Issuu on Google+

Sábado | 4 de Junho de 2011

EDIÇÃO Nº 1109

SÁBADO, 4 DE JUNHO DE 2011

1

Circ ulaç ão: Região do Alt o Jac uí - R$ 2 ,5 0

Prefeitura cede e assina contrato para pronto atendimento na saúde Após diversas reuniões, pronto atendimento volta a ser oferecido à população com médico presencial. Serviço está disponível desde quarta-feira

Termo foi firmado no gabinete do prefeito

D

epois de muita conversa e po lêmica, o Hos pital Annes Dias e a Prefeitura de Ibirubá acertaram acordo para o serviço de plantão médico presencial. O cont rato foi as sinado dia 31/5, terça-feira, na presença do pr efei t o C arl os Jandrey, do Dr. Antônio Soster e do admini strador da instituição, Odair Funk. Também presenciaram o ato o vice Rogério Rebelato, a secretária Carlota Artmann e re pr es ent ant es da Unimed, Fabiana Rebelato, e da Coprel, Décio Floss.

“Es tam os ret om ando este contrato emergencial, de 120 dias, e automaticamente (depois) assinar um contrat o mais duradouro par a que s e t enha a tranquilidade deste atendimento no município”, dis se o prefeito Jandrey. “Mesmo não sendo fácil viabilizar e organizar o valor dentro do nosso orçamento, trabalhamos de forma ‘legalmente jurídica’ para que a comunidade possa ter de forma tranquila este serviço”, complementa Jandrey. Para o prefeito a comunidade deve se conscientizar e

utilizar o serviço somente para urgência e emergência. Já o hospital se comprometeu no acompanhamento, tanto de médico quanto de ténicos , durante o atendimento, ou eventuais deslocamentos a outros municípios, as chamadas transferências.

Novamente saúde de Ibirubá fica sem ambulância Afalta de ambulância na cidade gerou queixas nos últimos dias. De acordo com familiar de um senhor de 74

anos, este passou mal e estava desacordado quando foi solicitado auxílio na Secretaria de Saúde. O homem havia passado por cirurgia de próstata há 15 dias e precisava de cuidados, já que os familiares não sabiam como conduzi-lo de forma correta. O relat o dá conta que a família está indignada com o (mau) atendimento da Pasta da secretária Carlota Artmann, já que a respos ta t eria si do que “não era caso de ambulância”. A SM S alega que as três ambulâncias do município estavam em viagem.

Lar do Idoso Aconchego será ampliado De acordo com o projeto cedido pela arquiteta Luciana Rossato, a nova ala terá cerca de 250m² e abrigará cozinha/refeitório, ambulatório e cinco suítes

F

undado em 2004, o Lar do Idos o Aconchego de Ibirubá atende atualmente 25 idosos, seis homens e 19 mulheres. Destes , seis estão acamados , cinco sã o c adei rant es e t rê s ut il i zam o caminhador. Na tarde do último 27 de maio a Reportagem do Jornal VR visitou a instituição para acompanhar o trabalho e divulgar a construção da 2ª ala. A presidente Normélia Muller mostrou como é o a atendimento e a atenção para com os idosos. Segundo ela, todos os funci oná ri os s ão prepara dos e especializados. São 13 ao todo: técni cas, enfermeira e cuidadores, que auxiliam nos mais diversos trabalhos . “O primeiro prérequis ito deles é a pergunta: s e amam os idosos”, revela Normélia. A cada dia é feito um rel atório das condições de saúde de cada interno e a cada seis meses são feitos exames com autorização da Secretaria Munici pal de Saúde. “Tendo em vista em primeiro lugar a saúde serão instaladas campainhas nos quartos para que eles possam chamar a qualquer hora”. Os trabalhos voluntários são mui to bem -vindos. A nutricionis ta Raquel Seger organiza o cardápio para cada faixa etária. A educadora física Marlise Prediger faz semanalmente uma hora de atividades físicas, o que resulta em mais qualidade de vida e bem-es tar. Também há acompanhamento religioso. Através das secretarias da Assistência Social e da Saúde o Lar dispõe de seções de fis ioterapia, fraldas , alimentos e

medicamentos. A Cooperativa de Pequenos Agropec ua ri st as de Ibir ubá (Coopeagri) também contribui com diversos tipos de alimentos. “Os idosos recebem as três refeições diárias, mais o lanche da t arde e outro antes de dormir, se desejar. São consumidos mais de 300 litros de leite por mês, fabricados de 12 a 13 pães a cada dois dias, s ão lavadas e esteril izadas diariamente as roupas de cama e a louça”. O Lar do Idoso Aconchego recebe inúmeras doações. As últimas foram R$ 2.000,00 do Rotary Club, des tinados para aqui sição da autoclave que esteriliza os curativos. A cozinha toda foi doada pela Cotribá ano passado e o Dr. Luiz Alende contribuiu com uma máquina de lavar roupa, além de várias outras de toda a comunidade. A instituição adquiriu nos últimos dias um veículo usado, com recursos próprios , um Fiat Uno. Quanto às neces sidades do Lar hoje a presidente fala da falta de produt os de limpeza e da ajuda da comunidade para a cons trução da nova ala. Para is to serão realizadas campanhas e pedágios , para também adquirir equipamentos e manter o novo espaço. Sobre o projeto Normélia salienta que será respeitado o projeto da arqui teta Luciana Ros sato, e “que tudo foi projetado da melhor forma possível para deixar os idosos confortáveis e seguros”. Por exemplo, as cam as têm grade removível e em todos os quartos há guarda-roupas, cômodas e bidês, todos planejados , assim como os banheiros conjugados.

Projeto criado pela arquiteta Luciana Rossato


Sábado | 4 de Junho de 2011

OPINIÃO

O Código Florestal e a quinta coluna C

onta a lenda que ao cercar Madri durant e a Guerra Ci vil Es panhola o general Em ilio M ola Vi dal, ao s er quest ionado sobre qual das quatro colunas que comandava entrari a pri meiro na cidade si tiada, res pondeu: a quint a col una. Mola referi a-s e aos s eus agent es , que de dentro sabotavam a resis tência republicana. Durante a Segunda Guerra M undial a expres são tornou-s e s inôni mo de ações contra o esforço aliado na lut a para derrotar o eixo nazi -fascis ta. A quinta coluna dis seminava boatos, procurava enfraquecer e neutralizar a vontade da resi stênci a e des moralizar a reação cont ra o i nimi go. Após a votação do Código Florest al , no último dia 24, um restaurante de Brasíli a acolheu os pri ncipais “cabeças ” das ONGs int ernacionais para um jant ar que avançou madrugada adentro. A Câmara acabara aprovar por 410 x 63 vot os o rel at ório do Códi go Fl orestal e derrotara de form a avas saladora a tent ativa do grupo de pressão externo de im pedir a decis ão sobre a matéria. O am biente era de consternação pela derrota, mas ali nascia a táti ca da quint a col una moderna para press ionar o Senado e o governo contra a agricul tura e os agricul tores bras ileiros . Os agentes i nternaci onai s recorreri am à mí dia estrangeira e es palhariam internamente a ideia de que o Código “anis tia” desm at adores e permite novos desmatamentos . A s ucess ão dos fatos ilumina o caminho t ri lhado pelos cons piradores de bot equim . No último dom ingo o Es tado de São Paulo abriu uma página para reportagem as sinada pelas jornalis tas Afra Balazina e Andrea Vialli com a seguinte manchete: Novo Código permite desmatar mata nat iva em área equi valent e ao Paraná. Não há, no próprio text o da reportagem, uma informação s equer que confirme o tí tul o da matéria. É evidente que o projeto votado na Câmara não

autoriza desmatamento algum. O que s e discut e é se dois mil hões de propriet ários que ocupam áreas de preservação permanente (margem de ri o, encost as, morros) devem ser expulsos de s uas terras ou em que proporção podem continuar cult ivando como fazem há sécul os no Brasil , à s em elhança de s eus congêneres em todo mundo. No jornal O Globo, text o assinado por Cleide Carvalho, procura ass ociar o des matamento no Mato Grosso ao debat e sobre o Códi go Flores tal e as ONGs espalham por s eus contatos na mídia a exist ência de rel ação entre o as sassí nio de campones es na Amazônia e a vot ação da lei na Câmara dos Deputados. O Guardian de Londres publ ica artigo de um dos chefetes do Greenpeace com ameaças ao Brasi l pela votação do Código Flores tal. Tratam -nos como um enclave col oni al carente das lições civili zat órias do império. As ONGs internacionais consideram toda a área ocupada pela agropecuária no Brasil, pass ivo ambiental que deve ser convertido em floresta. Acham razoável que milhões de agricultores sejam obrigados a arrancar lavoura e capim e plantar vegetação nativa em seu lugar, em um país que mantém mais de 60% de seu território de áreas verdes. A “anistia” atribuída ao relatório não é explicada pelos que a denunciam, nem a explicação é cobrada pela imprensa. Apenas divulgam que estão “ani stiados” os que desmataram até 2008. Quem desmatou até 2008? Os que plantaram as primeiras mudas de cana no Nordes te e em São Paulo na época das capitanias hereditárias? Os primeiros cafeicultores do Pará, Rio de Janeiro e São Paulo no século XVIII? Os colonos convocados pelo governo de Getúlio Vargas para culti var o Mato Gros so? Os gaúchos e nordes tinos levados pelos governos militares para expandir a fronteira agrícola na Amazônia? Os assentados do Incra que receberam suas terras e só t inham acesso ao

2

Aldo Rebelo*

título de propriedade depoi s do desmat amento? É importante destacar que pela legislação em vigor são todos “criminosos” ambientais submetidos ao vexame das multas e autuações do Ministério Público e dos órgãos de fiscalização. Envolvidos na teia de “ilegalidade” estão quase 100% dos agricultores do País por não terem a Reserva Legal que a lei não previa ou mata ciliar que a legislação de 1965 estabelecia de cinco a 100 metros e na década de 1980 foi alterada para 30 até 500 metros . Reconhecendo o absurdo da sit uação, o próprio governo em decreto assinado pelo presidente Lula e pelo ministro Carlos Minc suspendeu as multas em decorrência da exigência “legal”, cujo prazo expira em 11 de junho e que provavelmente s erá re-edi tado pela president e Dilma. O governo e o Paí s est ão s ob int ensa pres são da desi nformação e da m entira. A agricult ura e os agricultores brasilei ros t ornaram-se invi sívei s no Palácio do Planalt o. Não sei s e quando i ncorporou à delegação da viagem à C hina os s uinocul tores bras ileiros em busca de mercado no gigante as iático a pres idente tinha consciência de que quas e toda a produção de suínos no Rio Grande do Sul, Sant a Catarina e Paraná está na ilegalidade por encontrar-se em área de pres ervação permanente. A Câmara dos Deputados, por grande maioria, mostrou estar atenta aos interesses da preservação ambi ental e da agricultura, votando uma propost a que foi acei ta por um dos lados, mas rejei tada por aqueles que des conhecem ou precis am desconhecer a reali dade do campo brasileiro. O Senado tem agora grande respons abilidade e o governo brasilei ro precisa deci dir se protege a agricul tura do País ou s e capitulará diante das pres sões externas que em nome do m eio ambiente s abotam o bemestar do nosso povo e a economia nacional. *D epu ta do feder al p elo PCdo B ( SP), r elator do p ro jeto d e lei do Novo Có digo Flo res ta l Bra sileir o

Memória V Viva iva J.L. PUBLICIDADES LT DA. CGC/MF 93.393.783/0001- 00 CG C/ICMS 064/0031110 Registrada sob nº 02 Li vro B, fl . 1 e 2 no Cartório de Registro Civi l de Pessoas Jurídicas/Ibi rubá

Equipe da As if, categoria “menores”, que no campeonato de 1994 conqui stava o título de Vice-Campeão pela 4ª vez .

Ibirubá: Rua Serafim Fagundes, 1084 Fone: (54) 3324-1723 E-mail: visao@jornalvr.com.br Tapera: Rua Duque de Caxias, 460 Fone: (54) 3385- 2925 E- mail: jintegra@gmail.com Circulaçã o sema nal aos sáb ados e m Ib irub á, Qui nze d e Nove mbro e Fortal eza do s Valo s. Os cad erno s Social e C lassi fi cados ci rcula m ta mbém em Tap era, Sel bach, Lag oa do sTrês Can to s, Victor Gra eff e Co lora do. Impr ess ão: Cia da Arte -C NPJ 92.107 .9 78/000 1-75 Rua Al bino Bre ndle r, 146 . Fone: (55) 33 31-031 8 – Ijuí/R S Repre sentante comerci al em Porto Al egre: Pere ira de So uza & Ci a. L td a. Exem plar avulso: R $ 2,50 Tir age m: 2.000 exe mplare s Jorna l fil iad o à Adjo ri Conce itos assina dos nã o tra duzem ne cessaria me nte a opi niã o do j orna l e sã o de intei ra respo nsabi li dade de se us autore s. Prime ir a e diçã o em 29/03 /1 989 / Circ ulaç ão ininterrupta des de 15 /0 4/1990 Diagrama ção: Raque l Ba lin C or rêa Dire tor re sponsáv el: Gus tavo B renne r

Coluna do Élbio el.bito@yahoo.com.br

Ser chique - sempre Glória Kalil Nunca o termo “chique” foi tão usado para qualificar pes soas como nos dias de hoje. A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-r oupa ou closet recheado de gr ifes famosas e

importadas. Muito mais que um belo carr o italiano. O que faz uma pess oa chique não é o que essa pessoa te m, mas a forma como ela s e comporta perante a vida. Chique mesmo é quem fala baixo. Que m não procura chamar atenção com suas r isadas muito altas, nem por seus imens os decotes e nem precis a contar vantagens, mesmo quando estas são ver dadeiras. Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho pr óprio. Chique mesmo é ser discreto, não fazer per guntas ou insinuações inopor tunas, nem procurar saber o que não é da sua conta. Chique mesmo é parar na faixa de pedestre e evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua. Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembr ar do aniversár io dos amigos.

Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir. Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É “desligar o r adar” quando estiverem s entados à mesa do restaurante, e pr estar verdadeir a atenção a sua companhia. Chique mesmo é honrar a sua palavr a, ser grato a quem o ajuda, corr eto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios. Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite! Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não te faça bem.

Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz...


Sábado | 4 de Junho de 2011

GERAL

Empresas assinam convênio de cursos com o IFRS

I FRS e Sindicato das Indústrias Metalúrgicas assinam termo de cooperação para cursos de curta duração, voltados ao setor Metal-mecânico. Diretores do IFRS Ibirubá e das empres as AGCO...

O

Secretário M uni cipal da Indústria e do Des envol vi m ent o, Olindo Campos, acompanhado de representantes das empresas Indutar, Vence Tudo, AGCO e Dellay, filiadas ao Sindicato das Indúst ri as M etalúrgicas , juntamente com a DiretoraGeral do Instituto Federal do RS – Campus Ibirubá, Migacir Trindade Duarte Flôres e professores , reuniram-se para assinar termo de cooperação acerca da implantação de cursos especiais de curta duração na área indus trial, voltados ao setor Metal-mecânico. O convênio contempla as á reas de s ol da e usinagem, pois caracteriza a neces sidade das empresas do setor, em nos so

município. A modalidade de formação faz parte do Formação Integral e Continuada de Trabalhadores do Governo Federal (FIC). Os cursos serão ofertados aos trabalhadores do setor e àqueles que tenham interesse de formação nessa área. O Campus participará com part e da carga horária, através de seus professores, oferecendo o espaço físico (salas de aula e laboratório) e a sua certificação. Enquanto as empresas do setor ficarão responsáveis pelos equipamentos e materiais didáticos utilizados nos cursos , al ém da manut ençã o dos m es m os . (A.Herberts/Ascom IFRS) T rat or – O Campus Ibirubá do IFRS recebeu dia

...e Coprel 27/5 um trator Valtra BM 125i, adquirido através de recurso do governo federal, o primeiro de uma série de equipamentos que serão usados nos 93,45 hectares de área agrícola da escola. A diretora Migacir Trindade Duarte Flôres entregou pes soalmente as chaves aos profes sores responsávei s. Canadense - O profess or c anadens e Be noî t Beaulieu esteve dia 1º no Campus Ibirubá para trocar experi ências com colegas das áreas de Elétrica e Mecânica. A visita faz parte da I Troca de Experiências entre o Bras il e o Canadá. Beaulieu atua no pós Ens ino Médio de Sherbrooke, região de Quebec. Ele também conheceu as empresas

AGCO e Coprel. Cotribá – Esta semana o IFRS e Cotribá formalizaram a doação de parte da área onde es tá i nstalado o Campus Ibirubá. O reitor em exercício do IFRS, Giovani Silveira Petiz (pró-reitor de Administração), a diretora Migacir Flôres e o professor Luis Claudio Gubert participaram da as sinatura da escritura que oficializa a doaç ão, por part e da Cotribá, da área onde s e encontram os prédios da agroindústria (abatedouro e l at icínios), tot al izando 7.000 m². Esta nova doação complementa espaço onde estão instalados os principais prédios. Em abril o Campus já havia recebido doação oficial de sete hectares do Município.

Ministro do STF defende adoção de sistema eleitoral proporcional misto T.Miranda/ Ag.Câmara - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli defendeu semana passada, em audiência da Comissão Especial da Reforma Política, a adoção do sistema el eitoral proporcional mis to. Por esse sistema, não haverá distrito eleitoral. O eleitor votaria duas vezes: uma na lista partidária e outra no candidato da sua preferência. Dessa forma, metade dos deputados seria

eleita pela lista e a outra metade pelo voto nominal. Segundo o ministro, os críti cos ao sistema proporcional misto afirmam que ele é muito complexo e que o brasileiro não saberia votar. “O bras ileiro hoje é o povo mais politizado que conheço”, dis se Toffoli, que é pres idente da comissão de juristas criada pelo Senado para elaboração do anteprojeto de um novo Código Eleitoral.

3

Seminário atualiza sobre ações de proteção ao meio ambiente Foto Modelo

A Casa de Cultura Os valdo Krammes de Ibi rubá foi palco esta semana, de segunda a quinta-fei ra, do Seminário Municipal do Meio Ambiente e Educação Ambiental. O evento marca o Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) e é uma parceria da administração municipal com o Instituto Federal do RS – Campus Ibirubá. Di ve rs os pal es t rant es abordara m o t em a “Sustentabilidade e a Vida no Planeta”. Cerca de 3 mil pessoas participaram do evento, entre elas alunos, professores, profissionais da área e comunidade em geral. Estiveram palestrando a Dra. Mara Tagliari Calliari que tratou dos efeitos dos agrotóxicos na s aúde humana, o agrônomo M arcos Paulo Ludwig fez uma relação entre os agrotóxicos e o meio ambiente e a doutoranda Suzana Ferreira da Rosa falou sobre o uso de espécies florestais na propriedade rural. Paulo Schommer, da Corsan, explicou o plano municipal de saneamento e sis temas de esgotamentos sanitários, enquanto que o agrônomo Eduardo Matos Montezano destacou alternativas tecnológicas frente ao modelo da agricultura convencional e o químico Álvaro Moreira apresentou aspectos gerais da água e sua relação com o planeta. O seminário contou ainda com a presença do deputado estadual Jeferson Fernandes, que falou sobre o Código Florestal e a atenção coletiva e individual com o meio ambiente. Além das palestras, o públi co conferiu apres ent ações teatrais , expos ições de trabalhos e ofici nas .

IFRS sensibiliza sobre a necessidade de preservar O Campus Ibirubá do IFRS teve esta semana atividades do programa “EducaIFRS: práticas para a preservação e proteção do Meio Ambiente”, des envolvi do durant e todo o ano letivo com o objetivo de sensibilizar sobre a importância de preservar a biosfera do planeta. Pequenas mudanças no cotidiano podem fazer a diferença, proporcionando uma melhor qualidade de vida e uma gestão mais racional dos recurs os naturais. Assim, a comunidade escolar é convidada a participar e recebe orientações , por exemplo, de como destinar corretamente o lixo. Segunda-feira ocorreu a abertura ofici al, no auditório do IFRS. As professoras Fernanda Schneider e Lisiane Cézar de Oliveira explicaram o programa e em seguida o engenheiro Nelson Nicolodi falou s obre problemas no depósi to de agrotóxicos, adubos químicos e res íduos no meio am biente.

A dengue é uma doença séria que mata muitas pessoas por ano. Mortes que poderiam ser evitadas com ações simples, como:


IBIRUBÁ

Decida Viver Melhor

Roberto A. Santos Fone: 9196-8451 e-mail: pr.roberto.fogo@hotmail.com

O preço da liberdade (parte 2/final) Durante séculos o homem dirigiu sua família com mão de fer ro e er radamente im pediu l iberdades construídas por Deus. Fruto disso, mul heres e fil hos oprimidos saíram em busca de liber dade e, com ela em mãos hoje, ao que parece não souberam be m o qu e fazer. D e mulher traída tornouse a tr ai dor a para estar no mesmo nível do hom em; de filho oprimido para usar um número sem fim de drogas e travestirse do sexo oposto; e o hom em de m ão de ferro para ser, em muitas famílias, um topa tudo para não ter enfrentamentos. Deixou de ser um líder criado por Deus par a se tor nar um legítimo espectador, assistindo ao fim de sua família ao invés de voltar- se para D eus e seus pri ncípios, vivendo para agradar a Deus e não a homens. Tal vez neste instante um nó estej a na sua garganta, tal vez até por discordar redondamente do que lê. Você pode discor dar do que qui ser, m as não pode negar os núm eros de casamentos que acabam em Ibirubá, o número de j ovens envolvidos com drogas e sexo banal, o núm ero de gays, lésbicas e outros do gênero, o núm ero de mari dos e esposas que são infiéis e isso tudo é desobediência às l eis e princípios de Deus. Então não espere que as coisas melhorem, socialmente falando, precisamos da j ustiça de Deus. Homens que sejam homens como Deus os criou, sem opri mir, mas líderes de excelência l evando sua famíl ia pelo cam inho da fel icidade real e duradoura. Mul heres que sej am mulheres como Deus as criou, conquistando seu espaço sem negligenciar sua fundamental presença na vida do marido e dos filhos, ensinando os princíp ios de D eus, para que cresçam e sej am conquistadores de sonhos. Ou voltamos à fam íl ia cr iada por Deus e r estauramos nossas vidas na Lei do C riador, ou veremos cada vez mais a desgraça se i nstalar em uma casa cada vez mais perto da sua. Se é que já não esteja instal ada consi go, destr uindo o que você imagi nou que seria e o que desej ava para seus filhos. Volte ainda h oje para quem cr iou você, quem cri ou a família, quem criou o conceito de nação, porque uma nação for te é constituída de famílias fortes, e famíli as for tes são consti tuídas de casamentos fortes, e casamentos fortes são constr uídos em leis de convivência fortes e duradouras, e só Deus tem leis i mutáveis e eficazes na busca da felicidade. Decida vi ver m elhor!

Sábado | 4 de Junho de 2011

4

Moradores questionam doação para igreja A

Ass ociação dos Moradores do Bairro Planalto (Amorplan) protocolou dia 23/5 ofício dirigido ao presidente da Câmara de Vereadores, Érico Nogueira (PP), solicitando inform ações sobre as atividades previst as no contrato firmado pela Prefeitura com uma igreja. O contrato em questão foi assinado pelo Município e cedeu imóvel do bairro à igreja Minis tério Es paço Esperança - Movimento Luterano de Renovação, de Pass o Fundo. O acordo foi legalizado através de Lei Municipal de origem no Executivo e aprovado pela Câmara (PL 051/09). A entidade religi osa deveria implantar um programa de recuperação de dependentes químicos no espaço concedido via contrato de cessão de direito real de us o de imóvel. A Amorplan afirma no documento que essa obrigação não vem sendo cumprida. E lista:

(Am orpl an), um t erreno com s alão para fazer pequenos eventos , reuniões do Clube de Mães , Grupo de Idosos, Clube de Artesãs , reuni ões da es coli nha de futebol, Grupo da Past oral de Saúde e da própria Amorplan. Nos sa rei vindicação era a mes ma de Projeto 051/ 2009, onde fomos rechaçados pela s ituação, que além de votar a favor da Igreja, prom eteram fazer a fis cal ização acirrada do efet ivo cumprimento do Contrat o, o que não vem acontecendo. Sabem os nós, como eleitores, que, além de legislar, o vereador tem a obrigação de fis calizar. Realizamos pedido de informações junto à Assembleia Legis lativo do Estado do RS, onde recebemos apoio de deputados es taduais e da Mitra Diocesana de Porto Alegre, que, juntamente com a Amorplan, est ão indignados com a sit uação criada e ciente que deve ser o único município do país a contrariar a Lei Federal n º 8666/93, art. 17, inciso I, f – Alienação de 1) O local não tem espaço/estrutura clí nica para tal 2) Jamais foi vista a presença de algum médico nas dependências Bens da Administração Pública, e a Constituição Federal, art. 19, inciso I, que impede do3) Não existe psicólogo prestando seus serviços no local ação, cedência ou comodato para Instituição 4) Ali nunca foi visto algum profiss ional de enfermagem Religiosa”. Diz ainda o documento dirigido ao vereador Érico:

“Como é de seu conhecimento, Sr. Presidente, e também dos dem ai s vereadores da Casa, era desejo da As s oc ia çã o de M ora dore s do Ba i rro Pl a nal t o

Cientes da iniciativa da associação de moradores os vereadores da oposição Fernando Bitencourt, Rudinéia Cervieri, Silvestre Rebelato (PMDB) e Elói Andrade (PDT) encaminharam quarta-feira pedido de informações sobre o cas o junto ao prefeito Carlos J andrey.

Dados sobre a Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí apresentados em reunião do Coaju em Ibirubá A empres a que está realizando es tudo para defini r os usos da água na Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí apresentou dia 25/5, na Câmara de Vereadores de Ibirubá, os dados que servirão como referência para o diagnós tico da bacia. O ato foi parte da reunião ordinária do Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Jacuí (Coaju). O processo faz parte do Plano de Bacia que definirá os usos futuros da água para garantir aos usuários o futuro desse recurso. A empres a Engeplus, de Porto Alegre, apresentou então relatório técnico com as informações e estudos já existentes sobre a bacia, base para o diagnósti co. A coordenadora am bient al da empres a, Josiane Gomes, disse que os trabalhos estão avançados e informou que o diag-

nóstico, ou seja, a análise do cenário atual da bacia, já iniciou. Serão monitorados mais de 30 pontos ao longo da bacia. A Engepl us venceu a licitação para desenvolver a pes quisa. A s ociedade precisa ter ciência do process o e a empres a tem um plano de mobilização social que foi aprovado pelos membros do Coaju. O presidente do Comitê, C laud Goellner enfatizou a importância dos mem bros repres entantes dos diversos usuários da á gua ini ci ar em o engajamento da suas classes. A mobilização social atingi rá pontos estratégicos para que as informações sejam disseminadas nos 47 m unic ípi os de abrangência do Coaju. Os eventos públicos serão realizados em Passo Fundo, Espumoso, Salto do Jacuí e Cruz Alta.

Encontro ocorreu na Câmar a O diretor da Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (M etroplan), R ica rdo Hamerski Cezár, esteve no encontro de Ibirubá, ele que está acompanhando a implantação dos planos de bacias no Estado. Cezar aprovou o

WWW.JORNALVR.COM.BR

trabalho que está sendo realizado no Alto Jacuí e salientou a importância da participação da sociedade. “O trabal ho que está sendo realizado aqui est á sendo bem capitaneado devido a capa cidade de gest ão do Coaju”, salientou.


IBIRUBÁ

Dayala Streit conquista o título de 2ª Prenda Mirim do RS

Sábado | 4 de Junho de 2011

5

COMUNICADO

Dayala Streit tem 12 anos

Foto Mod elo

WELKER IMÓVEIS, empr esa do ramo imobiliár io, estabelecida nesta cidade de Ibirubá desde setembr o de 1995, inscr ita no Conselho Regional de Corretor es de Imóveis – CRECI – sob nsº 15.093 e 32.263, informa à comunidade local e regional QUE NÃO POSSUI FILIAL, sendo que o atendimento a seus clientes e interessados é realizado somente através dos telefones 3324 1017 ou 3324 4942 ou em sua sede na rua 7 de setembro nº 1043.

Pr endas que repr esentarão o Estado em 2011

A

41ª edição da Ci randa Cul tural de Prendas ocorreu entre os dias 26 e 28 de maio, em Passo Fundo, quando foram eleitas as novas prendas que representarão o Rio Grande do Sul este ano. A Ciranda avaliou as candidatas em uma prova escrita compos-

ta por questões de tradição, tradicionalismo, folclore, his tória e geografia. A comunicação oral, caracterís ticas pes soais e habilidades artísticas também foram avaliadas. Além dis so as prendas parti ci param ainda da mostra folclórica e apresentaram o rel at ório dos proj etos que desenvol-

veram na região que representam. O concurs o s elecionou as três primeiras prendas nas categori as Adulto e Juvenil (de 13 a 17 anos) e Mirim (de 9 a 13 anos). Das 30 Regiões Tradicionalistas (RTs) participaram 28 prendas. O CTG Rancho dos Tropeiros foi represen-

tado pela Prenda Mirim da 9ª RT, Dayala Marina Ubessi Streit, que conquistou o título de 2ª Prenda Mirim do Ri o Gr ande do Sul. A ibirubense tem 12 anos e é fi lha de Marino José St reit e Júlia Inês Ubes si. Desde os 6 anos de idade a bela vem participando ativamente das atividades gaúchas.

A Direção

Desenhista mirim tem futuro

Lions Clube recebe novos sócios Em maio o Lions Clube de Ibirubá se empenhou em diversos trabalhos, como a entrega de donativos (roupas, calçados, alimentos, brinquedos e mochilas escolares) a 12 famílias que residem na Cerâmica Pulador, a entrega de óculos a pessoas carentes e testes de visão em 160 pessoas durante o Dia da Solidariedade. Esta ação foi realizada através do Hospital de Olhos de Passo Fundo. O Lions ainda participou do Pedágio da Solidariedade. No último di a 25 entidade promoveu a 2ª Feijoada Beneficente, quando então foi empossada mais uma integrante. Lessi Wilges agora faz parte do grupo de organização de serviços voluntários. A at ividade aconteceu em reunião festiva na Capital 992. Já para 18 de junho está programada a tradicional Sopa de Pedra, es te ano em sua 4ª edição, no CTG Rancho dos Tropeiros (20h). O lucro s erá destinado a diversas entidades ass istenciais do município.

Jovem faz caricatur as Quem ganhar uma pedra da sopa ganha brindes. Haverá também galeto, arroz, polenta, molhos, saladas, pão, cuca, sobremesas , bebidas e uma novidade, o porcopizza. Após o jantar o Grupo Só Alegria toca o baile. Cartões com integrantes do grupo a R$ 20 e a R$ 10 (crianças até 10 anos).

Na última semana a Redação do Jornal VR recebeu o jovem Guilherme Papp Andrade, que tem 13 anos e faz belos dese-

nhos, como caricaturas de famosos. Guilherme estuda na Escola Ibirubá e acredita ter nascido com um dom especial.


Sábado | 4 de Junho de 2011

IBIRUBÁ Infor mativo Co pr el

Coprel Ecologia entrega prêmios

6

Escoteiros fazem mutirão na futura sede do grupo

Direção da Coprel com representantes dos municípios e agr icultores premiados

Agricultores preservam APPs e auxiliam a cooperativa na reposição florestal obrigatória Ascom Coprel - O Dia M undial do Meio Am biente, celebrado nes te domingo, 5 de junho, serve como es tímulo para motivar reflexões s obre a pres ervação da nat ureza. C om ess e es pírit o, represent antes de 20 prefeituras da regi ão es tiveram na C oprel ontem para apres entar o relatório anual do plant io e desenvolvimento das mudas de árvores recebi das do Coprel Ecologia. A Coprel, por ori entação do Departam ento de Fl orestas e Áreas (Defap), necessi ta fazer o plant io de mudas como reposi ção flores tal obrigat ória devido à l impeza de faixa nos t raçados das redes de distribuição de energi a. Por iss o ano pas sado foram dist ri buídas 60 mil mudas de árvores nat ivas para as prefeit uras, que, através das s ecretarias de Agricultura e M eio Ambi ente, as repassaram para os agri cultores . Cada prefeitura apresentou para a cooperati va o s eu rel atório, com inform ações dos agricult ores parcei ros do projeto e fot os que comprovaram o desenvol vim ento de cada es pécie. Além da apresentação do relatório, as cinco prefeit uras que melhor coordenaram o planti o das m udas foram agraciadas com prêmios: Qui nze de Novembro, Selbach, Tapera, Lagoa dos Três Cant os e Alt o Alegre. Os cinco produtores que obtiveram o mel hor índice de sobrevi vênci a das plantas também receberam premiação: Mara Spiering (Quinze de Novembro), Vit alino Cornelli (Alto Alegre), R enato St effler (Lagoa dos Três Cant os), Juliano Leomar Lauxen (Tapera) e Olivio Stöhlirck (Selbach). “Temos um grande desafio de al iar desenvol vim ento sustentável e meio ambiente. Precisamos colaborar com a natureza, zelar para que os ambient es naturai s, rurais e urbanos sejam fonte de s aúde, em prego e bem es tar. E o proj eto Coprel Ecologia quer ajudar os agricult ores a reflorest ar Áreas de Preservação Perm anente e, da m es ma forma, eles es tarão auxiliando a Coprel a cumprir com a legisl ação, ou s eja, é um trabal ho cooperat ivo em benefíci o do mei o ambient e”, res saltou o presi dente da Coprel, Jânio Vital Stefanello.

Jovens também prati car am rapel

Atividade aconteceu durante o último sábado No úl ti mo s ábado, 28/5, o Grupo de Es cot eiros Pi tanguei ra do Ma to de Ibirubá promoveu a tivi dades junto ao te rreno de s ua fut ura se de, ao lado do C lube Coli bri, onde brevem ente ser á i ni cia da a obra. A chefe Cecí li a Schwei g t ambém apres entou noções de rapel e à t arde os esc ot eiros fizera m um mut irão de

l im peza no local. “A sede é um sonho antigo e necessário para a sobrevivênci a do grupo. Trabal hamos incansavel mente para atingir este objetivo”, di z Cecíl ia. Os escoteiros já têm programado para o próxi mo dia 18 um bi vaque em Passo Fundo, em parceria com grupo de es coteiros local.

Grupo Conviver faz viagem O Grupo Conviver da 3ª Idade foi a Piratuba (SC) entre os dias 20 e 22. Além de curtir as termas , durante a excursão eles passearam de trem de Pi ratuba a Marcelino Ramos, onde conheceram o monum ento de Noss a Senhora da Salete. Além de pontos turísticos eles também participaram dos bailes da cidade. Está sendo programada outra viagem para o mês de outubro. Os interess ados devem s e inscrever na Assis tência Social .

CUR CURT TAS D DA A REGIÃO AMAJA – A As sociação dos M unicípios do Alto Jacuí teve reunião ontem pela manhã em Fortaleza dos Valos. Na pauta a implantação de um hospital público regi onal, a contratação dos planos municipais de saneamento, utilização de lâmpadas LED na iluminação pública, definição sobre o rotei ro da viagem à Europa e a apresentação da proposta de viabilização de seguro residencial para famílias de baixa renda. FAMURS – Terça-feira a Federação dos Municípios do RS escolheu nova diretoria, que tem agora à frente Mariovane Gottfried Weis, de São Borja. Os prefeitos Wilson Roberto (Cruz Alta) e Clair Kuhn (Quinze de Novembro) s erão vice-presidentes. A posse será dia 21 de junho, no 31º Congres so de Municípios do RS, em Porto Alegre. TURISMO – A 2 ª etapa do

Programa de Planejamento Turístico Regional ocorreu quinta-feira e ontem em Ibirubá, na Câmara. A iniciativa é parceria entre o Comaja e a Famurs para construir um planejamento estratégico turís tico regional, oportunizando ações diversas que possam fortalecer a atividade turística na Rota das Terras. POLÍTICA –Na XIV Marcha a Brasília, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) elaborou um questi onário para ser preenchido por agentes políticos locais e população em geral a respeito de alguns pontos cruciai s sobre a Reforma Política. As informações ainda estão sendo coletadas e esta enquete ajudará a CNM a consolidar uma opinião dos Municípios s obre o ass unto. O vereador ibirubense Silvestre Rebelato, coordenador nacional do Fórum Permanen-

te de Vereadores, reitera que qualquer pessoa pode participar e dar a sua opinião no ender eço www.cnm.org.br. MAIFEST – Os prefeitos Clair Kuhn (Quinze de Novembro), Ernor Weber (Lagoa dos Três Cantos ) e Carlos Jandrey (Ibirubá) estiveram dias 28 e 29/5 em São Paulo para manter contatos e participar da XI M a iF es t , no Ba i rro

Brooklin. Eles se encontraram com o presidente da Câmara de Vereadores de S ão Paulo, José Poli ce Neto, com os vereadores Netinho de Paula e Goulart e com o prefeito Gilberto Kassab. Tam bém integraram o grupo da regi ão os m ús i cos do The Schneider’s - que já participaram de outras edi ções do evento - e Gust avo Peukert Stolte, do Comaja.


IBIRUBÁ

Agricultores participaram da convenção coletiva de trabalho IBIRUBÁ - Na manhã do dia 27/5, sexta-fei ra, ocorreu junto a sala de reuniões do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ibirubá (STR) a convenção coleti va do trabalho. O encontro reuniu para dis cut ir o ass unto presidentes do sindicato local, do STR de Quinze de Novembro e do Sindicato Rural de Ibirubá (SR), além de demais integrantes das diretorias e representantes de es critórios . O objetivo da reunião é formalizar a situação dos empregados rurais em relação a s eus empregadores. “Legalizar os empregadores na questão de salário, as sim como em t odos os pontos que ai nda estão irregulares”, explicou o Elmar Konrad, presidente do SR.

Sindi cat os e escritór ios reuniram-se no STR

Sábado | 4 de Junho de 2011

Calçamento recebe melhorias em bairro Em fevereiro uma empreit eira de Pas so Fundo, contratada pela Prefeitura, concluiu o calçamento no Bairro Pôr do Sol. As ruas Carlos Tauchert, Horizonte e Pi tangueira foram as contem pladas com a obra. Pouco tempo depois os moradores decidiram se manifestar por melhorias no referido calçamento, já que tinham cus teado o serviço e não gostaram da qualidade. Muitas reclamações chegaram ao Jornal na época. Alguns

chegaram a dizer que o trabalho foi muito ruim, que era uma vergonha depois de tantos anos de es pera. Esta semana uma máquina retirou as pedras numa das ruas para refazer a obra. O Secretário de Obras One ide Neuland explicou que o trabalho foi avaliado pelo engenheiro do Município, Jéferson Muller, que não aceitou-o. Desta forma a empreiteira teve que refazer o serviço para receber o restante do pagamento.

Entidades recebem doações através de valores que seriam pagos ao IR

AGCO está auxiliando a Apae

A Apae de Ibi rubá recebeu na tarde de s egunda-feira representantes da empresa AGCO, que doou, através de um projeto patrocinado pela empresa, o valor de R$ 10.284,19. De acordo com a di retora Norma Francescht, o dinheiro foi inves tido na aquisição de um not ebook, doi s anda dor es , t rê s me s as adaptadas e na pi ntura da escola. O ato também marcou a formalização de repass es já realizados para a Apae, as sim como para o Grupo de Escoteiros , Ong Fi l hos do Cor açã o e Sobeni , na pres ença de re pres e nta nt es da s

entidades. A colaboração de ci dadãos da ci dade se dá através da declaração do Imposto de Renda (IR), repas sando valores que seriam pagos à União para o Conselho M unici pal dos Direi tos da Criança e do Adoles cent e (Comdi ca), que por sua vez os di stribui às ent idades. Est e ano 17 pess oas contribuí ram. A Apa e rec ebeu R$ 16.994,19. Segundo a diretora, é o segundo ano que o Comdica realiza este i mportante t rabalho. Quem quiser contribuir pode consultar s eu contador e obter mais informações.

Creches têm divertidas atividades ao ar livre O Lar da Criança Pôr do Sol e a Creche Municipal Hermany comemoraram o Dia das Mães em 12/5. Foi realizado lanche e a professora Adriana Fredrich palestrou sobre uma vida saudável e equilíbrio de corpo e mente. Em 25/5, durante o Dia do Des afio, as crianças do Berçário 1 e 2, Maternal 1 e 2, Jardim e Pré-escola realizaram uma caminhada. Após o caminho percorrido, do Bairro Pôr do Sol até o Bairro Hermany, as crianças realizaram um piquenique e brincaram ao ar livre. Os 40 alunos foram acompanhados e coordenados pelas professoras, tias e diretoras, além de algumas mães.

Crianças se divertir am no pátio da Cr eche

7

Empr eiteira de Pass o Fundo teve que reformar par a r eceber


GERAL

Plano aumentará em 1,3 mi nº de crianças no B. Família

O diretor Edemar Schweig foi homenageado terça-feira pela comunidade escolar do Colégio Sinodal, ele que está deixando a instituição para dedicar-se à vida privada. Em s eu lugar assume a direção a professora Mônica Elisete, ato ocorrido quarta-feira. Ela atua no educandário há 19 anos. O presidente do Conselho Escolar, Ornaldo Schuck, fez um a manifestação pelo momento e o Grêmio Estudantil deixou uma mensagem em nome dos estudantes. O Colégio Sinodal conta hoje com Educação Infant il de 2 a 5 anos, Ensino Fundamental anos iniciais (1º ao 4º ano) e série finais (5ª a 8ª série), além do Ensino Médio, 1º ao 3º an o. A professora Monica é Especialista em Supervisão Escolar, Psicologia Escolar, Psicopedagogia e Psicanál ise, Ps icologia (em curs o). Em seu primeiro pronunciamento ela elogiou Schweig e disse “esperar o apoio de toda a Família Sinodal nest e novo desafio”. Fez referência à filosofia da entidade, que “busca na ação conjunta, poss ibilitar o desenvolvimento do ser humano com valores cris tãos, solidário, hones to, parti cipativo, ati vo, pesquisador, consciente, responsável e transformador”.

Governo ampliará acesso à energia elétrica e água

MEC suspende 11 mil vagas em cursos de Direito O Minis tério da Educação suspendeu cerca de 11 mil vagas de 136 curs os de d ir ei t o q ue t i ve ra m re s ul t ados i nsat isfatórios em avaliações da pasta. A m edida foi publ icada no Diári o Oficial da União quinta-feira e at inge graduações que obt iveram Conceit o Prelim inar de C ur s o ( CP C ) 1 ou 2 em 2009 (ins atisfatórios). O indicador avalia a qual idade do ens ino oferecido a partir da not a obtida pelos al unos no Exam e Nacional de Des empenho dos Estudantes (Enade), a titulação e o regi me de trabal ho do corpo docente e a i nfraes trutura. Os cursos que s ofreram a medida cautelar de s us pensão de vagas são t odos de i ns tituições privadas.

A partir de segunda RF não emite mais cartão do CPF A Receita Federal deixará de emitir o cart ão CPF em formato plástico a partir do dia 6 e passará a emit ir somente o comprovant e de inscrição no CPF, gerado no ato do atendimento realizado pel as ent idades conveniadas à RF (BB, Correios e CEF) ou i mpresso a partir da autarquia na internet . A Receita informou que órgãos públicos e pessoas jurídicas em geral não devem s olicitar ao cidadão a apresentação do cartão CPF em formato plástico para efeito de comprovar sua inscrição no cadastro de pes soas físicas, e sim através de outros documentos de i dentificação, como RG, C NH ou Cart ei ra de Trabalho.

8

Colégio Sinodal conta com nova diretora

A presidente Dilm a Rouss eff lançou quart a-feira o Pl ano Bras il sem Mis éria, que m odificará o limite de filhos (até 15 anos) para o cál culo do Bolsa Família. Com a alteração, 1,3 milhão de crianças e adolescent es serão incluí dos no benefício. De acordo com a ministra do Desenvol viment o Social, Tereza Campello, as famílias só podiam receber valores corres pondentes a, no máximo, três crianças (R$ 32 para cada um a), independent em ente do número de filhos. A parti r de agora, a quant idade máxima de crianças pas sará a ser cinco. Hoj e, são 15,7 mi lhões. Da população extremamente pobre, 40% têm até 14 anos. O governo também reajustou em 45% o valor do benefí cio pago às famílias.

O Plano Brasi l s em Miséria vai ampl iar o aces so à energia elétrica e à água para cons umo. Es tá previs ta a cons trução de ci sternas para cons umo de água por 750 mil famílias nos próximos dois anos. Além diss o, cerca de 600 mil fam ílias terão novas cist ernas at é 2013 para plant io e para criação de ani mais. Tam bém haverá um kit irrigação para pequenas propriedades e recuperação de poços artes ianos. O plano tam bém prevê a im plantação de s ist emas compl em entares e coleti vos de abastecim ento para 272 mil famíl ias. De acordo com a ministra Campello, mais de 257 mil fam ílias terão acesso à energi a elétrica at é 2014.

Sábado | 4 de Junho de 2011

Mônica Fr oeder , Edemar Schweig e Ornal do Schuck

História O Colégio Sinodal foi fundado em 05/09/1915. As aulas eram ministradas pelo professor Reinaldo Braatz, em alemão. Em novembro daquele ano foi iniciada a construção do prédio da escola, no terreno da comunidade. A inauguração ocorreu em 1º/4/1916. O primeiro diretor foi Arthur Kanitz, que conduziu a escola até 1972, quando foi sucedido por Hildo Feistler até 1981. Posteriormente vários nomes passaram pel a diretoria, até Edemar Schweig. O agora ex-diretor assumiu em 1985 e sua primeira gestão transcorreu até 1992. Uma segunda foi de 1997 até esta semana.


QUINZE DE NOVEMBRO

11ª ExpoQuinze já tem coordenadores R

Definição ocor reu segunda-feira, no gabinete do prefeito

eunião defi niu esta sem ana a equi pe res ponsá vel pe la 11ª ExpoQuinze, que este ano ocorre de 8 a 11 de dezembro. O Gerente de Desenvol vi me nt o H uma no Ja cques Bra nde nbur g Güntzel será o coordenador geral da feira. Também foram definidos os nomes de Jaqueson Kem pf e Adenil s on Fi li m be rti , Ger ente de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico e Gerente Técnico do Município, para as coordenações de Infraestrutura e Financeira da ExpoQuinze, res-

pect ivament e. O presidente da Associação Com erci al e Industrial de Quinze de Novem bro (ACIQ), Omar Erno Budke, também estará na coordenação. O parque de exposições terá mais espaço, incluindo a estrutura do ginásio municipal de esportes. Segundo Güntzel, se analisa agora a infraes t rut ura e a logís tica. “Estamos negociando a cont rat ação de shows e de toda a es trutura para o evento, como lonas e estandes”, explicou. Com o aument o da divul gação também se espera maior público.

Extensionista da Emater recebe homenagem Am i gos e c ole ga s da extensionis ta Lorna Schweig, da Em at er, organizaram uma confraternização segunda-fei ra para marcar sua aposentadori a. Ele atuou 16 anos no muni cí pio e ainda não se s abe que será sua s ubsti tuta. O trabal ho de Lorna consis ti a em conduz i r a ções de int egração da comunidade rural através de cursos. A primei ra-dam a Andriela Kuhn entregou a el a um mimo e certificado de agradeciment o, ress altando seu trabalho, inclusive em conjunto com a Prefei tura e STR .

Semana do Meio Ambiente tem atividades até terça O Departamento de Turismo, Cultura e M eio Ambiente organizou nos úl timos dias diversas atividades relacionadas à Semana do Meio Ambiente. Quart a-feira foi feita a s eparação de resíduos nas escolas do interior e quinta o engenheiro Nelson Ni colodi palestrou s obre preservação nas es colas Menino Deus e Santa Clara. O geólogo Airton Fritsch falou sobre gerenciamento de resíduos sólidos na Es cola Menino Deus, à noite. Ontem equipe do departamento entregou o relatório do projeto Coprel Ecologia e nes te s ábado o grupo de trilheiros deve recolher lixo da VRS 824. Dia 7 ocorre a reunião mensal do Conselho de Defesa do Meio Ambient e (Condema).

Sábado | 4 de Junho de 2011

9

Quinze implanta Programa Escola Ativa

Neste mês de maio foi institucionalizado em Quinze de Novembro o Programa Es col a Ativa (PEA) do Ministério da Educação. A adesão ao mesmo foi através do Plano de Ações Articuladas (PAR), que aconteceu em 2009. O Programa Es cola Ativa é desenvolvido especificamente para as es colas do campo multisseriadas para melhorar as práticas escolares e incentivar o aluno a permanecer no campo. Conta com metodologia própria e diferenci ada, além de materiais que serão enviados pelo MEC às escolas participantes. O objetivo é criar condições de uma aprendizagem voltada para a compreensão da realidade social onde a criança está inserida. Para isto busca es timular vivências que objetivam a aprendizagem, a participação, a colaboração, o companheirismo e a solidariedade, envolvendo, reconhecendo e valorizando todas as formas de organização social e incorporando os fundamentos e os princípios da Educação do Campo. Em Quinze de Novembro participam do PEA as escolas EMEF Nossa Senhora de Lourdes de Volta Gaúcha, EMEF Deodoro da Fonseca de Picada Café e EMEF Santa Clara de Santa Clara do Ingaí. A diretora e gestora local é a profess ora Tatiane Pause Santos, que regularmente realiza formação em Port o Alegre e depois faz tutoria no município, junto aos professores . Ao todo serão realizadas 240 horas de formação, aprimorando as práticas pedagógicas das escolas inseridas neste programa. Festa junina – Promovida pela direção e CPM, acontece dia 17, a partir das 19h, a Festa Junina da Escola Santa Clara. O Grupo Só Alegria fará a sonorização, no pavilhão da comunidade evangélica.

Acadêmicos fazem doação a entidades beneficentes

Ações faz em parte da contrapartida prevista em convênio com o Municípi o

O Centro Aca dêmico de Quinze de Novembro (CEAQ) doou esta se mana 55 quilos de alimentos arreca dados no Dia do Desafio (25/5). Os donativos serão re passados a entida des. O

CEAQ também iniciou campa nha de arrecadação de notas fiscais para o Departamento Municipal de Saúde, que a s converte em benefíc ios via programas e sta duais de educaç ão fiscal.


POLICIAL

POLICIAL BRIGADA MILITAR ACIDENTE – Às 17h do dia 27/5, s extafeira, na Rua Mauá (B. São Jacob), a Brigada M ilitar atendeu acidente entre uma moto e dois veículos. Os condutores foram submetidos ao teste com o bafômetro, cujo resultado foi negativo para todos. Às 21h30min houve ocorrência com duas motos na Rua General Osório (Centro). Um dos condutores era menor e foi autuado. Logo no início da manhã do dia 28/5 um Ka e um caminhão colidiram na Rua Sete de Setembro, esquina com a Mérito. BRIGA – Sábado, 13h30min um homem e s eu sobrinho se desentenderam na Rua Cascavel (B. Santa Helena) e a BM teve de confeccionar um termo circunstanciado (TC). PERTURBAÇÃO -Por volta das 15h30min do último sábado um homem registrou caso de perturbação contra seu vizinho na Travessa Jacuí (B. São Jacob), devido ao som de motores e turbinas de veículos. FURTO – Uma TV foi encontrada às 21h do dia 28/5 na Rua Campo Mourão (B. Jardim), s endo recolhida e apreendida. Mª DA PENHA – Segunda-feira a BM foi solicitada no Bairro Odila, por volta das 20h, para registrar ocorrência Maria da Penha para um casal em processo de separação. TENTATIVA – Os PMs foram solicitados na Área Central por volta das 22h do dia 30/ 5, onde elementos estariam no pátio de uma residência tentando forçar uma porta. Feitas buscas, nada foi constatado. PENSÃO – A Brigada cumpriu dois mandados de prisão terça-feira por falta de pagamento de pensão alimentícia. Os presos foram conduzidos ao Presídio de Espumoso. DANO – À 0h de quarta-feira a guarnição de s erviço da BM foi solicitada na Rua Diniz Dias (B. Planalto) para registrar ocorrência de danos. Um Fiat Tempra colidiu contra a grade de uma casa. APREENSÃO – Na manhã de quinta-feira, 2, a Brigada prestou auxílio à Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Agronegócio em cumprimento de mandado judicial. Foi recolhido em uma residência material sem nota fiscal.

POLÍCIA RODOVIÁRIA RODOVIÁRIA NÃO ME TOQUE I –Às18h40min do dia 29/5 ocorreu um abalroamento no Km 21 da ERS 142, entre a Belina IEH 5499 e o Uno M ille BGP 4524, ambos de Não Me Toque. NÃO ME TOQUE II – Às 0h45min do dia 30/5 foi registrado acidente no Km 12 da ERS 142, com Brasília IDB 9185, de Não Me Toque. O condutor e três passagei ros ficaram feridos.

Afogamento vitima nãometoquense

Bombeiros resgataram o corpo

Q

uinze de novembro foi surpreendi da quinta-feira à noite com a informação de que um homem haveria se afogado no Lago do Passo Real. Segundo informa ções da Bri gada Mi li tar, M anuel Vanderlei Vieira do Carmo, de 42 anos, estava banhando-se com uma prancha

perto do Condomínio Trombetta, sit uado no Refúgio, quando desapareceu. Um amigo estava junto e conseguiu voltar à margem. M anuel era natural de Não Me Toque e exercia a função de pedreiro. Seu corpo foi encontrado ainda antes do meio-dia de ontem pelos bombeiros de Ibirubá.

SEAPA interdita abatedouro clandestino Quinta-feira a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do RS (SEAPA-RS) interditou um local cl andest ino onde eram abatidos bovinos e suínos e produzi dos em buti dos cárneos. A ação teve colaboração do M inistério Público (MP) e da Bri gada Militar. Nota divulgada pela Inspe tori a Ve te ri nári a e Zootécnica de Ibirubá-RS, vinculada à SEAPA, revela que também foram apreendidos produtos clandestinos em um açougue da cidade: cerca de 400 quilos de carne e embutidos, que foram doados para o Zoológico da Universidade de Pas so Fundo. “De modo geral, os estabelecimentos clandestinos apresentam péssimas condições higiênico-sanitárias, representando um grande perigo à população consumidora. Produtos de origem animal, incluindo carne, leite, ovos, mel e todos os seus derivados são muito perecíveis. Estes alimentos, quando não inspecionados , podem trans mitir inúmeras doenças para o ser humano, como o complexo teníase-cisticercose, a tuberculose e a brucelose, além das toxinfecções alimentares ”, explica a IVZ. A Ins petoria Veterinária ainda orienta ao cons umidor que compre produtos inspecionados, com procedência. “Consumi r um produto clandestino significa submeter-se a um grande risco. É papel do cidadão denunciar irregularidades ” afirmam os técnicos, o que pode ser feito pelos fones 51-3288-7800 ou 55-3324-8444.

Sábado | 4 de Junho de 2011 10

Ibirubá enfim integra o Cetran Há alguns dias matéria no jornal Zero Hora denunci ou que a grande m aioria dos municípios gaúchos não est avam integrados ao Sis tema Nacional de Trânsito. Em contato com o coordenador do departamento municipal, Luciano Ribas, ele afirmou que o município havia feito a sua parte, ou seja, encaminhado a documentação necessária ao Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), porém a autarquia ainda não havia feito a vistoria local. Sobra a validade das mult as apli cadas entrou-se em contato com o Capitão Cedenir, Comandante de Brigada Militar, que revelou que as multas de competência do Município eram feitas, porém ao passá-las para o sistema eram anuladas. Na prática todo o trabalho da BM era anulado e a Prefeitura estava renunciando à receita das mul tas. Posteriormente o Jornal VR foi informado que a vistoria do Cetran havia sido realizada em dia 18 de maio, e desde então Ibirubá passou a integrar o Sistema Nacional de Trânsito. Com isso, afirma Ribas, o município pode autuar em todas as competências, inclusive as do Estado. “Podemos atender até acidentes com danos materiais, que antes cabiam à Bri gada M ilitar”. Luciano conclui que o próximo trabalho será a conclusão s inalização, assim como regulamentar o estacionamento de motos e providenciar o cartão de defi cientes.

Emergências:

Brigada Militar de Quinze de Novembro: 9127-8455 / 3322-1275 Brigada Militar de Ibirubá:

3324-1148 / 190

Escolinha de Trânsito atua em Quinze A Políci a Rodovi ária Est adual de Tapera, através do Sargento Rocha, e o Depart am ento de Educação de Quinze de Novembro promoveram di a 25/5 atividades da Escol inha do Trânsito para alunos das turmas maternal A e B até o 6º ano do Ensino Fundamental. O t em a: “Educação para o Trâns ito”. A Educação para o Trâns ito integra o Plano Municipal de Educação, Pl anos de Estudos e Projeto Político Pedagógico das escolas munici pais. A profes sora Elisete Kempf lembra que a form ação de pedestres e motoristas conscientes de seus direitos e deveres deve iniciar já na infância.


ESP ORTE

Voleibol vai definindo classificados Ainda pela 4ª rodada fora m re al iz ados quint a-feira m ais três jogos pelo Campeonato M unicipal de Vôlei de Ibi rubá. Os resultados : Afi n 0 x 2 Nost ravamos (Mas culino) e Arena Sport 2 x 0 Azi as e At aque 2 x 0 As f uca ( Fe m in ino ).

Hoje, a part ir das 18h, jogam Azias x AFC, e às 19h Avalanche x Asfuca. Na próxi ma qui ntafei ra, 9, iniciam os jogos da 5ª rodada com As fuca x Ami gas do Vôlei (Fem .), Azias x AF C, Ava l anc he x As fuca (Masc.).

Região BASE – A Regional de Base teve na 4ª rodada Sementinha 4x 4Ames (Sub-9), 2 x 3 (Sub-11), 3x2(Sub-13), 5 x 4(Sub15), Arsenal 3 x 4 Escolinha Esportes (Sub-9), 6 x 2 (Sub11), 0 x 3 (Sub-13), 4 x 6 (Sub-15), SER Djim 6 x 1 Celeiro (Sub-9), 4 x 1 (Sub-11), 4 x 2 (Sub-13), Russo Preto 10 x 1 Recreativa (Sub-11), 9 x 2 (Sub-13), 5 x 6 (Sub-15). Na última quinta-feira (2/06) jogaram Celeiro x América, já pela 5ª rodada. Hoje se enfrentamRecreativa x Sementinha, Russo Preto x Escolinha Esportes, Ames x SER Djim, e no dia 11, Celeiro x América. VETERANOS TAPERA– Dia 26/5 os Veteranos do América ganharamde 2 x 1 do Vetecol, de Não Me Toque, e dia 29/5 empataram em 0 x 0 com o Flamengo de Carazinho. Hoje o jogo será contra o Cometa, de Ibirubá, no Estádio Dr. Avelino Steffens. Dia 28/5 os Veteranos do GE Lagoense perderam de 4 x 1 em Alto Alegre. Hoje jogam em casa contra o Pinheirinho, de Não Me Toque, às 14h30min. A Associação de Veteranos de Colorado (Avecol) venceu no dia 28, por 4 x 1, o Canarinho, de Ibirubá. Amanhã o time enfrentará o Flamengo, em Carazinho, a saída será às 9h. INTEGRAÇÃO – Dia 27 ocorreu o jogo válido pela 3ª rodada da Copa Integração Regional de Futsal. Resultados:Multiesportiva (Lagoa) 2 x 1 Walter Stacke (Ernestina) (Sub-9), 7 x3 (Sub-11), 3x7 (Sub-13), 7 x 0 (Sub-15 Masc.), 0x0 (Sub-15 Fem.). MUNICIPAL – A Copa Sicredi de Colorado teve a 4ª rodada no dia 28/5. Resultados: São Luiz 4 x 10 CDL, Tonelada 5 x 5 Metalúrgica PZ, ASR 5 x 3 Maragatos. No dia 31 aconteceu a 5ª rodada: Metalúrgica PZ 2 x 9 União, Tonelada 4 x 4 CDL, Pancadão 6 x 4 Maragatos.

Sábado | 4 de Junho de 2011 11

ESPORTE

Auto Clube Selbachense reúne apaixonados por carros antigos O Aut o Cl ube Selbachense promoveu um encontro festi vo dia 1º na Mecâni ca Jacobs. Inicialmente os part icipantes falaram a respei to de assuntos internos da associação. Em seguida foram definidos os eventos em que o grupo participará, entre eles o Encontro de Fuscas e Derivados, di as 18 e 19 deste mês, em Pass o Fundo. O Aut o Clube foi fundado no di a 10 de novembro de 2010 por 11 s elbachenses encantados por carros antigos . Atual mente a entidades possui 16 associados, que s e reúnem mens almente. Conform e Eugêni o J acobs , represent ante da ass ociação, os i nteress ados em part icipar do Auto Cl ube podem obt er informações pelo fone (54) 9998-8457 ou 3387-1479.

Alguns dos integrantes do Auto Clube

SAJO realiza sorteio de rifa ASociedade Atlética Juventude Operária de Ibirubá (SAJO) realizou dia 20/5 o sortei o de sua rifa. Foram vendidas todas as cautelas a R$ 10 cada e o sorteio foi por bingo, na sede da ent idade. No total foram comercializados 306 blocos. As despesas foram de R$ 12.685,77; lucro, R$ 17.914,23. Os ganhadores foram:

• 1º prêmio, Honda Tit an 150cc 0 Km: cautela

Marno Wayhs recebeu as chaves de sua Honda do presidente Rogério Oliveira

Kaira da Silva foi a ganhadora da TV e...

nº 7749: Marno Wayhs, de Quinze de Novembro. • 2º prêmio, TV LCD 42” (nº 7947): Kaira P. Silva • 3º prêmio, R$ 2.000,00 (nº 3860): Omar D. Budke, de Quinze de Novembro

... Omar Budke do cheque de R$ 2.000,00

Campeonato de Bolãozinho será dia 6/8 QUINZE - Reunião ocorrida segunda-feira com clubes de mães e de damas de Quinze de Novembro definiu, no auditório da prefeitura, 6 de agosto para o Campeonato Municipal de Bolãzinho 2011. O evento ocorre no Clu-

be 25 de Julho e é promovido pelo Gabinete da Primeira Dama e departamentos municipais de Educação e Ass istência Social. No dia serão arrecadados alimentos e agasalhos para entidades beneficentes .


O BB venceu a licitação dos Correios e a partir de janeiro substituirá o Bradesco no Banco Postal, que tem mais de 10 milhões de contas abertas em 5.266 municípios (6.192 agências em 95% do território nacional). O contrato é de 5,5 anos.

JORNAL COM VISÃO DE FUTURO

Ovalor mínim o de pagamento de fatura mensal do cartão de crédito passou a ser de 15%. A medida faz parte das novas regras do governo para diminuir o risco de superendividam ento. Em 1º de dezembro deste ano o valor mínimo sobe para 20%.

SÁBADO, 4 DE JUNHO DE 2011

Inaugurada Creche Municipal Odila Nova creche iniciou assistindo 29 crianças, porém tem capacidade para 50. Obra custou cerca de R$ 300 mil

F

oi inaugurada quarta-fei ra a Creche Municipal Odila. O contrato para as sinatura de repass e do t erreno ocorreu em dezembro de 2010, que era propriedade de Ércio e Nanci Greff. As obras foram i niciadas logo após e a conclusão era previs ta para o final de m aio dest e ano, com o de fato aconteceu. A inauguração contou com a presença de autoridades e de repres entant es da comuni dade, como o presidente da As sociação do Bairro (Am ovidila) Miguel Kohl, que m ais uma vez agradeceu pela iniciativa.

Concurso púbico será em setembro Inicia segunda-feira, dia 6, o período de inscrição para o concurso públ ico da Prefeitura de Ibirubá. São 114 vagas nas mais diversas áreas. Todo o concurso está sendo organizado pela Fundação Escola Superior do M inistério Público do RS e o edital será publicado na internet também segunda-feira, a part ir das 9h, contendo a relação de vagas por cargo. As provas acontecem dia 4 de setembro. As inscrições de vem s er fei tas no endereço elet rônico www.concurso.fpm.com.br até 6 de julho.

TERRENOS Vendo terrenos de 300 a 650m² nas proximidades da Coprel, em Ibirubá, a partir de R$ 35mil (Loteamento Eurico). Interessados tratar pelos fones: (54) 3324-3562 ou 9101-3214

Podas seguem em passo lento na cidade Podas de competência do município são solicitadas na Secretaria de Obras. Já as de responsabilidade da RGE devem ser informadas pelo fone 0800-900-900. Particulares não devem fazer o t rabalho

Triturador de galhos, no Parque de Máquinas

Estão aumentando as reclamações a respeito da poda das árvores, t rabalho que iniciou nos primeiros di as de maio. Everton Lagemann, responsável por acompanhar a equipe que faz as podas, informou à época que o trabalho ia abranger toda a cidade. Em contato novamente esta semana com Everton ele confirma que o trabalho cont inua. “Fi zemos na úl tima semana a Rua General Câmara, em frente à creche da Odila e na Rua Três de Outubro”. Informou ainda que a organização da atividade está a cargo de Clair Benini, que junto com o coordenador de serviço, organiza o cronograma de trabalho. “As podas seguem um cronograma organizado com alguns pré-requisitos, onde primeiramente deve-se desobstruir a t refegabilidade, t ant o para pedestres como para estacionamento e pos teriormente atingir uma totalidade maior na parte central , onde o fluxo é maior, estendendo aos outros bairros”, diz Beni ni. As podas nos passeios públicos são competência da Prefeitura. A Secretaria de Obras recebe uma licença anual e o cidadão que desejar o serviço deve contatar direto com a secretaria, passando endereço e número de árvores. O fato é que as pessoas estão solicitando e as podas não acontecem. Benini foi questionado ainda sobre o triturador de galhos que o município possui. A máquina estaria sendo testada no Parque de MáquiNa foto o “túnel” da Rua Serafim Fagundes nas e diz que “es tá se definido a forma de como uti lizá-lo”.


Visão Regional, 4 de junho de 2011