Page 1

Adamantina receberá R$ 600 mil para fomentar o turismo P9

Mudança no tratamento de câncer: abaixo-assinado busca sensibilizar Estado ginoticias.com.br Ano 21 - No 1237

Adamantina-SP

Sexta-feira

8 de fevereiro de 2019

A luta de entidades que representam os pacientes em tratamento de câncer, em decorrência do posicionamento do Governo do Estado que mudou a dinâmica do atendimento oncológico, teve novas batalhas nesta semana. Após reunião com autoridades locais, a Rede de Combate ao Câncer de Adamantina iniciou a coleta de assinaturas visando sensibilizar sobre a necessidade de se reverter a decisão. P15

I I I I CADERNO I

I I I I CADERNO I

DEM, o partido do comando

Márcio Cardim ainda não assume uma possível reeleição

Apesar de não ter as maiores bancadas na Câmara dos Deputados e no Senado, o Democratas conquistou a presidência das duas Casas, com Rodrigo Maia (RJ) e Davi Alcolumbre (AP), respectivamente, na última semana. Em Adamantina os democratas também dominam os poderes Legislativo, com a presidência e maioria dos vereadores, e o Executivo, com o prefeito Márcio Cardim, além de ser o partido do vice-governador do estado de São Paulo, Rodrigo Garcia. Em entrevista o presidente do DEM local, Acácio Rocha, expõe como deve ser a articulação com os colegas de partido que estão no comando visando a conquista de recursos e as eleições de 2020. P2 I I I I CADERNO I

Ocupação irregular de casas no Mário Covas completa 15 anos P5

O prefeito Márcio Cardim (DEM) inicia a segunda metade de seu primeiro mandato com o pensamento em 2020. Mesmo com os inúmeros compromissos e os diversos projetos em andamento, pensar nas eleições do próximo ano é inevitável, mesmo porque nos bastidores já se iniciam as P2 articulações.

Problemático, trânsito é alvo de 18 questionamentos dos vereadores de Adamantina

P4

I I I I CIDADES

Prefeitura de Lucélia confirma: “não haverá carnaval” Não será em 2019 que o tradicional carnaval de rua de Lucélia será retomado. Mesmo sendo promessa de campanha do prefeito Carlos Ananias Junior, a festa não acontecerá pelo sexto ano consecutivo. P10


2

GERAL

Editorial

Uma grande conquista! Nos últimos anos, o turismo teve uma importante participação no Produto Interno Bruto de São Paulo. O setor foi responsável por 10% de toda a arrecadação estadual e está trazendo cada vez mais oportunidades de renda para diversas atividades dos municípios. Agora é a vez de Adamantina! A Assembleia Legislativa aprovou, nesta semana, projeto que transformou Adamantina em Município de Interesse Turístico. Com isso, a cidade está muito próxima de receber cerca de R$ 600 mil, ano, para investimentos na infraestrutura turística, faltando apenas sansão do governador João Doria (PSDB). Muitos podem questionar: o que a cidade tem de turística? Com vocação ao turismo de eventos, educacio-

nal, ecológico e rural, poucos sabem das potencialidades do Município, ainda quase nada explorados. Porém, com a conquista dos recursos, os locais “desconhecidos” até por parte da população deverão ser fomentados para atrair turistas e, com isso, contribuir para o desenvolvimento da cidade e até região. É necessária a contribuição de todos, desde empresários e políticos, até a população em geral, que devem acreditar nas propostas e colaborar com a sua efetivação. Adamantina não deixará de investir recursos em setores essenciais, como saúde e educação. Mas ganhará novas verbas para ampliar os investimentos. É uma grande conquista, que deve ser comemorada após sua efetivação!

ELEIÇÕES 2020

Márcio Cardim ainda não assume uma possível reeleição SÉRGIO VANDERLEI GRUPO IMPACTO

O prefeito Márcio Cardim (DEM) inicia a segunda metade de seu primeiro mandato com o pensamento em 2020. Mesmo com os inúmeros compromissos e os diversos projetos em andamento, pensar nas eleições do próximo ano é inevitável, mesmo porque nos bastidores já se iniciam as articulações. Sem uma oposição ferrenha e articulada, Cardim deve encontrar possíveis opositores dentro do próprio grupo, já que muitos integrantes do DEM hoje ocupam cargos de destaque no meio político adamantinense. Na entrevista ao lado, um dos possíveis candidatos a prefeito e atual presidente do DEM, vereador Acácio Rocha, pontua que a decisão sobre ser candidato à reeleição será estritamente de cunho pessoal do atual prefeito.“Acredito que ele deverá considerar toda a experiência vivida nesse que é seu primeiro mandato eletivo, e seus projetos de vida e para a cidade”. Em diversas oportunidades e até em entrevistas oficiais Cardim ressaltou que tomará uma decisão perante o seu grupo agora em março. Questionado pelo IMPACTO sobre o assunto, sua assessoria respondeu que “no momento, a nossa

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

2 -CADERNO I

ARQUIVO | GRUPO IMPACTO

Prefeito Márcio Cardim deve encontrar opositores dentro do próprio partido, o Democratas

preocupação é fazer uma administração séria, transparente e competente. Continuando em busca de resolver os principais problemas do município deixando uma prefeitura sólida financeiramente e com credibilidade”. Para o prefeito, assim como nas eleições passadas, esse processo transcorreu na maior naturalidade e “acredito que para as próximas eleições deverá ocorrer da mesma forma. Tenho certeza que o grupo de apoio político analisará o candidato que tiver o melhor preparado para concorrer ao cargo”. Cardim deixou o cargo e diretor da UniFAI (Centro Universitário de Adamantina) para concorrer ao cargo de prefeito nas eleições de 2016 pela composição DEM, PPS e PSD. Foi eleito com 81,47% dos votos (15.231), contra 18,53% (3.464) do seu opositor Cícero Mortari.

IMPACTO

“A vez é do prefeito Márcio Cardim. A decisão, sobre sua reeleição ou não, é dele”, afirma presidente do DEM IMPACTO - O seu partido tem a presidência da Câmara de Adamantina, maioria dos vereadores, prefeito, vice-governador, presidência do Senado e presidência da Câmara Federal. Como avalia o crescimento da força política do DEM? ACÁCIO ROCHA - Em âmbito local o DEM sempre teve uma presença positiva na vida política da cidade. E essa história é anterior à atual sigla, vinda da época do PFL. É um partido que, por aqui, sempre foi referência de uma política saudável, coerente, participativa e pela construção de melhores cenários para a nossa comunidade. E muito se fez, sobretudo, pelas conexões que se tornaram possíveis ao longo dos anos, dialogando com os demais partidos e lideranças. O governo do ex-prefeito Kiko foi uma evidência, dessa condição. Prova disso foram os inúmeros convênios na área estadual, no governo do PSDB, e na área federal, com o governo do PT. Sempre buscamos, nessas duas portas, e o saldo foi muito positivo à cidade. Hoje, temos um cenário estadual e nacional bastante favorável. O vice-governador tem afeto especial por Adamantina e de certa forma irá receber nossas demandas com uma atenção especial. Sempre se colocou de prontidão e, agora, vamos aproveitar mais, nos aproximando mais ainda. Em Brasília, a presidência do Senado e da Câmara dos Deputados, e a própria presença destacada do DEM no governo federal, nos abrem canais que podem ser decisivos. E cada um dos nomes locais do DEM devem agora fortalecer suas conexões, até mesmo com outros partidos, para que esse momento nos possibilite extrair oportunidades de investimentos e desenvolvimento à cidade. Nesse desafio é fundamental o diálogo, interno e externo, alinhando projetos, definindo prioridades e conectando Adamantina com o Estado e a União. IMPACTO - A eleição de representantes do DEM nas esferas estadual e federal representam facilidades para as conquistas de emendas? Como será a articulação do diretório municipal neste sentido? ACÁCIO - Sim. Isso facilita e precisamos fortalecer a relação com esses colegas parlamentares. Mas também temos condições de promover um diálogo multipartidário, sobretudo com aqueles partidos e políticos eleitos que tiveram votos na cidade. Todos, independente da legenda, precisam exercitar a reciprocidade e advogar por Adamantina. Temos, evidentemente, um cenário de dificuldades, que vai exigir mais de todos nós, já que muitos deputados estaduais e federais eleitos nunca pisaram em nossa cidade, e não tem relação nenhuma

hoje. As oportunidades políticas futuras serão consequência desse resultado. Em relação às próximas eleições, entramos e uma contagem regressiva, com avaliações internas, com exercício da autocrítica, com a mensuração das realizações e do que será possível ainda realizar, e nisso visualizamos os possíveis cenários.

ACÁCIO ROCHA PRESIDENTE DO DEM

com lideranças locais. Nesse cenário, é imprescindível sensibilidade, jogo de cintura e uma postura de cobrança, reivindicando compromisso para com a cidade e os adamantinenses, que democraticamente elegeram aqueles que hoje estão no poder. Seja de qualquer partido, esse exercício precisa se estabelecer. E no âmbito do DEM, o espaço de cobrança é ainda maior. IMPACTO - O DEM em Adamantina já se articula visando as eleições municipais de 2020? Quais os objetivos políticos do partido? ACÁCIO - Hoje a pauta do DEM de Adamantina é governar a cidade. O prefeito, a vice-prefeita, cinco vereadores, entre os quais o presidente da Câmara Municipal, fomos eleitos para governar. Cada um com seu perfil, suas habilidades e suas diferenças, mas somos orientados pelo desejo de realizar. Temos hoje uma cidade muito melhor do que aquela recebida em janeiro de 2017. E o exercício da autocrítica permite reconhecer que há falhas, há deficiências, há pontos que precisam ser melhorados e ainda enfrentados, mas o saldo, até agora, se coloca muito melhor do que o recebido dois anos atrás. O que se pontua como avanço, portanto, não pode fazer acomodar. E mais do que isso, deve se tornar referência para fazer mais, e melhor. Sem muito esforço, e sem desmerecer ou desvalorizar o trabalho do prefeito Márcio Cardim, o pouco que se fizesse seria muito mais do que a ausência e o desgoverno vividos entre 2013 a 2016, na gestão anterior. Agora, os parâmetros de comparação são outros. O trabalho realizado em 2018 precisou ser melhor do que 2017, e neste ano de 2019 precisa ser mais produtivo do que os dois anos iniciais. Os parâmetros de comparação são outros e passam a exigir mais. E acredito que, reconhecendo que há falhas e pontos que precisariam ser melhor costurados, o que a atual gestão do DEM vai entregar ao final de 2020 será bastante positivo para Adamantina. Essa é a nossa busca,

IMPACTO - É possível haver um racha no partido? ACÁCIO - Hoje, a vez é do prefeito Márcio Cardim. A decisão, sobre sua reeleição ou não, é dele, e isso é uma escolha íntima e pessoal, onde acredito que deverá considerar toda a experiência vivida nesse que é seu primeiro mandato eletivo, e seus projetos de vida e para a cidade. Após sua decisão, todo o aparato político do DEM, e de outros partidos, serão buscados, seja pela construção de uma candidatura de reeleição ou a identificação de outra liderança que possa eventualmente disputar o executivo. Não vejo a possibilidade de racha, o que é diferente da condição de respeito, espaço e liberdade às diferentes opiniões, além das cobranças e críticas, muitas das quais exercidas pelos próprios vereadores do DEM, e me insiro nisso, desejosos pelas melhorias, pelas conquistas e pelos avanços, e que têm o direito de expressarem-se com autonomia e independência, e sobretudo responsabilidade pelas suas colocações. Isso não é racha. É exercício pleno das liberdades constitucionais garantidas ao detentor do mandato e a qualquer cidadão, filiado ou não a um partido político. Fazemos questão de garantir esse espaço, dentro do DEM, para a livre manifestação. Porém, o que nos une é o trabalho pela cidade, e nisso há consenso interno, entre outras legendas e com a sociedade, de dedicar todo o esforço possível para uma Adamantina promissora e que assuma seu protagonismo regional. IMPACTO - Considerações: ACÁCIO - O DEM de Adamantina se coloca aberto e à disposição ao diálogo. Adamantina vive momentos decisivos, e pode, de fato, afirmar-se com uma promissora cidade da Nova Alta Paulista. É um momento de conhecer e reproduzir experiências positivas, como o pacto de governabilidade entre partidos ocorrido em Junqueirópolis. Adamantina precisa experimentar um modelo de pactuação pluripartidário e multisetorial, envolvendo não só políticos e legendas, mas as organizações da sociedade civil, instituições, igrejas, empresários e lideranças, e um projeto de governo de longo prazo, a partir de um compromisso público claro, estratégico, legítimo e representativo, capaz de unir talentos e somar forças, e que seja, sobretudo, exequível, para alcançarmos a Adamantina tão sonhada por cada um de nós.

Nossa Missão

"Informar, defender os interesses coletivos, promover a discussão de idéias e estimular a prática da democracia.”

Diretor e Jornalista responsável: Sérgio Vanderlei - (18) 99739-7000 - MTb - 46.188/SP - sergio@gimpacto.com.br · Gerente Administrativo: Alessandro dos Santos - (18) 99711-7458 - alessandro@gimpacto.com.br · Departamento Comercial: Rogério Grespi - (18) 99736-2449 - rogerio@gimpacto.com.br - Regina Romão - (18) 99715-5662 - regina@gimpacto.com. br · Departamento Assinaturas/Cobranças: Diego Mateus - (18) 99671-9775 - diego@gimpacto.com.br · Diagramação e Criação: Gustavo Oliveira · Redação: João Vinícius - joaovinicius@gimpacto.com.br · Distribuição: Diego Mateus - (18) 99671-9775 - diego@gimpacto.com.br · Circulação: Adamantina - Mariápolis - Parapuã - Osvaldo Cruz - Salmourão Sagres - Inúbia Paulista - Lucélia - Flórida Paulista - Flora Rica - Irapuru - Pacaembu - Junqueirópolis - Rinópolis e Rubiácea · Tiragem - 4 mil exemplares

Silva & Monarin Editora Ltda ME. CNPJ - 02.463.047/0001-17

Rua Euclides da Cunha, 4 - Centro - Adamantina-SP - CEP 17800-000 Telefone/Fax: (18) 3522-1199 - www.IMPACTONOTICIA.com.br


IMPACTO

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

PUBLICIDADE

CADERNO I

3


4

GERAL

Mesmo com veto parcial, Agentes Comunitários de Saúde continuam recebendo piso salarial da categoria JOÃO VINÍCIUS GRUPO IMPACTO

A primeira sessão do ano da Câmara Municipal, na segunda-feira (4), trouxe uma polêmica: veto parcial do prefeito Márcio Cardim (DEM) a emenda modificativa ao projeto de lei que autoriza a Prefeitura efetuar complementação salarial para os Agentes Comunitários de Saúde, de acordo com legislação federal. A votação, que validou o veto do Poder Executivo por cinco votos a quatro, ficou marcada por acaloradas discussões, cada parlamentar defendendo seu ponto de vista, já que a emenda modificativa e o veto são passíveis de questionamentos jurídicos. O caso A Lei Federal Nº 13.708, de 14 de agosto de 2018, fixou os valores que devem ser pagos aos Agentes Comunitários de Saúde nos anos de 2019, 2020 e 2021. Para que a Prefeitura cumprisse com o piso salarial determinado pela legislação federal, enviou o Projeto de Lei Complementar nº 024/18 para autorização da Câmara Municipal. Durante a tramitação no Legislativo, a citada proposta recebeu uma emenda modificativa, assinada pelos vereadores Alcio Ikeda (Podemos), Paulo Cervelheira (PV), Hélio José dos Santos (PR), Maria de Lourdes Santos Gil, a Dinha (DEM), João Davoli (PV) e Acácio Rocha (DEM). A emenda determinava que a complementação passaria a compor o salário base dos Agentes Comunitários de Saúde para efeitos trabalhistas, previdenciários e demais benefícios, sendo aprovada por unanimidade pelos parlamentares no final do ano passado. Ao ser enviado novamente para a Prefeitura, o Executivo entendeu inconstitucionalidade na aprovação do Legislativo, segundo o Artigo 62 da Lei Orgânica do Município de Adamantina, que consta: “não será admitida emenda que aumente a despesa prevista: nos projetos de lei de iniciativa exclusiva do prefeito”. Com isso, o prefeito Márcio Cardim vetou parcialmente a emenda, sendo

apreciada a decisão pelos vereadores na segunda-feira. A forma que foi realizada o veto, pelo Executivo, também é passível de questionamento. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara se posicionou contrária ao veto, com o argumento de violação ao Artigo 59 da Lei Orgânica, que determina: “o veto parcial abrangerá o texto integral de artigo, de parágrafo, de inciso ou de alínea”.“Não existe veto de palavras, de conjunto de palavras e nem de trecho de artigo, parágrafo, inciso ou alínea e como podemos perceber, o prefeito apresentou um veto de palavras, de termos, conforme se comprova pelo próprio documento apresentado pelo prefeito”, consta na justificativa da Comissão. Mesmo com o parecer contrário ao veto, os parlamentares poderiam se posicionar favorável a decisão do Executivo, o que ocorreu: Hélio José dos Santos, Dinha, Aguinaldo Galvão (DEM) e Eduardo Fiorillo (DEM) foram favoráveis a manutenção do veto e Alcio Ikeda, Acácio Rocha, João Davoli e Paulo Cervelheira, contrários. O presidente da Casa de Leis, Eder Ruete (DEM), teve que desempatar a votação, sendo favorável ao veto. Segundo ele, tal decisão foi tomada para preservar os Agentes Comunitários de Saúde. “O veto da margem para discussão”, pontua. “Caso derrubássemos o veto, a Administração Municipal poderia entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, já que o Legislativo não pode ser autor de emenda que gere despesa a Prefeitura. O valor recebido indevidamente pelo agente, se a Justiça tiver uma decisão favorável ao Município, teria que ser devolvido, com a derrubada do veto. Por isso optei por essa decisão, para preservar o servidor, que poderá ingressar, caso entenda que tenha direito, na Justiça contra a Prefeitura”, se posicionou Eder Ruete. Para o vereador Alcio Ikeda, a emenda não cria uma despesa para a Prefeitura, pois acrescenta um direito que se presume.“Ficou entre a dúvida da inconstitucionalidade [emenda] para uma certeza [veto]”, argumenta o vereador.

Prefeitura justifica decisão Em nota enviada pela assessoria de imprensa, a Prefeitura de Adamantina enfatizou que continuará pagando a complementação de salário, conforme determina o piso federal, aos Agentes Comunitários de Saúde. “[...]o piso determinado pelo governo federal que assegura até 2021 um aumento de 45,98%, reajuste este que os demais funcionários da Prefeitura não receberão no mesmo período, pois este é um projeto especial do governo federal para esta categoria”, consta na nota. O Executivo esclarece ainda que os Agentes Comunitários de Saúde são concursados pela referência 1 da tabela de servidores do Município e “conseguiram tratamento diferenciado do governo federal em relação aos salários para a categoria”. Pela lei federal 13.708 de 14 de agosto de 2018, a categoria tem garantido para 2019 o salário de R$1250, para 2020 o salário de R$ 1400 e para 2021 o salário de R$1550. “A Prefeitura complementava a partir do salário base da referência 1 o que resultava no montante de R$1014. O mesmo vai acontecer a partir de janeiro de 2019”, pontua. O valor na tabela de referência dos servidores é menor e será complementado para pagar R$1250 e o mesmo acontecerá em 2020 e 2021.“A categoria tem garantido 45,98% de aumento salarial o que não vai ocorrer com os demais funcionários da Prefeitura da mesma referência”, enfatiza a gestão municipal. O projeto aprovado pela Câmara, segundo a Prefeitura, pretendia que os salários programados para os três anos se transformasse em piso salarial na tabela de referência dos servidores municipais que tem aumento de 5% a cada 5 anos. “A nota de esclarecimento sobre o veto parcial ocorreu para que não houvesse desigualdade na tabela de referência e nos valores de todo funcionalismo público municipal, principalmente na saúde, o que poderia transformar em ações judiciais na busca por um tratamento de igualdade”. O quadro de funcionários ativos da Prefeitura é de 1201, sendo 62 agentes comunitários de saúde.

REAJUSTE

Aumento para servidores municipais começa a ser discutido O reajuste salarial deste ano dos servidores municipais da Prefeitura de Adamantina começou a ser debatido na segunda-feira (4). Participaram da primeira reunião sobre o tema o prefeito Márcio Cardim (DEM), secretários municipais, presidente da Câmara Eder Ruete (DEM) e o pre-

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

CADERNO I

sidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Nivaldo Martins do Nascimento, o Londrina. Segundo a Prefeitura, o objetivo do encontro foi dar início às tratativas que objetivam conceder reajuste salarial aos mais de 1200 servidores públicos municipais, ativos, inativos

e pensionistas. “Após a definição do percentual a ser concedido para os profissionais da administração direta, pensionistas e aposentados, o Poder Executivo encaminhará o Projeto de Lei para votação na Câmara”, informou a Administração Municipal.

IMPACTO

MELHORIAS?

Na primeira sessão do ano, vereadores fazem 18 pedidos relacionados ao trânsito

Trânsito é novamente alvo de cobrança dos vereadores de Adamantina

Mais uma vez o trânsito de Adamantina é alvo de questionamentos na Câmara Municipal. Na primeira sessão do ano, realizada na segunda-feira (4), a mobilidade em ruas e avenidas foi tema de ao menos 18 pedidos dos vereadores, entre requerimentos e indicações. As solicitações foram desde a instalação de semáforos e novos redutores de velocidade até a melhoria na sinalização, precária em muitos trechos. Maria de Lourdes Santos Gil, a Dinha (DEM), foi a parlamentar que apresentou mais propostas, individualmente ou em conjunto com outros vereadores, para melhorar o trânsito. Ela solicitou melhorias em frente ao Supermercado Sete e transformar trecho da rua Sirlene Rodrigues de Castro, ao lado do mesmo estabelecimento, em mão única. A instalação de semáforo na esquina da alameda Padre Nóbrega com a avenida Adhemar de Barros (Posto da Cocipa) foi novamente solicitada pelo Legislativo. Dinha, em conjunto com Aguinaldo Pires Galvão (DEM), Paulo Cervelheira (PV) e Hélio José dos Santos (PR), solicitou também a instalação de redutores de velocidade na avenida XV de Novembro. Para a vicinal Plácido Rocha, a parlamentar pediu juntamente com Aguinaldo, Alcio Ikeda (Podemos) e Acácio Rocha (DEM), melhorias na sinalização de trânsito, como faixas divisórias e colocação de lombada nas imediações da rotatória da usina Branco Peres. Redutores de velocidade foram solicitados ainda para avenida Marechal Castelo Branco (via de acesso) na altura do Campus III da UniFAI (Centro Universitário de Adamantina), pelos vereadores Acácio e João Davoli (PV), e na estrada vicinal José Bocardi próximos

a empresa Adasebo Patense, por Acácio, Aguinaldo, Dinha e Paulo Cervelheira. Aguinaldo e Eduardo Fiorillo (DEM) indicaram à Prefeitura que retome em mão dupla o trecho da rua Osvaldo Cruz entre a rua Josefina Dal’Antônia Tiveron até a avenida Rio Branco. Já o presidente da Casa de Leis, Eder Ruete (DEM), pediu levantamento para a possibilidade de retirar estacionamento em 45º das ruas e avenidas estabelecidas como mão única para mão dupla, principalmente nos trechos com movimento maior, como a rua Deputado Salles Filho – centro da cidade. Enquanto pedidos sem estudos são solicitados pelos vereadores, a AEAANAP (Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Nova Alta Paulista) aguarda informações do poder público para que um especialista verifique o panorama local e traça medidas e metas para solução dos entraves no trânsito de Adamantina. Com apoio do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo), o profissional em Segurança do Trânsito e consultor independente em Engenharia de Tráfego e Transporte, Horácio Augusto Figueira, esteve na cidade em 31 de outubro de 2018 e fez análise preliminar da situação, o que resultou em reunião com a presença de membros do Ministério Público, Prefeitura, Câmara Municipal, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Sincomercio Nova Alta Paulista (Sindicato do Comércio Varejista), Polícia Militar e UniFAI. De lá para cá, pouco foi feito. A AEAANAP ainda aguarda posicionamento da Prefeitura para viabilizar o J.V. estudo.


IMPACTO

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

Ocupação de casas no Mário Covas completa 15 anos e expõe falta de políticas públicas para habitação em Adamantina JOÃO VINÍCIUS GRUPO IMPACTO

10 de fevereiro de 2004. Data marcada pela ocupação de 11 famílias em casas do Conjunto Mário Covas, interditadas há cerca de dois anos por problemas estruturais. Passados 15 anos, audiências de conciliação agendadas para a próxima semana definirão o futuro dos moradores, que afirmam: “não temos para onde ir”. Moradoras ouvidas pelo IMPACTO relatam o drama vivido pelas famílias, principalmente pela incerteza do que será decidido pela Justiça. Uma delas invadiu a casa popular há 15 anos e desde então aguarda uma solução para o problema. “Eu e meu marido não tínhamos para onde ir, por isso invadimos a casa abandonada pela CDHU [Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo], não havia ligação de água e nem luz. Os moradores vizinhos reclamavam que as casas eram ocupadas por meliantes, trazendo insegurança para suas famílias, além de estarem tomadas por mato e lama. Eles nos ajudaram no começo e depois de aproximadamente um mês houve a ligação de água e energia”, explica a moradora, que não quis se identificar. Ela enfatiza o abandono das habitações pela CDHU que possuíam problemas estruturais, como rachaduras.“Essas casas iam ser demolidas. Passaram dois anos e nada foi feito. Não é tempo suficiente para uma solução? Porém nada foi resolvido, quando invadimos a casa. Sabemos que estamos irregulares, mas não tínhamos para onde ir e nem condições para pagar um aluguel. Foi a última alternativa”, pontua. Durante os 15 anos, a moradora afirma que nunca foi procurada pelo poder público para uma solução da situação, apenas em 2014, quando houve audiência na Justiça, mas uma das partes envolvidas – a empreiteira – não compareceu, sendo arquivado

GERAL

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

o caso. “Representantes das 11 famílias estavam lá, mas a empreiteira não apareceu. Alguns moradores foram até a CDHU em Presidente Prudente, novamente nada foi feito. Fomos atrás de pagar impostos das casas, mas a Prefeitura informou que o pagamento só poderia ser feito com carnê em branco. Não queremos de graça, queremos regularizar. Não temos condições de pagar R$ 500 de aluguel”, afirma. Ela relembra ainda que uma das casas invadidas, anos atrás, pegou fogo e foi reconstruída pela Administração Municipal.“É controverso”, exclama. Outra moradora, que mora no bairro há um ano, disse que a família que habitava a casa onde reside mudou de cidade.“Estava quase para ser despejada. Meu avó descobriu essa família que estava indo embora e pagou apenas pelas benfeitorias que eles realizaram na casa, nada mais. Mudei para cá buscando recomeçar a minha vida com dignidade. Não tinha para onde ir”. A situação das famílias foi exposta na última semana depois de comunicado da Prefeitura dizendo que “alguns dos detentores dos imóveis localizados no Bairro Mário Covas, após o recebimento de citação da reintegração de posse dos imóveis a favor da CDHU, estão realizando venda irregular destes a terceiros de boa-fé”. “Sabemos que estamos irregulares, mas não podem mexer com o mínimo de nossa dignidade, nos expondo desta forma”, disse a moradora, que teve o endereço divulgado. “Pessoas passam e ficam apontando, não sei onde colocar a família que acolhi. É uma humilhação por ter divulgado o número da casa, todo mundo se torna suspeito, isso é má-fé da Prefeitura. Ninguém vende sonho. Só queremos nos regularizar”. Ainda, segundo as moradoras, audiências de conciliação estão marcadas para 13 e 14 de fevereiro, no Fórum local. “Prefeitura nunca veio perguntar se estamos bem. Divul-

CADERNO I

5

PAÇO MUNICIPAL

Prefeitura vai modernizar elevador e reformar fachada

gou nosso endereço, nem esperou a audiência, a Justiça resolver o caso. Reafirmo, não queremos nada de graça, mas não temos para onde ir. Ninguém dorme mais”, relatam. Falta de políticas públicas para habitação A população de Adamantina vive a expectativa para a conquista da tão sonhada casa própria. As últimas unidades entregues foram em 2013, quando a CDHU finalizou moradias no bairro rural da Lagoa Seca. Na zona urbana, o tempo de espera é ainda maior: as casas do Jardim Bandeirantes foram entregues em 2011, há sete anos, conquista ainda da gestão de José Laércio Rossi. De lá para cá, nenhuma nova moradia popular. No final de janeiro deste ano, 2.740 pessoas fizeram o cadastramento obrigatório exigido pela CDHU para inscrições de 99 casas populares, construídas próximas aos bairros Mário Covas e Parque Itamaraty, unidades remanescentes do Jardim Bandeirantes. Deste total, 1824 adamantinenses efetivam a inscrição e participarão do sorteio, concorrência de uma casa para cada 18 inscritos. Para mudar a situação, no último dia 30, o prefeito Márcio Cardim participou de reunião com o secretário da habitação Flávio Amary. Durante o encontro foi reiterado o pedido feito no ano passado de 300 moradias populares para o Município.

IMÓVEIS

SÍTIO, PACAEMBU/SP, 14ha, c/ casa e mangueira, na Faz Aguapei, Rod. Comandante João Ribeiro de Barros SP-294. INICIAL R$ 362.523,00 (PARCELÁVEL)

CHÁCARA, MIRANDÓPOLIS/SP, 2,42ha, Estância Irmãos Marconato, na Faz Santa Lina. INICIAL R$ 175.249,00 (PARCELÁVEL)

leiloesjudiciais.com.br/sp

0800-707-9272

A Prefeitura de Adamantina pretende gastar R$ 184 mil em duas melhorias no Paço Municipal: modernizar o elevador e reformar a fachada externa do prédio. Em comunicado a imprensa, a Administração Municipal informou que, em relação ao elevador, o objetivo é tornar moderno o equipamento, já que constantemente está desativado por problemas. “O novo comando do elevador conta com dimensões compactas e fácil de ser instalado e isso traz maior conforto na viagem, elimina trancos e degraus, perfeito nivelamento das paradas, redução significativa da torça de peça, melhora

de performance com a redução de defeitos”, informou a Prefeitura. O projeto, que contará também com renovação do revestimento dos painéis, porta, teto e piso, deve custar R$ 75 mil. Outro processo licitatório que a Prefeitura realizará é referente à reforma externa do Paço Municipal. Desde o final do ano passado, a calçada em frente ao prédio está interditada devido às lajotas que estão se desprendendo, trazendo riscos aos pedestres. A estimativa de investimento, que contemplará diversas melhorias, é de R$ 109 mil.

OPORTUNIDADE

UniFAI abre processo seletivo para eletricista e encanador A UniFAI abriu processo seletivo para preencher uma vaga de eletricista e outra de encanador. As inscrições seguem até o próximo dia 11 em unifai.com.br/concursos. A prova será aplicada em 17 de fevereiro, às 9h, no Câmpus I (Nove de Julho, 730). A escolaridade exigida é 1ª a 4ª série do Ensino Fundamental. A jornada para ambos os cargos é de 44 horas semanais e o salário é de R$ 1.451,12. A prova será composta por 30 questões, sendo dez de Língua Portuguesa, dez de Matemática e dez de Conhecimentos Específicos. Cada

questão valerá um ponto e a classificação ocorrerá se o candidato obtiver no mínimo 50% da pontuação total. Conforme o edital nº 05/2019, não serão reservadas vagas às pessoas portadoras de necessidades especiais devido ao número de vagas não permitir a aplicação do percentual mínimo estabelecido pelo artigo 37 do Decreto Federal nº 3298, de 20 de dezembro de 1999, que regulamenta a Lei Federal nº 7.853/89. Mais informações podem ser obtidas no edital nº 05/2019 em unifai.com.br/ concursos. Da UniFAI

SOBREVIDA

Cardim solicita prorrogação de prazo do aterro sanitário No último dia 29, o prefeito Márcio Cardim (DEM) e o deputado estadual Mauro Bragato (PSDB) estiveram na Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, com o secretário Marcos Penido. O encontro teve como objetivo a apresentação de um plano de trabalho que objetiva dar uma sobrevida ao aterro municipal, pois o prazo estipulado pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) é 28 de fevereiro de 2019. "Todos sabem que nosso aterro sofreu ausência de cui-

dados em 2013 e 2014 por negligência da gestão pública da época e hoje, o município paga um preço muito alto", afirma o prefeito. Na oportunidade, foi solicitado ao secretário empenho e agilidade na emissão de Licença de Instalação (LI) da empresa TCL, que está montando um aterro regional no bairro Adelândia. "Acreditamos que vamos ser atendidos, continuando a operação do plano do nosso aterro municipal até a liberação da LI para a TCL", salienta. Da Prefeitura


6

PUBLICIDADE CADERNO I

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

IMPACTO


IMPACTO

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

Policiais “heróis” são homenageados pela Câmara de Adamantina ALESSANDRO DOS SANTOS | GRUPO IMPACTO

JOÃO VINÍCIUS GRUPO IMPACTO

O ato heroico que repercutiu na última semana dos policiais cabo Rogério Martins Rodrigues e do soldado André Garcia Madureira, que salvaram uma criança de um ano e cinco meses engasgada, foi reconhecido pelos vereadores de Adamantina, que concederam Moção de Congratulações e Aplausos aos militares na sessão de segunda-feira (4). A homenagem, assinada por Hélio José dos Santos (PR) e demais parlamentares, é devido a agilidade e rapidez dos policiais que possibilitou salvar a vida da criança Rafaella D. da Silva, “bem como pelo profissionalismo, dedicação e empenho às suas funções de zelar pela segurança das pessoas em nosso município, certamente motivo de orgulho e júbilo para todos nós”, enfatiza o texto da Moção. O caso A pequena Rafaella foi salva de um engasgamento pelos dois policiais de Adamantina no dia 31. Segundo a corporação, a mãe do bebê, Rareska Rodrigues D. da Silva, encontrou os militares em tradicional ponto de policiamento preventivo, na esquina da avenida Rio Branco com a rua Deputado Salles Filho, que atenderam ao pedido de socorro. O tenente Eder Bressan, comandante da Subárea II da 2ª Companhia do 25º Batalhão da Polícia Militar de Adamantina, explicou que a criança

CADERNO I

7

MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO

Noites de Oração com Roberto Tannus acontecem nos dias 19, 20 e 21

Pregador Roberto Tannus estará em Adamantina para três noites de oração

Os policiais “heróis” cabo Martins e soldado Madureira com a mãe e a criança salva de engasgamento

estava desfalecida e sem sinais de respiração, sendo necessária rápida ação dos policiais cabo Martins e soldado Madureira. “Os heróis”, conforme colocado pelo tenente, realizaram os procedimentos necessários, como manobras de desengasgamento, fazendo com que a criança recuperasse poucos segundos depois os sentidos. Em seguida, a criança foi levada para o pronto-socorro da Santa Casa de Adamantina, onde recebeu atendimento complementar, sendo avaliada por um médico, sem riscos e sem sequelas. Após a divulgação do caso, mensagens de agradecimentos e reconhecimentos dominaram as redes sociais, em destaque do tio da criança, que também é policial militar.“Graças ao empenho e profissionalismo desses guerreiros minha sobrinha está bem (...) orgulho em fazer parte dessa

instituição (...) que Deus abençoe e proteja sempre”, escreveu o tio, lotado na Capital Paulista. A mãe da criança utilizou também as redes sociais para expressar sua gratidão. “Agradeço de coração pelo reconhecimento que tiveram com os policiais militares que salvaram a vida da minha filha. Serei eternamente grata a eles, pelo resto da minha vida, não há dinheiro no mundo que pague o que eles fizeram por nós. Momento algum mediram esforços pra socorrer minha filha”, pontou. E, na sexta-feira (1º), o reconhecimento saiu das redes sociais e foi até a base da Polícia Militar de Adamantina. Mãe e criança foram visitar os policiais cabo Martins e soldado Madureira, os heróis de farda, que receberam homenagens dos demais colegas de corporação.

AMOR AO PRÓXIMO

Trotes solidários da Fatec e UniFAI arrecadam donativos para PAI Nosso Lar CEDIDA

A Fatec de Adamantina (Faculdade de Tecnologia) iniciou o ano letivo de 2019 na quarta-feira (6), com a recepção dos alunos e um convite à participação do trote solidário. Veteranos, calouros, professores, funcionários, familiares e amigos podem participar da ação, que arrecada doações para o PAI Nosso Lar (Polo de Atividades Integradas). As doações podem ser entregues na secretaria da Fatec de Adamantina até o dia 28 de fevereiro. É aceito leite longa vida e toda a população é convidada contribuir com essa iniciativa social. O trote solidário substitui as tradicionais brincadeiras entre os alunos por uma interação saudável e que beneficia uma entidade da cidade, atitude que partiu dos próprios estudantes da Fatec. “O trote solidário surgiu da iniciativa dos próprios alunos veteranos, que no início do ano lançaram a ideia e procuraram a coordenação para saber o que poderia ser feito. A instituição Fatec juntamente com a PAI Nosso Lar, em comum acordo, se mobilizaram para que o trote solidário pudesse acontecer. Em nossa instituição, segundo o regimento disciplinar do corpo discente, é proibido aplicar trote à discentes novos, que importem em danos físicos ou morais ou humilhação e vexames pessoais. Portanto, fazendo um link com a proibição e a vontade de fazer a diferença na vida das pessoas, nossos alunos veteranos e nossos calouros

GERAL

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

Nos dias 19, 20 e 21 de fevereiro, a Matriz de Santo Antônio, de Adamantina, recebe o pregador Roberto Tannus para três noites de oração clamando por milagres. Nesses dias, haverá missa às 19 horas e, em seguida, tem início as pregações das Noites de Cura e Libertação, sob o tema: ‘Senhor, se queres, podes curar-me’ (Mt 8,3). A realização é da RCC (Renovação Carismática

Católica) de Adamantina e não é preciso fazer inscrição, basta comparecer na igreja e participar. Rob er to de Andrade Tannus nasceu em Goiânia e participa desde 1978 da Renovação Carismática Católica. Iniciou no ministério da pregação pelo Brasil nos anos 80. Atualmente, é um dos pregadores de retiros, congressos e grandes encontros nacionais da RCC. Pascom Santo Antônio

POLÍTICA É DA HOR A! Por Gabriel Dias

Decreto de posse de Armas Esta coluna tem como objetivo mostrar as alterações no Decreto nº. 5.123, quanto à posse e o porte de Armas dentro de nossa Nação. Este é um grande debate no Brasil, e com o atual Presidente acarretou o crescimento deste assunto: Armas. Precisamos, como Cidadãos, entender e buscar meios para definir os benefícios e malefícios da Arma, do porte e da posse dela. O Presidente Jair Bolsonaro assinou no dia 15/01/2019, em cerimônia no Palácio do Planalto, Decreto que facilita a posse de armas de fogo. O que é posse e o que é porte? A posse de armas é o direito de o Cidadão manter arma de fogo no interior de sua residência. A regra também vale para o local do trabalho, desde que o indivíduo seja o titular ou o responsável legal pelo Estabelecimento ou Empresa. O porte, por sua vez, é a autorização para carregar a arma nas ruas.

Alunos veteranos recepcionam calouros na Fatec de Adamantina

estarão engajados em arrecadar o máximo de leite longa vida que conseguirem. A escolha do item veio como sugestão do PAI Nosso Lar, por ser um item de muito consumo pelos pacientes atendidos pela instituição”, explica a coordenadora do curso de Gestão Comercial, Eliane Vendramini de Oliveira. As doações podem ser entregues na rua Paraná, 400, no Jardim Brasil (Antigo Cefam). Telefone: (18) 35224181. UniFAI Os alunos de Medicina também realizam trote solidário em prol do PAI Nosso Lar. A inciativa é da Associação Atlética Acadêmica de Medi-

cina Três de Agosto em parceria com Centro Acadêmico de Medicina do Centro Universitário de Adamantina. “O trote solidário nada mais é que uma gincana que a gente vai promover entre os alunos da Turma 5, do 1º termo. Vamos dividir a sala em oito grupos, sendo cada grupo uma equipe, e a função deles é arrecadar alimentos para a instituição PAI Nosso Lar”, explicou o presidente da Atlética, Luis Antonio Scatolin Gottardi, da Turma 3. Os principais donativos são escova de dente, desodorante aerossol, leite, biscoito, achocolatado, açúcar e papel higiênico. A ação segue até esta sexta-feira (8). Com informações da UniFAI

Mudanças Quantidade de armas: O número máximo de armas que uma pessoa pode adquirir foi reduzido de seis para quatro. Autorização da Polícia Federal (PF): A partir de agora não é mais obrigatório comprovar a necessidade da posse de arma junto à PF. Basta uma Auto Declaração a ser entregue à instituição. Exigência do cofre: O Decreto determina a obrigatoriedade de um cofre ou local seguro com tranca para manter o armamento em residências onde moram crianças, adolescentes ou pessoa com deficiência mental. Validade do registro: A licença para a posse de armas passará a valer por 10 (dez) anos a partir do Decreto, o dobro da vigência atual. Onde acontecem os crimes? Dados da Secretaria de Segurança Publica de São Paulo mostram, por exemplo, que 2,5% dos roubos foram em residências e 5,9% em locais como: lojas, em 2017. Já nas ruas do Estado é onde se dão a maior parte dos crimes: certa de 80% dos assaltos. Portanto, vendo as mudanças e analisando esses breves dados sobre os crimes no Estado de São Paulo chegamos à conclusão de que a posse de uma Arma é uma segurança ilusória. O dever de segurança continua sendo do Estado, e nós como Cidadãos podemos e devemos cobrar tal segurança. O Decreto ainda passará por análises pela Câmara Federal e pelo Senado. Acompanhe. Colaborou: Dr. Rodrigo Fazan


VITRINE

VITRINE IMPACTO

CADERNO I

Sérgio Vanderlei

8

sergio@gimpacto.com.br

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

A proprietária da Adoleta Kids Areta Elber recebe a representante da grife infantil Pupi, Vanessa Borges

A podóloga Luciana Maria Miguel no Balneário do Sol, em Bonito

A médica veterinária Renata Bento, inova com o atendimento veterinário domiciliar, Vet Home

Pastor Claudemir com a esposa Ana Cristina e filho João Pedro

Tiago Coletti está todo orgulhoso com a formatura da esposa Marina Benitez

DRA. RAQUEL RIBEIRO FORTE FERREIRA Cirurgiã Dentista CRO 114.338

Valorize o seu sorriso!

ESPECIALISTA NO TRATAMENTO DE CANAL

3521-4760 | 99654-4760 Av. Capitão José Antônio de Oliveira, 490 18

Os renomados odontologistas Daniela e Fernando Marton sempre aprimoram seus conhecimentos. Na foto a presença no Congresso Internacional de Odontologia em São Paulo


JOÃO VINÍCIUS | GRUPO IMPACTO

CIDADES Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

Córrego Tocantins, um dos pontos turísticos de Adamantina DA REDAÇÃO GRUPO IMPACTO

Os deputados estaduais aprovaram, na terça-feira (5), projeto que declara Adamantina e Paulicéia como Municípios de Interesse Turístico. Após sanção do governador João Doria (PSDB), as cidades receberão cerca de R$ 600 mil, ao ano, para investimentos na infraestrutura turística. Conforme antecipado em setembro pelo IMPACTO, o Grupo Técnico que faz as análises dos pedidos na Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo havia aprovado a proposta de Adamantina, estruturada no turismo rural.

Na Nova Alta Paulista, Adamantina e Paulicéia são aprovadas como Municípios de Interesse Turístico DIVULGAÇÃO

Ponte que interliga os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul é um dos pontos turísticos de Paulicéia

Devido ao processo eleitoral, o Projeto de Lei N° 635/2018 só entrou em votação nesta semana na Assembleia Legislativa, certificando Adamantina e Paulicéia, na Nova Alta Paulista. A conquista foi conf irmada pelo deputado estadual Ed Thomas (PSB). “Quero parabenizar as duas cidades, dizer da alegria do cumprimento do meu dever. As cidades receberão

em torno de R$ 600 mil, ao ano, para investimentos no turismo, geração de emprego e renda. Adamantina e Paulicéia são merecedoras”, disse o parlamentar em vídeo publicado nas redes sociais. O prefeito de Paulicélia, Ermes da Silva, destacou a importância da certificação. “Esse recurso deverá ser investido em obras e ações destinadas exclusivamente ao setor de turismo, aproximando as pessoas de culturas diferentes e gerando trabalho e renda para nossa gente. É um marco para a cidade que passa a ter a vocação turística. É uma grande conquista para todos nós”, pontua. Para participar, as cidades tiveram que apresentar alguns critérios, como ter potencial turístico; Conselho Municipal de Turismo; serviço médico emergencial; meios de hospedagem; serviços de alimentação, de transporte, de segurança e de informação e receptivo turísticos; plano diretor de turismo; expressivos atrativos com acessos adequados e infraestrutura básica capaz de atender às populações fixas e f lutuantes no que se refere a abastecimento de água potável e coleta de resíduos sólidos. “É importante essa conquista para o nosso município, porque agora o turismo vai ganhar fôlego, p o demos trazer melhorias em diferentes pontos turísticos de nossa cidade e como consequência, teremos maior visibilidade”, af irma Cláudia Corradi, secretária de Cultura e Turismo de Adamantina.


10

CIDADES

Prefeitura de Lucélia confirma: “não haverá carnaval” REPRODUÇÃO

DA REDAÇÃO GRUPO IMPACTO

Não será em 2019 que o tradicional carnaval de rua de Lucélia será retomado. Mesmo sendo promessa de campanha do prefeito Carlos Ananias Junior, a festa não acontecerá pelo sexto ano consecutivo. Todos os anos a população de Lucélia e da região vivem a expectativa da realização do principal evento popular do país. Na última semana, uma propaganda“fake”da festa circulou nas redes sociais, com grande repercussão. Mas, logo, o prefeito de Lucélia utilizou as mesmas redes sociais para desmentir a realização da festa. Segundo ele, o cartaz alterado é do ‘Fever Fest’ realizado no primeiro ano da gestão anterior e considerou o fato uma “intriga da oposição”. “Plagiaram o folheto da administração passada, de maneira grotesca, querendo me prejudicar e também você, população. A oposição enviou em vários [contatos de] WhatsApp, vários grupos, dizendo que vai ter carnaval”, disse o prefeito em vídeo publicado na sexta-feira (1º).“Este ano não terá carnaval”, enfatizou. Durante a publicação, o Chefe do Executivo explicou que gastaria em

IMPACTO

ADAMANTINA

Edição 2019 dos Jogos Regionais do Idoso poderá ter data alterada DIVULGAÇÃO | PREFEITURA

Prefeito de Adamantina, Márcio Cardim, e o reitor da UniFAI, Paulo Sérgio da Silva, com o secretário de esportes, Aildo Rodrigues Ferreira Falso cartaz que circulou nas redes sociais anunciava carnaval este ano em Lucélia

torno de R$ 600 mil para realizar o evento. Porém, durante período eleitoral, afirmou em proposta de campanha que buscaria “recursos junto aos órgãos estaduais competentes ou firmar parcerias com empresas privadas para o retorno da realização das festas populares, como o carnaval de rua, o ‘Fever Fest’, iniciado em 2004”, o que não aconteceu. A justificativa para a não realização da festa é a situação financeira da Prefeitura. Carlos Ananias Junior disse que

no último ano foram destinados R$ 2.960.000 para Santa Casa, R$ 2.100.000 para Câmara Municipal, R$ 1.300.000 pagos em precatórios, R$ 600 mil gastos em medicamentos, R$ 800 mil na iluminação pública e R$ 1 milhão em tapa buracos, além de entregar Centro Odontológico, creche da vila Rennó, centro comunitário do Jardim das Flores e Morada do Sol, obras que necessitaram recursos próprios.“Primeiro a saúde, infraestrutura, a educação, e depois o lazer”, pontuou.

ESTADO

Redução do ICMS sobre querosene pode reduzir preços de passagens, avalia FecomercioSP A FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), por meio de seu Conselho de Turismo, comemorou a decisão do governo estadual de reduzir a alíquota ICMS de 25% para 12% sobre o querosene da aviação. A decisão foi anunciada na terça-feira (5). Com a medida, o governo estima que sejam criados quase 500 novos voos semanais, além da geração de 59 mil empregos e R$ 1,4 bilhão em salários. Essa era uma demanda antiga da Federação, que espera que a economia se reverta em benefício ao consumidor com preços de passagens mais acessíveis. Segundo a assessoria econômica da Entidade, o custo do combustível para as empresas aéreas era muito elevado (cerca de 40%). Dessa forma, a decisão, além de estimular a criação e ampliação de rotas regionais, farão com que os principais aeroportos paulistas – Guarulhos, Viracopos e Congonhas – possibilitem mais conectividades com cidades e países, dando oportunida-

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

CADERNO III

de aos consumidores de chegar ao seu destino de forma mais rápida. Esse aumento de concorrência nas rotas é um fator que também pode favorecer a queda dos preços para o consumidor. A presidente do Conselho de Turismo da FecomercioSP, Mariana Aldrigui, afirma que "para além de um incentivo direto ao transporte aéreo e, por consequência, ao turismo de lazer e de negócios, ao atender a demanda para a redução da alíquota do ICMS, o governo sinaliza compreender o efeito multiplicador de mais viagens do e para o Estado – na geração de empregos, na realização de eventos, na troca de conhecimento e na consolidação do Estado de São Paulo como o grande incentivador das mudanças nacionais". A FecomercioSP também celebra a intenção da Secretaria Estadual de Turismo de estimular o chamado stopover, quando o passageiro não tem São Paulo como destino final e aceita ficar um ou dois dias pelas cidades do

Estado, o que potencializa o ganho com gastos em hotéis, restaurantes, comércios etc. Contudo, a Entidade acredita que a Secretaria de Turismo tem de atrelar a essas medidas a intermediação da liberação de mais verbas para que cidades turísticas estaduais possam melhorar a qualidade dos serviços prestados, como abastecimento adequado de água, obras de saneamento básico a fim de se evitar esgoto em rios e mares, estradas para melhor acesso, entre outros. É um importante passo que o governo estadual está tomando, assim como outros Estados como Pernambuco e Espírito Santo, e se espera que outros governos sigam esses exemplos para a promoção do turismo nacional que agrega múltiplas atividades econômicas dos setores de comércio (supermercados, farmácias, vestuário), serviços (bares, restaurantes, hotéis, transportes, bancos) e indústria (móveis, veículos, aviação). Assessoria de Imprensa

A edição de 2019 dos Jogos Regionais do Idoso, confirmada para acontecer novamente em Adamantina, poderá ter data alterada. O prefeito Márcio Cardim (DEM) fez a solicitação de mudança ao secretário estadual de Esportes, Aildo Rodrigues Ferreira. A competição esportiva, conforme o Diário Oficial, acontecerá de 8 a 13 de outubro. “Protocolei um pedido de mudança de data, pois ela coincide com o calendário escolar e dificulta o alojamento dos atletas nas escolas municipais, estaduais e na UniFAI [Centro Universitário de Adamantina], uma vez que recebemos mais de

dois mil atletas”, diz. Jogos Regionais em 2020 O prefeito aproveitou a visita para protocolar outro ofício relatando o ocorrido em 2018 sobre Adamantina ter pleiteado a realização dos Jogos Regionais na cidade, porém por razões desconhecidas a competição foi transferida para Marília. “Nós protocolamos o pedido para que os Jogos Regionais em 2020 seja realizado em nossa cidade. Vamos aguardar o posicionamento do secretário pra ver se Adamantina tem a oportunidade de sediar a competição”, finaliza. Assessoria de Imprensa

OSVALDO CRUZ

Prefeitura abre concurso público para 15 vagas Estão abertas as inscrições para concurso público da Prefeitura de Osvaldo Cruz que visa o preenchimento de 15 vagas em cargos de nível médio e superior. Os cargos são: Assistente Social (1 vaga), Auxiliar de Serviços I (3 vagas), Dentista (1 vaga), Enfermeiro (1 vaga), Escriturário (1 vaga), Terapeuta Ocupacional (1 vaga), Médico Clínico Geral (1 vaga), Médico do Trabalho (1 vaga), Médico Ginecologista (1 vaga), Médico Neurologista (1 vaga), Nutricionista (1 vaga), Professor de Educação Básica I - Educação Infantil (1 vaga) e Professor de

Educação Básica I Educação Fundamental (1 vaga). A remuneração varia de R$ 965,11 até R$ 2.360,52, conforme o cargo pretendido. Para quem pretende os cargos de professor o valor da hora-aula é de R$ 14,12, para jornada de 10h a 40h semanais. As inscrições seguem até 25 de fevereiro. A taxa é de R$ 15,67. A prova objetiva de classificação será aplicada na data prevista de 10 de março, mas haverá ainda avaliação de títulos. Mais informações no site: www.institutoexcelenciapr. D.R. com.br.


IMPACTO

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

PUBLICIDADE

CADERNO III

11


12

INFORME

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

CADERNO III

IMPACTO

Imagem: Freepik

Presidente do Crea-SP participa de reunião com General Hamilton Mourão Representantes do Sistema apresentaram pautas da Engenharia à Presidência da República

TABELA DE ART 2019 TABELA A OBRA OU SERVIÇO

Art. 2º § 1º da Resolução nº 1.067/15 e anexo da Decisão Plenária (PL) nº 1.610/18

VALOR

FAIXA

CONTRATO (R$)

R$

1

Até 8.000,00

85,96

2

De 8.000,01 até 15.000,00

150,44

3

Acima de 15.000,00

226,50

TABELA B OBRA OU SERVIÇO DE ROTINA Art. 2º § 1º da Resolução nº 1.067/15 e anexo da Decisão Plenária (PL) nº 1.610/18

Eng. Vinicius Marchese, Presidente do Crea-SP, integrou comitiva de representantes do Sistema Confea/Crea em audiência na Presidência da República, realizada na quarta-feira, 6 de fevereiro, em Brasília-DF. O grupo, liderado pelo Eng. Joel Krüger, Presidente do Confea, foi recebido pelo Vice-Presidente da República no exercício da Presidência, General Hamilton

Mourão. Na pauta do encontro, demandas de relevância para a Engenharia nacional, como fiscalização preventiva em atividades e obras de Engenharia, projeto de lei que tipifica a profissão como carreira de Estado, alteração da metodologia de contratação de serviços de Engenharia pelo poder público e a tomada de novas iniciativas como o acordo bilateral já firmado entre o Sistema

Confea/Crea e a Ordem dos Engenheiros de Portugal, que reduz a burocracia para que engenheiros brasileiros e portugueses exerçam suas atividades profissionais em ambos os países. Segundo o Eng. Vinicius, o Vice-Presidente Hamilton Mourão mostrou-se solícito e conhecedor dos temas abordados e ainda lamentou a falta de cultura de prevenção do nosso país:

“Agimos sempre de maneira reativa”. Também integraram a comitiva os Engenheiros Lúcio Borges, Presidente do Crea-MG; Luiz Cosenza, Presidente do Crea-RJ; e Lucia Vilarinho, Presidente do Crea-ES, além de Luiz Gonzaga Chaves Campos, conselheiro do Crea-MG, e Marcos Venícius Gervásio, chefe de gabinete do Crea-MG.

VALOR ITEM DA ART

FAIXA

CONTRATO (R$)

R$

1

Até 200,00

1,67

2

De 200,01 até 300,00

3,39

3

De 300,01 até 500,00

5,05

4

De 500,01 até 1.000,00

8,46

5

De 1.000,01 até 2.000,00

13,60

6

De 2.000,01 até 3.000,00

20,39

7

De 3.000,01 até 4.000,00

27,35

8

Acima de 4.000,00

Tabela A

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo

0800 171811 • www.creasp.org.br

Associação dos Engenheiros e Agrônomos da Nova Alta Paulista

(18)

3551-1032

Av. Internacional, 2042 Lucélia

• Almoço de quinta a domingo • Finais de semana à la carte • Sexta-feira jantar self-service com peixada • Bebidas e sucos naturais

3521-1083 99726-9018

(18)

ROD. CMT. JOÃO RIBEIRO DE BARROS, KM 598


IMPACTO

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

Padre de Rinópolis morre após permanecer 63 dias na UTI; novo pároco é nomeado pela Diocese GUSTAVO URIEL | PASCOM | DIOCESE DE MARÍLIA

Faleceu no domingo (3), o Cônego Valdemiro Cândido do Símbolo, de 72 anos, pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, de Rinópolis. O Cônego se encontrava hospitalizado desde o dia 2 de dezembro de 2018, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico. Permaneceu internado durante 63 dias na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília. O corpo foi velado na Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida, de Rinópolis, e sepultado na terça-feira (3), no Cemitério Municipal de Rinópolis. Ao todo, durante o velório sete missas foram celebradas. Na missa exequial, presidida pelo bispo diocesano, Dom Luiz Antonio Cipolini, padres e centenas de fiéis prestaram a última homenagem ao Padre Miro, como era conhecido por todos da comunidade rinopolense. O prefeito José Ferreira de

Dom Luiz Antonio Cipolini, padres e centenas de fiéis prestaram a última homenagem ao Padre Miro na missa exequial

Oliveira, o Neto, decretou luto oficial de três dias em sinal de pesar pelo falecimento do sacerdote que, há 39 anos, exercia seu ministério na cidade. Novo pároco O bispo diocesano anunciou padre Francisco Antônio dos Anjos Andrade, de 30 anos, como administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora Aparecida. Atualmente o religioso é vigário na Paróquia Santa Rita de Cássia, em Marília. Está marcado para o próxi-

WAGNER MARTINS

Padre Francisco Antônio dos Anjos Andrade assume Paróquia Nossa Senhora Aparecida

mo dia 15 de fevereiro (sexta-feira) missa de apresentação às 19h30. Com informações da Diocese de Marília

PRÓXIMA SEMANA

Prefeitura inicia instalação de galerias pluviais JOÃO VINÍCIUS | GRUPO IMPACTO

DA REDAÇÃO GRUPO IMPACTO

A Prefeitura de Rinópolis anunciou a instalação de galerias pluviais no final da rua São Luiz no entroncamento com a rua 7 de Setembro. O trabalho visa melhorar o escoamento das águas das chuvas, evitando erosão em terrenos particulares. A obra, segundo o diretor Pedro Roberto Vinha, deverá ser executada em 10 dias, dependendo do clima na próxima semana. Serão duas galerias instaladas, uma com 25 metros de tubos de concreto e outra com oito metros, investimentos de cerca de R$ 30 mil. Nesta semana a vice-prefeita Nanci Maroni da Silva Yamamoto visitou, juntamente com o diretor de Obras, o local das melhorias. “É uma antiga reivindicação dos moradores que residem próximos a esta

Vice-prefeita Nanci e diretor de Obras, Pedro Vinha, anunciam instalação de galerias pluviais no final da rua São Luiz

área, pois muita gente, sem consciência, deposita de forma irregular lixo neste local. Além da galeria, será instalado muro de contenção, evitando o depósito de entulhos. Contamos também com a colaboração da população”, pontua Nanci. Outras benfeitorias Outras obras estão previstas para ocorrer nas próximas semanas em Rinópolis. As

áreas de lazer dos bairros Guataporanga e Bernaderlli receberão iluminação e melhorias da Administração Municipal. “Além disso, estamos executando a construção de prédio do projeto geração de renda. A obra é realizada de acordo com a disponibilidade de recursos da Prefeitura, que em breve oferecerá um novo espaço para os cursos profissionalizantes”, disse a vice-prefeita.

EDUCAÇÃO

Escola recebe melhorias para volta às aulas Os cerca de 300 alunos da Emeief Profº. José Walther Verzola, de Rinópolis, voltaram às aulas na quarta-feira (6). Durante o período de férias, a Prefeitura realizou diversas melhorias na escola que atende crianças de 4 a 7 anos. Entre as benfeitorias está à remodelação da sala da diretoria, o que possibilita um local mais adequado para os profissionais da educação desenvolverem seus trabalhos. Além disso, a Administração Municipal adquiriu televisão de 50 polegadas para o refeitório das crianças e dois climatizadores, que serão instalados no mini ginásio para as aulas de

educação física. “Os equipamentos possibilitarão melhorias na circulação do ar, oferecendo aos pequenos um local mais refrescante para a prática da atividade física”, disse a diretora Andrea Inocêncio de Arruda Pinheiro. A vice-prefeita Nanci Maroni da Silva Yamamoto destacou os investimentos da Administração Municipal no setor de educação. “Desde o início de nossa gestão realizamos diversas melhorias em todas as unidades da rede municipal de ensino, possibilitando locais mais adequados para aprendizagem, além de oferecer condições para que nossos profissionais

JOÃO VINÍCIUS | GRUPO IMPACTO

Diretora da escola Andrea e vice-prefeita Nanci com os climatizadores que serão instalados em mini ginásio da Emeief de Rinópolis

desenvolvam um trabalho ainda melhor, já reconhecido pela qualidade”, disse. D.R.

RINÓPOLIS CADERNO III

13


14

CIDADES

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

CADERNO III

Bombeiros de Adamantina e Dracena aguardam convocação para atuar na tragédia de Brumadinho ARQUIVO PESSOAL

DA REDAÇÃO GRUPO IMPACTO

O sargento Gabriel Valente Silva, do Corpo de Bombeiros de Adamantina, está relacionado na força-tarefa da corporação paulista para atuar nas buscas por vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho, no estado de Minas Gerais. Além do bombeiro que atua em Adamantina, estão relacionados o sargento Alex Sander Ramos e o cabo Rodrigo de Souza Cruz, do Posto de Dracena, todos pertencentes ao 3º Subgrupamento de Dracena, que abrange os municípios da Nova Alta Paulista. Os militares fazem parte do segundo plano, uma vez que o primeiro grupo de bombeiros voluntários de São Paulo já está em Brumadinho. Em contato com a reportagem do Jornal Regional, de Dracena, o tenente Avanço, comandante do Posto de Bombeiros de Dracena, informou que Alex, Rodrigo e Va-

IMPACTO

POR SILVIO GRABOSKI

Calor e Vinho Rosé, tudo a ver!

Sargento Gabriel Valente, do efetivo do Corpo de Bombeiros de Adamantina, aguarda convocação para atuar em Brumadinho

lente são bombeiros qualificados para esse tipo de busca em Brumadinho. Ele explicou ainda que os três têm curso específico para o salvamento terrestre ou o salvamento em estruturas de colapso. “Houve o plano de chamada e os bombeiros que residem próximo a capital paulista e os três bombeiros da região ficaram no segundo plano e, caso haja alguma troca de efetivo, que está em Brumadinho, serão convocados para integrar a força-tarefa de

bombeiros de São Paulo”, explicou o comandante. Os bombeiros do subgrupamento de Dracena estão aptos para trabalhar em grandes tragédias. O tenente Avanço ressaltou que o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo é pioneiro e referência nacional nesse tipo de situação. Ele mesmo já foi convocado na carreira e atuou em missão há alguns anos no nordeste, conclui a reportagem. Com informações do Jornal Regional

A arte de Vanessa Batista

Vamos falar de livros? Olá queridos leitores, hoje vamos falar de livros. Nos livros de fantasia, amo, amo e amo mesmo, todos os livros da Cassandra Clare. Esse mês vou dedicar-me a falar sobre eles. Cassie (como os fãs a chamam) é uma escritora norte-americana (nascida no Irã), conhecida por escrever a série de livros Os Instrumentos Mortais. Autora best-seller, até 2016 já havia vendido mais de 2 milhões de livros no Brasil e mais de 36 milhões no mundo. Na série de seis livros Os Instrumentos Mortais, foi quando me apaixonei pelo mundo dos caçadores de sombras. Apesar de não ser um romance, propriamente dito, tem de tudo que amo nos livros, tem fantasia, romance, aventura, mistério, muitos atos solidários e de união. A história conta a saga da adolescente Clary, que resolve comemorar o seu aniversário com seu melhor amigo indo a uma boate, ao entrarem no local a garota começa a presenciar coisas estranhas, o problema é

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

que só ela consegue ver. Um prato cheio para quem curte a leitura com assuntos relacionados ao sobrenatural e criaturas da noite como vampiros, demônios e lobisomem. A saga rendeu um filme inspirado no primeiro livro e uma série que estreia sua 3ª temporada ainda esse mês na Netflix chamada Shadowhunters. Falarei sobre o filme e a série nas próximas semanas. Já na trilogia As Peças Infernais, que são os meus preferidos. A história se passa cem anos antes dos Instrumentos Mortais. Todo aquele mistério envolvendo o mundo das sombras me encantou e os romances que tem no livro, são de tirar o fôlego. Amo essa série de livros. Continuando, tem também As Crônicas de Bane, porque esse personagem apaixonou todo mundo e a Cassie decidiu criar um livro só para ele, o que como fã amei de paixão. O personagem é encantador e super diferente. Você torce por ele e por todos que estão envolvidos direto ou indiretamente com ele. Já no Codex dos Caçadores de

Sombras, vemos como funciona a preparação para se tornar um caçador de sombras e tem comentários dos personagens, como se eles tivessem lido e colocado suas opiniões nas páginas, deixando assim o livro ainda mais interessante. Agora tem uma nova série, como uma sequência dos Instrumentos Mortais e se passa três anos depois do fim da série. Os Artifícios das Trevas e que está lançando seu terceiro volume agora em abril. Esse é o difícil de acompanhar a séries de livros, porque geralmente a gente tem que esperar pelo menos um ano para saber o que acontecerá com seus personagens favoritos. E por último tem um livro paralelo dos Contos dos Caçadores de Sombras, onde fala sobre uns dos personagens mais intrigantes da série e outros fatos que realmente são bem legais de saber. Espero que tenham gostado e que possam fazer parte desse mundo de sonhos e fantasia que é o da leitura. Grande beijo.

Refrescante, leve, frutado e delicado. Esses atributos fazem do vinho rosé uma bebida especial para o verão. Quer acompanhando pratos leves, como saladas, peixes, aves, sushis (os rosés são muito indicados para harmonizar com comida japonesa), quer acompanhando um churrasco com os amigos, ou simplesmente sendo apreciado sozinho num final de tarde quente, o rosé parece ser o vinho feito para o nosso verão. É verdade que no Brasil se consome pouco rosé (consumimos pouco vinho, de forma geral), o que é um contrassenso, já que nosso clima quente pede bebidas leves e refrescantes, como ele. Ao contrário do que muitos pensam o rosé não é uma mistura de tinto e branco, mas é um vinho produzido a partir de uvas tintas. Quando da maceração da uva cuida-se para que a casca fique pouco tempo em contato com o mosto, produzindo-se o vinho na cor desejada. Produzem-se vinhos rosés de várias tonalidades, de acordo com o tempo que as cascas das uvas passam em contato com o suco. Quanto mais escuro o vinho, maior foi o contato e quanto mais claro, mais leve e delicado será. Contudo, um bom rosé não pode ser simples demais, pois dele se espera certa complexidade. Deve exibir cor atraente de pétala de rosa, sabor frutado de morangos e framboesas, equilibrada acidez, médio teor alcóolico e final agradável e refrescante. O rosé precisa ser servido bem gelado e quando você for comprar, escolha aqueles de safras recentes, pois quanto mais jovem, melhor. Os rosés não são feitos para ficarem guardados, o tempo estragará o vinho, tornando sua cor marrom e o sabor pouco vibrante. O maior produtor de vinho rosé é a França de onde saem os melhores exemplares, principalmente se forem produzidos na região de Provença. Lá os vinhos são feitos predominantemente com as uvas Grenache e Cinsault. São secos, leves e frescos. Outros países também produzem ótimo rosés, como a Itália, a Espanha, a Austrália, os Estados Unidos e o Chile. O vinho da foto, Gallardia, é oriundo do Chile. Apresentou coloração rosada delicada e brilhante, aromas de frutas vermelhas e notas florais, muito atraente na taça, no palato revelou-se refrescante e sutil. Rosé e churrasco Não se assuste! No verão o Rosé é par perfeito para acompanhar nossa paixão nacional, o churrasco. Ficará delicioso com aquela linguicinha apimentada, pois dará um refresco para a língua, aliviando a ardência. Casará perfeitamente com o delicado sabor do frango e será um show com a carne vermelha, principalmente aquelas com menos gordura, como a fraldinha e a alcatra. Experimente e você se surpreenderá, tenho certeza. Ah, as mulheres adorarão essa combinação. Leia outros artigos sobre vinho acessando facebook.com/blogsantovinho


IMPACTO

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

Entidades continuam luta para reverter decisão do Estado sobre tratamentos de câncer ASSESSORIA DE IMPRENSA

DA REDAÇÃO GRUPO IMPACTO

A luta de entidades que representam os pacientes em tratamento de câncer, em decorrência do posicionamento do Governo do Estado que mudou a dinâmica do atendimento oncológico, teve novas batalhas nesta semana. As Redes de Combate ao Câncer de Adamantina e Osvaldo Cruz promoveram reuniões de sensibilização visando garantir um tratamento adequado aos pacientes da região. Em Osvaldo Cruz um encontro com representantes do Hospital de Barretos trouxe novas esperanças, na segunda-feira (4). Um acordo foi firmado entre o hospital e as entidades, que serão a porta de entrada aos atendidos. “Não alteramos a política de atendimento aos pacientes, desde que eles sejam encaminhados pelo Sistema Único de Saúde. No Hospital de Amor de Barretos ninguém paga nada para ser atendido. Orientamos as pessoas necessitadas que procurem as Redes de Combate ao Câncer, porque eles estão orientados em como fazer o encaminhamento", orientou Celso Silveira,

CIDADES

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

Representes da Rede de Combate ao Câncer se reúnem com autoridades de Adamantina

analista de captação de recursos da região para o Hospital de Amor. O vereador Luis Ricardo Spada Bonfim (PSDB), o Bitinha, de Osvaldo Cruz, destacou que, mesmo diante da sinalização do hospital de Barretos, ainda há caminhos a serem percorridos em termos de negociação com o Governo do Estado.“A Amnap [Associação dos Municípios da Nova Alta Paulista] está com essa bandeira,

a de saber o porquê da mudança na sistemática de encaminhamento dos pacientes. O Hospital Amaral Carvalho de Jaú não aceita encaminhamentos diretos das entidades de voluntários sem passar pela Cros, a central de regulação de vagas”, destacou o parlamentar. Mobilizações em Adamantina Já na terça-feira (5), representantes

CADERNO III

da Rede de Combate ao Câncer de Adamantina se reuniram com o prefeito Márcio Cardim (DEM), secretário de Saúde Gustavo Taniguchi Rufino, que estava acompanhado do enfermeiro Clayton Gomes Cavaco, e com os vereadores Eder Ruete (presidente da Câmara), Acácio Rocha, Aguinaldo Galvão e Eduardo Fiorillo, todos do DEM, e Alcio Ikeda (Podemos). A presidente da entidade, Radige Mostafa Spósito, expôs a situação às autoridades municipais, os impactos da decisão tomada pelo Governo do Estado e os riscos de desassistência imediata aos pacientes com câncer da cidade e região. Ficou definido no encontro que haverá duas mobilizações, uma política com intuito de sensibilizar e pressionar autoridades estaduais para mudança de posição, e outra da sociedade, que poderá expor o descontentamento por meio de abaixo-assinado. Nova dinâmica de atendimento Os novos pacientes diagnosticados com câncer na região não farão mais tratamento nos hospitais de Barretos e Jaú, referências na área. A decisão é do governo do estado de São Paulo, que agora encaminha os atendidos para Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer, nas cidades de Tupã, Marília, Assis e Ourinhos. Com isso, os encaminhamentos ficam condicionados à fila de espera (central de regulação de vagas), do DRS de Marília (Departamento Regional de Saúde). Com informações do Ocnet

15

+ ADAMANTINA Rede de Combate ao Câncer promove bazar neste sábado

Neste sábado (9), acontece o tradicional Bazar Beneficente, que comercializará roupas, calçados, acessórios e utensílios domésticos com preços convidativos. “São diversos itens que foram doados pela comunidade e serão vendidos com intuito de arrecadar recursos para continuidade das atividades e ações da Rede”, explica a presidente da entidade, Radige Spósito. A entidade fica na rua Mario Olivero, 259, na vila Cicma. Telefone: (18) 3521-1815.“Contamos com a participação de todos, ainda mais neste momento de impasse no tratamento oncológico”, pontua. A ação solidária acontece das 7h30 até às 13h, na garagem da Entidade.

+ RINÓPOLIS Exames preventivos serão feitos em dia 9 de março

O ônibus do Hospital do Câncer de Presidente Prudente estará em Rinópolis no dia 9 de março, realizando exames preventivos em mulheres, como Papanicolau e mamografia. A unidade móvel ficará durante todo o dia, das 9h às 16h, no Centro de Saúde da cidade.


16

PUBLICIDADE CADERNO III

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

IMPACTO


LÍNGUA QUENTE IMPACTO

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

i+ ESPORTE CADERNO II

Do fundo do baú APOIO

Apoio: Marmoraria Unipedras do esportista e empresário Dirceu Xavier

Supermercado Godoy/Rede Smart, Chicão Frutas: disk frutas (18) 9.9727-6922, Restaurante e Pizzaria Cartola e Grupo IMPACTO

Disputa pelo ‘Nintendo’ - Comentário que corre nos bastidores é que os dirigentes da equipe ‘Os Quaiados E.C.’, por meio do presidente Marcio Dentão (Comercial Aguapeí ), ingressaram com uma liminar no T.D.A. (Tribunal Desportivo de Adamantina) querendo a volta imediata do jogador Rafael ‘Nintendo’ ou devolução da multa de 30 caixas de buldoguinhas. O motivo alegado pelos dirigentes é que Rafael deixou o time sem explicação e foi jogar no time do ‘50 Mega’, que tem como um dos mandatários o seu irmão, o goleiro Bruno, fato que deixou a diretoria brava.

Arbitragem - Com início da melhor competição de futsal e a mais disputada da Alta Paulista, a 13ª Copa Unipedras/ UniFAI, espero que os integrantes da arbitragem, mesários e cronometrista não sejam ríspidos e grossos com os jogadores, dirigentes e comissões técnica, querendo intimidar falando palavras ofensivas e se aparecer mais para o público. Estamos de olhos!

Arrependido - Se comenta também nos bastidores que o goleiro André Sakai se arrependeu de ter deixado a equipe do Vila Nova para as disputas da Copa Unipedras. Inconformado, o jogador acreditava que teria propostas de outras equipes, porém, até o fechamento desta edição, não havia nenhuma.

Tabajara - Com os direitos federativos em mãos, o experiente goleiro Carlos Alexandre Xandy, que atuava no time do Nove de Julho F.C., de Sertãozinho, diz que será o destaque do Tabajara nas disputas da 13ª Copa Unipedras/UniFAI de Futsal. Mas, olhando os grupos com as equipes participantes, não há nenhum time com este nome. Será que é para Copa Unipedras de 2020?!

Novo reforço - Comenta-se ainda nos bastidores que o jogador floridense Paulinho (ex-Arsenal, Vila Nova, Parque Iguaçu/Rua 10, Quebra Coco, Três Botecos e Três Porteiras) foi anunciado como novo reforço da equipe do San Remo E.C. e sua estreia esta prevista para acontecer no torneio do Jardim Primavera. Na negociação, o jogador vai ganhar duas jacas, uma melancia e saquinhos de maxixe e de jiló, patrocinado por Tiago Chicão.

Será?! - Fontes dizem que o bom goleiro Chicão, do time do San Remo E.C., deverá deixar a equipe e futebol após as disputas da 7ª Copa Julio Auto Escola Modelo de Lucélia. O motivo seria a vontade do goleiro de ser tropeiro de rodeio, pois rende mais financeiramente. Chicão foi visto no leilão de Flórida Paulista.

Deixaram saudades - Os jogadores Clayson (Corinthians), Viola (ex-Corinthians e Palmeiras) e Fabricio Carvalho (ex-São Caetano) deixaram muitos admiradores e jogadores com saudades de seus dribles desconcertantes de quando estiveram em Adamantina, onde mostraram talento com as bolas nos pés.

17

TOCANDO DE KBÇA

Equipes Veteranas

Supermercado Godoy/Rede Smart, Chicão Frutas: disk frutas (18) 9.97276922, Restaurante e Pizzaria Cartola e Grupo IMPACTO

Mariápolis Esporte Clube: O time do treinador Ivan recebe neste sábado (9), o bom time da Lagoa Seca F.C. dos irmãos Cassio e Betão. O confronto será às 16h30, no estádio municipal Benedito Antônio João, em Mariápolis.

Atendendo aos pedidos, recordamos nesta edição do Fundo do Baú, com o apoio da Marmoraria Unipedras, do empresário/esportista Dirceu Xavier, a extinta e imbatível equipe do Guarani Futebol Clube de Adamantina (campeão paulista da 2ª divisão no ano de 1974) na vitória por 1 a 0 diante da A.A. Internacional de Bebedouro, no estádio municipal Antônio Goulart Marmo. Em pé, da esquerda para direita – Paulão (in memorian), Pedroso, Toninho, Ademar, João Luis, Miro e Cuca. Abaixados – Careca, Gury, Marcos Rancharia, Heleno (In memorian) e Aílton Prudente. Os mascotes são os filhos do Vicentão

Ciclista adamantinense disputa competição em Itaguaí

GRANDE ÁREA/NOSSOS ESPORTISTAS Apoio: Prorrogação Bar e Petiscaria (antigo Bar Vermelho), atrás da Santa Casa.

Apoio: Supermercado Godoy/Rede Smart, Chicão Frutas: disk frutas (18) 9.9727-6922, Restaurante e Pizzaria Cartola e Grupo IMPACTO

O ciclista José Valter Castanha (ex-jogador do Guarani de Adamantina) estará representando Adamantina neste domingo (10), em etapa da Copa Sudoeste de Mountain Bike, na cidade de Itaguaí, região de Piraju. Segundo o competidor adamantinense, os organizadores esperam a participação de mais de 300 ciclistas de vários estados, divididos em diversas categorias. A prova tem percurso de 30km. José Valter disputará a categoria veterano sport. Nesta importante competição o ciclista contará com o apoio da Bicicletaria Ideal.

Equipe Oxigênio participa de competição em Venceslau Apoio: Supermercado Godoy/Rede Smart, Chicão Frutas: disk frutas (18) 9.9727-6922, Restaurante e Pizzaria Cartola e Grupo IMPACTO

A equipe Oxigênio, coordenado por Jeferson Vagner, representou Adamantina no último dia 27, na competição da 8ª Corrida e Caminhada de Presidente Venceslau. A competição teve a participação de atletas de toda a região, de várias idades, nas categorias masculino e feminino. Os competidores da equipe Oxigênio tiveram os seguintes resultados: Eliana Takahashi de Andrade (2º lugar na prova de 6km - idade 41 a 45 anos), Glaucia Elaine Dias Capello (3º lugar - categoria 46 a 50 anos), Renata Jessica de Oliveira (5º lugar), Patrícia Borzan Moreira (9ºlugar – categoria de 26 a 30 anos), Grace Carla de Oliveira Santos (9º lugar - prova 12km - categoria de 31 a 35 anos) e Marcio Albanez (3º lugar - prova 12 km - categoria de 31 a 35 anos).

Bastos Atlético Clube: A equipe, sob o comando do Chida e Rogério, se apresenta neste sábado (9), diante de sua torcida, para enfrentar o time do Grêmio da Vila Rennó de Lucélia, do Lagarto. O confronto será às 16h30, no campo do Jardim Esplanada em Bastos. Esporte Clube Veteranos de Pacaembu: A equipe do treinador Zé Espanhol, neste sábado (9), joga contra o time do Sevip de Inúbia Paulista, do Joãozinho. A partida será às 16h30, no estádio municipal Ari Aparecido dos Santos em Pacaembu. Indaiá Futebol Clube: A equipe do distrito de Flórida Paulista, do Juninho, joga neste sábado (9), onde enfrentará a time do Valparaíso F.C. do Feijão. A partida está marcada para às 16h30, no Indaiá.

James (ex-Guarani de Adamantina, A.E. Osvaldo Cruz e Inúbia Paulista F.C), Flavio Koko (ex-Guarani Adamantina, Tupã F.C. e Primavera de Indaiatuba) e Jordan (ex-Inúbia F.C., Londrina A.C. e Vasco) prestigiaram reinauguração do estádio municipal da Cidade Joia

Copa Unipedras/UniFAI de Futsal terá abertura nesta segunda com três duelos Apoio: Supermercado Godoy/Rede Smart, Chicão Frutas: disk frutas (18) 9.9727-6922, Restaurante e Pizzaria Cartola e Grupo IMPACTO

A principal competição de futsal de Adamantina, a 13ª edição da Copa Unipedras/UniFAI ‘Rudmar Buenos Soares’ de Futsal, tem sua abertura marcada para esta segunda-feira, dia 11, com a realização de três jogos a partir das 19h30, no ginásio de esportes Paulo Camargo. Confira a tabela de jogos No primeiro duelo, às 19h30, a equipe da Casas das Ferramentas/ Paulista Veículos/Conap (atual campeã) enfrenta o Pedalada/Iguaçú Futsal. No segundo duelo, às 20h30, o time do Inove Engenharia & Topografia joga contra o Vila Nova/ Cido Ferramentas/Emporium da Pizza/Beer Store/Bank Flex. E, encerrando a rodada, às 21h, a equipe do PSG/Express Toldos/JW Conveniência/Mosconi Pneus enfrenta o Guarani Capaz. 2ª rodada – 13 de fevereiro 19h30 – Sbmarino/Paulo Cabeleireiro x Os Quaiados/Itamar Eletricista/Imperial Produtos de

Limpeza 20h30 – Arsenal/Super Godoy x Republicanos F.C./UniFAI 21h00 – San Remo/LRG Construtora/Bar do Riquinha/Multi Intel Segurança/ Eco Ville x CW Motos/Cleber Beloni Equipes por grupo GRUPO A Casas das Ferramentas/Conap/ Bar do Didico, Inove Engenharia e Topografia, Pedalada Futsal/Parque Iguaçu e Vila Nova/Cido Ferramentas/Emporium da Pizza/Beer Store/ Bank Flex. GRUPO B Arsenal/Supermercado Godoy, Submarino/Paulo Cabeleireiro, Republicanos/UniFAI e Os Quaiados E.C./Itamar Eletricista/Imperial Produtos de Limpeza. GRUPO C San Remo/LRC Construtora/ Multi Intel Segurança/Eco Ville, CW Motos/Cleber Belloni, Guarani/Capaz/Império Marmoraria e PSG/ Express Todos/JW Conveniência/Julio Troféus/Cabine do Loro/ Mosconi Pneus/Confezione/Bar do Kreck Kreck/Kairos Uniformes.

Ouro Verde Futebol Clube: A equipe comandada pelo Menan, neste sábado (9), joga contra a boa equipe do Tupi Paulista F.C., do Jean. O confronto será às 16h30, em Ouro Verde. Betão Futebol Clube: O time do treinador e jogador Betão joga neste sábado (9), contra a boa equipe do bairro Duas Barras F.C. do Eufrásio. O confronto será às 16h30, no campo do bairro em Junqueirópolis. Eletro Liz de Flórida Paulista: A equipe comandada por Gersinho joga neste sábado (9), contra o time do Veteranos A.A., Ouro Verde, do Samurai. A partida acontece às 16h30, no estádio municipal Francisco Spanhero, em Florida Paulista. Rinópolis Futebol Clube: A equipe, do treinador Cebola, neste sábado (9), joga contra o time do Basto E.C., do Neto. O jogo será às 16h30, no estádio municipal Eugenio Rino, em Rinópolis. Vila Santa Helena Parapuã: A equipe do treinador Serginho Bononi joga neste sábado (9), contra o time do Sagres E.C. do Gerson. O confronto está previsto para às 16h30, em Sagres. Gabriel Monteiro F.C.: A equipe do técnico Tonho, neste sábado (9), vai enfrentar o time do Recanto Bibi Festa F.C., de Osvaldo Cruz, do Torim. O confronto será às 16h30, em Gabriel Monteiro. Santópolis do Aguapeí: A equipe do treinador Ramon, neste sábado (9), joga contra o time Avanhandava E.C. A partida será às 16h30, em Santópolis do Aguapeí.


18

PUBLICIDADE CADERNO III

WWW.IMPACTONOTICIA.COM.BR

Sexta-feira 8 de fevereiro de 2019

IMPACTO

O IEV – Instituto de Especialidades Veterinárias, conta com os melhores profissionais da região para garantir o diagnóstico exato do seu animal.

Profile for IMPACTO

IMPACTO - 08-02-2019  

IMPACTO - 08-02-2019  

Advertisement