Issuu on Google+

Distribuição GRATUITA

QUINTA-FEIRA 30/06/2011 SEMANAL| Ano 7 | n° 811 | Região do Caparaó | www.folhadocaparao.com.br

Presidente da Câmara de Iúna se coloca à disposição para ser candidato a prefeito »» O presidente da Câmara disse que não vai tentar a reeleição para vereador, mas se colocou à disposição do partido para ser candidato a prefeito política | Pág 14 Divulgação

A vocação para o turismo de Divino de São Lourenço especial | Pág 16

Folha do Caparaó completa 7 anos trabalhando pela região

Divulgação

»» A Folha do Caparaó nasceu em 2004, do sonho do empresário Elias Carvalho Soares, cresceu, se transformou em diário, mas nunca abandonou sua região especial | Págs 04 e 05

Padre Fábio de Mello em Guaçuí no próximo sábado FOLHADOIS

Vigilância Ambiental de Alegre combate pragas em Rive geral | Pág 11 Divulgação

Acisg realiza promoção Arraiá de Preços Baixos em Guaçuí

Contas de ex-prefeito de Dores do Rio Preto são aprovadas na Câmara

geral | Pág 12

POLÍTICA | Pág 14


02 OPINIÃO

»» QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

EDITORIAL A Folha do Caparaó completou 7 anos de existência, numa trajetória que marcou a vida da comunidade da região. Sempre com o intuito de informar o que está acontecendo nos municípios do Caparaó Capixaba, a Folha – com é chamada por alguns leitores e admiradores – tem promovido um intercâmbio entre estes municípios que, por muitos anos, viveram isolados um dos outros, apesar de estarem tão próximos geograficamente, abençoados por uma beleza natural deslumbrante, que encanta aos visitantes que chegam por aqui – cada vez em maior número. A Folha do Caparaó tem estado presente nos momentos mais importantes dos municípios da região – ruins e bons, tristes e felizes – e participou ativamente do crescimento regional. E a região do Caparaó Capixaba tem se desenvolvido, com mais investimentos dos governos estadual e federal, que passaram a

prestar maior atenção nestas bandas do Estado, tão esquecidas em anos anteriores. E a Folha deu uma grande contribuição para que isso acontecesse, chamando a atenção das autoridades para as potencialidades e problemas regionais. Nestes sete anos, a Folha do Caparaó seguiu outros caminhos, quando em 2009 ganhou o sul do Estado, se instalou em Cachoeiro de Itapemirim, onde funciona o jornal diário da empresa, o Aqui Notícias, depois de um tempo em que a própria Folha do Caparaó circulou como diário, até voltar a ser semanal, se dedicando exclusivamente aos municípios da região. Agora, a certeza é de que a Folha continua no caminho certo, pronta para caminhar mais sete anos, assistindo e registrando o desenvolvimento da região do Caparaó Capixaba, que tem potencial e gente trabalhadora para crescer 70 anos em sete.

canal aberto

»» POR MARCOS FREIRE - marcosfolhadocaparao@gmail.com

Verdades Esta semana não posso deixar de falar dos 7 anos da Folha do Caparaó, tentando fazer uma breve reflexão do que foi essa trajetória, da qual faço parte desde 2006. Ou seja, quando cheguei ao jornal, o mesmo estava completando dois anos de existência, e já demonstrava ter potencial para ser o que é hoje. É claro, que aconteceram alguns problemas de percurso, obstáculos a serem ultrapassados, mas isso faz parte de qualquer história, seja de pessoa física seja de pessoa jurídica. E é muito bom participar de um projeto que – podemos dizer – ajudou a revolucionar a região do Caparaó Capixaba, que morria dentro do seu ostracismo, sem se conhecer, sem saber do que é capaz. E agora, sabe o que quer e para onde vai, apesar das ínguas teimosas que insistem em atrapalhar. Aliás, sempre tem mais gente para atrapalhar do que para ajudar, mas as ínguas são profissionais na técnica de atrapalhar. No entanto, não comecei a escrever este texto para falar das tais ínguas, até porque este espaço é muito valioso para perdê-lo com coisas sem importância. O importante, na verdade, é que estamos caminhando, sempre para frente, prontos para os obstáculos.

DIRETOR GERAL: Elias Carvalho EDITOR CHEFE: Marcos Freire EDITOR DE CRIAÇÃO E ARTE: Luan Ola

Silvio Profirio da Silva* »» silvio_profirio@yahoo.com.br

E vamos mais sete!

»» EXPEDIENTE

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

E falando de mim, em particular, nestes últimos anos, tenho tentado utilizar este espaço para colocar ideias, as quais não tenho a pretensão de que sejam verdades absolutas, mas sim alimento de discussão, combustível para o pensamento, porque todo o povo tem que pensar, para que o sonho se torne realidade. O sonho apenas sonhado não vai passar de sonho, mas o sonho elocubrado, analisado e visto com seriedade, pode se tornar realidade. Logo, ser contundente nos pensamentos é algo que não machuca ninguém, apesar de existirem aqueles que não gostam de quem pensa. Mas isso não me incomoda, apenas dá pena. Aliás, só se machuca com pensamentos e ideias quem tem o que esconder dentro das suas consciências, já que seus pensamentos e atos não são tão dignos assim, e se transformam em atos também indignos. Por isso, nesta trajetória, nem sempre acertando no que foi escrito, algumas vezes escrevendo besteiras, o gratificante é saber que, expondo o que penso, tenho a chance de colaborar para que a nossa sociedade chegue cada vez mais perto da verdade nua e crua, dando conta de sua própria realidade.

Repórteres: Marcos Freire e Filipe Rodrigues DiagramadorA: Suheley Garcia Suhett DEPARTAMENTO COMERCIAL: (28) 3521 7726 / 99761113 Colaboradores: Sérgio Oliveira, José Montoni, Juracy de Almeida - Tigrinho - e Adilson Saloto.

O bullying na escola: uma breve abordagem Apelidos, brincadeiras de mau gosto, comentários [maldosos/ negativos], gestos, gozações inocentes, ilustrações depreciativas, piadinhas, olhares, etc. O que, no início, é considerado apenas como brincadeira, progride rapidamente para problemas mais graves, tais como: ameaças, chantagens, humilhações, intimidações, isolamento, insultos, agressões verbais e físicas, podendo até resultar em morte. Esse cenário reflete a atual situação das nossas escolas que estão vivenciando uma problemática, o Bullying. Tal problemática tem se refletido, continuamente, nos mais diversos âmbitos sociais e, sobretudo, no educacional. Segundo Jordão (2011, p. 1), “um terço dos adolescentes brasileiros diz sofrer agressões e intimidações na escola”. Esse problema não é recente. Pelo contrário, há anos, uma ampla literatura argumenta acerca dessa questão, propondo soluções a fim de extinguir esse mal. Contudo, ele era abordado com outra denominação [violência na escola]. Recentemente, a denominação bullying ganhou espaço nas rodas de discussão, para aludir às atitudes violentas por meio de palavras, gestos e ações [intencionais e repetidas]. Tais atos têm como propósito se sobrepor a uma determinada pessoa/ grupo, que são concebidos como diferentes ou inferiores. Apesar de não possuir fundamentação alguma, o Bullying faz com que nossas crianças estabeleçam julgamentos por conta da aparência, das vestimentas, da classe social, da opção sexual, da cor, da regionalidade, da religião, etc. E, por conseguinte, evidenciem sua preponderância e superioridade, por intermédio de agressões [físicas e psicológicas], chantagem, humilhações, recusa de inserção social e, até mesmo, exposições na internet [Bullying Virtual]. Tal situação ocorre tanto nas escolas brasileiras, como nas estrangeiras. Diante desse quadro, diversos autores apontam, como solução para extinguir esse mal do contexto educacional, investimentos na formação do aluno, a fim de desenvolver o sentimento de tolerância face às diferenças e, em especial, de respeito em relação ao outro, o que garante a convivência social. Nesse sentido, é primordial que nossas crianças evoluam em termos de condição humana. Em outras palavras, em seus aspectos imateriais, o que irá propiciar a ampliação do seu relacionamento com o meio social no qual está inserido, a partir do respeito à diversidade. *Aluno do Curso de Letras da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) Referências: JORDÃO, Claudia. Como vencer o Bullying? Revista Isto É. Edição N° 2160. 01.Abr.11.

Dpto. Jurídico: Cleber Vagner de Oliveira - Advocacia - Consultoria Dpto. Contábil: ACAD Contabilidade E-mails: comercialfolhadocaparao@gmail.com diretoriafolhadocaparao@gmail.com; publicidadefolhadocaparao@gmail.com redacaofolhadocaparao@gmail.com

Circulação: ES - Alegre, Apiacá, Bom Jesus do Norte, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado.

Editora e Jornal Sul Capixaba Ltda - ME | CNPJ: 10.916.216.0001-55. Rua Resk Salim Carone, S/N º - Ed. Ibisa - Loja 03 - Bairro Gilberto Machado. Cachoeiro de Itapemirim-ES (Próximo à rodoviária) . Tel: (28) 3521 7726


QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

OPINIÃO

03

FOLHEANDO Tradição em Santa Maria

Divulgação

Tradição no Corpus Christi Outra tradição que tem tomado cada vez mais força é a celebração de Corpus Christi, em Iúna, organizada pela Paróquia Nossa Senhora Mães dos Homens. A cada ano que passa, mais pessoas se envolvem no evento, principalmente na confecção dos tapetes feitos com pó de serra, que têm ficado mais bonitos e atraem mais visitantes.

Carros de Boi Outro evento que mobilizou os moradores de Iúna, durante o feriadão, e parou o centro da cidade, no sábado, foi o Encontro de Carros de Boi, com desfile pelas ruas do centro e outros bairros. Um resgate da cultura tropeira do município e da região que merece ser valorizado. Marcos Freire

Marcos Freire

Mais uma vez a comunidade de Santa Maria de Baixo, em Ibatiba, comemorou o São João, tradicionalmente, do dia 23 para 24 de junho. Desta vez, a fogueira foi acesa na propriedade do Sr. Miguel Nunes, mais conhecido como Miguel Bagaço. A comemoração foi um sucesso. No dia 24, foi oferecido um almoço, onde estiveram presentes, entre outros, o grupo “Os Santanas”, que foi a atração da festa. Na foto, estão Miguel Bagaço, o prefeito de Ibatiba, Lindon Jonhson, e o diretor da Folha do Caparaó, Elias Carvalho, que prestigiou o almoço.

Caminhada dos Tropeiros Tradição que também vem se fortalecendo é a Caminhada pelo Circuito Turístico Caminho dos Tropeiros, de Ibatiba, que chega à sua 7ª edição, no dia 17 de julho, com saída às 7 horas da manhã, da Praça Central do município. O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal e as inscrições podem ser feitas na loja Rose Modas ou pelo telefone (28)3543-1671, e ao pagar a inscrição de R$ 20,00, o caminheiro tem direito a um kit que corresponde à camisa do evento, café da manhã, almoço e transporte de volta para o local de saída. As 100 primeiras inscrições ganham um embornal.

PSF no lugar do Matadouro O vereador de Guaçuí, Miguel Arcanjo Riva Pereira, preocupado com a saúde dos moradores do município, em especial com os bairros Morada das Palmas, Morro da Jurema e Rua dos Carneiros, entre outros, pediu providências ao Executivo Municipal para que os moradores destes bairros não precisem se locomover até a Unidade de Saúde do bairro Manoel Monteiro Torres, porque o acesso seria perigoso, principalmente para os mais idosos e crianças. E, em conversa com o prefeito Vagner Pereira e o secretário municipal de Saúde, Edielson Rodrigues, recebeu a informação que o antigo matadouro, desativado, será transformado em uma unidade do PSF. Ele só pede que isto seja agilizado o mais rápido possível.

Valeu A todos que, de um jeito ou de outro, colaboraram para que a Folha do Caparaó completasse seus 7 anos de vida, sempre trabalhando, em prol do desenvolvimento da região do Caparaó Capixaba.

Mais um pré-candidato em Guaçuí Conferência de Saúde em Irupi A Prefeitura de Irupi, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde, vai realizar, nos dias 6 e 7 de julho, a 1ª Conferência Municipal de Saúde, a partir das 17 horas, na Escola Municipal Sônia Maria Faria Pinheiro. A administração está convidando toda a população para participar e decidir os rumos da saúde em Irupi.

Glauber Coelho no Senado O deputado Glauber Coelho esteve no Senado e na Câmara Federal, nos dias 21 e 22 de junho, representando a mesa diretora da Assembleia Legislativa. No Senado, o parlamentar discutiu convênios para que as atividades da Assembleia, como sessões, solenidades e reuniões sejam transmitidas via teleconferência e web conferência para todos os municípios, bem como a implantação de TV digital em canal aberto para municípios da Grande Vitória e interior do Estado. Glauber também se reuniu com a deputada federal Rose de Freitas, na busca de recursos para realização de projetos voltados para o saneamento básico de municípios da região do Caparaó. “Foi uma viagem muito proveitosa, que trouxe resultados muito positivos para nosso Estado”, salientou.

Depois do anúncio de mais de 10 pré-candidaturas a prefeitura de Guaçuí, surge mais uma, a do empresário e presidente do PSB do município, Eduardo Gorini, o popular Borracha. Ele, além de empresário no ramo do mármore e granito, tem forte ligação com a Associação Comercial (ACISG), onde é um dos diretores.

FRASE DA SEMANA “Esse laço entre o jornal e o leitor é que não pode ser perdido, (...) porque entendemos a importância que essa região tem para todos nós.” Elias Carvalho Soares, diretor da Folha do Caparaó, sobre a volta do jornal às suas origens no ano em que completa 7 anos de fundação.

“O povo tem que olhar bem em quem vai votar.”

Vereador Volmir Hote, presidente da Câmara, ao afirmar também que não é candidato à reeleição a vereador, mas está à disposição para concorrer a prefeito.

Não valeu Àqueles que não acreditaram ou que não querem acreditar que a Folha do Caparaó venceria e vai continuar vencendo todos os obstáculos para continuar realizando seu trabalho de informar e formar opiniões, sem violentar ninguém.

www.infozini.com.br


04

ESPECIAL

QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

REGIÃO

Folha do Caparaó: 7 anos trabalhando pela região

»» A Folha do Caparaó nasceu em 2004, do sonho do empresário Elias Carvalho Soares, cresceu, se transformou em diário, mas nunca abandonou sua região Um jornal que trouxesse as informações sobre a região do Caparaó. Quando o empresário Elias Carvalho Soares chegou a Guaçuí, trabalhando com outra empresa, percebeu que o município e toda a região tinham a carência de um informativo que trouxesse as notícias do Caparaó, mas talvez não tivesse imaginado que de sua iniciativa surgiria um maiores órgãos de imprensa do sul do Estado, o maior da região do Caparaó. O jornal nasceu simples, cresceu, passou a diário, deixou frutos no sul do Estado e voltou para se dedicar somente ao Caparaó, no ano em que completa sete anos – mais precisamente no dia 13 deste mês. A Folha do Caparaó surgiu com simplicidade, em seu primeiro ano, em 2004, mas já neste mesmo ano, começou a ter páginas coloridas e o formato que o caracterizaria por muitos anos. Quando completou seu primeiro ano de vida, no ano seguinte, em uma festa que reuniu empresários, autoridades e outras lideranças da sociedade organizada, em Guaçuí, já mostrava que sua postura era diferente de outros jornais que surgiram na região, se colocando como um órgão de imprensa que havia chegado para fazer diferença. Em um ano, o seu diretor, Elias Carvalho Soares, que começou vendendo o jornal a pé, com os exemplares debaixo do braço, já apresentava uma estrutura, inclusive com um veículo rodando.

arquivo folha

A redação da Folha do Caparaó, em Guaçuí, em 2008, antes de ir para Cachoeiro Quando completou seu segundo ano, em 2006, com uma festa em Alegre, a equipe do jornal já havia crescido e também a estrutura, com dois veículos rodando pela região do Caparaó. Neste ano, entraram na empresa profissionais, como Luan Ola – na época com 15 anos de idade e hoje diretor de arte da empresa – e o jornalista Marcos Freire, que entrou como editor do jornal e permanece na empresa até hoje, trabalhando sempre na região do Caparaó, mesmo quando a maior parte da redação se mudou para Cachoeiro de Itapemirim. Nesta mesma época, também entrou na empresa a profissional da área de Marketing, Kátia Quedevez, que assumiu a área comercial.

Consolidando

Com uma boa equipe, que continuou crescendo, trabalhando junto com os diretores do jornal Elias Carvalho

Soares e Jaísa Klein, a Folha do Caparaó continuou crescendo e completou três anos, em 2007, desta vez com uma festa em Muniz Freire. A empresa estava estruturada e já era considerado um empreendimento consolidado de grande importância para a região, com vários produtos incluídos, surgindo, então, a Folha 2 – que trazia matérias da área de cultura e a já existente coluna social Vip, além de outras seções que foram modificadas com o passar do tempo, realizando edições históricas. Em 2008, o jornal completou quatro anos e chegou ao seu ápice na região do Caparaó, como informativo e formador de opinião, com edições que também marcaram a história, produzidas por uma redação que apresentava uma estrutura que não existe em jornais de centros maiores, inclusive uma frota com quatro veículos, rodando pela região. Neste ano, o jornal

O diretor da Folha do Caparaó, Elias Carvalho Soares: laço fortalecido entre leitor e jornal começou a se aproximar dos outros municípios do sul do Estado, principalmente, de Cachoeiro, instalando na cidade um escritório, com um veículo, que passou a produzir matérias do município e região, inclusive do litoral. E sua chegada a Cachoeiro foi ratificada com uma das maiores festas realizadas na cidade, no Shopping Sul, com show de Guilherme Arantes. A Folha do Caparaó ganhava o sul do Estado.

Um diário que conquistou o sul do Estado Quando chega ao ano de 2009, a Folha do Caparaó alça novos vôos, em seu quinto ano de existência. A maior parte da redação é transferida para Cachoeiro de Itapemirim, onde o jornal passa a ser rodado, enquanto outra redação permanece em Guaçuí. Passam, então, a ser impressos, dois jornais: a Folha Sul Capixaba (diário) e a Folha do Caparaó (semanal), tendo como editores Ilauro Oliveira e Marcos Freire, respectivamente. No entanto, o nome Folha do Caparaó é melhor aceito pelos leitores do sul do Estado, o que foi detectado por uma pesquisa de opinião e a diretoria decide reunir todo o trabalho em apenas um jornal. A Folha do Caparaó passa, então, a circular diariamente, em 31 municípios do sul do Estado, incluindo os municípios da região do Caparaó, tendo como editor o jornalista Leandro Moreira. Este trabalho se manteve durante todo o ano de 2010, com o jornal se fixando cada vez mais em todo o sul do Estado. No dia 4 de março, a Folha do Caparaó fez aniversário de circulação diária em Cachoeiro de Itapemirim. Foram dois anos, implantando uma nova maneira de fazer jornalismo regional, com um novo con-

ceito e conquistando sempre credibilidade. E, depois de se firmar no sul do Estado, este ano, o jornal passou por uma mudança radical e retomou o projeto de quando chegou a Cachoeiro. Em março, foi criado o jornal Aqui Notícias, diário que circula em todo o sul do Estado, nos municípios que possuem bancas que recebem publicações entregues pela distribuidora responsável. E a Folha do Caparaó, ao completar sete anos de existência, voltou a se dedicar exclusivamente à região do Caparaó, com notícias de seus municípios, circulando semanalmente, todas as sextas-feiras, tendo como editor o jornalista Marcos Freire, e funcionando numa sala no Espaço Cultural Maria Ferraz, em Guaçuí. No dia 13 de junho, a Folha do Caparaó completa sete anos de circulação. E o diretor do jornal, Elias Carvalho Soares, destaca o laço que a Folha tem com a região. “Durante todo esse tempo, aprendemos com a comunidade e criamos o hábito da leitura na maioria da população. Esse laço entre o jornal e o leitor é que não pode ser perdido, por isso, voltamos com esse foco, porque entendemos a importância que essa região tem para todos nós”, afirma Elias.


QUINTA-FEIRA, 30/06/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

ESPECIAL

05

GUAÇUÍ

Um jornal focado somente em notícias da região Caparaó A Folha do Caparaó nasceu focado somente na região, passou a diário e, agora, voltou. Em março deste ano, foram criados dois pólos diferentes de jornalismo, para atender demandas específicas, focados no interesse do leitor. Para tanto, a Folha do Caparaó voltou a ser semanal e Cachoeiro de

Itapemirim ganhou uma nova marca, o Aqui Notícias. E o escritório da Folha do Caparaó, em Guaçuí, agora, está localizado no Espaço Cultural Maria Ferraz. Para o empresário Elias Carvalho, proprietário dos dois jornais impressos, a intenção é dar mais qualidade

São 3 mil exemplares nos municípios do Caparaó A Folha do Caparaó, assim como desde sua criação, está circulando nos 11 municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável do Caparaó Capixaba, além de Apiacá e Bom Jesus do Norte. Os municípios que compõem a região são: Alegre, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado. Desde sua criação, a Folha do Caparaó se identificou como o porta voz das reivindicações e anseios da população caparaoense e os leitores fiéis estavam reclamando uma maior atenção para a região. Desta maneira, o diretor da Folha, Elias Carvalho Soares, entendeu que era a hora do jornal retomar sua trajetória, depois de ter cumprido seu papel de implantar uma nova maneira de fazer jornalismo no sul do Estado, especialmente em Cachoeiro, trazendo um enfoque mais regional. Esta papel fica agora por conta do Aqui Notícias.

Av. Marechal Floriano, 265. CENTRO - GUAÇUÍ-ES

Enquanto a Folha do Caparaó voltou a focar o lado mais comunitário da informação, colocando as necessidades, anseios e alegrias de uma região que já se firmou como uma das mais bonitas do Brasil, mas que ainda vive a contradição de ser a menos desenvolvida do Espírito Santo. Realidade que começou a mudar com a mobilização de sua sociedade e a união de suas autoridades, com a Folha do Caparaó divulgando os resultados positivos e chamando a atenção de quem fugia dessa linha de pensamento. É assim que a região tem fortalecido seu agro e ecoturismo, a sua cultura e a preservação de seu meio ambiente, patrimônio maior de um lugar onde fica a Serra do Caparaó. E, de acordo com o pensamento do diretor da Folha Elias Carvalho, a volta da Folha do Caparaó semanal vem fortalecer ainda mais essa identidade com a região, com o objetivo de trabalhar pelo seu desenvolvimento, sempre de forma sustentável.

à notícia, e veio atender a uma reivindicação de leitores da região. “Há algum tempo, as pessoas do Caparaó reivindicavam que o jornal voltasse a ter seu foco inicial, com informações e registros dos acontecimentos da região. Desde que ampliamos para Cachoeiro de Itapemirim, tínhamos

este objetivo. Então, devolvemos o jornal que fez história e vai continuar fazendo no Caparaó”, afirma Elias. Hoje, a Folha do Caparaó circula na região, com três mil exemplares semanais. “Estamos melhorando nossa qualidade em todos os aspectos, tanto em conteúdo, quanto

em impressão, para atendermos as demandas do Caparaó. A intenção é a mesma de quando o jornal foi criado: contribuir para o desenvolvimento de todos”, enfatiza Elias. E destaca que “no país inteiro, o jornal impresso é o veículo mais utilizado pelas agências de publicidade para divulgar as marcas e produtos

dos seus clientes, e acredito que, na região do Caparaó, seja do mesmo jeito”. “Acredito que vamos atender bem os anseios dos anunciantes. Queremos que nosso veículo de comunicação seja um apoio aos empresários, que querem e precisam divulgar suas marcas e produtos”, diz Elias.

Lideranças falam sobre a importância da Folha do Caparaó Desde que foi criada, em 2004, a Folha do Caparaó tem sido a porta voz da região, inclusive, de autoridades e lideranças da sociedade organizada, que sempre valorizaram o jornal e reconhecem sua importância para a região.

Prefeito de Guaçuí, Vagner Rodrigues Pereira:

“Sempre acreditei, na capacidade do Elias, que sempre mostrou ter talento no quesito empresarial. O jornal vem crescendo e hoje, podemos comprovar a importância dele em nossa região do Caparaó. A população confia no que é publicado, devido a credibilidade conquistada ao longo desses anos. Parabéns!”

Prefeito de Muniz Freire e presidente do Consórcio Caparaó, Delson de Oliveira:

“Sempre acreditei, na capacidade do Elias, que sempre mostrou ter talento no quesito empresarial. O jornal vem crescendo e hoje, podemos comprovar a importância dele em nossa região do Caparaó. A população confia no que é publicado, devido a credibilidade conquistada ao longo desses anos. Parabéns!”

Presidente da Câmara de Guaçuí, vereador Carlos Lomeu:

“Para nós, é motivo de orgulho e satisfação, termos um jornal circulando em nossa região há sete anos, trazendo informações de grande valia para nossa sociedade, e que nem sempre são colocadas pela grande imprensa. Por isso, parabenizo ao seu diretor, Elias, e todos os seus profissionais”.

Prefeito de Ibatiba e vice-presidente do Consórcio Caparaó, Lindon Jonhson:

“É um veículo importante para nossa região e ganhou credibilidade junto às administrações pelo trabalho sempre sério e competente, com posição imparcial, nos municípios da região do Caparaó e sul do Estado. Parabéns à Folha e toda sua equipe”.

Presidente da Associação Comercial de Guaçuí (Acisg), Clécio Lemos:

“O jornal veio ocupar uma grande lacuna existente aqui na região, que é carente no quesito comunicação. Portanto, precisava de um meio como o jornal, para expor o Caparaó para os próprios moradores que, muito vezes, não conhecem toda beleza que existe e para o turismo daqui alavancar. Nesses sete anos, só temos a agradecer ao Elias por essa iniciativa e torcemos muito para que o jornal continue nos informando com qualidade e, enquanto presidente da Associação Comercial, falo em nome dos comercian tes, ao parabenizar o apoio que sempre foi dado aos comerciantes.”


06

GERAL

QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

MUNIZ FREIRE

GUAÇUÍ

Escolas Estaduais do município entre as 50 melhores do Estado Ass. Imp. Sedu

»» A Escola Estadual Bráulio Franco ficou em 28º lugar, enquanto a Escola Arquimino Mattos e de Menino Jesus ficaram em 38º e 43º, respectivamente O governo do Estado divulgou o ranking das 50 melhores escolas do Estado, segundo a classificação do Paebes 2010 (Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo) e três escolas do município de Muniz Freire se destacaram. No Estado, existem mais de 550 escolas estaduais dentro do Estado do Espírito Santo, e a Escola Estadual de Ensino Médio Bráulio Franco ficou em 28º lugar, se destacando como uma instituição de ensino que fica sempre entre as melhores em todos os índices educacionais do Espírito Santo, conforme afirma a Secretaria Municipal de Educação. Outras escolas do município que se destacaram foram a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Arquimimo Mattos, do distrito de Piaçu, que conseguiu a 38º posição,

Alunos da Escola Bráulio Franco: 28º lugar no Paebes e alunos preparados para o vestibular e Enem e a Escola Estadual de Ensino Médio Menino Jesus, do distrito de Menino Jesus, que ficou em 43º lugar. Muniz Freire foi o único município da região do Caparaó que conseguiu esses índices educacionais e com três escolas. Apenas cinco municípios do sul do Estado conseguiram emplacar escolas nesse ranking. De acordo com informações da Prefeitura de Muniz Frerie, as escolas estaduais no município tem uma forte parceria com a Secretaria Municipal de Educação e todas elas recebem alunos da rede municipal de ensino. Logo, de acordo com a Secretaria, isso demonstraria que o município busca sempre a qualidade do ensino.

Escola tem alunos aprovados na Ufes A boa colocação da Escola Estadual Bráulio Franco, de Muniz Freire, no Paebes, pode ser certificada com a aprovação de 100% de seus ex-alunos inscritos no Vestibular de Inverno da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). A diretora Zilma Fim Favoreto Henrique contou que os estudantes são preparados para prestar o vestibular, fazendo simulados com base no Enem e assistindo a palestras. “Todo o corpo docente procura incentivar os alunos a estudar para conseguir um bom lugar no mercado de trabalho.”, frisou a diretora. Quanto ao VestUfes 2012, Zilma Favoreto também está otimista. “Estamos estimulando os alunos a estudar todos os dias e a fazer provas de vestibulares passados, a fim de perceber o estilo de avaliação da Universidade”, explicou. A diretora ainda contou que a professora de Língua Portuguesa está exigindo uma redação por semana para exercitar os alunos.

Semana Antidrogas encerrada com passeata A I Semana Antidrogas promovida pela Prefeitura de Guaçuí, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e das Secretarias Municipais de Educação e de Ação Social, com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Poder Judiciário, Superintendência Regional de Educação, Associação Monsenhor Miguel de Sanctis (Ammigu´s) e Fazenda da Esperança, foi encerrada com uma passeata pelas ruas da cidade, no dia 22 (sexta-feira passada). Aproximadamente duas mil pessoas participaram do evento. Fizeram parte da passeata estudantes e professores das escolas municipais de Ensino Fundamental Deocleciano de Oliveira, Anísio Teixeira e Isaura Marques da Silva (Caic), e das escolas estaduais Antônio Carneiro Ribeiro e Monsenhor Miguel de Sanctis (Polivalente), além de participantes de programas sociais, como AABB Comunidade, Programa de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) estiveram da atividade. Também estavam presentes as equipes do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), do Serviço de Atenção Especializado/Centro de Testagem e Aconselhamento em DST/Aids e agentes comunitárias de saúde.

Serrana Filetti

A passeata percorreu ruas da cidade e chamou a atenção para o combate às drogas A passeata saiu da Prefeitura e percorreu as Avenidas José Alexandre e Marechal Floriano. Com cartazes e frases contra as drogas, os participantes chamaram a atenção por onde passavam. Durante o percurso, o secretário municipal da Saúde, Edielson de Souza Rodrigues, agradeceu o apoio de todos que colaboraram com a realização da semana e alertou a população para o problema das drogas. Segundo o secretário, por intermédio de uma boa orientação, é possível conscientizar os jovens do que realmente a droga causa. O secretário também disse que as drogas são um problema que afeta toda a sociedade e deve ser tratado como um problema de saúde pública. “Todos nós temos que fazer nossa parte. A polícia já está fazendo a parte dela, o poder público também e a população precisa ajudar, através do Disk Denúncia”, enfatizou.

JERÔNIMO MONTEIRO

Manifestação apoia Dia Internacional de Combate às drogas As Secretarias Municipais de Educação e de Saúde de Jerônimo Monteiro realizaram, no dia 22 (quarta-feira passada), uma manifestação pública pelas ruas da cidade em apoio ao Dia Internacional de Combate às

Drogas. Participaram os alunos das Escolas Municipais de Ensino Fundamental, da Sociedade Pestalozi e também o grupo da Terceira Idade do município. Com faixas, cartazes, apresentações musicais e danças, os

participantes defenderam a causa do combate às drogas em Jerônimo Monteiro. O secretário municipal de Educação, Vilmar Lugão de Britto, destacou que os educadores, alunos e cidadãos devem

se engajar na luta pelo combate às drogas em Jerônimo Monteiro. “Nossas escolas estão trabalhando o tema, mostrando aos alunos todos os males que uma pessoa pode sofrer ao entrar no mundo das drogas. A socieda-

de deve se conscientizar de que devemos estar juntos nessa batalha”, disse. O grupo de Atividade Física na Terceira Idade, coordenado pela Fisioterapeuta Lúcia Aguiar, deixou a mensagem de

que eles, durante toda a vida, lutaram contra todo o tipo de vício de entorpecentes e, por isso, hoje, já com a idade avançada, podem desfrutar de uma saúde física, mental e psíquica de ótima qualidade.


FOLHADOIS

SEMANAL | Ano 7 | n° 811 Quinta-feira, 30/06/2011 | Região do Caparaó www.folhadocaparao.com.br

Para iluminar Guaçuí »» Num show há muito tempo aguardado, na regiãoo, Padre Fábio de Mello se apresentará em Guaçuí, na noite do próximo sábado, no Parque de Exposições Daniel Borges

danielborgeslima@gmail.com

Um show sonhado há tempos pelos guaçuienses e moradores de cidades vizinhas vai se realizar na região do Caparaó. Padre Fábio de Mello se apresentará, no próximo sábado, dia 09 de julho, no Parque de Exposições de Guaçuí, com sua turnê Iluminar. Os ingressos já estão à venda em pontos de venda espalhados por toda a região, inclusive em Minas Gerais, e os organizadores esperam uma verdadeira multidão na noite do show. Informações podem ser conseguidas pelos telefones (28)3553-3938 ou (28)9935-6141. Nascido em Formiga (MG), oriundo de uma família simples, trabalhadora, que foi fundamental na formação de seu caráter e seu entendimento sobre a vida, foi ainda criança que padre Fábio de Mello percebeu sua ligação com a música. E hoje, através dela, consegue levar às pessoas uma reflexão, um entendimento melhor sobre si mesmo. Sua história se con-

funde com a música. Muito ligado a arte, ele entende que esta é uma linguagem sensível, capaz de levar paz para as pessoas de uma forma bonita, melódica e marcante. O show de Guaçuí é o mesmo que originou o CD e DVD ao vivo Iluminar, que vieram depois do seu último CD gravado em estúdio, que leva o mesmo nome, pela Som Livre. Além destes, padre Fábio de Mello gravou outros 17 CDs e dois DVDs, e também escreveu oito livros. Tudo começou com o CD De Deus um Cantador e depois vieram Canta Coração, As Estações da Vida, Saudades do Céu, Marcas do Eterno, Humano Demais, Tom de Minas, Sou um Zé da Silva e outros tantos, Filho do Céu e a participação nos CDs Enredados – volumes 1 e 2, com outros cantores. Em seguida, o trabalho em CDs continuou com Grandes Momentos, Enredos do meu Povo Simples, Vida, Coletânea com três CDs, Eu e o Tempo e Grandes Momentos 2, para então chegar a Iluminar.

Pontos de venda Guaçuí: Oposto / A Diocesana Alegre: A Diocesana / Laçarote Fashion Castelo: A Diocesana Cachoeiro: A Diocesana e Laçarote Fashion Dores do Rio Preto: Lanchonete Bom Forno Espera Feliz: Passo Forte Calçados Ibatiba: Rádio Mania Bom Jesus: Laçarote Fashion

Os DVDs, além de Iluminar, foram Bem da Palavra do Bem e Eu e o Tempo. Quanto aos livros: Tempo: saudades e esquecimentos, Amigos somos muitos, mesmo sendo dois, Quem me roubou de mim, Mulheres de aço e de flores, Quando o sofrimento bater à sua porta, Cartas entre Amigos: sobre Medos Contemporâneos, Mulheres cheias de Graça e Cartas entre Amigos: sobre ganhar e perder.

São Pedro de Rates em festa nesta sexta-feira O distrito de São Pedro de Rates, em Guaçuí, estará em festa a partir desta sexta-feira (1º), com a programação se estendendo até o dia 3 de julho, com esportes, shows e atividades culturais, numa realização da Prefeitura de Guaçuí e

da Associação de Moradores do distrito. A programação será aberta por uma sessão itinerante da Câmara Municipal de Guaçuí, às 18h30, e depois a primeira noite de festa será fechada pelos shows de Bruno & Cia e da dupla Arnaldo e

Artur, com a banda Xamego do Forró. No sábado (02), a programação será aberta às 8 horas da manhã, com partidas de futebol infantil e juvenil, entre as equipes de São Pedro de Rates e Caiana (MG). Depois, às

15 horas, o jogo será entre os veteranos de São Pedro de Rates e Unidos do Norte Guaçuí. Já a noite será aberta pelo desfile da Garota São Pedro, marcado para as 19 horas. Os shows da noite vão começar às 22 horas, com Ramires Show

Av. Marechal Floriano, 265. CENTRO - GUAÇUÍ-ES

e com a banda Beijo Apimentado. No último dia de festa, domingo (3), está marcado para as 8 horas, o desfile escolar do Colégio Elvira Bruzzi, e a tarde será aberta pelo motocross, a partir das 13 horas. Ainda na parte da

tarde, mais futebol de veteranos com uma partida entre o União Futebol Clube e uma equipe visitante, a partir das 15 horas, e um encontro de carros de som, às 17 horas. A festa será encerrada com os shows de Josué Show e de Vinícius Camilo.


02

»» QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

Região do Caparaó

ESPAÇO VIP Por Vitor Moraes | (28) 9981-7647 | vitor_searom@hotmail.com

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

»» Neste registro, o pessoal gente boa do último período de Ciências Contábeis da Facec, Romário, Kleber (nova CR), Douglas, Márcia, Leonardo, Marilândia, Luciane, Victor, Amanda e André. Parabéns, por mais essa conquista e sucesso. »» Crédito: Arquivo Pessoal

»» Luiz Gustavo Rocha, administrador da Acisg (Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Guaçuí) e sua namorada Vanessa Lacerda, no jantar de 25 anos da Acisg. »» Crédito: Arquivo Pessoal

»» Vem aí

Dia 9 de julho, no Parque de Exposições de Guaçuí, às 21 horas, - Padre Fábio de Mello – realização: Oposto e Kamkun. Informações: (28) 3553-3938.

»» Fernanda Freitas comemorou, na última sexta-feira (24/6), seu niver, no clima de São João, com fogueira para esquentar os convidados. A festa aconteceu na Fazenda São Firmino, onde recebeu amigos e familiares. Parabéns, amiga, que Deus a abençoe sempre! »» Crédito: Foto Freitas

»» A pequena Helena Faria, filha de Antônio Carlos Faria e Sara Pirovani, é o denguinho de toda família Faria e Pirovani »» Crédito: Foto Freitas

»» Amigos indo curtir o show da Bartucada, que aconteceu no último finde, no Oposto, em Guaçuí »» Crédito: Arquivo Pessoal


VIVAaVIDA

SEMANAL| Ano 7 | n° 811 Quinta-feira, 30/06/2011 | Região do Caparaó www.folhadocaparao.com.br

Mitos e verdades sobre a dieta

»» Conheça o que é verdade e o que não é sobre o que emagrece ou engorda Manter a forma é sempre importante, mas existem muitos mitos sobre o que engorda ou emagrece. Nem sempre o que se afirma como verdade tem algum fundamento científico e pode levar as pessoas a cometerem erros e não alcançarem os resultados desejados, quando fazem uma dieta. Veja abaixo, alguns desses mitos e verdades: Água morna em jejum diminui a barriga. Mito: Queimar gordura e eliminar peso depende da quantidade de alimentos ingeridos e o número de calorias eliminadas. Alguns poucos alimentos aceleram o metabolismo, como a cafeína. Beber água morna em jejum (ou chá quente depois das refeições) não elimina nenhum grama de gordura. O ideal é eliminar a ingestão ou diminuir ao máximo a quantidade de gordura ingerida, além de praticar exercícios aeróbicos. É possível comer de forma saudável em fast foods. Verdade: Fast foods podem não ser prejudiciais, se a pessoa aprender a comer de forma balanceada. Grelhados, saladas e outros alimentos saudáveis geralmente podem ser encontrados em fast foods. Fique de olho na quantidade e na forma de preparo dos alimentos. O importante é não exagerar. Comer à noite engorda. Mito: À noite, o metabolismo é mais lento, mas não é isso que vai fazer alguém engordar. O jantar – desde que com alimentos de fácil digestão – é muito bem vindo ao organismo. Para ganhar ou perder peso, não importa a hora do dia em que se come, e sim a quantidade de alimentos que é ingerida ao longo do dia. Chocolate é saudável e não engorda. Verdade: Desde que em pequenas doses, é claro. Segundo pesquisas, é extremamente saudável, principalmente para as mulheres, ingerir uma barrinha de 25 a 30g por dia de chocolate amargo. Ele aumenta a serotonina e tem antioxidantes importantes. Carne vermelha faz mal à saúde. Mito: É verdade que carne vermelha, frango, porco e peixe contêm gordura saturada e colesterol. Porém, contêm também nutrientes que são muito importantes para a saúde, como proteína, ferro e zinco. Para não fazer mal, o tamanho de uma porção de carne deve ter o

tamanho aproximado de um baralho de cartas. Escolha pedaços de carne que têm menos gordura, e retire qualquer gordura extra antes de cozinhar. Tomar pílula anticoncepcional engorda. Mito: Esse tipo de medicamento pode fazer com que a mulher retenha líquidos, o que causa inchaço. Mas não interfere em nada no acúmulo de gordura. Ficar em jejum emagrece. Mito: Ao contrário. Quando ficamos em jejum, o corpo não tem como saber se a falta de comida é intencional ou não. Então, para aumentar nossa chance de sobrevivência, ele acaba poupando energia, e reduz o metabolismo para que as reservas de gordura durem mais tempo. Beber líquido durante as refeições engorda. Mito: Uma quantidade de até 100 ml de água ajuda a deglutição e lubrificação dos alimentos, facilitando a digestão. Entretanto, se forem ingeridos líquidos em maiores quantidades e com muito açúcar, isso aumenta o valor calórico da alimentação, além de dilatar o tamanho do estômago. Chá verde ajuda na perda de peso. Verdade: Por ter cafeína e catequinas, o chá verde acelera o metabolismo e auxilia a diminuição de gordura corporal. Além disso, por possuir substâncias antioxidantes, o chá ajuda no processo de desintoxicação do organismo. Abdominais ajudam a eliminar a barriga. Mito: Esse tipo de exercício é indicado para fortalecer a musculatura do abdome, não para queimar gordura localizada. Refrigerantes diet e light estão liberados. Mito: É fato que contém muito poucas calorias, mas também é verdade que possuem pouquíssimos nutrientes. O corpo, através do

fígado, precisa eliminar as substâncias pobres em nutrientes. Os excessos sobrecarregam o fígado e causam doenças. Comer rápido demais engorda. Verdade: Uma pesquisa sobre hábitos alimentares da Universidade de Osaka, no Japão, chegou à conclusão de que a velocidade com que se come pode ser tão importante quanto o que está no prato. Quanto mais rápido comemos, tendemos também a ingerir maior quantidade de comida. Vitamina engorda. Mito: As vitaminas não fazem com que a pessoa ganhe peso. O que acontece é que elas abrem o apetite e, portanto, acabam engordando de forma indireta. Pessoas obesas são mais bem nutridas. Mito: Está provado que muitos obesos são desnutridos, pois não se alimentam corretamente. Comer muito não significa comer certo. Pular uma refeição por dia economiza boas calorias. Mito: É importante comer cada três horas, para manter os níveis de glicemia. Assim, evitamos o estresse do jejum (que poupa energia e impede o emagrecimento) e evita a fome exacerbada na próxima refeição. Para emagrecer, é preciso comer em pequenas quantidades ao longo do dia. Verdade: Seu corpo precisa de calorias e nutrientes durante todo o dia para funcionar bem. Se você pular refeições, estará mais propenso a compensar nas outras refeições. Uma forma saudável de perder peso é comer pequenas quantidades de comida divididas em cinco refeições, que devem incluir uma variedade de alimentos nutritivos e com pouca gordura. Vegetarianos têm problemas com a falta de ferro.

Mito: O que ocorre é que o ferro de origem vegetal é mais sensível aos fatores que estimulam e inibem a sua absorção. Os vegetarianos têm a mesma prevalência de anemia por falta de ferro que os não-vegetarianos. A dieta vegetariana – ao contrário do que muitos pensam – não é pobre em ferro e, aliás, costuma ser mais rica nesse mineral do que a onívora. Por outro lado, a ingestão de vitamina C, que promove a absorção do ferro vegetal, costuma ser duas vezes maior do que a de onívoros. Devese evitar a utilização de quaisquer tipos de chá, mas principalmente o chá preto, junto com as refeições, pois ele inibe a absorção de ferro. Os grãos de cereais integrais, assim como os feijões, devem ser deixados de molho na água por pelo menos 12 horas, para que o seu teor de ácido fítico seja reduzido. Esse ácido reduz a absorção do ferro ingerido. Massas engordam. Mito: Comer massas, como por exemplo o macarrão, não engorda, desde que o molho seja leve, como por exemplo molho de tomate fresco. Sempre acompanhe a massa com um alimento que seja fonte de proteína (frango, peixe, carne ou ovo) e alimentos ricos em fibras (verduras e legumes). Desse modo, a refeição fica balanceada e só trará benefícios. E antes de iniciar qualquer dieta, certifique-se que ela contém todos os nutrientes essenciais para uma boa saúde. É importante escolher um plano de alimentação que possa ser seguido de forma definitiva. O plano deve também ensinar como selecionar e preparar alimentos saudáveis, e como manter o peso alcançado. Lembre-se: Fazer uma dieta saudável e nutritiva para manter o novo peso deve ser combinado com atividade física regular.


04

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

QUINTA-FEIRA, 30/06/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

11 Anos do Teatro Municipal Fernando Torres

FOLHADOIS

Atrações nacionais na Festa de Alegre Divulgação

»» O Teatro de Guaçuí completa 11 anos e uma programação foi preparada para este final de semana com peças para o público infantil, jovem e adulto Neste final de semana, o Teatro Municipal Fernando Torres, de Guaçuí, comemora este ano seu aniversário de 11 anos. E, para celebrar mais um ano de atividade e cultura, apresenta, nesta sexta, (01), sábado (02) e domingo (03), três peças para o público local. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro. Nesta sexta, o Grupo Gota, Pó e Poeira, de Guaçuí, a partir das 20 horas, apresenta a peça A Megera Domada, com classificação livre e ingressos a R$ 5,00. E no sábado, no mesmo horário da noite anterior, é a vez da comédia besteirol de Minas Gerais, Da Cintura para Baixo, com classificação até 16 anos de idade e ingressos a R$ 7,00 (meia) e R$ 14,00 (inteira).

Divulgação

A banda Skank foi confirmada como uma das atrações da Festa de Alegre 2011

A premiada peça A Megera Domada abre a programação do final de semana No domingo, a programação terá duas peças. A partir das 16 horas, a matinê vai apresentar a peça infantil João

e Maria, com o Grupo Gota, Pó e Poeira, com classificação livre e ingressos a R$ 5.00. E à noite, acontecerá a segunda

apresentação da peça Da Cintura para Baixo, a partir das 20 horas, com ingressos no mesmo preço de sábado.

Já estão confirmados os principais shows e atrações da Festa de Alegre deste ano, que acontecerá de 11 a 15 de agosto, no Parque de Exposições Geraldo Santos e Praça 6 de janeiro, onde acontece a programação da Igreja Católica. Entre as atrações confirmadas estão os shows com a cantora católica Celina Borges, a dupla de sertanejo universitário, DJ Maluco & Alladdin, a banda sensação do forró brasileiro, Bonde do Forró, e um dos maiores sucessos do pop e rock brasileiro dos últimos anos, a banda mineira Skank. Além das bandas nacionais, também haverá artistas regio-

nais. A programação completa será divulgada nos próximos dias. Também foi confirmada a presença do locutor de rodeio, Marco Brasil. A Festa de Alegre é uma realização da Prefeitura Municipal, com apoio da Câmara Municipal. Uma programação prévia foi divulgada, mas ainda está sujeita a alterações. Além das atrações já citadas, também estão previstos na programação o Rock da Tarde, Desfile Escolar, Encontro de Veículos Antigos, os shows com a Banda Melhor de Três, Banda GV Brasil, Léo & Luan, Leandro & Celson Lee e Banda RG5.


QUINTA-FEIRA, 30/06/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

ALEGRE

»» Agentes da Vigilância estiveram no distrito de Rive e colheram amostra do inseto suspeito para se confirmar ou não ser o barbeiro que transmite a Doença de Chagas Divulgação

Agentes da Vigilância Ambiental aplicaram defensivo para combater inseto Doença de Chagas. Vivem, geralmente, em ambientes escuros, úmidos e quentes e têm hábito noturno. Encontram-se geralmente em casas de pau-apique, onde são mais vistos devido aos fatores citados que proporcionam facilidade para sua reprodução. Alimentamse, na maioria dos casos, de sangue de boi, vaca, cavalo e outros mamíferos grandes, mas também podem, em casos raros, buscarem outros insetos de menor porte como fonte de alimento e nutrientes. É um inseto que tem uma picada indolor, devido a uma substância anestésica em seu ferrão. Se isso ocorrer com uma pessoa, deve-se procurar um médico imediatamente, para confir-

mar se houve contaminação ou não. Segundo a coordenadora da Vigilância Ambiental, Flávia Viana Beraldo, no decorrer dos últimos anos, foram realizados, aproximadamente, 300 exames em pessoas que tiverem histórico da presença do inseto em casa e todos deram negativo para Doença de Chagas. “Temos encontrado muitos exemplares da espécie Triatoma Vitticeps positivos com tripanossoma cruzi, mas esta espécie é conhecida como péssimo transmissor da Doença de Chagas, pois não tem o hábito de, após a picada, defecar no local, que é a porta de entrada para o protozoário chegar à corrente sanguínea humana”, destaca Flávia.

JERÔNIMO MONTEIRO

Prefeito se reúne com representantes de comunidades Quilombolas Na semana passada, o prefeito municipal Francisco Rosseto esteve reunido com a Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas e com representantes das duas comunidades quilombolas do município: Sítios dos Crioulos e Mão Forte. O encontro contou também com a presença do coordenador do Comitê Luz para todos, José Luiz de Oliveira, mais conhecido como Zé da Terra. Foi a primeira reunião oficial entre as associações e a Prefeitura e, segundo o coordenador estadual das Comunidades Quilombolas, Arilson Ventura, o encontro teve a proposta de discutir ações que viabilizem melhorias na infraestrutura das comunidades com o auxílio

11

ALEGRE

Vigilância Ambiental Municipal combate pragas Uma denúncia de foco do inseto barbeiro levou a Vigilância Ambiental de Alegre ao distrito de Rive, na semana passada, num trabalho que já vem sendo realizado para impedir a propagação de pragas e insetos transmissores de doenças no município. No local, foram coletadas algumas amostras do inseto suspeito e foi aplicado o defensivo químico Alfacipermetrina, produto recomendado e cadastrado pelo Ministério da Saúde, para o caso de infestação pelo barbeiro. No entanto, a suspeita dos técnicos é de que seja um barbeiro do tipo fitófago (que se alimenta de seiva de plantas). Segundo informações dos agentes da Vigilância, na região, normalmente, encontram-se três espécies de barbeiro: os fitófagos, os hematófagos (que se alimentam de sangue, sendo que todos os barbeiros hematófagos são transmissores da Doença de Chagas) e os predadores (que se alimentam de outros artrópodes). Os barbeiros são insetos mais conhecidos por transmitirem a

GERAL

Divulgação

Representantes das comunidades quilombolas estiveram com o prefeito Fracisco Rosseto da prefeitura. Para o prefeito Francisco Rosseto, as metas traçadas na reunião são um passo importante para a conquista de melhores condições de vida para essas comunidades, como o desenvolvimento econômico e o social. Dentre as propostas estão a Casa Digital – construção de

um espaço para inclusão digital (os equipamentos já foram doados pelo Governo Federal e a Prefeitura faria a estrutura física); a implantação de hortas, com a produção de alimentos agrícolas para consumo e comercialização; e o plantio da laranja, visando a geração de emprego e renda para a comunidade.

Distrito do Café vai receber nova creche Juliana Sanches

A Prefeitura Municipal está terminando a construção de uma nova creche para atender os moradores do distrito do Café, que recebeu o nome de Cemei “Maria do Carmo Tiradentes”. A nova unidade está sendo construída próximo à Unidade de Saúde da comunidade e atenderá crianças de todas as idades, incluindo bebês menores de três anos. Com a estrutura que funciona atualmente (em uma casa alugada), não é possível atender esta faixa etária. “Além da construção de um prédio próprio, que nos livrará do aluguel, a nova creche atenderá uma demanda maior de crianças”, destaca a secretária de Educação, Lúcia Rubini. A nova unidade contará com sala de administração, cinco salas de aula, dois fraudários, um refeitório, uma cozinha, uma dispensa, além de banheiros, lavanderia e área de lazer. “A nova estrutura beneficiará as mães da comunidade, já que a maioria delas trabalha

A construção da nova creche deve estar concluída ainda este mês durante o dia e não tem com quem deixar as crianças”, ressalta a Secretária.

Recursos

A nova creche é uma obra realizada com recursos próprios do município, por meio do Salário Educação e royalties de Petróleo. “O novo Cemei será ótimo para nós. Ele é mais espaçoso, tem uma infraestrutura excelente e atenderá mais crianças, o que facilitará

para nós que somos mães”, diz Sueli Cruz Ferraz, mãe de uma aluna. Estão sendo investidos R$ 363.815,53, e a nova estrutura tem capacidade para atender até 120 crianças. “A construção dessa creche é um marco para a administração, já que era um pedido antigo da comunidade”, destaca o prefeito municipal José Guilherme. A inauguração da obra está prevista para o próximo mês.


12

GERAL

QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

GUAÇUÍ

Acisg realiza promoção Arraiá de Preços Baixos

Marcos Freire

»» Quem comprar nas lojas identificadas com as bandeirolas da campanha irá encontrar muitas promoções e concorrerá a prêmios em vale compras e bicicletas A partir desta sexta-feira (01) até o dia 16, a Associação Comercial, Industrial e Serviços de Guaçuí (Acisg), em parceria com as lojas associadas, vai realizar a campanha “Arraiá de Preços Baixos Acisg”. Comprando nas lojas identificadas com as bandeirolas da campanha, o cliente irá encontrar diversas promoções, com descontos e vantagens, além de receber cupons para concorrer a dez prêmios: R$ 700,00 em vale compras (sete prêmios de R$ 100,00) e três bicicletas. Os sorteios irão acontecer no dia 16 (sábado), na casa

de shows Oposto, onde será realizado o “Arraiá dos Empresários e Funcionários”, com início às 20 horas. O evento contará ainda com um encontro de quadrilhas, leilão de prendas e um show de forró, além de barracas com comidas típicas montadas por diversos clubes de serviços, como Apae, Casa de Veneranda, Rotary Club, Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí e APJ. Na entrada do evento, o ingresso irá custar uma caixa de leite longa vida que será recolhida pelo Rotary Clube e, posteriormente,

encaminhada a uma instituição de caridade. Toda a renda produzida no evento também será revertida a instituições de caridade. E,

durante a promoção, os estabelecimentos comerciais de Guaçuí, nos dias 13, 14 e 15, ficarão abertos até as 20 horas.

Mais informações na sede da Acisg e as lojas estarão identificadas com bandeirolas da promoção


QUINTA-FEIRA, 30/06/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

13


14

POLÍTICA

QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

IÚNA

Volmir Hote se coloca à disposição para ser candidato a prefeito

Marcos Freire

»» O presidente da Câmara disse que não vai tentar a reeleição para vereador, mas se colocou à disposição do partido para ser candidato a prefeito Marcos Freire

marcosfolhadocaparao@gmail.com

O presidente da Câmara de Iúna, vereador Volmir Hote, na sessão ordinária de terça-feira (28), surpreendeu a muitos ao declarar que seu nome está à disposição de seu partido, o recém-criado PSD, para ser candidato a prefeito, do qual é presidente do Diretório Municipal. Segundo ele, o município precisa renovar seus quadros políticos, colocando no poder pessoas

que realmente gostem de Iúna, e que é preciso aparecer mais candidatos. Volmir Hote salientou que sempre os mesmos se colocam como candidatos e disse que um ex-prefeito já esta nas ruas pedindo voto. Por isso, acha que a renovação é necessária e colocou que seu partido está de portas abertas para aqueles que estão dispostos em renovar a política do município. “E o povo tem olhar bem em quem vai votar”, disse.

IÚNA

Antes, o presidente da Câmara começou dizendo que não tinha pretensão de tentar a reeleição como vereador, dando a entender que estaria se retirando da política, mas depois se colocou à disposição para ser candidato a prefeito. Isto porque, segundo ele, vereador passa vergonha, porque promete lutar por sua comunidade, e só passa raiva e vergonha, porque não é atendido pelos secretários municipais. “O vereador tem que implorar para que as coisas

GUAÇUÍ

1 milhão que serão direcionados para a indenização dos imóveis que estão em situação irregular, de acordo como PDM. No entanto, o vereador entende que o processo será longo e que os comerciantes não suportavam mais ficar sem o alvará de funcionamento. Então, também achava necessária a aprovação da matéria.

O projeto

O projeto de lei veio alterar o PDM com o objetivo de possibilitar que as empresas já instaladas nas chamadas zonas especiais, de interesse ambiental ou social, principalmente próximas às margens do Rio Pardo, tenham mais tempo para se adequar à nova legislação. Com isso, o Conselho do PDM poderá liberar os alvarás de funcionamento das empresas que estavam impedidas de funcionar. O texto original do projeto definia que as empresas localizadas nas zonas especiais teriam o prazo até 31 de dezembro de 2013, para se adequarem, mas uma emenda acertada na audiência pública ampliou este prazo em mais dois. Agora, as empresas terão o prazo até 31 de dezembro de 2015, para promover as adequações necessárias.

Depois de muita discussão na sessão da semana passada, quando vereadores votaram contra um projeto de abertura de crédito, por entenderem que o mesmo não trazia as informações necessárias, a Câmara de Guaçuí aprovou, por unanimidade, projeto que autoriza a abertura de crédito adicional especial no Orçamento Municipal. A mudança de posição, segundo os vereadores, foi justamente o fato do projeto apresentado ter chegado com informações sobre onde seria aplicado o recurso e com os pareceres necessários. A abertura de crédito aprovada foi de R$ 243.540,00, que irá atender a um convênio entre a Prefeitura e a Secretaria de Estado do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades) e outro com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Os recursos serão utilizados para o atendimento de assistência continuada da Ação Social, no atendimento a famílias em condições de risco social. E também para a compra de um novo caminhão compactador de lixo. O líder do governo na Câmara, vereador Rubens Marcelino de Souza, destacou que a solicitação dos vereadores estava sendo atendida, com o projeto trazendo todas as informações de onde seriam aplicados os recursos. E também destacou que

O presidente da Câmara de Iúna, Volmir Hote: à disposição para ser prefeito

DORES DO RIO PRETO

Aprovado em segundo turno Câmara aprova abertura projeto que altera PDM de crédito adicional O projeto que alterava o Plano Diretor do Município (PDM) foi aprovado, em segundo turno (de forma definitiva), na última sessão da Câmara de Iúna, realizada na terça-feira (28), depois de ter provocado muita discussão na sessão anterior, no dia 18. O projeto apresentado pelo Executivo Municipal, que foi debatido em uma audiência pública, foi aprovado com uma emenda apresentada nesta mesma audiência. Um dos vereadores que se abstiveram de votar na sessão anterior, o vereador Waldren Marcelo disse que estava preocupado com os proprietários de imóveis que sofreriam prejuízos, devido às exigências do PDM. No entanto, contou que foi procurado por membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano que lhe garantiram a busca por uma solução que evite o prejuízo dos donos de imóveis. “Acredito que o conselho vai cumprir o compromisso e, por isso, vou votar a favor do projeto”, disse. Em seguida, o vereador Jonildo de Castro Muzi contou que, em conversa com o prefeito José Ramos, este explicou que, no Orçamento Municipal do ano que vem, será colocado o valor de R$

Marcos Freire

aconteçam, e não é falta de máquina ou culpa do prefeito”, afirmou. Ele disse não entender porque as máquinas da Prefeitura quebram tanto, indo para uma localidade para fazer um serviço, mas não ficam nem três dias e já estão voltando. Enquanto, em outros lugares, segundo ele, como na região do distrito de Pequiá, a máquina está lá há muitos dias e não apresenta problema, porque quem está mexendo toma cuidado.

Contas de ex-prefeito são aprovadas em sessão na Câmara Daniel Borges

a compra de um novo caminha computador é essencial, porque dessa forma a coleta será feita de maneira correta.

Informações

E o vereador Francisco Carlos Rangel Pereira, que havia dito que não iria mais votar projetos sem informações completas, como fez na sessão anterior, disse que desta vez o projeto chegou explicando o que será feito com o recurso. Ele também salientou a importância do projeto que não irá só atender a compra do novo caminhão, mas também outras necessidades de saneamento básico e ação social. “O que nos resta, agora, é cumprir com a nossa obrigação, aprovar o projeto e acompanhar o andamento de todo o processo”, afirmou. Já o vereador José Augusto de Paula lembrou que fez uma indicação ao Executivo pedindo a compra de um novo caminhão compactador, diante do caminha existente estar velho e apresentar problemas, o que obriga a coleta em um caminhão caçamba, que espalha lixo pela rua e na estrada. Enquanto o vereador Thayro Dascani Zini Moreira, também elogiou a iniciativa de se comprar um novo caminhão, o que vai ajudar o meio ambiente, porque a coleta com o caminha caçamba é inadequada.

O presidente da Câmara, Gilmar Trindade: vereadores foram coerentes Daniel Borges

danielborgeslima@gmail.com

Em sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Dores do Rio Preto, no dia 21, foi aprovado, em segundo turno, o projeto que aprovava as contas do ex-prefeito Carloman Bastos Soares. A votação foi secreta, ou seja, por meio de cédulas, e a matéria teve 7 votos pela aprovação das contas e 2 contra. A votação em primeiro turno do projeto aconteceu no dia 9 de junho, quando a matéria também conseguiu a aprovação. A decisão da Câmara foi contrária ao parecer do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCES), que sugeriu as rejeição das contas, alegando problemas técnicos, por falta de documentação. No entan-

to, levando em consideração que não houve dolo aos cofres públicos e apenas erros técnicos sanáveis, a maioria dos vereadores resolveu aprovar as contas do ex-prefeito. O presidente da Câmara de Dores do Rio Preto, Gilmar Trindade, parabenizou os vereadores pela decisão: “Excelente, eu parabenizo os vereadores pela aprovação, após a compreensão de que havia uma simples falha técnica e não uma possível má fé do ex-prefeito. Para mim, foi votado com coerência e ética”, disse. Curiosamente, ao final da votação, todos os nove vereadores parabenizaram o ex-prefeito Carloman pela aprovação das contas. Entre eles, com certeza, os dois que votaram pela rejeição das contas, afinal a votação foi secreta.


www.FOLHADOCAPARAO.com.br Espaço Aberto

Atenção igrejas evangélicas do sul do estado! Este espaço está aberto gratuitamente para mandarem a agenda de suas festas e, após realizá-las, mandarem fotos com o histórico do evento para matéria. Obs: mínimo de 15 dias de antecedência.

Participe josemontoni@yahoo.com.br (28) 9986 8414

REFLITA COMIGO »» JOSÉ MONTONI

PALAVRAS

Nada se faz ou se resolve sem ela, aliás, tudo o que foi feito, desde que Deus fez este mundo foi com palavras. Você crê? Bom, você crendo ou não, para Deus, não faz diferença. Mas saiba que Deus trata com diferença aqueles que nele crêem. Palavras são tão importantes na vida do ser humano que não dá para imaginar a dificuldade que passa uma pessoa muda. Pense em alguém que não fala e não tem ninguém por ela, quando esta chega num sistema de saúde, numa rodoviária, igreja, repartições públicas etc. Quem é bom de palavras já passa dificuldades e quem não tem nenhuma palavra? Levando você a meditar nestas situações, agora saiba que temos que cuidar de nossos sons vocais e ter cuidado com as palavras. A mesma Bíblia, que fala que o mundo se fez com palavras, fala também que palavras dão vida e também geram mortes. Uma pessoa comparou aqueles que adoram e aqueles que dizem que não falam por mal, com alguém que tem uma faca afiada na mão e, ao mesmo tempo, em que estão falando de uma pessoa, é como se aquela faca fosse entrando no peito daquela pessoa, e muitas das vezes esta pessoa é o que ela chama de amigo. Pensa se não fosse? Devemos jogar esta faca fora todos os minutos, ou melhor, moderar nossa língua. Palavras têm poder, poder de dar a vida e poder de destruir vidas, mesmo que distantes das pessoas. O mundo espiritual está como um pombo correio por aí. As palavras que são boas, os anjos do Senhor levam e as fazem dar vida. As palavras que são más, o Diabo e seus demônios as levam e fazem gerar mortes. Por isso todo cuidado é pouco. Pela palavra, Jesus venceu o inimigo no deserto. “E Jesus, respondendo, disse-lhe: Dito está: NÃO TENTARÁS ao Senhor teu Deus” (Lucas 4:12). Usando as palavras, um promotor acusa, e um advogado usando as mesmas palavras defende. A nossa vida passa rápido demais. Use seus dons para melhorar a vida de alguém e não para envergonhar, humilhar, rebaixar, denegrir. Use o dom que há em você para fazer alguém feliz, crescer, fortalecer e se tornar colaborador de outros como você fez com ela. Imagine se todos aqueles que você contribuiu para que ele fosse um bêbado, um drogado, um violento, agora, além de ensiná-los, eles próprios se voltem contra um fruto de sua própria família? Tais como filhos, sobrinhos, netos e bisnetos. Não é melhor contribuir só para o bem e correr o risco de ter devolvido somente o bem para nossa geração. Amado leitor, tenhamos ainda mais cuidado com as palavras e ações. “Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras será condenado”. Abraços, em Cristo.

MINISTRANDO VIDA »» Romário Bendia

ANSIEDADE - NÃO CAI NESSA Mateus, 6:19-34 Porque os bens deste mundo podem ser roubados ou deteriorados, porque os bens deste mundo podem poluir a vida com a cobiça. Os olhos são a lâmpadas do corpo; porque aquilo que prende a atenção dos nossos olhos pode representar qual o tipo de caráter que nós temos e determinar a nossa ligação com o céu ou com os valores deste mundo. (Provérbios. 23:4-5). Porque os bens deste mundo exigem do homem uma dedicação de servo, quando nos colocamos diante de duas opções: ou Deus ou as riquezas. A ansiedade é um sentimento de escravo de bens materiais. Porque uma das estratégias de satanás é fazer o homem lutar por coisas que não têm relação com aquilo que é a sua necessidade básica. O Espírito, em comunhão com Deus, é quem determina a plenitude da vida, não o nosso organismo. Pode-se ter uma alimentação saudável, praticar-se esporte diariamente, e também estar sobrevivendo em relação à plenitude de vida. Assim como não é a roupa bem apresentada que prova o estado de saúde do corpo. Muitas pessoas estão gravemente enfermas, no entanto, escondendo tal enfermidade por meio de uma aparência bonita. As ansiedades sobrevêm, quando não se crê no senso dos valores de Deus. Creia que você tem valor para Deus, confiando que Ele sabe o que é melhor para você. A ansiedade não prolonga a vida; ela não pode aumentar os anos da existência humana. A ansiedade não produz fé, porque ela não descansa na provisão diária de Deus. Deus sabe e conhece quais são as necessidades humanas, dando-nos o que precisamos e não o que queremos. Descanse em Deus! Meu leitor amigo, se você ainda não tem uma experiência com Deus, quero te dizer que se anseie por fazê-la o mais rápido possível! Pois nenhum bem desta terra irá levar, mas se não tivermos nosso encontro pessoal com Jesus, nem nós iremos subir, terrível será o dia que o Senhor voltar para aquelas que irão ficar. A escolha é sua. A salvação é como cartão de credito: outro não tira para você e não transfere. Alguns costumam dizer que é melhor ser pobre e com Jesus do que ser rico e sem Jesus. Mas dá para ser rico e morar no céu, basta crer. Que Deus Abençoe a todos! Pastor missionário da IP Belo Horizonte.

QUINTA-FEIRA, 30/06/2011 REGIÃO DO CAPARAÓ

FOLHA GOSPEL

O que Deus fez por mim, pode fazer por você Olá, meu caro leitor! Mais uma quinzena se foi e estamos novamente com uma entrevista testemunhal para impactar seu coração e abençoar a sua vida. É claro que, para isto, você deve ser sensível às coisas concernentes ao reino de Deus. Hercules Gomes Ferreira nasceu no distrito de Gironda, em Cachoeiro do Itapemirim, aos 31 dias do mês de maio de 1979. Filho de José Luis Ferreira e Mercedes Gomes Ferreira, falecida. Seu pai sempre trabalhou nas empresas de granito da região e também como pedreiro. Na ocasião, sua mãe era evangélica, mas seu pai não. Aos 10 anos de idade, ele perdeu sua mãe. São inúmeras as histórias de pais separados que tiveram seus filhos ceifados pelo crime. Eles, filhos, na maioria das vezes, ficam sozinhos em casa, da casa para escola e daí por diante. Quem quiser ter felicidade que dure muito pouco, como na maioria dos casos, e arrasar sua família, separe. No caso de Hercules, não foi diferente. Sem mãe, sem carinho e conselho, que só elas sabem dar, arrumou amigos e amigas da onça. Hercules fala que com a bebedisse de fim de semana, logo teve a oportunidade de fumar maconha. Que péssima oportunidade! Ele conta que ganhava pouco e só usava a maconha por ser mais barata. Ele alerta que muitos pais dão liberdade demais para seus filhos e eles estão por ai nas boates, bares e até lavouras, queimando o dinheiro que ganharam, trabalhando, ou que o pai deu. Ele fala que, uma vez viciado, o consumo aumentou e passou a se endividar. Como o diabo sempre oferece mais, Hercules recebeu o convite para vender as drogas. Foi aí que passou a negociar crack e cocaína, o que rendeu bastante dinheiro por um tempo, pois são drogas de valores altos. Mas, a cada dia, ele ia perdendo a paz e o sono. Hercules subiu de cargo no trafico, mas logo que seu pai descobriu seu vicio, o colocou para fora de casa. Ele conta que havia uma concorrência e quem vendia mais tinha mais moral com o chefe. Hercules fala que fez pacto no espiritismo, onde eles falam que fecha o corpo, para não ser preso, e como todos sabem como isso tudo é, ele foi preso assim mesmo, várias vezes. Ele deixava de comer para usar drogas. Por algumas vezes, quase morreu de overdose.

15

dica que edifica Está chegando o período de férias escolares e nada melhor do que uma boa leitura para continuar crescendo. Folha Gospel vem indicar o livro Quem Mexeu no Meu Queijo, (foto), de Spencer Johnson. Descubra ótimas maneiras de lidar com as mudanças no trabalho e em sua vida em geral.

aconteceu GUAÇUÍ A Igreja Batista do Calvário realizou, na ultima quinta-feira, mais um grande culto da campanha de oração. Continua na próxima semana e você não pode perder. Vá e leve sua família! JERÔNIMO MONTEIRO A Igreja Assembléia de Deus realizou um grande culto de cura e libertação na última quinta-feira. Muitos receberam a sua vitória! Um de seus ex-parceiros, convertido, o João, o convidou para um culto no lar. Ele foi e dias depois, ouvindo uma música de Matos Nascimento, sentiu que realmente queria Jesus. Hercules conta que, em 1999, foi a um culto em que pregava o Pr. Sebastião, da AD, e na mensagem falava coisas dele que só ele sabia. E ele, que nunca se dobrava diante de ninguém, quando o pastor o convidou para a oração, sentiu algo lhe empurrar para frente: era o Espírito Santo. Após a oração, sentiu que não queria mais o tráfico. Cada vez que lembrava do louvor de Matos, ele tinha a certeza que não queria ser bandido. Continuou a ir às igrejas e pedindo aos irmãos para orarem, foi se libertando do tráfico. Foi então que começou a prova. Ninguém queria dar trabalho para um ex-traficante. Ele trabalhou como ajudante novamente e como faxineiro no posto de saúde. Não que tais profissões sejam ruins, é que só davam para ele quando não tinha ninguém. No ano 2000, ele casou com Flavia S. da Silva e tem dois filhos: Alan, 14 anos, e Larissa, 8. Mas a prova continua, morando de favor e sempre louvando a Deus. O

ultimo serviço, aquele de faxineiro, fizeram concurso público e o mandaram embora. Ele se firmava nas promessas de Deus. Em 2003, ele gravou seu testemunho junto com mais dois cânticos e espalhou por onde passava. As portas se abriram e ele gravou seu primeiro CD, em 2006, e daí já foi convidado para a TV de sua cidade. Tempos depois foi convidado pelo Pastor R. R. Soares, na RIT TV, e gravou a novela da vida real com seu testemunho, que foi transmitido em várias emissoras no Brasil. Em 2008, gravou seu segundo CD e o primeiro DVD, com a participação de Matos Nascimento. E vem aí o seu novo CD! Hoje, Hercules é membro da Assembléia de Deus, do bairro Vilage, seu pastor é o Pr. Gilberto. Respeitado por onde passa como homem de Deus, está se preparando para ir louvar a Deus na Europa. Seu irmão Jorge se converteu através de um de seus louvores. E para nossos leitores que passam por algum problema, Hercules manda um recado: Droga é Morte, Jesus é Vida. Trafico é inferno, Jesus é Céu. De traficante a adorador. O que Deus fez por mim, pode fazer por você. (Assinado, Cantor Hercules).

CHAVE DE SABEDORIA Nº. 74 “Milagres acontecem tão depressa quanto as tragédias”. Pr. Mike Murdock

IÚNA Hoje, dia 1º, às 19 horas, a Igreja Ministério Tabernáculo está encerrando mais uma campanha de oração: “O Deus do Impossível”. Corra e vá buscar sua bênção!

AGENDA DA FOLHA IÚNA Neste sábado, a Igreja Presbiteriana realizará mais uma ação jovem. Será na quadra do ao lado da igreja. Muito louvor, e você não pode perder. CACHOEIRO Na próxima terça-feira, a Igreja Metodista realizará mais um grande culto de campanha de oração. Você e sua família estão convidados a ir lá buscar uma bênção. VENDA NOVA Está chegando o dia da 2ª Marcha para Jesus! Vários cantores estarão na abertura do evento que será no Polentão. Aguardem!

CONHECIMENTO Da história de Jesus todo mundo sabe, nem todos acreditam e poucos valorizam. Jesus veio a este mundo, padeceu, foi traído e morreu por mim e por você. Como Jesus revelou seu traidor? Resposta: leia João, 13:26.


16

ESPECIAL

QUINTA-FEIRA, 30/06/2011

www.FOLHADOCAPARAO.com.br

REGIÃO DO CAPARAÓ

DIVINO DE SÃO LOURENÇO

Entre rios e montanhas, a vocação para o turismo

As maiores reservas de Mata Atlântica primária da região

»» Município tem buscado outras alternativas econômicas e o turismo rural e ecológico começa a ser mais valorizado por empreendedores e pelO poder público

Marcos Freire

Marcos Freire

marcosfolhadocaparao@gmail.com

O município de Divino de São Lourenço – que completou mais um ano de sua emancipação no dia 5 de junho, mas que realiza a festa da cidade no Dia de São Lourenço, em 10 de agosto – tem buscado alternativas econômicas, tanto na área rural como em outros setores. Mas só a pouco tempo começou a valorizar suas características favoráveis para o turismo rural e ecológico. Com pouco mais de 5 mil habitantes e a maior quantidade de Mata Atlântica primária do Estado, o município tem tentado preservar os atrativos naturais e também seu patrimônio histórico. A cidade está localizada entre rios e montanhas, numa das áreas mais preservadas do Parque Nacional do Caparaó, com cachoeiras, assim como antigos casarões e fazendas, além de oferecer um roteiro místico. Divino de São Lourenço também tem estrutura para Turismo de Aventura, com grande potencial para trekking, rapel, rafting, canoagem, caiaquismo e vôo livre com parapente. O município mantém uma forte ligação com o passado. Era um local de passagem ou de estabelecimento de muitos tropeiros, dos quais o município herdou costumes na cultura e

Em Divino de São Lourenço estão as maiores reservas de Mata Atlântica primária do Caparaó. Mata primária é a mata original que cobria o território antes de sua colonização e, consequentemente, devastação. As reservas ecológicas do município guardam representantes da Fauna Atlântica, com a presença do macaco mono-carvoeiro e o muriqui, maior primata das Américas, que está em

vias de extinção. As florestas ocultam outras espécies de macacos, como os saguis, e mamíferos, como antas, capivaras e ariranhas. Existem também muitas espécies de pássaros, como os macucos, pombos, jacus, sabiás, sanhaços e arapongões. E entre os répteis estão cobras, jabutis e lagartos, além de muitos anfíbios, sapos, rãs e pererecas que habitam as matas de Divino de São Lourenço.

Verdadeira rota de cachoeiras divulgação

Vista parcial da cidade de Divino de São Lourenço com destaque para Igreja Matriz na culinária. Além disso, como outros municípios da região do Caparaó, Divino de São Lourenço também teve seu período áureo do café, que deixou como uma de suas heranças o Casarão da Fazenda Confluência. A residência foi construída por volta de 1895 e pertenceu a Juvenal Nolasco, produtor rural patriarca de uma das primeiras famílias divinenses. Fora da sede do município, há 9 km, há a fazenda Serra Azul, uma referência para os grandes latifundiários da época do Ciclo do Café. A sede foi construída em 1942, em madeira de Lei, com cobertura de telha de cumbuca. Seu pavimento inferior servia para guardar utensílios de tropa, carro de boi e animais, como era costume nas construções da época.

Colonização

A colonização de Divino de São Lourenço teve inicio em 1902. Seu povoamento se deu com portugueses, africanos, italianos e libaneses. Em primeiro lugar, a localidade, ainda pertencente a Guaçuí, chamava-se Imbuí, que em tupi significa “rio das cobras”. As terras pertenciam a João Vicente Soares, que fez a doação à Igreja Católica para formação da Vila de Imbuí. Seu

nome atual, dado na criação do município, em 5 de junho de 1964, vem de Divino Espírito Santo, nome que consta na escritura das terras onde se formou o núcleo urbano, e de uma homenagem ao padroeiro da vila, São Lourenço. Os principais produtos agropecuários do município são o café e o leite, mas conta também com a produção de feijão, milho, mandioca, laranja e banana.

Onde ficar Pousada Águas do Caparaó - Divino de São Lourenço / Dores do Rio Preto – Tel: (28) 9985-2844 – email: pousadaaguasdocaparao@hotmail.com / Pousada Encanto da Serra - Patrimônio da Penha – Divino de São Lourenço –Tel: (28) 9882-5861 e 9917-1424 – email: encantodaserra. caparao@hotmail.com / Espaço de Vivências Jardim do BeijaFlor – Patrimônio da Penha – Divino de São Lourenço – Tel: (27) 9838-1586, (28) 9972-4598 ou (28) 3551-1913.

Quem visitar o município durante a festa tem a opção de várias cachoeiras

As águas do “Rio das Cobras” (Imbuí, antigo nome da cidade) são responsáveis pela formação de várias cachoeiras. Até juntar-se com o Rio São Jorge e formar o Itabapoana, o Rio Veado, também chamado Córrego Limo Verde, recebe vários afluentes e apresenta muitas quedas: a Cachoeira da Mangueira – 4,5 km da sede; Cachoeira do Granito – próximo a Limo Verde (17 km da sede); Cachoeira da Usina – em Piedade (estrada para Guaçuí, entrando 5 km);

Cachoeira das Andorinhas (no Rio Veadinho) – 18 km da sede – Portal do Céu, Patrimônio da Penha; Cachoeira das Andorinhas – várias piscinas naturais – no Pontal do Céu. Além disso, o pequeno manancial, que corta o Patrimônio da Penha e deságua no Rio Veadinho, apresenta uma sequência de cachoeiras, quedas, poços e piscinas naturais: o Poço Legal, a Cachoeira da Vovó Tuti, Cachoeira da Cascata, Caldeirão das Delícias e Cachoeira da Cigarra.


Edição 14