Issuu on Google+

BENTO GONÇALVES

sábado

8 DE FEVEREIRO DE 2014

ANO 47 N°3000 R$ 3,00 www.jornalsemanario.com.br

Carnaval 2014

Maria Fumaça vai para o sambódromo Página

12

ZÉTO TELÓKEN, DIVULGAÇÃO

Símbolo turístico da região será homenageado pela escola Embaixadores do Ritmo, em Porto Alegre. Amanhã, às 18h, na rua Xingú, comunidade poderá conferir o ensaio geral

Saúde

Upa iniciará com déficit Prefeitura tenta mobilizar cidades da região para custear os R$ 400 mil que faltarão para as despesas Safra da uva

Abelhas

Uvas estão chegando com mais qualidade

Página 25

Ataque de enxame leva homem para UTI Página 25

EDUARDO BENINI, DIVULGAÇÃO

Apesar do atraso de 15 dias na colheita, chuvas esparsas e calor intenso estão garantido um produto mais doce e com excelente produtividade aos viticultores bento-gonçalvenses

Página 20

Gauchão

Esportivo enfrenta o desesperado São Luiz


2

Opinião EXPEDIENTE

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Editorial

Seguindo em frente SEDE Wolsir A. Antonini, 451 Bairro Fenavinho - Caixa Postal 126 95 700.000 - Bento Gonçalves - RS ESCRITÓRIO CENTRAL Mal. Deodoro, Centro, 101 Galeria Central - Sala 501 DIRETOR PRESIDENTE HENRIQUE ALFREDO CAPRARA DIRETORES ANA INÊS FACCHIN HENRIQUE ANTÔNIO FRANCIO

JORNALISTA RESPONSÁVEL HENRIQUE ALFREDO CAPRARA Registro Prof. DRT 3321 Somos filiados à ADJORI / RS Este jornal não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados e não devolve originais que não foram publicados.

O leitor do Semanário deverá notar a partir deste sábado do com fios finos e cores mais vivas melhoram a apresentaque o seu jornal está diferente. A partir da edição de núção do material de nossos colaboradores, promovendo uma mero 3.000 o Sistema S de Comunicação apresenta o seu leitura mais dinâmica e direta por parte dos leitores. novo projeto gráfico e editorial. O principal objetivo desta A partir de março, a modernização do projeto gráfico será mudança é levar a mesma qualidade de informação que ampliada para os cadernos especiais e suplementos que pauta nossa empresa há 47 anos com uma estética mais fazem parte de nossa edição. A reformulação chegará ao moderna e organizada. Esporte, Regional, Empresas & Empresários, Saúde e CaO planejamento prevê um maior número de páginas derno S, valorizando a interatividade com o leitor e nossos coloridas, com destaque para as fotos. A anunciantes. diagramação ganha contornos mais leves e O Semanário, ao contrário do que aconteO principal objetivo interessantes, uma vez que as páginas terão ce com muitos jornais pelo mundo, está em desta mudança é matérias cercadas e colunas com contornos plena expansão, pois a direção do Sistema levar qualidade suaves e objetivos. Isso permite maior verS de Comunicação entende que avançar é satilidade na disposição das matérias, torpreciso. Esta mudança de postura editorial de informação nando a apresentação agradável e com um passa pelo aumento no quadro de jornaliscom uma estética aspecto mais moderno. O projeto gráfico tas e também na qualificação do conteúdo mais moderna e valoriza as fotos, ilustrações e infografias, fornecido aos seus leitores. diminuindo o número de interferências viO novo projeto gráfico chega como uma organizada suais que não agregam valor informativo, contrapartida do Sistema S de Comunicaalém de disponibilizar uma nova paleta de cores. ção aos seus leitores e assinantes pela confiança e crediA página 3, com a Coluna Painel, traz mais interatividade bilidade conquistada ao longo destas quase cinco décadas com o leitor e assinante que acessa o portal do Semanário de atividades em Bento Gonçalves. Com os objetivos trana internet e também pelo facebook. Reclamações, sugesçados e definidos, o Semanário prepara-se para dar pastões e críticas terão um lugar reservado e atenção especial sos mais ousados e encarar novos desafios para manter-se por parte da editoria. O espaço dedicado aos colunistas e como referência de jornalismo e preferência da comuniaos artigos ganham uma atenção diferenciada. Um cercadade bento-gonçalvense.

Artigo Maquiagem da miséria FALE COM A GENTE Telefones: Central/Fax: 3455.4500 Escritório Centro: 3452.2186 Rádio - Estúdio: 3455.4530 Rádio - Coordenação: 3455.4535 Atendimento ao assinante: 3055.3073 ou 9971.6364 E-mails: classificados@jornalsemanario.com.br jornal.semanario@italnet.com.br radio@radiorainha.fm.br Sites: www.jornalsemanario.com.br www.radiorainha.fm.br Representante em Porto Alegre Grupo de Diários Rua Garibaldi, 659, Conjunto 102 Centro - POA - Fone: (51) 3272.9595 e-mail: fernanda@grupodediarios.com.br

Semanário na Internet Siga-nos no Twitter: @jsemanario Curta a fan-page: on.fb.me/jsemanario

Leia também no nosso site:

www.jornalsemanario.com.br

Estas últimas semanas foram recheadas de más notícias, especialmente para o governo. Nada além do que já estamos alertando faz tempo. Certamente o ‘PIBinho’ e a volta da inflação assustam, mas, na minha visão, o crescimento grande da agricultura, que salvou o PIB, não é motivo para tanta comemoração, já que estamos voltando a ser uma economia primária, em vários sentidos. A alta de juros além do previsto também provoca apreensão, porém são os juros que as famílias pagam aos cartões de crédito é que deveriam ter ação imediata do governo. Todavia, como esperar alguma ação do Governo Federal se assistimos de camarote a derrota dele no Congresso Nacional, mostrando a frágil articulação política. Eu diria desarticulação política, nunca se viu tamanha insensibilidade dos assessores da presidente. E se não bastasse os problemas conjunturais, o Bolsa-Família protagonizou um verdadeiro pavor entre os beneficiados, com corre-corre, quebra-quebra, saques e depredações. Os governistas foram rápidos: culpa da oposição! Ou dos “desumanos”, conforme a presidente Dilma. A Caixa Federal entrou no “coro” dos governistas, mas a Folha de São Paulo descobriu que a origem do tumulto tinha ocorrido na própria Caixa, já que liberou o benefício antes do prazo, abrindo margem para especulações. Um fato curioso, ou revoltante, permeou a televisão brasileira, as imagens dos “miseráveis” beneficiados pelo Bolsa-Família, gente bem vestida e bem saudável. Será que precisam do benefício? Teve até quem revelou que iria depositar na poupança... Uai, não é para matar a fome? Poupança? De qualquer forma, não podemos deixar que esses fatos impeçam nossa visão de ver que temos muitos miseráveis. Mais até do que o governo divulga. Quando Dilma foi eleita, 22,3 milhões de pessoas recebiam, entre seus ganhos e as transferências do Estado, menos de R$ 70, valor que

define a linha de miséria, conforme recomenda o Banco Mundial. A presidente implementou aumentos no benefício. E, há alguns meses, o governo divulgou com foguetório que havia tirado 22 milhões de brasileiros da miséria. Verdade? Claro que não! O que houve foi uma maquiagem promovida pela inflação. Os valores nominais aumentaram, mas como houve inflação, o limite de R$ 70 de 2011 não valem mais isso, se corrigirmos pela inflação, o limite deveria ser R$ 77,56 hoje (10,8% no IPCA). E quantos “miseráveis” ganham menos que isso? Os mesmos 22 milhões que teriam deixado de ser miseráveis. Como sabemos, a arrecadação federal sobe mais que a inflação, o governo gasta o mesmo que gastava antes (o real, corrigindo) mas anuncia que fez mais. E tem gente que acredita! Talvez até a oposição que estranhamente esperneia pouco... Porém, o estabelecimento da linha de R$ 70 aconteceu em agosto de 2009, de lá para cá, a inflação foi de 23,4%, o que nos indica um número de 27,3 milhões miseráveis, mais do que a Dilma recebeu como herança maldita do Lula. Ou seja, Dilma não tirou 22 milhões da miséria, mas jogou outros 5 milhões nela. Ao invés de benefício, eu preferia ver frentes de trabalho, por exemplo, construindo cisternas no sertão. Enfim, o que dizer para esse governo que acredita na própria propaganda?

MARIO EUGENIO SATURNO Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e congregado mariano

O texto para esta seção deve conter aproximadamente 2.500 caracteres, incluindo os espaços, e ser enviado para o endereço de e-mail redacao@jornalsemanario.com.br


3

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Painel A vez do suco de uva Quem atua no setor vinícola está comemorando os números positivos apresentados pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), referentes ao ano passado. Destaque para o suco de uva, que teve crescimento de 40% nas vendas em 2013. Em 10 anos, a comercialização em litros saltou de 3, 5 milhões para 72, 1 milhões. O diretor Geral da Vinícola Aurora, Alem Guerra, classifica o suco como uma bebida que agrada ao paladar do brasileiro. A Aurora, por exemplo, busca agora a excelência na qualidade e com embalagens diferenciadas, esperando fechar 2014 com um aumento de 25% em suas vendas do produto.

A pergunta que não quer calar

3.569.580

2004

4.101.990

2005

6.227.515

2006

9.372.414

2007

13.926.472

2008

18.051.952

2009

25.482.199

2010

31.907.831

2011

41.630.512

2012

50.151.874

2013

72.122.688

PARE! As desculpas do poder público para as rachaduras no asfalto.

“Fazem 10 anos que moro aqui, e sempre foi assim, só não está completamente sem acesso porque de vez em quando alguém de bom coração deixa roçado. A promessa de fazer uma escadaria nesse local já é de muitos anos. E então, só ficam na promessa esses políticos? Gastam tanto em tantas coisas, será tão caro investir num acesso melhor aos moradores? Já temos muita dificuldade em atravessar a RST 470, sendo muito perigoso andar pelo acostamento. Precisamos dessa escadaria!” Ana Paula Pott Bigolin Câncer de mama

Nesses dias de calor intenso, não esqueça de beber muito líquido.

“Parabéns Irete, você é um exemplo de mulher guerreira, batalhadora que já conheci. Lutou desde o início, sempre confiando em Deus. O momento da vitória chegou e nós queremos comemorar essa vitória junto com você! Estou muito feliz por essa bênção que você recebeu!”

Os números positivos do setor vitivinícola também em 2014.

“ Tem muitas coisas do trabalho anterior que eu discordo” Flávio Campos, novo técnico do Esportivo

HUMOR

Acesso à avenida São Roque

ATENÇÃO

SIGA!

Envie a sua sugestão de pergunta pelo e-mail redacao@jornalsemanario.com.br

A Prefeitura de Garibaldi, através da secretaria da Administração comunica que a partir de segunda-feira, dia 10 de fevereiro, a empresa Santo Antônio, iniciará as atividades do serviço de transporte urbano no município, antes realizado pela Transporte Amigos da Serra (TAS). Os itinerários dos ônibus, bem como a tarifa da passagem, não serão alterados. Conforme o secretário de Administração, Micael Caríssimi, o contrato firmado pelo processo licitatório de 2008 foi considerado nulo pela Justiça, o que permitiu que a Prefeitura contratasse, emergencialmente, por até seis meses, a Santo Antônio. Durante esse período será realizado um novo processo licitatório.

2003

Semáforo Semanário

A Fifa desistiu de 40% das reservas de hotel para a Copa do Mundo, inclusive aqui na Serra. “Jogaram” um monte na imprensa sobre o incremento do turismo com a Copa. Será que o sonho acabou?

Santo Antonio em Garibaldi

A evolução do consumo (em litros)

Moacir Arlan

Renice Maria Possamai Invasões no Novo Futuro “Fica a pergunta: como entram no condomínio e como estes ladrões têm acesso aos blocos? Afinal, tem que ter a chave primeiro dos blocos e, antes disso, tem que passar pela guarita.” Luiz da Silva Curta e comente na página do Semanário no Facebook. Seu comentário pode ser publicado aqui. www.fb.me/jornalsemanario

Ex-prefeito Roberto Lunelli no Tribunal de Contas do Estado O processo que analisa possíveis irregularidades nas contas da administração do ex-prefeito Roberto Lunelli avançou um pouco mais no Tribunal de Contas do Estado (TCE). No dia 21, o processo, que foi finalizado e está em fase de revisão, será encaminhado para o conselheiro relator, Algir Lorenzon, que emitirá seu parecer. Lunelli diz que só se manifestará sobre o caso após a divulgação do resultado da auditoria do TCE.


4 Opinião

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

AntônioFrizzo antoniofrizzo@italnet.com.br

A lei é para todos?

Encontro com o prefeito

Obviamente, no Brasil, não! Para Henrique Pizzolato, por exemplo, a lei não foi aplicada como deveria ter sido. Não vou entrar no mérito de ser ou não culpado do que foi acusado. Vou abordar o problema sob o aspecto legal, constitucional das acusações, julgamento a que foi submetido e sua condenação. Pizzolato era diretor do Banco do Brasil. Ponto. Nada tinha de ingerência sobre a Visanet (empresa privada). Circula insistentemente a informação de que o Inquérito nº 2474 seria fundamental para o julgamento da Ação Penal nº 470 (o chamado “mensalão”), mas ele não foi apreciado pelo STF, só pelo Joaquim Barbosa. Antes, porém, há que se entender o porquê de Pizzolato ter fugido do Brasil. Para começar, ele jamais poderia ter sido julgado no Supremo Tribunal Federal – STF – porque não tinha direito ao “foro privilegiado”. Mas, a lei não é igual para todos? Não neste caso, já que o “mensalão do PSDB mineiro” e o “mensalão do DEM do DF” foram desdobrados em razão do foro privilegiado.

Terça-feira, no seu gabinete, o Prefeito Pasin recebeu lideranças do grupo formado no facebook, denominado “O que Bento precisa melhorar e nossos administradores não enxergam”, criado por Mauro César Noskoski. O objetivo era entregar ao prefeito cópia do abaixo-assinado em que é solicitada a proteção aos mananciais. Há mais de vinte anos tenho escrito e falado sobre a necessidade de se tomar medidas concretas para proteger a bacia de captação de Bento Gonçalves. Até os pombos da Rua Marechal Deodoro sabem que as nascentes da maior parte água que chega às nossas torneiras pertencem a Garibaldi e Farroupilha. E a água é acaba, como bem defende o grupo. O presidente da Câmara, Valdecir Rubbo também recebeu, na segunda-feira, depois de pronunciamento da Tribuna do Mauro Noskoski, cópia com as 3.082 assinaturas.

Constituição violada? É fácil se constatar o atropelamento constitucional sofrido por Pizzolato (e, repito, não vou entrar no mérito de ser ou não culpado). Basta tão somente conhecer um mínimo dela. E o que diz a Constituição sobre o “foro privilegiado”, ou seja, quem tem a prerrogativa de dele usufruir, devendo ser julgado pelo STF? Aqui está: Presidente e vice-presidente da República; • Deputados federais; • Senadores; • Ministros de Estado; • Procurador-geral da República; • Comandantes da Marinha do Exército e da Aeronáutica; • Membros do Tribunal de Contas da União; • Membros dos tribunais superiores (STF, STJ, TST, TSE e STM); • Chefes de missão diplomática de caráter permanente. Como se vê, Henrique Pizzolato jamais poderia ter sido julgado diretamente no STF. Seu direito de defesa ampla, total e irrestrita lhe foi negado. Como sabia que nada poderia fazer para reverter essa ilegalidade, fez o que qualquer um faria: fugiu! Para isso cometeu ilegalidades também. E por que não cometeria se o STF as cometeu e sob o manto protetor da “grande imprensa” e da “opinião publicada”? Que jogue a primeira pedra quem, no lugar dele, não faria a mesma coisa.

Encontro com o prefeito II Estavam presentes na reunião, além do Prefeito Guilherm Passin, o vice Mário Gabardo, o procurador Sidgrei Spassini, os secretários Valdir Possamai, Luiz Signor, Mauro Moro wew Luciano Cavalet. Depois de ouvirem atentamente as colocações do Mauro Noskoski, representando o grupo, Pasin e os demais presentes fizeram suas colocações. O Prefeito fez questão de dizer que nada há tramitando na prefeitura ou na Câmara que possa alterar o Plano Diretor, que possa prejudicar a bacia de captação. Mas, o grupo lembrou reuniões havidas – inclusive do COMPLAN – onde foi debatida a ideia de mudar as retrições de construções e autorizações de empresas em áreas hoje proibidas pelo Plano Diretor. Muitos outros assuntos foram levantados durante o encontro, envolvendo várias secretarias. De tudo ficou a certeza de que o Plano Diretor não será alterado sem ampla análise e discussão com a comunidade. E Pasin orientou seus secretários a responderem aos questionamentos do grupo, além de abrir a possibilidade de novos encontros. Que assim seja, Prefeito Pasin. O grupo será, certamente, um aliado em se tratando de melhorar a nossa Bento Gonçalves.

ÚLTIMAS

Primeira: A greve dos rodoviários de Porto Alegre já rompeu todos os limites do tolerável e do bom senso. Mais de um milhão de pessoas estão sofrendo horrores por causa deles; Segunda: O direito deles termina onde começam os direitos do povo. A justiça está sendo ignorada, afrontada por eles. Mas, serão somente os sindicalistas e rodoviários que estão por trás disso tudo? Terceira: Reivindicam eles 14% de aumento salarial, além de outras coisas. Outros sindicatos também ousam reivindicar 10%, 12% de aumento. Mas, tem fundamento pedidos desses? Quarta: Claro que os percentuais e vantagens que vierem a obter servirão de parâmetro para outras categorias profissionais. Assim, a tchurma do “quanto pior, melhor” está torcendo muito; Quinta: Interessante é que um grupo faz passeatas reivindicando aumento de salário e outro faz exigindo que as passagens não aumentem; Sexta: Já o prefeito de Canoas dá entrevista dizendo que “não concederá aumento nas passagens urbanas, devendo isentar a cobrança do ISSQN”. Pode isso, Prefeito Pasin? Sétima: Detalhe importante: a passagem urbana em Canoas é R$ 2,60. O governo federal já isentou o PIS/COFINS, zerou a CIDE e desonerou a folha de pagamento das empresas de transporte coletivo. Resta o Estado abrir mão do ICMS e os municipios do ISSQN. E como ficarão depois? Isentarão o quê? Oitava: Dado estarrecedor: 85 pessoas detêm 46% da riqueza do mundo. E ainda há quem deteste pobre, que queira vê-los morrer de fome, mesmo. Os mais de 5 bilhões de pessoas que têm pouco ou nada precisam acordar; Nona: O técnico Flávio Campos tem uma árdua tarefa: tirar o Esportivo das últimas posições e classificá-lo para a segunda fase. Para isso precisará que muito torcedores mais compareçam aos jogos para apoiar; Décima: Amanhã, ás 19h30m, na ARENA DO GRÊMIO, teremos o grenal. Não dou o Inter como favorito senão pelo que já vi nos jogos de ambos. O Inter tem bem mais entrosamento que o Grêmio, sem dúvidas. Um empate será ótimo para o Grêmio. E, depois, um foguete aceso: o Nacional, pela Libertadores. Esse time do Grêmio tem cacife para enfrentar essa competição? Quem viver verá!


Sรกbado, 8 de fevereiro de 2014

5


6

Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Câmara de Vereadores

Verba de pavimentação em votação Crédito de R$ 3 milhões de convênio entre prefeitura e Badesul será usado para asfaltar várias estradas do interior FERNANDO LEVINSKI

Fernando Levinski geral1@jornalsemanario.com.br

O

principal projeto da sessão ordinária de segunda-feira, 10, na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves é o pedido de autoria do Executivo para a abertura de crédito no valor de R$ 3 milhões. O dinheiro será usado para o asfaltamento de algumas comunidades no interior, como a Estrada dos Sabores, Distrito do Vale dos Vinhedos, estrada para a capela de São Miguel, Caminhos de Pedra e a estrada para a capela Santa Lúcia, no distrito do Vale dos Vinhedos. Este valor é de um convênio entre a prefeitura de Bento e o Badesul, que foi assinado em dezembro de 2011 por meio do Programa Pimes-Badesul. A realização do convênio foi au-

Outros quatro itens estão na pauta para a votação na sessão ordinária da próxima segunda-feira, 10 torizada por uma lei municipal criada em dezembro de 2011. Entre os outros projetos da

sessão, dois são de autoria do vereador Clemente Mieznikowski (PDT). Um recomenda

a concessão do Título de Cidadão de Bento Gonçalves a José Alcidez Munhoz, que atua na

área de assistência social. O outro projeto do vereador Mieznikowski é a concessão da medalha Mérito Desportista Gilberto Tim à Associação Physio Judô Bento Gonçalves. De autoria do vereador Moacir Camerini (PT) será apresentado um projeto que tem a intenção de consolidar a Tribuna Popular na Câmara, que é um espaço destinado para cidadãos e entidades que tenham o interesse de se manifestar durante as sessões plenárias. Por fim, outro projeto prevê a concessão de diárias e licença ao vereador Enio De Paris (PP), para que ele possa ir para Brasília (DF) entre os dias 11 e 14 de fevereiro para a divulgação da 24ª Expobento. Na próxima sessão também serão conhecidos os membros das comissões técnicas permanentes em 2014.


Sรกbado, 8 de fevereiro de 2014

7


8 Geral Regularização Fundiária O projeto da prefeitura tem como objetivo principal fazer com que famílias de baixa renda possam regularizar a documentação de suas moradias e receber o título de legitimação de posse

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Bairros

Regularização fundiária no Vila Nova II Processo será realizado até hoje e deve beneficiar cerca de 100 famílias da comunidade DIVULGAÇÃO

Moradores poderão regularizar a situação de suas moradias

A

Secretaria de Habitação e Assistência Social está promovendo a segunda etapa do Programa de Regularização Fundiária. Depois de promover o cadastramento de moradores do bairro Municipal, a equipe do Departamento de Habitação estará no bairro Vila Nova II para prestar atendimento, orientações e informações às pessoas daquela comunidade. A expectativa é de que cerca de 100 famílias devem ser beneficiadas com a ação do poder público municipal.

Nesta sexta-feira, 7, os atendimentos aconteceram no horário das 17h às 21h. Neste sábado, 8, ocorre das 9h às 12h, sempre nas dependências da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Maria Margarida Zambon Benini. Na ocasião será realizada a coleta de documentação dos moradores, bem como a conferência do material já recolhido anteriormente. Em dezembro, o poder público já havia encaminhado o título de legitimação de posse para 50 famílias.

Faixas de segurança

Nova pintura na frente das escolas da cidade A Secretaria de Gestão Integrada e Mobilidade Urbana está realizando a pintura das faixas de segurança das escolas municipais, estaduais e particulares. O trabalho começou na última semana e segue nos próximos dias. Conforme o secretário Mauro Moro, a prioridade é a sinalização nas escolas em virtude do início das aulas. “Estamos intensificando os trabalhos para que, até semana que vem, todas as escolas estejam com as faixas e

lombadas com pintura nova”, destaca. As aulas na rede Municipal de Ensino reiniciam na quarta-feira, 19. A recuperação das faixas de segurança está acontecendo em 23 escolas municipais, 10 estaduais e outras quatro particulares. A expectativa é de que até a sexta-feira, 14, todo o trabalho tenha sido concluído, a fim de garantir a segurança dos alunos durante a retomada das aulas nos estabelecimentos de ensino de Bento Gonçalves.


Sรกbado, 8 de fevereiro de 2014

9


10 Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

ESTEFANIA V. LINHARES

Microempreendedores

Formalização de empresas cresce 20% Em 2013, foram regularizados 159 empreendimentos a mais que 2012 JOSIANE RIBEIRO

Estefania V. Linhares regional@jornalsemanario.com.br

S

air da informalidade foi o que fizeram 875 microempreendedores individuais no ano de 2013. Esse número representa um aumento superior a 20% se comparado ao ano de 2012, que foram 716 adesões. Além disso, o ano já começa em ritmo acelerado, 87 pessoas já buscaram a regularização conforme os dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O secretário da pasta, Neri Mazzochin, avalia que esse aumento é reflexo das ações de divulgação da campanha realizada. “São pessoas que saíram da informalidade e vieram para formalidade através do trabalho que desenvolvemos”, explica. Ele revela que entre as vantagens obtidas está o financiamento com um juro de 0,41%, que fica abaixo da poupança voltados para a aquisição de pequenos bens no valor até R$ 15 mil. Alguns microempreen-

Neri Mazzochin projeta ações para serem desenvolvidas neste ano dedores individuais são orientados pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Bento para que façam a sua inscrição. Para este ano, a Secretaria está desenvolvendo ações, para serem realizadas está a de

promover um evento com os bancos parceiros para que os microempreendedores possam realizar investimentos a juros menores. “A regularização abre um novo futuro e assim eles se tornam grandes empreendedores”, comenta.

Empresa aplicou o crédito na ampliação do empreendimento

Microcrédito auxilia na ampliação do negócio Os microempresários Vanessa Pasin e Eduardo Rodrigues de Carvalho, buscaram auxílio no microcrédito para investirem na sua empresa voltada a serviços gráficos. Carvalho trabalhava no ramo há 10 anos com um parente, porém, a quatro anos decidiu ter ser próprio negócio sem sair da serigrafia. O negócio foi crescendo e com ele, o empreendedor sentiu a necessidade de expansão. Para isso, contou com o auxílio do microcrédito através de orientações do Sebrae. A empreendedora Vanessa ressalta que o juro para

investimento é baixo, e com isso deu para buscar o investimento. “O microcrédito para algumas coisas é bom, porém para outras não, pois ficamos restritos ao faturamento”, comenta. A microempresa inicialmente estava instalada em um local pequeno. Agora, está situado em um local mais amplo e visível que facilita o acesso dos clientes ao estabelecimento instalado próximo ao centro do município. Para o futuro, o casal revela que o desejo é adquirir uma impressora offset. “Vamos seguir buscando avançar na empresa”, projeta.


Sรกbado, 8 de fevereiro de 2014

11


12 Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Carnaval 2014

Maria Fumaça, a estrela do samba Embaixadores do Ritmo retrata o passeio de trem e resgata a história. Prévia do desfile acontece amanhã em Bento CONCEITOCOM BRASIL/DIVULGAÇÃO

Josiane Ribeiro geral4@jornalsemanario.com.br

N

os trilhos do trem as raízes e a história de um povo. A beleza da Maria Fumaça vai ultrapassar a Serra Gaúcha para chegar até a capital. Em Porto Alegre, um dos símbolos da cultura italiana cairá na avenida para mostrar todos os seus encantos. “O Passeio da Maria Fumaça pela Serra Gaúcha” foi o tema escolhido pela escola de samba Embaixadores do Ritmo para o Carnaval deste ano. Em Bento Gonçalves, o Carnaval já está sendo antecipado. No domingo, 9, a Embaixadores do Ritmo realiza uma apresentação na cidade para mostrar uma prévia do desfile. A programação também conta com ensaio dos 300 integrantes bento-gonçalvenses que

Susana Giordani com Gustavo Giró da Embaixadores do Ritmo irão se apresentar na capital. Para Susana Giordani, sócia e diretora da Giordani Turismo, que opera o passeio desde o início da década de 1990, o convite da escola surgiu como um reconhecimento pelo tra-

balho desenvolvido, além de representar uma oportunidade de divulgar cada vez mais a Maria Fumaça e a Serra Gaúcha. “Estamos muito felizes com a homenagem e muito curiosos para ver como fica-

rá na avenida a integração do Carnaval com a cultura italiana e ferroviária”, comenta. Susana também destaca os 21 anos que a Giordani administra o passeio de Maria Fumaça. Segundo ela, durante esse período nunca imaginou que o trem fosse um dia ser representado com esse destaque. “Para a família que empreende o resultado é gratificante. Com isso vemos que nosso trabalho está sendo bem feito. A repercussão na comunidade está sendo muito positiva também. O Carnaval é uma grande janela para apresentar o passeio de trem que encanta a todos”, avalia. No final de semana o público poderá acompanhar o som e colorido das fantasias da Embaixadores do Ritmo ao vivo por meio de um sistema de som instalado na rua Xingu no bairro

Planalto. Os ensaios acontecem a partir das 14h no Ginásio Municipal de Esportes. A apresentação inicia às 18h. “O trem está no imaginário de todo mundo, desde crianças. O passeio é uma forma de representar isso e resgatar todas as culturas. Está aqui o convite para todos assistirem os ensaios e também torcerem pela Maria Fumaça no Carnaval”, convida Susana.

O passeio São 23 quilômetros de agradável percurso com duração média de 2 horas. Durante o passeio, a festa é conduzida por atrações típicas italianas e gaúchas. Em todas as estações por onde o trem passa ocorrem apresentações artísticas e degustações de vinhos, sucos e espumantes.

Samba enredo Nessa viagem a paisagem é tão bela Emoldurada vai passando na janela Revela o raro traço de Deus Um pedaço da Itália que recebe os filhos teus É forte o braço que lutou É nobre o aço que forjou Levanta a taça, Carlos Barbosa, é vencedor Faz a festa ter mais sabor Piuí, piuí Funiculí, Funiculá O passeio continua, a Maria vai dançar Piuí, piuí Funiculí, Funiculá O passeio continua, a Maria vai chegar Em Garibaldi A epopeia imigrante (...) Dessa gente valente Que a cada amanhecer Pisa forte e faz Bento acontecer MERICA, MERICA, MERICA UM SONHO DE AMOR...


Geral 13

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Safra da Uva

Fruta apresenta boa qualidade Apesar do atraso na colheita, a projeção é que os números sejam semelhantes a 2013, cerca de 700 mil toneladas EDUARDO BENINI, DIVULGAÇÃO

Estefania V. Linhares regional@jornalsemanario.com.br

A

colheita da uva está em ritmo acelerado. Os viticultores estão otimistas com o resultado da fruta apesar do atraso registrado no início da colheita. O movimento já é intenso nas unidades de recebimento nas vinícolas. O presidente do conselho deliberativo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Moacir Mazzarollo, destacou que pelas previsões e informações recebidas, o andamento está bom e estão em boa qualidade. Para ele, a fase é considerada boa para os viticultores. As chuvas vêm sendo registradas ao menos uma ou duas vezes por semana, o que é considerado o ideal para a evolução da produção. “Não está ocasionando a perda do grau e nem podridões. Nos moldes de hoje pode ser considerada excelen-

Vinícolas estão em ritmo acelerado para o recebimento do produto te”, revela. “A expectativa que a safra de uva deste ano fique acima de 700 mil toneladas”, aponta Mazzarollo. Com o andamento

da colheita será possível ter dados mais precisos em relação a qualidade da fruta produzida. A abertura oficial da colheita da uva no Rio Grande do Sul

foi realizada na quinta-feira, 5, na propriedade de Honorato João e Lurdes Pulita, localizada na Linha São Luiz do Araripe, em Garibaldi. No período de maturação da uva, secretário estadual da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, avalia que o clima quente garantiu produção ideal de açúcar. Com isso, elevou o grau alcoólico, gerando vinhos harmônicos e espumantes frescos e sofisticados. outro dado destacado por ele, foi o crescimento de 10% em 2013, o setor vitivinícola tem como principais produtos os espumantes e o suco de uva natural. Ano passado registraram, respectivamente, 7,73% e 40,12% de crescimento.

Desenvolvimento A colheita da uva, em várias regiões no Rio Grande do Sul tem sido beneficiada pelas al-

tas temperaturas do ar e baixos volumes de chuva registrados conforme apontou o Informativo Conjuntural da Emater. Para a cultura da videira, especialmente na região, o excesso de precipitação pluvial na etapa de maturação das uvas tende a antecipar a colheita. O levantamento aponta que esta prática, adotada pelos viticultores para evitar perdas decorrentes do desenvolvimento de doenças nos cachos (especialmente podridões), diminui a qualidade das uvas destinadas à agroindústria. Atualmente, os baixos volumes de chuva registrados na região no período têm favorecido a colheita das uvas no ponto ótimo. A boa qualidade e a sanidade da uva também são favorecidas pelas condições climáticas que ocorreram na fase de maturação. As cultivares superprecoces já foram colhidas, com excelentes produtividades.


14 Geral Estricnina Usado geralmente para matar ratos, tem duração muito curta de ação. Os sintomas começam a aparececer dentro de dez minutos a duas horas após a ingestão, resultando em morte súbita.

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Maus tratos

Cachorros são envenenados no interior Quatro cães comeram salsichas com estricnina DIVULGAÇÃO

Um casal de pastor alemão, uma vira-lata e um labrador foram alvos

Noemir Leitão redacao@jornalsemanario.com.br

C

achorros morreram envenenados na Linha Zemith, interior de Bento Gonçalves, na manhã da última quinta-feira, 6. André Vanin, 45 anos, dono dos animais, perdeu um casal de pastor alemão e uma cachorra vira-lata que viviam dentro do pátio. Ao acordar pela manhã verificou que os cachorros estavam agonizando e com sintomas de que haviam ingerido substâncias venenosas. Vanin relata que os cães foram envenenados com pedaços de salsinhas com estricnina que foram lançados para dentro de sua residência. A cachorra pastora alemã

deu a luz, há 14 dias, a sete cachorros, que agora recebem os cuidados de Vanin. A vira-lara também ganhou filhotes, mas eles ainda não foram localizados, porque estão em algum lugar no mato próximo a casa. Um vizinho próximo também teve seu cachorro labrador morto da mesma forma, na manhã de quinta. A Brigada Militar foi chamada para fazer o registro da ocorrência mas não comparecem no local. Segundo Vanin, há exatamente um ano atrás a mesma cena se repetiu. Na época um pastor alemão e dois filhotes foram envenenados da mesma maneira, assim como cães de seus vizinhos. NOEMIR LEITÃO

Sete filhotes, de 14 dias, estão recebendo os cuidados necessários


Geral 15

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Lago Fasolo

Lançado o processo licitatório para limpeza Resíduos das casas que são enviados apenas para as caixas coletoras

Uma empresa será contratada para fazer a retirada das marrequinhas

O sistema de bombeamento de esgoto das residências próximas ao Lago Fasolo está paralisado há cerca de três meses. A energia era ligada na casa de um dos moradores, e foi cortada. Segundo o morador Ivo Belitzki desde que a luz foi cortada não é realizado o bombeamento do esgoto. Assim, os resíduos chegam até a caixa coletora e não são direcionados para a tubulação. Os canos que fazem o bombeamento possuem um diâmetro pequeno e não comporta o volume. “O cano está quebrado e o esgoto está indo todo para o lago”, revela. Os contadores foram desli-

gados. Conforme o acordo, um morador sedia a energia e ele não pagava a conta da luz que ficava sob responsabilidade do Município. A enxurrada fazia com que voltasse tudo. Todas as saídas de esgoto possuem uma caixa coletora pequena. Conforme Belitzki, o corte da energia foi realizado pela prefeitura. Ele explica que foi cedida a entrada, pois não conseguiram fazer a instalação da caixa no outro lado. O muro próximo em virtude da escavação está caindo. O mau cheiro e a quantidade de mosquitos incomodam as pessoas que residem próximas do local.

Estefania V. Linhares

FOTOS ESTEFANIA V. LINHARES

Bombas do esgoto estão desligadas há três meses O

regional@jornalsemanario.com.br

processo licitatório da contratação de uma empresa para a limpeza do Lago Fasolo já está em andamento. O projeto prevê a retirada das marrequinhas que estão na superfície da água. O secretário de Meio Ambiente, Luiz Augusto Signor explica que está entrando em contato com os empreendimentos para a realização do serviço. “A responsabilidade da limpeza será da prefeitura. O trabalho restante é de responsabilidade da Corsan”, esclarece se referindo ao processo de canalização. Ele lembra que esteve visitando o local e não foi constatada a mortandade de peixes. O tratamento do esgoto ficará a cargo da

Após conclusão, a Corsan será a responsável pela fase do TAC Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) seguindo o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público. Nos próximos dias deverá ser definida a empresa contratada e o serviço deverá durar cerca

de 15 dias. “Estamos em busca de alguém que realize o trabalho, que é atípico”, destaca. De acordo com o Signor durante a quinta-feira, 6, três empresas visitaram o lago para analisar as atividades que devem ser realizadas no local.


16 Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Tornozeleiras eletrônicas

Uso depende da autorização judicial Juiz Rudolf Reitz assume temporariamente a 1ª Vara Criminal e será responsável por analisar cada adesão dos apenados

N

as próximas semanas cerca de 20 detentos do regime aberto do Presídio Estadual de Bento Gonçalves deverão começar a utilizar as tornozeleiras eletrônicas. A autorização foi comunicada na última semana pelo coordenador do programa de monitoramento da Susepe, César Moreira. Para começar a utilizar o equipamento o apenado precisa aderir ao uso de maneira voluntária. De acordo com as informações iniciais, dos 40 presos do regime aberto no presídio do município, apenas

17 aceitaram utilizar o equipamento. Na última semana a juíza da 1ª Vara Criminal, Fernanda Ghiringhelli de Azevedo, deferiu o despacho. Nesta semana a expectativa era de que a juíza começasse a analisar os casos de cada preso de maneira individual, porém, a magistrada entrou em férias e quem assumiu temporariamente na quarta-feira, 5, a Vara Criminal é o juiz Rudolf Carlos Reitz. O capitão Reni Zdruikoski, do 3º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (BPAT), considera o início da utilização das tornozeleiras como uma evolução. “Como uma ex-

FERNANDO LEVINSKI/ARQUIVO

Fernando Levinski geral1@jornalsemanario.com.br

Tornozeleira eletrônica periência, temos que dar um voto de confiança”. Além disso, o capitão acredita que há uma possibilidade do equipamento trazer bons resultados pelo fato de que somente utilizarão os presos que aceitarem

fazer o uso. Já o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Bento Gonçalves, Felipe Possamai, enfatiza o fato de que os detentos não estarão em liberdade. “A pessoa não estará em liberdade, ela será monitorada enquanto estiver nas ruas”, destaca. O presidente da OAB cita também que o equipamento chega em um momento em que o presídio não comporta a lotação atual e o novo ainda é uma situação indefinida. Porém, Possamai destaca que somente os próximos meses vão indicar como os apenados e a sociedade vão se

comportar com a utilização do equipamento. O promotor de justiça Gilson Medeiros, em seu parecer encaminhado à Vara Criminal, realizou trinta apontamentos favoráveis à utilização do equipamento em Bento. Entre os tópicos abordados pelo promotor em seu parecer, ele menciona a possibilidade de que a situação poderá ser revertida caso aconteça alguma violação das normas de uso. Outros pontos do parecer apontam para a necessidade do uso do equipamento, uma vez que o presídio apresenta condições precárias.

Normas para o uso Recolher-se à sua residência até as 20 horas, podendo dela sair somente no dia seguinte, às 6 horas; A zona de inclusão do monitoramento eletrônico será de até três quadras da residência do apenado, não podendo dela desviar, sob pena de imediato recolhimento à casa prisional até que seja apurada eventual falta; O rompimento ou danificação do equipamento (tornozeleira) ensejará a regressão de regime, o que obstará nova inclusão no sistema de monitoramento eletrônico; O monitoramento terá duas rotas de locomoção, permitindo dois deslocamentos semanais, sendo uma para a SUSEPE e outra para a VEC; Exercer atividade lícita, nos horários em que não esteja obrigado a permanecer recolhido na residência; os casos de impossibilidade laboral física ou mental, devidamente comprovados, serão analisados em cada PEC; As alterações do endereço residencial deverão ser comunicadas previamente à Vara de Execuções Criminais e à SUSEPE; As mudanças de local de trabalho deverão ser comunicadas previamente à Vara de Execuções Criminais e à SUSEPE, com apresentação da nova carta de emprego; Comunicar à SUSEPE, imediatamente, qualquer fato que impeça o regular cumprimento das condições impostas; Em caso de necessidade de atendimento médico próprio ou de pessoa sob sua responsabilidade, deverá o apenado, de imediato e antes de seu deslocamento para atendimento, informar à SUSEPE, para as devidas providências, cuja situação, posteriormente, deverá ser comprovada por atestado médico, sob pena de ser excluído do sistema de monitoramento, com o imediato recolhimento à casa prisional e apuração de eventual falta grave; Não frequentar bares, boates e casas noturnas.


Sรกbado, 8 de fevereiro de 2014

17


18 Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Indústria moveleira

Falta de energia preocupa o setor Com o apagão da terça-feira, 4, empresas deixaram de produzir R$ 7 milhões. Prejuízo é calculado em R$ 1 milhão JOSIANE RIBEIRO

Josiane Ribeiro geral4@jornalsemanario.com.br

O

apagão da terça-feira, 4, que deixou a região Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil sem energia elétrica, causou transtornos e afetou cerca de seis milhões de pessoas. O fluxo de energia foi interrompido a partir 14h e reestabelecido por volta das 16h. O corte de energia foi determinado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) devido a problemas de abastecimento na Região Norte. A estimativa da NOS é de que pelo menos 11 estados tiveram o fornecimento de eletricidade comprometido. A medida cautelosa foi tomada para evitar que outras regiões também fossem afetadas. De acordo com Ivo Cansan, presidente da Associação das Indústrias de Móveis do Estado (Movergs), a medida do governo causou inúmeros transtornos às indústrias de Bento Gonçalves e região. A estimativa é de que R$ 7 milhões foram deixados de produzir na terça. O prejuízo,

A maioria das empresas dispensou seus funcionários na terça-feira

calculado por Cansan, gira em torno de R$ 1 milhão. “O que aconteceu foi lastimável. Fica mais evidente de que o Brasil não consegue se preparar para fornecer um serviço de forma eficiente”, explica. Segundo Cansan, as indústrias precisaram liberar seus funcionários devido à falta de luz. Sem produção, automaticamente as empresas não geram lucro. “O processo produtivo vou rompido inviabilizando o trabalho. A produção parada não é lucro pra ninguém. O governo investe em setores demais e em outros menos e quem acaba pagando essa conta é o setor produtivo”, destaca. Para calcular os prejuízos, Cansan avaliou a média de lucro do setor moveleiro durante o ano, levando em conta os dias trabalhados, inflação e impostos. Apesar do segmento não estar em ritmo acelerado, o déficit deverá ser recuperado ao longo do ano. “Não temos como avaliar de que forma esse dia perdido irá influenciar futuramente, mas temos certeza de que isso aumenta

ainda mais a insegurança do setor”, afirma. De acordo com o presidente, o ponto que mais causou revolta foi o fato de que, após o corte de luz, não foi ninguém sabia esclarecer o motivo do apagão e nem estimar o horário do retorno. “Ninguém sabia que essa medida extrema iria acontecer, não fomos informados em nenhum momento. Quando existe previsão de falta de água e as pessoas são informadas, por exemplo, elas conseguem armazenar quantidades de água, conseguem se precaver. Nesse caso todos foram pegos de surpresa. É um descaso”, avalia. Conforme Cansan, problemas como esse fazem com que o setor moveleiro se torne menos competitivo, perdendo espaço no mercado interno quanto externo. “Na verdade vemos que o governo está no seu limite. A indústria já está ciente de possíveis transtornos que essas falhas podem trazer. Além das dificuldades de logística e transporte precisamos enfrentar a falta de recursos do país”.

Empresas já sentem o impacto Juarez Piva, presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento (Simmme), diz que a situação preocupa bastante o setor. A falta de informação e posicionamento trouxe insegurança para as indústrias. “A maioria das empresas perdeu a tarde inteira de produção. O calor foi o fator que mais prejudicou também. O impacto é grande na região principalmente para micro e pequenas empresas que já sentem a perda de faturamento”, avalia. De acordo com Piva, é preciso que o governo ajude as empresas a se tornarem mais competitivas, aumentando a oferta de matéria-prima. “Manter uma estrutura forte de fornecimento de energia elétrica, por exemplo, é uma questão que a indústria necessita há muito tempo. É preciso uma maior mobili-

zação e apoio do governo nesse sentido”, complementa.

Prejuízo também material Para Eurico Benedetti, diretor da Bentec, a falta de energia atrapalhou o setor produtivo, comprometendo toda tarde de trabalho. Benedetti também destaca que os prejuízos materiais após o apagão foram inevitáveis. “Uma parte do maquinário precisa ser desligada e ligada sempre de uma forma correta. Como não recebemos nenhum aviso, acabamos sofrendo algumas perdas materiais. Produtos em fase de fabricação foram interrompidos e também não puderam ser recuperados”, afirma. Conforme Benedetti, os funcionários foram liberados dos postos de trabalho devido ao calor, retornando apenas quando a situação foi regularizada. “Nosso sistema de ven-

tilação também parou com o apagão, mas optamos por não dispensar completamente a equipe. A falta de energia não atrapalhou apenas o desenvolvimento do trabalho, mas o retorno dos colaboradores”, destaca. O diretor aproveita a oportunidade também para avaliar a situação do país. “Temos um limite de carga apertado de segurança no país relacionado à infraestrutura quando existe um aumento de carga como o que aconteceu”, explica. A situação preocupa, para Benedetti, assim como todos os gargalos da infraestrutura. “Corremos um risco muito grande, tanto local quanto ao país. Pouco podemos fazer em relação a isso. É preciso uma política energética diferenciada, que priorize a produção. Não podemos estar a mercê de toda essa burocracia”, finaliza.


Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

19

Cesta básica

Leite é um dos vilões do mês de janeiro Na comparação com o mesmo mês de 2013 o valor aumentou 16% DIVULGAÇÃO

Fernando Levinski geral1@jornalsemanario.com.br

O

mês de janeiro aponta o leite como o vilão da cesta básica do primeiro mês do ano. De acordo com a pesquisa realizada pelo Proncon de Bento Gonçalves, o preço do produto em saquinho tipo C registrou pouco mais de 16% de aumento na comparação com janeiro de 2013. Porém, baseado nos apontamentos do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que realiza pesquisas mensais em 18 capitais brasileiras sobre os valores da cesta básica, o preço do leite apresentou redução em todas as cidades pesquisadas, sendo que Porto Alegre foi a capital com a segunda maior queda no valor, 10,33%. O Dieese também indica quem o preço do feijão reduziu em 13 cidades. Entretanto, em Bento o produto também registrou aumento, no valor de 8%. No município o Procon inclui na pesquisa o valor do pacote de feijão preto tipo 1 de um quilo. O aumento também aconteceu na capital, com um aumento de 21,18%. Um dos produtos indicados pelo Dieese que teve redução de preço na maioria das capitais, e que também aconteceu em Bento, foi o preço do café em pó. O Procon municipal registra nas pesquisas mensais o valor do pacote de 500 gramas e, segundo a tabela de janeiro na comparação com o mesmo mês do ano passado, houve uma redução de, aproximadamente, 7,5% no preço do produto, diminuindo de R$ 7,99 para R$ 7,39 Entre dois produtos que o

Preço do leite aumentou junto com feijão, carne e farinha de trigo Dieese registrou aumento na maioria das cidades pesquisas estão a carne bovina e a farinha de trigo. O Procon de Bento registra o preço da chuleta por quilo e a costela.Especificamente sobre a chuleta, o valor subiu 12%. Já o valor da farinha de trigo especial vendida em pacote de 5 quilos aumentou 13%.

Opinião do consumidor Ninguém mais apropriado para identificar as variações de preços nos mercados do que os consumidores. A administradora Rosangela Marini afirma que tem visto o aumento de preços de muitos produtos. “Vi muita coisa ficando mais cara, principal-

mente o café e os produtos de limpeza, como o sabão em pó”, explica. A opinião de Giovana Zir é muito semelhante. “Tenho visto os produtos de limpeza ficarem mais caros, já as frutas, por exemplo, elas aumentam e baixam de preço seguidamente”, analisa. Entretanto, o garçom Éden Baldissarelli tem encontrado alguns produtos que diminuíram de valor. “Percebi que o leite e o açúcar estão com o preço mais baixo”, afirma. Porém, assim como a maioria, Baldissarelli também identifica aumento de alguns itens, como a carne e o feijão. “Essas são coisas que costumo comprar com mais frequência, e reparei que o preço aumentou”, afirma.

R$ 1,59 a R$ 1,80 R$ 2,99 a R$ 4,15 R$ 5,99 a R$ 7,99 R$ 9,99 a R$ 15,90 R$ 7,99 a R$ 9,70

2014

Leite saquinho Feijão preto 1kg Café em pó 500g Chuleta Farinha de trigo 5kg

2013

Comparação de jan/2013 e jan/2014 R$ 1,59 a R$ 2,10 R$ 3,72 a R$ 4,49 R$ 5,19 a R$ 7,39 R$ 11,99 a R$ 17,90 R$ 7,39 a R$ 10,99 FONTE: PROCON BENTO GONÇALVES


20 Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Saúde

UPA pode funcionar com déficit Verba para custeio é de aproximadamente R$ 1,2 milhão, entretanto, valores garantidos até o momento somam R$ 850 mil FERNANDO LEVINSKI/ARQUIVO

Fernando Levinski geral1@jornalsemanario.com.br

A

novela da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ainda não terminou e outra pode começar logo que a UPA estiver pronta. De acordo com a expectativa da Secretaria de Saúde do município será necessário arrecadar cerca de R$ 350 mil por mês para evitar que a UPA seja deficitária. A Secretaria de Saúde contará mensalmente com R$ 500 mil do Governo Federal e R$ 350 mil do Estado. Porém, a expectativa é de que a unidade necessite de cerca de R$ 1,2 milhão por mês para arcar com todos os custos. O coordenador médico da secretaria, Marco Antônio Ebert, afirma que o município, inicialmente, recorrerá ao Governo Federal para tentar com o restante, a segunda opção é solicitar esse auxílio ao Estado. “Porém, temos consciência que o governo já está no seu limite”, analisa Ebert. O coordenador revela que assim que a UPA entrar em funcionamento uma reunião deverá ser realizada com os municípios da região que aproveitarão os serviços oferecidos pela unidade. Ele ressalta que, caso a prefeitura

Desafios para 2014

Secretaria da Saúde de Bento deve recorrer aos governos Federal e Estadual para evitar prejuízos os gastos divididos em 25% para Bento, 25% para o governo do Estado e o restante para a União.

não consiga encontrar recursos nos governos Federal e Estadual, o município deverá propor alguma parceria com estas cidades para auxiliar nos gastos. “No nosso entendimento, o custeio ideal acontece com 25% de verbas do município, 25% do Estado e 50% da União”, explica Ebert. Atualmente, segundo o coordenador médico, a prefeitura arca com todos os custos do Pronto Atendimento, já o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tem

Cirurgias eletivas Atualmente cerca de 150 pessoas estão com as cirurgias eletivas autorizadas pela secretaria. Mensalmente são realizadas cerca de 200 cirurgias que beneficiam entre 100 e 120 pessoas. Entretanto, Ebert destaca que quando o paciente é procu-

Chamamento é estendido para a região ARQUIVO

O chamamento público aberto no ano passado para tentar encontrar médicos para algumas especialidades em consultas do SUS no município não teve o resultado esperado. Alguns poucos profissionais mostraram interesse nas áreas de cardiologia, urologia e dermatologia. Por isso a secretaria optou por abrir um chamamento para profissionais que residam até 100 quilômetros de distância do município. Além disso, outra diferença é que na primeira etapa só era permitido participar profissionais com CNPJ, a segunda etapa está aberta para os médicos que não possuam registro de pessoa jurídica. Entretanto, o coordenador médico ressalta que os casos destas especialidades que se-

um dos objetivos para 2014 é proporcionar que essas cirurgias sejam realizadas em Bento. “O Hospital Tacchini já está passando pelo credenciamento com o SUS para que isso seja realizado aqui”, revela.

menos ou um pouco a mais”, ressalta Ebert. Caso os médicos da região aceitem realizar consultas dos pacientes do SUS de Bento, a Secretaria de Saúde já planeja o fornecimento de transporte para estes pacientes até as cidades.

Especialidades Marco Antônio Ebert jam de urgências e emergências estão sendo atendidos no município. O valor oferecido pela Secretaria de Saúde para cada consulta é de R$ 80. “Esteve preço é o que é praticado no mercado, ás vezes pode ser um pouco

Assim que a UPA começar a funcionar, a intenção é que a Secretaria de Saúde mude suas instalações para onde está instalado o PA 24 horas, além disso, no local deverá ser instalado um centro de especialidades. Atualmente a Secretaria de Saúde paga aluguel para residir em um prédio no bairro Cidade Alta.

rado para dar andamento nos procedimentos que antecedem a cirurgia, cerca de 30% das pessoas não residem mais em Bento ou não são encontradas. O coordenador ressalta que uma das dificuldades das cirurgias eletivas é na especialidade de traumato-ortopedia. “Inicialmente estes pacientes eram encaminhados para realizar os procedimentos em Caxias do Sul, atualmente eles são feitos em Farroupilha”, explica Ebert. O coordenador ressalta que

Para este ano os principais desafios identificados pelo coordenador são, em primeiro lugar, a conclusão das obras da UPA. “Ainda é necessário fazer algumas coisas, como a instalação da torre elétrica e a fossa filtro”, explica. Outro ponto citado pelo coordenador está em conseguir o financiamento dos atendimentos realizados pelo Pronto Atendimento que, atualmente, é realizado pela prefeitura. A conclusão das Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos bairros Fenavinho e Cohab, que já estão em fase de licitação, também estão entre os desafios da pasta para este ano. Ebert explica que a UBS do bairro Licorsul tem absorvido os pacientes destes dois bairros e, desta maneira, tem ficado sobrecarregada. Enquanto isso não acontecer, uma UBS móvel deverá ser enviada pela secretaria para auxiliar nos atendimentos.

Cadastro Único

Atualização das famílias vai até o final deste mês A Secretaria Municipal de Habitação e Assistência Social (Semhas) informa que até o fim deste mês estará realizando a atualização cadastral das famílias que não recebem Bolsa Família e tem Cadastro Único desatualizado há mais de quatro anos. Quem não atualizar terá o cadastro excluído no mês de abril. O Cadastro Único é a porta de acesso para quem quer utilizar um dos programas sociais do Governo Federal, como o Bolsa Família, Minha Casa, Minha Vida e Pronatec. A atualização deve ser realizada junto aos Centros de Re-

ferência da Assistência Social (CRAS), com atendimento por zoneamento, a fim de evitar transtornos aos beneficiários do programa. A data da entrevista será agendada, evitando que o usuário permaneça em filas. O agendamento pode ser feito por telefone nos seguintes locais: CRAS I , na rua Arlindo Franklin Barbosa, 251, bairro São Roque (3451.4833), CRAS II, na rua Osvaldo Aranha, 1479, sala 101, no bairro Cidade Alta (3055.7347) e no CRAS III, na rua Carlos Dreher Neto, 650, no bairro Vila Nova (3451.4884).


Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Animais domésticos

Outras dicas para o verão

Números de abandonos aumenta nesta época ção e isso acaba aumentando o número de crias indesejadas e o abandono de animais”, esclarece. Com isso, cresce o número de bichos sem um lar. Ao encontrar um animal abandona na rua, a entidade orienta que existe uma cultura de deixar animal dar uma voltinha ou não castrados muitos machos vão atrás das fêmeas que estão no cio e acabam se perdendo. Com isso, a orientação é que ao encontrar um desses bichos que sejam feitos registros fotográficos e alimentos. As redes sociais podem ser utilizadas para fazer a divulgação contendo as características do animal. Caso, o dono não seja encontrado é destinada a doação e a castração pública. A organização não governamental auxilia na divulgação de animais perdidos e abandonados.

Calor estimula a proliferação de pulgas Inseto pode colaborar com a ocorrência de doenças nos bichos Estefania V. Linhares

ESTEFANIA V. LINHARES

Deixe água fresca e, se possível, resfriada (não gelada), no bebedouro. Vá trocando durante o dia. Alguns cachorros costumam bater as patas dentro do recipiente de água para se molharem quando está calor; Não passeie com o animal nos horários quentes do dia. Além do calor, ele pode queimar as patas no piso. Leve-o para a rua em momentos mais frescos e ande em lugares sombreados; Jamais deixe o seu bichinho de estimação preso dentro do carro, mesmo se os vidros ficarem semi abertos. O animal pode superaquecer e passar mal; Atenção especial para cães que adoram a água, como os labradores. Eles podem entrar em piscinas para se refrescarem e não conseguirem sair depois, o que causa afogamento; Se o cão pode ser tosado, diminua bastante a pelagem dele; Observe que o local onde o cachorro fica tenha sempre uma parte sombreada durante o dia, independente da casinha; Se o seu cão estiver extremamente ofegante num dia quente, dê um banho frio para diminuir sua temperatura. Ou molhe seu corpo para refrescá-lo; No caso das aves, deixe uma vasilha rasa com água, para que o pássaro possa tomar banho e se refrescar. A gaiola deve ficar sempre à sombra; Os sinais que nos mostram que o animal está com muito calor são bem fáceis de observar: boca aberta e respiração ofegante, deitar-se em locais com piso frio com as patas traseiras abertas, beber muita água (nos dias quentes) e procurar sempre a sombra. Garanta que o verão seja uma época agradável para o seu melhor amigo.

O abandono com os animais na época de férias são frequentes. A Organização Não governamental (ONG) Patas e Focinhos explica que as denúncias nestes casos devem ser direcionadas a Polícia Ambiental (Patram) que é o órgão responsável em Bento. “Sempre orientamos a população a procurar esse órgão”, revela. O número para contato com o órgão é (54) 3452.2968. Para a entidade, a única forma de acabar o abandono é a educação, a adoção e a castração. “Há seis anos a prefeitura disponibiliza um programa de castração gratuito pela prefeitura”, destaca. Neste mês, a Patas e Focinhos está desenvolvendo uma campanha destinada a pessoas de baixa renda que é cobrado um valor menor. “Existem muitos tabus com relação a castra-

21

regional@jornalsemanario.com.br

N

esta época, na qual o calor é mais intenso é propício para a proliferação de pulgas. Os donos de animais de estimação reclamam da incidência e buscam alternativas para sanar o problema. A médica veterinária Natalia Vanoni Piva, explica que é necessário que os proprietários dos bichinhos fiquem atentos ao ambiente, pois é neste local que elas se proliferam. O animal é apenas utilizado para as pulgas adultas se alimentarem de seu sangue. “É preciso observar o ambiente em que ele fica e os lugares que frequentam principalmente áreas com grama e locais públicos”, revela. Como são locais que também é frequentado por outros animais e alguns desses são abandonados ou de ruas podem estar contaminados por parasitas. A indicação para o controle e a prevenção contra os insetos indesejáveis, a médica veterinária indica a utilização de antipulgas. Ela lembra que tem alguns cães e gatos que possuem alergias a esses parasitas. Para a residência, a dica de Natalia é lavar frequentemente os panos e a cama. Além de colocar os itens no sol e observar os cantos dos rodapés, pois são locais onde os insetos se escondem e se proliferam. A estimativa é que apenas 5% das pulgas ficam nos animais e 95% estejam no ambiente.

Ambiente Para a limpeza do ambiente, a médica veterinária indica a utilização de produtos químicos específicos que podem ser adquiridos em agropecuárias.

Natalia Vanoni Piva orienta sobre as medidas de prevenção e combate “Os proprietários dos animais devem estar atentos a diluição desse produto, pois muito diluído pode fazer com que o tempo as pulgas criem resistência ao produto e pouco diluído é prejudicial a saúde”, esclarece. Para a aplicação no ambiente é recomendado a utilização de luvas e máscaras. “É tóxico para as pessoas e para os animais”, adverte. Este produto não pode ser utilizado para dar banho nos animais, pois a toxicidade pode levar ao óbito. Por isso, é necessário aguardar que o produto seque antes do bicho de estimação retornar ao local. O produto poderá ser utilizado uma vez por semana ou a cada 15 dias.

Higiene A utilização de xampus antipulgas é o mais utilizado por atuar na prevenção e no combate. A médica veterinária explica que não é indicado que os animais tomem banho com tanta frequência, mas como muitos convivem no ambiente doméstico, os proprietários acabam optando por banhos que são realizados ou uma vez por semana

ou a cada 15 dias. Outra dica dada por ela, é que os animais que possuem pelos compridos sejam tosados. “Essa ação facilita para que o animal não sinta calor e que seja feita a prevenção contra as pulgas”, aponta.

Doenças As pulgas são transmissoras de verminoses. Natalia esclarece que por isso é necessário que os bichos de estimação tomem vermífugos. “Como as pulgas se alimentam de sangue podem causar anemias”, comenta. Além disso, podem ocasionar alergias na pele e coceiras, assim os animais podem ter lesões na pele o ato de se coçar pode resultar na infecção. Outras opções para o combate dos parasitas é a aplicação de um produto especifico na nuca do animal uma vez por mês, ou conforme o caso pode ser feito 45 dias. Os ovos ficam até um ano no ambiente até eclodir, assim é necessário que se tenha um controle. Por isso, é necessária que seja realizada a pulverização uma vez por semana por um período de cerca de três meses.


22

Obituário

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Faleceram em Bento

GEMMA ZORTÉA, no dia 29 de janeiro de 2014. Natural de Muçum, RS, era filha de Jorge Zortéa e Amélia Zortéa e tinha 83 anos. ARLINDO FICAGNA, no dia 30 de Janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filho de Ferdinando Ficagna e Ursula Amália Postal Ficagna e tinha 82 anos. ILVA ROSALIA ZANATTA, no dia 30 de Janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filha de Jordão Zanatta e Joanna Bortolotto e tinha 91 anos. ALZIRA ZANETTE RAMOS, no dia 30 de Janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filha de Dionisio Zanette e Adelina Orso Zanette e tinha 57 anos. JOÃO ARALDI, no dia 30 de Janeiro de 2014. Natural de Vespasiano Correa, RS, era filho de Adão Araldi e tinha 66 anos. LÚCIA FORMENTINI POSTAL, no dia 30 de Janeiro de 2014. Natural de Garibaldi, RS, era filha de Lídio Formentini e Martina Formentini e tinha 54 anos. GERMANO FERNANDO CARLESSO, no dia 30 de Janeiro de 2014. Natural de Mussum/Guaporé, RS, era filho de Henrique Carlesso e Benvenuta Justina Piccoli e tinha 90 anos. ALCIDES TREVISAN, no dia 31 de Janeiro de 2014. Natural de Santa Tereza, RS, era filho de Renophonte Trevisan e Carolina Cavagnolli e tinha 77 anos. MARIA AMÉLIA ARTUS, no dia 01 de Fevereiro de 2014 . Natural de Barão/Monte Negro, RS, era filha de Mathias José Kercher e Helena Kercher e tinha 80 anos. FERNANDO DOS SANTOS, no dia 01 de Fevereiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filho de Albery Oliveira dos Santos e Teresinha de Paula e tinha 23 anos. VANDERSON GONÇALVES DOS SANTOS, no dia 01 de Fevereiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filho de Antônio Gonçalves dos Santos e Neusa Marly Moreira e tinha 29 anos. MARIA MEZZOMO, no dia 02 de Fevereiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filha de Luiz Vignatti e Luiza Vignatti e tinha 84 anos.

GABRIEL BENELLI, no dia 02 de Fevereiro de 2014. Natural de Carlos Barbosa, RS, era filho de Ari Benelli e Marilene Selleri Benelli e tinha 26 anos.

NELSON TEIXEIRA VIANA, no dia 03 de Fevereiro de 2014. Natural de Erebango/Getúlio Vargas, RS, era filho de Fernando Teixeira Viana e Luiza Catharina Viana e tinha 59 anos.

MARIA GORETTI BORDIGNON PEDRETTI, no dia 03 de Fevereiro de 2014. Natural de Guaporé, RS, era filha de Armelindo Bordignon e Carmelina Galves Bordignon e tinha 52 anos.

FLORIANA DE OLIVEIRA AMARAL, no dia 04 de Fevereiro de 2014. Natural de São Nicolau, RS, era filha de Florinda de Oliveira e tinha 77 anos.

MARIA EVA DA SILVA DE LIMA, no dia 05 de Fevereiro de 2014. Natural de Rosário do Sul, RS, era filha de Lindolfo Caurio da Silva e Carolina da Silva e tinha 81 anos.


Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Publicações Legais

23


24

Segurança

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

Apreensão

Acidente fatal

Traficante é preso em flagrante no Maria Goretti 1ª DP, DIVULGAÇÃO

Bento-gonçalvense cai de prédio e morre Peritos da Polícia Civil afirmam que morte de César Durli foi acidental DIVULGAÇÃO

Noemir Leitão policia@jornalsemanario.com.br

U

m acidente fatal ocorreu na noite da última terça-feira, 4, na cidade de Encantado. A Brigada Militar compareceu no centro deste município, porque um homem estava em óbito na via pública. César Durli, de 51 anos, que era morador de Bento Gonçalves, foi a vítima. A informação que se tem é que Durli estaria em um prédio no local e teria caído. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Lajeado e uma funerária de Bento já se deslocou na manhã de quarta-feira, 5, para realizar o translado a fim de que os familiares realizassem o enterro em Bento Gonçalves. Para o delegado de polícia de Encantado, João Antônio Pei-

Municipal Moto encontrada em matagal

Um foragido da justiça foi preso por uma guarnição do POE na rua Ari da Silva, bairro Eucaliptos, por volta das 19h45min desta quinta-feira, 6. O indivíduo ao avistar a viatura fugiu, sendo perseguido e detido. Foi dado voz de prisão e ele foi conduzido à Delegacia e posteriormente ao Presídio Estadual.

Garibaldina

Veículo capota e deixa uma mulher ferida

Dois carros colidiram lateralmente e um deles capotou na pista Na tarde desta quarta-feira, 5, ocorreu uma colisão entre um veículo Idea e um Sandero, ambos com placas de Bento. Neste acidente uma mulher ficou ferida. O fato ocorreu na RSC 470, na altura do quilômetro 221, no trevo de acesso à Garibaldina, em Garibaldi. Segundo relatos da Polícia Rodoviária Estadual, o veículo Idea estaria transpondo a via para acessar o trevo, quando

o Sandero, que vinha no sentido Garibaldi/Bento, cortou a frente do outro veículo, colidindo lateralmente. Com o choque, o Sandero capotou na pista e a motorista ficou levemente ferida. No outro veículo, ninguém se machucou. A ocorrência foi atendida pelos resgates dos Bombeiros e do Samu de Bento Gonçalves, além dos bombeiros voluntários de Garibaldi.

um revólver, com número de série raspado, calibre .38, municiado com seis cartuchos. Foram apreendidos também celulares, dinheiro, entre outros objetos. O indivíduo possui antecedentes criminais por tráfico de drogas e outros delitos. O flagrado foi encaminhado ao Presídio Estadual de nossa cidade, após as formalidades legais e ficará a disposição da justiça. O material foi recolhido para perícia e será juntado ao processo.

Recolhimento

Centro

PREFEITURA, DIVULGAÇÃO

Foragido é preso no bairro Eucaliptos

Na manhã de ontem, 7, cerca de 12 policiais civis, oriundos das 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP), 2ª DP, da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Bento Gonçalves, apoiados por outros policiais das Delegacias de Garibaldi e Veranópolis, cumpriram dois mandados de busca e apreensão no bairro Maria Goretti, em Bento Gonçalves. Um homem foi preso em flagrante por posse irregular de

Escritório da Zona Azul é assaltado NOEMIR LEITÃO

Perseguição

Homem já possui antecedentes criminais por tráfico de drogas

ANTÔNIO SÉRGIO DE OLIVEIRA/RÁDIO DIFUSORA, DIVULGAÇÃO

Uma motocicleta foi recuperada ontem, 7. O veículo havia sido furtado na tarde de quinta-feira, 6, no Centro. A moto estava em um matagal no bairro Municipal e nas imediações estavam dois adolescentes, de 14 e de 16 anos, que foram levados para a Delegacia para registro e depois liberados.

César Durli morreu ao cair do sexto andar de um prédio

xoto, a morte de César Durli foi acidental. A confirmação foi feita por parte da perícia ainda na quarta-feira. De acordo com o delegado, a vítima caiu do sexto andar do prédio, depois de agarrar-se na parte externa. Ele caiu de uma altura de mais de dez metros. A Polícia Civil ouviu ainda moradores do prédio e a proprietária do apartamento, de onde Durli caiu. O morador de Bento tentou se agarrar na parte de fora do prédio, porém acabou se soltando e veio a cair, tendo morte instantânea. A perícia ainda confirmou que não houve qualquer empurrão e apontou que a morte foi acidental. César Durli foi sepultado no cemitério da localidade do Barracão, em nossa cidade na última quinta-feira, 6.

Funcionária não tem suspeito O escritório da Zona Azul, na rua Barão do Rio Branco, Centro da cidade, foi assaltado na manhã desta quarta-feira, 5. No momento em que a funcionária abria a loja um homem se aproximou e entrou no local junto com a vítima. O assaltante levou dinheiro e fugiu do local.

Objetos serão destruídos

Materiais irregulares são apreendidos Os fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico realizaram nesta terça-feira, 4, a apreensão de mais materiais vendido irregularmente nas ruas do município. Foram apreendidos 718 itens entre CD’s, DVD’s, alianças, relógios, pulseiras, colares, entre outros. Os Cd’s e Dvd’s são destruídos no ato do recolhimento.


Geral

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

25

Picadas de abelhas

Homem está em estado regular Dois homens que trabalhavam na localidade foram atacados pelos insetos. Um deles está hospitalizado no Tacchini Noemir Leitão policia@jornalsemanario.com.br

E

ste fato ocorreu na localidade do Vale Aurora, nesta quarta-feira, 5, quando dois funcionários de uma empresa terceirizada, que pres-

ta serviços para a Rio Grande Energia (RGE), preparavam-se para a realização de reparos nesta comunidade quando foram atacados por abelhas, ao aproximarem-se de um transformador. O Serviço de Atendimento

Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros de Bento Gonçalves comparecem no local para os primeiros socorros e encaminharam os dois homens para o Hospital Tacchini. Uma das vítimas foi levada por moradores em um

veículo, sendo que na metade do caminho, ela foi entregue para o Samu. Um deles, Adriano Alves, foi levado em situação mais grave para atendimento. Ele precisou ser internado na Unidade de Terapia Intensiva

(UTI) do Hospital Tacchini. Segundo o último boletim médico, da tarde de ontem, 7, Alves já está em um quarto e seu estado de saúde é regular. O outro homem picado pelas abelhas, foi atendido e liberado.


26

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

IGVariedades

DenisedaRé

Itacyr Luiz Giacomello | italugi@yahoo.com.br | n° 1.910

SINDMÓVEIS – Nova diretoria COM objetivos definidos e buscando o caminho fértil do crescimento e evolução da cadeia produtiva moveleira e em solenidade realizada na noite de 28 de janeiro 2014, no Clube Aliança tomou posse a nova Diretoria Executiva do SINDMÓVEIS – Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves – gestão 2014/2015. Após relato das atividades, realizações, lutas e conquistas ao longo de sua gestão a presidente Cátia Scarton destacou a importância do setor moveleiro e sua representatividade. Ao desejar sucesso aos novos dirigentes do SINDMÓVEIS Cátia Scarton passou o cargo ao novo presidente da entidade Henrique Tecchio que apresentou toda a sua equipe de trabalho para a próxima gestão.

Reconhecimento e desafios EM seu pronunciamento o novo presidente empossado do SINDMÓVEIS Henrique Tecchio – Bentec – agradeceu o trabalho desenvolvido pela diretoria anterior liderada pela presidente Cátia Scarton – Prima Design. Em sua gestão e juntamente com o trabalho de equipe e humildade são inúmeros os desafios a enfrentar, mas não faltará a busca de soluções em defesa do associado e do setor moveleiro.

CASA BRASIL e nova sede O presidente do SINDMÓVEIS, Henrique Tecchio, destacou que a CASA BRASIL de 2015 deverá ganhar um novo enfoque com o apoio moveleiro. Anunciou ainda que a entidade está viabilizando - na qualidade de Polo Moveleiro do Brasil – a construção de nova Sede para o SINDMÓVEIS, merecendo o aplauso dos presentes. Congratulando-se com o evento fizeram-se ouvir o Deputado João Fischer e o prefeito Guilherme Pasin almejando sucesso aos novos dirigentes. Um show especial da Banda Estado das Coisas – Rock de Galpão – encerrou com chave de ouro a posse dos novos dirigentes do SINDMÓVEIS 2014/2015. Sucesso!

6º BCOM – Troca de Comando PRESTIGIADA e até emocionante a solenidade de Transmissão do Cargo de Comandante do 6º Batalhão de Comunicações do Cel. José Augusto Bognoni Los Reis ao Ten. Cel. Alexander Eduardo Vicente Ferreira que aconteceu historicamente ao anoitecer do último 21 de janeiro de 2014. Cumprindo o protocolo, homenagens, saudações e inauguração oficial da foto e despedida do Cel. Los Reis e esposa Sueli de brilhante passagem em nosso meio as palavras de agradeci-

denisedarebg@gmail.com

mento de autoridades, convidados e comunidade bento-gonçalvense. Com o aplauso dos presentes o Gal. de Div. Comand. da 6ª DE – Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, anunciou a posse do novo Comandante do 6º BCOM Alexander Eduardo Viente Ferreira acompanhado da esposa Claudia. Destaque para o desfile da tropa e dos bens que integram o patrimônio do 6º BCOM. Ao Comandante que deixa o cargo Cel. Los Reis com novas funções em Brasília e ao Ten. Cel. Alexander Ferreira que assumiu o Comando, nosso abraço e sucesso!

Medicação e orientação médica A saúde está em primeiro lugar! Mas é importante dizer que para administrar qualquer medicamento é preciso orientação médica, seguindo com clareza a receita prescrita. O Hospital Tacchini via Farmácia Tacchimed não recomenda a automedicação uma vez que tal procedimento poderá causar prejuízos à própria saúde. Nem sempre os mesmos sintomas são indicativos do mesmo problema. Outro detalhe que deve ser observado é a data de validade de qualquer medicamento antes de usá-lo. Por isso informe-se sobre o uso e aplicação correta de qualquer medicamento.

FIEMA BRASIL 2014 A Diretoria da PROAMB liderada pelo presidente Neri Gilberto Basso preparando com determinação a 6ª FIEMA BRASIL – presidida pelo empresário Jones Favretto e equipe que acontece na Fundaparque – Bento Gonçalves – RS de 22 a 25 de abril 2014. A FIEMA BRASIL diz o presidente Favretto é uma feira internacional de alto nível, voltada a negócios, novidades em tecnologias e soluções para o Meio Ambiente com qualidade de vida. Programe-se!

BRASIL ALIMENTA SEGUEM os preparativos da 11ª Envase e Brasil Alimenta Fundaparque, Bento Gonçalves – RS de 08 a 11 de abril 2014. A feira vai propiciar um grande encontro de oportunidades, inovação e negócios com alta tecnologia e 5 mil indústrias de bebidas convidadas. A ENVASE BRASIL vai reunir a Vinotech, Techlac e a Techbeer. A BRASIL ALIMENTA vai focar a MultiAgro e o Encontro Produtor, que virá com importantes novidades. Para o Diretor Executivo da feira Osmar Bottega, Presidente Vicente Puerta e Diretor Comercial Joaquim Puerta, oportunidades e negócios vêm por aí!

A FRASE A lâmpada que ilumina o corpo é o olho. Se teu olho for transparente, ficarás todo cheio de luz. (Lc 11,34)

“Flagrantes da Vida Real” Leitora das Seleções Reader’s Digest, nos anos dourados, sinto saudades daquelas revistas. Sei que elas ainda circulam por aí, inclusive algumas caíram às minhas mãos, tempos atrás. Mas perderam a sedução e o sabor de novidade. Pensando bem, elas perderam pela tecnologia. Enfim, enquanto procuro o elo perdido, homenageio um grupo de meninas que se encontraram. Troquei os nomes para que ninguém se sentisse ofendido... nem os defuntos. No segundo texto, outro flagrante, desta feita para mostrar que “em boca fechada não entra mosca”.

As amigas marcaram ponto num restaurante. Viçosas e alegres nos seus oitenta anos (para cima) – e um brotinho de setenta e cinco –, compartilhavam o almoço e o bom humor. -Elpídio morreu?! Não brinca? – surpreendeu-se uma delas. -Não brinco com essas coisas... – respondeu a outra, em meio ao riso. Em seguida, novo anúncio fúnebre: -Vocês se lembram do Joanin? Foi-se... -Pra onde? – perguntou a desavisada. -Escafedeu-se. Tomou o elevador pro andar de cima... ou de baixo, que ele não era santo. Conheci o cara em outros carnavais – acrescentou. Gargalhada geral. Após, mais uma notícia trágica: -Souberam do Artêmio? Já era! Foi um kkk liberado. De repente, um soco na mesa e a ordem: -Agora chega! Daqui pra frente, só vamos falar de putaria. Antes que começassem a desfiar historietas picantes, adentrou uma garota octogenária que estava atrasada. Depois das desculpas e beijinhos de praxe, a pergunta dirigida ao broto: -E tua mãe... (Ops!) Foi aí que ela teve um clik! A noninha já tocava harpa com os anjos há anos. Querendo corrigir a gafe, a distraída acrescentou: -...continua mortinha? -Ninguém se aguentou, nem eu, que acompanhava tudo de uma mesa próxima.

Sol a pino, quase quarenta graus, e eu a pé. Ônibus? Nem pensar! Depois daquela experiência tragicômica em que quebrei três costelas, de pura bobeira, preferi peregrinar em busca de um táxi. Felizmente, havia um dando sopa. Dois homens estavam sentados na mureta, ao lado. Fiz um sinal. O gordinho se levantou. Entrei no carro e dei o endereço. O cara, mudo. Durante o percurso, nem uma palavra sobre o tempo, o calor, o fim do mundo... nada! Sem música sertaneja, sem cheiro de essência de eucalipto e, infelizmente, sem ar condicionado. Abri a janela, fechei, abri de novo – meus cabelos pedindo socorro – e o motorista, inabalável. Subimos, descemos, indiquei a entrada, direita, esquerda, coisa e tal. Ele, calado. Enfim, chegamos. Embora estivesse vendo, no painel, o valor da corrida, perguntei quanto era. O motorista então se virou, franziu a sobrancelha direita e, sem abrir a boca, mostrou o taxímetro com o dedo indicador. Só me restou agradecer... com o dedo anular, é claro!


27

Sábado, 8 de fevereiro de 2014

AssuntaDeParis IRENE DE FIGUEIREDO SANTOS, REPRODUÇÃO

Casa de madeira – Cozinha separada. Detalhe em lambrequim

Período das edificações de madeira As edificações com estrutura e paredes de madeira enquadraram-se em diversos períodos da arquitetura da imigração italiana, com algumas peculiaridades. As construções provisórias foram erguidas com troncos, galhos e folhagens empregadas no mínimo, ou de madeiras macias rachadas grosseiramente. No período primitivo utilizou-se madeira rachada ou serrada à mão. Apesar do emprego generalizado de pregos, às vezes usou-se exclusivamente madeira, até mesmo os fixadores: cepos de fundações, cobertura em tabuinhas, portas e janelas com dobradiças, tábuas fixadas com cavilhas, cunhas e chavetas de cabriúva, guajuvira e outras madeiras de lei. “Para se fazer pregos em madeira, primeiro serrava-se uma árvore de lei, cortava-se em pedaços de dez a quinze centímetros, depois secava-se ao sol. Com a “brítola” (canivete em forma oval) polia-se as madeiras e com o “trivelin” (pua) fazia-se um buraco na madeira. Cada agricultor era um engenheiro”. O período de apogeu empregando a madeira ora artesanal, ora processada industrialmente. O aspecto prático se reduzia ao essencial, sem ornamentação. Neste período foram construídas as maiores obras de madeira de maior porte de todo o ciclo da imigração italiana. Na linguagem decorativa há uma riqueza de trabalhos singelos de serra-de-fita, especialmente lambrequins, onde a madeira é trabalhada em onda e bico alternados, muito numerosos e aparecendo com variantes como: torneados, entalhados, chanfraduras, fresados e pilastras. As residências mostraram a presença de um corredor coberto ligando um compartimento ao outro da casa. Convém lembrar que a casa rural, engloba uma série de edificações isoladas, bem como outros espaços organizados, destinados às diversas atividades de habitação e produção. O costume de fazer duas casas, bem espaçosas, onde dormiam e outra onde faziam as refeições, causou certa curiosidade. Muitos agricultores, a quem perguntamos as razões, respondiam que era para evitar o incêndio. No caso de queimar a cozinha, não ia a casa, construída com tanta dedicação e sacrifício.

Governo Municipal fez um ano Desde que se dispôs candidatar-se ao cargo máximo do Município, o Prefeito Darcy Pozza declarou insistentemente em sua campanha eleitoral que, caso eleito, se propunha a realizar uma administração voltada exclusivamente para os interesses da comunidade bento-gonçalvense. Não fez nenhuma promessa de ordem pesso-

al ou de cunho estritamente político-partidário. Prometeu, apenas trabalhar incessantemente com os meios de que iria dispor – com honestidade e dentro dos princípios legais – para a valorização do homem e o consequente progresso dessa terra que é, insdiscutivelmente, um orgulho para o Estado e Nação.


A Edição

www.jornalsemanario.com.br

56 páginas

BENTO GONÇALVES

Sábado

8 DE FEVEREIRO DE 2014

Primeiro caderno .................. 28 páginas Esportes ................................. 4 páginas Empresas & Empresários ......... 8 páginas Saúde & Beleza ........................ 8 páginas Caderno S ................................ 8 páginas

ANO 47

N°3000

R$ 3,00

Lago da Fasolo

Será que tem jeito? Prefeitura anuncia licitação para a limpeza das marrequinhas, enquanto as bombas de esgoto estão desligadas há três meses, poluindo ainda mais o lago Página 15

Vilma Baccon

Mulher batalhadora e feliz com a vida Caderno S

Sua saúde

ESTEFANIA V. LINHARES

REPRODUÇÃO

Remédios que podem engordar

Editorial Saúde&Beleza

Seguindo em frente fala sobre as mudanças gráficas do Semanário para 2014


08/02/2014 - Jornal Semanário - Edição 3000