Page 1

MACAPÁ-AP, SÁBADO, 02 DE NOVEMBRO DE 2013 - ANO XXVI JORNAL DO DIA

•DOMINGO E SEGUNDA R$ 2,50 •TERÇA A SÁBADO R$ 1,50

* FUNDADO EM 04 DE FEVEREIRO DE 1987

Amapá terá serviço de radioterapia Estado é uma das 23 unidades beneficiadas

ENEM 2013 Ausentes terão questionário para responder

MAQUINÁRIO será ofertado pelo SUS

ANTAQ no AP: raio-x fluvial

REALIDADE

Antaq revela raio-x do transporte fluvial na região

nB2

B4

Agricultores voltam a receber domínio de lotes Cerca de 130 agricultores de Porto Grande e de Pedra Branca são agora donos de seus próprios lotes. O Título de Domínio foi dado pelo

governo estadual em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Um convênio no valor de R$ 7,3 milhões, permitirá a medição

das terras do Amapá, hoje sob o domínio da União, para que ocorram de fato as transferências, incluindo o georreferenciamento. nB1

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

nB2

ASSALTO Bandidos assaltam posto de combustível

Vários seguimentos foram avaliados, como serviços oferecidos nos referidos portos, policiamento, pontos de vendas de passagens, lixeiras, entre outros aspectos. O estudo também considerou as condições das embarcações. nB3

DETRAN

Leilão de carros, motos e caminhões será final do ano Serão disponibilizados para os interessados aproximadamente 200 motos, 100 carros e alguns caminhões vistoriados. nC1 DIVULGAÇÃO

GOVERNO lembrou que a má gestão do recurso público atrapalhou o setor produtivo. Governo Federal fará no Amapá a medição de 5 mil quilômetros de terras. nB1

FINADOS

Limpeza, velas e flores: variação de preços pode chegar a R$ 250 Os preços das velas, coroa de flores e o serviço de limpeza oferecida por alguns trabalhadores que nessa

época aproveitam para ganhar um dinheiro extra, varia de acordo com o bolso de cada consumidor.

Quem for aos cemitérios, a CTMAC montou um sistema de isolamento no entorno dos cemitérios. nB3

MODERNIZAÇÃO

Agricultura familiar recebe maquinário para o setor

A entrega das máquinas aconteceu na manhã desta sexta-feira, 1º, no Parque de Exposições da Fazendinha, distrito de Macapá. nB1

CELIANE FREITAS

CULTURA

LEILÃO para desafogar o pátio

Estudantes são incentivados à leitura através do teatro

SERVIDORES

Regulamentação da greve será votada na semana que vem

O evento contou com a apresentação do grupo carioca Costurando Histórias, embarcado com muita música. nC3

A proposta estabelece condições anteriores à deflagração da greve. Pelo texto, servidores e entidades públicas precisam passar por tentativas de negociação. nC1

DIVULGAÇÃO

NESTA EDIÇÃO CADERNO A............................4Pag. CADERNO B............................4Pag. CADERNO C............................4Pag. CLASSIDIA..............................8Pag.

AS atividades fizeram parte da 2ª Feira do Livro do Amapá QUEM deixou para fazer limpeza, comprar velas e flores terá que estar preparado para os preços

NA INTERNET: www.jdia.com.br - REDAÇÃO: 3217.1117 - COMERCIAL: jdcomercial@jdia.com.br 3217.1100 - DISTRIBUIÇÃO: 3217.1111 - ATENDIMENTO: 3217.1110


A2

Opinião

Macapá-AP, sábado, 02 de novembro de 2013 Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Poucas & Boas

• DAS MAIS ACERTADAS a decisão do juiz Marcone Pimenta, do Juizado Especial Zona Norte. De uma canetada só prolatou sentença obrigando a família do menor que atropelou e matou um integrante da família Paes e mandou para o hospital mais dois, a pagar de imediato as despesas médico-hospitalares além de mais R$ 6 mil como forma de pensão mensal. Esse exemplo, mexendo duro nos bolsos dos familiares do menor infrator, seja pedagógico para que outros pais ou responsáveis tenham mais cuidados com suas proles. • EM CASO DE transformação de alguns distritos em novos municípios no Estado, começam a aparecer pretensos candidatos às futuras prefei-

turas. Um dos distritos de Macapá que reúne maiores condições para a transformação é Bailique, local onde as votações nas eleições sempre provocam muitas surpresas. Grande produtora de peixe, camarão, açaí e com potencial turístico ainda inexplorado, os moradores do arquipélago querem a autonomia, que é justa.

anos e integrante da equipe de jornalismo político da Rede Vida de Televisão. No Amapá, a emissora católica é sintonizada no Canal 40. Muito articulado em Brasília, Elpídio ajuda no que pode a população do arquipélago junto a Funasa e Ministério das Cidades.

• ESCOLA DE BALLET

do Colégio Santa Bartolomea Capitanio, dirigida pela professora Dayse, que recentemente lotou os lugares no Teatro das Bacabeiras, aceitou o convite e deve fazer apresentação no palco da Praça de Alimentação do Amapá Garden Shopping. A dança, com o tema “O mundo encantado das bailarinas”, arrancou efusivos aplausos de quem assistiu a última apresentação. Altamente recomendável!

• NO BAILIQUE, DUAS vertentes de grandes e tradicionais famílias do arquipélago, a Pena Amanajás, tem alguns nomes para serem apontados. Isto é, tanto para a futura prefeitura como para a Câmara de Vereadores, caso seja aprovada a transformação. O maior destaque é para Elpídio Amanajás, assessor no Senado Federal há 10

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

D

as situações mais difíceis é possível tirar lições decisivas. O mês de outubro deste ano foi impiedoso e registrou acontecimentos que acarretaram em situações difíceis para as famílias e para a administração pública local e ainda projeta continuar acarretando por um bom tempo. Além dos acontecimentos graves que, infelizmente, já fazem parte da rotina das famílias da cidade e dos distritos, o macapaense foi abalado por três eventos, não tão comuns, e com graves consequências que afetaram, diretamente, o dia-a-dia das pessoas. As 18 mortes nas águas do rio Amazonas, ocorridos em um dia de festas, durante o Círio Fluvial de Nossa Senhora de Nazaré, quando o barco motor Reis I naufragou com 64 pessoas a bordo; as explosões em série que destruiu três embarcações, na região do Delta, no rio Matapi-Mirim, e deixaram feridos e dois mortos; o incêndio que destruiu 250 casas e deixou outras sem condições de habitação, no bairro do Igarapé das

CONSELHO EDITORIAL Presidente:

Aldenor Benjamim dos Santos

CONSELHEIROS Haroldo Pinto Pereira Danieli Amanajás Scapin Carlos Augusto Tork de Oliveira José Arcângelo Pinto Pereira Janderson Carlos Nogueira Cantanhede Heloisa Figueiredo Pereira

Mulheres, em Macapá, se tornaram motivos para reflexão sobre a atualidade dessa sociedade que foi surpreendida por aqueles problemas. Isso não pode ser colocado na lista de acontecimentos do ano, como fatos inevitáveis e debitados

Opinião .....................A2, A3 Geral ..........................A4 Geral ..........................B1,B2,B3 Polícia ........................B4

mento, também não podem deixar de contribuir para a construção dos elementos que possam resguardar a comunidade de novos acontecimentos como aqueles. Reconhecer os erros, a falta de preparo das equipes e a falta de equipamentos de combate e socorro, é o dever de cada um. Independente do cargo que ocupe na adminis-

tração e a função social que exerça no momento. É preciso proteger a população. É preciso dar segurança para aqueles que confiam (não confiam) nos gestores que escolheram para desempenhar o papel de gerente dos interesses comuns. Ficar preocupado com a avaliação futura, com a eleição futura, não é para esse especial momento. Deixar de considerar aqueles acontecimentos como motivos para ação no sentido de evitar a repetição, pode ser considerado ir-

1º Presidente: Júlio Maria Pinto Pereira 1987 a 1991 - (*1954 +1994) 2º Presidente: José Arcangelo Pinto Pereira 1991 a 2003

responsabilidade. Continuar cuidado daqueles que precisam e e que são resultados dos fatos, seja nos abrigos improvisados, seja na alimentação diária ou cuidando para que, na medida do possível, as pessoas voltem à sua rotina, é a obrigação primária. Mas é preciso que sejam tomadas as medidas necessárias para evitar a repetição de qualquer daqueles fatos. Três perguntas devem ser fundamentais àqueles que têm a obrigação de agir: E o que eu já fiz ou estou fazendo para que sejam evitados acontecimentos como do barco motor Reis I? O que eu já fiz ou estou fazendo para evitar os fatos como o do Delta, no Rio Matapi-Mirim? Afinal o que esta se fazendo para evitar o que aconteceu no bairro do Igarapé das Mulheres, em outras áreas de igual risco pelas cidades amapaenses? Até agora nenhum anúncio de modificação, nenhuma notícia de melhoria, nada que tenha a ver com a prevenção. Muito embora todos saibam que precisa ser evitado, a qualquer custo, o repetido comportamento de “deixar como está para ver como é que fica”.

Endereços Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296 A Pacoval, Macapá (AP) - CEP 68.908-350 E-mails Pautas e contatos com a redação: jornaldodia@jdia.com.br Editor-Chefe: cantanhede@jdia.com.br Departamento Comercial: jdcomercial@jdia.com.br comercialjd.2011@gmail.com mariaruth@jdia.com.br JD na Internet: www.jdia.com.br VIA CELULAR: m.jdia.com.br Representante comercial Grupo Pereira de Souza – GPS Matriz Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2544.3070; Brasília/DF - Tel.: (61) 3226.6601; São Paulo/SP - Tel.: (11) 3259.6111; Belém/PA - Tel.: (91) 3244.4722

3º Presidente: Maria Inerine Pinto Pereira 2003 a 2005 Vacância do Cargo 2005 a 2012 4º Presidente: Haroldo Pinto Pereira 2013 Presidente Executivo: Haroldo Pinto Pereira haroldopereira@jdia.com.br Vice-Presidente e Diretora Comercial Juliane Pereira juliane.pereira@jdia.com.br Gerente Comercial: Edson Coelho edson.coelho@jdia.com.br Consultoria Jurídica : Juliane Pereira (OAB/AP 1320) Jakeline Morato Pereira de Souza (OAB/AP 1381) Editor-Chefe: Janderson Cantanhede cantanhede@jdia.com.br

Contatos: Fale com a redação (96) 3217-1117 (96) 3217-1108 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1111 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.

Acompanha o

caderno de ClasssiDia 8pág. Geral ...........................C1 Esporte ......................C2 Cultura .......................C3 Social ..........................C4

Jornalista

Twitter @leandromazzini

IMAGEM DO BRASIL SOBREVIVE A BLACK BLOCS

R

esponsável por atrair turistas estrangeiros para o Brasil – com foco na Copa, pela iminência do evento – a Embratur constatou em pesquisa que as atuações dos black blocs no Rio e em São Paulo não afetaram em nada a imagem do País. As sondagens são diárias junto aos grandes operadoras de turismo na Argentina, EUA e União Europeia. ‘Não houve impacto nas compras de pacotes ou cancelamentos’, diz Flávio Dino, presidente da Embratur. Por ora os resultados são positivos.

Quem são

Editado por Omega Publicidade Ltda. Rua Mato Grosso, 296 A - Bairro Pacoval CEP. 68.908-350 - Macapá-AP CNPJ 03.926.197/0001-82 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 por Otaciano Bento Pereira(*1917 +2006) e Irene Pereira(*1923 +2011)

ÍNDICE

POR LEANDRO MAZZINI

As pesquisas da Embratur são realizadas também através de clippagem de mídia e jornais nos 13 escritórios internacionais. Ninguém lá fora sabe o que se passa aqui.

O que aconteceu precisa ser considerado como motivo para reflexão das autoridades públicas e estas autoridades públicas entenderem que lhes cabe esse papel. na conta do acaso ou das ocorrências acidentais. É certo que o que aconteceu, aconteceu. Não dá para voltar no tempo e fugir das circunstâncias que levaram ao que está registrado – mas não foi fatalidade. O que aconteceu precisa ser considerado como motivo para reflexão das autoridades públicas e estas autoridades públicas entenderem que lhes cabe esse papel. Também os que puderem colaborar, ou porque têm prática ou porque detêm o conheci-

ESPLANADA

Black bobos

É preciso mudar o comportamento RODOLFO JUAREZ

Coluna

Aos domingos Veículos ....................D1,D2,D3 Informe .....................D4

Edição número

8345

A despeito da força tarefa de segurança do governo do Rio, a polícia já sabe quem são os black blocs: traficantes disfarçados, e patricinhas e playboys revoltados sem causa.

Tudo como está

Justiça negou habeas corpus para Francisco e Edmundo Gaivski, irmãos de Eduardo, ex-assessor do Planalto acusado de pedofilia. A dupla tentou coagir testemunhas.

Novos gurus

Os tradicionais marqueteiros de políticos perderam a áurea. Agora são obrigados a dividir as atenções dos clientes com os gurus das redes sociais que passaram a acompanhar os presidenciáveis. Vide Marcelo Branco, da presidente Dilma. Eduardo Campos se aconselha com Antonio Lavareda, mas leva nas agendas um consultor para Twitter e Facebook. Não é diferente com Aécio Neves, que tem núcleo para as redes.

Ligações perigosas

A Brookfield, que revelou ter pagado propina de até R$ 4,1 milhões para liberar obras aos fiscais presos da Prefeitura de São Paulo, tem investimentos da Previ, o fundo de pensão do BB – que cede funcionários para a incorporadora, sob licença do banco.

Emendas cariocas

Com a promulgação da PEC da Música, do deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), constata-se o poder de fogo da bancada do Rio na atual legislatura (2011-2015). Das oito emendas constitucionais promulgadas, essa é de Leite, a outra de Andréia Zito (nº70).

Memória

A PEC da Música (75) desonera o setor fonográfico para baratear CDs. A de Andréia é o ‘cálculo e correção dos proventos da aposentadoria por invalidez dos servidores’.

Sinal dos tempos

A coisa anda estranha em Brasília. O deputado boa praça Reguffe (PDT) enalteceu na tribuna a gestão do governador Agnelo Queiroz (PT), com quem pode concorrer.

Que crise?

O 22º relatório anual de negócios de aviação da Honeywell consultoria revela que está prevista a entrega de 9.250 jatos, em encomendas de US$ 250 bilhões, de agora a 2022. Só este ano chegam mais 625 jatinhos nos hangares dos milionários mundo afora.

MercoTur

A Comissão de Turismo aprovou relatório do deputado Onofre Santo Agostini (SC) ao PDC 1.291/13, que normatiza o Fundo de Promoção de Turismo do Mercosul. Em suma: Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai terão um percentual para contribuir.

Quebra-molas

O Brasil anda em baixa no mercado da F1. Não deve ter brasileiro na pista ano que vem. Ascenderam os novos ricos russos, alemães e venezuelanos, bancados pelo petróleo, conta fonte da coluna direto do circo dos GPs.

Recado

O enterro da CPI do Erro Médico no Senado frustrou Marcelo Caron, o cirurgião plástico condenado por mortes de pacientes em Goiás. Caron, que cumpre regime semiaberto em Natal (RN), queria depor e abrir o verbo sobre casos do DF.

Bisturi afiado

Caron jogaria tudo no ventilador. Diz que já corrigiu várias cirurgias malfeitas em pacientes por colegas de Goiás e Brasília. E revelaria o que passou no MPDFT.

Duas tragédias

Piada da Anac. É uma burocracia ter acesso a documentações de aviões. Um exemplo, não quis informar a situação do bimotor PT-KGK, que caiu em Maricá e matou dois.

Ponto Final

A prisão dos fiscais da prefeitura de SP está cheirando a nova modalidade de mensalão.

Com Marcos Seabra, Maurício Nogueira e Adelina Vasconcelos

www.colunaesplanada.com.br LM Comunicação Coluna Esplanada contato@colunaesplanada.com.br Caixa Postal 1980 – CEP 70254-970 – Brasília-DF


Macapá-AP, sábado, 02 de novembro de 2013

JANDERSON CANTANHEDE Jornalista

Alô - Esta semana, tentar falar por mais de dois minutos, pela operadora Vivo, virou missão quase impossível no Amapá.

vitimar qualquer família. Porém, para enfrentar esse tipo de mal é preciso que se tenha conhecimento do assunto. Ou não?

Muita paciência - Eu mesmo sou usuário da operadora que detém a maior parte do mercado amapaense de telefonia móvel. Confesso que não consigo fazer uma ligação sem antes tentar dez vezes ou mais. Haja paciência!

Sem dados - As duas vezes que o Jornal do Dia tentou buscar informações mais detalhadas com o poder público sobre o número de pessoas traficadas pelo Amapá, países de destino, mapas, entre outros, deu-se com a cara na porta. Ou seja, não existem dados sobre isso. Pode?

Tráfico humano - Não é de hoje que o Amapá ganha destaque na imprensa por conta do tráfico humano, seja como rota ou como origem. Ontem, os órgãos de segurança discutiram o assunto mais uma vez. No escuro - Acho muito interessante a iniciativa, uma vez que é um problema silencioso e que pode

Entre Aspas

Quase impossível - Como o poder público vai enfrentar um problema social se não sabe, ao menos, números sobre o fenômeno? Vai enfrentar o quê, afinal? De que forma? Será que a estrutura idealizada ou montada vai suprir a demanda? Mas que demanda é essa que o poder

público não sabe? Assim fica difícil. Pior, fica quase impossível... Dificuldades - A combinação de freio no orçamento da Polícia Federal, desvios de função e conflitos internos não resolvidos resulta em prejuízos ao combate ao tráfico de drogas e aos crimes do colarinho branco, como a corrupção. Impunidade? - Há quem diga que o problema seja a falta de recursos para investimentos. Outros, dizem que dinheiro não é o único problema. Por exemplo, a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) contabiliza que só 4% dos inquéritos são convertidos em denúncias do Ministério Público, o que, para a entidade, significa ou impunidade ou ine-

Opinião

Editor: Túlio Pantoja - tuliopantoja@jdia.com.br

ficiência. Fechada - A análise sobre a real situação da PF se estende, ainda, ao setor de comunicação da PF. Para a Associação dos Peritos Criminais, a Federal ainda é um órgão muito fechado e o setor de comunicação social “parece de um órgão da ditadura militar, obrigada sempre a negar informações”. O que me diz, PF? Reprovados - Um grupo de 48 profissionais do Mais Médicos foi reprovado no Revalida, exame federal para reconhecer o diploma de medicina obtido no exterior. É mole? - Condenado a 10 anos e 10 meses de prisão, o ex-ministro José Dirceu enviou recurso ao Supremo Tribunal Federal para tentar ser absolvido do crime de formação de quadrilha e evitar a prisão no regime inicialmente fechado. Até amanhã...

Siga: @cantanhede_AP Email: cantanhede@hotmail.com / cantanhede@jdia.com.br Blog: jandersoncantanhede.wordpress.com

Comissão Estadual da Verdade visa investigar crimes durante regimes ditatoriais no AP Mônica Costa

Da Reportagem

N

a tarde da última sexta-feira, 01, aconteceu no Palácio do Setentrião a instalação da Comissão Estadual da Verdade no Amapá, que reúne sete servidores públicos federais, estaduais e municipais. Diversas autoridades, representantes de instituições públicas e não governamentais e cidadãos amapaenses ligados à causa estiveram presentes no cerimonial. Isabel Cambraia é a Secretária Executiva da Comissão da Verdade no Amapá .O assessor para relações com a sociedade da Comissão Nacional da Verdade, Márcio Kameoka, também participou da solenidade em Macapá e falou com a reportagem do Jornal do Dia. Comissão Verdade Márcio Kameoka, que é integrante da Comissão Nacional desde maio de 2012, informou que os trabalhos da Comissão Nacional da Verdade são divididos em três grandes subcomissões. Entre elas, Pesquisa, Relações com a Sociedade e Comunicação. Com o objetivo de estudar

intensamente as graves violações de Direitos Humanos, além de investigar relatos que não foram registrados no período 1946 e 1988,período da ditadura militar. Pela Lei 12.528 de 2011 a Comissão Nacional da Verdade foi criada, e instituída em 16 de maio de 2012. Avanço De acordo como assessor, o Amapá é o primeiro estado da Bacia da Amazônica e no Norte do Brasil que teve a iniciativa de criar essa comissão. “É um avanço para o Amapá a instalação da comissão, visto que, é uma região que teve muitas transformações, inúmeros casos de opressão no período da ditadura militar e pouco foram investigados, até hoje.”, destacou Márcio. Segundo Márcio Kameoka, nas grandes cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais já são elaboradostrabalhos mais consolidados sobre o assunto. “É importante que o norte do Brasil se integre também, e isso que está acontecendo hoje, aqui. O Amapá se destaca como o único estado da região amazônica a iniciar a im-

A

de São Tomé do Pacuí. O vereador Ruzivan Pontes, agora do SDD, esteve na comunidade na última quinta-feira onde constatou “ in loco” as dificuldades pela qual os moradores têm passado. O vereador se reuniu com as lideranças e observou que além da estrada e dos ramais, o posto de saúde que atende a comunidade encontrava-se fechado a mais de uma semana, precisando de pequenos reparos e instrumentos novos já corroídos pela ferrugem. As mães de alunos da escola municipal também reclamaram para o parlamentar, da escola, que não comporta o número de estudantes, sendo obrigados a improvisar duas salas de aula no prédio da associação. Mais um ponto abordado foi à merenda servida que seria de péssima qualidade, algumas crianças até recusam-se a comer a alimentação. Diante disso, o Vereador Ruzivan enviou requerimento para que as os problemas fosse solucionados

Dia-Dia

Preservando a vida

H

oje é Dia de Finados. Hora de visitarmos nossos entes queridos, acendendo velas em suas sepulturas, depositando flores e chorando saudades. Tempo de boas lembranças quando passaram por aqui, do legado que deixaram e como está sendo seguido. Tambem é ocasião de prestarmos homenagens para aqueles de deram toda suas vidas em prol do desenvolvimento desse torrão. Se hoje estamos experimentando o progresso, não esqueçamos deles. Apesar desse dia dedicado aos mortos, um grave problema em relação à vida, num estranho contraste tem preocupado a todos, mas com poucos ou quase ninguém se importando em combatê-lo: a morte através do suicídio. O repórter policial João “Bolero” Neto, que assina coluna diária no JD, em seu blog, onde todos buscam informação sobre violência no Meio do Mundo, informa que no ano passado 44 seres humanos conseguiram êxito praticando o suicídio, numa afronta ao dom da vida dada por Ele. Essas pessoas de almas fracas foram provavelmente cooptadas por entidades malignas e hoje, estar em outra dimensão, sofrendo as consequências dos atos desastrados. Esse ano, faltando São poucos pouco mais de 60 dias os que se para encerrá-lo, 43 pessoas, conforme es- doam na tentatitatísticas de João Bole- va de diminuir os ro Neto, já conseguiram tirar suas vidas números trágicos através de atos treslou- que envergonham cados. Segundo estu- as famílias. diosos do assunto, esses indivíduos planejam muito bem o que vão e como vão realizar o suicídio. Dão muitas pistas para familiares e amigos, às vezes tentam a primeira vez e não conseguem êxito e partem para segunda e às vezes definitiva ação. São poucas entidades no Meio do Mundo preocupado com os números macabros. São poucos os que se doam na tentativa de diminuir os números trágicos que envergonham as famílias. Que nesse dia possamos fazer uma boa reflexão deixando que a natureza determine sua mais tradicional realidade, a morte, em vez das pessoas tomá-las pelas mãos insanas.

Hora-Hora

O ASSESSOR PARA RELAÇÕES com a sociedade da Comissão Nacional da Verdade, Márcio Kameoka, também participou da solenidade.

plantação da Comissão Estadual.”,concluiu. Investigações A Comissão Nacional da Verdade tem o dever de investigar cerca de mil crimes acontecidos. Uma primeira lista de crimes foi produzida pela Comissão da Anistia e pela Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos, que contabilizou mais de 450 incidentes. A segunda foi disponibilizada pela Secretaria de Direitos Humanos e revela 370 vítimas, ainda há 119

que surgiram por denúncias diversas. O trabalho da Comissão da Verdade não pode ter a pretensão de impor uma visão única sobre a verdade desse período. Visto que, é de relevância a compreensão melhor da história brasileira. A partir da publicidade dos documentos, será possível realizar outras e novas pesquisas capazes de expor novas perspectivas de entendimento e verdades sobre os períodos em que os direitos individuais e a democracia foram violados.

Distrito do Pacuí reivindica melhorias comunidade do distrito do Pacuí, distante cerca de 130 km da capital amapaense, está perdendo o sono com o esquecimento e o descaso pelo qual vem sofrendo do poder público municipal. Grande produtor de farinha de mandioca, tucupi, tapioca e demais gêneros alimentícios que compõem a mesa do amapaense, uma das grandes dificuldades enfrentadas são as estradas e ramais que dão acesso a comunidade que estão intrafegáveis, tornando a viagem mais longa e cansativa. Por estamos no período de estiagem, a preocupação redobra com a aproximação do período invernoso. “os caminhões que transportam nossos produtos só entram nos ramais se os mesmos oferecerem condições, caso contrário, teremos que dar um jeito de transportar até o local onde o mesmo possa realizar o transporte” desabafou Andreson Silva produtor de farinha da localidade

A3

ASCOM

Lembranças Programa radiofônico Canal Legislativo, apresentado de segunda a sexta, das 9h00 às 12h00 pela Forte FM (99,90 MHz), por Leonardo Trindade, Aníbal Sérgio e Mona Lisa Kato, divulgando matérias de interesses da Assembleia Legislativa (AL), lembraram no programa da última sexta-feira do saudoso vereador e idealizador do JD Júlio Pereira. Pai Labina Falaram sobre o décimo terceiro salário dos taxistas, a partir de todo dia primeiro de dezembro, estando autorizados a usarem Bandeira Dois em todas as corridas, projeto do pranteado edil. Aníbal Sérgio ainda assegurou que foi Júlio Pereira que o levou para o JD, onde por anos a fio assinou coluna esportiva. Era o nosso “Pai Labina”, Aníbal de trás pra frente. Buracão Já está quase para fazer aniversário um grande buraco na Av. FAB logo depois de quem vem do aeroporto pela Hildemar Maia e segue em direção ao centro. A “obra” é apontada por ser de exclusiva responsabilidade da Caesa e está sinalizada com dois micros cones, já bastante desbotados pelo tempo. Não custa nada tapar aquela enorme cratera. Afinal é num dos cartões postais da cidade. Ao trabalho, senhores! Perigo Ontem à tarde, por volta das 17h00, um caminhão de dois eixos da marca

Ford Cargo trafegando pela Av. Feliciano Coelho, bairro do Trem, colocava em perigo a vida de quem passava por algumas ruas da cidade. Em sua carroceria vários milheiros de tijolos destes para construção de churrasqueiras, devidamente empilhados balançavam presos a apenas por uma volta de uma corda fina de nylon. Já basta Alunos de uma faculdade do bairro ao avistarem o perigo, imediatamente começaram a fazer orações, pedindo ao Altíssimo que levasse a perigosa carga ao seu destino sem nenhum acidente. De desastres já bastam os que aconteceram no outubro negro por aqui. Título Semana que vem o senador José Sarney (PMDB-AP) desembarca em Macapá para contatos políticos com sua base, onde diversos assuntos estarão na mesa para os debates. Aproveita a oportunidade para realizar a biometria eleitoral juntamente com o seu assessor Elpídio Amanajás. Mais zen Sarney, depois que atravessou problemas de saúde está mais “zen”, mas continua a atender em seu gabinete políticos de todo País, que vão as buscas de soluções (verbas) para seus estados. E Sarney ajuda quando pode a todos. Portando Sarney não é só nosso senador e sim, de todos os rincões desse País.

MINUTOS

VISITA ao posto de saúde e pode contatar a vericidade das reclamações da comunidade

com a máxima urgência, “ é inadmissível que uma localidade com potencial produtor tão importante para a capital, seja esquecida e largada a mercê da própria

sorte, alem de fiscalizar as ações do executivo municipal, estou aqui para ser os olhos, ouvidos e a voz da comunidade” pontuou o parlamentar.

Câncer - Foi anunciada a compra de 80 aceleradores lineares, que serão distribuídos em 63 municípios de 22 estados e o Distrito Federal. De acordo com as estimativas do ministério, os equipamentos aumentarão em 25% a oferta de radioterapia no Sistema Único de Saúde (SUS). Está prevista também a instalação de uma fábrica no país que produzirá máquinas para abastecer o mercado nacional. Economia - Os aceleradores lineares são equipamentos de alta tecnologia usados para o tratamento de pacientes com câncer. Comprando os aparelhos da empresa americana Varian Medical Systems, vencedora da licitação, o ministério economizou R$ 176 milhões.


A4

Informe Publicitรกrio

Macapรก-AP, sรกbado, 02 de novembro de 2013


MACAPÁ-AP, SÁBADO, 02 de novembro de 2013

Geral

Movimentação intensa nos cemitérios da cidade

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

B2

Saúde

Ministério da Saúde implantará serviço de radioterapia no Amapá B2

Sem estrutura Terminais marítimos no AP estão abaixo do padrão de atendimento, segundo Antaq B3

Após articulação política, agricultores voltam a receber título de domínio de lotes AGÊNCIA AMAPÁ

Governo lembrou que a má gestão do recurso público atrapalhou o setor produtivo Da Redação

Esse documento representa a segurança para a minha família. Hoje posso dizer que a terra onde vivo e trabalho é minha e que, a partir de agora, passo a ser dono do meu destino”. Foram com essas palavras que o agricultor Claudenor da Conceição Santos, 37 anos, descreveu a felicidade de ter o Título de Domínio de sua terra localizada no ramal do Limão, na gleba do Matapi. Ele e outros 130 agricultores receberam, na tarde de quinta-feira, 31, das mãos do governador Camilo Capiberibe, do secretário da Regularização Fundiária na Amazônia Legal do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Sérgio Lopes, e do prefeito de Porto Grande, Tonho Matapi, o Título de Domínio dos lotes da gleba Matapi, que abrange territórios dos municípios de Porto Grande e de Pedra Branca do Amapari. “Os títulos poderiam ter

CAMILO CAPIBERIBE esclareceu que, somente a partir de 2011, o Governo do Amapá voltou a se articular junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário para que outro convênio fosse assinado.

sido entregues há oito anos para esses agricultores, mas a má gestão do dinheiro público, que inclusive está sendo investigada pela Polícia Federal, atrapalhou o desenvolvimento do setor produtivo”, lembrou o governador. Camilo Capiberibe esclareceu que, somente a partir de 2011, o Governo do Amapá voltou a se articular junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário para que outro convênio fosse assinado. “Quero aqui fazer o meu agradecimento ao empenho dos

nossos deputados e senadores em Brasília, cuja bancada, unida, conseguiu convencer o Governo Federal de que os agricultores do Amapá não poderiam ser penalizados por quem não administrou bem os recursos públicos”, ponderou o governador. O secretário da Regularização Fundiária na Amazônia Legal, Sérgio Lopes, explicou que, agora, o convênio entre o Governo do Estado e o Ministério do Desenvolvimento Agrário, no valor de R$ 7,3 milhões, permitirá a

medição das terras do Amapá, hoje sob o domínio da União, para que, enfim, ocorram de fato as transferências, incluindo aí o georreferenciamento e o cadastro de 2,5 mil agricultores. “Fora esse convênio, o Governo Federal fará no Amapá a medição de 5 mil quilômetros de terras, regularizando a situação do Estado, o qual passará, de fato, a ter o domínio do seu território. Esperamos, até o final do ano, entregar mais 200 títulos e assim faremos até que todos os agricultores da

gleba do Matapi tenham o Título de Domínio”, assegurou Sérgio Lopes. Na prática, o Título de Domínio representa novas oportunidades para o agricultor, que, além da segurança jurídica, com o documento em mãos, aumenta o poder de negociação junto a instituições bancárias, que podem liberar financiamentos com maior facilidade, levando à melhoria da qualidade de vida através de maior geração de empregos e renda. “Estamos desenvolvendo o Amapá pelo campo. Criando chances para todos e, dessa vez, vamos efetivar a tão sonhada transferências das terras do Amapá sob o domínio da União. No passado fizeram festa, mas nada saiu do papel. Agora, o decreto que tratou sobre a regularização fundiária de todas as glebas do Estado está na Casa Civil da Presidência da República e será assinado”, garantiu o governador, informando que, enquanto a lei de regulamentação não é assinada, o Governo do Estado seguirá com a gestão compartilhada das ações de regularização fundiária dentro do Acordo de Cooperação Técnica com o MDA. O prefeito de Porto Grande, Tonho Matapi, que também é agricultor

na região, disse que esse documento representa o desenvolvimento. Que, a partir de agora, os agricultores poderão acessar linhas de crédito e aumentar a produção agrícola. “Hoje é um dia histórico para todos nós”, aplaudiu. A agricultora Andrelina Moraes Pereira, 37 anos, disse que nem esperava mais que isso fosse acontecer. Lembrou do seu pai, que faleceu sem ter a garantia de que as terras que deixou continuariam com os filhos. “O governador nem imagina o quanto esse documento é importante para todos nós e o quanto aguardamos por ele”, declarou. Durante o evento foram entregues ainda três carros (pick-ups), adquiridos com recursos do convênio, os quais servirão para a fiscalização dos trabalhos de georreferenciamento e deslocamento das equipes ao interior do Estado para execução do programa. Camilo Capiberibe encerrou a solenidade dizendo aos agricultores que o desenvolvimento do Amapá passa pelas mãos de todos, e que a luta só terminará quando cada homem do campo tiver em mãos o documento que lhe dá o direito à terra onde vive. DIVULGAÇÃO

Agricultura familiar recebe maquinário para modernizar setor no interior do Estado AGÊNCIA AMAPÁ

APÓS AS INSCRIÇÕES, os candidatos farão prova escrita, com 25 questões de Língua Portuguesa e 25 questões de Matemática.

Sesi e Senai no AP abrem 105 vagas para jovens e adultos

O A ENTREGA DAS MÁQUINAS aconteceu na manhã desta sexta-feira, 1º, no Parque de Exposições da Fazendinha, distrito de Macapá.

P

refeituras de dez municípios amapaenses poderão melhorar o escoamento da produção agrícola e modernizar a agricultura familiar local. Isso porque uma parceria entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural (SDR), e o Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), possibilitou a doação de maquinário necessário para a recuperação de ramais e estradas vicinais onde estão situadas as lavouras. São dez patrulhas mecanizadas, que, além da manutenção das vias de escoamento, também

auxiliarão no arado da plantação, melhorando a vida de milhares agricultores de Porto Grande, Pedra Branca do Amapari, Ferreira Gomes, Serra do Navio, Itaubal, Mazagão, Calçoene, Laranjal do Jari, Vitória do Jari e Oiapoque. A entrega das máquinas aconteceu na manhã desta sexta-feira, 1º, no Parque de Exposições da Fazendinha, distrito de Macapá. De acordo com o secretário extraordinário de Regularização Fundiária na Amazônia Legal, Sérgio Lopes, do MDA, as patrulhas mecanizadas também são destinadas a promover melhorias no transporte

escolar, evitar erosões e a degradação do meio ambiente e incremento do turismo rural. A secretária de Estado do Desenvolvimento Rural, Cristina Almeida, ressaltou a integração entre os órgãos estaduais e federais na melhoria das condições de trabalho e fomento ao trabalhador do campo. “Essas parcerias fortalecem ainda mais as políticas que nós estamos implementando, com foco, principalmente, na agricultura familiar, que é responsável por 80 % da produção agrícola amapaense”, avaliou. “Ter estradas em boas condições

significa poder escoar a produção da agricultura familiar e garantir o deslocamento dos filhos dos agricultores para as escolas e a chegada de medicamentos ao município”, ressaltou a vice-governadora do Estado, Dora Nascimento. As máquinas foram adquiridas com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC II Equipamentos, que é executado pelo MDA. O critério de contemplação é para municípios com até 50 mil habitantes. No Amapá, o investimento é de pouco mais de R$ 3,69 milhões.

Serviço Social da Indústria (Sesi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) abriram inscrições para processo seletivo para a Educação Básica Articulada à Educação Profissional na modalidade de Educação para Jovens e Adultos (Ebep/EJA). São 105 vagas para complementar as turmas do Ebep/EJA, que irão funcionar nas unidades do Sesi de Macapá e Santana. Para se inscrever, o candidato deve ter idade mínima de 18 anos, e ter concluído o ensino fundamental. As inscrições podem ser feitas no Centro de Atividades Homero Charles Platon (Cat/Hcp) e no Centro de Educação Técnica do Senai em Santana, no período de 11 a 18 de novembro. Os interessados devem comparecer das 8h às 11h30, e das 14h às 21h, munidos do original e de xerox da carteira de identidade (RG) e CPF. Não será cobrada a taxa de inscrição. Após as inscrições, os candidatos farão prova escrita, com 25 questões de Língua

Portuguesa e 25 questões de Matemática, no dia 24 de novembro, também nas unidades do Sesi de Macapá e Santana, de 8h às 11h30. A avaliação é classificatória e o objetivo é avaliar a capacidade de compreensão em Matemática e de comunicação e expressão em Língua Portuguesa. O resultado da prova escrita será divulgado no dia 2 de dezembro, às 11h30, no próprio Sesi e Senai. As matrículas começam no dia 3 de dezembro encerrando-se no dia 9. As aulas dos alunos selecionados começam em 11 de dezembro. O Ebep/EJA é uma modalidade de ensino que articula os conteúdos do Ensino Médio do Sesi com cursos profissionalizantes do Senai. Tem duração de dois anos e é destinado a jovens e adultos, maiores de 18 anos. Ao final do curso, além do diploma do Ensino Médio, o aluno estará certificado pelo Senai para exercer as funções de Técnico em Segurança no Trabalho e Técnico em Eletrotécnica.


B2

Dia-Dia

Macapá-AP, sábado, 02 de novembro de 2013 Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Ministério da Saúde implantará serviço de radioterapia no Amapá DIVULGAÇÃO

O estado é uma das 23 unidades da Federação beneficiadas pela compra centralizada de 80 aceleradores usados no tratamento de câncer

Bastidores da notícia

RODOLFO JUAREZ

Jornalista rodolfojuares@gmail.com

Da Reportagem

O

Ministério da Saúde concluiu mais uma etapa do processo de ampliação da oferta de serviços de radioterapia no país. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, divulgou ontem (1/11), o resultado da compra de 80 aceleradores lineares que serão distribuídos para atender a população de 63 municípios, localizados em 22 estados e no Distrito Federal. O Amapá terá o primeiro serviço de radioterapia oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com um equipamento que será instalado no Hospital de Clínicas Dr. Alberto Lima. A perspectiva é de que com o novo aparelho sejam realizadas 43 mil sessões de radioterapia ao ano. O edital também prevê a instalação de uma fábrica no país, que produzirá equipamentos para abastecer o mercado nacional. “Já que estamos fazendo a maior compra de equipamentos de radioterapia que o mundo inteiro está vendo, exigimos que quem ganhasse o pregão construísse uma fábrica de aceleradores linear no Brasil. Queremos a transferência da tecnologia deste equipamento para pesquisadores brasileiros, para jovens brasileiros, para gerar emprego aqui neste país e informação tecnológica para nossos pesquisadores”, destacou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Ele participou nesta sexta-feira (1º) da cerimônia de comemoração de um ano de funcionamento da Unidade Avançada de Insuficiência Cardíaca (UAIC) do

O AMAPÁ TERÁ O PRIMEIRO serviço de radioterapia oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS)

Hospital Sírio Libanês. A UAIC é direcionada ao atendimento e tratamento especializado de pacientes graves e também abriga o projeto Coração Novo, que integra a excelência em Cardiologia do Hospital Sírio-Liban& ecirc;s com os projetos do Programa para o Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS), mantidos em parceria com o Ministério da Saúde. Os aceleradores lineares são equipamentos de alta tecnologia usados para o tratamento de pessoas com câncer. Além de ampliar a assistência, o edital do Ministério da Saúde alcançou a economia de R$ 176 milhões na compra dos equipamentos. O valor final ficou em R$ 119,9 milhões. A vencedora do pregão foi a empresa norte-americana Varian Medical Systems, que atua em radioterapia há 65 anos, sendo fabricante mundial de dispositivos médicos, e de software de tratamento de câncer. “Nós sabemos que o Brasil tem uma grande demanda, até porque a previsão que nós temos é de um aumento anual dos números de casos de câncer, a expectativa, a projeção do INCA é que a gente venha ter 500 mil novos casos de câncer, e nós vimos que precisávamos expandir fortemente os serviços de radioterapia. Atualizar os que já existem e expandir, especialmente para a região Norte e Nordeste, e interior das regiões Sul e Sudeste no nosso país”, acrescentou Padilha.

A definição dos locais que receberão os 80 aceleradores foi feita em conjunto com as secretarias estaduais e municipais de saúde, baseado em critérios, como: necessidade global de radioterapia nos estados, número estimado de casos novos anuais de câncer, oferta de serviços existentes e percentuais estaduais de cobertura do sistema de saúde suplementar. Além do Amapá, receberão equipamentos os estados do Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima, Tocantins, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro. Obras Após a assinatura do contrato, a Varian terá 90 dias para apresentar o primeiro lote que contempla 17 projetos. Ao todo, serão realizadas obras de criação de 41 serviços de radioterapia em cidades que não disponibilizam esses equipamentos aos pacientes do SUS e a ampliação de outros 39 serviços existentes. Após a entrega dos projetos pela empresa, o Ministério da Saúde abrirá concorrência para contratação de empresa de engenharia para a execução das obras físicas. Será uma licitação para cada lote, num total de quatro lotes. Os novos aparelhos devem ser instalados no próximo ano, quando as obras de criação ou amplia-

ção serão finalizadas. Para estimular e abastecer o mercado nacional, o Ministério da Saúde fixou como exigência à empresa vencedora a instalação de uma fábrica no Brasil para a produção dos aparelhos num prazo de cinco anos. A empresa terá que capacitar fornecedores brasileiros para garantir que o produto final tenha 40% de partes, peças, acessórios e software confeccionados no Brasil. Atualmente, o SUS conta com 248 equipamentos de radioterapia distribuídos em 155 serviços, que são responsáveis por 9,6 milhões de sessões de radioterapia por ano. Com a nova aquisição, a população passar a contar com 328 equipamentos e 196 serviços, com capacidade para a realização de 13 milhões de sessões por ano. A radioterapia, juntamente com outras técnicas, é indicada para tratamento do câncer, que representa a segunda maior causa de mortes no país. São cerca de 500 mil casos novos por ano no Brasil. A aquisição dos aceleradores lineares faz parte do Programa de Fortalecimento do Combate ao Câncer de Mama e de Colo de Útero, lançado em 2011 pela Presidência da República. No ano passado, o SUS ampliou em 22% os recursos para assistência oncológica no país. O Ministério da Saúde fechou 2012 com investimento de R$ 2,2 bilhões no setor – em 2010, o valor foi de R$ 1,8 bilhão.

Inep vai aplicar questionário a candidatos ausentes no Enem O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai aplicar um questionário aos candidatos que se inscreveram, mas não fizeram a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no final de semana passado, com o objetivo de identificar o perfil desses estudantes. O exame deste ano registrou 29% de abstenção. Dos mais de 7,1 milhões de candidatos inscritos, cerca de 2 milhões não compareceram à prova. O Inep estima um gasto de aproximadamente R$ 58 milhões com impressão de provas e contratação de profissionais que atenderiam a esses estudantes. A taxa de abstenção mantém-se constante nas últimas edições, porém à medida que o número total inscrições aumenta, crescem também os gastos com o exame. O Ministério da Educação (MEC) estuda medidas para evitar ou repor essas des-

pesas. O questionário servirá para levantar o perfil dos participantes ausentes e servirá de base, segundo o Inep, para a elaboração de “uma solução estruturante para reduzir o índice de abstenção no exame”. O Inep também avalia a possibilidade de abrir um prazo para que os candidatos cancelem a inscrição no Enem, antes da impressão das provas. O presidente do instituto, Luiz Claudio Costa, disse à Agência Brasil que adoção de medidas punitivas para os participantes que faltam sem justificativa dependem de mudanças na legislação, como a cobrança em dobro da taxa de inscrição. As provas do Enem foram aplicadas no último final de semana, nos dias 26 e 27 de outubro, em mais de 1,1 mil cidades. O gabarito do exame foi divulgado na terça-feira (29) e está disponível no site do Inep. O resultado final será divulgado na primeira semana de janeiro. A nota do Enem é usada

DIVULGAÇÃO

em programas de acesso ao ensino superior público, com Sistema de Seleção Unificada (Sisu), e ao privado, com o Programa Universidade para Todos (ProUni). É usado também para acessar o ensino técnico, pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica

(Sisutec). O exame é pré-requisito para obter um empréstimo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para participar do programa federal de intercâmbio acadêmico, Ciência sem Fronteiras. Além de poder ser usado para conseguir a certificação do ensino médio.

APENAS DISCURSO A prefeitura está ameaçando os proprietários de terrenos localizados no perímetro urbano de Macapá, aqueles que, na avaliação dos fiscais, não estão sendo mantidos pelos proprietários, de retomar para a propriedade do município. Os proprietários, por outro lado, entendem que isso é impossível uma vez que se trata de direito de propriedade protegido pela Constituição Federal.

pelo menos é o que estimam as autoridades que fazem essas avaliações. Será mais uma oportunidade para que os sistemas de segurança e de transporte público sejam testados e os que dependem desses sistemas não sejam penalizados. A maior afluência será para os cemitérios localizados no Centro, mas todos os demais precisam de linhas regulares de ônibus e da segurança pública nas suas proximidades.

MEDICAMENTOS VENCIDOS A Polícia Civil e o Ministério Público do Amapá prosseguem com as investigações que foram iniciadas depois de ter sido flagrado o descarte de uma grande quantidade de medicamentos vencidos, encontrados no dia 11 passado, em dois caminhões e em um depósito da Coordenadoria de Assistência Farmacêutica – CAF, em Macapá. Para os investigadores duas linhas de investigação estão sendo seguidas: compra excessiva ou fraude em licitação.

CANAL DA MENDONÇA JÚNIOR Está cada vez mais difícil para os moradores das vias que fazem a margem do Canal da Mendonça Júnior, no trecho entre a Rua Odilardo Silva e a Orla, suportarem as condições em que se encontram o canal. A cada dia que passa o já forte odor que exala do local aumenta e, segundo os moradores, já implica diretamente na saúde deles. Para aqueles que apenas visitam o centro ou a orla, às proximidades do canal, fica a sensação de completo desleixo pelo local que poderia ser uma referência turística da cidade.

DEZ TÍTULOS Aconteceu na quarta-feira, dia 30, a Primeira Rodada Literária de Negócios no Estado do Amapá. O evento faz parte da Segunda Feira do Livro do Amapá (Flap) e foi realizada na Biblioteca Elcy Lacerda, em Macapá. Livreiros e editores escolheram 10 títulos que terão publicação propostas aos agentes da Agência de Fomento do Amapá (Afap) para financiamento das publicações. FOGO DESTROI UMA CASA Até agora ainda não foi encontrado o proprietário da casa que pegou fogo na zona rural de Macapá. A casa estaria sem ocupação há dois anos e fica localizada no Ramal CD, não tão distante do centro geográfico da capital. Os moradores das vizinhanças asseguram este é o segundo incêndio que destrói, completamente, uma moradia naquela região e se dizem preocupados, pois o adensamento cresce a cada ano. FINALMENTE A DEFENSORIA PÚBLICA O Ministério Público Federal deu o prazo de 30 dias para que o Governo do Estado apresente o cronograma de realização do concurso público para a Defensoria Pública do Estado do Amapá. O MPF/AP, na mesma solicitação ao Governo, informa que, em caso de não apresentação do cronograma, patrocinará medida Judicial com tal objetivo. O procurador-geral do Estado já informou que o edital, com as regras do concurso, será publicado até o final do ano. A ESPERA VEM DESDE 1991 O Estado do Amapá é a última unidade da Federação a tomar as primeiras providências com relação á definição do quadro permanente para a Defensoria Pública Estadual. A Defenap é um dos pilares da sustentação da sociedade local e que, por conveniência administrativa vem, desde a definição da autonomia administrativa do Estado do Amapá, em 1991, mantendo-a como um setor do Governo do Estado. A Defenap é onde os mais pobres podem buscar aparo para a defesa dos seus direitos. DIA DE FINADOS No sábado, Dia de Finados, os cemitérios receberão mais de 100 mil visitantes,

PONTE DO MATAPI Ocupada com a rodovia federal BR-156, a equipe da Secretaria de Transporte do Governo do Estado do Amapá não tido tempo para dedicar aos projetos de responsabilidade do Estado. Entre estes projetos está aquele que define a construção da ponte sobre o Rio Matapi. Com o dinheiro em caixa e o projeto básico pronto, não tem sobrado tempo para que o projeto seja tocado e a solução para muitos problemas esteja disponível. Em tempo: o Governo Federal tem um órgão específico para construir as BRs – o DENIT. FALANDO NISSO... Continua muito devagar e rompendo todos os prazos, a construção do trapiche que começou na segunda rampa da orla do bairro Santa Inês, em Macapá. Previsto para ter os serviços concluídos em um ano, a obra que começou em 2011, já vai para o seu terceiro ano de construção e, ao que tudo indica, ainda terá que consumir muito dinheiro e muito tempo. Falando em dinheiro, a previsão dos gastos naquela obra tinha 8 milhões do Governo Federal. Esse recurso não se confirmou e dos oito milhões, sete tiveram que vir do orçamento do Estado. INQUÉRITO Terminou o mês de novembro e, até agora, ainda não foi divulgado qualquer dado oficial sobre o Inquérito Policial que apura o que aconteceu no Porto da Icomi, de responsabilidade da empresa Anglo Ferrous, em Santana. O porto já foi vendido, os corpos de dois trabalhadores continuam desaparecidos, o Grupo de Trabalho criado pelo Governo não avançou e muito menos a Comissão Especial da Assembleia Legislativa deu qualquer posição sobre o seu trabalho. ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA Houve a modificação do nomen iuris do delito previsto no art. 288 do Código Penal, conhecido como Quadrilha ou Bando, passando a ser denominado como Associação Criminosa. Ademais, houve importante alteração no tipo penal. Anteriormente para que tivéssemos a associação criminosa (quadrilha ou bando), necessária a presença de, no mínimo, 4 pessoas.


Geral

Macapá-AP, sábado, 02 de novembro de 2013

B3

Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Serviços nos cemitérios chegam a custar R$ 250 CELIANE FREITAS

O feriado de finados movimenta o comércio e as ruas de Macapá

Luiz Cabral

Agrônomo luizccastro.ap@gmail.com

O dia rural

Marta Bezerra Da Reportagem

TARTARUGA O Retiro São Luiz, localizado próximo ao Rio Matapi, Município de Santana, desenvolve um sistema de criação de tartarugas em cativeiro consorciado com a piscicultura,devidamente legalizado pelo IBAMA. Atualmente, na propriedade,existem 6 mil quelônios, pesando, em média, 8 kg por unidade animal, estando no ponto ideal para venda.

C

om a chegada do feriado de finados, é grande a movimentação no comércio e supermercados. Seja comprando velas ou flores, o certo é que nessa época a movimentação de pessoas pelo centro da capital fica intensa. Os preços das velas, coroa de flores e o serviço de limpeza oferecida por alguns trabalhadores que nessa época aproveitam para ganhar um dinheiro extra, varia de acordo com o bolso de cada consumidor. Em rápida pesquisa nos principais cemitérios da cidade, o preço da vela está variando entre R$3,00 a R$ 5,00 a caixa. As coroas de flores estão custando entre R$ 25,00 a R$ 30,00 e os serviços de limpezas va-

QUEM deixou para fazer limpeza, comprar velas e flores terá que estar preparado para os preços

riam de preço, dependendo do tamanho de cada sepultura, podendo ser entre R$ 20,00 até R$ 200,00, os mausoléus com capela. Os vasinhos de plantas estão custando entre R$ 10 a R$ 20 reais. Como funcionará o trânsito hoje A CTMAC (Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá) montou um siste-

ma de isolamento das ruas do entorno dos principais cemitérios da cidade. Para evitar congestionamentos e maiores transtornos a população e permitir maior facilidade de locomoção dos indivíduos. Serão duas a três ruas do entorno de cada cemitério interditadas para melhor circulação dos pedestres. Os ônibus circularam com frota normal das seis da manha as dez da

noite e será cobrada tarifa social de R$ 1,05. A Ctmac pede para que os usuários se utilizem dos ônibus, táxi e mototáxi que estarão disponíveis em locais próximos aos cemitérios em estacionamentos exclusivos. A Companhia informa que todos os ônibus serão identificados com uma placa que indicará qual o cemitério ele passará mais próximo.

Famílias atingidas pelo incêndio recebem doação

F

amílias atingidas pelo incêndio ocorrido no último dia 23, no bairro Perpétuo Socorro, receberam alguns eletrodomésticos para reiniciar a rotina diária em suas novas moradias. A entrega aconteceu na quinta-feira, 31, doados pelos representantes do Banco BMG, no Amapá. De acordo com o gerente comercial do banco, Sidney Monteiro, a ideia surgiu após a divulgação feita pelo Governo do Amapá

na mídia local para conseguir colaboradores que pudessem doar alguns eletrodomésticos às famílias que perderam tudo no incêndio. “Nossa correspondente, a Andreia Saraiva, ouviu na mídia que as famílias estavam necessitando de eletrodomésticos para reiniciar a rotina em suas novas moradias, e nós nos mobilizamos para atender a essa solicitação e escolhemos um abrigo para realizar a doação”, ressaltou

o gerente. O local escolhido foi a Escola Estadual Deuzuite Cavalcante. Ao todo, 26 famílias foram contempladas com a doação de um fogão e uma geladeira, que serão entregues em suas casas. “Minha família esta muito feliz. A gente agradece a todos que estão nos ajudando, dando esse apoio. Agora, todos nós poderemos recomeçar” disse o ajudante geral, Ronni dos Santos. A Secretária de Estado da

Inclusão e Mobilização Social, Cláudia Camargo Capiberibe, diz que ainda existem famílias que necessitam de ajuda. “Algumas Famílias já estão recebendo o Aluguel Social, disponibilizado pelo Governo do Amapá. E agora estão precisando mobiliar suas casas, por isso, pedimos a quem queira doar, que colaborem com essas famílias que necessitam voltar a suas vidas”, conclui a secretária.

Terminais marítimos no AP estão abaixo do padrão de atendimento, segundo Antaq Jéssica Alves Da Reportagem

U

m estudo realizado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) apontou que no Amapá, todos os terminais marítimos de embarque e desembarque de passageiros não atendem os padrões de atendimento. A pesquisa foi realizada em 2012 e captou dados nos portos de Macapá, Santana e Laranjal do Jari e classifica os terminais com níveis baixo, médio e elevado, nos serviços oferecidos nos portos. Vários seguimentos foram avaliados, como serviços oferecidos nos referidos portos, policiamento, pontos de vendas de passagens, lixeiras, entre outros aspectos. O estudo também considerou as condições das embarcações. De acordo com superintendente da

Antaq, Walneon Oliveira, na região norte, 85% dos terminais não atenderam o padrão. “De toda a região norte, só três embarcadouros foram considerados satisfatórios e 85% está abaixo do regulamentado pela Agência. É preciso haver melhorias no setor”, aponta. Roni Mello, chefe unidade regional da Antaq no Amapá e Pará,explica que a Agência já está realizando reuniões com os poderes municipais, estadual e federal para disciplinar a atuação dessa atividade. “Nós temos em audiência pública para debater medidas a serem adotadas para a melhoria das condições dos terminais. A partir da entrada em vigor da norma que estabeleceremos, vamos atuar junto com as administrações dos terminais para que atendam as normas exigidas”, informa.

O Porto do Grego, em Santana, foi o terminal melhor avaliado pela agência, com 43% no nível de atendimento, mas ele ainda ficou com baixo índice. “Embora com relação aos números seja identificado como porto de maior relevância no Amapá, com 300 mil passageiros foram transportados como embarque em 2012 no porto do grego, e a carga foram 350 mil toneladas transportadas, a questão do conforto tem que melhorar. Não existe sala de espera adequada, e outros fatores, que tem que ser revistos”, diz. Segundo a Antaq, em 2012, houve o fluxo de 350 mil passageiros em terminais de Santana. Em Macapá, foram 135 mil passageiros. “Com esse número, percebemos a necessidade de investimentos nos terminais do Amapá por causa da demanda apresentada pelo estudo”, disse Melo. O representante da Antaq informou que existem dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, investimentos para reestruturação dos terminais marítimos na Amazônia, mas sem citar datas para início e se o Amapá está incluído no pa-

cote. Ele afirma que apesar das irregularidades, os terminais continuarão funcionando normalmente. “Porque para a Antaq a interdição dessas instalações fundamentais para a população causaria um caos social. Temos que tomar cuidado, pois queremos a melhoria, mas sabemos da importância desse transporte”, explicou. Estudo O Estudo Transporte Fluvial de passageiros da Amazônia aponta ademanda de passageiros e cargas que são transportados pelos rios da Amazônia. O levantamento identifica também os portos/terminais, linhas/embarcações e o perfil socioeconômico dos passageiros que circulam na Região Amazônica. O documento traz informações sobre Pará, Amazonas, Amapá e Rondônia. Os dados obtidos foram coletados em 2011 e 2012. A intenção é realizar atualizações periódicas. Ao todo, foram analisadas 317 linhas, sendo 249 para navegação longitudinal estadual, 59 (longitudinal interestadual) e nove (travessia). No Estado de Rondônia, foram pesquisadas duas linhas de travessia.

DESMATAMENTO Imagens de satélites usadas pelo Instituto Nacionalde Pesquisa Espaciais (INPE), mostraram que, entre agosto 2012 e julho deste ano, o desmatamento avançou 35% na Amazônia, sendo devastado 2.766 quilômetros quadrados. Os estados de Mato Grosso, Pará,Rondônia e Amazonas são os que apresentam os maiores Índices detectados. A pecuária e a grilagem continuam exercendo forte pressão sobre afloresta. AGRONEGÓCIO A Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB),divulgou os dados sobre levantamento da safra de grãos 2012/2013, apontando para a colheita de 187 milhões de toneladas, volume 12% superior ao colhido na safra anterior. A se confirmar esse volume, a estimativa é que o Valor Bruto da Produção (VBP) alcance a soma de 300 bilhões de reais, 27% superior ao obtido em 2012. PRÓ-AGROINDÚSTRIAI O governo do Estado investirá, até 2014, um montante de R$ 28 milhões no Pró-agroindústria. Serão favorecidos pelo programa empreendimentos que trabalham com açaí, mandioca, leite, camarão, pescado emel, entre outros. PRÓ-AGROINDÚSTRIAII Em sua primeira fase, já em andamento,o governador Camilo Capiberibe destinou recursos que somam um valor de 509 mil reais para construção e adequação de casas de farinha beneficiando onze comunidades rurais. AGROTÓXICOS I Pesquisa divulgada pela Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA) mostrou que 29% das frutas , verduras e legumes consumidos pelos brasileiros apresenta resíduos de agrotóxicos acima do permitido ou que foram usados de forma indevida. As porcentagens de amostras contaminadas: pimentão (80%), uva (56%), pepino (54%),Morango (50%), couve (44%), abacaxi (44%), Mamão (38%), alface (38%), tomate (32%) e beterraba (32%). AGROTÓXICOS II De acordo com a ANVISA, o consumo em excesso de alimentos com resíduos de agrotóxicos pode provocar reações alérgicas e respiratórias, além de distúrbios hormonais, problemas imunológicos e câncer. Diante deste fato, procure consumir alimentos orgânicos, eles são produzidos sem uso de agrotóxicos e adubos químicos. Hortaliças orgânicas já são produzidas por alguns produtores do cinturão verde de nossa cidade. ALIMENTOS I O consumo diário de sal pela população brasileira está duas vezes e meia acima do limite preconizado pela OMS (Organização Mundial da Saúde). O vilão da nossa mesa é o sal de cozinha e temperos industrializados feitos à base de sal. Pesquisadores apontam que a ingestão máxima diária recomendada pela OMS é de 2 g . ALIMENTOS II Se o sódio estiverem excesso no organismos, os rins não conseguirão elimina-lo. Assim, haverá retenção de água e aumento da pressão arterial, causando problemas cardiovasculares e renal. Uma das formas de reduzir seu consumo é evitar alimentos industrializados e não salgar a comida, além de temperar os alimentos com ervas frescas ou secas, cebola, cebolinha, salsinha, coentro e chicória.


B4

Geral

Macapá-AP, sábado, 02 de novembro de 2013 Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Bandidos assaltam posto de combustível e atiram em frentista FOTO: DIVULGAÇÃO

Segundo a polícia, após o assalto quando conseguiram levar cerca de R$ 100, os bandidos dispararam tiros contra a vítima

Alyne Kaiser Da redação

P

assava das 23h14 da noite desta quinta-feira (30) quando dois criminosos, armados com revolveres, invadiram um posto de combustível, localizado na Av. Álvaro Carvalho Barbosa, no bairro Novo Horizonte e renderam as vítimas. Segundo a polícia, após

A POLÍCIA chegou a realizar buscas nas proximidades, mas não conseguiu encontrar os infratores

o assalto, de onde conseguiram levar cerca de R$ 100, os bandidos dispararam tiros naquele local. Os criminosos fugiram tão

logo cometeram o crime. Uma das armas, utilizadas pelos infratores, foi apreendida por um dos populares que estava no

Doação de veículos vai reforçar trabalho de órgãos ligados à saúde pública Agência Amapá

A

Vigilância em Saúde , a Coordenadoria de Vigilância em Saúde do Estado (CVS/AP), o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e a Coordenadoria de Saúde Mental (CSM) do Estado vão receber 28 veículos adquiridos com recursos federais. Os veículos serão usados em ações executados por es-

ses órgãos. A cerimônia será em frente ao Palácio do Setentrião, nesta segunda-feira, 4, a partir das 9h. Além disso, oito veículos Fiesta Sedan serão destinados aos municípios de Laranjal do Jari, Oiapoque, Pedra Branca, Cutias, Amapá, Calçoene, Porto Grande e Tartarugalzinho para uso exclusivo nas ações e implementação das vigilâncias sanitárias desses locais. Os municí-

pios de Itaubal e Calçoene irão ganhar, também, uma moto cada. “Esses veículos irão nos ajudar a disseminar as ações preventivas, além de ajudar os municípios no combate a vetores da malária e da dengue, bem como no auxílio dos profissionais da vigilância em saúde desses municípios na execução de suas ações”, explica a secretária de Estado da Saúde, Olinda Araújo.

Fornecimento de energia elétrica é normalizado no município de Laranjal do Jari Agência Amapá

A

Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) informa que a 1h50 da madrugada ontem, 1º, normalizou o fornecimento de energia elétrica no município de Laranjal do Jari, ao Sul do Estado. O município, que não é atendido pela hidrelétrica Coaracy Nunes, desde às 18h de quinta-feira, 31, vinha enfrentando racionamento de energia elétrica com duas horas de tempo

para cada bairro, em decorrência de defeito em duas máquinas geradoras do sistema isolado da empresa Soenergy, que fornece energia para o município. Com o defeito solucionado pela equipe técnica, as oito máquinas geradoras que compõem o sistema estão funcionando normalmente. Em Laranjal do Jari está sendo construída a UHE Santo Antônio do Jari (AP-373 MW), que deverá ficar pronta em 2015. O consórcio responsável pela construção já rece-

AV: Feliciano Coelho, 659 - Trem Tel: (96) 3242-9264 - CEP 68901-025 Site: www.notecomp.com.br Em frete ao Colégio Alexandre Vaz Tavares

beu 57% dos R$ 738 milhões de financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para Jari. Ao longo de 2014 sairão os recursos restantes. A Diretoria da CEA informa que a equipe técnica da Companhia está mobilizada para qualquer contingência que venha a se apresentar e buscar soluções seguras e imediatas para o problema ocorrido, atuando, inclusive, conjuntamente com a Soenergy.

local no momento do assalto. Iran Palheta Lobato foi atingido por disparo de arma de fogo, levando um tiro de ‘raspão’ na cabeça.

Ele foi encaminhado ao Hospital de Emergências e depois, liberado. A polícia chegou a realizar buscas nas proximidades, mas não conseguiu encontrar os infratores.

Crescimento O número de assaltos a postos de combustíveis, ocorridos na capital causa preocupação ao setor e mostra que os estabelecimentos comerciais destinados à comercialização de derivados de petróleo são bem mais vulneráveis. Para Franck Lacerda, de 38 anos, se os postos funcionassem, aceitando cartões de crédito, com certeza esses números iriam diminuir. “Aqui em Macapá há pouquíssimos postos que aceitam cartões, seja de débito ou crédito. Isso atrai os bandidos. Se eles sabem que só aceitam dinheiro à vista, os postos ficam mais vulneráveis sim”, disse

Ronda Policial JOÃO BOLERO Da 99,1 FM

BLOG DO BOLERO ESTATÍSTICA DAS MORTES VIOLENTAS DE 01.01 a 31.10.2013 1º TRÂNSITO: com 98 óbitos 33 em Macapá; 16 na BR-156; 9 em Santana; 8 na Rodovia Duca Serra; 5 na Rodovia do Curiaú, 5 na BR-210, 5 na Rodovia Alceu Paulo Ramos; 4 Rodovia JK, 4 em Porto Grande; 2 no Paredão (Ferreira Gomes), 2 em Oiapoque; 1 em Ferreira Gomes, 1 em Cedro (Amapá), 1 na Perimetral Norte (Serra do Navio), 1 na Rodovia Salvador Diniz (Santana), Rodovia AP-010 (MCP/MZG); 78 do sexo masculino e 20 do sexo feminino. 38 de moto, 12 de carro, 17 de bicicleta e 11 pedestres; Obs.: No mesmo período do ano passado foram 103 óbitos, 35 em Macapá. 2º ARMA DE FOGO: com 91 homicídios (4 culposos) 53 em Macapá; 9 em Santana; 4 em Laranjal do Jari, 3 em Oiapoque; 2 em Porto Grande, 2 em Ferreira Gomes, 2 no Igarapé da Fortaleza (Santana), 2 no Distrito do Coração, 2 em Fazendinha, 2 na Rodovia JK; 1 no Distrito de Lourenço (Calçoene), 1 na Rodovia Duca Serra, 1 em Vitória do Jari, 1 em Serra do Navio, 1 em Cassiporé (Calçoene), 1 em Itaubal, 1 em Pedra Branca, 1 em Nova Colina (Porto Grande), 1 em Bailique, 1 em Tartarugalzinho. 87 do sexo masculino e 4 do sexo feminino. Obs.: No mesmo período do ano passado foram 99 homicídios, 62 em Macapá. 3º ARMA BRANCA com 91 homicídios 36 em Macapá; 14 em Santana; 9 em Laranjal do Jari; 6 em Oiapoque; 3 em Lourenço (Calçoene), 3 no Distrito do Coração (MCP); 2 em Fazendinha, 2 na Ilha de Santana, 2 em Porto Grande, 2 na Central do Maracá/MZG; 1 em Calçoene, 1 no Paredão (Ferreira Gomes), 1 em Tartarugalzinho, 1 na Perimetral Norte (Porto Grande), 1 em Amapá, 1 em Mazagão, 1 na BR-210, 1 na Rodovia Duca Serra, 1 em Ipixuna Grande (Itaubal), 1 em Vitória do Jari,1 Igarapé da Fortaleza (MCP), 1 Igarapé da Fortaleza (STN); 83 do sexo masculino 8 do sexo feminino. Obs.: No mesmo período

do ano passado foram 103 homicídios sendo 40 em Macapá. 4º AFOGAMENTO: 75 óbitos 25 em Macapá; 9 em Santana; 4 em Bailique; 3 em Laranjal do Jari, 3 em Porto Grande, 3 em Oiapoque; 2 em Cutias do Araguari, 2 em Fazendinha, 2 em Mazagão; 1 no Abacate da Pedreira, 1 em Amapá, 1 em Pracuúba, 1 em Calçoene, 1 Maçaranduba (Tartarugalzinho), 1 no Curiaú Mirim, 1 na Tessalônica, 1 no Rio Macacoary, 1 no Igarapé da Fortaleza, 1 na Rodovia Duca Serra, 1 no Torrão do Matapi, 1 em Ilha Bela/Oiapoque, 1 em Ferreira Gomes, 1 em Vitória do Jari, 1 em Cutias, 1 em Itaubal, 1 em Ferreira Gomes, 1 em Calçoene, 1 em Tartarugalzinho, 1 em Pacuí, 1 no Paredão (Porto Grande); 59 do sexo masculino e 15 do sexo feminino; Obs.: No mesmo período do ano passado 57 óbitos, 15 em Macapá. 5º SUICÍDIO: com 44 casos 20 em Macapá; 7 em Santana; 3 em Vitória do Jari; 2 em Cutias, 2 em Porto Grande; 1 em Mazagão, 1 em Fazendinha, 1 em Mazagão Velho,1 em Ferreira Gomes, 1 em Amapá,1 na BR-210, 1 em Mazagão Velho, 1 em Oiapoque, 1 em Pedra Branca, 1 em Lourenço/Calçoene; 34 por enforcamento, 5 por envenenamento, 3 por arma de fogo, 2 por esfaqueamento. 38 do sexo masculino e 6 do sexo feminino; Obs.: No mesmo período do ano passado foram 32 casos, 20 em Macapá. 6º PAULADA: 18 homicídios 11 em Macapá; 3 em Laranjal do Jari; 1 em Amapá ; 1 a Rodovia JK, 1 em Tartarugalzinho, 1 em Santana; 17 do sexo masculino e 1 do sexo feminino. Obs.: No mesmo período do ano passado 10 casos, 5 em Macapá. 7º TRAUMATISMOS DIVERSOS: 16 óbitos 6 em Macapá; 3 em Laranjal do Jari; 2 em Santana, 2 em Porto Grande; 1 em Vitoria do Jari, 1 na Rodovia Duca Serra, 1 em são Joaquim do Pacuí;

Franck. Devido as constantes ocorrências criminosas, muitos empresários deixaram de abrir durante a madrugada e aqueles postos que antigamente tinham funcionamento 24 horas acabaram com horários limitados para evitar a ação dos criminosos. Para o frentista Roger Farias, de 25 anos, a insegurança toma conta da cidade. “Eu sou frentista há pelo menos dois anos. Já fui assaltado e ouço meus amigos falarem de outros postos onde acontecem assaltos. A insegurança é tamanha”, lamentou o jovem. Segundo informações da polícia, as práticas dos crimes são semelhantes. Geralmente, conforme registros na Polícia Civil, feito em boletins de ocorrência, os assaltos são praticados com uso de motocicletas, pois há mais facilidade na fuga.

Todos do sexo masculino; Obs.: No mesmo período do ano passado foram 25 óbitos com 11 em Macapá 8º ASFIXIA: 09 óbitos ( 5 por homicídio e 4 por acidente doméstico) 6 em Macapá; 1em Pedra Branca, 1 em Calçoene, 1 em Amapá; Todos do sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado 9 casos, 3 em Macapá. 9º CHOQUE ELÉTRICO: 08 óbitos 4 em Macapá; 1 em Itaubal, 1 em Curicaca, 1 em Tartarugalzinho, 1 na Rodovia Duca Serra; 8 do Sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado 7 casos, 3 em Macapá. 10º POR CAUSA DESCONHECIDA: 07 óbitos ( 1 por homicídio) 5 em Macapá; 1 em Porto Grande e 1 na BR-156; 11º AGRESSÃO FÍSICA: 06 óbitos 3 em Macapá; 1 em Vitória do Jari, 1 em Tartarugalzinho, 1 em Santana; Os 5 do sexo masculino 1 do sexo feminino; Obs.: No mesmo período do ano passado 02 óbitos em Macapá. 12º FETO: 06 óbitos 5 em Macapá; 1 em Santana; Obs.: No mesmo período do ano passado 02 caso, 1 em Mazagão e 1 em Santana. 13º QUEIMADURA: 03 óbitos 1 em Macapá; 2 Delta do Matapí; Sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado nenhum caso. 14º PICADA DE COBRA: 02 óbitos 1 em Macapá 1 em Porto Grande; 2 do Sexo feminino. Obs.: No mesmo período do ano passado nenhum caso. 15º ACIDENTE MARÍTIMO: 01 óbito 1 em Ajurupati (Mazagão) Sexo masculino. 16º RAIO: 01 óbito 1 em Ferreira Gomes; Sexo masculino. Obs.: No mesmo período do ano passado nenhum caso. No ano passado foram 10 por causas desconhecidas. No ano passado 3 mortes por acidente aéreo, 2 em Macapá e 1 na BR-156, 2 masculino e 1 feminino. 1 morte por linha de rabiola (semi-degolado), sexo masculino.


MACAPÁ-AP, SÁBADO, 02 de novembro de 2013

Geral

SOCIEDADE

Brasil perde nos pênaltis para carrasco México no Mundial Sub 17 C2 Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Encontro de Editores

Prestigiados pelo público

FLAPTUR no Marco Zero do Equador

Confira o jantar do Encontro de Editores da Coluna Esplanada em Brasilia C4

C3

Detran organiza leilão de carros, motos e caminhões para final do ano FOTO: DIVULGAÇÃO

A finalidade é reduzir o número de carros e motos retidos no pátio da instituição Da redação

O

Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AP), por meio do Governo do Amapá, inicia nesta sexta-feira,1º de novembro, as primeiras reuniões efetivas para organizar e promover o edital de compra de veículos do leilão. A finalidade é reduzir o número de carros e motos retidos no pátio da instituição. A comissão do Detran, formado pelos servidores Ernestino Balieiro, Marcos Vinícius, Ademir Lima e Marco Aurélio, ouviu do comandante da Polícia Rodoviária Federal, Aldo Balieiro, mudanças efetivas para alinhar as ações de retirada dos automoto-

TODOS os carros que serão leiloados passam por rigorosa vistoria para serem vendidos, principalmente, aqueles que têm mais de 10 anos no pátio

res incluídos para o leilão. Segundo Ernestino Balieiro, membro da comissão do Leilão do Detran,

serão disponibilizados para os interessados aproximadamente 200 motos, 100 carros e alguns cami-

nhões que já passam por vistoria e análise das condições dos veículos. “Esses veículos serão

Criação de novo Sistema Nacional de Trabalho e Emprego tem apoio no AP

FOTO: DIVULGAÇÃO

O SECRETÁRIO de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete), Sivaldo Brito, acompanhado de técnicos da secretaria, esteve no evento

Da redação

O

Estado do Amapá esteve presente na audiência pública para dar apoio ao lançamento da Frente Parlamentar em Defesa do novo Sistema Nacional de Trabalho, Emprego e Renda, que ocorreu no dia 29, na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados. O secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete), Sivaldo Brito, acompanhado de técnicos da secretaria, esteve no evento. A iniciativa da audiência partiu da deputada federal Fátima Pelaes (PMDB/AP) em atendimento à solicitação do Fórum Nacional de Secretarias do Trabalho (Fonset). A ideia é fazer com que o Sistema Nacional de Emprego (Sine) seja

reestruturado e padronizado para funcionar, tendo como modelo o Sistema Único de Saúde (SUS) e do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Na prática, isto representa a integração governo, trabalhadores e empregados por meio de uma política que permita um atendimento melhor ao trabalhador e que fortaleça as ações de intermediação de mão de obra, políticas de qualificação profissional, programas de geração de renda como o microcrédito, apoio à economia solidária e ao empreendedorismo. Presente na audiência, Sivaldo Brito, que também é vice-presidente do Fonset, diz que apesar das dificuldades a inclusão social pelo trabalho, através do Sine, fez história no Brasil. Mas agora com a reestruturação e moderni-

zação do sistema, defendidas pelo Fonset e pela Frente Parlamentar, haverá uma revolução nas políticas públicas para o trabalho. “A reconstrução do Sine promove o resgate da cidadania e renovação dos sonhos dos trabalhadores, por meio da inclusão produtiva e da geração de renda e emprego decente, respeitando principalmente o perfil vocacional do indivíduo”, afirmou o secretário. A presidente da Frente Parlamentar, deputada federal Fátima Pelaes, argumenta que o atual modelo do Sine não acompanhou a evolução tecnológica e não oferece garantia de qualidade e efetividade no atendimento, principalmente no que se refere à recolocação no mercado de trabalho, na habilitação ao seguro-desemprego,

na qualificação e na certificação. “A ideia central é tornar o atual Sine mais eficiente com modernos equipamentos e pessoal cada vez mais qualificado. A finalidade é proporcionando a racionalização do recurso público, que chegará com muito mais qualidade à ponta, ao Sine, que é aonde o trabalhador vai”, justifica a parlamentar amapaense. Frente Parlamentar - A Frente Parlamentar em Defesa do Sistema Nacional de Trabalho, Emprego e Renda conta com a adesão de 210 deputados federais e três senadores. No processo de modernização e reestruturação da Rede Sine, a frente acompanhará e fiscalizará as políticas públicas destinadas à valorização do Sistema Público de Trabalho Emprego e Renda.

destinados à sucata até o fim de novembro. Os demais serão leiloados para circulação”, explica Ernes-

tino Balieiro. O estudo dos veículos vem sendo realizado, desde junho, de forma integrada entre as instituições, e os veículos que têm restrição documental, problemas de lacração e clonagem serão separados e não podem ser leiloados. “Os que não possuem restrição vão a leilão”, ressalta. Todos os carros que serão leiloados passam por rigorosa vistoria para serem vendidos, principalmente, aqueles que têm mais de 10 anos no pátio, ou cujo proprietário anterior não fez a procura para retirada do veículo. Para o diretor do Detran, José Aurivan Gomes, o leilão dos veículos aptos a circularem será realizado até dezembro. “Estamos dependendo apenas da equipe de vistoria, a publicação do local e a cotação de menor preço da análise dos veículos que em restrição. Depois, a comissão dará o encaminhamento que o caso requeira”, expõe.

Regulamentação da greve dos servidores será votada na semana que vem

S

enadores podem definir, na próxima semana, quais os critérios devem ser incluídos na regulamentação da greve de servidores. O direito é assegurado aos funcionários públicos desde a Constituição de 1988, mas a própria Carta Magna condiciona a garantia à definição das regras que devem balizar a paralisação. Em 25 anos, as regras nunca foram definidas. A comissão mista do Congresso Nacional encarregada da consolidação de leis e da regulamentação de dispositivos constitucionais votaria hoje (31) o parecer elaborado pelo relator da matéria, senador Romero Jucá (PMDB-RR). Por falta de quórum, a votação foi remarcada para 7 de novembro. No texto apresentado hoje, Jucá incluiu, entre os serviços essenciais, o ensino infantil e fundamental e os serviços de emergência e assistência médico-hospitalar e ambulatorial. O relator definiu que os serviços essenciais incluem o sistema financeiro, abastecimento de água, transporte coletivo, as telecomunicações e a distribuição de medicamentos a idosos e portadores de doenças crônicas. Nesses casos, os grevistas precisarão garantir que, pelo menos, 60% do atendimento sejam mantidos durante a paralisação. A proposta estabelece condições anteriores à deflagração da greve. Pelo texto, servidores e entidades públicas precisam passar por tentativas de negociação que podem, inclusive, ser feitas por mecanismos alternativos como o de conciliação de conflitos. A proposta estabelece que, caso não seja possível evitar a paralisação, os servidores precisam informar à sociedade

sobre as causas e formular um plano prévio que inclua, por exemplo, a previsão de continuidade das atividades que precisam ser mantidas. “É uma legislação que procura moldar o processo de greve de forma legítima, para que servidores fiquem protegidos, o governo saiba como agir, mas, principalmente, para que a sociedade não tenha prejuízos”, afirmou Jucá, destacando pontos que proíbem a demissão de servidores quando a greve termina e o corte do pagamento pelos dias parados. O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) disse que a proposta é um avanço em uma questão que precisava ser tratada de forma diferenciada. “A população tem que saber quando vai ocorrer a greve, qual possibilidade de eclosão de greve. Hoje existe uma consciência difundida de que a sociedade brasileira tem direito ao serviço público continuo e, no caso de conflito, tem um patamar mínimo aceitável de serviços sendo prestados”, afirmou. Apesar do clima de comemoração entre os parlamentares, entidades representativas não aprovaram o texto e reivindicaram mais debates sobre o tema. Para Pedro Armengol, diretor executivo da Central Única dos Trabalhadores (CUT), a regulamentação do direito de greve não pode estar separada do debate sobre regulamentação da negociação coletiva. “O que está acontecendo é que setores conservadores da política brasileira querem restringir o direito de os trabalhadores se mobilizarem por suas reivindicações, sem garantir efetiva negociação de sua pauta de negociação. Este projeto é um retrocesso”, avaliou.


C2

Esporte

Macapá-AP, sábado, 02 de novembro de 2013 Editor: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Brasil perde nos pênaltis para carrasco México e dá adeus ao Mundial Sub-17 O time nacional sub-17 foi eliminado do Mundial, nas quartas de final, ao ser derrotado por 11 a 10 na disputa de pênaltis UOL/Esporte

A

ssim como nos jogos entre os times profissionais e na última Olimpíada, o México voltou a ser carrasco da seleção brasileira. Ontem, o time nacional sub-17 foi eliminado do Mundial, nas quartas de final, ao ser derrotado por 11 a 10 na disputa de pênaltis, depois de empate por 1 a 1 no tempo regulamentar. O Brasil perdia o jogo até os 39min do segundo tempo, quando um gol salvador de Nathan empatou a partida e manteve a

esperança da equipe. Na disputa das penalidades, Gabriel e Mosquito erraram para o Brasil. A seleção do técnico Alexandre Gallo teve três desfalques para o jogo de hoje: o lateral esquerdo Abner, lesionado, o meio-campista Gustavo e o atacante Boschilia, suspensos. O México encara agora nas semifinais o vencedor do duelo entre Argentina e Costa do Marfim, que jogam ainda nesta sexta-feira. Os dois times duelam na manhã deste sábado. A outra semifinal já tem um representante, a Suécia, que venceu Honduras por 2 a 1 nesta sexta. Seu adversário sairá do confronto entre Uruguai e Nigéria. O Brasil pareceu sentir em campo sobretudo a falta do artilheiro Boschilia e não se encontrou no primeiro tempo. Apesar de ficar mais com a posse de bola, atacava de forma afobada e pouco produzia diante de um México bem postado. Forte na marcação e rápido nos contra-ataques, o

FOTO: DIVULGAÇÃO

BRASILEIROS lamentam desclassificação do Mundial Sub-17 enquanto mexicanos comemoram vaga para semi-final da competição

time da América do Norte teve a melhor chance do primeiro tempo e só não abriu o placar porque o goleiro brasileiro Marcos fez ótima intervenção. Aos 37min, a zaga brasileira fez linha de impedimento e Ochoa partiu do meio-campo livre com o arqueiro brasileiro. Chutou forte, cruzado, mas Marcos

defendeu bem. O Brasil melhorou, passou a ficar menos afobado nos minutos finais e teve oportunidades de abrir o placar. Aos 43min, Índio bateu falta no travessão. Um minuto depois, ele chutou com perigo, de fora da área. A bola por pouco não entrou no ângulo esquerdo do goleiro

mexicano. Na segunda etapa, o Brasil começou sufocando o rival. A pressão quase resultou em gol aos 14min. Após cobrança de escanteio, Danilo cabeceou, mas Gudiño fez grande defesa. Em jogada de bola parada, o México abriu o placar aos 35min. Depois de falta rasteira cobrada na área, a

bola foi desviada para Ochoa apenas empurrar para o gol vazio. Mas, quando parecia se encaminhar para uma vitória mexicana, o Brasil conseguiu o empate. Depois de um bate-rebate dentro da área mexicana, Nathan pegou o rebote e chutou forte, de esquerda, para empatar o jogo.

André e Rafael Vaz mantêm status de esquecidos com novo técnico do Vasco UOL/Esporte

A

chegada de Adilson Batista ao Vasco não modificou o status de dois jogadores envolvidos com problemas extracampo em meio à campanha decepcionante do Vasco no Brasileiro. André e Rafael Vaz seguem esquecidos e não são vistos como prioridade pelo novo técnico cruzmaltino. Os primeiros dois treinos do substituto de Dorival Júnior foram frustrantes para a dupla, que não consegue recuperar espaço. Em meio à conversas e paralisações nos treinamentos, o comandante cruzmaltino observa com atenção o grupo que tem em mãos. André e Rafael Vaz, porém, não estão entre as alternativas pensadas por Adilson Batista para o primeiro desafio no comando do Vasco – duelo com o Coritiba, às 19h30 deste sábado, em Macaé. Os dois jogadores preocupam a diretoria por causa de seus exageros da

noite carioca e perderam espaço importante que tinham no decorrer da passagem de Dorival Jr. por São Januário. O zagueiro, contratado neste ano após longa novela com o Ceará, chegou a ser considerado como solução para o setor, mas caiu no ostracismo logo em seguida. Pouco tempo depois, André passou pela mesma situação. Artilheiro do clube no Brasileiro com 11 gols, o jogador foi cobrado por jogadores e dirigentes por suas constantes idas às noitadas no Rio de Janeiro. As chances como titular também diminuíram, apesar da sua importância como referência no ataque cruzmaltino. A dupla também é um dos principais alvos da torcida vascaína. Nos recentes protestos por causa da situação do clube no Brasileiro, André e Rafael Vaz foram lembrados e hostilizados. Adilson Batista, neste mesmo sentido, também não dá sinais de que

conta com os dois jogadores nestes primeiros passos do trabalho para livrar o Vasco do rebaixamento. E a torcida é a principal aposta do Vasco para se salvar. O episódio em que fãs cruzmaltinos foram ao aeroporto Santos Dumont esperar pela chegada da delegação ao Rio de Janeiro após derrota para a Ponte Preta, no último domingo, ainda não foi esquecido. Pedro Ken espera por apoio longe da capital para iniciar reação. O jogo contra o Coritiba marca a estreia do técnico Adilson Batista no comando do Vasco. O Cruzmaltino está 18º lugar e soma 33 pontos. A vitória é imprescindível no desafio de escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O técnico deve mandar o Cruzmaltino a campo da seguinte forma: Diogo Silva (Michel Alves ou Alessandro); Fagner, Jomar, Cris e Yotún; Abuda (Wendel), Pedro Ken, Juninho e Francismar; Marlone e Edmilson.

TABELA DE CLASSIFICAÇÃO BRASILEIRO SERIE A

FOTO: DIVULGAÇÃO

ROGÉRIO Ceni foi um dos destaques do São Paulo na vitória sobre o Universidad Católica

Muricy vê Ceni “feliz e diferente” e se anima por permanência em 2014 UOL/Esporte

O

técnico Muricy Ramalho deu as primeiras oportunidades a Rogério Ceni ao lado de Telê Santana, nos anos 90, foi quem incentivou e permitiu que o goleiro cobrasse faltas, anos mais tarde, e recentemente foi o primeiro a lançar campanha pública para que o capitão desista da aposentadoria no fim deste ano e jogue por mais uma temporada. Agora, em situação positiva e longe do risco de rebaixamento, o treinador diz que Rogério Ceni está mais alegre e agrega esperanças para 2014. “Ele não se entusiasma com esses altos e baixos, ele é muito inteligente para saber o que vai fazer. Com certeza, em termos de saúde, família, seria mais tranquilo que ele parasse. Mas estou vendo ele feliz, diferente depois desses jogos aí, e isso é bom sinal”, falou Muricy Ramalho, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda, nesta sexta-feira. Aos 40 anos, Rogério Ceni viveu péssimos e ótimos momentos em 2013, assim como o São Paulo.

Sofreu lesão no pé direito ainda em março, que o faz sentir dores até hoje. Viu o time cair na Libertadores, no Paulistão e passar pela maior crise de sua história, no Brasileirão. Depois, teve atritos públicos com o ex-técnico Ney Franco, com o ex-diretor de futebol Adalberto Baptista, e na sequência perdeu quatro pênaltis consecutivos – marco inédito na carreira. Nos últimos meses, porém, tudo mudou para Ceni e para o São Paulo. O goleiro tem atuado em alto nível debaixo das traves e teve uma das melhores atuações de sua carreira na semana passada, na vitória por 4 a 3 sobre a Universidad Católica, no Chile. Ele fez pelo menos cinco defesas de grande dificuldade e foi o responsável pela classificação são-paulina às quartas de final da Copa Sul-Americana. Depois, foi parabenizado pelos adversários e ganhou destaque na imprensa internacional. Muricy ainda falou que se surpreende com o fato de, aos 40 anos, Ceni estar atuando ainda em alto nível. “Não é fácil fazer o que ele faz durante mui-

tos anos, goleiro é a posição mais chata. É o que mais treina e é um treinamento muito chato. É um jogador que fica sozinho, se veste diferente. E passar todos esses anos concentrando, viajando. Não é fácil, não sei como o cara suporta esse ritmo que ele tem tantos anos, e no nível que ele joga”, falou o técnico. O presidente Juvenal Juvêncio afirma que tem conversado com Ceni sobre o assunto e que o goleiro pediu para que a situação seja tratada apenas após o fim desta temporada. Segundo o presidente, no entanto, Ceni já repensa a decisão de parar no fim deste ano. O goleiro nunca falou abertamente que se aposentadoria no fim deste ano, mas sempre indicou que essa seria a decisão e fez todos no clube pensarem, até a recuperação no Brasileirão, que esta seria mesmo sua última temporada. Além de Muricy, Rogério também tem o apoio do pai, Eurydes Ceni, para continuar. Recentemente o pai do atleta falou que gostaria de ver o filho jogando por mais uma temporada.


Diversão&Cultura

Macapá-AP, sábado, 02 de novembro de 2013

C3

Editora: Pablo Oliveira - pc.oliveira@jdia.com.br

Estudantes são incentivados à leitura através de peças teatrais e brincadeiras FOTO DIVULGAÇÃO

FOTO DIVULGAÇÃO

O EVENTO contou com a apresentação do grupo carioca Costurando Histórias, que embarcou com os bichinhos na “Arca de Noé”

As atividades fizeram parte da 2ª Feira do Livro do Amapá (Flap) nos pontos turísticos do Estado

Agência Amapá

E

studantes das escolas Estaduais Maria Ferreira, no bairro do Araxá, e Augusto Antunes, no município de Santana, participaram da programação da FlapTur, realizada no Monumento do Marco Zero do Equador. As atividades fizeram parte da 2ª Feira do Livro do Amapá (Flap) nos pontos turísticos do Estado. O evento contou com a apresentação do grupo ca-

rioca Costurando Histórias, que embarcou com os bichinhos na “Arca de Noé” e, embalados de muita música e algumas poesias de Vinicius de Moraes, Cecília Meireles e Fernando Pessoa, atraiu os olhares curiosos das crianças e adolescentes durante o espetáculo. Reunidos em um tapete, o grupo contou a história do dilúvio e a renovação do mundo com a Arca de Noé, prestando homenagem ao

Centenário do poeta Vinicius de Moraes, que a Flap proporcionou aos amapaenses conhecerem melhor. A programação contou ainda com a participação do grupo Imagem e Cia, com as estátuas vivas, e a apresentação do grupo da Cia de Teatro Uma Trupe de 3, com o espetáculo “Moribundos”. Para o estudante do 1º ano da escola Augusto Antunes, Luiz Silva, a ideia do Governo do Estado, em fa-

cilitar a aproximação entre a literatura nacional e amapaense aos moradores é uma boa iniciativa. “É possível investir na literatura nas escolas. Isso contribui com a nossa formação como leitores e nos transforma em melhores cidadãos”, comentou o aluno. No 5º ano do Ensino Fundamental, Gabriel Cardoso, de 12 anos, ficou encantado com o mundo dos livros. Ao ouvir a história da Arca de Noé, ficou atento aos

movimentos e a cada poesia declamada. Para ele, a oportunidade foi única. “Gostei bastante. Queria ver mais. Pena que acabou”, lamentou o estudante. A programação no Monumento do Marco Zero do Equador encerrou as atividades do FlapTur, inserida na Flap pela primeira vez, oportunizando aos moradores e visitantes dos pontos turísticos do Estado a aproximação com a arte literária.

Crianças que foram atingidas pelo incêndio participam da Flapinha na escola Edgar Lino Agência Amapá

A

s crianças vítimas do incêndio no bairro Perpétuo Socorro, abrigadas com suas famílias na Escola Estadual Edgar Lino, tiveram uma tarde regada ao teatro, contação de histórias, poesias, nesta quinta-feira, 31. Todos atentos aos poemas recitados pelo atores Jiddu Saldanha (RJ), Andreia Lopes (AP) e Anna Dulce (SP). O Grupo Educart cativou a criançada com o espetáculo “O Castelinho Misterioso”, com a interpretação do porquinho, da coelha, do corvo e outras personagens que contaram histórias com o foco educativo. Na plateia, uma criança observava todos os movimentos e as falas dos bichinhos interpretados. Mensagens como, “não necessitamos mentir”, “devemos eliminar o medo de fantasmas”, “toda criança tem de estudar” e “devemos cultivar boas amizades”, eram enfatizadas nas

histórias do Castelinho Misterioso. A professora da sala de leituras da escola Edgar Lino, Socorro Rocha, destacou a importância do Governo do Amapá em incentivar a leitura; arte para todas as crianças, em especial, àquelas que têm pouco acesso, como as atingidas pelo incêndio, ocorrido no dia 23 de outubro, em Macapá. “Toda a população, governo e prefeitura foram bastante solidários com as famílias. Nós que trabalhamos aqui temos nos doado muito e ficamos sensibilizados com a iniciativa da organização da Feira do Livro do Amapá, em ter adaptado uma programação da Flapinha para as vítimas do incêndio que estão abrigadas na Escola”. Ao final da peça, as crianças assinaram seus nomes no banner da Flapinha. E com aplausos e um sorriso estampado no rosto do público, a atriz Andrea Lopes encerrou a programação

Resumo das Novelas Malhação Segunda-feira, 04 de novembro – Maura se desespera ao ver o estado de sua casa após a festa realizada durante sua ausência. Vera e Ronaldo repreendem os filhos. Zelândia afirma para Maura que os responsáveis pela festa foram Vitor e Paulino. Sofia e Flaviana se decepcionam com o fato de Soraia ter desistido do projeto de beleza. Maura cobra dos pais de Vitor e Paulino todo seu prejuízo, mas Sidney assume a culpa pelo estrago da casa. Todos os envolvidos na festa decidem dividir as despesas, e Luciana entrega que ela e Zelândia venderam ingressos para o evento. Zelândia pensa em uma nova forma de conseguir dinheiro para mudar seu visual para Caetano. Ronaldo e Bernardete se preparam para o festival de quitutes no Embaixada do Gol.

Além do Horizonte Capítulo 001 Durante a festa de noivado, Lili se assusta ao ver um bicho, e Marcelo implica com a moça. Priscila não concorda com o noivado de Lili. William entrega a um aluno o trabalho que fez para ele. Lili fica noiva de Marcelo. Heloísa fica nervosa diante de Thomaz. Paulinha reclama das atitudes de Rafa. Marlon fica apreensivo quando William fala que viajará com ele. Heloísa avisa que Lili terá de comparecer ao escritório de Thomaz para abrir uma carta que seu pai lhe deixou. Marlon guarda uma quantia em dinheiro na mochila. Rafa toca como DJ em uma boate, observando a foto de Paulinha. Um homem que fugia pela floresta é encontrado por seus perseguidores e acaba morto.

Joia Rara Belmira descobre que Rosarinho deixou um testamento. Odilon é preso de novo. Mama Francesca vê Peteleco na rua e o leva para sua casa. Arlindo fica decepcionado ao saber que só herdou a coleção de selos de Rosarinho. Santinha, Miquelina e Belmira recebem as joias de Rosarinho. Peteleco fica apavorado e foge de Toni. Franz e Amélia passam a noite juntos. Toni diz a Hilda que está apaixonado por ela. Aurora ganha de Manfred um anel de diamantes. Pilar diz a Miquelina que as joias de Rosarinho são falsas. Ernest decide botar Viktor no lugar de Venceslau e rebaixar o sogro ao cargo de contínuo. Sílvia chega ao mosteiro, deixando Pérola chateada.

Amor à Vida Félix fica tenso ao pensar que César e Edith tiveram um caso. Ordália proíbe Herbert de se reaproximar de Gina. Márcia fica curiosa para saber por que Denizard se separou da esposa. Ordália confirma a Herbert que foi apaixonada por ele. Glauce tenta tranquilizar Félix. Ordália se consola com Joana. Maristela leva Gina para assistir a um culto. Silvia indica Jonas para advogar para Thales e Leila. Glauce e Félix se beijam. Murilo consegue o emprego como professor de Valdirene. Glauce afirma a Félix que Jonathan não nasceu prematuro, e o vilão decide pedir para Paloma convencer César e Aline a jantarem em sua casa.

do evento, proferindo um trecho da poesia de José Paulo Paes, a que diz: “Poesia é brincar com as palavras, como

se brinca com bola, papagaio, pião. Só que bola, papagaio, pião de tanto brincar se gastam. As palavras não (...)”.

Horóscopo Áries (21 mar. a 20 abr.) Com mais necessidade de contato, você está aberto a se relacionar. Desde que ninguém interfira na sua liberdade e no seu ritmo, está tudo certo! Divida o tempo e as atividades - um pouco consigo mesmo e depois com os outros. Embora não sendo perfeccionista, está um tanto critico com seu amor. Touro (21 abr. a 20 mai.) Lua e Urano num ângulo tenso na manhã pede cuidado com equipamentos mecânicos e exigem atenção total ao executar algo delicado. Clima familiar anda melhor que ontem, mas o amoroso pede mais refinamento e surpresa. Use a imaginação para agradar em cheio. Gêmeos (21 mai. a 20 jun.) Um dia cheio pra você, bom pra descobrir e inventar, já que a vida conspira para que você encontre tudo que procura. Cenário astral bom para descobertas e pesquisas. Conhecimento e criatividade com alto desempenho! A tarde é o melhor período para namorar e estar com a família. Câncer (21 jun. a 21 jul.) Altos e baixos no seu humor são puro reflexo deste inicio de mês desafiador. Quanto menos tensões pela manhã, melhor. Aplique seu tempo nas artes, diminua o ritmo e curta o momento com quem ama. Saúde sensível; vigie a alimentação e respeite seus limites.

Libra (23 set. a 22 out.) A Lua em seu signo arma, pela manhã, aspecto tenso com Urano, indicação segura da importância de descansar e não se envolver com pessoas erráticas e imprevisíveis. Adie reuniões importantes. Incorpore um pouco de surpresa na vida amorosa. Escorpião (23 out. a 21 nov.) Para quem começa o mês, como você, cercado de forças astrais poderosas, nada melhor do que curtir atividades que tornem leve sua rotina, melhorando sua saúde também. É um momento intenso e transformador. Arte e tranquilidade são ótimas companhias. Sagitário (22 nov. a 21 dez.) Comece o mês com o pé direito no clube, fazendo a alegria da torcida! Seus companheiros de jogos e causas são as melhores companhias para iniciar o mês com equilíbrio e alegria. Momentos ao ar livre trazem equilibrio. Quanto mais saudável e próximo da terra, melhor. Capricórnio (22 dez. a 20 jan.) Sorria, você está sendo observado - a Lua em Libra realça seus gestos e seu desempenho. Observe seu comportamento. Tudo o que faz, atrai um enxame de necessitados e gente que precisa de sua intervenção.. Desfile com elegância e arrase. No amor, espere.

Leão (22 jul. a 22 ago.) Tudo o que estiver no seu entorno tem maior impacto no seu astral hoje. É bom então se cercar de coisas belas e pessoas bacanas. Grande poder mental, mas muito sensivel. Quem canta os males espanta, faça deste lema seu norte neste sábado. Tensão amorosa.

Aquário (21 jan. a 19 fev.) Novembro começa bem pra você, que tem a popularidade e a verve encantadora de quem sabe encantar os mais empedernidos e resistentes, e a garra para revolucionar a mesmice das soluções prontas e batidas. Muito mais será exigido de você nos próximos dias.

Virgem (23 ago. a 22 set.) Um dia muito bom pra você seguir adiante com metas importantes. Reuniões e conversas prosseguem e sua mente está a mil, assim como seu poder analítico. Aproveite para pesquisar algo novo. Gente poderosa e importante ao seu lado. Foco no amor, mostre o que sente!

Peixes (20 fev. a 20 mar.) Contatos imediatos de terceiro grau? Com tantos astros em Escorpião, pode ser que haja interesse por temas deste tipo. Estrangeiros, por exemplo, trazem e levam notícias que interessam e muito a você. Viagens fazem sonhar, porque não planejar uma? O amor tem de ser renovador ou não será.


Jornaldodia02112013  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you