Page 1

Jornal A Plateia

facebook/aplateia

aplateia.com.br

Tradição, Qualidade e Liderança não se discutem

ANO 80 | EDIÇÃO: Nº 23.509 | 24 PÁGINAS - R$ 3,00 | QUINTA-FEIRA, 16 DE FEVEREIRO DE 2017 | SANT’ANA DO LIVRAMENTO | FECHAMENTO: 23h30min

Trapalhada no Mapa: após pedido do Executivo e Legislativo, Porto Seco voltará a funcionar Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou portaria extinguindo Unidades Técnicas Regionais e, a partir do artigo 3º, gerou sérios prejuízos para a Fronteira da Paz. Expectativa é de que tudo se resolva nesta quinta. Página 11

MARCELO PINTO/AP

Manifestantes vão à Câmara cobrar atitude dos vereadores

PLANEJAMENTO

Lago Batuva deve passar por reestruturação Vice-prefeita Mari Machado fala sobre os planos da gestão para o ponto de encontro dos santanenses. Página 8 UM NOVO COMEÇO

A chance de recomeçar na Fronteira

Graças à solidariedade fronteiriça, o portoalegrense Eduardo encontrou a possibilidade de escrever uma nova história em Livramento. Página 9 PELA VIDA

Seja um doador

Campanha de doação de sangue acontece hoje (15) no Hospital Santa Casa de Misericórdia, além do cadastro de 20 doadores de medula óssea. Página 4 SAÚDE

História de vida Grupo exige posição dos legisladores acerca do processo seletivo da Secretaria de Educação. Segundo manifestantes, processo precisa ser revisto. Página 6

DANIELA HUBERTY/AP

AGILIDADE

Mutirão despachou mais de 800 processos

Equipe da Secretaria de Planejamento se mobilizou para liberar o montante de processos que acumulavam na pasta e, hoje, restam apenas cerca de 200. Página 5

Ferreiro luta para conseguir exame em Santa Maria: braço direito está comprometido, e Sandro Albuquerque vive drama diário. Página 10 polícia

Prisão pela Rotam

Brigada Militar foi acionada para prender foragido do semiaberto: Mamujá está na cadeia. Página 14

A PLATEIA {en español} Líder de Espacio Abierto aseguró que no votará más impuestos Página 2


2

A PLATEIA

facebook/aplateia (55) 9970-7217

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

2ª página

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

redacao@jornalaplateia.com

Jornal A Plateia www.aplateia.com.br Fundado em 10/01/1937 CIRCULA DE SEGUNDA A SÁBADO

Beto

Editorial

Quando a ficção acaba virando realidade

DIRETORIA

Diretor presidente Antônio Zuheir Badra Diretor-geral Kamal Zuheir Badra Diretora de RH Janete Zuheir Badra Diretor em POA Fabio Zuheir Badra direcaocomercial@ grupoaplateia@gmail.com

Tudo começou com um pedido simples. Era para o novato escrever um texto sobre um fechamento de um departamento da filial de uma grande empresa. O novato não tinha modelo, não tinha padrão e ficou com vergonha de perguntar como deveria escrever tal texto solicitado pelo seu chefe. Ele então inventou algo bonito com palavras difíceis e aparentemente importantes e ainda fez uma pesquisa básica na internet em modelos que poderiam ser úteis e que serviriam para a sua tarefa. Depois de escrito o texto, o novato mandou o arquivo para o seu superior que, sem muito tempo, resolveu aprovar numa primeira leitura (isto porque estava mais interessado nas fofocas da política e em saber sobre a pesquisa do Lula para 2018). O texto foi então encaminhado por e-mail numa OS (Ordem de Serviço) para o departamento jurídico da empresa para avaliação. O chefe dos advogados júnior recebeu o arquivo e acreditou que o diretor do departamento de notificações tivesse feito a revisão, afinal, ele teria responsabilidade com o documento e apenas passou para o seu chefe máster fazer o devido encaminhamento de publicação final. O chefe máster recebeu o arquivo impresso num belo papel timbrado dentro de uma capa de couro com brochura e marca alto relevo da empresa. O cheiro de novo até distraiu o chefe máster do departamento jurídico que fazia uma semana havia assumido o posto de comandante geral na empresa. Ele viu o documento e não entendeu muito bem, mas também não deu importância, pois a empolgação em usar a caneta com riscos de prata era maior. Ele assinou o documento e acreditou que poderia confiar no seu subordinado, afinal ele trabalhava há mais tempo no departamento. Depois de assinado o documento uma correspondência foi enviada para a mesa diretora da empresa (que também não deu muito bola, pois pensava tratar-se do desmembramento de setores de uma filial – um procedimento comum que até possibilitaria a contratação de novos funcionários). O documento não foi lido devido ao pouco tempo e o chefe dos chefes ter horário para um voo no exterior. O documento foi apenas citado em ata como aprovado. Depois ele foi publicado em ATA, num grande jornal de circulação para ter validade jurídica perante seus sócios e ter a validade legal. Ao final: o texto pedia a desintegração dos setores e o chefe de departamento acabou demitindo todos os funcionários. A filial acabou pedindo o fechamento e uma grande confusão se formou. Alguém precisava achar um culpado para tamanha displicência e, finalmente, chegaram ao novato da empresa, que, na verdade, passava apenas de um estagiário. *Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

COM QUEM FALAR NO JORNAL A PLATEIA

REDAÇÃO ELIS REGINA redacao@jornalaplateia.com PUBLICIDADE LAURA SARAVIA laura@jornalaplateia.com ASSINATURA CAROL MACHADO circulacao@jornalaplateia.com Fone/Fax: Circulação: Comercial: Informações: Telemarketing

(55) 3242-2939 (55) 3242-5533 (55) 3242-5654 (55) 3242-2121 (55) 3241-2454

CONTATOS: Sugestão de Pauta e Artigos de Opinião: redacao@jornalaplateia.com jessica@jornalaplateia.com elisregina@jornalaplateia.com daniela@jornalplateia.com henriquebachio@jornalaplateia.com

Imagem do dia

Editais: editaisaplateia@terra.com.br Sociedade: sociedade@jornalaplateia.com Arte/Comerciais: editoriadearte@jornalaplateia.com A Plateia Online: online@jornalaplateia.com Variedades: variedades@jornalaplateia.com A Plateia en Español: espanhol@jornalaplateia.com Fotografia: marcelopinto@jornalaplateia.com Financeiro: cobrancagrupoaplateia@gmail.com

A PLATEIA

Elis Regina Cartaxo elisregina@jornalaplateia.com

Visita de Dante Ramon Ledesma na Rádio RCC FM (Matias Moura/AP)

Marca registrada sob nº 825.254.280 Afiliado à

PLANTÃO DA CIRCULAÇÃO Problemas com a entrega da edição de Sábado , ligue: Sábados, das 8h30min às 15h Telefone (55) 3242-2939 Sucursal do Jornal A Plateia em Porto Alegre Avenida Independência, n° 330 conjunto 505. Telefone: (51)3279-3928

Tempo Quinta

Sexta

Sábado

Jornal diário editado pela

JB Empresa Jornalística Ltda. CNPJ: 73.752.180/0001-31 Fone (55) 3242-2939 Rua Almirante Barroso, n° 358 esquina rua Uruguai CEP: 97.574-020 SANT’ANA DO LIVRAMENTO Rio Grande do Sul/Brasil

Chove rápido

Chove rápido

Chuva 60% Volume 20mm

Chuva 60% Volume 30mm

21° / 33°

Temperaturas extremas ontem em Livramento:

22° /31°

Máxima: 29° Mínima: 18°

Chove rápido

23° / 33°

Chuva 0% Volume15mm Condições registradas na estação meteorológica do Grupo A Plateia.

Quase uma Alemanha brasileira O Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta quarta-feira (15) um pedido de liberdade apresentado pela defesa do deputado cassado Edua rdo Cunha (PMDB-RJ). Seguindo recomendação do novo relator da Operação Lava Jato na Corte, Edson Fachin, e por 8 votos a 1, a maioria dos ministros resolveu mantê-lo na prisão em Curitiba (PR) - o único voto a favor de conceder liberdade a Cunha foi do ministro Marco Aurélio Mello. (Foto: Adriano Machado/Reuters em 2016)

Agenda HOJE Doação de sangue Nesta quinta-feira (16) a Santa Casa realiza a campanha de doação de sangue. Participe. Confira as informações da página 04 e ajude a salvar vidas.


A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

3


4

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Geral

facebook/aplateia (55) 9970-7217

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

Daniela Huberty - daniela@jornalaplateia.com

Doação de sangue é hoje

Juntamente à campanha, o hospital Santa Casa estará realizando o cadastro de doadores de medula óssea Hoje (16), a partir das 9h, o Hospital Santa Casa de Misericórdia recebe santanenses solidários em mais uma campanha mensal de doação de sangue. Concomitantemente, os funcionários do hospital estarão realizando o cadastro de 20 doadores de medu la óssea, que acontece desde a primeira doação do ano, em janeiro. Os voluntários podem se dirigir ao anexo da instituição, onde acontece a campanha, até as 11h30 e, pela tarde, das 13h às 16h. A farmacêutica Adriana Andrade de Souza espera que se mantenha o número de doadores dos meses anteriores e, no mínimo, cem colaboradores procurem o hospital para participar da campanha. Segundo ela, a

Agência Transfusional da Santa Casa ainda tem um estoque suficiente de sangue. “O que estão doando dá certinho para o mês. Algumas tipagens são mais raras e, por isso, fazemos um apelo maior para que as pessoas se mobilizem e venham, como os tipos negativos e, principalmente, os doadores O pela grande demanda e precisarmos ter alto estoque desse sangue”, destacou. Mesmo assim, a farmacêutica lembrou que todo o tipo sang uíneo é bem-vindo. A última campanha de doação, que foi realizada no dia 19 de janeiro, arrecadou 88 bolsas de sangue de um total de 112 doadores cadastrados. A próxima doação está marcada para

ser realizada no dia 23 de março.

Cadastro de medula óssea Na última campanha, quando iniciaram os cadastros de medula óssea, já pela manhã os registros estavam totalmente preenchidos, de acordo com Adriana, pois eles acontecem por ordem de chegada. A farmacêutica esclareceu que o cadastro é realizado à parte, podendo ser feito de forma separada da doação de sangue. “A pessoa pode vir doar o sangue e se cadastrar ou apenas um deles. Para a medula óssea, a amostra de sangue é pequena, apenas 5 ml, mas o cadastro é maior porque a pessoa vai para o banco de medula e fica dez anos”, explicou. Para aqueles que já são doadores de medula óssea, Adriana pediu que mante-

nham seus dados sempre atualizados, sendo que isso pode ser feito de forma on-line. “Essa é a grande dificuldade que encontram nos cadastros, pois quando chamam a pessoa não tem mais o mesmo telefone ou endereço e precisam chamar pelo rádio”, alertou.

Recomendações Adriana lembra àqueles que queiram doar que é preciso ir bem alimentados, dormir ao menos seis horas e não ingerir nenhuma bebida alcoólica pelo menos 12 horas antes. Além disso, é preciso levar um documento de identificação com foto. Homens que já doaram sangue devem esperar o intervalo mínimo de 60 dias para realizar uma próxima coleta, enquanto mulheres precisam aguardar, pelo menos, 90 dias. Aqueles que fizeram tatuagem há pouco

A farmacêutica Adriana Andrade de Souza segura uma bolsa de sangue O positivo, um dos tipos de maior demanda. (Foto: Daniela Huberty/AP)

tempo não podem doar. O tempo de duração da doação de sangue, por doador, é de 10 a 15 minutos. Antes da coleta, são feitos pré-exames, por funcionários do Hemocentro de Alegrete, responsáveis pela coleta em Sant’Ana do Livramento, para identificar quem

está apto a doar. Aqueles voluntários que, por alguma razão, não passarem na triagem, são automaticamente descartados e informados sobre o que devem fazer e as orientações para que, na próxima campanha, estejam em condições de realizar a doação.


A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Geral

5

Daniela Huberty - daniela@jornalaplateia.com

Em 47 dias de governo, mais de 800 processos despachados

Através de mutirão, Secretaria de Planejamento conseguiu liberar processos que estavam pendentes há anos Uma pilha de 1.306 processos parados e com atraso de despacho. Esse foi o resultado do diagnóstico feito pela equipe da Secretaria de Planejamento do município logo após a posse do prefeito Ico Charopen e da vice-prefeita Mari Machado. Com a identificação, um grande mutirão iniciou na pasta para dar andamento aos trabalhos. No fim de janeiro, esse número já havia passado para 435 e, hoje, após 47 dias de governo, caiu para 215 em um total de 821 processos liberados. Para a titular da pasta e vice-prefeita Mari Machado, a grande quantidade de processos parados se deu em função da desestruturação do local. “Encontramos a secretaria em uma situação bastante desestruturada e consideramos essa uma pasta chave de qualquer governo, porque é por ali que passam as aprovações dos empreendimentos da cidade, a elaboração de projetos e seus registros, além do acompanhamento das emendas parlamentares. Por isso, nos focamos em dar condições de trabalho ao pessoal e reestruturar aquele ambiente”, ressaltou. Mari destacou o fato de os servidores da secretaria terem se mobilizado para realizar o mutirão, afirmando que foram incansáveis no trabalho de dar prosseguimento a tantos processos. “Hoje eles se sentem nova-

mente valorizados, como devem ser. Os funcionários técnicos são fundamentais para qualquer administração”, disse. O engenheiro e coordenador do Departamento de Plano Diretor, Miguel Pereira, ainda lembrou que a pasta está disponível para receber os profissionais e contribuintes que necessitem de orientação ou apoio com relação a tudo que diga respeito a obras, licenças e reformas. Dos 821 processos já despachados, apenas cinco foram arquivados, pela falta de apresentação de documentos dentro dos prazos legais. “Todo mundo buscou sanar as pendências que tinha”, explicou a vice-prefeita e secretária.

Sala do Investidor Simultaneamente à liberação dos processos pela pasta, foi criada a Sala do Investidor, um projeto coordenado pela Secretaria Geral de Governo, também comandada pela vice-prefeita Mari Machado, mas que tem forte presença da Secretaria de Planejamento, através do Departamento de Projetos e Habitação e Departamento de Meio Ambiente, além de outras áreas do Executivo que são responsáveis pela liberação de investimentos para a cidade, como a Secretaria da Fazenda, Secretaria de Cultura e o Departamen-

to de Água e Esgoto (DAE). O espaço tem o objetivo de auxiliar a acelerar as iniciativas que visam o desenvolvimento da cidade por meio de importantes empreendimentos. O primeiro projeto recebido e liberado pela Sala do Investidor, no começo de fevereiro, foi o da Casa do Mel da Associação Santanense de Apicultores (ASA). O trabalho que representa um investimento de R$ 5 milhões. O último empreendimento que recebeu licença para dar continuidade é o da Cooperativa Nova Aliança e Cooperforte relacionado a um projeto de cultivo de uvas orgânicas no município e à futura instalação de uma agroindústria na cidade, podendo gerar R$ 11 milhões. Além destes, de acordo com a titular da pasta e vice-prefeita Mari, já foram recebidas e atendidas, até agora, as demandas da empresária Simone Loss relacionada à licença para diretrizes de urbanização em lotes residenciais na região do Lago do Batuva, a qual representa um investimento de R$ 8 milhões, e o alvará de construção do Supermercado Niederauer no Parque São José, um empreendimento de R$ 3 milhões, entre outros. “Alguns, como o do Supermercado Niederauer e o da empresária Simone Loss, já estavam parados há um ano e meio, e o da Casa do Mel há quase quatro anos”, afirmou.

Dos mais de mil processos que precisavam ser despachados no começo do ano, apenas 215 ainda não foram liberados . (Foto: Daniela Huberty/AP)

Secretaria em direção à Prefeitura Segundo Mari, a Secretaria de Planejamento deverá ir para o prédio da Prefeitura. “Estamos fazendo todo um processo de adequação dos espaços para que possam vir e ficarem perto do prefeito e da vice-prefeita. Nosso interesse é que esse espaço do governo esteja perto e com boas condições de trabalho”, ressaltou.

A vice-prefeita e secretaria de Planejamento, Mari Machado, afirmou que, agora, a pasta está estruturada. (Foto: Daniela Huberty/AP)


6

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Política Matias Moura

Câmara Municipal de Sant’Ana do Livramento

facebook/aplateia (55) 9970-7217

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

Manifestantes cobram atitude dos vereadores

NOTICIÁRIO DO LEGISLATIVO A Câmara Municipal lembra: Sua vida vale mais! Diga NÃO às drogas. VEREADOR aquiles saúda anÚncio da casa de acolhimento no municípIo

O vereador Aquiles Pires (PT) comemorou o compromisso selado entre a Justiça e o Poder Executivo Municipal para a implantação da Casa de Acolhimento para menores em situação de risco, em conformidade com o previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. O vereador Aquiles Pires é autor da emenda ao Orçamento Municipal que garantiu os recursos para custeio desse investimento, que deve se concretizar ainda no primeiro semestre através da locação de um imóvel residencial na área central de Livramento. Os custos iniciais com a reforma, compra de móveis e capacitação de profissionais devem chegar a 200 mil reais. O lugar já foi vistoriado, inclusive, pelo Ministério Público e deverá receber algumas reformas antes de ser aberto para a comunidade. “Trata-se de uma luta na qual nos empenhamos diante de nossa consciência da necessidade de nossa gente. Tivemos a iniciativa de propor a emenda para que o recurso ficasse garantido no orçamento, e agora podemos finalmente comemorar essa conquista tão importante para nossa comunidade”, comentou o vereador.

oooooOOOOOooooo

Vereador DANÚBIO DESTACA AÇÃO DE LIMPEZA DO ANTIGO dR. SILVIO RIBEIRO

O vereador Danúbio Barcellos (PP) comemorou o fato de que, depois de muitos anos e dezenas de pedidos de providências feitos por seu Gabinete na Câmara Municipal, finalmente foi realizada a limpeza no prédio da antiga escola Silvio Ribeiro, na avenida Dom Pedro II. O vereador recorda que, apesar de toda insistência em que fosse realizada manutenção daquele espaço, o local ficou praticamente abandonado durante muito tempo. “Fico extremamente feliz em saber que a comunidade que reside em torno do prédio irá parar de sofrer com os diversos problemas que enfrentavam com aquela estrutura abandonada”, destacou Danúbio Barcellos.

Para mais informações acesse:

Portal da Transparência www.santanadolivramento.rs.leg.br

Contato: 55 3241-8600 | Senador S. Filho, n 528

Grupo de manifestantes cobrando fiscalização dos vereadores no processo seletivo da Secretaria de Educação. (Foto: Matias Moura/AP)

Sessão da Câmara foi marcada por manifestação e cobrança. Grupo de representantes das pessoas que não foram selecionadas pediu mais fiscalização aos vereadores A sessão da Câmara de Vereadores na manhã de ontem foi marcada pela grande presença de manifestantes que par ticiparam do processo seletivo aberto pela Prefeitura Municipal para contratação emergencial de mais de 400 vagas para a Secretaria de Educação. Desde que a listagem com os nomes selecionados para os cargos foi liberada, começou uma grande discussão por par te da g rande maioria que não teve seu currículo selecionado. O grupo questiona a forma como o processo seletivo aconteceu, sendo que, desde o início e através de edital, ficou decretado que a seleção seria através de amostragem de currículos, no entanto

surgiu uma boato, através das redes sociais, alegando que o prefeito municipal, Ico Charopen (PDT), teria entreg ue à Secretaria de Educação uma listagem com os nomes das pessoas que deveriam ser selecionadas. Fato este que foi desmentido em entrevista recente ao Jornal A Plateia pelo próprio prefeito, o qual alegou que o processo de seleção transcorreu da maneira mais transparente possível, reiterando a lisura dos profissionais da pasta que foram responsáveis pela seleção de cada um dos candidatos, bem como avaliação dos currículos sendo supervisionados pela secretária Ruth Pereira e pela secretaria adjunta, Vera Machado. O grupo de manifestantes esteve visitando os vereadores, na manhã desta quarta-feira (15), de gabinete em gabinete, expondo as suas reivindicações, além de acompanhar toda a sessão pr at ic a mente lot a ndo o p le n á r io Jo ã o G o u l a r t . Durante as comunicações pessoais, a presidente da Câmara, vereadora Maria Helena D u a r te ( PD T ), foi hostilizada pelos manifestantes, que viraram de costa s e, ao f i na l do pronunciamento, começou

um princípio de vaias. A reação do grupo teve como estopim a fala da vereadora, em defesa do processo seletivo realizado pelo prefeito, o qual, segundo ela, reduziu o número de contratos da Secretaria de Educação de 800 para 450 em relação ao governo passado. Maria Helena ainda disse que os vereadores não votaram na forma de escolha desses cargos, e sim no número de preenchimento das vagas temporárias. “Nós somos responsáveis pelo projeto que votamos, foi analisado, foi feito pedido de vistas e foi votado. Então, o processo teve um encaminhamento correto e regimental. Não houve nada ilegal. Mas, as pessoas têm a tendência de dar ênfase àquilo que acham que é errado, o que as pessoas estão fazendo de certo, de bom, ninguém fala. Isso as pessoas não dão curtida no Face. Mas a gente precisa falar que muitos que estão aqui foram beneficiados pela seleção do PT. Vocês sabem como é que eles faziam a classificação? Estão aqui o contrato e a ficha de filiação ao PT, senão eles não contratavam”, disse a vereadora. Já o vereador A qu i les Pires (PT) disse na tribuna que por várias vezes tentou

alertar sobre este assunto da lista, inclusive propondo duas emendas cobra ndo transparência e fiscalização. O vereador ainda disse que se houve a lista, isto foge da legalidade do processo seletivo. “Não se pode, no meio do jogo, mudar as regras”, d isse. Lembrou ta mbém que tentou, por duas vezes, através de emendas, impor a fiscalização ao processo, mas não houve aceitação. Esclareceu também a todos os presentes que o MP está à disposição para resolver esses problemas. “Todos que se sentiram prejudicados têm todo o direito constitucional e de vem sim procu r a r o Órg ão e for ma liza r suas denúncias”. Aquiles ainda disse que, pensando em não adiantar mais o início do ano letivo, que já está atrasado, sugere que se mantenham os contratos do ano passado com os prof issionais que possuem mais experiência e que eles sigam exercendo a função. “Esta é a minha sugestão, manter quem já está trabalhando, e daí e no ano seguinte, com mais tempo e organização, se faça um novo processo seletivo”. Ao final de sua fala o vereador foi aplaudido pelo manifestantes.


A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Política Matias Moura

Afinal, quem é que nos representa? Qua ndo a sessão foi encerrada os manifestantes tomaram conta do plenário solicitando um espaço para que o movimento pudesse se manifestar na tribuna, o que gerou bastante confusão nu m pr imeiro momento. Em seg uida, a presidente do Leg islat ivo d isse aos m a n i fe s t a nte s q ue p elo regime interno da casa não era possível acatar tal pedido naquele momento, fato esse que deixou algumas pessoas descontentes. Logo, um dos líderes do mov imento, o professor estadual Aramis

Salmentão De Leon, que é apoiador dos manifestantes, solicitou in for ma lmente aos vereadores que, pelo menos, escutassem os a n seios do g r up o, o que foi acatado pelo grupo de vereadores. Aramis começou s u a f a l a pr i me i r a me nte q u e s t iona ndo a at uação dos vereadores como fiscalizadores nesse processo seletivo. “Sou professor e venho aqui, juntamente com um g r upo de professores e s er v idore s d a á re a d a Educação, não participei do processo e não sou filiado a nenhum partido e também não participei do processo seletivo. O motivo pelo qual falo aos senhores é por causa da minha indignação, gostaria de saber qual a legalidade e a utilidade desta casa?

Ouvindo um vereador falar aqui que a responsabilidade dele é f iscalizar, por isso estamos aqui. Procurei esta casa no ano passado para denunciar e pedir para os vereadores fiscalizarem a forma como estavam sendo feitas as contratações na Secretaria o ano passado, que foram feitas de forma i nde v id a . Porque h á u m p r o c e s s o n o M i n i s t é r io P úblico protocolado por u m cidadão, e não pelos vereadores que possuem o dever de fiscalizar. O que nós pedimos foi justamente o que pedimos hoje, e não fomos atendidos. Nós queremos uma oportunidade pa ra nos pronu ncia r mos sobre o assunto. Venho aqui perguntar aos senhores como esta casa vai se manifestar

sobre esse assunto? Pergunto aos senhores a quem cabe essa fiscalização? Somente ao Ministério Público? Quem me representa nesta parte de fiscalização? Foram abertos dois processos seletivos, um em forma de nota pública e outro através de um edital. Quem é que fiscaliza isso? Quem é que me representa?”, questionou o professor. Ao final da conversa, ficou acordado entre as partes que os vereadores irão realizar uma reunião com o prefeito mu n icipa l pa ra cobra r escla recimentos sobre o processo de seleção e também será dada uma oportunidade para que o grupo possa se manifestar na tribuna na próx ima terça-feira (21), dura nte a reunião das comissões da Câmara.

Vereador Melado responde a Garrão “Vou pedir desculpa sim, mas para o rato, por compará-lo com o senhor” Entre projetos, propostas e discussões políticas, seguem as alfinetadas na casa do povo. Na manhã de ontem foi a vez do vereador Lídio Mendes ( Mel a do) d a r a r e s p o s t a ao colega Ulberto Navarro (Ga r rão), que, na sema na passada, usou a tribuna para trocar farpas e disparou: “O senhor é um chorume político, vereador Lídio Mendes”. Melado, num tom de “retruco”, começou dizendo que nunca chamou ninguém de 171 como foi dito na tribuna pelo colega, muito menos que Garrão tinha um processo. “Nunca disse isso porque eu tenho que cuidar primeiro a minha cola, para depois falar dos outros. Aí, vieram aqui e

disseram que eu tinha chamado o vereador de 171”. No momento em que o vereador Lídio Mendes falava, Garrão tentou intervir dizendo que ia se retirar do plenário. “O senhor sente aí, que eu lhe ouvi, agora o senhor me ouça”, disse Melado. E a discussão não parou por aí. “Falaram que eu tinha cargos e cargos, espero trazer o nome dos cincos cargos que eu tinha, vou trazer e divulgar aqui. Outra coisa, com muito orgulho, eu dependo dessa casa, sim, do salário dessa casa, mas quantos dependem de mim para ir a Rosário no neurologista pa go pelo bolsin ho desse vereador, dos assessores e dos colegas trabalhadores daqui até o da faxina nos ajuda, senhores.

Emenda Parlamentar para os produtores rurais

O vereador Mauricio “Galo” Del Fabro, do PSDB, vem a público agradecer a Emenda Parlamentar, que recebeu da Exma. Sra. Deputada Federal Yeda Crusius, do PSDB. Galo destaca o apoio da deputada que fez questão de incluir Sant’Ana do Livramento entre os 10 municípios gaúchos contemplados com emendas parlamentares. A emenda no valor de R$ 250.000,00 será destinada para aquisição de maquinários para o Departamento Especial de Manutenção das Estradas Rurais, setor ligado à Secretaria de Agricultura. Este sempre foi o compromisso firmado pelo vereador em apoiar diretamente os produtores rurais locais, que há anos sofrem com as péssimas condições das estradas do interior do município.Com a viabilização e melhoria das estradas, os produtores santanenses terão melhoras significativas para o escoamento da safra e da produção primária no município. Galo Del Fabro acompanhará, juntamente com o poder Executivo, a elaboração do futuro projeto para captar esta emenda.

7

Bastidores

Edis Elgarte

ediselgarte@jornalaplateia.com WhatsApp (55) 84296522

Doações

Material

O Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua já está desenvolvendo sua tradicional campanha de arrecadação de material escolar para ajudar as crianças carentes, tendo em vista o início das aulas na rede pública no próximo dia 6 de março.

O coronel Sérgio Levy, que coordena o MNMMR em Livramento, explica que a campanha buscará sensibilizar a comunidade para doar cadernos, lápis, borrachas e mochilas, entre outros materiais, mesmo que sejam usados, para serem reaproveitados.

Locais de coleta As doações podem ser feitas nas escolas Maurício Cardoso, Camilo Alves Gisler, Nepomuceno Vieira Brum, Silveira Martins, Dr. Elbio Gonçalves e Saldanha Marinho ou ainda na residência do coordenador, na rua Dr. Pio Salgado, 662, Vila Queirolo. Os interessados em fazer doações poderão ainda enviar mensagem pelo Facebook e solicitar a busca da doação.

Melado usou a tribuna para rebater as acusações do colega Garrão. (Foto: Matias Moura/AP)

É o meu salário sim, e se eu não me eleger vou vender pastel de novo, vou vender as minha pizzas de novo, isso não é vergonho pra mim. Nunca ped i bex ig a pra n ing uém. Quando passei fome, eu comia banana com casca. É minha prof i s s ã o, me u t r a b a l ho, mas entro às 7 horas e é 2 horas da manhã e estou com o povo, que assim me levou

e me colocou aqui. O povo que me julgou quatro vezes e quatro vezes estou aqui. Senhoras e senhores, eu quero pedir desculpa, com certeza. Ve r e a d o r, m e d e s c u l p e , porque eu comparei o senhor com um rato. Mas vou pedir desculpa é pro rato, que está lá embaixo por compará-lo com senhor!”, disparou o verador Melado.

Policiamento comunitário O vereador Germano Camacho (PTB) participou de uma audiência com o Prefeito Municipal, Ico Charopen, apresentando, na oportunidade, diversas demandas, entre as quais a questão do Policiamento Comunitário, ressaltando a necessidade de renovação do convênio entre município e Brigada Militar, beneficiando assim os bairros de Livramento. Outra questão de importância na área de segurança diz respeito à necessidade do cumprimento da lei ,7,123/16, de autoria do vereador Germano, na qual está prevista a vigilância 24 horas nos estabelecimentos bancários da cidade, que até o momento não está sendo colocada em prática. Outro tema tratado na reunião foi sobre o anteprojeto de autoria de Germano Camacho, que institui a ZEIS Vila Ferroviária (Zona Especial de Interesse Social), benefício esse para mais de 60 famílias residentes em área não operacional da ALL. O prefeito Ico mostrou-se solidário com todos os temas apresentados manifestando interesse na busca imediata de encaminhamento e solução.

Poetas santanenses A presidente do Conselho Municipal de Meio Ambiente e secretária executiva da ACIL e da Associação de Mulheres Empreendedoras de Livramento, Maira Araújo, foi eleita para presidir também a Casa do Poeta Santanense-Caposan, em reunião realizada na residência da poetisa e artista plástica Amarina Prado, sob a liderança do dinâmico Antonio Garim. A reunião, que culminou com uma divertida confraternização, teve como pauta a continuidade dos trabalhos e atividades da Caposan, em virtude do pedido temporário de afastamento de Garim. Perto de completar vinte anos de fundação com uma bela história no cenário cultural da Fronteira, a Casa do Poeta Santanense não pode se furtar de continuar sua caminhada cultural, e com esse pedido do coordenador foi unanimidade entre os presentes deixar a coordenação dos trabalhos sob a responsabilidade de Maira. Consciente de que, para fazer um bom trabalho, precisará da união de todas, Maira já começou a manter contatos visando o apoio de integrantes da Asociación de Escritores de Rivera, da Academia Santanense de Letras, e dos orgãos públicos ligados à Cultura e Biblioteca Carlos Urbim.

Carnaval A Associação Comercial e Industrial de Livramento-ACIL confirmou apoio e é um dos principais patrocinadores do Carnaval da Integração – A Hora da Virada, promovido e realizado inteiramente pelas escolas de samba e pelo Esporte Clube14 de Julho de Livramento, sem qualquer valor repassado pelos Cofres Públicos. A entidade se soma a outros patrocinadores masters do evento que será realizado dias 25 e 27 deste mês, primeiro no estádio João Martins e depois na avenida João Goulart com o Arrastão do Samba.


8

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Geral

facebook/aplateia (55) 9970-7217

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

Jéssica Ri beiro - jessica@jornalaplateia.com

Os planos para o Batuva Governo garante que há um projeto de revitalização e aponta questões que estão sendo encaminhadas Local característico de lazer dos santanenses, o Lago Batuva deve passar por uma grande reestruturação em breve. De acordo com a vice-prefeita Mari Machado, também titular da pasta de Planejamento, o caso do Batuva é questão prioritária da gestão, estando atualmente na Sala de Monitoramento da Secretaria, onde algumas resoluções começam a ser definidas.

A taipa e a regularização da matrícula da área

Ponto crucial e de muito debate, a taipa do Batuva ficará a cargo do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA), que fará uma reavaliação e apontará que tipo de modificações deverão ser feitas no local. Outra ques-

tão fundamental abordada no início do mandato de Ico e Mari foi a necessidade de regularizar a matrícula do Lago, o que segundo Mari, já foi encaminhado e está em andamento. A vice-prefeita apontou ainda outras questões estruturais do local que estão sendo tratadas pela gestão. De acordo com Mari, uma das ruas próxima ao Lago não é reconhecida legalmente, o que estaria atrasando também a liberação da matrícula do local. Em função disso, o governo está providenciado um pedido de servidão de passagem, o que regulariza a situação da via. Com a regularização da rua será providenciada iluminação pública no local – até então inex istente. Com isso, outro problema estrutural deverá ser sanado, já que uma rede elétrica

passa por dentro do Lago, representa ndo um r isco altíssimo, impedindo que o local seja destinado ao lazer. De acordo com a vice, a ideia é transferir esta rede elétrica para a rua que será regulamentada.

A balneabilidade

“Nós temos u m pla no para o Batuva. Sem dúvida alguma é uma área que a população precisa e tem carinho”, comentou Mari. Sem revelar o teor do projeto, a vice-prefeita confirma que a tradição do Batuva, utilizado como local destinado ao banho, deve continuar. Segundo o engenheiro Miguel Pereira, coordenador do Departamento de Plano Diretor, há apenas dois impeditivos para tornar o Lago Batuva um local com balneabilidade adequada: higiene e segurança. O engenheiro destaca, ain-

Balneabilidade é uma das preocupações do governo atual. (Foto: Marcelo Pinto/AP)

da, que com a resolução da questão da matrícula da área, o caso dos dejetos lançados pelas residências que estão inseridas dentro da área do Lago também deverá ser resolvido. “Com a unificação das matrículas, a gente consegue resolver o problema do fundo do Batuva, das residências que ainda largam material orgânico no Lago. Não tendo algas e não tendo deposição de material orgânico a balneabilidade fica garantida”, explica. Enquanto estas questões são encaminhadas, uma equipe de funcionários man-

O engenheiro Miguel Pereira e a vice-prefeita Mari Machado coordenam o projeto de mudanças do Batuva. (Foto: Daniela Huberty/AP)

tém a limpeza do local. A vice-prefeita lembra ainda, que o escoamento do Lago é uma necessidade e deve continuar, como já acontecia durante o mandato de Glauber Lima, quando um

grupo de trabalho foi montado para tratar do tema. Segundo Mari, este grupo também deverá ser refeito, inserindo funcionários de setores que não estavam no grupo anterior.


A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Geral

9

Jéssica Ri beiro - jessica@jornalaplateia.com

Uma nova oportunidade em solo fronteiriço Conheça a história de Eduardo, que pôde recomeçar sua vida em Livramento Nos últimos dias, a vida do porto-alegrense Eduardo da Rosa, 32 anos, foi de surpresas e reviravoltas. Há seis dias, Eduardo chegou a Sant’Ana do Livramento com a esposa, os quatro filhos e o único bem que lhe restou: o carro. A história de Eduardo começou ainda na capital, quando ele recebeu uma proposta de emprego na cidade de Colônia de Sacramento, no Uruguai.

Classe média e trabalhador da construção civil, Eduardo vivia uma vida tranquila em Porto Alegre junto à família, mas a oportunidade de um emprego melhor fez com que ele se desfizesse de tudo e seguisse rumo ao Uruguai. O que parecia ser a chance de um futuro ainda melhor, tornou-se um pesadelo para Eduardo assim que chegou em solo uruguaio: “Prometeram serviço lá e não tinha. Deu

Eduardo e a família junto a Eli e à neta Gabriela, considerados “anjos” pela família porto-alegrense . (Foto: Marcelo Pinto/AP)

Ainda na Praça General Osório, Eduardo pediu a ajuda da comunidade santanense . (Foto: Jéssica Ribeiro/AP)

tudo errado. Voltamos sem nada praticamente, o pouco que eu tinha eu gastei”, conta o porto-alegrense. Com pouco dinheiro, Eduardo voltou ao Brasil. Em Sant’Ana do Livramento, permaneceu durante cinco dias dentro do seu veículo, estacionado em frente à Praça General Osório, junto aos filhos e à esposa. Atuando na construção civil, Eduardo buscou a possibilidade de recomeçar a vida na Fronteira. “O brasileiro sempre tem um sonho de crescer na vida e dar o melhor para a sua família, infelizmente aconteceu de eu chegar lá e não conseguir”, lamentou. A Reportagem de A Plateia conheceu a história de Eduardo na

tarde de terça-feira (14), quando um vídeo com a história dele e um pedido de oportunidade de emprego foi publicado nas redes sociais do Jornal. Na tarde de ontem (15), encontramos uma família bem mais esperançosa, ocupando um lar temporário, graças à solidariedade do chaveiro Eli Soares Leite, que se sensibilizou com a história e disponibilizou uma peça para a moradia da família. “Eu vi que são pessoas humildes, que estão precisando. Espero que eles façam as coisas certinho e eu possa ajudar muito eles ainda”, contou. Além das novas instalações, Eduardo também recebeu doações de alimentos e de móveis. Mas as boas

notícias não terminam por aí, já que agora ele aguarda o retorno de uma empresa da cidade, após receber uma proposta de emprego. “Eu gosto de ganhar o meu alimento com o meu esforço, e isso é bacana, mostrar para os meus filhos que eu consigo”, finalizou.


10

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Geral

redacao@jornalaplateia.com

Duda Pinto

de leve

dudapinto@terra.com.br

MINISTRO O Supremo Tribunal Federal, a nossa mais alta corte, pisou na bola e mostra mais uma vez o mar de lama que vivemos nós, os brasileiros. O ministro Celso de Mello considerou que foi legal a nomeação do Wellington Moreira Franco, citado na Operação Lava Jato, como ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República com direito a foro privilegiado e só pode ser julgado pelo próprio STF. Vejam a contradição do STF com a de outro ministro do tribunal, Gilmar Mendes, que em março de 2016 vetou a nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva, então investigado na Lava Jato, como ministro do Governo Dilma Rousseff. Vergonha nacional! Com todo o respeito...

NIVER Parabéns ao Rodolfo Cunha, Dr. Flavio Abreu Fialho, Mariana Garagorry, Alexandra Umpierre. Todos eles festejando a troca de idade hoje.

DENGUE Já estamos próximo dos 100 focos do mosquito transmissor da dengue somente neste ano de 2017.

DOAÇÃO Para os que são doadores de sangue, hoje é dia na Santa Casa

BIBI A jornalista santanense Bibiana Barros é a nova assessora de imprensa do deputado estadual Edu Oliveira, do PSD.

IPTU Para quem ainda não quitou o seu IPTU tem até o próximo dia 20 para pagar com desconto.

GENTE FINA O presidente Michel Temer e mais cinco de seus ministros estão sendo citados na Lava Jato.

facebook/aplateia (55) 9970-7217

EDITAL DE INTIMAÇÃO Por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, faço saber aos que o presente EDITAL DE INTIMAÇÃO virem, que deram entrada neste Tabelionato, para serem protestados contra os responsáveis, que ficam intimados a pagarem ou darem as razões porque não o fazem, dentro do prazo legal de três(03) dias uteis, após a publicação deste, os títulos com as seguintes características. Sacado: ANTONIO CASSIANO RIBEIRO SOARES Endereço: PASSO DA CRUZ, S/N. - SANTANA DO LIVRAMENT/RS CEP: 97571000 Credor: AUTO PANAMBI LTDA Apresentante: BCO BANSICREDI Espécie: DMI - N° Titulo: 3/2840903 Valor: R$ 122,04 - Vencimento: 02/02/2017 - Protocolo: 888866 Sacado: FELIPE SALDANHA Endereço: R URUGUAI 521 - SANTANA DO LIVRAMENT/RS CEP: 97573427 Credor: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-IRPF Apresentante: PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL Espécie: CDA - N° Titulo: 00116017116 Valor: R$ 14.002,03 - Vencimento: - Protocolo: 888702 Sacado: K. A. CAMACHO - ME Endereço: JOAO PESSOA 1108 - SANTANA DO LIVRAMENT/ RS CEP: 97573520 Credor: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-CLT Apresentante: PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL Espécie: CDA - N° Titulo: 00516008247 Valor: R$ 4.212,29 - Vencimento: - Protocolo: 888710 Sacado: MARCELO FERREIRA LEAL Endereço: R THOMAZ ALBORNOZ 413 - SANTANA DO LIVRAMENT/RS CEP: 97573600 Credor: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-IRPF Apresentante: PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL Espécie: CDA - N° Titulo: 00116017084 Valor: R$ 9.254,44 - Vencimento: - Protocolo: 888701 Sacado: MIRNA SUSANA VIERA DE MARTINEZ Endereço: R URUGUAI 2076 - SANTANA DO LIVRAMENT/RS CEP: 97574220 Credor: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-IRPF Apresentante: PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL Espécie: CDA - N° Titulo: 00115013277 Valor: R$ 7.490,41 - Vencimento: - Protocolo: 888700 Sacado: OSCAR MARIO BENTANCUR Endereço: R JOSE ALBORNOZ 116 CASA - SANTANA DO LIVRAMENT/RS CEP: 97574762 Credor: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-IRPF Apresentante: PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL Espécie: CDA - N° Titulo: 00115013230 Valor: R$ 7.560,53 - Vencimento: - Protocolo: 888699 Sacado: SONIA MARA GONCALVES DE OLIVEIRA Endereço: RIVADAVIA CORREA, 1080 - SANTANA DO LIVR/ RS CEP: 97573590 Credor: EVOLUTION CONFECCOES LTDA - EPP Apresentante: BANCO DO BRASIL S.A Espécie: DMI - N° Titulo: 005574/04 Valor: R$ 480,11 - Vencimento: 06/02/2017 - Protocolo: 888725 Sacado: TRAVIESO & QUINTEROS LTDA. - ME Endereço: PRESIDENTE JOAO BELCHIOR GOULART 165 SANTANA DO LIVRAMENT/RS CEP: 97574241 Credor: FAZENDA NACIONAL - DIV.ATIVA-CLT Apresentante: PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL Espécie: CDA - N° Titulo: 00516008732 Valor: R$ 2.224,36 - Vencimento: - Protocolo: 888713 Sacado: WANDA MARISA GOMES SIQUEIRA Endereço: RUA VITERBO TREVISAN, 270 CASA 04 - SANTANA DO LIVRAMENT/RS CEP: 97572096 Credor: CONTROL SISTEMAS DE SEGURANCA Apresentante: BCO BANSICREDI Espécie: DMI - N° Titulo: 027962 Valor: R$ 93,10 - Vencimento: 05/02/2017 - Protocolo: 888695 É o presente EDITAL expedido e publicado de acordo com o disposto no § 1º, do Art.15 da Lei nº 9.492/97 e afixado em lugar visível na sede deste Ofício do Regsitro Civil e Registros Especiais, sito na rua Rivadavia Correa - 1176A, na mesma data. HORÁRIO DE EXPEDIENTE: 09:30 às 17:00. SANT’ANA DO LIVRAMENTO, 16 de fevereiro de 2017 RIVANIA FRANZ DA SILVA OFICIAL DESIGNADA

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

OFÍCIO DO REGISTRO DAS PESSOAS NATURAIS E DOS REGISTROS ESPECIAIS PODER JUDICIÁRIO EDITAL DE CASAMENTO FAÇO SABER QUE PRETENDEM CASAR-SE: CLÁUDIO SIDNEI PINTO SCHILLER, SOLTEIRO, NATURAL DE SANT’ANA DO LIVRAMENTO - RS, RESIDENTE E DOMICILIADO NESTA CIDADE, FILHO DE PEDRO CELSO SCHILLER E REGINA PINTO SCHILLER. ELOÁ SILVEIRA DOS SANTOS, SOLTEIRA, NATURAL DE SANT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, RESIDENTE E DOMICILIADA NESTA CIDADE, FILHA DE JOÃO ALTIVO DOS SANTOS E GENI SILVEIRA DOS SANTOS. QUEM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO, ACUSE-O NA FORMA DA LEI. SANT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, 14 DE FEVEREIRO DE 2017. RIVANIA FRANZ DA SILVA OFICIALA DESIGNADA

MUNICÍPIO DE SANT’ANA DO LIVRAMENTO PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL PROJETO DE LEI Nº 13, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2017. “Altera a redação do § 2º, do artigo 113 da Lei 2.620/90 e dá outras providencias.” F.F, PREFEITO MUNICIPAL DE SANT’ANA DO LIVRAMENTO. FAÇO saber, em cumprimento ao disposto no art. 102, Inciso IV, da Lei Orgânica do Município, que a Câmara Municipal aprovou e Eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica alterado a redação do parágrafo segundo do artigo 113 da lei 2620/90, que passará ter a seguinte redação: “§ 2º - A licença terá duração igual a do mandato, podendo ser prorrogada no caso de reeleição.” Art.2º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogando disposições em contrário. Sant’Ana do Livramento, 13 de fevereiro de 2017. Prefeito Municipal Registre-se e Publique-se: Secretário Municipal de Administração   JUSTIFICATIVA Estamos encaminhando, para apreciação desse Egrégio Legislativo Municipal, o projeto de lei que: “Altera a redação do § 2º, do artigo 113 da Lei 2.620/90 e dá outras providencias”. É assegurado a licença para o desempenho de mandato em sindicato representativo da categoria ou entidade sindical de grau superior dos servidores municipais, garantida a remuneração, os direitos, a jornada de trabalho, a efetividade, os reajustes e as reposições salariais, as vantagens e reclassificações do cargo e o tempo de serviço, como se no efetivo exercício estivesse. E imprescindível a alteração, haja vista, que o Estatuto do Servidor Público Municipal Lei 2620/90, está desatualizado pois restringe o tempo, limitando apenas a dois mandatos. -Ficando a lei municipal, com a referida atualização em consonância com o que dispõe a Lei Complementar nº. 10.098, de 03 de fevereiro de 1994. Pelo exposto e, principalmente pela relevância do tema, é que estamos encaminhando o presente projeto de lei para apreciação desse Legislativo, esperando aprovação por parte dos ilustres Vereadores. Sant’Ana do Livramento, 06 de fevereiro de 2017. SOLIMAR CHAROPEN GONÇALVES


A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Cotidiano

11

Henrique Bachio@jornalaplateia.com

Trapalhada federal sofre intervenção da viceprefeita e do deputado Luiz Carlos Heinze Cargas paradas, equipe de fiscais sem realocação, prejuízos financeiros e de imagem no Porto Seco da Fronteira da Paz. Este era o cenário, contido, após pedido da vice-prefeita Mari Machado, promessa é que nova publicação aconteça hoje corrigindo o erro Despachantes aduaneiros, transportadores, motoristas, responsáveis pelo desembaraço, especialistas em comércio exterior, importadores, exportadores, servidores públicos federais de, pelo menos, duas instituições de governo e nada menos do que duas comunidades, a de Livramento e a de Rivera, estão boquiabertos. Mais do que isso, com uma grande interrogação. O que, na verdade, há em relação à Portaria 333 do Ministério da Agricultura? Com a publicação no Diário Oficial de 10 de fevereiro, simplesmente paralisou o sistema de vigilância agropecuária no Porto Seco. Para muitos, um grande equívoco nas esferas federais, para outros, uma sequência de erro, desinteresse, falta de informação e desconhecimento,entre outros elementos. A ‘bomba’ explodiu ontem à tarde, quando despachantes foram a público abordar a questão. Cargas paradas, que sem o procedimento na Uvagro não podem sair do Porto Seco. A expectativa de todos na Fronteira é de que a Portaria 333 do Ministério da Agricultura seja um grande equívoco, como já ocorreu há pouco tempo atrás. Uma publicação do Mapa, também no Diário Oficial da União (DOU) de 30 de dezembro gerou uma série de dúvidas. O documento, completamente mal redigido, referia-se ao encerramento de atividades do Quarentenário - que, na prática, já ocorreu há alguns anos, face a não existência de necessidade de quarentena -. Aquele documento mencionava a Unidade Técnica Regional (Utra), que não existe no município. Livramento tem é uma Unidade de Vigilância Ambiental (Uvagro). A nova portaria restabelece as Utras e extingue a Unidade de Vigilância Agropecuária de Sant’Ana do Livramento (Utra) em seu artigo 3º e, no 4º, transfere para as superintendências federais da Agricultura as competências territoriais das Utras. O

artigo 5º estabelece que o acervo patrimonial e o quadro de servidores da Utra e da Uvagro extintas são transferidos para os órgãos que “tiverem absorvido as competências correspondentes”. Busca por apoio Vários despachantes aduaneiros, cansados de esperar e com cargas paradas, foram à Prefeitura ontem, pedir apoio. A despachante Mercedes Schuller disse que são grandes os prejuízos com a Portaria 333 que extingue a fiscalização sanitária e há cargas perecíveis no local. “A mudança deve ocorrer em Brasília” - afirma. Informa que foram à Prefeitura falar com a vice-prefeita Mari Machado, visando com que ela utilize seu contato na capital federal para reverter a situação. Caminhões e cargas parados no Porto Seco são prejuízos, lá estão desde o dia 10 e não houve retorno efetivo, segundo Mercedes. Após a publicação da Portaria 333, não poder haver exportações e importações de cereais, grãos a granel, carnes e produtos cárneos, vinhos, ou seja, tudo que dependa de fiscalização técnica agrícola e pecuária. Há caminhões com mercadorias perecíveis. Os despachantes consideram que seja um provável engano, pois do contrário haveria um aviso prévio e as empresas já carregaram, não há como voltar. O foco agora é buscar que o Mapa revogue a portaria. E estão todos de mãos amarradas. Não há nada a fazer. Não há como os fiscais executarem seu trabalho. Ele foi extinto no Porto Seco. Não podem assinar nada para liberar cargas. São quatro fiscais na agropecuária, dois em cada área. Contatos estão sendo realizados para Porto Alegre e Brasília, mas há risco de prejuízo geral, com carne, que é perecível. Em apenas um caminhão há carga de mais de R$ 100 mil, e ela pode, no máximo, ficar dois dias parada, desembaraçar e ir ao destino. O vereador Carlos Nilo Pintos fez contato com o deputado federal Luiz Carlos

Heinze juntamente com a Vice-prefeita Mari Machado que possui relações em Brasília. O inspetor chefe da Receita Federal, Adilson Valente crê que é, sim, um engano. “Especialmente em um Porto Seco como o nosso, em que o movimento é relativamente alto, especialmente de cereais, produtos lácteos e cárneos. “Já tomamos providências que nos cabiam, acionamos a superintendência da Receita Federal informando o impacto no intercâmbio comercial dos dois países. O Porto Seco, entretanto, não parou de todo. A Vigiagro, com finalidade específica - que é inspecionar cargas de origem agropecuária - é que parou. O Porto Seco funciona normal, exceto o Vigiagro, que é o órgão anuente desses segmentos e que, por estar extinto, não faz mais anuência para essas cargas” disse ele. Valente reforça que a portaria realoca pessoas e patrimônio para o órgão que assumiu as competências do Vigiagro. “Mas não há órgão que tenha feito isso. Aí, o mote que leva a crer que foi um grande erro. Isso, porém, vai ter custo, inclusive para imagem da cidade e do Porto Seco. Esses incidentes não ocorrem isolados. Resultam de uma combinação de fatores. Provavelmente era a extinção do quarentenário” - conclui. Logo à noite, por volta das 21h30min, o caso parecia já ter solução. Em mensagem gravada pelo deputado Heinze, endereçada à vice-prefeita, ele disse: “Prefeita, já conversei com o Ministro, Luiz Rangel que é o secretário de Defesa, eles estão corrigindo uma distorção, era para fechar o Quarentenário que já não funciona mais e o posto estão reabrindo amanhã e estará solucionado o assunto. Ok, tranquilize o pessoal aí. Qualquer coisa, às ordens”. Com esta intervenção a expectativa é de que nesta quinta (16) uma portaria resolva o equívoco e tudo volte ao normal.

Reunião ontem com a vice-prefeita e vereadores em busca de apoio para resolver o problema (Foto: Banco de Imagens/AP)

PORTARIA Nº 333, DE 7 DE JANEIRO DE 2017 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO GABINETE DO MINISTRO DOU de 10/02/2017 (nº 30, Seção 1, pág. 2) Dispõe sobre o restabelecimento e a extinção de Unidades Técnicas Regionais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e acerca da extinção da Unidade de Vigilância Agropecuária de Santana do Livramento/RS. O MINISTRO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição Federal, tendo em vista o disposto no art. 8º, caput, da Portaria Ministerial nº 428, de 9 de julho de 2010, e o que consta dos Processos Administrativos nº 21050.000243/2017-89, nº 21042.000044/2017-70 e nº 000.059743/2016-31, resolve: Art. 1º - Restabelecer as Unidades Técnicas Regionais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Itaperuna/RJ, Lages/SC e Teixeira de Freitas/BA. Art. 2º - Extinguir as Unidades Técnicas Regionais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Eunápolis/BA e Videira/SC. Art. 3º - Extinguir a Unidade de Vigilância Agropecuária de Santana do Livramento/RS. Art. 4º - As competências territoriais das Unidades Técnicas Regionais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Unidade de Vigilância Agropecuária extintas por esta Portaria ficam transferidas para as sedes das Superintendências Federais da Agricultura nos respectivos Estados. Art. 5º - O acervo patrimonial e o quadro de servidores efetivos das Unidades Técnicas Regionais de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Unidade de Vigilância Agropecuária extintas por esta Portaria serão transferidos para os órgãos que tiverem absorvido as competências correspondentes, bem como os respectivos direitos, créditos e obrigações decorrentes de lei, atos administrativos ou contratos, inclusive as respectivas receitas. Art. 6º - Os Superintendentes Federais de Agricultura dos Estados com Unidades Técnicas e Unidade de Vigilância extintas deverão operacionalizar os procedimentos decorrentes da extinção no prazo de 30 dias. Art. 7º - Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Adilson Valente, da Receita Federal (Foto: Banco de Imagens/AP)

BLAIRO MAGGI

Deputado Federal Luiz Carlos Heinze(Foto: Banco de Imagens/AP)


12

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Geral

facebook/aplateia (55) 9970-7217

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

redacao@jornalaplateia.com

Há mais de ano, um drama Após acidente de moto, em 2016, trabalhador luta por exame, que só pode ser realizado na cidade de Santa Maria, região central do estado O braço direito mais fino que o esquerdo. Seco. Com tendões arrebentados e a clavícula deslocada, fora do lugar. Dificuldade para o banho, para as atividades de casa, como reparar a frente de casa. Dependência dos outros. Essa é a situação vivida, há pouco mais de um ano, pelo ferreiro Sandro Mariano Brandão Albuquerque, de 34 anos. Desde que sofreu acidente de trânsito, em 6 de fevereiro de 2016, no bairro Armour,

Sandro Mariano está sem poder trabalhar. Encostado, com o benefício mensal do Governo, o ferreiro tem feito uma espécie de peregrinação para resolver, em definitivo, o problema que o acometeu, no ano passado. Na época do acidente, Albuquerque chegou a ficar uma semana internado na Santa Casa de Livramento. Recebeu soro e fez exame de raio x. Como não era necessária sua estada no hospital, acabou

OFÍCIO DO REGISTRO DAS PESSOAS NATURAIS E DOS REGISTROS ESPECIAIS PODER JUDICIÁRIO EDITAL DE CASAMENTO FAÇO SABER QUE PRETENDEM CASAR-SE: WASHINGTON PEREIRA RODRIGUES, SOLTEIRO, NATURAL DE SAT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, RESIDENTE E DOMICILIADO NESTA CIDADE, FILHO DE LUIZ CARLOS PEREIRA RODRIGUES E LECY PEREIRA FLORINDO. CIBELE DE CASTRO DA SILVA,SOLTEIRA, NATURAL DE SANT’ANA DO LIVRAMENTO , RS, RESIDENTE E DOMICILIADA NESTA CIDADE, FILHA DE GETULIO FAGUNDES DA SILVA E MARA SALETE DE CASTRO DA SILVA . QUEM SOUBER DE ALGUM IMPEDIMENTO, ACUSE-O NA FORMA DA LEI. SANT’ANA DO LIVRAMENTO, RS, 15DE FEVEREIRO DE 2017. RIVANIA FRANZ DA SILVA OFICIALA DESIGNADA

indo para casa, na região dos Jardins, entre o Jardim Europa e o Jardim do Verde, onde vive com a família. Desde então, tem lutado, diariamente, para conseguir recuperar seu braço direito. Chegou a viajar para cidades como São Gabriel e Uruguaiana. Conforme Sandro, a cada consulta que fazia, era recomendado que fizesse novos exames. O ferreiro contou para A Plateia que quando pensava que ia fazer o exame, deparava-se em nova consulta. Teria sido um médico de Uruguaiana que constatou a gravidade da lesão, fazendo o pedido do exame, uma eletroneuromiografia, que deve ser feito em Santa Maria. Ontem, nossa reportagem encontrou Sandro Albuquerque, na Secretaria de Saúde. Fomos informados de que o órgão está agilizando a liberação para atendimentos médicos, pois muitos pedi-

Mamujá foi capturado pela Rotam, ontem, pela manhã, na casa de sua mãe (Foto: Marcel Neves)

dos se acumularam com o tempo e há uma força-tarefa da nova administração para destravá-los. Uma servidora da Secretaria afirmou que o caso de Sandro tem certa prioridade, na fila, para esse tipo de serviço. O ferreiro, que não pareceu satisfeito com as respostas obtidas, havia dito para A Plateia, quando a reportagem visitou sua residência: “Se demorar muito mais tempo, aí mesmo que não vou recuperar nada. Os doutores já não estão me dando muita solução, dizem que não tem muita volta, que podem recuperar muito pouca coisa do movimento. Que eu possa tirar isso aqui, que não ande com isso aqui (a tala) pra mim já está bom, porque já estou sabendo que não vai ter recuperação”, afirmou, preocupado com a situação em que se encontra. Sandro Albuquerque está com processo, na Justiça,

Situação de Sandro é dramática (Foto: Marcel Neves)

para acelerar seu atendimento. A reportagem entrou em contato com a Defensoria Pública e foi informada de que o documento pode ser consultado nas segundas-feiras. Insatisfeito com o retorno do Poder Público até o momento, Sandro está aceitando colaborações. Albuquerque pede “ajuda de alimento, por-

que, às vezes, não tem nada. Às vezes, os armários estão vazios, e já está terminando”, revelou. O ferreiro sonha com o retorno ao trabalho: “Com certeza, é o que mais quero. Preferia estar trabalhando e sem receber esse dinheiro aí. Trabalhei toda a minha vida”, enfatizou.

Vândalos tiveram parada como alvo, na madrugada do sábado (11) (Foto: Marcel Neves)


A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Sociedade

sociedade@jornalaplateia.com

Três aninhos No dia 31 de janeiro a pequena Vitória Mendino Alvez comemorou o aniversário de três anos junto com seus pais, avós, bisavós e demais familiares. Foram servidos deliciosos salgadinhos e um maravilhoso bolo com decoração da Hello Kitty. A família agradece a todos os que participaram e um grande beijo para a aniversariante.

Sua avó coruja Cirila com a pequena Vitória

A dinda Sandra Vitória e a tia Fia

Vitória com os pais e os bisavós Olivia e Ataíde

A dinda Sandra Vitoria , mãe Maria

Vitória e seus pais, Maria e Eduardo

Tia Madalena, Vitória eo tio Edson

13


14

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Polícia

redacao@jornalaplateia.com

Mamujá está preso

Meliante é figura conhecida, na Fronteira, por seus crimes. Até homicídio ele teria em seu currículo, segundo informações passadas durante a ocorrência Por volta das 9h30, da manhã de ontem, a Ronda Tática com Apoio de Motos (Rotam), da Brigada Militar, foi acionada para ir atrás de Júlio César Pinto Pereira, o conhecido Mamujá. Informações colhidas por A Plateia dão conta de que a ficha é extensa. Furtos, roubos e até homicídio fariam parte da lista de crimes de Mamujá, conforme informações obtidas, durante a ocorrência. O homem, do regime semiaberto, deveria ter se apresentado, há dias, na Penitenciária Estadual de Sant’Ana do Livramento. Como isso não aconteceu, a BM foi recebeu a missão de capturá-lo. Mamujá foi

Mamujá foi capturado pela Rotam, ontem, pela manhã, na casa de sua mãe (Foto: Marcel Neves)

encontrado, na casa de sua mãe, na Vila Queirolo. A Rotam não precisou invadir a residência. A porta foi aberta e os policiais se depararam com Mamujá, que resistiu, partindo para cima de um dos policiais, mas, em seguida, foi controlado. Mamujá fez exame de corpo e delito, no Posto de Atendimento Médico (PAM), da cidade, no centro. Depois, foi até a Delegacia de Polícia de P ronto -Atend i mento (DPPA), na qual foi lavrado documento atestando a ocorrência policial. Por último, ele seria encaminhado ao presídio.

facebook/aplateia (55) 9970-7217

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

Vândalos detonam parada de ônibus Ocorrência foi registrada, na DPPA. Não há suspeitos Presidente da Associação do bairro Tabatinga, Marcos Eduardo Leites, compareceu na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) para registro de ocorrência, no último fim de semana. Uma parada de ônibus do trevo da Tabatinga, na rua Manoel Prates Garcia, foi, parcialmente, depredada por vândalos. Não se tem suspeita de autoria. Conforme o relato para o boletim de ocorrência, a parada foi construída pela comunidade local. A reportagem de A Plateia tentou contato com Marcos Leites, por telefone, no entanto, não conseguiu falar com o representante da associação do bairro da Tabatinga.

Parada foi construída pela comunidade local (Foto: Marcel Neves)

Vândalos tiveram parada como alvo, na madrugada do sábado (11) (Foto: Marcel Neves)


A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Rural

15

henriquebachio@jornalaplateia.com

Agrosoja realiza seu dia de campo hoje à tarde Empresa estará recebendo seus parceiros comerciais e produtores no Quilômetro 523 da BR 158 a partir das 14h A Agrosoja Sant’Ana, em Livramento, vem registrando o crescimento gradativo dos investimentos no plantio da soja em âmbito de município. Para marcar o sucesso que representa o incremento na atividade produtiva a partir das parcerias com produtores e fornecedores de insumos, a organização comercial vem realizando, desde o ano passado, vários evento de campo. O mais marcante deles é o Dia de Campo Anual. Segundo o engenheiro agrônomo Teomar da Rocha Müller, manager da empresa em Livramento, a exemplo do que ocorreu no ano passado, para a safra 2016/2017, que se avizinha, o 2º Dia de Campo reunirá representações de empresas do setor químico, cujos técnicos e consultores

realizarão abordagens sobre resultados e experimentos de sucesso no uso de produtos destinados às lavouras de soja, como herbicidas, inseticidas e fungicidas. Ainda conforme Teomar Müller, estarão presentes também organizações comerciais do setor de desenvolvimento e produção de variedades de soja (as quais reúnem características específicas para cada perfil de investimento, considerando área, produtividade, solo, clima, insolação, entre outros elementos). Serão estruturadas, junto às áreas vazias de uma fração de lavoura estações nas quais os participantes poderão obter informações sobre tudo o que for apresentado, bem como dados referentes a produtividade, custos, entre uma infinidade de outros

CAROL

detalhes de interesse dos produtores da oleaginosa. Teomar Müller também reforça que estarão participando do dia de campo representantes dos fabricantes de fertilizantes de uso na agricultura; bem como várias empresas ligadas ao setor de tecnologia de aplicação, realizando explanações e oferecendo explicações a respeito dessas evoluções tecnológicas setoriais, assim como dos diversos produtos que estão envolvidos nos respectivos processos. Além disso, será possível aos sojicultores a conferência de equipamentos agrícolas e maquinários específicos para as lavouras, em especial de sua área de trabalho, haja vista a confirmação de representantes de uma organização que

Produtores no dia de campo de 2016, circulando pelas estações de informação convidadas pela Agrosoja e, no detalhe (ao lado), o agrônomo Teomar da Rocha Müller (Foto: Banco de Imagens/AP)

trabalha com a revenda de máquinas e equipamentos agrícolas. A expectativa, conforme Teomar Müller, é extremamente positiva, tendo sido convidados todos os parceiros que atuam na produção da sojicultura local, sendo também uma excelente oportunidade para novos

investidores, caso exista produtor com interesse nesse sentido. O 2º Dia de Campo da Agrosoja Sant’ Ana com foco na safra 2016/2017 terá início às 14h, em uma fração de lavoura da empresa situada no Km 523 da BR 158, sendo o acesso completamente gratuito aos sojicultores.


16

A PLATEIA

Sant’Ana do Livramento. Quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Esporte

facebook/aplateia (55) 9970-7217

aplateia.com.br /TVAplateia

(55) 3242-2939

redacao@jornalaplateia.com

Inter faz o dever de casa, vence e está na segunda fase da Copa do Brasil Colorado derrotou o Princesa de Solimões por 2 a 0 e agora pega o Oeste no torneio Não foi a estreia imaginada, mas foi efetiva. O Inter foi a Cascavel, no Paraná, e derrotou o Princesa do Solimões, do Amazonas, por 2 a 0, nesta quarta-feira, e está na segunda fase da Copa do Brasil. Os gols só saíram na etapa final, com Valdívia e Brenner – em ambos, D’Alessandro fez o passe. O Inter volta a campo no domingo, quando enfrenta o Passo Fundo, fora de casa, tentando a primeira vitória no Gauchão. Pela Copa do Brasil, o Inter enfrentará o Oeste na segunda fase.

Muita transpiração (e cruzamentos errados) O Inter partiu para cima do Princesa de Solimões desde o primeiro minuto. Porém, o time de Antônio Carlos Zago mostrou muito mais transpiração do que inspiração diante de uma equipe muito mais

preocupada em defender-se. Logo com um minuto, jogada de Carlinhos forçou um cartão amarelo para o zagueiro Cristiano e o primeiro dos 13 cruzamentos que os colorados fariam nos 45 minutos seguintes – a maioria sem o destino correto. Franco atirador, o Princesa não limitou-se a apenas defender e mostrou-se um tanto perigoso no campo ofensivo, tanto que criou a primeira conclusão certa da partida, com Weverton, aos 5. A bola foi nas mãos de Danilo Fernandes, que segurou firme sem qualquer problema. O Inter seguiu incisivo, mas pecando na frente, como aos 10 e aos 27, em chutes de Alemão e Carlinhos, respectivamente, que fizeram a bola passar perto, mas para fora. Pouco depois dos 30, a arbitragem apareceu: primeiro ao anular um gol de Paulão, alegando que a bola no cruzamento, em escanteio cobrado por Diego, saiu. Logo em seguida foi a vez do Princesa

reclamar, pedindo pênalti em lance que Marinelson caiu após dividida com Carlos. O juiz mandou seguir. Os colorados voltaram a montar uma blitz nos minutos finais. Em jogada de velocidade, Diego chutou para fora aos 36, mas a melhor chance foi outra vez com Paulão, que fez a bola tirar tinta da trave após cabecear em outra cobrança de escanteio, aos 41. Dois minutos depois, Rasci se atrapalhou na hora de sair da meta e Carlos teve a oportunidade, mas atrapalhou-se sozinho e o placar seguiu fechado.

Gols depois do susto Zago apostou em Valdívia no lugar de Diego para o segundo tempo, mas apesar de o Inter se manter praticamente os dois primeiros minutos no campo adversário, foi o Princesa que assustou nos primeiros movimentos do segundo tempo. Aos 7, depois de a defesa colorada não conseguir afastar, Toró fez fila área adentro pela esquerda e cruzou. Uendel e Danilo se atrapalharam e o crime quase foi feito.

Diante de um rival mais disposto a atacar e marcando firme, o Inter voltou a controlar as ações a seguir, mas Valdívia desperdiçou quase duas chances consecutivas, ao mandar por cima. Aos 10, Dourado cabeceou para fora na pequena área. Gol que é bom, só cinco minutos depois. Em belo passe de D’Alessandro da direita, Valdívia dominou entre dois marcadores e quase caindo conseguiu o chute que finalmente venceu Rasci e foi no alvo: 1 a 0. O jogo ganhou menos dramaticidade após o gol, com o Inter mantendo-se no ataque e o Princesa, desanimado a seguir. As chances coloradas, ainda que não claras, foram acumulando. O ataque pecava ora pela mira errada, ora excesso de passes, o que facilitava as coisas para a defesa, como aos 32, quando Alemão recebeu livre no bico da pequena área, mas rolou para o meio ao invés de chutar – e a zaga conseguiu jogar para escanteio. Coube a Brenner mudar o panorama. Substituindo Carlos, em menos de dez minutos em campo ele mostrou que tem estrela: após um

Foto: Ricardo Duarte / Inter / CP

cruzamento muito forte da direita, a bola sobrou para D’Alessandro na esquerda. O gringo mandou no peito de Brenner, que dominou e chutou forte para ampliar. Daí até o fim, o Inter empilhou mais chances, mas viu

o goleiro Rasci provar ser efetivo, defendendo três cha nces seg u idas e contando com a sorte, ao ver a cabeçada de Brenner raspar a trave e a falta cobrada por D’Ale carimbar o travessão no último lance.

COPA DO BRASIL Princesa 0 do Solimões ESCALAÇÃO Rasci; Clemilton (Randerson), Pastor, Cristiano e Gelvane; Rafael (Pelezinho), Toró, Michell e Weverton; Leozinho e Marinelson.

X2

Inter

ESCALAÇÃO Danilo Fernandes; Alemão, Klaus (Ernando), Paulão e Uendel; Rodrigo Dourado, Charles, Diego (Valdívia), Carlinhos e D’Alessandro; Carlos (Brenner). Técnico: Antônio Carlos Zago

Gols: Valdívia (15/2) e Brener (35/2) Cartões amarelos: Cristiano, Pastor, Marinelson; Klaus, Carlinhos


A PLATEIA { en español }

1

www.aplateia.com.br

www.aplateia.com.br

{ en español }

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO 2017 Nº 1659

La ediciÓN EN ESPAÑOL NO SE VENDE SEPARADA

Policía Nacional de Uruguays extrema la seguridad por probables ataques

// Página 03 Según información de inteligencia los mismos podrían registrarse contra las dependencias policiales (Foto: Marcelo Pinto/AP)

GOBIERNO

Dirección de Hacienda beneficiará buenos pagadores hasta en un 25 % Así lo expresó la Directora de Hacienda // Página 04

DEPORTES Las lesiones complican a Brasil para enfrentar a Uruguay Uruguayos y brasileros se enfrentarán el 23 de marzo por las eliminatorias sudamericanas // Página 08


2

www.aplateia.com.br

{ en español }

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017 expediente

A PLATEIA

EVENTO

Marca registrada sob nº 825.254.280

Se celebrará el Carnaval de Antaño Costo del ingreso $ 100.00.-

JK Empresa Jornalística Ltda.

RIVERA URUGUAY Teléfono: 40967 Circulação: (55) 3242-5533 Comercial: (55) 3242-5654 Informações: (55) 3242-2121 Telemarketing (55) 3241-2454

Diretores

web Carnaval

FESTIVAL 45º Festival A Orillas del Olimar Las inscripciones se reciben en Casa de la Cultura – Ituzaingo 483 – Horario de 8.00 a 17.00 – Cursos Gratis.Clases de Baile - Tango La Dirección General de Promoción y Acción Social y la Escuela Municipal de Danzas inscriben para los cursos de Tango, las clases están dirigidas a niños y niñas de 9 a 13 años.Las inscripciones se reciben en Casa de la Cultura – Ituzaingo 483 – Horario de 8.00 a 17.00 – Cursos Gratis.-

INTERÉS GENERAL

Comunicado Junta Departamental de Rivera. La Junta departamental de Rivera ANUNCIA que a partir de este miércoles 15 de febrero retoma su horario normal de funcionamiento y atención a público el mismo es de 08:00 a

Jornal diário editado pela

CNPJ: 04.842.757/0001-83 Faustino Carámbula N° 1015 esquina Uruguay

ACRAMAR (Asociación Cultural Recreativa Adulto Mayor Riverense) y la Oficina del Adulto Mayor de la IDR, organizan la fiesta Carnaval de Antaño, la misma se llevará a cabo el día Lunes 27 de Febrero desde la hora 21.00 en la Sede del Club Artigas de Pueblo Nuevo, en el mencionado evento actuará Trío Alegría.Quienes quieran pueden concurrir vestido con atuendos de las décadas 60 y 70, se premiará a quien se considere la mejor vestimenta.Costo del ingreso $ 100.00.-

La Dirección General de Promoción y Acción Social, a través de División Cultura informa al público en general que se encuentra disponible las Bases del 45º Festival A ORILLAS DEL OLIMAR : “MTRO. RÚBEN LENA”. El período de inscripciones finaliza el 30 de marzo . Las bases podrán ser consultadas en Casa de la Cultura (Ituzaingó 483) de lunes a viernes en horario de oficina .

Filiado à

19:15 horas. Saluda Atentamente. Of. Prensa y RR.PP Junta Departamental de Rivera.

POLÍTICA

Viera aseguró que no votará más impuestos Tras reunión con Gonzalo Mujica y hablar sobre la Rendición de Cuentas, Viera aseguró que no votara más impuestos y acordó ser una oposición constructiva. El líder de Espacio Abierto, el diputado Tabaré Viera recibió en su despacho al diputado disidente Gonzalo Mujica para dialogar de temas de actualidad y en especial sobre criterios generales que se adoptarán en el proyecto de Rendición de Cuentas que enviará el Poder Ejecutivo al Parlamento antes del 30 de junio. Al término del encuentro el legislador colorado calificó el mismo de muy bueno y dijo: “Lógicamente con el tema de la Rendición de Cuentas no pudimos avanzar demasiado porque todavía no conocemos el texto. De cualquier manera abordamos criterios generales y coincidimos en que no vamos a votar más impuestos. Nuestro sector Espacio Abierto y Batllismo Abierto, que forman Unidos, va a realizar una asamblea nacional el próximo sábado donde algunos de los temas a tratar será los temas presupuestales. Allí analizaremos el hecho de la posibilidad de que tiene la oposición de que si todos nos ponemos de acuerdo, vamos a poder hacer algo más… Podremos contribuir con este proyecto para mejorarlo si así lo ameritase, y también lograr hacer algunas redistribuciones atendiendo algu-

nos sectores que se han quedado rezagados”. Sobre el tema educación y sus demandas aseguró Viera: “hay que estudiar y analizar la propuesta. Las demandas siempre son legítimas. Todos sabemos que los docentes en este país todavía ganan muy poco”. En otro orden, se le preguntó su opinión sobre la entrevista que mantendría el presidente del Frente Amplio Javier Miranda con el diputado colorado Fernando Amado, a lo que Tabaré Viera respondió: “Hablaremos con Amado ya que ha anunciado que está dispuesto a votar la Rendición. En Partido Colorado aún no hemos conversado al respecto. En las rendiciones de cuentas, en las instancias presupuestales, no es que la oposición vote sistemáticamente en contra. Hemos votado muchas veces a favor de varios artículos. Lo que es bueno para el país es bueno para nosotros. Si el Frente Amplio está dispuesto a negociar con la oposición hasta podría ser posible que todos votemos el proyecto. A priori sin conocer el texto nos parece bastante inconveniente decir que vamos a votar a favor o en contra. Vamos a estudiar la Rendición de Cuentas y vamos a tratar que la oposición tenga propuestas en común para los que queremos construir y no ser una mera oposición denunciante”.

Antônio Badra Kamal Badra Fábio Badra Janete Badra direcao@jornalaplateia.com Editor A Plateia en español Wáshington Pereira espanhol@jornalaplateia.com Diretora Comercial Laura Saravia laura@jornalaplateia.com CONTATOS: Pautas e Opiniões: redacao@jornalaplateia.com Editorias: geral@jornalaplateia.com policia@jornalaplateia.com politica@jornalaplateia.com rural@jornalaplateia.com esporte@jornalaplateia.com Editais: editais@jornalaplateia.com Sociedade: sociedade@jornalaplateia.com Arte/Comerciais: editoriadearte@jornalaplateia.com A Plateia Online: online@jornalaplateia.com VARIEDADES: variedades@jornalaplateia.com A PLATEIA EN ESPAÑOL: espanhol@jornalaplateia.com vivianaperez@jornalaplateia.com Fotografia: Marcelo Pinto marcelopinto@jornalaplateia.com Financeiro: financeiro@jornalaplateia.com Circulação: circulacao@jornalaplateia.com Na internet: www.jornalaplateia.com www.aplateia.com.br PLANTÃO DA CIRCULAÇÃO Problemas com a entrega da edição de Sábado podem ser resolvidos com a equipe de plantão: Sábado, das 9h às 18h Telefone (55) 3242.5533 CENTRAL DO ASSINANTE centraldoassinante@jornalaplateia.com Impresso pela JB Empresa Jornalística Ltda. cnpj: 73.752.180/0001-31 Fone (55) 3241 2454 Sant’Ana do Livramento/RS - Brasil Eventuais reproduções de textos devem citar fonte e autoria, quando esta constar. Ar t igos assinados não repre sentam, necessariamente, a opinião do jornal.


3

www.aplateia.com.br

{ en español }

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017

POLICIALES

Accidentes de tránsito en Rivera con espirometria positiva Y en otro de los siniestros registrados uno de los vehículos involucrados no prestó auxilio y se dio a la fuga Los accidentes de tránsito en la ciudad de Rivera continúan registrándose en forma diaria. Uno de ellos ocurrió en horas de la mañana en calle Uruguay y José Enrique Rodó, momentos en que la persona de sexo femenino de iniciales K.V.L.C., uruguaya de 21 años, conducía la moto marca Winner, modelo BIS PRO, matrícula FZR741, por calle Uruguay al Norte momentos en que la moto que circulaba delante en el mismo sentido, marca Yumbo, modelo City, matrícula FAK1620, conducida por la mujer de iniciales A.L.P.R., uruguaya de 38 años, giró a la izquierda no pudiendo evitar la colisión. Trasladada la conductora A.L.P.R. en ambulancia a una asistencial y asistida por facultativo dictaminó, “politraumatizada leve, escoriaciones a nivel de miembros superiores izquierdo”, mientras que K.V.L.C. no quiso ser asistida por encontrarse bien.

por calle Bernabé Rivera al Sur, circunstancias en que el auto marca Fiat, modelo 147, de color celeste, matricula brasileña, sin más datos, circulaba por calle Enrique Cottens y lo embistió, cayéndose al pavimento, mientras que el automóvil se retiró sin prestar auxilio. Trasladado el conductor del ciclomotor al Hospital Local, donde visto por facultativo dictaminó “se observan escoriaciones en rodilla derecha sin otras lesiones externas actualmente”. Trabaja personal de la Brigada Departamental de Tránsito, se enteró al Magistrado de Turno.

Marcelo Pinto/AP

Uno de los tantos accidentes registrados en Rivera

Sometidas ambas al test de espirometría, el resultado fue negativo. Trabajó la Brigada Departamental de Tránsito, se enteró al Magistrado de

Turno. Por su parte próximo a la hora 11:30 se registró un siniestro de tránsito en Bernabé Rivera y Enri-

que Cottens, momentos en que el hombre de iniciales P.F.A.B., uruguayo de 44 años, conducía la moto marca Yumbo, modelo Cyclon, matrícula FAH837,

Finalmente próximo a la hora 13:20 ocurrió un accidente de tránsito en calle Ansina y Paysandú, momentos en que el hombre de iniciales R.D.S.S., uruguayo de 57 años, conducía la bicicleta marca Southbike, rodado 26, por calle Ansina al Norte y antes de

llegar a calle Paysandú es rebasado por un ómnibus marca Mercedes Benz, matrícula FTC1213, conducido por el hombre de iniciales J.C.E.M., uruguayo de 58 años, el que rozó su manillar produciendo la pérdida del dominio de la bicicleta cayendo al pavimento. Trasladado el conductor del bi rodado en ambulancia al Hospital Local, donde asistido por facultativo dictaminó “politraumatizado moderado, traumatismo encéfalo craneano, alcoholizado, escoriación a nivel de pómulo izquierdo, ambas rodillas y pie izquierdo”. Sometido al test de espirometría el conductor de la bicicleta, arrojó graduación positiva, 2,156 gramos de alcohol por litro de sangre, mientras que para el conductor del colectivo el resultado fue negativo. Trabaja personal de la Brigada Departamental de Tránsito, se enteró al Magistrado de Turno.

Policía Nacional alerta por posibles atentados a dependencias policiales Según información que posee el equipo periodístico de A Plateia en español en la ciudad de Rivera se impartió la orden que en horas de la noche mínimo deben haber 2 efectivos de guardia custodiando el lugar en dónde se encuentran las armas con mayor potencia de fuego Según información confidencial recabada por parte de A Plateia en español, los servicios de Inteligencia de la Policía Nacional de Uruguay, recibió información sobre posibles ataques que en forma simultánea puedan llegar a realizar grupos criminales a diversas dependencias policiales. Dichos ataques tendrían como objetivo por parte de los grupos criminales, hurtar armamento de las propias autoridades policiales para luego con dicho armamento poder realizar actividades delictivas de

diversa índole. Según fue indicado por parte de altas esferas de la Policía Nacional de Uruguay, hasta nueva orden se deberá extremar las medidas de seguridad en las unidades subordinadas de la Policía uruguaya en todo el territorio nacional que sean depositarias de armamento de fuego. Concretamente en la ciudad de Rivera las armas de grueso calibre y mayor poder de fuego están bajo el control del Grupo de Reserva Táctica

(GRT), motivo por el cual y según información que posee A Plateia en español, fue ordenado que en horario nocturno mínimo 2 efectivos policiales, deberán custodiar dicho armamento en la ciudad de Rivera. En la ciudad de Rivera ya hace algunos meses que las armas de grueso calibre y mayor poder de fuego fueron retiradas de todas las dependencias policiales y desde entonces están todas bajo la vigilancia del Grupo de Reserva táctica GRT).

Marcelo Pinto/AP

Efectivos del GRT en acción


4

www.aplateia.com.br

{ en español }

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017

HACIENDA

Dirección de Hacienda informa sobre beneficios para buenos pagadores, jubilados, pensionistas y estudiantes “Todos los contribuyentes que cumplen con sus compromisos tributarias en este año estarán recibiendo una bonificación del 20%....” La Directora General de de Hacienda Cra. Daniela Porto, informó sobre una serie de ordenanzas que fueron aprobadas por la Junta Departamental y beneficiará ampliamente un sector importante de la comunidad, las cuales fueron enviadasa la Junta- en el mes de diciembre por la Dirección de Hacienda de la Intendencia Departamental de Rivera. Estudiantes

IDR Cra. Daniela Porto

Indicó que se otorgará el 20 % de lo recaudado de la Contribución Inmobiliaria Urbana, para financiar los gastos de los Hogares Estudiantiles, Transporte estu-

diantil y demás actividades inherentes a los estudiantes. “Nosotros hemos venido apoyando cada vez más esta labor que es llevada adelante a través de la Dirección General de Promoción y Acción Social , donde se comenzó financiando a 150 estudiantes y cerramos el 2016 con la cantidad cercana a los 200 estudiantes. con esta iniciativa buscamos potenciar este trabajo y seguir apostando en los jóvenes”, manifestó. Jubilados y Pensionistas En la misma ordenanza se prevé la exoneración del

100% de las obligaciones de los jubilados o pensionistas que tengan un ingreso de hasta 10 UR, en el núcleo familiar. “Estimamos que serán más o menos unas 150 familias que serán beneficiadas; de todos modos esto complementa el beneficio que ya venimos otorgando donde se exonera en un 50% a jubilados y pensionistas con un ingreso de hasta 20 UR. esta norma complementa este beneficio apostando a los hogares de menores recursos”, indicó la Directora de Hacienda. Buenos Pagadores

Se otorgará una bonificación del orden del 20% a los buenos pagadores que ostenten tal calidad en los últimos 10 años de forma ininterrumpida y permanente al 31 de diciembre del ejercicio anterior. “Todos los contribuyentes que cumplen con sus compromisos tributarias en este año estarán recibiendo una bonificación del 20%, a su vez si optan por pagar al contado, antes del primer vencimiento del plan de 4cuotas (antes del 20 de marzo) tendrán un beneficio de un 5% más pudiendo llegar a un 25 % de exoneración”, informó Daniela Porto.

COMUNIDAD

Un riverense es el nuevo Jefe de Regimiento “Guayabos” de Caballería Mecanizado Nº 10 Por último agradeció a la sociedad artiguense por todo el apoyo brindando. El pasado miércoles, en la ciudad de Artigas, se procedió al cambio de Jefe en el Regimiento “Guayabos” de Caballería Mecanizado Nº 10 en una muy emotiva ceremonia. El Jefe anterior, Tte. Cnel. Juan Carrere, fue trasladado a la ciudad de Minas, Departamento de Lavalleja, asumió el mando de dicha Unidad el riverense Tte. Cnel. Robinson Do Espirito Santo. Entre los presentes en la ceremonia estaba el Intendente Departamental de Artigas, Pablo Caram, autoridades militares y subalternos, sus familias, el Presidente de la Junta Departamental de Artigas, Esc. Alejandro Silvera, autoridades militares de Quaraí, el Jefe de Policía de Artigas, Crio. Gral. (R) Walter Britos, y autoridades de la educación, entre otros. La ceremonia oficial, que se realizó en la Plaza de

Armas del Regimiento, se inició con el ingreso del Comandante de Brigada de Caballería Nº 1 de Rivera, Cnel. Silvio Ayala, quien saludó a los efectivos formados. Luego, junto a los dos Jefes -entrante y saliente- pasaron revista a los efectivos. Posteriormente se pasó a la designación del nuevo Jefe del Regimiento y los efectivos desfilaron rindiendo honores a sus Jefes y al Comandante de Brigada Nº 1. Luego se pasó al Casino de Oficiales a compartir un vino de honor. Allí el Jefe saliente, Tte. Cnel. Juan Carrere, discursó embargado de emoción. Agradeció a todos los que colaboraron durante su mandato: a sus Jefes Superiores, al Comando, a la División de Ejército III, a sus compañeros y amigos, a sus soldados, a la comunidad artiguense y a su familia. Finalizando su discurso le

hizo entrega a su esposa de un hermoso ramo de rosas rojas. Además recibió muchos obsequios por parte de sus compañeros, retirados militares y del Rotary Club “Sembrador”. El nuevo Jefe, el riverense Robinson do Espirito Santo, también dejó su mensaje y lo finalizó con una frase típica de esta frontera, al referirse a la leyenda que existe en Rivera de que “quem toma agua da Bica, fica” y concluyó que quien también toma agua del Cuareim se queda. La despedida de Carrere, la hicieron con una cabalgata que recorrió el Regimiento. Robison do Espirito Santo Sosa es un riverense que vivió parte de su vida en calle Leandro Gómez, entre Florencio Sánchez y Brasil. Un joven con vocación a la carrera, que la logró luego de muchos esfuerzos y dedica-

ción. Cuando era alférez su primer destino fue Artigas, luego volvió como Segundo Jefe y hoy ocupa el cargo de Jefe del Regimiento Nº 10. Expresó que se encontraba muy bien, con muchas ganas de comenzar a trabajar. Tuvo la suerte que el Jefe saliente es muy amigo y compañero y “deja un relacionamiento excelente con la comunidad artiguense”, y su anhelo es usarlo como base para continuar una relación de integración y apoyo mutuo con los artiguenses. Con referencia a sus proyectos dijo que “en primer término será continuar con la gestión del Comandante Carrere, que fue espectacular y tuvo muchos elogios”. También se involucrará con la sociedad “de acuerdo a sus necesidades, o lo que la gente requiera, y atender las necesidades del Regimiento”. Entre las actividades que

realizan con la comunidad manifestó que ya se hizo un trabajo muy importante con INEFOP, UTU y con los Centros de Educación. Ayudan a personas que se encuentran en situación vulnerable, las llevan al Regimiento y les enseñan oficios como albañilería, pintura y otros. Colaboran con el MIDES y a los discapacitados se les ofrece el Centro de Rehabilitación Ecuestre, a través de los convenios que poseen con varias instituciones del medio y que trabajan con estas personas, a quienes les brindan equinoterapia. Con respecto a las Misiones de Paz, expresó que quince efectivos de la Unidad se están preparando para el despliegue que será a fin de año con destino a la República Democrática del Congo. El Regimiento cuenta actualmente con doscientos cincuenta efectivos,

quince oficiales, un destacamento en Bella Unión, una de las dos Unidades articuladas al Regimiento. También dialogamos con el Jefe saliente, quien anteriormente estuvo en la Brigada de Caballería Nº 1 de Rivera. El Tte. Cnel. Juan Carrere se sentía alegre y satisfecho por el deber cumplido como Jefe del Regimiento, por su integración a la sociedad, por haber compartido dificultades y alegrías juntos. Esos recuerdos -dijo- los llevará guardados en su corazón por el resto de la vida. Su próximo destino será la División de Ejército IV, en la ciudad de Minas, integrando el Estado Mayor, donde inmediatamente que llegue tomará contactos con las funciones que le destinen, a las cuales pondrá todo su empeño para que todo salga bien.


5

{ en español }

www.aplateia.com.br

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017

COMUNIDAD

Inscripciones abiertas para Voluntariado Las inscripciones es para mayores de 16 años y se recibirán hasta el 10 de marzo a través del sitio web El MIDES, a través de su Dirección Nacional de Políticas Sociales, convoca hasta el 10 de marzo a inscribirse en su sitio web a mayores de 16 años (sin límite de edad) para participar en la segunda edición del Programa Nacional de Voluntariado. A la fecha hay inscriptas unas 2.300 personas. La propuesta está abierta para todas las personas residentes en el Uruguay que quieran participar tanto de forma individual como grupal. La consigna es “participar para transformar” y busca retomar la larga tradición de prácticas solidarias de la sociedad uruguaya y fomentar la solidaridad y la participación. Son 25 organismos públicos, desde ministerios, intendencias, municipios, programas e institutos que participan del Programa de Voluntariado abriendo sus agendas para incluir la participación ciudadana y las prácticas voluntarias. Las

AP

Caminata

propuestas están presentes en todos los departamen-

tos del país, aunque varían acorde a las necesidades de

cada territorio. Existen diferentes áreas

temáticas donde desarrollar actividades: vivienda

y hábitat; salud; discapacidad; inclusión digital; cultura; medio ambiente; gestión de riesgo y respuesta a emergencias; educación: primera infancia, Infancia y adolescencia; juventud; recreación; convivencia; banco del tiempo. Cada uno de los voluntarios podrá especificar las áreas en las que le interesa aportar, además de la disponibilidad horaria para ello. Los voluntarios recibirán una capacitación y una sensibilización en torno al tema elegido, así como acompañamiento en el desarrollo de sus tareas. A un mes del cierre de inscripciones, el Programa convoca especialmente a sumarse a esta iniciativa. Todo aporte y toda experiencia es válida. Por más información y asesoramiento se puede ingresar al sitio web voluntariado.mides.gub.uy o comunicarse al teléfono 2400 0302, interno 1444 o al correo electrónico voluntariado@mides.gub.uy

ACUERDO

Convenio MIDES-INISA para la creación de un Observatorio La firma de convenio estuvo presidida por la ministra de Desarrollo Social, Marina Arismendi; y la presidenta de INISA, Gabriela Fulco El Instituto Nacional de Inclusión Social Adolescente (INISA) y el Ministerio de Desarrollo Social (MIDES) firmaron un convenio para la construcción de un Observatorio sobre niños, niñas y adolescentes en conflicto con la ley y la obtención de información técnica en la materia. El objetivo es aportar a la mejora continua de las políticas públicas para dicha población, basados en datos de calidad. Ambas instituciones consideran de suma importancia el estudio y la difusión de datos e información relativa a la situación de

la población atendida por INISA. La evaluación de resultados de la ejecución de las medidas socioeducativas privativas y no privativas de libertad es parte del objetivo de este convenio. Asimismo, este Observatorio tendrá por finalidad poner a disposición de la ciudadanía información y datos confiables (con excepción de la información de carácter reservado o confidencial), promoviendo la transparencia de la gestión y facilitando el acceso a la información para su uso a nivel general. La firma de convenio es-

tuvo presidida por la ministra de Desarrollo Social, Marina Arismendi; y la presidenta de INISA, Gabriela Fulco. También estu-

vieron presentes el director de Evaluación y Monitoreo del MIDES, Juan Pablo Labat; el encargado del Observatorio Social del MIDES,

AP

Reunión de Acuerdos

Manuel Píriz; el director de INISA, Eduardo Katz; y la directora del área de Cooperación Nacional e Internacional de INISA,Gabriela Garbarino. Desde 2007 el MIDES desarrolla y mantiene el portal web del Observatorio Social de Programas e Indicadores, en el que se sistematiza y difunde información sobre indicadores, programas y documentos de interés. Este portal permite generar y administrar de forma autónoma observatorios temáticos en el área de: juventud, vejez, género, primera infancia y adolescencia.

Fulco resaltó que, desde el 31 de diciembre de 2015, INISA es un servicio descentralizado. “Hay 500 adolescentes privados de libertad y otros transitando medidas de privación de libertad”, afirmó Fulco. Arismendi recordó que “hay 500 adolescentes privados de libertad, la misma cantidad desde hace años, no es cierto que haya un aumento desmedido”. La ministra resaltó además que es fundamental la interinstitucionalidad para mejorar las rutas de salida de INISA, a pesar de que existan convenios vigentes.


6

www.aplateia.com.br

{ en español }

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017

Horóscopo Aries

Tres sintetizadores para construir un mundo de sonidos

Las lados masculinos y femeninos de tu ser posiblemente hoy se lleven bastante bien. Existe un buen equilibrio de recepción versus energía activa dentro de ti que te ayudará a sacar lo mejor de cada situación. La orientación de este día enfatiza la armonía interna. Presta extra atención a tu naturaleza espiritual y a tus objetivos respecto a aprendizajes superiores.

Cáncer Nacidos del 21.6 al 21.7

El nombre se le ocurrió, quizás, mucho antes de empezar a grabar su propia música. Ignacio Adda tocaba el bajo en bandas de rock alternativo y aspiraba a hacer un dúo electrónico, que bien podía llamarse Par. El dúo nunca terminó de concretarse mientras él se fue acercando a las programaciones y a otro abordaje musical, hasta que en 2009 decidió adoptar Par como nombre para su proyecto personal artístico, con el que el año pasado editó el disco Arq. “No vengo del mundo de la electrónica de pista, ni siquiera me interesó ese ambiente para salir”, cuenta Adda, y asegura que siguiendo ese camino de coqueteo constante con la experimentación electrónica, Elefante fue la banda uruguaya que más vio en vivo: “Era la referencia nacional de lo que yo quería hacer dentro del rock”. Esa referencia se fue perdiendo desde el momento en que se fue cansando de la dinámica y los problemas propios de las bandas, y en un momento decidió desechar todo lo que había generado para em-

pezar “de cero” con algo instrumental, que sería lo que terminaría definiendo su historia. —¿Qué tan difícil es ponerle tu voz a algo que no tiene voz? —Ahí está la clave y es la búsqueda que sigo hasta hoy: cómo tratar de darle una personalidad, cierto mensaje y cierta estética a algo que no tiene una voz que te esté diciendo nada. Fue difícil la decisión de tirarme de una a hacer algo instrumental, porque no era la idea original, y tampoco veía que pudiera llegar a pasar algo con un proyecto instrumental que sabía que no iba a pasar a pista. A medida que empecé a decantar todos los instrumentos fue apareciendo mi voz. Empecé a sacar cosas hasta Arq, que es el que menos cosas tiene en comparación con los trabajos anteriores, de capas y capas. La configuración que me armo para tocar es mi voz. Si no puede escuchar el disco, haga click aquí. Proceso. La electrónica que propone Par no tiene nada que ver con la electrónica de baile (EDM), sino que es una concepción

más de cámara, más cercana a la música incidental de una película, a algo que quiere generar sensaciones e imágenes. En ese sentido, Adda encontró en la elaboración de marcos teóricos una manera para estructurar su trabajo: para Arq —lo hizo en base a tres sintetizadores— tradujo en sonidos los movimientos arquitectónicos modernos (para lo que realizó una investigación previa), y así apostar a ubicar al oyente en diferentes espacios, ambientes. “Ahí sí funciona estrictamente como soundtrack, según lo que te sucede en el día, lo que te está pasando a vos. Pero en el tratamiento que le di al sonido busqué generar una cosa más ambiental”, cuenta. Par, que viene de hacer la música para un cortometraje de terror de Voces anónimas (se estrena este año) y para la obra de teatro española Pornocapitalismo —”son cosas que se enmarcan dentro de mi búsqueda”— evalúa presentar Arq en vivo y trabajar sobre remixes, para darle otra forma a esos mismos espacios sonoros. Par: “veo un panorama bastante interesante”. “La electrónica de pista en este momento está que explota”, dice Par sobre la escena electrónica uruguaya en su más amplio espectro. “Hay unas fiestas impresionantes, hay gente que está laburando muy profesionalmente. Y después tenés el otro costado”, sigue en referencia a la rama en la que se ubica, “que no tiene un canal de difusión tan claro ni masivo, porque es música más de auditorios y no para boliches a las dos de la mañana. Hay un ambiente, sí, y viene gente a tocar de afuera que además hace workshops. Somos una pequeña multitud, y veo un panorama bastante interesante”.

Tauro

Géminis

Nacidos del 20.3 al 20.4 Nacidos del 21.4 al 20.5 Nacidos del 21.5 al 20.6

Hoy tus emociones serán la preocupación del día y sentirás bastante egocentrismo gracias al enfoque del día. No te sientas mal por tomarte el tiempo para atender tus propias necesida des. Pedir ayuda de los demás para resolver tus temas interiores sería de gran utilidad. A veces no puedes ver las cosas tan claramente como los demás cuando estás en medio del drama.

Libra Nacidos del 23.9 al 22.10

Las relaciones con los demás te resultarán difíciles hoy. Se encenderán emociones, y descubrirás que las opiniones fuertes están en conflicto con las emociones fuertes. Los temas que tengan que ver con valores y recursos compar tidos serán los focos principales del día. La alineación planetaria poderosa está causando un poco de problemas con respecto a la forma en la que recibes el amor y afecto de los demás.

Capricornio Nacidos del 22.12 al 21.1

Hoy, sentirás los temas relacionados con el hogar más como un trabajo que como un placer. Intenta no sentirlos de esa manera. Tu actitud ante la situación es todo. Enfrenta cada tarea con la idea de que lo haces para ti mismo/a y para tus seres queridos. El enfoque de este día te ayudará como recordatorio de que no existe ningún tipo de tarea mala cuando de casa se trata.

Hoy te encontrarás reflexionando profundamente debido a la energía astral en funcionamiento. Gran parte del tiempo podrás mejorar dramáticamente la eficiencia de lo que sea que estés realizando simplemente sentándote y pensando antes de siquiera levantar un dedo. Muchas de las respuestas que buscas la encontrarás dentro en oposición a lo externo. No necesitarás viajar lejos para encontrar lo que buscas.

Leo

Nacidos del 22.7 al 22.8 Existe un sentimiento cálido y confortante en este día que hará que las cosas fluyan mucho más fácilmente de lo normal. Las relaciones co n e l s e xo o p u es to mejoran en general y descubr irás que tus esfuer zos en un pro yecto ayudarán a que comience a funcionar. La energía celestial de hoy aumenta la cooperación y el respeto entre los sexos. Es importante que insistas en respetar te a ti mismo/a de manera que los demás se sientan inclinados a respetarte también.

Escorpio

Nacidos del 23.10 al 21.11

Sin impor tar cuánto disfrutas la frivolidad y el romance, hoy encontrarás que eso entorpece las cosas. Podría ser que sientes posesividad hacia un ser querido, o quizás te sientes sofocado/a. Más que probable, te encuentras en una situación en la que una persona necesita más liber tad. La tensión podría crecer hoy debido a la poderosa configuración planetaria.

Acuario

Nacidos del 22.1 al 18.2

Los temas relacio nados con la situación financiera en tu hogar posiblemente serán muy importantes en este día. Las preocupaciones acerca de lo que realmente es valioso y lo que no lo es te rodearán a ti, tu familia o los que viven contigo. Piensa en lo que el dinero significa para ti ya que siempre deseas tener más . L a configuración celestial te pedirá que revises tus relaciones con respecto al dinero.

Hoy las situaciones románticas se manifestarán y te pedirán que ahondes en lo profundo de tu ser más de lo que sueles hacerlo. La energía astral de hoy te pedirá que te abras a los demás. Las sociedades son el enfoque de este día, y debes asegurarte que harás las cosas con la ayuda de los demás en vez de encargarte de todo tú sola. Las relaciones con los demás definirán un precedente importante para las siguientes cuatro semanas.

Virgo Nacidos del 23.8 al 22.9 Tu naturaleza creativa está especialmente fuerte hoy y los temas referentes a valores entrarán en juego. Identifica esas cosas de tu v ida que te hacen realmente feliz y que no te cuestan nada. Préstale atención extra a la belleza que te rodea. Las emociones fuertes jugarán un papel importante en los acontecimientos de hoy gracias a la alineación celestial sensitiva presente.

Sagitario Nacidos del 22.11 al 21.12

Hoy tendrás el corazón a flor de piel, ¡y qué errático corazón es ése! También, saltarás de una cosa a la otra, y trabajarás para resolver problemas en cada una de ellas. El peligro es que te quedes atrapado/a en el aspecto mental de las cosas. Asegúrate de considerar también tu corazón. El aspecto en juego hoy te recuerda la impor tancia de tus emociones.

Piscis Nacidos del 19.2 al 19.3

Te sent irás como si hubiera momentos en donde sólo desearas rendirte. No te desesperes. Estás al borde de un nuevo ciclo de tu vida y las cosas parecerán algo oscuras en este momento. Es la naturaleza de este tipo de cosas, y no existe básicamente nada en torno a ello. Intentar oponerte al poder de la alineación astral de hoy es inútil. Será mejor que le sigas la corriente.


7

SOCIAL

www.aplateia.com.br

{ en español }

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017

Los 15 años de Adriane Hermosa fiesta y muy divertida selló la llegada de los 15 años de la hermosa joven Adriane junto a sus familiares y amigos. Las mejores imágenes de la cámara de Patricia Porto

Hermosa en la foto del recuerdo

Con sus padres Christian Campos y Yeny Pereira

Con abuelos Orlando y Elsa

Con su padrino Jonatan Sánchez

Con amigas

Con su bisabuela Yeni León

Todos juntos en la foto final


8

www.aplateia.com.br

{ en español }

A PLATEIA

RIVERA JUEVES 16 DE FEBRERO DE 2017

ELIMINATORIAS

Gabriel Jesús, figura de la selección de Brasil, será baja ante Uruguay El joven delantero estrella del Manchester City se fracturó un dedo y estará entre dos y tres meses inactivo Manchester City ganó 2-0 en su visita al Bournemouth, pero le costó carísimo. Es que Gabriel Jesús salió lesionado a los 15’ y se perderá casi la totalidad de lo que resta de temporada. El buen atacante de 19 años, autor de tres goles en sus tres primeros encuentros de la Premier League, sufrió la fractura del quinto metatarsiano del pie derecho, por lo que estará de dos a tres meses sin poder jugar. Gabriel Jesús llegó al equipo de Guardiola proveniente del Palmeiras a cambio de 32 millones de euros y siendo ya pieza clave en la selección de Brasil, con la que anotó cinco tantos en sus primeras seis presentaciones oficiales.

Marcelo Pinto/AP

Fútbol riverense de primera división

NACIONAL

El goleador del combinado verdeamarelo en las Eliminatorias mundialistas rumbo a Rusia 2018 se perderá el partido del 23 de marzo ante Uruguay en el Centenario, y tampoco estará a la orden para recibir a Paraguay cinco días después. Sin dudas en lo deportivo para Uruguay es una preocupación menos en la que deberá pensar el Maestro Tabárez a la hora de planificar la táctica para contrarrestar la ofensiva brasilera en el Estadio Centenario. Brasil, que lidera las Eliminatorias con 27 puntos (cuatro más que Uruguay y ocho más que Argentina, que está quinta), será local ante Ecuador y visitante con Colombia en abril, probablemente también sin Gabriel Jesús.

PEÑAROL

“Tenemos partidos en que no “Será emocionante jugar en el andamos pero ganamos igual” Campeón del Siglo” “Pudimos haber marcado algún gol más si yo hubiera estado más fino”, admitió Martín Liguera sobre el partido con Danubio “Me fui tranquilo porque el equipo ganó. Se dio vuelta un resultado en el Parque faltando pocos minutos. Si sabemos capitalizar para bien lo que hicimos el otro día, que sin dudas lo vamos a hacer, es bueno para nosotros”, destacó Martín Ligüera sobre el 2-1 sobre Danubio. “Hubo muchas cosas positivas y se jerarquiza el triunfo por el rival, ya que Danubio es un equipo que siempre está peleando el campeonato. Hoy se vino a entrenar con una motivación importante”, expresó el 10 este martes en Los Céspedes, minutos antes de la práctica matutina. “El equipo se siente cómodo en el Parque y la cancha está en excelente condiciones, la gente en el momento crítico

del partido empuja y eso el jugador lo siente adentro de la cancha. Se suman muchas cosas que nos llevan a ser un equipo muy fuerte en el Parque y lo hemos demostrado con resultados. Van ocho triunfos seguidos y en el medio uruguayo es difícil tener regularidad”, valoró. Ligüera admitió que previo al partido ante Danubio “se habló, sí”, de la racha adversa que tenía Nacional ante los franjeados, “sobre todo lo del partido pasado en Jardines, que fue un partido que no se tendría que haber perdido”. “Teníamos muchas cosas a favor en este partido. Si bien no hay merecimientos en el fútbol, Danubio no había creado mucho en el primer tiempo y se encontró con el gol de tiro

libre. Nos fuimos preocupados al entretiempo por ir perdiendo y con el ánimo medio alterado por cómo terminó el primer tiempo. En el segundo el equipo salió a proponerse el resultado y terminó lográndolo merecidamente. Pudimos haber marcado algún gol más si yo hubiera estado más fino”, opinó. “Un equipo cuanto más tiempo juegue junto y tenga al mismo técnico al mando se tiene que notar, pero todo a priori. Después vas enfrentando a rivales que te conocen cada vez más y a veces no estás de la mejor manera. Lo bueno es que nosotros cuando tenemos partidos en que no andamos de la mejor manera, ganamos igual o sacamos resultados, como el empate en el Tróccoli”, opinó.

“Todavía no estoy para 90 minutos ni me siento bien físicamente”, admitió el Cebolla, quien ve al plantel de Peñarol “muy metido y motivado” Cristian Rodríguez habló minutos antes de la práctica matutina de Peñarol, y se mostró “muy contento por el debut” ante Liverpool “a pesar del resultado”. “Lo tomo como positivo porque el equipo dejó todo y se intentó ganar”, indicó. Sobre el hecho de haber jugado en Belvedere, admitió que fue “raro”. “Los compañeros me miraban por el tema del vestuario, un poco chico y distinto a lo que uno estaba acostumbrado, pero no cambia mucho. La cancha es muy linda, más allá de que es un estadio chico. Lo positivo es que me estoy adaptando rápido y estoy contento”, valoró. “Leo me pidió que jugara por afuera. Vi la opción de tirarme más al medio para jugar y hacer llegar mejor la pelota a los delanteros. Me pidió que ju-

gara, que encarara e intentara tirar paredes. Lo básico”, contó sobre las primeras órdenes de su entrenador cuando lo mandó a la cancha. “Será emocionante jugar enelCampeóndelSiglo” “Me tocó jugar unos minutos pero recién vengo armándome y preparándome físicamente. Estoy muy contento en lo personal”, admitió el Cebolla, quien reconoció haberse sentido “ahogado”. “Me falta porque lo venimos trabajando de a poco. Mejor llevarlo así. Es un campeonato largo y vamos a tener competiciones muy importantes. Mejor ir despacio y no apurarnos, como ha pasado”, explicó. Respecto al que será su primer partido en el Campeón del

Siglo, este domingo ante Boston River, dijo no saber si jugará de titular o no, aunque quiere “estar”. “Tengo muchas ganas y será emocionante. Soy de ver siempre los partidos de Peñarol por internet o la TV y dan ganas de estar ahí con el público. Va a ser algo muy lindo. Nunca me tocó jugar en ese estadio y ojalá salga todo bien y sea bien recibido”, agregó. “Todavíanoestoypara90 minutos” “Todavía no estoy para 90 minutos ni me siento bien físicamente. Terminé con una lesión que me tuvo un mes parado, y después con las idas y vueltas de larescisióndelcontratosecomplicaron un poco las cosas. Recién ahora me estoy adaptando y poniéndomebienfísicamente.

20170216  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you