Page 1

ALFENAS, SÁBADO, 07 DE JUNHO DE 2014 - EDIÇÃO Nº 2987

Alzira Velano faz captação de múltiplos órgãos A tristeza e a dor de uma família que perdeu um ente querido foi transmutada em alegria e saúde para várias pessoas que foram beneficiadas com a doação de múltiplos órgãos. A captação foi realizada ontem, sexta-feira, dia 6, no Hospital Universitário Alzira Velano. A captação dos órgãos movimentou equipes médicas e de enfermagem de São Paulo, Belo Horizonte e Alfenas. Os profissionais dos hospitais Incor e Albert

Natália Souza

Einstein vieram de helicóptero do Corpo de Bombeiros e a do Hospital das Clínicas de jato. Em entrevista coletiva no Hospital, os coordenadores das equipes e dr. Olavo Guimarães agradeceram a generosidade da família do doador, que mesmo vivendo um momento de imensa tristeza, respeitaram a vontade do doador, que havia manifestado em vida, o desejo de doar seus órgãos.

UNIFENAS: Resultado da Prova Tradicional sai na segunda Os vestibulandos devem ficar atentos: na segunda-feira, 9 de junho, a UNIFENAS divulga o resultado da Prova Tradicional do Processo Seletivo 2014/2. Mas esta não é a única forma de ingresso para o 2º semestre. Exceto para o curso de Medicina, há outras modalidades, cujas inscrições estão com as datas definidas, como consta no edital disponível no site www.unifenas.br/vestibular/.

CIDADE - PÁG. 9

No bloco cirúrgico equipe inicia primeiros procedimentos para captação

CIDADE - PÁG. 9

Força tarefa no combate à dengue

Venício Scatolino

Venício Scatolino

A Secretaria de Estado da Saúde enviou para Alfenas mais de 40 agentes para ajudar no combate à dengue. Desde o início desta semana estão sendo realizados mutirões de limpeza e ações preventivas de controle aos focos do mosquito Aedes Aegypit. Dados da Vigilância Epidemiológica indicam mais de 400 casos notificados no município, sendo 107 confirmados. A mobilização vai até dia 14 de junho e começou pelo bairro Vila Betânia. A cidade também deve receber o Dengue Móvel nos dias 13 e 14 de junho que percorrerá os bairros trocando entulhos reciclá-

Antônio Carlos Lopes abordou inúmeros temas da área de saúde e ensino médico, em brilhante palestra na UNIFENAS

Palestra e lançamento de livro movimenta UNIFENAS

O trabalho é feito por meio de bombas costais e fumacê veis por material escolar. A mobilização ainda contará com o Dengômetro,

uma tenda montada para a prestação de informações e distribuição de

material gráfico sobre a doença.

CIDADE - PÁGS. 6 E 7

Fossa ecológica garante saúde e proteção ambiental Venício Scatolino

Começam a ser construídas em várias comunidades rurais as fossas ecológicas, um sistema de destinação adequada para o esgoto doméstico. Uma das vantagens é que esta fossa não precisa passar por limpezas periódicas. Além disso, ela não polui solo, água e ar, nem permite a saída de microorganismos causadores de doenças. Uma demonstração técnica da fossa ecológica foi feita esta semana, na comunidade rural de Bárbaras.

CIDADE - PÁG. 5

O lançamento do compêndio ‘Clínica Médica: diagnóstico e Tratamento’, ocorrido quarta-feira, dia 4, no auditório Prof. Edson Antônio Velano, na UNIFENAS, reuniu grande público que, após

instigante palestra do autor, o médico e professor Dr. Antônio Carlos Lopes, participou de animada sessão de autógrafos e coquetel no Restaurante dos Lagos.

CIDADE -PÁGS. 10 E 11

Chapadão decide título em casa O Esporte Clube Chapadão entra em campo amanhã, às 14h30, para enfrentar o Athletic de São João Del Rei. O jogo será no estádio do América e o time de Alfenas precisa do empate para ser campeão regional. PÁG. 15

O Jornal dos Lagos, nesta

Alguns materiais e construção e material usado podem ser usados na construção da fossa ecológica

Elzo inaugura projeto social de futebol em Machado ESPORTE - PÁG. 14

Opinião......................2 e 3 Cidade.......................5 a 11 Polícia..............................12 Esporte......................13 a 16 Geral..........................17 a 10 Editais..........................20 Esta edição: 20 páginas, mais Caderno L

edição, volta a publicar o Caderno L, juntamente com páginas sociais. Os cadernos são produzidos pela equipe de redação do JL e veiculará semanalmente, aos sábados.


Alfenas, sábado, 07 de junho de 2014

2 Editorial

Força tarefa contra a dengue Está na cidade uma força tarefa do governo de Minas para auxiliar nas ações de prevenção e combate à dengue. Alfenas está mesmo precisando de toda ajuda possível, pois o número de casos, felizmente sem mortes, só faz aumentar. E olhe que muito provavelmente o número oficial não reflita a realidade, já que uma das constatações é a subnotificação de casos da doença. Os integrantes desta força tarefa mais os agentes de dengue do município estão desencadeando uma série de ações. Vai ajudar muito, mas a população precisa fazer sua parte e se engajar na luta contra a dengue. Se sairmos às ruas e perguntarmos às pessoas como evitar a doença, certamente a maioria vai saber enumerar algumas atitudes, o que significa que quase todos nós sabemos o que precisa ser feito. Então, porque não fazemos? Talvez pensemos “isto não acontece comigo” ou “minha casa é limpa” ou ainda “moro num local melhor”. O mosquito da dengue não faz distinção. Ataca até casas “limpas”, pica ricos e pobres e voa livremente por toda a cidade, na periferia e no centro. Todos devemos nos preocupar. O simples fato de precisarmos da ajuda de uma força tarefa já mostra como a situação é perigosa. Demonstra que o mosquito está solto, botando ovos que serão larvas e novos mosquitos. Além dos cuidados que todos sabemos que devemos tomar, é importante que os casos suspeitos sejam notificados. Se depois for constatado que não se trata da doença, tanto melhor. É o conhecimento sobre a ocorrência da doença que permite definir as estratégias de controle, combate e tratamento, quando for o caso. Vale reforçar, cada um pode fazer sua parte. Isto, somado às ações governamentais, certamente terão um resultado positivo para a população. Então, vamos nos informar ainda mais sobre dengue, vamos receber os agentes de saúde, vamos tomar todos os cuidados e vamos exigir notificação e outras posturas do poder público. E, mais importante, vamos exigir que as ações sejam constantes. De nada adianta toda esta operação, se as ações de combate não tiverem prosseguimento e continuidade. Combater a dengue não é uma tarefa finita e estanque. Tem de ser um trabalho constante e que envolva o maior número possível de pessoas.

Jornal dos Lagos Publicação da UNIFENAS. Órgão oficial de publicações de editais do Fórum de Alfenas. EDITOR: Valdir Cezário - Reg. 6.321 - DRT-MG - EDITORAÇÃO GRÁFICA: Paulo Henrique Corsini. REDAÇÃO E PUBLICIDADE: Rua Bias Fortes, 191 Centro - CEP: 37.130-000 - ALFENAS-MG TELEFAX: 35 3299-3878 PUBLICIDADE (fone): 35 3299-3892. Home page: www.jornaldoslagos.com.br - e-mail: jlagos@unifenas.br

Impresso em offset, na Arte Gráfica Atenas Ltda *** As idéias e os conceitos emitidos em artigos assinados não representam necessariamente a opinião deste jornal, sendo de exclusiva responsabilidade dos autores ***

PADRE HOMERO HÉLIO DE OLIVEIRA, pároco da paróquia de Nossa Senhora de Fátima

Vai começar o espetáculo! O que está despertando interesse de quase todos nós no momento é sem dúvida a Copa, envolvendo pessoas de todos os continentes. Estaremos passando por uma agradável experiência com relação às culturas diferentes, sentindo mesmo a alma de cada povo, irmanando-nos até em emoções comuns. Gostaríamos que a oportunidade se nos prestasse também para refletirmos mais profundamente o que a Copa poderia representar para todos nós, principalmente para o nosso país sede. Para o país sede da última Copa, a escolha foi motivada principalmente por verificar-se na África do Sul o fim do Apartheid, a política de segregação racial, e também o seu elevado crescimento

econômico. Aqui, esperamos que o evento possa contribuir para a superação dos problemas internos que assolam a nação há tanto tempo. Os bispos do Brasil publicaram neste sentido mensagem intitulada “Jogando pela vida”, convidando a sociedade brasileira a aderir ao projeto Copa da Paz e à Campanha “Jogando a favor da vida - denuncie o tráfico humano”. Seu objetivo é contribuir para que a Copa do Mundo em nosso país seja lembrada como tempo de fortalecimento da cidadania. “O sucesso da Copa não se medirá pelos

valores que injetará na economia local ou pelos lucros que proporcionará aos patrocinadores. Seu êxito estará na garantia de segurança

para todos sem uso da violência, no respeito ao direito às pacíficas manifestações de rua, na criação de mecanismos que impeçam o trabalho escravo, o tráfico humano e a exploração sexual, sobretudo de pessoas socialmente vulneráveis e combata eficazmente o racismo e a violência”. Assim, como esperança de todos nós, o esporte estará cumprindo o seu papel não somente de engodo de diversão e competição, também na função humanizante da existência humana. Que não se detenha somente na esfera competitiva, por vezes tensiva e explosiva, e mesmo na econômica, mas firme-se também na gratuidade, congraçamento e entretenimento.

RONALDO SABÓIA, Compositor intérprete e instrumentista - Alfenas – MG E-mail: ronaldosaboia@alfenas.psi.br

Ministro Joaquim Barbosa decide deixar a presidência do STF Uma gestão polêmica, até então, à frente do STF (Supremo Tribunal Federal). Assim foi a gestão do senhor Ministro Joaquim Barbosa. Polêmica, podemos dizer assertivamente, porque grande parte dos brasileiros, de forma geral, inclusive a maioria dos outros magistrados que compõe aquela Casa, não está acostumada, na linguagem popular, a andar na linha com comportamento ético, com postura ilibada, com decência e respeito pela ordem e bem público. É triste para quem tem discernimento e até julga entender alguma coisa de leis e ordem neste país; ter que concordar com toda essa situação criada para que nosso honroso ministro Joaquim Barbosa tenha que deixar este cargo tão importante frente à nação. Perde o país, perdemos todos nós com essa saída! Não seria Joaquim Barbosa o salvador da pátria; mas seria sim, Joaquim Barbosa, a referência, o ponto x que diferencia o certo do errado. Antes de Joaquim Barbosa: a desordem, a corrupção desenfreada, a impunidade, a imoralidade, tudo isso subtraída do sofrimento do povo brasileiro e varrida para debaixo dos tapetes nas administrações públicas em todas as instâncias, deixando o povo distante das nuances da criminalidade política administrativa no Brasil. Depois de Joaquim Barbosa: prisões das personalidades políticas que se demonstravam honestas, ilibadas, acima de qualquer suspeita, mas que na verdade não passavam de bandi-

dos, corruptos, que devastavam a nação, surrupiando, assaltando os cofres públicos, roubando dinheiro dos inúmeros impostos recolhidos à custa do suor do povo brasileiro. Roubavam com status e postura de homens de bem; um afronte à nossa democracia; democracia de um povo que confiou a esses abutres, a nossa nação, o direito de governar para o povo brasileiro. Segundo Fonte UAI: www. em.com.br - “Para diversas entidades de classe dos juízes, Joaquim Barbosa não deixou boas lembranças porque “cortou o diálogo com a classe e tinha postura antidemocrática”. A nota de insatisfação com a atual presidência do STF foi assinada em conjunto pela Associação dos Magistrados Brasileiros (Amagis), Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). Mas o que vale lembrar e registrar é que nós brasileiros fomos traídos, roubados, massacrados por esses vermes que hoje se encontram atrás das grades e buscam se justificar o injustificável. Querem livrar suas caras; digo caras mesmo porque homens como eles não têm rosto, têm cara mesmo, e buscam apoio nas classes elitizadas. Classes como a de juízes onde alguns magistrados dizem que Joaquim Barbosa é um antidemocrata. Quem dera todos os antidemocratas fossem homens de bem como Joaquim Barbosa!

Joaquim Barbosa toma a decisão de sair da presidência do Supremo Tribunal Federal (STF) e deixa triste uma nação onde grande parte ainda acredita na possibilidade de se fazer valer a moralidade, a ética, a justiça, a soberania de um povo alegre, forte e retumbante, como diz o nosso hino. Acreditamos que a saúde debilitada do nosso então honroso ministro senhor presidente do STF, Joaquim Barbosa, possa ter contribuído em sua decisão de deixar o cargo, mas também acreditamos que forças ocultas possam ter sim influenciado nessa decisão, pois foi publicado em alguns sites que o senhor ministro Barbosa havia recebido ameaças via redes sociais, mas que, quanto a isso, ele havia ignorado. Então, diante de tudo isso o que vemos são algumas personalidades que não comungavam com as mesmas ideias e atitudes honrosas de Barbosa, e agora ficam tentando justificar o injustificável, conforme já dissemos antes, na busca de livrar os malfeitores e ilustres pilantras, transformando um homem de bem como errado e a bandidagem em verdadeiros santos. Isso é que é realmente inversão de valores. Isso é uma vergonha e estamos conversados. Bom fim de semana minha gente amiga e de paz! Que Deus abençoe o senhor Joaquim Barbosa e todos nós brasileiros. Amém!


Alfenas, sábado, 07 de junho de 2014

3 WALDIR DE LUNA CARNEIRO

ILMA MANSO VIEIRA - Bacharel em Filosofia

Teatrólogo

mansur@pitnet.com.br

JOVANY SALES REY - É autor de um magistral argumento e roteiro de longa metragem com o titulo de “A Lenda das Sete Orelhas”, que a nosso ver é mais interessante e envolvente do que “Django Livre”. Aguardem! BRASIL - A frase “Le Brésil n’est pas un pays serieux” (O Brasil não é um país sério), atribuída ao general De Gaulle pela imprensa nos anos 60, na verdade foi pronunciada pelo então embaixador brasileiro Carlos Alves de Souza Filho, ao fazer um desabafo. Não importa o autor, o fato é que, mais de 50 anos depois, esta frase continua representando a pura verdade. Não se pode ter como sério um país onde a baderna impera em todos os rincões, inclusive chegando ao cúmulo de ter sob patrocínio oficial do governo os desmandos praticados pelos integrantes do Movimento dos Sem-Terra. (“Tribuna da Imprensa”) JOVENS CURIOSOS - Jovens interessados em dramaturgia sempre aparecem para saber como era o teatro em Alfenas. Em tempos passados, pura brincadeira; teatro de época, teatro-crônica e sem nenhuma aspiração literária; não havia internet nem celulares, a meninada era disponível, tricotávamos peças uma em cima da outra e segundo nossos arquivos dezenas de criaturas subiram no palco, rodopiavam, falavam, gesticulavam e sumiam. COMUNISMO - “É como caxumba, ou dá na idade certa ou deixa sequelas.” (Janer Cristald) BIN LADEN - Já abordamos o assunto, mas vale repetir: “Se Bin Laden tivesse sido preso por brasileiros aconteceria o seguinte: Seus advogados estariam presentes na hora da prisão para garantir os direitos do terrorista. -Todas as escutas seriam consideradas ilegais por não terem autorização de um Juiz. - Os policiais e militares seriam acusados de “abuso de poder.” - Em três dias Bin Laden teria um “Habeas Corpus” decretado por irregularidades nas investigações. - Por ser réu primário no Brasil e não possuir outra condenação, seria logo posto em liberdade. - Por possuir “livre direito de ir e vir” seria liberado para visitas à Meca. - Pelo direito de “ampla defesa” alocaria milhares de testemunhas a seu favor. - O processo levaria uma década com ele em “liberdade provisória”. - Se condenado à pena máxima de 35 anos, cumpriria 1/6 como manda a lei. - Durante o cumprimento da pena de cerca de cinco anos, poderia receber visitas de todas as suas cinco esposas e seria liberado para sair nos feriados, inclusive no Natal. Depois de alguns meses preso, um Juiz decretaria que a prisão dele é ilegal por não constar Terrorismo no nosso Código Penal. E por último, para não manchar a imagem do Brasil junto ao mundo sofreria a terrível punição de doar dez cestas básicas para as Obras Assistenciais de Irmã Dulce”. MATRIMÔNIO - “...é um mistério imenso e profundo. Duas pessoas distintas que se tornam uma. E, sem dúvida alguma, em nenhuma outra circunstância da vida, o mandamento de amar o próximo como a si mesmo encontra sua realização e a sua conclusão de maneira tão perfeita quanto no casamento e no amor dos esposos. A continuidade dos anos de vida comum, numa intimidade que só ali existe, faz do casamento um mundo mais belo, mais profundo, incessantemente mais maravilhoso, pois o homem e a mulher não limitam sua união: sempre mais perfeitamente unidos e numa medida tal, que se integram um no outro. Pelo amor, um torna-se o outro. O coração e o espírito do homem tornam-se o coração e o espírito da mulher, e vice-versa.” - ( Pierre van der Meer Walcheren no livro “Deus e os homens”)

Momento de paz Minha imaginação toma rumo à Morada do Silêncio. Sou envolvida por uma energia cósmica interior que me traz uma sensação de paz absoluta. Permaneço introspectiva e mergulhada dentro de mim mesma, aqui e agora, em estado de pura consciência. Agora, a natureza me desperta. Observo o vento que balança as folhas dos pinheiros trazendo um som, como se fosse uma canção acalentadora. Estou atenta à natureza. É um momento mágico. Mergulhada neste estado, minha alma está em Paz. Meus olhos procuram a natureza para satisfazer a ânsia da alma que contempla o céu infinito, e penso no mistério da existência. Sinto-me embalada pelo cantar dos pássaros. É o bem-te-vi, agitado, à procura de sua companheira. É o fogo- apagou que emite o som, como se fosse uma palavra, tão semelhante a nossa. Os cantos dos pássaros formam a orquestra que acaricia a nossa audição e proporciona a doçura e a beleza que me acalentam. Estou em paz profunda. Estar em paz profunda é o momento em que a alma entra em harmonia com as leis que regem o universo. É um momento de deleite. E no silêncio, a consciência pode conectar com as vibrações mais sutis da esfera hierárquica cósmica. Mas o que é a paz tão procurada por nós? Paz é um alimento da alma para a alma. O homem e a natureza são manifestações procedentes do

mesmo princípio. Assim também cada povo, cada cultura, cada filosofia, aplica seus diversos métodos à mesma busca. Mesmo defrontando-nos com as guerras incessantes dos homens, sabemos que no fundo de cada coração há a ‘estrelinha verde’ da esperança. É a esperança intrínseca à existência humana. Empédocles, filósofo da Grécia antiga, cognominado o Filósofo do Amor, argumentou que o mundo é regido por duas forças contrárias: Amor e Luta (ódio). O Amor une. A Luta separa. Quando a energia do Amor domina, a força da Luta é expulsa. Então o mundo é envolvido por uma aura de paz. Esse é um ciclo que se repete por toda a eternidade. Assim é a luta dos homens. É a luta eterna porque o mundo é formado pela guerra dos contrários. Transcrevo algumas considerações de o quanto sou responsável pela Paz e pela Guerra: Sou responsável pela Paz “Se direciono correta e construtivamente os poderes da minha mente. Se concedo ao meu semelhante o direito pleno de se expressar, de acordo com seu próprio entendimento das verdades da vida. Se reconheço que os meus direitos cessam quando se iniciam os direitos de outros, e aceito isso como um mínimo indispensável de disciplina. Se faço uso dos poderes interiores para criar as minhas próprias oportunidades.

Se consigo promover a evolução dos que me cercam, sem considerar ameaçada a minha posição, e entendo que esta é a minha maior fonte de sucesso. Se compreendo que as leis Divinas diferem das criadas pelo Homem, e que nenhum direito divino especial é concedido a alguém unicamente por seu berço. Se compreendo que nada é mais livre do que o pensamento e que o pensamento construtivo transforma o Homem, direcionando-o à sua verdadeira meta. Quando sinto que toda felicidade depende do simples fato de existir... e estar de bem com a vida.” E muito mais. Sou responsável pela guerra: “Quando faço uso da minha inteligência para prejudicar o meu semelhante. Quando desrespeito os direitos alheios. Quando cobiço aquilo que outra pessoa conseguiu honestamente. Quando abuso de minha superioridade de posição, privando outros de sua oportunidade para progredir. Quando penso que sucesso na vida depende exclusivamente do poder, da fama e da riqueza. Quando penso que a mente das pessoas deve ser dominada pela força e não educada pela razão”. E tantos outros motivos para fazer guerra. “Se estou em paz, eu promovo a paz dos que me cercam. Por sua vez, eles promovem a paz daqueles que estão à sua volta e que também farão o mesmo. Então, a paz começa por mim! E sem ela não pode haver a necessária transformação social.”

MÔNICA NAVES BARCELOS Farmacêutica Bioquímica Mestrado - Universidade Federal de Lavras (UFLA) monicanavesbarcelos@yahoo.com.br

Saúde & esquecimento Constantemente me deparo com

ELOGIO DO ESQUECIMENTO

pessoas, jovens e idosos, se queixan-

Bom é o esquecimento, Senão como se afastaria o filho da mãe que o amamentou? Que lhe deu a força dos membros e o impede de experimentá-la.

do de que andam esquecendo coisas. Parece que este é mal do nosso século. A ansiedade, por exemplo, pode ser

Ou como deixaria o aluno o professor que lhe deu o saber? Quando o saber está dado o aluno tem de se pôr a caminho.

causa desencadeante de esquecimentos. O sono insatisfatório, a alimentação, algumas medicações também são fatores que nos influenciam a esquecermos de determinadas coisas.

zheimer, que possui como uma das

Pessoas que roncam, por exemplo,

características, o esquecimento.

muitas vezes, durante a noite apresen-

No entanto, nem todo esquecimen-

tam pequenos despertares, tendendo

to é doença! Todas as pessoas esque-

a serem mais esquecidas, com baixa

cem ou já esqueceram objetos, datas

concentração durante o dia-a-dia,

ou nomes. É claro que é fundamental

justamente por terem dormido “mal”.

saber o limite entre o esquecimento

A dica é: busque UMA VIDA SAU-

comum e o não comum, aquele que,

DÁVEL!

se não diagnosticado por um profis-

Uma vida saudável envolve o men-

sional médico, tende a progredir e

tal, o físico e o social! Acredito que a

influenciar na qualidade de vida que

solidão, o isolamento e a incomuni-

tanto prezamos.

cação podem nos prejudicar bastante,

Acho interessante o poema do

em especial aos idosos. Estudos com-

Bertolt Brecht intitulado “Elogio do

provam que, além da saúde mental,

esquecimento”, que defende que o

exercícios físicos aeróbicos (aqueles

esquecimento é algo que faz parte

em que o oxigênio é utilizado no pro-

do nosso desenvolvimento, amadu-

cesso de geração de energia) reduzem

recimento e crescimento, pelo fato

a possibilidade do desenvolvimento

de lembranças poderem nos trazer

de patologias como a doença de Al-

receios, por exemplo.

Para a velha casa, mudam-se os novos moradores. Se os que a construíram ainda lá vivessem, a casa seria pequena demais. O forno esquenta. Já não se sabe quem foi o oleiro. O plantador não reconhece o pão. Como se levantaria pela manhã o homem sem o deslembrar da noite que desfaz o rastro? Como se ergueria pela sétima vez aquele derrubado seis vezes para lavrar o chão pedregoso, voar o céu perigoso? A fraqueza da memória dá força ao homem.


4

sábado, 07 de junho de 2014

JORNAL DA PRAÇA 3º BÁRBARAS FEST SHOW - A comunidade rural dos Bárbaras (rodovia Alfenas/Paraguaçu, km 12) estará realizando nos dias 7, 8, 14 e 15, o 3º Bárbaras Fest Show Beneficente. Todos os dias haverá completo serviço de bar, leilão, bingos e shows. Aos sábados, a festa começa às 19 horas e aos domingos, 16 horas. Os shows agendados são: padre Arnoldo e Vanderley; e Daiane e Tatiane (ambos hoje, dia 7); forrozão com João Victor e Railsson (amanhã, dia 8). Kennedy e William; e Sula Mazurega (dia 14); e no domingo, dia 15, forrozão com Felipe e João Guilherme. A organização é de Ney Barreto, com apoio da Rádio Cultura AM de Alfenas. BAZAR - A paróquia de São Sebastião e São Cristóvão realiza nos dias 14 e 15 de junho o seu tradicional bazar beneficente. O evento aconteceu no salão da capela Santa Rita, de 8h30 às 17 horas. Peças a preços bem em conta e a renda será revertida nas obras assistenciais da paróquia. FUNCIONAMENTO DE ÓRGÃOS MUNICIPAIS NA COPA - Por meio do decreto 1041, a Administração Municipal definiu o funcionamento dos órgãos públicos municipais durante os jogos da Copa do Mundo de futebol em sua primeira fase. Nos dias 12, 17 e 23 de junho, o expediente será de 8 às 12 horas. O horário não se aplica aos serviços essenciais, como por exemplo, alguns atendimentos à saúde e o trabalho da Guarda Municipal. OFICINAS DE ORAÇÃO E VIDA Oficinas de Oração e Vida na paróquia de São José e Dores de Alfenas já começaram: todas as segundas, a partir das 19 horas, sob a responsabilidade das guias Celina e Jeane (telefones: 3291-6300 e 3291-2166), no Centro de Pastoral Cristo Rei (avenida São José, 1005, centro). Também há oficinas às quintas-feiras, às 14 horas, com as guias Maria Conceição e Sebastiana (telefones: 3291-2987 e 9902-2324). Participe! “JOVEM APRENDIZ ADM” - Para auxiliar as empresas de médio e grande porte a cumprir a Lei do Aprendiz - do Ministério do Trabalho e Emprego que determina a contratação de um percentual de aprendizes segundo o número de funcionários - a Associação Dias Melhores, entidade sem fins lucrativos, promoverá a quarta turma de inclusão social por meio da qualificação profissional. A iniciativa resolve dois principais entraves no processo de contratação de aprendizes: atender as demandas dos empresários dispostos a cumprir a legislação e o mecanismo de inserção dos jovens de baixa renda, no mercado de trabalho desta comunidade. O curso de aprendizagem na formação de “Auxiliar de Escritório, em geral”, tem duração de 16 meses, quarenta vagas, turnos da manhã e tarde aos jovens de 14 a 22 anos. PREVISÃO DE INÍCIO CURSO - 01 de julho de 2014 Cadastramento na sede da Dias Melhores, Rua Presidente Artur Bernardes, nº 423, Centro. Telefone: (35)3292.4992.


Alfenas, sábado, 07 de junho de 2014

5

Fossa ecológica protege o meio ambiente e resulta em saúde Fotos: Venício Scatolino

Majô de Souza Reportagem local

U

ma solução ecologicamente correta e economicamente viável para tratamento de esgoto doméstico está sendo implantada em residências e condomínios rurais. Trata-se da fossa ecológica ou tanque de evapotranspiração. É um sistema fechado para destinação adequada ao esgoto que sai do vaso sanitário. Outros desejos, como água da pia e do chuveiro não devem ter este mesmo destino. A grande vantagem desta fossa é que, ao contrário de outras, ela não precisa passar por limpezas periódicas, como é o caso de fossa séptica ou biodigestor. O sistema, que inclui plantas e conta com o sol para a evapotranspi-ração, não permite o acúmulo da chamada água negra (esgoto). O engenheiro florestal e coordenador regional de Meio Ambiente da Emater, Antônio Henrique Pereira, fez uma demonstração técnica da fossa ecológica na comunidade rural de Bárbaras, perto do centro de saúde. Segundo ele, é preciso fazer uma valeta e impermeabilizá-la com

Demonstração técnica explica como construir a fossa

Fossa começa com a abertura de uma vala Pode-se plantar um jardim sobre a fossa ecológica

Pneus vão compor o filtro anaeróbico do sistema cimento, areia e tela do galinheiro. Depois, este buraco é preenchido com entulho e pneus velhos. A própria terra retirada na abertura da vala é colocada por cima. E nela podem ser

plantados diversos tipos de vegetação ornamentais, como copo-de-leite, lírio do brejo e caeté banana.

Transformação A matéria orgânica pas-

Antônio Henrique Pereira: fossa é eficiente sará por decomposição anaeróbica - na câmara formada pelos pneus - e mineralizada, liberando variados nutrientes, que vão servir de adubo para as plantas, que os absorverão pelas raízes. A parte líqui-

Imóvel no bairro Santa Maria é transtorno para moradores Cláudia Cabral Reportagem local

M

oradores do bairro Santa Maria - há

três anos - pedem providências da Prefeitura quanto a um imóvel abandonado há mais de sete anos, localizado na esquina das ruas Inês Olinda de Carvalho e Mário Manso Vieira. A área está tomada pelo mato. Não foi feita a calçada e, para piorar, os vizinhos relatam que “pessoas estranhas” entram no local que está com a frente aberta. Muitos moradores reclamam do aparecimento de ratos e baratas nas suas casas. Além deste imóvel, há outros terrenos aban-

Abandonada há sete anos, casa traz problemas aos vizinhos donados sem que os donos façam a limpeza periódica para evitar transtornos. O Secretário Municipal de Meio Ambiente e Limpeza Urbana, John Strauss, informou que não tinha conhecimento sobre o problema dos moradores com relação ao terreno. Afirmou que o mais breve possível vai enviar um funcionário ao local para se inteirar do assunto e tomar as devidas providências. Imóvel no bairro Santa Maria está tomado pelo mato

Fotos: Venício Scatolino

Décio Paulino: sistema protege meio ambiente da vai evaporar. Por isso, é que a fossa deve ficar em local onde haja bastante sol, sem sombra. “Não pode ser debaixo de árvores, por exemplo”, explica. O dispositivo também não deve ficar muito próximo da residência. Desta forma, ressalta, não há poluição do solo, do ar nem da água. Além disso, não existe risco de microorganismos patogênicos - que causam doenças - sai do sistema. “Tudo isto reverte-se em proteção ambiental e saúde para os moradores”, afirma, informando que até mesmo em cidades o sistema poderá funcionar, com algumas adaptações. A fossa ecológica foi criada nos Estados Unidos. No Brasil passou por diversas adaptações por causa do clima e do tipo de solo. “É de custo relativamente baixo, pois

o material comprado é areia, cimento e tela. O restante pode ser aproveitamento de pneus e entulhos.” O tamanho depende do número de pessoas de cada residência. Por exemplo, para uma família com quatro pessoas, a vala terá de ser de quatro metros cúbicos. Para o secretário de Agricultura, Décio Paulino, uma das vantagens é o aproveitamento de materiais, que normalmente ficariam no meio ambiente. “Pneus, por exemplo, são um grande problema ambiental. Além disso, significa saúde, porque boa parte das doenças chega às pessoas por causa da falta de tratamento de esgoto.” Segundo ele, a secretaria estuda implantar estes sistemas em aparelhos públicos existentes na área rural, como escolas e postos de saúde.


sábado, 07 de junho de 2014

6

COMBATE À DENGUE

Alfenas recebe ajuda do Estado Cláudia Cabral Reportagem local

A

lfenas recebeu essa semana mais de 40 agentes da Força Tarefa de Combate à Dengue da Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG). O objetivo é realizar mutirões de limpeza e ações preventivas de controle aos focos do mosquito Aedes Aegypit. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, dos cerca de 400 casos notificados no município, 107 foram confirmados. A mobilização vai até dia 14 de junho e começou pelo bairro Vila Betânia. Neste período, os profissionais desenvolverão atividades de controle vetorial em domicílios e lotes, além do controle espacial por meio de bombas costais e fumacê (UBV). O coordenador da Vigilância, Wolmir Maida, ressaltou que os locais onde casos foram notificados devem receber a visita dos profissionais. Na região do bairro Aparecida, por exemplo, se concentram os maiores casos da doença, tanto suspeitos como confirmados. Essa realidade, porém, não se restringe a apenas estes locais, mas é uma situação preocupante na cidade inteira. E por isso é importante que toda a população colabore e abra as portas para os agentes de saúde. Outros bairros como o Vila Godoy, Boa Esperança, Furnas, Morada do Sol, Vila Betânia, América e Nova América formam um corredor onde a doença tem se manifestado. Por isso, é interessante que a população dos lugares mencionados intensifiquem os cuidados para combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d’água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros. Para facilitar o trabalho de identificação da doença, Wolmir Maida aconselha que as pessoas com os sintomas procurem diretamente uma unidade de saúde mais próxima de sua residência, pois, estes setores poderão entrar em

Fotos: Venício Scatolino

contato com a Vigilância com maior rapidez e com isso ações possam ser desenvolvidas em um intervalo de tempo mais curto. A Vigilância Epidemiológica de Alfenas conta hoje com duas equipes com três funcionários cada para fazer a pulverização do inseticida onde há casos suspeitos. Outras duas equipes são responsáveis por ir até as casas para detectar os focos. Conforme o coordenador da Vigilância, o Governo Federal tem enviado um novo tipo de veneno considerado mais eficaz no extermínio das larvas do mosquito. O pó, antes colocado, foi substituído por um líquido de fácil aplicação e transporte. Ao todo são mais de 40 agentes.

Cerca de 40 agentes da Secretaria de Estado da Saúde estão em Alfenas desde segunda-feira, dia 2, para ajudar no combate à dengue

SINTOMAS DA DOENÇA DENGUE CLÁSSICA Febre alta com início súbito. Forte dor de cabeça. Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos. Perda do paladar e apetite. Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores. Náuseas e vômitos. Tonturas. Extremo cansaço. Moleza e dor no corpo. Muitas dores nos ossos e articulações.

DENGUE HEMORRÁGICA

Bairro Vila Betânia foi o primeiro a receber os agentes do Estado no combate à dengue

Reciclável será trocado por material escolar Além dos agentes da Força Tarefa de Combate à Dengue a cidade também deve receber o Dengue Móvel nos dias 13 e 14 de junho. A mobilização também contará com o Dengômetro, uma tenda montada para a prestação de informações e distribuição de

material gráfico sobre a doença, instalado nos pontos de maior circulação de pessoas e em áreas de convívio social, onde agentes treinados pela SES-MG alertam sobre a importância da participação de todos na prevenção e controle da doença.

Lógica de trocas: ÓLEO 20 latas por 01 LITRO 20 Pets por 01 LITRO 01 pneu por 0 LITRO Material escolar depois que acabar o KIT 15 latas por 01 caderno 15 pets por 01 caderno 01 pneu por 02 cadernos 03 latas por 01 borracha 03 pets por 01 borracha

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, o Dengue Móvel é um caminhão que percorre os bairros trocando entulhos recicláveis por material escolar. Latas, garrafas pets e pneus serão trocados respectivamente por borrachas, lápis e cadernos, de modo a estimular a população a retirar de casa os objetos que possam acumular água e virar possíveis criadouros do mosquito. A ação é promovida pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio Diretoria Regional de Saúde.

Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta: Dores abdominais fortes e contínuas. Vômitos persistentes. Pele pálida, fria e úmida. Sangramento pelo nariz, boca e gengivas. Manchas vermelhas na pele. Sonolência, agitação e confusão mental. Sede excessiva e boca seca. Pulso rápido e fraco. Dificuldade respiratória. Perda de consciência. Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 5% das pessoas com dengue hemorrágica morrem.

É importante procurar orientação médica ao surgirem os primeiros sintomas, pois as manifestações iniciais podem ser confundidas com outras doenças, como febre amarela, malária ou leptospirose e não servem para indicar o grau de gravidade da doença.


sábado, 07 de junho de 2014

7

COMBATE À DENGUE

Professores encerram greve em Minas

Notificação ainda é problema Isabella Souza

Majô de Souza Reportagem local

P

ara a Superintendência Regional de Saúde, além de ações necessárias e nem sempre feitas pelo serviço público e população, um dos grandes problemas do combate à dengue é relacionado à notificação de casos, suspeitos ou não. Para o superintendente Sérgio Pessoa Coelho, “é preciso que quem faz o atendimento do paciente faça também a notificação, pois é de acordo com esta medida que as ações são desencadeadas.” Por isso mesmo é que aconteceu uma reunião na terça-feira última com todas as fontes notificadoras do município. Segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da SRS, Maria Eunice César Siqueira, são fontes notificadoras: hospitais, PSFs, laboratórios, postos de saúde e todos os estabelecimentos da área. “Nós pedimos a estas fontes que melhorem a notificação, porque só assim podemos ter uma ideia mais correta do número de casos”,

Sérgio Coelho, Sandra Rodrigues e Maria Eunice: várias ações devem ser feitas para conter a dengue explica. A referência técnica da dengue da superintendência, Sandra Rodrigues, informa que esta “explosão” de casos e suspeitas de casos - que acabou resultando no pedido de uma força tarefa para atuar no município - é resultado da falta de ações durante anos. “O trabalho de pesquisa e tratamento da dengue tem de ser feito anualmente e sem interrupções. Quando isto não acontece, surgem mais casos”, informa. Estes ciclos de pesquisa e tratamento, segundo Maria Eunice, devem constar de visitas a residências e

outros imóveis várias vezes ao ano. “Este trabalho não foi feito da maneira como deveria por vários anos e o resultado é o aumento do número de casos”, ressalta, informando que mesmo com o fim dos dias quentes, os casos não diminuíram. Ao pedir a força tarefa, inicialmente a solicitação era que entre as ações fosse incluído o fumacê, “mas na verdade ele só resolve o problema momentaneamente e causa um certo desequilíbrio ecológico. Daí as demais ações que já estão sendo realizadas”, informa Sandra Rodri-

gues. Entre as ações está o bloqueio, que é a visita à pessoa doente e o tratamento do ambiente onde ela mora e até mesmo onde trabalha para acabar com a larva e o mosquito. Outra ação destacada pelo superintendente é a capacitação dos agentes da dengue do município. “Os que vieram são muito experientes e os agentes locais vão poder atender muito melhor a população.” Além disso, a equipe da força tarefa está reforçando a equipe local, o que significa o dobro de agente nas ruas para o trabalho.

Balsa da Harmonia volta a funcionar Cláudia Cabral Reportagem local

A

pós a vistoria feita por Furnas Centrais Elétricas, a balsa - que liga diversos bairros rurais a Alfenas - voltou a operar normalmente na manhã de quinta-feira, dia 5 de junho. A embarcação ficou parada no porto da Harmonia durante cinco dias depois que o reversor apresentou problemas na semana passada. Quando a balsa apresenta problemas motoristas para chegar até os bairros rurais como Barranco Alto são obrigados a dar a volta por Areado ou Alterosa, num percurso de mais de 60 quilômetros. Pela embarcação, fazer a travessia entre Harmonia, Baguari e Barranco Alto e vice-versa, dura apenas 15 minutos e é feita em vários

Venício Scatolino

Balsa voltou a fazer o transporte entre os bairros rurais pelo Lago de Furnas

horários a partir de 5h30 até às 20h. Essa não é a primeira vez que a balsa fica parada esse ano. Em março, uma paralisação preventiva foi necessária para que uma equipe de Furnas fizesse a manutenção. Em abril, o órgão federal recomendou à Prefeitura de Alfenas a redução do horário de parada da embarcação. A determinação foi uma medida preventiva devido

ao baixo nível da Represa de Furnas. Contudo, dias após a Secretaria Municipal de Agricultura adiou a recomendação em atendimento aos agricultores das regiões de abrangência da balsa. A Balsa da Harmonia, que recebe o nome de Fama, serve ao município de Alfenas desde 1965. Muitos dos usuários são isentos de taxas de transportes porque são

moradores da região ou agricultores que precisam fazer a travessia costumeiramente. Diariamente são transportados pela balsa entre 30 veículos de pequeno porte, cinco caminhões e 20 motocicletas, número que aumenta nos finais de semana e nas épocas de safra. Os valores cobrados são R$ 1 para moto, R$ 3 para veículos menores e R$ 7 para os caminhões.

Da Redação

A

greve dos servidores da educação do Estado de Minas Gerais - que durou 15 dias - não atingiu a cidade de Alfenas. De acordo com o diretor regional do Sind-UTE (Sindicato Unificado dos Trabalhadores da Educação), Alexandre Flausino, a paralisação se estendeu com mais ênfase as regiões centro-oeste e norte do Estado, bem como a capital mineira. Porém, relata que foi pouca a adesão das escolas do sul de Minas. A categoria decidiu em assembleia realizada na quarta-feira, dia 4, voltar às atividades depois que uma reunião com a secretária de Estado de Planejamento, Renata Vilhena, foi agendada para o dia 11 de junho. O encontro deve acontecer na Cidade Administrativa de Minas Gerais e ainda não tem horário definido. Conforme o sindicato, neste dia, os servidores farão uma vigília na sede do governo do Estado. O sindicato da categoria informou que apesar dos professores retornarem às salas de aula ontem, dia 6, o Estado de greve está mantido, o que significa que a categoria continua mobilizada pela campanha salarial. Conforme o diretor do Sind-UTE, a ocupação da Superintendência Regional de Ensino, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, também foi mantida, porque essa já é a terceira vez que o governo sinaliza uma negociação que não é efetivada. A paralisação foi aprovada em assembleia realizada no dia 15 de maio, no pátio da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais), em Belo Horizonte. Conforme representantes do Sind-UTE, o objetivo dos profissionais é pressionar o Governo do Estado a abrir negociação

sobre a pauta de reivindicações. A categoria alega que desde que o documento foi entregue, no dia 31 de janeiro, a Secretaria de Educação não se posicionou sobre o assunto. Entre os problemas apontados pelos professores está a suspensão do direito de férias-prêmio, falta de reajuste salarial, congelamento da progressão de carreira até 2015, além da demora para nomeação de concursados aos cargos vagos. Na avaliação da Secretaria de Estado de Educação (SEE) as principais reivindicações apresentadas não estão de acordo com a realidade da educação mineira. Por exemplo, Minas Gerais paga, desde 2011, um valor bastante superior ao estabelecido pelo Ministério da Educação. Atualmente, o salário inicial pago a um professor com licenciatura plena é de R$1.455,30 para uma jornada de 24 horas semanais. De acordo com a SEE, esse valor está, proporcionalmente, 42,93% acima do estabelecido pelo MEC para uma jornada de 40 horas semanais. O piso nacional para 40 horas semanais é de R$1.697,39 e para uma jornada de 24 horas, que é adotada em Minas, seria de R$ 1.018,43. A Secretaria ressalta que está aberta ao diálogo com todas as entidades representativas dos servidores da Educação. Desde o início deste ano, já foram realizadas três reuniões do Comitê de Negociação Sindical (Cones), encontros periódicos que contam com a participação do Sind-UTE/MG. (25/02, 25/03, 23/04). Em 2013, de acordo com o Governo do Estado, foram realizadas sete reuniões e em 2012, 12 reuniões. A última paralisação dos profissionais de educação no Estado foi realizada em 2011. Na época a greve durou cerca de três meses.


sábado, 07 de junho de 2014

8

Retirado o brinquedo de parque após criança ficar ferida Fotos: Venício Scatolino

Cláudia Cabral Reportagem local

A

Secretaria Municipal de Obras retirou essa semana o brinquedo dani-

ficado do parque infantil do bairro Vista Grande. Foi este brinquedo que provocou o ferimento na perna de uma menina de seis anos, no mês passado. O secretário Décio Paulino informou que todos os brinquedos serão reformados. A garota se feriu na perna quando brincava no escorregador. De acordo com a mãe, Daniela de Fátima Alves, o acidente aconteceu no final de expediente na Escola Municipal de Educação Infantil “Bem Querer”, onde a filha estuda, quando todas as crianças estavam na área de recreação que

Brinquedo que provocou ferimento na perna de uma criança de seis anos Escorregador foi retirado essa semana para evitar que outras crianças se machuquem fica a poucos metros do local.

“Fiquei indignada porque é o único local para as crianças brincarem. O parque existe desde 1979; eu, quando criança, frequentei e agora minhas

filhas não podem porque ele está abandonado”, reclama a mãe. Segundo alguns moradores, essa não é primeira vez que uma criança se fere no parquinho do bairro. Foram várias as recla-

mações pedindo uma revitalização da área ou até mesmo a interdição do local; mas até o momento nada foi feito por parte da Prefeitura. O parque infantil, que recebe o nome de Luciana

e Daniela Almeida Singi, no bairro Vista Grande, foi inaugurado em 1979 e está em condições precárias. Dos sete brinquedos, apenas um deles tinha condições de uso. Os outros - além de enferruja-

dos - não têm segurança nenhuma para receber as crianças. O escorregador onde a menina se feriu tinha dois ferros pontiagudos e enferrujados e oferecia riscos para as crianças.

Ajuda para Santo Antônio Marilson Ottoni Reportagem local

A

próxima sexta-feira será 13, mas não será do azar. É a sexta-feira de Santo Antônio e da solidariedade. Dia 13 de junho é o dia do santo mais popular da igreja católica, o tradicional santo casamenteiro e para comemorar a data será realizada a missa na Matriz de São José e Dores, coordenada pela Irmandade de Santo Antônio, fundada há cerca de 100 anos em

Alfenas. A Irmandade tem atualmente cerca de 150 membros e promove, todo dia 13 de junho, a doação de cobertores e a distribuição do pãozinho de Santo Antônio. “Nós distribuímos cerca de três mil pães e os fiéis gostam muito, principalmente porque o pão é bento e, diz a tradição, faz com que os alimentos nunca faltem em casa”, conta a presidente da irmandade há 25 anos, Maria José Pereira, a Zezé. Segundo

ela, nos melhores anos de doações, a irmandade distribuiu cerca de 300 cobertores, mas as doações estão caindo. No ano passado, apenas 70 cobertores foram distribuídos. “Cada membro da irmandade tem que ajudar na arrecadação dos recursos para comprarmos os pães e os cobertores e deve também trazer novos membros. Mas atualmente está muito difícil: as pessoas justificam que não têm tempo. Isto nos

preocupa muito porque a Irmandade tem um trabalho importante nas comunidades mais carentes de Alfenas”, lamenta a devota de Santo Antônio. Ela acrescenta que trabalha durante todo o ano pela irmandade, visitando várias famílias e ajudando na Matriz. “Nós também somos responsáveis pela festa de São José, nosso padroeiro, porque cada dia da festa é de responsabilidade de uma pastoral e a nossa, que recebe o nome de

Divulgação

No dia 13, durante a missa de Santo Antônio, são distribuídos cerca de 3 mil pães bentos. A irmandade pede ajuda. Entre em contato pelo 3291-3805 irmandade, tem que arrecadar brindes para o bingo”. Maria José Pereira pede ajuda e quem quiser colaborar e também trabalhar para a Irmandade

pode entrar em contato pelo telefone 3291-3805. A missa de Santo Antônio será na sexta-feira, dia 13, às 19h, na Matriz de São José e Dores.

Igreja Na paróquia de Nossa Senhora de Fátima, sob o comando do pároco padre Homero Hélio de Oliveira, há uma igreja que leva o nome do santo. Ela está localizada na Rua Machado de Assis, bairro Jardim São Carlos. Lá também haverá celebrações no dia do padroeiro, 13 de junho, sexta-feira. Às 19 horas, haverá procissão em louvor ao santo, saindo da capela Sagrada Família e Santo Antônio. Em seguida, 19h30, missa solene em louvor a Santo Antônio, na mesma capela, com bênção e distribuição dos pãezinhos.


Alfenas, sábado, 07 de junho de 2014

9

Alzira Velano faz primeira captação de coração e pulmão Fotos: Venício Scatolino

Soloni Viana Marketing do HUAV

Equipe médica chega no aeroporto de Alfenas para captação dos órgãos

O

Hospital Universitário Alzira Velano realizou ontem, sexta-feira, dia 6, captação de múltiplos órgãos para transplantes. Os órgãos que podem vir a beneficiar até oito pessoas, foram doados pela família de um jovem que estava internado no CTI do hospital e teve morte encefálica confirmada na noite de quinta-feira, por uma equipe médica, e comprovada por exames gráficos. De acordo com informações da família, o doador havia demonstrado várias vezes a vontade de doar e tinha informado seus familiares sobre este seu desejo. Os órgãos foram captados por quatro equipes,

Dr. Luiz Gustavo Abdala, do Hospital Albert Einstein; Dr. Olavo Raimundo Guimarães Jr, do Alzira Velano, e do MG Transplante, e Dr. Ronaldo Honorato, do Incor, de SP, em entrevista coletiva

duas de São Paulo com cirurgiões do Hospital Albert Einstein e do Incor, uma do Hospital das Clínicas de Belo Horizonte e outro do Alzira Velano. A equipe do Incor, coordenada pelo cirurgião Ronaldo Honorato, fez a captação do coração e a

equipe do Hospital Albert Einstein, sob coordenação do cirurgião Luiz Gustavo Abdala, fez a captação dos pulmões. O médico Olavo Guimarães, representante do MG Transplante e cardiologista do Alzira Velano, coordenou as ações de

doação e captação dos órgãos. Em entrevista coletiva realizada no Hospital ele fez questão de prestar homenagem à família do doador pelo bonito gesto de solidariedade, mesmo diante da imensa dor causada pela perda. Para o cirurgião do Incor, Ronaldo

Honorato, o sofrimento da família não está sendo em vão, pois saber que alguém viverá com os órgãos doados é um grande consolo para os familiares e amigos. O médico fez questão de ressaltar que todos os procedimentos de doação,

captação e transplante são totalmente gratuitos, financiados pelo Sistema Nacional de Transplantes, através do SUS. Esta foi a primeira captação de coração e de pulmão realizada em Alfenas e nas cidades que formam a regional de saúde.

Processo Seletivo da UNIFENAS tem resultados na segunda-feira Everton Marques Assessoria de Comunicação da UNIFENAS

O

resultado da Prova Tradicional do Processo Seletivo 2014/2 da UNIFENAS será divulgado pelo site da Universidade (www.unifenas.br) na próxima segunda-feira, 9 de junho, a partir das 21 horas. Os vestibulandos fizeram a avaliação no domingo, dia 1º de junho, mas esta não é a única forma de ingresso em um dos 15 bacharelados e uma licenciatura oferecidos pela Instituição para o próximo semestre. Exceto para o curso de Medicina, os demais

Galvone Oliveira

candidatos devem ficar atentos à divulgação do resultado. Os que perderam a Prova Tradicional poderão usar a nota do Enem (2001 a 2013), uma vez que a Universidade reserva 20% das vagas para esta modalidade de acesso. As inscrições estarão disponíveis até terça-feira, 10 de junho, e serão realizadas também pelo site da Instituição. Caso haja vagas remanescentes, a Universidade disponibiliza outras três possibilidades para se ingressar em um de seus cursos. Estas modalidades são: a Prova Agendada de Redação, o Enem e a Matrícula de Graduados

(Obtenção de Novo Título). Para elas, as inscrições estarão disponíveis a partir do dia 16 de junho. Informações detalhadas sobre estas modalidades de acesso estão disponíveis no site www.unifenas. br/vestibular/. No segundo semestre, a UNIFENAS oferece novas vagas em quatro dos seus câmpus. No de Alfenas, serão abertas turmas para os cursos de Administração, Biomedicina, Direito, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Pedagogia, este último licenciatura. Em Belo Horizonte são oferecidos os

SERVIÇO MILITAR - ALISTAMENTO COMUNICADO DA 13ª DELEGACIA DE SERVIÇO MILITAR Alistamento Militar é o ato prévio e obrigatório a que estão sujeitos todos os brasileiros do sexo masculino. Os jovens que completam 18 anos em 2014 ou aqueles nascidos antes de 1996 e que ainda não se alistaram, poderão fazer o alistamento militar até o dia 30 do mês de JUNHO de 2014 Basta comparecer na Junta de Serviço Militar (JSM) de Alfenas,

Candidatos durante a avaliação no último domingo cursos de Administração, Biomedicina, Direito, En-

fermagem e Medicina. Já em Divinópolis, apenas

Fisioterapia, e em Varginha, o curso de Psicologia.

que está localizada na Rua Juscelino Barbosa, 1091 sala 01(ao lado do Bradesco). DOCUMENTOS NECESSÁRIOS: (todos originais) 01 (uma) foto 3x4 recente com camiseta preta Certidão de Nascimento Comprovante de residência recente CPF e RG. JOÃO LUIS DA SILVA RIOS- 1º Tenente Delegado da 13ª Delegacia do Serviço Militar


sábado, 07 de junho de 2014

10

‘A medicina é uma arte’, afirma Antônio Carlos L Fotos: Venício Scatolino

Soloni Viana Marketing do HUAV

Ser forte diante dos fracos é covardia”; “ mais grave não é quem faz as coisas erradas; é quem está do lado de quem faz as coisas erradas e fica quieto”; “é preciso cuidar das pessoas e não da doença”; “a medicina é uma arte”. Com estas e outras frases contundentes, o professor Antônio Carlos Lopes mobilizou e encantou a seleta plateia que foi assistir a sua palestra, dia 4 de junho à noite, no auditório Professor Edson Antônio Velano, na Biblioteca da UNIFENAS, no evento de lançamento da sua mais recente publicação, o compêndio “Clínica Médica: diagnóstico e tratamento”. Presentes ao evento, professores do curso de Medicina da UNIFENAS, coordenadores dos cursos da área de saúde, médicos do Hospital Universitário Alzira Velano, acadêmicos de Medicina da UNIFENAS e interessados em conhecimentos na área da saúde. Compuseram a mesa diretora da abertura do evento, a professora Maria do Rosário Araújo Velano, reitora da UNIFENAS; Dra. Larissa Araújo Velano Dozza, presidente da FETA (Fundação de Ensino e Tecnologia de Alfenas), mantenedora da UNIFENAS, e Dra. Viviane Araújo Velano Cassis, vicereitora da UNIFENAS, e o ilustre convidado da noite, dr. Antônio Carlos Lopes.

Em sua palestra, Antônio Carlos Lopes abordou múltiplos assuntos ligados não só aos temas médicos da coletânea, mas também discorreu sobre temas atuais e importantes de interesse geral como ensino médico, história e evolução da medicina, ética, atendimento humanizado, residência médica, relação médico-paciente, eutanásia, ortotanásia e distanásia. Ao final, respondeu a várias perguntas da plateia e manifestou sua firme opinião sobre a política nacional de ensino médico, prova prática para obtenção do título de médico pelo CRM (Conselho Regional de Medicina); abertura de novas escolas de medicina e o programa Mais Médicos, do governo federal, que ele considera como medidas eleitorei-

Após a palestra, Antônio Carlos respondeu a várias perguntas e agradou o público com seu conhecimento e franqueza ras, que visam apenas enganar o eleitor e que não resolverão os problemas da saúde nacional. “O programa Mais Médicos é uma vergonha”, sintetizou ACLopes. O médico e professor Dr. Antônio Carlos Lopes, diretor da Escola Paulista de Medicina da Universidade de São Paulo (Unifesp) e presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM), informou que na sua nova coletânea, trata de duas questões fundamentais para a medicina: diagnóstico e tratamento e que um tema não se sobrepõe ao outro, que os dois são igualmente importantes, uma vez que não existe tratamento sem diagnóstico. Segundo ACLopes, para fazer um bom diagnóstico é preciso de conhecimento, habilidades e qualidades. “Um clínico deve ter boa formação, cultura médica e, acima de tudo, interesse para resolver o problema do paciente”. “O médico precisa entender que o doente é a pessoa mais importante naquele momento. Não pode ter pressa durante a consulta, já que cerca de 70% dos diagnósticos são feitos através de uma boa anamnese (interrogatório). O médico precisa entender as angústias do paciente sempre dentro das condutas humanísticas e da adequada relação médico-paciente”, diz o médico, complementando: “Sem essa combinação de fatores, é impossível fazer qualquer diagnóstico”.

Antônio Carlos Lopes é recepcionado pela família Velano: Larissa,Viviane, Maria do Rosário e Gabriela dão boas vindas ao conferencista em nome da UNIFENAS De acordo com ACLopes, o famoso “olho clínico” é o resultado da experiência que o médico acumula ao longo dos anos, associado a uma característica inerente a ele, que é a sensibilidade e o talento. “Sem muitas informações concretas, ao olhar para o paciente, o médico pode colher uma série de dados que o levam ao diagnóstico. Mas ele esclarece: “o olho clínico não se aprende na escola, se adquire ao longo da experiência de vida. O médico já traz dentro de si a sensibilidade e a intuição que farão dele um bom diagnosticador”. Para o diretor da Unifesp, o bom diagnóstico é fundamental para o bom tratamento. Mas o tratamento não envolve apenas ciência, é também uma questão de arte. Não possuir informações adequadas a respeito do tratamento, faz com que o diagnóstico não seja devidamente contemplado. Antônio Carlos, ana-

lisando a atual situação da saúde no país, diz que o Brasil precisa de clínicos, especialistas que veem o doente como um todo, pertencente a uma sociedade, a uma família, com pensamento, vontades, suscetível a influências. Segundo ele, muitas vezes esses fatores externos acabam, de alguma forma, sendo a causa da sua doença. “O médico deve tratar do doente e não apenas da doença que ele possui”, resume ACLopes. Falando sobre a necessidade de melhorar os critérios para a abertura de novas escolas médicas e capacitar as residências médicas, Antônio Carlos Lopes afirma que para formar o bom médico é preciso ter quem ensine, já que a medicina se aprende ao lado de quem sabe. “É preciso também, diz ele, um mínimo de infraestrutura e um vestibular adequado capaz de selecionar aqueles de boa índole e formação moral e ética. Para o presidente

da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, o bom clínico deve aprender habilidades, ética e atitudes pelo testemunho da presença de seu mestre”. Vestibular não seleciona quem tem talento para ser médico, afirma, é preciso muito mais. O médico, afirma Antônio Carlos, tem que ter sensibilidade extra, tem que mostrar que está a fim de ajudar o paciente. “A medicina é uma arte, sentencia ele, dizendo: “ela tem poder sobre o

nosso semelhante, quando tocamos o paciente, alguma coisa acontece, a pressão do coração diminui, acalma a respiração, é algo sobrenatural; por isso, é preciso humanismo, um jeito afetivo de cuidar. Precisamos voltar a ter a confiabilidade, formar médicos carismáticos, humanizar a relação médico-paciente, acabar com o desnível, ajudar o paciente a voltar ao seu estado de saúde, tratando da pessoa e não da doença”.

PREMIAÇÕES Amigo da Marinha, Marinha do Brasil - 2012 Cidadão Paulistano, Câmara Municipal de São Paulo - 2012 Homenagem 20 anos Fundação Sociedade Brasileira de Clínica Médica - 2009 Voto de Aplauso - 2008 Prêmio Análise Medicina - 2008 Prêmio Personalidade - 2008 Prêmio Jabuti na Categoria Ciências Naturais e Ciências da Saúde - 2007 Médico do Ano pelo Capítulo Brasileiro da Associação Médica de Israel - 2004 Management Chapter Award from the American College of Physicians - 1998 Evergreen of the American College of Physicians - 1996 Jairo Ramos de Clínica Médica - 1995 Sandoz de Cardiologia - 1988


sábado, 07 de junho de 2014

11

Lopes, em palestra na UNIFENAS

Câmara dos Deputados aprova regras para Currículo comprova uma vida dedicada à medicina criação de municípios Assessor da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 2003 / 2004 Membro do Conselho Deliberativo da Associação Médica Brasileira - 2003 Editor da Revista Jovem Médico 1998-2003 Editor do Jornal do Clínico - Órgão oficial da Sociedade Brasileira de Clínica Médica 1993 até hoje Editor da Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica - Órgão oficial da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, com indexação na base de dados IMLA - de 1996 até hoje Editor da Revista da Associação Médica Brasileira - 1991-2000 Diretor Científico da Academia de Medicina de São Paulo - 2003-2005 Acadêmico da Academia de Medicina de São Paulo - Cadeira 121 - 2002 até hoje Presidente Fundador da Sociedade Brasileira de Clínica Médica - 1989 até hoje Governador da Região Brasil do American College of Physicians - 19951998 Fellow of the American College of Physicians - 1994-2012 Especialista em Nutrologia. Título conferido pela Associação Brasileira de Nutrologia e Associação Médica Brasileira/Conselho Federal de Me-

dicina em 2003 Área de Atuação em Medicina de Urgência. Título conferido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica e Associação Médica Brasileira/Conselho Federal de Medicina em 2002 Especialista em Medicina Intensiva. Título conferido pela Sociedade Brasileira de Medicina Intensiva e Associação Médica Brasileira/Conselho Federal de Medicina em 1982 Especialista em Cardiologia. Título conferido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e Associação Médica Brasileira/Conselho Federal de Medicina em 1974 Responsável pelo Estágio em Clínica Médica dos alunos do 4º ano médico da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1998 até hoje Coordenador do Programa de Residência Médica da Disciplina de Clínica Médica da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1998 até hoje Professor Orientador do Curso de Pós-graduação em Clínica Médica da Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina - 2006 até hoje Doutor em Medicina pelo Curso de Pós Graduação em Cardiologia da Universidade Federal de São Paulo Escola Paulista de Medicina 1978

Professor Livre Docente de Clínica Médica pela Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1990 Membro do Conselho do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1996 até hoje Chefe da Disciplina de Medicina de Urgência do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1996-1999 Membro do Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1997 até hoje Secretário Executivo da Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação - 2004-2008 Professor Titular do Departamento de Medicina - Disciplina de Medicina de Urgência - da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1997-1999 Chefe da Disciplina de Clínica Médica do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 19992005 Professor Titular do Departamento de Medicina - Disciplina de Clínica Médica - da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina - 1999

Livros publicados 1. Clínica Médica Contemporânea I - 1993 - Editora Sarvier 2. Clínica Médica Contemporânea II - 1995 - Editora Sarvier 3. Cardiopatia e Gravidez 1ª Edição - 1986 - Editora Sarvier 4. Cardiopatia e Gravidez 2ª Edição - 1994 - Editora Sarvier 5. Manual de Emergências, Diagnóstico e Tratamento 1995 - Editora Sarvier 6. Manual de Emergências, Diagnóstico e Tratamento 2003 - Editora Sarvier 7. Controvérsias Médicas - 1997 - Editora Sarvier 8. Controvérsias Médicas II - 1998 - Editora Sarvier 9. Diagnóstico Diferencial em Clínica Médica - 2002 Editora Medsi 10. Tópicos em Clínica Médica - 1 a . Edição 2002 - Editora Medsi 11. Tópicos em Clínica Médica - Reimpressão 2003 - Editora Medsi 12. Série Clínica Médica Ciência e Arte - 2003 - Editora Atheneu Volumes publicados: Arritmia Cardíaca - 1 a . Edição 2003 Arritmia Cardíaca - Reimpressão 2004 Equilíbrio Ácido-Base e Hidroeletrolítico - 1 a . Edição 2004 Equilíbrio Ácido-Base e Hidroeletrolítico - 2 a . Edição 2005 Asma - 2004 Dislipidemias - 2004 Doença Coronária - 2005 Insuficiência Cardíaca - Uma Visão Mecanicista - 2005 Fundamentos de Toxicologia Clínica - 2006 Interpretação Clínica do hemograma - 2008 Síndrome Metabólica Uma visão para o Clínico - 2008 13. Abdome Agudo - Clínica e Imagem 2004 - Editora Atheneu 14. Parada Cardiorespiratória 2005 - Editora Atheneu 15. Manual de Medicina Ambulatorial - 2006 - Editora Atheneu 16. Diagnóstico e Tratamento em Clínica Médica 2005/2006/2007 Vol I, II E III, Ed. Manole. 17. Tratado de Clínica Médica Vol. I, II, III- Editora Roca - 2006 -

Reimpresso em 2007 18. Guia de Clínica Médica Ambulatorial e Hospitalar da UNIFESP 2007 - Editora Manole. 19. Diretor Científico do Sistema de Educação Médica Continuada PROCLIM - Ciclos 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 10 - Artmed Editora e Editorial Médica Panamericana - 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2013, 2013 20. Atlas de Abdome Agudo Editora Atheneu 2007 21. Diretor Científico do Sistema de Educação Médica Continuada PROURGEM - Ciclos 1, 2, 3, 4, 5 e 6 Artmed Editora e Editorial Médica Panamericana - 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012 22. Tratado de Clínica Médica Vol. I, II, III- Editora Roca - 2009 Segunda Edição 23. Antonio Carlos Lopes Médico, Professor e Líder Associativo Editora Atheneu - 2010 24. Manual de Bolso de UTI - 1ª e 2ª Edições - Editora Atheneu 2010 e 2011 25. Tratado de Medicina de Urgência e Emergência Pronto Socorro e UTI - Editora Atheneu - 2011 26. Antonio Carlos Lopes Médico, Professor e Líder Associativo Editora Atheneu - 2012 - Segunda Edição 27. Eutanásia, Ortotanásia e Distanásia - Editora Atheneu - 2012 28. Manual de Medicina de Urgência - Editora Atheneu - 2012 29. Do Sintoma ao Diagnóstico: Baseado em Casos Clínicos - Editora GEN/Roca - 2012 30. Proterapêutica Programa de Atualização em Terapêutica Ciclo 1 Volumes 1 - Artmed Panamericana - 2013 31. Clínica Médica - Diagnóstico e Tratamento - Editora Atheneu - 2014 32. Eutanásia, Ortotanásia e Distanásia (2ª edição) - Editora Atheneu - 2014

Da Redação

A

Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira, dia 4, o projeto de lei que estabelece critérios para criação, emancipação e fusão de municípios. O texto vai voltar ao Senado, já que sofreu alterações. Somente depois disso irá à sanção da presidência da República. Dilma Rousseff vetou integralmente a proposta anterior, alegando aumento nas despesas públicas. Por isso, um novo projeto foi elaborado, com algumas mudanças em relação ao anterior. Uma das mudanças é quanto à população mínima exigida para a criação de um município. Para a criação de municípios no Nordeste, o número mínimo é de 12 mil. No Sul e Sudeste, 20 mil. No Centro-oeste e Norte não houve alteração e o número é de seis mil moradores.

Por outro lado, o número de assinaturas necessárias para a apresentação do requerimento que inicia o processo de criação do

município caiu para 3% da população. Antes, o percentual era 10%. Na proposta também não há exigência mínima de área. Além disso, todas as edificações existentes no distrito que pretende se emancipar podem ser contadas, inclusive as da área rural. O texto só afirma que o novo município deverá ter um número de edificações “superior à média observada nos municípios que constituam os 10% de menor população do Estado”. Para iniciar o processo de criação de um município, um requerimento deve ser apresentado à Assembleia Legislativa, assinado por 20% dos eleitores da área que pretende se emancipar. Se o pedido por uma fusão ou incorporação, o requerimento deve ter assinatura de 3% dos eleitores de cada um dos municípios. Caberá à Assembleia Legislativa coordenar um estudo de viabilidade do novo município. Havendo esta viabilidade, um plebiscito deverá ser realizado.

CONVITE O Grupo Novo Dia de Alcoólicos Anônimos convida para as suas reuniões que acontecem às terças, quintas e sábados, no horário de 20 às 22 horas. “Se você tem ou conhece alguém que tenha problema com bebidas alcoólicas, talvez nós de A.A. possamos ajudá-los” é a mensagem do grupo. Alcoólicos Anônimos é uma irmandade de homens e mulheres que compartilham suas experiências, forças e esperanças, a fim de resolver seu problema comum e ajudar outros a se recuperarem do alcoolismo. O único requisito para ser membro é o desejo de parar de beber. Para ser membro do AA não há necessidade de pagar taxas ou mensalidades. O grupo é auto-suficiente. Não está ligado a nenhuma seita ou religião, nenhum movimento político, nenhuma organização ou instituição. Faça uma visita ao grupo, que fica na Rua Antônio Fernandes Salles, bairro Aparecida, em Alfenas.


sábado, 07 de junho de 2014

12

PM apreende mais de R$ 12 mil e droga Irregularidades em Polícia Militar

Denise Prado Editoria de Polícia

U

ma equipe do Tático Móvel da 18ª Companhia de Polícia Militar Independente, com sede em Alfenas, apreendeu R$ 12.520 em dinheiro, 100 gramas de cocaína e uma bucha de maconha, ao abordar ocupantes de um veículo Fiat Pálio, com placas de São Paulo, no bairro Vila Teixeira. Segundo informações, os policiais suspeitaram das atitudes dos ocupantes do carro que, ao perceberem a presença da viatura, se mostraram nervosos. Em seguida, os dois foram submetidos à busca pessoal e, com um deles, foi encontrada a porção

de cocaína e a maconha. Dando continuidade, os militares encontraram uma bolsa de couro contendo mais de R$ 2 mil e, no bolso de uma blusa, o restante do dinheiro, ou seja, R$ 9.900. Os dois suspeitos, E.M.V. e R.E.R., ambos com 32 anos, foram levados para a 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil, juntamente com a droga e dinheiro apreendidos. O carro também foi apreendido.

Produtos de crime Depois de denúncias anônimas, a Polícia Militar montou uma operação que teve como alvo, uma residência do bairro Jardim Primavera. Durante buscas, os militares locali-

Editoria de Polícia

C

CAMPOS GERAIS - Na noite de quinta-feira, dia 5, por volta de 22 horas, o Corpo de Bombeiros de Alfenas foi chamado para combater incêndio em uma

residência, no município de Campos Gerais (a 32km de Alfenas). De acordo com informações da PM, a casa teria sido invadida por três homens que renderam os moradores e os trancaram

om o objetivo de ave-

Detran.

Flagrado

riguar possíveis irre-

gularidades em uma oficina

Na quinta-feira, dia 5,

mecânica, no distrito de

um adolescente pulava o

A droga e o dinheiro apreendidos estavam em poder de dois homens que foram abordados no bairro Vila Teixeira

Córrego do Ouro, a Polícia

muro do Ambulatório lo-

Militar fez uma operação

calizado no bairro Santos

de busca e apreensão.

Reis quando foi flagrado

zaram e apreenderam munições calibre 38, uma motocicleta Honda CG 125 Fan que foi furtada há um mês e uma sacola plástica com 16 buchas de maconha. Todos os envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil.

Na oficina alvo de de-

por guardas municipais.

núncias sobre a venda de

Ele já passava para a par-

peças furtadas, os policiais

te externa do estabele-

encontraram uma moto

cimento com uma caixa

Honda CG 125 com falta de

de papelão nas mãos, a

peças; e outra motocicleta

qual continha bocais para

Dream também com falta

lâmpadas, interruptores,

de peças e com o número

lâmpadas fluorescentes,

do chassi raspado, além

extensão e outros.

Casa é incendiada após assalto Editoria de Polícia

oficina mecânica

no banheiro. Em seguida, atearam fogo no imóvel e fugiram. A família conseguiu escapar e chamar a polícia. Segundo o Corpo de Bombeiros, ao chegarem ao local, já havia alguns fun-

cionários da prefeitura tentando combater as chamas, cabendo aos bombeiros a assumir a ação, isolando a área e combatendo os focos. Segundo os bombeiros, o incêndio atingiu toda a edificação.

de que a placa de identi-

Os agentes de seguran-

ficação que trazia era de

ça estiveram com a mãe do

outro veículo. O mecânico

infrator e, segundo ela, o

proprietário foi autuado

filho é usuário de drogas

e os veículos foram devi-

e já furtou itens da pró-

damente removidos para

pria casa para satisfazer

o pátio credenciado pelo

o vício.


Alfenas, sábado, 31 de maio de 2014

13

Escolinha de Alfenas fica em quarto na Copa das Nações Fotos: Divulgação

Otávio Borba Editoria de Esportes

A

Escolinha Esporte Alfenas, com o apoio da Prefeitura, participou da etapa mineira da Copa das Nações, disputada nos dias 10 e 11 de maio, em Poços de Caldas, com 42 cidades inscritas, sendo dos estados de São Paulo e Minas Gerais. E o time representante de Alfenas, comandado pelo treinador Toninho Martins, núcleo da Vila Formosa, ficou na quarta colocação. A Copa das Nações e organizada por uma multinacional da cidade de Poços de Caldas e é o maior torneio de futebol infantil. As informações são da Superintende de Esportes de Alfenas, Zulmira Albergaria. Ela explica que os números são impressionantes, pois cerca de 2,5 milhões de crianças de 40 países têm a chance de participar deste evento e compartilhar sua

A Escolinha Esporte de Alfenas fez bonito e terminou em quarto lugar na Copa das Nações; o goleiro Igor Esteves (acima, ao lado do treinador Toninho Martins) ganhou o troféu revelação paixão pelo futebol.

Este evento, segundo Albergaria, é reconhecido pela FIFA e por grandes federações nacionais e tem como um dos padrinhos o ex-jogador francês Zinedine Zidane. No Brasil, este ano, foram mais de 500 equipes, entre clubes, associações e escolas

particulares e públicas dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Distrito Federal e Ceará. O campeão deste torneio representará o país no Danone Nations Cup, que este ano será realizado no Brasil. De acordo com o treinador Toninho Martins,

Vôlei é quinto em festival Reprodução

Otávio Borba

“12 jogadores de Alfenas fizeram bonito em Poços de Caldas, pois tivemos equipes de grande porte participando, como o Cruzeiro de BH, Contagem, Vila Nova de Nova Lima, Botafogo de Ribeirão Preto, Pouso Alegre, Três Marias, Varginha, Mogi Mirim, dentre outras”, informa. Além da boa colocação dos meninos de Alfenas,

outra façanha conseguida pela equipe foi a conquista de um belo troféu pelo goleiro Igor Esteves da Siva, de 12 anos, que foi considerado a revelação desta etapa em Poços de Caldas. “Em seis jogos disputados, o goleiro Igor conseguiu defender cinco penalidades, arrancando aplausos e elogios de torcedores, técnicos e até dos árbitros”,

ressalta Martins.

A equipe comandada pelo treinador Toninho Martins, que teve como auxiliar Luciano Assumpção, teve os seguintes jogadores: Nícolas Gabriel, Thales Vinícius, Luiz Feli-pe, Ângelo Henrique, Mário Lúcio, Dhini Santos, Jairo Rosário, Guilherme Wallace, Leandro Silva, Breno Olivar, Wállison Lacerda e o goleiro Igor Silva.

Microsul é campeão soçaite do Sesi Reprodução

Editoria de Esportes

N

o final de semana entre os dias 23 e 25 de maio aconteceu em Alfenas o 1º Festival Sub-15 de Vôlei, etapa do campeonato

Sul Mineiro Unimed. A competição é organizada pela Liga Esportiva do Sul e Sudoeste de Minas Gerais, em pareceria com a Secretaria de Esportes e Juventude. Os jogos foram disputados na quadra do Sesi. De acordo com o coordenador técnico do vôlei local, Orlando Souza, a competição contou com a participação de sete cidades. “Além de melhorar na classificação, comparando com o ano passado, ainda tivemos o promissor atleta Matheus Silvério, de 14 anos, sendo um dos destaques da competição, mostrando desenvoltura e muita competitividade”, ressalta, informando que Matheus também faz parte do time infanto-juvenil de Alfenas. Ainda de acordo com Orlando, Matheus Silvério tem se dedicado muito e, por isso, vem se destacando em todas as

Desde a base, vôlei masculino vem sendo trabalhado para conquistar resultados positivos no futuro competições. “Ele tem disciplina, é muito dedicado e treina com afinco cinco vezes por semana, sem demonstrar cansaço algum; gosta daquilo que faz e tem tudo para ir longe neste conta-giante esporte, que é o vôlei”, completa, informando que Matheus foi escolhido por um grupo de pessoas que acompanhou este Festival que ocorreu em Alfenas. Além de Matheus, de Alfenas, também foram escolhidos como destaques desta competição os jogadores: Mikael Moraes (Varginha), Bruno Silva (Três Corações), Arthur Guilherme (Piumhi),

Antônio Carlos (Piumhi) e Michel Valen-tin (Guaxupé). A classificação no geral da primeira etapa do Sul Mineiro de vôlei ficou assim definida: Seleção de Piumhi, em primeiro lugar, seguido por Três Corações, Sesi de Guaxupé, Varginha, Alfenas, Capitólio e São Lourenço. A equipe de vôlei de Alfenas, comandada pelo treinador Marcos Couto, categoria sub-15, tem os seguintes jogadores: Guilherme Miranda, Nícolas Veiga, Matheus Silvério, Lucas Martins, Vinícius Amaral, Lucas Vieira, Lucas Dias, Marcos Barbosa e Lucas Borges.

Jovem time da Microsul fatura torneio soçaite no Sesi Otávio Borba Editoria de Esporte

O

Sesi encerrou no sábado, dia 24, o seu torneio de futebol soçaite. E a decisão foi às 16 horas, entre a Microsul e o Tempero Caseiro, com vitória do primeiro pelo placar de quatro a um. Os gols foram marcados por William Tubão, Yago e Fabinho Graveto, enquanto Fabrício fez o tento de honra da equipe vice-campeã. Esta foi a 3ª Copa Sesi Alfenas de Futebol Soçaite, de acordo com informações de Maycon Salviano, professor de Educação Fí-

sica do Sesi. Treze equipes participaram da competição que teve início em abril. São elas: Microsul, Correios, Tempero Caseiro, D Minas, D. Black, Unopar/Lagos Química, Gilgás, Fumaça Gesso, Dentistas Pinheirinho/ Cachaça Sesobrá, Vidrominas, Pet Shop do Patinho/Alpha Academia e Grupo Tamandaré. O time campeão jogou com: Rondyneli Costa, Kleber Magrão, William Tubão, Jonas Tavares, Yago, Guilherme, Jhon Erick, Fabinho Graveto, Flávio, Luiz Augusto, Igor e Rafael. O treinador é

Jean Carlos. O Tempero Caseiro perdeu com: Bruno, Flávio, Welder, Alexandre, Rodrigo, Maycon, Fabrício, Reinaldo e Edinho. Não teve premiação para o artilheiro e nem para o goleiro menos vazado, conforme informa, Jean Carlos.


sábado, 07 de junho de 2014

14

Em Machado

Elzo Coelho expande ação de Instituto e beneficia crianças do bairro Santa Luiza Fotos: Venício Scatolino

Valdir Cezário De Machado-MG

O

bairro Santa Luiza, em Machado (a 33km de Alfenas) parou durante a tarde de sábado, dia 31 de maio, para ver o lançamento oficial do Projeto Social de Futebol, parceria entre o Instituto Elzo, Prefeitura e Banco do Brasil. Cem crianças, de ambos os sexos, com idade entre 5 a 12 anos, serão beneficiadas no primeiro passo do projeto. “Outras 200 serão atendidas posteriormente, quando o projeto estiver em andamento”, comemora o ex-jogador e empresário Elzo Aloísio Coelho, idealizador do instituto e do projeto. “Quando ficamos sabendo que poderíamos inscrever um projeto social através da Fundação Banco do Brasil, para concorrer a uma verba, não tivemos dúvidas. Fizemos pela internet e depois tivemos o retorno positivo; ganhamos a concorrência e fomos beneficiados”, explica Elzo. Mais de duas mil pessoas - de acordo com dados da Polícia Militar - foram ao estádio Lagartão, no bairro Santa Luiza, para ver o lançamento do projeto, bem como prestigiar apresentações artísticas. Primeiro, foi composta a mesa do cerimonial, com presenças de autoridades políticas, religiosas, de dirigentes da associação de moradores do bairro, bem como do Banco do Brasil, do ex-jogador Elzo Coelho e do padre Donizete Brito, que foi o primeiro a falar e deu a bênção pedindo o sucesso do empreendimento. Os cem menores beneficiados com o projeto de futebol foram apresentados à comunidade; uniformizados, eles entraram no gramado do Lagartão, cantaram o Hino Nacional e viram apresentações de coreografia de alunos do Caic do bairro e da equipe de equitação Amazonas Ferradura de Ouro. Depois, divididos em seis times, as crianças participaram de partida de futebol com tempo reduzido. “É uma alegria tudo isso que está acontecendo. Eu perdi um filho - Elzo Túlio, morto em acidente automobilístico há três anos - mas ganhei mais de cem; e vêm muitos outros por aí. Estou muito feliz, mesmo”, disse, emocionado, Elzo Coelho. Ele conta que o projeto de futebol deverá ser expandido para outros bairros da cidade de Machado, bem como para outros municípios. “Não

Elzo Coelho recebe cheque de quase R$ 100 mil das mãos do superintendente do BB, Marcos Aurélio de Abreu

Num primeiro momento, cem crianças do Santa Luzia serão beneficiadas

Joana D’Arck, presidente da Associação de Moradores do Santa Luzia: benefício para a comunidade vamos parar por aqui não. Muitas outras crianças serão beneficiadas e nosso objetivo é formar cidadãos de bem”, completa. Para que o projeto pudesse ganhar força no Santa Luiza, a Prefeitura de Machado reformou o campo. O gramado está em boas condições, foram colocados alambrados e feitas outras benfeitorias. “Fizemos uma reforma geral e tenho certeza que vai dar tudo certo. Faremos reformas também em outras praças esportivas de outros bairros da cidade”, disse o secretário de esportes de Machado, Eduardo Diniz. “Estamos muitos felizes; vai ser uma oportunidade única para que nossos meninos ocupem o tempo ocioso que cada um tem”, comemora Joana D’Arck, presidente da Associação de Moradores do Bairro Santa Luiza.

O instituto O Instituto Elzo Túlio foi fundado há três anos. Elzo Coelho, na época, convidou a atleta Clélia Nery Dias para comandar o instituto que começou com o atletismo. Hoje, são mais de cem assistidos que trabalham mais com o atletismo. “Nossa pretensão é implantar outros esportes também; agora vem o futebol, depois poderão vir o basquete, o futsal, o handebol, entre outros esportes. Estamos animados e confiamos em outras parcerias para que possamos alcançar nosso objetivo de dar oportunidades aos pequenos que estão iniciando”, explica Clélia Nery.

Crianças inseridas no projeto de futebol já deram os primeiros toques na bola

Misturados, Amigos do Elzo e Flamengo Master fizeram um jogo ‘bem amistoso’ no Santa Luiza

Master do Flamengo coroa empreendimento

P

ara fechar com chave de ouro a inauguração do projeto no bairro Santa Luiza, Elzo Coelho levou até a cidade de Machado o Flamengo Master, com Rondinelli, Adílio, Jorginho, Delacir, Piá, Renato Carioca, Beto, Nélio, Marquinhos dentre outros convidados. Antes do jogo, a maioria foi assediada e dentre os mais procurados para fotos e autógrafos estavam Rondinelli e Adílio. Ainda reforçaram o time rubronegro os alfenenses Luiz Carlos Bahia e Arthur Horta Passos, o Zico. “Isso não tem preço. Esse assédio que recebemos faz parte do reconhecimento daquilo que fizemos para o futebol. Não poderíamos deixar de prestigiar um empre-

Adílio (esquerda) e Rondinelli enalteceram a atitude de Elzo ao dar possibilidade para surgimento de novos talentos endimento social desta natureza feito com credibilidade pelo nosso amigo Elzo. Estamos realizados e felizes com tudo o que está acontecendo aqui”, disse Rondinelli. Para Adílio, este é um momento mais do que especial, porque

“abre espaço para incentivar a prática do futebol entre as crianças; o Elzo foi de uma felicidade incrível ao lançar este empreendimento aquI”. O Flamengo Master fez jogo amistoso com os “Amigos do Elzo”. No

time do ex-jogador, outros ex-atletas que se despontaram no futebol profissional, como Elivelton Rufino: “Não tenho nem palavras para falar sobre Elzo, este grande cidadão, este grande atleta, de visão, e que está com este empreendimento agora. Para mim é uma satisfação muito grande poder fazer parte desta inauguração e jogar no meio de tantas feras do futebol brasileiro”, disse. Em campo, os dois times proporcionaram belas jogadas e muitos gols aos mais de dois mil expectadores presentes ao redor do estádio Lagartão, seja em pé ou sentados no barranco. E o Flamengo Master venceu o amistoso por cinco a três.


sábado, 07 de junho de 2014

15

Copa Regional de Futebol Amador

Decisão no Gigante da Avenida Chapadão joga por empate para levantar a taça Otávio Borba Valdir Cezário Editoria de Esportes

S

erá amanhã. A rápida ascensão do Esporte Clube Chapadão pode ser confirmada amanhã, domingo, dia 8. O palco será o estádio Francisco Leite Vilela, campo do América, que deverá receber milhares de pessoas. Todos com o mesmo objetivo: ver o time de Alfenas, em apenas dois anos de existência, sacramentar a conquista de um título inédito em sua história. O Chapadão recebe, às 14h30, o Athletic Club de São João Del Rei, e precisa de um empate para faturar a taça de campeão da Copa Regional de Futebol Amador. A competição é promovida e organizada pela Liga Sul Mineira de Futebol Amador, com sede em Varginha, e esta é a segunda vez que o Chapadão disputa o torneio. Ano passado saiu ainda na fase quartas de final. Na primeira partida da final do Regional, disputada no final de semana que passou, em São João Del Rei, o Chapadão venceu o Athletic por dois a um, gols de Léo Mineiro e Japinha, para os alfenenses, e Edson, para os joanenses. Agora, o empate basta ao Chapadão. O Athletic terá de vencer no tempo normal para provocar a prorrogação. Se vencer e marcar mais do que dois gols, o time visitante fará a prorrogação por empate para levantar a taça.

Respeito Se o torcedor do Chapadão está entusiasmado e se prepara para comemorar a possível conquista, entre jogadores, diretoria e comissão técnica esse euforismo ainda não passou por perto. Quatro palavras norteiam o discurso do treinador Uarli Christi aos jogadores: confiança, união, fé e respeito pelo adversário. De acordo com Christi, “o time hoje está recheado de jogadores experientes, nem tanto na idade, mas pelo fato da grande maioria já ter vivido este tipo de pressão e situação. Assim ocorreu com o Alfenense em 2006; na própria União Areadense e até mesmo com o Campomeense”, ressalta. Uarli Christi conta que todos os jogadores estão cientes de que ainda não ganharam nada. “Demos um grande passo sim, mas festa só mesmo após o apito final e se Deus qui-

ser, com uma boa vitória para coroar o nosso trabalho; trabalho de todos, jogadores, do presidente Reginaldo e demais diretores. Bem como para brindar estes torcedores que tanto nos apoiaram. E é por isso que acredito que estarão lotando o Gigante da Avenida nesta decisão”, ressalta. O treinador Christi deverá ter o time completo para este domingo, pois exceto o volante Eduardinho Mamão ainda tenta se recuperar. “Os demais jogadores estão em condições físicas para este confronto. Mas vamos esperar até o último momento para sabermos da real condições do Mamão”, comenta. Por telefone, Eduardinho Mamão - que sofreu uma torção no joelho recentemente em Areado, quando atuava pelo Alfenense Futsal -, disse que realmente estava esperando os resultados dos exames que fez na cidade de Passos. “No fim de semana senti muitas dores e agora me sinto bem melhor”, disse na quinta-feira. Porém, ontem pela manhã, chegaram os resultados dos exames e Eduardo não jogará amanhã. Ficou constatada uma lesão no menisco bem como rompimento de ligamento do joelho. Eduardo deverá passar por cirurgia em data a ser marcada. O Athletic, afirma Uarli Christi, em casa, demonstrou, principalmente na segunda etapa, um bom toque de bola e o seu time terá todo o cuidado para não ser surpreendido dentro de casa. “Vamos

com a mesma disposição dos jogos anteriores, com disciplina tática e muita disposição; e isto nossos jogadores demonstraram ao longo da competição”, argumenta.

Ingressos O jogo de amanhã começa mais cedo, às 14h30. Antes, haverá entrada das duas equipes, juntamente com os profissionais de arbitragem que vão trabalhar na partida. Em seguida, o presidente da Liga, Mauro Alves da Costa, estará informando a escalação das duas equipes, seguida do Hino Nacional e do fair play. Após esta cerimônia será dado o pontapé inicial, pontualmente às 14h30, pois pode haver prorrogação. De acordo com o presidente do Esporte Clube Chapadão, Reginaldo Silva, infelizmente, o preço do ingresso para esta decisão sofrerá um aumento de R$ 3: de R$ 5 passará para R$ 8. “Este é um momento importante para o futebol de Alfenas e este aumento não estava nos nossos planos, mas infelizmente, foi necessário. A nossa despesa é muito grande; temos jogadores de fora, e todos, inclusive os de Alfenas, recebem uma gratificação, mais que justa, para estar conosco defendendo as nossas cores. Por isso, creio que este é o momento dos torcedores de Alfenas fazer o seu sacrifício e vir conosco neste mesmo barco”, ressalta. Ainda conforme Reginaldo, a Liga Sul Mineira de Futebol, quando vai afunilando a competição,

ela majora todas as taxas, fazendo com que as despesas aumentem ainda mais. “Olha, o torcedor sempre tem razão no tocante ao aumento, mas isto ocorreu apenas nesta partida que é uma decisão e creio que este sacrifício não vai matar nenhum deles não. Entendo o lado deles, mas este é o único momento que eles também devem dar uma contrapartida ao único representante do futebol alfenense.” Reginald continua: “E tenho fé em Deus que domingo, com calma, confiança e muito respeito pelo nosso adversário, estaremos conquistando esta competição que certamente ficará marcada não apenas para nós do Chapadão, mas também para o futebol de Alfenas que há alguns anos anda carente de um título”, explica. Ele informa ainda que mulheres, crianças e aposentados não pagarão ingressos, “contrariando a Liga Sul Mineira que queria que cobrássemos também das mulheres”, completa. Otávio Borba

M

esmo depois do resultado adverso jogando em seus domínios, o Athletic Club de São João Del Rey vem para Alfenas com a consciência de que nada está perdido. Estas palavras foram proferidas pelo diretor de futebol, Samuel Rocha, que acredita, e muito, no potencial de recuperação do time comandado pelo treinador Paulo Rogério. “Fizemos uma boa partida no último domingo; fomos até melhores na etapa final, quando quase conseguimos o empate. Mas paramos nas mãos do goleiro do Chapadão - Flávio Moranga - que

fez excelentes defesas, principalmente nos segundos finais daquele jogo... O empate seria um resultado mais justo”, argumenta. De acordo com Rocha, a sua equipe sentiu o gol tomado aos quatro minutos. “Foi uma falha do nosso jogador; mas isto ocorre. Só que aquele gol mexeu conosco e tivemos que mudar a postura de jogar, para conseguir um melhor resultado e, com isso, ficamos expostos aos contragolpes”, comenta. E para o jogo de amanhã, o Athletic, de acordo com Samuel Rocha, vem com tudo, “pois sabemos que apenas a vitória nos interessa e vamos bus-

O volante Elinton Cuecão tem sido jogador importante no meio-campo do time de Alfenas

JOGO DE VOLTA - FINAL Amanhã, domingo, dia 8, 14h30: Esporte Clube Chapadão x Athletic Clube/São João Del Rei, no estádio Francisco Leite Vilela, em Alfenas. Árbitro: Vander Sebastião Batista. Auxiliares: Raphael de Carvalho Pereira e Geberson Fernando Moura. Reserva: Wilson Antônio Braga. Representante: José Ailton da Silva. Fiscais: Rogerio Venâncio e Gilberto Antônio Cardoso Junqueira. Observador: Jaci Donizete de Souza O atacante Flávio Torres quer marcar gols para ajudar o Chapadão a conquistar o título

Athetic não ‘joga a toalha’ Editoria de Esporte

Foto: Valdir Cezário

car a prorrogação se for necessário; e todos os jogadores estão cientes da qualidade do adversário e mesmo assim não jogamos a toalha não; vamos para buscar esta taça, pois o jogo ainda está em aberto”, sintetiza. Rocha informa ainda que o treinador Paulo Rogério não deverá alterar a sua equipe, pelo menos para o início do jogo. “Não temos problemas de ordem médica ou disciplinar, e vamos com o melhor que temos, procurando surpreender o Esporte Clube Chapadão, pois futebol não se ganha de véspera; e por isto é o mais emocionante dos esportes”, encerra. (O.B.)

CAMPANHAS ATHLETIC CLUBE - SÃO JOÃO DEL REI Primeira fase 1 x 1 AE Coqueirense (fora) 3 x 2 Madre de Deus EC (casa) 1 x 0 Três Pontas AC (fora) 1 x 3 Três Pontas AC (casa) 4 x 1 Madre de Deus EC (fora) 0 x 1 Coqueirense (casa) - Athletic perdeu por causa da ausência de policiamento no estádio Quartas de final 2 x 2 Alpinópolis (fora) 5 x 2 Alpinópolis (casa Semifinal 4 x 0 Cruzeiro/Guaranésia (casa) 1 x 3 Cruzeiro (tempo normal); 1 x 0 Cruzeiro (prorrogação Foram seis vitórias (uma na prorrogação), dois empates e trêsderrotas. Marcou 24 gols e sofreu 17. Final 1 x 2 Chapadão (casa) ESPORTE CLUBE CHAPADÃO - ALFENAS Primeira fase 3 x 0 Alterosa (fora) 3 x 0 Cruzeiro/Guaranésia (casa) 0 x 1 Machado EC (fora) 5 x 1 Machado EC(casa) 1 x 1 Cruzeiro/Guaranésia (fora) 2 x 1 Alterosa (fora, mas o mando era do Chapadão) Quartas de final 0 x 0 Madre de Deus EC (fora) 2 x 1 Madre de Deus EC (casa) Semifinal 1 x 1 Três Pontas AC (fora) 3 x 1 Três Pontas AC (casa) Final 2 x 1 Athletic (fora) Foram sete vitórias, três empates e uma derrota. Marcou 22 gols e sofreu 8.


sábado, 07 de junho de 2014

16

MEMÓRIA ESPORTIVA

Batendo bola com o leitor (*) Pedro A. Souza

Atlético da Chapada, em 1959; e Noroeste do Campinho - 1968 Reprodução

Otávio Borba Repórter Esportivo

Aproveitando o ótimo momento do Esporte Clube Chapadão na Copa Regional de Futebol Amador - que neste domingo, dia 08, vai disputar a grande final diante do Athletic de São João Del Rey, no estádio do América -, vamos retratar mais uma vez o outro time daquele bairro, que fez sucesso nos anos 50 e 60; e, na sequência, o Noroeste, time do bairro Vila Formosa. Trata-se do Atlético da Chapada, um time de guerreiros que em seu estádio do terrão vermelho, punha qualquer equipe para dançar. Ainda que pequeno, me lembro de muitos jogos que animavam as tardes de domingo dos moradores do bairro da Chapada e adjacências. Naquela ocasião, Alfenas tinha uma série de equipes fortes, que se igualavam e faziam ótimos e bem disputados campeonatos municipais. Além do próprio Atlético, tínhamos a Saliba, Alfenense, América, Noroeste, Bangu, Estrela Vermelha, Gaspar Lopes, dentre outras equipes que marcaram época no futebol alfenense e da região. Outra equipe que também ficou registrada na mente dos futebolistas de Alfenas é a do Noroeste Esporte Clube, do saudoso Zé Duta, da Vila Formosa, bairro também conhecido por Campinho. Vários jogadores destas duas equipes formavam, em épocas diferentes, o América ou o Alfenense Futebol Clube, e outros, com a idade mais avançada, ainda tiveram a honra de defender a gloriosa

ATLÉTICO DA CHAPADA, 1959

Em pé, da esquerda para a direita: Elzo (treinador), Nenê, Leandro, Jobel, Zé do Carmo, Fat, Cachiado, Antônio e Prego. Agachados, na mesma ordem: Valdomiro, Celino Guedes, Aladel, Valdemar, Dario de Souza, Adilson e Natal Fakir.

***Campeonato Brasileiro, Série A: -Nona rodada: 23 gols, média de 2,3 gols por partida. São Paulo 2 x 1 Atlético; e Cruzeiro 3 x 0 Flamengo. O Galo, no Morumbi, jogou bem, principalmente no segundo tempo; chegou ao empate e, numa ‘infelicidade’ do goleiro Giovani, levou o segundo gol. A Raposa, em Uberlândia, não tomou conhecimento da má fase do Flamengo e goleou por três a zero. Na quarta-feira, dia 4, jogo da quinta rodada: Sport 1 x 0 Bahia. O Brasileiro agora para e só volta dia 16 de julho. O Cruzeiro terminou nessas nove rodadas com 19 pontos e ficou em primeiro lugar; e o Atlético somou 14 pontos e está em oitavo. O equilíbrio é a tônica entre os oito primeiros. ***Campeonato Brasileiro, Série B: Na nona rodada, o BOA perdeu para a Ponte Preta, em Campinas (1x0) e o América sofreu a segunda derrota de forma consecutiva; em Muriaé, o Coelho foi derrotado por três a um para o Náutico. Na décima rodada (dia 3), o BOA voltou a perder, desta vez em Varginha (dois a zero para o Vasco) e terminou em 19º com oito pontos até voltar, em julho. O América, em São Paulo, foi derrotado pela Portuguesa (2x1). Foi a terceira derrota consecutiva e o Coelho terminou em segundo, com 17 pontos. Poderia perder essa posição, pois teríamos ontem, sexta-feira, duas partidas. Paraná x Juventude; e Joinville x Vila Nova. A rodada 10 só será completada dia 22 de julho, com Atlético-GO x Oeste. Ainda não tivemos o jogo entre Náutico x Vasco (adiado da sexta rodada). ***Campeonato Brasileiro, Série C: Na sexta rodada o Tupi, em casa, recebeu o Madureira-RJ e venceu por um a zero. Agora, soma dez pontos em 18 possíveis. Ficará em quarto lugar até quando retornar a competição, depois da Copa. ***Copa do Brasil: Os clubes mineiros (Atlético e Cruzeiro) só entram em agosto (oitavas de finais). Datas: 23 a 30 de julho; 6 e 13 de agosto, terceira fase com 20 clubes. Lembrando que faltam quatro partidas para definir os 20 classificados. Quarta fase (oitavas): 27 de agosto e 8 de setembro (Cruzeiro e Atlético entram aqui). Quartas: 1 e 15 de outubro. Semifinais: 29 de outubro e 5 de novembor. Finais: dias 12 e 26 de novembro. ***Copa do Mundo; Alfenas podendo ser campeã regional no futebol de campo e no futsal: serão assuntos no próximo sábado, se Deus quiser.

MENSAGEM:

NOROESTE F. CLUBE, ANO DE 1968

Em pé, da esquerda para a direita: Vitão (treinador), Orsinho, Zé Elias, João, Walter, Agnaldo, João Carlos e Mário. Agachados, na mesma ordem: Joel “Charuto”, Ziquita, Jairo, Ângelo, Rovilson, Tarcisio e João Carivaldo. camisa da Associação Atlética Cruz Preta. E assim, por muitos anos, o futebol amador de Alfenas se manteve. Mas quando se tratava de competições regionais, como um Sul Mineiro, por exemplo, reforços de outras cidades eram requisitados pelos diretores, principalmente quando se tratava de Alfenense e América, pois cada um queria fazer

melhor que o outro. E hoje, o Esporte Clube Chapadão, comandado pelo treinador Uarli Christi, sob a presidência de Reginaldo Silva, tem a missão de fazer com que o futebol de Alfenas reencontre o caminho do título, assim como ocorreu com as equipes do Clube Esportivo Operário e João Paulino em um passado não muito distante. Com jogado-

res de Alfenas, e uma legião de fora, o Chapadão tem tudo para conseguir este feito, pois basta-lhe o empate diante do Athletic de São João Del Rey, no Gigante da Avenida, a partir das 14h30. E cabe ao torcedor de Alfenas que tanto clama a volta do nosso futebol, comparecer e prestigiar os nossos representantes.

HONESTIDADE Você acredita que agir com honestidade seja uma qualidade? Como é possível pensar assim? Aí me dizem: ‘Ah,mas nestes nossos tempos, ser honesto é qualidade’. Eu penso exatamente o contrário, pois para mim, ser honesto é uma necessidade, pois facilita tudo na vida. Poder, tranquilamente, andar por onde quiser, encontrar qualquer pessoa, falar com quem bem entender, são benefícios, vantagens de ser honesto. O contrário, a desonestidade, só traz dor de cabeça, dificuldades, aborrecimentos. Então, nem que seja por ‘malandragem’ vamos agir sempre com honestidade. Coloque em sua vida as palavras honestidade, honestamente e honesto e pratique-as”. Desejo aos amigos leitores um abençoado final de semana. PAZ, ESPERANÇA e BONS PENSAMENTOS são os meus desejos. Um abraço a todos os leitores. Conte aos amigos, espalhe por aí o Jornal dos Lagos.

LEMBRETE: -Se você quiser encontrar paz e alegria nesse mundo, não perca as oportunidades que se apresentam diariamente de fazer o bem.

RECOMENDE A RÁDIO CULTURA AOS SEUS AMIGOS E AMIGAS. ESPALHE POR AÍ (AM ou OM = 1180 KHW)

As fotos publicadas nesta seção às vezes pecam pela má qualidade devido às originais.

RÁDIO CULTURA AM DE ALFENAS: A RÁDIO DO POVO!

Fotos que marcaram o esporte em Alfenas e região podem ser enviadas para essa seção (devidamente identificadas) - Rua Bias Fortes, 366-A, CEP 37.130-000 - Alfenas-MG.

e-mail: jlagos@unifenas.br - Show do Esporte - Rádio Cultura AM. Horários: de segunda a sexta, das 11h às 12 horas. Sábado: de 11h às 13 horas.

Elas serão devolvidas assim que publicadas.

(*) Cirurgião Dentista e Comentarista Esportivo da Cultura AM


Alfenas, sábado, 07 de junho de 2014

21 17 PÉROLAS DO CLOVIS CLOVIS PEREIRA, Alfenense e professor em São Paulo-SP

Festas juninas de tempos passados! As festas juninas marcaram época na minha infância e de muitos alfenenses. Havia tradicionais festeiros, um em cada quadrante da cidade; o alfenense participava daquela que estivesse próximo à sua residência. Os meninos - na época conhecidos como ‘moleques’, na qual me enquadrava -, não tinha grandes opções devido a que, se ousasse frequentar uma festa junina em outro ponto da cidade, apanhava feio dos meninos do local; eram intrusos! Havia também distorções entre escolares: Os alunos do “Minas Gerais e Cel. José Bento” quando cruzavam após um dia letivo os insultos aconteciam cada qual defendendo a qualidade do ensino do seu grupo, que eram os únicos estabelecimentos de ensino primário. Vamos às festas juninas: A festa de santo Antônio realizada pelo Zé da Nêga e dona Vitalina eram animadas. Pessoas da sociedade alfenense eram convidadas e compareciam. Fartura de doces e salgados era a tônica do festejo. Zé da Nêga e dona Vitalina eram reconhecidos como excelentes ‘quituteiros’. Após a reza do terço e levantar o mastro do santo ‘casamenteiro’ a fogueira era acesa, fogos de artifício pipocavam no espaço, a mesa era farta e a animação musical ficava a cargo do popular ‘Nego Cirino e seu pandeiro’. Santo Antônio era de família nobre e seu nome de batismo era Fernando. Ia seguir carreira militar e resolveu refugiar-se num convento em Coimbra e ordenou-se sacerdote. Faleceu aos 36 anos, mais novo que Jesus, com 33 anos. A festa de São João, um profeta eremita, mártir e primo de Jesus e também o batizou na águas do rio Jordão, na casa do comerciante ‘João Batistinha’ situada na rua Juscelino Barbosa, o terço era rezado pela esposa Maria Nhandaia e filhas Aparecida, Elza, Irene, Neusa, Euclides e diversos participantes. Muitos convidados e outro tanto de ‘penetras’ participavam da comemoração religiosa. Após a reza, levantavam o mastro do santo padroeiro, acendiam a fogueira, soltavam foguetes, bombinha, traque, buscapé; em seguida a farta mesa de ‘quitandas e chá à base de erva’. Nós meninos da saudosa época tirávamos a barriga da miséria. A organização era militar; as organizadoras pediam educação e nada de avançar sobre a mesa. Primeiro os ‘rezadores’ depois vocês! Uns se mantinham, outros ‘ bagunçavam’. No dia de São Pedro, dona Olívia Liberato, mãe do goleiro Arlindo ‘gato preto,’ tendo recebido uma graça através de São Pedro, apóstolo em todas as passagens do Novo Testamento e que estava ao lado de Jesus na Última Ceia, rezava todos os anos o terço em agradecimento ao santo ‘chaveiro do céu’. Dona Olívia prepara ‘quitandas’ à base de biscoito fofo, broa de fubá, bolos diversos, chaleiras com chá de alfavaca e, com voz estridente, rezava o terço acompanhada pelos assistentes em agradecimento ao santo padroeiro. O mastro era levantado, foguetes pipocavam nos ares e José seu marido que era gari da prefeitura, anunciava: ‘Vamos comemorar a reza do terço, a mesa está servida. Primeiro as pessoas que participaram da reza; depois os demais participantes. As crianças aguardem um pouco. Logo chegará sua vez!’Em seguida as ‘crianças’ que de criança nada tinham, avançavam sobre a mesa e a bagunça era generalizada com bolsos cheios e barriga idem! Muita festa, muita alegria, são noites e comemorações que não voltam mais! Os festeiros nos deixaram, os tempos são outros, a fé anda um pouco abalada, sendo observada pelos santos São Pedro e São Paulo, reverenciados no dia 29 de junho que, lá de cima pensam: “Tá danado! Antes, festividades simples e que funcionavam; agora tudo moderninho, mas cadê a fé e pureza nos corações? ...E depois pedem graças e louvores... . Ora, vá, vá...! Os santos juninos estão cobertos de razão! São Pedro é ‘porteiro do céu embora tenha negado Jesus três vezes. São Paulo foi degolado em Roma. E viva as festas juninas atuais, embora com menos brilho e devoção que de tempos passados. São festas escolares e populares, que não deixam morrer a tradição, amém! Estamos conversados!

DR. HÉLIO MOREIRA (*) O autor é alfenense, nasceu em Gaspar Lopes e reside em Goiânia; é membro da Academia Goiana de Letras; da Academia Goiana de Medicina; Instituto Histórico e Geográfico de Goiás

BAÚ LITERÁRIO - DEIXE-ME CONTAR ENQUANTO ME LEMBRO!

drhmoreira@gmail.com www.heliomoreira.blogspot.com www.academiagoianadeletras.org

GEORGE SAND - seu Castelo, seus amigos e seus amores Wikpédia

Já faz algum tempo (este vilão teima em passar muito rápido quando estamos na fase da vida em que contamos os dias), sei que Marília, como sempre, estava na minha companhia e estávamos em Paris e, como dizia Hemingway, tudo aqui é festa; caminhávamos sem um roteiro a ser seguido, imitávamos um “flaneur” (andar sem pressa e sem compromisso); paramos em um bar, daqueles localizados em boulevards, com mesas nas calçadas; pedimos um champanhe e passamos a discutir nosso roteiro do dia seguinte:visitar o castelo onde morara George Sand, na vila de Nohant, localizada na região central da França. Dia seguinte levantamos cedo e nos dirigimos para a estação ferroviária (Gare de Austerllitz), onde tomamos o trem que seguia na direção de Chateauroux, e dali até Nohant (36 Km) fomos de taxi, pois os horários dos ônibus não nos permitiriam voltar no mesmo dia para Paris, como havíamos planejado. Não vou entrar em detalhes sobre o Castelo de Nohan porque já foi motivo de um texto que publiquei aqui no jornal não faz muito tempo, gostaria de ater-me a uma das facetas da vida de George Sand: - seus amores, seus amigos e suas desilusões, tendo como pano de fundo aquele Castelo, palco de muitas destas aventuras do seu espírito. Aurore Dupin ou George Sand, como ficou conhecida no mundo da literatura, foi uma das mais impressionantes e geniais figuras do romantismo do século XIX pela sua inteligência e, principalmente, pela sua personalidade voluntariosa, haja vista o pseudônimo que passou a usar, jamais se curvando aos costumes machistas da época; quer como mulher, quer como escritora, viveu e pensou com absoluta independência. Ela foi a voz da mulher em uma época em que a mesma estava calada, como refletiu um dos seus biógrafos, André Maurois (Lélia ou a vida de George Sand, Cia. Editora Nacional, 1956). Casou-se com 18 anos de idade com o Barão Dudevant, com quem não foi feliz e por isto passou a buscar, fora do matrimônio, a realização amorosa que não encontrou sob o teto do Barão, envolvendo-se, dentre outros, com o poeta Alfred de Musset, o pintor Delacroix, que morou com ela no Castelo durante algum tempo, onde tinha, inclusive, um “atelier” de pintura a sua disposição e o compositor Frederic Chopin a quem parece que ela, realmente amou e viveram maritalmente um grande romance no Castelo por mais de sete anos, quando ele compôs a maioria das suas peças para piano, inclusive os famosos noturnos. Esta fase da vida de Chopin, a partir de 1839 até meados de 1846, mereceria um texto a parte, pois foi nesta época,

Castelo de Nohant graças à assistência de Sand que ele, Chopin, conseguiu imprimir um ritmo regular no seu trabalho de compositor, obedecendo à necessidade de dormir mais cedo para melhor se recuperar da sua tuberculose e ela também, vivendo o encantamento do amor, escreveu seus melhores livros. O Castelo possuía muitos quartos que eram utilizados para receber, constantemente, um grande número de convidados, seus amigos (escritores, musicistas e pintores) que ali permaneciam por longos períodos de tempo, dentre eles Litz, Balzac, Flaubert e Turgenev. Para dar voz a estes relacionamentos, levo meus leitores a conhecer a sala de refeições do Castelo que fica ao lado da cozinha, facilitando, com isto a movimentação dos funcionários; ali encontramos, impondo-se na majestade do ambiente, uma enorme mesa retangular com dez cadeiras estofadas ao estilo Luiz XVI; em cada um dos espaldares está escrito os nomes dos convidados do dia, provavelmente muitos dos que estavam hospedados (alguns temporários e outros nem tanto); na cabeceira da mesa, como se identifica pelo nome no espaldar, comandando as discussões culturais, sentava-se a anfitriã. Quase que no final do corredor do andar superior, encontramos o espaço reservado para Sand, aliás, chamando a atenção pela sua grande dimensão (cinco enormes cômodos), destacando-se entre eles, a sua biblioteca e a sala com a sua mesa para escrever, confesso que fiquei emocionado ao me dar conta de que naquele recinto ela escreveu a maioria dos seus romances, principalmente o clássico autobiográfico “Histoire de ma vie - História da minha vida” e, principalmente, uma infindável correspondência com seus amigos e seus amores, alem de um diário. George Sand foi uma mulher que viveu intensamente seus amores e foi, provavelmente, a primeira mulher a abordar com coragem, problemas de

relacionamentos sexuais nos seus escritos; sabemos, pela leitura de alguns de seus textos e, principalmente, pela sua correspondência, que ela se entregava inteiramente e com sinceridade aos seus amores e teve, também, muitos desenganos; seus amigos verdadeiros, como Flaubert, ao lado de dar-lhes apoio, também procuravam, amigavelmente, censurar algumas das suas atitudes. Leiam comigo o resumo de uma carta que ela enviou a Gustave Flaubert (The Book of Love, Cathy N. Davidson, Penguim Books, 1992), provavelmente respondendo a algum questiona-mento que ele lhe fizera a respeito da sua vida amorosa; lembrar que por esta época ela estava com 67 anos de idade e estava envolvida com um jovem de nome Charles Marchal, dois anos mais novo que seu filho Maurice: “Nohant, 14/9, 1871 Você me pede para parar de amar? Você estaria querendo dizer que tenho cometido muitos erros na minha vida e que a humanidade é má, é detestável e que isto sempre será assim? Você repreende minha angustia como se fosse uma fraqueza pueril, um lamento de quem perdeu uma ilusão? Nunca deixarei de ser jovem, se ser jovem é sempre amar alguém. Deixe-me supor que nós morremos e que nosso amor não nos acompanhe em outra vida, ausência e morte não são muito diferentes, nós nunca partimos, simplesmente perdemos os sinais da presença do outro”. Os restos mortais de George Sand estão no cemitério do Castelo de Nohan.


sábado, 07 de junho de 2014

18 LUCIANA SIQUEIRA CARVALHO Professora de pintura ateliê ‘Fisarte’ blog: lumaosquefazem.blogspot.com

Aprendendo com o Mestre A narrativa da pesca milagrosa está ligada ao chamado dos primeiros discípulos por Jesus. Desde então somos chamados por Ele a ser seus discípulos (estar aos pés do mestre), aprendendo com seus ensinamentos, a segui-Lo como apóstolos na missão de evangelizadores. Os que propagam a “Boa Nova”. A barca, como instrumento de pesca, é sinal daquilo que Pedro e seus discípulos serão: “Pescadores de Homens”. Assim também nós, quando passamos por um encontro pessoal com Jesus, já não somos mais os mesmos. Nossa alma se enche de vontade de partilhar o tesouro que nos foi concedido, pela gratuidade do amor de Deus. Incentivando Pedro a assumir sua vocação está o abandono da barca e a certeza de que Deus não escolhe os capacitados, mas capacita seus escolhidos. Talvez hoje você se encontre com o barco de sua vida, ancorado em alto mar e passando por inúmeras tribulações e ondas fortes. Recolha a âncora de tudo que te prende e te impede de seguir com Jesus; e VÁ com o Mestre...

JONATHAN DOMINGUES DE SOUZA (TATO)

Pastor da Igreja Presbiteriana Independente Graduado em Teologia pelo CESUMAR e Graduando em Psicologia pela UNIFENAS

Não vou orar mais A oração é carregada por uma grande interrogação ainda em nossos dias. Nós oramos ou rezamos? Fazemos nossas preces ou louvamos? No mundo de respostas rápidas com facebok e whatzap você ainda consegue um tempo para orar? Na verdade orar para que? Não vou orar mais! Como Jesus disse em Mateus 6.7: “Não useis de vãs repetições achando que pelo muito falar serão ouvidos”. Não ficarei mais repetindo algo que não faz sentido. Não ficarei conversando, jogando palavras ao vento, que em meu coração não dizem coisa alguma. Não vou orar mais! Como Tiago disse em Tiago 4.3: “Pedis e nada tens, pois pedis mal, para esbanjares em vossos

prazeres”. Não farei orações egoístas que concentrem apenas no meu umbigo. Não orarei para resolver o meu problema esquecendo-me do próximo. Não vou orar mais! Como Tiago disse em Tiago 1.6 “Peça com fé em nada duvidando”. Não farei orações para cumprir um ciclo religioso. Cumprindo apenas uma tarefa. Não orarei mais pensando que Deus é como o homem que nos decepciona e não tem poder para fazer uma milagre. A oração, como disse Jhon Bunyan que viveu no ano de 1600 “Orar é derramar de modo sincero, consciente e afetuoso o coração e a alma perante Deus, por meio de Jesus Cristo.” ...”Porque a sinceridade induz a alma a abrir o coração

perante Deus com toda sinceridade e apresentar-lhe o caso plenamente, sem equívocos. Reconhecer a culpa sem dissimulo e clamar a Deus desde o mais profundo do coração sem palavras vazias e artificiais.” Dessa forma, vou orar mais. Jesus nos ensinou o caminho. Na oração abrimos nosso coração para Deus. Na oração colocamos nossa fé em ação. Na oração nos rendemos diante da grandeza e poder de um Deus que pode nos visitar com um milagre. Orarei sim, pois nela me relaciono com Deus. Na oração não apenas falo, mas contemplo, sinto e, no mais profundo do meu ser, ouço a voz daquele que sempre nos surpreende. E você! Já orou hoje?

Você pensa que cachaça é água? (*) Evandro Guimarães de Sousa

Edital de Convocação A Câmara de Dirigentes Lojistas de Alfenas convoca seus associados, quites com a tesouraria, para Assembléia Geral, a realizar-se no dia 09/07/2014, às 08 horas em primeira chamada e às 09 horas em segunda chamada, para Eleições da Diretoria. Francisco Rodrigues da Cunha Neto Presidente - CDL de Alfenas

Vocês sabiam que a cachaça é considerada uma bebida de grande importância cultural, social e econômica para o Brasil e está relacionada diretamente ao início da colonização portuguesa do país e à atividade açucareira? Inicialmente, era bebida em larga escala pelas populações rurais e por pessoas de baixa renda. Atualmente, observa-se que é consumida em todas as classes sociais. De acordo com estudos, verificou-se que o consumo de destilados é mais alto nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste. Pois é, a estória afirma que, há tempos passados para produzir melado os escravos colocavam o caldo da cana-de-açúcar em um tacho e levavam ao fogo. Não podiam parar de mexer até que surgisse uma substância cremosa. Porém, um dia cansados de tanto trabalho e com serviços ainda por terminar, eles simplesmente pararam e o melado azedou. O que fazer agora? Devem ter confabulado em pânico! A saída que encontraram foi guardar o melado longe das vistas do feitor, evitando assim os costumeiros castigos que lhes eram infligidos. No dia seguinte, encontraram o melado azedo fermentado. Não pensaram duas vezes e misturaram o azedo com o novo e levaram os dois ao fogo. O resultado final foi que parte do melado era álcool que aos poucos foi evaporando e formou no teto do engenho umas goteiras que pingavam constantemente. Era a cachaça já formada que pingava. Admite-se que daí surgiu o nome da pinga. Quando este líquido caía nas suas costas machucadas, ardia muito e assim apareceu o nome de água ardente. Quando escorria pelos seus rostos e alcançava as bocas, eles

ficavam alegres e com vontade de dançar. Portanto, procuravam repetir este processo sempre que podiam. Entretanto, há controvérsias sobre este relato, pois seu nome pode ter sido originado do termo cachaza que significa vinho de borra, um produto inferior bebido em Portugal e na Espanha. Sempre existiu uma tolerância da sociedade com o hábito de beber. Muitas composições musicais têm como tema a cachaça. Recordo-me de uma marchinha denominada “Cachaça” de autoria de Mirabeau Pinheiro em parceira com Lúcio de Castro, Heber Lobato e Marinósio Filho, lançada por Carmen Costa e Colé, em 1953: “Você pensa que cachaça é água/ Cachaça não é água não/ Cachaça vem do alambique /E água vem do ribeirão.../Pode me faltar tudo na vida/ Arroz feijão e pão.../ Só não quero que me falte/ A danada da cachaça”. Portanto, uma exaltação ao consumo desta bebida! Esta música, segundo entendidos, iniciou um ciclo etílico de marchinhas para futuros carnavais. Entretanto, a inspiração foi difundida para outros ritmos e com títulos bastante sugestivos, tais como, “Marvada” Pinga, Cachaça com limão, Meninas do Buteco, A Pinga, Cachaceiro, Pinga na Veia e tantas outras. Lembrei-me, também, das histórias de dois grandes apreciadores de cachaça na minha terra natal. Para o primeiro, sempre que era oferecida uma dose de aguardente, ele respondia imediatamente: “Dada à insistência, aceitei!” e repetia a fala a cada novo oferecimento. Já o segundo, apoiado no balcão da venda e com um copo de cachaça na mão, sempre afirmava o seguinte: “A goela da gente devia ser igual

a um saca-rolhas, porque assim a pinga ia escorrendo devagarzinho e queimando até o final!” Já repararam que quase não há propagandas de cachaça na televisão? Não parece estranho, para vocês, considerando tratar-se de um produto típico nacional? Eu observo as de cerveja das mais variadas marcas. O mais interessante é que estes anúncios, ora são apresentados por artista, cantora e até por político. No final destas propagandas sempre é projetada aquela frase irônica: Beba com moderação. O que será muito difícil de atender, pois a mensagem é sempre recheada de praias fantásticas, mulheres lindas, garotões sarados e a cerveja correndo solta! Pois é, o que não falta são bebidas, dos mais diferentes tipos e marcas, nos estabelecimentos comerciais à disposição do consumidor. Porém, o mesmo não é observado com relação à água que se encontra escassa nos reservatórios, pois São Paulo atravessa a pior seca de todos os tempos, já apresentando problemas de abastecimento para a população. Aí me lembrei da letra da marchinha Saca-rolha (1954) de autoria de Zé da Zilda, Zilda do Zé e Valdir Azevedo que, modificada, poderia explicar esta situação: “As águas não vão rolar e caixa d’água cheia vai faltar”! Portanto, uma recomendação para você, paulistano, que convive com tantos outros problemas nesta megalópole e agora com a possibilidade de racionamento de água. Não pense que cachaça é água, pois ela não mata a sede, não é recomendada para o banho e nem para escovar os dentes... Pense nisso! (*) Pneumologista em São Paulo


sábado, 07 de junho de 2014

19

ZAPPING

Por Caroline Borges

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora. Os capítulos que vão ao ar estão sujeitos a eventuais reedições - de 09/06 a 16/6/2014 MALHAÇÃO Globo – 17h35

Segunda (09/06) - Fábio e Omar propõem casamento a Luciana ao mesmo tempo. Todos se despedem de Sofia, que se prepara para se mudar para Paris. Ronaldo contrata Caetano como garçom do Embaixada. Maura avisa que vendeu sua casa e diz que o comprador mencionou Sofia. Sofia revela que convenceu Cícera a comprar a casa de Maura para Ben e Anita. Sidney se declara mais uma vez a Sofia e os dois se beijam. Frédéric convida os alunos para irem ao Haiti ajudar na reconstrução do país. Terça (10/06) - Anita e Ben ajudam Sidney com um novo plano. Anita diz a Sofia que houve uma mudança em seu voo e a menina comemora o fato de poder assistir ao musical de Sidney. Bruna, Amanda e Drica comunicam a Frédéric que irão para o Haiti e Júlia decide se juntar ao grupo. Martin surpreende a todos com seu bem-estar. A banda de Giovana é convidada para a abertura do show de um cantor de sucesso. Vinicius beija Meg. Chega a hora da estreia do musical. Quarta a sexta - Até o fechamento da edição, a emissora não divulgou os capítulos.

MEU PEDACINHO DE CHÃO Globo – 18h15 Segunda (09/06) - A pedido do prefeito, Giácomo entrega o cheque referente ao salário de Juliana. Renato pensa em ir à casa de Tenório, que foi mordido por uma cobra, mas Milita convence o médico a desistir da ideia. Juliana lamenta por Renato, mas não aceita o convite do médico para tentar a sorte em outra cidade com ele. Pedro permite que Gina acompanhe Ferdinando à Cidade das Antas. Pedro se surpreende ao saber que Ferdinando quer transformar Gina na primeira dama da Cidade das Antas. Epaminondas diz a Catarina que Ferdinando comprará uma briga com ele se o filho insistir na ideia de ficar com Gina. Gina surpreende Pedro e Ferdinando com seu comportamento. Terça (10/06) - Pedro pede desculpas a Ferdinando pelo comportamento de Gina. Zelão comenta que Tenório se curou muito rápido da mordida de cobra e Serelepe afirma que o animal não tinha veneno. Gina aparece de vestido e maquiada por Juliana, surpreendendo seus pais e Ferdinando com sua beleza. Ferdinando convida Gina a ir com ele para Antas se encontrar com o prefeito como futura primeira dama da cidade. Serelepe elogia o desempenho de Zelão na leitura. Ferdinando e Gina chegam ao gabinete do prefeito e aguardam atendimento. Quarta (11/06) - Ferdinando conversa com o prefeito de forma amigável e acorda com ele que em sua campanha não haverá ofensas. Ferdinando pede a Gina que ande de braços dados com ele durante uma caminhada na Cidade das Antas. Gina detalha para Juliana todos os acontecimentos ocorridos durante sua visita à Cidade das Antas com Ferdinando. Dona Tê pergunta à filha se ela irá namorar Ferdinando. Giácomo sugere a Pedro que Juliana pode estar tendo um caso com Zelão. Quinta (12/06) - Epaminondas se preocupa com a forma com que Ferdinando pretende fazer sua campanha. Dona Tê e Pedro temem que Gina acabe malvista por ter ido com Ferdinando sozinha até Antas. Padre Santo comenta com o prefeito das Antas que Epaminondas está ajudando seus funcionários a tirar o título de eleitor para votar em Ferdinando. Zelão diz a Mãe Benta que tem certeza de que Juliana gosta dele. Gina provoca Juliana e aponta que a professora pode estar gostando de Zelão. Sexta (13/06) - Pedro comenta com Dona Tê que não aprova que Zelão acompanhe Juliana em suas caminhadas. Ferdinando diz a Catarina que, se for preciso, se casará com Gina. Renato revela a Milita que gosta dela. Juliana diz a Ferdinando que Zelão a ama de verdade. Zelão avisa a Mãe Benta que Jonas procurará Renato para fazer o parto de sua mulher. Jonas pergunta a Renato se ele sabe conduzir um parto. Sábado (14/06) - Mãe Benta comenta com Tuim que torce para que Renato se saia bem no atendimento à esposa de Jonas. Jandira comenta com Jonas sobre a dificuldade enfrentada por Renato no parto de sua esposa. Juliana garante a Gina que Ferdinando gosta dela. Jonas afirma a Jandira que vai tirar a vida de Renato caso alguma coisa aconteça à sua esposa. Renato pede a Jonas que chame Mãe Benta, pois ele não sabe o que fazer. Milita revela ao pai que gosta de Viramundo. Mãe Benta chega para ajudar Lurdes a dar à luz.

GERAÇÃO BRASIL

EM FAMÍLIA

Globo – 19h15

Globo – 21 h

Segunda (09/06) - Pamela avisa a Megan, Jonas e Herval sobre a situação de Jack. Megan vai para São Francisco. Verônica avisa a Jonas que não escreverá sobre ele. Elias comenta com Ernesto que acabou herdando a dívida de Bóris. Shin descarta o convite da festa de Tomás. Pamela conta para Dorothy sobre a previsão que a cartomante lhe fez. Alex tenta tranquilizar Maria em relação a Jonas e Brian. Cidão fala que Matias pode ser seu sucessor, para desespero de Rita. Jonas pede uma homenagem a Jack durante a apresentação do programa. Ludmila se insinua para Ernesto, e Bóris se irrita. Alex chantageia Jonas. Começa a final do concurso Geração Brasil. Terça (10/06) - A Navegabeat canta no programa. Gláucia flagra Jonas abordando Verônica. Uma reviravolta marca a final do concurso. Barata pede Verônica em casamento. Jonas tem uma crise de ansiedade. Rita não gosta de Matias ser obrigado a trabalhar com Cidão. Gláucia avisa a Marisa que mandou fazer um exame de DNA para confirmar a paternidade de Danilo. Brian pede para Jonas contar seu segredo para Pamela. Jonas confirma seu voo para Murphy e recebe um telefonema misterioso. Acontece um acidente de carro. Verônica descobre que Jonas foi para Brasília. Um aplicativo é disponibilizado para que os internautas participem do desafio final do concurso Geração Brasil. Quarta (11/06) - Verônica pede para Débora deixá-la investigar o sumiço de Jonas. Herval consola Pamela. Megan fala do acidente de carro e Brian fica chocado. Shin decide ir à festa de Tomás. Ernesto, Susana e Elias observam Lara e Shin conversando. Verônica vê Jonas disfarçado entrar em uma van. Jack fica nervoso ao ouvir Brian falar sobre o envelope grená. Verônica encontra Jonas em um sítio, participando de um ritual espiritual. Pamela sente falta do marido. Um novo desafio é lançado no aplicativo da fi nal do concurso Geração Brasil. Quinta (12/06) - Pamela descobre que Jonas foi para Brasília. Iracema avisa que ajudará com as despesas da família e todos fi cam agradecidos. Danilo insiste que Sílvio leia o resultado do exame de DNA. Pamela se encontra novamente com Herval. Verônica se surpreende quando Jonas vai até sua cabana. Gláucia se espanta com o resultado do teste de DNA. Shin orienta Lara a publicar uma mensagem para Brian em seu site. Brian avisa a Dorothy que pretende viajar para o Brasil. Pamela e Herval se beijam. Jonas revela seu segredo para Verônica e eles se beijam. Sexta e sábado - Até o fechamento desta edição, a emissora não divulgou os capítulos.

Segunda (09/06) - Virgílio fica feliz ao ver as cinzas do que antes eram os objetos da caixa de Helena, que ela queimou. Luiza fica incomodada ao se lembrar do ataque de ciúme de Laerte contra ela e André. Juliana obriga Jairo a participar de suas aulas de gestante. Silvia se pega pensando em Felipe. Clara se emociona ao ver o esforço de Ivan para reaproximá-la de Cadu. Dulce e Pedro Paulo combinam de sair juntos. Alice afirma para Luiza que vai seguir na carreira de policial para poder investigar os suspeitos por crimes de estupro. Terça (10/06) - Virgílio se mantém irredutível na decisão de continuar separado de Helena. Gabriel não se conforma de ter perdido Silvia. Clara e Marina conversam sobre um possível relacionamento entre elas, deixando Vanessa enfurecida. A sala onde Juliana e Jairo têm aulas para gestantes é invadida por um assaltante em fuga e todas as grávidas entram em pânico. Helena aprecia seu vestido de noiva e o medalhão da fênix, únicos objetos que não queimou junto com a caixa. Jairo domina o bandido, Juliana fica orgulhosa do marido e o chama de herói. Quarta (11/06) - Ana percebe que jamais conseguirá conquistar Virgílio, apesar da separação de Helena. Alice comemora sua aprovação para entrar na academia de polícia. Branca começa a elogiar demais Murilo, deixando Gisele desconfiada. Luiza fica surpresa ao ganhar de Helena o vestido de noiva usado por ela na juventude, no casamento não realizado com Laerte. André tenta se aproximar de Bárbara, mas ela, elegantemente, lhe dá um corte. Shirley cerca Laerte no Galpão Cultural para provocá-lo. Quinta (12/06) - Mathias pede que Alice escolha entre ele e a carreira na polícia. Para espantar o tédio, Branca decide viajar para a Rússia com Vlad, seu professor de russo. Luiza acha que Helena lhe deu o vestido de noiva para ensaiar uma reaproximação. Cadu desabafa com Verônica sobre o futuro de seu casamento com Clara. Lívia e Laerte marcam mais um ensaio na casa dele. Juliana tenta ser mais carinhosa com Jairo. Silvia visita Felipe na clínica de reabilitação. Shirley desconfia que Selma inventa seus lapsos de memória para chantagear Laerte emocionalmente. Sexta (13/06) - Alice faz amizade com um aluno da academia de polícia. Branca e Vlad começam um romance durante a viagem para a Rússia. Chica repreende Helena por ter provocado Luiza com o vestido de noiva. Laerte perde a paciência com Selma e eles brigam seriamente. Neidinha se preocupa com a segurança de Alice. Vanessa marca alguns ensaios fotográficos para Marina, tentando fazer com que as finanças do estúdio melhorem. Silvia pensa em Felipe e Cadu. Verônica diz a Laerte que duvida de sua felicidade com Luiza. Sábado (14/06) - Alice termina seu namoro com Mathias. Pedro Paulo dá em cima de Dulce, que gosta dos galanteios. Virgílio sofre com a falta de Helena, mas tenta disfarçar. Selma diz a Shirley que Luiza vai pagar por ter sido a responsável pelo seu rompimento com Laerte. Theo e Neidinha saem para passear juntos. Os idosos da casa de repouso tentam descobrir quem é o amigo misterioso de Miss Lauren. Juliana pede que Nando perca a esperança de reatar o casamento. Chica e Ricardo estranham o sumiço de Branca.

VITÓRIA

CHIQUITITAS

RECORD - 21h20

SBT -20h30

Segunda (09/06) - Bernardo passa mal ao imaginar que Gregório enfartou ao se lembrar de Mossoró caindo do cavalo. Artur se faz de vítima e fica preocupado com o que Bernardo possa ter lembrado. Diana e Artur trocam carinhos e declarações apaixonadas. Bernardo se lembra de quando encontrou Gregório chorando, sentindo culpa pelo filho ter caído do cavalo e se descontrolando. Priscila, Paulão e Enzo comemoram a morte de Sorriso. Sabrina conta para Jorge que os peritos não acharam digitais dele na garrafa deixada na cocheira e pede explicações. Diana chega ao haras e Bernardo avisa que Luciene vai treinar com Vitória. Diana não aceita, diz que Bernardo está demitido e que é ela quem vai montar Vitória. Terça (10/06) - Diana pressiona Bernardo, mas ele é firme e diz que vai seguir a ordem de Gregório. Jorge diz para Sabrina que o calor do fogo pode ter apagado suas digitais. Pelo telefone, Clarice pede para Artur libertar ela da clínica psiquiátrica, mas ele avisa que só vai tirá-la quando conseguir se vingar de Gregório. Beatriz tenta se aproximar, mas Diana quer distância dela e conta que Artur demitiu Jorge. Ao se lembrar das palavras de Beatriz, Diana se desconcentra e cai de Vitória. Matilde e Rosa acham que Tadeu e Paulo Henrique estão traindo elas. Diana é examinada e o médico diz que está tudo bem com ela. Após anos sem pisar na casa de Gregório, lembranças do passado atormentam a cabeça de Artur. Quarta (11/06) - Analice acha melhor não dizer para Diana que Artur procurou por ela. Imagens do passado voltam à memória de Bernardo. Diana liga para o celular de Artur, mas é Javier que atende e diz que ele não está em casa. Manel diz para Zuzu que Tadeu não trairia Matilde. Luciene questiona o porquê de Beatriz sempre defender Jorge, e ela diz que tudo que o irmão faz é por amor. Mossoró e Diana têm um encontro emocionado, mas lamentam que estejam um pouco afastados. Nervoso com o acidente de Diana, Artur liga preocupado e se declara para ela. Desolado, Bernardo olha com pena para Diana e ela sente que algo muito ruim aconteceu. Quinta (12/06) - Bernardo conta que Diana e Artur são irmãos. Rafael diz que Diana e Artur cometeram um incesto e ela se desespera. Totalmente descontrolada, Diana é impedida por Bernardo de ir atrás de Artur. Javier diz que Artur deve contar a Diana que eles não são irmãos. Artur assume para Javier que está fugindo de Diana, mas não vai desistir da vingança contra Gregório. Apavorado, Jorge fala para Sabrina que não quer ser preso e conta que mentiu no depoimento. Jorge revela a Sabrina que Artur contratou um profissional para incendiar a cocheira. De malas prontas para viajar, Artur é surpreendido com a chegada de Sabrina e William. Sabrina avisa que Artur não pode se ausentar e diz que ele está preso. Sexta (13/06) - Jorge diz que vai dar queixa contra Mossoró se Beatriz não voltar para casa. Artur exige falar com Ramiro e ameaça Sabrina. Cicinho quer acampar com os colegas da escola, mas Ednaldo diz que não tem como pagar. Bernardo diz para Gregório que lembrou que Artur é o filho que ele abandonou na infância. Ramiro autoriza a viagem de Artur e deixa o comando do Haras Arminho com Javier. Yone questiona os gastos com a reforma da cozinha e Priscila se irrita. No enterro de Sorriso, Laíza e Catarina consolam a mãe dele, Arlete. Diana busca forças em Vitória para se animar. Laíza vai até a casa de Priscila e é recebida por Paulão.

Luiza Dantas/CZN

Segunda (09/06) - Mili descobre que seu pingente, única lembrança de seus pais, sumiu. Tobias e Eduarda vão ao Café Boutique ao saber da notícia do incêndio na loja. Na França, Gabriela começa a desenhar rostos familiares, o que indica que sua memória pode ter começado a voltar. Carol avisa Neco que conseguiu uma vaga para ele na escola. Mili sofre com a perda do pingente, que na verdade foi Bia quem pegou escondido. Os chiquititos são zombados na escola pelos demais estudantes por terem perdido na briga com a turma de Janjão. Terça (10/06) - Junior leva Simão para acompanhá-lo em uma visita a Valentina, que está em coma no hospital desde que sofreu um misterioso atropelamento. Matilde e Carmen se encontram discretamente em uma ponte, sob um rio. Carmen leva uma mala com R$ 100 mil para trocar pelo testamento. As duas se desentendem e tanto o testamento, quanto o dinheiro acabam caindo no rio, para o desespero das vilãs. Miguel estava na beira do rio e pega o testamento sem ser visto. Bia tenta devolver o pingente de Mili escondida, mas todas as chiquititas a veem. JP diz para Renata que está confuso e não sabe o que está sentindo por Açucena. Quarta (11/06) - Mili sai escondida do orfanato vestida como Açucena para jantar com JP. Dani faz birra e diz que está sentindo dor ao andar. Fernando e Carol chegam à conclusão de que Dani está fingindo estar doente para não precisar ir embora do orfanato com seu pai. Matilde se encontra com Carmen, afirma que o homem misterioso provavelmente é Miguel e que quer saber o nome de sua filha. Quando finalmente Francis quase beija Clarita, aparece Beto com Renata e Érica para atrapalhar. Maria Cecília vai atrás de Eduarda na casa de Shirley Santana, em Santana. A conversa não rende bons frutos e Eduarda insiste que só volta para casa quando Maria Cecília desistir de se casar com Tobias. Quinta (12/06) - Dani diz para Cris que se sente menos sozinha ao saber que tem um pai, porém, não quer ir embora do orfanato e deixar Carol. Tobias fica triste, pois Maria Cecília não quer se casar na igreja. Carol e as Chiquititas decidem fazer uma festa surpresa para Bia e aproveitar para fazer as pazes com ela. Renata finge estar se envolvendo com Beto para tentar fazer ciúme em JP. Carmen e Matilde escolhem a ficha de uma criança que não mora mais no orfanato para fingir para Miguel que se trata da filha dele. JP e Açucena se encontram no Café Boutique. Açucena, que é Mili, vai acompanhada de Lucas, que é Mosca. Ele finge ser o namorado dela. Sexta (13/06) - Junior estranha ao achar uma foto antiga de José Ricardo com Mili quando ela era bem pequena. Samuca apresenta para os meninos sua nova invenção para usarem como vingança contra os vizinhos. Bia conta tudo para os vizinhos encrenqueiros, que dizem que ela deve levar o invento para eles. No orfanato, Bia chora e fica muito feliz com a festa surpresa preparada na cozinha por todas as chiquititas. Janu vai ao orfanato e ativa o invento que solta cheiro ruim na sala.

Rodrigo Lombardi interpreta Pedro Falcão, em ‘Meu Pedacinho de Chão’, da Globo Sala de aula Ao longo dos anos, Rodrigo Lombardi acumulou protagonistas e papéis de destaque nas novelas. No entanto, o posto altamente cobiçado por diversos profissionais não alterou a vaidade e o ego do intérprete do moderno Pedro Falcão, de ‘’Meu Pedacinho de Chão”. Dividindo cena com Antonio Fagundes e Osmar Prado, que interpretam Giácomo e Epaminondas, respectivamente, o ator se sente um privilegiado por contracenar com grandes nomes da tevê. Inclusive, o elenco e a direção de Luiz Fernando Carvalho foram grandes fatores para que Rodrigo abdicasse de férias mais longas da tevê. “São oportunidade que temos de aproveitar. Estou escrevendo a minha história agora. Por isso, é uma honra ouvir as histórias deles e aprender com elas”, valoriza. Apesar da temática lúdica, Rodrigo acredita que o folhetim de Benedito Ruy Barbosa converse diretamente com diversas questões sociais do país. “Todo o público se identifica com a novela. É uma história sobre as questões dos humanos”, explica. No tom A voz grave é uma das características inconfundíveis de Milena Toscano. Apesar do diferencial, a atriz, que interpreta a professora Bárbara em “Malhação”, nunca explorou seus talentos vocais na tevê. No entanto, Milena não descarta a possibilidade de frequentar aulas de canto para futuros trabalhos que possam envolver o universo da música. “Não quero cantar. Quero só saber ser afinada para, se um dia eu precisar, estar aqui. Tenho vontade de trabalhar os tons de vozes e afinações”, explica. Na reta final da novela adolescente, Milena não pretende fazer grandes planos para sua carreira. Por enquanto, ela segue em turnê com a peça “Meu Ex Imaginário”. “As coisas mudam muito. Gosto de falar do agora. Às vezes, você não está fazendo nada, te ligam e você tem de gravar em três dias”, afirma. Futilidades e compras Uma das mais recentes contratações da Globo, Mônica Iozzi já tem papel definido na próxima novela das sete, “Alto Astral”, que estreia em novembro no lugar de “Geração Brasil”. No folhetim de Daniel Ortiz, a ex-repórter do “CQC” dará vida à ‘’patricinha’’ Scarlett e será cúmplice da vilã paranormal Samantha, papel de Cláudia Raia, e do médico Marcos, de Thiago Lacerda. De volta Xuxa pode retornar à televisão ainda este ano. A Globo estuda a possibilidade de um programa no esquema de temporadas para o fim deste ano. A ideia é emplacar a apresentadora em uma produção de três ou quatro meses e em um formato totalmente diferente dos que já teve na Globo. O programa deve ir ao ar nas tardes de domingo, durante as férias do “Esquenta”. Voo solo Após uma série de crises com as coproduções de “Milagres de Jesus”, a Record planeja produzir sozinha ‘’Plano Alto’’, nova série sobre política de Marcílio Moraes. Todas as etapas de produção serão controladas pela própria emissora. A série contará com 12 episódios e terá as primeiras gravações no dia 15 de junho. Cara de mau A televisão não está nos próximos planos de Caio Castro. Por isso, o ator optou por integrar o elenco de ‘’Lady Marizete”, nova novela das seis que tem estreia prevista para abril de 2015. Na história, ele será um perigoso traficante de drogas em uma favela, onde a protagonista Marizete, papel de Tatá Werneck, vive com a família. O personagem se tornará completamente obcecado pela moça, o que causará transtornos na vida da heroína. Menino de ouro Após uma contratação repentina, a Band começou a estudar alguns formatos de programas para Luiz Bacci, recém-saído da Record. O apresentador terá duas produções de auditório, uma nas tardes, de segunda à sexta, e outro nos domingos. Até agora foram cogitados o formato argentino “Instrusos”, uma espécie de telebarraco com notícias, e o “Quem Quer Ser um Milionário?”, que seria comandado por José Luiz Datena no ano passado, mas optou-se por uma nova temporada do “Quem Fica em Pé?”. Longo prazo Às vésperas da Copa do Mundo, Arnaldo Cezar Coelho renovou seu contrato com a Globo. O comentarista ainda tinha mais oito meses de vínculo pela frente, mas foi chamado para conversar com a emissora. O novo contrato terá a validade de quatro anos. Novidades Sem apostar ativamente na Copa do Mundo em sua programação, o SBT estuda a possibilidade de lançar uma nova produção após o mundial na faixa das 18 h. Atualmente, a emissora conta com diversas reprises no horário. A ideia é sugerir um projeto que se posicione como alternativa aos programas policiais da Band e Record, assim como também às novelas da Globo. No calendário A Globo marcou a data de estreia de “Boogie Oogie”, próxima novela das seis. A trama escrita por Rui Vilhena irá ao ar a partir do dia 4 de agosto. A história se passará nos anos 1970 e seguirá a vida de duas garotas trocadas na maternidade vividas por Isis Valverde e Bianca Bin. e-mails para esta coluna: redacao@tvpress.com.br


Alfenas, sábado, 10 de maio de 2014

20 1ª VARA CRIMINAL, DE ATOS INFRACIONAIS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE E DE CARTAS PRECATÓRIAS CRIMINAIS DA COMARCA DE ALFENAS - MG.

CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO ORMINDA PIMENTA Alfenas, 4 de junho de 2014.

PROCESSO Nº 016.08.088136-6 EDITAL DE INTIMAÇÃO - PRAZO: 60 DIAS Edital de Intimação do réu ALEXANDER APARECIDO SALERI RIBEIRO, brasileiro, nascido aos 18/04/1971, filho de Sebastião Ribeiro da Silva e de Marta Domingues Saleri Ribeiro, residente na Rua Maria de Lourdes Munhoz, 190, Jardim Boa Esperança, nesta cidade de Alfenas - MG, estando atualmente em lugar incerto e não sabido. DRA. DENISE LUCIO TAVELA, MMª. Juíza de Direito da 1ª Vara Criminal de Atos Infracionais da Infância e Juventude e de Cartas Precatórias Criminais da Comarca de Alfenas/MG, no exercício do cargo, na forma da lei, etc... FAZ saber aos que virem o presente ou dele tiverem notícia que, por este Juízo e 1ª Vara Criminal desta cidade, tem em andamento um processo movido pela Justiça Pública contra ALEXANDER APARECIDO SALERI RIBEIRO. Pelo presente, fica o réu ALEXANDER APARECIDO SALERI RIBEIRO, intimado a efetuar o pagamento de multa no valor de R$ 188,14 (cento e oitenta e oito centavos e quatorze centavos), a título de multa penal e outras despesas processuais devidas ao Estado, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de inscrição do débito, acrescido de multa de 10% (dez por cento), em dívida ativa e de registro no Cadastro Informativo de Inadimplência em relação à Administração Pública do Estado de Minas Gerais (CADIN/MG), pela Advocacia Geral do Estado (AGE), bem como, intimado para que informe o número do C.P.F.. E, constando dos autos que o réu está atualmente em lugar ignorado, incerto e não sabido, mandou, na melhor forma de direito, passar o presente pelo qual INTIMA-O através

Aos Condôminos do Edifício Orrminda Pimenta Praça Getúlio Vargas nº 55. Centro. Alfenas/MGSP EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Prezados Senhores: Na qualidade de Síndico do Condomínio do Edifício Orminda Pimenta, localizado a Praça Getúlio Vargas nº 55, venho pela presente convocar os SENHORES CONDÔMINOS, a participarem da Assembleia Geral Ordinária, a realizar-se no dia 23/06/2014, Segunda-feira, às 19 h, em primeira convocação, com presença de 2/3 (dois terços) dos condôminos, ou 20 h, em segunda convocação, no mesmo dia e local, com qualquer numero de presentes, a fim de deliberarem e aprovarem o(s) seguinte(s) assunto(s): 1 - Prestação de Contas do Processo 001612014458 ID 081040000008811534, referente ao Apartamento nº 01 pelo Sr. Wanderley Antonio B Munhoz F Manso. 2 - Deliberação do valor recebido, referente ao processo acima mencionado. 3 - Assuntos Gerais. OBS: Informamos aos condôminos inadimplentes, caso queiram participar da reunião com direito a voto, que regularizem sua situação junto ao Condomínio.··. Atenciosamente,

deste Edital de Intimação. Para conhecimento de todos será este publicado e afixado no saguão

Oscar Fernandes Síndico

do Fórum desta cidade. Dado e passado nesta cidade de Alfenas, MG, aos 03 de junho de 2014. Eu,__________________________ (WANDERLENA BECKER MUNHOZ FERNANDES MANSO RABELO), Escrivã Judicial conferi e assinei. DENISE LUCIO TAVELA Juíza de Direito

1ª VARA CRIMINAL, DE ATOS INFRACIONAIS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE E DE CARTAS PRECATÓRIAS CRIMINAIS DA COMARCA DE ALFENAS - MG Processo nº 016.09.096488-9 PRAZO DO EDITAL: 30 (TRINTA) DIAS E D I TAL A DRA. DENISE LUCIO TAVELA, MMª Juíza de Direito da 1ª Vara Criminal, de Atos Infracionais da Infância e da Juventude e de Cartas Precatórias Criminais da Comarca de Alfenas, MG, em pleno exercício do cargo, na forma da lei etc... FAZ saber aos que virem o presente virem ou dele conhecimento tiverem, que tem em andamento nesta Vara o Processo nº 016.09.096488-9 em que figura como réu ISAC JÚNIOR DANIEL, brasileiro, nascido aos 02/06/1983, natural de Alfenas, MG, filho de Eliana Aparecida Daniel, residente na Rua Antônio Pedro de Oliveira, 1144, Bairro Vila Betanea, nesta cidade de Alfenas, MG. Pelo presente, INTIMA ISAC JÚNIOR DANIEL para manifestar seu interesse na restituição de 01 (um) veículo VW/FUSCA 1300, placa GXF-3389, chassi BJ913287, ano 1979, modelo 1979, cor bege, apreendido no presente feito, devendo comparecer nesta Secretaria, situada no Fórum Milton Campos, Praça Dr. Emílio da Silveira, nº 314, Alfenas, MG, no PRAZO DE 20 (VINTE) DIAS. Ficando esclarecido que decorrido o mencionado prazo, sem manifestação, o bem será doado a entidade de assistência social, tudo nos termos dos artigos 9º e 10º do Provimento Conjunto nº 01/2003, editado pela douta Corregedoria Geral de Justiça deste Estado. Para conhecimento de todos e bem como para ressalvar direitos e obrigações, expediu-se o presente edital que será publicado e afixado na forma da lei. Dado e passado nesta cidade de Alfenas, MG, aos 04 de junho de 2014. Eu, __________________________ (WANDERLENA BECKER MUNHOZ FERNANDES MANSO RABELO), Escrivã Judicial conferi e assinei. DENISE LUCIO TAVELA Juíza de Direito

EDITAIS DE PROCLAMAS REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE MINAS GERAIS REGISTRO CIVIL DE ALFENAS - MG CERTIDÃO DO EDITAL DE PROCLAMAS CERTIFICO que na data de 29 de maio de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: MARCIO AMARAL NAVES e FLAVIA MENDES DE SOUZA. Ele filho de Bolivar de Oliveira Naves e Maria dos Anjos Amaral Naves; e ela filha de Wilson Lopes de Souza e Marcia Mendes de Souza; e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 29 de maio de 2014. CERTIFICO que na data de 02 de junho de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: ALEIXO CASSIANO DA CRUZ e CAMILA COSTA DOS REIS; ele filho de João da Cruz e Maria Luzia da Cruz; e ela filha de Antônio dos Reis Santos e Eliane Costa dos Reis, e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 02 de junho de 2014. CERTIFICO que na data de 04 de junho de 2014, foi afixado no lugar de costume nesta serventia o EDITAL DE PROCLAMAS referente ao casamento de: JONATHAN MÁXIMO DE CARVALHO e POLYANA LIMA COELHO; ele filho de Adriano Marques de Carvalho e Kele Cristina Máximo; e ela filha de José Milton Conceição Coelho e Adriana de Oliveira Lima; e que será enviado à imprensa local para dar publicidade ao ato. Nada mais. O referido é verdade e dou fé. Alfenas-MG, 04 de junho de 2014. Aline da Silva Danziger Escrevente autorizada Alessandro Mesquita Oficial do Registro Civil

EDIÇÃO COMPLETA - JORNAL DOS LAGOS - 07 DE JUNHO 2014  

*Alzira Velano faz captação de múltiplos órgãos; *Força tarefa no combate à dengue; *Fossa ecológica garante saúde e proteção ambiental; *Pa...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you