Issuu on Google+

Calendário Pastoral 2017 Paróquia Sagrada Família “Rumo aos 80 anos de Bênçãos” (1937-2017)

“Ano Nacional Mariano”


DIOCESE DE SANTO ANDRÉ

DIOCESE DE SANTO ANDRÉ São Paulo Viver, pois, o encontro com Jesus Cristo implica necessariamente amor, gratuidade, alteridade, unidade, eclesialidade, fidelidade, perdão e reconciliação. Torna o discípulo missionário firmemente enraizado e edificado em Cristo Jesus (cf. Ef 3,17; Cl 2,7), à semelhança da casa que se constrói sobre a rocha (cf. Mt 7,24-27). Assim, cada discípulo missionário, junto com toda a Igreja, comunidade dos discípulos missionários, torna-se fonte de paz, justiça, concórdia e solidariedade. Significa contemplar Jesus Cristo em constante atitude de saída de si, de desprendimento e esvaziamento (DGAE, 16).


ÍNDICE

APRESENTAÇÃO.....................................................................................................04 CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017..................................................................05 MATRIZ SAGRADA FAMÍLIA...................................................................................06 A PADROEIRA..........................................................................................................07 ANO NACIONAL MARIANO.....................................................................................09 OS MISSIONÁRIOS ESTIGMATINOS......................................................................11 HIERARQUIA.............................................................................................................12 PADRES.....................................................................................................................14 CONSELHOS.............................................................................................................15 PASTORAIS E MOVIMENTOS..................................................................................15 INFORMAÇÕES PAROQUIAIS.................................................................................20 BATIZADO E CASAMENTO.....................................................................................21 CALENDÁRIO 2017...................................................................................................23


APRESENTAÇÃO Meu querido coordenador de pastoral ou movimento. Você tem a graça de receber em mãos o calendário paroquial das atividades pastorais para o ano de 2017. Uma equipe se dedicou para incluir o planejamento pastoral de cada pastoral ou movimento, procurando organizar datas, eventos e realidades de acordo com o plano pastoral da Matriz Sagrada Família que busca com toda a força da oração e o apoio amoroso de cada coordenador, de cada fiel e de cada devoto da Sagrada Família ser uma Paróquia onde todos sejam um, isto é, queremos ser uma comunidade, unida, solidária e que incentiva a comunhão entre pastorais, movimentos e fieis. Esta missão de sermos UM aumenta com o convite do Papa Francisco quando ele pede a todas as Igrejas do mundo a agirem com mais misericórdia, amor, compaixão, acolhendo os irmãos com carinho e sinceridade. É a voz do Papa clamando a cada católico presente no mundo inteiro para sermos testemunhas de Jesus Cristo através da misericórdia que significa: perdoar o irmãos quantas vezes forem necessárias assim como Jesus faz tantas vezes conosco. Dessa forma, quem age com misericórdia une pessoas. Nossa missão, de tornar a Paróquia mais unida e em comunhão para que todos sejam, aumenta grandemente neste ano de 2017 porque estamos celebrando 80 anos de fundação da Matriz Sagrada Família, estamos celebrando 300 anos de fundação da primeira capela de São Caetano e estamos celebrando o Ano Nacional Mariano no contexto das Comemorações dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, no rio Paraíba do Sul. Na imagem de Nossa Senhora Aparecida “há algo de perene para se aprender”. “Deus ofereceu ao Brasil a sua própria Mãe” e a mãe quer seus filhos unidos! Veja quantas datas festivas e quanta alegria em ser fiel desta paróquia. Eis aqui algumas razões para estarmos mais unidos, mais fortes na fé, na oração e na comunhão em 2017. Receba bem este calendário. Ele será luz para o nosso caminhar em 2017 rumo a uma Paróquia unida e em comunhão.

Fraternalmente, Pe. Rogério de Melo, CSS Pe. Paulo Borges, CSS Pe. Esaú Messias CSS Missionários Estigmatinos

4


Campanha da Fraternidade 2017 Tema: Fraternidade: Biomas Brasileiros e defesa da vida Lema: Cultivar e guardar a criação (Gn 2,15) Objetivo Geral: Cuidar da criação de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos à luz do Evangelho. Objetivos específicos: O Texto-base tratará questões:

as

seguintes

1- Identificação e caracterização da importância da vida em cada bioma brasileiro e sua relação com a diversidade dos povos. 2- Destaque ao longo da história do Brasil, desde o período colonial, sobre o processo de exploração dos biomas brasileiros, além de dar informações sobre a atual situação dos referidos biomas. 3- Refletir, à luz de um novo olhar, a exploração dos biomas na vida dos povos tradicionais bem como a articulação e defesa na luta pela preservação e da relação harmônica entre os povos e os biomas, diante da deterioração da qualidade de vida humana e desigualdade social, dos projetos de ‘desenvolvimento’, da perda da biodiversidade, o diálogo e as estratégias para novas políticas de preservação dos biomas, fomento da economia e qualidade de vida dos seus povos, as ações em prol dos povos tradicionais, as denúncias e as ameaças que sofrem os povos tradicionais por parte do capital exploratório.

Oração da CF 2017 Deus, nosso Pai e Senhor, nós vos louvamos e bendizemos, por vossa infinita bondade Criastes o universo com sabedoria e o entregastes em nossas frágeis mãos para que dele cuidemos com carinho e amor Ajudai-nos a ser responsáveis e zelosos pela Casa Comum Cresça em nosso imenso Brasil o desejo e o empenho de cuidar mais e mais da vida das pessoas e da beleza e riqueza da criação alimentando o sonho do novo céu e da nova terra que prometestes. Amém! 5


Matriz Sagrada Família São Caetano do Sul, SP Histórico A MATRIZ SAGRADA FAMÍLIA, situada no centro e no coração de São Caetano do Sul, assumida pela Congregação Estigmatina, teve sua construção iniciada em 1930 e foi inaugurada em 06 de Junho de 1937, num projeto do Pe. Alexandre Grigolli. Desmembrada da Paróquia São Caetano, Bairro Fundação. Pela disponibilidade e serviço, virtudes do Fundador da Congregação GASPAR BERTONI, os sacerdotes estigmatinos, que passaram e se dedicaram à MATRIZ SAGRADA FAMÍLIA, deixaram dois legados a São Caetano do Sul: um de fé, ao alimentar a vida espiritual das famílias; e o outro cultural, ao preservar um patrimônio histórico e artístico da nossa cidade. O primeiro Vigário (antigo nome dado ao Pároco) foi o Pe. João Baptista Pelanda (1924 a 1929). O segundo Vigário foi o Pe. José Tondin (1929 a 1931). O terceiro Vigário foi o Pe. Alexandre Grigolli (1931 a 1946). O quarto Vigário foi o Pe. Ézio Gislimberti (1946 a 1965). O quinto Vigário foi o Pe. José Lambert (1965 a 1966). O sexto Vigário foi o Pe. José Carvalho (1966). O sétimo Vigário foi o Pe. Mário Domingos Perin (1966 a 1970). O oitavo Vigário foi o Pe. Devanir da Silva (1970 a 1978). O nono Vigário foi o Pe. Paulo Campo Dall’Orto (1978 a 1988). O décimo Pároco foi o Pe. José de Sousa Primo (1988 a 2001). O décimo primeiro Pároco foi o Pe. José Antônio Mainardi (2001-2007). O décimo segundo Pároco foi o Pe. Jordélio Siles Ledo (2007-2016). Conforme pedido da Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo “Estigmatinos”, em 2 de janeiro de 2017, assumiu o governo pastoral da Paróquia como Pároco, o Padre Rogério de Melo, CSS.

“Entre as comunidades eclesiais, nas quais vivem e se formam os discípulos e missionários de Jesus Cristo, sobressaem as Paróquias. São células vivas da Igreja e o lugar privilegiado no qual a maioria dos fiéis tem uma experiência concreta de Cristo e a comunhão eclesial. São chamadas a ser casas e escolas de comunhão”. (Doc. de Aparecida 170) 6


A PADROEIRA Sagrada Família Sagrada Família é a devoção à família de Jesus de Nazaré composta por Jesus, Maria e José. A sua festa é celebrada no primeiro domingo após o Natal. História da devoção à Sagrada Família A devoção à Sagrada Família começou a ter grande popularidade no século XVII, quando os cristãos começaram a prestar atenção ao fato de que Jesus, o Filho de Deus, desceu do céu e se fez homem dentro de uma família. Ele nasceu numa família comum. Seus pais eram pessoas comuns, simples, trabalhadores, como tantas famílias espalhadas pelo mundo. Maria, uma dona de casa, José um carpinteiro e Jesus, um filho exemplar e obediente. Uma família feliz e simples. Depois que os cristãos descobriram esta riqueza maravilhosa, a devoção foi se propagando com velocidade pela Europa e, mais tarde, pelo continente americano, tanto do norte quanto do sul. A festa da Sagrada Família foi instituída pelo Papa Leão XIII, em 1883. Depois disso, foi estendida pelo Papa Bento XV a toda a Igreja. Modelo para toda família - Toda família é chamada a imitar as virtudes da Sagrada Família. A Sagrada Família vive por Deus e para Deus. O seu projeto é sempre fazer a vontade de Deus. A sagrada Família é a própria escola de todas as virtudes. O Papa Leão XIII escreveu: Os pais de família têm em São José um modelo admirável de vigilância e solicitude paterna; as mães podem admirar na Virgem Santíssima um exemplo insigne de amor, de respeito e de submissão; os filhos têm em Jesus, submisso a seus pais, um exemplo divino de obediência. Imagem da Sagrada Família - As cenas da Sagrada Família são das mais representadas nas artes, principalmente na pintura com as cenas da natividade e da fuga para o Egito. A devoção se espalhou pelo mundo inteiro, pois Maria Santíssima e São José são os maiores exemplos de união, obediência e temor a Deus. Devoção a Sagrada Família - O Papa Leão XIII disse: Quando Jesus, Maria e José são invocados em casa, é propícia a manutenção da caridade na família através do seu exemplo e trato celestial; assim, uma boa influência é exercida sobre a conduta dos membros da família; da mesma forma, a prática da virtude é incitada; e, desse modo, as dificuldades que por toda parte querem atormentar a raça humana, serão mitigadas e tornadas mais fáceis de suportar.

7


Maria Santíssima na Sagrada Família - Como mulher temente a Deus, sempre disse Sim: Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a sua palavra. (Lc.1,38). Acompanhando seu Filho por toda a história da nossa Salvação, Maria nos dá todos os exemplos de como seguir Jesus para chegar a Deus. Viveu toda a sua vida dedicada a Jesus, ajudando a prepará-lo para tudo o que tinha que viver e sofrer. Estava presente no primeiro milagre nas Bodas de Caná, onde deu uma recomendação que serve para todo cristão: fazei tudo o que Ele vos disser. Esse pedido de Maria continua vivo até hoje. Que sigamos Jesus para a nossa Salvação. Maria estava presente no início da Igreja, após a Ascenção de Jesus e continua até os dias de hoje, levando todos para o Sagrado Coração de Jesus. Maria disse em Fátima que quer a Salvação de todos. Maria guardava tudo em seu coração, e Jesus crescia em sabedoria e graça, diante de Deus e dos homens. (Luc 2.41-52). São José na Sagrada Família - Homem justo, conforme Mateus 1:19, pai e esposo fiel, carpinteiro, trabalhador, obediente aos pedidos e ordens de Deus. Um Anjo apareceu a São José e disse: José, filho de Davi, não temas receber Maria por tua mulher, porque o que dela vai nascer é obra do Espírito Santo de Deus. (Mat. 1,20) Foi sempre o defensor de Maria e Jesus, e com o trabalho simples de carpinteiro dava sustento para a Sagrada Família. Quando Herodes quis matar Jesus, José recebeu uma ordem de Deus para fugir para o Egito para proteger Jesus, e ele obedeceu. Trabalhador, humilde, santo, escolhido por Deus para o maior compromisso de todos, que foi dar sustento para a Sagrada Família. Homem de Deus, homem puro que respeitou a virgindade de Maria, segundo os desígnios de Deus. Exemplo de vida dedicada a Deus. Jesus Cristo na Sagrada Família - O Filho de Deus, o Verbo Eterno que se fez carne e habitou entre nós. A prova maior do amor de Deus por nós, como diz São Paulo: Ele aniquilou-se a si mesmo deixando sua condição divina e assumindo a condição humana. Jesus viveu uma vida comum, ordinária e oculta até se manifestar ao mundo. Foi obediente a seus pais, um filho exemplar como nos disse o evangelista Lucas. Ele viveu como filho, humano. Precisou da ternura, do cuidado e do carinho de seus pais. Durante a maior parte de sua vida terrena, Jesus viveu numa família humana comum, a Sagrada Família de Nazaré!

Oração à Sagrada Família Ó Maria, Mãe de Jesus, a vós dirijo, com profunda fé e grande devoção, a minha súplica: Abençoai meu marido, minha esposa, meus filhos, e alcançai para eles a proteção dos Santos. Virgem Santíssima, dai a toda a minha família a paz, harmonia, amizade, amor, alegria e saúde e coragem nas provações. De coração vos peço esta graça, (fazer o pedido), e tenho a certeza de ser atendido, por vossa intercessão e pelo poder de vosso Divino filho Jesus Cristo. Amém.

8


ANO NACIONAL MARIANO

O Ano Mariano começou na quarta-feira, 12 de outubro de 2016, na solenidade de Nossa Senhora Aparecida

Na mensagem a seguir, divulgada pela CNBB, os bispos do Brasil, entendem que o gesto de percorrer com a imagem de Nossa Senhora Aparecida nas cidades e periferias, lembra aos pobres e abandonados que eles são os prediletos do coração misericordioso de Deus.

. Mensagem da CNBB:

Mensagem à Igreja Católica no Brasil ANO NACIONAL MARIANO Na imagem de Nossa Senhora Aparecida “há algo de perene para se aprender”. “Deus ofereceu ao Brasil a sua própria Mãe” (Papa Francisco) 9


A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, em comemoração aos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do rio Paraíba do Sul, instituiu o Ano Nacional Mariano, a iniciar-se aos 12 de outubro de 2016, concluindo-se aos 11 de outubro de 2017, para celebrar, fazer memória e agradecer. Como no episódio da pesca milagrosa narrada pelos Evangelhos, também os nossos pescadores passaram pela experiência do insucesso. Mas, também eles, perseverando em seu trabalho, receberam um dom muito maior do que poderiam esperar: “Deus ofereceu ao Brasil a sua própria Mãe”. Tendo acolhido o sinal que Deus lhes tinha dado, os pescadores tornam-se missionários, partilhando com os vizinhos a graça recebida. Trata-se de uma lição sobre a missão da Igreja no mundo: “O resultado do trabalho pastoral não se assenta na riqueza dos recursos, mas na criatividade do amor” (Papa Francisco). A celebração dos 300 anos é uma grande ação de graças. Todas as dioceses do Brasil, desde 2014, se preparam, recebendo a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, que percorre cidades e periferias, lembrando aos pobres e abandonados que eles são os prediletos do coração misericordioso de Deus. O Ano Mariano vai, certamente, fazer crescer ainda mais o fervor desta devoção e da alegria em fazer tudo o que Ele disser (cf. Jo 2,5). Todas as famílias e comunidades são convidadas a participar intensamente desse Ano Mariano. A companhia e a proteção maternal de Nossa Senhora Aparecida nos ajude a progredir como discípulas e discípulos, missionárias e missionários de Cristo!

Brasília (DF), 1º de agosto de 2016 Dom Sergio da Rocha Arcebispo de Brasília (DF) Presidente da CNBB Dom Murilo S. R. Krieger Arcebispo de S. Salvador da Bahia (BA) Vice-Presidente da CNBB Dom Leonardo Ulrich Steiner Bispo Auxiliar de Brasília (DF) Secretário-Geral da CNBB 10


OS MISSIONÁRIOS ESTIGMATINOS São Gaspar Bertoni Fundador dos Missionários Estigmatinos

12 de junho

Nascido em Verona (Itália), em 9 de outubro de 1777, viveu num tempo em que a cidade era disputada entre franceses e austríacos. O povo sofria a fome, feridos lotavam os hospitais, crianças sem escola, juventude desorientada, o próprio clero sofria. Gaspar cresceu nesse ambiente, enfrentando também problemas familiares: morte da irmã, separação dos pais. Entrou no Seminário e foi ordenado sacerdote, com 23 anos de idade, em 20 de setembro de 1800. Ainda seminarista, dedicava-se ao cuidado dos doentes, ao trabalho com a juventude, sendo reconhecido como "Apóstolo dos jovens". A pedido do Bispo, resgatou a dignidade do clero, e o Seminário tornou-se exemplo de ordem e disciplina. Colaborou na Paróquia de San Firmo, como excelente pregador, o que lhe valeu o título de "Missionário Apostólico". Mas, aos poucos, Deus o foi chamando para a fundação de uma Congregação religiosa, numa época em que as Congregações eram perseguidas e até suprimidas, consideradas grupos de rebeldia contra franceses e austríacos. Inspirado em Santo Inácio de Loyola, ele, com alguns companheiros, iniciaram uma escola anexa à Igreja dos Estigmas, lembra as chagas ou estigmas de São Francisco de Assis. Aí nascia uma Ordem Religiosa que, após a morte de São Gaspar, recebeu o nome de: "Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo" os Estigmatinos. Em reconhecimento à autoridade e ao apoio dos bispos, denominam-se: "Missionários Apostólicos em Auxílio aos Bispos". Padre Gaspar procurava fazer tudo segundo a vontade de Deus. Desde os 35 anos enfrentou sérios problemas de saúde, suportou terríveis sofrimentos, sem nem mesmo uma queixa. Fez de suas enfermidades motivos de redenção e de louvor a Deus. Chamava-as "Escola de Deus", que ensina o perdão e a confiança nEle. Pe. Gaspar morreu, com quase 76 anos, em 12 de junho de 1853 e foi canonizado por São João Paulo II, em 1 de novembro de 1989. Celebra-se sua festa litúrgica dia 12 de junho. 11


HIERARQUIA SUMO PONTÍFICE Bento XVI Joseph Alois Ratzinger Nascimento: 16 de abril de 1927 Ordenação Presbiteral: 21 de junho de 1951 Eleito Papa: 19 de abril de 2005 Início do Pontificado: 24 de abril de 2005 Lema: “Cooperadores da Verdade” Renunciou ao papado em 28 de fevereiro de 2013.

SUMO PONTÍFICE Francisco Jorge Mario Bergoglio Nascimento: 17 de dezembro de 1936 Ordenação Presbiteral: 13 de dezembro de 1969 Eleito Papa: 13 de março de 2013 Início do Pontificado: 19 de março de 2013 Lema: “Com misericórdia o elegeu” 12


BISPO EMÉRITO Dom Nelson Westrupp, SCJ Nascimento: 11 de setembro de 1939 Ordenação presbiteral: 28 de junho de 1964 Ordenação episcopal: 20 de julho de 1991 Posse: 29 de novembro de 2003 Renúncia: 27 de maio de 2015 Lema: "Sem Mim nada podeis."

BISPO DIOCESANO Dom Pedro Carlos Cipollini Nascimento: 04 de maio de 1952 Ordenação presbiteral: 25 de fevereiro de 1978 Ordenação episcopal: 12 de outubro de 2010 Posse: 26 de julho de 2015 Lema: "Em nome de Jesus."

13


PADRES PÁROCO Pe. Rogério de Melo, CSS Nascimento: 12 de maio de 1984 Ordenação Presbiteral: 04 de agosto de 2012 Posse: 2 de janeiro de 2017 Lema: “O Bom Pastor dá a vida por suas ovelhas”. (Jo 10,11)

VIGÁRIOS PAROQUIAIS

Pe. Paulo Borges Morais Nascimento: 19/04/1963 Ordenação Presbiteral: 20/06/1993

Pe. Esaú Messias Pauloso Nascimento: 10/06/1938 Ordenação Presbiteral: 16/12/1967 14


CONSELHOS CPP - Conselho Paroquial de Pastoral Presidente: Pároco Pe. Rogério de Melo, CSS Coordenadores: Jamil Haddad - 99777-5850 / Vera Lúcia Capello Haddad - 99749-7031 Vice-Coordenadores: Patrícia Trindade Brichesi - 99655-72527031 / Clécio Brichesi – 95001-6176 Secretária: Rosemeire Lourenço Fernandes - 99992-5369 Vice-Secretária: Meiry Sabia Tallo Garcia - 99521-6933

CAEP - Conselho de Assuntos Econômicos Paroquial Presidente: Pe. Rogério de Melo, CSS. Coordenador: Sérgio José Annicchino - 99968-3214 Vice-Coordenador: Josemar Sebastião dos Santos - 99111-7373 1º Tesoureiro: José Dogo - 99272-7308 2º Tesoureiro: Catarina Silva Ferian - 99937-9090 1º Secretário: Osmar Fernandes Sobrinho - 96716-5300 2º Secretário: João Tarcísio Mariani - 97311-0060 Representante do Dízimo: Matilde Jordão Dogo – 98398-8007 Comissão de Festa: Márcia Loureiro Orlando Rodrigues – 98793-5333

Pastorais e Movimentos – Coordenação Paroquial Acolhida Coordenadora: Maria de Lourdes Sotopietro Gomes - 94224-3616 Vice: Gilmar Barboza Gomes - 97596-8675 Acólitos Coordenador: Daniel Gomes Rodrigues - 4229-9173 Vice: Izabela Favaretto Salgueiro - 97543-3029 Amigos do Museu Coordenador: Airton Gonçalves - 99164-5921 Vice: Cida Flosi - 98900-9268 Animadores e Leitores Coordenadora: Carmem Fátima Avena Ferreira - 97132-9392 Vice: Sônia Regina Moreira Santos - 99653-4255 15


Apostolado da Oração Coordenadora: Elisabete Vieira de Souza - 95809-6079 Vice: Luís Carlos Neves - 99550-4579 Artesanato Coordenadora: Ana Valoura - 98181-3938 Vice: Batismo Coordenadora: Maria Cecília das Neves Maronezi - 99173-0051 Vice: Paulo Roberto Maronezi – (19) 98142-7228 Catequese com Adulto Coordenador: João Tarcisio Mariani - 97311-0060 Vice: Catarina Silva Ferian - 99937-9090 Catequese com Criança Coordenadora: Mosavi Aparecida Ribeiro - 99937-5428 Vice: Maria Ester Moreira Barnabé - 99693-8989 Centro de Espiritualidade Coordenadora: Catarina Silva Ferian - 99937-9090 Vice: Marcia Milatias - 97445-6887 Centro de Solidariedade Tia Lili Coordenadora: Ivanilde Pereira Sampaio - 99760-7131 Vice: Marcia Milatias - 97445-6887 Grupo São José de Oração Coordenadora: Silvia Fleury - 99414-8585 Vice: Maria de Lourdes Espósito - 4224-4866 Círculo Bíblico FAP Coordenadora: Maria Fátima Boscatto - 99565-5183 Vice: Edna D. Franco da Silva - 99501-8013 Círculo Bíblico Francisco e Clara Coordenadora: Irmã Maria Izalda de Souza - 97696-2181 Vice: Maria Irene Batagliotti - 98690-4915

16


Círculo Bíblico Nossa Senhora da Perseverança Coordenadora: Therezinha Rucchi Martin - 4224-4304 Vice: Comissão de Festa Coordenadora: Márcia Loureiro Orlando Rodrigues - 98793-5333 Vice: José Luiz Rodrigues - 99549-6844 Comunicação Coordenador: João Tarcisio Mariani - 97311-0060 Vice: Airton Gonçalves - 99164-5921 Coordenação Geral Catequese Coordenadora: Mosalva Ribeiro Improta - 99949-1079 Vice: Leila Foroni - 99949-3623 Coral Ministério de Música Coordenador: Mário Ono - 99380-1634 Vice: Bruna Freire Pudiesi - 96727-9034 Coral Sagrada Família Coordenador: Felipe de Moraes - 99256-3867 Vice: Lara Bira Zelenikevic - 4229-7950 Coral Sagrado Coração Coordenadora: Vanda Rosa Maria - 4224-3371 Vice: Coral Santa Cecília Coordenadora: Deborah Hachul Bizuti - 99621-2599 Vice: Luiz Carlos Neves – 97720-9195 Catequese com Jovens e Adolescentes Coordenador: Rene Leonardi - 99988-1212 Vice: Carlos de Toledo - 97543-3029 Dízimo Coordenador: José Dogo - 99272-7308 Vice: Matilde Jordão Dogo - 98398-8007

17


FABER (Família Bertoniana) Coordenador: Carlos Nivaldo Dalpino - 99967-9475 Vice: Lia Elisa Mariani - 4221-3338 Grupo de Jovens Despertar Coordenadora: Marcella Corregiari da Silva - 97960-5846 Vice: Douglas Cáo - 98253-9158 Grupo de Jovens MASAFA Coordenadora: Deborah Patrão de Castro - 98911-1861 Vice: Sarah Patrão de Castro - 99279-1828 Grupo Nossa Senhora da Rosa Mística Coordenadora: Lourdes Fogaça - 4224-4205 Vice: Maria de Lourdes Cantarin Rocha - 99839-0734 Grupo de Oração Ação de Deus Coordenadora: Simone de Cássia Barbosa Genaro - 99614-3108 Vice: José Roberto Gomes Martins - 98809-1401 Grupo de Oração e Ação de Nossa Senhora da Rosa Mística Coordenadora: Leila Foroni - 99949-3623 Vice: Teresinha Reato da Silva - 97269-3332 Grupo de Oração Luz de Deus Coordenadora: Maria de Lourdes Manzini - 99583-5545 Vice: Grupo Legião de Maria Coordenadora: Genoefa Dogo Pretel - 4224-1836 Vice: Ivanilde Pereira Sampaio - 99760-7131 Grupo Santa Rita Coordenadora: Suely Aparecida do Carmo Brezolini - 99218-0883 Vice: Edinéia de Fátima Barrile - 99848-5782 Liturgia Geral Coordenadora: Carmem Fátima Avena Ferreira - 97132-9392 Vice: Sônia Regina Moreira Santos - 99653-4255

18


MEC (Ministros Extraordinários da Comunhão) Coordenadora: Rosemeire Lourenço Fernandes - 99992-5369 Vice: Osmar Fernandes Sobrinho - 96716-5300 Noivos Coordenadora: Jane Gomes Rodrigues - 97390-5119 Vice: Valdir Rodrigues - 99557-7142 Oficina de Oração e Vida Coordenadora: Catarina Silva Ferian - 99937-9090 Vice: Saúde Coordenadora: Carlos Nivaldo Dalpino - 99967-9475 Vice: Mosavi Aparecida Ribeiro - 99937-5428 Turismo Coordenadora: Jane Gomes Rodrigues - 97390-5119 Vice: Valdir Rodrigues - 99557-7142 Vicentinos Coordenadora: Célia Langhi Konstantinovas - 4224-6611 Vice:

19


INFORMAÇÕES PAROQUIAIS Horários de missas na Matriz: De segunda a sexta: 19h00 Quarta-feira: 16h00 e 19h00 (Nossa Senhora do Perpétuo Socorro) Primeira sexta-feira: 16h00 e 19h00 (Sagrado Coração de Jesus) Sábados: 15h30 Domingos: 08h00, 10h00 e 18h30 Expediente na Secretaria da Matriz: Segunda à sexta-feira: das 08h00 às 19h00 Sábado: das 08h00 às 18h00 Telefones: 11 4224-2587 E- mail: sagradafamiliacss@gmail.com Confissão e orientação com os Sacerdotes na Matriz: De terça à sexta: das 09h00 às 11h00 e 14h00 às 17h00 (Somente nestes horários será possível falar com os padres). Para unção dos enfermos, deixar agendada a visita na Secretaria. Loja de Velas: das 08h00 às 19h00 Sábados: 08h00 às 16h00 Domingos: 08h00 às 12h00 Museu Sagrada Família:

Visita a Clínica Nossa Senhora da Glória: Sábados: 10h00

20


Batizado e Casamento BATISMO Orientações necessárias para o Batismo Uma vez por mês são realizados os Batizados em nossa Paróquia às 08h00 no domingo. A preparação para pais e padrinhos é realizada no sábado, um dia antes do Batizado, das 17h00 às 20h30.

Documentos necessários para a realização do Batizado Solicitamos a gentiliza de se dirigir até a secretaria da Igreja com cópias simples dos seguintes documentos:  Certidão de nascimento da criança;  Comprovante de residência. Os padrinhos deverão ser Católicos:  Certidão de casamento no religioso, se casados;  Certidão de Batismo, se solteiros;  RG do Padrinho e RG da Madrinha;  Certificado da preparação para o Batismo.

“Casos especiais como: casais amasiados, evangélicos e outros… falar com Padre.”

21


CASAMENTO Horários: Quinta-feira: 20h00 e 21h00 Sexta-feira: 20h00 e 21h00 Sábado: 17h00, 18h00, 19h00, 20h00 e 21h00. Está aberta a Agenda de 2018. Os Noivos que desejarem mais informações deverão comparecer a secretaria paroquial de segunda a sexta-feira das 08h00 às 19h00 e no sábado das 08h00 às 18h00.

As demais Informações serão obtidas na Secretaria da Paróquia.

As datas definidas de “Encontro de Noivos” estão no calendário da agenda Paroquial. Início às 14h00 com término às 20h00 aos sábados. No dia seguinte (domingo) os noivos participam da missa da comunidade às 10h00 e logo após, recebem o certificado do Encontro. As inscrições devem ser feitas na secretaria paroquial pelos Noivos. Não realizamos reserva por telefone. “Casos especiais como: Padrinhos ou testemunhas que não são casados e vivem juntas ou 2ª união... falar com padre.”

22


23


24


25


26


27


28


29


30


31


32


33


34


ANOTAÇÕES:

35


Oração Jubilar: 300 Anos de Bênçãos Senhora Aparecida, Mãe Padroeira, em vossa singela imagem, / há 300 anos aparecestes nas redes dos três benditos pescadores / no Rio Paraíba do Sul. / Como sinal vindo do céu, / em vossa cor, / vós nos dizeis que para o Pai não existem escravos, / apenas filhos muito amados. / Diante de vós, embaixadora de Deus, / rompem-se as correntes da escravidão! / Assim, daquelas redes, / passastes para o coração e a vida / de milhões de outros filhos e filhas vossos. / Para todos tendes sido bênção: / peixes em abundância, / famílias recuperadas, / saúde alcançada, / corações reconciliados, / vida cristã reassumida. / Nós vos agradecemos tanto carinho, tanto cuidado! / Hoje, em vosso Santuário e em vossa visita peregrina, / nós vos acolhemos como mãe, / e de vossas mãos recebemos o fruto de vossa missão entre nós: / o vosso Filho Jesus, nosso Salvador. / Recordai-nos o poder, a força das mãos postas em prece! / Ensinai-nos a viver vosso jubileu com gratidão e fidelidade! / Fazei de nós vossos filhos e filhas, / irmãos e irmãs de nosso Irmão Primogênito, Jesus Cristo, Amém!

SAGRADA FAMÍLIA FICA CONOSCO!

36


Calendario pastoral 2017 matriz sagrada familia