Page 1

São José do Rio Pardo

Município receberá 212 casas O prefeito João Santurbano, por meio dos esforços do secretário de Estado da Habitação, Silvio Torres, e de seu assessor parlamentar Helio Escudero, conseguiu a aprovação, esta semana, da construção de 212 novas casas populares em São José do Rio Pardo. As obras terão início dentro de 60 dias. Página A-9

Mantida a jornada do servidor Após reunião realizada na quinta-feira, 18, na Câmara Municipal, foi revogada a Portaria baixada na semana passada pelo prefeito Santurbano, que alterava a carga horária dos servidores públicos municipais. Uma comissão será formada para analisar cada caso e deverá se manifestar dentro de 90 dias. Página A-3

20 de abril de 2013

Ano 105

R$ 2,00

2.646

Incêndio que destruiu supermercado no Vale ainda não teve causa apurada REPORTAGEM

ZILDO INOCÊNCIO

Durante cerca de duas horas as chamas consumiram o prédio, que teve sua estrutura abalada e precisou ser demolido

Ainda estão sendo apuradas, pela polícia técnica, as causas de um incêndio de grandes proporções que

Vitória da vida Conheça a história de Lúcio Mauro Bini, que recebeu um rim de sua esposa Luciana e, apenas um mês após o transplante, já faz planos de voltar à “vida normal”. Página A-12

destruiu completamente o Supermercado Teixeira, no Vale do Redentor, na madrugada de terça-feira, dia 16.

A informação é do subtenente Sartori, da unidade do Corpo de Bombeiros de São José do Rio Pardo. Segundo ele, ARQUIVO PESSOAL

ainda não foi possível saber quais os motivos do início das chamas, que apareceram por volta da 1h10 e se es-

palharam rapidamente pelo prédio, tendo sido controladas cerca de duas horas depois. Página A-7

‘Dia D’ contra a gripe Hoje, 20 de abril, em todo o país é promovido o Dia de Vacinação contra a Gripe. As equipes de vacinação do Centro de Saúde, do Vale do Redentor e do Carlos Cassucci atenderão das 8h00 às 17h00. Página A-4

FEUC divulga resultado de concurso Página A-18


A-2 - 20 de abril de 2013

Pelo direito de viver O aumento da incidência de crimes hediondos praticados ou que têm participação de menores de idade, no Brasil, trouxe à tona novamente a discussão sobre o aumento ou não da maioridade penal. Na terça-feira desta semana, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, esteve no Congresso Nacional, onde apresentou projeto de lei que prevê punições mais rígidas para menores de 18 anos. Em reunião com os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, Alckmin levou a proposta, que propõe quatro mudanças principais na legislação atual. A primeira é o aumento da penalidade máxima, que passaria de três para oito anos de internação, punição que valeria para as reincidências em infrações análogas a crimes hediondos, como estupro. Com o aumento do período de internação, a segunda mudança propõe um regime especial de atendimento, para que o jovem cumpra a pena mesmo depois de completados os 21 anos, idade na qual hoje ele é solto. Por esse regime, o infrator ficaria internado com jovens da mesma idade, separado tanto dos menores de idade quanto dos adultos de penitenciárias comuns. Na proposta, Alckmin ainda sugere a adoção de agravante para adultos que cometam crimes se utilizando de menores e a possibilidade de internação por tempo indeterminado em casos de doenças mentais. Segundo o governador, as mudanças seriam necessárias por-

que o Estatuto da Criança e do Adolescente não acompanhou “as mudanças da sociedade”. Como todo assunto polêmico, a proposta recebeu elogios e, também, críticas de lados opostos. Discussões políticas à parte, fato é que algo precisa mudar na legislação brasileira. E falar em medidas legais de combate ao crime é entrar, de forma quase que inevitável, no campo da redução da maioridade penal. Há no Congresso Nacional mais de 54 projetos de lei com este objetivo. Quem é a favor tem fortes argumentos. Um deles, talvez o mais utilizado, é de que se um adolescente de 16 anos pode votar, por que não pode responder criminalmente por seus atos? Além disso, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) é considerado tolerante demais e inoperante para cumprir sua função de intimidar os transgressores da lei. Assim, crimes são cometidos por menores porque eles têm a certeza da falta de punição. Ninguém pode negar a importância deste estatuto como instrumento de garantia do tratamento social e legal que deve ser oferecido às crianças e adolescentes do país, dentro de um espírito de maior proteção e cidadania decorrentes da própria Constituição promulgada em 1988. Mas ele também protege, de certa forma, estes criminosos. E é justamente a certeza da impunidade que delineia outro perfil do crime, ainda mais complicado de se resolver. Jovens cada vez mais novos são recrutados por criminosos adultos, principalmente traficantes de drogas,

para atuar nas quadrilhas. E quem poderia afirmar que, com a redução da maioridade penal, estes bandidos não passem a recrutar jovens ainda mais novos? Crianças, talvez? A maioridade penal precisa, realmente, ser revista. Mas tantas outras coisas precisam ser revistas neste país! O caos do sistema carcerário, que em vez de ressocializar, faz ainda mais escola para o crime, a superlotação das penitenciárias, o Código Penal de 1940, que é ultrapassado e completamente distante da realidade atual, a educação, que requer atenção e valorização, o ECA, que precisa ser alterado neste quesito. Faz-se necessário, portanto, discutir muitas outras situações que envolvem a polêmica da redução da maioridade penal. Não basta apenas dizer sim ou não, a questão está longe de ser simples. Ela precisa passar por várias outras mudanças que obrigam a participação de toda a sociedade. O país não aguenta mais ver seus filhos mortos por causas banais, o país não aguenta mais o derramamento de sangue com participação de crianças e adolescentes, o país não aguenta mais ver crianças envolvidas com o tráfico de drogas, sendo treinadas para matar ou morrer. É preciso que a sociedade se mobilize e cobre essas mudanças das autoridades. É preciso que a sociedade exija o direito básico de todo ser humano, que é o simples direito de viver.

coletti.imprensa@yahoo.com.br

Inflação eleva juros para 7,50% Depois de vinte meses de afrouxamento monetário, o Banco Central aumentou a taxa básica de juros (SELIC) em 0,25 ponto percentual, de 7,25% para 7,50% ao ano. A medida foi adotada para combater a disparada dos preços. A expectativa é que, em maio, haja uma outra alta de 0,25 ou 0,50%. Até lá, o Banco

Central terá uma série de indicadores de infração e de atividades para avaliar melhor os rumos da SELIC. A decisão do Banco Central teve o aval da presidente Dilma Rousseff. Como consequência da elevação da SELIC, as taxas de juros de empréstimos e financiamentos deverão ser reajustadas.

Dificultada criação de partidos Em clima tenso, que se prolongou por nove horas, a Câmara dos Deputados aprovou, na noite de quartafeira, o projeto de lei 4470/12 do deputado Edinho Araújo (PMDB – SP), que dificulta a criação de partidos, impedindo que os parlamentares que migrarem para as novas legendas levem as respectivas fatias do Fundo Partidário e do tempo de TV e Rádio. Os articuladores para a aprovação do projeto foram o PT e o PMDB, que já colocaram nas ruas a campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff. As grandes vítimas das novas regras serão a Rede de Sustentabilidade, que está sendo criada pela ex senadora Marina Silva; a Solidariedade, com processo de criação pelo presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva; e a Mobilização Democrática, resultado da fusão entre PPS e o PMN. A Mobilização Democrática, criada na quarta-feira, será presidida pelo deputado Roberto Freire (SP), que comandava o PPS. A sigla terá o número 33 e já soma 13

deputados Federais, 58, Estaduais, 147 prefeitos, e 2.527 vereadores. Em todo o país, são 683.420.00 filiados. Em um dos momentos de maior tensão, o deputado Domingos Dutra (PT- MA), que pretende migrar para a rede de Marina Silva, subiu à tribuna aos gritos: “A presidente Dilma Rousseff não precisa desse casuísmo. Por que esse medo de Marina Silva, que nem partido tem? Isso é uma injustiça, uma esculhambação!”, esbravejou o parlamentar. Os grupos políticos que estão se sentindo prejudicados pelas novas regras eleitorais anunciaram que vão recorrer ao Supremo Tribunal Federal. Alegam que o projeto do deputado Edinho Araújo é casuístico, e só foi aprovado para tentar colocar fora da disputa presidencial a ex senadora Marina Silva, que, nas eleições de 2010, obteve 20 milhões de votos, ou seja, 20% do eleitorado brasileiro. O projeto terá ainda de ser votado no Senado, antes de se transformar em lei.

Previsões do governo para 2014 Já está no Congresso Nacional o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2014, o último ano do governo Dilma Roussef. Para 2014 o governo prevê a inflação de 4,5%, o salário mínimo de R$ 719,48, a taxa básica de juros (Selic) foi fixada em 7,25%, e o dólar (taxa de cambio) ficaria em R$ 2,04. O crescimento econômico (PIB) está previsto em 4,5%, ao mesmo tempo que reduz para 3,5% o crescimento de 2013.

As prioridades para o exercício de 2014 são as ações do PAC, do Programa Minha Casa, Minha Vida e o Plano Brasil sem Miséria. A LDO é o instrumento que o governo usa para direcionar a aplicação dos recursos, indicar quais são as despesas prioritários e como devem ser organizadas, além de orientar a execução. A LDO terá de ser votada pelo Congresso Nacional antes dos parlamentares entrarem em férias do meio do ano, no dia 18 julho.

Penas mais duras para adolescentes O governador Geraldo Alckmin, de São Paulo, levou ao Congresso Nacional sugestões de medidas para endurecer as ações contra adolescentes que cometem crimes graves. A proposta aumenta de três para oito anos o tempo de reclusão para esses menores e cria unidades separadas para aqueles que completarem os 18 anos, mas que ainda tenham pena a cumprir. Conforme a proposta, ao completar a maioridade, os jovens iriam para um regime especial de atendimento, que ainda precisa ser instituído. Também ficariam sob esse regime os que cometessem crime hediondo, co-

meçassem a cumprir a medida com mais de 18 anos ou que participassem de motins ou rebeliões em estabelecimento educacional com destruição do patrimônio público, ou manutenção em cárcere privado de servidor ou colaboradores da unidade. A discussão em torno de medidas mais duras para jovens infratores e até a redução da maioridade penal voltou à tona após o assassinato do jovem Vitor Hugo Deppman, no último dia 9, na porta do prédio onde morava, em São Paulo. Ele foi baleado por um menor que completou 18 anos três dias depois do crime.

Colecionando derrotas (I) Na segunda-feira, 16, o Tribunal Regional Eleitoral – TRE, de São Paulo, negou mais uma vez que um recurso de João Luís Soares da Cunha tenha seguimento para o Tribunal Superior Eleitoral – TSE. O pedido havia sido feito pelos advogados de Cunha, que queriam que o julgamento do terceiro processo de cassação do ex-prefeito, mantido com unanimidade pelo TRE, fosse analisado em Brasília. A decisão foi assinada pelo desembargador Alceu Penteado Navarro, presidente do TRE. Colecionando derrotas (II) Com mais esta derrota, o ex-prefeito soma três cassações na Justiça local, duas cassações unânimes no TRE e três negativas de seguimento dos processos para o TSE, já que um dos processos de cassação, o primeiro, foi negado seguimento a Brasília por duas vezes. Além disso, o ex-prefeito também foi condenado por improbidade administrativa, em razão de irregularidades na contratação de advogados para a Comderp. Investigação Seis vereadores de Mococa estão pleiteando do presidente da Câmara Municipal de lá a instauração de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar o contrato da Prefeitura com um escritório de advocacia de São Paulo, na gestão passada. O assunto também tem a ver diretamente com a dívida da municipalidade com o INSS, no valor de R$ 38 milhões, razão pela qual, segundo se comenta, a Prefeitura teria contratado o escritório, em 2010, na tentativa de reduzir esse débito. Os advogados do referido escritório cobraram R$ 4 milhões da Prefeitura, a título de honorários. A informação é do jornal A Mococa. Livros e gibis O Senac São João da Boa Vista promoverá, de 22 a 26 de abril, a tradicional Feira de Troca de Livros e Gibis. Os livros e gibis a serem trocados devem estar em bom estado de conservação. Não serão aceitos dicionários, enciclopédias, guias, revistas e obras de cunho político ou religioso. O evento é gratuito e aberto ao público. Informações pelo telefone (19) 33661100. Entrega de jornais Em razão de alterações no quadro de entregadores de Gazeta do Rio Pardo, problemas podem ocorrer com relação à entrega de jornais aos assinantes. Em caso de não recebimento do exemplar, o assinante poderá ligar diretamente para Antonio Carlos Benedito (Pulim), pelo (19) 9164-3741. Palestra na Cooxupé A senadora e presidente da CNA – Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, Kátia Abreu, tem palestra marcada para este sábado, 20, às 11 horas, na matriz da Cooxupé, em Guaxupé. A palestra é destinada a representantes de cooperativas, sindicatos, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais e lideranças políticas regionais. No encontro, temas como os desafios para a criação de política pública ideal para os cafeicultores brasileiros estão pautados. Sorteio para mutuários No dia 4 de maio, às 8h00, no Tartarugão, será realizado o sorteio de classificação para mutuários do programa Minha Casa, Minha Vida (262 casas) que pontuaram de 1 a 4 nos critérios de classificação. Todas estas famílias receberão, em suas residências, uma convocação, e terão seus nomes divulgados na imprensa local. As famílias que obtiveram 5 e 6 pontos já estão classificadas, e aquelas que não atenderam aos pré-requisitos foram desclassificadas.

GAZETA DO RIO PARDO é uma publicação semanal de GAZETA DO RIO PARDO LTDA, editada à Avenida Olinda Ralston, 411- Vila Formosa - Fone: (19) 3682-8879 - CEP 13.720-000 - São José do Rio Pardo - SP. Editor: Giselle Torres Biaco Redação: Eduardo Eron Colaboração: Fagner Nasser. Diagramação: Marco Antônio Cassucci. Departamento Comercial: Elisete Paduelli GAZETA na INTERNET: e-mail: redacao@gazetadoriopardo.com.br e-mail: publicidade@gazetadoriopardo.com.br e-mail: diagrama@gazetadoriopardo.com.br e-mail: reportagem@gazetadoriopardo.com.br e-mail: assinante@gazetadoriopardo.com.br http://www.gazetadoriopardo.com.br Circulação Aguaí, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Itobi, Mococa, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, São João da Boa Vista, Tapiratiba, Vargem Grande do Sul Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores.


20 de abril de 2013 - A-3

Servidor tem jornada de trabalho mantida Decisão vale por 90 dias, para que Sindicato, Câmara e Prefeitura analisem casos

EM DIA COM O LEGISLATIVO José Roque Rueda Solicita ao prefeito informar motivos da não adequação de canaleta existente na Rua Frederico Henrique Torres, no Bairro João de Oliveira Machado. Sugere ao prefeito modificar a disposição da tubulação e poste fixados na calçada entre a usininha e o Bairro João de Oliveira Machado; providenciar a dragagem do Córrego São José, lateral da Ponte Euclides da Cunha.

Paulo Sérgio Rodrigues Sugere ao prefeito a ligação de esgoto na Rua Conceição Gonçalves da Rita, Bairro Santo Antonio; a drenagem de campo de areia na Rua Vital Brasil, Bairro Rio Pardo.

Reinaldo Milan Solicita ao prefeito informar motivos que impedem sentido único de direção na Rua José Esteves Ribeiro do Vale, na Vila Brasil. Sugere ao prefeito poda de árvores na Rua do Paraíso; limpeza, corte de mato e melhoria na iluminação do Conj. Hab. “Dionysio Guedes Barretto”; a realização de serviços na pista de atletismo “Ayrton Senna”; a solução de problema de tubulação de esgoto na Rua Joaquim Faustino dos Santos, Bairro Buenos Aires. Sugere aos deputados estaduais Jorge Caruso, Enio Francisco Tatto, Carlos César da Silva, Edson Antonio da Silva, Campos Machado, Alex Manente, André Bezerra Ribeiro Soares, Barros Munhoz, Milton Vieira, Chico Sardelli, Dilmo dos Santos, Luiz Felipe Baleia Tenuto Rossi, Rodrigo Augusto Moraes, Edmir José Abi Chedid, Sérgio Olímpio Gomes, Fernando Capez e Carlos Alberto Giannasi a inclusão de emenda no Orçamento do Estado para a construção do Memorial “Euclides da Cunha”, em nossa cidade. Sugere aos deputados federais Ricardo Izar, Gabriel Chalita, Francisco Everardo Oliveira Silva, José Olímpio Silveira Moraes, Arnaldo Faria de Sá, Ivan Valente, Devanir Ribeiro, Newton Lima Neto, Nelson Marquezelli, Jorge Tadeu Mudalen, Jefferson Alves de Campos, Guilherme Campos, Marco Antonio Feliciano, Otoniel Carlos de Lima, Paulo Maluf, Luiz Paulo Teixeira Ferreira, Guilherme Mussi, Carlos Sampaio, Salvador Zimbaldi, Arnaldo Calil Pereira Jardim e Paulo Pereira da Silva a inclusão de emenda no Orçamento da União para a construção do Memorial “Euclides da Cunha”, em nossa cidade. Claudine Aparecido Apolinário Sugere ao prefeito construir muros de arrimo em áreas na Avenida Perimetral, fundos com a Rua Anhanguera; a implantação de um redutor de velocidade na Rua Alexandre Machite, defronte à Igreja São Judas Tadeu, no Vale do Redentor; providências urgentes em relação ao fluxo de água pluvial que invade residência na Rua Prof. Odilon Machado César.

Foi promovida na noite de quinta-feira, 18, na Câmara Municipal, uma reunião entre funcionários da Prefeitura, Sindicato, vereadores e representantes da administração municipal, para tratar do assunto sobre o aumento da carga horária de trabalho de seis para oito horas, estabelecido através de Portaria baixada na semana passada pelo prefeito João Batista Santurbano. O secretário de Gestão, Antonio Cláudio Faria, disse qual foi a decisão tomada pela municipalidade na reunião. “Com base nesta reunião, nós tomamos a decisão de revogar a Portaria, até porque ela não foi bem entendida e não estava sendo bem aplicada pelos chefes, e pelo próprio RH que teve algumas dificuldades de pesquisa, até em dados de concursos muito antigos, que já não estão disponíveis no arquivo do departamento. Resolvemos, então, revogar a Portaria e conceder um prazo de 90 dias para formarmos uma comissão envolvendo o Sindicato, Câmara e Prefeitura, para estudar caso a caso, repartição por repartição, categoria profissional por categoria profissional, analisar os concursos que foram feitos, o que é que esse concurso dizia. Tem concurso que não dizia nada e a lei, na época, também não dizia nada, e o servidor foi contratado por determinada jornada, às vezes até inferior ao que a categoria dele prevê hoje. Então, vamos analisar tudo e montar depois um Projeto de Lei para enviar à Câmara, para que

isso se normalize, que os servidores sejam respeitados em seus direitos e que a Prefeitura não sofra uma diminuição na sua capacidade de prestar um bom serviço à população, com esta manutenção de jornada reduzida.” De acordo com Faria, os funcionários continuam cumprindo a carga horária de trabalho que vinham fazendo, ao menos pelos próximos 90 dias. “Exatamente, a portaria foi revogada e eles continuam trabalhando do jeito que trabalhavam antes, sem qualquer alteração. Daqui a 90 dias, dependendo do que esses estudos apontarem, do que for definido como direcionamento, como regularização da lei, esses servidores terão que se enquadrar.” Ainda segundo o secretário, a Portaria baixada pelo prefeito Santurbano não aumentou a carga horária de trabalho dos funcionários municipais, mas legitimou o que diz a lei. “Ela apenas referendou o que diz a lei. E ela diz que certos funcionários trabalham seis horas, outros trabalham oito horas. Tinha gente cuja jornada estipulada era de oito, fazendo seis. Isso está irregular e era preciso acertar. A Portaria teve esse objetivo, acontece que há casos e casos. Tem servidor que a lei diz que são oito horas, mas o concurso público dele tem edital que diz que eram seis. E a Portaria também prevê esse direito do servidor, que era de fazer seis horas como publicado no edital de concurso público. As pessoas que se pronunciaram hoje relata-

ram casos diferentes e a Portaria praticamente generalizava tudo.” A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos de São José do Rio Pardo, Cleonice Ludovique, se disse satisfeita com o resultado da reunião. “Foi muito produtiva e ficou provado que o funcionário tem a força, desde que tenha união. Achei muito importante essa conscientização porque o Sindicato não faz nada sozinho, o vereador não faz nada sozinho, mas, se a gente se unir, é possível conseguir nosso objetivo. Saímos daqui com o que a gente queria, que era revogar essa Portaria. Tinha muita gente chorando essa semana, porque mexe na estrutura funcional da família inteira, quando você coloca a pessoa que fazia seis horas para fazer oito. Batalhei bastante em cima de leis, para ter argumentos para discutir e acredito que da Comissão sairá bastante coisa para que a gente consiga atingir os anseios dos funcionários.” O presidente da Câmara Municipal, Reinaldo Milan, disse que a reunião foi produtiva e transcorreu na mais completa harmonia. “Foi boa a noite, tivemos todos os vereadores reunidos, uma reunião importante, os funcionários estão unidos com a Câmara e chegamos a um consenso que a Prefeitura revogará essa Portaria para estudar melhor caso a caso, com Sindicato e Câmara, e depois elaborar Projeto de Lei para resolver de uma vez por todas esse problema dos funcionários municipais.” REPORTAGEM

Marcelo Nogueira Rocha Sugere ao prefeito esforços para a construção do Memorial “Euclides da Cunha”; serviços de limpeza de mato e motoniveladora na estrada entre o Barreirinho e a fazenda do Carlinhos Junqueira; limpeza geral nos bairros Eduardo e Carlos Cassucci e serviços de tapaburacos nas ruas; a construção de uma praça no Bairro Buenos Aires; a instalação de uma lombada na Rua Osvaldo Tempesta. Lúcia Helena Libânio da Cruz Solicita ao prefeito informar sobre a Coopardense; retificação da resposta exarada no Ofício nº 141/2013.

Marco Antonio Gumieri Valério Solicita ao prefeito informações relativas à Indicação nº 82/2013 (providências diversas na Rua Bonsucesso). Sugere ao prefeito a troca de lâmpadas queimadas em torno da EMEB “São Judas Tadeu, Vale do Redentor; a substituição de lâmpadas queimadas em postes localizados no Profast. Sugere ao DER a realização de serviços de tapa-buracos e poda de mato na vicinal São José-Mococa. Matheus de Oliveira Pinto Solicita ao prefeito informar sobre o exercício de função em setor diverso; informar previsão para realização de concurso público; informações relativas às leis nos 3.022/07 e 3.349/2009; estudos para adequação do cargo de Agente de Saúde Zoonoses; informações relativas à transferência de servidor municipal; informações sobre atendimento à Indicação nº 79/2013 (construção de canil municipal). Sugere ao prefeito reparos na Avenida Santos Dumont, Jardim Aeroporto; a determinação de estacionamento em apenas um lado da Rua Tarcílio Siqueira, no centro da cidade; colocar mais lixeiras na Praça Antonio Quirino Alves; realizar concurso público para contratar médico veterinário; a contratação de mais funcionários para zeladoria do Cemitério Municipal. Sugere à Cetesb a criação de posto municipal para vistoria de veículos movidos a diesel; a notificação de proprietário de pneus armazenados na calçada da Rua João Modesto de Castro. FOTOS E FONTE: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL

Servidores municipais lotaram as dependências da Câmara


A-4 - 20 de abril de 2013

Dengue: município está em emergência Uma campanha de conscientização deverá ser iniciada nas próximas semanas Até quinta-feira, 18, sessenta e sete (67) pessoas haviam sido confirmadas com dengue em São José do Rio Pardo, além de mais quatro (4) importados, totalizando 71. Outras 171 pessoas aguardam resultados dos exames laboratoriais, para confirmarem ou não estarem também com a doença. No total, porém, são mais de 270 suspeitos da doença de janeiro até agora. Esse quadro, segundo a Vigilância Epidemiológica do Estado, coloca o município em “situação de emergência”. Denise disse que há munícipes com todos os sin-

tomas da doença e que ainda não foram aos postos para coleta de material. Isso, segundo ela explicou, é um problema porque tais pessoas podem estar em uma região na qual os mosquitos transmissores da doença ainda não foram combatidos. Uma média de 20 novos casos suspeitos de dengue vêm aparecendo diariamente no município. O bairro Santo Antônio voltou a representar preocupação aos agentes de saúde, quer pelos focos encontrados, quer pela quantidade de pacientes suspeitos ou confirmados. O centro da cidade é a

segunda região mais preocupante, também com os mesmos problemas. Vila Maschietto e Vila Pereira vêm em seguida. Providências tomadas O secretário da Saúde e médico infectologista Marcelo Galotti garantiu que estão sendo tomadas todas as providências: fumacê na região central da cidade e arrastão pelas ruas e casas com a finalidade de combater focos do mosquito. “A epidemia era inevitável, o que felizmente acontece é que estamos conseguindo manter a coisa sob controle”.

Em relação ao tipo de vírus que circula pela cidade, explicou que seria necessário fazer um isolamento viral, que é um exame feito nos três primeiros dias da doença. “Quando o paciente se apresenta em alguma unidade de saúde, esse exame se torna difícil de ser feito”, afirmou. “O que a gente sabe é que na última epidemia os casos confirmados eram 75% do tipo 1 e os do tipo 2 vinham em segundo lugar”. O maior temor dos responsáveis pela saúde, segundo ele, é que surja no município a dengue do

Gripe: Dia Nacional de Vacinação é hoje REPORTAGEM

Neste sábado, 20, será o Dia Nacional de Vacinação contra a Gripe, campanha que, na verdade, começou no início da semana e deverá ser encerrada no dia 26. Os postos de vacinação no Centro de Saúde, no Vale do Redentor e no Carlos Cassucci estarão aplicando a vacina das 8h às 17 horas. Muitos idosos com 60 anos ou mais, principalmente, estão procurando a vacina desde que a campanha deste ano começou. O serviço municipal de saúde está com uma equipe treinada e preparada só

Rotary Clube São José do Rio Pardo “Oeste” Fundado em 19/12/1971

para esta campanha, que também é destinada às gestantes em qualquer fase da gravidez, às mulheres que deram à luz até 45 dias antes, às crianças de 6 meses até 2 anos incompletos, aos pacientes com determinadas doenças mórbidas e aos funcionários da saúde. Denise Rondinelli Cossi Salvador, coordenadora da Vigilância Epidemiológica, explicou que os pacientes com doenças mórbidas necessitam apresentar receituário médico especificando os medicamentos de uso contínuo ou outros

Ano Rotário 2012/2013 Presidente: José Ruy Junqueira Andreoli Reuniões às quartas-feiras às 20h00

O Rotary realizará almoço de companheirismo em sua sede no próximo dia 28/04 (domingo) a partir das 12 horas. Com cardápio italiano, os ingressos custam R$ 20,00 (bebidas a parte) e estão sendo comercializados por rotarianos do “Oeste”. Parte da renda será revertida à Agradef rio-pardense...

Idosos recebem a vacina em posto: campanha tem Dia D neste sábado

remédios que eles tomam, antes de receberem a vacina. Até a última quinta-feira, 18, haviam sido vacinados cerca de 1.500 pessoas no total, com expectativa de que esse número chegue próximo ou passe de 10.000 até o final da campanha. A maior parte desse total previsto é de idosos. Os idosos, crianças, gestantes ou mulheres que recentemente deram à luz mas que estejam com sin-

tomas de dengue deverão aguardar um tempo para ser vacinados. A vacina lhes será aplicada uma semana depois e, caso não possam se locomover até o ponto de vacinação, uma equipe estará sendo disponibilizada para ir até o local onde a pessoa reside. No dia 27 de abril serão disponibilizadas cinco equipes para a zona rural do município, cada qual percorrendo uma região previamente agendada.

tipo 4, que é mais agressiva e já foi detectada em Mococa e Itapira. O Instituto Adolpho Lutz, em Campinas, ficou de divulgar um posicionamento oficial sobre o assunto, o que é aguardado por todas as Prefeituras do Estado. De qualquer forma, Marcelo Galotti lembra que, independente do tipo de dengue, o atendimento não muda, quer sob o ponto de vista clínico, quer sob a ótica terapêutica. “Nossa preocupação com o tipo 4 não é nesse sentido, é pelo fato de termos a certeza de que

ele pegará uma população 100% susceptível. Não terá ninguém imunizado pela própria doença”, explicou. Campanha Nas próximas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde dará início a uma mobilização contra a dengue em toda a cidade. De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, o nome da campanha ainda será definido, bem como as atividades que serão realizadas. Dentre elas, estão as ações preventivas de conscientização.

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO SÚMULA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 16-04-2013 A) INDICAÇÕES: - Ao Executivo Municipal, sugerindo: - construir muros de arrimo em áreas na Avenida Perimetral, fundos com a Rua Anhanguera. - a implantação de um redutor de velocidade na Rua Alexandre Machite, defronte à Igreja São Judas Tadeu, no Vale do Redentor. - providências urgentes em relação ao fluxo de água pluvial que invade residência na Rua Prof. Odilon Machado César. - modificar a disposição da tubulação e poste fixados na calçada entre a usininha e o Bairro João de Oliveira Machado. - providenciar a dragagem do Córrego São José, lateral da Ponte Euclides da Cunha. - poda de árvores na Rua do Paraíso. - limpeza, corte de mato e melhoria na iluminação do Conj. Hab. “Dionysio Guedes Barretto”. - a realização de serviços na pista de atletismo “Ayrton Senna”. - a solução de problema de tubulação de esgoto na Rua Joaquim Faustino dos Santos, Bairro Buenos Aires. - reparos na Avenida Santos Dumont, Jardim Aeroporto. - a determinação de estacionamento em apenas um lado da Rua Tarcílio Siqueira, no centro da cidade. - colocar mais lixeiras na Praça Antonio Quirino Alves. - realizar concurso público para contratar médico veterinário. - a contratação de mais funcionários para zeladoria do Cemitério Municipal. - a ligação de esgoto na Rua Conceição Gonçalves da Rita, Bairro Santo Antonio. - a drenagem de campo de areia na Rua Vital Brasil, Bairro Rio Pardo. - esforços para a construção do Memorial “Euclides da Cunha”. - serviços de limpeza de mato e motoniveladora na estrada entre o Barreirinho e a fazenda do Carlinhos Junqueira. - limpeza geral nos bairros Eduardo e Carlos Cassucci e serviços de tapaburacos nas ruas. - a construção de uma praça no Bairro Buenos Aires. - a instalação de uma lombada na Rua Osvaldo Tempesta. - a troca de lâmpadas queimadas em torno da EMEB “São Judas Tadeu, Vale do Redentor. - a substituição de lâmpadas queimadas em postes localizados no Profast. - a notificação de proprietário de pneus armazenados na calçada da Rua João Modesto de Castro. - Aos deputados estaduais Jorge Caruso, Enio Francisco Tatto, Carlos César da Silva, Edson Antonio da Silva, Campos Machado, Alex Manente, André Bezerra Ribeiro Soares, Barros Munhoz, Milton Vieira, Chico Sardelli, Dilmo dos Santos, Luiz Felipe Baleia Tenuto Rossi, Rodrigo Augusto Moraes, Edmir José Abi Chedid, Sérgio Olímpio Gomes, Fernando Capez e Carlos Alberto Giannasi, sugerindo a inclusão de emenda no Orçamento do Estado para a construção do Memorial “Euclides da Cunha”, em nossa cidade. - Aos deputados federais Ricardo Izar, Gabriel Chalita, Francisco Everardo Oliveira Silva, José Olímpio Silveira Moraes, Arnaldo Faria de Sá, Ivan Valente, Devanir Ribeiro, Newton Lima Neto, Nelson Marquezelli, Jorge Tadeu Mudalen, Jefferson Alves de Campos, Guilherme Campos, Marco Antonio Feliciano, Otoniel Carlos de Lima, Paulo Maluf, Luiz Paulo Teixeira Ferreira, Guilherme Mussi, Carlos Sampaio, Salvador Zimbaldi, Arnaldo Calil Pereira Jardim e Paulo Pereira da Silva a inclusão de emenda no Orçamento da União para a construção do Memorial “Euclides da Cunha”, em nossa cidade. - À CETESB, sugerindo a criação de posto municipal para vistoria de veículos movidos a diesel.

Acontecerá um chá beneficente na sede do Rotary a partir das 16 horas do próximo dia 4 de maio (sábado). O “chá entre amigas” está sendo organizado pelo clube “A Família”, formado por rotarianas e esposas de associados. No mesmo local, na noite de 8 de junho acontecerá a 27ª edição anual do tradicional jantar dos namorados promovido pelo “Oeste”...

O Rotary é um clube que congrega líderes das comunidades em que vivem ou atuam, fomentando um elevado padrão de ética, ajudando a estabelecer a paz e a boa vontade no mundo, e que prestam serviços voluntários não remunerados em favor da sociedade como um todo ou beneficiando em casos específicos pessoas necessitadas ou entidades que atuam também em favor de desamparados. Fundado por Paul Harris nos Estados Unidos em 1905, hoje tem representação em 215 países, estando o Rotary dividido em 532 distritos nos quais se aglutinam a apreciável marca de 34.219 clubes, congregando 1.212.653 associados. No Brasil são 55.997 rotarianos, 2.368 clubes e 38 distritos. A região de São José do Rio Pardo integra o distrito 4590, com pouco mais de 1.600 rotarianos em 70 clubes.

- Ao DER, sugerindo a realização de serviços de tapa-buracos e poda de mato na vicinal São José-Mococa. B) REQUERIMENTOS: - Ao Executivo Municipal, solicitando: - informar sobre a Coopardense. - retificação da resposta exarada no Ofício nº 141/2013. - informar sobre o exercício de função em setor diverso. - informar previsão para realização de concurso público. - informações relativas às leis nos 3.022/07 e 3.349/2009. - estudos para adequação do cargo de Agente de Saúde Zoonoses. - informações relativas à transferência de servidor municipal. - informações sobre atendimento à Indicação nº 79/2013 (construção de canil municipal). - informar motivos da não adequação de canaleta existente na Rua Frederico Henrique Torres, no Bairro João de Oliveira Machado. - informar motivos que impedem sentido único de direção na Rua José Esteves Ribeiro do Vale, na Vila Brasil. - informações relativas à Indicação nº 82/2013 (providências diversas na Rua Bonsucesso). . C) PROJETOS APROVADOS: AUTORIA EXECUTIVO - Projeto de lei nº 47, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município”. - Projeto de lei nº 49, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município”. - Projeto de lei nº 50, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município”. - Projeto de lei nº 51, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município”. - Projeto de lei nº 52, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional especial para os fins que se especifica, e dá outras providências”. D) MENSAGEM: A Câmara Municipal informa a todos que as sessões ordinárias são realizadas às terças-feiras a partir das 19:30. Nosso site: www.camarasjriopardo.sp.gov.br; E-mail: cmrpardo@camarasjriopardo.sp.gov.br . Reinaldo Milan Presidente


20 de abril de 2013 - A-5

Palmeiras homenageia Richard Petrocelli Homenagem também foi feita pela Câmara Municipal, na sessão de terça-feira Na quinta-feira desta semana, o time do Palmeiras realizou uma homenagem a Richard Petrocelli e ao operário vitimado por um acidente na Arena Palestra, antes do jogo do time contra o peruano Sporting Cristal, em Lima. O rio-pardense Richard Petrocelli estava internado desde quinta-feira da semana passada no Hospital da Unicamp, onde teve falência dos rins, decorrente de uma leucemia que vinha tratando, e faleceu na terça-feira, 16, em Campinas, aos 81 anos. Meia-direita do Palmeiras de 1950 a 1954, Richard foi proprietário da Agência Ford e um apaixonado por cavalos. Nascido no dia 26 de maio de 1932, era casado com Magali Nogueira Petrocelli, com que teve os filhos Richardinho, Ana Beatriz e Maria Inês. Começou a jogar aos 14 anos, no infantil do Rio Pardo FC e aos 17, já no final dos anos 40, subiu para o time profissional. No Rio Pardo, em 1949, conquistou o título da segunda divisão dos profissionais, quando também foi o artilheiro da competição marcando 40 gols. Em 1950, ano em que chegou ao Palmeiras, conquistou as “Cinco Coroas”: Torneio Início do Paulistão, Taça Cidade de São Paulo, Torneio Ano Santo, Campeonato Paulista e Rio-São Paulo. Em 1951, conquistou a famosa Copa Rio, competição que contou com Palmeiras; Vasco; Austria, de Viena; Nacional, do Uruguai; Juventus, da Itália; Sporting, de Portugal; Olympique, de Nice; e Estrela Vermelha, da Iugoslávia. Na semifinal da competição, contra o Vasco da Gama, Richard fraturou o tornozelo e não pôde enfrentar a Juventus, na final, quando o Palmeiras sagrou-se campeão após um empate por 2 a 2 com o time italiano (na primeira partida, o Verdão ganhou de 1 a 0). Pelo Alviverde, ainda conquistou o tricampeonato do torneio Rio-São Paulo e o título da Taça Cidade do México, em 1952, o vicecampeonato paulista em 1953, e também o vice do

Em pé: Avelino, Fia, Rubens, Gaspar, Alemão e Dirceu Agachados: Natinho, Richard, Isidoro, Gaeta e Osvaldo

Paulistão do ano seguinte, quando o Corinthians conquistou o famoso “título do quarto centenário”. Pelo time ele atuou em 39 jogos, sendo 20 vitórias, seis empates e 13 derrotas. Marcou 22 gols. Em 1954, mesmo recebendo propostas da italiana Fiorentina, resolveu encerrar a carreira, com problemas no menisco. Apenas dois Com a morte de Richard, há apenas dois remanescentes da Copa Rio de 1951. O ex-goleiro Oberdan, um dos maiores ídolos da história do clube fundado em 1914, e Achilles, companheiros de Richard nos anos 1950, são os únicos ex-jogadores ainda vivos. Richard compareceu à tradicional festa dos veteranos promovida pelo Palmeiras em 2012. Homenagens Na segunda-feira, durante seu programa esportivo diário, o locutor Tony Lourenço reproduziu o programa “Cantinho da Saudade”, com homenagem especial a Richard Petrocelli. Outra homenagem aconteceu no início da sessão ordinária de terçafeira, 16, na Câmara Municipal,quando os vereadores respeitaram um minuto de silêncio pelo falecimento de Richard. Na oportunidade, o vereador Paulo Sergio Rodrigues se manifestou sobre o que ele considerou como “uma perda muito grande para o cenário esportivo de São José do Rio Pardo, de uma ilustre figura”. Lembrou fatos passados da história esportiva

Em 2001, participação de Richard na tradicional festa dos veteranos do Palmeiras

de Richard Petrocelli, como a conquista da Copa Rio pelo Palmeiras. “Richard, vestindo a camisa do Palmeiras, teve uma passagem importante com muitos títulos conquistados e até pouco antes de falecer era uma pessoa procurada para entrevistas por blogs, por revistas de todo o Brasil. Foi uma perda irreparável, tanto que, além de pedirmos um minuto de silêncio em sua memória, pleiteamos à

Câmara que procure agendar algum logradouro, algum prédio ou entidade que possa levar o seu nome, que precisa ser sempre lembrado pela sua importância não só no cenário esportivo de São José do Rio Pardo, mas também como figura pública que sempre elevou o nome da cidade através de suas ações, defendendo principalmente a Sociedade Esportiva Palmeiras.”

Liminha, Ponce de León, Richard, Jair Rosa Pinto e Rodrigues Tatu

Homenagem da família ARQUIVO PESSOAL

O céu e o contador de histórias... O céu recebe hoje, 16.04.2013, um grande contador de histórias. Um homem que adorava contar suas histórias, experiências, “causos”. Quem nunca escutou um desses é porque com ele não conviveu. Um ser humano maravilhoso! Tinha, sim, seus defeitos. Mas, convenhamos, quem é que não os tem? Nesses momentos, paramos e pensamos: por que tem que ser assim? Por que convivemos por tanto tempo com uma pessoa para, no final da caminhada, ficarmos sem ela? É triste. Aqui gosto de lembrar uma passagem tão simples da Bíblia, mas ao mesmo tempo tão significativa: “Disse-lhe Jesus: eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.” (João 11:25). Quem o conheceu profundamente sabia que meu avô tinha três paixões: a família, os cavalos e o Palmeiras. Necessariamente nessa ordem. A família Um homem que construiu uma família maravilhosa. Deixa sua esposa, três filhos e três netos. Sempre nos ensinou que a família é tudo nesta vida. Tinha um amor sem medidas pela Vó Maga. Amor esse que eu, em meus vinte e

quatro anos de vida nunca vi, nem ouvi dizer que existiu - entre um homem e uma mulher. No final de sua jornada, já no leito do hospital, tive o prazer de acompanhá-lo e vivenciar uma de suas últimas frases enquanto dono de sua consciência: “Filho, preze por esse amor que existe entre nós. Isso é muito importante!”. Não tenho dúvidas de que este legado é muito, mas muito mais importante do que qualquer herança patrimonial que podemos mensurar. Não há dinheiro no mundo que pague uma família unida com amor. Os cavalos Foi um exímio criador de cavalos. Mais do que isso. Parece que meu avô nasceu para lidar com os animais. Era apaixonado pelo que fazia. Nesse ramo ele ensinava. Foi um professor. Essa paixão o acompanhou a vida inteira. Contagiou a família toda com esse amor pelos cavalos. Vô, tenha certeza que suas lições viverão por muito tempo e serão repassadas às próximas gerações de nossa família. O Palmeiras Sua terceira paixão era o Palmeiras. Em meados

Richard e Magaly com os netos

da década de 50 meu Avô foi jogador de futebol profissional. Jogou no clube palestrino e fez muito sucesso em sua curta carreira. Dessa sua paixão, quantas histórias escutamos. Há quem não acredite, mas sim, ele deixou de assinar um contrato milionário à época, com uma grande equipe do futebol italiano, por causa de uma pessoa: seu amor, a Vó Maga. Quantas horas passamos discutindo se o Palmeiras foi ou não campeão mundial em 1951 ao vencer a lendária e polêmica Copa Rio. Ele com seus argumentos inderrubáveis e eu, com meu in-

sano corinthianismo. Sempre soube que ele tinha razão, mas, na mesma proporção, ousava em discordar para poder passar o maior tempo possível ao seu lado, conversando sobre uma coisa que nos fazia bem: o futebol. Termino aqui, já em lágrimas, essa pequena homenagem: descanse em paz, Campeão! Homenagem da família: Magaly, Richardinho, Ana Beatriz, Maria Inês (Pê), Moacyrzinho, Luísa e Isabela. TEXTO: MOACYR PETROCELLI


A-6 - 20 de abril de 2013

Programa Time do Emprego já começou O objetivo é orientar e preparar o trabalhador na busca de um emprego compatível No dia 11 de abril teve início mais uma turma do Time do Emprego em São José do Rio Pardo, projeto feito em parceria entre a SERT – Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho com a Prefeitura Municipal, com apoio da Casa de Cultura e Cidadania, que forneceu o local e estrutura completa para a realização desse e dos demais encontros semanais. O Time do Emprego é um programa desenvolvido pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo (SERT), com o objetivo de orientar e preparar o trabalhador na busca de um emprego compatível com seus interesses, habilidades e qualificação profissional. A proposta envolve doze encontros semanais de 3 horas cada um, com grupos de 20 a 30 trabalhadores desempregados e jovens que buscam o primeiro emprego, com idade maior ou igual a 16

DIVULGAÇÃO

Felínio Freitas, Daniela Miolli e Antonio Cláudio Faria, na Casa de Cultura e Cidadania

anos. Esses grupos são denominados “times” porque todos se ajudam na busca pelo emprego a partir da troca de experiências e auxílio mútuo. Ao final deste primeiro grupo, outros serão realizados no decorrer do ano. O conteúdo do programa abrange dez temas: “Orientações gerais sobre o Time do Emprego”, “Quem sou eu, minhas habilidades e competências”, “Desenvolvimento do currículo”, “Formulários de solicitação de emprego e entrevista”,

“Técnicas da procura de emprego”, “Este emprego é para mim”, “Mantendome saudável”, “Testes aplicados pelos empregadores”, “Planejamento financeiro” e “Trabalho por conta própria”. No primeiro encontro estiveram presentes o secretário de gestão municipal, Antonio Cláudio Faria; a diretora de gabinete Viviane Artese; Felínio Freitas, representando a Casa de Cultura e Cidadania de São José do Rio Pardo; Kelly Maldonado, repre-

Integrantes do primeiro grupo do Time do Emprego de 2013, em sala de aula

sentando o PAT; e Daniela Miolli, facilitadora do Time do Emprego e responsável pelos encontros. O secretário de gestão tomou a palavra, representando o prefeito municipal, João Santurbano, falando sobre o Time e a importância do mesmo para o município, e o empenho para que ele acontecesse, sempre sob a responsabilidade de Daniela Miolli. Em seguida foi entregue um kit para cada participante, contendo uma bolsa, duas apostilas,

Sebrae iniciará curso sobre ‘alimentos seguros’ em maio No mês de maio São José do Rio Pardo vai receber o Programa Alimentos Seguros - PAS Mesa, voltado para as micro e pequenas empresas ligadas ao setor de alimentação, entre elas: cozinhas industriais, restaurantes, bares, lanchonetes, cozinhas hospitalares, alimentação transportada, hotéis, spas, cooperativas produtoras de alimentos e rotisserias. O PAS Mesa é uma metodologia que pertence às entidades ligadas ao sistema “S”: Senai, Sesc, Sesi, Senac e o Sebrae - SP. Em São José do Rio Pardo o programa será promovido pelo Sebrae – SP, em parceria com a Associação Comercial e Industrial da

cidade. Entre os objetivos propostos destacam-se a redução de custos e o consumo de alimentos com qualidade e totalmente seguros. Serão apresentadas aos participantes orientações de incentivo às boas práticas de fabricação, bem como, manipulação, transporte e distribuição de alimentos, estimulando assim a garantia de alimentos seguros com qualidade e confiabilidade, além das reduções de custos operacionais e do índice de reclamação de clientes. O curso tem duração de 4 a 6 meses, somando um total de 42 horas. A inscrição permite que cada empresa participe com duas

pessoas chaves. “Nossa missão é estimular a competitividade, diminuir os custos operacionais com a redução do desperdício e promover, através dos treinamentos e assistência técnica, a comercialização de alimentos cem por cento seguros e de qualidade”, destaca o consultor em Alimentação Fora do Lar do Sebrae-SP, Leonardo Gillardi de Paiva Lopes. O custo do treinamento é de R$ 300 por estabelecimento. Os participantes recebem diagnóstico inicial do empreendimento a partir de uma consultoria presencial, recebendo ainda capacitação teórica, consultorias individuais na própria

empresa e avaliação final. Os empresários interessados em participar do PAS Mesa podem fazer inscrição até o dia 26 de abril, procurando pelo Posto de Atendimento ao Empreendedor de São José do Rio Pardo – (19) 3682 9343 Praça Capitão Vicente Dias, 33 – Centro. As vagas são limitadas. Serviço Programa Alimentos Seguros – PAS Mesa Inscrições: 22 a 26 de abril Contato: Posto de Atendimento ao Empreendedor - 19 3682 9343 (Daniela) ou Escritório Regional do Sebrae-SP 19 3622 3166 (Leonardo).

Audiência decide doação de terreno ao Crea A Câmara realizará no dia 23 de abril audiência pública em que abrirá discussões com autoridades e população em torno do Projeto de Lei nº 2, do Executivo, de 09/01/2013, que “Dispõe sobre desafetação e autoriza o Poder Execu-

tivo a efetivar doação para fins de interesse social ao CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo – e dá outras providências”. O referido projeto deu entrada na Câmara na sessão do dia 5 de fevereiro,

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO AUDIÊNCIA PÚBLICA Data: 23/4/2013 Horário: 15h Local: Câmara Municipal de São José do Rio Pardo – Praça dos 3 Poderes, nº 2 – Centro Assunto: - Projeto de lei nº 2, que “Dispõe sobre desafetação e autoriza o Poder Executivo a efetivar doação para fins de interesse social ao CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo e dá outras providências”. Convidamos toda a população. São José do Rio Pardo, 11 de abril de 2013. Reinaldo Milan Presidente Publicado nas edições de Gazeta do Rio Pardo dos dias 13 e 20/4/2013.

e desde então esteve disponível para apreciação dos vereadores e da Procuradoria Jurídica, para pareceres. Com os pareceres definidos, foi encaminhado para audiência pública, conforme legislação em vigor. Do projeto, consta a justificativa do Poder Executivo definindo o interesse social e a dispensa de licitação, citando legislação em vigor. Foram incluídos também três laudos de avaliação apresentados por diferentes profissionais do

setor imobiliário, sugerindo valores de venda da área, que tem 1.197,62 m2 e está localizada no loteamento Buenos Aires, na Avenida Benedito dos Reis Scigliani, s/n. A audiência pública será dia 23, terça-feira, às 15 horas, no Plenário da Câmara Municipal, e publicação na imprensa local está convidando a população a participar dos debates. As informações são da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal.

uma caderneta para contatos, um bloco de anotações, lápis, borracha e caneta. Encontros como esse acontecerão todas as quintas-feiras, durante três meses, na Casa de Cultura e Cidadania, a partir das 13h30, para aqueles que se inscreveram.

O grupo comporta 30 pessoas, que foram selecionadas para participar do curso. Os que não compareceram serão substituídos através da lista de espera. Segundo informações do PAT, aproximadamente 50 pessoas aguardam uma vaga para participar.

Primeiro a política carcerária, depois a maioridade penal O sistema penitenciário brasileiro vai de mal a pior. Criminalistas e autoridades prisionais debruçam e discutem diariamente sobre a questão da população carcerária. Informações dão conta de que Brasil tem o quarto maior contingente de presos do planeta. É muito bandido para pouca cadeia. Os brasileiros estão se sentido cada vez mais aprisionados em suas casas, tendo em vista a onda de roubos, tráficos e homicídios praticados por menores. Menores que sabem se defender, pois em seu amparo existe o ECA - Lei. 8069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente). Ressalta-se aqui que o ECA é um importantíssimo instrumento de defesa para a solução de conflitos e educação para crianças e adolescentes. Porém, não podemos utilizá-lo em detrimento de um grupo e como arma de defesa para outro. A maioridade penal no Brasil ocorre aos 18 anos, segundo o artigo 228 da Constituição Federal de 1988, reforçado pelo artigo 27 do Código Penal, e pelo artigo 104 do Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA. Assim, os crimes praticados por menores de 18 anos são legalmente chamados de “atos infracionais” e seus praticantes de “adolescentes em conflito com a lei” ou de “menores infratores”. As penalidades previstas são chamadas de “medidas socioeducativas” e se restringem apenas a adolescentes (pessoas com idade compreendida entre 12 anos de idade completos e 18 anos de idade incompletos). O ECA estabelece, em seu artigo 121, § 3º, quanto ao adolescente em conflito com a lei, que “em nenhuma hipótese o período máximo de internação excederá a três anos”, por cada ato infracional grave. Após esse período, ele passará ao sistema de liberdade assistida ou semiliberdade, podendo retornar ao regime fechado no caso de mau-comportamento. Com isso, tendo em vista o onda de crimes praticados por “menores infratores”, diversas medidas e ideias vêm sendo debatidas ou propostas, no âmbito da sociedade brasileira, com vistas a possíveis alterações na maioridade penal e/ou na penalização de adolescentes em conflito com a lei. O debate em torno da redução da maioridade penal está centrado, ao menos no campo da opinião pública, primordialmente sobre a idade de 16 anos, considerada razoável pela maior parte dos atores sociais que defendem uma redução na maioridade. Vale ressaltar que há países que adotam maioridade inferior aos 18 anos, que possuem um regime de tratamen-

to especial. Por exemplo: o adolescente pode ser julgado como adulto aos 16 anos na Argentina, mas irá cumprir a pena em local específico para sua idade, distinto dos detidos considerados adultos. Outros países, a exemplo dos EUA e da Inglaterra, adotam sistema único, sem distinção quanto à idade. Assim, em favor da redução da maioridade penal, tenho por certo que a sociedade atual – adolecentes principalmente -, independente de classe social – A, B ou C – todos têm em seu poder uma gama de informação e conhecimento; o que é certo e o que é errado. Sendo assim, não se pode passar a mão da cabeça de um adolescete e chamá-lo de “menor infrator”, pois este adolescente de 16 anos já se acha suficientemente maduro para começar a tomar uma cervejinha com os amigos, para pegar o carro do pai, além de ter o direito garantido para escolher seu representante político; assim, também é suficientemente maduro para responder judicialmente por seus atos. Porém, antes de qualquer mudança, é preciso verificar o que está em ação. Verificar se o sistema repressor funciona; se o detento, se aquele que cumpre ou cumpriu pena se ressocializou com a medida adotada pelo sistema carcerário e se está devidamente inserido de forma correta na societade; verificar a superlotação carcerária; buscar a transferência de presos com condenações definitivas para penitenciárias. O sistema carcerário hoje vive um colápso, como já mencionado: superpopulação, violência interna, altíssima taxa de rebeliões e sem contar que quando um detento é transferido para uma penitenciária, os brasileiros indagam: “Vai sair pior que entrou!” O sistema carcerário tem que ser humanizado, porém, rígido. Com isso, antes de discutir a maioridade penal, faz-se necessário indagar se o atual sistema funciona como meio de resocialização. Indagar se o Estado repressor é eficiente na sua forma. As medidas socioeducativas, das quais tanto se fala, não passam de instruções e aulas sobre qual o valor mínimo que um sequestrador e adolescente deve exigir para se pagar um resgate, ou como assaltar um edifício inteiro sem ser captado pelas câmeras de segurança ou, ainda, como se esquivar de qualquer penalidade usando o ECA como escudo. Assim, é preciso rever primeiramente a política carcerária e, depois, com certeza, a maioridade penal. MARCO ANTONIO BIACO OAB/SP 236.427


20 de abril de 2013 - A-7

Causas do incêndio estão sendo apuradas Com a estrutura prejudicada, prédio do Supermercado Teixeira acabou demolido REPORTAGEM

Ainda estão sendo apuradas, pela polícia técnica de São João da Boa Vista, as causas de um incêndio de grandes proporções que destruiu completamente o Supermercado Teixeira,no Vale do Redentor, na madrugada de terça-feira, dia 16. A informação é do subtenente Sartori, da unidade do Corpo de Bombeiros de São José do Rio Pardo. Segundo ele, ainda não foi possível saber quais os motivos do início das chamas, que apareceram por volta da 1h10 e se espalharam rapidamente pelo prédio, tendo sido controladas cerca de duas horas depois. “Desde quando a unidade foi implantada no município, este foi o maior incêndio já enfrentado pela base local”, considerou o subtenente. Não houve feridos, mas foi preciso isolar a área e retirar os moradores das casas próximas, por causa da grande quantidade de fumaça.Este trabalho contou com a participação da Guarda Civil Municipal, que foi acompanhada pelo diretor Zildo Inocêncio, como também pelo secretário de Planejamento, Obras e Serviços, Cristiano Barella. Para conter as chamas, além de uma viatura do Corpo de Bombeiros local, foram chamados para apoio caminhões de uma

empresa particular, caminhão-tanque da Prefeitura Municipal e uma viatura da base de bombeiros de Mococa. Sobre as informações de que houve demora na chegada do Corpo de Bombeiros de São José do Rio Pardo ao local, o subtenente Sartori disse que tal fato não ocorreu. “Temos nos nossos registros que a viatura demorou seis minutos para chegar ao local. Essa informação de teríamos demorado 30 minutos não procede.” A respeito de haver pouca água no tanque do caminhão, como foi dito por pessoas que presenciaram o fato, o subtenente explicou que a viatura utilizada carrega apenas 1.500 litros. A outra, que tem capacidade para mais de quatro mil litros, está em manutenção na cidade de Campinas. “Foi feito o combate inicial, mas logo a viatura ficou sem água. Entretanto, no deslocamento da base até lá, tendo em vista que as notícias que chegavam eram de um incêndio de proporções grandes, já foi acionado o apoio de água de uma empresa particular, da Prefeitura e também da viatura da base de bombeiros de Mococa.” De acordo com Sartori, o caminhão maior está com problemas mecânicos e, por isso, foi enviado ao

O incêndio começou por volta da 1h10 e foi controlado cerca de duas horas depois; pela manhã, o estrago era visível

Corpo de Bombeiros de Campinas para reparos. “É uma viatura que tem peças importadas e que às vezes demora devido ao fato de ter que importar as peças, mas todos os esforços estão sendo feitos para que ela volte o mais rápido possível.” Com a estrutura totalmente prejudicada após o incêndio, o prédio do Supermercado Teixeira acabou sendo demolido na quarta-feira, 17. Unidade preparada A unidade local dos bombeiros conta com sete guardas municipais e 10 bombeiros, que trabalham por turnos. Por dia, estão disponíveis de quatro a cinco bombeiros, entre municipais e militares. “Nosso efetivo está completo”, informa Sartori.

Quanto aos equipamentos, ele diz que ainda há alguns materiais de incêndio e de salvamento em vias de aquisição, para que a base fique completa e em condições de atender com total qualidade. De acordo com o subtenente Sartori, a unidade está preparada para combater incêndios de grandes proporções, como o que ocorreu no Supermercado Teixeira. “Só que em todo incêndio deste porte nós sempre vamos precisar de apoio. Logicamente que o Corpo de Bombeiros não vai resolver sozinho a ocorrência, porque o apoio de água sempre vai precisar. Muitas vezes esse apoio não vem de imediato, e até deixar o sistema funcionando perfeitamente no local do incêndio, às vezes isso demora um pouco. Mas

NOTAS POLICIAIS Jovens se ferem na Avenida dos Lírios Houve mais um acidente de trânsito na avenida dos Lírios, no dia 18, que resultou em ferimentos em duas pessoas: o motoqueiro L.H.R.M., de 18 anos, e a moça que estava na garupa da moto, a adolescente A.C.B.A., de 16. Ambos estavam em uma motocicleta JTA Suzuki preta, ano 2011, que colidiu contra um Fiat Idea preto ano 2007, conduzido por J.R.C.F., de 27 anos. Segundo o boletim de ocorrência feito pela polícia militar, o acidente aconteceu por volta de 12h30. O carro estava estacionado ao lado da empresa Bem Te Vi Agropecuária e seu condutor disse à polícia ter dado sinal de que iria entrar na avenida para retornar ao centro da cidade. Nesse instante, segundo ele, ouviu barulho de frenagem e o impacto contra seu veículo. Percebeu então que tanto o condutor da moto quanto a jovem estavam no chão, com várias lesões pelo corpo. O motoqueiro L.H.R.M. afirmou aos policiais ter visto o Fiat parado em frente ao estabelecimento agropecuário e o motorista do carro, segundo ele, iniciou manobra sem observar a aproximação de sua moto pela avenida. O rapaz disse ter sido inevitável a colisão. Ele não tem, entretanto, habilitação para conduzir motocicleta. Tanto ele quanto a moça foram socorridos pela ambulância do Samu e levados para o Pronto Socorro, para serem medicados e ficaram em observação. Motorista bêbado nega que bebeu Um Escort azul, ano 95, bateu de frente em um caminhão Mercedes Benz azul, ano 77, na noite do dia 13 de abril, sábado passado, na região central da cidade. O carro era dirigido por O.G., de 46 anos, que jura não ter bebida nada de álcool naquele dia, embora tenha entrado na contramão de direção e atingido o caminhão, guiado por E.D.S., de 57 anos, em um trecho da Perimetral. Os policiais que atenderam a ocorrência, porém, registraram exatamente o contrário: que O.G. “estava em visível estado de embriaguez, com forte odor etílico, fala desconexa e falta de equilíbrio”. Foi feito o teste

do bafômetro nele e ficou constatado que estava com 0,90 gramas/ml de álcool no sangue. O homem foi levado para a delegacia de polícia, seu carro recolhido ao pátio credenciado e O.G. ainda teve a CNH retida, além de ter que responder agora a processo judicial. Adolescentes em moto no Cassucci Dois jovens, menores de idade, foram flagrados em uma motocicleta JTA Suzuki preta na noite do dia 17, pela polícia militar, quando esta fazia ronda pelo bairro Carlos Cassucci. W.H.V.C. e F.S.M.S., ambos de 16 anos, não obedeceram ao sinal de parada e fugiram em alta velocidade, sendo então perseguidos pela viatura. Nervosos com o fato de terem a polícia sem seu encalço, os jovens sofreram uma queda e o piloto da moto, W.H.V.C., teve escoriações pelo corpo. Ambos foram vistoriados e nada de ilícito foi achado com eles. Os policiais, entretanto, foram até a casa do rapaz que estava na garupa e acharam outra moto, uma Honda CG azul, com chassi e motor adulterados, além de placa falsa. A moto foi guinchada à delegacia. Furtou comida e acabou flagrada Uma mulher de 38 anos entrou em um supermercado da região central da cidade e, utilizando uma sacola branca, furtou seis cartelas de salame, um pacote de amendoim, um pote plástico contendo comida caseira e outro pote plástico com dobradinha. A polícia militar foi avisada do ocorrido e foi atrás da mulher (E.L.L.). Ela, por sua vez, ao ver a viatura escondeu a sacola atrás de um arbusto, mas não adiantou: tudo foi descoberto. Foi elaborado um B.O. Filho contra pai, pai contra filho Pai contra filho, filho contra pai. A profecia bíblica se cumpriu numa casa de família situada na região central da cidade, no início da noite do dia 12 de abril, e por pouco, não terminou em algo pior. O pai, C.R.C., de 53 anos, estava no banho quando percebeu um vulto: alguém entrando pela janela do seu quarto. Ligou

REPORTAGEM

para a polícia e saiu para a área frontal da casa, encontrando o filho L.V.C., de 22 anos. Este, segundo ele, partiu para cima do pai e, pegando duas facas, disse que “iria furá-lo”, mas acabou sendo contido por vizinhos. O jovem confirmou depois à polícia que entrou no quarto do pai para pegar dinheiro, quando então seu genitor descobriu e se jogou sobre o filho. O rapaz disse ter pego uma faca, mas assegurou que era “para se defender do pai”. O caso foi parar na delegacia. Mexia na grama, ocultava drogas Na madrugada do dia 16 de abril, no Vale do Redentor, policiais militares que faziam patrulha ao redor da praça João Batista Ribeiro de Lima viram um sujeito procurando ou colocando algo na grama. Assim que o rapaz percebeu a aproximação da viatura, saiu correndo e não foi mais visto pelos PMs. No lugar em que ele mexia foram encontradas 14 pedras de crack envolvidas em plástico, sendo todas apreendidas. Menor traficante é detido e é solto Também no Vale, mas no dia 17 e por volta de 12h30, um adolescente de 14 anos foi visto fazendo tráfico. Ele estava na rua Antônio Simões e, segundo denúncias, usava até as dependências da creche do bairro para ocultar as drogas: quatro pedras de crack e 10 ependorfes de cocaína. O jovem traficante tinha consigo R$ 168 em várias notas, oriundas das vendas dos entorpecentes, e no instante em que a viatura policial se aproximou ele negociava com um motociclista outra venda. O motoqueiro fugiu mas o jovem foi pego, sendo levado à delegacia de polícia. Ali a delegada ratificou a detenção dele mas, levado depois ao Forum, o promotor que atendeu ao caso entregou o rapaz aos cuidados do irmão dele, maior de idade. Homem e mulher compram drogas Mais tráfico no Vale: na tarde do dia 18 uma moça, D.P.C., de 26 anos e um homem, A.M., de 36, foram flagrados em um Fiesta preto com seis ependorfes de coca-

ína. Eles compraram a droga na praça central do bairro e acabaram sendo denunciados. O Fiesta foi parado quando já estava na avenida Waldemar Poggio e vistoriado pelos policiais. As drogas estavam no bolso da calça do homem, que admitiu tê-las adquirido por R$ 60 de um desconhecido, naquele bairro. A moça foi submetida a busca pessoal por uma policial feminina, mas nada anormal foi achado. Ambos foram levados à delegacia acusados de “tráfico privilegiado”, mas acabaram sendo soltos, devendo responder ao processo em liberdade. Assaltou, acabou detido e liberado D.A.L.P., rapaz alto, magro, de 25 anos, bastante conhecido pela prática de furtos, foi na noite do dia 15 de abril ao Hotel Ipanema, no centro, e, muito agressivo, roubou R$ 410. Ele estava usando um objeto que parecia arma de fogo e que estava coberto por uma meia escura. Disse que era um assalto e pegou R$ 210 que estavam em uma gaveta do caixa; um hóspede, E.A.L., de 50 anos, também foi abordado e ficou sem R$ 200. O autor saiu de lá e as vítimas chamaram a polícia militar, que atendeu imediatamente à solicitação e encontrou D.A.L.P. na avenida Dom Pedro, prendendo-o. Os policiais entraram em contato com a delegada Márcia Serpa e esta os avisou que não poderia confirmar a prisão porque o rapaz teria “saído do flagrante”. Cortou o fio de energia elétrica No dia 16, à tarde, um rapaz foi visto por moradores do bairro Fartura quando cortava fios de energia elétrica na Perimetral, perto do posto Maga. Policiais militares foram ao local, encontraram-no e ele, quando viu a viatura, jogou algo num mato ali existente. P.H.O.S., de 18 anos, foi então revistado e nada de suspeito foi achado. Ao verificarem, porém, o mato eles acharam um fio de energia e deram voz de prisão ao moço. Na delegacia, porém, o delegado não confirmou sua prisão. Um representante da Prefeitura foi chamado à delegacia e confirmou que o fio de energia era do município.

temos condições de enfrentar ocorrências de incêndio de grandes proporções, mesmo porque contamos com apoio da base de Mococa e da mesma forma nós os apoiamos, como também de São João da Boa Vista. O Corpo de Bombeiros não é do município, ele pertence à Polícia Militar do Estado de São Paulo, então sempre quando há uma ocorrência de grande vulto, deslocam-se viaturas de um local para o outro para poder apoiar em caso de necessidade”, explicou. Orientação O subtenente Sartori fez também um alerta sobre a necessidade de adequação dos estabelecimentos comerciais e indústrias às normas de prevenção e combate a incêndio. “A gente orienta os grandes comércios e indústrias que procurem se adequar às normas com relação aos

equipamentos de prevenção e combate a incêndio, que são exigidos por lei. É necessário que essas edificações regularizem sua situação no Corpo de Bombeiros quanto ao projeto e instalação de equipamentos de incêndio, para que num primeiro momento ela possa atender a esta ocorrência enquanto o bombeiro não chega”, informou. Ele explicou que o combate inicial normalmente é feito pelos equipamentos existentes na edificação, pelos próprios funcionários. “Então é necessário que os estabelecimentos mantenham a parte de bombeiros regularizada e, no caso de sinistro, possam ter em mãos os equipamentos para fazer o combate inicial.” Atualmente as empresas precisam do auto de vistoria do Corpo de Bombeiros para poder regularizar sua situação junto à Prefeitura.

PROCURA-SE Vitor Rodrigues, filho de Joaquim Rodrigues e Ana Tereza Nogueira, nascido em 10 de setembro de 1940, na cidade de Cassia dos Coqueiros, estado de Sâo Paulo. Obs: Assuntos familiares. Qualquer informação, favor ligar para (16) 9205-1766.”

AGRADECIMENTO O Grupo Assistencial “Cáritas”, mantenedor da E.E.E. “Cáritas” agradece sensibilizada a todos que colaboraram direta e indiretamente com o churrasco beneficente realizado dia 14p.p.


A-8 - 20 de abril de 2013

Hospital precisa de doação de brinquedos Objetivo é que a Brinquedoteca fique em melhores condições para as crianças Um dos setores mais importantes da pediatria em muitos hospitais, atualmente, é o da Brinquedoteca, local onde as crianças internadas têm acesso a brinquedos e material impresso, os quais, normalmente, gostariam de ter também em suas casas. Segundo especialistas, isso facilita a recuperação delas e diminui os sofrimentos causados pela internação e tratamentos médicos a que são submetidas. No hospital São Vicente, entretanto, está havendo a necessidade de doação de brinquedos para deixar a Brinquedoteca em condições de oferecer um melhor atendimento às crianças. O local também necessita de voluntários para pintar a parede com bichinhos e flores, além de latas de tintas para tal finalidade. Segundo a assistente social Valéria Bicalho de O. Barbosa, os brinquedos devem ser de material que facilite a limpeza e que possam ser lavados, não podendo ser de pelúcia, pano, papel ou madeira, nem ter extremidades pontiagudas ou ser pequenas demais - poderiam ser engolidas pelas crianças. “Precisamos também de papel sulfite A4, giz de cera, livrinhos de história”, prosseguiu Valéria. As doações devem ser encaminhadas aos cuidados dela e nos horários das 7h00 às 12h30, de segun-

da a sexta-feira. “Não precisam ser exatamente brinquedos novos, podem ser usados, desde que estejam em bom estado de conservação e limpos”, lembrou. “Podem ser brinquedos para qualquer faixa etária.” Estudos e relatos demonstram que, quando uma criança ou adolescente sofre uma internação hospitalar, ocorre uma modificação no curso de seu desenvolvimento e na forma de ver o mundo. A internação promove alterações em sua rotina de vida, afetando também seus familiares. “Para assisti-los, faz-se necessária uma atuação que busque diminuir os efeitos da doença e do seu tratamento, pois, muitas vezes, eles acometem as crianças e os adolescentes de forma global”, explicou a assistente social. Quando uma criança ou um adolescente hospitalizado brinca ou consegue ter momentos de descontração e divertimento no contexto hospitalar, acaba recriando e enfrentando situações vividas em seu cotidiano. “É por isso que crianças e adolescentes precisam usufruir dos benefícios emocionais, intelectuais e culturais que as atividades lúdicas proporcionam”, continuou Valéria. A Brinquedoteca permite que o paciente fique mais tranquilo e tenha uma recuperação mais rápida,

melhorando sua autoestima e possibilitando que tenha melhor aceitação ao tratamento a que está sendo submetido. Além do mais, é uma oportunidade de fortalecer os laços de afetividade entre os pais nos momentos de descontração ao lado da criança internada. A pessoa responsável pela Brinquedoteca nos hospitais usa o espaço para promover brincadeiras e adivinhações, contar histórias infantis, lendas ou mitos, assim como realizar atividades artísticas como pinturas e desenhos. E, se as crianças estiverem internadas, mas impossibilitadas de irem à Brinquedoteca, os brinquedos serão levados até elas. Quando, porém, elas recebem alta, os brinquedos são imediatamente encaminhados para um processo de desinfecção e, com isso, poderão ser utilizados por outras crianças sem risco de contágio ou infecção hospitalar causada pelos materiais utilizados. “Além de trabalhar com a reabilitação da saúde, essa devolução dos brinquedos atua na socialização da criança, criando também um espaço de exercício de cidadania e de cuidado com o patrimônio público infantil, que são os brinquedos, para que as outras crianças que forem internadas possam usufruir deles”, concluiu Valéria.

REPORTAGEM

A Brinquedoteca permite que o paciente fique tranquilo e tenha uma recuperação mais rápida

Emeb incentiva prevenção contra dengue Os alunos da Emeb “Vinício Spessotto”, professoras, coordenadora, diretora e pessoal de apoio intensificaram as atividades relativas à conscientização sobre a dengue. Além das atividades em sala de aula, trabalhadas pelas professoras, a diretora Ana Paula Dontalo convidou a médica veterinária Maria Ângela Salvadori e, dentro do Projeto Educação e Saúde Ambiental, proferiu uma palestra sobre o tema em pauta e apresentou um vídeo. Acompanhados das professoras e da coordena-

dora Neide Giacomini de Moraes, os alunos realizaram uma panfletagem no bairro, com o objetivo de

mobilizar a comunidade sobre a importância e os cuidados no combate ao mosquito da dengue. REPORTAGEM

O projeto Educação e Saúde Ambiental foi trabalhado em sala de aula REPORTAGEM

Alunos fizeram panfletagem no bairro

3682-8803 Rua 13 de Maio, 25


A-9 - 20 de abril de 2013

Cidade será contemplada com 212 casas Obras terão início em 60 dias; residencial terá rotatória de acesso, ETE e reservatório O prefeito João Santurbano, por meio dos esforços do secretário de Estado da Habitação, Silvio Torres, e de seu assessor parlamentar Helio Escudero, conseguiu a aprovação, esta semana, da construção de 212 novas casas populares em São José do Rio Pardo. De acordo com assessoria de imprensa da Prefeitura, as obras terão início dentro de 60 dias, nas proximidades do Distrito Industrial, no prolongamento da rua Américo Emílio Romi. As casas de 43 metros quadrados serão construídas no Residencial Chico Xavier, que terá, também, rotatória de acesso ao local, reservatório com água tratada e Estação de Tratamento de Esgoto. O programa é uma parceria entre a Prefeitura

Prefeitura adquire veículos mediante pregão Em pregão presencial realizado nesta sexta-feira, 19, na Prefeitura de São José do Rio Pardo, a administração municipal anunciou a compra de vários veículos. O primeiro deles é uma motoniveladora usada, adquirida da Ranieri Mil Máquinas Comércio e Locação de Equipamentos Pesados Ltda., de Leme, com previsão de que em dez dias ela já esteja sendo utilizada na manutenção de estradas rurais do município. Os demais veículos adquiridos no pregão são: quatro Fiat Palio zero quilômetro e duas picapes da mesma marca, também novas, da Vime Veículos; uma caminhonete cabine dupla e uma Kombi, ambas adquirida junto a JTW Veículos Ltda ME, de Franca, igualmente novas. Esses veículos novos deverão ser utilizados em serviços da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Secretaria Municipal da Saúde, Secretaria Municipal de Obras, Secretaria da Assistência e Inclusão Social e ainda pelo Departamento de Água e Esgotos. A entrega deles à Prefeitura rio-pardense deverá acontecer em até 30 dias.

Municipal, a Secretaria de Estado da Habitação (Casa Paulista), o governo Federal e a Construtora Quebec Empreendimentos Imobiliários e Construções Ltda., de Uberaba, de propriedade de Cirilo Salge. Serão contempladas famílias de baixa renda, cuja renda mensal seja de até três salários mínimos. Para a seleção será utilizado o cadastro mais recente das famílias que se inscreveram para as 262 casas do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo Federal. “Aproveito a oportunidade para agradecer o secretário Silvio Torres e seu assessor Helio Escudero, que não mediram esforços para viabilizar mais essa conquista para o povo riopardense”, comentou o prefeito Santurbano.

Sorteio para mutuários A Secretaria de Assistência e Inclusão Social e a Diretoria de Habitação da Prefeitura realizarão, no dia 4 de maio, às 8h00, no Tartarugão, o sorteio de classificação para mutuários do programa “Minha Casa, Minha Vida” (262 casas) que pontuaram de 1 a 4 nos critérios de classificação, definidos pelo Ministério das Cidades, do governo Federal. Todas estas famílias receberão, em suas residências, uma convocação, e terão seus nomes divulgados na imprensa local. As famílias que obtiveram 5 e 6 pontos estão automaticamente classificadas, e aquelas que não atenderam aos pré-requisitos foram desclassificadas.

Em reunião no gabinete: o proprietário da Quebec, Cirilo, o prefeito Santurbano e o arquiteto Daniel Cobra

Piso do terminal no Vale já está afundando O terminal urbano do Vale do Redentor está com o piso asfáltico afundando e dificultando cada vez mais a passagem dos ônibus que fazem o transporte de passageiros para o centro da cidade. O terminal foi construído na gestão passada e faz parte de um convênio que previa também a construção de outro terminal, no ponto central de São José, situado entre a Matriz e o Bradesco. Cristiano Barella, secretário de Obras, disse esta semana que a empresa responsável pelo serviço concluiu parcialmente o contrato que havia feito com a Prefeitura e depois, por rescisão contratual, não prosseguiu com o projeto. Como, porém, toda obra tem um certo período de garantia, a Secretaria Municipal de Obras está notificando essa empresa para que ela refaça o piso asfáltico no Vale. O secretário explicou que a Prefeitura quer continuar com o projeto e construir também o terminal urbano central. Para isso, no entanto, precisará consultar a segunda e terceira colocadas do processo licitatório feito pela gestão passada, para ver se uma delas tem interesse em fazer a obra. O problema do piso asfáltico no Vale, entretanto, é de responsabilidade da primeira empresa, assegurou Barella. Ele ressalvou, entretanto, que essa empresa deixou de ter alguns pagamentos efetuados pela administração municipal passada (ou teve os pagamentos bastante atrasados) e, com isso, insatisfeita, rompeu o contra-

Portaria nº 05/2013 do Presidente da Fundação Educacional de São José do Rio Pardo de 04/04/2013. Dispõe sobre a nomeação do Senhora Regina Celia de Lima Gomes, para o cargo de Professor de Segurança do Trabalho. O Presidente da Fundação Educacional de São José do Rio Pardo, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, expede a seguinte portaria: Art. 1º Fica nomeada, através do Cadastro de Reserva p/ Cargos Administrativos de Professores de Educação Básica - nº 01/2011, a Senhora Regina Celia de Lima Gomes, para ocupar o cargo de Professor de Segurança do Trabalho, desta Fundação Educacional de São José do Rio Pardo. Art. 2º Esta portaria entra em vigência na data de sua publicação, com efeitos retroativos, a 04 de abril de 2013. Luis Fernando Tempesta Presidente

to. A Prefeitura, segundo o secretário, efetuará o serviço se a empresa não o refizer, mas a prioridade é que a firma conserte o que se estragou. A base ou fundação do asfalto, de acordo com o engenheiro, é que está com problema. O projeto original dos dois terminais urbanos previa, inicialmente, a construção do terminal no centro da cidade e depois o do Vale. Como, porém, houve um problema com a CPFL, que necessitaria mudar a rede de alta tensão que passa pelo local para outro ponto, o processo foi invertido: a primeira parte do projeto foi feita no Vale, deixando a segunda, a do centro, para depois. A empresa que ficou em segundo lugar na licitação parece es-

O piso asfáltico já não existe em boa parte do lugar por onde passam os ônibus que transportam os passageiros

tar interessada em prosseguir com esse projeto, sendo esta a expectativa da Prefeitura. Termo aditivo Questionado sobre os “termos aditivos” que

vêm sendo pleiteados pelas empresas que prestam serviços à Prefeitura, Barella explicou que praticamente todas as obras herdadas da gestão anterior estão com pedidos de suplementação de verba for-

mulados por estas firmas. “Algumas empresas já tinham termos aditivos assinados em 2012 ou no ano anterior e outras pediram isso agora, para que nós analisássemos”, comentou. “Aí entra uma dificuldade: precisamos dar um parecer sobre os pedidos de mais recursos sobre obra já executada. É difícil, requer muita coerência e uma análise estritamente técnica daquilo que é de fato devido ou não, pois gera custo para a Prefeitura, por ser a contrapartida dela. O problema é a situação financeira deixada pela gestão passada para nós”. Cada solicitação de “termo aditivo” vem sendo analisado pela Secretaria Municipal de Obras, que avalia caso a caso, antes de dar um parecer final.

Iniciada montagem da estrutura do rodeio Já teve início a montagem da estrutura da 8ª edição do Rio Pardo Rodeio Show, que será promovido entre os dias 26 e 30 de abril. De acordo com o empresário e organizador do evento, Guilherme Flamínio, no espaço onde será promovida a festa, no Jardim Aeroporto, foi feito serviço de terraplenagem para poder receber a estrutura. “Até neste domingo, dia 21, cerca de 90% da montagem estará pronta. Optamos por antecipar para termos mais tempo de averiguar se tudo está adequado, pois a segurança do evento é nossa principal preocupação.” Ainda com relação à segurança da parte estrutural, Guilherme observou que todo material para montagem foi locado através de empresas idôneas e que dispõem de equipamentos de qualidade, tudo visando proporcionar maior conforto ao público. “Neste ano, as arquibancadas estarão maiores, bem como os camarotes. Toda estrutura da festa foi pensada e está sendo executada para proporcionar o má-

ximo de segurança e conforto às pessoas que participarem do evento”, afirmou. Movimentação comercial O Rio Pardo Rodeio Show é o principal evento de entretenimento de São José do Rio Pardo, muito frequentado não apenas pelos rio-pardenses, mas por todo público da região. Além de diversão, o evento aquece as vendas em diversos segmentos comerciais como, por exemplo, calçados, confecções, hotelaria e gastronomia. Atrações Além da programação relacionada ao rodeio e aos shows, a festa também dará oportunidade para artistas de São José e região se apresentarem ao público. “Temos que valorizar esses ‘cantores da terra’ e nada melhor que proporcionar espaço para que eles possam se apresentar. Todos os dias haverá apresentações no “Palco Fusion”, que será montado no meio da praça de alimentação”, destacou Guilherme.

Sexta-feira, 26 de abril Abertura do Rodeio Copa Brahma Barretos de Rodeio PBR Abertura do Team Penning Abertura 3 Tambores Curva do Peixe Palco Fusion Willian & Well Palco Arena Brahma Show com Munhoz & Mariano Sábado, 27 de abril Sequência da Copa Brahma Barretos de Rodeio PBR Sequência do Team Penning Sequência 3 Tambores Curva do Peixe Palco Fusion Mateus Jorente (Micareta Sertaneja) Gravação do clip “Vou te agarrar”, de Victor Miranda com Henrique e Diego Palco Arena Brahma Show com Henrique e Diego Domingo, 28 de abril Abertura dos portões mais cedo, às 18h00 Megabalada na Curva do Peixe com banda ao vivo Sequência da Copa Brahma Barretos de Rodeio PBR Final da etapa 3 Tambores Final do Team Penning Palco Fusion com Marcio & Tchelo Palco Arena Brahma com Thiaguinho Segunda-feira, 29 de abril, portões abertos Entrada 1 kg de alimento Final da Copa Brahma Barretos de Rodeio PBR Grande final do Rodeio com um show de tecnologia Curva do Peixe Palco Arena Brahma Show com Victor Miranda e Diegao e Diogo Terça-feira, 30 de abril, véspera de feriado Apresentações na Arena Desafio do boi Arrecadação do público presente para instituição de caridade Palco Fusion Fernando JR Palco Arena Brahma Show com Luan Santana


A-12 - 20 de abril de 2013

Quando um copo d’água passa a ter valor Após receber um rim da esposa, Lúcio Bini passou a ver a vida com outros olhos GISELLE TORRES BIACO LUÍS HENRIQUE A. TOBIAS “A gente passa a dar mais valor à vida e a muitas coisas simples: tomar um copo de água, se alimentar, coisas do dia-a-dia que passam despercebidas. Mas quando isso volta na sua vida, você passa a dar muito mais valor a tudo.” Com estas palavras, Lúcio Mauro Bini tenta definir o que significou, para ele, a luta travada pela vida. Tudo começou há um ano e meio, quando ele descobriu que seus rins estavam parando de funcionar. “Eu estava muito ruim, cheguei à Clínica Lund praticamente no final da minha vida, porque a doença foi descoberta em estágio bem avançado. Eu passava muito mal, então para mim a hemodiálise foi mais um tempo de vida que tive. O doutor Sérgio foi a primeira pessoa que me atendeu, assim que cheguei fui direto passar o cateter porque a situação era grave. Entrei para a máquina e já fiz uma hora de hemodiálise logo no primeiro dia. A partir daí fui melhorando, o pessoal da enfermagem foi muito atencioso, capacitado, cuida muito bem dos pacientes, e isso foi o que me deu mais tranquilidade para seguir minha vida”, lembra. Em tratamento de hemodiálise três vezes por semana, quatro horas por dia, Lúcio conta que começou a realizar exames de preparação para um possível transplante. Mas, enquanto os testes de compatibilidade eram feitos com doadores cadáveres, sua esposa Luciana Gonçalves da Rita Bini tomou a decisão de fazer os mesmos exames, por acreditar que poderia ser compatível com o marido. O motivo de tanta determinação não é difícil de descobrir: o amor pelo marido e o sofrimento pelo qual ele passava. “Não foi nada fácil, tinha dia que ele chegava se arrastando aqui em casa, porque a hemodiálise o deixava bem debilitado. Eram quatro horas na máquina! Teve um dia que ele passou muito mal e eu fui avisada pelo pessoal da Clínica para ir até lá. Foi muito, muito difícil mesmo”, diz Luciana, emocionada. Lúcio completa a fala da mulher, relatando as dificuldades do tratamento. “A hemodiálise é uma opção que mantém vivo, o tratamento é doloroso, difícil e muito restrito, a dieta é ri-

gorosa e você vive em função daquilo, o que e realmente não é fácil.” Depois de seis meses de espera, saiu o resultado tão esperado pelo casal: o rim de Luciana era compatível com o marido. A emoção, segundo ela, foi indescritível. “Fiz tudo por vontade própria mesmo, de coração. Quando eu soube que era compatível, a emoção foi indescritível, porque as chances de não ser compatível eram maiores do que as de ser. Foram meses de espera difícil, porque as chances eram para não dar certo. Então a gente às vezes até acredita em milagre. A gente teve muita fé, pois o normal é a compatibilidade entre familiares, com esposa é raro dar certo,” diz Luciana. Outro detalhe é que ela não contou nada à sua família. “Não que eles sejam contra, mas resolvi não contar por causa da preocupação que teriam sabendo que a minha cirurgia seria ainda mais invasiva.” Outro presente A compatibilidade com a esposa foi considerada, pelo casal, como um presente de Deus. Mas eles ainda não sabiam que outro presente, tão importante quanto este, ainda estava por vir. Lúcio foi chamado para a cirurgia, que seria feita na Unicamp, em Campinas, no dia 19 de março, data em que ele completaria 40 anos de idade. “Saber que eu vivo com um dos rins da Luciana é uma emoção, porque esse transplante foi feito no dia em que eu completava 40 anos, então foi um grande presente que eu ganhei dela e de Deus. Foi muito emocionante, não dá para acreditar que tudo deu certo porque as chances eram pequenas. Foi uma demonstração de amor muito grande dela”, diz Lúcio. Recuperados O transplante foi considerado um sucesso. Quando Lúcio saiu do centro cirúrgico, o rim já funcionou de imediato. “Fiquei sete dias internado na Unicamp, não tive dores, não senti nada, minha vida voltou ao normal. Faço as consultas de rotina na clínica e no primeiro mês elas são semanais”. Luciana teve uma rápida recuperação, não precisou de medicação e já retornou ao trabalho. “Do centro cirúrgico eu fui direto para o quarto, só nos dois primeiros dias que dá uma

Portaria nº 06/2013 do Presidente da Fundação Educacional de São José do Rio Pardo de 08/04/2013. Dispõe sobre a nomeação do Senhora Andrea Lima de Oliveira, para o cargo de Professor de Física. O Presidente da Fundação Educacional de São José do Rio Pardo, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, expede a seguinte portaria: Art. 1º Fica nomeada, através do Cadastro de Reserva p/ Cargos Administrativos de Professores de Educação Básica - nº 01/2011, a Senhora Andrea Lima de Oliveira, para ocupar o cargo de Professor de Física, desta Fundação Educacional de São José do Rio Pardo. Art. 2º Esta portaria entra em vigência na data de sua publicação, com efeitos retroativos, a 08 de abril de 2013. Luis Fernando Tempesta Presidente

Luciana e Lúcio: rim dela era compatível com o dele e o transplante deu certo

dorzinha por causa da cirurgia ser muito invasiva, mas já estou pronta para outra, se pudesse”, brinca, completando que sua alegria é saber que o marido poderá ter uma vida normal, sem depender de he-

modiálise. Importância da doação Luciana diz que as pessoas não precisam ter medo de fazer doação. “Não é bem assim, o apoio

que a gente tem é excepcional. Que as pessoas doem sem medo, de coração porque, quando é assim, ela é mais bem recebida. A gente ouviu muitas histórias de vida na Unicamp que não dá para acreditar, então acho que deve ter mais divulgação sobre a doação.” Para Lúcio, a doação representa uma chance de vida nova. “Se puder fazer, faça. Porque a hemodiálise é muito difícil e a doação é uma chance de viver, é uma vida nova. O transplante em si não é tão complicado, a assistência da Unicamp é muito grande, o cuidado é muito grande. E eles passam tanta segurança, tanta tranquilidade, que acaba sen-

do uma coisa até simples, em vista do grande problema que é a doença.” Reconhecimento “Gostaria de agradecer a equipe médica da Unicamp, a Dra. Marilda Mazzalli e o Dr. Luis Roberto de Souza Ulisses. Agradecer o pessoal da Clínica Lund, as enfermeiras, a Márcia, o Dr. Dario, que tiveram toda a atenção comigo porque eu dei um pouco de trabalho, passava mal, mas eles tiveram muita paciência. Todos da Clínica são especiais, fazem parte da minha família. O tratamento de hemodiálise foi mais fácil para mim em razão de tanta atenção que eu recebi do pessoal da Clínica Lund”, conclui Lúcio.

Aids: a esperança para esta luta existe Durante a semana, os maiores especialistas do mundo em Aids se reuniram na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP, para anunciar que a cura da doença está próxima. Para comentar o assunto, Gazeta do Rio Pardo entrevistou o médico infectologista Marcelo Galotti, que também é secretário municipal de Saúde. Gazeta - Como o senhor acompanhou esta notícia? Marcelo Galotti – Com reservas. Na verdade, primeiro é preciso fazer uma diferenciação entre cura efetiva (algum medicamento que radicalmente limpe o corpo do indivíduo e isto não existe), e aquilo que a gente chama de cura sustentada (que é o grande avanço, já que até então isso não tinha aparecido), em que você introduz o coquetel precocemente e faz com que a doença nunca venha a se desenvolver na sua forma plena, mesmo que depois de três anos você pare o uso do coquetel. Mas isso não significa que ele não tenha o vírus no sangue, só que esse vírus fica dormente no corpo. Não é uma cura radical. O único caso de Aids que a gente entende como curado é do famoso ‘garçom de Berlim’, um americano que era garçom na Alemanha, e portador do HIV. Ele desenvolveu uma leucemia e no tratamento desta doença ele foi obrigado a fazer um transplante de medula, e por uma destas sortes, o doador dele era um indivíduo (o que é raridade) que é naturalmente resistente ao vírus da Aids. Então, ao receber a medula deste doador, ele eliminou o vírus. Esta sim foi uma cura radical. O segundo caso foi um bebê de uma mãe americana que não fez pré-natal. Quando a criança nasceu, foi documentado o vírus na criança e introduzido o coquetel. Ela tem sido seguida, já foi interrompido o coquetel e ela não manifesta nenhum sinal da doença. A partir daí, nos casos em que você consegue detectar que o indivíduo acabou de pegar o vírus e você introduz o coquetel naquele momento, foi obtido em torno de 10 a 11 curas sustentadas, não é cura radical. Os trabalhos mostram que se você conseguir fazer isso, de 5% a 15% dos pacientes jamais manifestarão a doença, embora continuem portadores do vírus. Como ocorre a infecção pelo HIV no organismo? Uma vez que o vírus en-

REPORTAGEM

Marcelo Galotti é infectologista e secretário municipal de Saúde

tra no corpo do indivíduo, ele se distribui. Ele se esconde em alguns lugares que a gente chama de nichos, e onde não conseguem ser atingidos pelos medicamentos. À medida que ele sai de lá, o coquetel mata, mas se a pessoa parar de tomar o coquetel, ele sai e faz com que a doença se restabeleça. O mecanismo da doença é muito simples: o vírus ataca um linfócito que é um glóbulo branco. Este linfócito é um dos elementos fundamentais da defesa do organismo. Então esse vírus entra no organismo, se distribui, vai para todos os lugares que são as famosas capelas (nichos) e, além disso, fica no sangue. No sangue ele vai destruindo o linfócito e a medula vai repondo o linfócito. Por isso que durante muito tempo não se percebe a doença, mas chega num momento que tem tanto vírus que a medula não consegue. Então começa a cair o número desses linfócitos e a pessoa, junto com esta queda, começa a ter uma queda da resistência e fica susceptível a doenças oportunistas, que em geral é o que mata o paciente com HIV não tratado. Como age o coquetel de medicamentos para conter o avanço do vírus no organismo? O vírus é formado no corpo como se fosse uma linha de montagem. O coquetel age dentro do processo de reprodução do vírus. O vírus vai sendo, fragmento a fragmento, montado dentro da célula. Quando ele monta, estoura a célula, sai para o sangue e vai parasitar outro. O coquetel funciona assim: você dá três drogas,

uma atrapalha a entrada do vírus e duas atrapalham a formação do vírus final. Por isso que não pode parar de tomar o coquetel. Você não vai ter problemas se fizer o tratamento adequado, mas se interromper perde espaço para a evolução. No Brasil, pesquisas indicam que 135 mil pessoas tenham o vírus, mas não sabem. O senhor acredita que as pessoas ainda têm medo de fazer o teste? Ainda há preconceito? As coisas melhoraram muito, a amplificação do número de casos que hoje existe colabora para a diminuição do preconceito, a propaganda diminui o preconceito, o conhecimento diminui o preconceito. Vários fatores fizeram com que o preconceito diminuísse, mas ele existe. As razões que levam essas pessoas a não fazer o teste, em geral, estão ligadas ao próprio desconhecimento. O HIV leva de sete a 10 anos para se manifestar. E muitas das pessoas desconhecem que são portadoras, por isso o governo faz muita campanha. Antigamente, ficar sabendo era só para a cabeça do cara ficar ruim, hoje não! Ele fica sabendo e tem tratamento, e se ficar sabendo no começo ele tem até chances de cura sustentada. Parte é pelo preconceito e parte é pelo desconhecimento. São 38 mil casos novos a cada ano. Ao todo, 11 mil brasileiros ainda morrem da doença todos os anos. Por que este número ainda é tão alto? O indivíduo que fizer o tratamento corretamente, dificilmente vai morrer de

HIV. Hoje mudou a epidemiologia. Antigamente, quem se contaminava com HIV eram pessoas de alto poder aquisitivo, intelectuais, indivíduos que viajavam muito, indivíduos que do ponto de vista intelectual eram fáceis de serem atingidos no sentido de convencê-los da necessidade de tratamento. Hoje, a gente diz de uma forma até carinhosa que houve uma africanização da Aids, ou seja, era uma doença de rico e hoje á uma doença de pobre. É ligada a usuários de drogas, a moradores de rua. Esse pessoal, em geral, não procura tratamento, e quando procura, há pouco a fazer. O pessoal que pega o HIV e que assume o tratamento, a gente hoje tem conseguido belíssimos resultados em sobrevida e principalmente em qualidade de vida. Em São José do Rio Pardo, quantas pessoas atualmente fazem uso do coquetel? No momento, temos 55 pessoas de São José do Rio Pardo e da região. O município é referência, sou o único infectologista da região, e agora chegou o Dr. Rafael. Eu que dou assistência na região inteira. É um serviço conceituado e credenciado para ser referência regional. Os testes são gratuitos, como as pessoas podem fazer? É importante que as pessoas conheçam o estado de portador do vírus. Quanto mais cedo isto for detectado, mais você pode fazer pelo paciente. Então a gente insiste muito em dizer que antigamente o vírus era detectado e não havia muito que fazer. Hoje não, você tem mais de 20 drogas disponíveis, você tem tratamentos paralelos para ter uma vida normal independente do HIV. Se você teve uma cirurgia, uma doação, se você teve uma situação de risco em que teve relação sexual, faça o teste. O teste pode ser feito em qualquer unidade de saúde pública: PSFs, ambulatório da Vigilância, PPA, os laboratórios de convênio também fazem, claro. O sigilo é total e absoluto.


20 de abril de 2013 - A-13

INTER LIGAS

Seleção da LRF perde na estreia do Estadual DOMINGÃO DE FUTEBOL

Fase de classificação termina neste domingo A última rodada da fase de classificação do Campeonato Domingão de Futebol será realizada neste domingo, dia 21, com jogos nos estádios do Vale Redentor e Botafogo. No último domingo a rodada não foi realizada em função do jogo da Seleção da LRF no Campeonato Inter Ligas da Federação Paulista de Futebol. Os jogos das fases semifinal e final serão realizados com partidas de ida e volta, em melhor de quatro pontos ganhos. Em caso de igualdade na pontuação, o vencedor será conhecido através das penalidades. No estádio do Botafogo, às 8h15, o time da AAR T3 jogará contra a Ponte Preta e depois, às 10 horas, a equipe do Coffee the Morning jogará contra o Escritório São Lu-

marcamos bobeira no finalzinho da partida e sofremos o gol que deu a vitória ao time da casa”, disse Luis Fernando Modica (Pingo), técnico do time riopardense, informando que está confiante numa vitória no próximo jogo. O segundo jogo da Seleção da LRF está previsto para acontecer no próximo dia 28 de abril, a partir das 15 horas, contra a Seleção de Franca, no estádio do Botafogo FC. “Espero con-

tar com apoio da torcida para que possamos nos recuperar na competição”, finalizou Pingo. A equipe rio-pardense perdeu para o time de Brodowski jogando com Danilo Scarcela, Ziquinho, Buizão, Lucas Scoqui, Alexandre Scoque, Neto, Rodolfo, Bruno Mangão, Léo da Farmácia, Rogério Russo e Diol. Reservas: Bazinho, Poti, Mexerica, Lipão, Duzinho e Siqueira. Técnico Pingo.

VETERANOS

Foto – Coffee the Morning poderá se classificar com um empate

Padaria São Francisco tem a vantagem de jogar pelo empate

cas. No estádio do Vale do Redentor, no primeiro jogo, às 8h15, o time da Padaria São Francisco/Bebidas Potó joga contra o Misto

do Botafogo FC e no segundo jogo, às 10 horas, o time do Carlos e Edgar enfrenta o Chaveiro Mello.

BOLETIM ESPORTIVO

Terceira etapa é neste domingo, no Santa Luzia do Galego A terceira etapa dos Festivais Beneficentes Boletim Esportivo 2013 acontece neste domingo, dia 21, a partir das 10 horas, na fazenda Santa Luzia do Galego. Oito equipes serão premiadas com troféus e oito jogos serão realizados nas categorias aspirantes e titulares. “Como nas duas etapas anteriores, não haverá entrega de medalhas para os jogadores, voltaremos

A Seleção da LRF (Liga Riopardense de Futebol), que este ano está sendo representada pelo Botafogo FC, estreou com derrota por 1 a 0 para a Seleção de Brodowski pelo 3º Campeonato Estadual de Futebol Amador de Seleções de Ligas Municipais, organizado pela Federação Paulista de Futebol. O jogo foi realizado no último domingo, dia 14, na cidade de Brodowski. “A equipe jogou bem,

a entregar medalhas apenas a partir de 2015”, disse Paulo Sergio Rodrigues (Paulão da Rádio), organizador do evento, informando que o dinheiro que seria gasto na aquisição das medalhas será utilizado na compra de alimentos. “Pela movimentação e informações colhidas junto às equipes, acredito que mais uma vez teremos uma grande quantidade de alimentos arrecadados”,

acrescentou Paulão da Rádio, informando que cada equipe deverá contribuir no mínimo com 150 quilos de alimentos não perecíveis. O evento terá a presença da equipe CR Som, do empresário Carlos Renê Nogueira Navega, que sonorizará o local e levará duplas sertanejas para se apresentarem durante todo o festival, além de sortear brindes para os presentes.

DOIS TOQUES Futebol - A escolinha de futebol da Associação Atlética Riopardense, comandada pelo professor Djalma, venceu a escolinha do FutPoços, da cidade de Poços de Caldas. Na categoria sub-10, o time riopardense goleou o adversário por 7 a 0, vitória dedicada ao atleta Teteu, que não pode comparecer. Na categoria sub-12, o time da AAR goleou o adversário por 5 a 1 e na categoria sub-14, venceu o time de Poços por 4 a 3. “Gostaria de agradecer os pais e amigos que compareceram e incentivaram os atletas da AAR em todas as categorias”, disse Djalma, que tem como assessor Evandro Almeida. Truco – Termina neste domingo, dia 21, as inscrições para o tradicional Torneio de Truco no Bar do Yara Tênis Clube, no bairro Santo Antônio. As inscrições podem ser feitas no próprio bar do Yara, com Chico.

O evento está previsto para ser realizado no próximo dia 28, a partir as 9h30. O valor da inscrição é de R$ 15,00 por dupla e só será feita mediante o pagamento. De acordo com os organizadores Paulinho Boaro e Pinguim, serão distribuídos prêmios para as quatro primeiras duplas classificadas. As três primeiras receberão troféus e a quarta, medalha. Futsal - A equipe do SAMPA Nova Geração voltou a disputar jogos amistosos e na última sexta-feira, dia 12, o SAMPA venceu a equipe da Vila Maschietto por 6 a 4, em partida realizada no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão”. Na última terça-feira, dia 16, a equipe do SAMPA Nova Geração enfrentou a equipe de Tapiratiba na casa do adversário. A partida serviu de preparação do time de Tapiratiba para a Taça EPTV.

Grêmio Nestlé e Vasco empataram no derbi As equipes do Grêmio Nestlé e Vasco FC fizeram o derbi rio-pardense e empataram em 2 a 2, pela quinta rodada da fase de classificação do Campeonato Regional de F u t e b o l Ve t e ra n o s 3 5 anos. O jogo foi realizado no último sábado, dia 13, no estádio do Grêmio Nestlé, gols de Branco (2) para a equipe da casa e Ceará e Chico para o time cruzmaltino. Ainda pela 5ª rodada, dois jogos foram realizados em Divinolândia e Guaxupé. Em Divinolândia, a equipe da AA Divinolandense venceu a Ponte Preta por 1 a 0, gol de Dani. Em Guaxupé, a equipe do EC Mogiana venceu o time do Paraná (Grama) por 4 a 0, gols de Zé Eduardo (2) e Zé Roberto (2). A sexta rodada da competição será realizada neste sábado, dia 20, com mais

Grêmio Nestlé conseguiu virar o placar, mas cedeu o empate

Vasco abriu o marcador, sofreu virada e conseguiu o empate

três jogos: 15h15 - Cruzeirinho x EC Mogiana (São João da Boa Vista); 15h15 - Vila Gomes x AA

Divinolandense (São Sebastião da Grama); 15h15 - AA Vargeana x Grêmio Nestlé (Vargem Grande do Sul).

AMISTOSOS

Escolinha Flamengo/Rondinelli enfrentou a Ponte Preta/DEC As escolinhas do Flamengo/Rondinelli e Ponte Preta/DEC se enfrentaram no último sábado, dia 13, em jogos amistosos no estádio do Vale Redentor. O evento reuniu mais de 80 crianças, divididas em duas categorias 96/97 e 98/99/ 00. Na categoria 96/97 a Escolinha Flamengo/Rondinelli perdeu para a Ponte Preta/DEC por 6 a 5 e, na 98/ 99/00, venceu o adversário por 5 a 0. Os amistosos também serviram de incentivo para as crianças da Ponte Preta/DEC, que são comandadas por Evandro Zeferino. Neste sábado, dia 20, a partir das 8 horas, a Escolinha Flamengo/Rondinelli enfrenta a Escolinha de Guaranésia nas categorias 96/97, 98/99, 00/01 e 02/ 03, no estádio do Botafogo.

Fabio Perri e Evandro Zeferino, técnicos das escolinhas do Flamengo e Ponte Preta


A-14- 20 de abril de 2013

CIRCUITO DE ATLETISMO

Rio-pardenses obtêm índices para etapa nacional Os atletas Carlos Henrique Caveagna (Kaique), Vanderlei Aparecido de Souza e Luis Fernando de Souza Cruz obtiveram índices para a etapa nacional do Circuito Brasil/Caixa/Loterias de Atletismo PCD, organizado pelo Comitê Paraolímpico Brasileiro. A conquista aconteceu no último final de semana na etapa regional, realizada no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Os atletas fazem parte da equipe do DEC/São José, com parceria da Unimed, AMU e APP, e têm como treinador o professor Sérgio Braz. “Conquistei três medalhas de ouro e o Luis Fernando fez uma prova espetacular nos 800 metros, conseguindo alcançar 87% do recorde mundial paraolímpico. Com isso conseguimos a HAT, ou seja, a Hospedagem/Alimentação/ Transporte, para as próxi-

Kaique conseguiu medalha de ouro nos arremessos de disco, peso e dardo

Equipe PCD do DEC/São José, antes do embarque para São Paulo

mas etapas”, comentou Kaique. Ele ficou com medalha de ouro no arremesso de disco com a marca de 25,33 metros, ouro no arremesso de dardo com a marca de 22 metros e ouro no arremesso de peso com a marca de 7,33 metros. O atleta Vanderlei Junior conquistou medalha de

ouro no salto em altura atingindo 1,45 metros, garantindo vaga para as etapas nacionais, mas sem a HAT. Outros atletas rio-pardenses que também estiveram competindo, mas que não conseguiram classificação, foram: Agenor dos Santos, que participou das provas de arremesso de peso e lançamento do

disco; Alexandre Alves, que competiu nos 100 metros e conquistou medalha de prata, mas sem o índice mínimo para as etapas nacionais. A primeira etapa nacional do Circuito Brasil/Caixa/ Loterias de Atletismo PCD está prevista para acontecer no próximo mês de junho, em São Paulo.

Luis Fernando, medalha de ouro nos 800 e 1500 metros

Vanderlei de Souza ficou com medalha de ouro no salto em altura

RESULTADOS: Carlos Henrique Caveagna (Kaique) - medalhas de ouro no lançamento do dardo, disco e peso para deficientes físicos; Vanderlei Aparecido de Souza Silva (Juninho) - medalha de ouro no salto em altura para deficientes visuais; Luis Fernando de Souza Cruz - medalha de ouro nos 800 e 1500 metros e bronze nos 400 metros para deficientes visuais; Alexandre Alves (Xande) - medalha de prata nos 100 metros para deficientes físicos.

FUTSAL MASCULINO

Equipes da AAR vencem pelo Regional de Escolinhas As equipes de futsal da AAR estiveram em atividade no último final de semana, na abertura do Campeonato Regional de Escolinhas, que é organizado pela Liga Rio-pardense de Futsal (LRFS). As equipes A e B da AAR se enfrentaram nas categorias sub-11, sub-13 e sub-15. Na categoria sub-13, a equipe A da AAR venceu o time B pelo placar de 9 a 4, gols de Anderson (2), Porão (2), Juninho (2), Renan, Felipe e Luís Felipe para o time A e Gustavo (2) e Paulinho Balestra(2) para a equipe B. O time A venceu com Felipe, Renan Pinheiro, Anderson, Gabriel, Yuri, Cenir, Juninho Luis Felipe e Porão. O time B perdeu com Gustavo, Paulinho Balestra, Gú, Davizinho, Rivaldo, Vinicius e Marco Antonio. Na categoria sub-11, a equipe B goleou a equipe A por 12 a 0, gols de Marco Antonio (3), Luan (3), João Guilherme (2), Gú (2), Diogo Peres e Dalton. A equipe A perdeu com Teteu, Kaio Viana, Gabriel Dalbon, Paulinho Boldrin,

Gabriel Scoqui, Renan Idesti, Diogo, Adiel e João Olavo. O time B goleou com Marco Antonio, Luan, João Guilherme, Gú, Diogo Peres, Dalton, Pedro, Miguel e Léo Oliveira. Na categoria sub-15, o time A da AAR perdeu para o time B por 5 a 4, gols Lipim (3) e Erick para o time A e Lipão (3), Álvaro e João Pedro para o time B. A equipe A perdeu com Lipim, Igor Medéia, Luis Paulo, Eric, Claiton, Natan e Yuri. O time B venceu com Lipão, Álvaro, João Pedro, Gui Scarano, Luizão e Leonardo Rodrigues. Outros dois jogos foram realizados pela equipe da AAR. O time sub-13 B empatou com o DEC em 6 a 6, gols de Gustavo (2), Paulinho Balestra (2), Rivaldo e Marco Antonio para a AAR. Na categoria sub-11, o time tricolor venceu o DEC por 4 a 3, gols de Marco Antonio (3) e Pedro Burgos para AAR. Regional – Pelo Campeonato Regional da LRFS, a AAR/DEC conquistou três grandes vitórias jogando

FUTSAL

Sub-11 da AAR venceu apertado pelo Regional da LRFS

em Monte Santo de Minas. Na categoria sub-11, a equipe tricolor venceu a equipe da Prefeitura de Monte Santo por 2 a 1, gols de Dalton e Adiel para AAR. A equipe venceu com Dalton, Gú, Paulinho, Luan, Adiel e Diogo. Na categoria sub-13, a equipe da AAR goleou o time da Prefeitura de Monte Santo por 10 a 2, gols de Anderson (4), Porão (4), Juninho e Renan para AAR. A equipe venceu com

Felipe, Luís Felipe, Gabriel e Yuri. Na categoria sub-15, o time da AAR venceu a equipe da Prefeitura de Monte Santo por 5 a 1, gols de Lipim (2), Lipão, Luis Paulo e Claiton para AAR. A equipe venceu com Luizão, Zé, Alvaro, Gui, Lipim, Lipão, Luis Paulo, Claiton e João Pedro. As equipes tricolores são comandadas pelos professores Alessandro Malaquias e Evandro Almeida.

Sub-13 da AAR passeou sobre o time de Monte Santo

Sub-15 da AAR obteve vitória no Regional da LRFS

Diversos jogos realizados A Liga Rio-pardense de Futsal realizou no último final de semana diversos jogos pelos Campeonatos Regionais de Categorias Menores e entre Escolinhas de Futsal. Os jogos foram realizados nas cidades de

São José do Rio Pardo, Ouro Fino, Vargem Grande do Sul, Mogi Guaçu e Monte Santo de Minas. As competições têm apoio da Secretaria Estadual de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo.

RESULTADOS DAS ESCOLINHAS DE FUTSAL: Ginásio da AAR Sub-11: AAR - A 0 x 12 AAR - B Sub-13: AAR - A 9 x 4 AAR - B Sub-15: AAR – A 4 x 5 AAR - B Sub-11: AAR – B 4 x 3 DEC/São José Sub-13: AAR – B 6 x 6 DEC/São José GINÁSIO DO TARTARUGÃO Sub-17: DE/Tapiratiba 5 x 1 DE/Itobi Sub-13: DE/Tapiratiba 4 x 1 DE/Itobi Sub-15: DE/Tapiratiba 2 x 2 DE/Itobi Sub-13: DE/Tapiratiba 1 x 1 Rio Pardo FC RESULTADOS CATEGORIAS MENORES: Sub-15: Tênis Clube/Vargem Grande 5 x 7 DE/Divinolândia Sub-13: Tênis Clube/Vargem Grande 2 x 7 DE/Divinolândia Sub-19: DEC/São José 2 x 6 DEREL/Mogi Mirim Sub-15: DE/Ouro Fino 7 x 1 DEREL/Aguaí Sub-17: DEL/Vargem Grande 3 x 6 DEREL/Aguaí Sub-11: DEL/Vargem Grande 5 x 1 ACCPE/Casa Branca Sub-15: DE/Ouro Fino 4 x 7 ACCPE/Casa Branca

FUTSAL FEMININO

DEC/São José vence nos Jogos da Juventude Pela fase sub-regional dos Jogos Abertos da Juventude do Estado de São Paulo, organizado pela Inspetoria Regional de Esportes e Lazer (IREL), a equipe de futsal feminina sub19 do DEC/São José venceu Caconde por 5 a 0. A partida foi realizada na penúltima quinta-feira, dia 11, no Ginásio Municipal de Esportes “Adhemar Machado de Almeida” (Tartarugão). Os gols foram marcados

por Michele Camarotti (3) e Mariana Morais (2). Com esse resultado a equipe do DEC/São José disputará a final da fase sub-regional contra Casa Branca, que venceu Mococa nos pênaltis por 3 a 1, após empate no tempo normal em 1 a 1. O campeão da fase subregional se classifica para a próxima fase, que será a regional, em Campinas. Na quarta-feira, a equipe

do DEC/São José jogou contra Casa Branca no Tartarugão. Regional da LRFS – As equipes sub-19 e adulta do DEC/São José entrarão em quadra neste domingo, dia 21, pelo Campeonato Regional de Futsal, organizado pela Liga Riopardense de Futsal. Os jogos serão realizados no Ginásio Municipal de Esportes “Sylvio

M a r q u e s F i l h o ”, e m Porto Ferreira. Na categoria adulta, o DEC/São José jogará contra o DEREL/Mogi Mirim e o sub-19 do time rio-pardense jogará contra o Clube Atlético Ferreirense, de Porto Ferreira. As equipes de futsal feminina do DEC/São José são dirigidas pelo técnico Marco Moreira e pelo assistente técnico Alexandre Luvisaro.


20 de abril de 2013 - A-15

TÊNIS

NATAÇÃO

Guilherme Cafola inicia 2013 entre os melhores Depois dos excelentes resultados em 2012 jogando pela categoria 14 MB, o tenista Guilherme Cafola iniciou a temporada 2013 com a mão direita. Este ano o rio-pardense trocou de categoria, passando para a 16 MA, obtendo bons resultados e chegando a duas semifinais. No último final de semana, em Campinas, Guilherme Cafola sagrou-se vice campeão, entrando como cabeça-de-chave e disputando apenas as fa-

ses semifinal e final. Na semifinal, Guilherme venceu Herlens (Campinas) por 8 a 3 no set profissional (em decorrência da chuva no final de semana). Na final o rio-pardense perdeu para Leonardo (Campinas) por 2 sets a 0, parciais de 6x1 e 6x3. Com esse resultado, o rio-pardense deverá ficar entre os 25 melhores no ranking estadual. Para disputar os torneios, Guilherme Cafola conta com o Guilherme Cafola com a apoio do DEC. medalha conquistada em Campinas JOGOS ESCOLARES

Euclides da Cunha vence a fase regional A equipe da EE Euclides da Cunha foi a campeã da fase regional dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo, categoria mirim. Na final realizada na última quarta-feira, 17, no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão”, a equipe do Euclides da Cunha empatou em 3 a 3 com a equipe da EE João Gabriel Ribeiro. Os gols foram marcados por Silas Augusto, Breno Henrique e Marcio Roberto para Euclides da Cunha e Luis Felipe (3) para João Gabriel Ribeiro. A equipe do Euclides foi a campeão no critério do saldo de gols. Na terça-feira, dia 16, a equipe do EE Euclides da

Cunha venceu a EE Fernando de Magalhães (Caconde) por 7 a 4, gols de Marcos Roberto (3), Tiago Pereira (2) e Bruno Henrique (2) para o Euclides da Cunha e Paulinho Donizete (2), Natanael Gustavo e Wesley Henrique para EE Fernando de Magalhães. Na segunda-feira, dia 15, a equipe da EE Dr. João Gabriel Ribeiro venceu a EE Euclides da Cunha, campeã dos Fernando Magalhães por Jogos Escolares na categoria mirim WO. Euclides da Cunha: Ti- Mateus Aparecido, Richard tavo Zanetti, Matheus Vagago Pereira, Alexandre Ve- da Silva e Silas Augusto. ner, Bruno Diego, Luis Hernezian, Bruno Henrique, Técnica: professora Teté. nandes, Samuel Ferreira, João Gabriel Ribeiro: Thiago Fernando, Luis FeGabriel Agalli, Gabriel Henrique, Gustavo Marin, Igor Antonio Carlos, Fabio Fran- lipe, Davids Matheus e LeBarbosa, José Alexandre, cisco, Rader Gabriel, Car- andro Parussulo. Técnica: Marcio Roberto, Marcus los Henrique, Gabriel Lo- professora Adriana ZanManoel, Marcos Vinicius, pes, Vinicius Leandro, Gus- chetta. BASQUETE

AAR/DEC/RPFC perde na Liga Regional de Basquete As equipes sub-14 e sub17 da AAR/DEC/RPFC/ABS não foram bem nos jogos disputados no último domingo, dia 14, pelo Campeonato Regional de Basquete, organizado pela Liga de Iracemápolis. Os jogos foram realizados no Ginásio da AAR. Na categoria sub-14 a equipe tricolor perdeu para

o Clube de Campo de Piracicaba por 84 a 21 e o time sub-17 perdeu para o Liberal/Americana por 94 a 54. Na última quarta-feira, dia 17, a equipe sub-19 da AAR/DEC/RPFC/ABS jogou con ntra o time de Santa Cruz das Palmeiras em partida realizada no Ginásio do Rio Pardo FC, válida pelo Jogos da Juventude.

EDITAIS DE CASAMENTOS Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. Faço saber que pretendem se casar e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1525 do Código Civil Brasileiro: EDITAL Nº 11132 - VICTOR CÉSAR e JANAÍNA BECKER DA SILVA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia onze de setembro de um mil e novecentos e oitenta e oito (11/09/1988), de nacionalidade brasileira, analista financeiro, natural de SÃO JOÃO DA BOA VISTA - SP, filho de LUÍS CESAR FILHO e de TANIA DA COSTA DIAS CÉSAR; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezenove de abril de um mil e novecentos e oitenta e oito (19/04/1988), de nacionalidade brasileira, pedagoga, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de LAÉRCIO LUIZ DA SILVA e de MARIA HELENA BECKER DA SILVA. _ EDITAL Nº 11133 - WENDELL CABRAL NONATO e CAROLINA DRIGO OTAVIANO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia quinze de fevereiro de um mil e novecentos e setenta e quatro (15/02/1974), de nacionalidade brasileira, tecnico em eletrotécnica, natural de RIBEIRÃO PRETO - 1º Subdistrito - SP, filho de JOÃO BATISTA NONATO e de TÂNIA MARIA CABRAL NONATO; e a pretendente: solteira, nascida no dia dez de novembro de um mil e novecentos e oitenta (10/11/1980), de nacionalidade brasileira, pedagoga, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de CARLOS ROBERTO OTAVIANO e de NOEMIA BENEDITA DRIGO OTAVIANO. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente, que afixo no lugar de costume e publico pelo jornal local. São José do Rio Pardo, 19 abrilde 2013. O Oficial: Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli

Leonardo Baptistão se prepara para o Campeonato Paulista

O atleta Leonardo de Souza Baptistão (foto) está fazendo sucesso na cidade de Ribeirão Preto, defendendo a Unaerp em competições estaduais e nacionais. O rio-pardense está se formando em fisioterapia e, além dos estudos, defende a instituição em competições de natação. Leonardo iniciou sua formação esportiva na Academia Atletic Comp, com o professor Yuri Abrão e já conquistou 180 medalhas em sua carreira de atleta. Recentemente, o rio-pardense obteve duas medalhas de ouro, uma de prata e outra de bronze em competição realizada na Recreativa, em Ribeirão Preto. Agora Leonardo se pre-

para para as disputas do Campeonato Paulista de Natação, que é organizado pela FAP (Federação Aquática Paulista), previsto para ser realizado no próximo mês de maio, em São Paulo. Em 2009 ele conseguiu a terceira colocação neste mesmo campeonato, conquistando assim a medalha de bronze. “Estou treinando forte e diariamente com o professor Edinho, quero estar bem preparado para o Paulista e brigar pela medalha de ouro”, disse Leonardo. “Não foi fácil no início, ficar sem o filho é complicado, depois entendi o lado dele e que precisava crescer no esporte”, disse Frederico Baptistão, pai de Leonardo.

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO EXTRATO DO CONTRATO N.º 2/2013 ORIGEM: Dispensa de licitação n.º 1/2013 CONTRATANTE: Câmara Municipal de São José do Rio Pardo CONTRATADO: FONTÃO CONTABILIDADE LTDA – EPP, CNPJ 10.726.484/0001-04, CRC: 2SP025425, OBJETO: Serviços de Contabilidade Pública. VALOR DO CONTRATO: R$ 7.800 (sete mil e oitocentos reais) PROGRAMA DE TRABALHO: Exercício 2013. VIGÊNCIA: 180 (cento e oitenta) dias. DATA DA ASSINATURA: 03 de abril de 2013. DISPOSITIVO LEGAL: Art. 24, Inciso II, da Lei nº. 8.666, de 21 de junho de 1993.

Sub-14 da AAR perdeu por placar elástico para o time de Piracicaba

CLASSIFICADOS FALECIMENTOS GABRIEL LOURENÇO VENTURA – Dia 2 de abril, aos 70 anos de idade, casado com Zélia Maria Damião Ventura. Filho de Benedito Ventura e Amélia Cipriano. MARIA JOSÉ DOS SANTOS MARCELINO – Dia 11de abril, aos 64 anos de idade, casada com José Marcelino. Filha de Benedicto dos Santos e Maria Benedicta. ARMANDO MARIO CARDOSO - Dia 11 de março, aos 58 anos de idade, casado com Pedrina Coelho. Filho de Dionísio Cardoso e Arminda Tiburcio Couto. ANTONIA FIRMIANO CORRÊA – Dia 11de abril, aos 90 anos de idade, casada com Luiz Francisco Corrêa. Filha de Joaquim Firmiano Porfírio e Maria Baptista de Jesus. JOÃO DA SILVA – Dia 13 de abril, aos 85 anos de idade, casado com Lourdes Maldonado da Silva. Filho de Antonio da Silva e Verônica Cosentino da Silva. DANIEL DA SILVA – Dia 2 de abril, aos 35 anos de idade. Filho de Aparecido da Silva e Maria Celina Jerônimo da Silva. OSMAR DE PAULA – Dia 16 de abril, aos 72 anos de idade, casado com Maria Aparecida Santiago de Paula. Filho de Pedro de Paula e Elvira Garcia de Paula.

Funerária São José “Rioli” Oferece o que de melhor existe no ramo funerário, aos particulares e também do seu conhecido PLANO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO FUNERÁRIO, dando total segurança e tranquilidade a todos. Adquira o seu!

60 ANOS DESDE 1950 - ESTA É A SUA GARANTIA

Avenida 9 de Julho, 103 - Fone: 3608-5095

São José do Rio Pardo, 15 de abril de 2013. Reinaldo Milan -Presidente da Câmara Municipal

VENDE-SE Terreno no Bairro João de Souza Rua Luis Spessotto, 322m2 - R$ 79.000,00 Tratar :

Fone – 9633-2768 9355-2050

Vende-se caminhonete F-1000 Cabine dupla, ano 86, motor MWM, excelente estado, Diesel – R$ 22.000,00 Tratar Fone - 8129-5211

A NESTLÉ BRASIL LTDA., torna público que requereu na CETESB a Licença de Operação, para fabricação de produtos de origem vegetal. Sito à Rua Henry Nestlé, S/Nº, Bairro Vila Formosa – CEP 13720-000 / São Jose do Rio Pardo - SP 20-27/04

AUTO POSTO ROZENDO - EIRELI torna público que recebeu da CETESB a Licença de Instalação N° 66000069 para COMÉRCIO VAREJISTA DE COMBUSTÍVEIS E LUBRIFICANTES à AVENIDA MARIA APARECIDA SALGADO BRAGHETTA, 4770, MACAÚBAS, SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. CONTATO MARMORES E GRANITOS LTDA torna publico que recebeu da CETESB a Licença de Operação sob nº 66000611 para a Atividade de Fabricação de Produtos de Marmorearia, situada no Sitio São Paulo, S/N, Zona Rural, em São José do Rio Pardo-SP. REUSA - INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE REUTILIZÁVEIS LTDA - ME, torna público que requereu na CETESB a Licença de Operação, para Produtos de serralheria (exceto esquadrias) sem tratamento superficial , sito à AVENIDA BRASIL, 1780, VILA BRASIL SÃO JOSÉ DO RIO PARDO /SP. PROJETOS, PUBLICAÇÕES E LICENCIAMENTO-CAMPOS E ASSOCIADOS SÃO JOÃO DA BOA VISTA (19)3622-3494 - SÃO JOSÉ DO RIO PARDO (19) 3681-3371

ORAÇÃO A SANTO EXPEDITO Meu Santo expedito das causas justas e urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero, intercedei por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo. Vós que sois o Santo guerreiro, Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo dos desesperados. Vós que sois o Santo das causas urgentes, protegei-me, ajudaime, daí-me força, coragem e serenidade. Atendei ao meu pedido: (Fazer o pedido). Ajudai-me a superar estas horas difíceis, protegei-me de todos os que possam me prejudicar, protegei minha família, atendei ao meu pedido com urgência. Devolveme a paz e a tranqüilidade. Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que tem fé. Muito obrigado, meu santo Expedido! Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o Sinal da Cruz. M.E.


20 DE ABRIL DE 2013 - Pág. A- 16

Peugeot 208 quer seguir os passos do 206 DIVULGAÇÃO

FONTE: QUATRO RODAS FOTOS: DIVULGAÇÃO Até hoje nenhum modelo da Peugeot repetiu o sucesso obtido pelo 206 no Brasil. Lançado em 1999 e produzido em Porto Real (RJ) desde 2001, o hatchback rapidamente virou o carro-chefe da marca francesa por aqui. No entanto, a chegada de rivais mais modernos (e com preços mais atraentes) tirou o encanto do compacto franco-brasileiro. Agora cabe ao 208 reconduzir a Peugeot às primeiras posições do segmento de hatches. Comparado ao 207 nacional (que não passava de um 206 com cara nova), o 208 cresceu. São 3,96 metros de comprimento e distância entre-eixos de 2,54 metros, um incremento de 9,4 centímetros e 9,8 centímetros, respectivamente. Na largura ele também supera o antigo modelo: o 208 tem 1,70 metro de largura e 1,47 metro de altura, contra 1,66 metro e 1,44 metro do 207.

E por falar no 207, seu sucessor não é apenas uma reestilização. O 208 é um modelo totalmente novo, praticamente idêntico ao europeu em termos de design. Ele traz a nova identidade visual da Peugeot, marcada pelos faróis mais discretos e grade frontal mais larga, sem o desenho de bocarra. Para os fãs da marca, sua maior qualidade provavelmente será trazer um design inédito sem ignorar a semelhança com as gerações anteriores, como acontece com o VW Golf. O interior merece atenção pelas belas linhas. Chama atenção o painel de instrumentos em uma posi-

ção ligeiramente mais elevada, facilitando a visualização dos mostradores. O volante de diâmetro pequeno e base achatada privilegia uma condução mais esportiva. No console central fica uma tela sensível ao toque de sete polegadas (opcional em algumas versões), agrupando GPS, comandos do sistema de som, Bluetooth e outras configurações do veículo. Como parte do parentesco existente com a Citroën, o 208 usa os mesmos motores do novo C3. A versão de entrada traz um 1.5 8V Flex, entregando até 93 cv e torque de 14,2 mkgf, sempre com etanol no tanque. As opções mais

caras trazem o 1.6 16V EC5, combinado com o sistema FlexStart (que dispensa o reservatório de partida a frio) para gerar até 122 cv. As transmissões também vêm do C3: manual de cinco marchas ou automática sequencial de quatro velocidades, esta última oferecida apenas com o motor de 1,6 litro. Serão disponibilizadas três versões de acabamento: a Active e a Allure trazem apenas o motor 1.5 8V, enquanto o Griffe é atrelada ao motor 1.6. Desde a versão de entrada traz equipamentos como arcondicionado, airbag duplo frontal, cintos de segurança com pré-tensionadores,

coluna de direção com regulagem em altura e distância, travamento central das portas à distância, freios ABS com distribuição de frenagem (REF), vidros e travas elétricas. A versão Allure acrescenta teto solar panorâmico, a famigerada tela touchscreen da central multimídia, faróis de neblina, detalhes cromados e rodas de liga leve aro 15. Na configuração Griffe 1.6, o 208 ganha ar-condicionado digital com duas zonas de temperatura, sensor de chuva, rodas aro 16, piloto automático, alarme, vidros elétricos nas portas traseiras, faróis com acendimento automático e sensor de

estacionamento. Os preços variam entre R$ 39.990 no 208 Active 1.5 e R$ 54.690 na versão Griffe 1.6 16V automática, esta equipada com a conhecida transmissão de quatro marchas. Veja os preços das versões do Peugeot 208: Peugeot 208 Active 1.5 16V: R$ 39.990 Peugeot 208 Allure 1.5 16V: R$ 45.990 Peugeot 208 Griffe 1.6 16V (manual): R$ 50.690 Peugeot 208 Griffe 1.6 16V (automático): R$ 54.690


20 de abril de 2013 - A-17

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO Contratos firmados no mês de março/2013 N=Número do contrato; Ca= Contratado; CV= Convite; TP= Tomada de preço; CR= Concorrência; CO= Convenio; PR= Pregão; DP= Dispensa; IX=Inexigibilidade; O= Objeto; V=P= Período; DA= Data de Assinatura. Nº 28/13; CA= A.F.S. Equipamentos Agrícolas Ltda Me; O= Contratação de empresa especializada para prestação de serviço para manutenção eletro mecânica destinado para Estação de Tratamento de Água, Estação de Tratamento de Esgoto, Estação Elevatória de Esgoto, Captação de água bruta; CV=03/13; P= 12 (doze) meses; V= R$ 6.437,00 (seis mil quatrocentos e trinta e sete reais) mensal; DA=01 de março de 2013. Nº 29/13; CA= LG Assessoria na Administração Municipal Ltda; O= Contratação de empresa especializada para prestação de serviços técnicos especializados de Assessoria e Execução específica e exclusivamente nas áreas de Finanças, Orçamentos e de Contabilidade em até 30 (trinta) visitas periódicas, destinadas à Secretaria Municipal de Gestão Pública; CV=01/13; P= 12 (doze) meses; V= R$ 6.200,00 (seis mil e duzentos reais) mensal; DA=01 de março de 2013. Nº 30/ 13; CA= Teo Tokus Indústria e Comércio Ltda; O= Aquisição de camada filtrante destinado as Estações de Tratamento de Água – Secretaria Municipal de Planejamento Obras e Serviços – Departamento de Água e Esgoto; PR=07/13; P= 12 (doze) meses; V= R$ 27.260,00 (vinte e sete mil duzentos e sessenta reais); DA=01 de março de 2013. Nº 31/13; CA= Guian Comércio e Serviço de Monitoramento de Alarme Ltda EPP; O= Contratação de empresa especializada para a prestação de serviço de monitoramento de alarme, destinado a Secretaria Municipal de Saúde – PSF Domingos de Syllos; P= 12 (doze) meses; V= R$ 54,90 (cinquenta e quatro reais e noventa centavos) mensal; DA=01 de março de 2013. Nº 32/13; CA= Centro Radiológico Campinas Ltda; IX=05/12, O=prestação de serviços de Radiologia, destinado aos funcionarios públicos e seus dependentes; P= 12 (doze) meses; V= A remuneração pelos serviços prestados obedecerá aos seguintes parâmetros: Assistência Médica: A remuneração pelos serviços prestados obedecerá aos seguintes parâmetros: Assistência Médica: tabela da Associação Médica Brasileira – AMB, com CH de R$ 0,30; Assistência Hospitalar: 70% da tabela destinada a pacientes particulares a qual será anexada aos documentos de habilitação, Medicamentos e Materiais de Consumo: tabela Brasíndice, Assistência Laboratorial e demais atendimentos: Tabela da Associação Médica Brasileira – AMB, com CH de R$ 0,27; DA=07 de março de 2013. Nº 33/13; CA= Clínica Médica Imagin-o Ltda Me; IX=05/ 12, O=prestação de serviços médicos de ginecologia e obstetrícia, destinado aos funcionarios públicos e seus dependentes; P= 12 (doze) meses; V= A remuneração pelos serviços prestados obedecerá aos seguintes parâmetros: Assistência Médica: tabela da Associação Médica Brasileira – AMB, com CH de R$ 0,30, Assistência Hospitalar: 70% da tabela, Assistência Hospitalar: 70% da tabela destinada a pacientes particulares; DA=11 de março de 2013. Nº 34/13; CA= Antonio Carlos Gaiardo; O=prestação de serviços para a procura, captura e alojamento em área própria e devolução ao meio ambiente de colméias de abelhas silvestres e extermínio de marimbondos e arapuás em São José do Rio Pardo – SP; P= 12 (doze) meses; V= R$ 660,00 (seiscentos e sessenta reais) mensal; DA=04 de março de 2013. Nº 35/ 13; CA= Renaproc. Serviços de Analise de Credito Ltda EPP; O=prestação de serviços de gestão de analise de credito e risco e recuperação de inadimplência; P= 12 (doze) meses; V= R$ 300,00 (trezentos reais) mensal; DA=15 de março de 2013. Nº 38/13; CA= Clínica e Patologia São Lucas LTDA; O=prestação de serviços para a elaboração de exames laboratoriais: Sangue, urina e fezes aos animais da ILHA SÃO PEDRO, na cidade de São José do Rio Pardo- SP; P= 12 (doze) meses; V= R$ 870,00 (oitocentos e setenta reais). DA=20 de março de 2013. Nº 39/13; CA= Construtora Medéia Ltda EPP; O= Contratação de empresa especializada com fornecimento de mão de obra para construção de muro e estacionamento do Centro Múltiplo Uso da Perimetral, localizado na Avenida Maria Aparecida Salgado Braghetta; P= 30 (trinta) dias; V= R$ 14.840,55 (catorze mil oitocentos e quarenta reais e cinquenta e cinco centavos). DA=20 de março de 2013. Termos Aditivos firmados durante o mês de março de 2013. TA Nº=Termo Aditivo Número; Ca= Contratado; CO= Convenio; CV= Convite; TP= Tomada de preço; CR= Concorrência Pública; O= Objeto; V=; P= Período; DA= Data de Assinatura; CO= Convênio TA=03/13; CA= Cremer S.A; PR=41/12; O= Fica acrescida a ata original 150 cx de luva cirurgica de latex para procedimento não esteril tamanho P, no valor total de R$ 1.912,50 (um mil novecentos e doze reais e cinquenta centavos); DA = 05 de março de 2013; TA=01/13; PR=87/12; CA= Cirúrgica União Ltda; O= Fica acrescida a ata original 12 rol. De filme upp 11 0s 110mx20m, no valor total de R$ 404,40 (quatrocentos e quatro reais e quarenta centavos) ; DA=21 de março de 2013. TA=05/ 13; PR=41/12; CA=Cirurgica União Ltda; O= Fica acrescida a ata original 12 und de conjunto para nebulização adulto e 12 und de conjunto de nebulização infantil, no valor total de R$ 98,40 (noventa e oito reais e quarenta centavos); DA=13 de março de 2013; TA=05/13; TP=10/10; CA= Imper Reis Impermeabilização e Construção Ltda; O= Fica o contrato original prorrogado por 180 (cento e oitenta) dias, a partir de 02 de março de 2013; DA=01 de março de 2013. TA=01/13; PR=67/12; CA= Maria Cecília D’Almeida Goyos Carvalho, O= Fica reajustado o valor do litro da gasolina comum, etanol comum e óleo diesel, a partir de 01 de abril de 2013, o valor da gasolina passa de R$ 2,67 (dois reais e sessenta e sete centavos) para R$ 2,79 (dois reais e setenta e nove centavos), o valor do etanol passa de R$ 1,82 (um real e oitenta e dois centavos) para R$ 1,94(um real e noventa e quatro centavos) e o valor do oleo diesel passa de R$ 2,00 (dois reais) para R$ 2,10 (dois reais e dez centavos). DA=27 de março de 2013. TA=01/13; CA= Hospfar Industria e Comercio de produtos Hospitalares Ltda; PR=35/12; O= Fica acrescida a ata original 25000 cp de CICLOBENZAPRINA 10MG, 12500 cp de CILOSTAZOL 100MG, 21000 cp de CIPROTERONA 2 MG + ETINILESTRADIOL 0,035 MG + DRÁGEA, 3937 cp de DESOGESTREL 0,15MG ETINILESTRADIOL 0,02MG, 30000 cp de FINASTERIDA 5MG, 20000 cp de LEVOTIROXINA 100 MCG, CP, 50000 cp de LEVOTIROXINA 25 MCG, CP, 37500 cp de LEVOTIROXINA 50 MCG, CP, 750 am de OMEPRAZOL 40MG INJETAVEL, acrescendo um total de R$ 35.862,00 (trinta e cinco mil oitocentos e sessenta e dois reais); DA =06 de março de 2013. TA=07/13; CA= Serviços e Assistência Medica Apoio/Prosat Ltda; CV=01/09; O= Fica o contrato prorrogado por um período de 12 (doze) meses sendo a partir de 01 de abril de 2013 até 31 de março de 2014 e fica acrescido ao contrato original o valor estimado de R$ 13.680,00 (treze mil seiscentos e oitenta reais). DA=18 de março de 2013. TA=04/13; CA= RDF Comercial Hospitalar Ltda; PR=41/12; O= Fica acrescida a ata original 25 fr de GEL PARA ECG - ISENTO DE SAL/RESISTENTE A CORROSÃO – 300GR, perfazendo o total de R$ 50,00 (cinquenta reais). DA =13 de março de 2013. TA=06/13; PR=41/12; CA= TRM Comercial de Medicamentos Ltda EPP; O= Fica acrescida a ata original 12 cx de AGULHA DESCARTÁVEL HIPODÉRMICA BIPOLAR Nº 25X6,CAIXA COM 100 UNIDADES, 500 fr de COLETOR DE URINA INFANTIL – MASCULINO, 500 fr de COLETOR DE URINA INFANTIL – FEMININO, 250 un de LÂMINA DE BISTURI DESCARTÁVEL Nº 23, 250 un de LÂMINA DE BISTURI DESCARTÁVEL Nº 24, acrescendo o total de R$ 262,20 (duzentos e sessenta e dois reais e vinte centavos). DA= 13 de março de 2013. TA=06/13; TP=30/10; CA= Alfalix Ambiental Ltda; O= Fica o contrato original prorrogado por 120 (cento e vinte) dias, a partir de 16 de março de 2013. DA=13 de março de 2013. TA=04/13; PR=43/ 10, CA= José Antonio Faria; O= Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses, a partir de 22 de março de 2013, e fica acrescido um valor total estimado de R$ 56.700,00 (cinqüenta e seis mil e setecentos reais), sendo o valor por Km de R$ 1,35 (um real e trinta e cinco centavos) por 3500 km/mês. DA =18 de março de 2013. TA=01/13; TP=14/12; CA= SHS Consultoria e Projetos de Engenharia Ltda EPP; O= Fica o contrato original prorrogado por 180 (cento e oitenta) dias, a partir de 29 de março de 2013. DA =21 de março de 2013. TA=03/13; IX=12/09; CA= Centroscopia Centro de Diagnostico e Terapia em Endoscopia S/C Ltda; O= Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses a partir de 01 de abril de 2013. DA =28 de março de 2013. TA=03/13; IX=12/09; CA= Centro de Fisioterapia Maristela Roque Pinto S/S Ltda; O= Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses a partir de 15 de março de 2013. DA =14 de março de 2013. TA=03/13; IX=12/09; CA= Regina Maria Daniel Tango; O= Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses a partir de 23 de março de 2013. DA =21 de março de 2013. TA=03/13; IX=12/09; CA= Solange Freitas do Amaral; O=Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses a partir de 05 de março de 2013. DA =01 de março de 2013. TA=04/13; IX=12/09; CA= APCI Diagnósticos Médicos S/S Ltda; O= Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses a partir de 18 de março de 2013. DA =15 de março de 2013. TA=03/13; IX=12/ 09; CA= Clinica de Olhos Gerscovich S/S; O= Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses a partir de 08 de março de 2013. DA =01 de março de 2013. TA=03/13; IX=12/09; CA= Clinica Pediátrica Samuel Vieira da Silva S/C Ltda; O= Fica o contrato original prorrogado por 12 (doze) meses a partir de 11 de março de 2013. DA =08 de março de 2013. TA=18/13; TP=01/11; CA= Pavidez Engenharia Ltda; O= Fica o contrato original prorrogado por 30 (trinta) dias, a partir de 14 de março de 2013. DA =13 de março de 2013. A Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, torna público: Pregão Presencial nº 15-13- Sistema de Registro de Preços para futura e eventual Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de locação de ambulância U.T.I, por km rodado, destinado a Secretaria Municipal de Saúde, com encerramento dia 08 de maio de 2013 às 09:30 hs. Pregão Presencial nº 23-13- Sistema de Registro de Preços para futura e eventual aquisição de hortifrutigranjeiros, destinados à Secretaria Municipal de Educação – Merenda Escolar e Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito – Corpo de Bombeiros, com encerramento dia 07 de maio de 2013 às 15:00 hs. Pregão Presencial nº 24-13- Sistema de Registro de Preços para futura e eventual aquisição de gêneros alimentícios, destinado a Secretaria Municipal de Educação – Merenda Escolar, com encerramento dia 06 de maio de 2013 às 09:00 hs, com

apresentação de amostras sob pena de desclassificação. Pregão Presencial nº 25-13- Sistema de Registro de Preços para futura e eventual contratação de empresa especializada em locação de caminhão munck, destinado aos serviços nas estações de tratamento de água, estações elevatórias de efluentes, booster de recalque de água tratada, com encerramento dia 07 de maio de 2013 às 09:30 hs. Pregão Presencial nº 26-13- Sistema de Registro de Preços para futura e eventual Aquisição de tubos de concreto, destinados as Secretarias Municipais de São José do Rio Pardo , com encerramento dia 10 de maio de 2013 às 09:30 hs. Pregão Presencial nº 27-13- Aquisição de 01 (um) veículo popular zero quilometro, destinado a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito , com encerramento dia 10 de maio de 2013 às 15:00 hs. Maiores Informações poderão ser obtidas no endereço Praça dos Três Poderes, 01 , das 12 às 18 hs, ou através dos Telefones (0xx19) 36827831-3682-7835 ou pelo site www.saojosedoriopardo.sp.gov.br, com Regina/Roseane/Letícia. EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Secretaria Municipal da Educação convoca os professores classificados no Processo Seletivo nº 001/2012. Local: Secretaria Municipal da Educação, Avenida dos Lírios, 400 – Centro. Dia: 22/04/2013 Horário: 12h00 Língua Portuguesa – Ensino Fundamental Ciclo II - Do nº 01 ao nº. 14 Inglês – Ensino Fundamental Ciclo II - Do nº 01 ao nº 08 Dia: 22/04/2013 Horário: 12h15 Educação Infantil e Ensino Fundamental – Ciclo I - Do nº 01 ao nº 92 (apenas candidatos que possuam licenciatura plena em Letras) Os candidatos deverão apresentar-se munidos dos seguintes documentos: - Cópia do RG; - Cópia do CPF; -Cópia do título eleitoral; - Cópia da certidão de escolaridade exigida para o cargo. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. Silvia Masini Jiupato, Secretária Municipal da Educação. EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, convoca o candidato abaixo classificado no Concurso Público nº 02/2012, de FONOAUDIÓLOGO para comparecer de 22 a 26 de abril de 2013, das 8:00 às 17:00 horas, no Departamento de Recursos Humanos, à Praça dos Três Poderes, 1, centro, munido de documentos, para receber a instruções a respeito de sua admissão FONOAUDIÓLOGO Class. Nota Nome Inscrição P.Obj 2º 62,00 Suzana Aparecida Furlan 000020000 62,000 Se o candidato não comparecer até o dia 26 de abril de 2013 , será considerado desistente e sua vaga oferecida ao candidato subseqüente na ordem de classificação, em futuras convocações. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano - Prefeito Municipal ERRATA: por lapso desta Secretaria, a portaria de número: 11373, publicada neste mesmo veículo de comunicação, em sua edição de 13 de abril de 2013, apresentou erro de digitação, onde se lê: 13 de abril de 2013, o correto é ler: 12 de abril de 2013. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013, Secretaria da Administração. REPUBLICANDO republicamos, por incorreção a portaria nº11.374, publicada neste mesmo veículo de comunicação, em sua edição de 13 de abril de 2013, onde de lê: Bernadete Tardelli, o correto é ler:Marisa Minussi Rozelli. PORTARIA N.º 11.374, DE 12 DE ABRIL DE 2013. Nomeia membros para compor Comissão Municipal destinada à análise de pedidos de concessão de Bolsa de Estudos e Ajuda Transporte. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Ficam nomeadas as pessoas abaixo indicadas para integrar a Comissão Municipal destinada à análise das informações prestadas e liberação da concessão de Bolsa de Estudos e Ajuda Transportes, nos termos do Decreto nº 4.280 de 22 de março de 2013. I - Representante da Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social: Titular: Amábile Fernanda dos Reis Pizzoli – (Coordenador da Comissão) Suplente: Ana Cláudia de Lima Buziqui. II - Representantes da Secretaria Municipal de Educação: Titular: Natália Galiazzo Furlan; Suplente: Marisa Minussi Rozelli III - Representantes do Conselho Municipal de Educação: Titular: Taise Zanetti Zanardo; Suplente: Maria das Dores Souza Rocha. V - Representantes do Executivo Municipal Titular: Angela Maria Mantovani Rueda; Suplente: Marco Paulo Curi. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 12 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. EQUIPE TÉCNICA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. Aprovação de Projeto – Deferido - Proc: 426/12 Maria Ap. Moreira Graçadio – ME – Rua Curupaiti,791 – Centro – Domissanitários. - Proc: 638/12 Hotel Convívio Viva La Vida – Rua José Luís Cálipo, s/nº - Chácara Recreio São Pedro – Casa de Longa Permanência para Idosos. - Proc: 08/13 Mateus José da Silva – Rua Siqueira Campos, 964 – Bonsucesso – Lanchonete. - Proc: 27/13 Valéria de Morais – Av. D. Pedro I, 113 – Santo Antônio – Consultório Odontológico. - Proc: 88/13 Esperanto Comercial Ltda – Rua Silva Jardim, 332 – Centro – Comércio Atacadista de Produtos Odontológicos. - Proc: 98/13 Cizenando Barreto de Mello – Rua São Vicente, 412 – Vila Brasil – Bar. - Proc: 121/13 Rovilço Fernando Carneiro – ME – Rua Custódio Moreira, 144 – Vila Brasil – Padaria. Licença de Funcionamento Inicial – Deferido - Proc: 639/12 Evandro da Silva de Pauli – ME – Praça Capitão Vicente Dias, 61 – Centro – Lanchonete. - Proc: 654/ 12 Sebastião de Almeida 17192134880 – Av. Brasil, 385 – Vila Brasil – Bar. - Proc: 660/ 12 Prot. 40/13 Oba’s Bar e Mercearia Ltda – ME – Av. Maria Aparecida Salgado Braghetta, 3603 – Vila Brasil – Mercearia. - Proc: 693/12 Glenda Maria Accorinte 40675218802 – Av. Alexandre Carlos de Melo, 18 – Jardim Aeroporto – Cantina. Proc: 37/13 Edna Trento Risso 09681092848 – Av. João Batista Junqueira, 76 - Centro – Fabricação de Produtos Derivados do Cacau e de Chocolates. - Proc: 54/13 Ilka Aparecida Ronci Galeazzo – Av. Deputado Eduardo Vicente Nasser, 738 – Centro – Consultório Odontológico com RX. - Proc: 80/13 Milene Gonçalves Barbosa & Cia Ltda – ME – Rua Ananias Barbosa, 360 – Centro – Drogaria. - Proc: 95/13 Esperanto Comercial Ltda - Rua Silva Jardim, 332 – Centro – Comércio Atacadista de Produtos Odontológicos. Cadastro Estadual de Vigilância Sanitária – Deferido - Proc: 609/12 Iury Feres Abrão – Av. Santos Dumont, 444 – Captação, tratamento e distribuição de água – Solução Alternativa. Renovação da Licença de Funcionamento – Deferido - Proc: 3657/97 Prot. 87/ 13 ABEMED Produtos Médico Científico Ltda – Rua Prefeito José Soares, 321 A – Jardim Aeroporto – Com. Varej. de Mat. Médicos Hospitalares, Odontológico e Laboratoriais. - Proc: 457/04 Prot. 505/12 Ana Paula Mazzer – Rua Silva Jardim, 465 – Centro – Consultório Odontológico com RX. - Proc: 435/07 Prot. 47/13 Maria Elisabete Bacchini Pizani – Rua Dr. Costa Machado, 555 – Centro – Consultório Médico. - Proc: 141/09 Prot. 114/13 Tania Regina Vasconcelos Gerscovichi – Rua Abidiel Cavalcante Braga, 15 – Centro – Clínica Médica. - Proc: 338/09 Prot. 99/13 Fábio Ferreira – Av. Eduardo Vicente Nasser, 871 – Centro – Clínica Médica. - Proc: 547/10 Prot. 13/13 Andreia Cristina Balico Carvalho – ME – Rua Treze de Maio, 591 – Centro – Com. Varej. de Artigos Médicos e Ortopédicos. - Proc: 577/11 Prot. 14/13 Mariane Felix Torres – Rua Tarcilio Siqueira, 376 – Centro – Clínica de Fisioterapia. - Proc: 622/11 Prot. 662/12 Busso & Maldonado Ltda – ME – Praça Tiradentes, 477 – Centro – Drogaria. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Arco Fluoroscópico. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Densitômetro. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Raio X Conv. Siemens. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Raio X Móvel – Novomédica. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Raio X Conv. – Merate. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Raio X Móvel – Limex. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Raio X Flúor – Merate. -Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Mamógrafo. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Tomógrafo – GE. - Proc: 110/12 Prot. 66/13 CEMEDI – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Estrutura. Cancelamento da Licença de Funcionamento/ Desativação do CEVS – Deferido - Proc: 83/04 Prot. 117/13 Bello Pan Comércio de Produtos Alimentícios Ltda – Rua Coronel Alípio Dias, 878 – Centro – Comércio Varejista de Produtos de Alimentícios em Geral ou Especializado em Produtos Alimentícios Não Especificados Anteriormente. - Proc: 27/07 Prot. 60/13 José Conti da Silva Filho – Rua Coronel Marçal, 445 – Centro – Consultório Médico. - Proc: 358/ 08 Prot. 68/13 Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo – Rua Benjamin Constant, 179 – Centro – Centro de Diagnóstico. - Proc: 291/10 Prot. 130/13 Roseli Aparecida da Silva – Rua São Vicente, 11 – Vila Brasil – Outras Atividades de Tratamento de Beleza. - Proc: 358/10 Prot. 123/13 Lilian Maria da Cruz e Silva – Rua Coronel Alípio Dias, 504 – Centro – Atividade de Fisioterapia. - Proc: 488/12 João Fernandes Junior 21852795808 – Rua São Vicente, 191 A – Vila Brasil – Bar. - Proc: 542/10 Prot. 145/13 Hotel Convivio Viva La Vida Ltda – Rua Ananias Barbosa, 11 – Centro - Casa de Longa Permanência para Idosos. PORTARIA N.º 11.381, DE 17 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a alteração do sentido de circulação de trânsito da Rua Hermenegildo Landini até a Praça Monsenhor

Adauto Vitali, Bairro Parque Novo Mundo e Rio Pardo II. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, Considerando o pedido da Comunidade para melhoria do tráfego de veículos automotores na citada rua e imediações; Considerando o estudo de circulação, de forma a propiciar melhorias na circulação, na fluidez e na segurança de veículos e pedestres, Considerando os estudos técnicos, com a finalidade de facilitar a circulação e o uso de estacionamento, evitando conflitos e congestionamentos, R E S O L V E: Art. 1º – Alterar o sentido de circulação de veículos para sentido único, na Rua Hermenegildo Landini até a Praça Monsenhor Adauto Vitali, Bairro Parque Novo Mundo e Rio Pardo II; Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 17 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.382, DE 17 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a alteração do sentido de circulação de trânsito da Rua Capitão Luis de Mello a partir do cruzamento da Rua Padre Anchieta, na Vila Pereira.O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, Considerando o pedido da Comunidade para melhoria do tráfego de veículos automotores na citada rua e imediações; Considerando o estudo de circulação, de forma a propiciar melhorias na circulação, na fluidez e na segurança de veículos e pedestres, Considerando os estudos técnicos, com a finalidade de facilitar a circulação e o uso de estacionamento, evitando conflitos e congestionamentos, R E S O L V E: Art. 1º – Alterar a circulação de veículos para sentido único, na Rua Capitão Luis de Mello, Vila Pereira, a partir do cruzamento da Rua dos Expedicionários até o cruzamento da Rua Padre Anchieta. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 17 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.383, DE 17 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a alteração do sentido de circulação de trânsito das Ruas Marcos Maldonado e Olimpio de Souza em direção a Praça Monsenhor Adauto Vitalli e desta até o cruzamento da Rua Heitor da Gama Correia, nos Bairros Rio Pardo I e II. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, Considerando o pedido da Comunidade para melhoria do tráfego de veículos automotores na citada rua e imediações; Considerando o estudo de circulação, de forma a propiciar melhorias na circulação, na fluidez e na segurança de veículos e pedestres, Considerando os estudos técnicos, com a finalidade de facilitar a circulação e o uso de estacionamento, evitando conflitos e congestionamentos, R E S O L V E: Art. 1º – Alterar a circulação de trânsito para sentido único, nas Ruas Marcos Maldonado e Olimpio de Souza em direção a Praça Monsenhor Adauto Vitalli e desta até o cruzamento da Rua Heitor da Gama Correia, nos Bairros Rio Pardo I e II; Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 17 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.384, DE 18 DE ABRIL DE 2013. Designar a servidora ANA FLÁVIA MARQUITTI AGOSTINELLI, para SECRETÁRIA EXECUTIVA DO CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – CMAS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Designar a servidora ANA FLÁVIA MARQUITTI AGOSTINELLI, para prestar serviços de SECRETÁRIA EXECUTIVA DO CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – CMAS. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a partir de 09 de abril de 2013. São José do Rio Pardo, 18 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.385, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a exoneração, a pedido, da servidora JOSEANE DOS SANTOS PIOLA, do cargo de FONOAUDIÓLOGO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada, a pedido, a servidora JOSEANE DOS SANTOS PIOLA, do cargo de FONOAUDIÓLOGO nível XXVI-B, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos a partir de 22 de abril de 2013. São José do Rio Pardo, 19 de fevereiro de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.386, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a nomeação da Sra CAMILA RABELLO CATALANO, para o cargo de SECRETÁRIO DE ESCOLA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004,R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada, através do Concurso Público nº 002/2012, a Sra CAMILA RABELLO CATALANO, para ocupar o cargo de SECRETÁRIO DE ESCOLA, nível III, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA Nº 11.387, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Constitui e nomeia Comissão Tripartite para análise da situação vigente em relação à jornada de trabalho das categorias profissionais e elaboração de propostas de eventuais ajustes na legislação pertinente a jornada de trabalho dos servidores públicos municipais. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Constituir Comissão Tripartite, formada pelo Poder Executivo, Poder Legislativo e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquicos, para análise da situação vigente em relação à jornada de trabalho das categorias profissionais e elaboração de propostas de eventuais ajustes na Legislação pertinente. Art. 2º – Nomear os seguintes membros para compor Comissão Tripartite: a) Representantes do Poder Executivo: Titular: Flávio Vicente Calsoni Suplente: Cíntia Ribeiro da Silva b) Representantes do Poder Legislativo: Titular: Marcelo Nogueira Rocha Suplente: Marco Antônio Gumieri Valério c) Representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos: Titular: Carlos Alberto Correa Bello Suplente: Cleonice Aparecida Ludovique Calegari. Art. 3º- O prazo de conclusão dos trabalhos será de até 90(noventa) dias. Art. 4º Para secretariar os trabalhos fica designada a servidora Cíntia Ribeiro da Silva. Art. 5º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Art. 6º - Revoga-se a Portaria nº 11.379, de 12 de abril de 2013. São José do Rio Pardo, 19 de Abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.388, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a revogação da Portaria nº 11.359 de 10 de abril de 2013. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E:Art. 1º - Fica revogada a Portaria nº 11.359 de 10 de abril de 2013. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. LEI Nº 4.047, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica autorizado a abertura de Crédito Adicional Suplementar, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 1.780,00 (Um Mil, Setecentos e Oitenta Reais), com fundamento no inciso I, do art. 41, da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, com a seguinte classificação orçamentária: 02. Poder Executivo 02.06 Secretaria Municipal de Saúde 02.06.01 Fundo Municipal de Saúde - Receita de Impostos 10.301.0024.0.006 Contribuiçoes a Consórcios Municipais 222-33.71.70.00 Contribuições - Transf. a Consórcios Públicos 1.780,00 Fonte 01.0000000 Tesouro cód.aplic.01.3000004 Saude - SAMU Total 1.780,00 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º desta Lei será coberto por anulação parcial, nos termos do art. 43, § 1º, inciso III, da Lei Federal 4.320/64, da seguinte dotação orçamentária: 02. Poder Executivo 02.06 Secretaria Municipal de Saúde 02.06.01 Fundo Municipal de Saúde - Receita de Impostos 10.301.0024.2.025 Fundo Municipal de Saúde - Receita de Impostos 241-33.90.48.00 Outros Auxílios Financeiros a Pessoas Físicas 1.780,00 Fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.3100000 Saúde Geral Total 1.780,00 Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito Municipal


20 de abril de 2013 - A-17

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO LEI Nº 4.048, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município.O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º Fica autorizado a abertura de Crédito Adicional Suplementar, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reais), com fundamento no inciso I, do art. 41, da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, com a seguinte classificação orçamentária: 02. Poder Executivo 02.06 Secretaria Municipal de Saúde 02.06.02 Fundo Municipal de Saúde - Convênios/Transf 10.301.0025.2.055 Bloco de Atenção Básica 249-3.3.90.30.00 Material de Consumo 5.000,00 Fonte 05.0000000 Federal cod.aplic. 05.3000001 Bloco de Atenção Básica Total 5.000,00 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º desta Lei será coberto por anulação parcial, nos termos do art. 43, § 1º, inciso III, da Lei Federal 4.320/64, da seguinte dotação orçamentária: 02. Poder Executivo 02.06 Secretaria Municipal de Saude 02.06.02 Fundo Municipal de Saude - Convênios/Transf 10.301.0025.2.055 Bloco de Atenção Básica 276-4.4.90.52.00 Equip. Material Permanente 5.000,00 Fonte 05.0000000 Federal cod.aplic.05.3000001 Bloco de Atenção Básica Total 5.000,00 Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano , Prefeito Municipal. LEI Nº 4.049, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica autorizado a abertura de Crédito Adicional Suplementar, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 56.692,31 (Cinqüenta e Seis Mil, Seiscentos e Noventa e Dois Reais e Trinta e Um Centavos), com fundamento no inciso I, do art. 41, da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, com a seguinte classificação orçamentária: 02. Poder Executivo 02.09 Secretaria de Segurança e Trânsito 02.09.01 Departamento de Trânsito 06.181.0037.2.036 Departamento de Trânsito 366-3.3.90.30.00 Material de Consumo 15.000,00 372-3.3.90.36.00 Outros Serv. Terc. Pessoa Física 6.692,31 374-4.4.90.52.00 Equip. e Materiais Permanentes 35.000,00 Fonte 03.0000000 Rec. Próprios de Fundos Especiais Vinculados cod.aplic.03.4000001 Multas de Transito Total 56.692,31 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º desta Lei, será coberto por superávit financeiro, no valor de R$ 56.692,31(Cinqüenta e Seis Mil, Seiscentos e Noventa e Dois Reais e Trinta e Um Centavos) proveniente do exercício de 2012 , conforme extrato bancário anexo, nos termos do art. 43, § 1º, inciso I, da Lei Federal 4.320/64. Art. 2º- Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito Municipal. LEI Nº 4.050, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º Fica autorizado a abertura de Crédito Adicional Suplementar, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 13.432,40 (Treze Mil, Quatrocentos e Trinta e Dois Reais e Quarenta Centavos), com fundamento no inciso I, do art. 41, da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, com a seguinte classificação orçamentária: 02. Poder Executivo 02.09 Secretaria de Segurança e Trânsito 02.09.01 Departamento de Trânsito 06.181.0037.2.036 Departamento de Trânsito 365-3.3.90.30.00 Material de Consumo 9.432,40 373-4.4.90.52.00 Equipamentos e Materiais Permanentes 4.000,00 Fonte 02.0000000 Trans. e Convênios Estaduais cod.plic.02.4000001 Multas de Trânsito total 13.432,40 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º desta Lei, será coberto por superávit financeiro, no valor de R$ 13.432,40 (Treze Mil, Quatrocentos e Trinta e Dois Reais e Quarenta Centavos) proveniente do exercício de 2012 , conforme extrato bancário anexo, nos termos do art. 43, § 1º, inciso I, da Lei Federal 4.320/64. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de Abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito Municipal.

LEI Nº 4.051, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a abertura de crédito adicional especial para os fins que se especifica e dá outras providencias. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a abrir, no Orçamento Programa do Município, um Crédito Adicional Especial, no valor de R$ 13.044,10 (treze mil, quarenta e quatro reais e dez centavos), nos termos do disposto no artigo 41, inciso II da Lei Federal 4.320, de 17 de março de 1964, demonstrado segundo as codificações institucionais, local, por função e subfunção e das categorias econômicas, abaixo identificadas: 02. Poder Executivo 02.06 Secretaria Municipal de Saude 02.06.02 Fundo Municipal de Saude - Convênios / Transferências 10.301.0025.2.108 Programa Sorria São Paulo 3.3.90.30.00 Material de Consumo 13.044,10 Fonte02.0000000 Trans. e Convênios Estaduais cod.aplic.02.3000001 Saúde - Recursos Estaduais Total 13.044,10 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º desta Lei, será coberto por superávit financeiro, no valor de R$ 13.044,10 (treze mil, quarenta e quatro reais e dez centavos) proveniente do exercício de 2012, acrescidos de rendimentos de transferências de recursos estaduais - Programa Sorria São Paulo, nos termos do art. 43, § 1º, inciso I, da Lei Federal 4.320/64. Art. 2º - Nas Metas e Prioridades, da Lei nº 3.427, de 19 de Outubro de 2009, que instituiu o Plano Plurianual para o quadriênio 2010/2013, e da Lei nº 3.966, de 18 de Outubro de 2012, que estabeleceu as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2013, fica incluído a Categoria Econômica, criada pelo caput do artigo 1º desta Lei para despesas com o Programa “Sorria São Paulo”, da Secretaria Municipal de Saúde. Art. 3º - Os Anexos do PPA e LDO que integrarão esta Lei serão elaborados pelo Poder Executivo, de conformidade com as alterações aprovadas e se constituirão em parte integrantes desta Lei. Art. 4° - As despesas acima criadas, não irão alterar as metas fiscais estabelecidas no Anexo de Metas Fiscais da Lei nº 3.966, de 18 de Outubro de 2012, Lei de Diretrizes Orçamentárias. Art. 5º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito Municipal. DECRETO Nº 4.288, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município, nos termos da Lei nº 4.047/2013. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando o artigo 42 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de julho de 1964. D E C R E T A: Art. 1º - Fica aberto no Orçamento Programa do Município, um Crédito Adicional Suplementar, no valor de R$ 1.780,00 (Um Mil, Setecentos e Oitenta Reais), nos termos da Lei Municipal nº 4.047 de 19 de abril de 2013, com a seguinte classificação orçamentária: 02.06.01-10.301.0024.0.006-222-33.71.70.00-01.3000004 1.780,00 Total 1.780,00 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º deste Decreto será coberto por anulação parcial, nos termos do art. 43, § 1º, inciso III, da Lei Federal 4.320/64, da seguinte dotação orçamentária: 02.06.01-10.301.0024.2.025-241-33.90.48.00-01.3100000 1.780,00 Total 1.780,00 Art. 2º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.966 de 18 de outubro de 2012 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicado por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. DECRETO Nº 4.289, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município, nos termos da Lei nº 4048/2013.O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando o artigo 42 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de julho de 1964. D E C R E T A: Art. 1º Fica aberto, no Orçamento Programa do Município, um Crédito Adicional Suplementarno valor de R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reais), nos termos da Lei Municipal nº 4048/2013, com a seguinte classificação orçamentária: 02.06.02-10.301.0025.2.055-249-3.3.90.30.00-05.3000001 5.000,00 Total 5.000,00 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º deste decreto será coberto por anulação parcial, nos termos do art. 43, § 1º, inciso III, da Lei Federal 4.320/64, da seguinte dotação orçamentária: 02.06.02-10.301.0025.2.055-276-4.4.90.52.00-05.3000001 5.000,00 Total 5.000,00 Art. 2º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.966 de 18 de outubro de 2012 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicado por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº 4.290, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município, nos termos da lei nº 4049/2013. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando o artigo 42 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de julho de 1964. D E C R E T A: Art. 1º - Fica aberto, no Orçamento Programa do Município, um Crédito Adicional Suplementar no valor de R$ 56.692,31 (Cinqüenta e

EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São José do Rio Pardo, convoca o candidato abaixo classificado no CONCURSO PUBLICO Nº 001/09, para comparecer de 22 a 26 de abril de 2013, das 13:00 as 17:00 horas, na Administração da Faculdade, a Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser nº 1020, centro, munido de documentos, para receber as instruções a respeito de sua admissão:

OFICIAL DE CONTADORIA Classificação

Nome do candidato

RG

2º Márcio Eduardo da Silva Tardelli 29.890.751-3 Se o candidato não comparecer até o dia 26 de abril de 2013, será considerado desistente e sua vaga oferecida ao candidato subsequente na ordem de classificação, em futuras convocações. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. Alessandra Arlete Azarias - Diretora Administrativa

Seis Mil, Seiscentos e Noventa e Dois Reais e Trinta e Um Centavos), nos termos da Lei Municipal nº 4049/2013, com a seguinte classificação orçamentária: 02.09.01-06.181.0037.2.036366-3.3.90.30.00-03.4000001 15.000,00 02.09.01-06.181.0037.2.036-372-3.3.90.36.00-03.4000001 6.692,31 02.09.01-06.181.0037.2.036-374-4.4.90.52.00-03.4000001 35.000,00 Total 56.692,31 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º deste Decreto, será coberto por superávit financeiro, no valor de R$ 56.692,31(Cinqüenta e Seis Mil, Seiscentos e Noventa e Dois Reais e Trinta e Um Centavos) proveniente do exercício de 2012 , conforme extrato bancário anexo, nos termos do art. 43, § 1º, inciso I, da Lei Federal 4.320/64. Art. 2º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.966 de 18 de outubro de 2012 e da Lei do Plano Plurianual 2010/ 2013. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicado por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. DECRETO Nº 4.291, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município, nos termos da lei nº 4050/2013. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando o artigo 42 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de julho de 1964. D E C R E T A: Art. 1º Fica aberto, no Orçamento Programa do Município, um de Crédito Adicional Suplementar no valor de R$ 13.432,40 (Treze Mil, Quatrocentos e Trinta e Dois Reais e Quarenta Centavos), nos termos da Lei Municipal nº 4050/2013, com a seguinte classificação orçamentária: 02.09.01.06.181.0037.2.036-365-3.3.90.30.00-02.4000001 9.432,40 02.09.01.06.181.0037.2.036-373-4.4.90.52.00-02.4000001 4.000,00 total 13.432,40 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º deste decreto, será coberto por superávit financeiro, no valor de R$ 13.432,40 (Treze Mil, Quatrocentos e Trinta e Dois Reais e Quarenta Centavos) proveniente do exercício de 2012 , conforme extrato bancário anexo, nos termos do art. 43, § 1º, inciso I, da Lei Federal 4.320/ 64. Art. 2º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.966 de 18 de outubro de 2012 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicado por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. DECRETO Nº 4.292, DE 19 DE ABRIL DE 2013. Dispõe sobre a abertura de crédito adicional especial para os fins que se especifica e dá outras providencias, nos termos da lei nº 4051/2013. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando o artigo 42 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de julho de 1964. D E C R E T A: Art. 1º - Fica aberto, no Orçamento Programa do Município, um Crédito Adicional Especial, no valor de R$ 13.044,10 (treze mil, quarenta e quatro reais e dez centavos), nos termos da Lei Municipal nº 4051/2013, demonstrado segundo as codificações institucionais, local, por função e subfunção e das categorias econômicas, abaixo identificadas: 02.06.02-10.301.0025.2.108-3.3.90.30.00-02.3000001 13.044,10 Total 13.044,10 Parágrafo Único. O crédito aberto pelo artigo 1º deste decreto, será coberto por superávit financeiro, no valor de R$ 13.044,10 (treze mil, quarenta e quatro reais e dez centavos) proveniente do exercício de 2012, acrescidos de rendimentos de transferências de recursos estaduais - Programa Sorria São Paulo, nos termos do art. 43, § 1º, inciso I, da Lei Federal 4.320/64. Art. 2º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.966 de 18 de outubro de 2012 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. João Batista Santurbano, Prefeito. Publicado por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Antonio Cláudio Faria, Secretário Municipal de Gestão Pública. EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA AUDIÊNCIA PÚBLICA O PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, Estado de São Paulo, JOÃO BATISTA SANTURBANO, invocando os princípios da transparência e da publicidade que regem a administração pública, amparado no art. 48 e no seu Parágrafo Único da Lei Complementar n° 101/2000 “A transparência será assegurada também mediante incentivo à participação popular e realização de audiências públicas, durante os processos de elaboração e de discussão dos planos, lei de diretrizes orçamentárias e orçamentos”; torna-se público a realização de AUDIÊNCIA PÚBLICA, no dia 25 de abril de 2013(quinta-feira), com início às 15 horas, no plenário da Câmara Municipal, com o objetivo de apresentação da elaboração da Proposta da LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS – LDO para o Exercício de 2014. Atendendo aos princípios da administração pública, destacados em textos legais, fazemos a CONVOCAÇÃO pública de todos os munícipes, representantes de entidades de classe e representantes das associações de bairros para participarem desta audiência, onde os mesmos poderão opinar e sugestionar sobre as ações de governo inseridas no projeto. São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. Alcino Pisani Junior – Contador, Antonio Claúdio Faria -Secretário Municipal de Gestão Pública, João Batista Santurbano-Prefeito Municipal.

AGRADECIMENTO A família de

RICHARD PETROCELLI agradece as manifestações de pesar recebidas por ocasião de seu falecimento ocorrido dia 16.04.2013. Oportunamente, agradece a equipe de médicos do Hospital São Vicente - Dr. Marcos Pereira de Lima, Dr. José Roberto Merli, Dr. Marcelo Galotti, Dr. Flávio Magalhães - e o carinho de toda a equipe de enfermagem. O nosso Deus lhes pague. Família Petrocelli.

MISSA DE 7º DIA A Família de PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROFESSOR EFETIVOE SUBSTITUTOS,EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 RESULTADO FINAL DAS PROVAS DO PROCESSO SELETIVO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROFESSOR EFETIVO (E) E SUBSTITUTOS (S), tendo sido realizadas as Provas: Discursiva, Didática e de Títulos das Áreas de Administração, Ciências Biológicas, Educação Física, Letras, e Pedagogia, CONFORME EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013, os candidatos obtiveram os seguintes resultados: RESULTADO FINAL

RICHARD PETROCELLI convida para a missa de sétimo dia de seu falecimento, que será celebrada na Igreja Matriz de São José do Rio Pardo, dia 21.04.2013 (domingo), às 10:00hrs e, antecipadamente, agradece a presença.

CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

(*)Nutrição e Exercício (**) Teoria e Prática do Treinamento Desportivo e Atividade Física para Academia. (S)Substitutos (E)Efetivo São José do Rio Pardo, 19 de abril de 2013. Alessandra Arlete Azarias - Diretora Administrativa

Por determinação da presidente deste Conselho divulgo síntese dos assuntos tratados nas reuniões como forma de dar TRANSPARENCIA aos atos do Conselho. . Reunião dia 27/02/2013. Secretario diz que a secretaria sem o Conselho funcionando não existe. Diz que todas as decisões em prol da Comunidade devem ser tomadas norteadas pelas diretrizes do Conselho. Diz que cabe ao Conselho ajudar na busca de melhorias dos atendimentos oferecidos pela SAIS. Elege-se a por unanimidade a composição da nova Mesa Diretora do Conselho . É feito um planejamento das diretrizes da Secretaria ano de 2013. A Diretora de Habitação apresenta aos Conselheiros os critérios para avaliação e desempate das famílias a serem comtempladas da Minha Casa Minha Vida, o qual será feito uma Resolução pelo Conselho e publicado. Reunião 14/03/2013 A presidente convida os conselheiros a fazerem parte das Comissões para darem suporte ao Conselho. Foram eleitas as comissões de Orçamento e Finanças que analisaram as prestações de contas do Fundo de Assistência e a Comissão Técnica que farão visitas as entidades orientando-as sobre a tipificação. Discutiu – se sobre o PMAS que embora conste que foi aprovado conforme Ata 23, a referida Ata não foi localizada. A presidente sugere que se convide todas as entidades assistenciais para participar de uma reunião na Câmara com a finalidade de esclarecer duvidas sobre a Resolução 38 e o Termo de Repasse. Realizada reunião com as entidades dia 22/3/2013 na Câmara juntamente com a equipe técnica da Secretaria e o Secretario e o Conselho . Todos puderam colocar suas duvidas , seus dificuldades para que juntos possamos encontrar uma solução Equipe técnica da Secretaria expõe aos conselheiros as alterações do PMAS - Plano Municipal de Assistência Social, Projeto Tuca, Criação de mais um CRAS, adequação da equipe técnica do CREAS. Fortalecimento de Vínculos com Idosos. Criação de novos cargos na Assistência Social, como Coordenador, Educador Social, Psicólogo, entre outros. Solicitação de concurso publico para adequar a equipe conforme determina NOB/SUAS. Discutiu-se o reordenamento do atendimento e das internações que deverão ser assumida pela Secretaria de Saúde através do Serviço de Saúde Mental. O Conselho juntamente com a secretaria esclarecem aos presentes que a prioridade é fortalecer e orientar as entidades que prestam serviço a nossa comunidade, A próxima reunião ficou marcada para o dia 17 de abril . A presidente informa a todos que a prestação de contas dos recursos do Fundo Assistência Social, será analisada juntamente com a participação da comunidade e que será dada TOTAL TRANSPARENCIA DE ONDE E COMO FORAM GASTOS OS RECURSOS DO FUNDO DE ASSISTENCIA SOCIAL. É o resumo. Ana Flavia Marquiti Agostinelli -Secretaria Executiva do CMAS. 20/04/2013


A-10 - 20 de abril de 2013

Relatório da Mesa Administrativa Prezado Delegado Eleitor l Mais um ano se finda e estamos apresentando resumidamente os resultados da Gestão e Objetivos a que nos propusemos realizar em 2012. Continuamos com a preocupação constante no controle financeiro das receitas e despesas, o que se torna a cada ano mais difícil; em função da não correção pelo Governo Federal da Tabela do SUS há vários anos (pode se chegar à um ponto em que não teremos todos os prestadores de serviços especializados para atender aos usuários); hoje o SUS esta reembolsando ao profissional por uma consulta médica o valor de” R$ 10,00". Quanto às verbas especiais como SIPAC, Integrassus, Pró - Sta Casa 2 e Quimioterapia estão sem correção a mais de 4 (quatro) anos, enquanto isto a mão de obra, medicamentos e materiais todo os anos tem os seus aumentos (INPC-IGPM, etc...). Por enquanto continuamos a manter a demanda contratada e a qualidade dos serviços; com a suplementação de outras receitas e doações da comunidade. OBRAS l UTI: Continua pendente desde 2011 a adequação dos 8 leitos intensivos com a adaptação das divisórias / cortinas / rebaixamento de parte do teto; porque ainda não conseguimos a efetivação de uma verba ou recurso próprio para esta reforma, e a aquisição de todos os equipamentos / mobiliários para os 2 apartamentos semiintensivos; l Ambulatório: Reformada 90% de toda a área do Ambulatório – 410 m2 – falta concluir 50 m2; foi executado adequação e substituição de toda rede elétrica, esgoto, hidráulica; reforma geral de todo o piso com a colocação de granito; azulejo; sanitários; troca de metais; cubas / vasos, pintura em geral, instalação de telefone e internet em todas as salas. Até o momento foram reformadas duas salas para à recepção dos pacientes, com 35 poltronas e TV 32", 15 salas de consultórios; 1 sala de gesso, 1 sala para curativos; 1 sala para consultas ginecológicas; 1 salão com 3 leitos; 3 poltronas e sanitário para recuperação dos pacientes de procedimentos e para nebulizações; l Ala de medicamentos e carrinho de emergência; 3 sanitários para os usuários, 1 sanitário para usuários portadores de necessidades especiais; fraldário, sala de utilidade (expurgo, resíduos sólidos); (DML) sala de materiais de limpeza, rouparia. Para 2013 foi prevista a reforma das duas salas de pequena cirurgia; a sala de endoscopia / colonoscopia; sala e sanitários para os profissionais; mais uma entrada / recepção coberta para receber os pacientes com bancos para aguardar o atendimento pela recepcionista e construção de uma base para a instalação de um elevador de transporte dos pacientes do prédio do Ambulatório para o 1° Andar (doação de um parceiro [Cemedi]). Custo da Reforma= R$ 126.000,00 l Cozinha: Recebemos do Deputado Chico Sardelli uma verba estadual de R$ 310.000,00, para a reforma física geral da cozinha e a substituição dos equipamentos, que ocorrerá o término do 1° trimestre de 2013.

Aquisição de Equipamentos l 3 Ventilador Pulmonar “Rapael Color Hamilton l 3 Monitor “Ngenuity Cristicare P/N8100E l 1 Central PABX Intelbras Impacta l 1 Oximetro de Pulso Portátil l 15 Computadores HP Dual 2GB 500GB “Monitor 15,6” l 1 Eletrocardiógrafo de 12 Canais l 1 Cama Fowler Stander Ouro l 3 Impressora Laser Jetp2055/3015 l 20 Extintores l 1 Carro Móvel EP3 Hospitalar l 1 Poltrona Conforto Reclinável l 2 HP Switch E2510-24 ports l Reservatório Térmico Aquecedor Solar l 1 televisor LCD 32" l 2 Poltronas l 1 Logarina 5 lugares l 1 Mesa de Cabeceira l 1 Mesa de Refeição l 1 Suporte de Soro l 1 Escadinha 2 Degraus Inox l 2 Mini Rach 5U x 370 l 2 Leitores Laser Voyage l 1 Impressora HP Jato de Tinta l 1 Mesa Para Impressora l 3 Ventiladores Boreal l 1 Roteador Wireless CUSTOS DOS EQUIPAMENTOS = Área Técnica

R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$

113.591,79 30.956,88 3.201,00 3.029,10 16.485,00 3.600,00 2.840,48 3.888,19 2.500,00 1.160,00 1.384,26 1.644,00 1.800,00 899,00 889,00 752,00 617,03 375,68 408,66 338,90 517,00 712,70 171,13 158,00 207,00 89,00

R$ 192.215,80

l Programa Hemodiálise: consolidado o atendimento de pacientes do SUS da Região Rio Pardo que envolve 8 cidades; bem como dos convênios e particulares. A clínica poderá atender até 90 pacientes por dia; l Programa SIPAC: com o credenciamento pelo Ministério da Saúde em 2009, da Unidade de Assistência de Alta-Complexidade em Trauma-Ortopedia, atendemos todos os pacientes do Colegiado Rio Pardo em 2012; l Programa Pró Santa Casa II: renovado novamente em 2012 com a Governo Estadual / Municipal / DRS14 / Colegiado Rio Pardo, o atendimento aos pacientes do SUS da Central de Vagas (CROSS), através do Atendimento de Urgência Emergência em Ortopedia / Clinica Médica / UTI; l Programa Quimioterapia: também renovado em 2012 entre Sta. Casa, Prefeitura, Unicamp e DRS-14, atendimento continua embrionário, não atende a todos os pacientes de nossa comunidade e espera-se sua consolidação em 2013.

Área Administrativa l A “Pesquisa de Opinião” feita mensalmente com paciente/acompanhante e agregados, continua a apresentar bons resultados para a gestão da melhoria contínua e qualidade dos serviços próprios e terceirizados; l Continua a elaboração, atualização e padronização das normas, protocolos e instruções de todas as Áreas, com término previsto em 2013; l Quanto a Renovação do Certificado de Filantropia, estamos com o processo no Ministério da Saúde desde novembro / 2009 e recebemos do Ministério da Saúde/ Secretaria Atenção à Saúde os Certificados CEBAS (Certificação De Entidades Beneficentes De Assistência Social Em Saúde) sendo: -Portaria SAS/MS N° 0900, publicada no DOU em 24.08.12 referente ao período de 2001 a 2003; -Portaria SAS/MS N° 1044 de 28/09/12 referente a concessão por 3 anos até setembro de 2015; o processo continua em aberto para analise e renovação dos outros períodos. l Quanto ao auto da Receita Federal e em função da Concessão do CEBAS de 2003, a Justiça Federal em sentença de procedência de ação ordinária na 1ª Vara federal de São João da Boa Vista em 13 de junho de 2012, deu parecer favorável a Sta.Casa, declarando a nulidade do Ato Cancelatório de Isenção N°001/2008 . O Escritório de Advocacia de São Paulo também entrou com uma ação na área administrativa e o processo encontra-se em Brasília para parecer do Colegiado Federal. l Consolidados os Programas Gerais de Informática da Firma Syspec de Ribeirão Preto= SIS-R(Sistema Integrado de Saúde) =SIH-R (Sistema Integrado Hospitalar). Área de Recursos Humanos Conforme nossos Compromissos e Valores, continuamos a dar prioridade na formação e reciclagem de nossos funcionários, sendo administrados os seguintes cursos e seminários: l l l l l l l l l l l l l l l l l l

Higienização E Limpeza Hospitalar Aspectos Éticos Da Profissão De Enfermagem Ética Profissional Relaxamento Implantação Do Novo Protocolo De Admissão Paciente UTI Anotações De Enfermagem E Identificação De Acesso Venoso E Curativo Descartes De Lixos Devolução De Medicamentos Na Farmacia Trabalho Em Equipe Capacidade De Preenchimento Dos Hampers Identificação Dos Sacos De Roupas Contaminadas Utilização De Celulares Durante Horário De Trabalho Uniformes Preenchimento Do Cartão Do Receptor De Hemotransfução Preenchimento Da Declaração De Nascido Vivo 1° Encontro Regional De Aleitamento Materno Lavanderia Hospitalar Área Limpa Treinamento Em Lavanderia Hospitalar

l l l l l l l l l l l l l l

Atualidades Em fios De Sutura Precauções E isolamentos Prevenção De Riscos de Acidentes Perfurocortantes Indicadores Biológicos E Embalagens Curso De Tabwin/Cebas Bombas De Infusão De Dietas Enteral Atualização Em Ventilação Mecânica Atualização Em Nutrição Parenteral Curativos Em Punção De Acesso Central Sistematização Da Assistência De Enfermagem Terapia Intravenosa – Prática de Enfermagem Resolução COFEM 191 e 311 Web Educação - Acreditação Hospitalar 17° Jornada De Infecção Hospitalar De Ribeirão Preto

l Ginástica Laboral; continua com a participação de todos os funcionários, com objetivos de evitar lesões por esforço repetitivo, doenças ocupacionais e melhor qualidade de vida. l Como ferramenta de Gestão administrativa para tomada de decisões e conscientização do programa de qualidade (PQSC), continua a “Reunião dos Encarregados / Enfermeiras” realizada semanalmente. Geral l O programa qualidade de vida (Qualisavisa), oferecido pelo SAVISA aos seus usuários continua com ótima aceitação e atendendo aos temas previstos como: diabete, pressão arterial; controle de peso; orientação nutricional; atividades físicas. Conta com uma equipe multiprofissional à disposição dos usuários. l Recebemos como doação: Motor Elétrico trifásico (Lavanderia), um concentrador de oxigênio, um cilindro de oxigênio com carrinho; 40 lençóis, 2 colchões pneumático e 150 cobertores. l Semanalmente recebemos como doação da COOPARDENSE (CONAB) um lote de legumes, verduras e frutas que supre parte da nossa necessidade de abastecimento. E também nos foi doado um lote de gêneros alimentícios, proveniente da “Campanha Comunitária”; l Continua a Campanha Hospital Vivo, através de doação na conta de Luz, com uma arrecadação média anual de R$ 78.724,86, e também a Campanha da Nota Fiscal Paulista com uma arrecadação nos dois semestres em torno de R$ 81.098,84, sempre com a participação da Comunidade; cujos valores são utilizados, principalmente, na compra de medicamentos e manutenções básicas, minimizando o déficit do SUS. Também destacamos as contribuições de várias pessoas (sendo uma de R$ 15.000,00, outra de 10.000,00); de uma empresa parceira em parcelas futuras no valor de R$ 96.000,00 e a doação dos Cartórios (1%) que são rateados entre as Stas. Casas cabendo-nos neste ano R$ 22.850,06. Através desse aporte geral de doação foi que conseguirmos cumprir todos os nossos compromissos nos prazos previstos. Também realizamos renegociação com fornecedores que geraram economia substancial nas despesas a partir de outubro 2012. l Conforme norma regulamentadora da ANS (Agência Nacional de Saúde), temos que constituir uma reserva em conta conjunta ANS/SAVISA, referente à Provisão Técnica Garantidora, para cobrir eventuais ocorrências de grande porte do plano de saúde, tendo hoje um depósito de R$ 1.287.397,32 valor até 31/12/2012. l Contratualização - conforme os objetivos estipulados pelo Gestor Estadual / Municipal em parceria com a Santa Casa, referentes aos temas ligados aos SUS (Sistema Único de Saúde), atingimos este ano 96,36% das metas previstas, o que representa 100% do recurso. l SAVISA – Continua os estudos para a venda do Plano de Saúde (Savisa), sendo que o assunto já esta consolidado perante aos Delegados Eleitores e Mesa Administrativa. Atualmente esta sendo contratada uma firma de Consultoria para a análise geral de todas as informações da carteira da operadora. l VERBAS FEDERAIS - Continuamos otimistas quanto a possível liberação pelo governo (Ministério da Saúde) das verbas que foram ofertadas em vários projetos, como: Rede Cegonha l Ambiência Serviços de Partos l Ambiência Serviços de Partos l Ambiência Centro de Partos l Ambiência Centro de Partos l Ambiência Casa da Gestante/Bebe l Ambiência Casa da Gestante/Bebe l Ambiência UTI NEO l Ambiência UTI NEO

> > > > > > > >

reformas equipamentos reformas equipamentos reformas equipamentos reforma equipamentos

= = = =

R$400.000,00 R$200.000,00 R$100.000,00 R$200.000,00

Porta de Emergência Entrada l Ofertados os leitos de retaguardas clinicas l Prevista verba Sta Casa e Pronto Socorro Propostas Deputados Federais l Equipamentos Lavanderia (2009) l Equipamentos UTI/Cirurgico (2011) l Custeio Medicamento/Materiais(2012) l Equipamentos Hospit. Hotelaria(2012)

Objetivos previstos para 2013 l l l l l l l l l l l l

Término Reforma UTI Reforma Maternidade / Centro Obstétrico / Rede Cegonha Reforma da Lavanderia (Verba ainda não liberada desde 2009) Reforma da Cozinha Planta para Instalação da Rede de Incêndio PQSC (Programa de Qualidade da Santa Casa) Qualidade no Atendimento (Humanização / Segurança / Educação Continuada) Campanha Permanente – Higienização das Mãos e Tabagismo Campanha Nota Fiscal Paulista/ Doação Conta de Luz Reestruturação Organograma / Analograma da Santa Casa Metas da Contratualização Porta de Urgência e Emergência Neste momento que terminamos toda a estrutura de engenharia da reforma completa que passou a Sta Casa (mais de 10 anos de reformas), gostaríamos de externar o nosso agradecimento pela dedicação voluntária e constante para a elaboração de todos os projetos pelo Engenheiro rio-pardense João Luis Noronha Grassi. Convidamos a todos para uma visita a Santa Casa e continuar a adotá-la sempre em prol da comunidade. Nossa Visão: “Ser uma instituição de referência e excelência na área de assistência médica – hospitalar, atuando na prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação da saúde, contribuindo para a melhoria do nível de vida da população”. São José do Rio Pardo, 31 de dezembro de 2012. Mesa Administrativa


20 de abril de 2013 - A-11

NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO DE 2012 E 2011 1.CONTEXTO OPERACIONAL A Santa Casa de Misericórdia Hospital São Vicente é uma associação, fundada em 1907, na cidade de São José do Rio Pardo, e tem como objeto social prestar assistência médico-hospitalar, assim como oferecer meios e modos de assistência e beneficência à saúde da comunidade. É entidade declarada de Utilidade Pública Federal, Decreto nº 1.392 de 19/10/62, Estadual nº 1.434/91 de 11/07/91 e Municipal nº 254/59 de 18/11/1959; registrada no Conselho Nacional de Assistência Social conforme Processo 13.348/1940 deferido em sessão realizada em 24/06/1940, esta Certificada como entidade Beneficente de Assistência Social na Área da Saúde – CEBAS - Saúde conforme Portaria SAS/MS Nº 1044, publicada no DOU em 28 de Setembro de 2012, com validade até 27/09/2015. 2. APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS E PRINCIPAIS PRÁTICAS ADOTADAS 3.1. Base de apresentação As demonstrações contábeis, referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2012, foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, com base nas disposições contidas na Lei das Sociedades por Ações-Lei nº 6.404/76 alteradas pelas Leis nº 11.638/07 e nº 11.941/09, e pelas orientações e interpretações emitidas pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis (“CPC”), bem como as exigências e as Resoluções da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS. As Demonstrações estão sendo divulgadas de forma comparativa com as do Exercício anterior. 3.2. Principais práticas contábeis As principais práticas contábeis adotadas estão descritas a seguir: 3.2.1. Apuração do resultado a) Receita: o resultado das transações é apurado pelo regime de competência dos exercícios e considera as contraprestações emitidas de planos de assistência à saúde, que são contabilizadas com base no período de cobertura contratual, observando pro-rata-dia aos planos da modalidade de pré-pagamento. b) Custo: os eventos indenizáveis são constituídos com base no valor das faturas apresentadas pela rede credenciada, observando o registro no primeiro momento da apresentação e no valor bruto. 3.2.2. Estimativas contábeis As demonstrações contábeis incluem estimativas e premissas, como as provisões técnicas, provisões para passivos contingentes. Os resultados efetivos podem ser diferentes dessas estimativas e premissas. 3.2.3. Moeda funcional e de apresentação das demonstrações contábeis A moeda funcional da Entidade é o Real, mesma moeda de preparação e apresentação das demonstrações contábeis. 3.2.4. Caixa e equivalentes de caixa 3.2.4.1. Disponível Incluem caixa e saldo positivo em banco conta movimento. 3.2.4.2. Aplicações Financeiras Incluem as aplicações financeiras com liquidez imediata e com risco insignificante de mudança de seu valor de mercado. Estão registrados ao valor de aplicação, acrescidos dos rendimentos financeiros auferidos até as datas dos balanços. 3.2.5. Contraprestações pecuniárias a receber São registrados e mantidos no balanço pelo valor nominal dos títulos representativos desses créditos, em contrapartida à conta de resultado de contraprestações efetivas de operações de planos de assistência à saúde, observado o período de cobertura contratual e o pro-rata-dia. A provisão para perdas sobre créditos de contraprestação efetiva é constituída sobre valores a receber de beneficiários com títulos vencidos há mais de 90 dias, para planos coletivos, e há mais de 60 dias, para planos individuais. A Santa Casa revisa periodicamente o critério de constituição para adequá-la à evolução da inadimplência de sua carteira. 3.2.6. Contas a receber com outras atividades São registrados e mantidos no balanço pelo valor nominal dos títulos representativos dos créditos por serviços não relacionados aos planos de saúde, em contrapartida à conta de resultado de outras receitas com assistência à saúde. A provisão para perdas sobre créditos com operações com outras atividades é constituída para os valores vencidos há mais de 90 dias. A Santa Casa revisa periodicamente o critério de constituição para adequá-la à evolução da inadimplência dessas operações. 3.2.7. Imobilizado Registrado ao custo de aquisição, sendo a depreciação calculada pelo método linear com base na tabela de depreciação do Fisco Federal Nota Explicativa nº 8. O saldo da reserva de reavaliação, conforme facultado pela Lei 11.638/07 será mantido até sua completa amortização que segue a depreciação. 3.2.8. Intangível Ativos intangíveis adquiridos separadamente são mensurados no reconhecimento inicial ao custo de aquisição e, posteriormente, deduzidos da amortização acumulada. Intangíveis gerados internamente são reconhecidos no resultado do período. 3.2.9. Outros ativos e passivos (circulantes e não circulantes) Um ativo é reconhecido no balanço patrimonial quando for provável que seus benefícios econômicos futuros serão gerados em favor da Santa Casa e seu custo ou valor puder ser mensurado com segurança. Um passivo é reconhecido quando a Santa Casa possui uma obrigação legal ou é constituído como resultado de um evento passado, sendo provável que um recurso econômico seja requerido para liquidá-lo. São acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos e das variações monetárias ou cambiais incorridos. As provisões são registradas tendo como base as melhores estimativas do risco envolvido. Os ativos e passivos são classificados como circulantes quando sua realização ou liquidação é provável que ocorra nos próximos doze meses. Caso contrário, são demonstrados como não circulantes. 3.2.10. Provisões técnicas São calculadas com base em metodologia estabelecida pela RN ANS nº 160/07 e alterações posteriores. (vide Nota Explicativa nº 10). 3.2.11. Eventos a liquidar São registrados com base nas faturas de prestadores de serviços de assistência à saúde, efetivamente recebidas pelas operadoras, em contrapartida à conta de eventos indenizáveis líquidos. 3.2.12. Débitos de Operações Não Relacionados Operadora de Saúde São registrados com base nos documentos fiscais emitidos por prestadores de serviços de assistência à saúde, Fornecedores. 3.2.13. Ativos e passivos contingentes e obrigações legais a) Ativos contingentes: são reconhecidos somente quando há garantias reais ou decisões judiciais favoráveis, transitadas em julgado. Os ativos contingentes com êxitos prováveis são apenas divulgados em nota explicativa; b) Passivos contingentes: são provisionados quando as perdas forem avaliadas como prováveis e os montantes envolvidos forem mensuráveis com suficiente segurança. Os passivos contingentes avaliados como perdas possíveis são apenas divulgados em nota explicativa e os passivos contingentes avaliados como perdas remotas não são provisionados nem divulgados; c) Obrigações legais: são registradas como exigíveis, independente da avaliação sobre as probabilidades de êxito, de processos em que a Companhia questionou a inconstitucionalidade de tributos.

22. SEGUROS A Santa Casa adota a política de contratar cobertura de seguros para os bens sujeitos a riscos por montantes considerados pela administração como suficientes para cobrir eventuais sinistros, considerando a natureza de sua atividade. As apólices estão em vigor e os prêmios foram devidamente pagos. As premissas de riscos adotadas, dada as suas naturezas, não fazem parte do escopo da auditoria das demonstrações contábeis, conseqüentemente, não foram auditadas pelos nossos auditores independentes. 23. OBSERVAÇÕES GERAIS A Santa Casa, ciente de sua responsabilidade social, continua desenvolvendo grandes esforços para obtenção do equilíbrio financeiro, ampliando as atividades da operadora da saúde e melhorando a qualidade na prestação de serviços hospitalares, que visam a redução de seus custos sempre em beneficio da comunidade. É indispensável à ajuda financeira complementar dos órgãos governamentais (Federal, Estadual e Municipal), bem como da comunidade, para suprir suas carências financeiras na prestação de um serviço digno e compatível às necessidades de atendimento à saúde da população, como vem sendo feito com muito esforço e competência pela sua administração. São José do Rio Pardo – SP, 31 de janeiro de 2013. Dr. Marcos Pereira de Lima Provedor

Edson Roberto Furlan 1º Tesoureiro Reginaldo Modesto CRC1SP220695/O-3


C-1 - GAZETA DO RIO PARDO - 20 de abril de 2013

Em Sociedade P A socialite Maria Lygia Cagnoni Cobra, uma grande dama, na foto de arquivo alertada pela objetiva de Petronio Cinque, o fotógrafo das estrelas, fugiu aos cumprimentos terça-feira, 16, brindando mais um nat na estância de Poços de Caldas acompanhada da irmã Maria Tereza Cagnoni Spessotto-À querida Lygia, amiga de ontem, hoje e sempre, votos de dias, meses e anos de felicidades!

Erudito & Popular Em comemoração aos 157 Anos de Fundação da cidade de Mococa, 5 de abril, na noite de domingo, 7, aconteceu a ovacionada apresentação da Orquestra Jazz Sinfônica de São João da Boa Vista no palco do Theatro Municipal “Pedro Ângelo Camim”, sob a regência do Maestro Agenor Ribeiro Netto (foto). Bravissimo!!! E por falar no amigo Agenor, nos dias 26 e 27 do corrente mês ele “comandará” o espetáculo “Sinfonia das Águas”, em Poços de Caldas, regendo a Orquestra local, e no domingo, 28, às 19:30, no poliesportivo tricolor, Agenor se apresentará com a Jazz Sinfônica. Uma pena São José do Rio Pardo ter prescindido da energia criativa de Agenor, verdadeira explosão, assim como de seu raro talento! Parabéns, Agenor, pela sua trajetória de sucessos!

Parágrafo Único “O tempo e as jabuticabas Contei meus anos e Descobri que terei menos tempo para viver Daqui para a frente do que já vivi até agora... Tenho muito mais passado do que futuro... Sinto-me como aquele menino Que recebeu uma bacia de jabuticabas... As primeiras, ele chupou displicente... Mas percebendo que faltam poucas, Rói o caroço... Já não tenho tempo Para lidar com mediocridades... Não quero estar em reuniões... Onde desfilam egos inflados... Inquieto-me com invejosos Tentando destruir quem eles admiram, Cobiçando seus lugares, talentos e sorte... Já não tenho tempo Para conversas intermináveis... Para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias Que nem fazem parte da minha... Já não tenho tempo para administrar Melindres de pessoas que,

Apesar da idade cronológica, São imaturas... Detesto fazer acareação de desafetos Que brigam pelo majestoso Cargo de secretário geral do coral... As pessoas não debatem conteúdos... Apenas rótulos... Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos... Quero a essência... Minha alma tem pressa... Sem muitas jabuticabas na bacia Quero viver ao lado de gente humana, muito humana... Que sabe rir de seus tropeços... Não se encanta com triunfos... Não se considera eleita antes da hora... Não foge de sua mortalidade... Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade... O essencial faz a vida valer a pena... E para mim Basta o essencial!” (Ruben Alves)

P M a r i a Te r e z a R o l l e i r a P o r t o , n o r e g i s t r o f o t o g r á f i c o n u m m o m e n t o r e l a x c o m o m a r i d o D r. L u i z V i c e n t e , f o i a a n i v e r s a r i a n t e m a i o r d e d o m i n g o ú l t i m o , 1 4 d e a b r i l – P a r a b é n s , Te r e z a !


C-2 - GAZETA DO RIO PARDO -20 de abril de 2013

Enlace Às 21 horas do dia 13 de abril, na Igreja Matriz São José, aconteceu o enlace matrimonial de Danielle e Mauro, unindo as famílias José Geraldo Lopes-Aparecida Marlise Cassassola Lopes e Mauro Donizetti do Rosário-Aurora de Fátima Affonso do Rosário. Após a cerimônia religiosa os noivos anfitrionaram familiares e amigos durante recepção ocorrida nos salões da sede social da atlética. FOTO METRO

Em Festa Os gêmeos Breno e Bruna, filhos do casal Márcia e Leandro Garcia, festejaram 3 anos de sapequice dia 7 de abril, domingo, capitaneando a geração dente de leite na Chácara Recanto Feliz. FOTO METRO

Com os pais da noiva

Os aniversariantes- mirins com os pais, durante sessão “Parabéns a Você”.

Os noivos na hora do “Sim”

Com os pais do noivo.

Bota-Fora O Professor de Educação Física Marcelo Zanetti, que em breve partirá para Quebec-Canadá onde concluirá seu Doutorado, comemorou com os companheiros da UNIP durante bota-fora ocorrido na residência do casal Ana-Sérgio Braz, na noite de sábado, 6 de abril. Votos de sucessos nessa nova jornada acadêmica!

Marcelo Zanetti com a esposa Aline, durante seu bota-fora

Um flagrante de Breno e Bruna em tarde de comemoração

FONE: 3608-6677 Hair Brasil 2013

O casal anfitrião Ana e Sérgio Braz com o professor Jorge Boldrin

O coiffeur Renato Martins ladeado pelo casal Jacques e Janine, que dispensa apresentação, durante a Hair Brasil 2013, maior feira da beleza da América Latina.


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 20 de abril de 2013

Homenagem Póstuma

Excelência A Cirurgiã Dentista com especialização em Ortodontia, Dra. Andréa Caram Fernandes, frequentando atualmente o Curso de Excelência em Ortodontia na Dental Press, na cidade paranaense de Maringá, ministrado por grandes nomes da área. E por falar na Andréa, amanhã ela e o marido, Dr. Luís Fernandes, brindarão 23 anos de união na exclusiva Riviera de São Lourenço- Parabéns em dose dupla!!

Andréa e Luís Fernandes em compasso festivo de 23 anos de matrimônio

Durante curso de Excelência, Andréa com o Prof. Dr Alberto Consolaro, autor do Livro “Reabsorções Dentárias”, um dos ministradores

Uma verdadeira legião de amigos passou pelo Velório Municipal terça-feira, 16 de abril, para o último adeus a Richard Petrocelli que faleceu na madrugada do mesmo dia, na cidade de Campinas. Representante de tradicionalíssima família rio-pardense, era filho dos saudosos Aurora Martini Petrocelli e Palmyro Petrocelli, esse, bem sucedido empresário, fazendeiro e prefeito de nossa cidade durante profícua administração. Richard destacou-se nacionalmente como atacante da Sociedade Esportiva Palmeiras no ano de 1951, quando o time ganhou o Torneio Mundial Interclubes no Maracanã. Exímio criador de cavalos, uma de suas paixões, foi conduzido a presidência da extinta Hípica Rio Pardo, onde atuou intensamente. Richard deixa a viúva Magaly Nogueira Petrocelli, os filhos Richard Petrocelli Filho, Ana Beatriz Nogueira Petrocelli de Ávila Ribeiro e Maria Inês Nogueira Petrocelli, genros e netos. Aos familiares enlutados, minhas mais sinceras condolências!

Richard com a esposa e filhos durante recente evento

Cidadãos Honorários O conterrâneo Prof. José Maria Mendes da Silva e sua esposa, Maria Ignez, foram distinguidos com o Título de Cidadão Honorário de Valinhos, outorgado pela Câmara Municipal do referido município durante sessão solene realizada na noite de 18 de abril, às 19 horas – Congratulações!

Viagem de Recreio A ARPA-Associação Rio-Pardense dos Professores Aposentados, presidida por Francisco José Parisi Braghetta, promoveu viagem de recreio sábado p., 13, visitando Juruaia e suas confecções de lingeries, Muzambinho e Guaxupé, ponto final, onde aconteceu farto almoço à mineira, no restô da Fazenda Nova Floresta. Alguns membros do Fratelli di Italia pegaram carona no passeio da ARPA, apreciando sobremaneira! E por falar nas mini-excursões das entidades, foi agendado para 18 de maio, sábado, passeio do Centro Cultural Ítalo-Brasileiro a Andradas, com visita ao comércio local e suas confecções, almoço na Vinícola Casa Geraldo, com esticada prevista a Poços de Caldas. Reservas com Renata Aga Roque, pelo Tel: 3608-4358.

Fotografias & Mesa Redonda Dr. Márcio Lauria Filho, fotógrafo por diletantismo, terá sua série de fotos intitulada “O Mundo de Costas” exposta no Centro de Convenções Rebouças, de 23 a 25 de abril, constituindo-se em uma das atividades que acontecerão durante o Congresso Mega Brasil de Comunicação, quando será outorgado o 14º Prêmio Personalidade da Comunicação a Caco e Domingo Alzugaray, da Editora Três. No dia 24, Marcinho participará da mesa redonda “Você no Facebook – Os Limites da Exposição”, com Gil Giardelli e Renato Gasparetto, mediada por Ediana Balleroni. De vento em popa...

Vaivém

Casual encontro dos rio-pardenses Cláudia Franchi, Willian Roque e Renata com a amiga Adrianne Corrêa, a primeira à esquerda. Ainda na foto, as blondes Bianca e Mariana

Após Almoço no restaurante Nova Floresta, em Guaxupé, os arpistas alertados pela objetiva da coluna

Ana Luiza (nascida Cesário), residente em Portugal há longos anos, na foto de arquivo ladeada por Gilberto Nogueira Braghetta, esteve entre nós em visita relâmpago, aproveitando para matar saudades dos familiares e amigos. E por falar no Gil, hoje, a partir das 18 horas, ele estará na Floricultura Beija-Flor atendendo excursionistas do programa deste ano, “Rio-Pardenses na Alemanha e Leste Europeu”, agendado para o período de 22 de agosto a 8 de setembro, com esticada opcional a Amsterdã. Convite aberto aos interessados - Apareça por lá!


GAZETA DO RIO PARDO - 20 de Abril de 2013 - C- 4


Página C-5 - 20 de abril de 2013 - GAZETA DO RIO PARDO

rjdg@terra.com.br

“Seo Rodolpho”, a Gazeta e o computador No lançamento do livro “O Décimo Terceiro”, em 27 de setembro de 2007, o Coral Rio-Pardense, que abrilhantou o evento, intercalou crônicas do autor no seu repertório, conseguindo também depoimentos de seus muitos amigos. Depoimento de Marco Antônio Cassucci, Baseado em artigo de Gilmar Ishikawa “Falar de seu Rodolpho não é fácil, mas para tentar, recorri a um artigo que o Gilmar Ishikawa escreveu para a Gazeta do Rio Pardo em 2002. O objetivo deste texto, ao contrário do que pode parecer, não é falar do trabalho desempenhado por Rodolpho José Del Guerra em torno da história e da cultura riopardense, e sim contar os bastidores deste trabalho, onde ele convive com amigos, faz suas pesquisas, lê jornais e ainda fala de novelas e outros programas de tevê. Para mim e os funcionários de Gazeta do Rio Pardo, tanto para os mais novos como para os que estão há mais tempo, o colaborador Rodolpho é simplesmente “Seo Rodolpho”, que adora doces, faz bolo de abacaxi, faz caminha-

das pelas manhãs e finais de tarde, além de ir sempre ao velório, quando o falecido é conhecido. A necessidade de arquivar, para o futuro, todas as histórias que já ouviu contar sobre a cidade o fez dominar – como poucos – a máquina do computador, do qual, assim como muitos jovens, ávidos pela modernidade, para o trabalho ou entretenimento, tornou-se, até certo ponto, escravo. Para destacar a importância do computador em sua vida, ele até escreveu uma série de crônicas cujo título era “Santo Deus, como a tecnologia mudou meu mundo”. Numa brincadeira, nós, seus companheiros de redação, até encontramos um subtítulo para as crônicas que ficaria assim: “Santo Deus, como a tecnolo-

gia mudou meu mundo e tirou o sossego dos meus amigos de Gazeta”. O motivo da brincadeira foi a dificuldade dele em se relacionar com o computador. “Seo Rodolpho” é simples e complicado ao mesmo tempo, como um computador. Vez ou outra chega na redação dizendo: “Eu perdi o sono esta noite. Estava escrevendo, já fazia mais de duas horas, quando, de repente apagou tudo, eu acho que perdi tudo!”. Ou então, ele liga desesperado. A seguir, a reprodução de um diálogo entre “Seo Rodolpho” com alguém da redação. Toca o telefone e a Elizete atende: __ Alô! __ Quem fala? __ É o Rodolpho... Elizete grita: “Maneta, Marcos, atende aí, é o Seo Rodolpho!” Os dois gritam: “Ai, o Seo Rodolpho não! De

A primeira ponte pênsil da Ilha, com 60 metros, inaugurada em 1913, próxima à ponte metálica, rodou na enchente de 1929.

1981 - Ponte pênsil da Tubaca construída após enchente de 1977 Mathias Roxo Nobre, Dante Angeline, José Costa Ramo (funcionário da Cia.Paulista de Energia Elétrica), Ângelo Tinti, Antenor. Agachado: Eduardo Dias Roxo Nobre

novo?!”... E ele, nervoso, comenta: “Vocês precisam me ajudar. Eu fui salvar um arquivo no disquete e sumiu tudo... Ai meu Deus, acho que perdi tudo”... __ Calma, Seo Rodolpho, o que o senhor fez? __ Quando eu coloquei o disquete, fui lá em “salvar como” e, de repente, desapareceu tudo! __ “Mais tarde eu passo aí” (dizem Marco Cassucci ou Maneta, aqueles que o socorrem nestes momentos de pane cibernética). Ao chegarem na casa do professor, constatam que nada foi perdido. Ele acabou se confundindo – assim como todos os que trabalham com computadores – na hora de salvar um arquivo. Através de sua parceria com a computação, Rodolpho José Del Guerra organizou em disquetes muitas das fotos existentes no Museu Rio-pardense “Arsênio Frigo” e no Centro da Memória Rio-Pardense, em geral aquelas utilizadas para ilustrar seus livros. Seu trabalho na Hemeroteca, instalada na Biblioteca Municipal, o faz solicitado quando há necessidade de localizar algum fato importante da história local e de matéria para os jornais. “Seo Rodolpho” faz caminhadas todos os dias, sempre observando, e quando chega à redação traz sempre alguma novidade. E, como traz novidades, sempre quer novidades...

Uma das frases que todos da redação já conhecem é “Que beleza de foto!”, diz sempre quando prepara sua coluna semanal. Quando está nervoso, manifesta-se de uma forma bem particular. Quando caminha, a cada poucos passos pára e – com a ponta do pé direito – coça a parte de trás do tornozelo esquerdo. É mania, como ele mesmo diz. Quando está assim, nós já sabemos, está preocupado com algo, e esse algo na maioria das vezes chama-se trabalho. Apesar de receber homenagens constantes, “Seo Rodolpho” diz sempre que fica constrangido diante do público. Mas ele está sem-

pre em todos os eventos, porque Rodolpho José Del Guerra é o nome insubstituível na história de São José do Rio Pardo. Nas coisas mais simples que faz e na sua dedicação, ele é hoje um marco, uma das sustentações mais fortes destes anos de história da cidade. Agora que a Gazeta mudou de local, ficou mais longe para ele freqüentar a redação todos os dias, mas mesmo assim, ele vai a pé ou no ônibus das 14h10. Sexta-feira, fechamento de jornal, olho pela janela e falo para meus colegas: __ “Adivinhem quem chegou”? E todos respondem sem titubear: --- “O SEO RODOOOOOLFO!”

Sentadas, da esquerda para a dreita: Maria José, Ana Maria B. Ribeiro, Sônia Antônio e Teresa Roleira. Em pé, Eliana Barsotini.

Adriano Possebon Magnoni recebe seu diploma do Grupo Tarquínio entregue pela Profa. Leninha Simonetti, em dezembro de 1970


C-6 - GAZETA DO RIO PARDO - 20 de Abril de 2013

Mais um trabalho chegando ao fim Quero agradecer do fundo do coração a todos que acompanharam o episódio do cavalinho, desde o resgate até o tratamento. Foram dias de angustia até saírem os resultados sobre anemia. Ao mesmo tempo, foram também dias de glória pois estávamos vendo diariamen-

te sua melhora. Ele está agora em um sítio para o término do tratamento e, dentro de mais alguns dias, tudo estará cicatrizado. Obrigado a todos que oraram por ele! E obrigado por acreditarem nessa nossa luta! Quero agradecer a ONG UNIR, que me deu total

apoio, desde o resgate até o tratamento; agradeço a policia militar, que deu todo suporte necessário; à Agropecuária Satorres, que não mediu esforços em ajudar; e à veterinária Natália Nayume, que doou todo tratamento médico veterinário para nós. UM ABRAÇO A TODOS! MATHEUS MAFEPI

Coelho não é brinquedo Já não é a primeira vez que isso acontece. Sempre que estamos próximos da Páscoa há uma grande procura de coelhos para aquisição. Nesses 13 anos de Kantinho sempre foi assim: compra-se o infeliz, acreditando-se ser o “coelhinho da Páscoa”, deixa-o nas mãos das crianças e elas praticamente o destroem. Então, ao término da Páscoa o animalzinho é solto em via públicas... um crime! Passados alguns dias após a data, começam a aparecer aqui esses coelhinhos: todos debilitados, morrendo, com bicheira, como este da foto. São o resultado de famílias irresponsáveis, que ainda acreditam estar fazendo o bem... Na Páscoa existem várias opções para serem fornecidas como chocolates, ovos de páscoa, trufas, bombons, docinhos e, o mais importante: Exemplo! Dê exemplo para as cri-

anças e não um pequeno coelho, para evitar que o mesmo seja abandonado posteriormente. A Páscoa, como se sabe, celebra a ressurreição de Jesus Cristo após morrer na cruz por nossos pecados. Então, evite cometer

erros como este. Este coelhinho da foto, infelizmente, não aguentou e acabou morrendo. Espero que este caso sirva de advertência para não ocorrer outra vez. Animal não é brinquedo. Ele sente dor, frio e medo.

PROCURA-SE A última vez que ele foi visto foi às 7h20 do dia 16 de abril, no Beira Rio. Nome: billy Raça: cocker Dona: Lívia Bagodi Missura Quem tiver notícias, favor ligar para (19) 3684-1466 que entramos em contato com os proprietários.

Envie a foto de seu animalzinho de estimação para os seguintes e-mails

diagrama@gazetadoriopardo.com.br / falecom@matheusmafepi.com.br


C-7 - 20 de Abril de 2013

Cientistas desenvolvem rim em laboratório FONTE: G1 CIÊNCIA E SAÚDE Um rim “criado” em laboratório foi transplantado para animais onde começou a produzir urina, afirmam cientistas norte-americanos. A técnica, desenvolvida pelo Hospital Geral de Massachusetts e apresentada na publicação “Nature Medicine”, resulta em rins menos eficazes do que os naturais. Mesmo assim, os pesquisadores de medicina regenerativa afirmam que ela representa uma enorme promessa. Técnicas semelhantes para desenvolver partes do corpo mais simples já tinham sido utilizadas antes, mas o rim é um dos órgãos mais complicados de ser desenvolvido. Os rins filtram o sangue para remover resíduos e excesso de água. Eles também são o órgão com o maior número de pacientes na fila de espera de transplantes. A técnica dos cientistas americanos consiste em usar um rim velho, retirar todas as suas células antigas e deixar apenas uma espécie de esqueleto, uma estrutura básica, que funcione como uma espécie de armação. A partir daí, o rim seria então reconstruído com células retiradas do paciente. Isso teria duas grandes vantagens sobre os habituais transplantes de rim. Como o novo tecido será formado com células do paciente, não será necessário o uso de drogas antirrejeição, que evitam que o sistema imunológico bloqueie o funcionamento do órgão “estranho” ao corpo. Seria possível também aumentar consideravelmente o número de órgãos disponíveis para transplante. A maioria dos órgãos usados atualmente acaba rejeitada. Teia de células Nesse estudo, os pesquisadores usaram um rim de rato e aplicaram um detergente para retirar as células velhas. A teia de células restante, formada por proteínas, tem a forma do rim, e inclui uma intrincada rede de vasos sanguíneos e tubos de drenagem. Esta rede de tubos foi utilizada para bombear as células adequadas para a parte direita do rim, onde se

Mantenha a objetividade e a praticidade ao desenvolver suas atividades profissionais e tudo vai fluir com naturalidade. Um clima carinhoso invade o seu lar e favorece o entendimento e a troca de experiências entre seus familiares. No romance, aproveite o momento para mudar aquilo que te incomoda.

Fique de olho nos resultados de suas ações e nas chances de melhorar sua vida financeira. Não faltarão dedicação e força de vontade para cuidar de seus familiares e de tudo que envolva esse universo. Caso esteja livre, seu charme vai atrair seu alvo. No romance, clima envolvente e repleto de carinho. Confie mais em sua capacidade e siga em busca dos seus objetivos, principalmente os profissionais. Bom momento para se dedicar aos seus familiares e tomar decisões conjuntas para melhorar o convívio em seu lar. Na paixão, não deixe que nada ameace a estabilidade de vocês. A sexualidade deixa a desejar.

É tempo de mostrar que sabe como planejar suas ações e persistir em seus objetivos, caso queira alcançá-los rapidamente. Passeios diferentes podem melhorar o convívio familiar neste período: quebre a rotina! Na paquera, estará mais exigente que de costume. A dois, exija mais carinho da pessoa amada.

juntaram com a “armação” para reconstruir o órgão. O órgão reconstituído foi mantido em um forno especial por 12 dias para imitar as condições no corpo de um rato. Quando os rins foram testadas em laboratório, a produção de urina chegou a 23% das estruturas naturais. A equipe, então, transplantou o órgão para um rato. Uma vez dentro do corpo, a eficácia do rim caiu para 5%. No entanto, o pesquisador principal, Harald Ott, disse à BBC que a restauração de uma pequena fração da função normal já pode ser suficiente: “Se você estiver em hemodiálise, uma função renal de 10% a 15% já seria suficiente para livrar o paciente da hemodiálise. Ou seja, não temos que ir até o fim (garantir os 100% da função renal).” Ele disse que o potencial é enorme: “Se você pensar sobre os Estados Unidos, há 100 mil pacientes aguardando por transplantes de rim e há apenas cerca de 18 mil transplantes realizados por ano.” “O impacto clínico de um tratamento bem-sucedido seria enorme.”

Fique de olho nas oportunidades de crescimento em sua carreira. Não tenha receio de assumir novas atividades: com disciplina conseguirá bons resultados. Caso precise desabafar, conte com um amigo ou mesmo um familiar. Vênus indica que a paixão está no ar e a sexualidade vai esquentar a intimidade.

Dificuldades não estão descartadas no campo profissional, então, use sua criatividade e dê uma resolução definitiva para os problemas. Evite se distanciar dos familiares e, quando estiver perto, demonstre todo o amor e carinho que sente por eles. Está só? Mostre seu charme. Viagem a dois favorecida. Não desanime diante das dificuldades que se apresentarem no trabalho, mostre que tem garra e conseguirá superá-las. No aconchego do seu lar, ouça o pessoal e dê uma forcinha a quem precisa. Ótima fase na vida sentimental: curta ao máximo os momentos com sua cara-metade. Deixe sua sensualidade imperar. No trabalho, criatividade, determinação e força de vontade serão fundamentais para tirar seus planos do papel e transformá-los em realidade. Em família, será preciso exercitar a paciência e controlar a impulsividade para evitar brigas. A dois, compartilhe seus sonhos com o par e tudo vai fluir melhor. Aproveite as boas energias de Sol e Marte e busque mais independência ao desenvolver suas atividades no campo profissional. Um clima alegre vai invadir seu lar e deixar o convívio mais tranquilo. Seu charme estará em alta e vai servir tanto para quem quer conquistar quanto para reacender a paixão. É tempo de planejar seu futuro profissional e deixar sua individualidade de lado para somar forças com colegas. Em casa, não tente impor seus pontos de vista: aprenda a ouvir a opinião dos outros! O amor precisa sair da mesmice: mostre criatividade e faça um agrado à sua alma gêmea. Sexualidade intensa.

Bolo Indiano

Bons ventos sopram em direção à sua vida profissional, mas você tem que fazer sua parte. Mesmo com tantos projetos para colocar em prática, seja no trabalho ou em sua vida pessoal, reserve um tempo para o pessoal de casa. Com sua cara-metade, o desejo de agradar prevalece. Sexualidade na medida certa!

Ingredientes Massa: l 8 claras l 6 gemas l 100 g de manteiga l 1 e 1/2 xícara de açúcar l 2 xícaras de farinha de rosca l 1 colher de sopa de canela em pó l 1 colher de sopa de fermento em pó Recheio: 2 gemas l 1 lata de leite condensado l 1 colher de sopa de manteiga l 1/2 lata de leite de vaca (medida pela lata do leite condensado) l

Modo de Preparo Massa: Bata as claras em neve e reserve. Em seguida bata na batedeira as gemas, o açúcar e a manteiga até formar um creme. Adicione a canela e a farinha de rosca (a massa vai ficar bem seca), misture bem e acrescente a clara em neve sem bater. Só misture com a espátula, e a massa vai ganhando consistência

No campo profissional, não tente fugir às regras ou poderá se arrepender mais adiante. Já é tempo de aprender a conciliar suas vontades com as de quem convive. No universo familiar, valorize sua companhia. Nos assuntos do coração, aproxime-se mais de seu amor e compartilhe seus maiores sonhos com ele.

de bolo. Some o fermento, leve pra assar por aproximadamente 40 minutos a 180°C. Cobertura e Recheio: Misture todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo baixo até ganhar consistência de brigadeiro mole. Divida o bolo ao meio e recheie com metade do creme. A outra metade coloque por cima e acrescente canela em pó.

HOJE – Jose Eduardo Giacon, Natália Quaio Belanzuoli, Aparecida Giovanelli Cremasco, Mauro Sérgio Zanatta Mazzer, Antônio Carlos Alves Júnior, Caroline Soares Gomes, Adailson Torres Filho, Lygia Nogueira Rocha, Heloísa Helena Miguel, Maria Fernanda Tiago de Paula. AMANHÃ - Ivanir José De Sordi, Thiago José Quessada Ribeiro, Maria Helena Trento Moia, Maurício Nabarro, Nadir Aparecida Furlan Capitelli, Maria Josete Ferreira P. Gomes, Iracy Alves do Nascimento Trindade, Paula Dias Yasbeck. DIA 22 - Tiago José Maurício de Souza, Flávia Dias Flamínio Amato, Fernanda Amatto Armando, Paulo Eduardo Raddi, Edson Luiz Calsoni Júnior, Laércio Ezequiel de Lima, Alexandre Serran Moreira Galego, Luís Wellington Souza Lofrano. DIA 23 - Fernanda Rhayna Manetta Posso, Renata Cecília

Trovatto Ortega, Almerinda Machado da Cunha, Clodoaldo Vital, Inês Aparecida Feijó, Daniel Bagodi Batista da Silva, Marco Antônio Moreno, Ronaldo Luís Carreiro da Silva Júnior, Gabriel Junqueira Salotti, Joice Paulo Zamai, Mariângela Sernáglia Calório, Rosa Maria Noronha Ribeiro Martins. DIA 24 – Giovana Missura Darin, João Cabrera Neto, Marina Bilotta Piovezan, Jair Stocco Zanetti, Aparecida Martinez, Maria Carolina Gervásio Angelini. DIA 25 - Rubens Capuano, Anderson Carlos Mello dos Santos, Sandra Daud, Sílvia Helena Nálio Constante Capitelli, Marília Folharini Barbosa. DIA 26 - Lizete Sernáglia Giovanelli, Maria da Glória De Sordi Rocha, Sônia Fornari Galera, Júlia Coelho Manzini, Roseli Aparecida Lúcia do Prado, Ary Santos Rocha, Maria Inês Serutti Regini, Richard Negrão.

Para acrescentar ou retirar nomes nesta lista, ligue para

3 6 ou8mande 2 -e-mail8 para 879 redacao@gazetadoriopardo.com.br


C-8 - 20 de Abril de 2013

BÍBLIA

O Dano da Segunda Morte (1) Watchman Nee O assunto que veremos nesta e nas demais edições é extremamente importante e muito ignorado pelos cristãos em geral, inclusive líderes. Podemos chamá-lo de “o dano da segunda morte”, uma expressão usada em Apocalipse 2:11. Este versículo diz que os que vencerem não sofrerão “o dano da segunda morte” e Apocalipse 20:6 diz que um grupo de pessoas não morrerá novamente e “a segunda morte não terá autoridade sobre elas”. A segunda morte é o lago de fogo citado no final de Apocalipse 20. Isso significa que os cristãos derrotados sofrerão o dano da segunda morte. Ainda que não sofram a segunda morte, irão sofrer o dano da segunda morte. Uma vez que uma pessoa seja salva, ela não sofrerá a segunda morte. A vida que ela recebe ao crer no Senhor Jesus é eterna, não se pode

perder (ler João 10 na íntegra para confirmar). Contudo isso não garante que ela não sofrerá o dano da segunda morte. O tempo do lago de fogo e enxofre será o tempo no qual terá início o novo céu e nova terra. Naquela época, Satanás, o mundo e a morte serão todos lançados no lago do fogo (Ap 20:10, 14). Também naquele tempo quem não tiver seu nome registrado no livro da vida será lançado no lago do fogo. Aquele será o tempo em que os incrédulos serão oficialmente postos no lago do fogo. Antes disso, porém, durante o milênio, os cristãos derrotados sofrerão o dano da segunda morte. Obviamente tal tratamento não será igual ao que os incrédulos terão, pois não será para a eternidade. Se um cristão estiver unido ao mundo, se ele amar o mundo e as coisas do mundo e vier a morrer, o Senhor fará com que, no milênio, ele seja disciplina-

do para sofrer um pouco daquilo que os incrédulos sofrerão. Este é o significado de sofrer o dano da segunda morte em Apocalipse 2, e esta palavra é dita aos cristãos. A palavra “dano” na língua original significa machucar alguém e prejudicá-lo. A segunda morte causará sofrimento em alguns. A partir do grande trono branco, depois do milênio, haverá a própria segunda morte, que é o sofrimento eterno no lago do fogo e enxofre. No milênio, porém, haverá somente o dano da segunda morte. Se alguns cristãos não tiverem lidado com seus pecados enquanto estiverem vivos, eles ainda sofrerão o dano e a dor da segunda morte. (Continua na próxima edição). Há um Lugar de Oração na rua João Gabriel Ribeiro, 123, ao lado da Rami Calçados. Reuniões às terças às 20 horas, sábados e domingos às 19h30. Participe!

NEURÓTICOS ANÔNIMOS N/A São José do Rio Pardo

NA

Despertar da Irmandade: juntos, faremos a diferença Ao aplicamos os princípios espirituais contidos no Programa dos Passos e Tradições de N/A – com sinceridade, honestidade e boa vontade, despertamos para o fato de que sentir amor pelas pessoas e auxiliá-las no crescimento espiritual, segundo a vontade de Deus, é o propósito de vida. É o que dá sentido à nossa existência. (Passos e Tradições a Caminho da Sanidade, página 71). Sou grato à Irmandade de N/A pelo muito que recebi, por ter uma vida produtiva e uma nova maneira de encarar a vida com otimismo e

bem viver. Desta forma, despertei para o fato de que a melhor forma de demonstrar a minha gratidão é servindo a minha Irmandade com amor e dedicação. Grover afirma que amor é compromisso e compromisso é amor. Servindo a minha Irmandade colaboro para o seu crescimento e levo a mensagem ao companheiro que ainda sofre. Este procedimento é importante para a minha recuperação porque me proporciona paz e serenidade. Graças ao meu Poder Superior, conhecimento e prática do Programa de Recuperação de N/A que vem me proporcionando um contínuo despertar es-

piritual, passei a enxergar a Irmandade como um todo desde o meu Grupo até o Enabra, isto é, Grupos de N/A constituem a base da Irmandade, são autônomos respeitandose o que diz a 4ª Tradição, entretanto, entendo que, precisamos da Irmandade como um todo para sobrevivermos e crescermos espiritualmente com a manutenção do bem-estar e da unidade. Juntos, com o conhecimento e prática dos nossos três legados: Recuperação – Unidade – Serviço, cresceremos espiritualmente e faremos a diferença. H. SOUSA – MACEIÓ/AL

Reuniões: Segundas-feiras: 19h30 na Matriz, Terças-feiras: 19h30 no Cassucci

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos Numa reunião de Al-Anon vários membros compartilham sobre a mudança de suas atitudes depois que ingressaram no programa AlAnon. Nos Grupos Al-Anon e Alaten existe compreensão. As pessoas usam o primeiro nome e são avisadas para não divulgar quem elas vêem ou as histórias pessoais que elas ouvem numa reunião. Os recém chegados no programa ficam aliviados ao saber que existe um lugar para compartilhar

sem medo de serem julgados. O Al-Anon/Alateen é uma associação mundial de homens, mulheres e adolescentes que tem amigos ou familiares com um problema de bebida. Os membros se reúnem regularmente para compartilhar sua experiência, força e esperança ao lidar com frustações e sentimentos de desamparo causados pela doença do alcoolismo. Os membros do Al-Anon vivem vidas significativas e

satisfatórias, ajudando a si mesmo com a ajuda do AlAnon. Se você está preocupado com a maneira de beber de alguém, entre em contato com o Al-Anon. Grupo Esperança – terçafeira – às 20 horas – Igreja Matriz São José – Salão Ou telefone para Serviço de Informação Paulista AlAnon – 0xx11 3227-2699,ou acesse o site WWW.alanon.org.br São José do Rio Pardo - SP

Celebrando a páscoa O tempo pascal se prolonga por várias semanas. É tempo de louvar e agradecer a Deus pela ressurreição de Jesus, nosso Salvador. A eleição do Papa Francisco que alegrou o mundo, alegra-nos ainda mais. Gosto de ler as palavras por ele pronunciadas que são publicadas diariamente. Recebi, nesta terça feira um livrinho, Papa Francisco, publicado pela Editora Paulus há poucos dias. Não encontrei nele a proibição de reproduzir o que ali foi escrito e estou contente por poder transcrever algumas partes. Acerca das motivações da escolha do nome: “Isso reforça a minha relação espiritual com essa terra onde se encontram as origens da minha família.” No encontro com os jornalistas, no dia 17, contou: “Alguns pensavam em Francisco Xavier, em Francisco de Salles e também em Francisco de Assis. Eu lhes contarei a história: Na eleição, eu tinha ao meu lado o arcebispo emérito de São Paulo e também prefeito emérito da Congregação para o Clero, o cardeal Cláudio Humes: um grande amigo, um grande amigo! Quando a coisa se tornava um tanto perigosa, ele me confortava. E quando os votos chegaram a dois terços, vem o costumeiro aplauso, porque foi eleito o Papa. E ele me abraçou, me beijou e disse: ‘Não te esqueças dos pobres!’” E aquela palavra entrou aqui: os pobres, os pobres. Depois, logo em relação aos pobres, pensei em Francisco de Assis. Depois, pensei nas guerras, enquanto o escrutínio prosseguia até se esgotarem os votos. E Francisco é o homem da paz, o homem que ama e cuida da criação; nesse momento também nós temos com a criação uma relação não muito boa, não é? É o homem que nos dá esse espírito de paz, o homem pobre.” A sua primeira aparição em público tocou o coração de todos os presentes na Praça de São Pedro e, aquele “toque”, espalhou-se pelo mundo. Ele conquistou a humanidade.

Tocou-me também o rompimento com algumas tradições: recusou a mozeta vermelha, não aceitou a cruz de ouro – ficou com a sua de ferro e recebeu em pé a homenagem dos coirmãos. Ele afirmou a um neo-sacerdote seu: “O problema não é se você veste a batina ou não, mas se você arregaça as mangas para trabalhar pelos outros.” As primeiras saídas públicas, para venerar o ícone de Nossa Senhora em Santa Maria Maior, para visitar no hospital o cardeal Jorge María Mjía, e os primeiros discursos do pontificado, aos cardeais e aos jornalistas, assinalam o início de um itinerário luminoso para a Igreja. Os traços do seu projeto pastoral que espalhou nestas intervenções são claros: “Caminhar sempre à luz do Senhor; edificar a Igreja; confessar a Jesus Cristo” é a tríade que indicou aos cardeais , usando imediatamente depois palavras fortes: “Quando não se confessa a Cristo vem-me à mente a frase de Léon Boy: ‘Quem não reza ao Senhor, reza ao diabo.’ Quando não se confessa Jesus Cristo, se confessa a mundalidade do demônio”. E aos jornalistas recordou que “a Igreja existe para comunicar a Verdade, a Bondade e a Beleza ‘in presona’”. Mas confidenciou desejar também “uma Igreja pobre e para os pobres”. E, no primeiro Angelus, convidou a não esquecer nunca que “o rosto de Deus é o rosto de um Pai misericordioso, que sempre tem paciência. Deus jamais se cansa de nos perdoar: o problema é que nós nos cansamos de pedir-lhe perdão. E, dele, também nós aprendemos a ser misericordiosos para com todos”. Quando ainda cardeal em Buenos Aires, na homilia para o início da Quaresma ele fez um retrato realista da atualidade, feita de violência e de ódio, do sofrimento dos inocentes e do império do dinheiro. E não se retraiu na denúncia de que “os nossos erros e pecados como Igreja não estão fora deste grande panorama. Os egoísmos pessoais justificados, e nem por

isso menores, a falta de valores éticos no seio da sociedade que destrói as famílias, a convivência entre as pessoas dos bairros, dos povos e das cidades nos falam dos nossos limites, da nossa fraqueza e da nossa incapacidade para poder transformar esse elenco imenso de realidades destruidoras”. “À óbvia pergunta: “Tem sentido procurar mudar tudo isso? Podemos fazer algo frente a essa situação?”, a sua clara resposta foi em todos os casos: “Sim, é possível que tudo seja novo e diferente porque Deus continua sendo rico em bondade e misericórdia, sempre disposto a perdoar e nos encoraja a recomeçar uma e mais vezes. E o Ano da Fé é a oportunidade que Deus nos presenteia para amadurecer no encontro com o Senhor, que se torna visível no rosto do sofredor de tantas crianças sem futuro, nas mãos trêmulas dos anciãos esquecidos e nos joelhos vacilantes de tantas famílias que continuam enfrentando a vida sem encontrar apoio em alguém.” A equipe da CNBB que preparou os roteiros dos encontros em preparação ao Natal e os da Quaresma e Páscoa, adotados na Paróquia de Tapiratiba, publicou recentemente roteiros para encontros do Tempo Comum que se referem também ao ano da Fé e à Jornada Mundial da Juventude. Vi a propaganda no livrinho da Quaresma e encomendei alguns para minha comunidade, sempre na esperança que estes encontros nos ajudem a construir, entre nós, uma pequena porção da família de Deus como Ele mesmo a pensou. O nosso primeiro encontro deste último livrinho estava programado para ontem; espero que tenha acontecido com bom êxito. Darei notícia na próxima edição. Este tempo pascal tem sido muito bom para mim; sinto que está crescendo minha esperança e minha vontade de trabalhar pelo Reino de Deus. Desejo a você igual alegria.

COLUNA ESPÍRITA

156 anos de espiritismo Há exatamente 156 anos, em abril de 1857, foi publicado o primeiro livro que trata sobre a Doutrina Espírita no mundo, o Livro dos Espíritos, que é um manual de conduta para a vida e em cujos ensinamentos contidos encontramos recursos para que se compreenda, sem mistérios, as leis da reencarnação, de causa e efeito, a evolução do espírito, as ocupações e missões dos espíritos, entre tantas outras repostas embasadas sempre pela ciência, filosofia e religião. Verdadeira síntese do conhecimento humano é um tesouro colocado em nossas mãos, que merece, por isso mesmo, ser lido e refletido palavra por palavra. Procura orientar sempre, que somos dotados de livre arbítrio, da faculdade de decidir livremente sobre quaisquer assuntos, esclarecendo ao mesmo tempo que, exatamente por isso, somos responsáveis pelas decisões que tomemos, sejam quais forem e nos mais variados campos e, sendo assim, naturalmente responsáveis pelas suas conseqüências. Por outra parte, enfatiza lições seculares, procurando demonstrar com exemplos e com fatos que “a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória” e que “a cada um será concedido de acordo com suas obras”. Consola ao salientar que ninguém será condenado irremediavelmente pelos erros, males e equívocos co-

metidos e que poderemos repará-los parcial ou totalmente, até quitá-los, contanto com todas as oportunidades de que necessitamos para tal, uma vez que Deus, nosso Pai Celestial, a nenhum de seus filhos abandona ou desampara. Consola, igualmente, ao demonstrar que as Leis Naturais são perfeitas e, por isso mesmo, imutáveis advindo daí a certeza de que a Justiça Divina, que nelas se baseia, é absolutamente imparcial, não havendo seres privilegiados na Criação ou privilégio de qualquer espécie a quem quer que seja prevalecendo a convicção de que Deus não pune, não castiga e não premia ninguém, sendo assim, soberanamente justo e bom; Ele que é a inteligência suprema do Universo, causa primária de todas as coisas. Por fim, nestas rapidíssimas observações, o Espiritismo ensina que o AMOR é a Lei Maior da vida, consubstanciada por Cristo na sentença que constitui o seu ensino máximo “amar ao próximo como a si mesmo”, vale dizer, aconselhando, que façamos ao próximo aquilo que gostaríamos que ele nos fizesse, porque quem assim procede estará, por esse mesmo motivo, “amando a Deus sobre todas as coisas”. Aliás, esta sentença de Jesus de Nazaré, O Cristo, modelo e guia da humanidade, também ensina e deixa muito claro que para que amemos ao próximo é absoluta-

mente indispensável que nos amemos, de modo que é necessário, no mínimo, que tenhamos elevada autoestima. Agindo com amor e praticando o bem, ensina-nos a Veneranda Doutrina Espírita que ingressaremos na estrada que nos conduzirá à perfeição relativa e à felicidade suprema, destino final dos seres humanos, sendo certo que assim, sem dúvida, seremos muito mais felizes desde agora, aqui mesmo na Terra! “Com efeito, para dizer o mínimo, convém salientar que o Espiritismo nada impõe a nenhum de seus seguidores e muito menos a terceiros”. Que o pai derrame sobre todos nós suas bênçãos de paz e serenidade. Esse texto foi elaborado pelo nosso confrade Tavares e lido na abertura do evento ocorrido no dia 12 de abril de 2013, na Câmara Municipal de São José do Rio Pardo, quando da comemoração do Dia Municipal Espírita. Relato que ao ouvir a leitura do texto, achei as considerações muito felizes, e pedi permissão para nosso amigo Tavares para que eu pudesse reproduzi-lo em nossa coluna a fim de dividir a reflexão com vocês, nossos caríssimos leitores. Que a Paz do Divino Mestre permaneça entre nós. M ARIA L ÚCIA A NDREATA M ARTINS

Gazeta do Rio Pardoa 2646  

Gazeta do Rio Pardoa 2646

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you