Page 1

108 perguntas para responder antes de procurar um Coach

FÁBIO NOVO Um Programa prático para o Autoconhecimento e a Realização Pessoal Versão 1.0


Apresentação

108 perguntas para responder antes de procurar um Coach é um guia de auto-pesquisa especialmente desenvolvido para facilitar o seu processo de autoconhecimento. É um programa prático, composto por exercícios e um conjunto de 108 perguntas relativos a diversos aspectos da vida e da consciência. O propósito deste “auto-programa”, no estilo faça-e-descubravocê-mesmo, é disponibilizar ferramentas simples e efetivas que estimulem a sua busca e ampliem a sua consciência sobre você, o seu momento de vida e as suas escolhas. A base deste trabalho é o coaching síntese, uma abordagem que desenvolvo e pratico, tanto em atendimentos individuais como em grupos e workshops. O Coaching Síntese é o resultado da integração dinâmica entre as mais variadas técnicas de coaching e a minha experiência como coach, terapeuta com base na Psicossíntese, professor, facilitador de grupos de autodesenvolvimento e meditação e (ex) executivo das áreas de marketing e comunicação, durante 15 anos. Espero que este pequeno “guia de viagem” seja útil em sua jornada. Do fundo do meu coração, torço para que você “chegue lá” e que o seu caminho seja repleto de boas descobertas. Boa viagem, meu amigo! Boa sorte, minha amiga!

01


A quem se destina

Este programa se destina a todas as pessoas que desejam se aprofundar no processo de autoconhecimento de uma forma simples, objetiva e funcional. É especialmente indicado a quem se sente insatisfeito com a vida e busca uma forma prática para se organizar e mudar a sua situação. Pode ser bastante útil em momentos de crise e transição, quando o passado não funciona mais e a vida pede uma renovação. Acredito que 108 perguntas para responder antes de procurar um Coach seja um bom começo para quem quer se conhecer melhor. Refletir sobre valores, crenças e sonhos é um movimento fundamental para todos nós e deveria ser realizado sempre. Sendo assim, sinta-se convidado a fazer e refazer este programa sempre que se sentir “chamado”. Porém, se após realizar este programa, você sentir a necessidade de se aprofundar em seus questionamentos, sugiro que procure a ajuda de um coach, terapeuta ou grupo de desenvolvimento pessoal, pois este programa não substitui a ajuda especializada de um profissional.

02


Sobre nós Sobre o autor

O autor deste livro é você. Este é o seu livro – escrito por você, sobre você e inteiramente dedicado a você.

Eu e você, você e eu e todos nós, juntos, estamos ligados numa rede de colaboração recíproca, visando à realização integral. Toda a vida e todo o conhecimento fluem através desta rede invisível, formando uma teia infinita de relações e inter-relações que conectam nossas mentes, emoções, vontades e ações. É nossa a escolha sobre como queremos alimentar esta rede global de conexões e relacionamentos. Cada intenção, cada pensamento, cada palavra, cada atitude, cada pergunta e cada resposta que damos, a todo instante, é um novo input de informação viva que alimenta esta grande matriz de energia e consciência que nos envolve a todos.

Tudo depende de você neste livro. É você quem lhe dá vida com sua mente, sua intuição, sua criatividade, sua coragem e sua vontade de se descobrir e se realizar. Este livro é a sua autobiografia, que será tão rica quanto você quiser que seja, já que você é quem modula a tonalidade, a sonoridade e a profundidade de cada capítulo. Quanto mais presente você estiver em cada palavra e em cada parágrafo, mais viva ela será. E quanto mais verdadeiro você for a cada resposta, mais rápido você chegará ao seu verdadeiro destino.

Por isso, lembre-se que, ao aprender algo novo sobre você mesmo, algo de novo estará sendo ensinado ao mundo; e que, quando ao evoluir em seu caminho individual, toda a humanidade estará também evoluindo em seu caminho coletivo.

03


Introdução

Este livro está dividido em 4 seções.

Na primeira, há uma breve explicação teórica sobre o coaching e o processo de buscar, perguntar e responder. Na segunda seção, estão disponibilizadas as instruções práticas sobre Como usar este programa. A terceira seção contém o programa propriamente dito: - Na primeira parte, encontra-se o exercício introdutório A Roda da Consciência que é clássico nos trabalhos de coaching. Trata-se de uma auto-avaliação quantitativa que permite uma visão panorâmica do seu grau de autoconsciência atual, servindo de preparação para a parte seguinte. - A segunda parte do programa é uma apreciação qualitativa composta por 108 perguntas, integradas em 12 dimensões temáticas. Cada uma delas refere-se a campos específicos da consciência. - Na terceira parte, a Síntese Global, as questões mais relevantes, identificadas durante a execução dos exercícios, são integradas, permitindo a organização dos próximos passos. A quarta seção (anexo) disponibiliza o material de apoio, constituído pelos formulários a responder, caso deseje imprimir apenas a parte prática do programa (recomendado).

04


Coaching

Buscar Perguntar Responder

05


Sobre coaching

Coaching é um método de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal que se utiliza de várias técnicas e ferramentas para ampliar o campo de consciência e facilitar o processo de transformação – individual e coletiva. O processo de coaching é sempre dinâmico, interativo, integrativo e didático, e desenvolve-se em múltiplas fases, às vezes, simultâneas. Desconstruir, construir e reconstruir criativamente são algumas das suas etapas. Sintonizar, conectar, atualizar, integrar, sintetizar e transcender são alguns de seus passos fundamentais. Através do processo de coaching buscamos organizar a vida, planejar novos futuros, realizar velhos sonhos, abrir mente e coração, investigar possibilidades, ativar potenciais, superar medos, estimular o crescimento integral e esticar e puxar a consciência para que ela saia da inércia, do sono e se expanda, evolua e alcance um estado de crescente lucidez. Em termos práticos, o coaching procura estimular novas percepções, novas visões e novos comportamentos que potencializem o processo de aprendizado e auto-realização. Atua nas dimensões do Ter, do Fazer e do Ser, promovendo mudanças tanto na forma de pensar como na de sentir, imaginar, se movimentar, se relacionar, intuir e realizar. Mas é importante lembrar que o coaching e o coach são apenas facilitadores neste processo. Sendo assim, ao vivenciar este programa e se aprofundar nas reflexões propostas, você terá a oportunidade de se conectar com o seu coach interno, ser o coach de si mesmo e fazer self coaching.

06


Sobre buscar

Com mais ou menos consciência, mais ou menos vontade, mais ou menos habilidade, todos nós buscamos ser quem somos. Ser quem somos significa vivermos conectados e alinhados à nossa Essência. A Essência é o verdadeiro Eu, é quem somos de fato e de direito, para além de toda a ilusão que nos circunda. Quando estamos alinhados à nossa Essência, estamos em fluxo e manifestamos as qualidades da presença, da paz, da liberdade, do amor, da leveza, da beleza, da harmonia, da alegria, da confiança, da justiça, da lucidez, da originalidade, da espontaneidade, da integridade, da unidade e da totalidade. A desconexão da Essência é a principal causa das aflições e sofrimentos humanos. Por isso, a busca por reconexão é um impulso que todos temos e que permeia todas as nossas escolhas, sejam conscientes ou inconscientes. A jornada pela busca da Essência é fundamentalmente pessoal. Você é o agente assim como o resultado desta experiência. Você é o começo, o meio e o fim da busca. Ninguém poderá caminhar o seu caminho em seu lugar. Ninguém poderá realizar o seu destino por você. A responsabilidade da caminhada é única e exclusivamente sua – os méritos também. Em muitos momentos, esta busca por reconexão se parecerá com uma aventura solitária. Não há garantias nem atalhos na busca pelo fio da meada do destino. E saiba que boa parte dessa viagem acontece no silêncio e no escuro, o que não significa que você está sozinho, apenas que a parte mais importante do caminho é caminhada por você mesmo, dentro de você mesmo.

07


A insatisfação – aquele incômodo que não desaparece – deverá ser o primeiro sinal e também o início do processo de transformação. Nesta fase, medo, angústia, desânimo e confusão poderão estar presentes. Então, virão as dúvidas, incertezas e, depois, os questionamentos. Você vai se questionar com relação ao passado, ao futuro, à família; vai se questionar sobre suas relações, sua missão, sobre Deus e sobre o significado da vida. Enfim, você questionará a tudo e a todos, o que poderá ser um processo muito rico, saudável e até revelador, se você se permitir. Talvez você sinta medo neste processo. Aliás, é bem provável, e até esperado. Mas, pense bem : Deve o medo de se encontrar com você mesmo ser maior que o medo de não se encontrar com você mesmo? Existe algo pior do que você ser uma cópia falsa de você mesmo e viver uma vida plagiada de um impostor? Existe algo mais triste do que deixar a sua vida passar sem encontrar a única coisa que realmente vale a pena ser encontrada: a sua Essência? Encontrar-se na Essência é como beber da fonte da eterna juventude e viver a alegria e o êxtase de ser um Deus, em carne e osso. Mas para ser este Deus que você já é, é necessário saltar do escuro para o claro e atravessar as sombras que povoam a sua mente. Enquanto você estiver preso nas malhas do passado condicionado, você não atravessará para o presente que transcende as malhas condicionadas do futuro.

08


Sobre perguntar

108 perguntas para responder antes de procurar um Coach é um programa que estimula a expansão da consciência através do diálogo entre você e os outros vocês que há dentro de você. O objetivo desta conversação – em forma de perguntas e respostas – é ajudar você a se encontrar com você mesmo. Perguntas são ferramentas bastante poderosas; são como agulhas de acupuntura, que a cada “espetada”, despertam partes adormecidas em nós mesmos e ativam forças criativas, que, em conjunto, geram um fluxo auto-regulador de energia e consciência com o potencial de liberar bloqueios e de restabelecer o equilíbrio em nossa vida. As perguntas têm o poder de ultrapassar crenças e modelos mentais, de desconstruir condicionamentos, revelar novas perspectivas, provocar transformações, reorganizar a mente, apontar caminhos e criar soluções inovadoras para nossas questões mais complexas. Uma boa pergunta formulada para você mesmo pode mudar totalmente a sua percepção sobre a vida e o mundo ao redor. Uma boa pergunta pode mudar tudo, num instante. Se você se sentiu atraído por este programa, talvez esteja passando por uma fase de mudanças importantes; ou, talvez, queira simplesmente dar um “giro de 360º” em sua consciência e fazer uma pequena “re-visão” de sua vida. Seja como for, lembre-se que a acuidade das suas perguntas será decisiva em todo o seu processo de autodesenvolvimento.

Reflexão O que tem mais valor: uma resposta errada para uma pergunta certa ou uma resposta certa para uma pergunta errada?

09


Sobre responder

Apesar da importância das perguntas, este não é um livro de perguntas: este é um livro de respostas – as suas respostas, que são as que você mesmo se dá, diante das experiências que a vida proporciona. Mas o que são respostas? Respostas são escolhas, escolhas são respostas. Respostas são caminhos que você percorre para se encontrar. Respostas são perguntas que levam você às respostas do que ainda não foram perguntadas. Responder suas respostas é criar os seus caminhos. Respostas são escolhas, suas escolhas são você. Podemos classificar as respostas em 3 níveis qualitativos, que estão diretamente associados aos 3 níveis de consciência que veremos a seguir. Para cada nível de consciência, temos um tipo de resposta: a resposta-informação, a resposta-conhecimento e a resposta-sabedoria. O primeiro nível de respostas que podemos dar a uma questão (ou situação) é o mais automático de todos e está associado à consciência no nível da informação e do conteúdo do tipo digital – ou seja, são respostas que contêm apenas dados, bytes, zero ou um, sim ou não. Esse tipo de resposta, que em muitos casos é tudo o que necessitamos (é bom dizer), em geral vem do cérebro reptiliano, é instintiva e está mais associada ao passado, à sobrevivência, aos padrões, aos medos e aos condicionamentos de todas as categorias. Corresponde ao nível mais rotineiro de consciência, que é aquele classificado como o plano do TER. O segundo nível de resposta é mais profundo e está associado à consciência no nível do conhecimento; é a informação que já foi absorvida, processada, integrada à nossa experiência e à qual foi acrescentado algo novo e pessoal. Este conhecimento contém não apenas experiência, mas também criação e aprendizado, e é fruto de um espaço, um tempo e um processo de reflexão que vai além dos dados e do condicionamento. É um conteúdo do tipo analógico, usualmente processado no cérebro límbico, e oferece alternativas aos padrões de resposta repetitivos do passado. Classifica-se esse nível intermediário de consciência como o plano do FAZER.

10


O terceiro nível qualitativo de uma resposta está associado à consciência no nível da sabedoria. A sabedoria é processada especialmente no neocórtex frontal. É um conteúdo do tipo quântico, intuitivo, transcendente e tem uma conexão direta com a nossa Essência. É um fluxo de conhecimento vivo, manifestado na prática e no presente. Nesse estado, não temos, mas somos a resposta. É o terceiro e mais profundo estágio da consciência – que evoluiu de informação para conhecimento e depois de conhecimento para sabedoria. É também o nível essencial da consciência, classificado como o plano do SER. Portanto, as respostas que você dá para você mesmo e para as circunstâncias da sua vida são escolhas que você faz e que contêm os 3 diferentes níveis de profundidade e autoconsciência. A figura abaixo retrata-os graficamente.

Nível 1 - digital Informação (TER) Nível 2 - analógico Conhecimento (FAZER) Nível 3 - quântico Sabedoria - Essência (SER)

É muito importante estar atento a este “pequeno” detalhe. Todos os tipos de resposta são importantes e necessários. A maestria está em saber quando e como utilizar cada uma delas. Há situações que pedem apenas informação, outras que pedem conhecimento e aquelas para as quais apenas a sabedoria da Essência pode realmente dar uma resposta significativa e solucionar um problema.

11


Como usar este programa 12


Este programa foi configurado num formato multidimensional. Para tanto foram elaborados exercícios e perguntas organizadas em 12 dimensões diferentes. Cada dimensão da vida e da consciência contém um conjunto de temas e perguntas interrelacionadas, que espiralam ao redor do Eu. Exercícios, temas, perguntas e dimensões estão todas interconectadas, formando uma matriz integrada de perspectivas e significados, cujo objetivo é facilitar o seu processo de autoconscientização. Você pode vivenciar este programa de uma vez só, ou em várias etapas, a cada vez um tanto. O ideal é seguir a sequência sugerida e reservar um tempo de reflexão para cada etapa. Respirar durante e entre as etapas ajuda consideravelmente o processo de auto-observação. Para validar o seu processo, sugiro que você registre respostas, ideias, insights, descobertas e novas perguntas diretamente nos formulários (disponíveis no anexo para impressão). Esses registros funcionarão como um “diário de bordo” e poderão ser muito úteis em outros momentos do seu caminho. Apesar de todas as sugestões e dicas aqui oferecidas, é importante reforçar que este é um programa aberto e, ainda mais importante, que este é o seu programa – sem fórmulas prontas nem respostas únicas, exclusivas e absolutas. O que há é você, com a sua vontade de se conhecer e evoluir; é você navegando por entre ondas de possibilidades, em direção à liberdade. Por isso, sinta-se totalmente à vontade para seguir este programa da forma e no ritmo que achar melhor.

13


10 sugestões antes de começar Abaixo, 10 sugestões que podem facilitar a sua pesquisa e o seu programa de autoconhecimento.

Respire fundo antes de começar a responder cada pergunta. A respiração é o caminho mais rápido para você se conectar com o momento presente e a sua intuição. Esteja realmente presente enquanto responde às perguntas. Não responda automaticamente, só por responder ou para preencher os espaços em branco e se livrar rapidamente das perguntas. Quanto mais presente você estiver em cada resposta, mais viva será a sua autobiografia. Reflita sobre cada pergunta, fique com elas, converse com elas e observe como cada pergunta se movimenta dentro de você. Dar vida às perguntas vai ajudar a transformar informação em conhecimento e conhecimento em sabedoria. Abra-se para o novo, para o inesperado e para o diferente. Há um mundo de possibilidades a sua espera, dentro e fora de você. Seja sincero, não minta para você mesmo, nem se omita. Quanto mais verdadeiro você for a cada resposta, mais próximo chegará de si mesmo. Confie em você, valorize, registre e valide suas respostas – elas são as suas escolhas. E suas escolhas determinarão a sua vida e o seu futuro. Supere seus limites e medos, vá além do desconhecido, ouse ser você, por mais louco e estranho que isso possa parecer. Ser você mesmo é mais importante do que agradar aos outros. Aprenda com você mesmo e seja a sua maior fonte de aprendizado e orientação. Você é a sua própria universidade. Descubra-se, revele-se e divirta-se. Se conhecer é um desafio, um jogo e um privilégio. Agradeça. Agradeça. Agradeça. Agradecer abre portas e portais. 14


A Roda da Consciência A Roda da Consciência é um exercício introdutório que oferece uma visão panorâmica do seu momento atual. É uma espécie de raio X da consciência, uma foto multidimensional que revela o seu grau de autoconsciência atual e mostra o quão próximo você está de si mesmo, segundo a sua própria avaliação, através de 12 diferentes pontos de vista. Estas 12 perspectivas nada mais são do que 12 dimensões, aspectos ou setores da sua consciência e da sua própria vida. Cada dimensão é um caminho através do qual você pode se conhecer e se transformar. Cada dimensão é um caminho pelo qual você pode se conectar à sua Essência, no centro da sua Roda da Consciência. A percepção que este exercício proporciona é mais genérica e quantitativa, enquanto a percepção proporcionada pelas 108 perguntas da próxima seção é mais específica e qualitativa. Da síntese de ambas as percepções, você poderá extrair uma auto-avaliação que se aproxima de uma visão integral sobre você mesmo, agora. Para revelar a sua Roda da Consciência, considere que o centro desta equivale à nota 10 – ou 100% –, e que a borda equivale à nota 0. Assim, quanto mais próximo você estiver do centro, mais consciente e realizado estará neste campo específico e, ao mesmo tempo, mais conectado ao seu Eu. Quanto mais distante você estiver do centro da roda, menos consciente e realizado estará neste setor, portanto, mais distante de você mesmo e do seu caminho.

15


Após você ter preenchido (colorido) todas as dimensões, os espaços em branco que sobrarem dentro da roda, revelarão os seus potenciais ainda não despertados. Estes espaços representam os campos da sua vida e consciência que merecem mais atenção e também os seus principais desafios de aprendizagem. Agora, observe abaixo quais são estas 12 dimensões, leia a pergunta norteadora relativa a cada uma, respire fundo, reflita com calma e dê uma nota (numa escala de 0 a 10), para você mesmo, em cada uma das dimensões. Em seguida escreva Eu no centro da sua roda (Fig. 2) e pinte, de preferência com cores diferentes, os respectivos campos, de acordo com a nota que você se atribuiu.

Dica Ao se atribuir uma nota, procure ser generoso, sem ser excessivamente crítico nem condescendente. A nota é uma referência, um indicador de como você está se saindo numa área específica da sua vida, até o presente momento. Se, por acaso, a sua auto-avaliação não estiver satisfatória, lembre-se que autopunição não ajuda em absolutamente nada. Muito melhor é utilizar esta energia para transformar o que for preciso, dentro e fora de você.

16


12 Dimensões da Consciência Responda às perguntas norteadoras e registre sua nota (0 a 10) entre os parênteses.

( ) Consciência Pessoal Quanto você se conhece?

( ) Consciência Corporal

Qual é seu grau de autoconsciência corporal?

( )Consciência Emocional

Quanto do seu comportamento é refém das emoções e desejos?

( )Consciência Mental

Quanto você está disposto a mudar em seu estilo de vida?

( ) Consciência Energética

Qual o seu grau de autodomínio energético?

17


( ) Consciência Potencial

Quanto dos seus recursos (talentos/inteligência/dinheiro/energia) está sendo utilizado na sua realização pessoal?

( ) Consciência Expressiva

Quanto tempo e espaço há em sua vida para a expressão criativa (artística/lúdica/intuitiva)?

( ) Consciência Evolutiva

Em quanto você se compromete atualmente com o seu processo evolutivo?

( ) Consciência Relacional

Como você avalia a qualidade da sua relação com você mesmo?

( ) Consciência Profissional

Em quanto o seu trabalho (emprego/profissão/carreira) está alinhado com a sua missão de vida?

( ) Consciência Social

Qual o seu grau de contribuição para a transformação coletiva (da sociedade/do planeta)?

( ) Consciência Espiritual

Qual o seu grau de conexão com a sua Essência?

18


A Roda da Consciência Escreva Eu no centro da roda e pinte cada uma das fatias (dimensões) de acordo com a nota que você se deu, partindo de 0 (zero) nas bordas e indo até 10 (100%) no centro.

n Co

ia ênc sc i

Es p i r

Consciê ncia Pes soa l

itual 1

Co ns c

So

3

iê nc i

o rp Co

sc iê

ia

a

nc

2

al ci

l ra

Co n

4

5

Pro fiss ion

ns c Co

al

6

7

ia iênc ion Emoc

Consciên cia

8

9

10

Co

l elaciona cia R n ê i nsc Co

al

nsciên cia M ent al

a tiv lu o Ev

Co n

sc iê

a

nc ia En

gé er

C o ns ci

a tic n Co

n sciê

otencia cia P

ên ci

Consciên c i a E xpr ess iva

l

Cálculo da sua Média Global Para calcular a sua Média Global, some todas as suas notas e divida por 12. Esta média é uma referência quantitativa e mostra, genericamente, o seu grau de autoconsciência em relação à vida como um todo.

Média Global = 19


Como avaliar o seu resultado Após preencher todas as dimensões da sua roda, chegou a hora de você fazer uma primeira auto-avaliação. Respire fundo e observa-a por alguns instantes. Procure perceber o que ela indica a você. Como você se sente com relação à sua roda? Quais são as sensações presentes? Quais são os primeiros pensamentos que brotam em sua mente? Como o seu corpo reage ao resultado? Que imagens, ideias e vontades surgem? Estas são apenas algumas possibilidades de auto-percepção, mas há muitas outras maneiras de avaliar as informações que o exercício proporciona. O quadro de referências e correlações, assim como os exercícios complementares a seguir, ajudarão nesta tarefa. Uma perspectiva que podemos trazer, fruto da observação, é que, de forma geral, o que buscamos é a auto-realização – que se manifesta quando há harmonia entre todas as dimensões da vida e da consciência. A harmonia parece criar as condições necessárias para que a roda da vida gire naturalmente, para que a consciência se expanda cada vez mais e para que a conexão com a Essência se estabeleça.

20


Quadro de referências e correlações Como você pode observar, a Roda da Consciência possui 3 faixas, ou camadas principais – de 0 a 5; de 5 a 8; e de 8 a 10. A cada uma dessas faixas quantitativas equivale uma série de significados, referências e correlações literais e simbólicas, todas reveladoras de perspectivas diferentes e complementares sobre a sua situação atual. O quadro de referências e correlações funciona como um mapa para você se situar e se auto-avaliar, tanto com relação a sua média global quanto com relação a cada um dos setores da sua consciência. Observe abaixo.

Nível 1 - Digital Informação TER Corpo/Ego

Ocupa a faixa correspondente às notas que vão de 0 a 5. Os setores da sua consciência e vida que estão nesta faixa de resultado referem-se a áreas inconscientes – ou pouco conscientes. Esses campos se mostram imaturos, subutilizados, pouco trabalhados e necessitam de mais atenção e investimento da sua parte. Provavelmente, representam os seus maiores medos, bloqueios e desafios, que são também as suas maiores oportunidades de crescimento, cura e transformação. Tais setores deficitários são grandes consumidores de energia e devem ser os principais responsáveis pela falta de harmonia em sua roda e em sua vida. Essa faixa vibratória da consciência é correlacionada a instintos, emoções, sensações, desejos, impulsos, necessidades e também com a sua capacidade de sobreviver juntamente com outros no mundo. É a dimensão do corpo, do ego e do eu digital, na qual a informação do TER se manifesta de forma condicionada e com pouca consciência. Está associada à infância.

21


Se a sua média global se concentra nesta faixa de resultados (entre 0 e 5), e você sente que não é apenas uma situação passageira, atenção. Isto significa que a sua vida está pedindo uma reorganização urgente. Tudo indica que está na hora de você rever seus propósitos, valores, objetivos, crenças e estilo de vida. Provavelmente uma cura precise acontecer. É bastante recomendável que você inicie um processo de autoconhecimento e autotransformação mais profundo, talvez com a ajuda de um profissional. Permanecer por muito tempo neste estado pode ser prejudicial até para a sua saúde física.

Nível 2 - Analógico Conhecimento FAZER Mente

Ocupa a faixa correspondente às notas que vão de 5 a 8. Os setores da sua consciência e vida que estão nesta faixa são áreas sobre as quais você possui um bom nível da consciência, estão bem encaminhadas e trabalhadas. Apresentam-se numa camada intermediária de desenvolvimento e são campos que provavelmente proporcionam muito aprendizado; com mais algum investimento, poderão alcançar a próxima faixa. Tais setores consomem e doam energia simultaneamente, por este motivo, podem tanto acelerar como frear o giro da sua roda. Esta faixa vibratória da consciência correlaciona-se ao pensamento, à imaginação, assim como à capacidade de realizar, trocar, cooperar, compartilhar com o próximo e também com o mundo. É a dimensão da mente, do eu analógico, na qual o conhecimento do FAZER se manifesta na prática. Está associada à juventude. Se a sua média global situa-se nesta faixa de resultado (5-8), ótimo. Isto significa que a sua vida está, neste momento, e na

22


média, relativamente organizada. Isto é, provavelmente as suas questões mais básicas já foram equacionadas, curas importantes já aconteceram e você está aumentando o seu nível de energia para avançar em seu processo de desenvolvimento. Continue investindo em você, liberte-se das amarras (que ainda te prendem) e siga em frente.

Nível 3 - Quântico Sabedoria SER Essência Ocupa a faixa correspondente à nota que vai de 8 a 10. Os setores da sua consciência e vida que estão nesta faixa representam áreas sobre as quais você possui bastante consciência e domínio. Estão muito próximas da auto-realização e podem ajudar a desenvolver outras áreas ainda deficitárias. Estes campos provavelmente estão associados aos seus dons, talentos, competências, qualidades e aos temas aos quais você de dedicou a aperfeiçoar ao longo da vida. São setores nos quais você já alcançou a maestria e que, portanto, são doadores de energia e os principais responsáveis por fazer a sua roda girar. Esta faixa vibratória da consciência relaciona-se simbolicamente com a intuição, a vontade e também com a sua capacidade de entrega, doação e prestação de serviços, ao outro e ao mundo. É a dimensão mais próxima da Essência, do eu quântico, no qual a sabedoria do SER se manifesta integralmente. Está associada a maturidade e auto-realização integral. Se a sua média global se encontra nesta faixa de resultado (8-10), parabéns. Isto significa que a sua vida está muito bem resolvida e que você já está pronto para ajudar os outros. Invista seu tempo e energia em cooperar com o processo de evolução coletiva.

23


8 questões complementares Agora que você já “revelou” e refletiu sobre a sua Roda da Consciência, responda a estas 10 questões complementares, para expandir ainda mais a sua auto-percepção. 1. Que dimensões você coloriu em primeiro e em último lugar? O que isso significa? 2. Para que dimensões foi mais fácil e mais difícil atribuir uma nota? O que isto significa? 3. Que dimensões se encontram diametralmente opostas na roda? O que isto significa? 4. Como você se avalia e avalia a sua vida neste momento? Você acha que o seu processo de desenvolvimento pessoal encontra-se numa curva ascendente, descendente ou está estagnado? 5. Você se surpreendeu com alguma coisa ao realizar este exercício? O quê? Por quê? 6. Como você se sentiu durante o exercício? Quais foram os sentimentos e as emoções presentes? Quais foram as sensações físicas? 7. Que dimensões você considera prioritárias a serem trabalhadas em sua vida a partir de agora? 8. Que outras perguntas relativas a este exercício você poderia/ gostaria de se fazer?

Reflexão O que é mais importante para você: obter notas altas em algumas das dimensões, mesmo sacrificando as demais, ou obter notas médias em todas as dimensões, sem sacrificar nenhuma delas?

24


As causas Para ampliar a sua consciência sobre as origens do seu estado atual, tanto em nível global como num nível específico, reflita e registre abaixo as principais causas (positivas ou negativas) que geraram este grau de realização, para cada uma das dimensões da sua vida e para o todo. 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. No todo :

25


Ações, Prioridades e Metas Para avançar e melhorar a sua avaliação geral, defina AGORA ao menos uma ação, uma atitude ou um passo que você pode (e vai) realizar para melhorar a sua vida, em cada uma das 12 dimensões.

mais longe, e com muito mais rapidez e segurança, do que grandes manobras arriscadas. Então respire, reflita, defina as ações e registre-as na lista abaixo. Essa lista, de decisões e coisas a fazer, será um compromisso que você assumirá com você mesmo, em prol da sua evolução.

Não é necessário que seja algo complicado, pode ser uma atitude simples, como dar um telefonema, inscreverse num curso, comprar um livro, viajar, se abrir para uma conversa, tomar uma decisão, fazer um convite, dar um presente, mandar um email etc. Pode ser qualquer movimento, com intenção verdadeira, que você faça para mudar.

Ao lado de cada ação, classifique o seu grau de prioridade, quando comparada com as demais. Classifique como A as ações imprescindíveis e fundamentais para a sua auto-realização. Como B, as ações importantes. E como C, as ações que você realizará quando sobrar tempo.

Lembre-se que nem sempre são necessárias grandes ações para se obter algo significativo. Muitas vezes, passos pequenos e contínuos nos levam bem

Para completar este exercício, para cada ação, defina uma meta a ser realizada nos próximos 30 dias.

Exemplos Ação 1

2

Observar a minha rotina durante esta semana.

Inscrever-me na escola de ioga.

Prioridade

Meta

A

identificar e eliminar a principal fonte de desperdício de tempo e energia em minha rotina.

B

Fazer ioga duas vezes por semana e melhorar minha respiração.

26


Ação

Prioridade

1

2

3

4

5

6

27

Meta


Ação

Prioridade

7

8

9

10

11

12

28

Meta


108 perguntas para responder antes de 29


Consciência Pessoal 1. Como você é? (Descreva-se)

2. Se você não fosse quem é, quem gostaria de ser?

3. Como acha que os outros veem você? E como você gostaria que vissem?

4. O que deseja mudar em você? E o que não quer mudar?

5. Quais são seus principais valores? (Cite, no mínimo, 7)

6. Qual é a origem destes valores? (Identifique se vêm, por exemplo, dos pais, da escola, dos amigos, da religião, da mídia etc).

7. Como os seus valores influenciam sua vida?

8. Que relação existe entre como você é e os seus valores?

9. Qual é a sua missão de vida?

30


Consciência Corporal 10. O que seu corpo significa para você?

11. Como você se relaciona com o seu corpo? O que o seu corpo ensina a você?

12. Como o seu corpo se movimenta? E como este movimento afeta o seu bem-estar?

13. Como você alimenta o seu corpo? E como você gostaria de alimentá-lo?

14. Se o seu corpo falasse, o que ele diria a você? E você, o que gostaria de dizer ao seu corpo?

15. Como é a sua casa? (Descreva)

16. O que sua casa significa para você?

17. Como você se relaciona com a sua casa?

18. Que relação existe entre a sua casa e o seu corpo?

31


Consciência Emocional 19. Atualmente, quais são as emoções mais presentes em sua vida? O que elas estão dizendo a você?

20. Como você se relaciona com as suas emoções?

21. Como você expressa suas emoções? E como você se sente quando as expressa?

22. Quais são suas principais feridas emocionais?

23. Pelo que você sente culpa? Medo? Raiva? Saudade?

24. Qual é o seu maior arrependimento? Qual a sua maior carência? A sua maior frustração? E a sua maior motivação?

25. O que provoca ansiedade em você? E angústia? Stress? O que provoca depressão em você?

26. Como as emoções afetam o seu corpo?

27. Como as emoções afetam o seu comportamento? 32


Consciência Mental 28. Como você alimenta a sua mente? E como a sua mente alimenta você?

29. Em que você acredita? Quais são as suas principais crenças? (Cite, no mínimo, 7).

30. Qual é a origem destas crenças? (Identifique de onde elas vêm, por exemplo, dos pais, da escola, dos amigos, da religião, da mídia etc). De que crenças você quer se libertar? Como você pode fazer isso?

31. Quais são os seus padrões?

32. Quais são suas prioridades? E os seus limites?

33. Quais são as suas resistências? Como você lida com elas?

34. Como é o seu estilo de vida? (Descreva)

35. Que impacto suas crenças e seus padrões têm sobre seu estilo de vida? E sobre o seu futuro?

36. Descreva como você quer que seja o seu estilo de vida daqui a 5 anos. 33


Consciência Energética 37. Como você gerencia a sua energia?

38. Quais são as suas principais fontes de energia?

39. Liste o que alimenta e o que tira sua energia. Inclua nesta lista pessoas, situações, ambientes, atitudes etc.

40. Qual a relação entre o seu nível de energia e o seu comportamento?

41. Qual a relação entre o seu nível de energia e a qualidade das suas relações?

42. Qual a relação entre o seu nível de energia e o seu estilo de vida?

43 Qual a relação entre o seu nível de energia e o seu grau de autoconsciência?

44. Qual a relação entre o seu nível de energia e a realização da sua missão?

45. O que você precisa fazer para ter energia suficiente para realizar a sua missão?

34


Consciência Potencial 46. Quais são os seus principais recursos? (talentos, habilidades, competências, potenciais etc. Cite, no mínimo, 7).

47. Quanto (em %) você utiliza de cada um dos seus principais recursos atualmente? Como você pode aumentar o grau de utilização dos seus recursos?

48. Você gosta de aprender? Por quê?

49. Como você aprende? (Dê um exemplo).

50. Quais os seus principais aprendizados na vida? E no último ano?

51. O que você deseja aprender? Por quê?

52. Qual a relação entre os seus aprendizados e as suas crenças?

53. Como você compartilha o que aprende?

54. O que você precisa aprender para ser feliz? E para realizar a sua missão?

35


Consciência Expressiva 55. Você gosta de criar?

56. Como você expressa a sua criatividade no dia a dia?

57. O que acontece quando você não expressa a sua criatividade? Como seria a sua vida se você expressasse totalmente/plenamente a sua criatividade?

58. O que impede a expressão da sua criatividade? Como você pode superar esse impedimento?

59. Qual é o seu maior sonho?

60. Qual a relação entre esse sonho e o seu estilo de vida atual?

61. Como você cria a sua realidade?

62. O que você precisa criar para poder realizar o seu maior sonho?

63. Qual a relação entre criatividade e aprendizagem?

36


Consciência Evolutiva 64. Se você pudesse voltar no tempo até um momento antes de iniciar esta vida, que conselhos daria para você mesmo?

65. Se 10 anos atrás você tivesse o nível de consciência que tem hoje, o que teria feito de diferente em sua vida?

66. Quanto tempo você acha que tem de vida? Como pretende utilizá-lo? O que você não quer deixar de realizar, de jeito algum?

67. Se você soubesse que vai morrer daqui a um ano, o que faria neste período?

68. Como você se relaciona com processos de mudança?

69. O que você quer mudar em sua vida? E o que você não quer mudar? Por quê?

70. O que impede suas inovações e as mudanças que deseja em sua vida? Como você pode superar esse impedimento?

71. O que você já transformou em você? E o que você tentou transformar, mas não conseguiu?

72. O que você precisa transformar – em você e em sua vida – para realizar a sua missão?

37


Consciência Relacional 73. Como você se relaciona com você mesmo?

74. Como você se relaciona com a sua família, com colegas de trabalho, amigos e seu par afetivo? (Descreva cada uma das relações).

75. Como é a sua relação com desconhecidos?

76. Quais são os seus modelos/referências de relacionamento? Como influenciam a forma como você se relaciona hoje?

77. Que aprendizados os seus relacionamentos proporcionaram a você?

78. O que você precisa fazer para aperfeiçoar as suas relações?

79. Qual o significado das relações sexuais em sua vida?

80. Como o seu estilo de vida afeta a sua vida sexual?

81. Qual a relação entre sexo e valores?

38


Consciência Profissional 82. O que o trabalho significa para você?

83. Como é a sua relação com o seu trabalho? Você acredita no que faz?

84. O seu trabalho proporciona realização plena? Por quê?

85. Em que áreas você “faz a diferença” em seu trabalho?

86. Qual a relação entre o seu trabalho e os seus talentos? E entre o trabalho e o seu estilo de vida?

87. Como é a sua relação com o dinheiro? (Descreva)

88. Qual a relação entre o dinheiro e a sua autoimagem?

89. Como a sua vida mudaria se você ganhasse 10 vezes mais do que ganha atualmente?

90. Como o seu trabalho se alinha com a sua missão de vida?

39


Consciência Social 91. Qual é o seu papel na sua família? Como você realiza/desempenha esse papel?

92. Qual é o seu papel no seu grupo de amigos? Como você realiza/desempenha esse papel?

93. Qual é o seu papel na sociedade? Como você realiza/desempenha esse papel?

94. O que sua família, seus amigos e a sociedade esperam de você?

95. Como você contribui para a evolução da sociedade?

96. Que causas você defende?

97. Como você atua politicamente?

98. Quem você ajuda? Quem você poderia ajudar? O impede que você ajude mais pessoas? Como você pode superar esse impedimento?

99. Qual é o legado que você gostaria de deixar para a sua família? E para a sociedade?

40


Consciência Espiritual 100. Quais são as qualidades da sua Essência? (Cite, no mínimo, 7)

101. Como e quando você se conecta a sua Essência?

102. Como você se sente quando está conectado a sua Essência?

103. Como a conexão com a Essência afeta o seu comportamento?

104. Qual a relação entre a Essência e a sua personalidade?

105. Como seria vida se você permanecesse conectado a sua Essência o tempo todo?

106. O que impede a conexão com sua Essência todo o tempo? Como você pode superar esse impedimento?

107. Como é a sua respiração? Qual é a relação entre a respiração e a Essência?

108. Se estivesse conectado a sua Essência agora, que orientações ela daria a você?

41


Síntese Global Após responder às 108 perguntas, utilize este espaço para resumir suas principais percepções, descobertas, ideias, decisões, ações e compromissos. Este é um espaço livre para você sintetizar o seu programa de autoconhecimento.

42


E agora? Agora que você expandiu consideravelmente o seu grau de autoconsciência e já possui mais clareza sobre as suas principais questões e desafios, chegou a hora de se organizar e partir para a ação. Para tanto, sugiro que você faça um Plano de Ação, que é um plano prático para que você organize as ações que deseja realizar agora, em função das descobertas que fez e das decisões que tomou. Deve ser simples e muito claro. Sendo assim, liste abaixo as 7 principais ações, em ordem de prioridade, que você deseja realizar.

Ação 1

Plano de Ação

2

3

4

5

6

7

43

Prazo


Conclusão Antes de tudo, meus parabéns! Completar este programa e responder a todas as perguntas não é nada fácil, eu sei. No mínimo, é preciso coragem, paciência e determinação para chegar até o final. Mas você persistiu, chegou até aqui e, ao que tudo indica, sobreviveu. Só por isso, já merece os parabéns. Mas você pode ir ainda mais longe, se quiser. Este programa, embora tenha uma abrangência bastante considerável, não é o fim da viagem. Existe ainda muito mais para você conhecer e descobrir. Portanto, não pare por aqui, ouse ir além e continue se questionando e procurando outras formas para expandir a sua consciência. Esta busca vale a pena! Enfim, espero que 108 perguntas para responder antes de procurar um Coach tenha sido útil ao seu processo de desenvolvimento pessoal e sirva de inspiração para que você se aprofunde no caminho que leva até sua Essência. Um grande abraço e até lá!

FÁBIO NOVO

www.coachingsintese.com

44


Agradecimentos

Agradeço a todos aqueles que diretamente me apoiaram e me ajudaram na produção deste livro, em especial – Silvia Abreu, Alexandre e Debora Pill, Emi Tanaka, Alessandro Greco, Theo Siqueira e Andre Barbosa. A todos, o meu MUITO OBRIGADO.

Design gráfico - Theo Siqueira Programação internet - Andre Barbosa 45

108 perguntas para responder antes de procurar um Coach  

É um guia de auto-pesquisa especialmente desenvolvido para facilitar o seu processo de autoconhecimento. É um programa prático, composto po...

Advertisement