Page 1

R$ 1,00 Ano X - nº 658- 31 de março de 2012

Iprograme-se www.jornalipanema.com.br

Rosa Passos abre temporada 2012 do Metso Cultural

28 MIL EXEMPLARES - SOROCABA E REGIÃO

Caderno Negócios e Oportunidades

Estudadas bebem mais Pesquisas revelam que mulheres com maior grau de instrução tendem a consumir mais álcool. O adiamento da maternidade para se dedicar à vida social e as conquistas mais altas no mercado de trabalho são fatores que favorecem esse comportamento.

Juliana Moraes

Páginas A-2, A-10 e A-11

Má gestão do tempo pode piorar estresse profissional Página A-18

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

Dieta sem glúten resolve?

Quase onipresente na alimentação, a proteína vegetal vem sendo acusada de tudo: do excesso de peso à enxaqueca; o que falta é comprovar cientificamente sua culpa. Página A-20

www.jornalipanema.com.br

A1


Editorial

On Line

Artigo

Mudança de comportamento Sergio Holtz comenta em seu blog a dificuldade de escolher e de encontrar uma atividade profissional que satisfaça com base em reportagem publicada pelo na edição do Jornal Ipanema, de 17 de março. O Classificados de Imóveis o Portal do Jornal Ipanema traz milhares de ofertas e oportunidades excelentes para quem quer comprar, alugar ou vender.

Pelo menos dois estudos, um internacional e outro realizado em São Paulo, sobre a relação entre o grau de escolaridade e a ingestão de bebidas alcoólicas demonstram que mulheres com maior grau de instrução e bom rendimento no período escolar tendem a consumir mais álcool, como mostra reportagem publicada nesta edição. Mudanças estruturais na economia mundial e nacional ao longo das últimas quatro décadas permitiram avanços nas relações de consumo com reflexos inevitáveis na adoção de comportamentos. Não há dúvida de que a nova mulher identificada nas pesquisas está cada vez mais independente. E a escolaridade, nesse sentido, impulsiona esse protagonismo. As mulheres já representam 57% do total de universitários brasileiros, conforme aponta levantamento recente feito pelo instituto Data Popular. Em que pesem todas as grandes conquistas que coroam a ascensão e o

empoderamento feminino, os resultados apresentados sobre o maior consumo de álcool por mulheres mais escolarizadas refletem um comportamento preocupante, que vai de encontro ao perfil que a sociedade busca nos dias de hoje. A associação álcool x direção perigosa está - e precisa se manter no centro das campanhas de conscientização e de combate de modo a maximixar o rigor na aplicação da Lei Seca no Brasil. A sociedade caminha para a construção de uma legislação mais apertada e é bem provável que em pouco tempo não se tolere a ingestão de nenhuma gota de álcool para motoristas, ante aos exponenciais índices de violência no trânsito e o crescimento de ocorrências com mortes. Pegando carona nessa onda politicamente correta, até mesmo a proibição do consumo de álcool em eventos públicos municipais já é uma realidade na cidade. É preciso reavaliar, em meio a esse processo de evolução, se o álcool é realmente um troféu a ser levantado em nome das grandes conquistas.

Espaço do Rui Quem sente saudades do exgenro de João Havelange, Ricardo Teixeira? Qual será a opinião de Paulo Roberto Júnior? Acesse e saiba acessando seu blog no Portal do Jornal Ipanema. Você sabia que Sorocaba já tem uma clínica de tratamentos corporais, faciais e de rejuvenescimento? Confira na coluna Espaço Empresarial. Reportagem:

Má gestão do tempo pode piorar estresse profissional

A morte não é nada... A morte é a única certeza que temos, mas ela sempre nos surpreende. No domingo passado faleceu meu primo Carlos Eduardo Ferreira Martins, amigo inseparável da adolescência e juventude. Viajávamos, pescávamos e até trabalhávamos juntos. Eu, ele e o saudoso Nelson Antunes Galvão. Estava esperançoso em ter vida saudável e foi fazer transplante do rim em Joinville, Santa Catarina, onde depois do procedimento faleceu de enfarto. Foi mais um abalo para mim. Eu já havia ficado chocado dias antes quando o médico Fábio Lorenzetti me avisou que seu pai havia falecido, o Antonio Lorenzetti, o Toninho, casado com minha colega de curso primário, a Therezinha de Moura. Ele havia sido guarda-civil, depois enfermeiro e, mais tarde, empresário. Por anos foi proprietário de posto de gasolina na avenida General Carneiro. Era um homem especial. Calmo, prestativo, procurava tornar mais feliz a vida das pessoas. Nunca levantava a voz, sabia ouvir e tinha palavras de estímulo, conforto e esperança a todos que o rodeavam. Lembrava os aniversários dos parentes e, mesmo hospitalizado, telefonou para cumprimentar um cunhado. Você conhece o Mickey, que jogou no São Bento? Esse homem forte, cheio de saúde ainda joga futebol com frequência. E ele deve estar na casa dos oitenta anos. Merece entrar para o livro dos recordes. Um dia, ele encontrou um amigo de juventude, futebol e diversão. Abraçou-o com grande alegria e propôs: - Vamos unir nossos amigos e fazer um grande jantar! O

outro, depois de coçar o queixo pensativamente, respondeu: - Acho melhor nós irmos até aquele carrinho de cachorro quente e comemorar, pois da turma só restaram eu e você! Se você achou que agi com mau gosto ao contar esse fato ao meio de tanta tristeza, tenho a dizer que fiz isso em homenagem ao Toninho Lorenzetti, o amigo que citei no início. Porque seu cunhado, Edgard Moura, emocionado, trouxe-me um folheto distribuído na Missa de 7º Dia, que o próprio Toninho havia pedido para ser distribuído: “A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do caminho. Eu sou eu, vocês são vocês; o que eu era para vocês, eu continuarei sendo. Me dêem o nome que vocês sempre me deram. Falem comigo como sempre fizeram. Vocês continuam vivendo o mundo das criaturas. Eu estou vivendo no mundo do Criador. Não utilizem o tom solene ou triste; continuem a rir juntos. Rezem, sorriam, pensem em mim, rezem por mim. Que meu nome seja sempre pronunciado como sempre foi, sem ênfase de nenhum tipo, sem nenhum traço de sombra ou tristeza. A vida significa tudo o que sempre significou. O fio não foi cortado. Por que eu estaria fora dos seus pensamentos agora que estou apenas fora das suas vistas? Eu não estou longe; apenas estou do outro lado do caminho. Você que aí ficou, siga em frente... A vida continua linda e bela como sempre foi. Março 2012”. Vamos refletir e tornar a nossa vida muito melhor. Como Toninho simplesmente pediu que fizéssemos. Rui Batista de Albuquerque Martins é jornalista e publicitário

Paciência Amigos, como é difícil muitas vezes mantermos o equilíbrio necessário ao não concordarmos com determinada atitude de uma pessoa. Nossa experiência, sem arrogância, mostra que estamos prestes a observar um erro, um desastre, um engano. Mas, se conselho fosse bom, deveríamos vendê-lo, pois não adianta falarmos. As pessoas precisam de vivências próprias. Na verdade, queremos poupar aqueles que estão próximos de experiências tristes. Acho que devemos, sim, colocarmos nossas opiniões, especialmente se a pessoa envolvida tenha conosco uma grande amizade, dependência financeira ou emocional, é, no mínimo, honesto de nossa parte. Se estimamos, podemos levar o outro no mínimo a uma reflexão mais detida. Podemos também nos enganar, é claro. Não devemos, todavia, deixar de reconhecer que novas tentativas, em situações diferentes das que nos deram base num momento, podem não ser obstáculos a um novo acerto. Você já se observou numa situação de aconselhar? Já contribuiu em momentos de dúvidas de um amigo, filho, companheiro, familiar, enfim, de uma pessoa querida? Diriam os experientes que, com paciência e perseverança, tudo acaba bem. E você me diria: Eu sei, eu sei! Se sabe, trilhe o caminho do bom ouvinte ou do bom conselheiro, conforme a posição que exerça no momento, pois ora você receberá, ora dará sua opinião. A vida nos propõe alternâncias e isso faz parte de uma rica existência onde aprendemos ensinando. Tenha paciência budista com os teimosos, turrões, “cabeças duras”, donos da verdade. Pense nisso com toda paciência, de maneira perseverante, e boa semana.

Francisco Pagliato Neto é empresário e educador

PARA ANUNCIAR: Gerente Geral - Jornal Ipanema Wilson Rossi comercial@jornalipanema.com.br Gerente de Produção 2102-0306 / 2102-0320 / 2102-0323 / 2102-0325 / 2102-0327 / 2102-0330 Roberval Fernandes de Almeida Gerente de artes Editor Filiação Ipanema Sistema Gráfico e Editora Ltda Manoel D. Magueta Benedito Urbano Martins CNPJ - 01.142.640/0001-07 Tiragem - 28.000 exemplares Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 199 MTB 36504 Distribuição - Sorocaba e Região Lageado - CEP 18.110-008 - Votorantim - SP Fone (15) 2102-0300 - Fax (15) 2102-0302 Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal, sendo da inteira responsabilidade dos seus autores. PORTAL DO JORNAL IPANEMA: www.jornalipanema.com.br diretoria@jornalipanema.com.br _____ 2102-0300 redacao@jornalipanema.com.br ______ 2102-0389 comercial@jornalipanema.com.br ____ 2102-0330 financeiro@jornalipanema.com.br ____ 2102-0308 circulacao@jornalipanema.com.br ____ 2102-0335 wilsonrossi@jornalipanema.com.br ___ 2102-0333 arte@jornalipanema.com.br - 2102-0340/ 2102-0342

A2

www.jornalipanema.com.br

Diretoria Francisco Pagliato Neto Juliana Camargo Pagliato

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Arquivo Aberto Falecimento

Comitê Especial para tratar da questão, fomentando, assim, discussões sobre a causa em nosso município, para posteriormente ser idealizado o Conselho Municipal dos Direitos dos Animais”.

sonoros no modo alto-falante nos ônibus. A lei é de autoria do vereador Francisco França (PT) e prevê multa de R$ 50,00 aos infratores e desembarque no caso do seu descumprimento.

Clima quente

Fórum Trabalhista Já!

No início da sessão ordinária de quinta-feira (29), os vereadores Caldini Crespo (DEM) e Ditão Oleriano (PMN) protagonizaram um bate-boca que, por pouco, não terminou em agressão. A discussão entre os parlamentares ocorreu no plenário, mas fora dos microfones. O motivo da briga foi que Ditão ficou irritado com o projeto de lei do vereador Caldini Crespo, que dispõe sobre a isenção de pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos. Ditão, que é autor de um projeto semelhante, cuja lei já está em vigor, não gostou e foi tomar satisfação com o colega.

O titular da Delegacia de Infância e Juventude de Votorantim, José Augusto de Barros Pupin, a convite do presidente da Câmara Municipal de Votorantim, Marcos Antonio Alves, o Marcão Papeleiro (PT), esteve reunido com o deputado federal Jilmar Tatto (PT). Ele pediu apoio ao parlamentar para a instalação de um Fórum Trabalhista na cidade. A campanha “Fórum Trabalhista Já!” conta com o apoio dos presidentes da OAB de Votorantim, Rodrigo Kriguer e de Sorocaba, Alexandre Ogusuku, além da deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB).

“Deixa disso”

Morreu na quinta-feira (29), o advogado e Governador 2005-06 do Distrito 4.620 do Rotary International, Gilberto Carvalho de Oliveira. Seu corpo foi velado na Ofebas e sepultado na sexta-feira (30) no Cemitério Pax. Gilberto Carvalho de Oliveira assinava a coluna “Rotary em Comunicação”, no Jornal Ipanema. Deixa a esposa Eloíza Santana Tibúrcio Carvalho de Oliveira e o filho Alexandre Tibúrcio Carvalho de Oliveira.

Direito dos animais

O bate-boca esquentou, até que outros vereadores acabaram intervindo para acalmar os ânimos. “Se não fosse a turma do ’deixa disso’ eu acho que eles teriam entrado nas vias de fato”, disse um assessor de Crespo.

“Cara de pau” No início de fevereiro, quando o projeto e Crespo foi deliberado pelo Plenário, Ditão foi à tribuna e, exibindo frasco de óleo de peroba, disse que “tem vereador que é cara de pau, que fica copiando projeto dos outros”, referindo-se ao colega do Democratas.

Pé frio

Durante a posse do Conselho Municipal de Desenvolvimento do Meio Ambiente de Sorocaba (Comdema), realizada na terça-feira (26), o vereador João Donizeti (PSDB) explanou sobre a importância do conselho no desenvolvimento de políticas públicas ligadas ao meio ambiente, e aproveitou a oportunidade para falar sobre a necessidade da criação de um Conselho dos Direitos dos Animais (CMDA) no município. O vereador, que é autor do projeto de lei que cria o CMDA, afirmou “que Sorocaba necessita possuir um grupo específico para debater esta questão”.

O São Bento perdeu para o Juventus por 2 a 0 e decepcionou os mais de mil torcedores que estiveram, na manhã do último domingo (25), no estádio Walter Ribeiro, o CIC. Entre os torcedores estava o presidente do diretório municipal do PT em Sorocaba, José Carlos Triniti Fernandes, chamado de pé frio pelo radialista e apresentador do Jornal da Manhã da Jovem Pan, Paulo Roberto Júnior. Triniti pode ser pé frio no futebol, “mas pé quente na política”, rebateu, prometendo eleger a pré-candidata do PT, Iara Bernardi.

Comitê especial

Sorriso

O prefeito Vitor Lippi afirmou que “em um primeiro momento será criado um

Por falar em Iara Bernardi, ao contrário do que muita gente imagina, ela anda só sorrisos e esbanjando simpatia. Os adversários juram que ela está fazendo um “curso de felicidade”. Ela diz que sempre foi assim. E ponto final.

Chega de barulheira Agora é lei. Foi sancionado projeto de lei que proíbe uso de aparelhos JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

Bernardi, projetou o PT para disputar os votos do segundo turno nas eleições. “Esta cidade vai ter, e u g a ra n t o, o s e g u n d o t u r n o ”, disse. Segundo ela, “as ações vitoriosas do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff vão refletir aqui em Sorocaba”.

Contrastes da cidade

Homenagem A Câmara Municipal de Sorocaba aprovou o projeto de lei de iniciativa do vereador Caldini Crespo (DEM), que denomina de “Dr. Hélio Teixeira Callado” o viaduto localizado sobre a estrada do Itavuvu ao lado da montadora Toyota. Vereador durante cinco legislaturas, tendo sido presidente da Câmara em três oportunidades, o professor faleceu no dia 9 de agosto de 2007, aos 77 anos.

Não-docentes A valorização dos professores deve ser acompanhada pela valorização dos demais trabalhadores da educação. Quem defende essa tese é o vereador José Francisco Martinez (PSDB), presidente da Câmara Municipal, que, por meio de requerimento aprovado na Casa e já encaminhado ao Executivo, solicita informações sobre o plano de carreira dos trabalhadores nãodocentes da educação.

Diagnóstico Em entrevista ao Jornal da Manhã da Jovem Pan nesta segunda-feira (26) o pré-candidato à Prefeitura de Sorocaba pelo PSOL, Raul Marcelo, disse que pretende preparar uma revista, para distribuir às vésperas da eleição, diagnosticando os principais problemas da cidade e apresentando o seu programa de governo. Segundo Raul, a educação está entre os primeiros temas que estão sedo trabalhados.

Segundo turno Seguindo a rodada de entrevista com os pré-candidatos à prefeitura durante o Jornal da Manhã da Jovem Pan, a pré-candidata do Pa r t i d o d o s Tra b a l h a d o r e s à Prefeitura de Sorocaba, Iara

Já na quinta-feira (29), o pré pré-candidato pelo PSD, vereador Hélio Godoy, pontuou diversos problemas verificados em Sorocaba que expressam os “contrastes de uma cidade em crescimento e que precisam ser vistos com atenção”, disse. Na sua avaliação, “Sorocaba está longe de ter educação de qualidade”.

Medalha Ruth Cardoso A deputada estadual Maria Lúcia Amary (PSDB) recebeu na quintafeira (29) a medalha Ruth Cardoso pelo Conselho Estadual da Condição Feminina, do qual fez parte por oito anos. A parlamentar recebeu a medalha juntamente com outras seis mulheres, entre elas Eloisa de Sousa Arruda, secretária estadual da Justiça e Defesa da Cidadania. O evento aconteceu no Palácio dos Bandeirantes.

Corte de água A vereadora de Votorantim Fabíola Alves (PSDB) apresentou projeto de lei para impedir que as famílias carentes e também as instituições sociais tenham interrompido o fornecimento de água, desde que as razões que levaram a inadimplência sejam comprovadas e deferidas depois de feita análise pelo setor de promoção social. www.jornalipanema.com.br

A3


Arquivo Aberto Fato ou boato? Nesta semana um boato de que o ex-prefeito de Sorocaba e exdeputado federal Antonio Carlos Pannunizo seria oficializado como o pré-candidato a prefeito pelo PSDB agitou os bastidores da política local. O Jornal Ipanema ouviu tucanos de alta plumagem que confirmaram que o anúncio seria feito nos próximos dias. Mas a informação, logo foi negada pelo presidente do PSDB de Sorocaba, Benedito Carlos de Oliveira Paschoal, o Bê Carlos.

Confusão Segundo Bê Carlos, a indefinição do candidato tucano continua. “Nada foi fechado ainda” e os pré-candidatos José Francisco Martinez e Maria Lúcia Amary ainda seguem na disputa. O presidente do PSDB acrescentou que “não existe uma data” para que a definição seja anunciada. Segundo ele, as “fontes” que teriam informado a possível confirmação estariam “tentando confundir” a imprensa.

Poder de fogo Independentemente do candidato que for oficializado pelo PSDB, o partido terá a missão de realizar um grande evento para demonstrar o poder de fogo do candidato tucano. Uma festa com presença de lideranças nacionais do partido, como o expresidente da República, Fernando Henrique Cardoso, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin estaria sendo cogitada. Aos moldes da festa realizada pelo PMDB, em meados do ano passado, quando anunciou a pré-candidatura do ex-deputado federal e ex-prefeito de Sorocaba, Renato Amary.

Luz amarela Por muito tempo, os tucanos de Sorocaba justificaram a espera para a definição do nome do pré-candidato como normal, e diziam que o mesmo acontecia em outras cidades como São Paulo. O anúncio de José Serra para disputar o pleito na capital, anunciado no domingo passado, porém, acendeu a luz amarela. Mais do que nunca, os tucanos locais estão mais atentos ao calendário eleitoral e devem anunciar em breve o nome do seu candidato.

TV na mira As transmissões televisivas, ao vivo, das sessões do Legislativo sorocabano estão com os dias contados. Pelo menos durante o período eleitoral. É que um ofício, subscrito por promotores públicos responsáveis por seis cartórios eleitorais de

A4

www.jornalipanema.com.br

Artigo Sorocaba, foi entregue à presidência da Câmara e recomenda a suspensão das transmissões. O objetivo é evitar abusos de exposição e propaganda eleitoral irregular e ou antecipada.

Dúvidas O presidente da Câmara, José Francisco Martinez (PSDB), preferiu não divulgar cópia do oficio, mas disse que a decisão, que compete à Mesa Diretora, será acatada. Entretanto, ele pediu à Consultoria Jurídica uma análise mais aprofundada do ofício. “Porque ficaram muitas dúvidas, em relação ao prazo [do calendário eleitoral]. Mas, assim como nos outros anos [de eleição], nós vamos acatar]”, garantiu.

Ficha Limpa adiado O projeto de lei do vereador Anselmo Neto, que tramita na Câmara e já ganhou o apelido de “Ficha Limpa Municipal” estava previsto para ser votado em primeira discussão na sessão de quinta-feira (29), mas, por falta de tempo, ficou para a próxima terça-feira (2). A proposta, se aprovada, vai proibir a nomeação para cargos em comissão no Executivo e Legislativo de pessoas que forem condenadas por diversos crimes em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de oito anos após o cumprimento da pena.

Rodoviária reurbanizada O prefeito de Sorocaba, Vitor Lippi (PSDB), afirmou durante o Jornal da Manhã da Jovem Pan, na quarta-feira (28), que pretende reurbanizar a rodoviária da cidade. Sem mencionar datas, ele disse que a ideia é manter o prédio no mesmo local - na avenida Comendador Pereira Inácio -, negando assim os boatos de que ela seria transferida para terrenos próximos às rodovias Castello Branco ou Raposo Tavares.Um dos principais motivos para sua manutenção, segundo Lippi, é a boa localização da atual rodoviária.

Varas trabalhistas Sorocaba terá mais duas varas trabalhistas até 2013. O anúncio foi feito durante visita do presid e n t e d o Tr i b u n a l Re g i o n a l d o Trabalho, desembargador Renato Buratto, a Sorocaba na terçafeira (28) para uma reunião com os juízes das 14 varas do trabalho da região. Com isso Sorocaba contará com seis varas. “Procuramos aumentar também a segurança dos fóruns e a questão do auxilio fixo para juízes”, disse.

Criação de leis e mudança de comportamentos: uma reflexão ética Na divisão dos poderes no estado democrático de direito, há um que possui como principal atributo a criação de leis: o poder legislativo. E elas são propostas em número considerável, se levarmos em conta o que propõem todos os senadores, deputados federais, estaduais e vereadores no Brasil todo. Chama atenção, contudo, o número de leis que envolvem diretamente o comportamento social dos cidadãos, a despeito de todas lhe dizerem respeito, de uma forma ou de outra. É o caso, por exemplo, do projeto de lei aprovado no último dia 1º de Março na Câmara dos Vereadores de Sorocaba. A partir de sua possível sanção pelo Prefeito, ficará proibido o uso de aparelhos sonoros no modo alto-falante no interior dos veículos do transporte coletivo urbano do município. E surge uma dúvida: leis poderão realmente mudar comportamentos? Terão elas, seja pela coerção fiscalizadora (supondo que um dia tenhamos fiscais em número razoável) ou receio de que o seu não cumprimento isole socialmente o indivíduo o poder de modificar em definitivo as condutas, os hábitos, ou numa expressão muito mais plena de sentido, a moral da sociedade? Sim, pois a moral nada mais é do que o conjunto de regras, normas, hábitos e leis que orientam determinada cultura ou sociedade. A questão que se coloca como problema ético é exatamente a compreensão das leis como resultado do próprio desenvolvimento da sociedade em termos de hábitos, regras e condutas que entende ter, numa hierarquia de valores e prioridade. Ora, a moral é sabidamente mutável em termos espaciais e temporais, pois os valores mudam nestas duas esferas. Há um século seria impensável o voto feminino; hoje impensável é con-

siderar uma sociedade em que apenas homens votam. O código penal brasileiro não contempla punição com a morte ou a prisão perpétua; várias unidades da federação norte-americana assim procedem. Além destes exemplos legais, a mera convivência em tempos e lugares diferentes, propiciados ou pela longevidade ou pelas oportunidades de viagens poderá demonstrar a mutabilidade da moral, não apenas em aspectos legais, mas em termos valorativos muito mais amplos. Sendo assim, não deveriam ser as reais e perceptíveis mudanças comportamentais os móbiles ou da mudança ou da criação das leis? Tal processo daria muito mais trabalho do que a mera “canetada” com que muitas vezes se imagina ter resolvido uma questão, mas certamente envolveria o indivíduo na compreensão valorativa que envolve o respeito e não o medo da lei. Mas tal ação situa-se não no âmbito do poder legislativo em criar mais e mais leis, mas sim uma energia verdadeira e decidida do poder executivo em investir na educação do cidadão. Criar um sem número de leis e relutar em destinar reles dez por cento do PIB para investimentos educacionais é pedir para que nosso país continue sendo, como até mesmo o ex-presidente Lula já reconheceu, um país de leis que “pegam” ou “não pegam”. Marcello Fontes é professor de Filosofia na Universidade de Sorocaba

Talvez? Nunca... Nesta cidade, ninguém mais para pra ver o sol esvaindo o dia, ao final da tarde. Reféns da vida corrida e, precisando da tecnologia que não tem filtros pra julgar, vamos nos trancando. Você está ali conversando e, de repente, o sujeito abaixa os olhos para um celular e lá se vai a conexão com aquele ser. No meio da troca pessoal, a criatura some, desliga-se teclando uma mensagem virtual e se torna tão distante quanto a atenção que você merecia. Não há mais tempo para pisar descalço o chão ou notar a cor da samambaia que muda o verde no verão. Conversar com o vizinho na calçada tornou-se impossível, porque nem conhecemos mais quem vive ao nosso redor. As pessoas não se tocam... E quando se tocam, algo as remete a uma aventura de instintos... Inquieta com esse mundo, Ana Moya me inspirava a pensar em como essa palavrinha simples, o talvez, pode ser muito mais intenso que qualquer afirmação. “É que, o talvez, pode ser talvez sim ou talvez não. E essa indefinição pode ser de uma crueldade ou bondade muito mais intensa que o sim ou o não diretos”, me dizia minha amiga Ana. Pensando bem, há sempre quem queira uma esperança e, por isso, o talvez é bom companheiro. Não resolve nada como um desejo, mas

alimenta a esperança: talvez o tratamento cure o doente; talvez descubram a cura à doença; talvez voltemos a encontrar quem foi; talvez eu vá, talvez você venha pra cá, vive o viajor e quem espera, a contar seus dias... Podendo ser a tortura da dúvida, o talvez é masoquista, pois se tivesse dado certo aquilo, hoje não seria assim! Mas é alento também, afinal, talvez pudesse ter sido pior... Pelos becos, pelos bares, pelos escondidos da cidade, muita gente se esmera no talvez, para não ter que se decidir. E eu, que não tenho nada contra o advérbio da possibilidade, penso que o nome do talvez é, assim, uma indefinição. E se iludir com meias verdades é um direito! Mas é sempre melhor o sim ou o não, que realizem desejos, que ressuscitem a manhã e, com a segurança do possível, firmem a qualidade de um bom dia.

Lilian Rose Lemos é advogada

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012

www.jornalipanema.com.br

A5


Educação

Muitos são os benefícios da musicalização infantil Cida Haddad A musicalização faz parte do processo da educação infantil. De acordo com o pianista Rogério Luiz Martins Koury, mantenedor, diretor e professor no Conservatório Musical Rogério Koury afirma que a musicalização infantil é o processo mais eficiente, desde que conduzido por profissionais responsáveis, de introduzir a criança no universo musical. É um curso de música e não uma sequência de atividades de entretenimento musical. “Exige do educador pleno domínio tanto do conteúdo quanto da linguagem pedagógica, e do educando, prazer e interesse pela arte”, diz. Ele destaca que a importância da musicalização para as crianças transcende a compreensão e a prática musical. “Diversos estudos comprovam a larga abrangência que o estudo da música resulta dentro da formação do indivíduo, principalmente quando iniciado desde cedo. Os benefícios aparecem gradativamente tanto no âmbito cognitivo quanto no emocional e os resultados são percebidos não só pela família, mas também pelos professores em sala de aula. As crianças super ativas conseguem perceber-se, relaxar e entrar em contato com seu universo interior; ao mesmo tempo, as mais introvertidas se abrem e se expressam quando descobrem uma nova possibilidade de comunicação, certamente muito mais rica, pois é criativa, profunda e livre. É artística!”, comenta. Percepção Koury diz que tocar qualquer instrumento de percussão mantendo uma pulsação precisa, requer muita concentração. “Saber entrar na hora certa, em uma prática de conjunto, requer muita atenção e percepção do outro. Desenvolver qualquer atividade rítmica requer raciocínio lógico e

A6

www.jornalipanema.com.br

Juliana Moraes

matemático, além de muita coordenação. Fora isso, a criança aprende a ter foco, atenção, precisão, e claro, desenvolve a sua sensibilidade e criatividade, trabalha a questão da sociabilidade, passa a enxergar o mundo e as pessoas com olhar mais crítico, artístico. Crescerá culto e preparado para o mundo”, afirma. Segundo Koury, a musicalização infantil deve ser absolutamente vivencial, buscando a música, à princípio, empiricamente. Deve utilizar-se de movimentos corporais, da voz, sensorialidade auditiva, apreciação musical com escuta orientada, do folclore brasileiro, de repertório criteriosamente adequado, da notação experimental e tradicional, de elementos conceituais da música contemporânea, clássica e popular etc. “O piano acústico também tem que estar presente em toda a aula e executado por um pianista enquanto o professor deve estar em tempo integral com as crianças. As aulas devem ser planejadas e a sala devidamente preparada e equipada corretamente. O professor, sem dúvida, habilitado”, diz.

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Paulinho Godoi

paulinhogodoi@jornalipanema.com.br

Olé! A X Noite Espanhola do Rotary Club de Sorocaba Leste lotou o Monteiro Lobato no último sábado (24), ao som da Banda Silvestrini, buffet Rondello e a famosa paella do Bolina. Os convidados ainda foram brindados com dança flamenca, que empolgou os presentes com seus passos sensuais e o que só aumentou o charme da festa. Tudo conspirou para que o evento fosse um sucesso. Comida excelente, música ao vivo, gente bonita e uma noite agradável. E o evento ainda teve um caráter nobre. A renda será revertida para os programas sociais da entidade e para a Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba.

Fernanda Alves da Costa, Mayra Fernandes e Amanda Cavalcanti

Ingrid Ildefonso

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

Ademir e Deise Soares

Alfredo e Marina Alves da Costa

Renato Amary e Margarete Christofani

José Antônioe Sueli Fasiaben

www.jornalipanema.com.br

A7


Paulinho Godoi

paulinhogodoi@jornalipanema.com.br

Fotos: Juliana Moraes

Câmara homenageia o jornalista Roque Pires do Amaral

Adalberto de Jesus José Carlos Amaral

José Elias Themer

José Antônio Rodrigues César

A8

www.jornalipanema.com.br

Francisco Pagliato Neto

Em sessão solene realizada na noite de quarta-feira (28) a Câmara de Sorocaba homenageou o jornalista Roque Pires do Amaral, com a concessão do título de Cidadão Sorocabano. A proposta é de autoria do vereador José Crespo (DEM) e aprovada por todos os demais membros da Casa. Roquinho, como é mais conhecido em Sorocaba, é natural da cidade de Porangaba e possui extensa carreira no jornalismo sorocabano. Durante a homenagem estiveram presentes autoridades, amigos, familiares e representantes de diversos órgãos da imprensa local, entre eles o

Fernanda Cristina Pires do Amaral e sua filha Mariana, com a esposa do homenageado, Simone Germano Pires do Amaral e o vereador Caldini Crespo

empresário Francisco Pagliato Neto, diretor do Jornal Ipanema e da Jovem Pan e o editor Urbano Martins. Roque Pires do Amaral foi o primeiro editor do Jornal Ipanema. Roquinho, que se recupera de problemas de saúde, foi representado pela esposa Simone Germano Pires do Amaral, a filha Fernanda Cristina Pires do Amaral e a neta Mariana Messias do Amaral. Roquinho assistiu a homenagem pela TV Legislativa de sua casa, acompanhado do genro e marido de Fernanda, Márcio Messias (Marisa Batalim/Ipanema On Line) Urbano Martins

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Paulinho Godoi

paulinhogodoi@jornalipanema.com.br

O níver de

Ana Bellini Moreno e Márcio Moreno Kátia e Vinicius Dal Secchi

Campanati Primeiro tenho que parabenizar Maurício Campanati pela bela iniciativa ao comemorar seu aniversário no salão de eventos do Educandário Santo Agostinho. E pelo gesto bonito, que em vez do presente, os convidados fizeram uma doação em dinheiro para a instituição. Arrecadou mais de R$ 4 mil de seus amigos, que por lá passaram para dar um abraço, comemorar ao som de samba, feijoada e muita animação. Tenho que confessar que a Sylvinha estava mega gata, poderosa e de arrasar. Sortudo esse Maurício. Sylvia Roquetto e Maurício Campanati

Camila e José Francisco Souza

Gustavo Caracante e Fabiani Cemianko

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

Andreia e Alexandre Winetzki

www.jornalipanema.com.br

A9


Pesquisas

Psicóloga avalia mudança

Mulheres com maior qualificação bebem mais

Doutora em Psicologia da Educação, Sônia Chebel também constatou o aumento de consumo de álcool pelas mulheres em pesquisa divulgada em 2003. A tese está relacionada à educação para o trânsito, feita com estudantes universitários de Sorocaba. “Comecei a observar - e coloquei isso na minha tese de doutorado - uma frequência maior de uso das bebidas das alunas universitárias em relação aos anos anteriores. Parece que esta Sônia Chebel é doutora em Psicologia da Educação

Rafael Negro

S

empre fui a melhor da clas se, com notas altas”, lembra a jornalista Carla de Cam pos, de 38 anos. Ela conta que era “cdf”, mas não do tipo convencional, pois interagia muito e ganhava prestígio com os professores. Interação que, por sinal, é uma de suas marcas registradas. Com simpatia e competência, o reconhecimento também a acompanha, naturalmente, desde os tempos da escola. Ingredientes que já são motivos de sobra para Carla brindar com os amigos as conquistas do dia a dia, sejam elas pequenas ou grandes. Seu círculo de amizades é bem amplo e ela admite que bebe com certa frequência, não recusa convites para estar em boas companhias. Mas faz questão de destacar que beber socialmente não tem nada a ver com quantidade. “Significa como você se comporta, tem amigos meus que bebem bas-

Juliana Moraes

As mulheres com maior grau de instrução e bom rendimento no período escolar tendem a consumir mais álcool. Pode parecer estranho, mas é o que apontam os resultados das pesquisas realizadas pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo e pela universidade inglesa London School of Economics, especializada em ciências aplicadas. O estudo londrino levou em conta depoimentos de mais de dez mil mulheres e homens dentro de um período de 40 anos. As mulheres que tinham notas consideradas médias ou altas no ensino fundamental eram 2,1 vezes mais propensas a beberem diariamente quando adultas se comparadas às colegas não tão bem sucedidas no período escolar. Os dados ainda demonstram que homens inteligentes também consomem mais, no entanto a relação de ambos os fatos não é tão extrema quanto para mulheres. tante e não alteram seu comportamento”, explica. Ela defende as mulheres que bebem como conquista de espaço e encara tudo isso como efeito da evolução feminina. Independência A jornalista diz que se preocupa mais com a independência. “Estou mais interessada em estudar, viajar, conquistar a independência financeira do que simplesmente dividir tudo isso com os trabalhos de uma vida doméstica e familiar”. Professora de história, Thais Moraes, 24, revela que é chegada numa cerveja, mas costuma beber só quando sai com os amigos. “Acho que a cerveja, o sair com os amigos já é meio que uma obrigação, sinônimo de se divertir perante a sociedade”. Ela acredita, no entanto, que isso deve ser

Vida Social São opções de vida que os pesquisadores ingleses estudaram a fundo. O levantamento conclui que as mulheres inteligentes geralmente adiam a maternidade para dedicar mais tempo à vida social, que remete ao consumo de álcool. E que mulheres com conquistas mais altas no mercado de trabalho passaram a atuar em campos predominantemente masculinos em que o costume é beber como homem. O levantamento desenvolvido em São Paulo pelo Hospital das

Flávio Torres

A jornalista Carla de Campos gosta de brindar com os amigos as conquistas do dia a dia

A10

www.jornalipanema.com.br

feito independente de ser influenciada por outras pessoas. Thais também explica que não é de beber além da conta, mas sempre que possível vai para um barzinho com os amigos. “Minhas notas eram boas, nunca reprovei na escola. Já na faculdade, reprovei por faltar uma vez: culpa do bar”, brinca a jovem. A protética Aretha Sai, 30, também valoriza a conquista e a independência. Gosta de cultivar a saída com os amigos mesmo durante a semana e acredita que a exigência de ser independente torna a vida social e, por consequência, o consumo de álcool mais ativos. “Adoro sair com meus amigos tomar minha cervejinha. Como não sou casada, essa independência nos torna cada vez mais exigentes. A ponto de não querer tudo que se conquistou em troca de um casamento com filhos”, justifica.

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

tendência está se acentuando”, argumenta. Para compreender melhor este “fenômeno”, a especialista relaciona o consumo de álcool a questões históricas. O direito de escolher a profissão, assim como o direito de votar sempre foram masculinos e as conquistas femininas eram no sentido de demonstrar que elas eram capazes de fazer o que os homens faziam, desde a administração escolar, por exemplo, e até mesmo dirigir aviões. “Maior escolaridade, maior possibilidade de trabalho, maior poder aquisitivo e maiores desafios”, esta é a fórmula, exponencial. “Então a mulher se sente extremamente capaz como o homem também na questão da bebida”.

Clínicas chega a conclusões muito parecidas com a pesquisa londrina. Segundo o HC, quanto maior o tempo de estudo, maior o consumo de álcool entre as mulheres paulistanas e, por consequência, maiores os riscos relacionados às bebidas alcoólicas. A tese, publicada na edição de março da revista científica “Clinics”, mostra que com o sexo masculino a relação é inversa: homens com baixo grau de instrução apresentam oito vezes mais riscos para o alcoolismo. A escolaridade, para eles, chega a se até um fator de proteção. “Tem homens que bebem iguais garotinhos [risos]”, diz Adriane Cacielle, 28, que prefere beber destilados. Ela sempre gostou de estudar e desde cedo sua mãe já dizia que, como a única obrigação era estudar, que fizesse direito. Direito no sentido de fazer certo, pois Adriane também fez jornalismo. Brincadeiras à parte, ela acredita que o consumo alcoólico não está, necessariamente, associado ao ambiente social. “Troquei uma situação de relação estável para seguir minha carreira, para poder estar livre e conseguir chegar tarde sem problemas, poder viajar, enfim. O fato de eu gostar de beber não está ligado a isso, pois eu beberia mesmo se fosse casada ou se fosse mãe. Até porque, ainda que tivesse a responsabilidade de outra vida que não fosse a minha, tomaria uma taça de vinho, uma caipirinha, nada em exagero”. Para Adriane, “mulheres inteligentes bebem mais e não bebem demais”. Conhecer os limites e, principalmente, a maneira certa de voltar para a casa é sinal de inteligência, sim. Carla e Adriane, aliás, não dirigem. Ou pegam carona, ou chamam um taxi. www.jornalipanema.com.br

A11


Corpo em forma & Saúde

Mídia

Meu filho não dorme

Átila Abreu com os ganhadores da promoção

Ouvintes da Pan acompanham abertura da Stock Car em Interlagos A Jovem Pan e a Sorocred realizaram a Promoção Pise Fundo 2012 e dois ouvintes premiados estiveram em Interlagos no domingo (25) para acompanhar a abertura da temporada e torcer pelo piloto sorocabano Átila Abreu. Os premiados foram recebidos no camarote da Sorocred e visitaram os boxes das 16 equipes participantes da temporada 2012. “Foi um dia especial, o tratamento foi maravilhoso, só estando aqui

para saber como realmente é”, disse Bruna Pedrico, uma das ganhadoras da promoção. Além de Bruna Pedrico, que levou a irmã Natália Pedrico , ainda acompanharam a “caravana” da Pan o ganhador Bruno Cândido Rodrigues com o filho Gabriel Rodrigues, Wilson Justo, diretor de Marketing da Sorocred, Filomena Mendes Vieira , gerente de Marketing Sorocred e o locutor Douglas Valle.

Para acompanhar e participar das promoções da Jovem Pan o ouvinte pode acessar a página da emissora na internet www.jovempansorocaba.com.br ou no Portal www.jornalipanema.com.br. Fotos: Douglas Valle

A12

www.jornalipanema.com.br

A dificuldade de adormecer ou pegar no sono afeta 10% a 30% das crianças em fase pré-escolar e decorre principalmente do seu comportamento. Como, por exemplo, quando a criança acorda no meio da noite ou não dorme pela falta de um objeto associado ao sono, como chupeta, bichinho etc, ou em virtude da falta de limites, no qual há recusa em ir para a cama. No primeiro caso, o quadro geralmente cessa com o desenvolvimento infantil, enquanto, no segundo, exige que a família estabeleça uma disciplina em relação à hora de dormir. A causa da criança não dormir é um diagnóstico clínico de exclusão, exigindo do pediatra o afastamento de todas as possibilidades, como dor ou cólica do lactente, otites de repetição, refluxo do estômago, medicações estimulantes, crises de asma e até fechamento das vias aéreas. Um distúrbio frequentemente relacionado ao sono é conhecido com o nome de “síndrome das pernas inquietas”. É descrito como uma necessidade irresistível de mover as pernas, acompanhada de sensação desagradável, desconforto e/ou inquietação. Trata-se de um distúrbio de caráter familiar, podendo ser progressivo nos casos graves, com queixas de interrupções do sono, incapacidade de adormecer e noites maldormidas. Outro problema relacionado ao sono é o mexer constante da cabeça logo após adormecer. Começa em torno dos nove meses de idade e raramente persiste após os quatro anos. Os episódios duram por volta de 5 a 15 minutos. Tal caso, na maioria das vezes, não requer tratamento. Ao contrário desses problemas relatados, existem

também crianças que dormem em excesso ou caem no sono a qualquer momento. Trata-se da narcolepsia, que começa antes dos 10 anos de idade em 20% das crianças. Tal distúrbio faz a criança adormecer enquanto conversa, come ou mesmo durante atividades físicas, durando segundos e até minutos, várias vezes ao dia. Em geral todos os distúrbios do sono podem ser comprovados com o EEG e a polissonografia, que é um teste que mede todas as atividades do cérebro e as fases do sono. Tal esclarecimento é fundamental, pois uma noite bem-dormida vai definir o desempenho diurno da criança, como na área escolar e familiar. Em certos casos, as alterações do sono podem ser apenas um sintoma de doenças gerais, do sistema nervoso e das vias aéreas (apneia noturna), medicamentos estimulantes ou condições ambientais, assim como características do próprio desenvolvimento. Finalmente, existem as chamadas parassonias do sono dito REM, como o ronco, o andar durante o sono, gritos aterrorizantes no meio da noite, despertares confusos (acorda estranho) ou até mesmo os grandes pesadelos, quando a criança acorda assustada e relata histórias desagradáveis (perseguições, ataques de bichos etc). Os pesadelos são mais frequentes entre os três e os seis anos, e o tratamento geralmente se restringe à orientação familiar.

Professor Doutor Mário Cândido de Oliveira Gomes, infectologista e clínico geral

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Corpo em Forma & Saúde

Sonambulismo: um distúrbio do sono que leva a risco de acidentes O sonambulismo, distúrbio do sono classificado como parassonia, consiste em episódios recorrentes de comportamento do tipo se levantar da cama e perambular pelo quarto, podendo ocorrer o despertar sem que a pessoa se lembre do episódio sonâmbulo na manhã seguinte. Por esse motivo, fica nítido o risco de se sofrer acidente doméstico. A predisposição familiar é muito marcante no sonambulismo, sendo descrito percentual de 80% dos sonâmbulos com história familiar de outros tipos de parassonias (terror noturno, despertar confusional, pesadelos etc). É mais frequente nas crianças e 15 a 30% das crianças saudáveis têm história de pelo menos um episódio de sonambulismo, enquanto 3 a 4% das crianças evoluem com história de episódios repetitivos. A idade de início é em torno de cinco anos, com pico de ocorrência na adolescência. Nos adultos é descrita prevalência de 1%, sendo

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

incomum após a sexta década de vida. As parassonias acima descritas ocorrem durante uma fase de sono mais profunda e não se deve acordar o indivíduo sob o risco de prolongar o episódio de parassonia, contudo a crença de que caso se acorde um sonâmbulo pode-se provocar danos graves à sua saúde não procede. O diagnóstico é feito pela história clínica e pode ser confirmado pelo exame do sono, a polissonografia, e nesse caso, deve ser acompanhada da filmagem da noite de sono. O tratamento deve ser feito por médico e consiste acima de tudo em medidas de prevenção de acidentes (como se toma com crianças pequenas) e se necessário, uso de medicamentos específicos. Hélio Brasileiro é otorrinolaringologista

www.jornalipanema.com.br

A13


Ale Scapol

Fotos: Flávio Angelin

alescapol@jornalipanema.com.br

André Pupe e Camila Abreu

Bandida RODRIGO SANTANA esteve no Ipanema Clube e fez rir com seu show de humor. Artista talentoso e completo, levou a plateia ao delírio com sua performance, valeu a pena!

Lúcia Guariglia e André Binotto

Danilo Freitas, Bruna Kahil e Danilo Panayoutu

Quente ANDRÉIA FIAMMA não poderia comemorar seu aniversário em melhor lugar. A festa foi no Magdalena, o bar mexicano que está tomando conta da cidade. Entre burritos, quesadillas, nachos e cia ltda os convidados se divertiram a noite toda, uma delícia!!!

Natália Cavalcante

A14

www.jornalipanema.com.br

Frederico Dufort

Mauro Fiamma

Ana Cristina Fernandes Dias

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Renata Moeckel

renatamoeckel@jornalipanema.com.br

Golpe Militar

48 anos Lembrar ou esquecer? E m 31 de março de 1964 um gol pe militar - erro neamente cha mado por muitos de “revolução” instaurou no Brasil mais de 20 anos de ditadura, repressão política, cerceamento de direitos. O tempo passou e se hoje vivemos em uma democracia, mesmo a despeito de suas falhas,

“sonho” que servissem eles de inspiração para que os de agora deixassem de matar e morrer por seus times de futebol, matar e morrer por vícios insanos, por razões que a própria razão deve mesmo desconhecer por completo... Certos ou não, a luta de toda uma geração justificase por seu nobre ideal de liberdade e justiça, luta que, graças a eles, à sua coragem e desprendimento, podemos continuar, com liberdade de ação e expressão.

Filho da nossa terrinha sorocabana, Mauro Moura trocou as quadras pelo escritório. Na adolescência Maurinho, como é conhecido, jogou futebol pelo Ipanema Clube e pelo Objetivo Sorocaba, onde estudou até concluir o ensino médio. De lá partiu para São Paulo, onde cursou Relações Internacionais na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), curso que o ajudou a se tornar a pessoa bem relacionada que é hoje. “Eu me relaciono muito bem com todo mundo, independentemente de idade ou classe social”, contou. Voltando de São Paulo, Maurinho cursou Administração em Marketing pela Esamc e durante o ano de 2005 trabalhou na área de logística regional da Gerdau, uma das maiores siderúrgicas do país. Formado, passou a atuar na empresa da família, a C.A.S. Terraplanagem, onde foi confirmado o seu “tino” para negócios e relacionamentos, pois assumiu as áreas comercial e administrativa, ajudando a alavancar os negócios, implantando um modelo de administração mais enxuto, o que permitiu a conquista de contratos de peso em obras de grandes construtoras. Atualmente Maurinho divide seu tempo entre o trabalho, as reuniões do PMDB Jovem - do qual integra a diretoria - e a familia... a esposa Paula e os sobrinhos. “Eu acordo normalmente as 5h30 para correr e ir à academia. Logo em seguida, já estou no escritório”, conta. Nas redes sociais Maurinho se utiliza de um mecanismo que foca jovens de sucesso em todos os segmentos, no intuito de fortalecimento dos mesmos. Sobre Sorocaba, Maurinho fala sobre o potencial, seu crescimento ordenado e que já vê bons trabalhos sendo feitos para o bem comum. Fator preponderante para o sucesso, segundo Maurinho Moura, é a flexibilidade e a capacidade de convencer. “O individualismo não cabe mais, a generosidade é uma das maiores qualidades de uma pessoa e, ao contrário, o egocentrismo um grande defeito”, disse. Certo de que educação, esporte e cultura são fundamentais à formação do cidadão, Maurinho diz que os grandes empresários que temos por aqui precisam pensar em investir mais em esporte e cultura. Foi um prazer conhecer pessoalmente este jovem empreendedor e partilhar de suas boas ideias. Pessoas como Maurinho estão sempre prontas e dispostas a fazer com que o melhor aconteça.

Cláudia Silva

Juliana Moraes

A senadora Marta Suplicy (PT) esteve em Sorocaba para a palestra “Mais Mulheres: uma responsabilidade de toda a sociedade”, um diálogo entre representantes da sociedade civil e do poder público visando ações que coloquem homens e mulheres em pé de igualdade. O evento teve como destaques a questão econômica e a representação nos espaços de poder, público e privado.

devemos esta liberdade aos que lutaram contra a truculência, a violência, a imposição. Um longo caminho, uma batalha sangrenta que, se por um lado deve ser esquecida por suas páginas vergonhosas nos anais da nossa história, por outro deve ser lembrada em memória daqueles que arriscaram suas vidas (e muitas foram perdidas) pelo ideal de um país mais justo e igualitário. Minha admiração por aquela geração de jovens é imensa... e seria um verdadeiro

Gaby Camargo, Mário Pustiglione e o garoto Breno que está para chegar... Esbanjando felicidade, Gaby diz: “Estamos na reta final, o nosso presentinho, nosso tesouro, nosso anjinho Breno nasce nos próximos dias, até 20 de abril. O pai “coruja” está que é só alegria com o nascimento do filhão e eu ansiosa cuidando dos últimos preparativos”. Gaby seguirá com sua coluna social aqui em nosso Jornal Ipanema e diz que até seu retorno contará com o apoio dos amigos colunistas no envio de fotos para publicação. “Em breve voltarei aos eventos e com outras novidades”, comenta. “Deixei a OficinaQuatro (Agência de Modelos) para me dedicar mais à família, curtir o maridão e cada momento do nosso Breno, mas continuarei na coluna social, na organização de eventos e no jornalismo”, disse. Felicidades à nossa querida Gaby Camargo Pustiglione e bem-vindo Breno! JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

Para todos os integrantes do grupo Produtores de Cultura de Sorocaba, que fazem bom uso da rede social para criar, fomentar e divulgar eventos culturais.

www.jornalipanema.com.br

A15


Gastronomia

I

racema Matucci é uma exímia cozinheira. Conhecida pelos seus deliciosos bolos recheados, ela nos passa a receita de uma Colomba Pascal bem fácil de fazer e conta: “É um dos doces preferidos das minhas filhas e dos meus netos. Eles esperam pela Páscoa sabendo que nesta época executamos essa receitinha”.

Juliana Moraes

Prato >> Colomba Pascal “Chef ” > > Iracema Matucci

Ingredientes: Massa: ½ xícara (chá) de leite ¼ xícara (chá) de açúcar 2 tabletes de fermento biológico 3 xícaras (chá) de farinha de trigo ¼ xícara (chá) de óleo de milho ½ xícara (chá) de mel 1 ovo 1 gema ½ colher (sopa) de essência de panetone ½ colher (chá) de sal Recheio: Mousse com Nutella 1 xícara (chá) rasa de leite condensado ½ xícara (chá) de creme de leite 30 g de chocolate meio amargo picado 1 colher (sopa) de margarina 1 colher (sopa) de Nutella Cobertura: 50 g chocolate ao leite 1 colher (sopa) avelã torrada e triturada Modo de preparo: Massa: Misture em uma panela o leite e o açúcar e leve ao fogo até amornar. Transfira para uma tigela, junte o fermento e misture até dissolver. Adicione uma xícara de farinha de trigo mexendo até ficar homogêneo. Cubra a tigela com filme plástico e deixe crescer por 30 minutos em local aquecido. Enquanto isso, em uma panela coloque o óleo, o mel e leve ao fogo por três minutos, ou até levantar fervura. Retire e deixe amornar um pouco. Em uma batedeira,

A16

www.jornalipanema.com.br

bater as gemas, os ovos e a essência de panetone. Reserve. À parte, peneire a farinha de trigo, o sal e acrescente a massa de ovos misturando sempre. Em seguida, transfira a massa para uma superfície enfarinhada e sove por 15 minutos, ou até soltar das mãos. Divida a massa em cinco pedaços e coloque cada pedaço em uma das extremidades e centro da forma de papel de 750 gramas própria para Colomba. Deixe crescer por mais 30 minutos e leve ao forno a temperatura média por 45 minutos ou até dourar. Após assado, espere esfriar antes de rechear. Recheio e cobertura: Leve todos os ingredientes do recheio ao fogo até engrossar. Espere esfriar, coloque no saco de confeiteiro e injete na superfície em todos os quatro cantos mais o centro da Colomba. Derreta o chocolate ao leite e cubra a colomba, aplicando em seguida a avelã triturada.

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Gaby Camargo Pustiglione

gaby@jornalipanema.com.br

Comemoração Felicidade Down O Dia Internacional da Síndrome de Down foi comemorado com festa promovida no Centro de Formação e Assistência à Saúde (Cefas), com almoço e atrações especiais. O grupo também foi homenageado com Sessão Solene na Câmara Municipal de Sorocaba. Para encerrar as comemorações, uma divertida caminhada no campolim.

Tô Ligada!

2ª Feijuca do Santo Aniversariantes Sábado (31/3) – Mizael Camargo Domingo (1/4) – Ricardo Di Ribeiro Domingo (1/4) – Teylor Soares Domingo (1/4) – Rui Batista de Albuquerque Martins Domingo (1/4) – Ed Carlos de Oliveira Terça-feira (3/4) - Juliana Nastre Charabe Terça-feira (3/4) – Camila Souza Terça-feira (3/4) – Fábio Salun Silva Quarta-feira (4/4) – Marcel Stefano Tavares Marques da Silva Quarta-feira (4/4) – Carlos Tomba Sexta-feira (6/4) – Isabel Amary

Dia 6 de maio acontece a 2ª Feijuca do Santo promovida pelo Educandário Santo Agostinho. Convites a R$ 35,00 (incluso bebidas), a saborosa feijoada e música ao vivo. Informações (15) 3222-2265.

Troca de coleção

Os parabéns para Ana Júlia Ana Júlia Canongia Lopes recebeu beijos e abraços carinhosos no dia 20 de março, data em que completou dois aninhos. Felicidade dos pais Pedro Canongia Lopes e Ana Rúbia Corrêa, compartilhada pelos amigos e familiares.

Fernanda Rossi e Carolina Rossi

Karen, Fernanda, Jurema Nascimento e Leonildo Nascimento

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

As empresárias Fernanda e Carolina Rossi comemoraram um ano de sucesso da Rossi Turismo. O coquetel teve a presença de clientes e amigos que foram abrilhantados com sorteio de brindes e diárias na rede Summerville Resort. A Rossi Turismo fica na avenida Mário Campolim.

Herica Menna

O Armazém Outlet apresentou no último sábado (24) a coleção Outono/Inverno 2012 para convidados especiais. O coquetel organizado por Pri Gusmão e Juliana Menna (L’Equipe) teve buffet preparado por Estela Ayub e estava delicioso.

Márcia Gaino

Fotos: Gaby Camargo Pustiglione

Fotos: Adriana Proença

Um ano de sucesso

Vivan Castro www.jornalipanema.com.br

A17


Mercado de Trabalho

Técnicas de gerenciamento prometem ensinar a domar o relógio

Tempo + estresse Pesquisa da Universidade de Wurzburg, na Alemanha, publicada na revista “Journal of Psychology”, afirma que o gerenciamento de tempo reduz o estresse. Os pesquisadores acompanharam 71 pessoas com idades e profissões diferentes que não utilizavam nenhum método de administração de tempo e, entre os que passaram a usar algum, foram constatada diminuição do estresse. O estudo também mostrou que o controle do tempo - a percepção de um profissional de que ele tem tempo suficiente para uma tarefa e sua habilidade em cumprir prazos e procrastinar pouco - é fator importante para a satisfação no trabalho. A pesquisa aponta ainda que, após adotarem medidas de gestão de tempo, como priorizar tarefas e planejar o dia, os profissionais se dedicaram mais a tarefas consideradas importantes. Profissional x pessoal O site Zen Habits prega que organização e produtividade servem também para aprimorar a vida pessoal. O americano Leo Babaura, criador do site, acredita que é necessário adquirir hábitos “zen” na rotina de trabalho. Simplificar para melhorar. Para começar, ele sugere técnicas para respirar e permanecer algum tempo imóvel, por exemplo, mas também fala da importância de manter limpa a caixa de entrada do correio eletrônico -um problema crônico de muitos profissionais. Em larga escala, a má gestão do tempo atinge as empresas diretamente. Ricardo Barbosa, da Innovia, que também faz consultoria sobre o tema, diz que boa parte das companhias de grande porte utiliza alguma ferramenta de gerenciamento de

A18

www.jornalipanema.com.br

Fábio Buzeto usa a técnica pomodoro onde você divide seu tempo em blocos de 25 minutos de concentração total

Sob o domínio das horas Alguns métodos mais populares de gerenciamento de tempo GTD “Getting Things Done”, ou fazendo as coisas acontecerem, não se baseia no conceito de priorização, mas de identificação das etapas a serem cumpridas. E diz que toda nova tarefa que possa ser executada em menos de dois minutos deve ser realizada imediatamente (www.davidco.com).

Alan Marques/Folhapress

Ainda não se compra tempo – ainda -, mas é possível buscar maneiras de administrá-lo melhor e, assim, fazer com que renda mais. “Não existe receita de bolo. Você tem que se perguntar: estou dando tempo certo às coisas verdadeiramente importantes?”, diz Boris Drizin, professor da Timing Desenvolvimento, empresa de consultoria que administra workshops sobre o tema. Gerenciamento de tempo é hoje um fértil mercado. Inclui um sem-número de teorias, livros, softwares e aplicativos para celular. Para poupar seu tempo, a reportagem compilou alguns tipos de técnicas diferentes e testou alguns aplicativos para celular usados para melhorar a produtividade.

tempo em busca de aumento de produtividade - e do bem-estar dos funcionários. “Quando sabem gerenciar o tempo, os profissionais conseguem fazer uma pós, especializar-se em algo, além de melhorar a qualidade de vida pessoal”. Qualquer setor pode se beneficiar da administração otimizada de tempo, mas as áreas de gerenciamento de projetos ou as que trabalham com muitas restrições de prazo são as mais afetadas pela

procrastinação e por atrasos. Para a maior parte dos consultores entrevistados, a palavra de ordem é priorização. Decidir o que vem antes, o que é mais importante, é o passo número um da maioria das técnicas. O consultor Christian Barbosa, criador do método Neotriad, afirma que a ferramenta aumenta a produtividade em até 40%. Mas o conceito de produtividade não é o mesmo para todas as profissões. (Olívia Florência/Folhapress) .

Profissionais dizem o que deu certo Métodos de administração do tempo incluem classificar tarefas e fracionar o dia de trabalho. O desenvolvedor de software Fabrício Buzeto, 27, conseguiu encontrar um método de gerenciamento de tempo para chamar de seu. Bastou descobrir uma técnica que fracionou seu dia de trabalho em vários períodos de concentração total. Ele utiliza o método Pomodoro (tomate em italiano), que consiste em focar em uma só atividade por 25 minutos ininterruptos e então fazer uma pausa, o que ele apelidou de “cumprir um tomate”. Buzeto garante que seu rendimento melhorou desde que começou a utilizar um método concreto de gestão de tempo. “Parei de tentar ser multitarefa e minha produtividade aumentou em 50%.” Seu recorde é de “16 tomates” (mais de oito horas) em um único dia. O engenheiro André Cid, 35, é usuário do método Neotriad e diz

que sempre gostou dessa teoria (que classifica as tarefas em três categorias: importantes, urgentes e circunstanciais), mas que ainda não havia encontrado uma técnica que se encaixasse em sua rotina. Depois de adotar o Neotriad, ele afirma ter dobrado sua produtividade e agora costuma sair do trabalho às 18h -antes, costumava ficar até as 21h. “É um método de gestão de vida. Eu mudei o meu estilo. Hoje as técnicas de organização e execução estão incorporadas e viraram hábito”. A contadora Patrícia Garcia, 35, não teve tanto sucesso. “Eu perdia muito tempo atualizando a agenda. Não tenho tempo para gerenciar o tempo. Aparece o problema e eu tenho que resolver na hora, não consigo agendá-lo para o dia seguinte”, diz. Garcia trabalha em média 12 horas por dia e divide o tempo entre a filha, o marido e o trabalho. “Não sobra tempo para a Patrícia”, lamenta.

MAPA MENTAL É uma ferramenta para organizar seus pensamentos. Seja para listar tarefas ou para gerenciar um projeto maior, o mapa mental tem como objetivo fazer com que você planeje, liste, entenda e visualize as etapas considerando sempre o todo, o global (www.mindmeister.com). TÉCNICA DO POST-IT Sua listas de tarefas são enormes? Então nem adianta começar porque você certamente vai procrastinar. Para o inglês Mark McGuiness, as atividades de um dia têm de caber em um bloco de papel de 7,6 cm x 7,6 cm. A ideia é lembrar que o dia, assim como o quadrado de papel, é limitado. NEOTRIAD Baseia-se em um tripé que classifica as tarefas como importantes, urgentes e circunstanciais. A proposta é reduzir o tempo gasto com urgências e obrigações para investir nas importantes. O software do método ajuda a pôr em prática (www.neotriad.com). POSEC Sigla em inglês para priorizar, organizar, racionalizar, economizar e contribuir. O método defende que seus usuários agrupem as tarefas em blocos curtos e elenquem os objetivos por ordem de importância, obedecendo aos cinco critérios descritos acima.

Leia reportagem completa no

www.jornalipanema.com.br

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Teylor Soares

teylor@jornalipanema.com.br

Priscila Biasotto

Fernanda Rainha

Mulheres sempre Belas

Tais Fernanda

Mulherada que gosta de saber das novidades da moda ficou eufórica com as roupas e acessórios da Vida Bela. Além do coquetel e o DJ Carlitto Toledo fazendo da loja uma pista de dança, as mulheres puderam ver um desfile que literalmente parou o trânsito.

Jussara Mustafa

Cláudia Messias

Jennifer Nascimento

Aniversário com pagode

Willy Morales no

Jô Soares O Fabrício Tomazi comemorou seu aniversario, lá no Sampa Gourmet, e de novo à base de muito pagode, que é o que ele gosta. Quem passou por lá, se divertiu e muito, além de dar os parabéns para ele, é claro, rsrsrs. JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

Há algum tempo que eu falo aqui que o Willy Morales é um talento incrível e essa semana, na segunda-feira (26) para ser mais exato, ele foi um dos entrevistados do Jô Soares em seu programa. Quem viu pode saber um pouco mais da sua vida de cabeleireiro e descobrir que ele é engraçado e, ao mesmo tempo, louco, mas isso eu já sabia rsrsrs.

www.jornalipanema.com.br

A19


Comportamento

Benefícios A proteína não faz diferença na nutrição. A publicitária Patrícia Nery, 38, deixou de comer glúten para emagrecer. De junho a dezembro do ano passado, perdeu 11 quilos. “Foi a única coisa que mudei na minha alimentação. Se quero comer macarrão, tudo bem. Só que como sem glúten”, diz. Ela conta que já havia seguido várias dietas sem sucesso. “Perdia peso em pouco tempo, mas recuperava. Hoje está mais fácil manter”. Regina Racco, 61, professora de ginástica, tinha falhas de memória. Pesquisando, achou estudos segundo os quais a alimentação sem glúten é boa para portadores de Alzheimer. Com orientação de nutricionista, cortou a proteína e, em oito semanas, perdeu 13 quilos. “Emagreci sem perceber. Minha compulsão por comida acabou.”A memória, diz ela, melhorou. Especialistas concordam que a sensibilidade ao glúten pode ter muitos sintomas. A gastropediatra Vera Lúcia Sdepanian, chefe do ambulatório de celíacos da Unifesp, lembra de cabeça mais de 20 manifestações da doença celíaca, desde deficiências de vitaminas, dermatite e dor articular até osteoporose. Mesmo quem não tem a doença pode manifestar algum tipo de sensibilidade, de acordo com a gastroenterologista Lorete Maria da

A20

www.jornalipanema.com.br

Dieta antiglúten Produção com alimentos que contém glúten. Na sequência horária a partir do macarrão: Fuzile, pães branco e integral, aveia em flocos, trigo em grão, farinha de centeio e cevada

Quase onipresente na alimentação, a proteína vegetal vem sendo acusada de tudo: do excesso de peso à enxaqueca; o que falta é comprovar cientificamente sua culpa Natacci, da DietNet. “Não é a ausência do glúten que emagrece. Ao cortar esse item, você troca alimentos gordurosos e industrializados por opções mais saudáveis. A perda de peso deve ser relacionada a isso”. Para Vera Sdepanian, qualquer recomendação nutricional feita sem diagnóstico deve ser condenada. “A doença celíaca é séria, exige mudança de hábitos e pode ter consequências graves se não for tratada. A dieta é restritiva e difícil de ser seguida. Não pode ser para todos”. O diagnóstico da intolerância alimentar pode ser feito com um exame de sangue, teste genético e, se necessário, biópsia do intestino. (Juliana Vines e Fernanda Reis/Folhapress) Marcelo Justo/Folhapress

Antes praticada só por necessidade, a dieta sem glúten está conquistando novos adeptos: interessados em perder peso ou ganhar saúde. O cardápio, já adotado por celebridades como a atriz Juliana Paes, condena a farinha de trigo e seus derivados, como pão e macarrão, e proíbe qualquer alimento com aveia, malte, centeio e cevada - incluindo cerveja. A promessa é melhorar a função do intestino e, de quebra, acabar com males como a enxaqueca. O glúten é uma proteína vegetal que, no organismo de pessoas sensíveis, pode provocar reações, entre elas diarreia, flatulência e fadiga. A sensibilidade mais comum é a doença celíaca, intolerância ao nutriente que atinge cerca de 1% da população. Para quem tem a doença, ficar longe do glúten é fundamental. Para pessoas saudáveis, há controvérsia. Recentemente, o Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região (que inclui o estado de São Paulo) lançou um parecer oficial sobre o tema. O documento diz que o glúten só deve ser tirado da dieta se houver diagnóstico de doença celíaca, alergia ou sensibilidade ao nutriente. “Nutricionistas estavam tirando a proteína da alimentação de pessoas que queriam emagrecer ou curar um problema digestivo, sem diagnóstico”, diz Thiago Sacchetto de Andrade, nutricionista e conselheiro da entidade. “É errado. Glúten não faz mal para a população em geral”.

Depoimento

“Abrir mão do que intoxica faz mais sentido do que se privar de delícias” Silva Kotze, professora da PUC-PR. “Há um espectro muito grande de desconfortos relacionados ao glúten. O nutriente é absorvido pelo aparelho digestivo, mas sua ação é sistêmica. Isso torna o diagnóstico mais complicado”. Ganho de peso não está na lista de sintomas associados à intolerância a glúten. Mesmo assim, alguns médicos acreditam que tirar o nutriente ajuda a perder peso. “A digestão dessa proteína é difícil, o intestino fica inchado. Pessoas com sobrepeso ou doenças crônicas deveriam tirar o glúten”, diz a nutróloga Tamara Mazaracki, membro da Associação Brasileira de Nutrologia. “É uma proteína que não faz falta. Sem ela, você se alimenta melhor. Em vez de ficar no pão com trigo, passa a consumir quinoa, milho”. Para a gastropediatra Lenora Gandolfi, da Universidade de Brasília, não há comprovação científica de que tirar o glúten faz perder peso. O mesmo pensa a nutricionista Lara

“Resolvi maneirar na farinha de trigo depois de me submeter, por orientação médica, a um teste para detectar intolerâncias alimentares. O procedimento, envolvendo eletrodos, amostras em vidrinhos e agulhas que se agitam no painel, não parece lá dos mais científicos. Mas, sentindo-me em boas mãos e genuinamente a fim de mudar um quadro crônico de sobrepeso e falta de energia, botei fé no resultado: intolerância a laticínios e trigo. O teste foi um dos parâmetros usados para definir as bases de uma dieta de desintoxicação que também previa redução no sal e no açúcar e, pelo menos por um tempo, corte radical da carne vermelha, refrigerantes e café. Os queijos e os milagres da farinha branca estavam em todos os andares da minha pirâmide alimentar. Incrivelmente, não foi problema reduzi-los; me apeguei com os legumes, as frutas, as verduras, a tapioca matinal, a bolacha de arroz, o queijo de cabra e fui.

Dez meses e quase dez quilos a menos depois, baixei a guarda, mas sem o velho ímpeto. E espero nunca mais olhar para farinhas, carne, queijos, açúcar e café sem a desconfiança devida. O que descobri foi o seguinte: para quem precisa de mudança de hábito alimentar, regime ou ambos, detectar uma intolerância alimentar é detectar uma verdade conveniente. Abrir mão de algo que intoxica faz mais sentido do que se privar de uma delícia. Tem a ver, enfim, com uma compreensão melhor da equação alimentação/ peso/saúde, que leva em conta ‘detalhes’ normalmente ignorados. Como o teor de nutrição que há em cada comida e seu impacto na digestão. Ou como a relação direta entre dieta industrializada ocidental ‘não por acaso baseada em farinha, açúcar, conservantes e sódio em excesso’ e doenças cardíacas, câncer e obesidade’”. Teté Martinho

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Negócios e

Oportunidades Parte integrante da edição 658 - 31 de março de 2012 - www.jornalipanema.com.br

Cida Haddad

A

Stand de Venda do Residencial Buriti

s arquitetas Ingrid Rosolen Rocha e Ana Cláudia Christofoletti, da JNK Empreendimentos, e s t i ve ra m e m v i s i t a a o J o r n a l Ipanema e Jovem Pan. Localizada na cidade de Sorocaba, com dez anos de atuação no mercado, a JNK está inserida no segmento de construção civil, com obras voltadas especialmente para os

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

condomínios horizontais e verticais. De acordo com Ingrid e Ana Cláudia, os empreendimentos da JNK se diferenciam pela qualidade dos projetos, elaborados por equipes próprias de arquitetura e engenharia. Outra preocupação dos representantes da JNK é quanto à sustentabilidade ambiental. Tanto em seus escritórios quanto nos canteiros de obras são feitas ações diferenciadas. Entre os empreendimentos está o Residencial Buriti, com 96 apartamentos de 52 m² cada, uma ou duas vagas na

Juliana Moares

Sustentabilidade ambiental é preocupação em empreendimentos

Ingrid Rosolen Rocha e Ana Cláudia Christofoletti

garagem, dois dormitórios, varanda com churrasqueira, sala com dois ambientes, portaria para segurança 24 horas, elevador, infraestrutura completa, espaço gourmet com churrasqueira, playground ecológico e piscinas adulto e infantil. Ingrid e Ana Claúdia afirmam que até o final de 2012 a expectativa é de aproximadamente mil unidades de empreendimentos em Sorocaba e região dentro do programa “Minha Casa Minha Vida”.

www.jornalipanema.com.br

B1


B2

www.jornalipanema.com.br

NEGร“CIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012


NEGร“CIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012

www.jornalipanema.com.br

B3


Pet

Cuidados para quem quer criar coelhos em casa Cida Haddad

U

m dos animais preferidos para a criação em casa é o coelho. O veterinário André Luís Mota da Costa afirma que, antes de mais nada, é importante lembrar que um coelho dá tanto trabalho quanto um cão, embora não pareça. “Muitos clientes vêm à clínica reclamando da sujeira, escovação, alimentação variada e do c h e i r o . Te n d o ciência do que exige a espécie, r e c o m e n d o procurar um criador idôneo. Na escolha, deve-se observar se há sujeira ou acúmulo de cera nos ouvidos, se os olhos

B4

www.jornalipanema.com.br

estão limpos e brilhantes, se o pelo está brilhante e macio, se não há acúmulo de fezes na região da cauda”, diz. Costa afirma que quando lidamos com animais exóticos e silvestres, sabemos que a maioria das doenças é proveniente de falhas no manejo, que são os cuidados básicos; principalmente erros na nutrição. “É de extrema importância dar uma alimentação adequada e proporcionar aos animais ambiente adequado para viverem. Ao adquirir qualquer animal não convencional as pessoas precisam buscar informação, saber o que é certo e o que é errado. É necessário procurar um veterinário especializado para orientação completa”, garante. O veterinário afirma que o coelho necessita de grande quantidade de fibras. A ração possui boa quantidade

delas, mas não toda a necessária, comenta. “É essencial oferecer grandes quantidades de verduras, com exceção da alface. Legumes e frutas também são muito importantes”, destaca. Quanto à higiene, além de limpeza frequente de gaiola ou recinto onde o animal vive, é muito importante a escovação dos pelos, ao menos três vezes por semana. Banhos não são necessários, a não ser para os de pelos longos, explica Costa. Principais doenças As doenças de pele são as mais frequentes nos coelhos, diz o médico veterinário. Boa higiene e escovação evita a maioria dos casos, comenta. “Acidentes como atropelamentos e quedas são bastante comuns. E a doença cada vez mais frequente é o tricobezoar ou bola de pelo. O coelho ao se lamber ingere sem querer seus pelos. Esses pelos, a médio prazo, vão se aglomerando no estômago e intestino, formando bolas que irritam a mucosa gástrica e podem até mesmo causar obstrução intestinal. A prevenção é a escovação, que retira os pelos que seriam ingeridos, e o uso de grande quantidade de fibras na dieta”, afirma. Costa lembra ainda que depois que atingem a maturidade sexual, alguns coelhos tendem a ficar territorialistas, por ação dos hormônios sexuais. Ocorrem brigas entre eles pela disputa territorial e, em casos mais extremos, ocorre até agressão ao dono. Isto é facilmente resolvido com a castração. Nas fêmeas, a castração ainda evita o câncer de útero, doença bastante comum em fêmeas a partir dos dois anos de idade.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


NEGร“CIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012

www.jornalipanema.com.br

B5


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Diante de ofertas assim, recomendação é resistir à compra por impulso e analisar se imóvel atende às necessidades A máxima de que o ano e os projetos sérios só começam depois do Carnaval parece o motivo ideal para quem quer comprar um imóvel. Construtoras estão concedendo descontos de até 15% para quem deseja adquirir a casa própria ou quer investir. Segundo o Secovi-SP (Sindicato da Habitação), há uma série de motivos para os saldões: sobra de unidades, estratégia de marketing, necessidade de caixa e desconto equiparado ao oferecido nas compras à vista. Para Emílio Kallas, vice-presidente de incorporação e terrenos do Secovi, o momento é ideal para a compra e essa fase deve se estender pelos próximos cinco anos. “Somente 5% do PIB é de financiamento imobiliário, e os bancos têm margem de segurança para o crédito, o que garante um bom negócio”. Kallas ressalta, contudo, que essa operação deve ser bem analisada e que as ofertas agressivas não devem ser a razão principal para adquirir um bem desse porte. “É preciso fazer as contas e ver se o imóvel atende às necessidades de toda a família”. Quando a decisão da compra está tomada, é preciso observar alguns

B6

www.jornalipanema.com.br

pontos para que o desconto não se converta em custo mais tarde. Uma dica importante é dar uma entrada pequena para não perder dinheiro caso haja problema com a obra ou com a construtora, segundo José Geraldo Tardin, presidente do Ibedec (Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo). Em cenários “liquida-tudo”, é melhor manter o “desconfiômetro” ligado. “O ideal é não comprometer mais que 20% do orçamento familiar com a primeira parcela, bem como não assumir parcelas intermediárias superiores a 20% da renda mensal”, afirma. Outra recomendação é verificar a documentação. “Pesquise no site da prefeitura se o imóvel tem o Habite-se (autorização de ocupação)”, diz João Bosco Brito, assessor jurídico. Pesquisar em sites da Receita Federal, do Ministério da Previdência e de reclamações de consumidores para checar se a empresa é idônea e cumpre prazos é fundamental. Estar atento à economia é outro modo de se precaver. O governo estuda atrelar o rendimento da poupança à Selic para que ela renda em torno de 4,5% ao

ano - hoje rende cerca de 6%. “Isso poderá ser um desestímulo ao poupador, que deixa de consumir para guardar para um imóvel. Se o rendimento ficar muito baixo, ele poderá preferir consumir e, assim, prejudicará a queda dos juros, porque isso impactará a inflação”, diz Manuel Enriquez Garcia, presidente da OEB (Ordem dos Economistas do Brasil). Juliana Colombo/Folhapress

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


NEGร“CIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012

www.jornalipanema.com.br

B7


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Ateliê Janaína Hasse No mês do artesão, visitamos esta semana o ateliê de Janaína Hasse, com delicadeza e uma visão única da pintura country, Janaína é excelência no assunto. “Pintando o sete” há 11 anos, Janaína se aprimora a cada dia, passando para seus alunos suas experiências e descobrimentos. Jana (como é chamada pelos alunos e amigos), d á a u l a s d e p i n t u ra c o u n t r y e m c e r â m i c a , madeira, alumínio, além de ter em seu ateliê professores que ministram aula de patchwork. “As aulas são de segunda a sábado e meu tempo se volta todo para o artesanato, trabalho gostoso, delicado e sobretudo prazeroso. É sempre uma alegria ver uma peça nova surgindo”. Comenta Janaína. Quem quiser saber mais sobre as aulas pode ligar para: (15) 9789-7343. O ateliê Janaína Hasse fica na rua Constantino Senger, 135, em Sorocaba.

Janaína Hasse é artesã há 11 anos

B8

www.jornalipanema.com.br

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Designer trabalha exclusividade em tecidos Em dezembro de 2007 nasceu a empresa R.M.Gabriel fundada pela designer Roberta Gabriel, que se transformou em marca no conceito em tecidos. Cada produto tem sua própria história. De um mesmo pedaço de tecido surgem resultados inesperados. Retalhos transformados em malhas recicladas, lonas de caminhão que rodaram quilômetros de distância, fibras naturais e tecidos que seriam descartados pelo meio ambiente são transformados em edições limitadas by Roberta Gabriel. “Não tenho uma única receita, vou misturando técnicas variadas de desenhos a mão, pinturas, tingimentos manuais, carimbos e estamparias até se chegar a um resultado que me faça feliz. Utilizo pigmentos à base de água, que não agridem o meio ambiente. Busco agregar parcerias com artistas brasileiros, mostrando que a arte está presente em nossas vidas de várias formas, sendo o tecido uma delas”. Em parceria com o artista plástico Gustavo Rosa, Roberta criou uma coleção de tecidos inspirados em suas obras. Parceria com outros artistas faz parte do conceito de Roberta, além da preocupação sócio-ambiental. (www.robertagabriel.com.br).

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

www.jornalipanema.com.br

B9


Renata Moeckel / Juliana Moraes

Os móveis corretos para a

Espaçosa ou compacta, sua varanda merece ser valorizada com móveis que combinem com a decoração, ofereçam praticidade e ampliem a sensação de lazer. É por isso que a escolha dos móveis que vão compor o seu quintal ou a sua varanda devem ser muito bem escolhidos. Móveis com madeira de demolição, fibra sintética, tecidos impermeabilizados são os ideais para esses ambientes. Procure sempre valorizar a personalidade do ambiente a ser decorado, ele vai receber a família, os convidados, enfim, planeje com critério para que o espaço seja único. O Ipanema Ambiente separou umas peças da Morarte para ajudar na escolha dos seus móveis para a sua varanda ou quintal.

Fotos: Juliana Moraes / Móveis: Morarte

B10

www.jornalipanema.com.br

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Vida Saudável

Dança do ventre oferece série de benefícios à saúde Cida Haddad

A

Fotos: Juliana Moraes

dança do ventre fascina muitas mulheres. A professora Maria Ivani Marques comenta que até mesmo mulheres confessam que é difícil tirar os olhos do ritmo e do movimento que parece ter sido criado com o único propósito de seduzir. “Corpo à mostra, maquiagem e gestos harmoniosos se combinam com o olhar misterioso por trás dos véus e o balançar de ombros e quadris.

Professora Maria Ivani Marques

A dança estimula muito as mulheres também a se gostarem mais e até é uma terapia maravilhosa para relaxar e fazer amizades”, afirma. Ela diz que por trabalhar todo o corpo, a dança do ventre é considerada uma ótima opção para mulheres que não gostam de frequentar a academia, mas também não querem ficar sem praticar uma atividade física. “Os movimentos na região do abdome, mais precisamente na região do ventre, fortalecem e tonificam os músculos. A prática da dança também proporciona maior flexibilidade ao corpo, promove a reeducação postural, ajuda a modelar as pernas, braços, cintura, quadris,

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

costas e glúteos”, garante a professora. Ela destaca ainda que muitos falam que a dança do ventre dá barriga, mas não é isso que acontece, ela diz. Maria Ivani diz que antes de praticar qualquer exercício físico é necessário o aquecimento. “Para um treino mais seguro é preciso se alongar e praticar

alguns exercícios de flexibilidade, além de fazer um ótimo alongamento após o término de cada treino”, lembra. Quanto ao tempo de aprendizado da dança, a professora comenta que vai depender da desenvoltura de cada aluna, quanto à flexibilidade e coordenação motora, além da disciplina.

www.jornalipanema.com.br

B11


Vida Saudável

Como evitar queimaduras?

Secretaria alerta para riscos de queimaduras

Recomendações para evitar acidentes por exposição ao fogo e fumaça e o que fazer em caso de queimaduras:

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que dez pessoas morrem por mês (ou uma a cada três dias) por exposição ao fogo, chamas e fumaça no estado. Somente em 2011 foram registradas 2,2 mil internações causadas por queimadura em decorrência de acidentes de trabalho ou domésticos. Desse total, 120 pessoas morreram. No total, as internações custaram R$ 6 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS) paulista.

D

e acordo com o levantamento, o número de vítimas por queimaduras é maior entre os homens. Das internações registradas no ano passado, 64% foram de pacientes do sexo masculino, e dos 120 óbitos, o índice entre os homens foi de 59%. Ta n t o e n t r e o s h o m e n s q u a n to entre as mulheres, o índice de internações e óbitos é maior entre as faixas etárias de 30 a 49 anos. Para o supervisor médico do Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências (Grau) da Secretaria, Gustavo Feriani, as internações por exposição à fumaça, fogo e chamas, em muitos casos, ocorrem em consequência de acidentes domésticos como descuidos no manuseio de churrasqueiras, panelas sobre o fogão e velas. “Algumas pessoas possuem o hábito de deixar velas acesas perto de janelas com cortinas ou adormecer no sofá ou na cama com o cigarro aceso na mão. Atitudes como essas podem oferecer

B12

www.jornalipanema.com.br

- Evite manipular panelas, frigideiras e chaleiras sobre o fogão segurando crianças no colo. Mantenha os cabos dessas panelas e outros utensílios voltados para o centro do fogão ou longe do alcance de crianças. - Mantenha velas acessas longe de cortinas, toalhas, janelas ou outros locais onde elas possam ser derrubadas pelo vento ou correntes de ar. - Certifique-se de que a fiação elétrica da residência está em boa conservação e mantenha as tomadas protegidas. - Não ateie fogo em pilhas de folhas de árvore, lixo e outros tipos de materiais descartáveis, seja no quintal de casa ou em terrenos baldios. - Ao notar pequenos sinais de chamas e fumaça, a primeira medida a ser tomada é tentar apagar a chama do fogão fechando o registro de gás ou desligar a energia elétrica do local. - Em casos de incêndios de grandes proporções, é preciso ligar para o corpo de bombeiros no telefone 193. Deixe o local imediatamente e não tente enfrentar as chamas para salvar bens materiais. - No caso de queimaduras e bolhas, lave o local com água corrente e limpa, cubra com um pano limpo (uma toalha ou uma fralda) e procure ajuda médica. - Não aplique, de maneira nenhuma, qualquer outra substância sobre a queimadura como pomadas, pasta de dente, pó de café, entre outros. - No caso de queimaduras das vias respiratórias por inalação de fumaça em alta temperatura, procure um local aberto e arejado e acione o serviço de resgate. Evite ingerir água, leite ou qualquer outro tipo de bebida antes de uma avaliação médica.

um grande risco já que pequenas chamas também podem gerar grandes incêndios e queimaduras muito graves”, alerta Feriani. O médico do Grau explica que as internações hospitalares são necessárias em casos de queimaduras de segundo grau que chegam a atingir 20% da superfície corpórea do paciente ou quando são constatadas queimaduras de terceiro grau em 5% ou mais dessa superfície corpórea. Ele ressalta também que nem sempre o contato direto com as chamas pode ser a principal consequência da manipulação imprudente do fogo. Em alguns casos, a simples inalação de fumaça que atinge altas temperaturas já pode c a u s a r g rave s d a no s f í s i c o s . “Isso pode acontecer ao realizar atos cotidianos, como acender uma churrasqueira ou atear fogo em lixo acumulado no quintal e terrenos baldios. A fumaça quente gerada pela queima do carvão ou materiais como o plástico, quando inalada em grande quantidade, pode queimar as vias respiratórias”, diz Feriani.

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

Mortes por exposição à fumaça, fogo e chamas em 2011 (por região) Capital e região metropolitana –..62 Araçatuba – ..............................0 Araraquara –.............................1 Baixada Santista –.................... 0 Barretos –................................ 0 Bauru –................................. 15 Campinas –.............................. 2 Franca –.................................. 1 Marília –................................... 7 Piracicaba –.............................. 0 Presidente Prudente –................ 0 Registro -................................. 0 Ribeirão Preto –........................ 2 São João da Boa Vista –............. 0 São José do Rio Preto –............ 13 Sorocaba –............................. 9 Taubaté -................................. 8

www.jornalipanema.com.br

B13


Espaço Empresarial Sustentabilidade

Cervejas especiais Mais um supermercado sorocabano da rede Carrefour será acrescentado em breve à lista de lojas que vendem os produtos da Burgman. As cervejas, além de estarem disponíveis em bares e restaurantes, também podem ser encontradas em outras quatro unidades da rede Carrefour (Sonia Maria, Jundiaí, Valinhos e Eldorado Campinas), nas

lojas Speciale da rede Makro, em algumas lojas da Rede Bom Lugar, no Supermercado Estância (em São Roque) e em toda a rede Zona Sul do Rio de Janeiro. Atualmente, três variedades das cervejas Burgman podem ser encontradas nos supermercados em garrafas de 600 ml. São elas as variedades Lager beer, Stout e Flanders Red Ale.

Trote solidário Calouros, veteranos, docentes e funcionários da Faditu (Faculdade de Direito de Itu) realizaram uma grande festa para as crianças do Lar e Creche André Luiz. A ação aconteceu na sede da instituição de ensino e fechou a programação do Trote Solidário 2012, cujo objetivo era promover a integração entre calouros e veteranos. Uma das mantenedoras da Faditu, Orzila Maria Duarte, fez questão de apoiar e ajudar na organização da atividade.

Tratamentos corporais

O Instituto Plenaphorma inaugurado no dia 15 de março, dirigido pelo Dr. Júlio Pereira de Paula Júnior, trouxe para Sorocaba uma clínica de tratamentos corporais, faciais e de rejuvenescimento completos e especiais, que procura cuidar da saúde e bem estar. O espaço está localizado na rua Arthur Gomes, 375 – Centro.

B14

www.jornalipanema.com.br

SZS Assessoria de Imprensa

Investidores do varejo

As expectativas de vendas são boas segundo os sócios do Plaza Shopping Itavuvu, o primeiro localizado na Zona Norte de Sorocaba. “Trata-se de um empreendimento de sucesso garantido, com um mix de lojas desenvolvido para obter um alto faturamento. Para os lojistas, é uma oportunidade de se instalar no meio do maior adensamento residencial de Sorocaba, que é carente de oferta varejista”, diz o diretor da FOC Empreendimentos Imobiliários e um dos sócios do Plaza Shopping Itavuvu, Cristiano Mascarenhas de Barros.

Construções sustentáveis vêm cada vez mais conquistando o bom gosto do brasileiro, assim como fazem os 85% de norte-americanos que optam pelo sistema “wood frame” – um dos alicerces desse tipo construtivo –, também seguidos pela Nova Zelândia, Japão e Austrália. O mesmo exemplo pode ser acompanhado em Sorocaba. Um projeto com 1.800 metros quadrados de área útil, que obedece a todos os quesitos de uma construção energitérmica sustentável, está sendo construído em um dos mais luxuosos e tradicionais condomínios horizontais da cidade. O empreendimento foi executado pela LifeHouse, a primeira empresa do país a reunir toda a cadeia de fornecimento para construções sustentáveis, desde o planejamento e gestão de projetos até seus últimos detalhes.

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012


Iprograme-se BENEFICENTE

na unidade toda segunda-feira, das 18 às 20 horas. Mais informações: (15) 3221-3081.

EM PROL DO EDUCANDÁRIO – O Educandário Santo Agostinho (rua Imperatriz Leopoldina, 217 – Cerrado) promoverá no dia 6 de maio o almoço beneficente “Feijuca do Santo” . Mais informações: (15) 3222-2265.

INSPETOR DE QUALIDADE - O Território Jovem do Jardim Ipiranga também está promovendo um curso de Inspetor da Qualidade, cujas aulas terão início no dia 2 de abril. A inscrição deve ser feita pessoalmente no Território Jovem do Jardim Ipiranga (avenida Elias Maluf, 1080 - Jardim Ipiranga), até este sábado (31).

LAR SÃO VICENTE– O Lar São Vicente de Paulo promove em seu salão que fica na avenida Bethânia, 1255, no dia 14 de abril, a partir das 20 horas, - a Noite Nipo-Brasileira. Serviços do buffet Amami e animação da Banda Face Nova. Informações: (15) 3313-9100 ou 3313-2025. NOITE TROPICAL - O evento Noite Tropical ocorrerá no dia 13 de abril às 22 horas no Shopping M, com a banda Virada do Século. Todos os convites vendidos pelo Gpaci terão a renda revertida para o hospital. Eles custam R$ 25,00 (individual) e R$ 50,00 (mesa com oito lugares). Os convites antecipados podem ser adquiridos na sede do Gpaci, que fica na rua Antônio Miguel Pereira, 45 - Jardim Faculdade. Informações: (15) 2101-6572 / 2101-6575 ou 9789-3909 - com Melina Vieira Poiato.

terá início às 8 horas e se encerrará às 17 horas. Informações: Ana Maria (15) 3327-4255 ou Heloísa (15) 3233-6241 ou ainda Sonia (15) 3227-1802.

SHOWS

EXPOSIÇÕES BONITO - A partir deste domingo (1), o Sesi Sorocaba abre a exposição Bonito, de Paulo Berton. A mostra apresenta a beleza natural inusitada da cidade turística de mesmo nome, localizada no Mato Grosso do Sul. O Sesi Sorocaba fica na rua Duque de Caxias, 494 - Mangal. A exposição poderá ser visitada de de 1º a 15 de abril – de terça a sexta-feira, das 9 às 20 horas; sábados, domingos e feriados, das 9 às 18 horas. Informações: (15) 3388-0414.

METSO CULTURAL - Este ano o Projeto Metso Cultural contará com seis apresentações dentro da sua programação oficial que será sempre realizada aos domingos de manhã, no Parque do Campolim. Todas as apresentações começam às 11 horas. A programação, direção artística e produção do Projeto Metso Cultural é de Marco de Almeida, da MdA International. Abrindo a temporada de 2012, neste domingo (1) presença do grupo instrumental “Quarteto Tempo” formado por Fábio Torres (piano), Marcus Teixeira (violão), Paulo Paulelli (baixo) e Celso Almeida (bateria) que receberá uma das mais importantes compositoras e cantoras da música brasileira: Rosa Passos. Informações: www. mdainternational.com.br ou telefone (15) 3211-1360.

CULTURA 20 ANOS DE FUNDEC - A Fundec (Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba) completa 20 anos neste mês de abril e comemora com novos projetos e com uma programação recheada de eventos. A festa contará com exposições, peças, corais, duos e concertos durante todo o mês. A agenda de eventos terá início no 9 de abril, com uma mostra no Salão de Exposições da Fundec que conta a história da fundação, e será encerrada no final de abril com concertos da Orquestra Sinfônica de Sorocaba, em homenagem aos 20 anos da instituição.

CURSOS FANFARRAS - O Território Jovem do Jardim Ipiranga, que fica na avenida Elias Maluf, 1080 - Jardim Ipiranga, está oferecendo aulas de fanfarra. Os jovens, com idades entre 10 e 18 anos, interessados em participar, podem procurar o grupo “Desbravadores”, que ensaia

PALESTRAS

Encontro regional - Será realizado neste sábado (31) o V encontro regional de “Amor-exigente” no auditório do Centro Arquidiocesano de Pastoral (avenida Dr. Eugênio Salerno, 60). Os palestrantes convidados são: Mara Silvia Carvalho de Menezes, 1a vice-presidente da Federação de Amor-Exigente, autora dos livros: “O que é Amor-Exigente”; “Prevenção com AmorExigente, antes que coisas ruins aconteçam”; Iraci Genésio Caetano, coordenadora técnica da entidade Bezerra de Menezes e; Carlos Augusto Troncone e Caroline Maciel R. Pontes Troncone, voluntário da Associação Sorocabana de Amor-Exigente. O evento

NEGÓCIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

TOYOTA TRILHAS DA NATUREZA – Uma série de atividades culturais será realizada neste sábado (31) no Parque das Águas. O Toyota Trilhas da Natureza tem a seguinte programação: 9h30 às 12h10 - Participação das oficinas do Projeto Mais Cultura: mangá, pintura em tela, exposições e jogos educativos, teatro infantil, coral infantil e adulto; das 10 às 10h20 - Peça teatral: A Praça da Palmeira; 11h20 às 11h40 - Peça teatral: O Rei Salomão; 14h às 17h30 - Participação das oficinas do Projeto Mais Cultura: Mangá, pintura em tela, exposições e jogos educativos, teatro infantil, coral infantil e adulto; 14 às 14h20 - Peça teatral: A Praça da Palmeira; 16h40 às 17 horas - Orquestra Sinfônica Municipal com regência do maestro Jonicler Real; 17h10 às 17h30 - Peça teatral: O Rei Salomão; 17h40 às 18h10 - Orquestra Sinfônica Municipal com regência do maestro Jonicler Real; 18h30 às 19 horas - grupo instrumental Quarteto Quitanda; 19h30 às 20 horas - banda Maria Madame e; 20h30 - Show Paralamas do Sucesso com participação da cantora Pitty.

TEATRO CIRCO DE ÉBANOS - O espetáculo teatral Circo de Ébanos será apresentado neste sábado (31), a partir das 20 horas Teatro Municipal Teotônio Vilela. A realização é do Sesc Sorocaba. Os ingressos gratuitos serão distribuídos uma hora antes do espetáculo. Apenas dois por pessoa.

www.jornalipanema.com.br

B15


B16

www.jornalipanema.com.br

NEGร“CIOS E OPORTUNIDADES DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012


Veículos

Parte integrante da edição 658 - 31 de março de 2012 - www.jornalipanema.com.br

VEÍCULOS DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

www.jornalipanema.com.br

C1


C2

www.jornalipanema.com.br

VEรCULOS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012


VEรCULOS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012

www.jornalipanema.com.br

C3


C4

www.jornalipanema.com.br

VEรCULOS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marรงo de 2012


Imóveis

D

Parte integrante da edição 658 - 31 de março de 2012 - www.jornalipanema.com.br

IMÓVEIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de março de 2012

www.jornalipanema.com.br

D1


D2

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D3


D4

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D5


D6

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D7


D8

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D9


D10

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D11


D12

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D13


D14

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D15


D16

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D17


D18

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D19


D20

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D21


D22

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D23


D24

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D25


D26

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D27


D28

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D29


D30

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D31


APARTAMENTOS ALUGAM-SE

CASAS ALUGAM-SE

CASAS VENDEM-SE

APARTAMENTOS VENDEN-SE

TERRENOS

D32

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D33


D34

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012

www.jornalipanema.com.br

D35


D36

www.jornalipanema.com.br

IMテ天EIS DO JORNAL IPANEMA - 31 de marテァo de 2012


Ipa_658_3103  

Um jornal a serviço da população sorocabana e região

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you