Page 1

Edição 16 Curitiba , junho de 2014 QR CODE EM SEU CELULAR JORNAL ELETRÔNICO

Mais 2.500 policiais e bombeiros no Paraná SEGURANÇA |

A Segurança Pública do Paraná ganhou o reforço de mais 2.500 profissionais e também o Centro Integrado de Comando e Controle – legado da Copa. Página 2 e 14.

Lançados Via SERVIÇOS O que Calma e Carro Elétrico funciona MOBILIDADE |

Foto: Luiz Costa/SMCS

Duas novidades foram recentemente apresentadas para trazer benefícios ao trânsito na cidade de Curitiba. Leia mais a respeito nas páginas 3 e 18.

GANHE VOCÊ TAMBÉM!

Nota Fiscal já premiou R$ 140 mil A campanha Nota Fiscal Paranaense, prática da cidadania fiscal fundamental para coibir a sonegação de impostos, já premiou vários consumidores do Paraná. Página 2.

SOLIDARIEDADE

Campanhas de arrecadações Com a chegada do inverno e a temporada de chuvas, torna-se necessário ser solidário e doar roupas e objetos para quem precisa.Veja como ajudar nas páginas 3 e 4.

PESQUISA

em dias de jogos

Paraná entre as mais desenvolvidas

Fique sabendo sobre o esquema de funcionamento dos serviços considerados essenciais à população e as linhas especiais que circulam durante a Copa. Páginas 10 e 11.

Mais de 90% das cidades paranaenses atingiram alto nível no índice de evolução de desenvolvimento socioeconômico. Curitiba está no topo da lista regional. Página 3.


1º a 30 de junho | página

Geral

2

EDITORIAL

Meio ano já passou! E chegamos a metade do ano de 2014. Neste mês de junho, quando inicia-se oficialmente o inverno e registram-se as baixas temperaturas, também há destaque para o caloroso amor (com o dia dos namorados e as campanhas de arrecadação de agasalhos), para as festas juninas, as férias escolares e, neste ano, a Copa do Mundo no nosso país. Aliás, esta edição da GCC foi especialmente preparada com informações sobre a competição mundial de futebol. Na próxima edição esperamos ter uma capa com a palavra Campeão, ou melhor, Hexacampeão! E aguarde pois esta não será a única novidade futura. A GCC está se preparando para trazer algumas outras bem agradáveis para você, leitor! Faça chuva ou frio, em julho você poderá encontrar a nova edição nos mesmos pontos de distribuição em que você está acostumado: no comércio e principais vias de acesso nos bairros Campo Comprido, Ecoville, CIC, Santa Quitéria, Mercês, São Brás, Jardim Gabineto, Mossuguê, Vila Sandra, Atenas, Fazendinha, Portão, Santa Felicidade e imediações. Fraternal abraço! Equipe GCC

SOLIDARIEDADE Ajude os atingidos pelas chuvas! Em função dos danos provocados pelas fortes chuvas em todo o Estado, a Defesa Civil do Paraná informa que foi aberta uma campanha de doações de colchões, cobertores, roupa de cama, fraldas, água, materiais de higiene e de

Entregue último trecho da duplicação do contorno de Campo Largo O governador Beto Richa inaugurou o último trecho de duplicação do Contorno de Campo Largo, na rodovia BR 277. Foram liberados os 4 quilômetros restantes do contorno, além da nova ponte sobre o rio Itaqui e uma trincheira na PR 423. Por meio desta interligação, todo o tráfego pesado, que hoje atravessa Campo Largo, será desviado para fora da cidade. O contorno é uma parceria do Governo do Paraná com a concessionária CCR

Mais 2.500 policiais e bombeiros no Paraná SEGURANÇA |

A segurança pública do Paraná ganhou o reforço de mais 2.500 novos policiais e bombeiros militares. O governador Beto Richa apresentou 917 policiais e bombeiros que irão atuar em Curitiba, Região Metropolitana e Litoral. Os demais irão para as regiões de Ponta Grossa, Cascavel, Maringá e Londrina. Os novos profissionais concluíram a formação acadêmica e já irão para as ruas. Durante cerca de três meses atuarão acompanhados por profissionais mais experientes. “Estamos dando continuidade à política que adotamos desde o começo do governo para reforçar a Segurança Pública do Estado”, afirmou o governador, na solenidade realizada em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba. O aumento do efetivo

policial está entre as ações do programa Paraná Seguro. Desde 2011 e até o final de 2014, o Paraná terá contratado cerca de 10 mil novos profissionais para as polícias Militar, Civil e Científica. Destes, 8.500 são policiais e bombeiros militares. “O aumento no efetivo compõem uma série de

limpeza, roupas e cestas básicas. Os donativos podem ser entregues nas unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de qualquer cidade do Paraná.O que sobra para você, pode estar faltando para alguém. Colabore!

grandes investimentos que incluem a aquisição de quase 1.500 novas viaturas, melhor condição de trabalho aos profissionais, investimento em inteligência e operações policiais sistemáticas que acontecem em todas as regiões do Estado, principalmente para combater o narcotráfico”, disse Richa. (Fonte: Aenoticias)

Governador Beto Richa recebe policiais e bombeiros que concluíram a formação da PM e entrega novas viaturas. (Foto: Orlando Kissner/ANPr)

RodoNorte, que antecipou a obra, cujos investimentos somam R$ 75 milhões. 11 QUILÔMETROS - Ao

Nota Fiscal já distribuiu R$ 140 mil em prêmios Lançada em 16 de abril, a campanha Nota Fiscal Paranaense já premiou vários consumidores do Paraná totalizando R$ 140 mil. Foram contempladas pessoas de Curitiba, Assis Chateaubriand, Maringá e Irati. Esta ação, que representa a boa prática da cidadania fiscal, é fundamental para coibir a sonegação de impostos. “Pensando na proteção e no direito dos consumidores e para incentivar os cidadãos a se habituarem a essa prática, as Secretarias de Estado da Fazenda e da Comunicação, por meio da Nota Fiscal Paranaense, oferecem um sistema de premiação que promete ser mais um bom motivo para se exigir o cupom fiscal”, acrescentou Maria da Fátima, coordenadora da campanha. Toda terça-feira é fechado o lote de bilhetes para o sorteio do dia seguinte, quando são gerados números da sorte a serem distribuídos em quantidades iguais para todos os bilhetes eletrônicos do lote. A metodologia de sorteio é uma inovação realizada pelo

EXPEDIENTE Razão Social GCC de Comunicação e Publicidade LTDA ME Veículo: GAZETA DO CAMPO COMPRIDO Rua José Pereira dos Anjos 220 Bloco 05 Apto 03 Bairro Campo Comprido – Curitiba/PR – CEP 81270-260 Telefone: (041) 3373-9744 – 9672-68-84 e-mail – gazetacampocomprido@terra.com.br

todo são 11 quilômetros de novas pistas, duas trincheiras, um viaduto, uma ponte e a modernização de

dois viadutos. Em fevereiro, o governo estadual liberou os primeiros 7 quilômetros do trecho, além dos acessos por três viadutos e uma trincheira. O contorno divide o trânsito entre os veículos leves e pesados que circulam pela região. Com isso, o fluxo ficará mais rápido para os usuários que seguem para todas as regiões do Paraná, como Centro-Oeste e Mercosul em direção a Curitiba e ao Porto de Paranaguá. Diariamente utilizam a rodovia, entre Campo Largo e Curitiba, 55 mil veículos.

Jorge Luis Schmekel – Diretor geral Liana Abreu – jornalista MTB 2250/PR Diego Thiebes Duarte – Diagramador

Paraná nesta forma de campanha que utiliza o SMS para envio dos dados do cupom fiscal, explicou Maria de Fátima. A campanha tem como objetivo reconhecer o ato do cidadão que exige o cupom fiscal, por meio da premiação. “O mais importante, no entanto, é divulgar os conceitos de educação e cidadania fiscal, demonstrando que a emissão do documento fiscal é direito do consumidor e obrigação do comerciante no ato das vendas das mercadorias”, esclareceu a coordenadora da campanha. COMO PARTICIPAR – Para se cadastrar, a pessoa deve enviar mensagem de texto (SMS) para o número 8484, informando dados do cupom fiscal de compra no varejo, independente do valor pago: Inscrição Estadual da empresa (IE); data da emissão do cupom fiscal; ordem da operação (COO); e número da máquina emissora (ECF). Em seguida, o consumidor deve aguardar a geração do código de participação, que retorna, também

em formato de mensagem, para o aparelho celular de origem. Para resgatar o prêmio, o ganhador terá que apresentar o cupom original, sem rasuras, para aferição fiscal. Até o momento estão credenciadas as operadoras TIM, Vivo, OI e Claro. O cadastramento também pode ser feito pela internet, no endereço www.nota.pr.gov.br, onde os dados são preenchidos na própria página, sendo necessário para completar a operação que o cidadão envie SMS para 8484 informando apenas o número do controle de operação (COO). O envio do SMS deve ser realizado pelo telefone informado no cadastramento dos dados na internet. O custo da participação é de R$ 0,31, mais impostos, por cupom fiscal cadastrado o que permite participar em 32 sorteios, com custo unitário de menos de 2 centavos por sorteio. No endereço www.nota.pr.gov.br, o consumidor encontra mais detalhes da campanha.

GAZETA DO CAMPO COMPRIDO IMPRESSO NA GRÁFICA GRAFINORTE S/A E-mail: grafinorte@grafinorte.com.br www.grafinorte.com.br Tiragem de 6.000 mensais | Distribuição gratuita. Jornal terá uma circulação em bairro e vilas da região e vai atingir mais de 30.000 habitantes. FALE COM A REDAÇÃO / COMERCIAL e-mail – gazetacampocomprido@terra.com.br Comercial: 3373-97-44 – 9672-68-84


Regional

1º a 30 de junho de 2014 | página

3

DESTAQUE |

Mais de 90% das cidades paranaenses têm desenvolvimento alto e moderado A 6ª edição do Índice Firjan de Desenvolvimento Social (IFDM), que mede a evolução socioeconômica dos municípios brasileiros, mostrou que 367 das 399 cidades paranaenses (92%) apresentam níveis alto e moderado de desenvolvimento. Em todo o Brasil, 60,7% dos municípios atingiram o índice. Curitiba ocupa o topo do ranking das capitais brasileiras e também o primeiro lugar entre as cidades paranaenses. O IFDM tem o objetivo de monitorar o desenvolvimento socioeconômico do país, avaliando as condições de Educação, Saúde, Emprego e Renda de todos os municípios brasileiros. O índice varia de 0 (mínimo) a 1 ponto (máximo) para classificar o nível de cada cidade em quatro categorias: baixo (de 0 a 0,4), regular (0,4001 a 0,6), moderado (de 0,6001 a 0,8) e alto (0,8001 a 1) desenvolvimento. O diretor de Estatística do

Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Daniel Nojima, ressalta que o desempenho do Paraná na pesquisa reflete o bom crescimento econômico, principalmente no Interior. “Há um grande crescimento, particularmente no interior do Estado, na geração de emprego e renda com o aumento da produção de grãos e da agroindústria”, avalia. ”Resultados mais

satisfatório na área da Saúde, com diminuição da mortalidade infantil e materna e melhor atendimento às gestantes, além dos investimentos na Educação, também contribuíram com o resultado positivo”, afirma. Os resultados são baseados nas informações oficiais dos ministérios da Educação, Saúde e do Trabalho e Emprego. O principal destaque do Paraná é na área da Saúde, com 215 municípios, ou 53,9%, em alto

grau de desenvolvimento. Há ainda 165 cidades (41,4%) com o IFDM Saúde em nível moderado, e 19 (4,8%) com conceito regular. Já na área da Educação, 92 municípios (23,1%) apresentaram alto desenvolvimento, 302 (75,7%) registraram índices moderados e cinco (1,3%) se classificaram no conceito regular. O IFDM Educação foi a variável que mais cresceu com relação à medição anterior: 270 cidades paranaenses (67,7%) evoluíram, impulsionadas por melhorias no indicador de distorção idade-série, que se elevou em 80,2% dos casos. Na vertente Emprego e Renda, as cidades paranaenses se concentraram nas classificações intermediárias: 247 (61,9%) registraram desempenho regular e 104 (26,1%) moderado. Apenas 37 cidades (9,3%) apresentaram baixo grau de desenvolvimento do mercado de trabalho.

Mobilidade| Via Calma dará visibilidade aos ciclistas no trânsito Em fase final de implantação, a Via Calma da Avenida Sete de Setembro está sendo criada para permitir o compartilhamento do trânsito entre motoristas, motociclistas e ciclistas e um maior respeito aos pedestres da cidade. Com ela, Curitiba confirma seu investimento em modais não motorizados, seguindo uma tendência presente em outras grandes cidades do mundo. “Assim como o calçadão da Rua XV de Novembro tornou os pedestres visíveis em Curitiba há mais de 40 anos,

R$ 250,00

R$ 250,00

a Via Calma tornará os ciclistas visíveis no dia a dia do trânsito da cidade. Queremos que as pessoas se respeitem mais no trânsito de Curitiba para que tenhamos uma convivência mais harmoniosa”, diz o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Curitiba (Ippuc), Sérgio Pires. A via se estenderá da Rua Mariano Torres até a Praça do Japão, na região central da cidade e terá uma extensão de 6,3 km – 3 km no sentido centro e 3,3 km no sentido bairro. Para aumentar a segurança de quem pedala, a Via Calma conta com faixas preferenciais

R$ 250,00

(pintadas de vermelho) do lado direito da pista. Nelas, carros e bicicletas irão compartilhar o mesmo espaço, mas com prioridade para os ciclistas, que não precisarão mais se arriscar nas canaletas dos ônibus. O objetivo é reduzir a velocidade dos veículos motorizados para garantir a segurança de ciclistas e pedestres. Por isso, a velocidade máxima permitida para carros e motos será de 30 quilômetros por hora na via. Nesta velocidade, os acidentes fatais diminuem. Além disso, carros e motos vão emitir menos poluentes e ruídos. Haverá ampla sinalização

R$ 170,00

horizontal e vertical e travessias elevadas que obrigam os veículos automotores a reduzir a velocidade. A travessia elevada é uma continuação da calçada. Nela, os pedestres têm prioridade absoluta e os motoristas têm a obrigação de parar para as pessoas atravessarem. Outro diferencial da Via Calma são as bicicaixas, áreas específicas para que os ciclistas aguardem com segurança o semáforo abrir. Dessa forma, as bicicletas terão prioridade na travessia dos cruzamentos e estarão muito mais visíveis para os motoristas.

R$ 170,00


209289ame

GCC Comunicação - Curitiba - 1º a 30 de junho de 2014

Uma nação quer o hexa Neymar é a esperança do torcedor brasileiro

Conheça os estádios

A análise de cada grupo

A TABELA COMPLETA PARA VOCÊ ACOMPANHAR A COPA


6

1º a 30 de junho de 2014

Os 12 estádios da Copa do Mundo Estádio Maracanã

Arena de São Paulo

Estádio Beira-Rio

Arena Pernambuco

Construído para a Copa do Mundo da FIFA 1950 e imortalizado como palco da inesquecível final entre Brasil e Uruguai, um dos capítulos mais marcantes da história do torneio, o Estádio Jornalista Mário Filho, no Rio de Janeiro, reassume a condição de protagonista no Brasil 2014. Estádio que abrigará o maior número de partidas da competição, sete confrontos no total, o Maracanã receberá a grande decisão no dia 13 de julho.

O Corinthians, que divide com o Flamengo o posto de maiores torcidas no Brasil, viu viabilizado o sonho de ter um estádio com a realização da Copa no Brasil. A construção da Arena de São Paulo, no bairro de Itaquera – um tradicional reduto de corintianos, teve uma série de percalsos. A Arena, chamada de Itaquerão, foi a escolhida para receber a partida de abertura da Copa do Mundo, e abrigará ainda outros cinco jogos, entre ele um das semifinais.

Erguido em uma área aterrada do Rio Guaíba, um dos cartões-postais de Porto Alegre, o Beira-Rio é a casa do Internacional. Vai receber cinco jogos da Copa, um deles válido pelas quartas de final. O “Gigante do Beira-Rio”, batizado Estádio José Pinheiro Borda, foi inaugurado em 1969 depois de quase uma década de obras em que a participação da torcida do Inter foi efetiva: os colorados contribuíram com tijolo, cimento e ferro.

Recife, uma cidade entusiasta do futebol, que abriga três clubes tradicionalíssimos em cenário nacional como Náutico, Santa Cruz e Sport e já sediou uma partida da Copa do Mundo de 1950 (Chile 5 x 2 EUA, na Ilha do Retiro), ganhou um novo estádio, que receberá cinco partidas. A arena fica em São Lourenço da Mata, na zona metropolitana da cidade, a 19 km do Aeroporto Internacional dos Guararapes. Tem capacidade para 42.849 pessoas.

Estádio Fonte Nova

Estádio das Dunas

Arena Amazônia

Estádio Castelão

Primeira capital do Brasil, Salvador receberá a Copa em casa nova: palco de grandes confrontos do futebol baiano como o clássico Ba-Vi, a Fonte Nova, oficialmente Estádio Octávio Mangabeira, foi implodida em 2010 para dar lugar a uma moderna arena com capacidade para 52.048 espectadores, que sediará quatro jogos da primeira fase. A capital baiana ainda receberá uma partida eliminatória das oitavas de final e uma das quartas de final.

Desde o ano de sua construção, 1972, o estádio João Cláudio de Vasconcelos Machado, o Machadão, abrigou no bairro Lagoa Nova os maiores jogos de futebol da capital do estado do Rio Grande do Norte. Para sediar a Copa do Mundo, foi demolido, assim como o ginásio anexo, chamado de Machadinho, e nasceu um estádio moderno cuja cobertura imita dunas de areia. Natal vai receber quatro jogos da primeira fase da copa.

A Arena Amazônia, antigo Estádio Vivaldão, está no coração da maior floresta em área contínua do mundo, em Manaus. Inspirado nela, aliás, o projeto do estádio previu a construção de uma estrutura metálica similar à de um cesto de palha típico da região. A Arena Amazônia tem 42.377 lugares. Ela receberá quatro jogos de primeira fase da Copa e servirá posteriormente como um grande pólo de atração turística para shows e eventos na região.

Construído em 1973, o Estádio Governador Plácido Castelo, conhecido popularmente como Castelão, foi inteiramente reformado para acolher confortavelmente públicos de até 58.704 pessoas. Na Copa, ele será a casa da Seleção Brasileira no segundo jogo da primeira fase. Ainda serão realizados outros três jogos válidos pela primeira fase. A capital do Ceará ainda receberá uma partida válida pelas oitavas e outra pelas quartas-de-final.

Estádio Mineirão

Estádio Nacional

Arena Pantanal

Arena da Baixada

Um dos templos do futebol brasileiro, casa dos multicampeões nacionais Atlético Mineiro e Cruzeiro, a arena, com capacidade para 57.483 espectadores, foi completamente reformada para receber seis jogos da Copa, incluindo um confronto de semifinal. Localizado no bairro da Pampulha e inaugurado em 5 de dezembro de 1965, o estádio pertence ao governo estadual de Minas Gerais, com o nome oficial de Estádio Governador Magalhães Pinto.

Seguindo os padrões de uma das cidades mais modernas do país em termos de arquitetura, o Estádio Nacional de Brasília é um dos mais imponentes – e o segundo maior, com capacidade para 68.009 espectadores. O antigo estádio Mané Garrincha, praticamente demolido, deu lugar a uma arena. Ele vai receber sete partidas da Copa do Mundo, incluindo uma de quartas de final. Após a Copa, a ideia é que a arena seja usada para eventos.

Especialmente construída para a Copa do Mundo, a Arena Pantanal, em Cuiabá, tem capacidade para 42.968 espectadores, ocupando o terreno em que antes estava o Estádio José Fagelli, e vai acolher quatro partidas da primeira fase da Copa. Esse espaço multiuso terá, no entanto, uma estrutura modelar, que poderá ser reduzida depois da Copa. Coberta, ela poderá receber eventos diversificados, como shows, exposições e feiras.

Desde que foi reinaugurado em junho de 1999, o tradicional Estádio Joaquim Américo, em Curitiba, conhecido como Arena da Baixada, tem a reputação de ser um dos mais modernos do Brasil. Para receber a copa, o estádio passou por reformas e esteve ameaçado de ser cortado devido ao atraso nas obras. A capacidade foi aumentada para 40 mil pessoas, para que o estádio pudesse abrigar quatro jogos do Mundial de 2014.


1º a 30 de junho de 2014

7

O grupo que busca o hexa

S

em nenhuma surpresa e sem um clamor geral pela não convocação de algum jogador, como chegou a acontecer em outras Copas, o treinador da Seleção Brasileira, Felipão, traz para a Copa um grupo renovado. Dos 23 convocados, somente o goleiro Júlio César esteve na Copa de 2006 e os dois laterais, Daniel Alves e Maicon, estiveram na Copa de 2010. Entre os três goleiros, Felipão preferiu deixar de fora Diego Cavalieri, que esteve na Copa das

Confederações no ano passado, e convocou Victor, do Atlético Mineiro. Já na zaga, Henrique foi escolhido apesar da grande fase que Miranda atravessa no Atlético de Madrid.O Brasil inicia sua participação na Copa dia 12 de junho, fazendo a abertura da competição contra a Croácia, no Itaquerão, às 17 horas. O segundo jogo será em Fortaleza, contra o México, no dia 17. O último adversário na fase de grupos é Camarões, no dia 23, em Brasília.

Felipão: lista de convocados sem surpresas

O mascote Fuleco é o mascote da Copa do Mundo FIFA. Fuleco foi inspirado no tatu-bola, conhecido como tatu-bolada-caatinga, que encontra-se meaçado de extinção.

A bola e o chip A bola que será utilizada na Copa do Mundo foi apelidada de Brazuca. O nome oficial foi escolhido após uma votação que contou com a participação de mais de um milhão de torcedores brasileiros, na qual "Brazuca" atingiu 77,8% do voto do público, contra 14,6% de "Bossa Nova" e 7,6% de "Carnavalesca". Segundo a Fifa, "Brazuca é um termo informal, utilizado pelos brasileiros para descrever o orgulho nacional pelo estilo de vida do país. Simboliza emoção, orgulho e boa vontade com todos, de forma semelhante à abordagem local ao futebol". A novidade nesta Copa será um chip instalado na bola para evitar erros grotescos. No último deles, a Inglaterra perdia por 2 a 1 para a Alemanha na Copa de 2010, quando a bola entrou e o gol não foi marcado. A Inglaterra pedeu por 4 a 1 e deu adeus à Copa. Com o chip na bola e sensores nas traves, um dispositivo emitirá um sinal sonoro no relógio do árbitro e dos assistentes toda vez que a bola cruzar a linha de gol.

Todos os campeões Apenas oito países já foram campeões do mundo desde a primeira Copa em 1930. Brasil, a única seleção a ter jogado todas as competições, mantém o recorde de vitórias com cinco títulos. É também é o único proprietário da Taça Jules Rimet (posta em jogo em 1930) e a possui permanentemente após sua terceira foi a vitória na competição em 1970, com Pelé, o único jogador tricampeão mundial da história. A seleção brasileira é seguida pela Itália, com quatro troféus, um a mais que a Alemanha. A equipe que venceu a primeira edição, o Uruguai, conquistou duas vezes, como a Argentina. Finalmente, França, Inglaterra e a atual campeã Espanha, ganharam uma Copa do Mundo cada. O Brasil e a Espanha são os únicos países que ganharam fora de seus continentes (Brasil em 1958 e 2002 e a Espanha em 2010).


8

Copa

1º a 30 de junho de 2014

Brasil leva boa vantagem

O

Em todas as copas O Brasil é a única equipe que disputou todas as edições da competição. Cinco vezes campeã mundial (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002), o time ficou em segundo em mais duas finais disputadas (1950 e 1998) e ainda foi o terceiro colocado em outras duas ocasiões (1938 e 1978). o Brasil em torneios FIFA: Cinco vezes campeão da Copa do Mundo da FIFA, quatro vezes campeão da Copa do Mundo Sub-20 da FIFA, três vezes campeão da Copa do Mundo Sub-17 da FIFA, três vezes campeão da Copa das Confederações da FIFA.

storcedores que forem a São Paulo, Fortaleza e Brasília para acompanhar a Seleção Brasileira na fase de grupos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 verão os comandados de Luiz Felipe Scolari encararem rivais diante dos quais, historicamente, o país leva uma boa vantagem. É um grupo relativamente fácil. Mas quase sempre com um quê de dificuldade. Todos confrontos serão, para o Brasil, reedições de duelos de Copas passadas. A estreia em 2014, inclusive, será contra a Croácia, mesma adversária do jogo de abertura da campanha canarinho em 2006, na Alemanha. Na ocasião, Kaká deu a vitória à Seleção. As lembranças de Camarões

também são boas. Nos Estados Unidos, em 1994, com gols de Romário, Bebeto e Márcio Santos, o Brasil aplicou 3 a 0 e conquistou a vaga na segunda rodada do torneio que veria o capitão Dunga erguer a taça. Contra o México, será o quarto confronto em uma Copa. Até agora, são três vitórias brasileiras, com 11 gols marcados e nenhum sofrido. Na última delas, em 1962, a Seleção também terminou com o troféu nas mãos. Acontece que, no caso dos mexicanos, é inevitável mencionar, lado a lado com esse retrospecto positivo, uma série recente de derrotas frustrantes, em momentos decisivos. Apenas finais perdidas pela Seleção foram quatro: a da

Felipão comanda o Brasil Copa das Confederações os brasileiros caíram para o da FIFA 1999, a do Tor- México, por exemplo, na neio Olímpico de Futebol decisão da Copa do Mundo de Londres 2012 e as de Sub-17 da FIFA Peru 2005 duas edições da Copa e, recentemente, nas quarOuro, em 1996 e 2003. tas de final do Sub-17 dos Isso para não falar das ca- Emirados Árabes 2013, em tegorias inferiores, em que outubro.

As seleções

Brasil é tetra em 2002

O presente País anfitrião da Copa do Mundo da FIFA, o Brasil não precisa disputar as eliminatórias sul-americanas, mas isso não significa que vá ter vida fácil até o torneio. Ciente das enormes expectativas em torno de seu futebol em 2014, a comissão técnica adotou um planejamento agressivo e espera colocar a equipe frente a frente com grandes forças do futebol mundial nos próximos anos.

Os quatro grupos vivem momentos bastante distintos. Enquanto o Brasil vem cheio de confiança após o título da Copa das Confederações da FIFA 2013, o México passou recentemente por momento turbulento. Os astecas trocaram de técnico duas vezes em um período de três meses, até que Miguel Herrera assumiu, e a vaga, que quase escapou durante as eliminatórias da CONCACAF, foi conquistada na repescagem. A Croácia também precisou do Play-Off para carimbar seu passaporte rumo ao Brasil e, assim como o México, promoveu um novo técnico antes da repescagem. Com Niko Kovac no comando, a seleção croata empatou em 0 a 0 na Islândia e derrotou a seleção nórdica no jogo de volta, em Zagreb. Camarões, por sua vez, carimbou seu passaporte em casa. Depois de um jogo sem gols na Tunísia, aplicou uma goleada por 4 a 1 diante de sua torcida e classificou-se.

O atacante Neymar é uma das grandes apostas do Brasil. Ele conta com uma retaguarda estrelada, com gente da tarimba de Dani Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo. Leônidas, Zizinho, Didi, Garrincha, Pelé, Rivelino, Zico, Falcão, Romário, Rivaldo, Ronaldo

Fique de olho Neymar (BRA), Fred (BRA), Thiago Silva (BRA), Oribe Peralta (MEX), Raúl Jimenez (MEX), Samuel Eto'o (CMR), Alexandre Song (CMR), Mario Mandzukic (CRO) e Luka Modric (CRO).

Você entende o Hino Nacional Brasileiro? O Hino Nacional Brasileiro é um dos quatro símbolos oficiais da República Federativa do Brasil. Ele simboliza a exaltação à pátria, porém é uma canção bastante complexa, rica em

metáfora, com palavras pouco usuais, o que dificulta sua compreensão. A letra foi escrita por Joaquim Osório Duque Estrada e música é de Francisco Manuel da Silva. A priorização da beleza e da rima na elaboração do hino fez com que a clareza de significado ficasse comprometida. A partir de 22 de setembro de 2009, o hino nacional brasileiro tornou-se obrigatório em escolas públicas e particulares

No passado Brasil 1 x 0 Croácia, 13 de junho de 2006, Berlim. Detentora do título mundial na ocasião, a Seleção Brasileira entrou no Olympiastadion com o objetivo manter o troféu em sua posse. Em um jogo equilibrado, o talento de Kaká fez a diferença. O meia-atacante acertou um belo chute colocado aos 44 minutos do primeiro tempo e fez o gol da vitória brasileira. Atual técnico da seleção croata, Niko Kovac não tem boas lembranças daquele dia, já que saiu de campo lesionado ainda na primeira etapa.

Você sabia?

Destaques

Estrelas do passado

Kaká fez a diferença em 2006

Neymar é a grande aposta do Brasil

O jogo México x Croácia: com a Seleção Brasileira como favorita no Grupo A, astecas e croatas devem lutar com tudo na última rodada, marcada para 23 de junho, em Recife. O duelo reúne duas seleções que passaram por momentos turbulentos nas eliminatórias, com trocas de técnicos, mas que, em condições normais, jogam um futebol ofensivo e de bom toque de bola.

Desde a Copa do Mundo de 1982, na Espanha, o Brasil sempre garantiu vaga nos fases finais após duas partidas. A última vez que a Seleção precisou de três jogos para se classificar foi em 1978, na Argentina, quando derrotou a Áustria graças a um gol de Roberto Dinamite e, enfim, avançou.

O número 38 - O número de vezes que o clássico latino-americano entre Brasil e México já ocorreu. Até agora, são 22 vitórias da Seleção e seis empates. Os astecas marcaram 36 gols e sofreram 71. A disparidade nos números, no entanto, não reflete o retrospecto recente. Nos últimos oito jogos entre Brasil e México, cada equipe venceu quatro vezes.

de todo o país. Sua execução é - às margens plácidas (calmas) – também permitida na abertura de - o brado (clamor) retumbante (ecoante) sessões cívicas, nas cerimônias - raios fúlgidos (luminosos) religiosas de caráter patriótico e - Se o penhor (direito) dessa igualdade – antes de eventos esportivos - um raio vívido (brilhante) internacionais. - Se em teu formoso céu risonho (repleto A maioria das pessoas, de promessas) e límpido (claro) – apesar de ter domínio da letra, - A imagem do Cruzeiro (constelação desconhece seu significado. Cruzeiro do Sul) resplandece (brilha). Veja a seguir partes do Hino - És belo, és forte, impávido (sem medo) Nacional com palavras em colosso (gigante) – destaque e suas definições entre - E o teu futuro espelha (reflete) essa parênteses. (Fonte: Prefeitura de Curitiba)

grandeza. - Dos filhos deste solo és mãe gentil (generosa) – e m berço esplêndido (deslumbrante) – - Fulguras (brilhas), ó Brasil, florão (orgulho) da América- Do que a terra, mais garrida (vistosa) – - O lábaro (bandeira) que ostentas (exibes) estrelado – - E diga o verde- louro (amarelo) dessa flâmula (bandeira) – - Mas, se ergues da justiça a clava (arma) forte


1º a 30 de junho de 2014

9

Espanha defende o título

A

s lembranças da última edição da C o p a do Mundo da FIFA estarão bem vivas no Grupo B do Brasil 2014, que terá nada mais, nada menos que os dois finalistas da África do Sul 2010. Tudo indica que Espanha, última campeã, e Holanda, atual vice, lutarão pela liderança de uma chave em que o Chile, adversário de grupo da seleção de Vicente del Bosque há quatro anos, deverá correr por fora na briga pelas duas vagas para as oitavas de final. A Austrália, por fim, tentará fazer o papel de

azarão. A seleção espanhola defenderá no Brasil sua condição de atual campeã mundial. Com a mesma filosofia de jogo que encantou o mundo ao longo dos últimos cinco anos, a Roja conquistou sua classificação no único grupo das eliminatórias europeias integrado por dois países vencedores da Copa do Mundo da FIFA. Os espanhóis terminaram em primeiro lugar, à frente da França, após somarem seis vitórias e dois empates (ambos em casa, contra franceses e finlandeses) na chave mais enxuta do torneio

Espanha nas copas

Espanha encantou o mundo na Ãfrica do Sul (cinco seleções). Embora peões europeus realizaram tenham registrado a defe- uma das suas campanhas sa menos vazada do Ve- mais discretas em termos lho Continente, com três ofensivos, tendo colocado gols sofridos, os bicam- apenas 14 bolas na rede.

O jogo Espanha x Chile - As duas Rojas frente a frente. Esse duelo da segunda rodada do Grupo B pode definir o destino de ambas as seleções no torneio. Será a quarta vez que elas medirão forças em apenas quatro anos. Depois da partida válida pela primeira fase na África do Sul, houve três amistosos, com o último deles terminando empatado em 2 a 2. Será uma oportunidade de ouro para os chilenos conquistarem uma vitória inédita sobre os espanhóis.

No passado Robin é o artilheiro da Holanda

As seleções A Espanha iniciará a defesa do título conquistado na África do Sul diante de dois países que enfrentou justamente em 2010 e confiando no mesmo grupo de jogadores que tantas vitórias somaram desde 2008. A Holanda chega ao Brasil após uma campanha impecável nas eliminatórias, em que Robin Van Persie, com 11 gols, despontou como a grande referência da renovada seleção de Louis Van Gaal. Já o Chile, terceiro colocado no torneio classificatório sul-americano, conta com uma talentosa geração liderada por Alexis Sánchez e Arturo Vidal e aposta na proposta de futebol ofensivo de Jorge Sampaoli, técnico que substituiu Claudio Borghi no final de 2012 e deu sequência ao legado de Marcelo Bielsa. A Austrália, por sua vez, encara sua quarta participação na Copa do Mundo, a terceira consecutiva, em meio às dúvidas suscitadas por uma classificação repleta de altos e baixos e em plena reformulação após a chegada do novo treinador, Ange Postecoglou.

O número 2 – Embora este seja o "grupo dos reencontros", haverá também alguns confrontos inéditos. Afinal, Espanha e Austrália nunca se cruzaram na categoria absoluta, como também é o caso de Chile e Holanda.

Holanda 0 x 1 Espanha, 11 de julho de 2010, Johanesburgo - O destino decidiu promover o reencontro de holandeses e espanhóis quatro anos depois da final sulafricana. Naquela ocasião, o gol de Andrés Iniesta aos 11 minutos do segundo tempo da prorrogação deu à Roja sua primeira vitória sobre a Laranja Mecânica, que morreu na praia como vice-campeã pela terceira vez na história.

Antes de levantar a cobiçada taça na África do Sul, a Espanha sofria de uma recorrente "maldição" que não a deixava passar das quartas de final da Copa do Mundo da FIFA. O seu melhor desempenho havia sido o quarto lugar no quadrangular final do Mundial de 1950, no Brasil. A seleção espanhola já participou de 13 edições do maior torneio do futebol mundial. No Brasil disputará a sua 14ª campanha, a 10ª consecutiva.

Os destaques O segredo do sucesso da Espanha se baseia no talento concentrado no meio de campo — basta mencionar nomes como Xavi, Andrés Iniesta ou Xabi Alonso. Apesar disso, os outros setores não deixam por menos. A solidez debaixo das traves está assegurada tanto por Iker Casillas como pelas demais alternativas oferecidas pelo infalível celeiro de goleiros do país. Sergio Ramos e Gerard Piqué se firmaram como os homens fortes da defesa, que conta ainda com um Jordi Alba cada vez melhor. Os gols marcados por Ramos e Alba em partidas recentes foram tão determinantes quanto os do setor ofensivo.

Laranja mecânica Após a campanha agridoce na África do Sul, a base do plantel holandês foi mantida para a Euro 2012, embora a campanha ruim na competição tenha precipitado algumas mudanças na tentativa de garantir presença no Brasil 2014. O estilo de jogo também não mudou muito. Embora o futebol-arte das gerações anteriores tenha cedido espaço à busca da eficiência e do resultado, jogadores como Rafael van der Vaart, Wesley Sneijder e Arjen Robben garantem o refinamento do conjunto laranja.

Fique de olho Xavi (ESP), Andrés Iniesta (ESP), Xabi Alonso (ESP), Arjen Robben (HOL), Robin Van Persie (HOL), Rafael Van Der Vaart (HOL), Arturo Vidal (CHI), Alexis Sánchez (CHI), Claudio Bravo (CHI), Tim Cahill (AUS) e Lucas Neill (AUS).

Iniesta, um dos destaques dos espanhóis

Você sabia? Com o título na África do Sul 2010, a Espanha se tornou o oitavo país a conquistar a Copa do Mundo da FIFA e o primeiro a erguer a taça após ter largado com uma derrota, já que a seleção de Vicente del Bosque perdeu para a Suíça por 1 a 0 na estreia.

Alexis Sánchez, do Chile


10

1º a 30 de junho de 2014

Colômbia é a favorita

P

Colômbia nas Copas À exceção do Mundial de 1990, quando a geração dourada de René Higuita e Carlos Valderrama parou na seleção de Camarões nas oitavas de final, a Colômbia não conseguiu superar a fase de grupos em nenhuma das outras três participações na Copa do Mundo da FIFA. Sem contar a experiência na Itália, os cafeteros tiveram seis derrotas, dois empates e apenas uma vitória.

Destaques colombianos Vivendo um excpecional momento na Europa, Radamel Falcao é a principal figura do sistema ofensivo colombiano. O atacante nascido em 1986 e formado no River Plate diversos títulos e bateu recordes por FC Porto e Atlético de Madrid antes de chegar ao AS Monaco. Junto a ele, destacam-se a experiência do zagueiro Mario Yepes, a criatividade do meia armador James Rodríguez e o faro goleador de Teo Gutiérrez, um complemento letal para Falcao no ataque.

Japão Nas eliminatórias, o Japão foi progredindo jogo a jogo sob o comando do técnico Alberto Zaccheroni, que assumiu o cargo após a bela campanha na África do Sul. Inicialmente, a reformulada seleção nipônica teve dificuldades para assimilar a estratégia do italiano e chegou a perder para Uzbequistão e Coreia do Norte antes de confirmar a classificação para a última fase.

ossivelmente a mais aberta e imprevisível das oito chaves, o Grupo C conta com quatro seleções que nunca se encontraram em Copas do Mundo da FIFA. Garantido, porém, está um interessante embate entre escolas de diferentes continentes, já que a Colômbia exibirá o talento sul-americano diante de seleções (Japão, Costa do Marfim e Grécia) que ilustram as potências tradicionais de suas próprias regiões. Embora a Colômbia tenha somado quatro dos primeiros seis pontos que disputou nas eliminatórias, a derrota em casa para a Argentina na terceira ro-

dada marcou o ponto final do ciclo de Leonel Álvarez à frente da seleção. A chegada de José Néstor Pekerman foi um divisor de águas na campanha colombiana rumo ao Brasil 2014, haja vista o impacto imediato provocado pelo treinador argentino. Nas seis partidas seguintes, a equipe conquistou cinco vitórias, acumulando boa parte dos pontos que garantiriam sua posterior classificação. A força da sua torcida em Barranquilla, o equilíbrio entre os setores e a contundência do seu estilo de jogo foram os pontos altos da seleção colombiana, que contou com a

Costa do Marfim A Costa do Marfim passou fácil da fase de grupos das eliminatórias africanas, com quatro vitórias em seis partidas. Com 15 gols marcados e cinco sofridos, os marfinenses só perderam pontos nos dois empates contra o Marrocos. Mas o playoff foi bem mais complicado, pois o adversário foi um Senegal em boa fase. No jogo de volta, a equipe senegalesa esteve a um gol de se classificar pelo saldo agregado, mas Salomon Kalou sacramentou o empate e carimbou o passaporte da Costa do Marfim para a sua terceira Copa do Mundo consecutiva.

Fique de olho Radamel Falcao (COL), James Rodríguez (COL), Georgios Samaras (GRE), Konstantinos Mitroglou (GRE), Yaya Touré (CM), Didier Drogba (CM), Keisuke Honda (JPN) e Shinji Kagawa (JPN).

O que funciona em dias de jogos Os serviços considerados essenciais à população vão funcionar da seguinte forma durante a Copa:

EDUCAÇÃO: CMEIs: - Recesso escolar para crianças atendidas nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) nos dias 16,

defesa menos vazada (13 gols) e o terceiro melhor ataque (27), assegurando na penúltima rodada o retorno do país à sua primeira Copa desde a França

1998. A segunda colocação final foi seu melhor resultado nas eliminatórias desde que o torneio passou a ser disputado no formato de pontos corridos.

As seleções A Colômbia é a cabeça de chave e favorita para passar para as oitavas de final, enquanto o Japão chega ao torneio como atual campeão asiático. Mas, dada a natureza deste grupo, não seria nenhuma surpresa se a Costa do Marfim ou a Grécia (ou ambas) acabassem conseguindo se classificar.

Grécia Ao término da África do Sul 2010, Otto Rehhagel deixou o comando da seleção helênica após nove anos no cargo. O português Fernando Santos foi o escolhido para ser o seu sucessor. O treinador lusitano fez uma transição tranquila. Primeiro levou a Grécia à Eurocopa 2012, quando o país só foi eliminado pela poderosa Alemanha nas quartas de final, e agora se classificou com a seleção grega para a Copa do Mundo no Brasil.

Argentino comanda os colombianos

Marc-Vivien Foé é homenageado

No passado Japão é campeão asiático

O jogo Japão x Costa do Marfim - No encontro entre Ásia e África, a complexidade japonesa estará diante da velocidade e da força dos marfinenses. Parece prato cheio para uma festa do futebol em Recife, onde ambos se enfrentarão em suas estreias. Uma vitória para qualquer uma das equipes também representará um enorme passo rumo às oitavas.

Você sabia? Nenhuma destas quatro seleções jamais passou das oitavas de final de uma Copa do Mundo, e apenas Colômbia e Japão conseguiram sair da fase de grupos ao menos uma vez. Por outro lado, as marcas foram feitas para serem quebradas, e todos deste quarteto entrarão em campo para provar que têm o que é preciso para ir longe no Brasil.

17, 18, 20, 23 e 26 de junho; Escolas: - Nove escolas municipais, uma em cada regional, ficarão abertas nos dias dos jogos, das 8h às 11h30, com atividades recreativas e esportivas; SAÚDE: Unidades Básicas: 12/06: jogo Brasil x Croácia as 17 horas as unidades funcionam até as 16 horas. Aquelas que trabalham até 22 horas reabrem as 20 horas;

Japão 0 x 1 Colômbia, 22 de junho de 2003, Saint-Étienne - Enquanto a França, anfitriã da Copa das Confederações da FIFA 2003 já havia se classificado com tranquilidade para a fase seguinte, Colômbia e Japão ainda lutavam pela vaga restante da chave e sabiam que apenas o vencedor dessa partida, a última de ambos, passaria para as quartas de final. O campeão asiático teve algumas chances, principalmente na cabeçada de Naohiro Takahara, que acertou a trave. Mas os sulamericanos selaram uma merecida vitória também de cabeça, com Giovanni Hernández aos 23 do segundo tempo. "O Japão foi um adversário de primeira, o que torna esta vitória ainda mais saborosa", afirmou o técnico colombiano, Francisco Maturana, cuja equipe foi eliminada por Camarões na fase seguinte, na trágica partida em que Marc-Vivien Foé faleceu em campo.

O número 0 – Nunca houve encontros entre qualquer um dos conjuntos participantes do Grupo C em Copas do Mundo. Sem qualquer precedente no maior torneio do futebol, o jogo de maior destaque entre algum desses selecionados foi o já mencionado Japão x Colômbia na Copa das Confederações de 2003.

16/06: jogo Irã x Nigéria em Curitiba - as unidades funcionam normalmente; 17/06: jogo Brasil x México as 16 horas as unidades funcionam até as 15 horas. Aquelas que trabalham até 22 horas reabrem as 19 horas; 20/06: jogo Honduras x Equador em Curitiba - as unidades funcionam n o r m a l m e n t e ; 23/06: jogo Brasil x Camarões as 17h e jogo Austrália x Espanha em Curitiba as

13 horas - as unidades funcionam até as 16 horas. Aquelas que trabalham até 22 horas reabrem as 20 horas; 26/06: jogo Argélia x Rússia em Curitiba - as unidades funcionam normalmente; UPAs: - Funcionam normalmente todos os dias. ABASTECIMENTO: - Mercado Municipal – funcionamento normal nos jogos em Curitiba. Nos jogos do Brasil, durante a 1ª fase do Mundial,


1º a 30 de junho de 2014

11

Três campeões na briga

O

clima do Grupo D já ficou tenso logo após o sorteio das duas primeiras bolas, que revelaram a presença de dois países que foram campeão e vice nos respectivos torneios continentais. Uruguai e Itália acompanhavam ansiosamente quando foi sorteado mais um campeão mundial, a Inglaterra, seguida pela Costa Rica, formando uma chave totalmente imprevisível. No total, essas seleções já levantaram o troféu da Copa do Mundo sete vezes e pelo menos um dos campeões chegará aos matamatas com o moral de ter superado um teste muito difícil. Na nova Itália de Cesare Prandelli, não há lugar para o catenaccio. "Hoje todo mundo sabe que é impossível conquistar resultados sem jogar um belo futebol", disse o técnico ao assumir o cargo. Após levar o país ao

vice-campeonato na UEFA Euro 2012 e à 14ª participação consecutiva na Copa do Mundo com um estilo de jogo incontestavelmente ofensivo, Prandelli provou seu discurso na prática. Depois da frustrante participação inglesa na África do Sul 2010, o técnico Fabio Capello prometeu priorizar os jovens e cumpriu a palavra. O meia Jack Wilshere (Arsenal) conquistou rapidamente o seu lugar, o goleiro Joe Hart (Manchester City) foi promovido a titular e o atacante Andy Carroll (Liverpool) deverá ser o companheiro de ataque de Wayne Rooney (Manchester United). Jogadores como Ashley Cole e Rio Ferdinand oferecem a experiência necessária para dar a combinação ideal. Após a saída de Capello, em fevereiro de 2012, a equipe passou quase três meses até escolher o treinador que daria sequência

A zebra do grupo

Roy Hodgson comanda a Inglaterra ao trabalho: Roy Hodgson. A dupla de atacantes do Uruguai formada por Luis Suárez e Edinson Cavani converteu-se, nos últimos anos, na grande referência do futebol uruguaio e, por extensão, de sua seleção. O primeiro foi artilheiro das eliminatórias sul-americanas, com 11 gols, enquanto o segundo foi o jogador mais utilizado por Tabárez ao longo do torneio. Para consoli-

dar sua presença e eficiência no setor ofensivo, os jogadores do Liverpool e do PSG contaram com uma sólida retaguarda liderada pelo veterano zagueiro Diego Lugano e pelo experiente Fernando Muslera debaixo das traves. Para o Mundial no Brasil, porém, o "Maestro" Tabárez busca novas soluções que permitam apagar as dificuldades enfrentadas e encarar o torneio com mais segurança.

No passado

As seleções Considerando que o Uruguai se sagrou campeão da Copa América 2011 e a Itália foi vice-campeã da Euro 2012, ambos poderiam ser considerados favoritos, mas a Inglaterra chegou ao Brasil sem nenhuma derrota nas eliminatórias e não pode ser descartada. Embora a Costa Rica seja a equipe com menos chances no papel, os seus adversários no torneio classificatório da CONCACAF com certeza não descreveriam um duelo contra os costa-riquenhos como uma tarefa fácil.

O jogo

Uruguai 4 x 2 Inglaterra, 26 de junho de 1954, Estádio St. Jakob - Poucos dias antes do aniversário de 60 anos do primeiro duelo em torneios oficiais entre as duas seleções, elas voltarão a se enfrentar em São Paulo, evocando muitas memórias do confronto cheio de gols na Suíça 1954. Os sul-americanos eram os então campeões mundiais e se encaminhavam às semifinais pela terceira vez em três participações em Mundiais, mas a Inglaterra foi páreo duro. Até então, os uruguaios não haviam sofrido nenhum gol, mas os dois gols ingleses de Nat Lofthouse e Tom Finney não foram suficientes para parar a Celeste Olímpica.

Itália x Uruguai - Os dois países se enfrentaram recentemente na disputa do bronze da Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013, vencida pelos italianos nos pênaltis depois de um emocionante empate em 2 a 2. Cerca de um ano depois, eles voltarão a se encontrar em Natal. Como o duelo acontecerá na última rodada do Grupo D, há boas chances de que a partida seja decisiva para definir quem permanecerá na competição. Se italianos e uruguaios proporcionarem um jogo tão bom quanto o de Salvador em 2013, os espectadores terão muitas emoções pela frente.

Bryan Ruiz é o destaque da Costa Rica

Os destaques

Uruguai vence o Brasil na final de 1950

Você sabia?

O número

A Costa Rica protagonizou uma fantástica virada para 2 a 1 contra a Suécia no seu jogo final da fase de grupos na primeira Copa do Mundo que disputou, na Itália 1990, classificando-se para as oitavas de final atrás do Brasil. Roger Flores e Hernán Medford, que também estavam presentes na Coreia do Sul/Japão 2002, marcaram os gols da vitória.

4 — As quatro primeiras edições da Copa do Mundo da FIFA foram conquistadas por integrantes do Grupo D. O Uruguai venceu o torneio inaugural diante da própria torcida antes de voltar a vencer o Mundial duas décadas mais tarde em solo brasileiro. A Itália também foi campeã pela primeira vez como anfitriã em 1934 e repetiu o feito em 1938, antes da Segunda Guerra Mundial.

O que funciona em dias de jogos as atividades serão suspensas duas horas antes de cada partida; - Feiras livres – funcionamento normal, com exceção da feira diurna do Água Verde no dia 20 de junho, que terá as atividades suspensas; - Feiras noturnas – funcionamento normal;

A chegada do técnico colombiano Jorge Luis Pinto deu início a uma nova etapa para o futebol costarriquenho. A Costa Rica disputou a sua primeira partida como selecionado nacional no ano de 1921, quando venceu El Salvador por 7 a 0. As coisas nem sempre foram fáceis no início, mas, após vários anos de esforços árduos, o país finalmente conseguiu abocanhar um lugar na Copa do Mundo da FIFA, aproveitando a suspensão do México para chegar à Itália 1990. O retorno ao maior palco do futebol só aconteceria em 2002. Mas ao caírem em um complicado grupo que contava com Brasil, campeão daquele ano, e Turquia, que seria semifinalista, os valentes Ticos acabaram eliminados já na primeira fase. Quatro anos mais tarde, na Alemanha, o destino da Costa Rica seria o mesmo, dessa vez com um desempenho consideravelmente inferior.

- Feira Gastronômica – funcionamento normal; - Feiras orgânicas – funcionamento normal; - Sacolão da Família – funcionamento normal nos jogos em Curitiba. Nos jogos do Brasil será ponto facultativo; - Mercado Regional Cajuru –

O destino costa-riquenho depende em grande parte da inspiração do meio-campista Bryan Ruiz. A Costa Rica conta também com outros nomes cujo potencial já foi colocado à prova, como Álvaro Saborío, Cristian Bolaños e o impressionante goleiro Keylor Navas. O jovem Joe Campbell, que dribla e ataca com notável desenvoltura, é uma das novidades que conquistaram espaço no elenco nacional.

Fique de olho Luis Suárez (Uruguai), Edinson Cavani (Uruguai), Diego Forlán (Uruguai), Joel Campbell (Costa Rica), Bryan Ruiz (Costa Rica), Wayne Rooney (Inglaterra), Daniel Sturridge (Inglaterra) Jack Wilshere (Inglaterra), Andrea Pirlo (Itália), Guiseppe Rossi (Itália), Mario Balotelli (Itália).

funcionamento normal nos jogos em Curitiba. Nos jogos do Brasil, durante a 1ª fase do Mundial, as atividades serão suspensas duas horas antes de cada partida; - Varejão Capão Raso - funcionamento normal nos jogos em Curitiba. Nos jogos do Brasil, durante a 1ª fase do Mundial, as atividades serão suspensas duas horas antes de cada partida; - Armazém da Família – funcionamento

nos dias de jogos em Curitiba das 8h45 até 12horas; - Restaurante Popular – funcionamento normal, exceto dia 20/06, quando que não vão abrir; - Câmbio Verde – funcionamento normal somente no período da manhã, inclusive dia 20/06; - Regionais – funcionamento nos dias de jogos em Curitiba até 12h e no dia 20/06 não funcionam.


12

1º a 30 de junho de 2014

Favoritas: Suiça e França

M

Emilio Izaguirre, um dos destaques de Honduras

Honduras Retornando ao Mundial depois de quase três décadas, a seleção de Honduras enfrentou um grupo difícil na África do Sul. O selecionado começou perdendo por 1 a 0 do Chile e logo em seguida teve de enfrentar o poder da futura campeã Espanha, que venceu com dois gols do artilheiro David Villa. Na única outra participação na Copa do Mundo da FIFA, em 1982, os comandados de José de La Paz haviam obtido um empate histórico diante da mesma Espanha, que era anfitriã naquela ocasião. Os hondurenhos ainda repetiram o mesmo 1 a 1 frente à Irlanda do Norte, mas foram eliminados após a derrota de 1 a 0 para a Iugoslávia. O lateral esquerdo Emilio Izaguirre e o goleiro Noel Valladares foram os jogadores mais importantes para o título da Copa Centro-Americana neste ano.

O Equador O Equador foi como uma moeda de duas faces durante as eliminatórias. De um lado, revelou-se imbatível como anfitrião em Quito, onde somou sete vitórias e um único empate, contra a Argentina; de outro, mostrou-se incapaz de ganhar como visitante, conseguindo no máximo três empates. Um deles, diante do Uruguai em Montevidéu, acabou sendo decisivo para a classificação, já que os equatorianos somaram a mesma quantidade de pontos da Celeste, mas garantiram a última vaga direta graças à superioridade no saldo de gols (+4 contra 0). Com uma seleção que esteve 14 das 16 rodadas entre os quatro primeiros colocados e que soube superar o trágico falecimento do seu emblemático atacante Christian Benítez, Reinaldo Rueda se tornou o terceiro técnico colombiano a classificar o Equador para uma Copa do Mundo da FIFA.

Fique de olho Granit Xhaka (SUI), Xherdan Shaqiri (SUI), Valon Behrami (SUI), Hugo Lloris (FRA), Patrice Evra (FRA), Franck Ribéry (FRA), Karim Benzema (FRA), Walter Ayoví (EQ), Antonio Valencia (EQ), Wilson Palacios (HON), Roger Espinoza (HON).

MOBILIDADE

Linhas especiais circulam durante a Copa Diversas linhas de ônibus especiais estarão operando em Curitiba, durante a realização da Copa do Mundo, para atender torcedores. Cada uma dessas linhas atenderá em um período prédeterminado, e algumas das já existentes serão reforçadas.

ais uma vez, o destino colocou suíços e hondurenhos juntos na mesma chave da Copa do Mundo da FIFA. Assim como na África do Sul 2010, as duas seleções se enfrentarão na fase de grupos do Brasil 2014. A Suíça, para muitos analistas, deu sorte ao pegar uma das chaves tidas como mais fáceis. Ela é a favorita ao lado da França, campeã mundial de 1998. O Equador, seleção que enfrentou dificuldades para confirmar classificação direta à Copa do Mundo pela zonal sul-americana, possui um futebol rápido e de vigor físico, mesmo estilo de Honduras, que conquistou uma histórica vitória sobre o México no Estádio Azteca na sua ca-

minhada rumo ao Brasil. A seleção da Suíça está vivendo um momento de clara ascensão e tem bons motivos para estar otimista em relação ao futuro. Ela conta com nomes de qualidade desde a defesa até o ataque. Debaixo das traves, Diego Benaglio é um dos melhores do mundo da sua posição e foi campeão alemão pelo Wolfsburg em 2009. Jogadores experientes, como Tranquillo Barnetta, Gökhan Inler e Philippe Senderos estão em perfeita harmonia com os promissores talentos Xherdan Shaqiri, Fabian Schär, Granit Xhaka e Valentin Stocker. Juntos, eles querem chegar longe no Brasil 2014. Já o futebol francês continua revelando jogado-

Diego Benaglio, goleiro da Suiça res de talento que brilham em alguns dos clubes mais importantes do planeta, mas vem tendo dificuldades para renovar o grupo campeão mundial em 1998 e vice em 2006. Embora geralmente apareça entre

os favoritos, a França não venceu nenhum adversário na Euro 2008 e na Copa do Mundo da FIFA 2010, retrospecto que os Bleus pretendem tirar da memória do torcedor a caminho do Brasil 2014.

Você sabia?

Didier Deschamps, treinador da França

As seleções Depois de dominar o seu grupo das eliminatórias europeias e ficar sete pontos à frente da vice-líder Islândia, a Suíça volta a entrar em uma chave bem acessível. Por sua vez, a França teve de enfrentar a campeã mundial e europeia Espanha na fase inicial das eliminatórias, antes de fazer dois jogos dramáticos contra a Ucrânia na repescagem. Apesar dos problemas, o selecionado do técnico Didier Deschamps tem alguns dos melhores jogadores do mundo e deverá meter medo em Honduras e também no Equador, seleção que por pouco não perdeu a vaga direta para o Uruguai nas eliminatórias sul-americanas.

O jogo Suíça x França: Embora a Suíça de Ottmar Hitzfeld seja a cabeça de chave e tenha vencido o seu grupo das eliminatórias, muitos apontarão a França como o time a ser batido no Grupo E. Se os franceses conseguirem evitar os problemas internos que atrapalharam os seus planos em 2010, e se os suíços aliarem eficiência ofensiva à conhecida solidez defensiva (sofreram só seis gols nas eliminatórias), o confronto terá tudo para decidir o primeiro lugar da chave.

Além disso, nas datas de jogos – 16, 20, 23 e 26 de junho, 35 linhas de ônibus que circulam na região da Arena da Baixada, por causa do bloqueio viário no entorno do estádio, terão seus percursos temporariamente alterados. Confira a operação de cada uma dessas linhas: • Linha Especial Fan Fest – de 12 de junho a 13 de julho, a linha, servida por 12 coletivos, será servida da seguinte forma: quatro ônibus da linha Circular Fan Fest, com saídas, respectivamente, das praças Tiradentes e Rui Barbosa, para a Pedreira Paulo Leminski, no Pilarzinho;

A Suíça foi a responsável pela única derrota da Espanha nas três últimas competições vencidas pela Fúria — duas Eurocopas seguidas e uma Copa do Mundo da FIFA. Campeã europeia invicta em 2008 e 2012, a seleção espanhola tomou uma lição de disciplina tática dos suíços no seu jogo de estreia na Copa do Mundo da FIFA 2010. Mesmo com pouquíssima posse de bola em Durban, os suíços souberam jogar no contra-ataque e venceram por 1 a 0 graças a um gol de Gelson Fernandes. "Foi a maior noite da história do futebol suíço", descreveu o atacante Blaise Nkufo. Porém, no fim, a Espanha conquistou o título da Copa do Mundo, enquanto a Suíça caiu logo na fase de grupos.

No passado Suíça 0 x 0 Honduras, 25 de junho de 2010, Mangaung/ Bloemfontein - A única vez em que suíços e hondurenhos se encontraram em uma Copa do Mundo da FIFA foi na África do Sul 2010, e aquele foi um jogo para esquecer. Depois de começar muito bem o torneio, a Suíça perdeu o fôlego e os gols. O empate em 0 a 0 com Honduras, que já estava eliminada, foi uma grande frustração. Ambas as seleções têm agora outra chance para passar uma borracha no passado e escrever uma nova história.

O número 1 — O número de seleções do Grupo E que já disputaram uma final ou semifinal de Copa do Mundo da FIFA. Campeã em casa em 1998, a França é a única equipe da chave que já passou das quartas de final do maior torneio de seleções do mundo. A Suíça ficou entre as oito melhores quando sediou, em 1954, e por duas vezes foi eliminada nas oitavas (1994 e 2006). O Equador caiu nas oitavas uma vez, em 2006, enquanto Honduras nunca passou na fase de grupos nas suas duas participações anteriores em Mundiais (1982 e 2010).

dependendo do público, a Urbs define o número de ônibus que, no período, reforçam a linha Interbairros II, nos sentidos horário e anti-horário. • Linha Direta Aeroporto - a linha, atendida pelos ônibus Ligeirinhos, dias 16, 20, 23 e 26 do corrente, terá reforço, das 6h à meia-noite, até o Terminal do Boqueirão. O percurso de ida e volta totaliza 14,7 quilômetros. • Ligeirão Boqueirão – nos dias de jogos em Curitiba, os ligeirões, excepcionalmente, fazem paradas na estação-tubo Getúlio Vargas, garantindo aos usuários do transporte maior facilidade de acesso à Arena da Baixada.

• Linha Shuttle – atende torcedores com deficiência – a linha circula entre o estacionamento da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e o Estádio. A saída é da Rua Iapó, e o percurso inclui as ruas Guabirotuba, Conselheiro Dantas, Rockfeller, Chile, Brigadeiro Franco, Brasílio Itiberê (o ponto mais próximo do Estádio). O retorno é pelas ruas Lamenha Lins, Baltazar Carrasco dos Reis, Desembargador Westphalen, Conselheiro Dantas, Rockfeller e Comendador Roseira, por onde chegam ao ponto de partida, na Rua Iapó. A linha opera, nos dias 16, 20, 23 e 26, até quatro


1º a 30 de junho de 2014

Argentina passa fácil

A

Argentina é a gran de favorita para passar fácil para as oitavas. Após a promissora goleada sobre o Chile no início das eliminatórias, uma inesperada e inédita derrota na Venezuela e um empate em casa com a Bolívia na rodada seguinte lançaram uma nuvem de dúvidas sobre a seleção de Alejandro Sabella, que havia assumido o cargo de técnico depois da Copa América 2011. No entanto, o triunfo sobre a Colômbia em Barranquilla, com direito a virada no placar, serviu para despertar a Albiceleste, que na sequência acumulou 14 partidas sem perder.

Durante a série invicta, a Argentina bateu Chile e Paraguai e empatou com Bolívia, Equador e Peru, sempre como visitante, numa combinação de resultados positivos até então inédita para o país no atual formato de disputa. No balanço geral, Messi e companhia faturaram o melhor ataque da competição, com 35 gols marcados, registraram a segunda melhor defesa, com 15 sofridos, e venceram o torneio classificatório pela terceira vez em cinco edições, assegurando a vaga com duas rodadas de antecipação. Depois de surpreender a todos classificando-se para as oitavas de final nas

suas duas primeiras participações em Copas do Mundo, em 1994 e 1998, a Nigéria tem enfrentado dificuldades: foi desclassificada na fase de grupos nas últimas três Copas e marcou apenas dois pontos nas últimas oito partidas. A claudicante campanha na África do Sul 2010 sob o comando de Lars Lagerback não ajudou muito a melhorar a recente reputação da Nigéria, mas o Brasil 2014 oferece mais uma oportunidade para os atuais campeões africanos alçarem voos altos. A Bósnia Herzegovina fez uma campanha fantástica nas eliminatórias, com oito vitórias em dez parti-

das (além de um empate e uma derrota) e terminando como o quarto melhor ataque da zona europeia com 30 gols. O poderio ofensivo, aliado a uma defesa segura que sofreu apenas seis gols, foi fundamental para que o país obtivesse a classificação para o Brasil 2014. Esta será a primeira participação da Bósnia Herzegovina em uma Copa do Mundo. Já o Irã é a zebra do grupo. Na primeira fase das eliminatórias, os comandados do técnico português Carlos Queiros passaram com facilidade, mas na fase final se complicaram e quase ficaram de fora da Copa do Mundo no Brasil.

As seleções A Argentina chega com esperanças renovadas para tentar ser campão mundial, especialmente pelo fenômeno Messi. Os comandados de Alejandro Sabella são os favoritos para se classificarem em primeiro no grupo, onde Nigéria, atual campeã africana, vai tentar fazer valer sua experiência adquirida nas quatro participações anteriores em Copas do Mundo. A Bósnia chega apostando na artilharia depois de ter tido o quarto melhor ataque nas eliminatórias européia. O Irã, treinado pelo português Carlos Queiroz, apostam na organização da equipe com uma marcação sólida.

No passado Argentina 2x1 Nigéria , 25 de junho de 1994, Boston Este jogo será para sempre lembrado como o último de Diego Armando Maradona pela Argentina. De um lado estava um time repleto de estrelas, como El Diez, Claudio Caniggia, Fernando Redondo e Gabriel Batistuta. Mas do outro, sem tantos famosos, saiu o primeiro gol pelos pés de Samson Siasia logo aos 8 minutos. A Argentina buscou o empate e virou a partida com dois gols de Caniggia.

O jogo

Quatro finais de Mundiais disputadas na história colocam a Argentina entre as potências da competição. Os argentinos chegaram à decisão no Uruguai 1930, a primeira edição do torneio, quando perderam por 4 a 2 para a seleção anfitriã. A sorte da Alviceleste mudaria em 1978 e 1986, quando finalmente ergueu a taça — primeiro, em casa, com Mario Kempes, e oito anos depois, no México, com Diego Maradona. A Itália 1990 foi a última edição em que os argentinos conseguiram ir além das quartas de final. Na ocasião, porém, os alemães levaram a melhor na final em Roma com o gol de pênalti de Andreas Brehme.

O craque Quatro vezes eleito Bola de Ouro FIFA (2009 a 2012), Lionel Messi é indiscutivelmente o espírito do conjunto da seleção, principalmente após as grandes atuações da temporada 2012. O atacante, inúmeras vezes campeão pelo Barcelona, quer agora repetir o mesmo vestindo a camisa da alviceleste. Ao lado dele, destacam-se jogadores como Sergio Agüero, Gonzalo Higuaín, Javier Mascherano e Ángel Di Maria, todos de clubes de primeira linha na Europa. Sob o comando do técnico português Carlos Queiroz, o Irã passou com tranquilidade pela fase preliminar do torneio classificatório, superando as Maldivas por 5 a 0 na soma dos placares. Na etapa seguinte, garantiram a primeira posição de forma invicta, com três vitórias e três empates. Nas primeiras cinco partidas das eliminatórias, além de ter estufado as redes apenas duas vezes, a equipe de Queiroz somou duas derrotas e um empate, ficando em situação complicada. Com a ameaça de eliminação no horizonte, o Irã mostrou força para bater Catar e Líbano antes de fazer 1 a 0 na Coreia do Sul fora de casa pela última rodada, garantindo a classificação para o Brasil 2014.

Fique de olho Lionel Messi ( ARG), Sergio Aguero (ARG), Gonzalo Higuain (ARG), John Obi Mikel (NGA), Victor Moses (NGA), Victor Obinna (NGA), Edin Dzeko ( BOS ), Vedad Ibisevic ( BOS ), Miralem Pjanic ( BIH ), Reza Ghoochannejhad (IRN ), Javad Nekounam (IRN ), Karim Ansari (IRN ).

Bósnia x Nigéria: em um grupo onde a maioria dos torcedores apostam na Argentina com primeira classificada, este jogo será fundamental para decidir quem passa para o grupos dos 16 melhores nas oitavas.

Messi, o grande nome da Copa

Você sabia? Bósnia Herzegovina, que jogou sua primeira partida oficial como uma seleção independente em Novembro de 1995, chegou perto de fazer sua estreia na Copa do Mundo na África do Sul 2010, mas perdeu a vaga para Portugal, quando foi derrotada por 1 a 0 tanto no jogo de ida quanto no de volta.

horas antes e duas horas após o término de cada jogo. O transporte é feito em quatro ônibus que normalmente atendem o Terminal Sites, adaptados para a locomoção de pessoas com deficiência. • Linha Shuttle, com ônibus articulados e Padron – também dias 16, 20, 23 e 26, até quatro horas antes e duas horas após o término de cada jogo, a linha estará disponível entre o estacionamento da Unicuritiba e o Estádio com oito ônibus

Uma potência

No sufoco

A despedida de Maradona

MOBILIDADE

13

O número 36 - O número de anos desde que a Argentina e o Irã se enfrentaram pela primeira e única vez até hoje. Aquela partida, que terminou com um empate 1x1, em Madrid no dia 22 de Março de 1977, fez parte das comemorações do 75 º aniversário do Real Madrid.

articulados e cinco ônibus Padron. O percurso desses coletivos, a partir da Rua Desembargador Westphalen, é pelas ruas Chile e Brigadeiro Franco, com o desembarque mais próximo àArena da Baixada na esquina com a Rua Brasílio Itiberê. O roteiro segue pelas ruas Lamenha Lins e Baltazar Carrasco dos Reis, por onde os ônibus chegam ao ponto de partida. • Circular Copa – Essa linha visa facilitar o acesso de torcedores, que estão na região central ou proximidades, ao estádio. Nos dias 16, 20, 23 e 26, a partir das 8 horas, com término previsto para

Gonzalo Higuain, artilheiro da Argentina

duas horas após o término de cada jogo, essa linha atenderá com seis ônibus híbridos amarelos. A linha, a partir da Avenida Luís Xavier, no Centro, fará o percurso pela Rua Ermelino de Leão, Alameda Doutor Carlos de Carvalho, ruas Visconde de Nacar, 24 de Maio,Avenida Visconde de Guarapuava, Rua Desembargador Motta (com desembarque, para quem vai ao Estádio, no ponto que fica na esquina com a Avenida Silva Jardim), Avenida Silva Jardim, ruas Alferes Poli e André de Barros, Avenida Marechal Floriano Peixoto. Depois de contornar a Praça Tiradentes, ônibus

segue pela Travessa Nestor de Castro, Ruas do Rosário, Cândido Lopes e Ébano Pereira, retornando ao ponto de partida. • Mais reforços – Também dias 16, 20, 23 e 26, haverá reforço, com fiscalização da Urbs, de linhas expressas Norte e Sul – com mais ônibus disponíveis nas estações-tubo Praça Oswaldo Cruz, Coronel Dulcídio e Petit Carneiro -, e Boqueirão, com reforço nas estações-tubo Getúlio Vargas e Almirante Gonçalves. Todos esses pontos, nos respectivos eixos, são os mais próximos daArena da Baixada.


14

1º a 30 de junho de 2014

Alemanha em grande fase

A

Alemanha é, sem dúvidas, a grande favorita do Grupo G. A tricampeã mundial também está entre as mais cotadas para levantar a taça e conta com um ótimo retrospecto nas quatro últimas participações em grandes torneios (Mundiais de 2006 e 2010 e Eurocopas de 2008 e 2012), nas quais terminou sempre entre os quatro melhores. Já Portugal quer a desforra da derrota com os germânicos, por 1 a 0, na estreia do Campeonato da Europa de 2012, onde também chegou às semifinais. Invicta e com nove vitórias em dez partidas, a Alemanha terminou o torneio classificatório na liderança do Grupo C com tranquilidade e, conse-

Manuel Neuer, muralha no gol alemão

Os destaques da Alemanha

quentemente, ficou com a vaga direta para a Copa do Mundo. Além disso, a seleção do técnico Joachim Löw teve o melhor ataque da zona europeia com 36 gols. Graças ao seu belo estilo de jogo ofensivo, o selecionado germânico encantou os seus torcedores e provou mais uma vez que está entre os principais favoritos ao título do Mundial do ano que vem. Portugal chegou à Copa ao vencer a Suécia na repescagem: Cristiano Ronaldo 3, Zlatan Ibrahimovic 2. Nas últimas eliminatórias, os Estados Unidos terminaram em primeiro lugar no hexagonal e assim garantiram presença no Brasil 2014. Com uma formação robusta, mas cautelosa, geralmente com

Nenhuma equipe pode ser subestimado. Na Euro 2012, Portugal perdeu por 1 a 0 com a Alemanha, mas provou que, se estiver em um bom dia, pode jogar de igual para igual com qualquer adversário. No Brasil, os lusos também terão pela frente a seleção de Gana, naquele que será o primeiro encontro na história das duas seleções. Já os ganeses tentarão repetir a boa campanha do último Mundial, no qual, mesmo com uma derrota por 1 a 0 para os alemães, acabaram se classificando com um melhor saldo de gols na disputa com a Austrália pela segunda vaga.

Meio qualificado

O jogo

Cristiano Ronaldo Cristiano Ronaldo continua a ser, claro, a grande estrela e a alma de Portugal, como bem demonstrou na repescagem para chegar ao Brasil 2014. Mas o genial jogador do Real Madrid está muito bem acompanhado na equipa das quinas. Uma defesa segura com Pepe e Bruno Alves no centro e ofensiva com João Pereira e Fábio Coentrão nas laterais, é bem suportado por um meio-campo criativo, onde se destaca João Moutinho. No ataque, e além de Ronaldo, Nani também costuma brilhar com as Quinas ao peito.

Fique de olho Mesut Özil (GER), Thomas Müller (GER), Cristiano Ronaldo (POR), João Moutinho (POR), Kevin-Prince Boateng (GHA), André Ayew (GHA), Landon Donovan (USA), Jozy Altidore (USA)

Centro de Controle reforça a segurança A estrutura responsável por todas as decisões operacionais durante a Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 será o Centro Integrado de Comando e Controle Regional do Paraná (CICCR) – um dos

um esquema 4-4-2, os americanos são um adversário complicado e perigoso no contra-ataque. Já Gana sobreviveu a um dos grupos mais difíceis das eliminatórias, com cinco vitórias em seis partidas contra Zâmbia (cam-

peã africana de 2012), Lesoto e Sudão. Uma derrota por 1 a 0 na Zâmbia foi o único revés em uma campanha com 15 gols pró e três contra. Na fase de mata-mata, passou pelo Egito e garantiu vaga na Copa.

As seleções

Com um rendimento impressionante debaixo das traves, Manuel Neuer se tornou titular absoluto da Alemanha, e muitos especialistas apontam que ele não é apenas o goleiro ideal para seguir os passos de Oliver Kahn e Jens Lehmann, mas que pode vir a se tornar o melhor da sua posição em todo o mundo. Além disso, o lateral Philipp Lahm e o estrategista do meio de campo Bastian Schweinsteiger são nomes que já disputaram mais de 100 partidas pelo selecionado germânico e estão no auge das suas carreiras. Poucas seleções do mundo contam com um meiocampo tão qualificado quanto o de Gana: desde a experiência de Michael Essien e Sulley Muntari até a impetuosidade de Andre Ayew, Kwadwo Asamoah e Kevin-Prince Boateng. No ataque, o ágil Asamoah Gyan é um dos destaques e sem dúvida está ansioso para provar que Gana pode ser uma das potências africanas.

Bastian Schweinsteiger, o estrategista da Alemanha

EUA x Alemanha, 26 de junho - Essa será uma partida especial não só devido às atuais colocações das duas seleções no Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola, mas também por causa de toda a história por trás do confronto. Coincidentemente, quem está no comando dos Estados Unidos é o alemão Jürgen Klinsmann, que esteve à frente dos germânicos entre 2004 e 2006 e contribuiu em grande parte para a boa campanha da seleção na Copa do Mundo da FIFA 2006, disputada em casa. Após deixar o cargo, Klinsmann acabou substituído pelo então auxiliar-técnico Joachim Löw. Desde então, a Alemanha vem jogando cada vez melhor.

Você sabia? Portugal e Alemanha se enfrentaram em três das últimas quatro grandes competições, sempre com derrotas lusitanas. No Mundial de 2006, a Alemanha levou a disputa de terceiro lugar com uma vitória por 3 a 1. Dois anos depois, os portugueses se despediram da Eurocopa com uma derrota para os alemães na semifinal. Em 2012, na mesma competição, os germânicos levaram a melhor sobre os ibéricos com um 1 a 0 na fase de grupos. Assim, não é nenhuma surpresa que Cristiano Ronaldo tenha declarado, antes do sorteio que "não seria bom enfrenta-los logo de cara". Infelizmente, o desejo não foi atendido.

legados que fica para o Estado – que permite videomonitoramento total das atividades de segurança durante o evento esportivo. A Central agrega em um único espaço 33 instituições envolvidas de alguma forma nas ações a serem desenvolvidas durante o Mundial, nos âmbitos municipal, estadual e nacional. Com esta estrutura é possível dar respostas rápidas e desencadear ações articuladas entre os comandos das

Cristiano Ronaldo, um dos destaques da Copa

No passado EUA 1 x 2 Gana, 26 de junho de 2010 (oitavas de final da Copa do Mundo) - As duas seleções protagonizaram um duelo eletrizante no Estádio Royal Bafokeng, em Rustenberg. Logo aos cinco minutos da etapa inicial, Kevin-Prince Boateng colocou os africanos à frente no placar. O empate viria aos 17 do segundo tempo, em um pênalti convertido por Landon Donovan. Na prorrogação, Asamoah Gyan marcou aquele que seria o gol da classificação dos ganeses. Com a vitória, Gana foi às quartas como último sobrevivente do continente africano naquele Mundial.

O número 4 — Todas as quatro seleções do Grupo G alcançaram pelo menos as oitavas de final na África do Sul 2010. Graças à vitória contra a seleção estadunidense, Gana chegou às quartas, quando foi derrotada nos pênaltis pelo Uruguai. Já Portugal e Alemanha tiveram como carrasca a campeã mundial Espanha. Tanto os portugueses (nas oitavas) quanto os alemães (nas semifinais) foram derrotados pela Fúria pelo placar de 1 a 0.

instituições representadas para acompanhar eventuais situações críticas. “Com o Centro Integrado, a tomada de decisões em situações críticas e que requeiram atenção será eficiente, ágil e efetiva, nos âmbitos operacional e tático. Consequentemente, o tempo de resposta no atendimento à urgência e emergência será reduzido”, afirma o secretário da Segurança Pública, Leon Grupenmacher. Câmeras da secretaria estadual de

Segurança Pública e também da Prefeitura de Curitiba estarão interligadas à Central. O monitoramento também funciona de forma integrada nas demais cidades-sede da Copa do Mundo. A estrutura do Centro Integrado abriga também uma Sala de Gestão de Crises, onde ocorrerão reuniões que demandem decisões rápidas e eficazes por parte das autoridades da área de Segurança Pública e Defesa.


15

1º a 30 de junho de 2014

Um dos mais equilibrados

O

Grupo H promete ser um dos mais equilibrados da primeira fase, com dois selecionados europeus sólidos, a Bélgica e a Rússia, que partirão como favoritos diante de duas formações em plena renovação, a Argélia e a Coreia do Sul. No papel, a Bélgica conta com um esquadrão de craques, todos formados em clubes dos principais campeonatos europeus. Ilustrando a riqueza de talentos do futebol belga, o meia-atacante Nacer Chadli pode tirar espaço de Eden Hazard, tido como a grande aposta da seleção. Romelu Lukaku, Kevin de Bruyne e Thibaut Courtois vem da mais recente safra de bons jogadores, enquanto o volante Vincent Kompany, os laterais Thomas Vemaelen e Axel Witsel e os meiocampistas Marouane Fellaini e Steven Defour já lideram o selecionado.

Na Argélia, Madjid Bougherra é uma presença segura na zaga e marcou o gol da classificação na segunda partida contra Burkina Fasso. Sofiane Feghouli é um meia-atacante que empolga a torcida, enquanto Medhi Lacen carrega o piano no meio-campo. Islam Slimani despontou como o artilheiro do selecionado durante as eliminatórias. A solidez da Rússia começa bem atrás. O goleiro Igor Akinfeev fez todos os minutos dos jogos das eliminatórias e sofreu apenas cinco gols, a defesa é comandada por Sergey Ignashevich, mas é no meiocampo que está a grande virtude da seleção de Fabio Capello. Roman Shirokov e Victor Faizulin aproveitam o entrosamento que têm no Zenit St. Petersburg e, entre os dois, marcaram seis gols nas eliminatórias, além de jogarem um futebol cheio

Nunca havia vencido

Roman Shirokov, destaque dos russos de técnica e inteligência. Mas o artilheiro da equipa foi, sem grande surpresa, Alexander kerzhakov. Mesmo sem ser sempre titular, o atacante do Zenit anotou cinco gols durante a campanha, incluindo o decisivo apontado na vitória contra Portugal, em Moscou. Letal em frente do gol adversário, o ponta-de-lança promete fazer estragos na Copa do Mundo da FIFA. A Coreia do Sul, com

a mudança de comando no meio das eliminatórias, o novo técnico Hong Muungbo apostou em uma renovação, que acabou se provando a boa decisão. Um deles foram os jovens Son Heungmin e Koo Jacheol que veêm atuando em alto nível na Alemanha. A braçadeira de capitão também tem novo dono, com Lee Chungyong, do Bolton, liderando a equipe, e com Kim Shinwook e Lee Keunho tendo a função de marcar os gols.

No passado União Soviética x Bélgica, 15 de junho de 1986, Estádio León - A partida entre belgas e soviéticos pelas oitavas de final do México 1986 continua sendo lembrada como uma das mais acirradas da história da Copa do Mundo da FIFA. Numa prorrogação de tirar o fôlego, a Bélgica marcou três gols e venceu por 4 a 3 graças a Enzo Scifo, Jan Ceulemans, Stephane Demol e Roger Claessen. Na sequência, o país caiu diante da Argentina de Diego Maradona, que levantaria a taça em solo mexicano. Fabio Capello, da Inglaterra para a Rússia

As seleções As quatro equipes da chave totalizam nada menos que 28 participações em Mundiais anteriores. Só os belgas estiveram em 11 edições do torneio, a última delas em 2002, enquanto a Coreia do Sul já disputou nove, a Rússia cinco e a Argélia quatro. Portanto, ninguém estará em terreno desconhecido e é difícil fazer prognósticos indiscutíveis, mas a Bélgica conta com uma geração dourada e um treinador que sabe tirar o melhor dos seus talentos, embora eles ainda precisem demonstrar que não se intimidarão com o status de favoritos. Por sua vez, os russos desembarcarão no Brasil com grandes ambições, inclusive a de fazer boa campanha antes de sediarem a Copa de 2018. Vale notar ainda que, na atual configuração, a Coreia do Sul e a Bélgica são os únicos representantes do grupo que já chegaram às semifinais da competição, os europeus em 1986 e os asiáticos como anfitriões, em 2002 – a Rússia, então como a União Soviética, foi semifinalista em 1966. Já para a seleção argelina, a primeira meta será encontrar o caminho das redes, depois de ter passado em branco nas três partidas que disputou em 2010 — aliás, uma delas contra a Inglaterra (0 a 0) então treinada por Fabio Capello, hoje no banco da Rússia.

COLUNA DO XODÓ CABUM! O que é isso?

Você sabia?

Apesar de ser o representante asiático com o maior número de participações, a Coreia do Sul nunca havia vencido uma partida sequer até sediar a competição em 2002, ao lado do Japão. O triunfo veio logo na estreia, contra a Polônia, e foi seguido de um empate com os EUA e vitória sobre Portugal, o que garantiu ao país a sua primeira classificação para a segunda fase do torneio. Em seguida, os sul-coreanos passaram por Itália e Espanha e chegaram às semifinais, quando perderam da Alemanha. Já em 2010, o selecionado fez história ao passar da fase de grupos pela primeira vez em solo estrangeiro, mas acabou eliminado pelo Uruguai já nas oitavas de final.

Antiga União Soviética A antiga União Soviética chegou às quartas de final da Copa do Mundo da FIFA em 1958, 1962 e 1970. Nos dois primeiros torneios, foi eliminada respectivamente pelos anfitriões Suécia e Chile. No México, deu adeus ao torneio após perder do Uruguai na prorrogação. Os soviéticos tiveram mais sorte em 1966, quando, inspirados pelo goleiro Lev Yashin e pelo atacante Igor Chislenko, ficaram em primeiro lugar no seu grupo e eliminaram a forte seleção húngara. Porém, depois de perderem da Alemanha Ocidental nas semifinais, ainda foram derrotados por Portugal na decisão do bronze e acabaram em quarto lugar. Nas duas últimas participações, em 1994 e 2002, os russos caíram na primeira fase, muito embora nos Estados Unidos ainda tenham brilhado com uma goleada por 6 a 1 frente a Camarões, que coroaria Oleg Salenko como artilheiro do torneio, graças aos cinco gols que anotou nessa partida. As eliminatórias para as copas de 2006 e 2010 acabaram em frustração, sobretudo a da África do Sul, com os russos a serem eliminados pela Eslovênia na repescagem.

O técnico da seleção russa, Fabio Capello, disputou 32 partidas com a camisa da Itália nos tempos de jogador, entre 1972 e 1976. Ele já comandou grandes clubes do futebol europeu, como Milan, Real Madrid, Roma e Juventus, e classificou dois países para a Copa do Mundo, Inglaterra e Rússia. Curiosamente, porém, Capello nunca treinou o selecionado italiano.

O jogo Bélgica x Rússia - No dia 22 de junho de 2014 no Estádio do Maracanã, as duas equipes provavelmente disputarão a liderança da chave. Em oito confrontos entre belgas e russos, computando inclusive os jogos da antiga URSS, a Rússia leva ligeira vantagem, com quatro vitórias e um empate. Considerando apenas as quatro partidas válidas pela Copa do Mundo, porém, cada lado se impôs duas vezes. Enfim, a Bélgica não perde da Rússia desde 1982.

Eden Hazard, da Bélgica

Fique de olho

8 — A Coreia do Sul disputará a oitava edição consecutiva da Copa do Mundo da FIFA.

Eden Hazard (Bélgica), Romelu Lukaku (Bélgica), Marouane Fellaini (Bélgica), Sofiane Feghouli (Argélia), Saphir Taider (Argélia), Kim Bo-Kyung (Coreia do Sul), Koo Ja-Cheol (Coreia do Sul), Park Chu-Young (Coreia do Sul), Igor Akinfeev (Rússia) e Aleksandr Kokorin (Rússia)

Olá, amigos leitores. Eu, Xodó (o cãozinho da foto) hoje tenho um apelo para fazer. Com a Copa do Mundo chegam os fogos de artifício, que são um verdadeiro terror para os animais. Humanos ouvem em uma frequência de 20 Hz a 20.000 Hz, enquanto cães e gatos escutam entre 15 Hz e 40.000 Hz. Ou seja, um som simplesmente incômodo para nós, como o barulho dos fogos, pode se tornar ensurdecedor e insuportável para eles. No desespero, no pânico, os animais ficam desorientados, tendem a correr desesperados e sem destino e podem tentar fugir. Alguns animais podem sofrer paradas cardiorrespiratórias, convulsões e diversos outros problemas. Veja os principais consequências do contato com fogos e barulhos altos demais:

• Fugas: quando então podem se afogar, ser atropelados ou provocar acidentes; • Morte: por enforcamento na própria coleira quando não conseguem rompê-la para fugir, ou mesmo ao tentarem passar por vãos pequenos. Atirando-se de janelas, atravessando portas de vidro, batendo a cabeça contra paredes ou grades; • Convulsões em cães de mais idade; • Aprisionamento indesejado em lugares de difícil acesso na tentativa de se protegerem. Mas o que fazer? - Antes dos fogos começarem, crie um refúgio: coloque seu bichinho em um cômodo - de preferência dentro de casa - onde ele se sinta seguro. Ajude-o a se sentir protegido.

O número


16

1ยบ a 30 de junho de 2014


Geral HORÓSCOPO PARA JUNHO|Por Amanda Kwik

1º a 30 de junho de 2014 | página

Faça sua vida valer a pena ligue 3155-7055 PORQUE VOCÊ MERECE SER FELIZ! www.tendaesoterica.com.br

ÁRIES

CÂNCER

LIBRA

CAPRICÓRNIO

(21 MARÇO A 21 DE ABRIL )

(21 JUNHO A 21 JULHO)

(23 SETEMBRO A 22 OUTUBRO)

(22 DEZEMBRO A 20 JANEIRO)

Você tem um período cheio de novidades no trabalho e chances para os desempregados ou que buscam nova parceria. O diálogo com a família será positivo. Menos indeciso, você pode sair para compras. Amor em fase de ciúmes, um pouco até que é um tempero, mas não exagere!! COR: marrom. NÚMERO DA SORTE: 223 MENSAGEM ASTRAL: “Quando algo dá errado, você tem duas opções: desistir ou deixar que isso faça de você uma pessoa melhor.”

Você deve se preparar psicologicamente para este período. Será uma fase muito exigente. Bom para negociar, viajar, acertar seu trabalho e resolver um problema da área doméstica. O Mês mais romântico promete ser favorável. Conte com os amigos para torcerem juntos!! COR: dourada NÚMERO DE SORTE: 227 MENSAGEM ASTRAL: “O amor conquista tudo!!!!”

Você Pode enfrentar alguns problemas nos negócios. Vá devagar e não crie problemas, pois não vale a pena. Preserve sua saúde e não exagere na alimentação. Desfavorável para iniciar trabalhos. Neste mês do Amor, contará com a participação de quem ama. COR: lilás. NÚMERO DA SORTE: 856 MENSAGEM ASTRAL: “Como é bom conseguir o que a gente deseja!”.

Ganhos inesperados e o trabalho vêm com muito sucesso e colaboração. A família proporciona muita paz. Positivo para viagens a negócios. Vale a pena ousar em novos desafios. Conte com os amigos para torcida!!! COR: azul NÚMERO DA SORTE: 843 MENSAGEM ASTRAL: “Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.”

TOURO

LEÃO

(21 ABRIL A 20 MAIO)

(22 JULHO A 22 AGOSTO)

Fase em que estará livre para mudar o rumo do seu trabalho e negócios em geral. O apoio que você precisa vem com força total, ou seja, todos colaboram com suas iniciativas. Período intenso em todos os sentidos. Amor com paixão no mês dos namorados. Alguns problemas digestivos, tome mais água e evite bebidas alcoólicas em dias de jogos e torcidas. COR: rosa NÚMERO DA SORTE: 508 MENSAGEM ASTRAL: “Ouvir uma boa notícia que a gente não espera é como tomar um gole de água fresca quando se tem sede.”

GÊMEOS

Existem chances de receber dinheiro inesperado de aposentadoria, herança, jogos, negócios. Fuja do mau humor. Sorria mais, por que entrará numa fase de sucesso. O romance está no ar!!! Procure seu par perfeito ou invista em sua relação. Evite se expor demais em folias de torcidas!!! COR: prata NÚMERO DA SORTE: 168 MENSAGEM ASTRAL: “Antes de julgar alguém, pense no último erro que você cometeu.”

VIRGEM (23 AGOSTO A 22 SETEMBRO)

(21 MAIO A 20 JUNHO) Um bom período para ganhar dinheiro. Acertar o seu trabalho e receber boas ofertas de negócios. Positivo para tentar novos desafios. A família será sua aliada e a pessoa amada dá suporte para alcançar seus objetivos em clima de romantismo. COR: branca NÚMERO DA SORTE: 610 MENSAGEM ASTRAL: “Que a esperança que você têm o mantenha alegre; aguente com paciência os sofrimentos e ore sempre.”

Período para acertar pequenos negócios, buscar apoio. Todos estarão prontos a colaborar. Para os desimpedidos o coração encontra alguém especial. Organismo equilibrado. Evite críticas aos familiares. Fase adequada para oficializar um romance. Evite bebidas alcoólicas e alimentos muito pesados. COR: marfim NÚMERO DA SORTE: 932 MENSAGEM ASTRAL: “Dar amor é o maior prazer desta vida.”

ESCORPIÃO (23OUTUBROA21NOVEMBRO) Fase de alerta, Não crie problemas com os filhos ou com a pessoa amada. Amigos precisarão de você. Organismo com perda de energia, descanse mais. Favorável para encontros afetivos. COR: turquesa NÚMERO DA SORTE: 324 MENSAGEM ASTRAL: “A dor pode durar uma noite, mas se você ficar firme a alegria virá pela manhã.”

SAGITÁRIO (22 NOVEMBRO A 21 DEZEMBRO) Período propício para resolver assuntos domésticos e procurar apoio às mudanças que pretende realizar. Finanças folgadas. A pessoa amada estará exigente e você deve evitar discussões, seja paciente. Favorável para viagens e compras. Muita saúde, mas não exagere em bebidas alcoólicas em grupos de torcidas COR: prata NÚMERO DA SORTE: 173 MENSAGEM ASTRAL: “Seja positivo. Faz bem para a saúde.”

AQUÁRIO (21 JANEIRO A 19 FEVEREIRO) Um bom período para você resolver um problema doméstico que tira o seu sono. Acerte de vez os negócios e busque colaboração de todos. Controle o seu estado de humor. Proteja seu coração. Saúde perfeita. O amor está no ar, aproveite para sair passear e namorar!!! COR: abóbora. NÚMERO DA SORTE: 441 MENSAGEM ASTRAL: “Muitas vezes duas pessoas trabalhando juntas fica fácil o que para uma só parecia impossível.”

PEIXES (20 FEVEREIRO A 20 MARÇO) Terá um melhor diálogo com todos. Você estará mais simpático. A sua estrela continua brilhando e você terá apoio da família e colegas de trabalho. Vem bons negócios e mais dinheiro. Programe suas férias. COR: bordô. NÚMERO DA SORTE: 542 MENSAGEM ASTRAL: “A vida é como um sorvete. É bom desfrutar antes que derreta.”

17


1º a 30 de junho | página

Geral

18

Carros ecoelétricos começam a rodar em Curitiba No dia mundial do meio ambiente, comemorado dia 5 de junho, a Prefeitura de Curitiba deu início à operação do Ecoelétrico, maior projeto de mobilidade elétrica do país exclusivo para frota pública.

O Ecoelétrico é desenvolvido em parceria entre município, Itaipu Binacional, Aliança Renault-Nissan e CEIIA (Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel) de Portugal. Também se configura como a primeira ação da capital paranaense visando o cumprimento das recomendações do termo de compromisso para a redução das emissões de gases e de riscos climáticos, assinado pelo prefeito Gustavo Fruet, durante o C-40, em Johanesburgo, África do Sul. Elaborado em quatro fases, de 2014 a 2020, a operação começa já com a Copa do Mundo. Nesta primeira etapa, o projeto compreende 13 veículos puramente

elétricos (Zoe – 5 unidades; Kangoo Z.E – 3 unidades, Twizy – 2 unidades) e 3 miniônibus, disponibilizados em comodato por Itaipu Binacional e Aliança Renault Nissan à prefeitura por dois anos. Os carros passam a ser utilizados pela Guarda Municipal, Secretaria de Trânsito (Setran) e Instituto Curitiba de Turismo. A operação do Ecoelétrico compreende ainda a instalação de dez postos de abastecimento (eletropostos) sensorizados para a captura de dados e conectados em tempo real ao sistema de mobilidade inteligente (mobi.me). Eles serão instalados em sete diferentes locais: Praça Rui Barbosa, Parque Tanguá,

Foto: Luiz Costa/SMCS

Parque Barigui, Secretaria de Administração, Prefeitura Palácio 29

de Março, Setran- Prado Velho, Jardim Botânico.

Onde há calor há mais vida Há quem diga que o inverno, entre as estações, é a mais bela. Faça chuva ou sol, os meses de maio a agosto são considerados os mais rigorosos, devido às baixas temperaturas que assolam o Paraná. Símbolo da estação, a neve, inclusive, se fez presente no ano passado e trouxe beleza a cidades do estado. Outra beleza revelada neste período é a oportunidade de levar calor a quem mais precisa. Com o tema “Onde há calor há mais vida”, o Sistema Fecomércio Sesc Senac PR em parceria com o Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM), Exército Brasileiro e do Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR) promovem a 6ª edição da Campanha do Agasalho, que iniciou em maio em 33 cidades do estado. A ação vai até o dia 29 de

Tema da 6ª edição da Campanha do Agasalho do Sesc PR faz um convite à beleza que pode ser encontrada no inverno agosto e contará com 270 postos de arrecadação localizados em unidades de serviço do Sesc e Senac PR, além de postos disponibilizados pelo Exército Brasileiro e SecoviPR. Com o objetivo de arrecadar roupas, calçados e cobertores novos ou usados – desde que em perfeito estado de uso, a

campanha beneficia instituições sociais do Paraná. No ano passado, 209.727 peças foram arrecadadas e 249 instituições beneficiadas. Em cinco anos, a Campanha do Agasalho arrecadou 568.247 peças, que b e n e f i c i a r a m aproximadamente 676 instituições em todo o Paraná.

Ano Peças arrecadadas 2013 - 209.727 2012 - 124.435 2011 - 140.734 2010 - 90.144 2009 - 3.207 Mais informações e locais de arrecadação estão disponíveis no site do Sesc PR (www.sescpr.com.br). Consulte a unidade de serviço do Sesc e Senac PR mais próxima e ajude a deixar essa estação mais quentinha.


Geral

EXPOSIÇÃO| A chegada dos

primeiros espanhóis ao Paraná O Museu Paranaense recebe a mostra Paraná Espanhol, que traz detalhes históricos sobre os primeiros europeus que estiveram no território que viria a ser o Paraná. Uma exposição de impacto sensorial e informativo em celebração à Copa do Mundo e à seleção de futebol espanhola, atual campeã do mundo, que se hospedará em Curitiba. A mostra ressalta o mundo que o Império Espanhol encontrou, no século 15, na região em que se desenvolveu o Estado, com sua natureza, seus habitantes e a cultura local. Os visitantes verão o estilo de vida dos moradores nativos da região, contrastado com o novo ambiente das cidades espanholas de Ontiveros, Ciudad Real del Guairá e Villa Rica del Espiritu Santo.

projetadas para viabilizar a itinerância da exposição, que depois de Curitiba irá para Londrina e Maringá. Na abertura da mostra serão lançados os volumes 3 e 4 da Coleção Teses do Museu Paranaense: “A herança de um tesouro”, de Claudia Inês Parellada, e “Águas Batismais e Santos Oléos”, de Tatiana Takatuzi. A exposição também retrata o intenso trabalho dos jesuítas junto às populações indígenas para protegê-las dos ataques dos bandeirantes paulistas e traz os novos conhecimentos que eles introduziram no cotidiano destes povos. A fundação de um primeiro núcleo de europeus em Paranaguá, a busca de ouro nos rios da serra rumo à Curitiba e a permanência da cultura

ibérica no Estado também serão abordadas. Compõem a mostra instalações, banners, fotografias, painéis e textos, além de objetos de origem arqueológica, histórica e de grupos indígenas do Paraná, que fazem parte do acervo do Museu Paranaense. Serão mais de 250 metros de área expositiva, em 10 espaços do andar térreo do principal prédio do museu. Estruturas modulares serão

Serviço Exposição Paraná Espanhol Período expositivo: até 14 de setembro de 2014 Entrada gratuita Horário de funcionamento: de terça a sexta-feira, das 9h às 18h. Aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h. Museu Paranaense - Rua Kellers, 289 - São Francisco - Curitiba Informações: (41) 33043300 www.museuparanaense.pr.gov.br

1º a 30 de junho de 2014 | página

19

Presença da família na 3ª idade torna fase mais saudável O bom relacionamento e o cuidado com o idoso só trazem benefícios O provérbio mente sã, corpo são traz consigo a mensagem de que quando a mente está saudável, o corpo também estará e isso é válido em todas as fases da vida, mas existe uma em que essa expressão requer apoio especial da família: a terceira idade. Nesta etapa a presença dos familiares torna-se ainda mais importante e necessária, em que é preciso manter o idoso ativo e saudável proporcionando bem estar para ele e para todos os que estão ao seu lado. Terceira idade é uma fase em que isolamentos não são aconselháveis e a companhia da família é indispensável. “A transição do estado adulto para a velhice é um processo que provoca grandes alterações na autoestima e autoimagem destas pessoas. Os principais problemas no idoso consistem no isolamento social e em sentimentos de solidão”, alertou Aline Lopes, psicóloga da ASBP Associação Brasileira de Apoio aos Aposentados, Pensionistas e Servidores Públicos. Quando se sente amado e protegido o idoso se mantém ativo e fortalece o vínculo familiar em que vive, interagindo e participando das atividades do dia a dia. Além disso, quando considerado uma referência de conhecimento e experiências, principalmente no contato com as

gerações mais novas, a família demonstra seu respeito e admiração. “Ser um avô participante, no seio da família, representa uma fonte de gratificação para o idoso e um importante laço estruturante na educação dos mais novos”, afirmou Aline. As atividades que exercitam a mente e o físico do idoso os ajudam a ter uma velhice mais saudável e um convívio mais fortalecido com sua família. É importante que seus familiares o incentive a participar de grupos, cursos e aulas em que possa conviver com outros idosos. Outro fator importante é preservar a sua saúde, atentando para sua qualidade de vida, acompanhando-o em consultas médicas sempre que necessário e ajudandoo com medicamentos. De acordo com a psicóloga “em caso de doença, estas necessidades encontram-se acentuadas e a presença da família é determinante para o acompanhamento e qualidade de vida do idoso. A família representa a resposta mais adequada para o cuidado ao idoso, respeitando e dando muito amor.


16ª edição  

Compromisso com a verdade

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you