__MAIN_TEXT__

Page 1

Nº 7 Dezembro 2020 Semestral

Ergovisão, A Família que nos une! NOVA ASSINATURA

18º Aniversário

Portugal sou eu

Para os seus olhos

18 Anos da marca Ergovisão

Ascensão Luís Buchinho


Sumário

3 Sumário 4

O novo formato da Convenção 2020

6

Como a Ergovisão viveu e está a lidar com com a Pandemia Covid-19

7

Plataforma Veja a Dobrar

8

Experimentação Virtual

9

Certificação Ascensão e Luís Buchinho com selo “Portugal Sou Eu”

10

Reavivar a marca Ascensão

12

“Há uma Visão Portuguesa que nos Une”

13

Nova Clínica Dr. Ergo em Viseu

14

Transformação Digital

15

Mr. Wonderful Eyewear em exclusivo na Ergovisão

16

Integração do Projeto Autónomo de Formação e Projeto Adaptar PME

17

Diga adeus às lentes embaciadas!

18

Ergovisão solidária

20 Ergovisão na Rede de Prestadores Oftalmed 21

Certificação do SGQ dos laboratórios Ergolab

22 Miguel Neves, embaixador da marca Oakley dentro da Ergovisão

23 Zeiss Smart Life, para consumidores digitais 24 As escolhas de óculos de... 26 Óculos e lentes de contacto em tempos de pandemia,

Ficha Técnica Diretor  Pedro Figueiredo Editor  Sofia Figueiredo Design e paginação  Leandro Pita Periodicidade  Semestral Distribuição  Gratuita Uma produção  GrupoErgovisão®

por Prof. Dr. J. Salgado Borges

28

Celebramos 18 anos da Ergovisão!

31

O futuro da moda face à “crise” de Covid-19

32

Luís Buchinho criou a nova farda Ergovisão

35

Dica da Íris para um planeta melhor

36

Rede de lojas Ergovisão 3


O novo formato da Convenção 2020 Pedro Figueiredo

O tema deste ano foi a aviação e o paralelismo com o serviço e o rigor na área da ótica. O início da viagem para 2020 foi feito com muita segurança, determinação e com forte input na área da inovação e da tecnologia.

O termo “20/20”, na linguagem das ciências da visão, é a medida que se refere a uma acuidade visual “ideal”. Foi com este mote, e num formato de convenção com a duração de dois dias, que o Meeting Ergovisão e as Jornadas da Clínica Dr. Ergo se fundiram num só evento. Se, por um lado, se apresentaram e partilharam experiências e métodos, por outro destacaram-se os objetivos alcançados e traçaram-se os objetivos e o alinhamento das estratégias para este ano. No primeiro dia, as “Jornadas das Ciências da Visão” contaram com a presença de vários oradores que versaram sobre diferentes temas relacionados com a saúde ocular e saúde em geral. Temas como Radiação UV, Síndrome Postural, Diabetes, Dislexia, Controlo de Miopia, Contactologia Avançada e ainda workshops de retinografia e ColorADD. O programa esteve mais direcionado para os profissionais das ciências da visão mas a abrangência dos temas abordados foi transversal a várias áreas profissionais e a informação revelou-se bastante útil a todos os participantes para que, no seu dia a dia, se pudessem superar em termos de melhor diagnóstico, 4

acompanhamento e tratamento na prática clínica. O segundo dia iniciou-se com um debate sobre o tema Top Service, moderado pela Public Speaker profissional Carla Carvalho Dias e contou com a presença de três convidados de honra: Alberto Amaral, CEO da FLEXDEAL SIMFE S.A., Sociedade de Investimento Mobiliário para Fomento à Economia, Armindo Martins, comandante e piloto da TAP e formador no Curso do Programa Ganhar Asas, e a expressiva vocalista da banda Amor Electro, Marisa Liz. Após a demonstração que o Top Service deve estar presente em todos os aspetos do nosso dia a dia pessoal e profissional, a cantora Marisa Liz presenteou os participantes com um concerto que contou com o tema “Juntos somos mais fortes”, um marco fundamental deste dia. Seguiram-se as apresentações internas, onde os responsáveis de cada departamento expuseram as linhas estratégias que orientaram o Grupo Ergovisão ao longo deste ano de 2020. A Convenção Ergovisão 2020 pretende continuar e vir a ser um evento de referência na área.


Miguel Neiva, ColorADD

Carla Sequeira, diretora ClĂ­nica Dr. Ergo

Pedro Figueiredo, diretor de marketing ErgovisĂŁo

Marisa Liz, convidada especial

Carla Carvalho Dias, Alberto Amaral, Marisa Liz e Armindo Martins 5


Como a Ergovisão viveu e está a lidar com a Pandemia Covid-19

Quando, em meados de fevereiro, surgiram notícias sobre um novo vírus que desencadevava uma infeção respiratória aguda que provocava febre, tosse e dificuldade respiratória, e que este vírus se estava a começar a espalhar a nível mundial, ninguém imaginava que tal tomaria as proporções que tomou. No entanto, começámos desde logo com o lançamento interno de algumas notícias sobre o tema para que todos se protegessem de acordo com as diretrizes da DGS e da OMS. O departamento de comunicação acompanhou sempre as nossas pessoas, no que diz respeito a formação e orientações. Foi ainda em fevereiro a primeira formação interna sobre este surto, promovida pelo Serviço de Higiene e Segurança no Trabalho (SHST), destinada aos colaboradores para clarificar as medidas que deveríamos tomar para evitar situações de contágio. No dia 2 de março foi confirmado pelas autoridades de saúde o primeiro caso positivo de Covid-19 em Portugal e a 11 de março declarada situação de pandemia mundial pela OMS. Internamente, fez-se circular folhetos com informação e orientações concretas de lavagem frequente das mãos e de limpeza e desinfeção dos espaços e materiais e foi sistematizado o Plano de Contingência para todos terem informação de como proceder. Em meados de março foi declarado o Estado de Emergência nacional com limitações à 6

circulação da população e por esta altura foi promovido o teletrabalho aos profissionais cuja função o permitia e alguns dos nossos estabelecimentos acabaram por encerrar. Em abril, encerrámos algumas lojas temporariamente. Um grande número de trabalhadores esteve em Lay-Off total ou parcial. Apesar dos encerramentos, preocupámo-nos em disponibilizar aos nossos clientes serviços de optometria por videochamada, apoio do departamento técnico por WhatsApp ou chamada e foram realizadas consultas e entregas ao domicílio. Desde 4 de maio, reabrimos todas as lojas com medidas de higiene e segurança implementadas nas lojas que se mantiveram sempre em funcionamento: com entrega de Epi´s a todos os profissionais, barreiras de segurança, limitação dos percursos no interior das lojas, reestabelecendo a segurança e confiança necessárias para o atendimento ao cliente. A determinação e empenho do nosso SHST foram fundamentais para garantir a segurança e a saúde física e mental das nossas pessoas. Os nossos clientes elogiam as nossas medidas, respeitando e confiando a sua saúde visual aos nossos profissionais. Toda esta situação trouxe, apesar de todas as consequências negativas, alguns ensinamentos à Ergovisão, sendo o mais importante a preocupação genuína com trabalhadores e clientes, sem os quais nada seria possível.


Plataforma Veja a Dobrar Durante a pandemia e a pensar nas necessidades que realmente importam, lançámos a iniciativa “Veja a Dobrar”. Esta iniciativa conta com uma plataforma (vejaadobrar.pt/), na qual o cliente compra um voucher de determinado valor para descontar numa compra futura. Mas, quando o cliente usa o voucher em loja o valor dobra, ou seja, o cliente duplica o valor do

seu investimento. A título de exemplo: O voucher que comprou a 50€, vale 100€ na loja. Válido em armações e óculos de sol em stock na loja que escolher. Os primeiros vouchers tiveram a sua validade até 31 de dezembro, sendo que preparámos uma nova campanha para o início de 2021.

7


Experimentação Virtual A Ergovisão oferece, através do site, a possibilidade de experimentar os seus óculos online. Por meio de uma webcam, pode experimentar os modelos e as cores, no conforto da sua casa e já em alguns pontos de venda da Ergovisão. O Virtual Try On é uma ferramenta lançada há três anos pela Ergovisão, que assume neste momento um fator diferenciador e adequado à necessidade de compras à distância.

Durante o mês de dezembro, em três lojas piloto (Porto, São João da Madeira e Leiria), lançámos – em exclusivo no setor em Portugal – o projeto Smart Shopper. Além da experimentação virtual, temos a possibilidade de customizar óculos da Ray-Ban e da Oakley. Este software está disponível na página do Facebook e no Website da Ergovisão.

Experimente no website da Ergovisao

8


Certificação Ascensão e Luís Buchinho com Selo “Portugal Sou Eu” As nossas marcas exclusivas Ascensão e Luís Buchinho contam agora com a certificação do Selo “Portugal Sou Eu”. “Portugal Sou Eu” é mais do que um programa, é uma manifestação coletiva de orgulho, uma atitude responsável, uma forma simples de fazermos a diferença no país e fazermos um país diferente. Portugal somos todos nós. Portugal é cada um de nós. Portugal Sou Eu. Este selo identifica e certifica produtos e serviços nacionais com elevada incorporação nacional que é a percentagem da composição do produto ou serviço que é português. Quando adquirimos produtos ou serviços com este Selo estamos garantidamente a contribuir para melhorar a competitividade das empresas, criar emprego e contribuir para uma economia mais sustentável, designadamente diminuindo a pegada ambiental.

9


Reavivar a marca Ascensão

1. Ascensão

Braga Sé

A Ascensão, marca exclusiva do grupo Ergovisão, é de fabrico artesanal e apresenta óculos totalmente produzidos à mão no nosso país. Com linhas portuguesas e revestidos de histórias para contar, os modelos têm nomes de localidades onde a Ergovisão está presente. A marca Ascensão continua a crescer e a Ergovisão reaviva a sua essência, destacando agora os novos modelos.

2. Ascensão

Porto Boavista

Disponíveis para compra online aqui 10


3. Ascensão

da Beira

Aguiar

4. Ascensão

Évora

Consulte o Catálogo digital aqui

5. Ascensão

Penalva do Castelo

6. Ascensão

de Lima

Ponte

11


“Há uma Visão Portuguesa que nos Une”

Como entrevistados contámos inicialmente com o nosso administrador Emídio Rodrigues, os nossos embaixadores Liliana Brandão e Diogo Morgado, assim como o nosso parceiro Luis Buchinho (criador da marca exclusiva da Ergovisão). Sempre com um caráter pessoal e profissional, estas entrevistas serviram para conhecer melhor as pessoas de uma forma informal e muito interessante. Os seus gostos, as suas preferências e a sua ligação à

12

marca foram alguns dos temas abordados. Inicialmente de âmbito semanal e depois de uma forma mensal, os profissionais com mais de 10 anos de empresa foram entrevistados por Sara Oliveira, uma comunicadora fantástica, colaboradora na região de Aveiro. As experiências na empresa e na vida, as histórias, os sucessos e as dificuldades, fizeram fortalecer ainda mais esta Visão Portuguesa que nos Une. A Ergovisão é a família que nos une!


Nova Clínica Dr. Ergo em Viseu Já abriu a nova Clínica Dr. Ergo em Viseu, um novo espaço equipado com alta tecnologia, layout moderno, apelativo e funcional, que oferece com toda a segurança consultas, exames e serviços clínicos especializados. Esta clínica teve um forte investimento na tecnologia Zeiss, com a possibilidade de experimentar a consulta remota. Esta nova clínica tem implementados procedimentos de limpeza e desinfeção com frequência de materiais e superfícies e utilização dos EPI’s adequados para que as consultas sejam efetuadas com toda a segurança.

Este espaço conta com uma equipa dedicada, motivada e altamente qualificada que atua na prevenção visual e diagnóstico precoce de patologias e seu tratamento, abrangendo todas as áreas desde a optometria, ortóptica e oftalmologia, com o objetivo de cuidar da sua saúde ocular. Por uma visão portuguesa que nos une, garantimos um serviço de confiança e segurança. A nova clínica Dr. Ergo encontra-se na seguinte morada: • Rua Eng. Manuel Moreira Amorim Lote 90, Fração B, R/C Dto. Quinta Jugueiros 3500-029 Viseu

Mais informações em dr-ergo.pt

13


Transformação Digital

Uma das metas da Ergovisão para o ano de 2020 era a implementação de um conjunto de soluções para alavancar a transformação digital da empresa. Como tal, elaborámos um inquérito para medir o grau de maturidade digital das nossas equipas e predisposição para a transformação digital. Após análise das maiores dificuldades existentes, foi criado um plano de formação no

14

sentido de as colmatar. Nestas formações abordámos temas como redes sociais, manuseamento de equipamentos, plataformas internas e de fornecedores, Microsoft Office, ferramentas Google, e-mail… Estas formações online são gravadas e publicadas internamente para todos poderem ver ou rever e assim melhorar as nossas competências digitais.


Mr. Wonderful Eyewear em exclusivo na Ergovisão

A Ergovisão é distribuidora oficial em Portugal, em exclusivo, da marca Mr. Wonderful. Desde 2017, a Mr. Wonderful comercializa os seus próprios desenhos em armações e óculos de sol, designs vistosos e positivos, que chegam a várias óticas a nível internacional com o mote: “Óculos para fazer as pessoas felizes”, que tornam o dia a dia mais divertido e positivo. As propostas apresentam uma paleta

cromática bastante variada, com cores intensas e otimistas, formas suaves e modelos que transmitem um conceito único que que se baseia na felicidade e que fluem lindamente para permitir que cada momento seja vivido com intensidade. Precisamos de óculos que nos permitam ver o lado bom das coisas e que projetam o melhor de nós mesmos, por isso, comunicação e sentido de humor são os pontos fortes desta marca.

Conheça os modelos disponíveis no site

15


Integração do Projeto Autónomo de Formação e Projeto Adaptar PME A Ergovisão integra, agora, o “Projeto Autónomo de Formação” e o “Projeto Adaptar PME”, do Programa Operacional de Competitividade e Internacionalização. O Projeto Autónomo de Formação visa, através de Fundos Europeus Estruturais e de Investimentos, aumentar a qualificação e a competitividade da empresa, de modo a potenciar o desenvolvimento dos seus recursos humanos. O objetivo é acrescentar valor aos serviços prestados e promover a sustentabilidade, a qualidade do emprego e apoio à mobilidade dos trabalhadores. O Projeto Adaptar PME visa, através dos incentivos de adaptação, reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas, sustentando a criação e o alargamento de capacidades avançadas de desenvolvimento de produtos e serviços.

16


Diga adeus às lentes embaciadas! Na Ergovisão existem várias soluções para proteger as lentes dos seus óculos contra o embaciamento, provocado pela humidade ou vapor, que agora tem sido um problema cada vez mais recorrente com a utilização das máscaras de proteção. Temos algumas soluções com vantagens comprovadas sobre os normais tratamentos anti-embaciamento, com qualidade incomparável e indicado para todas as superfícies óticas, com limpeza e transparência numa só passagem. • 1. Gel anti-embaciamento (10g) + microfibra - Utilização aproximada até 100x Com escova aplicadora numa das extremidades para facilitar a aplicação • 2. Toalhita com solução anti-embaciamento embebida (13x13cm) Utilização aproximada até 40x • 3. KIT AntiFOG Zeiss: Spray anti-embaciamento (15ml) + Pano AntiFOG (13x13cm) Este KIT é uma solução fácil de usar que mantém as suas lentes desembaciadas até 72h.

Saiba mais aqui!

17


Ergovisão solidária A Ergovisão pretende com a ErgoSocial apoiar projetos de responsabilidade social e causas que façam sentido, numa fase tão difícil como esta que estamos a passar. Como tal, demos o nosso apoio ao Projeto Abrigo criado pela CAIS, uma associação de solidariedade social que promove “a integração social de pessoas em situação de pobreza e/ou exclusão social, através de metodologias de capacitação para a aproximação ou regresso ao mercado de trabalho”. Na qualidade de mecenas, a ErgoSocial apoia este projeto através da oferta de consultas de optometria, rastreios visuais e óculos a pessoas acompanhadas pela Associação Cais. As consultas de rastreio, acompanhadas pela Associação CAIS, são oferecidas a todos os utentes do Centro CAIS do Porto e, sempre que possível, aos utentes CAIS de Lisboa que se desloquem ao Porto.

A Ergovisão propõe-se também a participar na organização de campanhas de angariação de bens para os frequentadores da associação. Todos os associados CAIS dispõem de um desconto de 25% nos serviços do Grupo Ergovisão. Apoiamos também o Projeto CompartilhArte criado pela Ajudaris, uma associação particular de caráter social e humanitária de âmbito nacional, sem fins lucrativos, que luta diariamente contra a fome, a pobreza e a exclusão social. A “CompartilhArte” incentiva as crianças a realizar ilustrações baseadas em histórias ligadas à cidadania, que, posteriormente, são avaliadas e as escolas dos vencedores recebem um cheque-prenda que a Ergovisão oferece aos três primeiros classificados do pré-escolar, 1º e 2º ciclo. Este ano, para evitar as deslocações às escolas vencedoras, a entrega dos seguintes prémios é feita através do correio.

Vencedores do Pré-escolar

1º lugar: Centro Social de Coimbrões - CATL 2º lugar: Agrupamento de Escolas Irmãos Passos - Escola Irmãos Passos 3º lugar: Agrupamento de escolas da Sé Guarda - Jardim de Infância da Castanheira

Vencedores 1º ciclo

1º lugar: Agrupamento de Escolas Gil Eanes - Escola Básica de Odiáxere 2º lugar: Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira - Centro Escolar Salgueiro Maia 3º lugar: Agrupamento de Escolas D. Carlos 1 - EB D. Carlos I

Vencedores do 2º ciclo

1º lugar: Agrupamento de Escolas de Águeda - EB Fernando Caldeira 5ºF 2º lugar: Agrupamento de Escolas Aurélio de Sousa - EB Augusto Gil 6ºD 3º lugar: Agrupamento de Escolas de Seia - EB2,3 de Tourais-Paranhos 6ºC 18


Ainda durante a pandemia foi feita a entrega de 300 óculos de proteção aos profissionais de saúde de quatro hospitais, nas cidades de Aveiro, Coimbra, Porto e Viseu, que continuam na linha da frente de combate à Covid-19, nomeadamente: • Hospitalar do Baixo Vouga em Aveiro • Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra • Hospital de Santo António no Porto • Hospital de São Teotónio em Viseu A Ergovisão fez ainda uma oferta à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salvação Pública e Cruz Branca e à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viseu. Juntos somos mais fortes e também mais solidários.

19


Ergovisão na Rede de Prestadores OFTALMED As lojas Ergovisão vão pertencer à Rede de Prestadores OFTALMED: o 1º Plano de Saúde Ocular em Portugal. Com lançamento previsto para 2021, o Oftalmed é um novo Plano de Saúde Ocular que irá disponibilizar aos seus clientes várias vantagens

20

em serviços clínicos bem como na aquisição de produtos óticos. Com o lema “Saúde Ocular acessível a todos” será certamente um excelente serviço para todos os clientes que pretendam poupar nas despesas de saúde relacionadas com a sua visão.


Certificação do SGQ dos laboratórios Ergolab Na vanguarda tecnológica e a par com a sua constante preocupação de bem servir os seus clientes, a Ergovisão tem em marcha um projeto de consolidação do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) dos seus laboratórios ErgoLab, presentes em várias das suas lojas espalhadas pelo país, com vista à respetiva certificação no âmbito da norma “NP EN ISO 9001:2015”, traduzindo-se no reconhecimento do esforço em assegurar a conformidade dos seus produtos e serviços, a satisfação dos seus clientes e a melhoria contínua. Com efeito, é nos laboratórios ErgoLab, através dos seus técnicos especializados e moderno equipamento, que prestam serviços personalizados, ao nível do corte e montagem de lentes oftálmicas, consertos, personalização de molde de lentes (no caso de griffes) e estudos da espessura das lentes e da melhor opção para cada armação mediante material e graduação, entre outros. O principal propósito do projeto de certificação consiste em desenvolver e manter um portefólio de serviços que permita a melhoria contínua do desempenho e, simultaneamente, beneficiar com a sua implementação, uma vez que se trata de um processo estratégico que, com o envolvimento de todos os colaboradores, permite melhorar os resultados globais da empresa e obter muitos outros benefícios, tais como: • Melhorar a eficácia e a eficiência de processos; • Incrementar a produtividade e satisfação dos colaboradores; • Fidelizar e captar novos clientes; • Melhorar as relações com fornecedores; • Melhorar os resultados económicos; • Melhorar a notoriedade e a imagem da empresa, perante o mercado e a sociedade em geral, ao evidenciar o seu compromisso com a qualidade e a satisfação dos clientes.

Assim, o projeto de certificação do SGQ constitui um instrumento para ajudar a encontrar e corrigir processos ineficientes, bem como constitui uma forma de documentar a cultura da Ergovisão, permitindo que o negócio cresça, mantendo a qualidade dos produtos fornecidos e dos serviços prestados. Nos termos da atual versão da norma de referência citada (2015), o foco principal reside no resultado a ser apresentado pela empresa: entregar produtos e serviços conformes e assegurar uma base sólida para o seu desenvolvimento sustentável.

21


Miguel Neves Embaixador da marca Oakley dentro da Ergovisão Qual o objetivo desta função de embaixador? Como embaixador da Oakley, o objetivo passa por divulgar e envolver a marca dentro da empresa, com intuito de trazer mais clientes às nossas lojas e com isso aumentar a venda de óculos Oakley.

escolha das novas coleções, assim como recebe informação privilegiada das novidades mais recentes, para apresentar à restante equipa. Tem um papel importante na gestão de stock, rotatividade do produto e acompanhamento das vendas.

Que estratégia tem definida para o cumprimento dos objetivos? A estratégia passa pelo acompanhamento e formação. Trata-se de uma marca com especificidades próprias e mais direcionada para o desporto, sendo necessário estar sempre atualizado, de forma a conseguir aconselhar os clientes e encontrar a melhor solução para cada utilização. É importante também existir um stock equilibrado, assim como termos sempre disponíveis as novidades e best-sellers.

Sente que a aposta na marca Oakley é segura? Sem dúvida, estamos a falar na marca de óculos de desporto mais conhecida do mundo, com uma qualidade, conforto e segurança única. Está presente nos maiores eventos desportivos, sendo usada pelos melhores atletas de cada modalidade.

Quais as mais-valias em existirem embaixadores de uma marca específica no seio da organização? Assumir o papel de ligação entre a marca e a empresa. O embaixador acompanha e ajuda na 22

Qual é a sua experiência com a marca que representa? Para além de ser grande fã e conhecedor da marca, a maior experiência é o prazer que sinto sempre que vou praticar BTT e levo comigo os meus Flack 2.0, que me permitem desfrutar de cada treino com a segurança e o conforto que só a Oakley me proporciona.


Zeiss Smart Life, para consumidores digitais A Ergovisão foi sempre foi uma ótica interessada e focada em soluções inovadoras para a satisfação dos seus clientes. As novas lentes Zeiss Smart Life vieram preencher as necessidades visuais de um consumidor digital em permanente movimento. A perspicácia e o conhecimento de todos os colaboradores da Ergovisão sobre todos os avanços tecnológicos das novas

lentes Zeiss, associados a uma equipa de excelência em optometria e oftalmologia, tornaram as lentes Zeiss Smart Life um caso de sucesso e aprovação do cliente sem ímpar no mercado da ótica em Portugal. 95% dos utilizadores consideram as lentes Smart Life melhores do que as lentes anteriores. 99% de adaptações são fruto de um trabalho de excelência de toda a equipa Ergovisão.

23


As escolhas de 처culos de... Catarina Marakis @s_catherine_g 12.8K sugest찾o Luis Buchinho

Beatriz Azevedo

@beatrizmoreiraazevedo 30.4K sugest찾o Ascens찾o by Joana Vaz

24


Francisca Flores

@franciscafloress 53.6K sugestão Chanel

Joana Vaz @joanavaz_ 271K sugestão Celine

25


José Salgado-Borges – www.salgadoborges.com

Óculos e lentes de contacto em tempos de pandemia Embora não seja um método comum de infeção, acredita-se que o coronavírus pode ser contraído através dos olhos. Isto pode acontecer de duas maneiras: gotas líquidas presentes no ar podem transferir o vírus para os olhos (estas partículas respiratórias são expelidas forçosamente quando uma pessoa infetada tosse ou espirra) e pode também ser transferido para os olhos através do contacto físico, geralmente através das nossas mãos (tocar com as mãos num objeto contaminado pelo vírus, que é de seguida transferido para o rosto é uma ação fácil de acontecer no nosso dia-a-dia). Naturalmente, quem usa óculos ou lentes de contacto corre um maior risco de contrair desta forma o vírus, uma vez que a tendência para ajustar os óculos ou até mesmo esfregar os olhos é maior. Que cuidados devemos então ter para evitar este contágio? José Salgado-Borges assume que “para minimizar o perigo de infeção por Covid-19 deve evitar ao máximo tocar diretamente com os dedos no rosto. Se sentir necessidade para tal, por precaução utilize sempre um lenço de papel ou tecido limpo. Os usuários de lentes de contacto devem também utilizar o menos possível as lentes e aumentar 26

os seus cuidados com a desinfecção das mãos principalmente quando necessitam de as aplicar e remover. Assim sendo, ter o cuidado de lavar as mãos regularmente é fundamental antes de qualquer ação facial. Os usuários de óculos devem ter o cuidado de os lavar com água e sabão várias vezes ao dia e os limpar com a microfibra para não danificar a armação ou mesmo a lente. Devem ainda ter a preocupação de desinfetar todas as superfícies onde decidem colocar o estojo das lentes ou os óculos”. Resumindo, “para além dos cuidados a ter com o distanciamento, a proteção e a higienização adequada , estas terão que ser redobradas. Sabendo que a conjuntivite pode ser a primeira manifestação ocular do novo coronavírus, é vital eliminar comportamentos de risco. Se antes parecia uma prática inofensiva, hoje tocar constantemente no rosto é uma verdadeira ameaça. É fundamental parar de tocar nos olhos, na boca e no nariz, se as mãos não estiverem desinfetadas. Este procedimento diminuirá o risco de contaminação. As lentes de contacto devem, sempre que possível, ser substituídas por óculos e, o seu uso, manuseamento e desinfeção, rigorosamente cumpridos”, conclui o médico oftalmologista.


Celebramos 18 anos da Ergovisão! Foi no passado mês de novembro que o grupo Ergovisão completou as suas 18 primaveras, num ano especialmente atípico e desafiante para todos. Como em todas as histórias, a nossa também começou com “Era uma vez… um sonho empresarial, decorria então o início da década de 80… e rapidamente cresceu”. Fique por aqui e conheça-nos melhor!

28


Loja Ergovisão Aveiro

Estávamos no ano de 2002, sob uma nova geração familiar, quando nasceu a marca Ergovisão, com quatro lojas na região de Viseu. Atualmente, a atingir a maioridade, a Ergovisão é um grupo que já conta com 60 óticas distribuídas por todo o território continental e insular. “Chegamos aos 18 anos de vida, com muitos desafios e conquistas, mas ainda com mais garra e vontade em concretizar”. Esta empresa 100% portuguesa, de raízes familiares, tem apostado orgulhosamente no made in Portugal em vários dos seus produtos e serviços, assim como nos nomes que associa à sua imagem. No ano da maioridade, a marca integrou mais 11 lojas na dua rede.

Testemunho de Pedro Figueiredo, um dos fundadores e diretor de marketing do grupo Ergovisão: Celebramos 18 anos da Ergovisão! Hoje, mais do que em qualquer outro ano, há ainda mais motivos para celebrar face ao esforço, à dedicação, à resiliência, à resistência, à vontade de todas as pessoas que acreditam em nós e nos nossos projetos. Foram muitas pessoas ao longo destes 18 anos, muitas que ainda hoje caminham ao nosso lado, outras que nos acompanham um pouco mais ao longe. Tantas histórias nestes 18 anos… Foram tantas as alegrias e as tristezas, os sucessos e os insucessos, as vitórias e as derrotas… Parece fácil....

29


mas não é! Todos os dias vivemos a nossa empresa de uma forma intensa, não desligamos “o chip” quando saímos ao final do dia, nem aos fins de semana, nem nas férias… A motivação está sempre lá ao fundo… a responsabilidade para que tudo corra da melhor forma possível para todos: se a nossa empresa estiver bem, as nossas pessoas estarão bem! Este ano de 2020 está a ser provavelmente um dos maiores desafios das nossas vidas… não é só para mim, é para todos… cada um terá obstáculos para ultrapassar e muitos desafios a superar. Acredito que um dos maiores desafios é mantermos a nossa sanidade mental e, para

isso acontecer, temos de encontrar bons motivos para continuarmos a lutar todos os dias. Temos de continuar a planear o futuro, a desenhar novos projetos, a pensar a nossa estratégia para daqui a 10 ou 20 anos e perceber de que forma nos podemos adaptar aos novos tempos e continuarmos a inovar para estar sempre em vantagem “temporária”. Obrigado a todos os que de alguma forma contribuíram para os sucessos alcançados nestes últimos 18 anos e contem connosco para continuar a inovar e a acreditar que, juntos, temos uma visão que nos une!

Loja Ergovisão Mangualde 30


O futuro da moda face à “crise” de Covid-19 A pandemia de Covid-19 trouxe muitos desafios para a indústria da moda. Grandes desfiles e feiras foram cancelados, o canal online assumiu-se como o único meio de contacto entre marcas e consumidores e a questão da sustentabilidade tornou-se ainda mais relevante. A indústria da moda está a passar por uma mudança para a qual dificilmente haverá retorno. Os criadores encontram-se num momento de incerteza, não sabendo se os clientes querem manter o modelo atual de compra online ou voltar a experimentarem as peças de roupa ou os óculos em loja. Mais, a crise atual expõe a necessidade de transparência por parte das marcas, que terão de lidar com um consumidor mais consciente, inclusivo e diverso. Segundo Eduarda Abbondanza, presidente da ModaLisboa, à margem de um evento sobre a sustentabilidade desta indústria, “o ciclo da moda ruiu e terá que ser repensado.

Desfile Luis Buchinho na Moda Lisboa, nos seus 30 anos de carreira

Diminuir o excesso de produção, diminuindo a quantidade de coleções e o número de peças por estação, é o caminho a seguir”. Porém, existindo uma redução, como é que se vai continuar a alimentar uma indústria? “Tem que haver um aumento da qualidade, não só na sua manufatura como também no seu valor estético”, acrescenta. A sustentabilidade não ficou em pausa com a pandemia e acreditamos que a Covid-19 em-purrou a moda para uma direção melhor, aca-bando com o excesso de produção e o desper-dício. Ao reduzir a produção, ajudamos a mudar a mentalidade para uma que se concentre na longevidade quando se trata de roupas ou acessórios de moda, como é o caso dos óculos. Tendo sempre em consideração a proteção do meio ambiente, as marcas de eyewear deverão reduzir significativamente os desperdícios materiais e emissões de gases poluentes, sem abdicar do compromisso para com a segurança e a sustentabilidade, ou comprometer a qualidade das armações. Conseguir um modelo mais responsável a ní-vel social e ambiental é, de facto, fundamental. Cada vez mais se dá importância à origem dos materiais, à rastreabilidade, à identificação do produto e à forma como ele é tratado ao longo da cadeia produtiva. Antes de comprar, é preciso saber qual é a utilidade daquele artigo, de onde vem, como foi produzido, qual o material utilizado, se envolveu algum tipo de trabalho ilegal, se houve crueldade com animais, etc.. Resta dizer que o futuro do planeta depende de todos nós e todos temos responsabilidade sobre a pegada ambiental que deixamos para as próximas gerações.

31


Luís Buchinho criou a nova farda Ergovisão Quais foram as inspirações para esta linha de fardas criada para os colaboradores das lojas Ergovisão? Não tem uma inspiração propriamente dita, tem uma função de design muito presente na maneira como a farda está concebida. Na medida em que quis retirar o ar muito clínico que as fardas anteriores tinham, que pareciam uma farda de hospital, que é o que temos dado como farda consensual, que é uma bata branca. E quis criar um certo calor humano e empatia da parte do próprio consumidor quando entra na loja. Identificar facilmente quem são as pessoas do team Ergovisão. Tem um apontamento que reflete a descontração que deve ser característica do atendimento nas lojas, que é traduzido pelo pormenor da haste vermelha no bolso. A cor neutra, mas num tom mais quente, tendo também o pormenor de preto que caracteriza muito as minhas criações e detalhes vermelhos característicos do logo da Ergovisão. Quais foram as maiores dificuldades e desafios durante o processo criativo? Dificuldades não posso dizer que tenham havido muitas. Eu tive várias ideias, talvez o

32


problema tenha sido selecionar qual a mais eficaz, o processo foi sempre acompanhado pela Ergovisão. A dificuldade de fazer uma farda, seja qual for o cliente, é apresentar um produto transversal, que fique bem em várias tipologias, tendo em conta parâmetros como a faixa etária, afisiologia, etc.. A transversalidade é um pensamento que tem sempre que estar presente na criação de uma farda para qualquer cliente. Que vantagens atribui às novas fardas em relação às anteriores? As novas fardas têm uma linguagem mais contemporânea. Serão mais valorizadas por quem as veste e por quem as vê. As lojas Ergovisão têm um ar muito puro a nível de design, têm muito branco e muita luz. A farda torna-se num reforço visual muito marcante, tendo em conta a forma como a farda foi construída principalmente a nível cromático. Considera que a nova farda será bem aceite pelos colaboradores e clientes? Penso que a apresentação da nova farda se traduzirá num resultado muito apelativo e muito bem recebido por colaboradores e clientes. Há algum cuidado especial a ter com a nova farda que gostaria de salientar? A farda deveria ser sempre vestida com calças pretas e com calçado bastante confortável, descomprometido, como sapatilhas de cor preta ou branca. Que mensagem pretende transmitir este novo fardamento? Passa a mensagem de que a marca que está muito atenta à imagem e sempre numa construção sucessiva a ultrapassar vários patamares para que a imagem perante o público seja sempre uma imagem de excelência.

33


Dica da Íris para um planeta melhor A Íris tem mais uma dica a pensar no meio ambiente. É importante estimular as crianças a ver o mundo com os olhos postos na preservação do meio ambiente. Uma maneira divertida é incentivar a criatividade das crianças a criarem brinquedos a partir de materiais recicláveis. É possível utilizar alguns tecidos e algodão para fazer bonecos. Por exemplo, o caderno antigo pode ser usado para fazer barcos, chapéus, rolo de papel higiénico e as garrafas plásticas podem transformar-se em carros e robôs... há muitas formas divertidas e interessantes para os afastarem dos dispositivos móveis, que, a longo prazo, podem ser nocivos à saúde ocular.

Agora já pode fazer a sua pré-aprovação online Os seus óculos até

Simule já


Veja tudo, em todos os momentos. Lentes ZEISS SmartLife

Profile for Ergovisão

Revista Ergo 7  

Nova edição da re(vista) ergo. Uma produção da Ergovisão

Revista Ergo 7  

Nova edição da re(vista) ergo. Uma produção da Ergovisão

Profile for ergovisao
Advertisement