Issuu on Google+

EDIÇÃO GRATUITA

EDIÇÃO 05 - ANO 01 - JANEIRO/FEVEREIRO

Guiada

casa &

construcão

Paulo Lopes - Garopaba - Imar uí - Imbituba - Laguna - Capivari de Baixo - Tubarão

TELHADOS LÂMPADAS LED Baixo consumo e longa durabilidade. É do futuro!!

PAPEL DE PAREDE A moda resurgiu dos anos 70. Com novas estampas e preços super atrativos.

SISTEMA ANTI-CHOQUE Segurança para você e para seus eletrodomésticos.

JARDINS VERTICAIS

Pouco espaço não vai ser desculpa pra não ter jardim em sua casa


FORRO PVC COLOCADO SOB-MEDIDA

Locação de equipamentos em geral Compactadores de solo Gerados Roçadeiras Andaimes Escadas Guincho

TINTAS

Pintura Tudo em tintas e Material para pintura

Forro PVC Colocado estrutura em aço galvanizado

Rodapé em PVC Não pega mofo Não pega cupim Resiste a ambientes externos

Rua Pref. João Orestes de Araújo nº 1121 - Centro - Garopaba

(48) 3254-4707


ARQ. RICARDO TADEU VAZ

(48) 3354 1146 (48) 9997 1354


Edição nº05 - Ano 01/2012 - Janeiro/fevereiro - Circulação Mensal

SUMÁRIO Revista Online acesse online através do nosso Facebook: http://www.facebook.com/Guiacc

6 Ta na rede As dicas e truques que circulam na rede

8 Sistema anti-choque Acredite ele pode salvar vidas.

12 Papel de parede A mais nova (antiga) moda.

16 Telhado Uma infinidade de tipos, cores e formas dão o toque final à construção.

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


Guiada

casa &

construcão

Ano 01, Nº05 Revista Mensal

Editorial Nesta edição bimestral de verão, falamos de um item muito importante da parte funcional e estética da casa. Estou falando do telhado, que é o ‘‘grand finale’’ da construção, onde um mínimo descuido pode desencadear numa infinidade de problemas, ou deixar sem graça seu superprojeto tão sonhado. Sem deixar passar em branco a segurança. Quem nunca levou um choque? Muitos incidentes podem ser evitados com a instalação do sistema DR, um equipamento de baixo custo que desliga a energia em casos de desvio de energia, e que pode salvar vidas. Pra quem mora em apartamento, ou não tem espaço para um quintal, existem diversas formas de inseri-lo em seu ambiente interno. Vamos falar também das lâmpadas LED, que vêm sendo descrita como a iluminação do futuro, em virtude do excelente custo-benefício e do seu descarte ser de baixo impacto ambiental. Outros assuntos, são do retorno da moda do papel de parede e da excelente idéia sustentável de uma empresária de Tubarão, quem vem conquistando o Brasil com seus puffs ecológicos. Desejo a todos uma ótima leitura! Até a próxima edição! Guilherme Souza - Editor

20 Puffs Idéia de puffs sustentáveis conquista clientes em todo o Brasil.

24 LED o futuro no presente Economia, alta durabilidade e com descarte sustentável.

28 Jardim vertical

Conheça diversas formas de colocar um verde a mais dentro de casa.

30 Vitrine

A loja Luz e Água de Imbituba apresenta suas ofertas.

Tiragem: 4.000 Circulação Imaruí Imbituba Garopaba Laguna Paulo Lopes Capivari de Baixo Tubarão Expediente:

Informe Editora ME. Rua Dr. João Oliveira Filho, 405 Centro, Imbituba, SC. Atendimento ao anunciante Fone: (48) 3255-4744 contato@guiacc.com.br Atendimento ao leitor Fone: (48) 3255-4744 redacao@guiacc.com.br Editor chefe Guilherme Souza Designer gráfico Guilherme Souza Jornalista Responsável Ana Luiza Vargas SC 03786 -JP analuiza@guiacc.com.br Consultoria Arquitetura Studio Vaz Arquitetura (048) 3354-1146 www.studiovaz-arquitetura.com.br Fotografia Karen Aline Foto capa Karen Aline Colaborou com a edição Jardim da Judith Bella Casa Meu Puff Ecológico

Foto de capa: Residência localiza no centro de Imbituba. Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro

5


Divulgação www.facebook.com/nossomundosustentavel

#Tanarede Sabe aqueles cestos que você usava pra guardar as coisas que já não usa mais? Que tal dar uma melhor utilidade?! Muito importante que seja usada com lâmpadas frias.

Nada mais bonito do que decorar a cozinha com os próprios utensílios.

Mais uma ótima idéia de aproveitar as tampinhas das garrafas pet.

Reutilizando colheres e copos plásticos.

Porta lápis feito com fitas, e vasinho feito com vinil.

6

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


30 anos mobiliando seus sonhos

30

anos

M贸veis Planejados & Colch玫es

Rod SC 434 km 1, 1385 - Garopaba - SC - 48 32543048 - moveisji@terra.com.br


Elétrica

Sistema Anti-choque

Quantos choques você já tomou na vida? É difícil encontrar alguém que nunca tenha passado por esta situação. Infelizmente, os choques elétricos vão continuar acontecendo, pois a quantidade de eletroeletrônicos não para de aumentar nas residências, empresas e até nos carros e outros meios de transportes. Desde 1997 no Brasil ficou obrigatório em alguns ambientes o uso do DISPOSITIVO DR.

8

P

Para quem está construindo e montando sua casa, uma das principais partes é a elétrica. A partir daí muitos acidentes e danos materiais podem ser evitados. Infelizmente o número de acidentes tem um número elevado, mas a tecnologia vem avançando e foi criado o Dispositivo DR ou disjuntor diferencial residual. Essa pequena peça parecida com um disjuntor é dispositivo de proteção utilizado em instalações elétricas que permite desligar automaticamente um circuito sempre que seja detectada uma corGuia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


rente de fuga superior ao valor nominal. De acordo com eletrotécnico Sergio Fuks essa pequena peça tem uma grande importância durante a instalação de um projeto elétrico. A destruição de equipamentos e incêndios é muitas vezes causada por correntes de fuga à terra em instalações mal executadas, s u b d i m e n s i o n a d a s, c o m m á conservação ou envelhecimento. Esses efeitos podem ser monitorados e interrompidos por meio de um Dispositivo DR, Módulo DR ou Disjuntor DR. Os Dispositivos DR (diferencial residual) protegem contra os efeitos nocivos das correntes de fuga à terra garantindo uma proteção eficaz tanto à vida dos usuários quanto aos equipamentos.

Custo Um projeto elétrico para uma casa de 100 m² custa em torno de R$ 3.500 a R$ 5mil reais, com o s i s t e m a D R i m p l a n t a d o. H á profissionais que cobram a mesma coisa mas não tem conhecimento da instalação do dispositivo. A instalação do DR não exige um custo muito maior, casa disjuntor desses custa em média R$ 90 reais cada, uma casa de 100m² precisa de uns cinco, não é um valor alto, para tudo que pode ser evitado – argumenta Sergio.

‘‘

De acordo com eletrotécnico Sergio Fuks essa pequena peça tem uma grande importância durante a instalação de um projeto elétrico.

INSTALADORA

(48) 3254.3358

A relevância dessa proteção faz com que a Norma Brasileira de Instalações Elétricas – ABNT NBR 5410 (uso obrigatório em todo território nacional conforme lei 8078/90, art. 39 - VIII, art. 12, art. 14), defina claramente a proteção de pessoas contra os perigos dos choques elétricos que podem ser fatais, por meio do uso do Dispositivo DR de alta sensibilidade (= 30mA) – explica o especialista.

Materiais elétricos Hidráulico Ferragens Ferramentas Serviço de guindaste

Rua Pinguirito, 26 - Bairro Pinguirito - Garopaba - SC - CEP 88495 000 instaladorasantiago@hotmail.com


Funcionalidade Ele mede permanentemente a soma vectorial das correntes que percorrem os condutores de um circuito, enquanto o mesmo se mantém eletricamente ativo, essa soma vectorial e nula. Ocorrendo falha de isolamento de um equipamento alimentado por esse circuito, irromperá uma corrente de falta a terra. Devido a esta falha, a soma vectorial das correntes dos condutores monitorados pelo DR não é mais nula e o dispositivo detecta justamente essa diferença.

$ $

$$ $

Quanto custa?

$ $ $ $$ $ $ $ Garopaba $ $Imbituba

Valor medio: R$92,00 Valor medio: R$90,00

Laguna

Valor medio: R$82,00

Tubarao

Valor medio: R$83,00

A situação é análoga se alguma pessoa vier a tocar uma parte viva do circuito protegido: a porção de corrente que irá circular pelo c o r p o d a p e s s o a p r ovo c a r á igualmente um desequilíbrio na soma vectorial das correntes, diferença então detectada pelo dispositivo diferencial, tal como se fosse uma corrente de falta a terra. Quando essa diferencia atinge um determinado valor, é ativado um relé. Via de regra, este relé ira promover a abertura dos contatos principais do próprio dispositivo, desligando o circuito protegido pelo mesmo. Para obter uma proteção integral, vale lembrar, a importância do condutor de proteção ou fio terra, que deve estar presente e percorrer toda instalação elétrica interligando todas as massas ou partes metálicas dos aparelhos ligados a mesma, confor mando uma equipotencialização.

8

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


LUZ

ÁGUA

COMERCIO DE MATERIAL ELÉTRICO E HIDRÁULICO

Materiais Elétricos Materiais Hidráulicos Serviços AV. Av. Renato Ramos da Silva, 450. Imbituba - SC, 88780-000

www.luzeagua.com.br

(48)

3355-3080


Decoração

O papel de parede vem acompanhando a decoração dos ambientes durante anos. No final dos anos 70 e na metade dos anos 80 decorar espaços com papel de parede era uma febre. Mas na época, era comum forrar ambientes inteiros com papel. Nos anos 90 a moda era pintar, ao menos uma parede colorida da casa. De cinco anos para cá, tornou-se usual usar papéis de fibras naturais. A nova onda são as estampas em uma única parede, principalmente bolas e grafismos retro.

12

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


A

Assim o papel de parede volta como a grande opção para substituição de pinturas, decorando com requinte e conferindo personalidade aos ambientes. Os grandes fabricantes de papéis de parede não param de inventar novas aparências, e até texturas, para seus produtos, aumentando, a cada ano, a gama de possibilidades para renovar ambientes de um jeito simples e prático. Nada mal para quem adora mudar decoração de tempos em tempos. De acordo com a arquiteta Camille Nunes os papéis de parede estão cada dia mais sofisticados e elaborados. Assim o papel de parede volta como a grande opção para substituição de pinturas, decorando com requinte e conferindo personalidade aos ambientes.

‘‘

A ideia do papel de parede é ser um revestimento versátil que pode ser mudado com facilidade e dá um toque refinado ao ambiente, explica a arquiteta Camille.

A tecnologia está tão avançada que o revestimento vem sendo fabricado em diversos tipos de materiais, assim conseguimos diferentes texturas e acabamentos. Além disto, os preços também são acessíveis — diz a Camille também proprietária da Bella Casa Arquitetura. A ideia do papel de parede é ser um revestimento versátil que pode ser mudado com facilidade e dá um toque refinado ao ambiente, explica a arquiteta Camille. No caso do papel de parede, não existe tantas precauções a serem tomadas. Cerca de três a quatro horas são necessárias para colar o papel em um quarto com quatro paredes de oito metros cada. Por usar cola à base de água, pode-se dormir no ambiente no mesmo dia. Diferentemente da tinta, que costuma precisar de uma segunda demão.

Avenida Brasil - Centro - Imbituba SC

IN T E R I O R E S - A R Q U I T E T U R A D E C O R A Ç Ã O

Assessoria em Decoração Projetos de Paisagismo Reformas

Projetos Arquitetônicos Projetos de Interiores Projetos de Iluminação

(48)3255-4726


Quantidade

Precauções

Manutenção e durabilidade

Pa p é i s d e p a r e d e s ã o

Em termos gerais, papéis de

Bem cuidado, um papel de

vendidos por rolo. Cada rolo tem,

parede podem ser utilizados em

parede pode durar até 10 anos,

geralmente, como padrão, 10 metros

quaisquer ambientes internos, desde

garantem profissionais da área de

de comprimento por 50 centímetros

que respeitadas as condições de

decoração. O cuidado apropriado

ou 8 metros por 68 centímetros. O

preparo da superfície de aplicação.

depende do material de que ele é

cálculo de quantos rolos serão necessários para cobrir uma parede, não depende apenas da área a ser coberta e da extensão do papel. É preciso levar em conta também o tamanho do padrão e a frequência com que ele se repete, para fazer os encaixes perfeitos a cada emenda.

Em banheiros, deve-se tomar o cuidado extra de não utilizar cola à base de água, que pode desgrudar com a umidade, e, para maior durabilidade, só se deve aplicar o papel em banheiros que sejam bem arejados. Em cozinhas, é aconselhado o uso de um papel

Apenas os papéis lisos e com

vinílico, que não fica tão impregnado

listras (verticais) estão livres desse

de gordura e resiste a limpeza com

cálculo, pois não apresentam risco de

pano úmido.

"desencontro" de desenho. Para todos os outros modelos, vale a regra de que quanto maior o padrão (flores, bolas, grafismos etc), maior é a perda.

Em ambientes onde há muito tráfego, como corredores,

feito. Fibras naturais e tecidos, por exemplo, são mais delicados e não devem ser molhados, a limpeza pede apenas espanador ou aspirador de pó. Já em papéis vinílicos ou com proteção de vinil, pano ou esponja úmida estão liberados. Uma dica é decorar as tomadas do ambiente também com papel de parede, usando uma cor que dê contraste à usada na parede.

deve-se evitar o uso de papéis delicados e frágeis.

‘‘

Bem cuidado, um papel de parede pode durar até 10 anos

14

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


Custo O valor do rolo vai de acordo com a textura e qualidade do m at e r i a l . O p a p e l d e p a r e d e importado tem maior durabilidade e um custo maior. O preço pode variar de R$ 100,00 a R$ 350,00.

O papel de parede ou o lambelambe, quando aplicados em ambientes internos, podem durar anos ou até você cansar. Enjoou da estampa? Antes de substituí-la, é recomendável remover o papel original. Se a parede estiver em bom estado, basta uma nova demão de tinta. Não exagere na limpeza: modelos com proteção de vinil aceitam no máximo pano úmido com sabão neutro.

(48) 3254-4225 (48) 9125-1648 / 9631-6368 Rodovia SC 434 - Km01 - 1801 Garopaba SC - CEP 88495-000 garopabapiscinas@hotmail.com

Edison Zimmer Designer

ESTOFARIA E FABRICA DE ESTOFADOS

Sofás planejados-Baús-Pufs-Divans Matriz: Porto Alegre (51) 3364-3907 Filial Garopaba: Rod. Sc 434 - Km 01- Nº1661 - Sala 03 Palhocinha - Garopaba - SC

(48) 3254-6738 / 9628-3974 zimmerestofados@hotmail.com

Anos de Tradição

30


Arquitetura

Telhados

Além de cobrir a casa da chuva e do sol, os telhados agregam muito valor ao imóvel. Muitas vezes com um pouco de criatividade consegue-se causar uma ótima impressão à quem passa na rua.

16

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


U

Um telhado bem feito tem os componentes dimensionados corretamente, o que evitam infiltrações e desabamentos. A cobertura custa em média entre 5% e 10% do total da obra, fatores como a dificuldade de montagem e disponibilidade do material na região pesam no valor. Uma cobertura com vários planos e recortes pode parecer dinâmica, mas amplia as áreas críticas à entrada de água, como cumeeiras e rufos. A diversidade de material , formato, cor e acabamento são variados. Para chegar a opção adequada, considere o estilo da casa , ditados pelo projeto arquitetônico. Conforme a inclinação da cobertura , existem tipos ideais de telha. Quando a telha escolhida desafia a inclinação do telhado, deve-se optar pelo uso de mantas (subcobertura), que prometem evitar infiltrações de água e tem isolamento termoacústico. Um telhado bem feito deve durar no mínimo 10 anos.

Rodovia SC 434 - Km 03 - Fone: 48 3254-3278 Areias de Palhocinha - Garopaba - SC e-mail: maribox@gsurf.com.br

CONSTRUCARD CDC CONSTRUÇÕES

BNDES

*Vidro Temperado *Alumínio *Ferro *Especializada em portas de elevação *Serviços de torno e solda em geral


Tipos de Estrutura MADEIRA

AÇO

LAJE

Conquistou espaço pela facilidade de compra, aliada à tradição brasileira. Pode- ser utilizar:

Comuns na indústria, as coberturas de aço carbono ou galvanizado vem ganhando pontos no segmento residencial, graças a leveza e a rapidez na execução. O aço galvanizado �� o mais usado, possui uma camada de zinco na superfície que o protege da corrosão.

Fa vo r i t a d o s p r o j e t o s moder nos, a laje de concreto demanda impermeabilização a fim de driblar eventuais fissuras. Vale montar uma estrutura leve de madeira ou metal sobre o concreto e cobri-la com telhas de baixa inclinação, ficando escondidas atrás da platibanda. Também são muito utilizadas na construção, lajes inclinadas que dão o aspecto de telhado comum na fachada da casa , mas são mais resistentes as intempéries.

Nativa: vem direto da natureza . Cumaru, jatobá, maçaranduba e itaúba são alguns exemplos com capacidade estrutural e resistência a fungos e cupins. Reflorestada: Oriunda de áreas de plantio renovável, representa uma opção mais ecológica. Escolha entre pínus e eucalipto. Ainda existem neste tipo de madeira as tratadas, que não são indicadas para área interna da casa, já que o tratamento é feito com substâncias nocivas a saúde.

18


Conheça alguns tipos de telhas

Média de valor de 5 estabelecimentos da região de abrangência da revista.

Ardósia: muito presente em regiões frias, por ser impermeável e permitir grandes *Produto não localizado na região inclinações, que não deixam a neve acumular no telhado. Inclinação média : 50%.

Valor médio R$32,33m² R$2,69und

Valor médio R$24,13m² R$2,30und

Cerâmica: pode ser natural ou esmaltada. Quando bem utilizada refresca a casa.Inclinação média : 30% a 36%.

Concreto: pela natureza do material absorve pouca água, o que não sobrecarrega a estrutura.Inclinação média : 30% para telhas comuns e 50% para as telhas planas.

Valor médio R$33,00und

*Produto não localizado na região

Vidro: instalada em pontos específicos, permite a passagem de luz, clareando o ambiente. Inclinação média: 30% a 50%. Metálica: tende a reter o calor. Existem modelos recheados com lã de rocha, poliestireno ou poliuretano que reduz a absorção do calor.Inclinação média : 2,5% a 5%.

Valor médio R$26,00und

Valor médio R$18,33m² R$32,80und

Policarbonato: usada principalmente em terraços ou gazebos, pesa menos que o vidro e possui transparência. Inclinação média: 5% a 10%.

Fibrocimento: Conhecida pelo nome de um fabricante ‘’Brasilit’’.Onde o baixo custo a torna popular. Para melhorar o isolamento termoacústico, recorra a laje ou forro.Inclinação média : 9%.

vidroubox@gmail.com

(48) 3255 5215 (48) 9623 9443 Rua Braulino Miranda - Quadra 28, Lote Nº16 Vila Nova Alvorada - Imbituba-SC - CEP 88780-000

Janela Linha Integrada - Box - Vidros Temperados - Portas Janelas - Portões - Espelhos - Grades


Divulgação

Idéia verde na Cidade Azul A história da Meu Puff Ecológico começa em março de 2009, quando surgiu a ideia de criar um puff ecológico. mas foi somente em outubro do mesmo ano que o produto entrou efetivamente no mercado, com a distribuição em algumas lojas da região de Tubarão, Santa Catarina, cidade-sede da empresa.

20

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


A

Até o início de 2011, a Meu Puff Ecológico fornecia os puffs para revenda em lojas físicas e virtuais dos estados de Santa Catarina e Paraná. Depois, a estratégia mudou. Após algumas análises, a empresa decidiu dar foco à sua loja virtual e vender os puffs diretamente para o consumidor final. O objetivo dessa estratégia é deixar o produto mais competitivo, melhorando o preço final (sem atravessadores) e destacando os diferenciais do puff. Atualmente, as atenções estão focadas especialmente para o Sul e o Sudeste do Brasil. Entretanto, o objetivo é atingir todo o país, conquistando consumidoras que apreciam decoração e valorizam produtos eco-

Serviço Autorizado - Venda e Instalação

Pensou em Climatização? A Masterfrio tem a solução!! Re s

*Infra- instrutura para obras em andamento. *Aparelhos de ar condicionado Split.

logicamente corretos, já que o consumo responsável de itens que respeitam o meio ambiente tornouse uma tendência mundial. “Trabalhamos para oferecer produtos que, além de serem amigos da natureza, são bonitos, funcionais e acessíveis à grande parte das pessoas. Quando as características ecológicas se tornarem indispensáveis para a sobrevivência de um produto no mercado, o que não demorará muito, a Meu Puff Ecológico já estará a alguns passos à frente”, aposta Mateus Machado, diretor e designer da empresa.

p

s on

ab

de, liida

Qualidade e Confian ça

Masterfrio, quem conhece confia. Há 20 anos em Garopaba.

*Instalação com material de qualidade e garantia de quem é AUTORIZADO, disponibilizando de peças para reposição no pós venda

48

3254-4030

www.webmasterfrio.com.br

masterfrio@ig.com.br Rua Francisco Pacheco de Souza, 479 Centro - Garopaba - SC


Personalização e exclusividade Essas são as palavras-chave das novas opções de estampas lançadas pela Meu Puff Ecológico para o Banco Eco Cube. D e n t r e a s n ov i dades, estão o Meu Cubo Mágico e o Meu Cubo Insta. O primeiro consiste em uma estampa que imita o famoso cubo mágico, uma espécie de quebra-cabeça com quadrados coloridos. O toque personalizado fica por conta da aplicação de seis fotos em cada face do puff, que são escolhidas e enviadas pelo cliente. As fotos acompanham o desenho do cubo, substituindo algumas cores. Para os amantes do “brinquedo”, a empresa também oferece a opção Meu Cubo Mágico sem fotos. Já o Meu Cubo Insta, como o nome sugere, é uma maneira criativa e original de eternizar as fotos feitas com o Instagram, aplicativo para smartphones que possibilita a aplicação de diversos filtros que criam efeitos diferentes nas fotos. O produto conta com o logotipo do Instagram no topo e 36 fotos do usuário completam os 4 lados do puff. Outras versões personalizadas também estão disponíveis, como a que possibilita a aplicação de uma foto em cada lado do puff e a que conta com o efeito de uma máscara de círculos em cima da foto, criando um efeito diferente. Além das opções personalizadas, a Meu Puff Ecológico também criou uma versão do Banco

Eco Cube com a estampa dos memes, que foram popularizados nas redes sociais e viraram verdadeira febre. Va l e l e m b r a r q u e o s produtos são fabricados com papelão ondulado, um material 100% reciclável e biodeg radável. A estrutura do produto é segura e resistente – ele suporta até 200kg e é montado apenas por encaixe – sem cola ou parafusos. Todos os produtos já estão disponíveis na loja virtual da marca (www.meupuffecologico.com.br) e custam R$89,90. O pr azo de fabricação varia de 3 a 5 dias úteis.

Sistema Antiumidade garante vida longa ao produto Para garantir vida longa ao produto e evitar a degradação do papelão pela umidade, a Meu Puff Ecológico desenvolveu um sistema simples e inovador. O Sistema Antiumidade consiste em uma peça feita com lâmina de garrafas PET recicladas. Essa peça é encaixada na parte inferior do puff, garantindo proteção contra umidade e aumentando a vida útil do produto. Com esse sistema, o puff de papelão vai durar tanto quanto um puff feito de madeira (ou até mais, pois alguns puffs são feitos com madeira de baixa qualidade). Para confirmar a segurança do acessório, a empresa se compromete em dar um ano de garantia (contra qualquer defeito nas peças de papelão) nos produtos que forem adquiridos com o Sistema Antiumidade.O Sistema Antiumidade custa R$9,90 e deve ser adquirida uma peça para cada puff comprado.


Mテ天EIS Sob Medida WWW.DKFMOVEIS.COM.BR

Orテァamento sem compromisso

dkfmoveis@hotmail.com

48 3354-1971

E s t r a d a G e r a l A m b r テウ s i o d e Fo r a - G a r o p a b a - S a n t a C at a r i a n a


Arquitetura

LED

Iluminação do Futuro

A iluminação de um ambiente é extremamente importante, além de destacar os móveis e objetos, há também a questão da economia na conta de luz. Além disso, há diferença do tipo de luz que emitem, elas também diferem no consumo de energia e durabilidade.

24

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


S

Segundo arquiteta Camille Nunes os Leds são as lâmpadas do futuro. Estão cada vez mais populares, mas ainda não ganharam muita fama devido ao preço de cada lâmpada, que pode ultrapassar R$ 30. Seu sucesso se deve ao seu baixíssimo consumo de energia, inferior inclusive ao das fluorescentes e até 85% menor que o das incandescentes. Além disso, sua durabilidade, que pode chegar a 50 mil horas, tem impulsionado sua fama. Os Leds geram pouca luz e são normalmente usados dentro de sancas ou para compor efeitos visuais.

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro

Para iluminar um ambiente todo, são necessários muitos Leds. Mas há promessa no mercado de que sua luminosidade aumente em 50% em dois anos. Apesar de seus altos preços, os Leds costumam compensar no custo benefício porque reduzem a conta de energia e duram muito, exigindo pouca manutenção. Mas na hora de comprar um LED é necessário atenção: o mercado está repleto de marcas e nem todas são de q u a l i d a d e, é n e c e s s á r i o p e d i r referência a um profissional da área para saber qual comprar.

‘‘

Seu sucesso se deve ao seu baixíssimo consumo de energia, inferior inclusive ao das fluorescentes

25


De baixíssimo consumo, vida extremamente longa Os Leds estão cada vez mais eficientes superando a eficiência das lâmpadas incandescentes. Potência: nor malmente encontrado com potências de 5 a 18W; Vida útil: até 100.000 horas (média de 25.000 horas). De acordo com dados da Philips: se considerarmos uma média de uso d i á r i o d e 2 , 5 h o r a s, u m a l â m p a d a incandescente comum terá uma vida útil de aproximadamente 8 meses, enquanto que uma lâmpada Led terá de 25 anos; Uso: iluminação de destaque, residencial, comercial e público. Sinalizadores de trânsito (neutraliza o “efeito fantasma”), f a c h a d a s d e p r é d i o s, b a l i z a d o r e s, iluminação de casas noturnas, entre outros. Sustentabilidade: é de fácil descarte e reciclagem e não prejudica o meio ambiente por não conter chumbo ou mercúrio; Cuidados: a maioria das lâmpadas não deve ser utilizada em áreas externas ou e m l u m i n á r i a s f e c h a d a s, p o i s s u a durabilidade poderá ser comprometida.

Existem dois tipos de Leds Baixa Potência Utilizados para sinalização. Exemplos: botões de liga/desliga, árvores de natal, não são indicados para iluminação geral;

Alta Potência São utilizados para a iluminação geral de ambientes ou para dar destaque a pontos de interesse.

Super vantagens do Led: * As lâmpadas de Leds consomem cerca de 50% a 80% menos energia que as lâmpadas convencionais; * Grande durabilidade. Usando 8 horas por dia, elas podem durar até 24 anos; * Esquentam pouco; * 100% ecológicas; * Resistentes a impactos; * Sua luz, não desbota roupas ou

26

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


A solução fiel para o seu dia a dia!

25 Anos TUDO EM: ELÉTRICA ILUMINAÇÃO HIDRÁULICA FERRAGENS UTILIDADESSERVIÇO DE MUNCK

Garopaba Rua João Orestes de Araújo - Nº800 - Garopaba SC - CEP 88495-000 E-mail: contato@lealinstaladora.com.br

(48)

3254-3451


Paisagismo

A beleza nos

Jardins

A bióloga Audrey Amorim lembra que sempre é possível arrumar maneiras práticas e criativas para economizar e deixar seu projeto com a sua cara. Uma dica é procurar conhecer melhor sobre as plantas e flores que você vai empregar em seu jardim, pois algumas precisam de mais luz e água que outras e em alguns casos é necessário ter um cuidado maior com determinadas espécies mais frágeis – explica a proprietária do Jardim de Judith Audrey. Além dos tipos de jardins a bióloga chama atenção para o tipo de planta que vai ser escolhida para cada local. - Há vários tipos de jardins verticais os internos, externos, de vários materiais e tipos de plantas diferentes. Deve-se cuidar bem cada

28

s

i vertic a A planta, para que ela se adapte ao ambiente onde o jardim será implantado – argumenta a Bióloga.

Blocos Pré-Moldados

O método de bloco prémoldado foi criado algum tempo. Eles existem em dois modelos: bloco de concreto fundido, com jardineiras contínuas, e o bloco de concreto socado, com jardineiras em ziguezague.

Técnica Quadro Vivo Os quadros verdes foram desenvolvidos podem ser desenvolvidos em muitos lugares. É só escolher um local iluminado na casa e trazer o verde para dentro. O quadro é fixado com parafusos e buchas. A estrutura é vedada para evitar vazamentos e umidade, o sistema de rega pode ser computadorizado ou manual.

-Ambos os modelos podem ser instalados rente a muros impermeabilizados ou até sem nenhum apoio, pois os blocos têm n i c h o s p a r a p a s s a r v i ga s d e sustentação- explica Audrey.

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


Treliças e Vasos

Técnica Wall Green

Blocos Cerâmicos

Para construir este jardim vertical é necessário primeiramente chumbar uma treliça metálica à parede ou muro. Depois disso é só pendurar vasos meia lua à treliça. A treliça metálica precisa ser tratada para resistir às intempéries. Se o jardim for grande e alto, será preciso investir em um sistema de irrigação. Também pode ser utilizada a tela de alambrado, que já vem pronta e tratada, para utilizar este método.

O sistema Wall Green é vendido em kits, que deve ser montado por um sistema de encaixe e for ma uma estrutura com capacidade para receber 18 plantas. O sistema modular é do tipo faça você mesmo, e você pode compor jardins verticais ou horizontais, da maneira que preferir. A estrutura é de plástico injetado e pode ser fixada em diferentes tipos de superfícies. O vaso e o sistema de regas precisam ser adquiridos separadamente.

A técnica utiliza blocos cerâmicos que podem ser fixados em paredes em muros utilizando argamassa. É necessário descascar a pintura da parede para que o bloco seja fixado mais facilmente. Após a instalação é necessário impermeabilizar o painel com produtos atóxicos, como os utilizados em reservatórios de água, para não prejudicar as plantas. As jardineiras podem ser pintadas ou receberem outro tipo de acabamento. Para painéis grandes, é necessário instalar um sistema profissional de irrigação por gotejamento.

Técnica PET Este método, desenvolvido, reutiliza garrafas plásticas para compor um lindo jardim vertical. A sugestão é ideal para casas que não têm grandes áreas para jardins. Além disso, se torna também uma solução para os resíduos, que deixam de ser descartados e ganham uma utilidade diferente da original. As garrafas ficam suspensas, amarradas em cordas de varais.

Fibra de Coco Esta técnica é perfeita para espaços pequenos como varandas e apartamentos. Por ser confeccionada por um material natural, parte dela pode ficar aparente, sem prejudicar o visual. Deve-se impermeabilizar a parede que vai receber o painel antes. O painel de fibra de coco pode ser parafusado na estrutura.

Técnica Vasos Meia Lua Este sistema é ideal para decorar pequenos espaços. A distribuição dos vasos depende do estilo e do gosto particular. Utilizar vasos do mesmo material é uma boa solução para garantir a harmonia do jardim vertical, porém não existem regras.

Espécies Nativas, Frutíferas e Flores Pedras, Vasos e Insumos Jardinagem - Paisagismo

Equipe Especializada

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro

9


Vitrine

LUZ

ÁGUA

COMERCIO DE MATERIAL ELÉTRICO E HIDRÁULICO Tartaruga PVC Branca

R$ 11,55 und.

Conjunto interruptor simples mectronic

R$ 3,95 und.

Plafon c/ bocal de porcelana

R$ 2,19 und.

Conjunto tomada 10ª NBR mectronic

R$ 4,85 und.

28

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro


Imagens ilustrativas-Valores referentes a pesquisa feita no mês de fevereiro-produto disponível enquanto durarem os estoques-os valores podem haver mudanças sem aviso prévio-Salvo erros de digitação, preços válidos o do balcão.

Tubo corrugado laranja 25mm

R$ 0,62 Mt.

Tubo PVC soldável 25mm plastilist

R$ 8,82 Barra.

Padrão de luz mono. CELESC

R$ 187,00 CJ.

Padrão de água CASAN

R$ 83,00 CJ.

Guia da Casa & Construção Janeiro/Fevereiro

31


Editora-Grรกfica Fotografia-WebDesigner

3255-4744

(48)

Rua Dr. Joรฃo Oliveira Filho, 405 - Centro-Imbituba SC


Guia da Casa & Construção