Page 1

São José do Rio Pardo

10 de novembro de 2012

Ano 104

Cidade é parada para sanar dívidas REPORAGEM

O prefeito João Luís Soares da Cunha praticamente parou o município na tentativa de sanar as dívidas contraídas na sua administração, com ações que ele próprio chamou, por meio de decreto publicado, de “adoção de medidas administrativas para contenção de gastos do Município de São José do Rio Pardo”. Esta semana, a coleta de lixo foi um dos serviços mais afetados com os cortes de gastos (foto). Página A-12

DIVULGAÇÃO

Mulher no caminhão Aos 40 anos, a motorista profissional Rosângela Nogueira acaba de realizar o seu maior sonho: trabalhar conduzindo um caminhão que transporta combustível. Página A-11

R$ 2,00

2.623

Tribunal cassa João Luís por unanimidade Em decisão unânime, o Tribunal Eleitoral Regional de São Paulo (TRE) manteve na quinta-feira, dia 8, a cassação do registro de candidatura de João Luís Soares da Cunha a prefeito, como também do candidato a vice Antonio Marcos Zanetti. O julgamento foi referente ao primeiro processo de cassação dos candidatos, ocorrido no dia 3 de setembro, que diz respeito à pro-

paganda realizada nos sites institucionais da Prefeitura Municipal, feita inclusive em período proibido pela legislação eleitoral. Condenados pela prática de conduta vedada, cada um foi multado em 5.000 UFIR, ou R$ 11.376,00. O assessor de imprensa à época, Miguel Paião, teve seu recurso acatado pelo Tribunal e foi “absolvido” da multa. Página A-8

Aberto inquérito sobre a morte do cavalo Página A-7

Pais pedem ajuda para tratar filha Muitas vezes, a realidade é mais chocante do que se pode imaginar. Principalmente quando os problemas envolvem os filhos. Em entrevista à Gaze-

ta, o pai de Samara, de apenas 10 meses, conta sobre o problema da filha, sobre as dificuldades enfrentadas e pede ajuda. Página A-5


A-2 - 10 de novembro de 2012

Proteção para quem protege O segundo semestre deste ano está marcado pela violência contra policiais em São Paulo. Após um período de considerável redução nos índices de criminalidade do Estado, a Grande São Paulo dá mostras de que a palavra de ordem, atualmente, é proferida pela boca dos bandidos e seus grupos armados. Eles respondem à ação da polícia. Presos ou não, comandam o crime e ditam sentenças de morte, que são prontamente cumpridas. “Ou mata, ou morre.” E eles matam. A criminalidade e a violência são os problemas sociais que mais mobilizam a opinião pública, e com razão. Eles afetam toda a população sem distinção, independente de religião, raça, classe social ou sexo. O homem comum tenta se proteger de todas as maneiras e, para isso, acaba por transformar sua vida em uma verdadeira prisão. Alguém já disse que o presídio se tornou modelo de qualidade residencial no País. Mas a criminalidade tem um custo, que vai certamente para o bolso do cidadão comum. Ele paga caro com sua proteção e, em algumas vezes, paga ainda mais caro com sua própria vida. A polícia, seja ela de qualquer es-

fera, tem um papel fundamental para a proteção da sociedade. Não se discutem aqui os casos de corrupção policial vistos pelo Brasil afora, nem mesmo os de abusos cometidos. Desvios existem como em toda profissão. Fato é que as polícias têm tentado cumprir o seu nobre papel de proteger a sociedade, mas muitas vezes acabam esbarrando com leis fracas e que, via de regra, acabam beneficiando mais o bandido do que a vítima, ou mesmo a autoridade policial. Assim, o ciclo nada virtuoso é desenhado: a polícia prende, a lei solta. Além disso, o País assiste agora ao que pode ser chamado de “massacre de policiais” na Grande São Paulo. Fica a pergunta, caro leitor: o policial protege o cidadão, mas quem protege o policial? No mês passado, o Conselho Nacional dos Comandantes-Gerais das Polícias Militares dos Corpos de Bombeiros (CNCGPMBM), divulgou o Movimento “Reaja Brasil”. Trata-se de uma proposta de alteração da legislação, de iniciativa popular, que aumenta as penas e torna hediondos os crimes cometidos contra policiais, bombeiros, juízes, promotores, defensores públicos, guardas

municipais, guardas prisionais e servidores do judiciário. Para os líderes do Movimento, os criminosos (ou seus mandantes) que praticam esses crimes não ficarão impunes, e nem conseguirão desestabilizar o trabalho policial. Mas o que chama a atenção é a ousadia da criminalidade, que precisa ser freada. É preciso, com urgência, buscar mecanismos que endureçam as penas contra os agentes de segurança. E é exatamente isto que pede o Movimento. A aprovação de uma lei mais rígida e inflexível vai trazer mais segurança ao policial, o que dará fôlego novo para que as linhas de frente de todas as corporações policiais do país se sintam amparadas para continuar defendendo o cidadão e seu patrimônio. Leis, ora as leis. O Código Penal Brasileiro é de 1940! Algumas alterações foram feitas de lá para cá, mas elas ainda estão longe da necessidade que se espera. É preciso uma verdadeira reposição de valores, para garantir dignidade não somente ao cidadão comum, mas também às pessoas encarregadas de garantir a sua proteção. O País pede paz!

coletti.imprensa@yahoo.com.br

Royalties do petróleo para todos estados e municípios Por 286 votos a 124, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei oriundo do Senado que redivide os royalties do petróleo entre todos os estados e municípios brasileiros. Foi uma dura derrota imposta à presidente Dilma Rousseff, que queria outra solução, para continuar beneficiando os estados produtores – Rio de Janeiro e Espírito Santo – e alguns de seus municípios. Com a decisão da Câmara, a distribuição dos royalties do petróleo será mais equânime para todo o país. As mudanças atingem tanto o petróleo explorado por contratos de concessão quanto aquele que será extraído sob o regime de partilha. Os deputados não acataram a

proposta do Palácio do Planalto direcionando 100% desses recursos para a área da educação. Cada prefeito e governador decidirá como gastar os recursos recebidos. Pelo texto aprovado pela Câmara, a União tem sua fatia nos royalties reduzida de 30% para 20% já em 2012. A arrecadação dos Estados produtores – ou confrontantes, ou seja, cujo litoral está diante de campos de petróleo – cai de 26,25% para 20%. Os municípios confrontantes têm a maior redução: de 26,25% passam para 17% em 2012 e chegam a 4% em 2020. Os municípios afetados pelas operações de embarque e desembarque também sofrem cortes: de 8,75% para 2%. Em contraparti-

da, os Estados e municípios não produtores saltam de 8,75% para 40% até 2020. Segundo os cálculos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio de Janeiro, estado e municípios fluminenses, no período de 2013-2020, vão perder R$ 77,3 bilhões. O projeto agora vai à sanção presidencial. As autoridades e parlamentares do Estado do Rio vão pressionar a presidente Dilma para vetar o texto aprovado pela Câmara. Em último caso, pretendem levar a questão para o Supremo Tribunal Federal, sob a alegação de que o projeto seria inconstitucional por quebrar contratos já assinados.

Passaportes apreendidos O relator do processo do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, proibiu os 25 réus condenados de se ausentarem do país. Eles terão de entregar os passaportes ao gabinete dele, no Supremo Tribunal. A medida atende ao pedido do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para evitar risco de fuga de quem tem penas altas a cumprir na prisão. O ministro Barbosa destacou, no seu despacho, que alguns dos réus se consideram acima da lei. “Alguns dos acusados vêm adotando comportamento incompatível com a condição de réus condenados e com o respeito que deveriam demonstrar para com o órgão jurisdicional perante o qual respondem por acusações de rara gravidade”, resaltou Joaquim Barbosa.”Uns, por terem re-

alizado viagens ao exterior nesta fase final do julgamento. Outros, por darem a impressão de serem pessoas fora do alcance da lei”, explicou. Entre os que criticaram o julgamento está, principalmente, o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, que divulgou um manifesto logo após as condenações por formação de quadrilha e corrupção ativa. A decisão de Joaquim Barbosa foi monocrática, mas poderá ser revista por outros ministros no plenário, caso haja alguma divergência. Depois de uma pausa de 12 dias para permitir que o ministro Joaquim Barbosa fosse à Alemanha, para tratamento de saúde, os ministros do Supremo continuaram, na quarta e quinta-feiras, a análise da dosimetria das penas dos réus condenados no processo do mensalão. Antes da pau-

sa, o publicitário Marcos Valério havia sido condenado a 40 anos, um mês e seis dias de prisão; na quarta-feira o sócio de Marcos Valério, o empresário Ramon Hollerbach, recebeu a pena total de 25 anos, 11 meses e 20 dias pelos crimes de peculato, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Deputados e senadores do PSDB e do PPS protocolaram, na Procuradoria Geral da República, representação contra o ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva para que o petista seja investigado como o mandante do mensalão. Os parlamentares pedem que a PGR ofereça nova denúncia ao Supremo Tribunal com base nas declarações que o empresário Marcos Valério teria dado à imprensa responsabilizando a maior estrela petista.

Sem tratamento O caos que a prefeitura se encontra já está atingindo a qualidade da água que a população recebe nas torneiras de suas casas. Além da constante falta, há informações de que o tratamento não está 100%. Em alguns dias da semana chega a faltar cloro e sulfato no tratamento, fato que pode prejudicar a saúde da população. Contra o tempo Tentar fechar o ano no azul custe o que custar, atinja a quem atingir. É este o desafio da Prefeitura Municipal nos próximos dois meses. Escapar da Lei de Responsabilidade Fiscal parece não ter preço! A população e os funcionários públicos estão sofrendo com as atitudes drásticas adotadas nos últimos dias. Quem paga a conta? Com tantas ações em busca do dinheiro perdido, o prefeito municipal praticamente parou a cidade. Cortes, demissões, obras paradas... E mais uma vez, quem paga a conta? O cidadão, claro. Por que só agora? (I) Há tempos os vereadores da oposição dizem que o município não vem bem das pernas. Apesar de o prefeito sempre responder que o discurso dos opositores era “balela”, curiosamente agora ele corre atrás do prejuízo. Por que só agora? (II) Também é curioso o fato de que a “ficha tenha caído” apenas agora, após as eleições municipais. E antes, não havia problemas? Como é que a cidade foi se endividar justamente depois das eleições? Por que a contenção de gastos não foi feita antes? Curioso, muito curioso. Memória curta Tem gente que saiu por aí criticando o foguetório feito após a cassação de João Luís Cunha pelo TRE. Será que estas pessoas se esqueceram de que a atual administração foi a que mais se utilizou de fogos de artifício para comemorar seus feitos? Mudou de nome? A assessoria de imprensa da Prefeitura divulgou matéria informando que João Luís já está de olho nos próximos quatro anos, e por isso realizou “ajustes e alterações” no quadro de funcionários de livre nomeação, dentre eles a dispensa de servidores e a readequação de horários. Fica a pergunta: desespero mudou de nome? Apresentação cultural No dia 20, às 19h30, a Fábrica de Expressão receberá o espetáculo “Um novo olhar para a arte”, promovido pela Agradef. O evento tem como objetivo a inclusão social e o desenvolvimento dos alunos por meio da música e da dança. Imperdível! Magrinho... De acordo com a assessoria de imprensa, a Prefeitura Municipal já está iniciando os preparativos para as comemorações do Natal. E já tem gente dizendo que, do jeito que a coisa está, o Bom Velhinho deste ano será magrinho, magrinho... A conferir!

Mais informações políticas - O deputado Marco Maia (PTRS), que não é bem visto pelo Palácio do Planalto, tem projetos para depois que deixar a presidência da Câmara, em fevereiro: presidir o PT ou ser ministro da ligação do governo com o Congresso Nacional, no lugar da Ideli Salvatti. - Ciro Gomes tem afirmado que não quer disputar mais nenhum tipo de eleição, mas está costeando o alambrado da Esplanada dos Ministérios. Ele aceita ser ministro e, para isso, já declarou apoio à reeleição de Dilma Roussef. - José Serra não quer largar o

osso: já trabalha para garantir a vaga do Senado na campanha de Geraldo Alckmin para reeleição de governador paulista. - Um movimento de serristas para levar José Serra à presidência do PSDB, no inicio do ano que vem, foi brecado pelos tucanos de Minas Gerais, com o argumento: agora é a vez de Aécio Neves dar as cartas. - O deputado Vaz de Lima está sendo apontando como o provável líder da bancada do PSDB na Câmara, em 2013. - O presidente da Câmara, deputado Marco Maia, que está em

guerra com o Palácio do Planalto, anunciou que vai colocar na pauta de votações, entre os dias 19 e 23, o projeto de lei que extingue o Fator Previdenciário, que chega a subtrair até 50% do valor da aposentadoria a que o trabalhador teria direito. Há quem acredita que essa votação não vai acontecer, por pressão da presidente Dilma Roussef, que está contra o projeto. - O Tribunal Superior Eleitoral ainda têm de julgar 2,2 mil processos de registro de candidatura até 19 de dezembro, último dia para a diplomação dos eleitos.

GAZETA DO RIO PARDO é uma publicação semanal de GAZETA DO RIO PARDO LTDA, editada à Avenida Olinda Ralston, 411- Vila Formosa - Fone: (19) 3682-8879 - CEP 13.720-000 - São José do Rio Pardo - SP. Editor: Giselle Torres Biaco Redação: Eduardo Eron Colaboração: Fagner Nasser. Diagramação: Marco Antônio Cassucci. Departamento Comercial: Elisete Paduelli GAZETA na INTERNET: e-mail: redacao@gazetadoriopardo.com.br e-mail: publicidade@gazetadoriopardo.com.br e-mail: diagrama@gazetadoriopardo.com.br e-mail: reportagem@gazetadoriopardo.com.br e-mail: assinante@gazetadoriopardo.com.br http://www.gazetadoriopardo.com.br Circulação Aguaí, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Itobi, Mococa, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, São João da Boa Vista, Tapiratiba, Vargem Grande do Sul Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores.


10 de novembro de 2012 - A-3

Audiência discute o orçamento de 2013 A Câmara também colocará em discussão o projeto de lei de auxílios e subvenções A peça orçamentária proposta pelo Poder Executivo para 2013 será discutida em audiência pública na Câmara Municipal dia 20 de novembro, a partir das 19h30, para o que a população está sendo convidada através de publicações oficiais, na imprensa local. Com isso, o Poder Legislativo cumpre os termos da Lei Orgânica do Município e de seu Regimento Interno, quanto a debater em audiência pública o orçamento do município, entre outros documentos de grande alcance social. Após sua elaboração pelo Poder Executivo, o Projeto de Lei nº 147, de 28/09/ 2012, que “Estima a receita e fixa a despesa para o exercício financeiro de 2013”, foi recebido em Plenário na sessão de 02 de outubro, e está desde então à disposição dos vereadores para análise. Prazos A Lei Orgânica do Município, em seu art. 247, § 2º (com alterações incluídas em 2010), dispõe que o projeto de lei orçamentária anual e o projeto de lei sobre auxílio, contribuições e subvenção social, ambos de iniciativa do Poder Executivo, devem ser enviados à Câmara Municipal até o dia 30 de setembro, os

quais serão devolvidos para sanção até o encerramento da sessão legislativa (último dia do ano). O prazo máximo para análise do orçamento e apresentação de emendas é 31 de dezembro, nos termos da legislação vigente. O Presidente da Câmara, vereador Marco Antonio Gumieri Valério, acredita na possibilidade de levar o projeto a discussão no dia 4 de dezembro, última sessão ordinária de 2012, antes do recesso (que começa a 6 de dezembro). 128 milhões O orçamento para o exercício financeiro de 2013 estima a receita e fixa a despesa em valores iguais, de R$ 128.566.950,00, ou seja, 11,3% a mais que o que está em vigor em 2012, proposto no ano passado nos valores de R$ 115.518.007,00. A peça orçamentária, de centenas de páginas, contém o texto principal, mensagens, tabelas e outros anexos. De acordo com as especificações constantes do projeto, a receita de mais de R$ 128 milhões será resultado de arrecadações tributárias, contribuições, rendas, outras receitas correntes e de transferências constitucionais.

Servidores da Câmara recebem novos vereadores No dia 7, quarta-feira, às 13 horas, a Câmara Municipal recebeu os vereadores da próxima legislatura (2013-2016), convidados para uma reunião de conhecimento e troca de informações com o funcionalismo do Legislativo. Compareceram os 10 componentes: Claudinê Aparecido Apolinário, Marcelo Nogueira Rocha, Márcio Donizetei Macedo e Matheus de Oliveira Pinto (eleitos pela primeira vez); José Roque Rueda, Paulo Sergio Rodrigues e Reinaldo Milan (que estão voltando); e Marco Antonio Gumieri Valério, Lúcia Helena Libânio da Cruz e Amilton Pizzoli (reeleitos).

A Câmara tem atualmente 12 servidores, e todos participaram. A reunião foi conduzida pela Diretora da Câmara, Alexandra Santurbano Esteves, com participação do atual Presidente do Legislativo, Marco Antonio Gumieri Valério. Em clima descontraído, cada servidor pôde se apresentar, definindo seu cargo e atribuições e colocando as expectativas do trabalho em conjunto a serviço do trabalho parlamentar dos vereadores, ao longo da Legislatura. Alguns vereadores se manifestaram, por informações ou posicionamentos pessoais. (Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

As despesas concentram-se nas Unidades Administrativas da Administração Direta (AD) e da Administração Indireta (AI). Como exemplo, podem ser citadas as Secretarias Municipais (AD), com destaque para as aplicações (índices percentuais aproximados) sobre o valor do orçamento nas seguintes áreas: 24,9% na Saúde; 17,8% na Educação; 13,7% em Obras e Planejamento; 13,2% em Gestão Pública. Para o Poder Legislativo, estão previstos recursos da ordem de 2,6%. Estão previstos também os índices de aplicação nas unidades da Administração Indireta, como Instituto Municipal de Previdência, Feuc, DEC, Fundação Educacional e Fundação de Pesquisa. (Assessoria de

Comunicação da Câmara Municipal) Subvenções e auxílios Na mesma audiência (dia 20 de novembro) em que será discutido com a população o orçamento do município para 2013, a Câmara colocará em discussão o projeto de lei que concede auxílios, contribuições e subvenção social a entidades rio-pardenses. É o Projeto de Lei nº 173, datado de 30/10/2012, que prevê a destinação de recursos em 2013 a diversas entidades, mediante repasses em parcelas mensais e consecutivas, até o dia 20 de cada mês. Acompanham o projeto alguns anexos, que relacionam as entidades e os valores previstos. Como prevê valores

condicionados ao desempenho do orçamento financeiro do município, ambos os projetos deverão ser discutidos com a população em audiência; no caso, a Câmara fará a abordagem dos dois na mesma ocasião. As entidades A previsão de concessões para “Auxílio” é da ordem de R$ 312.483,69. Esse item registra transferências às entidades: União Protetora dos Animais Riopardense (UNIR), APAE, Grupo Assistencial Cáritas, Educandário São José e Grupo Espírita Samaritano. As “Contribuições” estão fixadas em R$ 270.900,00, valor a ser destinado as entidades: Arrufa (Associação de Futebol Amador), Associação Comunitária de Comunicação e Cultura

Vale do Redentor, Associação Comunitária Rádio e TV Dom Bonifácio, Associação dos Moradores do Bairro Sítio Novo (Asino), Associação Paulista de Esportes e Eventos, Clube de Handebol e Esporte, Liga Rio-Pardense de Futebol de Campo, Liga Rio-Pardense de Futebol de Salão, Yara Tênis FC, Aedic (Associação das Escolas de Dança) e Unir. As “Subvenções Sociais”, previstas em R$ 2.714.600,00, serão destinadas às entidades: Associação Comunitária Mão Amiga, Asilo Padre Euclides, Associação Espírita Paulo de Tarso, Pevi, Agradef, SOS, Associação Deus Proverá, Rotary Club, Cercamor (Moradia Organizada) e Educandário São José. (Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

Sessão ordinária foi tranquila na Câmara Não houve assuntos polêmicos durante a sessão ordinária da Câmara Municipal, no dia 6 de novembro. Dois projetos de suplementação de verbas, enviados pelo Executivo, foram postos em votação e aprovados, sendo ambos voltados à área da educação. Um deles, de R$ 22.700,00, foi destinado à merenda escolar e o outro, de valor maior, fez parte da dotação orçamentária da Fundação Educacional. Dentre as indicações e requerimentos, um deles, de autoria de Marco Gumieri Valério (Caco), diz respeito a um terreno para a construção de casas populares da CDHU. O terreno está situado ao lado do conjunto habitacional Dionysio Guedes Barreto e fez parte de uma reivindicação da comunidade “Unidos por São

José do Rio Pardo”. O requerimento de Caco indaga questões técnicas sobre o terreno, incluindo aspectos topográficos e ambientais.

O prefeito mandou retirar o projeto de autoria do Executivo que, se aprovado, faria modificações nas funções do Conselho Municipal de Saúde. Caco dis-

se que, por enquanto, esse assunto está arquivado na Câmara até porque, segundo explicou, já há questões judiciais pendentes sobre o Conselho.

Caco entrou com requerimento sobre um terreno para a construção de casas da CDHU


A-4 - 10 de novembro de 2012

CDHU na Semana Nacional de Conciliação Em São José do Rio Pardo, equipe negociou débitos de mutuários inadimplentes

DIVULGAÇÃO

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) participa, até o dia 14, da “Semana Nacional de Conciliação 2012”, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em São José do Rio Pardo, entre os dias 7 e 9 de novembro, uma equipe da CDHU negociou débitos de mutuários inadimplentes, durante o evento que aconteceu na sede local do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc). Durante as negociações, foram oferecidas condições especiais para o acordo. O parcelamento da dívida poderá ser feito sem o pagamento obrigatório de 10% do total do débito, o cálculo da renegociação será fei-

Rotary Clube São José do Rio Pardo “Oeste” 40 anos: 1971-2011

to sem incidência de juros contratuais e os juros do débito em atraso serão desconsiderados. A “Semana Nacional de Conciliação 2012” acontece em todo o país, por iniciativa do CNJ, e envolve a Justiça Federal, Trabalhista e Estadual. Operando desde 2006, o movimento pela conciliação tem como objetivo tornar a justiça mais rápida e efetiva, com incentivo à cultura do diálogo. Os tribunais, em parceria com o CNJ, atuam na valorização da conciliação e o evento é um marco anual desse esforço. As partes envolvidas em conflitos têm o poder de decidir pela solução dos processos, por meio de intermediação autorizada e reconhecida pelo

Ano Rotário 2012/2013 Presidente: José Ruy Junqueira Andreoli Reuniões às quartas-feiras às 20h00

Cerca de 200 pessoas (foto) participaram de mais um almoço de companheirismo, realizado pelo Rotary “Oeste” de São José do Rio Pardo no último domingo (04/11) em sua sede...

Durante este almoço à mineira, José Ruy Junqueira Andreoli, atual presidente do “Oeste”, empossou 4 (quatro) novos rotarianos (foto): o engenheiro Cristiano Alex Baldo Barella, o empresário Paulo Sérgio de Sant´ana e as funcionárias públicas Regina Mariana de Oliveira e Silvia Helena Costa.

Estado. Entre os benefícios da prática está a redução do número de conflitos litigiosos e do tempo para a análise dos processos, sendo que os cidadãos têm com mais rapidez a resposta definitiva ao caso que está em andamento na Justiça. Durante a “Semana de Conciliação de 2011” foram realizadas mais de 434 mil audiências.

Mutuários inadimplentes puderam negociar seus débitos com a CDHU

Renovias não registra mortes no feriado Durante a Operação Finados, a Renovias registrou fluxo de 83 mil veículos na pista norte do Pedágio Jaguariúna (sentido Campinas/sul de Minas Gerais). O volume ficou abaixo da previsão da concessionária, que era de 85 mil veículos. A operação foi realizada entre zero hora de quinta-feira, 1º de novembro, e meia noite do dia 4. Neste período, foram registrados 11 acidentes, com sete vítimas leves e duas graves. Foram realizados 713 atendimentos aos usuários, incluindo serviços de guincho e socorro mecânico. A malha viária da Renovias liga Campinas, Circuito das Águas e Sul de Minas: SP-340 (Campinas/ Mogi Mirim/Mococa), SP342 (Mogi Guaçu/Espírito Santo do Pinhal/São João da Boa Vista/Águas da Prata), SP-344 (Aguaí/São João da Boa Vista/Vargem Grande do Sul), SP-350 (Casa Branca/São José do Rio Pardo) e SP-215 (Vargem Grande do Sul/ Casa Branca), com extensão de 345,6 km.

No Estado Os índices de vítimas fatais e de acidentes do feriado prolongado de Finados foram menores nos 22 mil quilômetros de rodovias do Estado de São Paulo este ano em comparação ao mesmo período de 2010, é o que aponta o balanço estatístico do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O Índice de Vítimas Fatais (IM) foi o que apresentou maior queda. Este ano o IM foi de 2,01, enquanto o ano retrasado foi de 2,72, o que representa redução de 29,5% no indicador de mortos. O Balanço da Operação Finados também aponta redução de 8,9% no Índice de Acidentes (IA). Neste ano, o registro foi de 0,91, enquanto em 2010 esse número ficou em 1. Já Índice de Feridos (IF) registrado nas estradas estaduais, foi de 54,34 em 2012 e de 52,96. A comparação das estatísticas foi realizada entre 2012 e 2010, pois em ambos os anos o feriado de Finados foi prolongado. Em 2011, o dia 2 de

novembro caiu em uma quarta-feira e não houve emenda com o fim de semana. Operação Finados Este ano, a Operação Finados, organizada pela Secretaria Estadual de Log í s t i c a e Tra n s p o r t e s (SLT), foi realizada entre a 0h do dia 2 até as 24h do dia 4 de novembro. Fizeram parte do esquema especial as principais rodovias que dão acesso ao Litoral e ao Interior e Região Serrana de Campos do Jordão. Integraram a Operação Finados as rodovias Manoel Hypólito do Rego (SP 055), Padre Manoel da Nóbrega (SP 055), Mogi-Bertioga (SP 098), Ta m o i o s ( S P 0 9 9 ) , Oswaldo Cruz (SP 125), Floriano Rodrigues Pinheiro (SP 123), Pedro Astenori Marigliani (SP 008), Benevuto Moretto (SP 095), Octávio de Oliveira Santos (SP 147), Enge-

nheiro Constâncio Cintra (SP 360) e Raposo Tavares (SP 270). Movimentação das estradas O maior volume de tráfego no feriado foi observado nas estradas do Litoral. A Rodovia Padre Manoel da Nóbrega (SP 055) registrou movimentação de 113.228 veículos entre a ida e volta do Litoral Norte, e de 223.957 veículos em ambos os sentidos no trecho para o Litoral Sul. A Rodovia Mogi-Bertioga (SP 098) recebeu 66.517 veículos no mesmo período; a Rodovia dos Tamoios (SP 099) atingiu movimento de 94.536 veículos. A Região Serrana de Campos do Jordão também foi destino dos paulistas durante a Páscoa. No feriado, pela Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP 123) transitaram 44.601 veículos.

Conselho Comunitário de Segurança de São José do Rio Pardo CONVOCAÇÃO O Presidente do Conselho Comunitário de Segurança de São Jose do Rio Pardo CONVOCA os Senhores Conselheiros e a população em geral para a Reunião Ordinária deste Conselho que será realizada dia 13 de Novembro de 2012, (Terça-feira), as 16:30 horas, na Câmara Municipal de São José do Rio Pardo situada na Praça dos Três Poderes nº 02. São Jose do Rio Pardo, 03 de Novembro de 2012. IZONEL APARECIDO TOZINI Presidente

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO SÚMULA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 06-11-2012

Eventos como este arrecadam fundos para entidades assistenciais locais, além de recursos para a Fundação Rotária (FR): neste ano o “Oeste” já repassou R$ 2.090,00 à FR, que teve início em 1917 e é a principal organização mundial não governamental sem fins lucrativos, promovendo a paz e a compreensão através de programas internacionais humanitários, educacionais e de intercâmbio cultural.

A) REQUERIMENTOS - Ao Executivo Municipal, solicitando: - Encaminhar informações relativas a lançamentos de receitas do FEBOM. - O encaminhamento de cópia do livro razão sobre manutenção do Corpo de Bombeiros. - Encaminhar cópia de contratos do Projeto Capacitar. - Cópia do processo administrativo mencionado no Requerimento nº 171/2012 e no Ofício nº 519/2012, anexos. - Informações sobre contribuições mensais para entidades do município. - Informações sobre terreno oferecido à Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo para construção de casas populares. B) INDICAÇÃO - Ao Executivo Municipal, sugerindo a construção de banheiros nas proximidades da Gruta Nossa Senhora de Lourdes. C) PROJETOS APROVADOS AUTORIA EXECUTIVO - Projeto de Lei nº 175, de 05/11/2012, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município”. - Projeto de Lei nº 176, de 06/11/2012, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município”. D) MENSAGEM: A Câmara Municipal informa a todos que as sessões ordinárias são realizadas às terças-feiras a partir das 19:30. Nosso site: www.camarasjriopardo.sp.gov.br E-mail: cmrpardo@camarasjriopardo.sp.gov.br Marco Antonio Gumieri Valério Presidente


10 de novembro de 2012 - A-5

Pais solicitam auxílio para tratar a filha Com 10 meses, Samara tem microcefalia e passará por duas cirurgias em Campinas GISELLE TORRES BIACO

Muitas vezes, a realidade é mais chocante do que se pode imaginar. Principalmente quando os problemas envolvem os filhos. E é exatamente esta dura realidade que tem sido enfrentada pelos pais da pequena Samara, de apenas 10 meses. Em entrevista à Gazeta, o pai Júlio César Cândido conta sobre o problema da filha, sobre as dificuldades enfrentadas e pede ajuda. Samara nasceu em janeiro do ano passado na maternidade local pelo SUS e, segundo Júlio, antes do tempo. “Ela não estava pronta para nascer. Nenhum exame foi feito para ver como ela estava, mas a bolsa foi rompida e somente depois de seis horas foi realizado o parto. Minha menina nasceu prematura, teve complicações respiratórias e sangramento no crânio”, conta. A pequena Samara passou, então, por vários médicos e, segundo o pai, com diversos diagnósticos. “Cada um falava uma coisa diferente, e a gente não sabia ao certo o que ela tinha. Sabíamos, apenas, que era (e é) uma criança especial”, diz Júlio. Após uma luta de meses para tentar saber o que a filha tinha, ele e sua esposa foram encaminhados finalmente para Ribeirão Preto, onde foi diagnosticado

que Samara havia nascido com “microcefalia”. A microcefalia é uma condição neurológica em que o tamanho da cabeça é menor do que o tamanho típico para a idade do feto ou criança. Também chamada de Nanocefalia, constitui-se no déficit do crescimento cerebral, quer pelo pequeno tamanho da caixa craniana, quer pelo diminuto desenvolvimento do cérebro. Em São José do Rio Pardo, Samara passou a fazer sessões de fisioterapia com a ajuda financeira do avô materno. A luta dos pais da pequena estava apenas começando. A falta de um neurocirurgião pediatra no município fez com que a família enfrentasse uma longa espera de mais de seis meses para conseguir uma consulta pelo SUS em Campinas. Até que, acometida pelo rotavírus, Samara precisou ser internada no hospital local, onde ficou por três dias. “Ela tomou nove frascos de soro, mas o bracinho começou a inchar de tal forma que achamos que algo estivesse errado. Soubemos, depois, que a agulha estava fora da veia. Mesmo assim, com o braço daquele jeito, minha filha recebeu alta e foi para casa. Mas Samara não saiu a mesma criança do hospital. Ela era alegre, estava tentando engatinhar, só que quando teve

alta, chegou em casa triste, só chorava, tinha febre muito alta e constante”, conta Júlio. O pai lembra que a filha consultou por três vezes com um pediatra que atende no município, mas que ele orientava os pais a passar uma pomada no braço de Samara. “Ela estava inteira quente, com temperatura acima de 40 graus. E o pediatra mandando passar hirudoid”, diz. Desesperados, os pais de Samara entraram em contato com um conhecido da família que mora em Campinas e, então, resolveram por iniciativa própria levar a criança para uma consulta, que foi feita em um pronto socorro da periferia. “De lá, ela foi encaminhada com urgência para o hospital da PUC. Lá, o médico detectou uma infecção hospitalar. Foi preciso fazer um corte no bracinho dela, de onde saiu muito pus e sangue.” Com a pressão arterial a 20x6 e 42 graus de febre, Samara foi internada na UTI, onde permaneceu por quatro dias. “O médico da PUC me disse que, se ela tivesse ficado mais dois dias naquela situação, teria morrido em São José”, falou Júlio. Ajuda Samara está há mais de 20 dias internada no Hospital e Maternidade Celso Pierro, da PUC Campinas.

COMUNICADO SAME/NOSAMED ALTERAÇÃO DO NUMERO DO TELEFONE

3682-7272 PROSAT MEDICINA DO TRABALHO

3682-7272 CONSULTORIO DR ADALBERTO CEZAR CORREIA E DR PAULO DOMINGOS PARISI JR

3682-7277

ALUGA-SE APARTAMENTO 1 QUARTO, SALA, COPA, COZINHA, BANHEIRO AREA DE SERVIÇO APARTAMENTOS COM WIRELESS (6 MESES GRÁTIS)

R$ 550,00

ALUGA-SE SALA PARA REUNIÕES E PALESTRAS DATASHOW - ATÉ 50 LUGARES Rua Campos Salles 264, Centro - uma quadra abaixo da Stufa Pizza Bar. Telefone para contato (19) 3608-5200 - 8168-8939.

CREDITOS MAURÍCIO BARBOSA/G1 CAMPINAS

Samara continua internada em Campinas, no hospital Celso Pierro

Além da pressão arterial alta, os médicos diagnosticaram problemas no quadril e nas perninhas. “Pelo que entendi, os ossos estão desencaixados, por isso, as perninhas terão que ser quebradas para colocar platina. Ela vai passar por cirurgia. Em relação ao problema da microcefalia, o tratamento terá que ser feito pelos médicos de lá, porque São José, como eu falei, não tem neurocirurgião pediatra”, diz Júlio. Em Campinas, ele, a esposa e a filha deverão permanecer ainda por muito tempo. Mas a situação que eles enfrentam para conseguir se manter e acom-

panhar Samara é bastante precária. O casal se reveza no hospital, e fica hospedado em uma casa em bairro distante, de apenas dois cômodos. “Estamos de favor na casa de um conhecido, que também tem um filho. Como tem só dois cômodos, a gente dorme na cozinha. Estou afastado do trabalho também por problemas de saúde e recebo apenas um salário mínimo por mês. Agora tudo ficou mais difícil, porque a gente tem que conseguir se manter em Campinas por causa da Samara.” Com dificuldades para acompanhar o tratamento

da filha, Júlio pede ajuda da população. Pela internet, uma vizinha já tenta conseguir doações. “Essa vizinha abriu uma poupança para ver se a gente consegue pelo menos se manter em Campinas. A gente quer salvar a Samara, ela é apenas um bebezinho e já passou por muito sofrimento. Peço a Deus que ilumine a cabeça das pessoas para nos ajudar nesse momento de tanta dor”, diz Júlio. Quem quiser colaborar com qualquer quantia, a conta poupança foi aberta no Banco do Brasil – número 6797-0, agência 6521-8.

A Busca Social para uma Sociedade Humana Não há limites para aquele que busca o saber; saber este que também contempla o próximo como fonte de vida e merecedor de respeito. Assim se fez a X Jornada de Psicologia da UNIP, Campus São José do Rio Pardo. Regada pela desmistificação da realidade e pelas considerações Éticas que conduzem a psicologia a ocupar lugar de imenso valor nos processos sociais hoje. Como símbolo dos valores de união, perseverança e respeito às diferenças, o evento trouxe a possibilidade e, posteriormente, a consolidação da Perspectiva Social da Psicologia no Campus da UNIP de São José do Rio Pardo. Um sinônimo de dedicação e firmeza dos alunos do quinto e sexto semestre do curso de Psicologia, a Jornada representou ainda mais que sua própria conquista ou sua boa execução. Ela pôde trazer a cada um dos alunos, envolvidos ou não com as atividades da organização, uma importante reflexão sobre sua real importância para si mesmo, para a sociedade e também qual o seu papel e sua postura diante dos processos sociais vigentes, orientando-se por uma conduta transformadora da realidade social e primada pela valorização e respeito a cada ser humano. Certamente tal investida não seria possível sem a participação e o apoio do DECDepartamento de Esporte e Cultura de São José do Rio Pardo, da Fábrica de Expressão na pessoa de Lúcia Vitto e Colaboradores; dos Músicos e Professores do Pólo do Conservatório de Tatuí de São José do Rio Pardo sob a Coordenação de Demerval Keller, de todos os Palestrantes e os esclarecimentos por eles trazidos; do apoio dos Patrocinadores, da apresentação tocante do Projeto Vida Iluminada de Mococa; da expressão viva e do exemplo de garra do Projeto Catavento de Divinolândia, promovido pelo Conderg;da vivacidade da Companhia Cênica Aruanã e, é claro, da participação e empenho dos alunos do quinto e sexto semestre do Curso de Psicologia da UNIP de São José do Rio Pardo, que em prol de um ideal e do engrandecimento dos estudantes de psicologia realizaram o evento. A X Jornada de Psicologia da UNIP Campus São José do Rio Pardo é a prova de que uma busca que considere a totalidade social do mundo e que evidencie a caminhada rumo ao respeito e a ética são de extrema importância para a edificação do profissional psicólogo e que, ainda que singelos e desmedidos, muitos são os gritos por respeito, igualdade e justiça social. Uma luta da qual participamos e na qual somos essenciais, tanto como humanos como profissionais psicólogos. A todos os envolvidos na produção, preparação e realização da X Jornada de Psicologia UNIP, Campus São José do Rio Pardo, nosso Muito Obrigado e Parabéns. Maichel Stampone Farias


A-6 - 10 de novembro de 2012

Vacinação contra febre aftosa é até dia 30 Município tem quase 35.000 animais a serem vacinados, em 462 propriedades rurais

Ceagerp diz que mais 13 boxes estão em assinatura DIVULGAÇÃO

O empresário Vinícius Petronio Ferraz Vieira, do Grupo Ferbras, informou que estão funcionando 16 boxes na Ceagerp de São José do Rio Pardo e 13 estão em fase de assinatura de contratos e/ou reforma de boxes e 4 pedras (espaço no Pavilhão do Produtor). Disse ainda que está em fase final de negociação com dois bancos que querem instalar um posto bancário, havendo também uma farmácia interessada, além de estar sendo adequado um espaço para um interessado na comercialização de pescado. A estrutura física, segundo Vinícius, está completa, com três pavilhões, sendo o principal de frutas, legumes e flores, assim como o pavilhão de diversos e o do produtor. “Todos prontos e adequados para funcionar com toda infraestrutura e segurança”, garantiu. O acesso, que pertence à Prefeitura, “deverá ser pavimentado em prazo curto de tempo”, previu. O trecho foi nivelado e cascalhado novamente, estando em boas condições de trânsito. A pavimentação interna está pronta. Os dias de comercialização, segundo ele, são às segundas, quartas e sextas-feiras, das 5:00 às 13:00 horas, havendo também funcionamento de alguns boxes nas terças e quintas-feiras por terem mais quantidade de produtos. “Nesse primeiro mês de funcionamento foram comercializadas 318 toneladas em produtos diversos, mais flores e plantas. Historicamente, a última e recente Ceasa inaugurada, que foi em Patos de Minas/MG, não atingiu essa marca de toneladas no primeiro mês”, comparou. “A Ceagerp superou

Há produtos estocados em alguns boxes, que podem ser visitados pelos interessados

demais as expectativas, tivemos um movimento intenso de compradores de São José do Rio Pardo, Divinolândia, Mococa, Caconde, Itobi, Guaxupé, São Sebastião da Grama, Tapiratiba, dentre outras”. Ainda segundo Vinícius, já há alguns mercados de São José de Rio Pardo e de outras cidades próximas comprando de comerciantes que vendem ali e a tendência natural, conforme previu, é aumentar. “A visão clara da Ceagerp para o Ministério da Agricultura, Conab, Abracen e outros órgãos governamentais foi de endossar a iniciativa de São José do Rio Pardo, pioneira em ter uma Ceasa privada, pois as duas Ceasas mais próximas estão estranguladas e a alternativa e localização estratégica de Rio Pardo só vem a somar com a região e facilitar a comercialização de produtos, com qualidade e preços baixos”. Para o empresário, os produtos comercializados na Ceagerp tem procedência de origem, qualidade e preços baixos. “Os compradores economizam pincipalmente em transporte, combustível, pedágio e outros custos de locomoção para outras Ceasas, sendo que a Ceagerp tem todos os produtos e em quantidade para atender a todos. E

vale a pena lembrar que, além de frutras, legumes e verduras, contamos com um box de flores e plantas, que também tem diversificação de produtos, qualidade, quantidade e preços atrativos”. Vinícius informou ainda que, possivelmente esse ano, inaugurará a feira livre, na qual serão comercializados frutas, legumes e verduras no “varejo”. A intenção, segundo adiantou, é fazer um dia da semana, no período da tarde, para atender a população em geral, barracas de pastel, caldo de cana e outros lanches. Os principais produtos atualmente comercializados ali são: Laranja, melancia, limão, uva, banana, morango, abacaxi, tomate, pepino, quiabo, abóbora, batata, dentre outros. A Ferbras, responsável pela Ceagerp rio-pardense, comunida que “não medirá esforços para oferecer um bom serviço, produto de qualidade e preços baixos, e ainda mais, levando e enaltecendo o nome da cidade de São José do Rio Pardo em todas as conferências nacionais e internacionais de alimentos, bem como aos órgãos reguladores do governo, pois faremos da Ceagerp a central modelo de abastecimento no Brasil”.

PROCURA-SE PASTOR BRANCO Desapareceu no dia 12 de outubro, no Sítio Marulu (Santa Delfina), nos arredores do Jardim São Bento. O cão está habituado a passear pelos bairros Vale do Redentor, Natal Merli e proximidades. Qualquer notícia, favor entrar em contato com Solange, pelo telefone 8129-5250.

O chefe da Inspetoria e Defesa Agropecuária de São José do Rio Pardo, Pedro Luiz M.Rossi, confirmou esta semana que teve início no dia 1º de novembro e irá até o dia 30 a vacinação contra a febre aftosa em todo o estado de São Paulo. A região de São José tem um total de 1.761 propriedades rurais, das quais 462 estão em solo rio-pardense. São 104.902 animais a serem vacinados, sendo 34.711 no município. “A gente espera que todo proprietário não deixe para a última hora para vacinar seus animais porque sempre é mais tranquilo no início”, observou Pedro Luiz. “Deixar para o final é sempre algo mais atropelado”.

Ele lembra que os animais devem ser vacinados independentemente da idade. Mesmo se forem recém-nascidos, devem receber a vacina porque, se contraírem a aftosa, poderão afetar todo o rebanho do lugar e até de outros locais. Se o produtor não cumprir a legislação e deixar de vacinar, será multado em cinco (5) Ufesp por cabeça, além de mais três (3) Ufesp por deixar de declarar. Cada Ufesp equivale a R$ 18,44. A declaração pode ser feita até o dia 7 de dezembro. Se isso não ocorrer, a propriedade ficará bloqueada, ou seja, os animais não poderão entrar nem sair do local. Esse bloqueio é feito pelo

próprio sistema do governo estadual. Quanto à vacinação contra a raiva, Pedro Luiz comenta que, embora não seja obrigatória, é recomendada. Isto porque, apesar de todo empenho em evitar a doença, a cada mês surgem na região dois ou três novos casos de animais mortos por mordidas de morcegos, confirmados mediante exames laboratoriais. Os exames, feitos após coleta do encéfalo do animal morto, não tem custo algum para o produtor. A Inspetoria e Defesa Agropecuária de São José do Rio Pardo inclui também os municípios de Tapiratiba, Caconde, Divinolândia e São Sebastião da Grama.

Presidente da Cooxupé recebe prêmio DIVULGAÇÃO

O presidente da Cooxupé, Carlos Alberto Paulino da Costa, recebeu o Prêmio Mérito Empresarial 2012, promovido pela Federaminas - Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais. Carlos Paulino foi indicado como o empresário do ano na sua área de ação pela Associação Comércio e Indústria de Guaxupé - ACIG, representando, assim, a entidade e o município. A solenidade de premiação ocorreu dia 9 de novembro, às 19h, no Grande Hotel e Termas de Araxá. O Prêmio Mérito Empresarial tem como objetivo reconhecer e estimular as iniciativas que contribuem para o desenvolvimento empresarial, econômico e social em categorias indicadas à Federaminas pelas Associações Comerciais das cidades mineiras. Concorrem à premiação, dirigentes de empresas apontadas como destaques empresariais em suas comunidades, os aspectos relevantes da carreira, a participação na vida comunitária, além da contribuição para o desenvolvimento empresarial, econômico e social de forma sustentável nas cidades onde atuam. O prêmio cedido ao presidente da Cooxupé refor-

Carlos Paulino foi a Araxá (MG) receber o “Mérito Empresarial 2012”

ça a importância da cooperativa, reconhecendo os serviços prestados nos seus 80 anos de cooperativismo. Trata-se de uma organização responsável em bater o recorde no agronegócio brasileiro em 2011 por exportar o maior volume de café da história brasileira: 2,46 milhões de sacas. Formada por aproximadamente 12 mil cafeicultores, a Cooxupé tem forte contribuição na economia do município, além de gerar empregos diretos

e indiretos. A Cooperativa ainda desenvolve projetos sociais e de capacitação para qualificar ainda mais os produtores, refletindo na qualidade e competitividade do grão de café. Outra vertente priorizada pela Cooxupé é o ambiente. A Cooperativa tem permanente preocupação com a sustentabilidade e, por isso, desenvolve projetos de preservação ambiental como o Mata Viva e o Núcleo de Educação Ambiental.

MISSA DE 30º DIA A família de

PASCOALINA GOBATI BUSSO Convida parentes e amigos para participarem da Missa de 30º dia que será celebrada por intenção de sua alma, dia 10 de novembro, sábado, às 19h30, na Igreja Matriz São José.


10 de novembro de 2012 - A-7

Aberto inquérito sobre a morte do cavalo A pedido de um advogado, MP determina que polícia civil investigue os maus tratos O delegado Benedito Antônio Noronha Júnior confirmou esta semana que foi aberto um inquérito policial, a pedido do Ministério Público, para apurar as responsabilidades pela morte do cavalo (ou égua) nas proximidades do Sítio do Manetta, dias atrás. As circunstâncias da morte foram divulgadas pela Gazeta do Rio Pardo na semana em que o fato aconteceu e um advogado da cidade, após ler a notícia, acionou o promotor de justiça para que este deter-

minasse a tomada de providências. “Já está aberto esse inquérito e algumas pessoas e órgãos estão sendo convocados a comparecer à delegacia para prestarem depoimento”, comentou o delegado. “Esperamos que em curto espaço de tempo tenhamos essa questão esclarecida e encaminhada à Justiça”. Noronha disse desconhecer a forma correta como os veterinários sugerem que os animais sejam sacrificados, mas opinou que

a maneira como o cavalo foi morto – um corte de canivete no pescoço para que sangrasse até morrer – “foi cruel demais, mesmo para um animal que porventura não tivesse recuperação”. Ele questiona inclusive o critério de definição para considerar um animal “recuperável ou irrecuperável”, argumentando que “isso é muito relativo”. O delegado acredita que dentro de uns 10 ou 15 dias o assunto já esteja totalmente esclarecido.

Os maus tratos ao cavalo, morto com um corte de canivete no pescoço, estão sendo agora investigados (foto de arquivo)

NOTAS POLICIAIS Triângulo amoroso Uma mulher de 31 anos, L.M.S.M., casada com M.A.S.D, chamou a polícia por algo insólito, quase bizarro: ela foi flagrada pelo marido no momento em que estava com o amante A.G.S. e os dois (marido e amante) começaram a brigar. A mulher, porém, acabou ficando descontrolada e agressiva, forçando os policiais a algemaremna para contê-la e foi dessa forma que ela acabou sendo levada ao Pronto Socorro para tomar um calmante. Ela acabou admitindo que, naquele dia, havia ingerido bebida alcoólica. O fato ocorreu no dia 5, no Jardim Aeroporto. Furtou muita coisa Foi preso em flagrante C.E.S., de 35 anos, que havia furtado uma TV de 42 polegadas, notebook, fonte HP para notebook, mouse, celular, carregador e ainda R$ 95 em dinheiro. Todo esse material ele havia escondido em um lugar na Vila Maschietto, após ser visto carregando a televisão na rua Cel. Marçal. Ele furtou uma parte desses objetos, segundo a polícia, de uma casa cujo proprietário estava viajando para Campinas. C.E.S. foi levado à delega-

cia e de lá transferido para a cadeia de Casa Branca, no dia 2 de novembro. A TV e o notebook, entretanto, podem ter sido furtados de outro lugar. A dona de casa G.N.F., de 32 anos, chamou a polícia naquele mesmo dia para informar que havia saído de sua residência, no Vila Verde, e, quando voltou, aqueles aparelhos haviam desaparecido. O miolo do portão principal e outras duas portas haviam sido arrombadas. Da casa sumiram também uma impressora, uma máquina fotográfica, sapatos, brinquedos, correntes de ouro, brincos de ouro, pulseira, brincos de brilhante e um par de alianças de ouro. Bêbado e o ladrão Na madrugada do dia 8 de novembro, na Vila Formosa, J.C.C.Z., de 22 anos, foi flagrado tentando vender objetos supostamente furtados. Houve uma denúncia anônima e ele foi encontrado pela polícia com botijão de gás, triângulo sinalizador, macaco e chave de roda, os quais eram oferecidos para quem passasse pela rua. J.C.C.Z. disse aos policiais que esses objetos

estavam com um sujeito (F.G., de 28 anos) deitado no chão próximo ao velório municipal. Afirmou que pegou os objetos enquanto o sujeito dormia, por estar embriagado, e tentou vendê-los. O bêbado, porém, negou e disse à polícia que somente tinha consigo o botijão de gás. Os demais objetos ele não sabe de quem J.C.C.Z. pegou. Pega CD e não leva A polícia militar fazia patrulhamento pelo centro da cidade quando avistou um rapaz, J.C.C.S., já bastante conhecido dos policiais, correndo com um toca CD de carro na mão. Ao perceber a viatura o rapaz jogou o aparelho ao chão e fugiu. Pouco depois apareceu A.T., de 48 anos, afirmando que é dono de um caminhão e que, naquele momento (madrugada do dia 8 de novembro), alguém danificou uma porta do veículo e furtou o toca CD. Rezaram e bateram Ir a um evento religioso nem sempre é garantia de que a pessoa fique melhor ou mude o comportamento. Prova disso é o que aconteceu na noite do dia 3, no São Roque: G.L.F. foi a um templo religioso com alguns amigos e, ao voltarem, deram uma surra em J.B.G., de 65 anos, que estava dormindo, e ele sofreu lesões no nariz. Nenhuma explicação constou do Boletim de Ocorrência sobre a razão pela qual isso aconteceu. Brigas entre amásios A jovem D.C.D., de 19 anos, que vive amasiada com M.S.R., de 25, chegou à casa onde moram (Colinas São José) na noite do dia 3 e disse a ele que queria o fim do relacionamento. O rapaz a ameaçou e ela registrou boletim de ocorrência. No dia 4, à tarde, na fazenda Santa Lourdes, ocorreu algo semelhante: a

jovem A.P.T.C., de 19 anos, disse que seu amásio L.D.V., também de 19, chegou em casa agressivo e a agrediu com um cabo de vassoura, tendo batido também no pai dele, A.L.V., de 58. Policiais militares foram lá mas o agressor já havia fugido. Outra agressão aconteceu no início da tarde do dia 3 na rua Paraiso, centro da cidade, e os três envolvidos foram parar no Pronto Socorro. A jovem J.C.S., de 15 anos, discutia com D.M.C., de 46, mãe de seu namorado L.N.S., de 18. O rapaz, segundo o B.O., agrediu a namorada, que correu para o fundo do quintal da casa. Vizinhos ouviram tudo e saíram em defesa dela: agrediram o rapaz. Os três principais envolvidos acabaram feridos. Motoqueiro ferido Uma moto e um carro Renault colidiram na tarde do dia 3 na avenida Brasil e o motoqueiro foi levado pelo Samu ao Pronto Socorro. O acidente aconteceu próximo à empresa de Ayrton Feltran e, segundo o B.O., ocorreu porque o carro foi fazer uma manobra de retorno quando a moto ia ultrapassá-lo. O motorista do carro era O.A., de 62 anos, e o piloto da moto era A.R.S., de 23.

Na manhã do dia 6, porém, na Vila do Servidor a motocicleta acabou sendo localizada. Uma denúncia anônima levou a polícia à oficina de J.P.O., de 50 anos, para onde a moto fora levada pelo autor do furto, A.O.J., de 20 anos. Este, segundo o B.O., levou a moto à oficina para dar uma arrumada em algumas partes. Ele disse, inicialmente, que a havia comprado por 500 reais de um desconhecido mas, depois, acabou admitindo: furtou-a e escondeu-a até aquele momento. A moto estava sem placa e com chassi adulterado. O rapaz foi preso. Pegou a bike alheia Um rapaz de 21 anos, G.B.S., furtou uma bicicleta do quintal de uma casa localizada nas proximidades da rodovia Lupercio Torres, no Santa Luzia, e acabou sendo preso em flagrante.

O furto foi visto por M.A.S., de 46 anos, que é vizinho da casa onde estava a bicicleta e ele avisou a polícia, que conseguiu localizar e deter o autor, na manhã do dia 2. Makita é roubada Outro furto aconteceu na tarde do dia 7, no centro, e o autor (C.L.O., de 26 anos) acabou sendo liberado na delegacia, após ser ouvido. Ele vendeu uma máquina Makita para B.A.R., de 59 anos, por R$ 20, perto do Pronto Socorro. C.L.O. é conhecido pela prática de furtos na cidade e acabou sendo encontrado pela polícia militar quando já estava perto do cemitério municipal. Ele assegurou que a Makita era dele e foi com os policiais ao comprador da máquina, sendo ambos levados para a delegacia, de onde foram liberados.

Moto recuperada Uma moto Honda CBX 250cc, vermelha, ano 2003, foi furtada da rua João Casagrande, no centro, na noite do dia 4. O dono J.P.G.T., de 31 anos, deixou-a na rua por 20 minutos e, quando voltou, a moto já não estava mais lá.

BAZAR BENEFICIENTE COM PEÇAS DE ROUPAS POR 1 E 2 REAIS Sábado, dia 10, a partir das 7 horas da manhã Na Loja Maçônica “União Universal” Rua Campos Salles, 333 Próximo à rodoviária de Rio Pardo


A-8 -10 de novembro de 2012

Tribunal cassa João Luís por unanimidade Mas o assessor Miguel Paião foi absolvido da multa de 5 mil UFIR (R$ 11.376,00) Em decisão unânime, o Tribunal Eleitoral Regional de São Paulo (TRE) manteve na quinta-feira, dia 8, a cassação do registro de candidatura de João Luís Soares da Cunha a prefeito, como também do candidato a vice Antonio Marcos Zanetti. O julgamento foi referente ao primeiro processo de cassação dos candidatos, ocorrido no dia 3 de setembro, que diz respeito à propaganda realizada nos sites institucionais da Prefeitura Municipal, feita inclusive em período proibido pela legislação eleitoral. A cassação foi resultado de uma representação feita pelo promotor público Gabriel Guerreiro e acatada pelo juiz de Direito/Eleitoral André da Silveira Alcântara. Os candidatos da coligação “O Futuro é Agora” foram condenados pela prática de conduta vedada, tendo cada um sido multado em 5.000 (cinco mil) UFIR, ou R$ 11.376,00. O assessor de imprensa à época, Miguel Paião, teve seu recurso acatado pelo Tribunal e foi “absolvido” da multa. Segundo o entendimento dos desembargadores, Paião era um funcionário e apenas cumpria ordens do prefeito e candidato à reeleição. Todos os desembarga-

dores votaram a favor da cassação após criteriosa análise, chegando à conclusão de que João Luís e Marquinhos Zanetti cometeram conduta vedada. O desembargador Antonio Carlos Mathias Coltro, que havia pedido vistas do processo para melhor análise, também votou a favor da cassação. Os candidatos ainda poderão recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, mas a decisão do Tribunal Regional Eleitoral é imediatamente aplicável. Também no mesmo dia, o TRE julgou o segundo processo de cassação dos candidatos. Neste caso, os desembargadores votaram pelo acolhimento do recurso do candidato João Luís, sob a alegação de que faltam indícios de que o jornal ‘Nova São José’ é mantido pela Prefeitura. Para o advogado Marco Biaco, autor da representação, há provas de que o prefeito e candidato se beneficiou com a divulgação abusiva de seus feitos no periódico, em detrimento dos demais candidatos. “Tenho por certo de que o relator não se atentou a alguns fatos que estão devidamente fundamentados nos autos”, declarou o advogado. Em seu pronunciamento, Biaco demonstrou as matérias notadamente favoráveis ao prefeito di-

REPORTAGEM

Advogado Marco Biaco durante pronunciamento no TRE

vulgadas pelo jornal ‘Nova São José’, que repete informações do site institucional da Prefeitura. Disse, ainda, que as reportagens do periódico extrapolaram a mera informação, enaltecendo os atos e a pessoa do prefeito que tentava a reeleição. Já o advogado de João Luís Cunha, em seu pronunciamento, disse que houve exagero do Juiz Eleitoral de São José do Rio Pardo nas três cassações. Pediu a nulidade da sentença, alegando cerceamento de defesa do seu cliente. Esta informação foi rebatida posteriormente pelo advogado Marco Biaco, que demonstrou que o Juiz local intimou, em tempo oportuno, João Luís para indicar provas e que ele não se manifestou. E que não poderia, portanto, alegar

cerceamento de defesa. Este argumento foi aceito pela Corte. Em sua fala, o Procurador Regional Eleitoral recomendou novamente a cassação dos candidatos, mencionando que o próprio advogado de João Luís, da Tribuna, afirmou que Fernando de Sylos trabalhou para a Prefeitura como assessor de imprensa. Demonstrou que houve publicidade institucional e que isso é proibido. Mencionou, ainda, que não obstante o jornal ‘Nova São José’ ser mídia de menor penetração, a lei proíbe propaganda institucional em qualquer mídia, por qualquer forma. A seu ver, o recurso deveria ser desprovido. Sobre a decisão do TRE, que deu provimento ao recurso de Cunha, o advogado Marco Biaco disse que

irá recorrer junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Terceira cassação Também tramita no Tribunal Regional Eleitoral o terceiro processo de cassação dos candidatos João Luís Cunha e Antonio Marcos Zanetti. Nesta semana, a Procuradoria Regional Eleitoral deu parecer pelo desprovimento do recurso apresentado pelos candidatos, recomendando a manutenção da cassação. Referente a este terceiro processo, a cassação em instância local ocorreu no dia 10 de outubro, pelo juiz eleitoral da Comarca André da Silveira Alcântara, que acolheu representação do Ministério Público e determinou a cassação do registro e a inelegibilidade do candidato pelos próximos oito anos. Os motivos foram praticamente os mesmos das anteriores: abuso de poder econômico e político. Em sua sentença, o juiz cita as publicidades institucionais da Prefeitura feitas em vários jornais da cidade, intensa divulgação publicitária pela imprensa escrita local, além de banner e panfletos, rádio, carro de som e sites institucionais, com gastos estimados em mais de R$ 40 mil, do erário municipal. “A publicidade institucional ‘Prestando

Contas 2012’, à evidência, não faz alusão informativa, educativa ou orientadora, mas sim ressalta e enaltece os feitos realizados pelo prefeito e hoje candidato à reeleição João Luís”, diz o processo. A partir do início do período eleitoral, 6 de julho, as características da publicidade institucional da Prefeitura passaram a ser utilizadas na campanha eleitoral dos candidatos. A lei eleitoral considera crime o uso, na campanha eleitoral de símbolos, frases ou imagens, associadas ou semelhantes às empregadas por órgão de governo, empresa pública ou sociedade de economia mista. Entenda João Luís sofreu três processos de cassação em instância local e recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral. No TRE já foram julgados os dois primeiros processos, tendo sido mantida a cassação em um deles. Há mais um processo que deverá ser julgado pelo TRE, mas ainda não há data definida para que isso ocorra. Até o dia 19 de dezembro, quando ocorre a diplomação dos candidatos eleitos, a Justiça local deverá proclamar o próximo prefeito.


A-9 - 10 de novembro de 2012


A-10 - 10 de novembro de 2012

Amanhã haverá espetáculo na Fábrica “Ploc - A Borboleta Mais Linda Que Eu Já Vi” integra o Circuito Cultural Paulista Após oito meses de atividades culturais, com mais de 620 atrações espalhadas por 80 municípios, o Circuito Cultural Paulista encerra a temporada 2012 em novembro. Programa do Governo do Estado de São Paulo, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura em parceria com as prefeituras das cidades participantes, o Circuito apresenta neste mês diversas atividades – todas com entrada franca. Em São José do Rio Pardo, as crianças poderão conferir “Ploc – A Borboleta Mais Linda Que Eu Já Vi”, uma montagem teatral que retrata o mundo dos animais da floresta como metáfora para os obstáculos da vida, sobretudo a questão do preconceito e sua superação. A apresentação acontece amanhã, domingo (11), às 15 horas, na Fábrica de Expressão e os ingressos devem ser retirados com antecedência. De Roberto Villani, A Cia. Teatral Fluture conta a história de uma borboleta apaixonada por um príncipe, o Dom Louva-a-Deus. Futuro rei da floresta, ele pretende escolher sua noiva no dia do baile da Árvore Real. Ploc começa a ter aulas de sabedoria com a Mestra Coruja para impressioná-lo, mas teme ir à festa e acabar sendo apanhada pela caçadora Bezerra, cujo maior desejo é vê-la em sua coleção de borboletas. O figurino colorido, que remete aos tempos de discoteca dos anos 80, cha-

ma a atenção da garotada. Ainda dentro da programação do Circuito Cultural, o destaque do mês será a participação do músico Tom Zé, que percorrerá as cidades de Garça, Ourinhos, Lençóis Paulista, Lorena e Ilhabela na turnê de lançamento do seu novo CD, “Tropicália Lixo Lógico”. Recém-lançado, o disco celebra uma espécie de retomada da Tropicália, movimento dos anos 60 e do qual Tom Zé foi um dos fundadores, junto com Caetano Veloso, Gilberto Gil e Os Mutantes. O circo Giramundi convida o espectador à fantasia através da ação da leitura e do brincar. O grupo passará pelas cidades de Limeira, Espírito Santo do Pinhal, Santa Bárbara D’Oeste e Guaíra. Entre acrobacias, equilibrismo, malabarismo e humor, artistas circenses apresentam o livro como um objeto especial e mágico, que contém todo conhecimento e brincadeiras capazes de despertar a imaginação e surpreender públicos de todas as idades. Confira a programação completa em www.cultura.sp.gov.br. Mapa Cultural Paulista “Mais um conto de Maria” será apresentado na terça-feira, 27, às 20h, na Fábrica de Expressão, pelo projeto Mapa Cultural Paulista, realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura.

DIVULGAÇÃO

Cena do espetáculo que será apresentado amanhã, domingo, na Fábrica de Expressão

A peça iria se apresentar no dia 1º, mas os organizadores tiveram que transferir a data da apresentação, por motivos profissionais. Os interessados podem retirar os ingressos gratuitos antecipados a partir da próxima terça-feira, 13, na secretaria da Fábrica de

Expressão, das 8h às 17h. É um espetáculo repleto de muita poesia, música e diversão, ambientado no mais tradicional universo nordestino, um mundo mágico, repleto de elementos pertencentes a nobre cultura popular. Nessa aventura, Ma-

ria, uma menina órfã, enfrenta uma série de adversidades em busca do tão sonhado final feliz e mesmo sob a tutela de uma velha e maldosa madrasta e sua filha invejosa, luta com todas as forças para alcançar seus objetivos. Entre contos e

magias, o publico se diverte com muita música e boas trapalhadas, conhecendo as terríveis, ao mesmo tempo deliciosas aventuras que nossa protagonista encontra pelo caminho. Mais informações pelo telefone: 36829927

Marketing é tema de palestra do Sebrae O posto do Sebrae de São José do Rio Pardo convida empresários riopardenses e da região para participarem da palestra ‘Plano de Marketing – Uma ferramenta estratégica’, que acontecerá no auditório da Associ-

ação Comercial e Industrial no dia 22 de novembro, a partir das 19 horas. O objetivo do evento é sensibilizar sobre a importância do planejamento das ações de marketing, como forma de ampliar a competitividade das empresas. Os

participantes vão entender as etapas de elaboração de um plano de marketing, percebendo-o como uma ferramenta de gestão estratégica, que auxiliará na conquista e manutenção do cliente. As inscrições são gratui-

tas, mas devem ser feitas com antecedência, através do telefone (19) 36829343 ou diretamente no posto do Sebrae, localizado no piso superior da Biblioteca Municipal, à Praça Capitão Vicente Dias 33, centro.


10 de novembro de 2012 A-11

Machos de plantão, mulher no caminhão A frase de pára-choque ilustra muito bem a história da motorista Rosângela Nogueira ARQUIVO PESSOAL

GISELLE TORRES BIACO

“Eu amo o que faço”, declara Rosângela Nogueira. Aos 40 anos, ela acaba de realizar o seu maior sonho: trabalhar conduzindo um caminhão combustível. Recentemente contratada pela transportadora Potência, Rosângela é motorista profissional letra AE, e acabou de fazer o Curso de Treinamento Específico Para Condutores de Veículos Rodoviários Transportadores de Produtos Perigosos (MOPP), uma exigência necessária para todo condutor de veículo automotor que desejar transportar produtos perigosos ou para a renovação do seu certificado. Entre outros, são considerados produtos perigosos: explosivos, gases, líquidos inflamáveis, substâncias oxidantes, substâncias tóxicas, substâncias radioativas e substâncias corrosivas. Rosângela será responsável por conduzir um caminhão que transportará combustível da refinaria de Paulínia para São José do Rio Pardo. Sobre a conquista profissional em uma área predominantemente masculina, Rosângela informa que ela não é a única mulher da empresa. “Tenho uma colega, a Daniela, que também é carreteira, e a quem eu agradeço por ter

me dado a maior força.” Apesar do avanço feminino em profissões ‘dominadas’ pelos homens, Rosângela diz que ainda há muito preconceito em sua área. “As pessoas não confiam em motorista mulher, essa é a verdade. É muito machismo, os homens acham que só eles podem conduzir esse tipo de veículo. Cheguei a entregar currículos em alguns lugares, mas sem chance!” A motorista conta que desde o primeiro momento em que foi chamada a integrar a equipe da Potência, foi sempre muito bem tratada pelos colegas de trabalho. “Eu me senti bem, eles me respeitam e tiveram paciência de me ensinar. Não tenho o que falar de ninguém, fui muito bem recebida.” De pai para filha Rosângela conta que apesar de ter conhecido seu pai biológico há pouco tempo, já sabe que “puxou a ele”. “Meu pai é caminhoneiro, você imagina isso? Aos 40 anos consegui realizar dois sonhos: o de conhecer meu pai e o de ser motorista profissional.” Ao que parece, seu filho de nove anos já está tomando gosto pela profissão. “Ele adora o que faço.” Rosângela também é instrutora de carro e de moto.

No comando Mas para quem, apesar desta matéria, ainda não se convenceu de que lugar de mulher não é na cozinha, vale informar que o toque feminino acaba sendo um bom negócio para as empresas, já que as motoristas reduzem os custos na manutenção dos veículos. Elas são cuidadosas e qualquer barulhinho diferente nos motores é notificado antes de virar problema. “Meu caminhão é todo limpinho e muito cheiroso, vai lá para você ver”, brinca Rosângela. Ao ser questionada sobre ‘troca de pneus’, já que a força física de uma mulher é, via de regra, menor do que a dos homens, ela diz que não se preocupa com isso. “Temos todo suporte de segurança. O caminhão é rastreado e qualquer probleminha, uso o telefone para pedir socorro.” Mensagem E para as mulheres que estão em busca de um objetivo profissional, Rosângela faz questão de deixar um recado: “Nunca desista dos seus sonhos, por mais estranho aos olhos dos outros que ele possa parecer. Corra atrás, vá em busca do que você acredita e não desanime frente ao primeiro obstáculo, porque certamente eles serão muitos.”

Rosângela diz que ainda existe preconceito por parte dos homens

Caconde recebe Cia Aruanã pela primeira vez O talento de 40 jovens artistas que integram a primeira formação da Cia Cênica Aruanã será conferido em espetáculo no próximo dia 13, em dois horários, às 15h30 e às 20h, na Casa de Cultura e Cidadania de Caconde, projeto sociocultural viabilizado pela Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, patrocinado pela AES Tietê e realizado pela H.Melillo – Grupo de Articulação Social e Instituto Agires. O grupo é resultado do trabalho desenvolvido pela Casa de Cultura e Cidadania de São José do Rio Pardo, ao longo dos quatro anos de atividade. O espetáculo Malhado Sinhá, inspirado na obra O Gato Malhado e Andorinha Sinhá, de Jorge Amado, será

aberto ao público, com entrada gratuita. A apresentação mistura números circenses, danças e encenações que contam a história do Gato Malhado que, de tão malandro, bastava aparecer no parque para que todos os bichos fugissem às pressas. A única espécie que ficava era a Andorinha Sinhá, e isso foi o suficiente para nascer uma grande e forte amizade entre os dois. Com o passar do tempo, a forte amizade se transformou em paixão. O espetáculo tem duração de aproximadamente 50 minutos. A direção do espetáculo é de Rodrigo Matheus, integrante do Circo Mínimo, de São Paulo, e um dos responsáveis pelas sele-

ções de artistas para o Cirque du Soleil em São Paulo. Desde 2002, Rodrigo tem dirigido espetáculos utilizando técnicas circenses em contextos teatrais. As apresentações serão realizadas até o final do ano em diversos locais do estado de São Paulo. Criada há sete meses pela Casa de Cultura e Cidadania de São José do Rio Pardo, a Cia Cênica Aruanã é um grupo que trabalha as expressões artísticas do circo, da dança e do teatro. Os jovens talentos são apoiados com bolsa incentivo no valor de R$ 300,00 e frequentam aulas de Conhecimentos Gerais e Cultura, além das técnicas cênicas específicas.


A-12 - 10 de novembro de 2012 FOTOS REPORTAGEM

“Pardinho Limpo” na Rodovia Lupercio Torres I

Na Praça dos Três Reis faltou o triturador de galhos

“Pardinho Limpo” na Rodovia Lupercio Torres II

Município é parado para sanar dívidas Após a realização das eleições, prefeito determina cortes em todas as áreas O prefeito João Luís Soares da Cunha praticamente parou o município na tentativa de sanar as dívidas contraídas na sua administração, com ações que ele próprio chamou, por meio de decreto publicado, de “adoção de medidas administrativas para contenção de gastos do Município de São José do Rio Pardo” e a necessidade de “adequar as nossas despesas à programação financeira de entrada de receitas para o corrente ano”. Exoneração de servidores comissionados, dentre os quais também médicos, redução do

horário de atendimento das Secretarias, redução da jornada de trabalho de enfermeiros, cortes no adicional noturno de Guardas Municipais, tentativa de receber dinheiro de quem tem IPTU atrasado, proibição de interurbanos por telefonia fixa, restrição de cópias xerográficas, suspensão das férias dos servidores, proibição de uso externo de veículos oficiais, proibição de renovação de revistas ou jornais, proibição de compras, restrição de diárias de servidores, não pagamento de horas extras aos coletores de lixo,

dentre outras ações. Além disso, obras foram paralisadas por toda a cidade. Durante a semana, vários foram os telefonemas recebidos pela redação, de cidadãos observando que não há funcionários nas ruas e as obras estão paradas. Vários deles, inclusive, se disseram revoltados pelo que consideram como irresponsabilidade da administração. “O dinheiro é mal administrado e a população é que sofre as consequências?”, disse um funcionário público que pediu para não ser identificado, com medo de represálias.

Lixo acumulado Durante a semana, a população rio-pardense foi obrigada a conviver com uma grande quantidade de lixo espalhado em vários pontos do município, principalmente nos locais onde há coleta do “Pardinho Limpo”. Não há explicações oficiais para o problema, mas informações apuradas pela reportagem junto a funcionários dão conta de que o acúmulo de lixo foi causado pelo corte, feito pela Prefeitura, nas horas extras dos coletores.

Na SP-207, em frente ao bairro Buenos Aires, a mesma situação

Casa do Orquidário Obras inacabadas também está parada causam transtornos FOTOS REPORTAGEM

Dentre as inúmeras obras iniciadas e interrompidas pela atual administração, uma delas é pouco notada pelos moradores: a do Orquidário na Área de Lazer, próximo a outra obra paralisada, a da futura sede da Secretaria de Segurança e Trânsito e Guarda Municipal. Já com alambrado e com a maior parte da estrutura física instalada, o Orquidário ainda não tem a cobertura específica para tal projeto, que, segundo a Prefeitura, acolherá plantas nativas e, evidentemente, orquídeas quando estiver funcionando. Dois portões de ferro foram colocados no Orquidário, mas, sem pintura, já começam a dar sinais de alguma ferrugem. O mesmo já pode ser percebido em outras partes metálicas da estrutura que sustenta o alambrado. O mais preocupante, no entanto, é que alguns blocos de cimento instalados no interior do Orquidário estão “rachando”. O sol intenso e as chuvas fazem com que o material se resseque e fique com rachaduras, com tendência a ficar cada vez mais danificado. Além desses problemas, o mato começa a tomar conta do piso de areia do Orquidário e, ao lado do alambrado, muita folha seca das árvores vai sendo acumulada nas laterais das paredes. Resumindo: está tudo parado há muito tempo e, embora seja uma obra extremamente barata se comparada com a da própria Secretaria de Trânsito e Guarda Municipal, anexa ao Orquidário, não há previsão alguma de conclusão.

FOTOS REPORTAGEM

O mato começa a tomar conta do Orquidário, crescendo no piso de areia

Os dois portões e algumas outras partes começam a dar sinais de ferrugem

Iniciadas este ano, as obras do projeto de Tratamento Global do Esgoto estão causando transtornos à população, em relação ao serviço que está sendo realizado para tapar os buracos feitos para a passagem das manilhas. Têm sido cada vez mais comuns os casos de veículos que “ficam presos” em buracos que se abrem por conta da fina camada de asfalto. Em vários pontos, o trabalho não foi finalizado e o asfalto cedeu; em outros, nem o asfalto foi passado. Buracos se abrem com muita terra; o resultado disso é poeira nos dias secos e muito barro nos dias chuvosos. Em relação ao andamento das obras, a assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal informou que está programada para os próximos dias uma nova vistoria nas obras. A última foi realizada em 25 de setembro, quando foi constatado um percentual de 15,70% de obra realizada (acumulado) até então. A informação da Prefeitura à Caixa é de que, até o último dia 1º de novembro, mais 7,52% da obra foi executado, o que será confirmado pela Caixa nesta próxima vistoria.

Trevo de acesso ao bairro João de Oliveira Machado

Rua de acesso aos bairros João de Oliveira Machado e Portal Buenos Aires

Nas proximidades do Tartarugão, a situação da Perimetral está bem complicada


10 de novembro de 2012 - A-13

TAÇA SÃO JOSÉ

Domingo de decisões no campo do Botafogo As equipes campeãs da Taça São José de Futebol 2ª Divisão serão conhecidas neste domingo, no estádio

do Botafogo FC. Os jogos finais serão realizados a partir das 13h30, na categoria aspirante, e às 15h30,

no jogo dos titulares. Na final entre aspirantes, Dalbon e Brasão se enfrentam. O Dalbon, porém,

tem a vantagem do empate por ter feito a melhor campanha. Na categoria titular, Venerando e Taquara Branca disputam o título, com o Venerando também tendo a vantagem do empate. No último domingo, dia 4, quatro jogos foram realizados pela semifinal nos estádios do Botafogo e Grêmio Municipal, respectivamente. No Botafogo, o aspirante do Dalbon che-

gou à final ao derrotar Taquara Branca por 2 a 0, gols de Rick e João Carlos. Jogando no Grêmio Municipal, o Brasão empatou em 0 a 0 com o Venerando e, por ter melhor campanha, também garantiu sua vaga para a final. No mesmo estádio, o Venerando FC também garantiu sua vaga para a final ao derrotar o Dalbon por 4 a 1, gols de Rafael Cadela (2), Pacotinho e Dedão,

com Betão descontando para o Dalbon. Entre os titulares o Taquara Branca goleou o Brasão por 4 a 0, gols de Mafra, Rangel, Luís Paulo e Denis, garantindo vaga na final. Até o momento foram marcados 277 gols e os jogadores Rick (aspirante do Dalbon), com 11 gols, e Marcelo (titular do Brasão), com 18 gols, são os artilheiros.

Aspirante do Dalbon venceu e tem a vantagem do empate para ser campeão

Titular do Venerando confirmou favoritismo diante do Dalbon

TRT DA 15ª REGIÃO PODER JUDICIARIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO VARA DO TRABALHO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO-SP PROCESSO EDITAL DE LEILÃO (81/2012) A SER REALIZADO NO DIA 04 DE DEZEMBRO DE 2012 AS 14 HORAS O Dr. Renato Cesar Trevisani Juiz Titular Vara do Trabalho de São José do Rio Pardo-SP. Faz saber a todos quanto o presente virem ou dele tiverem conhecimento que no dia 04/ 12/2012, às 14:00 horas, no seguinte endereço: Rua Francisquinho Dias Nº 544, Bairro Centro, na cidade de São José do Rio Pardo-SP, salão de convenções do Hotel Maga, será realizado LEILÃO JUDICIAL através da Empresa Seven Leilões Assessoria S/C Ltda. CNPJ 03.451.296/0001-55, com escritório à Rua Américo Brasiliense , nº 284 , 15º andar, cj. 152, Bairro Centro, Ribeirão Preto-SP, pelo maior lance observado as ressalvas de cada processo, dos bens penhorados e avaliados, das execuções em tramitação nos processos abaixo, fixados os percentuais devidos ao leiloeiro no ato da arrematação: 5% (cinco por cento) sobre o valor da arrematação, pago pelo arrematante (inclusive se o reclamante ao atuar nesta condição), em caso de adjudicação 5% (cinco por cento) sobre o valor da avaliação, no caso de pagamento da execução, desistência, acordo e renuncia, 5% ( cinco por cento) do valor da avaliação a ser pago pelo executado no prazo que o Juiz assinalar. Também será de 5% (cinco por cento) sobre o valor da avaliação a ser pago pelo requerente, no caso de remição de bens pelo cônjuge, descendente ou ascendente do executado, no prazo assinalado pelo Juiz. O licitante vencedor deverá depositar à disposição do Juízo o valor total da arrematação, via depósito judicial obtida através do site do Eg. Tribunal Regional do Trabalho (WWW.trt15.jus.br), no prazo de 24 horas a partir do encerramento da hasta. Além disso, deverá pagar no ato da arrematação diretamente ao leiloeiro a comissão de 5%, se o arrematante não pagar o valor do lance no prazo assinalado, perderá o valor da comissão em beneficio do leiloeiro e o valor da arrematação em beneficio da execução. Fica autorizada a alienação de bem imóvel de forma parcelada, sendo certo que nesta hipótese a arrematação não poderá ser inferior ao valor da avaliação e deverá ser efetuado o depósito de 30% de sinal a vista ficando o remanescente garantindo hipoteca judicial que recairá sobre o próprio imóvel, conforme dispõe o art. 609 e seus parágrafos do C.P.C. As propostas de parcelamentos deverão ser apresentadas por escrito e indicarão o prazo, a modalidade e as condições de pagamento do saldo, que serão apreciadas pelo Juízo quando da realização da hasta pública. Se o arrematante desistir da arrematação antes de quitadas todas as parcelas, aquelas pagas reverter-se-ão ao exequente, sem direito do arrematante reavê-las, bem como a comissão paga ao leiloeiro. Aos interessados em arrematar os bens esclarece-se que os mesmos serão vendidos no estado geral em que se encontram, e os imóveis esclarece-se desde já que os mesmos serão vendidos em caráter adcorpus e os créditos relativos a imposto cujo fato gerador seja propriedade, o domínio útil ou a posse, e bem assim os relativos a taxas pela prestação de serviços de tais bens ou a contribuição de melhoria sub rogam-se sobre o respectivo preço, por eles não respondendo o adquirente de boa fé, a não ser que conste indicação ou decisão judicial contraria. Caso as executadas não sejam encontradas ficam por este intimadas. Todos os casos omissos ou duvidosos serão resolvidos pelo MM. JUIZ DO TRABALHO, inclusive sobre eventual parcelamento na arrematação de bens imóveis.

Titular da Taquara Branca goleou na semifinal e briga pelo título

LOTE 01 – PROCESSO 0010300-69.2003.5.15.0035 RTSum[rts] RONALDO DA SILVA + 00001 CONTRA DEMATEC MONTAGENS INDUSTRIAIS LTDA. + 00002: 01 veículo da marca Toyota Bandeirantes, tipo Pas/Automóvel/Jipe, á diesel, ano 1989/1989, bege, particular, placas BVS-3917 de São José do Rio Pardo. Reavaliado em 24/07/2012 pelo valor R$32.000,00. LOTE 02 – PROCESSO 0001035-62.2011.5.15.0035 RTOrd GILBERTO DE SOUZA CONTRA RUBIA DAYANE MESSIAS DA COSTA – ME + 00001: 01 veículo da marca GM/Chevrolet, tipo S10 Executive 2.8 4x4, Esp/Caminhonet/Abert C Dup Diesel, Ano 2007, Modelo 2008, Placas HFE- 8324 de Tapiratiba. AVALIADO EM R$ 65.000,00. LOTE 03 – PROCESSO 0085500-72.2009.5.15.0035 RTOrd CRISTINA FERNANDES DE LIMA CONTRA RUEDA LANCHONETE E RESTAURANTE LTDA. ME +00001: 1) 01 (uma) televisão LCD, marca Samsung, modelo LN40B630P2MXZD, aparentando ser de 40’ polegadas; 2) 16 ( dezesseis ) conjuntos de mesas de madeira, quadradas, com quatro cadeiras cada uma; 3) 07 ( sete ) mesas de madeira, quadradas, em bom estado; 4) 01 ( um ) freezer vertical, marca General ICY, branco, com três prateleiras, com a “pintura KIKO LANCHES MIX EXPRESS”, aparentando bom estado; 5) 01 ( um ) freezer horizontal, marca “Consul”, pequeno, branco, de uma porta, aparentando bom estado; 6) 01 ( uma) máquina de café expresso, marca “ Gaggi Syncrony Logic”, cinza aparentando bom estado; 7) 01 (um) bebedouro elétrico da marca Natugel, modelo mini, em inox, aparentando bom estado de uso e conservação, avaliados respectivamente em:1) R$ 1.100,00; 2) R$ 3.200,00 (R$ 200,00 cada); 3) R$560,00 (R$ 80,00 cada); 4) R$ 1.000,00; 5) R$ 500,00; 6) R$ 1.500,00; 7) 300,00, TOTAL DA AVALIAÇÃO R$ 8.160,00 ( oito mil cento e sessenta reais). LOTE 04 – PROCESSO 0000189-11.2012.5.15.0035 CP – IVAN FLORENTINO DA SILVA CONTRA TRANSPORTADORA GUAINO: 01 caminhão da marca VW 13.180, ano 2005 modelo 2006, cor azul, placas DBL-6763, chassi 9BWBE725X6R607521, sem carroceria, avaliado em R$ 82.000,00. LOTE 05 – PROCESSO 0000475-23.2011.5.15.0035 RTOrd – VALMIRA FERREIRA DE FARIA CONTRA LUCIANO SARAIA ARCHANJO: 1) 01 freezer horizontal de 2 portas cor branca marca Metal Frio, sem numeração aparente, avaliado em R$ 800,00, 2) 01 freezer vertical marca Brastemp fost free cor branca 220 volts, numero de serie BC S 31 f20 com 4 prateleiras e sem a gaveta inferior interna avaliado em R$ 900,00, 3) 1 geladeira da marca Climax novah 3000 luxo cor branca 220 voltsGAB numero RCN300 BR2 GDAR 473344, avaliado em R$ 200,00, 4) 01 Geladeira de cor branca sem a tampa do congelador marca Consul numero de serie AUB 123682, avaliado em R$ 150,00, total da avaliação R$ 2.050,00, avaliados em 06/09/2012. O pregão será realizado no endereço mencionado acima ocasião em que poderá ocorrer alienação pelo melhor lance, se não sobrevier adjudicação ou remissão. E para que cheguem ao conhecimento das reclamadas e seus proprietários ou sócios, foi expedido o presente edital, a ser publicado pela imprensa local e afixado no lugar de costume na sede desta 1ª VARA DO TRABALHO, servindo também como notificação no caso de não localização de qualquer interessado. Também que a juntada de via deste (ou de certidão) aos autos do processo respectivo servirá como certidão de designação, nos termos do artigo 162, § 4º, do código de processo civil, sob autorização, determinação e supervisão do MM. JUIZ DO TRABALHO, está autorizada a livre divulgação pela empresa SEVEN LEILÕES ASSESSORIA S/C LTDA, a hasta pública será conduzida pela leiloeira oficial Valquiria Varanda do Nascimento matrícula JUCESP 878, em caso de devolução das notificações postais serão substituídas pela publicação do presente. São José do Rio Pardo-SP aos 09/11/2012, sexta-feira. Eu, Marcelo Adriano Bonani, Diretor de Secretaria, digitei, imprimi, conferi e encaminhei. (as.) Alexandre Vieira dos Anjos - Juiz do Trabalho.


A-14 - 10 de novembro de 2012

REGIONAL DE FUTEBOL

Vasco e Grêmio Nestlé são campeões Aspirantes do Vasco FC e titulares do Grêmio Nestlé foram campeões do Campeonato Regional Binga e Elvis RP Silk de Futebol. Os títulos foram obtidos domingo, dia 4, no estádio do Grêmio Nestlé. No aspirante o Vasco venceu de virada o Grêmio Nestlé por 4 a 2, conquistando o título da categoria. Os gols foram marcados por Edson (2), Leocildo e André Balão para o Vasco e Esquerdinha e David para a Nestlé. Entre os titulares o Grêmio Nestlé se sagrou campeão ao derrotar, de virada, o União Cacondense por 2 a 1, gols de Zé Babão e Tiago Cambuim para a Nestlé e Adam para o União. No cerimonial de encerramento os patrocinadores o campeonato, Binga e Paulo (Binga & Elvis) e Marco Biaco (RP Silk), foram homenageados.

Na categoria aspirante o time do Vasco teve ainda o artilheiro da competição, que foi o jogador Edson; o melhor goleiro foi Beto

Grêmio Nestlé Vasco

(Nestlé). Entre os titulares o jogador Eduardo (União) foi artilheiro e o melhor goleiro foi Fabinho Trentin (Nestlé).

2 4

Aspirantes Gols: Edson (2), Leocildo e André Balão para o Vasco e Esquerdinha e David para a Nestlé. Árbitro: Jeferson Elias Apolinário; Representante: Inácio. Auxiliares: José Norival Grassi e Leandro Amaral. Grêmio Nestlé: Beto, Lóris, Véio, Branco e Bispo; Drim, Diego e Esquerdinha; Rafael, Zoião e David. Reservas: Limão, Bola, Cícero, Pimenta, Balestra, Fabinho e Fabiano. Técnico Martinelli. Vasco: Bruno, Jhone, Marcio, Xuxa e Dodô; Diguinho, Edson e André Balão; Coelho, Leocildo e Kikão. Reservas: Djalminha, Rodolfo e William. Técnico Anésio Ferreira.

Grêmio Nestlé União Cacondense

Grêmio Nestlé campeão da categoria titular após brilhante virada

2 1

Titulares Gols: Tiago Cambuim e Zé Babão para a Nestlé e Adam para o União. Árbitro: José Norival Grassi; Representante: Inácio. Auxiliares: Jeferson Elias Apolinário e Leandro Amaral. Grêmio Nestlé: Fabinho Trentin, Zé Babão, Alex, Doglas e Elias; Celio, Du Ferraz e Amarelo; Neno, Celso Ferreira e Miquéias. Reservas: Cicero, Bola, Flozô, Thiago Cambuim, Bispo e Rodriguinho. Técnico Natal Elias. União Cacondense: Marcão, Jiló, Né, Jocadinho e Leonardo; Jorge, Caio e Adam; Besouro, David e Tales. Reservas: Reginaldo, Sergio, Emerson, Eduardo, Elias, Vagner e Joãozinho. Técnicos Jair e Terezo. Aspirante do Vasco foi o campeão com todos os méritos

BOLETIM ESPORTIVO

Brasão conquista o campeonato urbano A equipe do Brasão FC recebeu no último domingo, dia 4, no estádio do Grêmio Municipal, o troféu de campeã do Campeonato Boletim Esportivo Urbano de Futebol. O Brasão foi campeão porque foi a melhor equipe da cidade na Taça São José de Futebol 2ª Divisão. De acordo com o regulamento, a equipe urbana que terminasse melhor colocada no encerramento da 1ª fase ficaria com o troféu. “Na soma dos pontos o Brasão foi o melhor time urbano nas duas categorias e por isso foi o cam-

peão”, disse Paulo Sérgio Rodrigues (Paulão da Rádio), organizador do campeonato. Os campeões do Campeonato Boletim Esportivo Rural também já são conhecidos. As equipes do Dalbon FC (aspirante) e Venerando (titular) foram vencedoras da edição 2011. “Esta edição estava atrasada e os campeões serão premiados nas semifinais do Boletim Esportivo Rural, prevista para acontecer nos próximos dias 2 e 9 de dezembro”, finalizou Paulão da Rádio.

Titular do Brasão recebeu troféu de campeão do Boletim Urbano

Aspirante do Grêmio Nestlé ficou em segundo lugar

União Cacondense vice campeão da categoria titular

DOMINGÃO LIVRE

Carlos e Edgard mantém 100% de aproveitamento A fase de classificação do Campeonato Domingão Livre de Futebol vai terminar neste domingo, dia 11, com apenas uma partida. No estádio do Grêmio Municipal, a partir das 9 horas, a equipe da Cargill jogará contra o Paulista A para cumprimento de tabela. No último domingo, dia 4, no estádio do Vale Redentor, o time do Carlos e Edgard terminou sua participação nesta fase com 100% de aproveitamento e como a melhor equipe na tabela de classificação. O time do Carlos e Edgar venceu o Escritório São Lucas por 4 a 1, gols de Claudinho Zavatiero (2), Ronaldo e Diol, com Saulo descontando para o Escritório São Lucas.

Carlos e Edgard, Coffee of the Morning, Paulista A e Cargill estão classificados

para a fase semifinal, prevista para o próximo dia 18 de novembro. O campeo-

nato está sendo organizado pela Liga Riopardense de Futebol.

Equipe do Carlos e Edgar venceu todas as suas partidas

AGRADECIMENTO PÚBLICO O ASILO LAR DE JESUS VEM A PÚBLICO, COM GRANDE ALEGRIA, AGRADECERAOS QUERIDOS AMIGOS DO BAR DO DEMÁ PELO DELICIOSO “PUCHERO” EM PROL DO ASILO LAR DE JESUS, BEM COMO A TODOS QUE AJUDARAM E PATROCINARAM O ALMOÇO, OCORRIDO NO DIA 28/10/2012. NOSSO AGRADECIMENTO TAMBÉM AOS IRMÃOS DO GRUPO CÁRITAS QUE NOS PROPROCIONARAM SUAS INSTALAÇÕES À REALIZAÇÃO DO EVENTO. TAMANHO AUXÍLIO NOS PROPICIA CONTINUARMOS LUTANDO PELO BEM DE NOSSOS 95 INTERNOS AQUI CUIDADOS 24 HORAS POR DIA NOS 365 DIAS DO ANO. QUE A PAZ DE JESUS OS ENVOLVA E QUE DEUS OS ABENÇOE! EM NOME DOS INTERNOS, FUNCIONÁRIOS E DIRETORIA NOSSO MUITO OBRIGADO! MÁRCIA REGINA PINESI NASSER - PRESIDENTE


10 de novembro de 2012- A-15

REGIONAL DE BASE

BASQUETE

Campeonato teve jogos Sub-16 da AAR na semifinal da Copa Difusão em São José e Caconde O Campeonato Regional de Futebol Categoria de Base prosseguiu sábado, dia 3, com jogos em São José do Rio Pardo e Caconde. Em São José, no estádio do Grêmio Municipal, o time sub-14 do São Bernardo/ DEC perdeu para o Derla/ Mococa por 4 a 3, gols de Luquinha, Vinícius e Leonardo Moraes para o São Bernardo e Guilherme (2), Davi e Igor para o Derla. Em Caconde, na categoria sub-10, o time do DET/ Caconde venceu a AAR por 5 a 4 gols de Guilherme (2), Diogo, Antônio e Leonardo para o DET e Mateus Ferreira (2), Mateus Consolo Rosseto e Luís Gustavo para a AAR. No segundo jogo, categoria sub-16, o DET/Caconde venceu a equipe do DEL/Vargem Grande do Sul por 1 a 0, gol de João Marcos. Na categoria sub-12, o DET/Caconde venceu o time de Vargem Grande do Sul por 4 a 2, gols de Rodrigo, Gabriel, Luís Fernando e Everton para o DET e Mateus Henrique e Otavio Henrique para Vargem Grande. Na categoria sub-14, o DET/Caconde venceu o DEL/Vargem Grande do Sul por 4 a 0, gols de Rodney (3) e Gabriel. Na penúltima sexta-feira, dia 2, dois jogos foram re-

alizados nas cidades de Mococa e Santa Cruz das Palmeiras. Em Mococa, pela categoria sub-10, o DET/Caconde venceu a Nova Geração/Mococa por 4 a 1, gols de Eduardo para a Nova Geração e Diogo (3) e Gustavo para o DET. Em Santa Cruz das Palmeiras, pela categoria sub14, a equipe do Palmeirense derrotou o Operário (Tambaú) por 4 a 0, gols de Júlio (3) e Lucas. Na quinta-feira, dia 1º, o campeonato teve rodada no estádio da avenida Euclides da Cunha. Pela categoria sub-10, a equipe da AAR venceu o DET/Caconde por 3 a 2, gols de Mateus Ferreira, Paulo Celso e Luís Gustavo para a AAR e Diogo e Antônio para o DET. Na categoria sub-14, o São Bernardo/DEC empatou com o DET/Caconde em 1 a 1, gols de Luquinha e Rafael, respectivamente. No sub-16, o São Bernardo/DEC venceu o DET/Caconde por 3 a 1, gols de Ciel, Vinícius e Maicon para o São Bernardo e João Marcos para o DET. A competição está sendo realizada pela Liga Riopardense de Futebol, com apoio da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo.

PRÓXIMOS JOGOS: SÁBADO (10) MOCOCA 08h30 - Nova Geração/Mococa x DET/Caconde (sub-10) SÃO JOSÉ DO RIO PARDO 09h00 - Botafogo F/10 x São Bernardo/DEC (sub-14)

A equipe sub-16 da AAR/ DEC/ABS obteve domingo, dia 4, uma importante vitória diante da forte equipe de São Carlos, em partida válida pela V Copa Difusão, realizada em Porto Ferreira. O jogo foi realizado em quadra neutra uma vez que, quem vencesse, garantiria vaga para a fase semifinal da competição. O tricolor de São José, formado em sua maioria por jogadores sub-15, não se intimidou com o adversário e começou a partida jogando com uma forte marcação e controlando o placar. No segundo quarto, a equipe adversária melhorou chegando a encostar no placar: 25 a 21. Depois do intervalo o time de São Carlos melhorou mais ainda, virou o placar e abriu 8 pontos de diferença. Após uma breve conversa, os atletas riopardenses acertaram a pontaria e converteram duas bolas de três pontos, conseguindo com isso fechar a partida em 62 a 59. Na categoria sub-14, a equipe da AAR/DEC/ABS não teve o mesmo desempenho e acabou perdendo seus dois jogos para as equipes de Porto Ferreira por 54 a 45 e para Santa Rita do Passa Quatro por 36 a 23. Com essas derrotas, o time rio-pardense não conseguiu se classificar para as finais. As equipes sub-12 e sub16 da AAR/DEC/ABS estão classificadas para as finais da V Copa Difusão, que serão realizadas neste do-

Sub-16 da AAR/DEC garantiu vaga na próxima fase da Copa Difusão

mingo, dia 11, em Santa Cruz das Palmeiras. Regional - A equipe sub13 masculina da AAR/DEC/ ABS viajou até a cidade de Itupeva sábado e não deu chances ao adversário, vencendo os donos da casa por 45 a 36 pelo Campeonato Regional, organizado pela Liga de Ribeirão Preto. Com esse resultado a equipe tricolor conseguiu sua classificação antecipada para a fase semifinal que será realizada entre as equipes da AAR/ DEC/ABS, Sociedade Hípica de Campinas, Jundiaí Clube e Itapira/AABI. Na outra partida, a equipe sub-15 da AAR/DEC/ ABS perdeu para o time de Itupeva por 53 a 39. “A

partida serviu para cumprimento de tabela uma vez que a equipe tricolor já está classificada para as finais, mesmo faltando duas rodadas para o término da fase de classificação”, disse Hebinho de Souza, técnico da AAR/DEC, informando que, dependendo da combinação de resultados, o time rio-pardense poderá ficar em segundo lugar na tabela de classificação. Na última segunda-feira, dia 5, o time sub-15 da AAR/DEC venceu a equipe de Indaiatuba por 63 a 42, em partida realizada no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão”. Com a vitória a equipe sub-15 garantiu sua classificação en-

tre as quatro melhores da primeira fase, podendo ficar até em segundo lugar se ganhar de Piracicaba na próxima segunda-feira, dia 12, na casa do adversário. “Terminar essa fase em segundo lugar seria muito importante para conseguirmos nosso objetivo, que é ser campeão”, acrescentou Hebinho. Outra equipe classificada para a próxima fase é o time sub-19 da AAR/DEC/ ABS que, jogando no dia 29 de outubro em casa, perdeu para Atibaia por 68 a 72. Mesmo com a derrota a equipe tricolor garantiu sua vaga para as finais do Campeonato Regional de Basquetebol.

REGIONAL DE FUTSAL

AAR vai às semifinais em três categorias Sub-14 do São Bernardo/DEC perdeu para o DET/Caconde no sábado

AMISTOSO

Escolinha do Rondinelli vence a equipe do Brasilis A escolinha do Flamengo/Rondinelli venceu a escolinha do Centro de Treinamento Brasilis, em amistoso realizado na última quarta-feira, dia 31 de outubro. O amistoso foi disputado na casa do adversário, em Águas de Lindóia, e serviu para a avaliação de alguns alunos da escolinha rio-pardense e região. Na oportunidade foram escolhidos 12 jogadores para os amistosos: Xena, José Rossi, Sillas, Vinícius de Moraes, Daniel Garcia, Matheus Montanine, Igor Tavares, João Pedro Bar-

bosa, Fábio, Dudu, Guilherme e Henrique, todos sob o comando da comissão técnica formada pelos professores Fábio Perri, Junior Rondinelli, Rondinelli, Armando e João Mococa. “Tivemos um bom desempenho na partida, seis jogadores foram pré selecionados e voltarão em outra oportunidade para novas avaliações”, disse Fábio Perri. O resultado da partida foi de 3 a 2 para a Escolinha Flamengo/Rondinelli, gols de Vinícius de Moraes (2) e Zé Rossi para o time rio-pardense.

As equipes da AAR mostraram força no Campeonato Regional de Futsal, garantindo três das quatro categorias na fase semifinal da competição. A rodada foi realizada domingo, dia 4, em Cajuru. Na categoria sub-11 o tricolor venceu o Departamento de Esportes/Cajuru por 10 a 1. No sub-13 os rio-pardenses venceram a ACCPE/Casa Branca por 6 a 1. Na categoria sub-15 a AAR empatou com Cajuru

em 5 a 5, resultado que não foi suficiente para obter a vaga. A fase semifinal da competição está prevista para acontecer dia 15, em São José do Rio Pardo. Na última sexta-feira, dia 2, e no domingo, dia 4, a Liga Rio-pardense de Futsal realizou vários jogos pela fase quartas de final do Campeonato Regional, em diversas categorias. Os jogos ocorreram nas cidades de Divinolândia e Cajuru.

RESULTADOS DOS JOGOS: Sub-17: São Sebastião do Paraíso 9 x 4 DEC/Atlético Riopardense Sub-15: SET/Leme 5 x 3 DEC/São José Sub-17: SET/Leme 7 x 3 Derel/Mogi Mirim Sub-17: DEL/Vargem Grande 6 x 2 DE/Cajuru Sub-13: DEL/Vargem Grande 1 x 1 DE/Divinolândia Sub-13: DE/Cajuru 5 x 11 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-11: DET/Caconde 4 x 3 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-15: ACCPE/Casa Branca 3 x 0 DET/Caconde Sub-11: DE/Cajuru 1 x 10 AAR Sub-13: ACCPE/Casa Branca 1 x 6 AAR Sub-15: DE/Cajuru 5 x 5 AAR Adulto Feminino: Tigres/Mogi Guaçu 2 x 2 CA Ferreirense Sub-21 feminino: Derla/Mococa 7 x 3 DEC/São José Sub-21 feminino: Divinolândia 4 x 3 Derla/Aguaí

Sub-11 da AAR venceu facil o time de Cajuru pelo Regional

Sub-13 da AAR também goleou pelo Regional da LRFS

FESTIVAL DE FUTEBOL

Primus Nestlé organiza torneio misto no feriado Escolinha do Flamengo/Rondinelli venceu bem equipe do Brasilis

A equipe do Primus Nestlé realizará no próximo dia 15 o 2º Festival Misto de Futebol no estádio do Grêmio Nestlé. O evento reunirá as equipes do Primus

FC, Cargill, Escritório São Lucas, Manchester, União São José e Paraná. De acordo com o Régis Cremasco, um dos organizadores, o festival está

previsto para começar a partir das 9 horas. “Como três equipes sairão vencedoras na primeira fase, faremos um sorteio entre os vencedores para definir os

próximos jogos”, disse Régis. Tabela: Cargill x Escritório São Lucas, Primus x Manchester, União São José x Paraná.


10 DE NOVEMBRO DE 2012 - Pág. A- 16

Fiat Punto T-Jet reforça esportividade FOTOS DIVULGAÇÃO

EUGÊNIO AUGUSTO BRITO (UOL)

Taxistas costumam atuar como porta-vozes da consciência coletiva automotiva. Assim, acabou sendo providencial o comentário de um deles, durante o trajeto de ida ao Salão do Automóvel de São Paulo, na última semana: “A Fiat matou o Punto T-Jet, não? Andava bem quando estava ‘chutado’, pena ser tão parecido com o Punto normal. Quem ia comprar um carro mais caro idêntico ao mais barato?” Como UOL Carros estava com um Punto T-Jet 2013 na cor branco Banchisa na garagem, foi fácil esclarecer. A versão turbinada do hatch compacto premium da Fiat não morreu. De fato, a reestilização de estilo de julho (releia aqui) deixou o Punto com motor 1.4 turbo a gasolina mais vivo e descolado do irmão civil (motores 1.4 e 1.8 flexíveis) do que antes. Nem é preciso mais usar lupa para enxergar as diferenças. E elas vão além de caixas de rodas diferenciadas e grade do tipo colmeia. O T-Jet atual está mais agressivo, algo esperado de qualquer esportivo de verdade: as faixas adesi-

vas também estão lá, mas são complementadas por rodas de 17 polegadas e desenho exclusivo (calçadas com pneus 205/50), spoilers e saias laterais, ponteira dupla de escape, pinças de freios pintadas de vermelho (vale lembrar que o T-Jet tem freios a disco nas quatro rodas, diferente do Punto tradicional), defletor traseiro que integra as luzes de ré e até fendas nos para-choques — tudo bem, tomadas de ar e defletores são “falsos”, sem efeito real, mas chamam a atenção. O carro também é ligeiramente mais largo (mudanças de acabamento) e mais alto (reforço de suspensão) que sua contraparte aspirada: são 4,06 metros de comprimento, 1,72 m de largura e 1,50 m de altura, com 2,51 m de espaço entre-eixos. Ele também é mais pesado, com 1.263 kg (veja aqui a ficha técnica). Por dentro, o acabamento é um dos mais bem executados pela Fiat, mas a predominância do preto deixa a cabine toda bastante escura, ainda que um filete de LEDs leitoso em forma de onda percorra parte do painel (a cor do centro do painel, espelha a carroceria, mas o

efeito se perde se o carro for preto). Isso não é incomum para um carro esportivo, mas o efeito colateral no compacto é claustrofóbico: a cabine parece ainda mais apertada do que é e você vai jurar ser impossível ter mais de duas pessoas a bordo, ainda que o Punto conte com quatro portas. Tanto é assim, que a Fiat brinca em uma de suas propagandas com uma forma de “carregar” mais amigos no T-Jet: uma das funções “antenadas” do sistema Blue&Me — que abriga comandos por voz para telefonia, som e até navegação (esta última função é opcional) — permite que o dono do carro se cadastre no site da Fiat e associe perfis de redes sociais, amigos e notícias importantes a que quer ter acesso. Atualizações de Twitter e Facebook não surgem na diminuta tela do computador de bordo, mas são armazenadas num servidor telefônico e serão lidas, como em uma caixa postal telefônica, se você ligar para o número fornecido. Conectividade curiosa e diferente. Sob o capô, o novo TJet mantém a receita do antigo: o motor 1.4 16V a gasolina importado da Eu-

ropa entrega 152 cavalos de potência máxima com torque de 21,1 kgfm (disponível entre 2.250 rpm e 4.500 rpm). Até mesmo o “buraco” entre a primeira e segunda marcha está lá – o acerto do câmbio manual de cinco marchas prevê uma primeira mais esticada, enquanto as demais seguem o padrão de relações do Punto aspirado. Ainda assim, a aceleração de 0 a 100 km/h é feito em 8,3 segundos, mais de um 1 segundo mais rápido que o Punto flex mais veloz (1.8 Sporting), segundo dados de fábrica. A velocidade máxima segue sendo de 203 km/h. Teste de DNA “Então, ele está andando igual?” De fato, está um pouco melhor, mesmo com a mecânica semelhante. Isso graças à eletrônica embarcada, que permite ao motorista alterar (um pouco) o mapeamento do trem de força, volante e pedais através de uma chave ao lado da alavanca de câmbio. Marqueteiramente chamada de DNA pela Fiat, esta chave tem três fases: as duas iniciais (“N” de normal, “A” de autonomia) parecem mudar pouco o funcionamento

habitual do carro, embora a marcação “A” inclua um indicador de trocha de marchas e uma escala de consumo (econômetro) no painel de instrumentos, de forma a ensinar o motorista a guiar poupando combustível. Mas é com a “D” (de dinâmico) que as coisas ficam divertidas: as respostas do motor às pisadas no acelerador ficam mais afinadas, o volante se comunica um pouco melhor e o painel passa a indicar um tempo mais tardio para a troca de marchas, além de situar o motorista sobre o estado da turbina que sobrealimenta o motor. É nesse modo que o condutor vai realmente se sentir pilotando um modelo espor-

tivo, que acelera e freia mais que um similar com mecânica convencional. Também é com esta seleção que será possível suavizar o “gap” entre primeira e segunda marchas, tornando tudo mais prazeroso. Afinal, por mais que os modos N e A façam parte de um comportamento mais esperado pela sociedade contemporânea, segundo o qual os carros devem usar motores sobrealimentados para rodar mais consumido menos, é com o modo D que o TJet mostra a faceta esportiva, algo cada vez mais raro, sobretudo, no mercado brasileiro. Uma faceta da qual a Fiat e seu Punto não deveriam se envergonhar, aliás.


A-17 - 10 de novembro de 2012

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO Dispensa de Licitação 33/2012 Em despacho consubstanciado o Sr Secretario Municipal de Gestão Pública, RATIFICOU dispensa de licitação para contratação da empresa COMDERP COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE SÃO JOSE DO RIO PARDO, para a prestação de serviços de mão de obra, estimada em até 20 funcionários por um período de até 31 de dezembro de 2012, sendo valor estimado de R$ 47.723,89 (quarenta e sete mil setecentos e vinte e três reais e oitenta e nove centavos), Mensal. De acordo com a Lei 8666/93 artigo 24. inciso VIII Dispensa de Licitação 34/2012 Em despacho consubstanciado o Sr Secretario Municipal de Gestão Pública, RATIFICOU dispensa de licitação para contratação da empresa COMDERP COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE SÃO JOSE DO RIO PARDO, para prestação de Locação de horas máquina sendo uma carregadeira Fiat Allis Modelo FR 10 estimando-se em 180 horas no valor de R$ 108,00 (cento e oito reais) hora, uma Caterpillar 966 estimando-se em 120 horas no valor de R$ 140,00 (cento e quarenta reais) hora, e uma motoniveldora Patrol 120B estimando-se em 120 horas no valor de R$ 135,00 (cento e trinta e cinco reais) hora para prestação de serviços diversos à municipalidade, por um período de até 31 de dezembro de 2012, De acordo com a Lei 8666/93 artigo 24. inciso VIII Pregão Presencial 81-12 – aquisição de equipamentos médicos, odontológicos, laboratorial, hospitalar, equipamentos de informática, moveis e mobiliário, destinados a Secretaria Municipal de Saúde, com encerramento dia 28 de novembro de 2012, as 9:30 Hs . Mais informações poderão ser obtidas no endereço Praça dos Três Poderes,01, das 12 às 18 horas, através do telefone (0xx19) 3682.7831 ou pelo site www.saojosedoriopardo.sp.gov.br. EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Secretaria Municipal da Educação convoca os professores clasificados no Processo Seletivo nº 001/2012. Dia: 12/11/2012 Horário: 8:00 horas Local: Secretaria Municipal da Educação, Avenida dos Lírios, 400 – Centro. EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL (SÉRIES INICIAIS) Do nº 49 ao nº 55 Os candidatos deverão apresentar-se munidos dos seguintes documentos:- Cópia do RG; - Cópia do CPF; - Cópia do título eleitoral:- Cópia da certidão de escolaridade exigida para o cargo. São José do Rio Pardo, 07 de novembro de 2012. Adalbérica Costa Lima Pivato-Diretora do Dep. Munic. Educação PORTARIA N.º 11.040, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe sobre a exoneração da servidora TATIANA DOS REIS ACOSTA FREIRE, do cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora TATIANA DOS REIS ACOSTA FREIRE, do cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS, nível VI, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 05 de Novembro de 2012.João Luís Soares da Cunha-Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior - Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.041, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe sobre a exoneração da servidora TATIANA RUEDA FELTRAN, do cargo em comissão de CONSULTOR TÉCNICO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora TATIANA RUEDA FELTRAN, do cargo em comissão de CONSULTOR TÉCNICO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 07 de Novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha-Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.042, DE 05 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe sobre a exoneração do servidor LUIZ ANTONIO MANZINI, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor LUIZ ANTONIO MANZINI, para o cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE OBRAS PÚBLICAS, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 05 de novembro de 2012. São José do Rio Pardo, 05 de Novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha-Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.043, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2012. Dispõe sobre a exoneração da servidora FÁTIMA MARIA PROCÓPIO MACHADO CÁLIPO, do cargo em comissão de DIRETOR DE GABINETE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora FÁTIMA MARIA PROCÓPIO MACHADO CÁLIPO, para o cargo em comissão de DIRETOR DE GABINETE, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 01 de novembro de 2012. São José do Rio Pardo, 07 de Novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha- Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior. Secretário Municipal de Gestão Pública LEI N. 3.984, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica autorizado o Setor de Contabilidade da Prefeitura Municipal a abrir Crédito Adicional Suplementar, com fundamento no inciso I, do art. 41, da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 60.500,00 (Sessenta Mil e Quinhentos Reais ), com a seguinte classificação orçamentária: 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE - serviços administrativos 04-3.2.90.21.00 juros sobre a divida por contrato 23.500,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta cod.aplic.04.1100000 geral indireta 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE - serviços administrativos 06-3.3.90.39.00 outros serviços terc. - pess. juridica 37.000,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta cod.aplic.04.1100000 geral indireta total 60.500,00 Art. 2º O crédito aberto pelo artigo 1º desta Lei, será coberto por anulação parcial, nos termos do art. 43, § 1º, inciso III, da Lei Federal 4.320/64, da seguinte dotação orçamentária: 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE serviços administrativos 03-3.3.90.47.00 obrigações tributárias e contributivas 2.500,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta cod.aplic.04.1100000 geral indireta 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE. serviços administrativos 05-3.3.90.30.00 material de consumo 58.000,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta cod.aplic.04.1100000 geral indireta total 60.500,00 Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 09 de Novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha - Prefeito Municipal LEI Nº 3.985, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre abertura de crédito

adicional suplementar no Orçamento Programa do Município. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º - Fica autorizado o Setor de Contabilidade da Prefeitura Municipal a abrir Crédito Adicional Suplementar, com fundamento no inciso I, do art. 41, da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 22.700,00 (Vinte e Dois Mil e Setecentos Reais), com a seguinte classificação orçamentária: 02 poder executivo 02.05 secretaria da educação 02.05.05 outras despesas de ensino 12.306.0065.2.063 merenda escolar 163-3.3.90.30.00 material de consumo 22.700,00 fonte 02.0000000 transf. e convenios estaduais cod.aplic.02.2000003 auxilio merenda escolar total 22.700,00 Art. 2º - O crédito aberto pelo artigo 1º desta Lei, será coberto por excesso de arrecadação, proveniente de repasses dos recursos estaduais para a Merenda, conforme extrato contábil da conta do Banco do Brasil S.A., nos termos do art. 43, § 1º, inciso II, da Lei Federal 4.320/64. Art. 3º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 09 de Novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha-Prefeito Municipal DECRETO Nº 4.207, DE 29 DE OUTUBRO DE 2012. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 92.500,00 (noventa e dois mil e quinhentos reais). O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando a Lei Orçamentária Anual n° 3.820 de 09 de setembro de 2011, no seu artigo 4°; D E C R E T A: Art. 1º - Fica aberto um crédito adicional suplementar no valor de R$ 92.500,00 (noventa e dois mil e quinhentos reais), destinado a reforçar as dotações orçamentárias de diversas secretarias do orçamento vigente, a seguir: DOTAÇÃO UNIDADE EXECUTORA VALOR 02. Poder Executivo 02.03 Secretaria de Gestão 02.03.01 Departamento Administrativo 04.122.0008.2.008 Departemento de Administração 28-3.1.90.09.00 Salário Família 1.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral 02. Poder Executivo 02.05 Secretaria de Educação 02.05.08 Dep. Educação Infantil – Rec. Impostos 12.365.0041.2.024 Dep. Educação Infantil – Rec. Impostos 189-3.1.90.09.00 Salário Família 1.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.2100000 Ensino Infantil 02. Poder Executivo 02.05 Secretaria de Educação 02.05.08 Dep. Educação Infantil – Rec. Impostos 12.365.0041.2.024 Dep. Educação Infantil – Rec. Impostos 192-3.1.91.13.00 Contribuições Patrionais 6.500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.2100000 Ensino Infantil 02. Poder Executivo 02.05 Secretaria de Educação 02.05.08 Dep. Educação Infantil – rec. Impostos 12.365.0041.2.070 Creche – Rec. de impostos 207-3.1.90.11.00 venc. e vantagens fixas – Pess. Civil 1.500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.2100000 Ensino Infantil 02. Poder Executivo 02.06 Secretaria Municipal de Saúde 02.06.01 Fundo Munic. de Saúde – Rec. Impostos 10.301.0024.2.025 Fundo Municipal de Saúde – Rec. Impostos 240-3.1.91.13.00 Contribuições Patronais 75.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.3100000 Saúde Geral 02. Poder Executivo 02.07 Secretaria de Obras e Engenharia 02.07.02 Manutenção dos Serviços Públicos 15.452.0028.2.051 Serviços Públicos 294-3.1.90.13.00 Obrigações Patronais 3.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic 01.1100000 Geral 02. Poder Executivo 02.07 Secretaria de Obras e Engenharia 02.07.04 Manutenção dos Serviços de Água e Esgoto 17.512.0030.2.029 Serviço de água e esgoto 311-3.1.90.13.00 Contribuições patronais 1.500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral 02. Poder Executivo 02.07 Secretaria de Obras e Engenharia 02.07.05 Manutenção da Iluminação Pública 15.452.0031.2.030 Iluminação Pública 322-3.1.90.13.00 Obrigações Patronais 500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral 02. Poder Executivo 02.07 Secretaria de Obras e Engenharia 02.07.05 Manutenção da Iluminação Pública 15.452.0031.2.030 Iluminação Pública 323-3.1.91.13.00 Contribuições Patronais 2.500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral TOTAL DA SUPLEMENTAÇÃO R$ 92.500,00 Art. 2º - Para atender o disposto no artigo anterior indica-se o seguinte recurso orçamentário: 1 - A anulação parcial da dotação, conforme o artigo 43, parágrafo 1º, inciso III, da Lei 4320/64. DOTAÇÃO UNIDADE EXECUTORA VALOR 02. Poder Executivo 02.03 Secretaria de Gestão 02.03.01 Departamento Administrativo 04.122.0008.2.008 Departamento de Administração 29-3.1.90.11.00 Venc. e Vantagens Fixas – Pess. Civil 1.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral 02. Poder Executivo 02.05 Secretaria de Educação 02.05.08 Dep. Educação Infantil – Rec. Impostos 12.365.0041.2.024 Dep. Educação Infantil – Rec. Impostos 190-3.1.90.11.00 Venc. E Vantagens Fixas – Pess. Civil 7.500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.2100000 Ensino Infantil 02. Poder Executivo 02.05 Secretaria de Educação 02.05.08 Dep. Educação Infantil – rec. Impostos 12.365.0041.2.070 Creche – rec. de impostos 211-3.3.90.39.00 Outros serv. Terc. Pessoa Jurídica 1.500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.2100000 Educação Infantil 02. Poder Executivo 02.06 Secretaria Municipal de Saúde 02.06.01 Fundo Municipal de Saúde – rec. impostos 10.301.0024.2.025 Fundo Municipal de Saúde – rec. impostos 236-3.1.90.11.00 Venc. E Vantagens Fixas – Pess. Civil 75.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.3100000 Saúde - Geral 02. Poder Executivo 02.07 Secretaria de Obras e Engenharia 02.07.02 Manutenção dos Serviços Públicos 15.452.0028.2.051 Serviços Públicos 298-3.3.90.39.00 Venctos e vantagens - pessoal civil3.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral 02. Poder Executivo 02.07 Secretaria de Obras e Engenharia 02.07.04 Manutenção dos Serviços de Agua e Esgoto 17.512.0030.029 Serviços de Agua e Esgoto 310-3.1.90.11.00 Venctos e vantagens -pessoal civil 1.500,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral

02. Poder Executivo 02.07 Secretaria de Obras e Engenharia 02.07.05 Manutenção da Iluminação Pública 15.452.0031.2.030 Iluminação Pública 326-3.3.90.39.00 Outros Serv. Terc. - Pessoa Jurídica 3.000,00 fonte 01.0000000 Tesouro cod.aplic.01.1100000 Geral TOTAL DA ANULAÇÃO 92.500,00 Art. 3º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.752 de 01 de dezembro de 2011 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 4º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 31 de outubro de 2012. João Luís Soares da Cunha-Prefeito.Publicada por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº 4.216, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2012 Concede reajuste de 28,01% à empresa “Jurandir do Carmo Riolli ME”, referente ao período compreendido entre os meses de outubro de 2007 até julho de 2012. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, usando de suas atribuições legais,D E C R E T A: Art 1º - Fica concedido reajuste de 28,01% à empresa “Jurandir do Carmo Riolli ME” para a prestação de serviços funerários, referente ao período compreendido entre os meses de outubro de 2007 a julho de 2012. Parágrafo único Face ao disposto no caput deste artigo, a tabela a que se refere o Decreto nº 3.685 de 13 de Junho e 3.689 de 11 de Julho de 2008, passam a ter os seguintes valores: Descrição Valor em R$ Urna Nº R. Popular 76,80 Urna Nº 01 Assistência 332,80 Urna Nº 02 Assistência Especial 442,40 Urna Nº 03 D. Simples 499,20 Urna Nº 04 P. Especial 640,00 Urna Nº 05 V. Luxo 806,50 Urna Nº 06 Vv. Luxo 1.152,10 Urna Nº 07 Vv. Especial 1.408,10 Urna Nº 08 Especial Luxo 1.638,50 Urna Nº 09 Especial Super Luxo 2.022,55 Urna Branca – 0,60/0,80 268,80 Urna Branca – 1,00/1,20 320,00 Urna Branca – 1,40/1,60 371,20 Urna R. Popular – 0,50/0,60 102,40 Urna R. Popular – 0,80/1,00 134,40 Urna R. Popular – 1,20/1,40 53,60 Urna R. Popular – 1,60 166,40 Serviço De Câmara Ardente Popular 38,40 Serviço De Câmara Aredente Luxo 166,40 Serviço C/ Carro Fúnebre – Zona Urbana .51,20 Serviço C/ Carro Fúnebre – Zona Rural 76,80 Traslado Carro Fúnebre – Km. Rodado 1,80 Carro Fúnebre P/ Indigentes –MUNICÍPIO Gratuito Véu Simples 12,80 Véu Luxo 38,40 Velas De Cera (no Mínimo Quatro) 12,80 Taxa De Higienização 102,40 Urna Nº 10 Extra 2.816,20 Urna Nº 10 A Extra Luxo 3.712,30 Urna Nº 11 Luxo 4.352,30 Urna Nº 12 Clásica Luxo 5.760,45 Urnas Altas e Gordas (grandes) (*) acréscimo de 20% Urnas Brancas Para Adultos (*) acréscimo de 20% Urnas Zincadas (*) acréscimo de 35% Urna Baleia (Super Grande) 2.944,20 Tanatopraxia Simples 256,00 Tanatopraxia Restaurativa 512,00 Urna Mortuária para indigentes, serviço de câmara ardente, velas, véu simples e serviço de transporte de indigentes no Município de São José do Rio Pardo Gratuito (*) no serviço conforme o número de referência Art. 2º Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.São José do Rio Pardo, 08 de novembro 2012.João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicado por afixação em quadro próprio de editais, na sede da Prefeitura, nesta mesma data.Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública. DECRETO Nº 4.217, DE 08 DE NOVEMBRO DE 2012.Acrescenta itens de serviços e fornecimento de produtos à tabela de preços a que se refere o Decreto 4.204/2012. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, usando de suas atribuições legais, CONSIDERANDO a necessidade de incluir itens de serviços e fornecimento de produtos no atual contrato de concessão já celebrado com a empresa JURANDIR DO CARMO RIOLI-ME; CONSIDERANDO o requerimento protocolizado sob nº 4.811 e 4.828/2012, desta empresa, solicitando a inclusão de novos itens de serviços e fornecimento de produtos; CONSIDERANDO, finalmente, o disposto no art. 3º da Lei Municipal nº 2.509/ 2002, D E C R E T A: Art 1º - Ficam acrescidos os seguintes itens à tabela a que se refere o Decreto 4.201/2012: Descrição: Preço máximo a ser cobrado Ornamentação e flores padrão simples (sem vasos) R$ 210,00 Ornamentação e flores padrão médio (com dois vasos) R$ 290,00 Ornamentação e flores padrão luxo (adornado com rosas e três vasos) R$ 410,00 SERVIÇO PARA INDIGENTES: Ornamentação e flores padrão simples Gratuito Art. 2º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 08 de novembro de 2012. João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicado por afixação em quadro próprio de editais, na sede da Prefeitura, nesta mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº 4.218 DE 08 DE NOVEMBRO DE 2012. Acrescenta itens de serviços e fornecimento de produtos à tabela de preços a que se refere o Decreto 4.184/2012. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, usando de suas atribuições legais, CONSIDERANDO a necessidade de incluir itens de serviços e fornecimento de produtos no atual contrato de concessão já celebrado com a empresa PINTO & PINTO LTDA ME; CONSIDERANDO o requerimento protocolizado sob o nº 5.140/2012, desta empresa, solicitando a inclusão de novos itens de serviços e fornecimento de produtos; CONSIDERANDO, finalmente, o disposto no art. 3º da Lei Municipal nº 2.509/2002, D E C R E T A: Art 1º - Ficam acrescidos os seguintes itens à tabela a que se refere o Decreto 4.184/ 2012 : Descrição: Preço máximo a ser cobrado - Urna nº 10 Extra R$ 2.816,20 - Urna nº 10 A Extra Luxo R$ 3.712,30 - Urna nº 11 Luxo R$ 4.352,30 - Urna nº 12 Clássica Luxo R$ 5.760,45 - Urna Baleia (super grande) R$ 2.944,20 - Tanatopraxia simples R$ 256,00 - Tanatopraxia restaurativa R$ 512,00 - Carro fúnebre para indigentes Gratuito - Urna Mortuária para indigentes, serviço de câmara ardente, velas, véu simples e serviço de transporte de indigentes no Município de Gratuito São José do Rio Pardo. - Ornamentação e flores padrão simples (sem vasos) R$ 210,00 - Ornamentação e flores padrão médio (com dois vasos) R$ 290,00 - Ornamentação e flores padrão luxo (adornado com rosas e três vasos) R$ 410,00 SERVIÇO PARA INDIGENTES: Ornamentação e flores padrão simples Gratuito Art. 2º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação.São José do Rio Pardo, 08 de novembro de 2012. João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicado por afixação em quadro próprio de editais, na sede da Prefeitura, nesta mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública. DECRETO Nº 4.219, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município, de acordo com a Lei Municipal nº 3.984 de 09 de novembro de 2012.O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando o artigo 42 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de julho de 1964. D E C R E T A: Art. 1º - Fica aberto, no Orçamento Programa do Município um Crédito Adicional Suplementar, no valor de R$ 60.500,00 (Sessenta Mil e Quinhentos Reais), de acordo com a Lei Municipal nº 3.984 de 09 de novembro de 2012, com a seguinte classificação orçamentária: 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE - serviços administrativos 04-3.2.90.21.00 juros sobre a divida por contrato 23.500,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta


10 de novembro de 2012 - A-18

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO cod.aplic.04.1100000 geral indireta 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE - serviços administrativos 06-3.3.90.39.00 outros serviços terc. - pess. juridica 37.000,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta cod.aplic.04.1100000 geral indireta total 60.500,00 Art. 2º O crédito aberto pelo artigo 1º deste decreto, será coberto por anulação parcial, nos termos do art. 43, § 1º, inciso III, da Lei Federal 4.320/64, da seguinte dotação orçamentária: 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE serviços administrativos 03-3.3.90.47.00 obrigações tributárias e contributivas 2.500,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta cod.aplic.04.1100000 geral indireta 06. fundação educacional 06.01 fundação educacional 06.01.01 manutenção da administração geral 12.363.0052.2.052 FE. serviços administrativos 05-3.3.90.30.00 material de consumo 58.000,00 fonte 04.0000000 rec. proprios da adm. indireta cod.aplic.04.1100000 geral indireta total 60.500,00 Art. 3º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.752 de 01 de dezembro de 2011 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 4º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 09 de novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha - Prefeito. Publicado por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº 4.220, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012 Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município, de acordo com a Lei Municipal nº 3.985 de 09 de novembro de 2012. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando o artigo 42 da Lei Federal nº 4.320 de 17 de julho de 1964. D E C R E T A: Art. 1º - Fica autorizado o Setor de Contabilidade da Prefeitura Municipal a abrir Crédito Adicional Suplementar, com fundamento no inciso I, do art. 41, da Lei 4.320, de 17 de Março de 1964, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 22.700,00 (Vinte e Dois Mil e Setecentos Reais), com a seguinte classificação orçamentária: 02 poder executivo 02.05 secretaria da educação 02.05.05 outras despesas de ensino 12.306.0065.2.063 merenda escolar 163-3.3.90.30.00 material de consumo 22.700,00 fonte 02.0000000 transf. e convenios estaduais cod.aplic.02.2000003 auxilio merenda escolar total 22.700,00 Art. 2º - O crédito aberto pelo artigo 1º deste decreto, será coberto por excesso de arrecadação, proveniente de repasses dos recursos estaduais para a Merenda, conforme extrato contábil da conta do Banco do Brasil S.A., nos termos do art. 43, § 1º, inciso II, da Lei Federal 4.320/64. Art. 3º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias nº 3.752 de 01 de dezembro de 2011 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 4º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 09 de novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha. Prefeito. Publicado por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Walkyr Veronese Júnior- Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº4.221, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2012.Dispõe sobre atualização, para o exercício de 2013, da Unidade Fiscal do Município – UFM, de acordo com o Artigo 291 da Lei nº 1.796/93, alterado pela Lei 2.718/2004 e fixa os dias para pagamento de IPTU e Taxa de Remoção de Lixo, de acordo com o artigo 294 da Lei 1.796/93, alterado pela Lei 2.600/2002. O PREFEITO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais, com fulcro no Artigo 291 da Lei nº 1.796/93, alterado pela Lei 2.718/2004, para atualizar a Unidade Fiscal do Município – UFM, que corrige os valores de tributos, multas preços públicos e demais obrigações pecuniárias; e no Artigo 294 da Lei 1.796/93, alterado pela Lei 2.600/2002, para definir datas de pagamento de IPTU e TRL; DECRETA: Art. 1º Fica atualizada para o exercício de 2013, pela variação do INPC do IBGE, que registrou 5,99% (cinco vírgula noventa e nove por cento) nos últimos 12 (doze) meses, a Unidade Fiscal do Município – UFM, que corrige os valores de tributos, multas, preços públicos e demais obrigações pecuniárias, conforme definido pelo artigo 291 da Lei nº 1.796/93, alterado pela Lei 2.718/2004. Art. 2º A Unidade Fiscal do Município, no exercício de 2013, terá o valor de R$ 90,95 (noventa reais e noventa e cinco centavos). Parágrafo único. Os valores da UFM passam a ser os definidos na tabela abaixo, de acordo com o Artigo 291 da Lei 1.796/93, alterado pela Lei 2.718/2004, e seu parágrafo único:

Três casos de meningite viral na cidade A enfermeira e responsável pela Vigilância Epidemiológica no município, Denise Rondinelli Salvador, disse esta semana que os três (3) casos notificados de meningite em São José foram causados por vírus ou fungos, não sendo, portanto, bacteriana (meningocócica), que é a mais perigosa. E, mesmo que fossem bacteriana, já há vacinas incluídas no calendário vacinal da Secretaria Estadual da Saúde para crianças com até um ano de vida. Denise negou que haja um surto da doença na cidade e afirmou não ter sido informada pelo hospital, até o dia 8, de um quarto caso: um jovem de 16 anos que chegou a fazer até um boletim de ocorrência por estar com meningite meningocócica, tendo sido levado ao hospital de ambulância e acompanhado por policiais militares. Esse caso, segundo as informações, teria ocorrido

no dia 2 de novembro. Houve também casos de catapora (varicela) em São José e a enfermeira afirmou que já há um trabalho de acompanhamento preventivo há vários anos, com as diretoras e funcionárias das creches sendo orientadas a informar a Vigilância sobre o assunto, se perceberem um número significativo de incidências. Esta época do ano é o período em que essa doença aparece e ela não faz parte do calendário anual de vacinação do governo federal. A catapora demora em torno de 10 dias para ser tratada e a criança afetada não pode ter contato com outras crianças. “Quando ocorrem surtos em determinado ambiente fechado há a possibilidade de conseguirmos a vacina para crianças, dentro de uma determinada faixa etária”, explicou Denise. “A vacina só pode ser feita a partir de um ano de idade

e, nos casos em que há surto em creche, ela é aplicada em crianças de até quatro anos. Os pais, porém, devem levar a criança imediatamente aos médicos assim que os primeiros sintomas surgirem”. “Fique Sabendo” Começa no dia 22 e vai até 1º de dezembro a campanha “Fique Sabendo”, uma iniciativa dos órgãos e postos vinculados à saúde no município, que tem como objetivo intensificar os testes relacionados a HIV, hepatite e sífilis. Houve uma reunião no PPA central no dia 8 para tratar dos detalhes da campanha, que não apenas atenderá a população nos postos mas também incluirá visitas e atendimentos externos. Denise Salvador lembra que, mesmo no estado de São Paulo, 40% dos diagnósticos dessas doenças ocorrem quase sem-

pre quando elas já estão em estágio avançado. “Tire o peso da dúvida” é o lema da campanha, voltada principalmente para as pessoas com vida sexual ativa e sem proteção adequada. Se os testes constatarem problemas que necessitem de medicação (anti-retroviral), os medicamentos serão concedidos gratuitamente. A enfermeira informou que existem hoje 75 pacientes cadastrados no ambulatório do PPA central como portadores de HIV, sendo que a faixa etária de maior incidência vai dos 14 aos 40 anos, havendo, entretanto, vários pacientes com mais de 60 anos. O perfil médio desses portadores, segundo Denise, é de heterossexuais mas vem aumentando o número de homossexuais contaminados por alguma das três doenças.

Cidade recebe a ação ‘Farmacêutico na Praça’ Neste sábado, 10, o Conselho Regional de Farmácia de São Paulo (CRFSP) realiza a ação “Farmacêutico na Praça” em 19 cidades do estado de São Paulo. A campanha oferece gratuitamente à população serviços como aferição de pressão arterial (hipertensão), testes de glicemia (diabetes), além de orientar sobre o uso de medicamentos, descarte correto, dengue e muito mais. Em São José do Rio Pardo a ação está prevista para a Praça XV de Novembro (Praça da Matriz), das 9h às 13 horas. Segundo a assessoria de imprensa do Conselho Regional de Farmácia, o “Farmacêutico na Praça” procura despertar na população a importância da prevenção, acompanhamento e controle de doenças crônicas como o diabetes e a hipertensão arterial, além de mostrar que o farmacêutico é um profissional de saúde acessível, que pode aju-

dar nesse controle. Os serviços de saúde serão prestados por farmacêuticos voluntários. Quem passar pelo local também receberá orientação farmacêutica sobre a diferença entre medicamentos genéricos, similares e de referência, além de folderes orientativos alertando sobre os perigos da automedicação, forma correta de conservação de medicamentos, entre outras informações de saúde. A população também será informada sobre todos os serviços de saúde prestados por farmacêuticos em farmácias e drogarias, que são autorizados pela RDC 44/09 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como medição de temperatura corporal, inaloterapia, perfuração de glóbulo auricular (colocação de brincos) e a aplicação de medicamentos injetáveis, além de aferição de pressão arterial e da glicemia capilar.

Aferição de pressão arterial feita em São Paulo: procedimento idêntico acontece neste sábado em São José do Rio Pardo

No primeiro semestre desse ano, quando a ação foi realizada simultaneamente em vários municípios do Estado, mais de 10 mil pessoas foram atendidas. SERVIÇO: Farmacêutico na Praça de São José do Rio Pardo Data – 10 de novembro de 2012 Horário – 9h às 13h Local – Praça XV de Novembro (Praça da Matriz – Centro)

Sobre o CRF-SP Entidade responsável pela habilitação legal do farmacêutico para o exercício de suas atividades, o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo, CRF-SP, é o maior órgão fiscalizador de estabelecimentos farmacêuticos do país com mais 80 mil fiscalizações anuais. Maior instituição representativa da categoria, atualmente o CRF-SP possui cerca de 50 mil profissionais inscritos.

Bandas: uma cultura em São José FREDERICO ANTÓNIO D. JOVINI

Art. 3º O valor venal dos imóveis urbanos, para efeito do cálculo do IPTU para o exercício de 2013, será apurado com base na planta genérica de valores, constante da tabela anexa, que fica fazendo parte integrante do presente decreto. Art. 4º Fica alterado o valor da Taxa de Remoção de Lixo, da Lei nº 1.796/93, que passa a ser de R$ 6,34 (seis reais e trinta e quatro centavos) por metro de testada. Art. 5º Ficam definidos os dias para pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano-IPTU e da Taxa de Remoção de lixo, de acordo com o artigo 294 da Lei 1.796/93 alterado pela Lei 2.600/2002: À vista, em cota única, até o dia 15/01/2013, com 5% (cinco por cento) de desconto; Parcelado em 12 (doze) prestações iguais e sucessivas, com vencimento mensal no dia 15 de janeiro a dezembro, sem desconto. Art. 6º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 1º de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 09 de novembro de 2012. João Luís Soares da Cunha - Prefeito Municipal. Publicado por afixação no quadro próprio de editais, na sede da Prefeitura, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública ANEXO - DECRETO Nº 4.221/2012 ATUALIZAÇÃO DOS VALORES DE IPTU, TAXA DE LIXO E UNIDADE FISCAL DO MUNICÍPIO-UFM. EXERCÍCIO DE 2013 Índice: INPC 5,99% PLANTA GENÉRICA DE VALORES:

Quem nunca viu a banda passar? Chico Buarque de Holanda nos mostra, em sua musica “A Banda”, uma canção de 1966 interpretada por ele mesmo e Nara Leão no Festival de Música Brasileira do mesmo ano, a singeleza do ato na beleza do verso: “a minha gente sofrida esqueceu se da dor pra ver a banda passar cantando coisas de amor”. Em São José do Rio Pardo as bandas passam e os rio-pardenses têm a oportunidade de vê-las passarem por mais de um século. Em uma nota do jornal “Gazeta do Rio Pardo” de 19 de maio de 1940, uma corporação musical com o nome de Lyra Rio-pardense divulga seu repertório de domingo para uma programação no “jardim” sob regência do maestro Caiubi Jordão (Gazeta do Rio Pardo, 1940). Nomes e atividades dessas bandas também aparecem em programações de festas cívicas e religiosas da cidade ou então em propagandas como a de fevereiro de 1902, quando a corporação Independente G. Verdi em edital “oferecia seus serviços

para sessões festivas e fúnebres” (Dell Guerra, Jornal FB 28 de setembro de 1990). O professor e pesquisador Rodolfo José Dell Guerra conclui, em suas pesquisas que as bandas de musica rio-pardenses começam sem um começo registrado. Em artigo publicado no jornal FB de 28 de setembro de 1990, Dell Guerra comenta: “As bandas musicais perdem-se num passado sem registro, dificultando a narrativa histórica” (FB, 1990). Dell Guerra relata que em 1905 atuaram na festa de São Roque as bandas “Carlos Gomes” e Filarmônica Rio-pardense; Em 1909 inicia-se a Corporação Musical Gomes Garibaldi, antiga Carlos Gomes; 1910 estreia da Banda de Musica da Fazenda do Coronel Soares; 1911 fundada a Banda de Musica Italo-Brasileiro, organizada pelos membros da sociedade Italiana; 1916 Banda da Vila Costina; 1918 cria-se a Banda Lyra riopardense antiga banda do tiro de guerra. (Gazeta do Rio Pardo, 2010). “[...] São José sempre teve duas ou três bandas até os anos oitenta. A corporação musical Euclides da Cunha, fundada em 1969, formou muitos músicos até 1977,

nas aulas do paciente Mario Zanatta [...]” (Dell Guerra, Gazeta do Rio Pardo, 2010). E pra quem nunca viu a Corporação Musical Euclides da Cunha “passar”; vá ao coreto. Mané Rueda, Regente da tal Corporação Musical E.C, diz ter assumido a posição de regente depois de ter substituído um dos fundadores e exregente da banda, o Sr. André Bilota, falecido a mais de uma década. Com a sede na Avenida Independência, a Corporação Musical Euclides da Cunha apresenta-se todos os domingos no coreto da cidade patrocinada pela prefeitura municipal. Rueda diz ainda que a corporação musical é a única banda municipal em atividade na cidade além das bandas e fanfarras escolares. Lúcia Vitto, diretora do Departamento de Esporte e Cultura – DEC confirmou a participação de seis corporações musicais rio-pardenses entre bandas estudantis e fanfarras escolares, na S.E 2012; são elas: A Banda Marcial Dr. Candido Rodrigues; A Fanfarra do Colégio Santa Inês (FACSTAI); A Banda de Percussão Lyra Estella da Escola Estella Couver; Fanfarra Natal Merli, (FANAME) (Fanfarra de propriedade do Bairro Natal Merli);

Banda de Percussão Maestro Caiuby Jordão (Banda da Escola de Educação Especial Cáritas) e a Fanfarra DGG COC, da Escola Particular de Grau em Grau. Em seu livro: “A banda estudantil em um toque além da música” Marco Aurélio de Lima (2007) nos mostra a diferença entre uma banda estudantil e uma fanfarra escolar; Além da Instrumentação de diferencia uma da outra, as bandas estudantis estão voltadas para as competições e ganham patrocinadores por isso, já as fanfarras escolares, têm como financiadoras as próprias escolas e estão voltadas apenas para interesses cívicos, como por exemplo, os desfiles (Lima, 2007). Então, como diz Chico: “minha cidade toda se enfeitou, pra ver a banda passar cantando coisas de amor”. Sim, enfeitamo-nos, para ver nossas lindas corporações musicais passarem. Frederico António D. Jovini é regente da banda de percussão da Escola Cáritas e realiza mestrado em educação especial pela universidade de São Carlos (Ufscar), na qual ingressou em fevereiro de 2012.


A-19 - 10 de novembro de 2012

EDITAIS DE CASAMENTOS Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. Faço saber que pretendem se casar e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1525 do Código Civil Brasileiro: EDITAL Nº 10989 MATEUS SOUZA SIQUEIRA e GLAUCIA APARECIDA DE JESUS TIAGO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e sete de setembro de um mil e novecentos e oitenta e oito (27/09/1988), de nacionalidade brasileira, montador, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOSÉ APARECIDO DE SIQUEIRA e de IZANIRA BENEDITA DE SOUZA SIQUEIRA; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezenove de maio de um mil e novecentos e oitenta e três (19/05/1983), de nacionalidade brasileira, do lar, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de BRASILINO TIAGO e de SEBASTIANA MARIA DE JESUS. EDITAL Nº 10990 - PAULO HENRIQUE SANTOS DA CUNHA e ANDREIA HELENA MARTINELLI PREVITAL, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e um de junho de um mil e novecentos e oitenta e quatro (21/06/1984), de nacionalidade brasileira, Auxiliar de fabricação, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de NATAL DONIZETE DA CUNHA e de SUELI REGINA DOS SANTOS DA CUNHA; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte e dois de dezembro de um mil e novecentos e setenta e nove (22/12/1979), de nacionalidade brasileira, manicure, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de LUÍS DONIZETI PREVITAL e de LÚCIA APARECIDA MARTINELLI PREVITAL. EDITAL Nº 10991 - RAFAEL CAMARGO DA SILVA e ALINE CRISTINA BARROS BARION, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte de setembro de um mil e novecentos e oitenta e oito (20/09/1988), de nacionalidade brasileira, Motorista, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de CARLOS ROBERTO DA SILVA e de ROSELI APARECIDA DE ANDRADE CAMARGO DA SILVA; e a pretendente: solteira, nascida no dia doze de agosto de um mil e novecentos e oitenta e nove (12/08/1989), de nacionalidade brasileira, caixa de lotérica, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO SP, filha de AURÉLIO BARION e de LUZIA PAULA DE BARROS. EDITAL Nº 10992 - ANDERSON GUERINO DA SILVA e JOSIANE APARECIDA TIBURCIO PEREIRA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia catorze de novembro de um mil e novecentos e oitenta e oito (14/11/1988), de nacionalidade brasileira, auxiliar de fabricação, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de RAFAEL ANTONIO DA SILVA e de EDNA LUIZA GUERINO; e a pretendente: solteira, nascida no dia trinta de abril de um mil e novecentos e oitenta e sete (30/04/1987), de nacionalidade brasileira, garçonete, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de LUÍS ROBERTO PEREIRA e de TERESA DE FÁTIMA TIBURCIO PEREIRA. EDITAL Nº 10993 - ANDREW HENRIQUE GOMES e VIVIANE APARECIDA DA SILVA RODRIGUES, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e dois de agosto de um mil e novecentos e oitenta e oito (22/08/1988), de nacionalidade brasileira, auxiliar geral, natural de PIRASSUNUNGA - SP, filho de ORLANDO GOMES FILHO e de KÁTIA HELENA TERRIBILLE BORRAJO; e a pretendente: solteira, nascida no dia seis de setembro de um mil e novecentos e oitenta e cinco (06/09/1985), de nacionalidade brasileira, tecnica de enfermagem, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de JOÃO BATISTA RODRIGUES e de CLEUSA APARECIDA DA SILVA RODRIGUES.

FALECIMENTOS GERALDO DA CRUS FERREIRA – Dia 11 de outubro, aos 80 anos de idade, casado com Divina de Souza Ferreira. Filho de Benedicto Ferreira e Maria da Crus Ferreira. ANTONIA PRIMO ALVES – Dia 31 de outubro, aos 87 anos de idade, casada com Rodolfo Alves. Filha de José Primo e Catharina Sumaio. ROSALINA PANETTI FORNARI - Dia 2 de novembro, aos 86 anos de idade, casada com Renato Fornari. Filha de José Panetti e Brasilina Guardabacho. OSMAR PEDRO DA SILVA – Dia 2 de novembro, aos 64 anos de idade, casada com Divina Cândida de Souza Silva. Filho de Eduardo Antonio da Silva e Onice Maria da Conceição. ZELINDA ROQUE FERNANDES – Dia 3 de novembro, aos 86 anos de idade, casada com Joaquim Fernandes Gonçalves. Filha de João Roque e Alzira Fortim. JOSÉ APARECIDO PENA – Dia 1 de novembro, aos 78 anos de idade, casado com Isabel Cristina de Paula Pena. Filho de José Antonio Pena Filho e Helena Becker Pena. FRANCISCO DIPE – Dia 30 de outubro, aos 80 anos de idade, casado com Dorotea Rodrigues Dipe. Filho de Elias Dipe e Maria Gabriela Dipe. LUIZ BALDO – Dia 31 de outubro, aos 87 anos de idade, casado com Benedicta Jorge Baldo. Filho de Eugênio Baldo e Rita Cândida da Fonseca. ROQUE SANTANA – Dia 6 de novembro, aos 70 anos de idade. Filho de Antonio Santana e Marcela Prudenciana. OSCAR FERREIRA – Dia 7 de novembro, aos 85 anos de idade. Casado com Ofélia Procópio Machado Ferreira. Filho de João Chrisostomo Ferreira e Maria José de Jesus. EMILIA EUPHROZINA – Dia 2 de outubro, aos 82 anos de idade. Filha de Orlando de Mattos e Benedicta Euphrozina. THEREZINHA DE JESUS GONÇALVES SANCHES – Dia 31 de outubro, aos 82 anos de idade, casada com Luiz Fernando Sanches. Filha de Marciano Luiz Gonçalves e Maria Severina Jesus. NILSON FERNANDES BEATO – Dia 01 de novembro, aos 61 anos de idade. Filho de Pedro Fernandes Beato e Matilde Fernandes Beato.

EDITAL Nº 10994 - EDERSON PASCHOALONE SCHIAVON e ANA CLÁUDIA DA SILVA TATACHOLI, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia primeiro de fevereiro de um mil e novecentos e oitenta e cinco (01/02/1985), de nacionalidade brasileira, auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOÃO APARECIDO SCHIAVON e de LÚCIA HELENA PASCHOALONE SCHIAVON; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezesseis de dezembro de um mil e novecentos e noventa e um (16/12/1991), de nacionalidade brasileira, recepcionista, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de LUÍS CARLOS TATACHOLI e de APARECIDA DE FÁTIMA DA SILVA TATACHOLI. EDITAL Nº 10995 - JOÃO PAULO MARTINS DA SILVA e LARISSA ALCANTARA CARVALHO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e três de setembro de um mil e novecentos e noventa e cinco (23/09/1995), de nacionalidade brasileira, Auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOÃO VICENTE DA SILVA e de ROSELI APARECIDA MARTINS DA SILVA; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezessete de março de um mil e novecentos e noventa e cinco (17/03/1995), de nacionalidade brasileira, do lar, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de ALEXANDRE CARVALHO e de ALESSANDRA MARIA ALCANTARA CARVALHO. EDITAL Nº 10996 - SAMUEL BÁLICO GABRY DA SILVA e DAIANE ALVES DIAS DA COSTA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e cinco de julho de um mil e novecentos e noventa (25/07/1990), de nacionalidade brasileira, auxiliar de expedição, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOÃO GABRY DA SILVA e de MARLI BÁLICO DA SILVA; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezesseis de março de um mil e novecentos e oitenta e nove (16/03/1989), de nacionalidade brasileira, professora, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de FRANCISCO MANOEL DIAS DA COSTA e de CELINA ALVES LOURENÇO. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente, que afixo no lugar de costume e publico pelo jornal local. São José do Rio Pardo, 9º novembro de 2012. O Oficial: Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli

Funerária São José “Rioli” Oferece o que de melhor existe no ramo funerário, aos particulares e também do seu conhecido PLANO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO FUNERÁRIO, dando total segurança e tranquilidade a todos. Adquira o seu!

60 ANOS DESDE 1950 - ESTA É A SUA GARANTIA

PROCURAMOS POR PESSOAS QUE: l Saibam o que significa prestar excelentes serviços ao cliente l Tenham interesse por Perfumaria e Cosméticos l Tragam energia e entusiasmo para a equipe l Realmente acreditem que o cliente está sempre em primeiro lugar OFERECEMOS: l Salário compatível com o mercado l Excelente ambiente de trabalho Compareça à loja o BOTICÁRIO na Rua Francisquinho Dias, 584 - centro – São José do Rio Pardo -SP, portando seu currículo com 1 foto 3x4, nos dias 12 e 13 de novembro.

VENDE-SE Vende-se um terreno de 300m2 com duas casas, uma de 4 cômodos no fundo e uma de três cômodos na frente. Bairro Vila Formosa R$ 80.000,00 –

Interessados ligar para (19)3681-3830 ou (19) 9384-4492 falar com Márcia.

IMPORTAÇÃO E COMÉRCIO DE PESCADOS ELDORADO LTDA, torna público que requereu à CETESB a licença prévia para preparação e preservação de pescados, sito a Rua Sebastião Bertonha, 40, Distrito Industrial, São José do Rio Pardo/SP. MONTEC MOCOCA MONTAGENS INDUSTRIAIS LTDA- EPP, torna público que solicitou à CETESB a Licença Prévia e de Instalação para a atividade de “Peças para máquinas, aparelhos e implementos agrícolas, n.e., fabricaç”, sito à RUA PRIMO QUILICE, 323, CHACARA SÃO DOMINGOS, MOCOCA/SP. PROJETOS, PUBLICAÇÕES E LICENCIAMENTO-CAMPOS E ASSOCIADOS SÃO JOÃO DA BOA VISTA (19)3622-3494 - SÃO JOSÉ DO RIO PARDO (19) 3681-3371

Avenida 9 de Julho, 103 - Fone: 3608-5095 MECÂNICA MARCELA & MAISA LTDA- ME, torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação N° 66000578, válida até 08/11/ 2015, para Usinagem (torno, fresa, etc.), serviço de, sito à ROD. SP 340, KM 271 + 100 MTS, 0, BOX 02, CJ.HAB.GILBERTO R, MOCOCA/SP. PROJETOS, PUBLICAÇÕES E LICENCIAMENTO-CAMPOS E ASSOCIADOS SÃO JOÃO DA BOA VISTA (19)3622-3494 - SÃO JOSÉ DO RIO PARDO (19) 3681-3371

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO AUDIÊNCIA PÚBLICA Data: 27/11/2012 Horário: 19h30 Local: Plenário da Câmara Municipal de São José do Rio Pardo – Praça dos 3 Poderes, nº 2 – Centro

ORAÇÃO A SANTO EXPEDITO Meu Santo expedito das causas justas e urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero, intercedei por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo. Vós que sois o Santo guerreiro, Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo dos desesperados. Vós que sois o Santo das causas urgentes, protegei-me, ajudai-me, daí-me força, coragem e serenidade. Atendei ao meu pedido: (Fazer o pedido). Ajudai-me a superar estas horas difíceis, protegei-me de todos os que possam me prejudicar, protegei minha família, atendei ao meu pedido com urgência. Devolve-me a paz e a tranqüilidade. Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que tem fé. Muito obrigado, meu santo Expedido! Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o Sinal da Cruz. M.E.

Assunto: - Projeto de lei nº 172, que “Dispõe sobre desafetação e autoriza o Poder Executivo a efetivar doação para fins de interesse social a Diocese de São João da Boa Vista – Paróquia São Cristóvão e dá outras providências”. Convidamos toda a população. São José do Rio Pardo, 7 de novembro de 2012. Marco Antonio Gumieri Valério Presidente Publicado nas edições de Gazeta do Rio Pardo dos dias 10 e 17/11/2012

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO

AUDIÊNCIA PÚBLICA

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Data: 20/11/2012

Data: 20/11/2012

Horário: 19h30

Horário: 19h30

Local: Plenário da Câmara Municipal de São José do Rio Pardo – Praça dos 3 Poderes, nº 2 – Centro

ORAÇÃO - QUERIDA MÃE NOSSA SENHORA APARECIDA Querida Mãe Nossa Senhora Aparecida, vós que nos amais e nos guiais todos os dias, vós que sois a mais bela das Mães a quem eu amo com todo o coração, eu vos peço mais uma vez que me ajudeis a alcançar esta graça por mais dura que ela seja (pede-se a graça). Sei que vós me ajudareis e me acompanhareis sempre até à hora da minha morte. Amém. Reza 1 Pai-Nosso e 1 Ave-Maria e fazer três dias seguidos esta oração que alcançará a graça por mais difícil que ele seja e mandar fazer 10 cópias.

L. G.P. M.

SPRESS CAFÉ IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO LTDA, torna publico que requereu junto a Cetesb a Renovação da Licença de Operação sob nº 66001368 para a Atividade de Beneficiamento de Café em Grãos, situada Rod. São Sebastião da Grama – Poços de Caldas, S/N, Zona Rural, em São Sebastião da Grama - SP.

Assunto: - Projeto de lei nº 173, que “Dispõe sobre a concessão de auxílios, contribuições e subvenção social a entidades que especifica e dá outras providências”. Convidamos toda a população.

Local: Plenário da Câmara Municipal de São José do Rio Pardo – Praça dos 3 Poderes, nº 2 – Centro Assunto: - Projeto de lei nº 147, que “Estima a receita e fixa a despesa para o exercício financeiro de 2013”. Convidamos toda a população.

São José do Rio Pardo, 7 de novembro de 2012. Marco Antonio Gumieri Valério Presidente

São José do Rio Pardo, 30 de outubro de 2012. Marco Antonio Gumieri Valério Presidente

Publicado nas edições de Gazeta do Rio Pardo dos dias 10 e 17/11/2012

Publicado nas edições de Gazeta do Rio Pardo dos dias 3 e 10/11/2012

SINDICATO RURAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

ANÚNCIO DE EMPREGO A Santa Casa de Misericórdia de São José do Rio Pardo está recrutando profissional para o cargo de AUXILIAR DE ESCRITÓRIO. l Setor: Departamento de Pessoal. l Atribuições do cargo: apontamento de cartão ponto; anotações em CTPS; SEFIP, CAGED; arquivo e organização de documentos, planilhas, entre outros. l Requisitos exigidos: ambos os sexos, experiência em Departamento de Pessoal; formação técnica ou superior em administração ou contabilidade ou áreas correlatas. Os interessados deverão enviar currículo para o email rh@scriopardo.com.br.

Pelo presente edital ficam convocados os associados deste Sindicato, quites e em pleno gozo de seus direitos sindicais, para a Assembleia Geral Ordinária a realizar-se no próximo dia 16 de Novembro de 2012, em nossa sede social na Rua Coronel Marçal, nº 123, centro, nesta cidade, às 9h00, em primeira convocação, para discutirem a seguinte ordem do dia: a) leitura, discussão e votação da ata da assembleia anterior; b) leitura, discussão e votação da Proposta Orçamentária para o ano de 2013, com o parecer do Conselho Fiscal. Caso não haja número legal a hora anunciada, a assembleia será realizada 2 (duas) horas após com qualquer número de associados. São José do Rio Pardo, 07 de Novembro de 2012. Nelson Vedovato – Presidente.


A-4 - 10 de novembro de 2012

Alunos do Polo farão concerto no CCIB Uns farão a primeira apresentação; outros já falam sobre música com propriedade O Polo Avançado do Conservatório de Tatuí em São José do Rio Pardo, instituição da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, realiza concerto com os alunos da instituição no dia 14 de novembro, às 20h, no Centro Cultural Ítalo-Brasileiro. A entrada é franca. O Coro Infantil e o Grupo de Cordas do Conservatório de Tatuí em São José do Rio Pardo também participarão da apresentação. Os primeiros alunos a subirem no palco são do professor Otávio Quartier, executando Brilha, Brilha Estrelinha, de Wolfgang Amadeus Mozart e Mandagsbarn, música tradicional alemã. Téllison Ramos Leão, que estuda trompete com o Juliano Marques Barreto, apresentará o Tema “Ode à Alegria”, de

Ludwig Van Beethoven. Os alunos do professor Wiliam de Lima Palma, Tales Cominato e Calebe Passoni Onofre, farão um repertório que inclui um compositor clássico, com En Fredonnant, de Robert Schummann, e uma música popular americana, a Nobody knows the trouble I’ve seen. Os estudantes de piano Marília Gabriela Assunção e Caio Bollos, do professor Benedicto Gurgel Júnior, tocam A Candura Livro 1, Estudo nº 1, Op. 100, de Johann Friedrich Franz Burgmüller, e Sonatina em Sol Maior Op. 168 – terceiro movimento – de Anton Diabelli. Júlia Della Torre, Marina Giacomini e Letícia Breda Busso, também alunas de piano, executam Sonatina em Dó Maior, de Hazel Cobb – Allegro Mo-

derato, Andante e Allegro com Spirito. Após as obras pianísticas, o violão assume o concerto, com a apresentação de Thiago Zulli Zanardo, com a peça Espagnoleta, de Gaspar Sanz, e Alisson José dos Santos, que tocará Estudo VI, de Leo Brouwer. Com o fim do ressoar dos violões, o Grupo de Cordas Infantil fará uma apresentação com as obras Ode à Alegria, de Ludwig Van Beethoven, Nº2 – Light Row, de Shinichi Suzuki e Brilha, Brilha Estrelinha, de Mozart. Por fim, o Coro Infantil do Conservatório de Tatuí em São José do Rio Pardo preparou Faça uma Careta, de Ana Yara Campos, Floresta, de Patrícia França, Carimbó, música do folclore brasileiro, e Isto é Samba, de Ayrton Mugnaini.

O nome da bola PAULO TAVARES SIMAS - Pegou pesado, hein Jabu? Naquele dia eu estava meio “down”.... havia bebido um pouco. Juro que o danado do travesti me enganou. Quando percebi já era tarde. Vamos deixar isto de lado. O Maradona fez muito pior; mexeu com droga e agora é amado e respeitado pelo mundo afora. Ele e eu somos os mais procurados para dar entrevistas. -É, isto são águas passadas....Vamos deixar isto de lado. - Pelo que você me disse, Jabu, tal como eu, você está para se aposentar... - É, me colocaram desta vez em um pedestal, com toda pompa e circunstância. - No meu caso, o que me consola é o carinho e reconhecimento das pessoas que me viram jogar. Apesar de jogar no Corinthians, todos me respeitam. Mas, me diga mais de você. Afinal não me lembro de ter conversado com uma bola antes, quanto mais como você, que se abre toda. Vale a pena viver tão pouco? Só a duração da Copa? - Claro que vale. O mundo todo me viu, falou de mim; tal como você. Quantas explosões de alegria, tal como eu, você provocou nas pessoas com seus gols. Momentos de magia e glória. Quer reconhecimento maior de que quando vou cair na arquibancada chutada por algum defensor, e caio nos braços do povo? Ninguém quer me devolver. Querem ficar comigo como se fosse um troféu! E quando, no final de uma partida ainda não de-

(conclusão) cidida, tem uma falta perto da área. O melhor jogador do time me pega com carinho, enxuga meu rosto molhado na sua própria camisa, me beija e me coloca cuidadosamente no chão para a cobrança decisiva. Quando entro no gol, roçando a rede pelo lado de dentro é um momento indescritível. O estádio “vem abaixo”! Às vezes fico filosofando... Como hoje em dia tudo é efêmero. Nasci para durar pouco, hoje me consideram uma criação de ponta, mas logo virá outra em meu lugar ocupando meu espaço. Mas, reconheço, tive meus dias de glória. Querem colocar um “chip” dentro de mim. Será que vale a pena? Será que com toda esta tecnologia o futebol não vai perder a graça da polêmica? Afinal, aquele gol da Ucrânia contra a Inglaterra, que o juiz não viu que eu entrei dentro do gol, não foi um dos lances mais comentados? O que seria dos comentaristas esportivos se não tivessem lances assim para comentar? Esta incerteza da falha de vocês, humanos, é que faz o futebol mais interessante. Mas, tem hora que me pergunto: será que eu vivi tudo o que devia nesta Copa do Mundo? O tempo é tão curto... Tenho a sensação de vida incompleta. - É, Jabulani, eu também gostaria de voltar no tempo quando tinha mais condições físicas. Tem muitos gols que poderia ter feito e não os fiz por excesso de preciosismo. A gente não precisa complicar para fazêlos. Hoje eu sei, tudo na vida é simples. - Pensando bem, eu não posso reclamar que a minha vida seja curta, pois os momentos que vivi foram muito intensos. Momentos

em que fui bem tratada. Quando um craque me pegava de jeito com um chute bem aqui, perto da minha orelha, eu voava pelo ar doidinha, doidinha, me girando toda, fazendo uma curva no espaço. Sentia como um passarinho planando no vento. Deixava o goleiro “perdidinho”... - Este chute de trivela é difícil de acertar, tem razão. - Com certa frequência, tem “perna de pau” que me manda para a bandeirinha de escanteio. Aí é bem pior, pois a primeira coisa que fazem, após a justa vaia que o perneta leva, é que me substituem por outra de que fica atrás do gol, mais perto do goleiro. Eles não têm a menor consideração pelo meu passado recente naquela mesma partida em que fui protagonista de bons lances. Fico então nas mãos de um gandula qualquer, até aí tudo bem... O pior é quando ele resolve se sentar em cima de mim para assistir o resto do jogo sentado. É, não é mole não! - Bom, Jabulani, já está na hora de acabarmos com este nosso papo. Já que você está chegando ao ocaso de sua vida e visto que a próxima Copa do Mundo será no Brasil, uma nova bola ocupará seu lugar. Que nome gostaria de dar para a nova rainha? Jabulani, mirando Ronaldo de baixo para cima, nem pestanejou e disse: - Gorduchinha, com todo respeito! Subitamente, Ronaldo foi acordado por uma criança, que arrancando a bola do seu colo, disselhe: - Me dá, é minha!

DIVULGAÇÃO

Octávio, Giovanni e Giuseppe se apresentarão no CCIB

Primeira vez Aos sete anos, Octávio Augusto A. Chaves frequenta aulas de violino no Polo há apenas um mês, e vai fazer sua primeira apresentação no dia 14. “Estou gostando muito, não achei difícil tocar violino. Qualquer um pode aprender, mas tem que ter ritmo, senão não consegue. Eu não sabia nada e estou aprendendo muito”, diz. Dupla especial Alunos do Polo, os irmãos violinistas Giovanni di Cesare Straceri Ianes Baggio, de 11 anos, e Giuseppe

Francesco Straceri Ianes Baggio, de 7, foram convidados a fazer uma apresentação especial ao final do evento. Giovanni frequenta aulas de violino no Polo há quatro anos, e se considera mais experiente que o irmão Giuseppe. Este, por sua vez, confessa de onde veio sua influência musical. “Gostei de ver meu irmão tocando e quis aprender também.” Giovanni conta que foi influenciado pela televisão. Influência boa! “Eu assisti uma apresentação pela televisão e fiquei bastante interessado.”

E, pelo jeito, seu interesse vai muito além das aulas. Giovanni diz que gosta de música clássica e de sertanejo, e que pretende seguir carreira na área. “Em casa, eu treino duas horas por dia; já ‘tirei’ várias músicas, sozinho, e as toquei no violino.” O pequeno Giuseppe também fala com propriedade. “Estou há quase um ano no Polo, mas já aprendi muita coisa. Também gosto de música sertaneja como meu irmão, mas nem todas.” Os irmãos Giovanni e Giuseppe irão apresentar a 9ª Sinfonia de Beethoven.

Cerimônia de formatura da segunda turma do Proerd Cerca de 350 estudantes, de oito escolas do município, participaram na tarde de quarta-feira, 7, da formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), desenvolvido pela Polícia Militar do Estado de São Paulo. A cerimônia foi realizada no Salão de Festas Dom Bonifácio, no Jardim São Roque, acompanhado por diretores, professores e pais de alunos. O secretário de Segurança e Trânsito, José Fernando Folharini, esteve presente representando o prefeito. O evento teve início com a entrega de medalhas para os melhores alunos de cada escola. Em seguida houve apresenta-

ções de dança e jogral. No final foram entregues os certificados de conclusão do curso para cada aluno. As atividades do Proerd são voltadas a estudantes até a 5ª série do ensino fundamental. O curso é de três meses, duas turmas no ano, uma por semestre. A formatura anterior ocorreu em maio, na Casa de Cultura e Cidadania. O Programa é realizado em São José do Rio Pardo há 12 anos por meio de uma parceria entre escolas, Polícia Militar e as famílias, onde professores, alunos, policiais e pais interagem e buscam uma rede de proteção projetando seus esforços na prevenção da

criminalidade, diminuição dos índices de violência e especialmente evitando que crianças e adolescentes tenham contato com as drogas. Folharini parabenizou o trabalho da PM, principalmente dos soldados Lucas e Marta, instrutores voluntários do Programa no município. “O Proerd tem sido muito importante como trabalho extracurricular das escolas, é um trabalho diferenciado que conscientiza e alerta as crianças sobre os malefícios causados pelas drogas, tanto para saúde quanto no convívio social”, finalizou o secretário. DIVULGAÇÃO

Proerd formou 350 estudantes de oito escolas


C-1 - GAZETA DO RIO PARDO - 10 de novembro de 2012

Investindo na Educação A Pedagoga com sólida experiência na área educacional, Maria Olívia Roxo Nobre do Amaral Mesquita, mantenedora do Colégio Unigrau, investindo no setor do ensino, em parceria com a sobrinha Helena Roxo Nobre Dias acaba de adquirir a Escola Nova, pioneira na rede privada no vizinho município de Mococa. Dentre as positivas mudanças previstas, além do reconhecido Sistema Pitágoras de Ensino que será introduzido na unidade em questão, destaque para a implantação do Ensino Médio, instalação de um berçário atendendo a demanda atual, dentre outras inovações que virão... Às idealistas educadoras, congratulações pela incansável luta em prol do ensino de qualidade em nossa região!

Mesa de Pista l Amanhã, a partir das 12:30, Almoço Confraternização no Centro Cultural Ítalo-Brasileiro. No cardápio, uma super-preparada Paella, grifada

Saudades A coluna registra o falecimento de Ercy Figueiredo ocorrido dia 1º de novembro, na cidade de Campinas, cuja beleza marcou época em nossa cidade, sendo coroada “Rainha dos Estudantes” no ano de 1942. Aos familiares enlutados, minhas sinceras condolências! A foto de época que ilustra, pertence ao acervo do Centro da Memória Rio-Pardense “Rodolpho José Del Guerra”

pelo Chef Cláudio, da estância de Caconde, onde é proprietário de renomado restaurante especializado em frutos do mar, frequentadíssimo pelos gourmets da região – Imperdível! l A ARA-Ação Rio-Pardense de Amigos, presidida por Sônia Bertero Stocco, convidando para o tradicional Jantar Confraternização Natalina da

Na foto de arquivo, Marolinha com a sobrinha Helena, atuais proprietárias da Escola Nova, da cidade de Mococa

entidade, agendado para o dia 1º de dezembro, a partir das 21 horas, no

XI FENARON Sábado, 3 de novembro, aconteceu em nossa cidade a FENARON – Festa Nacional dos Rondinelli, XIª edição, sediada no lindo Sítio Primavera, do casal Nívea Rondinelli Darin e Djalma Darin, arregimentando cerca de 270 membros do clã espalhados por esses brasis, descendentes e agregados do casal italiano, Maria e maestro Vincenzo Rondinelli. Durante o evento, foram homenageados 15 netos do casal pioneiro, com mais de 80 anos de idade, além da homenagem especial prestado ao bisneto César Rondinelli Rodrigues. O encontro estendeu-se até altas horas, na expectativa da festa vindoura!

Hotel Golden Tulip Park Plaza, à Al. Lorena, nº 360, Jardins – capital paulista. Adesões com a presidente, pelo tel – 0xx115579-4419, ou com Pérsio Meirelles, 0xx112091-9039 – Prestigie! As organizadoras do encontro de sucesso!

Os irmãos Rondinelli Darin: Márcio, Pepeu e Mariângela, anfitriões mais que perfeitos do concorrido evento

O numeroso ramo de Pedro Rondinelli (Nhonhô) e Carolina Bertocco Rondinelli (Carola), alertado pela objetiva.


C-2 - GAZETA DO RIO PARDO - 10 de novembro de 2012

Enlace p Às 19 horas do dia 26 de outubro, aconteceu a Cerimônia Civil do casamento de Patrícia, filha de Osmar Baptista de Oliveira-Rosa Helena Alves de Oliveira e Gustavo, filho de Antônio Celso Pinezi – Danila Rondinelli Cossi Pinezi, ocorrida na residência da noiva, seguida por ato religioso. Uma íntima recepção selou o acontecimento. FOTO MANSANO

p Às 19:30 do dia 26 de outubro, na Igreja Matriz Santuário São Roque, aconteceu o enlace matrimonial de Fernanda e Sergio, unindo as famílias José Roberto Fileni (in memoriam)-Marisa Helena Primini Fileni e Vitor Domingos-Neuza Martins Domingos. Após a cerimônia religiosa, os noivos recepcionaram os convidados no salão de festas do Nipan. FOTO OSWALDO

SICCA IMAGEM

Em Festa Na tarde de sábado, 3 de novembro, o casal de nossa sociedade Lourdes-Dino La Verghetta, arregimentou em sua explêndida villa a geração dente de leite, além dos habituais amigos, festejando os 6 anos de idade da filha Tiffany, em torno de lauto almoço, como de costume, seguido de verdadeiro festival de doces em meio ao saboroso bolo de chocolate e brigadeiro grifado por Leninha – Um sucesso!

A aniversariante-mirim, à direita, ladeada pela amiguinha Carol. Atrás: os pais e os padrinhos, doutores Paulo-Rosana

Vaivém Marilena Bortolozo, Jovita Junqueira de Araújo, Naziha Germeck e Caterina De Rosa Marcondes, no registro fotográfico durante almoço no balneário de Viña Del Mar, acabam de regressar de período de férias no eixo ArgentinaChile. Sejam bem-vindas!

Um singelo flagrante do agradável encontro


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 10 de novembro de 2012

Almoço Beneficente Domingo, 4 de novembro, o Rotary Club de São José do Rio Pardo-Oeste, presidido por José Ruy Junqueira Andreoli, promoveu em sua sede social concorrido Almoço Beneficente, em prol da Fundação Rotária. No elogiado cardápio assinado pelo Chef André & equipe, pratos representativos da culinária mineira. Quatro novos associados ingressaram durante o evento. São eles: Cristiano Alex Baldo Barella, Paulo Sergio de Santana, Regina Mariana de Oliveira e Silvia Helena Costa.

Cezar Teixeira, Cristiano Barella, Paulo de Santana, presidente José Ruy, vice Luiz Muradi, Regina Mariana, Silvia Helena e Luiz Henrique Tobias.

Um flash do salão do RC durante o concorrido evento beneficente ocorrido domingo p.

Formatura

Em Sociedade

Rubens Lobato Pinheiro Neto, filho do casal Liliana Nicolas Pinheiro e Rubens Lobato Pinheiro, é o novo formando do curso de Direito pela Universidade Mackenzie – Votos de um futuro promissor ao jovem Advogado!

José Longo na foto que ilustra com a esposa Ednéia, no dia em que completava 78 anos d e i d a d e , e m 5 d e n o v e m b r o - Santé!

3608-6677 PARÁGRAFO ÚNICO “Segue o teu destino Rega as tuas plantas Ama as tuas rosas O resto é a sombra de árvores alheias...” (Fernando Pessoa)

O formando com os pais, o casal Liliana e Rubens, mais as irmãs Rebeca e Jéssica

Arte & Artesanato O casal Rita Helena Guardabacho Feltran e Walter Feltran (foto) acaba de inaugurar o “Ateliê Leonor Bordados”, localizado no nº 444 da Rua Júlio de Mesquita, devidamente instalado na antiga casa da família, restaurada, onde residiu a saudosa sra. Leonor, mais conhecida por dona Nora, genitora de Walter e quem empresta o nome ao novo empreendimento, uma singela homenagem! Rita Helena é formada em Psicologia e Walter é executivo aposentado de uma grande instituição privada. Rita sempre se dedicou ao artesanato, tendo freqüentado diversos cursos de trabalhos manuais e aperfeiçoamento em patchwork, fuxico, decoupagem, bordados manuais e computadorizados, apliques, dentre outros. Com atendimento diferenciado, a nova casa é especializada em enxovais de noivas e bebês, aluguel de toalhas para eventos e buffets, etc – Votos de sucesso ao casal, que inicia o “plano b” com muito entusiasmo!


GAZETA DO RIO PARDO - 10 de Novembro de 2012 - C- 4


Página C-5 - 10 de novembro de 2012 - GAZETA DO RIO PARDO

rjdg@terra.com.br

Histórias engraçadas num domingo de sol l Domingo 13 e alegre, com sol enfeitando a bela casa de campo Bethânia, os professores aposentados se reuniram para um churrasco. Além do convívio amigo e das elogiadas iguarias, saí da festa com um presente: temas para esta crônica. São pequenos casos reais que muito me fizeram rir. Infelizmente, passá-los-ei a vocês sem a verve dos meus amigos contadores de histórias. Mário João e Ubirajara Ottoni da Silva foram meus companheiros de mesa. Trouxeram do passado, dos anos 50, pitorescos fatos verídicos, povoando o ambiente com esquecidos personagens em situações embaraçosas e cômicas, em ambientes fechados e abertos. Fizeram-nos companhia, entre centenas de nomes, Túlio, Amílcar, Catita, Ferrúcio, o governador Adhemar de Barros, grupos políti-

cos e até mesmo o cachorro Cacique. l O Bar Chic, na esquina da Benjamin Constant com a Saldanha Marinho (hoje, Dr. João Gabriel Ribeiro), era movimentado, ponto de reunião de velhos aposentados, de jogadores, de jovens, de colonos que amarravam seus cavalos à porta... As salas de jogos, espaçosas, ficavam nos fundos da grande e antiga casa. Numa tarde, uma demorada partida de xadrez reunia dois grandes jogadores: Túlio Capatto e Amilcar Miranda. A assistência, embora cansada, não arredava pé. Catita era um dos espectadores. Depois de uma monótona e longa pausa, Túlio comeu o cavalo do adversário que, espantado, exclamou: “Perdi o meu cavalo!” O espirituoso Catita saiu, desamarrou um dos cavalos parados à porta do bar e o levou para dentro do bar.

Ao chegar à sala de jogos, diante do espanto geral, disse: “Não fique triste, Amílcar, eu trouxe outro cavalo pra você!”. l Ferrúcio, muito falante, contava histórias em que seus amigos não acreditavam. Uma delas falava da sua intimidade com o governador Adhemar de Barros e com a “Nora”, que era a primeira-dama, D. Leonor, com quem, dizia, tomava café na cozinha quando trabalhava como guarda do Palácio. Os amigos ouvintes se olhavam e, rindo, recriminavam o gabola mentiroso. E ele insistia: “O Adhemar nunca me chamou de Ferrúcio ou guarda. Ele me chamava de Compridão!... Do que vocês estão rindo?... É verdade!”. Como governador do Estado, Adhemar veio a São José numa Semana Euclidiana. Falou na escadaria da Matriz. Uma frase exclamativa do popular go-

vernador, ao microfone, espantou o povo: “Ô Compridão, suba aqui para um abraço!” Ferrúcio, sorrindo, aproximou-se das autoridades, recebendo o carinho do Adhemar. Os amigos de Ferrúcio, desapontados pelas inúmeras repreensões ao pseudomentiroso, se desculparam... l Nessa mesma Semana Euclidiana, depois do lauto almoço, Adhemar, comitiva, autoridades, estudantes e povo desceram a pé as ladeiras da cidade, para o encerramento da festa, no recanto beira-rio. Cansado com tanto falatório, o governador bocejava. No final, um político, depois da saudação introdutória, tirou um calhamaço de tiras datilografadas. Adhemar exclamou, interrogando alto: “Tudo isso?” Arrancou o discurso da mão do atônito orador, cumprimentando-o e disse: “Pode deixar que eu leio em casa... Parabéns!”

Maria Izabel de Almeida Cobra, aos 15 anos, na Fazenda São Paulo

Maria Lígia Cobra, aos 3 anos, em 1941

Theodolinda Aquino Rodrigues de Alckmin

l Depois da visita a esta região, um grupo de políticos de uma cidade vizinha conseguiu uma audiência com o governador Adhemar. Muito expansivo, ele recebeu o grupo na porta da sala de audiências, com palavras de carinho. Conversaram muito. Adhemar prometeu estudar as reivindicações dos representantes da pequena cidade. No intervalo para o cafezinho, o governador se aproximou de um grupo, querendo saber as novidades da região. Depois das conversas, para encerrar, perguntou: — Então nossa zona está uma beleza? Um do grupo, não entendendo o sentido da pergunta, respondeu: — Qui nada, doutor, vai mal, tá uma porcaria! O mulherio da zona foi toda pra Guaxupé! l Domingo, depois da

missa das dez, há anos, muitos se reuniam dentro e em frente ao Bar RioPardense, do José Lupianhes, para o aperitivo e um descompromissado bate-papo. Muitos cavalos parados esperavam seus donos que bebericavam. Tudo era motivo para piadas e risos. Cacique era o conhecido cachorro do bar. Um cavalo defecou e Cacique foi comer o estrume quente e verde. Um gaiato, observando a cena, falou seriamente: — Se um cacique tá comendo isso, imagine o que os índios vão comer!... A risada foi geral. E a piada ainda nos chega 40 anos depois. Meu espaço terminou. Prometo-lhes novas histórias cômicas e verídicas, depois de outras reuniões com velhos amigos. Tchau!

Na residência de Arlete e Dr. Carlos Penna: Lígia Cobra, Helena Cagnoni Junqueira e Wanda Moreira

Em Poços de Caldas, Denise Cagnoni Cobra e Márcio D´Ávila e Silva (Marcinho)


C-6 - GAZETA DO RIO PARDO - 10 de setembro de 2012

Rio-Pardenses fazem bonito no torneio de pássaros

Isabella

Esse lindo cachorrinho estava em outro lar, porém, estava sendo mau cuidado. A família Spina, vendo a cena, pediu para que o mesmo fosse doado a ela. Eles o retiraram do local, o levaram até a sua casa e cuidaram durante alguns dias. Foi encaminhado para adoção. Essa mocinha, da foto chamada Isabella, quis seu primeiro cachorrinho e nos procurou. Não pensei duas vezes e liguei para a família Spina que, como sempre muito prestativa, em menos de 10 minutos trouxe o cachorrinho, que foi encaminhado para adoção. Todos, muito contentes com este final feliz.

Théo, atual presidente da Assomm, mais uma vez brilhou no certame sulmineiro de pássaros silvestres, em um evento que reúne os clubes de Guaxupé, Passos, São Sebastião do Paraíso e São José do Rio Pardo, ficando na honrosa primeira colocação, cuja rodada foi desenvolvida em São Sebastião do Paraíso. Em segunda colocação ficou o Alencar de Souza Dias, atual secretário da entidade rio-pardense e que com esta colocação assume, isoladamente, o primeiro lugar da compe-

tição. Dia 25 em São José No dia 25 deste mês, no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão”, das 8h às 12h, acontece a segunda realização da Assomm, envolvendo canários, trincaferro, coleira e azulão. Esta rodada também faz parte do campeonato sul-mineiro. A entrada é gratuita e mais uma vez a Assomm conta com apoio decisivo do DEC, do presidente Marlon. Alencar é o atual campeão do certame sul-mineiro, ao lado do Mauro Boaro, um dos orgulhos do jornalismo rio-pardense.

Grande Roni também fazendo um gesto de amor e adotando seu novo mascote

Em família, a supermãe Andrea com seus filhos Allef e Antonio

Na foto, muito divertido o cachorrinho da raça Boxer chamado Eddu. Proprietária Ana Paula Ramos. Muitos risos com a cara dele!

Raphaela – José Lucas – Andréia

Dona Terezinha, Sr. Daniel e SAN!

Envie a foto de seu animalzinho de estimação para os seguintes e-mails

diagrama@gazetadoriopardo.com.br falecom@matheusmafepi.com.br

Como é bom ver essa “moçadinha” fazendo diferença, como também os pais que participam desse processo de Educação Ambiental que surge como resposta à preocupação da sociedade com o futuro da vida. Sua proposta principal é a de estimular o surgimento de uma cultura de ligação entre natureza e sociedade, através da formação de uma atitude ecológica nas pessoas. Um dos seus fundamentos é a visão socioambiental, que afirma que o meio ambiente é um espaço de relações, é um campo de interações culturais, sociais e naturais (a dimensão física e biológica dos processos vitais). Na foto, Ryan, um belo exemplo de uma frase que sempre utilizo: “Educai os jovens para não punir os velhos”. Esses meninos que serão a diferença, então vão começar!

De grande porte, com dois anos, atende pelo nome de Dada. Está para adoção. Interessados podem ligar para sua proprietária no telefone 19-36813139 ou 19-82096137, com Aninha


C-8 - 10 de Novembro de 2012

BÍBLIA

Reconciliação ou inimizade com Deus WATCHMAN NEE

Você já se reconciliou com Deus? Esta é uma pergunta da máxima importância. Sua salvação ou perdição repousa inteiramente nesta questão. Que grande é sua bênção se já se reconciliou com Deus! Já passou da morte para a vida a fim de gozar da bênção que Deus preparou para você no Senhor Jesus. Mas quão lamentável e precária é sua situação se ainda não se reconciliou com Deus! Quão terrível é ter a ira Dele sempre pairando sobre sua cabeça! É preciso que você responda, com honestidade, a esta pergunta: já se reconciliou com Deus? Não seja descuidado ou tolo. Ou você já se reconciliou com Deus ou está em inimizade com Ele; não há posição neutra. Se ainda não se achegou a Ele mediante a morte do Senhor Jesus, então, Ele é seu inimigo, pois o mundo é inimigo de Deus. Ser inimigo de Deus não necessariamente significa que você há de levar sua rebeldia até o céu; simplesmente quer dizer que você pratica as coisas segundo a carne por preocupar-se apenas com suas paixões e lascívia e não com o que Deus requer de você. A Bíblia declara que “o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar” (Rm 8.7). Inimigos de Deus não são apenas os que têm o coração e mente voltados contra Deus; são também aqueles que se inclinam para a carne. Pode ser que você aprove a religião, pode até verdadeiramente admirar a Cristo, pode até ter ajudado, com freqüência, a igreja – todas essas coisas podem ser muitos boas; não obstante, não há provas de que você não seja inimigo de Deus. É preciso que você compreenda que, segundo a

Palavra de Deus, todo aquele que pende para as coisas da carne está em inimizade contra Ele. Pender para carne é rebelar-se contra a lei de Deus. Ora, a palavra “pendor” parece, a princípio, tão inocente e casual – pode ser que você não se engaje em um ato externo de rebeldia contra Deus, você pode apenas ter pendor para o mundo nos recessos ocultos e secretos do coração. Contudo, basta isso para se estar em inimizade contra Ele e em rebeldia à Sua lei! O homem não somente não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar: não possui o poder e a força para tanto. Isso demonstra a insuficiência completa da natureza humana! Você sabe que a natureza humana é corrupta? A lei de Deus, porém, é santa e justa. Você pode guardá-la? As pessoas, de fato, às vezes consideram a lei de Deus boa e Seu mandamento justo e, por isso, desejam cumpri-la. Mas qual é o resultado? Não a guardam nem a podem guardar. Conquanto às vezes desejemos cumprir a lei de Deus, descobrimos em nós um poder que nos segura e nos força a pender para a carne em vez de obedecer à lei. A natureza humana é tão corrupta que a esperança de guardar a lei de Deus deve se abandonada por completo. Não é verdade que, muitas vezes, as pessoas não desejam viver desregrada e licenciosamente, no entanto, afundam-se nesse lodaçal? Isso ocorre por causa da natureza humana corrupta. Devemos reconhecer nossa corrupção total antes que nos possa vir a salvação de Deus. Outra prova de que somos inimigos de Deus jaz no fato de que nosso coração ama muito o mundo. Não é verdade que a glória e o louvor do mundo emocionam nosso coração? Encontramos no

Novo Testamento esta afirmativa reveladora: “Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus?” (Tg 4.4a). Esta palavra é de Deus, não minha. Deus chama de infiéis as pessoas que cometeram o ato de adultério na carne, mas também chama outros por esse nome, pois o significado mais inclusivo aqui é abraçar uma amizade que não deve ser abraçada. Ora, visto que o mundo crucificou a Cristo, como pode alguém, amigo desse mundo, não ser considerado inimigo de Deus? Será que o mundo e sua atitude mudarão algum dia? O mundo hoje é melhor do que o foi no dia de Cristo? Se ele não mudou para melhor, como é que você pode ter comunhão com ele? Ah, quão lindas são as pessoas do mundo, quão interessantes os seus negócios e quão adoráveis as suas coisas! E por causa das pessoas, dos negócios e das coisas deste mundo, você formou um laço inquebrantável com ele. E esta é mais uma razão pela qual você se tornou inimigo de Deus. Em verdade, a mente dos que não foram reconciliados com Ele, nem regenerados, está posta nas pessoas, nos negócios e coisas do mundo dia e noite. Os homens buscam fama, lucro e poder do mundo. Viram o rosto em direção a terra e as costas para o céu. Desprezam as exigências de Deus e estão em inimizade contra Ele. Permita-me perguntarlhe: você já foi lavado com o precioso sangue do Senhor? Se não o foi, e é amigo do mundo, então, é inimigo de Deus. (Mensagem de Watchman Nee. Reuniões da igreja em S.J.R.Pardo aos sábados e domingos, 19h30, rua João Gabriel Ribeiro, 13)

PALAVRA DE VIDA – Novembro 2012 “Se alguém me ama, guardará a minha palavra; meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada.” (Jo 14,23) Jesus está dirigindo aos apóstolos suas solenes e veementes palavras de despedida, garantindolhes, entre outras coisas, que haveriam de vê-lo novamente, porque Ele haveria de manifestar-se àqueles que o amam. Judas Tadeu (não o Iscariotes) pergunta-lhe então porque ele se manifestaria somente a eles e não em público. O discípulo desejava uma grande manifestação externa de Jesus, pois esta poderia mudar a história e seria, na sua opinião, mais útil para a salvação do mundo. Com efeito, os discípulos pensavam que Jesus seria o profeta tão esperado dos últimos tempos que, ao manifestarse, haveria de revelarse diante de todos como o rei de Israel e, assumindo a liderança do povo de Deus, instauraria definitivamente o Reino do Senhor. Jesus, porém, responde que esta manifestação não se daria de modo espetacular e externo. Seria uma simples, extraordinária “vinda” da Trindade ao coração do fiel, vinda que se realiza lá onde existe fé e amor. Com essa resposta Jesus deixa claro de que nodo Ele permanecerá presente no meio dos seus, depois de sua morte e explica como será possível ter contato com ele. “Se alguém me ama, guardará minha palavra; meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele nossa morada.” Portanto, sua presença pode acontecer des-

de já nos cristãos e no meio da comunidade; não é necessário esperar o futuro. O templo que acolhe esta presença não é tanto um templo feito de paredes, mas o próprio coração do cristão, que se torna assim o novo sacrário, a morada viva da Trindade. “Se alguém me ama, guardará minha palavra; meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele nossa morada.” Mas como o cristão pode chegar a isso? Como pode conter em si o próprio Deus? Qual o caminho para entrar nessa profunda comunhão com Ele? O caminho é o amor para com Jesus. Um amor que não é mero sentimentalismo, mas que se traduz em vida concreta e, exatamente, na observância da sua Palavra. É a esse amor do cristão comprovado pelos fatos que Deus responde com seu amor: a Trindade vem morar nele. “Se alguém me ama, guardará minha palavra; meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele nossa morada.” “... guardará a minha palavra”. E quais são as palavras que o cristão é chamado a guardar? No Evangelho de João, a expressão “as minhas palavras” muitas vezes é sinônimo de “os meus mandamentos”. O cristão, portanto, é chamado a guardar os mandamentos de Jesus. No entanto, esses não devem ser entendidos como uma coletânea de leis. Mais do que isso, é preciso vê-los todos sintetizados naquilo que Jesus ilustrou com o lava-pés: o mandamento do amor recíproco. Deus ordena que cada cristão ame o outro

até a doação total de si mesmo, como Jesus ensinou e fez. “Se alguém me ama, guardará minha palavra; meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele nossa morada.” Então, como podemos viver bem esta Palavra? Como chegar ao ponto em que o próprio Pai nos amará e a Trindade virá habitar em nós? Atuando com todo o nosso coração, com radicalismo e perseverança, o amor recíproco entre nós. É principalmente nesse amor que o cristão encontra também o caminho daquela profunda acese cristã que o Crucificado exige dele. Com efeito, é aí, no amor mútuo, que florescem no seu coração as diversas virtudes e é aí que ele pode corresponder ao chamado para sua própria santificação. C HIARA L UBICH

Esta Palavra de Vida foi originalmente publicada em Maio de 2001 Já estamos em contagem regressiva para o final do Ano Litúrgico e início do Advento. No dia 3 deste, tivemos nosso encontro mensal da Palavra de vida em Tapiratiba; foi ótimo. As encarregadas da preparação do encontro eram as Gen4 – crianças entre 9 e 12 anos! O encontro foi lindo; estão de mil parabéns as crianças e, mais ainda, a Francislene, voluntária que as acompanha e orienta. Elas nos deram o recado direitinho! Também gostei muito desta Palavra que foi sugerida à nossa vivência durante esse mês. Procuremos vive-la; nosso coração ficará pleno de amor, de paz, e daquela alegria que só Deus dá.

COLUNA ESPÍRITA

NEURÓTICOS ANÔNIMOS N/A São José do Rio Pardo

NA

Quem sou eu? Passei minha vida representando papeis que eu julgava fossem agradar ou impressionar outras pessoas – meus pais, amigos, na escola, no trabalho, filhos e cônjuge. Em cada situação ou conforme a reação da “plateia” eu criava novos personagens ou adaptava os anteriores. Tudo para me sentir aceito; para “pertencer” ao grupo. Foram tantos os personagens que esqueci o ator. Não mais sabia qual era o verdadeiro ou se o outro que nem eu conhecia. Pouco adiantou meu esforço, pois as pessoas têm suas próprias interpretações. Minhas atitudes eram mal interpretadas, geravam desconfor-

to e desconfiança. Essa busca só causou frustração, raiva e medo. Perdi o foco dos meus objetivos e a própria motivação para viver. Parecia um fardo pesado demais. Derrotado, descobri que preciso aceitar minhas deficiências e fraquezas, assim como valorizar minhas qualidades, para me amar e abandonar essas falsas personalidades – uma vez eu li que “se tirar tudo o que eu não sou, sobra o que eu sou”. A capacidade de amar quem eu sou gera uma radiação que envolve tudo a minha volta. É uma energia contagiante. As pessoas ficam mais tranquilas em minha presença, o mundo fica mais agradável ao meu

redor. Não é preciso esforço. Eu faço o que acredito seja certo e deixo que Deus guie meus passos. Nesse ponto, a ajuda do grupo de Neuróticos Anônimos é imprescindível. Tenho experimentado essa alegria de viver, tanto quanto experimentei os dissabores das máscaras do passado. Algumas pessoas dizem ter gostado da mudança, outras nem tanto. A estas, desejo que encontrem seu próprio caminho na busca da felicidade. Minha busca, agora, é para que esses momentos se tornem cada dia mais frequentes e duradouros. EMERSON

Reuniões: Segundas-feiras: 19h30 na Matriz, Terças-feiras: 19h30 no Cassucci

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos Numa reunião de Al-Anon vários membros compartilham sobre a mudança de suas atitudes depois que ingressaram no programa Al-Anon. Nos Grupos Al-Anon e Alaten existe compreensão. As pessoas usam o primeiro nome e são avisadas para não divulgar quem elas vêem ou as histórias pessoais que elas ouvem numa reunião. Os recém chegados no programa ficam aliviados ao saber que existe um lugar para com-

partilhar sem medo de serem julgados. O Al-Anon/Alateen é uma associação mundial de homens, mulheres e adolescentes que tem amigos ou familiares com um problema de bebida. Os membros se reúnem regularmente para compartilhar sua experiência, força e esperança ao lidar com frustações e sentimentos de desamparo causados pela doença do alcoolismo. Os membros do Al-Anon vivem

vidas significativas e satisfatórias, ajudando a si mesmo com a ajuda do Al-Anon. Se você está preocupado com a maneira de beber de alguém, entre em contato com o Al-Anon. Grupo Esperança – terça-feira – às 20 horas – Igreja Matriz São José – Salão Ou telefone para Serviço de Informação Paulista Al-Anon – 0xx11 3227-2699,ou acesse o site WWW.al-anon.org.br São José do Rio Pardo - SP

Veneno Mortal Após estagiar no Umbral por um tempo que lhe pareceu uma Eternidade, Zulmira foi internada em abençoada instituição socorrista. Instalada em leito singelo, viu aproximar-se um assistente que, após cumprimentá-la, apresentoulhe algumas perguntas, a fim de definir com exatidão suas necessidades. - Nome? - Zulmira Santorra. - Estado civil? - Divorciada. - Filhos? - Três. - Idade? - Quarenta anos. - Causa da desencarnação? - Desgosto. - Desgosto?! _ Sim, meu marido abandonou-me por outra mulher. Não resisti à traição, sucumbindo em breve tempo, presa de inexorável angústia. A doente interrompe o diálogo, dominada pela mágoa a extravasar-se em lágrimas abundantes. O assistente, após dizerlhe palavras de consolo, afasta-se compadecido. Em breves momentos entra o médico encarregado de atendê-la. Conversam algum tempo. Revelando perfeito conhecimento da situação, ele lhe diz, atencioso: - Zulmira, vamos trabalhar em favor de sua plena recuperação, mas dependemos muito de si mesma, de sua reação positiva em face das perturbações que a afligem. Seu problema é complexo, porquanto regressou à Espiritualidade antes do

tempo, enquadrada no crime do suicídio ... - Suicídio?! Penso tratarse de engano. Caberia melhor o termo assassinato! Meu marido matou minha vontade de viver com sua traição infamante. - Realmente, o comportamento dele foi lamentável. Não obstante, você mesma se destruiu ingerindo o veneno insidioso do ódio, ao cultivar a volúpia da mágoa. A doente não se contém: - O senhor há de convir em que o golpe foi muito forte! - Sim, minha filha, mas não foi mortal. Você teria resistido muito bem, se não desistisse de viver, recusando-se a aceitar a defecção do esposo. Impossível curar uma ferida tratando-a com ácido. Foi o que você fez o tempo todo até provocar a própria desencarnação, a alimentar a perigosa ilusão de que a sua situação era insuportável, como se Deus houvesse colocado sobre seus ombros uma cruz superior às suas forças ... - E agora? - indaga, desapontada, a doente. - Agora é modificar suas disposições íntimas, entregar-se ao tratamento e aguardar a chance de novo retorno à carne, onde será chamada novamente a exercitar, em seu próprio benefício, uma das lições mais importantes do apostolado de Jesus: o perdão. E Zulmira, que se julgava uma vítima do marido, acabou compreendendo que fora vitimada por si mesma ...

*** O perdão é a chave mágica que nos liberta de muitos males físicos e espirituais, desses que complicam a existência e a abreviam. Não será difícil exercitá-lo se atentarmos a dois detalhes importantes, diante dos ofensores: Primeiro: Cada um dá o que tem. Não podemos colher laranjas de uma plantação de cactos, nem maçãs do espinheiro. Segundo: Ninguém sofre imerecidamente. O envolvimento em situações constrangedoras, quando somos escarnecidos, atacados, ofendidos, sempre encontra raízes no passado distante, em vidas anteriores, ou no passado próximo, na vida atual, quando nos comprometemos em atitudes que justificam os problemas do presente. Por isso, os que perdoam nada mais fazem senão exercitar um mínimo de bom senso, em favor da própria integridade. (Richard Simonetti) *** Cultivar o ressentimento como recurso para descarregar o sofrimento que lhe está sendo imposto pode ser comparado à condução de “uma brasa para ser atirada no adversário que, apesar disso, enquanto não é lançada queima a mão daquele que a carrega”. Pensemos nisso! ELIZABETH REGINA GARCIA DAUD


Gazeta do Rio Pardo 2623  

Gazeta do Rio Pardo 2623

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you