__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 17

MERCADO

Setembro 2020

17

Grupo Vale do Verdão é o novo dono da Usina São Luiz DIVULGAÇÃO

Unidade da Abengoa, em Pirassununga (SP), era disputada por três grupos do setor ANDRÉIA VITAL

A proposta do Grupo Vale do Verdão foi a vencedora no leilão da usina São Luiz, da Abengoa Bioenergia, com mais de 64% dos votos dos credores, e definida em reunião realizada no dia 16 de setembro. A usina, localizada em Pirassununga (SP), e que está em recuperação judicial, será recebida como unidade produtiva isolada (UPI), sem dívidas. O certame era disputado por três grupos do setor, que apresentaram o lance mínimo de R$ 385 milhões no leilão judicial da unidade. As outras propostas foram da usina Ferrari e dos empresários Mário e Adriano Dedini Ometto. A oferta do Grupo Vale do Verdão foi considerada a melhor devido aos prazos de pagamento, que iniciarão com R$ 20 milhões em 30 dias, R$ 20 milhões em 60 dias e R$ 25 milhões em 90 dias. A partir de julho de 2021, começará o pagamento de outras 16 parcelas de R$ 20 milhões, corrigidas pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). “Temos que aguardar os trâmites burocráticos para poder assumir a unidade. Estamos muito animados”, afirmou o presidente do Grupo, Sergino Ribeiro de Men-

donça Neto, ao JornalCana. Com três unidades localizadas em Goiás – a Vale do Verdão, Panorama e Floresta – a companhia, que processa sete milhões de toneladas por safra, poderá ver sua produção aumentar mais de 40%, já que a nova unidade adquirida tem capacidade de moer até 3 milhões de toneladas de cana por temporada. A usina tem um parque industrial de cogeração moderno, o que vai permitir à Vale do Verdão também incluir

bioeletricidade no seu portfólio. A empresa já vem investindo em projetos de energia renovável em suas unidades em Goiás, mas ainda não cogera. Com faturamento anual de R$ 1,1,bilhão, o Grupo trabalha com controle rigoroso de custos e conservadorismo sustentável em relação ao mercado. A companhia possui uma estrutura bastante verticalizada, com capital próprio e pouco manejo de cana de fornecedores.

O grupo possui 81.850 hectares de lavouras de cana-de-açúcar; 95.000 ha de lavouras cultivadas com grãos a cada ano (7,2 mil ha irrigados em 72 pivôs) e 61.000 cabeças de gado em cria, recria e engorda (pasto + confinamento). Sua controladora, a Fronteira SA, tem também a unidade Cambuí, que junto com as outras usinas, fatura próximo de R$ 1,5 bilhão, o que garantiria o pagamento e novos investimentos na unidade adquirida.

A DTM está no mercado para atuar como a melhor opção em serviços de solda e recuperação de equipamentos. Com tecnologia e conhecimento de ponta, ela se empenha em proporcionar aos clientes a satisfação, a redução de custos em seus negócios e a garantia de uma maior produtividade com extrema qualidade. AVENIDA JOSÉ AUGUSTO DA FONSECA, S/N CEP: 13390-070 - RIO DAS PEDRAS SP FONE: (19) 3493-5704 | dtm@dtmsoldagem.com.br

www.dtmsoldagem.com.br

ECP

Eutectic Certified Partner

Profile for ProCana Brasil

JornalCana 319 (Setembro/2020)  

Advertisement
Advertisement
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded