Page 1


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ]

S

uperar um recorde mundial para ser colocado na galeria de notáveis do IGFA (International Game Fish Association), ou — quem sabe — viver a experiência de ter o barco arrastado por alguns dos maiores peixes de couro do mundo. Pode ser apenas o desejo de ver suas linhas de fly cortarem a água em corridas alucinadas, que, muitas vezes, são impossíveis de ser detidas. Tão difícil quanto decifrar os motivos que levam pescadores de todas as partes do mundo para a Amazônia é definir a variedade de estilos de pesca possíveis de serem praticados na extensa malha hidrográfica da maior floresta tropical do planeta. Entrecortada por centenas de rios de grande porte, como é o caso do Negro, do Teles Pires, do Madeira, do Juruena, do Guaporé, entre outros de menor porte que ainda se encontram inexplorados, esse gigantesco bioma é — para o pescador

36

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo

esportivo — o que se pode rotular de Disneylândia. Tanto que, na associação mundial que ranqueia os pescadores e seus feitos, algumas dezenas de recordes — sejam eles por classe de linha, por peso e tamanho, com isca artificial ou natural, ou ainda com equipamento de mosca — foram batidos nos rios dessa região. Quer mais um fator fascinante? Não importa se a origem daquele que viaja à Amazônia é de alguma cidade brasileira ou de qualquer outra do mundo: há tantas opções de rios e pescarias — e em lugares de realidades tão diferentes — que se torna praticamente impossível decidir com antecedência qual o melhor rumo a ser tomado. Assim, antes de falar propriamente dos locais e dos atrativos oferecidos por cada um deles, é preciso compreender algumas particularidades só existentes em um megaecossistema como esse.


Atrativos e segredos da

Amazônia Attractivies and secrets of Amazonia

Saber quando e para onde ir, assim como o que se pretende encontrar, é o segredo para realizar uma aventura inesquecível na maior floresta tropical do planeta ERiliquip sustie te dolenisl dolorer ostrud tet ipissed dolumsandre et enit wisit, velit aliquis eum iril eu feugiat, sum do por / by: Wilson Feitosa l tradução / translation: mairon batista FOTOS / photos: Eribert Marquez e arquivo Ecoaventura ARTE / design: Paula bizacho

T

o overcome a world record to be marked at IGFA or, who knows, live the experience of having the boat dragged by one of the biggest catfish in the world. May be just the desire of seeing your fly lines tear the water in astonishing runs, which, sometimes, are impossible to be stopped. As hard as decipher the reasons that take fishermen from all over the world to Amazon is to define the fishing styles variety that can be used at the extensive hydrographic net of the biggest tropical forest in the world. Composed by hundreds of huge rivers, like Negro River, Teles Pires, Madeira, Juruena, Guaporé, among smaller ones which have not been explored yet, this gigantic bioma is – for the sport fishermen – what can be labeled Disneyland.

So much so that, in the world association that ranks the fishermen, some dozens of records – being by line category, by fish weight and size, using artificial or natural lures, or even using fly fishing tackle – were set at this region. Want one more reason? It does not matter if the fishermen is coming from a Brazilian city or from other places in the world: there are so many fishing and rivers options – and in places of so many different realities – that is almost impossible to decide beforehand which is the best path to follow. As a result, before talking about the places and the attractiveness found on each of them, we need to understand some peculiarities only found in a “megaecosystem” like this one.

ecoaventura

37


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ]

Os cenários onde se pratica a pesca esportiva na Amazônia são tão fascinantes quanto seus peixes Sequam dolorem dolor iure verillutat ad enissed elenibh et vullandit iriuscil enibh estrud magna cor secte ex eraesse

difícil é definir a variedade de estilos de pesca possíveis de serem praticados na extensa malha hidrográfica da maior floresta tropical do planeta It is Hard to define the fishing styles variety that can be used at the extensive hydrographic net of the biggest tropical forest in the world

38

A leitura da temporada

The season outlook

Muitos pescadores pensam que, ao marcar uma pescaria na Amazônia para os mesmos meses ou períodos que foram destaque na temporada anterior, estarão garantindo o sucesso da nova empreitada. Mas, não é bem assim: de um ano para outro as condições climáticas raramente se repetem e, com os rios muito cheios, a pescaria se torna não só imprevisível como, por vezes, frustrante. Já que não é possível prever quando e quanto irá chover, entre outras adversidades climáticas, só com uma leitura correta do regime das águas da região será possível minimizar as possibilidades de se deparar com imprevistos.

Many fishermen think that, when scheduling a fishing trip to Amazon for the same months or periods that were a success on the last season, they will be assuring the new trip success. However, it does not work like that: from one year to another the weather conditions rarely repeat and, with the rivers flooded, the fishing becomes not only unpredictable but, sometimes, frustrating. As it is not possible to predict when and how much is going to rain, among other weather adversities, only with the correct outlook of the region water streams it will be possible to minimize the chances of facing inconveniences.

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo


Podemos considerar que o ciclo se inicia pelos afluentes dos grandes rios do sul, entre eles o Madeira, o Juruena, o Teles Pires e o Guaporé, e depois os do norte — afluentes do rio Negro. A partir do final de maio e princípio de junho, iniciase a vazante nos rios do sul, e é por eles que começa a temporada de pesca amazônica. Enquanto lagos, paranás e tributários menores permitem a navegação, a pesca é farta e diversificada. Mas, com o passar dos meses, quando esses rios secam e inviabilizam as incursões, tem início a melhor época no rio Negro e seus afluentes. A depender das circunstâncias é possível pescar nessas águas até meados de abril. Para o calendário de pesca deve-se considerar que, entre junho e novembro, pesca-se mais ao sul e, de novembro a março, ao norte.

We can consider that the cycle starts by the big south rivers tributaries, like the Madeira, Juruena, Teles Pires and Guaporé, and by the north ones – Negro River tributaries. From late May to early June, the south rivers ebb begins, and this is when the Amazon fishing season starts. While lakes, creeks and small tributaries can be navigated, the fishing is abundant. However, with the months going by, when those rivers get drier and make the navigation impossible, begins the best fishing season in the Negro River and its tributaries. Depending on the circumstances it is possible to fish on those areas until mid April. On the fishing calendar it has to be considered that, between June and November, the fishing is better in the south, and between November and March, in the north.

Anúncio

ecoaventura

39


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ] Que rumo seguir?

What path to take?

Antes de escolher que destino tomar, é preciso definir o objetivo. Para a maioria dos pescadores, o grande apelo da Amazônia são os vorazes Tucunarés, em especial o Cichla temensis, que, entre as 15 espécies descritas, é a que atinge maior porte — o recorde mundial foi batido no rio Negro, na região de Barcelos, com um espécime que pesou quase 13 quilos. Portanto, se o que se almeja for estabelecer uma nova marca para essa espécie, ou enfrentar outras como o Tucunaré-borboleta (Cichla orinocensis), seja com equipamento de moscas ou com iscas artificiais, Barcelos e Santa Isabel são os melhores destinos. A primeira é a cidade que oferece maior oferta de pousadas, lodges e hotéis flutuantes, e a segunda, a que fica mais próxima dos principais pontos de pesca. Para chegar a ambas, a melhor opção é por voo de carreira, e a época mais propícia é entre o início de dezembro e final de fevereiro.

Before choosing what destination to take, the goals have to be defined. For the major fishermen, the great appeal in Amazon is the greedy Peacock Bass, especially the Cichla temensis, which, among the 15 described species, is the biggest one – the world record was set at Negro River, in Barcelos area, with a specimen with almost 13 kilos. Therefore, if it is desirable to establish this specie new record, or face others like the Butterfly Peacock Bass, either with fly or baitcast fishing, Barcelos and Santa Isabel are the best destinations. The first one is the city that has the most available offers when talking about lodges, hotels and hotel boats, and the second is the one closest to the fishing spots. To get to both of them, the best options is to take a plane, and the best season is between early December and late February.

BOA VISTA O mapa ao lado mostra uma pequena parte dos rios que cortam a maior floresta tropical do planeta Sequam dolorem dolor iure verillutat ad enissed elenibh et vullandit iriuscil enibh estrud magna cor secte ex eraesseSatamper hoctabi ssatis

Rio Branco

MACAPÁ

Rio Negro

BELÉM

Rio Amazonas

Rio Solimões

MANAUS Rio Tapajós

Rio Juruá

Rio Purus PORTO VELHO

RIO BRANCO Por outro lado, se o objetivo for praticar estilos diversos e se divertir com a grande variedade de espécies do ecossistema amazônico, os rios ao sul do Estado e seus afluentes são insuperáveis. E não apenas porque apresentam maior diversidade: as opções de destinos também são mais amplas e há maior diversidade de infraestruturas voltadas ao turismo de pesca. Em algumas, por sinal, só se chega a bordo de aeronaves de pequeno porte e, em outras — como alguns acampamentos selvagens — ainda é preciso viajar de barco para complementar o trajeto. Evidentemente, a dificuldade de acesso aumenta o custo das viagens, fato que, por outro lado, garante pescarias mais fartas e em lugares mais selvagens. 40

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo

Rio Xingu

Rio Madeira Rio Juruena Rio Teles Pires

On the other hand, if the objective is to practice different styles and have fun with the big species variety of the Amazon ecosystem, the south rivers and its tributaries are insuperable. Not just because they present great diversity: the destination options are extensive and there are more infrastructures for the fishing tourism. Some of them, by the way, are only reachable by small planes and others – like some wild camping – by boat. Of course, the more difficult it gets to get to the place, the more expensive the trip will be. But on the other hand, this assures more successful fishing and wild life experience.


Bicuda

Tucunaré-açu

as mais de 2 mil espécies de peixes encontradas na amazônia fazem da região um atrativo perfeito para os pescadores esportivos Cachara

Diversas espécies de Tucunarés com colorido e porte variado são presença garantida em praticamente todos os rios amazônicos localizados no sul do Estado, o que muda é que a maioria não atinge grande porte. Em contrapartida, é possível capturá-los em elevadas quantidades, com frequência até dois exemplares na mesma isca. Essa porção da Amazônia também é a mais indicada para encontrar os grandes peixes de couro, os quais, em algumas regiões, são chamados de “feras”. Entre as espécies que mais fascinam os pescadores estão as gigantescas Piraíbas — um Bagre que pode passar de dois metros e pesar acima de 200 quilos. Outro peixe que é motivo de cobiça entre os pescadores é a Pirarara, que, apesar de atingir porte inferior, é vista como a que oferece a melhor relação tamanho-peso-valentia.

Rud min enibh eu feuip etue feugiam ing et, conullaore volesen dionsequat, eoloronsenis er

Many Peacock Bass species with different colors and sizes are found all over the Amazon Rivers located at the south of the State. The difference is that most of them do not get so big. However, it is possible to catch them in high quantities, quite often two on the same bait. This Amazon area is also the best place to find the big catfishes, which in some regions are known as “beasts”. Among the species that most fascinate the fishermen are the gigantic Piraíbas – a catfish that can reach more than two meters long and weight more than 200 kilos. Another demanded fish is the Pirarara, which, even smaller than the Piraiba, is known as the fish with best size-weight-power ratio.

ecoaventura

41


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ] E não é só: em determinados rios, o Pirarucu (Arapaima gigas) — maior peixe de escamas de água doce do mundo — é um desafio constante à astucia e técnica do pescador, e o Tambaqui, que ultrapassa 30 quilos de peso, um rebelde que ignora especificações de equipamentos, abre anzóis e arrebenta linhas. A infraestrutura para hospedar o pescador é composta por pousadas construídas em meio à mata e confortáveis hotéis flutuantes capazes de atingir regiões remotas em busca de lugares exclusivos, e a qualidade dos serviços de alguns desses empreendimentos nada devem aos dos melhores do mundo. Também representante do grupo chamado de peixes lisos (que não têm escamas), o Jaú, cujos espécimes superam 70 quilos, e o Caparari, um dos mais belos Bagres brasileiros, também compõem a diversidade de espécies que podem ser encontrada

norte/north

O melhor dos principais destinos/nUtpat. Ut aute conum del dolor

Rio Negro e afluentes: Considerado como um palco

perfeito para os obcecados pela pesca do Tucunaré, esse rio, assim como boa parte de seus afluentes, justifica plenamente o que se espera dele, pois além de proporcionar pescarias fartas e alguns dos principais recordes para essa espécie, também tem outros apelos irresistíveis. É o caso da transparência e pureza de suas águas, das belíssimas praias de areias alvas e claras, do charme de ter cidades como Barcelos e Santa Isabel, que apesar de terem toda infra-estrutura, só podem ser acessadas por ar ou água e, principalmente, pelo fato de não terem insetos hematófagos. Quanto a pesca, além do maior representante dos Cichlas e de outros menores, também brinda ainda seus visitantes com Aruanãs (da família Osteoglossidae), reluzentes Apapás (Pellona castelnaeana), Cachorras (Hydrolycus armatus), além de dois dos maiores bagres amazônicos: a Piraíba e a Pirarara. O período de pesca começa no final de novembro e vai até o final de março, e o melhor da temporada situa-se entre dezembro e fevereiro. Apesar da grande quantidade de infraestruturas voltadas para o atendimento do pescador esportivo, a procura é tão grande que para reservar uma data específica é preciso que se faça as reservas com mais de uma ano de antecedência.

Negro River and tributaries: Considered as one of the

perfect scenarios for the obsessed peacock bass fishermen, this river, as well as great part of its tributaries, is completely entitled of what it is expected, because besides the fact that it provides an abundant fishing and some of the main records for this specie, has also other remarkable and irresistible facts. Its waters transparency and purity, the beautiful clear sand beaches, its

42

Also representing the group of “naked” fishes (do not have scales), the Jaú, which overcome the 70 kilos, and the Caparari, one of the most beautiful catfishes found Brazil, are also part of the species that can be caught. And that is not everything: in some rivers, the Pirarucu – biggest scale freshwater fish in the world – is a constant challenge to the fishermen astuteness and techniques, and the Tambaqui, which overcome the 30 kilos, a fish that is not submissive and ignores any equipment specifications, twist hooks and break lines. The infrastructure to host the fishermen is composed by lodges built by the woods and comfortable floating hotels capable of reaching remote regions going after exclusive spots, and the quality of service of some of those places can be compared to the best in the world.

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo

charming cities Barcelos and Santa Isabel, which even by the fact they have infrastructure, can only be accessed by air or water and, specially, because there are no mosquitoes. For the fishing matter, besides the biggest representative of the Cichlas and the smaller ones, also cheers its visitors with Aruanãs, shinning Apapás, Cachorras, besides the biggest Amazon catfishes: the Piraíba and Pirarara. The fishing season starts in late November and goes until late March, and the best of the season takes place between December and February. Despite the big amount of sport fishing related infrastructure, the demand is so high that, in order to make specific dates reservations, the process has to be done more than one year ahead.

BOA VISTA

Rio Negro

MANAUS


Sul/south Rio Teles Pires e afluentes: localizado em uma das

regiões mais exuberantes da Amazônia, esse rio de águas verdes e velozes é o que melhor exprime a riqueza faunística dessa região. Entre fevereiro e maio — auge do período de cheias —, ele é o principal destino para aqueles que sonham capturar os grandes peixes de couro: Piraíba, Jaú e Pirarara. Nesse mesmo período também se concentra o auge da temporada para a pesca de outras espécies de inestimável valor esportivo: o bruto e indomável Tambaqui, as saltadoras Matrinxãs, as velozes Bicudas e as grandes e ameaçadoras Cachorras. Entre junho e o final do ano, as pescarias continuam produtivas, apenas saem de cena algumas espécies e entram outras. É o caso do Tucunaré, do Trairão (peixe da família Erythrynidae), da Corvina (Plagioscion squamosissimus) e dos peixes de couro citados acima, que permanecem à disposição do pescador o ano todo.

Teles Pires River and tributaries: Located at one of the most exuberant Amazon regions, this green and rapid waters river is what best express this region fauna richness. Between February and May – flood season - , it is the main destination for those who dream in catching the big catfishes: Piraíbas, Jaús and Pirararas.

At this same period is also the peak season for catching other inestimable value sport fishing species: the brute and untamable Tambaqui, the jumping Matrinxas, the fast Bicudas and the huge and threaten Cachorras. Between June and the end of the year, the fishing continues to be productive, the only thing is that there are species that can be MANAUS caught better than others. Is the case of the Tucunaré, Trairão, Corvina and PORTO VELHO the Catfishes mentioned above, that Rio Teles Pires can be caught during the whole year.

Anúncio

ecoaventura

43


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ] Sul/south Rio Madeira: um dos maiores atrativos desse rio são os acampamentos selvagens montados em alguns de seus afluentes. O diferencial desse tipo de operação é que ela proporciona uma mobilidade que permite ao pescador acompanhar o deslocamento dos peixes durante as oscilações no nível dos rios, além de colocar o turista em contato mais íntimo com o meio ambiente. Tucunarés com até seis quilos, Matrinxãs, Bicudas, Cachorras e Capararis compõem as principais opções de pesca desse roteiro. A melhor época situa-se entre o início de julho e final de novembro. Madeira River: One of its most attractiveness is the wild camping’s set at some of its tributaries. The differential of this type of operation is that it provides a mobility that allows the fishermen to follow the fishing movements during the river levels oscillations, besides the fact of allowing the tourist to be in contact with the inner part of the forest. Peacock Basses up to six kilos, Matrinxãs, Bicudas, Cachorras and Capararis compose the main fishing options. The best season takes place between early June and late November.

Rio Guaporé e afluentes: Dizer que a Amazônia é grande

demais para ser descrita chega a ser repetitivo, no entanto, esse rio tem aspectos tão diferentes dos demais que a redundância dá lugar ao destaque. Localizado na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, o Guaporé, com suas áreas de mata intocada, reservas ecológica, fazendas, vilarejos e outros ambientes, apresenta cenários tão distintos que, em determinados trechos, nem parece ser o mesmo rio. Em termos de pesca esportiva, o rio Guaporé também tem seus diferenciais. É o que permite a maior índice de captura de Tucunarés por pescador/dia, tem Cachorras em abundância e também é um dos únicos onde se pode pescar o Tambaqui e a Pirapitinga (Piaractus brachypomus) — ambos donos de força descomunal, além de grandes Pirararas e Capararis. Entre julho e final de novembro situa-se o auge da temporada, que pode começar um mês antes e terminar um depois em decorrência do ciclo de chuvas. Existem ainda outros rios com grande potencial, como o Branco e o Itapará na parte Norte, e o Roosevelt na parte sul, cujos predicados, possibilidades de pesca e qualidade das pousadas são idênticos aos que foram citados acima.

Guaporé River and tributaries: To mention that Amazon is too big to be described is quite repetitive. However, this river has so different aspects in relation to the others that the redundancy gives place to highlights. Located in the border between Brazil and Bolivia, the Guaporé River, with its inner forest 44

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo

MANAUS

Rio Madeira PORTO VELHO

areas, ecologic reserves, farms, villages and other environments, presents so distinct scenarios that, in some parts, does not seem to be the same river. In matters of sport fishing, the Guaporé River also has its differentials. It allows the highest Peacock Bass capture rate by fishermen/day, has abundant Cachorras, and it is also one of the only rivers where you can fish the Tambaqui and Pirapitinga, both really powerful fishes, besides the big Pirararas and Capararis. Between July and late November takes place the peak of the season, which can start one month before and end one month after because of the rain cycle. There are other rivers with great potential, like the Branco and the Itapará on the north area and the Roosevelt MANAUS on the south area, which attributes, fishing possibilities and the lodge’s quality are PORTO VELHO the same as the ones mentioned above. Rio Guaporé


Características das principais espécies/nUtpat. Ut aute conum del dolor Caparari (Pseudoplatystoma tigrinum) e Cachara (Pseudoplatystoma reticulatum e P. punctifer):

representantes da família Pseudoplatystoma, os hábitos dessas espécies são muito semelhantes, e mesmo um exemplar de pequenas dimensões exige bastante perícia e habilidade do pescador para desviá-lo de galhadas ou pedras sem romper a linha. O Caparari atinge maior porte e requer equipamento mais reforçado. Dependendo do lugar e das características do rio, pode ser encontrado em poções, debaixo dos camalotes, início ou final de curvas e, nos horários em que o Sol estiver mais quente, nas praias. Habita a maioria dos rios amazônicos, e o equipamento indicado para a captura dessas espécies é do tipo pesado, constituído por varas para linhas de até 50 libras (23 quilos) e anzóis de 8/0 a 14/0. As iscas mais indicadas são as naturais, compostas por pequenos peixes, minhocuçu, Piramboia, Tuvira e, em rios onde não haja grande concentração de Piranhas, filés de peixe.

Caparari (Pseudoplatystoma tigrinum) and Cachara (Pseudoplatystoma reticulatum e P. punctifer): Representing the Pseudoplatystoma family, those

fishes habits are very similar, and even a small size specie deserves fishermen good attention and ability to take it out of

Pirarara (Phractocephalus hemioliopterus):

também ranqueada entre os grandes da Amazônia — perde em tamanho e peso para as Piraíbas e Jaús, mas ganha em resistência e beleza, pois, além de ser um dos peixes mais fortes que se pode enfrentar, possui um belo padrão de cores. Alcança cerca de 1,50 metro e ultrapassa os 60 quilos, é extremamente vigorosa e dá muito trabalho quando fisgada. Pega em vários tipos de iscas, mas, dependendo da região, pode variar sua preferência entre minhocoçu, iscas brancas e pequenos peixes da região onde estiver sendo pescada. Frequenta praticamente todos os rios amazônicos, porém, os maiores exemplares têm sido fisgados nos rios Guaporé, Teles Pires, Juruena e Madeira. O equipamento mais indicado é o de categoria pesada (H), composto por varas para carretilhas ou molinetes, linhas com resistência entre 30 e 50 libras (14 e 23 quilos), anzóis de 7/0 a 10/0 providos de empate de aço.

branches or rocks without breaking the line. The Caparari gets big so strong equipment must be used. Depending on the place and the river’s characteristics, it can be found in shoals, under huge amount of plants, lakes and rivers entrances and, when the sun is high, in the sand beaches. Inhabits most of the Amazon Rivers, and the recommended equipment to catch them is the heavy type, constituted by rods and 50 pounds (23 kilos) test lines and 8/0 to 14/0 size hooks. The best baits are the natural ones, like live fishes, giant worms, Piramboias, Tuvira and, in rivers where there is not a huge concentration of Piranhas, fish pieces.

and it is a troublemaker when hooked. Can be caught using many types of baits, but, depending on the region, its preference can change between the giant worms and small fishes. Can be regularly found on all the Amazon Rivers, however, the biggest ones are being hooked in the Guaporé, Teles Pires, Juruena and Madeira. The most recommended is the heavy category equipment (H), composed of rods and reels, 30 to 50 pounds test (14 to 23 kilos) lines, 7/0 to 10/0 hooks with steel leaders.

Pirarara (Phractocephalus hemioliopterus): Also

ranked among the big fishes in Amazon – looses in size and weight for the Piraíbas e Jaús, but wins in resistance and beauty, because, besides of being one of the strongest fishes that can be faced by a fisherman, has a beautiful color pattern. Can reach around 1,5 meters and weight over 60 kilos, is extremely vigorous ecoaventura

45


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ] Características das principais espécies/nUtpat. Ut aute conum del dolor Matrinxã: apesar de não atingir grande porte, o Matrinxã é

considerado um dos maiores desafios amazônicos, e por diversos motivos. Além de não ser encontrada em todos os rios, essa espécie é extremamente astuta, possui boca pequena e dura e, quando fisgada, dá início a uma série de saltos vigorosos, que geralmente lhe garantem a liberdade. São comuns nos rios de águas limpas, onde se concentra ao redor de galhadas ou pequenas corredeiras — locais nos quais costumam emboscar suas presas. O equipamento e iscas recomendados para essa espécie são compostos por varas para carretilhas ou molinetes de categoria média (M), linhas de até 20 libras (9 quilos) e colheres e spinners como iscas.

water rapids – spots where it usually hunts. The recommended equipment for this species is medium category (M) rods and reels, 20 pounds (9 kilos) test lines and spoons or spinners as lures.

Matrinxã: Despite of not reaching big sizes, the Matrinxã

is considered one of the greatest Amazon challenges, for many reasons. Besides the fact of not being found in all the rivers, this specie is extremely astute, because it has a small and hard mouth and, when hooked, starts a series of vigorous jumps, which usually guarantees its freedom. They are common to be found in clear water rivers, where it remains among the branches or small

Tambaqui (Colossoma macropomum): habitante de

alguns rios, o Tambaqui pode ser encontrado durante as cheias nas margens do rio Teles Pires onde existam árvores frutíferas, ou durante o período de secas nas corredeiras do Rio Guaporé. Extremamente violento quando ataca as iscas, essa espécie, assim que sente a fisgada, tem o hábito de correr para dentro da mata alagada. Deter essa corrida, na maioria das vezes, é uma missão impossível. Para aumentar o grau de dificuldade, o sistema de pesca que mais se mostra eficaz para sua captura exige o uso de equipamento de categoria média e anzóis pequenos — fato que contribui para que escape na maioria das vezes. O equipamento mais indicado para a sua captura é composto por varas para carretilhas ou molinetes de categoria pesada (M), linhas de multifilamento de 60 libras (27 quilos), empate de aço com 15 centímetros e anzóis de haste curta com tamanho entre 2/0 e 3/0. Coquinhos e outros regionais são suas iscas prediletas, e o rio Teles Pires é o que apresenta melhor retrospecto para a pesca dessa espécie.

Tambaqui (Colossoma macropomum): Inhabitant of

some rivers, the Tambaqui can be found during the flood seasons by the Teles Pires river banks where there are fruit trees, or during the dry season in the Guaporé River rapids. Extremely violent when attacking the baits, this specie, as soon as it is hooked, swims to the flood forest. Stopping the run, in most cases, it is an impossible mission. To make it even harder, the fishing system

46

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo

that shows to be the most efficient to catch this specie is the medium category equipment and small hooks – this way the fish can gets free. The most recommended equipment for its capture is composed by rods and reels of medium category (M), 60 pounds (27 kilos) test braided lines, and 15 centimeters steel leader and 2/0 to 3/0 short hooks. Small coconuts and other regional fruits are their favorite food, and the Teles Pires is the river that has the best retrospect for fishing this specie.


O Tucunaré é o peixe que mais atrair turistas pescadores para os rios da Amazônia Sequam dolorem dolor iure verillutat ad enissed elenibh et vullandit iriuscil enibh estrud magna

Tucunaré: com mais de dez representantes, trata-se

das espécies amazônicas que mais despertam a cobiça dos pescadores esportivos. Preferem águas paradas em ambientes como lagoas e baías, mas não é raro serem encontradas em obstáculos e galhadas nas bocas de cursos d’água que se interligam com o rio. Costumam se juntar em grandes cardumes para dar caça a suas presas que, desesperadas, chegam a pular fora d’água para escapar de suas investidas. A captura de grandes espécimes ocorre com maior frequência em pequenos rios e em grandes lagos, especialmente nos afluentes e tributários do rio Madeira e do rio Negro. Podem ser pescadas em todas as modalidades, sobretudo com iscas artificiais ou equipamento de mosca. Para a pesca de arremesso, uma boa opção é um conjunto composto por vara para carretilha ou molinete de ação médiapesada (MH) e linhas com resistência entre 17 e 25 libras (8 e 11 quilos). As iscas artificiais de superfície demonstram muita eficiência com os grandes exemplares, mas, em algumas épocas e lugares, os modelos de meia-água são mais eficazes. Na pesca com moscas o equipamento ideal é o de número 8, com linhas WF-8-F, FS, l e S. As moscas devem ser do tipo streamers, bugs e poppers, com tamanho em torno de seis a dez centímetros, atadas com penas e fios naturais e/ou sintéticos para que fiquem bem volumosas.

Tucunaré: With more than ten representatives, is the Amazon specie that most attracts fishermen. It prefers calm waters in environments like lakes and bays, but it is not rare to find it in obstructions and branches close to lakes and the river connections. They usually are found in big shoals to better hunt small fishes which, desperate, jump outside the water to escape. The big species occurs most frequently in small rivers and big lakes, especially in the Madeira and Negro Rivers tributaries. Can be fish using almost any style, but mainly bait casting and fly fishing. If the option is the bait casting, a good option is a Medium-heavy (MH) rods and reels or baitcast set and 17 to 25 pounds (8 to 11 kilos) test lines. The topwater lures demonstrate o good effectiveness with the big ones, but, in some seasons and places, the minnows are more efficient. Using the fly fishing equipment, the ideal is to use # 8 equipment, with WF-8-F, FS, I and S lines. The flies used are streamers, bugs and poppers, with six to ten centimeters in size, tied with just natural feathers synthetics threads so it can become bulky.

ecoaventura

47


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ] Características das principais espécies/nUtpat. Ut aute conum del dolor Aruanã (da família Osteoglossidae): unico peixe

de escamas que apresenta barbilhões na mandíbula, o Aruanã pode atingir mais de 1,5 metro e é um peixe de visão apurada. Predador nato, ele costuma frequentar os lagos de águas limpas que margeiam os rios, onde se alimenta de insetos, enguias, pequenos peixes e diversos tipos de invertebrados aquáticos, os quais são caçados dentro e fora da água, em locais rasos ou em meio a obstáculos como matas e galhadas. Uma das características da espécie é a habilidade para saltar até dois metros fora d’água, seja para capturar suas presas em galhos de arbustos ou para fugir de seus predadores. Na pesca com iscas artificiais, recomenda-se usar varas para carretilhas ou molinetes de categoria média (M) e linhas com resistência em torno de 17 libras (8 quilos). Quanto às iscas artificiais, as mais eficientes são as de hélices, zaras, sticks e poppers com tamanho ao redor de oito centímetros. Na modalidade de pesca com mosca, varas de n°6 com linhas WFF e iscas do tipo streamers, poppers e divers são adequadas.

shallow spots or among the obstructions as branches. One of its characteristics is its ability to jump up to two meters outside the water, either to capture its food on branches or bushes or to get away from its predators. When bait casting, it is recommended to use medium category rods and reels and 17 pound (8 kilos) test lines. When it comes to the lures, the most efficient are the topwater lures, like sticks and poppers, measuring around eight centimeters. When fly fishing, # 6 rods and WFF lines used with streamers, poppers and divers are adequate.

Aruanã: The Aruanã can reach more than 1,5 meters and has a very good sense of sight. Innate predator, it usually habits the clear water lakes next to the rivers, where it can feed itself with insects, ells, small fishes and many types of aquatic invertebrate animals, which are hunted inside and outside the water, in

Jaú (Zungaro zungaro): de acordo com habitat e tamanho

dos espécimes, a variação cromática dessa espécie oscila entre o amarelo acastanhado, o preto e o cinza esverdeado. Frequenta os poços profundos, principalmente aqueles formados por pedras, encontrados abaixo de corredeiras e cachoeiras. Quando fisgado, briga com violência e muita força, mas o maior desafio será evitar que corra para as locas do meio em que vive. As melhores iscas são peixes de pequeno porte, de preferência os encontrados na própria região. O equipamento indicado para sua captura é o de categoria ultrapesado (UH), varas com molinetes ou carretilhas para lançar um conjunto isca-chumbada de até 300 gramas, linhas com resistência em torno de 70 libras (32 quilos) e anzóis de 8/0 a 10/0.

Jaú (Zungaro zungaro): : Its color variation varies between the dark yellow, black and greenish grey according to the habitat changes. It can be found in deep spots, especially those formed by rocks and found below rapid waters and waterfalls. When hooked, fights violently and powerfully, but the greatest challenge is to avoid making it run to the holes where it lives. The best baits are small fishes, especially found on the actual region. The 48

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo

recommended equipment to catch this fish is the Ultra-heavy (UH), rods with reels to cast baits and sinkers up to 300 grams, 70 pounds (32 kilos) test lines and 8/0 to 10/0 hooks.


A Piraíba, que chega a 2 metros de comprimento e 200 quilos de peso , é o grande desafio para os pescadores que exploram os rios amazônicos Sequam dolorem dolor iure verillutat ad enissed elenibh et vullandit iriuscil enibh estrud magna cor secte ex eraesseSatamper hoctabi ssatis. adesse conum conum

Piraíba: (Brachyplatystoma filamentosum): na região

amazônica, os peixes de couro são chamados “peixes lisos ou feras — quando muito grandes”. E, nesse universo, a Piraíba reina absoluta, afinal, é um dos maiores peixes fluviais do mundo. Deve ser procurada abaixo das quedas de cachoeiras e no canal do rio, principalmente nos trechos onde não há correnteza. Seu ataque e luta são brutais, porém, sua resistência não dura muito. O equipamento indicado para a sua captura é o de categoria ultrapesado (UH), varas com molinetes ou carretilhas capazes de lançar um conjunto isca-chumbada de até 500 gramas, linha testada para 90 libras (41 quilos) e anzóis com tamanho acima de 10/0 providos de empate de aço. As melhores iscas são peixes de pequeno porte, inteiros ou em pedaços.

Piraíba (Brachyplatystoma filamentosum): At the Amazon region, the catfishes are also called “naked” fishes or “beasts” – when they are very big. And, in this universe, the Piraíba reign absolute, after all, it is one of the biggest freshwater fish in the world. It must be searched below the waterfalls and in the river canal, especially where there is no stream. Its attack and fight are brutal. Nevertheless, its resistance does not last long. The designated equipment for its capture is the Ultra-heavy (UH), rods with reels capable of casting baits with sinkers of up to 500 grams, 90 pounds (41 kilos) test lines and hooks with size over 10/0 connected to a steel leader. The best baits are small fishes, whole or in pieces.

ecoaventura

49


[ roteiro/xxxxxxxx l Amazônia ] recomendações/nUtpaumdel •Evidente que existem dezenas de outros rios na Amazônia com excelentes condições de pesca. No entanto, para fugir do circuito aqui citado é preciso obter informações e referencias de fontes seguras, sobretudo no que diz respeito a qualidade dos empreendimentos que recebem turistas, assim como, sobre a incidência de focos de malária. •Tomar vacina contra a febre amarela, usar repelentes de boa qualidade e camisas de manga longa, assim como obedecer a temporada indicada para cada região garantem uma viagem tranqüila e sem riscos de adquirir doenças tropicais. •Protetores solares de boa qualidade e fator 50, bonés confortáveis e óculos polarizados de boa qualidade são indispensáveis para proteger o pescador do sol escaldante que impera em toda a região. •Uma caixa de primeiros socorros contendo anticéticos, curativos, analgésicos, antialérgicos e medicamentos para tratamentos específicos é fundamental para garantir a segurança e o conforto durante a permanência em lugares com poucos recursos. •Manter uma reserva de equipamentos como varas, carretilhas, molinetes, linhas e iscas artificiais, é de suma importância para que a quebra, perda ou falta de alguns desses itens não comprometa uma viagem planejada durante tanto tempo. •Como a maioria dos destinos só pode ser acessado por pequenas aeronaves, para evitar transtornos, seja seletivo na hora de arrumar as malas para que a bagagem possa ser acomodada em seus pequenos bagageiros. •Na Amazônia cada rio tem suas próprias características e particularidades, e em função disso, um estilo de pesca ou tipo de isca que mostrou eficiência em um, pode não funcionar tão bem em outro. A única forma de extrair o máximo de emoção que cada rio ou lago pode proporcionar e seguir as orientações do guia, que é o único que conhece intimamente cada lugar e em épocas diferentes.

•It is clear that there are dozens of other rivers in Amazon with excellent fishing conditions. However, to get away from the standards herewith mentioned it is needed to collect information and references from secure sources, essentially regarding the hosting places quality, moreover, regarding the Malaria incidence. •To take yellow fever shots, use good quality repellents and long sleeves shirts, as well as respects the correct season for each place assure a calm trip and with no risks of getting tropical diseases. •Good quality sun blocks and SPF 50, comfortable hats and polarized glasses and indispensable to protect the fishermen against the hot sun. •A first-aid kit containing antiseptics, dressings, pain killers, antiallergic and specific treatment medicines is essential to assure the safety and comfort during the staying in places with few resources. •To keep spare equipments as rods, reels, lines and lures, it’s really important so the fact something brakes, get lost or is missing does not compromise a so long planned trip. •As most of the destinations can only be accessed by small planes, to avoid inconvenience, be selective when packing so the luggage can fit inside small compartments. •In the Amazon each river has its own characteristics and singularities, therefore, a fishing style efficient in one, may not work well for another river. The only way to enjoy the best each river can provide is to follow the guide’s orientations, which is the only ones that knows each place in different seasons.

Mais informações/xxxxxxxxxxxx: 55 11 3334 4361 50

ecoaventura l pesca esportiva, meio ambiente e turismo

Revista ECOAVENTURA: Atrativos e Segredos da Amazônia - Attributes and secrets of the Amazon  

Saber quando e para onde ir, assim como o que se pretende encontrar, é o segredo para realizar uma aventura inesquecível na maior floresta t...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you