Issuu on Google+


INDICE

Quem é Hugo Gaito? ------------------------3

RE/MAX -----------------------------------------4

Porquê ? ----------------------------------------5

Perguntas Frequentes (FAQ)-----------------6

Ferramentas de Marketing ----------------7

Glossário Termos Técnicos -----------------8


Exmo.(a) Senhor(a) Pedro Mota

O meu nome é Hugo Gaito, tenho 33 anos, sou natural de Lisboa e resido no Seixal (Fernão Ferro). Pertenço à equipa RE/MAX Easy desde 2011 e sou Director de Agência da MaxFinance Xporcento (Empresa de Consultoria Financeira e Mediação de Seguros) desde 2008. A experiência adquirida no ramo financeiro permitiu-me obter conhecimentos do mercado imobiliário fundamentais para o sucesso na comercialização do seu imóvel. Seja para vender ou arrendar, poderá contar com uma pessoa empenhada, competente, trabalhadora, honesta e acima de tudo decidida em proporcionar o melhor serviço aos clientes que confiam em mim e no meu trabalho. O processo de promoção do seu imóvel, embora pareça fácil, é complexo e requer determinados requisitos inerentes a essa mesma complexidade, nomeadamente: disponibilidade, dedicação, um conhecimento profundo do mercado, formação específica, entre outros. Quero assegurar-lhe que está a contratar um Consultor Imobiliário profissional, com um compromisso total em vender o seu imóvel da forma mais eficaz e com o mínimo de incómodo para si. Com os meus melhores cumprimentos,

_________________________________ O Seu Consultor Imobiliário


RE/MAX é a empresa imobiliária que mais imóvel vende no Mundo. RE/MAX é a empresa imobiliária líder em Portugal. RE/MAX tem mais de 120.000 associados, em cerca de 6.500 escritórios espalhados por 65 países. RE/MAX tem em Portugal cerca de 220 Lojas e mais de 3.300 consultores que trabalham em rede; qualquer um destes consultores pode vender a sua casa. RE/MAX é composta pelos melhores e mais produtivos profissionais da indústria imobiliária. RE/MAX está em Portugal desde 2000. RE/MAX no site português é líder do Top 10 Europeu, com mais de 11 milhões de visitas. RE/MAX em Portugal oferece uma diversificada bolsa imobiliária, com mais de 45.000 propriedades na Internet, às quais pode aceder através de www.remax.pt RE/MAX oferece aos seus associados a melhor formação de vendas do sector imobiliário, situando-se na vanguarda com as últimas técnicas de marketing. RE/MAX transacciona 2 imóveis por hora... RE/MAX foi considerada pelos seus agentes imobiliários a 1ª Melhor Empresa para trabalhar.


Porquê Hugo Gaito ? Porquê RE/MAX ? 1.Análise de Mercado: irei preparar uma análise de mercado detalhada, mediante o estudo de imóveis similares ao seu que estejam à venda, assim como de imóveis já vendidos. Esta informação irá ajudá-lo a determinar um preço competitivo para colocar o seu imóvel no mercado. 2. Preço a pedir: a importância de fixar um preço competitivo e de mercado. Se o preço for demasiado baixo (ou demasiado alto), poderá não obter todo o benefício económico que o seu imóvel lhe pode dar. 3. Primeira impressão: farei um assessoramento no sentido de preparar o seu imóvel, de forma a causar o máximo impacto a possíveis compradores. Nunca há uma segunda oportunidade para causar uma primeira boa impressão. 4. Financiamento: potenciais compradores serão assistidos, em termos de financiamento, através de excelentes acordos comerciais que temos com diversas instituições financeiras. 5. Promoções e Publicidade: uma campanha de promoção e publicidade que começará logo que o imóvel esteja à venda e destina-se a conseguir o nosso objectivo: encontrar o comprador apropriado. A dita campanha realiza-se através do contacto pessoal, cartazes, internet, distribuição de folhetos, foto reportagem do imóvel, entre outros. 6. Relatórios: darei informação com carácter regular dos serviços e das actividades desenvolvidas na comercialização do seu imóvel, bem como as opiniões das pessoas que nos contactam ou visitam.


Perguntas Frequentes (FAQ) As perguntas

NÃO EXCLUSIVO

EXCLUSIVO

Quem é o responsável pela venda do seu imóvel?

20 Agente diferentes… Ninguém é responsável.

Hugo Gaito, o único responsável para coordenar a venda do seu imóvel.

Quem vai realmente investir na venda do seu imóvel?

O verdadeiro esforço estará concentrado no comprador e não na venda da sua casa.

O esforço de Hugo Gaito está todo concentrado em vender o seu imóvel.

Qual o nível de motivação para vender o seu imóvel?

Bastante baixa, porque ninguém tem a garantia de receber a comissão.

Máxima, porque se o imóvel se vender o Agente angariador tem a certeza de receber a sua comissão.

O que perde o Agente se não vender o seu imóvel?

Nada (também não tem nada investido).

A comissão e o investimento feito na promoção do seu imóvel.

Qual vai ser o nível de esforço para vender o seu imóvel?

Muito baixo porque não tem garantia alguma de receber a sua comissão.

Máximo, porque este esforço pode propiciar a venda e como resultado a comissão.

Que interesses irá o Agente defender?

O seu (do Agente) e os interesses do comprador (porque só assim é que garante a sua comissão).

O proprietário e Hugo Gaito têm o interesse comum de vender o seu imóvel.

A conclusão

O proprietário trata com todos os Agentes que têm o seu imóvel (quando trata). Ao Agente não interessa se o imóvel se vende ou não, uma vez que poderá não ser ele a vender, e neste caso não receberá qualquer comissão.

O Agente angariador interessase pela venda do seu imóvel e partilha a angariação exclusiva com cerca de 3.000 Agentes, com os quais tem uma relação de confiança. O proprietário trata apenas com Ana Campos e esta representa e defende os seus interesses na venda do seu imóvel.

Resultado:

Está à venda

Vendido


FERRAMENTAS DE MARKETING A. Divulgação do Imóvel Uma agressiva campanha de promoção do seu imóvel terá início logo que esteja à venda. Objectivo: encontrar o comprador apropriado. O seu imóvel será colocado na rede nacional de Remax que conta com mais de 200 lojas, constituídas por mais de 3300 consultores imobiliários e divulgado a nível pessoal por mim. B. Folhetos Cartões e flyers exclusivamente impressos para o seu imóvel, irão ser distribuídos aos residentes da zona, onde a sua casa está inserida. Às vezes, os residentes de uma zona sabem de alguém interessado em viver nela, ou pode ser que sejam eles mesmos que estão interessados em mudar de residência.

Revista Trimestral Possibilidade de colocação do seu imóvel em Revista trimestral com uma tiragem de 110.000 exemplares as quais são distribuídas em pontos estratégicos pelas Agencias Aderentes.

Internet Uma foto reportagem apresentando o seu imóvel da forma mais vantajosa será preparada e colocada no site (www.remax.pt). A Internet é cada vez mais o meio preferencial de quem procura casa. O site da Remax é o site imobiliário mais visitado de Portugal com uma média de 650.000 cliques/mês.


D. Folha de Características Logo que o seu imóvel se encontre à venda serão impressas Folhas de Características, com uma descrição dos seus atributos mais favoráveis. Estas serão distribuídas entre potenciais compradores, agentes imobiliários, ou quem quer que expresse interesse na compra, em resposta aos anúncios ou cartazes de venda.

E.

Multi Open House

O conceito Multi-Open House tem vindo a ser utilizado com sucesso em Portugal desde o início de 2007. Não é outra coisa senão uma ferramenta para incrementar a divulgação do seu imóvel.

F.

Folha de Montra do seu imóvel

Será colocado em destaque na nossa montra da Loja nas 2 primeiras semanas uma folha A5 com as principais características e algumas imagens dos pontos fortes do seu imóvel. Assim o seu imóvel estará visível durante 24h para qualquer potencial comprador que passe à frente da agência Remax.

G. Seller Match ( Pesquisa de Compradores) A Remax tem uma ferramenta de base dados comum, que possibilita que logo que seja registada uma angariação no sistema, informar o agente responsável por esse imóvel, de quantos clientes compradores registados existem a nível da rede nacional , que possam estar potencialmente interessados no seu imóvel. São clientes que segundo um filtro no sistema estão à procura de uma propriedade com a mesma tipologia, localizados na mesma zona do seu e dentro dos valores de venda do seu imóvel. News Letter Clientes Semanalmente são enviadas news letter para a nossa base de dados de clientes as principais novidades do sector e os imóveis em carteira News Letter Todas as novas angariações são publicitadas por bases de dados com no mínimo de 2.000 contactos segmentados por zona. Estas bases de dados incluem possíveis clientes, parceiros de negócio e possíveis investidores.


GLOSSÁRIO TERMOS TÉCNICOS Caderneta Predial Documento

proprietários e a existência de hipoteca ou

emitido

pela

respectiva

qualquer outro ónus constituído.

repartição de finanças com a inscrição da inscrição matricial em vigor do prédio, do

Conservatória do Registo Predial

edifício ou da fracção autónoma, identifica a

Repartição

sua localização, a composição, a área, o

incumbência de tutelar o registo dos

proprietário e o valor patrimonial tributável.

prédios

Sempre que seja necessário efectuar um

determinada

registo na Conservatória do Registo Predial é

conservatória

solicitada a apresentação da caderneta predial actualizada pelo Serviço de Finanças. Trata-se do Número de Contribuinte do imóvel.

pública

urbanos área

que e

tem

rústicos geográfica.

dispõe

de

a em A

uma

descrição completa de cada prédio a nível físico, económico e fiscal. CONTRATO PROMESSA Convenção mediante a qual alguém

Certidão de Teor

se obriga a celebrar certo contrato. A

Documento emitido pela Conservatória do

promessa respeitante à celebração

Registo Predial que permite verificar a

de contrato para o qual a lei exija

situação em que o imóvel se encontra,

documento, quer autêntico quer

Com o pedido de Certidão de Registo

particular, só vale se constar de

Predial – Prédio não Descrito pretende-se

documento assinado pela parte que

saber se o prédio que se identifica com

se vincula ou por ambas, consoante

todos os elementos dele constantes, está

o

ou

bilateral.

não

registado

designadamente

a

e,

estando,

indicação

dos

contrato

seja

unilateral

ou


Ficha técnica de Habitação

O Certificado Energético é válido por um

Energético

período de 10 anos. Caso tenha o seu

A FTH é um documento descritivo das

imóvel arrendado e o locatário não

características técnicas e funcionais de um prédio urbano para fim habitacional,

pretenda desocupar sua propriedade; não

reportadas ao momento da conclusão das

existe

obras

requerer o Certificado Energético.

de

ampliação

construção, ou

reconstrução,

alteração

do

qualquer

obrigação

legal

em

mesmo.

A FTH foi criada pelo Decreto-Lei n.º 68/2004, de 25 de Março, e o seu modelo

O Decreto-lei 80/2006 de 4 de Abril, surge

aprovado pela Portaria n.º 817/2004, de 16

no seguimento da Directiva nº 2002/91/,

de Julho, com o intuito de reforçar os

na qual é imposto aos Estados membros a

direitos dos consumidores à informação e

adopção e actualização periódica dos

protecção dos seus direitos económicos, no

regulamentos relativos ao desempenho

âmbito da aquisição de prédio urbano para habitação,

bem

como

promover

energético dos edifícios. O Decreto-lei

a

transparência do mercado.

80/2006, estabelece as regras a observar

A existência da FTH é obrigatória para os

em edifícios de habitação ou de serviços

prédios construídos e, para os quais, o

sem sistemas de climatização centralizados

requerimento para a emissão da licença de

de modo a que:

habitação haja sido apresentado após 30 de Março de 2004, não se aplicando, no entanto, aos prédios edificados antes da

entrada em vigor do Regulamento Geral das

Edificações

Urbanas

As exigências de conforto térmico (quer de Inverno quer de verão) possam vir a ser

(R.G.E.U.),

aprovado pelo DL n.º 38 382, de 7 de

satisfeitas sem grande dispêndio de

Agosto de 1951, mesmo que os mesmos

energia.

tenham sido submetidos a obras de reconstrução, ampliação ou alteração, posteriormente a essa data.

Sejam minimizadas as situações patológicas nos elementos de construção provocadas pela ocorrência de

Certificado

condensações superficiais. A partir de 1 de Janeiro 2009, qualquer

fracção

habitação

ou

existente, arrendada,

destinada

serviços

nova

transaccionada deverá

Certificado Energético.

dispor

a

Em Portugal a aplicação e cumprimento

ou

deste Decreto-lei, tem vindo a ser faseada,

ou

sendo que a última fase tem aplicação a

dum

partir de 1 de Janeiro de 2009, data a partir da qual é obrigatória a Certificação Energética:


Para obter a autorização de utilização em

calculado com base num valor de

edifícios novos.

referência).

Para reabilitações importantes de edifícios existentes (custo>25% do custo edifício

Na locação ou venda de edifícios de habitação e de serviços existentes (validade do certificado: máximo 10 anos).



dossier