Page 1

JORNALZEN ANO 9

OUTUBRO/2014

AUTOCONHECIMENTO

Pensamentos de

Padre Haroldo Pág. 7

Viva Bem Pág. 14

Nº 116

BEM-ESTAR

R$ 2,00

CIDADANIA

www.jornalzen.com.br

CULTURA

SAÚDE

Simpósio em São Paulo traz autoridade em aromaterapia Pág. 7

ARTIGO

BEM NUTRIR

A revolução do pouquinho

Pág. 15

Pág. 2

MOMENTO DE REFLEXÃO

CULTURA DE LETRAS

Pág. 6

Pág. 10

ZENTREVISTA Isabel Vasconcellos Divulgação

Brahma Kumaris celebra o Dia Internacional da Paz com evento ecumênico em Campinas Pág. 6

OUTUBRO ROSA

JORNALZEN APÓIA ESTA CAMPANHA

O mês de outubro é conhecido como Outubro Rosa e é marcado por ações de diversos órgãos e entidades que intensificam os esforços pela detecção precoce do câncer de mama. São 31 dias dedicados a reflexões e ações sobre o tema, mostra os avanços já conquistados e também o desafio para vencer o câncer que atinge um grande número de brasileiras por ano. O Outubro Rosa foi criado no início da década de 90, mesma época em que o símbolo da prevenção ao câncer de mama, o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA) e, desde então, promovido anualmente em diversos países.


JORNALZEN

2

A revolução do pouquinho Eduardo Zugaib

M

otivação é algo subjetivo para muita gente, principalmente quando está sujeita apenas a eventos externos e decisões alheias, fortes o suficiente para nos transformar da noite para o dia em outra pessoa: “Se eu mudasse de emprego, com certeza seria muito mais motivado” ou “se fulano ou fulana fizer tal coisa, eu serei mais feliz”. Quando delegamos as nossas possibilidades de crescimento pessoal ao futuro ou às pessoas com quem convivemos, deixamos a nossa capacidade de mobilização no modo “pausa”, correndo o risco de passar uma vida toda esperando a tal da motivação aparecer. A base da automotivação reside na busca de significado naquilo que fazemos. Se não há significado, as relações pessoa-pessoa ou pessoa-trabalho tornam-se frágeis. Senso de propósito não é algo que surge de forma explosiva, mas sim, que se constrói com as pequenas opções que fazemos todos os dias, aos “pouquinhos” sobre os quais temos um poder mais forte de decisão e de controle. O “insight”, que é a visão da mudança, não é a mudança em si, que precisa ser incorporada no dia a dia, tornando-se um hábito. É na força do hábito que a curva da mudança ganha força e a revolução acontece. Tomar banho diariamente, por exemplo, é uma mudança que consolidou-se no século passado. Este é o exemplo de um dos pouquinhos que a humanidade incorporou como hábito e que melhorou fatores como a higiene, a saúde, o bem-estar e a autoestima das pessoas. Imagine se hoje optássemos por eliminar o banho diário de nossas vidas. Pensou no estrago? Pense agora em algo que você sabe que precisa mudar, aquela decisão que você considera crucial e no pouquinho que você pode fazer por dia, para caminhar em direção a essa ela. A visualização é a primeira

parte da “revolução do pouquinho”. Na segunda parte, que trata do “compromisso da continuidade”, é onde reside o perigo. Por tratar-se de “pouquinhos” apenas, tendemos a ser autocomplacentes perdoando toda derrapada, como se ela não fosse fazer diferença. E assim fumamos só mais um cigarro, mesmo já tendo decidido parar de fumar. Comemos só mais um bombom da caixa, mesmo já tendo decidido reduzir o açúcar. Nos permitimos perder a cabeça numa situação conflituosa, mesmo já tendo percebido ou sido avisado sobre a necessidade de maneirar a nossa agressividade e por aí vai. Afinal, é só um pouquinho, certo? Sim, o mesmo pouquinho que ajuda, também põe em risco o todo. Nas decisões diárias, pequenas e persistentes, é que a revolução acontece. Os pontos fracos são trabalhados de forma tranquila e serena, tornando a mudança um aprendizado, não apenas um evento. Se uma pessoa que já carrega o rótulo de mal humorada no ambiente de trabalho chega um dia feliz da vida, cumprimentando e distribuindo a todos a simpatia e o afeto que se negou a fazer até então, o que pensamos? Como a mudança não é um interruptor liga/desliga, atitudes assim geram desconfiança. Aquele mau hábito que temos e que precisamos eliminar, ou o bom hábito que desejamos conquistar e consolidar em nossas vidas, entre eles o hábito da motivação, tornam-se muito mais atingíveis quando optamos pelo pequeno compromisso diário de mudança, cumprindo-o com determinação, sem concessões. No ano que vem por aí, que tal parar de acreditar que a mudança virá a galope ou num bilhete de loteria, após os frágeis compromissos de ano-novo de sempre? Que tal assumir para si mesmo a “revolução do pouquinho”? Eduardo Zugaib é escritor, profissional de comunicação e marketing, professor de pós-graduação, palestrante motivacional e comportamental

JORNALZEN NOSSA MISSÃO:

Informar para Transformar

DIRETORA Silvia Lá Mon EDITOR Jorge Ribeiro Neto JORNALISTA RESPONSÁVEL MTB 25.508

TELEFONES Redação (19) 3324-2158 Comercial (19) 3044-1286 contato@jornalzen.com.br www.jornalzen.com.br

circulação: Campinas, Indaiatuba, Holambra, Hortolândia, Paulínia,Valinhos e Vinhedo

OUTUBRO/2014

AGENDAZEN AMERICANA

INDAIATUBA

ENERGIA 14/10, das 20h às 22h – palestra “Climas Energéticos nos Dias”, com Davi Oliveira (Espaço com Ciência). Local: Rua Cabo Osvaldo de Moraes, 647 - conj. 403 - Nova Americana. 21 reais. Mais informações: espacocomciencia.blogspot.com ou (11) 96443-7856 e 98064-9528

DOENÇAS DO SONO 21/10, às 19h – palestra com a médica Larriany Maria Falsin Giglio, na Associação Paulista de Medicina (Avenida Eng. Fábio Roberto Barnabé, 709 - Vila Teller). Aberto ao público. Vagas limitadas. Inscrições e mais informações: (19) 3875-7200 e 38750092 ou apm.ind@uol.com.br

CAMPINAS

DOENÇAS PSÍQUICAS 24/10, às 19h30 – palestra “A raiz espiritual e psicológica da depressão, síndrome do pânico e ansiedade”, com o padre Genival Pessoto, no Instituto Cultural Potala (Rua Voluntário João dos Santos, 1.607 - Centro). Entrada: 1 kg de alimento. Inscrições e mais informações: (19) 3834-6147

AUTOESTIMA 30/10, das 8h30 às 10h – palestra “Escolher a calma é uma questão de autoestima”, com Nádia de Castro, no auditório do Museu da História Natural (Rua Coronel Quirino, 2 - Bosque dos Jequitibás). Aberto ao público. Mais informações: (19) 3295-5850 e 3251-9849 CORRIDA LAÇO ROSA Inspirada no movimento mundial Outubro Rosa, a 3M lançou no Brasil campanha com objetivo de apoiar e incentivar a realização de exames para o diagnóstico precoce do câncer de mama. Em Campinas, a campanha irá promover a Corrida Laço Rosa, dia 19 de outubro. Inscrições até 15 de outubro em www.noblu.com. br/eventos-proximos/18/corrida-e-caminhada-laco-rosa. CONSTELAÇÃO FAMILIAR 21 e 28/10 (terças-feiras), das 20h às 22h – workshop com Antonio Carlos Dornellas de Abreu (Toni), no IPEC - Instituto de Pesquisa e Estudo da Consciência (Rua Monte Azul, 85 - Chácara da Barra). Mais informações: (19) 3252-1565, ipec. campinas@terra.com.br ou www. ipec-transpessoal.com.br TVP 17/10, das 19h30 às 21h30 – workshop sobre Terapia de Vidas Passadas, com a terapeuta holística e psicóloga Marcia Carvalho, no Grupo Espiritualista Luz e Fraternidade (Rua Prof. Heitor Mayer, 63 - Vila Itapura). Entrada: 1 kg de alimento não perecível. Vagas limitadas. Inscrições e mais informações: g-luz-fraternidade@uol.com.br ou (19) 99764-8333

EDUCAÇÃO 24/10, às 19h – palestra “Educadores de Alta Performance”, com a psicóloga Adriana Albuquerque, na Câmara Municipal (Rua Humaitá, 1.167 - Cidade Nova). Entrada: 2 kg de alimentos. Vagas limitadas. Inscrições (até 20/10) e mais informações: (19) 3885-7700 (ramal 7753) ou cmdca2.cmi@terra.com.br

PAULÍNIA AYURVEDA 25/10, das 9h30 às 11h30 – workshop “Ayurveda para Mulheres – Ginecologia Natural”, com a terapeuta Rose Marques, no Espaço Trilhar Rua Expedicionário Paulo Emídio Pereira, 44 - sl. B - Centro). 30 reais (coffee break incluído). Mais informações: (19) 7827-5534 e 3884-1842

SÃO PAULO RESGATE E CURA 14/10, das 20h às 22h – palestra “Reencontro com a Criança Interior”, com a psicóloga Tatiana Guedes, na Unipaz (Rua Pedro Morganti, 76 - Vila Mariana). Aberto ao público. Mais informações: (11) 5083-4278 “RESGATE DO MASCULINO” 29/10, das 19h30 às 21h30 – palestra com o terapeuta comunitário e educador Luiz Jacques Saldanha. Local: Rua França Pinto, 609 - Vila Mariana. Aberto ao público. Inscrições e mais informações: luijacques@gmail.com ou zaquie@zaquie.com

HOLAMBRA

SERRA NEGRA

PANEURITMIA 24 a 26/10 – encontro de aprofundamento, com a professora internacional Ardella Nathanael, no Instituto Dança Viva (Avenida Rota dos Imigrantes, 605 - Centro). Inscrições e mais informações: (19) 99210-9295 ou contato@dancaviva.com.br

BRAHMA KUMARIS 18 e 19/10 – curso “Conquistando a Autoestima”, com a professora de meditação Patrícia Cantalino, na Vila Serra Serena (Rodovia SP-360, Km 154). Inscrições e mais informações: www.brahmakumaris.org/brazil/ agenda ou (19) 3842-1940


OUTUBRO/2014

I

sabel Fomm de Vasconcellos nasceu num domingo, 13 de maio, Dia das Mães. A princesa Isabel foi a inspiração para o nome da futura escritora e jornalista. À mãe, uma mulher à frente de seu tempo, a paulistana deve a consciência da real condição feminina na sociedade. Estudiosa do tema, Isabel afirma que grande parte da cultura e da sabedoria milenar das mulheres se perdeu nas fogueiras da Inquisição. Nesta entrevista ao JORNALZEN, a pioneira em programas de saúde na TV brasileira e autora de 12 livros descreve a importância do mês de outubro para as mulheres, no ensejo do famoso Dia das Bruxas. Dois de seus livros têm como título Todas as mulheres são bruxas. Por que resolveu abordar esse tema? Sempre estudei a condição da mulher na sociedade. Toda a repressão social que visava tornar as mulheres cidadãs de segunda classe, absolutamente submissas e satisfeitas com sua situação. As mulheres de hoje levam uma vida tão diferente e tão mais livre que sempre se surpreendem quando percebem que, até algumas décadas atrás, as mulheres não tinham direito à guarda dos filhos na separação. Podiam ser mortas, se pegas em adultério. Raramente aprendiam a ler e escrever. Não tinham direito ao voto. Não tinham direito ao prazer sexual. Não tinham independência econômica e, portanto, não tinham liberdade. Eram classificadas em dois tipos: uma para casar e outra para dar prazer aos homens. Enfim... Eram completamente dependentes de algum homem, pai, irmão ou marido. Não foi difícil perceber que as mulheres chamadas “bruxas”, na Baixa Idade Média, nada mais eram que mulheres livres, sábias, detentoras de conhecimentos e posições que se chocariam violentamente com uma nova ordem que estava surgindo no mundo naquele momento histórico. A Igreja Católica, que via a mulher apenas como depositária do pecado, levou 600 anos queimando, nas fogueiras da Inquisição, aquelas a quem chamava de “bruxas”, as que ousavam ser mais do que “depositárias do pecado”, as que ousavam contestar e pensar com sua própria cabeça. Qual a origem do Dia das Bruxas, sob o ponto de vista da cultura celta? O que hoje é conhecido por Halloween ou Dia das Bruxas há muitos séculos era uma festa religiosa comemorada por esse povo, sempre no último dia do verão do hemisfério norte, mais ou menos em 31 de outubro. Nesse dia, acreditavam esses povos, uma porta entre o mundo espiritual e material abria-se para saudar e guiar os espíritos dos mortos. Para que não ficassem presos e sem rumo no mundo dos vivos, geralmente eles eram orientados por abóboras iluminadas e

JORNALZEN

3

ZENTREVISTA Isabel Vasconcellos

SOLTANDO AS BRUXAS No mês da famosa data, escritora e jornalista analisa a condição social e cultural das mulheres na sociedade, além de falar sobre intuição e magia Divulgação

outros objetos até hoje existentes nas festas em celebração à data. Era o dia da celebração da vida e da morte. Todas essas festas celtas e de outros povos considerados “bárbaros” para os cristãos acabaram sendo incorporadas ao calendário de festas católicas. Mesmo as festas juninas tiveram sua origem aí. O povo celta não tinha os nossos preconceitos com relação ao sexo, por exemplo. Suas celebrações da primavera eram comemorações da fertilidade da terra e, frequentemente, fazia parte da celebração a prática sexual. Isso era visto, pelos cristãos, como primitivo e demoníaco. Era inaceitável para eles. Como era inaceitável a existência de mulheres poderosas, livres e iguais aos homens. Daí, a fogueira para as chamadas “bruxas”.

Como a intuição pode contribuir para o nosso bem-estar? A intuição pode livrar você de um congestionamento ou descobrir em que rua está a sonhada vaga para estacionar o carro. Mas ela pode também apontar o melhor momento para contatar aquele cliente que vai proporcionar um grande negócio para a sua empresa. Ou avisar que o amor está acabando. A intuição pode ser uma ferramenta muito útil na vida cotidiana. Só é preciso saber distinguir o que é premonição e o que é desejo. Se você quer muito que algo aconteça, pode acreditar que a sua intuição está lhe dizendo que acontecerá, quando, de fato, quem fala mais alto é o seu desejo naquele momento. As empresas mais antenadas já estão usando a intuição como ferramenta nos negócios.

“Qual seria o sentido de uma vida que não percebe que cada ato é um ato de espiritualidade?”

Alguns de seus contos e romances retratam seu amor pela capital paulista. São Paulo tem algo de mágico? O que torna belo o deserto, dizia Saint-Exupéry pela voz de O Pequeno Príncipe, é que ele esconde um poço em algum lugar. A terra que se ama pode ser mágica, sim, se soubermos procurar pelo poço. São Paulo, a cidade, é um caldeirão de etnias, nacionalidades, culturas, hábitos, crenças. É feita de pessoas representantes de todo o planeta. É uma amostra do mundo. Tudo isso se fundiu, se “cozinhou” numa sopa cultural muito própria, muita característica. Particularmente, adota alguma prática específica voltada à espiritualidade? A vida, para mim, é a prática da espiritualidade. É preciso apenas ser desperto e estar sempre procurando entender o nosso papel no mundo que, certamente, é bem mais do que nossas conquistas materiais. Eu me pergunto qual seria o sentido de uma vida que não percebe que cada ato é um ato de espiritualidade? O espírito é a força, a energia que tudo permeia, está em tudo o que é vida, animal, vegetal, microscópica, celular, atômica. A alma é outra coisa. A alma é a energia que penetra num corpo quando ele está pronto. A alma é um todo, como se fosse uma corrente elétrica que está ali mas não se percebe até que a ela se conecte uma lâmpada. O corpo está para a alma como a lâmpada para a corrente elétrica. Como avalia a proposta de nosso jornal? Acho muito importante a busca pelo autoconhecimento. Toda a ajuda, nesse sentido, é sempre muito bem-vinda. Estamos vivendo uma época em que se busca conhecimento com facilidade fora de nós mesmos e às vezes isso nos confunde. Há muito o que conhecer apenas olhando para dentro de si próprio. Que mensagem gostaria de deixar para os nossos leitores? Diria que é preciso ter em mente que se vai morrer. A perspectiva – e a certeza, claro – da morte clareia a vida, torna mais simples a definição dos caminhos, dos objetivos e daquilo que realmente importa a cada um de nós. Muitas vezes, sem se dar conta, estamos percorrendo caminhos e buscando objetivos que não são os nossos, iludidos pelo contexto. Lembrando-nos de que somos mortais, é mais fácil enxergar a vida com nossos próprios olhos. É mais fácil perceber o que nos é de fato importante e o que é apenas ilusão, engodo.


JORNALZEN

4

Silvia Lá Mon la.monica@terra.com.br – cronicasdesilamon.blogspot.com

A Lei da Troca Dando continuidade aos artigos do Codex (leis para a Quinta Dimensão), para nossa reflexão, trago nesta edição a lei que hoje muitos buscam até nas negociações: as chamadas “permutas”. Aqui, o texto vai além das trocas materiais e nos faz refletir a respeito da troca das emoções e do que chamamos de amor. Trocar é obter de outro, algo que não se pode produzir. O Universo só valida trocas na base de impossibilidade de produção de algo por aquele próprio ser. “Este é o verdadeiro conceito de troca. Quando um ser não consegue produzir determinada situação, objeto ou o que chamam de “coisa”, ele poderia trocar. E isso poderia até entrar no sistema de valores relacionados a isso, quaisquer que fossem: valores emocionais, valores afetivos, valores sociais, etc. Assim, trocar é obter de outro, algo que não se pode produzir. Então,

no terreno das emoções, o amor pode ser trocado? Você pode produzir amor? De dentro do seu ser, o amor pode ser liberado? Se pode, então ele não pode ser trocado! O conceito de troca, para o Universo, é uma troca que representa algo que o ser não pode produzir por si só. E aí sim, ele está autorizado e alinhado a trocar.” Concluindo, só posso doar o amor sem esperar que o outro me dê algo de volta. E no que concerne às parcerias ou permutas, devemos ter consciência e somente propô-las quando tenho algo a oferecer que a outra pessoa não seja capaz de produzir e também possuindo o direito de receber algo em troca que eu não seja capaz de produzir. Esta não pode ser uma via de mão única, entendem? E se a Lei da Troca ocorrer de forma correta, ambos os lados saem bastante satisfeitos. Dessa forma, só poderemos propor uma permuta para alguém se também temos algo a oferecer. Reflitam sobre isso.

OUTUBRO/2014

PANORAMA ARTE E SUSTENTABILIDADE O Parque da Cidade de Jundiaí recebe o projeto itinerante Água, Arte e Sustentabilidade, exposição de arte popular brasileira e espetáculo teatral sobre a necessidade de equilíbrio na produção e no consumo de alimentos. As apresentações são gratuitas. O evento vai até o dia 25, às terças e sextas, às 9h e 14h; e aos sábados, às 11h.O Parque da Cidade fica na Rodovia João Cereser, Km 66. EXPOSIÇÃO “ÁGUA” O Bosque do Saber, em Indaiatuba, recebe até 6 de novembro exposição de fotos com informações sobre a água no planeta. As obras são assinadas pelo premiado fotógrafo e biólogo Cristian Dimitrius. O evento é aberto ao público, de terça a domingo, das 8h às 17h. Mais informações: (19) 38757210 ou www.culturasx.com.br/aguaexposicao/exposicao. CONCERTO PELA VIDA O Centro Boldrini promove dia 30 de outubro, às 20h, no Theatro Municipal de Paulínia, o Concerto pela Vida – Bravo Pavarotti. O espetáculo beneficente, com o tenor Jorge Durian e a orquestra Allegro, destinará recursos para a construção do Instituto de Engenharia Molecular e Celular do hospital referência no tratamento do câncer infantil. Ingressos e mais informações: (19) 3787-5115, com Cristina. DIA DO PSICODÉLICO As vendas do sanduíche Psicodélico beneficiarão a Creche Bento Quirino e a Associação e Oficinas de Caridade Santa Rita de Cássia, dia 25 de outubro, nas casas do grupo Giovannetti, em Campinas. Os convites da campanha (40 reais) estão sendo vendidos nas duas entidades e nas unidades da choperia. Mais informações: (19) 3231-2831, 3232-7139, 3231-2830, 3234-9510 e 3209-1641. PASTEL EM PROL DOS ANINAIS Ação beneficente na casa de pastéis Cantinho Nobre destinará recursos à União Protetora dos Animais de Indaiatuba (Upar). Até 22 de outubro, das 18h às 23h30, o lucro pela venda de pastéis de palmito, queijo, carne com queijo, frango com catupiry e brigadeiro serão revertidos à ONG. O Cantinho Nobre fica na Avenida Presidente Kennedy, 1.071 (Cidade Nova). Mais informações: (19) 3329-4004.


OUTUBRO/2014

JORNALZEN

5


JORNALZEN

6

MOMENTO DE REFLEXÃO JOÃO BATISTA SCALFI – scalfi@terra.com.br

Melhorar e progredir sempre “E a um deu cinco talentos e a outro dois e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade...” – Jesus (Mateus, 25:15) Melhorar para progredir – eis a senha da evolução. Passa o rio dos dons divinos em todos os continentes da vida, contudo, cada ser lhe recolhe as águas, segundo o recipiente de que se faz portador. Não olvides que os talentos de Deus são iguais para todos, competindo a nós a solução do problema alusivo à capacidade de recebê-los. Não fiques, desse modo, na lamentação. Uma hora perdida na queixa é vasto patrimônio desperdiçado, que poderia ser empregado no preparo da justa habilitação para a meta a alcançar. Muitos suspiram por tarefas de amor, confiando-se à aversão e à discórdia, enquanto que muitos outros sonham servir à luz, sustentando-se nas trevas da ociosidade e da ignorância. A alegria e o fulgor dos cimos estão abertos a todos aqueles que se disponham à jornada da ascensão. Se te afeiçoas, assim, aos ideais de aprimoramento e progressão, não te afastes do trabalho que renova, do estudo que aperfeiçoa, do perdão que ilumina, do sacrifício que enobrece e da bondade que santifica... Lembra-te de que o Mestre nos concede tudo aquilo de que necessitamos para comungar-Lhe a glória divina, entretanto, não te esqueças de que as dádivas do Criador se fixam, nos seres da Criação, conforme a capacidade de cada um e a boa vontade para por em prática. O poder de agir está dentro de nós! Fonte: Palavras de Vida Eterna (Francisco Xavier/Emmanuel)

OUTUBRO/2014

Brahma Kumaris celebra Dia da Paz em Campinas A Organização Brahma Kumaris celebrou o Dia Internacional da Paz (21 de setembro) em sua sede em Campinas. Coordenado por Nádia de Castro, Paula Zacarias e Terezinha Oliveira, o evento ecumênico encerrou uma semana dedicada a reflexões sobre a paz e à meditação, que mobilizou milhares de pessoas em 135 países. A Iniciativa das Religiões Unidas (URI) foi representada pela professora Salette Aquino e outros componentes do círculo de cooperação do movimento em Campinas. O padre Benedito Ferraro representou a Igreja Católica. A Fé Bahá’i teve a presença de Mostafá Barbar e o islamismo foi representado pelo professor Mohamed Habib e por Nader Habib. A organização religiosa mundial Self Realization contou com o músico Moreno Overá. Catarina de França representou o Colégio Internacional de Terapeutas (CIT) e a Unipaz-Campinas. O JORNALZEN esteve representado pela diretora Silvia Lá Mon. Após uma meditação promovida pela anfitriã Nádia de Castro, cada representante fez uso da palavra. Terezinha e Paula foram outras facilitadoras do processo meditativo inicial. Em sua explanação, Salette Aquino discorreu sobre a carta de intenções da URI e a história e implantação do Círculo de Cooperação em Campinas.

A professora declarou-se fiel e estudiosa de Santa Hildegarda de Bingen, santa alemã de tradição católica. O teólogo e cientista social Benedito Ferraro convidou os presentes a “subir a montanha do Sermão”. Mostafá Barbar trouxe aos participantes momentos de sabedoria e poesia, apresentando os princípios coletivos para a união com o Único. Pai e filho, Mohamed e Nader Habib enfatizaram a necessidade de contatá-lo diariamente. O músico Moreno Overá trouxe um exemplar do Bhagavad Gita e falou sobre a batalha traduzida no épico indiano: a luta das forças das trevas contra as forças da luz. Leu um poema e encantou os presentes com a música O Menino Azul, de sua autoria, dedicada a Krishna. Catarina de França enfatizou que já no início da Era Cristã os terapeutas consideravam o homem uma totalidade corpo/alma/espírito. Ela apresentou uma história da tradição hassídica chamada O Tesouro, que remete à procura do tesouro da paz. A Brahma Kumaris é uma comunidade espiritual internacional cujo objetivo é ajudar as pessoas a redescobrirem sua identidade e valores espirituais. Para isso, são oferecidos vários cursos em seus centros e organizadas diversas iniciativas nas comunidades dos países em que atua. Divulgação

Representantes de religiões e organizações na Brahma Kumaris: evento ecumênico


JORNALZEN

OUTUBRO/2014

Pensamentos de

Padre Haroldo Ioga e a coluna vertebral A coluna vertebral é muito sensível. Para não danificarmos sua estrutura e não sentirmos dores, temos de observar nossa postura em todas as situações. A forma como nos levantamos da cama ou do chão (quando estamos praticando ioga, por exemplo) são muito importantes também. Não podemos deitar de barriga para cima e simplesmente levantar de frente. A coluna pode estar desalinhada. Se ela estiver desalinhada e levantarmos de frente ou fizermos qualquer movimento de ritmo deitados nessa posição podemos danificá-la, não sentindo dor nenhuma na hora mas provocando alguma doença ortopédica com o passar do tempo, desencadeando dores crônicas, ou podemos danificar nossa estrutura e sentir dores temporárias. Quando estamos deitados, o ideal para nos levantarmos é virar de lado, apoiar a mão no chão (do braço que está em cima) e subir, encaixando as vértebras da coluna do cóccix para o pescoço. Não é nada demorado, é um movimento ao qual nos adaptamos

rapidamente, tornando-se um hábito e que causa bem-estar, pois sentimos a estrutura da coluna se encaixando e sentimos, consciente ou inconscientemente, que a coluna está sendo bem cuidada, ou seja, sentimos um ato de amor. Os ásanas corretamente praticados ajudam muito a coluna vertebral. Existia, num convento, uma noviça que se levantava todas as noites para comer o que havia na geladeira. Até que um dia a madre superiora, percebendo a falta dos alimentos, resolveu passar um susto na jovem. À noite, escondeu-se na cozinha, com a luz apagada, e quando a noviça foi procurar comida, a madre fez um barulho com os pés. A noviça, surpresa, perguntou: “Quem está aí?”. A superiora, com voz grossa e diferente, respondeu: “Sou Satanás!”. A noviça, nervosa, disse: “Ainda bem que é Satanás, porque se fosse a madre superiora, eu estaria perdida”. Não fiquemos perdidos abusando da nossa coluna vertebral. Haroldo Joseph Rahm é presidente de honra da Instituição Padre Haroldo hrahmsj@yahoo.com

7

Simpósio em São Paulo traz autoridade em aromaterapia O inglês Robert Tisserand será a atração do 1º Simpósio Internacional de Aromaterapia e Bem-Estar, de 16 a 19 de outubro, em São Paulo. Tisserand é pioneiro no uso dos óleos essenciais e autor do primeiro livro em inglês sobre aromaterapia. Fundou a primeira empresa de produtos elaborados com óleos essenciais do Reino Unido e há mais de 40 anos desenvolve produtos para higiene e cuidados pessoais. Ele é o principal convidado do ciclo de palestras nos dois primeiros dias do evento (16 e 17). Nos dias 18 e 19, Tisserand ministrará curso intensivo com certificação internacional pelo

Instituto Robert Tisserand. O simpósio também contará com a participação de especialistas do segmento de cosméticos, beleza e saúde, como a perfumista Sonia Corazza, o aromatólogo, cientista e pesquisador Fabian Laszlo Flegner e o dermatologista Marcelo Bellini. Todos eventos estão marcados para o auditório do campus Vila Olímpia da Universidade Anhembi-Morumbi (Rua Casa do Ator, 275). As inscrições podem ser feitas no site www.grupoessence.com.br. Mais informações pelos telefones (11) 30815217 e (11) 3081-8331 ou pelo e-mail contato@grupoessence.com.br.


JORNALZEN

8

CULTURAZEN Divulgação

Silvia Lá Mon e Miriam Elizabeth Farias foram entrevistadas sobre família e relacionamentos no programa Ponto de Vista, da TV Câmara de Campinas Silvia Lá Mon

Aula de yoga dance, com Andréa Souza (esq.), no Espaço Cultural Castro Alves, em Campinas

OUTUBRO/2014 Divulgação

Lorna Castro Petrilli, Alessandra Bicalho e Maria Carmen de Luca Menezes, palestrantes no 12º Encontro da Associação Maior Apoio ao Doente de Alzheimer (Amada), em Campinas


OUTUBRO/2014

MANDALA PARA PINTAR

JORNALZEN

- SONIA SCALABRIN -

9

Recanto do Poeta Santa Mãe Aparecida Canta minha alma e deixa eu engrandecer Mãe de todas as mães, quero te adorar. Máxima luz no teu resplandecer do que astros do céu, lá a brilhar. Nuvens lilases, céu crepuscular, é hora que anjos, as preces vão sorver, em ascensão o nosso alto pensar, Senhora Aparecida agradecer. Aos pecadores, só tua piedade, sentir a mão excelsa em minha fronte, isto sim, é bênção, é divindade. Por mãos de pescadores, encontrada. Ajuda os filhos teus, e a Deus conta oh! Santa Mãe, que és por nós venerada. Geni Fuzato Dagnoni

Recebemos colaborações para este espaço. Envie sua mandala para jornalzen@terra.com.br


JORNALZEN

10

CULTURA DE LETRAS CRÔNICAS DE ARUÂNGUA – mceu.idt@terra.com.br

O motorista de Cajati (2) – Onde eu moro não tem telefone. Moro em sítio – disse o ruivo. – Sim, mas deve ter alguém de sua família com um telefone celular, um vizinho – teimei eu. – Estou todo molhado – dizia o homem, com voz tremida – Brrrrr! Que frio! – Quer uma aspirina? Pode tomar aspirina? – perguntou minha cara-metade. – Um copo de leite com açúcar vai me deixar mais calmo – concentrou-se a visita – A senhora sabe... Eu sou motorista. Está aqui a minha identificação. Olhamos a identificação: Viação Piracicabana, motorista César. Atrás, o nome completo, RG e CPF, data de emissão do crachá. – Como é seu nome completo? – perguntei, à queima-roupa. – Nilton César Pena – respondeu ele, fazendo cara de dor. – Meu amor, por favor, pega um copo de leite morno com açúcar para ele – pediu o marido.

Corri à cozinha, às pressas, para voltar logo e acompanhar de perto tudo o que estava acontecendo dentro da minha casa. Entreguei o copo de leite morno e doce em suas mãos. Ele o sorveu com gosto. Parecia um menino tomando o leite da tarde das mãos da mãe. – O que o senhor estava fazendo aqui nesta rua? – voltei à carga. – Eu vim andando de Campinas, mas não tinha guarda-chuva – respondeu, acanhado, o homem com cara de louco. – Como assim de Campinas, a pé? Aqui é longe da rodovia! – perguntei, com um inseto a zunir-me no cérebro. – Ele foi à Unicamp fazer uns exames – partiu em defesa o meu marido. – É... Precisava fazer uns exames para a aposentadoria – confirmou o motorista, que continuava escorrendo água. (continua na próxima edição)

Desapego O termo vairagya em sânscrito significa desapego. Muitas pessoas acham difícil praticá-lo, pois acreditam que desapegar é largar ou deixar de possuir coisas, objetos e até pessoas. Para compreender o que é desapego, é importante entender o que ele não é. Desapegar não é largar seu emprego, sua família, sua vida e ir morar numa cabana nas montanhas. Isto pode ser fuga e abandono. Desapegar não é deixar para outros fazerem suas tarefas ou não cumprir com as suas responsabilidades sociais. Isto pode ser preguiça e negligência. Desapagar não é sair por aí com a roupa do corpo, pregando a miséria e pedindo esmolas. Isto pode tornar-se um caso de apego aos ideais do desapego. Aliás, os piores tipos de apegos são em relação às pessoas, crenças, papéis sociais e ideias. Como todos os valores espirituais, o desapego necessita de maturidade emocional para praticá-lo, evitando ir para os extremos. Num sentido prático, pode-se entender o desapego como: viver sua vida

OUTUBRO/2014

sabendo que tudo é transitório, que as pessoas não nos per tencem, que os bens materiais nos trazem conforto, mas são apenas bênçãos tem- MÁRCIO ASSUMPÇÃO Professor de yoga e diretor porárias; evitar do Instituto de Yogaterapia depositar nos objetos, coisas e pessoas, a felicidade que eles não são capazes de nos oferecer; usar tudo o que você possui sem acumular excessos; evitar os ciúmes e a possessão, deixando as pessoas se expressarem; não envaidecer-se dos títulos e papéis sociais, reconhecendo a importância de todos na sociedade. Pois é, desapegar é possível. Você pode começar agora, continuando a viver como está vivendo, mas modificando a relação de posse que você tem com tudo e todos que te rodeiam. O desapego é um estado interno da mente, ao perceber que tudo tem começo, meio e fim.

A empresa Awesome Coaching & Consulting International, firmada no Reino Unido, e sua fundadora Ana Paula Teixeira têm o prazer de compartilhar com você a criação de uma parceria extraordinária com a empresa Sindesenvolvimento Humano e sua fundadora, Sinalia Farias, que, juntas, trazem para o Brasil ferramentas e estratégias modernas para o desenvolvimento de empreendedores brilhantes e negócios de sucesso. 1. Quer aprender como fazer crescer seu negócio utilizando ferramentas e estratégias contemporâneas para o marketing digital? 2. Quer aprender também como desenvolver seu “trademark” pessoal aliado ao marketing digital para gerar resultados sólidos e recorrentes em seus negócios? 3. Você tem a cabeça cheia de ideias, mas ainda não criou seu próprio negócio? O objetivo é orientar o empreendedor contemporâneo a criar e implementar um plano de ação para marketing de forma personalizada e única, através da análise de suas competências para atrair assim novos clientes, elevar performance e trazer resultados para seu negócio. O Coaching de Marketing para Negócios visa facilitar a transformação das atitudes do empreendedor para o marketing do

seu negócio e a comunicação efetiva com seu público-alvo (nicho). O programa foi desenvolvido para despertar no empreendedor contemporâneo suas habilidades e competências visando posicioná-lo como um “expert” (um educador) junto a sua área de atuação e para com seus potenciais clientes atraindo-os para sua esfera de negócios com uma proposta única e personalizada. Destina-se especialmente aos indivíduos envolvidos na área de desenvolvimento de negócio, com ambição de sucesso na utilização de ferrametas e estratégias modernas, simples e práticas da “Era Digital” buscando resultados tangíveis para uma explosão de crescimento em sua área de expertise. As vagas são limitadas a 25 participantes para cada workshop. As datas disponíveis para a cidade de Campinas e região são 7, 8,13 e 14 de novembro – com duração de um dia – das 9h às 18h, no Hotel Mercury. Almoço e estacionamento estão incluidos no valor do ingresso por R$ 750,00, assim como descontos, que variam de 5% ate 15% para grupos. MAIORES INFORMAÇÕES: e-mail: coachiganapaula@gmail.com website: www.eventioz.com.br/e/i-workshop-sobre-coaching-de-marketing-para-negoci

Ana Paula Teixeira, palestrante do evento

CEO da holding Brave Mums Needed.Com, Ana Paula Teixeira deixou o Brasil seguindo seu marido por uma promoção de carreira, quase dez anos atrás, para viver no Reino Unido. Através do Personal Coaching, compartilha suas habilidades e quase 20 anos de experiência na área de “marketing of moving people in the direction of their dreams”, assim como seu expertise na área de desenvolvimento pessoal, on-line marketing e social media. É assistente social formada pela PUC-Campinas, pósgraduada em Comércio Exterior pela Unip, Business Coach Certified pela Best Training (Bristish Governament Training Organization), especializada em Personal Coaching pela Coaching Academy, Daily Marketing Coach Inner Circle Team of Leaders, member associated da Ann Sieg’s Daily Marketing Coach (DMC) e da Impact International for Professional Advisors, Coaches and Trainers, entre outros.

INFORME PUBLICITÁRIO

1º WORKSHOP SOBRE COACHING DE MARKETING PARA NEGÓCIOS NO BRASIL


JORNALZEN

OUTUBRO/2014

Tesouros da Vida JULIANO SANCHES

Já que não há salvação, siga o bom humor A gente busca receita de felicidade em igreja, partido, relacionamento... Quando nos damos conta de nossa postura no aqui e agora, notamos que a promessa de salvação a partir de algo externo significa, antes de tudo, uma ideia que naufragou. Vale mais a pena frequentar o boteco e rir dos próprios fracassos do que crer que, em decorrência de ser um capacho de plantão, terá menos momentos de tristeza. Mais chato do que passar por problemas é não fazer deles um motivo para boas piadas, em que o riso seja uma nota musical. Uma melodia intransponível e crescente. Quem assiste ao filme Amadeus, de Milos Forman, vê que o caminho da moralidade, se levado às últimas consequências, como no caso do personagem Salieri, resultará em neurose. Mesmo se levarmos em consideração toda a carga ficcional do longa, é preciso olhar para o Mozart (enquanto intensidade provocativa, apresentada pela narrativa), e se inquietar com o conformismo frequente, de maneira a exigir momentos de liberdade para a alma. A busca do status faz Salieri ficar perturbado, pois mesmo com seu pedantismo carola, o Todo-poderoso resolve não atendê-lo e, por consequência, confere talento ao libertino, cético, e descompromissado. Ao ouvir A Flauta Mágica ou o Requiem, do gênio, é possível perceber um espírito que se permite ir além das premissas solicitadas. Relacionar-se com uma obra, seja o trabalho que for, não ne-

cessita ser uma tortura. É preciso enxergar para além do véu do cotidiano e buscar remar rumo a novos rios, capazes de levar o pensamento a aventuras de inteireza, longe de qualquer receita cara à sociedade. No restaurante, qual o motivo para estampar um sorriso? Você pronuncia palavras de maneira errada, apenas para imprimir um sentido pejorativo por trás de algo que, por si só, carrega um senso desgastado e enfadonho. Já que a maioria de nossas instituições não atende nossos anseios, por que não nos manifestamos publicamente com ironia, enquanto atitude de protesto, por meio do Facebook? Vale mais a pena se basear no lúdico do que se fixar nas fraquezas que tanto nos perseguem. Na maioria dos casos, as pessoas se mostram muito previsíveis, o que abre caminho para conclusões e atitudes inesperadas, por parte de quem gosta de brincar com o que está dado, até deixar cair por terra todas as verdades chamadas de eternas, pelos profetas retrógradas. Entre as alternativas para driblar os jogos de poder, está a postura de inverter discursos, de maneira a conferir um tom quase divino às contradições. O recado ao ouvido é a subserviência não eleva ao altar. Ao contrário, deve-se cultuar o hedonismo e absorver, ao máximo, tudo aquilo que se apresenta como interessante. Juliano Sanches é jornalista

11

Cura Reconectiva a distância “Diabetes desde os 2 anos. mais intensa. Além disso, Medo... muito medo... muitas pessoas ou esMeus pais me anularam... tão impossibilitadas de Fui criado sem objetivo, comparecer no consultófinalidade. Sou covarde, rio ou preferem realizar medroso, os outros faesse procedimento a zem tudo por mim. Vivia distância. cansado e com sono. Sou Não preciso conhedesatento. Com esse tracer as suas preocupabalho, entrei na máquina ções, seus problemas. do tempo. Voltei ao útero O Universo/Deus/Amor/ HELOISA GARBUGLIO e comecei a consertar tudo Consciência Universal/ Terapeuta certificada o que deu errado no meu Inteligência Cósmica (…) The Reconnection (Nível I, II, III) nascimento. Não me resabem exatamente os conheço mais naquele ‘ser seus motivos e a melhor parado’. Agora, estou caminhando e maneira de realizar o que é preciso. achando isso tudo muito estranho, Isso basta. Apenas funcionamos mas me sinto inteiro, calmo tranqui- como um condutor, mais precisalo, andando.” (L.H.M.O.) mente como um catalisador presente treinado, para criar um ‘link’ A sessão de Cura Reconectiva é uma sustentando, facilitando um entreabordagem que proporciona o iní- laçamento por aproximadamente 30 cio de um trabalho de equilíbrio, minutos, entre você e as frequências. retorno à nossa energia, evolução e Durante uma sessão, você é transformação pessoal, na medida ‘apresentado’ a um espectro amplo em que o paciente se torna mais de luz e informação que permite a consciente de todo o processo. coerência interna e equilíbrio, que Cura Reconectiva são frequências proporciona a ocorrência de prode luz, energia e informação. Logo, fundas curas físicas, mentais e emonão há enfraquecimento da energia cionais, e que não é interrompido com o tratamento a distância, pois no final da sessão, mas continuará essas frequências de luz existem na agindo após o término da sessão, realidade quântica. sem prazo de validade. É evolutivo De fato, alguns efeitos até po- e para sempre, independentemente dem ser sentidos de uma maneira de você reconhecer isso ou não.


12

JORNALZEN

UROLOGIA

Líricas Bulhufas

ORESTES MAZZARIOL JR.

Saúde sexual e depressão A maioria das pessoas identifica sexo com prazer e se esquece de que o tema também é estritamente relacionado com saúde e reflete diretamente no bem-estar das pessoas. No caso dos homens, a má qualidade da saúde sexual pode gerar enormes problemas. Quando ela fica comprometida, tem como consequência baixa autoestima, frustração, negação de si próprio e, em situações mais graves, até mesmo depressão. Essa reação afeta negativamente a vida familiar, o trabalho e outras relações pessoais. Os principais problemas enfrentados pelos homens são disfunção erétil e a ejaculação precoce – que pode ser classificada como primária, quando aparece na juventude, ou secundária, quando ocorre após anos de relações sexuais satisfatórias sem o problema. Uma saída que muitos homens buscam habitualmente é a de tomar remédios que resolvem o problema momentaneamente. Só que essas pílulas podem apresentar efeitos colaterais e não serem eficazes ao longo do tempo. Para melhorar a

OUTUBRO/2014

MARCELO SGUASSÁBIA

vida sexual de maneira segura, eficaz e duradoura, se faz necessária a avaliação, acompanhada da prevenção médica, que resultam em um tratamento personalizado para cada indivíduo. A disfunção erétil ocorre de maneira mais comum após os 40 anos. Contudo, pode afetar homens de todas as idades. Os sinais são a demora para alcançar a ereção, ocorrência de ereções mais fracas (ou menos rígidas) e até mais difíceis – quando é necessário fazer esforço consciente. A rapidez para chegar ao orgasmo ou ereção incompleta também merece atenção. Esse problema pode ter causas diversas que só podem ser avaliadas pelo médico especialista. Uma vida sexual ativa, segura e satisfatória é determinante para a saúde do ser humano. Casais que se preocupam com isso têm expectativa de vida maior. E tanto a disfunção erétil quanto a ejaculação precoce atrapalham o homem a sentir plenamente o prazer que o sexo pode proporcionar. Ficar atento a esses problemas é essencial para garantir satisfação sexual também à sua parceira, pois ambas as situações têm tratamento.

De marca maior O que será que faz o ‘M’ do Mc Donald’s, a curvinha da Nike, o jacarezinho da Lacoste serem o ‘M’ do Mc Donald’s, a curvinha da Nike e o jacarezinho da Lacoste? Na busca de uma resposta, homens de marketing divergirão de sociólogos. Que não necessariamente terão as mesmas convicções dos filósofos, cujos argumentos jamais convencerão os religiosos, que inspirados em seus dogmas travarão discussões acaloradas com os cientistas políticos. A celeuma se aprofundaria, ganharia a mídia e se transformaria num grande fórum de debates, certamente com o patrocínio da Coca-Cola, da Vivo ou da Volkswagen. O fato é que as marcas estão aí, colossais e reluzentes, explícita ou subliminarmente a fincar suas bandeiras nas frágeis massas cinzentas. Tenho um amigo, publicitário, que arranca todas as etiquetas visíveis de suas roupas. Entende ele que essa é uma forma de propaganda e, até onde sabe, jamais será remunerado pela veiculação. Então, tesoura nelas. Nem bem saem das lojas e as roupinhas de grife viram genérico. “Ainda se a roupa saísse de graça, vá lá, tudo bem. Até toparia a permuta” – diz ele. “Eles me dariam as calças, camisas e sapatos e eu sairia pra rua desfilando as marcas deles”. Tá certo que esse meu amigo é um tanto radical. Mas tão xiita quanto ele é aquele cara no extremo oposto, que compra a etiqueta e só depois é que repara no produto

em volta dela. “Grifado” da cabeça aos piercings, o talzinho é um verdadeiro anúncio ambulante. Veste o que veste não pelo valor que atribui à indumentária, mas pelo status que supostamente darão a ele por se exibir com aquilo tudo. O poder da marca é um caso muito sério. E vale tudo para garantir que ela abocanhe mais mercado. Até mesmo recorrer a obras-primas em domínio público, que à revelia de seus autores acabam virando sinônimo de marca. O que será que Beethoven pensaria se soubesse que aquela curta e genial sequência de notas, que alicerça sua Quinta Sinfonia, se transformaria no “pão pão pão pão” da Wickbold? Ou da sua Pour Elise, comendo solta nas esperas telefônicas e nos caminhões de entrega de gás? Quando é que iria passar pela cabeça do autor de O Sole Mio que sua canção imortal viraria comercial de Cornetto? E por aí vai. As Quatro Estrações, de Vivaldi, vendendo sabonete. O célebre Aleluia de Haendel, que já apregoou até remédio para prisão de ventre. A solene Pompa e Circunstância, de Edward Elgar, por décadas reduzida à musiquinha do “Boa Noite Cinderela”, antigo quadro do Programa Silvio Santos. A lista é interminável. Se bobear, Águas de Março daqui a pouco vira jingle de guarda-chuva, pra desespero do meu amigo xiita. Que, aliás, anda sumido. Deve estar desempregado. Marcelo Sguassábia é redator publicitário


OUTUBRO/2014

JORNALZEN

INDICADOR TERAPÊUTICO

13


JORNALZEN

14

Viva Bem elianamattos@uol.com.br

Bate-Papo Esta crônica já estava escrita mês passado, mas tive que deixá-la para esta edição para que a anterior não ficasse velha. Crônica é assim. Muitas são datadas e por isso precisam ser publicadas logo.

S

empre escrevo o quanto adoro o mês de setembro. É o mês do meu aniversário e só isso já me deixa muito alegre mesmo. Temos sempre que agradecer a Deus pela vida. Setembro também é o início da primavera, estação que adoro! Minha pitangueira está tão carregada de flor, que se vier tudo isso em pitangas, não haverá tempo para comê-las. Aliás, uma coisa tem me intrigado... Não chove, mas as árvores frutíferas estão carregadas de flor. Onde trabalho tem um pé de manga que também, se der tudo aquilo em frutas, não haverá tempo para comer! Estranha a natureza... Parece que quando ela sofre aí que se torna mais forte, como se quisesse nos mostrar que ainda precisa muito para acabar com ela. Também é em setembro que tenho o maior número de amigos e parentes fazendo aniversário. Começando no dia 1º e terminando no dia 29: Dalva, Eliete, Ligia, Toninha, Yolanda, Edgar, Gentil, Roberto, Arlete, Carlos, Liza, Ignácio, Silvio, Robson, Maíra, Janete, Luiz, Eduardo, Flora, Marcio e Karine. Esperando não ter esquecido alguém, são 21 queridos! Esses amigos, muitos eu ainda não vi este ano; outros estão bem próximos e vejo com muita constância. Mas faço questão de cumprimentar a todos e nunca por e-mail! Quero ouvir a voz, nem que seja uma vez por ano. Hoje em dia, com o Face, as pessoas só mandam mensagens automáticas. Muito impessoal, para meu gosto. E ainda tem gente que os chama de “amigos”. É engraçado. Gostaria de ter mais tempo para encontrar meus amigos... Sei que é frase feita, mas os dias passam muito rápidos e quando a gente vê, já chegou outro final de semana e aquele cafezinho no final da tarde foi postergado para algum dia, que não chega nunca... Que a primavera traga para todos nós renovações em todos os sentidos. E que possamos ser como a natureza, não nos deixando vencer pelas batalhas diárias da vida. Grande beijo!

OUTUBRO/2014

Alimentação saudável para os idosos Não é porque chegou a uma determinada idade que as pessoas precisam ter problemas de saúde. Com a mudança de alguns hábitos alimentares, é possível compensar as mudanças que vão ocorrendo naturalmente com a idade, o que favorece a boa forma e a saúde. Anote:

•Coma muitas frutas frescas e hortaliças cruas ou ligeiramente cozidas; •Evite, sempre que possível, alimentos industrializados; •Prefira laticínios magros: fontes de vitaminas e sais minerais que contêm menos gorduras saturadas; •Coma peixe e frango, alimentos

ricos em proteínas e com baixo teor de gorduras saturadas; •Evite frituras. Use óleos vegetais em lugar de gordura animal; •Beba dois litros de água por dia para, entre outros benefícios, evitar a prisão de ventre; •Caminhe todos os dias.

FORNO & FOGÃO Legumes embrulhadinhos Ingredientes: 150 g de vagem cortada ao meio 2 xícaras (chá) de florezinhas de couve-flor 300 g de quiabo, sem o cabo 3 abobrinhas cortadas em rodelas 1/3 xícara (chá) de hortelã picada 1 colher (sopa) de casca de limão ralada 1/3 xícara (chá) de azeite Sal a gosto

folhas duplas de papel alumínio e coloque metade dos legumes em cada uma delas. Polvilhe com a hortelã e com a casca do limão ralada e regue tudo com o azeite. Feche bem para não entrar ar e coloque no forno por 15 minutos. Vire os pacotinhos e deixe mais 15 minutos ou até que os legumes estejam macios, mas ainda al dente.

Modo de fazer: Misture todos os legumes e tempere-os com sal. Prepare duas

Dica: você pode colocar outros legumes a seu gosto. É só usar a criatividade!

Salada verde com molho de iogurte Ingredientes: 10 folhas de alface cortadas em tirinhas 2 xícaras (chá) de agrião sem os talos mais grossos 1 maçã verde com casca picada em cubinhos 2 tangerinas em gomos cortadas ao meio Para o molho: 1 xícara (chá) de iogurte desnatado

1/3 xícara (chá) de ketchup 1/4 xícara (chá) de azeite Sal a gosto Modo de fazer: Numa travessa, arrume a salada. Misture os ingredientes do molho e na hora de servir, derrame-o sobre a salada envolvendo-a delicadamente. Dica: se preferir, você pode substituir o ketchup por mostarda e também trocar os tipos de folhas verdes.

Pudim de doce de leite Ingredientes: 2 xícaras (chá) de doce de leite cremoso 2 xícaras (chá) de leite 4 ovos 2 gemas 1 colher (sopa) de maisena

Modo de fazer: Prepare uma calda do seu modo e despeje na forma aonde vai assar o pudim. No liquidificador, bata o doce de leite, o leite, os ovos, as gemas, a maisena, até ficar homogêneo. Despeje na forma e leve ao forno médio, por uma hora, em banho-maria, até firmar.

Deixe as emoções fora de sua dieta Já reparou que muitas vezes comemos sem fome, mais para preencher alguma coisa interna, que nem sabemos o que é? Se você come só porque está triste, ansiosa ou com raiva, vai ganhar alguns quilinhos extras e continuar sem resolver suas questões. Descontar os problemas na comida é mais comum do que parece, por isso toda vez que tiver impulso para comer, faça três perguntas: estou mesmo com fome? O que eu quero comer? Quanto eu preciso para ficar satisfeita? A resposta é uma prova do tamanho real da sua fome.


JORNALZEN

OUTUBRO/2014

PONTOS DE VENDA DO JORNALZEN

BEM NUTRIR Ômega-3 de origem vegetal no controle do colesterol Daniela Cristiane Ferrari Denardi

Reprodução

S

egundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no mundo 9,4 milhões de pessoas morrem anualmente devido à hipertensão arterial. No Brasil, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), este percentual chega a 32% dos óbitos. Nas últimas décadas, a capacidade de alguns alimentos de diminuir os níveis de colesterol, a principal causa da hipertensão, tem sido investigada. Desde a década de 1970, diversos estudos tem comprovado o papel importante do ácido graxo ômega-3 no controle das taxas de HDL, o colesterol bom, e do LDL, o colesterol ruim. Além do equilíbrio do colesterol, os estudos comprovam que a ingestão regular de ômega-3 colabora para a prevenção de doenças cardiovasculares e melhora as funções cerebrais, como: concentração, memória e desempenho. Popularmente conhecida como gordura do peixe, devido ao salmão, atum, sardinha e as trutas terem grande concentração do ácido graxo, o ômega-3 também pode ser encontrado nas nozes, semente de linhaça e óleo de canola. O ômega -3 de origem vegetal possui mais EPA e DHA em sua composição, o que o torna mais benéfico ao organismo. O EPA e o DHA são gorduras da família do ômega-3 e possuem importante ação anti-inflamatória, além trazerem benefícios para o coração, circulação e cérebro. Muitas pessoas desconhecem o ômega-3 de origem vegetal, mas estes alimentos possuem uma concentração maior do ácido graxo, se comparados aos peixes, que são a principal opção de escolha da população.

15

(novas edições sempre a partir do dia 10) CAMPINAS BARÃO GERALDO BANCA CENTRAL - Avenida Santa Isabel, 20 BARÃO ERVAS - Avenida Santa Isabel, 506

FLAMBOYANT BANCA DO ISMAEL - Rua Mogi Guaçu (em frente à padaria Abelha Gulosa)

BOTAFOGO BANCA RODOVIÁRIA - Avenida Andrade Neves, 880

GUANABARA BANCA DO DIRCEU - Rua Oliveira Cardoso, 62 BANCA ITAMARATI - Rua Eng. Cândido Gomide, 287

BOSQUE BANCA DO BOSQUE - Avenida Moraes Sales, 1.748

Nosso organismo não produz o ácido graxo, por isso, é essencial incluirmos alimentos com ômega-3 em nossa dieta. A Associação Americana do Coração recomenda a ingestão de 1 a 1,6 gramas por dia. Em 100 gramas de salmão, temos, aproximadamente, 2 gramas de ômega-3. Na truta e no salmão, 1,6 gramas; já na semente de linhaça, temos o dobro do ácido graxo. Entretanto, ao fritarmos os peixes, perdemos uma quantidade significativa de ômega-3. O ideal é consumir o peixe assado, refogado ou grelhado. O mesmo vale para o óleo de canola. Se aquecermos o óleo há mais de 170°, também perdemos parte do ácido graxo. Para a semente de linhaça, o ideal é consumirmos triturada. Porém, a semente triturada não pode ser armazenada por muito tempo. O recomendado é consumir em até uma semana. Passado esse tempo, a farinha oxida e perde-se parte do ômega-3. Apesar dos benefícios do ácido graxo, não é recomendada a ingestão de suplementos à base de ômega-3 sem a prescrição de um médico ou nutricionista. Atualmente, existem no mercado diversos suplementos, que possuem o ácido graxo como principal componente. Entretanto, apenas um médico pode indicar esse tipo de suplementação. O ideal é acrescentarmos alimentos que são fontes de ômega-3 em nossa dieta diária. Daniela Cristiane Ferrari Denardi é nutricionista

CAMBUÍ BANCA CAMBUÍ - Rua Cel. Quirino (ao lado Massa Pura) BANCA DA ALICE - Avenida Júlio de Mesquita, 500 BANCA DONA SINHÁ - Rua Cap. Francisco de Paula, s/n (Praça Adamina Del Soldato) BANCA MARIA MONTEIRO - Maria Monteiro, 1.201 BANCA RIVIERA - Rua Coronel Silva Teles, 37 BANCA SANTA CRUZ - Rua Santa Cruz, 176 BANCA SUPER PLÁ - Rua São Pedro, 285 CASTELO BANCA NAKAZONE - Avenida Andrade Neves (balão) CENTRO ALMAZEN - Rua Barreto Leme, 1.259 BANCA CAMÕES - Rua 11 de Agosto, 558 BANCA CONCEIÇÃO - Rua Conceição BANCA DO ALEMÃO - Rua General Osório, 986 BANCA DO MIRO - Avenida Campos Salles, 663 BANCA EVEREST - Av. Campos Sales (em frente nº 737) BANCA GUILHERME - Avenida Andrade Neves, 555 BANCA REAL DISNEY - Rua General Osório, 1.325 BANCA ROSÁRIO - Rua Barão de Jaguara esq. c/General Osório BANCA TANNO - Avenida Francisco Glicério, 1.580 CIDADE UNIVERSITÁRIA BANCA BARÃO - Avenida 2 - Atílio Martini, 50

INDAIATUBA CENTRO BANCA DA CIDA - Rua Humaitá, 708 JARDIM CALIFÓRNIA BANCA DO JANUBA - Praça Renato Villanova VILA NOSSA SENHORA APARECIDA SAÚDE NATURAL - Rua Candelária, 1.751 VILA SUÍÇA PADARIA SUÍÇA - Rua Pedro de Toledo, 1.855 * Avenida Pres. Vargas, 472 * Avenida Eng. Fábio Roberto Barnabé, 1.083 (Parque Ecológico) VILA VITÓRIA BANCA DO JAIR - Rua Humaitá esq. Av. Pres. Vargas

PARQUE IMPERADOR BANCA CARREFOUR - Rodovia Dom Pedro I PROENÇA BANCA DO ROBERTO - Av. Princesa D’Oeste, 994 SANTA GENEBRA BANCA SANTA GENEBRA Avenida Pamplona, s/nº SOUSAS AVIS RARA Rua Rei Salomão, 295 BANCA RICCO PANE Av. Antônio Carlos C. de Barros, 871 TAQUARAL BANCA DO EDUARDO - Rua Thomaz Alva Edson, 115 BANCA TAQUARAL - Rua Paula Bueno, 1.260 VILA ITAPURA BANCA SACRAMENTO - Rua Eng. Saturnino Brito, s/nº VILA JOÃO JORGE/JARDIM DAS OLIVEIRAS BANCA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS - Avenida Washington Luís, esq. com Rua Vitoriano dos Anjos VILA NOVA BANCA VILA NOVA - Av. Imperatriz Leopoldina, 100 VILA POMPEIA BANCA POMPEIA - Avenida Mirandópolis, 701

HOLAMBRA ESPAÇO TERRA VIVA - Avenida Rota dos Imigrantes, 605

HORTOLÂNDIA BANCA MOTTA PAULISTÃO - Rua Luis Camilo de Camargo, 332 (estacionamento supermercado Paulistão) CIPAN - Rua Vanderlei de Costa Camargo, 223 (Remanso)

VALINHOS em todas as bancas da cidade

VINHEDO* Unidade I: Avenida dos Imigrantes, 575 (Jardim Itália) Unidade II: Estrada da Boiada, 2.845 (Nova Vinhedo) * e em todas as bancas da cidade


16

JORNALZEN

OUTUBRO/2014

Profile for Webmaster JornalZen

Jornalzen Outubro 2014  

Jornal mensal referência em terapias holísticas, saúde, cultura, educação, bem-estar e qualidade de vida. Há nove anos no mercado, circula e...

Jornalzen Outubro 2014  

Jornal mensal referência em terapias holísticas, saúde, cultura, educação, bem-estar e qualidade de vida. Há nove anos no mercado, circula e...