIVA MAIS 2016

Tens o que é preciso para ser um

Atleta Viva mais?!?


16 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Contusão Cerebral A contusão cerebral é uma lesão grave que acontece após um traumasmo craniano causado por um impacto direto e violento na cabeça, como acontece nos acidentes de trânsito ou quedas de grande altura. Dependendo do local do cérebro e a gravidade da lesão, pode afetar a memória, os reflexos, o equilíbrio, a crdenação, entre outros. Porém nem todos os traumasmos cranianos provocam contusão cerebral.

Sintomas de contusão cerebral Este po de lesão não pode observado a olho nu. Para ser bem diagnoscado é preciso realizar exames radiológicos como tomografia computorizada ou ressonância magnéca. Mas muitas vezes os sintomas de contusão cerebral não ocorrem imediatamente após ao trauma. Em alguns casos pode levar dias para ocorrer uma mudança. Os principais sintomas de contusão são: •

Perda de memória recente

Incapacidade de manter um fluxo de pensamento coerente

Confusão e dificuldade de concentração

Existe outros sintomas tais como: •

dor de cabeça prolongada

problemas de visão

Tonturas

Náusea e vômito

Desequilíbrio

Zumbido no ouvido

Perda de audição e/ou olfato.

Joana Caires Massoterapeuta


17 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Contusão Cerebral Fatores de risco Existem fatores que podem aumentar o risco de ocorrer uma contusão cerebral que são: •

Pracar despoo com alto risco de queda ou impacto, como o futebol, o boxe entre

outros; •

Estar envolvido num acidente de carro;

Estar envolvido num acidente de bicicleta;

Ser um soldado em combate;

Quedas.

Tratamento para contusão O tratamento para este po de lesão é orientado pelo neurologista, uma vez que é necessário avaliar a gravidade da lesão. Após uma contusão é impoante limitar o esforço, tando esforço fisco quanto o esforço mental. Evitar de fazer avidades que requerem muita concentração. como por exemplo fazer cálculos, ver televisão, ulizar o computador, ler ou escrever. Só se pode retomar ás avidades de dia a dia após uma diminuição dos sintomas ou com indicação médica. A fisioterapia desempenha um papel muito impoante no retorno das avidades, após a ocorrência de uma contusão. O fisioterapeuta irá realizar uma avaliação para idenficar quais os problemas. A recuperação é um processo gradual no qual na fisioterapia serão realizados diferentes exercícios para minimizar os sintomas e a foalecer o corpo para o retorno diário.

Massagem de Relaxamento Parcial

17€

( 1190 créditos)


18 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

MAGAZINE ASSINATURA ANUAL - 27,5€

Promoção

2,5€

Magazine (oferta do café)

A Fisiomadeira Magazine tem como principal missão informar e esclarecer temáticas ligadas as nossas atividades. Nesta revista poderá encontrar informação sobre lesões (fisioterapia e osteopatia), primeiros socorros, nutrição e treino acompanhado.

Aproveite ainda as campanhas exclusivas para associados!


19 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Comoção Cerebral A comoção cerebral consiste num conjunto de sintomas caracterizado pela perda de consciência e, por vezes, de memória (obnubliação), de cua duração, combinada com sintomas de choque, que se produz depois de uma lesão cerebral (normalmente traumasmo crânio encefálico) e que não causa qualquer lesão orgânica evidente. Considera-se que o mecanismo fisiopatológico principal da comoção está relacionado com o movimento e embate violento do cérebro (que flutua no LCR- Liquido cefalorraquidiano) contra a caixa craniana. As comoções causam uma disfunção cerebral, mas não têm consequências visíveis em termos de lesões estruturais. Podem ocorrer depois de um traumasmo craniano, por mais ligeiro que seja, dependendo do modo como o cérebro tenha sido sacudido dentro do crânio. Uma comoção, embora leve, pode deixar a pessoa algo confusa, com dor de cabeça e com uma sonolência anormal, mas a maioria recupera completamente em horas ou dias.

Causas de Comoção Cerebral A comoção advém do embate do cérebro contra a caixa craniana, por traumasmo crânio encefálico fechado.

Sintomas de Comoção Cerebral * Perda de consciência; * Obnubliação (perda de memória) durante segundos ou minutos – raramente superior a 60 minutos; * Peurbações respiratórias e circulatórias; * Náuseas; * Vómitos; * Amnésia anterógrada (perda da habilidade de criar novas memórias e absorver novas experiências) e retrógada (é a incapacidade de se lembrar do passado); * Alterações do EEG concomitantes às peurbações da consciência, sem sintomas neurológicos focais.


20 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Comoção Cerebral Nas semanas e meses seguintes podem ocorrer: * Cefaleias * Peurbações vegetavas (hiperidrose – transpiração aumentada -, desregulação circulatória oostáca – desregulação da pressão sanguínea). Algumas pessoas podem manifestar uma síndrome pós-concussão caracterizado por: * Enj; * Dificuldade de concentração; * Esquecimento; * Depressão; * Dificuldade em senr emoções; * Ansiedade; * Dificuldade em desempenhar tarefas diárias.

Tratamento de Comoção Cerebral A comoção é diagnoscada através da avaliação sintomáca, realizando-se normalmente EEG (Electroencefalograma) e TAC Crânio Encefálica (Tomografia axial). Os tratamentos farmacológicos e psiquiátricos são eficazes em algumas pessoas afetadas pela síndrome pós-concussão, mas não em todas. Se ao fim de horas ou nos dias posteriores à lesão original, se manifestarem sintomas mais graves, como agravamento das dores de cabeça e da confusão e crescente sonolência, pode ser necessária intervenção médica urgente. Quando não existem lesões graves, o tratamento é apenas sintomáco. As pessoas afetadas por um traumasmo craniano devem ter atenção aos sinais de alarme de uma deterioração da função cerebral. Se os sintomas não se agravam pode administrar-se paracetamol (acetaminofeno) para a dor.


Faça diferente! Sessão de Treino Acompanhado para

30€

oferta sessão de pressoterapia

Av. Arriaga Nº 75, Edf Monumental Infante 1º Andar Sala 106 291 629 000 - geral@fisiomadeira.pt


22 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Torcicolo O que é um torcicolo? O torcicolo apresenta-se como uma condição que se manifesta sob a forma de contrações involuntárias dos músculos do pescoço, levando a posturas e movimentos anormais da cabeça, de modo que, a postura da cabeça permanece inclinada para um dos lados e o queixo chega a projetar-se para o lado oposto. Um torcicolo é sempre um sintoma originado por outra disfunção e nunca uma disfunção em si.

O que pode causar um torcicolo? As contrações involuntárias, ou espasmos musculares, caracteríscos do torcicolo, podem resultar de qualquer lesão ou inflamação da musculatura cervical, principalmente do esternocleidomastoideu, da compressão dos nervos que saem da espinhal medula ou de disfunções aiculares da coluna cervical (hérnia discal cervical, síndrome das facetas interapofisárias). Menos frequentemente, o torcicolo também poderá ser secundário a uma infeção que envolva tecidos adjacentes ou estruturas do pescoço, incluindo faringite, amigdalite, sinusite, tuberculose, abscesso nasofaríngeo, infeções respiratórias e pneumonias do lobo pulmonar superior. A maioria dos pacientes com torcicolo não consegue descrever o que originou os sintomas ou refere que surgiram depois de dormir numa posição desconfoável. No entanto existem avidades da vida diária, que, se realizadas de forma repeva, podem contribuir para um torcicolo. Estas incluem: a má postura (curvado para a frente), especialmente durante o sono ou sentado, avidades ulizando os braços à frente do corpo (como lavar pratos ou conduzir) e elevação de pesos acima da altura da cabeça. Ocasionalmente, um torcicolo pode ocorrer após um movimento trivial envolvendo flexão ou rotação do pescoço.

Drª Cassandra Camacho Fisioterapeuta


23 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Torcicolo O torcicolo agudo desenvolve-se frequentemente durante a noite e resulta em dor e espasmos no

pescoço

palpáveis

na

manhã

seguinte.

Os

sintomas

geralmente

desaparecem

espontaneamente dentro de alguns dias e não duram mais do que 1-2 semanas.

Quais são os seus sinais e sintomas? •

Dor e rigidez do pescoço

Diminuição da amplitude de movimento

O início é geralmente súbito.

O paciente apresenta-se com a cabeça inclinada para o

lado afetado e o queixo apontado em direção ao ombro oposto.

Como tratar um torcicolo? Numa fase inicial, em que os sintomas estão bastante exacerbados o tratamento deve incluir: •

Repouso no leito, numa posição que seja confoável

Aplicação de calor local ou um banho quente, que poderão ajudar a aliviar os espasmos

musculares. Relavamente à medicação para alívio da dor, deverá aconselhar-se com o seu médico antes de iniciar qualquer medicação. Nos casos de dor persistente a medicação analgésica, quando tomada de uma forma regular durante um período determinado de tempo poderá ajudá-lo a manter-se avo sem a presença de dor.


24| FISIOMADEIRAMAGAZINE

Torcicolo Como tratamento conservador, a fisioterapia apresenta-se como uma intervenção fundamental nesta condição, sendo alguma das suas técnicas aplicadas: •

Os exercícios de correção postural, como RPG e Pilates poderão ser benéficos para o

alongamento progressivo da musculatura encuada; •

Um plano de exercícios terapêucos elaborado pelo fisioterapeuta, de forma a foalecer os

músculos que supoam a coluna e esmular os estabilizadores; •

Mobilização e manipulação aicular, com o objevo de realinhar a aiculação e de lhe

restaurar a normal mobilidade; •

Massagem de mobilização dos tecidos moles;

Modificar avidades e posturas de forma a manter-se avo, sem agravar os sintomas.

Aula de Mobilidade Articular Terça e Quinta às 18:00

Venha experimentar

1º Aula gratuita!


25 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Síndrome Miofascial, Pescoço O Síndrome Miofascial é um quadro de dor que pode apresentar-se em qualquer área do corpo, tanto num grupo muscular como num músculo específico. Esta afeção pode ter como origem a formação de pontos grandemente irritados

os

quais

se

localizam

no

sistema

musculosqueléco e são definidos como Pontos de Galho. Estes pontos são, perante a sua palpação, de consistência mais rígida do normal, referindo dor no momento em que o terapeuta faz presão sobre ele. Sendo uma dor localizada (mesmo sobre o ponto de galho) ou reflendo a dor em outra pae do corpo, o qual chamamos uma dor referida. Os pontos de dor, ou pontos de galho, originam-se após uma sobre ulização muscular, bem seja por más posturas prolongadas por muito tempo, por exemplo, no âmbito laboral, onde os indivíduos ficam frente ao computador ou a secretária com posturas incorretas ao longo do dia, ou simplesmente no uso do telemóvel, onde a pessoa fica a olhar para ele por muito tempo, levando a cabeça em uma constante flexão de pescoço o que produz uma reficação na coluna cervical, alterando a interposição veebral e levando a uma grande tensão dos músculos estabilizadores posteriores da cabeça.

Drº Ezequiel Gouveia Fisioterapeuta


26| FISIOMADEIRAMAGAZINE

Síndrome Miofascial, Pescoço Assim como por situações onde o individuo movimenta, durante as suas avidades da vida diária, alguma das extremidades do corpo de maneira excessiva, produzindo em consequência a formação de pontos de galho. Um Ponto de Galho tem por composição muitos nós de contração muscular, ou seja, as fibras musculares após uma contração muscular, não alcançam relaxar-se na sua totalidade. Esta contração constante dos sarcómeros musculares faz uma compressão do subministro sanguíneo local, ocasionando uma diminuição da energia local, induzindo um processo inflamatório na região. Esta situação metabólica críca, faz avar os Nociceptores, os quias são os recetores sensoriais, que enviam sinal da perceção da dor localizado ou regionalizado.

Os Pontos de Galho tem como classificação: •

PG primários: origina-se a pair da tenção muscular.

PG satélites: produzido secundariamente pelo PG primário.

PG latentes: o utente não sente dor na movimentação, mas sim na palpação ou fazendo

pressão sobre o mesmo. •

PG avos: o utente refere dor durante a movimentação corporal. O tratamento do Sindrome Miofascial tem como princípio

a

análise

biomecânica

diferenciado,

combinando com a idenficação as restrições apresentadas

a

nível

superficial

e

profundo,

induzindo com diferentes técnicas manuais as fibras musculares e as fáscias.


27 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Síndrome Miofascial, Pescoço Tendo por objevo inibir as restrições, ampliar o arco de mobilidade até um grau onde o utente não esteja a referir dor na movimentação, e facilitando a ação muscular em cada uma das nossas avidades da vida diária. Levando assim o utente, a uma melhoria na sua qualidade de vida pelo facto de ter um aumento nas capacidades da funcionalidade. É assim impoante destacar que no momento do alongamento, se este é realizado de maneira excessiva, pode agravar os PG. Por outro lado recorrer aos agentes físicos, como por exemplo aplicações de calor ou frio, podem reduzir temporariamente a dor, mas não descavam os PG. Poanto para obter resultados confiáveis, a terapia precisa ser aplicada diretamente no PG.


28| FISIOMADEIRAMAGAZINE

Serviço Fisiomadeira

|Challenge4Fun

Pacote

C h a l l e n g e f o r Fu n Pacote Gold Exames Médicos (Semestral) Massagem Parcial (1x Mês) Treino Físico (3x Semana) Avaliação Física Individual (Inicio Challenge) Pacote para um mínimo de três elementos

120€*

* O valor associado a cada pacote será dividido pelo numero de elementos do Challenge Group.

Pacote Silver Exames Médicos (Inicio Challenge) Massagem Parcial (1x Mês) Treino Físico (2x Semana) Avaliação Física Individual (Inicio Challenge) Pacote para um mínimo de três elementos

90€*

Pacote Bronze Exames Médicos (Inicio Challenge) Massagem Parcial (1x Mês) Treino Físico (1x Semana) Avaliação Física Individual (Inicio Challenge) Pacote para um mínimo de três elementos

75€*


29 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Diga Não à Vida Sedentária Existem mil e uma razões para adiar a práca de exercício físico. Mas num país como o nosso, onde o sol brilha quase todos os dias, há duas modalidades que estão ao alcance de qualquer pessoa: a caminhada e a corrida.

Existem inúmeros movos para acabar com a vida sedentária, embora por vezes se revele difícil, paicularmente para as pessoas que nunca pracaram ou não pracam qualquer avidade física há algum tempo. Tantas modernizações – elevadores, escadas rolantes, comunicações por e-mail, computadores e telemóveis – fizeram com que as pessoas se tornassem mais sedentárias, deixando de se movimentar ou de pracar despoo, mesmo nas suas formas mais simples, como por exemplo, caminhar ou correr. Mas é possível mudar!

Caminhar Andar a pé tornou-se uma das mais populares formas de avidade física no nosso País. É gratuito, o nosso clima ameno permite fazê-lo regularmente ao ar livre e requer pouco equipamento ou treino. Tudo o que necessita para começar é de um bom par de ténis e roupa confoável. Caminhar é saudável e pracamente isento de risco. • Preparação: Embora andar a pé possa ser menos assustador do que outros exercícios, é impoante avançar gradualmente. Comece com 15 minutos num passo estável e a um ritmo que lhe permita manter uma conversa enquanto caminha. Uma vez que se vai senr cada vez mais confoável, aumentará sem esforço a duração, velocidade e frequência dos seus passeios. Os aumentos não devem exceder os 10 por cento por semana.


30| FISIOMADEIRAMAGAZINE

Diga Não à Vida Sedentária Correr A corrida é um excelente exercício aeróbico. Também é gratuito e pode ser pracada em muitos lugares durante todo o ano. Além disso, é um dos exercícios mais eficazes para queimar calorias, ajuda a prevenir a osteoporose, foalece os músculos de todo o corpo e melhora o funcionamento do coração e dos pulmões. • Preparação: A corrida não necessita de muito equipamento, mas uns bons ténis são fundamentais. Todos temos os pés diferentes, e a forma dos ténis pode compensar paicularidades na estrutura do pé ou na maneira de correr. Ao comprar o seu primeiro par de ténis, prefira uma loja onde os funcionários saibam avaliar o seu pé e recomendar o modelo mais adequado. Comece de forma moderada e fácil, como é o caso do jogging, e combine-o com a marcha. Não aumente a intensidade mais de 10 por cento por semana. Paciência e bom senso são as chaves principais.

A melhor prevenção Pode acreditar que caminhar ou correr são ómos exercícios para si. Mas, qualquer movimento pode gerar problemas, pelo que é impoante ter atenção a ceos pormenores. * Corra contra o sendo do trânsito (quando é seguro fazê-lo); * Tente usar combinações diferentes na sua rona (variar a velocidade e a distância da corrida, incluir montes e terrenos planos). O modelo difícil/fácil, que alterna a intensidade ou duração da corrida, é indicado na maioria das situações; * Corra de forma moderada, o que pode ajudar a prevenir lesões; * Experimente correr em superfícies menos irregulares. Relvado e terra bada são as suas melhores apostas; * Não use auscultadores com música muito alta que o façam abstrair da sua envolvente sonora; * Repouse e recupere durante pae do exercício para retomar o fôlego inicial; * Faça alongamentos antes e depois de correr; * Esteja consciente da envolvente (pessoas, animais, automóveis, etc); * Substua os ténis regularmente.


31 | FISIOMADEIRAMAGAZINE

Diga Não à Vida Sedentária Lesões Para ajudar a evitar lesões, use um calçado adequado. Faça sempre um aquecimento gradual e alongamentos antes e depois do exercício. Ouça o seu corpo.

Alguns conselhos para fazer exercício sem dar por isso: * Evite o elevador e as escadas rolantes: use as escadas. * Estacione o carro o mais distante possível. * Dirija-se à secretária dos seus colegas em vez de usar o telefone ou o e-mail. Não existe mais nenhum movo para não começar a fazer exercício. Aproveite os bons dias e vá correr ou caminhar. No entanto, não se esqueça de fazer alongamentos antes e depois da práca física para que não tenha nenhuma lesão.

CHALLENGE4FUN

ACEITA O

DESAFIO!

CIRCUIT4FUN AQUI FAZ-SE

VENCEDORES!

FISIOMADEIRA FISIOMADEIRA

291 629 000 | 910 551 970 geral@fisiomadeira.pt

916 237 662


Você Já conhece os benefícios da Pressoterapia? 780 créditos - sessão pressoterapia (30 min) 1144 créditos - sessão pressoterapia (60 min) Adquira o seu voucher por apenas 10€/sessão 30 minutos


Fisiomadeira Magazine #2/2017 FEVEREIRO