Page 1

2010 MANUAL DO ALUNO


Manual do Aluno

PROF. DR. ODUVALDO CACALANO REITOR PROF. DR. LUIS COELHO DOS SANTOS VICE-REITOR PROFA. DRA. MIRNA BUSSE PEREIRA PRÓ-REITORA DE GRADUAÇÃO PROFA. DRA. MÁRCIA ZORELLO LAPORTA PRÓ-REITORA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO PRÓ-REITORA COMUNITÁRIA PROF. DR. FLÁVIO MORGADO PRÓ-REITOR DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO

Centro Universitário Fundação Santo André. Pró-Reitoria de Graduação. Manual do Aluno 2010 / organização: Mirna Busse Pereira, Luciana de Almeida Pereira Leite, Thiago de Lima. Estagiárias: Gabriela da Cunha Daniel Cobo, Valquiria Campos de Oliveira / orientação e supervisão: Profa. Dra. Mirna Busse Pereira – Santo André, 2010. 24 p.

Centro Universitário Fundação Santo André Av. Príncipe de Gales, 821 • Bairro Príncipe de Gales • Santo André – SP CEP: 09060-650 • Telefone: 11 4979-3300


Sumário MENSAGEM DO REITOR E DO VICE-REITOR....................................................................... 1 BREVE HISTÓRICO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ ............... 2 CURSOS ................................................................................................................................. 3 CALENDÁRIO ESCOLAR UNIFICADO 2010 .......................................................................... 7 HORÁRIO DE ATENDIMENTO DOS SETORES.....................................................................11 BIBLIOTECA COMUNITÁRIA JACOB DAGHLIAN ................................................................12 AVALIAÇÃO E FREQUÊNCIA ...............................................................................................13 MONITORIA ...........................................................................................................................14 TCC ........................................................................................................................................14 ESTÁGIOS .............................................................................................................................15 INICIAÇÃO CIENTÍFICA.........................................................................................................15 SEMANAS CULTURAIS .........................................................................................................17 DISCIPLINAS ISOLADAS ......................................................................................................17 BOLSAS DE ESTUDO............................................................................................................18 AUSÊNCIA JUSTIFICADA ÀS AULAS ..................................................................................18 JUBILAÇÃO ...........................................................................................................................19 FORMAS DE INTERRUPÇÃO DO CURSO ............................................................................19 CONCLUSÃO DO CURSO .....................................................................................................21 MATRÍCULAS E REMATRÍCULAS ........................................................................................22 MENSALIDADES ...................................................................................................................23 DIREITOS E DEVERES DO CORPO DISCENTE....................................................................23 OUTRAS INFORMAÇÕES ACADÊMICAS .............................................................................24

i


MENSAGEM DO REITOR E DO VICE-REITOR Cada passo, ainda que dado com a interferência de outrem, traz consequências, e dessas somente a nós cabe a responsabilidade. Além disso, por mais que queiramos, não podemos dar os passos que cabem aos outros, mas somente os nossos. Então, devemos buscar, com muita firmeza, o sucesso e o melhor rumo para os nossos passos individuais, pois esses, agrupados, levarão às transformações sociais que todos almejamos. Desejamos ser para vocês, estudantes, juntamente com todos os Professores e Funcionários Técnico-administrativos da Fundação Santo André, “o outrem” que os auxiliará a dar os passos necessários ao alcance de seu sucesso profissional e pessoal, visando sempre à edificação do bem comum.

Prof. Dr. Oduvaldo Cacalano

Prof. Dr. Luís Coelho dos Santos

Reitor

Vice-Reitor

1


BREVE HISTÓRICO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ O Centro Universitário Fundação Santo André, criado no ano de 2001, é constituído por três faculdades (FAECO, FAFIL e FAENG) e um Centro de Pós Graduação; e é mantido pela Fundação Santo André, instituição de caráter público e de direito privado, criada em 1962 por meio da Lei Municipal nº 1.840, da Prefeitura de Santo André. A Faculdade de Administração e Economia - FAECO foi a primeira escola de ensino superior da região do Grande ABC, em 1953, com suas atividades iniciadas nas instalações da Escola Técnica Júlio de Mesquita. Atualmente, possui seis cursos voltados para a formação de profissionais de diversas áreas do campo empresarial. A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras - FAFIL, criada em 1966, tem como sua maior vocação a formação voltada para a área da educação. Atualmente, oferece 11 cursos, dos quais 10 são voltados para a formação de professores para a educação básica, em diferentes áreas do conhecimento. A Faculdade de Engenharia “Engenheiro Celso Daniel” – FAENG, criada em 2003, concentra suas atividades na formação de engenheiros e na educação tecnológica, para atuarem em diferentes segmentos do campo industrial. O Centro de Pós-Graduação iniciou suas atividades em 1990, com cursos de atualização, especialização e MBA - Master Business Administration, tendo por objetivo atender às necessidades de capacitação profissional e contribuir para a formação de profissionais comprometidos com o bem-estar social. Atualmente vem ampliando sua atuação e possui 15 cursos de MBA, 21 cursos de especialização (sendo 11 na área de educação) e 7 cursos de extensão.

2


CURSOS Graduação FAECO Prazo de Integralização1

Curso

Regular

Máximo

Administração

4 anos

7 anos

Ciências Contábeis e Atuariais

4 anos

7 anos

Ciências Econômicas

4 anos

7 anos

Tecnologia em Gestão Hospitalar

3 anos

5 anos

Relações Internacionais

4 anos

7 anos

FAENG Prazo de Integralização

Curso

Mínimo

Máximo

Eng. / Tec.

Eng. / Tec.

Ambiental

5 / 3 anos

9 / 5 anos

Computação (Ênfase em Software)

5 / 3 anos

9 anos

Eletrônica (Ênfase em Telecomunicações)

5 / 3 anos

9 anos

Materiais (Ênfase em Metais e Polímeros)

5 / 3 anos

9 anos

Mecânica (Ênfase em Mecatrônica)

5 / 3 anos

9 anos

Produção (Ênfase em Serviços)

5 / 3 anos

9 anos

Engenharia / Tecnologia

1

O prazo de integralização é o tempo mínimo e máximo no qual o aluno deverá concluir seu curso, incluindo a realização das atividades acadêmicas exigidas por lei, por exemplo, estágio curricular, TCC e Monografia, entre outras. 3


FAFIL Prazo de Integralização

Curso

Regular

Máximo

Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado)

4 anos

7 anos

Ciências Sociais (Licenciatura e Bacharelado)

4 anos

7 anos

Computação (Licenciatura)

3 anos

5 anos

Física (Licenciatura)

3 anos

5 anos

Geografia (Licenciatura e Bacharelado)

4 anos

7 anos

História (Licenciatura e Bacharelado)

4 anos

7 anos

Letras (Licenciatura)

4 anos

7 anos

Matemática (Licenciatura)

4 anos

7 anos

Pedagogia (Licenciatura)

4 anos

7 anos

Química (Licenciatura)

4 anos

7 anos

Química (Bacharelado)

5 anos

8 anos

Sistemas de Informação (Bacharelado)

4 anos

7 anos

Pós-Graduação MBA Prazo de Integralização

Curso

Regular

Máximo

Banking - Gestão de Negócios Financeiros

18 meses

2 anos

Capacitação Gerencial

18 meses

2 anos

Executivo - Administração para Engenheiros

18 meses

2 anos

4


Engenharia de Software

18 meses

2 anos

Foreign Trade (Comércio Exterior)

18 meses

2 anos

Gerenciamento de Projetos

18 meses

2 anos

Gestão de Energia

18 meses

2 anos

Gestão de Finanças e Controladoria

18 meses

2 anos

Gestão de Pessoas

18 meses

2 anos

Gestão Empresarial

18 meses

2 anos

Governança Corporativa em Gestão de Operações de TI

18 meses

2 anos

Logística Nacional e Internacional

18 meses

2 anos

Marketing

18 meses

2 anos

Mercado Financeiro e de Capitais

24 meses

2 anos

Sistemas de Informação

18 meses

2 anos

Especialização Prazo de Integralização

Curso

Regular

Máximo

Administração de Redes e Telecomunicações

18 meses

2 anos

Comunicação Empresarial

18 meses

2 anos

Direito Público

24 meses

2 anos

Engenharia Clínica

24 meses

2 anos

Engenharia de Segurança do Trabalho

18 meses

2 anos

Mecatrônica

18 meses

2 anos

Estatística

18 meses

2 anos

Gestão Ambiental

18 meses

2 anos

Jornalismo Econômico

18 meses

2 anos

Relações Internacionais

24 meses

2 anos

5


Especialização – Área de Educação Prazo de Integralização

Curso

Regular

Máximo

Especialização em Ciências Sociais

18 meses

2 anos

Educação a Distância

18 meses

2 anos

Educação Matemática

18 meses

2 anos

Educação e Prática Docente

18 meses

2 anos

Educação Ambiental e Sustentabilidade

18 meses

2 anos

Ensino de Física

18 meses

2 anos

Estudos Linguísticos e Literários

18 meses

2 anos

Geografia e Gestão Territorial

18 meses

2 anos

História: Cidade, Cultura e Ensino

18 meses

2 anos

Práticas Educativas no Atendimento às Necessidades Especiais

18 meses

2 anos

Psicopedagogia Clínica e Institucional

18 meses

2 anos

Cursos de Extensão (Curta Duração) Curso

Carga horária total

Algoritmos e Programação

40 horas

Automação Pneumática

40 horas

Business Intelligence

40 horas

Econometria básica

30 horas

Estrutura de Dados e Programação

40 horas

Museologia

32 horas

Preparação e Desenvolvimento de Líderes Eficazes

32 horas

6


CALENDÁRIO ESCOLAR UNIFICADO 2010

7


8


9


10


HORÁRIO DE ATENDIMENTO DOS SETORES AMBULATÓRIO FAFIL DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA:

− 07h00 às 12h00 − 13h00 às 17h30 − 18h30 às 23h00

− 09h00 às 21h30

AOS SÁBADOS: AOS SÁBADOS:

− 09h00 às 16h00

− 07h00 às 17h00

FAECO ARRECADAÇÃO DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA:

− 08h00 21h45

− 09h00 às 12h00 − 13h00 às 17h00 − 18h00 às 21h30

AOS SÁBADOS: − 08h00 às 17h30

BIBLIOTECA COMUNITÁRIA JACOB DAGHLIAN

FAENG DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA:

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA:

− 08h30 às 21h30

− 08h00 às 21h45

AOS SÁBADOS:

AOS SÁBADOS:

− 08h30 às 16h30

− 08h00 às 15h45

PÓS-GRADUAÇÃO

LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA DAS UNIDADES

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA:

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA:

− 14h00 às 22h00

− 07h30 às 23h00

AOS SÁBADOS:

AOS SÁBADOS:

− 08h00 às 16h00

− 07h30 às 17h00

SERVIÇO SOCIAL

POSTO BANCÁRIO

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: − 08h00 às 12h00 − 13h00 às 17h00

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA: − 10h00 às 16h00 − 18h00 às 21h00 (somente para o recebimento de boletos das Faculdades)

SECRETARIAS 11


BIBLIOTECA COMUNITÁRIA JACOB DAGHLIAN A Biblioteca Comunitária Jacob Daghlian do Centro Universitário Fundação Santo André atende à comunidade acadêmica da FAECO, da FAFIL, da FAENG, da Pós-Graduação e do Colégio, além da comunidade externa, em suas necessidades de informação, bem como oferece produtos e serviços para o desenvolvimento dos cursos oferecidos e da educação continuada. Possui um acervo de livros, revistas, jornais diários, publicações seriadas, mapas, banco de teses, videoteca, deveteca, gibiteca e acesso à base de dados em CD-ROM, de livre acesso. Disponibiliza em seu espaço postos de leitura, guarda-volumes, salas de estudo para utilização em grupo ou individual, além de postos externos de estudo em grupo nas Unidades da FAECO e FAFIL. Com os serviços informatizados, dispõe de terminais de empréstimo e devolução, sistema de reserva, além de consulta on-line ao catálogo do acervo através do endereço eletrônico http://www.biblioteca.fsa.br/.

12


AVALIAÇÃO E FREQUÊNCIA FAECO Será considerado aprovado na disciplina o aluno que, atendida a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento), obtiver nota de rendimento escolar igual ou superior a 7 (sete). O aluno que obtiver frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) e nota entre 3 (três) e 6,9 (seis vírgula nove) terá direito a exame, devendo obter a nota que falta para dez pontos, a fim de que seja aprovado na disciplina. Será considerado reprovado na disciplina o aluno que obtiver nota final inferior a 3 (três), independentemente do índice de frequência.

FAENG Será considerado aprovado na disciplina o aluno que, atendida a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento), obtiver nota de rendimento escolar igual ou superior a 6 (seis) ao final do período letivo.

FAFIL Em cada semestre do período letivo, os alunos serão submetidos a uma avaliação de aproveitamento escolar e a uma atividade. A nota semestral das provas possui peso 3 (três), e a das atividades possui peso 2 (dois). A nota do final do período letivo é igual à média aritmética das notas semestrais. Será considerado aprovado na disciplina o aluno que, atendida a freqüência mínima de 75% (setenta e cinco por cento), obtiver nota de rendimento escolar igual ou superior a 7 (sete) ao final do período letivo. O aluno que obtiver frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) e nota superior a 3 (três) e inferior a 7 (sete) terá direito a exame, devendo obter a nota que falta para dez pontos, a fim de que seja aprovado na disciplina. Será considerado reprovado na disciplina o aluno que obtiver nota final inferior a 3 (três), independentemente do índice de frequência.

13


MONITORIA As três Faculdades contam com um serviço de monitoria que pode ser exercido por alunos matriculados em cursos de graduação. Os interessados devem se inscrever após o início do ano letivo, e estão sujeitos à seleção pelo professor responsável pela disciplina na qual se inscreveram e à homologação do Conselho de Faculdade. Para exercer a monitoria, o aluno deve estar cursando pelo menos o segundo ano, apresentar situação financeira regular e demonstrar bom aproveitamento na disciplina ou área de monitoria, bem como aptidão para as atividades auxiliares de ensino, pesquisa e extensão. O serviço de Monitoria envolve uma dedicação de aproximadamente 4 horas semanais, em horário planejado, registrado junto à coordenação de monitoria. Dentre suas funções, o monitor deve orientar estudos individualizados e coletivos, participar e desenvolver projetos junto aos professores, colaborar na identificação de dificuldades da classe, fazer levantamento bibliográfico para a disciplina e pesquisar assuntos pertinentes a esta. Os monitores não podem corrigir atividades, provas ou qualquer trabalho que sirva de avaliação do desempenho escolar dos alunos. A FSA, reconhecendo a importância desse projeto pedagógico, tem concedido aos alunos escolhidos uma bolsa de 16 horas mensais, com remuneração de R$ 12,30 por hora. O exercício da monitoria é considerado título para ingresso no magistério e no corpo técnico-administrativo do Centro Universitário Fundação Santo André (art. 85, Regimento Geral do CUFSA).

TCC As três Faculdades adotam o Trabalho de Conclusão de Curso como atividade acadêmica a ser cumprida pelos alunos como exigência para que se graduem em suas áreas de formação. Esse trabalho faz parte da maioria dos projetos pedagógicos dos cursos, que estabelecem suas próprias regras e procedimentos acadêmicos no encaminhamento dessa atividade. Todos os trabalhos são avaliados por banca examinadora sendo que, em sua maioria, os cursos adotam a realização de avaliação em apresentação pública. Na FAECO, todos os cursos apresentam, nos respectivos projetos pedagógicos, a exigência de elaboração de TCC. Na FAFIL, os seguintes cursos exigem a apresentação dessa atividade: Ciências Biológicas, Física, Geografia, História, Licenciatura em Computação, Matemática, Pedagogia, Química e Sistemas de Informação. Na FAENG, apenas os cursos de Engenharia requerem a apresentação do trabalho de conclusão de curso.

14


ESTÁGIOS Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo, de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, do ensino médio, de educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos (Art. 1º, lei 11.788, de 25/09/2008). De acordo com a Lei nº 11.877/08, art. 2º, o estágio pode ser obrigatório ou nãoobrigatório. Estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Estágio não-obrigatório é aquele desenvolvido como atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória, mas, por determinação da Lei supramencionada, todo aluno à condição de estagiário deve ser acompanhado por um professor da instituição conforme a área do conhecimento. O estágio obrigatório ocorre quando o aluno é contratado por uma empresa que estabelece convênio com a FSA. O objetivo desse tipo de estágio é propiciar o estabelecimento de contato do estudante com o mercado de trabalho para que tenha oportunidade de desenvolver habilidades básicas para o exercício de determinados cargos e funções, próprias do campo profissional. Para acompanhamento do desenvolvimento do aluno, este deve apresentar um relatório de suas atividades num período de, no máximo, seis meses à coordenação de estágios. E para conclusão do curso, deve ser elaborado um relatório final de acordo com as indicações do Manual para Elaboração do relatório de Estágio Supervisionado. Para o estágio não-obrigatório, não se faz necessária a elaboração de um relatório final para a conclusão do curso. Na FAENG, o estágio supervisionado é um evento obrigatório para todos os cursos de tecnologia e engenharia. Na FAECO, o estágio é obrigatório para os cursos de Administração, Ciências Contábeis e Atuariais e Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar. Na FAFIL, o estágio supervisionado é obrigatório para os cursos de Letras, História, Geografia, Ciências Sociais, Licenciatura em Matemática, Química, Ciências Biológicas, Física e Pedagogia.

INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Instituição conta com programa próprio, o Programa de Incentivo à Iniciação Científica – PIIC que, anualmente, distribui bolsas a alunos da Instituição, contemplando, também, a participação como aluno voluntário. O programa tem por finalidade central incentivar a prática da iniciação científica entre os alunos de graduação da Instituição, possibilitando o início da formação de novos pesquisadores em todas as áreas do conhecimento. 15


O Programa tem calendário próprio, divulgado no Portal da Instituição, através do link "Pós-Graduação". Os projetos inscritos são avaliados por um Comitê Científico, formado por docentes das três Faculdades, sendo considerados três quesitos: (a) desempenho acadêmico do aluno; (b) desempenho do projeto e relevância para a comunidade e (c) aderência e produção científica do orientador por meio de análise do Currículo Lattes. O projeto selecionado tem, durante o seu ciclo de vida, o acompanhamento de um parecerista, responsável pela análise dos relatórios, parcial e final, e do resumo submetido para participação no Simpósio Anual de Iniciação Científica – SAPEX. A inscrição nesse simpósio é obrigatória a todos os alunos participantes do Programa. Os alunos do programa recebem, ao seu término, um certificado de participação, bem como divulgam seus trabalhos junto ao SAPEX. É importante assinalar que o Programa permite a participação de voluntários, alunos que desenvolvem os projetos de Iniciação Científica sem a concessão da bolsa, mas que recebem o certificado de participação no Programa e no SAPEX.

16


SEMANAS CULTURAIS As semanas culturais dos cursos de graduação fazem parte de uma tradição desta instituição e são realizadas anualmente pelos cursos das três Unidades. O seu propósito é aperfeiçoar a formação cultural e profissional dos alunos, bem como possibilitar-lhes o contato acadêmico e cultural com outros estudantes. Durante as semanas culturais, são realizadas diversas atividades, tais como palestras, oficinas e exposições da produção dos alunos. Além disso, nessa ocasião, muitos estudantes têm a oportunidade de entrar em contato com o mercado de trabalho, pois, além de desenvolverem projetos de nível profissional, eles têm a oportunidade de apresentá-los para os representantes de diversas empresas que vêm à Fundação prestigiar o evento. As semanas culturais também são um meio de fortalecer a imagem da instituição, pois geralmente são publicadas na imprensa, além de serem divulgadas entre alunos e ex-alunos da Fundação. As datas e os temas das semanas culturais dos cursos podem ser consultados no Calendário Escolar Unificado 2010.

DISCIPLINAS ISOLADAS O aluno de curso de graduação, regularmente matriculado, interessado em aperfeiçoar sua formação cultural e profissional, poderá se matricular em disciplinas disponíveis de outros cursos da instituição. Assim, por exemplo, um aluno de Engenharia pode se matricular em determinada disciplina do curso de Sistemas de Informação da FAFIL que considere importante para aprofundar ou complementar a sua formação. Para se inscrever numa disciplina isolada, basta que o aluno se dirija diretamente à Secretaria da Unidade que oferece a disciplina de seu interesse e verifique a disponibilidade desta. O valor correspondente é de 1/8 do valor da anuidade do curso onde a disciplina estiver inserida (art. 1º, Res. Condir nº 003/2010).

17


BOLSAS DE ESTUDO Os primeiros 20 alunos classificados no Vestibular de todos os cursos oferecidos pela Fundação Santo André recebem bolsas de estudo parciais no valor de R$ 200,00, subvenciadas pela prefeitura de Santo André. Isso representa um desconto que varia entre 24% a 52% do valor das mensalidades. Para a concessão das bolsas, além da classificação no processo seletivo do vestibular, os alunos devem residir no Município de Santo André há, no mínimo, 2 (dois) anos. A Fundação Santo André está inscrita no Programa de Financiamento Estudantil (FIES) do Ministério da Educação, destinado a financiar prioritariamente estudantes de cursos de graduação. A inscrição é realizada através site do FIES e a documentação deve ser entregue ao Setor de Serviço Social da FSA. Para mais informações, consulte o site www.mec.gov.br ou ligue para a central de atendimento ao cidadão do MEC - 0800 616161.

AUSÊNCIA JUSTIFICADA ÀS AULAS Nos casos de afastamento temporário motivado por doenças infecto-contagiosas, traumatismos, cirurgia, ou ainda, nos casos de gestantes e outras ocorrências que determinem incapacidade física ou psíquica, incompatível com a freqüência aos trabalhos escolares, o aluno deve requerer compensação de ausência das atividades escolares por meio de realização de exercícios domiciliares. Os benefícios estão previstos no Decreto-Lei 1.044/69 e Lei 6.202/75. Somente poderão requerer os benefícios os alunos com impedimento igual ou superior a 15 dias. No caso de aluna gestante, o afastamento será de três meses a partir do 8º mês de gestação, devidamente comprovado por atestado médico. Conforme Resolução da Diretoria nº 14/2003 em seu art. 3º, após o início da ausência, o representante do aluno terá o prazo máximo de 48 horas para apresentar o requerimento na Secretaria de seu curso, anexando atestado médico original, especificando a data de início e término previsto do afastamento, e identificando o problema de saúde pelo CID (Código Internacional de Doença), para análise e visto de nosso departamento médico.

18


JUBILAÇÃO O aluno que não concluir o curso no prazo de integralização pré-estabelecido deverá submeter-se a novo Concurso Vestibular Classificatório, tendo direito ao aproveitamento das disciplinas já cursadas, desde que satisfeitas as exigências regimentais. Nessa condição, os alunos deverão pagar pela orientação de seus trabalhos acadêmicos, tais como monografias e TCCs.

FORMAS DE INTERRUPÇÃO DO CURSO Cancelamento de Matrícula

O calouro poderá requerer o cancelamento de sua matrícula, cessando assim todos os direitos e obrigações com a Faculdade. O requerimento solicitando o cancelamento de matrícula deverá ser efetuado, impreterivelmente, até o dia anterior ao início das aulas, com direito a devolução de 80% (oitenta por cento) do valor pago, e deverá ser formalizado junto à Secretaria do seu curso.

Trancamento de Matrícula

Para interromper temporariamente as suas atividades escolares e manter o vínculo com o Centro Universitário, o aluno poderá requerer o trancamento de matrícula junto à Secretaria de sua Unidade. Para isso, o aluno deverá apresentar o motivo de interrupção do curso devidamente comprovado, bem como deverá ter cumprido pelo menos três meses de aula, sem que tenha ultrapassado o limite de faltas, e deverá estar com a sua situação acadêmica e financeira regulares. O prazo para retornar ao curso é de dois anos, sem a necessidade de realizar novo vestibular. Esta norma não se aplica aos alunos do primeiro ano, para os quais não será permitido trancamento no primeiro ano.

19


A interrupção dos estudos sem a devida formalização de cancelamento de matrícula (no caso dos calouros), desistência formal ou trancamento caracterizam abandono do curso e implicam na cobrança regular das parcelas do ano letivo, acrescidas de multa e correção, e o período no qual o aluno ficar afastado do curso será contado no tempo total de integralização do mesmo.

Desistência Formal do Curso O aluno regularmente matriculado poderá requerer a desistência formal do curso por meio de requerimento próprio que será avaliado pela Direção da Faculdade. Excetuando-se os alunos do primeiro semestre, os demais poderão renovar suas matrículas. O período em que o aluno requerer a desistência formal será incluído no prazo de integralização do respectivo currículo. Em casos de reestruturação de grade curricular, o aluno, ao retornar, será enquadrado na nova grade curricular e terá que fazer as disciplinas incluídas nos semestres por ele já cursados.

Transferência para outra instituição

O aluno que desejar transferir-se para outra Instituição de Ensino Superior deverá requerer sua transferência na secretaria da Unidade na qual estuda. Para tanto, é necessário juntar ao requerimento de transferência a declaração de vaga expedida pela instituição pretendida. A Faculdade expedirá, então, um atestado de regularidade de matrícula que será encaminhado ao aluno via correio. Após esse trâmite, expedirá a Guia de Transferência, com seu histórico escolar, notas e as cargas horárias das disciplinas cursadas pelo aluno, além dos documentos pessoais, também via correio, conforme legislação vigente. Não será concedida transferência ao aluno que se encontre respondendo sindicância ou cumprindo penalidade disciplinar.

20


CONCLUSÃO DO CURSO Colação de grau A Colação de Grau é uma das mais importantes e tradicionais cerimônias acadêmicas. É ato oficial realizado, via de regra, em sessão solene e pública de outorga de grau aos alunos que concluíram o curso superior de graduação e é obrigatória para a expedição do competente diploma. Somente podem participar da Colação de Grau os alunos que cumpriram a carga horária total da matriz curricular do seu curso, incluindo as horas de estágio previstas no projeto pedagógico, o trabalho de conclusão de curso ou a monografia, e que participaram do ENADE. Há quatro tipos de colação de grau na instituição: a solene (realizada uma vez por ano), a simplificada (para alunos que não podem participar da colação de grau solene), a antecipada e a de gabinete (ambas destinadas aos alunos que têm urgência em obter a outorga de grau). A antecipação de colação de grau depende de requerimento encaminhado pelo aluno à Secretaria da Unidade, justificando o motivo do que requer através de documento comprobatório. Os alunos aptos a participarem da colação de grau recebem uma correspondência deste Centro Universitário contendo a convocação e o termo de participação da solenidade, os quais devem ser assinados e devolvidos ao Setor de Eventos. A solenidade de colação de grau é gratuita para todos os alunos e as datas de colação de grau simplificadas podem ser consultadas no calendário escolar. As datas das demais colações podem ser acompanhadas através do site da Fundação Santo André ou da agenda do Setor de Eventos.

Diploma

O Diploma é entregue ao aluno na Colação de Grau. A solicitação do diploma é realizada junto à Secretaria da Unidade e, para fazê-la, o aluno deve apresentar RG, cópia do diploma de Ensino Superior no caso de ingresso por aproveitamento de estudos, histórico e certificado do Ensino Médio, histórico escolar e/ou guia de transferência, comprovante de participação ou dispensa no ENADE e cópia da certidão de casamento ou averbação (caso haja alteração no nome do diplomado). No caso de impedimento do comparecimento do aluno, o seu representante deverá apresentar procuração registrada em cartório.

21


MATRÍCULAS E REMATRÍCULAS Matrícula É o ato formal que estabelece o vínculo entre o aluno com a FSA. É por intermédio desse ato que o aluno recebe o seu número de matrícula que o acompanhará até o final do curso, sendo esta a sua forma de identificação para qualquer solicitação na instituição. Para a matrícula de ingresso nos cursos de graduação (matrícula de calouros) exigemse: RG, CPF, histórico escolar e diploma do Ensino Médio, certidão de nascimento/casamento, título de eleitor, certificado de reservista, comprovante de endereço e duas fotografias 3X4. As datas de matrícula são divulgadas no calendário escolar.

Rematrícula A renovação de matrícula a cada ano/semestre letivo é obrigatória e de responsabilidade do aluno, de acordo com os prazos fixados no calendário acadêmico, para prosseguir seus estudos até a conclusão do curso. Os alunos devem observar os prazos estabelecidos no calendário escolar para efetuarem sua rematrícula, que são realizadas na Secretaria da sua Unidade. Se o aluno não possui pendências, a renovação da matrícula se processa mediante impressão e pagamento do boleto, bem como impressão e assinatura do termo de aceite do contrato em vigor (termo de rematrícula), que deve ser entregue na Secretaria de sua Unidade. O aluno que possuir apenas pendências financeiras deve comparecer ao setor de Arrecadação/Cobrança para regularizar a sua situação e, após confirmar os devidos pagamentos, deve dirigir-se à Secretaria de sua Unidade para entregar o termo de aceite do contrato assinado (que será impresso no local). Alunos que apresentem somente pendências acadêmicas devem imprimir e efetuar o pagamento do boleto, bem como imprimir o termo de aceite do contrato em vigor (termo de rematrícula) e assiná-lo. Após, devem comparecer à Secretaria de sua Unidade para regularizar sua situação acadêmica e entregar o termo de aceite do contrato assinado. Alunos com pendências financeiras e acadêmicas devem comparecer ao setor de Arrecadação/Cobrança para regularizar sua situação, confirmar o pagamento de boleto e, então, devem comparecer à Secretaria de sua Unidade para regularizar sua situação acadêmica e entregar o termo de aceite do contrato assinado (impresso no local).

22


MENSALIDADES Os valores das mensalidades de todos os cursos podem ser consultados no site da FSA. Para pagamento antecipado de no mínimo 6 parcelas, o contratante recebe desconto de 10% do total das parcelas antecipadas. Na hipótese do contratante apresentar para a matrícula 1 irmão, filho ou cônjuge, devidamente comprovado, será beneficiado com um desconto de 5% para um dos contratos, a partir da data de solicitação, que deverá ser formalizada junto ao Setor de Arrecadação. Além disso, para este ano, há um incentivo de 10% de desconto nas mensalidades dos cursos de graduação oferecidos nos períodos matutino e vespertino para calouros e veteranos, não cumulativo com nenhum outro incentivo ou bolsa. Para pagar as mensalidades, o aluno imprime o boleto através do link "emissão de boletos", no site da FSA, e realiza o pagamento em qualquer agência bancária.

DIREITOS E DEVERES DO CORPO DISCENTE De acordo com o Regimento Geral do Centro Universitário Fundação Santo André, artigo 82, são direitos e deveres dos membros do corpo discente: I. frequentar as aulas e demais atividades curriculares; II. utilizar os serviços administrativos e técnicos oferecidos pelo Centro Universitário; III. votar e ser votado nas eleições do órgão de representação estudantil, na forma da legislação pertinente; IV. recorrer de decisões dos órgãos deliberativos ou executivos, através do Coordenador de Curso; V. observar o regime escolar e disciplinar do Centro Universitário Fundação Santo André; VI. zelar pelo patrimônio do Centro Universitário Fundação Santo André; VII. impetrar recursos sobre notas, conforme regulamentação específica aprovada pelo Conselho Universitário.

23


OUTRAS INFORMAÇÕES ACADÊMICAS Para obter demais informações acadêmicas ou quaisquer esclarecimentos, acesse o site da Fundação Santo André (www.fsa.br) ou entre em contato com as Secretarias das Unidades ou do Centro de Pós-Graduação:

FAECO: 4979-3342 ou 4979-3343; FAENG: 4979-3413 ou 4979-3455; FAFIL: 4979-3304 ou 4979-3325; Centro de Pós-Graduação: 4979-3361 ou 4979-3410 (Fax).

24

Manual do Aluno 2010  

Todas as informações necessárias para os alunos da Fundação Santo André