Page 1

A PARTIR DESTA EDIÇÃO, O CONTEÚDO DE OESTE SEMANAL MELHORA AINDA MAIS TECNOLOGIA, PÁGINA 17

VEÍCULOS, PÁG. 14

Entrevista com Zezé di Camargo e Luciano

Nova ameaça à privacidade na internet

O novo EcoSport e o salão de Pequim

ADE

M E S

L A AN

EM RE

A

ID

ST

Oeste

AC

MÚSICA, PÁGINA 11

VI

Luís Eduardo está há um mês sem cartório de notas. Pág. 10

Tiragem desta edição

6.000

exemplares

Dia das Mães: comércio espera vender mais. Págs. 4 e 5

Ano II ❑ Nº 60 ❑ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

Preço do exemplar

R$ 1,00

A farsa das placas na faixa de domínio da BR A operação do Dnit e da Polícia Rodoviária Federal, de limpeza da faixa de domínio da BR 020/242, no perímetro urbano, virou ópera-bufa. Só foram retiradas placas de madeira. Quando atingia grandes painéis, a operação foi suspensa. Por interferência política. Página 2


2 INFORMAÇÃO

E OPINIÃO

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

PREZADO LEITOR FOTOS DE HENRIQUE CABELO

Mais conteúdo A partir desta edição, Oeste Semanal melhora ainda mais seu conteúdo. A Oeste Comunicação assinou contrato de cessão de direitos autorais com a Agência Estado, do Grupo Estado, que edita o jornal O Estado de S. Paulo. O contrato de copyright prevê o fornecimento de matérias nas áreas de veículos, tecnologia, entretenimento e horóscopo, temas reivindicados por leitores. 

Caem juros de imóveis

OPERAÇÃO-LIMPEZA na BR 020/242 pôs abaixo painéis de madeira, mas poupou estruturas da Carloman.

“A Superintendência Regional do Dnit na Bahia resolveu suspender temporariamente a operação de limpeza das faixas de domínio. Antes de retomá-la, fará uma campanha de conscientização, e desenvolverá um novo planejamento para seguir a operação, que é fundamental para segurança de todos os usuários da rodovia”, informou a assessoria.  Oeste Semanal apurou que a suspensão da operação foi conseguida pela empresa de painéis publicitários Carloman, que detém a quase totalidade das grandes estruturas de outdoors espalhadas ilegalmente ao longo da faixa de domínio do perímetro urbano da BR 020/242. A empresa é sediada em Barreiras e tem ligações com o comando regional do PP (Partido Progressista). Com cobertura política - e abusada -, além de encher ilegalmente a faxa de domínio da União com seus painéis, a Carloman mutila árvores ao redor das estruturas, para facilitar a visualização dos anúncios exibidos, como vem denunciando este jornal. Não se tem notícia de que a empresa haja recebido sequer advertência da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, relativa à mutilação de árvores.

Oeste Semanal apurou que a suspensão teria sido obtida pela Carloman por meio do deputado federal e secretário da Casa Civil da Prefeitura de Salvador, João Leão (PP/BA). Consultado se a suspensão da limpeza da BR havia sido conseguida por pistolão regional, o Dnit informou desconhecer a interferência. Que houve pistolão, até os postes da BR sabem que houve. Fazer “campanha de conscientização”, e desenvolver “um novo planejamento para seguir a operação” é desculpa de diálogo de ópera-bufa. Planejar o quê?  “Querida protegida Carloman. Você invadiu área de domínio da União e instalou mais de duas dezenas de estruturas metálicas para exibição de anúncios publicitários. Foi notificada para retirar os painéis ilegais ainda em outubro de 2011, mas se fez de surda. De malvadeza, destruiu copas de árvores. Não faça mais isso. É coisa feia” – fica a sugestão, simplória como a justificativa para a suspensão da limpeza, para a campanha do Dnit, de “conscientização” da Carloman.  Em tempo: na terça-feira, já se via que a Carloman recebia tratamento diferente do dado pelos executores da operação-limpeza. Enquanto operários da Líder e trator botavam abaixo armações de madeira de outras empresas, a Carloman tinha o privilégio de ela própria desmontar suas estruturas. O que não precisou fazer, graças aos padrinhos políticos que tem. Só tirou algumas lonas que exibiam anúncios. Com razão o sr. Meassi. A operação só tirou da faixa de domínio os concorrentes da Carloman. A DignArt e a Veja também são donas de painéis grandes, mas em menor quantidade.

SÓCIOS-DIRETORES Antonio Calegari / Pedro Callegari

CIRCULAÇÃO Aroldo Vasco de Souza

REDAÇÃO João Penido (editor), Antonio Calegari, Luciano Demetrius Leite, Raul Beiriz Marques, Rafael Dias, Sebastião Nery, Tizziana Oliveira, Henrique Cabelo (fotógrafo e diagramação), Paulo Cezar Goivães (projeto gráfico)

IMPRESSÃO Câmara Gráfica Csg 09 – LOTE 03 – GALPÃO 03 – Taguatinga Sul – Distrito Federal – Fone (61) 3356-7654

A comédia da limpeza da BR a segunda-feira, 23, operação comandada pela Polícia Rodoviária Federal, por ordem do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), começou a limpar a faixa de domínio da União, no perímetro urbano de Luís Eduardo Magalhães, entulhada por placas, de pequeno porte a grandes estruturas, com mensagens publicitárias. Plantados dentro da faixa de 35 metros medidos desde o eixo da rodovia, placas e grandes painéis são ilegais, desviam a atenção dos motoristas e poluem visualmente a Cidade.  “Só vão retirar as placas menores e deixar as grandes”, vaticinara, no início da operação, Rafael Meassi, sócio da Virtual PP, enquanto funcionários da empresa prestadora de serviços Líder, contratada pelo Dnit e pela PRF, colocavam ao chão estruturas de madeira de sua agência de publicidade. O dito aconteceu. Na quarta-feira, veio a ordem para que a Polícia Rodoviária suspendesse a operação. A determinação partiu da Superintendência do Dnit na Bahia, segundo informou a Oeste Semanal a assessoria de imprensa do órgão, em Brasília.

N

Publicação da Oeste Comunicação Integrada Ltda. Rua Jorge Amado, 1.327 – Jardim Paraíso – CEP 47.850-000 – Luís Eduardo Magalhães/BA Inscrição municipal 007132/10 CNPJ 12.835.627/0001-41 - Telefone (77) 3628-0686

oestesemanal@diariodooeste.com.br

PUBLICIDADE Juliana Cadore - (77) 9988-0114 Walmor Stresser - (77) 9953-8224

TIRAGEM* 6 mil exemplares *Tiragem jurada pela editora, comprovável quando da

A Caixa Econômica Federal anunciou na quarta-feira, 25, redução de até 21% da taxa de juros efetiva cobrada em empréstimos feitos por meio do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Segundo uma simulação feita pelo banco e divulgada pela Agência Brasil, para os imóveis que custam até R$ 500 mil, os juros passam de 10% ao ano para 9% ao ano. Caso o mutuário seja cliente com conta-salário na Caixa, a taxa cairá para 7,9% ao ano. Financiamentos fora do SFH também terão redução das taxas, de 11% para 10% ao ano. Neste caso, para clientes com contasalário na Caixa, os juros ficarão em 9%. Pela simulação, se contratar um financiamento de imóvel no valor de R$ 600 mil, o cliente economizará mais de R$ 54 mil durante 20 anos, dos quais R$ 5,6 mil logo no primeiro ano.

Voz do DEM Fonte dos democratas garante que o partido continua firme na Terceira Via. Apesar das presenças de Renato Faedo na Secretaria de Agricultura do Município e do médico Luciano Trindade em mensagens compartilhadas com o prefeito Humberto Santa Cruz. Nos últimos dias correram rumores de que o DEM acompanharia o PSDC, que abandonou a Terceira Via.

E os quebra-molas? Quinze dias se passaram desde a construção do primeiro dos prometidos quebranolas, no perímetro urbano da BR. Quando virá o segundo? Quando a alta velocidade em trecho urbano fizer mais vítimas?

Exagero no preço Tem supermercado da Cidade vendendo coxão-mole a R$ 22 o quilo, denuncia leitora, que diz torcer pela chegada de um Atacadão. RelatórioReservado está na página 7

impressão do jornal, na Imprima Editora & Gráfica LTDA, a par tir das 23 horas das sextas-feiras e quando do início da distribuição das edições, na Rua Jorge Amado, 1.327 – Jardim Paraíso – Luís Eduardo Magalhães, a par tir das 7 horas da manhã dos sábados. As publicações da Oeste Comunicação – Oeste Semanal e DiariodoOeste.com.br não publicam matérias redacionais pagas sem caracterizá-las como Informe Publicitário. A Oeste Comunicação também edita o site online DiariodoOeste.com.br.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

3


4 CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012 FOTOS DE RAUL MARQUES

ARLEI MACHADO

JOSEANE ROCHA

ERNANDES JUNIOR

ELIANE CASALI

DANÚSIA MAXIMO

IVETE FURTADO

JOSEANE VIGO

Mães. Ainda estamos em abril e não dá para perceber se o movimento vai aumentar”, disse. A dona do estabelecimento confessa que não fez muito estoque de matéria-prima para atender eventual demanda acima da esperada, mas como tem fácil acesso às marcenarias da Cidade e aos demais fornecedores de material, diz não ter problema caso as encomendas superem suas expectativas.

“Nesta hipótese, acredito que venderemos mais produtos de menor valor, mas sem reduzir o total geral”, disse.

Otimismo com o Dia das Mães Comércio espera vender mais que no ano passado RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação segundo Natal do ano, como comerciantes chamam o Dia das Mães, é encarado com otimismo por lojistas de Luís Eduardo Magalhães, embora não tão forte como no ano passado, quando a safra foi excelente e todos esperavam expansão de no mínimo 20% nas vendas. A quase totalidade dos comerciantes ouvidos por Oeste Semanal neste ano acreditam em expansão nas vendas, de no mínimo 10%, e preparam promoções vantajosas para os dois lados. Todos sabem que terão como adversário até o próximo dia 13 de maio a colheita menor do que a esperada, com redução da atividade econômica em relação ao alto nível de 2011. Há dois fatores, no entanto, que pesam a favor dos comerciantes. O primeiro é a redução dos juros, que deve ajudar a vender produtos mais caros parcelados nos cartões. O segundo é o forte apelo embutido na data, como lembrou um comerciante. “Para o comércio, é como diz aquele ditado. Em primeiro lugar, Deus, depois, a mãe. O comércio é assim. Natal e Dia das Mães”. A loja Pura Magia é daquelas em que toda

O

mulher vai e se encanta. Não é propriamente um comércio, mas uma loja que vende produtos artesanais feitas por sua proprietária, Arlei Machado, ou por suas alunas. Já na entrada da loja, chama a atenção uma casa de boneca, toda mobiliada, na cor azul claro. No interior da loja, algumas caixas, penduradores e enfeites de parede chamam a atenção. São todos artigos apropriados para presentear uma mãe. “A gente sabe que esta safra não foi tão boa quanto a do ano passado, mas estamos acreditando em boas vendas”, disse Arlei, destacando a grande vantagem que tem sobre os concorrentes. “Aqui, tudo é personalizado. Basta trazer a ideia que a gente cria”, disse. Sobre a crise financeira que ainda afeta o mundo e a quebra das safras de alguns agricultores, Arlei Machado entende que isso é mais divulgado do que sentido pelo comércio. Prova disso é que o total de encomendas vem se mantendo estável, com aumento depois do Carnaval. “Ainda não senti queda, não”, disse Arlei. A vendedora da Pura Magia Joseane Ramos da Rocha nota que os compradores estão mais cautelosos, embora seja muito cedo para fazer qualquer avaliação. “A maioria só compra em data próxima ao Dia das

Otimismo prevalece. A comerciante Eliane Casali diz que o otimismo é um dos sentimentos que alimenta o comerciante. “Vou vender 10% a mais do que no ano passado”, diz a dona da Glamourosa, empresa que vende acessórios femininos. Se dependesse Tempo de jóias. Na mesma rua da Pura do movimento da loja no dia da entrevista, Magia, a Castro Alves, está a J. Jóias, do segunda-feira, 23, certamente Eliane atingiempresário Ernandes Júria o objetivo. A loja estava nior. Ele não acredita que cheia e com todas as vendealgum problema venha a afedoras ocupadas. tar as vendas do Dia das Eliane não nega que todo o Comerciantes Mães. Foi ele quem compaseu processo de venda passa acham que safra rou o Dia das Mães ao Natal, por um planejamento e que como elemento para impulgosta de ter os pés bem no ligeiramente sionar as vendas e fazer desta chão. “O Dia das Mães já menor que a do data a segunda em faturacomeçou para a gente. Quem ano passado mento no ano todo. “Isso não pensa assim, vence qualquer ocorre no Dia dos Pais, por problema. Só entra em crise não prejudicará exemplo. As mães são muito quem quer abraçar o mundo. vendas mais presenteadas do que os Deve-se planejar tudo antes pais”, disse. de agir”, disse a empresária, Ernandes Júnior entende, cuja loja fica na Rua Pará. ainda, que jóia não é um preQuase encostado com a sente qualquer. Jóia é algo que toda mulher Glamourosa, o Bazar Paraná oferece roupas gosta de receber, diferentemente dos cha- femininas. A vendedora Danúsia Máximo, mados “presentes para a casa”, como geladei- com larga experiência no comércio, partilha ra, fogão ou máquina de lavar. “Dar uma joia do otimismo de Eliane Casali, embora ressalpara a mãe ou mesmo para a esposa, em ve ainda ser cedo para determinar quais nome dos filhos, é muito melhor do que com- serão os resultados deste Dia das Mães. “As prar um eletrodoméstico”, disse. pessoas estão começando a comprar. Ainda é Ernandes Júnior não esconde sua cautela, cedo para fazer comparações”, disse. no entanto, quando questionado se pode Mesmo assim, Danúsia disse que nada se haver redução nas vendas. A seu ver, o que compara com o Dia das Mães de 2010, a seu pode acontecer, caso se agravem os proble- ver o melhor de todos os tempos. “Naquele mas na economia e na agricultura, é uma ano, era visível o aquecimento das vendas já redução do valor dos presentes, mas que deve neste período, no final de abril. Espero ter ser compensado pelo aumento da demanda. bons resultados este ano”, disse. ➧


CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

5

FOTOS DE RAUL MARQUES

ÂNinguém deixa a mãe sem presenteÊ Ivete Furtado, gerente da Trindade Decorações, loja de roupas de cama, mesa e banho localizada na esquina das ruas Pará e Clériston Andrade, também está otimista com o Dia das Mães. “Devemos ter 20% de crescimento de vendas neste ano em relação ao ano passado”, disse. Mesmo reconhecendo que qualquer problema na agricultura pode afetar o total de vendas, Ivete Furtado acredita que o Dia das Mães passa ao largo de qualquer crise diante do efeito emocional. “Ninguém deixa a mãe sem presente. Isso é muito difícil. Por isso, acredito no Dia das Mães como alavancador de vendas”, disse. A loja que Ivete Furtado gerencia estava cheia e dava sinais de que a procura deve aumentar até o próximo dia 13 de maio. Em um balcão, três senhoras escolhiam toalhas e colchas, sempre sob a supervisão atenta da gerente.

O primeiro Dia das Mães. Joseane Vigo vai ter o primeiro Dia das Mães pela frente. Ela montou uma loja de roupa feminina na Rua Paraíba, a Alquimia, e espera obter excelentes resultados nesta data. “Eu espero que venda muito. É a primeira data festiva depois do Carnaval. E entre o Natal e o Carnaval, o comércio parece que dá uma freada”, disse. Nestes dias que antecedem o Dia das Mães, Joseane Vigo ainda não percebeu um aumento de vendas. “O brasileiro tem por hábito deixar tudo para cima da hora. Acho que na semana anterior ao dia 13 de maio é que teremos um bom movimento”, disse a empresária , que já pensa em estratégias para atrair mais clientes. Uma delas é criar um vale-compras que seria sorteado entre os compradores. “É uma forma de estimular o consumo”, disse. A comerciante Adriana Ficagna, da Tempero do Corpo, está bem feliz com a possibilidade de vender mais no Dia das Mães. Não é por menos. De todas as lojas visitadas por Oeste Semanal, a Tempero do Corpo era a que apresentava maior quantidade de fregueses. “Nós aumentamos a loja do Dia das Mães passado para este. Dobramos o espaço. Não necessariamente vamos vender o dobro do ano passado, mas nossas previsões apontam para crescimento de até 30% nas vendas”, disse. A Tempero do Corpo vende na maior parte roupas íntimas femininas e as ofertas estavam por todos os lados da loja, de perfil diversificado - vende até cuecas para meninos de dois anos, a comerciante interrompeu a entrevista por três ocasiões para fazer vendas. Isso em menos de 10 minutos. Todas as compradoras optaram pelo pagamento com cartão.

Da publicidade ao comércio. A empresá-

ria Bianca Girio, ex-publicitária atuante em Barreiras, estabeleceu-se em Luís Eduardo Magalhães há pouco mais de cinco meses com uma loja de perfumes, a Ezalle, na rua Clériston Andrade. “A proposta é vender perfumes importados, de qualidade, a preços menores e próximos aos dos grandes sites da Internet. Tenho obtido bons resultados”, disse Bianca. Ela não esconde que usa o conhecimento que obteve na venda de anúncios para jornais, rádio e emissoras de televisão na hora de cativar a clientela. “Essa experiência foi muito importante para mim. Eu a uso sempre”, disse. Logo que começou o empreendimento, Bianca teve um problema que quase a desanimou: a loja só pôde ser inaugurada após o Natal. Por isso, espera vender muito neste Dia das Mães e obter resultados surpreendentes. “Vamos oferecer desconto no pagamento à vista para atrair clientes, mas o forte da loja é nosso portfólio, que é bem diversificado, tanto de perfumes masculinos, como femininos”, disse. Um dos trunfos que Bianca Girio tem na manga é a venda da linha de produtos japonesa Shiseido, famosa mundialmente, e a preços bem acessíveis. “É uma linha que ganhou destaque nas prateleiras das melhores lojas do ramo. Outra é a Buona Vita”, disse.

Um dia de SPA. Oferecer à mãe um dia de SPA pode ser uma opção de presente. E a Carpe Diem aposta forte nas suas promoções e ofertas para o Dia das Mães. A empresária Daniela Rauber Bilhar disse que a empresa desenvolveu alguns serviços que podem ser dados como presentes originais. “Temos o que chamamos de Dia Especial, cada um para um perfil diferente, no qual a cliente recebe os mais variados serviços, que vão desde manicure e pedicure a massagem com pedras quentes”, disse Daniela, acreditando no crescimento de vendas deste ano em relação a 2011. O Carpe Diem, na verdade, oferece uma espécie de cardápio, com as opções Mamãe Clássica, Super Mãe, Mãe Moderna, Mãe Zen e Mãe Dedicada. “Ano passado, oferecemos um menu em que a pessoa poderia fazer a escolha e montar seu próprio pacote. Este ano estamos estudando quais serão nossas promoções”, disse. A vantagem destas promoções, segundo Daniela Bilhar, é que entre as pessoas que recebem esse tipo de presente várias passam a ser clientes da casa. “É muito bom quando isso acontece”, disse. O dono da joalheria Suíça – que vende jóias e relógios de marcas famosas -, Ilton Granich, entende que ser otimista faz parte do comércio, mas diz que este ano os compradores estão mais apertados financeiramente e devem reduzir seu volume de compra. “Não prevejo crescimento. Se a gente vender o que vendemos em 2011 já será um bom negócio”, disse. Mas Ilton Granich tem suas armas para atrair clientes. Toda a linha de jóias e relógios poderá ser adquirida no cartão de crédito em até 10 vezes sem acréscimo, o que pode aumentar o leque de clientes. “É uma oportunidade imperdível. Poder dar uma jóia para sua mãe e pagar em 10 vezes. Quem não gostaria disso? Qual mãe, qual mulher não gosta de receber jóias?”. ■

PROMOÇÃO ARGAMASSA PRECON AC I CINZA DE 20KG

jaumat.const@hotmail.com

VALOR: R$ 7,20 À VISTA

ADRIANA FICAGNA

BIANCA ANDRADE

DANIELA BILHAR

ILTON GRANICH


6 CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012 FOTOS DE RAUL MARQUES

Prêmio Prefeito Empreendedor homenageia 15 gestores baianos ANA LAIS DE CARVALHO LUZ FRANCO

SECRETÁRIA MAIRA SANTA CRUZ

IRENI LEITE DE ARAUJO

UPA atende mais de 200 pessoas por dia RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação recém inaugurada Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luís Eduardo Magalhães vem prestando mais de 220 atendimentos diários no Mimoso I. Nos primeiros nove dias de funcionamento, segundo a secretária de Saúde, Maira de Andrada Santa Cruz, foram 2 mil atendimentos, o que dá a média de 9,25 pessoas por hora. “A gente tem a UPA, mas a Cidade cresce em proporções bem acima das normais. Quando conseguimos a verba para a construção da Unidade de Pronto Atendimento, a Cidade tinha 49 mil habitantes. Hoje, somos mais de 63 mil”, disse a secretária, em alusão ao fato de Luís Eduardo Magalhães ter uma UPA do tipo 1, quando era necessária uma de maior porte. A própria secretária, que vai todos os dias à UPA, detectou outro desafio para a equipe da área de saúde. “Recebemos, todos os dias, moradores de outros locais, como Barreiras, São Desidério, Correntina e Morro do Chapéu”, disse, enquanto explicava que todo o atendimento tem se mantido com a máxima qualidade possível em razão da triagem que é feita na chegada do paciente à unidade. “Uma pessoa que está tendo um infarte não pode receber o mesmo tratamento de alguém que está com um resfriado. Esta triagem é essencial para que a UPA funcione bem”, disse Maira de Andrada Santa Cruz. Enquanto conversava com a reportagem de Oeste Semanal, cerca de 50 pessoas estavam nos corredores da UPA, sem mostrar a impaciência de antes, quando o atendimento era feito no centro de saúde Gileno de Sá. Maira Santa Cruz foi interrompida algumas vezes por técnicos de enfermagem que seguiam suas orientações e pelo responsável pelo exame que

A

detecta em qual nível de risco cada paciente se encaixa: vermelho, amarelo, azul ou verde. A diretora da UPA, Ana Laís de Carvalho Luz Franco, explicou que esta divisão de risco acaba por agilizar todos os procedimentos. “Eu converso muito com a população que estava acostumada com o atendimento no Gileno e explico como é que funciona o nosso sistema de atendimento. Temos obtidos bons resultados”, disse Ana Laís. Ela informou que a equipe da UPA, normalmente, é formada por cinco técnicos de enfermagem, dois enfermeiros e dois médicos, além da área de suporte, segurança e atendimento.

Atendimento. Por volta das 10 horas de quarta-feira, 25, cerca de 50 pessoas aguardavam o atendimento na sala da recepção ou no corredor onde ficam os consultórios médicos. Não havia tensão visível, embora muitos apresentassem ansiedade. Em cerca de cinco minutos, os enfermeiros encarregados da análise de risco chamaram três pacientes. Um menino, acompanhado por sua mãe, aguardava na fila a orientação médica sobre o que deveria fazer. Ele contundiu o pescoço em uma partida de futebol no colégio. Foi à UPA, fez chapa de raio X, foi enfaixado e liberado pelo médico. “Ele vai ter que ficar enfaixado quatro dias”, disse a mãe, que preferiu não revelar seu nome. No entanto, disse ter gostado do atendimento. O menino é que mostrava certa felicidade. “Pensei que ia ficar mais tempo com o colete no pescoço”, disse. Maria Coelho, moradora do Mimoso II, também estava de saída da Unidade de Pronto Atendimento. “Tinha dado um jeito no pescoço. Vim aí, na UPA, fui atendida e estou bem melhor”, disse, debaixo da sombrinha que usava para protegê-la do sol forte. Maria Coelho informou que levou cerca de uma hora

MARIA COELHO

JOSÉ DO CARMO

para ser atendida. “Da hora que cheguei até agora dá uma hora de espera”, disse.

Sala de inalação. A sala de inalação era a mais cheia da UPA, com crianças e adultos. Na fila da sala, umas cinco pessoas aguardavam a vez, pacientemente. Tiveram que esperar um pouco mais. Um senhor, aparentando mais de 70 anos, foi atendido antes de quem já estava na fila. Tinha recebido classificação de risco amarela. O mesmo episódio aconteceu com uma senhora, também de idade, que passou à frente para entrar na máscara de oxigênio. Ireni Leite de Araújo estava do lado de fora da UPA e aguardava sua nora, Fabiana Pereira, que estava sendo atendida na sala de inalação. Ireni disse que o atendimento havia sido bem mais rápido do que das vezes anteriores, quando esteve no Gileno. “Está mais organizado. Bem melhor do que era antes”, disse Ireni. Na antesala, uma senhora, moradora do Cerradão, esperava sua vez. Tinha machucado o pé ao cair de sua bicicleta. Não apresentava sinais de inchaço ou de dores muito fortes. Perguntada porque tinha vindo ao posto de Luís Eduardo Magalhães, ela disse que não era a primeira vez. “Prefiro aqui. Barreiras é muito mais longe e mais difícil de chegar”, disse. Às 11 horas da manhã, o encarregado rural José do Carmo, morador na Fazenda Guarapuava, aguardava atendimento por 45 minutos. “Tenho um problema crônico de coluna, quase um ‘bico de papagaio’. Preciso vir ao médico sempre”, disse José do Carmo. Instado a comparar o atendimento na UPA com o que prestado no Gileno de Sá, José do Carmo não titubeou: “Aqui é bem melhor. Não tem nem como comparar”, disse. Embora o movimento estivesse fluindo bem, a diretora da UPA, Ana Laís Franco, explicou que em alguns momentos pode haver problemas em função do atendimento de emergência. “É nestas horas que temos que explicar aos pacientes que a preferência é por ordem de gravidade e depois por ordem de chegada. Pode haver um estrangulamento por causa de um acidentado ou infartado”, disse.

Da Assessoria de Imprensa do Governo do Estado da Bahia Os 15 prefeitos baianos que mais se destacaram em projetos inovadores foram homenageados, nesta quarta-feira (25), pelo Sebrae e a União dos Municípios da Bahia (UPB) na sétima edição do Prêmio Prefeito Empreendedor. A premiação, no auditório da UPB, em Salvador, teve a presença de deputados, prefeitos vereadores e dirigentes do Sebrae-Bahia. O secretário de Relações Institucionais, Cézar Lisboa, representou o governador Jaques Wagner. O prefeito de Santo Antônio de Jesus, Euvaldo Rosa, foi o vencedor. Cézar Lisboa comentou as dificuldades que os municípios baianos vêm enfrentando com a seca, ressaltando que a Bahia tem a maior população brasileira no meio rural e que, na primeira gestão, o governador Jaques Wagner encontrou 32% dessa população com acesso a um ponto de água confiável. “Ainda temos que avançar, mas já elevamos esse número para 53%”, disse o secretário. A premiação foi aberta pelo superintendente do Sebrae, Edval Passos, e pelo presidente da UPB, prefeito Luis Caetano, que destacou a importância do prêmio como estímulo às iniciativas inovadoras. As outras prefeituras e gestores selecionados foram: Luis Eduardo Magalhães (Humberto Santa Cruz) Capela do Alto Alegre (Claudinei Novato), Guanambi (Charles Fernandes), Andaraí (Wilson Cardoso), Miguel Calmon (José Ricardo Requião), Barra do Choça (Oberdan Rocha), Lauro de Freitas (Moema Gramacho), Senhor do Bonfim (Paulo Machado), Irecê (José Carlos das Virgens), Cairu (Hildécio Meireles), Barreiras (Jusmari Oliveira), Jaguarari (Antônio Ferreira do Nascimento), Santana (Marco Aurélio Cardoso) e Conceição do Coité (Renato Souza). ■


CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

Erva daninha A DuPont é vista pela Embrapa como sua inimiga nº 1. Primeiro, os norteamericanos ultrapassaram a estatal na produção de sementes de soja, algodão e milho no país. Agora, segundo informações filtradas junto à DuPont, estão montando uma área de pesquisa voltada ao pequeno produtor, latifúndio que sempre pertenceu à Embrapa. Procurada, a Dupont negou o projeto. O RR entrou em contato com a Embrapa, mas não obteve resposta.

BNDES fecha a cancela na venda da Iochpe-Maxion A família Ioschpe e o BNDES são duas locomotivas em sentido contrário. O futuro da fabricante de vagões IochpeMaxion colocou seus fundadores e a agência de fomento em rota de colisão. O motivo são as negociações para a venda do controle da empresa. Segundo um executivo ligado à família Ioschpe, o principal candidato à aquisição é a China Rail Construction Company (CRCC). Ela traz a tiracolo os conterrâneos da China North Railway (CNR), fabricante de equipamentos ferroviários que já atua

no Brasil - entre outros negócios, tem um contrato de US$ 163 milhões com o Metrô do Rio de Janeiro. A dupla deve ter ainda o apoio do fundo soberano China Investment Corporation. Embora o capital da Iochpe-Maxion seja bastante pulverizado, inclusive entre os próprios sócios fundadores, o comboio chinês passaria a ser o principal acionista individual da empresa. Tudo muito bom, tudo muito bem, não fosse por um ilustre passageiro com poder para brecar o trem e interferir no destino societário da Iochpe. De acordo com a mesma fonte, o BNDES, dono de quase 7% do capital, é contra a venda para os chineses. Procurada, a Iochpe-Maxion negou a operação. O banco de fomento, por sua vez, não quis se pronunciar. O BNDES enxerga a operação com olhos de BNDES. O banco promete usar todo o seu arsenal para impedir a negociação da Iochpe-Maxion para os chineses. Seu objetivo é brecar o acelerado processo de desnacionalização de um setor considerado razoavelmente importante, em razão da necessidade de ampliação e modernização da malha ferroviária no país. Um número cada vez maior de encomendas tem caído nas mãos dos grupos estrangeiros que operam no Brasil, sobretudo GE e Bombardier. As relações entre os Ioschpe e o BNDES seriam cada vez mais tensas. Por questões estratégicas, a família está inclinada a aceitar a oferta chinesa, concentrando-se em outros negócios do grupo, como a produção de autopeças. Ainda de acordo com a fonte ouvida pelo

RR, a direção do BNDES tem discutido alguns cenários para impedir a venda para os chineses. Dentro do banco, ganha força a hipótese de compra da participação da família, operação que faria da BNDESPar a maior acionista individual. Posteriormente, bem ao feitio da sua política de criação de grandes grupos nacionais, a agência de fomento usaria a Iochpe como estação primeira para um projeto de consolidação no setor.

7

McDonald´s O café do McDonald´s anda amargo. A Arcos Dorados, dona da rede na América Latina, está revendo os planos de abrir 80 quiosques da McCafé no Brasil em 2012. Segundo fonte próxima à empresa, a descafeinização se deve à baixa performance da operação. Consultado, o McDonald´s garantiu que não houve mudanças no planejamento.

ILUMINAÇÃO NO LOTEAMENTO CONQUISTA

LUCIANO DEMETRIUS

Os moradores do Loteamento Conquista receberam na noite de quinta-feira, 26, sistema de iluminação pública. Foram instalados 105 postes ao longo das 36 quadras da região. O prefeito Humberto Santa Cruz esteve presente à inauguração e conversou com moradores que aguardavam para ser atendidos em uma Unidade Móvel de Saúde que percorria a região. Em palanque montado em caminhão de som, Santa Cruz garantiu aos moradores que as ruas do Conquista estão incluídas no projeto de asfaltamento desenvolvido pela Prefeitura. ■


8 AGRONEGÓCIO

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

Aprovado o Código Florestal Com mudanças do relator e de ruralistas, texto passa na Câmara e é enviado à presidente Dilma DA REDAÇ‹O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite de quarta-feira, 25, por 274 votos a favor, 184 contra e duas abstenções, o texto base do novo Código Florestal com as mudanças propostas pelo relator da matéria, deputado Paulo Piau (PMDB-MG). O resultado contrariou a orientação do governo e dos ambientalistas, que defendiam a manutenção do texto aprovado em dezembro passado no Senado, o qual colocava uma trava na anistia ao desmatamento, ao estabelecer faixas mínima de recomposição de 15 a 100 metros, dependendo da largura de um rio. O texto final determinou recomposição de faixa mínima de apenas 15 metros de Área de Preservação Permanente (APP) na beira dos cursos d’água com até 10 metros de largura. Para rios com largura maior, a responsabilidade das metragens ficará com os Estados, no âmbito dos Programas de Regularização Ambiental (PRAs), considerando as características de cada bioma, das propriedades rurais e da produção agropecuária de cada região, para que os produtores rurais façam a recomposição de mata ciliar em suas propriedades. Pelo texto aprovado na Câmara, a adesão dos produtores rurais ao PRA é uma das principais exigências para a regularização ambiental da propriedade. Estes programas devem ser criados no prazo de um ano após a entrada em vigor do novo Código. Caberá à União definir as normas gerais, enquanto aos Estados caberá a regulamentação das normas específicas. Esta adesão está condicionada à apresentação de um projeto definindo as áreas de recomposição de APPs, reserva legal e de produção, que precisará ser aprovado pelo Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama). Com esta medida, as multas aos produtores ficam suspensas e poderão ser convertidas em serviços de preservação ambiental, caso obtenham a aprovação dos órgãos ambientais. O relator suprimiu do texto do Senado o dispositivo que trata da proibição de concessão de crédito para quem não tiver sua regularização ambiental concluída em cinco anos. O relatório também definiu prazo de 180 dias, após a publicação da lei, para que o Governo Federal implante um programa de apoio e incentivo à proteção ambiental, prevendo, entre outros benefícios, o pagamento por serviços ambientais, mas retirou o enquadramento dos produ-

O

O NOVO CÓDIGO O Código Florestal regulamenta a forma de utilização da terra, definindo as áreas onde pode haver produção de alimentos e onde deve ser preservada ou recuperada a vegetação. Pelo texto aprovado, está estabelecido, por exemplo, que na floresta amazônica 80% da área de uma propriedade deverão ser preservados. E que beiras de rios, topos de morros e locais frágeis, como manguezais e encostas, não podem ser desmatados para evitar erosões e deslizamentos. O novo texto consolida as áreas utilizadas com a produção agropecuária abertas até 22 de julho de 2008, incluindo as atividades de ecoturismo e turismo rural em Áreas de Preservação Permanente (APPs) consolidadas até aquela data. Foram mantidos os percentuais vigentes de reserva

legal, área que deve ser preservada com vegetação nativa nas propriedades. Os índices exigidos são de 80% na Amazônia, 35% no Cerrado amazônico e 20% nas demais regiões do País. A nova legislação autoriza o  cômputo das APPs no cálculo das áreas de reserva legal, inclusive nos casos de regeneração, recomposição e compensação. Nos Estados com mais de 65% do território ocupados com unidades de conservação e terras indígenas na Amazônia, o percentual de reserva legal pode cair de 80% para 50%. Pelo texto aprovado, manguezais e veredas passam a ser considerados APPs e a inclusão de novas modalidades destas áreas poderá ser feita posteriormente, desde que seja classificada como de interesse social, por ato do Poder Executivo.

tores em categorias para fins de remuneração máxima. Felizmente, ficou o gatilho para proteger os pequenos agricultores”, disse. pela proteção do meio ambiente. Segundo Piau, os produtores do país terão Além das mudanças introduzidas pelo relator no texto previamente aprovado no prazo de três anos para se adequarem à nova legislação. Contudo, nesse Senado, na votação de destaprazo, ele avalia que poderá ques os deputados da bancaser aprovada uma nova da ruralista conseguiram determinação legal. “Vamos fazer várias outras modificaA expectativa ter um intervalo de três anos ções no texto base, derrubané de que a em que os produtores contido, por exemplo, a obrigação presidente nuarão produzindo, o tempo de divulgar na internet os que terá o governo federal e dados do Cadastro Ambiental Dilma vete os governos estaduais para se Rural (CAR). O texto aprovapartes do texto adequarem. Três anos são do na Câmara foi enviado à mais que suficientes nesta presidente Dilma Roussef, aprovado na Casa para fazemos os ajustes que poderá sancioná-lo ou Câmara que não fomos capazes de vetá-lo, no todo ou em parte. fazer por questões regimenA expectativa é de que Dilma tais”, disse. vetará partes do texto.

Relator quer nova discussão. O relator Paulo Piau comemorou a aprovação do seu parecer, mas reconheceu que o tema precisará ser novamente discutido em breve. “O texto está incompleto. Teremos que aperfeiçoar as faixas (de recomposição às margens dos rios). Quinze metros para o Brasil inteiro é muito e vários pequenos produtores serão prejudicados. Somos da teoria que precisamos fazer um projeto urgente para definir faixa mínima e

Destaques dos ruralistas. Durante a votação de destaques, os deputados da bancada ruralista também conseguiram derrubar o destaque que propunha que fosse retirada do texto a possibilidade de o Poder Público diminuir a reserva legal a até 50% em áreas de floresta na Amazônia Legal de imóvel situado em estado com mais de 65% do território ocupado por unidades de conservação pública ou terras indígenas, ouvido o Conselho Estadual de

Meio Ambiente. Um dos principais beneficiados com derrubada do destaque é Rondônia, estado do presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Moreira Mendes (PSD). Os ruralistas também conseguiram retirar do texto aprovado pelo Senado e pelo plenário da Câmara, a possibilidade de o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) bloquear a emissão de documento de controle de origem da madeira de estados não integrados a um sistema nacional de dados sobre a extração. Uma emenda apresentada pelo DEM, aprovada pelo plenário, derrubou a obrigatoriedade de recompor 30 metros de mata em torno de olhos nascentes de água nas áreas de preservação permanente ocupadas por atividades rurais consolidadas até 22 de julho de 2008. O plenário rejeitou o destaque do PSC ao substitutivo do Senado e confirmou a retirada do texto da regra de recomposição de vegetação nativa em imóveis de agricultura familiar e naqueles com até quatro módulos em torno de rios com mais de 10 metros de largura. Também foi rejeitado o destaque apresentado pela bancada petista que previa a inclusão da definição dada para pousio (período sem uso do solo). O PT pretendia manter a definição aprovada pelos senadores que previa a interrupção temporária de atividades de uso agrícola ou pecuário do solo por, no máximo, cinco anos até 25% da área produtiva da propriedade com o objetivo de permitir a recuperação da terra. Os deputados aprovaram ainda destaque do PRB e retiraram do texto a necessidade de os planos diretores dos municípios, ou suas leis de uso do solo, observarem os limites gerais de áreas de preservação permanente (APPs) em torno de rios, lagos e outras formações sujeitas a proteção em áreas urbanas e regiões metropolitanas. A Câmara aprovou ainda destaque do PT que retira do texto do Senado a regularização de empreendimentos de carcinicultura e de salinas com ocupação irregular ocorrida até 22 de julho de 2008. Também foi aprovado o destaque que não considera apicuns e salgados como áreas de preservação permanente (APPs). Apicuns e salgados são áreas situadas ao longo do litoral, que podem ser utilizadas para o cultivo de camarão. Ambientalistas argumentam que essas áreas são parte integrante do ecossistema Manguezal e deveriam continuar caracterizadas como áreas de preservação permanente. ➧


AGRONEGÓCIO

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

Aprovado o Código... Mesmo ganhando a votação ao aprovarem o substitutivo do deputado Paulo Piau (PMDB-MG), os ruralistas não se consideram vitoriosos. Eles entendem que o texto é um meio termo que atende aos produtores e à recuperação do meio ambiente. “Não é o sonho do produtor nem daqueles que defendem radicalmente as questões do meio ambiente. Mas foi o possível de ser construído. O texto possível do caminho do meio, que é o que estamos buscando, a produção sustentável, com respeito às questões do meio ambiente”, disse o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Moreira Mendes (PSD-RO). A presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA), senadora Kátia Abreu (PSD-TO), disse que o novo Código Florestal não pode ganhar o rótulo de lei ruralista. Para a senadora, o texto mostra que o Congresso escolheu o caminho da produção agropecuária sustentável. “Não houve vencedores nem vencidos”, disse. O presidente da Comissão Nacional de Meio Ambiente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Assuero Doca Veronez, disse que “se não é a lei ideal, teremos a lei possível, que não expulsará nenhum produtor de suas terras nem fragilizará a proteção ambiental”.

Ambientalistas vêem retrocesso. O líder do PV, deputado Sarney Filho (MA), considerou o texto aprovado um retrocesso em relação à legislação atual. “Se não é uma vitória dos ruralistas, por que eles lutaram tanto para aprovar esse parecer? É incoerente. Acho, sim, que esse parecer do Piau é muito ruim e torna o Código Florestal um “Frankenstein”, que não tem cabeça, não tem pé, que ninguém entende direito”. O ambientalista disse que lutará agora para que a presidenta Dilma Rousseff vete o texto. Para Sarney Filho, a aprovação do código representa perigo à preservação do meio ambiente. “Em vez de sinalizarmos que queremos valorizar os nossos biomas para que eles prestem serviços ao país e ao mundo, que possam, dentro da economia verde, fazer com que o Brasil exerça uma liderança, estamos indo no sentido contrário”. Um dos principais pontos que precisam de revisão no documento, segundo o exministro e atual secretário do Meio Ambiente do Rio, Carlos Minc, é a liberação dos produtores de reflorestar margens dos rios cujo desmatamento já esteja consolidado. “Isso sinaliza uma desobrigação total do desmatador de recompor áreas desmatadas, dando ideia de que o crime compensa. Aquele que fez tudo direito fica com cara de que, no final das contas, não valia a pena cumprir a lei”, disse Minc.

Embrapa lança sete cultivares de soja Da Assessoria de Imprensa da Embrapa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) está lançando este ano sete novas cultivares de soja adaptadas a diferentes regiões produtivas do País. Os novos materiais têm alto desempenho em termos de produtividade e conciliam diferentes características que hoje são o novo padrão tecnológico junto ao produtor, como materiais de hábito indeterminado, ciclo precoce, maior janela em relação a épocas de plantio, resistência ao acamamento, às diferentes doenças e nematóides, entre outras características. “A sanidade continua sendo um foco importante do programa de melhoramento genético de soja da Embrapa, mas estamos fortalecendo também outras características que garantam sucesso ao produtor. As cultivares da Embrapa procuram atender as demandas técnicas regionais e vêm sendo apresentadas em feiras e dias de campo regionais, com ótima percepção de resultado por técnicos e produtores”, avalia Alexandre Cattelan, chefe-geral da Embrapa Soja (Londrina, PR). A Embrapa tem hoje o portfólio de cultivares de soja mais completo do mercado, tanto em termos de tecnologia quanto de diversidade de regiões produtoras atendidas. Ao optar por uma cultivar da Embrapa, o produtor encontra alternativas altamente produtivas, que incorporam resistência às principais doenças e outras características. A Empresa ampliou significativamente seu programa de melhoramento, com a inclusão de materiais de hábitos indeterminados, que favorecem o plantio mais cedo, assim como o manejo da ferrugem asiática da soja, tanto para soja convencional como para a transgênica. “Há alguns anos, demos início a mudanças no programa de melhoramento e os primeiros resultados começam a aparecer já nesta safra. As cultivares da Embrapa estão cada vez mais competitivas em termos de produtividade e  atendem plenamente as expectativas do produtor de ter uma safra de soja seguida de cultivo de safrinha”, explica Cattelan.

A

Os lançamentos. Entre as novidades de 2012, está a BRSMG 780F RR. Além de ter excelente produtividade, a cultivar apresenta moderada tolerância à ferrugem da soja. Em algumas regiões, como Rondonópolis e Rio Verde, no Mato Grosso, onde o material foi testado, apresentou produtividades médias superiores a 4.200 kg/ha. Outro lançamento que reúne excelentes índices de produtividade para as regiões de

Silobag Ipesa - Peças originais - Implementos agrícolas em geral 77 3628-4780 - 3628-9605 - 3639-0189 Rua Kiichiro Murata, Q. 28 - L. 04 e 21 Jardim Imperial - LEM - BA Email: campoestemb@uol.com.br

Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal é a BRSMG 760S RR. Com ciclo precoce e hábito de crescimento indeterminado, pode ser semeada logo no início da estação chuvosa. Desenvolvida no âmbito da parceria da Embrapa com a Epamig e Fundação Triângulo, a cultivar apresenta resistência ao acamamento e ciclo de 105 a 125 dias. Para produtores de soja transgênica, a Embrapa também apresenta a  BRS 334 RR, material com ciclo precoce que favorece a sucessão de culturas em safrinha. Desenvolvida no convênio com a Fundação Meridional, a cultivar é resistente ao acamamento e seu  ciclo varia de 105 a 118 dias,  conforme a região. A partir do convênio com o Centro Tecnológico para Pesquisas Agropecuárias (CTPA) e a Emater de Goiás, a Embrapa está lançando ainda a BRS GO 7460 RR, cultivar com boa resistência ao acamamento e resistência às principais doenças da soja. Produtores das regiões sul do Maranhão e norte do Piauí e Tocantins têm na BRS 333 RR uma cultivar de soja transgênica com alto potencial produtivo, boa ramificação de plantas e resistência às principais doenças da soja. Outro ponto forte é a estabilidade na altura de plantas, o que proporciona bom desempenho em áreas de baixas altitudes. O material foi desenvolvido pelo convênio Embrapa e Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte (Fapcen). Já a soja BRS Tordilha RR é indicada para o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e partes de São Paulo e Mato Grosso do Sul. A cultivar apresenta ampla adaptação, ótima sanidade e precocidade.

9

Com crescimento determinado, a cultivar tem resistência ao acamamento e à debulha. No campo, é resistente ao cancro da haste, à pústula bacteriana e à podridão radicular de fitóftora. Para o mercado de soja convencional, que vem atraindo um número crescente de produtores em função dos prêmios pagos pelo mercado, a Embrapa segue desenvolvendo cultivares altamente competitivas, fruto de um programa de melhoramento genético moderno de soja não geneticamente modificada. A BRS 361, em lançamento em 2012, combina produtividade, precocidade e hábito indeterminado e foi desenvolvida na parceria com a Fundação Meridional para produtores da região de Goiás e Triângulo mineiro. “A BRS 361 é top de rendimento para esse mercado, com a precocidade necessária para promover a safrinha, além de resistência ao acamamento”, explica o chefe-geral da Embrapa Soja.

Aniversário. A Embrapa comemorou, na quarta-feira, 25, seus 39 anos, em solenidade que contou com a presença do Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, que destacou o trabalho da estatal na agricultura brasileira e a importância da eficiência no campo. “De 1991 até 2012, a nossa produção de grãos aumentou 173%, enquanto a área plantada necessária para suportar essa produção cresceu apenas 52%; isso é resultado de pesquisa e de investimento em novas tecnologias”, disse o ministro. O evento teve também a entrega do Prêmio Frederico de Menezes Veiga 2012, que este ano agraciou Mariângela Hungria, pesquisadora da Embrapa Soja, que trabalha com fixação biológica de nitrogênio (FBN) pelas plantas, e Carlos Clemente Cerri, pesquisador do Cena/Esalq/USP, que desenvolve estudo sobre emissão e sequestro de carbono na agropecuária. Outro homenageado foi o exdiretor técnico da Comissão Executiva do plano Lavoura Cacaueira (Ceplac), Paulo de Tarso Alvim, PhD em Fisiologia Vegetal. ■

CLASSIFICADOS IMÓVEIS RURAIS

(77)3628-1115 2100 HECTARES, Dianópolis, 1000 ha desmatados, Rio Manoel Alves, 165 km de Lem. 930 ha, 45 km de Luís Eduardo, 760 ha de lavoura, 2 pivôs, sede. 3000 ha Roda Velha, 700 ha de área de plantio

de algodão(10 anos), 1300 ha área nova já corrigida. 220 scs/ha. 1000 ha, 70 km de LEM, 60 ha de lavoura (soja) e 400 ha desmatados/gradeados. Valor: 130 scs/ha. 1226 ha Estrondo, 950 ha de lavoura, geo certificado, licenças, sede. 250 scs/ha. CHÁCARAS a partir de 3 hectares, distante 11 km de LEM, 650 metros da BR 020. Valor R$ 20.000,00/hectare. LOTE no Jardim Paraíso, 900m², Qd 74. R$ 95.000,00

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA HOMOLOGAÇÃO DAS ALTERAÇÕES DO ESTATUTO DA APAE DE LUÍS EDUARDO MAGALHÃES - BA A APAE de Luís Eduardo Magalhães/BA, com sede na Rua Ceará, nº 181 Quadra G, bairro Centro, na cidade de Luís Eduardo Magalhães/BA através da sua Presidente, Carminha Maria Missio, CONVOCA através do presente edital, todos os associados contribuintes da APAE, pais de alunos, funcionários e comunidade em geral, para participarem da Assembléia Geral Extraordinária, que será realizada na sede da APAE, às 18:00 horas, do dia 07 de maio de 2012, com a seguinte ordem do dia: 1º- Proposta de reforma e homologação do Estatuto da APAE de Luís Eduardo Magalhães/BA, para sua adequação ao Estatuto padrão proposto pela Federação Nacional das APAEs, atendendo ao disposto nos artigos 17 e 36, II, “c”, “d” e “e” e 53, V do Estatuto da Federação Nacional das APAES. 2º- A Assembleia Geral instalar-se-á, em primeira convocação, com a presença da maioria dos associados, e, em segunda, com qualquer número, meia hora depois, devendo ambas constar dos editais de convocação, não exigindo a lei quórum especial, nos termos do art. 17, § 2º do Estatuto padrão das APAEs. Luís Eduardo Magalhães, 23 de abril de 2012. Carminha Maria Missio Presidente da APAE-LEM


10

CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

Cidade mais um mês sem cartório Subseção da OAB cobra ‘providências emergenciais’ do Tribunal de Justiça da Bahia RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação sociedade de Luís Eduardo Magalhães tem muito com o que se preocupar. Depois de receber um juiz para a Vara Cível da Cidade e outro promotor para o Ministério Público, está há um mês sem cartório de Notas, fechado e com a sala em que funcionava no Fórum já sendo utilizada pelo Juizado Especial. Um aviso informa a quem vai ao Fórum reconhecer uma firma ou autenticar uma cópia fotoestática de um documento que “não há previsão” para o cartório voltar a funcionar. Por causa deste quadro, a sociedade civil pública organizada, por meio da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil de Luís Eduardo Magalhães (OAB-Lem), prepara ofício a ser enviado ao presidente do Tribunal de Justiça Estado da Bahia (TJ/BA), desembargador Mário Alberto Simões Hirs, solicitando providências emergenciais para receber um cartório. A presidente da OAB-Lem, Valdete Stresser, entende que a Cidade não pode ficar sem o serviço por muito tempo. “Temos que conseguir uma solução para este problema. Não podemos ficar sem cartório de Notas na Cidade”, disse, enquanto recolhia, na salasede da OAB na Cidade, assinaturas dos líderes das organizações civis no ofício a ser

A

RAUL MARQUES

ARQUIVO/HENRIQUE CABELO

enviado ao desembargador. A presidente da subseção da OAB explicou que a privatização dos cartórios levou ao fechamento da extensão do cartório de Barreiras que funcionava na Cidade, em meio expediente, a cada duas vezes na semana. “Se já era um absurdo termos um cartório nestas condições, imagine agora, sem qualquer tabelião de notas”, disse. Valdete Stresser informou que o vencedor do concurso para chefiar o cartório de Barreiras não mostrou interesse em manter o de Luís Eduardo aberto, “o que causa indignação aos advogados e a toda a sociedade civil”, disse, lembrando que não houve qualquer comunicado a respeito. “Simplesmente não há mais cartório, e o atendimento que se considerava precário já não existe mais”. O fechamento do cartório também não tem razões econômicas, já que levantamento realizado pela própria Valdete Stresser aponta que, segundo informações do próprio sub tabelião, a cada semana, em apenas dois dias de trabalho - terças e quartas -, eram realizadas cerca de 3 mil autenticações de documentos.

Conversa com a OAB. Valdete Stresser entende não haver tempo hábil para a realização de concurso para a abertura de um cartório próprio na Comarca em função das eleições. “Em ano eleitoral, como 2012, não pode haver contratação três meses antes e três meses depois das eleições. Mas precisa haver uma solução emergencial para isso”, disse. Para tentar resolver a questão da falta de cartório na Cidade, a presidente da OAB de Luís Eduardo entrou em contato com o presidente da OAB-Bahia, Saul Quadros Filho, e expôs o problema. Em e-mail enviado a Saul Quadros, Valdete Stresser solicita marcar uma audiência com o presidente do Tribunal de Justiça, Mário Alberto Simões Hirs, para expor o problema da falta de cartório. No e-mail, Valdete Stresser conta que “o cartório iniciou as atividades em fevereiro de 2003, em regime de dois dias semanais, por determinação do Tribunal de Justiça, que designou um oficial do 1º Tabelionato de Notas de Barreiras, para atender às necessidades locais, com o compromisso de instalar no município os cartórios competentes, assim que fosse criada e instalada a comarca”. Tal fato não aconteceu e a forte expansão da Cidade estrangulou os serviços do cartório, que funcionava no Fórum. A fila chegava a dar voltas pelo prédio do Fórum, com muita confusão na porta. “A promessa não foi cumprida e não há notícias de concurso para chefiar o cartório da Comarca. A sociedade de Luís Eduardo Magalhães jamais entendeu como uma comarca de segunda entrância, instalada em um dos municípios que mais crescem no Brasil, pudesse ter um atendimento cartorial tão precário”, disse a presidente da subseção da OAB. O presidente da OAB da Bahia, Saul Quadros, comunicou a Valdete Stresser , por email, que estaria “tomando providências imediatas, inclusive conversando pessoalmente com o desembargador presidente do TJ/BA”. O ofício. É o seguinte o documento a ser enviado ao presidente do TJ/BA; Os signatários deste ofício, constantes da relação em anexo, vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, requerer providências no sentido de restabelecer, de imediato, os serviços de cartório, mais especificamente, do Ofício de Notas, que nos últimos dias encerrou suas atividades, deixando uma população

VALDETE STRESSER

GILVAN ANTUNES

de aproximadamente 70.000 (setenta mil) habitantes totalmente desprovida dos mais simples serviços notariais, como autenticação de documentos, reconhecimento de firma e elaboração de procuração pública”. Ainda, no ofício, a sub seção da OAB, informa que “a população não entende tal situação, sobretudo porque o Município completou doze anos de emancipação e a Comarca, três anos de instalação, e o encerramento das atividades do Cartório de Notas, mesmo que de forma insuficiente, como ocorria, significa um grande retrocesso, quando o normal e esperado seria o avanço, com a realização de concurso e instalação definitiva de todos os cartórios, o que também se requer, considerando que, fato notório, o Município de Luís Eduardo Magalhães é um dos que mais crescem no Brasil, com índices elevados nos mais diversos setores”. Assinam o ofício, datado de 19 de abril, Saul Quadros e Valdete Stresser.

entende que a Cidade não pode ficar sem cartório. “Nós, do Conseg/LEM, apoiamos a iniciativa da colocação de cartórios na Cidade. Um município, com uma economia em expansão, que atrai investidores e pessoas de vários locais do Brasil, não pode ficar desguarnecido, sem um cartório para resolver questões burocráticas”, disse Jair Francisco. O presidente do Calem, Gilvan Antunes, lembra que a falta de um cartório na Cidade gera vários problemas, o principal deles econômico. “Muita gente procura os cartórios de Dianópolis e Taguatinga, no Tocantins. Você pode fazer escrituras, autenticar, reconhecer firmas e averbar divórcios, por exemplo, em cartórios de outros estados, mas não pode registrar imóveis fora de onde está inscrito. Isso causa problemas para todos”, disse o advogado. Gilvan Antunes destacou, inclusive, que várias empresas estão montando centros jurídicos em outros locais, o que desvaloriza os profissionais da Cidade. Gilvan informou que o Calem, assim como a OAB, já está preparando ações para resolver a questão de falta de cartório em Luís Eduardo Magalhães. ■

Apoio. Vários dirigentes de entidades representativas já demonstraram seu apoio à solicitação de um cartório para a Cidade. O presidente do Conseg/Lem, Jair Francisco,

ENTIDADES QUE ASSINAM As entidades civis signatárias e representantes são a Associação Brasileira de Odontologia – Luís Eduardo Magalhães (ABO/Lem), Wisley de Oliveira; Associação Brasileira de Recursos Humanos (Abrh), Fabio Luiz Basso; Associação Comercial e Empresarial de Luís Eduardo Magalhães (Acelem), Carlinhos Antonio Pierozan; Associação dos Revendedores de Veículos de Luís Eduardo Magalhães (Associauto), Francisco Pereira Neto; Associação do Comércio de Insumos Agrícolas (Aciagri), Adilson Gonçalves de Campos; Associação dos Cafeicultores do Oeste da Bahia (Abacafé), Glauber de Castro; Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Izabel da Cunha; Associação dos Agricultores e Irrigantes do Oeste da Bahia (Aiba) Walter Yukio Horita; Fundação Bahia, Clóvis Ceolin; e o Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães, Vanir Antônio Kölln. E ainda: Associação dos Produtores de Sementes da Bahia, Celito Missio; Associação dos Engenheiros Agrônomos de Luís Eduardo Magalhães (Agrolem), Paulo Roberto Gouveia; Associação de Engenheiros e Arquitetos de Luís Eduardo Magalhães, Ulisses Moreira Santos Neto; Associação dos Moradores do Aracruz (AMA), Diego Alves de Souza; Associação dos Moradores e Amigos do Bairro Independente, Leandro Borges de Amorim; Associação dos Moradores do Jardim das Acácias (Amja), Ildeberto Almeida Nunes; Associação dos Moradores do Jardim Imperial, Pacífico Heihatiro Murata; Associação dos Moradores do Jardim Paraíso, Gilmar do Espírito Santo; Associação dos Moradores do Florais Lea, Charles da Conceição; Associação dos Moradores do Mimoso do Oeste (Ammo), Alaidio Castilho de Moura; Associação dos Moradores do Mimoso II, Barton Jarbas Oliveira Rocha; Associação dos Moradores do Mimoso III, Marielio Joanes; Associação dos Moradores do Vereda Tropical, Marcos Terra; Associação Comercial e Cultural dos Moradores do Jardim das Oliveiras, Jaime Oliveira Souza; e Associação da Juventude de Luís Eduardo Magalhães, Pyerry Carddan Miranda Oliveira Silva. Também assinam a lista Associação dos Deficientes

Físicos de Luís Eduardo Magalhães, Salomão Dias; Associação dos Mototaxistas de Luís Eduardo Magalhães, Silvano Oliveira dos Santos; Associação dos Taxistas de Luís Eduardo Magalhães, Noé Secundino Rocha Araújo; Associação dos Produtores Rurais das Cabeceiras dos Rios Borá e Pedras, Aristeu Fernando Pellenz; Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Luís Eduardo Magalhães (Apae), Carminha Maria Missio; e Associação dos Produtores de Soja da Bahia (Aprasoja), Rudelvi Bombarda; e Associação de Revendedores de Máquinas e de Equipamentos Agrícolas do Oeste Bahia (Assomiba), Felipe Francisco Faccioni. O ofício da OAB-Lem conta ainda com a assinatura da Associação Nipo Brasileira de Luís Eduardo Magalhães (Anibralem), Lincon Murata; Centro de Tradições Gaúchas Sinuelo dos Gerais (CTG), Roni Klein; Clube dos Advogados de Luís Eduardo Magalhães (Calem), Gilvan Antunes de Almeida; Congregação Evangélica Luterana São Lucas, Edson Figur; Conselho Comunitário de Apoio à Segurança Pública (Conseg), Jair Francisco; Diocese de Barreiras Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Airton da Silva; Lions Clube, Ronaldo Durval Francisco; Loja Maçônica Amor e Progresso N 62, Camilo Otávio Alonso Uzeda; Loja Maçônica Estrela do Oeste, Renato Junqueira Palma; Loja Maçônica União e Trabalhadores Mimosense, Narciso Inácio Junior; Ordem dos Ministros Evangélicos de Luís Eduardo Magalhães (Omelem), Pastor Djalma Alves Silva; Sindicato dos Comerciários de Barreiras e Região (Sindcob), Edson Rodrigues dos Santos; Sindicato dos Professores de Luís Eduardo Magalhães (Sinprolem), Elson Sá Teles; e Sindicato dos Servidores Públicos de Luís Eduardo Magalhães, Alcides Junior Vieira. Completam a lista de assinaturas do ofício o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Luís Eduardo Magalhães, Renildo Ney dos Santos; Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci) Jeonásio Carvalho das Neves; Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Pacífico Murata; Rotary Clube de Luís Eduardo Magalhães, Vanda Marli Sulzbach; Sindicato dos Guardas e Vigilantes Municipais do Oeste Baiano, João Batista França Filho; e o Centro Espírita Caminhos da Luz, Eduardo Zempulski.


VARIEDADES

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

MÐSICA

11

DIVULGAÇÃO

"ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO ESTÃO NA HISTÓRIA DA MPB", AFIRMA ZEZÉ PEDRO ANTUNES DA AGÊNCIA ESTADO

"S

e disserem que é preciso citar três artistas conhecidos em qualquer canto do Brasil e que todo mundo já ouviu falar, Zezé Di Camargo e Luciano vão estar entre estes três. Não tenho dúvida." A frase pode até parecer arrogante, mas, ao acabar de completar 21 anos de carreira, com 130 shows por ano, cachê médio de R$ 200 mil e dono da voz de "Mentes Tão Bem", a segunda música mais tocada nas rádios em 2011, Zezé Di Camargo, que forma dupla com o irmão Luciano, não se faz mais de modesto. Desde que lançaram o primeiro disco da carreira, em 19 de abril de 1991, Zezé Di Camargo e Luciano já venderam mais de 36 milhões de cópias de seus 19 álbuns de carreira, quatro coletâneas e dois CDs em espanhol. O novo trabalho, um DVD intitulado "Zezé Di Camargo e Luciano - 20 Anos de Sucesso", gravado ao vivo em setembro, para comemorar as duas décadas de estrada, chega às lojas em 7 de maio. Na mesma data, a dupla lança um CD com 15 faixas, sendo sete inéditas. Eles falaram a respeito com a reportagem. A coerência na carreira de vocês pode ser a resposta para explicar estes 20 anos de sucesso? - Zezé - A música romântica vai ser sempre eterna. Você não precisa ter 20, 30 ou 40 anos para sentir frio na barriga quando você vê aquela pessoa que você gosta. É nesse momento que a gente entra, um momento muito importante da vida das pessoas. É diferente de uma música da moda, que você curte pelo baratinho que ela está dando, pela dancinha que você vai fazer. Qual é emoção que um cara vai ter quando ouvir, daqui a dez anos, a música "hoje é festa lá no meu apê". "Ai Se Eu Te Pego" é do momento. Mas daqui a dez anos, ele vai continuar ouvindo "detalhes tão pequenos de nós dois" e vai sentir a mesma emoção. A música romântica fica. - Luciano - A música "Mentes Tão Bem" fez sucesso em um momento em que a música sertaneja romântica está em segundo plano. Estamos há 20 anos fazendo música romântica e renovando sem sair deste nicho. Somos a dupla mais romântica do Brasil e deste título eu não abro mão. Mas o sucesso de um artista não depende só do repertório ou do talento ... - Zezé - Até hoje, não sei o que é carisma. Por que eu tenho carisma agora e não tinha aos 16 anos? Por que ele só passou a existir depois que eu fiz sucesso? Acho que o carisma tem de andar junto com o sucesso e é você cantar e falar aquilo que emociona as pessoas. Você tem de ser o príncipe encantado que as pessoas imaginam que você seja. Tento me portar assim. Como é ser o príncipe encantado? Ter de ser um exemplo cansa? - Zezé - Eu nem sou exemplo. Sou uma pessoa correta na minha vida, com relação à bebida, nunca mexi com droga. Sou um cara correto, família. Mesmo assim pegam no meu pé, acham que sou o maior paquerador do Brasil e que tenho uma namorada em cada Estado do Brasil. Estou na base do quer falar, fala. Já me preocupei muito com isso. Hoje

não, sou bem tranquilo. Além disso, ser certinho demais é muito chato, né? O sucesso tem uma parte ruim? - Zezé - Não. Quem quer ser famoso, quer exatamente isso. Quer ser reconhecido. Esse papo de eu gosto de ir para Miami, para a Europa porque lá posso andar na rua sossegado é hipocrisia. Se ficar dois dias sem ser reconhecido, vai sentir falta. Quem fala que essas coisas perturbam está mentindo. Perde o sucesso para ver se não fica desesperado. Sucesso é sinônimo de ser querido pelas pessoas, de trabalhar e fazer o que gosta. Sou privilegiado, porque ganhei a minha vida, arrumei a vida da minha família toda, e ajudei várias pessoas, fazendo o que eu mais amo, que é cantar. Tem coisa melhor que essa? Em todos os lugares onde eu chego, as pessoas quererem me ver, saber como estou. - Luciano - Quando você atinge o sucesso, você é do público. Você saiu de casa, tem de sorrir, tem de estar bem. Se você não estiver a fim de retribuir um carinho e parecer bem, então, não sai de casa. Sou desse jeito. Claro, o que mais afeta um artista são as pessoas que estão em volta, que trabalham com ela. É um produtor, um diretor, até mesmo um empresário que, às vezes, quer ser mais que o artista. O que me levou a brigar com o meu irmão (referindo-se ao desentendimento que ocorreu antes de um show em Curitiba, no ano passado), por exemplo, foi uma série de problemas com as pessoas que estão à nossa volta. Depois disso, decidimos que tudo o que um precisasse falar para o outro seria sem intermediários.

Zezé di Camargo e Luciano

Construímos uma história muito importante para ser esquecida. E, se tivesse de acontecer, já teria acontecido. Já vi muitos artistas que chegaram depois da gente e já foram. E se acontecer é um processo natural da vida e você vai se adequando à sua nova realidade. Você tem de ter a felicidade naquilo que faz. Minha felicidade é cantar, subir no palco. Hoje faço megaproduções para 50, 60 mil pessoas, mas, se daqui a alguns anos, eu estiver cantando para 200, 300 pessoas, mas com qualidade, já está gostoso do mesmo jeito.

Qual o melhor lugar para se fazer show? - Zezé - Tudo tem uma particularidade. Às vezes, a gente pensa: ‘Caramba, o que eu estou indo fazer lá?’. E quando chega, não acredita. É uma surpresa. Há uns três meses, fomos fazer um show no Pará, e pensei: ‘Caramba, estou fazendo 20 anos de carreira e o que estou fazendo aqui?’. A cidade tinha 6 mil habitantes, mas 30 mil pessoas foram para o show. Eu olhava na plateia e via muito índio, com as “Você tem de faixinhas na testa escritas Zezé ser o príncipe Zezé, sobre o desentendie Luciano. Tem coisa melhor mento do ano passado, no mundo? Fiquei encabulaencantado que as Luciano disse que foi por do, e é isso que vale a pena. Vai pessoas imagicausa de pessoas que trabagente de cavalo, de carroça. E lham com vocês. O que acontedepois do show, você passa nam que você ceu? pelos caminhões indo embora seja”, diz Zezé - Zezé - O motivo foi atendie o povo todo em cima. Outro mento no camarim. Tínhamos dia, fomos fazer um show em 80 pessoas para atender e o Mato Grosso, numa cidade disLuciano ficou bravo com o número. E fiquei tante uns 300 km de Cuiabá. Ficamos hospeputo com ele. Ele queria atender antes do dados numa cidade que era maiorzinha, onde show e eu queria atender depois, porque a tinha um hotel. Na estrada, uns 20 km antes de gente tem mais tempo com o pessoal. E a chegar à cidade, a rodovia estava toda parada. menina que produz para a gente já tinha recla- Olhei pela janela e tinha gente em caminhão, mado para mim, no almoço, que o Luciano caminhonete, todo tipo de carro e até fusca nunca ficava tempo suficiente para atender com oito pessoas dentro. Vi muitas motos com aos patrocinadores e fui falar isso para ele na as mulheres de vestido e salto. Todos indo para hora da discussão. Aí, o bicho pegou. o nosso show. O Leonardo disse que pretende se aposentar. E você, Zezé? - Zezé - Aposentar de quê? Nunca fiz p... nenhuma na vida. Aposentar é para quem trabalhou a vida inteira. Para mim, cantar não é trabalho, é diversão. Sou pago para me divertir. Aquele trabalhador que levanta às 6h da manhã a vida inteira, pega ônibus lotado para ir trabalhar e voltar para casa cansado e, no dia seguinte, de novo ir trabalhar é quem pensa em se aposentar. Não vou me aposentar do que estou fazendo, de cantar, de subir no palco, de soltar a voz. - Você tem medo de virar um artista decadente? Passa pela sua cabeça a possibilidade de, daqui a alguns anos, ninguém se lembrar de você? - Zezé - Acho que isso não vai acontecer.

Como vocês medem o sucesso? - Zezé - Se disserem que é preciso citar três artistas conhecidos em qualquer canto do Brasil e que todo mundo já ouviu falar, Zezé Di Camargo e Luciano vão estar entre estes três. Não tenho dúvida. Zezé Di Camargo e Luciano estão na história da música popular brasileira.

Selecionamos Eng. Agrônomo. Exp: Merc. Soja e algodão. (Mkt,vendas, tecn.) www.atenarh.com.br

Gostando ou não gostando, pode estar onde for, você já ouviu falar Zezé Di Camargo e Luciano. Qual é o melhor álbum de vocês? - Zezé - O novo. Está lindo, lindo. Maravilhoso. Gosto muito do CD "Double Face", de modão. Mas meus favoritos são os volumes 6, 9 e 10. Luciano, se você não fosse cantor, teria um plano B para sua vida? - Luciano - Nunca tive um plano A para minha vida e nunca tive um plano B em relação a nada, nem na profissão. Eu morava em Goiânia e só estudei até a terceira série primária. Hoje, seria um cara sem mão de obra qualificada, sem estudo para poder gerenciar alguma coisa. Cantar aconteceu. Aquilo foi uma brincadeira e virou sucesso de verdade. Com o passar do tempo, você começa a adquirir experiências, gostos diferentes. E como isso foi para você? - Luciano - Passei a ler mais, a buscar informações. Acho que poderia ser jornalista por ser essa pessoa inquieta que quer sempre saber mais. Sou fascinado com a arte das pessoas de entrevistar, de ir a fundo numa matéria e descobrir o que tem por trás de alguma coisa que está acontecendo. Mas não que eu tivesse essa ideia quando era pequeno. Falo isso porque eu passei a conhecer. Não busquei nenhum objetivo na minha vida. Aliás, passei a conhecer as coisas depois que comecei a cantar. Como é ficar o dia inteiro com o irmão, resolver todas as questões de trabalho, viajar juntos, fazer show juntos? É pesado? - Zezé - Eu e o Luciano ficamos pouco tempo juntos. Venho para o estúdio, faço a produção toda, coloco a minha voz. Ele vem aqui depois, coloca a voz dele. É muito pouco. Ele não fica o tempo todo no estúdio. Eu, sim, fico aqui, produzo e escolho repertório. Quando viajamos para fazer shows, cada um fica em um quarto. No nosso avião, sentamos separados. E, na folga, fazemos coisas diferentes. O Luciano é muito urbano. Já eu gosto de ficar no meio do mato.

Você já tomou seu shake hoje? Ligue para

(77)9971-8991 Elza Santos


14

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

VE¸CULOS

DIVULGAÇÃO/AE

A Ford mostrou a versão de produção do novo EcoSport, que traz mudanças pouco perceptíveis em relação ao protótipo apresentado em janeiro. O modelo está no Salão de Pequim. A segunda geração do utilitário será feita também na China e em outros três países, além do Brasil, onde deverá ser lançado no segundo semestre.

O NOVO ECOSPORT DA AGÊNCIA ESTADO

A

Ford mostrou a versão de produção do novo EcoSport, que traz mudanças pouco perceptíveis em relação ao protó-

tipo apresentado em janeiro. O modelo está no Salão de Pequim. A segunda geração do utilitário será feita também na China e em outros três países, além do Brasil, onde deverá ser lançado no segundo semestre.

A versão apresentada aqui foi a Titanium, topo de linha, com motor 2.0 Duratec flexível. De série há rodas de 16”, grade cromada, sensores de estacionamento, programa eletrônico de estabilidade, sistema de auxílio ao estacionamento e a manobras em rampas, entre outros itens. Todas as configurações sairão de fábrica com air bags frontais. O jipe poderá ter motor 1.6 Sigma do novo Fiesta e do Focus vendidos no Brasil. É com o

hatch mexicano, que será brasileiro a partir de 2013, que o novo EcoSport compartilha base. A renovação do EcoSport ocorre em um momento bem movimentado na categoria. O modelo, que não tinha rivais desde seu lançamento, em 2003, ganhou no ano passado a companhia do Renault Duster. No próximo ano chegará o jipinho da GM e, em 2014, o da Peugeot. A Hyundai também prepara um veículo nesse segmento. WWW.CHINA-AUTOSHOW.COM

No salão de Pequim, o Audi Q3, o Fiat Viaggio, o Lamborghini Urus e o Peugeot 4008.

O SALÃO DE PEQUIM DIEGO ORTIZ DA AGÊNCIA ESTADO O Salão de Pequim, que abriu nesta sextafeira, 27, é o puro reflexo da China atual. É grande, imponente e todas as marcas do mundo querem marcar presença, mas para ir de um estande a outro é preciso passar por coxias onde há modelos se maquiando e operários almoçando ou tirando um cochilo. Sobra dinheiro, mas falta experiência para fazer um evento grandioso como os salões europeus e americanos. Mesmo com as barreiras impostas pela língua e o segmento controlado pelo governo, ninguém reclama e há sorrisos por toda parte. Afinal, quem iria querer ficar de fora de

um mercado que soma 14 milhões de veículos, quatro vezes maior que o brasileiro? A Lamborghini, por exemplo, tem a China no topo de suas vendas. Por isso escolheu o salão para revelar seu utilitário-esportivo Urus, o destaque do evento. Outro que chama a atenção é o MercedesBenz Concept Style Coupé, protótipo que dará origem ao CLA. Na concorrência, a Audi mostra duas versões conceituais do Q3, a esportiva RS e a enfeitadinha Allroad. Ainda no campo dos utilitários a Porsche relançou o Cayenne GTS, que chega ao Brasil em 2013. O Viaggio, o Dodge Dart da Fiat, tem tudo para ser mexicano e oferecido no mercado brasileiro, onde pode ocupar o lugar do Linea. E a versão final do Urban Concept, baseada no

Peugeot 208, será fluminense em 2014. MODELOS LAMBORGHINI URUS Utilitário-esportivo conceitual, o Urus tem motor V10 que gera mais de 600 cv e é a principal atração da feira. A versão definitiva será produzida a partir de 2015. FIAT VIAGGIO - Sedã é a versão da fabricante italiana para o Dodge Dart. Será feito na China, onde terá motor 1.4 turbo de 120 cv e 150 cv. Poderá suceder o sedã Linea no Brasil. AUDI Q3 ALLROAD - É um dos protótipos do Q3 que a marca expõe no salão. Tem visual aventureiro e motor 2.5 de cinco cilindros e 306 cv que pode acelerá-lo de 0 a 100 km/h em 5,5s. MERCEDES-BENZ - Com motor 2.0

turbo de 211 cv, Concept Style Coupé é baseado no Classe A e dará origem ao cupê CLA, que chega à Europa em 2013. A marca pode produzi-lo por aqui. PEUGEOT - Urban Crossover usa base do 208 e é fruto de parceria entre Brasil, França e China. Versão final estará em setembro no Salão de Paris e será brasileira em 2014.

TRANSPORTES

COMERCIALIZAÇÃO E TRANSPORTE DE GESSO AGRÍCOLA E CALCÁRIO. TRANSPORTE DE ALGODÃO E SOJA. (77) 3628-2317 transcerrado@uol.com.br

(77) 3628-0324 comercial@transcerrado.com.br


VARIEDADES

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

VE¸CULOS

15

WWW.JACMOTORSBR.COM

J2 CHEGA COM MOTOR 1.4 E REPLETO DE EQUIPAMENTOS DIEGO ORTIZ DA AGÊNCIA ESTADO Charmoso, pequeno e com bom desempenho. Essas palavras já foram usadas para adjetivar modelos como Kia Picanto, Fiat 500 e por aí vai. Agora, servem para salientar qualidades do chinês JAC J2. Fomos à China avaliar o hatch que chegará ao Brasil logo após o Salão do Automóvel, que ocorre em outubro, com motor 1.4 a gasolina de 108 cv por cerca de R$ 34 mil. Entre as virtudes do modelo está justamente o propulsor quatro-cilindros, que é igual ao que equipa o J3. Isso porque o J2 é 145 quilos mais leve que o “irmão”, o que se traduz em desempenho raramente visto em carros de seu porte. O câmbio manual de cinco marchas não é lá muito preciso, mas também não atrapalha. Com esse conjunto o compacto vai de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos, de acordo com dados da fabricante. Na dirigibilidade, alguns aspectos ainda precisam ser ajustados na versão que será vendida no País. A suspensão (principalmente na traseira, que usa eixo de torção) é mais macia do que seria o ideal para um carro tão potente, que tende a liberar a frente e adernar em curvas fechadas. O balanço da direção apresenta pouca sensibilidade. Um sistema com respostas mais diretas cairia muito bem. No interior, o nível de acabamento segue o padrão dos JAC vendidos aqui. Ou seja: nada demais, nem de menos. Os detalhes vermelhos da versão chinesa

FICHA TÉCNICA JAC J2 1.4

JAC J2 1.4 darão lugar a plásticos que imitam fibra de carbono no carro que será oferecido no mercado brasileiro. Os bancos agradaram, assim como a posição de dirigir e a ergonomia. Ainda não foi desta vez que a marca mostrou um carro sem ressalvas. No interior havia rebarbas e encaixes imperfeitos. Mas a evolução segue firme e a qualidade já é similar à de modelos como o Chevrolet Celta, entre outros. Com 3,53 metros de comprimento, o J2 é 16 cm mais curto que um Fiat Mille, por exemplo. Como há 2,39 metros de entre-eixos, o espaço é até bom para quem vai na frente. Atrás, contudo, dois viajam apertados. Levar um terceiro só se for criança ou faquir. O porta-malas tem

100 litros - cerca de 1/3 do do Mille. No Brasil o compacto terá apenas uma versão. Como é praxe na JAC, ela será repleta de equipamentos de série, como freios ABS, air bags, ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, e toca CDs, entre outros. Haverá vários acessórios de personalização, como ocorre com o Fiat Uno e o Nissan March, que não por acaso são os principais alvos apontados pela marca para o novo hatch. “O J2 será altamente personalizável e agradará aos jovens”, afirma Marina Queiroz, gerente de projeto da empresa e responsável por adaptar o interior dos carros da marca ao gosto do brasileiro.

Preço sugerido Motor Potência (cv) Torque (mkgf) Câmbio 0 a 100 km/h Pneus e rodas Peso

R$ 34 mil (estimado) 1.4, 4 cil., 16V, gasolina 108 a 6.500 rpm 12,8 a 4.000 rpm Manual, 5 marchas 9,7 segundos 175/65 R14 915 quilos

PRÓS DESEMPENHO Motor de 108 cv e baixo peso garantem bom desempenho em qualquer faixa de giro. Será um dos carros mais velozes do segmento. CONTRAS ESPAÇO Atrás, dois viajam aper tados e no porta-malas só cabem mochilas. Prioritariamente urbano, agradará casais sem filhos e jovens solteiros.

DIVULGAÇÃO

MASSEY EXPÕE NOVAS MÁQUINAS NA AGROVIA DA REDAÇÃO

Desde março, a Massey Ferguson tem levado tecnologias desenvolvidas pela marca ao interior do Brasil. Nos dias 19 e 20 de abril, foi a vez de Luís Eduardo Magalhães receber o projeto Planeta Massey Ferguson, que expôs aos produtores locais máquinas de série mais avançada fabricada pela marca no mundo. Entre as máquinas apresentadas, estavam o trator MF 8670, com 320 cavalos (cv) de potência, transmissão continuamente variável, que proporciona conforto e economia de combustível, e o pulverizador autopropelido MF 9030, com chassi flexível, que permite absorver as imperfeições do solo mantendo as barras de pulverização estáveis. “Esse evento foi muito importante para a Cidade, pois entre os mais de 30 municípios contemplados com a mostra, Luis Eduardo Magalhães foi um dos escolhidos. Foi uma honra para nós da Agrovia poder sediar esse evento, que contou com a participação de

muitos produtores locais”, disse o diretor executivo da revenda da M a s s e y Ferguson de Luís Eduardo Magalhães, Paulo Rós, em texto distribuído à imprensa. “O objetivo dessa realização é trazer em evidência os produtos da marca, dando Colheitadeira e pulverizador da Massey em exposição na Agrovia. ao produtor a oportunidade não só de ver o portfólio, mas de experimentar, sentir a máquina funcionando”, ressaltou Rós. Líder. Rubens Sandri de Moura, gerente regional de vendas da AGCO – Massey Ferguson, lembrou que a Massey é líder no segmento no Brasil e escolheu Luís Eduardo para sediar o Planeta Massey Ferguson pelo alto nível tecnológico dos produtores e grande capacidade de capitalização. “Isso nos dá um retorno fantástico, pois proporciona troca de experiência entre fábrica e produtor e, assim, oferecer produtos que de fato supram as necessidades do campo”, acrescentou Sandri de Moura.


16

VARIEDADES

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

DESTAQUES DA TV IVA OLIVEIRA/AE

SÁBADO, 28/04

NICKELODEON FAZ RETROSPECTIVA DO MÊS Para os que perderam algum programa do mês de abril, a Nickelodeon exibe, das 7h às 22h, um especial chamado "O Melhor do Abrilíssimo". Novos episódios de iCarly e Bob Esponja, o especial de páscoa da "Dora, a Aventureira", além da reprise do KCA 2012 fazem parte do pacote.

"JORNADA NAS ESTRELAS" ANIMA FIM DE SEMANA WIKIPEDIA.ORG

O TCM exibe neste fim de semana, sábado e domingo, a partir das 14h, um especial com os seis primeiros filmes de "Jornada nas Estrelas". Além de James T. Kirk (o comandante vivido de maneira inesquecível por William Shatner) e WILLIAM SHATNER seu eterno conselheiro, o vulcano Spock (Leonard Nimoy), o núcleo principal da Enterprise clássica é formado pelo médico Dr. McCoy (DeForest Kelley), o tenente Sulu (George Takei), o engenheiro-chefe Scotty (James Doohan), a tenente de comunicações Uhura (Nichelle Nichols) e o oficial de segurança Chekov (Walter Koenig).

NOTAS AE

"NÃO PENSEI EM MORTE", DIZ HEBE Após mais de um mês longe da TV para tratar de um câncer, Hebe Camargo voltou ao batente e gravou nesta segunda-feira dois programas, na RedeTV!. Alegre, a apresentadora disse que não pensou em morte em momento algum. "Já estou liberada pelo médico: posso beber vodca ou uma cervejinha", gracejou.

TUDO EM FAMÍLIA Marcelo Camargo, filho de Hebe, arranjou um bico no programa da mãe, na RedeTV!. Ele fará reportagens sobre arte e entretenimento. O quadro, que começou a ser exibido na terçafeira, foi criado sem que a loira soubesse.

EFEITO COLATERAL A atriz Alice Braga, a primeira entrevistada do programa "O Papel da Vida", que estreia no Canal Brasil nesta quarta-feira, contou que fez uma dieta tão eficaz para emagrecer antes de rodar o filme "Eu Sou A Lenda", que ficou oito meses sem menstruar.

CARECA FAZ SUCESSO No domingo, quando a panicat Babi Rossi

"LAR EXPRESS" EM NOVO HORÁRIO

terroristas, impedir negociações ilegais, entre muitas outras missões. Tudo isso, sem deixar de lado seus dotes culinários.

O programa "Lar Express", que vai ao ar em novo horário, às 13h, na Cultura, quer simplificar o dia-a-dia. A atração traz soluções e sugestões de profissionais da culinária, decoração e veterinária. Entre os quadros com as sugestões de especialistas, vídeos rápidos dão dicas sobre tarefas do lar, no estilo faça você mesmo.

ELIANA ACOMPANHA UM DIA DE RESGATE COM A PM

DOMINGO, 29/04

CARTOON NETWORK EXIBE MONTEIRO LOBATO A pré-estreia já ocorreu no dia 15, mas, a partir deste domingo, o Cartoon Network passa a exibir novos episódios do "Sítio do Pica-Pau Amarelo", obra original de Monteiro Lobato. Além da boneca falante Emília, que tem uma esperteza fora do comum, o "Sítio" é povoado por tipos como o Visconde de Sabugosa, o Conselheiro; o Quindim e o Marquês de Rabicó - sem falar, é claro, da bruxa que atende pelo nome de Cuca. O programa vai ao ar todos os domingos, às 9h30.

TEMPORADA DE "AGENTES SECRETOS - UNDERCOVERS"

A apresentadora Eliana exibe neste domingo uma matéria em que gravou o dia dos heróis do Grupo Águia (Grupo Aéreo da Polícia Militar). Eliana vai mostrar a rotina dos policiais, como eles recebem as ocorrências e saem para o resgate. Devidamente uniformizada com figurino militar durante a gravação, a apresentadora acompanhou o socorro de um policial acidentado. O programa vai ao ar no SBT, a partir das 15h.

NOVA VERSÃO DO CLÁSSICO "THUNDERCATS" O Cartoon Netwoork exibe a partir desta segunda-feira, às 17h30, uma nova versão do clássico de aventura dos anos de 1980, "ThunderCats". Verdadeiro fenômeno que atingiu inclusive o público brasileiro, os gatos do trovão estão prontos para conquistar uma segunda geração de fãs. O desenho animado chega com traços de anime, o tradicional formato japonês, e será exibido de segunda a sexta-feira. TERÇA-FEIRA, 01/05

raspou os cabelos ao vivo, "Pânico na Band", a emissora conseguiu novamente atingir a liderança. Desta vez, por 32 minutos. Na média, porém, a atração ficou em terceiro lugar e marcou 10 pontos no Ibope.

DIETA A JATO

À ESPERA DE SOFIA Prestes a dar à luz Sofia, Grazi Massafera, capa da "TPM" de maio, tem assistido a vídeos de partos. "Confesso que comecei a ficar com um pouquinho de medo."

QUARTA-FEIRA, 02/05

PAULO OLIVEIRA COMANDA O "LARICA TOTAL" Na contramão de qualquer programa de culinária, o "Larica Total" exibe receitas que fazem sucesso com os homens solteiros. Paulo Oliveira monta pratos práticos e improváveis em seu apartamento, no Rio de Janeiro. Sushi de Feijoada e Churrasco são algumas das receitas que podem ser conferidas na atração, que vai ao ar às 16h, no Canal Brasil. QUINTA-FEIRA, 03/05

SEGUNDA-FEIRA, 30/04

Na madrugada de domingo para segundafeira, às 3h, o SBT estreia a primeira temporada da série "Agentes Secretos - Undercovers". Estão no elenco: Gugu Mbatha-Raw, Boris Kodjoe, Gerald Mcraney, Ben Schwartz, Mekia Cox e Carter Macintyre. Há cinco anos, Steven e Samantha Blomm se desligaram da CIA. Hoje, casados e donos de um buffet, eles são procurados pela agência para uma missão, que marcaria sua volta à ativa. O casal terá de reviver antigos disfarces, desmanchar planos

temporada do programa, a partir das 10h.

RETROSPECTIVA DE REALITY DE DANÇA NO BOOMERANG A sexta temporada de "Randy Jackson America's Best Dance Crew" estreia em maio no Boomerang. Nomes como Justin Bieber, Katy Perry e Ke$ha já estão confirmados na lista de jurados. Enquanto a nova temporada não começa, o canal transmite um dia inteiro com a quarta

Na entrevista de Isabella Fiorentino no "De Frente com Gabi", que vai ao ar no SBT neste domingo, a apresentadosra contou que perdeu 25 quilos em dois meses após o parto de seus trigêmeos, Bernardo, Lorenzo e Nicholas.

O PRIMEIRO ENSAIO A repórter do TV Fama (RedeTV!) Renata Freitas fará um ensaio sensual para

CRIATURAS ESQUISITAS EXIBE "O LAGARTO INVISÍVEL" No programa "Criaturas Esquisitas" desta quinta-feira, Nick viaja por Madagascar em busca dos camaleões, os mestres do disfarce. Ele precisa encontrar um espécime invisível para esclarecer alguns mitos e revelar os mistérios extraordinários que envolvem esta espécie. O programa vai ao ar no Animal Planet, às 15h. SEXTA-FEIRA, 04/05

GYM CLASS HEROES CHEGA À TELA DO BOOMERANG A primeira sexta-feira do mês traz um show especial no "BoomBox All Acess", a partir das 15h, no Boomerang. O grupo Gym Class Heroes, dono do hit "Cupid's Chokehold", apresenta um show exclusivo no programa. A atração exibe também momentos nos bastidores do quarteto, antes da apresentação.

o site Face Girl. É a primeira vez que a loira posa com pouca roupa. Mônica Apor, hoje no "Muito+" (Band), foi capa da Playboy quando dava expediente no TV Fama.

BOND SEMINU Naomie Harris, que interpreta uma agente secreta em "Operação Skyfall", novo filme de 007, contou ter feito uma cena com Daniel Craig, o James Bond, em que ele ficou seminu. "Você é uma garota de sorte", disse Bérénice Marlohe, a Bond girl do longa.

VISUAL DE CICARELLI Daniela Cicarelli, que gravou na segundafeira o primeiro "Provão MTV", seu novo programa, vai aparecer mais loira na televisão. A ideia foi do hairstylist Marcos Proença. "Provão MTV" estreia na segunda-feira, às 20h.

SEGUNDA ATRAÇÃO

Para você que gosta de modernidade, sofisticação e beleza. Aguardem...

Cicarelli mal voltou para a MTV e já está querendo emplacar uma segunda atração no canal. A mineira, que estará no comando do "Provão MTV", tem tentado negociar com a direção um programa de calouros. O contrato da apresentadora com a emissora vai até março de 2013.

AI, QUE VERGONHA No "Legendários" (Record), que vai ao ar no sábado, Michel Teló vê uma cena de "Bicho do Mato" em que Marcos Mion paquera Thaís Fersoza, atual affair do cantor. "Está tudo certo, foi engraçado", disse à coluna.

Em maio


V A R I E D A D E S 17

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

TECNOLOGIA

A NOVA SIGLA QUE PREOCUPA A INTERNET CARLA PERALVA DA AGÊNCIA ESTADO

M

ais uma sigla surgiu para preocupar a internet. Depois de Sopa, Pipa e Acta, agora é vez da Cispa suscitar protestos na rede. O Cyber Intelligence Sharing and Protection Act (Lei de Proteção e Compartilhamento de Inteligência Cibernética) - ou Cispa - é um projeto de lei que dispõe sobre o “compartilhamento de informações e inteligência sobre segurança digital” e que está em trâmite na Câmara dos Deputados dos Estados Unidos desde o fim do ano passado, ainda sem data para ser votado. A proposta pretende melhorar o poder dos EUA para combater crimes e ataques virtuais, promovendo e incentivando a troca de informações entre governo federal, agências de segurança e empresas privadas. Ficaria, assim, permitido que provedores de internet, redes sociais e qualquer outra entidade privada repassem (e troquem entre si) informações “que digam respeito a ciberameaças” para o governo sem qualquer ordem judicial. E que o governo faça o mesmo, compartilhando com empresas as pistas sobre possíveis ataques. Quaisquer informações - incluindo dados pessoais de usuários estrangeiros publicados em redes sociais - podem entrar nessa rede de troca de dados. Basta que alguma das entidades contempladas pela lei julgue necessário divulgá-las para manter a segurança de redes dos EUA. E não há garantias de como essas informações serão usadas. “Informações privadas podem ser compartilhadas a despeito de qualquer outra disposição de lei”, diz o texto. Isso significa que as disposições da Cispa poderiam passar por cima de todas as garantias de privacidade de dados vigentes nos EUA.

Movimento. Indignadas, agências de defesa da liberdade na internet proclamaram a

POLITICS.BLOGS.COM

semana passada como a “Semana contra a espionagem virtual”, aos moldes dos protestos que resultaram no adiamento indefinido da votação da Sopa no Congresso. A Semana articulou usuários, grupos hackers e entidades civis. Mas não as MICHAEL ROGERS empresas de tecnologia. Desta vez, ao contrário da mobilização contra a Sopa, companhias como Facebook, Microsoft, Intel, IBM e Oracle se declaram publicamente a favor da aprovação da Cispa. As empresas argumentam que é necessário ter uma forma mais efetiva e menos onerosa de compartilhar conhecimento sobre ameaças digitais para proteger melhor seus usuários e suas patentes. Se a Sopa não era interessante para as empresas de tecnologia, pois dava a elas a prerrogativa de monitorar seus usuários e as considerava responsáveis pelos atos deles na rede, a Cispa tira toda a responsabilidade e a repassa para entidades governamentais. O projeto ainda determina que uma empresa não pode ser processada por um usuário por entregar ao governo as informações dele que se encaixem na lei. Segundo Michael Rogers, um dos deputados proponentes da Cispa, a ideia é proteger os Estados Unidos de roubos de propriedades intelectuais que, nas mãos de concorrentes externos, colocam as indústrias do país em uma desvantagem competitiva injusta. Além disso, ainda segundo o congressista, a Cispa “visa somente proteger a rede norteamericana de computadores de ataques hackers em nome da segurança nacional”. Além de acusar a Cispa de potencialmente criar um estado de vigilância permanente, os advogados Rainey Reitman e Lee Tien, da Electronic Frontier Foundation (EFF), dizem que o texto da proposta usa uma linguagem ampla para definir o que é uma ameaça virtual, o que deixa a porta aberta para abusos. “Isso é um pequeno pedaço da Sopa enrolado em uma lei que foi supostamente pensada para facilitar a detecção e a defesa contra

ameaças à segurança da rede”, disseram eles em entrevista por e-mail. “A linguagem é tão vaga que um provedor de internet poderia usar a lei para monitorar as comunicações de seus clientes para achar possíveis violações de direitos de propriedade intelectual.” A EFF argumenta, ainda, que não é necessário que a sociedade abra mão dos direitos de privacidade em nome da segurança virtual. A Casa Branca parece concordar com a agência. Em nota oficial, a presidência diz que um projeto desse tipo deve ter “robustas salvaguardas para a privacidade e os direitos civis dos cidadãos norte-americanos”.

“A CISPA AUMENTA IMENSAMENTE O PODER FEDERAL”, AFIRMA RYAN RADIA CEI.ORG

Ryan Radia é diretor de estudos em tecnologia do Competitive E n t e r p r i s e Institute, uma organização não governamental dos EUA que promove a livre iniciativa e as liberdades individuais. Quais pontos da RYAN RADIA Cispa que mais preocupam? - A Cispa aumenta imensamente o poder federal, minando a liberdade de contrato e prejudicando a competitividade do setor de tecnologia dos EUA. Além disso, a liberdade de varredura de dados criada pela lei efetivamente tira das empresas a capacidade de garantir a seus usuários que suas informações não serão compartilhadas com o governo na ausência de um processo legal válido. A Cispa permite que o governo acesse informações de cidadãos para propósitos de investigação não relacionados à segurança digital. O projeto chega ao ponto de imunizar um provedor que compartilha dados não relacionados a amea-

HORŁSCOPO

ças digitais desde que acredite agir de “boa fé”. Como a Cispa pode violar direitos de usuários comuns? - Ela torna muito mais fácil para entidades governamentais juntarem forças com empresas privadas para facilitar a vigilância eletrônica em massa. Com isso, uma grande quantidade de informações pessoais armazenadas na nuvem podem acabar em mãos erradas. A iminente ameaça de o governo acessar informações individuais sem o devido processo judicial poderia diminuir os ânimos de discursos anônimos, desencorajar empresas e consumidores a adotarem tecnologias em nuvem e minar os princípios constitucionais fundamentais. A Cispa pode ser chamada de Sopa 2.0? - A Cispa e a Sopa são projetos de leis muito diferentes que se propõem a falar de assuntos completamente diferentes - segurança virtual e proteção à propriedade intelectual, respectivamente. Elas só são similares no fato de ambas aumentarem o poder do governo e potencialmente ameaçarem a liberdade na internet, mesmo que de formas bastante diferentes. O que acha do apoio das empresas de tecnologia à Cispa? - Essas empresas reconhecem que ataques virtuais representam uma séria ameaça à segurança e à integridade de sistemas que guardam dados confidenciais dos usuários. Muitas delas querem compartilhar informações sobre possíveis ataques com outras empresas e, em alguns casos, com entidades governamentais. Mas as atuais leis federais limitam como essas informações podem ser compartilhadas. Assim, as empresas querem que o Congresso reforme as leis existentes para permitir um compartilhamento de informação mais ágil. Não há evidências que as empresas de tecnologia estejam apoiando a Cispa por razões nefastas ou que elas estejam ansiosas para abusar de suas relações de confiança com os usuários. A Cispa tem chances reais de ser aprovada? - Embora os principais líderes do Congresso estejam cientes da campanha antiCispa, ainda não está claro se a oposição ao projeto vai influenciar significativamente o resultado da votação. Continuo cautelosamente otimista de que a Cispa não vai ser promulgada na sua forma atual.

DE 30/04 A 07/05

PATRYCIA TORRES/AE

PROJETOS DEVEM TORNAR-SE REALIDADE ESTA SEMANA Semana com grande potencialização de realização. Projetos que estão precisando de um impulso e finalização devem receber atenção nesses próximos dias e sair do papel para a realidade.

Áries (20/03-19/04) - Os naturalmente lideres arianos ganharão ainda mais destaque. Aos que já estão em evidência, o sucesso é uma consequência natural. Para aqueles que estão buscando essa posição de destaque, o Sol está brilhando muito, aproveitem! Touro (20/04-20/05) - Júpiter favorece muito positivamente a expansão dos planos e ideias dos taurinos. O trabalho ganha novas e enormes possibilidades e você realmente se encontra em uma posição de van-

tagem em relação a tudo que poderia atrapalhar seus planos.

Gêmeos (21/05-20/06) - Alguns assuntos ligados a área afetiva que estavam sendo adiados, nessa semana serão resolvidos quer você queira ou não. É chegado o momento de tomar decisões e fazer a vida caminhar de fato nesse aspecto. Câncer (21/06-22/07) - Entre a razão e a emoção o canceriano passa uma semana bem dividido. Porém, você já deveria estar acostumado com essas oscilações e gastar o mínimo possível de energia nesses momentos. Assim como, chegar ao equilíbrio rapidamente mesmo quando o caos se apresenta. Leão (23/07-22/08) - Emocionalmente forte, o leonino de repente se pegará observando seu relacionamento e até mesmo, o casamento para os que já estão casados. Alguns conflitos podem surgir pedindo que você revise certas situações e busque novas abordagens. Paciência!

Virgem (23/08-22/09) - Você está exatamente no meio de grandes possibilidades, será que está se dando conta disso? Afrouxe um pouco o nó das críticas e das ideias préconcebidas para ver as coisas de maneira mais leve e mais otimista. A realidade sempre apresenta vários níveis. Libra (23/09-22/10) - Com o Senhor do tempo exatamente em cima de você, convém ter paciência e aguardar os fatos acontecerem como tem que ser. Perseverar é a palavra chave. Plante, plante pois só assim a colheita aparece. Cuidar do lado espiritual é bem conveniente. Escorpião (23/10-21/11) - Intuição redobrada para o amigo de escorpião, principalmente no que se refere a futuro, ou seja, você está conseguindo ver com muita clareza situações que se sucederão em médio e longo prazo. Confie nisso e programe-se. Sagitário (22/11-21/12) - A personalidade de grande parte dos sagitarianos pede uma

reformulação. Isso não quer dizer que o que você tem hoje é ruim, mas, sim, revela que você pode evoluir muito mais. Siga em frente!

Capricórnio (22/12-20/01) - E com tanta mudança que já ocorreu na vida dos capricornianos, a partir do seu modo de ser, você nem poderia imaginar que vêm mais coisas pela frente. A evolução está sendo rápida para você, assim como em todo o Planeta Terra. Ótimo sinal! Aquário (21/01-18/02) - Em alguns momentos você pode ter a impressão de que a sua vida está parada e de que as coisas não estão acontecendo da maneira que você quer. Mas lembre-se de que por de trás da cena existem os bastidores e eles não param nunca. Peixes( 19/02-19/03) - Sensibilidade em alta para os amigos piscianos. Já está na hora de você aprender a cuidar dessa sensibilidade e não se deixar influenciar por tudo que acontece a sua volta. Tenha firmeza e diga adeus a tanta vulnerabilidade. ■


18

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

SEBASTIÃO NERY Ratos e moscas PARIS – Fazia quase zero grau, domingo, e a manhã tremia de frio nas ruas de Paris. Queria ver outra vez os franceses votando. Abriguei-me no museu “Maillol” (rua Grenelle, Boulevard Saint Germain) para ver a magnífica exposição da bela e inconfundível Artemisia, uma Cleópatra italiana (nasceu em Nápolis em 1593 e morreu em 1654),pintora com obras nos grandes museus do mundo, única mulher do Renascimento italiano. Perto, a “Sciences Po” (rua Saint Guilhaume, 27) centro da sabedoria política da França com um posto de votação da Mairie (subprefeitura). Silêncio de igreja. Nem boca de urna fora, nem boca de gente dentro. Do lado esquerdo de quem entrava, várias cabines de pano com as urnas lá dentro. Do lado direito e em frente, duas mesas com as fichas dos eleitores para serem conferidas e assinadas. Sobre uma mesa, pequenas pilhas com as cédulas dos 10 candidatos. O eleitor pegava o mínimo de duas (para não escancarar o voto) , entrava na cabine e votava. Perguntei a um senhor com cara de coordenador como ia a abstenção. - Aqui vai dar uns 40%. Estava enganado. A abstenção geral foi de menos de 20%, uma lição de consciência pública do povo francês, onde o voto não é obrigatório.

Urna eletrônica Por que a França não usa o voto eletrônico? Em 2007 houve um grande debate aqui. Uns diziam que seria um progresso, outros alegavam o risco de fraudes. Resultado: a partir de 2007 os postos de votação que adotaram a urna eletrônica passaram de 84 a 64 em todo o país. E afinal o Conselho Constitucional arquivou a idéia. E no Brasil deu tão certo. Não se diga que sem a urna eletrônica a apuração aqui atrasa. As eleições terminaram às 20 da noite. Imediatamente o resul-

tado das pesquisas de boca de urna já estava nas televisões e de manhã os jornais publicavam cadernos especiais com todos os números, percentagens e detalhes dos votos de cada região, cidades, Mairies, urnas.

Sarkozy O editorialista Laurent Joffrin, da revista “Le Nouvel Observateur”, a melhor da França, diz que “a rejeição de Sarkozy foi a “última ratio” desta eleição; - “Solitário ,

agressivo, infatigável e “sans vergogne”, esta eleição não é somente um referendum sobre Sarkozy, é um referendum sobre o dinheiro, sobre o poder do dinheiro. Nestes tempos de sacrifício, de desigualdade, foi insuportável. O rei dinheiro perdeu sua coroa”. Uma prova disso é a eleição em Paris. Pela primeira vez, um candidato do PS (Partido Socialista) chegou em primeiro lugar no primeiro turno da eleição presidencial, com 34,83% dos votos, entre dez candidatos. E, das 20 regiões administrativas, Hollande ganhou em 13. E o total de votos da esquerda (o Partido Socialista de Hollande, o Grupo de Esquerda de Melenchon e o partido Verde da Eva Joly) passou de 50%. Quem ganha Paris ganha a França.

Saint-Denis Dentro de Paris, onde está inclusive o estádio Saint-Denis, o “Stade de France”, o Maracanã da França, fica a cidade de SaintDenis, que não é Paris porque é uma cidade independente. Mas o voto lá é também um voto em Paris. E em Saint-Denis o candidato socialista François Hollande chegou folgadamente na frente, com quase 20 pontos a mais do que seu adversário Sarkozy, que teve 19,48% e Hollande 38,68%. Ganhou em Saint-Denis ganha na França, até mesmo na Copa. Outro dado que confirma as eleições como a rejeição de Sarkozy é que as esquerdas tive-

AGENDA Festa da Tequila Será realizada neste sábado, 28, a festa “Tequila, tequileiros na pista”, a par tir das 22h, no Estação Gê. Apresentação dos DJs Sabrina e Marciano e da dupla Leo e Lyan. Na segundafeira, 30, véspera de feriado, show com o cantor Ed Moreno e par ticipação da Banda Mistura Baiana, a par tir das 22h (mulheres têm acesso livre até às 23h30). Na sexta-feira, 4 de maio, apresentação do cantor Pablo, a par tir das 22h. Mais informações pelo telefone (77) 3628-0054.

Costelão na Gruta Será realizado no domingo, 6 de maio, o 8º Costelão de Luís Eduardo Magalhães, no Centro de Eventos Nossa Senhora Aparecida (Gruta), a par tir das 11h. Mesas e convites à venda no dia do evento.

Organic Fest Será realizada no dia 12 de maio, a par tir das 23h, a Organic Fest, no Avenida Quatro Estações (avenida Juscelino Kubitschek, 3740). Apresentação dos DJx Alex, Marquinhos Espinosa, Kamila Lopes e Lethal (este de Brasília). Mais informações pelos telefones (77) 3628-4988 e 9996-6655.

Sebrae Mais O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Luís Eduardo Magalhães (Sebrae/LEM) promove entre 15 de maio e 24 de agosto o programa “Sebrae Mais – Gestão Financeira: Curso e Consultoria”. No dia 15 de maio, encontro de iniciação, das 8h30 às 18h; de 16 a 18 de maio, entrevistas individuais (duas horas por empresa); dia 28 de junho, encontro intermediário I, das 8h30 às 12h; dias 28 e 29 de junho, atendimento personalizado (uma hora por empresa); dia 26 de julho, presencial intermediário II, das 8h30 às 12h30; dias 26 e 27 de julho, atendimento personalizado II (uma hora por empresa); dia 24 de agosto, encontro final, das 8h30 às 12h30. Entre 14 e 18 de

maio acontece o curso “Compras governamentais, como vender para a administração pública sem risco”, das 19h às 22h. Os cursos serão realizados na sede do Sebrae (rua Paraíba, s/nº, Centro). Mais informações pelos telefones (77) 36282790/3628-3353 e 3611-3013.

Assembleia da Apae A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Luís Eduardo Magalhães (Apae/LEM) convoca os associados e contribuintes para a Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 7 de maio, às 18h, na sede da entidade (rua Ceará, 181, quadra G, Centro). Na pauta, proposta da reforma e homologação do estatuto da APAE/LEM para adequação ao padrão proposto pela Federação Nacional das APAEs. Mais informações pelo telefone (77) 3628-0474.

Plantio direto Será realizado em 25 de maio, o 7º Encontro Técnico de pesquisa e desenvolvimento de Sistema de Plantio Direto (SPD) e Integração Lavoura e Pecuária (ILP), na Fazenda São Miguel, em Roda Velha, São Desidério.

Simpósio de Engenharia Acadêmicos do 5º período de Engenharia de Produção da Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira (Faahf) realizarão em 1º de junho, o II Simpósio de Engenharia de Produção (Simep). O evento é aber to ao público e será realizado no auditório da Faahf a par tir das 19h30, com a presença do Astronauta Brasileiro Marcos Pontes. O tema desta segunda edição será “Tecnologia no Mundo”. Informações e ingressos pelo fone (77) 3628 9900 com a coordenação do Curso de Engenharia.

Lembrete Será lançado neste domingo, 29, Dia Mundial da Dança, na praça Sérgio Alvim Mota, no Centro, o projeto Ritmos Dance Móvel, que vai levar aulas de dança a vários pontos da Cidade. A

ram 45,81% dos votos e Sarkozy só chegou a 27%. O resto ficou com a extrema direita e o centro, confirmando as pesquisas que estão dando para o socialista Hollande, no segundo turno, 54%, 55% ou 56%. E Sarkozy não consegue passar de 44%, 45% ou 46%.

Jornalismo Não se pense que eleição aqui é um doce filme de Brigite Bardot. O maior, mais brilhante orador da campanha, mais jovem senador da França, intelectual, professor universitário, fundador da Frente de Esquerda, e que teve 11,11% de votos, brigou com os jornalistas da respeitada revista “Le Nouvel Observateur”, sobretudo o consagrado diretor Jean Daniel, e disse: 1 – “Os jornalistas do “Le Nouvel Observateur” são ratos que é preciso mandar de volta para seus esgotos a golpes de balas”. 2 – “Cada criatura viva tem seus inconvenientes. Para as vacas, as moscas. Para nós políticos, os jornalistas”. Sebastião Nery, baiano de Jaguaquara, é jornalista político. Foi comentarista do Jornal Nacional, colunista da Folha de S. Paulo e da Tribuna da Imprensa, correspondente de jor nais brasileiros em Moscou, Praga e Varsóvia. Fundou o jornal Politika no início dos anos 70, fechado pela ditadura militar. É autor de 19 livros, entre eles a antológica série Folclore Político. Nery foi também vereador em Belo Horizonte, deputado estadual na Bahia e deputado federal pelo Estado do Rio de Janeiro. Foi ainda adido cultural do Brasil na França e na Itália.

Informações para esta seção: oestesemanal@diariodooeste.com.br

par tir das 16h, concentração para aquecimento aeróbico das academias e brindes para as primeiras cem pessoas que chegarem ao local; às 19h, espetáculo surpresa, apresentações de dança, sor teio de brindes e camisetas. Mais informações pelos telefones (77) 9946-8668 e 9996-2536. ● Boas práticas para uso eficiente de fer tilizantes (BPUFs) é o

tema do III Simpósio Regional IPNI Brasil, nos dias 15 e 16 de maio, Hotel Saint Louis (rua Juscelino Kubitschek, 976, Jardim Paraíso). No dia 15, aber tura às 9h e, a par tir das 9h30, palestra “Aspectos gerais sobre boas práticas para uso eficiente de fer tilizantes”, com Luís Prochonow e Valter Casarin, da IPNI Brasil; às 11h, palestra “Conceitos e dinâmica de nutrientes no sistema soloplanta visando BPUFs”, com Luís Prochow e Valter Casarin; às 14h, “Manejo da acidez do solo como fundamento para BPUFs”, com Eduardo Caires, da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG); às 16h, “Sistema de produção e eficiência agronômica de fer tilizantes”, com Rogério Soratto, da Universidade Paulista (Unesp), de Botucatu (SP); no dia 16, às 8h, “Otimização na aplicação de fer tilizantes e corretivos agrícolas”, com Pedro Luz, da USP; às 10h, “BPUFs para soja, com Volnei Pauletti, da Universidade Federal do Paraná (UFPR); às 11h, “Informações sobre BPUFs para soja na Bahia”, com Celito Missio, da Aprosem/BA; às 11h30, debate sobre soja; às 13h45, “BPUFs para milho”, com Antônio Fancelli, da USP; às 14h45, “Informações sobre BPUFs para milho na Bahia”; às 15h15, debate sobre o milho; às 16h15, “BPUFs para algodão”, com Leandro Zancanaro, da Fundação MT; às 17h15, “Informações sobre BPUFs para algodão na Bahia”, com Pedro Brugnera, da Círculo Verde Consultoria; às 17h45, debate sobre algodão. Mais informações e inscrições pelos telefones (19) 3433-3254 e 3422-9812, pelos e-mails elavorenti@ipni.net e rfiuza@ipni.net e pelo site www.ipni.org.br. ● Neste domingo, 29, será realizada a I Festa da Paróquia Santa Rita de Cássia, do Jardim das Acácias, no Centro de Eventos Nossa Senhora Aparecida (Gruta). Às 10h, celebração eucarística; às 12h, almoço (churrasco) seguido de bingo, leilões e atividades de recreação. No bingo, o 1º prêmio será uma moto Honda 150 cc; 2º prêmio, uma TV LCD de 40 polegadas; 3º prêmio, um notebook; 4º prêmio, uma lavadora de roupas de 10 kg; 5º prêmio, uma moto Honda Fan 125 cc. Animação de Marcos Terra e Banda. Mais informações pelo telefone (77) 9906-9930.

● Será realizado no dia 5 de maio, às 22h, o XVI Baile do Chopp, no Clube Aliança, no Novo Paraná. Animação da Orquestra Continental, de Itapiranga (SC). Mais informações pelo telefone (77) 3688-1101. ● Será realizada nos dias 18, 19 e 20 de maio a II Grande Vaquejada, no Parque Universo, em Formosa do Rio Preto. Prêmios de R$ 45 mil (categoria profissional) e R$ 5 mil (categoria amadora). Shows com Tok + e Toinho e Cia, no dia 18; Espora de Prata e Sela Vaqueira, dia 19; apresentação de bandas regionais, no dia 20. Mais informações pelos telefones (77) 9988-0983 e 9971-6492. ● Será realizado em 19 de maio o “Dia com Deus”, promovido pela Igreja Assembleia de Deus de Luís Eduardo Magalhães, na Escola Municipal Aldori Luiz Tolazzi, no Santa Cruz, das 9h às 21h30. Durante o evento serão realizadas atividades de gincana e louvores pelos jovens participantes. Mais informações pelo telefone (77) 3628-1988. ● No dia 19 de maio será realizado o Bailão Country Sertanejo, a par tir das 22h30, no CTG Sinuelo dos Gerais, no Mimoso I. Apresentação da dupla Paulo César e Juliano e da banda Lord Company. Mais informações pelos telefones (77) 3628-2443 e 9950-8087. ● No dia 25 de maio será realizada, a par tir das 23h, a Saideira Universitária, no Estação Gê. Show com a dupla João Pedro e Júnior e animação do DJ Adriano. Mais informações pelos telefones (77) 9802-8660 e 9997-7114. ● A Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira (FAAHF), em convênio com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), está com as inscrições aber tas para os cursos de MBA em Gestão Estratégica do Agronegócio; Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria; Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas, todos com início em maio. Também estão aber tas as inscrições para os cursos preparatório do exame da Ordem (1ª Fase) e de especialização em Direito Penal e Processo Penal; Direito Constitucional Aplicado; Direito do Trabalho e Processo do Trabalho, em convênio com o Complexo Educacional Damásio de Jesus. Mais informações pelo fone (77) 3628. 9900. ■


C I D A D E 19

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012 LUCIANO DEMETRIUS

Preso autor de assassinato em bar

LONA preta foi colocada sobre o muro do prédio da 5ª Companhia da PM, em Luís Eduardo.

Policial militar tem corpo esquartejado

O auxiliar de serviços gerais Reginaldo José Vilença, 21 anos, foi preso no final da tarde de sábado, 21, na Vila II do Assentamento Rio de Pedras, na área rural de Luís Eduardo Magalhães. Ele é o autor do assassinato de Murilo da Rocha Hermes, na noite de sexta-feira, 20, no Bar da Edna, na rua América Dourada, no Santa Cruz. Policiais militares chegaram até o suspeito por meio de denúncia anônima. Eles foram ao assentamento, por volta das 17h50, encontraram Reginaldo e lhe deram voz de prisão. Segundo frequentadores do bar, na noite de sexta-feira dois homens chegaram em frente ao estabelecimento em uma moto preta e o carona desceu e dirigiu-se à mesa em que estava Murilo Hermes. Sem dizer nada, o desconhecido desferiu vários golpes de faca em Murilo. Aos policiais militares, Reginaldo Vilença disse que matou Murilo Hermes porque cerca de uma hora antes os dois haviam discutido e ele fora agredido fisicamente e ameaçado de morte.

FACEBOOK

DA REDAÇ‹O enato da Silva Oliveira, 31 anos, soldado da 5ª Companhia da Polícia Militar em Luís Eduardo Magalhães, foi assassinado e teve seu corpo esquartejado em Barreiras. O crime, segundo a 1ª Delegacia de Polícia de Barreiras, aconteceu entre a noite de segundafeira, 23, e a madrugada de terça-feira, 24. A cabeça, com duas perfurações de pistola, foi a primeira parte do corpo do soldado a ser encontrada, por volta das 6h de terça-feira, em um canal de esgoto próximo ao Colégio Batista, no Centro. O tronco, com os braços amputados na altura dos ombros e as pernas cortadas na altura dos joelhos, foi encontrado no final da manhã, no Rio Grande, em área que pertence à Universidade Federal da Bahia (UFBA). Os antebraços e partes das pernas foram encontrados no início da tarde, também no Rio Grande, por familiares que auxiliavam os policiais do Corpo de Bombeiros nas buscas ao corpo. A barriga do soldado apresentava um corte de aproximadamente 40 cm e suas vísceras estavam expostas. Nas costas, outros dois cortes feitos por faca, na altura dos rins. “Uma crueldade típica de filmes de terror”, disse um primo de Renato, que trabalha em Luís Eduardo Magalhães e pediu para não ser identificado. No final da manhã de terça-feira, o carro do PM, um Golf, foi encontrado incendiado na BA 455, entre Barreiras e Catolândia. Uma garrafa com gasolina e fósforos riscados foram encontrados próximos ao veículo. O material foi apreendido e levado à perícia da Polícia Civil.

primo. Desde a tarde de terça-feira, uma lona preta foi colocada sobre o muro da 5ª Companhia da PM, em Luís E d u a r d o Magalhães, para homenagear o soldado e protestar contra a falta de segurança aos poliRENATO OLIVEIRA ciais militares. “A situação chegou a um ponto que nem mesmo quem cuida da segurança está protegido. Mais do que lamentar a morte do colega, queremos agilidade nas investigações”, disse um soldado. Outro policial reclamou que após a morte de Renato de Oliveira não apareceu nenhuma entidade para prestar apoio à Polícia Militar. “Cadê as entidades de direitos humanos? Quem morreu foi um trabalhador da área de segurança pública, um pai de família, que foi torturado e morto de forma cruel. Ninguém foi perguntar à família se ela precisava de apoio ou querer saber do estado de choque da filha do Renato”, protestou outro PM. Os dois policiais militares pediram para não terem sua identidade revelada. O enterro de Renato de Oliveira, na quartafeira, 25, no Cemitério Jardim da Saudade, em Barreiras, foi acompanhado por familiares, amigos, policiais do 10º BPM e populares. Os parentes do soldado preferiram o silêncio, enquanto os colegas de profissão e amigos clamavam por justiça.

Último contato. O último contato do soldado com a Companhia aconteceu por volta das 18h de segunda-feira, 23. Ele avisou por telefone que estava em Barreiras resolvendo problemas particulares e entregaria um documento a uma instituição. No dia seguinte, ele se apresentaria para assumir o plantão, a partir das 19h30. Solteiro, pai de uma menina de oito anos, Renato Oliveira estava na Polícia Militar havia nove anos e há três anos servia na 5ª Companhia da Polícia Militar, em Luís Eduardo Magalhães. O primo do soldado disse que ameaças são comuns aos policiais, mas que jamais alguma delas tenha sido direcionada a Renato Oliveira. “Meu primo sempre teve uma conduta correta dentro da Polícia Militar. Em sua vida particular também não se envolveu em situações que pudessem colocá-lo em risco”, afirmou o

Investigação. Na sexta-feira, 27, o delegado titular da 1ª Delegacia de Barreiras, que investiga o caso, Joaquim Rodrigues, disse que até então colegas do PM e familiares haviam sido ouvidos. “Ainda é cedo para levantar qualquer hipótese. Levando-se em conta a forma com o crime aconteceu, existe a suspeita de vingança, mas isso são apenas considerações a respeito da maneira como o corpo foi encontrado”, afirmou. Segundo o delegado, está sendo feita uma investigação conjunta da Polícia Civil com o Batalhão da Polícia Militar, em Barreiras, e com a 5ª Companhia, de Luís Eduardo Magalhães. “A Polícia Militar trabalha com a investigação interna, para apurar detalhes sobre o soldado e nos repassar as informações. Mas, até o momento, não temos nenhum dado concreto”, disse

R

Preso por ameaçar office-boy com faca O mecânico Rosildo da Silva Goiano foi preso no início da tarde de sábado, 21, após ter ameaçado com uma faca o office-boy Fabiano Lopes dos Santos, no Espetinho do Léo, no Centro. Por volta das 13h, policiais militares foram até o local após um dos clientes do estabelecimento denunciar que duas pessoas brigavam no local, uma delas armada com uma faca de cozinha. Ao chegar ao local, os PMs encontraram a faca escondida na cintura de Rosildo Goiano. Ele admitiu ter ameaçado Fabiano dos Santos porque este teria tentado agredi-lo fisicamente. O office-boy disse, porém, que já havia sido ameaçado anteriormente por Rosildo Goiano, que é seu vizinho.

Dois são presos em tentativa de assalto Francisco dos Santos, 49 anos, e José Jesus dos Santos, 52, foram presos por policiais militares na noite de quinta-feira, 26, na rodoviária de Luís Eduardo Magalhães, no Centro. Eles tentaram assaltar a lavradora Dilma dos Santos de Oliveira, quando esta aguardava para embarcar em um ônibus. Segundo testemunhas, um dos assaltantes ameaçou a mulher com um canivete, enquanto outro segurava um espeto de ferro para churrasco. Uma pessoa que estava próxima avisou PMs que faziam ronda na região. .

Padaria e farmácia são assaltadas Uma padaria no Centro e uma farmácia no Santa Cruz foram assaltadas esta semana. Na noite de quarta-feira, 25, um homem armado assaltou a Panificadora Oásis, na rua Mato Grosso, na esquina da quadra do Fórum, no Centro. Segundo o proprietário do estabelecimento, Rodrigo Zangirolmi, às 19h45 o assaltante entrou na padaria com a arma na mão – provavelmente um revólver calibre 38 – e anunciou o assalto. Ele foi direto ao caixa e levou R$ 100. O comerciante não soube informar se havia alguém do lado de fora dando cobertura ao ladrão.

Na noite de quinta-feira, 26, um homem armado com revólver assaltou a Farmácia Genérica, no Santa Cruz, Segundo a proprietária do estabelecimento, Jaqueline da Silva Demontino, 31 anos, o assalto aconteceu às 22h15, quando ela abria uma das portas internas da farmácia com acesso a sua residência, que fica no andar superior. O assaltante apontou a arma, um revólver calibre 38, contra ela e levou R$ 250 e dois telefones celulares. Em seguida, fugiu em uma moto Honda Biss preta.

Caminhoneiro é assaltado em posto O caminhoneiro José Roberto Sehnem, 48 anos, foi assaltado por dois homens armados no pátio do Posto Imperador, na BR 020, na noite de sexta-feira, 20. Segundo o motorista, eram 21 horas quando os dois ladrões chegaram a pé, usando capacetes, cada um com um revólver calibre 32, e invadiram a cabine do caminhão. Foram roubados R$ 300 e um aparelho celular.

Dois são presos ao brigar em avenida Sandro da Silva Cardoso, 38 anos, e Gerciney Almeida da Silva, 29, foram presos na manhã de sábado, 21, ao brigarem na avenida Ayrton Senna, no Santa Cruz. Testemunhas disseram a policiais militares que, por volta das 6h, Gerciney da Silva tentou agredir Sandro Cardoso após discussão entre eles. Sandro Cardoso reagiu, ameaçando o rival com uma arma de fogo. Assim que avistou uma viatura da PM que fazia ronda na região, Sandro Cardoso entrou em seu carro e escondeu a arma. Na abordagem, os policiais encontraram um revólver Taurus calibre 38 e três cartuchos intactos.

Motorista bate, tenta fugir e é preso Vilson Carvalho Pinto, 29 anos, foi detido por policiais militares na noite de domingo, 22, minutos após tentar fugir de um acidente no qual se envolvera, no Santa Cruz. Às 23h30, seu Honda Civic placa JHI 8638 bateu na moto Sundown Web 100 placa NFS 2114 conduzida por Josemar França da Silva, 26, na rua Ibitiba. Quando uma viatura da Polícia Militar chegou ao local do acidente para atender a ocorrência, o motorista do carro tentou fugir, mas foi alcançado e preso pelos policiais. Segundo os PMs, Vilson Pinto apresentava sinais de embriaguez. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia e vai responder por direção perigosa e por não ter prestado socorro à vítima. Já Josemar da Silva foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Moto é furtada em residência Laércio Meurer teve sua motocicleta Honda Pop 100 placa NHJ 2598 furtada de dentro de sua residência na madrugada de domingo, 22, no Mimoso I. Por volta das 3h, o proprietário da moto disse ter escutado um barulho como se alguém estivesse forçando o portão de sua casa, que fica na avenida JK. Ao verificar o que estava acontecendo, ele encontrou o portão aberto e percebeu que a motocicleta havia sido levada. A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas pela região, mas a moto não foi encontrada. ■


20

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

SOCIEDADE TIZZIANA OLIVEIRA tizzianaoliveira@diariodooeste.com.br

Em Paris

Arraiá do Cemac O Centro Educacional Maria Cardoso Ferreira (Cemac), fará a tradicional festa junina, dia 6 de junho no Centro de Convenções Nossa Aparecida (Gruta), às 19h.

Rosiele Favoto, o marido Sergio Alex Favoto, e a filha Ana Carolina retornaram de viagem de turismo de uma semana a Paris, na terça-feira, 24. A família visitou a Torre Eiffel, o Château de Versailles e o Museu do Louvre. “Pretendo voltar para conhecer os Jardins de Monet e o Moulin Rouge. Passeamos por diversas ruas lindas, sem contar os cafés que são uma atração à parte”, disse Rosiele. Na foto, Sergio, Rosiele e Ana Carolina Favoto em frente à Torre Eiffel.

Aniversariantes

Marceli Brites fez o seu chá de panela no sábado, 21, às 15h, em sua futura residência, no Bairro Florais Léa, no condomínio Parque dos Girassóis. O chá, bem animado, teve a presença de amigas e familiares da noiva. Marceli, que é biomédica, casa-se MARCELI BRITES com Daniel Cassiano Motta Schwengber, empresário, no dia 12 de maio, às 16h.

● Simoní Pais e Edson Augusto Wisniewski confirmaram chegada do novo homem da casa: Augusto de Souza Wisniewski. Simoní está grávida de 16 semanas.

Feijoada no Lions O Lions Clube Mimoso do Oeste – Luís Eduardo Magalhães – promoveu no sábado, 21, a sua tradicional feijoada beneficente. Foi o décimo ano consecutivo do evento. Foram vendidos 700 convites. O presidente do Lions, Ronaldo Francisco, disse que o valor arrecadado será utilizado para a construção de um centro de evento poliesportivo social que atenderá ao Lions e à Apae. Houve o sorteio de uma massagem no Spa Carpe Diem. A confraternização foi prestigiada por quem admira o trabalho da instituição.

Dias das mães Este ano a escola de idiomas CCAA comemora o Dia das Mães no sábado, 5, no Hotel Solar, às 16h. Há sete anos o CCAA homenageia as mães com um delicioso café da tarde. Haverá algumas apresentações dos filhos e o tradicional bingo com muitos prêmios para a diversão das mamães. Para a criançada, haverá pula-pula e escorregador.

A princesinha Heloisa Dahmer comemorou seu primeiro ano no domingo, 15. Seus pais Ângela Dahmer e Aderson Dahmer prepararam uma linda comemoração para a filha, com o tema “passarinhos”. Eles receberam os convidados no Hotel Solar. ● O casal Alexsandra Cordeiro e Gilvan Aroldo Ramalho reuniu amigos e familiares para comemorar o terceiro aniversário de Rafaella Ramalho, no sábado, 14. Eles receberam os convidados no Hotel Solar Rio de Pedras.

Miguel Vieira terá um novo irmãozinho. Sua mãe Clair Vieira está grávida de oito se-

ÂNGELA DAHMER, Heloisa, Aderson Dahmer

e Luísa.

RAFAELLA RAMALHO

● Soila Inacio da Silva, Lidiane de Oliveira Martins, Ana Amelia Junqueira Lopes comemoraram seus aniversários na terça, 24. Adriani Teixeira, Fabricio Prado Monteiro, Ronaldo Francisco na quar ta, 25. Marcos Akama na sexta, 27. Joice Schwaickardt neste sába do, 28. Anna Paula Bueno, Raissa Dhamer e Edna Teixeira neste domin go, 29. E na próxi ma quin ta, 3 de maio é o dia do pre fei to Humberto Santa Cruz.

Bebês à vista

NA FEIJOADA no Lions: José Eduardo Barros, Delaine, Maria Clara e José Eduardo Filho.

Arquiteta

Priscila Reis e Reinaldo Gil casaram-se na sexta-feira, 20, às 19h30. A cerimônia foi realizada no Salão do Reino das Testemunhas de Jeová. Logo após a consagração, o casal recebeu convidados no restaurante Nippon.

manas. A chegada do bebê é para novembro.

Cintia Fernandes está grávida de sete meses e meio. Ela fez o chá de bebê de Victor Hugo Fernandes Balin no sábado, 21. O evento aconteceu na residência da amiga Bruna Almeida Rolemberg, no Jardim Paraíso. A decoração foi organizada pela madrinha Danieli Oselame Prestes. A futura mamãe está radiante. O parto está previsto para o dia 15 de junho. O papai Jorge Alberto Balin está ansioso.

EDUARDA REIS JUNQUEIRA

Casamento

Chá de panela

Chá de bebê

PING-PONG

CINTIA FERNANDES

Hobby: Dançar. Mania: Bolsa, sapato, mas principalmente brinco. Defeito: Teimosa. Estilo: De todos um pouco, bem acho que me adapto à moda. Comida preferida: Difícil, mas pra resumir sou carnívora. Perfume: O que uso atualmente é o Be verde. Melhor investimento: Os estudos. Coleciono: Souvenir. Não dou, não vendo, não empresto: Meus princípios. Minha família eu não dou nem vendo, mas empresto para os amigos. Dia ou noite: depende da programação, mas a noite sempre me fascinou. Um dia especial: 22 de abril. Bebida: Cerveja bem gelada. Adora: Viajar. Odeia: Falsidade. Filme: Eu adoro muitos filmes, mas um especial é “O conde de monte Cristo”. Livro: “O monge e o executivo”. Lugar: Rio de Janeiro. Por que sua profissão? Eu queria ser artista plástica, mas não se tem um grande futuro nessa profissão, pelo menos não para o artista, que em geral só é reconhecido depois de falecido. Então procurei algo que me ligasse a artes. Foi quando descobri e cursei arquitetura e urbanismo. Ser arquiteto é levar a arte para o cotidiano das pessoas, é poder muito com pouco, apesar de pouquíssimas pessoas perceberem isso. Programa de TV: Filmes. Fé: Um guia da minha vida. Tecnologia: Auxilia, mas não substitui o ser humano. Amor: Importante saber amar e receber amor, apesar de não ser fácil. Ultima viagem: Cidade maravilhosa, Rio de Janeiro. Frase: “O sucesso nasce do querer, da determinação e persistência em se chegar a um objetivo. Mesmo não atingindo o alvo, quem busca e vence obstáculos, no mínimo fará coisas admiráveis.” Jorge Alencar. Luís Eduardo Magalhães precisa de: Precisamos de muitas coisas, transporte público, estrutura, uma identidade, mas acima de tudo e com urgência precisamos de educação. ■


ESPORTES

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

21

Juventus passa à 3… fase Equipe luiseduardense joga mal, mas consegue empate no 2º tempo e avança na Copa Interclubes LUCIANO DEMETRIUS Da Oeste Comunicação Juventus fez o suficiente para se classificar à terceira fase da Copa Interclubes do Além São Francisco (Ciasf ), no domingo, 22, no Campo da Bunge. Empatou com o Corinthians, de Barreiras, por 1 a 1 e, por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0 (dia 15), conseguiu a vaga para a próxima etapa. Porém, a classificação aconteceu na pior apresentação da equipe na competição. O gol, marcado no segundo tempo, em cobrança de falta de Joaldo, foi um dos raros lances a favor dos juventinos. O Corinthians saiu na frente ainda no primeiro tempo, com gol de Maurício, aos 33 minutos do primeiro tempo. O atacante recebeu cruzamento da esquerda para a grande área e, livre de marcação, tocou no canto esquerdo inferior do goleiro Aparecido. Em um jogo de pouca movimentação dos dois lados, a primeira oportunidade de gol havia acontecido somente aos 23 minutos, a favor dos visitantes. E quem participou foi Maurício, cabeceando no canto esquerdo do goleiro do Portelinha, que espalmou a bola para a linha de fundo. O lado esquerdo do ataque era bem explorado pelo Corinthians, uma vez que

O

Maurício não recebia marcação e corria sem dificuldades para iniciar as jogadas de perigo. Aos 38 minutos, Maurício cruzou da esquerda para Márcio Queirós que, com o gol vazio, chutou contra a trave direita de Aparecido, quase ampliando a vantagem. As duas equipes retornaram sem alteração para o segundo tempo. Aos seis minutos, a primeira oportunidade de perigo a favor do Juventus. Joaldo cobrou falta da direita e a bola passou rente à trave. Então, o jogo passou a ser mais movimentado pelas substituições dos dois técnicos do que pela qualidade dos atletas em campo. Enquanto o Corinthians se segurava para levar a decisão para os pênaltis ou até mesmo buscar um contra-ataque para surpreender o adversário, o Juventus não conseguia bloquear o sistema defensivo da equipe barreirense. O técnico Jeder Oliveira trocou Marcinho por Georgethon na lateral, Neto por Alexandre no ataque, Hernandes por Damião, na meia e Janilton por Abidas no ataque. Um minuto antes de realizar a sua quinta e última alteração, ao tirar Joaldo para a entrada de Tacadinha, o atleta que sairia de campo marcou o gol de empate. Joaldo cobrou quase próximo da meia-lua da grande área no ângulo direito de Ismael. Necessitando da vitória,

o Corinthians partiu para o ataque e levou perigo ao adversário em três ocasiões, mas não conseguiu desempatar a partida. Assim que o jogo terminou, o que se via era mais uma sensação de alívio do que de comemoração entre os juventinos. “Reconheço que nosso time jogou mal na tarde de hoje”, admitiu o técnico Jeder Oliveira. “Parecia que nenhuma das peças se encaixava, não havia entusiasmo com um jogo tão importante. Eu evitei fazer alterações no intervalo para que o grupo ganhasse confiança, mas

não deu resultado. Precisei fazer todas as substituições no segundo tempo e precisando correr contra o tempo”, disse o treinador. Na terceira fase, o Juventus vai enfrentar o Morada da Lua, de Barreiras, que eliminou o Vila Leopoldo no sábado, 21, em Santa Maria da Vitória, nos pênaltis (4 a 2), após perder no tempo normal por 4 a 3. O primeiro jogo será em Barreiras e, a volta, em Luís Eduardo Magalhães. Os jogos de ida serão realizados no dia 6 de maio.

Portelinha vence nos pênaltis O Portelinha se classificou na disputa de pênaltis ao vencer o Juventude, de Serra Dourada, em Serra Dourada, por 4 a 2, no domingo, 22. No tempo normal, a equipe da casa venceu por 2 a 1. Como no jogo de ida, dia 15, o Portelinha venceu por 3 a 2, foi necessária a cobrança de pênaltis para definir a equipe classificada à terceira fase da Copa Interclubes do Além São Francisco (Ciasf ). O próximo adversário da equipe luiseduardense é o Rosário, de Barra, que eliminou o

São Cristóvão, de Ibotirama, ao empatar por 1 a 1, também no domingo, 22. O Portelinha vai jogar a primeira partida em casa, enquanto o segundo encontro será em Barra. Sobradinho (Serra Dourada) e Santo Antônio (Canápolis) fazem a outra partida da terceira fase. O primeiro encontro será em Canápolis, enquanto a partida volta será em Serra Dourada. Classificam-se para as semifinais as três vencedoras de cada confronto, além da melhor entre as três perdedoras.

LUCIANO DEMETRIUS

Força Jovem conquista Copa da Soja A equipe do Força Jovem, de Poções, goleou a do Terra Agrícola por 5 a 2 na decisão e é a campeã da VII Copa da Soja de Futsal Feminino. A competição, disputada no Ginásio de Esportes Terra Agrícola, no Jardim Paraíso, nos dias 21 e 22 de abril, teve a participação de nove equipes. Além das duas finalistas, também participaram as luiseduardenses Grupo Unido, Real/Santa Cruz, Pé Quente e Roda Velha; Atitude (Riachão das Neves); Posse Futsal (Posse/GO) e Mansidão Futsal (Mansidão). Os gols do título foram marcados, pela ordem, por Adelma, Raiane, Cleinha, Raiane e Renata. A favor do Terra Agrícola marcaram Regiana e Jéssica. O quarto gol do Força Jovem, confirmado pelo árbitro Fábio Júnior Medeiros, gerou polêmica, uma vez que a bola não teria ultrapassado a linha do gol. O placar, no momento, era de 3 a 1 para a equipe de Poções e a Terra Agrícola pressionava o time adversário.

Juventus e Marabá lideram na Copa JC Marabá, na chave A, e Juventus/Fábio Montagens, na chave B, são os líderes da VII Copa JC Society após a realização da segunda rodada no domingo, 22, na quadra da JC Society. A equipe do Marabá derrotou a Retífica Câmera/Ajax por 2 a 1, na abertura da rodada. Já o Juventus/Fábio Montagens venceu a Galvani por 3 a 1. Nos outros jogos, o Milk Shake aplicou a maior goleada da segunda rodada ao fazer 5 a 1 no Young Boys/Terra

foram marcados 167 gols (média de 7,59/jogo). Na disputa pelo terceiro lugar, a equipe do Atitude venceu Posse por 6 a 1.

EM PÉ: Jasiel Moura (técnico), Gabi, Adelma, Renata, Pitchula, Rai, Cleinha e Diego Rocha (massagista). Agachadas: Marileide, Fernanda e Juliana Marinho (coordenadora técnica). Em cinco jogos, a Força Jovem marcou 49 gols e sofreu apenas sete. Na estreia, derrotou Posse (GO), por 8 a 1, com gols de Renata, Fernanda e Raiane (2), Adelma e Francieli. Na segunda rodada, da primeira fase, fez 6 a 0 em cima do Real/Santa Cruz, de Luís Eduardo, com gols de Cleinha (3), Fernanda (2) e Renato. Na terceira e última rodada, já classificada, a equipe de Poções aplicou a maior goleada da VII Copa da Soja ao fazer 21 a 0 em cima da Pé

Agrícola. O Roma venceu o Vento em Popa por 4 a 3. Agrovitta e Asmeg empataram por 1 a 1 e Red Bull e Santa Cruz ficaram no 0 a 0. Na chave A, Marabá, com seis pontos, é seguido por Asmeg (4), Roma (3), Agrovitta (2), Vento em Popa (1) e Retífica Câmera/Ajax (0). Na chave B, o Juventus, seis pontos, é seguido por Santa Cruz (quatro), Galvani e Milk Shake (três), Red Bull (um) e Yong Boys (zero). Neste domingo, 29, jogam Santa Cruz x Galvani (16h); Asmeg x Roma (17h); Young Boys/Terra Agrícola x Red Bull (18h); Vento em Popa x Marabá (19h); Juventus x Milk Shake (20h); Retífica Câmera x Agrovitta (21h). ■

Quente, de Luís Eduardo. Somente Fernanda marcou 11 vezes. Os outros gols foram marcados por Cleinha (6), Renata (3) e Gabi. Nas semifinais, o Força Jovem venceu o Atitude por 9 a 4. A vitória teve gols de Cleinha (4), Fernanda (3) e Renata (2). A equipe campeã teve Fernanda como a artilheira da competição (18 gols) e Marleide a goleira menos vazada (sete gols). Naiara, do Terra Agrícola, foi eleita como destaque. Em 22 jogos,

Copa Interestadual. A I Copa Interestadual de Futsal 2012, disputada no Ginásio de Esportes José Alberto Lauck, segue nestes sábado, 28, com os jogos da fase classificatória, e domingo, 29, com as partidas das semifinais e decisão. A competição teve início na sexta-feira, 27, com Juventus/Olcatrans x Peixe Futsal (Brasília/DF) e Santa Cruz x Barreiras. Estes confrontos não haviam terminado até o fechamento desta edição. Neste sábado os jogos são entre Vento em Popa/Janjar x Falcão 12/Quartetto/Durax (Palmas/TO), às 16h; Agrovitta x Ibar/Brumado (17h10); Santa Cruz x Barreiras (18h30); Juventus/Olcatrans x Peixe Futsal (20h); Vento em Popa/Janjar x Falcão/Quartetto/Durax (21h10); Agrovitta x Ibar/Brumado (22h10). No domingo, as semifinais, a partir das 8h, entre o vencedor de Juventus/Olcatrans x Peixe Futsal contra o de Agrovitta x Ibar/Brumado; às 9h, jogam o vencedor de Santa Cruz x Barreiras contra de Vento em Popa/Janjar e Falcão 12. A decisão será às 11h. Neste sábado, os ingressos custam R$ 3,00 (individual) e R$ 5,00 (casadinha). No domingo, a entrada será um quilo de alimento não perecível.


22

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

GENTE JOVEM RAFAEL DIAS rafaeldias@diariodooeste.com.br

Dia do Choro O Dia do Choro aconteceu em Barreiras, no último sábado, 21. O evento cultural foi em homenagem ao Dia Nacional do Choro e aconteceu na Praça Castro Alves, no Centro Histórico de Barreiras. Contou com a apresentação do grupo Toque de Choro e de convidados como Dona Jadir do Bandolim, Edson Flautista e Fábio Trompete. Os jornalistas Anton Ross e Cátia Andrade estiveram no evento e o classificaram como fantástico. Uma pena esse tipo de atividade não ser realizado em Luís Eduardo.

NA FESTA da Fantaisa, Matheus Farias, Nara Fontes, Marcello Meurer e Leonardo Vicenzi ...

Festa da Fantasia Festa da Fantasia é umas das melhores de Goiânia. Isso todo mundo sabe. E Luís Eduardo sempre é bem representada nas melhores festas do país. Baladeiros locais rumaram para a capital goiana para participar da 17° edição da festa, que aconteceu no Goiânia Arena no último sábado, 21. Como em toda edição, a festa reuniu milhares de pessoas, todas fantasiadas. Da Cidade partiram Gustavo Vanni, Kau Amaral, Paulo Jalaska e Carol Triaca. Alguns se reuniram com luiseduardenses que estudam na capital goiana. A festa é tão prestigiada que até a equipe do programa “Pânico na Band” fez mais uma vez a cobertura do evento, com suas piadas e resenhas com os presentes na festa. A matéria deve ir ao ar neste domingo, 22. Como diz o slogan, uma festa inesquecível.

A

Comemoração As comemorações de Luís César Cabrini pela aprovação no exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), não ficaram restritas ao dia em que viu o resultado. Depois de reunir familiares e amigos mais próximos no Espetinho do Gaúcho, ele programou uma festa para todos. A festança aconteceu no sábado, 21, no quiosque da Nativa. Começou às 16 horas e entrou pela madrugada.

tinha a opção de comprar o ingresso individual ou passaporte (para os dois dias da festa). O evento contrariou a tese de que festas de dois dias em Luís Eduardo não dão certo. Nos dois dias, o Estação Gê teve bom público. As atrações ficaram por conta da barreirense Talita Sampaio e de Marquinhos Bahia, na sexta; Rafael Capri, de Goiânia, e DJ Marciano, no sábado.

Confraternização Aconteceu na quarta, 25, o “1° Jantar de Confraternização dos Contabilistas de LEM”. O jantar serviu para reunir acadêmicos e profissionais na área contábil. O evento aconteceu no Restaurante Sabor e Arte, no Centro, e teve inicio às 19h30 horas, com apoio da Associação da Classe Contábil de LEM (ACCL). 

Aniversariantes

Costelão A turma do 9° período de direito da Faahf organizou o II Costelão e Porco no rolete, que aconteceu na Gruta, no domingo, 22, ao meio dia. O evento reuniu muitas famílias e amigos dos formandos, além de apreciadores de um bom churrasco. Como o primeiro evento, transcorreu de forma organizada e divertida. Com espaço para as crianças brincarem, doces e música ao vivo.

Em Barreiras

WELISSA OLIVEIRA

HAMILLY OLIVER

Charles Andrade antecipou as comemorações e reuniu amigos para celebrar mais um ano de vida no sábado, 21. A festança ocorreu no Quiosque da Retífica de Motores Câmara. O aniversário de Charles foi na segunda, 23. 

... Ingrid Platon, Ana Paula Coelho e Kau Amaral...

... Júlia Carvalho e Stéfanie Casali.

No Morumbi

Aviões do Forró

O sãopaulino Lucas Akio Yamashita, recém formado em engenharia química pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), assistiu ao jogo entre São Paulo e Bragantino, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, no último sábado, 21. O jogo, na capital, valia vaga para as semifinais do Campeonato Paulista. O São Paulo saiu vitorioso pelo placar de 4 a 1. Agora o tricolor paulista enfrenta o Santos nesse domingo, 29, em busca de vaga na final do torneio.

O frisson está formado. Tudo causado pela aproximação do show da banda de forró Aviões do Forró, no próximo dia 30, na véspera do feriado do Dia do Trabalho, na Magnum, em Barreiras. Haverá também apresentação da banda Farol de Fusca e do cantor Maurinho do Acordeon. Os ingressos podem ser adquiridos em diversos pontos da Cidade, além de contatos pelas redes sociais. Em todas as rodas, comenta-se quem vai ao evento e formam-se grupos para assistir ao show.

O Mix universitário aconteceu pela primeira vez no Estação Gê no último final de semana. Foram dois dias de festas, na sexta, 20, e no sábado, 21. Quem foi à festa

NO COSTELÃO. Fernando Urzedo, Raissa Dhamer, Camila Garcia e Audrei Luft (fundo). Durval e Zete Miranda e Daniela Urzedo.

MIX UNIVERSITÁRIO. Marikel Toniazzo, Kethllen Priscila, Carol Ribeiro, Jéssica Daiane, Priscila Feistauer e Tatiane Sommer.

Os DJs Ruriá e Mandrak se reuniram no último final de semana para uma apresentação no Mariana Pub, em Barreiras. Eles fizeram a fusão inédita especialmente para o evento, que aconteceu no sábado, 21. Junto com os DJs, alguns amigos foram a Barreiras. A festa reuniu muitos adeptos da música eletrônica.

Mix Universitário

● Aniversariantes da semana: na segunda, 23, Juliana Magalhães, Juliana Oliveira e Jocenei Bisello; na terça, 24, Vanessa Rissi, Anderson Vogt, Bruna Lyra e Amanda Garcia; na quarta, 25, Vinicius Severo e Felipe Zangirolami; na quinta, 26, Juliana Ribeiro, Luiza Brenner e Sara Milany; na sexta, 27, Durval Melo, Letticia Janjar, Fábio Piccoli, Izabella Kolling e Larissa Lorentz. Neste sábado, 28, Carol Coelho, Welissa Miranda de Oliveira, Pathy Carla Santos e Jhonatham Gomes. No domingo, 29, é a vez de Hamilly Oliver, Danielle Schivo, Erycka ■ Oliveira e Wyara Barros.

Simpósio de Engenharia Os ingressos do 2° Simep (Simpósio de Engenharia de Produção) mal começaram a ser vendidos e já estão sendo disputados. A grande jogada do simpósio foi a busca de Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro a viajar pelo espaço, para ser o palestrante. A palestra, que tem como tema Tecnologias no mundo, acontece no dia 1° de junho, às 19h30, na Faahf (Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira), e é aberta a todos os interessados. O valor do ingresso é de R$ 35.


23

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

O jornal com o melhor conteúdo do Oeste da Bahia melhorou ainda mais o conteúdo. Aqui, seu anúncio vende mais

O

j o r n a l

q u e

a

C i d a d e

v ê

e

l ê


24

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 28 de abril a 4 de maio de 2012

L I N H A S D E ATA Q U E LUCIANO DEMETRIUS lucianodemetrius@diariodooeste.com.br

LEANDRO ABREU/PREFEITURA MUNICIPAL

BATE-BOLA Seis equipes disputam o Campeonato Barreirense de Basquete em 2012. Destas, quatro são de Barreiras – Devassos, Jussama, Robe Belle e Fasb; as outras duas são as seleções de Luís Eduardo Magalhães e de São Desidério. José Carlos Pia é o responsável pela competição regional que estimula a prática do esporte e atrai o público no momento em que a modalidade se destaca no Brasil com o retorno da seleção às Olimpíadas e a criação do NBB (Novo Basquete Brasil).

SELEÇÃO DE HANDEBOL. Atrás: Cacau, Rodrigo, Lúcio, Vinicius, Vinicius Baiano,João Filho, Tiago, Rafael, Paulo e José Carlos. Agachados: Janduir, Gutemberg, Wilker, Alessandra (da Secretaria de Esportes), Giuliano (goleiro) e Mário Almeida (da Liga Desportiva).

Handebol de primeira C

om duas vitórias sobre Barreiras, a seleção masculina de handebol de Luís Eduardo Magalhães conquistou o título do 1º Torneio da Amizade, disputado no sábado, 21, na quadra Dioclécio Severino Ramos, anexa à Escola Ottomar Schwengber. A seleção de Formosa do Rio Preto desistiu de participar, uma vez que seus atletas – que também participaram do vôlei, na mesma competição – não puderam entrar em quadra pois os jogos das duas modalidades aconteceram no mesmo horário. Devido ao número restrito de equipes – duas – a opção foi realizar melhor de três jogos para definir a equipe campeã. No primeiro confronto, a seleção de Luís Eduardo, comandada pelo técnico João Franca Neto, venceu por 16 a 9. O destaque desta partida foi Paulo Cavalcante, de Luís Eduardo, com seis gols. Na segunda partida, o título veio com a vitória dos luiseduardenses por 20 a 9. O goleador da partida foi Gutemberg, de Luís Eduardo, com sete gols. Já no vôlei, disputado no Ginásio de Esportes José Alberto Lauck, a UFBA (Barreiras) foi campeã no masculino, enquanto a AABB (Santa Rita de Cássia) conquistou o título no feminino. A seleção de Luís Eduardo Magalhães foi vice-campeã nas duas categorias. No masculino, participaram também as seleções de Formosa do Rio Preto, Santa Rita de Cássia, Barreiras e a equipe da AABB. Na decisão, a UFBA venceu por 2 a 1 (19/25; 25/22 e 15/12). Formosa do Rio Preto ficou em terceiro lugar. No feminino, com apenas três equipes (seleções de Luís Eduardo e Santa Rita de Cássia e a equipe da AABB), o torneio foi disputado com jogos entre todos os participantes. Na decisão, a AABB superou a seleção luiseduardense por 2 a 0 (25/16 e 25/17).

Campeonato do Sudoeste

Em quadra

Banca Real (Barra do Choça), campeã, e Filhos da Tiririca (Itiruçu), vice, são as duas equipes classificadas para a etapa final do 10º Campeonato do Sudoeste de Futsal, durante a 5ª Zonal de Poções, disputada nos dias 21 e 22 no Ginásio de Esportes Ângelo Magalhães. A 6º Zonal será nestes sábado, 28, e domingo, 29, em Palmas de Monte Alto. A seleção de Luís Eduardo está classificada após conquistar o título da 4ª Zonal, em Ibicoara.

As seleções de vôlei masculino e feminino de Luís Eduardo Magalhães disputam neste sábado, 28, e domingo, 29, o I Jogos Regionais de Vôlei, em Xique-Xique.

Tropeçou na maca O meia Antônio César, do Corinthians (Barreiras), protagonizou uma cena cômica no jogo contra o Juventus, pela Copa Interclubes, no domingo, 22, no Campo da Bunge. Aos 32 minutos do segundo tempo, quando foi apanhar a bola que havia saído pela lateral do gramado, ele tropeçou na maca que estava próxima à linha do campo. O jogador nada sofreu, mas o socorro estava a sua disposição.

Mas com que roupa? A equipe de handebol masculino de Barreiras confirmou presença – e participou – do I Torneio da Amizade, em Luís Eduardo, no sábado, 21. Apesar do entusiasmo dos barreirenses, a equipe da cidade vizinha não

Qual a sua avaliação do basquete na região Oeste? Existe apoio à modalidade? Em nossa região o basquete tem se desenvolvido de forma lenta e ainda em cidades específicas (Barreiras, Luís Eduardo, São Desidério e Ibotirama); falta apoio e estiímulo para que crianças e jovens conheçam e pratiquem este esporte. O basquete, aos poucos, ressurge no cenário esportivo nacional, principalmente pelo retorno do Brasil nas Olimpíadas e pela criação do NBB ( Novo Basquete Brasil). Quais as ações, em termos locais, para aproveitar este momento e aquecer o esporte na região? O momento do basquete no Brasil é excelente. Depois de três edições dos jogos sem participação, a volta do basquete masculino do Brasil às Olimpíadas reflete a retomada do basquete como esporte de massa, que já foi o segundo esporte mais praticado em nosso país. Em nossa região não tenho conhecimento de outros eventos a nível regional alézm do Campeonato Barreirense. O Campeonato Barreirense acolhe equipes de outras cidades. Esta competição é um embrião para a criação de uma liga na região Oeste?

tinha uniforme para entrar em quadra. Foi necessária a ajuda de integrantes da comissão organizadora para providenciar as camisas para a seleção de Barreiras.

A frase “Quer dizer que não posso ‘botar’ pressão para cima da arbitragem?”, disse o jogador do Juventus Leomi Pereira do Carmo, que estava no banco de reservas da equipe durante o jogo contra o Corinthians (Barreiras), no domingo, 22, no Campo da Bunge. O atleta disse a frase à imprensa e ao mesário após ser advertido de que ele se antecipava ao pedir o final da partida, ainda aos 44 minutos do segundo tempo.

Dia do Goleiro Na quinta-feira, 26, foi comemorado o Dia do Goleiro. Parabéns aos jogadores cuja posição é uma das mais visadas pelo torce-

Existe esta ideia. Após esta edição dos jogos estaremos nos reunindo com colegas praticantes do basquete em nossa região para começarmos a discutir os planos do campeonato de 2013, o qual esperamos já denominar Copa Região Oeste de Basquetebol. Almejamos contar com a participação de Ibotirama e sediar algumas rodadas da competição nas cidades participantes. Como está o basquete no Estado da Bahia? Quais as regiões mais fortes? O basquete em nosso estado, comparado com outras regiões do país, ainda é fraco, requer muitos incentivos e mais atenção do poder público. Existem competições em nível estadual, mas só contemplam as cidades próximas à capital, deixando as cidades do interior, em especial as da nossa região, órfã de incentivo e de oportunidade de inclusão nestes eventos. Este distanciamento dificulta o aproveitamento de talentos que poderiam ser melhor aproveitados em competições interestaduais, o que deixaria as regiões Norte e Nordeste próximas de regiões onde o basquete é mais desenvolvido, difundido e praticado como no Distrito Federal, no Sul e no Sudeste. O basquete é bem aproveitado nas escolas (tanto nas aulas como no conhecimento dos professores em relação à modalidade)? Sim. Temos um bom número de praticantes do basquete nas escolas, especialmente em Barreiras e Luís Eduardo Magalhães. Quanto aos professores, temos bons profissionais em nossa região que têm desenvolvido seus conhecimentos de forma rápida e contínua. Porém, gostaria de atentar para o fato de alguns colegas ainda apresentarem pouco conhecimento sobre as regras do basquete, tão importantes para o desenvolvimento e o bom aprendizado.

dor (seja para responsabilizar uma derrota ou uma vitória). A criação da data foi dos professores da Escola de Educação Física do Exército do Rio de Janeiro, o tenente Raul Carlesso e o capitão Reginaldo Pontes. A primeira celebração aconteceu em 1975.

Vacilo A equipe feminina de futsal do Grupo Unido, do Jardim das Acácias, perdeu na estreia da VII Copa da Soja por WO. Mesmo atuando em sua Cidade, o grupo chegou com número reduzido de atletas ao Ginásio Terra Agrícola. A comissão técnica da equipe foi em busca de outras jogadoras e conseguiu reunir o número mínimo exigido para entrar em quadra. Corretamente, a organização da competição deu o jogo ganho ao adversário, Mansidão Futsal, uma vez que o time da Grupo Unido atrasou-se além dos 15 minutos toleráveis para o início do jogo, marcado para as 9h45 de sábado, 21. ■

Oeste Semanal Edição 60  

Oeste Semanal Edição 60

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you