Page 1


CARTA AO lEITOR Você está folheando a primeira edição da revista Arte com Balões, uma publicação feita para quem quer sair do comum. Nossa missão é divulgar o setor profissional, consolidar valores da Rede E-Balões e ser uma fonte confiável e segura de consultas, tanto para a imprensa em geral, como para todos os envolvidos com o segmento, inclusive o consumidor final. Sabemos que para ser uma revista respeitada e desejada por seu público, temos que investir. Empregamos tecnologia para criar um projeto gráfico moderno e atraente; valorizamos conteúdo jornalístico e trouxemos para você uma linha editorial ousada. Aqui você encontra reportagens interessantes para todos. Buscamos as tendências apontadas pelo papas da área para servir de inspiração e também desmistificar a profissão. Mostramos que com balões é possível fazer desde as já tradicionais festas infantis a casamentos, eventos corporativos, objetos pequenos e grandes e até mesmo roupas!

Na edição número um da você encontra uma repor profissionais fizeram sua salto de qualidade e como com isso. Também vamos setor andar de mãos dad e oferecer respostas para cresce: aquele preocupad verde. Trouxemos exempl os balões como papel fun e entrevistamos os desig obras. Nesta primeira edição, Lu coordenador da E-Balões trabalho desenvolvido pe com Balões. Outra presen é a de Beatriz Micheletto, do Sebrae - SP, que dá dica Nas últimas páginas, dispo decoradores, distribuidore do Brasil.

Seja


EdiÇÃO 1 • aBril 2014

a reVista arte CoM BalÕes É uMa puBliCaÇÃo triMestral da e-BalÕes produZida por santa ideia soluÇÕes eM CoMuniCaÇÃo.

R

a revista Arte com Balões, rtagem que mostra como as empresas darem um o clientes se beneficiaram s mostrar a importância do das com o meio ambiente a o consumidor que mais do com um mundo mais los de festas que tiveram ndamental da decoração gners responsáveis pelas

uiz Carlos da Costa Silva, s, fala sobre o valor do elos profissionais da Arte nça ilustre na nossa revista , Consultora de Marketing as para empreendedores. onibilizamos os principais es e fabricantes de balões

eb m-vindo!

CONSELHO EDITORIAL l uiZ Carlos da Costa silVa rosana CHristina f. M. silVa DEPARTAMENTO DE PRODUÇÃO, ARTE E REDAÇÃO santa ideia soluÇÕes eM CoMuniCaÇÃo 3459.5269 • SANTAIDEIA@SANTAIDEIA.COM.BR PROJETO GRÁFICO IMPRESSO E DIGITAL Caio fernando C. nunes JORNALISTA RESPONSÁVEL MÁrCia landsMann - MtB 30.514 PUBLICIDADE E ASSINATURA CENTRALIZADAS WWW.e-Baloes.CoM.Br REVISTA@E-BALOES.COM.BR FALE COM A REDAÇÃO 5031.9162 COLABORADORES DESTA EDIÇÃO luiZ Carlos da Costa silVa BeatriZ MiCHeletto nÃo É perMitida a reproduÇÃo inteGral ou parCial das MatÉrias e anÚnCios puBliCados seM autoriZaÇÃo eXpressa. a responsaBilidade soBre os anÚnCios puBliCados É eXClusiVa do anunCiante.

IdEAlIZAçãO E REAlIZAçãO


ÍNDICE E-bAlõES

SETOR DE DECORAÇÃO EM BALÕES GANH CONSULTORIA E CERTIFICAÇÃO

CONSCIÊNCIA

RESPEITO AO MEIO AMBIENTE CONQUISTA

VAlE QUANTO CUSTA?

PROFISSIONAIS CAPACITADOS FAZEM TOD

dICAS CONSULTORA DO SEBRAE MOSTRA COMO EMPREENDER NA ÁREA

ARTE

EMPRESAS APRESENTAM TRABALHOS INS

ONdE ENCONTRAR RELAÇÃO DE EMPRESAS FORNECEDORAS E FABRICANTES

IMAGEM CEDIDA POR BALLOONS FEST


HA FORÇA COM

A CONSUMIDORES

DO TIPO DE MARAVILHA

SPIRADORES


E-Balões fortalece setor de decoração Consultoria treina e capacita profissionais de todo o Brasil. NOTÍCIA BOA TAMBÉM PARA O CONSUMIDOR. Segurança para clientes e crescimento para empresas. Este é o resultado do trabalho desenvolvido pela E-Balões desde 2011, quando foi implantada por Luiz Carlos da Costa Silva. “O setor sempre sofreu com a falta de profissionalização, pois muitos empreendedores trabalham de maneira informal e sem um parâmetro que oriente a atividade”, conta Silva. “Então, criamos um modelo de negócio estruturado, testado e aprovado, que trata da gestão de pequenos negócios e oferece ferramentas para melhorar a aplicação de técnicas de decoração”, explica. Entre as vantagens encontradas pelo público na hora de contratar uma Empresa Credenciada E-Balões está a assessoria permanente ao credenciado e reciclagem constante - que forma especialistas de alto nível, aptos a atender festas ou

eventos com qualidade e sobretudo, o monitoram trabalhos realizados em manutenção do Serviço de Caso haja reclamações rep mesma empresa, ela pode rede E-Balões. O canal cria sugestões está ativo e ain “Durante todo o tempo de e reclamações dos clientes Silva, coordenador da E-Ba Todos esses cuidados le uma experiência de aten beleza inesquecível. Por iss referência. Cristina Barreto proprietários da Balloons as mudanças provocadas


ética - e, mento dos toda a rede, inclusive a e Atendimento ao Cliente. petidas direcionadas a uma erá ser descredenciada da ado para receber críticas e nda não registrou queixas. existência, não recebemos s atendidos”, comemora alões. evam os clientes a viver ndimento, eficiência e so voltam e a empresa vira o e André Luiz Dias Barreto, s Fest, sentiram na pele s pelo investimento. “Foi


uma virada de 180 graus!”, alegra-se Ana Cristina. “Mudamos o modo de atender nossos clientes, a dinâmica de trabalho, aprimoramos nossas técnicas... realizamos uma série de mudanças que estimularam novos e maiores investimentos”, revela a empresária que atua no setor de balões há 15 anos, na Bahia. Hoje, a empresa não sabe mais o que é estar no vermelho e a equipe passa continuamente por processos de reciclagem. Mas nem sempre foi assim. Somente em 2006, a Balloons Fest passou a atuar formalmente. Mas


empreender ainda era tarefa árdua. Em 2010, os sócios investiram no treinamento individual E-Balões e vieram para São Paulo com mais uma funcionária. Passaram cinco dias mergulhados no negócio de balões e voltaram para a Bahia cheios de ideias e metas. Conseguiram organizar o caixa e a casa: passaram a planejar as ações, contrataram mais seis pessoas e puderam atender bem mais do que uma a duas festas diárias. “Temos estrutura para atender bem até nove comemorações por dia e passamos a atender também grandes festas e eventos, coisa


que antes era impossível”, conta. Quem comprova o bom trabalho é o próprio cliente. Daniella Martinelli contratou a Balloons Fest para decorar a festa de seu filho Nicollas com o tema Circo. Para a mãe, este era o dia da realização de um sonho que será lembrado por ela, pelo filho e por todos os parentes e amigos presentes e por isso a responsabilidade da empresa que a atendeu era enorme. Após a festa, Daniella pode respirar aliviada. “Resultado deslumbrante! As esculturas parecem que vão ganhar vida a qualquer momento, ao simples toque da varinha do mágico Mario Neto (irmão do aniversariante). Tudo foi um lindo sonho, sem defeitos, um verdadeiro show”, orgulhase. Esta e outras respostas positivas alimentam e estimulam a empresa a investir mais e a crescer. “Todos os anos fazemos reciclagem e participamos também do Congresso de Arte/ Gestão E-Balões”, conta Ana Cristina. Profissionais que querem fazer parte da rede surgem de todo o Brasil mostrando que o assunto festas é sério e o consumidor exige qualidade nos serviços e não apenas preço. A última medição do mercado feita pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos Abeoc, em 2012, apontou que 74,6% das empresas


do ramo aumentaram seu ano, e desses, 67% man investir mais ainda em 20 que o mercado está cada devem correr para não certificação reconhecida é um caminho para se posicionar na fren sobrevivia, depois do trei dobrou”, declara Viviane proprietária da Balões M (SP). A empresária pro profissional já com 10 ano de 2009. “O treinamento divulgado e não acredit diferenciais, mas ganhei fui”, lembra Viviane, que n a irmã Patrícia Helena Fur para passar os cinco di tudo!”, resume. “É difer havia visto porque trata


us investimentos naquele nifestaram a intenção de 013 e 2014. Afinal, sabem a vez mais competitivo e ficar para trás. Ter uma a, como a da E-Balões, oferecer diferenciais e te. “Antes a empresa inamento, o faturamento e Helena Furlan Almeida, Mágicos, em Votorantim ocurou aperfeiçoamento os de empresa, em julho estava começando a ser tei que me traria muitos i a oportunidade, então na ocasião levou também rlan, ex-gerente da casa, ias de imersão. “Mudou rente de tudo o que já a a empresa como um


todo: modo de administrar, atendimento telefônico, logística, método de armazenamento, como lidar com funcionários, uniformes...”, continua. “A diferença que o treinamento proporcionou foi visível, inclusive para os clientes. Então a procura aumentou e eu sabia que estava capacitada para atender”, orgulha-se. Essa segurança também nasce do apoio oferecido pela E-Balões, que dispõe de consultoria integral aos credenciados e reciclagem continuada. “Hoje sei que posso fazer o que meu cliente pede, sei fazer minhas


esculturas de grande porte durarem e brilharem. Antes tinha medo”, lembra. Tudo isso se refletiu no dia-adia da Balões Mágicos, que atendia uma ou duas festas por dia, e agora consegue marcar presença em até cinco eventos de médio porte por dia. O negócio de Viviane cresceu e agora ela é convidada até para ministrar palestras em nome da Balões São Roque. “Este ano participo da primeira aula da Convenção de Arte/ Gestão E-Balões. É uma enorme responsabilidade”, orgulha-se.


Como funciona E-Balões é uma Rede de Empresas de Decoração com Balões presente na maior parte do Brasil que tem como missão qualificar, divulgar e servir de referência ao mercado de Arte com Balões, além de gerar mais oportunidades de negócios aos seus integrantes. “Boa parte das empresas que fecharam suas portas, o fizeram por falta de informação”, comenta o coordenador da E-Balões. “A experiência comprova que empresas que têm informação e trabalham unidas, fortalecem os pontos de deficiência, crescem e têm maiores chances de sobreviver num mundo cada vez mais competitivo”, continua. Para fazer parte da rede, o profissional passa por

treinamento teórico e prát conhecidas de decoração isso. Para participar do deve ter experiência mínima Quem conquista a certifi normas e procedimentos trabalhar somente com pro oferecer contrato de presta não vender sua arte pel usados no trabalho, mas p originalidade exigido na co elaborar projetos persona local e o tema escolhidos.


tico em todas as técnicas o com balões. E não é só treinamento, o candidato a de dois anos no negócio. ficação deve seguir a risca pré-estabelecidos, como odutos da linha profissional, ação de serviços completo, la quantidade de balões pelo grau de dificuldade e onfecção de cada obra, e alizados de acordo com o


O caminho da certificação Para se tornar uma Empresa Credenciada E-Balões, empresários e profissionais recebem treinamento teórico e prático durante cinco dias dentro da unidade piloto, contando com apoio de manuais de instalação e operação do negócio e vivências em eventos reais. “Os manuais trazem todo o apoio teórico para gerir as rotinas diárias do negócio, com informações, dicas e sugestões que auxiliam a empresa tanto no setor administrativo quanto no técnico. São abordados temas variados como, por exemplo, os processos de venda e recrutamento de funcionários”, explica Silva.

SAC E-B sac@e-bal

Consulte as Empresas C no site www.e-

informações sobre t www.e-baloes.co


Balões loes.com.br

Credenciadas E-Balões -baloes.com.br

treinamento coletivo om.br/convencao

Mas para ser uma Empresa Credenciada E-Balões é preciso também ser aprovado por uma comissão de avaliação. Aí sim, os credenciados participarão de encontros anuais para troca de informações entre os integrantes e receberão assessoria permanente, reciclagem constante, divulgação da rede e autorização para utilizar o Selo de Qualidade E-Balões em sua página da internet, papelaria e peças de publicidade. A E-Balões também coloca potenciais clientes em contato com as empresas credenciadas em cada região, de acordo com as necessidades dos clientes e especialidades dos profissionais e disponibiliza


um fórum de discussão, onde os profissionais tiram dúvidas e propõem sugestões. “A sinergia gerada pela rede fortalece as empresas participantes e contribui para acelerar o profissionalismo do setor”, acredita Silva.

O treinamento Profissionais e empresas de qualquer parte do mundo, que preencham os requisitos mínimos exigidos pela E-Balões, podem receber treinamento individual ou coletivo, durante a Convenção Anual de Arte/Gestão E-Balões. O primeiro momento é de aula teórica. No treinamento individual o participante não vai à sala de aula, mas sim a uma empresa de decoração com balões para integrar a equipe e acompanhar seu dia a dia, inclusive a montagem de eventos reais. Faz parte de suas atribuições o preparo e a montagem


de festas e eventos, para assim, aprimorar o que já sabe ou aprender o que ainda não sabe. Todos os processos do cotidiano da empresa são acompanhados pelo participante: desde o atendimento ao cliente, recebimento de solicitação, elaboração

e envio dos orçamentos até o fechamento da venda, elaboração dos projetos e ordem de serviços. Depois disso o participante acompanha uma equipe especializada na construção das peças, organização e entrega do trabalho, desmontagem e, finalmente, o feed back do cliente após a festa. Outra maneira de conquistar o Selo de Empresa Credenciada E-Balões é participando da convenção anual que reúne profissionais de várias partes do mundo. Durante três dias, os candidatos participam de diferentes atividades. Algumas


tarefas em grupo ou individuais são propostas e estas devem ser entregues até o último dia. É preciso ter 80% de presença nas aulas práticas e palestras. Empresas participantes devem possuir site com domínio próprio. Durante o evento, uma comissão formada por especialistas avalia o trabalho de cada participante, que deve aceitar o código de ética e assinar o contrato de adesão para então fazer parte da rede E-Balões. O site disponibiliza a relação de empresas certificadas E-Balões. A cada edição, o evento é aperfeiçoado. Neste ano, a Convenção de Arte/Gestão E-Balões lançou o 1º Concurso Nacional de Arte E-Balões, com premiações em dinheiro para os três primeiros lugares e também idealizou a revista Arte em Balões, que tem uma proposta ousada e promete levar conteúdo relevante para empresas e clientes. O que podemos esperar para 2015? A coordenação não conta, mas garante mais novidades.


10 dicas

ma u r a t a r t n o c e d a r o h importantes na es õ l a B m o c e t r A e d a s e empr

s o indevido de imagen us o um m co to ui m é que o ais, o que significa ra contratar uma on pa si a is ci of ên pr er os ef tr pr ou Dê de 1 presa não será rte de uma rede do trabalho desta em do lta su re empresa que faça pa . e ética e Serviço de le mostrado na foto ue aq que possua código s ca íti cr r be nte para rece Atendimento ao Clie odutos ue dentro das boas empresas utilizem pr as e qu ija Ex 6 e sugestões, que at . l te é um bom sina da linha profissional Es . es is lõ ia ba ar e es e pr ad em id al as de qu prátic s é muito são qualificados s ai on si is of s balões profissionai pr do os r e lo va O de qu é e da matéria-prima ender sua festa ou ad at id ra al pa qu s a do as ta m ci , or pa ai m e ca a e o profissional poss qu adequada. ra ra ei pa l an ta m en de am to nd en fu ev iço. prestar um bom serv tá es e qu a 2 Conheça a empres a to, defina instalações, conheç solicitar um orçamen de s te An 7 contratando: visite as de será iba quais são suas festa, data e local on da a m te os proprietários e sa rma é possível cado profissional o. Somente dessa fo ad iz al re qualificações. O mer . reconhece duas orçamento adequado um r be ce re da Arte com Balões t) ertified Balloons Artis certificações: CBA (C e a E-Balões. o, certifique-se de qu ci ad ci gó en ne o ed Cr ar a ch es fe pr Ao 8 e Em te do verbalmente cons na bi m co i fo e qu do tu serviço pela rato de prestação de um nt te co ra no nt co ito cr ca es un r N po 3 utilizada ou pelo rviços. quantidade de balões almente é sinal se rm no so Is o. ix ba s preço mai a está ntrate uma empresa se o projeto da fest ue iq rif Ve 9 de amadorismo. Co Balões pela você vai utilizar e m e co qu te ço Ar pa es em a ao ad do iz adequa especial horário do início do realizados. o s te ho en al ab am tr is s ec do pr e e ad inform qualid se da viabilidade da rca ifi rt ce ra pa to even o serviço orçado em rápida sobre a ar sa ut ui ec sq ex pe a em a um es ça pr em 4 Fa rato do, fechamento do cont do mpo está no merca s te te to an an l bi qu há a: es po pr m em tras te ínio próprio e se ou m do m co te si m te e pagamentos. se s. ho al ab tr us se pessoas que avalizam no mínimo uma empresa com te ra nt Co 10 s ia. Isso ade dos serviços da dias de antecedênc a) nt se es (s 60 5 Pesquise a qualid a ez o único e onadas e tenha cert r elaborar um projet iti rm pe i va empresas pré-seleci s são realmente de personalizado. que as fotos utilizada mente liz fe In a. el r po os trabalhos realizad


ações

verdes Balões ganham destaque e conquistam consumidores PREOCUPADOS COM O MEIO AMBIENTE Do século XIX, quando foram inventados, para cá, os balões evoluíram muito. Deixaram a categoria de brinquedo para ganhar status de instrumento de arte. E não é só isso. Com uma sociedade cada vez mais preocupada com questões ambientais, os balões entram na era da “economia do politicamente correto e socialmente responsável” como alternativa inteligente de marketing, afinal ações verdes se tornaram as queridinhas dos consumidores antenados, que prezam pela ética e princípios muito mais do que se preocupam com preços. “Não é questão de substituir, mas de agregar”, afirma Vinícius Prates, Doutor em Comunicação e Semiótica (PUC-SP), jornalista e professor universitário. “Atualmente, não há como conceber o aspecto econômico desvinculado do social e do ambiental. Estas três dimensões andam juntas e formam o que se convencionou chamar de “tripé da sustentabilidade”. O planejamento estratégico da empresa, mirando o longo prazo, deve levar em conta esses três aspectos”, completa. Aliando beleza e consciência ecológica, há mais de 20 anos, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP)


investe em balões biodegradáveis para comemorar o final de cada ano. Em 2013 foram soltos 50 mil balões. “Este é o modo que encontramos para deixar o fim de ano da cidade ainda mais bonito”, conta Arnédio Oliveira, Assessor da Presidência da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo. E sem dúvida é um jeito simpático de mostrar preocupação com o meio ambiente. Para Prates, marketing é mais que publicidade, é o posicionamento da empresa no mercado, que hoje deve levar em consideração os aspectos ambiental e social. “Isto é antes de mais nada uma necessidade. Muitas vezes se pensa que com alguma publicidade, algumas ações pontuais, vai ser possível criar uma imagem verde da empresa. Se a ideia for essa, melhor nem tentar, já que cada vez mais o consumidor sabe diferenciar atitudes sérias de simples manipulação”, alerta. Apesar de reconhecer o pretexto comercial da ação, Oliveira garante que a revoada de balões de fim de ano


preserva a aura institucional de agradecimento pelo ano que passou e de festejos pelo ano que começa. A ACSP aderiu à ideia, que surgiu dos office-boys da entidade, na década de 1990. Eles resolveram soltar 100 balões do alto dos prédios na região central da cidade ao invés de jogarem papéis picados, como já era tradição. “Como a época é chuvosa e os papéis podem entupir galerias de água, além de ter que contar com o trabalho dos garis, a iniciativa foi bem aceita pela diretoria”, explica Oliveira, que tem 17 anos de casa. “Temos que entregar ao consumidor a cidade limpa, bem feita para que se sinta atraído”, justifica. Eduardo Tannis, sócio da Premium Balões, empresa responsável pela revoada desde 1994, lembra que a ação começou a ser feita no edifício da ACSP e só depois foi para o Pateo do Collegio, marco da cidade de São Paulo. Ele conta que aos poucos o evento cresceu e em 2010, quando a ACSP completou 116 anos, a comemoração foi ampliada e foram soltos 116


mil balões. “Este ano a ACSP completa 120 anos e a soltura de balões em 2014 deve ser um pouco maior que a de 2013”, diz Oliveira. Essas iniciativas são bem vindas, pois a ecologia é um dos valores fundamentais das sociedades mais avançadas nesse início de século, com engajamento cada vez maior do cidadão. “O que os consumidores modernos querem, além de preço e qualidade, é o sentimento de que estão sendo representados pela empresa, que ela compartilha com eles seus valores. Há um engajamento crescente, e haverá uma punição dura à reputação da empresa que não respeitar os princípios da sustentabilidade”, prevê Prates. Por isso, micro e pequenas empresas não devem ficar do lado de fora desta nova realidade. “Devem levar em conta a construção de sua imagem responsável junto à comunidade na qual está inserida”, diz. “Para a pequena empresa planejamento é tudo, e a primeira coisa a fazer é um levantamento de suas fragilidades e vantagens do ponto de vista ambiental, para compreender como aprimorar a gestão da sustentabilidade: saber se os materiais que usa podem ser substituídos por outros com efeitos menos agressivos, se os padrões e procedimentos podem ser alterados etc. Muitas vezes isso tudo não traz custos adicionais. É apenas uma questão de escolha, e de cidadania”, diz Prates.


Portanto, revoada e chuva de balões não é privilégio apenas de grandes empresas ou corporações. Quem comprova é Tannis, que conta que há demanda para eventos mais discretos, com a soltura de mil, dois mil balões para shoppings e até formaturas, por exemplo. Ele acredita que a admiração de se ver os balões enchendo o céu não diminuiu o interesse pela chuva de papel picado, que por vezes complementa o evento e pode funcionar como efeito especial em determinados momentos. Ainda assim, é notável o uso crescente de balões em substituição a outros materiais de impacto visual nos mais diferentes tipos de evento. O balão biodegradável não é novidade. “Balões de látex sempre foram biodegradáveis, pois são fabricados com a borracha extraída da seringueira, ou seja sua matéria-prima é totalmente natural”, explica Tannis. “Se não for feito com 100% do látex ele perde a elasticidade”, continua. “E a pigmentação usada nos balões é solúvel em água”, garante. Além disso, o gás hélio é inerte, não reage, não é inflamável nem tóxico e não tem qualquer efeito sobre a camada de ozônio. Por tais características tão amistosas à natureza, diversos setores da sociedade já aderiram aos balões, como algumas escolas que comemoram o Dia do Meio Ambiente com a soltura de balões biodegradáveis. Em 2007, a WWF Brasil soltou 6 mil balões em frente ao


Congresso Nacional, em Brasilia (DF), para lembrar aos governantes a necessidade de olhar e encontrar alternativas de frear o aquecimento global. Em 2009, no Dia Mundial da Árvore, cada uma das 29 cidades que compõem a Bacia Hidrográfica do Rio Paraná 3 – que vai do oeste do Paraná ao sul do Mato Grosso do Sul - soltou mil balões biodegradáveis com sementes de árvores nativas da região, como ipê, angico, paineira e aroeira. Outro projeto ambiental ganhou a simpatia do público ao distribuir 11 mil balões biodegradáveis com

sementes de árvores nativa iniciativa das Cooperativas crianças e, ao estourar o bal gerando novas árvores. “Ao atingir 7 mil metros d e isto ocorre muito rápido, p do balão é de dois a três seja ele não percorre uma onde foi solto, evitando sua onde há risco devido aos a

Código de Ética da E-Ba Saiba que as práticas recomendadas pela E-Balões estão em conformidade com a Lei da Califórnia, proveniente do Estado da Califórnia (EUA) e que regula a prática com balões. É muito importante que profissionais da Arte com Balões conheçam as regras e respeitem cada item para garantir um trabalho de qualidade com segurança. Também é muito importante que consumidores estejam atentos ao contratar a empresa responsável por seu próximo evento, pois sua imagem está diretamente vinculada ao do profissional contratado: se ele for impecável em seu trabalho, seu evento também será.

• respeitar as leis vigentes no país, especialmente os regulamentos civis de proteção ao consumidor, normas sanitárias e o Código de Defesa do Consumidor; • manter os pagamentos de funcionários e fornecedores em dia; • usar balões de linha profissional para decoração; • usar apenas balões de látex e nunca de microfoil (balões metalizados) para fazer revoada; • usar apenas o gás hélio para fazer revoadas ou decoração com balões. Jamais fazer uso de qualquer outro tipo de gás, bem como qualquer produto


as, em 2010, no Paraná. A Cresol previa conscientizar lão, disseminar as sementes

de altitude, o balão estoura pois a velocidade de subida s metros por segundo. Ou a distância muito longa de a queda próximo ao litoral – animais marinhos. Exposto

na atmosfera, o balão se decompõe em cinco anos“, explica Tannis. Campanhas publicitárias ganham visibilidade ao usar o balão como instrumento que comunica seus valores. Outro exemplo foi o usado pela Neosaldina, em 2010. Com a campanha “Neosaldina manda sua dor de cabeça para bem longe”, 30 mil balões biodegradáveis preenchidos com gás hélio foram soltos. Consumidores eram convidados a escrever qual problema gostaria de mandar para longe em

alões e Lei da Califórnia ilegal ou de procedência duvidosa; • nas revoadas, inflar totalmente os balões para assegurar que eles flutuem a máxima altitude para garantir que estourem em micro pedaços e assim possibilitem uma melhor decomposição natural; • as redes utilizadas em revoadas devem estar muito bem “ancoradas” para evitar que se soltem de maneira acidental; • somente balões de látex individuais devem ser soltos no ar; • sempre usar uma “âncora” para fixar balões de microfoil (metalizados) inflados com gás hélio para evitar sua

soltura em grupo no meio ambiente acidentalmente; • conhecer e respeitar os principais pontos da “Lei da Califórnia” acima tratados • denunciar prontamente a polícia ou outra autoridade competente o uso de produtos inadequados como gás hidrogênio ou similar bem como qualquer produto ilegal ou procedência duvidosa, por qualquer pessoa ou empresa, no trato com os balões; • fornecer equipamentos de proteção individual a todos os seus colaboradores.


cartões de papel reciclado, que foram presos aos balões com barbantes de algodão e dispersados no ar. A ação ocorreu no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. Este ano, para festejar a Copa, a Ambev colocará uma lata de cerveja de 10 metros de altura na Praça da Estação, em Belo Horizonte (MG). Cada vez que a seleção brasileira fizer um gol, um som de lata abrindo será tocado e balões vermelhos biodegradáveis carregados de sementes sairão de dentro da lata. Quem não aposta no sucesso da campanha? “O setor de comunicação deixou de ser um departamento que simplesmente informa o público as estratégicas da empresa, mas – sim – passou a fazer parte da tomada de decisões, desde a sua concepção. A responsabilidade social, com ênfase no meio ambiente, é uma decisão que a empresa tem que tomar para valer. Não existe “meia responsabilidade”, ou – ainda pior – é impossível voltar atrás uma vez trilhado este caminho. Portanto, os gestores devem estar bem conscientes do que fazem ao entrar nesta área pela primeira vez, e perceber se a empresa tem maturidade e competência para investir na gestão sócio-ambiental. De qualquer forma essa é uma decisão inevitável, não é uma questão de “se”, mas de “quando”. O público está cada vez mais atento e educado para esta questão, e quer ver a empresa, não importa o porte dela, fazendo sua parte, contribuindo para a vida da comunidade”, aponta Prates.


mãOS dE pROfISSIONAIS CApACITAdOS

TransFOrmam BalõEs Em arTE Imagine estar caminhando com seus filhos pelas ruas do bairro numa ida rotineira à padaria mais próxima e se deparar com um enorme dinossauro. Não, você não fez uma viagem no tempo e regressou à Era Jurássica. Você encontrou uma das obras de arte criadas por profissionais que estudam e dedicam a vida a criar emoção. Construídos com balões de látex, os trabalhos podem ganhar diferentes formas: girafas, tubarões, cavalos, trens, navios, castelos e até a Torre Eiffel pode ser erguida em balões! Para chegar a resultados notáveis, entretanto, são necessárias dezenas de horas de pesquisa para determinar texturas, cores e formas. O designer de balões deve aplicar conhecimentos matemáticos para definir o tamanho da escultura calculando e redesenhando o projeto em escala para a instalação no local escolhido. Cada parte da obra deve estar em proporção para garantir fidelidade na reprodução. São construídas maquetes e realizados inúmeros testes para obter um resultado impecável. Para concretizar o


E

luiz carlos da costa silva é coordenador do treinamento e consultoria E-balões e proprietário da Cenário balões, empresa localizada em São Paulo.


projeto, o profissional conta com mão de obra especializada. Grandes esculturas envolvem de cinco a dez pessoas, pelo menos, para projetar, executar, transportar e instalar a obra. Isto sem falar no tempo: de três a seis dias para execução, produção e instalação de cada trabalho. Há também a questão logística, para transportar balões e outros materiais que são usados na construção da obra, ao menos um caminhão é necessário. Todo esse trabalho vale a pena. Mas é preciso desapego do artista, pois cada escultura é única, exclusiva e... efêmera. Não ficará para a posteridade, como as obras feitas em tela ou ferro. O único meio de eternizá-la é registrando por foto e vídeo. A Arte com Balões é uma experiência. Quem tem a satisfação de entrar em contato com uma dessas grandes obras terá tocado, mesmo que por um instante, o universo do incrível, do inusitado. Esta é uma recordação que ultrapassa a memória, pois é também sentimento e inspiração.


A Arte com Balões transforma e personaliza ambientes para encantar os visitantes. Por isso está cada vez mais valorizada e vem ganhando mais espaço nos eventos mais concorridos e já é presença obrigatória em festas infantis sofisticadas. Você também pode contar com as infinitas possibilidades da Arte com Balões da próxima vez que for comemorar. Vale a pena! E vale quanto custa? Vamos voltar a situação hipotética do dinossauro: Seu filho tem os olhos vidrados de admiração, sua filha sorri querendo tocar o animal. Nem mesmo você esconde o desejo de ver de perto a escultura, de tocá-la, de saber por quem foi feita, como ela foi feita, e ainda por cima, toda em balão! “Será possível?”, você se pergunta. Sim, é possível. Para o bom profissional, tudo pode ser concretizado com dedicação e investimento. Afinal, quanto custa um sonho?


5

dicas para empreender com sucesso no segmento de balões para festas

Montar um negócio no ramo de balões para festas pode ser boa opção, principalmente para quem gosta de trabalhar com eventos - segmento que geralmente exige criatividade, ter uma boa rede de relacionamentos e manterse atualizado o tempo todo. Seguem algumas orientações que podem ajudar o empreendedor a evitar contratempos e conseguir melhores resultados:

Pesquise - Conhecer a fundo o mercado em que se atua não é tarefa fácil, mas é vital para qualquer negócio. Para isso, será preciso estar constantemente atualizado: levante dados do mercado escolhido, sempre buscando informações em órgãos competentes como IBGE, Data Po- pular, Relatório “Webshoppers” do e-bit (no caso de dados do comércio eletrônico), sindicatos e associações de classe. Além disso, tente levantar dados também junto ao público-alvo e potenciais compradores e, depois confrontar essas pesquisas, analise os dados imparcialmente. Se precisar, solicite ajuda de um consultor externo.

Planeje - Um ponto fundamental ao se planejar o negócio é o orçamento. Não se iluda imaginando que, apenas com ferramentas gratuitas e muito esforço, você chegará ao topo do sucesso. O mercado está repleto de outras empresas que competem no mesmo segmento que você; então, planejar a verba a ser destinada a ações de marketing e quais serão essas ações é imprescindível.


por Beatriz micheletto – consultora de marketing do sebrae-sp/Escritório regional capital centro

inOVe - O mercado é ávido por novidades e sua empresa não pode parar, pois seus consumidores estão de olho nos produtos e serviços oferecidos. Faça algo diferente. Para isso, visite feiras de negócios (Expo Parques e Festas; Equipotel, Gift Fair e outras); monitore a concorrência; veja o que está acontecendo no seu segmento no Brasil e em outros países; analise e adapte as melhores práticas. Encante seu cliente - ele voltará a comprar de você e o indicará para seu círculo de amizades.

COneCTe-se - Use a tecnologia em favor do seu negócio. Faça um site atrativo e interativo, pois sendo esse também um diferencial, pode decidir a compra. Faça visitas virtuais a locais de eventos, pois isso lhe dará ideia das dimensões e estilo do local, por exemplo, possibilitando planejar decorações diferenciadas com seu produto, no caso, os balões.

sOCialiZe - Identifique qual é a rede social onde a maioria dos seus clientes estão e interaja com eles lá. O consumidor deseja participar do desenvolvimento e melhoria dos seus produtos e serviços. Na dúvida, muitos consumidores deixam de comprar. Se você interagir com eles, esclarecendo dúvidas, ouvindo suas necessidades, reclamações e sugestões, tem a possibilidade de melhorar cada vez mais para poder continuar a atendê-los bem, mantendo sua clientela. Divulgue seu negócio, mas também interaja. No entanto, tenha bom senso e cuidado, por exemplo, com disparos de e-mail marketing muito frequentes. Nesse caso, o e-consumidor pode se cansar e colocar seus emails na lista de spams, o que também pode ocorrer de forma automática, dependendo do sistema de gerenciamento de e-mails do cliente.

OUTra dica impOrTanTE: não trabalhe na informalidade! Além de correr riscos de ser denunciado por um concorrente e ter problemas com a fiscalização, você perde boas oportunidades de vendas a empresas que gostariam de contratar seus serviços.


Balões em Foco CONHEÇA FESTAS E EVENTOS QUE TIVERAM BALÕES COMO PAPEL FUNDAMENTAL NA DECORAÇÃO E SAIBA COMO OS DESIGNERS RESPONSÁVEIS PELAS OBRAS CHEGARAM AO RESULTADO.


Foco

Madagascar na Bahia Em Ondina, Salvador (BA), uma mãe sonhava festejar o aniversário do filho Daniel, um ano, com o tema Madagascar. Mas não bastava uma mesa decorada. Queria o espaço inteiro transformado em floresta. E mais: todos os personagens da animação esculpidos em balões. “Quando nos procurou, a cliente já havia contatado outras empresas que não puderam atendê-la e, por isso, começou a duvidar que teria seu sonho realizado”, conta Cristina Barreto, sócia de André Luiz Dias Barreto, na Balloons Fest. A empresária aceitou o desafio e por quatro meses, ela, o sócio e sua equipe trabalharam sem parar.


A empresa não economizou esforços, comprou pelúcias originais em lojas de importados, realizou pesquisas de imagens, cores e formatos, adquiriu material de alta qualidade e realizou inúmeras experiências simulando as esculturas, inclusive com desenvolvimento de maquete. Tudo foi traduzido para o computador e só então as peças idealizadas foram levadas para a produção. E aí começaram os testes para garantir um resultado final satisfatório. Todos os personagens do tema – Glória, Martin, Melman, os pinguins e o Leão Alex – foram feitos especialmente para essa festa. Para se ter uma ideia


da proporção do trabalho, as esculturas menores tinham entre 60 cm e 80 cm, outros mediam 1,70 m de altura, o pescoço da girafa dava voltas e atingiu quase 3,5m de altura. Os 30 metros da fachada do buffet foram cobertos por uma floresta de balões, inclusive com macacos presos a cipós e árvores de nove metros de altura. O salão, rodeado de balões, ganhou duas árvores instaladas bem ao centro. A comemoração estava marcada para 17h30 de sábado, 12 de janeiro de 2014, e tudo devia estar impecável para recepcionar 200 convidados. O trabalho de montagem deste cenário começou com uma semana de antecedência e conforme os balões


eram preenchidos ficavam acomodados num galpão alugado especialmente para eles. Às 8h do dia da festa, a equipe formada por 11 pessoas desembarcou no buffet junto com cinco caminhões repletos de balão, escada elétrica e garra para encarar mais uma prova. “O espaço fica bem em frente a praia e ventava”, lembra Cristina, que comemora aliviada o sucesso do evento, que teve assessoria E-Balões na montagem. “Foi nosso primeiro grande trabalho realmente desafiador tanto em número e qualificação de mão de obra quanto em produção”, garante.


Motivando com balões Localizada em São Paulo, a Arte & Balões atua há 19 anos com decoração de balões, efeitos especiais diversos e shows pirotécnicos. O proprietário Antonio Paulo Saadi Alem conta que 95% do faturamento da empresa sempre foi com eventos corporativos, que são diferentes das festas sociais tanto pela quantidade de imprevistos quanto pelo prazo para solucioná-los. Mas com o tempo se aprende a trabalhar com cada cliente e a tendência é ganhar know-how. Imagine 15 anos atendendo um importante cliente na área corporativa. Quantos temas e, portanto, desafios, a empresa Arte & Balões já não enfrentou? DNA do sucesso, Navegando em Mares de Oportunidades... e também decorações com temas menos inusitados, mas não menos desafiadores. “É difícil deixar balão inflado durante uma semana, sem ar condicionado, em pleno mês de março e na Bahia!”, conta Alem. O evento é anual e o espaço para ser trabalhado sempre é grande, geralmente, o Centro de Convenções de um resort em Comandatuba (BA). Para a ocasião, a empresa se encarrega de tematizar fachada, recepção e salão. Alem conta que logo que foi contratado, o cliente escolhia o tema, mas também detalhava todos os elementos decorativos que deviam fazer parte do evento, inclusive definindo cores de balão. Após


alguns anos, a confiança no trabalho aumentou e somente a verba e o tema eram definidos. “A vantagem é que trabalhamos mais livres, podemos ousar mais, ser mais criativos. Por outro lado, assumimos a responsabilidade integral pelo resultado”, fala. Num dos eventos, que começava domingo e seguia até o final da semana, a decoração escolhida foi futebol. A equipe da Arte & Balões passou a noite de sábado trabalhando para estar tudo pronto domingo cedo. Mas na 3ª feira, Alem soube por acaso que aquele era também o ano de comemoração dos 25 anos da empresa cliente. Decidiu surpreender: durante a noite, mudou o tema. “Trabalhos simples, mas grandes e complicados do ponto de vista da urgência”, fala. O salão ganhou as cores da empresa e foi feito um painel alusivo ao Troféu Locomotiva, que faz parte da cultura empresarial do cliente. “Ao longo dos anos aprendi que nos eventos corporativos nem tudo é planejado e é preciso flexibilidade, pois há mudanças horas antes do evento”, revela. E isto é um desafio considerável, afinal a empresa é de São Paulo e o evento pode


ser em qualquer parte do Brasil. Neste caso era na Bahia. Todo o material previsto é levado em carretas até o local de destino. E os não previstos... também. “Embarcamos os balões das cores da empresa vermelho e branco – e despachamos via terrestre. Na véspera de irmos para o evento, via aérea, recebi a solicitação para levar balões de 11 cores diferentes, pois as gerências usariam em uma das gincanas para identificar equipes. Foi aquela correria!”, lembra. Depois disso, aprendeu que deve levar muito mais do que aquilo que foi contratado. “Outro ano, a empresa encarregada pela cenografia precisou de ajuda na hora de montar uma caravela. Usamos lycra para montar a vela. Nem sei porquê tínhamos isso na mala”, diverte-se. De outra vez, a empresa estava na Costa do Sauípe (BA) e uma das pessoas fazia aniversário. Colegas queriam parabenizá-la com balões brancos, mas não havia nenhum. “Liguei para um parceiro e pedi que enviasse”, lembra aliviado. “Uma boa rede de contatos faz toda a diferença”, ensina.


OndE EncOnTrar EmprEsa Aline Balões Campinas – SP 19 9142.3374 / 19 9142.3374 www.alinebaloes.com.br

Bells Balões Santo André – SP 11 4996.2540 / 11 4990.8092 www.bellsbaloes.com.br

Festa com Arte Ba São Paulo - SP 11 5524.2828 www.festacomarte.

Almeida Eventos São José dos Pinhais - PR 41 3282.2157 / 41 7811.8009 www.almeidaeventos.com.br

Belos Balões Votorantim – SP 15 3243.8408 / 15 8132.1166 www.belosbaloes.com.br

Hora Bolas – Arte c Rio de Janeiro - RJ 21 3465.5475 / 21 www.horabolasdeco

Arte & Balões São Paulo – SP 11 3961.0802 / 11 3961.0793 www.artebaloes.com.br

Casa da Fantasia Pelotas - RS 53 3223.1898 / 53 9108.2741 www.casadafantasiars.com.br

JB Balões São Caetano do Su 11 2765.5995 www.jbbaloes.com.

Arte Victória Balões São Paulo – SP 11 5513.9660 / 11 5819.9740 www.victoriabaloes.com.br

Catavento Festas Infantis Jaboticabal – SP 16 3202.6507 / 16 9765.7989 www.cataventofesta.com

Kaire Mota Art Bal Recife - PE 81 9211.1893 / 81 www.kairemotaartb

Balloons Art Canoas - RS 51 3032.2719 / 51 9976.6289 www.balloonsart.com.br

Cenário Balões Guarulhos – SP 11 2468.2691 / 11 2475.1552 www.cenariobaloes.com.br

Kiamor Festas & E Bauru – SP 14 3223.7406 www.kiamorfestas.

Balloons Fest Salvador - BA 71 3398.2714 / 71 3018.2112 www.balloonsfest.com

Cristiana Balões São Paulo - SP 11 3944.9651 / 11 9524.2158 www.cristianabaloes.com.br

Magia dos Balões Porto Alegre - RS 51 3362.5601 / 51 www.magiadosbalo

Balões Batistela Santo André – SP 11 4994.7432 / 11 99534.5389 www.baloesbatistela.com.br

Decora Festas & Eventos Novo Hamburgo - RS 51 3035.4878 www.decorafestas.com.br

Moleka Mega Even Indaiatuba – SP 19 3885.3210 / 19 www.moleka.com.b

Balões em Festa Campo Grande - MS 67 3386.4949 / 67 9959.5271 www.baloesemfesta.com.br

Decorarte Festas Santo Antônio de Jesus - BA 75 3631.2847 www.decorartefestas.com.br

Oficina Encantada São Caetano do Su 11 4228.4386 / 11 www.oficinaencanta

Balões Mágicos Votorantim – SP 15 3247.5033 / 15 9739.8380 www.baloesmagicos.com.br

Encanto e Magia Festas Lindóia – SP 19 3898.2106 / 19 8169.7335 www.encantoemagiafestas.com

Premium Balões São Paulo – SP 11 3796.6311 www.premiumbaloe


as crEdEnciadas E-BalõEs

alões

.com.br

com Balões

1 8129.9467 oracoes.com.br

ul – SP

.br

lloons

1 8608.6460 balloons.com

Sonho de Criança Vitória -ES 27 3322.8155 / 27 9923.0369 www.sonhodecriancafestas.com.br

Walquíria Balbino Arte em Balões Goiânia - GO 62 3595.3684 / 62 8240.6550 www.walquiriabalbino.com.br

Um, Dois... Feijão com Arroz Santo André – SP 11 4451.4534 / 11 4971.0368 www.umdois.com.br

WF Balões Campos dos Goytacazes - RJ 22 2723.6040 / 22 9798.4721 www.wfbaloes.com.br

Vanice Regina Arte com Balões Campo Grande - MS 67 3346.2843 / 67 8474.2354 www.vanicereginartecombaloes.com.br

FaBricanTEs E disTriBUidOrEs parcEirOs E-BalõEs

Eventos

.com.br

1 8439.4056 oes.com.br

ntos

9 3834.1030 br

a Prom. & Eventos ul – SP 1 9914.3522 ada.com.br

es.com.br

Air Pump 11 2235.0462 / 11 2231.2410 www.airpumpballoons.com.br

Happy Day 11 4714.7900 www.happyday.ind.br

Arriba Balão 51 3342.0020 wwwarribabaloa.com.br

Latex São Roque www.latexsr.com.br

Art-Latex 21 2414.5500 www.artlatex.com.br

Plasteng 11 5035.0200 www.plasteng.com.br

Bonus Infladores www.bonusinfladores.com.br

Qualatex 11 4596.6431 www.qualatex.com.br

Estilo e Festas 11 5511.4435 www.estiloefestas.com.br

Shar do Brasil 11 4474.0624 / 11 4474.0527 www.shardobrasil.com.br

Fly Balão 41 3376.9002 www.flybalao.com.br


Arte Com Balões - Abril/14 – Edição 1  

Certificação Meio Ambiente Vale quanto custa? Dicas Festas e Eventos Onde encontrar

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you