Issuu on Google+

Edição especial. As primeiras histórias do maior jornal impresso do Amapá. nD2 e D3 Macapá, Sexta e Sábado, 04 e 05 de Fevereiro de 2011

R$ 2,50 Domingo e Segunda R$ 1,50 Terça a Sábado

Os 24 anos do JD e a democratização da notícia Segurança pública se une para capturar foragidos do IAPEN nB2

nB1

Termo de Cooperação entre Grupo aguarda decisão do Judiciário o Ministério Público do Estado e o HCAL é assinado sobre eleição na O termo define que sejam realizadas cirurgias oraos sábados por conta do grande núAssembleia Legislativa topédicas mero de pessoas na fila de espera e pela lentidão O grupo de deputados que apoiaram Jacy que as mesmas estão sendo feitas. nB3 Amanajás (PPS), para a presidência da Assembleia Legislativa, recorreram ao Judiciário contra a votação que elegeu Moisés Souza (PSC) como presidente. nA3

Instituições discutem Plano de Conservação Florestal no Amapá

O projeto é, após a implementação da Unidade de Conservação, promover o desenvolvimento sustentável do Amapá.nB3

Funcionários da limpeza abandonam postos de serviços na UBS do Congós

Encartes nesta edição

nB2

Na edição de hoje

32 Páginas em 05 Cadernos Opinião A2 Política A3, A4 Economia A5, A6 Sociedade C4

Dia Dia B1, B2, B3, B4 Esporte C1, C2 Suplemento D1, D2, D3, D4 Edição número: 7526

Vitor Jayme vai fazer testes em jogo amistoso do Trem nC2

Mais de

5.200

oportunidades


Jornal do Dia

OpiniãoA2

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Respingando Parabéns em dobro Hoje, 4 de fevereiro, o Amapá comemora o aniversário da capital, Macapá e também do maior jornal impresso de circulação diária no estado, o Jornal do Dia. Ao longo destes 24 anos sempre trazendo a informação correta, o respeito aos nossos leitores e a certeza de que a cada ano se fortalece mais, evoluindo com as inovações tecnológicas e acompanhando as tendências do mercado editorial e gráfico. Novos desafios Neste ano que se inicia o JD comemora seus 24 anos ciente das mudanças que terá que acompanhar na vida do povo amapaense, que enfrenta uma das piores crises financeiras nos cofres públicos já vistas por estas bandas. Com a transparência do poder público e a pressão da imprensa, finalmente o eleitor vai ficar sabendo em detalhes o que anda acontecendo no Amapá. Mais para comemorar É também hoje que o Jornal do Dia e a Rede Vida comemoram um ano de

atividades com a versão televisiva do JD. A informação levada todos os dias por meio do impresso e que com muita satisfação também entra nas casas por meio da telinha. Agradeço aos nossos telespectadores que têm nos acompanhado no JD Direto da Redação. Agradeço às ligações e incentivos ao nosso programa, que diariamente é feito por mim e pelo amigo Janderson Cantanhede sempre pensando em levar a informação para todos os lares amapaenses. Programação Com o aniversário de Macapá surgiram várias programações que podem ser curtidas com a família. Desde o tradicional corte de bolo, a almoços, shows e apresentações culturais. Fique ligado nos horários e locais das atrações na edição de hoje do Jornal do Dia. Reclamação Pacientes que necessitam dos serviços do centro de nefrologia de Macapá estão revoltados. Na tarde de quinta-feira nem atendente para dar infor-

Editorial

Pa t r í c i a L e a l

mação no balcão tinha. Os familiares tinham que entrar em áreas restritas a funcionários em busca de informações. Informando Ao questionar funcionários sobre a demora no atendimento (um amigo tinha uma hemodiálise marcada para às 13 horas, mas só foi atendido horas depois), fiquei sabendo que os problemas enfrentados no local não são mais os aparelhos, no final do ano passado faltavam aparelhos, porém agora todos em perfeitas condições de funcionamento o que está faltando são pessoas capacitadas para operar os tais equipamentos. Prejudicados Seja por falta de atendimento especializado ou por falta de equipamentos a população é quem continua pagando o preço. Fica a sugestão para que a administração pública tome ciência e arranje as soluções necessárias, pois ser obrigado a passar por sessões de hemodiálise não é o mesmo que ir a uma consulta médica.

HoraHora

Avaliação Na edição deste domingo o Jornal do Dia traz a primeira pesquisa de avaliação dos primeiros 30 dias do governo de Camilo Capiberibe. Saiba quais são as primeiras impressões da população em relação ao novo gestor estadual. Constante... Usuários do transporte coletivo continuam reclamando pelos constantes problemas nos ônibus que circulam em Macapá. Na manhã de ontem, logo pelas 7h20, já tinha um veículo quebrado na Avenida Mato Grosso e dezenas de pessoas a espera de outro ônibus. Muitos estavam preocupados com o horário de entrada no trabalho. Sem solução Parece que o Batalhão Ambiental não dá bola pra macaco invasor. Na Avenida General Osório um macaquinho continua fazendo a maior farra em várias residências, ligações para o órgão é o que não faltou, mais um serviço que deixa a desejar em Macapá. E por falar nisso... Falando em Batalhão Am-

biental, moradores do Santa Inês continuam reclamando dos abusados com potentes aparelhagens de som instaladas em veículos. Dizem que a fiscalização raramente impõe punição e quando passa o pessoal vê de longe, abaixa o som e depois continua a barulheira, mais uma vez deixando a desejar. Homenagem A Câmara Municipal de Macapá realiza uma Sessão Solene em homenagem aos 253 anos da Fundação da Cidade de Macapá hoje às 09 horas no plenário Sthephan Houat. Nesta Sessão serão entregues 36 Títulos Honoríficos. Cada um para o seu lado Pela primeira vez a população saiu beneficiada com a falta de entendimento de organizações e órgãos públicos. Como a Prefeitura de Macapá optou por fazer sozinha a programação de aniversário da cidade de Macapá, a Confraria Tucuju, antes parceira da PMM, organizou a sua festa e o governo do Estado outro tipo de comemoração.

O pioneiro

Era o Ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo de 1987. Naquela manhã de sol de 04 de fevereiro, na Rua São José, esquina com a Av. Ernestino Borges, bairro Central, por volta das 10 horas uma pequena multidão aguardava ansiosa a chegada do táxi aéreo vindo de Belém, que carregava em seu bagageiro, as primeiras mil edições do primeiro jornal impresso diariamente do Amapá. Os nossos fundadores Otaciano e Irene Pereira e toda a equipe

do JD eram só adrenalina. Eis que passa ao longe, em nosso céu azul acinzentado, um mono motor branco. Era o jornal chegando. Pouco tempo depois lá estava o idealizador do jornal, o ex-vereador Júlio Pereira. Discursos, aplausos, conselhos, apertos de mãos, desejos de longas edições e torcida contrária daqueles que alcunhavam o jornal de “projeto lunático”. Pronto! Estava dado o pontapé inicial no marco da imprensa amapaense.

Naquele tempo era lauda de papel e máquina datilográfica. Tendo a experiência de Otaciano e Irene Pereira, comandados por Júlio Pereira, a equipe passou a ser orientada a centrar foco na transformação, nas inovações que estariam por vir, e vieram. Os saudosos radialistas Osmar Melo (Pai Veio) e Ermínio Gurgel (Pai D’Egua), ambos militando em outra dimensão, fizeram coro ao JD, em programa matinal pela Rádio Difusora.

O primeiro jornal diário do Amapá, foi um dos órgãos de comunicação mais importante no Estado na era territorial e continua sendo nesta nova estrela da federação, funcionou como uma potente alavanca na transformação do Amapá em um novo Estado da federação e continuou a contar a sua história, diariamente, até os nossos dias atuais. E para provar o que estamos dizendo, basta recorrer aos nossos números, desde o 001 até os atuais 7.526.

Conversando com Macapá Rodolfo Juarez Jornalista e bacharel em direito

E ai Macapá! Como está se sentindo nesse dia que são completados 253 anos desde aquele dia em que te deram qualidade de cidade e passastes a ser a referência do local. Acho que sentes saudades daqueles teus primeiros moradores, os que se agasalharam pelos teus espaços, formando os primeiros corredores, por onde as pessoas entravam e saiam, sem saber que estavam criando uma das maiores referências da região, de frente para o nascente, o que permitia que os teus habitantes recebessem o vento no rosto já filtrado pelo maior rio do mundo. A igreja de São José de Macapá era o ponto de convergência da cidade. Lugar dos batismos das crianças, das novenas das senhoras e de encontros de todos no dia 19 de março, dia de São José, o padroeiro do lugar. As festas, realizadas com pompa, atraiam os moradores vizinhos.

Claro que não eram vizinhos tão próximos assim, mas sempre dispostos a vencer a distância com a força dos remos impulsionando as pequenas embarcações, riscando as águas virgens do rio, e com fé, para justificar o compromisso com o padroeiro e com a religiosidade. Quando menina-moça os teus tutores começaram a especular sobre a tua libertação para seguires a vida, afinal de contas já passavas dos 3 mil habitantes e já tinhas vontades e necessidades próprias. Dava a impressão que, naquela época, quando ainda não tinhas completado 100 anos, o tempo passava lentamente, preguiçosamente e para as coisas acontecerem se contava o tempo em décadas. Mas o tempo passou, passastes dos 100, e quando tinhas completado 195 anos, isso em 1943, no dia 13 de setembro, foi criado o Território Federal do Amapá. Naquele momento era preciso escolher uma capital para o Território. Tenho certeza que não ficastes com ciúmes da cidade de Amapá, no

norte do recém criado Território, e que tinha a fama de ter ser uma das bases de apoio às forças americanas, na estratégia de combate na segunda guerra mundial, quando ela foi citada como a preferida para ser a capital do Território Federal do Amapá. Afinal, ficavas do outro lado do grande oceano, à margem esquerda de um rio caudaloso, mas desconhecido, cheio de lendas e de mistérios. Provavelmente foram os teus encantos que prevaleceram sobre aqueles que tinham que escolher qual núcleo urbano seria a Capital do Amapá. Não foi preciso nem muito esforço da tua parte para revirar a cabeça dos que tinham que escolher a capital e, para isso, apresentar justificativa consistente que descrevesse o presente e permitisse ver o futuro. Nesse tempo já tinhas o Forte pronto, mas a caminho da ruína, que era um apelo aos que tinham necessidade de fazer o melhor para justificar, ao o resto do Brasil, que era importante investir nessa região. Desde janeiro de 1944 passastes a ser a capital

do Amapá e segues fiel a esse compromisso, enfrentando os bons e os maus momentos a que és submetida, mas sempre mostrando o que precisas e o que precisam os teus habitantes para oferecer uma qualidade de vida de acordo com os índices médios nacionais. Iniciastes o ano de 2011 com mais de 366 mil habitantes e recebendo mais 40 habitantes a cada dia. Tens um crescimento popu-

BENEFICIADOS - As 15 mil farmácias e drogarias privadas conveniadas ao programa têm até o dia 14 de fevereiro para se adaptar à medida. Cerca de 900 mil hipertensos e diabéticos devem ser beneficiados com a medida. MORADIA - O programa Minha Casa, Minha Vida recebeu reforço de até 30% na ampliação dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o financiamento de imóveis destinados às populações carentes de áreas urbanas. APLICAÇÃO - Além do Minha Casa, Minha Vida, o PAC vai aplicar R$ 48,4 bilhões em rodovias, R$ 43,9 bilhões em ferrovias, R$ 40,6 bilhões em água, recursos hídricos e no Programa Luz para Todos. Serão direcionados também R$ 57,1 bilhões para saneamento, pavimentação, mobilidade urbana e prevenção em áreas de risco, mais R$ 23 bilhões em equipamentos urbanos e sociais nas áreas de saúde, segurança, creches, préescolas e esportes. PLANOS DE SAÚDE - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) começou a receber sugestões e críticas à proposta de normatização da garantia de atendimento rápido aos clientes de planos de saúde. Com a norma, a ANS espera que as operadoras credenciem o maior número possível de prestadores de serviço nas cidades de abrangência do plano de saúde. Além disso, as novas regras pretendem reduzir o tempo de espera por atendimento. MEDIDAS - A minuta em consulta pública estabelece limites de tempo para o atendimento e obriga a contratação de prestadores de serviços em todas as localidades que integram a área de abrangência do plano de saúde. O documento também aborda temas como a garantia do atendimento por prestador não credenciado; oferta de transporte do beneficiário até o prestador credenciado mais próximo e a obrigação de reembolso integral no caso de o usuário ser obrigado a pagar, por falta de prestadores de serviço credenciados, pelo atendimento médico-hospitalar.

Charge do dia

Diretor Editorial José Arcângelo Pinto Pereira Diret. Adm. Financeira e Contábil Maria Inerine Pinto Pereira Diretor de Assuntos Corporativos Luiz Alberto Pinto Pereira Diretora Executiva Lúcia Thereza Pereira Assessoria Jurídica e Tributária Dr. Américo Diniz — OAB/AP 194 Dr. Eduardo Tavares — OAB/DF - 27421 Editora-Chefe Patrícia Leal— DRT / Fenaj - 42717/ SP

Uma publicação do Jornal do Dia Publicidade Ltda. CNPJ 34.939.496/0001-85 Fundado em 4 de fevereiro de 1987 ENDEREÇOS por Otaciano Bento Pereira (1917-2006) e Redação, Administração, Publicidade e Oficinas: Rua Mato Grosso, 296, PacoIrene Pereira val, Macapá (AP) - CEP 68908-350 - Tel.: (96) 3217.1110 Primeiro Presidente Júlio Maria Pinto Pereira (1954-1994) E-MAILS Editora-Chefe: patricia@jdia.com.br patricia_jornalista@hotmail.com pautas e contato com a redação: jornaldodia1@uol.com.br departamento comercial: jdcomercial@gmail.com josemaria@jdia.com.br mairaruth@jdia.com.br

FIL IAD OA

lacional muito acima da média do crescimento da população total do Brasil e isso é uma questão que te preocupa. Sei que estás chocada com as referências que são feitas a teu respeito. Os teus síndicos têm mais problemas pessoais maiores do que os teus, mas apresentas a tua história, onde superação é uma constante. Parabéns no dia que completas 253 anos.

DE GRAÇA - O programa Aqui Tem Farmácia Popular vai oferecer medicamentos contra hipertensão e diabetes de graça. Atualmente, o governo paga 90% do valor desses medicamentos e o cidadão tinha de arcar com o restante.

JD na Internet: www.jdia.com.br

VIA CELULAR: m.jdia.com.br

REPRESENTANTES COMERCIAIS JC Repres. Com. Ltda. n Brasília, DF n Tel. (61) 328.4108 - Rio de Janeiro, RJ n Tel. (21) 262.7469, São Paulo, SP Tel. (11) 223-7551 Visão Global Comunicação S/C Ltda. n Rua Alvarenga, 573- Butantã CEP - 05509-000 - São Paulo, SP Tel. (11) 3030. 1899, Fax (11) 3812.1414. Contatos Fale com a redação (96) 3217-1117 Fale com o departamento comercial (96) 3217-1100 / 3217-1102 Geral (96) 3217-1110 Conceitos emitidos em colunas e artigos são de responsabilidade de seus autores e nem sempre refletem a opinião deste jornal. Os originais não são devolvidos, ainda que não publicados. Proibida a reprodução de matérias, fotos ou outras artes, total ou parcialmente, sem autorização prévia por escrito da empresa editora.


Política

Jornal do Dia

A3

Macapá-AP, quarta-feira, 02 de fevereiro de 2011

Editor responsável : Túlio Pantoja < tuliopantoja@hotmail.com

Grupo aguarda decisão do Judiciário sobre eleição na Assembleia Legislativa No total, 15 deputados saíram do plenário e não participaram da votação

ria. Isso é uma afronta à democracia, ao regimento interno e à sociedade. A maioria absoluta se ausentou da sessão, querendo o direito constitucional do voto. Não podemos concordar que a minoria passe por cima de 15 deputados”, disse Dalto Martins (PMDB). Segundo ele, o quórum mínimo não é de seis deputados, mais de 13 parlamentares. “Estamos tomando a atitude de procurar nossos direitos no Tribunal de Justiça”, adiantou Dalto. A deputada Cristina Almeida (PSB) voltou a citar o caso de que, quando as assinaturas de apoiamento a Moisés Souza (PSC) foram feitas, nenhum dos parlamentares havia tomado posse como parlamentar. “Não existe validade jurídica nem para o momento decisivo para a eleição”, comentou.

Janderson Cantanhede Da redação

O

grupo de deputados que apoiaram Jacy Amanajás (PPS), para a presidência da Assembleia Legislativa, recorreram ao Judiciário contra a votação que elegeu Moisés Souza (PSC) como presidente. Após se retirar da sessão, eles reuniram com a imprensa para falar sobre os motivos da ausência no plenário. “A Constituição diz que é necessário haver um quórum mínimo. Houve uma sessão com menos de 1/3, ou seja, a mino-

PAPEL - Cristina Almeida foi mais além e criticou a deputada es-

foto Jornal do dia

tadual Maria Góes (PDT), chamada por ela de “comandada”. “Eu, como mulher, não me prestaria ao papel desse, fazendo de conta que estava presidindo e ser comandada pelos parlamentares. Foi noticiada a impugnação da nossa chapa pelo fato das assinaturas de apoio à primeira. Isso não é verdade. A maioria absoluta decide e a maioria são 13 votando. Acabamos de ver uma eleição onde nove pessoas decidiram”, disse Cristina. PROVIDÊNCIAS Como providência, o grupo formado por Cristina Almeida, Dalto Martins, Isaack Alcolumbre, Zezé Nunes, Bruno Mineiro, Eider Pena, Balieiro, Manoel Brasil, Marília Góes, Telma Gurgel, Mira Rocha, Valdeco, Michel JK, Jacy Amanajás e Kaká Barbosa prometeram entrar na Justiça com um mandado de segurança, que deverá ser julgado nas próximas 48 horas.

Ex-governador terá de devolver R$ 1,2 milhão ao Tesouro O dinheiro que terá que ser devolvido é referente a um convênio firmado em meados de 2001 entre o

DNER (Departamento Nacional de Estradas de Rodagem) e o Estado Folhapress Da redação

Itália pede que STF casse decisão de Lula

A

defesa do governo da Itália entrou hoje com duas ações no STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo que a Corte casse ato do ex-presidente Lula que negou a extradição do ativista

radical Cesare Battisti -determinando, assim, a volta dele ao país.A solicitação foi encaminhada ao relator do caso, ministro Gilmar Mendes.Nas ações, os advogados do governo italiano argumentam que, ao optar por manter o italiano no Brasil, Lula descumpriu decisão anterior do STF. Em 2009, por cinco votos a quatro, os ministros revogaram o refúgio concedido a Battisti pelo governo Lula, autorizaram a extradição, mas deixaram a palavra final para o

“Entre” Janderson Cantanhede

DISPUTA – O aniversário de Macapá tem gosto de disputa na Assembleia Legislativa. Enquanto Moisés Souza (PSC) comemora a vitória, outros 15 deputados aguardam o veredito da Justiça.

INDEFERIU – Maria Góes não enrolou e logo quando sentou na cadeira de presidente indeferiu a chapa encabeçada por Jacy Amanajás (PPS) e que tem o apoio de 15 deputados.

‘‘

NA PRESIDÊNCIA – O deputado Dalto Martins (PMDB) somente foi notificado da decisão judicial que o afastava da presidência na quarta-feira, momentos antes de começar a sessão de votação para a nova mesa diretora da AL. Enquanto isso, ele fazia de conta que nada estava acontecendo. Foi o jeito dar a vaga para a deputada mais idosa, Maria Góes (PDT).

MOTIVO – Segundo ela, o motivo para o indeferimento foi o fato de alguns deputados que participavam da segunda chapa já terem assinado com a primeira. NÃO PODE – O regimento interno da AL diz que o deputado que subscrever uma chapa, não pode subscrever outra e nem apóia-la. DESCULPA – Porém, a desculpa usada pelos de-

O TCU (Tribunal de Contas da União) condenou o ex-governador de Roraima Neudo Campos (PP) a devolver para o Tesouro Nacional R$ 1.253.852,35 por não ter apresentado a prestação de contas de um repasse feito ao Estado há quase dez anos. Sobre o valor, há acréscimo de atualização monetária. O dinheiro que terá que ser devolvido é referente a

presidente.Para os representantes da Itália, o entendimento do Supremo foi que caberia a Lula apenas decidir quando entregar Battisti e não reavaliar o pedido de extradição.“É uma lenda dizer que o Supremo teria afirmando que a última palavra no sentido de ser final seria do presidente da República. O STF deu pela extradição e determinou que o presidente observasse o tratado [bilateral] no que diz respeito à entrega. O tratado reserva ao presidente o deferimento na entrega. Não qualquer discriciona-

um convênio firmado em meados de 2001 entre o DNER (Departamento Nacional de Estradas de Rodagem) e o Estado para obras e serviços de manutenção da rodovia BR-174. O dinheiro foi repassado, mas não houve comprovação dos gastos. O ex-governador tem prazo de até 15 dias, a partir da notificação, para comprovar o recolhimento do

riedade”, disse o advogado Nabor Bulhões. Há um pedido de liminar (decisão urgente e provisória) para que os efeitos da decisão de lula sejam suspensos, o que manteria Battisti preso na penitenciária da Papuda, na periferia de Brasília.Duas ações .A primeira ação é uma reclamação constitucional. A justificativa é de que, ao não entregar Battisti, Lula cometeu um ataque a decisão do STF e usurpou atos da Corte. A outra é uma impugnação acidental que aponta que a não extradição “consubstancia grave

valor ao Tesouro. Caso contrário, cabe multa de R$ 50 mil. No acórdão do TCU, o ex-governador se defende dizendo que o responsável pela prestação de contas era do então diretor-geral do Departamento Estradas de Rodagem de Roraima. O relator do acórdão, Augusto Sherman Cavalcanti, rejeitou o argumento. No texto, Cavalcanti considera

ilícito interno e internacional”.Segundo a defesa, as duas ações são semelhantes porque fazem parte de uma estratégia para evitar que se uma ação acabe rejeita por algum problema técnico a outra já esteja em andamento. “Não podemos correr riscos”, afirmou Bulhões.Há expectativa para que o novo julgamento sobre a situação de Battisti ocorra ainda neste mês.O caso não é consenso no STF. Parte dos ministros sustenta que só a Corte pode decidir em casos de extradição e que ca-

putados indeferidos foi de que quando assinaram na primeira chapa, ainda não haviam tomado posse como deputados.

nove deputados que ficaram no plenário continuassem com a sessão de votação, uma vez que o quorum estava mantido.

DIREITOS – No entanto, especialistas do Direito confirmam que a partir do momento em que são diplomados, os parlamentares já gozam de pleno direito legislativo.

NÃO ACEITAM – O grupo de Jacy disse que não aceita a escolha de Moisés como presidente e que já recorreu ao Judiciário para resolver o problema interno.

QUORUM – Outra situação que deixou o grupo de Jacy em situação difícil foi o fato de terem saído do plenário, com a intenção de esvaziar o quorum da sessão. Porém, como se tratava de uma sessão solene, o quórum mínimo, segundo o regimento, são de seis deputados.

COMEMORAÇÃO – Apesar da correria e da sessão conturbada, Moisés encontrou ainda um tempinho para oferecer um jantar aqueles que lhe apoiaram. O encontro teve a chancela do Terrazzo 107.

OS PREDILETOS - Apontadas como as mais importantes da Câmara e do Senado, as Comissões de Constituição e Justiça (CCJs) de ambas as Casas podem ser comandadas por parlamentares cujos nomes foram citados em escândalos recentes de corrupção.

SEM MENSAGEM – Ontem, o governo do Estado deveria ter encaminhado a mensagem de abertura do ano legislativo, em uma sessão marcada para às 14h30. Porém, a sessão não aconteceu, o que deve

QUEM SÃO - Para a CCJ da Câmara, o PT ainda não bateu o martelo, mas o mais cotado é o deputado João Paulo Cunha (SP). Ele é um dos réus do esquema do mensalão por corrupção passiva, peculato e lavagem

ORIENTAÇÃO – Outra coisa que deve ser levada em consideração é que a Procuradoria da Assembleia Legislativa orientou que os

ocorrer na próxima semana. HOMENAGENS – Hoje, os vereadores de Macapá fazem homenagens a varias personalidades. A sessão pelo aniversário de 253 anos da capital está marcada para às 9 horas.

que o órgão não aparece como executor do convênio, ficando a responsabilidade da prestação de contas atribuída ao Estado, na figura do então governador. A reportagem entrou em contato com o escritório de Neudo Campos em Boa Vista, mas ninguém foi localizado. Nas últimas eleições, ele concorreu ao governo, mas não se elegeu.

beria a Lula cumprir o tratado bilateral com a Itália, decidindo apenas quando e como fazer a entrega de Battisti -argumento semelhante ao do governo italiano.Ao manter o italiano no Brasil, Lula argumentou que, se voltar à Itália, ele sofrerá perseguição política. Battisti foi condenado à prisão perpétua pela Justiça de seu país por quatro homicídios ocorridos entre 1978 e 1979, quando integrava organizações da extrema esquerda. Ele nega os crimes e diz ser perseguido político.

de dinheiro, no processo que está em análise no Supremo Tribunal Federal (STF). No Senado, o PMDB escolheu Eunício Oliveira (CE), que teve seu nome e o de uma de suas empresas citados no inquérito da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal. FICHA LIMPA - O novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux definirá o destino da Lei da Ficha Limpa. TENDÊNCIA - Fux nunca se manifestou sobre o assunto, que não passava pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). No entanto, pessoas que acompanham a trajetória do ministro, arriscam que ele será contrário à possibilidade de fatos anteriores à aprovação da lei serem usados para impedir a candidatura de políticos. Bom feriado a todos...


Política

Jornal do Dia

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Editor responsável : Tulio Pantoja < tuliopantoja@hotmail.com

Mínimo dever ser discutido a logo prazo, disse Dilma Divulgação

Presidente Dilma disse que a política quanto ao aumento do salário mínimo deve ser discutida a longo prazo.

Dilma vai enviar ao Congresso política de longo prazo para reajuste do salário mínimo. Folhapress

A presidenta Dilma Rousseff anunciou ontem (3), ao participar da abertura dos trabalhos do Congresso Nacional, que vai enviar ao Parlamento uma proposta de política de reajuste do salário mínimo de longo prazo. Segundo a presidenta, a ideia da política é estabelecer regras estáveis para garantir que o salário mínimo recupere seu poder de compra e seja

compatível com a capacidade financeira do governo. A presidenta destacou que, com essa política, os trabalhadores terão ganhos reais acima da inflação. “Este é um pacto deste governo com os trabalhadores”, afirmou Dilma, ao ler a mensagem presidencial no Congresso Nacional. Dilma reafirmou que o compromisso de seu go-

verno é erradicar a pobreza extrema. “Não é uma missão que se restringe ao nosso governo, é uma missão de todos”. A presidenta disse ainda que os pilares de sua gestão serão a política macroeconômica, o equilíbrio fiscal, o controle da inflação e o rigor com o dinheiro do contribuinte para que o Brasil tenha desenvolvimento sustentável.

Um país da grandeza do Brasil não pode aceitar pessoas passando fome, afirma Dilma Divulgação

Segundo ela, o Brasil não pode aceitar que pessoas continuem vivendo na “miséria excludente”.

Sarney quer rapidez na aprovação das reformas política e eleitoral

BastidoresdaNotícia DIREITO LIQUIDO E CERTO O Mandado de Segurança que TJAP entrou na sexta-feira, dia 28 de janeiro, no STF contra ato do governador do Estado que, no orçamento de 2011, destinou ao Judiciário estadual valor inferior em 31% ao solicitado em sua proposta orçamentária, tem poucas chances de prosperar. A principal dificuldade do ministro relator será a identificação do direito liquido e certo, pressuposto de qualquer MS. SANGRENTO Foi mais um dia de confrontos no Egito, mas dessa vez com camelos, cavalos e chicotadas. De um lado, a multidão de manifestantes de oposição, que há nove dias participam de protestos contra o ditador Hosni Mubarak; do outro, supostos simpatizantes do governo, que saíram às ruas montados em animais disparando golpes de chicote nos rivais para defender Mubarak pela primeira vez. Militantes dos dois lados arremessavam pedras, metais e paus contra os rivais. O número de feridos chegou a 639. Três pessoas morreram. CONSUMIDORES PREJUDICADOS A idéia do governo de aumentar as alíquotas de importação deve beneficiar a indústria brasileira, mas também é certo que prejudicará os consumidores. Com a redução dos produtos estrangeiros no mercado interno, diminui a concorrência, o que contribui para o aumento da inflação. ARTIFICIAL Para se ter uma idéia, o Brasil conseguiu encerrar 2010 com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – usado como referência para a meta – em 5,91%, dentro do intervalo de tolerância do regime de metas de inflação. Sem os importados, o IPCA teria sido 0,6 ponto porcentual maior. Em outras palavras, o limite máximo da inflação, em 6,5%, seria ultrapassado e a meta não seria cumprida. DURANTE E DEPOIS Como se não bastassem todos os problemas que a Assembléia Legislativa enfrentou nos últimos meses, agora, na posse dos membros da nova legislatura, maus uma demonstração de que ali havia se acostumado aos desrespeitos às regras que foram elaboradas por eles mesmos para serem cumpridas sabe lá por quem.

A

presidenta Dilma Rousseff reafirmou ontem (3) o compromisso de erradicar a pobreza extrema, durante pronunciamento na solenidade de abertura dos trabalhos da 54ª legislatura do Congresso Nacional. Segundo ela, o Brasil não pode aceitar que pessoas continuem vivendo na “miséria excludente”. “É vergonhoso que em um país capaz de produzir, no ano passado, 149,5 milhões de toneladas cereais, leguminosas e oleaginosas ainda haja cidadãos que passem fome”, disse a presidenta. “Para ser verdadeiramente demo-

A superação da pobreza extrema e a geração de oportunidade para todos os brasileiros constitui a consequência natural de uma política macroeconômica

crático, o Brasil precisa criar oportunidades para todos.” Ela afirmou que a criação de uma ampla rede de proteção social possibilitou uma renda maior aos brasileiros nos últimos anos. “Conto com o apoio dos senhores, representantes

A

o abrir ontem (3) os trabalhos da 54ª Sessão Legislativa do Congresso Nacional, o presidente do Senado, José Sarney, defendeu rapidez para as reformas política e do sistema eleitoral, com o fim do voto proporcional para deputados federais. “Faço aqui, mais uma

A4

legítimos do povo. A superação da pobreza extrema e a geração de oportunidade para todos os brasileiros constitui a consequência natural de uma política macroeconômica para gerar um novo símbolo de crescimento sustentável.” Durante seu discurso,

vez, minha profissão de fé de que não podemos protelar a reforma do sistema eleitoral, com o fim do voto proporcional que é responsável pela desintegração dos partidos, que impede a formação de homens públicos, programas e ideias. Enfrentemos as reformas, política, eleitoral, tributá-

Dilma afirmou que não permitirá que a inflação volte a prejudicar os mais pobres. “Vivemos um momento inédito na história do país, em que o número de trabalhadores formais superou o de informais. Entre 2003 e 2010, foram criados 15 milhões de empregos.”

ria. Vamos concluir a reforma judiciária e tomar as medidas que ajudem a erradicar a pobreza e a miséria”, disse Sarney, eleito ontem (1º), pela quarta vez, para a presidência do Senado. Sarney defendeu mudanças na edição e tramitação de medidas provisórias (MPs) no Congresso.

MANOBRA SECRETA Para se ter uma idéia, o presidente Jorge Amanajás, que comandou boa parte das ofensas às regras que tinha prometido cumprir, antes de sair, tentou um último lance: secretamente e sem cumprir o que está previsto no Regimento Interno, teria renunciado ao mandato que já não lhe servia para mais nada. “Assumiu” o vice, Dalto Martins, que comando a posse dos novos deputados. CONTINUOU O grande momento os deputados havia reservado para o dia seguinte, o dia da eleição da Mesa Diretora. Pois bem, essa eleição foi prejudicada pela lambança que os deputados resolveram fazer, sustentando-se em regras mal escritas e aprovadas por eles mesmos, quando misturavam palavras para possibilitar a permanência no comando da

AL. Tanto que o presidente Jorge Amanajás, foi eleito quase um ano antes de terminar o seu primeiro mandato. DE QUEM É A VAGA A polêmica teve início quando o STF concedeu liminar para garantir a posse do primeiro suplente do partido para ocupar a vaga do ex-deputado Natan Donadon (PMDB-RO), que havia renunciado ao mandato. O julgamento do mérito ainda não tem data marcada. SE A VAGA É DO PARTIDO... No início deste mês, a Mesa Diretora resolveu acatar decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e deu posse ao deputado João Batista (PMDB-RO) na vaga então ocupada por Agnaldo Muniz (PSC-RO), que perdeu o cargo. Muniz era o primeiro suplente da coligação que elegeu dois deputados em Rondônia em 2006 e assumiu a vaga de Donadon, que renunciou ao cargo para não sofrer os efeitos da Lei da Ficha Limpa. A DECISÃO DA JUSTIÇA Diante da troca de legenda, o PMDB recorreu, e os ministros do STF concederam liminar determinando que a vaga aberta pela renúncia de Donadon, ocorrida em 27 de outubro de 2010, fosse ocupada pela primeira suplente do partido, Raquel Duarte Carvalho. Por maioria de votos (cinco a três), os ministros do STF entenderam que a vaga deve ser ocupada pelo primeiro suplente do partido e não da coligação. PRIMEIRA VEZ Pela primeira vez uma mulher é eleita como titular de um cargo na Mesa Diretora da Câmara Federal. Ela é composta pelo presidente da Casa, por dois vice-presidentes e por quatro secretários, além dos suplentes de secretários. A deputada Rose de Freitas (PMDB-ES) é a 1ª vice-presidente da Câmara, o que, segundo a própria parlamentar, é “uma vitória histórica para todas as mulheres brasileiras”. CARNAVAL O desafio parece ser muito grande. Mas como desafio bem que poderia ser enfrentado. Não podem os que dizem gostar do carnaval se abater por causa de um auxílio que sempre foi dito como uma parcela das necessidades do carnaval amapaense. Agora sem a parcela, se está percebendo que a história é outra. SEM APURAÇÃO Continua sem respostas os escândalos que foram revelados no final do ano passado e patrocinados por deputados estaduais da legislatura que terminou no dia 31 de janeiro. Nem a farra das diárias, muito menos o valor das diárias ou da verba de R$ 50 mil para cada deputado ressarcir despesas, mereceu qualquer avaliação. ELEIÇÃO Outra eleição que está chamando a atenção de todos é a que vai acontecer no dia 7 de fevereiro, segunda-feira. Nessa eleição os membros do Ministério Público Estadual, promotores e procuradores, vão definir os três nomes que serão enviados ao governador Camilo para ele escolher um deles para ser o procurador geral de justiça do Estado do Amapá.


Economia

Jornal do Dia

Editor responsável : Tulio Pantoja< tuliopantoja@hotmail.com

Índice de preços de alimentos da FAO tem maior patamar

A5

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Gasto com educação é o primeiro em retorno ao PIB

divulgação

O

Folha Press

“As novas cifras mostram claramente que a pressão em alta sobre os preços mundiais dos alimentos não se enfraquece’’,disse Abbasian

Preços deverão continuar subindo nos próximos meses Folha Press

O

s preços mundiais de alimentos atingiram recorde de alta em janeiro, segundo a FAO, o órgão das Nações Unidas

para agricultura e alimentação. A previsão é que o movimento deve persistir. O índice subiu pelo sétimo mês seguido, registrando o maior patamar desde o início da série histórica, em 1990: 230,7 pontos em janeiro, ante 223,1 pontos em dezembro. “As novas cifras mostram claramente que a pressão em alta sobre os preços mundiais dos alimentos não se enfraque-

ce’’, comentou um especialista da FAO, Abdolreza Abbasian. O movimento de alta dos preços dos alimentos, que começou em agosto, faz temer a explosão de “revoltas da fome’’, como as que aconteceram em 2008 em vários países africanos, e também no Haiti e nas Filipinas. Em janeiro, Ngozi Okonjo-Iweala, diretora-geral do Banco Mundial, alertou que o avanço do preço

dos alimentos ameaça a estabilidade econômica e social. “Preços mais altos de alimentos e volatilidade são as maiores ameaças para a recuperação da estabilidade econômica e social. Você viu o que aconteceu na Argélia recentemente’’, disse. A Argélia foi forçada a cortar taxas e tarifas de importação de alguns alimentos após forte aumento da inflação que gerou protestos no país.

s gastos públicos com educação e saúde geram maior crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do que investimentos, exportações e outros gastos do governo. Um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) divulgado na última quinta-feira mostra que a cada R$ 1 destinado aos gastos com educação geram um retorno de R$ 1,85 ao PIB. A contribuição para o crescimento do PIB na área da saúde é de um retorno de R$ 1,70 a cada R$ 1 gasto. Já os valores destinados no dado agregado de investimentos, exportações e outros gastos do governo garante R$ 1,57 para o PIB a cada R$ 1 gasto. Segundo o estudo, isso acontece porque os gastos sociais - nos quais

estão incluídos educação e saúde - têm mais impacto no consumo, enquanto os outros gastos apresentam uma parcela maior de poupança. “Não se trata de contrapor o gasto social aos gastos alternativos, pois cada um tem a sua função específica na dinâmica social e econômica do país”, afirma o estudo. Os gastos com educação e saúde geram um impacto de 1,56% na renda das famílias, enquanto, na construção civil o impacto é de 1,14% e no setor agropecuário exportador, de 1,04%. A análise do Ipea indica ainda que 56% dos gastos sociais do governo retornam ao caixa do Tesouro por meio da arrecadação de tributos. O estudo considerou os dados econômicos de 2005, quando os gastos sociais do governo representavam 21% do PIB.

Energia: demanda sobe 4,8% em janeiro, aponta ONS Em relação a dezembro, a carga que circulou pelo sistema nacional apresentou acréscimo de 0,9%. Folha Press

O

consumo de energia elétrica aumentou 4,8% em janeiro, na comparação com igual período em 2010, segundo dados preliminares do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) divulgados ontem. Em relação a dezembro, a carga que circulou pelo sistema nacional apresentou acréscimo de 0,9%. No acumulado dos últimos 12 meses, verifica-se alta de 7,8% sobre período correspondente anterior. Segundo o Boletim

de Carga Mensal do ONS, apesar das férias coletivas em alguns setores, a indústria segue em alta, puxando a expansão do consumo na retomada pós-crise. A ocorrência de muitas chuvas e a temperatura um pouco abaixo do que havia sido constatado em janeiro de 2010 ajudaram a conter o crescimento do consumo. A carga de energia é uma prévia do consumo de energia. O ONS mede o valor total que passa no sistema e não contabiliza as eventuais perdas de energia. Ao todo, a carga de energia elétrica obser-

vada no sistema em janeiro totalizou 58.376 (megawatts) médios. O sistema Sudeste/ Centro-Oeste foi responsável por 35.965 MW médios da carga total, variação positiva de 4,8% na comparação com janeiro do ano passado. Em relação a dezembro, houve variação positiva de 0,1%. Nos últimos 12 meses, verificou-se avanço de 8,1%. No Sul, o consumo de energia elétrica em janeiro cresceu 9,7% em relação a igual período em 2010. Na comparação com dezembro, foi constatada alta de 6,7%. Nos últimos 12 meses, houve incremento de 6,6% no consumo de energia na região.

No Norte, a carga de janeiro foi 2,2% superior ao volume verificado em igual mês no ano passado

No Nordeste, os valores preliminares de carga em janeiro indicam variação positiva de 0,5% em relação a igual período

em 2010. Na comparação com dezembro, houve retração de 1,8%. Esse recuo foi influenciado pelo encerramento das atividades da fábrica de alumínio da Novelis, que funcionava na Bahia. O acumulado dos últimos 12 meses aponta crescimento de 7,8% em relação a igual período anterior.

Na região Norte, a carga de janeiro foi 2,2% superior ao volume verificado em igual mês no ano passado. Em relação a dezembro, os dados do ONS apontam um recuo de 1,2%. No acumulado dos últimos 12 meses, foi constatada variação positiva de 7%, na comparação com período imediatamente anterior.


Economia

Jornal do Dia

Editor responsável : Túlio Pantoja < tuliopantoja@hotmail.com

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Câmara vai discutir reajuste do salário mínimo com responsabilidade, diz Marco Maia

O

presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), disse ontem (3) que a proposta de reajuste do salário mínimo será discutida “com responsabilidade” na Casa. Na primeira entrevista coletiva depois de ser eleito para ocupar o cargo nos próximos dois anos, Maia afirmou que as discussões sobre o tema vão considerar o equilíbrio das contas públicas. “O reajuste será fruto do debate”, ressaltou. “Todos nós queremos que o salário mínimo continue crescendo. Mas também queremos que as contas públicas estejam equilibradas. O

A6

Foto Divulgação

debate e a discussão serão pautados a seu tempo. Quando as matérias estiverem prontas para serem votadas por acordo, serão votadas”, acrescentou. O governo definiu o salário mínimo em R$ 545. As centrais sindicais negociam um reajuste maior para que o valor fique em torno de R$ 580. Na próxima sextafeira (4), o assunto será debatido com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. Além do reajuste do mínimo, os sindicalistas querem a correção da tabela do Imposto de Renda de 6,47%. Agência Brasil

Saldo da entrada e saída de dólares do país em janeiro até dia 28 é de US$ 12,371 bilhões

O

saldo da entrada e saída de dólares do país, fluxo cambial, ficou positivo em US$ 12,371 bilhões, em janeiro até a sexta-feira passada (28), segundo informações divulgadas ontem (3) pelo Banco Central (BC). Esse é o maior resultado desde setembro do ano passado (US$ 13,726 bilhões), quando houve entrada de dólares no país com a capitalização da Petrobras. Os dados completos do fluxo cambial de janeiro, com o saldo do dia 31, serão divulgados.

Justiça vai retirar dos aeroportos aviões ociosos de empresas falidas, como a Vasp

A

s 27 aeronaves ociosas da Vasp, que estão espalhadas pelos aeroportos brasileiros, serão o primeiro alvo do Programa Espaço Livre, lançado ontem (3), em São Paulo, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O objetivo do programa é, até o fim do ano, retirar do pátio dos aeroportos todos os aviões que estão sob custódia da Justiça, vinculados às massas falidas (credores) das empresas aéreas quebradas. Segundo informações do CNJ, a estadia de cada avião parado nos terminais custa R$ 1,2 mil por dia aos credores. Essas aeronaves ocupam grandes áreas que poderiam ser utilizadas de outras maneiras para otimizar os terminais. os aparelhos também estão se deteriorando rapidamente, perdendo valor econômico. Nove aviões da Vasp estão no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, ocupando uma área de

170 mil metros quadrados (m²). Também há aviões da Vasp estacionados nos aeroportos do Rio de Janeiro, de Belo Horizonte, Salvador, Manaus, Brasília, Campinas e Guarulhos. De acordo com a ministra do Superior Tribunal de Justiça Eliana Calmon, o sucesso dos leilões está garantido pelo fato de que as aeronaves não serão vendidas inteiras, e sim, desmontadas, tendo as partes leiloadas na medida em que haja interesse. “Existe muita gente interessada em comprar essa sucata, que é rica. Há muitos componentes da aeronave que têm grande valor e, por isso mesmo, temos um avaliador qualificado que nos auxiliará”, disse a magistrada. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, informou que os aviões serão desmontados e as peças armazenadas em espaços externos dos aeroportos. O dinheiro arrecadado com o leilão será en-

caminhado para a massa falida, que é a proprietária dos aviões. Os custo do desmonte das aeronaves e do armazenamento das peças serão bancados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). “É muito mais barato para a Infraero arcar com esse custo do que manter ocupado o espaço do pátio onde não se tem como cobrar taxas de ocupação compatíveis”, disse Jobim. O ministro explicou que a remoção dessas aeronaves ociosas permitirá o uso mais racional dos espaços aeroportuários, aumentando, inclusive, a capacidade de pousos e decolagens. O juiz auxiliar da Corregedoria do CNJ, Marlos Melek, explicou que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fará um laudo para avaliar quais as aeronaves que ainda têm condições de uso. Ele disse que é impossível calcular o prejuízo por causa

Foto Divulgação

de todos os aviões parados. “Se contabilizarmos seis anos que 170 mil metros quadrados estão sem uso e com um piso pronto para o deslocamento dos aviões, o prejuízo é incalculável. Isso falando só de Congonhas. Se a Infraero

licita esse espaço, além do movimento de aviões, teria um terminal de passageiros com restaurantes, pontos de venda, bancos”. Segundo o CNJ, depois da Vasp, o programa vai retirar os aviões de outras

Mantega diz que qualificação de mão de obra é desafio para fazer Brasil continuar crescendo

O

ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem (3) a empresários, na primeira reunião do Grupo de Avanço da Competitividade (GAC) no governo Dilma Rousseff, que os principais desafios para o país continuar crescendo são melhorar as contas externas, resolver problemas com o câmbio e qualificar a mão de obra. “Um dos gargalos que podemos ter para a continuação do crescimento do país é a escassez de mão de obra com a qualificação adequada. Então, temos que juntar esforços e implantar no país um grande programa de qualificação de mão de obra”, afirmou. Segundo o ministro, investir em qualificação é prioritário para inserir no mercado de trabalho cidadãos que estão desempregados. Já em relação ao déficit em transações correntes, Mantega ressaltou a importância de melhorar o desempenho das exportações brasileiras diante das importações. O déficit em transações correntes do Brasil, em 2010, foi negativo em US$ 47,518 bilhões, o equivalente a 2,28% do Produto Interno Bruto (PIB).

O resultado é o maior da série histórica em termos nominais e é praticamente o dobro do registrado em 2009 – que foi de US$ 24,3 bilhões, o equivalente a 1,52% do PIB. “Temos de fazer com que as exportações cresçam mais do que as importações. Não podemos permitir que haja um aumento do déficit em conta corrente”, disse o ministro. Ele reconheceu que o dólar desvalorizado atrapalha o saldo da balança comercial e destacou a necessidade de estimular a indústria manufatureira a exportar. O Grupo de Avanço da Competitividade (GAC) foi fundado em 2009, durante a crise financeira internacional. Quando o grupo foi criado tinha outro nome: Grupo de Acompanhamento da Crise. Mantega chama a fase atual de “pós-crise” e a classifica como o período em que o Estado tem que fazer um esforço de redução de gastos de custeio e impedir novos gastos. Assim, segundo ele, abre-se espaço para desonerações e redução da taxa de juros. Além de Mantega, participaram da reunião com representantes da

Foto Divulgação

companhias aéreas falidas, como Transbrasil, Fly e Skymaster. O programa também vai abranger os aviões apreendidos em processos criminais, que devem ser retirados dos pátios até agosto. Agência Brasil

Peluso volta a pedir por novo pacto entre os Poderes para tornar mais ágil as decisões judiciais

U

indústria o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel; o

presidente do Banco Central, Alexandre Tombini; e o presidente do Banco Nacional de De-

senvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho.Agência Brasil

m novo pacto entre os Três Poderes com objetivo de agilizar as decisões judiciais foi defendido ontem (3) pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, ao discursar na cerimônia de abertura do ano legislativo, no Congresso Nacional. Ele apresentou a proposta de edição de um novo pacto à presidenta da República, Dilma Rousseff, ontem (1º) durante a abertura do ano do Judiciário. Para Peluso, um dos temas centrais do pacto prevê uma mudança no sistema de recursos que chegam ao Tribunal. De acordo com o presidente do STF, a modificação da natureza dos recursos extraordinários reduzirá a duração das causas judiciais e irá restaurar a credibilidade da Justiça. “A medida tende a eliminar, entre muitos outros inconvenientes, manobras processuais que retardam o cumprimento de sentenças e impedem o acesso a uma Justiça rápida e eficiente”, disse Peluso


EstiloVip

Jornal do Dia

Eunice Pereira < eunicepereira@jdia.com.br

Macapá-AP, quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Confraria Tucuju celebra os 253 anos da cidade de Macapá

A

tradicional festa capitaneada pela Confraria Tucuju, em homenagem a cidade de Macapá que completa hoje seus 253 anos de existência promete manter a tradição em sintonia com a alegria. ‘A data de aniversário da cidade de Macapá, 4 de fevereiro, foi resgatada pela Confraria Tucuju há 14 anos. Come-

çou com uma comemoração modesta em frente à Matriz de São José. Desde então a festa cresceu e hoje faz parte do calendário cultural da cidade. E mesmo sem o apoio financeiro da prefeitura vai acontecer! “Diz com determinação a presidente Telma Duarte.

Festa da Confraria Tucuju

Prefeitura de Macapá faz festa para cidade

P

ara celebar os 253 anos de Macapá a prefeitura faz festa entre dois dos maiores símbolos da Capital, a Fortaleza de São José de Macapá e o Mercado Central. Entre as homenagens à cidade, honrarias aos moradores e servidores municipais mais antigos, as garis terão um dia de embelezamento, como corte de cabelo e maquiagem. A celebração festiva inincia as 6h, com a tradicional alvorada em frente à Fortaleza de São José, , com a salva de 21 tiros de canhão, seguido de café da manhã. A programação reinicia às 8 horas com um culto ecumênico, composto por missa campal, pregação evangélica e ritual de cultos afro. Em seguida a cerimônia oficial com a fala das autoridades, corte do bolo e canto dos hinos do município e do Brasil. Fonte Ascom PMM

Igreja de São José

A

Igreja de São José de Macapá - foi iniciada em 1752 e inaugurada 5 de março de 1761 sendo o Padre Joaquim Pair o seu primeiro vigário seis anos antes da criação oficial da Vila de São José de Macapá

A

Confraria. Advogada Telma Duarte, presidente da Confraia Tucuju, em “ clic” de Chico Terra.,

festa em homenagem aos 253 anos da cidade de Macapá começa 8h com missa em ação de graças na Igreja de São José, seguido de ato cívico com hasteamento dos pavilhões(Brasil, estado e município ); encontro das bandeiras dos grupos de Marabaixo; o canto do “parabéns pra você”; momento em que é cortado o bolo de 25 metros (que será montado ao lado do Teatro das Bacabeiras), assinado pela expert Alice Maria Caxias de Sousa. Além do bolo; ao meio dia terá feijoada e o almoço especial aos pioneiros no Largo dos Inocentes, complementado de shows artísticos culturais em destaque o Marabaixo e o batuque. Parabéns a presidente Telma Duarte e aos demais confrades e confreiras que já ultrapassam 200, pelo entusiasmo e amor pela cidade de Macapá.

Posse de Vinicius Gurgel posse. Deputado Vinicius Gurgel e sua esposa Luciana e filha Maria Luiza

Visita. Sectretária de Turismo Helena Colares e o goverbador da Guiana Francesa Daniel Frev em recente visiat a nossa cidade

Câmara Municipal realiza hoje sessão solene

A

Câmara Municipal de Macapá realiza hoje no plenário Sthephan Houat; Sessão Solene em homenagem aos 253 anos da Fundação da Cidade de Macapá. A cerimônia inicia as 09h; e na ocasião serão entregues 36 Título Honoríficos, contemplando as seguintes honrarias: Cidadão de Macapá; Cidadã de Macapá Mérito de Enfermagem; Mérito de Educação; Mérito de Comunicação;Mérito Artístico Cultural;Mérito em Saúde Pública; Mérito Desportivo; Mérito Legislativo; Mérito Empresarial;Consagração Pública e Honraria Verde. Os autores dos Projetos de Leis que concedem os títulos para essa Sessão Solene são: Vereador Rilton Amanajás(02 Títulos) Vereador Ruzivan Pontes(02 Títulos) Vereador Antônio Grilo(03 Títulos) Vereador Clécio Luis(13 Títulos) e Vereadora Cristina Almeida(16 Títulos)

C4

O

deputado Vinícius Gurgel foi empossado no cargo de deputado federal pelo Amapá na manhã de terça-feira (1). A solenidade, realizada no plenário Ulysses Guimarães, reuniu os 513 deputados eleitos em todo o Brasil. O deputado Vinícius Gurgel, foi o mais votado no Amapá, prestou o juramento de defesa da Constituição e se comprometeu a lutar pelo desenvolvimento econômico do estado. Para atingir esse objetivo, o deputado Vinícius Gurgel quer colocar na pauta de discussões da Câmara questões essenciais para o Amapá, como o problema energético e a implementação da banda larga. “Esses pontos são fundamentais para promover o Amapá, além de serem grandes fomentos na geração de emprego e renda”, afirmou. Fonte: Assessoria do deputado

Escola Barão do Rio Branco Fórum de diabetes. Dr Guilherme Pitta (presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular) está em Macapá e participa das atividade do Fórum de Diabetes que acontece hoje no auditório do CRM a partir das 17h e prossegue no sábado a partir das 8h; com ação direcionad a comunidade, na parça em frente ao Banco do Brasil

Hoje é o Museu Histórico

A Bolo . Empresária Alice Caxias, da panificadora Nossa Senhora de Fátima é a responsável pelo bolo de 25 metros para celebrar o aniversário de Macapá. foto: Chico Terra

O Bolo de Alice para festa dos 253 anos

A

amiga Alice Caxias, da Panificadora Nossa Senhora de Fátima (Leopoldo com Padre Júlio) é a responsável pela confecção do bolo de 25 metros que será servido logo mais ao lado do Tetro das Bacabeiras. O bolo é feito em placas de 60x40 cm; cada placa recebe um recheio diferente de frutas regionais açaí, cupuaçu, maracujá, bacuri e confeitado em alto relevo bonito de ver e delicioso para comer. É uma verdadeira obra de arte, e retrata os principais pontos turísticos da cidade de Macapá. Falei com a Alice as 15h, de quinta-feira (3), ela me disse que as placas de 60x40 cm de bolo já estavam prontas, e que as 16:30; a montagem iria iniciar. Só por curiosidade perguntei sobre os ingredientes e o tempo de confecção e ai vai: são trinta horas de trabalho de uma equipe de 20 confeiteiros, onde são utilizados: 110 kg de manteiga, 450 kg de açúcar, 3.500 ovos; 200 litros de leite e 350 kg de farinha de trigo e bem humorada acrescentou; ‘ hoje eu não vou dormir pois vou acompanhar todo o trabalho, para mim é prazeroso e brincou sobre o bolo do próximo ano”. Parabéns Alice!

O

antiga Intendência de Macapá, hoje revitalizada é o Museu Histórico Joaquim Caetano da Silva. A data da inauguração deste prédio foi 15 de novembro de 1895. N a época o Intendente era Coriolano Jucá. O edifício, em estilo neoclássico, foi usado desde o período de Vila até o extinto Território Federal do Amapá, ornado com esculturas e figuras antropomorfas que representam as artes e a indústria. As pilhas, louvres e vasos foram confeccionados na arte da faiança em Portugal em 1932. Foi restaurado para abrigar a Prefeitura de Macapá, tendo como interventor do estado do Pará o major Magalhães Barata e como prefeito também o major Eliezer Levy.

Bairro Central - O mais antigo de Macapá

O

1º senso de Macapá primeiro Censo de Macapá foi realizado em 1790 resultando numa contagem de 2.532 pessoas. A população fica estável durante 29 anos, aumentando apenas 18 habitantes

F

oi a primeira escola em alvenaria de Macapá, inaugurada em 13 de setembro de 1946, criada pelo governo do Território Federal do Amapá na gestão do capitão Janary Nunes

parabéns.Dra Maria Helena, Wanderlea e Josilene Rodrigues. As servidoras(Maria Helena e Josilene) do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador - CEREST/AP, foram aprovadas no Mestrado Ensino em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Parabéns e sucesso!

bairro Central é o mais antigo de Macapá é o berço da cidade, fundada em 4 de fevereiro de 1758. É a “cidade velha” de Macapá. O bairro encampou os primeiros bairros de Macapá, como o da Fortaleza, onde ficava a antiga doca; do Cemitério; do Alto; do Formigueiro, onde vivera a Mãe Luzia (Francisca Luzia da Silva) e da Favela onde viveram grandes figuras da nossa cultura popular, entre eles Benedito Lino do Carmo, o velho Congós, e D. Gertrudes. Ali se fixaram as primeiras famílias e a cidade cresceu. Fonte: baseado em declarações do professor Estácio Vidal Picanço.


Informe Publicitรกrio

Jornal do Dia

A8

Macapรก-AP, sรกbado, 22 de janeiro de 2011


DiaDia

Jornal do Dia

Editor responsável : Marcelle Corrêa < marcellecorrea@jdia.com.br

B1

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Democratizando a informação com qualidade Preocupado com esse detalhe, o JD buscou na última década acompanhar a evolução, sem perder de vista a qualidade que lhe garantiu o título de um dos melhores jornais impressos do país novação no mesmo espaço, com posts que tratem de assuntos diferentes e outros com abordagens novas sobre temáticas corriqueiras é

Janderson Cantanhede da reportagem

N

os últimos dez anos, as mídias digitais surgiram naturalmente como uma nova tendência de acesso à informação. Porém, nem todas elas oferecem a qualidade que muitos leitores procuram. Preocupado com esse detalhe, o Jornal do Dia buscou na última década acompanhar tal evolução, sem perder de vista a qualidade que lhe garantiu o título de um dos melhores jornais impressos do país. As formas de acesso são muitas: Orkut, Twitter, blog, portais de notícias e até mesmo o moderno acesso WAP. Tudo isso fazendo par com a tradicional edição impressa que os amapaenses encontram diariamente nas bancas. Essa evolução, após o projeto piloto voltado para o impresso, iniciou em 1999, quando foi lançado o site de notícias do JD. A princípio, o objetivo era levar para a internet as notícias editadas e publicadas pelo impresso. Dessa forma, todos aqueles que se interessavam em acompanhar o dia-adia do Estado poderiam fazer em qualquer parte do país ou do mundo. Bastava um clique. Esse primeiro passo tecnológico avançou na caminhada. Do site surgiu o portal de notícias, atualizado minuto a minuto. Hoje, cerca de 7 mil pessoas acessam diariamente o portal. Mensalmente, esse número sobe para 20 mil acessos em média. Já em 2008, foi lançado o blog do JD como uma forma de dar publicidade a todas as notícias que até então eram censuradas pela legislação eleitoral, e meses depois essa informação foi levada para o Twitter, para o Orkut e mais recentemente, para o WAP. O WAP é um protocolo criado para serviços móveis, tais como (PDAs) e telefones móveis, com o intuito de permitir que eles acessem a portais de Internet. O WAP permite que seus usuários enviem e leiam e-mails, consultem preços, leiam as últimas notícias, entre outros serviços. No entanto, nada disso valeria tão a pena se não tivesse a qualidade em primeiro lugar. Democratização Na França do Rei Luis XIV, a comunicação de qualquer idéia era feita por meio da oratória de

padres, bispos ou por meio de livros, caros e raros naqueles tempos. Não havia toda a parafernália que hoje conhecemos, desfrutamos e usamos. Luis XVI se vangloriava de que, no seu reino, existia um único jornal. Porém, isto foi assim até 14 de julho de 1789. A Bastilha caiu e, com ela, a história da França e do mundo mudou. E a comunicação também. Do dia em que a Revolução triunfou, 14 de julho, até 31 de dezembro daquele ano, a França viu nascer cento e oitenta e quatro periódicos, muitos deles, diários. No ano seguinte, quando o novo regime político precisava se firmar, em Paris foram criados trezentos e trinta e cinco novos jornais. Esse foi um dos primeiros passos para a democratização da informação pelo mundo. Qualidade Após a democratização, vem uma nova preocupação com o conteúdo: a qualidade. Muito se fala sobre ser relevante para o público nas redes sociais, mas o que na verdade significa ser relevante? A produção de um conteúdo interessante e inovador pode ser um passo para se tornar relevante em um meio no qual todos podem se expressar. O conteúdo é importante não apenas nas mídias sociais, mas em toda e qualquer exposição de pensamentos, principalmente quando se debate com tantas outras pessoas. Para ser ouvido, é preciso ter domínio do assunto e conhecimento suficiente para debater opiniões contrárias. Dessa forma, a leitura de artigos e livros que tratem sobre o assunto é fundamental para se manter atualizado. Expor uma nova idéia, ou seja, abordar um assunto diferente, pode ser uma estratégia para fazer seu conteúdo se destacar, principalmente para leitores que não aguentam mais ouvir falar sobre um determinado tema. Entretanto, estar completamente fora do assunto do momento pode deixar seu conteúdo desvalorizado e passar a imagem de desatualizado e desinformado. O conteúdo deve ser sempre inovador, trazer pontos de vista diferentes, com posicionamentos e informações capazes de agregar valor ao que está sendo tratado nos outros canais. Em um blog, por exemplo, trabalhar inovação e re-

o melhor caminho para o aumento da relevância e qualidade do conteúdo. As mídias sociais exigem que os produtores de conteúdo, que por si-

nal são, todos aqueles que nelas estão inseridos e que, de alguma forma, expressam sua opinião, renovem seus conhecimentos a cada

instante, devido a rapidez em que os dados e as informações se modificam e se renovam. Essa é a nossa missão perante a sociedade.


Dia-Dia

Jornal do Dia

Editor responsável : Marcelle Corrêa < marcellecorrea@jdia.com.br

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Segurança pública se une para capturar foragidos do IAPEN Além da Policia Militar e Polícia Civil, a Operação conta também com o apoio da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal Heverton Mendes / JD

Franck Figueira da reportagem

U

ma verdadeira caçada aos foragidos do IAPEN está sendo realizado por todos os órgãos de segurança do Estado. Além da Policia Militar e Polícia Civil, a Operação conta também com o apoio da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. Dos 38 foragidos do IAPEN, até o momento já foram capturados 18 criminosos. Uma reuniçao na tarde da última quarta-feira (20, definiu um plano estratégico para chegar até os criminosos. Outra arma contra os “fujões” será a participação da sociedade, que terá em mãos números de telefones exclusivos para qualquer informação dos foragidos. “Essa será uma grande arma, estamos reunidos nessa batalha, e a participação da sociedade será fundamental para chegarmos a esses criminosos”, disse o delegado Sávio Pinto, coordenador do Gabinete de Gestão Integrada (GGI). Para o delegado, todos os órgãos de segurança pública estão empenhados nessa ação, inclusive repassando as imagens de todos os foragidos para todas as delegacias especializadas e batalhões da PM. “Estamos empenhados nessa batalha, temos uma ligação direta com os órgãos e temos a missão de retirar

B2

Ronda Policial João Bolero da 99,1 FM Bebê de 1 ano e 7 meses morre afogado em Laranjal do Jari Pode ter sido mais um descuido dos pais ou dos responsáveis pela bebê Samile Caldeira de Castro, de 1 ano e 7 meses, que foi encontrada por volta das 2h da tarde desta 4ª feira, morta em uma área alagada em baixo da própria residência da família, no bairro Samaúma em Laranjal do Jari. A família havia sentido falta da criança por volta de 1 da tarde e a encontraram a mesma uma hora depois já sem vida. Seu corpo foi removido para a Politec daquele município, onde o médico legista Dr. Marcelo Fonseca constatou a morte da pequena por afogamento. É a 4ª vítima fatal de afogamento no Estado.

Polícia da Laranjal do Jari continua caçando 3 foragidos de alta periculosidade Tanto a Polícia Militar como a Polícia Civil de Laranjal do Jari estão na caça de 3 foragidos da delegacia de polícia daquele município que na segunda-feira serraram três grades da janela que dá para os fundos daquela delegacia e se mandaram. Segundo um policial informou, foi um parente de um dos detentos que sorrateiramente, pulou o muro e introduziu a serra na cela dos fujões. São eles: Samuel da Silva Lopes (Samnuelzinho), Olielson Martins Cortez (louro), Silvalino santa Rosa Abreu (Neguinho). Os policiais de Laranjal do Jari suspeitam que os três já estejam escondidos aqui em Macapá.

Dinheiro falso em Laranjal do Jari

Outra arma contra os “fujões” será a participação da sociedade, que terá em mãos números de telefones exclusivos para qualquer informação dos foragidos. “Essa será uma grande arma, estamos reunidos nessa batalha, a participação da sociedade será fundamental” disse o delegado

do convívio social essas pessoas”, destaca. Investigação Em relação a fragilidade do presídio, o delegado informou que já está sendo realizado uma investigação no sentido de identificar os verdadeiros culpados pelas fugas, ou seja, se existe facilitação dentro do Instituto. “É algo inexplicável

acontecer esse tip de coisa e ninguém sabe o porque, já existe uma investigação, e com certeza se há facilitação, chegaremos aos verdadeiros culpados, seja ele quem for”, anunciou. Informação A população pode participar das ações através dos números: 3212 1524, 3212 - 3600, 2101

- 8242 e 2101 - 8218. Sávio Pinto esclarece que o denunciante não precisa se identificar, qualquer informação será mantida sob sigilo. “Um ato simples da sociedade pode recolocar um latrocida, homicida, assaltante, estuprador para o Iapen, porque essas pessoas não podem ficar no convívio social”, definiu.

A polícia de Laranjal do Jari há dias vinha tentando descobrir um homem que vinha passando notas falsas de R$50 no comércio daquele município. Mas na última 6ª feira uma guarnição da PM conseguiu prender o estelionatário acusado de ser o principal autor desse tipo de crime. Trata-se de um homem de pré nome Mikéias Pantoja dos Santos (20) que foi autuado em flagrante delito já que com ele os PMs apreenderam 7 notas falsas de 50 reais.

Mikéias já encontra-se no Iapen a disposição da justiça. Agricultor é picado por cobra jararaca Continua internado no Pronto Socorro de Macapá o agricultor Antonio Lobato de Souza (51). Ele foi vítima de uma picada de cobra venenosa, uma jararaca, cujo fato aconteceu no inicio da noite desta 3ª feira na localidade onde ele reside que é no Distrito do Ariri. Ele veio conduzido as pressas para o PS onde foi medicado, com o soro antiofídico e ficou em observação naquela casa de saúde. Somente este ano cerce de 5 pessoas já deram entrada no PS vítimas de picadas de cobras venenosas (sem óbitos).

Funcionários da limpeza abandonam postos de serviços na UBS do Congós Praça do Barão Outra denúncia grave dos funcionários são as ausências de esquecida pelo materiais de limpeza e de proteção poder público Heverton Mendes / JD

A prefeita Helena Guerra anunciou que as irregularidades encontradas na UBS do Congós não poderiam está acontecendo.

A

lgumas Unidades Básicas de Saúde da Capital estão sofrendo com o abandono dos profissionais responsáveis pela manutenção dos prédios. Na última quarta-feira (2), a Unidade Básica de Saúde do Congós passou por momentos nunca vistos nos postos de Macapá. Segundo informa-

ções. No segundo andar do prédio, recipientes com fezes e urina estavam jogadas ao chão, espalhadas pelas salas do laboratório. “Nunca vi isso na minha vida, o cheiro de fezes estava insuportável, ninguém conseguia subir as escadas, sujeira por todos os lados. É uma coisa muito séria

esse abandono dos servidores, deviam acompanhar esse caso, a população não ode passar por esses constrangimentos”, informou uma paciente. Na manhã de ontem, a reportagem do JD foi até o local e comprovou que a UBS não apresentava as denuncias ocorrida na quarta-feira. Entretanto, os funcionários da limpeza compareceram ao local apenas para cumprir seus horários. “Estamos aqui e não fazemos nada, apenas estamos cumprindo o nosso horário, a empresa disse que caso a gente não vá, podemos perder o nosso emprego ou ser demitida por justa causa”, comentou um funcionário. Outra denuncia grave dos funcionários são as ausências de materiais de limpeza e de proteção. De acordo com informações, outro fator que prejudica a limpeza é a falta de materiais essenciais para os serviços. “Aqui está faltando tudo, e todos sabem que temos que trabalhar com equipamentos de segurança, como máscaras e luvas, nem isso tem, e fora os materiais de limpeza que não tem há muito tempo. Ninguém

sabe informar porque está faltando”, revela o funcionário. Resposta da Prefeitura Na manhã de ontem, a prefeita Helena Guerra anunciou que as irregularidades encontradas na UBS do Congós não poderiam está acontecendo. A gestora informou que existia uma divida com a empresa detentora do contrato de limpeza, mas que havia um acordo de pagamento, onde a PMM estaria cumprindo com o combinado. Com isso, Helena Guerra anunciou que acionará o conselho jurídico do município para rever as condições do acordo. Para a prefeita, os serviços de limpeza não poderiam ser paralisados. “Serviços essenciais para a população não poderia está dessa forma, estamos cumprindo todos os acordos firmados com esta empresa, e não entendo o porquê dessa situação. O conselho jurídico já foi acionado e vamos identificar o responsável por isso”, destacou. A reportagem do JD procurou a empresa, mas sem sucesso.

Esportistas solicitam a atenção do poder público para o local

C

onsiderada por muitos macapaenses como um dos pontos mais tradicionais da Capital, a Praça do Barão vem aos poucos perdendo seus frequentadores, na grande maioria praticante de atividades esportivas. O motivo é relacionado às más condições que o local enfrenta entre eles, a falta de tabelas e aros na quadra de basquete, ausência de areia nos campos de futebol, iluminação precária e falhas no solo das quadras de vôlei. De acordo com alguns freqüentadores, a Praça está abandonada há mais de cinco anos, e durante esse período o poder público não realizou nenhum reparo no local. Para os esportistas, a Praça é um dos únicos pontos para a prática de esporte na Capital. “Não temos outro local. A Praça Beira - rio está completamente abandonada, não tem condições para nenhuma pratica esportiva, o que resta é a Praça do Barão, mas você vê como está as condições desse

local”, disse o estudante Adelmo Silva. Segundo informações, os próprios freqüentadores tomam a iniciativa de estruturar alguns pontos do “Barão”. As redes para a prática de vôlei pertencem a um grupo de praticantes, a tabela e aro de basquete foram inseridos pelos amantes do esporte. “O papel que seria do governo ou prefeitura, está sendo feito pelos praticantes, cada um faz seu esforço para comprar esses materiais, para quem gosta de esporte é assim mesmo, até as redes dos aros foi arranjado pelos basqueteiros”, informou Alan Sardinha. Na semana passada, o campo de futebol recebeu uma carrada de areia, e muitos acreditam que será usado para a realização de mais uma etapa do Torneio Banco do Brasil de Vôlei de Praia. O evento está marcado para acontecer em fevereiro. Esportistas solicitam a atenção do poder público para o único local para a prática de esporte da Capital.


DiaDia

Jornal do Dia

Editor responsável : Marcelle Corrêa < marcellecorrea@jdia.com.br

B3

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Termo de Cooperação entre o Ministério Público do Estado e o HCAL é assinado O termo define que sejam realizadas cirurgias ortopédicas aos sábados por conta do grande número de pessoas na fila de espera e pela lentidão que elas estão sendo feitas Heverton Mendes / jd

A história de Macapá e a presença da Igreja Católica A presença dos missionários católicos nas Terras Tucujus se deu de maneira gradual Por Clauber Rosivan Santos de Almeida - COLABORADOR

É

Segundo o promotor, com a assinatura do termo, a fila existente para cirurgias traumatológicas no estado vai ser diminuída e caso o Hospital deixe de cumprir com o Termo, o MP vai executar o serviço fazendo com o que o estado cumpra com o que foi assinado

Graziela Miranda da reportagem

N

a manhã de ontem (03) foi assinado um Termo de Cooperação entre o Ministério Público Estadual e a diretoria do Hospital Alberto Lima. O termo define que sejam realizadas cirurgias ortopédicas aos sábados por conta do grande número de pessoas na fila de espera e pela lentidão que elas estão sendo feitas. “O Ministério Público está fiscalizando toda essa questão da saúde, tendo em vista que tem chegado uma série de reclamações na procuradoria da cidadania, e foi determinada uma ação concreta em cima desses problemas. Com isso,

nós solicitamos a presença da secretaria o que foi de imediato atendido e temos que registrar e avançar concretamente com os sábados com cirurgias diárias. Os sábados eram para situações emergenciais e agora também serão realizados procedimentos cirúrgicos em situações comuns.” Afirma o promotor Marcelo Moraes. Segundo o promotor, com a assinatura do termo, a fila existente para cirurgias traumatológicas no estado vai ser diminuída e caso o Hospital deixe de cumprir com o Termo, o Ministério Público vai executar o serviço fazendo com o que o estado cumpra com o que foi assinado. Para garantir o cumprimento, o Ministério Público vai fiscalizar constantemente a atua-

ção. “Nós temos um hospital hoje com um gargalo muito grande. Temos um hospital de 53 anos e apenas oito salas cirúrgicas. Essas salas são divididas e atendem a todas as especialidades. Para diminuir a demanda, deveríamos ter todas as salas abertas, mas não temos por falta de equipamentos. Então, equipe de ortopedia e pessoal de enfermagem nós temos. Agora nós temos uma única sala de cirurgia ortopédica e é necessário que se abra mais uma sala.” Afirma o diretor do Hospital Alberto Lima, Carlos Marcos Galan. Segundo Marcos Galan são realizados cerca de dez cirurgias de alta complexidade no Hospital todos os dias, nos tur-

nos da manhã, tarde e noite e em muitas vezes são realizados os procedimentos em caráter de emergência dos pacientes do Pronto Socorro, que passam na frente dos outros pacientes em espera. Ele afirma também que as emergências deixam o atendimento mais lento. Para ele, ou se atende logo o paciente em emergência ou ele vai a óbito. Por conta disso os pacientes de emergências são sempre atendidos. Cerca de 50 procedimentos médicos em aberto, com relação a cirurgias traumatológicas, foram agendados e a partir de segunda feira as pessoas que procuraram o Ministério Público serão consultadas para fazer o pré operatório e realizar a marcação da data do procedimento.

Instituições discutem Plano de Implementação de Conservação Florestal no Amapá O projeto é, após a implementação da Unidade de Conservação, promover o desenvolvimento sustentável do Estado Graziela Miranda da reportagem

T

rês parceiros distintos, como a Floresta Nacional do Amapá, Conservação Internacional e o Instituto Walmart discutem o Plano de Manejo Florestal no Amapá. A discussão dá conhecimento ao plano que foi estabelecido em 2008 e à parceria, que vem sendo feita a partir daí. O projeto é, após a implementação da Unidade

de Conservação, promover o desenvolvimento sustentável do estado do Amapá. O Manejo Florestal no Amapá, de acordo com um inventário realizado, tem um potencial muito grande. Como é uma forma de conservação, a maneira de exploração é através de concessões. A partir do momento que estiver aprovado o Plano de Manejo, a área passa a ser colocada a disposição do Instituto Florestal, que vai trabalhar o pro-

cesso de concessão. “O Plano de Manejo, que ainda está em processo de revisão, está previsto que seja aprovado no mês de Julho e a partir daí começamos a executar o Plano, onde estão inscritas as atividades a serem trabalhadas em cima do potencial existente na área. Nós tivemos como meta trabalhar com o açaí e o cipó.” Afirma a Chefe da Unidade de Floresta Nacional, Sueli Gomes. “O que está sendo dis-

cutido tem o objetivo de trazer um pouco de várias experiências e várias partes de um todo. Então o nosso objetivo maior é promover qualidade de vida nesses municípios afetados no Amapá e para isso a gente precisa de várias ações diferentes como capacitação, desenvolvimento de atividades sustentáveis e de um Conselho que seja ativo”. Afirma Patrícia Baião, diretora do Programa Amazônia da Conservação Internacional.

absolutamente inautêntico e desonesto alguém aferir a seu discurso acerca da história de Macapá a negação de uma presença basilar que foi o da Igreja Católica. Conturbada em alguns momentos sim, não negamos, mas sua presença confundi-se com a história deste lugar. A presença dos missionários católicos nas Terras Tucujus se deu de maneira gradual. Esta presença de muitos modos ficou marcada por atos hostis da parte dos governantes. Todavia, e até por honestidade intelectual, não se pode deixar de sinalizar a hostilidade exercida também da parte de muitos missionários prevaricadores da verdade católica. Uma terceira hostilidade, por assim dizer, partia dos indígenas que se vendo ameaçados e ao mesmo tempo manipulados ora pelos colonizadores ora pelos missionários apócrifos, investiam contra tais insinuadores da destruição de suas tradições e crenças. Outra marca da presença missionária nas Terras Tucujus foi, além da implementação da catequese e da evangelização, o trabalho de reconhecimento e mapeamento de novos territórios bem como a pacificação de tribos e as alianças com nações indígenas. Conta a História que deslocando-se pelos rios Ajuruxi, Cajari e Jari chegam por aqui os primeiros missionários católicos, a saber: os frades franciscanos. Isto em 1618. Conforme a naturalidade e a inevitável transcorrência dos tempos, a região até a área limítrofe do rio Oiapoque foi sendo percorrida pelos presbíteros portugueses e franceses. Chegando os da Ordem franciscana até o rio Araguari. Os missionários franceses da Ordem Dominicana transitavam nas terras compreendidas entre estes dois rios (Oiapoque e Araguari). Vale notar que os padres Antônio de Saint-Souveur e Bernardino da Constanza foram, no ano de 1647, trucidados pelos índios. Este fato se deu na região do Cabo Norte. Os Jesuítas chegam no ano de 1654 e juntandose aos franciscanos edificam um grandioso trabalho de catequese e de evangelização. Como já indicamos neste texto, os missionários também exerceram o ofício de reconhecimento e mapeamento de territórios, pacificações de tribos conflitantes e o estabelecimento de alianças com povos indígenas; pois bem este papel foi desenvolvido por estes missionários da Companhia de Jesus (Jesuítas). Sua presença na Capitania fez com que a catequese ultrapassasse os limites do rio Araguari. Um fato comprovante disto foi o estabelecimento dos padres Bernardo Gomes e Antônio Pereira numa ilha do Lago Duas Bocas em 03 de junho de 1687. Dispensando a escolta militar após sua instalação, os padres, em setembro do mesmo ano, foram mortos pelos índios sob a manipulação de flibusteiros de natalidade francesa. Terminando a missão, assim, de maneira nefasta. Por defenderem os índios contra os freqüentes abusos dos colonos muitos Jesuítas foram expulsos da Capitania. Apesar desta realidade adversa ainda sim assumiram em 1666 as rédeas, por assim dizer, da evangelização e da catequese em toda a Capitania. Entretanto, tornando-se intolerável a defesa dos indígenas por parte destes (Jesuítas), o Ministro do Reino e consanguíneo do governador do Estado do Maranhão e Grão-Pará Francisco Xavier de Mendonça Furtado, Marquês de Pombal em 1757 decretou a expulsão dos missionários da Ordem da Companhia de Jesus da Capitania. A presença da Igreja Católica em Terras Tucujus, apesar da tempestividade sempre corrente, ainda hoje, 253 anos depois da fundação da vila São José de Macapá, se faz sentir e este sentir é inegável. Hoje atuam na Diocese de Macapá padres do PIME (Pontifício Instituto das Missões Estrangeiras), padres Diocesanos, padres Piamartinos, Camilianos, Capuchinhos, Verbitas, Religiosos e Religiosos, Carmelitas, Franciscanos, Sociedade de Vida Consagrada, Leigos (as) Consagrados... Enfim, não citando todos por nomenclatura própria, porém contemplamos a todos ao utilizarmos estas terminologias. Vale lembrar que o atual bispo diocesano é Dom Pedro José Conti. Note-se que no sucinto e indicativo tecido deste texto alinhavaram-se fatos transcorridos bem antes da fundação da Vila (exceto a expulsão dos Jesuítas). Isto para lembrar que na edificação desta cidade existem raízes católicas. (Não só, mas também). Neste sentido, queremos, então, também fazer menção aos 250 anos da ereção canônica da igreja São José. Assim, só nos resta então congratular-nos com estas duas marcantes datas de nossa história: os 253 anos da fundação da vila São José de Macapá e os 250 anos da igreja São José. Parabéns!!! Fonte: SANTOS, Fernando Rodrigues dos. História do Amapá – Macapá-AP. Editora Valcan Ltda. 1994. BUBANI, Pe. Ângelo – Diocese de MacapáMacapá-AP, Dezembro de 1985.


Informe Publicitรกrio

Jornal do Dia

B4

Macapรก-AP, sexta-feira e sรกbado, 04 e 05 de fevereiro de 2011


Esporte

Jornal do Dia

C1

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Editor responsável : Alessandra Lameira < alessandralameira@jdia.com.br

Vitor Jayme vai fazer testes em jogo amistoso

Treinador quer dar oportunidade a outros atletas em Amapá Mario Tomaz da reportagem

O

treinador Vitor Jayme comanda na tarde desta sexta-feira (4) treinamento apronto do Trem visando jogo deste sábado contra o Fronteira, em Amapá, jogo marcado

Mario Tomaz

para às 16 horas no estádio Júlio Vieira. No coletivo, Vitor promete fazer alguns testes com jogadores que ainda não atuaram e pode manter em Macapá jogadores como Leonardo Setubal e Déo Curuçá. “Nosso objetivo é dar oportunidade aos atletas que ainda não atuaram e quem sabe ver eles se destacando na nossa equipe, lembrou o treinador. Vitor Jayme mantem o sistema 4-4-2 e deve usar Bruno Rafal e Fábio Pixote no ataque rubro-negro. Ari chega neste final de semana e aproveita o momento para treinar fisica-

mente, deve ser usado no jogo contra Serra do Navio dia 12 deste mês no campo do Manganês Esporte Clube. Vitor Jayme também testa um brevense, o jogador que foi campeão do Intermunicipal de Futebol foi bastante elogiado e pode ter oportunidade no jogo deste sábado por isso ainda não foi divulgada a equipe titular que atuará contra o Fronteira, o certo é que 18 jogadores serão convocados pelo treinador para formar no grupo que viajará pela manhã até a cidade de Amapá.

Vitor Jayme mantem o sistema 4-4-2 e deve usar Bruno Rafal e Fábio Pixote no ataque rubro-negro.

Jean Marabaixo pode ser poupado em amistoso Jogador fez dois gols na vitória de quatro e quer viajar Mario Tomaz da reportagem

O

segundo amistoso entre Trem e Fronteira pode não contar com a participação de Jean marabaixo. O atacante treinou, ontem, mas foi sacado no segundo tempo. Idéia da comissão técnica é fortalecer ainda mais o trabalho de recuperação física do atleta e deixá-lo para a próxima partida. Questionado sobre a possibilidade de ficar, Jean falou que quer jogar e se colocou à disposição do

treinador para o momento em que precisar dele “Se eu não entrar jogando, mas quero estar no grupo do TRem na partida deste final de semana, agora se o treinador tomar outra decisão tenho que acatar porque o Vitor sabe o que faz e mostrou isso nos vários títulos já conquistados”, ressaltou. TORCEDOR PREMIADO. A presidente Socorro Marinho, do Trem Desportivo Clube premiou o torcedor Manoel Góes, do Carmem Lanche com uma camisa do clube. Manoel é torcedor do Trem aqui no Estado e acredita no sucesso da equipe na Copa do Brasil e aproveitou o momento para parabenizar a presidente Socorro pelo trabalho que vem desenvolvendo no time rubro-

Jean Marabaixo pode ser poupado do jogo em Amapá

negro “Ela tem muita coragem de comandar uma grande equipe e muita sorte por estar ganhando tudo o que disputa”, lembrou o Manoel Góes.

Manoel Góes recebeu camisa 2011 do Trem Desportivo Clube

Seu Manoel informou que seu neto, José Arthur, filho do Eron vai ser jogador do futsal do Trem neste ano. Socorro Marinho ressal-

tou que o projeto do Trem Desportivo Clube não nasceu neste ano. Foram cinco anos sem títulos, mas com um investimento sólido e dedicado, que surte

agora efeito com as conquistas do clube. “E por isso temos ao nosso lado parceiros como a Mirella e a Trigolino”, lembrou a presidente.


Esporte

Jornal do Dia

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Editor responsável : Alessandra Lameira < alessandralameira@hotmail.com

Ferrari tem problemas no motor durante treino Quando o brasileiro Felipe Massa iniciava a 13ª volta, começou a sair fumaça branca do carro da escuderia italiana

Toque de Primeira

Antonio Luiz - alpcampos@hotmail.com

Divulgação

POSITIVO. Neste 4 FEV, Macapá chega aos 253 anos de história. Hospitaleira e viçosa, nossa capital resume o que há de melhor no Amapá. Salve, salve a cidade jóia da Amazônia! NEGATIVO. A raiva invade Antonio Araújo, da Federação de Ciclismo, Alega que numa prova em 2009, uma mulher invadiu a pista e causou um acidente. Mas a FAC é que foi condenada a pagar R$ 3 mil! TREMBALA. Locomotiva joga este sábado contra o Fronteira, em Amapá. Para 5 mil pessoas! TREMBALA I. Vitor Jayme usa amistosos como laboratório. Ajudam na avaliação da equipe! PARAZÃO. Remo x Castanhal no sábado e Papão x Cametá no domingo balançam a galera. FUTSAL. Campeonato Masculino Sub-17 abre a temporada dia 15 FEV, no Avertino Ramos.

BrasileiroFelipe Massa teve problemas no moto carro que será usada nesta temporada, durante o treino de ontem

Folha Press

O

brasileiro Felipe Massa teve problemas no motor da Ferrari F150, carro que será usada nesta temporada, durante o treino de ontem, realizado no circuito Ricardo Tormo,

em Valência. Quando o brasileiro iniciava a 13ª volta, começou a sair fumaça branca do carro da escuderia italiana em virtude de um vazamento de óleo no motor. Com isso, o carro do piloto teve que ser guinchado. Foi a primeira vez que Massa testou o F150 em

Valência. Nos dois treinos anteriores, o carro foi utilizado pelo espanhol Fernando Alonso. Na terça-feira, Massa não treinou com o carro, mas viu o seu companheiro, o espanhol Fernando Alonso, obter o melhor tempo no circuito espanhol, com 1min13s307.

O alemão Sebastian Vettel, atual campeão da F-1, da Red Bull, ficou em segundo, com 1min13s614, seguido por Paul Di Resta, da Force India, com 1min13s844. O brasileiro Rubens Barrichello, da Williams, fez a nona marca, com 1min16s023.

Vitória suada dá liderança ao Remo Jogo ocorreu na noite de quarta e terminou 1 a 0

Divulgação

FUTSAL I. Torneio de Fraldinhas rola entre 5 a 7 anos. Dia 21 FEV tem congresso técnico! BEM-VINDO R-10. Mosaico rubro-negro recebeu Ronaldinho Gaúcho de volta ao Brasil.

A

pós a terceira derrota em seis jogos no Campeonato Paranaense, o técnico Sérgio Soares não suportou a pressão e pediu para deixar o Atlético-PR. Na quarta-feira, o time perdeu de 2 a 0 para o Cascavel, em partida fora de casa. Substituto de Paulo César Carpegiani, que foi para o São Paulo, Soares chegou ao clube no início de novembro e esteve em

N

NATAÇÃO. Polícia Militar e Jornal do Dia promovem em 19 FEV o IV Torneio Nossa Gente. NATAÇÃO I. Peixinhos Voadores celebram 24 anos do JD, o primeiro jornal diário do Amapá. VEXAME. Constelação de estrelas apagadas faz Timão cair na fase pré-Libertadores. Inédito! ACLEAP. Associação dos Cronistas Esportivos completa 13 anos no dia 28 de fevereiro. ACLEAP I. Acontece assembléia festiva, culto ecumênico, homenagens e eventos esportivos. IRON MAN. Vale-Tudo entre atletas de vários estados sacode o Avertino Ramos. Este sábado! CORAGEM. Em que pese intenso turbilhão, Ricardo Gomes assume a direção técnica vascaína. VÔLEI. V Copa Cidade de Macapá inicia amanhã em tributo aos 253 anos da morena Macapá. VOCÊ SABIA. Que eleição carcará foi adiada para 13 FEV. Mário Brandão e Rodolfo Marinho lideram chapas.

Sérgio Soares pede demissão do Atlético/PR Folha Press

Mario Tomaz da reportagem

ão foi uma vitória fácil. Ao contrário. O Remo suou a camisa para passar pelo Águia de Marabá. Em partida realizada no estádio Evandro Almeida, o Baenão, o Leão rugiu mais alto e quebrou a invencibilidade do Azulão no Campeonato Paraense 2011 ao vencer por 1 a 0, gol do volante San. A partida marcou a abertura da terceira rodada da competição. O público não foi aquele da partida contra o São Raimundo. Mas o Clube do Remo queria mostrar nem que fosse para um torcedor que o empate em 2 a 2 com o Cametá foi um acidente e que poderia voltar a mostrar o bom futebol da estreia no Campeonato Paraense. De início, jogo corrido, eletrizante. Com menos de dez minutos, bons lances. Primeiro, o zagueiro Rafael Morisco bateu falta com perfeição no canto esquerdo, mas o goleiro Alan defendeu. Na resposta, o Águia deixou toda a defesa azulina para trás com uma jogada de Patrick, que já passou pelo Remo em outra oportunidade. Ao receber, Fabrício quase marca, mas o estreante da noite, o goleiro Lopes, fez defesa arrojada. O atacante Torrô jogava bastante pelo lado esquerdo, o que dificultava as jogadas azulinas pelo setor. Por outro lado, o Azulão tinha dificuldades no setor de contensão. O lance mais discutido do primeiro tempo aconteceu aos 25 minutos. O lateral-esquerdo Berg fez boa jogada e marcou para os marabaenses.

C2

17 jogos entre o final do Brasileiro e o início do Estadual. Ao todo, foram oito vitórias, três empates e seis derrotas -53% de aproveitamento. A equipe será comandada interinamente por Leandro Niehues, que pertence a comissão técnica permanente do Atlético-PR. “Agradeço a oportunidade da diretoria e desejo boa sorte ao Atlético”, afirmou Soares por meio de sua assessoria de imprensa.

Marcelo Melo e Soares estão na semifinal do Torneio de Santiago

O Remo fez bonito na partida realizada no estádio Baenão, o Leão rugiu mais no Parazão

Contudo, o assistente marcou impedimento, o que deixou os jogadores aguianos bastante irritados. A jogada parece que acordou o time da casa. Luis André, apoiando bastante os homens de frente, tocou para Marlon, mas o artilheiro acabou errando de cara com o arco de Alan. Quem não foi ao Baenão perdeu um dos melhores jogos do Campeonato Paraense até aqui. As ações do meio-campo eram o grande diferencial. O interessante é que os times jogavam em esquemas diferentes, mas com perfeição. Enquanto o Águia não se perdia no seu tradicional 3-5-2, o Remo aproveitava o bom desempenho do volante Luis André, um dos melhores em campo. O placar de 0 a 0 foi justo, mas as equipes mereciam gols pelo bom jogo. Depois de muita reclamação de Galvão pelo gol anulado de Patrick, o

segundo tempo teve início. E parece que a conversa de Paulo Comelli nos vestiários do Evandro Almeida deu certo. Logo aos três minutos, Elsinho cruzou para a área do Águia. A zaga acabou dando bobeira e o volante San subiu livre para marcar: Remo 1 x 0 Azulão. Festa para o Fenômeno Azul, que vibrava com a segunda vitória no Estadual. Duas rodadas sem estrear parece que não foram suficientes para Lopes se preparar para defender o Remo. Aos 22 minutos, o goleiro ficou indeciso em uma saída de bola e a zaga teve que fazer falta em Torrô, evitando o empate. Comelli colocou mais um garoto das divisões de base na ‘fogueira’. Paulo André não fez a função que se esperava no ataque do Leão e foi substituído por Fininho. Já Galvão fez mudanças técnicas e táticas, mudando o time para o 4-4-2.

Nos minutos finais, o Azulão pressionou como pôde. O atacante Tuta chutou forte na trave aos 42 minutos. Ufa! Por outro lado, o Remo se aproveitou das cobranças de bola parada, com objetivo de segurar a bola no campo de defesa. Percebendo que deveria se contentar com o 1 a 0, Paulo Comelli iniciou uma série de substituições, colocando Diego Barros e Ramon. Final de partida. Remo 1 x 0 Águia de Marabá. CLUBE DO REMO: Lopes; Elsinho, Paulo Sérgio, Rafael Morisco e Marlon; San, Mael (Diego Barros), Luis André e Thiaguinho (Ramon); Paulo André (Fininho) e Tiago Marabá.Técnico: Paulo Comelli. Águia de Marabá: Alan; Roberto (Tuta), Charles e Darlan; Ley, Analdo, Cleuber (Sinésio) e Fabrício; Torrô e Patrick (Juninho). Técnico: João Galvão.

Brasileiros enfrentam os argentinhos Eduardo Schwank e Horacio Zeballos e se preparam para Brasil Open Vipcomm

O

s tenistas Marcelo Melo e Bruno Soares estão na semifinal do Torneio de Santiago, no Chile. Os brasileiros enfrentam os argentinhos Eduardo Schwank e Horacio Zeballos em partida que deve ser realizada nesta sexta-feira (4). Na primeira rodada, Melo e Soares venceram a dupla formada pelo argentino Carlos Berlocq e o português Rui Machado, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4. Já na segunda partida, o também brasileiro Thomaz Bellucci (número 31 do ranking ATP) e o argentino Leonardo Mayer não en-

traram em quadra para jogar contra os mineiros. Melhor dupla brasileira no ranking mundial, Melo e Soares integram a Equipe Centauro de Tênis e se preparam também para a disputa do Brasil Open de Tênis, que começa dia 5 na Costa do Sauípe. Caso avancem para as finais, Melo e Soares terão compromisso no Chile até dia 6, domingo, e começam a semana com compromisso ainda mais complicado, a estreia no Brasil Open. Maior torneio da modalidade no país, a competição faz qualifying no sábado e domingo, para disputas a partir de segunda-feira. EQUIPE CENTAURO DE TÊNIS - A equipe reúne três dos melhores tenistas brasileiros da atualidade: Marcelo Melo, patrocinado pela Centauro desde 2007, André Sá e Bruno Soares. Para treinar esses atletas a tarefa é do técnico Daniel Melo, irmão de Marcelo. Com esta iniciativa, a Centauro, maior rede de lojas de produtos esportivos da América Latina, mostra cada vez mais a intenção de incentivar o esporte nacional.


Variedades

Jornal do Dia

C3

Macapá-AP, sexta-feira e sábado, 04 e 05 de fevereiro de 2011

Editor responsável : Flávia Dias < flaviadias@jdia.com.br

Marcelo Serrado e Fernanda de Freitas formam casal em “Malu de Bicicleta”

Foto divulgação

O longa narra a história de amor entre o paulistano galanteador e “galinha’’, Luiz Mário, e a carioca descolada, Malu Folhapress

C

andidato ao filme do verão 2011, estreia hoje, 04, “Malu de Bicicleta’’. O longa, dirigido por Flávio Ramos Tambellini, narra a história de amor

entre o paulistano galanteador e “galinha’’, Luiz Mário, interpretado por Marcelo Serrado, e a carioca descolada, Malu, vivida por Fernanda de Freitas. Os dois se conhecem durante uma viagem de Mário ao Rio de

Janeiro, quando ele, acidentalmente, é atropelado por Malu, que passeia de bicicleta pelo calçadão. A partir daí, os dois vivem os dilemas e as desconfianças de um amor à distância -quem disse que amor

não sobe serra? “Malu de Bicicleta’’ é baseado no romance homônimo escrito por Marcelo Rubens Paiva e levou para casa os prêmios de direção, ator e atriz no Festival de Paulínia do ano passado.

Camila Morgado não renova contrato com a Globo A atriz atuou recentemente na minissérie “Amor em Quatro atos” Famosidades

Foto divulgação

Os dois se conhecem durante uma viagem de Mário ao Rio de Janeiro, quando ele, acidentalmente, é atropelado por Malu, que passeia de bicicleta pelo calçadão

Programação do MIS para o aniversário de 253 anos de Macapá

C

Alexandre Brito

“Eu faço plástica toda semana”, afirma Silvio Santos

Veja a programação em detalhes:

amila Morgado acabou de atuar na minissérie da TV Globo “Amor em Quatro Atos” e, ao que tudo indica, esse foi o último trabalho da atriz na emissora. De acordo com o jornal “Diário de S. Paulo”, a Globo não renovou o contrato com Camila. A atriz estreou na emissora em 2003, no seriado “A Casa das Sete Mulheres”. Quem também não está mais na lista de casting da TV Globo é Maria Fernanda Cândido. A morena iniciou sua carreira na Globo em 1999, e participou recentemente da minissérie “Afinal, O Que Querem As Mulheres?”.

O

Museu da Imagem e do Som (MIS), tem o prazer de divulgar sua programação para a semana na qual Macapá completa 253 anos. As atrações programadas pelo MIS, em parceira com o SESC-AP, buscam evidenciar a diversidade histórica e cultural da capital do estado: música, artes plásticas, poesia, fotografia, vídeo e cinema estarão a disposição do público que poderá, sem dúvida nenhuma, aprender mais sobre a história da “estância das bacabas”.

a realidade do expectador, aquilo que deu início a cidade que hoje se denomina “Macapá”, utilizando a técnica monocromática “betume sobre lona de vinil”. O diferencial do trabalho de Miguel Arcanjo está no efeito “fotográfico” que suas telas transmitem por meio de um simples pigmento. Sua nuances formam um opcional de tonalidades que encantam em uma só observação. - Lançamento de cartões postais de Macapá: Lançamento de cartões postais com imagens realizadas pelo fotógrafo amapaense Alexandre Brito. As fotografias retratam o cotidiano e paisagens macapaenses. -Música ao vivo: Valério Campos - Declamações poéticas: Tatamirô Mary Paes Patrícia Andrade Zé Maria -Música ao vivo: Bio Vilhena

s anos passam, mas Silvio Santos não perde o humor. Aos 80 anos, o apresentador diverte seus fiéis telespectadores com declarações engraçadas e, muitas vezes, polêmica. No programa “Jogo das 3 Pistas”, do SBT, que vai ao ar no próximo domingo (6), o “Homem do Baú” contou que já tentou posar como veio ao mundo: “Já me ofereci para posar na G [Magazine], mas falaram que eu não tinha periquito”. A cantora Simony e a ex-BBB Anamara, que estavam presentes, se divertiram com a brincadeira do apresentador. Não satisfeito ele ainda emendou: “Eu tenho uma igreja. É a Nossa Senhora da Plástica. Lá tem que pagar o dízimo, pois o pastor é exigente! Eu No programa “Jogo das 3 Pistas”, do SBT, que vai ao ar no próximo domingo (6), o “Homem do Baú” contou que já tentou posar como veio ao mundo faço plástica toda semana”.

02.02 (quarta-feira) Local: Sesc Centro Hora: 19:00 - Música ao vivo: Chico Terra - Lançamento do vídeo: Macapá: memórias de minha cidade Esse vídeo é parte de um projeto mais amplo que o MIS-AP vem desenvolvendo desde o ano passado que busca o registro e a disponibilização das memórias dos moradores antigos da cidade. A ênfase desse projeto é no patrimonial imaterial e na oralidade, reconhecidamente uma das nuances mais sui generis de um povo. - Mostra e pintura em tela ao vivo com Miguel Arcanjo: “Macapá antiga, a beleza tucuju retratada em tela” Esse trabalho traz para

Sexta-feira, 04 de fevereiro Max agride Amélia por causa do telefonema de Vitor e a ameaça. Janaína tem uma crise de ciúmes ao ver Marly com Fred. Mariquita ameaça revelar o passado de Max e o fazendeiro se assusta. Manuela comenta com Solano que teme por sua mãe e por Vitor. Nancy repreende Janaína por ter discutido com Marly. Terezinha tem uma ideia para ajudar Padre Emílio a não decepcionar Madalena. Solano recebe um telefonema anônimo sobre seu avô desaparecido. Glorinha vê Neca chegar à estalagem pela manhã e desconfia. Solano conta para Vera sobre o telefonema que recebeu. Neca se recusa a revelar para Pimpinela o que tem feito todas as noites quando sai da estalagem. Estela sente um mal estar ao falar com Solano. Amélia se assusta ao ouvir batidas na porta de seu quarto. Terê toca em Estela e descobre a sua gravidez. (G1)

Sexta-feira, 04 de fevereiro Carol vai embora irritada e André sai da boate com Natalie. Raul descobre que terá que depor no processo movido por Werner. Cecília comenta com Leila que ela terá que explicar o que fazia no apartamento de Luciana. André leva Natalie para um motel e a destrata. Eunice e Júlio repreendem Leila. Bibi consola Marina, que sofre por causa de Pedro. Norma avisa a Léo que ficará no hospital com Silveira e o vilão aproveita para ir à chácara procurar o dinheiro. Alejandro se preocupa com Raul, que bebe demais. Léo fica tenso ao ver que Cida está em casa. Pedro e Marina sofrem pensando um no outro. Norma volta para casa com Silveira e Léo vai embora, mas deixa seu celular cair. Carol pensa em André. André liga para Carol. Eunice desconfia que Leila esteja escondendo algo. Wanda pede para Werner retirar o processo contra Raul. (G1)

O “Homem do Baú” fez a afirmação em seu programa que vai ao ar no domingo, 6, no quadro “Jogo das 3 Pistas” Famosidades

O

Resumo das novelas

Sexta-feira, 04 de fevereiro Goiaba pega Armandinho e Desirée no apartamento das modelos e os leva para o local combinado. Mário pede a Ariclenes para ver Cecília. Os convidados chegam à igreja. A limusine chega para buscar Desirée e Dorinha percebe que a modelo foi raptada. Edgar conta para Camila que Luisa está grávida. Suelen surge com um vestido idêntico ao de Valentim e provoca a maior confusão. Luti avisa ao pai que o vestido de Valentim foi copiado. Marcela conta para Renato que Luisa foi a culpada pela doença de Paulinho. Dorinha surge na igreja e avisa que Armandinho sequestrou Desirée. Armandinho leva Desirée para um barco e segue para o alto mar. Stéfany anuncia que Desirée fugiu com Armandinho. Isabel aparece na casa de Renato e atrapalha seu programa com Marcela. Goiaba revela onde deixou Armandinho e Jorgito resolve ir atrás da amada. (G1)

- Estatuas Vivas: O grupo Imagem & Cia. Fará uma participação com vitrines vivas retratando dois personagens históricos da cidade de Macapá: o Mestre Pavão e a Mãe Luzia. 05.02 (sábado) Local: Museu da Imagem e do Som Clube de Cinema Hora: 18:30 - Palestra: História das salas de cinema de Macapá Palestrante: Edgar Rodrigues - Mostra de filmes realizados em Macapá


Informe Publicitรกrio

Jornal do Dia

C4

Macapรก-AP, sexta-feira e sรกbado, 04 e 05 de fevereiro de 2011


Meio Ambiente

Jornal do Dia

D1

Macapá-AP, quarta-feira, 02 de fevereiro de 2011

Editor responsável : Alessandra Lameira < alessandralameira@jdia.com.br

Maré negra faz BP registrar primeiro prejuízo anual desde 1992

Técnicos investigam mortandade de peixes no Pantanal

A empresa também elevou suas estimativas para o custo total gasto deste o desastre ambiental para US$ 40,9 bilhões.

folha.uol.com.br

fonte folha.uol.com.br

A

petroleira britânica BP (British Petroleum) anunciou seu primeiro prejuízo anual em quase duas décadas. O balanço desfavorável é resultado do enorme vazamento no golfo do México em 2010. A empresa também elevou suas estimativas para o custo total gasto deste o desastre ambiental para US$ 40,9 bilhões. A BP computou perdas de US$ 4,9 bilhões em 2010, após ter sido responsável pela maior catástrofe ecológica da história dos Estados Unidos. O prejuízo ocorre depois de a petrolífera ter registrado um lucro de US$ 13,955 bilhões em 2009. No último trimestre de

2010, a BP chegou a registrar lucro de US$ 4,61 bilhões, uma alta de 34% em relação ao mesmo pe-

ríodo do ano anterior, mas o acumulado do ano acabou sendo negativo. A BP indicou ainda que

T

écnicos do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) estiveram em Aquidauana (a 130 km de Campo Grande) para investigar a morte de milhares de peixes, verificada há quase uma semana no rio Negro, no Pantanal. Segundo nota divulgada pelo governo de Mato Grosso do Sul, os peixes foram encontrados mortos na re-

gião, que é um importante local de reprodução de espécies do Pantanal. O órgão suspeita que a mortandade tenha relação com uma queimada na região, 20 dias atrás. Com as chuvas, as cinzas podem ter sido levadas para o rio, retirando o oxigênio da água. O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) de Mato Grosso do Sul informou que também investigará as mortes.

colocará à venda duas grandes refinarias americanas, uma no Texas e outra na Califórnia.

Vacas leiteiras podem ajudar na produção de biocombustíveis folha.uol.com.br Elas dão o leite do café da manhã, alimentam os carnívoros, são endeusadas na Índia e, no futuro, aparentemente, também podem ter papel importante na produção de biocombustíveis. É o que diz uma pesquisa da Universidade da Califórnia, em Berkeley (EUA). No trabalho, os cientistas conseguiram identificar e mapear geneticamente dezenas de micro-organismos

que habitam o sistema digestivo dos ruminantes e são capazes de produzir enzimas para quebra da celulose. O que motivou o estudo, com artigo publicado na revista científica “Science”, foi um dos obstáculos para a produção em massa de biocombustíveis com 100% de pureza: o rendimento relativamente baixo das reações bioquímicas de quebra da celulose pelas enzimas utilizadas até o momento.

Para obter os micro-organismos desejados, os pesquisadores utilizaram duas vacas. Cirurgicamente, eles inseriram no rúmen dos animais --o primeiro “compartimento” do seu estômago--, uma espécie de gramínea, a Panicum virgatum. Os micro-organismos que aderiram aos vegetais retirados após a incubação foram, então, analisados e mapeados geneticamente, graças a técnicas computacionais desenvolvidas pelos

cientistas. O computador determinou diversas sequências de RNA (uma cadeia produzida a partir do próprio DNA do indivíduo e responsável pela fabricação de proteínas) correspondentes à produção de enzimas específicas para a quebra da celulose. Segundo os autores do estudo, o mapeamento genético desses micróbios abre portas para futuras pesquisas para produção em massa de novas enzimas

que degradam a celulose, aumentando a eficiência e

reduzindo o custo do processo.


Especial

D2

Jornal do Dia

Editor responsável : Alessandra Lameira < alessandralameira@jdia.com.br

Macapá-AP, domingo e segunda-feira, 06 e 07 de fevereiro de 2011

Macapá completa 253 anos concentrando

A renda per capita é de R$ 11.962,00; a taxa de alfabetização é de 97,78%, uma d

te.

A história de Macapá está ligada diretamente à defesa e à fortificação das fronteiras da época do Brasil Colônia, quando estabelecido um destacamento militar, criado em 1738.

Rodolfo Juarez da reportagem

M

acapá é a sede do Município de Macapá e a capital do Estado do Amapá, que completa neste dia 4 de fevereiro 253 anos. Fica situada na latitude 00° 02’ 18.84” N e longitude 51° 03’ 59.10” O. A história de Macapá

está ligada diretamente à defesa e à fortificação das fronteiras da época do Brasil Colônia, quando estabelecido um destacamento militar, criado em 1738. Posteriormente, na Praça São Sebastião, hoje Praça Veiga Cabral), no dia 4 de fevereriro de 1758, foi levantado o Pelourinho, na presença do Capitão General do Estado do

Grão Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, fundando a Vila de São José de Macapá. A partir de então, foram surgindo edificações, até hoje preservadas, que constituem em verdadeiro patrimônio cultural, tendo como pricipal monumento a Fortaleza de São José de macapá, uma das sete maravilhas brasileiras.

Macapá é a quinta cidade mais rica da Amazônia. O Municipio de Macapá representa, isoladamente, 2,85% de todo o Produto Interno Bruto (PIB) da região. Situa-se em uma região que tem a influência, devido a proximidade com Santana, de 499.166 habitantes, se constituindo na terceira mairo aglomeraçãourbana da Região Nor-

A área total do Município de Macapá é de 6.407 km2, representantdo 4,48% do Estado do Amapá; 0,16% da Região Norte e 0,07% de todo o territória brasileiro. O perímetro urbano de Macapá é de 32,7 km2 e estão, apenas na cidade de Macapá, 54,63% de toda a população do Estado, o que equivale, também, a 3,5% de toda a Região Norte. O Censo 2010 realizado pelo IBGE aponta que a cidade e Macapá tem uma população de 366.079 habitantes, o que representa 92% de toda a população do Municipio de Macapá, que tem 8% dessa população, equivalente a 31.834 habitantes, nos distritos e regiões do interior do Municipio.

A toponímia é de origem tupi, como uma variação de “macapaba”, que quer dizer lugar de muitas bacabas, uma palmeira nativa da região, a bacabeira, de nome científico “Oenocarpus bacaba Mart”. Antes de ter o nome de Macapá, o primeiro nome concedido oficialmente às terras da cidade foi “Adelantado de Nueva Andaluzia”, isso em 1544, por Calos V de Espanha, numa concessão à Francisco Orellana, navegador espanhol que esteve na região, mas que não influenciou nem na adminsitração e muito menos no desenvolvimento do local. O IDH – Índice de Desenvolvimento Humano de Macapá é considerado médio pelo PNDU - Programa das Nações Unidas para o Desencolvimento,

a 0 a s t p d

h ín 0 d g 0 J c q r M in g d

c

Histórias das passagens aére José Arcangelo

D Chegada da máquina plana do JD em Macapá, em 1988 .

Julio Pereira - 1º Presidente do JD e José Arcangelo - 2º presidente e ao lado foto do Fundador do Jornal do Dia o Sr. Otaciano Bento Pereira

Escrevendo diariamente a história de um Estado

H

á 24 anos surgiu o primeiro jornal impresso de circulação diária do Amapá. A ideia de lançar o Jornal do Dia partiu da falta de um noticiário que pudesse informar a população da época sobre os principais fatos do dia. Diante disso, Júlio Pereira, filho de Otaciano Pereira, perseguiu o sonho de presentear a sociedade amapaense com um jornal diário. O sonho se concretizou em 1986. A princípio nasceu a Gazeta Trabalhista. Dispondo apenas de dois rádios e uma máquina de datilografia, trazidos do Rio de Janeiro, a redação instalou-se atrás da residência de Júlio. Após os primeiros obstáculos, eis que chega em Macapá a primeira edição do Jornal do Dia. A data es-

colhida foi o aniversário da cidade, para que ninguém mais esquecesse: 4 de fevereiro. No primeiro editorial publicado, a expressão “É uma loucura” teve destaque. Tanto que muitas pessoas incrédulas ainda comentavam sobre o lançamento do novo empreendimento. Foi a partir daí que a história do Amapá começou a ser escrita todos os dias. “A história do Amapá nos revela fatos interessantes, como por exemplo, aqui as pessoas ainda têm certa facilidade em falar com seus representantes políticos. Isso é diferente de qualquer outro Estado e traz facilidades para discutir certas questões frente a frente com os parlamentares. Assim, transforma-se a políti-

ca em um elemento importante, fazendo dela o principal instrumento do desenvolvimento. Outro fator que contribui bastante com isso é o tipo que se desenvolve aqui na área econômica que precisa muitas vezes da política para se desenvolver. Observamos então que ela volta a ser muito importante”, explicou Rodolfo Juarez, articulista político do JD. Mesmo tendo um peso fundamental no desenvolvimento do Estado, a melhor conscientização da sociedade fica sob o poder dos meios de comunicação. “Quem faz a conscientização política são os veículos de comunicação, como a televisão, o jornal que hoje atinge a maturidade com 24 anos de fundação”, ressaltou Rodolfo.

e como começou o Jornal do Dia – O Primeiro Diário do Amapá - todos já conhecem, assim como a parte dos idealizadores Otaciano (in memoriam) e Irene Pereira e do fundador Júlio Pereira (in memoriam), naquele longínquo 1 de janeiro de 1987, quando os economistas Nestlerino Valente e Walter Pacheco, o Pachequinho (in memoriam), em Belém do Pará, quando Júlio logo após receber o diploma de suplente de deputado, no apartamento da Av. Generalíssimo Deodoro (Nazaré), recebeu a “cutucada” dos dois para rodar um jornal diário no Amapá. Em 4 de fevereiro surgiu o JD que hoje completa 24 anos de edição, juntamente com a nossa Macapaba, nos seus 253 anos de existência. Essa das passagens aéreas prometi ao médico Raimundo Lopes revivê-la, até porque para ele é uma forma de relembrar um passado que não esquece. Cumpri minha promessa doutor, falta a sua. Combinado! Sorte – Uma semana antes de circular o JD, o planejamento seria que um dia da semana o jornal teria que vir de Belém para Macapá em uma aeronave pequena, de preferência numa carona, já que a Varig e Vasp não tinham vôo às quartas-feiras. Mas como Deus é brasileiro - e amapaense de coração -, com o progresso do AmapáTerritório prestes a se tornar Estado que aconteceu a 03 de outubro de 1988 – a Varig anunciava para nosso delírio que passaria operar dois vôos diários partindo de Belém às 19h00 e 23h00. Estava fechada as edições. Como iríamos ser “diário” e o jornal seria rodado em Belém, as estratégias teriam que obedecer a rigorosos cronogramas: as matérias seriam produzidas em laudas de papel, corrigidas, diagramadas, envelopada e mandada para

Belém por um conhecido que iríamos “garimpar”no aeroporto, e que naquela época de cidade pequena era fácil, pois, conhecíamos a quase todos que viajavam. Tudo pronto. Tudo fechado nos mínimos detalhes. E toca o “projeto lunático” alfinetavam os incrédulos. Envelope – Para variar, o número um do JD acabou chegando de taxi aéreo às 10h00. Inauguração feita num sábado mas com o jornal tendo validade para domingo e segunda. No domingo trabalhamos na segunda edição para rodar na terça. Na segunda de madrugada – o vôo saía de Macapá às 5h00 – deixamos o envelope com um conhecido, devidamente entregue ao nosso representante Silvino, no aeroporto Val de Cans. O segundo número chegou como previsto. Na quarta de madrugada, curiosamente, não conseguimos ninguém conhecido para levar o envelope do JD. Entreguei ao primeiro que encontrei, orientando-o de como era o porte físico do representante nosso em Belém, dois centímetros a mais que um anão. A diagramação desapareceu como por encanto e foi parar no aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus. Perdemos o material. É por isso que o JD não tem o número três e em seu lugar entregamos um Gazeta Trabalhista – jornal criado para alavancar a candidatura de Júlio Pereira a Câmara Federal, edição de janeiro de 1987 – para o delírio do pessoal que nos apelidaram de “projeto lunático”: “Eu disse que não ia dar certo... O primeiro diário furou... o Diário que não é diário... e muito mais!” Equatur – Foi ai que surgiu a idéia “maluca” de Júlio Pereira de comprar uma passagem diária, ida e volta Macapá/Belém/Macapá para assegurar que o envelope sairia em boas mãos daqui e seria entregue em Belém. Aproveitávamos a oportunidade para ir fazer uma rápida visita a

O médico Raimundo Lopes e su

Belém, assim como funcio nários e colaboradores. Mas a maioria das vezes a passa gem era usada para doação a doentes em tratamento fora de domicílio que naquele tempo o GTFA já encontrava dificuldades financeiras para tal. Foram centenas delas em benefícios aos carentes. Para sustentar tal loucura Júlio escolheu uma das pou cas e confiáveis agência de viagem, a Equatur, da empre sária Célia Lopes, localizada no Novotel Macapá. Aberto o crédito, foram emitidas qua se 230 passagens de feverei ro a novembro de 1987. Nos últimos 45 dias, a mudança de plano econômico obrigou a empresa que imprimia o JD em Belém a romper o contra to na moeda da época pas sando para URV – Unidade Real de Valor – que aumenta va todo o dia. Fomos obriga dos a para de rodar o JD, o nosso sonhado diário. Delírio em dobro novamente daque les que torciam contra. Num aviso lacônico Júlio Pereira informava a “paralisação do JD por curto espaço de tem po e que em breve o JD seria o Primeiro Diário do Amapá impresso aqui”. E isso acon teceu em 15 de maio de 1988, Dia do herói Cabralzi nho. Essa história vou conta oportunamente.


Especial

Jornal do Dia

Editor responsável : Alessandra Lameira < alessandralameira@jdia.com.br

D3

Macapá-AP, domingo e segunda-feira, 06 e 07 de fevereiro de 2011

54,63% da população de todo o Estado

das maiores do Brasil, e a expectativa de vida é de 72,45 anos.

apresentando um ídice de 0,772. Considernado apenas a educação, o valor do índice sobe e chega a 0,904, enquanto o indíce médio para o Brasil, para efeito de comparação, é de 0,849. Ao completar 253 anos, os habitantes de Macapá têm um ndice de longevidade de 0,715 que, quando comparado com índice médio de longevidade no Brasil, que é de 0,638, fica bem posicionado. Já com relação à renda, o índice de Macapá é de 0,697 enquanto que o ídice médio de renda do brasileiro é de 0,723. Mesmo assim a maioria dos ndicadores de Macapá, segundo o PNDU, estão acima da média nacional. Macapá tem uma renda per capita é de R$ 11.962,00; a

taxa de alfabetização é de 97,78%, uma das maiores do Brasil e a expectativa de vida é de 72,45 anos. O coeficiente Gini, que mede a desigualdade social, é de 0,42. Na escala que mede o coeficiente Gini, 1,00 é o pior número e 0,00 é o melhor. A incedência da pobreza, medida pelo IBGE, é de 36,1% e a incidênca da pobreza subjetiva é de 36,64%. A população macapaense é composta de 41,9% de brancos; 48,9% de pardos; 6,4% de pretos; e 2,8% de pessoas de outras etinias. ECONOMIA Uma boa vocação em Macapá é o comércio, além do extrativismo, agricultura e indústria. Com localização privi-

legiada em relação a sua posição geográfica, tem grandes possibilidades de relações comerciais com a América Central, América do Norte e a Europa. A criação da Zona de Livre Comércio de Macapá e Santana, regulamentada pela Lei Federal nº 8.387, de 30 de dezembro de 1991 e do Decreto Nº. 517, de 8 de maio de 1992, possibilitou oportunidades de negócios para a economia do estado, principalmente para a indústria, comércio, serviços e o turismo. Apesar de investimentos de outros estados brasileiros e de capital estrangeiro, ainda há um grande mercado a ser explorado. Contudo, há pontos negativos nesta nova vertente econômica, podendo-se

eas no início do JD

os ao a e a a m

a ue ea o ais a u D ase aao o em a o ma á ne iar

Programação de eventos em comemoração ao aniversário de Macapá

S

ua querida Célia, no dia do sim!

Paciência – Ficamos devendo a Equatur. Prometemos pagar como pagamos, em suaves prestações. A paciência de Célia Lopes nos comoveu. Ela entendia o projeto, estava triste com o seu encerramento momentâneo e com a baixa no faturamento. Cada parcela paga renovávamos a promessa de “voltar em breve” e queríamos a Equatur, agora, como cliente. Como o nosso comercial funcionava na base do “amadorismo puro”, criávamos a propaganda sem autorização dos clientes e amigos de verdade, publicávamos e depois corríamos para tentar receber. Generosos descontos

eram as táticas para receber. E continuamos assim quando o JD fechou as portas temporariamente. Esse recursos foram importantes para a construção do novo JD, numa casa residencial, na padre Júlio, bairro Alvorada, cedida pelos nossos pais, onde resido. Hoje, com certeza Célia Lopes, Otaciano, Júlio e Pachequinho já devem ter inaugurado as sucursais da Equatur e do JD. Célia comercializando passagens de uma galáxia para outra e Júlio e a turma editando o JD Portal Celeste. Mas é questão de tempo. Todos nós vamos nos encontrar por lá.

detectar, facilmente, o crescimento populacional desordenado e a falta de planejamento urbano. Conforme dados da SUFRAMA, as áreas de Livre Comércio de Macapá e Santana abrangem uma área de 220 km², correspondente a parte dos municípios de Macapá e Santana. As vias de acesso são fluvial e aéreo. Pelos rios os principais corredores são os rios: Amazonas, Oiapoque, Jari, Aragauri e Maracá.

aiba quais foram os eventos planejados para este dia 04 de fevereiro Programação da Prefeitura de Macapá - 04 de fevereiro de 2011 Local das atividades: Em frente à Fortaleza de São José de Macapá e Mercado Central 06 horas Alvorada Festiva com salva de 21 tiros de canhão 08 horas- Culto Ecumênico (missa campal, pregação evangélica e culto afro) 09 horas- Cerimônia Oficial (canto dos hinos nacional e municipal, fala das autoridades e homenagens a moradores e servidores municipais); 09h30- Corte do Bolo (bolo de 10 metros de comprimento, ofertado pelo Sebrae e o Sindicato dos Panificadores); 09h45- Atendimentos Diversos (corte de cabelo, oficinas de artes, exposições, etc.) 10 horas- Show Cultural (apresentações de artistas locais no palco principal) 13 horas Encerramento. Programação da Confraria Tucuju - 04 de fevereiro de 2011 8 horas- Missa em ação de graças na igreja Matriz de São José 9 horas- Solenidade Cívica no pátio da Biblioteca Elcy Lacerda 10 horas- Parabéns à Cidade com corte de bolo na Avenida Mario Cruz 12 horas- Feijoada Tucuju, servida na Avenida Mario Cruz 12h30 - Almoço dos Pioneiros no Largo dos Inocentes

14 horas- Show musical variado 19 horas- Encerramento com fogos de artifício no Largo dos Inocentes. Programação da Secretaria Estadual de Cultura - 04 de fevereiro de 2011 A partir das 18 horas No Sambódromo de Macapá “Projeto Sexta Cult” Durante o evento, serão comercializadas comidas típicas e bebidas. As atrações da programação são: apresentação de Boneco Gigante, músicos Beto Oscar e Helder Brandão, mostra áudio visual do Museu da Imagem e do Som “MACAPÁ: Memórias da minha cidade”, Companhia Viva de Teatro, com o Espetáculo “Feliz Cidade”; grupo de dança Macapá Break, poeta Aroldo Pedrosa, Trupe Show de Animação, com espetáculo “O fascinante circo gira mundo”, Companhia Zimba de Dança e Teatro, “Espetáculo Magia Negra”, do grupo Dança Regional; poetisa Suany Brazão e o rock da banda Mini Box Lunar. A programação também contará com o Grupo de Marabaixo Raimundo Ladislau, Grupo Artístico Imagens e Companhia-Performance; Ozéias Jr. e Banda, Quimera Companhia de Teatro, com o monólogo “Sem dizer adeus”, GRAHAM Companhia de Dança, com o espetáculo “Encanto das Águas”, poetisa Carla Nobre, performance de Alexia Le Block, Banda CASANOVA, Zé Miguel e Banda Cult, com participação do Grupo Faces da Vida.

O que o povo pensa

O

JD foi às ruas para saber o que as pessoas pensam de Macapá. Elas

apontaram o que melhorou na cidade nos últimos anos e também o que piorou.

M

aksuel Martins, fotógrafo: “Acredito que o que melhorou em Macapá foi o cenário audiovisual. Muitos artistas desta área foram descobertos e até mesmo a internet ajudou nesta descoberta e no contato dos profissionais. Hoje, muitas pessoas acabam se conhecendo em função da internet e acabam trabalhando juntas. Os produtores viram que não havia valorização do trabalho deles por parte dos governantes e eles mesmos passaram a custear o seu trabalho. Tem produtor que possui dois empregos até e com o que ganha nestes empregos compra material para trabalhar com aquilo que ele gosta mesmo. Eles acabam indo atrás da sua realização mesmo sem qualquer ajuda de político, por exemplo”.

C

ristiane Barbosa, atendente dos Correios: “Acho que não melhorou saúde, educação, área administrativa, que era para estar bem melhor. Eles tentam melhorar na parte de turismo, fazem programações, valorizam a cultura, pontos turísticos. Antes, muitos artistas de fora eram trazidos para a cidade e agora os artistas da terra participam mais, ou seja, na área cultural melhorou muito”.

T

arcísio M. Ferreira, vigilante: “Melhorou, mas não tanto. Como a questão da saúde, da educação, muitas escolas estão com obras paradas e, por conseqüência, fechadas. Quanto às melhorias, acredito que a cidade se desenvolveu bastante. Mas, acho que a prefeitura poderia melhorar o seu trabalho”.

M

eirian Barbosa, vendedora: “Para mim, ainda bem que neste ano o governo não vai financiar o carnaval. Porque as escolas poderiam custear seus gastos fazendo eventos, festas durante o ano para poder conseguir este dinheiro, isto, para não prejudicar a área da saúde, da educação e saneamento básico. Mas, para melhorar o governo deve direcionar este orçamento para a saúde, já que, nos postos de saúde e nos hospitais não tem seringas, água destilada, medicamento, ou seja, não tem o básico para dar atendimento á população. A família do paciente é que tem que comprar, nisto precisa melhorar”.

B

ianca Almeida, lojista: “Bom, eu acho que o que melhorou aqui em Macapá foi a reforma da Praça Beira-Rio, que é um ponto turístico da cidade, além do Parque do Forte. Mas, em contrapartida, está tendo muita violência no Parque do Forte. As pessoas brigam e a polícia não faz nada, só quando estão quase para se matar. Logo, a segurança devia melhorar”.


Informe Publicitรกrio

Jornal do Dia

D4

Macapรก-AP, sexta-feira e sรกbado, 04 e 05 de fevereiro de 2011


jornal do dia 04 05 02 2011