Page 1

:: Gutenberg e os tipos móveis

Aula 03/13 Disciplina História do Design Tópico A impressão, Gutenberg e as contribuições para o design Professora Marcela Bezerra


:: Gutenberg e os tipos móveis A invenção da escrita Surgimento região mesopotâmica > necessidades de realizar registros diante das transações comerciais. Busca dos chefes dos templos por um sistema de registro das informações.


:: Gutenberg e os tipos móveis

Necessidade de permanência das informações, devido à limitação humana, memória X registro escrito. Na Mesopotâmia, fatos como controles de impostos, quantidade armazenada, qual alimento estava disponível > carecia de um registro.


:: Gutenberg e os tipos mĂłveis Autores levantam que o surgimento da linguagem visual veio da necessidade de identificar sacas e recipientes para armazenamento de alimentos > etiquetas de argila. Pictogramas + sistema numĂŠrico decimal baseado nos dedos das mĂŁos.


:: Gutenberg e os tipos m贸veis Mais antigos registros > tabuletas de Uruk [3100 a.c.]

Registro de produtos [sintetizados por sua silhueta e n煤meros] p.21


:: Gutenberg e os tipos mĂłveis

Tais tabuletas eram gravadas com estilete fino de madeira.

Este sistema de escrita evoluiu por vĂĄrios anos. Escrita direita pra esquerda. Meados de 2800 a.c. esquerda pra direita, eliminando borrĂľes.


:: Gutenberg e os tipos móveis Troca de estilete fino por um triangular > forma de cunha. Pictogramas passaram a ser sulcos vazados na argila. Deu início à escrita cuneiforme.

p.22


:: Gutenberg e os tipos m贸veis Pictograma > imagem representada Ideograma > id茅ia representada Fonograma > som representado [convencionado] p.22


:: Gutenberg e os tipos móveis

Escrita cuneiforme > difícil domínio Assírios reduziram quantidade de elementos pra 560 unidades. Escola Edduba > casa de tabuletas > iniciavam ainda crianças. Escrever = mágico. Profissões especiais para quem sabia escrever.


:: Gutenberg e os tipos móveis Após a escrita cuneiforme > evolução das sociedades. Diversas tabuletas escritas, compondo bibliotecas das áreas de religião, matemática, direito, medicina e astronomia (MEGGS, 2009, p.22). Pesos e medidas, códigos legais, narração de acontecimentos, código de Hamurabi. p.23


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

p.44


:: Gutenberg e os tipos móveis

Marcas de gado e marcas de autoria. Reforçavam registro. Invenção do papel > Ts’ai Lun > 105 d.c. [invenção ou evolução?] Superfície que possibilitava a escrita. [material que misturava cascas de árvores, trapos de tecido e fibras vegetais socadas até virar polpa].


:: Gutenberg e os tipos móveis

Molde quadrado com fundo de tela. Cuidado, secagem em fibra de lã. Superfície áspera. papel para escrita, embrulho, papel de parede, papel higiênico ou guardanapos (MEGGS, 2009, p.55).


:: Gutenberg e os tipos móveis Descoberta da impressão Inventada pelos chineses em forma de carimbo. Tal impressão foi fundamental para a utilização da xilografia.P.56


:: Gutenberg e os tipos móveis Impressão feita a partir de decalques à tinta, sobreposta à tabuleta de pedra para cópia precisa. Peso do acervo X espaço para guardar livros.

Impressão em relevo evoluíu de qual tipo?

p.56


:: Gutenberg e os tipos móveis Invenção do tipo móvel

Chineses inventaram caracteres móveis, mas idioma utilizado não permitia algumas unidades de tipos e sim milhares, devido ao sistema de linguagem.

p.62


:: Gutenberg e os tipos móveis

Teve enorme importância, principalmente para evolução do sistema de impressão utilizado no ocidente. Grande contribuição à comunicação visual.


:: Gutenberg e os tipos m贸veis Caixa de tipos rotativa. Projetada de maneira otimizada para proporcionar agilidade ao processo.

p.62


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

P.65


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

P.67


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

P.68


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

P.69


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

P.70


:: Gutenberg e os tipos móveis Evolução do tipo móvel por Gutenberg (1450) Um dos avanços mais importantes da civilização.

Armazenamento, recuperação e documentação de informações perdidas no tempo e espaço. Produção econômica e rápida de originais.


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

P.79


:: Gutenberg e os tipos móveis

Fatores geradores da evolução da impressão: Crescente busca por livros; demanda de estudantes universitários tinha tomado do clero o monopólio da escrita e leitura

Rapidez na impressão Tempo e custo do material final


:: Gutenberg e os tipos móveis

Essa demanda fez com que mercadores independentes tentassem montar uma estrutura de produção mais ágil de manuscritos, que ainda assim não correspondia à necessidade do mercado IMPORTÂNCIA DO PAPEL PARA A EFICIÊNCIA DO PROCESSO DE IMPRESSÃO (600 anos depois da sua descoberta, da China à Europa). Primeiras peças impressas a partir de blocos de madeira [xilogravura] > cartas de baralho > democratização da impressão.


:: Gutenberg e os tipos m贸veis

P.92


:: Gutenberg e os tipos móveis Os impressos seguintes evoluíram em tamanho, qualidade e variedade dos traços entalhados. De pequenos formatos, a impressão passou a 35cm.

P.92


:: Gutenberg e os tipos m贸veis Maioria dos impressos com tema religioso e textos breves.

P.93


:: Gutenberg e os tipos móveis Ilustrações com textos breves, semelhantes a histórias em quadrinhos. Com o aumento do índice de pessoas alfabetizadas essa produção diminuiu. Os livros agora impressos (de 30 a 50 pgs) tinham o tema apocalipse sempre presente. P.93


:: Gutenberg e os tipos móveis

Disponibilidade de papel + impressão a partir de blocos de madeira + demanda crescente = mecanização de tipos móveis.

Diversos profissionais aplicaram o uso de tipos móveis sem resultados conhecidos, Johan Gutenberg, de Mainz, Alemanha, “reuniu pela primeira vez complexos sistemas e subsistemas necessários para imprimir um livro tipográfico por volta de 1450”. (MEGGS, 2009, p.95)


:: Gutenberg e os tipos móveis

Aprendiz de ourives, tinha habilidades em metal e gravação, necessário para fazer tipos. Depois de expulso em Mainz, começou a desenvolver suas atividades em Estrasburgo. > 10 anos para a primeira impressão > 20 anos para o primeiro livro – a Bíblia de 42 linhas


:: Gutenberg e os tipos móveis

A impressão xilográfica serviu de base para os estudos de Gutenberg. Qualidade inferior > madeira não possibilitava alinhamento perfeito na impressão


:: Gutenberg e os tipos m贸veis


:: Gutenberg e os tipos m贸veis


:: Gutenberg e os tipos m贸veis


:: Gutenberg e os tipos m贸veis


:: Gutenberg e os tipos m贸veis


:: Gutenberg e os tipos m贸veis


:: Gutenberg e os tipos m贸veis


:: Gutenberg e os tipos móveis

Quais as contribuições para o design? Produtos de hoje, livros de hoje. Tempo, custo, qualidade.

Aula 03  

Aula 03 - A impressão, Gutenberg e as contribuições para o design. História do Design - Manhã Professora Marcela Bezerra

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you