Page 1

R gional a

SÃO PEDRO

Mirtilo ganha espaço entre as frutas vermelhas Colheita acontece entre os meses de novembro e fevereiro

Pág. 2

Bento Gonçalves :: Sábado :: 20 de julho de 2013

VALE AURORA

A hora das uvas de mesa

CARLOS BARBOSA

Festiqueijo divulga balanço prévio Em dois finais de semana, o Festival recebeu cerca de 8,5 mil visitantes

Pág. 2

GARIBALDI

Aprovado projeto que beneficia jovens do campo Pág. 2

Viticultores investem na variedade que possui uma boa aceitação no mercado Pág. 3

ESTEFANIA V. LINHARES

Estudantes da Efasserra acompanharam a votação na Assembleia Legislativa


Sábado | 20 de julho de 2013

São Pedro Pequenas frutas vermelhas são cultivadas no distrito

GARIBALDI DIVULGAÇÃO

Safra de mirtilo inicia no mês de novembro O

mirtilo é uma fruta com propriedades medicinais que está sendo cultivada desde 2004 pela família Dias no distrito de São Pedro. Nesta época, o fruticultor Valdir Dias se dedica à limpeza e à poda do pomar que ocupa um pouco mais que um hectare da propriedade. A fruta é utilizada para a fabricação de licores, geleias e sucos. Além dos frutos, também são usadas as folhas para chás, que, assim como o suco, são indicados para o tratamento de infecções urinárias e diabetes. Conforme Adrieli Dias, filha do produtor, algumas pessoas não conhecem o fruto, que está há pouco tempo no Brasil, e foi trazida dos Estados Unidos por um padre de Pinto Bandeira. Parte das frutas colhidas entre os meses de novembro e fevereiro são utilizadas para a fabricação de sucos, geleias e licores. O restante da produção é encaminhado para uma

ESTEFANIA V. LINHARES

Jovens da Efaserra acompanharam a votação de projeto na Assembleia Legislativa

Política de Educação para o Campo é aprovada Neste período, as árvores estão dormentes e o fruticultor se dedica a poda do pomar

empresa em Farroupilha, que distribui para os estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Anualmente, são colhidos aproximadamente seis mil quilos. “São produtos orgânicos, pois não são utilizados produtos químicos”, comenta o fruticultor. Os turistas aproveitam os meses de colheita para conhecer os pomares de pequenas frutas vermelhas no mês

de novembro através de um passeio de carroça. Agora o período é de realização da poda. No inverno, as folhas caem dos pés. No período de frio, com a geada, os pés ficam dormentes. Nesta época, já estão surgindo as primeiras flores. Caso seja registrada uma geada intensa em cima das flores, pode diminuir a produção da próxima safra.

CARLOS BARBOSA

Festiqueijo divulga primeiros números O Festival Gastronômico do Queijo (Festiqueijo) chega ao seu terceiro final de semana e já aponta evidências de seu sucesso. Nos dois primeiros finais de semana, cerca de 8,5 mil visitantes prestigiaram o evento e puderam se deliciar com a farta gastronomia italiana, além de conferir as atrações artísticas, musicais e atividades paralelas. O Festiqueijo segue até o domingo, 28, no Salão Paroquial da Igreja Matriz de Carlos Barbosa. Segundo os organizadores, a previsão para este ano, é que sejam consumidos durante o evento aproximadamente: cinco mil quilos de queijo, 25 mil garrafas de bebidas, 80 mil pastéis, 200 mil pedaços de pizza, cinco mil quilos de galeto, três mil quilos de salsichão, 200 quilos grostoli, 1,4 mil quilos de polenta brustolada e 500 quilos de pepino.

R gional a

2

AGÊNCIA ALVO GLOBAL, ESPECIAL

Com a presença de cerca de 200 estudantes de várias Escolas Familiares Agrícolas, entre eles os jovens da Escola Família Agrícola da Serra Gaúcha (Efaserra), que encheram as galerias do plenário, a Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade no início do mês de julho o Projeto de Lei (PL) nº 297/2011, que cria a Política Estadual de Incentivo à Permanência de Jovens e Adultos no Meio Rural através da Qualificação da Oferta Educacional. Agora, a Lei aguarda a sanção do governador do Estado, Tarso Genro, e posteriormente sua regulamentação. Um dos alunos presentes na sessão, Everton Evandro Brum, lembrou que esse projeto resgata a cidadania dos jovens no campo. “Com ele, teremos o direito de escolha, se queremos ir para cidade ou permanecer na roça”, disse. Para outra aluna, Betina Francieli Ristow, a possibilidade de estudo e prática é fundamental para as propriedades. “Queremos ter condições

e acesso a tecnologias durante nosso aprendizado e podermos levar para nossas famílias esses avanços”, comenta. O projeto institui uma política de incentivo à permanência através de uma educação voltada aos interesses do campo, com conteúdo que propicia a capacitação dos jovens. Visa à qualificação do educando em atividades rurais, com o intuito de que ele adquira as habilidades necessárias para desenvolver projetos inovadores e que agreguem valor na produção familiar. Trata-se de um conjunto de ações públicas para estimular o estudante a escolher o campo para viver e a agricultura como profissão. Mais de 75% dos alunos que passam por esse tipo de formação continuam no campo, evitando assim o êxodo rural e contribuindo com o futuro da agricultura familiar e a produção de alimentos. O projeto reconhece o ensino no campo através pedagogia da alternância.

PINTO BANDEIRA

Cerca de 8,5 mil visitantes prestigiaram o festival nos dois primeiros finais de semana

Olimpíadas Coloniais Além da qualidade e variedade gastronômica, o Festiqueijo também agrada ao público pela diversidade de atrações. No domingo, 7, um dos destaques da programação foi a 4ª Olimpíada Colonial, que atraiu participantes e visitantes ao

Parque da Estação, onde foram realizadas as competições. A diversão foi garantida com provas individuais e por equipe relacionadas ao dia a dia dos moradores do interior do município, como corrida de cariola, transporte de leite, cabo de guerra, arremesso de queijo e debulhar milho.

Empresa de consultoria e assessoria inicia trabalhos O Poder Executivo de Pinto Bandeira contratou uma empresa de gestão para executar seus trabalhos junto ao Controle Interno, na forma de consultoria e assessoria. O trabalho será focado na constante avaliação do Sistema de Controle Interno, verificações e auditorias setoriais, criação e implantação de normas de procedimentos,

treinamento e acompanhamento no desenvolvimento dos trabalhos, assessoria nos trabalhos de campo e emissão de relatórios e pareceres. A contratação dos serviços tem como objetivo profissionalizar a gestão pública municipal. Os trabalhos iniciaram na quinta-feira, 11, com a realização do primeiro encontro.


R gional

3

Sábado | 20 de julho de 2013

a

Vale Aurora Viticultores projetam ampliar a área de produção

Uva de mesa como alternativa de cultivo FOTOS ESTEFANIA V. LINHARES

Fabricação de massas, pães e biscoitos foi regularizada e iniciou no mês de junho

Agroindústria como complemento de renda Além da viticultura, a família Petroli passou a se dedicar à agroindústria familiar, voltada à fabricação de massas, pães e biscoitos, e assim encontraram uma forma de complementar a renda. Ângela Petroli explica que serão produzidas massas bigolin, macarrão e taiadeli. Os produtos estão sendo comercializados nas feiras da cidade. A produtora conseguiu um registro que permite a venda, após adequar as instalações da agroindústria conforme as normas sanitárias. “Agora vou produzir massas e biscoitos, porque só com parreira não está fácil”, aponta. A produção de massas é realizada à noite e conta com o auxílio do esposo. “Durante o dia, ajudo na roça, e, à noite, ele colabora na agroindústria”, relata. Foram investidos cerca de R$ 3 mil para padronizar e deixar tudo regulamentado. O primeiro desafio foi a comercialização dos produtos

durante a ExpoBento 2013, que ocorreu no mês de junho. A agroindústria começou a funcionar apenas uma semana antes do início da feira. Assim, Ângela conseguiu uma licença provisória, pois a sua estrutura ainda não estava totalmente pronta. “Conversei com o meu esposo e meu filho, e eles me apoiaram. E foi um sucesso o meu produto”, comenta. O nome escolhido para os produtos é Trilha das Massas. A produtora explica que, anualmente na propriedade que está localizada no Vale Aurora, são disputadas as provas de downhill; assim, associou as trilhas com o produto que fabrica. Ângela também é responsável pelas refeições dos competidores durante os dois dias do campeonato. A produção ainda está no início, assim são utilizados 30 quilos de farinhas semanalmente para a fabricação de pão, massa, biscoitos e grostoli.

Viticultora Ângela Petroli afirma que área de plantio de uvas de mesa na propriedade está sendo ampliada para próxima safra

A

pós anos cultivando uvas nas variedades Cabernet Sauvignon e Isabel, a família Petroli optou em destinar meio hectare da propriedade para a produção de uvas de mesa. Este ano, foi colhida a primeira safra pelos viticultores, que resultou em cerca de quatro mil quilos da fruta. Segundo Ângela Petroli, as parreiras de uvas Cabernet Sauvignon foram cortadas para que dessem espaço para o cultivo das uvas de mesa. Para ela, a troca de variedade compensou financeiramente em virtude da boa procura registrada. “A uva vinifera exige muito tratamento. Além disso, as cantinas não estão mais querendo receber essa variedade. Para nós, foi uma boa

troca neste momento”, analisa. Entre os problemas apontados pelos viticultores para a dificuldade de comercialização das uvas viniferas está a baixa procura por vinho, que poderá ser revertida com a nova previsão de baixas temperaturas. O tratamento da fruta de mesa é praticamente orgânico, ao contrário das demais variedades. Outra vantagem, referente ao cultivo da fruta está na maturação. Ângela esclarece que, como os parreirais estão localizados na Vale Aurora, os frutos ficam maduros antes das demais localidades. “Como é o primeiro lugar em que amadurece, quando termino de vender a minha uva, no 8 da Leopoldina, os produtores começam

a colher”, explica. Os frutos possuem a tendência de maturar aos poucos, e isso facilita na hora da venda. A produção foi entregue em supermercados e em fruteiras do município. “Os estabelecimentos ligavam pedindo cachos e não tinha mais para fornecer”, relata. Com os bons resultados da primeira safra, a viticultora irá ampliar a produção. Para isso, no local onde eram cultivadas as uvas Niágara, estão sendo plantados 350 pés de uvas de mesa. A ideia é que na próxima safra os primeiros frutos sejam colhidos em dezembro para que sejam comercializadas para as festas de final de ano, tendo em vista que neste ano a colheita iniciou em janeiro.


Sábado | 20 de julho de 2013

R gional a

4

Estefania V. Linhares regional@jornalsemanario.com.br

FOTOS ANDRESSA BERGSLEITHNER

Saúde e educação

Festa do Agricultor

A agricultura gaúcha será beneficiada por R$ 2,7 bilhões estabelecidos pelo Plano Safra 2013/2014. Para esta nova etapa, a saúde e a educação terão ações prioritárias. Entre as novidades, está o incentivo ao jovem para que permaneça no campo. Para isso, foi criada a Bolsa Juventude, que deve atender a dois mil estudantes do ensino médio da área rural. Os cuidados com a saúde também foram lembrados no plano em virtude do alto índice de câncer de pele entre os agricultores. O projeto prevê a distribuição de protetor solar a 100 mil jovens agricultores. Agora, é acompanhar se as ações irão chegar a aqueles que realmente necessitam de auxílio, principalmente no item que incentiva a manutenção dos jovens nas propriedades rurais.

A Festa do Agricultor (a) ocorre hoje, 20, no Ginásio de Esportes de Santa Tereza. A programação inicia às 18 horas, com missa e benção dos instrumentos de trabalho dos agricultores. Em seguida, ocorre um jantar compartilhado, onde cada família leva uma cesta de produtos contendo basicamente frango, pão, queijo, vinho, chá e café. Após a confraternização, será realizado o baile com a Banda Musical Diversão. A equipe organizadora estima a participação de 25 comunidades e um público próximo de mil pessoas. O evento é uma promoção da Paróquia Santa Tereza, prefeitura, Emater, Cooperativa Santa Tereza, Associação Trivênita (Cantoria Italiana) e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bento Gonçalves.

Lurdes Toniolo Holeben e Reni Bianchi Rossatto no Filó Italiano, na Linha Eulália

Incentivo à Leitura Os passageiros dos ônibus intermunicipais do Rio Grande do Sul têm, desde esta terça-feira, 16, uma excelente opção para passar o tempo do deslocamento de suas viagens: lendo textos de autores gaúchos novos e também dos já consagrados. A ideia da escritora Valesca de Assis evoluiu para o projeto desenvolvido pelo Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e Associação Gaúcha de Escritores (Ages). São 27 folhetos com textos de 30 autores, sendo 23 selecionados por edital e sete de autores consagrados já falecidos (Moacyr Scliar, Sérgio Jockyman, Caio Fernando Abreu, Cyro Martins, João Simões Lopes Neto, Vera Karam e Carlos Carvalho).

Santa Tereza O município agora faz parte do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Serra Gaúcha (Cisga), juntamente com 11 cidades. A entidade tem por finalidade promover economicidade de forma coletiva, bem como implantar iniciativas na promoção do desenvolvimento sustentável, visando garantir a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. O consórcio cumpre um papel estratégico, à medida que viabiliza ações de cooperação e gestão associada entre os consorciados, habilitando-os a receber recursos através de convênios ou outros instrumentos semelhantes para a implementação das ações previstas em seu planejamento.

Jornada da Juventude A poucos dias da Jornada Mundial da Juventude, evento religioso que ocorre de terça-feira, 23, a domingo, 28, no Rio de Janeiro, o representante do Santuário Diocesano de Nossa Senhora de Caravaggio, Leandro Ávila, se prepara para sua apresentação. O radialista e cantor subirá ao palco na sexta-feira, 26, coincidentemente, dia votivo de Nossa Senhora de Caravaggio, no Campo São Bento, Quadra Niterói, às 21h. O show terá duração de 45 minutos e leva o título “Ave Maria de Campo e Galpão”, lembrando o estilo tradicionalista do cantor.

VALÉRIA CRISTINA LOCH, DIVULGAÇÃO

Maria Helena De Toni Bianchi, Maria Isabel Todeschini Mejolaro, Ester Bianchi Dal Ponte e Mari Cavanus Lazzari prestigiaram as atrações do Filó Italiano As inscrições para a Rústica Coplane seguem abertas até o dia 16 de agosto. A prova será no dia 18 de agosto, com saída da Antiga Estação Férrea, junto ao Largo Carlos Fetter, em Farroupilha. A premiação para as categorias atinge os R$ 7 mil, além de vale compras. Os interessados devem realizar a inscrição pelo site, www.ucrsm.com, no valor de R$ 20 para adulto e R$ 5 para infantil.

Agenda

Centenas de pessoas prestigiaram a 10ª Festa dos Tratores de Linha Camargo, em Garibaldi realizada no domingo, 14. A programação contou com procissão e benção dos tratores seguida de celebração religiosa

festa no interior

São Valentim

São Pedro

Liga

A comunidade de São Valentim realiza hoje, 20, a Festa da Juventude. A missa será celebrada às 19h.

No Distrito de São Pedro ocorre hoje, 20, a partir das 19h30min, a Festa Agricultor e do Motorista.

Vale Aurora

Jantar

O tradicional Jantar Italiano acontece hoje, 20, às 20h, no Vale Aurora.

Um jantar será promovido no sábado, 27, na comunidade de São Valentim.

A Liga Feminina de Combate ao Câncer realiza no dia 30 de agosto de 2013, jantar beneficente. Será às 20h, no Centro de Eventos da Famiglia Giovanaz, em Garibaldi. Durante o evento haverá o desfile de moda da Loja Andreólio, que lançará a coleção primavera/verão 2014 e sorteio de brindes. Os recursos obtidos serão revertidos aos pacientes que a entidade atende. O valor do ingresso é R$ 50. Informações podem ser obtidas com a presidente Lisiase Carlotto Scomazzon, pelo telefone (54) 9122.0080.

Frio

Encontro

E o frio tão esperado pelos fruticultores e turistas finalmente começa a aparecer. A previsão é que na próxima semana temperaturas negativas sejam registradas na região. Porém, os produtores de pêssego estarão atentos aos pomares, tendo em vista que alguns pessegueiros apresentam algumas flores. Por outro lado, os viticultores ficaram um poucos mais tranquilos com a chegada das baixas temperaturas.

Acontece hoje, 20, o Encontro Amigo Tradicionalista, em Farroupilha. O evento que integra o Projeto Farroupilha Bem Gaúcha vai reunir estudantes de todas as idades poderão se apresentar, confraternizar e participarem de várias oficinas gauchescas, além da presença de profissionais renomados. O encontro acontece das 9h às 16h, no CTG Aldeia Farroupilha, e é aberto ao público.

20/07/2013- Regional - Edição 2944  

20/07/2013- Regional - Edição 2944 - Bento Gonçalves/RS

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you