Page 1

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

SÃO CARLOS, l Esp e ci a

Junho/Julho 2017

Ed ição

A CAPITAL DA TECNOLOGIA RECEBE A

BEATRICE FONTOURA

JOVEM, BRASILEIRA, ANTENADA E CIDADÃ DO MUNDO.

OS CAMINHOS DA LEGISLAÇÃO

SOBRE OS DIREITOS DO ESTAGIÁRIO E DO JOVEM APRENDIZ

E MAIS!

TODOS OS SONS Banda Magnólia

MELHOR EVITAR Os perigos da exposiçao em redes sociais.

CAIU NA REDE Henrique Grosse, fenômeno no You Tube. www.revistapontojovem.com.br

1


Baixe o aplicativo e conheça a programação.

c a ixa .go v. br/ cu lt u r a 2

PONTO JOVEM


EMOÇÃO É UM ESPETÁCULO QUE ACONTECE DENTRO DE VOCÊ. A CAIXA Cultural São Paulo está sediada em um prédio tombado pelo patrimônio histórico, localizado no coração da cidade, a Praça da Sé. Possui museu, galerias de arte, oficina de arte-educação e espaços multiúso.

DEIXE A CULTURA TE EMOCIONAR. VISITE A CAIXA CULTURAL SÃO PAULO.

www.revistapontojovem.com.br

3


4

PONTO JOVEM


www.revistapontojovem.com.br

5


Editorial

Insistir, Persistir ou Desistir Para onde nossas escolhas nos levam?

Há algum tempo, publicamos em nossa fanpage a ilustração que encerra este editorial e observamos que dentre todas nossas postagens até então, esta foi a que obteve o maior número de curtidas e compartilhamentos. Sempre acreditamos que todos os seres humanos, especialmente os mais jovens ou aqueles em situação de vulnerabilidade emocional precisam de acolhimento, respeito e incentivo para seguirem adiante em seus projetos de vida e as palavras motivacionais costumam servir como um trampolim para novos momentos que conduzem a uma mudança de rumo ou de rota. Pensando na receptividade obtida pela imagem da ilustração, reunimos as três palavras mágicas capazes de mudar um destino e que já foram cantadas e decantadas centenas de vezes por pensadores e poetas de todas as épocas; Insistir, Persistir ou Desistir? Quando é necessário que uma delas tome a dianteira de nossas vidas e nos conduza para um vale ou para uma montanha? Mahatma Gandhi, um dos grandes mestres da humanidade nos diz o seguinte “Quem sabe concentrar-se numa coisa e INSISTIR nela como único objetivo, obtém, ao fim e ao cabo, a capacidade de fazer qualquer coisa.”.

Para Calvin Coolidge, trigésimo presidente dos Estados Unidos a PERSISTENCIA era a espinha dorsal da humanidade ao afirmar que “Nada no mundo se compara à persistência. Nem o talento; não há nada mais comum do que homens malsucedidos e com talento. Nem a genialidade; a existência de gênios não recompensados é quase um provérbio. Nem a educação; o mundo está cheio de negligenciados educados. A persistência e determinação são, por si sós, onipotentes. O slogan “não desista” já salvou e sempre salvará os problemas da raça humana” e seguindo na mesma linha, Edward Eggleston, historiador americano finaliza ensinando que “pessoas persistentes começam seu sucesso onde os outros terminam com fracasso” Bill Gates, o homem mais rico do planeta e que começou sua vida empresarial sendo oriundo da classe média tornando-se um guru da era contemporânea, seguido, cultuado e incensado por milhares de pessoas no mundo todo, é incisivo quando se trata da importância de não DESISTIR diante das dificuldades, ao recomendar que “Tente uma, duas, três vezes e se possível tente a quarta, a quinta e quantas vezes for necessário. Só não desista nas primeiras tentativas, a persistência é amiga da conquista. Se você quer chegar aonde a maioria não chega, faça o que a maioria não faz.” A história da humanidade está repleta de exemplos de homens que optaram por deixar suas vidas marcadas como símbolos da não desistência diante das adversidades, apesar do cansaço, da exaustão ou do desânimo momentâneo porque segundo a jornalista Marilyn Vos Savant “Ser derrotado é frequentemente somente uma condição temporária. Desistir é o que a torna permanente”. Desejamos que você, caro leitor, estando em qualquer situação de desânimo, possa se lembrar de que vencedores são aqueles que continuam insistindo e persistindo mesmo quando todas as condições lhe são adversas, e já que hoje foi um dia de exemplos e citações, fica a dica do nosso poeta Paulinho da Viola em sua linda canção Argumento “Faça como um velho marinheiro Que durante o nevoeiro Leva o barco devagar” Boa sorte, boa leitura! Um abraço Dema de Francisco Editor

6

PONTO JOVEM


Carta Aberta ao jovem estudante que nos visita Chegamos! E estamos iniciando uma longa viagem rumo ao universo do conhecimento, da educação, das descobertas, das trocas de experiências, do enriquecimento cultural, da transformação, do envolvimento e das escolhas presentes que se refletirão ao longo do futuro individual e coletivo de todos os que passarem por aqui. Para que esta viagem se tornasse a mais agradável possível, fomos buscar nas principais instituições educacionais do país, os parceiros especiais que confiando em nosso trabalho, se juntaram a nós nessa empreitada para que São Carlos e região pudesse receber a Feira Super Teens Estudantes. Foi um longo caminho até agora, muitas preocupações, muitas horas de trabalho, de dedicação, de insônia e também de sonhos, iguais aos seus, caro jovem estudante que veio nos visitar buscando uma direção para seu futuro profissional ou sua realização pessoal. Com os parceiros expositores que estão conosco, não foi diferente. Houve em cada um deles e de seus representantes, a preocupação e o empenho em oferecer-lhe o melhor para que o seu futuro possa ser mais fácil, mais leve e mais tranquilo. Em cada uma das atividades da Feira, esteja certo de que o pensamento de todos foi em prol que você pudesse encontrar neste evento, um lugar de aconchego e também de ampliação dos seus horizontes. A partir desta edição, todos os anos estaremos de volta, de braços e portas abertas aguardando a sua visita e prometemos recebe-lo com todas as honras. Não se aflija para o vestibular, para o Enem, nem se angustie se estiver em dúvida sobre qual carreira seguir. Aos dezessete anos ainda é muito cedo para você decidir e definir sobre toda sua vida. Mantenha o seu coração leve. Todos nós já passamos por isso. E justamente por essa razão estamos aqui para ajuda-lo a fazer essa travessia da maneira mais suave possível. Enquanto isso celebre os bons momentos, o encontro com os amigos, o abraço carinhoso de seus pais, a alegria da sua turma de classe, o seu professor preferido. Celebre a simplicidade, as descobertas, ande com os pés no chão e a cabeça no mundo da lua. Sonhe! Sorria! Vá à luta, faça planos, trace suas metas, estude, divirta-se e deixe seu crescimento ser algo natural. Enfrente seus medos, vença seus temores, surpreenda a si próprio em novos desafios. Não se acomode. Construa sua história a partir deste momento. Hoje, com a Feira Super Teens, nós lhe entregamos a chave para o seu futuro. Não se atemorize. Ela abre todas as portas! E tem gravado nela a palavra capaz de mudar o mundo: educação! Boa viagem ao mundo do conhecimento. Com carinho, Leda Maria Nogueira Bednarski Diretora de Relações Institucionais da Feira Super Teens Estudantes www.revistapontojovem.com.br

7


16

Beatrice Fontoura MELHUR EVITAR

24

Cyberbullying PAPO DE HOMEM

32

Oh dúvida cruel SEUS DIREITOS

40

Os Caminhos da Legislação MADE IN BRAZIL

46

Um Brasileiro em Harvard PARAÍSOS BRASILEIROS

Curitiba

TODOS OS SONS

sumário

BELAS E FERAS

50

58

Banda Magnólia CAIU NA REDE

64

Fenômeno do YouTube FAZENDO HISTÓRIA

68

INTERVALO POÉTICO

26, 44, 73

Débora Queiroz

Autora Homenageada - Ana Cristina César

l Esp e ci a

Junho/Julho 2017

Ed ição

8

PONTO JOVEM


Ed ição

A CAPITAL DA TECNOLOGIA RECEBE A

BEATRICE FONTOURA

JOVEM, BRASILEIRA, ANTENADA E CIDADÃ DO MUNDO.

OS CAMINHOS DA LEGISLAÇÃO

SOBRE OS DIREITOS DO ESTAGIÁRIO E DO JOVEM APRENDIZ

E MAIS!

TODOS OS SONS Banda Magnólia

MELHOR EVITAR Os perigos da exposiçao em redes sociais.

CAIU NA REDE Henrique Grosse, fenômeno no You Tube.

Expediente

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

SÃO CARLOS, l Espe cia

Junho/Julho 2017

EDITOR Dema de Francisco MTB 75409-SP dema@revistapontojovem.com.br EDITORA CHEFE E DIRETORA DE REDAÇÃO Viviani Alves MTB 54636-SP vivi@revistapontojovem.com.br TELEVISÃO, CINEMA E MATÉRIAS ESPECIAIS Colaboração : Alexandre Novaski alexandre@revistapontojovem.com.br CONTROLE OPERACIONAL Leandro Oliveira leandro@defrancisco.com.br PORTAL DE NOTICIAS E EDIÇÕES ONLINE TrinityWeb www.trinityweb.com.br thiago@trinityweb.com.br PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: Blu Artes Studio bluartes@gmail.com CONSELHO EDITORIAL Dulce Muniz Débora Cecília Carnevalli Santos Roberto Ascar Leda Maria N. Bednarski COMERCIAL E MARKETING Lauro dos Santos Junior junior@defrancisco.com.br Helena Maria de Almeida helena@defrancisco.com.br DE FRANCISCO EDITORA E EVENTOS LTDA. www.revistapontojovem.com.br (11) 2769-7651

A revista PONTO JOVEM é uma publicação bimestral da De Francisco Editora e Eventos, e sua distribuição é gratuita através de pontos estratégicos nas principais capitais e cidades brasileiras, incluindo teatros, escolas, universidades, academias, condomínios residenciais e comerciais, eventos e também através de mailing especial. Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade dos articulistas. “É permitido a reprodução total ou parcial de qualquer matéria sem prévia autorização por escrito desta editora, desde que citada a fonte”.

Sua opinião é muito importante para nós. Por favor, envie-nos seus comentários, críticas, opiniões ou sugestões para

contato@revistapontojovem.com.br que teremos prazer em responder-lhe.

Para sugestão de pauta ou indicação de matérias, entre em contato com nossa redação através do e-mail: redacao@revistapontojovem.com.br

ASSESSORIA E CONSULTORIA JURÍDICA Achcar Advogados Dr.Antonio Roberto Achcar achcar-advogados@uol.com.br

Siga-nos também nas redes sociais:

RELAÇÕES INSTITUCIONAIS

Linked in: Revista Ponto Jovem

Leda Maria Nogueira Bednarski

Twitter: @revistapontojov

facebook.com/revistapontojovem

www.revistapontojovem.com.br

9


10

PONTO JOVEM


OS MELHORES ESTÃO AQUI... Agradecemos a todos os Expositores e Parceiros de 2017 Patrocínio

Expositores

Parceiros

Faculdades, Universidades, Empresas e Cursos Antecipem-se! Reservem suas vagas como Expositores para 2018 Em 2018 estaremos de volta. Esperamos você!

Diretores de Colégios e Coordenadores Escolares

Inclua a Feira Super Teens no Calendário de Eventos externos do seu Colégio - Programe antecipadamente as excursões de seus grupos de visitação com ônibus gratuitos Informações e Reservas: contato@revistapontojovem.com.br Fone (11) 2769-7651 www.feirasuperteens.com.br www.revistapontojovem.com.br


CAMPUS FRANCE BRASIL

ESTUDE NA FRANÇA brasil.campusfrance.org

BRASIL

12

PONTO JOVEM


França oferece oportunidades para estrangeiros em universidades tradicionais e de baixo custo Não há diferenças nas taxas pagas por franceses e estrangeiros. Brasileiros podem se candidatar a mais de 200 programas de bolsas. A França é o país mais visitado do mundo – ela recebe, todos os anos, mais de 80 milhões de turistas. Além da Torre Eiffel, do Arco do Triunfo, dos castelos, da costa mediterrânea, dos queijos e dos vinhos, os franceses também têm orgulho de outra tradição, que nem sempre é notada pelos turistas: a excelência de suas universidades. O governo francês procura manter o alto nível das instituições de ensino superior - são mais de 80 universidades públicas em todo o país, com o mesmo padrão de excelência. A maior parte dos estudantes universitários na França está em instituições públicas. A administração federal toma a seu cargo 90% do custo do ensino e não há distinção entre estudantes franceses e estrangeiros. Ou seja: os brasileiros pagam as mesmas taxas e têm as mesmas isenções e direitos que os estudantes franceses. Você já pensou em estudar na França? Os interessados encontram todas as informações sobre o calendário, o procedimento de candidatura, os diplomas e até as possibilidades de bolsas de estudos no site do Campus France Brasil (www.brasil.campusfrance.org). Logo na homepage, é possível acessar três catálogos: o primeiro oferece opções de escolas de francês na França, o segundo é para encontrar financiamentos e bolsas e o terceiro, para escolher o curso de ensino superior (graduação, pós, doutorado e formações em inglês).

Alta no número de candidaturas individuais A França é o terceiro país mais procurados por estudantes em mobilidade universitária, sendo o primeiro destino de país não-anglófono. Todos os anos, cerca de 300 mil estudantes internacionais são acolhidos pelas universidades e outras instituições de ensino superior francesas. Cerca de 4 mil brasileiros viajam para a França a cada ano para estudar. Em 2016, o número

de candidaturas individuais (sem vínculo com universidades brasileiras) para graduação e pósgraduação, registrou alta de 60% em comparação com o ano anterior, mesmo em um contexto de redução da mobilidade universitária internacional.

Benefícios para brasileiros O custo baixo dos estudos na França é um dos principais fatores de escolha dos alunos estrangeiros. Para estudar em uma universidade francesa, o aluno de graduação é isento de qualquer tipo de mensalidade e paga apenas uma taxa de matrícula de aproximadamente 200 euros por ano. Para cursar uma especialização, o custo anual é de 270 euros. Outra vantagem é que, com o visto de estudante, é possível trabalhar meio período. Os alunos das instituições francesas têm acesso a restaurantes universitários, auxílio-moradia e planos especiais para transporte. Além disso, os brasileiros que vão para a França podem se candidatar a mais de 200 programas de bolsas.

Sobre o Campus France Presente em mais de 110 países, Campus France é a agência governamental francesa responsável pela promoção do ensino superior, o acolhimento e a mobilidade internacional. A agência é ligada aos ministérios franceses da Educação e das Relações Exteriores. No Brasil, está vinculada ao Serviço de Cooperação e de Ação Cultural da Embaixada da França. O Campus France Brasil oferece orientação personalizada e gratuita aos interessados em estudar na França e também centraliza o procedimento de candidatura para grande parte das universidades do país europeu. Para acompanhar as atividades da agência, acompanhe o site e suas páginas nas redes sociais. www.revistapontojovem.com.br

13


VESTIBULAR 2017 2º Semestre

INSCREVA-SE LABORATÓRIOS EQUIPADOS

100 DE ATÉ

%

INSCRIÇÃO GRATUITA • PROVA DIA 01/07 • INSCRIÇÕES ATÉ DIA 29/06 14

PONTO JOVEM


HUMANAS

EXATAS

• Administração

• Agronegócio

• Ciências Contábeis

• Agronomia

• Direito

• Engenharia Ambiental e Sanitária

• Letras: Língua Portuguesa

• Engenharia Civil

• Letras: Português/Inglês

• Engenharia de Produção

• Logística

• Engenharia Química

• Pedagogia

• Matemática

• Segurança do Trabalho

• Química

• Serviço Social

BIOLÓGICAS • Biomedicina

• Farmácia

• Odontologia

• Ciências Biológicas

• Fisioterapia

• Psicologia

• Educação Física

• Fonoaudiologia

• Radiologia

• Enfermagem

• Medicina Veterinária

• Zootecnia

universidadebrasil.edu.br/vestibular Campus Descalvado (19) 3593-8500

/universidadebrasilbr /universidadebrasiloficial

Atendimento via chat: universidadebrasil.edu.br Av. Hilário da Silva Passos, 950 Parque Universitário • Descalvado/SP www.revistapontojovem.com.br

*Para cursos presenciais exceto Medicina e Odontologia

15


belas & feras FOTOS: LEONARDO RODRIGUES

BEATRICE FONTOURA Jovem, brasileira, antenada e cidadã do mundo. Ela já esteve e já desfilou nas principais passarelas do mundo, porém jamais se esqueceu de suas raízes brasileiras, nem de suas lutas e aspirações pessoais. Inquietude é a palavra chave que move a vida dessa moça, bela por natureza e fera na arte de enfrentar e superar desafios em busca da realização 16

PONTO JOVEM

pessoal e ela nos conta, em primeira pessoa, um pouco de tudo o que viveu e do que espera para o seu futuro. Beatrice representa o perfil dos jovens de sua geração: destemidos e lutadores, não temem o futuro. Empenhamse em realiza-lo, e para isso, ultrapassam as inúmeras barreiras diárias.


Sobre a carreira de Direito: Eu sempre acreditei nas coisas corretas, bem feitas. Desde pequena as injustiças mexem comigo, mesmo entendendo que elas fazem parte do nosso cotidiano. Se eu não tenho o poder de mudar o mundo, posso ao menos fazer a minha parte e mudar parte dele. Daí vem o sonho de ser advogada. Estou cursando o quinto período porque tive que trancar a faculdade algumas vezes para conciliar meus compromissos como miss com os estudos, mas agora estou firme e coloco a minha formação como prioridade total na minha vida. Ainda tenho dúvida se irei me especializar em criminalística ou direito internacional. Seja qual for a minha escolha, meu foco será a luta pelo respeito aos direitos humanos. Também sou empresária. Juntei dinheiro quando trabalhava como modelo no exterior e investi em uma loja de roupas para crianças em Goiânia, que hoje é administrada por mim com a ajuda da minha mãe. Estou presente e dou a palavra final em todas as decisões relativas aos negócios.

Minha carreira de modelo: Sempre sonhei com o glamour, as viagens, as capas de revistas prometidas pela carreira de modelo. Quando tinha 14 anos tomei coragem e aceitei o convite de uma agência para trabalhar fora do país. Morei durante muito tempo nos Estados Unidos. Todo esse glamour a gente só vê mesmo na hora em que a foto sai na revista (risos). É trabalho duro, competitivo e muitas vezes desleal. Temos que estar atentas todo o tempo para as diversas armadilhas que aparecem no caminho. Mas com empenho, dedicação e cabeça no lugar, vale muito a pena. Eu participei de um reality do Discovery Channel, “A Model Life”, que foi visto em todo o planeta, fui capa de revistas em diversos países e fiz campanhas importantes. Tenho orgulho do meu trabalho. Cada sacrifício valeu a pena, porém nunca me esqueço de que já morei em apartamento de agência, dividindo ambiente www.revistapontojovem.com.br

17


18

PONTO JOVEM


com mais de 10 modelos, passei perrengue, sofri desconforto. Mas tudo isso me ensinou a correr atrás das minhas coisas e me virar sozinha. Tudo isso fez e faz parte do meu processo de crescimento.

Beleza pelo Bem: “Todos contra a Hanseníase”

Mundo Miss:

Ajudei a Vila São Cottolengo, em Goiás, conseguindo mantimentos e cestas básicas que a instituição tanto necessita para ajudar muitas pessoas. Como Miss Brasil, me tornei embaixadora da causa “Todos Contra a Hanseníase”, junto à ONG Morhan. Em visita ao Piauí, falei com representante do governo estadual, visitei escolas e entidades que lutam contra a doença no Brasil. Com as crianças em comunidades, converso abertamente falando sobre a importância de se fazer o exame de pele. Apenas em uma visita, duas delas foram detectadas com a doença em estágio inicial. Quando isso acontece, a família é encaminhada a um posto de saúde e recebe tratamento gratuito. Vidas são literalmente salvas com estas ações. O que me entristece é que a mídia muitas vezes prefere ignorar esta doença que coloca o Brasil em segundo lugar no número de causas, atrás apenas da Índia.

Mesmo fazendo sucesso como modelo, sentia que era hora de voltar ao Brasil e correr atrás de outro sonho: ser Miss Brasil. Com 24 anos fui eleita Miss Goiânia e Miss Goiás da versão Miss Universo. Participei do concurso Miss Brasil realizado pela Band, que aconteceu em Fortaleza, e fiquei em quarto lugar. Ganhou a “dona da casa”, Miss Ceará. Não saí feliz, e não por conta do resultado, que foi muito bom, mas por diversas coisas que a gente vê e fica sabendo. Sabe quando você sente que era para ter sido diferente e que você deveria ter ido mais longe? Saí tão decepcionada que jurei nunca mais participar em concursos de beleza. Dois anos depois, porém, fui convidada a participar do Miss Goiás da versão Miss Mundo. Para quem não sabe, existem dois grandes concursos: Miss Universo e Miss Mundo. Apesar do Miss Universo ser mais popular nas Américas, dada a influência cultural norteamericana no nosso país, na maior parte do planeta é o Miss Mundo que domina. Para se ter uma ideia, no Miss Mundo são 120 países e territórios que competem, no Miss Universo este número jamais chegou a 90. Pesquisei e me encantei com um diferencial do evento: o “Beleza pelo Bem” (Beauty With a Purpose). Todas as candidatas realizam ações sociais, de fato usando a beleza para fazer a diferença nas vidas daqueles que mais necessitam. Resolvi participar e venci o Miss Goiás Mundo e o Miss Brasil Mundo. Apesar do concurso não ter a mesma visibilidade no Brasil que o Miss Universo tem, lá eu me senti em casa. Somos muito bem tratadas e a organização é transparente em todos os momentos. Participei do Miss Mundo, nos Estados Unidos, onde vivi meu grande sonho: representar o Brasil no maior evento de beleza do planeta. Fui uma das 10 finalistas, com muito orgulho. Hoje viajo pelo Brasil participando das eleições regionais do concurso e sempre como embaixadora do Beleza Pelo Bem.

Planos para o futuro: Irei coroar a próxima Miss Goiás em junho, e a nova Miss Brasil Mundo no dia 12 de agosto. Depois disso continuarei firme com os meus estudos e seguirei cuidando da minha empresa. Algo que o mundo miss despertou em mim, e dizem que eu tenho talento para tal, é a vontade de ser apresentadora de eventos, e porque não, de um programa de televisão. Apresentei recentemente o Miss Anápolis e o Miss Brasília. Senti-me muito bem e colhi diversos elogios! É mais um desafio e algo que quero tentar. Até hoje, transformei todos os meus sonhos em realidade. E não duvido que um dia serei uma apresentadora conhecida e respeitada pela qualidade do meu trabalho porque sou determinada o bastante para correr atrás dos meus sonhos. E torço para que você também corra atrás dos seus, porque sem esse movimento incessante de buscar o crescimento pessoal em todos os sentidos, a vida fica incompleta. www.revistapontojovem.com.br

19


20

PONTO JOVEM


www.revistapontojovem.com.br

21


22

PONTO JOVEM


Quem somos

Com uma história de sucesso, marcada por conquistas e credibilidade, nos consolidamos como uma Escola diferenciada, que se destaca como referência em educação e formação em São Carlos e região. Nossa trajetória começou em 1957 a partir da idealização dos alunos da USP – São Carlos que construíam o Centro Acadêmico Armando de Sales Oliveira. Nosso projeto visa oferecer um ensino de qualidade a valores acessíveis à população de São Carlos e contribuir com a formação crítica e humana dos nossos alunos. A valorização do indivíduo como agente transformador da realidade norteia a Proposta Pedagógica e o trabalho diário do corpo docente e de funcionários do Colégio. Por sermos uma Escola sem fins lucrativos, todo o nosso esforço é direcionado ao estudante para serem pessoas cada vez mais éticas, autônomas e humanas.

Proposta Pedagógica

Entendemos que cabe à escola propiciar aos seus alunos condições para o desenvolvimento de competências básicas necessárias não somente para o desempenho de atividades profissionais, mas também para o exercício da cidadania. Isso é proposto com o intuito de assegurar que todos desenvolvam e ampliem suas habilidades e competências, de modo a minimizar as desigualdades sociais. Frente à realidade com a qual a escola se depara atualmente, é desejável que ela propicie ao educando desenvolver suas capacidades de continuar aprendendo. Romper com a visão simplista e tradicional que professores e alunos possuem em relação à metodologia de ensino, com o objetivo de superação do senso-comum. Ler, entender, interpretar, criticar e produzir textos das diversas áreas do conhecimento; compreendendo “texto” na sua diversidade de formas e modos de expressão. Observar Ciência e Cultura como produção humana e histórica de interpretação do mundo, exercendo nele interferência positiva ou negativa, sendo seu desenvolvimento um transformador sóciopolítico e ambiental. Desenvolver o método científico de investigação em todas as áreas do conhecimento, propondo situações que levem o aluno a construir o conhecimento. www.revistapontojovem.com.br

23


MELHOR EVITAR FOTOS: RETIRADAS DAS REDES SOCIAIS

CYBERBULLYING: OS PERIGOS DA EXPOSIÇAO EM REDES SOCIAIS NÃO CAIA EM ARMADILHAS VIRTUAIS. 24

PONTO JOVEM


Em maio de 2012, o Brasil foi sacudido por um dos casos mais emblemáticos e rumorosos até então envolvendo um crime virtual. A vítima, a atriz Carolina Dieckman teve seu computador invadido, de onde foram roubadas 36 fotos íntimas. Os hackers, do interior de São Paulo e de Minas Gerais, passaram a exigir o pagamento de dez mil reais para apagarem as imagens. Sem se intimidar, a atriz resolveu enfrentar a situação de “frente” e numa postura corajosa e destemida, registrou queixa numa delegacia especializada em crimes virtuais autorizando imediatamente a divulgação de sua empreitada para não se submeter à chantagem. Isso assustou os hackers que desistiram da ação criminosa e foram descobertos e presos algum tempo depois. Esse fato fez o Congresso Nacional prestar atenção num antigo projeto contra crimes virtuais que “dormia” nas gavetas desde a década de 90, quando a Internet ainda era um terreno em expansão. Em dezembro do mesmo ano de 2012, foi então sancionada a Lei Federal 12.737 que alterou o código penal e passou a punir crimes eletrônicos ficando conhecida como Lei Carolina Dieckman. A partir de então a sociedade brasileira passou a ter um novo olhar para as atrocidades cometidas através dos teclados de computadores que se espalham pelo mundo. A internet, fenômeno da era moderna, trouxe consigo benefícios incalculáveis e malefícios insondáveis, apontando para novos métodos criminosos, impensados até então. As pessoas que navegam diariamente pelas redes sociais, normalmente se esquecem de que a privacidade, ali, é um território inexistente e que tudo o que for publicado ou postado poderá ser acessado e visto livremente de uma ponta à outra do planeta.

É como se você iniciasse um passeio por um interminável labirinto e só encontrasse a saída depois de muita peleja. Anônimos ou famosos, jovens ou velhos, crianças e adolescentes no Brasil e no mundo tem se tornado vítimas frágeis e cada vez mais frequente de toda sorte de chantagens, abusos e trolagens, mostrando que no campo virtual todo mundo é igual e, portanto sujeito às mesmas armadilhas. Nunca é demais recomendar que você tenha cuidado com as fotos que posta, com os termos que usa, com os comentários que faz, com a maneira que se comporta diante das redes sociais, de forma que sua intimidade seja preservada. Aquilo que for importante ou significativo para você, como certos momentos íntimos, guarde apenas para você. Contenha o desejo de compartilhar a sua felicidade momentânea com o mundo todo porque isso pode se transformar num transtorno absurdo.

Às vezes, piadas ou brincadeiras aparentemente sem propósitos se transformam em crimes, como o ocorrido com a adolescente inglesa Natasha MacBryde que aos 15 anos foi vítima de dois crimes virtuais. O primeiro, ainda em vida , quando sofreu um ataque cruel e desumano de seus colegas de escola, que através das redes sociais da internet, usavam os termos mais baixos contra ela pelo simples fato de gostar de andar maquiada e por ser gentil e amorosa, ter conquistado a admiração e a simpatia dos professores; Ela sofreu o chamado “cyberbulling” de uma forma tão arrasadora, que não resistiu e acabou por cometer suicídio. Abalados com a morte da filha, os pais resolveram então homenagea-la criando uma página no Facebook e Natasha, já morta, foi então vítima do segundo crime virtual. Sem nunca tê-la conhecido em vida ou ter convivido com a família, Sean Duffy, um www.revistapontojovem.com.br

25


Intervalo Poético

SETE CHAVES Ana Cristina César

Vamos tomar chá das cinco e eu te conto minha grande história passional, que guardei a sete chaves, e meu coração bate incompassado entre gaufrettes. Conta mais essa história, me aconselhas Como um marechal- do- ar fazendo alegoria. Estou tocada pelo fogo. Mais um roman à clé? Eu nem respondo. Não sou dama nem mulher moderna. Nem te conheço. Então: É daqui que eu tiro versos, desta festa – com arbítrio silencioso e origem que não confesso- como quem apaga seus pecados de seda, seus três monumentos pátrios, e passa o ponto e as luvas.

Sobre a Autora Ana Cristina César, é a autora homenageada desta edição. Filha do sociólogo e jornalista Waldo Aranha Lenz Cesar e de Maria Luiza Cruz, Ana Cristina nasceu em uma família culta e protestante de classe média. Tinha dois irmãos. Antes mesmo de ser alfabetizada, aos seis anos de idade, já ditava poemas para sua mãe. Em 1969, Ana Cristina Cesar viajou à Inglaterra em intercâmbio e passou um período em Londres, onde travou contato com a literatura em língua inglesa. Quando regressou ao Brasil, dedicou-se a escrever e a traduzir, entrando para a Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), aos dezenove anos. Começou a publicar poemas e textos de prosa poética na década de 1970 em coletâneas, revistas e jornais alternativos. Seus primeiros livros, Cenas de Abril e Correspondência Completa, foram lançados em edições independentes.. Em suas obras, Ana Cristina Cesar mantém uma fina linha entre o ficcional e o autobiográfico. Armando Freitas Filho, poeta brasileiro, foi o melhor amigo de Ana Cristina Cesar, para quem ela deixou a responsabilidade de cuidar postumamente das suas publicações. O acervo pessoal da autora está sob a tutela do Instituto Moreira Salles. A família fez a doação mediante a promessa de os escritos ficarem no Rio de Janeiro. Morreu de forma trágica aos 31 anos e deixou uma obra de característica muito marcante onde sua vida tumultuada é exposta sempre com muita verdade. Os poemas desta edição fazem parte do livro A Teus Pés.

26

PONTO JOVEM


rapaz de 25 anos invadiu a página no dia das mães e postou comentários ofensivos à memória da adolescente e à sua família; Descoberto, foi condenado a prestar serviços comunitários. Tempos atrás, um jovem programador britânico de apenas 18 anos criou um site capaz de reunir e cruzar varias informações das redes sociais e montou um painel informativo a ponto de assombrar a mais cuidadosa das pessoas. O site We Know what you’re doing (em tradução literal –

“nós sabemos o que você está fazendo”) reúne informações públicas dos usuários do Facebook, do Foursquare e de outras redes sociais e mostra tudo, ou até mais do que deveria da vida das pessoas. E não adianta reclamar de invasão de privacidade porque tudo o que está lá, são informações públicas, ou seja, foi você mesmo quem permitiu que vasculhassem sua vida, soubessem o que você pensa, conhecessem os caminhos que você segue, o que costuma fazer e tudo o que confidencia a seus “amigos virtuais”, ao postar em suas redes sociais.

A regra é simples. • Se for importante, guarde para você! • Se for segredo, não compartilhe! • Se quiser privacidade, não permita que ninguém tire fotos de sua intimidade, e nem as publique. • A pessoa que hoje está próxima e desfruta da sua companhia, amanhã pode se valer de fotos ou informações confidenciais para achaca-lo publicamente. • Não há lei que possa evitar tragédias como a ocorrida com Natasha MacBryde, mas a cautela, o zelo e o cuidado podem evitar dissabores e sofrimento. • Domine sua vontade de expor sua intimidade ao planeta, porque isso depende unicamente de você e nesse caso, você pode evitar!

www.revistapontojovem.com.br

27


FORMANDO A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP) foi fundada em 1893 por abolicionistas republicanos, que pensavam a industrialização como o futuro do Estado de São Paulo e viram a necessidade de ter uma instituição que apoiasse a formação de pessoas e o desenvolvimento de tecnologia para esse processo. Referência nacional, a Poli é considerada a mais completa escola de Engenharia da América Latina. A maioria de suas atividades é realizada na Cidade Universitária, em São Paulo, onde ocupa nove prédios em um total de 150 mil metros quadrados de área construída. Oferece também curso no campus de Santos, no litoral paulista. A comunidade da Poli conta com cerca de 460 professores, 500 funcionários, 5 mil alunos de graduação e 1,9 mil alunos de pós-graduação. A Escola está organizada em 15 departamentos, responsáveis pelas atividades de ensino, pesquisa, cultura e extensão de serviços à comunidade. Oferece 17 cursos de graduação – dois deles realizados em cooperação com empresas, em módulos quadrimestrais: Engenharia de Computação e Engenharia Química (veja tabela).

GRADUAÇÃO NA ESCOLA POLITÉCNICA DA USP • Engenharia Ambiental • Engenharia Civil • Engenharia de Computação (quadrimestral) • Engenharia de Materiais e Engenharia Metalúrgica • Engenharia de Minas • Engenharia de Petróleo • Engenharia de Produção

• Engenharia Elétrica – ênfases em Automação e Controle, Computação, em Energia e Automação Elétricas, Eletrônica e Sistemas, e Telecomunicações • Engenharia Mecânica • Engenharia Mecatrônica • Engenharia Naval • Engenharia Química (quadrimestral)

Mais informações sobre a Poli na Internet – www.poli.usp.br 28

PONTO JOVEM


ENGENHEIROS E LÍDERES Formação ampla, oportunidades no exterior e contato com o mercado A formação dos futuros engenheiros pela Poli é pensada de forma ampla. Além dos aspectos técnicos-científicos da carreira, a Escola oferece uma formação focada na cidadania, estimulando seus alunos a desenvolverem projetos de caráter social por meio do programa Poli Cidadã. O currículo é flexível e interdisciplinar, para oferecer a visão mais ampla possível aos politécnicos, e também formar profissionais capazes de atuar na solução de problemas complexos da sociedade. A Poli desenvolve um programa próprio de iniciação científica, estimulando os alunos a trabalharem também a possibilidade de seguirem a carreira de pesquisador desde a graduação. Desde o começo de sua formação, o estudante da Poli tem contato com atividades específicas da área de Engenharia escolhida no vestibular. Podem participar de atividades extracurriculares que permitem aos alunos colocar em prática os conhecimentos obtidos em salas de aula e nas dezenas de laboratórios didáticos utilizados pelos docentes para suas aulas. A Poli tem equipes de alunos que projetam e constroem carros, aeromodelos, robôs e que participam de torneios nacionais e internacionais, conquistando prêmios de destaque. Outra iniciativa na qual podem colocar em prática o que aprendem está na Poli Júnior, associação gerida pelos estudantes que oferece serviços de consultoria e desenvolvimento de projetos para empresas e órgãos públicos, com orientação dos docentes da Escola e o aparato tecnológico disponível na Poli. Outra preocupação é a formação de engenheiros que possam atuar no mercado global. Os estudantes da Poli têm diversas oportunidades de realizar intercâmbio acadêmico no exterior, obtendo aproveitamento ou equivalência de disciplinas cursadas em universidades de outros países. Também desenvolve o programa de Duplo Diploma, pelo qual mais de 1 mil engenheiros já foram diplomados. Nessa modalidade, o estudante obtém dois diplomas, um concedido pela Poli e outro pela instituição estrangeira onde realizou parte dos seus estudos. A Poli mantém convênio com dezenas de universidades em países como Estados Unidos, Alemanha, França, Itália, Coreia e Portugal, entre outros.

A POLI AO SEU DISPOR!

A Escola Politécnica da USP conta com um serviço, desenvolvido pelo Escritório de Relacionamento, que dissemina informações sobre a Poli, seus cursos e a carreira de engenheiro. O objetivo principal deste trabalho é atrair novos talentos para os bancos da Escola, fornecendo subsídios para uma escolha acertada da carreira. Para tanto, o Escritório de Relacionamento organiza visitas monitoradas dentro da Poli, realiza palestras em escolas do ensino médio e cursinhos, na capital e interior, entre outras atividades. É um canal aberto à comunidade, que pode solicitar seus serviços por meio do telefone (11) 3091-6030 ou do e-mail relacionamento@poli.usp.br.

www.revistapontojovem.com.br

29


30

PONTO JOVEM

www.revistapontojovem.com.br

115


www.revistapontojovem.com.br

31


papo de homem FOTO: STOCKSNAP

OH DÚVIDA CRUEL: SERÁ QUE O MEU PÊNIS É NORMAL?

32

PONTO JOVEM


Segundo o Disque Adolescente, cerca de 50% dos jovens brasileiros estão insatisfeitos com o tamanho do pênis. Desde que o mundo é mundo, homens de todas as idades e especialmente os mais jovens e adolescentes, carregam sempre uma dúvida inquietante e atormentadora, aquela do “será que o dele é maior que o meu?”, ou ainda “será que o meu pênis é normal”? Esse comportamento é acentuado nas grandes cidades, onde o acesso à informação e a descoberta da sexualidade são bombardeadas exaustivamente em todos os meios de comunicação em diferentes níveis e nem sempre da forma mais adequada; Em cidades

do grande interior do Brasil, o sexo e suas variantes é algo encarado apenas como uma força da natureza, sem o apelo comercial que supostamente oferece soluções milagrosas para tudo e até pelo fato do assunto ser visto como tabu raramente esse tema é objeto de conversa entre amigos. Cada um guarda para si, seus temores e suas dúvidas. Com o advento da internet, o tema antes restrito a consultórios ou rapidamente pincelado em aulas de ciências nos colégios do país, o assunto passou a ganhar espaço nas

www.revistapontojovem.com.br

33


redes sociais e quem tem conta de e-mail certamente já teve suas caixas inundadas com irritantes anúncios de remédios e procedimentos que prometem aumentar o tamanho do pênis. Toda essa propaganda, enganosa, diga-se de passagem– só existe porque o pênis pequeno é um fantasma que assombra os homens brasileiros desde a puberdade.

Segundo levantamento realizado em 2009, utilizando dados do Disque Adolescente de São Paulo, cerca de 50% dos adolescentes estão insatisfeitos com o tamanho do pênis. Esses dados podem ser ainda maiores se enquadrarmos nesse universo, homens adultos não inseridos nessa pesquisa. O serviço da Secretaria de Saúde responde a dúvidas sobre sexualidade e recebe ligações de jovens de todo o país, normalmente com idades entre 13 e 20 anos. A experiência cotidiana dos consultórios confirma o que a compilação de dados mostrou. Mas, na maioria dos casos, a preocupação dos jovens (ou de seus pais) não se sustenta após um simples exame clínico. “Apenas 1% dos adolescentes que chegam ao consultório de urologia com dúvidas referentes ao tamanho do pênis têm, realmente, algum problema a ser diagnosticado. Em geral, são as disfunções hormonais que atrasam o desenvolvimento das características sexuais”, afirma Roni de Carvalho Fernandes, professor do Departamento de Urologia da Santa Casa de São Paulo e diretor da SBU (Sociedade Brasileira de Urologia) - Seccional São Paulo. O hebiatra (médico especializado em adolescentes) Marcelo Nunes Iampolsky, professor da Faculdade de Medicina do ABC, diz que é muito comum surgirem dúvidas no início da puberdade, entre os nove e os quatorze anos. Segundo o especialista, o primeiro sinal que demonstra a entrada do garoto nessa fase é o aumento do volume dos testículos. 34

PONTO JOVEM

O aumento peniano vem depois e, até que ele ocorra, o garoto pode ter a impressão de que o órgão está “encolhendo” quando, na verdade, são os testículos que estão crescendo. “Quem entrar na puberdade aos 14 anos, por exemplo, só vai notar o crescimento do pênis aos 16”, diz Iampolsky. Muitas vezes, a preocupação com o tamanho do pênis decorre da comparação com amigos da mesma idade, que entraram na puberdade mais cedo. Assim, é comum que o menino que ainda não tenha desenvolvido os órgãos genitais seja alvo de brincadeiras dos colegas.Por isso, é importante que os pais tranquilizem o adolescente a respeito da individualidade do ritmo de crescimento. “Em geral, um adolescente saudável, com idade entre 15 e 17 anos, já terá atingido o tamanho de pênis que vai manter na fase adulta. Mas o desenvolvimento pode continuar até os 21 anos, mais ou menos”, afirma o urologista Fernandes. Outro problema bastante comum é causado pela obesidade. Segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada em 2006, 18% dos garotos entre 10 e 19 anos estão acima do peso. “No jovem obeso, há acúmulo de gordura no púbis e o pênis acaba ficando coberto. Chamamos de “pênis embutido”. O adolescente chega ao consultório achando que seu órgão é muito pequeno, mas, assim que diminui a camada de gordura, ele aparece”, afirma Iampolsky. De acordo com a


psicóloga Camila Macedo Guastaferro, educadora responsável pelo SOSex, serviço de esclarecimento de dúvidas em sexualidade do Instituto Kaplan - Centro de Estudos da Sexualidade Humana, uma entidade privada, os pais também precisam ter atenção a mudanças de comportamento nessa fase. “Ansiedade e vergonha de se trocar na frente dos amigos podem ser sinais de que o adolescente esteja incomodado com o seu corpo”, diz a psicóloga Camila. “Nesse momento, o pai pode ajudar, contando como foi para ele essa fase de transição, pois a genética é um dos fatores que mais interfere no desenvolvimento.” Se a questão persistir, ou se os adultos não conseguirem conversar abertamente sobre isso, o hebiatra ou o urologista deverá ser procurado para sanar as dúvidas e tranquilizar o jovem. A busca por ajuda médica é muito menos frequente do que deveria. Segundo Eloísio Alexsandro da Silva, médico responsável pelo setor de Uropediatria e Uro - a d o l e s c e nt e s do Hospital Universitário da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), apesar do descontentamento com o tamanho do pênis ser comum entre os adolescentes, apenas uma pequena parcela busca ajuda médica, por vergonha de partilhar o assunto com os pais.

Mais comum é encontrar pais que levam crianças ao consultório com essa dúvida: “Muitos trazem até mesmo recém-nascidos, achando que o filho tem pênis pequeno”, afirma o médico. Rose Villela, psicóloga pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e coordenadora do curso Sexualidade Humana e Corpo em Movimento no Instituto Sedes Sapientiae de São Paulo, afirma que essa fixação no tamanho do órgão genital é fruto do machismo de nossa cultura. A especialista considera negativas as brincadeiras, geralmente feitas pela própria família, em relação ao assunto. Mesmo as elogiosas, que tendem a ressaltar o garoto como “bem dotado”. “Nossa cultura ensina que ser másculo é ter um carrão, muitas mulheres e, obviamente, um pênis grande. Com esse tipo de brincadeira vem uma série de imposições do masculino relacionadas ao poder, que vão moldando a criança em um padrão que não é o desejável.”

A MÉDIA BRASILEIRA Heranças genéticas e étnicas são elementos que influenciam no tamanho do órgão genital masculino. Sobre o padrão

brasileiro, ainda há poucos estudos. Segundo a SBU, considera-se normal qualquer tamanho entre quatro e dezoito centímetros, com o pênis em repouso, e de sete a vinte e sete centímetros, quando ereto, em homens adultos. Para crianças e adolescentes, a tabela que se considera como referência nacional é a que resultou de uma pesquisa realizada em 2007 pelo urologista Eloísio Alexsandro da Silva e outros integrantes da equipe do Serviço de Urologia da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ. Os especialistas usaram uma medida do pênis em repouso para identificar o www.revistapontojovem.com.br

35


o paciente tinha o órgão com tamanho acima da média brasileira, que é de 14 cm com o pênis ereto, e identificou a necessidade de acompanhamento psicológico ou psicoterápico aos pacientes diagnosticados com dismorfia genital.

“Mais importante do que o valor objetivo medido, é o sentimento e a percepção do adolescente”, afirma o pesquisador.

QUANDO IR AO MÉDICO Desde os primeiros anos de vida, os pais devem acompanhar o desenvolvimento dos órgãos genitais da criança, levando-a a consultas médicas regulares. No caso dos meninos, é imprescindível observar, por exemplo, se há problema de fimose ou se os testículos estão corretamente instalados na bolsa escrotal. O pediatra ou hebiatra tem condições de notar qualquer anomalia e encaminhar ao especialista, caso necessário. O urologista Roni Fernandes acha que o ideal é que, a exemplo do que ocorre com as meninas, ao chegar à puberdade, o menino também vá ao urologista. padrão médio em relação ao chamado micro pênis, essa sim, uma alteração do padrão da normalidade, que requer acompanhamento médico. Na tabela relaciona-se um tamanho médio com a idade. Assim, aos 12, considera-se dentro do esperado que o garoto tenha um órgão com, em média, 8,6 cm e, aos 16, com 13,3 cm. “Nossas pesquisas hoje em dia estão direcionadas ao transtorno de imagem corporal genital (dismorfia genital), ou seja, a percepção irreal ou exagerada de pequenos defeitos do corpo, nesse caso, ligados ao tamanho do pênis”, diz Silva.

Nessa fase, a consulta médica também é importante para a orientação sobre doenças sexualmente transmissíveis e cuidados gerais com a saúde. O hebiatra Marcelo Nunes alerta que, além das disfunções hormonais - a principal causa dos problemas relacionados ao pênis pequeno, o uso de esteroides anabolizantes, para ganho de massa muscular, também pode interferir no desenvolvimento dos órgãos genitais. “Os anabolizantes atrofiam os testículos”, afirma.

Por fim, é bom ter em mente que não existe exercício ou remédio Um estudo realizado com 66 homens, enmilagroso para aumentar tre 13 e 80 anos, todos com queixa de pênis pequeno, encontrou casos em que o pênis. 36

PONTO JOVEM


Um adolescente diagnosticado com micro pênis por problemas hormonais pode ter sua disfunção tratada e retomar o seu desenvolvimento normal. Porém, para adultos saudáveis que queiram, simplesmente, ganhar uns centímetros, as notícias não são promissoras. A SBU (Sociedade Brasileira de Urologia) não reconhece a validade de nenhum procedimento para alongamento do pênis. Alguns dos que são anunciados na internet podem até mutilar o órgão. Aos nossos jovens leitores recomendamos que busquem conhecer e reconhecer o seu pênis como parte de um conjunto humano que os torna diferentes e iguais ao mesmo tempo, porque num relacionamento afetivo ou sexual, seu pênis não é parte isolada do seu corpo; Então, valorize sua capacidade

de sorrir, de conquistar, de se envolver afetivamente com outra pessoa, de despertar e compartilhar sentimentos e emoções com sua parceira afetiva e sexual, pois é a qualidade de um relacionamento que o fará grandioso em todos os aspectos, uma vez que sentimentos não são comandados por um pênis maior ou menor. Seja qual for o seu caso, não se desespere por achar que o seu pênis é pequeno e nem se vanglorie por acreditar que ele é exageradamente grande. O mundo tem lugar para todos e é isso que nos torna tão interessantes. E lembre-se, em casos de dúvidas, consulte um médico, pois uma ajuda profissional eficiente pode ajuda-lo a entender, compreender e vencer seus medos e angústias.

Não se preocupe com o tamanho do seu pênis. Preocupe-se apenas em ser feliz e em fazer feliz a pessoa que te escolheu para dividir e compartilhar um momento íntimo e especial contigo

PARA INFORMAÇÕES E DÚVIDAS SOBRE SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA

• Disque Adolescente: (11) 3819-2022; de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 11h às 14h. • SOSex do Instituto Kaplan

• e-mail sosex@kaplan.org.br • Skype sosex.kaplan • Facebook: www.facebook.com/sosexkaplan

Nota da Redação – Esta matéria publicada originalmente em nossa edição numero cinco, foi o conteúdo mais acessado, lido e compartilhado em todas as nossas plataformas sociais, razão de sua republicação nessa edição especial. www.revistapontojovem.com.br

37


38

PONTO JOVEM


UM SONHO PODE TE LEVAR

BEM ALTO DECOLE COM A TREVISAN! • GRADUAÇÃO • PÓS-GRADUAÇÃO • EDUCAÇÃO EXECUTIVA • IN COMPANY

Site: www.trevisan.edu.br | Telefone: (11) 3138-5200 | Conheça também a Trevisan Editora: www.trevisaneditora.com.br

ALTO NÍVEL DE

APROVAÇÃO NO EXAME DE SUFICIÊNCIA DO CFC www.revistapontojovem.com.br

39


SEUS DIREITOS

OS CAMINHOS DA LEGISLAÇÃO FOTOS: DIVULGAÇÃO/ASSESSORIA

sobre os direitos do estagiário e do jovem aprendiz Fomos ouvir o escritor e jurista Dr. Marcos Bernardini, mestre pela Universidade Anhembi Morumbi, especialista em Processo Civil pela Fadisp e professor da Faculdade de Direito Drummond e Faculdade de Direito Santa Rita, autor de dois livros sobre temas jurídicos. Leia abaixo as informações importantes que ele tece sobre o tema. 40

PONTO JOVEM


www.revistapontojovem.com.br

41


A contratação de estudantes, como estagiários, é regulamentada pela Lei n.º 11.788 de 25 de setembro de 2008, já o jovem aprendiz tem regulamentação na Lei n.º 10.097 de 19 de janeiro de 2000 que determina às empresas de médio e grande porte a contratação de jovens como aprendizes.

A lei que dispõe sobre o estágio classifica a relação como sendo uma preparação para o trabalho produtivo de educandos, desde que os estagiários estejam frequentando determinados cursos, entre eles: educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos. Podem contratar estagiários desde pessoas jurídicas de direito privado, quanto os órgãos da administração pública, bem como, profissionais liberais de nível superior registrados em seus respectivos conselhos de fiscalização profissional, tendo a lei atribuído obrigações a serem seguidas. A jornada da atividade em estágio é diferenciada e, a depender o estágio, não pode ultrapassar 4 horas diárias e 20 horas semanais ou 6 horas diárias e 30 horas semanais; e, estágio de cursos que alternam entre a teoria e prática poderá ter jornada de até 40 horas semanais. Além disso, nos dias de provas escolares, a carga horária do estágio poderá ser reduzida até a metade, e o contrato de estágio não pode exceder dois anos, exceto quando o estagiário for portador de deficiência. Os estagiários possuem direito ao recesso remunerado de trinta dias a cada doze meses, ou proporcional quando o período for menor que um ano. Além disso, fazem jus ao seguro para acidentes pessoais que é obrigatório, e deve ser providenciado pela empresa contratante. Importante observar que o estágio não cria qualquer espécie de vínculo empregatício, e para que seja feito o contrato de forma regular, devem ser atendidos alguns pressupostos, tais como: matrícula e frequência regular ao curso de educação, deve-se celebrar ter-

42

PONTO JOVEM


mo de compromisso entre o educando, instituição de ensino e a parte cedente do estágio, e deve-se haver a compatibilidade entre as atividades desenvolvidas no estágio e aquelas previstas no termo de compromisso. Contudo, sendo desvirtuados tais pressupostos, ou seja, havendo a manutenção de estagiários em desconformidade a legislação vigente, tem-se por caracterizado o vínculo de emprego, para todos os fins da legislação trabalhista e previdenciária. Desta forma, o estagiário deve exercer as funções compatíveis com a sua linha de formação, sob pena de caracterizar a nulidade do contrato de estágio, e ter o estagiário direito ao reconhecimento de todas os direitos trabalhistas e previdenciários. No mesmo sentido, o jovem aprendiz também tem a sua legislação específica, possuindo direitos e obrigações a serem seguidos. O jovem aprendiz pode ter de 14 a 24 anos, exceto quando o aprendiz for portador de deficiência, onde não haverá idade máxima.

ma de aprendizagem e formação técnico profissional, também compatível com seu desenvolvimento. Da mesma forma que o estagiário, a sua jornada de trabalho é de 6 horas diárias, que poderá ser estendida até 8 horas, quando o aprendiz concluir o ensino fundamental e referidas horas forem destinadas à aprendizagem teórica. Uma das diferenças entre o jovem aprendiz e o estagiário é que o primeiro tem direito a benefícios como vale transporte, vale refeição, participação nos lucros, entre outros direitos, o que não ocorre com o estagiário. A empresa que contrata o jovem aprendiz é obrigada a matricular o jovem em cursos de aprendizagem, devendo a empresa ter entre 5% a 15 % de aprendizes, dentre os trabalhadores de cada estabelecimento.

O jovem aprendiz possui o direito de ser inscrito em progra-

Quando se mantém contrato de estágio ou de jovem aprendiz, devese ficar atento com a legislação específica, para verificar se todos os direitos estão sendo cumpridos, a fim de que não ocorram fraudes ou problemas com a legislação trabalhista e previdenciária.

Fique atento aos seus direitos e siga as dicas do professor Dr. Marcos Bernardini. http://www.marcosbernardini.adv.br/index.php www.revistapontojovem.com.br

43


Intervalo Poético

SÁBADO DE ALELUIA Ana Cristina César

Escuta, Judas. Antes que você parta pro teu baile. A morte nos absorve inteiramente. Tudo é aconchego árido. Cheiro eterno de Proderm. Mesa posta, e as garras da vontade. A gana de procurar um por um e pronunciar o escândalo. Falar sem ser ouvida. Desfraldar pendengas: te desejo. Indiferença fanática ao ainda não.

Sobre a Autora Ana Cristina César, é a autora homenageada desta edição. Filha do sociólogo e jornalista Waldo Aranha Lenz Cesar e de Maria Luiza Cruz, Ana Cristina nasceu em uma família culta e protestante de classe média. Tinha dois irmãos. Antes mesmo de ser alfabetizada, aos seis anos de idade, já ditava poemas para sua mãe. Em 1969, Ana Cristina Cesar viajou à Inglaterra em intercâmbio e passou um período em Londres, onde travou contato com a literatura em língua inglesa. Quando regressou ao Brasil, dedicou-se a escrever e a traduzir, entrando para a Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), aos dezenove anos. Começou a publicar poemas e textos de prosa poética na década de 1970 em coletâneas, revistas e jornais alternativos. Seus primeiros livros, Cenas de Abril e Correspondência Completa, foram lançados em edições independentes.. Em suas obras, Ana Cristina Cesar mantém uma fina linha entre o ficcional e o autobiográfico. Armando Freitas Filho, poeta brasileiro, foi o melhor amigo de Ana Cristina Cesar, para quem ela deixou a responsabilidade de cuidar postumamente das suas publicações. O acervo pessoal da autora está sob a tutela do Instituto Moreira Salles. A família fez a doação mediante a promessa de os escritos ficarem no Rio de Janeiro. Morreu de forma trágica aos 31 anos e deixou uma obra de característica muito marcante onde sua vida tumultuada é exposta sempre com muita verdade. Os poemas desta edição fazem parte do livro A Teus Pés.

44

PONTO JOVEM


www.revistapontojovem.com.br

45


Made In Brazil FOTOS: EXTRAÍDAS DAS REDES SOCIAIS

UM BRASILEIRO EM HARVARD O empenho de um aluno de escola pública do interior de Rondônia para conquistar uma vaga para Harvard 46

PONTO JOVEM


O estudante Leonardo da Silva Brito, de 17 anos, foi recebido com festa na Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, localizada em Presidente Médici, cidade a 400 quilômetros de Porto Velho, capital de Rondônia. O jovem, que estudou na escola pública desde a 1ª série do ensino fundamental, foi aceito em quatro universidades americanas e optou por estudar em Harvard, onde conseguiu uma bolsa integral. As outras três são Columbia, Tufts e Stanford. A Universidade de Harvard é uma das mais prestigiadas do mundo, fundada em 1636. Por lá passaram nomes como Barack Obama, Al Gore, Bill Gates, John Kennedy e uma infinidade de nomes que se tornaram lendários em suas áreas de atuação. Foi numa sala de aula em Harvard que Mark Zuckerberg estudou e criou o Facebook junto de alguns amigos, entre eles, um brasileiro que depois se afastou da sociedade empresarial na maior rede social do planeta.

Apesar da conquista, Leonardo fala de uma rotina que ele não considera pesada. No ano passado, quando cursava o 3º ano do Ensino Médio pela manhã, dedicava à tarde para os estudos em casa. “Eu aproveitava o máximo de tempo em sala de aula. Em casa, estudava das 13h às 21h revisando conteúdo e explorando coisas novas. Sempre gostei de desafios”. Minha rotina durante a semana era bastante puxada, mas não era ruim. Nunca encarei o estudo como obrigação, mas sim como uma atividade prazerosa , frisou o maduro e consciente jovem Leonardo. Durante a semana era assim, mas o fim de semana era dedicado aos amigos. Gosto de jogar videogame, futebol e praticar coisas típicas e comuns aos amigos da minha idade.

O mérito da questão não está no fato de Leonardo ser mais um brasileiro a estudar em Harvard, mas sim dele ser mais um aluno de escola pública do nosso país a conquistar seu espaço na renomada Universidade; Essa aprovação sinaliza que sim, existe um ensino de qualidade nas redes públicas, lastreado não apenas nos programas governamentais, mas também nas gestões diferenciadas que esses colégios públicos empreendem cada um à sua maneira, driblando as dificuldades econômicas e sociais, e que em comum, têm em suas direções e em seus quadros de docentes, professores e educadores abnegados que vão além, muito além da grade curricular estabelecida e acabam por fazer a enorme diferença para seus alunos.

Leonardo é filho da professora de Matemática Andreia Silva Brito e do policial militar Luiz da Rocha Brito. No entanto, quando o assunto é sobre qual profissão ele vai escolher, a resposta é taxativa: ainda não sei. Não tenho certeza do quero fazer. Como nos dois primeiros anos em Harvard não preciso escolher um curso específico, pretendo usar o sistema a meu favor. Quero explorar ao máximo todas as áreas e só depois escolher o curso — explicou o estudante, revelando que tem interesses em Matemática Aplicada, Ciências Políticas e Economia.

Mas revela que até na hora do lazer, cuida dos estudos “Sempre gostei de assistir séries americanas para aprimorar o meu inglês e isso facilitou meu processo de aprendizado do idioma”.

Apesar da pouca idade, Leonardo já pode se considerar um veterano em jornadas internacionais de educação. Em

www.revistapontojovem.com.br

47


Loja

Pioneira

OPPINGS, ENCONTRA SH S O N A TR N CO EN A MODA QUE VOCÊ NDIÇÕES IMBÁTIVEIS! CO E S O EÇ PR R PO I U TAMBÉM AQ

MODA INFANTO JUVENIL

MODA JOVEM E ADULTO

CALÇADOS, BOLSAS, ACESSÓRIOS E ARMARINHOS

JEANS E CAMISETAS

TRAJE SOCIAL "Produtos meramente ilustrativos. consulte pessoalmente a

disponibilidade de estoque"

Rua Luiz Procópio de Araujo Ferraz, 405 - Santa Felicia Cep 13.563.301 São Carlos - SP - Fone (16) 3374-1073 48 75 PONTO JOVEM

www.revistapontojovem.com.br


2015, com apenas 15 anos, foi para a Universidade de Oxford. Lá fez um curso de Relações Internacionais e acumulou mais experiência. Também em 2015, conquistou o primeiro lugar em um concurso de redação e foi indicado para representar o Brasil na Suécia no 44º Concurso Internacional de Redação de Cartas da

União Postal Universal (UPU). Participar da maior gama de concursos possíveis também era e é uma forma de aprendizado recorrente na vida do jovem estudante, que acaba criando para si, as grandes oportunidades de expansão de ensino e conhecimento.

– Participar de programas, de olimpíadas, é uma experiência que nos torna mais humildes. Sei que vou sempre ter muita coisa a aprender e terá alguém melhor que eu para ensinar – conclui o agora internacional e carismático Leonardo Silva Brito, orgulho de sua cidade natal. www.revistapontojovem.com.br

49


CURITIBA: O MUNDO TODO EM POUCOS QUILÔMETROS

50

PONTO JOVEM


POR: ALEXANDRE NOVASKI FOTOS: DIVULGAÇÃO

www.revistapontojovem.com.br

51


Quer escapar do calor insuportável? Deseja conhecer um pedacinho dos vários cantos do mundo sem sair do Brasil? Apresentamos a vocês Curitiba!

A capital do Estado do Paraná situa-se a 934 metros de altitude. Há uma cadeia de montanhas e outros conjuntos de elevações rochosas que cercam uma parte do entorno da cidade. Sua localização, a proximidade com a Serra do Mar, o Clima Subtropical Úmido e as massas de ar que dominam o centro-sul do Brasil são alguns fatores que deixam a região com temperaturas mais amenas em emprestam à região características europeias. Considerada uma cidade modelo devido ao seu eficiente sistema de transporte, limpeza urbana, a grande quantidade de áreas verdes e ações ecológicas, Curitiba é ainda um lugar de muitas nações representadas em cada um dos seus gentis habitantes ou de seus pontos turísticos projetados com requinte e cuidados como joias. Famosa por sua gastronomia eclética e de altíssima qualidade, Curitiba se tornou um referencial de cultura em todos os segmentos, tendo no seu Festival de Teatro um grande celeiro de manifestações artísticas de todo o país. Seus habitantes desfrutam de uma qualidade de vida invejável, existindo entre os mais variados segmentos da sociedade local, seja ele político, social, cultural, empresarial e educacional um elo muito forte de se desenvolver um trabalho em prol de toda a cidade, ampliando benefícios, buscando soluções inovadoras e criativas, conferindo características únicas dentre as capitais brasileiras. A cidade merece ser visitada e vista com calma, descobrindo cada recanto de sua extensão e, sobretudo curtindo cada um dos inúmeros patrimônios materiais e imateriais, pois sem dúvida alguma, a bela e sempre limpa Curitiba é com justa razão um dos mais refinados Paraísos Brasileiros.

Vamos conhecer um pouco dessa bela cidade modelo e capital das Araucárias? 52

PONTO JOVEM


BOSQUE ALEMÃO O local, com acesso gratuito, é uma homenagem à cultura germânica. Dentre as atrações está o Oratório de Bach (réplica de uma igreja presbiteriana de estilo neogótico), um mirante, uma trilha com painéis que contam resumidamente a história de João e Maria dos Irmãos Grimm, a Casa da Bruxa e um pórtico que reconstitui a arquitetura alemã. Além disso, você vai se deparar com uma fauna e flora abundantes.

BOSQUE DO PAPA Ou Memorial da Imigração Polonesa, inaugurado em 1980 logo após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba, possui um bosque nativo com diversas Araucárias (símbolo do Paraná) e sete casas de tronco originais, ambas transportadas de colônias ao redor de Curitiba. Numa das construções há uma capela e em outra uma decoração interna com móveis entre outros utensílios dos antigos colonizadores. Em datas especiais o turista pode apreciar danças e culinária típica. O acesso também é gratuito.

PARQUE TANGUÁ Antigo complexo de pedreiras desativadas, o Tanguá (baía das conchas) é um dos parques mais bonitos da cidade, e um exemplo do reaproveitamento de espaço urbano. Além de uma bela cascata artificial, ele possui um amplo lago e um túnel também artificial que atravessa um imenso paredão de pedra. O complexo inclui ainda ciclovia, mirante, além de lanchonete e loja de conveniência. O jardim Poty Lazzarotto é uma homenagem ao artista plástico curitibano que possui obras espalhadas por diversos cantos da cidade.

PAÇO DA LIBERDADE Antigo Paço Municipal (Prefeitura), já abrigou também o Museu Paranaense. Possui detalhes neoclássicos e desenhos art-nouveau. Foi restaurado e reinaugurado em 2009 como SESC Paço da Liberdade. Localiza-se no setor histórico do Centro de Curitiba. Hoje abriga exposições, um belo Café, Biblioteca, Sala de Música e há sessões de cinema. O local conta com elevador, guias rebaixadas e uma bela escadaria. Praça Generoso Marques, 189 – Centro (41) 3234- 4200. www.revistapontojovem.com.br

53


MEMORIAL UCRANIANO Localizado dentro do Parque Tingui, a construção é uma réplica da Igreja de São Miguel construída no século XIX na Serra do Tigre, município de Mallet, no Paraná, por imigrantes ucranianos. Lá dentro você encontra uma coleção de pêssankas (ovos coloridos à mão), alguns artigos religiosos, além de artesanato. No terreno ao lado há ainda uma casa com arquitetura ucraniana (que vende alguns utensílios típicos), um palco ao ar livre e um portal. Uma bela homenagem à chegada dos colonizadores.

JARDIM BOTÂNICO Inaugurado em 1991, é o símbolo da cidade. Estendendo seu tapete de flores (que sempre ganham pétalas novas) do arco na entrada até a estufa de estrutura metálica, o parque foi criado à imagem dos jardins franceses. A estufa é um mundo à parte: possui plantas que são referência nacional. O local conta ainda com o jardim das sensações, com inscrições em braile, onde você pode tocar e sentir a fragrância das plantas e flores.

MUSEU OSCAR NIEMEYER Popularmente

chamado de MON, muitos o conhecem como o ‘Museu do Olho’, devido à sua arquitetura. Considerado um dos maiores complexos de exposição do Brasil, conta com diversos ambientes, além de um charmoso Café, auditório e uma área verde nos fundos, denominada como Praça dos Cães, pelo fato dos moradores levarem seus animaizinhos para passearem no local. Aberto de terça a domingo das 10h00 às 18h00. Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico.

LINHA TURISMO Todos os locais acima citados poderão ser visitados através da Linha Turismo, uma linha de ônibus especial que circula pelos principais pontos turísticos da cidade de Curitiba. Considerada uma das melhores do nosso país, ela trafega de 30 em 30 minutos. Você pode subir no ônibus em qualquer um dos pontos, comprar seu passaporte (são cinco tíquetes com direito a um embarque e quatro reembarques), visitar a atração seguinte e esperar o próximo coletivo. Todos os veículos são equipados com sistema sonoro com informações das atrações turísticas em três línguas: português, inglês e espanhol.

54

PONTO JOVEM


PEDAL CURITIBANO Curitiba é uma cidade sem grandes morros ou declives, o que facilita e muito uma boa pedalada. Sua rede de ciclovias é extensa e muitas vezes bem sinalizada. Existem caminhos que interligam vários parques, o que facilita conhecer boa parte deles num único dia. Há cerca de dois anos, quando os pedais regionais partiam praticamente do centro da cidade, um grupo de amigos que já pedalava percebeu que na região do bairro Bacacheri existiam muitas pessoas interessadas no esporte. A amizade e a paixão pela bicicleta cresceram e hoje o Pedal Norte Curitiba forma uma grande família. “Creio que a vida atual, em nosso dia a dia, estamos nos tornando cada vez mais isolados e o ciclismo traz de volta esse espírito coletivo, além, claro, de ser uma ótima atividade física. Os grupos fazem com que as pessoas se sintam mais à vontade e seguras para pedalar por aí. E o ciclo turismo, creio que é uma forma de interagir com a paisagem, literalmente nos sentindo parte dela. Isso é algo mágico!” Comenta Cícero Britto, um dos coordenadores do grupo. Rafhael Souza Pinto, outro membro do Pedal Norte, complementa: “Acho que pode ser reflexo da movimentação dos grupos mesmo. Tenho reparado que muitos amigos sedentários ou não, ao ver as fotos ou mesmo um grupo fazendo um passeio ciclístico, despertam em si a vontade de participar. Muitos acabam tomando a iniciativa e começam a andar”.

www.revistapontojovem.com.br

55


Cerca de 70 pessoas se reúnem todas as terças e quintas em frente ao Parque Bacacheri para pedaladas noturnas. Além dos passeios programados, os organizadores apresentam um calendário de eventos, alternado entre sábados e domingos, com sugestões e definições de novos destinos. As rotas são definidas após reuniões periódicas. Para essas pedaladas, eles sempre colhem o maior número de informações sobre a rota, e geralmente organizam uma expedição somente com os ciclistas experientes para reconhecimento do local. Dentre esses passeios, incluem-se pedaladas pelo entorno de Curitiba, incluindo alguns lugares mais distantes, como a famosa Serra da Graciosa, antiga estrada que servia como rota dos tropeiros e que hoje se tornou uma fantástica atração turística atravessando um dos trechos mais preservados da Mata Atlântica, e o Buraco do Padre, uma furna localizada na região de Ponta Grossa e que apresenta uma cascata interna de cerca de 30 metros. Portanto, se você visita Curitiba ou mora na cidade e tem o desejo de pedalar, fica a dica: pessoas a partir dos 16 anos, e menores acompanhados dos responsáveis podem participar do passeio e conhecer um pouco mais dos encantos curitibanos. O encontro da galera acontece sempre às 19h30 e a saída se dá exatamente às 20h00. A pedalada de terça é mais pesada. Já a quinta-feira é boa para quem está iniciando, pois a quilometragem é menor e o número de ladeiras também.

PEDAL NORTE CURITIBA Coordenadores: Cícero Britto, Marcelo Bastida, Danilo Monteiro, Rafhael Souza Pinto e Leandro Marcinhack. Maiores informações pelo face book: www.facebook.com/pedalnorte.

56

PONTO JOVEM


www.revistapontojovem.com.br

57


TODOS OS SONS FOTOS: LEONARDO ALMEIDA – ASSESSORIA DE IMPRENSA

Conheça a banda Magnólia Grupo catarinense faz parte da nova safra de roqueiros do cenário nacional A banda Magnólia está pronta para mostrar o novo frescor do rock nacional com seu segundo álbum

58

PONTO JOVEM


A sonoridade do novo trabalho destaca o amadurecimento musical do grupo e também revela a nova formação, agora com quatro integrantes: Fê Machado (vocal), Beto Carvalho (guitarra), Rick (guitarra e baixos) e o recém-chegado JC Matias (bateria).

www.revistapontojovem.com.br

59


OUSADA, INOVADORA Formada no sul do Brasil, mais precisamente em Santa Catarina, a Magnólia soltou seus primeiros acordes em ensaios, em 2013, numa parceria inicial entre Fê Machado e Rick. Até então, ambos tocavam em uma banda cover. Após um show Felipe mostrou algumas músicas compostas e Rick se interessou bastante pelo material. Dali despertaram ideias para um novo projeto. A partir daquele momento, a dupla se juntou a Beto Carvalho. Muito trabalho rolou para finalizar as demais composições para a gravação do primeiro disco “Fragmento”, já como banda Magnólia.

Fê Machado foi o responsável por escolher o nome da banda. O vocalista conta que a inspiração veio do filme Magnólia. Assim como no longa de 1999, dirigido por Paul WS Anderson, o significado está livre para as mais variadas interpretações e a banda prefere deixar assim, que o público tenha essa liberdade de imaginar.

O primeiro CD, “Fragmento”, foi lançado em 2015. A banda Magnólia tem um estilo musical que traz de volta o rock alternativo, flertando com o emo, o indie e alguns elementos eletrônicos. Alguns fãs já rotularam o som de postrock com vocais, uma vez que o post rock é mais instrumental. É um grupo inovador e ousado e traz uma música que acontece nas mais distintas formas de expressão, nas artes do vídeo, na fotografia, na performance de palco. A Magnólia é um convite pra conhecer um universo artístico multifacetado, complexo a se deixar levar pelos acordes

60

PONTO JOVEM

intensos e ritmos marcantes de suas composições. É uma banda com músicas intensas e um show visceral. O que o público vê nos palcos ou ouve no CD recebeu as mais variadas influências musicais, como rock e metal progressivo, além do emo, hardcore e alternativo. Entre os artistas admirados pelo integrantes do Magnólia estão: Muse, Thrice, Charlie Brown Jr., Blink 182, Incubus, Sticky Fingers, Rancore, Fresno.

MÚSICA: UMA PAIXÃO LATENTE Mesmo com escolhas profissionais em campos distintos (os integrantes são da área de Direito, Arquitetura e Design), a música sempre esteve presente na vida do grupo, desde os primeiros anos de vida.

E tanto no trabalho em estúdio como nos palcos, esse amor musical é claramente percebido em cada melodia, em cada ritmo. Com pouco tempo de trajetória artística, o grupo já concorreu ao “Prêmio da Música Catarinense”, em 2016, na categoria “Melhor Clipe”, com o clipe de “Cizânia”. Outro marco foi abrir o show da Fresno em 2015. Novo CD O novo CD que leva o nome da banda no título traz um amadurecimento tanto conceitual quanto musical para a banda. O grupo buscou experimentar mais e as músicas são muito sinceras e refletem o momento atual da banda.


REFLETE DORES E DESEJOS.

álbum sejam inspiradoras para os jovens, que possa de alguma forma transportar as pessoas pra outro lugar, um local em que vale a pena acreditar em si mesmo. A luta entre o que se quer e o que se A Magnólia espera oferecer uma attem. A dualidade. mosfera - não mágica, mas apenas servir Por mais melancólicas que venham a de trampolim para que quem ouve possa ser algumas composições, elas lidam mui- sentir-se mais vivo. to com a transposição de barreiras nas leO novo CD “Magnólia” estará distras. ponível em breve nas plataformas digitais A banda espera que as músicas do novo (Spotify, Deezer, iTunes e Google Play).

Para saber mais acesse: Facebook: www.facebook.com.br/magnoliarock Youtube: https://www.youtube.com/user/magnoliaoficial Instagram: www.instagram.com/magnoliarock/ Fonte| Leonardo Almeida – Assessoria de Imprensa www.revistapontojovem.com.br

61


O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Câmpus São Carlos é uma Instituição Federal de Ensino que atua no município de São Carlos desde 2008, com o objetivo de consolidarse como um centro de referência no ensino. Suas atividades foram iniciadas dentro das dependências da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), por meio de uma parceria entre as duas instituições. Sua sede conta com salas de aula, nove laboratórios de informática, biblioteca, cantina, um hangar de aeronaves com 24 laboratórios específicos para cursos de manutenção de aeronaves, além de uma oficina mecânica completa. Atualmente o Câmpus possui cursos técnicos, superiores e de pós-graduação, nas áreas de Informática, Aeronáutica e Gestão. Buscando também uma maior aproximação com a sociedade, o IFSP, por meio de sua Coordenadoria de Extensão, implementa ações e parcerias envolvendo a comunidade interna e externa do Câmpus, firmando convênios e oferecendo serviços pertinentes à sua demanda local. Além dos cursos regulares, a Instituição oferece outras modalidades de curso, como o Cursinho Preparatório para Vestibulares e ENEM e os cursos de línguas estrangeiras (inglês e espanhol). O ingresso nos cursos técnicos é feito através de processo seletivo específico. O estudante interessado em iniciar seu curso no segundo semestre de 2017 deve ficar atento ao site da instituição (www.ifsp.edu.br/saocarlos), pois o edital está previsto para ser publicado ainda em maio. O ingresso nos cursos superiores é por meio do Sisu, Sistema de Seleção Unificada gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), que utiliza os resultados obtidos pelos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Os cursos do Câmpus São Carlos são concebidos para atender ao arranjo produtivo local, sendo de suma importância para a cidade. Nesse sentido, após debate em audiência pública, estão sendo preparados dois novos cursos para 2018: Curso PROEJA Técnico em Qualidade e Curso Técnico Integrado em Aviônica. 62

PONTO JOVEM

Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Este curso de nível superior tem o objetivo de formar profissionais aptos a analisar, projetar, testar, implantar e manter sistemas computacionais de informação destinados a diferentes plataformas. Durante o curso, o aluno receberá sólida formação em diferentes áreas da computação, tais como Algoritmos e Programação, Engenharia de Software, Banco de Dados, Sistemas Operacionais e Redes de Computadores. Além disso, são oferecidas disciplinas que permitem ao futuro profissional coordenar equipes de desenvolvimento de software e empreender no ramo da tecnologia da informação. O curso tem duração de três anos e o aluno poderá ingressar no estágio logo após a conclusão do primeiro semestre.

Curso Superior de Tecnologia em Manutenção de Aeronaves Este curso de nível superior tem como objetivo formar um profissional apto a produzir e aplicar conhecimentos científicos e tecnológicos na área de Manutenção de Aeronaves, capacitado a realizar os processos e procedimentos de manutenção de aeronaves, gerenciar equipes de manutenção, materiais e equipamentos, envolvendo atividades de reparos e inspeções, podendo trabalhar com motores de aviação, sistemas de hélices e rotores, grupo moto-propulsor, sistemas hidráulicos e pneumáticos, célula de aeronaves, entre outros. O curso tem duração de 3 anos, com 4 semestres de aulas de inglês técnico e diploma reconhecido pela ANAC.

Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais O curso de TPG tem como enfoque formar profissionais que atuarão nos processos de gestão das empresas, principalmente das micro e pequenas. A formação oferecida aborda temas


como Recursos Humanos, Marketing, Produção e Operações e Finanças, dentre outros. Por ser um curso superior, além de preparar o aluno para atuar no mercado de trabalho corporativo, permite acesso à carreira acadêmica, por meio do ingresso em programas de Mestrado e Doutorado. O curso tem duração de 2 anos.

Curso Técnico em Informática para Internet Integrado ao Ensino Médio O ensino técnico integrado ao ensino médio é uma modalidade de ensino que se destina aos candidatos que tenham concluído o ensino fundamental (9º ano). Essa modalidade compreende o ensino profissionalizante técnico de nível médio e o ensino médio, isto é, compreendendo disciplinas da base nacional comum e da parte diversificada. As disciplinas da Base Nacional Comum são aquelas tradicionalmente estudadas, como Artes, Educação Física, Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, Química, Filosofia, Sociologia, Geografia, História e Inglês e tem como objetivo a formação geral do estudante. As disciplinas da Parte Diversificada, por exemplo, Desenvolvimento de Sistemas Web, Técnicas de Programação e Espanhol, são destinadas ao desenvolvimento de capacidades e de condutas importantes na atualidade, visando à formação para o exercício da cidadania e preparação para o mundo do trabalho. O curso tem duração de 3 anos, com o objetivo de formar profissionais para atuação na área de Tecnologia da Informação (TI) e para o trabalho com atividades relacionadas ao desenvolvimento de sistemas e aplicações Web.

Curso Técnico em Manutenção de Aeronaves – Célula Este curso é disponibilizado no modo concomitante ou subsequente ao ensino médio, ou seja, para candidatos que estejam cursando ou já tenham concluído o ensino médio (1º ao 3ºano), e tem duração de 18 meses. Tem por objetivo formar profissionais aptos a seguirem a carreira

de mecânico de manutenção aeronáutica, para em tempo certo aturem na área de manutenção de aeronaves com habilidades para serviços a serem realizados na célula (fuselagem) das aeronaves, podendo atuar também na gestão de documentação técnica e no apoio técnico aos serviços de manutenção aeronáutica. O curso é reconhecimento pela ANAC e pelo CREA.

Curso Técnico em Qualidade O curso Técnico em Qualidade foi criado para atender, principalmente, a demanda local e regional de profissionais que possam atuar com competência técnica na área específica de qualidade, notadamente nos setores de indústria e serviços. Tem como objetivo formar profissionais de nível médio capacitados a atuar nas áreas operacionais de organizações empresariais, ou de outra natureza, participando do planejamento, implantação, auditoria e controle de qualidade de produtos, serviços e processos, propondo e implementando ações normativas, corretivas e preventivas. Este curso é disponibilizado no modo concomitante ou subsequente ao ensino médio, ou seja, para candidatos que estejam cursando ou já tenham concluído o ensino médio (1º ao 3ºano), e tem duração de 18 meses.

Curso de Especialização Lato Sensu em Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis Com a popularização dos smartphones e tablets, houve um aumento expressivo na demanda de softwares para estes dispositivos móveis. Consequentemente, a busca por profissionais capacitados no desenvolvimento de soluções para estes dispositivos também cresceu. Neste sentido surgiu este curso de especialização, com o objetivo de tornar o aluno apto, por meio de uma abordagem interdisciplinar, teórica e prática, a projetar e desenvolver softwares nas principais plataformas móveis da atualidade: Android, iOS e Windows Phone. O curso tem duração de 3 semestres. www.revistapontojovem.com.br

63


CAIU NA REDE FOTOS: EXTRAÍDAS DAS REDES SOCIAIS

Cearense que vive em Curitiba é o mais novo fenômeno do YouTube Conhecido como Clone, o estudante de cinema Henrique Grosse possui mais de 1,4 milhões de inscritos em seu canal 64

PONTO JOVEM


O surgimento do YouTube sem dúvida alguma representou uma revolução na produção de conteúdo para internet. Embora tenha sido desenvolvida apenas com a pretensão de facilitar o compartilhamento de arquivos audiovisuais, a plataforma entregou ao usuário a possibilidade de criar canais com conteúdos próprios e direcionados, o que resultou no nascimento de uma nova profissão: a de youtuber.

www.revistapontojovem.com.br

65


66

PONTO JOVEM


Inimaginável em gerações passadas, o trabalho de produzir, editar e postar vídeos na internet tem proporcionado uma crescente projeção ao youtubers, especialmente os que conseguem atingir a casa dos milhares de visualizações. É o caso do fortalezense residente em Curitiba, Henrique Grosse, idealizador do canal Clone. Aos 19 anos de idade, ele já conquistou mais de 1,4 milhões de inscritos, ou seja, mais de um milhão de pessoas que querem voluntariamente consumir o que ele produz. O canal teve início em 2011 tratando exclusivamente de vídeos sobre games, mas com o passar do tempo o youtuber expandiu os conteúdos e passou a compartilhar também pegadinhas, opiniões, acontecimentos do dia a dia, desafios e, principalmente, vídeos com temáticas sobrenaturais e de terror.

das escolas de profissões do país. “Desde

que comecei com o canal, eu procuro aprimorar meus conhecimentos em produção audiovisual para trazer mais qualidade aos meus vídeos, e estudar cinema faz toda a diferença. Quando estou produzindo eu

sempre procuro colocar em prática os conteúdos que aprendi no curso, e isso acaba fazendo toda diferença”, afirma Henrique Grosse. Além do curso de Cinema, a escola de profissões curitibana onde Henrique estuda também oferece um curso específico destinado ao segmento, intitulado Academia de YouTube. A iniciativa surgiu no ano passado quando a instituição percebeu que a ascensão

“Novos materiais são postados três vezes por semana e dos youtubers exigia capacitação. “A parcostumam alcançar a média tir do momento em que uma de 1 milhão de acessos”, co- atividade se torna uma fonte menta o youtuber. de renda, ela precisa ser profissionalizada. A função de youtuber de-

SEGREDO DO SUCESSO

Henrique atingiu a fórmula perfeita para ganhar destaque no YouTube ao segmentar e fidelizar seu público. Além disso, o jovem investiu em equipamentos e, também, em formação profissional. Hoje, por exemplo, Henrique cursa Cinema no Centro Europeu, uma das mais conceitua-

manda tanto conhecimentos técnicos de produção audiovisual, quanto de identificação de público-alvo, marketing e divulgação. Quem estiver mais bem preparado e investir em produções mais elaboradas, vai se destacar. Foi isso que aconteceu com o Henrique, que além de ser muito criativo sabe usar como poucos as ferramentas e técnicas profissionais”, completa Diego Lopes, supervisor da Academia de YouTube do Centro Europeu.

Para conhecer um pouco mais sobre o trabalho de Henrique Grosse, acesse o canal Clone no YouTube (www.youtube.com/Clocraft). Fonte: Assessoria de Imprensa

www.revistapontojovem.com.br

67


fazendo historia FOTOS: ACERVO PESSOAL

68

PONTO JOVEM


Débora Queiroz:

Ela estudou em colégio público, mas conseguiu a façanha de ser aceita em cinco das mais renomadas universidades americanas. Conheça sua história.

Débora em Charlotte Carolina do Norte www.revistapontojovem.com.br

69


Nós, da Ponto Jovem, ficamos sabendo da história de Débora Queiróz através das Redes Sociais e, encantados pela determinação desta moça de 18 anos, fomos atrás dela para descobrirmos um pouco mais sobre sua luta, garra e determinação que fizeram com que tendo estudado em colégio público fosse aceita em cinco universidades americanas.

Débora, que desde cedo entendeu que nada é fácil para quem quer chegar “lá”, luta agora através de uma campanha na internet para conseguir complementar o valor que falta para seguir sua bem sucedida trajetória de estudante e cidadã, e com certeza seguirá pela vida FAZENDO HISTÓRIA. Compartilhamos com vocês, o texto produzido por Débora especialmente para a Revista Ponto Jovem e que reproduzimos na íntegra. Acreditar e trabalhar para ver o sonho se tornar realidade são dois dos meus muitos hobbies; Foi com essa convicção que aos oito anos de idade eu decidi que seria fluente em inglês. Naquela época, há 10 anos, os cursos de inglês eram caríssimos e meus pais não podiam pagar. Contudo, eu não me intimidei com as circunstâncias e resolvi começar usando um dicionário de inglês-português que a escola havia me dado. Daquele momento em diante, meus dias eram cheios de palavras novas em inglês, pronunciadas de maneira criativa na tentativa de entender o dicionário fonético, além de músicas simples que eu compunha Débora e a turma do Oportunidades Acadêmicas com algumas orientadoras em São Paulo

70

PONTO JOVEM


Débora e seus pais (Gildete e Marcilio Sena) em sua formatura.

pra memorizar o vocabulário. Ao longo dos anos, utilizei outros recursos como livros de gramática, filmes em inglês legendados em português e músicas. Com essa mesma sede pelo conhecimento, sempre me dediquei aos estudos no Colégio da Polícia Militar da Bahia, o que por quatro anos permitiu que eu ganhasse medalhas de mérito intelectual, dada aos alunos com as melhores notas de cada série. Minha satisfação não estava apenas em aprender o que a escola ensinava, mas também em ir além através de revistas de Filosofia que ganhava de presente de Miriam Bispo, uma professora de história que sempre conversava comigo sobre sociologia e atentamente ouvia minhas opiniões acerca de tudo, documentários sobre a natureza, sociedades e história e livros que eu frequentemente adquiria na biblioteca da escola. Para mim, cada dia era uma chance para saber mais, para crescer e isso sempre trouxe me trouxe muita satisfação. Felizmente, meus pais sempre incentivaram minha curiosidade. Meu pai, Marcílio Sena, é servidor público e por trabalhar nessa esfera, sempre reconheceu que através da educação eu teria acesso a uma vida de qualidade, às possibilidades que ele não podia me proporcionar. Minha mãe, Gildete Sena, dona de casa que há pouco tempo começou a cursar Psicologia, sempre me diz que se inspira com meus esforços, fruto de uma educação familiar excelente que ela e meu pai me deram. Meu irmão Emanuel, de 22 anos, cursa Educação Física na Universidade Federal da Bahia e também torceu e torce muito pelo meu sucesso. Sinto que sou plenamente abençoada por ter crescido num ambiente de tanto apoio e positividade.

Aprendi muito durante meus poucos anos de vida, em 2012 eu fui aprovada em 1ª lugar no concurso para estágio de nível médio na Defensoria Pública do Estado da Bahia, que contou com mais outros 300 aprovados. Essa conquista me estimulou a ir em busca de outras

coisas quando percebi que meus esforços, por mais que espontâneos, sempre teriam recompensas. Foi assim que em 2012 eu participei do processo de seleção dos Jovens Embaixadores. Como eu não fui selecionada como finalista, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil me convidou para participar no English Immersion Program com outros 133 estudantes de todo país. Este programa de imersão na cultura americana e língua inglesa, que aconteceu em Brasília, em 2013, me estimulou a tentar mais uma vez o programa Jovens Embaixadores. Estar conectada com jovens que também tinham sede de aprender, mudar suas vidas e também o mundo, assim como eu, foi totalmente inspirador. Em 2013, tive a oportunidade de iniciar minhas atividades com crianças, liderando uma célula (grupo familiar), em um bairro de Salvador através da rede Radicais Kids, responsável pelas crianças da Igreja Videira. Para mim, enquanto cristã, a conexão com Deus é extremamente importante para que tenhamos um norte em nossas vidas. Acredito que fomos criados para um propósito, o que é provado através de nossas habilidades naturais e espirituais. Portanto, conduzir crianças a conhecerem Deus e o que Ele preparou para a vida delas é uma oportunidade única. Além disso, trabalhar com crianças atestou a genuinidade do meu sonho de trabalhar em prol da educação, já que eu sempre gostei de lidar com o ensino. Para a minha felicidade, também em 2013, fui selecionada como Jovem Embaixadora e no ano de 2014 viajei para os Estados Unidos com outros 36 estudantes de escolas públicas www.revistapontojovem.com.br

71


Não foram raras as noites em claro debruçada em livros enquanto eu constantemente dizia para mim mesma que tudo valeria a pena e secava as lágrimas que surgiam do cansaço físico e mental. Débora, Professora Conceição (que a apoiou no projeto CPM Voluntário) e alguns dos estudantes participantes.

para representar a juventude brasileira. Nos Estados Unidos, a chance de conhecer melhor o estilo de vida americano e seu sistema universitário despertou em mim o sonho de cursar o nível superior numa instituição americana. Quando fui aceita pelo programa de mentoria para ingresso em universidades americanas, o Oportunidades Acadêmicas, do Education USA, pude participar contando com mentoria gratuita e custos com provas, viagens para provas, etc. todos cobertos pelo programa. Cursar o 3º ano do ensino médio enquanto eu estudava para provas como SAT e TOEFL e ainda me engajava em atividades extracurriculares exigiu de mim muito foco e determinação. Além de liderar uma célula de crianças, eu também comandava a Guarda Bandeira da escola, uma tropa responsável por portar as principais bandeiras durante solenidades, e coordenava o projeto CPM Voluntário, que criei enquanto eu estava nos EUA para divulgar, na minha escola, a importância do voluntariado na vida das pessoas e da sociedade.

Meu interesse pelos estudos não impediu de ter dificuldade em matérias como Matemática, Física e Química, que nunca foram fáceis para mim e que constantemente me desanimavam com alguns resultados. Contudo, olhar para onde eu queria chegar, que era onde meu sonho estava, me trazia fé e alegria para continuar. E através dos baixos eu ia para os altos. Findado 2014, 2015 veio com as boas notícias que resultaram de esforços de anos: fui aceita em cinco universidades americanas, entre elas Mount Holyoke College, Quinnipiac University, Drake University, Agnes Scott College e Green Mountain College. Enquanto eu lia cada carta de aceitação, tinha mais convicção de que eu estava preparada para estudar nos Estados Unidos, aprender o máximo possível e retornar para o Brasil trazendo todas as contribuições para a educação pública que sonho.

Siga Débora nas Redes Sociais:

www.facebook.com/debora.oz

72

PONTO JOVEM


Intervalo Poético

AVENTURA NA CASA ATARRACADA Ana Cristina César

Movido contraditoriamente por desejo e ironia não disse mas soltou, numa noite fria, aparentemente desalmado; - Te pego lá na esquina, na palpitação da jugular, com soro de verdade e meia, bem na veia, e cimento armado para o primeiro a andar. Ao que ela teria contestado, não, desconversado, na beira do andaime ainda a descoberto: - Eu também, preciso de alguém que só me ame. Pura preguiça, não se movia nem um passo. Bem se sabe que ali ela não presta. E ficaram assim, por mais de hora, a tomar chá, quase na borda, olhos nos olhos, e quase testa a testa.

Sobre a Autora Ana Cristina César, é a autora homenageada desta edição. Filha do sociólogo e jornalista Waldo Aranha Lenz Cesar e de Maria Luiza Cruz, Ana Cristina nasceu em uma família culta e protestante de classe média. Tinha dois irmãos. Antes mesmo de ser alfabetizada, aos seis anos de idade, já ditava poemas para sua mãe. Em 1969, Ana Cristina Cesar viajou à Inglaterra em intercâmbio e passou um período em Londres, onde travou contato com a literatura em língua inglesa. Quando regressou ao Brasil, dedicou-se a escrever e a traduzir, entrando para a Faculdade de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), aos dezenove anos. Começou a publicar poemas e textos de prosa poética na década de 1970 em coletâneas, revistas e jornais alternativos. Seus primeiros livros, Cenas de Abril e Correspondência Completa, foram lançados em edições independentes.. Em suas obras, Ana Cristina Cesar mantém uma fina linha entre o ficcional e o autobiográfico. Armando Freitas Filho, poeta brasileiro, foi o melhor amigo de Ana Cristina Cesar, para quem ela deixou a responsabilidade de cuidar postumamente das suas publicações. O acervo pessoal da autora está sob a tutela do Instituto Moreira Salles. A família fez a doação mediante a promessa de os escritos ficarem no Rio de Janeiro. Morreu de forma trágica aos 31 anos e deixou uma obra de característica muito marcante onde sua vida tumultuada é exposta sempre com muita verdade. Os poemas desta edição fazem parte do livro A Teus Pés.

www.revistapontojovem.com.br

73


74 110

PONTO JOVEM

PONTO JOVEM


Missão

s a t n Ti

CAS NACIONAIS OS MELHORES PRODUTOS E AS MELHORES MAR OS MELHORES PRODUTOS E AS MELHORES MARCAS NACIONAIS COM OS MENORES PREÇOS DA REGIÃO.

"Produtos meramente ilustrativos. consulte pessoalmente a disponibilidade de estoque" "Produtos meramente ilustrativos. consulte pessoalmente a disponibilidade de estoque"

Avenida Avenida Grécia, Grécia, 18 18 --Fone Fone(16) (16)3375-5229 3375-5229- -Vila VilaSônia Sônia- -São SãoCarlos Carlos- SP - SP www.revistapontojovem.com.br

75

www.revistapontojovem.com.br

111


76

PONTO JOVEM

Pontojovemespecial  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you