Page 1

Austrália Conhecendo

SOBRE O SURF NA

AUSTRÁLIA

Conheça a Barreira de corais Comidas típicas da Austrália Ilhas de Queensland


Índice Surf na Austrália........................2 barreira de corais......................4 5 maneiras de explorar a barreira de corais...................5 queensland..................................7 comidas típicas...........................8 DOCES E CURIOSIDADES...............10


Surfna Austrália

A Austrália está entre os países mais desenvolvidos e procurados para esportes de aventura. Juntamente com sua vizinha, a Nova Zelândia, esses países sabem aproveitar as oportunidades que suas características geográficas lhes permitem. Rafting, surfe, canyoning, mergulho, vôo livre, bungee jumping, paraquedismo, mountain bike e adrenalina suficiente para passar um ano de aventuras. Pág 2

Sobre o Surf:

O esporte tornou-se extremamente profissional, com a Gold Coast se destacando devido a quantidade de “Picos” nota 10, todos pertos uns dos outros, além de surfistas locais de projeção internacional. Grandes grifes do ramo tambem tiveram berço na Austrália, dentre elas, Rip Curl e Billabong, que praticamente iniciaram suas fábricas em fundo de garagem e expandiram


junto com o esporte, para empresas globais. A adoração pelo surf, tornou-se tão grande, que a impressão que se tem é que todo mundo na Gold Coast pega onda.

dores experientes, em busca de naufrágios.

Grande Barreira de Corais É a maior formação viva do planeta, e a única que pode ser vista do espaço, A melhor época para Surf é sendo descrita pelos astronautas entre Dezembro e Abril, devido a em suas missões. Tem 2100 quilômeincidência de Ciclones no Oceano tros de extensão e abriga cerca de Pacífico durante o Verão. Mas pode- 1500 espécies diferentes de peixes. -se dizer que tem onda o ano todo, Os melhores mergulhos estão situcom menor tamanho, consistência ados do lado de fora da barreira, o e frequência. Tambem no verão, a chamado “Mar de Coral”. Mas para água do mar esquenta e chega aos essas viagens você deve ficar en26 graus (Temperatura ideal para tre 4 e 6 dias dormindo a bordo de formação de ciclones). Os ventos uma embarcação de mergulho, para predominantes são de Sul (side atingir esta distância. Entretanto, é shore), com incidência de Off Shopossível mergulhar nos corais interres (terral), devido a água do mar nos, os chamados “boomies”, em ficar mais quente que o continente, parte parecidos com os “cabeços de principalmente nas primeiras horas coral” encontrados em Abrolhos, no da manhã. No inverno, tem menos Brasil. Os enormes e bem-equipados swell e água nos 18 graus, com ven- barcos para viagens de um dia parto um pouco frio, sendo necessário tem pela manhã e retornam à tarde, usar roupa de borracha. levando mergulhadores novatos e experientes para o mergulho. Os principais pontos de saída das expedições de mergulho são as cidades de Cairns e de Townsville, situadas no nordeste do país. A principal atração é a Grande Barreira de Corais, o chamado paraíso dos mergulhadores no mundo. Existem mergulhos para todos os níveis de habilidade: desde quem ainda não sabe mergulhar até para mergulhaPág 3


Barreiras de Corais

Você pode nadar, mergulhar e velejar pela Grande Barreira de Corais, considerado um Patrimônio da Humanidade e uma obra prima viva tão grande que pode ser vista do espaço. Estende-se por mais de 2.000 quilômetros ao longo da costa de Queensland, desde a cidade continental de Port Douglas até Bundaberg. Conheça as diferentes ilhas imaculadas orladas de palmeiras acima e, em seguida, explore as ilhas de coral com as cores do arco-íris e a vida marinha abaixo.

Pág 4


Cinco maneiras de explorar a Grande Barreira de Corais:

1.

De cima, passeio pelas ilhas. Divirta-se na praia de Airlie, experimente os desportos náuticos em Hamilton, passe a lua-de-mel na luxuriante Hayman ou descontraia-se simplesmente na areia branca e suave da praia de Whitehaven na Ilha de Whitsunday. Para acomodação, você encontrará de tudo, desde resorts de cinco estrelas até a simplicidade da volta à natureza de tendas em ambientes naturais. Você pode bancar o náufrago em muitos parques nacionais nas verdejantes ilhas da Grande Barreira de Corais. As ilhas Green e Fitzroy ficam próximas aCairns, e as ilhas Dunk, Bedarra, Hinchinbrook e Orpheus ficam mais ao sul. Visite as ilhas Hayman, Heron e Lizard caso esteja em busca de resorts e mergulhos de mais alta qualidade.

2.

Com pés-de-pato e traje de mergulho. Observe os corais e a vida marinha multicor num barco com fundo em vidro a partir de eixos costeiros tais como Cairns, Port Douglas, Townsville, Bundaberg, Rockhampton, Mackay, Mission Beach e Airlie Beach. Ou vivencie os mares tranquilos do recife, os profundos declives, os túneis e cavernas submersas com uma escola de mergulho ou uma operadora que organize um passeio de um dia. Mergulhe na borda da plataforma continental em Agincourt Reef, em Cairns, explore o navio naufragado SS Yongala partindo da ilha Townsville e Magnetic e o navio Llewellyn, de Mackay. Veja estrelas marinhas, corais com caranguejos e moluscos nos recifes Fitzroy, Capricorn e Bunker, próximo a Gladstone. Ou passeie pelos vívidos canyons de corais e entre as tartarugas marinhas próximo às ilhas Lady Elliot e Lady Musgrave. No arquipélago das Whitsundays, as águas quentes e límpidas e os recifes de corais psicadélicos estão a apenas um dia de viagem da sua estância de férias na ilha ou em Airlie Beach.

3.

Com vento nas velas. Parta de Port Douglas em direção às ilhas Low, uma joia de ilha afastada descoberta pelo Capitão Cook em 1770. Ou frete um barco na ilha Hamilton ou em Airlie Beach e percorra a costa de águas turquesas de Whitsundays. À noite, ancore seu barco em ancoradouros pitorescos como Whitehaven Beach, Cid Harbour e Butterfly Bay e visite os recifes nas ilhas Black, Langford e Bird ao longo do caminho. Pare para repousar na estância de férias em Daydream, Hamilton ou em Long Islands. Também pode apanhar um barco de casco nu de Cairns ou da praia de Airlie para a Grande Barreira de Coral. Aprenda a velejar com pessoal totalmente qualificado ou conte com um capitão até estar confiante o suficiente para assumir o comando. Você também pode fretar embarcações de Maxi Racers até catamarãs, completas com uma tripulação treinada. Ou encontre gente nova em um barco fretado noturno totalmente tripulado.

Pág 5


4.

Respirando o ar da floresta tropical. Faça caminhadas, acampe e comungue com a natureza nos parques nacionais da região, que se estendem de Cape York até as verdejantes ilhas de Whitsunday. Faça um cruzeiro pelo rio Daintree e visite a garganta Mossman na floresta tropical Daintree. Aviste espécies selvagens noturnas e perca o fôlego em Bloomfield Falls, quando chegar em Cape Tribulation, o ponto em que a floresta literalmente mergulha no recife. Faça caminhadas pelo mato por gargantas e florestas tropicais e subtropicais no Eungella National Park, localizado nas montanhas envolvidas em névoa a oeste de Mackay. Faça um piquenique sob mognos do pântano e gomíferas vermelhas e aproveite a paisagem deslumbrante e os exuberantes pássaros e espécies selvagens. No Whitsunday National Park, você pode caminhar da Tongue Bay, na ilha Whitsunday, para desfrutar de uma vista extraordinária. Ou veja a arte em pedras preciosas do povo Ngaro em Nara Inlet, na ilha Hook. Acampe, acorde com o som dos pássaros, nade em praias desertas ou sinta a fragrância da floresta tropical nas ilhas Hook, Long, Cid, North e South Molle, entre outras.

5.

Com a adrenalina bombando. Sobrevoe a floresta tropical Daintree e a Grande Barreira de Corais em um helicóptero panorâmico para a Ilha Green. O espectacular Heart Reef (Coração da Grande Barreira de Coral) situa-se no Hardy Reef no arquipélago das Whitsundays e a melhor forma de o ver é partir de um hidroavião ou de um helicóptero. Combine uma passeio de um dia para mergulhar no recife com um tubo para respiração em Cairns com um passeio de balão pelos chapadões de Atherton. Embarque em um catamarã de luxo em Cairns e Port Douglas até as margens da Grande Barreira de Corais. Ou navegue entre Cairns e Townsville em um luxuoso cruzeiro de três dias. Hospede-se em Airlie Beach ou em um resort na ilha Hamilton ou Daydream e experimente atividades como parasailing, passeios de barco, caminhadas pelo mato, caiaque marítimo, pesca, mergulho, entre muitos outros.

Pág 6


QUEENSLAND Mission Beach

Mission Beach é uma cidade praiana relaxada, localizada entre Cairns e Townsville, na costa de Queensland. Com vista para as águas azul-cobalto do Mar de Coral, Mission Beach tem mais de 14 quilômetros de praias douradas magníficas. Aqui, duas áreas consideradas Patrimônio da Humanidade, a Grande Barreira de Corais e a Floresta dos Trópicos Úmidos, formam um ambiente natural inigualável. Mission Beach é a porta de entrada para a Grande Barreira de Corais e uma base perfeita para uma visita às ilhas próximas de Dunk, Bedarra e Hinchinbrook. Em Mission Beach, você pode encontrar aventuras extremas ou uma fuga tropical agradável.

Airlie Beach

A vila litorânea de Airlie Beach é uma cidade vibrante repleta de palmeiras, parques à beira-mar e restaurantes para refeições ao ar livre. Você com certeza amará seu charme boêmio e atitude despreocupada. Airlie Beach também é porta de entrada para as Whitsundays, as 74 ilhas imaculadas ao norte da Grande Barreira de Corais de Queensland, onde você pode visitar resorts luxuosos na ilha e beber coquetéis na beira da piscina, relaxar ao sol ou em um spa. O clima tropical e quente de Queensland resulta em invernos amenos em Airlie Beach, perfeitos para atividades aquáticas o ano todo.

Ilha Magnetic

A somente 20 minutos de balsa da costa de Townsville, a Ilha Magnetic, com seu estilo de vida tropical descontraído, praias tranquilas e isoladas, natureza intocada, abundante vida selvagem e fácil acesso à Grande Barreira de Corais, é o lugar ideal para uma viagem de um dia ou uma longa estadia.

Baía de Hervey

A Baía de Hervey, situada cerca de 300 quilômetros ao norte de Brisbane, é um paraíso aquático e um dos melhores lugares da Austrália para vivenciar a natureza selvagem. As águas seguras e protegidas da Baía de Hervey fazem dela o lugar ideal para praticar esportes aquáticos durante todo o ano, de natação e mergulho com snorkel ou tubo de oxigênio até velejar e pescar.

Ilhas Whitsunday

As Ilhas Whitsunday são um grupo de 74 ilhas cercado pela Grande Barreira de Corais e pelas águas protegidas do Mar de Corais. Com praias de areia branca isoladas, cheias de palmeiras e rodeadas por límpidas águas azuis, as Ilhas Whitsunday são o exemplo típico de um paraíso tropical.

Pág 7


Comidas

típicas

da

Austrália

A comida típica ou um prato da Austrália é o bolo de carne por excelência. Há outras comidas típicas são consumidos, mas não tanto quanto o referido prato são uma iguaria entre os australianos aceitos. Deve também deliciosas Cabanossi que são uma espécie de salsicha ou linguiça semelhante ao salame. outros pratos comuns na dieta dos australianos são cozidos com carnes de animais exóticos como crocodilo, canguru ou búfalo.Igualmente importantes são os crustáceos conhecidos como caranguejos e camarões yabbies lama.

Bolo de carne. O Vegemite (pastinha a base de levedura para passar na torrada, tem gosto de cerveja misturado com caldo de carne sem dissolver na água) e o Tim Tam (biscoito de chocolate) são bem característicos e pra mim o mais próximo de alimentos nacionais – apesar de existirem similares do vegemite no Reino Unido.

Pág 8


Carne de canguru é bem fácil de achar, a carne é bem vermelha e tem pouca gordura, mas o pessoal não come muito e eu só vi uma vez em restaurante, tem uns frutos do mar que só tem lá, mas não são muito acessíveis, só vi na tv no Masterchef Australia, uma competição de cozinheiros amadores q era sensação. A torta de carne é bem característica, mas acho que foi herdada do Reino Unido.

Entre os vários pratos herdados de imigrantes que são constantes nos menus de restaurantes, bares e cafés genéricos e na cozinha do dia-a-dia australiano, aí vai uma lista dos que me chamaram a atenção: - Tortas – acha em qualquer lanchonete, geralmente de carne (meat pie), mas também tem de frango com curry, carne queijo e bacon, cogumelo com queijo feta e outros recheios.

Peixe frito com batata frita (fish and chips) - Surf and turf (carne com frutos do mar, geralmente é steak com camarão empanado) . – Esse agora eu fiquei na duvida se é invenção australiana ou não. - Lula frita a dore (fried squid). - Alguma coisa schnitzel (frango, porco, etc) é o filé empanado, mas o que se acha na maioria dos lugares é carne processada, fica que nem um nugget grande frito por imersão.

Pág 9


- Molho curry, seja o curry indiano, tailandes ou irlandes. - Wedges com sour cream– batata frita com casca em pedações rústicos bem temperada, servida com creme azedo e molho sweet chilli, boa pra comer de aperitivo no bar. - Qualquer carne (boi, carneiro, porco, frango, peixe etc) acompanhada com batata ou vegetais cozidos (cenoura, brócolis, vagem, milho). - Shepperd´s pie – carne moída ou pedaços de carne com bastante molho (eles usam gravy, um molho de carne bem grosso) coberto com purê de batata e colocado no forno. - Cafe da manha: big breakfast gordurento (linguica, bacon, ovo, torrada, tomate e cogumelo com feijão branco com molho vermelho adocicado opcional), leite com cereal – tem um milhao de tipos de cereal no supermercado ou porridge, um mingau. - As saladas mais comuns são: ceasar (alface, crouton, frango, bacon e molho ceasar – a base de aliche), grega (tomate e pepino cortados em pedacos grandes com queijo feta) ou rucula com abobora e queijo feta. - As pizzas mais comuns diferentes das daqui do Brasil são havaiana – queijo, presunto e abacaxi, frango com pimentão, queijo feta com cogumelo, frango com molho barbecue (tb tem peperoni, meat lovers, marguerita). - Bebidas diferentes: ginger beer (um refrigerante de gengibre), fire engine (sprite com xarope de raspberry) e lemon lime bitters (sprite com xarope de limão e algumas gotas de bitters, um xarope de ervas bem amargo 45% de álcool).

Doces:

Pavlovas (torta de merengue e frutas), lamingtons (quadrados de bolo branco recheado com geleia e coberto com chocolate e coco ralado) e o meu preferido Sticky date pudding (olha a explicação do blog Feijão com Vegemite: Sticky pode-se traduzir como “pegajoso”. Falando em comida, acredito algo “molhado”. Date é tâmara. Pudding, bem, não é pudim como conhecemos. Quando se fala pudding na Inglaterra e na Austrália, trata-se de um bolo feito com pouca farinha e assado em banho-maria. O conceito do pudim é o mesmo, com a diferença da farinha, que leva o contexto do pudding mais para bolo.)

Curiosidades: Pág 10

- Em alguns lugares o sanduiche with the lot (X-Tudo) deles vem com beterraba - Aqueles sucos e chás gelados asiáticos com bolinhas gelatinosa são bem comuns, eles chamam de Bubble Tea, em Sydney tem em qualquer esquina filial da Easy Way.


Pedro Henrique Faion Lucas Betin Margato Guilherme Augusto Matheus Muller F. Isabella Menegalle S. Nathalia Margato da S. Hiran Parmeggiani J. Matheus Bispo Alves Paulo Manzano Andre Ricardo Gobbo

Conhecendo Austrália