Page 1

Relatรณrio

2019



RELATÓRIO DE ATIVIDADES ANO 2019 Fundação Beto Studart de Incentivo ao Talento SUMÁRIO Apresentação 1. Dados Organizacionais Composição dos Conselhos e Diretoria eleitos com vigência até maio de 2020 Identidade Missão Valores e crenças 2. Áreas de Atuação 3. Linhas de Trabalho 3.1 Programa de Concessão de Bolsa Talento 3.2 Programa de Apoio Técnico e Financeiro a Projetos 3.3 Alianças Estratégicas 4. Nossos Números 4.1 Receitas 4.2 Despesas/ Investimentos 4.3 Investimentos por área de Atuação

5. Novas Parcerias 6. Apoios Esporádicos 7. Conclusão


APRESENTAÇÃO No ano de 2019 a Fundação Beto Studart colhe os frutos de um trabalho iniciado há 15 anos, ou seja, em 2004, mantendo o compromisso com aqueles que buscam construir seus sonhos e que por falta de oportunidade deixam de realizá-los. É gratificante para Fundação oportunizar a descoberta de tantos talentos que se mantinham ocultos e hoje colher os frutos do trabalho desenvolvido e ver o sucesso e a felicidade estampada no rosto de muitos jovens que através da sua arte se tornaram profissionais com destaques nacionais e até mesmo internacionais.

Para consecução de seus objetivos, sua Gestão é pautada na organização e transparência em respeito a sua Missão, seus Valores e as normas e leis que a regem, mantendo estreita sintonia entre as áreas de Gestão Administrativa e Gestão de Projetos, otimizando o uso dos recursos.

Este Relatório, busca portanto, prestar contas de sua gestão junto à sociedade, conselheiros e financiadores do que foi realizado durante o exercício de 2019, e os resultados alcançados oportunizando o desenvolvimento de talentos e contribuindo para o desenvolvimento social.

Boa leitura!


1. DADOS ORGANIZACIONAIS Composição dos Conselhos e Diretoria eleitos com vigência até maio de 2020 CONSELHO CURADOR

Liliane Nogueira Melo Lima

Jorge Alberto Vieira Studart Gomes – Presidente

Regina Cláudia Pamplona Fiuza

Carlos Alberto Studart Gomes Neto Renata Nogueira Studart do Vale Sara Rosita Studart Gomes Lima

Membros Suplentes: Letícia Hoff Studart Beatriz Helena Nogueira Pinheiro Cláudio Henrique do Vale Vieira

CONSELHO FISCAL

Membros Suplentes:

Aline Nogueira Brasil

Denise de Pontes Vieira Nogueira

Eduardo Melo Fiuza

Érika de Paiva Lima

Vera Lúcia Gomes de Albuquerque

Marilene Barbosa Marques

DIRETORIA EXECUTIVA Jorge Alberto Vieira Studart Gomes – Presidente Ana Maria Nogueira Studart Gomes – Vice-Presidente Patrícia Nogueira Studart Gomes – Diretora Adm. Financeira Karine Nogueira Studart Gomes – Diretora de Programas e Projetos

Identidade

Missão

A Fundação Beto Studart é uma entidade sem fins lucrativos, qualificada pelo Ministério da Justiça como OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público.

Promover o crescimento humano apoiando talentos e projetos contribuindo para o desenvolvimento social.


Valores e crenças Fé no Homem

Respeito Humano, Cidadania e Ética

Acreditar no protagonismo humano, onde o indivíduo é o principal ator de sua vida;

Acreditar que o respeito humano, a cidadania e a ética são pilares para o desenvolvimento do homem e do ambiente onde está inserido;

Responsabilidade Social Acreditar que o desenvolvimento do ser humano é a base para a mudança da realidade social;

Incentivo ao Talento Acreditar que todo ser humano tem potencial para desenvolver seus talentos, dependendo das oportunidades vivenciadas.

2. ÁREAS DE ATUAÇÃO

Cultural

Educacional

Desportiva

Social


3. LINHAS DE TRABALHO

Apoio Técnico e Financeiro a Projetos

Concessão de Bolsa Talento

Alianças Estratégicas

3.1 Programa de Concessão de Bolsa Talento Através do Programa de Concessão de Bolsas, a Fundação Beto Studart, oferece a oportunidade a crianças, adolescentes e jovens de lapidarem seus talentos. A Bolsa Talento passa a ser o primeiro passo no degrau da escada que leva a um projeto de vida e realização profissional.

TOTAL DE BOLSISTAS APOIADOS EM 2019 - 48

20 EM PARCERIA COM CMAN DIRETAMENTE

12 6 Cultural

Desportiva

10 Educacional


BOLSISTAS DA ÁREA CULTURAL Ana Leticia Tomas Pereira Nascimento: 05/07/2007 Naturalidade: Fortaleza - CE Início da concessão Bolsa Talento: 23/01/2019 até os dias atuais Campo da prática: Coral e Canto A bolsista frequenta as aulas de Percepção Musical, Coral e Canto no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno. Nos estudos é uma aluna dedicada e no ano de 2019 participou de duas olimpíadas – OBMEP (Olímpiada Brasileira de Matemática Escolas Públicas) e OBAA (Olimpíada Brasileira de Astronomia) nesta última conquistando o segundo lugar nacionalmente. Participou dos seguintes eventos culturais: - Espetáculo Musical “8 ou 80 – INFANTIL” realizado em junho de 2019 no Teatro Riomar como representante do Conservatório de Música Alberto Nepomuceno. - Recital em Homenagem ao Dia das Crianças representando o papel de Jasmine dublando uma música falando sobre a situação das mulheres; - Musical A Flauta Mágica Canta no Ministério de Música da Capela Sagrada Família de Nazaré. “Nesse tempo que estou no Conservatório é como um sonho, que desejo não acordar. Aprendi muita coisa, conheci pessoas maravilhosas, que quero levar para o resto da minha vida.” Ana Letícia

Fellipe Nogueira Costa Nascimento: 20/05/2000 Naturalidade: Fortaleza- CE Período de concessão da Bolsa: 10/06/2013 até os dias atuais Campo de prática: Canto Fellipe Nogueira, desde os 11 anos de idade canta e toca violão, nos ritmos: Sertanejo Universitário, Internacionais da década de 80 e 90 e Rock Nacional. Iniciou seu aprendizado musical no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, onde estudava canto e violão. Depois de alguns meses, deu continuidade às aulas em casa com professores particulares, nunca deixando de praticar e de aprender coisas novas. Bolsista durante o ano de 2019 realizou diversas apresentações em Fortaleza e Região Metropolitana chegando até ao Estado do Maranhão.


“A FBS foi de extremamente importância na minha vida artística! Me proporcionou oportunidades de fazer desde aulas de instrumentos e canto, até a produção de um mega DVD e Lives. Uma parceria que sou extremamente grato pois foi de grande ajuda no meu desenvolvimento artístico e é, até hoje, uma ajuda sem igual!” Fellipe Nogueira

Gabriel Uchôa Chaves Nascimento: 11/08/1997 Naturalidade: Palmácia - CE Início da concessão Bolsa Talento: 01/04/2016 até os dias atuais Campo da prática: Música Gabriel Uchôa Chave cursa licenciatura Plena em Música na UECE. Participa como bolsista do grupo de iniciação artística da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Quartzo Verde (grupo de violões), colaborando com arranjos e tocando. Ministrou palestra para alunos da Escola Maria Amélia sobre a profissão de músico e sua trajetória de estudos no Conservatório Música Alberto Nepomuceno e na UECE. Está fazendo um curso de inglês para melhor compreensão de textos e obras musicais.

José Valdemir Cordeiro Gonçalves Júnior Nascimento: 23/01/1993 Naturalidade: Itacima - CE Início da concessão Bolsa Talento: 07/04/2014 a 31/07/2019 Campo da prática: Música Está cursando música na Universidade Estadual do Ceará – UECE e no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno. Em fase de conclusão do curso de Música, o bolsista já atua na área como professor do Centro de Arte e Cultura de Guaiuba (CEARC). É integrante da Camerata Quartzo Verde da UECE (grupo de violões).


Leonardo Germano da Silva Freire Nascimento: 13/03/1998 Naturalidade: Fortaleza - CE Período de concessão da Bolsa: 30/01/2016 a 31/07/2019 Campo de prática: Dança “Desde Abril de 2019 até os dias de hoje moro em Lima na capital do Perú e trabalho como bailarino profissional no Ballet Nacional del Perú. Estou trabalhando numa Companhia profissional e fora do país como inesperadamente me ofereceram muito mais do que eu esperava já no meu primeiro ano, um contrato de solista. E nesse tempo que passei aqui já dancei ballets que no Brasil talvez não fossem possíveis e ainda atuando em papéis principais como por exemplo Benvólio amigo de Romeo no ballet "Romeo e Julieta", além de realizar um sonho meu que era dançar o ballet "Sonho de uma noite de verão" como o personagem Puck, foi incrível ter passado por essa e outras maravilhosas experiências dançando por várias cidades no território peruano. A Fundação Beto Studart tem total importância na minha vida e na minha carreira profissional, eles acreditaram e depositaram sua confiança em mim desde o momento da minha viagem à Joinville para a audição na Escola Bolshoi até minha consolidação profissional que foi possível aqui em Lima. Mesmo em momentos difíceis a Fundação optou por continuar comigo e posso dizer agora que nada foi em vão e que o que vocês viram em mim quando eu não tinha esperanças em Fortaleza valeu a pena, hoje sou reconhecido internacionalmente e trabalho com outros bailarinos de várias partes do mundo com o nível de excelência que graças a vocês eu também tenho. Eu e minha família somos eternamente gratos.” Leonardo Germano

Lucas Makem Oliveira Ribeiro Nascimento: 22/08/1991 Naturalidade: Fortaleza - CE Início da concessão Bolsa Talento: 01/05/2016 a 31/12/2019 Campo da prática: Música Estudou, como bolsista da Fundação, na Escola de Música Uníssono onde foi aluno do Curso de Canto Popular e Coral e também na Escola de Música Marta Carvalho, onde frequentava aulas de Canto Popular com Marta Carvalho e Piano com Joana Lima. Atua profissionalmente como vocalista da Banda Soul Sin Band. Em 2019 lançou um single autoral chamado "Simplesmente Teu", disponível nos serviços de streaming Spotify, Deezer e na plataforma de compartilhamento de vídeos Youtube.


Manuel Barbosa Alves Nascimento: 21/12/1983 Naturalidade: Fortaleza - CE Período de concessão da Bolsa: 29/10/2014 a 31/07/2019 Campo de prática: Música Faz parte do grupo Orquestra Transversal da UECE, projeto de extensão institucional em parceria com a Pró-reitoria de Extensão e da Pró-reitoria de assuntos estudantis da UECE. Em 2019, como integrante do referido projeto, participou de atividades como: - Apresentação no I Seminário de Humanização do Complexo Hospitalar da UFC/EBSERH, Abertura da solenidade no XXlll ENFERMAIO: Tecnologias, inovações e os desafios da enfermagem do século XXl; - Apresentação da Orquestra de Flauta Transversal do Projeto de Extensão (PROEX iniciação Artística) da Universidade Estadual do Ceará; - Audição do Laboratório de Música (edição 2019), cuja comissão de seleção foi formada pelos avaliadores Mahmundi, Raquel Virginia e Suely Mesquita, realizada no teatro da Escola Porto lracema das Artes. O Bolsista é voluntario em um projeto social de musicalização, em Capistrano, com crianças de 5 a 12 anos. “A FBS, foi uma grande incentivadora para eu ter alcançado a almejada formação. Me recordo hoje a segunda fase da prova de aptidão musical onde o professor me fez a seguinte pergunta: Onde você mora? Respondi que morava no interior há 120km de distância. E veio a segunda pergunta. O que você vai fazer para vir estudar caso passe? No momento realmente não tinha resposta, pois não tinha a menor condição financeira para as despesas. Nesta grande trajetória discente, a Fundação Beto Studart ajudou, dando um grande incentivo não só no financeiro mas também o lado psicológico, para que eu pudesse alcançar o ensino superior” Manuel Barbosa Alves

Marcilio Holanda Rodrigues Nascimento: 11/02/1997 Naturalidade: Pacatuba - CE Início da concessão Bolsa Talento: 17/08/2015 até os dias atuais Campo da prática: Música Iniciou seus estudos musicais aos 18 anos, com aulas de canto coral e flauta no Projeto Cultivando Talentos desenvolvido pela Fundação Beto Studart em parceria com o Conservatório de Música Alberto Nepomuceno. Aluno talentoso que compartilha os conhecimentos adquiridos através do voluntariado na OSC SOARTE em Pacatuba,


dando aulas de flauta. Participa da Banda de Música de Pacatuba e Maracanaú bem como da Orquestra Transversal na UECE. Está cursando Licenciatura em Música pela Universidade Estadual do Ceará – UECE e está como monitor no Projeto Cultivando Talentos.

Paulo Ferreira da Costa Nascimento: 10/04/1994 Naturalidade: Capistrano - CE Período de concessão da Bolsa: 10/10/2012 a 31/07/2019 Campo de prática: Música Cursando Mestrado Profissional em Música: Interpretação Musical / Performance, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). “Duas coisas resumem a minha trajetória até aqui: o trabalho da Fundação Beto Studart e o meu amor pela música. Sou Paulo Ferreira, tenho 26 anos e moro no bairro de Monguba em Pacatuba-CE. Sou Professor de Música, Maestro e Gestor Cultural. Dentre as atividades que realizo e colaboro, as que mais amo são as que envolvem ensino e\ou direção de projetos. Há projetos musicais como: a Banda de Música Sons da Aratanha, da qual fui fundador e venho atuando como maestro desde 2016; o Centro Cultural Sons da Aratanha (um equipamento sociocultural promovido pela Soarte - Sociedade Artística) que, desde de 2014, venho realizando a direção pedagógica geral; também atuo, de maneira voluntária, junto à Orquestra Adventista de Fortaleza na função de Maestro e diretor musical. Mais precisamente como colaborador, atualmente, estou realizando um trabalho na Casa de Vovó Dedé como professor de Leitura e Teoria Musical e no Centro Cultural da Pavuna (em Pacatuba) como professor de Flauta e Violão; já fui professor no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno e também do Centro de Ensino Musical Hulda Lage. Minha formação foi sempre cheia de muitas alegrias e também muitos desafios, mas sempre com muitas pessoas-anjos iluminando o caminho; algumas dessas que também representaram Instituições com admiráveis atuações na causa sociocultural. Por vir de família humilde, toda a minha formação escolar se deu em escola pública, porém, para que minha formação musical tivesse um grande impulsionamento sonhava em estudar no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno (a escola de música mais antiga do estado e de grande prestígio educacional). Para mim era um grande desafio, pois, além de ser em Fortaleza e o deslocamento já ser complicado ainda teria que custear as mensalidades do Conservatório, o que para mim era inviável financeiramente. Foi nesse momento que conheci, através da professora Domízia, o Projeto Cultivando Talentos da Fundação Beto Studart, que financiava os estudos musicais de jovens no CMAN, nesse momento comecei a ver que não seria somente um sonho, mas uma realidade em minha vida. Já no Conservatório fui acolhido pelos professores e coordenadores do CMAN em especial a professora Paula Franco que coordena o Projeto Cultivando Talentos e também a Dona Goreti Macêdo, da Fundação Beto Studart (que hoje descansa no Senhor e nos deixa com muita saudade). Novas oportunidades e desafios começaram a surgir a partir desse marco chamado Cultivando Talentos. Acredito que pelo direcionamento natural das boas influências dentro do


CMAN. Decidi por fazer o curso de Bacharelado em Flauta Transversal na UECE e para minha felicidade, e de meus muitos incentivadores, consegui a aprovação. Algo que marcou muito a minha vida foi a aprovação para fazer parte da turma de 2013 do projeto Briançon Tempo de Brasil (projeto realizado pela OSC Apice - Associação Amigos do Piano do Ceará, que selecionava e enviava jovens para estudar música no Conservatoire de Briançon) uma experiência muito engrandecedora que me deu muita bagagem cultural, musical, profissional e também humana; foram 10 meses de estudo intensivo que me proporcionaram também a habilidade de falar o francês (algo que muito me alegra). Em todos essas desafios e conquistas que surgiram em seguida ao Projeto Cultivando Talentos, a Fundação Beto Studart sempre esteve ao meu lado, acompanhando-me e sobretudo me incentivando, tanto com bons conselhos, como com alguns financiamentos de bolsas de estudo e passagens para chegar até as oportunidades. Posso falar com toda convicção que a ponte que simboliza a Fundação Beto Studart esteve com muita frequência ao meu lado e sou feliz por ter podido me apoiar nela e ir um pouco mais longe. Hoje, não consigo me definir sem dizer um pouco sobre “partager” (compartilhar, partilhar) levar um pouco dessa ponte a outros jovens, outras crianças, quer seja através da arte ou de uma outra linguagem. A música vem colorindo os meus dias e, para mim, é impossível não compartilhar um pouco de cor com o próximo”. Paulo Ferreira da Costa

Stefany Bruna Soares Alcântara Nascimento: 30/01/2007 Naturalidade: Fortaleza - CE Início da concessão Bolsa Talento: 31/01/2018 a 31/12/2019 Campo de prática: Coral e Canto Stefany sonha em ser cantora profissional e iniciou seus estudos em canto aos 10 anos de idade. Cursou, como bolsista da Fundação, Canto Popular na Escola de Música Marta Carvalho e em seguida no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno com aulas de Percepção Musical, Canto e Coral.


Theresa D’avila Feitosa Alves Nascimento: 25/04/1998 Naturalidade: Crato - CE Período de concessão da Bolsa: 08/01/2018 a 31/03/2019 Campo de prática: Música “Mais do que simplesmente financiar uma bolsa de estudos, a FBS me ajudou a realizar um dos meus maiores sonhos: um intercâmbio (realizado na Academia de Música Gheorge Dima, na Romênia). E imagina, eu? Localizada no interior do Ceará, filha de professora e pai caminhoneiro, o que antes tinha somente ouvido relatos estava acontecendo comigo e, isso foi/é uma lembrança inesquecível e ter tido o suporte da Fundação Beto Studart durante essa caminhada foi imprescindível. Mesmo longe, sentia – me amparada pela produção, sempre perguntando meu estado mental e financeiro. “Sou muito grata por todo suporte e pelas portas que a Fundação me possibilitou abrir, as quais, com certeza me deram esperanças de futuros melhores e melhores perspectivas na minha carreira enquanto artista e pessoa”. Theresa D’Avila

Victor Manoel Bezerra Pascoal Nascimento: 18/12/2000 Naturalidade: Fortaleza- CE Período de concessão da Bolsa: 29/05/2019 a 29/05/2020 Campo de prática: Música Participou dos seguintes eventos: - Festival Eleazar de Carvalho frequentando aulas ministradas durante evento e se apresentou no Recital de encerramento onde apresentou a peça Capricho Árabe; - Recital do Projeto SIMCAU em Palmácia onde tocou peças em trio e em solo; - Seminário Internacional de Violão (como ouvinte) realizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE); Espetáculo Mamma Mia (Musical); Recital dos alunos do Projeto Cultivando Talentos no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno. “Vocês estarão na minha trajetória de vida para sempre, o que eu sou hoje de músico, foi fruto da fundação e de todos que me ajudaram a chegar até aqui. Vocês deram o primeiro passo para a minha vida na música a minha família e eu somos muito agradecidos a vocês. Obrigado, levarei a Fundação comigo para sempre”. Victor Manuel


BOLSISTAS DA ÁREA DESPORTIVA

Ewerton dos Santos Ferreira Nascimento: 18/06/1996 Naturalidade: Fortim - CE Período de concessão da Bolsa: 15/06/2011 a 03/06/2016 31/12/2019 (recebeu apoio para participar de campeonatos em 2019) Campo de prática: Taekwondo Conquistou os títulos de Campeão Cearense, Campeão Nordeste em 2019. “Sexta feira, (24 dezembro) fui homenageado como Melhor Atleta adulto de 2019. Evento realizado na Rede Cuca. Venho competindo na categoria Adulto Faixa Preta até 80 kg, com bons resultados. Agradecimento a toda Família FBS por todo carinho e apoio”. Ewerton dos Santos Ferreira

Hayfa Zhayra de Sousa Freitas Nascimento: 29/10/2008 Naturalidade: Fortaleza – CE Início da concessão Bolsa Talento: 01/10/2017 até os dias atuais Campo da prática: Ginástica Rítmica

Em 2019 competiu na categoria infantil, composta por crianças de 11 e 12 anos. Alcançou resultados expressivos em competições estaduais e regionais como: - Copa CIC (Colégio Imaculada Conceição) – Pódio com o Conjunto Infantil; - Copa Gym Life 2019 – Pódio no individual por aparelho e individual geral, sendo na 2ª etapa da Copa Gym Life onde conquistou 2º lugar Geral.; - Torneio Estadual primeira etapa – Pódio no individual por aparelho; - Copa CIC, em Recife-PE; - Copa Aginat, em Natal – RN; -Torneio Regional, realizado em Lauro de Freitas-BA com destaque para o resultado no conjunto, 4º lugar geral, garantindo classificação para o Torneio Nacional, que foi realizado em São Bernardo do Campo – SP


Participou de 16 a 20 de outubro de 2019, de treinamentos com profissionais de excelência no ramo da Ginástica Rítmica com a ex- ginasta da seleção brasileira Bianca Maia e com as árbitras internacionais Chis Mogk, Vanda Portugal e Renata Teixeira.

João Nicholas Vieira de Sampaio Nascimento: 16/05/2003 Naturalidade: Fortaleza – CE Período de concessão da Bolsa: 01/08/2018 até os dias atuais Campo de prática: Basquete João Nicholas é atleta de Basquete na E.B.D.R – Escola de Basquete Dannyel Russo, desde 2015, quando tinha apenas 11 (onze) anos de idade. Participou da Copa RLBB 2019 em Sobral onde foi campeão, na categoria sub16. Com esse resultado foi convidado para participar do Campeonato internacional “RS SUL AMERICANO”. Participou de Campeonato de Basketball em Recife com a equipe da EBDR.

Pedro Rian Paulino Lima Nascimento: 27/03/2006 Naturalidade: Fortaleza – CE Período de concessão da Bolsa: 20/09/2017 até os dias atuais Campo de prática: Surf Desde os 4 anos pratica surf tendo como inspiração seu pai, também surfista. Atual vicecampeão nordestino Dore Surf Kids na cetegoria sub 10 e atual líder do ranking Pena Little Monster categoria sub 12 (Brasileiro). Em nível estadual é o atual 3° lugar do Ranking Cearense da Categoria Sub-12 e em nível internacional conquistou o 4° lugar no Italo’s Grom Stop na categoria sub 12. Nos estudos também é destaque como parte do quadro de ótimos alunos do Município de Paracuru, onde mora. “A FBS tem me ajudado bastante durante esses 3 anos de parceria, com a FBS fui campeão brasileiro, cearense e sempre com boas colocações em rankings internacionais e nacionais. A FBS também sempre me aconselha a estudar mesmo tendo muitos campeonatos, com esse conselho me ajudou muito para não repetir nenhum ano e ganhar torneios cobiçados e avanço de fases como na OBMEP (OLIMPÍADA Brasileira de Matemática das Escolas públicas)”. Pedro Rian


Rochele da Silva Nascimento: 12/01/1993 Naturalidade: Maracanaú – CE Período de concessão da Bolsa: 02/04/2017 até os dias atuais Campo de prática: Natação Paralímpica Rochele conquistou em 2019 diversas medalhas em competições como: - III FESTIVAL DE ÁGUAS ABERTAS, competição em nível nacional, com 2° lugar geral e 1° lugar na categoria; - Competições de Paranatação Estadual, em Fortaleza conquistou ao todo 8 medalhas de ouro; - Jogos Aquáticos conquistou 9 medalhas (8 de ouro e 1 de prata) além do troféu eficiência nos Jogos; - 2ª Etapa do Campeonato Nacional conquistou 3 medalhas de prata (100m livre, 50m livre e 100m borboleta), 1 medalha de bronze (200m medley) e o 4° lugar nos 400m livre; - Meeting Cearense (competição nível nacional) foram 11 medalhas sendo 9 de ouro (50m livre, 50m borboleta, 50m costa, 50m peito, 200m medley, 100m livre, 100m borboleta, 100m costa, 100m peito) e 2 de prata (4x50 Revezamento Livre e 4x50 Revezamento Medley); - Campeonato Brasileiro em São Paulo sendo conquistadas 3 medalhas de prata (100m livre, 50m livre e 100m borboleta), a 4ª colocação nas modalidades 400m livre e 200m medley; - Travessia Águas Abertas (Estadual) conquistou uma medalha na modalidade 600m livre e 1 troféu. - Torneio Aberto de Natação SESC (Estadual) conquistando 4 medalhas de 1º lugar e 1 troféu. No parecer técnico o treinador cita que a bolsista inicia o ano de 2019 como a melhor atleta cearense de natação paralímpica. Esse período de início de ano de preparação e adaptação de treinos para as competições de 2019. A Bolsista tem demonstrado evolução considerável. “Agradeço diariamente pela oportunidade que a Fundação me dá e que não só ajuda a mim como também minha família. É muito confortante saber que tenho a FBS no meu lado sempre sonhando comigo nessa luta que é o esporte no nosso país. Graças a FBS eu venho sempre evoluindo no esporte para melhor.” Rochele

Yasmin Rodrigues de Lima Nascimento: 28/11/1996 Naturalidade: Fortaleza – CE Período de concessão da Bolsa: 04/09/2017 a 28/02/2019 Campo de prática: Judô Em 2019 alcançou o 1º lugar no Ranking Nacional categoria Sênior (peso -52 kg) e 1º lugar no Ranking do Estado do Rio de Janeiro categoria Sênior (peso – 52Kg) de acordo com Confederação Brasileira de Judô.


3.2 Programa de Apoio Técnico e Financeiro a Projetos O Programa de Apoio Técnico e Financeiro destaca-se pelo fortalecimento das organizações sociais que buscam, através da cultura, esporte e educação, promover o desenvolvimento humano, criativo e social de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade, na perspectiva da inclusão social. Oferece também oportunidade para que as OSCs atuantes na área social possam desenvolver suas atividades de forma contínua, beneficiando pessoas por elas assistidas nas ações como abrigamento de crianças, idosos e moradores em situação de rua, recuperação de dependentes químicos, resgate de autoestima, ressocialização de egressos do sistema penitenciário, entre outras.

PROJETOS APOIADOS em 2019 16 (dezesseis) 7

6

2

Cultural

Desportiva

1 Educacional

Social

PROJETOS DA ÁREA CULTURAL Associação Artística Cultural e Educacional de Redenção Apoiada pela FBS no período de: 2016 até os dias atuais Número de Beneficiários Diretos: 145 Sediada em: Redenção - CE É uma organização sem fins lucrativos, que vem prestando relevante trabalho sócio-educativo na formação musical de crianças e adolescentes, no aprendizado de Violão, Violino, Flauta Doce, Guitarra, Baixo, Bateria e Canto.


Em 2019 foi gravado e lançado um CD intitulado “Acordes de Uma Nova Redenção” com a participação dos alunos da Escola Livre de Música de Redenção. Realizaram apresentação na Feira de Empreendimentos Criativos promovida pela Lumiar Produção de Eventos e no Cineteatro São Luiz.

Associação Cultural Soprando Sonhos Apoiada pela FBS no período de: 2015 a 2019 Número de Beneficiários Diretos: 128 Sediada em: Cascavel - CE É uma organização sem fins lucrativos, criada em 01/10/2013, que tem como finalidade desenvolver ações musicais, culturais, recreativas e educacionais para crianças e jovens na faixa 9 e 18 anos, pertencentes às comunidades de Caponga, Balbino, Águas Belas, Batoque, Tijucussu I e da sede de Cascavel, a maioria em situação de vulnerabilidade social.

Associação Elos da Vida Apoiada pela FBS no período de: 2005 até os dias

atuais. Número de Beneficiários Diretos: 40 Sediada em: Fortaleza - CE Fundada em 2001, com a missão contribuir para o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens com prioridade para portadores de necessidades especiais que vivem em situação de vulnerabilidade pessoal e social. No ano de 2002 a entidade iniciou um processo de inclusão social através da dança com a “Companhia de Dança sobre Rodas”, reunindo 60 pessoas, num exemplo concreto de que não existem limites para a construção do desenvolvimento humano. No ano de 2019, A Cia de Dança Sobre Danças se apresentou no TED x Fortaleza realizado no Teatro Riomar e também participou do Natal Luz na Praça Portugal, em Fortaleza. “Gostaria de agradecer à Fundação Beto Studart pelo apoio e incentivo que nos tem dado, por acreditar no nosso trabalho e que sem ela, jamais teríamos chegado até aqui!” Neíse Távor


BCAD –Grupo Bailarinos de Cristo, Amor e Doações Apoiada pela FBS no período de: 2005 a 2013 2019 Número de Beneficiários Diretos: 440 Sediada em: Fortaleza - CE Fundada em 1994, partiu da experiência de trabalho desenvolvido pela Companhia de Dança Jane Ruth, criada em 1985, beneficiando um total de 440 crianças e adolescentes, na faixa etária de 7 a 17 anos desenvolvendo ações relacionadas à arte, cultura, esporte e educação. No ano de 2019 A Companhia de Dança participou dos festivais: DANZAMÉRICA (Concurso Internacional de Dança) onde conquistou 23 prêmios importantes para o Brasil, dentre eles a Medalha de Prata do Festival e XIX Festival Internacional de Dança de Fortaleza (FENDAFOR).

Centro Educacional da Juventude Padre João Piamarta

Apoiada pela FBS no período de: 2013 até os dias atuais Número de Beneficiários Diretos: 100 Sediada em: Fortaleza – CE Fundado em 1972 é uma escola de educação formal e profissionalizante em regime normal e internato para crianças e jovens. O apoio da FUNDAÇÃO BETO STUDART consiste no patrocínio às ações desenvolvidas no Projeto Afinando a Sociedade de Amanhã, com o objetivo de fomentar a educação musical para as crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade e risco pessoal e social compreendidos na faixa etária de 10 a 18 anos. Em 2019 a Banda Juvenil D. Luiza Távora realizou várias ações dentre elas destacamos: participação de alguns alunos no XXI Festival Eleazar de Carvalho; apresentação no I Encontro de Bandas em Chorozinho – CE; Concerto de Compositores Nordeste no Centro Cultural do BNB; Clássicos na Lagoa realizado na Lagoa do Porangabussu; Apresentação no evento Feira Massa realizado na Praça Cesar Cals; Concerto no Hall do Cineteatro São Luiz; Apresentação no Fórum IEP de Sustentabilidade; Concerto na Capela na Igreja do Pequeno Grande; Concerto da Banda no Natal Luz e Concerto Natalino no Natal Mágico de Imprensa.


Conservatório de Música Alberto Nepomuceno

Projeto Cultivando Talentos Vigência do Projeto: de 2009 até os dias atuais Número de Beneficiários Diretos: 25(por turma) Sediado em: Fortaleza - CE O Projeto Cultivando Talentos é desenvolvido pela Fundação Beto Studart em parceria com o Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, utilizando a música como ferramenta de inclusão social e geração de oportunidade para o desenvolvimento das potencialidades na área da música beneficiando adolescentes e jovens de famílias de baixa renda. No projeto os jovens recebem bolsa integral para acesso aos cursos de canto, flauta, violão, percepção musical e coral. A bolsa inclui também transporte e alimentação (lanche). Em 2019 o Coral dos Alunos do Projeto Cultivando Talentos participou de várias apresentações dentre elas destacamos: Evento Prêmio Riomar Mulher no Teatro Riomar; Abertura da Semana de Prevenção ao Suicídio do Tribunal de Justiça no Fórum Clóvis Beviláqua; Cineteatro São Luiz; Espetáculo Anjos de Natal no Teatro Riomar. Em 2019 mais um aluno do projeto foi aprovado no vestibular de Licenciatura em Música da UECE. “Vejo o Projeto Cultivando Talentos como um lugar de lapidação de vários talentos que através dele nos chegam e que logo se tornam multiplicadores do que foi aprendido. E para que isso tudo seja possível conto sempre com a brilhante parceria da Fundação Beto Studart. Assim, a música tem proporcionado a muitos a oportunidade de mudar seus destinos e ver que realizar sonhos é possível sempre!!”. Professora Paula Franco Coordenadora do Projeto Cultivando Talentos

Sociedade Artística SOARTE Apoiada pela FBS desde março 2013 até os dias atuais Número de Beneficiários Diretos: 80 Sediada em: Pacatuba - CE Tem como Público Alvo crianças, adolescentes, jovens e famílias das comunidades carentes do Município de Pacatuba e áreas metropolitanas adjacentes, desenvolver ações através da implantação de Projetos nas Áreas da Educação, Cultura, Musicalidade, Arte, Teatro, Capacitação, Profissionalização, Meio Ambiente, Religião e Cidadania.


No ano 2019 destacamos as seguintes atividades realizadas: - Gravação do Clip da Música Saudade (autoria do Prof. Paulo Ferreira) com alunos da SOARTE e divulgado em plataformas digitais (Youtube, Instagram e Facebook); - - Realização de um Masterclass de Trombone para os alunos com a professora francesa Marie France; - Apresentação da Banda Sons da Aratanha no II Festival Letras e Músicas; - Participação de alunos e professores no Festival de Música de Ibiapina; - Apresentação no III Encontro Cearense do Terceiro Setor no Ministério Público do Ceará (MPCE).

PROJETOS DA ÁREA DESPORTIVA

Federação Cearense de Patinagem

Apoiada pela FBS desde: 2011 até os dias atuais Número de Beneficiários Diretos: 78 Sediada em: Fortaleza - CE Tem como finalidade: Gerar oportunidade de uma convivência saudável através da prática do esporte na modalidade do hóquei sobre patins tradicional, no atendimento às crianças e adolescentes em situação grave de vulnerabilidade social, regularmente matriculadas ou não no ensino público, proporcionando condições de ensinoaprendizado, desenvolvendo também seu potencial bio-psico-social. Público Alvo do Projeto: crianças de 08 a 12 anos dos bairros do Mucuripe, Serviluz, Santa Terezinha, Castelo Encantado e Varjota. Em 2019 a equipe de Hóquei sub-15 participou pela primeira vez de uma etapa do Campeonato Brasileiro (etapa Recife) e conquistaram a 3ª colocação, melhor jogador e o artilheiro da competição.


PROJETOS DA ÁREA SOCIAL

Associação Pequeno Mundo Apoiada pela FBS: desde junho de 2019 até os dias atuais Número de Beneficiários Diretos: 80 sendo 50 crianças e adolescentes e 30 idosos. Sediada em: Bairro Padre Andrade – Fortaleza Criada em 24/09/2005, é uma OSC – Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, tendo como missão ser uma alternativa positiva na vida das crianças, adolescentes e idosos moradoras dos bairros Padre Andrade, Jardim Iracema e adjacências. A Fundação Beto Studart apoia o Projeto “A Vida Pode Mudar” com atividades para crianças e adolescentes na faixa etária entre 06 e 13 anos. No ano de 2019 a associação realizou o Bazar Casa com mercadorias doadas pela Receita Federal do Brasil em parceria com Casa de Vovó Dedé.

Associação Recanto do Sagrado Coração

Apoiada pela FBS desde 2007 até os dias atuais. Número de Beneficiários Diretos: 112 Sediada em: Fortaleza - CE Projeto Moradores de Rua – Busca responder ao grande desafio do combate à fome, solidarizar-se com os que sofrem e com os que vivem à margem da sociedade. O público é composto de moradores de rua, em sua grande maioria dependente de drogas ou com história de pequenas infrações. A parceria com a Fundação Beto Studart consiste no apoio financeiro para manutenção das atividades. Projeto Novos Céus e Novas Terras – direcionado para recuperação de dependentes químicos, a Fundação realizou a construção de uma área de produção (padaria industrial) e apoia financeiramente para a sustentabilidade do projeto.


Associação Shalom – Projeto Meu Jesus, Meu Abrigo Apoiado pela Fundação Beto Studart: 2017 a 2019 Número de Beneficiários Diretos: 20 Sediada em: Fortaleza - CE Presta Assistência Social, moral e espiritual a homens em situação de rua, proporciona um espaço no qual os beneficiários podem encontrar a possibilidade de restaurar a sua dignidade humana, bem como a oportunidade de reinserção na sociedade.

Centro de Arte e Cultura Canoa Mulher

Apoiada pela FBS desde 2010 até os dias atuais. Número de Beneficiários Diretos: 160 Sediada em: Aracati -CE Fundada em 30 de março de 2007, que tem como objetivo principal a qualificação e profissionalização de cidadãs do município de Aracati/CE, preparando-as para a geração de trabalho e renda na perspectiva de melhorar as condições sócioeconômicas das famílias, através do artesanato. A parceria com a Fundação Beto Studart consiste no apoio financeiro para manutenção das suas atividades, tais como: Capacitação em cursos profissionalizantes, aprimoramento dos produtos artesanais, valorização da cultura popular regional, promovendo uma melhoria na qualidade de vida de suas participantes. No ano de 2019 destacamos algumas ações realizadas pela OSC: Participação em feiras de artesanato com a venda de produtos desenvolvidos pelas artesãs – Feirarte e Feira de Gastronomia de Aracati; Participação no Carnaval Cultural de Aracati com o bloco Alimado onde conquistaram o 3° lugar (os adereços foram confeccionados pelas artesãs da OSC); Participação na Feira de Empreendimentos Criativos com venda de artesanato no stand da Fundação Beto Studart e Festa em comemoração dos 15 anos do Centro de Arte e Cultura Canoa Mulher. “Se você tem capacidade de fazer, mas não tem espaço e apoio é a mesma coisa de não ter nada. Antes do apoio da Fundação Beto Studart, a gente estava em um mato sem cachorro.” Fátima dos Santos Presidente do Centro de Arte e Cultura Canoa Mulher


3.3 Alianças Estratégicas Somar esforços através de novas parcerias, tem se mostrado uma experiencia exitosa, contribuindo de forma significativa para o alcance dos nossos objetivos. ANO 2018 a 2019

2019

PARCEIRO S

RESULTADOS

Grupo Mulheres do Brasil Fortaleza

A parceria foi focada no apoio às atividades do “Curso Florescer” onde, dentre outros, foram capacitados 15 integrantes de 08 OSCs apoiadas pela Fundação. O curso teve a duração de 09 meses. Foram ministradas aulas teóricas e práticas objetivando oferecer capacitação e ferramentas para superar os desafios que enfrentam no tocante a gestão e sustentabilidade financeira.

Ótica Visão e Clínica Aristófanes Canamary

A Ótica Visão, através do seu projeto “Visão Solidária”, que doa óculos de grau para crianças carentes, escolheu a Fundação Beto Studart para ser beneficiada com a doação de 28 óculos (armação e lentes). A Fundação articulou a parceria beneficiando crianças e jovens do Projeto Cultivando Talentos e da Associação Madre Paulina. Foram atendidas 28 pessoas, dentre os quais 19 foram atendidos em consulta médica gratuita na Clínica Aristófanes Canamary.

2019

Lumiar Produção de Eventos

Participação no evento Feira de Empreendimentos Criativos, realizado no período de 06 a 08 de junho no Centro Eventos do Ceará, com um stand da Fundação Beto Studart onde 4 Oscs parceiras – Centro de Arte e Cultura Canoa Mulher, Associação Madre Paulina, Lar Francisco de Assis e Grupo Mulheres do Brasil Fortaleza puderam expor os produtos artesanais desenvolvidos. Uma das apresentações culturais durante o evento foi da Escola Livre de Música de Redenção, OSC apoiada pela Fundação.

2019

Ministério Público do Estado do Ceará

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) por meio do Centro de Apoio das Organizações da Sociedade Civil, Cível e do Consumidor (Caoscc) realizou o curso Indicadores – Planejamento, Elaboração, Monitoramento, Mobilizações e Avaliação de Projetos/Programas no auditório da Escola Superior do Ministério Público (ESMP). A Fundação apoiou financeiramente o curso e obteve 10 inscrições podendo assim participar do curso e indicar outras OSCs patrocinadas (Lar Francisco de Assis, Associação Pequeno Mundo, SOARTE e Associação Madre Paulina)


4. NOSSOS NÚMEROS 4.1 Receitas A Principal Fonte de RECEITA da Fundação Beto Studart de Incentivo ao Talento foi e continua sendo a doação de pessoa física, oriunda do seu instituidor e familiares, que no ano de 2019 representou 100% do total dos recursos recebidos ao longo do exercício financeiro.

RECEITAS E DESPESAS ANO BASE DE 2019

607.493,85 605.469,92

RECEITAS

DESPESAS

4.2 Despesas / Investimento TOTAL DAS DESPESAS EM 2019 R$605.496,92 Apoios a Projetos e Bolsas Despesas Administrativas. Despesas com Pessoal

395.587,57

109.959,56 93.525,28

Outras Despesas

6.424,51


4.3 Investimentos por área de Atuação

APOIOS A PROJETOS E BOLSAS POR ÁREA ANO 2019 - R$ 395.587,57 17% 51%

22%

10% CULTURAL

DESPORTIVA

EDUCACIONAL

SOCIAL

5. NOVAS PARCERIAS No ano de 2019 a Fundação iniciou a busca de novas parcerias:

I.

PROJETO CULTIVANDO TALENTOS - PROJETO DE AMPLIAÇÃO E FORTALECIMENTO:

Em 26 de dezembro de 2019 foi submetido à Secretaria Especial da Cultura

-

Ministério da Cidadania, através da Lei de Incentivo à Cultura, o “Projeto Cultivando Talentos”, no valor de R$ 198.525,84 (cento e noventa e oito mil, quinhentos e vinte e cinco reais e oitenta e quatro centavos). Referido projeto foi aprovado e publicado no Diário Oficial da União, datado de 23 de janeiro de 2020, conforme PRONAC 200382, Art. 18, cujo resultado foi divulgado durante a fase de elaboração deste relatório.


O Projeto Cultivando Talentos já vem sendo desenvolvido desde 2009 em parceria com o Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, com o propósito de desenvolver talentos de adolescentes e jovens através da formação musical promovendo a arte como forma de inclusão social e geração de renda. Com a aprovação do Projeto, será possível a ampliação das 20 vagas ofertadas atualmente para 50 novos alunos oriundos de escolas públicas de ensino, em situação de vulnerabilidade social.

II – PROJETO TEIA SOLIDÁRIA Submetido à aprovação pelo “Edital de Chamada de Projetos do INSTITUTO COOPERFORTE – 2019”, em agosto/2019, com a proposta de realização do Curso de Gestão de Negócios, Produção e Comercialização, no valor total de R$ 123.840,80 (cento e vinte e três mil, oitocentos e quarenta reais e oitenta centavos), sendo R$ 86. 070,00 (oitenta e seis mil, e setenta reais) financiados pelo Instituto COOPERFORTE e R$ 37.770,80 (trinta e sete mil setecentos e setenta reais e oitenta centavos) sob responsabilidade da Fundação Beto Studart como contrapartida.

Este Projeto tem como objetivo fortalecer o processo de inclusão através do incremento de renda, capacitando 30 homens e mulheres de Fortaleza e Maracanaú, em situação de vulnerabilidade social, com idade de 18 a 65 anos, buscando promover o incremento de pelo menos 30% na renda dos atendidos até o final do projeto. A Fundação Beto Studart vem atuando na área de geração de trabalho e renda, contribuindo e assessorando OSCs na busca pela sua sustentabilidade e melhoria de renda dos seus beneficiários. Com base em diagnóstico realizado por uma consultoria especializada em artesanato, identificou-se a necessidade da realização de um curso que abrangesse gestão, design, produção e comercialização dos seus produtos. O Projeto Teia Solidária será realizado com profissionais especialistas nessas áreas, que irão melhorar a qualidade dos produtos artesanais, fortalecer a gestão e estimular o empreendedorismo, num processo de inovação, buscando a inclusão social dos participantes. Os participantes serão ainda multiplicadores dos conhecimentos adquiridos na comunidade onde estão inseridos.


6. APOIOS ESPORÁDICOS PARCEIRO Associação Shalom

RESULTADOS Patrocínio do evento Renascer 2019 realizado nos dias 3 a 5 de março de 2019 no Ginásio Paulo Sarasate. A 34ª edição do evento teve entrada franca com uma programação diversificada com música, solidariedade e evangelização. Nesta edição o público estimado de cerca de 9 mil pessoas. Foram arrecadados durante o evento uma tonelada de alimentos para doação a famílias carentes e coletadas 360 bolsas de sangue.

Associação Shalom

Patrocínio ao espetáculo Paixão de Cristo realizado nos dias 18 a 21 de abril de 2019 no Ginásio Paulo Sarasate. A peça teatral contou com uma equipe ao todo de 300 pessoas na produção e reproduziu lugarejos, ambientes e prédios da Jerusalém dos tempos de Cristo, como o Templo, Fórum Romano, o Palácio de Herodes e o Monte do Calvário. A 8ª

edição teve entrada franca com público estimado em 6 mil pessoas. Associação Shalom

Patrocínio e apoio financeiro às atividades religiosas, musicais, culturais e sociais promovidas pela Associação Shalom durante o Evento Festival Halleluya 2019, no período de 24 a 28 de julho de 2019, no Condomínio Espiritual Uirapuru – CEU. A 23ª edição do evento teve entrada franca com uma proposta de integrar artes, entretenimento, solidariedade, esporte e evangelização com um público de mais de um milhão de pessoas. Durante os cinco dias de evento foram arrecadados mais de três toneladas de alimentos e coletadas 1.121 bolsas de sangue.

Movimento da Renovação Carismática Católica/Arquidiocese de Fortaleza- RCC

Patrocínio e apoio financeiro para o evento religioso Queremos Deus 2019 realizado no dia 17 de fevereiro no Estádio Presidente Vargas, Fortaleza – CE. Em sua 30ª edição, o tradicional evento católico que antecede o Carnaval atraiu um público estimado de 20.000 pessoas.


Associação Cristã, Cultural e Social /Arquidiocese de Fortaleza

Patrocínio e apoio financeiro para o evento religioso Caminhada com Maria, evento organizado pela Arquidiocese de Fortaleza decretada em 5 de junho de 2015 como patrimônio cultural imaterial do Brasil, sob Lei n° 13.330. A Caminhada com Maria faz parte das celebrações na Arquidiocese da padroeira de Fortaleza, Nossa Senhora da Assunção. O percurso é de aproximadamente 12,5 Km saindo do Santuário de Nossa Senhora da Assunção, no bairro Vila Velha, à Catedral Metropolitana de Fortaleza. A 17ª edição da Caminhada com Maria teve público estimado em 2 milhões de pessoas.

7.CONCLUSÃO

Ao finalizarmos o nosso Relatório de 2019 podemos dizer que os investimentos realizados ao longo do ano geraram grandes resultados no leque de bolsistas, instituições apoiadas e público beneficiado, mostrando-nos que estamos trilhando o caminho certo e com decisões coerentes com a Missão e os Valores Institucionais. Buscamos também demonstrar a transparência e integridade de nossas ações, resultado da solidez dos processos de gestão. Os resultados do nosso trabalho de incentivar talentos, tanto de pessoas individualmente como através de instituições, só podem ser possíveis com muito esforço empenhado, comprometimento, tempo e acompanhamento de cada história pessoal a que nos dedicamos. Um muito obrigado aos nossos colaboradores e mantenedores, pois juntos estamos cultivando talentos, mas principalmente promovendo vidas.



www.fbst.org.br

Rua Marcos Macêdo, 1333 │ Pátio Dom Luís │ Torre 2│ Sala 1810 │Aldeota │60150-190 │Fortaleza – CE │ Fone: 85 3459-9292


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.