Issuu on Google+

EDIÇÃO 01 - ABRIL|MAIO|JUNHO - 2014


IMPLANTES DE DIÂ

PARA REGIÕE FLEX CONE SLIM (2,5)

FRICCIONAL (2,8)

Mesmo com os inúmeros avanços da Implantologia moderna, existem casos em que há algumas dificuldades na colocação de implantes em regiões com reduzida disponibilidade óssea. Nestas situações em particular, a reabilitação da maxila atrófica constitui um importante desafio. Conheça os nossos implantes com diâmetro reduzido.


ÂMETRO REDUZIDO

ES ATRÓFICAS HEXAGONO EXTERNO (3.3)

CONE MORSE HEXAGONAL (3.3)

0800 600 8866 | comercial@dspbiomedical.com.br dspbiomedical.com.br | facebook.com/dspbiomedical

3


Editorial & Expediente

Expediente

Direção geral Célio Netzel Direção executiva Ricardo Toscano Realização Grupo Novocom Produção de conteúdo Oh! Textos - Conteúdos Inteligentes / contato@ohtextos. com.br Edição Manoela Hoffmann

O

início de cada projeto, geralmente, tem em comum a formalidade de seu nascimento. Este, porém, fugiu à regra. Com o amadurecimento da DSP Biomedical, a formatação desta revista foi naturalmente acontecendo. Por meio de um processo de autoconhecimento, procuramos reconhecer o impacto de nossos produtos na rotina dos profissionais e a repercussão desta melhor performance em suas vidas pessoais. O termo inovação, que sempre foi entendido por nós de forma ampla e indissociável da ciência, fez-nos ter a certeza que o conhecimento deve ser compartilhado de forma responsável.

Para concretizar este anseio, surge então a revista DSP em Evidência. Apostamos na ampliação do conceito de um veículo de comunicação para um vínculo de relacionamento com o objetivo de, além de informar aos leitores sobre temas do universo odontológico, falar sobre diversos assuntos do dia a dia. Desejamos, portanto, que a revista DSP contribua para a reciclagem profissional dos nossos especialistas, que são responsáveis pelo processo reabilitador de nossos pacientes. E que encante nossos pacientes, que muito esperam e confiam em resultados clínicos duradouros. Boa leitura! Ricardo Toscano Diretor científico da DSP

4

Redação Daniela Campestrini, Liana Trevisan e Stephany Nardelli Revisão Fernanda Lange Diagramação Luis Eduardo de Souza be.net/eduardo_designer Impressão Tipotil Gráfica e Editora Contato 0800 600 8866 cientifico@dspbiomedical. com.br Se você gostou da publicação e quer colaborar com artigos e experiências clínicas, entre em contato conosco. Seu trabalho pode ser publicado na próxima edição. Todos os direitos reservados. É proibida sua reprodução total ou parcial.


Palavra do Presidente

Confiança , competência e inovação.

C

om estes três ingredientes, mudamos nossa história. Hoje, formamos um grupo de pessoas com mentes e corações, que combinam a experiência com a manutenção de um espírito jovem e curioso. Essa é a nova DSP. Tenho como formação acadêmica a engenharia e estudo a implantodontia desde 1993. Nunca esqueci a história e a biologia, mas com engenhosidade consegui, ao lado de nossa equipe, criar novos conceitos que, pautados na ciência

e tecnologia, chegam à bioengenharia, conduz indo à implantodontia de alta performance. Nesta primeira edição da revista DSP em Evidência nosso objetivo é mostrar o sucesso da implantodontia, com nossa empresa fazendo parte deste contexto, onde as vivências clínicas e as pesquisas trazem toda a riqueza desse setor. Enfim, apresento o meu agradecimento, gratidão e honra de tê-los como leitores e nossos clientes. Célio Netzel CEO da DSP

5


Sumário

08

Gastronomia

Curitiba com paladares nas alturas

12

Esporte

Nossos dentistas e suas paixões de fim de semana

18

Dicas de saúde e bem-estar Veja como cuidar do seu sorriso

22

Entrevista

Conheça a Bia, a funcionária mais antiga da DSP

26

Institucional

DPS Biomedical comemora crescimento constante

6

34

DSP Mulher

Mantenha a agenda feminina atualizada

38

Por dentro O homem que construiu a marca DSP Biomedical

44

Science DSP Artigos profissionais contam cases de sucesso

54

Tecnologia Tecnologia para encher os olhos

58

Dicas de leitura Nossas indicações para a área de Implantologia


7


Gastronomia

Curitiba em seu melhor ângulo Gastronomia da capital paranaense encanta os apreciadores de boas iguarias à vista da cidade

Q

uem mora em Curitiba, talvez nunca tenha parado para apreciar a beleza clássica e o clima agradável da cidade, já que, geralmente, os curitibanos vivem com a agenda cheia. A redação DSP em Evidência fez uma pausa e escolheu

8

um lugar para contemplar a capital paranaense com uma combinação que faz dela ainda mais encantadora: vista privilegiada e alta gastronomia. Apresentamos para vocês a experiência gastronômica e visual no Terraza 40 Bar e Restaurante.


Rooftop Bar O conceito de “rooftop bars” conquistou o mundo todo. Como sugere a tradução literal da expressão, significa comer e beber nos lugares mais altos das cidades. Curitiba está bem representada nesta categoria: o Terrazza 40 fica no alto do Champagnat Towers, um edifício suntuoso e bem localizado. Você pega um

elevador, sobe os 37 andares até a cobertura, e almoça ou janta com a cidade aos seus pés. O espaço é dividido em dois pisos. No primeiro, fica o restaurante que serve almoço e jantar. O segundo piso pode ser reservado para eventos artísticos, empresariais e sociais, como formaturas e casamentos.

Mistura Cultural O cardápio do Terraza tem opções de pratos italianos e uruguaios, mas o tempero especial fica por conta de ingredientes produzidos no Paraná. Além disso, o menu tem saladas, sobremesas, e uma carta com bebidas nacionais e importadas.

9


Gastronomia

Sabor que conquista A terceira geração da família Zanlorenzi leva a sério o projeto que teve início em 1942 e caiu no gosto dos apreciadores do bom vinho

Q

uando criou o Grupo Vinícola Famiglia Zanlorenzi há 72 anos, Carlos Jeronymo Zanlorenzi já tinha em mente que seu projeto era inovador. O empreendimento ganhou mercado e está sob o comando da terceira geração da família, sendo presidido, hoje, pelo neto do fundador, Giorgeo Zanlorenzi. Mas não é por acaso que a história continua sendo escrita. Para isso foi e é preciso muita dedicação e visão de mercado. Expertise esta que faz com que o grupo esteja presente em todo o território nacional, assim como em diversos países da América Latina. É uma das maiores empresas de vinhos do Brasil e detentora da mais moderna e ágil linha de envase da América Latina, com capacidade de engarrafamento de até 37,5 mil garrafas por hora. O grupo compreende três vinícolas: a Campo Largo, responsável pelos produtos de acesso; a Vinícola Serra Gaúcha, pelos produtos premium; e a Sutil Family Wines, vinícola parceira do Chile, responsável pelos vinhos finos importados. O contato com os negócios da família começou cedo para Giorgeo Zanlorenzi. Aos 17 anos ingressou na empresa que realizava a revenda de cervejas e refrigerantes, mais tarde, aos 23 anos, assumiu a vinícola, onde iniciou um trabalho para organizar e reestruturar a companhia em termos de capacidade produtiva, administrativa e comercial. “Quando ingressei na vinícola, a distribuição era regional e dependia de um

10


único produto. Optamos por outro caminho de extensão territorial para o negócio, e pelo mix de produtos, que se mostrou o mais eficaz”, lembra ele. Hoje o grupo conta com 180 colaboradores diretos, resultado da expansão e motivo de orgulho para a família. “Credito esse desenvolvimento positivo a um trabalho sólido fundamentado na seriedade, padronização de produtos e muita preocupação com a qualidade do que é oferecido ao consumidor”, analisa Giorgeo. Os vinhos e espumantes do grupo detêm mais de 20 prêmios nacionais e internacionais, em países como Itália, França e Estados Unidos. Ao todo, são nove marcas e 80 rótulos. No segmento de vinhos de mesa, o grupo dispõe das marcas: Campo Largo, Miracolo, Vinho do Avô e Grand Festy. No segmento de espumantes e frisantes, o grupo contempla a linha Lunar. No segmento de vinhos finos, as marcas disponíveis são: as nacionais Famiglia Zanlorenzi e Lunar; e a chilena Rayun. Na categoria de sucos de uva, as marcas são: Campo Largo e Casa da Uva. Do campo ao consumidor Todo o processo de produção ocorre na unidade localizada na Serra Gaúcha, na cidade de São Marcos, onde são recebidas uvas de 14 municípios. Os produtores são amparados por engenheiros agrônomos desde o plantio até a colheita, a fim de garantir a qualidade da matéria-prima, os mais de 20.000.000 de litros utilizados nos produtos do portfólio do grupo. Há também o suporte de dois enólogos, que acompanham todo o processo. No mesmo local, é realizada a fermentação do vinho e a produção de sucos e da base para os espumantes. Já na unidade de Campo Largo, no Paraná, é feito o envase e distribuição. “Ter a chance de ver nossos produtos serem apre-

ciados pelos consumidores, os elogios, os diversos prêmios internacionais recebidos é muito gratificante e valida todo o nosso esforço aplicado. Nos diferenciamos pelo forte trabalho de distribuição, logística, e cada vez mais fortalecermos a qualidade dos nossos produtos”, destaca o empreendedor. Novas conquistas Os projetos do grupo são ainda mais promissores. Para 2014 é esperado um crescimento de 15% com relação ao faturamento do ano anterior. Almeja-se, ainda, a expansão em novos mercados, como o Nordeste do Brasil. “Temos uma forte expectativa com o mercado de espumantes, no qual ingressamos efetivamente há apenas dois anos. É um mercado com grande potencial, pois gira em torno de um produto que caiu no gosto do consumidor. Vamos apostar bastante no segmento dos chamados sparkling wines e acreditamos que isso vai ajudar e muito a consolidar o crescimento projetado”, detalha o presidente do grupo. Outra categoria que está no foco de investimentos é a de sucos integrais, pelo grupo entender que a saudabilidade é uma tendência crescente de consumo.

11


Esporte

Uma paixão pelo pedal Dentista de Joinville encontrou no ciclismo a disciplina e bem-estar que procurava fora do consultório

E

les passam horas cuidando da saúde das pessoas, atendem emergências, dão dicas e têm um dia a dia bem agitado. Mas, na vida de dentista também cabe diversão, cada um tem seu hobby e preferências para curtir as horas vagas. Rogerio Leite Reis é dentista há 16 anos e atua como ortodontista, também realiza procedimentos de próteses estéticas e próteses sobre implante. Ele atende na cidade de Joinville e é adepto ao esporte. Encontrou no ciclismo uma inspiração que pensava ser apenas dos atletas profissionais. Para ele, esporte significa superação, liberdade, disciplina e bem-estar. “Iniciei no ciclismo há seis anos. Sempre simpatizei com este esporte, mas acreditava que seria somente para profissionais. Mesmo assim, um dia reformei uma bike que tinha em casa e me aventurei em uma primeira pedalada de 40 quilômetros com um grupo local. Um grande desafio para um iniciante. Desde então, ingressei no esporte de forma apaixonada, me dedicando a treinos e passeios duas a três vezes por semana, investi em

12

equipamentos e, consequentemente, melhorei minha saúde e qualidade de vida”. A atividade faz tão bem a ele que já chegou a incentivar outras pessoas a ingressar na prática. Mesmo não competindo, Rogerio já tem várias medalhas de participação em provas de longa distância e de velocidade. Ele também faz parte do movimento Pedala Joinville, uma associação que tem por objetivo difundir e incentivar a cultura do uso da bicicleta como um eficaz meio de transporte e lazer, também conhecida por reivindicar a inclusão da bicicleta no sistema viário da cidade.


A inspiração que vem do esporte Três modalidades fazem parte da rotina do dentista de João Pessoa na busca do condicionamento físico e qualidade de vida

E

m meio a uma rotina agitada, em que concilia três trabalhos na área da odontologia, Fábio Farias Torres encontra tempo para se dedicar ao esporte. E não é apenas uma modalidade. Praticar atividade física é uma inspiração para ele, pois surfa, anda de bicicleta e faz corridas. Fábio garante que essa é a fórmula para encontrar energia e desempenhar o trabalho com êxito. “O esporte é meu sustentáculo para a profissão, pois fortalece a musculatura e me deixa mais disposto no trabalho do dia a dia”, comenta. O especialista em implante e prótese dentária, que atende na cidade de João Pessoa, na Paraíba, utiliza, há 15 anos, as soluções da DSP Biomedical, o que contribuiu, segundo ele, para bons resultados e satisfação dos clientes.

Mas não é só isso, além de dentista e adepto do esporte, Fábio também aproveita as horas de lazer para relaxar com música, quando toca violão.

13


IMPLANTES

CURTOS Cirurgias mais fรกceis e rรกpidas.

FLEX CONE SHORT

14


REGIÕES DE TÁBUA ÓSSEA COM DIMENSÃO VERTICAL PEQUENA

CONE MORSE FRICCIONAL CURTO

HEXAGONO EXTERNO

Desenvolvidos especificamente para ser utilizado onde a altura óssea é limitada. São os implantes entre os mais curtos do mercado com variações da conectividades protéticas.

Torna a terapia com implantes disponível para pacientes com tábua óssea baixa, eliminando a necessidade de enxertos ósseos.

0800 600 8866 | comercial@dspbiomedical.com.br dspbiomedical.com.br | facebook.com/dspbiomedical 15


Esporte

Esporte é vida Luciana sempre encontra uma atividade que caiba na rotina corrida que tem no Rio de Janeiro. Ao lado dela, ninguém fica parado

E

la é implantodontista, empresária, administradora e esposa. Parece bastante para uma pessoa conciliar todas essas atividades em um dia cheio de trabalho, mas, em meio a tantos compromissos, Luciana Vidal Araujo Câmara também encontra tempo para ser desportista. Isso mesmo, cuidar da saúde com a prática de atividade física é essencial para a dentista, que mora e trabalha no Rio de Janeiro. Ela convive com o esporte desde criança, quando incentivada pela família. O surf é um deles, do qual ela gosta muito. “O esporte sempre fez parte da minha vida. Quando pequena, fiz ginástica olímpica, jazz e natação. Aos fins de semana, minha irmã e eu acompanhávamos meu pai na pescaria, no caiaque, nas pedaladas. O surf começou de pequena também. Nas férias íamos para a praia com meu tio, que surfava de bodyboard. Ele comprou uma prancha para cada um e ficávamos brincando no espumeiro, enquanto ele ia pegar altas ondas. Na época da faculdade, não havia tempo para esportes, mas sempre que dava ia fazer uma corrida na praia para desestressar do ritmo puxado de estudo”, conta Luciana. Mesmo com pouco tempo, a dentista também praticou mergulho de cilindro e apneia durante seis anos. Hoje, como não consegue conciliar o tempo com as condições climáticas para praticar surf, trocou a atividapelo stand up paddle. O objetivo é não ficar parada. No consultório, Luciana sempre incentiva os colegas de trabalho e os pacientes a cuidar da alimenta-

16

ção e a praticar exercícios físicos. Em casa não é diferente, toda a família é contagiada. “Mesmo que já seja 21 ou 22 horas, calço o tênis e chamo para ir comigo caminhar ou correr. Percebo que praticar uma atividade física me alivia bastante da pressão do dia a dia”, conclui.


Em breve, novidades para vocĂŞ! 17


Dicas de Saúde e Bem-Estar

Sorriso mais branco Tire suas dúvidas sobre a cor do seu dente e os métodos de clareamento disponíveis no mercado.

T

er dentes brancos está entre os maiores pedidos dos pacientes em consultórios odontológicos. Pudera, dentes claros remetem à saúde, limpeza, e destacam o sorriso. Mas, antes de radicalizar no clareamento, conheça mais sobre os fatores que influenciam na pigmentação do seu dente. Algumas pessoas nascem com dentes mais amarelados. Outras têm dentes que escurecem com o tempo por conta de alguns fatores: • Tabaco; • Ingestão de café, chá, ou vinho tinto; • Ingestão de alimentos altamente pigmentados, como cerejas e amoras; • Acúmulo de depósitos de tártaro, resultantes

18

da placa que endureceu; • Manchas internas (chamadas pelos dentistas de manchas intrínsecas); • Tratamento com o antibiótico tetraciclina durante o período de formação dos dentes; • Ingestão demasiada de flúor durante a formação dos dentes (desde o nascimento até os 16 anos), o que dá ao dente uma aparência manchada. Se por algum desses motivos ou por genética, seus dentes são amarelados, e isso o incomoda, consulte um dentista para escolher o método mais indicado para você. Só um profissional especializado pode ajudar a solucionar qualquer tipo de problema relacionado à sáude bucal.


Clareamento a laser:

Clareamento caseiro:

É usado um gel clareador à base de peróxido de hidrogênio na concentração de 35 a 40%, que é aplicado sobre a superfície externa do dente e ativado por um laser que libera as moléculas de oxigênio, ocorrendo, assim, o sonhado dente branquinho.

Neste caso, o clareamento é feito com gel de menor concentração (3,5 a 20%) e são usadas moldeiras de silicone. O tratamento demora cerca de 15 dias, e o uso da moldeira com gel deve ser feito de uma a seis horas ao dia.

Facetas: Para quem tem problemas com manchas nos dentes, há ainda a possibilidade de aplicar facetas. Elas são feitas com um composto de resina ou porcelana e cobrem a superfície dos dentes escondendo as imperfeições.

19


Dicas de Saúde e Bem-Estar

A escovação perfeita

N

unca é demais lembrar: a maneira certa de escovar os dentes é tão importante quanto a frequência da limpeza. Siga estas etapas simples, mas com eficiência comprovada, e garanta dentes saúdaveis e bonitos

Fio dental Este é o primeiro passo, assim, os restos de alimentos que forem retirados do meio dos dentes podem ser removidos pela escova. Faça movimentos de cima para baixo - na arcada superior - e de baixo para cima - na arcada inferior. Repita várias vezes, entre cada dente, incluindo os dentes do fundo.

depois de colocar a pasta de dente, pois a água quebra o flúor dos cremes dentais.

Como escovar

A escova Muita gente ignora esta etapa e escolhe aleatoriamente a escova de dente. Este é um erro fatal para o desempenho de uma boa limpeza bucal. As melhores escovas têm cerdas macias ou extramacias e mais de cinco mil cerdas, para evitar o desgaste do esmalte dental ou traumatismos nas gengivas. Troque sua escova assim que verificar que as cerdas estão deformadas.

1. Faça movimentos circulares, percorrendo todo o dente até encostar suavemente na gengiva, escovando um dente de cada vez. 2. Comece limpando a parte de fora dos dentes superiores, depois a dos inferiores; 3. Escove as superfícies internas (a parte que fica voltada para a língua) de todos os dentes; 4. Limpe a superfície de mastigação dos dentes de trás com movimentos de vaievém. Comece pelos dentes superiores e depois passe aos inferiores; 5. Para terminar, a higiene da língua deve ser feita com limpadores próprios, que são mais eficientes do que as escovas para essa finalidade.

Creme dental Aplique o creme dental na escova sem exageros, a quantidade certa corresponde ao tamanho de uma ervilha. Não umedeça a escova

Frequência Recomenda-se escovar os dentes após as refeições ou três vezes ao dia. O horário que merece maior atenção é o da noite, antes de dormir.

20


Dieta clareadora

A

lguns alimentos deixam o sorriso mais branco. Eles têm poder cariostático, ou seja, não contribuem ao desenvolvimento da cárie. Uma dieta à base de proteínas como frango, ovo, queijo, e hortaliças e alguns alimentos chave como nozes e morangos in natura, mantém os dentes mais brancos.

Óleo de coco como aliado à saúde bucal O óleo de coco já virou queridinho nas dietas, por ajudar na perda de peso e medidas. Recentemente, seus benefícios também foram comprovados para a saúde bucal. Segundo pesquisas ele ajuda a combater a bactéria Streptococcus, que faz parte da flora da boca e pode causar doenças como a cárie e abscessos dentários. Os pesquisadores concluíram também que a substância evita aftas. A melhor forma de incorporar o óleo de coco ao cardápio é ingerir de 1 a 2 colheres de sopa ao dia. Como usar fio dental com aparelho ortodôntico Incentivar as crianças e adolescentes ao uso diário do fio dental previne muitos problemas futuros. O uso de aparelho ortodôntico tem se mostrado tão comum neste idade, quanto na fase adulta, em que continuamos buscando um sorriso perfeito. Como o fio dental é indispensável, existe um acessório criado para passar o fio dental por entre o aparelho, que permite puxar o fio através dos dentes acima dos fios e chegar à margem gengival. O passa fio ortodôntico é uma ferramenta barata e descartável. Ainda falando de aparelhos ortodônticos e do seu uso crescente, veja quais são os prin-

cipais problemas de quem recorre à técnica: - Espaços entre os dentes (diastemas) - Dentes que se comprimem uns aos outros (apinhamento dental) - Dentes desalinhados; - Sobremordidas; - Mordidas abertas; - Mordidas cruzadas

Alerta: boca seca A boca seca é um dos problemas mais comuns entre pessoas de todas as faixas etárias e ocorre devido à falta de fluxo salivar normal. Se não for monitorada, pode causar efeitos mais sérios na cavidade oral. Os sprays de saliva artificial podem ser usados para ajudar a umedecer a boca e aumentar o fluxo de saliva. Você também pode beber mais água para matar a sede decorrente da boca seca.

21


Entrevista

Dedicação, compromisso e muito trabalho

A

peruana, natural de Piura, Bertha Beatriz Angelica Pachas Arámbulo (Bia) foi convidada no mês de setembro de 2001 para gerenciar o Departamento Comercial da DSP. Com um currículo de 20 anos de experiência na área comercial, é a funcionária mais antiga da casa e um dos diamantes da DSP. Como é trabalhar em Campo Largo? Fiz uma mudança radical, saí da zona de conforto, que era trabalhar perto da minha residência, em Curitiba, para trabalhar em Campo Largo, na região Metropolitana, onde fica a sede da DSP. Mas não me arrependo. O sonho e o desafio de gerir o Departamento Comercial eram muito maiores. Você começou em que área na empresa? Comecei atuando na empresa como vendedora, acumulando algumas funções e, à medida que a empresa crescia, passei algumas tarefas para as pessoas que chegaram depois. Como é trabalhar na DSP ? A oportunidade de trabalhar na DSP foi meu maior desafio. Foi aqui que coloquei em prática o que aprendi em seis anos da minha primeira experiência na área da odontologia, na qual trabalhei como vendedora.

22


Qual a melhor experiência que já teve enquanto funcionária DSP? A DSP é como uma filha, fui a colaboradora que deu início a um dos braços mais importantes da empresa – o comercial. Lembro que, enquanto o Célio Netzel, diretor da empresa, se dedicava ao desenvolvimento dos produtos e ao restante da empresa, eu colocava em prática o conhecimento para desenvolver a área comercial. Nesses anos, tive que trabalhar e estudar muito para aprimorar meu conhecimento. Foi trabalhando na empresa que minha visão sistêmica aguçou, conhecendo cada etapa da fabricação do implante para aprimorar a sua argumentação para a venda. Me preocupo muito com a agilidade em todos os processos e com o comprometimento de todos os departamentos. Gosto de conversar com os colaboradores de todas as áreas. Como você descreve a DSP? A empresa é composta, em sua maioria, por mulheres, isso é bacana. Posso dizer que é o universo feminino que reina na fábrica, e é nas mãos dessas meninas, mães e mulheres, que as barras de titânio tomam a forma de cada uma das peças que são fabricadas e expostas no catálogo da DSP. Alguns dos homens lideram, no entanto, é importante dizer que os estilos e comportamentos são diferentes, não sendo melhores, nem piores, apenas são diferentes. Juntos, todos aqui dentro procuram aprender com o que cada um tem de melhor. Contamos com a possibilidade de mudança e transformação mútua, trazendo resultados positivos e o sucesso para todos. Transformando-o no sucesso da empresa.

23


Consultoria científica

O elo entre a DSP, usuários e o mercado Trabalho da consultoria científica auxilia dentistas e empresa na melhoria constante

T

odos os produtos da DSP Biomedical são desenvolvidos com a mais alta tecnologia, por isso, também são representados e acompanhados por profissionais competentes e experientes. Cada região de cobertura da marca conta com um consultor cientifico, que auxilia os usuários do sistema, indicando e esclarecendo dúvidas, auxiliando na otimização dos casos cirúrgicos e protéticos. O dentista Marcelo Donner é um desses profissionais, que atua como consultor científico no Rio de Janeiro. Ao todo são 16 anos de consultoria, sendo quatro na DSP. Para ele, o consultor é o elo entre a empresa, os usuários (dentistas) e o mercado. A primeira e a principal função no cargo é utilizar o produto na parte clínica, a fim de verificar falhas, melhorias e pontos positivos. Com isso, elaborar e entregar um feedback para os profissionais da engenharia da empresa, para análise e aplicação das melhores práticas.

O trabalho do consultor Um consultor atua como um suporte, assessora os usuários do sistema sempre que necessário, em especial quando há alguma dificuldade no auxílio ao profissional para escolha da melhor solução. Ao participar de feiras e eventos ligados à área, o consultor também estuda tecnologias para criação de novos produtos a serem colocados no mercado. “Além disso, nossa equipe também se reúne periodicamente para colocar em pauta todas as dificuldades e melhorias a serem

24

aplicadas, com isso é feito um dossiê técnico cientifico. O objetivo é melhorar cada vez mais”, explica Donner. Muito mais do que um trabalho, a função é motivo de inspiração para o dentista. “É o que fomenta o meu dia a dia na clínica, que me dá disposição para acordar. Participar disso, contribuir na melhoria de produtos, me faz sentir mais ativo e com muito mais disposição”, destaca o dentista que também atua como distribuidor regional na empresa.


A DSP BIOMEDICAL

®

É MUITO MAIS VERSATILIDADE.

ANEL

STOP ANEL STOP é uma ferramenta que assegura a perfuração da fresa não exceda a o planejamento cirúrgico previamente estudado.

COMO UTILIZAR ANEL STOP é fixado a fresa por meio de um parafuso lateral. Selecione o diâmetro da fresa que será utilizada e use o ANEL STOP correspondente ao diâmetro da fresa, na altura do planejamento das perfurações. Temos as seguintes medidas: 2.0, 2.3, 2.5, 2.8, 3.0, 3.15, 3.3, 3.5, 3.8, 4.3, 4.5.

25


Institucional

Uma empresa que conquistou seu espaço Com base sólida na qualidade, a DSP Biomedical tem a maior linha do mercado nacional, além de exportar produtos para diversos países

A

DSP Biomedical muda, há 12 anos, o jeito de trabalhar no ramo de implantes dentários e componentes protéticos. Une a vivência prática dos mais qualificados profissionais da área da saúde com a precisão e a técnica dos profissionais da engenharia. Oferece como resultado os melhores e mais inovadores produtos nas áreas de odontologia, cirurgia bucomaxilofacial e implantodontia. Tudo isso reflete na satisfação de pessoas que podem voltar a sorrir com qualidade de vida. Os longos anos de experiência e profissiona-

26

lismo da empresa fazem com que, hoje, ela tenha a maior linha do mercado nacional, exporte para diversos países e tenha conquistado qualidade, precisão e tecnologia, certificadas por diversos órgãos que regulamentam o setor. A busca por novas tecnologias para fabricação dos produtos odontológicos de alta qualidade é um dos pontos fortes da marca, que, também proporciona preço competitivo, estabelecendo a perfeita relação entre custo e benefício aos clientes, garantindo, assim, a máxima satisfação.


27


Institucional

Qualidade e precisão impressas em cada produto DSP Biomedical possui uma completa linha de produtos, são mais de 1.5 mil itens fabricados por equipamentos de precisão milesimal, projetores de medidas e microscópios ópticos de medição para garantir a máxima qualidade e o melhor acabamento. Toda a qualidade e competência do trabalho sério realizado pela empresa são certificadas e registradas pelo Ministério da Saúde, por meio da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Conquistou também o Certificado de Gestão de Qualidade ISSO 9001:2000, Certificado de Produto para saúde, requisitos, regulamentares para exportação (NBR ISSO 13.485:204), g3/42CCE; entre outros.

28

Cada produto passa por um sistema inteligente, que imprime toda a qualidade da marca, proporcionando a mais alta precisão na montagem durante as intervenções cirúrgicas de implantes. O resultado é mais qualidade e durabilidade para as próteses, sorrisos cada vez mais saudáveis. Para a empresa, a saúde está sempre em primeiro lugar, o que pode ser observado no rigoroso controle de qualidade aplicado. Tudo é desenvolvido por meio de pesquisas baseadas em aspectos de bioengenharia. Para garantir total higiene dos laboratórios e das embalagens, os produtos passam por procedimentos de controle e certificação de matéria-prima, descontaminação e esterilização.


Responsabilidade social colocada em prática Além de fazer os melhores produtos, a empresa também se preocupa em não poluir ou agredir o meio ambiente, trabalha dentro dos padrões vigentes e das legislações sanitárias. A DSP Biomedical separa 100% do resíduo fabril que produz e destina para empresas especializadas em reciclagem. Também aproveita a iluminação natural nas instalações, evita, ainda, o desperdício de água em todas as atividades que realiza. São medidas responsáveis que contribuem para um

ambiente mais saudável, tanto na empresa, como para o planeta. A DSP Biomedical acredita que sorrir é um direito de todos e faz o seu papel em ajudar cada vez mais pessoas a terem essa alegria. Apoiar ações sociais é uma das formas de possibilitar isso, auxiliando instituições como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e outras que trabalham diretamente com crianças, justamente por acreditar que elas são o futuro da sociedade.

29


Depoimentos dos clientes

Soluções inteligentes O bom atendimento e a apresentação de produtos de qualidade proporcionam a profissionais e pacientes os resultados desejados

A

DSP Biomedical conquistou muitos adeptos. Diversos profissionais não trocam a marca, indicam, recomendam e, ainda, têm dos pacientes a resposta positiva de que o produto satisfez as vontades desejadas. Escolhemos alguns dos nosso clientes para endossarem o respeito e a dedicação que a DSP tem pelos consumidores.

Soluções adequadas e linha completa Para Dr. Silvio Padilha da Silva, dentista especialista em periodontia, que atende na cidade de Vargem Grande do Sul – São Paulo, a marca proporcionou a solução de diversos casos complexos atendidos no consultório. “Uso os implantes DSP há oito anos, depois de ter conhecido um componente que meu protético indicou. Logo, entrei em contato com a empresa e foram encaminhados vários implantes e catálogos para eu conhecer a linha completa. Desde então, tenho conseguido resolver várias situações complexas e, com isso, também deixar os pacientes bem satisfeitos”. Já em 2006, quando se interessou pelos produtos, foi bem atendido, fato que unido à qualidade e eficácia dos produtos o fez tornar-se um cliente fiel. “A DSP é uma excelente empresa, bem focada na qualidade e prosperidade, lutando de igual pra igual com as outras marcas”, completa.

30


Parceria que dura mais de dez anos Para atender bem os clientes e proporcionar soluções de qualidade, é preciso contar com produtos de ponta sempre à disposição. Por isso há 12 anos o dentista Marcelo Schulz, especialista em periodontia e implantodontia, trabalha com os produtos da DSP, na cidade de Curitiba-PR. Desde que conheceu a variedade de opções, por intermédio de um amigo, que, na época, representava a marca, se considera bastante satisfeito. “Os meus clientes sentem-se muito felizes e tranquilos, pois têm grande confiança na marca. Em nosso consultório, divulgamos os produto e, além disso, entregamos ao paciente o material didático para que ele possa conhecer a seriedade da empresa”, enfatiza o dentista.

Desenvolvimento e modernização Trabalhar com uma empresa séria e comprometida com a modernização e melhoria de seus produtos é uma oportunidade de poder participar do desenvolvimento da implantodontia. É assim que o dentista, especialista em Prótese FOV e Periodontia SLM, mestre em Periodontia SLM, Dênio Lúcius Lopes da Silva, avalia a parceria com a DSP Biomedical, que já dura nove anos. O primeiro contato dele com a marca aconteceu durante o Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo, onde logo se interessou pelos produtos e até hoje utiliza os implantes cônicos HI e conexões. “Nos meus 20 anos na implantodontia, já vi muitas coisas acontecerem, uma delas foi o nascimento de uma empresa séria, com compromisso com a ciência e respeito com os consumidores parceiros”, afirma Dênio, que atende na cidade de Três Rios, Rio de Janeiro.

31


Depoimentos dos clientes

Relação de confiança Outra parceria sólida e com base na confiança é mantida com o dentista José de França Neto, que atua em Fortaleza, no Ceará. Especializado em implantodontia e prótese sobre implante, desde o ano de 2002 ele utiliza a linha DSP no atendimento aos clientes. Os bons resultados são acompanhados por ele, caso a caso, sempre demonstrando qualidade. “A empresa tem um estreito relacionamento com seus clientes, procurando sempre ouvi-los, entender suas dificuldades, para que, juntos, possam melhorar a parte técnica. São implantes de fácil instalação, pelo designer, indicações e demais detalhes. Os componentes vieram pra facilitar as diversas situações protéticas com as quais nos deparamos nas reabilitações. Tenho total confiança na empresa”.

32


CONE MORSE HEXAGONAL

CRESTAL LEVEL Os implantes CMH combinam a conexão hexágono interno com o mesmo cone de 40º, do mini pilar, possibilitando a conexão de uma prótese tipo protocolo diretamente sobre implante. Possui uma rosca trapezoidal cônica no perfil interno da rosca e micro roscas duplas na região coronária. Instalação a nível ósseo ou intra óssea.

Disponível na versão não montada. Não acompanham parafuso de cobertura. MATERIAL: Titanium grau IV. SUPERFÍCIE: SLA Zircon®. SOLUÇÕES PROTÉTICAS: Uma grande variedade de pilares produzem excelente estética e soluções protéticas para cada situação, sejam próteses unitárias ou múltiplas, cimentadas ou parafusadas. ROTAÇÃO PERFURAÇÃO: 400 a 800 rpm ROTAÇÃO INSERÇÃO: 10 a 30 rpm TORQUE INSERÇÃO: 35 a 55 Ncm

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DOS IMPLANTES | CRESTAL LEVEL Ø 3.8

Ø 4.0

Ø 4.3

Ø 5.0

CRESTAL LEVEL

7.0

60.3807C

60.4007C

60.4307C

60.5007C

8.5

60.3808C

60.4008C

60.4308C

60.5008C

10

60.3810C

60.4010C

60.4310C

60.5010C

11.5

60.3811C

60.4011C

60.4311C

60.5011C

13

60.3813C

60.4013C

15

60.3815C

60.4015C

MODELOS E COMPRIMENTOS

33


DSP mulher

Tempo é tudo Em quantas mulheres você precisa se dividir para enfrentar a maratona de um dia? Na agenda de uma mulher moderna, isso é uma verdadeira luta contra o relógio

T

rabalho, organização da casa, cursos ou faculdade, academia, filhos... Fora os imprevistos que sempre aparecem. Aí você tem que improvisar e lutar ainda mais para sentir a sensação de missão cumprida no final do dia. Isso é ruim? Nem sempre. A tendência atual é que as pessoas tenham cada vez mais ocupações e usem o tempo de maneira util. Acredite, elas não abrem mão de nada disso e, apesar do cansaço, preferem lidar com todas as tarefas, que acabam enriquecendo carreira, saúde e bagagem cultural. Deixe de lado um item da sua lista e você vai ficar com a sensação de que falta alguma coisa. No caso das mulheres, especialmente, manter uma boa alimentação, atividades físicas e cuidados pessoais é muito mais importante do que qualquer tempo de descanso. Mas, confesse, quem nunca pulou uma dessas etapas para se desligar um pouco e relaxar? Na verdade, isso não é nenhum crime, pelo contrário, também é fundamental para o seu equílibrio.

34

Como ter este tempinho sagrado de respiro? Organizando seu tempo! Parece complicado não é? Mas, vale a pena fazer o esforço inicial de regrar sua rotina, para, no final do dia, ver que seu rendimento foi muito maior e sobrou aquele delicioso espaço no relógio em que você não tem nada para fazer. Veja como fazer tudo que você faz de uma maneira muito melhor: 1 - O primeiro desafio talvez seja um pouco díficil para quem gosta de perder umas horinhas com passatempos deliciosos, como falar ao telefone, checar as mídias sociais, bater papo. Não que você não possa fazer essas coisas, até deve, para tornar seu dia mais leve e não sobrecarregar sua rotina. Mas, faço isso quando terminar suas prioridades, assim o trabalho não acumula e você consegue cumprir seus prazos. 2- Outra dica ótima é escolher algo que você goste muito de fazer e se dar de presente. Planejar uma viagem ou passar um tempo com os filhos pode te dar ânimo para encarar


uma semana atribulada. 3- Vamos falar dos imprevistos que citamos antes. Muitas vezes eles são os culpados pela desordem e cansaço do nosso dia. Para driblar estes acontecimentos e não se desgastar, você deve evitar agendar mais compromissos do que você pode cumprir, e sempre reservar um espaço para os imprevistos.

E se eles aparecerem ao longo do dia e o tempo reservado não for o suficiente, não tem problema. Mas atenção: cuidado para não confundir organização com rotina. Para isso, é fundamental que o planejamento não vire paranoia - afinal, tudo bem deixar a agenda para lá uma vez ou outra.

Alimentação e atividade física Um item primordial e nem sempre fácil de adequar a uma vida agitada: manter a forma. Excesso de trabalho pode significar muitas horas sem comer, o que compensamos depois com refeições nada equilibradas. O cansaço e o estresse fazem muita gente deixar os exercícios de lado, por considerá-los mais uma obrigação. Você não precisa deixar que isso aconteça! Aceite os limites do seu corpo e não deixe sua saúde em segundo plano. Em outras palavras, não permita que o trabalho sufoque o restante da sua vida. Para começar, escolha uma atividade com a qual se identifique. Não adianta investir em um treino com ótimos resultados, se você não gosta de atividades rotineiras, por exemplo. Existem muitas formas de praticar atividades físicas, como corrida, natação, dança e, ainda, exercícios que ajudam também a relaxar como yoga e pilates.

Outra maneira de tornar a rotina de exercícios mais leve é intercalar estas atividades. O que também representa muitos ganhos para o corpo. Você pode fazer aulas de exercícios de baixo impacto, como o Pilates, que proporciona resultados eficazes e, ao mesmo tempo, menos desgaste das articulações e dos músculos. Além disso, trabalha corpo e mente, com ênfase na respiração e consciência corporal, promovendo assim, o bem-estar físico e mental. E, se quiser potencializar os resultados, pratique musculação em outros dias da semana. Trabalhando os músculos, você irá modelar o seu corpo, deixando-o mais firme e bonito. A musculação também treina o coração para esforços intensos. Se você gosta de atividades ao ar livre, não existe em começar a correr. A corrida é um exercício super completo e ótimo para descarregar sua tensão e energia, muita gente corre como terapia.

35


DSP mulher

Dicas para viver melhor • Evite comer em frente ao computador. Você perde a noção da quantidade que está consumindo; • Pode tomar cafezinho durante o dia, mas não vale exagerar: tente consumir até três xícaras por dia e sempre use adoçante; • Nunca é demais falar: beba muita água. Dois litros de água é a quantidade aproximada para ser ingerida ao dia. Contudo, esse valor varia para cada pessoa, conforme alguns fatores como o peso e a prática de atividades físicas; • Frutas são excelentes para matar a fome e hidratar o corpo; • Um bom sanduíche é sempre um coringa na alimentação. Dê preferência ao pão integral , peito de peru e queijo cottage; • As barrinhas de proteína costumam conter muitas fibras e poucas calorias.

36

Mas e quanto à alimentação? Não dá pra deixar de lado a importância que ela tem no corpo. E de nada adianta praticar exercícios se você comer errado. Sabemos que ficar o dia todo fora e administrar o tempo, torna comer bem um desafio ainda maior. Aqui vão algumas dicas para seguir a dieta mesmo com o dia atribulado: 1- Café da manhã Não comece o dia em jejum. Assim, você não corre o risco de exagerar nas outras refeições. Aproveite a hora do café da manhã para consumir frutas, cereais integrais e proteínas magras; 2- Almoço e jantar Nunca deixe as refeições para depois. Com a vontade legumes cozidos ao vapor, grelhados, refogados ou até assados, folhas verdes e outras verduras. No grupo de proteínas, prefira as carnes grelhadas de frango ou peixe ou carne vermelha magra. Os carboidratos mais indicados são arroz integral, batata cozida e purê de batata.


A FUNCIONALIDADE, RESISTÊNCIA E ESTÉTICA ®

DAS BROCAS CARBONUM MATERIAL

FÁCIL IDENTIFICAÇÃO LATERAIS ARREDONDADAS GRAVAÇÃO DE ALTA DEFINIÇÃO

ALTO PODER DE CORTE

Broca concebida com material de alta tecnologia, de coloração grafite, para situações onde são necessárias funcionalidade, grande resistência aliada à levesa. Qualidades que dão estabilidade e robustez ao produto. Sobretudo a estética inconfundível e sofisticada, o menor desgaste pelo uso contínuo, a redução acima de 70% do calor gerado com o atrito ósseo, são fatores que prevalecem nessa nova concepção para as brocas da DSP Biomedical®.

BROCAS CILÍNDRICAS

BROCAS CÔNICAS

37


Por dentro

Nova estratégia para se destacar no mercado Por muitos anos, a empresa assumiu uma posição discreta, até o momento em que percebeu ser a hora certa para se sobressair

A

trajetória da DSP Biomedical teve início no ano de 1994. Formada por vários sócios e com o nome Life Tech, realizava o processo de fabricação de componentes protéticos, e rapidamente passou a fabricar implantes. Os produtos eram fornecidos a outras empresas do mercado, sem a efetiva venda direta aos cirurgiões dentistas. Com a tecnologia da fabricação e com a união de doutores, engenheiros e professores, no ano de 2000, a DSP Biomedical foi criada e inserida no mercado de implantes, componentes protéticos e instrumentais. “Encontramos a oportunidade de mostrar ao mercado do que éramos capazes. Eu acreditei que era possível. E este sonho vem se transformando em realidade”, destaca o CEO da empresa, Célio Gilson Netzel.

38


Com formação em Engenharia Mecânica, Netzel iniciou na implantodontia no mesmo ano da fundação da primeira empresa, que manteve sua formatação original ao longo de dez anos. Tímida, sem muita exposição e investimento em mídias, a DSP Biomedical seguia uma linha que já não fazia mais parte da visão de Netzel. “Nessa primeira etapa, como tinham outros sócios, enfrentávamos muitas dificuldades de alinhar uma direção para a empresa. Cabeças diferentes, com pensamentos diferentes, fizeram a empresa se desenvolver no mercado, mas atuando de uma forma pontual em alguns

aspectos. Nestes anos a empresa crescia, mas não era conhecida no mercado, o que pediu um novo posicionamento”, explica. A segunda fase, como classifica, iniciou há quatro anos, com uma reformulação empresarial. Assim, Netzel passou a comandar a empresa sozinho, com uma proposta de reestruturação. Desde o processo fabril até o comercial, a empresa ganhou cara nova, assumindo status de detentora de tecnologia empregada em seus produtos e a responsabilidade no desenvolvimento de novos produtos dentro de um conceito estabelecido pela ciência.

“As dificuldades nos trouxeram conhecimento e, na busca pela qualidade, foi possível aprender muito”

Célio Gilson Netzel CEO da DSP Biomedical

Mudança atraiu prosperidade

Brasil é destaque em implantodontia

Ao assumir uma reestruturação, foi possível mostrar ao mercado toda a linha de produtos em embalagens modernas e funcionais. Todo o marketing da unidade passou por mudanças, o que incluiu a apresentação da empresa. Netzel enfatiza que as dificuldades trouxeram conhecimento e, na busca pela qualidade foi possível aprender muito: “O mercado foi conquistado com a excelência na qualidade dos produtos. Foi muito difícil para nós mostrar aos clientes que não acompanharam nossa evolução onde nós chegamos e o que seríamos capazes de atingir. O efeito cascata foi acontecendo aos poucos e a satisfação dos clientes antigos foi cativando novos clientes. Isso se tornou uma onda natural de crescimento”.

De acordo com Netzel, o Brasil é o segundo maior mercado do mundo em implantes, destacando-se como um dos grandes fabricantes do mercado mundial, ao lado dos europeus, americanos, coreanos e israelenses. O destaque se deve-se à qualidade e experiência adquirida ao longo dos anos. “O grande trunfo da indústria nacional foi a popularização do implante. Creio que este é um mundo deixado pelos primeiros fabricantes e conduzido por um grande números de empresas sérias que vêm desenvolvendo seus mercados. Se ficássemos na condição de importação de produtos com alto custo, teríamos, hoje, aproximadamente 30% do mercado atual”, observa. Hoje a marca DSP Biomedical está presente em países como Alemanha, Suíça, Espanha,

39


Por dentro

“Minha vida é hoje parte da DSP. Com muita humildade e engenhosidade conseguimos transformar este projeto. Sou realizado profissionalmente e agradeço a Deus pela oportunidade que me deu de mostrar meu trabalho.” Célio Gilson Netzel - CEO da DSP Biomedical

Rússia, entre outros. As primeiras experiências de vendas começaram em países da América Latina e alguns países árabes. Ganhando mercado com a participação em feiras internacionais e com a certificação da comunidade Europeia, foi possível abrir novos mercados.

Sucesso tem base na humildade Ao falar sobre o sucesso da empresa até hoje, Netzel deixa escapar uma palavra, que, para ele, resume um caminho trilhado com êxito, a humildade. Ele diz que a empresa sabe reconhecer que todo o trabalho é feito em conjunto, ninguém consegue nada sozinho. “Formamos uma equipe que busca a ética e a excelência. A inovação com persistência e aperfeiçoamento constante. Nossa fundamentação está enraizada nos três pilares: inovação, confiança e competência”.

Crescer e expandir sempre A DSP Biomedical está no quarto ano de um projeto com visão para dez anos. Um dos objetivos a serem alcançados é o de chegar a todos os Estados brasileiros de forma efetiva. Outro fator, revela Netzel, é explorar ainda mais o mercado externo. Para isso, continuará aplicando excelência à qualidade dos produtos. “Sabemos que somos capazes de atender aos mercados mais exigentes e entregar nossos produtos com orgulho pelo mundo afora”, finaliza.

40


A DSP BIOMEDICAL®

É MUITO MAIS VERSATILIDADE.

SACA

IMPLANTES O SACA IMPLANTES é uma ferramenta para a remoção de implantes integrados e não integrados com posicionamento desfavorável para a solução protética que sofreram grande perda óssea, danificação mecânica ou pelo próprio desejo do paciente.

COMO UTILIZAR O SACA IMPLANTES deve ser posicionado na conexão interna do implante. Fazer o aperto com torque manual sentido anti-horário. Usar a catraca e aplicar uma força no sentido anti-horário com o Saca implantes. Não recomendamos a reutilização dos implantes e nem do SACA IMPLANTES.

41


Internacional

Credibilidade internacional A elevada qualidade e precisão dos produtos da DSP Biomedical tem projetado a marca ao sucesso no mercado mundial

S

abe-se que, hoje, a reabilitação dos dentes perdidos é uma realidade para devolver a correta e eficiente mastigação dos alimentos e a estética ao paciente. Criada para atender as necessidades dos profissionais e a realização dos pacientes, a DSP Biomedical oferece uma grande variedade de soluções protéticas e cirúrgicas, certificadas com Garantias de Qualidade - ISO, Anvisa, CE, entre outros. O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking in-

42

ternacional de colocação de implantes dentários, com um 1,3 milhão de implantes ao ano e a DSP faz parte desse mercado. Além disso, a empresa mantém distribuidores nos mais variados países do mundo, como Rússia, Suíça, Alemanha, Polônia, Espanha, Reino Unido e Equador. Também está em processo de finalização de certificação para Irã, Quénia, Bolívia, Colômbia e Venezuela. Projeta, ainda, para até o fim de 2014, abrir filiais no Peru e em Portugal.


Atendimento diferenciado fideliza mercado Seja nacional ou internacionalmente, a DSP clínicas”, comenta Nuno Renato Ferreira Sanoferece um atendimento completo, com apoio tos, international business manager da DSP científico e proatividade nos países dos distri- Biomedical. buidores internacionais e no Brasil, onde há Segundo ele, outro ponto essencial ao atender um centro de treinamento para os profissionais clientes e conquistar o mercado internacional que queiram aprender ou aperfeiçoar técnicas é compreender e atender as diferenças. “Semcirúrgicas e protéticas, com uma grande varie- pre precisamos nos adaptar às necessidades e dade de cursos à disposição para os profis- exigências de cada país em termos de produto sionais, desde iniciação até cirurgia avançada, e, também, em relação aos costumes, cultura, passando igualmente pelas próteses. “Em um tradições e língua de cada região”, destaca. mercado que se mostra cada vez mais exi- “Tudo isso reverte em credibilidade e expangente e competitivo, este é, seguramente, um são para a marca”, analisa Nuno. “Quando as diferencial para os nossos clientes, que nos pessoas experimentam os nossos produtos, permite atingir o sucesso. Dar atenção total a reconhecem e equiparam a nossa qualidade a eles engloba o produto em si, o atendimento outras empresas referência na implantodontia comercial e a formação científica, que é fun- mundial e isso é muito gratificante e prestigiandamental para saber como melhor utilizar os te, não só para nós como para a indústria branossos produtos nas mais diversas situações sileira”, completa. Constante ampliação dos negócios No dia a dia, Nuno se preocupa sempre em avaliar os mais variados tipos de mercado, realiza prospecção contínua de distribuidores internacionais nos mais diversos países que têm interesse em comercializar e representar com exclusividade a gama de produtos oferecidos pela marca. Mantém-se ainda, sempre em contato com o mercado via congressos internacionais e nacionais, enfatizando a variedade de soluções protéticas e cirúrgicas, precisão e alta qualidade com que os produtos são fabricados. “As análises são constantes e necessárias, é sempre preciso levar informação ao mercado e isso ocorre de diversas maneiras. A divulgação dos produtos e da marca é essencial para nos mantermos sempre em crescimento”, enfatiza.

43


Science DSP

Implante dental como ferramenta de inclusão social Por Ricardo Toscano – Mestre em Implantodontia

O

distanciamento do convívio social pelo paciente com mutilação dentária é uma realidade vivida em nossa sociedade. Esse afastamento abrange de forma concisa e objetiva o contexto familiar e laboral. Com o advento da ósseo integração, as técnicas reabilitadoras com uso de implantes representam um grande desafio ao cirurgião dentista. Além do compromisso com todos os meios terapêuticos para maximizar os resultados estéticos e funcionais, o reabilitador

44

contribui para a reestruturação de aspectos subjetivos dos pacientes reabilitados. As inovações biotecnológicas dos produtos contribuem para que as técnicas cirúrgicas tenham menor complexidade, para que assim a possibilidade de atingirmos a expectativa do paciente seja uma realidade clínica. A implantodontia como técnica extremamente eficaz para reabilitações orais tem sido percebida também como um meio colaborativo de inclusão social.


Relato de caso A paciente JM, 38 anos, apresentava mutilações múltiplas e uma prótese superior com 25 anos de uso e uma prótese inferior com déficit funcional e estético. Durante a anamnese, a paciente relata vergonha em se relacionar-se socialmente e relata, ainda, constrangimento em executar atividades laborais – não consegue sorrir e mantém-se sempre de cabeça baixa ao conversar, sendo reconhecida como antipática. Relata ainda uma limitação financeira para execução do tratamento. Por meio de estudo clinico, aparado pelos exames radiográficos – tomografia, raio X panorâmico e telerradiografia – foi feito um plano de tratamento em que o acesso da paciente à implantodontia fosse financeiramente viável e acessível. A DSP Biomedical tem, em sua gama de produtos, o implante corpo único FLEXCONE. O custo deste produto e sua facilidade de tra-

balho, em razão do componente ser parte do implante viabilizou, fez com que a proposta terapêutica e a possibilidade financeira da paciente tornassem o tratamento realidade. Optou-se pela colocação de implantes em áreas com espessura óssea suficiente para evitar enxertia óssea. Na arcada superior, foram instalados sete implantes FLEXCONE (3.8 x 13 mm) e, na arcada inferior, seis implantes FLEXCONE (3.8x 13 mm). Na parte protética, optou-se pela confecção de barras no sistema CAD/CAN e revestimento da barra com resina. Ao final do tratamento, foram dadas as orientações, de forma oral e escrita, de controle e higienização do trabalho executado. Durante os controles, a paciente descreve “vida nova” e diz ainda que muitos na rua ficam em dúvida “é ela mesma”. No controle radiográfico do 36º mês, a paciente reiterou que sua vida mudou.

45


Science DSP

Cirurgia de Carga Tardia sobre Implante Unitário Osteofit Por Jairo Wilson Abreu da Cunha – Especialista em Implantodontia

A

paciente RMFS, 39 anos, era usuária de próteses parciais removíveis superior e inferior há 14 anos, ausência dos seguintes elementos dentários: 16, 14, 12, 11, 21, 22, 26, 35, 36, 37, 46. Início do tratamento em 06/05/2009 e término do tratamento em 26/07/2010. Plano de Tratamento: propusemos a instalação de implantes hexágono externo Osteofit na região dos dentes 16, 14, 26, 35, 37, 46, instalação de dois implantes flex cone 2.5 X 11.5 Osteofit na região dos dentes 12 e 22 (pois a paciente apresentava espessura óssea delgada e não queria passar por cirurgia de enxertia óssea) e confecção de prótese fixa metalocerâmica de quatro elementos, mais a confecção de próteses definitivas metaloce-

46

râmica sobre UCLA calcinável com base de cromo/cobalto, nos elementos dentários citados acima. Breve Histórico: este tratamento foi realizado em duas etapas básicas, compreendendo oito visitas do paciente até nosso consultório. Foi feita a cirurgia para instalação de oito implantes Osteofit no dia 06/05/2009, sendo que preparamos o leito receptor com as fresas do kit cirúrgico Osteofit, na sequência recomendada pelo fabricante (DSP), de acordo com os respectivos implantes instalados. A paciente retornou em maio de 2010 para efetuar a fase protética do tratamento implantodôntico (pois a mesma reside em Londres – Inglaterra), quando foram reabertos os implantes para instalação dos cicatrizadores gengivais. Depois de dez dias


foi realizada a moldagem com silicona (impregum), através da instalação de transfers para moldeira aberta e adaptação dos análogos no material de moldagem. Enviamos todo o material para o laboratório de prótese, juntamente com as UCLAs calcináveis com base de cromo/cobalto para que a fundição fosse realizada. A fundição foi provada na boca da paciente e constatou-se uma ótima adaptação do metal, foi feita a tomada de cor da porcelana e tudo foi novamente enviado para o laboratório de prótese. Na consulta seguinte no consultório, as próteses metalocerâmica foram provadas na boca da paciente e reenviadas para o laboratório de prótese para que o glaze final fosse executado. Em uma nova consulta, as próteses definitivas parafusadas foram instaladas na boca da paciente e as perfurações das coroas por onde passa o parafuso hexagonal foram fechada com resina acrílica fotopolimerizada.

Conclusão: a paciente ficou muito satisfeita com o resultado das próteses metalocerâmicas que foram instaladas em sua boca após oito consultas clínicas realizadas desde a consulta inicial para diagnóstico de plano de tratamento. As próteses encontram-se totalmente estáveis e funcionais sobre os implantes Osteofit. A reabilitação oral superior e inferior foi restabelecidas, ofertando uma melhor oclusão e mastigação para a paciente, além de excelente estética. Observações: O caso clínico foi executado seguindo as normativas dos Projetos de Pesquisas Cirúrgica e Protética, fundamentados nas normativas ISO 14155-1 e ISO 14155-2, que foram protocolados no Departamento de Pesquisa Científica da firma DSP Biomedical. Os dois Projetos de Pesquisa tiveram aprovações do Departmento de Bioética da firma DSP Biomedical.

47


Science DSP

Biomêcanica em protocolo e análise de próteses sobre implantes com uso da fotoelasticidade Por Prof. Dr. Marcelo Coelho Goiato

O

uso dos implantes osseointegrados era a única opção de tratamento disponível para pacientes totalmente desdentados era a prótese total muco-suportada. Portanto na maioria das vezes, mesmo bem executada, a prótese total convencional não soluciona os problemas funcionais e estéticos dos pacientes edêntulos, sempre ocorre redução qualitativa e quantitativa da eficiência mastigatória (Pera et al. 1998). Sabe-se que este tipo de prótese apresentam um alto índice de insatisfação dos pacientes, devido principalmente a instabilidade e falta de retenção, levando a uma perda de auto-confiança, qualidade de vida, contato social e grau e de satisfação dos pacientes (Redford et al. 1988). Muitos trabalhos científicos têm mostrado que próteses sobre implantes podem melhorar a função oral de pacientes com rebordo inferior bem reabsorvido restaurando a função e estética em pacientes portadores de próteses totais (Aragon 2010, Awad et al 2003, Bakke et al 2002). Propiciando um alto grau de sucesso, obtendo-se maior satisfação, alcançando maior eficiência mastigatória, conforto psicológico, estética e consequentemente, melhora na qualidade de vida dos pacientes edêntulos. Adicionalmente, a utilização de implantes osseointegrados favorece a manutenção do tecido ósseo, aumentando a retenção das próteses completas (Burns 2004).

48

Neste contexto as próteses totais inferiores implantossuportadas, tipo protocolo, podem ser considerada a melhor forma de reabilitação para edêntulos totais mandibulares, com base em avaliações de satisfação do paciente ( Emami 2009). A fotoelasticidade vem sendo utilizado para a análise da formação de tensões induzidas por reabilitações implanto retidas a implantes e osso suporte em estudos que simulam as condições mecânicas clínicas existentes neste tipo de reabilitação (Goiato et al 2009, Goiato et al 2009), por tratar-se de um método de análise que permite visualização direta destas tensões. É um método já testado, viável, de relativa facilidade de construção dos modelos e de interpretação dos resultados (Goiato et al 2009.

Figura 1 - Biomecânica do protocolo (tamanho do “cantilever”).


Considerações Sobre Protocolo de Branemark e a metodologia da fotoelasticidade. Prótese Protocolo de Branemark são consideradas PF-3, que são Prótese fixa: repõe a coroa, a porção e a cor das áreas edêntulas; a prótese usa geralmente dentes artificiais e base de resina acrílica (gengiva), que também pode ser de cerâmica.9 misch Extensão do “cantilever” em próteses protocolo tem como objetivo a confecção de restaurações sobre implantes obtendo infraestruturas que exibam o melhor assentamento possível quando conectadas aos seus respectivos pilares, já que atingir a passividade absoluta não é possível( Sahin 2001) Reabilitar com prótese fixa do tipo protocolo de Branemark, tem por finalidade repor elementos dentários ausentes em todo o arco dental, sendo oferece maior risco à desadaptação, devido à extensão e formato curvo da peça, o que pode produzir maior tensão ao redor dos implantes. As extensões em “cantilever” da barra presentes em próteses protocolo ainda é um grande desafio. É imprescindível em casos com “cantilever” estender a barra distalmente, para proporcionar maior estabilidade do aparelho protético implanto-mucossuportado, distribuindo assim melhor as forças provenientes da mastigação. Um método proposto por Skalak em 1983 é considerado para determinar o comprimento do “cantilever” como um dos mais adequado, afirmando que esse comprimento estaria diretamente relacionado com a distância ântero-posterior (A-P), que vai do centro do implante posicionado mais na região anterior até a porção distal do implante localizado mais para posterior. Esta teoria relata que o comprimento do “cantilever” não poderia ultrapassar uma vez e meia (1,5X) essa distância (Figura 1). Alguns pesquisadores mostram é que o comprimento dos “cantilevers” não deve ultrapas-

sar 10 mm no arco maxilar, tamanho correspondente à plataforma oclusal dos primeiros molares, e 15 mm para o arco mandibular, que corresponde ao tamanho do segundo pré-molar e primeiro molar. Estes valores são considerados menores comparados aos propostos por Skalak em 1983. As dimensões da barra, como altura e espessura, são importantes ao se planejar uma prótese com extensão em “cantilever”. A altura da barra está diretamente relacionada com a resistência à flexão do material no qual ela é confeccionada, devendo apresentar uma secção transversal de 5 mm de altura e 4 mm de largura( Stewart et al 1992). Ainda temos que ter o conhecimento o profissional em levar em conta o número e comprimento dos implantes, a característica do tecido ósseo, o arco antagonista, o material e o método aplicado para confecção dessas extensões. Maior poderá ser a extensão do “cantilever” quando se temo maior o número e o comprimento dos implantes, A qualidade óssea ao redor dos implantes auxilia na indicação do comprimento dessa extensão, podendo ser maior quando da instalação de implantes na região anterior da mandíbula (osso Tipo I e II). O arco antagonista é fator essencial ao se planejar a extensão do “cantilever”, sendo mais recomendável em arcos edêntulos reabilitados com próteses totais convencionais, devido a menor força mastigatória. Uma das contra indicações da extensão dos “cantilevers” para as próteses protocolo está relacionado a fatores elevados de ”stress”, como a parafunção ( Misch 2002, 2005). Forças consideradas pequenas, porém que agem por muito tempo, pode desencadear a perda do implante, denominado falha por fadiga. A compreensão de aplicação de forças

49


Science DSP

e dos mecanismos de falhas é de extrema importância para a área da implantodontia, com a finalidade de evitar possíveis complicações e manter a saúde da interface implante/osso em longo prazo (Misch, 2009) . Falhas nos “cantilevers”, como fraturas e distorção, podem não estar diretamente relacionadas com a extensão da barra, e sim com os materiais e técnicas empregados. Sabe-se que a utilização de ligas com baixa qualidade ou mesmo refundidas pode ocasionar porosidades internas, diminuindo a resistência do material. As ligas mais rígidas e que apresentam maior resistência à deformação permitem a confecção de infra-estruturas com menor volume de metal, sem sacrificar a capacidade de absorção de forças, fator de extrema importância em casos de espaço intermaxilar limitado. Entre as metodologias utilizadas para se determinar a biomecânica em relação ao “stress” promovido durante uma ato mastigatório ao entre a interface osso-implante é a fotoelasticidade, que vem sendo utilizado para a análise da formação de tensões induzidas por reabilitações implanto retidas a implantes e osso suporte em estudos que simulam as

condições mecânicas clínicas existentes neste tipo de reabilitação (Misch 2009, Sadowsky 2007, Emami et al 2009) por tratar-se de um método de análise que permite visualização direta destas tensões. É um método já testado, viável, de relativa facilidade de construção dos modelos e de interpretação dos resultados (Montenegro et al 1984) . Este método baseia-se no fenômeno da passagem de luz polarizada através de um modelo de configuração geométrica arbitrária e na geração de padrões coloridos que são as franjas isocromáticas. Estas franjas são observadas no polariscópio e são proporcionais ao “stress” sofrido pela parte analisada ( Awad et al 2003, Montenegro et al 1984) Adicionalmente, a reprodutibilidade não afeta as propriedades físicas das estruturas envolvidas e o ensaio podem ser repetidos quantas vezes o operador desejar. O interessante dessa metodologia é que permite a visualização direta das tensões geradas sobre uma determinada estrutura, estabelecendo dessa forma, uma correlação entre modelo fotoelástico e correspondentes situações das estruturas bucais quando estão sob tensões ( Pesqueira et al 2013) Figura 2.

Figura 2 - Modelos fotoelásticos mostrando tensões (franjas coloridas) no carregamento das próteses com implantes.

Conclusão Devemos nos preocupar com o planejamento de Próteses protocolos com diferentes extensões de “cantilevers”, isto pode acentuar o insucesso destas reabilitações. O uso do método fotoelástico é importante para a im-

50

plantodontia e pode verificar com bastante precisão distribuição de cargas que são induzidas entre a interface osso-implante. Com isto planejamentos são mais precisos após estas análises.


CONE MORSE DSP CONHEÇA A LINHA CONE MORSE CILINDRICO DA DSP BIOMEDICAL®.

O Cone Morse de corpo cilíndrico, apresenta uma plataforma switching com a principal característica do travamento protético através da soldadura fria com pressão de rosca. Com esse vedamento, os tecidos peri-implantares permanecem mais saudáveis pela diminuição do infiltrado inflamatório. Possui interface protética única e alta resistência mecânica.

Disponível apenas na versão montado.Não acompanha parafuso de cobertura. MATERIAL: Titânio grau IV. SUPERFÍCIE: SLA Zircon®

CONHEÇA TAMBÉM:

CONE MORSE INDEXADO

SOLUÇÕES PROTÉTICAS: O tratamento implanto-protético desse sistema é indicado para reposição de perdas dentais unitárias ou múltiplas, em qualquer região da boca, sendo que os pilares FlexCone® e miniFlexCone®, retos ou angulados, são indicados como a melhor resolução protética atual do mercado.

ROTAÇÃO PERFURAÇÃO: 400 a 800 rpm. ROTAÇÃO INSERÇÃO: 10 a 30 rpm. TORQUE INSERÇÃO: 35 a 55 Ncm.

CONE MORSE CÔNICO

Rumo à liderança

51


Consultores

Ricardo Toscano • Mestre em Implantodontia – Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico- ILAPEO • Diretor científico da DSP Biomedical e Mestre em Implantodontia. • Graduado pela Unifal – MG • Pós-graduado em Implantodontia ABO-SC • Diretor técnico e científico do Instituto odontológico Toscano • Diretor técnico científico DSP Science Trainning Center

George Herbert Ruschel • Especialista em Prótese Dentária pela UPF (Universidade de Passo Fundo, RS) • Especialista em Periodontia pela AONP (Associação Odontológica do Norte do Paraná, PR) • Especialista em Implantodontia pela SOEBRAS/FUNORTE (Núcleo Passo Fundo, RS) • Mestre em Prótese Dentária pela PUCRS (Pontifício Universidade Católica do RS) • Coordenador do Curso de Implantodontia da SOEBRAS FUNORTE, núcleo Passo Fundo • Diretor da Escola de Aperfeiçoamento profissional – IODONTUS – em Passo Fundo,RS Dorival Alves Especialista em Implantologia

52


Jairo Wilson Abreu da Cunha • CROGO 3368 • Graduado pela AEE-Anápolis-GO (1989) • Especialista em Implantodontia pela UNICASTELO-SP (1999) • Mestrado em Laser pela UNIVAP-SP (2001) • Consultor Clínico do Sistema de Implantes Osteofit da DSP Biomedical Ltda. • Consultor Científico da DEFLEX • Membro da Sociedade Brasileira de Laser • Membro da Academia Brasileira de Osseointegração • Coordenador do Curso de Aperfeiçoamento em Implantodontia da ABCD (Goiânia-GO)

Marcelo Donner Jorge • Graduado em Odontologia pela FONF-RJ (1987) • Pós-graduação em Implantodontia pela IBEO-RJ(1995) • Especialização em Implantodontia pelo CTA-SP (1999) • Membro da Academia Norte-Americana de Ossointegração • Habilitação em Analgesia com Óxido Nitroso pelo CRORJ (2005) • Professor Coordenador do Curso de Implantodontia do CROI-RJ • Mestrando em Implantodontia pela São Leopoldo Mandic-SP

53


Tecnologia

A 1ª cidade 100% digital do Brasil

Waze grátis O Waze é um aplicativo de GPS colaborativo, onde os usuários podem informar sobre um acidente ou lentidão de tráfego em determinado local. Os novos aparelhos vendidos pela TIM já virão com o aplicativo Waze instalado. A companhia anunciou que vai lançar a promoção até 9 de julho.

A Vivo fez uma parceria com o município de Águas de São Pedro para criar no local a 1ª cidade 100% digital do Brasil. Com a nova tecnologia, praticamente toda a rede de transmissão de dados da cidade, até então em cobre, foi substituída pelos cabos de fibra ótica. Segundo o presidente do grupo Telefônica no Brasil, Antonio Carlos Valente: “essa nova tecnologia fará com que as novas gerações tenham instrumentos para serem pessoas melhores, mais competitivas e para transformarem seu país”.

Smartphone da Amazon deve ser lançado em junho A mais de dois anos que a Amazon promete lançar um smartphone com sua marca, a grande noticia é que agora os rumores são concretos. Os aparelhos utilizaram tecnologia de ponta, capaz de exibir imagens em 3D sem a necessidade da utilização de óculos. A companhia de Jeff Bezos deve lançar o produto em junho deste ano e, a partir de setembro, os aparelhos devem chegar às prateleiras.

54


A DSP BIOMEDICAL®

É MUITO MAIS VERSATILIDADE.

RETIFICADOR

DE ROSCA O RETIFICADOR DE ROSCA é utilizado para refazer a rosca interna do conduto que recebe o parafuso de fixação dos componentes protéticos dos implantes, quando a mesma foi levemente danificada.

COMO UTILIZAR O RETIFICADOR DE ROSCA deve ser posicionado na conexão interna do implante. Fazer o aperto com toque digital sentido horário, para retificação das roscas existentes. Temos retificador para roscas 1.4, 1.6, 1.8, 2.0 e 2.5, em correspondência com o diâmetro do implante.

55


Tecnologia

Impressoras 3D e suas múltiplas possibilidades Na França um projeto inovador veio para movimentar a curiosidade do público. As impressoras 3D criadas na França são verdadeiras fábricas de objetos. Seu funcionamento é semelhante ao de uma impressora comum: são necessários um arquivo 3D e um cartucho com o material da peça desejada, a partir itens variados, se formam, conforme a criatividade dos usuários.

iPhone 6 O lançamento do iPhone 6 já está sendo esperado para 2014 em duas versões, com tela de 4.7 e 5.5 polegadas. Segundo o Business Insider, a Apple

56

planeja aumentar o valor dos seus celulares a partir deste lançamento. O valor do acréscimo deverá ser de US$ 100 o equivalente a R$ 220.


CONE MORSE HEXAGONAL Produto exclusivo da DSP Biomedical, viabiliza a migração do Hexágono Externo para o dentista que deseja migrar para o Cone Morse. Disponível na versão não montada. Não acompanham parafuso de cobertura. SOLUÇÕES PROTÉTICAS: Uma grande variedade de pilares produzem excelente estética e soluções protéticas para cada situação, sejam próteses unitárias ou múltiplas, cimentadas ou parafusadas.

Os implantes CMH combinam a conexão hexágono interno com o mesmo cone de 40º do mini pilar, possibilitando a conexão de uma prótese tipo protocolo diretamente sobre implante. Mesmos processos protéticos e cirúrgicos do hexágono externo. Possui uma rosca trapezoidal cônica no seu perfil interno e cilíndrica no seu perfil externo, porém utilizamos na cirúrgia brocas cilíndricas.

MATERIAL: Titanium grau IV. SUPERFÍCIE: SLA Zircon®. ROTAÇÃO PERFURAÇÃO: 400 a 800 rpm ROTAÇÃO INSERÇÃO: 10 a 30 rpm TORQUE INSERÇÃO: 35 a 55 Ncm

SLIM

CONE MORSE

HEXAGONAL

03.3

CONE MORSE

HEXAGONAL

Ø 3.75

Ø 4.0

Ø 5.0

CONE MORSE

CONE MORSE

HEXAGONAL

HEXAGONAL SLIM

7.0

7.0

60.4007

60.5007

8.5

60.3308

8.5

60.3708

60.4008

60.5008

10

60.3310

10

60.3710

60.4010

60.5010

11.5

60.3311

11.5

60.3711

60.4011

60.5011

13

60.3313

13

60.3713

60.4013

60.5013

15

60.3315

15

60.3715

60.4015

60.5015

17

60.3317

17

60.3717

60.4017

MODELOS E COMPRIMENTOS

MODELOS E COMPRIMENTOS

57


Dicas de Leitura

Osseointegration Editado por: Carlos E. Francischone Preço médio: R$ 590

Este livro detalha o papel de osseointegração na restauração protética através de planejamento à utilização de uma abordagem terapêutica multidisciplinar. A comunicação aberta entre a equipe e tratamento do paciente garante que todas as fases do tratamento sejam em conjunto com os desejos do paciente. A partir do exame clínico e radiográfico detalhado para considerações dos tecidos moles para seleção de sistemas de implantes e técnicas cirúrgicas, este livro descreve as modalidades bem documentadas que são mais seguras, simples e previsíveis.

Aplicação dos Sistemas Cad/Cam Na Odontologia Restauradora Autores: Fernando Esgaib Kayatt, Flávio Domingues das Neves Preço Médio: R$ 170

Depois da revolução propiciada pelas novas tecnologias na odontologia estética e na ortodontia, os implantes transformaram o planejamento reabilitador. Houve mudanças no perfil das decisões clínicas sobre quais dentes devem ser restaurados ou substituídos e elas ficaram mais seguras. O prognóstico, por sua vez, ficou mais preciso com a tecnologia CAD/CAM, que passou a tratar com mais requinte a previsão do que acontecerá no tratamento em relação à construção científica e estética, o que tem levado sucesso clínico e biológico à reabilitação bucal. Este livro ajuda-nos a entender melhor essa evolução.

Lateralização do Nervo Alveolar Inferior Implantes Dentais Contemporâneos

Autor: Marcelo Yoshimoto Preço médio: R$ 150

Autor: Carl E. Misch Preço médio: R$ 500

Com base em princípios científicos, esta referência clássica revisa os fundamentos necessários para melhorar o tratamento com implantes e apresenta os fundamentos para obter resultados de longo prazo favoráveis para os pacientes. Ela inclui planejamento de tratamentos com profunda abrangência, totalmente coloridos, e descreve procedimentos cirúrgicos que irão restaurar a função e melhorar a estética de pacientes desdentados

58

A Cirurgia de Lateralização do Nervo Alveolar Inferior para a instalação de implantes é uma cirurgia simples, do ponto de vista técnico, porém muito delicada no manuseio do tecido nervoso. Esta técnica, além da prótese parcial removível, pode ser a única alternativa em situações muito específicas para a reabilitação cirúrgica/protética da região posterior da mandíbula nas classes I, II e III de Kennedy.


59


VALORIZAR O CAPITAL HUMANO É INVESTIR EM CIÊNCIA. Em 2014, DSP science training center. A DSP Biomedical® uniu a vivência prática dos mais qualificados profissionais da área da saúde, a precisão e a técnica dos profissionais da engenharia, com o estudo e pesquisa para criar os melhores e mais inovadores produtos nas áreas de Odontologia, Cirurgia Bucomaxilofacial e Implantodontia. O resultado pode ser visto nos sorrisos de pacientes da implantoterapia e pela qualidade de vida por eles conquistada.

60


DSP Em evidência - 01