Page 1

Manual do usuรกrio

1

IntermedSaude.com.br


Manual do usu谩rio

Vit贸ria-ES, 2014


Indíce Apresentação..............................................................................................5 O que é Home Care?....................................................................................6 A quem se destina......................................................................................6 Como funciona...........................................................................................6 Quais as vantagens.....................................................................................7 Estrutura.....................................................................................................7 O início de tudo..........................................................................................8 Atendimento Interprofissional/Multidisciplinar...........................................9 Materiais/ Equipamentos.............................................................................9 Alimentação..........................................................................................10 Emergências................................................................................... ..........10 Exames....................................................................................................10 Procedimentos hospitalares......................................................................11 Remoções.................................................................................................11 Ausência ou viagem.................................................................................11 Reposição de material...............................................................................11 Outros problemas.....................................................................................12 Direitos dos pacientes..............................................................................12 Deveres do paciente e seus responsáveis familiares e/ou legais.................15 Da assistência a ser prestada...................................................................17 Do encerramento dos serviços domiciliares..............................................17 Dos custos................................................................................................18 Das medidas disciplinares........................................................................18 Algumas definições importantes................................................................18 5

IntermedSaude.com.br


Apresentação Sejam bem-vindos ao nosso serviço de Home Care. Neste manual o usuário vai aprender a utilizá-los da melhor maneira possível. Com o objetivo de minimizar possíveis transtornos e garantir uma melhor compreensão do serviço, explicaremos em que o consiste o nosso atendimento, como se desenvolve a parceria família/empresa e como funciona a dinâmica de trabalho com foco na ética e qualidade. Sejam bem-vindos,

Equipe Intermed Saúde

7

IntermedSaude.com.br


O que é Home Care? “Home Care” - ou Programa de Atenção Domiciliar - é uma modalidade de cuidado da saúde que envolve uma série de procedimentos possíveis de serem realizados dentro da casa do paciente. A proximidade com a família e o ambiente doméstico reduzem o estresse emocional, colaborando para a melhoria da evolução clínica. É uma alternativa que garante a continuidade do tratamento com segurança e eficácia, porém como se trata da continuidade do processo hospitalar e por envolver rotinas técnicas se faz necessário o perfeito entendimento de alguns conceitos relatados a seguir.

A quem se destina Pacientes com quadro clínico estável. Geralmente são portadores de doenças crônicas como fibrose cística, doenças neurológicas degenerativas, músculo-esqueléticas e respiratórias, como a deficiência pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Os pacientes provenientes de hospitalização prolongada devido a processos agudos ou agudizações de doenças crônicas também poderão se beneficiar do Programa de Atenção Domiciliar.

Como funciona O paciente recebe todas as proteções necessárias em uma estrutura (similar à estrutura hospitalar), que é montada dentro de sua residência ou local designado pela família. Profissionais de saúde estabelecem uma rotina para o cuidado do paciente que inclui, além dos procedimentos médicos, a convivência e a participação da família. Para o caso de pacientes dependentes de ventilação mecânica e terapia com oxigênio, existem diversos sistemas capazes de prestar um atendimento eficaz. Com os avanços tecnológicos dos últimos anos, os equipamentos se tornaram leves e compactos, o que permite um tratamento domiciliar seguro, obtendo-se um melhor resultado clínico, assim como maior autonomia do paciente. IntermedSaude.com.br

8


Quais as vantagens Pesquisas vêm comprovando que a recuperação de pacientes em atendimento domiciliar Pesquisas comprovam que a recuperação de pacientes em atendimento domiciliar é mais rápida em relação àqueles que recebem tratamento convencional no hospital. A preservação da dimensão social do paciente é extremamente importante para a redução do estresse emocional, que sempre pode complicar a evolução do quadro clínico. Além disso, entre outras vantagens, destacam-se a redução do risco de infecção hospitalar e dos custos do tratamento.

Estrutura Nosso serviço de Home Care conta com uma equipe interprofissional para melhor receber e orientar o atendimento de nosso cliente. Nosso grupo é composto pelos seguintes profissionais: Médico: A equipe médica é responsável pelo plano terapêutico do paciente ficando à disposição para esclarecimento de dúvidas. Caso o paciente possua médico assistente nosso profissional dará todo o suporte necessário à equipe, repassando dados importantes da evolução e discutindo novas condutas. Enfermagem: A equipe de Enfermagem, composta por supervisor de enfermagem e técnicos, está treinada para atender às necessidades dos pacientes em assistência domiciliar e habilitada a realizar procedimentos como: curativos, troca e passagem de sondas, cuidados com ostomias, dentre outros. Também são responsáveis por acompanhar os pacientes quando precisam realizar exames. Possuímos esquema especial para cobertura de Emergências 24h por dia. Nutrição: O nutricionista planeja, organiza, controla regimes, orienta quanto à preparação e o consumo dos alimentos. É o responsável por coordenar e supervisionar os programas de nutrição e as atividades de educação e readaptação alimentar. Fisioterapia: A equipe de Fisioterapia além de ser responsável pelo tratamento de lesões está diretamente relacionada com a reabilitação funcional dos pacientes em assistência domiciliar, atuando nas funções respiratórias, osteomusculares, neurológicas e geriátricas. 9

IntermedSaude.com.br


Fonoaudiólogos: A equipe de Fonoaudióloga atua diretamente na reabilitação oral do paciente, isto é, na reeducação da deglutição, fala e cognição dos pacientes. Psicólogos: A equipe de Psicologia atua diretamente no suporte emocional dos nossos pacientes. De maneira curativa e preventiva auxiliam o entendimento a esta nova realidade de vida enfrentada pelo paciente e família. Terapeuta Ocupacional: A equipe de Terapia Ocupacional atua curativa e preventivamente no âmbito das habilidades cognitivas e psicomotoras de nossos pacientes. Serviço Social: A equipe de Assistência Social é responsável pela avaliação social dos pacientes e famílias atendidas pelos nossos programas de assistência. Identificam e buscam respostas em situações que possam comprometer a plena recuperação dos pacientes. Equipe de Qualidade: A equipe de qualidade tem a função de acompanhar o atendimento da nossa equipe assistencial. O objetivo é entender as necessidades da família e atuar como facilitador no relacionamento entre a empresa, a operadora de saúde e o paciente. Possuímos um profissional responsável pelo serviço de qualidade da empresa, cujo papel é avaliar o grau de satisfação de nosso cliente, bem como auxiliar na solução de problemas com o padrão de nosso serviço. Agora que já apresentamos um pouco do nosso trabalho, explicaremos como é desenvolvido a partir do momento em que o paciente chega a sua residência.

O início de tudo O paciente é avaliado no hospital por um membro da equipe de enfermagem que, juntamente com nossa equipe médica, traçará um plano de cuidados. Neste plano constará o tempo de atendimento em casa, as medicações, orientações e os cuidados necessários ao cliente. Antes da chegada do cliente na residência, nossa equipe entrará em contato com a família para agendar a data em que serão entregues os materiais, organizar o ambiente e agendar uma reunião entre a família, o enfermeiro responsável e a nossa equipe de qualidade. IntermedSaude.com.br

10


De acordo com o plano de cuidados, será designada uma equipe de técnicos de enfermagem que prestará todo o atendimento necessário em sua residência, tais como, medicações, banhos, trocas de fraldas, entre outros cuidados pertinentes ao quadro do paciente. Há uma escala para o trabalho do técnico de enfermagem, que será previamente acordada, podendo sofrer alterações no curso do nosso atendimento.

Atendimento Interprofissional e Multidisciplinar O atendimento Interprofissional é prestado por todos os profissionais que realizarão visitas domiciliares ao paciente para avaliar seu estado e a necessidade de alguma mudança no tratamento. As visitas das equipes interprofissional seguem o plano de cuidados. O que isso quer dizer? Todo mês a família do paciente assinará uma guia de solicitação para internação contendo a periodicidade da visita de nossas equipes. As equipes serão escaladas para fazer as visitas, de acordo com a localidade, regionalizando o atendimento profissional, o que facilita o acesso e aumenta a proximidade com o paciente.

Materiais e equipamentos Os materiais e equipamentos, como, oxigênio, medicações, fraldas, entre outros que o paciente necessitar durante sua internação domiciliar serão entregues de acordo com a rotina controlada pela Central de Distribuição e Logística. Mensalmente, em dias previamente agendados, serão entregues os “kits” de medicações e materiais. Estes deverão ser conferidos pela técnica de enfermagem e/ou familiar ao recebê-los. É importante ressaltar que todo material e equipamento pertencem à Intermed Saúde e tem a finalidade de servir com exclusividade ao paciente que está sendo atendido. Ao realizar a visita médica e alterar a prescrição, a mesma é responsável pela comunicação à empresa afim de que seja providenciada a alteração. No caso de novo medicamento de uso imediato (urgente), este será entregue no mesmo dia, porém, se a mudança for eletiva o novo medicamento entrará na próxima rotina de entrega. 11

IntermedSaude.com.br


Caso seja necessária a manutenção de algum equipamento, deve-se entrar em contato imediato com a farmácia, para reposição do aparelho no menor tempo possível. Em alguns casos de procedimentos e medicações de alto custo, será necessário a autorização prévia do convênio, que deverá ocorrer em dias úteis e horário comercial, sendo assim, se for caracterizado situação emergencial, o mesmo será entregue na rotina de medicamentos urgentes, citado anteriormente.

Alimentação A responsabilidade pelo fornecimento da alimentação dos técnicos de enfermagem deve ser acordada, com antecedência, à desospitalização do paciente É recomendável o fornecimento de alimentação básica a equipe, quando isso não for possível é solicitado a possibilidade de guarda refrigerada e meios para esquentar a alimentação levada.

Emergências Em casos de emergências, o técnico de enfermagem está orientado a entrar em contato com a equipe, através da nossa Central 24h. A Central será encarregada por eventual orientação e acionamento dos profissionais pertinentes a emergência em andamento. Em todos os casos de maior gravidade será encaminhado um membro da nossa equipe de enfermagem e/ou médica, minimizando assim os eventuais transtornos.

Exames Os exames seguem as normas operacionais do Plano de Saúde em questão e serão realizados conforme a necessidade e operacionalização descritas no plano. Para exames de Rx, ecografia, tomografia, entre outros, o paciente deverá ser removido para alguma clínica ou hospital da rede conveniada. Sempre que o exame possuir caráter de invasibilidade ou quando o quadro clínico do cliente exigir cuidados, um membro de nossa equipe de enfermagem acompanhará o transporte e a realização do exame necessário. IntermedSaude.com.br

12


ANEXO 1


Anexo 1 Certificado de Recebimento do Manual (Via Paciente) CERTIFICADO DO CÓDIGO DE CONDUTA DO PACIENTE E/OU RESPONSÁVEL FAMILIAR Certifico, através desse documento, que: 1) Recebi e li o Manual do Serviço de Home Care da Intermed Saúde; 2) Compreendi que todos os pacientes/familiares são obrigados a cumprir com as políticas definidas no Manual; 3) Quando tiver preocupações sobre a possível violação de uma política da Intermed Saúde, reportarei a preocupação ao GERENTE DE QUALIDADE. _______________________ Assinatura

_______________,_____/_____/_____ Local Data

Nome do Assistido:_______________________________________________ (Nome completo)

Nome do Responsável:_____________________________________________ (Nome completo)

Instruções: Favor preencher as informações acima (em letra de fôrma) e devolver ao representante do Setor de Qualidade imediatamente após reunião, leitura e recebimento do Manual.

IntermedSaude.com.br

14


Anexo 2 Certificado de Recebimento do Manual (Via Empresa) CERTIFICADO DO CÓDIGO DE CONDUTA DO PACIENTE E/OU RESPONSÁVEL FAMILIAR Certifico, através desse documento, que: 1) Recebi e li o Manual do Serviço de Home Care da Intermed Saúde; 2) Compreendi que todos os pacientes/familiares são obrigados a cumprir com as políticas definidas no Manual; 3) Quando tiver preocupações sobre a possível violação de uma política da Intermed Saúde, reportarei a preocupação ao GERENTE DE QUALIDADE. _______________________ Assinatura

_______________,_____/_____/_____ Local Data

Nome do Assistido:_______________________________________________ (Nome completo)

Nome do Responsável:_____________________________________________ (Nome completo)

Instruções: Favor preencher as informações acima (em letra de fôrma) e devolver ao representante do Setor de Qualidade imediatamente após reunião, leitura e recebimento do Manual.

15

IntermedSaude.com.br


ANEXO 2


Procedimentos hospitalares Procedimento de baixa complexidade como troca de traqueostomia, gastrostomia, entre outros, será realizado por um profissional da nossa equipe no domicílio, previamente agendado. Em procedimentos invasivos de maior complexidade, o paciente deverá ser removido para o hospital, sob supervisão e acompanhamento de um dos membros da equipe.

Remoçoes No caso de remoções de qualquer natureza, seja para uma hospitalização, seja para exames, ou outra eventual necessidade, deve-se entrar em contato com a empresa para que seja providenciado o transporte, bem como serem efetuados os tramites burocráticos.

Ausência ou viagem Em caso de ausência ou viagem do familiar responsável, a gerente de qualidade da empresa deverá ser avisada para minimizar possíveis complicações no atendimento do paciente. Destaca-se ainda que o paciente em Assistência ou Internação domiciliar, seja qual for o motivo, não poderá ser retirado de seu domicílio sem contato prévio com a gerente de qualidade da empresa, sob pena de ser descaracterizada a necessidade de tal assistência que resultará na alta domiciliar.

Reposição de material Para evitar falta de material, fora da data de envio de reposição, isto é nos finais de semana, noites e feriados, orienta-se que realizem conferência e notifiquem o setor de farmácia durante o horário comercial para tomar devidas providências. De segunda à quinta-feira, de 8h às 18h.

17

IntermedSaude.com.br


Outros problemas Como já mencionado anteriormente, nossa empresa possui serviços de qualidade responsáveis por detectar problemas no nosso trabalho, incluindo os relacionados à parte clínica do paciente.

Direitos dos pacientes 1. Ter um atendimento digno, atencioso e respeitoso; 2. Ser identificado e tratado pelo seu nome e sobrenome; 3. Não ser identificado e tratado por: a) números; b) códigos; c) de modo genérico, desrespeitoso ou preconceituoso. 4. Ter resguardado o sigilo sobre seus dados pessoais, desde que não acarrete riscos à terceiros ou à saúde pública; 5. Poder identificar as pessoas responsáveis direta e indiretamente por sua assistência, por meio de crachás visíveis, legíveis e que contenham: a) nome completo; b) função; c) cargo; d) nome da instituição; 6. Receber informações claras, objetivas e compreensíveis sobre: a) suspeitas diagnósticas; b) diagnósticos realizados; c) ações terapêuticas; d) riscos, benefícios e inconvenientes provenientes das medidas diagnósticas e terapêuticas propostas; IntermedSaude.com.br

18


e) duração prevista do tratamento proposto; f) os exames e condutas a que será submetido; g) a finalidade dos materiais coletados para exames; h) as alternativas de diagnósticos e terapêuticas existentes no serviço em que está sendo atendido e em outros serviços; i) o que julgar necessário. 7. Consentir ou recusar, de forma livre, voluntária e esclarecida, com adequada informação, procedimentos cirúrgicos, diagnósticos e/ou terapêuticos a que será submetido, para os quais deverá conceder autorização por escrito através do Termo de Consentimento; 8. Ter acesso às informações existentes em seu prontuário; 9. Receber, por escrito, o diagnóstico e o tratamento indicado, com a assinatura do nome do profissional e o seu número de registro no órgão de regulamentação e controle da profissão; 10. Receber as prescrições médicas: a) datilografadas ou em caligrafia legível; b) sem a utilização de códigos ou abreviaturas; c) com o nome legível do profissional, assinatura e seu número de registro no órgão e controle e regulamentação da profissão; 11. Conhecer a procedência do sangue e dos hemoderivados e poder verificar, antes de recebê-los, os carimbos que atestam à origem, sorologias efetuadas e prazos de validade; 12. Ter anotado em seu prontuário, principalmente se inconsciente, durante o atendimento: a) todas as medicações, com as dosagens utilizadas; b) o registro da quantidade de sangue recebida e dos dados que permitam identificar a sua origem, as sorologias efetuadas e prazos de validade. 19

IntermedSaude.com.br


13. Ter assegurado, durante as consultas, internações, procedimentos diagnósticos e terapêuticos, e na satisfação de suas necessidades fisiológicas: a) a sua integridade física; b) a sua privacidade; c) a sua individualidade; d) o respeito aos seus valores éticos e culturais; e) o sigilo de toda e qualquer informação pessoal; f) a segurança do procedimento. 14. Ser acompanhado, se assim o desejar, nas consultas, exames e no momento da internação por uma pessoa por ele indicada; 15. Ser acompanhado, se maior de sessenta anos, durante o período da internação, de acordo com o que dispõe o Estatuto dos Idosos; 16. Ser acompanhado nas consultas, exames e durante a internação se for menor de idade, de acordo com o que dispõe o Estatuto da Criança e do Adolescente; 17. Ter assegurado durante a hospitalização a sua segurança e a dos seus pertences que forem considerados indispensáveis pela instituição; 18. Ter direito, se criança ou adolescente, de desfrutar de alguma forma de recreação, prevista na resolução nº. 41, do Conselho Nacional de Direitos da Criança e do Adolescente; 19. Ter direito durante longos períodos de hospitalização, de desfrutar de ambientes adequados para o lazer; 20. Ter garantia de comunicação com o meio externo como, por exemplo, acesso ao telefone; 21. Ser prévia e claramente informado quando o tratamento proposto estiver relacionado a projeto de pesquisa em seres humanos, observando o que dispõe a Resolução nº. 196, de 10 de Outubro de 1986, do Conselho Nacional de Saúde; 22. Ter liberdade de recusar a participação ou retirar seu consentimento em qualquer fase da pesquisa, sem penalização alguma e sem prejuízo ao seu tratamento; IntermedSaude.com.br

20


23. Receber ou recusar assistências morais, psicológicas, sociais ou religiosas; 24. Recusar tratamentos dolorosos ou extraordinários para tentar prolongar a vida; 25. Optar pelo local de morte.

Deveres do paciente e seus responsáveis familiares e/ou legais 1. O paciente tem o dever de zelar pela própria saúde; 2. Deve ter sempre consigo seus documentos e levar para as consultas. É importante também levar todos os exames que auxiliem o diagnóstico na consulta; 3. Deve anotar todas as reações e dúvidas que surgiram durante o tratamento; 4. O paciente tem o dever de participar do tratamento, promovendo assim uma saúde melhor para todos; 5. O usuário/participante e seus familiares se comprometem a tratar com educação e cordialidade a equipe da Intermed Saúde e os profissionais credenciados durante todo o suporte domiciliar; 6. O usuário/participante e o responsável se comprometem a seguir todas as orientações fornecidas pela equipe da Intermed Saúde e pelos profissionais credenciados, incluindo as prescrições médicas, enfermagem e as orientações dietéticas; 7. O usuário/participante ou seu responsável deverá indicar um cuidador (que poderá ser o próprio responsável), este receberá o treinamento básico necessário para o caso; 8. Eleger e informar a equipe quem será o cuidador, pessoa responsável por auxiliar a equipe do PAD; 9. O responsável pelo usuário/participante deverá assinar termo de adesão e designação de cuidador, no momento da inclusão no programa comprometendo-se à participação pró-ativa no Programa de Atenção Domiciliar, bem como, no acompanhamento das ações que serão desenvolvidas pela equipe e no monitoramento da assistência que será proporcionada ao assistido; 10. Caberá ao responsável comunicar a equipe do programa qualquer alteração que, segundo seu julgamento, possa comprometer o bom andamento do suporte domiciliar. 21

IntermedSaude.com.br


11. Caberá ao responsável e ao cuidador receber os profissionais da equipe Intermed Saúde, bem como atender sua convocação para orientação; 12. Os materiais e equipamentos deixados na residência do usuário durante o suporte domiciliar ficarão sob guarda do responsável, sendo de seu encargo o cuidado para evitar qualquer dano ou perda; 13. Providenciar cômodo (quarto) que acomode o assistido em conformidade com as especificações da avaliação inicial realizada pela equipe; 14. Providenciar cadeira ou poltrona confortável que ficará próximo ao leito do paciente para utilização da equipe do PAD no caso de internação domiciliar; 15. Manter o cômodo do assistido limpo e arejado; 16. Disponibilizar, para a equipe, as roupas pessoais, de cama e banho do paciente, que são de uso pessoal, e devem ser lavadas separadamente; 17. Providenciar armário ou cômoda para o acondicionamento de materiais descartáveis e medicamentos, bem como, uma lixeira de pedal e com tampa para o quarto do Assistido; 18. Manter sempre no domicílio o cuidador ou outro membro da família, de forma que, em hipótese alguma, membros da equipe fiquem sozinhos no domicílio com o paciente, devendo o responsável sempre estar presente e acompanhar os procedimentos realizados; 19. Assegurar-se que o assistido não se ausente do domicílio enquanto estiver inserido no Programa de Atenção Domiciliar, exceto em situações especiais, com o conhecimento e autorização da gerente de qualidade, esta que deve ser comunicada por escrito com a antecedência mínima de 48 horas úteis; 20. Disponibilizar um telefone fixo e/ou móvel (linha telefônica) para contato, da equipe do Programa de Atenção Domiciliar com a família do assistido, para tratar de assuntos relacionados ao paciente (problemas de saúde, pedidos de materiais, orientações, etc.); 21. Disponibilizar internet móvel ou fixa para a equipe. É necessário o acesso ao programa eletrônico de evolução e acompanhamento do assistido; 22. Manter seus animais de estimação em ambiente restrito durante as visitas dos profissionais, respeitando a Lei 8.974 de 05 de janeiro de 1995, que trata sobre a redução dos riscos inerentes ao trabalho, por meio de normas de saúde, higiene e segurança; IntermedSaude.com.br

22


23. Estar preparados para tornar-se auto-suficientes quando da possibilidade de alta do assistido inscrito no Programa de Atenção Domiciliar, assumindo as ações/atividades anteriormente realizadas pela equipe e através da assinatura no Formulário de Alta do PAD.

Da assistência a ser prestada 1. A assistência domiciliar será prestada pela Intermed Saúde, que manterá, quando necessário, infraestrutura de equipamento instalada na residência do usuário e uma central de orientação 24 horas para sanar dúvidas, e prestar informações e, se necessário, atender ao usuário diante de qualquer intercorrência; 2. A duração da assistência será determinada pela equipe Intermed Saúde em conjunto com a operadora solicitante e/ou provedor quando demanda própria, de acordo com a avaliação clínica do caso e cessará conforme contrato firmado entre as duas partes; 3. O usuário e /ou o responsável serão previamente informados sobre os dias em que ocorrerão as visitas da empresa contratada e da equipe Intermed Saúde; 4. Se o caso exigir o uso de qualquer equipamento, a equipe Intermed Saúde o fornecerá se necessário. Se a operadora de saúde e/ou provedor preferir a Intermed Saúde oferecerá orientações sobre como adquiri-lo para compra e/ou aluguel; 5. Em situações de urgência/emergência, o responsável deverá contatar imediatamente a Intermed Saúde, para as providências necessárias; 6. Na ocorrência de óbito do paciente que se encontre sob atenção domiciliar, o médico da Intermed Saúde ou o médico assistente do usuário será responsável pela emissão do atestado de óbito.

Do encerramento dos serviços domiciliares 1. Necessidade de reinternação por agravamento do caso; 2. Alta domiciliar por melhora/estabilidade clínica; 3. Óbito do paciente; 4. Evolução para condições que impeçam o processo normal de atendimento, paciente ou família sem perfil; 23

IntermedSaude.com.br


5. Descumprimento de orientações terapêuticas e sociais; 6. Descumprimento das normas deste regimento; 7. Desligamento do usuário da operadora de saúde solicitante para o atendimento e/ou vontade própria; 8. Mudança de Domicilio que inviabiliza o atendimento prestado; 9. Por evasão.

Dos custos Os custos relativos aos serviços prestados por profissionais credenciados serão cobertos integralmente pela Intermed Saúde, desde que previamente autorizados pela operadora de saúde e/ou familiar em caso de demanda própria.

Das medidas disciplinares 1. Todo usuário/participante que cometa ato de infração às normas constantes deste regimento será passível de exclusão do programa e consequentemente interrupção do atendimento; 2. Caberá ao usuário/participante e seu responsável indenizar à Intermed Saúde por eventuais danos/perdas dos materiais/equipamentos utilizados durante o suporte domiciliar.

Algumas definiçoes importantes Admissão em atenção domiciliar: Processo que se caracteriza pelas seguintes etapas: indicação, elaboração do Plano de Atenção Domiciliar e início da prestação da assistência ou internação domiciliar. Alta da atenção domiciliar: Ato que determina o encerramento da prestação de serviços de atenção domiciliar em função de: internação hospitalar, alcance da estabilidade clínica, cura, a pedido do paciente e/ou responsável, óbito. Atenção domiciliar: Termo genérico que envolve ações de promoção à saúde, prevenção, tratamento de doenças e reabilitação desenvolvidas em domicílio. IntermedSaude.com.br

24


Assistência domiciliar: Conjunto de atividades de caráter ambulatorial, programadas e continuadas desenvolvidas em domicílio. Cuidador: Pessoa com ou sem vínculo familiar capacitada para auxiliar o paciente em suas necessidades e atividades da vida cotidiana. Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar - Emad: Profissionais que compõem a equipe técnica da atenção domiciliar, com a função de prestar assistência clínico-terapêutica e psicossocial ao paciente em seu domicílio. Esse manual foi desenvolvido para demonstrar o funcionamento de nosso trabalho. Qualquer sugestão para as próximas edições será bem-vinda. Sejam bem-vindos,

Equipe Home Care Intermed Saúde

25

IntermedSaude.com.br


www.intermedsaude.com.br

Vers達o Abril/2014 @fredcolnago

IntermedSaude.com.br

28

02_Amostra Manual Usuário Intermed  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you