Issuu on Google+

5 de Novembro de 2010 // Sexta-feira // Semanário

47

Ofertas de emprego nesta edição

A Bruxinha Farmácias Necrologia Passatempos

Pág. 45 Pág. 52 Pág. 55 Pág. 69

Assunção Cristas E o orçamento lá passou Pág. 11

Joaquim Dâmaso

www.regiaodeleiria.pt

Máfia do Oeste O papel dos portugueses na associação criminosa Pág. 8

€1,10 (IVA 6% incluído) // Director Francisco Rebelo dos Santos // Directora Executiva Patrícia Duarte // Ano LXXVI // N.º 3842

Raul Castro Um ano depois de eleito, revela esperança e frustração Pág. 10

PORTE PAGO

Vandalismo Fenómeno crescente Saiba como a região luta contra a destruição do património Pág. 6

Caos Ainda faltam oito meses de obras na cidade de Leiria

Joaquim Dâmaso

Pág. 8

Mercado do Falcão Raul Castro: “Qualquer dia vai lá a ASAE e fecha aquilo” Pág. 10

Emprego Jovens constroem carreiras de sucesso no estrangeiro Pág. 26

O mercado grossista de Leiria sofre e até o presidente de Câmara reconhece a falta de condições. Passámos uma noite no Falcão para lhe contar os dias difíceis de quem lá vende. E de quem compra cada vez menos.

Exportação Vinhos de Leiria à conquista de novos mercados Pág. 28

BMX Jason Batista: o segundo melhor rider do país mora na Batalha Pág. 20


Voz da Região A pergunta da semana Editorial Dias de raiva uma das nossas auto-estradas existe um painel que diz “Colabore. Estamos a trabalhar para si”. A zona está em obras há muito tempo. Demasiado tempo para quem paga, e bem, a ausência de alternativas. Todos percebem a necessidade de trabalhos de beneficiação e alargamento, mas aquele painel irrita. Nos últimos tempos, Leiria converteu-se num estaleiro. Alguns dos principais acessos à cidade foram bloqueados e o caos instalou-se. Sim, a Câmara colocou informação no site e nalgumas caixas de correio. Mas isso chega? Consola-nos ver que alguns acessos a Leiria já foram reabertos, mas deixanos em pânico o início de novas empreitadas, desta vez no centro da cidade. Perante o que aí vem, cabe perguntar: era inevitável que todos estes trabalhos ocorressem em simultâneo? A PSP não devia estar permanentemente nos locais de maior afluência? Não compete à Câmara recorrer a todos os meios possíveis para informar a população? As obras têm que prosseguir, mas que todos os esforços sejam feitos para minimizar os transtornos que causam aos cidadãos. E já agora, quanto a painéis, vale a pena ver o que fazem os vizinhos espanhóis: “disculpen las molestias”. É bem diferente, não é?

N

O que devem as autoridades fazer para resolver o conflito entre moradores e clientes dos bares no centro histórico de Leiria? Reforçar o policiamento 37% Restringir o horário até à meia-noite 30%

Alertar os clientes para moderar comportamentos 9%

Sensibilizar os moradores para a importância da actividade 20%

Não fazer nada 4%

Nota: Os resultados apurados não têm qualquer valor científico, não correspondendo a qualquer sondagem ou estudo de opinião, ilustrando apenas a preferência de quem respondeu à nossa questão no site do REGIÃO DE LEIRIA na internet: www.regiaodeleiria.pt. Resultados até às 18 horas de quarta-feira.

Para já, deve haver maior fiscalização policial daquela zona, nomeadamente para fazer cumprir horários de funcionamento dos bares. Depois responsabilizar os donos dos bares pelo comportamento dos clientes, mesmo fora de portas. Quem vende álcool e permite que jovens saiam embriagados dos bares tem alguma responsabilidade nas consequências que daí advêm. José Peixoto coordenador distrital do BE

Em primeiro lugar, aos moradores do centro histórico também convirá que os bares e clientelas se mantenham porque são um dos factores de vida daquela zona. Quanto a tudo o que escape às leis e regras de sã convivência, as autoridades policiais têm que intervir ali como em qualquer outro lugar. Domingos Carvalho presidente da Concelhia de Leiria do CDS-PP

Cartas dos leitores Ensinar ou preencher papéis

Queixas de mau cheiro em Amor

Contra os voos nocturnos na BA5

Patrícia Duarte

(...)Desde que iniciei a carreira (1979/1980) até hoje, estive e estou de alma e coração na sala de aula. Lá, esqueço tudo: problemas pessoais e até de saúde. Passaram-se todos estes anos e vejo-me agora forçada a ser uma autêntica burocrata. Há que preencher PAA, PCT, relatórios, portefólios (são a última moda) e grelhas de tudo o que vem à cabeça desocupada dos iluminados do ME ou das DREs. Já fui até aconselhada a “entreter” a turma com “ qualquer coisita”, para me poder dedicar à papelada. É que o dia só tem 24 horas! Não estou pelos ajustes! Com 53 de idade e muitos anos de ensino, sinto-me exausta e desanimada, mas continuo a querer para os meus alunos o que desejo para os meus filhos: serem cidadãos preparados para a vida! Os papéis que esperem! Se os ditos iluminados não me aceitarem, proponham-me para a reforma. Se se sentirem ofendidos com a verdade, ponham-me atrás das grades: passar uns tempos de boa vida, com comida e dormida de graça (...) Isso é que era um grande favor! M. Deus Repolho

Desde o passado dia 18 de Outubro, todas as noites quando chego a casa encontro um cheiro nauseabundo. Presumo que sejam descargas clandestinas muito perto da urbanização. Já contactei a GNR, que solicitou que ligasse para o SOS Ambiente. Ao ligar a esta entidade, disseram para eu ligar dentro de algumas semanas(????!!!) para saber o que se apurou. Entretanto, o meu marido fez uma reclamação à Junta de Freguesia de Amor, que reencaminhou a denúncia para a Câmara de Leiria. No dia seguinte, liguei para a divisão ambiental, mas também não era a entidade certa! Finalmente deram-me o número da CCDR do Centro, mas tenho de lá ir pessoalmente para assinar um papel senão não podem lá ir ver o que se passa. Depois de cinco dias a ligar para um rol de entidades competentes (???) continuamos na mesma. Ninguém quer apurar a responsabilidade, nem resolver esta situação. Não podemos esperar muito mais tempo, pois enquanto não se actuar, o prevaricador continuará a fazer o mesmo (...) Lídia Freire

Pretendo dar conta de uma situação que afecta a saúde e segurança das populações que residem na área envolvente à Base Aérea de Monte Real. Frequentemente as Forças Aéreas de vários países da UE utilizam o nosso país para efectuar destacamentos para realizar voos nocturnos e outro tipo de exercícios. A Força Aérea invoca razões operacionais, de treino e de soberania. É um chavão que dá para tudo e tem permitido que estes senhores façam o que lhes apetece em total desrespeito pela população. Esta semana, o sobrevoo de aviões tem ocorrido até às 24 horas. O ruído emitido é de aproximadamente 110 dB(A) e gera uma grande incomodidade. Mas ninguém parece importar-se. Esta situação merece uma atenção particular da Administração Central e Local. As Juntas de Freguesia vizinhas, as Câmaras de Leiria e da Marinha Grande e os órgãos regionais do ambiente têm o dever de olhar pelos interesses da população exercendo uma acção firme e determinada. Leitor devidamente identificado

Directora executiva

professora, Leiria

Amor, Leiria

Amor, Leiria

Fale connosco Sede: Rua D. Carlos I, 2-4 Apartado 102 2415-405 Leiria-Gare Telefone: 244 819 950 Fax: 244 828 905 Site: www.regiaodeleiria.pt Email: clubedoleitor @regiaodeleiria.pt. SMS: 962 108 739. Deve sempre incluir o seu nome e a localidade.

2

Director: Francisco Rebelo dos Santos (C.P. TE nº 421) francisco.santos@regiaodeleiria.pt Directora Executiva: Patrícia Duarte (C.P. nº 2913) patricia.duarte@regiaodeleiria.pt Redacção: Carlos S. Almeida (C.P. nº 2830), Cláudio Garcia (C.P. 5104), João Carreira (C.P. nº 3139), Manuel Leiria (C.P. nº 4159), Marina Guerra (C.P. nº 8516), Martine Rainho (C.P. nº 2609) e Paula Sofia Luz (C.P. nº 2579) Fotografia: Joaquim Dâmaso (C.P. nº 5613). Correspondentes locais: Armindo Vieira (C.P. nº 6771), Artur Ledesma (C.P. nº 2140) e Sandra Mesquita Ferreira (C.P. nº 8858)

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Cronistas: António José Laranjeira, Assunção Cristas, Carlos Guerra, Cláudia Rocha, Francisco Vieira, Heitor de Sousa, João Costa, João Melo Alvim, João Santos, José Manuel Silva, Manuel Portugal, Nuno Reis e Sílvia Alves (editora d’ A Bruxinha). Departamento Comercial: Directora Alda Moreira alda.moreira@regiaodeleiria.pt // publicidade@regiaodeleiria.pt Gestores de Cliente: João Agrela (Coordenador), Lúcia Alves, Luís Vieira, Márcia Costa, Margarida Cordeiro, Maria do Carmo Rebelo e Sandra Nicolau. Departamento Gráfico: Coordenadora Cristina Silva Paginação Carlos Alberto Cardoso, Eduarda Lopes e Vítor Pedrosa. Projecto Gráfico: Nick Mrozowski Impressão: Imprejornal, S.A. Distribuição: Vasp

Tiragem média: 15.000 exemplares por edição Contactos: Rua D. Carlos I, 2-4 Apartado 102 - 2415-405 Leiria-Gare Telefone: 244 819 950 - Fax: 244 828 905 www.regiaodeleiria.pt Linha do Assinante Tel.: 808 201 933 assinaturas@regiaodeleiria.pt Propriedade: Empresa Jornalística Região de Leiria, Lda. Contribuinte Nº 500 096 805; Capital Social 250.000 euros; Detentores de mais de 10% do capital: Sojormedia, SGPS, António Barroca Rodrigues e Joaquim Barroca Rodrigues. Depósito Legal Nº 44 731 - 91. Título registado no ICS sob o nº 100 512. Gerência: Ângela Gil, Francisco Rebelo dos Santos e Pedro Costa.

Departamento Financeiro: Ângela Gil (Direcção), Ana Rita Fonseca, Catarina Branquinho, Gabriela Alves e Patrícia Santos info@lenacomunicacao.pt Departamento de Marketing: Susana Santos (Coordenação) e Catarina Fonseca marketing@lenacomunicacao.pt Departamento de Recursos Humanos: Nuno Silva (Direcção) e Sónia Vieira drh@lenacomunicacao.pt Departamento de Sistemas de Informação: Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro dsi@lenacomunicacao.pt Unidade de Projectos: Lúcia Silva (Direcção) projectos@lenacomunicacao.pt Membro de: Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação Associação Portuguesa de Imprensa


As autoridades devem cumprir a lei e fazê-la cumprir. A Câmara deve obrigar os bares, que devem estar todos licenciados, a cumprir o horário que lhes foi concedido. Não acontecendo, deve informar o governador civil, entidade que pode mandar encerrar. Ao Governo Civil compete ainda criar condições para garantir a segurança das pessoas e ordem pública. José António Silva

O conflito deve ser resolvido em primeiro lugar pelo licenciamento dos bares e pelo rigoroso cumprimento do seu horário de funcionamento. Justifica-se uma intervenção sensibilizadora entre a PSP, Câmara e os donos dos bares neste sentido e também no de motivar os clientes a cumprir as regras estabelecidas, nomeadamente quanto ao ruído. José Alves

presidente da Concelhia do PSD de Leiria

presidente da Concelhia do PS de Leiria

Pergunta da próxima semana Concorda com os cortes da Câmara de Leiria nas animações de Natal?

Por resolver

regiaodeleiria.pt

5

Está no site e não encontra na edição impressa

São precisos mais do que os dedos de uma mão, para contar os meses em que a rua que passa por trás do Bairro Sá Carneiro, nos Marrazes, Leiria, está por arranjar. O Bairro vai sofrer nos próximos meses uma intervenção profunda no âmbito de um projecto de requalificação dos prédios ali existentes. Quem sabe, esta pode ser uma boa altura para acabar de vez com buracos, lombas e falta de passeios que há muito atingem quem diariamente ali circula, a pé ou de carro.

Comentários na net “Aleluia!!!!!! Aleluia!!!!!! Aleluia!!!!!! Alguém que me dá plena razão e que finalmente teve coragem para dizer a verdade!!!! Obrigada a este senhor!!!!” Magda Cast, via facebook, sobre a notícia “Silva Lopes considera Estádio de Leiria ‘monumento à estupidez nacional’”

Foto-denúncia Carta aberta a Paulo Fonseca Sr. Presidente Paulo Fonseca, é com muita tristeza que lhe escrevo pois um ano volvido consigo ao comando do nosso concelho, o vejo pior do que o encontrou em diversas áreas. Logo que iniciou o seu mandato deu indicações do que iria ser a sua política ao criar o pelouro “Fátima”, deixando bem clara a sua prioridade. Passado um ano, a ideia está mais consolidada, uma vez que o pelouro deu frutos e, nos últimos tempos, quando se fala do concelho de Ourém é sobre os inúmeros projectos que tem para Fátima. (...) Ora, aproveitava para sugerir a criação do pelouro “Ourém”, para dar a oportunidade a que boas ideias surgissem também no resto do concelho, começando pela sede, onde a princípal avenida da cidade está num estado miserável, onde é necessário revitalizar os dois parques industriais, apoiar o desporto, criar uma agenda cultural própria, potenciar os produtos da região... Em suma, o Sr. Paulo Fonseca foi eleito para ser presidente da Câmara de Ourém e não da Junta de Freguesia de Fátima. Nelson Lopes

Conheça algumas das manobras alucinantes do batalhense Jason Batista. Veja o vídeo.

“E quem mandou construir? E quem aprovou? E alguém vai ser responsabilizado e preso?!” João Pinto Elyseu, via facebook, sobre a mesma notícia

“Hoje pelo menos Leiria pareceu Lisboa… sítios onde chegava em cinco/quinze minutos demora-se uma hora… Bemmmmmmm. que valha a pena mesmo”. Anónimo, sobre a notícia “IC2 vai ter trânsito cortado durante todo o domingo”

Os cinco artigos mais lidos no site Gestão do ex-presidente do IPL vai ser investigada

Porto de Mós A situação passa-se em pleno centro da freguesia de Pedreiras, no concelho de Porto de Mós. Num dos acessos do Largo Dr. Brito Cruz, criou-se uma passadeira para peões, numa zona de cafés. Só que os peões ao atravessarem deparam-se com meia passadeira, pois a outra metade não está lá. Foi puro esquecimento ou faltou a tinta?, questiona um leitor.

Revelado o cartaz da Recepção ao Caloiro 2010 Obras no IC2 e IC36 condicionam trânsito em Leiria

Trabalhador atingido por tiro nas obras de alargamento do IC2

Viatura despista-se na Maceira com sete pessoas no interior

Leiria

Cantinho dos bichos

SMS 962 108 739 Envie-nos as suas opiniões por SMS para o número de telemóvel 962 108 739. A mensagem deve incluir o nome e a localidade, sendo publicada na edição seguinte. É que a sua opinião… conta!

Numa ida à Praça Rodrigues Lobo , num sábado de manhã para tomar o pequeno almoço, a realidade chocou comigo. Poucos minutos passados e foram aparecendo pessoas - umas mais habituadas a estas

lides que outras - a pedir esmolas. É preciso sair à rua para dar de frente com a realidade. Micael Sousa Leiria

Branquinho é um nome que lhe assenta que nem uma luva. Foi encontrado no centro da Marinha Grande, há cerca de 15 dias. Terá menos de um ano, é meigo e brincalhão, mas não possui chip. Procura o dono ou quem lhe dê um lar e carinho. Para mais informações, contacte o 912 688 505.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

3


Região

Visto 03.11.2010 Leiria Chegaram à cidade nas últimas semanas, fizeram novos amigos e é por aqui que vão passar, pelos menos, os próximos quatro anos. A recepção ao Caloiro juntou milhares de estudantes no Jardim Luís de Camões, para mais uma benção aos novos alunos. Os “doutores” não faltaram à festa e puxaram do estatuto, “convidando” os recém-chegados a saborear a hóstia da praxe. Mas a animação começou cedo, com música, coreografias, pinturas, praxes e muita diversão, no percurso entre as escolas e o centro urbano. A cerimónia de boas-vindas termina hoje, sexta-feira, com os tradicionais concertos. Foto: Joaquim Dâmaso 4

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


Região // Panorama

Notícias desta semana

06 Vandalismo. Autarquias da região lutam de forma diferente contra um fenómeno em crescimento

10 Mercado do Falcão. Comerciantes pedem melhores condições, mas Câmara de Leiria ainda não tem solução

08 Obras. Depois das vias externas, agora é o centro de Leiria. Saiba como sobreviver ao caos no trânsito

14 Leiria. Crise chegou à Aldeia de Natal, levou a pista de gelo, o comboio e parte da iluminação

17

S. Martinho do Porto. Falta de higiene leva ASAE a encerrar o mercado municipal

18 Marinha Grande. Passadiços de S. Pedro de Moel vão ser removidos por questões de segurança

24 Futebol. Capitão da União de Leiria pára quatro meses devido a lesão 26 Mercado. Trabalhar no estrangeiro compensa. Testemunhos de quem constrói carreira lá fora

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

5


Panorama

As nossas cidades estão a fabricar vandalismo Parques infantis, wc’s públicos, instalações desportivas, sistemas de rega de jardins, destruição dos sinais de trânsito, estátuas e paredes pintadas e candeeiros e vidros de edifícios públicos. Eis a assinatura visível de uma lista infindável de actos de vandalismo que estão a destruir as nossas cidades. Uma forma de marginalidade impossível de punir e cuja prevenção é difícil de promover. Será mesmo assim? E se os vândalos se tornassem zeladores do espaço público? João Carreira O fenómeno do vandalismo está a crescer na região como os juros do dinheiro que Portugal pede emprestado. Sem controlo. Algumas autarquias, como é o caso da Marinha Grande, gastam perto de 120 mil euros/ ano a substituir, reparar ou limpar o rasto de destruição do vandalismo. Em Caldas da Rainha, é difícil avançar com um número, mas o vereador Hugo Oliveira desconfia de que o município nunca deixará de desembolsar todos os anos menos de 50 mil euros à conta do vandalismo. Mas sabia que por lá o Centro Cultural e de Congressos é revestido de um material anti-grafite? E que o mesmo município autoriza as pinturas no Skate Park, promove o grafite em versão banda desenhada para colorir parques infantis e até já chegou a acolher encontros internacionais para “writers”, os artistas dos grafites? A videovigilância ou o reforço de policiamento são, pois, a única solução para o problema? O que estão as nossas cidades a fazer para ganharem este combate? Doutorado em sociologia urbana e rural, mestre em sociologia do crime e da violência, Adelino Antunes, natural da freguesia da Memória, Leiria, acredita que andamos a perder tempo se optarmos pelo único caminho da denúncia, pela repetitiva

6

reposição do mobiliário urbano, pela simples comunicação às autoridades. “É uma batalha perdida. Os utilizadores desses espaços mais escondidos, a vida desses lugares são bem conhecidas por estes utilizadores, assim como o policiamento”, explica o sociólogo, habituado a lidar com grupos de jovens de rua. E, claro está, como “não é possível existir um polícia para cada habitante, nem tal seria necessário ou desejável, é importante que a esses lugares se associe um lugar de pertença e que sejam dinamizados de tal forma que sejam os próprios utilizadores a cuidarem deles”. Ou seja, há um caminho de transformar

A experimentação dos limites faz parte do crescimento, mas é obrigação dos adultos estabelecer esses limites, vigiar e ajudar a corrigi-los Adelino Antunes Doutorado em sociologia rural e urbana, mestre em sociologia do crime e da violência

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

os vândalos em zeladores do espaço público? “O importante é que, como diz Luís Fernandes, os lugares vazios não sejam lugares onde a cidade se interrompe”, lembra Adelino Antunes, assinalando que os espaços devolutos e abandonados tornam-se “refúgios inconsequentes dessa experimentação marginal”. O que a falta de iluminação dos candeeiros vandalizados esconde durante a noite, não há luz do dia que não revele, entre algumas das “ruínas” do centro histórico de Leiria, a degradação de bancos, paredes e candeeiros. Dizemnos o óbvio: por muito que se limpe, recupere ou substitua, duas coisas são tão certas como a morte e os impostos: o vandalismo arranja sempre uma maneira de voltar e a transgressão gratuita sai-nos bem cara. Em Ourém, por exemplo, o cine-teatro, o mercado municipal, o edifício dos Paços do Concelho, as piscinas municipais, os parques infantis, o Parque Linear, as instalações sanitárias públicas, praças, ruas e jardins cobrem a lista que o REGIÃO DE LEIRIA pediu sobre os locais mais apetecíveis para o vandalismo. Em Leiria, a autarquia nem se atreve a apontar. “Não existem incidências em zonas específicas, acontece de uma forma indiscriminada por toda a cidade. No entanto, nota-se alguma reincidência em zonas mais degradadas, menos habitadas e com fraca iluminação”, pode ler-se na resposta. Na freguesia da Barosa, às portas da cidade, vive um presidente da Junta de Freguesia furioso com o vandalismo que assolou em Julho o Parque de Merendas. Estima o estrago em dois, três mil euros e ainda não sabe como arranjar um espaço em que se repetem os estragos na casa de banho e ao qual já se chegou a deitar fogo. joao.carreira @regiaodeleiria.pt

01

Câmara de Leiria critica falta Comandante da PSP tem agen Os autarcas listam actos de vandalismo um pouco por toda a região. Primeira resposta da PSP: “Não é muito comum/usual nas áreas de jurisdição do Comando Distrital de Leiria”. Um mal-entendido? Nem a propósito, esta semana uma onda de vandalismo juvenil aterrorizou a população de uma freguesia urbana das Caldas da Rainha. A Junta de Freguesia solicitou à PSP o reforço da vigilância nos bairros mais afectados. Além de um assalto violento numa colectividade, dois assaltos a residências e o furto de viaturas, “foram incendiados dois carros, vários contentores do lixo e destruídas todas as papeleiras”, adiantou o presidente da Junta de Freguesia de Santo Onofre, Abílio Camacho.

O comandante da Divisão das Caldas da Rainha, Cardoso Silva admite “alguma escassez de policiamento devido à falta de meios humanos”, mas assegura que a PSP vai “tentar reforçar o patrulhamento e tentar criar uma estratégia para inverter esta tendência”, remata. A autarquia de Leiria revela que o vandalismo não escolhe zonas específicas e que o “fenómeno acontece de uma forma indiscriminada por toda a cidade”, mas admite que se nota “alguma reincidência em zonas mais degradadas, menos habitadas e com fraca iluminação”. E pergunta-se, pois, em que medida é que o vandalismo pode potenciar um sentimento de insegurança na cidade. A resposta da vereadora da Câmara de Leiria, Lurdes Machado, não


Região // Panorama

01 O vereador de Caldas da Rainha, Hugo Oliveira, fotografado num parque infantil que a Câmara deixou colorir com banda desenhada

P&R

02 O sociólogo Adelino Antunes, natural da freguesia da Memória, Leiria

Precisamos de uma participação mais activa dos jovens na vida cívica

03 Os parques desportivos são alvos predilectos de quem se dedica à destruição do bem público Fotos: Joaquim Dâmaso 02

Anabela Graça é professora e presidente da Associação para o Desenvolvimento de Leiria (ADLEI) O vandalismo pode potenciar um sentimento de insegurança? Os fenómenos anti-sociais e comportamentos marginais, a degradação da imagem física do sítio, urbano ou outro, a falta de limpeza, a má iluminação e a falta de segurança, diminuem os fluxos populacionais e a possibilidade de vivências, o que alimenta um círculo vicioso de degradação urbana. 03

de policiamento de proximidade da demasiado preenchida para comentar

N.ºs O vandalismo (s)em números

deixa espaço para dúvidas: “o sentimento de insegurança é generalizado por toda a cidade”. Afinal, sublinha, “os cidadãos sentem a falta de policiamento de proximidade”. Confrontámos o comandante distrital da PSP com estas declarações, mas as relações públicas daquela força policial avisaram desde logo que seria difícil obter um comentário, devido à sua sobrecarregada agenda. Duas semanas depois, a questão continua por responder. É verdade que em Leiria, as participações à PSP “não são em número significativo (menos de uma por mês)” e “as que existem referem-se a bens materiais do município”, mas em Ourém a autarquia sublinha que “obviamente

que é apresentada queixa às autoridades”, embora o município reconheça que “estes processos são sempre de difícil concretização e conclusão”, uma vez que estamos perante “sempre queixas contra desconhecidos”. É por essa dificuldade que a Câmara de Caldas da Rainha prefere realizar ciclicamente alertas, muitas vezes sem apresentação formal de queixa à PSP. Os alertas servem para que as forças policiais possam, por exemplo, intensificar o patrulhamento em áreas específicas fustigadas pelo vandalismo. Mas no caso da Marinha Grande, lê-se numa nota enviada pela autarquia que “as participações são frequentes, cerca de duas a três por mês”.

Uma resposta do subcomissário Maciel Loureiro da Rocha revela que ”o vandalismo não é tratado de forma autónoma, sendo estes actos incluídos no Crime de Dano”. Não obstante, explica o subcomissário, “a PSP de Leiria está atenta a estes actos e, sempre que notamos a degradação de qualquer zona da nossa área de intervenção devida a actos de vandalismo, procedemos à sua comunicação formal”. Aparentemente também não existem informações sobre detenções, queixas e alertas feitos directamente à PSP, tão pouco um responsável dentro do comando da PSP que pudesse testemunhar sobre o fenómeno do vandalismo, apesar do pedido efectuado pelo REGIÃO DE LEIRIA. JC

205 Crimes de Dano foram detectados durante este ano pela PSP. O ano ainda não terminou, mas comparando com 2008 são menos 16 e menos 68 da estatística do ano passado. Aqui não é possível aferir quais são aqueles que resultam do vandalismo 80 mil euros é quanto a autarquia da Marinha Grande estima gastar perante os estragos relacionados com o fenómeno 03 mil euros é o valor do rasto de destruição no Parque de Merendas da Barosa, freguesia de Leiria

Os jovens vandalizariam aquilo que sentem como seu? Os jovens identificados com um espaço que sentem como seu tendem a defendê-lo e preservá-lo. O envolvimento dos jovens nos projectos da cidade incute neles um sentimento de confiança e responsabilidade. Da parte do poder político tem que haver vontade para procurar esse envolvimento. Seguindo esse caminho obterse-á um sentimento de pertença, que não combina com o vandalismo. Como educar para a cidadania? O exercício da cidadania não é inato, deve ser aprendido e as famílias têm esse papel, assim como a escola e os meios de comunicação social. Precisamos de uma participação mais activa dos jovens na vida cívica, com o seu modo particular de pensar, a sua energia, o seu dinamismo, a sua coragem e a sua irreverência. Isso faz-se também com mais representação de jovens nas diversas áreas da intervenção autárquica, na escola e no movimento associativo.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

7


Região // Panorama Duplicação do IC2

Como sobreviver a mais oito meses de obras Eis como tanta obra necessária se junta de uma vez só e transforma Leiria num imenso estaleiro. Em Leiria, cidade, e Leiria, concelho, não se fala acesamente de outra coisa e é raro encontrar um condutor que não esteja à beira de um ataque de nervos. João Carreira Na quarta-feira, alguns estrangulamentos às entradas no IC2 tinham simplesmente desaparecido, mas o caos viário não se esfumara como por magia. Se alguém aterrasse hoje em Leiria ficaria com dúvidas sobre se uma nova cidade estava a ser construída, mas era certo que, viesse de óvni ou de helicóptero, alguém lhe apareceria desesperadamente a pedir uma boleia. Na freguesia da Barreira, mais concretamente às portas de Leiria, no Telheiro, as obras do IC36, que vai ligar a A8 à A1, têm paulatinamente infernizado a vida dos condutores. O trânsito já estava condicionado, em velocidade, agora os semáforos dão à luz longas e exasperantes filas. É que, para além do fluxo viário normal, agora também aqueles que habitam no concelho da Batalha e tentam evitar a todo o custo o malfadado IC2 procuram naquela estrada uma escapatória ao Inferno. Em vão. De manhã, depois de ganharem raízes nos semáforos, colidem mais abaixo na Cruz da Areia com o caos habitual que resulta dos pais deixarem os filhos no Colégio Conciliar Maria Imaculada Conceição. E, depois, já se sabe, vem o resto: o centro da cidade, a abarrotar de carros e a crescer em obras e em desvios. À noite, o pesadelo é

realizado em sentido contrário, como se a vida voltasse a fazer marcha-atrás. Ainda no Telheiro, na quarta-feira, novo desvio para quem não é morador. Quem vinha da Moura tinha que cortar para a Barreira, para cima, se quisesse ir para Leiria, que fica para baixo. Nas Cortes, ainda há quem sorria, porque as mesmas obras do IC36 ainda só controlam a velocidade, mas o avanço do estaleiro deverá trazer consigo os semáforos e semelhantes marchas lentas. O atraso já não é novidade em Portugal, mas para a população de Barreiros e da restante freguesia de Amor, o transtorno não é um hábito fácil de ganhar. A construção de duas pontes - a cargo da Estradas de Portugal -, que praticamente isola a freguesia desde o início deste ano, deveria estar concluída em meados de Outubro, mas entrámos já por Novembro dentro e a obra continua por acabar. Quem vai para a cidade de autocarro está condenado a andar às voltas. E a andar para trás. Os outros, que recorrem à sua própria viatura particular, são mais uns quantos felizardos cuja missão todas as manhãs e todos os dias ao final da tarde será a de simplesmente entupir a já de si obstipada 109. joao.carreira@regiaodeleiria.pt

O que dizem os nossos leitores Sinceramente, a altura não foi a mais feliz. Tantas obras ao mesmo tempo... sei que há timings muito rigorosos, mas o transtorno envolve a cidade praticamente toda... Teresa Margarida Malaquias, via Facebook

Lamentavelmente a Câmara iniciou as obras em pleno período de aulas, não acautelando alternativa de acessos aos colégios... já alguém pen-

8

Requalificação do Espaço Público da Zona Alta do Centro Histórico Local: Zona Alta do Centro Histórico (entre o Terreiro, Rua dos Mártires e Avenida Ernesto Korrodi) Prazo: 8 meses Intervenção: Mais coisa, menos coisa, as obras serão feitas da “Rua Direita” para cima, em direcção ao Castelo. Requalificação do espaço, remodelação das infra-estruturas enterradas, colocação de novos pavimentos e mobiliário, reforço da iluminação pública O que vai fechar ao trânsito, faseadamente: O troço entre a estrada da Marinha Grande e a rua que dá acesso ao Colégio Nossa Senhora de Fátima. A rua D. Nuno Álvares Pereira, a rua Pedro Nunes, Rua Pinheiro Chagas e entroncamento das ruas Pedro Nunes, Pinheiro Chagas, Alfredo Keil e José Estevão. Como sobreviver: Precisa de ir à GNR, Governo Civil, CDOS, PSP, GNR, Escola Secundária Domingos Sequeira, Colégio Nossa Senhora de Fátima, Castelo de Leiria e Igreja de São Pedro? Siga a Rua Mártires do Tarrafal, que vem da Estrada da Marinha Grande, vire para a Domingos Sequeira e siga para a Avenida Ernesto Korrodi. Quem for para o Arquivo Distrital o melhor é apear-se num espaço limítrofe e ir mesmo a pé.

ific

s Zona

Cr

me Pavi

nto

reit Emp oso min Betu

Construção do Centro Cívico do Centro Histórico de Leiria Local: Rua Barão de Viamonte Prazo previsível: 6,5 meses Intervenção: Execução integral do edifício e respectiva praça pública Trânsito: Plano de Sinalização Temporário está para estudo e aprovação pela Divisão de Mobilidade e Trânsito.

Obra dos Marinheiros Local: Marinheiros Prazo: termina em Janeiro de 2011. Obra a cargo do Pingo Doc e: trata-se de uma obra part icular. Os Serv iços Mun icip aliz ado s de Águ a e San eam ento de Leir ia apro veit am para fazer o colector doméstic o.

DESVIO

Ana, comentário no site

O trânsito em Leiria é a maior pouca vergonha!!!! Em tempo de aulas, quando todos os pais tentam levar os filhos a tempo de iniciarem o período escolar e ainda chegarem a tempo dos seus empregos, é que decidem fazer cortes de itinerários principais de acesso ao centro de Leiria!!

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

qual

de ação

no íticas

ia e Leir ade d id C a ana d ado. ltern a Urb sito a a Zon n d â r s t o t ra amen corre s arru do re vário oden l: p , a c o it Lo trâns eses ão de o: 4 m rupç Praz r e t in revê Não p

e Re ada d

sou nos dias de chuva o caos que vai ser??

Witch 2006, comentário no site

Local: Entre o Alto Vieiro e o nó da 109 (que dá acesso á Figueira da Foz) Prazo conclusão: 20 de Novembro, mas já tem um adiamento de um mês no cadastro Intervenção: Duplicação do IC2 e passagem superior no nó dos Parceiros

Ilustração: PRIS


Região // Panorama

Rua Tenente Valadim e espaço público envolvente ao antigo Liceu Rodrigu es Lobo Local: (da Fonte das Três Bicas até ao chamado Ciclo Velho) Prazo: 8 meses Intervenção na Rua Tenente Valad im: Alargamento dos passeios; reordenamento da zona de paragem de autocarro junto ao Hotel Lis; criaç ão de passadeiras, reord enam ento da zona envo lvent e à Font e das três Bicas Inter venção junto ao antigo Liceu : Nivelamento da faixa de rodagem com o passe io; recuperação da escadaria de acesso; recuperaçã o do muro de contenção à frente da farmácia Higie ne; reordenamento do estac ionam ento ; plant ação de nova s árvo res, mais candeeiros e papeleiras; criaç ão de rampa para pessoas de mobilidade reduzida. Como sobreviver: os condutore s podem circular, em ambos os sentidos, no eixo da Rua de Tomar, em direcção à Ponte dos Caniços, pass ando pela Rua Roberto Ivens até ao Largo de Infan taria 7.

Execução de Infraestruturas diversas no Bairro dos Capuchos Local: Traseiras dos Lotes 12 a 17, Loteamento 8/77, em Capuchos Prazo: 30 dias Intervenção: construção de um colector de águas pluviais. Prevê-se trânsito alternado um sábado, ainda não há previsões para o dia, recorrendo a semáforos.

100m

DESVIO

SOCORRO!! o meu concelho está em obras


Região // Panorama

O mercado de sexta é o mais concorrido. A família Varalonga (na foto) é quase uma instituição, que “anda nesta vida há 31 anos” Foto: Joaquim Dâmaso

Câmara de Leiria prepara mudança Os dias difíceis do Mercado do Falcão

Alternativas Para onde vai o novo mercado grossista?

Raul Castro sabe que “qualquer dia vai lá a ASAE e fecha aquilo”. Por isso a Câmara anda à procura de uma alternativa para o mercado grossista. Passámos uma noite no Falcão, para lhe contar os dias difíceis de quem lá vende. E de quem compra cada vez menos

“A deslocalização continua a ser uma das prioridades deste executivo”, respondeu ao REGIÃO DE LEIRIA a vereadora Blandina Oliveira, responsável por este pelouro, adiantando que “estão em análise diferentes possibilidades quanto à sua localização”. O nosso jornal sabe que já existiram conversas com alguns proprietários de terrenos, na freguesia de Amor, perto do nó de ligação da A17. No Mercado Grossista trabalham actualmente cinco pessoas, que zelam pelas condições de 92 vendedores de têxteis e 93 da área hortifrutícola. Cada um deles paga 2,6 euros por metro quadrado. Em Julho deste ano, o presidente da Câmara manifestouse preocupado com a falta de condições: “a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica) já enviou vários recados”. Os vendedores chamam-lhe advertências, que dizem ter corrigido.

Paula Sofia Luz A estrela da noite é um molho de agriões. Viçosos e tenrinhos. Custa 50 cêntimos e é tudo o que sobrou dos muitos que Fernando Varalonga transportou na camioneta, directamente de Amor para o Mercado do Falcão, onde, por estes dias, aquele é o legume mais procurado. É assim que faz há mais de 30 anos, todas as semanas, às segundas, quartas e sextas. Naquela sexta-feira de Outubro o mercado grossista de Leiria, há anos instalado junto ao aeródromo de Marrazes, é um espaço de natural azáfama. E onde os cerca de 90 vendedores

10

estão cheios de sorte: não chove. O mercado faz-se a céu aberto, há anos à espera de uma cobertura. “Bem nos prometeram, mas até hoje nada”, conta a mulher de Fernando Varalonga, Delmira Jorge Duarte, 65 anos, metade dos quais dedicados ao mercado da revenda de legumes. Lá onde moram, na rua do Lavrador, em pleno centro de Amor, cultivam parte do que trazem para vender em Leiria. De resto, é daquela freguesia que são naturais a maior parte dos vendedores do Mercado do Falcão. Os filhos de Delmira e Fernando também já por ali andaram, mas acabariam por estabelecer-se por conta própria.

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Hoje fornecem grande parte das lojas de produtos frescos em Leiria. Entretanto, quem acompanha os avós é Tatiana. Tem apenas 14 anos mas vai ao mercado sempre que pode. “Adoro”, responde espontaneamente a jovem que ali passa as noites entre os adultos, na sua maioria idosos. Da mesma freguesia vem o casal Emília Pedrosa e Manuel Jorge. Ela tem 68 anos, ele 73. Pesa-lhes a idade, mas sobretudo as agruras desta vida. “Vamos parar com isto. Andar a trabalhar e não ter lucro nenhum não vale a pena”, desabafa ele, certo de que “para quem produz não dá nada. E quando as coisas chegam ao consumidor, é ele que paga as coisas bem caras”. Caras demais para quem vende o molho de agriões a 70 cêntimos, depois de tanto trabalho. “Comecei a apanhar ainda não era uma hora e andei lá na terra até

às seis”, conta Emília. Quem também se queixa é Irene “Vac’loiro” - como insiste ser chamada. Vem de Valado de Frades (Nazaré), com a filha. Também se queixa do negócio, ao mesmo tempo que teme ainda por piores dias. Do lado de quem ali vai comprar - proprietários de mercearias e mini-mercados, sobretudo - as queixas multiplicam-se. “As condições aqui são péssimas. Quando chove, é um pandemónio”, conta Cristina Marques, dona de um minimercado na Avenida Marquês de Pombal, em Leiria. É a crise, a céu aberto paula.sofia@regiaodeleiria.pt

Veja mais fotografias desta reportagem em

regiaodeleiria.pt


Opinião Margem Esquerda Água pública e essencial

Tábula rasa Mais um Orçamento de Estado?

O homem do leme Quem é o pai da criança?

Assunção Cristas deputada do CDS por Leiria assuncaocristas @cds.parlamento.pt

Carlos Guerra Coelho membro da AM de Leiria/PCP carlos.guerra.coelho @gmail.com

João Paulo Costa presidente da JSD de Leiria joaojsd@gmail.com

João Melo Alvim Advogado jmalvim@gmail.com

chocam particularmente neste acordo: a continuação da total ausência de uma resposta, absolutamente inadiável, para o crescimento económico; a falta de apresentação rigorosa de cortes na despesa supérflua do Estado (que há e muito - um pequeno exercício feito pelo CDS somou 595 milhões de euros de cortes possíveis); e uma grande insensibilidade social visível nos cortes do abono de família ou na omissão grave de uma palavra para os mais idosos mais carenciados, cujas pensões abaixo ou na casa dos 200 euros por mês também serão pensões congeladas, num ano em que a inflação subirá previsivelmente 2,2% e em que o Estado já cortou parte substancial do apoio nos medicamentos. O acordo Governo/PSD foi muito modesto, o Orçamento de Estado para 2011 continua a ser um muito mau orçamento e pelo meio, a pretexto de acomodar cedências, o Ministro das Finanças vai avisando da necessidade futura de mais medidas…

PCP acompanha com muita preocupação o que vai perpassando nas notícias, sobre as referências à gestão do serviço de água que o executivo pretende implementar. Ao considerar esta como um mero negócio e um meio de obter dinheiro, serão as populações e o interesse municipal que pagarão a pesada factura que no futuro nos apresentarão. A água não é uma qualquer mercadoria. A água é a própria vida e não podemos entregar as nossas vidas à mão de interesses particulares que apenas visam obter o maior rendimento possível. Mas porquê a entrega da gestão dos serviços prestados pelos SMAS às Águas de Portugal ou ao sector privado? Não acreditamos que a gestão privada da água traga um serviço com mais qualidade e equidade, pois a sua lógica é a maximização do lucro. Ao cidadão não pode ser indiferente quem lhe presta o serviço. Enquanto a administração pública tem como fim a ampliação do bem-estar dos cidadãos, a empresa privada tem como finalidade última a obtenção do maior lucro possível para os accionistas. E será legítimo, a troco de uns milhões de euros no imediato, comprometer as futuras gerações e executivos municipais? A solução não é a privatização. Esta é parte do problema e é incompatível com a obrigação da autarquia de assegurar o direito de todos à água.

á alguém neste País que diga bem deste OE? Pois, bem me parecia, os leirienses e os Portugueses de resto, são uns malandros que só dizem mal do bom trabalho do Governo! Agora a sério e para quem está no Governo, seria um tarefa assim tão impossível ouvir as pessoas, os técnicos e os políticos na oposição e construir um novo documento que fosse do agrado de pelo menos, sei lá… uma pessoa? É que é chato, ninguém “aprova” o Orçamento. É que aquilo é mesmo mau! Não fosse o Catroga chegar ali a um entendimento, e a criança nem via a luz do dia. Criança que a bem dizer é mais um monstro! Reparem que não foi por acaso que se chegou a acordo na altura do “Dia das Bruxas”. Foi uma espécie de travessura do Governo aos Portugueses! Sem piada claro. A “Bruxa Má” ao lado do OE é uma menina de cabelos louros e olhos azuis numa missão de voluntariado numa favela indiana. Mas, e como todas as histórias infantis têm de ter o lado moral: ainda bem que nasceu! Agora vai andar aí de trela a receber todo o carinho e a comer impostos que se farta. Eu só espero é que quando o monstro se lembrar de largar uma poia na rua, o Sr. Ministro leve um saquinho para apanhar aquilo que o ogre deixou! Eu só peço para instalarem um chip no Ministro porque nunca mais o podemos perder da vista!

á dias, na televisão, discutiase quem era o autor da canção “O pai da criança”. Pareceu-me uma analogia interessante sobre as responsabilidades do actual estado de coisas. Ao fim de décadas em que se fecham as janelas que Abril abriu, para quem enfrenta, nos trintas, o futuro, é perturbador assistir à permanente irresponsabilidade de quem nos governa e quer governar, bem como à constatação de que, pela primeira vez na nossa história, as gerações seguintes terão menos que as precedentes. Nunca, por isso, se esteve tão perto de um momento definidor para o nosso futuro. Cabe-nos um passo essencial: mostrar aos partidos que a sociedade civil deve existir sem ser domesticada. E que é essencial que responsabilidade e mérito passem a contar. Note-se, por exemplo, a vitória de João Paulo Pedrosa na distrital de Leiria do PS. A escolha dos militantes é legítima e não a questiono. Mas não se deve questionar num partido – em termos abstractos - a ausência de alternativas programáticas (que não meras divergências tácticas com toques de carreirismo?). Por fim, no que toca ao OE, tudo correu bem… bem para o curto prazo. Mas enquanto se continuar a enjeitar a paternidade do status quo, por entre negociatas, havemos de continuar à espera de passar por entre os pingos da chuva. Até quando?

Em direto do parlamento

E o orçamento lá passou Assunção Cristas escreve ao abrigo do Acordo Ortográfico

epois de negociações de quase duas semanas e com episódios pouco edificantes, Governo e PSD entenderam-se para aprovar o Orçamento de Estado. A solução era expectável, pois na linha da viabilização pelo PSD dos chamados PEC 1 e 2. O primeiro, de onde já constava nomeadamente o aumento de receita decorrente da entrada em vigor do Código Contributivo e o segundo que foi responsável pelos aumentos de IRS, de IRC e de 1% do IVA. Lendo o documento do acordo percebe-se que os ganhos efetivos do PSD são essencialmente dois: aplicação do novo teto para deduções com saúde, educação e habitação apenas aos dois últimos escalões do IRS e manutenção da taxa reduzida de IVA para um conjunto de bens alimentares, como o já famoso leite achocolatado. Já outras pretensões ficaram diluídas. A vaguidade da fórmula relativa à avaliação das parcerias público-privadas leva-nos a antever que obras como o TGV ou a 3.ª travessia do Tejo não vão ser postas em causa. Na verdade, o acordo ajuda o Governo a justificar um adiamento mais do que provável em virtude das dificuldades de financiamento (como aliás aconteceu recentemente). A obrigatoriedade de explicação rigorosa da derrapagem orçamental de 2010 parece ter ficado pelo caminho, em troca pelo estatuto de entidade independente para a Unidade Técnica de Apoio Orçamental. A taxa normal do IVA continua a passar para 23% o que soma uma subida de 3 pontos percentuais em menos de um ano e nada ficou alterado no que toca ao aumento da parafiscalidade. Dentro da sua limitação, há três aspetos que

D

O acordo ajuda o Governo a justificar um adiamento mais do que provável em virtude das dificuldades de financiamento.

O

H

H

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

11


Aqui perto Leiria

Professores podem ser obrigados a restituir valor dos salários Paula Sofia Luz Chama-se DGRHE a mais recente dor de cabeça dos professores de todo o país, e naturalmente da região. Especialmente daqueles que podem ser obrigados a devolver milhares de euros, recebidos nos últimos três anos. Em causa está uma circular emitida ao final do dia de sexta-feira (a que o REGIÃO DE LEIRIA teve acesso), em que a referida Direcção-Geral dos Recursos Humanos da Educação informa os directores das escolas sobre a “restituição de quantias” que tenham sido pagas ao abrigo de uma interpretação da lei diferente da que agora foi divulgada por aquele organismo. Pedro Biscaia foi um dos directores que receberam a circular da DGRHE. O responsável da escola Afonso Lopes Vieira (na Gândara dos Olivais) disse ao REGIÃO DE LEIRIA que a questão lhe levanta

Visto

12

Levanta-me sérias dúvidas a aplicabilidade da circular enviada pela Direcção-Geral dos Recursos Humanos da Educação. Tem que haver um esclarecimento inequívoco do teor desta circular”. Pedro Biscaia Director da Escola Secundária Afonso Lopes Vieira, Gândara dos Olivais (Leiria)

“sérias dúvidas”, nomeadamente sobre “a aplicabilidade desta circular, para a qual já solicitámos esclarecimentos”. Biscaia ainda não sabe se tem ou não professores nessas

Docentes querem esclarecimentos sobre a circular que chegou à maioria das escolas condições (estamos a falar e verbas que oscilam entre os 100 e os 250 euros por mês, replicadas por três anos, nalguns casos), mas acredita que esse vai ser um processo de escrutínio tão moroso quanto complexo. “É preciso averiguar os processos um a um. Aqui são 118 professores, imagine que temos de escrutinar 100?”, questiona. Também António Oliveira, director da Escola Correia

José Relvas A Livraria Parlamentar, na Assembleia da República, acolheu a apresentação da Fotobiografia de José Relvas, da autoria de José Raimundo Nores e editada pela leiriense Imagens & Letras. O historiador Fernando Rosas elogiou a obra, salientando o “requinte” do projecto, da investigação e também a relevância dos documentos publicados. Foto: Imagens & Letras

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Mateus, corrobora a mesma opinião. Aquele responsável considera que a medida será encarada pela classe como “extemporânea”. No entanto, depois de uma primeira análise, na terça-feira, pôde respirar de alívio. É que na Correia Mateus não parecem existir casos desses. Mas a DGRHE estima que hão-de existir cerca de 120 mil professores nessas circunstâncias. “Isto é uma guerra entre

o Ministério das Finanças e o Ministério da Educação, com o fim inequívoco de fazer aqui uma receita extraordinária”, afirma ao nosso jornal um professor que presume estar nestas circunstâncias, mas que pediu o anonimato. Os decretos-lei em causa foram publicados entre 2005 e 2009 e são anteriores à última alteração ao Estatuto da Carreira Docente. paula.sofia@regiaodeleiria.pt

Seminário debate violência doméstica

10

No seio do casal, sobre os filhos ou pessoas idosas, a violência doméstica arma complexas teias que a Associação Mulher Século XXI tem procurado resolver. O tema é objecto de debate amanhã, sábado, no Hotel Eurosol, entre as 10h30 e as 17h30. Entre os intervenientes, contamse médicos, professores, autarcas, representantes das forças de segurança, sociólogos, psicólogos, deputados e juristas que irão debater ao longo do dia a temática nas suas diversas vertentes. A abertura da sessão conta com a presença de Manuel Albano, vicepresidente da Comissão para Cidadania e Igualdade de Género, enquanto o encerramento caberá a Elza Pais, secretária de Estado para a Igualdade.

Violador condenado a dez anos de prisão Um jovem de 23 anos foi condenado, na passada semana, pelo Tribunal de Leiria a dez anos de prisão pelos crimes de violação e rapto. Rashid estava acusado pelo Ministério Público de três crimes de violação, dois de sequestro e um de extorsão praticados sobre duas jovens. O tribunal entendeu que foram praticados dois crimes de violação, em Novembro e Dezembro de 2009, um deles na forma continuada, e dois crimes de rapto, não tendo ficado provada a prática do crime de extorsão, noticiou a agência Lusa.


Região // Aqui perto

Opinião O terminal da Rodoviária

6094

Bombeiros do Sul do Concelho mudam-se para novo quartel em Dezembro

O número foi avançado na última reunião do executivo pelo vice-presidente da Câmara, Gonçalo Lopes. E corresponde ao número de processos pendentes no serviço jurídico da autarquia, que para o ano vê terminar o contrato de cinco dos seis elementos daquele departamento. De resto, foi essa a justificação avançada para a contratação de um jurista, a breve prazo (a par de mais dois técnicos, para a Informática e Execuções Fiscais), mas que a bancada do PSD questionou, sugerindo um pedido de parecer à Associação Nacional de Municípios. “Tenho dúvidas sobre esta necessidade”, disse José Benzinho. “Se não houver mais juristas, depois daqueles cinco terminarem o contrato por tempo determinado, corremos o risco de entrar em colapso”, respondeu Gonçalves Lopes. Quanto às execuções fiscais, com a entrada de um novo técnico a Câmara espera despachar um volume de processos significativo e arrecadar “343 mil euros”.

Suspeito de homicídio absolvido O Tribunal de Leiria absolveu, na semana passada, o homem suspeito de ter esfaqueado mortalmente José Piedade à porta de um café, nos Milagres, em Novembro de 2009. O presidente do colectivo de juízes considerou que subsistiu uma “dúvida insanável”, pelo que a decisão final acabou por beneficiar o arguido. “Não ficou provado que tenha sido A. M. a desferir o golpe que matou José Piedade, nem que possuía alguma faca”, disse o magistrado. O MP e a advogada da família da vítima vão recorrer da decisão, referiu a Lusa.

ais uma vez lá fomos “visitar” aquele espaço! Continua doente! Mais parece um qualquer barracão inserido na malha central da cidade, à espera que alguma alma caridosa se lembre de o chutar dali para fora!!!! Aquilo não é um terminal rodoviário de uma empresa com responsabilidades no transporte, na segurança e no conforto dos passageiros! O “edifício” está em deploráveis condições de higiene e conservação! Vidros partidos, o pavimento cheio de remendos e buracos, as casas de banho não têm produto para lavar as mãos e o secador eléctrico está avariado! Não sei por onde anda a ASAE! Os autocarros continuam com os motores ligados a lançar monóxido de carbono dentro da gare para as pessoas que esperam nos bancos por ali espalhados, mesmo ao lado do bar!!!! A poluição cheira-se para já não falar na instalação sonora, em permanentes avisos com um som que se houve ao fim da Avenida!!! Placares electrónicos é coisa que não existe!!! São pormenores que desprestigiam a empresa que devia prestar um melhor serviço publico aos milhares de utentes que são a razão da sua existência!!! Aqui deixo mais um apelo à administração da Rodoviária do Tejo e à Câmara de Leiria para rapidamente encontrarem uma solução para que aquele terminal possa ser localizado noutra zona da cidade, de modo a libertar a Avenida Heróis de Angola de um permanente foco de poluição, sem condições para os passageiros e sem parqueamento acessível! Os comerciantes da zona e os utentes da Rodoviária por certo sairiam beneficiados com a troca! Edgar Carvalho edgar.carvalho1@hotmail.com

M

Processos pendentes na Câmara de Leiria

Novo quartel serve Santa Catarina da Serra, Arrabal, Caranguejeira e Chaínça Foto de arquivo Martine Rainho O quartel ainda não estará totalmente pronto mas a mudança dos Bombeiros do Sul do Concelho de Leiria para as novas instalações, em Cardosos, freguesia de Santa Catarina da Serra, deverá acontecer dia 19 de Dezembro. A mudança irá coincidir com a festa de Natal que contará com a participação de todos os Bombeiros Voluntários de Leiria (BVL). Segundo Virgílio Gordo,

presidente da associação do Sul do Concelho, a estrutura terá nessa data condições para acolher os bombeiros, devendo o edifício ficar concluído durante o primeiro semestre de 2011. Orçado em cerca de 1,2 milhões de euros, o projecto tem sido financiado com o apoio da população e empresas locais, que têm facilitado o pagamento dos materiais necessários. A autarquia já aprovou, por sua vez, uma comparticipação de 10% sobre o valor da obra, enquan-

Novo centro pastoral dos Milagres encerra primeira fase até final do ano A conclusão das salas de catequese irá permitir concluir ainda este ano a primeira fase do novo centro pastoral de Milagres. O edifício, que acolhe desde o Verão um salão de festas com capacidade para 500 pessoas, prevê no rés-de-chão a instalação de nove salas de catequese. Para fazer face ao investimento - cerca de 340 mil euros no total -, a Fábrica da Igreja tem promovido várias iniciativas. A próxima, um al-

moço convívio, decorre já domingo. Mas o projecto é mais ambicioso. Um auditório com 150 lugares e diversas salas multiusos deverão nascer num segundo bloco a construir junto ao Santuário após demolição dos anexos já existentes. António Anastácio, da Fábrica da Igreja, não arrisca contudo qualquer data. “Não temos prazos”, refere, admitindo alguma dificuldade em iniciar esta segunda fase, dado o contexto actual. MR

to a Protecção Civil apoiou o projecto com 25 mil euros. De resto, prosseguem as acções de angariação de fundos. Amanhã, sábado, terá lugar um jantar dançante, estando agendado, para dia 12, um magusto. A secção dos Bombeiros do Sul do Concelho, que depende do comando dos BVL, tem funcionado em espaços cedidos pela Casa do Povo de Santa Catarina da Serra e conta com cerca de 40 voluntários. martine.rainho @regiaodeleiria.pt

Câmara analisa abate de pinheiros O abate de mais de 200 pinheiros bravos na urbanização Charneca do Bailadouro, nos Pousos, está a ser analisado pelos serviços jurídicos da Câmara Municipal de Leiria. O corte das árvores decorreu de uma decisão da Junta de Freguesia, que alegou razões de segurança e garantiu a sua substituição, a curto prazo, por pinheiros mansos. Vários moradores contestaram contudo a forma como o processo foi desenvolvido. Confrontada com a questão, a Câmara pediu uma análise aos serviços jurídicos antes de se pronunciar.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

13


Região // Aqui perto

Leiria

Aldeia de Natal em versão económica. “Não há dinheiro!” Paula Sofia Luz Depois da pista de gelo, no ano passado, a Aldeia de Natal vai regredir para uma versão tão simples quanto económica. Este ano não há pista, não há comboio de Natal, nem tão pouco há o número de tendas a que o público se habituou. O orçamento foi reduzido para metade. Em causa estão os cortes a que a Câmara diz estar a ser obrigada, ao que se junta o facto de, este ano, não ter sido apresentada e aprovada a candidatura da ACILIS (Associação Comercial e Industrial de Leiria, Batalha e Porto de Mós). Paulo Sousa, presidente da direcção, disse ao REGIÃO

DE LEIRIA que a associação “percebe e aceita as limitações de orçamento”. E por isso a ACILIS “já se mostrou disponível para angariar alguns fundos, para algumas actividades”, que complementem “a iluminação das ruas”, disse. E essa, os comerciantes esperam vê-la ligada “já no último fim-desemana de Novembro”. A verdade é que “a Câmara não tem dinheiro para mandar cantar um cego”, disse esta semana o vice-presidente da Câmara, Gonçalo Lopes, durante uma intensa troca de “mimos” entre a bancada da maioria (PS) e do PSD, no decorrer da última reunião de Câmara. José Benzinho, que lidera

Este ano, a Aldeia de Natal não terá pista de gelo nem comboio Foto de arquivo Joaquim Dâmaso a oposição, considerou no entanto que “a Câmara teve dinheiro para mandar cantar alguém”, dando como exemplos a pista de gelo, no ano passado, e o patrocínio da Volta a Portugal em Bici-

cleta. “Não estão em causa as repercussões que isso traz a Leiria, mas se não há dinheiro... não se pode mandar cantar”. Na ausência do presidente (que está de férias e só regressa amanhã,

dia 6) a discussão política dominou a reunião em que a bancada do PSD interveio várias vezes, em jeito de balanço do primeiro ano de mandato. paula.sofia@regiaodeleiria.pt PUBLICIDADE

14

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


Região // Aqui perto

Alvaiázere

Câmara dá formação sobre acessibilidades Duas acções de formação/ informação no âmbito da Acessibilidade e Mobilidade para Todos decorrem dias 9 e 10 de Novembro, no Centro de Interpretação Ambiental. Com uma componente prática, as duas sessões incidem no estudo de casos em desenvolvimento no município de Leiria, tendo como objectivo a sensibilização e informação dos principais intervenientes, públicos e privados, nas áreas do desenvolvimento das vilas e cidades. A primeira acção destina-se aos agentes dos gabinetes externos da autarquia e a segunda às entidades externas, nomeadamente operadores de transportes, turismo e comércio. As incrições devem ser efectuadas através do e-mail susanadeveza@ cm-leiria.pt.

Leiria perde grupo de apoio a jovens lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros Era, em muitos casos, o primeiro patamar de apoio a jovens lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros (LGBT) que descobrem a sua orientação sexual. Mas o grupo de Leiria da rede ex aequo fechou portas dia 27. Os jovens da região deixaram de contar com os serviços da única rede nacional vocacionada para o apoio a LGBT. “Os coordenadores dos grupos locais são três a cinco elementos, com formação adequada, e o funcionamento depende muito da sua disponibilidade”, esclarece Andreia Pereira, da direcção nacional da rede ex aequo. O processo de candidatura para dar continuidade aos núcleos locais resultou, no

caso de Leiria, num número insuficiente de inscrições. “O grupo fica inactivo até Janeiro para verificar se surgem pessoas suficientes”, acrescenta. Se isso não acontecer, o grupo fecha. Permanece, contudo, a possibilidade de reactivação no futuro. O grupo de Leiria, criado em 2002, já passou por essa situação: afinal tinha acabado de reabrir em 2009. Para já, o apoio fica limitado ao fórum on-line que conta com cerca de 10 mil membros de todo o país. Mas é certo que, “o contacto com outros jovens de Leiria, próximo de nós, ajuda e dá uma confiança e segurança diferentes”, esclarece a responsável. CSA

20 Oásis comemora 20º aniversário São precisos os dedos de quatro mãos para contabilizar os anos que a Oásis - Organização de Apoio e Solidariedade para a Integração Social tem dedicado aos jovens e adultos com deficiência, muitos oriundos de meios socioculturais carenciados. Actualmente, presta apoio a cerca de 66 utentes - agora clientes -, dos quais 27 residentes nos lares da instituição. E porque 20 anos constituem um marco na sua história, a Oásis promove amanhã, sábado, uma festa, a partir das 15 horas, com participação de entidades oficiais, sócios, amigos e colaboradores.

Direitos das crianças em debate Luís Villas-Boas, director do Refúgio Aboim Ascensão, vai estar amanhã, sábado, em Alvaiázere, para participar no IV Encontro Anual da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Alvaiázere. O debate, que tem como tema central “A Institucionalização”, acontece na Casa Municipal da Cultura, a partir das 14h15. O evento conta ainda com a participação de representantes da Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens em Risco e da Centro Distrital da Segurança Social de Leiria. A participação é gratuita mas carece de inscrição prévia pelo telefone 236 650 600 ou através do email cpcj@cm-alvaiazere. pt.

PUBLICIDADE

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

15


Região // Aqui perto

Alcobaça

Porto de Mós

om indicis.c cam www.br ue mar q s ia e id

Centro de Saúde do Juncal abre dia 8

Só até 11 de Novembro! Saco S ac a co e em non-woven 380x85x415mm 3 38 80x85 5x415m

0,55€ Ref.92839

*Quant. min.:1000 unids

* inclui imp. 1 cor 1 face

Casaco aco Polarr Ref.99910 Homem

Abre portas na próxima segunda-feira, dia 8, o novo centro de saúde do Juncal. O equipamento, instalado na antiga casa do povo local, coloca um ponto final nas precárias condições a que eram sujeitos os mais de quatro mil utentes. “Os serviços de saúde funcionavam sem privacidade e em condições degradadas. A situação está resolvida e ainda bem”, afirma João Salgueiro, presidente da Câmara de Porto de Mós. A nova infra-estrutura representa um investimento na ordem dos 300 mil euros. A transferência de equipamentos para a nova extensão decorreu durante esta semana. Segunda-feira, os utentes já serão atendidos na nova unidade.

1060 Quanto pesa a solidariedade? Os 1.060 quilos de arroz, açúcar e farinha, juntamse a 655 litros de leite, e a muitos outros bens de primeira necessidade angariados numa campanha que decorreu nos supermercados do concelho, em Outubro. Os bens revertem para os cerca de meia centena de beneficiários do Espaço Social de Porto de Mós. A iniciativa contribuiu ainda para sensibilizar para as “falhas sociais que existem e que têm vindo a ser acentuadas pela crise actual”, refere a vereadora da Acção Social, Rita Cerejo.

Colisão na A8 provoca um morto Uma colisão entre dois veículos ligeiros de mercadorias na A8, em Alfeizerão, provocou quinta-feira da semana passada um morto e um ferido grave. Segundo fonte da GNR, os veículos circulavam no mesmo sentido quando, devido a causas não apuradas, ocorreu o embate, provocando um morto, um ferido grave e dois feridos leves. O ferido mais grave foi transportado no helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica para Lisboa. De acordo com o Comando de Operações de Socorro de Leiria (CDOS), o acidente, que obrigou ao corte do trânsito no sentido Sul/Norte, ocorreu cerca das 13h40. No local, estiveram ainda bombeiros das corporações de Caldas da Rainha e de São Martinho do Porto.

Ourém Existe em Cinza claro, Vermelho, Marinho, laranja

9,30€

* inclui 1 *Quant. min.:30 unids bordado

Edifício das Finanças recebe primeira Loja do Cidadão da região em 2012

Ref.99911 Senhora

Manta Pol Polar arr * Iva a e portes t nã não ã iincluídos. l

Ref.9248 48 8

3,80€ * inclui 1 bordado

*Quant. min.:100 *Quant min :100 uni unids ids

Rua dos Lagoeiros L Zona Ind. Vale Sepal Apartado 89 2401-970 Leiria-Portugal Telf.:+351 244 815 185 16

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

A Loja do Cidadão que vai abrir em Ourém dentro de dois anos vai ficar instalada no edifício das Finanças. O espaço vai ser requalificado com as alterações necessárias para a instalação dos novos equipamentos e abranger, para além dos actuais serviços, outros inerentes à Loja do Cidadão: emissão de documentos pessoais e empresariais, um balcão da Casa Pronta, estando em negociação a presença de um balcão da Segurança Social e dos CTT. “Trata-se de providenciar que, no mesmo espaço, os cidadãos possam ter acesso a uma série de serviços que facilitem a sua vida e que,

numa só deslocação possam solucionar os seus problemas, de forma moderna e eficaz”, afirmou Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém. No acordo estabelecido entre a autarquia, a Agência para a Modernização Administrativa e a Direcção Geral das Contribuições e Impostos ficou estabelecido que as obras necessárias seriam executadas pelos três parceiros e terão início durante o próximo ano para que, em 2012, a Loja do Cidadão possa funcionar em pleno. Esta é a primeira Loja do Cidadão prevista para a região, com data já anunciada.

Ambiourém presta aconselhamento A empresa municipal Ambiourém vai começar a prestar apoio aos agricultores e proprietários florestais do concelho. Este serviço de apoio está a funcionar desde o dia 21 de Outubro, no Gabinete de Apoio aos Agricultores, no Centro de Negócios, às terças e quintas-feiras sob marcação. Os agricultores e proprietários florestais podem receber aconselhamentos técnicos na área da silvicultura (escolha das espécies, técnicas de mobilização dos solos e plantações, identificação de pragas e doenças e respectivos tratamentos), bem como esclarecimentos sobre as ajudas comunitárias para limpezas e plantações florestais. O gabinete tem a colaboração da Delegação da ACHAR no Ribatejo Norte.


Região // Aqui perto

Ordenamento com prazo alargado

ASAE fecha mercado de S. Martinho do Porto por falta de higiene Artur Ledesma A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) encerrou na semana passada, dia 27, o mercado municipal de São Martinho do Porto, por falta de condições de higiene. Além da ordem de encerramento, a ASAE, através da Direcção Regional de Lisboa e Vale do Tejo, exigiu a realização de algumas obras que continuam a decorrer. O mercado municipal já tinha recebido, em Agosto último, a visita da ASAE, que exigiu na altura a realização de obras de beneficiação. Mas segundo o blogue “São Martinho para Caldas” - que há muito defende

a saída de S. Martinho do Porto de Alcobaça e a sua integração no concelho de Caldas da Rainha -, o mercado municipal “nunca sofreu qualquer obra que o tornasse minimamente funcional”, nem “nunca existiram [no mercado] condições apropriadas de armazenamento e conservação de produtos”. Por outro lado, denuncia o mesmo movimento, “as instalações sanitárias, interiores e sem o mínimo de condições de higiene, atingiram um ponto de degradação tal que acabaram por ser encerradas”. Confrontado com a situação, o tesoureiro da Junta de Freguesia disse quarta-

A reabertura do mercado estava prevista para ontem, dia 4 feria ao REGIÃO DE LEIRIA estarem a ser ultimadas as obras para a possível reabertura do espaço ainda ontem [quinta-feira]. Entretanto as obras de remodelação vão continu-

ar com uma outra fase com vista à instalação de bancas para venda de peixe num espaço até agora exterior à cobertura. artur.ledesma @regiaodeleiria.pt

As autarquias vão ter mais quatro meses para concluir os seu planos de ordenamento e adequá-los ao Plano Regional de Ordenamento do Território do Oeste e Vale do Tejo (PROT-OVT). O alargamento do prazo foi aprovado pelo Conselho de Ministros e responde às exigências dos municípios que se queixaram da impossibilidade de concluir os planos na data definida pelo Governo. O PROT-OVT entrou em vigor há um ano e obrigava as câmaras a iniciar a revisão dos planos de pormenor e urbanização até um ano depois da sua aprovação. A Assembleia Municipal da Nazaré recusou votar o documento, alegando questões de “incongruência”. Em Alcobaça, foi contestada a proibição de construção em alguns terrenos. PUBLICIDADE

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

17


Região // Aqui perto

Marinha Grande

Pedrógão Grande

Perigo de acidente obriga à retirada da quase totalidade dos passadiços nas arribas de São Pedro de Moel

Há um cartão de descontos a unir o Norte do distrito

Carlos S. Almeida

Sandra Mesquita Ferreira

Três quartos da extensão de passadiços de madeira existentes nas arribas de São Pedro de Moel deverão desaparecer. A degradação saída da erosão das arribas e a instabilidade daí decorrente de que os passadiços já dão mostras, suscitam a preocupação das autoridades. Em causa está a segurança dos utilizadores dos mais de 800 metros de extensão das estruturas de madeira que, nalguns casos, permitem o acesso à praia e contam com alguns pontos de miradouro. A Administração da Região Hidrográfica do Tejo (ARHT) estuda, apurou o REGIÃO DE LEIRIA, a remoção de boa parte dos passadiços (75%), admitindo a reabilitação pontual de alguns troços isolados. Certo é que este plano deverá implicar o desaparecimento de boa parte dos pontos de acesso ao areal. A medida, que actualmente está em estudo e sobre a qual a ARHT se escusou de pronunciar até à hora de fecho desta edição, surge na sequência da interdição de acesso aos passadiços efectu-

Viajar pelo Norte do distrito de Leiria e pela região Centro do país é agora mais barato. O Turismo Centro de Portugal lançou um cartão de descontos, que pode ser utilizado em restaurantes, hotéis e lojas dos 58 concelhos que compõem aquela região de turismo. O projecto foi apresentado quarta-feira, no Centro de Interpretação Turística de Pedrógão Grande. O CentroCard é uma das principais apostas do Turismo Centro de Portugal para atrair mais visitantes. O director, Pedro Machado, acredita que os descontos – que podem chegar aos 50 por cento, consoante a disponibilidade de cada empresa – vão fazer com que os turistas passem mais tempo na região centro. “Mais do que um cartão de descontos, o CentroCard é uma forma de projectarmos os nossos monumentos e pro-

Pontos de acesso ao areal vão diminuir Foto: Joaquim Dâmaso ada pela Câmara da Marinha Grande em Julho último. Já na altura, a acção foi proposta pela ARHT. A restrição e, nalguns casos, proibição de circulação incidiu na zona que medeia o Farol do Penedo da Saudade e o Hotel Mar e Sol, bem como no acesso

ao pesqueiro do Penedo da Saudade. Minimizar a probabilidade de ocorrência de acidentes e, consequentemente, salvaguardar a segurança de pessoas e bens, foram as razões invocadas. carlos.almeida @regiaodeleiria.pt

SAP da Marinha Grande recorre a trabalho temporário para assegurar urgências ininterruptas até ao final do ano O Serviço de Atendimento Permanente - SAP da Marinha Grande, deverá continuar a funcionar 24 horas por dia, pelo menos até ao final deste ano. Algo só possível com recurso aos serviços de dois médicos contratados a uma empresa de trabalho temporário. Uma delegação da comissão de utentes daquela unidade de saúde reuniu-se dia 28 com o coordenador do Centro de Saúde da Mari-

18

nha Grande, tendo recebido a garantia de que a escala do serviço, ininterrupto, já está elaborada até ao final de Dezembro. Os serviços de urgência permanecem sem alterações, sendo que o coordenador “tem recorrido a dois médicos, fornecidos por uma empresa de trabalho temporário, para garantir o normal funcionamento do serviço de urgência”, revela Luís Marques da comissão de utentes. A delegação de

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

utentes foi ainda informada que o sistema de marcação de consultas, por internet e telefone, permitiu aligeirar as marcações. Contudo, cinco médicos pediram a aposentação. Cada clínico conta, em média, com 1950 doentes, acima dos 1600 recomendados. Actualmente, apenas uma Unidade de Saúde Familiar está em vias de contratualizadação e os utentes prometem lutar pela manutenção das urgências. CSA

dutos”, defende. O cartão pode ser comprado em qualquer posto de turismo do Centro e é válido por seis meses. Os preços variam entre os cinco euros (cartão uno), sete euros (para casais) e nove euros (no caso de famílias com dois filhos). Para já, o CentroCard oferece descontos em 80 estabelecimentos comerciais, mas Pedro Machado acredita que a adesão aumentará significativamente nos próximos meses. A lista de locais onde o cartão é aceite vai sendo actualizada online, através das redes sociais. “O CentroCard pode ser uma óptima prenda de Natal”, sugere, por sua vez, Sónia Oliveira, da Divisão de Promoção e Animação Turística do Centro de Portugal. Em caso de oferta, o cartão é emitido com a data escolhida pelo comprador. sandra.ferreira @regiaodeleiria.pt

Nazaré

Carrinha do Grupo Desportivo “Os Nazarenos” foi vandalizada na noite das bruxas Vidros partidos, amolgada e suja de tinta. Foi este o estado em que um funcionário da Estádio Municipal da Nazaré encontrou a carrinha do Grupo Desportivo “Os Nazarenos”, na manhã de segunda-feira. A direcção dos Nazarenos já apresentou uma queixa na PSP contra desconhecidos que vandalizaram a carrinha na chamada “noite das bruxas”. “Vamos ver o que dá, pode ser que alguém tenha visto algu-

ma coisa”, disse o presidente da direcção dos Nazarenos, Carlos Delgado, adiantando que o clube vai ter “muitas dificuldades para colocar a carrinha em condições”. Além deste acto de vandalismo, também o portão principal do Pavilhão Municipal foi danificado. A PSP está agora a investigar os suspeitos do delito, atribuído a um dos grupos de adolescentes que naquela noite circularam pela vila. AL


Região // Aqui perto

Batalha

Organização oferece material escolar e ambulância em missão humanitária à Guiné-Bissau Material escolar, milhares de livros, vestuário, colchões, bolas e equipamento desportivo. E, sobretudo, uma ambulância. Estes são os “presentes” que a 12º missão humanitária da Organização Não Governamental para o Desenvolvimento de Santa Maria da Vitória vai deixar na GuinéBissau. A delegação de oito pessoas deverá chegar dia 26 à ilha de Bolama e esta missão da organização sedeada na Batalha estender-se-á até ao início de Dezembro. Entre os planos da organização nascida em 2000, conta-se a reunião com responsáveis do ministério da educação local, visando avançar com

Amadeu Ceiça a ampliação da escola de Quinhamel em 2012. Recorde-se que a escola em causa foi edificada pela ONGDSMV em 2003 e conta com uma sala de aula em espaço onde reside o professor. Oferta dos Bombeiros Voluntários da Batalha, uma ambulância devidamente recuperada é o ícone desta missão de solidariedade. Presente na conferência de

imprensa que, dia 28, apresentou a iniciativa, Fátima Lucas, vice-presidente da corporação, explicou que o veículo de emergência já não cumpria os requisitos legais para circular no país. Já Amadeu Ceiça, presidente da organização não governamental, salientou que o veículo será um dos melhores equipamentos do género na Guiné-Bissau. Vítor Frazão, ex-presidente da Câmara de Ourém, é um dos elementos da comitiva, representando um grupo proveniente de Fátima que se associou à missão. Explicou que desta forma vai poder cumprir as promessas que deixou há vários anos, numa deslocação àquele país africano. A entrega de novos equipamentos de futebol é uma delas. E isso mesmo deverá acontecer na cerimónia final de um torneio que, dia 1 de Dezembro, vai decorrer na ilha de Bolama. CSA

Pombal

IC1 fez mais uma vítima entre a população de Alhais Nos últimos 20 anos, pelo menos cinco habitantes do lugar de Alhais, na freguesia de Carriço, perderam a vida no IC1, entre S. Pedro e Marinha das Ondas (Figueira da Foz). Maria Dulcínia Catarino Ribeiro, 42 anos, foi a última vítima. Faleceu quarta-feira passada, na sequência de uma colisão frontal com um carro onde seguia um jovem do Louriçal, que sofreu ferimentos ligeiros. O acidente aconteceu por volta das 7h30, quando Dulcínia Ribeiro regressava a casa. De férias – trabalhava como motorista no Centro Social de Carriço –, a vítima tinha ido levar o marido ao trabalho, numa das fábricas de papel da Leirosa (Marinha

das Ondas). Dulcínia Ribeiro teve morte imediata, deixando órfãos um rapaz de 14 anos e uma rapariga de 24, já casada e com um filho de 15 meses. O jovem de 29 anos que seguia no outro veículo foi assistido no Hospital da Figueira da Foz, não inspirando cuidados. No Centro Social de Carriço – onde trabalhava desde 2005 – Dulcínia Ribeiro é recordada pelo seu “espírito de voluntariado”. “Era uma funcionária exemplar, muito responsável e sempre disponível para ajudar”, descreve a directora técnica, Brigite Silva. A notícia do acidente deixou em choque os 32 funcionários e os cerca de cem utentes da instituição. SMF

Município distingue 15 personalidades A Câmara de Pombal vai atribuir medalhas de mérito a 15 personalidades e empresas no Dia do Município. IkuYoshi Nemoto, Olímpio das Neves Cardoso e Júlio Lopes vão ser condecorados com a medalha de mérito municipal, grau ouro. Já José Manuel Silva, Manuel Marques Duarte e Fernando Coucelo (a título póstumo) recebem a medalha de mérito municipal, grau prata. Na cultura, são galardoados Abel Fernandes de Almeida e Abel Pedro dos Santos. No desporto, as medalhas distinguem António José Fernandes Carvalho (a título póstumo), Valentim da Silva Gabriel e Daniela Bruno Stoffel Cardoso. As empresas Sindutex, Joaquim Gameiro, o Hotel Senhora de Belém e a Residencial do Cardal são também distinguidos. SMF

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

19


Desporto

Perspectiva Futuro incerto

Todos nós, de uma ou de outra forma, já sentimos a crise que (parece para muitos) pairar no ar. E as medidas são claras: cortar nas despesas supérfluas, limitar os gastos e, se possível, aumentar as receitas. Entre as diferentes posições tomadas pelos vários organismos locais e nacionais, a Câmara de Leiria resolveu rever os critérios do Programa de Apoio à Actividade Desportiva (PAAD) e cortar os apoios em 25 por cento. Resultado: os clubes contestaram e questionam qual vai ser o futuro dos atletas, caso não consigam assegurar as condições mínimas para promover a formação desportiva dos mais novos. Um percurso que, na maioria dos casos, demora anos até ficar completo e que, se encontrar obstáculos no caminho, pode não atingir as metas traçadas. Em pleno cruzamento, para a esquerda, temos a Lei de Bases do Desporto que alimenta o direito e a promoção da actividade física e desportiva, para a direita, a Lei da crisis que obriga a abandonar objectivos. Não sei qual o caminho correcto para seguir viagem, mas sei que o futuro dos futuros campeões não deve ser interrompido. Marina Guerra

20

O Skate Park de Leiria é o local preferido para treinar. Só as manobras mais perigosas são feitas em casa Foto: JoaquimDâmaso

Há um campeão de BMX a saltar alto nas rampas de Leiria Manobras Não tem medo de alturas, faz mortais como quem faz zapping e liga pouco ao futebol. Aos 19 anos, o batalhense foi o segundo melhor no campeonato nacional de BMX

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Marina Guerra Back flip, front flip, abubaca, 360º e algumas lesões são o resultado de quatro anos de competição ao mais alto nível no BMX nacional. Jason Batista, de 19 anos, é envergonhado com as câmaras e máquinas fotográficas, mas quando pega na bike, é vê-lo a deslizar pelas rampas do Skate Park de Leiria. Começou como amador, aos 16 anos. Ganhou o gosto pela modalidade e já perdeu a conta a quantas bikes teve. Mas, em troca, apresenta o novo quadro preto-fosco da bike como a mais recente aquisição. Utilizou-o na última etapa do Campeonato Nacional de BMX Freestyle 2010, em Santarém, no mês passado, prova que o confirmou no segundo lugar do pódio. “Não é pela competição que faço BMX, mas pelo gosto em praticar. O BMX é sobretudo um convívio de amigos, onde trocamos experiências, manobras,..”, afirma. “Sem o BMX, eu não tinha tantos amigos espanhóis e ingleses como tenho”, acrescenta.

As competições internacionais não estão, por agora, no seu horizonte, mas solta um pensamento: “Era fixe, mas até lá ainda tenho que aprender muito”. Natural de New Jersey (EUA), Jason Batista reside na Batalha desde os três anos, mas acredita que foi influenciado pela adrenalina do BMX norte-americano. É lá que recorre, através de vídeos publicados na internet, para aperfeiçoar técnicas de saltos e outras manobras. “Em Portugal, só nos dois últimos anos é que o BMX começou a evoluir mais. O Nuno Milhinhos é o grande impulsionador e é ele que me tem apoiado nas provas”, refere. Corria o ano de 1993, quando alguém fez o primeiro back flip em Portugal. Foi Nuno Milhinhos, natural de Leiria, o protagonista. Desde então, não deixou de trabalhar e desenvolver a modalidade e apoia jovens como o Jason Batista nas competições.

Jason’s Park O fim-de-semana é dedicado aos treinos no Skate Park


Região // Desporto

Manobras mais comuns Rampas quarter Uma rampa com tamanho correspondente a 1/4 de um tubo cilíndrico. Rampas half pipe São duas rampas quarter em direcções opostas que formam metade de um tubo. Entre essas duas rampas existem alguns metros em plano. Back Flip/Front Flip Onde o biker salta e no ar faz um mortal para trás ou para a frente sempre com a bicicleta a acompanhar o movimento. 360º Manobra em que o biker salta e roda o equivalente a 360º no ar. Barspin Acontece quando o biker salta e no ar roda o guiador 360º, voltando a agarrar o guiador antes de aterrar. Transfer É saltar de uma rampa para outra de trajectória paralela à primeira. Abubaca É uma manobra em que o biker sobe a rampa e toca com a roda traseira no topo da rampa, vira-se e desce a mesma rampa. de Leiria, em São Romão, onde se encontra com o resto da malta: riders, skaters e in-liners. Contudo, as manobras mais complicadas e que exigem algum aperfeiçoamento são realizadas no Jason’s Park, uma estrutura composta por um quarter, uma rampa e uma caixa de esponjas, que construiu em casa. É o caso do front flip, uma espécie de cambalhota para a frente, que tentou fazer na prova de Santarém, ainda que sem sucesso. Todavia, não vai desistir e continua a tentar executá-la da melhor forma. “Está quase, só me falta cair bem”, revela. Quem não acha grande piada às manobras e, sobretudo, às quedas, é a mãe do Jason, que prefere colocar as mãos na cara quando o filho se atreve nas alturas. Nunca sonhou ser jogador de futebol e no que respeita à modalidade, só acompanha a selecção nacional. No entanto, o BMX, com amigos, ganha sempre vantagem no momento da decisão final. marina.guerra

Decade air Esta manobra varia. Se for feita em rampas quarter, o biker roda 360º juntamente com o guiador sobre a bicicleta enquanto que a bicicleta faz 180º. Se for feita em dirt ou street, a bicicleta não roda e o biker aterra de frente. No footer/No hander É quando o biker no ar liberta ambos os pés ou as mãos. Se libertar tudo é um “Nothing”. Superman É uma manobra em que o biker tira os pés dos pedais e estica as pernas para trás ficando na posição do personagem. “Super-Homem” a voar.

Veja o vídeo com manobras alucinantes de Jason Batista na internet em

regiaodeleiria.pt

Clubes de Leiria temem dificuldades devido a cortes nos apoios do PAAD

P&R Ricardo Porém “Era um sonho que tinha desde pequeno”

Formação de jovens atletas pode estar em causa. Dirigentes desportivos tentam contornar redução nos orçamentos com cabazes, fado, diminuição de federados e apelos desesperados a pais e empresas

Os cortes de 25 por cento do Programa de Apoio à Actividade Desportiva (PAAD) da Câmara Municipal de Leiria aos clubes já estão a provocar “lesões”. A Associação Desportiva do Bairro dos Anjos pediu ajuda aos pais dos atletas e está a organizar cabazes de Natal e uma noite de fados. O Atlético Clube da Sismaria (ACS) prepara-se para, no próximo ano, rejeitar atletas que queiram integrar as equipas de formação, de forma a conseguir suprir todas as necessidades. Com 180 atletas, o presidente do ACS entende que se avizinham “grandes dificuldades” para os clubes. “A verba que recebíamos, ajudava-nos a manter os miúdos a praticar desporto. Assim, no futuro, não sabemos o que lhes vai acontecer e muito provavelmente vamos ter que reduzir para metade o número de atletas e eles ficam com mais tempo livre, para fazer sabe-se lá o quê”, afirma João Marques. Quem também não sabe qual será o futuro do clube é Rodrigo Cardoso, vicepresidente do Bairro dos Anjos. O dirigente lamenta que a autarquia não tenha avisado os clubes com alguma antecedência. “Estou a trabalhar como há 20 anos atrás. Nunca senti necessidade de me virar para os pais e empresas de Leiria como estou agora a fazer. Vamos fazer todos os possíveis para que nada falte e o nosso projecto nacional possa ter continuidade”, diz. Um exemplo do apoio dos encarregados de educação é a continuidade da

equipa médica (massagista, psicólogo e nutricionista). O clube dispensou os técnicos, no início da época, e agora são os pais que garantem o pagamento, de forma faseada, com consultas de grupo para os atletas. E se até à data o Bairro dos Anjos não enfrenta dificuldade, Rodrigo Cardoso realça que “ninguém garante que, dentro de alguns meses, os pais não enfrentem difi culdades económicas e cortem neste tipo de despesas”. Já Luís Pinto, do Académico de Leiria, entende que com a redução na área desportiva e reforço da intervenção social, o corte não irá afectar signifi cativamente o clube. Contudo, levanta algumas dúvidas quanto à legalidade da medida da autarquia. MG

Ricardo Porém, piloto de todo-o-terreno, venceu o campeonato nacional na categoria T2

Lamentamos esta situação e sentimos que já não temos forças para conseguir lutar contra esta falta de gratidão das instituições responsáveis”

Até onde vai acelerar no próximo ano? Estamos com alguns projectos em análise. Mas depende sobretudo do projecto em que os nossos patrocinadores querem apostar. MG

Qual o segredo para a dupla mais jovem do campeonato [irmãos Ricardo e Manuel Porém] ganhar a prova na primeira época no todo-oterreno? Nenhum segredo em especial, apenas muito esforço, dedicação e muita vontade de ganhar. O que é que foi mais difícil no campeonato? Os nossos adversários, são todos muito bons. Para se ter noção, em oito provas existiram quatro vencedores diferentes. O que representa esta vitória? Vencer em Portalegre é uma sensação única, é das melhores provas do mundo do todo-o-terreno e foi aqui que me estreei (2008). Era um sonho que tinha desde pequeno que agora consegui concretizá-lo. Aproveito também para dedicar esta nossa vitória a todos os que nos apoiaram durante toda a época, mas principalmente ao meu pai (Luís Porém) pois também foi aqui que ele começou no todo-o-terreno.

João Marques presidente do ACS

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

21


Classificações Futebol e modalidades Futebol Liga 9ª jornada Benfica Rio Ave Académica Nacional Olhanense Beira-Mar Un. Leiria Guimarães

AGENDA DE EVENTOS NOVEMBRO CENOURÉM- 2ª TEMPORADA 4 E 5 DE NOVEMBRO “O Carnaval Infernal” pelo Grupo de Teatro MPP Olival- Movimento Pró- Palco 11 e 12 de Novembro “Zaca Zaca” pela Associação Cultural e Recreativa da Moita Redonda Local: Cine-Teatro Municipal de Ourém Hora: 21h30 Org.: Câmara Municipal de Ourém e Grupos de Teatro

CICLOS DE CINEMA EM NOVEMBRO TEMA: AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE 4 de Novembro - Filme: Verdade inconveniente 11 de Novembro - Filme: A 11ª hora 18 e 25 de Novembro - Filme: Planeta Terra Todas as quintas-feiras Hora: 21h30 Local: Museu Municipal de Ourém Entrada Gratuita

“ACONTECE NO MUSEU” “A IMPLANTAÇÃO DA REPÚBLICA” POR JOSÉ MANUEL POÇAS DAS NEVES E “ARTUR OLIVEIRA SANTOS”, POR SÉRGIO RIBEIRO 13 DE NOVEMBRO” Horário: 21h30 Local: Museu Municipal de Ourém Org.: Município de Ourém Entradas Gratuitas

SEMINÁRIO “INOVAÇÃO SOCIAL” INTEGRADO NA INICIATIVA “GESTOS SOLIDÁRIOS”. 17 DE NOVEMBRO Hora: 09h00 Local: Auditório dos Paços do Concelho

ESPECTÁCULO DE DANÇA E MÚSICA PELO GRUPO CULTURAL ‘RIA AGUNG NUSANTARA’ DA INDONÉSIA 20 DE NOVEMBRO Hora: 21h00 Local: Cine-Teatro Municipal de Ourém

(CON)TRIBUTOS – “CONTOS DA BIODIVERSIDADE” 20 DE NOVEMBRO Hora: 17h00 Local: Biblioteca Municipal de Ourém Convidados – Alexandrina Pipa, Gabriel Lagarto e Margarida Costa Tema – “Contos da Biodiversidade” Org.: Câmara Municipal de Ourém

JORNADAS DE ETNOBOTÂNICA E BIODIVERSIDADE 27 E 28 DE NOVEMBRO Local: Auditório da Câmara Municipal de Ourém Inscrições em www.cm-ourem.pt Org.: Município de Ourém

Informação cedida pela Câmara Municipal de Ourém. Eventuais alterações nas actividades são da responsabilidade dos promotores.

22

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

FC Porto Benfica Guimarães Sporting Académica Sp. Braga Olhanense Nacional V. Setúbal P. Ferreira Beira-Mar U. Leiria Marítimo Portim. Rio Ave Naval

9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9 9

2 2 0 1 1 3 1 2

Paços Ferreira Sp. Braga FC Porto Vit. Setúbal Marítimo Naval Sporting Portimonense

0 0 1 0 1 1 2 0

8 6 4 4 4 4 3 4 3 2 2 3 1 2 1 1

1 0 3 3 2 2 4 1 3 5 5 2 4 1 3 1

25 18 15 15 14 14 13 13 12 11 11 11 7 7 6 4

0 3 2 2 3 3 2 4 3 2 2 4 4 6 5 7

20-4 13-6 11-8 9-7 15-11 14-11 9-8 11-12 5-8 9-10 8-9 7-11 4-7 8-15 5-10 5-16

10ª jornada (05.11.10) V. Setúbal - Rio Ave 6ª, 20h15, SportTv P. Ferreira - Nacional Sáb, 19h15, SportTv Portimosens. - Académica Sáb, 21h15, SportTv Marítimo - Un. Leiria Dom, 16h00 Naval - Olhanense Dom, 16h00 Sp. Braga - Beira-Mar Dom, 18h00, SporTv FC Porto - Benfica Dom, 20h15, SportTv Sporting - V.Guimarães 2ª, 19h45, TVI+ Honra 6ª jornada Leixões Santa Clara Arouca Freamunde Feirense Estoril Trofense Desp. Aves

2 2 2 1 0 0 3 2

Penafiel Belenenses Sp. Covilhã Moreirense Gil Vicente Varzim Oliveirense Fátima

1 0 0 0 1 0 2 0

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

4 2 2 2 2 2 3 2 2 2 2 1 1 1 2 0

2 3 3 3 3 3 0 2 2 1 1 3 3 3 0 4

14 9 9 9 9 9 9 8 8 7 7 6 6 6 6 4

Gil Vicente 6 Arouca 6 Estoril 6 Feirense 6 Trofense 6 Leixões 6 Moreirense 6 Desp. Aves 6 Penafiel 6 Santa Clara 6 Fátima 6 Freamunde 6 Oliveirense 6 Belenenses 6 Sp. Covilhã 6 Varzim 6

0 1 1 1 1 1 3 2 2 3 3 2 2 2 4 2

7-3 9-5 8-5 6-3 6-5 5-4 3-5 8-5 8-9 6-5 8-9 2-3 6-9 4-7 5-12 4-6

7ª jornada (06.11.10) Oliveirense - Arouca Estoril - Desp. Aves Penafiel - Freamunde Moreirense - Leixões Belenenses - Feirense Fátima - Trofense Gil Vicente - Sp. Covilhã Varzim - Santa Clara II Divisão - Zona Centro 6ª jornada Esmoriz Pampilhosa Cesarense Sp. Espinho Aliados Lordelo Tondela Tourizense Anadia

2 3 0 0 1 2 0 0

U. Serra Eléctrico Padroense Gondomar Coimbrões Sertanense Sp. Pombal Boavista

2 0 1 0 0 0 3 4

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

5 3 4 2 2 2 3 2 2 2 2 2 2 1 0 0

0 3 0 4 3 3 0 2 2 1 1 1 0 2 4 2

15 12 12 10 9 9 9 8 8 7 7 7 6 5 4 2

Tondela 6 Padroense 6 Sertanense 6 Gondomar 6 Boavista 6 Un. Serra 6 Tourizense 6 Coimbrões 6 Anadia 6 Pampilhosa 6 Esmoriz 6 Al. Lordelo 6 Sp. Pombal 6 Cesarense 6 Sp. Espinho 6 Eléctrico 6

1 0 2 0 1 1 3 2 2 3 3 3 4 3 2 4

9-2 9-4 6-4 6-2 9-5 6-5 9-5 4-4 4-8 6-7 5-8 4-7 7-11 6-7 3-8 4-10

7ª jornada (07.11.10) U. Serra - Boavista Padroense - Sp. Espinho Esmoriz - Pampilhosa Gondomar - Al. Lordelo Eléctrico - Cesarense Sp. Pombal - Anadia Sertanense - Tourizense Coimbrões - Tondela

6ª jornada (14.11.10) Óbidos - Juncalense GDRC Unidos - GD Santo Amaro Pilado Escoura - Nadadouro Moitense - Praia Vieira ID Vieirense - Atouguiense GD Vidreiros - Outeirense Maceirinha - Caranguejeira

Honra distrital

Torneio Feminino - Série Norte (Futebol 7)

6ª jornada Alq. Serra SL Marinha Fig. Vinhos Pedroguense Alvaiázere Gaeirense GD Nazarenos Pataiense 1 Benedita 2 Portomos. 3 Nazarenos 4 Marrazes 5 Alcobaça 6 Alvaiázere 7 Guiense 8 Pedrog. 9 Alq. Serra 10 Figueiro 11 Ansião 12 Pataiense 13 SLMarinha 14 GRAP 15 Gaeirense 16 Biblioteca

6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6

1 2 0 1 1 1 1 1

Alcobaça GRAP/Pousos Biblioteca SCL Marrazes Guiense Beneditense Ansião Portomosense

1 1 0 1 0 0 1 3

4 4 3 3 3 3 2 2 2 2 2 2 2 1 1 0

1 0 2 2 2 1 3 3 3 2 1 1 1 0 0 2

13 12 11 11 11 10 9 9 9 8 7 7 7 3 3 2

1 5 1 1 1 2 1 1 1 2 3 3 3 5 5 4

13-5 15-3 9-4 12-7 10-4 8-9 7-4 4-4 6-7 7-10 9-7 7-7 9-9 3-11 1-24 5-10

7ª jornada (14.11.10) Alq. Serra - SL Marinha GRAP/Pousos - Figueiró Vinhos Biblioteca - Pedroguense SCL Marrazes - Alvaiázere Guiense - Gaeirense Beneditense - Nazarenos Ansião - Pataiense Alcobaça - Portomosense

Boavista AD Ranha Caseirinhos Meirinhas Milagres Avelarense Pelariga

4 2 2 1 1 1 1

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

2 3 3 2 2 1 1 0 0 2 1 1 1 1 0

14 12 12 11 11 10 10 9 9 5 4 4 4 1 0

0 0 0 1 0 2 1 2 2 3 3 4 4 5 5

12-6 21-5 7-4 14-6 4-1 13-7 7-6 18-8 4-3 9-12 9-9 9-10 2-14 5-32 3-14

7ª jornada (14.11.10) Arcuda - Pousaflores Boavista - Castanheira de Pera AD Ranha - Matamourisquense Caseirinhos - Ilha Meirinhas - Moita Boi Milagres - Motor Clube Avelarense - Alegre e Unido Folga: Pelariga I Distrital - Zona Sul 5ª jornada GD Santo Amaro Nadadouro Praia Vieira Atouguiense Outeirense Caranguejeira Juncalense

1 1 1 3 0 2 2

Óbidos GDRC Unidos Pilado Escoura Moitense ID Vieirense GD Vidreiros Maceirinha

2 4 0 2 2 3 1

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14

5 3 3 3 3 3 2 2 2 1 1 1 1 0

0 2 1 1 1 0 1 0 0 2 2 0 0 0

15 11 10 10 10 9 7 6 6 5 5 3 3 0

Atouguien. 5 Juncalense 5 Outeirense 5 Vieirense 5 Praia Vieira 5 Vidreiros 5 Maceirinha 5 Nadadouro 5 Caranguej. 5 Pilado E 5 GDS Amaro 5 GD Unidos 5 Óbidos 5 Moitense 5

0 0 1 1 1 2 2 3 3 2 2 4 4 5

Reg. Pontes Boavista

2 1

1 2 3 4

2 1 1 0

0 0 0 0

6 3 3 0

Belenenses 2 Reg. Pontes 2 Boavista 2 Maceirinha 2

0 1 1 2

7-2 3-2 6-6 1-7

3ª jornada (06.11.10) Reg. Pontes - Boavista Belenenses - Maceirinha Torneio Feminino - Série Sul (Futebol 7) 2ª jornada GDC A dos Francos 6 GD Peso 4

Bombarralense 1 UD Turquel 0

1 A Francos 2 2 Bombarral 2 3 GD Peso 2 4 UD Turquel 2

0 0 0 0

2 1 1 0

0 1 1 2

19-2 4-6 4-3 1-17

6 3 3 0

3ª jornada (06.11.10) A dos Francos - GD Peso UD Turquel - Bombarralense

I Divisão Femininos - Zona Sul

6ª jornada Pousaflores 1 Castanheira Pera 2 Matamourisquense 8 Ilha 0 Moita Boi 0 Motor Clube 0 Alegre Unido 2 Folga: Arcuda 4 3 3 3 3 3 3 3 3 1 1 1 1 0 0

0 5

Andebol

I Distrital - Zona Norte

Avelarense 6 Matamour. 6 Meirinhas 6 Pousaflores 6 Arcuda 5 Pelariga 6 Alegre U 5 Boavista 5 Motor C. 5 C. Pera 6 AD Ranha 5 Ilha 6 Milagres 6 Caseirinhos 6 Moita Boi 5

2ª jornada Maceirinha Belenenses

14-5 8-5 13-4 7-3 5-3 8-9 11-5 12-13 7-9 8-8 6-7 5-11 6-16 2-14

7ª jornada SIR 1º Maio 10 Madeira Sad Porto Salvo 23 Juve Lis AA Coimbra 5 Colégio JB Assomada 34 Passos Manuel Gil Eanes - CS Madeira (12.12.10)

38 31 49 28

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

21 17 17 16 14 13 12 10 8 7

Madeira S. 7 CS Madeira 7 Juve Lis 7 Gil Eanes 6 Colégio JB 6 Porto Salvo 7 Assomada 7 Passos M. 6 AACoimbra 8 SIR 1 Maio 7

7 5 5 5 4 3 3 2 0 0

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

0 2 2 1 2 4 4 4 8 7

275-116 265-162 214-141 200-121 194-124 151-180 149-217 156-225 112-306 107-231

8ª jornada (06.11.10) Madeira Sad - Assomada CS Madeira - Juve Lis Passos Manuel - Gil Eanes AA Coimbra - SIR 1º Maio Colégio JB - Porto Salvo

Hóquei II Divisão Masculinos - Zona Sul 5ª jornada Santa Clara Campo Ourique Alenquer Amadora Sesimbra Paço d’Arcos HC Sintra Juv. Ouriense

3 3 1 13 5 7 2 6

Biblioteca Oeiras HC Turquel Nafarros Parede Algés HC Tigres Stella Maris

4 4 7 3 7 6 3 1

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

4 4 4 4 4 2 2 2 2 2 2 1 1 0 0 0

1 1 0 0 0 2 1 1 1 0 0 1 0 2 1 1

13 13 12 12 12 8 7 7 7 6 6 4 3 2 1 1

J. Ouriense 5 HC Turquel 5 Paço Arcos 5 Oeiras 5 HC Tigres 5 Biblioteca 5 Amadora 5 HC Sintra 5 Algés 5 Ourique 5 Sesimbra 5 Parede 5 Nafarros 5 Alenquer 5 Stella M 5 Santa Clara 5

0 0 1 1 1 1 2 2 2 3 3 3 4 3 4 4

6ª jornada (06.11.10) Juv. Ouriense - Biblioteca Oeiras - Santa Clara HC Turquel - Campo Ourique Nafarros - Alenquer Parede - Amadora Algés - Sesimbra HC Tigres - Paço d’Arcos Stella Maris - HC Sintra

24-10 36-22 23-15 22-16 24-18 18-17 33-24 24-21 26-25 23-21 22-24 15-25 16-32 16-24 8-21 15-30


Região // Desporto

Andebol João de Barros alcança dupla vitória

A mexer

No jogo em atraso, o Colégio João de Barros foi superior à Juve Lis Foto: Sérgio Claro A formação do Colégio João de Barros virou a página e depois da eliminação europeia na Taça EHF, com os franceses HAC Handball, conseguiu duas vitórias expressivas para o campeonato com a Académica de Coimbra e a Juventude Desportiva do Lis. No encontro da sétima jornada, a equipa das Meirinhas foi a Coimbra derrotar as universitárias por 5-49. Já no domingo, recebeu a rival Juve Lis, num jogo em atraso da quinta jornada. A diferença entre a reacção em campo das duas equipas foi

notória e, ao intervalo, o grupo liderado por Marco Félix vencia 19-10, acabando com 29-19. Destaque para Maria Pereira e Inês Catarino, do Colégio João de Barros, com oito golos cada. Devido à participação nas competições europeias, o Colégio João de Barros ainda tem o jogo da sexta jornada em atraso. A partida com o Passos Manuel acontece a 14 de Novembro. Pior sorte teve a formação do 1º Maio que somou a sétima derrota em sete jornadas, desta feita com o

Madeira SAD, por 10-38. A diferença entre as duas equipas começou a verificar-se cedo e a equipa da Marinha Grande perdia 22-3, no final do primeiro tempo. Sem conseguir virar o jogo, o resultado final ditou que o 1º Maio permaneça no fim da tabela. Em masculinos, o feriado foi dia de Taça de Portugal e a única equipa da região em prova, o AC Sismaria, triunfou, em casa, perante o Ílhavo, por 27-21. A próxima fase realiza-se a 1 de Dezembro, com o ACS a jogar com Vitória FC. MG

Hóquei Turquel lidera campeonatos masculino e feminino O Hóquei Clube de Turquel não podia estar mais satisfeito. As formações seniores masculina e feminina estão no primeiro lugar dos respectivos campeonatos e prometem dar alguma luta aos adversários para abandonar as posições. O HC Turquel, em seniores masculinos, foi até Alenquer alcançar uma vitória por 1-7 e confirmou não só a primeira posição, como o melhor ataque do campeonato nacional da II divisão – zona Sul. A formação alcobacense partilha o primeiro lugar com outra equipa da região, a Juventude Ouriense, que venceu em casa o Stella Maris, de Peniche, por 6-1.

E se a primeira detém a melhor defesa, já o Stella Maris, ainda só conseguiu conquistar um ponto e tem o pior ataque da prova, com oito golos marcados contra 21 sofridos, ocupando a última posição. O técnico do Stella Maris, Nélson Silva, não está com a vida fácil que, com a saída do guarda-redes André Azevedo (ver caixa “A mexer”), está à procura de um atleta para ocupar o lugar em aberto. A Biblioteca/Valado dos Frades ocupa a sexta posição depois da vitória nos Açores, por 3-4, com o Santa Clara. Amanhã, a Juventude Ouriense recebe a Biblio-

teca, às 21 horas. À mesma hora, decorre o HC Turquel com o Campo de Ourique. Já o Stella Maris viaja até ao HC Sintra.

Femininos na frente Depois de ter conquistado a Supertaça de Portugal feminina, no início da temporada, o HC Turquel voltou a enfrentar “Os Lobinhos”, na última segunda-feira, para o campeonato. Numa partida equilibrada, foi o Turquel quem conseguiu a vitória por 5-7, confi rmando o primeiro lugar da tabela, com seis pontos em duas jornadas. Amanhã, pelas 18 horas, recebe o Nafarros com quem partilha o primeiro lugar. MG

01

02

03

04

05

06

07

08

09

01 João Silva foi distinguido pelo Comité Olímpico Internacional com a Medalha Olímpica. Natural da Benedita, este ano sagrou-se Campeão da Europa de Triatlo Sub23 e venceu a Taça do Mundo de Triatlo de Monterrey. 02 Garret McNamara, surfista havaiano, está na Nazaré a observar as ondas da Praia do Norte para a prática da modalidade em ondas gigantes. Amanhã, orienta um curso de town in surf (surf rebocado por motas de água). 03 José Mourinho comparou a União de Leiria ao Real Madrid. Ao programa “Vamos à bola”, o técnico que passou por Leiria em 2001/2002, afirmou: “Treinar o Real é como treinar o Leiria e não sentimos as diferenças, até porque isso funciona como uma forma de pressão. Os campos de futebol são todos iguais, os jogadores são todos homens e as bolas são todas redondas”. 04 Nuno Dias, técnico do Instituto D. João V conseguiu continuar em prova na Taça de Portugal de Futsal, ao vencer o Olivais por 6-1. O Amarense e o Externato da Benedita não conseguiram continuar em prova. 05 Célia Vieira, da União de Ciclismo de Leiria, foi quem mais provas venceu em 2010 no clube. Venceu a Taça de Portugal e foi campeã regional, pela sexta vez. 06 André Azevedo, deixou o Stella Maris, no último jogo. O guarda-redes de hóquei alinhou pelo clube nas últimas duas épocas. Agora, o clube está à procura de substituto. 07 Carlos Sousa, do Centro Shotokan de Leiria, conquistou uma medalha de ouro e uma de bronze no Campeonato do Mundo de Karaté JSKA, em Portimão . 08 Hélder Letra, presidente do Grupo Desportivo Casa Águia Competição é um dos responsáveis pela subida da equipa à 1ª divisão do campeonato nacional de pesca, alcançada este fim-de-semana. 09 Filipe Canha foi o autor de 21 dos 97 pontos conquistados na vitória da Óbidos.pt/Gaeirense ao AD vagos em jogo da Taça de Portugal de basquetebol(69-97).

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

23


Região // Desporto

Futebol União de Leiria perde Marco Soares por quatro meses Serão quatro meses de recuperação. O capitão de equipa da União de Leiria, Marco Soares, sofreu uma fractura da tíbia esquerda, no último domingo, no encontro com o Sporting, e vai estar afastado dos relvados nos próximos quatro meses. O médio lesionou-se sozinho e teve que abandonar o relvado de maca, tendo sido operado na quarta-feira passada. Amílcar Silva, médico da União de Leiria, explicou ao REGIÃO DE LEIRIA que a operação “correu bem”, dentro do que já estava previsto pela equipa médica e o tempo de recuperação do médio deverá rondar sempre os quatro meses. Recorde-se que já na época passada, Marco Soares tinha sofrido uma rotura parcial dos ligamentos na mesma perna. A União sofreu a quarta derrota consecutiva no domingo, frente ao Sporting,

Essenciais

Torneio de Outono em Triatlo nas Caldas A cidade das Caldas da Rainha recebe o Torneio de Outono - Open de Triatlo no domingo, dia 7. A prova, uma organização da Federação Portuguesa de Pentatlo Moderno, tem início às 10 horas, com os preparativos para a prova de natação, que acontecem nas piscinas municipais.

Tripla Légua prevê 700 atletas em prova O médio leiriense lesionou-se no final do encontro e fracturou a tíbia esquerda Foto: Sérgio Claro por 2-1 e desceu ao 12º lugar. Carlão foi o autor do único golo leiriense. No domingo, viaja até à Madeira para defrontar o Marítimo, de onde espera sair com três pontos na bagagem, ultrapassando a fase

de maus resultados. Na quarta-feira, dia 10, a equipa volta a jogar para a Taça da Liga e recebe o Gil Vicente, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa. Recorde-se que na primeira mão, a equipa de Pedro Caixinha perdeu

3-2, necessitando de vencer esta partida para poder continuar em prova. O Fátima também joga na quarta-feira, com o BeiraMar para a Taça da Liga. Na primeira mão, as equipas empataram a uma bola. MG

Pela 17ª vez, o Atlético Clube de Vermoil, em Pombal, organiza a já mítica Tripla Légua, que integra o Campeonato distrital de Estrada nos escalões de juniores, seniores e veteranos. São esperados 700 atletas. A organização volta a apostar numa caminhada. PUBLICIDADE

24

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


X x

x x x

x x x

X x x

x x x x x

x

x x x X

X

2 Velocidades 2000W

Preço Media Markt TRV 2000 S Termoventilador Posição de ventilação; Termostato regulável; Indicador luminoso; Possibilidade de usar no WC. 1090707

LEIRIA Estrada Nacional n°1 Alto do Vieiro 2400-504 Leiria Apoio ao Cliente: 244 003 700 Latitude: N39º 44.058' Longitude: W08º 49.554'

letter Subscreva a news

Estacionamento

gratuito

Promoção válida de 05.11.2010 até 07.11.2010 limitado ao stock existente e não acumulável com outras promoções. A Media Markt reserva-se o direito de fixar um número máximo de artigos por Cliente. Preços válidos para a Media Markt Leiria durante a validade da promoção salvo erro tipográfico, de fotografia ou ruptura de stock. Os artigos de exposição podem não estar disponíveis para venda. O período de garantia é correspondente àquele que a Lei estipula.

www.mediamarkt.pt

s dos Preços Baixo

Horário de Funcionamento 2a a Sábado 10h00 - 23h00 Domingos e Feriados 10h00 - 22h00

em

t.pt www.mediamark 5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

25


Mercado

Perspectiva Vêm aí os chineses A vida são dois dias. Ainda há 500 anos Portugal chegava à Ásia como grande descobridor e eis que os chineses nos devolvem agora a cortesia, prometendo comprar a dívida pública. O presidente Hu Jintao chega a Lisboa amanhã, logo se vê em que pode ajudar. Em quanto, perdão. Cinco séculos são de uma pequenez ridícula, se considerarmos a idade do planeta. Já o défice não pára de crescer e há muito deixou de caber nas reduzidas fronteiras do país. Sabemos o que aconteceu aos territórios tocados pelo portuguesismo: mesmo o Brasil, que começou 200 anos antes de Angola ou Moçambique, só agora se começa a levantar. Vêm aí os chineses. Devemos sorrir? Cláudio Garcia

Emprego O sucesso mora ao lado Emigração Jovens leirienses vivem carreiras internacionais, fintando a falta de trabalho que atinge a sua geração Cláudio Garcia

Leia mais sobre Renato, Duarte e Pedro em

regiaodeleiria.pt 26

A preparação de Duarte Lisboa para o emprego de sonho na Finlândia começou nos bancos da escola secundária, em Leiria. “Sempre achei que o mundo era grande demais para se viver toda a vida no mesmo sítio”, escreve, por e-mail, depois de resumir uma carreira em ascensão. Aos 27 anos, é funcionário da União Europeia,

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

viveu em Itália e Hungria e faz parte da geração de portugueses que catapultou a emigração para perto dos recordes do século passado: 70 mil por ano nesta década contra 80 mil nos anos 60. Enquanto em Portugal o desemprego ronda máximos históricos, lá fora uma vaga de jovens talentos continua a lutar por salários com muitos zeros e uma vida inesquecível. “Nunca fui tão

feliz. Tenho cada vez mais concertos, tenho amigos e encontrei a minha carametade”, conta Pedro Rodrigues, natural de Mira de Aire, guitarrista clássico na Croácia. De acordo com a consultora Hay Group, trabalhar no estrangeiro para o mesmo empregador tem valido aos profissionais portugueses salários que chegam ao triplo. As multinacionais procuram experiência, currículo académico, competência técnica, capacidade de trabalhar em equipas multi disciplinares e multi culturais, conheci-

mento de línguas e elevados níveis de autonomia e responsabilidade. Quem o diz é Renato Roldão, que está na China a gerir as operações da Ecoprogresso, uma consultora em alterações climáticas, carbono e energia. Natural da Marinha Grande, aos 31 anos já passou por sete países, a maior parte como consultor externo do Ministério do Ambiente. As redes sociais digitais e a internet são indispensáveis nesta nova diáspora. Licenciado em química aplicada à biotecnologia, Duarte Lisboa candidatou-se à agência que


Região // Mercado

01

Opinião Salários competitivos

odos os dias ouvimos políticos e cidadãos anónimos a dizer que temos de cortar nos salários para sermos mais competitivos e ultrapassarmos a “crise”. Será verdade? Segundo os dados da Eurostat não! Pelo contrário, existe uma relação clara entre maiores rendimentos e competitividade. A Suíça encontra-se na 1ª posição no Ranking de Competitividade Global em 2006-07 e o salário médio bruto pago na Indústria e Serviços é 3,1 vezes superior a Portugal. Enquanto se continuar a desinvestir na educação e não se aumentarem os rendimentos de modo a aproximar a repartição dos mesmos entre os mais pobres e os mais ricos, a própria situação económica do país não vai melhorar. Para isso é importante um grande investimento na educação, com especial incidência no Ensino Superior. É preciso que todos tenham igualdade de oportunidades de acesso ao ensino superior, isto é, que a ele acedam os mais capazes, os mais dinâmicos, os mais aplicados, os mais interessados na produção de conhecimento novo e não apenas aqueles cujos recursos económicos o permitem. É através do conhecimento que se luta contra a pobreza, contra a reprodução do ciclo vicioso em que os filhos da classe dominante ali se manterão, enquanto os dominados continuarão a permanecer como tal.

T 02

01 Renato Roldão trabalha na China desde 2008. Licenciou-se em Relações Internacionais e é especialista em questões ambientais

02 Duarte Lisboa é funcionário na agência europeia que controla o mercado de químicos a partir da Finlândia

03 Pedro Rodrigues chegou à Croácia em 2003 e tem construído uma carreira como guitarrista clássico

03

controla o mercado de químicos através de um site onde constam todas as posições abertas nas organizações da União Europeia. “A experiência tem sido extremamente positiva”, refere. “A minha carreira desenvolveu-se em meios multi culturais e acho muito difícil adaptar-me a um emprego onde as pessoas são todas do mesmo país”. A partir de Zagreb, Pedro Rodrigues lamenta as saudades da família e do oceano. Mas é só. “As pessoas que encontrei na Croácia fazem a diferença. Aceitaram-me muito bem e integrei-me sem problemas”, adianta. Para Renato Roldão, viver em Pequim tem sido um privilégio, “principalmente num momento em que o país atravessa grandes mudanças e um desenvolvimento económico sem precedentes”. O mundo visto a partir da China “permite passar um pouco ao lado da crise”, reconhece.

De acordo com o Observatório da Emigração, o fluxo abrandou. Mas, ainda assim, de 2005 a 2009, 350 mil portugueses deixaram o país. Rui Pena Pires, coordenador científico do Observatório, acredita que a saída para o estrangeiro não resolve o problema da falta de trabalho – os níveis elevados de desemprego são uma realidade também no resto da Europa e na América do Norte, lembrou, em declarações à agência Lusa. Nem tudo são rosas, de facto. É fundamental ponderar o risco, avaliar as diferenças culturais, considerar o custo de vida local e, principalmente, medir a própria capacidade de adaptação. “Uma pessoa tem de pesar bem o que quer e saber que provavelmente quando voltar está tudo na mesma, só nós é que mudámos”, conclui Pedro Rodrigues. claudio.garcia @regiaodeleiria.pt

Dicas Os riscos, as vantagens e os segredos de uma carreira internacional Os estádios iniciais dão acesso ao prémio final. Logo, o caminho começa numa boa formação escolar, orientada para o objectivo, mesmo antes da universidade. Programas de intercâmbio como o Erasmus, e outros ambientes semelhantes, no estrangeiro, são valorizados. As multinacionais procuram currículo académico, competência técnica e experiência. E também capacidade de relacionamento em meios multi culturais, conhecimento de línguas, facilidade de adaptação e elevados níveis de autonomia e responsabilidade. Quanto se ganha depende, obviamente, do emprego que se tem. Nos quadros superiores, um estudo da consultora Hay Group mostra que os mes-

mos empregadores pagam o triplo aos trabalhadores portugueses que enviam para o estrangeiro. O salário mínimo nacional em 2010 é quatro vezes o da Bulgária, mas apenas metade do inglês. Há riscos, claro. A língua, a cultura e o clima podem ser um problema, tal como a exigência de contextos profissionais mais competitivos ou até o custo de vida mais elevado nalguns países. Algo fundamental é ter capacidade de adaptação. No fundo, sair do cantinho do conforto e aguentar. O portal Eures é um bom ponto de partida: reúne ofertas de emprego em toda a Europa (800 mil, em média). Ainda na internet, o EPSO é o site para carreiras na União Europeia.

João Santos Professor de Estratégia e Gestão Internacional na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

27


Região // Mercado

HB Reserva (tinto 2008)

Vidigal Reserva (tinto 2005)

Critterium Reserva (tinto 2008)

Criado pela Quinta da Sapeira, foi eleito para os 50 melhores vinhos portugueses à venda no Brasil. É produzido 100% com uvas Touriga Nacional da vinha na Codiceira, Leiria. Em 2010, recebeu medalhas de prata no Estoril e em Lisboa, além de um prémio prestígio em Santarém.

Medalha de prata em Bruxelas, o Vidigal Reserva 2005 conquistou durante quatro anos consecutivos o título de tinto mais vendido na Noruega. Desenvolvido pela Vidigal Wines, de Leiria, está agora no mercado com a colheita de 2008: frutado, macio e de cor marcante.

António Ventura é o enólogo responsável pelo tinto Critterium Reserva 2008 que este ano ganhou a medalha de ouro no concurso Mundus Vini, competindo com 5.800 rótulos de 42 países. Comercializado pela Paço das Côrtes, vive das castas Castelão, Alicante e Tinta Roriz.

A partir da Codiceira, Leiria, Inês Bernardino gere um negócio familiar com décadas de história Foto: Joaquim Dâmaso

Wine. Wein. Vin. O mundo à descoberta dos vinhos de Leiria São poucos a exportar, mas têm acumulado vendas e prémios, ganhando fama nos mercados mais inesperados, como a China e a Nigéria

Cláudio Garcia No Brasil, o tinto HB Reserva 2008 custa 57 euros e foi eleito um dos 50 melhores vinhos portugueses no mercado. É a estrela que dá brilho ao negócio familiar da Quinta da Sapeira, cujo caminho na exportação se iniciou há seis anos – em 2010 vende para 16 países, que vão absorver 35% a 40% da produção (50 mil litros).

28

São conhecidos os sucessos da Vidigal Wines na Escandinávia e da Sarvinhos na China, mas outros rótulos da Alta Estremadura têm ganho fama no estrangeiro. Parece haver motivos para brindar a um sector que tem agora menos empresas em Leiria, Batalha, Pombal, Ourém, Marinha Grande e Porto de Mós, mas beneficia de estratégias mais modernas e profissionais, em diferentes

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

segmentos de preço e qualidade. Na Quinta da Sapeira, o exterior facilita a “valorização do produto”, permitindo contornar “a dificuldade em competir” em Portugal, onde o consumidor privilegia a gama média e baixa, explica a gestora Inês Bernardino. Do Brasil chegam bons sinais, Alemanha e Holanda são os maiores compradores. Mais jovem, a empresa Paço das Côrtes (criada em 2005) exporta 90% e planeia chegar a 1 milhão de garrafas no ano que vem. Com vários prémios no estrangeiro, já conquistou 15 países e tem-

15% se saído especialmente bem O Instituto da Vinha e do Vinho prevê um aumento de produção de 15 a 20% em relação à campanha anterior na Região de Lisboa (antiga Estremadura). A matéria-prima à entrada das adegas tem sido de muito boa qualidade. De acordo com o IVV, o clima atlântico, com mais humidade e frescura, protegeu as vinhas das elevadas temperaturas no Verão.

na Noruega. O segredo passa por “moldar os vinhos para diferentes mercados”, não abdicando de “uma relação imbatível entre preço e qualidade”, referem os irmãos Pedro e Luís Rosado, responsáveis pelo negócio. Com sede em Leiria, a Paço das Côrtes recorre sempre que possível a parcerias (nomeadamente na produção) e outsourcing. Lá fora, as marcas da Alta Estremadura vêem-se em pé de igualdade com os concorrentes do Alentejo e Douro, que por cá, pelo contrário, gozam de superior notoriedade. “O mercado português está um bocadinho parado e começa a ficar saturado”, explica Nuno Filipe, enólogo da Dinivis de Ourém. Com as vindimas praticamente concluídas, o Instituto da Vinha e do Vinho admite ver atingido o patamar dos 22 milhões de garrafas na Região de Lisboa (antes denomidada Estremadura). A Adega Cooperativa da Batalha (ACB) exportou 30 mil garrafas no ano passado e espera crescer, a confirmarem-se as boas perspectivas derivadas dos contactos já efectuados. Os Estados Unidos são o principal cliente. “Até ao momento a opinião acerca dos nossos vinhos é bastante favorável nos tintos, os mais procurados”, descreve Ricardo Borges, gerente da ACB. A cor rubi fechado, os aromas de frutos vermelhos e compotas, a boca redonda e os taninos macios e de boa qualidade são especialmente apreciados, explica. Entretanto, a Sarvinhos prossegue o seu caminho em busca de mercados alternativos. Projectando 5 milhões de euros em volume de negócios e 9 milhões de litros engarrafados, escoa um quinto no exterior, segundo Luís Martins. Para a China seguem 150 mil garrafas. claudio.garcia @regiaodeleiria.pt


Região // Mercado

Endividamento líquido das câmaras subiu para 187 milhões de euros

Concurso aceita ideias de negócio até 15 de Novembro

Dívida em Leiria é de 237,85 euros por munícipe. A médio e longo prazo, autarquia deve 91 milhões

Procuram-se novas empresas e empreendedores. O Instituto Politécnico de Leiria abriu um concurso de ideias de negócio em conjunto com a Incubadora D. Dinis e a Associação Óbidos Ciência e Tecnologia (Obitec), no âmbito do projecto Inov.C. Denominado Arrisca Leiria/Óbidos, o concurso tem por objectivo primeiro a criação de novas empresas. As candidaturas decorrem até 15 de Novembro. Podem ser apresentadas de individulmente ou em equipas até cinco elementos, desde que pelo menos um destes seja estudante ou diplomado (nos últimos três anos) nas instituições de ensino superior de Leiria/Óbidos. Na formulação das propostas, os candidatos devem ter em conta os principais critérios de avaliação: a viabilidade da ideia, a criatividade e a inovação integradas no negócio, o perfil dos promotores e a capacidade de síntese. Estes serão os factores com mais peso na decisão do júri a constituir para este efeito. Há quatro prémios disponíveis para os melhores: ANJE, IDD, Óbidos e BPI.

euros

Cláudio Garcia Quanto daria do orçamento familiar de maneira a pôr em ordem as contas do seu município? Em Castanheira de Pera, são precisos oito salários mínimos. O endividamento líquido da Câmara, que o Orçamento de Estado 2011 manda ser nulo, está nos 12 milhões de euros, qualquer coisa como 3.780 euros e 73 cêntimos por habitante. Não é caso único. A dívida global das câmaras municipais da região cresceu nos últimos três anos para 187 milhões de euros (endividamento líquido do distrito de Leiria e concelho de Ourém no final de 2009). Os dados provisórios da Direcção-Geral das Autarquias Locais mostram que 11 municípios em 17 pioraram a sua situação. Em relação ao endividamento de médio e longo prazo, só Caldas da Rainha, Castanheira de Pêra e Marinha Grande melhoraram. O endividamento líquido das autarquias é calculado pela diferença entre as dívidas a pagar e as disponibilidades e dívidas a receber. De acordo com a proposta de Orçamento de Estado para 2011, tem de ser nulo (antes não podia exceder 125% dos impostos recebidos e transferências do Estado). Em Caldas da Rainha, triplicou. “Fizemos cinco centros escolares e um centro de alto rendimento para aproveitar

os dinheiros comunitários”, justifica o presidente Fernando Costa, indicando que a dívida já foi este ano reduzida em quatro milhões de euros, estando a autarquia longe do seu limite de endividamento (21 milhões). Para a leitura destes números, é indispensável ter em conta que as principais fontes de receita dos municípios estão em queda acentuada – o Estado cortou nas transferências e os impostos recuaram, nomeadamente os relacionados com a construção. No distrito, Figueiró dos Vinhos faz parte da lista de

17 autarquias que vão ser penalizadas com cortes acrescidos nas transferências do Estado por terem ultrapassado em 2008 o limite legal do endividamento líquido. Também a Nazaré, de acordo com o Diário Económico, consta de uma lista de cinco câmaras municipais que podem ser sujeitas a um plano financeiro de reestruturação sob vigilância apertada do Governo. A situação é de tal maneira delicada que a autarquia reteve as contribuições dos funcionários para a Segurança Social. O presidente Jorge Barroso garante

que foram tomadas medidas: cortes na despesa com redução de pessoal e aumento da receita subindo o preço do saneamento e da recolha de lixo. O investimento, mais uma vez, é a causa: “Por alguma razão somos o 33º concelho a nível nacional no estudo de qualidade de vida da Universidade da Beira Interior”, afirma. O endividamento de médio e longo prazo das câmaras da região ascendia no final do ano passado a 208 milhões. claudio.garcia @regiaodeleiria.pt

04 Critérios vão ajudar o júri a escolher a melhor ideia: a viabilidade do negócio, o potencial criativo e de inovação, mas também o perfil do empreendedor e a sua capacidade de síntese.

Workshop explica apoios para inovação nas empresas Comparticipação dos projectos pode chegar a 75% do valor investido pelas empresas e ainda há deduções na carga fiscal de IRC

Inovação e desenvolvimento. Eis as palavras-chave que abrem um conjunto de oportunidades para as empresas da região. É isso mesmo que

o Centro de Investigação em Informática e Comunicações (CIIC), sedeado no Instituto Politécnico de Leiria, pretende deixar claro para o tecido

empresarial e potenciais investidores. Um workshop, agendado para dia 10, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria, promete deixar pistas valiosas para as empresas que pretendam dar fôlego à componente de investigação e desenvolvimento. Há dados concretos que servem de aliciante: comparticipação dos

projectos que pode chegar aos 75 por cento, acrescidos de dedução na carga fiscal em sede de IRC, através do Sistema de Incentivos Fiscais à I&D Empresarial. A explicitação do tipo de apoios existentes nesta área é, precisamente, uma das componentes do evento que contará com a presença de um responsável da Agência de

Inovação – ADI. No workshop – programa disponível em http://ciic. ipleiria.pt/weCIIC – será ainda possível conhecer em pormenor as actividades desenvolvidas pelo CIIC, bem como os mecanismos de ligação entre o IPL e o tecido empresarial.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

29


Agir e Investir Nazaré a banhos

Apoio à lavoura

Mediar conflitos

EST nas minas de Neves Corvo

O Grupo Miramar quer abrir um centro de talassoterapia na praia da Nazaré, tendo já recebido um parecer prévio favorável da autarquia. A empresa Barratur informou que pretende alterar as instalações que possui junto ao molhe norte do porto de abrigo, transformando-as numa unidade de tratamentos com água do mar.

Decorre até 22 de Novembro um novo período de candidaturas a financiamento comunitário no âmbito do Proder - Programa de Desenvolvimento Rural. Estão disponíveis 3,1 milhões de euros para projectos de criação e desenvolvimento de micro-empresas, diversificação da produção agrícola, actividades de turismo e lazer, conservação e valorização do património, respostas sociais, associativismo e voluntariado. As taxas de financiamento variam entre 40 e 70%. O concurso é gerido a nível local pela ADAE - Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura. Há sessões de informação todas as quintas-feiras, mediante marcação prévia. Esta linha de financiamento pretende fomentar a criação de emprego, estimular a economia e fixar a população ao território.

A mediação de conflitos pode ajudar as empresas a poupar tempo e dinheiro. A intermediar - Associação de Mediadores do Oeste explica como durante uma sessão de divulgação que se realiza hoje, sexta-feira, a partir das 9h30, nas instalações da NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria, junto ao Estádio Municipal, em Leiria.

A Somincor - Sociedade Mineira de Neves Corvo, em Castro Verde, adjudicou à EST (de Leiria) uma empreitada no valor de 1,5 milhões de euros. Especialista em electricidade industrial e automação, a EST fica responsável pela instalação eléctrica num projecto de ampliação da lavaria de zinco nas áreas de moagem e flutuação. Com este contrato, a empresa da Boa Vista angaria o primeiro cliente no sector mineiro. A EST facturou 10,6 milhões de euros em 2009 e emprega 130 pessoas. A companhia sueco-canadiana que detém a Somincor anunciou na semana passada uma importante descoberta de cobre em Neves Corvo (Alentejo) como não acontecia há 22 anos.

Acesso ao QREN O financiamento do negócio, o acesso aos fundos comunitários do QREN e as implicações no novo sistema de normalização contabilística compõem o programa da conferência que o Grupo Moneris organiza na próxima sexta-feira, 12, em Leiria, com início às 18 horas. O encontro realiza-se no auditório da NERLEI.

Software legal?

Ambisig vigia aeroportos

Mais comércio

A partir de Janeiro de 2011, as empresas são obrigadas a usar apenas software de facturação certificado. Esta nova disposição legal justifica um conjunto de sessões de esclarecimento que a Compusoft inicia hoje no auditório da Caixa Agrícola de Pombal. O encontro repetese na próxima terça-feira no mesmo local e dois dias depois no Centro de Negócios de Ansião. Sempre com início às 14h30. Entretanto, com os mesmos objectivos, as instalações da NERLEI - Associação Empresarial da Região de Leiria acolhem um workshop sobre este tema, organizado em conjunto com a Alidata. É na próxima terça-feira, em Leiria, a partir das 9h30. O evento conta com a presença de representantes da Direcção Geral de Finanças e da Associação Portuguesa de Software. Sendo gratuita, a sessão implica inscrição prévia.

Tecnologia desenvolvida pela Ambisig, empresa de software com sede em Óbidos, vai ser usada para monitorizar os pavimentos dos aeroportos da Portela e Sá Carneiro. O sistema foi escolhido durante o concurso internacional lançado pela Ana, que gere os dois aeroportos. A capacidade de carga e o estado de conservação dos pavimentos são os parâmetros avaliados. Graças à integração com um software previsional, é possível calcular o tempo de vida útil restante. A Ambisig desenvolve sistemas semelhantes para ferrovia e estradas, esperando aumentar o negócio internacional, que actualmente é responsável por 30% da facturação. A empresa também disponibiliza soluções para sistemas de informação geográfica e banca na internet.

O horário dos estabelecimentos comerciais ajustase à quadra natalícia e nos meses de Novembro e Dezembro as lojas de Leiria, Batalha e Porto de Mós vão funcionar em regime alargado. A ACILIS - Associação Comercial e Industrial de Leiria, Batalha e Porto de Mós recomenda aos comerciantes seus associados que trabalhem aos domingos e feriados de tarde e nos restantes dias mantenham um atendimento contínuo das 10 horas às 19h30, incluindo sábados. Entretanto, o Dia do Comerciante comemora-se a 16 de Novembro com uma missa na Sé de Leiria. A ACILIS está ao mesmo tempo a promover um programa de formação para empresários (nível básico e avançado) em cooperação com o ISLA - Instituto Superior de Línguas e Administração de Leiria.

Lena inova A Lena Imobiliária passou a disponibilizar no seu site uma ferramenta que permite efectuar visitas virtuais aos empreendimentos com a sua chancela. O primeiro projecto a fazer uso desta funcionalidade, com vistas interactivas de 360 graus, é o Moncada Prestige, em Luanda, um edifício de 11 pisos com áreas para comércio, serviços e habitação.

30

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Nova financeira A consultora Maxfinance alargou a sua rede a Caldas da Rainha, detendo agora duas agências no distrito, pois já estava em Leiria. A empresa disponibiliza aconselhamento financeiro e produtos relacionados, incluindo cartões bancários, crédito e seguros. A certificação energética e o check-up financeiro são outros serviços garantidos pela Maxfinance.


Iniciativas REGIÃO DE LEIRIA

Pedro Teiga, António Castro, Nuno Bravo e Carlos David Foto: Joaquim Dâmaso

É inevitável: o preço da água vai aumentar Conferência Recursos Hídricos O REGIÃO DE LEIRIA juntou em Pedrógão Grande especialistas de áreas que têm em comum a utilização dos recursos hídricos. Há boas e más notícias sobre a gestão da água Patrícia Duarte É um caminho sem retorno, aquele que nos leva em direcção ao preço nacional da água. No contexto da conferência “Recursos Hídricos: valor e gestão”, promovida pelo REGIÃO DE LEIRIA, Amável dos Santos, administrador delegado da Águas de Centro, adiantou que o assunto está em discussão na Associação Nacional de Municípios Portugueses

(ANMP) e que a evolução se fará no sentido de cada utilizador, independentemente do local onde se encontrar, ter acesso a um bem que é público. O anúncio surgiu em resposta à interpelação do presidente da Câmara de Pedrógão Grande, João Marques, para quem o preço nacional da água é uma questão de “justiça social”. Cansado de “pagar pelo despovoamento do concelho”, o autarca de-

Estabelecer o preço nacional da água é uma questão de justiça social” João Marques presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande

fendeu ainda que as empresas responsáveis pela gestão e tratamento das águas deviam ser responsáveis pelas redes em baixa, distribuindo água directamente aos cidadãos e recolhendo os efluentes. Ac-

tualmente, estes são serviços prestados pelos municípios, mas João Marques lembrou que isso não acontece nos mercados da energia e das telecomunicações. Independentemente da normalização do preço da água, Amável dos Santos deixou claro na sua intervenção que o custo vai aumentar. E se, momentos antes, Nuno Bravo, da ARH Centro, tinha esclarecido que o actual modelo de gestão da água revela mais preocupações com a qualidade do que com a quantidade, Amável dos Santos reforçou a ideia ao dizer que o preço terá que acompanhar a exigência dos tratamentos. E elencou os factores que mais contribuem para esse agravamento: a má qualida-

de da água bruta, havendo ainda muita indústria na malha urbana que descarrega produtos químicos para o colector; as perdas, que correspondem a mais de 30% desde a captação até à entrega aos domicílios; e os maus hábitos dos cidadãos, havendo ainda muito por fazer em matéria de poupança de água e de separação de resíduos. Amável dos Santos referiu, a título de exemplo, que deitar um litro de óleo queimado no esgoto polui um milhão de litros de água. “Separar é um pequeno gesto, mas um contributo muito grande para o tratamento das águas e para a preservação do meio hídrico”, sublinhou. patricia.duarte @regiaodeleiria.pt PUBLICIDADE

RESTAURANTE PANORÂMICO LAGO VERDE

O semanário REGIÃO DE LEIRIA, agradece a todas as pessoas, instituições e empresas que colaboraram e apoiaram a Conferência “Recursos Hídricos: Valor e Gestão”, que decorreu no dia 29 de Outubro, em Pedrógão Grande.

ORADORES: Amável Santos - Admin. Del. das Águas do Centro; António Castro - Admin. da EDP Produção; António Martins - Turismo Centro de Portugal; Nuno Bravo - Dir. de Dep. de Recursos Hídricos Interiores (ARH Centro); Pedro Teiga - Especialista na Reabilitação de Rios e Ribeiras - Fac. Eng. Porto. MODERADOR: Carlos David - Vereador da Câmara Municipal de Pedrógão Grande

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

31


Iniciativas REGIÃO DE LEIRIA // Conferência Recursos Hídricos

01

02

03

04

05

Recursos hídricos podem criar marca turística na região Barragem do Cabril coloca entraves ao desenvolvimento turístico. Do Turismo do Centro veio a proposta de criar uma rede de concelhos com albufeiras e desenvolver uma estratégia de turismo sustentável. Pedrógão Grande é um caso interessante de se observar: 19 por cento do território é água e a autarquia tem uma intervenção muito restrita neste domínio. Ainda assim, o concelho vai conseguindo desenvolver actividades, fazendo um correcto uso da água. É o caso da reabilitação e criação de percursos ribeirinhos, os campeonatos de pesca desportiva e construção de praias fluviais, como a de Mosteiro. Porém, António Martins, do Turismo Centro de Portugal, ainda não está satisfeito: “o que podemos fazer mais, com um território que é maioritariamente água e cuja gestão não depende da autarquia?” E desfiou um rol

32

de perguntas: “como compatibilizar o uso da envolvente das albufeiras com a instalação de infra-estruturas turísticas? Que actividades suportam as massas de água? Que compensações o turismo pode obter da exploração energética? Como promover o touring cultural e paisagístico?”. Não trouxe respostas, mas apresentou uma sugestão, mais uma vez em jeito de pergunta: “faz sentido criar uma rede de concelhos com albufeiras e desenvolver uma estratégia sobre a sustentabilidade do turismo para esta rede?” O assunto não é novo. Já em Abril deste ano, a ANMP criou uma secção de municípios com barragens. “É difícil

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

É difícil compatibilizar planos de desenvolvimento turístico com a gestão das albufeiras”. António Martins Turismo Centro de Portugal

compatibilizar planos de desenvolvimento turístico com a gestão das albufeiras”, mas há espaço para fazer mais. António Martins referiu que Lisboa, Algarve e a Ilha da Madeira concentram cerca de 75 por cento da procura turística, mas reconhece no centro do país grande potencial de desenvolvimento, no qual os recursos hídricos desempenham um papel importante. É o que sucede com o touring cultural e paisagístico, o turismo de natureza, a saúde a (região centro tem o maior número de aquistas termais do país) e o turismo náutico. Para António Martins estão, pois, reunidas as condições para criar marcas e sub-marcas turísticas com base na utilização dos recursos hídricos, desde que se perceba até onde se pode ir. Uma vez definido este ponto, há que avançar para a captação de investimento e para a promoção da região. PD

01 Igreja Matriz de Pedrógão Grande, cuja primeira construção remonta ao século XII 02 Ponte filipina situada a jusante da barragem do Cabril 03 A conferência decorreu no restaurante Lago Verde, sobre a albufeira do Cabril 04 António Martins, Amável dos Santos e Carlos David 05 Barragem do Cabril no rio Zêzere, uma das maiores do país


5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

33


Iniciativas REGIÃO DE LEIRIA // Conferência Recursos Hídricos

“Lisboa devia compensar-nos por ter água boa para consumir” Ainda não há casamento entre a preservação de rios e o desenvolvimento económico. Mas há namoro e o desfecho até pode vir a ser feliz. João Marques salientou que cabe às autarquias “um grande ónus” no que toca à preservação dos recursos hídricos Foto: Joaquim Dâmaso Em Pedrógão Grande, local onde se situa a barragem do Cabril e onde decorreu a conferência promovida pelo REGIÃO DE LEIRIA, a questão da preservação dos rios e dos ecossistemas é premente. João Marques, presidente da Câmara Municipal, salientou a dificuldade em conciliar a preservação com o desenvolvimento e desabafou: “Lisboa devia compensar-nos por ter água boa para consumir”.

O autarca também não “poupou” António Castro, administrador da EDP Produção, ao afirmar que o concelho “não está a ganhar nada com o investimento que a hidroeléctrica fez”. António Castro reconheceu que “o mundo mudou muito desde que o investimento do Cabril foi construído”, mas garantiu que da parte da EDP existe a preocupação de partilhar riqueza na área onde tem

empreendimentos. Deu como exemplo duas propostas que vão nesse sentido: a alteração dos critérios de distribuição da derrama e a revisão da retribuição aos concelhos que possuem centrais de energia, admitindo que no caso da eólica esse retorno é bastante superior ao da eléctrica. António Castro defendeu o papel da rede hídrica a nível nacional e, sobre as vantagens, lembrou que esta

permite viabilizar outras energias, nomeadamente a eólica. Admitiu, no entanto, que nem só de vantagens vivem os empreendimentos construídos pela EDP, sendo o impacto ambiental uma das consequências mais nefastas. “Uma albufeira cria sempre uma barreira artificial” e no caso do Sabor foram mais de 50 milhões de euros investidos em medidas de minimização. O administrador da EDP

referiu ainda que Portugal é dos países da União Europeia com mais potencial de crescimento no domínio energético que, a ser devidamente aproveitado, permitirá reduzir uma parte signifi cativa das importações. “Uma grande parte do défice externo deve-se a energia. Imagine-se o que seria do país se vivesse sem essas importações”, referiu. PD PUBLICIDADE

34

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


Iniciativas REGIÃO DE LEIRIA // Conferência Recursos Hídricos

Quer contribuir para a preservação dos recursos hídricos? Adopte um troço de rio

Actividades a realizar

Sim, é possível tornar-se “pai” ou “mãe” de 500 metros de uma linha de água. Pode ser o Zêzere, o Arunca, o Lis, o Lena ou até mesmo a Ribeira dos Milagres.

02 Analisar o percurso do rio, os materiais do kit e as fichas de observação

A ideia partiu do Projecto Rios, lançado em Espanha em 1997 e estendido a Portugal em 2006. É com grande entusiasmo que Pedro Teiga, coordenador nacional do projecto, se refere a esta iniciativa. Durante a conferência promovida pelo REGIÃO DE LEIRIA, falou sucintamente do projecto, preferindo lembrar o público (uma boa parte alunos da Escola Tecnológica e Profissional da Zona do Pinhal) dos maus exemplos que ainda proliferam e que nos impedem de “usufruir da história dos nossos avós”. Mas em www.projectorios.org pudemos ficar a saber mais sobre a iniciativa que cativou a plateia.

Em termos gerais, o Projecto Rios visa a adopção e monitorização de um troço de rio e destina-se a um público vasto: municípios, empresas, escolas (desde o pré-escolar até à universidade), escuteiros, associações, lares de terceira idade ou famílias. Na prática, isso significa que os “pais” passam a integrar uma rede nacional de obser vação, monitorização e vigilância dos cursos de água e são convidados a integrar actividades experimentais de educação ambiental e de participação pública, com vista à implementação da Directiva Quadro da Água. No momento da adopção é distribuído um kit di-

Muitas vezes investimos tudo na parte material e esquecemo-nos da imaterial que é, por exemplo, o envolvimento da comunidade” PedroTeiga Coordenador nacional do Projecto Rios

dáctico que vai ajudar nas tarefas de inspecção e de implementação de acções que promovam a “saúde” do troço adoptado. Entre outros objectos, o kit con-

tém lupa, lápis, pinça, fitas de medição de pH, nitratos e nitritos, termómetro, fita métrica, camaroeiro e prancheta. Inclui ainda informação sobre o Projecto Rios, fichas de campo e fichas de identificação de rios, rochas, anfíbios, árvores, aves, borboletas, répteis, peixes, entre outros. Enquanto coordenador nacional, Pedro Teiga não tem dúvidas de que este projecto representa um passo importante no envolvimento e na participação dos cidadãos na preservação dos sistemas ribeirinhos. Reconhece que há muito a fazer nesta matéria, mas que nem todas as soluções são materiais. “Muitas vezes investimos tudo na parte material e esquecemonos da imaterial que é, por exemplo, o envolvimento da comunidade”. “Muitas vezes, estas soluções são até mais baratas e eficazes”, defendeu. PD

01 Seleccionar o troço do rio a monitorizar de acordo com a coordenação nacional

03 Verificar todo o material necessário para a monitorização do rio 04 Elaborar um esquema do troço do rio (descrição físico-geográfica) 05 Inspeccionar os colectores 06 Estudar o ecossistema aquático 07 Preencher a ficha de recolha de dados 08 Enviar a ficha da recolha de dados à coordenação nacional 09 Colocar os registos na base de dados online 10 Continuar o processo de adopção do troço monitorizado PUBLICIDADE

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

35


36

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


Emprego Trabalhar sem patrão. Profissões ideais para ser chefe de si próprio Escolha Horários flexíveis e mais disponibilidade pesam a favor do trabalho por conta própria – mas nem tudo é bom e o salário ao fim do mês não é certo. Metade dos portugueses preferia ser auto-empregado

Um estudo realizado este ano junto de 23 mil pessoas em 25 países revela que 14% dos inquiridos gostariam de ser chefes na sua empresa. Ideias como repressão, falta de recompensa monetária ou a imposição de um horário continuam a ser associadas à existência de um chefe no local de trabalho. Tendo em conta a imagem estandardizada de um patrão, a classe média começa a repensar as suas metas em termos laborais. E o sonho de ter lugar numa empresa começa a ser substituído por um caminho paralelo: o de trabalhar por conta própria. Ser chefe de si próprio é, para muitos, o ideal de felicidade no trabalho. Horários flexíveis, não ter que dar satisfações a ninguém sobre as tarefas diárias e evitar maus colegas de trabalho são apontadas como principais vantagens de trabalhar sem um chefe. No entanto, e segundo as experiências profi ssionais analisadas, esta modalidade não traz apenas vantagens. “Mesmo que o mês te-

nha corrido mal, numa empresa o salário é algo garantido. O mesmo já não acontece quando se trabalha por conta própria”, explicou Cláudia Ramos, que abriu este ano uma loja de roupa, na qual trabalha sozinha. Por outro lado, ainda que não tenha patrão, é frequente levar trabalho para casa. Apesar dos riscos, o advogado Pedro Oliveira prefere olhar para as vantagens de trabalhar por conta própria. “Tenho a minha rotina e não dou justificações a ninguém. Isso é algo de que já não prescindo”, garante. Segundo um inquérito apresentado este ano em Bruxelas, 51% dos portugueses preferiam ser auto-empregados, um número ligeiramente acima da média comunitária (45%), mas em declínio face ao último inquérito – efeito da crise que pôs muita gente a jogar pelo seguro. Em 2002, 71% dos portugueses manifestavam vontade de ser chefes de si próprios. Deixamos-lhe aqui algumas sugestões de profissões nas quais pode ganhar dinheiro, sem ser subordinado. Exclusivo jornal i / REGIÃO DE LEIRIA

Para ser o seu próprio patrão tem de impor-se rotinas Foto: DR

1

2

3

4

Lojista

Advogado

Costureira

DJ

Cláudia Ramos viu a sua carreira profissional seguir o caminho de tantas outras: “À terceira renovação de contrato, era sempre mandada embora”. Trabalhou em marketing durante quase dez anos, mas desde Abril que está à frente de uma loja de roupa em Lisboa. Aos 35 anos, já não se imagina a trabalhar para alguém. “Faço os meus horários e não tenho de lidar com maus colegas”. Desvantagens? “Levo sempre trabalho para casa e, mais importante, o salário ao fim do mês não é garantido”.

“Preferia ter de pedir na rua a ter de voltar a trabalhar para alguém”. Pedro Oliveira abriu o seu escritório de advogado depois de seis anos a trabalhar numa empresa. Aos 37 anos, garante que as vantagens de não ter um chefe superam os riscos: “Apesar de o rendimento não ser fixo, tenho mais disponibilidade, os horários são mais flexíveis e não tenho de dar justificações”. Já aconselhou vários amigos a seguir o mesmo caminho. “O risco é grande, mas compensa”, garante.

Num espaço de três metros quadrados, Dulce Albuquerque armazena o trabalho de uma vida. Costureira desde miúda, decidiu abrir há seis meses o seu espaço no Bairro Alto. Chefes? “Nem pensar! Para patrão já me chegou o meu marido na mercearia dele”, diz. Aos 72 anos, gosta de ter os seus horários, sem dar satisfações a ninguém. “Finalmente tenho um sítio para fazer aquilo que mais gosto. E ainda por cima numa coisa em que sei que sou boa profissional”, explica.

Toca três vezes por semana e é esta a sua única fonte de rendimento. Hugo Moita (DJ Irie) tem residência fixa numa discoteca e no Casino Lisboa, mas nada comparável a um patrão. “Além desses trabalhos que dão alguma estabilidade, actuo em bares e discotecas de todo o país”, conta. Aos 23 anos, acabado o curso de Ciências da Comunicação, prepara-se para iniciar Produção e Marketing Musical. O trabalho numa empresa não o assusta: “Ser DJ não é seguro – e nunca tive medo de responsabilidades”.

Marta Cerqueira

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

37


Região // Emprego & Formação

ADMITE-SE (m/f)

SERRALHEIRO MECÂNICO Para fábrica de Pré-fabricados em Betão Telefone: 244745096 Telemóvel: 917605992 E-mail: nevesoliveira.geral@gmail.com

Quer ter um Negócio Próprio e Rentável - Chave na Mão? Mesmo que esteja desempregado(a) mas inscrito(a)

no I.E.F.P. apoiamos no lançamento do seu negócio.

STAND CARROS SEM CARTA

Admite

Comercial (m/f)

Vendedor Comissionista Part-Time - Martingança Tel. 964 890 496 E-mail: zeca1966@gmail.com

Negócio Garantido com a Cadeia de Lojas

Sem compromisso ligue-nos e peça informações de: Segunda a Sábado das 10h. às 12 horas para:

962 525 239 ou 244 047 457 Só dias úteis RECEPCIONISTA (m/f)

Empresa no sector dos canais quentes recruta : (m/f)

1 Responsável de Projecto (com domínio Solidworks 2010)

Resposta a este jornal com CV e foto para: Email: emprego@regiaodeleiria.pt, indicando a ref.ª LV/1055

. Pessoa motivada, organizada e autónoma . Bom conhecimento das ferramentas e da injecção plástica . Que fale francês e domine o inglês técnico Envie o seu C.V. para o e-mail : mastip-france@mastip.fr

38

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


Região // Emprego & Formação

Assistente de Contabilidade Tipo de Empresa: Actividade: Localização: Objectivo:

Empresa portuguesa Indústria Metalúrgica de Base Concelho da Marinha Grande Assistente de Contabilidade Departamento Financeiro

Formação / Experiência: - 12º Ano - Formação em contabilidade (SNC) - Formação em fiscalidade - Experiência mínima de 3 anos em contabilidade - Capacidade de Trabalhar em Equipa - Inglês fluente Funções / Responsabilidades: - Garantir a fiabilidade da informação contabilística produzida, de acordo com as normas e procedimentos da empresa; - Classificação e lançamento de documentos contabilísticos; - Preparação das declarações fiscais e para-fiscais; - Acompanhamento das acções de controlo de crédito; - Preparação das análises contabilísticas e financeiras anuais: balanços, balancetes, anexo à demonstração de resultados;

Quer mesmo trabalhar? Se realmente é isso que procura, temos para lhe oferecer um lugar de TÉCNICO/A COMERCIAL para desempenhar funções de prospecção, desenvolvimento e gestão/acompanhamento de clientes já existentes. Perfil requerido: - Forte motivação comercial e boa capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoal - Elevado sentido de organização e responsabilidade - Orientação para objectivos e resultados - Será valorizada experiência na área comercial. OFERECEMOS: - Boas condições de remuneração base e prémios - Formação profissional continua e apoio permanente - Viatura de serviço ENVIE JÁ C.V. para: leiria.recrutamento@gmail.com

METALOMECÂNICA INDUSTRIAL EM LEIRIA

Precisa:

TÉCNICO/A DE QUALIDADE

Condições preferenciais: - Experiência com sistema informático SAP R/3

As respostas deverão ser dirigidas para o e-mail: emprego@regiaodeleiria.pt, indicando a refª LA/1156 deste jornal.

Perfil: Licenciatura em Engenharia Mecânica

EMPRESA DE TRANSPORTES PROCURA COLABORADOR

COORDENADOR/A DE TRÁFEGO Requisitos: • Experiência no departamento de tráfego (Importação e Exportação) • Bons conhecimentos de línguas Local: Fátima

Contacto: 936 014 012

Empresa sedeada na zona de Leiria Pretende recrutar:

- Projectista / Desenhador(a) Requisitos: Domínio de Autodesk / Inventor Experiência comprovada em projectos na área de mecânica; Conhecimentos de pneumática e hidráulica.

Resposta ao anuncio através do envio de C.V. para: sonia.qualidade@fcaixeiro.pt

Domínio da língua apenas inglesa (escrita/oral)

Empresa em Monte Real admite:

Funcionário/a (Para Loja) - Idade até 35 anos - Preferência com experiência Marcação de entrevista:

244 612 229

Clínica de saúde e bem-estar na zona de Leiria admite m/f:

ESTÉTICISTA / COSMÉTOLOGISTA Perfil: - Experiência em funções anteriores similares - Sentido de responsabilidade e organização - Entrada imediata Para marcação de entrevistas contactar tel. 244 838 460 ou enviar currículo vitae para e-mail: holiclinica@oninet.pt

ADMITE:

Instalador de Portas e Automatismos (m/f) Perfil pretendido: • Escolaridade obrigatória; • Conhecimentos eléctricos básicos; • Conhecimentos em instalação de automatismos; • Dinâmico e grande capacidade de trabalho; • Responsável e assíduo; • Carta de condução; • Disponibilidade imediata. Oferecemos: • Remuneração compatível com as funções a desempenhar; • Bom ambiente de trabalho; • Integração em equipa jovem e dinâmica. Os interessados devem enviar C.V. para: HF Portas e Automatismos, Lda. – ZI Ponte da Pedra Rua Douroana nº 380 – 2415-175 Regueira de pontes – Leiria Tel: 244 828 677 Email: info@hfportas.com

Empresa na área da Acústica, Divisórias e Design de Interiores sediada em Leiria procura, para entrada imediata:

Conhecimento de informática na óptica do utilizador Dinamismo e capacidade de organização Gosto pelo trabalho em equipa

Email para candidatura: Dep.recursos2009@gmail.com

QUERO TRABALHAR JOVEM DE 30 ANOS Com 12º ano, aprendizagem rápida, pontual, assíduo, disponibilidade imediata, c/ experiência principalmente na área do telemarketing, mas também aberto a outras áreas profissionais para trabalho compatível. Contactos tel: 966 666 115 / 244824660 ou email: laminetorres@hotmail.com

PROFISSIONAL Com disponibilidade imediata e competências para: Venda de serviços de Telecomunicações, Técnico/ Instalador de Telecomunicações Televisão + Internet + Telefone, Fiel de Armazém, Motorista ou outras. “Procuro trabalho compatível”. Tel. 917 847 808 / E-mail: paulo65ferreira@gmail.com

SECRETÁRIA / RECEPCIONISTA - Com curso de secretariado do ISLA - Domínio de Inglês e Francês - Bons conhecimentos de informática - Vasta experiência de atendimento ao público, expediente geral de escritório, contactos com repartições públicas, nomea damente Tribunais, Finanças, Conservatórias e Notários. E-mail: maria.leiria2010@hotmail.com

COZINHEIRA

ligar das 16 às 19 horas

SENHORA

SENHORA

Faz limpeza e engoma roupa em Leiria e arredores. Tel. 913 283 254

Ucraniana procura trabalho em horário diurno. Tel. 913 229 833

Com experiência,

Comercial

só almoços.

(com/sem experiência)

Tel. 911 175 364

Requisitos: - Formação superior - Conhecimentos de Inglês e de informática na óptica de utilizador - Conhecimentos de Espanhol (opcional) Oferece-se: - Remuneração fixa + comissões Resposta com carta de apresentação e CV para: candidaturas.leiria@sapo.pt

SENHORA Acompanha e dá apoio a idosos e crianças, incluindo transporte a consultas, escolas, etc. Z. Leiria. tel. 914 366 534

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

39


Nós

Agenda

P.44

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

P.45

O que lia Gonçalo M. Tavares

Chegaram as marionetas!

40

Bruxinha

A Bruxinha falou esta semana com Gonçalo M. Tavares e ficou a saber o que o escritor lia quando era pequeno. Esta semana também, um teste sobre provérbios.


Carros

Novo Mazda 2

P.46

Saúde

P.48

Casa

P.58

Como nascem os genéricos?

Há um aspirador que trabalha por si

Utentes de farmácias de Leiria e Coimbra visitaram um laboratório onde são produzidos genéricos. Acompanhámos a visita à Bluepharma.

Roomba é um robô que é o sonho de quem tem de fazer limpezas domésticas: aspira a casa automaticamente e, no fim, volta sozinho à base para carregar.

Cultura

P.62

Um rancho num talho

Ó tia dá bolinho? p.42 Reportagem Num combate abstracto entre o Bolinho e o Halloween, ou seja, a tradição versus influência anglo-saxónica, quem venceria? Deixámos as abóboras luminosas de lado e fomos atrás da tradição. Acompanhámos uma família a manter vivo aquele hábito do dia 1 de Novembro, que pode muito bem estar ligado a um mito urbano. Foto: Sérgio Claro

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

41


Família

01

Bolinho Na aldeia ainda se chama pela “tia” mágica Tradição Acompanhámos uma família que insiste em manter viva uma prática que sobrevive à erosão dos laços de vizinhança. Um saco e um pregão são as ferramentas essenciais

42

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Carlos S. Almeida “Ó tia dá bolinho?”. Com este pregão que passou de geração em geração, as portas na pequena aldeia de Brancas, nos arredores da vila da Batalha, abriram como que por magia, na última segundafeira. Nascida em Lisboa, esta tradição encontra no mundo rural o habitat que lhe permite reproduzir-se e garantir um lugar nos costumes nacionais. Paradoxo dos tempos modernos, é sentido na pele por Elsa Susana. Habita, precisamente, na cidade que, em 1755 sofreu um terramoto devastador. Multiplicam-se as explicações que apontam para o primeiro aniversário dessa mega partida dos elementos como origem desta tradição. Os mais necessitados lançaram-se nas ruas, clamando pela solidariedade alheia para fazer face às contrariedades. Nascia, segundo alguns, esta tradição única

no primeiro dia de Novembro. Mito urbano? Nem todos subscrevem esta teoria (ver texto ao lado). Sem certezas quanto às raízes desta prática, o certo é que 254 anos depois do primeiro aniversário do terramoto de Lisboa, Elsa, 39 anos de idade, não resiste ao chamamento das origens para acompanhar a filha Marta numa espécie de regresso ao passado. Quando era pequena, logo pelas nove da manhã, juntava-se com o grupo de amigos e calcorreava a aldeia natal de ponta a ponta, pedindo o bolinho. Na manhã da última segundafeira, foi a guia do REGIÃO DE LEIRIA em mais um autêntico contra-relógio na busca dos laços de vizinhança, camuflados em pequenos bolos com frutos secos. Em Lisboa, conta, é o Dia das Bruxas – saído do anglosaxónico Halloween – quem ganha terreno. Ela, como a filha Marta, deixam a agora quase tradicional noite assus-

tadora para trás e anseiam pelo dia de regresso à aldeia. Elsa para acompanhar a filha enquanto recorda a infância passada, Marta para seguir as pisadas da mãe e da avó. A pedir o bolinho.

Recuemos seis décadas Em meados do século passado, era Cecília Calé, mãe de Elsa e avó de Marta, quem mantinha a tradição viva na então ainda mais pequena aldeia. Uma das muitas que então como agora, emprestavam os seus mais pequenos para, de saco em punho, apelarem pela “tia” generosa. Mas “no meu tempo era diferente”, desfia a avó Cecília. “Na nossa zona, os padrinhos de baptismo davam sempre uma prenda: um avental para as meninas ou uma camisola para os rapazes”. “Andávamos alegres e bonitos”, recorda. A manhã começava depois da missa das oito. Não com um mas com dois sa-


Nós // Família

01 As crianças da aldeia de Brancas, perto da Batalha, percorrem todas as casas de saco em punho 02 Elsa Susana e a filha Marta deixam Lisboa para recriar a tradição que herdaram 03 Em tempos idos, sem trânsito, as crianças andavam sós. Agora os adultos tentam acompanhar a passada 04 Cecilia Calé recorda os tempos em que o bolinho e o tremoço enchiam os sacos Fotos:: Sérgio Claro 03

04

02

cos: “Trazíamos dois sacos ao pescoço, um para tremoços e outro para o bolinho”, conta. Certo é que, recorda Cecília, as castanhas eram o “petisco” mais apetecido. “Este é o sítio que mais gosto porque dão castanhas”, atira Elsa, seis décadas depois, a meio da manhã da última segunda-feira, em jeito de herança escondida no subconsciente. Visita um “vizinho” que presenteia os mais pequenos com o fruto do castanheiro. Marta parece trazer consigo a mesma preferência, alimentando a fila que a criançada faz para levar para casa mais peso no saco. No final do dia, no saco hão-de pesar mais as guloseimas que bolinhos ou frutos secos. Os rebuçados, caramelos, chocolates e afins ajudam a manter a generosidade, mas apagam as horas passadas a misturar e amassar farinha, abóbora e manteiga. “Agora dão mais guloseimas

e dantes era bolos ou nozes”, constata Elsa. Já a sua mãe insiste em manter o bolinho bem vivo. Este ano, como nos anteriores, preparou as pequenas merendeiras. Provavelmente saído do cariz de solidariedade que baptizou este dia, ainda hoje, na tarde de dia um, algumas pessoas mais necessitadas fazem uma visita. Chouriço, presunto ou toucinho eram, recorda Cecília Calé, algumas das oferendas que os seus pais legavam aos adultos que, de saco de serapilheira em punho, batiam à porta. Hoje em dia, tem bolinho para todos. E sempre que os mais pequenos lhe chegam a casa, deixa um pouco de pedagogia. Elogia o bolo e o seu papel tradicional e tenta dissuadir a preferência pelo rebuçado. Aqui nem doçura nem travessura. O saco querse cheio de tradição. carlos.almeida @regiaodeleiria.pt

Há uns dez anos praticamente não havia ninguém na aldeia a pedir bolinho. Comecei com a minha filha mais velha [que agora tem 14 anos] a bater à porta dos vizinhos e as pessoas recomeçaram. Agora há bastantes miúdos ”. Elsa Susana mãe da Marta, uma das crianças que acompanhámos no dia do bolinho

De onde vem o “bolinho”? Como e onde nasceu a tradição? Não há certezas. A explicação saída do quadro de dificuldades vivido na Lisboa pós-terramoto ganha terreno, com múltiplas referências em vários textos sobre o assunto. Mas está longe de ser consensual. O sociólogo batalhense Moisés Espírito Santos afasta esta possibilidade. Aponta antes para o facto de se tratar de um costume rural, ligado às colheitas. Afinal, os frutos secos aparecem nesta altura e este é um ritual de solidariedade, festivo, muito ligado ao pagamento de serviços gratuitos prestados no mundo rural, afastando qualquer conotação com a mendicidade. O “pagamento” fazia-se com frutos secos: castanhas, romãs e

amêndoas, entre outros. Já o etnógrafo batalhense, José Travaços Santos sublinha que, embora sem certezas, esta parece ser uma festa especialmente vivida na Estremadura. Actualmente é, entende, um convívio muito cristão que se tem mantido. E defende o papel da merendeira, conhecida como bolinho, bem característica da gastronomia da nossa região. Para além do envolvimento das crianças, deixa a nota para uma outra componente desta festa que, pelo menos nalgumas zonas da Batalha, persiste: à tarde, as pessoas têm as portas abertas para receber os vizinhos que são obsequiados com um mesa recheada de bolos, doces e outras iguarias.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

43


Agenda em família Marionetas em Leiria

I

Com Novembro chega a Leiria um festival com muitas marionetas. Amanhã, sábado, “A floresta dos Ti’s” leva uma história sobre trabalho e solidariedade à Pediatria do Hospital Santo André (11 horas), Praça Rodrigues Lobo (15 horas) e Galerias Jardins do Lis (16 horas). Para maiores de 3 anos, com entrada livre. Depois (17 horas), “Pupetologia” está na FnacLeiria. É um cruzamento entre marionetas e samba, jazz, capoeira e o próprio público. Para maiores de 4 anos, tem entrada livre. Domingo, o festival vai até ao Teatro Miguel Franco, com “Estórias do Dia e da Noite”. Espectáculo de teatro de sombras e marionetas, fala de amor, fadas e aventuras. Para crianças a partir dos 4 anos e bilhetes a 3 euros. O festival decorre até 27 de Novembro.

Berço das Artes O Berço das Artes da SAMP vai domingo à FnacLeiria, convidando bebés e seus pais a conviver num momento especial: parece teatro, mas também pode ser uma aula de música, com fantoches e “papapás” pelo meio. É um momento especial para as famílias, que a Fnac e a SAMP oferecem domingo, às 11h30. O momento é aberto ao público em geral.

Livro inclusivo Porque as crianças especiais têm necessidades especiais, hoje, sexta-feira, é lançado o livro “O Piolho Zarolho e o Arco-Íris da Amizade”, de Lurdes Breda. O trabalho insere-se no âmbito da inclusão de crianças com deficiência. O lançamento é no Auditório 2 da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, em Leiria, às 15 horas.

Hora do conto

É um bom educador ambiental? O CIA ajuda-o a ser

“Peter Pan” é o conto que está em destaque no mês de Novembro na Biblioteca Municipal de Leiria Afonso Lopes Vieira. A equipa da Hora do Conto conta a história amanhã, sábado, às 16 horas. Os mais novos também podem ouvir “Peter Pan” nos dias 12 e 26, às 14h30, e dia 17, às 10h30. Para grupos é necessária marcação prévia: 244 839 666.

Como vão as suas práticas ambientais? A Câmara de Leiria quer ajudar todos os que querem aumentar os seus conhecimentos de carácter ambiental. Para isso organiza a acção de formação “Educador Ambiental” no Centro de Interpretação Ambiental de Leiria (CIA), nos dias 13 e 14 de Novembro de 2010. A iniciativa destina-se a técnicos de educação ambiental, estudantes universitários da área das ciências naturais e afins, mas também a todos os interessados em desenvolver as suas competências na área da educação para o desenvolvimento sustentável. As inscrições custam 25 euros e podem ser feitas no CIA ou pelos e-mails tfontes@cm-leiria.pt e raquelopes15@gmail.com.

Mil sorrisos

Shrek e outros filmes grátis

Passeio e magusto

Tem brinquedos antigos em bom estado e que funcionem a pilhas em casa? Então leveos amanhã, sábado, à Fnac Leiria. A partir das 15 horas, o Centro de Recursos para a Inclusão Digital recebe-os para serem adaptados e depois doados a crianças com necessidades especiais. A iniciativa chama-se “Mil brinquedos, mil sorrisos”.

Durante os quatro fins-de-semana de Novembro, o centro comercial Vivaci, em Caldas da Rainha, oferece cinema às famílias. No Festival de Cinema Infantil, o espaço vai exibir “Shrek Para Sempre”, “Planeta 51”, “Marmaduke” e “Alvin e os Esquilos 2”, convidando todos a assistirem gratuitamente. As sessões são às 11 horas aos sábados e domingos. E a esta festa do cinema infantil associam-se Shreck, Fiona e Gato das Botas em tamanho real, que vão receber os mais novos no Vivacine! O Festival de Cinema Infantil no espaço comercial de Caldas da Rainha insere-se nas comemorações do aniversário do Vivace e dos cinemas Vivacine.

Um dos locais mais belos do distrito de Leiria, a freguesia do Coentral, em Castanheira de Pera, recebe nos próximos dois fins-de-semana passeios pedestres com magusto. “Cores de Outono” realiza-se nas tardes dos dias 6, 7, 13 e 14 e inclui magusto. As inscrições custam 5 euros e podem ser feitas pelos números 236 438 931 ou 919 865 279.

44

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


A Bruxinha

A Bruxinha Rua D. Carlos I, 2-4 2415-405 LEIRIA-GARE regiaodabruxinha@regiaodeleiria.pt

A Bruxinha Conta

Perguntador

O que a Gente Grande lia quando era pequena “Li a Alice no País das Maravilhas com a idade certa porque voltei a querer ler o livro. Gosto dos livros para crianças que têm imaginação e que não acabam num tom moralista excessivo. Não é necessário chegarmos ao ponto de dizer, em histórias para crianças: isto é bom e isto é mau! Pareceme mais interessante que

Sítio do Gato

sejam as próprias crianças a chegar a essa conclusão, a escolher o lado certo. O que me agrada nos livros da Alice é que a personagem é bem real, tem defeitos e qualidades, mas sobretudo aquele espanto maior que está presente nas brincadeiras infantis: tudo pode acontecer! O Mundo não depende das leis da Física,

mas sim das leis que a cabeça de cada criança impõe. Há uma Física individual, e é isso que podemos chamar de imaginação. Os livros do Lewis Carrol fazem crianças mais confiantes no seu mundo individual e portanto mais felizes”.

O que sabes sobre Provérbios 1- É de pequenino que… a) … se torce o destino b) … se torce o pepino c) … se educa o menino

Gonçalo Tavares Escritor

2- Depressa e bem… a) … há muito quem b) … há pouco quem c) … pensa também 3- Um dia é da caça… a) … outro do lenhador b) … outro do lutador c) … outro do caçador

Gatices & bruxices para pintar!

4- Quem vai para o mar… a) … vai lá pescar b) … avia-se em terra c) … perde o lugar 5- Quem muito fala… a) … toda a gente cala b) … muito acerta c) … pouco acerta

Popville Estará numa livraria mas não é propriamente um livro, um jogo ou um brinquedo. Pode ser isso tudo. É uma surpresa da Bruaá. Para olhar, brincar e recriar.

6- Dá Deus nozes… a) …a quem tem dentes b) …a quem não tem dentes c) …a quem tem castanhas

Parabéns!

Envia-me uma foto e a data de aniversário do teu/tua melhor amigo/a.

Soluções: 1b; 2b; 3c; 4b; 5c; 6b.

Biblioteca

Crónica de Uma Bruxinha

Narrativas familiares último livro de Daniel Sampaio, “Memórias do Futuro” faz-nos olhar com detalhe lugares familiares da nossa vida. Como o autor deixou claro, na apresentação, na livraria Arquivo, este não é um livro terapêutico. Mas, sem o pretender, lê-lo é uma excelente terapia. Três gerações podem seguir com proveito o fio condutor dos afectos, da vida conjugal, familiar e profissional. Daniel Sampaio consegue, num livro de carácter, também, autobiográfico, sem esforço, uma modernidade de temas e linguagem. Só tenho pena que não tenha ousado ir buscar também as memórias de infância… Escrito com uma notável fluência, é um livro para o grande

O Escrito por Sílvia Alves Coordenação editorial da Bruxinha

público e, digo-o sem desmerecimento algum, para todos os públicos. Uma reflexão sobre o universo de silêncios e mal-entendidos em que se movem as relações familiares, onde saber gerir a dose de proximidade e distância ou decidir o tempo certo para ficar ou partir é, muitas vezes, o segredo da felicidade. Aconselho a que procurem nas 174 páginas o que recomendo e não cabe nesta breve crónica. A esperança de vida cresceu. Precisamos também de ir mais longe no reconhecimento da actividade e mérito da idade. Ainda não somos velhos aos 64 anos e muito menos esgotámos os assuntos, sejam eles de que natureza forem.

Texto: Vanina Star koff Ilustração: Vanina Starkoff Editora: Kalandraka Dançar nas Nuvens Numa aldeia de África ou da América Latina vive uma menina que sonha dançar nas nuvens. A aldeia vai crescendo para o céu alojando diferentes pessoas vindas de longe que partilham música e experiências. Um livro sobre sonhos e partilha de diferentes modos de viver e pensar.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

45


Carros Desde

Breves nas rodas

13.143€ Fiat apresenta “Mio” nascido na internet

Mazda 2 Nascido em 2007, o modelo muda por dentro e por fora. É a evolução na continuidade alavancada nos pormenores. Carlos S. Almeida Apresentado no Salão Automóvel de Paris, no final do Verão, o novo Mazda 2 chega agora renovado ao mercado nacional.

O modelo já é presença habitual na Europa, tendo estreado em 2007, conseguindo o título de “Carro do Ano Mundial 2008”. Em Agosto contava já com 207 mil novos proprietários por todo o velho continente. Em 2010

PUBLICIDADE

46

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

ganha um upgrade. O facelift, explica a Mazda, resulta de uma pesquisa de mercado, e traduz-se em novidades ao nível estético e mecânico. Comecemos pelo coração da máquina. Todos os motores já cumpriam a norma Euro 5, mas agora apresentam-se mais económicos e mais comedidos nas emissões de CO2. Veja-se o caso do motor 1.3, a gasolina, com 75 cavalos de potência: as emissões de dióxido de carbono caíram 5%, para 119 g/km e os 5,1 litros aos cem correspondem a uma diminuição na ordem dos 2 por cento no consumo. Para os mais ambiciosos no que à prestação do motor se refere, deixam-se os argumentos do, também a gasolina, 1,5 litros: 102 cavalos de potência alimentados por 5,8 litros de média aos 100 quilómetros e 135g/km de CO2. A mudança também incluiu os diesel. O MZ-CD 1.6 turbodiesel common-rail conta com 95 cavalos e uma redução nos consumos a rondar os dois por cento. A nível estético, as mudanças são abundantes e centram-se em alguns pormenores. Novo design nas jantes em liga leve de alumínio e faróis de nevoeiro com contornos renovados são alguns dos exemplos. Nota ainda para a versão “Sport Plus” que alia um spoiler traseiro no tejadilho e saias laterais. Olhando para o interior, entre outras novidades, sobressai a aposta em novos materiais e tecidos. Nota ainda para a possibilidade de adquirir um Mazda 2 com sistema de aviso de excesso de velocidade, associado ao computador de bordo, despoletando um aviso sonoro quando o automóvel excede os limites de velocidades préprogramados pelo condutor. carlos.almeida@regiaodeleiria.pt

15 meses e 11 mil ideias depois do arranque do projecto, o Fiat Mio está agora patente no salão automóvel de São Paulo, no Brasil, que termina este domingo. Não é propriamente um novo modelo que vai entrar no mercado, mas antes um conceito, isto é, um protótipo. A inovação trazida pelo Mio radica no facto de ser o resultado das sugestões e ideias deixadas ao longo do tempo por todos quantos ousaram participar on-line em http:// www.fiatmio.cc/en. Este citadino conta com menos de dois metros e meio de comprimento e é sobretudo direccionado para o conforto do condutor. Quem sabe se não inspira a estratégia da Fiat para o futuro próximo?

Citröen eléctrico chega em Janeiro Em finais de Outubro, eram já doze os C-Zero encomendados por portugueses. Os números são da marca francesa, referemse ao novo carro eléctrico da Citröen que chega a Portugal em Janeiro. Destinado, sobretudo, a trajectos curtos, o C-Zero alberga quatro pessoas e terá uma autonomia de 150 quilómetros. Recarrega as baterias em seis horas, tem uma velocidade máxima de 130 quilómetros por hora, custa 36 mil euros e o recarregamento de bateria deverá rondar cerca de 1,20 euros para uma autonomia de 100 quilómetros.


5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

47


Saúde Laboratório quer desmistificar genéricos e abre portas aos utentes

Rastreio gratuito à diabetes em Óbidos

Martine Rainho

48

Caminhada contra o cancro da mama Inicialmente prevista para o passado dia 30, mas adiada devido ao mau tempo, a caminhada “Pequenos passos, grandes gestos”, promovida pelo Movimento Vencer e Viver da Liga Portuguesa Contra o Cancro, realiza-se amanhã, dia 6, às 15 horas, com partida no jardim de Santo Agostinho, em Leiria.

Utentes de farmácias de Leiria e Fátima quiseram ver como se produzem genéricos, em Coimbra

Foram ver e gostaram do que encontraram. Não que desconfiassem dos genéricos que já adoptam com ou sem prescrição médica, mas a curiosidade levou Dalila Gil, residente em Fátima, Celeste Maurício e Maria Gomes, de Leiria, a aceitarem o convite do grupo de farmácias Sanches para visitar o laboratório Bluepharma, em Coimbra, e ver como são produzidos alguns fármacos. Da investigação à produção, das análises à embalagem, cerca de 130 utentes e técnicos de farmácia de vários pontos do país puderam, na passada sexta-feira, acompanhar as várias etapas por que passam os 44 genéricos ali produzidos. Fundada em 2001 por um grupo de investidores portugueses, que adquiriram as instalações fabris da Bayer em Coimbra, a Bluepharma destaca-se no panorama nacional pela sua aposta na investigação e desenvolvimento. A empresa decidiu recentemente abrir as portas aos utentes dando mais um “passo” no caminho da inovação. Não só para desmistificar os genéricos como para “permitir aos utilizadores dos medicamentos conhecer o local onde são fabricados, as competências e as boas práticas que existem em Portugal na área da produção dos medicamentos”, explicou Miguel Silvestre, membro da administração . Trajados de batas, botas e bonés descartáveis, os visitantes percorreram os vários departamentos do laboratório, espreitando os espaços selados e os equipamentos por onde passam os compri-

Essenciais

Rastreios gratuitos à diabetes realizam-se hoje, sextafeira, nos centros de saúde de Óbidos e de Amoreira e na Unidade Móvel de Saúde no Sobral da Lagoa. A Casa da Música de Óbidos acolhe, por sua vez, uma conferência dedicada à doença, riscos e meios de prevenção, pelas 19 horas.

Mais de uma centena de utentes de farmácias viram de perto como se produzem medicamentos Foto: José Luís Jorge midos, atravessando sectores de acesso habitualmente restrito e ouvindo os esclarecimentos mais ou menos técnicos dos seus guias. Para alguns, ficaram números tão surpreendentes quanto os 800 euros que pode custar um grama de uma matéria-prima, ou os 150 mil comprimidos produzidos por hora numa determinada máquina. Mas é ao nível da higiene e do controlo dos medicamentos que muitos visitantes manifestam maiores preocupações. “E ficam surpreendidos com a quantidade de análises, pesagens e monitorizações que efectuamos”, revelou Teresa Murta, directora técnica que acompanhou um dos grupos. “Olhando para o que vi, acho que os medicamentos não são caros”, concluiu Dalila Gil no final da visita, “encantada com a higiene, limpeza e segurança” que encontrou. “Pensei que fosse mais pequeno, nunca imaginei que houvesse tanta má-

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Os genéricos são produzidos com os mesmos padrões de qualidade e exigência e nas mesmas máquinas que os outros medicamentos. Estes têm um nome comercial, os outros têm o nome do seu princípio activo”. Miguel Silvestre administrador da Bluepharma

quina”, acrescentou. “Alguém tem que zelar pela segurança e nós temos que pagar apesar de acharmos sempre caro”, considerou, por sua vez, Maria Gomes. “Havendo genéricos em que o princípio activo é o mesmo, por que não optar

por estes? É como as marcas brancas de outros produtos. Se temos que poupar temos que ir por aí”, sublinhou. Embora nem todos os medicamentos possuam o respectivo genérico, a oferta já é elevada. Mas está longe de atingir os níveis registados nos Estados Unidos, onde a venda de genéricos representa cerca de 70% da quota de mercado. Em Portugal não ultrapassa os 20%. Uma evolução lenta que encontra explicação na curta história dos genéricos no panorama português e em alguma resistência “natural”. Mas por que são mais baratos os genéricos? Deve-se ao facto de já não estarem sujeitos ao período de protecção de patente dos medicamentos originais, que demoraram anos a ser investigados e desenvolvidos. Essa protecção mantém-se durante 20 anos, após os quais os fármacos podem ser produzidos por outras companhias. martine.rainho @regiaodeleiria.pt

Imagens chocantes nos maços de tabaco Duas dezenas de médicos subscreveram, na passada semana, uma moção em que defendem a colocação de imagens chocantes nos maços de cigarros de modo a alertar para os malefícios do tabaco. Para reduzir os hábitos tabágicos, os médicos defendem ainda um aumento dos impostos e o controlo do tráfico ilícito.

Encontro para pais de crianças autistas O 1º encontro de pais de crianças e jovens com autismo da região de Leiria realiza-se dia 20, no salão paroquial da Barreira, Leiria. A iniciativa é do núcleo local da Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo. A inscrição é gratuita. Contacte o 916 491 664.


Nós // Saúde

Consultório Lutando venceremos

cancro! Só a palavra causa medo e angústia. Cancro da mama! O homem para a mulher: é o aniquilamento do seu corpo naquilo que ele tem de mais equilibrado e harmonioso. E ataca mulheres sobre mulheres. Que fazer? Prevenir, o diagnóstico precoce permite salvar vidas; e lutar, sem esmorecimento, com coragem, ânimo e esperança. Será fácil de dizer. Mas quando o cancro nos atinge, como se reage? A notícia cai sobre nós como um pesadelo. Mas de imediato vou para o combate, corajosamente, pensando que poderei vencer o mal. Será na aceitação inevitável dos factos, seguindo escrupulosamente tudo o que é prescrito, e não desesperando, não cruzar os braços, não se entregar. A vida continua a chamar por mim e ela é demasiado bela para que seja abandonada. Há sofrimento mas desejo continuar a viver. Tenho de viver! A vitória será minha. A ajuda de outras mulheres nas mesmas situações pode ser, e é decerto muito importante. À nossa volta, geram-se movimentos de apoio. É o que faz o Movimento Vencer e Viver que deseja ajudar cada mulher diagnosticada com cancro da mama a salvaguardar a sua auto-estima, a continuar a sorrir, a continuar a viver sem complexos. Leiria vai dar o exemplo deste apoio participando, no dia 6, na caminhada “Pequenos Passos, Grandes Gestos”. Sem esmorecer e juntos venceremos o cancro.

O

Helena Carvalhão Núcleo de Leiria do Movimento Vencer e Viver da Liga Portuguesa Contra o Cancro

Pombal Dança e ateliês fazem feira de saúde Sandra Mesquita Ferreira Está a precisar de fazer um checkup? Pode aproveitar a feira FisioSaúde, que hoje, sexta-feira, arranca em Pombal, para realizar alguns exames gratuitos. Até domingo, o pavilhão Expocentro vai estar transformado num centro de rastreios, ateliês e demonstrações ligadas à reabilitação e à fisioterapia. A feira abrange áreas “ligadas a toda a população, desde a criança ao idoso”, explica Natália Martins, da or-

ganização (o encontro resulta de uma parceria entre o Hospital e a Câmara de Pombal), que reuniu especialistas para prestar esclarecimentos sobre doenças raras, diabetes e Alzheimer, por exemplo. “Queremos mostrar ao público todas as fases da reabilitação e fisioterapia”, refere a médica. Do vasto programa da feira (que pode ser consultado em www.cmpombal.pt/fisiosaude) fazem também parte momentos mais descontraídos, como um Festival de Folclore de Pessoas com Deficiência e um desfile de

moda em que os modelos são pessoas com mobilidade reduzida. Ao longo dos três dias, os visitantes terão ainda oportunidade de experimentar novas modalidades terapêuticas. Todas as actividades, assim como a entrada no recinto da feira, são gratuitas. Para hoje, está agendada a apresentação do Dicionário de Língua Gestual Portuguesa. A autora do livro, Ana Bela Baltazar, estará presente na ExpoCentro, às 16h30, para participar numa sessão de autógrafos. sandra.ferreira@regiaodeleiria.pt PUBLICIDADE

Medição da pulsação ajuda a prevenir morte súbita Se não for tratada, uma arritmia, que é como quem diz uma perturbação do ritmo dos batimentos cardíacos, pode ter consequências fatais. Há por isso que estar atento a vários sintomas de alerta como palpitações, fadiga, vertigens, tonturas, transpiração irregular, enfraquecimento, falta de ar, dor de peito e ansiedade. No entanto, nem sempre as arritmias provocam sintomas, pelo que a detecção precoce é fundamental para evitar uma “morte inesperada, repentina e não acidental, conhecida como morte súbita”. Segundo a Associação Bate, Bate Coração, cerca de 90% dos portugueses não sabem que as arritimias cardíacas podem ser fatais e apenas uma minoria (2,6%) admite espontaneamente estar preocupada com esta doença. Esta é a conclusão de um estudo realizado recentemente à população portuguesa e que traduz algum desconhecimento das pessoas quanto à importância da medição da pulsação, meio de diagnóstico para a detecção das arritmias. Estas constituem a principal causa de morte súbita, pelo que a Bate, Bate Coração decidiu dedicar o mês de Novembro à sensibilização da população para a gravidade da doença e necessidade de medição do ritmo cardíaco. Mais informações podem ser obtidas em www.batebatecoracao.com, a partir de 11 de Novembro.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

49


Nós // Saúde

João Lavrador Santo

PSICÓLOGO CLÍNICO Consulta Psicológica Crianças, Adolescentes e Adultos LEIRIA Telm. 917 257 248

F. Costa Pereira Médico Especialista - Doenças da boca e dentes Consultas com hora marcada - Horário das consultas: Seg. Quartas e Quintas das 11 às 13 horas e das 15 às 19 horas Terças das 10 às 13 horas e das 15 às 19 horas

Telefone 244 832 406 - Rua João de Deus, 25 - 1º Dtº - Leiria

Freitas Martins MÉDICO OFTALMOLOGISTA E SPECIALISTA PELOS H OSPITAIS DA U NIVERSIDADE DE C OIMBRA E O RDEM DOS M ÉDICOS

DOENÇAS E CIRURGIA DOS OLHOS - LENTES DE CONTACTO Consultas: Todos os dias de 2ª a 6ª feira Rua Cap. Mouzinho de Albuquerque, 88 - 1º E. - Leiria TEL. 244 837 080 Convenções com: PT, CTT, CGD, SAMS

Maria do Rosário Moreira Médica Dentista lic. F.M.U. Coimbra Av. Marquês de Pombal, Ed. Arcadas Escritório 2 Leiria Tel. 244 814 116

ANDREA ÁGUA DIAS P SICÓLOGA C LÍNICA AVALIAÇÃO P SICOLÓGICA O RIENTAÇÃO VOCACIONAL Crianças e Adolescentes (Dos 5 aos 18 anos) Av. Cidade de Maringá, Torre 1, 3º B, Leiria Marcação de consultas Telef. 244 823 343

50

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010


Nรณs // Saรบde

Implante Dentรกrio

Branqueamento Dentรกrio

Tlm.: 916 835 170 Tel.: 244 832 004 Av. Herรณis de Angola, nยบ 30, 2 dto., 2400-153 LEIRIA

Maria da Conceiรงรฃo M. R. Costa e Silva

Mร‰DICA ESPECIALISTA DOENร‡AS DOS OLHOS

Rua Engยบ Duarte Pacheco, 18 - 1ยบ Esqยบ 2400 - 130 LEIRIA - Telf. 244 822 314

"OB'BHVMIB .รEJDB&OEPDSJOPMPHJB

"TTJTUFOUFHSBEVBEBEPT)6$$PJNCSB 0CFTJEBEFEJBCFUFT5JSร˜JEF -FJSJB 3$BQJUรP.PV[JOIPEF"MCVRVFSRVF  ย5FM $PJNCSB 3-PVSFOรŽP"MNFJEB"[FWFEP SD 5FM

Diagnรณstico, Tratamento e Prevenรงรฃo de Patologias do Pรฉ

Dr.ยช Simone Gaspar Diplomada em Podologia

Estrada dos Marinheiros,nยฐ100 Lj1 Marinheiros 2415-380 Leiria Tel. 244 098 240

Serafim Rosas M ร‰DICO E SPECIALISTA E NDOCRINOLOGIA M EDICINA I NTERNA (Doenรงas das Glรขndulas, Diabetes, Obesidade) Rua Mouzinho de Albuquerque nยบ7-2ยบE Telef. 244 828 037 Consultas a partir das 15 horas

5 Novembro, 2010 โ€” Regiรฃo de Leiria

51


GÂ ND AR A

Mini Faciais gratuito

GALENIC 10/11/2010

6cijcZh

09h00 às 24h00 7 dias por semana, 365 dias por ano.

08h30 às 22h00

Estacionamento GRATUITO

de Segunda a Sábado Estacionamento GRATUITO

Rego d'Água, Lote 29/30, C e D Gândara dos Olivais - Marrazes 2415-766 Leiria

Rua Vale de Lobos, Nº. 30 Guimarota 2410-078 Leiria

Os utentes da Farmácia Antunes e Lis têm ao seu dispôr:

T 244 882 609

F 244 852 027

Consultas de Clínica Geral - 15,00 € Serviços de Enfermagem - Gratuito

Brevemente disponivel

T 244 832 465

É hora de mudar, ser mais feliz. Venha experimentar os novos tratamentos, com benefícios para os utentes das nossas Farmácias. Rua D. Carlos I, nº. 100, A,B e C Marrazes 2415-405 Leiria - Gare

T/F 244 837 604

Farmácias de serviço

808 24 24 24

Saúde 24 O número que liga à saúde Leiria 6ª 5 Sáb. 6 Dom. 7 2ª 8 3ª 9 4ª 10 5ª 11 6ª 12 9 às 24h

Bombarral Antunes Lis Oliveira Sanches Tomaz Avenida Batista Central Lis

Rua Vale de Lobos, 30 - Guimarota Gândara dos Olivais - Rêgo D’Água,29 Av. 22 de Maio, 14 Av. Marquês Pombal, 420 R: Prof. Alves Brito, Pousos Av. Heróis de Angola,63 Lg. 5 Outubro, 33/4 Largo de Santana, 11 Gândara dos Olivais - Rêgo D’Água,29

244 832 465 244 882 609 244 822 757 244 892 500 244 801 332 244 833 168 244 832 320 244 817 980 244 882 609

Marinha Grande 6ª 5 Sáb. 6 Dom. 7 2ª 8 3ª 9 4ª 10 5ª 11 6ª 12

Duarte Santa Isabel Guardiano Central Roldão Moderna Duarte Santa Isabel

Rosa Branco Freitas Caldense Central Maldonado Rosa Perdigão

244 503 024 244 575 349 244 502 678 244 502 208 244 502 641 244 502 834 244 503 024 244 575 349

52

Rua do Comércio, 29/33 Rua Luís de Camões, 38 Rua Luís de Camões, 38 Rua do Comércio, 29/33 Rua do Comércio, 48 Rua Luís de Camões, 38 Rua do Comércio, 29/33 Rua do Comércio, 48

Leitão Verdasca Verdasca Verdasca Moderna Leitão Verdasca Moderna

Pç. Dr. Agostinho Alb. Almeida, 4 Praça da República, 26 Praça da República, 26 Praça da República, 26 Rua Alexandre Herculano, 8 Pç. Dr. Agostinho Alb. Almeida, 4 Praça da República, 26 Rua Alexandre Herculano, 8

262 609 290 262 605 242 262 605 242 262 609 290 262 605 115 262 605 242 262 609 290 262 605 115

6ª 5 Sáb. 6 Dom. 7 2ª 8 3ª 9 4ª 10 5ª 11 6ª 12

262 831 996 262 832 324 262 840 030 262 832 256 262 831 471 262 831 484 262 831 996 262 840 580

6ª-Dom. 5-7 2ª-6ª. 8-12

Albergariense P. Igreja Velha Santa Maria Rua Nova

Correia Vidigal

R: Dr. José M. Simões, 2 e 4 Praça da República, 1 e 2

Largo P. Paulo VI, 1 R.D.Filipa de Lencastre

244 765 124 244 765 449

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

6ª 5 Sáb.-6ª 6-12

Av. Beato Nuno, 360 Cova da Iria Rua Santo Agostinho, 6 Rua Santo Agostinho, 6 Rua Santo Agostinho, 6 Rua Santa Isabel, Cova da Iria Av. Beato Nuno, 360 Cova da Iria Rua Santo Agostinho, 6 Rua Santa Isabel, Cova da Iria

249 566 119 249 531 114 249 531 114 249 531 114 249 539 070 249 566 119 249 531 114 249 539 070

Central Mirense

6ª 5 Sáb. 6 Dom. 7 2ª 8 3ª 9 4ª 10 5ª 11 6ª 12

Epifânio Magalhães Campeão Bello Marques Epifânio Magalhães Campeão Bello Marques

Lg. 5 de Outubro, 4 Rua Dr. Brilhante, 18A R. Alexandre Herculano, 4/6 Rua Alexandre Herculano, 23/25 Lg. 5 de Outubro, 4 Rua Dr. Brilhante, 18A Rua Alexandre Herculano, 4/6 Rua Alexandre Herculano, 23/25

262 582 124 262 582 455 262 582 156 262 582 115 262 582 124 262 582 455 262 582 156 262 582 115

6ª-Dom. 5-7 2ª-5ª. 8-11 6ª 12

Ascenso Sousa Silvério

Rua Sub-Vila, 48 R. Mouz. Albuquerque, 22/30 Rua Adrião Batalha, 43

262 551 106 262 561 221 262 552 394

Barros Torres

Largo das Almas, 1 e 3 Av. Heróis Ultramar, 22

236 212 037 236 212 487

Pombal 236 552 312 236 552 441

Mira de Aire Ferraz Padrão

Beato Nuno Fátima Fátima Fátima Iriense Beato Nuno Fátima Iriense

Nazaré 236 931 186 236 931 280

Figueiró dos Vinhos 6ª-Dom. 5-7 2ª-6ª. 8-12

6ª 5 Sáb. 6 Dom. 7 2ª 8 3ª 9 4ª 10 5ª 11 6ª 12

Alcobaça 249 542 120 249 542 228 249 542 228 249 542 228 249 542 212 249 542 120 249 542 228 249 542 212

Albergaria dos Doze

Av. 1º de Maio, 12, r/c A R. Almirante C. Reis, 25 R: da Liberdade, 12 Praça 5 de Outubro, 7, r/c Praça da República, 15/16 Rua Ten. Sangreman Henriques,12 Av. 1º de Maio, 12, r/c A R. Dr. Augusto S. Silva, 15

Batalha 6ª-Dom. 5-7 2ª-6ª. 8-12

Fátima

Franca Hipodérmia Hipodérmia Franca Miguel Hipodérmia Franca Miguel

Ourém

Rua das Portas Verdes,76 Trav. do Salgueiro Praceta Luís de Camões, 1 Largo 5 de Outubro,5 R: Alexandre Herculano Av. Victor Gallo, 19 Rua das Portas Verdes,76 Trav. do Salgueiro

Caldas da Rainha 6ª 5 Sáb. 6 Dom. 7 2ª 8 3ª 9 4ª 10 5ª 11 6ª 12

6ª 5 Sáb. 6 Dom. 7 2ª 8 3ª 9 4ª 10 5ª 11 6ª 12

R: Gen. Humberto Delgado, 268 244 440 237 R.G.Trindade-Inf.Henriq.- Gaveto 244 440 213

6ª-Dom. 5-7 2ª-6ª. 8-12


5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

53


Nós // Diversos

Sítio das Belgas

Nova Leiria

CONSULTE-NOS CONSULTE-NOS C O N S U LT E - N

Serviços rápidos auto Mudas de óleo, filtro, pastillhas, etc.. Lavagens e Limpezas auto Serviços de pneumáticos (multi-marcas)

TEL. 244 812 072

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE PARALISIA CEREBRAL DE LEIRIA CONVOCATÓRIA De acordo com o artº 21º e 22º do capítulo III, dos Estatutos da APPC-Leiria, é convocada uma Assembleia-Geral Ordinária da Associação Portuguesa de Paralisia Cerebral de Leiria,a reunir no próximo dia 15 de Novembro de 2010, pelas 18h00, no Centro de Reabilitação da APPC-Leiria, com a seguinte Ordem de Trabalhos: PONTO ÚNICO: Apreciação, discussão e aprovação do Plano de Actividades e da Conta de Exploração Previsional e Orçamento de Investimento e Desinvestimento para o ano de 2011. Se à hora marcada não comparecer o mínimo de sócios suficientes a Assembleia funcionará uma hora mais tarde com qualquer número de sócios. Leiria, 23 de Outubro de 2010 O Presidente da Assembleia-Geral Engº Pedro Lopes Pereira Faria

CONVOCATÓRIA Nos termos do artigo 28.º dos Estatutos desta Cooperativa, convoco uma Assembleia-Geral, em Sessão Extraordinária, para o dia 26 de Novembro de 2010, sexta-feira, pelas 20h30’, a ter lugar na sede da Cooperativa, sita em Estrada das Moitas Altas, 279, Pinheiros, Leiria, com a seguinte Ordem de Trabalhos:

CONVOCATÓRIA Nos termos do artigo 28.º dos Estatutos desta Cooperativa, convoco uma Assembleia-Geral, em Sessão Ordinária, para o dia 26 de Novembro de 2010, sexta-feira, pelas 19h30’, a ter lugar na sede da Cooperativa, sita em Estrada das Moitas Altas, 279, Pinheiros, Leiria, com a seguinte Ordem de Trabalhos: 1. Informações; 2. Apreciação e votação do Orçamento e Plano de Actividades para 2011;

PONTO ÚNICO: Eleição de novos órgãos sociais para o triénio 2011-2013 Obs) Se à hora marcada não estiverem presentes mais de metade dos cooperadores com direito a voto ou representantes devidamente mandatados, a Assembleia reunirá uma hora depois, com qualquer número de cooperadores. Leiria, 2 de Novembro de 2009 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral (Dr. Luis Branquinho Crespo)

Obs) Se à hora marcada não estiverem presentes mais de metade dos cooperadores com direito a voto ou representantes devidamente mandatados, a Assembleia reunirá uma hora depois, com qualquer número de cooperadores. Leiria, 2 de Novembro de 2009 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral (Dr. Luis Branquinho Crespo) MUNICÍPIO DE LEIRIA EDITAL N.º 135/2010 MUNICÍPIO Í DE LEIRIA EDITAL N.º 134/2010 Raul Miguel de Castro, Presidente da Câmara Municipal de Leiria, vem, nos termos do disposto nos n.ºs 1 e 2 do artigo 91.º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, tornar pública a deliberação tomada pela Câmara Municipal de Leiria na sua reunião de 6 de Outubro de 2010 relativa às Alterações ao Projecto de Regulamento Municipal do Parque de Estacionamento da Fonte Quente. A Câmara Municipal de Leiria deliberou, nos termos do disposto nos artigos 117.º e 118.º do Código do Procedimento Administrativo, submeter o mesmo a audiência dos interessados e a apreciação pública por um período de trinta dias contados da sua publicação em Diário da República e em edital a afixar nos lugares de estilo, devendo neste período consultar as entidades que compõem o Conselho Municipal de Trânsito, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO), o Instituto do Consumidor, a Associação Comercial e Industrial de Leiria, Batalha e Porto de Mós (ACILIS) e a Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI). Mais torna público que durante o período da apreciação pública o processo administrativo relativo às Alterações ao Projecto do Regulamento Municipal do Parque de Estacionamento da Fonte Quente pode ser consultado no Gabinete de Apoio à Vereação, no Edifício-Sede do Município, Largo da República, Leiria, de Segunda-Feira a Sexta-Feira, das 9 horas e 30 minutos às 12 horas e 30 minutos e das 14 horas às 17 horas. Para constar se lavrou o presente edital e outros de igual teor que vão ser afixados no edifício-sede do Município de Leiria, bem como publicados em dois jornais regionais, um diário e um semanário, editados na área do Município de Leiria. Leiria, 15 de Outubro de 2010 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL, (Raul Castro)

54

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Raul Miguel de Castro, Presidente da Câmara Municipal de Leiria, vem, nos termos do disposto nos n.ºs 1 e 2 do artigo 91.º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, tornar pública a deliberação tomada pela Câmara Municipal de Leiria na sua reunião de 6 de Outubro de 2010 e relativa ao projecto de Regulamento Municipal do Parque de Estacionamento do Mercado de Sant´Ana. A Câmara Municipal de Leiria deliberou, nos termos do disposto nos artigos 117.º e 118.º do Código do Procedimento Administrativo, submeter o mesmo a audiência dos interessados e a apreciação pública por um período de trinta dias contados da sua publicação em Diário da República e em edital a afixar nos lugares de estilo, devendo neste período consultar as entidades que compõem o Conselho Municipal de Trânsito, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO), o Instituto do Consumidor, a Associação Comercial e Industrial de Leiria, Batalha e Porto de Mós (ACILIS) e a Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI). Mais torna público que durante o período da apreciação pública o processo administrativo relativo ao projecto do Regulamento Municipal do Parque de Estacionamento do Mercado Sant´Ana pode ser consultado no Gabinete de Apoio à Vereação, no Edifício-Sede do Município, Largo da República, Leiria, de Segunda-Feira a Sexta-Feira, das 9 horas e 30 minutos às 12 horas e 30 minutos e das 14 horas às 17 horas. Para constar se lavrou o presente edital e outros de igual teor que vão ser afixados no edifício-sede do Município de Leiria, bem como publicados em dois jornais regionais, um diário e um semanário, editados na área do Município de Leiria. Leiria, 15 de Outubro de 2010 O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL, (Raul Castro)

FAX F AX. 244 812 823 FAX.

SECÇÃO DE PROCESSO EXECUTIVO DE LEIRIA ANÚNCIO/EDITAL – 1ª PUBLICAÇÃO CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA POR PROPOSTA EM CARTA FECHADA Processo(s) de Execução Fiscal n.º(s) 1001200501005340 e outros Mário João Natividade Francisco, Coordenador da Secção de Processo Executivo de Leiria do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, I.P., sita na Rua Francisco Pereira da Silva, n.º 10 D – R/c A – Leiria, faz saber que, nos termos dos artigos 864º, do Código de Processo Civil (C.P.C.) e nos termos dos artigos 239º, n.º 2, 242º e 249º do Código de Procedimento e Processo Tributário (C.P.P.T.) por este serviço correm éditos de vinte dias citando os credores desconhecidos, bem como os sucessores dos credores preferentes de CONSTRUCOES CADAPAU SOC CONSTRUCOES INVESTIMENTOS IMOBILIARIOS LD E OUTRO(S), NIF 504923307, com domicílio fiscal em AV MARQUÊS DE POMBAL LT 13 ESCR 1 A - 2410-152 LEIRIA, executado(a) no(s) processo(s) de execução fiscal supra mencionado(s), pelo montante de € 198.749,26 acrescido de juros de mora e custas referente a dívida por falta de pagamento de contribuições à Segurança Social, para no prazo de quinze dias seguidos aos vinte dos éditos, que se contarão a partir da 2.ª Publicação, reclamarem os seus créditos sobre o(s) bem(ns) penhorado(s) abaixo discriminado(s), que será(ão) objecto de venda judicial, na modalidade de proposta em carta fechada, a realizar neste serviço, no próximo dia 13 de Dezembro de 2010, pelas 15h00 horas. IDENTIFICAÇÃO DOS BENS A VENDER Verba Única: Fracção Autónoma designada pela letra “J” do Prédio constituído em regime de propriedade horizontal e descrito na 1ª Conservatória do Registo Predial de Leiria sob o n.º 448, da freguesia de Leiria, composto de escritório com 44m2 (Piso Um “A”) e uma arrecadação privada no Piso UM com 5m2, situado na Avenida Marquês de Pombal – Leiria. Valor atribuído de € 60.00,00. Prédio inscrito na matriz predial urbana do concelho de Leiria sob o artigo n.º 3070 – “J “, da freguesia de Leiria e descrito na 1ªConservatória do Registo Predial de Leiria sob o n.º 448 – “J”, da freguesia de Leiria. O valor base para a venda é de € 42 000,00 que corresponde a 70% do valor determinado nos termos do art. 250º, n.º 1 alínea a) do C.P.P.T. Acrescem os impostos legais. Não são consideradas propostas apresentadas com valor inferior ao valor base. As propostas de compra deverão ser apresentadas nesta Secção de Processo Executivo até ao dia e hora designados para venda, em envelope fechado, com a indicação “Proposta em carta fechada – CONSTRUCOES CADAPAU SOC CONSTRUCOES INVESTIMENTOS IMOBILIARIOS LD – Processo de Execução Fiscal n.º 1001200501005340 e outros” e das mesmas deverá constar o preço proposto, a indicação completa e assinatura do proponente. As propostas recebidas serão abertas no dia e hora acima designados, na presença do órgão de execução fiscal, podendo assistir o(a) executado(a), todos os proponentes, as pessoas citadas nos termos do art.º 239º e 249º do C.P.P.T. e todos os que, devidamente identificados, possam exercer o direito de preferência ou remição. Efectuada a venda, será o preço, ou parte dele, não inferior a uma terça parte, depositado a ordem do I.G.F.S.S., I.P. mediante guias a solicitar neste serviço, sendo a restante parte, no caso do não pagamento integral, depositada no prazo de quinze dias. Se o preço mais elevado for proposto por dois ou mais proponentes, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário, proceder-se-á a sorteio para apurar a proposta que deve prevalecer (art. 253º do Código de Procedimento e Processo Tributário). É fiel depositário CONSTRUCOES CADAPAU SOC CONSTRUCOES INVESTIMENTOS IMOBILIARIOS LD, com domicílio fiscal em AV MARQUÊS DE POMBAL LT 13 ESCR 1 A - 2410-152 LEIRIA, sobre quem recai a obrigação de mostrar o(s) bem(ns) a quem pretender examiná-lo(s), devendo para este efeito ser contactado até ao dia da venda. E para constar se lavrou o presente edital/anúncio que vai ser afixado nos lugares designados por lei. Secção de Processo Executivo de Leiria do I.G.F.S.S., I.P. Leiria, 28 de Outubro de 2010 O Coordenador, Mário João Natividade Francisco A Escrivã, Carla Correia Jornal Região de Leiria, Edição 3842 de 5 de Novembro de 2010

CENTRO SOCIAL DE MATAS ASSEMBLEIA GERAL CONVOCATÓRIA Nos termos do artigo 30º dos Estatutos, convoco a Assembleia-Geral do Centro Social de Matas, para uma reunião no dia 12 de Novembro de 2010 pelas 20.00 horas, que se realizará na sala de reuniões da Junta de Freguesia com a seguinte Ordem de Trabalhos: 1 - Aprovação e votação do Orçamento e Plano de Acção para 2011; 2 - Assuntos de interesse geral. No caso de não haver número suficiente de sócios à hora marcada, a Assembleia deliberará, com os sócios presentes, uma hora mais tarde. Matas, 26 de Outubro de 2010 O Presidente da Assembleia Manuel Sousa Rodrigues


Falecimentos & agradecimentos

Memória

David Pedrosa Gaspar 30.11.1943 - 07.10.2010. Coimbrão AGRADECIMENTO

Sua esposa, filhos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no funeral do seu ente querido ou que de alguma forma manifestaram o seu apoio e carinho neste momento difícil.

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

João Paulo Seara Cardoso

Andy Irons

Teatro de Marionetas fica mais pobre

Estrela do surf encontrado morto em quarto de hotel

O director artístico e fundador do Teatro de Marionetas do Porto, João Paulo Seara Cardoso, morreu sexta-feira da passada semana. Sofia Carvalho, disse que João Paulo Seara Cardoso, o director artístico do Teatro de Marionetas do Porto “estava doente”. João Paulo Seara Cardoso, director artístico e fundador do Teatro de Marionetas do Porto, encenou todos os espectáculos apresentados pela companhia desde 1988, tendo as suas criações sido apresentadas por todo o mundo.

Nestor Kirchner

Faleceu ex-presidente da Argentina O antigo Presidente da Argentina Nestor Kirchner (2003-2007), marido da actual chefe de Estado argentina Cristina Kirchner, morreu na quarta-feira da passada semana, aos 60 anos, na sequência de um ataque cardíaco. Kirchner foi hospitalizado de urgência no hospital de El Calafate (sul), na região da Patagónia, onde se encontrava com a família Deputado, presidente do partido peronista no poder e secretário-geral da União das Nações da América do Sul (Unasur), Nestor Kirchner foi submetido, em Setembro passado, a uma intervenção cirúrgica para desobstruir uma artéria.

Artur Antunes da Silva

Morreu terça-feira uma das estrelas do surf mundial que chegou a alinhar no último Rip Curl Pro Portugal em Peniche, terminando entre os 25.º classificados. Andy Irons, de 32 anos, ficou afastado, por problemas de saúde, do Rip Curl Pro Search, da nona e penúltima etapa do Circuito Mundial, que decorre em Porto Rico. O director-geral de saúde assegurou hoje que “não há casos de dengue autóctone em Portugal continental”, na sequência de notícias de que o surfista norte-americano Andy Irons, que morreu terça-feira, em Dallas, Texas, teria contraído a doença no país. O corpo do surfista havaiano foi descoberto durante a tarde de terça-feira, num quarto do Grand Hyatt Hotel, perto do aeroporto de Fort Worth. O havaiano deixa de luto a família e a mulher, que estava grávida de oito meses. Irons nasceu a 24 de Julho de 1978, em Oahu, no Havai, venceu o primeiro campeonato profissional aos 18, sagrouse tricampeão e terminou em segundo lugar, atrás do norte-americano Kelly Slater, em 2005 e 2006. Entre a elite desde 1998, Irons conquistou 19 vitórias em campeonatos e era o único surfista com triunfos em todas as provas do Circuito Mundial, a última das quais conquistada em Setembro, na Polinésia Francesa, o Billabong Pro Tahiti, da quinta etapa. Afastado da competição durante o ano de 2009, o havaiano regressou este ano ao Circuito Mundial e ocupava actualmente o 16.º lugar do ranking.

11.12.1944 - 26.10.2010. Arroteia - Souto da Carpalhosa AGRADECIMENTO

Sua esposa, filhas e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no funeral do seu ente querido ou que de alguma forma manifestaram o seu apoio e carinho neste momento difícil.

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

Teresa Rodrigues Duarte (Viúva de Manuel Ferreira do Cabeço)

20.03.1933 - 26.10.2010. Lameira - Ortigosa AGRADECIMENTO

Seus filhos, netos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no funeral do seu ente querido ou que de alguma forma manifestaram o seu apoio e carinho neste momento difícil.

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

Teresa Rodrigues Duarte (Viúva de Manuel Ferreira do Cabeço)

20.03.1933 - 26.10.2010. Lameira - Ortigosa AGRADECIMENTO AO HOSPITAL DE CANTANHEDE

Seus filhos, vêm por este meio agradecer à equipa médica, enfermeiros e auxiliares do Hospital de Cantanhede, pelo zelo e dedicação com que a assistiram durante a sua permanência nessa instituição.

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

Manuel Gaspar Antunes 21.06.1932 - 28.10.2010. Várzeas - Souto da Carpalhosa AGRADECIMENTO

Sua esposa, filhos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no funeral do seu ente querido ou que de alguma forma manifestaram o seu apoio e carinho neste momento difícil.

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

55


Nós // Memória

José de Oliveira

Maria Matilde Ramos Freire

18.08.1915 - 30.10.2010. S. Miguel - Souto da Carpalhosa

27.05.1939 - 01.11.2010. Cruz d’Areia - Leiria

AGRADECIMENTO

Seu marido, filhas e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no seu funeral, ou que de algum modo manifestaram o seu pesar.

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

Tratou Agencia Funerária Seco

03.12.1968 - 30.10.2010 Martingança

Seu marido, filha e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no funeral da sua ente querida ou que de alguma forma manifestaram o seu apoio e carinho neste momento difícil.

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

Maria Vitória Marques 04.06.1924 - 27.10.2010 Alcaidaria - Reguengo do Fetal

MISSA 1º ANO DE FALECIMENTO

Seu marido, filhos e restante família participam que será celebrada Missa, amanhã sábado, dia 6 de Novembro, pelas 20.30 horas, na igreja de Gândara dos Olivais. Agradecem desde já a todos aqueles que participarem nesta cerimónia religiosa.

Ascensão Alves

José de Oliveira Vitório

28.05.1936 - 31.10.2010 Sismaria - Marrazes

23.04.1937 - 31.10.2010 Colmeias

AGRADECIMENTO AGRADECIMENTO

04.02.1940 - 06.11.2009. Gândara dos Olivais - Leiria

AGRADECIMENTO

Sua esposa, filhos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no funeral do seu ente querido ou que de alguma forma manifestaram o seu apoio e carinho neste momento difícil.

Cristina Maria Santos Morais da Silva Tereso

Gertrudes Garrote Cardadeiro

AGRADECIMENTO

Sua família na impossibilidade de o fazer pessoalmente, como era seu desejo, vem por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no seu funeral ou que de alguma forma manifestaram o seu pesar.

Sua esposa, filhos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que se incorporaram no seu funeral bem como a todos aqueles que se interessaram pelo seu estado de saúde ou que de qualquer forma manifestaram o seu pesar.

Tratou Agência Funerária Seco

Tratou Agência Funerária São Romão e Bombeiro

Elisabete de Almeida Campos Sampaio Martins 01.10.1915 - 02.11.2010 Leiria

AGRADECIMENTO

José da Cruz Santos 01.01.1945 - 27.10.2010. Ervedeira - Coimbrão AGRADECIMENTO

Seus filhos Maria Emília, Maria Fernanda, Maria Ermelinda e José Marques Pereira e restantes familiares na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, agradecem a todos aqueles que os acarinharam nesta altura de profunda dor e sentimento de perda, bem como a todos aqueles que acompanharam a sua querida familiar até à última morada.

Seus filhos, genros e netos na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no seu funeral ou que de alguma forma manifestaram o seu pesar.

Sua esposa, filhos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no funeral do seu ente querido ou que de alguma forma manifestaram o seu apoio e carinho neste momento difícil.

Tratou Agência Funerária Santos & Matias, Lda. - Batalha

Tratou Agência Funerária Jaime

Tratou Funerária Domingues, Stº da Carpalhosa e Leiria

AGRADECIMENTO

José Manuel Vinagre

Gonçalo Miguel Leal Gomes

08.09.1946 - 01.11.2010 Sismaria - Marrazes

08.10.1978 - 28.10.2010 Maceirinha - Maceira

AGRADECIMENTO

Sua esposa, filhos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no seu funeral ou que de alguma forma manifestaram o seu pesar.

AGRADECIMENTO

Seu pai, irmã e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que os acarinharam neste momento de dor e tristeza, ou que de outra forma manifestaram o seu pesar. A família reconhecida agradece todas as demonstrações de solidariedade, pela perda do seu ente querido. A todos, muito obrigado. Tratou Funerária Nacional - Cerfuni, Lda

Tratou Agência Funerária Seco

António de Jesus Correia

Rosária Batista Ventura

12.06.1946 - 27.10.2010. Pousos - Leiria

07.10.1919 - 26.10.2010. Marrazes - Leiria

AGRADECIMENTO

AGRADECIMENTO

Sua esposa, filhos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todos aqueles que se incorporaram no seu funeral ou que de alguma forma manifestaram o seu pesar. Agradecem também a todo o pessoal do Serviço de Cardiologia, da Medicina II e da Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Stº André, Leiria.

Seu filho, nora, netos e restante família na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas amigas que se incorporaram no seu funeral, ou que de qualquer forma manifestaram o seu pesar.

Tratou Agência Funerária Seco

Tratou Agência Funerária Nogueira & Pina Lda.

56

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

1º ANÚNCIO Tribunal da Execução -Tribunal Judicial de Porto de Mós - Processo n.º 1813/06.5TBPMS - PE/138/2006 - 2º Juízo - Data da Penhora-10 de Outubro de 2007 Exequente(s) Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Porto de Mós, Crl Executado(s) Raul Manuel Borges Alves / Raul Dias Alves Amélia Maria Rodrigues da Trindade Faz-se saber que nos autos acima identificados, encontra-se designado o dia 30 de Novembro de 2010, pelas 14:00 horas no Tribunal Judicial da Comarca de Porto de Mós, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na secretaria do Tribunal, pelos interessados na compra(s) seguinte(s) bem/bens: Imóveis - VERBA UM: Prédio urbano, sito em Eiras da Lagoa, inscrito na matriz nº 2586, Freguesia de Porto de Mós (S. João Baptista), e descrito na Conservatória do Registo Predial de Porto de Mós sob o nº 1702/ Porto de Mós (S. João Baptista). Área total do terreno: 211,0000 m2. Valor Base: 25.000,00€ 70%: 17.500,00€ - VERBA DOIS: Prédio urbano, sito em Eiras da Lagoa, inscrito na matriz nº 2438, Freguesia de Porto de Mós (S. João Baptista), e descrito na Conservatória do Registo Predial de Porto de Mós sob o nº 650/ Porto de Mós (S. João Baptista). Composto por casa de habitação, com 1 piso e 4 divisões. Área total do terreno: 266,0000 m2. Valor Base: 81.000,00€ 70%: 56.700,00€ Os imóveis (verba 1 e 2) pertencem aos executados Raul Manuel Borges Alves e Amélia Maria Rodrigues da Trindade, residentes em Rua de São João, Eiras da Lagoa, 2480-158 Porto de Mós. É fiel depositário, o Sr. Raul Manuel Borges Alves com residência em Rua de São João, Eiras da Lagoa, 2480-158 Porto de Mós, que nos termos do disposto no artº 891º do CPC, está obrigado a mostrar o bem a quem pretenda examiná-lo. Pode contudo, fixar as horas em que durante o dia, facultará a inspecção, tornando-as conhecidas do público por qualquer meio Será aceite a proposta de melhor preço acima de 70% do valor base dos respectivos bens. Nota: No caso de venda mediante proposta em carta fechada, em Execução Comum, os proponentes devem juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do Solicitador de Execução na Secretaria, no montante correspondente a 20% do valor base dos bens no mesmo valor (nº1 do Art.º 897º do CPC). Das propostas a apresentar deverão os proponentes: identificar-se convenientemente, encerrar a proposta num subscrito branco devidamente selado e dirigi-lo ao processo e Tribunal indicado nos presentes Editais/ Publicações. O Agente de Execução, Elisabete Guilhermino Região de Leiria, Edição 3842 de 5 de Novembro de 2010


Nós // Memória

Falecimentos AGÊNCIA FUNERÁRIA SÃO ROMÃO E BOMBEIRO TEL. 244 832 069, 244 840 113 TELM. 969 072 834 OU 967 009 796 FAX 244 861 520 José de Oliveira Vitório, faleceu no dia 1 de Novembro, com 73 anos, era casado com Maria Júlia da Conceição Ferreira, era pai de José Miguel Ferreira Vitório, Paulo César Ferreira Vitório e Paula Cristina Ferreira Vitório, residia em Colmeias. AGÊNCIA FUNERÁRIA JAIME TEL. 244 828 450 TELM. 917 511 889 Aurélio Martins Gouveia, faleceu no dia 26 de Outubro, com 76 anos, era casado com Deolinda Rodrigues da Silva, era pai de Maria do Céu Natália Gouveia, Manuela do Rosário Gouveia Alves, Isolina dos Anjos Gouveia, Ana Paula Gouveia Heleno e Sandra Marina Rodrigues Gouveia, residia em Monte Real. António Manuel Félix dos Santos, faleceu no dia 29 de Outubro, com 54 anos, era pai de Filomena Dinis dos Santos, Maria da Luz Félix dos Santos, residia em Cumeira, Juncal, Porto de Mós. AGÊNCIA FUNERÁRIA NOGUEIRA & PINA, LDA TEL. 244 832723, 244 502696 TELM. 917 100 914 OU 917591496 Rosária Baptista Ventura, faleceu no dia 26 de Outubro, com 91 anos, era viúva de José Correia Nabo, era mãe de Jerónimo José Ventura Nabo, residia em Marrazes, Leiria.

António Gonçalves, faleceu no dia 26 de Outubro, com 97 anos, era viúvo de Fávila Pereira era pai de Celeste Pereira Gonçalves, Maria Lúcia Pereira Gonçalves (Falecida), Matilde Pereira Gonçalves, David Pereira Gonçalves, Armando Pereira Gonçalves, José Pereira Gonçalves, Jacinto Pereira Gonçalves, Francisco Pereira Gonçalves e Maria Luiza Pereira Gonçalves, residia em Ulmeiro, Santa Catarina da Serra. António José Godinho Costa Dias, faleceu no dia 27 de Outubro, com 35 anos, era solteiro, era filho de António Augusto Costa Dias e Noémia Freitas Godinho Dias, residia em Ordem, Marinha Grande. Luzia Soares da Silva, faleceu no dia 31 de Outubro, com 99 anos, era solteira, residia em Cruz da Areia, Leiria. FUNERÁRIA DOMINGUES, LDA SOUTO DA CARPALHOSA E LEIRIA - TEL. 244 613 114 / 967 033 542 / 244 825 847 / 962 900 546 José da Cruz Santos, faleceu no dia 27 de Outubro, com 65 anos, era casado com Emília da Ascensão Pinto Santos, era pai de Luís António Pinto Santos e Vítor José Pinto Cruz, residia em Coimbrão. Artur Antunes da Silva, faleceu no dia 26 de Outubro, com 65 anos, era casado com Hortense Inácia dos Reis, era pai de Lioneta Manuela dos Reis Silva e de Liliana Maria dos Reis Silva, residia em Arroteia, Souto da Carpalhosa.

Teresa Rodrigues Duarte, faleceu no dia 26 de Outubro, com 77 anos, era viúva de Manuel Ferreira do Cabeço, era mãe de Carlos Manuel Duarte Ferreira do Cabeço e Cidália Maria Duarte Ferreira, residia em Lameira, Ortigosa.

Correia, Sérgio Bruno Ribeiro Correia e Telmo Ribeiro Correia, residia em Pousos, Leiria. Ascensão Alves, faleceu no dia 31 de Outubro, com 74 anos, era solteiora, residia em Sismaria, Marrazes, Leiria.

Manuel Gaspar Antunes, faleceu no dia 28 de Outubro, com 78 anos, era casado com Maria Ferreira Gago do Oiteiro, era pai de Vítor Manuel Ferreira Antunes, Hermínia Ferreira Antunes e Elísio Ferreira Antunes, residia em Várzeas, Souto da Carpalhosa.

Maria Matilde Ramos Freire, faleceu no dia 1 de Novembro, com 71 anos, era casada com Raul Matias Simões, era mãe de Adília Maria Ramos Simões e Elisabete Maria Ramos Simões, residia em Cruz d’Areia, Leiria.

Cristina Maria Santos Morais da Silva Tereso, faleceu no dia 30 de Outubro, com 41 anos, era casada com Laurindo Eduardo Silva Tereso, era mãe de Ana Verónica Morais Tereso, residia em Martingança.

José Manuel Vinagre, faleceu no dia 01 de Novembro, com 64 anos, era casado com Maria Adélia Malaca Beirante Vinagre, era pai de João carlos Beirante Vinagre e Bruno Manuel Beirante Vinagre, residia em Sismaria, Marrazes, Leiria.

José de Oliveira, faleceu no dia 30 de Outubro, com 95 anos, era casado com Maria Domingues Carreira, era pai de Maria Carreira de Oliveira, Rosa Domingues Carreira, Albino Carreira de Oliveira, Preciosa Carreira de Oliveira, José Carreira de Oliveira, Carlos Carreira de Oliveira, Joaquim Carreira de Oliveira e Aníbal Carreira de Oliveira, residia em S. Miguel, Souto da Carpalhosa. AGÊNCIA FUNERÁRIA SECO, LDA - TEL. 244 834 826 / 244 836 564 / 966 040 046 / 969 847 384 /969 847 319 / 969 847 356 António de Jesus Correia, faleceu no dia 27 de Outubro, com 64 anos, era casado com Maria Umbelina Menino Ribeiro Correia, era pai de Ana Cristina Ribeiro

AGÊNCIA FUNERÁRIA BOMBEIRO FILHOS TELM. 910 816 347 / 913 466 325 Gabriel Álvaro Marques Ferreira, faleceu com 71 anos, era viúvo de Isilda Tavares Couras, era pai de Aníbal Tavares Marques Ferreira, Maria Irene Tavares Marques Ferreira, Paula Beatriz Tavares Marques Ferreira e José Tavares Marques Ferreira, residia em Martal, Atouguia, Ourém. Raul Antunes Ruivo, faleceu com 82 anos, era casado com Maria da Conceição Luis, era pai de Raul Manuel da Silva Ruivo, Vitor Manuel da Conceição Ruivo e Nuno José da Conceição Ruivo, residia em Machados, Boa Vista.

Oração a Santo Estevão Concedei-nos, senhor, imitar o que veneramos para que aprendamos a amar os próprios inimigos, celebrando as glórias daquele que soube rogar também pelos seus perseguidores, Jesus Cristo Nosso Senhor que convosco vive e reina, por todos os séculos dos séculos. Ámen EL

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

57


Casa

289 euros é o preço do Roomba mais barato, segundo o site da Pixmania. Neste serviço de vendas online, o aspirador mais caro custa 512,23 euros. Segundo o Cleverhouse.pt, o topo de gama é Roomba 581. Custa 529 euros e integra um programador para que o aspirador se ligue automaticamente, mesmo que não esteja em casa.

Onde comprar

Este aspirador adapta-se a tijoleira, soalho ou carpetes Foto: cleverhouse.pt

Roomba

Este aspirador é inteligente e bem educado Que tal sair de casa e no seu lugar ficar um robô a aspirar e lavar o chão? Parece um cenário de ficção científica doméstica, mas já é possível hoje em dia. E não é preciso ser milionário

Sílvio Bernardes Licenciado em Engenharia Informática Acredite ou não, há bastante tempo que os robôs fazem parte integrante dos lares portugueses. Exemplos disso são, entre tantos outros, as batedeiras, picadoras, trituradoras, além, claro, da famosa Bimby. Todos estes electrodomésticos podem ser considerados robôs. No entanto, uns são mais “inteligentes” do que outros. Nos Estados Unidos da América, uma empresa lançou a si própria o desafio de fazer com que os robôs domésticos se destacassem por terem o “QI” mais elevado do que todos os outros. A iRobot

58

é essa empresa, que projecta e desenvolve diversos tipos de robôs, não só para apoio doméstico mas também para fins industriais e militares. Alguns dos robôs utilizados pelo exército americano são desenvolvidos pela iRobot. Entre estes, destacam-se os que servem para desmantelar bombas e os que fazem reconhecimento terrestre e marítimo. Provavelmente porque a limpeza da casa por vezes ganha contornos de cenário de guerra, a iRobot não se limitou a desenvolver robôs para o mercado militar e industrial. Nos últimos anos investiu para aperfeiçoar as suas gamas de aspiradores “in-

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

teligentes” Roomba e, mais recentemente, os Scooba, que permitem lavar o chão, e os Verro, desenvolvidos para limpeza de piscinas. Aqui vamos focar-nos no Roomba, actualmente o robô aspirador mais vendido no mundo, segundo a própria iRobot. O Roomba permite limpar todas as divisões de uma casa de forma automática, sem que seja necessária a tradicional interacção homem-aspirador. Este robô adapta-se automaticamente aos diversos tipos de chão (tijoleira, soalho ou carpetes) e tem a capacidade de limpar cantos e locais de difícil acessibilidade. Além disso, detecta declives acentuados, como escadas, uma forma de evitar possíveis danos no equipamento. A utilização deste aspirador é bastante simples, sendo apenas necessário pressionar um botão para que inicie o processo de aspiração automática. Todo o lixo é recolhi-

do para um recipiente que pode ser facilmente limpo terminada a limpeza. No caso de existirem divisões que necessitem de uma limpeza profunda, existe a possibilidade de indicar isso mesmo ao Roomba, que se dedicará com mais cuidado à higiene desse espaço. Há ainda modelos que permitem a programação, “despertando” de acordo com as indicações do utilizador. Existe até um modelo especial, para casas com animais domésticos, de modo a que não escape ao Roomba os pêlos deixados pelos cães e gatos. Assim que o Roomba termine a limpeza, ou sempre que a carga esteja a terminar, o robô regressa automaticamente à sua base de carregamento, a fim de poder, por iniciativa própria, recarregar a bateria. Além de inteligente, o Roomba é sem dúvida um robô bem educado. http://tecnovidades.pt.vu

Em Portugal, o Roomba pode ser adquirido através da internet, em www.cleverhouse.pt ou em algumas das grandes superfícies comerciais. Para mais informações sobre o robô consulte o site oficial da empresa que produz o Roomba, em www.irobot.com.

Veja o vídeo

As potencialidades do Roomba estão registadas num vídeo da iRobôs. Veja-o na internet, em www.youtube.com/ watch?v=CLIPLiQDIk0 ou no site www.cleverhouse.pt.


Nós // Casa

Vende-se

Vende-se

Vende-se

T-2 T-3 T-4 # Espaços Comerciais # Moradias e Terrenos

Arrenda-se T-3 mobilado T-2 T-1 Espaços p/ comércio, escritório ou consultório

Moradia T5 Nova Apart. T3 Novo na na Barosa Urb. Vale de Lobos Preço: 260.000,00€

c/ cozinha equipada e garagem individual

Preço: 115.000,00€

LEIRIA

CASAL ANDRINO

T2 Sala c/ lareira, cozinha remodelada, varanda, arrecadação no sótão Valor: 63.500,00€ I-48

T3 Sala c/ lareira, despensa, 3 varandas, garagem colectiva Boas áreas I-91 (Excelente Estado)

PERNELHAS

TELHEIRO

MORADIA UNIFAMILIAR T2 Inserida em terreno c/ 642 m2, Sala c/ lareira, terraço, arrecadacom barracão de 80m2 ção no sótão, garagem I-85 Como Novo I-591

MARRAZES T4 Sala c/ lareira, despensa, marquise, arrecadação no sótão, garagem privada Boas áreas I-737

GUIMAROTA T3 Sala c/ lareira, despensa, marquise, garagem colectiva, arrecadação no sótão Valor: 62.500,00€ I-67

Loja de reparação de calçado e chaves

TRESPASSA-SE

MORADIA T3

Zona de Leiria Tel: 919 462 128

VENDE-SE OU PERMUTA-SE Moradia como nova de elevada qualidade, geminada (uma de apenas três situada na ponta). Três quartos grandes e dois wc (um em suite) no primeiro andar. Sala de 35m2, cozinha, wc, terraço interior com churrasqueira no rés-do-chão; Garagem ampla com 70 m2. Estores eléctricos, som, aspiração e aquecimento central, alarme, parabólica. Jardim arborizado conferindo privacidade, c/ rega automática e canil. Em local sossegado, a três km do centro de Leiria e a dois km do hipermercado Continente e do acesso à A8. Contacto 96 210 87 43

Vende-se Moradia T4 Em condomínio privado Vista sobre Leiria, piscina comum, acabamentos muito bons. 325 mil euros. Aceito permuta T1 a T3. Tel.: 962 329 626

MUNICÍPIO DE BOMBARRAL EDITAL N.º 11/2010 José Manuel Gonçalves Vieira, Presidente da Câmara Municipal do Bombarral: - TORNA PÚBLICO, nos termos do artigo 130.° do Código do Procedimento Administrativo que, de harmonia com a deliberação tomada por esta Câmara Municipal em reunião ordinária realizada em 11 de Outubro de 2010 foi deliberado alienar em hasta pública 4 (quatro) lotes na Zona de Actividades Económicas de Comércio e Serviços - Pólo II, designadamente:

N.º do lote

9

Área

930 m2

Área Máxima

Preço Base de Licitação

de Construção

1 230 m2

92 250,00

11

500 m2

650 m2

48 750,00

12

500 m2

650 m2

48 750,00

13

500 m2

650m2

48 750,00

MAIS TORNA PUBLICO que a adjudicação será feita nos termos e condições estabelecidas no “Regulamento para a Alienação de Lotes e sua Ocupação na Zona de Actividades Económicas - Pólo II” e do Programa da Hasta Pública, que pode ser consultado no site do Município do Bombarral em www.cm-bombarral.pt e na Secção de Atendimento ao Público entre as 9:00 e as 16:00 horas. PARA CONSTAR e para os devidos efeitos, se publica o presente Edital e outros de igual teor, que vão ser afixados nos lugares públicos do costume. Paços do Concelho de Bombarral, aos 29 do mês de Outubro do ano de dois mil e dez. O Presidente da Câmara José Manuel Gonçalves Vieira

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

59


Classificados T1 mobilado, electrod., lareira e arrecad. Planalto. Tel. 244855489/919177304. T2 arrenda-se na Av. Marquês de Pombal, Leiria. Tel. 965580190.

Arrenda-se

Imobiliário

Quartos

Arrenda-se

QUARTO a rapariga, jto estação, c/ aquec. serv. sala e coz. Tel. 917597337. QUARTO a rapaz, na cidade de Leiria, vista castelo. Tel. 918945197. QUARTO c/wc priv. a menina ou sra., centro Leiria. Tel. 244828205/962889137. QUARTO ind. cavalheiro, professor, estudante trab. e 1 p/ casal. Todas serventias. Boas condições; Tel. 916115101. QUARTO ind. rapariga est. ou trab. Apart. novo em S. Romão. Tel. 917900556. QUARTO mobilado a rapaz c/ serventia cozinha e WC, Pousos. Tel. 914610738. QUARTO a senhora c/ WC, varanda, Marrazes, Leiria. Tel. 916634347/964550350. QUARTOS c/ coz. e wc, mobil., estud./trabalhadores. Parceiros. Tel. 916152964. QUARTOS c/ coz. e wc, mobil., estud./trabalhadores. Batalha. Tel. 917115117. QUARTOS ind. em apart. mobil. Guimarota, 100 € + despesas. Tel. 965532455. QUARTOS individuais em apart. indep. meninas estud./trabalhadoras. Av. N. S. Fátima, Leiria. Tel. 965447422.

ANEXO T1 em Pousos, mobilado, c/ lareira. Tel. 244801690/917469286. APARTAMENTO T2 c/ garagem, em Telheiro, Leiria. Tel. 244891966/918880207. APARTAMENTO T2 novo, terraço e varandas, electrod., móvel WC. Bidoeira Cima. Tel. 919361568. ARMAZÉM EN356, Batalha, 2 escritórios, 300 m2. Tel. 244820551/244766085. BAR equipado, c/ lic., em Estação, Leiria, 135 m2.Tel. 914302672/919175687. BARRACÃO 280 m2, c/ wc e escrit. Telheiro, Leiria. Tel. 244891966/918880207. BARRACÃO 300 m2, zona industrial Pousos, Leiria. Tel. 934408195/933431125. ESTÚDIO para uma ou duas pessoas. Junto à ESTG. Tel. 918523862. MORADIA T2 c/ mobília, perto Cortes, Leiria Tel. 244891331. MORADIA T3 c/ pátio. Anexo T1. Tel. 963422892. PAVILHÃO c/ 400m2, c/ escrit/exposição e parque, Carvide. Tel. 918726576. CASA pequena na zona Milagres. Tel. 244827549/967210990.

CEDE-SE negócio no Pombalshopping loja de brindes, convites casamento, baptizado e outros eventos. Tel. 965458857/913906449.

T3 mobilado, bom estado conservação, c/ áreas grandes, garagem privada. Junto ao Lidl, Guimarota, 95.000€. Tel. 919204695.

T2 no r/c, Telheiro, Barreira. Tel. 917259265.

RESTAURANTE trespassase ou cede-se à exploração. Centro Leiria. 922004320.

T3 coz., quartos mobilados, gar., sótão. R. Operários, marinheiros, Leiria. Tel. 244745899/916815419.

CEDE-SE restaurante, Leiria. A funcionar, boa clientela. Tel. 968267571.

T3 mobilado e equipado em Vale Sepal, Leiria. Tel. 919538726. T3 mobilado, electrodomésticos e loiças. Junto ao Hospital de Leiria Tem garagem Contacto: Tel. 967570707.

SALÃO de cabeleireiro. Excelente carteira clientes. Leiria. Tel. 912126780.

TERRENO florestal área 13.000 m2, 25.000€. Valeirão, Carnide. Tel. 244722486. TERRENO, 21.000 m2, c/ proj. aprov. p/lotes. Próprio ao próprio. Marinha Grande. Tel. 914997536.

Imobiliário Vende-se

Oferece-se

T4 DUPLEX terraço c/ churrasq., gar. ind. , 2 min hospital, 450€/mês ou vende. Tel. 916525643.

ARMAZÉM c/ 150 m2 + 150 m2 de cave e 2 wc, Qta. Alçada, lt.41. Tel. 236941665.

COZINHEIRA com experiência, só almoços. Tel. 911175364 ligar das 16 h às 19 horas.

TERRENO no Alto do Vieiro, perto do Continente. Tel. 917889825.

CASA T3, c/ águas furtadas e logradouro, 46.000€. Centro de Leiria. Tel. 918920673.

SENHORA acompanha e dá apoio a idosos e crianças, incluindo transporte a consultas, escolas, etc. Z. Leiria. Tel. 914366534.

MORADIA nova T4 toda equipada e com terreno. Casal Novo, Amor. Aceita-se permuta. Tel. 917817125.

SENHORA faz limpeza e engoma roupa em Leiria e arredores. Tel. 913283254.

Imobiliário Trespassa-se BAR todo equipado com cerca de 200 m2. centro de Leiria. Tel. 912567318. CAFÉ/Pastelaria em zona nobre da cidade Leiria, devidamente licenciado. Tel. 965580190.

SUPERCLASSIFICADOS DA REGIÃO a maior e melhor audiência

MORADIAS Novas T3 e T4, Vidigal. Aceitam-se Permutas. Tel. 919704358. PAVILHÃO c/ cerca de 400m2 em Pousos, Leiria. Tel. 914781496/918361590. PINHAL 6000 m2, vários fins e construção, boa frente estrada 55 m, água e luz, Valeirão, Carnide. Tel. 244722486. T2 semi-novo c/ rec. calor, sótão, garagem. estrada Minde, Fátima. Tel. 963728094.

EMPREGADO/a de fabrico p/ padaria c/s experiência. Leiria. Tel. 914812722.

EMPREGADOS balcão (m/f) Maglice Pastelaria. Part/ full-time. Tel. 244821774.

T3, semi-mobilado, c/ lareira, sótão e coz. equip. Planalto. Tel. 912479520.

VIVENDA 5 ass. 2 wc, est. privado, gás natural. Gândara, € 300. Tel. 937012215.

EMPREGADO para trabalhar c/ máquina de extrosão(sopro). Entrada imediata. Ordenado a combinar. m/f. Tel. 244840527/918864715.

EMPREGADO/a de mesa e ajudante cozinha, c/ qualificação, até 26 anos. Restaurante em Leiria. Tel. 917247172.

ALVADOS-Porto Mós terreno 3900 m2, construção em pleno parque natural Serras Aire e Candeeiros. Tel. 912266281.

VIVENDA 2 quartos jardim fech. Santo Antão Batalha, jto IC2. Tel. 966071237.

EMPREGADA/O mesa. Restaurante Leiria, part/ full-time. Tel. 917905877/919326594

FÁBRICA de mobiliário em Meirinhas admite pessoas c/ experiência p/ fabrico, montam e pintura de móveis. Tel. 913968210. FUNCIONÁRIA/O p/ serviços de limpeza. Tel. 925007077. PASTELARIA Pão de Mel procura empregada mesa c/experiência, Leiria. (m/f) Tel. 914628982/918560017.

SENHORA ucraniana procura trabalho em horário diurno. Tel. 913229833.

Precisa-se APRENDIZ de pintura automóvel, zona Pousos, Leiria. Tel. 962940586.

Diversos

CASTING p/crianças e jovens modelos fotográficos e manequins Tel. 915363552 COMERCIAIS (m/f) c/ ambição c/s experiência. Ligar 15/19H. Tel. 919122787.

Explicações CENTRO de explicações Meus Saberes. Todas as disciplinas e todos os anos. Gândara, Guimarota, Caranguejeira e Meirinhas. Tel. 963193547.

a melhor opção Texto do anúncio

2 Publicações

4 Publicações

COM DESTAQUE

COMO ANUNCIAR € 10,00 € 13,00 € 16,00 € 19,00

1 Escrever o anúncio no cupão quadriculado. Cada letra deve ocupar um só quadrado. Deixar um espaço livre entre cada palavra. 2 O cupão quadriculado deverá ser recortado e enviado em carta, ou entregue pessoalmente, com os respectivos valores, iniciando-se a publicação na edição imediatamente a seguir à sua recepção. 3 Mensagens Anúncios sujeitos a confirmação do número de telefone

NOME

€ 16,00 € 19,00 € 22,00 € 25,00

COM DESTAQUE

€ 15,00 € 19,50 € 24,00 € 28,50

€ 24,00 € 28,50 € 33,00 € 37,50

Nº CONTRIBUINTE TELEFONE

MORADA CÓDIGO POSTAL

QUANTIA (EURO)

CHEQUE N.º

VALE POSTAL N.º

TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA NIB BPI Nº 0010 0000 02389780001 40 (ANEXAR COMPROVATIVO)

Indique a secção onde pretende ver publicado o seu anúncio Rua D. Carlos I, 2-4 2415-405 Leiria-Gare Apartado 102, 2401-971 Leiria Tel. 244 819 950

60

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

IMOBILIÁRIO EMPREGO

Aluga-se Oferece-se

Compra-se Precisa-se

VEÍCULOS

Vende-se

Compra-se

DIVERSOS

Mensagens

Geral

Trespassa-se

Vende-se


Nós // Classificados

Diversos Geral ACEITO idosos em minha casa, tempo inteiro. Zona Leiria. Tel. 910401104. ASSENT. tijolo, rebouco, pintura, todas limpezas. Passo recibo. Tel. 960032771 PROF. Mestre Hakim vidência-sabedoria-experiência, (amor,falta sorte, etc....) Resultado garantido 100% após 7 dias. Consultas 24 h/dia, net, tel. ou pessoalmente. Tel. 919724206/966046080 /933910010. PROF.HAKIM. CAM@hotmail.com. ENCONTROS online comece hoje a procurar uma alma gémea. Encontre namoradas/os, sexo, amigos. http://desire. sexy-datings.com/ GARRAFAS 5 estrelas, usadas p/ engarrafar vinho, vendem-se. Tel. 927772431. GATOS Persa puros machos/fêmeas,2 e 4 meses. Bons preços, várias cores. Tel. 917504001/967197875.

MUDANÇAS 24 horas inc. fim-de-semana. Honestidade. Tel. 960032771. MUDANÇAS de todo o tipo, nacional/internacional. 25€/hora. Tel. 965609348/913689878. OS TRAPINHOS Velhos Lote 22 Quinta Alçada, roupa em 2ª mão. De 1 a 30 euros. Venha ver. Compramos e vendemos, tudo em segunda mão. Tel. 244048161/919440466.

RAINHA Laíla astróloga, parapsicóloga, cartomante. Consultas SOS tel/net em 1 hora. Rituais e magias afro/ orientais.mariliaantonio@ msn.com.Tel. 915517874/927857540. WWW.desire-sexshop.com; sexshop online, afrodisíacos, dvdx, lubrificantes,óleo massagem, lingerie, roupas, vibradores, anéis.

Compra-se COMPRAM-SE automóveis recentes. Pronto pagamento, mesmo com crédito em curso. Tel. 964039200

SRA. profissional spa. Massagens relax, terapia anti-stresse, reiki, reflexologia. C/s complemento tântrico. Gabinete Privado. Sigilo e discrição. Leiria. Tel. 910959255. TOMO conta crianças/ bebés 6 dias/semana, sem horários definidos. 130 mês. Tel. 914102001. VIDENTE, Grande Professor Abdu. Especialista em todos os trabalhos ocultos. Amor, saúde, negócio, inveja, etc... Ligue já. Tel. 244104150/918935677.

Veículos

Veículos Vende-se Diversos

FIAT Punto 1.2 de 12/2001 5 p, 2.490€. Tel. 963173413.

Mensagens RAPAZ 36 anos casado mas carente deseja conhecer menina ou senhora carente para amizade colorida e discreta. Tel. 916800455.

Parabéns Ricardo Silva 04 . 11 . 1998 Votos de muitas felicidades da tua mãe e restante família.

Contabilista Aceita Contabilidades e trata de IRS Contactos: 916 716 295 / 918 689 075

ORAÇÃO A SANTO ESTEVÃO

Concedei-nos, senhor, imitar o que veneramos para que aprendamos a amar os próprios inimigos, celebrando as glórias daquele que soube rogar também pelos seus perseguidores, Jesus Cristo Nosso Senhor que convosco vive e reina, por todos os séculos dos séculos. Ámen. C.S.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

61


Cultura Agenda Espectáculos

Perspectiva Porque raio não há em Leiria música de dança de raiz popular? A conversa que originou a notícia aqui ao lado foi longa. Não só deu para conhecer a triste (embora esperançada) realidade do semi-abandonado Rancho da Região de Leiria, como percorreu caminhos que o texto deixa de fora. Às tantas, José Vaz desabafou: “Já fui a sedes de grupos [folclóricos] e os ensaios parecem um sacrário. Não deixam entrar ninguém! Um rancho não pode ter a porta fechada”. A imagem serve para o folclore como serve para a cultura da região. E transportou-me para o Projecto Megafone, que ganhou súbita projecção com a morte de João Aguardela. O Myspace do projecto tem uma citação de Aguardela. Perguntava ele: “Porque raio não há em Portugal música de dança de raiz popular?”. E por cá? Porque não existe ela? Só no concelho de Leiria há dezenas de ranchos, coros, filarmónicas e o equivalente em grupos pop, rock, electrónica e industrial. Para além de uma lista muito considerável de djs e produtores. E se um dia destes olharem para o que uns e outros fazem e procurarem combinar tudo isso? Manuel Leiria

62

Res Publica

Adeus caloiros

Juncal musical

A história da República contada por marionetas de fio é a proposta de Alcobaça para a noite de sábado. A S.A. Marionetas mostra no Cine-Teatro “Res Publica”, um trabalho em que o Zé Povinho conta a Bordalo Pinheiro como tudo aconteceu: um país no caos, um rei apagado, um povo revoltado e a caricatura ao serviço da tristeza pública. “Res Publica” é para ver a partir das 21h30, para maiores de 6 anos, e os bilhetes custam 8 euros.

Hoje é dia de adeus à festa de Recepção do Caloiro de Leiria. Na tenda à entrada da cidade, e ao fim de nove dias de festa, as celebrações terminam ao som de Killer Queen, num tributo aos históricos Queen. A noite contempla ainda actuação de outro histórico, mas este a nível nacional, Gimba, que sobe ao palco com Os Bandidos. As últimas horas da Recepção do Caloiro são em tons “Flower Power”, com o dj Boniek, do Beat Club.

Sete corais, duas filarmónicas e outros artistas convidados animam a noite de amanhã, sábado, no Salão dos Bombeiros Voluntários do Juncal. Esta freguesia de Porto de Mós recebe a partir das 21h30 um concerto musical em que intervêm músicos do concelho (Juncal, Mira de Aire, Alqueidão da Serra e Porto de Mós) e ainda de Alcobaça, Caldas da Rainha e Malveira. A direcção é do maestro Bruno Santos.

tografias e partituras correm o risco de se perderem. “No talho abandonado, onde o chão é lavado todos os dias, recebem toda aquela humidade. É um património centenário sem condições de preservação”. Face às contrariedades, o rancho quase se extinguiu. Quando recebeu a carta para sair da antiga sede, José Vaz pediu uma reunião urgente à ex-presidente da au-

tarquia, Isabel Damasceno, “para cumprir os estatutos”. O que dizem eles? “Quando o rancho se dissolver, terá de haver uma assembleia geral e entregar o património à Câmara”. Não conseguiu a reunião mas ficou com um talho em segunda mão. “Uma instituição de utilidade pública, a quem a Câmara atribuiu o mérito de cultura medalha de prata, ser assim tratada... Cansei-

Rancho da Região de Leiria A tradição quer sair do talho Esperança Um talho antigo e húmido guarda o património centenário do Rancho da Região de Leiria. Mas na Mata de Marrazes mora uma nova luz para o grupo que está sem sede há dois anos Manuel Leiria Onde agora se penduram camisas, casacos e coletes antes estiveram frangos, morcelas e pernas de porco. Assim sobrevive o património do Rancho da Região de Leiria (RRL): num antigo talho do Mercado Municipal de Leiria. “Os últimos tempos foram muito conturbados”, reconhece o presidente do rancho que soma 48 anos, José Vaz, justificando a razão das peças jazerem agora entre talhos. Sem tecto desde 2008, o RRL sofreu com o fim da Região de Turismo de Leiria-Fátima. A instituição garantia um espaço para sede,

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

no Arrabalde, mas com a reformulação administrativa, a cedência terminou. O rancho já temia que, um dia, tal acontecesse e procurou alternativas. Mas as promessas de construção de sede própria, apesar de colocadas no papel em 2005, fracassaram (ver texto ao lado). À pressa, a autarquia indicou um espaço... entre talhos. De há dois anos para cá, é lá que mora a maior parte do património do RRL. Outras peças estão em casa dos elementos do grupo, no Rancho Típico Pinheirense e num espaço do Centro Associativo Municipal. “Assim está o espólio do RRL”, lamenta José Vaz. Trajes, instrumentos, fo-


Nós // Cultura

Tim a “Voar”

Concertinas

a9))) vezes quatro

O vocalista dos Xutos e Pontapés, Tim, mostra hoje, sexta, o seu disco a solo em Leiria. “Voar” é composto por temas originais e também por interpretações de temas de Rui Veloso, Mário Laginha ou Vitorino. O concerto em Leiria, no Teatro José Lúcio da Silva, onde Tim será acompanhado por uma banda de seis músicos, começa às 21h30. A receita reverte a favor das causas sociais do Académico de Leiria. As entradas custam 15 euros.

Domingo há Encontro de Concertinas em Santa Eufémia, freguesia do concelho de Leiria. A partir das 15 horas, agrupamentos e artistas de diversos pontos do país e da região mostram dotes à concertina no Auditório Paroquial, numa iniciativa do TASE - Teatro de Animação de Santa Eufémia. Participações especiais do acordeonista Rui Alves e de Joaquim Nogueira, primeiro construtor e restaurador de concertinas em Portugal.

Quatro concertos para ver em dois dias, com a chancela do colectivo artístico a9)))). Hoje, sexta, Sei Miguel the Jewel System (na foto), com primeira parte a cargo de Filipe Felizardo. Sábado, US Girls, de regresso a Leiria, e Sun Araw. Quatro propostas recheadas e também cobertas de novos sons para Leiria descobrir. Quatro concertos no Teatro Miguel Franco, sempre com início às 22 horas. Entradas: um dia, 8 euros, dois dias, 14 euros.

01

02

01 José Vaz, presidente do Rancho da Região de Leiria: “Não somos decorativos!” 02 Trajes, instrumentos, partituras e até calçado: algum do património do rancho em risco no antigo talho 03 O Rancho da Região de Leiria gostava de festejar o próximo aniversário na nova sede. Mas há muito a fazer na antiga casa da AMITEI Fotos: Joaquim Dâmaso

me. O dr. Vítor Lourenço [ex-vereador da Cultura] tem essa vitória”, acusa José Vaz, a propósito das promessas por cumprir.

Mata viva Mas o RRL não baixou os braços. Ensaia na ARDOG e os seus 40 elementos têm uma nova esperança: a antiga sede da AMITEI - Associação dos Amigos da Mata, cedida recentemente pela

Assembleia de Freguesia de Marrazes. “A mais-valia [do espaço] é preservar o nosso património e manter o grupo em actividade”. Lá, o rancho quer dar nova vida ao edifício abandonado e à Mata de Marrazes. Não só envolvendo a população, mas recuperando também o parque de merendas, criando um centro de artes tradicionais, organizando um festival de folclore em

Marrazes e reactivando o grupo de jogos tradicionais infantis. “Queremos chegar às famílias, criar uma nova envolvência com a sociedade”, promete o presidente do rancho. A partir de quando? “Há muito trabalho a fazer, mas gostávamos de celebrar lá o nosso aniversário, a 19 de Março. Vamos ver como as coisas correm”. manuel.leiria@regiaodeleiria.pt

03

Esquecido Rancho magoado com anteriores executivos “Tem havido falta de respeito”. José Vaz aponta o dedo aos executivos anteriores da Câmara de Leiria e Junta de Freguesia de Marrazes. Não lhes perdoa terem deixado o Rancho da Região de Leiria à beira de encerrar a actividade. “O actual executivo da Junta de Marrazes fez em onze meses o que a Câmara anterior não fez em onze anos”, diz, magoado, o presidente do rancho. O anterior vereador da Cultura, Vítor Lourenço, prometeu-lhes uma sede na Quinta de Santo António, num espaço que esteve para receber o Pavilhão da Juve Lis. O projecto nunca avançou, apesar de ter sido assinada, “com pompa e circunstância, no Nerlei”, a cedência do direito de superfície do terreno e do rancho ter pago parte dos projectos de espe-

cialidade, “seis mil e tal euros”. Sem avanços ao fim de cinco anos, em 2010, o Rancho da Região de Leiria perdeu o direito ao terreno. À Junta de Marrazes sugeriram a mudança para a antiga sede da AMITEI e a criação de um festival de folclore. Apresentaram tudo por escrito, como solicitado. Mas a resposta nunca chegou. “Estamos cansados. Quando é preciso ir a provas de atletismo no estádio, na véspera querem lá os ranchos trajados porque é bonitinho... Os ranchos não são nem bonitos nem feios, só respeitam com dignidade e respeito os antepassados. Não somos decorativos!”, revolta-se José Vaz, que admite descrédito nas instituições políticas. “Só agora, com novo executivo na Junta de Marrazes, estou a mudar de opinião”, conclui.

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

63


Nós // Cultura

“Rosa Esperança” contra o cancro em Caldas da Rainha

Fados em Pombal, Caldas da Rainha e Casal Novo

ESTE apresenta peças de teatro em Batalha e Leiria

DocLisboa exibe filmes em Alcobaça

Um espectáculo forte e sem complexos está marcado para amanhã à noite, sábado, no Centro Cultural e Congressos de Caldas da Rainha. “Rosa Esperança” alerta para o drama do cancro da mama, que mata quatro mulheres por dia em Portugal. Início às 21h30, bilhetes a 8 euros.

Sábado há muito fado na região: no Auditório Municipal de Pombal, actua às 21 horas o Grupo de Fado Amador de Pombal; em Caldas da Rainha, n’Os Pimpões, actuam diversos fadistas a partir das 21h30; no Grupo Desportivo Casal Novo, Amor, Leiria, a Noite de Fados é às 21 horas

Hoje, sexta-feira (21h30), “O Nariz” sobe ao Castelo de Leiria para mais um “Escurial”. Depois, o festival ACASO fica por conta do ESTE: na terça (22h) o grupo leva “Cozinheiros” ao Teatro Miguel Franco; quarta (21h30) é a vez do Auditório da Batalha rir com “Tulius Claunus” (entrada livre).

Domingo e segunda o DocLisboa leva uma extensão ao Cine-Teatro de Alcobaça. Dia 7 há filmes para ver às 15h30, 19h30 e 21h30. Segunda, os filmes passam às 14h30, 19h30 e 21h30. Em algumas sessões estarão presentes os realizadores para uma conversa com o público sobre os filmes.

Museu da Imagem em Movimento abre até ao fim do ano

Custou cerca de quatro milhões de euros e está pronto há mais de ano e meio. Mas o MIMO - Museu da Imagem em Movimento, junto ao Castelo de Leiria, continua por abrir, o que faz dele um dos espaços da cidade mais criticados - mas também mais aguardados. A curiosidade vai ser satisfeita até ao fim do ano, promete o vereador Gonçalo Lopes. A Oficina do Olhar e a sala de exposições permanentes estão em acelerada fase de instalação e vão abrir ao público antes do fim de 2010. “Estão a decorrer trabalhos de carpintaria e depois avança a iluminação. Ainda este ano, contamos ter a Oficina do Olhar a funcionar”, diz o vereador da Cultura, que partilhou imagens da intervenção no seu Facebook. Também até ao fim de 2010 abre a sala de exposições permanente, que vai estrear com uma exposição da Fundação EDP. “A nossa expectativa é que o MIMO fique com as salas prontas até ao fim do ano. Mais ainda não é possível dar uma data em concreto”, afirma o vereador. Para 2011 fica a instalação de um conjunto de peças e componentes multimédia que estão a ser desenvolvidas pelo Instituto Politécnico de Leiria, especialmente pensadas para a sala de exposições permanente. ML

64

Milhares visitaram feira medieval Foto: Joaquim Dãmaso

O Nariz Projecto para o Castelo de Leiria ficou na gaveta “O Nariz” tinha um projecto para o Castelo de Leiria. A Câmara viu, gostou mas achou caro. O grupo de teatro queixa-se de promessas por cumprir e de ter sido esquecido na animação do monumento

D. Dinis “regressou” a Leiria no final de Setembro, numa recriação histórica que deu uma vida nova ao castelo, fazendo-o recuar no tempo. Mas levou “O Nariz” - Teatro de Grupo de Leiria a sentirse esquecido. Porque a Câmara de Leiria contratou a Viv’Arte, empresa de Oliveira do Bairro, para produzir o evento. “Se sabemos fazer uma recriação no Mosteiro da Batalha, não sabemos fazer

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

no Castelo de Leiria?”, interroga Pedro Oliveira, actor, encenador e presidente d’“O Nariz”. No início do ano, explica, o grupo apresentou à autarquia “uma proposta muito consentânea”, para animar o castelo dois ou três fins-desemana, com teatro, música, fogo de artifício, entre outras artes. “O sr. presidente [Raul Castro] viu e disse: ‘Acertaram, é para ir para a frente’. Depois,

nem água vai nem água vem. Em que gaveta está o nosso projecto? Alguém quis que não avançasse”, acusa. Pedro Oliveira lembra ainda que quando o grupo teve de sair do Orfeão Velho, a autarquia sugeriu que fizessem uma proposta para animar o castelo. “Era uma forma de compensar estarmos sem sede. Mas esqueceram a promessa...”, recorda. O responsável d’“O Nariz” até gostou da proposta da Viv’Arte. Mas defende que a opção da Câmara inviabilizou o envolvimento no espectáculo de associações, actores e músicos da região, o que estava previsto no projecto do grupo de Leiria. “A festa foi muito bem feita, mas em Leiria não fica nada. Se for para repetir, tem de vir tudo outra vez de fora”. Ao REGIÃO DE LEIRIA, o vereador da Cultura explica que os números ditaram a opção. “O projecto que eles apresentaram foi analisado. Mas o orçamento era extremamente elevado”, conta Gonçalo Lopes, explicando que a ideia de “O Nariz” ia “custar cerca de cem mil euros”, quando a recriação da Viv’Arte ficou por metade. “O projecto era muito consistente e ambicioso, mas ultrapassava a nossa capacidade financeira”, reforça. O vereador lembra que “O Nariz” tem apresentado peças no castelo, recusando a acusação de que as associações locais ficaram a perder. “Nunca nos foram apresentados os agentes locais que iam participar com ‘O Nariz’. Além disso, não existem cá grupos com experiência na área da recriação histórica”. Gonçalo Lopes lembra que “a autarquia tem trabalhado com agentes locais e o Entremuralhas é bom exemplo. As coisas com a Fade In correram bastante bem. É esse tipo de postura que defendemos”, conclui. ML

A mexer

01

02

03

04

05

06

01 Thierry Ferreira esteve um mês na Argentina a criar esculturas para espaços públicos: uma para o Museu de Arte Contemporânea ao Ar Livre, da cidade de Roldan, outra para o Centro Cultural da cidade Porto San Martin. O escultor apresentou também vídeo-arte numa mostra que integrou dez artistas portugueses. 02 Pedro Neves, realizou para a Red Desert “Desencontros”. O documentário do realizador leiriense foi apresentado o mês passado na Assembleia da República numa iniciativa da Rede Europeia AntiPobreza. Trailer em http:// vimeo.com/16398565. 03 António Lobo Antunes está hoje, sexta-feira, na livraria Arquivo, em Leiria. O escritor apresenta às 18h30 o livro, “Sôbolos rios que vão”. 04 António Manuel Ribeiro, dos UHF, é convidado para falar de música e livros no Centro Recreativo da Golpilheira, Batalha. É na quarta-feira, às 21 horas. 05 Samuel Rama, ex-aluno e docente da ESAD de Caldas da Rainha expõe até amanhã, na Galeria 111, em Lisboa, “ACREÇÃO”, conjunto de obras sobre tela, fotografias/desenhos e objectos tridimensionais. 06 Artur Franco inaugura uma exposição hoje, sexta-feira, na Escola de Música do Juncal, Porto de Mós. Na inauguração, o pintor de Leiria fala das suas pinturas.


Nós // Cultura

Pedro Miguel Assistente de produção em áreas culturais

Opinião Geração camião s conversas de café no fim-de-semana que passou andaram à volta das peripécias dignas de uma grande cidade. A pessoa que demorou uma hora e meia de Leiria à Marinha Grande, o outro que fez 45 minutos da Sé até à Câmara Municipal e o habitual espertalhão que conhece os atalhos todos. Presenciei um engarrafa-

A

mento na idílica estrada do campo, onde até se filmam telediscos ou se foge da polícia quando se bebeu um copo a mais antes de conduzir. Alguém, decerto com um bom pequeno-almoço bem tomado, gritava em desespero “Avança tu que tens prioridade, ó burra!” Consta que a passarada se assustou e voou para outras paragens. Na minha opinião, ficou cientificamente comprovado que todos os carros de gama média alta, vulgos BMW, Mercedes, Audi, etc, precisam de vir equipados com um manual de boas maneiras. Numa situação de “não és obrigado, mas podias facilitar”, nunca facilitam. Esta maneira provinciana de mostrar superioridade é patética e divertiu-me na seca de trânsito que passou. Bem hajam!

Presenciei um engarrafamento na idílica estrada do campo, onde até se filmam telediscos ou se foge da polícia

Vieira ouve primeiras notas do Jazz à Marinha

Simpósio Internacional começa quarta-feira Foto: CMO

Óbidos Quatro dias a descobrir castelos Alguns dos maiores especialistas mediterrânicos em construção medieval estão a partir de quarta-feira em Óbidos, no II Simpósio Internacional de Castelos. Mais de uma centena de especialistas de Portugal, Espanha, França, Marrocos, Tunísia e Reino Unido participam na segunda edição do simpósio, dedicado ao tema “Fortificações e Território na Península Ibérica e no Magreb (Séculos V a XVI)”.

O simpósio decorre em Óbidos até 13 de Novembro e é o ponto alto das comemorações do Centenário da Classificação do Castelo de Óbidos. Segundo a organização, o evento tem grande importância para a comunidade científica, mas serve também para o público em geral descobrir os mais recentes estudos sobre castelos. Programa completo na internet, em www. obidos.pt. ML

É com “standards” interpretados pelos Diabolous in Jazz que abre o regressado festival Jazz à Marinha. O primeiro de quatro concertos é amanhã, sábado, no Cine-Teatro Actor Álvaro, na Vieira de Leiria. O colectivo é composto por João Capinha (saxofones), Daniel Bernardes (piano), Gonçalo Leonardo (contrabaixo) e Alexandre Alves (bateria) e actua a partir das 22 horas, num espectáculo com entrada livre. Os restantes concertos do festival acontecem até ao final do mês na Galeria Municipal da Marinha Grande. Desidério Lázaro Trio (dia 13), Quinteto Pedro Nobre (20) e César Cardoso Quinteto (27) vão revelar novos valores do jazz nacional, em concertos integrados nas Comemorações do Centenário da República, organizados pela Associação de Desenvolvimento e Cooperação Atlântida. Em todos os espectáculos, a entrada é gratuita. PUBLICIDADE

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

65


Guia Discos

Agenda Guia Exposições Propostas grátis

A FNAC sugere

Jamiroquai, Rock Dust Light Star (deluxe) PVP: 17,99€ Os Jamiroquai contam já com 18 anos de carreira, 20 singles de sucesso e 25 milhões de discos vendidos. E eis que surge o destemido Rock Dust Light Star que promete repetir o êxito da banda britânica de Jay Kay.

The Big Four: Live From Sonisphere PVP: 55,99€ Metallica, Slayer, Megadeth e Anthrax são os chamados The Big Four. Este ano, em Sófia, Bulgária, os quatro grandes do trash metal deram um espectáculo inacreditável e grandioso, que ficou registado numa edição limitada de luxo.

Rodrigo Leão & Vox Ensemble, Ave Mundi Luminar PVP: 16,99€ Ave Mundi Luminar (1983), do ex-Madredeus, foi sem dúvida um marco na música portuguesa. O disco, completamente masterizado e com conteúdos inéditos, é apresentado numa edição de luxo de 2 cd’s.

Vários Artistas - Something Cool 2 PVP: 15,99€ Depois do estrondoso sucesso do primeiro volume da compilação Something Cool, chega agora o segundo volume desta colecção que inclui 18 extraordinários temas como Dance Me To The End Of Love, de Madeleine Peyroux, ou Quite Nights, de Diana Krall. Passe estes códigos no ponto de escuta FNAC e oiça o disco correspondente

66

Concerto na Câmara de Leiria. O Orfeão de Leiria oferece hoje, sexta-feira, mais um Concerto com História, desta vez no Salão Nobre da Câmara de Leiria. É às 21h30 e participam diversos alunos e professores de várias classes do conservatório.

Gigantones. A partir de amanhã, sábado, o Teatro José Lúcio da Silva mostra uma exposição de gigantones da autoria de Manuel Dias. As peças são uma inspiração em tamanho XXL dos célebres Mestres Salas e Padre Chancas dos títeres populares alentejanos de Santo Aleixo. A entrada é livre e os gigantones podem ser vistos em Leiria até 28 de Novembro. Representações da pobreza. Exposição de fotografias tiradas por vários cidadãos convidados a responder à questão “O que é para si a pobreza?”. Na Galeria Mouzinho de Albuquerque, Batalha, até 7 de Novembro. Um tiro no escuro. Ilustração de Mariana, a Miserável, na livraria Arquivo, em Leiria. Até 10 de Novembro. City models. Fotografias de Massimo Mastrorillo, escolhido em 2007 como Novo Talento Fotográfico Fnac Itália. Para ver na Fnac Leiria. Até 11 de Novembro. 4ª Maratona de Pintura. Exposição na sede do a9)))), Leiria. Até 11 de Novembro. Re(s)pública. Exposição em Leiria sobre os cem anos da República Portuguesa, dividida por três núcleos: Arquivo Distrital de Leiria, Edifício Banco de Portugal e Biblioteca Municipal. Até 13 de Novembro. Passe, cidadão! Exposição para recordar factos e circunstâncias da Implantação da República, no Teatro José Lúcio da Silva. Até 21 de Novembro. Laura antes de mais existem coisas muito fáceis de fazer. Exposição colectiva no Museu Bernardo, Caldas da Rainha. Até 25 de Novembro. A instrução na 1ª República. Exposição no Museu Escolar de Marrazes. De segunda a sexta, até 24 de Dezembro. Óscar Almeida. Exposição de pintura na Galeria do TeatroCine de Pombal. Até 30 de Dezembro. Vilma Libana. A “Arte da Gravura em Vidro” em exposição no Museu do Vidro, Marinha Grande. Até 27 de Março 2011.

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Um Te Deum para comemorar os cem anos da República Mais de três centenas de músicos e coralistas participam domingo (21h30) no Concerto Comemorativo do Centenário da República, no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria. Participam coros de Leiria e Filarmonia das Beiras. Na primeira parte será interpretado um

Guia Livros

Te Deum da autoria de Inácio Aires de Azevedo. Compositor e músico amador, ourives de profissão, foi em 1882 presidente do Município de Leiria. O seu filho, Inácio Veríssimo de Azevedo, foi o primeiro presidente da Comissão Municipal Republicana da cidade.

Sunset Park Paul Auster Asa PVP: 16€

Durante o sombrio colapso económico de 2008, quatro jovens ocupam ilegalmente uma casa abandonada em Sunset Park, bairro perigoso de Brooklyn. São quatro vidas que Paul Auster entrelaça em tantas outras...

Dois concertos na FnacLeiria. Hoje, sexta (22 horas) actuam os Quarteto de Bolso, que mostram o seu disco “Um bolso de ganga”. Domingo (17 horas), é a vez dos Le Chanson Noire revelarem a Leiria o seu cabaret decadente de “Música para os mortos”. A República em Leiria. Amanhã, sábado, o Auditório do Instituto Politécnico de Leiria recebe a conferência “A Primeira Republica em Leiria”. A sessão começa às 9h30.

Morrer e Renascer Maria José Costa Félix Oficina do Livro PVP: 13,90€

A morte acenou-lhe, por mais de uma vez, ao longo dos anos, levando-a gradualmente a tomar consciência de que esta vida efémera não é a verdadeira vida e existe outra, eterna.

Top Americana

M@il de um Louco João Pinto Costa

Anjo Caído Lauren Kate

01 Longe do Coração Júlio Magalhães

Editorial Presença PVP: 13,60€

Planeta PVP: 13€

Esfera dos Livros

02 Como o Estado gasta o nosso dinheiro Carlos Moreno Caderno

03 Marina Carlos Ruiz Zafón Planeta

04 Caderneta de Cromos Nuno Markl Objectiva

05 Dama de Espadas Mário Zambujal Clube do Autor

06 Queda dos Gigantes Ken Follet Presença

Durante os últimos dois anos, Mário Augusto Dias, personagem criada por João Pinto Costa, dedicou-se a enviar e-mails a todo o tipo de entidades nos quais expunha situações ou pedidos insólitos e hilariantes...

E se a pessoa que lhe estava destinada nunca pudesse ser sua? Perigoso, excitante e sombriamente romântico, esta é uma apaixonante e perfeita história de amor.

O Poder Rhonda Byrne

Os Cães não dançam Ballet A n n a Ke mp & Sara Ogilvie

Lua de Papel PVP: 14,90€

Este é o guia para o maior poder do universo - O Poder para ter tudo o que deseja. Sem O Poder você não teria nascido. Sem O Poder não haveria um único ser humano no planeta. Cada nova descoberta, invenção e criação humana procede de O Poder...

Civilização Editora PVP: 10,90€

Este cão não é como os outros: não faz coisas de cão, como fazer chichi nos postes, coçar-se ou beber água da sanita. Não, este cão gosta do luar, de música e de dançar na ponta dos pés... PUBLICIDADE


5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

67


Guia Restaurantes Esta guia está também disponível em www.regiaodeleiria.pt. Para a inclusão de novos restaurantes neste guia, consulte-nos através do telefone 244 819 950.

Alcobaça A Casinha dos Assados (Pataias) Especialidades: Grelhados Mistos, Migas, Arroz de Feijão e Saladas Frias. Obs. promoção diária/fim de semana - Menu Completo 5€, 4fª Leitão Assado, 6fª Cozido à Portuguesa e Domingo Borrego c/Migas de Batata /Bacalhau à Casa. Folga 2fª. Tel. 244586174.

Batalha Vinho em qualquer Circunstância Especialidades Petiscos; Bar/Vinho a Copo; Provas de Vinhos; Loja de Vinhos e Produtos Gourmet; Clube Enófilo Horário 2ª a 6ª e Feriados: das 17:00 à 01:00; Sábados: das 12.00 à 01:00; Domingos: 12:00 às 16:00. Tel. 244768777 E-mail: geral@circunstancia.com. pt; Web Page: www.circunstancia.com.pt Etnográfico da Golpilheira Especialidades Bacalhau à Casa; Bacalhau à Tiborna; Borrego Assado no Forno. Folga Domingo à noite e 2ª fª à noite. Tel. 244766709. Pátio do Avô Restaurante Típico Especialidades: Sopa Panela Peixes Bacalhau Pátio do Avô, Polvo à Lagareiro. Carnes Lombinho vaca ladrilhado, Presa e secreto porco preto. Sobremesas: Doce Avô, Doce Transmontano Folga 3fª. Tel/Fax: 244704909,. Telem: 917519099. Obs. Situado a 2Km Fátima em pleno ambiente serrano.

Bombarral O Lagar Especialidades Arroz de Camarão; Polvo à Lagareiro; Cabrito c/arroz Malandro; Porco Preto Churrasco Sobremesas: Delícia do Lagar; Sorriso de Chocolate. Folga Domingo ao Jantar e 2ª fª. Tel. 262605775. Preço médio refeição 20€.

Caldas da Rainha A Lareira Especialidades Choquinhos à Lagoa de Óbidos; Robalo à Pescador; Lombinhos à D. Leonor; Cabrito Salteado à Serrano Folga 3ª fª. Tel. 262823432. Obs. Serviço de Catering; Sala de Banquetes Web Page: www.restaurantealareira.com Sabores D’Itália Especialidades Folhado de Gambas c/ Cantarelos; Medalhões de Tamboril c/Porto, Trufas e Risotto de Espargos; Perninha de Borrego Assada c/Polenta Sobremesas Sopa de Amoras c/Gelado de Requeijão Folga 2ª fª (Excepto Agosto). Tel. 262845600. Praça 5 de Outubro. Web Page: www.saboresditalia.com

Fátima Restaurante Santa Rita Especialidades: Cozinha Reg. Açoreana e Madeirense e seus vinhos de mesa, Bacalhau Espiritual, Bacalhau c/Camarão, Bife de Atum, Vitela. Sobremesas caseiras. Tel. 249098041/919822288 Obs. 5% de desconto c/apresentação deste jornal.

Tia Alice Especialidades Cabrito assado no forno, Arroz de Pato, Açorda de Bacalhau e Chanfana. Sobremesas Bolo de Chocolate e Gelado da Casa Folga 2ª fª e domingo ao jantar. Tel. 249531737 Fax 249534370 E-mail tialice@mail.telepac.pt Obs. Cozinha típica portuguesa.

Leiria Restaurante Lusitano Especialidades 2ª fª Bacalhau à Lagareiro; 3ª fª Cozido à Portuguesa; 4ª fª Carne de Porco à Alentejana; 5ª fª Arroz à Valenciana;6ª fª Galo Caseiro cabidela; Sábado: diversos (Picanha à Lusitano; Grelhados mistos; Costela de novilho; Peixe fresco Folga Domingo. Tel. 244881003/968065026. Restaurante Buraco da Velha Casa de Pasto, Taberna e Restaurante Especialidades Grelhados de Picanha, Porco Preto e Espetadas. Peixe Fresco grelhado. Folga Domingo à noite. Tel. 244825717. Vale Sepal. Restaurante Bife Club Especialidades: Cozinha tradicional Portuguesa; Cozinha Tradicional Mediterrânica; Molhos; Bifes; Peixe; Caril de Gambas; Arroz frito de Gambas. Folga: Domingo. Tel.: 244 837 260 Obs: Edifício Nerlei–Leiria. Restaurante “Tasquinha da Rita” Especialidades: Bacalhau “À Sogra”, Bacalhau na. Telha, Bife à Tasquinha, Medalhão na Pedra, Espetada de Camarão c/Fruta, Sopa da Pedra aos Sábados Sobremesas caseiras. Folga: Domingo. Obs: Diárias de 2ª a 6 fª 6.50€/7.50€. Aceitamos grupos. Tel. 933257069/961809814. O Valito Especialidades Bife à Casa e Bacalhau à Casa Obs. Refeições rápidas, petiscos e jantares. Tel. 244040440/917642108. Cervejaria João Gordo Especialidades Petiscos, Mariscos (Almoços e Jantares) Folga Domingo Obs. Aberto de 2ª fª a Sábado até às duas da manhã. Tel. 244881483/Leiria Gare. Restaurante Bom Petisco Especialidades Galo de Cabidela -3ª e 5ª fª, Massa de Cherne – 6ª fª, Sopa da Pedra – Sábado e Cabrito no Forno - Domingo Folga: 2ª fª. Tel. 244861732 (Barreiros). Restaurante Tiborna Especialidades Arroz frito de gambas, Cataplana de Polvo, Tibornada de bacalhau, Cabrito assado no forno, Cozido à Portuguesa e Leitão da Região. Tel. 968597445/ 963737816 Obs.: Refeições a partir de 6.50€ Aberto ao Domingo ao almoço. O Púcaro Restaurante Especialidades Feijoada de búzios; Bacalhau à Púcaro; Polvo à Lagareiro; Caldeirada de enguias; Massada de Cherne; Lulas grelhadas; Bacalhau na. Telha com batata a murro; Chanfana à moda da serra Folga 4ª fª. Tel. 244 003580.

Caravela Especialidades Pratos de Marisco; Arroz de Polvo; Açorda de Camarão; Plumas de Porco Preto Folga 2ª fª. Tel. 244835376 Obs. Pratos do dia ao almoço. Restaurante Pontuel Imagine o cheiro a tomilho, salva e hortelã mas em plena cidade, e c/vista soberba sobre um castelo medieval. Imagine tudo isto, envolvido num único ponto de encontro, onde se juntam todos aqueles que amam os prazeres da mesa. Folga Sábado ao almoço, Domingo ao jantar, 2ª todo o dia. Tel. 244821517. E-mail: geral@pontuel.pt Web Page www.pontuel.pt Restaurante Adega Do Pisão Especialidades Lombinhos c/ Gambas, Parelhada de Peixe c/Açorda, Bacalhau grelhado c/ Batata a Muro e Migas Servidas na. Telha, Bife à Toino, Bife ao Porto. Folga Domingo. Tel./Fax: 244 836 661. Web Page www.adegadopisao.com Obs. Diária de 2ª a 6ª fª ao almoço. (6,50€). Restaurante Novo Rumo Especialidades Arroz de cabidela, leitão assado, carne porco alentejana, arroz de tamboril, bacalhau à casa, bitoque. Folga Domingo. Tel. 244881594. Fonte do Corvo Especialidades Leitão Assado, Arroz de Tamboril, Bacalhau à Casa, Bacalhau na Caçarola e Bife à Casa. Sobremesa Doce de Amêndoa e Toucinho do Céu. Folga 5ª fª. Tel. 244723044 Fax 244 723 465. Boavista Web Page: www. fontedocorvo.com Escondidinho Especialidades Feijoada de Coelho; Frango do Campo c/puré; Cozido à Portuguesa; Leitão assado; Chicharro frito c/arroz de tomate; Mãozinhas de vaca c/grão; Feijoada de marisco. Sopa à Lavrador. Obs. Sábado diária ao almoço. Folga Domingo. Tel. 244614321/917888065. Riba D’Aves. O Menino Especialidades Lombo de Porco c/ Ananás; Arroz de Peixe; Bacalhau c/ Natas; Cabrito no Forno Folga Domingo ao Jantar e 3ª fª. Tel. 244855903. E-mail: menino@casinhavelha. com Web Page: www.omenino.com Casinha Velha Especialidades Espetada de Tamboril; Bacalhau c/ Natas; Arroz de Pato; Cabrito Assado no Forno Folga Domingo ao jantar e 3ª fª. Tel. 244855355 E-mail: geral@casinhavelha. com Web Page: www.casinhavelha.com Restaurante O Maneta Especialidades Cozido à Portuguesa; Bacalhau na Canoa; Bifinho de Vitela; Porco Preto Sobremesas Leite Creme Caseiro Folga Domingo. Tel. 244891238. Luna Especialidades Taglietelle de Camarão; Miolo de Vieira; Aiguillette de Novilho c/Mostarda à Antiga; Magret de Pato Folga Sábado ao Almoço e Domingo. Tel. 244815977 Obs. Pratos do dia ao almoço e ao jantar.

Cervejaria/Marisqueira César Especialidades Marisco Vivo e Cozido; Croa Imperial de Marisco; Gambas ao Alhinho; Açorda de Marisco Folga 2ª fª todo dia e 3ª fª abre às 18H. Tel. 244814092 Horário: Das 12:00 às 00:00. Restaurante Monte Grande Especialidades Carne Leitão em forno a lenha, Lombinho porco à antiga, Bife na pedra, Costeleta vitela. Peixe Bacalhau à casa Folga 4fª e domingo à noite. Tel 244831910. Obs. Aceitamos encomendas. Restaurante Ares do Campo Especialidades Broa caseira quente, degustação de petiscos regionais e bacalhaus na broa; polvo à lagareiro, costeletas de borrego, cabrito à padeiro. Folga domingo à noite e 2ª fª (aceita reservas p/grupos). Tel. 244801090. E-mail arescampo@sapo.pt / Web Page: www. arescampo.com Restaurante Solar da Barreira Especialidades: Naco Mirandês, Chanfana, Bacalhau assado c/ migas e batata a murro, Chocos grelhados, Secretos de porco preto, Espetada Mirandesa. Folga: 5ª fª. Tel.: 917632461. Restaurante os Novos Especialidades: Arroz de peixe à 3ª fª, Leitão assado à 4ª fª, Feijoada à transmontana à 6ª fª, Bacalhau c/migas ao Sábado e Cozido à Portuguesa ao domingo. Tel. 244825890. Restaurante Petisqueira Bar O Tanoeiro Especialidades: Bacalhau à Tanoeiro, Bifes (vários), Petiscos Tradicionais Folga: encerra aos domingos e 4ª feira à noite. Obs: Diária de 2ª a 6ª feira 6€, Z. Histórica, R. Direita, nº 48. Fados à 6ª feira à noite. Tel: 960019288. Web Page:www.otanoeiro.com Malagueta Afrodisíaca (Restaurante Étnico) Especialidades: Caril de Gambas à Indiana, Camarões Eróticos, Peixe c/ Manga e Gengibre, Korma, Chilli c/ Carne, Caril de Frango c/ Espinafres. Sobremesas Gelado c/ Banana e Gengibre, Afrodite Coffee... Horário Das 19 às 24horas Folga não tem. Tel. 244831607 após as 17 horas Web Page www.malaguetaafrodisiaca.com

Marinha Grande Restaurante Solemar (Coelho) Especialidades Arroz de Marisco; Açorda de Marisco; Mariscos Diversos Folga 2ª fª (Excepto Verão) Obs. Abertos há 33 Anos, hotel residencial na Vieira de Leiria. Tel. 244 695 404. A Concha Especialidades Fritada de peixe c/Açorda de Alho; Lascas de Bacalhau c/Aroma de Poejos e Pimento; Lulas ao Piripiri; Mariscada Quente; Medalhões de Porco c/Ameixas Sobremesas Caseiras Folga 5ª fª (excepto em Julho e Agosto). Tel. 244599150. E-mail aconcha.restaurante@iol.pt

Foz Restaurante Especialidades: Caldeirada, Arroz de Tamboril, Feijoada de Chocos/Marisco, Peixes Frescos, Leitão assado na casa.Folga 2ª e 4ª fª às 16H Obs.: Horário das 10h às 22h. Tel: 968 787 606 (Praia da Vieira, junto à Foz.

Nazaré Restaurante Nova Casa Cação Especialidades Arroz de Lulas c/Camarão, Feijoada de Marisco, Espetadas de Lulas c/ Camarão, Peixe Fresco Grelhado e Arroz de Marisco. Sem Folga. Tel. 262551035. Aki-d’el-Mar Especialidades Cataplana de Marisco; Açorda de Lagosta c/Gambas; Mariscos Grelhados. Folga 3ª fª todo o dia e 4ª fª ao almoço (excepto Julho, Agosto e Setembro). Tel. 262551028. Horário: 11:30 às 24h.

Peniche Restaurante O Parque Especialidades Peixe Fresco; Alfaquique (Peixe Galo) Frito c/Açorda de Ovas; Caldeirada; Robalo à Moda de Peniche; Cherne Sequinho; Garoupa de Massinha. Folga 3ª fª. Tel. 262789251. Obs. Aceitamos todo o tipo de pagamentos.

Pombal Restaurante Xurrax-Residencial Especialidades Espetada Especial e Bacalhau à Zé Pipo. Fazemos almoços e jantares para grupos. Folga: Domingo, caso não tenhamos marcações para grupos. Tel. 236212260. E-mail terrabela1@eventos3d.com O Manjar do Marquês Especialidades Pastéis Bacalhau c/Arroz Tomate; Pataniscas Bacalhau; Rojões c/Migas e Morcela de Arroz; Cabrito Assado no Forno Folga Domingo ao jantar. Tel. 236200960. E-mail manjardomarques@mail.telepac. pt-www.manjardomarques.com Preço médio refeição até 16 Euros. Restaurante “O Galo” Especialidades: 2ª fª Bacalhau à Lagareiro; 3ª fª Grelhados Mistos c/Arroz de Feijão e Migas; 4ª fª, Leitão à Bairrada; 5ª fª, Galo de Cabidela e Sopa da Pedra; 6ª fª, Cozido à Portuguesa; Sábados e Domingos à lista. Tel. 966015920. Silveirinha Pequena, Carriço.

Porto de Mós Restaurante Ti Gracinda Especialidades Bacalhau à Ti Gracinda, Bacalhau c/natas, Ensopado de Borrego (Sábado), Ossobok estufado. Sobremesas: caseiras. Folga 2ª fª. Tel. 244491864. Cova da Velha Especialidades Lombo de Bacalhau em Cebola c/Queijo S. Jorge, Polvo à Lagareiro, Pratos de Carne Mirandesa e Porco Ibérico Sobremesas Várias tentações caseiras Horário 2ª a 6ªf ª jantares, sábados almoços e jantares (outros horários, por marcação). Tel. 969740502/961829265. E-mail covadavelha@ hotmail.com

Guia Discotecas e bares Leiria Alibi Sexta, 5 Revival N80, com djs Mark Guedes e Miguel Chagas. Sábado, 6 Live Alibi e dj convidado. Domingo, 7 BrasiLeiria. Terça, 9 e Quinta, 11 Noite F-R-A, com dj João P. Quarta, 10 Live Alibi com Banda Red. Beat Club Sexta, 5 “Flower Power” com djs Eurico Lisboa e Jorge Miguel. Sábado, 6 Dj Broto Verbo. Segunda, 8 Apartirtudo ao vivo e dj Eurico Lisboa. Terça, 9 e Quinta, 11 Noites académicas com dj Eurico Lisboa. Clube do Soutocico Sábado, 6 Festa do Vinil, com música dos anos 80. Hype Sábado, 6 Dj Victor L. Kabong Sexta, 5 Dj HLS Sábado, 6 Sean Riley protagoniza um dj set no novo bar do centro histórico de Leiria. Soho Sábado, 6 Dj Oliver N. Suite Sexta 5 Noche Latina. Sábado, 6 Dj Victor L. Quarta, 10 Afroflavours. Quinta, 11 Capas Negras.

Marinha Grande Mania Sexta, 5 Dj Ariep.

68

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Bliss Sábado, 6 Festa “Back to Bambi”, com dj White, ex-dj do antigo Bambi, numa festa para recordar a música dos anos 60, 70, 80 e 90 no Parque da Marinha Grande.

Pombal Café Concerto Sexta, 5 Karaoke. Kiay Sábado, 6 Festa de S. Martinho.

Alcobaça Beco Sexta, 5 “Rock Around the Disco”, com djs Rui Maia (X-Wife) e André Frutuoso (Two Fingers). Lake Sábado, 6 Festa da Associação Desportiva Ferraria no bar de Pataias.

Batalha Centro Recreativo Golpilheira Sábado, 6 Festa dos anos 80, com djs a partir das 22h.

Caldas da Rainha Greenhill Sexta, 5 Apresentação e encontro de promotores. Sábado, 6 Festa “1001 noites - Arabian Nights”.


Passatempos Palavras cruzadas

Scrabble 1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

A

Z 10

B

A 1 M1 E 1 A 1 L 2 H 4 A 1 R 1

C D

A1

E1

E

R1

S 1 A 1 G4 A 1

I

T1

F

HORIZONTAIS: 1 - Finório. Grupo musical organizado principalmente por estudantes. 2 - Material de construção, formado de cimento e amianto, próprio para isolar do calor e da humidade. Recitar. 3 - Caruma seca (prov.). Simulei. 4 - Hectare (abrev.). Que fica entre dois mares. 5 - Saco pequeno e comprido (prov.). Extraterrestre (abrev.). 6 - Designa várias relações tais como causa, modo, tempo, meio (prep.). Letra grega correspondente ao X. Fileira. 7 - Caminhar. Espécie de túnica. 8 - Saia branca que as mulheres trazem sobre a combinação. Ou (ing.). 9 - Nome que os Romanos deram aos povos da Ásia Ocidental, donde vinha a seda. Peça de madeira que serve para atochar o mastro. 10 - Tomba. Pôr em brasa. 11 - Lavrar. Causa satisfação. VERTICAIS: 1 - O lado afiado de um instrumento cortante. Pequeno pião que se joga sem baraça. 2 - Espécie de sapo da região do Amazonas (Brasil). Desbastar ao torno. 3 - Dar banho a. Composição musical para uma só voz por vezes acompanhada de coros. 4 - Ilharga. Actua. 5 - Espécie de albufeira. Comporta. 6 - Antigo nome da nota musical dó. Emplastro utilizado em Veterinária. Bário (s.q.). 7 - Representação ou imagem de uma pessoa. Unidade de trabalho em todas as suas formas. 8 - Íntimo. Dormir (gír.). 9 - O cúbito. Esbelta. 10 - Ave palmípede. Unidade de medida de irradiação ionizante absorvida. 11 - Pequena ária. Rosto.

1

G

A 1 B3 A 1 C2 A 1 T 1 E 1

H

A1

I

S1 I

1

B3 I

1

N3 A1

L 2 A1 R1

J

O1

K

E1

L

D2

M

O1

N

R1

O

E 1 H4 I

1

N 3 O1 R 1 U 1

INSTRUÇÕES Utilize as letras para criar uma palavra. O objectivo é conseguir o maior número de pontos, utilizando as casas que dão mais pontos (multiplicar letra por 2 ou 3, multiplicar palavra por 2 ou 3). Utilize as letras que já estão no tabuleiro para os maximizar. Não são permitidos nomes próprios nem estrangeirismos. Mais de 24 pontos: Experiente; entre 15 e 24, Avançado; menos de 15, Promessa

Sudoku

Sudoku futebol

GRAU DE DIFICULDADE (((((

Ken & Ken FÁCIL

DIFÍCIL

1 - Complete jogo como um Sudoku clássico, com os algarismos de 1 a 6, uma bola e dois cartões de penalidade. 2 -Se conseguir ligar seis casas contendo os algarismos de 1 a 6 da bola até à baliza, marca golo. Só se pode deslocar horizontalmente e ou verticalmente e não pode entrar mais do que uma vez nas seis casas para chegar ao golo. Se descobrir caminhos diferentes da bola à baliza, uma mesma bola pode marcar vários golos para as duas equipas. A equipa A marca os golos na baliza da esquerda e a equipa B na da direita.

VERTICAIS: 1 - Gume, Piasca. 2 - Aru, Tornear. 3 - Banhar, Ária. 4 - Ilhal, Age. 5 - Ria, Eclusa. 6 - Ut, Bisma, Ba. 7 - Efígie, Erg. 8 - Imo, Xonar. 9 - Ulna, Airosa. 10 Negrela, Rad. 11 - Arieta, Cara. HORIZONTAIS: 1 - Gabiru, Tuna. 2 Uralite, Ler. 3 - Munha, Fingi. 4 - Ha, Bímare. 5 - Taleigo, Et. 6 - Por, Csi, Ala. 7 - Ir, Almexia. 8 - Anágua, Or. 9 - Seres, Enora. 10 - Cai, Abrasar. 11 - Arar, Agrada.

INSTRUÇÕES 1 O objectivo é preencher os quadrados utilizando números que completem as operações matemáticas. 2 Em módulo com cercadura, o mesmo número só pode ser utilizado uma vez. 3 Na categoria “fácil”, cada linha vertical ou horizontal deve ter os números de 1 a 4. 4 Na categoria “difícil”, em cada linha devem constar os números de 1 a 6, sem repetições.

SOLUÇÕES: KEN&KEN

SOLUÇÕES: SUDOKU 9X9; SUDOKU FUTEBOL; PALAVRAS CRUZADAS

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

69


Guia Cinemas

Guia Astrológico Dynamic 3D e Crazy Day Sala Dynamic. Sessões de meia em meia hora, das 15h00 às 22h00. Sextas, sábados e vésperas de feriado das 15h00 às 24h00. Sábados, domingos e feriados as sessões iniciam às 11h30.(1) Preço Reduzido - Só exibe Sábados, Domingos e Feriados.(2) Preço Reduzido - Todos os Dias. (3) Só exibe Sextas, Sábados e vésperas de Feriado. (4) Só exibe Sábados, Domingos e Feriados.

(1) No fim de semana não passa a sessão das 16h20 do filme “Piranha 3D, mas sim o “GruO Maldisposto”. (CB) Consultar Bilheteira.

Monte Real

Porto de Mós

Noite Escura Ciclo de Cinema: 3 Meses - 3 Ciclos - 3 Autores. Realizado por João Canijo, com Beatriz Batarda, Fernando Luís, Rita Blanco. M/12 anos. Quinta 11: 21h30.

Cine-Teatro 244 616 245. Cães e Gatos - A Vingança De Kitty Galore Realizado por Brad Peyton. M/6 anos. Sexta 5 e sábado 6: 21h30 e Domingo 7: 15h30.

Cine-Teatro 244 499 609

Cinemacity 244 845 071 Gru - O Mal Disposto Sala 1-D. Sexta 5 a Quarta 10: 11h30(1), 13h40(2), 15h45, 17h50, 19h55, 21h55 e 00h00(3). Versão portuguesa.

Vieira de Leiria

Cinema Municipal 244 769 870 Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme realizado por Oliver Stone, com Michael Douglas, Shia LaBeouf, Charlie Sheen, Josh Brolin, Susan Sarandon, Frank Langella, Vanessa Ferlito. M/12 anos. Sexta 5 a Segunda 8: 21h30.

Leiria Teatro José Lúcio da Silva 244 823 600 Filme do Desassossego Realizado por João Botelho, com Alexandra Lencastre, Catarina Wallenstein, Margarida Vila-Nova, Rita Blanco. M/12 anos. Quarta 10: 14h30 e 21h30. Teatro Miguel Franco 244 860 480 A Dança - Le Ballet de L’opera de Paris Realizado por Frederick Wiseman. M/12 anos. Quarta 10: 18h30 e 21h30. Documentário.

Toy Story 3 Realizado por Lee Unkrich. Sala 2- K. Sexta 5 a Quarta 10: 11h35(1) e 13h50(2). Agentes De Reserva Realizado por Adam McKay, com Mark Wahlberg, Samuel L. Jackson, Will Ferrell, Dwayne Johnson, Eva Mendes, Michael Keaton, Paris Hilton, Anne Heche. Sala 2- K. Sexta 5 a Quarta 10: 16h05, 18h20, 21h30 e 00h25(3). A Rede Social Realizado por David Fincher, com Andrew Garfield, Jesse Eisenberg, Rashida Jones, Justin Timberlake. Sala 3. Sexta 5 a Quarta 10: 13h30, 15h55, 18h25, 21h35 e 00h05(3).

Cine-Teatro Actor Álvaro 244 697 570. Shrek Para Sempre Realizado por Mike Mitchell. M/4 anos. Domingo 7: 15h00 e 17h00. Cartas Para Julieta Realizado por Gary Winick, com Amanda Seyfried, Marcia DeBonis, Gael García Bernal, Vanessa Redgrave. M/12 anos. Domingo 7: 21h00.

Marinha Grande Biblioteca Municipal 244 573 322 Quico o Pequeno Herói M/4 anos. Quarta 10: 15h30. Falado em português.

Alcobaça Cine-Teatro 262 580 890 doclisboa 2010 Extensão de Alcobaça. Domingo 7 e Segunda 8.

Batalha

Casa do Administrador 919 585 003 A 11ª Hora Ciclos de cinema “Ambiente e Sustentabilidade”. M/12 anos. Quinta 11: 21h30. Entradas gratuitas.

Pedrógão Grande

Cine-Teatro 262 187 750.

Figueiró dos Vinhos

Actividade Paranormal 2 Sala 4- V. Sexta 5 a Quarta 10: 11h35(4), 13h35, 15h35, 17h35, 19h35, 21h50 e 00h10(3).

Caldas da Rainha

Casa da Cultura 236 559 600 Sexta 5 e sábado 6: 21h30.

Cães e Gatos Realizado por Brad Peyton. Sala 5 - L. Sexta 5 a Quarta 10: 11h45(1) e 13h55(2). Versão portuguesa.

Centro Cultural e de Congressos 262 889 650. Tony Manero Realizado por Pablo Larrain. M/16 anos. Segunda 8: 21h30.

Ansião

É A Vida Realizado por Greg Berlanti, com Katherine Heigl, Josh Duhamel, Josh Lucas. Sala 5 - L. Sexta 5 a Quarta 10: 15h50, 18h10, 21h25 e 23h50(3).

Vivacine Cinemas 262 840 197 É a Vida M/12 anos. Sala 1: 13h20, 15h50, 18h20, 21h20 e 23h50.

Comer, Orar, Amar Realizado por Ryan Murphy, com Julia Roberts, Javier Bardem, James Franco, Billy Crudup, Richard Jenkins, Viola Davis. Sala 6- S. Sexta 5 a Quarta 10: 13h45, 16h25, 19h05 e 21h45. A Origem Realizado por Christopher Nolan, com Leonardo DiCaprio, Ken Watanabe, Joseph Gordon-Levitt, Marion Cotillard, Ellen Page, Cillian Murphy, Tom Berenger, Michael Caine, Lukas Haas. Sala 6-S. Sexta 5 a Quarta 10: 00h25(3). A Lenda Dos Guardiões Sala 7. Sexta 5 a Quarta 10: 11h55(1) e 14h10(2). “A Cidade” + Shoot Me (Curta-Metragem) Sala 7. Sexta 5 a Quarta 10: 16h10, 19h00, 21h40 e 00h30(3).

A Rede Social M/12 anos. Sala 2: 13h15, 15h45, 18h15, 21h10 e 23h40. Gru – O Maldisposto Realizado por Pierre Coffin, Chris Renaud. M/6 anos. Sala 3: 13h30. Versão portuguesa. Piranha Realizado por Alexandre Aja. M/(CB). Sala 3: 16h20(1), 18h30, 21h15 e 23h35. Comer Orar e Amar Realizado por Ryan Murphy, com Julia Roberts, Javier Bardem, James Franco, Billy Crudup, Richard Jenkins, Viola Davis. M/12 anos. Sala 4: 14h00, 17h00, 21h00 e 23h45. Predadores Realizado por Nimród Antal, com Adrien Brody, Topher Grace, Alice Braga, Laurence Fishburne. M/16 anos. M/16 anos. Sala 5: 13h40, 16h00, 18h25, 21h30 e 23h55.

Centro Cultural de Ansião 236 670 200 / 236 670 209 Predadores Realizado por Nimród Antal, com Adrien Brody, Topher Grace, Alice Braga, Laurence Fishburne. M/16 anos. Sexta 5 e Sábado 6: 21h00, Domingo 7: 17h30. Karate Kid Realizado por Harald Zwart, com Jaden Smith, Jackie Chan. M/12 anos. Quinta 11: 21h00.

Pombal Pombalcine 236 218 801 / 967 607 395 Comer Orar Amar Realizado por Ryan Murphy, com Julia Roberts, Javier Bardem. M/12 anos. Sexta 5, Sábado 6 e Segunda 8: 21h30. Domingo 7: 16h00, 21h00. Teatro-Cine Cantiga da Rua “Mês do cinema”. Realizado por Henrique Campos, com Costinha, Alberto Ribeiro, Artur Agostinho, Eunice Muñoz. Quarta 10: 14h30.

Actividade Paranormal 2 De: Tod Williams Com Brian Boland, Sprague Grayden

Outra família com o fétiche de se filmar 24/7 vai ter a casa assombrada. O primeiro filme, não sendo uma maravilha, era original e fazia terror com muito pouco. Aqui, de horror, resta a decoração de interiores. Quanto a originalidade, é como se alguém inventasse o clip outra vez. Jornal i

70

Região de Leiria — 5 Novembro, 2010

Gémeos (22/5 a 21/6) // Esta semana tendem a surgir novos interesses sentimentais, não lhe cabendo a si a manifestação dos mesmos; neste campo, pode ter surpresas. Pondere bastante sobre os sentimentos. Pode lançar-se em mudanças, desde que bem equacionadas. Tem boas bases de trabalho. Caranguejo (22/6 a 22/7) // Tende para estados sentimentais de apatia ou comodismo, nada aconselhável. Poderá superar crises sentimentais, se os problemas incidirem sobre opções ou valores e não sobre incompatibilidade física. Esta semana deve revelar disponibilidade para ouvir os outros. Leão (23/7 a 23/8) // Bom período para mudar o rumo da sua vida sentimental, pondo termo a uma ligação já gasta; iniciará nova relação, se tem estado só. No amor, pode estar optimista, ainda que deva dar todos os passos clássicos de aproximação. O sector profissional é o mais favorecido. Virgem (24/8 a 23/9) // De uma maneira geral, tudo corre bem no campo sentimental, podendo chegar a importantes definições e melhorias da sua posição pessoal nos relacionamentos. Contudo, atitudes egoístas ou possessivas da sua parte podem contrariar esta tendência positiva. Balança (24/9 a 23/10) // É notória alguma instabilidade e insegurança, até porque tende a colocar as fasquias muito altas. A harmonia é possível desde que se disponha a ser realista. Esta semana, seja acima de tudo prático e faça as alterações necessárias no sentido de uma maior funcionalidade. Escorpião (24/10 a 22/11) // Em caso de conflito ou relações tensas, tente amenizar o ambiente, levando a vida com humor e evitando criar maiores atritos. A sua capacidade de relacionamento está excelente. Tem possibilidade de superar problemas importantes ou mesmo iniciar novas actividades. Sagitário (23/10 a 20/12) // O panorama sentimental não se apresenta uniforme ou particularmente promissor. Algumas das suas iniciativas podem ter efeito contrário ao desejado; pense bem no que diz e faz. Rodeie-se de cautelas especiais na programação das actividades profissionais.

A Rede Social De David Fincher Com Jesse Eisenberg. Andrew Garfield

A história de Mark Zuckerberg, criador do Facebook e tipo que se tornou no mais jovem bilionário do mundo vendendo as pessoas a si próprias. Fincher é aqui um realizador discreto, entregando o filme ao texto de Aaron Sorkin. Afinal, pode ser tudo um caso de amor não correspondido. Jornal i

Touro (21/4 a 21/5) // Prevê-se uma nova fase sentimental, independentemente da sua vontade. Necessita de muita coragem para enfrentar oposições ou circunstâncias materiais menos boas. Conduza a sua vida de forma mais independente, saindo da alçada de outros e correndo riscos.

Ourém

Auditório da ETPZP 236 486 341

Nazaré

Carneiro (21/3 a 20/4) // Goza de boas influências no sector amoroso, podendo dizer-se que a sua vida sentimental está em alta. As suas características pessoais tendem a dar nas vistas e ser apreciadas. Pode permitir-se gerir as suas actividades com fluidez, tendo hipóteses de chegar a acordos.

Capricórnio (21/12 a 20/1) // A evolução sentimental promete ser muito positiva, sobretudo se souber adaptar-se às circunstâncias; não procure o ideal constantemente. Pode enfrentar e ultrapassar com êxito dificuldades conjunturais. Propostas profissionais ou negociais nesta semana.

“A Rede Social”, a história do Facebook

Cães e Gatos De Brandon Peyton

Mais um filme de animação para aproveitar a moda do 3D, sem nada de especial que o recomende. Como o título indica, uma história sobre a eterna guerra entre cães e gatos, para ver unicamente se as crianças insistirem muito. Há coisas bem piores. Jornal i

Aquário (21/1 a 19/2) // Revela uma tendência acentuada para não se satisfazer com o que lhe dizem, necessita de grandes certezas. Avalie bem os sentimentos, pois pode afastar alguém de quem gosta com as suas atitudes. A evolução dos acontecimentos não é clara nem se apresenta positiva. Peixes (20/2 a 20/3) // Esta semana está muito hábil a lidar com situações difíceis e relações em conflito; por isso, pode preparar-se para entrar em nova fase, mais positiva. Avalie bem as opções de vida; os caminhos mais fáceis não serão os melhores. Não deve deixar os seus créditos por mãos alheias.


Guia Televisão Sexta

Sábado

Domingo

Segunda

Terça

Quarta

Quinta

R T P 1

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde 14:00 Poder Paralelo 15:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal 21:00 Trovas Antigas, Saudade Louca (Último) 22:00 Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão 23:00 Lado B 00:00 Amor E Mentiras (Filme) 02:00 Alvo Humano Epºs. (6) E (7) 03:30 Televendas 05:30 Euronews

06:30 Espaço Infantil A Porquinha Peppa Hopla / Mais 5 Minutos Mãe Mirabelle Little People 07:02 Brinca Comigo Os Guardiães Da Floresta Mushiking A Ovelha Choné Pascoal, O Pequeno Raposo A Grande Família O Super Apresentador 08:00 Bom Dia Portugal Fim-De-Semana 11:00 Portugal Sem Fronteiras 13:00 Jornal Da Tarde 14:15 Top + 15:30 Perdidos 16:15 Programa Das Festas 19:05 O Preço Certo 20:00 Telejornal 21:00 A Voz Do Cidadão 21:15 Operação Triunfo (Estreia) 23:15 A Hora Da Sorte 23:30 Herman 2010 00:30 Sangue Fresco 01:30 7 Days To Live (Filme) 03:30 Janela Indiscreta Com Mário Augusto 03:45 Top + 04:45 Televendas

06:30 Espaço Infantil 07:02 Brinca Comigo Os Guardiães Da Floresta Mushiking A Ovelha Choné Pascoal, O Pequeno Raposo A Grande Família O Super Apresentador 08:00 Bom Dia Portugal Fim-De-Semana 09:00 Missa Papa Bento XVI Em Barcelona 12:30 Contra-Informação 13:00 Jornal Da Tarde 14:15 Só Visto! 15:15 Diários Do Vampiro 16:00 Ligação De Alto Risco (Filme) 18:00 Pai À Força Epºs. (45) E (46) 20:00 Telejornal 21:00 Dar Vida Sem Morrer Urgência Guiné 22:00 Hora Da Sorte: Sorteio Do Joker 22:15 Golpe No Paraíso (Filme) 00:30 Cowboys Do Espaço (Filme) 02:30 Só Visto! 03:30 Televendas 05:30 Euronews 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde 14:15 Poder Paralelo 15:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:05 O Preço Certo 19:55 Direito De Antena 20:00 Telejornal 21:00 Vidas Contadas 21:30 Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão 22:30 Prós E Contras 01:00 Corações Na Atlântida (Filme) 02:45 Futebol: Magazine Liga Dos Campeões 03:15 Televendas 05:30 Euronews 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde 14:15 Poder Paralelo 15:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:05 O Preço Certo 19:55 Direito De Antena 20:00 Telejornal 21:00 30 Minutos 22:00 Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão 23:00 Operação Triunfo 2010 - Diários 23:15 Galegos De Cá E Lá 00:15 Filme A Designar 02:15 Alvo Humano 03:45 Televendas 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde 14:15 Poder Paralelo 15:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:05 O Preço Certo 19:55 Direito De Antena 20:00 Telejornal 21:00 Linha Da Frente 21:30 Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão 22:30 Operação Triunfo 2010 - Diários 22:45 Exterior Doctv-Cplp (Brasil) 23:45 Taken (Filme) 01:45 Alvo Humano Epºs. (9) E (10) 03:15 Televendas 05:30 Euronews 06:05 Nós

06:30 Bom Dia Portugal 10:00 Praça Da Alegria 13:00 Jornal Da Tarde 14:15 Poder Paralelo 15:30 Portugal No Coração 18:00 Portugal Em Directo 19:00 O Preço Certo 19:55 Direito De Antena 20:00 Telejornal 21:00 Grande Entrevista 21:30 Quem Quer Ser Milionário - Alta Pressão 22:30 Operação Triunfo 2010 - Diários 22:45 Programa A Designar 23:15 Corredor Do Poder 00:15 Payback - A Vingança (Filme) 02:15 Alvo Humano Epºs. (11) E (12) Último 03:45 Televendas 06:05 Nós

R T P 2

07:15 14:00 15:30 15:45 16:30

Zig Zag Sociedade Civil Diário Câmara Clara Consigo (R/) National Geographic Viagem Ao Satélite Europa (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:25 Desafio Diário 18:40 No Meio Do Nada 19:00 Hoje 19:30 A Entrevista De Maria Flor Pedroso 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic O Segredo Nuclear Do Titanic 21:45 Desafio Diário (R/) 22:00 Hoje 22:40 Diário Câmara Clara 22:50 Mad Men 23:40 Segunda Guerra Mundial 00:30 Noites Da 2 Padre Motard 01:30 Palcos: Dead Combo Em Concerto 02:00 A Entrevista De Maria Flor Pedroso (R/) 03:30 Euronews 05:00 Diário Câmara Clara 05:15 Sociedade Civil (R/)

07:00 Euronews 08:00 África 7 Dias 08:30 Notícias De Portugal 09:00 Universidade Aberta 10:00 Zig Zag Wow! Wow! Wubbzy! Vila Moleza Mãe Mirabelle Henrique, O Terrível Tangerina E Vaca Freefonix A Ovelha Choné Basílio Pincel A Grande Família Matemática Ii Zoey 101 12:30 Capitão Tsubasa European Challenge 13:00 Capitão Tsubasa 14:00 Parlamento 15:00 Desporto 2 19:00 Couto & Coutadas 19:30 A Alma E A Gente 20:00 Gente Da Cidade 2010 Último 20:40 Corto Maltese 21:00 Desafio Verde 22:00 Hoje 22:40 Bonnie E Clyde (Filme) 00:30 Um Lance No Escuro (Filme) 02:30 Desporto 2 (R/) 06:30 Euronews

07:00 Euronews 07:30 Áfric@Global 08:00 Músicas De África 09:00 Caminhos 09:30 70x7 10:00 Nós 11:00 Recantos (R/) 11:30 Consigo 12:00 Biosfera 12:45 Vida Por Vida 13:15 Bombordo ThalAssa: Requiem Pelo Atum Vermelho 13:45 Iniciativa 14:30 Nativos Digitais 14:45 A Voz Do Cidadão 15:00 Desporto 2 19:00 Grandes Livros Ii (Estreia) 19:30 Conversas No Cabeleireiro 20:00 Os Simpsons Eps. 01 E 02 21:00 O Que Jackie Kennedy Sabia (Doc) 22:00 Hoje 22:30 Câmara Clara 23:30 Britcom: Agentes Libertinos Último A Minha Família Último 00:30 Onda-Curta 01:15 Desporto 2 (R/) 05:45 Euronews

07:15 14:00 15:30 16:00

Zig Zag Sociedade Civil Consigo (R/) National Geographic O Segredo Nuclear Do Titanic (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:25 Desafio Diário 18:40 No Meio Do Nada 19:00 Hoje 19:20 Olhar O Mundo 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic Lugares Selvagens Da Natureza 21:30 Desafio Diário (R/) 21:45 A Hora Da Sorte 22:00 Hoje 22:40 Diário Câmara Clara 22:45 O Mentalista III 23:45 Desafio Verde (R/) 00:30 Noites Da 2 Lá E Cá 01:30 Escola Das Artes Da Universidade Católica Do Porto - “Não Linear” 02:00 Olhar O Mundo (R/) 02:30 Euronews 05:00 Diário Câmara Clara (R/) 05:15 Sociedade Civil (R/)

07:15 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Diário Câmara Clara (R/) 15:45 Consigo (R/) 16:00 National Geographic Lugares Selvagens Da Natureza (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:25 Desafio Diário 18:40 No Meio Do Nada 19:00 Hoje 19:30 Eurodeputados 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic Vampiros Em Veneza 21:45 Desafio Diário (R/) 22:00 Hoje 22:40 Diário Câmara Clara 22:50 Ervaeps. 07 E 08 23:40 Bairro Alto 00:30 Noites Da 2 Lá E Cá 01:30 E:2 - Escola Superior De Comunicação Social 02:00 Câmara Clara (R/) 03:00 Eurodeputados (R/) 03:45 Euronews 05:00 Diário Câmara Clara (R/) 05:15 Sociedade Civil (R/)

07:15 Zig Zag 14:00 Sociedade Civil 15:30 Diário Câmara Clara (R/) 15:45 Consigo (R/) 16:00 National Geographic Vampiros Em Veneza (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:25 Desafio Diário 18:40 No Meio Do Nada 19:00 Hoje 19:30 Com Ciência 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic As 10 Melhores Fotografias 21:45 Desafio Diário (R/) 22:00 Hoje 22:40 Diário Câmara Clara 22:50 Chuck 23:45 Janela Indiscreta Com Mário Augusto 00:30 Noites Da 2 Lá E Cá 01:30 Esec-Tv 02:00 Biosfera (R/) 02:45 Com Ciência (R/) 03:15 Euronews 05:00 Diário Câmara Clara (R/) 05:15 Sociedade Civil (R/)

07:15 Zig ZaG 14:00 Sociedade Civil 15:30 Diário Câmara Clara (R/) 15:45 Consigo (R/) 16:00 National Geographic As 10 Melhores Fotografias (R/) 17:00 Zig Zag 18:00 A Fé Dos Homens 18:25 Desafio Diário 18:40 No Meio Do Nada 19:00 Hoje 19:30 Capital 20:00 Zig Zag 21:00 National Geographic A Guerra Das Pitões 21:45 Desafio Diário (R/) 22:00 Hoje 22:40 Diário Câmara Clara 22:50 Sobrenatural 23:45 A De Autor 00:30 Noites Da 2 Lá E Cá 02:15 Iniciativa (R/) 03:00 Capital (R/) 03:30 Euronews 05:00 Diário Câmara Clara (R/) 05:15 Sociedade Civil (R/)

S I C

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição da Manhã 09:30 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Negócio Da China 15:30 Boa Tarde 18:15 Caras & Bocas 19:00 Escrito Nas Estrelas 19:30 Caras & Bocas 20:00 Jornal da Noite 21:15 Histórias Com Gente Dentro 21:45 Laços De Sangue 22:45 Cenas Do Casamento 23:30 Passione 00:30 A Designar (Filme) 02:30 Allo Allo

06:15 Etnias 06:45 SIC Kids 08:15 Disney Kids 10:00 A Definir 11:15 O Mundo De Patty 12:00 Nosso Mundo 13:00 Primeiro Jornal 14:00 Alta Definição 14:45 E-Especial 15:30 Entre Vidas 16:30 Entre Vidas 17:30 A Designar (Filme) 20:00 Jornal da Noite Perdidos E Achados 21:30 Minutos Mágicos 22:00 Lua Vermelha 23:30 A Definir 00:30 A Designar (Filme) 02:30 Allo Allo

06:45 SIC Kids 08:15 Disney Kids 10:00 A Definir 11:15 O Mundo De Patty 12:00 BBC Vida Selvagem 13:00 Primeiro Jornal 14:00 Fama Show 14:45 Investigação Criminal 15:45 Investigação Criminal 16:30 Cinema (A Definir) 18:00 Cinema (A Definir) 20:00 Jornal da Noite 21:15 Grande Reportagem SIC 22:00 Ídolos 00:00 Ruídos Do Além (Filme) 02:00 Allo Allo

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:30 Tween Box 09:30 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Negócio Da China 15:30 Boa Tarde 18:15 Caras & Bocas 19:00 Escrito Nas Estrelas 19:30 Caras & Bocas 20:00 Jornal Da Noite 21:45 Laços De Sangue 22:45 Cenas Do Casamento 23:30 Passione 00:30 CSI Miami 01:30 Terapia 02:15 Allo Allo

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:30 Tween Box 09:30 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Negócio Da China 15:30 Boa Tarde 18:15 Caras & Bocas 19:00 Escrito Nas Estrelas 19:30 Caras & Bocas 20:00 Jornal Da Noite 21:45 Laços De Sangue 22:45 Cenas Do Casamento 23:30 Passione 00:30 CSI Miami 01:30 Terapia 02:15 Allo Allo

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:30 Tween Box 09:30 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Negócio Da China 15:30 Boa Tarde 18:15 Caras & Bocas 19:00 Escrito Nas Estrelas 19:30 Caras & Bocas 20:00 Jornal Da Noite 21:30 Condenados 22:30 Laços De Sangue 23:30 Passione 00:30 CSI Nova Iorque 01:30 Terapia 02:15 Allo Allo

06:00 SIC Notícias 07:00 Edição Da Manhã 08:30 Tween Box 09:30 Companhia Das Manhãs 13:00 Primeiro Jornal 14:15 Negócio Da China 15:30 Boa Tarde 18:15 Caras & Bocas 19:00 Escrito Nas Estrelas 19:30 Caras & Bocas 20:00 Jornal Da Noite 21:45 Laços De Sangue 22:45 Cenas Do Casamento 23:30 Passione 00:30 CSI Nova Iorque 01:30 Cartaz Cultural 02:15 Allo Allo

T V I

07:00 Diário da Manhã 10:15 Você na TV! 13:00 Jornal da Uma 14:00 As Tardes da Júlia 17:00 Agora É Que Conta 18:30 Morangos com Açúcar 19:00 Morangos com Açúcar 20:00 Jornal Nacional 21:15 Euromilhões 21:30 Casa Dos Segredos 22:00 Espírito Indomável 22:45 Sedução 23:45 Mar de Paixão 00:30 Casa Dos Segredos (Extra) 01:00 Gone (Filme) 02:45 A Designar (Filme) 04:00 A Ex 05:00 Televendas 06:30 Captain Scarlet

07:00 Animação 08:45 O Bando Dos 4 09:30 Hannah Montana 10:15 Inspector Max 11:15 DeLuxe 12:00 Liga Zon Sagres 12:30 Vamos À Bola 13:00 Jornal da Uma 14:00 Gala Casa Segredos 16:30 Matiné (A Designar) 18:15 Matiné (A Designar) 20:00 Jornal Nacional 21:15 Espírito Indomável 22:45 Mar De Paixão 00:15 Casa Dos Segredos 00:45 Hot Fuzz - Esquadrão De Província (Filme) 02:30 O Silêncio Da Criança 04:00 A Ex 05:00 Televendas 06:30 Captain Scarlet

07:00 Animação 08:45 O Bando Dos 4 09:30 Campeões E Detectives 10:15 Inspector Max 11:15 Missa 12:30 Oitavo Dia 12:45 Contra Ataque 13:00 Jornal da Uma 14:00 Matiné (A Designar) 16:00 Matiné (A Designar) 18:00 Matiné (A Designar) 20:00 Jornal Nacional 21:45 Gala Casa Segredos 00:15 Liga Zon Sagres 02:15 Smackdown Wrestling 03:15 Sempre A Somar 04:30 O Génio De Ted 05:00 Televendas 06:30 Todos Iguais

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Agora É Que Conta 18:30 Morangos Com Açúcar VIII 19:00 Jornal Nacional 19:30 Liga Zon Sagres: Sporting X Guimarães 21:30 Casa Dos Segredos 22:00 Sedução 23:00 Espírito Indomável 23:45 Mar de Paixão 00:30 Casa Dos Segredos Extra 01:00 Os Pilares Da Terra (Mini-série) 04:00 Perigo No Bosque (Filme) 05:30 Televendas

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Agora É Que Conta 18:30 Morangos Com Açúcar VIII 19:00 Morangos Com Açúcar VIII 20:00 Jornal Nacional 21:00 Casa Dos Segredos 22:00 Sedução 23:00 Espírito Indomável 23:45 Mar de Paixão 00:30 Casa Dos Segredos 01:30 Máquinas De Guerra (Filme) 03:30 Na Linha Da Frente (Filme) 05:00 O Génio De Ted 05:30 Televendas

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Agora É Que Conta 18:30 Morangos Com Açúcar VIII 19:00 Morangos Com Açúcar VIII 20:00 Jornal Nacional 21:30 Casa Dos Segredos 22:00 Sedução 23:00 Espírito Indomável 23:45 Mar de Paixão 00:30 Casa Dos Segredos Extra 01:30 O Ilusionista (Filme) 03:45 Antes Que Seja Tarde (Filme) 05:30 Televendas

07:00 Diário Da Manhã 10:15 Você Na TV! 13:00 Jornal Da Uma 14:00 As Tardes Da Júlia 17:00 Agora É Que Conta 18:30 Morangos Com Açúcar VIII 19:00 Morangos Com Açúcar VIII 20:00 Jornal Nacional 21:00 Casa Dos Segredos 22:00 Sedução 23:00 Espírito Indomável 23:45 Mar de Paixão 00:30 Casa Dos Segredos Extra 01:00 Castle 02:00 Cartaz Das Artes 02:30 Pokerstars (Estreia) 03:45 A Ex 05:30 Televendas

5 Novembro, 2010 — Região de Leiria

71


Francisco Rebelo dos Santos Director

05.11.2010 Estrelas da semana

Sem preconceitos José Benzinho valer a perda de mandato? Nunca me ocorreu essa possibilidade, mas admito alterar para não perder o “tacho”. Corre o boato que já conseguiu fazer uma intervenção breve durante uma reunião de Câmara. Confirma? Não confirmo nem desminto, mas como medida terapêutica não acompanhei o programa “Alô Presidente” de Hugo Chávez, a partir de Viana do Castelo.

O cartão de cidadão não o menciona, mas nasceu no Hospital de Pombal. É vereador eleito pelo PSD na Câmara de Leiria e professor em Coimbra. Benfiquista de 54 anos, liderou a empresa municipal Leirisport. Cresceu em Albergaria dos Doze e vive em Leiria desde 1979. É Mestre em Finanças Empresariais, gosta de ler, caminhar, da família e de viajar, desde que o regresso seja rápido a casa “por motivos gastronómicos”, revela. Senhor Benzinho, no estádio de Leiria quem é o Bom, o Mau e o Vilão? Bom: os resultados obtidos após a fase de ressaca do Euro 2004. Mau: a destruição de um bom modelo de gestão. Vilão: quem desligar a luz. Férias: Seychelles, Acapulco ou campismo no parque do Pedrógão? Descubra Portugal, um país que vale por mil, mesmo que seja em bangaló. Os óculos psicadélicos e woodstockianos com os quais dá a cara no Facebook não lhe podem

Precisa de saber o que se passa na Cãmara. Telefona a Raul Castro, Isabel Damasceno ou José António Silva? Telefono a Raul Castro, mas por vezes fico com a sensação que este não fala regularmente com o Presidente da Câmara. Tanta obra na cidade ao mesmo tempo é um orgulho, um pesadelo ou dá-lhe só dor de cotovelo? Primeiro, um orgulho (a obra faz parte da “pesada herança” deste executivo). Por fim, acompanho o pesadelo de quem circula pela cidade e área envolvente. “Na política não há amigos, apenas conspiradores que se unem?”. É isso que pensa quando olha para o PSD/ Leiria? De todo! Presidenciais: um momento nobre, alegre ou ao qual não liga cavaco? Já ligava cavaco quando MRS [Marcelo Rebelo de Sousa] deu a notícia. João Carreira joao.carreira@regiaodeleiria.pt

HHHHH Hugo Oliveira, vereador da Câmara de Caldas da Rainha. Deu um novo uso aos grafites e contornou o fenómeno de vandalismo, dando-lhe uma aplicação prática: decorar recintos desportivos e parques. (P.6)

HHHHH Renato Roldão, gestor em alterações climáticas, carbono e energia. Vive na China, o sétimo país na sua carreira profissional. Foi consultor do governo e simboliza a nova geração que vinga lá fora (P.26)

HHHHH Raul Castro, presidente da Câmara de Leiria. A falta de informação aos munícipes e de planeamento com obras a decorrer, em simultâneo, na cidade, é um aspecto a rever no futuro (P.10). Fonte: www.meteo.pt

Tempo

Sexta-Feira

Sábado

Domingo

Segunda-Feira

Terça-Feira

Quarta-Feira

Quinta-Feira

Máxima 24o Mínima 13o

Máxima 20o Mínima 12o

Máxima 16o Mínima 12o

Máxima 17o Mínima 11o

Máxima 15o Mínima 11o

Máxima 17o Mínima 12o

Máxima 17o Mínima 12o

Linha Directa O caso Lopes ex- deputado Carlos Lopes, actual chefe de gabinete do Governo Civil de Leiria, merece que lhe seja atribuída a presunção da inocência em qualquer processo que esteja a correr contra si. O antigo deputado socialista, que foi candidato à Câmara de Figueiró dos Vinhos, é um homem com provas dadas na defesa dos interesses do Norte do distrito. Mas o passado de um cidadão que desempenhou elevados cargos com zelo e dedicação não pode colar-se a uma esponja que apaga uma acusação de uma vintena de crimes, amplamente noticiados na passada semana. É fundamental separar as águas. Uma coisa é a presunção da inocência, outra é a legitimidade política, o exemplo da praxis, a demonstração da ética e a reputação acima de toda e qualquer suspeita. O facto de estar acusado pelo Ministério Público de 23 crimes, dos quais 19 têm o rótulo de corrupção passiva, retira-lhe espaço político e conforto moral. Cada dia em que permanecer no cargo será um dia mais difícil para o governador, que teve já necessidade de dizer publicamente que confia no seu chefe de gabinete e que o mesmo tem condições para por lá continuar. Carlos Lopes não Uma coisa é a pode nem deve obrigar o governador civil presunção da do distrito de Leiria inocência oua curvar-se perante tamanho embaraço. tra é a legitimiA política faz-se dade política com princípios e exemplos. É um mau principio e um péssimo exemplo um cidadão acusado de 23 crimes ocupar um lugar de nomeação política. Olhar apenas o campo do ser e esquecer o domínio do parecer é montar um circo na praça da vida pública e tratar os cidadãos como palhaços. O PSD e o PS pouco ou nada disseram sobre a condição fragilizada em que se encontra o chefe de gabinete e consequentemente o próprio governador civil. A razão é simples: a história está crivada de casos em que políticos acusados por tribunais se agarram como lapas à rocha da presunção da inocência. Infelizmente é assim.

O


Região de Leiria 05 de Novembro 2010