Page 1

Campos Novos terá programação festiva ampliada no Carnaval

Página 3

Poder

O TEMPO HOJE

Titon é afastado da presidência da Assembleia Legislativa

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Campos Novos (SC), sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Ano 1 - Nº 27

Página 6

Min 15° Max 26°

R$ 2,00

Nossa história escrita em uma nova folha

Detentos participam de aula inaugural na Unidade Prisional Avançada Em parceria com o Programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA), detentos passaram a receber aulas e cursos regulares durante meio período em sala de aula construída na UPA, em Campos Novos. A frequência às aulas pode reduzir a pena. Página 6

Lissa Mayer é a Miss Campos Novos 2014

Página 15

Novas tecnologias para a produção agrícola e soluções para o agronegócio foram apresentadas durante o 19º Dia de Campo Copercampos.

Educação Página 16

Sinte confirma indicativo de greve a partir de março Página 8


2

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Da redaçã0

Previsão do tempo HOJE

Max 26° Min 15°

Sol com algumas nuvens. Não chove

DOMINGO

Sol entre nuvens. Pancadas de chuva a qualquer hora.

Max 28° Min 13°

Max 30° Min 17° Fonte: Climatempo

você fotógrafo

Muito se fala sobre a necessidade de se realizarem as chamadas reformas estruturais, principalmente a política, a previdenciária, a tributária e a trabalhista, todas sempre postergadas pelo Congresso Nacional e o Governo Federal. Elas são mesmo necessárias para adequar o arcabouço legal brasileiro às realidades mais contemporâneas dos cenários mundiais. No entanto, mesmo que efetivadas, terão efeito limitado como fator de estímulo e crescimento econômico se o Brasil não empreender uma ampla transformação cultural, focada de modo firme no desenvolvimento. Esse processo, no qual já estamos atrasados a esta altura da segunda década do Século XXI, assenta-se sobre três vertentes essenciais: a postura da classe política; a atitude dos empresários; e, atrelado a ambas, um consistente choque de produtividade. É premente refletir sobre isso e partir para a ação. Não há mais tempo a perder! É preciso que os ocupantes de cargos eletivos coloquem, cada vez, mais os interesses do Brasil acima das questões partidárias e políticas. Governantes e parlamentares não podem nortear sua gestão e seu trabalho tendo como parâmetro essencial as próximas eleições, como se o cotidiano nacional fosse uma novela voltada a conquistar pontos de audiência, conforme as emoções, o humor e as preferências do público. A prioridade é a solução dos problemas. A classe política deve trabalhar em favor e não contra o País. É assim que ocorre na maioria das nações que conquistaram o desenvolvimento. Outra grande mudança cultural diz respeito ao choque de produtividade, de modo a se atender às exigências e expectativas dos grandes investidores: recursos humanos qualificados e eficientes; logística eficaz; e inovação. O nosso fantástico mercado de 200 milhões de habitantes não é mais suficiente para atrair investimentos produtivos, que miram nossos consumidores, mas podem conquistá-los, neste mundo globalizado, com produtos fabricados em qualquer lugar do Planeta. Sem as mudanças culturais, continuaremos por muito tempo a ser uma economia de renda média e dificilmente alcançaremos os padrões das nações desenvolvidas. Seguiremos com baixo crescimento do PIB, discutindo medidas pontuais para a correção de rumos e priorizando as urgências, em detrimento das estratégias. Enquanto isso, assistimos a numerosas outras nações, com potencial muito menor do que o nosso, decolarem para um futuro de prosperidade!

A camponovense Vanessa Nohatto registrou o Palácio Araguaia, em Palmas capital de Tocantins. Está localizado na Praça dos Girassóis, considerada a maior praça pública da América e segunda maior do globo.

DESCE

SOBE Escola rural A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou na terça-feira (25) um projeto de lei que dificulta o fechamento de escolas de educação no campo. O projeto de lei 98/2013 já passou pela Câmara dos Deputados e agora será votado no plenário do Senado, com pedido de urgência. Se aprovada, a lei determina que para fechar escola da educação básica pública, que atenda a estudantes residentes no campo, indígenas e quilombolas, o prefeito ou secretário de educação precisa ouvir o conselho municipal de educação. Dados do censo escolar da educação básica divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) dos últimos dez anos apontaram uma queda do número de escolas e de matrículas na área rural. O censo escolar de 2003 registrou 103.328 escolas rurais e 7,9 milhões de matrículas; em 2013, foram 70.816 escolas rurais e 5,9 milhões de matrículas, redução de 32.512 escolas e de dois milhões de matrículas.

C one xão facebook

Curta a página da Folha Independente. Faça sugestões de conteúdo. Comente.

Endereço

Rua São João Batista, 97, sala 102. Centro, Campos Novos (SC) - Cep: 89.620-000

Telefone

Desemprego A taxa de desemprego registrada em seis regiões metropolitanas do País apontou um avanço no número de pessoas sem ocupação ao longo do mês de janeiro. A taxa de desemprego total passou de 9,3%, em dezembro, para 9,5%. As informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), divulgada na quarta-feira (26) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), assinalam a situação dos trabalhadores em seis regiões metropolitanas do País. Somente no mês de janeiro houve um corte de 68 mil postos de trabalho, número superior à saída de 31 mil pessoas da força de trabalho, no conjunto das regiões metropolitanas pesquisadas, o que resultou na elevação do contingente de desempregados em 37 mil pessoas. Segundo os dados avaliados, o nível ocupacional diminuiu significativamente na indústria de transformação, com a eliminação de 88 mil postos de trabalho.

facebook.com/folhain

Reportagens

Francieli Parenti | MTB 4513/SC-JP Gisiane Agostini | MTB 4440/SC-JP

Projeto Gráfico e Diagramação Herton Farias | MTB 4198/SC-JP

(49) 3541-2522

Empresa Jornalística Planalto Sul Ltda. ME

Diretora Administrativa Financeiro

CNPJ: 10.478.439/0001-88

Diretora de Conteúdo

IE: 255.771.290

AMANHÃ

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Mudanças culturais

A opinião expressa em artigos assinados é de responsabilidade de seus autores, não expressando necessariamente a opinião da Folha Independente.

CAMPOS NOVOS

Circulação Campos Novos, Abdon Batista, Brunópolis, Celso Ramos, Ibiam, Monte Carlo, Vargem e Zortéa. Impresso na Gráfica Tipobel Tiragem 2 mil/semana

Gisiane Agostini | contato@folhaindependente.com.br Francieli Parenti

Assinaturas

| jornalismo@folhaindependente.com.br

assinaturas@folhaindependente.com.br

Jornal filiado ao Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina, Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos Novos (CDL/CN) e Associação Empresarial Rural e Cultural de Campos Novos (Acircan).


3

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

OPINIão

Carnaval

Campos Novos em ritmo de Carnaval

Por Arthur Niebuhr* Através de estudo divulgado em janeiro, determinada ONG dedicada ao combate à desigualdade social revelou um dado estarrecedor: a renda das oitenta e cinco pessoas mais ricas do mundo, como um todo, equivale à renda dos três milhões de pessoas mais pobres do mundo. Resumindo: oitenta e cinco privilegiados vivem com a mesma quantia que outros três milhões de pessoas precisam dividir entre si. De fato, trata-se de uma informação dolorosa, vergonhosa e capaz de demonstrar o quão longe ainda estamos de um equilíbrio social. A partir dela, podemos compreender a causa da maior parte das guerras civis. Também passamos a entender a importância de programas emergenciais como o “Fome Zero” e o “Bolsa-Família”, mas constatamos que os mesmos têm sido insuficientes para equacionar as chagas da exclusão social. No que se refere às oitenta e cinco pessoas mais ricas, cabem algumas reflexões sobre elas. Inicialmente, verificamos que não existe um perfil comum a todas elas. Nesse grupo, incluem-se tanto empresários altamente criativos (sobretudo ligados ao mundo digital), quanto herdeiros de grandes fortunas terceiro-mundistas. A tão falada meritocracia, pedra fundamental do pensamento capitalista, nem sempre funciona, no que se refere aos multimilionários. Além disso, a acumulação de capital em torno de um mesmo conglomerado empresarial origina-se, no mais das vezes, em práticas corporativistas ou monopolistas. Já lançando um olhar sobre os três milhões de desfavorecidos, podemos também chegar a algu-

mas ponderações interessantes. Em primeiro lugar, verificamos que boa parte da população empobrecida reside nos mesmos países em que se situam algumas das grandes fortunas, o que torna ainda mais alarmante o nível de desigualdade entre os seres humanos. Além disso, muitas dessas pessoas são submetidas diariamente não só a um estado de miséria, mas também à falta de cidadania e de dignidade, notadamente imposta por regimes políticos de matiz autoritária. O abismo social no qual nos encontramos pode ser considerado como um dos efeitos colaterais de um capitalismo voraz e autofágico, mas também não podemos deixar de reconhecer, nesse momento, que é consequência direta de pessoas cada vez mais consumistas e distanciadas de um relacionamento com Deus. Sempre que ocorre o ganho exagerado por alguns, ocorrem perdas injustas para outros. Faço votos para que possamos nos comprometer não somente com mudanças interiores, mas também com a construção de mudanças mais profundas e substanciais, que afetem positivamente a todos e reduzam o abismo sócio-afetivo que nos afasta dos nossos semelhantes.

Arthur Niebuhr é Chefe do Cartório Eleitoral da Comarca de Campos Novos

Campos Folia O Campos Folia vai contar com quatro noites de folia na Lake Club, iniciando no sábado (01) e encerrando na terça-feira (04). Além de apresentações de Djs, a Banda Caffé Brasil vai subir ao palco da Lake, animando as noites de sábado e segunda. A programação completa do Campos Folia está sendo divulgada no Facebook, na fan page do evento. O objetivo central dos organizadores foi retornar com o carnaval de blocos em Campos Novos, porém, passaportes para as quatro noites e ingressos individuais por noite também estão sendo comercializados e poderão ser adquiridos antecipadamente ou à partir das 19h na bilheteria da Lake. Três blocos participarão do Campos Folia 2014: Embriago, Art Manha e Agarra e Beija. A prefeitura é apoiadora da iniciativa, pois tinha a intenção de reativar o carnaval de blocos de Campos Novos, que deixou de ser realizado há três anos. A prefeitura patrocinou R$ 18 mil para a realização do Campos Folia, envolvendo auxílio em mídia ao incluir o Campos Folia no material gráfico da festa do município, limpeza do pátio, banheiros, uma tenda para cada bloco e metade do pagamento da banda. Com o patrocínio, foi possível reduzir o valor dos ingressos para os componentes de blocos.

Ilustração

Carnaval de Rua do Bairro Aparecida

1º Esquenta Carnaval

O tradicional carnaval de rua do Bairro Aparecida acontece nos mesmos dias, de 01º a 04 de março. A Associação dos Moradores do Bairro Aparecida recebeu apoio da prefeitura no valor de aproximadamente R$ 12,5 mil para a contratação de segurança, banheiros químicos e som, contratados diretamente pela prefeitura, via licitação, assim como o auxílio efetuado a Lake. Adão Viáter, presidente da Associação de Moradores, destaca que espera reunir como todos os anos, grande quantidade de público na Avenida Sagrado Coração de Maria, de crianças a idosos. “Estamos organizando o melhor carnaval, alegre e seguro para todos os públicos que prestigiarem o evento”, destaca. O evento acontece na Avenida Sagrado Coração de Maria, em frente ao mercado Mini-Preço, das 20h às 00h.

Os foliões de Campos Novos também terão uma nova opção de diversão neste carnaval. O grupo Esquenta, formado por doze músicos do município, realiza domingo (02) e terça (04), à partir das 18h, o 1º Esquenta Carnaval, com batuque, pagode e samba no palco da Praça Lauro Müller. De acordo com Elói Sur, integrante do grupo Esquenta informa que o evento contará com a presença de um passista e de um especialista de cavaquinho. Ele faz um convite a todos. “Estamos convidando a todos que simpatizam com o estilo samba e carnaval, para assistir e se divertir na praça. Você que gosta de tocar um batuque, um samba, pode se apresentar conosco. Esta é a primeira vez que promovemos, mas temos a intenção de tornar o evento tradicional em Campos Novos. Estamos tendo uma boa aceitação”, destaca.

Carnaval com Cristo Um carnaval diferente, em clima de alegria e oração, com musicas católicas no ritmo de marchinhas de Carnaval. Uma opção para quem gosta da folia, mas quer aproveitar a data com a família em contato com louvores e orações. Assim, pela 14ª vez, a Renovação Carismática

Católica (RCC), Grupo “Servos do Senhor” de Campos Novos realiza na segunda-feira (03), a Festa Cristã “Carnaval com Cristo”, no Salão Paroquial, à partir das 20h. A RCC promove o evento de forma gratuita, sem visar lucro e não comercializa bebidas alcoólicas.

Educação no

Divulgação

O abismo social

O carnaval é a festa popular mais celebrada no Brasil e que, ao longo do tempo, tornou-se elemento da cultura nacional. Em Campos Novos, a programação para 2014 foi intensificada com apoio da administração municipal. A folia inicia amanhã (01) e oferece algumas opções para as os simpatizantes dessa grande festa que antecede o Tempo Pascal. Confira:

Trânsito Por Dhiêmis Metz Pinheiro, presidente do Comutran

A Folha Independente em parceria com o Conselho Municipal de Trânsito (Comutran) estreia uma nova coluna nesta edição, mostrando situações de desrespeito no trânsito de Campos Novos, visando a educação e boas práticas de motoristas e pedestres nas vias públicas.

Vaga 1

Vaga 2

É comum no dia a dia em nossa comunidade, ouvirmos as pessoas reclamando do trânsito, da falta de espaço para estacionar. Pois bem, é preciso que as pessoas utilizem os espaços de forma correta, pois neste caso o motorista deste veículo ocupou duas vagas de estacionamento.


4

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Notícias da câmara

Venda da área destinada ao aeroporto é pauta na Câmara A venda do terreno do aeroporto foi tema levantado na Câmara pelo vereador Irineu Armando Osório Júnior, o Piratuba Júnior. O vereador cobrou explicações de onde está o dinheiro da venda do terreno, que já tinha até nome, em lei aprovada na Câmara de autoria do vereador Tadeu Guzatti, em 2005. “Eu como vereador e a população quer saber o valor vendido na época e onde está aplicado esse dinheiro? Nesse terreno seria uma das melhores pistas do sul do país”, disse Piratuba Júnior. O terreno foi adquirido na administração do ex-prefeito Oscar Bruno Schaly, nas proximidades da Fazenda do Cervo, à margem direita da BR-470, sentido Campos Novos Barracão. Na época o terreno de 585 mil m² foi adquirido por aproximadamente R$ 147 mil. Alegando que não era interesse da população e de

outros envolvidos, e que havia outras prioridades para investir, o prefeito Nelson Cruz, leiloou o terreno em 2005, ao suceder Bruno Schaly. Em entrevista a Rádio 104 FM, o prefeito prestou explicações, já que a lei aprovada na Câmara na época, previa a aquisição de um novo terreno com 150 mil m² para futura implantação do aeroporto. “Este terreno havia sido adquirido e os antigos proprietários não entregavam o terreno sem a construção do aeroporto, e não repassavam nada pro município. Aquela área demandava investimento em terraplanagem muito grande. Acabamos fazendo um leilão com preços praticados na época e os antigos proprietários recompraram a área. Esse valor está depositado em uma conta específica no Banco do Brasil e só pode ser usado para aquisição de uma nova área para o

aeroporto. O valor nesta conta é de R$ 245,250 mil aguardando para a futura compra e execução do aeroporto ele será utilizado”, explicou o prefeito. Nelson Cruz ressaltou que não vai adquirir o terreno se não há previsão de construção do aeroporto, já que existem outras áreas de investimento prioritárias na sua gestão. “Estamos aguardando uma oportunidade e disponibilidade de recurso para que possamos viabilizar a compra e a construção do aeroporto. Se olharmos os aeroportos da região, não há vôos regulares, estão abandonados e temos que pensar o que é prioridade para Campos Novos”, ressaltou. De acordo com levantamento da Rádio 104,9 FM junto a imobiliárias, o valor praticado no mercado com as características daquela área, atualmente é de R$ 1,750 milhão.

Agentes ambientais O vereador Ricardo Damásio questionou as políticas públicas destinadas aos agentes ambientais em Campos Novos. Em resposta a uma solicitação de informações do vereador, a Secretária de Assistência Social e Habitação, Carla Cruz, disse que a administração está oferecendo cestas básicas aos agentes ambientais. Segundo Ricardo, em

conversa com os agentes, eles não estão recebendo. “Fico chateado porque os agentes não estão recebendo as cestas básicas, conforme a Secretária explicou. Fizeram uma reunião com os agentes e somente três compareceram. Será que não tem alguma coisa errada? Ficaria mais viável que as reuniões fossem realizadas nos próprios barracões onde os agentes en-

tregam os produtos recicláveis. Não é só pela cesta básica, é pelo auxílio odontológico, médico, psicológico, é pelas condições de trabalho. Eles recolhem por mês, uma média de 72 toneladas de reciclado em Campos Novos. Já imaginou se não tivessem eles para fazer esse trabalho? Eu peço que olhem com carinho a esse pessoal, pois estão desprovidos”, destaca.

Pelo Mundo Empresas desenvolvem tecnologias para diminuir fraudes

I Feira Cultura do Carnaval será realizada em Joaçaba

Astrônomo grava impacto de asteroide contra a Lua

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Tentativas de Fraudes – Consumidor, a cada 14 segundos acontece no país uma tentativa de fraude em que dados pessoais são usados por criminosos. Para diminuir prejuízos, empresas especializadas no setor de cartões, meios eletrônicos de pagamento, identificação e certificação digital vão apresentar novidades e tendências em soluções de segurança na Cards Payment & Identification 2014. O evento, que vai reunir cerca de 130 marcas expositoras nacionais e internacionais, será realizado no Transamerica Expo Center, em São Paulo, entre os dias 9 e 11 de abril, das 12h às 19h. O público poderá interagir com a tecnologia durante o evento.

Desde quarta-feira (26), está sendo montada no Pavilhão Frei Bruno, centro de Joaçaba, a estrutura física para a I Feira Cultural, Turística e Econômica do Meio Oeste Catarinense, que abre ao público, amanhã a partir das 9h. Evento inédito no Carnaval de Joaçaba vai reunir os potenciais artísticos e culturais da região, através de expositores constituídos por administrações municipais, associações, entidades e empresas do setor privado. A exposição encerra domingo (02), às 17h. O objetivo do projeto é mostrar ao visitante, regional ou nacional, as opções de turismos oferecidos na região. O evento é da Liga Independente das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval D’oeste, com apoio da Rota da Amizade.

A colisão de um asteroide do tamanho de uma geladeira contra a Lua foi observada ao vivo por um astrônomo espanhol. O choque produziu uma luz tão forte que pode ser visto da Terra a olho nu e teve duração de oito segundos. Após análise foi constatado que asteroide tinha cerca de um metro de diâmetro, pesava 400 quilos e viajava a uma velocidade de 60 mil quilômetros por hora quando colidiu com a superfície lunar, em 11 de setembro de 2013. A energia de impacto foi equivalente a 15 toneladas de TNT — pelo menos três vezes superior ao maior impacto lunar já registrado, em março do mesmo ano. Os detalhes foram publicados no último domingo, dia 23, no periódico Monthly Notices of the Royal Astronomical Society.


5

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Entrevista

“A economia precisa de motores novos” Alexandre Tombini, presidente do Banco Central Em seu primeiro discurso como presidente do Banco Central (BC), em janeiro de 2011, o economista Alexandre Tombini afirmou que a meta de inflação do Brasil, de 4,5% ao ano, poderia ser reduzida. Ele não deu prazo para isso acontecer nem disse qual seria o novo número: só indicou que o país deveria ter a “ambição” de ter uma inflação anual inferior a 4,5%, como ocorria em outros mercados emergentes. “O crescimento sustentado”, disse ele, “só pode ser atingido com inflação baixa.” Três anos depois, estamos ainda mais longe de atingir esse objetivo. Aliás, hoje, chegar aos 4,5% já seria ótimo. O que deu errado? Parte da culpa é da desvalorização do real, algo que Tombini considera esperado em razão das mudanças na política econômica americana. Mas, em entrevista a Revista Exame, reproduzida pela Folha Independente, ele também afirmou que o país precisa encontrar novas fontes de expansão da economia e investir para aumentar a produtividade, para que mais crescimento não gere mais inflação. “Crescimento gerado apenas pela absorção de mão de obra tem um limite”, disse.

A economia brasileira está numa fase difícil. O PIB está crescendo menos, a inflação está acima da meta, os juros subiram, voltamos a ter déficit nas contas externas. O que não saiu como o planejado? De fato, a economia desacelerou, mas estamos conseguindo gerar empregos. O desemprego é um fantasma que ronda muitas economias, mesmo algumas que estão crescendo, e não padecemos disso aqui. Também estamos avançando no processo de redução das desigualdades sociais. Não devemos confundir instrumentos do Banco Central com resultados econômicos. Os juros estão subindo porque precisamos enfrentar a inflação e navegar nesse novo cenário externo, de diminuição da liquidez global. Esse é um instrumento de política monetária que tem de ser usado quando necessário, e está sendo usado. Sobre o balanço externo, a pergunta que temos de fazer é: o déficit é financiável em meio a um ambiente internacional que está mudando? E ele é, sim. Quase 80% do déficit em 2013 foi financiado por investimentos estrangeiros diretos. Nossos dados mostram que começamos bem este ano, atraindo investimentos. Além disso, o Brasil tem uma excelente oportunidade: aproveitar a esperada recuperação da economia mundial e do comércio externo e exportar mais. Hoje, o déficit em conta-corrente não tira o sono do Banco Central. E o que tira o sono do BC? Temos de encontrar “novos motores”, novas fontes de expansão da economia. Crescimento gerado apenas pela absorção de mão de obra tem um limite. Nesse sentido, a agenda do governo está bem focada. Precisamos qualificar a mão de obra, e temos mais pessoas estudando e mais programas públicos de qualificação que atendem

milhões de trabalhadores. Também precisamos destravar o investimento e resolver os gargalos de infraestrutura para ampliar nossa capacidade de crescer sem pressionar a inflação. Podemos enxergar este momento como uma oportunidade de nos ajustar e aumentar a produtividade da economia. Quando o senhor assumiu o BC, em 2011, afirmou que a meta de inflação poderia ser reduzida. Mas a inflação aumentou. O que deu errado? Ao mesmo tempo em que estamos com nossa política para chegar ao objetivo de inflação, tivemos uma expressiva desvalorização do real. Em certa medida, isso é positivo, porque balanceia a economia e deixa o setor produtivo mais competitivo. Mas, obviamente, uma desvalorização nominal de 55%, como a que tivemos nos últimos três anos, tem um impacto na condução da política de estabilidade de preços. Temos respondido ao desafio de manter a inflação sob controle e trazê-la para mais perto da meta, de 4,5%, e estabilizá-la em torno desse valor. Há uma previsão de quando a inflação atingirá a meta de 4,5%? Nosso objetivo é sempre 4,5%. Até que o Conselho Monetário Nacional estabeleça novo valor. O que é preciso fazer para chegar a esse percentual de 4,5%? O Banco Central vai ajustar seus instrumentos para trazer a inflação para baixo e mantê-la sob controle. Mas dependemos do cenário externo. Um ajuste fiscal mais incisivo não poderia contribuir? A política fiscal ajuda a assegurar a estabilidade macroeconômica. E a presidente Dilma Rousseff disse recentemente que a meta fiscal para 2014 é consistente com o declínio do endividamento do setor público em relação ao tamanho da economia. Está escrito na última ata do Copom que preocupações com a questão fiscal contribuíram para elevar os juros nos mercados futuros. Minha resposta sobre o tema sempre é a seguinte: quanto maior o esforço fiscal, melhor. Mas quem define isso é o governo. Os objetivos fiscais dos últimos anos, na média, ajudaram a criar condições propícias para o desenvolvimento da economia. Em relação ao cenário externo, quais são os maiores riscos para o Brasil? A redução dos estímulos fiscais nos Estados Unidos ou algum eventual contágio provocado por problemas em outros países emergentes? Estamos saindo da crise financeira global e, agora, temos uma perspectiva de melhora nos países avançados, especialmente nos Estados Unidos. A expectativa de crescimento mundial foi revisada para cima, assim como

O Banco Central vai ajustar seus instrumentos para trazer a inflação para baixo e mantê-la sob controle.

o fluxo de comércio entre os países. Essa mudança no cenário externo é positiva e beneficia os mercados emergentes. Mas, no período atual de transição, em que estamos em meio a um processo de normalização das condições monetárias e financeiras, há muita volatilidade. Os preços relativos dos ativos financeiros, como as moedas e as taxas de juro, precisam se ajustar. Faz parte do processo. Não devemos confundir ajuste com fragilidade. É esperado, então, que o real fique mais desvalorizado? A desvalorização do real já foi significativa. Não posso prever o que vai ocorrer, o câmbio é flutuante. O fato é que não podemos lutar contra esses ajustes. O que todos os países devem fazer é tomar medidas para passar por esse ambiente de transição. A resposta do Brasil tem sido clássica e robusta. Começamos a apertar a política monetária, elevando os juros, em abril, antes de o banco central americano indicar que iria reduzir os estímulos. Sobre o câmbio, acumulamos reservas internacionais e podemos usar esse colchão para suavizar os ajustes e diminuir o impacto da desvalorização do real sobre o lado real da economia. A desaceleração da China também tem um papel significativo. Não contamos mais com esse motor para elevar as exportações e o preço das commodities como no passado. Fala-se muito em dependência da China, então vale a pena analisar os números: 19% de nossas exportações vão para lá e, hoje, as exportações totais respondem por 11% do PIB brasileiro. Ou seja, as vendas para a China representam cerca de 2% do PIB. Dito isso, é claro que é um mercado que acompanhamos com atenção, também pelo impacto que a China tem para o preço das commodities. Nossa visão é que a China tem capacidade de sustentar um crescimento econômico razoável nesse processo de transição do modelo, em que o país está deixando de ser só voltado para a indústria e para a exportação e está incentivando

o consumo e o setor de serviços. A China continuará o processo de urbanização, então precisará de commodities metálicas, o que beneficia nossas exportações de minério de ferro. O consumo de proteínas também deverá continuar aumentando. Estamos bem posicionados num horizonte de médio e longo prazo. O maior risco externo, então, é a redução dos estímulos nos Estados Unidos? As mudanças na China ameaçam menos? Sim, mas reforço que essa mudança nos Estados Unidos é positiva. Só está ocorrendo porque a economia está se fortalecendo. Se houver dúvidas sobre a recuperação americana, é importante que esse processo de redução de estímulos seja feito com mais cautela. O fato é que a crise nos países emergentes está tirando o sono de muita gente. Segundo o economista Paul Krugman, a bolha nesses países parece estar estourando. O Banco Central sempre espera pelo melhor e se prepara para o pior. Hoje, temos condições de não sofrer contágio caso a situação de outros países se agrave. Nossa dívida externa responde por uma pequena parte das reservas internacionais. A dívida de curto prazo é bastante moderada. Tomamos medidas, nos últimos três anos, para desacelerar a entrada de recursos externos. Era uma preparação para a saída, porque sabíamos que esse fluxo era atípico, tinha prazo de validade. Os países avançados estavam adotando políticas não convencionais na área monetária para tentar sair da crise, e isso injetava uma liquidez extraordinária nos mercados. Se não tivéssemos atuado para conter esse fluxo, estaríamos sofrendo um impacto maior agora. Também trabalhamos para conter a expansão dos empréstimos no mercado interno. Em 2011, falava-se em bolha do crédito ao consumo. Recentemente, a inadimplência caiu. Se ainda tivéssemos o crédito crescendo 30%, 40% ao ano, aí, sim, Paul Krugman teria razão em temer pela nossa economia. Mas seguramos nossos excessos.


6

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Alesc

Justiça determina afastamento do presidente da Assembleia Legislativa

O Desembargador José Trindade dos Santos, relator da denúncia do Ministério Público Estadual contra os indiciados na Operação Fundo do Poço, determinou o afastamento do deputado Romildo Titon da presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) pelo prazo de 180 dias ou até a decisão de recebimento ou não da denúncia. A decisão foi encaminhada a Assembleia na quarta-feira (26). Titon é um dos denunciados da operação deflagrada em novembro do ano passado, que vinculou seu nome em supostas fraudes em licitações para perfuração de poços artesianos nas regiões do Planalto Serrano e do Meio-Oeste, juntamente com outros 45 denunciados. Conforme regimento interno da Casa Legislativa, assume interinamente o vice, deputado Joares Ponticelli. O pedido de afastamento foi feito pelo procurador-geral de Justiça, Lio Marcos Marin, chefe do MP/SC. O MP apresentou uma série de argumentos para o pedido, entre eles a nomeação

de Lissandra Duwe Pasetto, como chefe de gabinete após a assunção como presidente, mulher de Evandro Carlos dos Santos, advogado e ex-diretor de Tecnologia e Informação da Assembleia, exonerado do cargo por ser um dos 46 denunciados na Operação. Além disso, o TJ/SC leva em consideração que três testemunhas do caso são funcionárias comissionadas da Assembleia. A Justiça também teme que a coleta de provas e a instrução processual seja prejudicada, já que a maioria dos denunciados e testemunhas do caso são pessoas que possuem atividade política ou algum grau de comprometimento político com o parlamentar e que, a permanência do denunciado na Presidência da Alesc pode dificultar o acesso a informações e provas na Alesc. Segundo a decisão, na condição de presidente do Poder Legislativo Catarinense, “permitirá a este o prosseguimento das atividades delituosas descritas na denúncia, mormente no que tange à advocacia administrativa, em relação

a qual há menção expressa em diálogos interceptados, da intenção de uso do cargo de Chefe do Legislativo para tal interferência”. A decisão não afeta seu cargo como deputado. A assessoria de Titon ressaltou que vai enviar uma nota oficial, porém, até o fechamento desta edição, o comunicado ainda não havia sido publicado ou enviado à imprensa. No site da Alesc, uma pequena nota dava conta do afastamento por determinação judicial e que Joares Ponticelli assumiria o cargo interinamente. O diretório estadual do PMDB emitiu uma nota oficial, manifestando irrestrito apoio ao deputado Romildo Titon.

Arquivo Folha

Liminar determinou o afastamento do deputado estadual Romildo Titon do cargo de presidente da Alesc no final da tarde de quarta-feira (26)

Deputado assumiu a presidência da Alesc no dia 3 de fevereiro.

Novos paradigmas

Amplasc realiza Conferência Intermunicipal de Defesa Civil

A Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense (Amplasc), realizou a Conferência Intermunicipal de Proteção e Defesa Civil na tarde de sexta-feira (21) em Campos Novos. O objetivo da ação foi elaborar propostas para a 2ª Conferência Estadual de Proteção e Defesa Civil, que acontece nos dias 26 e 27 de março em Lages e para a posterior Conferência Nacional. Participaram representantes da Defesa Civil e Proteção dos sete municípios da Amplasc. A Defesa Civil estadual participa diretamente da realização das Conferências Intermunicipais como etapa preparatória para o encontro estadual. A palestrante do evento foi Regina Panceri, Gerente de Capacitação e Pesquisa da Secretaria Estadual de Defesa Civil. Após a palestra os presentes foram divididos em grupos para debater os eixos temáticos os quais orientarão os debates a serem realizados durante todas as etapas da Conferência que tem como tema central, “Proteção e Defesa Civil: Novos Paradigmas Para o Sistema Nacional”. Esse novo paradigma se refere a elaboração de políticas públicas na área de

prevenção e proteção, como identificação de áreas de risco e elaboração de soluções, superando o paradigma de atuação somente na resposta a desastres naturais e eventos adversos. Os eixos abordados foram sobre a gestão integrada de riscos e respostas a desastres, a integração de políticas públicas relacionadas ao tema, a gestão do conhecimento, mobilização e promoção de uma cultura em proteção e Defesa Civil na busca de cidades resilientes. Após o estudo dos eixos, os participantes elaboraram 10 princípios e 30 diretrizes para nortearem as ações de Defesa Civil. Na oportunidade foram eleitos os delegados de quatro segmentos que representarão a região na Conferência Estadual.

O diretor da Defesa Civil e Proteção de Campos Novos protocolou junto a representante da Secretaria de Estado, o pedido de R$ 497 mil, para ações de prevenção a alagamentos em áreas de risco do município. O recurso seria aplicado na aquisição de tubulações de 2m de diâmetro, com extensão de 500m para obra de tubulação de duas valas nos bairros São Sebastião e Nossa Senhora de Lurdes, onde escoam várias fontes de drenagem de água. “Cada vez que essas valas enchem identificamos que por causa do acumulo de entulhos e lixo, o que acabam gerando alagamentos. Quando ela for isolada, não receberá mais lixo e terá uma vazão e fluidez das diversas fontes de drenagem que recebe, coibindo alagamentos”, explicou Dhiêmis Metz Pinheiro. Folha Independente

Os representantes dos municípios discutiram ações e políticas públicas nas ações de defesa civil voltadas a prevenção e proteção a desastres naturais

O município de Campos Novos encaminhou ao governo do estado, solicitação de verba para eliminar dois pontos de alagamento.


Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

7

Direito ao estudo

Aula Inaugural é realizada na Sala de Aula da Unidade Prisional

Além da Constituição Federal, que garante o acesso dos detentos brasileiros aos estudos, a Lei de Execução Penal (LEP), a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9394) e o Plano Nacional de Educação (PNE) também asseguram esse direito, que passou a ser garantido na Unidade Prisional Avançada (UPA) de Campos Novos na terça-feira (25), quando iniciaram as aulas pelo EJA – Educação de Jovens e Adultos. Através da frequência regular às aulas, os detentos podem reduzir a quantidade de pena a ser cumprida. Apesar de ter espaço para até 16 alunos, apenas oito detentos estão regularmente matriculados, devido a falta de documentações dos demais interessados. “Estamos tentando matricular mais cinco, porém, estamos tendo dificuldades porque grande parte dos presos, não tem as documentações exigidas. Temos duas semanas para tentar fechar o número de vagas, caso não consigamos, os oito matriculados farão parte dessa primeira turma”. As aulas são ministradas pela professora Sonia Thibes,

Folha Independente

Desde terça-feira, detentos da Unidade Prisional de Campos Novos passaram a receber aulas regulares em meio período

Aulas aos detentos da UPA de Campos Novos iniciaram terça-feira. de segunda a sexta-feira no período matutino. Outro projeto que deverá ser implantada na UPA são aulas do Proerd dentro da Unidade. O presidente e vice-presidente do Conselho da Comunidade da Comarca de Campos Novos, Thiago Almeida da Costa e Mayck Fagundes, estiveram acompanhando a aula inaugural que ocorre na sala da aula idealizada na UPA. A configuração do espaço foi sugerida ainda no ano passado

pelo gestor da Unidade Prisional, tendo sido aprovado o projeto de construção, em investimento de aproximados R$ 55 mil — valores que foram custeados exclusivamente pelo Conselho da Comunidade. Os conselheiros externaram aos alunos que o novo espaço é uma notória chance de mudança. “Basta apenas que cada um acredite num futuro melhor e aproveite a oportunidade que está sendo ofertada”, disse o presidente do Conselho da Comunidade.

UPA de Campos Novos terá novo diretor

*Título da modalidade incentivo emitido pela Icatu Capitalização S/A, CNPJ/MF nº 74.267.170/0001-73, Processo SUSEP nº 15414.900130/2013-82. A aprovação deste título pela SUSEP não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua aquisição, representando, exclusivamente, sua adequação às normas em vigor. Serviço de Informação ao Cidadão SUSEP: 0800 021 84 84 (dias úteis, das 9h30 às 17h) ou www.susep.gov.br. Ouvidoria Icatu Seguros: 0800 286 0047. Fundos de investimento não contam com a garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Crédito - FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar os seus recursos. Promoção válida durante o período de 20/01 a 31/07/2014, para os associados das cooperativas de crédito participantes. Consulte o regulamento completo da promoção em sorteemcamposicredi.com.br ou nas cooperativas de crédito participantes. Produtos e serviços sujeitos à disponibilidade na sua cooperativa de crédito. Para informações sobre produtos e serviços e condições de contratação, dirija-se a uma de nossas unidades de atendimento. Prêmios pagos em moeda corrente nacional e líquidos de impostos. SAC Sicredi - 0800 724 7220 / Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria Sicredi - 0800 646 2519.

A partir da próxima semana, Márcio Bossardi assumirá como diretor do presídio de Joaçaba.

Atuando na gestão da Unidade Prisional Avançada (UPA) de Campos Novos, desde 2012, o agente penitenciário Márcio Bossardi deixará a direção da Unidade na próxima semana, quando assume o mesmo cargo na penitenciária de Joaçaba. Segundo ele sua única exigência para assumir o Presídio de Joaçaba, foi continuar lotado em Campos Novos para mais tarde, quando deixar a direção, voltar atuar na UPA do município, que em sua opinião é um bom lugar para trabalhar. Junto com ele também

serão transferidos os agentes Júlio César Santos e Evanete Bonez. O agente Leonardo Moreira que trabalha no setor penal atuará nos dois municípios. Com as alterações no quadro de agentes, o número de profissionais atuando diretamente na Unidade de Campos Novos, passa para 18. Evacir Moraes será o novo gestor da UPA de Campos Novos e afirmou que vai dar continuidade nos trabalhos existentes. Márcio Bossardi falou sobre sua atuação nesses dois anos, destacando as melhorias físicas, aqui-

sições de viaturas e oportunidades oferecidas aos detentos, como trabalhar e estudar.“Minha primeira meta, quando assumi a Unidade de Campos Novos foi disciplinar os detentos, assegurar os direitos do preso, mas cumprindo os deveres. Conseguimos organizar e dar oportunidades aos detentos. Hoje o detento pode trabalhar e estudar dentro da Unidade”, destacou Bossardi. Entre as ações deste período, Márcio citou as melhorias no sistema de tratamento de esgoto, uma

INVISTA

E Concorra a

RS

30 mil ea

RS

por semana

250 mil

no FInal da promoção. R$ 200

em depósitos a prazo

ou

R$ 300 em poupança

=

2

números da sorte

Confira outros produtos e formas de acumular números em sorteemcamposicredi.com.br

reivindicação antiga; cobertura do pátio, onde os detentos recebem visitas dos familiares; construção de um novo alojamento; convênios com empresas para dar oportunidade de trabalho aos detentos. Outros convênios estão sendo fechados com empresas, onde os presos, em regime semiaberto, saem de manhã para trabalhar e voltam no final da tarde para a Unidade. “Hoje temos 120 presos e tem trabalho para todos, só não trabalha quem não quer. Cerca de 80% dos detentos trabalham”, disse.


8

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

volta às aulas

Médico alerta para possíveis problemas com o sobrepeso das mochilas escolares

Você sabe se a mochila de seu filho tem o peso adequado para o tamanho dele? A primeira forma de obter a resposta para esta pergunta é por meio da matemática. O peso da mochila não deve superar 10% do peso corporal do aluno. Então, se uma criança pesa 30 kg o peso carregado nas costas tem que ser inferior a 3 kg. O sobrepeso induz a má postura e pode resultar em sérias doenças da coluna. O alerta é do médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann de Chapecó. E esses prejuízos aparecem em um curto espaço de tempo. “Cerca de 40% dos estudantes que atendemos reclamam do excesso de peso e sofrem com dores nas costas e nos ombros”, destaca Reichmann. O médico ressalta que, com o tempo, os sintomas podem piorar. Ele explica que o excesso de peso em mochilas afeta a coluna vertebral, provoca dores nas costas e induz à má postura e o agravamento dos desvios da coluna que podem ser do tipo cifose, lordose ou escoliose. “Uma pequena imperfeição da coluna vertebral é agravada pelo peso do acessório”, salienta.

Muitas vezes, as crianças nem percebem o enorme esforço para carregar mochilas tão pesadas. Cabe aos pais orientar os filhos e fornecer mochilas com rodinhas, sempre que possível. “A responsabilidade não é apenas da família, mas também da escola”, acrescenta Reichmann. As diferentes disciplinas ministradas em um mesmo dia estão entre os causadores da necessidade de estar com o material correto, o que causa prejuízos à saúde da criança. “Se o aluno tiver que levar vários livros por dia, com certeza sentirá dores e poderá ter complicações na coluna”, afirma Reichmann. Na opinião do médico, as escolas devem disponibilizar armários e diminuir o peso das mochilas ao mínimo criando um sistema para que os livros pesados fiquem nas próprias salas de aula. Alguns estudantes, principalmente crianças, colocam a mochila nas costas e passam grande parte do tempo com ela, muitas vezes até depois do turno da aula, em brincadeiras. Essa prática é prejudicial à saúde. O médico orienta que o uso da mochila deve ser no menor tempo possível. “Jamais deve-se brincar com ela, pois sobrecarrega a coluna vertebral. Além disso, a mochila deve ser usada sempre no alto

Ilustração

Excesso de peso nas mochilas podem ocasionar complicações na coluna

O peso das mochilas tem quer inferior a 10% do peso do estudante. das costas e não no meio ou embaixo”, explica. As mochilas tipo carteiro, que os estudantes usam somente num lado do ombro, são mais prejudiciais ainda, pois desequilibram a musculatura de um lado do corpo em relação ao outro. A solução desse problema passa por várias providências: diminuir o peso dentro da mochila, ginástica especializada para corrigir má postura, mochilas com rodinhas e armários escolares para colocar materiais volumosos e pesados.

Paralisação na educação

Sinte confirma indicativo de greve a partir de março Em reunião, Conselho Deliberativo do Sinte/SC define greve geral na educação catarinense a partir de março. Sindicato também adere a greve nacional convocada pela CNTE de 17 a 19 de março

Os professores da rede estadual de ensino estão decepcionados com a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo do Estado. A proposta contempla aumento a todos os integrantes do magistério de 8,5% - com pagamento parcelado em três vezes – 2% em

janeiro, 2% em agosto e 4,5% em dezembro. O projeto de lei tratando da proposta do reajuste parcelado já está tramitando na Assembleia Legislativa, com previsão de votação no dia 19 de março. O Conselho Deliberativo do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte/SC) se reuniu nos dias 14 e 15 de fevereiro para discutirem os rumos a serem tomados pela entidade. Durante os dois dias de debates, os representantes das regionais trouxeram informes que deixaram clara a revolta da categoria, que rejeitou de forma unanime a proposta

de parcelamento de reajuste feita pelo governo. “Os trabalhadores não aceitam mais o descompromisso e a leviandade do governo para com a educação em Santa Catarina, com escolas sem estrutura, salas lotadas, falta de vagas para o Ensino Médio especialmente na grande Florianópolis, escolas sendo fechadas ou cedidas a terceiros, merenda de qualidade duvidosa, sem contar a violência que impera dentro de grande parte das unidades escolares”, diz a nota do Sinte. Neste contexto, foi discutida e analisada a proposta onde foi aprovado pela maioria, o indicativo de

greve por tempo indeterminado a partir da paralisação nacional convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) de 17 a 19 de março. Uma definição concreta sobre a paralisação deve ser anunciada na Assembleia Estadual do Sinte, marcada para o dia 18 de março, onde a categoria deverá discutir e decidir os rumos da reivindicação. Antes disso, as regionais do Sinte também vão promover encontros. Em Campos Novos, a Assembléia Regional está marcada em 12 de março, às 15h com os aposentados e às 17h30 com os demais, na sede

do Sitripel. Além da greve, está na pauta do Sinte: reajuste na carreira conforme a lei do piso e retroativo a janeiro/2014, descompactação da tabela salarial, revogação do decreto das progressões e abono/ anistia das faltas de todas as mobilizações, alteração da lei dos ACTs, continuidade das denúncias sobre os problemas de estrutura das escolas, com envio de material e divulgação das condições precárias em que se encontram e mobilização contra o decreto que estabelece a forma de escolha de diretores das escolas estaduais.


9

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Estadual de Amadores

futebol

Time da Copercampos confirma presença na fase Meio-Oeste A Região do Meio Oeste estará bem representada no Estadual de Amadores. Há menos de quinze dias para o Congresso Técnico que definirá a efetiva confirmação das equipes participantes do Estadual de Amadores 2014, Fase Oeste, a região do Meio Oeste Catarinense tem seis clubes que mostraram interesse nesses últimos dias e que pretendem fazer parte da competição nesse ano que se inicia no dia 13 de abril. Assim como no ano passado as equipes da Copercampos de Campos Novos, o Tangará e o Fraiburgo pretendem estar presente em mais essa edição do Estadual de Amadores, além deles, três novos clubes se mostraram interessados, sendo eles: o Frei Bruno de Joaçaba, Flor da Serra de Herval d´Oeste e

Aulas iniciam no dia 10 de março Divulgação

Congresso técnico acontece no dia 08 de março em Chapecó

Inscrições abertas para Escolinha do Grêmio

Seis equipes já confirmaram presença no Estadual de Amadores – fase Meio-Oeste. o Videira. O time do Pinheiro Futebol Clube está estudando a possibilidade de participação, já que depende de patrocínio financeiro. O Atlético Superviza também está em situação indefinida quanto a participação. No dia 08 de março acontece o Congresso Técnico e a então

definição das equipes confirmadas para a competição. Além disso, no dia 08 será decidido junto com os clubes a forma de disputa, a separação das chaves e o regulamento da competição. O Congresso está marcado para às 9 horas na Sala de Reuniões da Prefeitura de Chapecó.

Estão abertas as inscrições para interessados em participar da Escolinha do Grêmio em Campos Novos. O projeto realizado em parceria com o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e a prefeitura de Campos Novos existe desde 2010. O presidente da Associação Gremista Camponovense, Gilmar Marco Pereira salienta que uma das novidades é que podem participar meninos a partir de cinco anos. “Este ano abrimos inscrições para meninos com cinco anos. Conforme entendimento dos professores é possível fazer um trabalho com esta gurizada com uma faixa etária menor”, destaca. As inscrições podem ser realizadas na Marcos Sports,

nos Correios e na Acircan. Os trabalhos de campo com os aprendizes iniciam no dia 10 de março. Este ano, as atividades da Escolinha do Grêmio serão desenvolvidas no Estádio Municipal às segundas, quartas e sextasfeiras. A diretoria da Associação estuda a possibilidade de fazer uma programação especial referente aos quatro anos da escolinha “Realizamos uma conversa prévia, com a previsão de um jantar com os associados justamente na semana de aniversário de Campos Novos, principalmente, aos colaboradores que estão apoiando para que este projeto dê certo”, conclui Marco. As informações são da Rádio Simpatia FM.

kart

Evento foi no Kartódromo Beto Carrero no final de semana e teve destaques camponovenses

O primeiro grande evento do kartismo catarinense na atual temporada, a Copa Tag SC Litoral, teve seu início no último sábado (22) no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), palco da 1ª fase do Brasileiro de 2012. Com a participação de 79 pilotos, a competição teve como principal destaque a Lame Tag, que disputava a primeira das duas etapas que oferecem vagas para o Lame International Finals, o Mundial da categoria. A definição dos classificados será na 2ª etapa do Regional da Serra, em Farroupilha, nos dias 24 e 25 de maio.

Organizada pela Pablo Racing e supervisionada pela Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (Fauesc), a Copa Litoral teve disputas em 11 categorias, algumas delas competindo agrupadas. As disputas foram intensas em um dia que começou com a pista molhada, mas que depois viu todas as atividades serem realizadas com pista seca e bastante sol. Destaque para a segunda categoria em número de inscritos, 14, a F4 Preparada teve empate entre os dois primeiros colocados e quem levou a melhor no critério de desempate foi camponovense Leonardo Kunen, vencedor da

segunda bateria. Jean Morlo, que marcou os mesmos 20 pontos de Kunen, foi o 2º colocado, outro camponovense, Edson Mazzuco ficou na 3ª posição, Marciano Cardoso em 4º lugar e João Soares se classificou em 5º lugar. “Foi uma competição de alto nível entre todos os participantes. Na próxima etapa muitos outros pilotos que não acreditaram no sucesso, agora vão com certeza participar”, disse o camponovense Edson Mazzuco, na rede social. A Copa Litoral será disputada em quatro etapas, marcadas para os dias 9 e 10 de maio, 9 e 10 de agosto e 5 e 6 de setembro, em local ainda não definido.

Divulgação

1ª Etapa da Copa Tag SC Litoral tem camponovenses

Camponovenses são destaques na Primeira fase da Copa Tag SC Litoral de Kart.


Sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Horóscopo

Música

Banda Pulso se apresenta no Chile

21/03 a 20/04

Divulgação

Esta é a segunda turnê que a Banda Pulso levou aos chilenos. A banda já esteve no país em 2008

Áries

Essa é uma fase que pede interiorização, reflexão e contemplação. É o momento em que você está colhendo o que plantou desde o seu aniversário do ano passado. Deve estar atento a intuição, a sensibilidade e ao desenvolvimento espiritual.

Touro

21/04 a 20/05

Os camponovenses da Banda Pulso estiveram no Chile pela segunda vez apresentando sua turnê. As apresentações aconteceram de 07 a 18 de fevereiro com sete shows nas cidades de Santiago, Rancagua, San Francisco de Mostazal, Codegua, Pichilemu, Graneros e Requinoa, com destaque entre eles, para a participação em um dos maiores festivais Sul Americanos, Festival Internacional de Mostazal e também o show no Monticello, maior cassino da América Latina. A Banda esteve também em diversas rádios dando entrevistas, divulgando suas músicas as quais estão tendo muita aceitação pela mídia e pelo povo chileno. O projeto de ermanamento viabilizado entre a Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (Amplasc) e a região de O’higgins no Chile tem estreitado os laços de amizade entre os dois países e a música da banda está cativando cada dia mais espaço. “Uma experiência humana que apenas pode ser sentida. O orgulho de representar Campos Novos, a alegria de ser aplaudido como artista brasileiro não tem muito como

Nesse momento é importante você se conectar com pessoas com quem se sente emocional e espiritualmente sintonizado, taurino. É uma fase em que os projetos sociais e coletivos estão enfatizados com a consciência do seu papel na comunidade humana.

Gêmeos

21/05 a 20/06

Nesse momento é importante que se conscientize da melhor maneira de expressar os seus talentos e habilidades profissionais, entendendo que a realização parte do sentido de vocação e não simplesmente do desempenhar de certas tarefas.

Câncer

21/06 a 20/07

Estudos, viagens, autoconhecimento e fé são aspectos estimulados nesse momento aos cancerianos. E a fase que você deve ampliar os seus horizontes de entendimento da vida, buscando uma conexão mais profunda com sincronicidade e os sinais.

Sete shows marcaram a passagem da Banda Pulso no Chile este mês. explicar, essa perfeita química de convivência com outra cultura nos faz crescer a cada dia, não só na música mas como humanos”, destaca Juliano Cunha, vocalista da Banda Pulso. A próxima apresentação da Banda Pulso acontece no dia 30 de março, no aniversário

Leão

21/07 a 22/08

de 133 de Campos Novos, onde farão o show de abertura de Victor e Léo. O Pulso é formado por Simão Wolf, (guitarra e violino), Claudemir Paganini (bateria), William Sganzerla (teclado), Juliano Cunha (vocal), Rafael Alberti (baixo) e Wagner Fonseca (guitarra e violão).

agenda 28 02

Começa hoje (28) e segue até domingo o 20º Rodeio Crioulo Nacional do CTG Velha Espora. O evento acontece na Fazenda do Patrão Francisco Schlager, BR 470, Km 345, Pito acesso, interior de Campos Novos.

01 03

Virgem

23/08 a 22/09

A lição do afeto incondicional e da empatia em relação às pessoas é o aspecto estimulado nesse momento aos virginianos. É uma fase que evidencia as relações e as conexões espirituais que você estabelece com as pessoas.

Libra

23/09 a 22/10

08 03

A 3ª Etapa do Campeonato Gêmeas do Iguaçu de Motocross e Velocross acontece nos dias 08 e 09 de março, no Parque Ernesto Zortéa. O evento será realizado pelo Moto Clube Bixo do Mato, em parceria com a Prefeitura de Campos Novos.

Campos Folia Primeira das quatro noites do Campos Folia, evento que acontecerá de 01 a 04 de março em Campos Novos. Quatro blocos de carnaval se organizam para a folia, Vem Q Tem, Agarra e Beija, Embriago e Art-Manha. A realização do Campos Folia 2014 é da Lake Club.

Livro

O Começo de Tudo

Robin Schneider (romance)

O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.

A fase atual enfatiza a necessidade de aprimoramento emocional e também desenvolvimento de suas habilidades profissionais, é um momento que enfatiza também a qualidade de vida, a mudança de hábitos e a percepção da influência das emoções sobre a saúde.

Escorpião 23/10 a 21/11

A mais importante lição do atual momento está ligado ao seu desenvolvimento afetivo e de uma conexão mais profunda com as pessoas, escorpiano. É uma fase em que irá aprender o significado de amar, é também um momento que enaltece a criatividade.

Sagitário 22/11 a 21/12

No momento atual a questão mais enfatizada é sua ligação com a família, as origens emocionais e com seu autoconhecimento. É uma fase que prioriza você ouvir a sua voz interior, desenvolver a intuição e se conectar com as pessoas e ambientes acolhedores.

Capricórnio 22/12 a 20/01

A lógica do atual momento não obedece à razão e, por isso é importante que você esteja atento aos sinais que o universo apresenta e que desenvolva uma comunicação e expressão que esteja de acordo com seus verdadeiros sentimentos.

Filme

Tirinha

O que está enfatizado nesse momento é a sua capacidade de se conectar de uma maneira muito profunda com as pessoas e de perceber os aspectos espirituais que regem as suas relações. É também um momento importante para entender os valores espirituais e emocionais.

Na estrada Walter Salles (Drama)

No auge do movimento Beatnik, o escritor nova-iorquino Sal Paradise, seu amigo Dean e a esposa dele partem em uma jornada de autodescoberta.

Aquário

21/01 a 19/02

O momento atual pede dos aquarianos que desenvolvam os seus talentos com sensibilidade, utilizem mais a imaginação e a inspiração. É uma fase onde você estará mais consciente do que é verdadeiramente prioritário e valioso em sua vida.

Peixes

20/02 a 20/03

Essa é a fase do ano mais importante para os piscianos quando o sol se movimenta em seu signo e você deve estar mais consciente da sua luz interior que se manifesta através da sensibilidade, intuição e da criatividade.


Sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

11

informe publicitário

Fotos TNB Studio

Conheça o Ateliê e o trabalho das profissionais que vestiram as candidatas ao Miss Campos Novos 2014, o maior concurso da beleza da cidade. Glamour e exclusividade fazem parte do trabalho das estilistas

La Única Ateliê

Ateliê Paula Zanchett

Ateliê Thays Sabei

Antônia Alta Costura tem preocupação em trazer aos seus clientes, tudo o que há de moderno e belo em tecidos para noivas, madrinhas, formandas e convidadas. A estilista Antônia Amarante Walter oferece tudo com exclusividade, seguindo as tendências mundiais. Há 12 anos, Antônia Alta Costura atende Campos Novos e região. Os vestidos do Ateliê de Antônia Walter já foram exibidos pelas camponovenses no concurso Miss Santa Catarina 2012 e 2013. Neste ano Antônia confeccionou o vestido da Miss Campos Novos 2014, Lissa Stephânia Mayer, e da Primeira Princesa, Bárbara Granzotto. Localizado na Avenida JK, 380. Telefone (49) 3544-0869. Na foto Antônia Walter com Lissa e Bárbara.

Conhecida por fazer modelos de qualidade e acabamento ímpar, a estilista Berenice Lopes Omizzolo dedica suas criações ao estilo artesanal e sofisticado, buscando valorizar o que cada mulher tem de especial. As pessoas que prestigiaram o concurso Miss Campos Novos 2014, tiveram oportunidade de conhecer de perto, um pouco do trabalho da estilista Berenice, que foi a responsável por confeccionar o vestido da candidata Maria Lúcia Zen. O La Única Ateliê oferece a sensação de peças raras e exclusivas feitas sob medida para suas clientes. Conheça mais do trabalho do La Única Ateliê, fazendo uma visita na rua Zeca Neves 191 (atrás supermercado Angeloni), em Lages (SC). Telefone (49) 3224-8831. Na foto Rosangela Zen Duarte com Maria Lúcia.

O Ateliê Paula Zanchett é um espaço dedicado a beleza e estilo implacável de cada mulher. No Ateliê, a estilista Paula Zanchett oferece as últimas tendências do mundo da beleza, participando dos melhores momentos de sua vida. Paula Zanchett oferece atendimento personalizado, com vestidos sob medida às mulheres contemporâneas, que priorizam exclusividade e qualidade, isso tudo com luxo artesanal. Neste ano, o Ateliê Paula Zanchett confeccionou os vestidos das candidatas ao título de Miss Campos Novos 2014, Ana Kelly Pielak e Maiza Milani. Quer saber mais sobre os serviços oferecidos pelo Ateliê? Faça uma visita na rua Coronel Farrapo, 418. Telefone (49) 9955-1682. Na foto Paula Zanchett com Ana Kelly e Maiza.

Há quatro anos a estilista Thays Sabei dedica sua vida profissional ao seu Ateliê e o resultado do trabalho é percebível em cada peça de roupa produzida. Prova disso são os vestidos confeccionados pelo Ateliê Thays Sabei e usado pela Segunda Princesa do concurso Miss Campos Novos 2014, Poliana Lays Sabei e pela Terceira Princesa, Luana Gerhardt. A missão do Ateliê Thays Sabei é vestir beleza às mulheres tornando o vestido um elo entre a cliente e sua essência, com exclusividade, fazendo-a brilhar. O Ateliê Thays Sabei está localizado na rua Ivo Bernardon, 45. Telefone (49) 3544-0477. Na foto Thays Sabei com Poliana e Luana.

Ilustração

Antônia Alta Costura

Existe feriado mais brasileiro que o carnaval? Lógico que não! É aquela época de deixar todos os preconceitos e problemas de lado, botar um sorriso no rosto e se preparar para dançar e pular muito durante cinco dias de muita festa! E a principal característica do carnaval são seus foliões fantasiados ou com roupas bem coloridas. Não existe nada mais gostoso do que se vestir para uma festa de carnaval! O segredo é ser bem colorido e abusar de saias, tops, blusinhas e vestidinhos. Tudo bem fresquinho, afinal o carnaval

é no verão! Use colares, máscaras, acessórios para os cabelos. Invista em maquiagens divertidas, carregue no brilho. No carnaval mais é mais. E, quando for sair para a folia, carregue só essencial em bolsinhas pequenas. Sem dúvidas, o carnaval é uma época de grande festa e diversão. Aproveite e se vista com extravagância, chame os amigos e curta bastante! Além disso, invista sempre em roupas que vão te valorizar e fique bem confortável! Nada melhor do que ficar bem consigo mesmo!


12

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Folha Independente

SOCIAL

A Miss Campos Novos 2014, Lissa, com o irmão Caetano e os pais Neuro e Liah.

A melhor

Divulgação

Primeira Princesa Bárbara com a mãe Adriane e Luiz Carlos Manfrói.

#NIVER

VIAGEM Neizi Fotografias

Casamento

Divulgação

Natália Guzatti Hoje (28) é dia de de vereador Tadeu e festejar. A filha do . da vi pleta 15 anos de Diva Guzatti com que seus sonhos Parabéns Natália e suas conquistas sejam realizados Aniversário! aplaudidas. Feliz

João Alécio Bugança e Suellen Seberino se preparam para dividir com amigos e familiares um grande momento na vida dos dois. A cerimonia do laço matrimonial será no sábado (01) na Igreja Matriz de Campos Novos. A organização da festa é da cerimonialista Tays Santos. A confraternização será no Restaurante Hikari. Felicidades aos noivos e muita saúde e paz a nova família.

Kleberson Brocardo/Divulgação

Folha Independente

Beleza, carisma e simpatia, marcaram a noite de sábado (22), durante o Baile da Miss Campos Novos 2013. Acompanhe alguns momentos do evento que foi prestigiado, em grande estilo, pela sociedade de Campos Novos.

No final do ano passado (dezembro) Tays Santos, produtora de eventos recebeu em Florianópolis, o reconhecimento pelo excelente trabalho realizado em todo o estado. Tays foi eleita a melhor Cerimonialista e Organizadora de Eventos de Santa Catarina! A pesquisa foi realizada em 56 municípios e foram ouvidas mais de 28 mil entrevistados. A capinzalense obteve a indicação de mais de 50% das pessoas entrevistadas. Num mercado cada vez mais competitivo, esse nível de reconhecimento vem a coroar uma carreira alavancada com muito trabalho e profissionalismo. Parabéns Tays Santos! A quatro anos Tays está residindo na cidade de Joaçaba.

Quer se ver por aqui? Envie uma foto do seu momento especial para a Folha. Thays Bresola Camargo com o filho João Augusto Bresola Camargo, a nora Karin Pinheiro e a neta Maria Eduarda, durante as férias na Walt Disney Word.

Use o e-mail ou o Facebook e não esqueça de enviar a legenda! contato@folhaindependente.com.br facebook.com/folhain


13

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Formação

Agentes de saúde receberão capacitação

Uma iniciativa do Governo do Estado, intermediada pela Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Campos Novos, através da Gerencia de Saúde, a Escola de Formação em Saúde (EFOS), instituição voltada para a capacitação e formação de profissionais da saúde, deve iniciar suas atividades diretamente com os alunos no próximo dia 10 de março. No entanto, as capacitações e reuniões com as equipes de tutoria e coordenação já estão bem avançadas. Com o curso de formação para Agentes Comunitários de Saúde, o primeiro ofertado pela instituição, a Escola irá atender 44 agentes que já estão na ativa, nesse primeiro momento, para capacitá-los e formá-los

para a atividade que exercem, já que estes profissionais são o elo entre a unidade de saúde e a comunidade. De acordo com a gerente de saúde da SDR Campos Novos e coordenadora do curso, Milena Becher, nessa primeira turma serão atendidos os agentes dos municípios de Abdon Batista, Brunópolis, Celso Ramos, Vargem e Zortéa. Com 400 horas de duração e com previsão para término em meados de junho, o curso que mescla teoria, que será ministrada na Regional, a prática, que será feita no próprio território de trabalho dos agentes, vai dar aos profissionais embasamento e ferramentas para que possam atuar de forma mais incisiva e determinante no desenvolvimento das políticas de saúde promovidas pela Estratégia de Saúde da Família. (ESF). “O curso fará com que os agentes de saúde recebam ainda mais conhecimento sobre técnicas de escuta, acolhimento, ética e demais funções exercidas por ele, para que o acompanhamento e diagnóstico funcional que deve ser feito através da ESF aconteça de fato e a contento, trazendo dados fidedignos as Unidades de Saúde pos-

sibilitando que o processo de trabalho proporcione a promoção efetiva da saúde”, explicou Milena.

Divulgação

Escola de Formação em Saúde inicia suas atividades na SDR Campos Novos no próximo mês, com cursos voltados para agentes de saúde dos municípios de Abdon Batista, Brunópolis, Celso Ramos, Vargem e Zortéa

Saúde mental A escola também ofertará em meados de março, capacitação em Saúde Mental, com ênfase em crack, álcool e outras drogas, pelo projeto Caminhos do Cuidado. A capacitação será voltada a agentes de saúde e ainda, técnicos e auxiliares de enfermagem das equipes de saúde da família dos municípios da 8ª Gerência de Saúde. A capacitação, que terá duração de 60h, por um período de cinco semanas, sendo 40h presencial e outras 20h de dispersão, vai possibilitar a identificação e mapeamento dos casos de saúde mental nos municípios e ainda proporcionar conhecimento para que estes profissionais promovam o acompanhamento e encaminhamento, quando necessário, da população. “Através da capacitação queremos que o profissional que está lá na ponta, que é quem cria relações de vínculo com a comunidade esteja preparado

Equipes de tutoria e coordenação da Escola de Formação em Saúde (EFOS). para identificar casos de transtornos mentais, que vão desde o uso de drogas até casos de psicoses, transtornos de humor, neuroses entre outros, no sentido de estabelecer políticas de prevenção e ajuda a estes pacientes”, explicou Milena. O Secretário de Desenvolvimento Regional de Campos Novos, Vilibaldo Erich Schmid lembrou que a iniciativa é de extrema importância, pois “a saúde está no

centro de nossa atenção”, ressaltou. Dados das Unidades de Saúde dos municípios que compõem a 8ª Gerência, apontam que no ano de 2013, mais de 13 mil pessoas manifestaram queixas de ordem psíquica e comportamental nas unidades de atendimento. Destas, 5.779 demandam assistência - ou na rede básica, ou especializada, devido a esses transtornos.


14

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Comitiva do RS esteve em Campos Novos O objetivo foi conhecer metodologia de trabalho realizada com os Núcleos Empresariais do município

Na manhã de sexta-feira (21), a diretoria da Associação Empresarial Rural e Cultural Camponovense (Acircan), juntamente com representantes do poder público municipal e membros dos núcleos setoriais da entidade, recepcionou uma comitiva de aproximadamente 30 empresários de cidades do Rio Grande do Sul. O objetivo dos visitantes foi conhecer a metodologia de trabalho empregada com os Núcleos Empresariais de Campos Novos. No Programa Empreender, a Acircan conta com 112 integrantes entre empresas e empreendedores reunidos em oito Núcleos, e serviu de referência para empresários, diretores e colaboradores de associações comerciais das cidades de Canoas, Alvorada, Cachoeirinha, Montenegro, Getúlio Vargas, Nova Petrópolis, Estação, Bagé, Sapucaia do Sul e Porto Alegre além de consultores e coordenadores da Federasul. Segundo Maiara Fangueiro, coordenadora de atendimento aos fi-

recursos

Municípios da Oitava SDR são beneficiados com o Fundam Governo de Santa Catarina investirá, no total, R$ 585 milhões nas 295 prefeituras do estado

Prefeito Nelson Cruz recepcionou os visitantes e confirmou a participação ativa dos núcleos da Acircan. liados da Federação Empresarial do RS, a mobilização empresarial, a fidelização do associado e o trabalho em prol do coletivo, onde os nucleados conseguem superar a concorrência, já que muitas empresas são do mesmo segmento, buscando oportunidade de melhorias à todos, foram diferenciais encontrados na Acircan. Para ela o resultado do trabalho feito pelas associações é fundamental para o crescimento econômico.

Para Luiz Ângelo Fornara, a entidade mais uma vez se destaca. “Novamente, através do trabalho que desempenhamos com os Núcleos, somos destaque e desta vez a nível nacional. Essa comitiva nos visitando é um grande sinal de que nosso trabalho está rumando de forma correta. Vamos intensificar o trabalho junto aos Núcleos neste ano de 2014, fortalecendo os existentes e com projetos para formação de novos”, finalizou.

O Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), programa do Governo do Estado que investirá R$ 585 milhões em todas as 295 prefeituras catarinenses. Na Oitava SDR dos municípios já foram beneficiados. Monte Carlo recebeu R$ 500 mil, que será investido na aquisição de 2 micro-ônibus para transporte escolar e Ibiam que foi contemplado com o investimento de R$ 948 mil para a aquisição de máquinas e equipamentos rodoviários, que serão revertidos na compra de um trator de esteira e um britador.

Ao todo, já são 62 convênios celebrados com as prefeituras do Estado, o que representa quase R$ 55 milhões em recursos liberados para investimentos em áreas prioritárias, como saúde, educação e infraestrutura. De acordo com o secretário regional de Campos Novos, Vilibaldo Erich Schmid os investimentos do Fundam nos oito municípios da Regional serão de R$ 13,6 milhões, que representam inúmeras obras importantes que poderão ser realizadas. “Este recurso, a fundo perdido, possibilita aos prefeitos realizar obras de infraestrutura, saúde e educação que melhoram a vida de todos e favorecem o aumento da qualidade de vida da população.”, finalizou. Divulgação

programa empreender

Os investimentos da Fundam nos oito municípios da Regional somam R$ 13,6 milhões.


15

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

beleza

A jovem de 20 anos foi a grande vencedora do Concurso Miss Campos Novos 2014. Outras três jovens camponovenses foram eleitas as sucessoras da Miss Por Francieli Parenti

Fotos TNB Studio

Com o Clube Aqua Camponovense lotado no último sábado (22), foi sucesso a 8ª edição do Baile com a escolha da Miss Campos Novos 2014 organizado pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo. As sete candidatas que disputaram o título deram um show de beleza, demonstrando a simpatia da mulher camponovense. Elas foram avaliadas nos quesitos de beleza plástica, passarela, postura, simpatia, elegância, classe, expressão e comunicação. As candidatas foram avaliadas por nove jurados, todos profissionais das áreas de fotografia, moda e concursos de beleza. Fizeram parte do corpo de jurados, a Miss Santa Catarina 2013, Francielle Brito Kloster e o coordenador do concurso estadual, Tulio Cordeiro.

A 8ª edição do Baile com a escolha da Miss Campos Novos 2014 teve três momentos: primeiramente as candidatas apresentaram uma coreografia contemporânea, da música Titanium de David Guetta. Em um segundo momento, as representantes da beleza camponovense se apresentaram com maiôs da grife Catalina, marca oficial utilizada pelas misses brasileiras e com óculos solares da Via Loran. O momento mais esperado do Miss Campos Novos 2013 foi o Desfile de Gala, onde todas as candidatas se apresentaram individualmente com vestidos desenhados e confeccionados por quatro estilistas renomadas. A jovem Lissa Stephânia Mayer, de 20 anos, encantou a todos com o seu belo desfile e sua beleza, sendo eleita com 588 pontos, a Miss Campos Novos 2014, onde recebeu a coroa da sua antecessora, a Miss 2013, Sarah Nohatto. Lissa é filha de Eliamar Antunes Mayer e Neuro Mayer e é natural de Campos Novos. Foram escolhidas ainda, as três sucessoras da Miss. Conquistou o título de 1ª Princesa, a jovem Bárbara Granzotto, com 534 pontos; 2ª Princesa:

A corte da beleza camponovense.

Da esquerda para a direita: 3ª Princesa Luana Gerhardt, 2ª Princesa Poliana Lays Sabei, Miss CN 2014 Lissa Mayer e a 1ª Princesa Bárbara Granzotto.

Poliana Lays Sabei, com 510 pontos e 3ª Princesa: Luana Gerhardt, com 495 pontos. A Miss Campos Novos 2014, Lissa Stephânia Mayer, persegue a carreira de modelo em Balneário Camboriú e ressalta que há anos vem se preparando para disputar o concurso de Miss Campos Novos. “O resultado é a realização de um sonho. Há cinco anos eu estava me preparando, vendo vídeos, assistindo concursos de beleza, frequentando cursos, conversando com especialistas, além de perseguir minha carreira de modelo. Primeiro vou honrar meu título de Miss Campos Novos e depois a minha carreira de modelo, além de me preparar para o Miss Santa Catarina”, ressalta. A Miss destacou que o concurso foi um momento de muita adrenalina, mas que a tensão maior, foi na hora do anúncio da eleita. Lissa também foi escolhida como rainha da festa de 133 de anos do município e, além disso, representará a cidade no Miss Santa Catarina, no dia 07 de junho, em Itajaí. Para o Secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Márcio Azevedo, todas as candidatas são vencedoras, apesar de apenas uma delas levar o título de Miss. “Consideramos todas vencedoras, pois assim que convidadas, se colocaram a disposição e se empenharam para bem representar o município. Apenas uma foi eleita Miss, mas todas tinham potencial para isso”. O prefeito Nelson Cruz parabenizou as candidatas e destacou que o município novamente estará bem representado na festa de aniversário da cidade, durante o mês de março e no Miss Santa Catarina. No noite de ontem (27), a Miss e as sucessoras participaram oficialmente do primeiro compromisso depois de eleitas - o jantar de lançamento da festa de 133 anos do município. A premiação da grande vencedora foi uma jóia, coroa, faixa e outros presentes e das sucessoras faixa e jóia. A Miss ainda vai receber todo acompanhamento profissional durante a preparação física e estética até o concurso estadual.

Fotos TNB Studio

Lissa Mayer é a Miss Campos Novos 2014

miss sANTA cATARINA Campos Novos foi o precursor dos concursos municipais em 2014. Túlio Cordeiro, organizador do Miss Santa Catarina, o concurso oficial que preconiza o Miss Brasil e o Miss Universo, elogiou o concurso municipal. “As candidatas estavam em condições de competir e a vencedora realmente

se destacou pela plástica, elegância, desenvoltura, pela simpatia, pela oratória, fundamental num concurso de beleza”, destaca. O concurso Missa Santa Catarina, que acontecerá no dia 7 de junho, em Itajaí, deve contar com 30 candidatas de diversos municípios na disputa pela coroa estadual.


16

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Agronegócio

Dia de Campo se consolida na difusão de tecnologia

Três dias de aprendizado e negócios, onde perfilam as novidades e tecnologias do setor agropecuário. Assim, diversos produtores, estudantes e pessoas ligadas ao agronegócio de Santa Catarina e de outros estados, participaram da 19ª edição do Dia de Campo da Copercampos, que iniciou na terça, dia 25 e encerrou na quinta-feira (27) em Campos Novos. O evento é uma iniciativa da Copercampos e de seus parceiros, que mostra na prática os resultados das soluções aplicadas no campo, tornando-se uma ferramenta valiosa para a atividade agropecuária. Para isso, a alta tecnologia aplicada no campo é a protagonista, mostrando eficácia e performance, recomendando tudo o que o homem do campo precisa saber para produzir mais gastando menos. Tudo o que é visto no Campo Demonstrativo Copercampos, ilustra bem porque Campos Novos tem o título de “Celeiro Catarinense”, reflexo que aparece no resultado econômico do município. Como todos os anos, o Campo Demonstrativo recebeu investimentos para melhorias, como aumento da área de exposição pecuária, estacionamentos e asfaltamento das ruas principais. Com a presença de diversas autoridades municipais, regionais e estaduais, a abertura oficial do evento ocorreu às 11h de terça-feira, onde todos elogiaram o evento. O diretor vice-presidente da Copercampos, Cláudio Hartmann, destacou os objetivos do evento que vem há 19 anos oportunizando aos produtores o contato com as diversas tecnologias, nas mais variadas culturas, visando sempre uma maior rentabi-

lidade ao empresário rural. “Nosso Dia de Campo, é especificamente realizado para que o produtor rural encontre as melhores soluções às suas atividades. Neste três dias, estaremos apresentando as potencialidades do agronegócio aos produtores de diversas regiões do país. Podemos dizer que o 19º Dia de Campo da Copercampos é o evento que expressa a realidade existente no setor do agronegócio e preparamos tudo para que a difusão de tecnologias seja completa”, destacou. Já o diretor presidente da Copercampos, Luiz Carlos Chiocca, falou em nome dos produtores rurais, reivindicando mais atenção das autoridades políticas a atividade agropecuária. “O PIB (Produto Interno Bruto) no setor agrícola no ano de 2013, foi de 7,45% e o saldo comercial do agronegócio fechou R$ 40 bilhões. Mesmo com todo este resultado positivo, é muito difícil, nós agricultores obtermos uma conversa com as autoridades do governo federal e estadual, para discutirmos as melhorias à agri-

cultura. É por isso que em nome de todos os produtores agrícolas da região, peço as autoridades que pensem um pouco mais a fundo no que está acontecendo com a agricultura em nosso país, e invistam em infraestrutura, valorizando esta atividade que tanto faz crescer o nosso país”, finalizou Chiocca. Para o prefeito de Campos Novos, Nelson Cruz, o evento da Copercampos demonstra o que há de melhor no município no setor agropecuário. “Nós vemos aqui as melhores soluções para amanhã estar aplicando na lavoura para retornar em produtividade e lucro ao homem do campo. Nossa balança comercial é sustentada pelo agronegócio, vocês produtores conseguem manter esse país sozinho”, destaca. O vice-governador Eduardo Pinho Moreira também prestigiou o Dia de Campo, destacando que realmente a agricultura precisa ser melhor valorizada, já que os produtores são os responsáveis por alavancar a economia de Santa Catarina”, ressaltou.

Pragas na soja

MIP é aliado do produtor no manejo da Helicoverpa Pesquisador alerta para o uso indiscriminado de inseticidas no controle da lagarta Helicoverpa armigera

Folha Independente

Organizado pela Copercampos, evento é um dos principais na difusão de tecnologias para o agronegócio brasileiro

Diversos produtores, estudantes e pessoas ligadas ao agronegócio participaram da 19ª edição do Dia de Campo da Copercampos.

Os participantes do Dia de Campo também tiveram a oportunidade de participar de palestras com temas relacionados ao agronegócio. Abrindo o circuito de palestras, na terça-feira (25), a Copercampos trouxe o Dr. André Mateus Prando - pesquisador da área de transferência de tecnologia da Embrapa Soja de Londrina (PR), Mestre e Doutor em Agronomia e Fitotecnia pela Universidade Estadual de Londrina. O pesquisador abordou sobre o manejo integrado de pragas na cultura da soja, com ênfase na lagarta Helicoverpa armigera, um assunto que tem preocupado os produtores brasileiros. O Manejo Integrado de Pragas (MIP) é uma das indicações para controle da Helicoverpa armigera, praga que atinge várias culturas, incluindo a soja e

gerou grande prejuízo aos produtores na safra passada. Com o andamento da safra de soja, medidas de verificação das lavouras devem ser adotadas sistematicamente para que não haja aplicações desnecessárias de defensivos biológicos ou químicos, preservando os inimigos naturais. Pesquisas da Embrapa constatam a importância desses inimigos naturais que estão agindo no controle da nova praga. “A melhor forma de combater a lagarta Helicoverpa não é a somente com a utilização de inseticidas, a Embrapa tem divulgado que a melhor forma é de combater essa praga é a utilização de técnicas do MIP, onde o produtor pode monitorar suas lavouras, tendo critérios para a decisão de controle e evita a aplicação indiscriminada de inseticidas”, alerta o pesquisador da Embrapa Soja. “É importante que os produtores usem inseticidas mais seletivos, produtos biológicos ou fisiológicos e outros que tenham menor impacto nesses inimigos naturais, para que esses combatam a lagarta”, explica.


Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

17

Financiamento rural

Programas de financiamento da produção fortalecem o campo em SC

A região oeste tem a disposição R$ 29,5 milhões do Programa de Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) e R$ 29,7 milhões do Programa ABC (Agricultura de Baixo Carbono). Porém, a preocupação da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), da Secretaria da Agricultura e Pesca e do Banco do Brasil é com a baixa procura no número de operações de crédito e no volume de financiamentos tomados pelos produtores rurais de médio porte, agricultores empresariais, cooperativas e grupos de produtores. Para diagnosticar os principais motivos que estão levando a este cenário, as lideranças do segmento das regiões Meio Oeste, Planalto Serrano e Vale do Itajaí estiveram reunidas na última sexta-feira (21) em Campos Novos. De acordo com o vice-presidente da Faesc, Nelton Rogério de Souza, é fundamental avaliar os motivos e corrigi-los rapidamente, uma vez que os recursos estarão liberados até o fim deste semestre. “Precisamos saber se o agricultor está com medo e porque ou se o banco está muito burocrático e resolver essa situação”, observou. De acordo com Souza, as principais linhas de crédito pouco acessadas são o PCA que oferecem ao Estado (R$ 60 milhões) e o Programa ABC (R$ 74

Divulgação

Lideranças rurais estão preocupadas com a baixa procura no número de operações de crédito e no volume de financiamentos tomados pelos produtores rurais

Seminário Regional Oeste foi realizado no auditório do Centro de Treinamento da Epagri Campos Novos. milhões). “Isso representará o fortalecimento do campo e dos produtores. Além disso, resolverá o drama das agroindústrias, que é a falta de milho”, comentou. O superintendente de negócios varejo e governo do Banco do Brasil, Marcelo Santos do Canto, explicou que o objetivo foi de transmitir informações aos produtores sobre as linhas de créditos, dos recursos disponibilizados e dos benefícios que o Governo do Estado proporciona por meio dos programas com redução dos juros. “É um mito dizer que o processo é complicado, temos exemplo de solicitações que são liberadas rapidamente, o que é fundamental é a orientação. O diferencial das linhas de crédito é que os recursos são do BNDES, porém no Banco do Brasil, são utilizados recursos da Poupança Ouro, o que torna as contratações mais ágeis”, realçou.

As metas do Banco do Brasil são de que os recursos disponibilizados sejam utilizados em sua integralidade. De acordo com superintendente, há possibilidade de buscar mais recursos, caso haja interesse do segmento. “O grande atrativo desta iniciativa é a melhorar a condição do produtor”, complementou. O vice-presidente regional oeste da FAESC e presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Chapecó, Américo do Nascimento Junior, incentiva os produtores a buscarem os financiamentos e aproveitarem as condições diferenciadas. “Esta iniciativa é uma oportunidade para melhorar a qualidade de vida e investir na propriedade. O cenário atual é muito favorável , pois há muitos recursos para serem acessados”, ressaltou. A programação dos seminários regionais terão sequência e serão realizados em Araranguá e Mafra.

Leite em SC

Preços pagos aos produtores cai pelo sexto mês seguido Em janeiro a redução foi de 4,15% e, nos últimos 180 dias, a queda acumula perda de 24%

Os preços pagos aos produtores rurais catarinenses pelo leite devem baixar mais um pouco - em torno de 0,5% até o fim de fevereiro, configurando seis meses de queda, segundo projeção do Conselho Paritário Produtor/Indústria de Leite do Estado (Conseleite). É provável, porém, que o mês se encerre sem variação alguma. Em janeiro a redução foi de 4,15% e, nos últimos 180 dias, a queda acumula perda de 24%.

Os preços recuaram fortemente e retiraram a lucratividade do setor, mas, agora, inicia-se um período de recuperação, prevê o vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de SC (Faesc), Nelton Rogério de Souza. “A conjugação de vários fatores resultará, a partir de março, na elevação do preço do leite recolhido nos estabelecimentos rurais. A seca que atinge o oeste provoca queda de 20% na produção catarinense. As pastagens de verão já foram consumidas e o excesso de calor reduz o volume de ingestão das vacas que, comendo menos, produzem menos leite. No Brasil, as perdas já significam 30%. As exportações de lácteos não cessaram e, por outro lado, as importações

baixaram em face da valorização do dólar. Assim, será a redução da oferta de leite que fará o preço subir”, assinala Nelton. De acordo com projeção do Conseleite, os valores de referência baixam 0,5%, neste mês de fevereiro para o leite-padrão (R$ 0,7351 o litro), para o leite de qualidade acima do padrão (R$ 0,8454) e para o leite abaixo do padrão (R$ 0,6683). Na segunda quinzena de março, o Conselho volta a se reunir para anunciar os números definitivos de fevereiro e a nova projeção mensal. Embora tenha esses valores como referência negocial, o mercado - como de praxe está praticando preços levemente superiores, em torno de R$ 0,90/litro.

O Patrão Francisco Schlager e a peonada do CTG Velha Espora convida para o 20° Rodeio Crioula Nacional, nos dias 28 de fevereiro e 01 e 02 de março, no Parque de Rodeios do CTG Velha Esporal localizado na BR 470 KM 345, Pito Aceso, interior de Campos Novos. A Festa na Capela Santa Rita do Sarandi, na Comunidade de Bela Vista, será realizada no dia 09, com a seguinte programação: 10h30 Santa Missa; 12h - almoço e a tarde jogos e diversão. 38ª ROMARIA em honra à São Peregrino (Padroeiro contra o Câncer). Em São José do Ouro (RS) e Jardim Alegre (RS). Dia 09 de março. Para reservar sua passagem de ônibus ligue para os fones: 8891-5090 ou 9811-6370 – Valdecir, ou na Rua Juvelino Fernandes da Silva, nº 692 (Ao lado da Mercearia Gabriel), Bairro Aparecida. Reservas até dia 01-03-2013.


18

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Publicação Legal


19

Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

vitrine

Folha Independente

Concessionária Ceccato Motos celebra 10 anos de fundação A Ceccato, concessionária e oficina das motocicletas Honda, celebra a liderança de vendas no mercado com duas unidades franqueadas, em Curitibanos e Campos Novos

No dia 14 de fevereiro, a matriz da Ceccato Motos completou 10 anos. Atuando como concessionária autorizada Honda em Curitibanos, dois anos após a abertura da primeira unidade, os irmãos Gilson Vicente Ceccato e Astério Afonso Ceccato, investiram na abertura da filial em Campos Novos, vislumbrando uma boa oportunidade, já que não existia cobertura da Honda na região. Atualmente, a Ceccato Motos é representante Honda em 13 municípios nas regiões de Campos Novos e Curitibanos com estrutura sólida, líder em vendas de motocicletas, mantida por profissionais comprometidos com a qualidade dos produtos que representam e, acima de tudo, apaixonados pelo que fazem. É longa a história de ligação com as motocicletas na família Ceccato. “Está no DNA”, explicou o gerente da filial de Campos Novos, Gilson Ceccato. A família natural de Nova Trento (SC) começou com uma oficina mecânica especializada em motos e uma revenda multimarcas, quando os dois irmãos manifestaram interesse em representar a marca Honda e entre as opções de municípios disponíveis no Estado, escolheram Curitibanos para iniciar as atividades da franquia. “Trabalhar com a Honda, uma marca que lidera 81,8% do mercado nacional é fantástico. Se olhar todas as marcas

Passeio motociclistico Para comemorar os 10 anos da Ceccato Motos, foi realizado no dia 15 de fevereiro, um passeio motociclistico em Curitibanos, reunindo cerca de cem motociclistas. O objetivo principal do evento foi de cunho social, pois para participar, cada motociclista doou dois quilos de alimentos que foram destinados ao Asilo Frei Rogério em Curitibanos. Dos clientes e amigos que

se inscreveram em Campos Novos, a Ceccato conseguiu angariar 70 quilos de alimentos. Após o passeio, os motociclistas foram recepcionados com coquetel e sorteio de brindes. Gilson revela que para comemorar os dois anos da nova sede em Campos Novos, em setembro, um evento nos mesmos moldes está sendo planejado no município.

A equipe da Ceccato Motos de Campos Novos. comercializadas no Brasil e apenas uma marca detém esse percentual, não tem nem o que falar. São produtos de alta qualidade, sem contar que a Honda nos dá um suporte muito bom”, destaca Gilson. A concessionária Honda em Campos Novos cresceu vertiginosamente, o que exigiu a criação e implantação de novos produtos e conceitos para o atendimento dos clientes, com a abertura da sede própria oferecendo mais comodidade aos clientes e implantação da mecânica especializada Honda, para dar suporte ao pós-venda em 2012. “A oficina presta assistência técnica exclusivamente para as motocicletas Honda com profissionais treinados na fábrica. A abertura da oficina surgiu com a necessidade, pois todas as revisões e serviços nos forçavam a levar as motos para a matriz em Curitibanos”, destaca. A Ceccato conta com Serviço Expresso, voltado para a conveniência do

cliente na manutenção de sua motocicleta, onde serviços de baixa complexidade são realizados em até uma hora, com acompanhamento direto do cliente. Em Campos Novos, a equipe Ceccato é composta por oito colaboradores. A empresa dispõe da linha nacional das motos Honda zero quilômetro, além de um amplo estoque de motos seminovas. No verão, as vendas de motos aquecem, e este ano, a Honda apresentou sete lançamentos, todos disponibilizados na concessionária camponovense. O consumidor terá sete novos modelos este ano, Biz 100 2013, NXR 125 Bros, CRF 110F e CRF 250L, PCX 150, e a tecnologia Flex nas motocicletas CB 300R e XRE 300. Além de motos zero quilômetro e a linha de seminovos, que podem ser financiadas em até 48 vezes, sem entrada, a Ceccato Motos dispõe do todos os acessórios e equipamentos motociclisticos.

A Honda De uma pequena fábrica japonesa de motores a um conglomerado global, a Honda Motor Co. comemora em 2014, 66 anos, mantendo-se como uma marca de espírito jovem, desafiador e em constante evolução.A história da empresa no Brasil teve início na década de 70, quando não existia praticamente mercado para motocicletas no País. Com a fundação da Honda Motor do Brasil, em 1971, cresceram a importação de motocicletas e, dois anos depois, a de produtos de força.O grande passo ocorreu em 1976, com o início da produção nacional. Hoje, na Moto Honda

da Amazônia LTDA. (HDA), em Manaus (AM), são produzidos motocicletas, quadriciclos e motores estacionários, com capacidade de produção anual de 2 milhões de unidades. A Honda é líder nacional no setor de motocicletas e, em 2013, ultrapassou a marca de 1,298milhões de unidades vendidas.


Sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Folha Independente Nº 27  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you