Page 49

Problemas Sociais Complexos: Desafios e Respostas

Gestão da transição A Metodologia de Sistemas Soft foi criada para orientar grupos de pessoas relativamente pequenos para que possam lidar com problemas complexos a nível local. Por outro lado, a Gestão da Transição centra-se em mudanças radicais em grandes sistemas (tais como sistemas de saúde regionais ou nacionais, de mobilidade, de emprego e de energia). Esta abordagem ambiciona mudar as estruturas, as práticas e a cultura que estão profundamente enraizadas na nossa sociedade, numa tentativa de assegurar um futuro mais sustentável. Porém, não obstante a designação, destina-se menos a “gerir” e mais a estabelecer as condições adequadas para a mudança. A Gestão da Transição assemelha-se mais à atividade de uma parteira do que à de um engenheiro (Loorbach, 2007). Há três elementos com um papel fundamental no trabalho de transição. O primeiro consiste na elaboração de uma perspetiva inovadora de longo prazo sobre como poderia ser um sistema sustentável. Essa visão não é uma imagem fixa de um futuro desejado que tem de ser partilhada por todos. Pelo contrário, trata-se de um panorama amplo e em evolução, cujo propósito é inspirar e transmitir energia a um conjunto diversificado de partes interessadas. Esse é outro elemento fundamental: uma área em evolução de experiências inovadoras, apoiada por diferentes associações de agentes, orientada para uma aprendizagem prática. Estas experiências testam os limites e revelam aquilo que funciona e aquilo que não funciona. O terceiro elemento fundamental consiste numa rede de aprendizagem que permita identificar novas oportunidades, reforçar experiências em curso e alargar a possibilidade de participação externa no processo de mudança. Concretamente, o trabalho da gestão da transição assenta na existência de um “espaço de transição” como instrumento de participação. É uma incubadora temporária organizada por uma entidade participante (uma instituição estatal, uma fundação) e composta por um grupo de média dimensão constituído por pessoas interessadas e criativas. Estas são apoiadas por especialistas de conteúdos e processos. É importante perceber que um processo de transição nunca terá uma receita fácil. É uma estratégia complexa para lidar com a complexidade. Trata-se de um processo composto por múltiplos agentes, níveis, fases e modelos que oscila entre a ordem e o caos. Neste ambiente fluido as três competências centrais, isto 49

Profile for Instituto Padre António Vieira

Problemas Sociais Complexos - Atas da conferência  

Problemas Sociais Complexos - Atas da conferência  

Profile for ipav