Page 1

Distribuição GRATUITA

SEXTA-FEIRA 02/09/2011 SEMANAL | Ano 7 | n° 820 | Região do Caparaó | www.aquies.com.br

Governo anuncia rodovias para a região do Caparaó

»» O governador Renato Casagrande anunciou novas rodovias, entre elas Iúna x Muniz Freire x Castelo, e também Café x Alto Calçado e Placa x Anutiba x Muniz Freire

Addison Viana

A tradição da Festa do Carro de Boi de São José do Calçado

GERAL | Pág 13

1,5 T de feijão, no Maior Feijão Tropeiro do Mundo em Ibatiba

Marcos Freire

»» No município, a tradição dos carros de boi virou uma festa que fortalece as raízes culturais da população e que começa na próxima quarta-feira (07) cidades | Pág 04 /

Guaçuí sedia fórum sobre violência e violação de direitos

Jerônimo Monteiro realiza Conferência de Políticas para Mulheres

Governo inaugura 50 casas populares e visita obras em Alegre Romero Mendonça/Secom

CIDADES| Pág 04

geral| Pág 06

POLÍTICA| Pág 14

Governo inaugura campo e assina convênio em Divino de São Lourenço GERAL| Pág 12

GERAL| Pág 12

Enquete da Folha inicia debate político em Iúna

Passeio ciclístico de Iúna: pela preservação e cidadania DIVULGAÇÃO

CIDADES | Pág 05


02

OPINIÃO

SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

EDITORIAL Responsabilidades No final da semana passada, Guaçuí sediou o I Fórum do Entorno do Caparaó sobre Violência e Violação dos Direitos e, entre as muitas questões discutidas, inclusive o preconceito de que criminalidade só tem a ver com os pobres, foi muito debatido a questão dos direitos da criança e do adolescente. E nos parece que este assunto é realmente muito importante, quando se fala em violência. A verdade é que a diminuição da violência, como já citamos aqui neste espaço, está intrinsecamente ligada a como tratamos nossas crianças e adolescentes. E não falamos apenas daqueles em situação de risco e de famílias carentes. Estes precisam de políticas públicas que os socializem, não os deixem à margem da sociedade. Mas falamos também daqueles que nasceram em famílias com posses, têm como estudar e ter um futuro,

mas mesmo assim, entram nas drogas e na criminalidade. Isso nos faz pensar sobre em que estamos errando. A sociedade é responsável por essa socialização da criança e do adolescente, começando dentro de casa, para que jovens com futuros promissores não se percam nas futilidades e perigos da vida, existentes em cada esquina. O poder público não pode assumir a responsabilidade de educar nossos filhos, somos nós que precisamos fazer isso. Apesar de sabermos que existem pais que só o são por força das circunstâncias, porque nunca souberam o que é paternidade ou maternidade. Os filhos destes sim precisam do apoio do estado e da população. O estado tem a obrigação de nos oferecer condições e opções para que nossos filhos tenham caminhos positivos a seguir. Desta forma, podemos orientá-los em um mundo em que os governos façam as suas partes, para que nossos jovens tenham identidade cultural e social. Com identidade, ninguém se perde.

canal aberto

»» POR MARCOS FREIRE - marcosfolhadocaparao@gmail.com

Gato escaldado Parece que dessa vez vai. Pelo menos, o governador Renato Casagrande declarou, de forma oficial, e apresentou – preto no branco – que, entre as várias rodovias que pretende implantar ou reabilitar, estão os trechos que ligam os municípios de Iúna e Muniz Freire e, consequentemente, de Castelo. Acho que é a primeira vez que vejo um governo declarar estas obras de forma oficial e não só no palanque ou nos discursos entusiasmados demagógicos. No entanto, achei estranho o fato do trecho que liga Iúna a Muniz Freire necessitar que seja feito o projeto de engenharia, enquanto o que liga Muniz Freire a Castelo já ter um projeto que precisa ser reabilitado, por causa da mudança nas legislações vigentes, principalmente, quanto ao meio ambiente. Ou seja, o trecho de Muniz Freire até Castelo já possuía um projeto, mas o trecho de Iúna a Muniz Freire não tinha projeto nenhum. Então, onde estão os diversos projetos anunciados por gestões anteriores de que as medições haviam começado e que, depois delas, a concretização da obra estaria bem próxima? Parece que o asfaltamento do trecho de Iúna a Muniz Freire nunca esteve muito perto de ser realizado. Mas, agora, tenho a impressão de que a coisa vai andar, porque o

»» EXPEDIENTE

DIRETOR GERAL: Elias Carvalho EDITOR CHEFE: Marcos Freire EDITOR DE CRIAÇÃO E ARTE: Luan Ola

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

governador Renato Casagrande resolveu mostrar oficialmente, de forma concreta, a sua iniciativa. No entanto, ainda existem pessoas, principalmente, meus amigos do distrito de Terra Corrida – que é cortado pela malfadada estrada, se perdendo em poeira e lama, que só vão acreditar na obra quando esta estiver completamente pronta. Antes disso, vão sempre duvidar de que realmente possa acontecer. Já eu prefiro dar um voto de confiança ao governador, pessoa que conheci antes de vencer sua primeira eleição, combatente das questões comunitárias de Castelo – seu município de origem – e do meio ambiente. E nestas questões sempre foi muito perseverante, assim como o foi quando se elegeu deputado estadual, com muita gente duvidando que seria possível. Aconteceu e ele chegou aonde chegou. Por isso, quando o governador afirma que a obra vai ser realizada – a não ser que nos roubem os royalties do petróleo –, tenho a tendência a acreditar. Mas, infelizmente, governador, me reservo o direito de manter uma pontinha de dúvida, até porque gato escaldado tem medo de água fria, e no que diz respeito a essa estrada, nós estamos bastante chamuscados.

Repórteres: Marcos Freire e Filipe Rodrigues e Daniel Borges DiagramadorA: Suheley Garcia Suhett DEPARTAMENTO COMERCIAL: (28) 3521 7726 / 99761113 Colaboradores: Sérgio Oliveira, José Montoni, Juracy de Almeida - Tigrinho - e Adilson Saloto.

Adilson Saloto »» adils0nsal0t0@hotmail.com

Você e a calcinha Você está caminhando nas calçadas de sua cidade, absorto em suas preocupações, e de repente, se dá conta de que a loja em que você pretendia comprar aquele objeto que o motivou a sair de casa já ficara para trás. Fica puto com você mesmo, se achando um débil mental. Você pensa em dar meia volta e regressar à loja, mas não faz isso porque imagina que as outras pessoas vão te achar maluco. “Com certeza, quem me ver parando, virando para trás e voltando vai me achar um desorientado”. É o que você pensa nessa hora. Você Ameaça parar pra pensar no que fazer, mas também não para. Continua andando e procurando algum comércio em que você poderia dar uma parada, fingir interesse por algum produto, ou até mesmo comprar uma besteirinha sem precisar, somente para poder voltar sem parecer doido. As lojas pelas quais você passa são de móveis; material de construção; vendas de ração; cama, mesa e banho; óticas, butiques... Você ameaça parar em frente à butique, pensando em entrar, mas vê um preço numa etiqueta de uma calça de marca e continua andando antes que o vendedor se levante e venha arrancar a calça e te mostrar. “Malditos ambulantes, onde estão quando a gente mais precisa?!” Só bastaria um hippiezinho ali, vendendo umas pulseirinhas baratinhas que resolveria seu problema. Gastaria uns dois reais com um cordão com pingente em formato de folha de maconha e depois daria como agrado para alguma criança. Porém, a única oportunidade de parar para gastar uma miséria é dar uma gorjeta para um mendigo que você vê alguns metros à sua frente. Você pensa em dar-lhe um real. Você olha nos olhos do mendigo e ele corresponde o olhar, crente de que levará de ti algum trocado. Mas caminhar até um mendigo, dar-lhe uma gorjeta e voltar não parece muito normal, então você desvia o olhar do pobre diabo e passa por ele sem darlhe, ao menos, boa tarde. Você já está indo longe demais e precisa voltar. Vê uma lojinha de pequenas peças de roupas. Você começa a entrar já se dando conta de que a lojinha só vende roupas íntimas femininas, mas continua entrando, porque parar com um pé dentro e outro fora naquela loja seria pior do que dar meia volta na calçada. A linda e elegante atendente, com um sorriso daqueles de amolecer até o mais duro dos corações, lhe pergunta: “poso ajudar?”

Dpto. Jurídico: Cleber Vagner de Oliveira - Advocacia - Consultoria Dpto. Contábil: ACAD Contabilidade E-mails: comercialfolhadocaparao@gmail.com diretoriafolhadocaparao@gmail.com; publicidadefolhadocaparao@gmail.com redacaofolhadocaparao@gmail.com

O seu pensamento responde: “você nem imagina como!”, mas sua boca resume a resposta em um simples e vazio “sim”. Depois de um instante silêncio, você continua: “quero ver um presentinho”. “Namorada?” – pergunta ela, insinuantemente. Você, não querendo revelar a ela que já está compromissado, diz: “amiga”. Ela pergunta se você pensa numa coisa mais séria ou mais sexy. “Com quem?” – responde você com outra interrogação. “Falo da calcinha” – diz ela. “Sexy é melhor” – responde você com um sorriso sacana; ela concorda, com outro. A atendente vai até um armário, sobe numa escadinha e alcança uma minúscula calcinha fio dental. Durante essa ação, você admira o corpo sensual que ela tem. Usa sua visão de raio-x. Imagina tudo que se pode imaginar. Quando ela volta até você com a calcinha nas mãos e olha nos seus olhos, você se constrange um pouco, como se fosse possível a ela visualizar seus pensamentos. Ela pergunta: “será que essa serve nela? Como é o corpo dela?” Você responde à atendente que o corpo de sua suposta amiga é igualzinho ao dela, depois aproveita para fazer um belo elogio: “minha amiga tem o corpo perfeito, é linda, é tudo de bom!”. A atendente, esperta, entende que pode receber uma boa parte dos créditos do elogio. Ela demonstra isso com um simpático sorriso. Para te convencer a ficar com a calcinha, a atendente confere o tamanho em seu próprio corpo. Ela espicha os cordões da calcinha por cima de sua justíssima calça jeans, medindo em seus próprios quadris. Você entra em encantamento, olhando pra calcinha moldando o corpo dela e, por um momento, você não enxerga mais o jeans. “Será que dá?”, pergunta ela. “Pra uma noite inteira”, responde você. O jeitinho com que ela te interroga usando a onomatopéia “han?”, te convence de que ela leu seus pensamentos. A calcinha custa 49,00 e você paga com 50,00. Ela começa a procurar um real para te devolver. Você finge não fazer questão e diz que não precisa se preocupar com troco. O real a mais que pagou pela calcinha você compensa com o que deixou de dar ao mendigo. Você volta à procura da loja da qual saíra de casa pra comprar um grampeador. Acha a loja. Acha o grampeador. Mas não compra, porque o dinheiro que lhe restou não dá. A calcinha te levou cinqüentinha sem necessidade, mas, pelo menos, agora você se sente uma pessoa objetiva e orientada que sabe o que está fazendo. Normal, como todo mundo.

Circulação: ES - Alegre, Apiacá, Bom Jesus do Norte, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado.

Editora e Jornal Sul Capixaba Ltda - ME | CNPJ: 10.916.216.0001-55. Rua Resk Salim Carone, S/N º - Ed. Ibisa - Loja 03 - Bairro Gilberto Machado. Cachoeiro de Itapemirim-ES (Próximo à rodoviária) . Tel: (28) 3521 7726


SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

OPINIÃO

03

FOLHEANDO Posto de Atendimento da CEF Divulgação

Bonito sorriso

DIVULGAÇÃO

ENQUETE Por motivos de força maior, vamos manter a enquete da semana passada, dando continuidade às enquetes da Folha do Caparaó. Desta forma, mais uma chance para dar sua opinião sobre a questão abaixo no site www.aquies.com.br Se as eleições em Iúna fossem hoje, em quem você votaria? - José Ramos Furtado - Rogério Cruz Silva - Edson Márcio de Almeida - Volmir Hote - Cláudio Deps - Elizete Almeida de Abreu - Gumercindo Vinand

A Caixa Econômica Federal (CEF) inaugurou, na semana passada, o seu Posto de Atendimento Bancário (PAB), em Muniz Freire, que é vinculado à SR Sul do Espírito Santo. A unidade está funcionando no primeiro andar da sede da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Turismo. A cerimônia de inauguração foi prestigiada por diversas autoridades, dentre elas, o prefeito Delson de Oliveira e o superintendente regional da Caixa, Carlos Aurélio Linhalis. Com a criação do PAB, a Caixa passou a contar com 764 pontos de atendimento no Espírito Santo, entre agências, casas lotéricas, correspondentes bancários e Pontos de Atendimento Externo (PAE).

1º Fest Gospel de Guaçuí Daniel Borges

Colorindo a página com seu bonito sorriso, a coordenadora do Peti de Irupi, Luciméia Helena Prudêncio, que tem se destacado frente àquele projeto em seu município.

Ponte Sobre o Rio Pardo A Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Transportes de Muniz Freire finalizou a construção da ponte sobre o Rio Pardo, na Comunidade Ponte do Laje. A obra iniciada em 25 de fevereiro de 2011 teve o apoio do Governo Federal e vai atender toda a população, como também serve para o acesso aos pontos turísticos da localidade. No sábado (27), pela manhã, as igrejas evangélicas de Guaçuí se uniram na realização de uma passeata pela união das igrejas. Em parceria com a Câmara dos vereadores e a Prefeitura Municipal, por meio da secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, a caminhada saiu de frente da Prefeitura, passando pelo centro, com desfecho no bairro Tancredo Neves. O evento, que foi realizado pelo Conselho dos Pastores e Líderes evangélicos de Guaçuí, teve seu dia antecipado para 27 desse mês (que tradicionalmente é no dia 28/09), em consenso com a Prefeitura, devido a muitos feriados no mês de setembro. Na sexta, houve o festival no parque de exposições da cidade, com cerca de 15 apresentações, onde os grupos e cantores da cidade concorreram a prêmios. No fechamento do Fest Gospel, estiveram presentes atrações nacionais, como Nívea Soares e Banda; Daniel e Samuel; além de mais apresentações de grupos locais.

A Secretaria Municipal de Assistência, Trabalho e Desenvolvimento Social, por meio dos alunos do Peti, realizou apresentações na Apae de Muniz Freire, na Semana da Pessoa com Deficiência, entre os dias 22 e 26 de agosto. Todos os anos é organizada uma semana de comemoração e reivindicações dedicadas à reflexão sobre os direitos da pessoa com deficiência intelectual e múltipla, com o objetivo de conquistar o reconhecimento e o pleno exercício dos direitos e da dignidade da pessoa com deficiência. Durante essa semana, diversas instituições são convidadas para participarem do evento e conhecer os propósitos da Instituição. Desta forma, as crianças e adolescentes do Peti brilhantemente enriqueceram o evento com a apresentação do coral, capoeira e maculelê, e colaborando para a inclusão social.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Guilherme Pereira, apresentou na quarta-feira (31), em coletiva de imprensa, o Plano Plurianual (PPA) 2012-2015. A matéria foi encaminhada para a Assembleia Legislativa do Estado no mesmo dia do anúncio. O PPA é um instrumento de planejamento estratégico de médio prazo, de ações regionalizadas de governo, que orienta a alocação de recursos no orçamento. O plano contempla um período de quatro anos e inclui os objetivos, diretrizes e metas da administração pública durante o período. Durante a coletiva, o secretário apresentou a metodologia utilizada para a elaboração da peça enviada para os deputados, as principais potencialidades e os desafios do Estado, além das inovações do plano e a divisão dos recursos prevista.

frase da Semana

Daniel Borges

PETI na Semana da Pessoa com Deficiência

Governo apresenta PPA

Manifestação pacífica Durante a cerimônia de inauguração das Unidades Habitacionais, alunos do Centro de Ciências Agrárias da Ufes fizeram uma manifestação pacífica, com cartazes e faixas, onde reivindicavam apoio do governador Renato Casagrande em relação à greve de servidores da Universidade, que já dura mais de 60 dias, e que tem deixado sem funcionamento unidades importantes da universidade, como o restaurante universitário e biblioteca. Renato Casagrande fez questão de ir até os alunos e conversar com eles sobre o pleito. Depois, durante seu discurso, o governador destacou que iria entrar em contato com o Ministro da Educação e repassar a ele todas as reivindicações dos alunos.

“Não se pode ressocializar quem não foi socializado”.

André Moreira, presidente do Conselho Estadual do Direito da Criança e do Adolescente, sobre a responsabilidade da sociedade para que a criança e o adolescente nunca precise ser ressocializado.


04

CIDADES

SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

SÃO JOSÉ DO CALÇADO

Festa do Carro de Boi fortalece tradições do município

»» Em São José do Calçado, a tradição dos carros de boi virou uma festa que fortalece as raízes culturais da população, com novidades todos os anos Por Sérgio Oliveira

reportagemlast-minutenews@R7.com

A cidade entre Montanhas e Flores, São José do Calçado, está contando os dias para a realização da X Festa de Carro de Boi (veja matéria na Folha 2). O evento que foi criado em 2001, pelo escrevente da Contadoria da Comarca local, Mauricio de Almeida Valim, a cada edição, reúne milhares de pessoas. E, além dos carros de boi e mulheres bonitas, a festa tem ingredientes que reforçam, cada vez mais, a tradição da cultura local, inclusive, com o Festival da Broinha, que acontece pela primeira vez este ano. A festa, que sempre acontece no mês de setembro próximo ao Dia da Independência, dentro de um cenário bem caipira, sempre traz novidades. No dia 7 de setembro de 2009, na 8ª edição, um casamento country de verdade marcou o evento. Paulo César Faria, auxiliar administrativo, e a comerciante Nilda Faria realizaram um sonho: eles se casaram com direito a carro de

boi, cavalos, chapéus, esporas e alianças. Já no ano passado, a atração foi o Boi Triunfo, que alegrou adultos e crianças. O boi é conhecido por ser manso como um cordeiro e por fazer acrobacias, comer biscoito, tomar refrigerante no canudinho e brincar com as crianças. E como dizem os que conhecem o Boi Triunfo, ao pé da letra, “ama as morenas e, se não tomar conta, vai querer é namorar”.

HISTÓRIA

O carro de boi existe há muito tempo, desde o período Neolítco, mas surgiu no território brasileiro junto com os primitivos engenhos de açúcar, na época da colonização portuguesa. Foi um dos primeiros instrumentos de trabalho, também o mais remoto, e principal veículo de transporte utilizado no Brasil, em especial nas áreas rurais, durante quase 300 anos. É composto por duas rodas, uma grade ou mesa de madeira e um eixo. Suas rodas são feitas de madeiras resistentes, com um anel de ferro de for-

ma circular nas extremidades, para garantir maior durabilidade. Cada grade possui cerca de três metros de comprimento, por um e meio de largura, com duas peças mais resistentes de cada lado e uma terceira no meio, mais comprida, destinada a atrelar o carro à canga, uma peça, também de madeira, com mais ou menos um metro de comprimento, contendo um corte anatômico para assentar no pescoço do boi, sendo segura por uma correia de couro, chamada de brocha. A grade é apoiada sobre um eixo, que tem como ponto de apoio duas peças de madeira chamadas cocão. O chiado ou cantiga característica do carro de boi é produzido pelo atrito do cocão sobre o eixo. As madeiras usadas no começo, principalmente as das rodas, eram o pau d`arco, a aroeira, a sucupira e a carnaubeira. O carro de boi pode ser puxado por uma, duas ou mais juntas ou parelhas, uma vez que cada junta possui dois bois, que trabalham um ao lado do outro, unidos pela canga.

Sérgio Oliveira

Equilibrando os pesos

No solo mais raso, em trabalhos mais leves, utiliza-se uma parelha e, nos mais pesados, desenvolvidos em terrenos mais irregulares, duas ou mais, uma atrás da outra. As parelhas são conjugadas por uma corrente que liga as cangas. O condutor do carro que comanda os bois é chamado de carreiro, que utiliza uma vara fina, com mais ou menos três metros de comprimento, contendo uma ponta de ferro para ferroar o animal, castigando-o ou indicando a direção a ser seguida. Concluindo os adereços, usam ainda um chapéu de couro, um peitoral e um facão, colocado numa bainha de couro pendurado no cinto. Os bois se comunicam, literalmente, com o carreiro. Basta um simples chamado dele, e eles se aproximam, ficando parados próximo ao local onde são normalmente encangados. São batizados de nomes engraçados, como Tufão, Boi Triunfo, Cara Preta, Lavareda, Pachola, Touro Sentado, entre outros. Resumindo, o carreiro

Uma das atrações da festa do ano passado, o Boi Triunfo, manso como um cordeiro

Os carros de boi são uma tradição que vem sendo preservada em São José do Calçado é o intérprete dos bois, pois, se os carreiros não os compreenderem, dificilmente a manobra dos carros de boi terá sucesso: o “Ou” é usado para parar os bois, e o “Êi”, para fazê-los descer ladeiras, por exemplo. Durante a Segunda Guerra Mundial, entre 1939 a 1945, com a falta de combustível

para caminhões e automóveis, o carro de boi foi muito usado no Brasil, voltando a aparecer por algum tempo em certas regiões do país, ajudando a transportar cargas e pessoas. Já em São José do Calçado, é comum ouvir o soar dos carros de bois, puxados por animais que parecem sempre estar sorrindo.

JERÔNIMO MONTEIRO

Município sedia III Conferência Regional de Políticas para Mulheres Na última quinta-feira (25/08), Jerônimo Monteiro sediou a III Conferência Regional de Políticas para Mulheres, reunindo outros quatro municípios no auditório da Secretaria Municipal de Educação: Muqui, Mimoso do Sul, Vargem Alta e Atílio Vivácqua. A programação do evento contou com palestras, debates, discussões e atividades em grupo, presididas

pela coordenadora de Política para Mulheres da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos (Seastdh), Laudicéia Schuaba Andrade. A palestra, ministrada pela coordenadora, teve como tema a “Análise da realidade das mulheres brasileiras”. Após uma reflexão, as participantes discutiram a proposição de políticas públicas

para as mulheres em seus respectivos âmbitos, de forma a atingir as metas traçadas pela conferência: a igualdade e a autonomia feminina. O evento contou com a participação da secretária municipal de Ação Social Marineis Machado Jordane Rios e de assistentes sociais e outras mulheres ligadas à mobilização política feminina nos municípios.

O objetivo da Conferência Regional de Políticas para Mulheres é discutir e elaborar políticas públicas voltadas à construção da igualdade de gênero na perspectiva do fortalecimento da autonomia econômica, social, cultural e política das mulheres e que contribuam para a erradicação da pobreza extrema e exercício pleno da cidadania pelas mulheres brasileiras.

Na Conferência, as participantes fizeram uma análise sobre a realidade das mulheres brasileiras

Divulgação


SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

CIDADES

05

IÚNA

Passeio ciclístico pela preservação e cidadania

Divulgação

»» O 6º Passeio Ciclístico de Iúna é organizado pelos Amigos do Verde e, além da prática esportiva, visa promover a preservação ambiental, cidadania e cultura Um grande passeio ciclístico animou a manhã de domingo passado (28) em Iúna. Mais de 300 ciclistas se uniram à comissão organizadora do 6º Passeio Ciclístico do município para dar uma volta de bicicleta pelas ruas da cidade. O passeio começou às 8 horas da manhã, com a apresentação do Circo Teatro Capixaba, de Patrimônio da Penha, e seguiu até o meio dia, quando os ciclistas chegaram ao término do percurso. Segundo o grupo Amigos do Verde, realizador do evento, o passeio é uma oportunidade para

promover a prática esportiva e a vida saudável, além de conscientizar os participantes sobre a importância em se preservar o meio ambiente e reivindicar os seus direitos como cidadãos. Os organizadores também acentuam que o evento prega a integração e inclusão social, pois é aberto a todos, sem restrições de idade ou classe social. “Para participar, basta pedalar”, afirmam os organizadores. E falando em reivindicações, o grupo Amigos do Verde aproveitou para lançar a campanha “Funciona Pinicão”, se referindo a

uma unidade de tratamento de esgoto, que foi construído há muitos anos no município, com recursos do Governo Federal, mas que nunca funcionou. A ideia da campanha é chamar a atenção das autoridades para a importância da obra, que precisa entrar em funcionamento, porque vai significar menos esgoto lançado no Rio Pardo, que corta a cidade de Iúna, conforme salientam os organizadores.

Brindes

O final do passeio foi na área de preservação ambiental Amigos do Verde,

próximo ao Parque Industrial do município. E, no local, aconteceu o já tradicional sorteio de brindes do Passeio Ciclístico de Iúna, que são ofertados pelos patrocinadores do evento. Durante todo o percurso, os ciclistas contaram com o apoio de uma guarnição da Polícia Militar, que deu segurança aos participantes, e de uma ambulância enviada pela Prefeitura de Iúna. Os Amigos do Verde também aproveitaram para agradecer a todos que participaram e deram seu apoio, já planejando o passeio do ano que vem.

Mais de 300 ciclistas participaram do Passeio Ciclístico de Iúna, no domingo passado

O passeio deste ano contou a apresentação do Circo Teatro Capixaba, de Patrimônio da Penha


06

GERAL

SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

GUAÇUÍ

Município sedia fórum sobre violência e violação de direitos

»» Dentre muitos assuntos, foram discutidos métodos socioeducativos. Entidades do estado marcaram presença Daniel Borges

danielborgeslima@gmail.com

Nos dias 25 e 26 de agosto, Guaçuí sediou o I Fórum do Entorno do Caparaó sobre Violência e Violação de Direitos. O encontro ocorreu no Teatro Municipal Fernando Torres e contou com representantes de várias cidades da região do Caparaó e sul do Estado, como Muniz Freire, Ibitirama, Bom Jesus do Norte, Apiacá, Marataízes e outras que compõem as regiões. Representantes de entidades estaduais também estiveram presentes ao fórum. Entre eles o diretor técnico do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases), Roberto Belinq, a assistente social e subgerente de Medida Socioeducativa, Aurelina Neto, a subsecretária do Estado de

Direitos Humanos, Laudicéia Schuaba, o presidente do Conselho da Criança e Adolescente e assistente social do INSS de Guaçuí, José Ramos, e o presidente do Conselho Estadual do Direito da Criança e do Adolescente, André Moreira. O professor Paulo Bering falou sobre a associação que se faz, no Brasil, entre o pobre e a criminalidade: “Falam que, no Brasil, o sistema é falho e não se prende marginal. Errado. A maneira como é tratado o assunto é que está equivocada. Levando para o lado do adolescente, tem muitos lugares que, quem está à frente, diz assim: ‘Mantém esse adolescente com você por mais um tempo, ele nos dá muito trabalho’, e não pode ser assim, ele precisa ser educado”, ressaltou. A questão de como é o tratamento das medidas socioedu-

cativas, que é colocado como última “esperança”, por muitas famílias: “Os fracassos que, de repente, a família, Igreja, escola e até mesmo a falta de vontade do próprio jovem na recuperação que existe, são fatores que ‘ajudam’ a alimentar os dizeres que o sistema não funciona”, disse o professor Paulo Bering. Já o presidente do Conselho Estadual do Direito da Criança e do Adolescente, André Moreira, alertou os presentes e pediu que abraçassem as causas de suas comunidades, pois o povo é responsável pelo policiamento das leis. Segundo ele, são os cidadãos que influenciam com as denúncias. “Não se pode ressocializar quem não foi socializado”, destacou.

Sem condições

O presidente do Conselho Municipal da Criança e do

JERÔNIMO MONTEIRO

Adolescente, José Ramos, fez ponderações sobre os projetos que têm sido realizados pelo governo: “É preciso criar uma espécie de ‘Vara da infância e adolescência’ na cidade. Um único juiz não tem condições de atender todos os tipos de casos, essa melhoria poderia ser estudada”, argumentou. José Ramos ainda criticou os métodos adotados pelo governo que disse estarem ultrapassados. “Tem de haver cursos profissionalizantes funcionais e não só artesanato e manicure. Nada contra, podem ter, mas tem que ser atualizado, acompanhando o que o mercado pede. Nosso estado está se desenvolvendo bem e esse tema poderia ser melhor estudado”, afirmou. Enquanto a subsecretária Cláudia Shuaba destacou as atividades que têm sido rea-

Daniel Borges

Entidades também debateram sobre a atual situação das medidas socioeducativas em vigor no Estado lizadas nas casas de apoio ao adolescente. “Os jovens que estão sob os métodos socioeducativos terão privilégios, de acordo com o comportamento, porque se houver regresso, fica como está, se houver um progresso significativo, pode ter encontros com os fora da unidade e até saídas noturnas, com hora para sair e voltar”, disse ela, que também acentuou que, entre as atividades que os jovens exercem, estão as ofici-

nas de música e consciência ambiental, esportivas e alfabetização, se necessário. Todos da mesa levantaram um assunto que serve de sugestão para o governo. A criação de um projeto de construção de vida para os adolescentes que cumprem as medidas socioeducativas que, com o acompanhamento de psicólogos, sejam conscientizados sobre responsabilidades e compromissos que podem ter desde cedo dentro de casa.

REGIÃO

Prefeitura realizará Leilão Público de móveis e veículos Defensoria Pública presta serviços em Divino e Guaçuí A Prefeitura Municipal de Jerônimo Monteiro vai realizar um leilão para a venda de bens móveis e veículos, que não servem mais para o município e que não compensam ser recuperados economicamente falando. O leilão vai acontecer na próxima terça-feira (06), a partir das 10 horas, no pátio da Prefeitura Municipal, na Avenida Lourival Lougon Moulin, centro da cidade.

Os bens que são considerados inservíveis e de recuperação antieconômica são aqueles que não atendem mais, especificamente, as necessidades da prefeitura. Ou seja, a utilização não é mais viável em qualquer atividade relacionada ao serviço público. Os objetos do leilão encontram-se, para exame, no Pátio da Prefeitura desde quinta-feira passada (25 de agosto), onde vão permanecer até segunda-feira (05), das 8 às

15 horas, e na terça-feira (06), das 8 às 10 horas, horário em que será iniciado o leilão. Os interessados em participar podem retirar o edital na sede da Prefeitura ou no site do leiloeiro www.colodeteleiloes.com.br. O documento também está disponível para download no site da prefeitura www.jeronimomonteiro.es.gov.br. No Edital, estão contidas todas as normas a serem seguidas para a realização do Leilão.

Bens a serem leiloados e valores iniciais Ford Fiesta Street,2002/2003, branco, placa MTB6158 – R$ 2 mil. Ford/Fiesta Street, 2002/2003, verde, placa MTB6188 – R$ 4 mil. Ford/Fiesta GL, 2001/2001, branco, placa MRS9180 – R$ 3 mil. Ford/Fiesta Street, 2002/2003, branco, placa MTB6168 – R$ 4 mil. Ford/Fiesta GL, 2001/2001, branco, placa MSA-9451 – R$ 2 mil. Ford/Del Rey GL, 1991/1991, verde, placa MRZ-1644 – R$ 1 mil. Ford/Escort GL 1.6 H, 2001/2001, prata, placa MTL-5527 – R$ 2 mil.

Carreta reboque c/ 1,80 m x 1,15 m de rodas – R$ 100,00. Carroceria de madeira c/ 3,00 m x 2,00 m – R$ 200,00. Sucata de cadeiras escolares, carteiras e mesas escolares e cadeiras de escritório em geral – R$ 50,00. Sucata de materiais de informática (computadores, monitores, teclados, impressoras, no-break, rádios) e máquinas de escrever – R$ 50,00. Sucata de fogões, refrigeradores, mesas de escritório e armários em aço – R$ 150,00. Sucata Ferrosa - aproximadamente 2.000 kg – R$ 150,00.

Daniel Borges

danielborgeslima@gmail.com

Enquanto o governador do Estado, Renato Casagrade, esteve na inauguração do Campo bom de Bola e na assinatura dos convênios na quinta-feira (25), em Divino de São Lourenço, a Defensoria Pública Estadual prestou serviços gratuitos à população. A ação aconteceu Centro de Referência de Assistência Social (Cras), com a intenção de dar continuidade ao projeto “Defensoria Pública na Comunidade”, de autoria do deputado estadual Glauber Coelho, que tem se empenhado para que os municípios recebam o benefício. Com o apoio também da Prefeitura de Divino de São Lourenço, foi preparada toda uma estrutura para que os cidadãos fossem

atendidos sem problemas. “A iniciativa é boa, porque temos ciência que os valores para contratação de um advogado são altos. Agradeço ao deputado Glauber pelo projeto e também ao deputado Sérgio Borges, que tem sido um excelente parceiro para São Lourenço”, ressaltou o prefeito Miguel Lourenço da Costa. Depois de Divino de São Lourenço, no dia seguinte, sexta-feira (26), os representantes da Defensoria Pública do Estado estiveram em Guaçuí, em parceria com o Poder Judiciário do município e a Prefeitura, para realizar os atendimentos do projeto “Defensoria Pública na Comunidade”. Com o mesmo objetivo de oferecer serviços gratuitos a toda população. O secretário municipal de Ação Social, João Fernando de

Faria, falou sobre a importância do projeto. “A essência desses serviços é de atender todos, entretanto, damos preferência aos mais necessitados, que não têm condições de pagar um advogado, portanto, é excelente a oportunidade e parabenizo todos os envolvidos por essa mobilização”, ressaltou. A equipe da Defensoria Pública Estadual é composta pelos defensores Gustavo Costa Lopes, Saulo Alvim Couto, Bernaury Luiz Vasconcelos e a assistente Bruna Dias. Além de Divino de São Lourenço e Guaçuí, o programa esteve em outros municípios da região do Caparaó e Sul, como Ibitirama, Dores do Rio Preto e Atílio Vivácqua. Até dezembro, mais nove cidades devem receber o projeto.


FOLHADOIS 1,5 tonelada de feijão, no Maior Feijão Tropeiro do Mundo em Ibatiba

SEMANAL | Ano 7 | n° 819 Sexta-feira, 02/09/2011 | Região do Caparaó www.AQUIES.com.br

Chitãozinho e Xororó na Expoagro de Jerônimo Monteiro Divulgação

»» Nesta sexta, começa a Festa do Tropeiro, com destaque também para os desfile de tropas e os shows nacionais de Atayde e Alexandre, Amado Batista e banda Rapazolla Marcos Freire

Marcos Freire

marcosfolhadocaparao@gmail.com

Nesta sexta-feira (02), começa a programação da terceira edição da Festa do Tropeiro, com o Maior Feijão Tropeiro do Mundo, em Ibatiba, que vai até domingo (04), na área externa do Coração Sertanejo. Na programação, muita moda de viola, 1,5 tonelada de feijão tropeiro, cavalgada, desfile de tropas, etapa do Campeonato Sul Capixaba de Rodeio e atrações nacionais, com os shows de Atayde e Alexandre, Amado Batista e Rapazolla. Na sexta, às 9 horas, acontece a inauguração do Museu Salomão José Fadlalah – Casa da Cultura e Museu do Tropeiro, além do Monumento do Tropeiro, às margens da BR262. E, ao meio dia, será realizado o 9º Encontro dos Produtores Rurais de Ibatiba, dentro do Coração Sertanejo. Além disso, das 17 às 21 horas, acontece uma edição especial da Feira dos Produtores Rurais de Ibatiba, em comemoração ao Dia Estadual e Municipal do Tropeiro – primeiro domingo de setembro.

O ponto alto da festa é o preparo do Maior Feijão Tropeiro do Mundo, este ano, com 1,5 ton A abertura oficial da festa acontece às 20h30, com a inauguração do Rancho do Rosário e do Ranchinho da Associação dos Gestores de Turismo de Ibatiba (Geturi), com produtos do agroturismo. A abertura da etapa do Campeonato Sul Capixaba de Rodeio acontece às 21 horas, seguida dos shows da dupla Atayde e Alexandre, do sertanejo unversitário de Markin e Vitão, e da banda Raízes. No sábado, a programação só começa à noite, com o rodeio, às 21h30. Logo depois, às 23h30, é a vez do esperado

show do cantor e compositor Amado Batista, seguido dos shows de Rubens Diniz e banda Rudioli. Fechando a noite, a banda Fenix.

Tropas

E no domingo, Dia do Tropeiro, a programação vai começar cedo, com a cavalgada e desfile de tropas, a partir das 8 horas da manhã, que vai seguir até a área do evento, onde será realizado o Festival Sabores da História, a partir do meio dia, com o Maior Feijão Tropeiro do Mundo, quando serão pre-

paradas e servidas uma 1,5 tonelada de feijão tropeiro. A partir das 13 horas, haverá moda de viola, e o sorteio de um carro e duas motos zero quilômetro vai acontecer às 15 horas, numa promoção da Associação Anjos da Estrada. No domingo à noite, a partir das 18 horas, será realizada a final da etapa do Campeonato Sul Capixaba de Rodeio e, a partir das 20 horas, será a vez do show da banda baiana Rapazolla. A noite será encerrada pelos shows de Rodrigo Balla e banda, e também de Adilson Teixeira e banda.

Começa na próxima terçafeira (06), a XXI Expoagro de Jerônimo Monteiro que terá programação até o próximo domingo, dia 11, no Parque de Exposição da cidade. E no dia da abertura oficial, no feriado de 7 de setembro, vai acontecer um dos shows mais esperados da festa, com a dupla de renome nacional Chitãozinho e Xororó, que deve atrair público de toda a região. Numa realização da Prefeitura Municipal, a festa está com uma programação variada, envolvendo grandes shows, concurso leiteiro, rodeio e exposição de animais. E, além da dupla sertaneja, outro destaque nacional que promete levantar o público, no dia 10 (sábado), é a Banda Detonautas. A Expoagro de Jerônimo Monteiro terá portões abertos e vai contar com o auxílio da Polícia Militar para garantir a segurança do público em todos os dias da festa. O Campo do Atlético será utilizado como estacionamento e a presença de seguranças pretende dar tranquilidade aos participantes. A programação começa no dia 6, com uma partida do Campeonato Sulino de Futebol, entre o Atlético de Jerônimo Monteiro e o Independente, de Mimoso do Sul, e o show com Alan Macha-

do. Mas a abertura oficial só acontece no dia 7, começando com o show gospel da Banda Vozes (20h), e também de Daniele Vale e de Marquinho Macedo, logo a seguir. Então, logo depois da abertura oficial, acontecerá o show com Chitãozinho e Xororó, e a noite será encerrada com Wemerson Araújo e Banda.

Atração nacional

Na quinta, os shows serão com Rodrigo Balla e a banda Forró Country. Já no dia 9, a Banda Lady Lux e a dupla Gabriel e Edeivando fazem os shows. E no sábado, a partir das 14 horas, será realizada a 5ª Maratona de Botecos e, à noite, mais uma atração nacional com o show da banda Detonautas. A noite será encerrada com a Banda Máxima. A festa vai terminar no dia 11 (domingo), com a programação começando logo pela manhã, às 9 horas, com a troca de cordas do Grupo de Capoeira Reza Forte, na Escola Estadual. A festa será encerrada com os shows de Fernando e Reginaldo e da Banda Art & Voz. A festa de Jerônimo Monteiro terá também Rodeio Profissional, de 8 a 10 de setembro, revoada de parapentes no sábado e domingo, e show pirotécnico.


02

»» SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

Região do Caparaó www.AQUIES.com.br

ESPAÇO VIP Por Vitor Moraes | (28) 9981-7647 | vitor_searom@hotmail.com

Show com Geraldo Terra Nova – Voz e Violão Dia 16/09/2011 sexta-feira Horário: 21 horas Local: Pointy Diversões – Antigo Manos Diversões, em Guaçuí Informações: (28)3553-3930 Falar com Cida. Você que é da Região do Caparaó, apareça na Coluna VIP. Envie sua foto com legenda para email: vitor_searom@ hotmail.com ou ligue para (28)9981-7647. Vem, gente!

»» Bernardo comemorou seus 8 anos, dia 29 de agosto, na escola, com seus amiguinhos e família... Sua avó Lucimar e sua mãe Patrícia desejam muita saúde! Felicidades. »» Foto Freitas

»» Um grupo de amigos de Guaçuí conheceu a linda cidade de Campos do Jordão (SP), no último fim de semana. O grupo ficou encantado com a beleza da cidade e aproveitou para esquentar o frio com um bom chocolate quente.

»» Neste registro está Lorena Peixoto, que tem 15 anos, cursa o 1º ano no Colégio Polivalente, é o orgulho de toda sua família e, principalmente, de sua mãe Joana D’arc, pela responsabilidade com que tem conduzido seus estudos. »» Foto Freitas

»» By Glória

»» A princesinha Julya Carião completou 2 aninhos, com seus familiares e amiguinhos. A festa foi temática da Barbie Moda e Magia. A coluna deseja muitas bênçãos à toda família. »» Foto Freitas

»» Neste clique, as irmãs, da direita para esquerda: Terezinha, Geralda e Maria da Penha, no último fim de semana, em Campos do Jordão (SP). »» Ivanete Pires


VIVAaVIDA

SEMANAL | Ano 7 | n° 820 Sexta-feira, 02/09/2011 | Região do Caparaó www.AQUIES.com.br

Tabagismo: a sentença de morte de quem fuma »» Quando os jovens fumantes de hoje chegarem à meia idade ou à velhice, haverá uma morte a cada três segundos, causada pelo fumo, matando mais do que as drogas ilegais O cigarro é um dos produtos de consumo mais vendidos no mundo. O único problema é que seus melhores clientes morrem um a um. A revista The Economist comenta que “os cigarros estão entre os produtos de consumo mais lucrativos do mundo. São também os únicos produtos (legais) que, usados como manda o figurino, viciam a maioria dos consumidores e muitas vezes os matam”. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos Estados Unidos, a vida dos fumantes americanos é reduzida. “O fumo mata 420 mil americanos por ano”, diz a revista Newsweek. “Isso equivale a 50 vezes mais mortes do que as causadas pelas drogas ilegais”. Mais de 300 pessoas morrem por dia no Brasil em conseqüência ao hábito de fumar. A Organização Mundial de Saúde prevê que, se nada for feito, em 2020, o vício do cigarro levará mais de 10 milhões de pessoas à morte, por ano. O fumo e seus derivados fazem parte do grupo de drogas consideradas de alta periculosidade à saúde humana. Entretanto o lucro gerado pelo fumo movimenta bilhões de dólares todos os anos. Mas, na verdade, uma grande maioria morre e adoece todos os dias. O fumo traz inúmeras despesas à sociedade. Até 700 aditivos químicos, talvez, entrem nos ingredientes utilizados na fabricação de cigarros, mas a lei permite que os fabricantes guardem a lista em segredo. No entanto, constam entre os ingredientes metais pesados, pesticidas e inseticidas. Aquela atraente espiral de fumaça está repleta de umas quatro mil substâncias, entre as quais acetona, arsênico, butano, monóxido de carbono e cianido. Os pulmões dos fumantes e de quem está perto ficam expostos a pelo menos 43 substâncias comprovadamente cancerígenas.

No mundo todo, três milhões de pessoas por ano – seis por minuto – morem por causa do fumo, segundo o livro Mortality From Smoking in Developed Countries 1950-2000, publicado em conjunto pelo Fundo Imperial de Pesquisas do Câncer, da Grã-Bretanha, pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e pela Sociedade Americana do Câncer. Se persistirem os atuais padrões de tabagismo, quando os jovens fumantes de hoje chegarem à meia-idade ou à velhice, haverá cerca de 10 milhões de mortes por ano causadas pelo fumo - uma morte a cada três segundos.

Novos fumantes

Desde a década de 50, 60 milhões de pessoas morreram por causa do fumo. Este dado preocupa a indústria do tabaco. Se todo ano, no mundo todo, três milhões de pessoas morrem por causa do fumo, e muitas outras param de fumar, todo ano é preciso encontrar três milhões de novos fumantes. E uma fonte de novos fumantes surgiu, por causa do que a indústria do tabaco chama de liberação das mulheres. Marcas especiais de cigarro que alegam ter baixos teores de nicotina e alcatrão enganam as mulheres que fumam, e que acham esse tipo de cigarro menos prejudicial. Outros cigarros são perfumados ou então são longos e finos – o visual que as mulheres talvez sonhem conseguir fumando. No mundo todas as autoridades sanitárias soam o alarme. O continente africano tem sido castigado por secas, por guerras civis e pela epidemia da Aids. No entanto, diz o Dr. Keith Ball, cardiologista britânico, “com exceção da guerra nuclear ou da fome, o fumo é a maior ameaça para a saúde da África no futuro”. A África, a Europa Oriental e a América Latina são o alvo dos fabri-

cantes ocidentais de cigarro, que vêem nos países em desenvolvimento uma gigantesca oportunidade comercial. Mas a populosa Ásia é de longe a maior mina de ouro de todos os continentes. São 300 milhões que fumam o total de 1,6 trilhão de cigarros por ano. Mas com certeza, as vítimas mais trágicas da competitividade no mundo do fumo são as crianças. Um estudo divulgado na revista The Journal of the American Medical Association diz que “as crianças e os adolescente constituem 90% de todos os novos fumantes”. Reconhecendo o tremendo poder da publicidade, grupos antifumo conseguiram que se proibissem, em muitos países – entre eles, o Brasil – os anúncios publicitários de cigarro na televisão e no rádio. Em 2002, o governo brasileiro passou a estampar, nos maços de cigarro, imagens e alertas aterradores, como por exemplo, uma doente grave aparecendo num leito de hospital com câncer de pulmão. Além de imagens de crianças prematuras para alertar o fumo durante a gravidez e frases de efeito, como “Fumar causa impotência sexual”.

Como se livrar do vício

Para quem quer se livrar da dependência, a medicina está trazendo tratamentos desde terapias e antidepressivos até chicletes e adesivos de nicotina. Algumas dessas alternativas se baseiam na reposição de nicotina, que é oferecida em doses menores até que a pessoa dispense a substância, como é o caso do chiclete e do adesivo de nicotina. Há outros tratamentos que usam antidepressivos, com bupropriona. Acredita-se que a droga aumente o efeito de substâncias como a seretonina e a dopanina. Assim, o fumante teria as mesmas sensações de bem-estar causadas pela nicotina. Porém, esses tratamentos são recomendados para pacientes que fumam mais de quinze cigarros por dia. Ninguém disse que é fácil. Os sintomas de abstinência podem incluir ansiedade, irritabilidade, tontura, dor de cabeça, insônia, distúrbios estomacais, fome, fortes desejos de fumar, talvez por causa de um momento estressante, dificuldade de concentração e tremores. Isso não é nada confortável, mas os sintomas mais intensos duram apenas alguns dias e vão desaparecendo à medida que o corpo vai se livrando da nicotina. Vinte minutos depois de deixar o cigarro, a pressão arterial e os batimentos cardíacos retornam ao normal; um dia depois, as chances de infarto começam a se reduzir; após três dias, há um aumento da capacidade respiratória; de duas a 12 semanas, a circulação sanguínea melhora; no intervalo de 1 a 9 meses, a tosse e as infecções das vias aéreas vão cessando – a capacidade física melhora; em um ano, diminui o risco de doença coronariana em 50%; em 10 anos, caem as chances do aparecimento de câncer; no período de 10 a 15 anos, o perigo de desenvolver problemas cardíacos se iguala ao de uma pessoa que nunca fumou.


04

www.AQUIES.com.br

SEXTA-FEIRA, 02/09/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

FOLHADOIS

São José do Calçado realiza mais uma Festa do Carro de Boi

Alegre continua em festa: agora é a vez de Anutiba

»» Uma das novidades deste ano é o Festival da Broinha, que visa resgatar um prato típico que acabou se transformando em um apelido do município

Mais um distrito de Alegre comemora sua festa. Agora, é a vez de Anutiba, distrito que fica a 15 quilômetros da sede do município. O evento começou na quinta-feira (01) com muitas atrações, incluindo a XXI Exposição Pecuária, que acontece no Parque de Exposições Sebastião José Vial, e conta com rodeio, rock da tarde, motocross profissional, concurso leiteiro, shows e muito mais. A festa é uma realização da Prefeitura Municipal de Alegre, com apoio da Câmara Municipal. A programação começou na quinta, com a moda de viola de Helinho e Jamil. E nesta sexta-feira, acontece a abertura oficial da Expoagro, às 20 horas, seguido do rodeio com Piaçu Rodeio Show. A noite tem ainda os shows das bandas Furrupaê e AM5.

A partir do feriado de 7 de setembro, São José do Calçado vai realizar a X Festa do Carro de Boi que já se tornou uma tradição em toda a região e que atrai um grande público. Com um clima bem rural, a festa traz ingredientes interessantes, como o Festival de Sanfona e Viola, que este ano chega à sua 6ª edição, e o desfile de Carros de Boi pelas ruas da cidade, saindo do curral do carreiro José Benedito Nunes, 77 anos, e indo até o Parque de Exposições. A programação seguirá até o dia 11 (domingo) e a novidade será o 1º Festival da Broinha, que vem resgatar um apelido dado ao município que, desta maneira, o assume e transforma num fes-

tival da comida típica da tradicional culinária calçadense. Outra atração da festa será a presença da atriz Darlene Glória, que é de São José do Calçado, e foi miss Cachoeiro de Itapemirim, em 1958. Destaque também para os shows do cantor cubano Reinier Valdés e da Banda Beijo Apimentado. De acordo com o Chefe de Gabinete, Addison Antonio de Rezende Viana, a idéia de se fazer o 1º Festival da Broinha nasceu na administração atual, que enxergou a necessidade de unir as pessoas com dotes na culinária, proporcionando às mesmas, a oportunidade de mostrarem como se faz uma deliciosa broa no fogão à lenha.

Addison Viana

O ponto tradicional da festa é o desfile de carros de boi A Festa do Carro de Boi que representa o resgate da cultura do município, que tem orgulho em ser o possui o maior número de poetas por metro quadrado, traz ainda em seu calendário, a Missa dos Carreteiros, o Baile da 3ª Idade; a Sessão So-

lene da Câmara Municipal; Solenidade da Academia de Letras; Festival da Sanfona e Viola; Corrida Rústica “Manoel Diogo da Silva Fonseca’ (Grim); Open de Vôo Livre; Motocross; Encontro de Carro de Som; shows variados, entre outros.

Já no sábado (03), começa o Rock da Tarde, com a banda Machimbo, a partir das 13h30, e junto com o 7º Encontro dos Amigos de Anutiba (Bloco Bão Tamém). Às 14 horas, está marcado o Concurso de Marcha de Equinos e Muares, seguido do Motocross, às 15 horas. À noite, a partir das 20 horas, mais uma apresentação do rodeio, e logo depois, shows com a dupla Leandro e Celson Lee e do Trio Voz de Ouro. A programação da festa termina no domingo (04), com o 1º Encontro de Trilheiros de Anutiba, a partir das 8 horas, e às 10 horas, acontecerá a premiação do Concurso Leiteiro. A festa será encerrada com o rodeio, a partir das 20 horas, e o show da banda Forró Country.


SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

JERÔNIMO MONTEIRO

Alunos da Fafia analisam descoberta arqueológica

»» O artefato foi levado à faculdade por um aluno depois de ser encontrado acidentalmente na abertura de uma cova para plantio de café Um dia após a aula sobre arqueologia, um aluno do curso de História, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Alegre (Fafia), de nome Josiano, levou à sala de aula um artefato descoberto acidentalmente na abertura de uma cova para o plantio de café no topo de um morro, na localidade de Gironda, a 16 quilômetros da sede de Jerônimo Monteiro. Após estudo detalhado feito pelos alunos, se chegou à conclusão de que se tratava de uma ponta de projétil (popularmente conhecida como ponta de flecha), feita de quartzo hialino, bifacial (de duas faces), com pendunculo (haste para encabamento na madeira), de forma triangular,

A ponta de flecha foi encontrada durante a abertura de uma cova para plantio de café com bordas (laterais cortantes) retocadas com grande sutileza. “Este quartzo é uma pedra transparente como um vidro, que se fragmenta com facilidade, logo, foi

necessário um alto grau de conhecimento técnico e apreço estético para sua fabricação, pois qualquer descuido ela poderia rachar. É uma verdadeira obra de arte da pré-história”, afirma o

professor Francis Lousada. “Esta ferramenta de caça é uma prova material da presença indígena na região, tema pouco valorizado, infelizmente”, conclui o professor.

GERAL

11

IÚNA

Peça sobre Chico Xavier emociona público Marcos Freire

Marcos Freire

marcosfolhadocaparao@gmail.com

No sábado (27), o palco do auditório da Delta Maçônica Filhos de Luz e Virtude, no centro de Iúna, recebeu o Grupo Luminus de Teatro, que apresentou a peça “Cândido Francisco”, que trata sobre a vida do mediu espírita Francisco Cândido Xavier – mais conhecido como Chico Xavier. Um bom público prestigiou o evento que teve o arrecadado na bilheteira em favor das obras do Grupo Espírita Fraternidade de Iúna. Em pouco mais de uma hora de peça, os atores vivem um pouco da história espírita e seu trabalho em favor do próximo, emocionando a todos, principalmente pela atuação do ator que vive o papel de Chico Xavier, que conseguiu passar o mesmo tom de voz e jeito de ser do médium. No final, disse que não era ele quem estava no palco e que sente a presen-

A peça apresenta momentos importantes da vida de Chico Xavier ça de alguém quando faz o papel. No texto são apresentados fatos e personagens reais e alguns personagens fictícios, como as fofoqueiras que demonstram, de maneira bem humorada, a visão da sociedade da época sobre os acontecimentos na vida de Chico Xavier. A peça tem texto e direção de Cristina Mascarenhas. No elenco estão Ana Paula Pinto, Benair Storck, Eliseu Coelho, Elias Justo, Flávio Lopes, Graça Faller, Graça Santana, Heloísa Storck, Jefferson Luis, Maria José Depollo, Rodrigo Duda, Silvia Wiorek, Thiago Augusto. A iluminação é de Wilton Bastos.


12

GERAL

SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

ALEGRE

Governador inaugura 50 casas populares e visita obras

»» Casagrande, acompanhado do prefeito José Guilherme, visitou as obras que estão sendo realizadas no município, além de inaugurar casas populares O governador Renato Casagrande esteve em Alegre, na sexta-feira passada (26), onde realizou a entrega de casas para 50 famílias do município. Ele foi recebido pelo prefeito José Guilherme Aguilar e estava acompanhado do secretário de estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Iranilson Casado, da diretora-presidente do Idurb-ES, Helena Zorzal, do desembargador Sérgio Gama, do deputado federal Manato, do deputado estadual Glauber Coelho e demais autoridades, entre prefeitos da região, secretários municipais, vereadores, padres e pastores. Entre as famílias que foram beneficiadas com a entrega das casas, estão aquelas que perderam todos seus bens nas chuvas que castigaram Alegre, entre dezembro do ano passado e março deste ano, quando residências inteiras foram destruídas, devido os deslizamentos de terra

e a correnteza das águas das cheias. As casas estão localizadas no bairro Charqueada e possuem infraestrutura básica, como estação coletora e de tratamento de esgoto, estação de tratamento de água e meio-fio. O investimento na infraestrutura foi proporcionado com recursos próprios do município. Para a construção das unidades, o Governo do Espírito Santo, em parceria com a Caixa Econômica Federal, investiu R$ 1.715.417,00. Os recursos destinados à execução do conjunto habitacional são do Tesouro Estadual, que ainda teve como parceiro o Governo Federal, por meio do PróMoradia. Seguindo o padrão exigido pelo Idurb-ES, todas as unidades possuem dois quartos, banheiro, sala, cozinha, e área externa de serviço. “Cada pessoa que ganhou sua casa sabe como é maravilhoso esse momento. Acompanho a construção desde que a obra

começou e vi cada uma destas casas ser erguida. O que eu estou sentindo hoje só Deus para explicar. É um sonho”, declarou a doméstica Elaine Pengo, que antes de ganhar o imóvel passava as noites em um galpão improvisado. Quem também conquistou o direito de viver no que é seu foi a auxiliar de serviços gerais Elza Gomes Amorim, mãe de quatro crianças. Empolgada com a nova casa, ela se mudará com os filhos e não pagará mais aluguel. “Essa é minha primeira casa. Tenho vontade de gritar, de chorar, de fazer várias coisas para mostrar minha emoção. Esperei muitos anos para que esse momento chegasse. Agora que recebi a chave, estou entrando e já vou dizer ‘tchau’ pro aluguel”, comemorou.

Outras obras

O governador Renato Casagrande destacou que o município de Alegre possui diversas obras da administração

estadual em andamento, que totalizam mais de R$ 14 milhões, investidos na melhoria da qualidade de vida das pessoas. “Em breve, vamos voltar ao município para a entrega de investimentos em esportes e na malha rodoviária, como é o caso da rodovia que liga Alegre à localidade de Coutinho. E todos os nossos esforços estão voltados aos mais necessitados, porque o Estado cresce acima da média nacional e, no entanto, ainda temos que resgatar esta dívida social, com mais saúde, educação e moradia para os capixabas”, destacou. Acompanhado do prefeito, o governador aproveitou a ocasião para visitar as obras dos muros de contenção da Rua 13 de Maio (Ruth Alice) e da rodovia ES482 (Cachoeiro x Alegre). “A realização destas obras e esse investimento todo em Alegre é fruto da excelente parceria entre nossa administração e o governador Casagrande. O povo de Alegre pode ter

Romero Mendonça/Secom

Autoridades presentes em Alegre no momento da inauguração das casas populares

O governador Casagrande também visitou outras obras que estão acontecendo em Alegre certeza de que estamos investindo os recursos públicos em benefício do próprio povo”, destacou o prefeito José Guilherme. “Estamos

batalhando ainda para conseguir verbas para a conclusão do Pronto Socorro e do Jardim de Infância Ruth Alice”, concluiu

DIVINO DE SÃO LOURENÇO

Governo inaugura campo e assina convênio com município O governador Renato Casagrande esteve em Divino de São Lourenço, na quintafeira passada para a inauguração de uma unidade do programa Campo Bom de Bola, entregue pelo Governo, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sesport). Durante a solenidade também foi assinado um novo convênio com a Prefeitura para a construção de uma quadra poliesportiva, coberta, no distrito de Patrimônio da Penha. O governador estava acompanhado pelo vicegovernador Givaldo Vieira e pelo secretário de Estado de Esporte e Lazer, Vandinho Leite. Todos foram recebidos pelo prefeito Miguel Lourenço da Costa e secretários municipais. O campo soçaite, equipado com grama sintética, alambrado e iluminação foi construído com investimentos da Sesport, por meio de convênio com o município, que garantiu o repasse de

R$ 239.093,83 para a construção da unidade. Quanto à quadra em Patrimônio da Penha, o investimento será de R$ 322.894,39, o que vai garantir a construção de banheiros, alambrado, traves, iluminação, tabelas de basquetebol e postes de sustentação para redes de voleibol. O governador Renato Casagrande destacou a importância do trabalho de sua equipe para garantir investimentos de Norte a Sul do Espírito Santo. “Nós temos que focar o nosso trabalho e as nossas ações para atender aqueles que mais precisam, essa é uma de nossas prioridades. A outra é levar investimentos às comunidades do interior do Estado, para garantir equilíbrio e oportunidades para que todas as microrregiões do Espírito Santo possam se desenvolver de forma igualitária”, disse. Casagrande destacou ainda a importância que o pro-

grama de esportes e lazer tem tido na atual administração. “O programa de esportes que estamos desenvolvendo, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, é um dos mais importantes do nosso governo. É um programa que nos tem ajudado no combate à criminalidade, às drogas e à violência. É um programa que nos tem permitido oferecer cada vez mais qualidade de vida e inclusão social para o povo capixaba, seja ele da Grande Vitória ou das comunidades do interior do nosso Estado”, frisou.

Integração

O secretário de Estado de Esportes e Lazer, Vandinho Leite, disse que o investimento em Patrimônio Penha vai garantir muitas oportunidades aos moradores, mas acima de tudo, vai garantir a integração da comunidade e o desenvolvimento de atividades de inclusão social. “Estamos assinando o convê-

nio que garante repasse dos investimentos para a construção da quadra poliesportiva. E vamos ao distrito para assinar a ordem de serviço, assim que a Prefeitura finalizar o processo licitatório. Mas vale ressaltar que esse novo equipamento vai garantir atividades esportivas aos moradores, assim como garantirá atividades culturais, já que ele será um espaço amplo e bem equipado”, concluiu. O prefeito de Divino de São Lourenço, Miguel Lourenço da Costa, afirmou que as obras entregues e que serão realizadas são muito importantes para seu município e que os recursos estão chegando junto com o equilíbrio das contas da Prefeitura. “Hoje, conseguimos deixar a folha salarial do município mais enxuta, o que nos tranquiliza nas operações das obras de melhoria, pois temos uma reserva para dar um apoio, se preciso”, destacou, aproveitando para agradecer

Daniel Borges

O prefeito Miguel Lourenço assina convênio ao lado do governador e demais autoridades ao deputado estadual Sérgio Borges pelo apoio conquistas para Divino. “Fico feliz por ter conseguido muitas coisas pra nossa cidade”, afirmou. Também estavam presentes os deputados estaduais

Glauber Coelho e Sergio Borges, e os prefeitos José Guilherme Aguilar (Alegre), José Ramos (Iúna), José Carlos de Almeida (São José do Calçado) e Cláudia Bastos (Dores do Rio Preto).


SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

GERAL

13

REGIÃO

Governo anuncia rodovias para a região do Caparaó O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES), autarquia vinculada à Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), comemorou nesta segunda-feira (29) 65 anos de história e serviços prestados. Na ocasião o governador Renato Casagrande autorizou o Departamento a iniciar os processos de licitação para a contratação de dezessete novos projetos executivos de engenharia e para que a equipe técnica do DERES desenvolva oito projetos de engenharia, que somam 658 quilômetros de novas rodovias, incluindo trechos no Caparaó Capixaba. A solenidade foi realizada no Salão São Tiago, no Palácio Anchieta, em Vitória. Prefeitos de 25 municípios estiveram presentes, além de deputados, empresários do ramo da construção rodoviária e servidores do DER-ES. O governador parabenizou a todos os servidores do DER

pela passagem dos 65 anos do Departamento e destacou que a administração estadual vai trabalhar para manter a carteira própria de projetos estruturantes, incluindo as parcerias com o Governo Federal, municípios e iniciativa privada, mas sem deixar de lado os investimentos sociais, uma das prioridades da atual gestão. “Ainda possuímos uma dívida com a população na área social e vamos conciliar obras do Governo com programas e projetos voltados à melhoria da qualidade de vida da população capixaba”, afirmou o governador. A diretora geral do Departamento, Tereza Maria Sepulcri Netto Casotti, destacou a importância das rodovias no dia a dia da população. “Quando pavimentamos uma via, levamos desenvolvimento, mais qualidade de vida, geramos novas oportunidades”, disse. O secretário de Estado dos Transportes e Obras Públicas, Fábio Ney Damasceno, salien-

»» O governador Renato Casagrande anunciou novas rodovias, entre elas a que liga Iúna, Castelo e Muniz Freire, e outra entre Café e Alto Calçado

tou que as rodovias são um importante vetor de desenvolvimento e inclusão social. “As rodovias aproximam as pessoas e tornam a vida mais fácil. Essa solenidade de hoje segue à premissa do governo de Renato Casagrande, de descentralizar a economia e gerar crescimento em todas as regiões do Estado”, destacou Fábio.

Secom

Projetos

Todas as regiões do estado serão contempladas com os projetos. Serão 658 quilômetros de rodovias a serem construídas de Norte a Sul, em um investimento de R$ 18 milhões. E, na região do Caparaó, os investimentos irão beneficiar, diretamente, os municípios de Muniz Freire, Iúna, Alegre e São José do Calçado. Além de outros no sul do Estado, como Afonso Cláudio, Brejetuba, Castelo, Vargem Alta, Piúma e Itapemirim. Entre os projetos que tiveram a contratação autorizada

O governador Renato Casagrande anunciou a implantação de novas rodovias pelo governador, está a implantação do trecho Café (Alegre) a Alto Calçado (São José do Calçado), na ES181, com uma extensão de 29,8 quilômetros e um investimento de R$ 1,3 milhão. E também na ES181, a reabilitação do trecho entre Placa, Anutiba (Ale-

gre) e Muniz Freire, num total de 40,4 quilômetros, e investimento de R$ 1,5 milhão. E entre os projetos que serão executados pela equipe do DER-ES, está a readequação do projeto executivo de engenharia do trecho entre Castelo e Muniz Freire, na

rodovia ES379, com extensão de 47,2 quilômetros, porque o existente estava ultrapassado, devido a novas legislações. E a execução do projeto de engenharia do trecho entre Muniz Freire e Iúna, da mesma rodovia, com extensão de 26,3 quilômetros.


14

POLÍTICA

SEXTA-FEIRA, 02/09/2011

www.AQUIES.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

IÚNA

Enquete da Folha inicia debate político no município

»» O jornal resolveu prorrogar a enquete por mais uma semana, mas resultado já apresenta uma tendência e algumas surpresas Marcos Freire

marcosfolhadocaparao@gmail.com

Diferente de outros municípios, o debate político em Iúna, sobre a sucessão municipal que vai acontecer no ano que vem, parece estar um pouco frio. Alguns eleitores parecem ainda terem parado para pensar no assunto e alguns chegam a afirmar que isso é discussão para o ano que vem. No entanto, a Folha do Caparaó, na sua série de enquetes que começou a lançar no final do mês passado, resolveu esquentar o debate e relacionou alguns nomes de possíveis pré-candidatos a prefeito, para tentar sentir o clima político iunense. Uma relação de nomes foi apresentada na edição da Folha do Caparaó da semana que vem e, para votar, basta entrar no site do jornal (www.aquies.com. br) para dar a sua opinião. No entanto, vale ressaltar que uma enquete não tem o mesmo peso de uma pesquisa de opinião,

porque não possui qualquer parâmetro científico que ratifique seu resultado. No entanto, apresenta uma possibilidade que não pode ser descartada. Contudo, diferente de Guaçuí, onde o debate da sucessão municipal já começou e as pessoas acessaram o site freneticamente, para dar o seu voto e ajudar o pré-candidato de sua preferência, em Iúna, os acessos estão acontecendo, mas de forma ainda mais comedida e sem muito alarde. Diante disso, para que haja uma amostra fiel de alguma tendência no município, a Folha do Caparaó resolveu deixar a mesma enquete, para que os leitores de Iúna tenham a chance de votar. Lembrando que o site só aceita um voto por computador – e não adianta insistir.

Resultado

Mas até o fechamento desta edição, a enquete já mostrava uma tendência entre os internautas que acessaram

ESTADO

Divulgação e Marcos Freire

O ex-prefeito Rogério Cruz e o atual prefeito José Ramos: 1º e 2º na enquete até agora o site da Folha do Caparaó. O resultado mostrava uma considerável vantagem para o ex-prefeito Rogério Cruz Silva, em primeiro lugar, com 33,93% das intenções de voto. Em segundo, aparece o atual prefeito José Ramos Furtado, com 16,07%, e em

terceiro, uma surpresa para alguns e para outros não, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Elizete Almeida de Abreu, que estava com 14,29%, seguida do presidente da Câmara Municipal, vereador Volmir Hote, com 10,71%. Depois vêm empa-

tados o ex-vereador e técnico do Incaper, Cláudio Deps de Almeida, e o ex-prefeito e atual secretário municipal de Agricultura, Gumercindo Gonçalves Vinand, ambos com 8,93%, além do vereador Edson Márcio de Almeida, que estava com 7,14%.

GUAÇUÍ

Prefeituras Municipais terão Vereador solicita e projeto é retirado de pauta que montar controladorias Em recente sessão plenária, o Tribunal de Constas do Espírito Santo (TCES) aprovou a resolução que obriga a criação de controladorias internas nas prefeituras. De acordo com informações do Tribunal explica que estas controladorias funcionarão como órgãos de auxílio aos prefeitos e ordenadores de despesas na triagem de contratos e licitações. Os municípios terão o prazo de seis meses para implantar a controladoria, que terá a função de detectar irregularidades e alertar o prefeito sobre a ocorrência de desfalques ou desvio de dinheiro público. E em Iúna, por exemplo, como explica o procurador da Câmara de Iúna, Marco Antonio Sonsim de Oliveira, já existe uma lei municipal, de 2008, que regulamenta a implantação da controladoria, bastando apenas o Prefeito Municipal implantar o órgão controlador.

No entanto, com a prorrogação da enquete no site do jornal (www.aquies.com.br), este resultado pode sofrer alguma alteração, o que só depende dos leitores da Folha e internautas de plantão, que tenham sua preferência entre os nomes relacionados na enquete.

Para a administração pública os órgãos de controle externo são os Tribunais de Contas, Ministério Público, Controladoria Geral da União e o Poder Legislativo. O controle interno é exercido pela Controladoria Municipal, departamento cuja principal finalidade é realizar auditorias preventivas e interagir com o controle externo, quando necessário. E a Constituição Federal, além da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), sem falar da exigência do Tribunal de Contas do Estado, que estabelece que a fiscalização dos atos da administração deva ser exercida com base num Sistema de Controle Interno, concebido a partir de uma estrutura organizada e articulada, envolvendo todas as unidades administrativas no desempenho de suas atribuições.

Em sessão extraordinária da Câmara de Guaçuí, na segunda-feira (29), o vereador Thayro Dascani Zini Moreira, que compõe a Comissão de Justiça e Redação do Legislativo, deu parecer contrário a um projeto que doava um terreno para uma pessoa física e pediu que a matéria fosse retirada de pauta para melhor análise. O pedido – que só poderia ser derrubado por dois terços dos votos dos vereadores – acabou sendo acatado pelos demais vereadores por 6 votos a 3. Votaram contra a retirada do projeto, o presidente da Câmara, vereador Carlos Lomeu, o líder do governo, vereador Rubens Marcelino de Souza, e o vereador Miguel Riva. O projeto que doa uma área no Parque Industrial do município, para a construção de um posto de gasolina, entrou na pauta da sessão extraordinária. No entanto, o vereador Thayro Zini usou a tribuna para dizer

que era contra a tramitação da matéria e afirmou que, como membro da Comissão de Justiça da Câmara, havia pedido a devolução do projeto para o Executivo, com o objetivo que retornasse depois com mais informações sobre o empreendimento e o beneficiário, por se tratar de uma pessoa física e não jurídica. “Mas eu não fui atendido e não posso concordar com a maneira que os projetos têm chegado na Câmara, sem as informações necessárias. Mas não tenho nada contra a doação”, disse. E apesar do pedido do líder do governo, vereador Rubens Marcelino – que chamou a atenção das comissões para que dêem os pareceres antes das matérias entrarem em pauta –, para que o projeto fosse votado, com a promessa de que a situação não se repetiria, o vereador Thayro Zini continuou afirmando que seu parecer era contrário. “Quem quiser que

Marcos Freire

assuma a responsabilidade”, afirmou.

Seis votos

Diante da solicitação do vereador, o presidente da Câmara, vereador Carlos Lomeu, colocou o pedido em votação, o qual só poderia ser derrubado por dois terços dos votos dos vereadores, como explicou a Procuradoria do Legislativo Municipal. No final, seis vereadores aprovaram o pedido do vereador Thayro Zini e três votaram contra. Com isso, o projeto foi devolvido ao Executivo Municipal, para que depois retorne com mais informações e volte a entrar em pauta. Na mesma sessão, todos os vereadores aprovaram outros dois projetos que também tratavam da doação de terrenos, só que para empresas, ou seja, pessoas jurídicas. Um terreno foi doado para a empresa São Jorge Turismo, e outro para a empresa Oliveira & Campos,

O vereador Thayro Dascani Zini quer o projeto volte com mais informações que vai montar um galpão para reciclagem de lixo, no bairro Horto Florestal.


SEXTA-FEIRA, 02/09/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

Espaço Aberto

Atenção igrejas evangélicas do sul do estado! Este espaço está aberto gratuitamente para mandarem a agenda de suas festas e, após realizá-las, mandarem fotos com o histórico do evento para matéria. Obs: mínimo de 15 dias de antecedência.

Participe josemontoni@yahoo.com.br (28) 9986 8414

REFLITA COMIGO »» JOSÉ MONTONI

PASTOREAR Peço licença aos meus amados leitores e compreensão aos chefes de Rebanho, para explanar algo que Deus colocou para mim hoje. Pastorear ou apascentar é o termo usado para quem cuida de ovelhas. Então, já começamos entendendo que, para alguém pastorear, deve estar junto de ou do. Logo, como podemos pastorear à longa distância? As denominações que têm crescido consagram pastores e enviam para os lugares aonde vão abrindo trabalhos. E as igrejas que só têm um pastor? Davi disse que, por causa das ovelhas, ele matou um leão e um urso. Ele estava sempre junto delas. Ovelhas longe do pastor serão presas fáceis de ursos, leões e outras feras. Assim como no tempo de Abrão e Ló, existem muitos pastores brigando pela renda das ovelhas e não pelas ovelhas propriamente. Com isto, também há aqueles que completam o versículo de vinde como estás, permitindo que determinadas ovelhas permaneçam do jeito que estiverem (Gen. 13:8). Pastorear é mais do que um ato pastoral de final de semana, é acompanhar as pisaduras, é escovar as lãs das ovelhas, ver se expressam alegrias ou tristezas, conferir o peso, e aí sim, as ovelhas também poderão gerar o sustento da obra de Deus. Se a causa estiver direcionada do céu, elas irão criar outras ovelhinhas e mais lã. Pastorear é cavar seu próprio poço e não criar desconforto como fez Gerar (Gen. 26:20). Pastorear é sair cedo e procurar os melhores pastos para o rebanho, matar a sua sede e tampar a boca do poço para que não entre nenhuma sujeira (Gen. 29:3). Pastorear é todo dia contar as ovelhas e, se faltar uma, colocar as demais em local seguro e ir buscar a perdida (Mateus 18:12). Pastorear é cuidar do rebanho de várias maneiras. Ovelhas bem cuidadas não precisam apanhar ou sofrer constantes gritos de indução psicológica. O cajado tem uma curva porque ele não foi feito para bater, mas para puxar o animal para perto de si. Todo rebanho produzirá mais leite, carne e lã, se for apascentado com ciência e com inteligência (Jer. 3:15). Pastorear, creio que é um grande privilégio, porém, todo cuidado é pouco (Jer. 10:21). Os maus apascentadores terão de prestar contas a Jeová (Jer 23:1). Pastorear é mais do que pregar uma palavra bem estudada, pastorear é ter paixão pelas almas, é acompanhar as vidas de perto, é querer ajudar pessoas. “Portanto, assim diz o Senhor, o Deus de Israel, acerca dos pastores que apascentam o meu povo: vós dispersastes as minhas ovelhas, e as afugentastes, e não as visitastes. Eis que visitarei sobre vós a maldade das vossas ações, diz o Senhor” (Jer 23:2). Que Deus abençoe a todos, principalmente, a você que será um apascentador de ovelhas. Abraços, em Cristo.

MINISTRANDO VIDA »» Carlos R. Silva*

FAMILIA & DIFICULDADES Muitas famílias vivem hoje no limite de suas forças. Os filhos são afetados pela realidade dos dias atuais e os pais vivem desgastados, muitas vezes, em completo desânimo. A luta é diária. Os acontecimentos desagradáveis aparecem a toda hora. Não há pausa. Vivemos num congestionamento de problemas. Mas o que fazer? Adianta reclamar? Adianta viver sonhando e desejar dias melhores? Colocar a culpa num “bode expiatório” também não alivia nem resolve nada. Mas existem diferenças entre situações difíceis do dia-a-dia e situações imprevisíveis. Davi e seus homens viram suas famílias feridas pelos ataques dos amalequitas. Estes causaram separação, dor, angústia, amargura e muito tumulto. Davi e seus homens choraram até não terem mais forças. Os amalequitas foram instrumentos do mal que atingiram com ímpeto as estruturas familiares do povo de Deus. Nada causa maior impacto do que o inesperado. “Davi, porém, fortaleceu-se no Senhor, o seu Deus”. Ele não concentrou sua atenção nas dificuldades, na perplexidade, nos momentos de dor, Davi confiou no Deus que fortalece e que vem em nosso socorro. Que assim como Davi, possamos nos fortalecer no Senhor para podermos enfrentar as dificuldades que aparecem em nossa família, confiantes na vitória por meio de Jesus. “A força de Deus na luta pela vida, livra a família do desânimo e da falta de segurança”. Amigo(a) leitor(a), a família é plano de Deus: homem, mulher e filhos, pois desde Gêneses, quando Deus criou o homem, ele mesmo disse que não era bom que o homem ficasse só, e disse que arrumaria para ele uma companheira. Reflita como está sua família e veja se fez tudo que podia. Se a resposta for sim, então, deixe que Jesus faça o resto, se você o invocar, é claro. Que Deus te abençoe! *Pastor da IP - Pinheiros - ES

FOLHA GOSPEL

O que Deus fez por mim, pode fazer por você Olá! Aqui está mais uma de nossas entrevistas testemunhais e creio que Deus, realmente, pode fazer por você tudo que você precisa, basta crer. Udirlei Borele Satlher, nasceu em 22 de janeiro de 1979, em Duque de Caxias (RJ), filho de Odenir Satlher e Terezinha Borele Satlher. Dirlei, como é conhecido, foi criado na favela Jardim Metrópoles até os 10 anos de idade. Lá, ele viveu no meio das barbaridades e, por sorte, o Senhor que já tinha planos em sua vida, de todas, Ele o livrou. Seu pai, que gostava de comércio, tinha um boteco na favela onde sustentava sua família. Dirlei conta que, vivendo no meio de bebidas, cigarros e próximo de drogas mais fortes, acabou bebendo e fumando enquanto servia os clientes. O interessante é que, quem vende algum tipo de droga, mas tem família, no fundo, sabe que aquilo não é bom e não quer para seus filhos. Um dia, o pai de Dirlei o pegou fumando e o fez comer um cigarro aceso para parar de fumar. Ele conta que, mesmo não usando ou vendendo drogas, moradores de favelas são obrigados a guardar drogas e armas para os traficantes, em caso de blitz da polícia, e isto ocorria no bar de seu pai. Dirlei conta que nos morros existem os olheiros que normalmente são crianças – o que mais dói o coração de ouvir, é que são crianças. E um dia, ele viu um colega sendo metralhado, porque era olheiro e se entreteu e não avisou de uma invasão no morro. Dirlei lembra que, enquanto isso, Deus já permitia algumas coisas na sua família, para fazer as mudanças. Seu pai, um dia, não suportou um bêbado e deu uma garrafada em sua cabeça. O cidadão foi procurar a polícia? Não. Ele foi reclamar na boca de fumo. Pausa: por que comunidades sabem onde estão as bocas e elas continuam lá? Então, a família de Dirlei teve que fugir do tráfico, se mudando para Santa Margarida (MG), mas continuavam com o boteco.

15

dica que edifica Ei, mamãe, papai e professores! Gosto muito de vocês, mas não deixem seus filhos assistirem qualquer coisa na televisão ou DVD. Saiba que o futuro deles será apenas o fruto do que viram e ouviram quando crianças e adolescentes. Folha Gospel desta semana indica o DVD Satanismo em Walt Disney, do Pr. Josué Yrion (foto).

aconteceu

Nesta época, sua avó era evangélica e, com certeza, era quem intercedia pela família. Aos 11 anos, uma nova mudança para Vila Nova e lá estudou até a 6ª série. O tempo foi passando e o pai de Dirlei, num belo dia, sentiu um forte medo de morrer e percebeu que se morrer já é ruim, imaginem morrer sem Jesus. E aí, se converteu, passando a ser membro da Assembléia de Deus. Sua mãe, que também detestava os crentes, se converteu duas semanas após o seu pai. Como a maioria dos adolescentes, Dirley, com 14 anos, se aprofundava nas farras e bebidas. Para quem acha que pode curtir a vida para depois vir para Cristo, vá ao cemitério e meça os tamanhos dos túmulos, e veja se existe idade propícia para morrer. Um dia, Dirlei viu um amigo triste e sentiu vontade de ajudar. Soube que seu pai estava em coma, então falou: meu pai e minha mãe fazem umas orações lá em casa e muita gente fala que é bom. O rapaz topou ir orar e, ao ser convidado a aceitar a Jesus, ele aceitou e Dirlei aceitou também. Nesta época, sua família já estava na Igreja Tabernáculo. Mas o pai de seu colega morreu e os dois se desviaram. Dirlei ficou fora seis meses e, um dia, voltava de uma cachoeira e um homem perguntou se ele não tinha vergonha na cara, pois seu pai orava e chorava por ele dia e noite para ele deixar as más

CHAVE DE SABEDORIA Nº. 78 “A desobediência é sempre mais cara que a obediência”. Pr. Mike Murdock

companhias. Ele se arrependeu e voltou para a igreja. Aos 20 anos, namorou e casou, em 2000, com Alexandra Dantas S. Borele. Eles, então, foram para o Rio, meio sem rumo. Lá na Igreja Assembléia de Deus, encontraram o pastor Antonio Mesquita, que foi um verdadeiro pastor de ovelhas com eles. Lá, ele foi diácono, evangelista e, em 2006, entendo um chamado de Deus, voltou para Vila Nova e passou a congregar na Igreja Ministério Tabernáculo, com o pastor Gilberto Carlos. Com a chamada para as missões, foi logo para escola de obreiros e depois fez curso de teologia. Em 2008, conversando sobre as raízes da família, sentiu o desejo de ir para o nordeste e foi só então que soube de uma profecia que Deus deu para o pastor José Manoel, em 2001, de fazer a obra no Estado de Alagoas. Dirlei conta muitas bênção espirituais, milagres financeiros e também o filho Samuel. Dirlei foi ordenado pastor no dia 7 de março de 2008 e está em Olho D’água, a 30 de quilômetros de Pão de Açúcar (AL). Já implantou, começando do quase zero, e agora já vai construir o primeiro templo da Igreja Ministério Tabernáculo de Alagoas. E para os leitores ele fala: Se o meio em que você vive não contribui para sua salvação, saia enquanto é tempo. “O que Deus fez por mim, pode fazer por você” (assinado pastor Udirlei Borele).

VENDA NOVA A Igreja Internacional da Graça de Deus realizou, na última quarta-feira, mais um grande culto da campanha pela família. Você é convidado para a próxima quarta. IBATIBA A 1ª Igreja Assembléia de Deus realizou, nos dias 27, 28 e 29 de agosto, o 6º Congresso Feminino. Vários cantores estiveram louvando a Deus, dentre eles estava Ninfa & Cálita, de Minas Gerais. DORES DO RIO PRETO A Igreja Batista realizou, no último domingo, um maravilhoso culto de louvor. Com vários cantores locais, a Igreja foi abençoada.

AGENDA DA FOLHA IBATIBA A primeira Igreja Batista de Ibatiba realiza, de 2 a 4 de setembro, o 5º CONJUBAI. Muita mensagem, teatro e, é claro, as melhores músicas gospel esperam por você. IRUPI A Igreja Assembléia de Deus realiza, na próxima quinta-feira, às 19 horas, mais um grande culto de campanha de oração. Você não pode perder! IÚNA A Congregação da 1ª Igreja Assembléia de Deus, do bairro Guanabara, realizará, no dia 9 de setembro, o 3º aniversario do círculo de oração. Quem vai pregar, será a irmã Gedivalda. E também vários cantores da região passarão por lá.

CONHECIMENTO Você sabia que a primeira crise mundial aconteceu no Velho Testamento? Esta de hoje é fichinha comparada à outra. Deus está batendo na porta de muitos corações e não querem abrir! O que o grande homem de Deus, José, recebia em troca de comida, já que ninguém tinha dinheiro? Resposta: leia Gêneses, 47:17.


16

SEXTA-FEIRA, 02/09/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

www.AQUIES.com.br

Edição 820  

Edição 820 do Jornal Folha do Caparao

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you